Page 1

31 Diário do Alentejo 24 maio 2013

Sport Lisboa e Benfica vai ter stand na Feira do Melão de Figueira dos Cavaleiros. Adeptos do FC Porto em Beja festejam conquista de título em Beja: foi uma grande festa que juntou todos os seis adeptos. Sportinguistas celebram época de sonho: Benfica não só perdeu o campeonato, como perdeu a Liga Europa, e ainda tiveram a oportunidade de ver jogadores encarnados a chorar. Destaque ainda para a transferência de Maria José Valériopara clube saudita por 300 euros e 10 kebab’s.

facebook.com/naoconfirmonemdesminto

Inquérito FAO considera que insetos comestíveis são alternativa promissora à carne. Alguma vez comeu insetos?

BARNABÉ ARANHIÇO, 52 ANOS Pessoa que foi exorcizada pelo padre Borga

Gémeos recém-nascidos deram as mãos porque ficaram cheios de medo ao saber que iam regressar a casa pelo IP2 Correu mundo a imagem de gémeos, nascidos no País Basco, que deram as mãos poucos instantes depois do nascimento. O nosso enviado especial a San Sebastian, e especialista em incubadoras, conseguiu falar com um dos gémeos que nos explicou o porquê daquele gesto. “Não percebo tanto entusiasmo. Eu nem conheço o outro gajo de lado nenhum. A única coisa que sei é que o tipo tresanda dos pés e tive de o aguentar nove meses

num local com pouca ventilação. Só lhe dei a mão porque ficámos em pânico quando nos informaram que íamos regressar a casa pelo IP2! Bolas, ainda agora nascemos e já nos querem meter em apuros! Já falei com os meus pais, não nos importamos de fazer um desvio por Tenerife, ou assim… Acho que não vou aguentar. E eu que tinha tanta esperança em chegar aos seis meses e ver os meus primeiros dentes…”.

Festival Islâmico foi um sucesso: visitantes chegaram a estacionar o carro em Vila Real de Santo António e foram a pé até Mértola

Idosos alentejanos não apreciaram “Jornal Sénior” porque não tem página de necrologia O ”Jornal Sénior”, publicação lançada recentemente destinada ao segmento das pessoas com mais de 65 anos e à Betty Grafstein, está a causar grande sensação entre os portadores de joanetes e os apreciadores de corridas com andarilhos. Todavia, no Alentejo, os idosos não apreciam o “Sénior”, defendendo que lhe faltam alguns pontos de interesse, como uma página de necrologia, receitas culinárias com aspirinas, dicas para ser uma fada do lar, o suplemento erótico “Avozinhas safadas” e uma coluna de opinião diária sobre os recentes acontecimentos na Guerra Colonial. Apesar da má receção na nossa região, o jornal está a ser um sucesso no resto do País, estando previstas novas edições, nomeadamente uma para maiores de 125 anos, que incluem versões com o novo Acordo Ortográphico, em aramaico e sânscrito.

Realizou-se no passado fim de semana mais uma edição do Festival Islâmico. O evento foi um enorme sucesso, já que contou com a presença de milhares de visitantes de todo o País e também de Arruda dos Vinhos. As ruas de Mértola encheram-se de pessoas interessadas em aspetos da cultura árabe, como o chá, as tâmaras, as banquinhas de venda de popias doces, queijos de ovelha e queijadas de requeijão. Apesar da aparente normalidade, apurámos que as recentes declarações do deputado Carlos Abreu Amorim geraram grande desconforto no festival – recorde-se que o candidato à Câmara de Gaia chamou “magrebinos” aos adeptos do Benfica. Zakaria Sadat, vendedor de sandálias, não calou a sua indignação: “É uma vergonha que um deputado de um país evoluído como Portugal tenha este tipo de reações. Chamar-me magrebino ainda vá que não vá, agora benfiquista é que não admito! A mim, que só tenho olhos para o meu Guadiana de Mértola, clube do qual sou sócio desde que nasci! Magrebino é o tio dele, o Américo Amorim…”, declarou, enquanto recolhia assinaturas para organizar um apedrejamento ao deputado laranja. Esta notícia acabou de receber o Prémio Tolerância da “Revista Al – Merinda” por ser o primeiro texto relativo ao mundo islâmico numa página de humor que não inclui piadas sobre bombistas suicidas.

Eu cá como a toda a hora. As pessoas é que são esquisitas. Uma centopeia, por exemplo, tem muito que comer: 12 pernas dão para o almoço, jantar e ainda levo quatro pernas na marmita para lanchar no trabalho. Há pratos bem bons, como lacraus de fricassé, sopas de zangão e açorda de pirilampos. Este último é o meu preferido, é muito saboroso e bom para comer à noite – um tipo fica com o estômago fluorescente, o que é ótimo para quem gosta de ler à noite sem ligar a luz.

CAROLINA ESCARAVELHO, 34 ANOS Prima bué afastada de Nossa Senhora Nunca comi mas é uma alternativa que me interessa. Ultimamente só ando a comer aquela comida macrobiótica e ando triste e rezingona. As pessoas olham para mim como se a minha alma tivesse abandonado o corpo. Depois de seitan, tofu, pladur e madeira prensada, os insetos parecem-me bem. Agora se não se importa, vou ali acabar de comer bolachas de esferovite com sabor a cola de contacto.

JOAQUINA PULGA, 28 ANOS Pessoa que fez uma lipoaspiração ao cérebro Costumo comer mas só no verão. Geralmente o que faço é, quando conduzo, raspo os mosquitos e traças do para-choques do meu carro. Nos dias de muito calor aquilo grelha no capô e é muito estaladiço, ótimo para acompanhar com chá de besouros. Antes de me deitar, opto por uma joaninha barrada no pão. Esta dieta é ótima para manter esta cinturinha de… vespa! Percebeu? Vespa! Ahahah, que piada que eu tenho…

Ediçao N.º 1622  

Diario do Alentejo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you