Page 1

DE

M E S

EM RE

❏ Leia as colunas de

Tiragem desta edição

Sebastião Nery, Luciano Demetrius, Tizziana Oliveira e Rafael Dias

5.000 exemplares

A

L A AN ST

AC

Oeste

A ID

VI

Ano I ❑ Nº 22 ❑ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

❏A

AGENDA DA CIDADE EST˘ NA P˘GINA 7

Preço do exemplar em banca

R$ 1,00

Enfim, o Detran em Luís Eduardo Em 90 dias, não será mais preciso ir a Barreiras para tirar carteira de motorista. Página 3

A M A RC H A PA RA J E S U S HENRIQUE CABELO

CERCA de 5 mil pessoas participaram da caminhada promovida pela Ordem dos Ministros Evangélicos de Luís Eduardo Magalhães, na terça-feira, 2.

Macrodrenagem para evitar enchentes. Página 6 ❏ Ministro vem para inauguração ❏ Em uma semana, seis pedestres

de ginásio de esportes. Página 6 são vítimas de assalto. Página 11


2

INFORMAÇÃO E OPINIÃO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

PREZADO LEITOR Luís Eduardo exportou 65% mais no semestre

A

s exportações de Luís Eduardo Magalhães aumentaram 65% no primeiro semestre deste ano, na comparação com igual período do ano passado, para US$ 207 milhões, de acordo com dados da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI). Soja, algodão e mamão puxaram as vendas para o exterior. A China foi a maior compradora de Luís Eduardo. Foram para lá 30% das exportações daqui ou US$ 69 milhões, alta de 92% sobre igual período do ano passado. Entre os dez principais municípios exportadores baianos, três apresentaram queda na comparação com o semestre do ano anterior: Camaçari (-8%), Barreiras (-25%) e São Desidério (-2%). Com vendas totais de US$ 4,9 bilhões em seis meses, a Bahia teve alta de 18,4% na comparação com igual período de 2010.

O que faz quem garimpou votos por aqui Nas eleições de 2010, Kelly Magalhães (PCdoB) obteve, em Luís Eduardo Magalhães, 5.403 votos, que ajudaram a elegê-la deputada estadual. Herbert Barbosa (DEM) foi o segundo candidato mais votado na Cidade, com 1.300 votos, seguido de Mário Negromonte Júnior (PP), com 1.188. Outro deputado eleito que garimpou votos em Luís Eduardo foi Marcelo Nilo (PDT), com 448. Suas excelências, em retribuição a esses votos, bem que poderiam informar ao distinto público o que fizeram por Luís Eduardo depois de empossados. Poderiam começar listando quantos discursos ou intervenções fizeram cobrando a falta de juízes de Direito, de cartórios e de representação de órgãos estaduais e federais na Cidade. ... Menos obrigação tem o deputado Cacá Leão (PT), que aqui só teve 42 votos na última eleição para estadual, apesar de seu pai, João Leão, ter obtido mais de 3 mil para federal.

E o que faz Oziel Enquanto o cidadão de Luís Eduardo se irrita com a falta de serviços essenciais na Cidade, como agências do INSS e Detran, o deputado Oziel Alves de Oliveira (PDT), que teve mais de 10 mil votos para federal, defende a criação do Estado do São Francisco.

Sem sombra A continuar o ritmo da secretária de Meio Ambiente, Fernanda Aguiar, a Cidade continuará com poucas sombras de árvores no

Publicação da Oeste Comunicação Integrada Ltda. Rua Jorge Amado, 1.327 – Jardim Paraíso – CEP 47.850-000 – Luís Eduardo Magalhães/BA Inscrição municipal 007132/10 CNPJ 12.835.627/0001-41 - Telefone (77) 3628-0686

oestesemanal@diariodooeste.com.br

período seco. O Centro, onde mais se procura sombra, está como estava há um ano.   A secretária está mais preocupada com educação ambiental do que em arborizar a Cidade.

Duplicação atrasa A roubalheira no tal Dnit prejudica Luís Eduardo. Com tanto rombo a tapar no Ministério dos Transportes e no ex-DNER de roubança memória, a duplicação da BR 020/242 permanece engavetada, assim como a operação tapa-buraco na 242.

Saudoso Bezerra “Você me chamou para esse pagode, e me avisou: ‘Aqui não tem pobre!’ Até me pediu pra pisar de mansinho, porque sou da cor, eu sou escurinho... Aqui realmente está toda a nata: doutores, senhores, até magnata Com a bebedeira e a discussão, tirei a minha conclusão: Se gritar pega ladrão, não fica um meu irmão”.

Tentativa de assalto

Caterpillar investe um comboio de dólares no Brasil O CEO mundial da Caterpillar, David Calhoun, vai desembarcar em setembro no Brasil. Vem para anunciar à presidente Dilma Rousseff um dos maiores investimentos já feitos pela empresa no Brasil. Os norte-americanos vão aportar cerca de US$ 300 milhões em sua operação ferroviária no país. O projeto inclui a construção de dois centros de manutenção de vagões e locomotivas, um em Minas Gerais e outro no Nordeste, e a instalação de uma fábrica de motores a diesel, provavelmente em São Paulo. Esta será a primeira unidade industrial do gênero montada pela Caterpillar fora dos Estados Unidos. Todos os investimentos serão feitos por meio da Progress Rail, braço ferroviário da Caterpillar. O objetivo dos norte-americanos é verticalizar toda sua operação ferroviária no Brasil. O grupo já produz equipamentos no país e recentemente anunciou a construção de sua segunda fábrica de locomotivas. Com este investimento, a subsidiária brasileira será a maior base industrial da Progress Rail fora dos Estados Unidos. Segundo informações filtradas junto à própria Caterpillar, os norte-americanos elegeram o Brasil como o segundo mercado mais importante do grupo em todo o mundo, atrás apenas da própria matriz. De acordo com a mesma fonte, a empresa já planeja seu próximo passo no país: a produção de vagões, investimento que deverá sair do papel até 2013. A companhia pretende, inclusive, disputar concessões ferroviárias ao lado de operadores do setor, entrando como sócia minoritária da operação. O objetivo é criar demanda para o fornecimento de vagões, locomotivas e demais equipamentos. A Caterpillar pretende também se aproveitar de uma

“Recebi no dia de hoje o jornal Oeste e fiquei surpreso com uma notícia na página 10, com o título:” Dono de lotérica põe ladrões para correr”. Concordo com a matéria em parte. Onde diz que eu peguei uma espingarda e corri atrás dos ladrões não é verdadeira. Sinceramente. não sei quem criou essa história. A verdade é que, como eles (os ladrões) não conseguiram entrar e

ficaram muito tempo expostos e poderia chegar a polícia, correram em retirada, conforme consta na filmagem. Eu nem me confrontei com eles e nem havia armas na lotérica naquele momento. Estavámos eu, a minha filha e minha esposa no momento que ocorreu a tentativa de assalto. Estou esclarecendo, para que não haja mal

SÓCIOS-DIRETORES Antonio Calegari / Pedro Callegari

CIRCULAÇÃO Aroldo Vasco de Souza

REDAÇÃO João Penido (editor), Antonio Calegari, Luciano Demetrius Leite, Raul Beiriz Marques, Rafael Dias, Sebastião Nery, Tizziana Oliveira, Henrique Cabelo (fotógrafo e diagramação), Paulo Cezar Goivães (projeto gráfico)

IMPRESSÃO Gráfica F. Câmara Csg 09 – LOTE 03 – GALPÃO 03 – Taguatinga Sul – Distrito Federal – Fone (61) 3356-7654

PUBLICIDADE Juliana Cadore

TIRAGEM* 5 mil exemplares *Tiragem jurada pela editora, comprovável quando da

brecha da ANTT. Recentemente, a agência reguladora abriu o mercado ferroviário a operadores que não são necessariamente donos de concessões. Estes grupos poderão utilizar as ferrovias já existentes com vagões próprios ou alugados mediante o pagamento de taxas aos concessionários. Dentro da Caterpillar, todo este projeto é chamado ironicamente de “Operação GE”. O objetivo da empresa é tirar mercado de uma de suas maiores concorrentes mundiais. Dona de uma fábrica de equipamentos ferroviários em Minas Gerais, a General Electric tem conquistado importantes contratos no Brasil.

Terra chinesa Um dos maiores conglomerados agropecuários da China, o Beidahuang Group está comprando terras no semiárido do Nordeste brasileiro. Tudo com muita discrição e usando como biombo um grupo de investidores da região. O objetivo dos chineses é o plantio e a exportação de milho e soja para a Ásia. Só na aquisição das áreas de cultivo, o Beidahuang está investindo R$ 200 milhões.

Terra fértil A crise na Europa e nos Estados Unidos virou um bom negócio para grupos agroindustriais brasileiros. O Banco do Brasil, por exemplo, aumentou em 30% o volume de crédito para que empresas do setor comprem ativos no exterior. O total de recursos em 2011 deverá chegar a R$ 600 milhões.

Copyright Relatório Reservado, publicação diária especializada em inside information editada pela Insight Comunicação. www.relatorioreservado.com.br

entendidos e que não ocorram más interpretações sobre os fatos. Atenciosamente  Luís Barcellos”

NOTA DA REDAÇÃO. As informações sobre a tentativa de assalto foram obtidas junto a familiar do Sr. Barcelos.

impressão do jornal, na Gráfica F. Câmara, a par tir das 23 horas das sextas-feiras e quando do início da distribuição das edições, na Rua Jorge Amado, 1.327 – Jardim Paraíso – Luís Eduardo Magalhães, a par tir das 7 horas da manhã dos sábados. As publicações da Oeste Comunicação – Oeste Semanal e DiariodoOeste.com.br não publicam matérias redacionais pagas sem caracterizá-las como Informe Publicitário. A Oeste Comunicação também edita o site online DiariodoOeste.com.br.


C I D A D E3

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

Enfim, o Detran na Cidade Exames práticos já poderão ser feitos a partir desta terça-feira; teóricos, em até 90 dias DA REDAÇ‹O inalmente, os moradores de Luís Eduardo Magalhães não vão precisar mais ir a Barreiras para tirar carteira de motorista ou fazer vistoria de veículo, anunciou o prefeito Humberto Santa Cruz, na quarta-feira, 3, depois de reunião com autoridades de Trânsito da Bahia. O atendimento começa já nesta terça-feira, 9. Exames práticos serão realizados na área em frente ao Mercado Municipal. Os exames teóricos começarão no prazo de 60 a 90 dias, tempo necessário para que a Prefeitura providencie instalações da representação do Detran, disse a Oeste Semanal o secretário de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, Éder Fior. Luís Eduardo terá uma Regional de Trânsito (Retran) com status de Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran). A instalação da Retran com atribuições de Ciretran foi acertada pelo prefeito Santa Cruz em reunião com o diretor geral do Detran/BA, major Maurício Botelho, o diretor de Habilitação do órgão, capitão Márcio

F

PREFEITURA MUNICIPAL

Blanco, o coordenador do Ciretran/Barreiras, Pedro Antônio (Pêu) e com o capitão Elpídio Sacramento Almeida, do 10º Batalhão de Barreiras. Também participaram dos entendimentos  os secretários municipais Éder Fior, de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, Maria Teresa Nemoto, de Governo, e Cândido Trilha, do Planejamento Orçamento e Gestão. 

Anseio. “Estamos pensando no bem estar da população”, afirmou o prefeito Humberto Santa Cruz, de quem partiu a iniciativa do encontro.  A ideia inicial era a instalação de escritório regional da Ciretran de SECRETÁRIO Éder Fior Barreiras, de encaminhamento de processos, mas sem poder de emissão de carteira de motorista. A direção do Detran concordou então em “O prefeito Humberto Santa Cruz questio- dar à Retran status de Ciretran, possibilitannou o diretor do Detran por que haveria neces- do a realização de todos os serviços na sidade de cerca de 160 pessoas por mês com- Cidade. pareceram a Barreiras para fazer exame de Segundo informou o secretário de motorista, se já haveria um posto do Retran Segurança, o posto do Retran, instalado iniaqui na cidade”, disse o secretário Fior. cialmente no prédio da Prefeitura, será

transferido para o prédio onde hoje está a Autopeças Porto, em período não superior a 90 dias. “Este prédio foi alugado pela Prefeitura e servirá de sede para o Retran, bem como para as outras secretarias que não estão no Centro Administrativo. A ideia é concentrar as atividades da administração municipal”, disse.

Comemoração. O dono da Auto Escola Cerrado, Marinaldo Almeida, é um dos que mais comemora a instalação do Retran em Luís Eduardo. “Era uma necessidade da Cidade. Algo que não podia ficar assim com tantos problemas para os luiseduardenses”, disse. Marinaldo Almeida é um dos que reclamou na matéria publicada na edição anterior do Oeste Semanal de que a cidade era tratada com descaso pelas autoridades estaduais e federais. Marinaldo afirmara na matéria que alguns de seus alunos eram obrigados a viajar três ou quatro vezes a Barreiras para fazer uma única prova porque faltavam examinadores ou o sistema de informática estava fora do ar.

Ministro vem para inauguração do ginásio de esportes PREFEITURA MUNICIPAL

DA REDAÇ‹O O ministro das Cidades, Mário Negromonte, virá a Luís Eduardo Magalhães, no próximo dia 20, para a inauguração oficial  do Ginásio de Esportes construído pela Prefeitura no Jardim das Acácias. O ministro aceitou o convite feito pelo prefeito Humberto Santa Cruz, na quarta-feira, 3, em Brasília, em audiência na qual também esteve presente o chefe do Gabinete Civil da Prefeitura de Salvador, deputado federal João Leão. O governador Jaques Wagner é outro convidado para a solenidade, mas sua presença ainda não foi confirmada. O ginásio a ser inaugurado é o único público de Luís Eduardo totalmente coberto. Além de arquibancada,  o ginásio tem quadra poliesportiva que possibilita jogos de basquete, handebol, futsal e vôlei, em área de 1.436 metros quadrados de construção.

O PREFEITO Humberto Santa Cruz, o ministro Mário Negromonte e o deputado João Leão, durante a audiência.


C I D A D E4

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

FOTOS DE HENRIQUE CABELO

PASTOR Djalma Alves Silva

A MULTIDÃO ergue os braços, acompanhando cantos e louvores conduzidos por pastores

PASTOR João Evangelista

CANTOR Hesron Capriny

A PRIMEIRA dama e secretária de Saúde Maira de Andrade Santa Cruz e o prefeito Humberto Santa Cruz

5 mil marcham para Jesus Marcha percorre ruas do Santa Cruz ao Centro durante quatro horas, sem qualquer incidente RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação

L

uís Eduardo Magalhães é a cidade do Senhor Jesus. A Bahia não é só de Todos os Santos. É do Senhor de Todos os Santos: Jesus. Com este espírito, muito louvor e na mais perfeita paz, cerca de cinco mil pessoas acompanharam na terça-feira, 2, a 4ª Marcha para Jesus, em um percurso de cerca de três quilômetros, da Praça Aldo de Grandi, no Santa Cruz, até a Praça Sérgio Alvim Motta, no Centro.

mais importante é pavimentar a estrada do coração do homem e construir um caminho de fé, amor e esperança”, disse o prefeito, que recebeu uma bíblia de presente do pastor Djalma Alves Silva, da Primeira Igreja Batista, presidente da Omelem- Ordem dos Missionários Evangélicos de Luís Eduardo Magalhães, organizadora do evento.

Aquecimento. Às 16 horas de terça-feira, cerca de 300 pessoas esperavam o início da marcha perto da Praça Onero Costa. Eram Não só evangélicos acompanharam a cristãos de todas as partes do município, de marcha, animada pela banda gospel várias denominações, interagindo para o Ministério Jeová Nissi. Estavam presentes sucesso do evento. Havia até grupos e pastores também, cantando e louvando, católicos, de outras cidades. A maioria dos participantes espíritas e até pessoas que se diziam usava camisetas brancas da Omelem; de camiagnósticos.  Participaram do evento sa igual, mas na cor azul, estavam os pastores. secretários municipais, como a de Saúde, Um grupo de jovens animava a concentração, Maira de Andrade Santa Cruz, vereadores todos com um sorriso no rosto e carregando faie o prefeito Humberto Santa Cruz. xas para mostrar a participação de seus grupos “Este evento é muito importante para na caminhada. Um destes jovens era Túlio cidade, pois mostra a liberdade religiosa, a Faustino Rodrigues, da Primeira Igreja Batista. interatividade entre pessoas de vários credos “Estamos aqui para mostrar que nós, jovens, e religiões. Sabemos que é importante pavi- somos a força da evangelização. Porque nosso mentar as ruas, reestruturar a cidade, mas o Deus é maior que todo mal presente. Estamos aqui no intuito de fortalecer os laços de todos com o evangelho, com as igrejas, com Jesus”, disse Túlio, que parecia liderar o grupo que segurava duas faixas. Túlio é filho de pastor e aceitou Cristo aos oitos anos, segundo disse. EDSON TRESSINO No outro lado da calçada, também em frente Av. Clériston Andrade, N° 1900 - Lot. Rio Grande ao trio elétrico armado Barreiras - BA - CEP: 47801-250 - Caixa postal 220 em cima de um caminhão Volvo FH12, com Fone/fax: (77) 3611-3927 Cel: (77) 9971-2305 dez eixos, 25 metros de Email: tratomec.ltda@hotmail.com cumprimento e 3,2 met-

ros de largura, um grupo de policiais militares, em motocicleta, fazia a segurança. Esta equipe de PMs abriria o caminho para a marcha, que terminou no Centro, somente quatro horas depois. Em frente ao caminhão de som, havia ainda três carros da guarda municipal, com cerca de 12 homens. O pastor João Evangelista da Cruz, da igreja Reinando em Cristo, era um dos que aguardavam a partida da marcha. “Este evento é importante para mostrar à cidade a importância de ser cristão, de ter fé, de viver a fé”, disse.

Proclamando a fé. O pastor Djalma Alves Silva, da Primeira Igreja Batista, presidente da Omelem, subiu ao carro de som às 16 horas e 30 minutos para dar início à marcha. Em sua pregação, o pastor disse que todos deviam lutar para que Luís Eduardo fosse conhecida como a cidade da paz, a cidade onde todos irão ter orgulho de viver. “Convido a todos a marcharem contra os males da Cidade. É a marcha da libertação. Da libertação de vidas em nossa Cidade. Todos aqui somos instrumentos de Jesus. Guerreiros destemidos para acabar com o mal em nossa comunidade”, disse. O pastor lembrou a magnitude do evento para que as pessoas “entendam a importância dos valores cristãos, da família, do amor”. “Queremos fazer a Cidade abrir seu coração e entregarse ao Senhor”, disse. Ele citou o caso de um familiar que conseguiu vencer o vício das drogas e tornou-se pastor. Cinco horas da tarde. Animados pela banda gospel Jeová Nissi, cerca

de mil pessoas movimentavam-se para frente, para trás, para os lados, todos com as mãos erguidas e cantando em alto e bom tom: “Jesus é o motivo da nossa alegria”. Cinco minutos depois, a carreta saía pela Rua João Dourado.

Alegria. Foi como se um mar de gente dançando, alegre, despreocupada, invadisse a rua do Santa Cruz. Quem estava assistindo a marcha em bares, bebendo cerveja ou alguma outra bebida alcoólica, parava de beber para ensaiar alguns passos. A cem metros da partida, uma senhora, vestindo azul, abraçou uma outra que estava sentada em uma cadeira de praia, com um copo de cerveja na mão. Foi lá, abraçou-a, convidou-a participar da marcha e foi atendida, A marcha seguia com um grupo de pessoas animadíssimo à frente da carreta; atrás dela, vinham cerca de 20 carros e várias motocicletas. Nem mesmo a carreta Scania, placa KCG 3185, de Chapecó, Santa Catarina, parada no meio da rua, impediu que os evangélicos continuassem sua marcha. Nem mesmo os fios. Uma equipe de operários cuidava de prendêlos, para evitar acidentes com as pessoas que estavam em cima da carreta. ➧


CIDADE5

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

Juntos na marcha, esposa evangélica e marido católico Seguindo a marcha para Jesus, o casal Angela Mahler e Ricardo Rosa Mahler mantinha-se abraçado, como que selando sua união de 20 anos, apesar das diferenças religiosas. Angela, auxiliar contábil, é evangélica, da Igreja Missionária Reunida, enquanto Ricardo, motorista, é católico. Questionados sobre a diversidade de religiões, os dois se abraçaram mais forte e reiteraram que o grande segredo dessa convivência harmoniosa era o diálogo. “Não há problemas em nossas vidas. Respeitamos cada um a fé do outro. Tanto que ele vai aos cultos comigo quando pode. A família é muito importante para mudar a sociedade repleta de problemas causados pela desagregação familiar. Esta marcha para Jesus é importante por isso, para mudar um pouco esta realidade de violência que existe no mundo”, disse Angela. Um pouco atrás, um senhor nitidamente alcoolizado erguia as mãos como todos os fiéis presentes e pedia a benção. Largou o rádio de pilha que carregava em uma das mãos e chegou a chorar enquanto repetia as palavras do locutor da Marcha para Jesus.

vessou a rodovia BR 020/242, por volta das 19h15. O refrão da música não dizia respeito à rodovia, embora os policiais militares tivessem encontrado alguns problemas para liberar a rodovia. O sentido da música era no tom da liberação dos males, das doenças e a cura pela fé. Após mais um oração no Posto Porto Brasil, a marcha seguiu pela Rua Paraíba até a Praça Sérgio Alvim Motta, sem maiores problemas. Há de se destacar que o cantor da banda Ministério Jeová Nissi, Hesron Capriny, comunicou aos participantes, na esquina das Ruas Paraíba com José Cardoso de Lima, que os músicos parariam de tocar para a passagem em frente ao centro de Saúde Gileno de Sá, em respeito aos doentes e quem lá estivesse. A multidão respeitou o pedido do cantor. Assim que o grupo chegou à praça, novas canções e muitas pregações. Hesron Capriny, que é da Igreja Batista Betânia, lembrou que a marcha era a forma dos evangélicos mostrarem unidade. “Não há placa nesta marcha. Ninguém está defendendo uma igreja, uma fé, mas sim uma unidade, a da fé em Jesus”, disse. Hesron citou o salmo 23: “O senhor é meu FOTOS DE HENRIQUE CABELO

Cantos. Todos cantavam. “Entra na minha casa, entra na minha vida, mexe com minha estrutura, sara todas as feridas”. Em meio à multidão que ANGÉLICA Mahler e Ricardo Mahler: diálogo constante marchava pela Rua João Dourado só se via gente pastor, nada me faltará ...”. Lembrou saindo de casa e seguindo que o verdadeiro cristão não só sabe de o grupo até o Centro. O cor o salmo, mas o pratica dia após dia. som era contagiante. O salmo 23, segundo os cristãos, é usado Um carro, com dizeres como oração para afastar as aflições do religiosos no vidro traseiespírito. ro, parou e de lá saiu uma Um pouco antes, a cabeleireira família inteira. Entre os Guiomária Ferreira dos Santos sentiuintegrantes estava um se mal e foi levada ao centro de saúde garoto de cerca de seis Gileno de Sá, onde tomou soro na veia anos, com um apito na até às 22 horas. Participante da denoboca, mostrando sua vonminação Missão Mundial Servos, possitade de participar daquevelmente Guiomária Santos teve queda le evento. de glicose. Mas nada que tirasse seu A quase cada esquina, a TÚLIO RODRIGUES entusiasmo, segundo o pastor Jadson carreta parava para que Dias, que a acompanhou no atendium dos pastores presentes fizesse uso da mento médico. Líder da missão que fica no palavra, sempre invocando a questão da Santa Cruz, o pastor Jadson estava muito libertação do espírito das tentações do feliz pela participação maciça da cidade no mundo. Neste instante, o grupo cantou mais evento, especialmente pela presença dos alto trechos da canção de Regis Danese: mais jovens na marcha. “...me ensina a ter santidade, quero amar Na praça, houve mais louvores , com a parsomente a ti, porque o senhor é o meu bem ticipação de vários pastores. Ao fundo, a mulmaior... Faz o milagre em mim...”. tidão pulava para todos os lados e erguia as A canção “Não há Deus maior”, gravada mãos nos momentos de adoração. Quase no pela comunidade de Nilópolis (RJ), ganhou fim da marcha, um pastor tomou o microfoforma quando o grupo, então com mais de ne, cantou e encerrou sua participação com três mil pessoas, entrou na Avenida Ayrton uma frase que espelha bem o que houve no Senna. “Não há Deus tão grande como o Dia do Evangélico em Luís Eduardo: “Até nosso Deus”. O povo cantava com força e aqui, nos ajudou o Senhor Jesus”. ■ muita vibração. Eram seis horas da tarde, tradicional hora para os católicos, que cantam a Ave Maria. A canção provocou uma emoção coletiva, com várias pessoas se abraçando por toda a avenida, inclusive após a marcha passar pela praça Léa Cordeiro. Uma senhora chegou a tirar os sapatos para sentir-se mais à vontade. Até a chegada à rodovia BR 020/242, poucas pessoas pararam ou sentaram-se para descansar. A energia era total. “Libera, libera, libera”. Com este cântico, a marcha, então com cinco mil pessoas, atra-

Câmara vota contas e lei orçamentária RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação

Cabo Carlos entende que nestes dois anos e sete meses de governo, a Cidade não só cresceu como pólo de desenvolvimento, mas também amadureceu politicamente. “Hoje, vivemos em Luís Eduardo, a mais perfeita democracia: a democracia total, com apoio de todos os segmentos da sociedade”.

cidadão luiseduardense está convidado pelo presidente da Câmara de Vereadores, Domingos Carlos Alves dos Santos, o Cabo Carlos, a comparecer na terça-feira, 9, às 14 horas, à primeira reunião Melhorias na casa. Cabo Carlos tamapós a recesso de julho. Na ocasião, os vereadores começarão a apreciar três pontos que bém está atento a melhorar as instalações, a devem trancar a pauta da RAUL MARQUES casa legislativa nos próximos dias: a Lei das Diretrizes Orçamentárias para 2012, as contas do Prefeito de Luís Eduardo em 2010, Humberto Santa Cruz, e as contas do expresidente da Câmara dos Vereadores, Eder Fior, também relativas a 2010. “É importante que a população entenda que o Poder Legislativo Municipal é o mais importante da Cidade e quer contar com a participação da população, como aconteceu no último semestre em casos como o dos mototaxistas e a mediação entre profes- DOMINGOS Carlos dos Santos: convite à população sores e o Poder Executivo na infraestrutura e os equipamentos disponíquestão de aumento salarial”, disse. Cabo Carlos, no entanto, entende que a veis para os vereadores e funcionários exerpauta não deverá ficar trancada muito tempo cerem com maior eficiência o mandato. por tais pontos, já que as contas foram apro- Estão nos seus planos, entre outros quesivadas, com ressalvas, pelo Tribunal de tos, a construção de um poço artesiano e a Contas. “Aprovar com ressalvas não significa colocação de uma grade em volta do prédio que exista algo grave. Quer dizer que houve da Câmara para dar mais segurança a todos. “Isso aqui é muito deserto. A violência na algum prazo não cumprido ou algum erro burocrático, por intempestividade. Não Cidade é preocupante. No Brasil, é preocupandeveremos ter muitos problemas”, disse te”, disse, lembrando o que ocorreu em Maringá, Cabo Carlos, lembrando que não pode garan- no Paraná, quando por volta das 22h50 da sextatir nada em nome dos demais vereadores. feira, 29, o prédio da Câmara Municipal daquela cidade foi alvo de um atentado a tiros feito por “Em princípio, deve ser rápido”, disse. Aliás, a postura participativa do povo de uma dupla de motociclistas. “E tem gente que ainda reclama de não Luís Eduardo foi muito elogiada pelo presidente da Câmara dos Vereadores. “Quanto fazermos reuniões aqui pela noite. É muito mais a sociedade participar e atuar, melhor perigoso. Enquanto não houver total seguserá para o município. E para os vereadores, rança, as reuniões seguirão nas tardes de que poderão tomar decisões acertadas e éti- terça”, disse. A administração do vereador Cabo Carlos cas”, disse. também abriu licitação para a compra de Sem vaidade. Uma das marcas registra- cinco viaturas para a Câmara, que não disdas de sua administração, no entender de põe de veículos para a locomoção do pessoal muita gente que participa assiduamente das da casa. Também foram investidos R$ 160 reuniões da Câmara, é a pacificação ocorrida mil em equipamento de informática de últienquanto preside a casa. Ele não nega que ma geração, para facilitar o trabalho. quando assumiu a presidência havia certa A única coisa da qual o Cabo Carlos se instabilidade entre os vereadores. Até o final queixou foi da forma como o partido ao qual do ano, Cabo Carlos acredita que não deve é filiado trata os políticos de Luís Eduardo. haver muitos problemas entre os edis, mas Perguntado se ainda era do PMDB, o vereapara o próximo mandato, é um mistério. “É dor disse “ainda” e emendou: “Tudo vai ano de eleição. Pode-se dizer que todos os depender de uma reunião que terei com o sentimentos estarão aflorados em função da pessoal do partido. Não se pode tratar lidedisputa eleitoral em outubro”, disse. ranças regionais com indiferença”, disse.

O


6

CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

HENRIQUE CABELO

Governador distrital do Rotary visita a Cidade TIZZIANA OLIVEIRA Da Oeste Comunicação O Rotary Clube de Luís Eduardo Magalhães recebeu em reunião festiva, na quarta-feira, 3, às 20h, no centro de eventos do Hotel Paranoá, o governador do Distrito 4550 do Rotary International, Durval Freire de Carvalho Olivieri, e sua esposa Tereza Freire Olivieri. Estavam presentes, entre outros, o presidente do Rotary de Barreiras, Mário Jaskulski, a presidente do Rotary de Luís Eduardo Magalhães, Vanda Marli Besen Sulzbach, o ex-governador distrital Pedro Celso dos Santos, e os membros do novo Conselho Diretor do ano Rotário 2011/2012: Renato Sulzbach, Julio de Matos, Ailton Pereira Ramos, Fernando Kowalski, Jair Francisco, Lucia Francisco, Reginaldo Arita e Talvani Chiapetti. Na ocasião o governador Durval Olivieri ressaltou a importância de todos buscarem den-

VANDA Marli Besen Sulzbach, o governador Durval Freire de Carvalho Olivieri e sua esposa Tereza Freire Olivieri. tro de si forças e valores. “Conheça a si mesmo para envolver a humanidade”, disse. Acrescentou que o Rotary estará trabalhando para dobrar em 2012 os intercâmbios de jovens. “A experiência de um jovem conhecer outras famílias e outra cultura é algo memorável na vida de cada um. Intercambio é companheirismo, é envolvimento, é abraço”, disse.

Durval Oliveri elogiou os rotarianos de Luís Eduardo, “todos antenados no melhoramento da comunidade e em lutar por ela, e todos falando de suas propostas”. Ele criticou a lentidão do sistema local da Internet. Disse que sua indignação foi tanta que o Rotary enviou carta ao ministro das Comunicações, afirmando que é uma injustiça social conde-

nar uma cidade em desenvolvimento econômico a uma exclusão digital em massa. O governador destacou ainda a importância da imprensa, que faz uma parte da obrigação do Rotary, que é a divulgação, e conclamou a todos a fortalecerem as famílias e continuarem a construir pontes com a comunidade, buscando o bem comum.

Caminhos para a água da chuva Prefeitura leva projeto de macrodrenagem ao Ministério da Integração RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação á está em fase de captação de recursos junto ao Governo federal o projeto de macrodrenagem de Luís Eduardo Magalhães. O secretário de Infraestrutura, Sérgio Verri, encaminhou o projeto ao Ministério da Integração Nacional. O governo municipal tem pressa na execução da macrodrenagem, que faz parte do plano de manejo de águas pluviais da Cidade. O objetivo é realizar as obras antes da temporada de chuvas, de modo a evitar alagamentos como os que ocorreram no verão passado. Na ocasião, o prefeito Humberto Santa Cruz entregou kits para reformar casas danificadas pelas chuvas. Cada kit continha 10 sacos de cimento, 1.000 blocos, 2 metros cúbicos de areia e um metro cúbico de brita. Para que isso não se repita, a Prefeitura está acelerando o processo de macrodrenagem. “Enfrentar o problema das enchentes em Luís Eduardo é uma das principais preocupações da administração municipal. Como não podemos instalar galerias pluviais em toda a Cidade, pela escassez de recursos,

J

RAUL MARQUES

optamos pelo projeto de macrodrenagem, com a construção de galerias que absorverão a enxurrada em pontos críticos, eliminando o problema das enchentes”, disse a Oeste Semanal o prefeito Humberto Santa Cruz. O estudo de viabilidade, a defesa do SÉRGIO VERRI projeto e a parte técnica do projeto estão a cargo do secretário de Infraestrutura. “Este projeto tem por objetivo dar sustentabilidade ao desenvolvimento da Cidade no que se refere à ampliação da área pavimentada dos novos loteamentos e dos principais acessos da Cidade”, diz Sérgio Verri na defesa do projeto encaminhado ao Ministério da Integração Nacional.

Custo e detalhamento. No estudo de viabilidade da Prefeitura, o projeto está orçado em R$ 44, 202 milhões, se os canais

forem feitos em concreto, contemplando 14 trechos da cidade considerados críticos; o custo cai para R$ 37, 568 milhões se os canais forem feitos em alvenaria de pedra. Sérgio Verri esclareceu que os canais de concreto apresentam maior durabilidade e melhor qualidade. O financiamento deve ser enquadrado no Programa de Drenagem Urbana e Controle de Erosão Marítima e Fluvial, do Ministério da Integração Nacional. “Não que haja erosão em nossa cidade, mas a drenagem é essencial, já que Luís Eduardo Magalhães está situada em solo arenoso. A destacar que antes desta administração, a ocupação foi feita sem planejamento para o uso adequado do solo, tanto que foram aprovados loteamentos em nascentes de rios e em áreas de preservação permanente”, diz Sérgio Verri. Segundo o projeto, serão feitos 13,277 quilômetros de macrodrenagem, com dimensões médias de aproximadamente 3,5 metros por dois metros. Deste total, 8,611 quilômetros estão em projetos feitos pela empresa Seta, enquanto os demais 4,665 quilômetros foram projetados pela Prefeitura. Ainda segundo o projeto, o principal trecho no qual será feita a macrodrenagem é de 3,627 quilômetros, com custo estimado de R$ 13,763 milhões; o trecho fica na região conhecida como Vereda dos Cachorros, no Mimoso I. Somente esta parte concentra 31,14% do custo. A ideia, segundo Sergio Verri, é aproveitar os canais naturais da água ao máximo e os talvegues. Talvegue é o local mais profundo do vale, onde correm as águas de chuva, dos rios e riachos. A palavra vem do alemão talweg e significa “caminho do vale”. A figura formada pelo traçado de todos os talvegues de uma área é conhecida como rede de drenagem. O projeto de macrodrenagem da Prefeitura também contempla áreas no Mimoso 2, Santa Cruz, Jardim Paraíso, Florais Léa e parte da BR 020/242, entre outras.


CIDADE7

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

ACONTECEU CAVALGADA É UM SUCESSO

PREFEITURA MUNICIPAL

SEM RESPEITO

RAUL MARQUES

No último sábado, 30 de julho, foi realizada a 1ª Cavalgada de Luís Eduardo Magalhães, no Assentamento Rio de Ondas, com a participação de pessoas de diversas idades. O trecho percorrido pelos participantes foi de aproximadamente 17 quilômetros, da Vila I até a Vila III. Foram servidos aos participantes café da manhã e almoço durante o percurso.

O lado da porta principal da Matriz de Nossa Senhora Aparecida apareceu pichado, bem como as partes laterais da Igreja. A pichação mostra a falta de respeito pela casa de fé e pelos integrantes da comunidade. Como não se bastasse isso, várias casas nas esquinas de Luís Eduardo apresentam escritos em color jet, principalmente no Jardim Paraíso.

SOMBRA ACONCHEGANTE

ASFALTAMENTO RAUL MARQUES

A Rua Clériston Andrade, em frente ao Centro de Saúde Gileno de Oliveira, pode ostentar o título de ter a parte mais arborizada da Cidade. São cinco árvores que abrigam, entre outros, um ponto de mototáxis e alguns carros parados. Aquele trecho parece outra cidade, com a sombra em meio ao sol forte de quase meio do dia.

RAUL MARQUES

A Avenida Salvador amanheceu, na segunda-feira, 1º, com homens trabalhando na colocação de piche e de brita para o asfaltamento. Um caminhão jogava a brita por volta das 11 horas, o que provocou o fechamento do acesso à Delegacia de Luís Eduardo Magalhães pela Rua José Cardoso de Lima.

AGENDA Bingo I Grande bingo da Comunidade Martinho Lutero, neste domingo, 7, no Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida, a partir das 17h. Cartelas a R$ 25,00 cada. 1º prêmio, um carro Celta duas portas 0 km; 2º prêmio R$ 5.000 em dinheiro; 3º prêmio, R$ 2.000 em dinheiro; 4º prêmio, R$ 1.000 em dinheiro. Informações pelo telefone (77) 9974-5348.

Bingo II

com os cantores Ganso, Joel e a dupla João Pedro e Júnior. Entrada franca. Informações pelo telefone (77) 3628-5985, com Airton ou Jéssica.

Encontro de jovens evangélicos De 12 a 14 de agosto será realizado o Congresso de Jovens da Igreja Evangélica Avivamento da Fé, na sede da igreja, rua XiqueXique, quadra 11, lote 6, Santa Cruz (ao lado da loja Macsoldas). A partir das 19h nos dias 12 e 13 e às 9h, no dia 14. Informações pelo telefone (77) 9953-8437.

Grande bingo das comunidades unidas das paróquias do Jardim das Acácias, Mimoso III, Espírito Santo e Santo Antônio, no domingo, dia 14 de agosto, às 16h, no Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida. Cartelas a R$ 20,00. 1º, 2º e 3º prêmios uma moto Honda Fan 125 0 km; 4º prêmio, R$ 2.000 em dinheiro; e 5º prêmio, R$ 1.000 em dinheiro. Informações pelo telefone (77) 9971-6921.

Na quinta-feira, 11 de agosto, o grupo de terceira idade Unidos dos Gerais promove encontro em homenagem ao Dia dos Pais. A partir das 12h, almoço; às 13h30, bingo, festa dançante e distribuição de prêmios aos pais. No Centro de Eventos Nossa Senhora Aparecida.

Nova opção de lazer

Baile da Soja

Neste sábado, 6, inauguração de mais um local de eventos na Cidade. É o Passarela Beer Fest, na avenida Tancredo Neves, quadra D-7, lote 14, no Floraes Léa, em frente à Omega Locações e ao lado da Maçonaria. A partir das 20h. Show

No dia 20 de agosto será realizado o Baile da Soja, no Clube Social de Bela Vista, a partir das 22h30. Animação de Flávio Dalcin e Banda Ouro (Terceira Dimensão). Informações pelos telefones (77) 9971-6273 e 9971-4525.

Unidos dos Gerais

Festival gospel Nos dias 3 e 4 de setembro será realizado o VII FG – Festival de Música Gospel. A partir das 19h, com participação especial da Banda Redenção. Inscrições limitadas. Na Igreja Avivamento da Fé, próximo ao hotel Paranoá, no Santa Cruz. Entrada 1 kg de alimento. Serão distribuídos R$ 3.500 em prêmios. Informações pelos telefones 9905-8647 e 9924-0485.

Lembrete: ● Neste sábado, 6, acontece o Brahma Country Show, com a dupla Rick e Rangel. No Espaço Quatro Estações, a partir das 23h. Informações pelo telefone (77) 3628-6866. ● Neste sábado, 6, Baile do Chopp, com a Banda Candelária, a partir das 23h, no Mimoso Esporte Clube (MEC). A partir das 23 h. Informações pelos telefones (77) 9971-2617/9914-4493. ● Neste sábado, 6, Balada Espressa com o DJ Freetman e a dupla Léo & Lian. No Spresso Café, em frente à praça da Igreja Matriz, a partir das 22h. Informações pelo telefone (77)

3628-6748. ● Neste domingo, 7, festa de São Cristóvão, padroeiro dos motoristas, na Comunidade Placas. Na programação, missa (9h), bênção de carros (10h30), torneios de futebol society e bocha (11h), almoço (12h), reinício dos torneios (13h). Informações pelo telefone(77) 3628- 1338. ● De 12 a 14 de agosto Luís Eduardo Magalhães sediará a quarta etapa classificatória da 23ª Gincana do Caminhoneiro, maior evento itinerante das estradas brasileiras. No Posto Imperador (km 211 da BR 020), das 8 às 18h.

Informações para esta seção: oestesemanal@diariodooeste.com.br


8

CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011 FOTOS DE HENRIQUE CABELO

HELOÍSA HELENA

ALEXANDRE TAVARES

MARCIO SANTOS

1.550 já se tornaram empreendedores em Luís Eduardo ANTONIO CALEGARI Da Oeste Comunicação il quinhentas e cinquenta pessoas já saíram da informalidade e se tornaram empreendedores individuais de abril de 2010, quando se iniciou o processo de formalização na Cidade, até 15 de julho deste ano. A informação é de Rosângela Della Costa, gerente de Indústria e Comércio da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio e Serviços. Bares e lanchonetes são as atividades com maior número de pedidos de legalização.  “É surpreendente o interesse de profissionais e de donos de pequenos estabelecimentos em se formalizarem. As pessoas querem trabalhar na legalidade, crescer com seus negócios”, diz Della Costa. Ela ressalta a importância da Lei Complementar nº 128, de 19/12/2008, que criou condições especiais para que qualquer profissional, de abatedor de aves a vinagreiro, pudesse se formalizar, tornando-se um empreendedor individual. Luís Eduardo, destaca Della Costa, lidera na Bahia o ranking de legalização de informais, proporcionalmente à população.

M

Lista de atividades. No Portal do Empreendedor (portaldoempreendedor.gov .br) é encontrada a lista de atividades enquadradas no programa. A formalização é desburocratizada e nada custa. É mais rápida do que se imagina. Basta que o candidato chegue ao Balcão do Empreendedor, situado à direita de quem entra na Prefeitura, munido da carteira de identidade, do CPF e de um comprovante de residência. Se levar cópia junto com os origi-

nais, melhor, não precisa esperar que a cópia seja tirada na Prefeitura. No balcão, o candidato é atendido pelas funcionárias Edna Neves de Alecrim e Natieli Takamatsu. Documentação em ordem, o futuro empreendedor é encaminhado à gerência de Indústria e Comércio para a inscrição na Receita Federal. Obtido o CNPJ, volta ao Balcão do Empreendedor para a inscrição municipal e sai da lá com alvará provisório e com a autorização para confecção do talão de nota fiscal.

RAUL MARQUES

ROSÂNGELA DELLA COSTA: as pessoas querem trabalhar na legalidade.

diz Márcio, que buscou a legalização do negócio para facilitar a compra de materiais utilizados na atividade e ter melhor relacionamento com a clientela. “Quem vende quer o CNPJ e quem é cliente quer nota fiscal”, afirmou Márcio, no momento em que encomendava o primeiro talão de notas, na Gráfica Imperial, na Rua Xique-Xique, depois de três anos de informalidade. Alexandre Tavares da Cruz, que estava na Prefeitura providenciando o cadastro de sua Autoelétrica MM, localizada em frente ao Posto Imperador, na BR 020/242,  disse que legalizava a empresa para não ter problemas com a fiscalização. Alexandre atuava na informalidade havia três anos e meio.  

Tributação. O custo tributário e de obrigações sociais mensal não é alto. A contadora Heloísa Helena de Oliveira explica: se a atividade do empreendedor individual for comercial, dono de um bar, por exemplo, pagará R$ 1 ao Estado, de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), e R$ 27,25 de INSS (Instituto Alvará definitivo. O alvará definitivo sai em Nacional de Previdência Social); se for presno máximo uma semana, diz Edna Nevez. O tador de serviço – pedreiro, taxista etc –, o tempo é necessário porque algumas atividades custo mensal será de R$ 5 de ISS (Imposto dependem de manifestação de outros órgãos e Sobre Serviços) para a Prefeitura e os R$ também é checado o endereço indicado pelo 27,25 ao INSS. O carnê de pagamento poderá ser obtido no Portal do Empreendedor. comprovante apresentado, explica Natieli.                 A inscrição também pode ser RAUL MARQUES feita pela internet, no portal, com preenchimento dos dados básicos. Quem faz o cadastramento pela internet deverá apresentar à Prefeitura comprovante de residência para que o processo caminhe. Algumas atividades exigem a visita de funcionários municipais ao endereço da empresa em processo de cadastro, como ocorreu com Márcio Aidê Campos. Como sua empresa, a Zero Grau Ar Condicionado, instalada na Rua Otomar Schwengber, utiliza gás, houve necessidade de licença ambiental. “Mesmo assim, em menos de uma semana eu estava NATIELI TAKAMATSU E EDNA NEVES DE ALECRIM com o alvará de funcionamento”,

“O pagamento do INSS é importante porque inclui no sistema previdenciário o trabalhador que hoje está na informalidade, sem qualquer proteção”, diz a contadora Heloísa Helena. Para se manter como empreendedor individual, o faturamento bruto anual da empresa legalizada não pode ultrapassar R$ 36 mil. Se o negócio crescer e o faturamento anual for maior que R$ 36 mil, mas inferior a R$ 43,2 mil, o empreendedor individual passa a ser considerado microempresa. Heloísa Helena diz que a partir daí o pagamento de tributos se altera, variando de 4% a 17,42%, dependendo do tipo de negócio e do montante da receita. De acordo com o Portal do Empreendedor, o valor do excesso deverá ser acrescentado ao faturamento do mês de janeiro e os tributos serão pagos juntamente com o DAS referente àquele mês. Se o faturamento for superior a R$ 43,2 mil, o enquadramento no Simples Nacional é retroativo e o recolhimento sobre o faturamento passa a ser feito no mesmo ano em que ocorreu o excesso na receita, com acréscimos de juros e multa. É recomendado que o empreendedor, ao perceber que seu faturamento no ano será maior que R$ 43,2 mil, inicie imediatamente o cálculo e o pagamento dos tributos, acessando diretamente o Portal do Simples Nacional, no endereço www.receita.fazenda.gov.br.

Contabilidade. Ainda de acordo com o Portal do Empreendedor, a contabilidade formal é dispensada para o empreendedor individual, mas é sugerido controle entre receita e despesas, para um mínimo de organização da atividade e se saber se o limite dos R$ 36 mil anuais não foi ultrapassado. O empreendedor individual poderá ter um funcionário, devidamente registrado e com pagamento das obrigações sociais, como qualquer empresa. Além dos benefícios já citados por Alexandre e Márcio, a formalização resguarda o direito à cidadania e possibilita o acesso ao sistema bancário. “Com a empresa legalizada posso pensar em financiar um equipamento para crescer”, diz Alexandre. Outro benefício é a assistência do Sebrae. Márcio diz que já recebe orientação da entidade.

NO PAÍS, 1,3 MILHÃO DE INSCRITOS Até o último dia 18, 1.354.324 empreendedores individuais se formalizaram no País, de acordo com a Secretaria da Receita Federal. O número se aproxima da meta estabelecida pelo Governo federal de chegar ao final do ano com 1,5 milhão de legalizados. O Estado da Bahia está em quar to lugar no ranking de formalização, com 118.335 empreendedores individuais. O primeiro lugar é de São Paulo, com 298.233. Em

segundo vem o Estado do Rio de Janeiro, com 173.694 e, em terceiro, Minas Gerais, com 132.294. Em relação à população, a Bahia fica em segundo lugar, com um empreendedor para cada 1.187 habitantes. A liderança é do Estado do Rio, com um para cada grupo de 924 habitantes. Luís Eduardo Magalhães tem a proporção de um cadastrado para cada grupo de 387 habitantes.


AGGRONEGÓCIO9

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

EMBRAPA

Trigo no Cerrado com qualidade e alta produtividade CLARISSA LIMA PAES Da Embrapa Cerrados produção do trigo no Cerrado pode ser solução para conter o aumento do preço do pão francês. Com alta produtividade e qualidade, a região reúne características que podem contribuir para ampliar sua participação no mercado do grão no país. "Há tecnologias e cultivares disponíveis, e as condições climáticas são extremamente favoráveis", disse o pesquisador Júlio César Albrecht, da Embrapa Cerrados, Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Na região atualmente as lavouras de trigo estão em fase de espigamento. Em meados de agosto, começa a colheita, que deve prosseguir até final de setembro - ainda na entressafra das principais regiões tritícolas, o que garante maior remuneração aos produtores. Albrecht explica que, como estão bem conduzidas e sofrem baixa pressão de doenças, elas podem alcançar uma produtividade de sete toneladas por hectare - bem acima dos 2,4 da média nacional. Somado à boa produtividade, o trigo pro-

A

duzido na região é todo de alta qualidade, comparável ao das melhores regiões produtoras, como o Canadá. Todas as variedades plantadas no Cerrado são de trigo pão e melhorador, conforme a demanda da indústria moageira. "No Brasil, o trigo de melhor qualidade industrial é o do Cerrado, em função de sua alta força de glúten e estabilidade", explica o pesquisador.

Clima favorece. Nesta época do ano, as condições climáticas também favorecem o desenvolvimento das plantas de trigo, devido ao tempo frio e a umidade baixa. Como é produzido sob irrigação, o manejo da água é controlada. Uma das vantagens, por exemplo, é a ausência de chuvas na época da colheita, o que favorece a qualidade do produto. Atualmente há cerca de cinquenta mil hectares de plantação de trigo na região do Cerrado, que responde por menos de 5% da produção nacional. Albrecht explica, no entanto, que há um potencial para se plantar 1,5 milhão de hectares de trigo irrigado e 3 milhões de hectares de trigo sem irrigação. Para fornecer o subsídio técnico para a pro-

CERRADO tem potencial para plantio de mais 4 milhões de hectares de trigo.

dução de trigo na região, a Embrapa Cerrados mantém, há 36 anos, um trabalho de pesquisa com o produto. Como resultado disso, as cultivares lançadas há quatro anos predominaram em 90% das lavouras na última safra. A cultivar BRS-264 é classificada como trigo classe pão e é mais precoce e tem um maior potencial de produção, podendo chegar a 7,5 toneladas por hectare. A outra cultivar, BRS254 produz trigo classe melhorador, com uma produtividade de cerca de 6,5 toneladas por hectare.

Mais pesquisas. Em 2010, a Embrapa aprovou um projeto de expansão da pesquisa com trigo no Brasil Central, para atender demandas do setor produtivo. Dentro do programa de triticultura no Cerrado brasileiro, está sendo instalada uma estação experimental, em Uberaba (MG), com equipe própria para atuar como suporte às ações de pesquisa e de transferência de tecnologias na região. Inicialmente as principais pesquisas serão desenvolvidas com trigo de sequeiro.

Embrapa disponibiliza 13 novas cultivares de trigo CHRISTIANE CONGRO COMAS Da Embrapa Agropecuária Oeste Os participantes da V Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale, realizada de 25 a 28 de julho na Embrapa Agropecuária Oeste, em Dourados (MS), puderam conhecer características e detalhes de 13 novas cultivares de trigo que estarão disponíveis para cultivo a partir da safra 2012: TBIO Bandeirante, TBIO Seleto, TBIO Itaipu, TBIO Iguaçu (BioTrigo); CD 124, CD 151, CD 154 (Coodetec); BRS Gralha Azul, BRS 329, BRS 328, BRS 331 (Embrapa); IAC 385 Mojave (IAC) e IPR Catuara TM (Iapar). As características e descrições das novas cultivares estarão contidas na publicação Informações Técnicas para Trigo e Triticale - Safra 2012. Entre as novidades apresentadas na V Reunião, destacam-se seis cultivares que tiveram suas áreas de abrangência ampliadas: BRS Albatroz, para Santa Catarina; CD 122 e CD 123, ambas para a região 3 do PR; TBIO Pioneiro, para as regiões 2 do RS, região 1 e 2 de

SC e região 1 do PR; TBIO Tibagi, para região 1 dos quais 60% têm como destino a indústria e 2 do PR e SC e IAC 381, para a região 3 de SP. de panificação, o que exige trigo da classe pão, “A apresentação das novas cultivares e com força de glúten (W) superior a 220 e extensão das áreas de abrangência refletem a inferior a 300 ou estabilidade farinográfica importância das pesquisas com melhora- maior que dez minutos, um dos requisitos mento genético como forma de proporcionar mínimos para a fabricação do pãozinho franmaior rentabilidade, rendimento de grãos, cês, com casquinha crocante e bom volume. Na IN nº 38, o valor mínimo adaptação a diferentes da força de glúten para o regiões do país e qualidade enquadramento na classe tecnológica em prol da liquiNova pão passa de 180 para 220. Na dez de comercialização de nova classificação, além do produtos”, disse Ricardo classificação trigo pão, melhorador e ouLima Castro, pesquisador da do trigo tros usos, passam a existir Embrapa Trigo e coordenaduas novas classes de trigo: dor da subcomissão de vai vigorar doméstico e básico. Melhoramento, Aptidão a par tir de “A força de glúten está relaIndustrial e Sementes. cionada ao processo de ferAlém dessas novidades, julho de 2012 mentação da panificação, também foram apresentados enquanto a estabilidade faritrabalhos relacionados à nográfica está ligada às proqualidade tecnológica, com ênfase na nova classificação do trigo, avalia- priedades de mistura da massa (quanto a ção de cultivares e linhagens e outros assun- massa de farinha de trigo e água resiste ao tos relacionados ao melhoramento genético. amassamento). Esses dois parâmetros são fundamentais para avaliar a qualidade tecnoNova classificação. A nova classificação lógica do trigo e estão ligados ao sucesso do comercial do trigo brasileiro foi outro tema de produto final, variando em função do uso destaque na V Reunião da Comissão Brasileira final do trigo”, explica a pesquisadora da de Pesquisa de Trigo e Triticale. A partir de Embrapa Trigo, Martha Z. de Miranda. julho de 2012, começa a vigorar a nova classifiDe acordo com o pesquisador da Embrapa cação comercial do trigo brasileiro, através da Trigo, Eduardo Caierão, a partir dessa reuInstrução Normativa nº 38, de 30/11/2010, do nião todas as indicações das cultivares deveMinistério da Agricultura, Pecuária e rão estar classificadas de acordo com a insAbastecimento (Mapa). Para se adequar à trução normativa do Mapa. “Essa é uma regulamentação, as empresas obtentoras, res- importante conquista em favor da qualificaponsáveis pelo desenvolvimento genético do ção do trigo, porém o produtor precisa estar trigo, precisam classificar todas as cultivares atento para produzir cultivares indicadas que estão no mercado em parâmetros que para sua região produtiva, visto que o valor da definem os trigos nas classes: melhorador, pão, força de glúten varia muito em função das doméstico, básico ou outros usos. condições climáticas de cada região e de cada O consumo anual de trigo no Brasil é de nova safra”, disse. aproximadamente 10 milhões de toneladas, O chefe-geral da Embrapa Trigo, Sergio

Dotto, disse que a primeira ação dos obtentores está relaciona à classificação de todas as cultivares a partir de parâmetros definidos pelas instituições de pesquisa no mês de maio e que na Embrapa Trigo, a nova classificação prevê frequência mínima de 60% de amostras pertencentes a uma classe para que a cultivar seja enquadrada na mesma, como forma de proporcionar maior segurança para o produtor. Durante o evento, outros temas foram debatidos envolvendo o trigo e triticale. Esses trabalhos foram debatidos nas demais subcomissões do evento: solos e nutrição vegetal; transferência de tecnologia e socieconomia; fitopatologia; entomologia e ecologia, fisiologia e práticas culturais. A V Reunião da Comissão Brasileira de Pesquisa de Trigo e Triticale foi uma realização da Embrapa Trigo e Embrapa Agropecuária Oeste e contou com apoio da BASF, Syngenta e Grupo Dallas.

jaumat.const@hotmail.com

PROMOÇÃO PISO PORCELANATO COM 25% DESCONTO


10 C I D A D E

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

SEBASTIÃO NERY A CPI do pus RIO – Éramos jovens em 1957. Quase todos com menos de 25 anos, no Festival Mundial da Juventude em Moscou e no congresso da UIE (União Internacional dos Estudantes), em Cracóvia, na Polônia. Ele já tinha 30 anos (nasceu em 6 de março de 1927), estudava e era jornalista em Paris, exilado pela brutal ditadura da Colômbia. Um dia, Gabriel Garcia Marquez, o dos “Cem Anos de Solidão”, definiu o governo de seu país : - Na Colômbia, onde se põe o dedo sai pus. Lula deixou essa herança maldita para Dilma : - Onde o PT e os aliados chegam montam uma“central de negócios”. E uns denunciam os outros escancaradamente. Em pouco tempo já explodiram cinco “centrais”, cada semana uma : no Ministério dos Transportes e no Dnit do PR, no Ministério da Agricultura do PMDB, no Ministério das Cidades do PP, na Agência Nacional do Petróleo do PC do B. A presidente Dilma mandou fazer uma “faxina”. Os escândalos explodem com tal rapidez que não vai dar para uma CPI sobre cada Ministério. A solução será a “CPI do Pus”. Uma só para a faxina geral.

Lula A serviço dos bancos que os financiam e temem não receberem seus juros pelo mundo a fora, nossos grandes jornais ficam mancheteando as crises financeiras dos Estados Unidos, Grécia, Portugal, Espanha, Itália. E escondem a beira do abismo em que vai caminhando o Brasil. O Banco Central soltou esta semana (Marcelo Sakate, na “Veja”) o retrato patético da Dívida Pública. Lula conseguiu vender ao país a obscena mentira de que o Brasil “pagou toda a sua dívida” e “não deve mais um tostão”. A verdade está nos números do

Banco Central. O que houve foi um golpe esperto dos banqueiros associados à corrupção do governo brasileiro.

Dívida A Dívida Pública sempre foi externa, em dólar. Mas os juros externos não passam de 5%. Os banqueiros resolveram (e o governo do PT obedeceu) trocar os 5% dos juros em dólar pelos 12% dos juros em reais da taxa Selic. E ainda continua uma Dívida Externa de mais de 300 bilhões de dólares, garantida pelas Reservas Externas do Brasil, que pas-

JANTAR BENEFICENTE

sam dos 300 bilhões de dólares. A Dívida Pública (que se chamava Dívida Interna) disparou e já chegou aos escandalosos 1 trilhão e 800 bilhões de reais. É uma escalada criminosa. No ano passado, o Brasil pagou 90 bilhões de reais de juros. Neste ano de 2011, só no primeiro semestre, o Brasil já pagou 120 bilhões de reais. Mesmo assim, a Dívida dispara.

Juros Em números redondos, quando Itamar assumiu o governo em 1993, depois de Collor, o Brasil devia pouco mais de 100 bilhões de reais. Itamar passou o governo a Fernando Henrique, em 1995, devendo 150 bilhões. Fernando Henrique entregou a Lula, em 2003, devendo 700 bilhões. E Lula entregou a Dilma, em 2011, devendo 1 trilhão e 700 bilhões. Em seis meses, já está em 1 trilhão e 800 bilhões. E todo mês economistas de aluguel e os jornalões, nos seus unânimes editorais, começam a dizer que há “pressões inflacionárias”, “inflação de demanda”, “superaquecimento da economia”, tudo preparando a reunião do Copom para mais uma vez serem aumentados os juros. E são aumentados.

Folha Na “Folha”, o Gustavo Patu denuncia:

RAUL MARQUES

- “Mesmo com crise, EUA gastam menos com juros que o Brasil”. “Neste ano, pelas projeções de analistas,União, Estados e municípios brasileiros gastarão o equivalente a 5,5% da renda nacional com juros. Nos EUA, a conta pode nem chegar a 2% – apesar de eventuais variações na metodologia de apuração dos números, a diferença é eloqüente o bastante”. “A despesa do Brasil é tão alta porque as taxas de juros dos títulos da dívida do governo são as mais elevadas do mundo. Trata-se de um indicativo, ao lado dos prazos muito curtos desses papéis, de que a crença dos investidores na solidez fiscal do país está longe da propagada pelas exposições oficiais”. “Em outras palavras, apesar de todas as inegáveis melhoras dos últimos anos, ainda só se empresta dinheiro ao setor público do Brasil com a perspectiva de ganho elevado e rápido para compensar o risco”.

Saul Semana passada, em Salvador, o advogado Saul Quadros Filho, presidente da OAB-BA, traduziu com maestria o que há no país. - “Nos últimos anos a sociedade brasileira ficou mais fraca e o Estado ficou mais forte. Não foi ela que o tornou mais transparente; foi ele que a tornou mais opaca. E em vez de se aperfeiçoarem os mecanismo de controle desse Estado, foi esse Estado que encabrestou as entidades da sociedade civil. Impõese um movimento contra a corrupção”.

Empresários de Luís Eduardo se reúnem para discutir a Lei do Jovem Da Assessoria de Imprensa da Fieb

O Instituto Expertar realizou, na noite de quinta-feira, 4, jantar beneficente, que reuniu cerca de 200 pessoas no bistrô Olavo Nascimento, no Jardim Paraíso. O valor arrecadado destina-se às oficinas do projeto, que tem como objetivo a capacitação de 100 jovens em situação de risco. A capacitação é feita em atividades como informática, secretariado e manicure. O jantar contou com a participação de diversas autoridades de Luís Eduardo Magalhães, entre as quais o prefeito Humberto Santa Cruz, empresários e profissionais liberais, entre outros. Na foto, Noeli Salete

Masiero, diretora financeira do instituto; Maira de Andrada Santa Cruz, conselheira fiscal; Andrea Souza Lima Santos, conselheira fiscal; Nelson Jorge Lima Santos, secretário financeiro; Ana Amélia Junqueira Lopes, presidente; Idaciana Rosso Pacheco, secretária administrativa; Aline Zulmira do Amaral Eidt, diretora administrativa; Lilia Franciosi, conselheira cultural; Danielle Almeida Luz, conselheira fiscal; Livia Trzãn Motta, diretora jurídica; Regina Samo Verri, conselheira cultural; Nivaldo José da Silva, secretário financeiro; e o anfitrião Luiz Olavo do Nascimento, conselheiro cultural.

Empresários industriais do município de Luís Eduardo Magalhães participam na próxima quarta-feira, 10, às 19 horas, no Senai, de encontro para discutir a Lei do Jovem Aprendiz. Na reunião, serão apresentadas as diretrizes do Programa de Aprendizagem Básica ofertado pelo Senai/BA que, em consonância com o Decreto 5.598/2005, oferece formação técnico-profissional a jovens com idade entre 14 e 21 anos e 11 meses, possibilitando o acesso ao primeiro emprego por meio da contratação como aprendizes. Promovido pelo Centro das Indústrias do Estado da Bahia (Cieb), o encontro tem por objetivo manter os empresários informados sobre assuntos que podem afetar os seus negócios, ressaltando a importância da formação de mão de obra técnica para atender à demanda industrial da região Oeste. O encontro conta com a presença de Evandro Mazo, gerente geral do Cieb, e de Regiane Machado, da Central de Atendimento do Senai/BA.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

CIDADE

11

Guardas se dizem de mãos atadas Presidente de Sindicato reclama de recomendação de promotor que tira corporação de ações policiais FOTOS: RAUL MARQUES

RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação presidente do Sindicato dos Guardas e Vigilantes Municipais do Oeste Baiano (Sindguarvimob), João Batista Alves França Filho, disse que a Guarda Municipal agora está de mãos atadas, diante da “proibição” de fazer qualquer ronda ostensiva pela Cidade. Ele se referia à recomendação de nº 004/2011 do promotor de Justiça, André Bandeira de Melo Queiroz, de que as ações da Guarda se restrinjam à proteção do patrimômio público da Cidade. Segundo João Batista, os componentes da guarda receberam ordens de só fazer a vigilância de monumentos públicos, praças e prédios, sem poder de polícia. “A gente não pode mais rodar pelas ruas para inibir os assaltos. Não podemos mais fazer rondas. Cortaram o 153, que era o telefone da Guarda Municipal. Todos estão reclamando. A ordem é ligar para o 190 e a polícia vem se quiser. Todos sabem que o efetivo da polícia é pequeno em Luís Eduardo”, disse. O presidente do sindicato entregou a Oeste Semanal cópia de ofício no qual enumera o que seriam as atribuições dos guardas: controlar e fiscalizar o trânsito na Cidade, de acordo com a Lei 9.503, de 23/09/1997; interagir com os agentes de proteção ambiental; ter poder de polícia no âmbito municipal, apoiando os demais agentes públicos municipais; e prevenir as ações penais, entre outras. No entender de João Batista, há pressão política para tirar a Guarda Municipal das ruas e diminuir sua participação na segurança da cidade. “Evidente que uma viatura da Guarda Municipal inibe as ações criminosas. Nem isso podemos mais fazer. Se encontrarmos algo errado só nos cabe chamar a polícia”, disse. João Batista afirma que a corporação se sente de mãos atadas, embora tenha encontrado apoio em sua liderança. “Hoje (quinta-feira, 4), por exemplo, está chegando o equipamento para os homens da guarda treinados para atuar na prevenção de incêndio, mas nem isso nos anima. Estamos de mãos atadas”, disse. Em seu ofício, de número 35, o presidente do Sindguardvimob entende que o artigo 144 da Constituição, que regula os órgãos de segurança pública, “não deve ter uma interpretação vazia e literária”. O parágrafo oitavo do artigo determina que “os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei”. No entanto, o artigo não menciona a Guarda Municipal como agente de segurança: “A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos: Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Polícia Ferroviária Federal; polícias civis; polícias militares e corpos de bombeiros militares”. O secretário de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, Éder Fior, disse que acatará as recomendações do promotor na sua totalidade. “Estamos com o pensamento alinhado com o Ministério Público”, disse Fior.

O

Promotor explica. O promotor André Bandeira de Melo Queiroz, recém chegado à Cidade, reconhece que existem problemas com a segurança local, mas que podem ser resolvidos através do diálogo entre as forças políticas que representam a região junto aos órgãos públicos. “A região tem deputados fede-

JOÃO BATISTA ALVES FRANÇA FILHO

ANDRÉ BANDEIRA DE MELO QUEIROZ

rais, deputados estaduais, prefeito, que podem ir a Salvador e negociar maior aparelhamento de Luís Eduardo”, disse. A seu ver, a vontade política poderia resolver boa parte dos problemas da Cidade. O promotor lembra que a Cidade é conhecida em Salvador por sua pujança econômica pelos integrantes dos mais diferentes poderes. “Quando você fala que vai trabalhar ou veio de Luís Eduardo Magalhães todos lhe respeitam”, disse. De acordo com o promotor, a Guarda Municipal é destinada à “proteção do patrimônio e à vigilância da prestação dos serviços públicos locais”, como jardins, praças, prédios e repartições públicas. Na recomendação, enviada às autoridades, está a de que isso seja feito em “’duplas’ de guardas (ou aos pares)”. O promotor sugere, ainda, a colocação de guaritas nas praças, que serviriam “de ponto de apoio (apenas) para as polícias civil e militar na realização de diligências”. Sobre a atuação no trânsito da Cidade, a recomendação do promotor André Queiroz é a de que a guarda municipal só atue em caráter educativo, “com fins de implementação da efetiva cidadania”. André Bandeira de Melo também recomenda a mudança da farda atual da guarda municipal, “para que não seja comparada com qualquer outro tipo de policiamento fardado que circula neste município, considerando que a falta de diferenciação, nítida, tem causado dificuldades de distinção pela própria sociedade”. André Bandeira de Melo lembra, ainda, que uma das funções da Guarda Municipal não está sendo totalmente cumprida, que é a de

proteger as escolas do município. “Temos conhecimento por denúncias de que há vários professores ameaçados por alunos nos colégios. São adolescentes que chegam a riscar o carro dos professores com pregos”, disse. Outro exemplo dado pelo promotor é dos telefones públicos na Cidade, que estão sempre com fones faltando ou danificados. André Queiroz lembra que estes telefones também fazem parte do patrimônio do município. “A lei 462 é tão bem feita que se tudo que estiver nela for cumprido pela Guarda Municipal vai faltar efetivo”, disse.

Conseg. O promotor elogiou a atuação do Conselho Comunitário de Apoio à Segurança Pública de Luís Eduardo Magalhães (ConsegLEM), que sempre solicita a participação do Ministério Público e faz consultas para evitar excessos. “O Conseg é um parceiro do MP”, disse. O promotor recomenda ainda que “qualquer dos destinatários se abstenha de usar programas de rádio ou qualquer outro meio de comunicação no intuito de gerar ainda mais equiparações grotescas entre as funções da Guarda Municipal Patrimonial e da Polícia Militar, especializada ou não”. As recomendações, segundo o promotor André Queiroz, visam esclarecer as constantes consultas feitas de forma oficiosa pelo secretário de Segurança, Éder Fior. André Queiroz lembra que o município não tem cumprido a própria lei municipal da criação da Guarda Municipal Patrimonial, a qual, a seu ver, está muito bem elaborada. “O município tem que alterar a Lei 462 para que haja qualquer mudança nas funções da Guarda Municipal”,

disse o promotor. Na recomendação, o promotor destaca que o município deve repensar, refletir “ao empregar o Poder Discricionário que tem ... uma vez que a responsabilidade civil, penal e administrativa (hoje sentida pelo Estado da Bahia ou União) está sendo chamada para si, ao desvirtuar as atribuições constitucionais da referida corporação fardada”. Mostrando preocupação com a situação da segurança do município, o promotor esclareceu que o Ministério Público não proibiu nada, como algumas pessoas comentam. “Fizemos apenas recomendação aos chefes da guarda municipal para ficar claro qual é o papel da corporação na sociedade. “Não é papel do Ministério Público controlar as tarefas dos guardas municipais, mas sim o seu controle externo, o de suas ações”, disse. Na recomendação, datada de 21 de julho passado, o promotor menciona “que falta ao município qualquer atribuição em matéria de segurança pública investigativa ou militarizada”. André Queiroz diz que a guarda municipal é uma corporação civil, regulada pelo dispositivo constitucional exposto no artigo 144, parágrafo oitavo, ainda sem interpretação definitiva pelo Supremo Tribunal Federal. O promotor lembra que “diante da timidez do texto, os próprios municípios encontram dificuldades para saber ao certo a vontade do legislador originário”.

Treinamento. Uma das maiores preocupações do promotor diz respeito ao treinamento dos guardas municipais atuais. “Quando o concurso para guarda municipal foi feito, tinha parâmetros para o exercício da profissão de acordo com a lei municipal, com aquelas atribuições; não com as que querem depositar nos guardas municipais”, disse. Na recomendação, entre outros itens, o promotor esclarece “pontos cruciais” para recomendar a não inclusão da Guarda Municipal nas operações policiais, entre os quais estaria “a falta de treinamento técnico dos componentes da Guarda Municipal Patrimonial, semelhante ao que ocorre com os policiais militar, civil ou rodoviário e o carecimento da faculdade constitucional para tanto”. A recomendação prossegue destacando que guarda municipal não é “polícia como as demais, sendo que a farda está ligada à sua caracterização e imposição de respeito perante aos que desejam lesar o patrimônio municipal”.

CRESCE ONDA DE ASSALTOS EM LUÍS EDUARDO Em oito dias, de quinta-feira, 28 de julho, a quinta-feira, 4 de agosto, foram registrados na Delegacia de Polícia sete casos de assaltos em Luís Eduardo Magalhães, sendo seis a pedestres e um a estabelecimento comercial. Na quinta-feira, 28, o piloto Lucas Barreto Novaes, 20 anos, foi atacado próximo ao Colégio CMO, no Jardim Paraíso. Dois homens armados em uma moto Honda CG levaram um celular e sua carteira. Também próximo ao CMO, o auxiliar administrativo José Almeida de Souza Júnior foi assaltado no sábado, 30, por dois homens armados em uma moto; perdeu documentos e celular. No sábado, 31, Sandra Jaqueline Ferreira Guerra foi atacada por um homem nas proximidades de sua residência, na rua Sergipe, no Jardim Imperial. O marido de Sandra estava na janela do apartamento e, para evitar o pior, foi até o ladrão e entregou a ele R$ 150.

Em apenas um dia, na segunda-feira, 1º de agosto, ocorreram quatro assaltos. Irene Lima Assis foi assaltada logo após sacar R$ 700 de uma lotérica, na rua Ibitiba, no Santa Cruz. O ladrão simulou estar com uma arma por debaixo da blusa e pegou todo o dinheiro da mulher. O comerciante Evandro Lucas de Morais, 37 anos, foi surpreendido por dois homens ao fechar a porta do supermercado São Lucas, na rua Rui Barbosa, Centro. Eles chegaram em uma moto Honda CG azul escura. Foram levados R$ 300 em dinheiro e um celular. A estudante F. M. O. foi abordada por dois homens em uma moto Honda Bis verde, nas proximidades do restaurante Casa Azul, no Mimoso 1. Ela teve roubados um celular e sua carteira. A auxiliar administrativa Michele Fabricia dos Santos, 24 anos, foi assaltada em frente à praça Sérgio Alvim Motta, no Centro. Dois homens roubaram seu celular, documentos e R$ 100.0

Arrombamentos. Após um período de redução dos arrombamentos, entre 29 de julho e 4 de agosto, quatro ocorrências foram registradas na Delegacia de Polícia. Na sexta-feira, 29 de julho, Márcio Nascimento teve invadida sua residência na rua Lars Grael, no Jardim Paraíso. Foram levados equipamentos de informática, R$ 300, jóias e bijuterias. Na terça-feira, 2, Cliviana Ferreira Schmitt encontrou arrombada sua casa na Avenida 01,no Centro. Perdeu um notebook e um aparelho de DVD. Na madrugada do mesmo dia, Raphael Jackson Rabelo Marinho encontrou arrombada sua casa, na rua Pau Ferro, no Jardim das Acácias. Foram levados um aparelho de som, documentos e talão de cheques. Ainda na terça-feira, Ademir Celso Rossato teve arrombada a sua residência na rua 21 de abril, no Jardim Paraíso. Foram levados aparelhos eletrônicos e de informática, roupas, jóias e R$ 1.000.


12

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

SOCIEDADE tizzianaoliveira@diariodooeste.com.br

ÓPTICA E RELOJOARIA VIAGEM E TURISMO (77)3628-2054

PING-PONG

(77)3628-6206

LUIZA MARIA LOBO SOARES

Viagem à Europa s casais Lili e Lourival Bublitz, Tania e Sergio Schleder. e Loni e Milton Vogt viajaram no dia 6 e retornaram dia 21 de julho. O roteiro que os amigos escolheram teve paradas em Londres, Paris, Kölln, na Alemanha, e em Lisboa. Foi uma viagem que os três casais de amigos programaram juntos.

Empresária, proprietária do salão de beleza Elle Esse

O

Em Itacaré A fotógrafa Helena Maria Ogrodowczyk embarcou para Itacaré dia 10 e retornou dia 16 de julho. Foi uma viagem bem aventureira, percorrendo trilhas para chegar a determinadas praias. “Lá é simplesmente o paraíso. Fui sozinha, de carro. Eu recomendo, e pretendo voltar para o réveillon e levar familiares e amigos. Para quem quer descansar, essa época é perfeita. Adoro viajar sozinha, som alto, curtindo cada momento da viagem”, diz ela.

NO ARCO do Triunfo, em Paris: Lili Bublitz, Tania Schleder, Loni Vogt, Milton Vogt, Lourival Bublitz e Sergio Schleder.

amigos de Carlos também foram para Formosa para participar da festa, que durou por todo final de semana. A família retornou na segunda-feira, 1º de agosto.

Em Fortaleza

Diana e Márcio

Gilson Scherer Martins, sua esposa Margareti Wegner Martins, e seus filhos Samantha e Alexandre viajaram dia 15 de julho para Jaguarão (RS), para visitar familiares. Eles aproveitaram para fazer compras em Rio Branco (Uruguai), no Free Shop. Apenas Margareti ainda está viajando; ela retorna dia 15 de agosto. O restante da família já está de volta à Cidade. Cada um voltou em data diferente.

Diana Angélica David de Mello e Márcio Antônio Roberti casaram-se no sábado, 30. A cerimônia religiosa foi realizada na Gruta Nossa Senhora Aparecida, às 17h30.  Eles recepcionaram os convidados no Centro de Eventos.

Carlos Alberto Magerl, sua esposa Arlete e os filhos Mayron e Mariana viajaram para Formosa do Rio Preto na sexta-feira, 29. Carlos Alberto organizou uma vaquejada na cidade, cujos moradores puderam participar de shows à noite e premiações. Familiares e

JHONATHAN Almeida Sá Teles

● Karine Giuliana Wolf comemorou seu aniversário juntamente com amigos e familiares em sua residência no domingo, 31.  

O casal Roberta e Rodrigo Ferreira de Souza viajou sábado, 30, com o filho Rodrigo. Eles foram de férias, para curtir as praias de Fortaleza, e retornam em 10 dias.

Em Jaraguão

Vaquejada em Formosa

para comemorar o sétimo aniversário do filho Jhonathan, no domingo, 31. A comemoração foi realizada no Brink & Fest.

Por que Luís Eduardo Magalhães? Pelas oportunidades, e aqui construí minha vida! Uma paixão: Meu marido e meus filhos. Saudade: Família. Sonho: No momento já realizei todos, ver meus filhos felizes é o mais importante. Profissão: É tudo para mim. Sou apaixonada, dediquei 35 anos da minha vida a minha profissão. Mania: Perfeccionismo.  Moraria em: Estou feliz em Luís Eduardo Magalhães. O que não sai da sua bolsa: Maquiagem. Tem loucura por: Viajar. Que lugares gostaria de conhecer: Agora o sul, porque o restante já conheço. O que mais te irrita: Pessoas falsas e hipócritas. Como definiria sua personalidade: Sincera e positiva. Música: Sertaneja. Um filme: Românticos. Um perfume: Gabriela Sabatini. Comida preferida: Lasanhas, na verdade massas em geral. Uma bebida: Não bebo nada alcoólico, por isso prefiro refrigerante. Medo: Não tenho medo. Futuro: Eu vivo o hoje, pois o amanhã só a Deus pertence.

Arraiá da Orange Miss

Aconteceu no sábado, 23, o “Arraiá da Orange”, com a banda Fi Di Lunga, na chácara Neiva Sehn, no bairro Jardim Paraiso. O arraial contou com comidas típicas e diversão.

Aniversários ● O casal José Carlos Sá Teles e Magna Almeida Sá Teles reuniu amigos e familiares

HELENA Maria Ogrodowczyk

MÁRCIO Antônio Roberti e Diana Angélica David de Mello

KARINE Giuliana Wolf e Cristiano Wolf

Lindas mulheres da Cidade: domingo, 7, às 15h, na Spresso Café, acontecerá a primeira reunião do concurso Miss Beleza Luís Eduardo Magalhães 2ª edição .Todas aquelas que tenham de 17 a 25 anos estão convidadas a conhecer os coordenadores, as regras e a programação do concurso. Não perca essa oportunidade!

ORIVAL Jr. Becker Gois, João Leonardo Machado e Angelo Cornelli no arraial da Orange


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

ESPORTES

13

Seleção muda esquema tático Técnico Régis faz três alterações e começa jogo contra São Desidério com dois volantes LUCIANO DEMETRIUS Da Oeste Comunicação dotar uma postura defensiva, explorar os contra-ataques e colocar dois titulares no banco como opções para o segundo tempo. Desta forma, o técnico Reginildo França (Régis) coloca em campo a Seleção de Luís Eduardo Magalhães recuada contra São Desidério, neste domingo, 7, pela segunda rodada do Campeonato Intermunicipal. O jogo válido pelo grupo 12 será no Estádio Ocival Rodrigues, em São Desidério, e põe frente a frente duas equipes que largaram com derrota na competição. Luís Eduardo

A

perdeu para Barra, por 2 a 1, enquanto São Desidério foi goleada por Barreiras, por 4 a 2. Diferentemente do esquema tático adotado na estreia, Régis abandona o 4-3-3 e passa para o 4-4-2, com dois volantes. Do time que perdeu para Barra, Macumba começa na zaga ao lado de Jerrão. Bocão é deslocado da zaga para fazer dupla de volantes com Toya, novo na equipe. A alteração obrigou Régis a sacar o meia Ninho e o atacante Radinho. “Estes dois jogadores serão úteis para o segundo tempo. Levo em consideração os dois tempos distintos do jogo contra Barra. Na ocasião, fizemos um bom primeiro tempo. Já o segundo foi de um time disperso e inseguro, principalmente na

marcação”, disse o técnico. A inclusão de dois volantes serve também de estratégia para segurar o atacante Herbley, considerado o jogador mais perigoso de São Desidério. “Nos dois jogos em que enfrentamos São Desidério, no Intermunicipal de Seleções, ele (Herbley) foi a referência no ataque deles”, disse Régis.

Zaroi. O goleiro Zaroi foi cortado da Seleção de Luís Eduardo Magalhães para as disputas do Campeonato Intermunicipal. O motivo foi a ausência do jogador no jogo de estreia contra Barra. O atleta não comunicou a comissão técnica de que havia acompanhado o clube que defende, o Juventus, em uma

competição em Cavalcante, no Norte de Goiás, no sábado, 30 de julho. A decisão foi confirmada na quarta-feira, 3, e comunicada pelo técnico Reginildo França ao jogador. “Infelizmente perdemos um ótimo jogador, um dos melhores goleiros de toda a região Oeste”, afirmou o treinador. Em entrevista ao Oeste Semanal, Zaroi explicou que iria retornar no domingo, 31 de julho, para acompanhar a seleção até São Desidério. “Durante a viagem de ida, a moto que eu pilotava teve um dos pneus estourados. O acidente me abalou e tentei manter contato com a comissão técnica da seleção, mas nenhuma operadora funcionava na região em que eu estava”, disse.

Na estreia do Intermunicipal, Luís Eduardo perde para Barra por 2x1 A seleção de Luís Eduardo perdeu para a de Barra por 2 x 1, em seu primeiro jogo no campeonato Intermunicipal, disputado na tarde de domingo, 31, no estádio Ocival Rodrigues, em São Desidério. Patrício abriu o placar para Luís Eduardo aos 17 minutos do primeiro tempo, mas Barra virou o jogo. Odair, de pênalti, marcou aos 23 minutos do segundo tempo. Três minutos depois, Nô fez o segundo gol de Barra. Em atuação apática, a seleção de Luís Eduardo raramente chegou ao gol do goleiro Joseilton, de Barra, nos 90 minutos de partida. Exceto o gol marcado por Patrício, a equipe comandada pelo técnico Reginildo França mostrou as mesmas deficiências da última apresentação, em 4 de junho, quando perdeu para Barreiras e foi eliminada do Intermunicipal de Seleções do Oeste. Com uma defensiva sem marcação eficiente, eram visíveis os espaços deixados para Barra chegar com facilidade à área de Luís Eduardo. O meio-campo conseguia recuperar a posse de bola do adversário, mas não evoluía a ponto de fazer a ligação com o ataque. Entre os atacantes, Patrício era quem mostrava mais habilidade para fugir da marcação e tentar criar jogadas perigosas. Nos primeiros 15 minutos, os dois lados se limitavam a roubar a bola no meio do campo e tentar avanços ao ataque. As duas equipes chegavam ao gol adversário sem nenhum risco. Aos 17 minutos, em jogada de bola parada, houve o gol de Luís Eduardo. Em cobrança de falta próxima da meia-lua da grande área, Patrício bateu rasteiro, colocado no canto direito do goleiro Joseilton, que tentou a

defesa, mas chegou tarde no lance. Apesar da vantagem no marcador, Luís Eduardo , a partir daí, foi envolvida por Barra. Aos 21 minutos, o atacante Magal  dominou a bola na área e chutou forte, mas o goleiro Rangel espalmou a bola para a linha de fundo. Aos 31’, o mesmo Magal chegou a empatar, ao cabecear dentro da grande área, em cruzamento vindo da direita. Mas o atacante usou um dos braços para se apoiar em um zagueiro de Luís Eduardo. O árbitro Jonathan Chaves Machado estava em cima do lance e anulou o gol. Um minuto depois, Luís Eduardo quase ampliou com Nem. Ele se livrou de três marcadores, chegou até a área e bateu cruzado, rente à trave esquerda do goleiro.A partir dos 38 minutos Barra exerceu forte pressão sobre a defensiva de Luís Eduardo, mas insuficiente para igualar o marcador. No segundo tempo, as equipes retornaram inalteradas. Nos cinco primeiros minutos, Barra chegou quatro vezes pelo lado esquerdo do ataque, numa visível demonstração de que o lado direito de Luís Eduardo estava desguarnecido. Notando a falha, aos 12 minutos Régis tirou o lateral-direito Felipe para a entrada do meia Alan. Em seguida, aos 14’, nova alteração: Ninho, por contusão na virilha, saiu para a entrada de Alexandre. “O Ninho estava bem na partida, foi uma perda para nós naquele momento do jogo em que éramos dominados, mas vencíamos por 1 a 0”, disse o técnico, ao final da partida. Após tanto pressionar, Barra empatou em cobrança de pênalti, aos 23 minutos. O lateral-esquerdo Deimisson dominou com o

Torneio de vôlei com dez equipes

Na masculina, as equipes estão divididas em dois grupos de três. No grupo A, BemEstar Fitnes/Imobiliária Bella Vista/Fly Tour, Barreiras e Santa Rita de Cássia. No grupo B, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães e Parnaguá (PI). As equipes do mesmo grupo jogam entre si. As duas melhores passam às semifinais cujos vencedores fazem a final. Na feminina, quatro equipes disputam a competição em grupo único: Barreiras, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães e Santa Rita de Cássia. As equipes jogam no mesmo grupo em sistema de pontos corridos. A equipe com maior número de pontos será campeã. No domingo, os jogos decisivos terão seu início a partir das 8h30.

DA REDAÇ‹O Dez equipes vão participar do I Aberto de Voleibol de Luís Eduardo Magalhães, nestes sábado, 7, e domingo, 8, no Ginásio da Faculdade Arnaldo Horácio Ferreira (Faahf ). Destas, seis na categoria masculina e quatro na feminina. O jogo de abertura do torneio será entre as seleções de Parnaguá (PI) e Formosa do Rio Preto, na categoria masculino, no sábado, 7, às 10h. Os outros jogos terão início a partir das 14h.

braço uma bola que chegou à grande área pelo alto. Na cobrança, o meia Odair chutou no canto esquerdo do gol. Rangel foi na bola, mas não conseguiu defender. Barra tirou proveito do ritmo que desenvolvia em campo e aos 26’ virou o jogo. O nigeriano Nô recebeu bola que partiu de cruzamento de seu campo. Já na grande área, ele se desvencilhou de um marcador, driblou Rangel para chutar com o gol vazio. A apatia de Luís Eduardo era tamanha que até o final da partida Barra perdeu oportunidades para ampliar e vencer por goleada, em lances aos 36’, 42’, 43’ e 44’. Luís Eduardo quase chegou ao empate já

nos acréscimos. Aos 49’, em cobrança de falta, Patrício quase repetiu a cena do lance do primeiro gol. Ele chutou rasteiro e a bola passou rente à direita do gol. No outro jogo do grupo 12, Barreiras venceu São Desidério por 4 a 2. Com estes resultados, São Desidério divide com Barreiras a liderança do grupo 12, com três pontos. Luís Eduardo a Barra não somam pontos. A seleção de Luís Eduardo volta a campo neste domingo, 7, também no estádio Ocival Rodrigues, para enfrentar São Desidério. Barra joga em casa, no mesmo dia, contra Barreiras. As duas partidas começam às 15h.

VISITANTES VENCEM MAIS QUE ANFITRIÕES Jogar em casa não foi o suficiente para garantir a vitória na estreia do Campeonato Intermunicipal 2011. Dos 32 jogos da primeira rodada - somando os 31 disputados no domingo, 31 de julho e o de abertura, dia 24, com a vitória de Porto Seguro sobre Canavieiras, por 1 a 0 - os visitantes venceram 13 vezes, e os anfitriões, dez. O empate aconteceu em nove partidas. Nos 32 jogos foram marcados 77 gols, o que resulta em média de 2,40 por partida. Duas goleadas foram registradas na largada da competição. Em Itagibá, pelo grupo 8, a seleção local venceu Ituberá por 6 a 0. Em Amargosa, a equipe da casa foi derrotada por 4 a 0 pelo Valença, em jogo válido pelo grupo 6.

Em outras duas partidas, a rede balançou seis vezes: nas vitórias por 4 a 2 de Itapetinga sobre Belo Campo, pelo grupo 10, e de Barreiras diante de São Desidério, pelo grupo 12. O grupo 12 (Barra, Barreiras, Luís Eduardo Magalhães e São Desidério) foi o que apresentou mais gols, com nove no total. A escassez de gols foi nos grupos 3 (Mata de São João, Alagoinhas, Araçás e Simões Filho) e 14 (Camacan, Ilhéus, Mascote e São José da Vitória ) com apenas dois cada. Somente no número de gols marcados é que os anfitriões tiveram ligeira vantagem. Quem jogou em casa marcou 39 vezes, contra 38 dos visitantes.

CAMPEONATO INTERMUNICIPAL 1ª RODADA - 31/07 GRUPO 1 Biritinga 0X1 Araci Paulo Afonso 1 X 1 Santa Luz GRUPO 2 Serrinha 1X1 Crisópolis Inhambupe 0X1 Valente GRUPO 3 Mata de S. João 0 X 0 Alagoinhas Araçás 0 X 2 Simões Filho GRUPO 4 Feira de Santana 2 X 1S. F. do Conde S. G. dos Campos 1 X 1 Cachoeira GRUPO 5 Gov. Mangabeira 1 X 2 Castro Alves Maragogipe 2 X 1S. das Margaridas GRUPO 6

Amargosa 0X4 Valença Laje 1X1 S. A. de Jesus GRUPO 7 Itiruçu 1X2 Jitaúna Jaguaquara 1X1 Jequié GRUPO 8 Ibirataia 1X0 Ipiaú Itagibá 6X0 Ituberá GRUPO 9 Firmino Alves 0 X 1 Itabuna Itororó 1X3 Ibicaraí GRUPO 10 Itapetinga 4 X 2 Belo Campo Condeúba 1X1 Itambé GRUPO 11 Irecê 2 X 0 Macaúbas

Livramento 3 X 1Riacho de Santana GRUPO 12 Luiz Eduardo Magalhães 1 X 2 Barra Barreiras 4X2 São Desidério GRUPO 13 Itapitanga 0X0 Coaraci Gongogi 1X2 baitaba GRUPO 14 S. José da Vitória 2 X 0 Camacan Mascote 0X0 Ilhéus GRUPO 15 Eunápolis 1X2 Belmonte GRUPO 16 Prado 0X2 Itamaraju Medeiros Neto 0 X 1 Itabela


14

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

GENTE JOVEM RAFAEL DIAS rafaeldias@diariodooeste.com.br

Greve na UFT Luiz Gustavo Ariati, Francisco Leite, Joana Joner e Thiago Xavier, universitários da UFT no campus de Gurupi (TO), viajaram apreensivos. Isso devido à indefinição na volta às aulas. Os servidores técnicoadministrativos entraram em greve e a situação seguia indefinida até o fechamento dessa coluna. Com a greve, os universitários não podem efetuar a matrícula e as aulas não podem começar. Alguns já cogitam retornar à Cidade para aguardar, caso a situação não evolua nos próximos dias.

Aprovado FAMILIA ROSIN: Josefina, João, Ana Caroline, Stephanie e seu namorado Jeferson Resende.

Comemorando aniversário tephanie Rosin comemorou aniversário na sexta-feira, 29, em sua residência. Ao redor de familiares, amigos da Cidade e de Barreiras, onde faz o curso de fisioterapia na FASB, a festa foi muito divertida. Com um cardápio variado, desde o tradicional bolo até espetinho de carne. A animação ficou por conta da banda Fi de Lunga, de Barreiras, que estava com um repertório diversificado e especial para o evento. Após a apresentação da banda, foi a vez do DJ Marciano, que mexeu com os ouvidos dos presentes com o som do seu mixer. 

S

aniversário na sexta-feira, 29, no Avenida Lounge. A festa reuniu seus melhores amigos e foi divertida.

STEPHANIE ROSIN sopra as velas

A República Mata Virgem promoveu no último sábado, 30, a Open Fest. Com muita bebida liberada, entre elas vodca, tequila, cerveja e suco. Com poucas opções no sábado e com muita gente querendo aproveitar o último fim de semana de férias, o evento foi um sucesso. Agora é esperar para ver se os moradores vão continuar a promover eventos.

Nova estrutura Na sexta-feira, 29, Luis Henrique Raffler organizou um churrasco na sede da sua empresa, a L.H. Peças Agrícolas, para clientes e amigos. O motivo foi a nova estrutura e a nova fachada da empresa.

Rumo à Austrália

Partindo

Mariane Hoppe está de partida para o exterior. Ela passará um período próximo a um ano na Austrália, onde fará estágio em uma empresa de Publicidade, além de um curso de inglês. Mariana se formou no início do ano em Publicidade e Propaganda na PUC-GO. 

Com o fim das férias os universitários continuam partindo para prosseguir com os cursos: ● Gabriela Menegon retornou a Brasília, onde cursa enfermagem pela Universidade Católica. ● Luiz Fernando GABRIELA MENEGON Bosa retornou a Goiânia, onde se forma no fim do ano em Direito pela Universo. ● Carol Hoppe Leite retornou a Anápolis. Ela está se adaptando à cidade, onde iniciou no começo do ano o tão sonhado curso de medicina. ● Beatriz Lodi para Goiânia, onde cursa farmácia na UFG ● Renato Ferreira para o Rio de Janeiro, onde cursa Engenharia Química ● Glauco Poyer retornou a Goiânia. Lá ele cursa Engenharia Civil na Católica. ● Bruna Machado para Florianópolis, onde cursa direito na CESUSC.

Rafael Oliveira está passando férias na Cidade. Ele já está quase formado em Agronomia pela UFG. Aproveitará para rever amigos e familiares, já que não visitava a Cidade há um longo período, devido aos estágios.

● Outros aniversários: Na segunda-feira,

1º, Francisco Bilhar, Gilcelia Matos e Mateus Cardoso. Na quarta-feira, 3, Joice Eliza e Guilherme Monteiro. Na quinta-feira, 4, Marcelo Fraga e Michelly Porto. Na sexta-feira, 5, Flávia Wisniewski, Dayana Coneglian, Maira Alves. Neste sábado, 6, Bruna Ullerich e Camila Valle. E no domingo, 7, Luiza Bernardi, Matheus Augusto Cremonese e Aline Vargas.

Festa em República

Alexandre Fukuda foi aprovado no vestibular da Unb para o curso de Engenharia Elétrica. Já é a segunda vez que ele é aprovado no processo seletivo da instituição. Anteriormente, havia feito o curso por um semestre, mas desistiu.

De férias

● Greico Henrique também comemorou

teriormente. Vamos esperar alguns dias para testar e ver como ficou a batalha entre PES 12 e FIFA 12. 

Voltando Com o fim das férias não são apenas universitários, familiares, amigos que partem da Cidade. Os luiseduardense que estavam de férias em outras cidades também retornam. São os casos de Lincon Junior e Beth Maciel. Lincon estava em Varginha (MG) visitando amigos de infância e familiares. Beth também estava em Minas Gerais pelos mesmos motivos.

Game de futebol

DAYANA CONEGLIAN GREICO HENRIQUE

BRUNA ULLERICH

Festa gremista

Em Caldas Novas

O Consulado Gremista do Oeste da Bahia comunicou que está preparando uma grande festa em Luís Eduardo com a presença de diretores do Grêmio e alguns ex-jogadores do clube. A data, ainda não fechada, está próxima, devendo ser no final de agosto ou início de setembro.

O casal Thiago Zepolato – Larissa Barcelos esteve passando merecidas férias em Caldas Novas (GO). Aproveitaram para conhecer melhor a beleza da cidade, com suas atrativas águas termais, além de praticarem esportes como mergulho em lago artificial e tirolesa.

MATHEUS AUGUSTO

A Konami informou que um dos games mais aguardados do ano já tem data marcada para chegar às lojas. O Pro Evolution Soccer (PES) será lançado para PlayStation 3, X Box 360 e PC no dia 14 de outubro. O jogo terá algumas mudanças em relação ao seu antecessor, como uma inteligência artificial melhorada, e um novo sistema que permite controlar dois jogadores simultaneamente no campo. De resto, é o que os fãs já conhecem: dribles e gráficos melhorados. Segundo um comunicado da Konami, o PES 2012 é o jogo de futebol “mais ambicioso e avançado que já existiu”. As versões de PSP, PS2 e Wii terão suas datas anunciadas pos-

LARISSA Barcelos e Thiago Zepolato


15

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

L I N H A S D E ATA Q U E LUCIANO DEMETRIUS lucianodemetrius@diariodooeste.com.br

FOTOS DE LUCIANO DEMETRIUS

BATE-BOLA “A bike é minha maior aliada para vencer a rotina do trabalho e a superar meus desafios pessoais do dia a dia”. A afirmação é do professor de História e Geografia, Fausto Gonçalves de Oliveira, que divide seu tempo entre a escola e a prática do Mountain Bike. O esporte, com poucos praticantes em Luís Eduardo Magalhães, é uma das modalidades olímpicas que desde 1996 completa um quadro de mais de 50 medalhas em disputa. Para o segundo semestre, ele e o restrito grupo de praticantes do Mountain Bike têm o projeto de realizar a primeira prova da modalidade em Luís Eduardo. “O intuito é divulgar a modalidade e alertar as pessoas para a prática de esportes como qualidade de vida e uso da bicicleta como meio de transporte”. Quantos atletas em Luís Eduardo Magalhães praticam o Mountain Bike de forma competitiva? Atualmente somos oito atletas: Mateus Bombarda, Romeu Franciosi, Anderson Oliveira, Ronaldo Galvani Jr, Cícero Lopes, Agnaldo Santos, Luis Carlos e eu. Eu e Bombarda participamos de provas nacionais e internacionais. Qual é a rotina de treinamento? Tenho cinco dias por semana de treinamento. Faço os treinos de ritmo durante a semana, geralmente nas ruas asfaltadas do bairro Tropical Ville. Nos finais de semana, treino trilhas com grau técnico e altimetria maiores em Barreiras. No total, são dez horas por semana. Como pode ser descrito o Mountain Bike, na região Oeste ? Infelizmente, o circuito do mountain bike, e do ciclismo em geral no Oeste, está restrito a Luís Eduardo e Barreiras. Existem vários praticantes de mountain bike como lazer em nossa Cidade. Não temos competições e nem uma estrutura favorável ao desenvolvimento da modalidade em nossa região. Como todo esporte radical, o mountain bike precisa de divulgação para que encontre seus adeptos, além de apoio das autoridades ligadas ao esporte. Quais as recentes competições que o grupo de Luís Eduardo Magalhães participou? Eu e o Bombarda disputamos a copa Internacional de MTB, em São Lourenço

(MG), e o campeonato brasileiro de MTB em Caconde (SP) . As provas foram seletivas para os jogos panamericanos do México, em setembro. Conseguimos pontuar nestas provas, mas estamos um pouco distante dos top 10 do FAUSTO OLIVEIRA Brasil e da América. Tivemos bons resultados no campeonato Baiano e na Copa Brasília. Qual a programação do grupo para o segundo semestre? Teremos a final da Copa Brasília de MTB, em agosto, e a final do Campeonato Baiano, em outubro. Em âmbito nacional, o Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Maratona, no Rio Grande do Sul e a mais esperada de todas as provas do ano que é a Brasil Ride, na Chapada Diamantina, nas cidades de Mucugê e Rio de Contas, em outubro. Brasil Ride é uma prova de ultra-maratona realizada em duplas, com mais de 600 km de distância, percorridas em seis etapas entre as cidades citadas. Duas duplas vão representar Luís Eduardo. Para este desafio, meu parceiro será o Ronaldo Galvani. A segunda dupla será formada Anderson Oliveira e o Romeu Franciosi. Estão confirmadas para 2011 duplas de 14 países. O que você recomenda a quem ainda não pratica o esporte? Como eu pratico o mountain bike como esporte há mais de 15 anos, já fiz dele um estilo de vida. Quero encorajar jovens e adultos, de todas as idades, a tirarem a poeira daquela bicicletinha que fica esquecida na garagem e virem desfrutar das belas trilhas e paisagens da nossa região. Além dos atrativos naturais para pedalar, o relevo de nossa cidade é bastante plano e favorece a prática recreativa do mountain bike. Em um mundo tão estressante, ter um hobby saudável pode fazer toda a diferença.

O jogo entre as seleções de São Desidério e Luís Eduardo, pela segunda rodada do Intermunicipal, no domingo, 7, terá arbitragem de Valmir Pereira dos Santos (Correntina), auxiliado por Sebastião dos Santos Moreira e Willian dos Santos (ambos de Barreiras). O quarto árbitro é Leomi Pereira do Carmo (Luís Eduardo Magalhães).

levantou mais um título no domingo, 31 de julho: o do I Torneio Real Bola 2011, disputado em Cavalcante, Norte de Goiás. Na decisão, derrotou Escolinha Cavalcante, por 2 a 1, com gols de Miltinho e Tacadinha. A competição teve 26 equipes de Goiás, Distrito Federal e Tocantins. Além do Campeão do Seletivo Amador, o outro representante baiano foi o Portelinha, eliminado na primeira fase pelo JDC ao perder por 3 a 1.

lizada no domingo, 31, na Chácara do Econômico, em Luís Eduardo Magalhães. A próxima etapa será no dia 21 de agosto, em Aurora (TO).

Juventus

Enduro

Pouco mais de uma semana após conquistar o campeonato Seletivo Amador, de Luís Eduardo Magalhães, o Juventus

Cláudio Papini (categoria Over) e Bruno Zuttion (Importada) foram os vencedores da I Etapa da Copa Honda de Enduro, rea-

EQUIPE do Terra Agrícola. Em pé: Maria, Rosilda, Vanusa, Joelma, Karina, Wilma (técnica) Agachadas: Yulhiane, Naiara, Buru, Miuka, Jéssica, Jasi e Garrinchinha.

Meninas campeãs A

equipe do Ginásio Terra Agrícola, de Luís Eduardo Magalhães, foi campeã do II torneio de Futebol Feminino Vila Amorim. A competição foi realizada em Barreiras, no domingo, 31 de julho. Tradicional em quadras de futsal, o time do bairro Jardim Paraíso conquistou o inédito título em futebol de campo. Além do Terra Agrícola, participaram da competição Flamenguinho (Barreiras), Roda Velha I e Roda Velha II. Na primeira rodada, o Terra Agrícola goleou Roda Velha I por 12 a 0. Gols de Vandélia (quatro), Erenni e Jéssica (três) e Naiara e Garrinchinha (um). No outro jogo, Flamenguinho venceu Roda Velha II por 2 a 1. Na segunda rodada, Roda Velha II derrotou Roda Velha I por 3 a 0 e o Terra Agrícola perdeu para o Flamenguinho por 1 a 0. Na terceira rodada, Roda Velha I e Roda Velha II desistiram da competição e perderam por WO para Flamenguinho e Terra Agrícola, respectivamente. As equipes desistentes alegaram problemas de horário para retornar às suas localidades. Na decisão, Flamenguinho e Terra Agrícola empataram por 0 a 0. Na disputa por pênaltis, vitória do Terra Agrícola por 10 a 9. Marcaram Rosilda, Jasiane, Buru, Miuka, Erinne, Jéssica, Garrincinha, Vandélia, Ana Patrícia e Naiara, que fez o gol do título. Yulhiane foi a goleira menos vazada do torneio; Vandélia, a artilheira com quatro gols. A administradora do Espaço Terra Agrícola Wilma Ferreira foi para o banco de reservas comandar a equipe no torneio, em Barreiras. Para ela, o título foi a recompensa ao desafio de atuar em outra modalidade. “Nosso esporte é o futsal. Mudar de modalidade, enfrentar equipes acostumadas ao futebol e ganhar o campeonato, é um prêmio”, disse.

Gol a mil reais A prefeita de Barreiras, Jusmari Oliveira, ofereceu R$ 1 mil por gol marcado pela seleção de sua cidade no jogo de estreia, diante de São Desidério. Com a goleada por 4 a 2, no domingo, 31, o cofre da equipe já está alimentado em R$ 4 mil. Quem banca a bolada?

Lei de incentivo Luís Eduardo Magalhães tem a sua própria Lei de Incentivo ao Esporte, a Lei 521, de 18 de julho de 2011. Pessoas físicas e jurídicas podem doar, patrocinar ou investir em projetos esportivos. Em troca, recebem certificados para utilizar no pagamento de ISS e IPTU até o limite de 10% do valor devido a cada incidência dos tributos. Os interessados no incentivo devem fazer o pedido à Secretaria Municipal de Esporte e Lazer.

O que apoiar? Entre os benefícios da Lei 521/2011 estão recrutamento, participação de atletas e de

equipes esportivas em competições estaduais, interestaduais, nacionais e internacionais; fomento à prática e desenvolvimento do esporte entre crianças, adolescentes, portadores de necessidades especiais; especialização nas áreas do conhecimento aplicadas ao esporte, de árbitros, técnicos, profissionais da área de educação física e outros profissionais de áreas afins, além de criação de campanhas e prêmios.

Arbitragem

Veteranos Dezesseis equipes vão participar do Campeonato Veterano de Futebol Society, promovido pela Liga Desportiva de Luís Eduardo Magalhães. A competição se inicia no dia 16 de agosto com as partidas entre Agrocampo x Milk Shake-A e Portelinha x Massa Bruta, na quadra do MEC, a partir das 19h30. Os jogos serão às terças, quintas e sábados, sempre às 19h30, nas quadras do MEC e do Novo Paraná.


16

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 6 a 12 de agosto de 2011

Oeste Semanal Edição 22  

Oeste Semanal Edição 22

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you