Page 1

Diário

de PetróPolis

Site: www.diariodepetropolis.com.br

56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.833 - Sexta-feira, 29 de abril de 2011

INSS ajuíza 163 ações regressivas acidentárias

Voluntário é suspeito de desviar donativos Arquivo

O procurador Fabio Munhoz (foto) participou do ajuizamento coletivo, promovido pela AGU, de centenas de ações que viabilizam ao INSS o ressarcimento das despesas com as prestações sociais acidentárias, que foi realizado ontem. (Página 6)

Copom prevê novo aumento no preço da gasolina De acordo com avaliação das tendências de inflação, expressa na ata divulgada ontem pelo BC, a previsão é que a gasolina terá inflação de 2,2% este ano, mas não haverá aumento para o gás de botijão, ou gás de cozinha, como é mais conhecido. (Página 4)

Brasil terá excesso de mão de obra em 2011

(Página 6)

Cabral apoia Dilma na privatização de aeroportos (Página 6)

Nesta edição

Dora Kramer Página 3

O presidente da Cruz Vermelha em Petrópolis, Douglas Souza de Oliveira, disse que a imagem da instituição não pode ser afetada por um caso isolado

Cruz Vermelha não tinha conhecimento do furto Produtos doados às vítimas das chuvas no início do ano estavam sendo desviados por um homem que trabalhava como voluntário na Cruz Vermelha de Petrópolis. Ele está sendo acusado pelo crime de furto qualificado. A suspeita e de que tenham sido desviados, pelo menos, 1.800 litros de água mineral e 340 sabonetes e escovas de limpeza. O voluntário foi encaminhado para a 44ª Delegacia (Inhaúma), onde prestou depoimento. (Página 5)

Bens de fraudadora do INSS em Petrópolis começam a ser leiloados Fotos: Alan Alonso

Além da mansão leiloada na última quarta-feira, na Rua Alberto Torres, 221, Centro, a advogada Jorgina Maria de Freitas Fernandes, fraudadora do INSS, ainda possui em Petrópolis outros seis imóveis, segundo informações da Advocacia Geral da União – AGU. Juntos, os bens passam de R$ 1,7 milhão, valores defasados, já que foram avaliados em 2004. Dos imóveis, segundo dados da AGU, uma mansão na Avenida Ipiranga é a mais cara, valendo R$ 750 mil, preço avaliado na época, que será corrigido quando tal bem for a leilão, o que ainda não tem data para acontecer. (Página 5)

O imóvel na Rua Alberto Torres, no Centro, foi arrematado por R$ 930 mil. Outros seis no município também serão leiloados

Campanha contra a Dengue em Cascatinha Estudantes da Faculdade de Medicina de Petrópolis/ Fase e uma equipe de profissionais do Posto de Saúde do Nova Cascatinha (foto) promoveram ontem à tarde um mutirão de prevenção à dengue. O grupo encenou uma peça em uma casa na Vila Operária de Cascatinha,

onde 50 pessoas compareceram. Duas universitárias interpretaram o mosquito Aedes aegypti, para mostrar a gravidade da doença. A próxima ação da equipe do PSF do Nova Cascatinha e da FMP/Fase será na semana que vem também na região do Cascatinha. (Página 5)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Indexação

Ponto e Contraponto

 Delfim Netto

Antônio Cláudio Gomes

COMPASSO DE ESPERA

O Supremo Tribunal federal ficou de decidir ontem a questão das vagas de suplentes na Câmara dos Deputados, se devem ser preenchidas por substitutos do partido ou da coligação. Até o momento da conclusão desta coluna, a decisão ainda não tinha sido tomada, mas as implicações serão muitas na composição das bancadas. Depois as implicações irão se espelhando nas Assembléias Estaduais e nas Câmara Municipais. DAS RUAS PARA A ACADEMIA

A Academia Brasileira de Letras abriu ontem as portas para a arte das ruas, com palestra sobre grafitismo e apresentações de hip-hop e rap. BELEZA PURA

Está em cartaz, em alguns cinemas da cidade, um dos mais belos filmes de animação dos últimos tempos: Rio. Impossível melhor cenário urbano para locar. Vale levar a galera.

D

esde a Constituição de 1988, em que - gostem ou não alguns fundamentalistas - a sociedade brasileira revelou suas preferências sobre a forma com que desejava organizar-se, o Brasil tem feito imenso progresso civilizatório. Ele não só se deve a eventuais virtudes pessoais de seus governantes mas também, e de forma decisiva, ao aperfeiçoamento de nossas instituições. Temos uma nova presidente, Dilma Rousseff, tecnocrata moderna, gestora sofisticada, pragmática e com sensibilidade social, definição que, para alguns, pode soar como oxímoro. Ela tem que li-

dar com: 1º) As naturais dificuldades políticas que existem em todo Estado de Direito republicano e democrático e 2º) os condicionantes físicos (internos e externos) e humanos que limitam a continuação de um projeto de desenvolvimento com inclusão social de longo prazo que parece muito conveniente para o país. A verdade é que o Brasil livrou-se rapidamente da crise mundial de 20072009 e terminou 2010 em condições econômicas e financeiras razoáveis e progressos sociais visíveis, dentre os quais o “sentimento” de que aumentou a igualdade de oportunidades para todos os seus cidadãos. Após as trapalhadas financeiras do mundo desenvolvido, é difícil deixar de reconhecer que, a despeito de alguns pecados

VIDRADOS NA TELINHA

Hoje tem casamento real britânico na telinha. O glamour da realeza continua a provocar o fascínio do público e deve alcançar a maior audiência televisiva da história, segundo previsões de especialistas no tema. Inovando e em sintonia com os novos tempos, a princesa Kate não vai prometer obediência ao príncipe William, segundo o roteiro oficial da cerimônia. RESULTADO

O professor Carlos Levi venceu a eleição para a reitoria da UFRJ. O professor Godofredo de Oliveira Neto ficou em segundo lugar. O resultado ainda precisa ser confirmado pelo ministro da Educação, Fernando Haddad. NA REDE

O Twitter completou 5 anos e recebeu a visita da repórter do jornal El País, Cristina Pereda, que cobriu um dia de trabalho na sede da rede social de informação. DE VOLTA PRA MILITÂNCIA

Qual um ator que interpreta um personagem por muito tempo, o ex-presidente Lula admitiu: “ainda não desencarnei totalmente do meu mandato de presidente”. Não custa lembrar que Lula deixou a presidência na mais alta popularidade até hoje registrada de um presidente da República no Brasil. A afirmação foi dada durante o mais recente congresso da CUT. Na ocasião o ex-presidente qualificou o medo da volta da inflação como uma pseudo crise. AVE MIGRATÓRIA

Ontem circulava o rumor, a ser confirmado, de que o atacante Ganso acertou com o Milan e vai para a Itália em janeiro do ano que vem.

 Gastão Reis

F

HC, em artigo publicado na revista Interesse Nacional, faz uma reflexão abalizada sobre o estupor da oposição brasileira diante da terceira vitória petista na disputa presidencial. Não é texto para ser lido à vol d’oiseau. É denso e propositivo quanto aos rumos a seguir pela oposição, se quiser chegar lá em 2014. Como é usual, houve uma tentativa de simplificar o que foi dito na base de FHC é contra o povão e a favor da elite. O próprio Lula chegou mesmo a afirmar que era lamentável estudar tanto para acabar ficando contra o povão. Coisa típica de quem, por estudar tão pouco, pensa que o Brasil começou com ele em 2003. Essa falta de estudo também explica por que a política externa de Lula foi tão pífia, justamente quando resolveu alçar voo solo, deixando de lado a cartilha de FHC que sempre seguiu à risca, sem jamais reconhecer, para obter sucesso e popularidade.

DA ACADEMIA PARA AS RUAS

A Academia Equilibrium do Valparaíso realiza amanhã um dia de lazer aberto ao público em geral. De lá sairá uma meia maratona, passando pelo Quitandinha e pelo Bingen.

ASPAS

Gentileza gera gentileza.

(Profeta Gentileza, saudosa figura folclórica do Rio) Contatos com a coluna: antoniocgomes@hotmail.com e no Twitter: @AntonioClaudio7

para o qual a presidente tem chamado atenção é que a melhor contribuição que o governo pode dar para ajudar a resolver essas questões é cumprir a proposta de reduzir a taxa de crescimento das despesas de custeio e melhorar a qualidade da gestão pública. Se tal programa for cumprido, dará apoio não desprezível à política monetária. Vai doer executá-lo, mas ele é necessário e devemos apoiá-lo. Talvez a medida mais eficiente para combater a inflação seja complementar o esforço fiscal com a eliminação do resíduo de indexação que sobrou do Plano Real. Isso exige um duro trabalho de convencimento da sociedade para dar conforto ao Congresso na sua aprovação.  Ex-Ministro da Fazenda

Esperteza, mais que inteligência, é a marca registrada de Lula. Há que se reconhecer, entretanto, que ele foi duas vezes maior que o PT para, alçado ao poder, não implementar uma política econômica “original” já tantas vezes tentada pelas esquerdas latinoamericanas com resultados desastrosos, a velha voodoo economics cansada de guerras perdidas. Espertamente, ele soube construir sobre as sólidas bases estabelecidas nos 8 anos de FHC. Conseguiu se fazer passar como inventor da roda. Em boa medida, pela incapacidade de a oposição bater duro no triste episódio do mensalão, agora reconhecido como fato jurídico punível pela nossa tardia justiça, e também por ter sido incapaz de trombetear suas conquistas, apropriadas indebitamente pelo PT sob o comando de seu marqueteiro-mor. Um breve retrospecto deixará claro a falta de visão do PT. Em 2003, uma pergunta feita ao Deputado João Paulo, então recém-eleito presidente da Câmara Federal, sobre o porquê de o PT ter votado

sistematicamente contra as reformas tributária e previdenciária, foi respondida na base de que, na época, “não estávamos disputando as reformas, mas o poder”. Quer dizer: o país que aguardasse, pois os interesses do PT vinham em primeiro lugar. Apesar de ter compartilhado dessa visão estreita por muitos anos, Lula se deu conta, por vol-ta de 2002/2003, que iria dar com os burros n’água se seguisse nessa direção. Bom lembrar que, enquanto estava na oposição, Lula e o PT foram contra o Plano Real, contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, contra as privatizações, enfim contra tudo que colocou o país novamente nos eixos. Quando ele, mais que os quadros do PT, viu que a coisa funcionou, foi rápido e rasteiro em tirar uma fotocópia da política econômica tucana e mantê-la no mesmo rumo, assim com aquela sem cerimônia de quem simula marotamente ter inventado a pólvora. Não é preciso relembrar os inúmeros benefícios que o Plano Real trouxe ao país, mas merecem registro em separado

os temas da privatização e o binômio elite-povão. Quanto às privatizações, é preciso não ter uma visão ingênua. O expresidente da EMBRAER Maurício Botelho, em palestra na FIRJAN, afirmou que sem o capital estatal a empresa jamais teria se constituído, mas, se não tivesse sido privatizada depois, não teria obtido o êxito fenomenal posterior, hoje reconhecido internacionalmente. O mesmo fenômeno se deu com a Vale do Rio Doce. Os últimos 10 anos sob o comando de Roger Agnelli foram excepcionais a ponto de sua gestão ser comparada a de Jack Welch na GE. O governo nunca coletou tributos em valores tão expressivos. Muito, muito acima do que a Vale repassava em dividendos no passado quando era estatal. O triste prêmio que recebeu foi seu afastamento, coisa que Lula ensaiou, mas não concretizou. Teria sido o alter ego de FHC a lhe recomendar bom senso?  Empresário e economista e-mail: gastaoreis@smart30.com site: www.smart30.com.br

Companheira fiel

O lixo plástico é um dos maiores poluentes dos oceanos, segundo a revista National Geographic. Portanto, a volta das garrafas e embalagens retornáveis é muito bem vinda, bem como a expansão da coleta seletiva do lixo nas cidades.

Depois do Papa Bento 16, chegou a vez das obras de Shakespeare receberem uma versão Magá. A Galera Record começa a coleção com Hamlet e Romeu e Julieta, com tradução do poeta Alexei Bueno e ilustrações de Sonia Leong e Emma Vieceli.

veniais, nossa situação fiscal não tem a dramaticidade que querem atribuirlhe alguns analistas engajados. Temos, sim, graves problemas a ser enfrentados: a desestabilização das expectativas inflacionárias, resultado de pressões internas e das altas dos preços internacionais das commodities; a teratológica taxa de juro real, produto dos antigos equívocos no financiamento da dívida interna; a supervalorização do real, consequência da própria desvalorização do dólar que estimula a especulação nos mercados de commodities. Isso sem falar no longo prazo (infraestrutura, previdência, gestão etc.) e na “praga” da indexação monetária legal, que está na hora de acabar. O ponto importante e

FHC, Lula e o povão (Parte 1)

CONSUMO CONSCIENTE

SER OU NÃO SER MAGÁ?

SEXTA-FEIRA, 29 DE ABRIL DE 2011

 Paiva Netto

A

Mestra Dor é a conselheira fiel a falar àqueles que dela souberem tirar a lição que a existência distraída não é capaz de oferecer porque não conhece. Eis, porém, que sempre surge no horizonte da amargura a mão estendida do Deus Divino, permanentemente disposto a levantar o caído que Lhe suplica socorro. Nessa

hora, a criatura encontra Seu Criador, se assim for vontade dela, consoante o livre-arbítrio inviolável. Matéria e Espírito interagem e a solução inalcançável se mostra factível para o que tem Fé Realizante. Por que Fé Realizante?! Porque não basta ter Fé. É preciso torná-la ato concreto que favoreça o indivíduo e o seu coletivo. A isto se chama Solidariedade. Muito a propósito, cabe aqui enriquecedora citação constante da abertura da

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

obra literária Da Liberdade Cristã, de Martinho Lutero (1483-1546), traduzido pelo professor Leônidas Boutin, com o apoio dos reverendos pastores Heinz Soboll e Richard Wengan, da Comuna Evangélica de Curitiba/PR, em 1958. Por oportuno, incluí-a numa das páginas de meu livro Reflexões da Alma, com o seguinte comentário: Um dos maiores questionamentos de boa parte daqueles que desejam a salvação espiritual é “O que mais agrada a Deus?”. O grande re-

IÁRIO DE PETRÓPOLIS 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

formador Martinho Lutero tem a resposta, citada pelo professor Leônidas Boutin: “ter Fé verdadeira e inabalável na Palavra de Deus, que está contida nas Sagradas Escrituras. E quem tem verdadeiramente Fé há de praticar Boas Obras, isto é, amará ao próximo, pois é impossível ter Fé sem praticar Boas Obras, que são, assim, decorrências naturais e inevitáveis dela”.  Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br www.boavontade.com

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER Conceito de ética

S

eria impreciso dizer que o Senado chegou ao fundo do poço quando decidiu constituir um Conselho de Ética ao arrepio do decoro indispensável à atividade parlamentar Isso porque o poço em que o Poder Legislativo resolveu já há algum tempo jogar sua credibilidade parece não ter fundo. Entra ano, sai ano, entra escândalo, sai escândalo, os acontecimentos bizarros não têm fim, medida nem limites. A presença de oito processados na Justiça entre os 15 titulares do conselho soa como uma contradição em termos. Agride à lógica da vida normal, mas está absolutamente de acordo com as regras do Congresso.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SEXTA-FEIRA, 29 DE ABRIL DE 2011

Mais: compõe perfeitamente o cenário da degradação. Todos os integrantes do conselho destinado a zelar pela ética na Casa são tão senadores quanto qualquer outro. A partir do momento em que seus pares não impuseram reparos a condutas julgadas no passado e os eleitores confiaram-lhes delegação, podem participar de todas as atividades sem restrição. A questão não é o que Renan Calheiros, que trocou a renúncia à presidência do Senado pela absolvição em processos por quebra de decoro, ou Gim Argello, investigado pela Polícia Federal e obrigado recentemente a renunciar à relatoria do Orçamento da União por suspeita de desvios na distribuição de emen-

das, estão fazendo no Conselho de Ética. A pergunta correta é o que esses e outros estão fazendo no Senado e o que o Senado faz consigo ao, entre outras façanhas, reconduzir à presidência da Casa José Sarney e seu manancial de escândalos, cuja mais recente leva data de dois anos atrás. Esse episódio do conselho ganhou repercussão, é tratado como um grande problema, mas é apenas parte do infortúnio que assola o Parlamento e, em boa medida, a sociedade que não exerce ela mesma o voto limpo enquanto não se institui de vez a obrigatoriedade legal da ficha limpa: a indiferença à ética, ao conjunto de valores que discipli-

nam o comportamento humano como atributo essencial à vida civilizada. Pública ou privada. Embora a completa ausência de pudor, ainda que em grau apenas suficiente para a manutenção das aparências em colegiado presumidamente ético, fira os espíritos mais sensíveis, não se configura uma novidade em face da revogação geral de quaisquer valores balizadores de condutas. Em ambiente onde um senador pode roubar um gravador - como fez Roberto Requião ao surrupiar o equipamento pertencente à rádio Bandeirantes e apagar do cartão de memória uma entrevista que não lhe interessava ver divulgada - e ainda assim ser defendido pelo presidente da Casa, não há poço que seja fundo o bastante para delimitar a fronteira entre a civilidade de fachada e a selvageria total. Terra arrasada - Aos arquitetos do PSD não falta ousadia para cogitar da possibilidade de atrair políticos aparentemente inamovíveis do DEM. O senador Demóstenes Torres já recebeu convite e, segundo consta, ficou de pensar. Ninguém

3

menos que o presidente do DEM, senador Agripino Maia, integra a lista das próximas investidas. Não se pode dizer que o plano do PSD seja deixar que os últimos dos moicanos apaguem a luz, porque a ideia é que não reste luz para ser apagada. Precedente - A decisão do Supremo Tribunal Federal em favor da posse de suplentes de deputados levando-se em conta o cálculo da coligação e não do partido, foi ao encontro do entendimento da Mesa da Câmara, que resolveu adotar esse critério mesmo antes da sentença do colegiado. Descumprindo, portanto, a decisão liminar que estava em vigor até então instruindo exatamente o oposto: que a posse dos suplentes deveria levar em conta o partido e não a coligação. A Câmara venceu no final, mas durante três meses ignorou o imperativo da obediência a determinações judiciais. Um desapreço mediante o qual o Poder Legislativo subtrai de si e das demais instituições relevância na sustentação do estado de direito.

CIDADE

Arruda na liderança depende de lei do idoso Ascom/Câmara

Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O vereador Márcio Arruda (PMDB) recebeu ontem formalmente o convite do prefeito Paulo Mustrangi para ser o líder do governo na Câmara. A resposta deve ser dada na próxima terça-feira (3), e provavelmente será aceita pelo vereador. Porém, para isso, o Mustrangi terá que acatar a condição dada por Arruda de enviar para a Câmara o projeto de lei que isenta os idosos da cobrança do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O peemedebista afirmou que já conversou com Mustrangi e com o secretário de governo, Wilson Franca, e eles teriam demonstrado disposição em atender ao pedido. Arruda não se conforma com o fato de a Justiça ter considerado em 2009 a lei do idoso inconstitucional. De autoria de Arruda, a lei foi aprovada pela Câmara em 2008 e previa que os idosos proprietários de um único imóvel e que o utilizassem para moradia não pagassem o imposto a partir de 2009. Para isso, era preciso requerer a vantagem

O vereador Márcio Arruda, em pronunciamento ontem na Câmara, afirmou que recebeu formalmente convite do prefeito para ser líder do governo

na Secretaria Municipal da Fazenda. O benefício valeria para idosos com mais de 60 anos e renda inferior a cinco salários mínimos. No fim de 2010, quando

retornou à Câmara após a cassação do ex-vereador Roberto Naval (PMDB), Arruda declarou que sua principal bandeira seria brigar pela lei do idoso. Ele admite, no entanto,

que o governo mude detalhes da matéria. “Ainda que ele faça pequenas correções, eu vou admitir, mas que venha para esta Casa”, disse.

Em pronunciamento na tribuna da Câmara, Arruda também cobrou que a Casa seja tratada “de igual para igual”, com os vereadores sendo atendidos pelos se-

cretários, para que ele possa aceitar o convite. “Eu não admito o vereador ir à secretaria e ficar esperando 45 minutos pelo secretário. O prefeito tem que ouvir mais o vereador, e não só o secretário, principalmente aquele que já está se posicionando para ser candidato a vereador. Isso é ruim para o vereador”, disse Arruda. Possível candidatura de Bernardo Rossi não é problema Arruda também afirmou que, mesmo como líder do governo, continuará como líder do PMDB. Além disso, alega ainda não se preocupa com a possibilidade de o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) ser candidato a deputado estadual em 2012 enquanto representa o governo do PT na Câmara. “Por enquanto, eu não me preocupo com isso. Até lá, muita coisa pode acontecer. Não sabemos ainda se o Bernardo realmente vai ser candidato, se o Congresso vai acabar com a reeleição para prefeito, governador e presidente, nem se eu vou continuar como líder do governo até 2012”, disse Arruda.

Deputados federais, estaduais Bernardo e Andrea Gouvêa iniciam e vereadores fazem audiência abaixo-assinado por obras na BR-040 Vinicius Henter

A Câmara realizará na próxima segunda-feira (2), às 15h, a audiência pública para debater as ações do poder público nas regiões atingidas pelas chuvas do dia 12 de janeiro. Participarão do evento deputados federais e estaduais, membros do governo estadual e da prefeitura e representantes do comércio e do turismo. A proposta é mostrar o que os governos municipal, estadual e federal já fizeram e o que ainda podem fazer pelos que foram prejudicados pela tragédia. As Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) da Câmara dos Deputados, da Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) e da Câmara Municipal de Petrópolis que investigam as causas das tragédias e o uso dos recursos federais pelas prefeituras dos municípios atingidos participarão do evento Para o presidente da Câmara, vereador Paulo Igor (PMDB), que presidirá a audiência, a ideia é manter “a

Casa do Vale do Cuiabá, em Itaipava, atingida pelas chuvas de janeiro

chama acesa”, assim como já declarou o bispo diocesano de Petrópolis, Dom Filippo Santoro. Paulo Igor argumenta que o assunto não pode cair no esquecimento. “Temos que manter o foco. Mostrar que a cidade já superou a tragédia, mas que precisa de muito apoio, de recursos para recuperar a região do Vale do Cuiabá e para divulgar a cidade, mostrar que Petrópolis está bem”, disse. Em relação aos pontos que serão debatidos, o presidente da Câmara aponta dois problemas básicos que Petrópolis ainda não superou: a moradia das pessoas que ficaram desa-

lojadas e desabrigadas, e o turismo, já que o comércio local ainda sofre as consequências das chuvas, mesmo quase quatro meses após o desastre. “Vai ser um momento em que as instituições vão colocar suas demandas. Será uma oportunidade para o governo colocar para a população quais serão os próximos passos”, disse. Já confirmaram presença os deputados federais Áureo Lídio (PRTB) e Fernando Jordão (PMDB), os deputados estaduais Comte Bittencourt (PPS), Janira Rocha (PSOL) e Luiz Paulo (PSDB), além do bispo Dom Filippo Santoro.

O deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) e a vereadora carioca Andrea Gouvêa Vieira (PSDB) encabeçam um abaixo-assinado na próxima semana para reivindicar que a Concer, concessionária que administra a rodovia BR-040 no trecho entre Rio de Janeiro e Juiz de Fora, faça melhorias urgentes na rodovia. A campanha vai ser lançada sextafeira (06) às 14h30, em frente ao Parque de Exposições, em Itaipava. Mas a coleta das assinaturas vai ser feita em vários pontos de Petrópolis e da Baixada nas próximas semanas. O documento será encaminhado à Concer, Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Câmara Federal, Ministério Público Federal e Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), onde, por iniciativa do deputado Bernardo Rossi, foi aberta uma comissão especial para rever o contrato da concessionária. “Só neste feriadão da Semana Santa passaram pelo trecho Rio-Petrópolis-Juiz de Fora 377 mil veículos. Considerando a tarifa básica de R$ 7,70, a arrecadação ficou em

torno de R$ 3 milhões. Ainda assim, não vemos melhorias na estrada, principalmente em segurança. Há 15 dias, um grave acidente na subida da serra com um caminhão com carga inflamável que tombou deixou a serra fechada por mais de 15 horas”, disse Rossi. O deputado acredita que entidades da sociedade civil organizada e representantivas da indústria e comércio vão se associar ao abaixo-assinado. “A BR-040 é a principal via de acesso aos mais de 300 mil turistas que chegam à cidade anualmente, é essencial para escoamento e chegada de mercadorias para as 277 indústrias da cidade, assim como influencia diretamente os mais de cinco mil pontos comerciais e de serviços existentes no município, os mais de 80 hotéis e pousadas e ainda os milhares de petropolitanos que se deslocam para o estudo ou trabalho todos os dias no Rio e Região Metropolitana”, completou. Há dois anos, tramita na Justiça ação movida contra a Concer e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) pela Câmara de Vereadores de Petrópolis. A ação

foi proposta quando Bernardo era presidente da Casa. A ação pede melhorias imediatas por parte da concessionária. A Justiça acolheu ação concedendo, em setembro de 2010, liminar obrigando a Concer a, em 30 dias, iniciar as realizações necessárias. A empresa, no entanto, recorreu de decisão. Hoje, a Câmara de Vereadores interpôs novo recurso. São 60 quilômetros que separaram Rio e Petrópolis e só neste trecho, ao longo de 2010, foram registrados 205 acidentes com caminhões, boa parte deles com gravidade. Andrea Gouvea Vieira, que mantém contato estreito com a cidade, assim como sua família, que tem casa de veraneio em Petrópolis desde a década de 60, tomou a iniciativa de engrossar o coro de descontentes com a situação da BR-040 depois de ouvir reclamações de comerciantes, hoteleiros e industriais da cidade. “É importante o apoio da Câmara do Rio nesta briga. Petrópolis e Rio mantêm negócios e interesses conjuntos sem falar na ligação com Minas, importantíssima”, disse.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

SExTa-fEIRa, 29 DE abRIL DE 2011

economia

Índice de reajuste do aluguel sobe com menos intensidade Marli Moreira/ABr

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), utilizado como base de cálculo para o reajuste dos valores do aluguel, subiu 0,45%, em abril, segundo levantamento do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), e ficou abaixo do índice registrado em março (0,62%). No acumulado do ano, o IGP-M registra 2,89%. Nos últimos doze meses, o índice chega a 10,60%. A maior contribuição para o decréscimo da taxa foi dada pelo setor atacadista como reflexo de variações em baixa de algumas commodities. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), um dos três subcomponentes do IGP-M, passou de 0,65% para 0,29% e foi puxada, principalmente, pelo índice de matérias-primas brutas (de 0,61% para -0,57%). O algodão em caroço teve queda (-3,96%) ante uma alta de 8,81% no mês anterior; a laranja (-13,65%) ante 5% e o café em grão registrou índice de 2,39%, variação menos intensa do que em março (11,58%). Essas oscilações ajudaram a neutralizar as elevações da soja (de -6,20% para -2,85%); suínos (de -9,73% para 7,89%) e cana-de-açúcar (de 1,25%

para 3,88%). O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) aumentou 0,78%, acima da taxa anterior (0,62%) com acréscimos em cinco dos sete grupos pesquisados. Desses grupos, a maior pressão inflacionária foi constatada em transportes (de 1,15% para 1,75%) como efeito dos reajustes da gasolina (de 0,89% para 4,32%) e do álcool combustível (de 6,73% para 13,45%). No grupo alimentação, a taxa passou de 0,69% para 0,87% com destaque para as carnes bovinas (de -2,47 para 0,08%); em vestuário, o índice passou de 0,78% para 1,02% sob influência dos calçados (de 0,07% para 1,20%); em saúde e cuidados pessoas (de 0,62% para 0,86%) como reflexo dos medicamentos (de 0,33% para 1,56%) e no grupo educação, leitura e recreação o índice subiu de 0,18% para 0,39%, puxado pela passagem aérea (-9,28% para 2,64%). Nos demais grupos foram constatadas a seguintes variações: em habitação alta de 0,37% ante 0,47% e despesas diversas 0,45% ante 0,49%. O terceiro componente do IGP-M , o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), indicou avanço, passando de 0,44% para 0,75% , provocado pela mão de obra (de 0,27% para 1,16%).

BC decreta intervenção no Banco Morada, do Rio Stênio Ribeiro/ABr

O Banco Central (BC) decretou ontem intervenção no Banco Morada, com sede no Rio de Janeiro. Segundo a autoridade monetária, a medida foi tomada em decorrência do comprometimento patrimonial, do descumprimento de normas do Conselho Monetário Nacional (CMN) e do BC, além de os controladores da instituição não terem apresentado um plano de recuperação viável do banco. De acordo com o BC, o banco em liquidação é uma instituição financeira privada, de pequeno porte, autorizada a operar as carteiras comercial e de crédito, financiamento e investimento, com apenas uma agência na cidade do Rio de Janeiro. Em dezembro do ano passado, o Banco Morada detinha 0,01% dos ativos e

0,03% dos depósitos totais do sistema financeiro nacional (SFN). A instituição faz parte do grupo econômico Morada, controlado pela empresa Morada Investimentos (Misa), e detém participação direta ou indireta das empresas Morada Viagens e Turismo, Morada Informática e Serviços Técnicos e Morada Administração de Cartões de Crédito. O BC comunica que 32% dos depósitos à vista e a prazo têm cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC) e está tomando todas as providências para apurar as responsabilidades legais inerentes à supervisão do sistema financeiro. A apuração, de acordo com a nota do BC, “poderá levar à aplicação de medidas punitivas de caráter administrativo”, observadas as disposições legais.

Nível de incertezas na economia acima do usual Stênio Ribeiro/ABr

O cenário prospectivo para inflação não tem evoluído favoravelmente, e além disso, o ambiente econômico continua com nível de incertezas acima do usual. Por isso, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) identifica riscos para que se atinja um cenário em que a inflação retorne ao centro da meta, de 4,5% ao ano, até o final de 2012. Isso é o que consta na ata da reunião realizada pelo Copom na semana passada, divulgada ontem pelo BC, com justificativas para a elevação de 0,25 ponto percentual na taxa básica de juros (Selic), que passou de 11,75% para 12% ao ano. Nas três reuniões que o colegiado de diretores do BC fez neste ano, a Selic aumentou 1,25 ponto percentual, no total. A ata destaca que nos últimos seis meses a inflação tem sido “negativamente influenciada por choques de oferta” domésticos e externos, e afirma que a concentração atípica de reajustes de preços administrados (energia elétrica, transporte público, educação e outros) no primeiro trimestre do ano também pressionou a inflação. O comitê ressalta, no entanto, que

o comportamento desses itens “tende a ser relativamente benigno” mais para o final de 2011. O Copom manifesta preocupação com o descompasso entre as taxas de crescimento da demanda e da oferta, e destaca a importância das medidas adotadas nos últimos meses para reduzir o ritmo de expansão do crédito. Salienta, contudo, que ainda existe “influência ambígua” do cenário externo, em razão dos aumentos dos preços de commodities (matérias-primas com cotação internacional, como minerais e alimentos agropecuários) e seus efeitos sobre a inflação doméstica. A ata do Copom lembra que “a demanda doméstica se apresenta robusta”, devido ao crescimento da renda do trabalhador e da expansão do crédito. Além disso, impulsos fiscais e creditícios foram aplicados na economia nos últimos trimestres e ainda devem contribuir para a expansão da atividade. Para o comitê, todos esses fatores precisam ser devidamente acompanhados, e são determinantes para a implementação de ajustes das condições monetárias por “um período suficientemente prolongado” para garantir a convergência para a meta em 2012.

Copom prevê alta de 2,2% no preço da gasolina este ano

Fotos: Divulgação

Stênio Ribeiro/ABr

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) cedeu às evidências do mercado e previu que a gasolina terá inflação de 2,2% este ano, mas manteve a projeção de que não haverá aumento para o gás de botijão, ou gás de cozinha, como é mais conhecido. De acordo com avaliação das tendências de inflação, expressa na ata divulgada ontem pelo BC sobre a reunião que o Copom realizou na semana passada, o comitê manteve a perspectiva de reajustes acumulados de 2,9% para telefonia fixa e de 2,8% para eletricidade. O Copom reconhece também que no início do ano houve “concentração atípica” de reajustes de preços administrados por contrato ou monitorados (combustíveis, energia elétrica, educação, saúde, transporte público, saneamento e outros). Mas acredita que o comportamento desses preços tende a ser “relativamente benigno” no segundo semestre. O colegiado de diretores do BC estima que a inflação dos preços administrados deve encerrar 2011 em 4,3%, e não mais 4% como havia calculado na reunião realizada no início

Copom previu que a gasolina terá inflação de 2,2%, porém o gás de cozinha não terá aumento

de março, e elevou de 4,3% para 4,4% a expectativa para 2012. Esse conjunto de preços teve peso de 28,83% na composição do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de março, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Quanto às expectativas sobre o IPCA deste ano, o Copom cita o cenário de mercado, expresso na pesquisa semanal que a autoridade

monetária faz com analistas de instituições financeiras para consultar tendências sobre os principais indicadores da economia. De acordo com a pesquisa, que origina o boletim Focus, a projeção de inflação no levantamento feito às vésperas da reunião do Copom indicava o IPCA de 6,29% no ano. Essa perspectiva foi elevada para 6,34% na pesquisa seguinte, divulgada na última segunda-feira (25).

A ata do Copom não faz projeção de inflação. Cita apenas que a perspectiva elevouse em relação ao valor considerado na reunião anterior, e se encontra acima do valor central de 4,5%, meta fixada pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). O BC mantém, portanto, a expectativa apontada no Relatório Trimestral de Inflação, divulgado no final de março, que é de 5,6% para o IPCA deste ano.

A Receita Federal, em conjunto com a Polícia Federal e o Ministério Público Federal, realizou ontem a “Operação TRIPLO S”, com objetivo de desarticular uma quadrilha acusada de fraudar Declarações do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física - DIRPF para a obtenção de restituições indevidas. As investigações, iniciadas pelo setor de inteligência da Receita Federal, duraram cerca de seis meses e identificaram indícios de que um escritório de contabilidade, localizado na praça central de Duque de Caxias, agia como uma verdadeira fábrica de restituições fraudulentas. O escritório arregimentava interessados com promessas de restituições elevadas ou exclusão de contribuintes da “malha fina”. Os fraudadores informavam na declaração de seus clientes valores forjados com despesas dedutíveis que não ocorreram, obtendo, com essa prática, valores indevidos de restituições. Em troca recebiam um determinado valor, que variava em função do valor desta, quanto mais alta a restituição, maior era o percentual. No escritório trabalhavam cinco pessoas que, segundo as investigações, agiam em conluio na elaboração das declarações, desta forma,

estas pessoas são investigadas pelo crime de formação de quadrilha. Conforme levantamento da Receita Federal a quadrilha enviou quase 7mil declarações desde 2009. Somente no dia de ontem, com o prazo da entrega das declarações próximo do fim, o escritório teria enviado 111 DIRPF. A Receita informou que os diversos clientes do escritório serão chamados para serem fiscalizados e que os demais deverão ter suas declarações bloqueadas até que possam ser analisadas pelos Auditores Fiscais. Estes contribuintes deverão pagar os valores recebidos indevidamente com juros e multa de até 225% do valor devido e poderão responder criminalmente pelas fraudes, já que, como havia indícios de crime de quadrilha, as informações a respeito dos fraudadores e beneficiários foram encaminhadas ao Ministério Público, servindo de subsídios para o pedido de busca. A Receita intensificou o combate a este tipo de fraudes, em conjunto com a Polícia Federal e Ministério Público Federal. Outras operações similares estão em andamento. A Receita alerta aos contribuintes para tomarem cuidado na escolha do profissional que elaborará suas declarações,

pois o que, à primeira vista, pode parecer vantajoso, pode trazer sérios prejuízos. E continua, que o fato de terem passado pela malha fiscal não representa que esteja tudo correto com a sua declaração, situação que costuma ser alegada pelos contribuintes envolvidos nas fraudes quando são chamados a prestar informações. Na operação Conto do Vigário, deflagrada em 2008, um único contador enviou declarações de mais de 3.000 contribuintes em diversos anos. A fiscalização de parte deste grupo de contribuintes, que continua em andamento, já lançou mais R$45 milhões entre impostos devidos, multas e juros. Um único contribuinte foi autuado em quase R$ 200.000,00. Outro tipo de operação que está ocorrendo é a respeito do uso de recibos de profissionais da área de saúde (médicos, dentistas, fisioterapeutas, psicólogos etc). A Receita Federal identificou no final de 2010, quase uma centena de profissionais da 7ª Região Fiscal – Rio de Janeiro e Espírito Santo, que apresentam indícios de estarem fornecendo recibos sem a devida prestação do serviço. Vários contribuintes estão sendo chamados pela fiscalização para prestar es-

clarecimentos e trazerem os comprovantes das despesas. É intenção da Receita manter esta operação durante o ano inteiro e tentar acabar com esta prática. Em um dos casos investigados, pelas informações prestadas pelo próprio profissional aos fiscais – valor da consulta e sua duração – comparadas com os valores informados de pagamentos pelos contribuintes adquirentes dos recibos, seria necessário que o profissional trabalhasse 25 horas por dia em atendimento a seus clientes. Além disso, o profissional ainda é funcionário público, tendo que cumprir carga horária de oito horas diárias. Diversos contribuintes que utilizaram o citado profissional já foram fiscalizados pela Receita Federal, tendo sua quase totalidade declarado ter pagado 10% do valor do recibo para consegui-lo. Todos foram autuados e parcelaram suas dívidas com o fisco. A Receita encaminhará em breve representação ao Ministério Público Federal sobre as fraudes cometidas por este profissional, além de representá-lo ao respectivo Conselho e considerar inidôneo todos os recibos utilizados deste. O mesmo procedimento será adotado em relação aos outros se as suspeitas forem comprovadas.

Flávia Albuquerque/ABr

pela falta de fundos (27,8%). As dívidas com bancos tiveram crescimento de 11,8% e os títulos protestados apresentaram elevação de 9,1% ante fevereiro. De janeiro a março, o valor médio das dívidas com bancos foi de R$ 5.129,52, uma alta de 6,8% ante o mesmo período de 2010. Os títulos protestados tiveram um valor médio de R$ 1.687,86, com elevação de 8,4% sobre primeiro trimestre do ano passado. Os cheques sem fundos tiveram um valor médio de R$ 2.029,13, um crescimento de 2,7% na comparação com igual período de 2010.

Segundo os dados, a alta do trimestre está relacionada principalmente ao crescimento de 1,7% da inadimplência das micro e pequenas empresas. As médias registraram recuo de 3% e as grandes, de 1,7%. Na comparação com o mês anterior, as dívidas não pagas pelas micro e pequenas empresas cresceram 16,5% em relação a fevereiro. Os estabelecimentos desse porte foram os que apresentaram a maior elevação. A inadimplência das médias empresas cresceu 11,3%. No caso das grandes, a alta foi de 16%, na relação mensal. De acordo com os eco-

nomistas da Serasa Experian, o ciclo de elevação dos juros, a valorização do real, a lenta recuperação global e a inflação crescente estão mudando a estrutura de custos e a capacidade de pagamento das empresas. “Por outro lado, a atividade econômica ainda aquecida tem atenuado esses fatores, via expansão do consumo privado e seus reflexos positivos sobre a geração de caixa das empresas. Esse equilíbrio de forças levou a inadimplência das empresas a apresentar essa ligeira elevação de 1,5% no primeiro trimestre deste ano”, destaca o comunicado da empresa de consultoria.

Receita Federal desarticula quadrilha especializada em fraudes no IR

Inadimplência das empresas cresce 1,5% no primeiro trimestre

O total de dívidas vencidas e não pagas pelas empresas teve uma elevação de 1,5% no primeiro trimestre de 2011, na comparação com o mesmo período do ano passado, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas. Em março, no entanto, houve queda de 0,6% ante o mesmo mês de 2010. Com relação a fevereiro a inadimplência das empresas cresceu 16,3%. De acordo com a Serasa, a alta registrada na passagem de fevereiro para março é decorrente do aumento da quantidade de cheques devolvidos


SExTa-fEIRa, 29 DE abRIL DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

geral

Voluntário é acusado de desviar donativos da Cruz Vermelha Roberta Müller robertamuller@diariodepetropolis.com.br

Uma aluna da FMP/Fase se vestiu de mosquito da dengue

Alunos da FMP/Fase fazem mutirão contra dengue Edson Cunha

Uma equipe do PSF do Nova Cascatinha e acadêmicos de medicina, nutrição e enfermagem da Faculdade de Medicina de Petrópolis/Fase participaram ontem de um mutirão de prevenção à dengue. O grupo encenou uma minipeça teatral em uma casa na Vila Operária de Cascatinha. Cerca de 50 pessoas, entre moradores e universitários participaram da peça, inclusive com direito à presença do Aedes aegypti, mosquitos interpretados pelas alunas da FMP/Fase Camila Cordeiro Ferreira, de 23 anos e Kassia Apolinário Soares, de 20. “Nos sentimos rejeitadas, pois ninguém quer pegar dengue, mas as pessoas estão bem alertas sobre a doença”, disse sorrindo Camila. Durante meia hora, os universitários, orientados pela professora da FMP/Fase Adriana Papinotto e pela enfermeira Lívia de Oliveira Teixeira, mostraram aos participantes, em sua maioria idosos e crianças a importância da prevenção contra dengue. Bruno Andrade Silva, aluno da FMP/Fase explicou detalhadamente como a doença pode ser combatida. “As prevenções começam em casa. Se todos fizerem um pouquinho a situação tende a melhorar”, disse. Já a enfermeira Lívia de Oliveira Teixeira lembrou que a região de Cascatinha foi escolhida para atuação do grupo devido a grande quantidade de casos de dengue registrada na região. “Nosso objetivo principal é começar a discutir o assunto. Faremos palestras em pontos estratégicos para orientar a população”, prometeu. A próxima ação da equipe do PSF do Nova Cascatinha e da FMP/Fase será na semana que vem, também na região do Cascatinha. “O problema é real. Temos que montar estratégias para enfrentarmos o

problema”, definiu Lívia. Sintomas – Febre alta (39º a 40ºC), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjoos, vômitos, manchas vermelhas na pele e dor abdominal. Mosquito ativo - O Aedes aegypti é um mosquito que se encontra ativo e pica durante o dia, ao contrário do Anopheles, vector da malária, que tem atividade crepuscular tendo como vítima preferencial o homem. O seu controle é difícil, por ser muito versátil na escolha dos criadouros onde deposita seus ovos, que são extremamente resistentes, podendo sobreviver vários meses até que a chegada de água propicia a incubação. Uma vez imersos, os ovos desenvolvem-se rapidamente em larvas, que dão origem às pupas, das quais surge o adulto. Como em quase todos os outros mosquitos, somente as fêmeas se alimentam de sangue para a maturação de seus ovos; os machos se alimentam apenas substâncias vegetais e açucaradas. O Aedes aegypti está presente nas regiões tropicais de África e da América do Sul, chegando à Ilha da Madeira, em Portugal e ao estado da Flórida nos Estados Unidos da América. Nesta zona, o Aedes aegypti tem vindo a declinar, graças à competição com outra espécie do mesmo gênero, o Aedes albopictus. Este fato, porém, não trouxe boas notícias, uma vez que o A. albopictus é também um vetor da dengue, bem como de vários tipos de encefalite equina. Mas no Brasil, o único que transmite a Dengue é o A.aegypti. E a competição entre as duas espécies ocorre devido ao fato de a fêmea do A. aegypti se acasalar tanto com o macho de sua espécie, quanto com o macho do A. albopictus que é mais agressivo e, sendo de outra espécie, gera ovos inférteis, reduzindo assim a população de A. aegypti.

Frequência mínima é elevada para 80% no ensino básico O Senado aprovou, na última terça-feira (26), o projeto de lei de autoria do ex-senador Wilson Matos, que eleva a frequência mínima para aprovação dos alunos do ensino básico dos atuais 75% para 80%. O projeto foi aprovado pela Comissão de Educação do Senado Federal, em Brasília (DF). Segundo o texto, o controle de frequência fica a cargo da escola, conforme o disposto no seu regimento e nas normas do respectivo sistema de ensino, exigida a frequência mínima de oitenta por cento do total de horas letivas para aprovação. “Acredito que isso não irá mudar muita coisa, pois essa variação, de apenas 5%, é muito pequena. Além do que, sabemos que os alunos conseguem arrumar um atestado médico para justificar as faltas de uma forma bem simples” comentou Antônio Carlos Mussel, primeiro secretário do Sindicato dos Professores de Petrópolis.“Acredito que uma mudança na grade curricular e a valorização constante dos professores se-

jam as vias iniciais para que esse objetivo seja atingido”, afirmou Mussel. Jelcy Côrrea, diretor administrativo da Regional Pedagógica Serrana I, considera o aumento da frequência uma medida positiva, mas faz ressalvas. “Não acredito que a criação de uma lei seja o que vai resolver o problema, assim como não acho que melhorar a freqüência signifique necessariamente uma melhora de rendimento. Acho positivo, mas não fundamental”, considerou, justificando “O aluno, por exemplo, que faltar aulas todas as sextas-feiras, estaria dentro da frequência e provavelmente teria um desempenho horroroso nas matérias desse dia”, observou. O projeto será examinado ainda em turno suplementar - como anunciado durante a reunião pelo presidente da comissão, senador Roberto Requião (PMDB-PR) - por ter sido aprovado na forma de um substitutivo, uma vez que houve mudança no projeto original.

Um voluntário da Cruz Vermelha de Petrópolis está sendo acusado pelo crime de furto qualificado. Ele é suspeito de desviar, pelo menos, 1.800 litros de água mineral e 340 sabonetes e escovas de limpeza, que haviam sido doados às vítimas das chuvas do início do ano. O material foi encontrado na última quartafeira, escondido em uma casa em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. O acusado, que tem 32 anos e trabalhava na instituição há cerca de quatro meses – desde a tragédia no Vale do Cuiabá –, é suspeito de vender cada garrafa de água por R$ 0,50 a um homem no Rio de Janeiro, que revendia os produtos a estabelecimentos comerciais pelo dobro do preço. Este também está preso, pelo crime de receptação. Já J.V. não ficou preso porque o crime já havia saído do flagrante. Mesmo assim, policiais do Serviço Reservado (P2) do 26ª Batalhão (PM) o encontraram, na manhã de ontem, na sede da Cruz Vermelha, e o levaram para prestar depoimento na 105ª Delegacia (Retiro) sobre o caso. Logo depois, ele seguiu para a 44ª Delegacia (Inhaúma) onde começou a prestar novos esclarecimentos. Até o fechamento desta edição ele continuava sendo ouvido pelo titular da unidade, Emerson Franco Rocha, que disse que o caso havia tomado “proporções maiores” do que eles haviam imaginado e que não poderia adiantar detalhes da investigação. Até a noite de ontem era esperado que o pedido para a prisão do acusado fosse encaminhado ao fórum.

De acordo com a polícia, outras pessoas podem estar envolvidas no esquema de desvio de donativos. Um inquérito foi aberto e elas serão investigadas por inspetores das duas delegacias. Algumas já prestaram depoimento à 105ª Delegacia (Retiro) e foram liberadas. A suspeita é que a quantidade de material desviado seja muito maior do que a apreendida em São João do Meriti, já que o caso vem sendo investigado desde o dia 27 de janeiro deste ano, mas, até esta semana, a polícia ainda não tinha provas do crime. A investigação começou

após denúncias. Nesta quartafeira, a polícia prendeu um homem de 30 anos, suspeito de revender mercadorias doadas às vítimas das chuvas. Na casa dele, em São João de Meriti, foram encontrados as 2.190 garrafas de 1,5 litro de água e o material de higiene pessoal. Durante a prisão, o acusado teria contado aos policiais que comprava os produtos de um voluntário da Cruz Vermelha em Petrópolis; que seria J. A polícia ainda informou que, em depoimento, o homem disse que pagava R$ 0,50 por cada garrafa e revendia pelo dobro do preço a padarias e mercearias. Ele foi autuado

pelo crime de receptação e a pena pode variar de quatro a oito anos de prisão. Por causa destas declarações, o caso foi informado aos policiais de Petrópolis, que já vinham investigando voluntários da Cruz Vermelha. “Nosso setor de inteligência estava monitorando algumas pessoas, mas não tínhamos nada de concreto. Hoje (ontem) nossos agentes prenderam um homem. A princípio não podemos nos antecipar e falar sobre o envolvimento de outras pessoas no caso. Isso será apurado no decorrer do inquérito”, explicou o major da PM, Alexandro Raggio.

Validade de garrafas estava para vencer O advogado da Cruz Vermelha, Norbert Cohn, que acompanhou o depoimento de J. V. à 105ª Delegacia, negou que o material tivesse sido vendido ao homem preso em São João de Meriti. Ele explicou que foram apresentadas notas dos produtos ao homem, e que a doação foi feita porque ele teria se apresentado para voluntário da Cruz Vermelha como representante de uma associação de moradores em um bairro do Rio de Janeiro. “Ele (o acusado) falou que os produtos estavam para vencer e, por isso, estaria doando para essa associação, que fica na Pavuna. Essa é uma orientação do próprio presidente da Cruz Vermelha: doar os produtos que estiverem para vencer”, frisou, acrescentando que a Cruz Vermelha tinha o conhecimento da entrega do material à suposta associação. O presidente da Cruz Vermelha em Petrópolis, Douglas Souza de Oliveira, também prestou depoimento, ontem, à 105ª Delegacia. Na saída da sede policial ele confirmou que a instituição costumava doar produtos a associações no Rio de Janeiro. “A doação foi designada para aquela associação, mas o que saiu foi uma quantidade bem maior do que a determinada. Alguma coisa errada aconteceu nesse caminho que ainda não sabemos o que foi”, disse ele, que ainda lembrou que a imagem da Cruz Vermelha não pode ficar afetada já que

este foi um “caso isolado”. A polícia informou que o presidente vinha colaborando com as investigações desde janeiro. Para delegado as garrafas foram mesmo vendidas Já o delegado titular da 105ª Delegacia, Marcello Braga Maia, confirmou o que o advogado Norbert Cohn disse sobre a entrega de uma nota de doação, mas explicou que a quantidade do material registrado no documento está bem abaixo do que foi apreendido. Segundo ele, as investigações mostram que os produtos estavam mesmo sendo vendidos. “Muitos daqueles produtos não foram informados na nota de doação. Com as investigações checamos que a Cruz Vermelha não tem uma fiscalização eficiente do que está saindo da instituição. Já apuramos que esse material seria para venda”, explicou. J. V. entrou como voluntário da Cruz Vermelha em janeiro para auxiliar nos trabalhos de ajuda às vítimas das chuvas que atingiram a Região Serrana. Logo após, ele passou para o cargo de controle de saída de donativos, o que teria facilitado o desvio das mercadorias. “Se for denunciado por furto, ele pode pegar de dois a oito anos de prisão. E se for constatada a participação de, pelo menos, outras três pessoas no crime ele também poderá responder por formação de quadrilha”, completou.

Fraudadora do INSS ainda possui seis imóveis na cidade Fotos: Alan Alonso

Edson Cunha

Além da mansão leiloada anteontem na Rua Alberto Torres, 221, a advogada Jorgina Maria de Freitas Fernandes, fraudadora do INSS, ainda possui em Petrópolis outros seis imóveis, segundo informações da Advocacia Geral da União – AGU. Juntos, os bens passam de R$ 1,7 milhão, valores defasados, já que foram avaliados em 2004. Segundo relatório da AGU, a advogada Jorgina de Freitas, possui em Petrópolis dois sítios, Maquiné e Fagundes Novo; domínio de terra no Quarteirão Renânia inferior; um prédio na Rua Rockfeller, no Valparaíso; um terreno na Rua Colômbia no Quitandinha; uma mansão na Avenida Ipiranga; e um apartamento na Rua Senador Salgado Filho. Dos imóveis, segundo dados da AGU, a mansão na Avenida Ipiranga é a mais cara, valendo R$ 750 mil, preço avaliado em 2004, que será corrigido quando tal bem for a leilão, o que ainda não tem data para acontecer. A mansão da Avenida Ipiranga está cercada por mato alto, mas o possível abandono não tira a beleza da casa, instalada em uma das ruas mais importantes do Centro Histórico. Primeiro leilão na quarta-feira Na última quarta-feira,

Casa da Rua Alberto Torres foi leiloada na última quarta-feira

o Tribunal de Justiça do Rio arrecadou R$ 1,81 milhão, com o leilão de seis imóveis da advogada Jorgina Maria de Freitas Fernandes, adquiridos com o produto das fraudes contra o Instituto Nacional de Seguro Social - INSS. O leilão foi realizado no térreo do Fórum Central pela leiloeira pública Norma Maria Machado, da Machado Leilões, por determinação do presidente do TJRJ, desembargador Manoel Alberto Rebêlo dos Santos. Segundo a leiloeira, as propriedades estão livres de dívidas e impostos. Essa foi a segunda tentativa de venda dos imóveis. Na primeira, realizada no dia 13 de abril, o leilão não atraiu compradores, uma vez que as propriedades foram oferecidas pelo preço de avaliação, totalizando R$

1,96 milhão. Nessa segunda praça, os lances começaram a partir de 60% do valor dos imóveis. A propriedade mais valiosa, um casarão em Petrópolis, na Rua Alberto Torres, Centro, foi arrematado por R$ 930 mil. Tombada pelo Patrimônio Histórico de Petrópolis, a casa, juntamente com o terreno, soma uma área de mais de 13 mil metros quadrados. Segundo a leiloeira, o Instituto Estadual de Patrimônio Cultural (Inepac) autoriza apenas a reforma interna. A área externa deverá ser preservada. terrenos em Várias Partes do estado Três terrenos, com uma área de 680 metros quadrados cada, no Loteamento Baía

Blanca, situado na Enseada Azul, no Município de Armação dos Búzios, na Região dos Lagos do Rio, foram vendidos por R$ 165 mil, R$ 167 mil e 168 mil para um mesmo comprador. Outro terreno, no mesmo loteamento, com uma área de 416 metros quadrados, foi arrematado por R$ 240 mil; e o último imóvel, vendido por R$ 140 mil, foi um terreno de 800 metros quadrados, no mesmo loteamento. A advogada Jorgina de Freitas foi condenada pelo TJ do Rio a 14 anos de prisão, em regime inicialmente fechado, em julho de 1992. A pena também incluiu a perda do produto do crime e 360 diasmulta, correspondente a cinco salários mínimos. Ela ficou foragida até 1997, quando foi encontrada na Costa Rica e extraditada no ano seguinte para o Brasil. A advogada foi presa em fevereiro de 1998. Em junho de 2010, sentença declarou extinta a pena privativa de liberdade da ré pelo seu integral cumprimento, sendo o alvará de soltura expedido no mesmo mês. De acordo com os autos, a fraudadora adquiriu cerca de 60 imóveis em Curitiba (PR), Matias Barbosa (MG), Búzios, Rio das Ostras, Cabo Frio, Nova Iguaçu, Petrópolis e Volta Redonda. Na capital, há apartamentos no Leblon, terrenos na Barra da Tijuca e demais imóveis em Jacarepaguá, Andaraí e na Rua Uruguaiana, no centro da cidade. Os demais imóveis serão leiloados em lotes, após reavaliação.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SEXTA-FEIRA, 29 DE ABRIL DE 2011

ECONOMIA Saúde lança consulta pública para padronização tecnológica do Cartão Nacional de Saúde Objetivo é fixar padrões técnicos e de conteúdo, comunicação, segurança e privacidade sobre as informações dos usuários do Sistema Único de Saúde Está aberta até 18 de maio a consulta pública sobre minuta de portaria que regulamenta o uso de padrões tecnológicos para os sistemas de informação do Sistema Único de Saúde (SUS). O objetivo é reunir sugestões para a construção de mecanismos que permitam o intercâmbio automatizado das informações dos sistemas nacionais, estaduais e municipais de saúde que vão integrar o Sistema Cartão Nacional de Saúde. Dentre os objetivos da portaria está o de fixar um conjunto de especificações técnicas e de conteúdo, comunicação, segurança e privacidade. Esses padrões serão utilizados na troca de informações sobre a saúde dos usuários do SUS, por meio dos sistemas de saúde estaduais, municipais e nacionais - públicos ou privados. A portaria com a padronização tecnológica deverá ser publicada em até 30 dias após o fim da consulta pública. Para contribuir, o usuário precisa se cadastrar no site do Ministério da Saúde, informando e-mail

Brasil terá excesso de mão de obra qualificada em 2011 Vinicius Konchinski/ABr

e telefone. O documento também estabelecerá regras para o desenvolvimento de uma linguagem comum entre os formatos e esquemas de codificação dos dados, além de estruturar as informações referentes à identificação dos usuários do SUS, bem como dos profissionais e dos estabelecimentos de saúde responsáveis pelo atendimento da população. Para o secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério, Odorico Monteiro (foto), a consulta pública é uma oportunidade para que a sociedade contribua para a implantação do Cartão Nacional de Saúde. “A padronização permitirá a construção de uma base nacional de identificação dos usuários, atribuindo um número único do SUS, válido em todo o território nacional. Com isso, vamos melhorar a gestão do SUS e contribuir para o aumento da eficiência no atendimento direto ao usuário”.

O Brasil terá neste ano excesso de mão de obra qualificada, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Um estudo divulgado ontem pelo órgão aponta que mais de 1 milhão de trabalhadores com experiência e qualificação profissional permanecerão desempregados no país, mesmo com o incremento dos postos de trabalho durante o ano. O estudo prevê que, em 2011, a economia brasileira gere 1,7 milhão de empregos. Mais 19,3 milhões de contra-

tações devem ser feitas em razão da rotatividade no mercado de trabalho. Isso totaliza a contratação estimada de 21 milhões de trabalhadores. Segundo o Ipea, porém, o Brasil terá ao final do ano 22 milhões de trabalhadores qualificados. Nesta conta, entram os que perderam o emprego por causa da rotatividade (19,3 milhões), os cerca de 2 milhões de desempregados qualificados, mais os 762 mil trabalhadores que entram no mercado já com qualificação e experiência profissional. Descontada a demanda por mão de obra da quantidade

de trabalhadores qualificados, o levantamento estima um excesso de mais de 1 milhão de trabalhadores. “Quando se contrasta a demanda potencial de mão de obra com a oferta disponível de trabalhadores qualificados e com experiência profissional conclui-se que poderá haver um excesso de mais de 1 milhão de trabalhadores”, informa o estudo. Esse excesso, entretanto, não é distribuído igualmente entre os estados do país nem entre os setores da economia. De acordo com o Ipea, em algumas atividades de alguns estados faltarão trabalhado-

res qualificados para atender à demanda de mão de obra deste ano. No Maranhão, por exemplo, considerando-se a demanda de todos os setores econômicos, faltarão 1,9 mil trabalhadores com qualificação. Já em São Paulo, apesar do excesso geral de 203 mil qualificados, é estimada a escassez de trabalhadores em algumas atividades. Só a indústria paulista terá um déficit de 33,2 mil trabalhadores. Já o setor de comércio e reparação, um déficit de 28,9 mil e a administração pública, de 3,4 mil.

Cabral: “Privatização de aeroportos dará novo padrão de mobilidade aérea ao Brasil”

Fotos: Divulgação

Guedes de Freitas

Governador elogiou decisão da presidenta Dilma de privatizar Confins, Cumbica, Viracopos, Brasília e Galeão O governador Sérgio Cabral disse ontem, ao chegar na solenidade de abertura do Fórum Mundial no Rio, que ficou muito feliz com a decisão da presidente Dilma Rousseff de privatizar os aeroportos de Viracopos (Campinas), Brasília, Confins (Belo Horizonte), Galeão e Cumbica (Guarulhos). - Estou muito esperançoso e feliz com a decisão da presidente Dilma. Isso vai dar ao Brasil um novo padrão de mobilidade aérea que ele precisa. Nossos aeroportos não estão à altura da dimensão do Brasil. Com a decisão de fazer a concessão dos aeroportos de Viracopos, Guarulhos, Confins, Galeão e Brasília, temos aí mais de 60% do PIB brasileiro. É uma decisão muito bem-vinda. Espero que não percamos muito tempo e que, em breve, este modelo de concessão vá para as ruas. A informação que eu tenho é de que há interesse de grandes operadores de aeroportos internacionais, que, com certeza, se associarão a companhias construtoras nacionais e internacionais e aos conglomerados financeiros – afirmou o governador. Ao lado do vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, Cabral participou, em um hotel da Zona Sul do Rio, da abertura do Fórum Econômico Mundial da América Latina (World Economic Forum on Latin America 2011), que tem como tema O papel da América Latina no Sistema de Governança Global. O encontro, que

Governador Sérgio Cabral apoiou a decisão da presidente Dilma Rousseff em privatizar aeroportos

reúne hoje, no mesmo local, mais de 500 líderes globais e regionais, entre autoridades do setor público, empresarial e instituições da sociedade, vai discutir os rumos da economia regional na próxima década. A presidenta Dilma Rousseff participa amanhã de uma sessão especial do fórum. Sob o lema Construindo a Plataforma para uma Década Latino-Americana, o evento será presidido pelo fundador e diretor executivo do Fórum, Klaus Schawb, e contará com a participação de dirigentes políticos e autoridades nas áreas econômicas e sociais de mais de 40 países. Neste ano, o fórum econômico discutirá os próximos caminhos que os países da América Latina devem trilhar para garantir maior competitividade no cenário internacional e contribuir para aperfeiçoar o sistema financeiro e servir de atrativo para investimentos a longo prazo. O fantasma da crise mundial ofuscou as últimas duas

edições do fórum regional. A de 2009, também realizada no Rio, tinha como objetivo principal exatamente buscar saídas para o abalo financeiro. A escolha do Brasil para sediar o encontro levou em conta a boa situação da economia brasileira diante do cataclisma financeiro internacional e as boas propostas do país para o enfrentamento da crise mundial. A opção de organizar outro encontro no país, segundo os organizadores do Fórum, é porque o Brasil manteve a sua linha de crescimento econômico e social e porque pode atuar como catalisador do crescimento para toda a região. Os co-presidentes do evento são Frederico Fleury Curado, presidente da Embraer, Luis Moreno, presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Orit Gadiesh, presidente da Bain & Company (EUA), Vikram Pandit, CEO do Citibank (EUA), e Martin Sorrell, CEO da WPP (Inglaterra). Além de Cabral e de

ministros do governo Dilma Rousseff, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, o presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), Luciano Coutinho, e o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, atualmente dirigente da Autoridade Olímpica, estarão presentes. Dos convidados internacionais, estão confirmados o presidente da República Dominicana, Leonel Fernández, o primeiro-ministro de Trinidad e Tobago, Kamla PersadBissessar, o primeiro-ministro de Barbados, Freundel Stuart, o ministro de Planejamento e Coordenação do Chile, Felipe Kast Sommerhoff, o secretário da Economia do México, Bruno Ferrari Garcia de Alba, o ministro de Tecnologia de Informação e Comunicações da Colômbia, Diego Molano Veja, o secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), José Miguel Insulza, e o ministro de Estado e Comércio e Indústria da Índia, Jyotiraditya Scindia.

regressivas – estimadas em R$ 33 milhões – em todo o país. Esse número representa mais de 53% do total de 384 ações regressivas ajuizadas em favor do INSS no ano passado. Em 2009, esse índice chegou a 488 processos, dos quais 341 foram protocolados no Dia Nacional de Combate aos Acidentes de Trabalho. Essas 341 ações possuem expectativa de ressarcimento superior a R$ 55 milhões. Desde a inserção das ações regressivas na Lei de Benefícios da Previdência Social (Lei nº 8.213/91) até hoje, o Instituto moveu um total de 1.443 ações regressivas acidentárias. A expectativa de ressarcimento é superior a R$ 239 milhões. Parte de uma política pública de prevenção de acidentes instituída no Brasil, sobretudo a partir do ano de 2008, as ações regressivas

pretendem viabilizar a responsabilização de empregadores que descumprem a legislação, além da adoção de medidas preventivas que promovam a redução do número de acidentes de trabalho no país. De acordo com a chefe da Divisão de Gerenciamento de Ações Prioritárias da PGF, Roberta Negrão, além do ressarcimento financeiro, as ações regressivas representam importante instrumento econômico-social de combate aos acidentes de trabalho. Segundo ela, as condenações obtidas nessas ações contribuem para a criação de uma consciência preventiva no setor empresarial e na consequente redução do número de acidentes ocupacionais. “As ações regressivas são mais um elemento de uma política que fortalece o sistema de proteção do trabalho”, destaca. O INSS possui, em termo de

ações regressivas acidentárias, percentual de vitórias judiciais superior a 90%. Para o ajuizamento coletivo desta quinta-feira (28), as unidades de cobrança da PGF realizaram um trabalho estratégico de gestão de modo a priorizar a análise de casos de acidentes graves – que tenham causado incapacidade permanente – ou fatais. A iniciativa conta com a parceria de órgãos como o Ministério Público e a Justiça do Trabalho, além da colaboração efetiva do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), responsável pela fiscalização periódica nas empresas brasileiras e pela confecção de laudos técnicos de acidentes de trabalho. Esses laudos foram utilizados como elemento comprobatório em grande parte das ações regressivas movidas no Brasil nos últimos anos.

Segurança no Trabalho: INSS ajuíza 163 ações regressivas Da Redação

Pelo terceiro ano consecutivo, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), por meio da Procuradoria Geral Federal (PFG), realizou ontem – Dia Nacional de Combate aos Acidentes de Trabalho – o ajuizamento coletivo de dezenas de ações regressivas acidentárias. Só nesta data foram protocoladas 163 ações nas unidades da PGF de todo o país, com expectativa de ressarcimento de R$ 38 milhões. As ações regressivas são movidas contra empresas e buscam ressarcir os cofres públicos por valores pagos a segurados em razão de acidentes ocorridos por descumprimento às normas de saúde segurança do trabalho. Só no dia 28 de abril de 2010, a PGF promoveu o ajuizamento coletivo de 206 ações


SExTa-fEIRa, 29 DE abRIL DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

cidade

Vários shows na última semana do Petrópolis Rural

Defesa Civil coíbe retorno de moradores para imóvel condenado A Prefeitura de Petrópolis vem atuando para coibir ocupações irregulares no município, e a demolição de imóveis em áreas de risco está entre as ações que vêm sendo realizadas pelo poder público municipal. Na quinta-feira, dia 21, a Defesa Civil demoliu um imóvel interditado desde 2006, no bairro Quitandinha após denúncias de que os moradores, assistidos pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac) por meio do aluguel social, estariam retornando ao local. De acordo com dados da Defesa Civil, mais de 200 imóveis comprometidos estruturalmente, em área de preservação ou de risco já foram demolidos desde 2009. A Defesa Civil afirma ainda que as ocupações irregulares em áreas de risco devem ser demolidas, assim que

os imóveis forem interditados e as famílias forem removidas para locais seguro. A medida vem sendo tomada para evitar que outras famílias passem a habitar o local já condenado, colocando a vida em risco. “Estamos trabalhando em parceria com a Setrac e Comdep para que assim que os moradores de áreas de risco forem realocados em locais seguros, o imóvel seja imediatamente demolido. Este trabalho em parceria só ajuda a coibir mais construções em áreas de risco e a evitar tragédias naturais como deslizamentos e outros”, explicou o coordenador da Defesa Civil de Petrópolis, coronel Francisco de Paula. A Defesa Civil lembra que funciona 24 horas com equipes para atender a todos os chamados da população. As solicitações de atendimento podem ser feitas pelo telefone 199.

O III Petrópolis Rural está chegando ao fim. A última prova de animais de grande porte será realizada hoje durante a XVI Expo Estadual de Cavalo Magalarga Marchador do Rio de Janeiro. Os animais de pequeno e médio porte continuarão até o dia 1º de maio, no Parque Municipal de Petrópolis, em Itapava. A exposição está reunindo 200 cavalos da raça Mangalarga Marchador, que chama a atenção pelo andar macio. Haverá provas e julgamentos dos animais. Pela primeira vez o Petrópolis Rural conta com minibúfalos, minivacas e ovelhas dorper, raça oriunda da África do Sul. Adultos e crianças vão poder se divertir ainda no Parque de Diversão Play City, que ficará instalado no Parque Municipal de Itaipava durante o Petrópolis Rural, até o dia 1º de maio. O horário de funcionamento diário é das 15h às 21h. Shows dias 29 e 30 de abril A Banda MM do Forró se apresentará durante o III Petrópolis Rural hoje, às 20 horas. A programação de amanhã foi incrementada com três shows. A dupla sertaneja João & Jean será a primeira a se apresentar. O show será às 16h, com composições próprias como “Não sou linha telefônica”

A dupla sertaneja João & Jean será a primeira a se apresentar na programação deste sábado

e “Pagando paixão”. A dupla também interpretará os sucessos de Jorge & Mateus, Luan Santana e Victor & Léo. A banda Jompz é a atração das 18h, que vai agitar a noite com muito pop e rock e um som com influência do Ls Jack, Lulu Santos, Jota Quest, Maroon 5, Barão Vermelho, U2, John Mayer. A banda é formada por Rafa

Jompz (voz e guitarra), Lucas Baffi (bateria) e Bruno Chiozzo (baixo) e já está com data marcada para o lançamento do CD em junho de 2011. Já às 20h, será a apresentação da orquestra Pássaro de Prata, tradicional na cidade. Programação: Até 29/04 – sexta-feira

- 8h às 18h - XVI Expo Estadual de Cavalo Magalarga Marchador do Rio de Janeiro 29/04 - sexta-feira 20h – Show com Banda MM do Forró 30/04 – sábado 16h – João & Jean 18h – Jompz 20h - Orquestra Pássaro de Prata

LiGUe JÁ ÁGUa MiNeRaL

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão)

eNTReGaS eM Rua Fonseca Ramos, 150

Entrega em domicílios

(24) 2231-0587

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

2237-1235

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

dOMicÍLiO e eMPReSaS QUaLidade e RaPideZ


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SExTa-fEIRa, 29 DE abRIL DE 2011

geral ASCOM/PMP

Glória Kalil alerta sobre a importância da modernização “Se não houver originalidade haverá apenas uma guerra de preços”

Creches do município estão sendo avaliadas pelos pais Os pais e responsáveis das crianças matriculadas nos Centros de Educação Infantil (CEI) do município estão tendo, pela primeira vez, a oportunidade de avaliar, a pedido da Secretaria Municipal de Educação, o atendimento realizado nas creches da rede municipal de ensino. O secretário de Educação, William Campos, começou essa semana a realizar reuniões nos CEIs com os pais dos alunos. O CEI André Rebouças, localizado no São Sebastião, foi o primeiro contemplado. A reunião contou com a participação de mais de 70 pais e responsáveis que responderam ao questionário elaborado pela Secretaria de Educação a partir de quatro medições – ótimo, bom, regular e ruim. O formulário permite

ainda dar sugestões e fazer críticas e observações sobre o trabalho dos profissionais, a estrutura, os equipamentos, o material didático, a merenda escolar e os outros aspectos. “É você, pai, mãe, avô, responsável que vai avaliar. Esse vai ser o nosso termômetro porque você sabe quando seu filho chega feliz em casa ou quando não está satisfeito com a creche. É importante que vocês respondam para que possamos saber o que podemos melhorar, onde está bom, mas também onde estão as falhas para que possamos corrigir”, declarou o secretário de Educação, William Campos. Durante a reunião, ainda foi entregue um calendário personalizado para que os pais acompanhem toda a programação do ano letivo.

AVISOS E EDITAIS MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, nos municípios de Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto nas seguintes localidades: s 02/05/2011, das 08:30h às 13:00h, Petrópolis - Quissamã: Próximo da Rua Quissamã nº 2136 - Vila São José nº 56A e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Retiro, Rua Hermogênio Silva do nº 250 ao nº 450 e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Bela Vista: Rua Alberto Pulling e adjacências. Cliente Especial: Águas do Imperador S/A. Das 08:30h às 12:00h, Rio da Cidade: Parte da Estrada do Contorno Km 62 e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Itaipava: Rua Paulo Roberto de Oliveira - Sítio Queluz e adjacências. Cliente Especial: Kenji Marqueskikuchi. Das 14:30h às 16:30h, Nogueira, Próximo das Ruas Fortaleza nº 166, Eugênio Werneck nº 78, Guaporé, São Paulo nº 521, Avenida São Paulo quadra 11 lote 111 e adjacências. Das 09:00h às 12:30h, São José do Vale do Rio Preto - Roçadinho: Próximo da Estrada São Lourenço e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

A consultora de moda Glória Kalil apresentou, na última quarta-feira (27/04), no Theatro Dom Pedro, uma palestra sobre os Rumos da Moda. No encontro, Glória mostrou um panorama do mundo dos negócios alertando sobre a importância da modernização do setor têxtil para atender às novas necessidades do consumidor, que está mais exigente a cada dia. A palestra marcou o primeiro dia da Feira Costure Melhor, promovida em comemoração aos 25 anos da Kappaun’s, empresa que apresenta solução para confecções. Famosa por seus comentários pertinentes em programas de TVs, blogs e jornais, Glória é autora dos livros “Chic”, “Chic Homem”, “Alô Chics” e “Chiquérrimo: Moda e Etiqueda em Novo Regime”, que ultrapassaram a marca de 200 mil exemplares vendidos. Em coletiva realizada na Saison Spa, em Itaipava, Glória ressaltou que ficou surpresa com o peso que a moda tem em Petrópolis e da diversidade que a cidade possui e ressaltou os benefícios que Petrópolis possui em ter uma faculdade de moda. Já que os novos profissionais renovam e movimentam o setor. A palestra ministrada pela consultora abordou três aspectos importantes do mercado da moda: o consumidor, a indústria e o comércio. Para ela, as

Consultora de moda Glória Kalil acha importante modernizar o setor têxtil

últimas décadas foram responsáveis por uma grande mudança no perfil do consumidor, o que tem exigido a atualização dos demais elos do mercado. “O cliente dos anos 80 aguardava a orientação do comércio para saber da moda. Hoje, esse consumidor é muito informado e informatizado, por isso se tornou mais exigente. A palavra estilo tem mais importância, hoje, que a moda. Moda é oferta e estilo é escolha”, disse. Segundo a consultora, o consumidor busca na moda uma nova maneira para se expressar, a roupa precisa com-

binar com a sua personalidade. “Os consumidores querem mostrar sua individualidade e ainda exigem preço, serviço e qualidade”, alertou. Para atender a tantas exigências dos consumidores, a saída, segundo Kalil, é a modernização da indústria brasileira, já que ela conta com a concorrência dos produtos chineses e indianos e com problemas internos como alta carga tributária, câmbio desregulado, legislação do trabalho ineficiente e carga alfandegária. Ela ressaltou que a indústria precisa manter o parque in-

dustrial atualizado, ter equipe capacitada, possuir nitidez em relação ao segmento que será atendido, criatividade e design para competir no mercado. “Se não houver originalidade haverá apenas uma guerra de preços”, declarou Kalil. Se por um lado, o Brasil está na mira de marcas internacionais e de grandes redes de lojas, por outro lado, muito ainda deve ser feito para que a moda nacional ganhe o mundo. “Nenhuma marca de roupa brasileira é reconhecida internacionalmente, apenas as Havaianas”, lembrou a consultora, explicando que isso se deve à falta de investimentos na consolidação das marcas. Assim como a indústria, o comércio, para a consultora, também precisa estar atento às mudanças: “A cara da loja precisa ser a cara do produto e a cara do consumidor. Quanto melhores forem os serviços prestados pelas marcas brasileiras, melhor. O que vende é a moda e não a roupa. Moda passa a sensação de atualidade e, logo, movimenta o consumo”, falou. A consultora ainda destacou a necessidade de especialização, criatividade e treinamento dos profissionais do ramo, qualificando o atendimento ao cliente. Para ela, é fundamental perceber a diversidade do consumidor como uma grande oportunidade de mercado. “O Brasil pode conquistar o mercado internacional se conseguir transmitir para a moda essa simpatia brasileira que o estrangeiro tanto admira”, finalizou Glória.

AVISOS E EDITAIS

SEPULTAMENTO CEmItéRIO munICIPal amélia do nascimento Faria, 88 anos, Alto da Serra, 9h Delminda de Souza Pereira, 86 anos, Jardim Salvador, 15h neide aparecida de Paula Bull, 38 anos, São Gonçalo, 10h Francisco antônio Praz, 30 anos, Saldanha Corrêas, 14h Cemitério de Itaipava Eloi Barbosa Zanata, 78 anos, Pedro do Rio, 10h OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

NELSON DE SÁ EARP Centenário de Nascimento *03.05.1911 Arthur Leonardo e Gilda de Sá Earp, Maria Cecília Sá Earp, Maria Angélica de Sá Earp, Antônio Carlos de Sá Earp, Pedro Paulo de Sá Earp, Maria Gabriela de Sá Earp e famílias convidam para a Santa Missa a ser celebrada pelo Revmo. Bispo Diocesano D. Filippo Santoro, no próximo domingo, dia 1º de maio, às 11h30min, na Catedral São Pedro de Alcântara, que, entre outras intenções, terá a de Ação de Graças pela passagem do centenário de nascimento de seu pai, sogro, avô e bisavô Nelson de Sá Earp, orando também pelos saudosos Amélia, Mons. Ney Affonso e Ernesto. Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Há 30 anos o Diário publicava Em sua edição número 2.282, de 29 de abril de 1981, uma quarta-feira, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques: - Postos – Por determinação do general Waldir Muniz, secretário de Segurança Pública do Estado, seriam colocadas cabines especiais nas entradas da cidade, com plantão 24 horas da Polícia Militar. - Protesto – A grande maioria dos médicos de Petrópolis aderiu a um movimento de protesto, na data anterior, contra os baixos salários que a categoria vinha recebendo. Só atendimentos de urgência foram feitos. - Caempe – O presidente da Caempe, José Crescêncio da Costa reuniu, na data anterior, funcionários, secretários e jornalistas, além do prefeito Bianor Martins Esteves, para comemorar a data. - Convênio – Foi assinado, na data anterior, um convênio entre a Acirp e o Senac para a instalação de um minicentro de formação de mão de obra especializada para a área do comércio na cidade.

29/04/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 29/04/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 02/05/2011

53105540768

RUA CARVALHO JUNIOR R.D124

Número: UNI302206A

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:26/01/2011

Vencto: 15/03/2011 Cheque Administrativo

Custas

96,67 Total

Protestar em 02/05/2011

Emissão:18/02/2011 106,39 Total

Protestar em 02/05/2011

Valor:

Custas

96,67 Total

Protestar em 02/05/2011

031303993000102

Vencto: 16/04/2011 Cheque Administrativo

Custas

CHARME 560 TECIDOS E DECORACOES LTDA

27/04/2011

005947390000125

100,83 Total

Valor:

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

592,08

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

6378

RF PARTICIPACOES LTDA

26/04/2011

RF PARTICPAA[ES LTDA

190,24 ou Dinheiro Custas

96,67 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

204,27

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

6477

MARTINS TEXTIL LTDA - ME

27/04/2011

MARTINS TEXTIL LTDA - ME

Número: 431/01 Emissão:17/03/2011

Protocolo

93,57

Valor:

RUA TTERESA 942 DUPLICATA MERCANTIL

178,83

6458

CNPJ / CPF

T.W.M.S LOBO COMERCIO DE ROUPAS LTDA

14,03 Total

471,66

Número: 0061378/A Emissão:28/02/2011

Vencto: 30/03/2011

0,00 Tarifa

Portador/ Cedente / Sacador

578,05 ou Dinheiro Custas

ESTR. UNIAO E INDUSTRIA, 11000 - LJ 10 DUPLICATA MERCANTIL

96,67 Cpmf

237 - BANCO BRADESCO S A

CNPJ / CPF

LANDSCAPE COMERCIO DE ROUPAS E ACESSORIO

Cheque Administrativo

26/04/2011

BELA VISTA COGUMELOS LT 0

CHARME 560 TECIDOS E DECORACOES LTDA

Número: 4340

Custas

BANCO SOFISA SA 60889128000180

164,80 ou Dinheiro Custas

ESTR UNIAO INDUSTRIA 12.888

Vencto: 17/04/2011

6377

68,13

Valor:

47676574749

DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

CNPJ / CPF

EDUARDO BERNARDINO

Cheque Administrativo

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

ANTONIA DJANIRA FARIAS DE CARV

140,61

241,44 ou Dinheiro Custas

100,83 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

255,47

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 29/04/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


MOSELA

Na paróquia de São Judas Tadeu a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira, de 16h30 às 18h30 e os eventos religiosos podem ser informados pelo telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello e o vigário paroquial é o padre Nerel Quirino Damasceno.

D

iário nos

feccionados por grupos de alunos da Escola Paroquial São Pedro de Alcântara, Instituto Social São José, Escola Municipal Rotary, Escola Paroquial Nossa Senhora das Graças e Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Os estudantes usaram muita sensibilidade, criatividade e mostraram estar em sintonia com o tema.

Viação TREL ganha outra reclamação de usuário A viação Transturismo Rei – TREL – foi alvo de outra reclamação. O usuário, que pediu para ser identificado apenas como Pedro, reclamou do motorista do carro 165.089 na viagem de terçafeira, quando embarcou na localidade conhecida como Parque Caçula às 10h30 ainda no município de Magé, em direção a Petrópolis. Segundo o reclamante, ao embarcar entregou ao motorista o dinheiro da passagem com trajeto direto e não recebeu o

papel da passagem. Ao chegar a Piabetá foi solicitado pelo fiscal a comprovar a tarifa direta e não tinha como fazê-lo, pois apesar de ter solicitado o comprovante, segundo Pedro, não recebeu. Iniciado o bate-boca o motorista tinha dito ter cobrado meia passagem, o que não aconteceu. O departamento de tráfego da TREL está sendo solicitado desde a segunda-feira e até o momento não se manifestou, apesar da insistência do DB.

Membros da COMTREM hoje em audiência pública Membros da Comissão de Luta Pelo Trem – COMTREM – estarão presentes hoje pela manhã na audiência pública de melhoramentos da ferrovia que será realizada na Câmara de Vereadores de Duque de Caxias. Eles vão ouvir as informações sobre a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT – no ramal de Saracuruna/Inhomirim, na

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Maquetes de Campanha continuam na Catedral As maquetes sobre a Campanha da Fraternidade 2011 continuam expostas na Catedral São Pedro de Alcântara. Colocadas atrás do altar central do templo, elas atraem o público e, principalmente os turistas que visitam a cidade. Os trabalhos têm os temas Fraternidade e a Vida no Planeta e A Criação Geme Como em Dores do Parto”. Os trabalhos foram con-

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SExTa-fEIRa, 29 DE abRIL DE 2011

Baixada Fluminense. Segundo o presidente Antonio Pastori, da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária – AFPF – o evento pode contribuir com o projeto do Trem Expresso Imperial. Um dos propósitos e que Inhomirim fica justamente no ponto de partida do trem para tornar a subir a Serra da Estrela até Petrópolis.

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Ser humano perde para máquina Moradores do Bingen acompanham os do Quitandinha sobre queixa da pintura de faixas de pedestres nos postos de gasolina

Se há pouco mais de um mês pedestres reclamaram da falta de pintura de faixas em postos de gasolina do Quitandinha, agora foram moradores do Bingen que fizeram o mesmo. Eles queixaram-se do estabelecimento Ypiranga recém-inaugurado no final da Bingen e de outro da Rede Ale depois do número 512 na mesma rua. - Eles constroem e só pensam em vender o combustível, lembrando apenas da entrada e saída de automóveis e esquecem-se que os pedestres têm o seu direito de passar pelo local com segurança – afirmou o estudante Leonardo Costa da Silva, depois de cruzar a distância do Posto Ypiranga e ter de esperar um

carro entrar para abastecer. A moradora local emendou ao ouvir a queixa do estudante: - Eu o vi ter de esperar o carro entrar quando o direito seria dele. O automóvel é que tinha de aguardar ele passar. No outro posto da Rede Ale aconteceu a mesma coisa. - Tenho conhecimento de muitos outros postos da cidade não terem a pintura de faixas. Os vereadores deveriam criar uma lei obrigando os proprietários a pintar o local de passagem das pessoas – afirmou o aposentado Miguel dos Santos, afirmando que caminha diariamente pela Rua Bingen.

Posto no final da Rua Bingen sem faixa de pedestre

Creche São Charbel avaliou encenação da Paixão de Cristo A Creche São Charbel, do Bairro Caxambu, registrou em on-line a encenação da Semana Santa cujos “atores” foram os próprios menores que compõem o grupo matriculado na instituição. O bispo Dom Filippo Santoro celebrou Missa depois das cenas da

paixão exibidas pelas ruas da comunidade no último dia 16. Centenas de pessoas do Caxambu e visitantes acompanharam o desempenho de meninos e meninas com destaque para os alunos que representaram Nossa Senhora e Je-

sus Cristo. O evento teve inicio com o Domingo de Ramos quando um aluno sobre um cavalinho lembrou a entrada de Jesus em Jerusalém. O encerramento foi com a crucificação exibida na encosta de entrada da Creche São Charbel.

Depois aconteceu a Missa da Paixão celebrada pelo bispo Dom Filippo Santoro com dezenas de fiéis presentes na capela tomados ainda pela emoção do desempenho das crianças. A direção e professoras foram parabenizadas pela organização do evento.

geral

Universidade realiza I Jornada de Direitos Humanos A Universidade Católica de Petrópolis dá mais um passo em favor da cidadania plena e inaugura, neste sábado (30/04), o Núcleo de Direitos Humanos e Mediação dentro da sua I Jornada de Direitos Humanos e Mediação. O evento acontece de 10 às 13h, no campus BC (Salão Nobre - Rua Benjamin Constant, 213), inicialmente com a palestra do Dr. Antonio Gomes Moreira Maués, mestre em Direito pela PUC, doutor em Direito pela USP e professor associado da Universidade Federal do Pará. Especialista no tema, ele vem a Petrópolis para abordar a importância dos direitos humanos na formação jurídica e abrirá o tema para debate com a plateia. Em seguida, todos os participantes irão se dirigir ao espaço onde será inaugurado o Núcleo de Direitos Humanos e Mediação, um projeto realizado com verba da Faperj, que funcionará como um centro de ações positivas voltadas para a concretização dos direitos do homem. O novo espaço irá juntar as atividades teóricas e práticas já desenvolvidas no Centro de Ciências Jurídicas da UCP, e parte do princípio de que a mediação é uma forma de resolução dos conflitos através da obtenção do consenso entre as partes envolvidas. A ideia será sempre a de buscar uma sociedade mais justa e mais fraterna em qualquer conflito. Um dos projetos já existentes na UCP e que se juntará ao Núcleo é o “Advogado de Família”. Este

dá o suporte necessário aos indivíduos que se encontram em condição precária, por meio da Educação em Direitos Humanos. Dia 30 de Abril de 2011 sábado Das 10h às 13h

I – ABERTURA PALESTRA “ A Importância dos Direitos Humanos na Formação Jurídica” Palestrante: ANTÔNIO GOMES MOREIRA MAUÉS Mestre em Direito pela PUC/RJ – doutor em Direito pela USP – professor associado da Universidade Federal do Pará Horário: 10h às 11h - Local: Salão Nobre II- DEBATES Aberto aos participantes da jornada Horário: 11h às 11h45min - Local: Salão Nobre IIIINAUGURAÇÃO DAS INSTALAÇÕES DO NÚCLEO DE DIREITOS HUMANOS E MEDIAÇÃO Horário: 12h às 12h45 Local: NDHM IV – Confraternização e Encerramento da Jornada – 13h Inscrições abertas Atribuição de hora complementar Local: Secretaria do CCJ Horário: das 9h às 12h e das 14h às 19h Informações pelo telefone 2244-4058.

IV Semana do Centro de Ciências Sociais aplicadas da UCP

Desenvolvimento Sustentável e Socioeconômico será o foco das discussões Uma série de palestras e minicursos abertos à comunidade acontece entre os dias 2 e 6 de maio no campus BC da Universidade Católica de Petrópolis. Trata-se da IV Semana Acadêmica do Centro de Ciências Sociais Aplicadas, cujo foco principal este ano trará um tema de importância para todo o país: como aliar desenvolvimento socioeconômico com o desenvolvimento sustentável. No dia 2, uma missão em Ação de Graças na Capela Nossa Senhora do Sion está marcada para 18h30 e, logo em seguida, a abertura oficial do evento, no salão nobre da UCP, com a presença do reitor José Luiz Rangel Sampaio Fernandes, da próreitora acadêmica Sintia Said Coelho, e do vice-diretor do CCSA, professor Marlone Wilson de Souza. A primeira mesa-redonda, às 19h15 do primeiro dia do evento, abordará justamente a cidade de Petrópolis e os impactos ambientais ocorridos com as chuvas, como forma de alerta ao país para os desastres

do meio ambiente e suas repercussões. Como convidados para este debate, estarão juntos o secretário municipal de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Eduardo Moreira Peixoto, o presidente da Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep), Anderson Juliano, o professor Átila Torres Calvente, líder do projeto Pé no Chão, e o psicólogo Luís Henrique de Sá, da rede de Cuidados da Região Serrana. No dia 3, às 17h30, a professora Vanessa Santos, coor-

denadora do curso de Ciências Econômicas da UCP, ministra a palestra “O Retrato Social do Brasil”. Mestre em Teoria Econômica e Líder do Núcleo de Estudos sobre Pobreza, Desigualdade, Justiça Distributiva e Desenvolvimento (NEPO) da UCP, professora Vanessa participou em outubro da Coimbra Conference 2010: The Revival of Political Economy, em Portugal, onde apresentou o paper Social Policies and Economic Development in Latin America: the cases of

Brazil and Chile, um estudo comparativo entre as políticas sociais brasileiras e chilenas. O trabalho foi muito bem recebido e resultou em um grande debate acerca do papel das políticas públicas e do Estado de bem-estar social no combate à pobreza nos países da América Latina. Uma prévia desse trabalho também foi apresentada na Central European University (CEU), em Budapeste, na Hungria. Atualmente, o NEPO da UCP vem tentando mapear os impactos dos programas do governo federal na população carente de Petrópolis, por meio da abordagem desenvolvida pela Nobel de Economia Amartya Sen. Ao todo, mais de 15 palestras e minicursos gratuitos (sobre contabilidade, matemática, economia e meio ambiente, entre outros temas), além da tradicional feira da Empregabilidade, estão previstos na programação disponível no site www.ucp.br Até o dia 6 de maio, alunos, professores e qualquer pessoa interessada nos temas dos minicursos poderá reservar sua participação pelo telefone 2244-4041, com Renata, a partir das 13h.

Tranquilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


10 56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SExTa-fEIRa, 29 DE aBRIL DE 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04)

A maior parte do seu interesse continuará voltada para o mundo das ideias, dos conceitos filosóficos e da busca de elevação e ampliação dos horizontes. Necessidade de ter de se adaptar a certas condições materiais.

Touro - (21/04 a 20/05)

Dificuldades de ordem prática poderão perturbar seus planos em longo prazo. Os estudos elevados também terão seus impedimentos. Perdas em negócios feitos de forma descuidada ou impulsiva. Possibilidade de enganos e mesmo de roubos com relação ao seu patrimônio.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Alguma surpresa agradável no setor amoroso por parte de alguém do seu círculo social. Enfrente os problemas difíceis com tranquilidade e confiança em si. Atente para a sua popularidade, principalmente entre os seus amigos.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Você estará ainda mais audacioso em relação ao seu relacionamento amoroso, principalmente no que se refere ao sexo. Neste período, seu desejo de realizar seus fetiches e fantasias sexuais estarão mais aflorados.

Leão - (23/07 a 22/08)

Período positivo para lidar com assuntos psicológicos, emocionais e para compreender os aspectos mais profundos de sua mente. Você poderá desenvolver todo tipo de atividades a esse respeito. Momentos importantes na vida íntima.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Período especialmente favorável para iniciar uma união, seja de cunho amoroso ou profissional. Certas facilidades permitirão um bom entrosamento entre você e as pessoas de seu convívio. Procure apenas amenizar as críticas e diminuir as exigências que costuma fazer.

Libra - (23/09 a 22/10)

A posição do sol vai estimular novos relacionamentos, uniões e a formação de relacionamento amoroso. Maior necessidade de contato com as pessoas queridas, compartilhando sua vida com elas, especialmente no cotidiano e nas atividades materiais.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Pleno desenvolvimento dos assuntos profissionais. Os tratamentos de saúde poderão levá-lo a uma melhoria orgânica com bastante facilidade. Uma revisão na maneira de lidar com o seu cotidiano será importante para melhorar seu relacionamento com a pessoa amada.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

O planeta Marte terá maior facilidade para eliminar certas situações que haviam se tornado inadequadas, abrindo caminho para uma renovação global na sua vida. Possibilidade de grandes desenvolvimentos na vida material.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Surgimento de pequenas dificuldades práticas e materiais na relação com a pessoa amada, particularmente no convívio cotidiano, o que poderá arrefecer o ardor dos sentimentos. Novas oportunidades surgirão.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Período benéfico para férias e para todos os tipos de diversão. As atividades criativas e lúdicas também estão estimuladas. Relacionamento com os amigos e pessoas da família será intenso e afetuoso.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Possibilidade de iniciar um novo romance ou de se apaixonar de novo pelo seu parceiro atual. Ideias brilhantes continuarão beneficiando você no trabalho. Procure apenas manter-se organizado.

Aposentado Pensionista

INSS

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO TAXAS SUPER ESPECIAIS!

SEM SAIR DE CASA, SEM BUROCRACIA

NÃO TEM CONSULTA SPC E SERASA

Ligue já!

(11) 3504-8484 Crédito somente para aposentados e pensionistas do INSS. Com juros de 2,34% ao mês em até 60meses. Crédito sujeito a margem disponível.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Stefan Zweig

Alberto Dines participa de debate de encerramento

Fotos: Divulgação

Márcio Salerno

O jornalista e diretor da Casa Stefan Zweig, no Rio de Janeiro, Alberto Dines, autor da biografia “Morte no Paraíso”, sobre a passagem do escritor Stefan Zweig no Brasil, mais especificamente em Petrópolis, onde morou e se suicidou, em 1942, participou de um coquetel de encerramento da mostra ontem, na Galeria Djanira do Centro de Cultura e, depois, de um debate no Teatro Afonso Arinos, junto com o escritor Deonísio da Silva, pró-reitor de Cultura e Expressão das Universidades Estácio de Sá. Dines, infelizmente, falou pouco, deixando mais espaço para Deonísio falar sobre o romance que escreveu a respeito de Zeig e sua mulher Lotte (Elizabeth Charlotte), intitulado “Lotte & Zweig em Petrópolis”, que deve ser lançado ainda este ano. Como o próprio autor confessou, trata-se de uma ficção sobre um fato que já é conhecido, a diferença sendo o fato de que se prendeu mais à personalidade de Lotte. Segundo Dines, este foi o primeiro evento da Casa

Zweig e Lotte, personalidades que ainda fascinam intelectuais

Stefan Zweig em Petrópolis, mas outros devem se seguir, incluindo aí a transformação da casa onde o escritor morou, na Rua Gonçalves Dias (Duas Pontes) no Museu Stefan Zweig. “Zweig está muito vivo, várias adaptações de seus escritos foram feitas para o cinema e o teatro, sua presença é permanente”, afirmou o jornalista e escritor. Dines afirma também que o suicídio do escritor e sua mulher “nada mais foi que um protesto contra a destruição da Europa”, que acontecia à época, sob o jugo

do Nazi-Fascismo. “A Casa Stefan Zweig quer manter a memória dele viva, mas também a de outros intelectuais e artistas que foram perseguidos, na época da 2ª Guerra Mundial. O livro ‘Uma Partida de Xadrez’, o último de Stefan Zweig, foi escrito em Petrópolis e é um libelo contra a violência”, continua. Fiquemos de olho, portanto, até o Museu Stefan Zweig ser inaugurado. Para nós, escritores petropolitanos, pode ser um ‘canal’ para divulgarmos nosso trabalho.

Teatro

As mulheres e a chuva em peça do Circense Andança O espetáculo teatral “Depois da Chuva”, com o grupo petropolitano Teatro Circense Andança, será apresentado hoje, às 20h, no Theatro D. Pedro. A censura é 14 anos e os ingressos saem a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia e antecipados). O espetáculo conta com patrocínio do Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretaria de Cultura do Estado. O processo de montagem do espetáculo vem de longa trajetória e surgiu como proposta para a ‘X Mostra Minimalista – 5 Minutos em Cena’, em Petrópolis, em maio de 2010. “Depois da Chuva” narra a história de três mulheres interioranas que têm sua rotina, suas vidas transformadas quando

ACONTECE HOJE  Programação da série “Amor Perfeito” hoje, no Centro da cidade. De 15h às 128h, práticas de Shiatsu, na Rua 16 de Março, de 15h às 17h, músicos do Centro de Artes Suzuki, na Travessa Cristal e na 16 de Março. De 127h às 19h, música instrumental nas ruas Dr. Nelson de Sá Earp e 16 de Março.  O Museu irá transmitir ao vivo, hoje, o casamento do príncipe William e Kate Middleton. A transmissão ocorrerá no auditório do Museu, com início às 7h (11h em Londres, horário em que terá início a cerimônia). A transmissão será aberta ao público, que terá acesso pelo prédio da Biblioteca, com entrada pelo Bosque do Imperador.  A nova diretoria da Arte – Associação de Empresários da Rua Teresa, toma posse hoje, às 19h. Rua Aureliano Coutinho, s/nº, esquina com a Rua 24 de Maio.  Robinho da Prata na

Nix Club & Lounge, Est. Itaipava-Teresópolis, 89, Itaipava, a partir de 23h.

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava RIO – Censura livre – Horários: 15h e 17h todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h ‘Rio’ é uma aventura cômica em uma das cidades mais lindas do mundo. Blu é uma ararinha domesticada que nunca aprendeu a voar, e vive pacatamente com sua dona e melhor amiga, Linda, na pequena cidade de Moose Lake, Minnesota. Blu e Linda acreditam que ele seja o último de sua espécie, mas quando descobrem a existência de outra arara que mora no Rio de Janeiro, partem em busca da longínqua e exótica terra para encontrar Jade, a única fêmea da espécie. Pouco depois de sua chegada, Blu e Jade são sequestrados por um grupo de atrapalhados contrabandistas de aves. SEXO SEM COMPROMISSO – Censura 14 anos – com Natalie Portman – Horários: 19h todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sábado e domingo, 21h Na comédia romântica ‘Sexo sem Compromisso’, Emma e Adam são amigos de longa data que quase estragam tudo transando numa manhã. Para protegerem sua amizade, eles fazem um pacto para manter seu relacionamento estritamente “sem qualquer compromisso”. “Sem compromisso” significa sem ciúmes, sem esperanças, sem brigas, sem flores, sem apelidos fofinhos. Isto significa que eles podem fazer o que quiserem, quando quiserem e em qualquer lugar público que quiserem, desde que não se apaixonem. As perguntas então aparecem – Será que você pode somente transar sem que o amor atrapalhe? E será que a amizade deles irá sobreviver? Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 SEM LIMITES – Censura 14 anos – com Bradley Cooper – Horários: 14h30 e 18h45

Três mulheres, um velho e a chuva no interior do Brasil

surge, após uma bruta chuva, no quintal da casa onde moram, um velho, decrépito e largado, com umas asas enormes. Estabelece-se entre eles, gradativamente, uma relação que vai desde a estranheza

até uma profunda aproximação e identificação. A direção é de Madson José, o roteiro do Teatro Circense Andança. O elenco traz Laércio Motta, Luisa Alves, Renata Alves e Rose Assis.

SUCKER PUNCH – MUNDO SURREAL – Censura 14 anos – com Emilyu Browning – Horários: 16h30 e 20h45 SALA 2 RIO – Censura livre – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br RIO – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão SALA 2 HOPE – rebelde sem páscoa – Censura livre – com Russell Brand – Horários: 14h50, 16h50 e

18h50 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Júnior era um coelho que adorava tocar bateria e queria conhecer o mundo, mas seu pai deseja que ele dê continuidade à tradição de tornar-se o Coelho da Páscoa, seguida a quatro mil anos. Júnior até estava pensando em se deixar convecer pela ideia, mas um dia, em Hollywood, acabou atropelado por Fred e sua vida mudou. No meio de gente famosa, seu sonho de viver de rock’n roll veio á tona novamente e agora ele vai ter que se virar para driblar da família porque seu pai contratou as poderosas Boinas Rosas para resgatá-lo. PANICO 4 – Censura 14 anos – com Neve Campbell – Horários: 20h50 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Sidney Prescott está de volta a sua cidade natal, Woodsboro, onde sobreviveu a uma série de terríveis assassinatos. Uma vez lá, ela reencontra o xerife Dewey e a jornalista Gale, agora casados, e também a prima Jill. Mas enquanto a cidade comemorava o aniversário dos crimes, novos assassinatos começam a acontecer e o retorno de Ghostface, o assassino da máscara, parece ser uma nova realidade para a cidade que novamente entra em pânico. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 RIO – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30 e 18h30 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão THOR – Censura 10 anos – com Anthony Hopkins – Horários: 21h - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Asgard. Após se desentender com Odin, Thor é enviado para a Terra. Desmemoriado, ele leva uma vida como se fosse um homem comum. Logo ele conhece Jane Foster, por quem se apaixona. Só que a morte de Odin faz com que o reino de Asgard fique nas mãos de Loki, o irmão de Thor. Querendo eliminar o irmão, uma ameaça constante ao seu poder, Loki elabora um plano para atacá-lo na Terra. SALA 2 THOR – Censura 10 anos – com Natalie Portman – Horários: 14h20, 16h40, 18h50 e 21h - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão SALA 3 ANIMAIS UNIDOS JAMAIS SERÃO VENCIDOS – Censura livre – Horários: 14h40 e 16h50 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Um grupo de animais vive em paz em território africano. Até que, um dia, a água simplesmente desaparece. Eles investigam o que possa ter ocorrido e descobrem que os homens construíram uma imensa represa, que deixou o local onde vivem totalmente sem água. Para reverter esta situação, os animais resolvem se unir e partir para a guerra contra os humanos. EU SOU O NÚMERO QUATRO – Censura 12 anos – com Timothy Oliphant – Horários: 18h40 e 20h40 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Nove alienígenas fugiram do planeta Lorien, onde eram conhecidos por números, para se esconder na Terra. O objetivo era se esconder dos Mogadorians, inimigos que precisam eliminar todos eles - e na ordem certa - para que poderes especiais não possam ser usados contra eles no futuro. A caçada já começou e os números Um, Dois e Três já foram assassinados. O número Quatro vive disfarçado entre os humanos, como John Smith, ajudado por seu protetor Henri na tranquila cidade de Paradise, em Ohio.

Filmes na TV O GALINHO CHICKEN LITTLE – GLOBO – 16H15 - Com seus amigos desajeitados, Chicken Litlle terá que criar um plano para salvar o planeta de uma grande tragédia. Ele acredita que o céu está caindo e vai fazer de tudo para provar que um galinho pode se tornar o maior herói do mundo. Exibição em HD. DA MAGIA À SEDUÇÃO – SBT – 17H45 – COM NICOLE KIDMAN - Dotadas de poderes mágicos, as Owens há seculos sofrem com uma maldição: todos por quem se apaixomam, vivem pouco!! Sally tenta levar uma vida normal e não quer nem ouvir falar em feitiços! Já sua irmã Gillian, gosta de curtir a vida com um pouco de “magia”! O envolvimento delas na morte do namorado de Gillian mexe com suas vidas, e até pode quebrar a velha maldição!! MR. NICE GUY - BOM DE BRIGA – SBT – 23H – COM JACKIE CHAN - O cozinheiro “bom moço” Jackie tem habilidades incomuns na hora da briga! Ele entra, por acaso, numa grande fria quando uma fita contendo imagens de assassinatos cai em suas mãos e todos os envolvidos passam a perseguí-lo para recuperar o vídeo.


11

55 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

50º BIS realiza Estágio Básico do Combatente de Selva O 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50º BIS) realizou, no período de 10 a 16 de abril, o Estágio Básico do Combatente de Selva, para os soldados incorporados no corrente ano, com a finalidade de proporcionar conhecimentos básicos de técnicas especiais e de vida na selva. Paralelamente, funcionou, também, o Estágio de Adaptação à Vida na Selva para os oficiais, subtenentes e sargentos recém-transferidos para o Batalhão, com a finalidade de nivelar e atualizar os conhecimentos em atividades de selva e adaptar os militares às características da região. Os estágios foram realizados na Base de Selva do Guaramandi, situada no município de Itinga/MA.

Comandante do Exército acompanha o planejamento de transferência do CIOPESP

O Comandante do Exército, General de Exército ENZO MARTINS PERI, esteve, recentemente, no Forte do Imbuhy, em Niterói (RJ), verificando o planejamento de transferência do Centro de Instrução de Operações Especiais (CIOPESP), de suas atuais instalações na região de Camboatá, no Rio de Janeiro, para aquele Forte. A transferência ocorrerá, a partir de junho do corrente ano, em duas fases. Na primeira, com a ocupação de instalações existentes, após a realização de obras de adequação e melhorias, que já estão em andamento. Na segunda fase, após a aprovação do Projeto Executivo, serão construídas as instalações permanentes do CIOPESP e os Próprios Nacionais Residenciais para o efetivo de praças e oficiais do Centro. No dia 6 de julho, o CIOPESP deverá iniciar suas atividades no Forte Imbuhy, tendo a previsão de inauguração das novas instalações em 2012. Apesar do exíguo tempo disponível para o início das atividades em Niterói, o Comandante da Força constatou a exequibilidade do projeto e o esforço que vem sendo despendido pelo CIOPESP para cumprir as Diretrizes e os prazos estabelecidos. Acompanharam a visita o Chefe do Departamento de Ensino e Cultura do Exército, General de Exército RUI MONARCA DA SILVEIRA, Generais da Guarnição do Rio de Janeiro e o Comandante do CIOPESP.

SEXTA-FEIRA, 29 DE ABRIL DE 2010

3 – Vibração geral com a coluna da Páscoa a cores. A gentileza foi do nosso Editor Carlos Marques, a quem agradecemos em nome de todos. 4 – A festa da AFIPE do Teatro D. Pedro II será comandada pelo apresentador da TV Cidade Imperial – canal 19, Cidinho Teixeira, na foto ao lado da professora e esposa Jane Feraudy.

J. Teixeira Netto

COMENTÁRIOS... 1 – A AFIPE – Associação Filantrópica de Petrópolis estará prestando merecida homenagem a várias personalidades da vida petropolitana com seu grande espetáculo GENTE QUE FAZ, dia 27 de maio, às 20:00 h, no Teatro Municipal D. Pedro II. Do programa constará a presença das Meninas Cantoras de Petrópolis e encerramento com a Banda de Música do Nosso Batalhão. Dentre os homenageados, três das mais importantes organizações militares da nossa reserva ANVFEB, AVANB e AMIRP ali representadas por seus respectivos presidentes, que receberão o belo troféu GENTE QUE FAZ.

Os Srs. Ten. Paulo Lucio da Cruz Loreiro, presidente da AMIRP; Cel. Julio da Silva Lopes, Líder – Maior da CAP e Juarez Nassif, Presidente da AVANB.

2 – Imposto de Renda – 2011

Orientações do Comandante do Exército

Estamos nas primeiras semanas para os brasileiros darem início à declaração de renda do exercício de 2011, ano base 2010. O prazo termina hoje. Este ano a declaração de renda está mais difícil de ser preparada porque é necessário tomar muito cuidado na hora de definir quem são seus dependentes, aconselha o leitor e amigo Cap. Ailton Teixeira Paulo.

Teixeira Neto com Mariana S. Lago e Associações da Reserva.

EXÉRCITO BRASILEIRO, FATOR DE INTEGRAÇÃO NACIONAL

ESPORTES

Porto Alegre assina protocolo para receber Fórmula Indy em 2012 Foi assinado na manhã desta quinta-feira, em Porto Alegre, o protocolo de intenções para levar a Fórmula Indy para a capital gaúcha em 2012. O documento firmado por chefes do executivo municipal, estadual e legislativo e por representantes da competição cria um cronograma de trabalho e permite levantar recursos junto ao governo federal e empresas privadas, para a realização do Grande Prêmio Porto Alegre Mercosul, em setembro de 2012. De acordo com o presidente da Fórmula Indy, Brian Barnhart, o uso de biocombustível derivado da cana de açúcar nos carros da competição possibilitou a aproximação da relação com o Brasil, além de ter gerado centenas de milhões de dólares em negócios com os Estado Unidos. Segundo ele, o plano inicial era de se realizar duas corridas no Brasil. Foram visitadas cidades no interior de São Paulo, além de Salvador e Rio de Janeiro, em busca de um local para a realização da segunda etapa brasileira. “A cidade tem muito potencial pela localização, pela beleza e pela receptividade”, disse Barnhart, completando que, pelo circuito ser de rua, será

apenas um recapeamento do asfalto para a realização da corrida. O circuito será realizado na região central da capital gaúcha nas ruas João Goulart, Beira-Rio, Ipiranga, Borges de Medeiros, Loureiro da Silva e Usina do Gasômetro. Em dezembro de 2010, esteve na capital o engenheiro Tony Cotman, que desenhou traçado provisório para a corrida, que tem 3,5 km. Esta é a quinta vez que comitivas da Indy visitam Porto Alegre. Nas etapas anteriores, foram definidos detalhes técnicos, tais como a viabilidade da prova de rua na cidade. Segundo o prefeito de Porto Alegre, José Fortunati, o próximo passo é buscar os recursos. “Esse protocolo permite que possamos buscar junto ao governo federal e empresas privadas os recursos necessários para a realização da Fórmula Indy”, declarou. De acordo com o governador do Estado, Tarso Genro, a vinda do evento para Porto Alegre traz muita visibilidade e coloca o Rio Grande do Sul em um patamar mundial. “A Fórmula Indy é mais popular que a Fórmula 1”, disse ele ao falar do desempenho do piloto paulista Emerson Fittipaldi.

Grêmio dispensa Carlos Alberto Carlos Alberto não é mais jogador do Grêmio. A equipe gaúcha dispensou o meia nesta quinta-feira. Antonio Vicente Martins, vice-presidente de futebol da equipe gaúcha, preferiu não

entrar em maiores detalhes a respeito da dispensa do atleta. “Nós não vamos tratar o motivo da dispensa, mas foi um somatório de coisas”, disse o dirigente, que desmentiu

a informação de uma briga de Carlos Alberto com Borges após a derrota gremista por 2 a 1 diante da Universidad Católica, na última terça-feira, no Estádio Olímpico, pela Copa Libertadores.

“Não aconteceu a briga. Mas você sabe que ele tinha problemas de comportamento dentro e fora dos vestiários. Foi um somatório de coisas”, repetiu o dirigente.

Benfica vence Braga e larga na frente O Benfica deu mais um passo nesta quinta-feira para acabar com o jejum de 49 anos sem título em competições europeias. No confronto português da semifinal da Liga Europa, o clube lisboeta largou na frente e derrotou o Braga por 2 a 1, no Estádio da Luz, na partida de ida. Todos os gols da partida foram marcados na segunda etapa. O volante brasileiro Jardel abriu o marcador para os donos da casa aos 4min do segundo tempo. O compatriota Vandinho marcou para o Braga e igualou a partida três minutos. Mas em bela cobrança de falta do paraguaio Óscar Cardozo, o Benfica definiu o triunfo aos 14min do segundo tempo. A partida de volta está marcada para a próxima quinta-feira no Estádio Municipal

de Braga. O Benfica avança à decisão em Dublin com vitória, empate ou derrota por um gol de diferença com o placar superior a 3 a 2. Já o Braga precisa ganhar por 1 a 0 ou por mais de dois gols de diferença. O ganhador do confronto entre portugueses vai pegar Porto ou Villarreal no dia 18 de maio. A chance de acontecer nova partida entre times de Portugal é grande, pois o time portista goleou os espanhóis por 4 a 1 no jogo de ida. O JOGO Animado pelo título da Copa da Liga de Portugal sobre o Paços de Ferreira no último sábado, o Benfica começou melhor a partida no Estádio da Luz. O paraguaio Óscar Cardozo chegou a balançar as redes aos 10min, mas o tento foi anulado pelo

árbitro Craig Thomson. O time da casa tentou aproveitar a insegurança do goleiro brasileiro Artur, ex-Cruzeiro, para abrir o marcador, mas as finalizações de Saviola, Cardozo e Aimar pararam no arqueiro do Braga. Jogador mais perigoso benfiquista, o atacante paraguaio Cardozo ainda teve outra boa chance, quando tentou por cobertura, aos 31min. Porém, a finalização foi para fora do gol. Depois de tanto tentar, o Benfica conseguiu abrir o marcador no começo do segundo tempo. Aos 4min, Javi García desviou de cabeça e a bola explodiu na trave. O volante brasileiro Jardel aproveitou o rebote e, de carrinho, completou para o fundo das redes. A vantagem do time da

casa demorou apenas três minutos e o Braga igualou o marcador aos 7min. Hugo Viana cruzou e o brasileiro Vandinho desviou de cabeça, pegando desprevenido o goleiro espanhol Roberto. Com o jogo movimentado, o Benfica fechou o marcador com um golaço do atacante Óscar Cardozo. Aos 13min, o atleta paraguaio cobrou falta na entrada da área com maestria e acertou o ângulo esquerdo do gol defendido pelo goleiro Artur para marcar o segundo fol do time lisboeta. Em vantagem no marcador, o Benfica continuou melhor na partida, mas não conseguiu ampliar a vantagem para o jogo da volta. Nos minutos finais o Braga ensaiou uma pressão, mas em vão.


12

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

ESPORTES

SExTa-fEIRa, 29 DE abRIL DE 2011

edsondiario@yahoo.com.br

Petropolitano pronto para o Municipal Edson Cunha

No próximo sábado, as equipes Sub-15 e Sub-17 de futsal do Petropolitano estreiam no Campeonato Municipal, jogando contra o Magnólia, a partir das 18h, no Ginásio José Borzino, no Valparaíso. No domingo é a vez do futebol de campo. O Sub-15 é dirigido por Diego Branco, enquanto o Sub-17 por Nahor Júnior. O clima é de muita expectativa, pois todo o departamento de esportes aguarda ansiosamente o início oficial da temporada de 2011, ano do centenário do Petrô. As duas equipes estão bem preparadas e fizeram uma série de amistosos, contra Internacional, Vera Cruz e Corrêas. Já no domingo, a vez é do futebol de campo. Às 11h, no campo do Santa Isabel, no Caxambu, o Máster do Petrô joga contra o Carangola/Alegria pela 1ª rodada do Municipal. A categoria tem realizado uma série de amistosos, pre-

parando-se para a competição. A equipe é formada na sua totalidade por ex-jogadores do clube e, além do campeonato, fará uma série de jogos, a partir de junho, com equipes do Rio de Janeiro e de outras cidades, em comemoração ao centenário. O time é dirigido por Amarildo, tendo como atletas, Jorginho, Leonardo, Tocantins, Silmar, Vaguinho, Rochinha, Márcio, José Carlos, que por vários anos defenderam as cores alvinegras. Ainda no domingo, às 12h, no Estádio Carlos Guinle, o Sub-20, vice-campeão da cidade em 2010, estreia contra o Posse. A comissão técnica é formada por Berg e Chuca, sendo constituída basicamente pelos atletas campeões da cidade de 2010, na categoria Sub-17. “O elenco é excelente e tem tudo para fazer um ótimo campeonato”, acredita Délio Kronemberger, vice-presidente de esportes do Petropolitano. No mesmo dia, a par-

tir das 13h, no Ginásio José Borzino, acontece a rodada da Copa Intermunicipal de Futsal Feminino. A equipe do Petrô, vice-líder do certame, joga contra o Fluminense, 1º colocado na classificação. O jogo promete muito pois são duas excelentes equipes e vale a liderança. O Petrô, atual campeão da cidade, é dirigido por Diego Branco. “Teremos mais três jogos, com a participação do América, do Friburguense e do Mesquita”, lembrou Délio. Treinos - As equipes Sub-11 e Sub-13 de futebol de campo, dirigidas por Ademilson e por Francisco Lima, apenas treinam coletivamente no fim de semana, pois não atuam na 1ª rodada dos dois campeonatos que se iniciam no próximo domingo. O Petrô estreia contra o Carangola em jogos marcados pela Liga Petropolitana de Desportos para o dia 15 de maio, no Carangola. No dia 8 de maio, Dia das Mães, não haverá rodada.

Serrano conhece adversários da próxima fase A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro anunciou, na noite da última quarta-feira, os grupos da segunda fase do Campeonato Carioca da Série C. Foi divulgado também o calendário dos jogos. O Serrano ficou no Grupo I, ao lado de Queimados, Barcelona e Duquecaxiense. A estreia do Leão da Serra nesta fase será no domingo, dia 8, contra o time de Caxias, no estádio Maracananzinho, às 15h30. No domingo seguinte, o Serrano estreia em casa contra o Queimados.

Entre os próximos adversários o mais conhecido do Leão da Serra é o Barcelona. As duas equipes se enfrentaram em um amistoso no Estádio Atílio Marotti, antes do início da série C. Na ocasião, o Serrano goleou o adversário por 4 a 1, com gols de Douglas, Alexandre Dragão, Willian e Joel. Grupo F: Goytacaz, Carapebus, Yasmin e Juventus; Grupo G: ADI, União de Marechal, Santa Cruz e América de Três Rios; Grupo H: Arraial do Cabo, Campo Grande, Grêmio Mangaratibense e Búzios.

Divulgação

Atletas da equipe de Sub-15 do ano passado serão utilizados nesta temporada

Diario de Petropolis  

Artigos, Colunistas, Cidade, Esportes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you