Issuu on Google+

ADE

M E S

L A AN

EM R

Ano I ❑ Nº 17 ❑ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

❏ Leia as colunas de

Tiragem desta edição

Sebastião Nery, Luciano Demetrius, Tizziana Oliveira e Rafael Dias

5.000 exemplares

A

ID

ST

Oeste

AC

Polícia não prende e onda de arrombamentos aumenta. Página 11

I EV

❏A

AGENDA DA CIDADE EST˘ NA P˘GINA 6

Preço do exemplar em banca

R$ 1,00

Luís Eduardo viverá ÂboomÊ imobiliário Treze projetos aprovados ou em análise na Prefeitura põem à venda 7.689 lotes. Páginas 3 e 4 RAUL MARQUES

AROLDO da Cruz Júnior e José Gilberto Frare preparam o lançamento, em 60 dias, do loteamento Florais Léa 2, com 972 lotes

Prefeitura embarga obra da AMMO por irregularidade. Página 9 Os vencedores da festa de São João no Santa Cruz. Página 9


2 INFORMAÇÃO

E OPINIÃO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

PREZADO LEITOR O lado do jornal Leitor que se indentificou apenas como professor universitário ligou para a redação deste Oeste Semnanal questionando a posição do jornal em dois assuntos noticiados: o corte mortal de árvore urbana e a situação dos produtores diante da questão ambiental. “De que lado vocês estão? Uma hora condenam o corte de árvores, outra hora atacam órgãos ambientais?”, indagou o leitor. Foi-lhe dito que o único lado do jornal é o da notícia. Sem ranço ideológico.

N‹O DUROU 15 DIAS

HENRIQUE CABELO

Foram mais de dez anos de buracos. Aí, no último dia 16, apareceram funcionários e máquinas da CBV Construtora, por ordem e pagamento do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O trevo de ligação das BRs 020 e 242 fora, afinal, repavimentado. Bastaram 12 dias para que a má qualidade do serviço da CBV fosse constatada. O trevo já está cheio de buracos, como mostram as fotos, tiradas na terça-feira, 28. De quarta a sexta-feiras, operários da CBV tapavam os buracos.

Uma placa, por favor Várias ruas de Luís Eduardo Magalhães estão em obras para asfaltamento. Em nenhuma delas há uma placa indicando que o trânsito está interrompido mais à frente. Tal qual os quebra-molas, sem qualquer aviso, principalmente para que os motoristas de fora que passam por aqui.

eles varam a madrugada conversando alto com parceiros de estrada e companhias femininas, que aparecem para prestar serviços, e fazem churrasquinho, que exala bastante fumaça.  Somente uma lei proibindo a entrada de carretas na cidade ou o estacionamento não resolveria a questão.  É preciso fiscalizar. E de madrugada.

Sinistras paralelas

De teste em teste

Acontece nas ruas paralelas à paralela à rodovia, como na Glauber Rocha. Especialmente às sextas-feiras, outra grossa fila de caminhões estacionados nestas ruas tira o sossego dos moradores. As ruas já são escuras e, com as carretas, dão uma enorme sensação de insegurança. Sabe-se que boa parte dos carreteiros estaciona para dormir, mas, muitas vezes

O prefeito Humberto Santa Cruz continua passando em testes de popularidade. Nos festejos de São João, no Santa Cruz, falou várias vezes, sem registro de vaias, coisa rara em se tratando de massa e político. Seu primeiro teste de popularidade ocorreu no show de aniversário da Cidade, em março passado, quando foi aplaudido pela platéia.

Publicação da Oeste Comunicação Integrada Ltda. Rua Jorge Amado, 1.327 – Jardim Paraíso – CEP 47.850-000 – Luís Eduardo Magalhães/BA Inscrição municipal 007132/10 CNPJ 12.835.627/0001-41 - Telefone (77) 3628-0686

oestesemanal@diariodooeste.com.br

Bayer semeia seus dólares em terras brasileiras Se é Brasil, é bom. Este parece ser o novo slogan da Bayer. O país se tornou estrela de primeira grandeza na constelação global do grupo, composta por 66 nações. A subsidiária brasileira receberá o segundo maior investimento mundial da compa-nhia, atrás apenas da Alemanha. Segundo informações filtradas junto à própria Bayer, o planejamento estratégico para os próximos cinco anos prevê um desembolso da ordem de US$ 1 bilhão. De acordo com a mesma fonte, a cifra deverá ser anunciada em breve pelo próprio board da empresa à presidente Dilma Rousseff. Os recursos serão destinados às três divisões da Bayer: CropScience, HealthCare e MaterialScience. O tamanho do investimento é proporcional à expectativa do grupo. A estimativa dos alemães é que o faturamento da filial brasileira cresça, em média, 25% por ano até 2015. Caso a projeção se confirme, o Brasil passará a ser o segundo maior mercado da Bayer em todo o mundo, à frente da própria Alemanha e da China, superado apenas pelos Estados Unidos. No ano passado, a subsidiária brasileira faturou cerca de 1,7 bilhão de euros, o equivalente a um quarto de todas as vendas mundiais do grupo. A previsão é de que esta proporção chegue a um terço nos próximos cinco anos. Os investimentos no Brasil serão destinados a construção de fábricas, pesquisa e desenvolvimento, contratação de pessoal e marketing. Uma das principais mudanças será o reaproveitamento do complexo industrial de Belford Roxo, que já era tratado como letra morta dentro do grupo devido ao seu grande espaço ocioso e à baixa rentabilidade das operações. O local receberá uma segunda fábrica de tratamento de sementes, da divisão CropScience. A área agrícola é a grande aposta da empresa no Brasil. Hoje, responde por mais da metade do faturamento da filial. Os alemães deram sinal verde para a compra de novas fabricantes de sementes no país. No mês passado, a Bayer anunciou a aquisição da SoyTech Seeds, empresa que atua no melhoramento genético de sementes de soja e era controlada pela Goiânia Investimentos e

SÓCIOS-DIRETORES Antonio Calegari / Pedro Callegari

CIRCULAÇÃO Aroldo Vasco de Souza

REDAÇÃO João Penido (editor), Antonio Calegari, Luciano Demetrius Leite, Raul Beiriz Marques, Rafael Dias, Sebastião Nery, Tizziana Oliveira, Henrique Cabelo (fotógrafo e diagramação), Paulo Cezar Goivães (projeto gráfico)

IMPRESSÃO Gráfica F. Câmara Csg 09 – LOTE 03 – GALPÃO 03 – Taguatinga Sul – Distrito Federal – Fone (61) 3356-7654

PUBLICIDADE Juliana Cadore

TIRAGEM* 5 mil exemplares *Tiragem jurada pela editora, comprovável quando da

Participações (GIP). Ainda em Belford Roxo, desta vez na divisão MaterialScience, a Bayer vai ampliar a produção de MDI, uma das matérias-primas para a fabricação de poliuretano. O plano da companhia prevê também a construção de dois laboratórios de pesquisa e desenvolvimento, ambos em São Paulo. Neste caso, o investimento será da ordem de R$ 80 milhões.

Louis Dreyfus A Louis Dreyfus, que comprou a Macrofértil, está em negociações com mais duas fabricantes de fertilizantes do país, uma na Região Sul e outra no Nordeste.

Transnordestina Benjamin Steinbruch procura um sócio para a Transnordestina. É o que dá para fazer. Se não fosse o previsível desgaste político, o barão do aço se livraria da ferrovia sem pestanejar.

Sozinha no cais O projeto de construção de um terminal marítimo em Rio Grande (RS), voltado à exportação de grãos e produtos siderúrgicos, está se afogando em águas turvas. Idealizadora do empreendimento, a Gerdau decidiu que não vai tocar o negócio sozinha. A busca por sócios já começou, mas, por ora, não apareceu qualquer interessado no investimento.

Em família A Caixa Econômica Federal e sua irmã siamesa, a Funcef, articulam uma parceria para investimentos no setor imobiliário. Desta vez, nada de casa popular. A CEF vai lançar o Minha Fábrica, Minha Vida. O foco é a construção de complexos fabris e galpões industriais. O investimento deve chegar a R$ 600 milhões.

Copyright Relatório Reservado, publicação diária especializada em inside information editada pela Insight Comunicação. www.relatorioreservado.com.br

impressão do jornal, na Gráfica F. Câmara, a par tir das 23 horas das sextas-feiras e quando do início da distribuição das edições, na Rua Jorge Amado, 1.327 – Jardim Paraíso – Luís Eduardo Magalhães, a par tir das 7 horas da manhã dos sábados. As publicações da Oeste Comunicação – Oeste Semanal e DiariodoOeste.com.br não publicam matérias redacionais pagas sem caracterizá-las como Informe Publicitário. A Oeste Comunicação também edita o site online DiariodoOeste.com.br.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

CIDADE

3

ÂBoomÊ imobiliário em Luís Eduardo Cinco loteamentos já foram aprovados e oito aguardam aprovação, num total de 7.689 lotes HENRIQUE CABELO

RAUL MARQUES Da Oeste Comunicação

U

do de chuvas, que começa em outubro. A expectativa de Isaias Berchof é de que 80% dos lotes sejam vendidos neste ano.

m novo “boom” imobiliário está presNo Florais Léa. Com 972 lotes, o Florais tes a acontecer em Luís Eduardo Magalhães. Cinco loteamentos já estão Léa 2, da Aracruz Construções e aprovados, sendo dois comerciais – o Empreendimentos Imobiliários, aprovado Arnaldo Ferreira e o Comercial 90, ambos na em março, destina-se à instalação de empreBR 020, próximo ao Posto Imperador – e três sas e residências. No momento, estão sendo residenciais: Florais Léa 2, Altos do Cerrado, cadastrados interessados na aquisição. As no Jardim das Acácias, atrás da Câmara vendas devem começar em 60 dias. “É o tempo para cumprirmos exigências Municipal, e Campos Elíseos, atrás do Hipermercado Santo Antônio. Outros oito normais como instalação de redes de água, aguardam aprovação da Prefeitura. Se, além esgoto, iluminação e iniciarmos o processo dos cinco já aprovados, com 2.748 lotes no de vendas, com o pré-lançamento”, disse o total, os outros oito também o forem, serão empresário Aroldo da Cruz Júnior, da postos à venda na Cidade 7.689 lotes comer- Aracruz. Ele lembrou que para comprar um ciais e residenciais. “A explosão imobiliária lote é necessário apresentar apenas a identiestá para acontecer. Só falta acionar o botão”, dade, o CPF e ter o nome limpo na Serasa. “O financiamento é da própria empresa”, diz disse um corretor. Ao contrário do ocorrido anteriormente, Aroldo da Cruz Júnior, que já vendeu, em esses loteamentos virão com toda a infraes- toda a cidade, mais de 11 mil lotes. Aroldo Júnior informou que o loteamento trutura pronta, conforme passou a exigir a Prefeitura a partir da atual gestão – a permis- terá cerca de 100 casas a serem vendidas no são para lotear ficou praticamente congelada âmbito do programa Minha Casa, Minha por dois anos, até a reformulação da legis- Vida, com financiamento da Caixa. “Neste lação. Entre as mudanças, está a exigência de caso, são casas prontas, que devem começar a contrapartida por parte dos empreendedo- dar forma ao Florais Léa 2”, disse. Um dos mais animados com a nova explores, como, por exemplo, a reforma ou construção de uma praça, uma escola, um parque. são imobiliária que está prestes a acontecer - Anteriormente, não havia critério algum na cidade é o engenheiro agrônomo e advogapara a aprovação de um loteamento. Todos do José Gilberto Frare, da Topoterra, eram feitos sem qualquer infraestrutura. Topografia e Planejamento Rural Ltda, responsável pelo projeto do Nenhum tinha licença Florais Léa 2. Ele diz que já ambiental – diz o secretário viu a cidade passar por uma de Planejamento, Orçamento primeira explosão imobiliáe Gestão, Cândido Henrique Um dos ria, há alguns anos, quando Trilha Ribeiro. loteamentos já vários loteamentos foram feiHoje, a Prefeitura exige, tos, sem qualquer infraestrupor exemplo, que as ruas aprovados é o tura, como agora. sejam asfaltadas e que teFlorais Léa 2, Ele mesmo diz, com orgunham oito (nos mais populacom 972 lotes, lho, que já elaborou inúmeros res) ou nove metros de larguprojetos de loteamentos na ra. Exige ainda que os loteacujas vendas cidade, como Tropical Ville, mentos tenham 10% de área devem começar Vereda Tropical, Jardim Ipê, verde, sendo 5% concentraJardim Paraíso – fase 2, da, e outros 5% espalhados em 60 dias. Jardim Paraíso – fase 3, por canteiros com no mínimo Avenida, Chácaras Paraíso, sete metros. Em frente de Léa Cordeiro, Aroldo da cada lote, precisa haver ao Cruz, Santa Cruz 3, Conquista, Primavera 1 e menos uma árvore. 2, e JK. Na BR 020. Os loteamentos Arnaldo Gilberto Frare disse que o Florais Léa 2 está Ferreira, de Hipólito Ferreira, com 115 lotes localizado em um ponto privilegiado da cidade, na BR 020, próximo ao Posto Imperador e à com uma área total de 47 hectares, divididos em Bunge, aprovado em janeiro passado, e 972 lotes. “Os lotes terão entre 157 metros quaComercial 90, de Vanderlei Ferreira, com 61 drados e 350 metros quadrados, com área média lotes, ao lado do anterior, aprovado em feve- de 270 metros quadrados”, informou Frare. O reiro, já estão com 20% dos lotes vendidos, preço do metro quadrado deverá ficar na faixa de informa o corretor Isaias Berchof. R$ 160, informou Aroldo da Cruz Júnior. Ambos são loteamentos comerciais, destiOs loteamentos, disse Frare, serão entrenados a “comércios leves”, como oficinas, gues com toda infraestrutura, como previsto restaurantes, lojas de materiais de constru- na legislação, com redes elétrica, de água e de ção e a “comércios pesados”, que exigem esgotamento sanitário, pavimentação, meiograndes áreas para estoque e circulação de fio e áreas verdes. carretas e incluem até pequenas indústrias, Potencial. “O Florais Léa tem grande como a Perfilados Bahia Indústria e Comércio de Ferro e Aço, já em construção potencial de se tornar um importante ponto de Luís Eduardo, por ficar próximo ao Centro, no Arnaldo Ferreira. Os terrenos maiores, de frente à rodovia, à rodovia e ter bom comércio”, disse Frare. têm 3 mil metros quadrados, sendo que os de Um dos destaques deste loteamento, no esquina somam 3.750 metros quadrados. Os entender de Frare, é que a empresa responsámenores têm cerca de 2 mil metros quadra- vel, a Aracruz, trabalha em todas as fases do dos. Os preços variam de R$ 164 o metro qua- loteamento, como a incorporação, a construdrado, no Comercial 90, a R$ 200 o metro ção e a venda. Frare acrescentou que entre os loteamenquadrado nos totes do Arnaldo Ferreira em frente à rodovia. Ou seja, os maiores e melhor tos que aguardam aprovação da Prefeitura está o Tropical Ville 2, com 897 lotes varianposicionados lotes custam R$ 750 mil. As obras de infraestrutura, já em anda- do entre 200 e 600 metros quadrados, na mento, deverão estar concluídas até o perío- saída para Barreiras. São 48 hectares de ter-

OBRAS de construção da Perfilados Bahia, no loteamento comercial Arnaldo Ferreira. ras em área nobre da cidade. “Também é uma excelente oportunidade para quem quer adquirir seu pedaço de terra em Luís Eduardo”, disse Frare. “E há outros projetos como o Jardim Paraíso 4 e o Jardim Paraíso 5, prontinhos para esquentar ainda mais o mercado imobiliário desta cidade”, acrescentou. Sobre a expansão da cidade, Gilberto Frare

tem uma visão bastante otimista. “Isso é muito bom para a cidade. Que bom que ela está crescendo. Com ampliação de vários pontos e aumentando a arrecadação. Novos lotes representam mais IPTU, mais ITBI. Mais áreas com moradias significam mais emprego, mais ISS. É um excelente círculo econômico para a cidade”, disse Frare.


4 CIDADE

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011 RAUL MARQUES

Grupo Kobra porá a venda 1.660 lotes Os outros dois projetos aprovados são o Altos do Cerrado, no Jardim das Acácias, atrás da Câmara Municipal, e o Campos Elíseos, atrás do Hipermercado Santo Antônio. Os dois projetos já tiveram aprovação da Prefeitura dos pontos de vista urbanístico e ambiental, faltando apenas a entrega de alguns documentos da empresa loteadora para que as obras possam ser iniciadas. Ao todo, são 1.600 lotes, cujas vendas estão a cargo da Vista Imóveis, que já contabiliza mais de 500 interessados. “No Altos do Cerrado, os lotes têm entre 255 e 500 metros quadrados; no Campos Elísios, há lotes a partir de 360 metros quadrados; todos com excelentes condições de pagamento”, disse Jeonásio Carvalho das Neves, corretor da Vista. Os dois se situam em terras da antiga Fazenda Murata. O Altos do Cerrado, o maior deles, fica em terreno de Tomé Murata; o Campos Elíseos, em terreno de Fernando Murata. Os dois loteamentos têm como empreendedor o grupo holandês Kobra Agrícola, através da Imobiliária e Loteadora Campos Belos, pertencente ao grupo, informou Jeonásio das Neves. Fernando e Tomé Murata receberão lotes como pagamento pelas terras. Segundo corre a boca pequena no mercado imobiliário, o grupo Kobra estaria fechando com a Prefeitura o acordo de contrapartida. A loteadora Campos Belo reformaria a praça de alimentação situada em frente à Igreja Matriz, no Centro.

Em aprovação. Os projetos em aprovação

localizam-se nos bairros Cidade Universitária , Tropical Ville, Jardim Paraíso e Mimoso II. No Cidade Universitária há dois projetos, um com 922 e outro com 768 lotes, em terrenos pertencentes a membros da família Ferreira. Na saída para Barreiras, o Tropical Ville 2, da Construções ACNT, empresa brasiliense de construção de médio porte, tem 897 lotes. No Jardim Paraíso, há dois projetos. O primeiro é o Jardim Paraíso 4, com 515 lotes, pertencente ao empresário Jacob Lauck. O segundo, de outro empreendedor, tem 95 lotes. No Mimoso II, estão outros dois loteamentos, um com 1.287 e outro com 95 lotes, ambos de membros da família Ferreira. Há ainda outro projeto de loteamento atrás da Câmara Municipal, na Fazenda Europa, com 257 lotes.

Caixa. Principal agente financeiro imobiliário, a Caixa prepara sua equipe para atender a demanda que virá. “Já estamos com alguns projetos em andamento para o Minha Casa, Minha Vida e outros para os demais tipos de operação”, disse o gerente da agência da Caixa em Luís Eduardo Magalhães, Antônio Dantas da Mota. Ele explicou que pelas regras novas da fase 2 do programa Minha Casa, Minha Vida, anunciado pela presidente Dilma Roussef no último dia 16, a renda máxima para adequação do mutuário ao programa subiu para R$ 3,9 mil, com subsídio de R$ 13 mil. “Os juros cobrados também serão os mesmos: 5% ao ano, mais variação da Taxa Referencial, para famílias com renda de até R$ 3,1 mil”, disse. Dantas da Mota informou que em alguns dos loteamentos, a fim de alavancar operações e agilizar a liberação dos financiamentos para os interessados, as incorporadoras atuarão como agentes financeiros, praticamente analisando a operação de crédito, e deixando para a Caixa apenas a gestão final do contrato. “Isso facilita a vida do construtor, do incorporador e do comprador”, disse.

RETRATO DO PASSADO

No loteamento popular Jardim das Oliveiras, da Delta Ville Empreendimentos Imobiliários, lançado em 2003, a largura das ruas não passa de seis metros, conforme comprovam, com fita métrica, os moradores Cícero Samuel e Adalberto Pereira dos Santos. A largura das ruas não é suficiente para dois veículos circularem um ao lado do outro, com folga, principalmente se um deles for uma carreta. Isto não é mais permitido. Nos novos loteamentos, a largura das ruas tem que ter ao menos nove metros de largura, conforme passou a exigir a Prefeitura. O Jardim das Oliveiras, onde moram 6 mil

HENRIQUE CABELO

pessoas, é um retrato do passado e do abandono. Além das ruas estreitas, há ruas sem saída, a iluminação é das mais precárias, propiciando furtos de residências assim que escurece, não há posto de saúde e falta policiamento, como reclamam os dois moradores. Cícero Samuel e Adalberto Pereira dos Santos moram no setor W3, o primeiro na quadra 6, lote 22, o segundo na quadra 7, lote 33. Eles compraram seus lotes em 2006, por R$ 6 mil, e dizem que hoje o preço dos lotes à venda no Jardim das Oliveiras subiu para R$ 18 mil, o que não condiz com o estado de abandono do loteamento.

O CORRRETOR Jeonásio Carvalho das Neves mostra planta do loteamento Campos Elíseos

Mercado não crê em derrubada de preços DA REDAÇ‹O A explosão de lançamentos de lotes na Cidade não resultará em derrubada nos preços de terrenos, segundo avaliam dois operadores do mercado imobiliário. “Conhecendo o mercado de Luís Eduardo, não acredito na hipótese de queda dos preços, principalmente pelo fato de a procura estar sendo maior do que a oferta, e a cada dia temos a chegada de novos habitantes”, diz a Oeste Semanal a corretora de vendas da Terra Imóveis, Ana Paula L. Marangon Casali. “Não vejo possibilidade de queda acentuada nos preços em função da quantidade de terrenos que entrarão no mercado. Além de serem disponibilizados em etapas para a venda, existe também a questão do custo da infraestrutura, que é igual para todos. Os valores de venda tendem a acompanhar os que já estão sendo praticados, que no caso estão em alta”, afirma Pedro Gandolfi Polles, diretor da ANA PAULA CASALI Líder Imóveis. Pedro Polles observa que “o comprador deverá estar atento para a localização (distância do centro), a largura, a área total (m2) e o valor do metro quadrado; de posse dessas informações, ele deverá fazer uma análise de qual loteamento lhe oferece o melhor custo-benefício”.

Infraestrutura. O diretor da Líder Imóveis ressalta que os novos lançamentos irão oferecer terrenos com toda a infra-estrutura pelo mesmo valor dos que não a têm; no entanto, observa, os lotes “serão menores dos que não oferecem infra-estrutura completa, e aí será uma questão de escolha”. “O lançamento de novos loteamentos imobiliários”, destaca Pedro Polles, “proporciona

o crescimento da Cidade de forma qualiquantitativa, posto que o empreendimento será entregue com pavimentação asfáltica, meio fio, rede de esgoto, energia elétrica e água encanada, ruas, calçadas, áreas verde e institucional, obedecendo os exigentes critérios do poder público municipal; além de gerar emprego e renda”. Ana Paula analisa o “boom” imobiliário como consequência do desenvolvimento. “Luís Eduardo está crescendo muito, as ofertas estão ficando restritas, são poucos os loteamentos que ainda têm terrenos disponíveis para venda, e novos loteamentos trarão oportunidades, e, consequentemente, melhorias em diversos aspectos”.  De acordo com ela, novos loteamentos são muito importantes, principalmente quando visam o bem-estar e a qualidade de vida dos moradores, independente do seu potencial financeiro. “Tenho certeza que estes novos loteamentos serão compatíveis com o crescimento de Luis Eduardo”, disse Ana Paula.

Otimismo. A corretora da Terra Imóveis avalia que o mercado imobiliário de Luís Eduardo está cada FOTOS DE HENRIQUE CABELO vez melhor, começando pelas excelentes condições de pagamento que vem oferecendo. “Um exemplo são os financiamentos bancários, que atingem todas as classes sociais, permitindo assim que pessoas PEDRO POLLES de baixa renda realizem o sonho da casa própria e também que investidores comprem mais, com longos prazos e taxas baixas”, diz Ana Paula.  A corretora de vendas da Líder Imóveis também tem visão otimista do mercado imobiliário de Luís Eduardo: “A cidade está em franco desenvolvimento, e isso força o crescimento do mercado imobiliário para atender a demanda; tivemos uma pequena crise no ano de 2005, em função da desvalorização do dólar, mas já em 2006 o mercado retomou sua trajetória de crescimento. Além do crescimento natural da Cidade, temos a disponibilidade do crédito imobiliário pelos bancos, que possibilita a compra de unidades residenciais prontas, com juros baixos e prazo longo”.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

5


6 CIDADE/AGRONEGÓCIO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

Ampliado limite de custeio para milho Governo altera outras regras do Plano Agrícola Laila Muniz Do Ministério da Agricultura

Os produtores rurais poderão ter um limite de custeio adicional de até R$ 500 mil na safra 2011/2012. Medida aprovada na quinta-feira, 30, pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), estabelece que quando o agricultor plantar outras culturas e milho poderá acessar esse valor a mais, além dos R$ 650 mil já previstos no Plano Agrícola e Pecuário da nova safra, que começa amanhã, 1º de julho. Com isso, o limite máximo de custeio no ciclo 2011/2012 pode chegar a R$ 1,15 milhão. “A medida vai beneficiar principalmente produtores que alternam o plantio de soja e outras culturas com o milho. Esse ajuste no Plano Agrícola era necessário para que esse grupo continuasse a ter acesso ao crédito com juros controlados de 6,75% ao ano”, explica o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, José Carlos Vaz. O plano foi anunciado no dia 17 de junho, em Ribeirão Preto (SP), pela presidenta Dilma Rousseff e pelo ministro da Agricultura, Wagner Rossi. O CMN também autorizou outras alterações no Plano Agrícola, que irão tornar o crédito rural mais atrativo para o produtor. Uma delas é o aumento do limite de contratação para criadores de suínos e aves. O produtor que atuar com duas ou mais ativida-

des integradas poderá ter limite de crédito elevado em até 100%, chegando a R$ 140 mil. O aumento do limite de crédito de comercialização por meio de agroindústrias também foi aprovado. Para o produtor esse valor passa a ser de R$ 1,3 milhão e para as agroindústrias e unidades de beneficiamento ou industrialização, não vinculadas a cooperativas de produtores rurais, o limite passa a ser de R$ 40 milhões. Outra mudança importante no Plano Agrícola foi a elevação do valor máximo que pode ser contratado pelo Programa de Modernização da Agricultura e Conservação de Recursos Naturais (Moderagro). Agora, o limite de crédito coletivo passa a ser de R$ 1,8 milhão, R$ 600 mil a mais que o autorizado anteriormente.

Médio produtor. O Conselho Monetário aprovou também condições mais favoráveis para o Programa Nacional de Apoio ao Médio Produtor (Pronamp). Os agricultores enquadrados no Pronamp poderão fazer a renovação simplificada. A medida é válida para os produtores que já acessam o programa. Após quitarem o financiamento, o acesso ao novo crédito poderá ocorrer sem a necessidade de firmar um novo contrato. Os bancos vão exigir apenas um orçamento simplificado contendo a atividade que será desenvolvida no ciclo, o valor a ser contratado e o cronograma de desembolso.

Preço do milho agrava a crise da suinocultura Do site da CNA Apesar do embargo russo à carne suína brasileira, o maior problema enfrentado atualmente pelos suinocultores é o aumento do custo de produção, puxado principalmente pela alta do preço do milho. Essa foi a conclusão a que chegaram os representantes da cadeia produtiva do setor que participaram de audiência pública realizada na quarta-feira, 29, pela Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, para discutir as dificuldades enfrentadas pela atividade e o bloqueio da Rússia à carne brasileira. Para os participantes da audiência, a solução para o fim da crise da suinocultura nacional depende de ações efetivas do Governo Federal, como a

definição de uma política agrícola eficiente para o setor de grãos e as aquisições dos estoques excedentes de carne suína. “É nesta hora que o Governo precisa se fazer presente”, afirmou o representante da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) nos debates, Antonio Mazurek, que também é vice-presidente da Federação de Agricultura e Pecuária do Distrito Federal (FAPE-DF). O presidente da Associação Brasileira da Indústria Produtora e Exportadora de Carne Suína (ABIPECS), Pedro de Camargo Neto, chegou a dizer que a crise por que atravessa a suinocultura não tem relação direta com o embargo russo. Ele explicou que o atual quadro de penúria do setor é conseqüência de um desajuste entre oferta e demanda e que se agrava com a alta cotação do milho.

AGENDA 4À Cotton Tour da Círculo Verde

IV Conferência Municipal de Saúde

O 4º Cotton Tour da Círculo Verde ocorre neste sábado, 2 de julho, a partir das 7 horas, no Campo de Validação da Círculo Verde, em Luís Eduardo Magalhães, na BR 242, próximo à Bunge. Haverá palestras com profissionais e pesquisadores de seis grandes empresas, que irão mostrar o que está sendo pesquisado em termos de novidades tecnológicas para o setor. Haverá também aula de campo, na Fazenda Planalto, de Edson Hirozawa, a cerca de 100 quilômetros da Círculo Verde.

Será realizada no dia 8 de julho, no Espaço do Sindicato Rural (rua Sergipe, 985), das 8h às 18h, a IV Conferência Municipal de Saúde de Luís Eduardo Magalhães, tendo como tema “Acesso e acolhimento com qualidade: um desafio para o SUS”. O evento é promovido pela Secretaria de Saúde e Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

Encontro técnico do algodão da Abapa O Encontro Técnico do Algodão, promovido pela Abapa, será realizado nos dias 8 e 9. O ex-ministro da Fazenda do Governo Sarney Maílson da Nóbrega, hoje consultor, fará a abertura do evento, às 19h30, no dia 8. Ele falará sobre a economia global e as tendências do agronegócio e do algodão. No sábado, 9, haverá palestras na Fundação Bahia a partir das 8h40, sobre novas cultivares de algodão; algodões de fibras longas e extra-longas – mercado e manejo específico; manejo do solo para o controle do mofo branco na cultura algodoeira; e análise técnica da atual safra. 

Conferência sobre emprego e trabalho A I Conferência Municipal de Emprego e Trabalho Decentes acontecerá na Cidade na quinta-feira, 7, das 8 às 12 horas, no auditório do Hotel Solar Rio de Pedras (Rua Enedino Alves da Paixão, 4.788, Jardim Paraíso). Gerar mais e melhores empregos com igualdade de oportunidades e tratamento; erradicação do trabalho escravo e do trabalho infantil, notadamente em suas piores formas; fortalecimento dos atores tripartites e o diálogo social como instrumento de governabilidade democrática são os temas do encontro.

15 anos do Assentamento Rio de Ondas Nos dias 8, 9 e 10 será comemorado o aniversário de 15 anos do Assentamento Rio de Ondas, na Praça 12 de Julho, na Vila 2, a partir das 20h. Apresentação das bandas Manos do Sucesso, Forró no Talo, Baião de 2 e Fuzuê. No dia 9, Corrida de Argolinhas com prêmio de R$ 600 aos três primeiros colocados. Dia 10, Torneio de Futebol com prêmio de R$ 1.500 aos quatro melhores classificados.

Vestibular nacional virtual da Unopar A Unopar realizará no dia 12 vestibular nacional virtual para cursos superiores de tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, Gestão Ambiental, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Hospitalar e Processos Gerenciais. A seleção englobará também os cursos de licenciatura e bacharelado em Administração, Ciências contábeis, História (licenciatura), Letras (língua portuguesa e respectivas literaturas – licenciaturas), Pedagogia (licenciatura) e Serviço Social.

Festa junina no Jardim Paraíso A comunidade da Igreja São Francisco realiza festa junina, a partir das 20 horas deste sábado, 2, na praça onde está sendo construída a igreja católica do Jardim Paraíso. A renda será revertida para a obra da igreja.

Festa de São Pedro no Jardim das Acácias Comemoração de São Pedro está programada para este sábado, 2, a partir das 19 horas, em frente à Igreja Santa Rita de Cássia, no Jardim das Acácias. Haverá apresentação de quadrilhas e outras atividades juninas.

Reunião e palestra no Sindicato Rural O Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo promove reunião de ratificação da convenção coletiva de trabalho firmada com o Sindicato dos Trabalhadores Rurais e palestra sobre sucessão familiar, na segunda-feira, 4, a partir das 19h30, no centro de treinamento da entidade. Ciloter B. Irribarren e Gustavo de Lima Lemos serão os palestrantes.

E MAIS: - A banda Nashville se apresenta neste sábado, 2, no Vieirão, no Santa Cruz, a partir das 23 horas. - Neste sábado, 2, às 22h, na Vila Muriçoca, acontece festa Julina . A Vila fica localizada próximo à Fazenda Agronol (Zona Rural de Luís Eduardo Magalhães). A noite será animada pela banda de forró Ktal Aí Zueira da Bahia. Quem visitar poderá apreciar também comidas típicas da região. - Também no sábado, dia 2, a partir das 20 horas, Duda Aguiar canta no Spresso Coffee House and Beer, em frente à Praça da Matriz - Neste domingo, 3, acontece a Domingueira no Estação G, a partir das 20 horas, com o cantor Reginho e a banda Surpresa. - Em 16 deste mês, Balada Feminina no Huba Strike, a partir das 22h30. Haverá apresentação da Elletra Vocal Live e dos DJs Kaline e Bruna Vieira. Até as 23h30 as mulheres poderão tomar champanhe gratuitamente. - Também no Estação G, no próximo dia 23, show do cantor sertanejo Cristiano Araújo. - Está aberto o processo seletivo para os cursos gratuitos de qualificação para almoxarife e auxiliar de refrigeração, promovidos pelo Senai de Luís Eduardo Magalhães . As inscrições para Almoxarife vão até 10 de julho e de Auxiliar de Refrigeração até 30 de julho. As inscrições são limitadas e podem ser feitas pelo site www.cursosgratuitossenai.fieb.org.br.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

BARREIRAS

Começa a ExpoBarreiras Com 172 expositores, feira terá leilões de animais e uma semana de shows DA REDAÇ‹O erá aberta neste domingo, 3, às 18 horas, a 29ª ExpoBarreiras, no Parque de Exposições Engenheiro Geraldo Rocha. Organizada pela Associação dos Criadores de Gado do Oeste Baiano (Acrioeste), e com o apoio da Prefeitura de Barreiras, a feira se estenderá até o domingo, 10, com a participação de 172 expositores, em área de 237.480 m2, mais que o dobro do espaço da edição do ano passado. São esperados 120 mil visitantes. Até o fechamento desta edição, na sexta-feira, 1º, a assessoria de Comunicação da Prefeitura de Barreiras não sabia quais autoridades estaduais estariam presentes à abertura. O secretário de Agricultura do Estado, Eduardo Salles, visitará a feira na sextafeira, 8, segundo informou ao Oeste Semanal sua assessoria de imprensa. A assessoria do Governo do Estado informou que na agenda do governador da Bahia, Jaques Wagner, não há nada marcado em relação à feira. A Acrioeste direcionou a feira deste ano essencialmente para negócios na pecuária. “Vamos ter cinco leilões, com a novidade do gado de corte, que contará com mais de mil animais. Teremos ainda o leilão de gado de leite, com um concurso leiteiro, que vai

S

demonstrar o quanto temos de potencial neste segmento”, disse o presidente da Acrioeste, Ricardo Barata. No sábado, dia 2, às 14 horas, acontece o Leilão Jacarezinho de touros, bezerros e matrizes, na Fazenda Cotegipe. No dia 6 de julho, às 19 horas, é a vez do leilão Haras de Lucca, com cavalos da raça Appaloosa e Quarto-de-Milha. O evento ocorre no Espaço Le-Rêve. No dia 7 de julho, haverá o terceiro grande leilão de gado de leite e de corte, promovido pela Acrioeste no Parque de Exposição do evento. Às 18 horas do dia seguinte, é a vez do Neloeste Touros e Matrizes, também realizado pela Acrioeste, no Parque de Exposição. O 3º Leilão Mangalarga Marchador da Acrioeste será realizado no Parque de Exposição, no dia 9 de julho, às 18 horas. De acordo com o site da Prefeitura de Barreiras, máquinas e implementos agrícolas, sementes, equipamentos para irrigação, veículos utilitários e logística, software e hardware, peças, autopeças e pneus, ferramentas, bombas e motores, poços artesianos, sacarias e embalagens são alguns dos outros segmentos que exporão na feira, que também contará com a participação de centros de pesquisa e universidades, serviços financeiros e seguros, revistas e publicações técnicas.

BALBINO NETO ASSUME SINDICATO A nova diretoria do Sindicato dos Produtores Rurais de Barreiras (SPRB), integrada por agricultores e também pecuaristas, tomará posse na próxima quinta-feira, 7, às 19 horas. A solenidade se realizará no estande da entidade, na 29ª Exposição Agropecuária de Barreiras, e contará com a presença do presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado da Bahia (Faeb), João Martins da Silva Junior, e do superintendente do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Geraldo Machado. A eleição realizou-se no último dia 30 de maio, quando o pecuarista Antonio Balbino de Carvalho Neto foi eleito presidente, com mandato até 2014. A nova diretoria está assim constituída:

diretor presidente: Antonio Balbino de Carvalho Neto; diretor vice-presidente: Moisés Almeida Schmidt; diretor primeiro secretário: Hermes Domingos Leite Simões; diretor segundo secretário: Carlos Cesar Fernandes Borges; diretor primeiro tesoureiro: Ildo João Rambo; diretor segundo tesoureiro: Luiz Simião do Amaral Loureiro; diretores do conselho fiscal: Héilo Hopp, Valter Gatto, Wagner Barbosa Pamplona; diretores suplentes do Conselho Fiscal: Francisco das Chagas Queiroga Pordeus, João José de Santana, Ricardo Simões Barata.

Shows. Foram programados shows para todos os dias da feira, a partir das 20 horas. As principais atrações são a dupla Chitãozinho e Xororó  e o cantor Daniel. No domingo, 3, haverá apresentação do cantor Rick; na segunda, 4, show gospel com a cantora Jamile; na terça, 5, banda católica Rosa de Saron; na quarta, 6, bandas locais; na quinta, 7, Chitãozinho e Xororó; na sexta, 8, EDSON TRESSINO Banda Cheiro de Amor; no sábado, 9, Av. Clériston Andrade, N° 1900 - Lot. Rio Grande Frank Aguiar; no últiBarreiras - BA - CEP: 47801-250 - Caixa postal 220 mo dia da feira, dominFone/fax: (77) 3611-3927 Cel: (77) 9971-2305 go, 10, show do cantor sertanejo Daniel. A Email: tratomec.ltda@hotmail.com entrada é gratuita.

Sr. empresário. Não esconda seu anúncio. Anuncie no jornal que tem o melhor conteúdo, a maior circulação* e é o mais lido de Luís Eduardo Magalhães.

M

SE

A

AL N A

AC I

Oeste

DE

ST

(*) 5 mil exem pla res são dis tri buí dos sema nal men te, por ta-a-por ta, a lei to res com maior poder de com pra de Luís Eduardo.

DA

E M REV

I

77 3628-0686 - oeste semanal@diariodooeste.com.br

7


8 AGRONEGÓCIO

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011 EMBRAPA

José Graziano é eleito diretor-geral da FAO Rossi diz que escolha é reconhecimento à ação do governo Agência Brasil

erradicação da fome e da insegurança alimentar. Na agência, que funciona como um O agrônomo brasileiro José Graziano, de fórum neutro, os países desenvolvidos e em 61 anos, foi eleito diretor-geral da desenvolvimento se reúnem para negociar Organização das Nações Unidas para a acordos, debater políticas e impulsionar Agricultura e Alimentação (FAO). Ex-mi- iniciativas estratégicas. nistro de Segurança Alimentar do governo O orçamento enxuto da agência, se comLula, Graziano ocupará o cargo no período parado ao de outras instâncias da ONU, é de janeiro de 2012 a julho de 2015. Desde considerado um dos entraves à atuação 2006, ele atuava como representante da mais abrangente do órgão. Para o biênio agência na América Latina e no Caribe. 2010/2011, a FAO conta com orçamento de A eleição ocorreu durante a 37ª US$ 1 bilhão (R$ 1,6 bilhão) , com mais US$ Conferência da FAO, no domingo, 26, em 1,2 (R$ 1,9 bilhão) advindos de doações volRoma. Com o apoio do governo brasileiro, untárias. Graziano recebeu 92 dos 180 votos. O Outro problema com o qual Graziano segundo colocado foi o ex-ministro de deverá lidar são as divergências entre os Relações Exteriores espanhol Miguel Ángel países quanto à produção de biocombustíMoratinos. Inicialmente também concor- veis (apontados por algumas nações como riam ao posto o austríaco Franz Fischler, o os principais causadores da inflação nos aliindonésio Indroyono Soesilo, o iraniano mentos). AGÊNCIA BRASIL Mohammad Saeid Noori O ministro Wagner Naeini e o iraquiano Abdul Rossi avalia que a escoLatif Rashid. lha de Graziano é um Indicado para o cargo pelo reconhecimento ao traentão presidente Luiz Inácio balho do governo Lula da Silva, no ano passabrasileiro. “Nos últimos do, Graziano vai substituir o anos, o país experimensenegalês Jacques Diouf, que tou uma situação de permaneceu por 17 anos à conforto e bem-estar frente da agência. Ele deixasocial como poucas rá a direção do órgão em um nações do mundo vivemomento em que a alta nos ram. Mais de 28 mipreços de alimentos tornoulhões de pessoas deixase uma preocupação global, JOSÉ GRAZIANO ram a pobreza”, comendiscutida nos principais tou Wagner Rossi. “Isso, foros internacionais. no momento em que Criada em 16 de outubro de 1945, a FAO muitas nações sofreram enormemente concentra os esforços dos 191 países mem- com os impactos da crise financeira e ecobros, mais a Comunidade Europeia, pela nômica mundial”.

Preços dos alimentos continuarão elevados Agência Brasil e BBC Brasil O diretor-geral eleito da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), José Graziano da Silva, disse na segunda-feira, 27, que os preços dos alimentos continuarão altos por vários anos. “Esse não é um desequilíbrio temporário. Enquanto não alcançarmos uma situação financeira global mais estável, os preços das

Declaração do ITR começa no dia 22 de agosto Do site da CNA O prazo de entrega da Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (DITR) começa no dia 22 de agosto e termina no dia 30 de setembro de 2011. A apresentação da declaração do ITR é obrigatória para pessoa física ou jurídica, inclusive na condição de isento, que seja proprietária, titular do domínio ou possuidora a qualquer título.

commodities refletirão isso”, disse, em entrevista à imprensa, em Roma. Segundo o ex-ministro brasileiro, países pobres que precisam importar alimentos serão os mais afetados e a FAO deve oferecer mais ajuda a eles. “Nos próximos anos, essa será uma área mais relevante, na qual a FAO pode desempenhar um papel importante, ajudando esses países a lidar com a volatilidade”, disse.

Também é obrigado a fazer a DITR quem somente usufrui do imóvel. Quem não fizer a declaração está impedido de tirar a Certidão Negativa de Débitos, documento indispensável para registro de uma compra ou venda de propriedade rural e na obtenção de financiamento agrícola. As multas para declarações do ITR entregues com atraso são de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido, não podendo seu valor ser inferior a R$ 50, no caso de imóvel rural sujeito à apuração do imposto. Para imóvel rural imune ou isento de ITR, a multa é de R$ 50.

Isentos. Por meio da Instrução Normativa 1.166, o governo informa, ainda, que o valor apurado do imposto para os não isentos deve ser pago em até quatro parcelas mensais e con-

MISTURADA ao feijão carioquinha, valor protéico do prato aumenta 30%

Soja marrom é a novidade em Minas Variedade foi desenvolvida pela Embrapa e pela Epamig Ana Cristina Juhász Da Embrapa Os produtores de soja de Minas Gerais contam com mais uma novidade para a safra 2011/2012, que começa a ser plantada na região a partir de outubro. É a soja marrom, ou BRSMG 800A, desenvolvida pela Embrapa – a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig) e com a Fundação Triângulo. Em termos agronômicos, a soja marrom possui resistência às principais doenças da soja e apresenta potencial produtivo compatível com a média de outras cultivares de mesmo ciclo presentes no mercado. Ela é do grupo de maturidade 8.0, apresentando ciclo médio em Minas Gerais, região para onde é indicada. A grande diferença da BRSMG 800A, no entanto, é a forma de consumo. Devido a sua coloração marrom e características organolépticas favoráveis, a nova cultivar pode ser misturada ao feijão carioquinha, aumentando em cerca de 30% o valor protéico do prato

secutivas desde que cada parcela não seja inferior a R$ 50. No caso de valor inferior a R$ 100, o imposto deve ser pago em cota única. A primeira parcela ou a quota única deve ser paga até o último dia do prazo para entrega da DITR (30/09). As demais cotas devem ser pagas até o último dia útil de cada mês, acrescidas de juros equivalentes à taxa referencial da taxa Selic (que hoje é de 12,25% ao ano) para títulos federais, acumulada mensalmente, calculados a partir do mês de outubro de 2011 até o mês anterior ao do pagamento, e de 1% no mês do pagamento. Neste ano, a Receita abriu a possibilidade de ampliação do número de quotas do imposto inicialmente previsto, desde que seja apresentada uma declaração retificadora com a nova opção de pagamento O produtor que quiser retificar declarações de anos anteriores ou que perder o prazo de

sem interferir no visual ou no sabor de um dos grãos mais consumidos do Brasil. A expectativa é que a BRSMG 800A ajude a popularizar o consumo da soja in natura no Brasil. Nos testes de degustação realizados pela Epamig em escolas, eventos, universidades e supermercados, os resultados têm sido promissores. Em um supermercado de Uberaba, 819 pessoas degustaram a soja marrom preparada com caldo de feijão: 80% das pessoas disseram que certamente comprariam o produto; 13% informaram que provavelmente comprariam e 7% disseram que talvez comprassem o produto. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Triângulo Mineiro (IFTM) também tem realizado testes sensoriais. Nesses testes, a soja marrom foi preparada como feijão tropeiro e misturada ao feijão carioquinha em diferentes proporções. A pesquisa mostrou que a mistura proporcional de 50% entre a soja e o feijão pode aumentar em 30% o valor protéico do prato e ainda garantir um sabor agradável. A BRSMG 800A deve chegar aos supermercados em breve, com o nome comercial Nutrisoy e com o selo de identificação Soja de Minas.

entrega da declaração deste ano deverá optar pelo sistema eletrônico, pela internet.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

CIDADE

9

PREFEITURA MUNICIPAL

GUARDAS municipais isolam a sede da Associação dos Moradores de Mimoso do Oeste (AMMO), no Centro.

Prefeitura interdita obra da AMMO Medida foi tomada por causa de irregularidades Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura or falta de alvará de construção, a Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães interditou na terça-feira, 28, as obras de reforma e ampliação da AMMO – Associação

P

dos Moradores de Mimoso do Oeste. Projeto técnico irregular, documentação incompleta e a não comprovação da cessão do direito de uso do terreno foram os principais motivos citados pelo secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão de Luís Eduardo, Cândido Henrique Trilha Ribeiro, ainda no local da interdição. “As obras haviam sido embargadas no último dia 5 de maio, mas como não foi atendida a

ordem de paralisação, procedeu-se a interdição”, disse Trilha, reforçando que a obra só pode ter continuidade após a emissão do alvará, pela Prefeitura Municipal. “O embargo da obra não é uma ação direcionada ao vereador Alaídio Castilho, mas sim à AMMO”, disse Trilha. As obras foram embargadas pela Prefeitura por falta de alvará de construção e de responsável técnico. A AMMO foi notificada, proto-

colou documentos dentro do prazo, porém o pedido foi indeferido por não atender às exigências da Lei. Enquanto isso, as obras prosseguiram. Nesta terça-feira, 28 de junho, operários estavam trabalhando no local. Duas colunas frontais do que seria a nova sede estavam bem mais altas que no dia do embargo. Na sexta-feira, 1ª, integrantes do grupo Unidos dos Gerais fizeram pequena manifestação favorável ao embargo da obra. PREFEITURA MUNICIPAL

Virou Mexeu vence Festival de Quadrilhas Da Assessoria de Imprensa da Prefeitura A “Virou Mexeu” conquistou o prêmio – uma moto – de melhor quadrilha junina de 2011 de Luís Eduardo Magalhães. A premiação das campeãs  do 2º Festival de Quadrilhas ocorreu na noite de sábado, 25, no encerramento da festa de São João do Santa Cruz. O segundo lugar ficou com a “Tira o Pé da Brasa”, que recebeu uma TV de 40 polegadas. A “Cai Mas Não Cai” ficou em terceiro lugar e ganhou um notebook. Foram eleitos ainda o melhor marcador, a melhor rainha, e a melhor encenação/abertura. Melhor marcador 1º Josenildo Almeida Lopes – Virou Mexeu 2º Rosalina de Fátima Nogueira – Tira o Pé da Brasa 3º  Ebert Gomes Gonçalves - Cai Mas Não Cai 4º Roseane Azevedo – Balanço Baiano Melhor rainha 1º Jocilene Rodrigues – Tira o Pé da Brasa

2º Rhaine Brandolff – Balanço Baiano 3º Jamilly Santos – Virou Mexeu 4º Djiane de Jesus Aquino – Cai Mas Não Cai Melhor encenação/abertura 1º Tira o Pé da Brasa 2º Virou Mexeu 3º Cai Mas Não Cai 4º Balanço Baiano A comissão julgadora foi formada por João Márcio Ferreira Costa, Luciano Barreto Oliveira, Maria Zelinda Novaes, Odair José, Adelson Souza Almeida, e JOSENILDO recebeu a moto e troféus do prefeito Santa Cruz. À esquerda, a secretária Ana Célia Wscicleiton Castro. O júri levou em consideração os Jocilene Rodrigues, da “Tira o Pé da Brasa”, a quesitos criatividade, cenografia, figurino, quadrilha vice-campeã, eleita a melhor rainha, evolução, harmonia e animação. A Escola Municipal Ivo Hering também saiu satisfeita. “O São João está matambém foi premiada com uma ravilhoso. Ano passado vencemos e este ano máquina fotográfica por ter arreca- não deu, realmente cometemos alguns deslidado a maior quantidade de garrafas zes, que serão corrigidos ano que vem”, disse. No último dia de festa, o prefeito Humberto PET para a decoração da festa de São Santa Cruz recebeu uma homenagem da João. AMA, das mãos de sua presidente, Maria Dedicação. O representante da Zelinda Novaes, por realizar a primeira gran“Virou Mexeu”, Josenildo de de festa de São em Luís Eduardo. “Sinto-me jaumat.const@hotmail.com Almeida, que ganhou ainda o prêmio honrado com a lembrança. Estamos marcande melhor puxador, disse que a qua- do esta festa, que será anual e tradicional no drilha ensaiou por quatro meses e nosso município”, disse o prefeito. considerou justo os resultados, destaA festa de São João foi coordenada pela cando a grandiosidade da festa deste secretária de Cultura e Turismo, Ana Célia ano, voltada para a cultura popular. Ferreira.

PROMOÇÃO

PISO PORCELANATO COM 25% DESCONTO


10

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

SEBASTIÃO NERY O martírio da Grécia SÃO PAULO - Com fome desde Roma, entrei com a namorada no primeiro restaurante, bem embaixo da eterna “Acrópole”, na “Plaka”, o velho bairro popular do centro de Atenas. Chamei o garçom, italiano: - Traga o melhor vinho da Grécia. - É o “Boutari”. - Quero também a melhor comida de vocês. - É “Brizolla”. - “Brizolla”? Não é possível. Até aqui? O que é “Brizolla”? - Costeleta de boi. Nosso prato é carneiro.Costeleta de boi é especial. De fato um prato excelente. Caro mas ótimo. E o vinho também.

cima, penduradas nas colinas escarpadas, e o mar infinitamente azul. A população é mais escura do que se imagina. Aquele tipo clássico do grego dos livros, claro, olhos claros, nariz fino, alto, acabou tragado pela verdade da história. Ficou lá atrás nos séculos que se passaram, dissolvidos. Hoje a Grécia é muito menos europeia do que balcânica. Mistura de árabe com africano. Os homens de rosto moreno escuro, cabelos negros, geralmente também vestidos de negro, e as mulheres com seus xales negros. Uma sociedade pós-europeia, visivelmente reprimida pela história.

Metáforas

Claros

Ao lado do “Hotel Grande Bretagne”, um caminhão. Na carroceria : “Metáforas”. Não era uma jamanta de poesia. Era apenas um caminhão de mudanças. “Metáfora” é mudança. Como se fosse o apartamento de Drummond levado para Itabira. São os mistérios das línguas, tão diversos e tão diversas, embora o grego seja a avó do português, filha do latim. Mesmo para quem como eu inutilmente estudou grego no seminário é impraticável. O grego moderno, depois de tantas invasões, sobretudo a não assimilada invasão dos turcos, mudou muito o velho grego clássico. Para esperar o ônibus você não fica no vulgar “ponto”, mas no “êxtase”. Quando você sai do êxtase”, do ônibus, do restaurante, da igreja, não sai pela “saída”. Sai pelo “êxodo”. Como Moisés.

A França não é França, de Napoleão e De Gaulle. É “Gália”, como dizia Julio César, o cônsul e general jornalista, inventor do “lead”, em um dos mais competentes textos da historia da imprensa, antes de Cristo: -“Galia in partes tres divisa est” (“A França é dividida em três partes”). E contava as violências romanas para subjugar heróis que estão aí até hoje:“Versingetorix”. E a Grécia não é Grécia. É “Hellas”. Homero puro.

Pós-europeus São 10 milhões de habitantes, mais de 4 milhões em Atenas. E 2 milhões na segunda maior cidade, Tessalonica, lá no norte. O resto se dissolve por milhares de maravilhosas ilhas, com suas casinhas brancas lá em

Ela vem voando leve, linda, longa, longe, toda branca, toda nua, como uma flecha de Deus, um Mirage do céu. Vai chegando perto, cada vez mais perto, bico estirado, as asas presas, os pés retos. Está a um metro de mim. Vejo-lhe perfeitamente os olhos úmidos, miúdos, infinitos. Jogo um pedaço de pão, ela pega, passa. E faz uma doce, graciosa, sensual curva sobre o mar. É uma gaivota, um “claro” do Peloponeso. Os “claros” gregos. O mundo inteiro tem gaivotas, as bailarinas do mar. Gostam de seguir os navios, os barcos. São inesquecíveis as de Roterdã, Liverpool, Nápoles, Hamburgo, Odessa, Vladivostock. São as marinheiras dos céus. Mas como as de Peloponeso, os “claros” gregos, nenhuma. Milhares e milhares, incansáveis, incontáveis esquadrilhas voan-

Péricles O rosto sereno, os olhos vazados, a barba encaracolada, no famoso busto que os ingleses roubaram e levaram para o Museu de Londres onde está lá até hoje. Durante 30 anos fez questão de se submeter, todos os anos, ao voto do povo, a eleições livres. E foi sempre reeleito. A democracia, a mais perfeita instituição política que o homem criou em toda a história, da qual Churchill disse que é a “pior forma de governo com exceção de todas as outras”, nasceu sobretudo de seu exemplo e vida 500 anos antes de Cristo. Quando Péricles, o ateniense, deu aos representantes da terceira classe o direito de serem “arcontes” (parlamentar, magistrado com poder de legislar e executor das leis); quando distribuiu dinheiro aos pobres para que também eles pudessem exercer funções públicas; quando deu aos indigentes o direito de irem ao teatro de graça, Péricles estava instalando a primeira constituinte democrática, fazendo a primeira Constituição democrática, criando a democracia, 2500 anos atrás. O que estão fazendo no martírio da Grécia é uma traição a Péricles.

ITBI menor já está valendo

Prefeitura legaliza 156 mototaxistas

DA REDAÇ‹O

DA REDAÇ‹O Cento e trinta e cinco dos 156 mototaxistas que circulam em Luís Eduardo Magalhães receberam na noite de segunda-feira, 27, o alvará que legaliza sua atuação profissional. A entrega oficial dos documentos foi feita pelo prefeito Humberto Santa Cruz, em solenidade na praça em frente ao Centro Administrativo. Os mototaxistas reivindicavam a regularização há oito anos. Há um ano os profissionais tinham como garantia o registro como microempresário individual. Com o alvará, os mototaxistas passam a atuar de forma legal de acordo com os trâmites municipais. O presidente da Associação dos Mototaxistas de Luís Eduardo Magalhães (Amotalem), Silvano de Oliveira, lembrou o longo período em que os profissionais da categoria aguardaram pela regularização. “Por muitos anos, corremos em busca de tudo o que nos era exigido para conseguir o alvará. Agora, sim, podemos dizer que somos legais, que atuamos de forma séria”. Ele ressaltou que os mototaxistas têm um compromisso a assumir ao receber o alvará. “A partir de agora, precisamos fazer valer o documento que recebemos, atuando de forma correta”.

do baixo, rente ao navio, ao barco, dando luminosos mergulhos nas águas balançadas ou sobre o convés para pegar no ar pão, queijo, tudo que os turistas lhes jogam. Aquele território de céu é delas. Um pequeno latifúndio de azul.

SILVANO de Oliveira foi o primeiro a receber o alvará do prefeito Humberto Santa Cruz. O prefeito Humberto Santa Cruz disse que além do alvará, é preciso repensar a educação no trânsito da Cidade. “Não basta legalizar o trabalho dos mototaxistas. Precisamos buscar a educação no trânsito, para que estes profissionais sejam respeitados pelos condutores de outros veículos”. Para Santa Cruz, os profissionais agora legalizados também precisam

ter em mente a responsabilidade com os seus passageiros. “O mototaxista tem que saber da importância da atividade que exerce, que ele conduz uma vida, precisa passar tranquilidade e segurança ao seu passageiro”. Um serviço de mototáxi custa entre R$ 3,00 e R$ 5,00 e um mototaxista ganha, em média, R$ 2,5 mil mensais.

A campanha de redução do Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis Intervivos (ITBI), para incentivar proprietários de imóveis em Luís Eduardo Magalhães a registrá-los, começou na sexta-feira, 1º, e valerá por um período de seis meses. A campanha decorre de indicação do vereador Sidney Antonio Giachini, do PRB, encaminhada ao prefeito Humberto Santa Cruz, que enviou projeto à Câmara, aprovado em última discussão na sessão de terça-feira, 28. Segundo explicou Giachini, a percentual do ITBI continua em 2%, mas o valor dos imóveis para efeito da cobrança do imposto cai à metade. “O proprietário de um imóvel de R$ 100 mil, por exemplo, pagaria R$ 2 mil de ITBI em qualquer venda. Agora, com a campanha, este imóvel é tributado sobre R$ 50 mil e o proprietário pagará somente R$ 1 mil”, disse Giachini. Na prática, o ITBI baixa para 1% do valor da venda. Há um ganho adicional. As custas processuais em cartório também caem bastante. “Esta redução é de extrema necessidade, pois torna viável a regularização dos imóveis. Tudo isso aumenta a arrecadação do município”, disse Giachini.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

CIDADE

Onda de arrombamentos na Cidade aumenta

DIA Sábado, 30/4 Domingo, 1/5 Terça, 3

DA REDAÇ‹O

Sexta, 6

onda de arrombamentos em Luís Eduardo Magalhães não para. Ao contrário, recrudesceu na última semana. Desde a última edição de Oeste Semanal, do sábado, 25, até sexta, 1º de julho, houve 14

A

registros de arrombamentos de residências na Delegacia de Polícia, média de dois casos por dia. Com isso, o número de arrombamento na Cidade aumentou para 82 em 62 dias (período de 30 de abril a 30 de junho). A Polícia não prendeu ninguém durante esses sete dias. Em 62 dias, apenas dois suspeitos foram presos.

Acidente com 3 veículos mata um na BR 020 DA REDAÇ‹O Acidente envolvendo a carreta Scania 112, placa IES 7473 , de Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul; a carreta placa MVY 8104, de Luís Eduardo Magalhães; e o Fiat Uno da empresa Mauricéa, placa KJT 5426, de Carpina, Pernambuco, provocou a morte de José Nazareno dos Santos, gerente de obras da Mauricéa. O acidente aconteceu por volta das 14h30 desta sexta-feira, 1º, na BR 020, próximo ao local conhecido como Rio de Pedras. José Nazareno dos Santos tinha 50 anos e morreu esmagado às ferragens. O impacto de frente com a carreta de Caxias e a lateral da outra, de Luís Eduardo, foi tão forte que o Uno

Mille da Mauricéa teve que ser levado ao Posto da Polícia Rodoviária Federal em Barreiras, para que o corpo fosse retirado pelos bombeiros. Cidelson Batista Gustavo dirigia a carreta no sentido Luís Eduardo Magalhães. Segundo populares, ele tentou fugir do local, mas foi preso por policiais militares e apresentado à Delegacia de Polícia Civil de Luís Eduardo Magalhães, levado por homens da Polícia Rodoviária Federal. Testemunhas contaram que Cidelson tentou ultrapassar a carreta de Luís Eduardo Magalhães que estava carregada de feno, acertando em cheio o carro dirigido por Nazareno dos Santos, que seguia em direção a Brasília. A carreta carregada de feno era guiada por Francisco Elizeu.

ARROMBAMENTOS EM LUÍS EDUARDO MAGALHÃES Período de 30/4 a 30/6

Quarta, 11

Quinta, 12

Sexta, 13 Domingo, 15 Terça, 17 Quarta, 18 Sábado, 21 Domingo, 22 Segunda, 23 Terça, 24

Quarta, 25 Quinta, 26 Sábado, 28 Domingo, 29

Segunda, 30

Dois quilos de maconha em assoalho de carro na 020/242 DA REDAÇ‹O A Polícia Rodoviária Federal de Barreiras apreendeu dois quilos de maconha que estavam em uma GM/Zafira placa ENH 2323, de São Paulo. Os policiais receberam uma denúncia anônima, às 9h de quintafeira, 30, de que o veículo transportava a droga pela BR 020-242, no sentido Barreiras-Luís Eduardo Magalhães. Ao ser abordado, o carro, conduzido por Helio Bastos Jacobina, foi revistado e a maconha encontrada escondida no assoalho. Os policiais também constataram que o

CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos) havia sido falsificado em São Paulo e o chassi original substituído por uma placa de metal. Após a verificação, constatou-se que a verdadeira placa do carro era DCK 7228, furtado em São Paulo em junho de 2010. O motorista estava acompanhado por Domingos Bispo Alves, que tem passagens na polícia por roubo. Jacobina também ten passagens por roubo, uso de drogas, receptação e resistência à prisão. Os dois homens, o veículo, os documentos falsos e a droga foram enviados à Polícia Civil de Barreiras.

Ladrão assalta loja no Centro

Assaltantes levam R$ 16 mil de posto

DA REDAÇ‹O

DA REDAÇ‹O

Dois homens assaltaram a loja Visual, na rua Ibitiba, no Santa Cruz, às 19h50 de sábado, 25. Aproveitando-se do pouco movimento devido ao horário e por ser uma das poucas lojas da região abertas durante o feriadão, os ladrões renderam funcionários e um cliente. Armados, os assaltantes levaram R$ 300 do caixa da loja e outros R$ 280 do único cliente que estava no local, além de uma camisa e um aparelho celular. Nenhuma das vítimas soube passar informações das características físicas dos bandidos. A Polícia Militar fez buscas pela região mas não encontrou nenhum suspeito. Desde o dia 18 de junho até sexta-feira, 1°, foram registrados 12 assaltos a residências e estabelecimentos comerciais da Cidade.

Cinco homens armados assaltaram, por volta da 1h de segunda-feira, 27, o Posto Cerradão, na BR 242-020, no município de Barreiras. Os ladrões chegaram num Astra Preto; quatro deles desceram do carro anunciando o assalto. Como havia pouco movimento no posto, a ação dos bandidos foi rápida. Eles dominaram os funcionários e exigiram que fosse entregue todo o dinheiro do caixa. Os assaltantes levaram R$ 16 mil, além de um notebook e cinco aparelhos de telefone celular. Ninguém saiu ferido. Logo depois, policiais da Cipe-Cerrado localizaram o veículo placa JRA 0674 abandonado nas imediações da Cachoeira Acaba Vida.

11

Quarta, 1/6

Quinta, 2 Sexta, 3 Domingo, 5 Segunda, 6 Quarta, 8 Quinta, 9 Sexta, 10 Sábado, 11 Domingo, 12 Segunda, 13 Terça, 14 Quinta, 16 Sábado, 18 Domingo, 19 Segunda, 20 Quarta, 22

Sábado, 25

Domingo, 26 Segunda, 27

Terça, 28 Quarta, 29 Quinta, 30 Fonte: Oeste Semanal

BAIRRO Mimoso II Centro Jardim Paraíso Mimoso II Santa Cruz Santa Cruz Mimoso II Santa Cruz Santa Cruz Jardim Paraíso Cond.Vila Borghesi Mimoso I Santa Cruz Santa Cruz Jardim Paraíso Florais Léa Santa Cruz Jardim Imperial Mimoso II Mimoso I Jardim Paraíso Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Vila Muriçoca Jardim das Acácias Jardim das Acácias Jardim das Acácias Vila Muriçoca Santa Cruz Santa Cruz Florais Léa Mimoso II Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Santa Cruz Jardim das Acácias Santa Cruz Santa Cruz Jardim das Acácias Jardim das Acácias Jardim das Acácias Santa Cruz Santa Cruz Florais Léa Santa Cruz Florais Léa Santa Cruz Santa Cruz Jardim das Acácias Jardim Paraíso Jardim das Acácias Jardim Paraíso Santa Cruz Mimoso I Jardim das Acácias Mimoso I Jardim das Acácias Vereda Tropical Jardim das Acácias Jardim das Acácias Mimoso II Mimoso II Centro Santa Cruz Santa Cruz Jardim das Acácias Jardim das Acácias Santa Cruz Santa Cruz Florais Léa Santa Cruz Centro Santa Cruz Jardim Paraíso Santa Cruz Centro

VÍTIMA TIPO Antônio Deusdeth Nascimento Casa Comércio Salão Cristiane Magalhães Casa Sérgio Yamamoto Casa Comércio Loja Maria Geraldo Silva Casa Acácio Almeida de Oliveira Igreja Luziane Almeida da Silva Freitas Casa Marlei Machado Casa Julio de Amorim Pinto Casa Tania Rosa de Miranda Alojamento João Vicente da Silva Casa Arlete Fernandes Oliveira Restaurante Everaldo Dias dos Santos Casa Silvia Dias Casa João Batista dos Magalhães Casa Jorge Trindade da Silva Casa Alex Nunes Casa Oziel Alves de Oliveira Casa Maria Luzinete Barbosa Casa Donizete do Nascimento Casa Hamilton Oliveira de Souza Casa Edinalva Batista da Silva Freitas Casa Alene de Souza Freitas Loja Israel dos Santos Loja Alípio dos Santos Bar J.T.S. Casa Ivaldo Tadeu Kurz dos Santos Casa Dani Antonio Lovizon Casa Joelson Carlos Moro Pereira Galpão Romalino Bem Casa Maria das Dores Serafim Apartamento Gilson Alves dos Santos Escola Vagner de Oliveira Cunegundes Drogaria Ildete Alves de Souza Casa Juvânia de Oliveira Dias Casa Adriana de Oliveira Ramos Casa Marivaldo Moraes dos Santos Metalúrgica Romildo Barretão Ferreira Casa Luziane Almeida da Silva Freitas Casa Morador não identificado Casa José Nilton de Jesus Ferreira Casa José Mário dos Santos Conceição Casa Maria do Carmos dos Santos Silva Casa Neucione Araújo Sousa Lava Jato Marcos Rogério da Silva Pestana Casa João Batista Ribeiro Casa Edeilson da Cruz Faria Casa Luciano Matos de Amorim Casa Joseli Ferreira da Silva Santos Casa Leonardo Pinheiro da Silva Casa Naboel Messias de Souza Casa Sérgio Amarildo Alves da Silva Casa Eugênia Maria dos Santos Casa Antonio Pelessari Casa Jacinto José Burin Casa Ketlin Daianja Rieger Transportadora Anderson Lopes dos Santos Casa Ailton Macedo dos Santos Casa Janete Gomes da Silva Casa Marcos Gomes Dourado Casa Luís André da Silva Casa Jea de Carvalho Casa Antonio Alberto de Freitas Loja Jaime Bento Neto Casa Cícero dos Santos Silva Casa Rodrigo Marquezan Casa Marise Pinheiro de Jesus Casa José Olinto Ferreira Casa Luciane Barros de Oliveira Casa Adriana Cirillo Fernandes Casa Ivone Lins de Souza Casa Gilvan de Carvalho Santana Casa Welizade Silva Barros Casa Dezicléia Neris dos Santos Casa Edijavan Marques Bezerra Casa Daires Gleuba dos Santos Casa Neucimara Fátima Freisberger Casa Neila de Cássia Fernandes Casa Naldir Marcos Casa Edimário Brito dos Santos Casa Jeã de Carvalho Sena Casa


12

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

SOCIEDADE TIZZIANA OLIVEIRA tizzianaoliveira@diariodooeste.com.br

A festa é no Circo

Terceira Idade O grupo da Terceira Idade Unidos dos Gerais promove, no próximo dia 8, a partir das 22 horas, baile animado pela Banda Só Alegria, especializada em música regional do Rio Grande do Sul. O baile acontece no Centro de Tradições Gaúchas (CTG) de Luís Eduardo Magalhães. Os interessados já podem comprar os convites com o pessoal da terceira idade, a R$ 30, livre de mesa. Na ocasião, serão escolhidas as rainhas e princesas da festa.

PING-PONG TANISE BOCALON DE SOUSA

Festa São Paulo

AVÓ DINAIR, tia Jacqueline, Josué Neto, mamãe Danielle e avô Josué.

s avós Dinair e Josué de Campos Firmino comemoraram o aniversário de um aninho do neto Josué, na sexta-feira, 24, no Olavo Nascimento Buffet Bistrot, em festa para 200 convidados. Danielle Monteiro Firmino, mãe de Josué Neto, mora atualmente em Brasília com o filho. A festa foi animadíssima, com o tema “Circo”.

O

Apagando velinhas ● Simpática e querida por funcionários da Prefeitura, a secretária de Saúde de Luís Eduardo Magalhães, Maira de Andrada Santa Cruz, foi muito cumprimentada pelo seu aniversário, na sexta-feira, 1º de julho.

Borghesi. Com música, churrasco e animação, a comemoração rendeu boas risadas para os convidados.

A comunidade do Novo Paraná está preparando uma grandiosa festa para celebrar o dia de São Paulo, no domingo, 3, a partir das 9h30, na sede do clube Aliança. Haverá missa festiva na igreja Comunidade Católica de São Paulo. Seguem-se torneios de futebol, bocha e bolão e almoço com churrasco. A comunidade espera um grande número de visitantes e fiéis para a festa, e está empenhada em fazer do evento uma grande oportunidade de evangelização.

Baile no Rosário Alencar de Almeida Filho e Eliane de Almeida foram ao famoso Baile do Rosário, tradicionalmente realizado ao final da colheita, no sábado, 25. O baile foi animado pelo Grupo típico gaúcho Minuano.

Carine e Thiago

MAIRA DE ANDRADA

A troca de alianças e as juras de amor nas bodas de Carine Schmidt e Thiago Paloschi foram muito festejadas. Os noivos se casaram no sábado, 25. A cerimônia foi realizada na Igreja São José, no bairro Santa Cruz. Amigos, familiares e convidados descolados marcaram presença na festa do casamento. Os DJs Alex e Marciano animaram a festa, que não teve hora para terminar.

Patrícia e Márcio

● Josi Bublitz,

proprietária da agência Oranjje Comunicação, comemorou seu aniversário sábado, 25, em sua residência no Jardim Paraiso. O evento reuniu muitos convidados, entre familiares e amigos. ● Claudia Castelo Branco comemorou mais um ano de vida junto a sua família e amigos no último dia 22. A festa ocorreu no espaço de lazer do Residencial Villa

CARINE Schmidt e Thiago Paloschi

Nasce Gabriel O pequeno Gabriel, primeiro filho de Maiara Schwengber Corrêa, nasceu terçafeira, 21. Os papais não poderiam estar mais felizes com a chegada do bebê. Os avós Tânia Mara e João Schwengber foram ver de perto o nascimento do primeiro neto, em Cuiabá, MT.

ALENCAR de Almeida Filho e Eliane de

Almeida

Uma paixão: Malhar e tomar sol. Saudade: Dos meus pais, que moram longe. Sonho: Ser mãe pela segunda vez. Mania: Comprar sapato. Moraria em: São Paulo. O que não sai da sua bolsa: Batom, protetor solar, carteira, agenda. Tem loucura por: Festa. Que lugares gostaria de conhecer: Miami. O que mais te irrita: Esperar. Como definiria sua personalidade: Tranquila. Música: Ultimamente estou escutando muito Paula Fernandes. Um filme: Titanic. Um perfume: Burberry Sport. Comida preferida: Tortéi. Uma bebida: Cerveja. Medo: Solidão. Futuro: A Deus pertence. Por que Luís Eduardo Magalhães? Porque é uma cidade de oportunidades e perspectivas, a cidade futuro. Frase: Sou feliz quando sou capaz de amar as pessoas sem nada exigir.

PATRÍCIA Alves Almeida e Márcio Almeida

PAULO, Claúdia, Isabella e Gustavo Castelo Branco

O casamento de Patrícia Alves Almeida e Márcio Almeida foi celebrado no sábado, 25. A cerimônia religiosa foi realizada na Igreja Nossa Senhora Aparecida, às 17h30. Eles receberam os amigos e familiares no Espaço Quatro Estações para os cumprimentos e celebraram o grande dia com muita festa e alegria. Eles viajaram em lua de mel para Porto Seguro.


Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

ESPORTES

13

O trunfo dos semifinalistas Juventus, Portelinha, União e Vento em Popa têm, cada qual, seu ponto forte para chegar à decisão LUCIANO DEMETRIUS

LUCIANO DEMETRIUS Da Oeste Comunicação er um elenco com jogadores selecionáveis, a melhor campanha com 100% de aproveitamento, o artilheiro da competição, o melhor ataque ou ser a equipe que se tornou perigosa por chegar até as semifinais mesmo com uma campanha mediana? Juventus, Portelinha, União e Vento em Popa têm cada uma as suas virtudes nas perguntas, mas a resposta vão ter que dar dentro de campo, no sábado, 2, e no domingo, 3, nos jogos que vão definir os finalistas do Seletivo Amador de 2011. Coincidentemente, as semifinais marcam o reencontro de dois confrontos disputados na primeira fase da competição. Vento em Popa e Portelinha fazem o primeiro duelo, às 15h30, de sábado, 2, no Campo da Bunge. Na primeira fase, melhor para o Vento em Popa, que venceu por 2 a 0, em jogo da segunda rodada. No domingo, 3, também no Campo da Bunge, às 15h30, Juventus e União repetem o jogo de estreia das equipes no Seletivo, que terminou com vitória do União por 1 a 0. O Vento em Popa tem o melhor ataque entre os semifinalistas, com 21 gols em seis jogos (média de 3,5/partida). Somente o atacante Patrício é responsável por quase a metade desta marca, com 10 gols (47,6% do total de gols da equipe na competição). Ele é o artilheiro antecipado do campeonato (a

T

PORTELINHA, uma das quatro semifinalistas, enfrenta o Vento em Popa neste sábado. O time surpreendeu pela garra demonstrada em campo equipe do Cica/Mazinho, do segundo colocado Alandiones, oito gols, está eliminado do Seletivo). Outro ponto a favor do Vento em Popa é ter “quase um time de selecionáveis” em seu grupo. A equipe teve nove jogadores convocados para a Seleção de Luís Eduardo Magalhães no Intermunicipal de Seleções do Oeste, com o goleiro Rangel; os zagueiros Boca e Duda; o la-teral-esquerdo Deimison; os meias Gil, Júnior e Ninho; e os atacantes Radinho e Patricio. O Juventus quer repetir o título conquista-

do em maio na Copa JC de Futebol Society, quando derrotou o rival Vento em Popa na decisão. Protagonista da maior goleada do Seletivo (8 a 0 no Chapada Diamantina, pela terceira rodada da primeira fase), tem “meiotime” de selecionáveis com o goleiro Zaroi; zagueiro Tacadinha; lateral-direito Felipe; volante Marcinho; e os meias Faixa e Miltinho. No Portelinha, apenas o zagueiro Ginor vestiu a camisa da seleção de Luís Eduardo, mas a equipe faz questão de se apresentar como a surpresa das semifinais. Classificouse na primeira fase pelo saldo de gols, com

Capoeira de Luís Eduardo terá cinco atletas no Brasileiro PREFEITURA MUNICIPAL

DA REDAÇ‹O Cinco alunos do grupo de capoeira Santa Geração vão representar Luís Eduardo Magalhães no Campeonato Brasileiro de Capoeira, no segundo semestre, em Vitória (ES). A classificação foi obtida no Campeonato Estadual Goiano, disputado em Goiânia, no sábado, 25, e no domingo, 26. Os dez capoeiristas do Santa Geração que estiveram em Goiânia conquistaram, no total, 18 medalhas, sendo duas de ouro, 13 de prata e três de bronze. As categorias que valeram a classificação dos atletas de Luís Eduardo foram infanto-juvenil feminino (1º lugar, com Isla Silva, no peso médio); juvenil feminino (1° A EQUIPE de capoeira Santa Geração com o secretário Valtair Fontana e o prefeito Santa Cruz lugar com Iala Silva, peso leve); aspirante masculino (2° lugar com Alcione Oliveira, peso meio-pesado); competição. “Além das medalhas que o apoio da Prefeitura aos atletas que particijuvenil masculino (com Uémerson da Paz, grupo conseguiu, também tivemos o reco- param do campeonato em Goiânia. 2° lugar, peso pesado). As demais medalhas nhecimento das duas entidades pelos resulOs atletas que conquistaram medalhas em foram conquistadas nas competições em tados que conseguimos”, disse o con- combate individual foram Isla Silva, ca-tegoduplas. A equipe do Santa Geração é treina- tramestre. ria infanto-juvenil feminino, peso médio da pelo contramestre Renato Santana, o Na segunda-feira, 27, a delegação do Santa (ouro); Iala Silva, juvenil feminino, peso leve “Alicate”. Geração foi recebida pelo prefeito Humberto (ouro); Alcione Oliveira, aspirante masculiA Federação Goiana de Capoeira e a Santa Cruz e pelo secretário municipal de no, peso meio-pesado (prata); Uémerson da Câmara Municipal de Goiânia deram um Esportes e Lazer, Valtair Fontana. “Estamos Paz, juvenil masculino, peso pesado (prata). certificado à delegação de Luís Eduardo orgulhosos de poder incentiver o talento Os outros atletas que ganharam medalhas Magalhães pelo resultado conquistado na desses jovens”, disse Santa Cruz ao lembrar o atuaram nas equipes em dupla.

uma vitória, uma derrota e um empate. Conseguiu avançar da segunda para a terceira fase na disputa por pênaltis (derrotou o Boa Vista após empate por 2 a 2 no tempo normal) e chegou às semifinais como segunda colocada de sua chave. O União não teve nenhum jogador convocado para a seleção, mas isso não tira o mérito da equipe que, ao lado do Vento em Popa, tem retrospecto absoluto com seis vitórias em seis jogos. E juntamente ao Juventus, o Umião tem a melhor defesa, com apenas cinco gols contra.

Barra e Paratinga iniciam decisão do Intermunicipal DA REDAÇ‹O Após conseguirem a classificação à final do Intermunicipal de Seleções do Oeste, ambos enfrentando dois obstáculos nas semifinais um, com a vitória no tempo normal, e outro, na disputa por pênaltis -, Barra e Paratinga entram em campo no domingo, 3, para o jogo de ida, às 17h, no Andradão, em Barra. O jogo de volta será no domingo, 10, às 17h, no estádio Waldemiro Cruz, em Paratinga. Barra entra em campo uma semana depois de ter revertido uma desvantagem que parecia impossível de superar. Por ter sido derrotada no jogo de ida das semifinais por 3 a 0, restava vencer pela mesma diferença de gols para, ao menos, levar a disputa pela vaga na decisão na cobrança de pênaltis. E Barra conseguiu, com três gols marcados no segundo tempo por Fafá, Domingos e Odair. Na disputa por pênaltis, Ninho, Lavanierre, Odair, Din e Domingos converteram todas as cobranças a favor de Barra, que venceu por 5 a 3. Paratinga também foi buscar sua classificação à final nos pênaltis. Derrotada por 3 a 2 no jogo de ida, dia 18, em Santa Maria da Vitória, venceu Santa Maria da Vitória no domingo, 26, por 1 a 0, com gol aos 47 minutos do segundo tempo e levou a melhor na cobrança de pênaltis, ao vencer por 3 a 0. Paratinga é o time que tem a melhor campanha (cinco vitórias, dois empates e uma derrota). Barra teve cinco vitórias e três derrotas. O melhor ataque é o de Paratinga que marcou 15 gols ante 13 da rival.Na defesa, outra vantagem para Paratinga, que levou sete gols, enquanto Barra sofreu nove.


14

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

GENTE JOVEM RAFAEL DIAS rafaeldias@diariodooeste.com.br

ao lado deles. Kamilla cursa o primeiro ano de Engenharia Agronômica na Faahf.

Goiás I Goiás foi o destino escolhido por Jéssica Verri para passar o feriadão. Lá, ela visitou amigos antigos que por lá ficaram. Jéssica cursa o segundo ano do ensino fundamental no Colégio Monteiro Lobato.

Goiás II Goiás também foi o destino escolhido por Daniel Luiz Kuhn para o feriadão.  Ele visitou a irmã e amigos de faculdade da época em que estudava lá. Antes de chegar a Goiânia, ele participou de uma convenção da BTS Bandag, em Belo Horizonte. A convenção é de extrema importância para aprimorar sua franquia em Luís Eduardo Magalhães, a Cerrado Truck Service.

SASHA NEVES em frente à pirâmide do Museu do Louvre; ao lado, com sua prima Ohana Berger, em frente à Torre Eiffel.

A revoada continua. Jovens de Luís Eduardo que estudam em outras cidades começam a retornar à cidade para passar as férias. De Tocantins estão chegando Francisco Leite e Luiz Gustavo Ariati, que cursam agronomia na UFT. De Goiânia, Patrícia Brentan, Rafael Hoppe Leite, Loran Tondatto e Durval Melo, universitários da PUC-GO; Matheus Farias, universitário da UFG, e Lucas Brentan, que cursa o terceiro ano do ensino fundamental. De Minas Gerais chegam Bruna e Fabiana Junqueira, que cursam o terceiro ano do ensino fundamental em Itajubá. 

Goiás III Patrícia Bosa também escolheu Goiás como destino no feriadão. Lá, ela visitou o irmão Luiz Fernando, que vai se formar esse ano em Direito, pela Universo.

Tour pela Europa

PATRÍCIA BRENTAN LUCAS LORENTZ

São João I Na quinta-feira, 23, Murilo e Rila Almeida recepcionaram os convidados para um arraiá em sua chácara, ao lado da cidade. A festa cumpriu todos os requisitos para um bom arraiá. Muita comida, fogueira, rojões e animação.

s primas Sasha Neves e Ohana Berger estão em Paris curtindo férias. Elas embarcaram na sexta, 24, e têm volta prevista para este fim de semana. Elas visitaram vários pontos turísticos da cidade. Além de Paris, visitaram também Bruxelas, capital da Bélgica, e Amsterdã, capital da Holanda.

A

São Jõao II

Pescaria I

Pescaria II

Aproveitando o feriado para curtir seus hobbies, os irmãos Guilherme e Glauco Poyer e Everton Luiz Bosa rumaram ao Tocantins. Com estadia na fazenda da família Poyer, a pescaria e as trilhas de moto prevaleceram no feriadão.

Quem também esteve no Tocantins para pescaria foi o casal Adriano Oliveira e Cintia Deischel. Os dois aproveitaram o feriadão para sair da rotina da cidade.

Debutante

Revoada

Palmas Kamilla Peruzzo também esteve no estado do Tocantins no feriadão. Ela foi à capital, Palmas, para visitar amigos e se divertir

A bela morena Nathalia Sales Amaral, filha do casal Adriana Brito Sales Amaral e Jose Luiz Gomes Amaral, completou 15 anos e comemorou a data em grande estilo, na sexta-feira, 24, no Espaço Quatro Estações. Familiares e convidados desfrutaram da festa em um ambiente produzido em detalhes para o evento. A decoração teve bailarinas como tema. Durante a festa, Nathalia fez uma linda apresentação de ballet, com a música tema NATHALIA Sales Amaral, Adriana Sales Amaral, Jose “A bela e fera”, e trocou quatro Luiz Gomes Amaral e Matheus Augusto Sales Amaral. vezes de vestidos.

Na quinta-feira, 23, também receberam convidados para um arraiá o casal Cleto e Maria Helena Fontana. A festança aconteceu na chácara Vitória e também cumpriu os requisitos para um bom arraiá. A família aproveitou o feriadão e prolongou a estadia na chácara para sair da rotina da cidade e descansar.

São João III Também comemoraram o São João os alunos de agronomia da Faahf. A festa aconteceu no Avenida Lounge, na sexta, 24, reunindo muita gente bonita. A animação ficou por conta da banda Forró cum dó. 

GABRIELA FONTANA

Aniversariantes Na segunda-feira, 27, Lucas Lorentz. Na terça-feira, 28, Sammya Monny. Na quartafeira, 29, Lucas Akio, Thomas Hoppe e Wanderley Morais. Na sexta-feira, 1, Patrícia Brentan e Deborah Cardoso. Neste sábado, 2, Fernando Hoffman, Thiago Xavier e Bruno Xavier. No domingo, 3, David Rocha e Gabriela Fontana.

Campeão Matheus Farias, que chega neste fim de semana a Luís Eduardo, foi campeão da InterUFG 2011 na categoria rúgbi. O torneio aconteceu no campus da UFG em Goiânia. O time do qual ele participou foi campeão invicto do torneio. O rúgbi é um esporte que vem crescendo muito no Brasil.

Comemorando ROSINHA, Moisés, Yasmin e Dani e Isabella Takamatsu.

Isabella Takamatsu comemorou seus 10 anos. A festinha ocorreu no último dia 16. Vestida de princesa, Isabella recebeu amigos na sua residência.


15

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011

L I N H A S D E ATA Q U E LUCIANO DEMETRIUS lucianodemetrius@diariodooeste.com.br

ARQUIVO PESSOAL RICARDO BASSO

BATE-BOLA LUCIANO DEMETRIUS

CARROS de Autocross dos pilotos Ricardo Basso e Diogo Freitas que vão competir na 2ª

Etapa da Copa Bahia, no autódromo Júnior Poletto, em Luís Eduardo Magalhães

Os motores vão roncar autocross e o kartcross vão movimentar Luís Eduardo Magalhães neste sábado, 2, e no domingo, 3, no autódromo Júnior Poletto, próximo ao Centro de Eventos do Bahia Farm Show. Estes dois eventos vão marcar a Segunda Etapa da Copa Bahia nas duas categorias. O sábado, 2, é reservado aos treinos livres que definem as posições para a largada das categorias, a partir das 14h. Domingo é o dia das provas de cada uma das etapas, com 18 pilotos correndo nas duas categoriasm a partir das 9h30. As competições de velocidade ganham espaço no calendário de Luís Eduardo Magalhães. Em 2011 já foram disputadas provas da I Etapa de Arrancadas e da I Etapa do Campeonato Regional de Fórmulas Tubular e Mini-Tubular de Autocross. Segundo o organizador dos eventos, Walmor Stresser, o público da região mostrou-se interessado nas competições de velocidade porque já está acostumados a acompanhar os campeonatos de nível internacional, pela televisão. “Os esportes de velocidade têm aquele glamour tanto pela competição como pela movimentação dos boxes, dos carros, das equipes e do barulho dos motores. E quando um evento está próximo, o público quer conferir, quer ver de perto o que ele acompanha à distância”.

O

Campeonato de bocha Nove equipes vão participar neste sábado, 2, a partir das 17h, do Campeonato Municipal Taça Almir Ficagna de Bocha. Os jogos serão realizados nas canchas dos CTGs Cerradão e Sinuelo dos Gerais e no Mimoso Esporte Clube. Estão inscritas uma agremiação de Barreiras, a do CTG Estância do Rio Grande, e oito de Luís Eduardo Magalhães: CTG Sinuelo dos Gerais I e II, CTG Cerradão, Mec/Mimoso, Bela Vista, Placas, Ficagna e Novo Paraná.

Veteranos A Secretaria de Esportes e Lazer confirmou para agosto o início do Campeonato Municipal de Veteranos. Podem se inscrever equipes com atletas a partir de 35 anos. Mais informações diretamente na sede da secretaria, no prédio do Centro Administrativo da Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães.

Luta por apoio Os atletas campeões sul-americanos de jiujitsu da Academia Vidal, em Salvador, em 18 e 19 de junho, agora partem para outra competição. Entre 13 e 17 de julho, dez atletas da equipe participam do Mundial da categoria, no Ibirapuera, em São Paulo. Mas para competir,

os atletas buscam patrocínio para as despesas de inscrição, hospedagem, alimentação e transporte. Interessados em apoiar a viagem podem manter contato com o professor Flávio Vidal pelo 77-9101-2597 ou 71-9172-1311.

Longe de casa A seleção de futebol de Luís Eduardo Magalhães corre o risco de ter mando de campo em São Desidério em seus jogos pelo Intermunicipal Baiano . A incerteza quanto à inauguração do estádio municipal de Luís Eduardo vai forçar a seleção a viajar para a disputa de toda a competição estadual.

BRASILEIRÃO 2011 SÉRIE B 9ª RODADA 01/07/2011 *19h30 Bragantino x Americana *21h00 Vila Nova-GO x Icasa *21h00 Boa x Salgueiro *21h50 Ponte Preta x Goiás 9ª RODADA- SÁBADO - 02/07/2011 16h20 São Caetano x Sport 16h20 Náutico x Guarani 16h20 ASA x Portuguesa 16h20 Paraná Clube x Duque de Caxias 16h20 Grêmio Barueri x Vitória 21h00 ABC x Criciúma *Não encerrado até o fechamento desta edição

A professora e treinadora de atletismo do Projeto Semeando o Futuro, Catlen Vanessa Dal Pozzo, tem sob seu comando 157 alunos atuando nas modalidades de corridas de resistência e de velocidade, salto em distância, arremesso e lançamento. Além do número de praticantes que surpreende a treinadora, ela exalta o interesse dos alunos no esporte mesmo quando os resultados não são os esperados. “É motivo de orgulho ver ainda treinando aqueles atletas que não conseguiram classificação nas competições”. Em Luís Eduardo Magalhães, os espaços para o atletismo ficam restritos aos colégios em que o projeto é desenvolvido, o que não desanima a professora Catlen. “A dificuldade para ampliar o esporte está na ausência de locais para sua prática, mas não é por falta de espaço físico que não vamos treinar”. No Semeando o Futuro, são mais de 100 alunos que praticam o atletismo. Qual foi a forma de convencer novos praticantes num país em que este esporte é pouco difundido? Nem todos se interessam pelo atletismo porque, de modo geral, os alunos têm mais vontade de participar dos esportes coletivos do que dos individuais. Mas quando o aluno resolve praticar, ele se encanta e foca somente nesse esporte. O direcionamento dele estaria ligado ao fato de praticar apenas o atletismo? Sim, e isso é visível em competições como a Oilem. Você vê alunos que disputam as competições de vôlei e futsal, por exemplo, mas aquele que se interessa pelo atletismo fica somente neste esporte, ele se dedica ao máximo. Para mim, na condição de treinadora, é gratificante, pois ao ter o atletismo como foco, os praticantes vão sempre procurar fazer o melhor. Os grupos que você coordena têm participado de competições? Como está o atletismo na região Oeste? São poucas as competições promovidas na região. Ultimamente, ficamos restritos a Luís Eduardo Magalhães e a um ou outro evento em outra cidade. A mais recente competição da qual participamos foi em Barreiras, em comemoração aos 120 anos do município. Fomos com um grupo de 33 alunos do projeto, na categoria pré-mirim

Sem vínculo Qual torcedor cria intimidade com um time que tem sede em sua cidade, mas

(até 14 anos) e conseguimos os seis primeiros lugares no masculino e segundo e terceiro lugares no feminino. Em Luís Eduardo, participamos da mini-maratona e da corrida rústica da Cipe Cerrado. CATLEN DAL POZZO Atualmente, os alunos participam da Oilem, representando suas escolas. A participação em competições estimula a continuidade dos trabalhos por parte dos atletas? O que chama a atenção, e é motivo de orgulho, é que os atletas que não conseguiram classificação nas competições continuam treinando. Eles procuram buscar o melhor de si para melhorar a própria marca. A carência de espaço físico, tão comum em outras modalidades esportivas, também é a preocupação de quem pratica o atletismo? Sim, aqui em Luís Eduardo os espaços estão restritos às escolas Cezer Pelissari, onde estão as pistas, e no Amélio Gatto, para as provas de saltos. Mas não é por falta de espaço físico que não vamos treinar. Quanto mais mostrarmos a superação aos alunos, mais interessados eles vão ficar em ultrapassar seus limites no esporte. Outro trabalho desenvolvido é com a equipe da Apae. Já existem resultados com as crianças da entidade? Sim. Em 2010 conseguimos classificar uma aluna da Apae de Luís Eduardo Magalhães, da equipe de salto à distância, para o campeonato brasileiro das Apaes. Apesar do grande número de praticantes de atletismo, no Semeando o Futuro, ainda há espaço para novos interessados? Sempre há oportunidades. Convidamos os alunos interessados a nos procurarem, pois em todas as escolas envolvidas no projeto há horários disponíveis. O trabalho feito com os grupos de atletismo é uma forma de integração entre as escolas. Portanto, sempre vai haver espaço para futuros praticantes.

nunca se apresenta ao seu público? A seleção de Luís Eduardo Magalhães corre o risco de se tornar itinerante, sem identidade e, evidentemente, sem torcida.

BRASILEIRÃO 2011 SÉRIE A - 8ª RODADA - 06/07/2011 19h30 19h30 19h30 21h50 21h50 21h50

Internacional Cruzeiro Avaí Corinthians Flamengo Ceará

x x x x x x

19h30 19h30 21h00

Botafogo Coritiba América-MG

x x x

Atlético-PR Grêmio Bahia Vasco São Paulo Atlético-MG 8ª RODADA - 07/07/2011 Atlético-GO Figueirense Palmeiras

Beira Rio Arena do Jacaré Ressacada Pacaembu Engenhão Presidente Vargas Engenhão Couto Pereira Arena do Jacaré


16

Oeste Semanal ❒ Luís Eduardo Magalhães, 2 a 8 de julho de 2011


Oeste Semanal Edição 17