Issuu on Google+

31 Diário do Alentejo 26 julho 2013

Bebé real: Câmara de Barrancos oferece cheque-bebé a Kate e a William para os convencer a fixarem-se no concelho. Volta a Portugal em Bicicleta volta a não passar pelo sul do País: Organização conta regressar ao Alentejo e aproveitar as estradas da região para provas de BTT. facebook.com/naoconfirmonemdesminto

Inquérito Ficou entusiasmado/a com o nascimento do bebé real no Reino Unido?

NÁDIA JEITOSA, 36 ANOS Pessoa profunda

Exemplo de cartaz a usar na próxima campanha eleitoral

Campanha da CDU na Vidigueira baseia-se na temática “Onde está o Narra?” A polémica chegou à Vidigueira, e tudo por causa de um cartaz referente à “Vidigueira, cidade do vinho 2013” que ostenta uma imagem de corpo inteiro de Manuel Narra. Os responsáveis pela campanha de (re)candidatura do autarca à câmara local já vieram explicar o que se passou. “As pessoas não percebem nada… O objetivo era recriar aquela história do ‘Onde está o Wally?’, substituindo o Wally pelo nosso presidente e colocando-o perto do que é realmente

importante. Já temos cartazes preparados do Narra ao pé do Taj Mahal, junto à Torre Eiffel, com Barack Obama, acompanhado pelo pai da Fanny, enfim, tudo do mais normal… Essa conversa de que há culto da personalidade em Vidigueira é completamente falsa!”, explicaram, enquanto cancelavam iniciativas como a inauguração da avenida Manuel Narra, da Bolsa de Valores Manuel Narra e das ruínas de Manuel Narra (antigas ruínas de São Cucufate).

Ministros condenados a pagar 43 euros por dia por paragem das obras na A26: Santos Pereira defende que não pode pagar pois ficou no desemprego

Condutores da Rodoviária do Alentejo pedem subsídio para aparar as patilhas

O Tribunal Administrativo e Fiscal de Beja deferiu a providência cautelar interposta pela Câmara de Ferreira do Alentejo, relativa à suspensão das obras da autoestrada Sines-Beja (A26), decisão que deixou os ministros à beira de um ataque de nervos. Contudo, segundo consta, os ministérios e o Governo já estarão a preparar a sua defesa. Uma investigação conjunta “Não confirmo, nem desminto”/Marinho Pinto/IP2 descobriu que, no que a Álvaro Santos Pereira diz respeito, o Governo pretende argumentar que este não deverá pagar monetariamente a pesada multa por ter acabado de entrar no mundo do desemprego – fica em aberto, todavia, a possibilidade de o mesmo vir a pagá-la em pastéis de nata, edições do “Borda d’Água” e chapéus da Polícia Montada do Canadá –; já para a ministra da Agricultura a situação é mais delicada, tendo em conta o estado avançado da sua gravidez – consta que ela ficou tão zangadaque,numacessodefúria,ashormonasfalarammaisaltoeteráditoospalavrões“bolas”e“chiçapenico”.Emsuadefesa,oGovernoirátentaralegarquenão deverá pagar a coima por pertencer a uma família numerosa e isso significar um rombosignificativonoseupé-de-meiaparacomprarfraldasetetinas.

Depois dos condutores da Carris terem pedido um subsídio mensal de 12 euros para cortar o cabelo, é agora a vez dos seus colegas da Rodoviária do Alentejo fazerem uma exigência semelhante – um subsídio bimensal para aparar o seu bem capilar mais precioso e alentejano, como nos explicou um representante dos trabalhadores: “Isto não tem nada a ver com aquela mariquice dos tipos da Carris… Isto é mesmo uma coisa importante. Depois do subsídio do brushing, da mise e do restaurador Olex, este subsídio é da mais elementar justiça! Um tipo não pode andar todo desgrenhado… Eu, se não faço uma permanente por mês, fico a parecer o José Cid depois de um incêndio. E as patilhas são ainda mais importantes, até porque são a primeira coisa em que o passageiro repara. O nosso objetivo é sermos como o mítico Antunes, o condutor com as melhores patilhas da empresa… Aquele homem podia ter protagonizado um anúncio da Pantene – era um Fangio a conduzir e um Fangio capilar!”

Não me diga nada, ando completamente doi-da! Amei esta cena do nascimento! Esta coisa de nascer e de agora ir tipo, crescer, é completamente fora de série, nunca visto! Desde o nascimento da minha chinchila Priscila Marlene que não andava tão contente! Se pudesse ver o bebé, fazia-lhe bilu-bilu-bilu na barriginha e agarrava-me a ele como o Passos ao lugar…

JEREMIAS DESESPERO, 46 ANOS Pai de 12 Por amor de Deus, como é que alguém ainda pode pensar em ter filhos!? E olhe que eu só me apercebi disso da segunda vez em que tive trigémeos… A verdade é que quando são pequeninos ainda se aguentam, depois crescem, pensamos que é mais fácil mas é exatamente o contrário: eles sabem o que têm de fazer, mas não fazem… Depois são as birrinhas, é tentar puxar fogo ao cabelo da irmã, é fritar o iPhone do pai em óleo de girassol, é querer sair do Governo e depois ficar…

LAURA CONFORMADA, 28 ANOS Mãe e criadora de cagarras Fiquei muito contente. Até comprei um babygrow que tinha impressa a mensagem “Sim, sou o bebé real, e não terei de trabalhar um dia da minha vida!” e já o mandei para o William e a Kate. As crianças são seres incríveis! Eu tenho duas que fazem com cada travessura: agora brincam com o próprio cocó! Eu deixo-as, é importante estimular a criatividade… E a minha mais nova faz uns cinzeiros que são um mimo…


Edição N.º 1631