Page 1

Apesar dos tempos de dificuldades, milhares de alentejanos saíram à rua para festejar o Carnaval. E com o objetivo de gozar a vida e deitar para trás das costas todas as frustrações, a esmagadora maioria dos jovens alentejanos decidiu mascarar-se de “pessoa com trabalho”, com destaque para as máscaras de “sucateiro de Ovar”, “caixa de robalos” ou “administrador do BPN e/ou EDP”. Trata-se de uma evolução em relação a anos anteriores em que proliferavam máscaras piegas como as de Pierrot e de quadro do menino da lágrima.

31 Diário do Alentejo 24 fevereiro 2012

carnaval maioria esmagadora s alentejano dos jovens carar-se decidiu mas o” om trabalh de “pessoa c

facebook.com/naoconfirmonemdesminto

Seca: Agricultores alentejanos vão processar São Pedro Parece que chegou a hora de dizer “basta!”. Depois da intenção manifestada pela Federação das Associações de Agricultores do Baixo Alentejo (Faaba) de processar o Estado português pelo incumprimento da promessa de conclusão do projeto Alqueva em 2013, uma investigação conjunta Não confirmo, nem desminto/

/Anthimio de Azevedo descobriu que esta organização também vai processar São Pedro, culpabilizando-o pela seca. Fonte da Faaba explicou-nos os motivos: “Já não bastava a senhora Cristas, agora é a vez de São Pedro não respeitar o acordo que assinou com os agricultores alentejanos. Aposto que até segue as diretrizes

da ministra e nem usa gravata lá no Céu só para nos fazer pirraça. Só espero que até ao verão chova alguma coisa, mas que não seja à bruta, e depois caia uma daquelas cargas de água que estraga tudo! No ano passado um dilúvio levou-me as plantações de cannabis e a minha humilde coleção de jipes Mercedes…”.

Centro de recuperação de Santo André salva quatro grifos da fome e agora devolve-os à natureza onde vão ter larica Quatro grifos estiveram a ser tratados e recuperados no Centro de Recuperação de Animais Selvagens de Santo André e foram libertados pela Quercus ao pé da ribeira de Terges e Cobres. Contudo, há quem conteste esta decisão, em particular os próprios grifos, conforme se pode comprovar pela carta enviada para a nossa redação pelos próprios animais, através de um pombo-correio seu primo: “Pá, sim senhor, temos a agradecer aos senhores da Quercus, mas não percebemos esta decisão. Como sabem, somos aves necrófagas, só nos alimentamos de coisas mortas: pequenos animais, como os ratos ou esquilos, a Cinha Jardim, a carreira do Paco Bandeira, a economia regional… Mas em Santo André tínhamos os melhores ratos mortos de porco preto, manicure, Sport TV, queijinhos de cabra morta... E agora libertam-nos sem dar sequer um pré-aviso de 30 dias como exige a lei. Vocês sabem como é que as coisas estão lá fora? Anda tudo aflito, ninguém tem de comer. Temos conhecimento de ratos que vasculham os frigoríficos e despensas portuguesas e saem de lá chorando…”.

Faço servicinhos em troca de comida

ano Novo edifício rom é único ja encontrado em Bearquise em alumínio a uma m r vestígios surpreendentes: pois ainda conserv vela

re ndo o nosso Beja não param de ifício romano. Segu As escavações em ed o tr ou to er ob pois ainda conpública foi desc no mundo inteiro ico ún é do junto à praça da Re ha ac vo este no , teria sido enas do subsolo”, ínio. Ao que parece um comentador em “c al em cus Silvae. ise qu ar serva uma m nome Hanibal Cava u se de o an m ro ão ceita de bolo-rei proeminente cidad aco e a primeira re a residência de um áb ro ei im pr o do ntra aca com o nome No edifício foi enco contraram uma pl en m bé m ta s go eólo da história. Os arqu mo se encontra da rua onde o mes gustus) (Via Caius Cesar Au ascistiae. e a referência antif

Centro Novas Oportunidades encerrado no Alentejo revolta-se com decisão porque tinha curso de tunning prestes a começar Alguns centros Novas Oportunidades do Alentejo estão a ser encerrados, deixando vários trabalhadores e formandos desamparados. Segundo apurámos, um centro em particular está a pensar apresentar queixa na União Europeia, pois já tinha um curso de tunning prestes a começar. As disciplinas de Técnicas de colocação de CD no espelho retrovisor, Introdução à pintura berrante, Manutenção de equipamento áudio comprado na Feira de Castro, Calibragem de pneus bué largos e Como manter um aspeto chunga I e II, aprovadas pelo Ministério da Educação e pela Liga dos Amigos do Tunning de Safara, ficarão, deste modo, sem efeito.

Inquérito Costuma ir à Feira do Queijo do Alentejo, em Serpa? JEREMIAS ALMECE, 34 ANOS Pessoa que fez uma reconstituição da batalha de Aljubarrota com queijinhos frescos Nunca faltei a uma edição. Tenho uma devoção ao queijo Serpa como o Vítor Gaspar tem devoção ao défice. A minha mãe queixa-se que lá em casa temos a Feira do Queijo o ano todo. Basta ir para a variante andar durante duas horas a pé e quando descalço as sapatilhas cheira a Feira do Queijo de Castelo Branco. Fora do prazo, digo eu…ihihih!!!

A VACA QUE RI, IDADE INDEFINIDA Animal que se vendeu aos obscuros interesses da indústria do queijo

SPEEDY GONZÁLEZ, QUASE 60 ANOS Filho mexicano do Topo Gigio e da Miss Piggy

Não sei se seria muito bem-vinda. Ouvi dizer que os produtores de queijo do Alentejo acham que eu sou a reencarnação de Satanás e que cospem cada vez que dizem o meu nome. Não tenho culpa que a minha empresa ganhe uma pipa de dinheiro a fabricar uma coisa que se assemelha a massa de vidro. Mas este ano estou com vontade de ir, pois vai estar lá o homem que lançou a minha carreira e a da Beatriz Costa: o Júlio Isidro.

Hombre, claro que vou estar presente. Mas essa coisa de acharem que os ratos só comem queijo é uma treta: sempre que vou à Feira do Queijo como uma linguiça de Montoito. Queijo só de Nisa, e tem de ser fresquinho. ¡Ay! ¡Ay! ¡Ay! Agora, não passo sem um secreto de porco preto de Barrancos. É o meu doping. Onde é que acham que vou buscar esta genica? ¡Arriba! ¡Arriba! ¡Ándale! ¡Ándale!

Ediçao Nº 1557  

Diario do Alentejo

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you