Page 1

Sá Pinto é o novo treinador do Sporting, depois da saída de Domingos Paciência. O único currículo de Sá Pinto foi ter sido adjunto de Pedro Caixinha, treinador do Nacional da Madeira e natural de Beja. Neste momento, Caixinha tem importância no futebol nacional, havendo quem considere que as equipas que treinou no Desportivo de Beja há mais de 10 anos estariam em condições de derrotar este Sporting. Esta notícia faz cair por terra a teoria de que Angela Merkel teria influenciado o despedimento de Domingos e sugerido Sá Pinto porque este tem um ar “mais germânico a fazer lembrar um major da Força Aérea Alemã em Beja nos anos 80”.

31 Diário do Alentejo 17 fevereiro 2012

Ículo Único curr ing or do sport d a in e r t o v do no adjunto foi ter sido ue ha, prova q in ix a c o r d e do p luente bejense inf m u Á h a d in a nal a nÍvel nacio

facebook.com/naoconfirmonemdesminto

Turismo do Alentejo vai aproveitar BTL para apresentar a campanha “All entejo” A próxima edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL) terá como destino convidado o Alentejo. Trata-se de uma oportunidade dourada para dar a conhecer a região num certame muito importante. Ao que apurámos, será apresentada a campanha “All entejo”, baseada na já extinta campanha “Allgarve”. O objetivo é apresentar um Alentejo diferente e vibrante. Para o efeito, será realizado um desfile do Carnaval de Cuba em Lisboa, como nos referiu Laércio Duda Gonzaga, coreógrafo brasileiro responsável pelo Carnaval daquele concelho: “A gentji vai fazerrrr um grandji sspectáculo em Lissboua, com um desfili do Carrenavau dji Cuba, o Carrenavau maisss porrtuguêiss dji Porreetugau!! Até o presidentchi Orelha vai entrá como o Auberto João na Madéira, para djimonstrar que esstamosss todosss nessa e levamos o Carrenavau muito a sério! Vai serrr como djizia o Futri: vai vir charters dji chinesis para verrrr o Carrenavau da gentji!!” Para além disto, será realizada uma ação de divulgação da região, com elementos mais tradicionais, estando previsto o lançamento de balões de ar quente com a forma de popias e sericaia.

o Nerbe d g n ti ra a ix a b ’s y d ” Ato eleitoral: Mool” para “Principiante do Monopólio e: presaria m e ro u do hemisfério nort a s s o in D “ ade da população e et m d im ed ra r de rio en te re an rp

na resultados que su como noticiámos ções no Nerbe com de três votos. Tal ei el em a, pois de chegar ag ad nt De ss va o. pa a a id ar an um al sem os, criou rrano com ám Se ur ís ap Lu o de nd Realizaram-se, na a gu eu se , nc esença levar de volta ao Filipe Pombeiro ve ções, mas a sua pr ou um táxi para o ei el am as ch ar no rv rra a candidatura de se Se ob ís de tratava do Avô onde Lu ficou encarregado -se para o Nerbe, is acreditou que se iu po , rig di ria eg no al ica ção, Jimmy Carter de er u am lo e Pombeiro rejubi ja, o ex-presidente tinha fugido, e Filip ao aeroporto de Be e qu a sauro emav ns pe de ha, de on do Nerbe de “Dinos g tin ra o ou ix ba lar da Cruz Vermel oody’s agência foi dos, e a agência M riente”. Quando a ca pe er ex m in os e . ar vo as liz ig no bi nt to ta Ca é mui expresuiu es davia, não conseg “o novo presidente spondendo com as e to re l, a qu ra ei ar to id er ei id sa el es ns o u co at r to Este opólio”, po o, a Moody’s refu rincipiante do Mon e revela paternalism qu ão cis presarial” para “P de a um r o facto de esta se e apareçam, pá!”. confrontada com s velhos” e “cresçam ai m s lo pe ito pe sões: “res

Museu Regional de Beja aplica acordo ortográfico pois já não tem dinheiro para comprar consoantes A decisão de Vasco Graça Moura (escritor, poeta, tradutor, comentador, mulher a dias e presidente do CCB) de revogar a utilização do novo Acordo Ortográfico no Centro Cultural de Belém, está a galvanizar os defensores da antiga norma que exigem a revogação do novo acordo. Outras instituições culturais equacionam fazer o mesmo, à exceção do Museu Regional de Beja: “Não temos dinheiro para nada. Gerimos isto como um concorrente da Roda da Sorte: oferecem-nos umas consoantes e de vez em quando compramos umas vogais, e mais nada. Nos folhetos novos que fizemos, poupámos para cima de quatro euros já que deixámos de ter ‘colecções’ e ‘actividades’ e passámos a ter ‘coleções’ e ‘atividades’. Também Mariana Alcoforado passou a ser designada por ‘Mary Al’, para apelar ao público mais jovem e poupar uma data de carateres”.

Inquérito Vai festejar o Carnaval? RODEIA MACHADO, 63 ANOS Presidente dos Bombeiros de Beja e pessoa que se vai mascarar de candidato a presidente da Câmara de Beja para ir treinando

MIGUEL GÓIS, 32 ANOS Vereador da Câmara de Beja e pessoa que veste um número abaixo do que devia

HUGO SERPENTINA E XAVIER BOMBINHA DE MAU CHEIRO, AMBOS COM 44 ANOS Foliões que gostam de se vestir de mulheres

É óbvio que vou festejar para demonstrar que se Beja não tem um Carnaval decente é por culpa do senhor presidente da câmara. O senhor Pulido Valente ainda não percebeu que Beja devia seguir a sua grande tradição de Carnaval que nunca teve e retomar os grandes desfiles que nunca realizou. Assim somos ultrapassados pelo Carnaval de Cuba ou de São João dos Caldeireiros. Chiça, que o homem tira-me do sério! Pronto, vou meter o comprimido debaixo da língua.

É claro que sim! A autarquia concede tolerância de ponto, tolerance of point, e, apesar de Beja não estar na linha da frente, front line, do Carnaval, por falta de dinheiro, falte of guite, vamos apostar num grande Carnaval para o ano que vem: com desfiles, samba, música, animação e mulheres bonitas, naked bitches. E magrinhas, não daquelas com as banhitas de fora, with the toucinhe on the outside.

Festejaremos como fazemos todos os anos. Já comprámos as meias de rede, as lantejoulas, uma saia que parece um cinto e um top dos ciganos. E arranjámos uma maquilhadora profissional: no ano passado estávamos tão bêbados que a nossa maquilhagem parecia reboco que tinha sido aplicado por um pedreiro invisual. Nós levamos isto muito a sério. Só é pena o frio, ainda não nos refizemos da pneumonia do ano passado.

Diario do Alentejo  

Ediçao N.º 1556

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you