Page 1

Segundo o Ministério da Agricultura, a barragem de Alqueva ficará concluída até 2085 em duodécimos.

31 Diário do Alentejo 1 fevereiro 2013

As três vítimas das substâncias adquiridas na smar tshop em Beja já tiveram alta. As raparigas, que felizmente se encontram bem, agradeceram ao dr. Unicórnio Lilás e à enfermeira Gafanhoto Magenta pelos cuidados prestados.

facebook.com/naoconfirmonemdesminto

Inquérito Como vê o papel do Baixo Alentejo no Portugal do novo milénio?

CASTRO E BRITO Presidente da ACOS Infelizmente, vejo muito mal, sabe. Repare no exemplo da barragem de Alqueva, que não ata nem desata… Foi uma pena só termos tido ministros da Agricultura que não sabem distinguir uma alface de uma betoneira e cuja única função tenha sido fazer com me aparecessem mais cabelos brancos. Se a EDIA quiser, podem deixar a chave da barragem debaixo do tapete à entrada do empreendimento que a ACOS não se importa de gerir aquilo, e de certeza que fará um bom trabalho.

Pista do aeroporto de Beja recebeu certificação da universidade Lusófona Depois de avanços e recuos, a pista do aeroporto de Beja recebeu, finalmente, a certificação que lhe permite receber voos civis de passageiros. Todavia, podemos adiantar que a certificação não foi dada pelo INAC (Instituto Nacional de Aviação Civil), como foi tornado público, mas sim pela universidade Lusófona. A Não confirmo, nem desminto teve acesso ao documento, e deixa-o aqui na íntegra.

“Diário do Alentejo” interrompe edição impressa que mostrava foto de cadáver político de António Saleiro

Última Hora: Há mais de 45 minutos que não é criado um movimento de cidadãos independentes em Beja

Ao que parece, a história repete-se. Depois da interrupção na gráfica e retirada das bancas da edição polémica do jornal “El País” com uma alegada imagem de Hugo Chávez entubado, foi agora a vez de o suplemento Não confirmo, nem desminto do “Diário do Alentejo” ver a sua edição impressa desta semana a ser interrompida na gráfica porque mostrava uma imagem do cadáver político de António Saleiro que afinal era falsa, e pela qual já pedimos desculpa. Foi o próprio exdeputado que chamou a atenção para o facto: “As notícias da minha morte política foram manifestamente exageradas! Além disso, a imagem não era minha… Ao que parece, era de um senhor que tinha abusado da comida na ceia de Natal e que encontraram a dormir na escadaria da igreja Matriz em Almodôvar. Como o macaco tinha bigode, assumiram que era eu, os maganos! Eu ando aqui para as curvas! Veja lá que os próprios governos civis morreram antes de mim! Ando para aqui mais rijo que o Mário Soares ou o Almeida Santos!”.

É uma notícia que acaba de chegar da nossa redação na Salvada e que nos obrigou a parar as rotativas: há mais de 45 minutos que não é criado um movimento de cidadãos independentes em Beja. Depois dos movimentos Beja Merece e Por Beja com Todos, registou-se um surpreendente descréscimo na criação deste tipo de iniciativas cívicas que se reproduzem à velocidade de coelhos com anfetaminas. Ao que apurámos, os últimos movimentos a serem criados foram o Beja Albina – movimento dos defensores dos direitos dos albinos bejenses –, Beja a Cavalo – movimento dos defensores dos direitos das pessoas que apreciam um bom bife com ovo a cavalo –, e Beja sem Sentido de Orientação – movimento dos defensores dos direitos das pessoas que têm relutância em utilizar os piscas dos seus automóveis para sinalizar qualquer manobra.

CASTRO E BRITO Mentor da Ovibeja Para grande pena minha, isto vai de mal a pior. Repare que o aeroporto de Beja nunca mais descola. Não é fazendo voos para Cabo Verde que as coisas se resolvem – o que é que vamos importar de lá? Cachupa? Jogadores para o Amarelejense? Se a ANA quiser podem deixar a chave do aeroporto debaixo do tapete junto à porta de embarque n.º 254. Acredito que a ACOS poderá fazer melhor trabalho a dirigir o aeroporto.

CASTRO E BRITO Sócio do Clube do Bigode Antes de mais, permita que lhe diga que as pessoas que aparecem neste inquérito estão cada vez mais bonitas! Veria as coisas melhor se Beja não fosse uma cidade morta… Só teríamos a ganhar se os atores políticos despissem a camisola dos partidos e vestissem uma camisola de gola alta, porque com as correntes de ar não se brinca! Se o senhor Pulido Valente quiser deixe as chaves da cidade debaixo do tapete à entrada do Castelo que a ACOS fica a tomar conta disto. É garantido que pior não fazemos…

Ediçao N.º 1606  

Diario do Alentejo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you