Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis

Site: www.diariodepetropolis.com.br

56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.883 - Terça-feira, 28 de junho de 2011

luto

cidade fica lotada no feriado

Sucesso da Bauernfest anima comerciantes Isabela Lisboa

Morre o exvereador Carlos Sodré Portella Empresário do ramo imobiliário, advogado e ex-vereador, Carlos Sodré Portella morreu ontem à tarde, de infarto, aos 60 anos. O corpo está sendo velado desde ontem à noite na Câmara e será levado para o Cemitério Municipal às 14h, quando será sepultado. Ele, que já foi diretor-financeiro da CPT, atualmente administrava o patrimônio da família e militava no PSDB. (Página 3)

BID vai dobrar recursos para quem priorizar classes C, D e E O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vai dobrar o volume de recursos para investimento em empresas que ofereçam soluções para melhorar as condições de vida das classes C, D e E na América Latina e no Caribe. (Página 8)

Turistas e petropolitanos aproveitaram o tempo bom e lotaram a Bauernfest. O movimento foi tão grande que faltaram salsichões nas barracas

Ônibus derruba postes e moradores do Retiro ficam sem energia elétrica Alan Alonso

nesta edição

Dezenove funcionários da Ampla foram colocados para realizar o reparo da rede e a troca dos postes danificados

Sebastião Nery Pág. 2

Dora Kramer Pág. 3

Bispo cobra construção de casas populares O bispo de Petrópolis, Dom Filippo Santoro, convocou mais uma audiência pública para discutir as medidas tomadas para atender as vítimas das chuvas de 12 de janeiro, sendo que a principal delas é a construção das casas populares para as famílias. A assembleia será no próximo dia 30, às 9h, no salão nobre da UCP. O bispo quer uma resposta mais concreta do poder público sobre a data de inicio da construção das casas, pois, segundo ele, “até o momento, temos boas declarações, mas não há sinais concretos de início das obras”. Na última audiência pública, o secretário de Habitação, Carlos Abenza, havia dito que foi decidida a construção de 120 casas no Vale de Cuiabá. (Página 10)

Cerca de 400 moradores do Retiro ficaram sem energia elétrica por mais de 16 horas, depois que um ônibus bateu e derrubou dois postes na Rua Hermogêneo Silva, na altura do número 555. O acidente aconteceu por volta das 23h do último domingo. O coletivo transportava 25 passageiros na hora da batida, mas ninguém ficou ferido. A Ampla esclareceu que após o acidente, técnicos da concessionária foram ao local e normalizaram o fornecimento de mais de 60% dos clientes. A outra parte precisou continuar com o fornecimento interrompido por questões de segurança. (Página 5)

O feriado prolongado e a Bauernfest fizeram Petrópolis ficar lotada. Hotéis, pousadas e o comércio local comemoram o bom resultado. As vendas nas barraquinhas da Festa do Colono Alemão, somente nos primeiros dias, tiveram um aumento de 30% em relação ao ano passado. Segundo os vendedores, no sábado faltaram salsichões em todas as barracas que estão concentradas ao redor do Palácio de Cristal. (Página 3) bairros Pedestres voltaram a reclamar da falta de conservação de calçadas no Carangola e Alto da Serra. Ao queixar-se de buracos e deficiências, eles lamentaram que trabalhos de melhorias não fossem executados e ao acusar os problemas disseram não saber se a responsabilidade é de proprietários ou das autoridades. (Diário nos Bairros, página 9)

agenda O espetáculo “Lula Contra o Mau” será encenado hoje, às 20h, no Theatro D. Pedro. O espetáculo nasceu há três anos e meio durante o Festival Mundial de Publicidade, em Gramado. Amanhã, às 18h, tem “Do Encanto à Magia”, do grupo Alúmiah Dança do Ventre. (Página 6)

esportes A primeira Semana Hípica de Petrópolis, que aconteceu na última semana, atraiu em cinco dias mais de 2,5 mil pessoas, entre atletas, alunos das clínicas e visitantes que foram ao local assistir as competições. O jornalista Paulo Antônio Carneiro Dias, foi homenageado no evento. (Página 12)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 28 de junho de 2011

Energia atômica: não tão inocente quanto parecia www.sebastiaonery.com.br

O MISTERIO DA MORTE RIO – Agildo Barata, herói dos tenentes de 1930, dos capitães de 1935 e dos comunistas de 1945 e pai do querido ator Agildo Ribeiro, era o menor e o mais valente dos prisioneiros de Fernando de Noronha, entre 1935 e 45, na ditadura de Getulio Vargas. Um guarda enorme, bruto e violento, sempre armado, estava espancando presos, que se reuniram e encarregaram Agildo de falar com ele para dar um basta. Na hora da chamada matinal, todos no pátio, Agildo, baixinho, mãozinha miúda, deu dois passos à frente, ficou algum tempo parado diante do brutamontes, pôs o dedo no nariz dele e disse que, na primeira vez em que ele batesse em um preso, iria matá-lo em público. O guarda ficou parado, imóvel, arregalou os olhos e pumba!, caiu duro. Começou o corre-corre. Chamaram o médico do presídio. AGILDO Antes dele, chegou chorando a mulher, gritando desesperada: - Meu amor. Não morra! Você não pode morrer! Não me deixe! Punha a mão nos olhos, no coração, pegava o pulso, conferindo. Chegou o médico. Não adiantava mais nada. A mulher gritava: - Doutor, me diga. Ele morreu mesmo? Não é só um desmaio? - Não, minha senhora. Morreu. Não há mais o que fazer. A mulher ajoelhou-se, enfiou os dedos nos olhos dele, convenceu-se de que ele estava mesmo morto e se levantou, sorrindo histérica: - Graças a Deus, doutor! Ele está morto mesmo! Morreu tarde! Isso era um bandido. Um canalha. Me batia, quase me matava todo dia. Morreu tarde. Todo poderoso, todo valentão um dia se acaba! CLERISTON Cleriston Andrade chegou ao hotel da Bahia às oito da noite em ponto. Candidato do PDS a governador da Bahia, em 1982, nosso amigo comum, Nilson de Oliva Cesar, o saudoso Pixoxó, havia marcado aquele jantar para conversarmos. Jantamos e conversamos até meia-noite. Uma conversa fácil, agradável, carinhosa, cheia de infâncias e lembranças. Ele havia estudado no internato do Colégio TaylorEgídio, de minha pequenina cidade de Jaguaquara, quando eu chagava de Salvador nas férias, de batina. Era de Ipiaú, ali perto, as famílias ligadas por casamentos. Fizemos um levantamento sobre a situação política baiana. Ele tnha absoluta certeza da eleição. E nenhum receio das brigas dentro do PDS. SENHOR DO BOMFIM Já falava com pose, gestos, palavras e sotaque de governador: - Nery, a liderança do Antonio Carlos é tão forte no partido que superará tudo. O Jutahy quer um pedaço do poder. Darei. O Luis Viana quer voltar para o Senado. Voltará. O Lomanto quer ficar em evidência. Ficará, tem mais quatro anos de Senado. O Prisco Viana ainda é muito verde para o governo. Minha eleição é uma coisa do destino, Nery. Como ele era evangelico, brinquei: - Você já perguntou ao Senhor do Bonfim? Deu uma gargalhada. Não tinha perguntado. Dias depois, meu amigo Cleriston Andrade morria de helicóptero na serra do Marçal, entre Conquista e Itapetinga, um mês antes das eleições. PAULO RENATO Uma tragedia coletiva, no helicóptero entre Porto Seguro e Trancoso, na Bahia, com sete mortos no mar, e a morte subita do saudoso e exemplar exreitor da Universidade de Campinas e ex-ministro da Educação, Paulo Renato, jogou a morte nas paginas dos jornais, na semana passada. São Paulo, o maior dos jornalistas da historia humana, desafiava : - “Onde está, ó morte, a tua vitoria”? Sempre está quando morre alguém perto de nós. Ficamos derrotados. E quanto mais absurda a morte, mais impotentes e arrasados nos sentimos. Sabia é a Igreja Católica que, bem antes dos quinze anos, toda manhã, no inesquecível Seminário de Santa Tereza, em Salvador, nos punha a ouvir quinze minutos de leitura e meditar outros quinze minutos sobre o livro “Sete Meditações Sobre a Morte”, de Santo Afonso Maria de Ligorio. RENATO NALINI No día da tragedia de Porto Seguro, eu havia recebido e estava lendo um livro sábio de um sabio, o filósofo e desembargador José Renato Nalini, do Tribunal de Justiça de São Paulo, doutor em Direito Constitucional da Universidade de São Paulo, expresidente da Academia Paulista de Letras : - “Reflexões Jurídico-Filosoficas Sobre a Morte – Pronto Para Partir”? É o misterio da morte, em primorosa edição da “Editora Revista dos Tribunais” (procurem no 0800702-2433).E uma enciclopédica bibliografia com citaçoes de centenas de autores, da Grécia à USP, de Platão a Nalini. www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

n Prof. Dr. Frei

Antônio Moser

T

odos ficaram atônitos com a força dos terremotos e do tsunami que abalaram o Japão. Mas pouco a pouco outro fantasma foi se colocando nos horizontes, não apenas do Japão, e sim de todo o mundo. Esse fantasma tem um nome: não mais Nagasaki ou Hiroshima, mas Fukushima. O que no início parecia ameaça relativamente pequena e localizada passou a levantar grandes interrogações, abalando profundamente convicções cultivadas em todo o planeta. A energia atômica para uso pacífico, que seria uma das formas mais acabadas da tão procurada “energia limpa”, passou a ser vista com desconfiança. Uma das primeiras interrogações se refere à lo-

calização do conjunto de usinas nucleares no Japão. Todos concordam que esse país não apenas é uma das economias mais avançadas do mundo, fruto de persistência e inteligência, como também é marcado pela prudência. É tão verdade que prédios e construções geralmente são planejados para resistir a abalos. Como também é verdade que todo japonês, desde a infância, sabe onde se proteger em caso de abalo sísmico. Mas como entender a construção de 56 usinas atômicas num país tão frágil geologicamente, sendo que algumas delas, como as de Fukushima, localizam-se exatamente numa das regiões mais vulneráveis? Com o episódio Fukushima recobraram força as tétricas lembranças de Chernobyl, na Ucrânia. O que nos últimos tempos parecia ser o caminho mais indicado para substituir formas

poluentes na geração de energia passou a ser considerado com reservas. Ademais, agora está voltando à tona uma pergunta inquietante: O que fazer com o denominado lixo atômico? Ninguém tem certeza de quanto tempo dura a irradiação desse material, mas todos sabem que vai muito além daquele que o acondiciona. E, além do mais, é sempre mais volumoso e, portanto, cada vez mais perigoso. Claro que nem o que aconteceu em Chernobyl nem o que está ocorrendo em Fukushima vai impedir a utilização da energia nuclear. Mas, com certeza, a partir deste episódio não apenas os detentores de usinas atômicas irão intensificar a busca por medidas mais intensas de segurança, como irão pensar muito antes de construir outras usinas. É dentro deste contexto que se entende a tomada de posição

da Alemanha: uma freada total nos seus projetos referentes a usinas atômicas. E pelo que consta praticamente todas as nações estão revendo seus projetos. Por outro lado, como costuma acontecer na história humana, desastres em grandes proporções possibilitam a abertura de novos caminhos para suprir as necessidades, como é o caso da energia. E aqui vão aparecer outras formas, estas com certeza “limpas”, já há muito conhecidas, mas de alguma maneira ainda negligenciadas até por países ricos de possibilidades. Citamos as energias eólica, solar, do movimento das águas do mar, do etanol, dos vários tipos de óleo vegetal, sem falar das biomassas e até do biogás, em que lixo e outros detritos se transformam em material precioso. n Presidente da Editora Vozes e diretor do Educandário Terra Santa

Um novo caminho n José Fernando

A. de Oliveira

Q

uando cheguei ao Partido Verde, em 2005, acreditava ter encontrado um partido novo, diferente, sem os velhos maniqueísmos e vícios da política profissional brasileira. Fiz da causa mineral, da defesa das nossas riquezas naturais não renováveis, minha profissão de fé, dedicando a ela meu mandato como deputado federal e meu futuro dentro da política de Minas e do Brasil. A ela me entreguei de corpo e alma. Em meu próprio partido, que traz a causa ambiental no nome, fui combatido dentro do processo eleitoral, quando candidato a governador de Minas Gerais. Do outro lado, duas candidaturas disputavam a eleição estadual, uma apoiada pelo governo do estado, e a outra pelo governo federal. No entanto, segui até o fim, de mãos dadas com Marina Silva, convicto de meus

ideais e de minha luta em defesa das nossas riquezas naturais e de uma nova forma de fazer política. Não é exagero dizer que a causa mineral pautou o debate na sucessão estadual. Quando declarei apoio à futura presidente Dilma Rousseff, já no segundo turno, ficou acordado, sem a contra partida de nenhum cargo, que ela incorporaria em seu governo a criação de um novo marco regulatório para a mineração e o aumento na cobrança dos royalties do minério. Ao fim das eleições de 2010, obtivemos o êxito de nossas propostas, sendo a causa mineral levada ao plano nacional e a causa ambiental pautando o debate no país. A carência do povo brasileiro à ausência de propostas, de uma referência ideológica e, sobretudo, de ética na política, refletiu país afora, com a consagração dos 20 milhões de votos destinados a Marina Silva, conquistados de forma consciente, sem recursos financeiros e nem tempo de televisão. Nessa vota-

ção, Minas Gerais teve um papel destacado, dando a Marina Silva a vitória em Belo Horizonte e a maior votação proporcional no país, no município de Sabará. Minas ainda reflete o sentimento da consciência cívica da nação. Meu encontro com Marina Silva no Partido Verde veio reforçar tudo aquilo em que acreditava e lutava. Temos os mesmos ideais, as mesmas causas e formamos uma grande corrente nacional em torno do debate de ideias e propostas concretas para Minas e o Brasil. Agora, depois de muitas lutas e batalhas, nos vemos com as portas fechadas dentro do Partido Verde, como que se toda conquista de nossos idéias fosse nada, limitada apenas a resposta de que não temos mandatos. Trocaram 20 milhões de votos por indicação de cargos e salários. Fizeram da bandeira do partido, uma bancada de negociatas, bem ao moldes de uma política decadente pelos vícios do tempo e da história.

É preciso buscar um novo caminho. Acreditamos, verdadeiramente, na construção de uma nova forma de fazer política, de um novo país, pautado pela ética, pelo desenvolvimento sustentável, comprometido com a questão social, cultural, econômica e ambiental brasileira. Por isso, vamos buscar em encontros e debates com toda sociedade, de norte a sul, de leste a oeste, no contato direto com o povo, ouvindo suas reivindicações, suas urgências e suas propostas, a criação de um movimento nacional, suprapartidário, conectado aos núcleos vivos da sociedade, com a cara e o jeito do brasileiro, tão bem representados por Marina Silva e sua história. Movidos pelo sonho, não nos custa nada lembra o poeta, para inspirar a caminhada: “esses que aí estão, atravancando o caminho; passarão! Eu, passarinho...”. n Ex-prefeito de Conceição do Mato Dentro - MG e ex-deputado federal pelo Partido Verde

Diálogo entre flores n Fernando

Costa

D

iz o lírio: por que se preocupa violeta? Na verdade, enfeito riachos, vivo livre e descomprometido pelos campos, exalo suave perfume e sou feliz porque adorno o Reino de Deus. Que culpa tenho eu, se na Parábola Bíblica fui comparado às vestes de Salomão e mais original que elas, ainda que reconhecidamente ricas em bordados e brocados. Vez por outra, alguém me descobre e lá vou eu enfeitar palácios, casas, catedrais e grandes banquetes. O esteta das flores Amaury Jaime de Lima não raramente prestigia-me em suas requintadas decorações. Hora estou em altares majestosos da Notre Dame de Paris, por vezes em La Madeleine, na Ca-

tedral São Pedro de Alcântara, nos lagos do Imperial Palácio de Tóquio ou circundando os arredores do Mena House, no Cairo com vistas para as Pirâmides. Quem esteve no Egito sabe que estou a falar do sinônimo de beleza e opulência. Violeta, se um dia puder, vá me ver às margens do Nilo ou então lastreando o Reno... Não se preocupe, há espaço para todos. Olhe a sua volta, observe os mulungus, ipês, magnólias, quaresmeiras, as rosas, as orquídeas, gérberas, antúrios, as flores-do-campo, os frutos, os pássaros, os ursos, as carpas, os gatos, as cobras... Ah, as cobras às vezes venenosas, mas fazem parte do equilíbrio ecológico. É verdade que muitas delas são mortíferas, mas se assim não fossem, como as distinguiríamos de dóceis animais a exemplo dos belos e bem cuidados poodles? Violeta, você parou para agradecer

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

ao esplendor do pôr-dosol e o prateado da lua? Por que ao invés do rancor guardado no peito fruto do despeito, passe a reservar em seu coração o amor? Tire partido das coisas boas, despenque-se em ramos e jogue-se nas lapelas das madames, transformese em Cinderela, em “Demoseilles d’Honneur” ou simplesmente enfeite pratos, mas invente outro recurso ou caminho que não seja a aridez vil e mesquinha. Não fomente amargores e não seja invejosa buscando em mim defeitos que se os tenho são meus, não seus. Se lhe sobrar um tempinho entre uma fofoca e outra, abra as Sagradas Escrituras e leia em I Cor. Capítulo 13, 1-13, que em síntese pontifica dentre as virtudes a fé, a esperança e a caridade. A maior delas é a caridade, isto é, o amor. Observará violeta que suas pétalas aveludadas e roxas se tornarão mais formo-

iário de Petrópolis 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

sas. Ao transluzir a paz que o mundo deseja e por ela tanto clama será feliz e cumprirá seu destino. Mostre ao mundo que não está fadada tão somente a estufas.Eu sou feliz porque tenho por morada o campo inteiro, os brejos, os lagos, as minas de água fresca e só quem morou na roça sabe distinguir. Não queira terminar seus dias em um vaso de barro, manchado de lodo, e não falo por sarcasmo, mas se me é permitido um conselho, tome cuidado, porque ainda que adubada e regada, dependendo de seu estado de espírito acabará por se melar, fenecer e apodrecer. Não transforme sua vida em rotina menina, pois tem tudo para ser elegante e bela, tal qual esta borboleta que, por ironia do destino, é cor de violeta, a sugar de mim o néctar nesta suave manhã. n Jornalista Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER Redução de danos

O

ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, comparece hoje (28) ao Senado para falar sobre as acusações de que teria sido o mentor do chamado “dossiê dos aloprados” meio que por sua conta e risco. Não há uma estratégia montada a partir do Palácio do Planalto nem, em princípio, disposição da bancada do PT de se comportar como tropa de choque. Os senadores estão prontos a defendê-lo, mas avisam que não será suficiente Mercadante recorrer a evasivas nem alegar que o ônus da prova é de quem acusa ou que a história é requentada. “Estamos plenamente solidários, mas ele vai precisar ser consistente, contundente

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERÇA-FEIRA, 28 DE JUNHO DE 2011

e, sobretudo, convincente na demonstração cabal das razões que o fizeram passar incólume por uma CPI e pelo crivo do Supremo”, diz o senador Walter Pinheiro, um dos defensores da tese originalmente levantada por Lindberg Farias, de que a melhor maneira de enfrentar o problema é falar o quanto antes sobre ele. De preferência na Casa da qual Mercadante fez parte nos últimos oito anos e em ambiente menos acirrado que a Câmara, de onde surgiu o movimento para a reabertura das investigações na Procuradoria-Geral da República e no próprio Congresso. A ideia de aproveitar um convite feito pela Comissão de Assuntos Econômicos para expor seus planos à frente da pasta e enfrentar logo os questionamentos

a respeito da existência de gravações que comprovariam a participação de Mercadante na montagem de um dossiê contra seu então adversário na eleição ao governo de São Paulo (2006), José Serra, é uma óbvia tentativa do PT de esvaziar o movimento dos deputados da oposição. Antes que o caso ressurja reforçado por fatos novos, ganhe pernas próprias, repita o desastre da estratégia de esconde-esconde recentemente adotada com Antônio Palocci e evolua para caminhos não desejados. Por exemplo, para a convocação da ex-senadora Serys Slhessarenko e de outros personagens como o ex-diretor do Banco do Brasil Expedito Veloso, o dono das gravações, ou mesmo de integrantes do grupo preso

num hotel em São Paulo com R$ 1,7 milhão para a compra do dossiê. A preocupação maior, na realidade, é com Serys que, no dizer de um senador petista, está “com a faca nos dentes”. Não sem razão. O mesmo Expedito Veloso, cujas conversas gravadas apontam a responsabilidade de Mercadante no dossiê contra Serra, contou a ela que o ex-deputado Carlos Abicalil, também do PT, engendrou a montagem de um dossiê envolvendo a então senadora em fraudes do Ministério da Saúde e acabou com as pretensões dela de se eleger a governadora de Mato Grosso. Além disso, Serys foi alvo de um processo de expulsão que acabou lhe rendendo suspensão de um ano do PT, por ter feito propaganda partidária na eleição de 2010 sem incluir o nome de Abicalil como candidato ao Senado. O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos, senador Delcídio Amaral, não recebeu recado algum do Palácio do Planalto sobre a audiência de hoje e do ministro Mercadante ouviu apenas o desejo de comparecer

3

para se explicar e encerrar o episódio. O líder do PSDB no senado, Álvaro Dias, no entanto, já avisa que a oposição detectou a manobra, não se satisfaz com o depoimento de Mercadante e vai insistir na Câmara em chamar Serys Slhessarenko, Expedito Veloso e a ministra Ideli Salvatti, agora incluída na história como a pessoa que à época, no Senado, ficaria encarregada de dar publicidade ao dossiê dos ditos “aloprados”. Agenda positiva - O PT informa: não há a menor possibilidade de a presidente Dilma Rousseff mudar de posição em relação ao sigilo eterno aos documentos oficiais classificados como ultrassecretos. Ela continua apoiando a restrição do sigilo ao prazo máximo de 50 anos. E para deixar isso patente, o governo começou a trabalhar com a possibilidade de antecipar a votação da Lei de Acesso à Informação para do recesso parlamentar de julho. A decisão é parte do esforço do governo de sair da defensiva e se pôr ao lado das, assim vistas, boas causas.

CIDADE

Vendas da Bauernfest crescem 30% em comparação a 2010 Servidores da educação, durante greve no ano passado, cobrando PCCS

PCCS da educação deverá ser votado no próximo dia 7 Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

A segunda votação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da educação deverá ser realizada na quinta-feira da semana que vem, dia 7. Ontem vereadores se reuniram para analisar as emendas propostas pelo Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe) e pelo Sindicato dos Servidores Municipais (Sisep). Os vereadores entraram em acordo para uma posição conjunta sobre as emendas, que agora receberá o parecer do departamento jurídico da Câmara. Nesta semana, a posição do Legislativo deverá ser divulgada. Na semana passada, o PCCS foi aprovado em primeira discussão, sem prejuízo das emendas. No entanto, a votação mais aguardada pelos servidores é a segunda, quando serão analisadas as emendas, já que ainda não há consenso entre governo e sindicatos. O provável é que a Câmara busque um meio termo entre o que é oferecido pelo governo e o que é reivindicado pela categoria. Entre os pontos polêmi-

cos do plano, estão os reajustes por formação e por tempo de serviço. O Sepe reivindica 12% de aumento para cada cinco anos de trabalho e 10% para cada especialização do servidor. Na versão do PCCS do governo, são 5% de aumento para cada cinco anos de serviço. No caso da progressão por formação, o governo propõe 12% para quem passar do curso normal para graduação, 10% para pós-graduação, 8% para mestrado e 6% para doutorado. No entanto, o secretário de Educação, William Campos, já declarou que a prefeitura não tem condições de dar reajustes maiores. Também há polêmica em relação à aposentadoria. Segundo a versão do PCCS enviada pelo governo à Câmara, o servidor que hoje já tiver idade para se aposentar precisará esperar dois anos, caso queira que sua aposentadoria seja enquadrada pelo plano. O Sepe é contra essa carência. O argumento do secretário é que o Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município de Petrópolis (Inpas) não teria condições de arcar com aposentadorias pelo plano, já que o servidor não contribuiu com o plano.

Primeiras 72 casas começam a ser construídas em agosto As 72 primeiras casas - do total de 1.400 - para os desabrigados das chuvas começam a ser construídas em agosto, na Posse. A Companhia Estadual de Habitação (Cehab) promove, dia 28 de julho, licitação para a contratação de empresa que será responsável pela construção de seis blocos de três pavimentos na Estrada Silveira da Motta, km 2,5 na Posse. Serão seis blocos, cada um com três pavimentos e quatro apartamentos por andar. Além dos 72 apartamentos, a empresa vencedora terá de realizar as obras de infraestrutura do local incluindo acessibilidade, redes de água

e esgoto e drenagem pluvial. Essas unidades se somam ainda a outras 1.328 unidades que serão erguidas em seis terrenos com recursos dos governos estadual e federal. Para a Posse, deste total, estão previstas mais 70 unidades. Além da primeira área, na Posse, o governo do estado já confirmou seis terrenos: dois no Vale do Cuiabá, dois em Itaipava, um na Mosela e um no Alto Independência. As 1.400 unidadesserão construídas em caráter emergencial, para atender os desabrigados de 2011 e de anos anteriores que estão vivendo em abrigos e de aluguel social.

Hotéis, pousadas e o comércio local comemoram o bom resultado do feriado prolongado que teve como sua principal atração a Bauernfest – Festa do Colono Alemão. Quem também está rindo à toa são os comerciantes que montaram barracas na festa do burgo alemão. Em relação ao ano passado as vendas até o momento aumentaram em até 30%. Segundo os vendedores no sábado chegou a faltar os famosos salsichões em todas as barracas que estão concentradas ao redor do Palácio de Cristal. – As vendas estão excelentes – comemorou Helio Damaceno, da barraca 23. Outra que está comemorando as vendas é Luzia Helena de 49 anos. Ela afirma que se tivesse mais produtos, como refrigerantes e chope venderia ainda mais. – A festa está maravilhosa. Tudo bem organizado – elogiou a dona da barraca 17, acrescentando que vendeu entre 25% a 30% a mais em relação à Bauern de 2010. Petropolitanos e turistas que compareceram à Bauernfest se encantaram com as apresentações dos grupos folclóricos, as contações de histórias, o bailão com as bandas Germânica de Blumenau e BauernBand, além dos concursos de chope em metro, chapéu mais enfeitado e casal mais animado. Também foram destaques da programação deste final de semana: o Coral Canarinhos de Petrópolis, Coral Municipal de Petrópolis e o Bauern

Fotos: Isabela Lisboa

Turistas e petropolitanos acompanham desfile na Bauernfest: hotéis e pousadas comemoraram resultado

Jazz Trio. No domingo, o desfile folclórico arrastou milhares de pessoas pelas ruas do Centro Histórico em uma grande festa que reuniu bandas marciais, grupos folclóricos e as famosas vitórias (charretes) que levaram os descendentes dos colonos germânicos da cidade e a Rainha e princesas da Bauernfest 2011. O segundo desfile está marcado para o dia 03 de julho, marcando o final da festa. Durante a semana, a Bauernfest inicia sempre às 16h, com exceção do dia 29, Dia do Colono Alemão e feriado municipal. Neste dia as solenidades em comemo-

ração à chegada dos primeiros colonos germânicos em Petrópolis iniciam às 8h30, no Museu Casa do Colono onde o Prefeito Paulo Mustrangi abrirá o início das solenidades. As homenagens terão prosseguimento no Obelisco – Rua do Imperador s/nº; Monumento à Koeler – em frente à Catedral São Pedro de Alcântara, finalizando com Culto Ecumênico no Palácio de Cristal. Participação especial dos Canarinhos de Petrópolis. Confira a programação completa da Bauernfest em www.petropolis.rj.gov.br ou Disque-Turismo 0800 024 15 16.

A comerciante Luzia Helena

Morre o empresário, advogado e ex-vereador Carlos Sodré Portella Morreu ontem de manhã, aos 60 anos, de infarto, o empresário Carlos Sodré Portella. Seu corpo está sendo velado na Câmara, desde às 19h de ontem, e será sepultado hoje no Cemitério Municipal às 14h. Advogado e empresário do ramo imobiliário, Portella também atuou na política. Na década de 70, foi vereador, e hoje militava no PSDB. Atualmente, ele administrava o patrimônio da família. Em 1971, foi oficial de gabinete do então prefeito João Caldara. Em 1972, foi eleito vereador pelo MDB. No governo de Leandro Sampaio, entre 1997 e 2000,

Arquivo

Advogado e empresário, Carlos Portella morreu ao 60 anos, de infarto

Portella foi diretor financeiro da Companhia Petropolitana de Trânsito (CPT), atual CPTrans. Amigos lamentaram a perda de Portella. - Petrópolis perde um dos seus filhos mais dedicados. E eu perco um grande e leal amigo, generoso e de todas as horas – disse o diretor-presidente do Diário de Petrópolis, Paulo Antônio Carneiro Dias. - Fomos colegas de trabalho por duas ocasiões. Além disso, convivemos também na vida social de Petrópolis, na noite, quando ele era ainda solteiro – disse o jornalista Edyr Raposo.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

Alexandre Machado

TERÇA-FEIRA, 28 DE JUNHO DE 2011

Marcelo Borgongino

Curtas  Comemoram mais um ano de vida amanhã, o dire-

tor de arte da Do It Comunicação, Igor Fernandes, a jornalista Angela Alcântara e o vereador Thiago Damaceno.

Vai até o dia 30, no Arcádia Mall, em Itaipava, a mostra de telas dos artistas Amanda D’ Lopes, Mariana Constantino e W. L. Berner. 

A Bauernfest deste ano está ótima. Vale dar uma circulada por lá! 

Aliás, a nutricionista Fernanda Machado Soares convocou os amigos para subirem a serra e curtirem a Bauernfest. Segundo ela, todos se animaram com a idéia. 

Os advogados Fernando Costa e Célio Barbosa passaram o fim de semana no apê de Cabo Frio. 

Hoje, a boate Nix, em Itaipava, traz o melhor do sertanejo universitário, com a dupla mineira Renan & Christiano. 

No feriadão de amanhã, o gostoso restaurante Afrânio, em Araras, estará aberto para almoço e jantar. 

 A engenheira Sueli Karl (leia-se Idear Engenharia),

está preparando uma grande solenidade para marcar sua posse na presidência do Rotary PetrópolisItaipava, dia 8 de julho. Fátima e Ruy Ligeiro já estão distribuindo os convites para o casamento da filha Luiza, dia 23 de julho, na Catedral São Pedro de Alcântara. 

O simpático casal Bruno Armbrust e Suzana (ele, presidente da CEG e da CEG Rio), durante jantar beneficente no Rio de Janeiro

Rumo ao altar Gabriela D’Angelo Rattes casa-se com Carlos Eduardo Lischetenberg Junior, de família paulistana, dia 20 de agosto, na Catedral São Pedro de Alcântara. A grande recepção acontece no Castelo de Itaipava. Anderson Barcellos assina a decoração. O cerimonial será da ProMolter. A noiva é filha de Kitty D’Angelo.

Concerto de Gala Na próxima sexta-feira, teremos a abertura do 11° Festival de Inverno de Petrópolis, promovido pela Dell’Arte Soluções Culturais. Será às 20h, na Catedral São Pedro de Alcântara. A Abertura contará com três imperdíveis obras. A primeira da noite é o admirável Prelúdio e Fuga sobre Bach, uma obra para órgão do compositor Franz Liszt interpretado por Marco Aurélio Lischt. Um programa dos mais sedutores, onde o recém reformado grande órgão da Catedral terá um lugar de honra. Em seguida, Marco Aurélio Lischt entra em cena novamente, desta vez acompanhado do trompetista Vinicius Lugon, interpretando o Concerto para Trompete e Orgão em Si bemol, de Tomaso Albinoni. Fechando a noite, a Orquestra de Câmara Jovem do Conservatório Brasileiro de Música com os solistas Daniel Guedes, na viola, e Gabriela Queiroz, no violino. A regência fica a cargo de Ueslei Banus. A bela noite vai trazer de volta o glamour que tanto Petrópolis merece, com homens e mulheres elegantemente trajados para a ocasião. Lembramos que a entrada é franca, mediante a doação de 1 kg de alimento não-perecível.

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão)

Entrega em domicílios Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios)

Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


Terça-feira, 28 de junho de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Acidente deixa Retiro sem luz por 17 horas Duas mortes na BR-040 durante feriado prolongado O feriado prolongado de Corpus Christi registrou, pelo menos, duas mortes na BR-040 – uma por atropelamento, na altura de Vila Rica, e outra em um acidente na Baixada fluminense. De quarta-feira (22) até domingo (26), a rodovia recebeu 294.910 mil veículos. A Concer, concessionária que administra a via, informou que atendeu a 60 ocorrências de acidentes, com 49 vítimas. Já em todo o estado, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram 159 acidentes, com 79 feridos e 12 mortos. Foram aplicadas 1272 multas, recolhidas 18 carteiras de habilitação e retidos 51 veículos. Além disso, seis motoristas ficaram presos por embriaguez ao volante. O morador do Vila Rica Valnei José Bento, de 33 anos, foi atropelado a poucos metros da passarela do quilômetro 54. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu na hora. O corpo da vítima foi sepultado na tarde de ontem, no Cemitério de Itaipava. Assim como ele, a maioria das mortes em rodovias do estado registradas neste feriado foram por atropelamento, somando cinco o número de vítimas. Duas foram por colisão em objeto fixo, uma por colisão frontal, uma por colisão transversal, uma por colisão lateral, uma em um tombamento e uma em um capotamento. Os atropelamentos com vítimas fatais aconteceram, além de Petrópolis, nas cidades de Coroa Grande, Guapimirim, Itaguaí e Piraí. Mas, ainda segundo a PRF, as colisões traseiras foram representam o tipo de acidente com maior ocorrência neste feriado. São colisões pequenas, com baixo número de vítimas e sem gravidade. Geram danos materiais pequenos e causam pontos de congestionamento com frequência. “A principal causa deste tipo de acidente é a falta de atenção e a incorreta percepção da distância de segmento adequada. É um acidente típico de trânsito lento e neste feriadão representou cerca de 40% dos acidentes”, informou a PRF, em nota. Já as colisões com objeto fixo normalmente acontecem em razão de sono ou cansaço e muitas vezes de maneira violenta, em função de outras ocorrências na mesma situação, como derrapagem ou excesso de velocidade que antecede a colisão. A Operação Corpus Christi também foi marcada por uma imensa quantidade de veículos em circulação nas rodovias federais. Assim como no feriado da Semana Santa, policiais rodoviários federais que trabalharam em escalas extras de serviço ouviram relatos durante abordagens de rotina, sobretudo a motoristas profissionais que expressavam surpresa com relação ao crescimento da frota em circulação nas rodovias, que acarretou trânsito intenso no feriadão, principalmente de veículos de passeio.

Um ônibus bateu, na noite de domingo, em um poste que sustenta os fios da rede elétrica na Rua Hermogênio Silva, no Retiro, na altura do número 555. O acidente ocorreu por volta das 23h e deixou os moradores da região sem energia por mais de 16 horas. No momento da colisão, o coletivo transportava aproximadamente 25 passageiros e seguia em direção ao Centro da cidade. Ninguém teve ferimentos graves. Com a colisão do ônibus da linha 700, da viação Autobus, cerca de 400 pessoas ficaram sem luz. Além disso, a quebra do poste ocasionou um abalo na estrutura de mais sete esteios da rua. Por eles passam os fios não só da rede elétrica, mas também os da telefônica e de televisão a cabo. Para facilitar o trabalho das empresas envolvidas, a CPTrans monitorou o trânsito no local. Mesmo com o grande fluxo de veículos, a entidade não teve grandes problemas. A concessionária de energia elétrica Ampla foi comunicada 30 minutos após a colisão. Ontem pela manhã, 19 homens foram colocados para realizar o reparo da rede e a troca dos postes danificados. O poste trocado mede 11 metros, é feito de concreto e varas de ferro e pesa 1,3 tonelada. - Em condições normais, não há possibilidade de quebra, isso acontece mesmo em

Alan Alonso

Apesar do peso e do tamanho, poste quebra após a colisão

casos de acidentes – disse Adriano Arandas, supervisor eletrotécnico da Ampla. Outra empresa que teve o fornecimento do serviço interrompido foi a Tech Cable, distribuidora de sinal de televisão a cabo. Segundo um dos técnicos presentes no local,

cerca de um quilômetro da rede ficou parado, começando na altura do número 111 da Rua Hermogênio Silva e se estendendo ao número 651 da rua. Segundo o supervisor, o restabelecimento total de energia ocorreu após às 16h.

Para que os cabos da rede da empresa de televisão a cabo fossem recolocados, era preciso que a Ampla terminasse o serviço, o que gerou atrasos e transtornos aos clientes. - O problema maior não é o prejuízo que a empresa tem, mas sim o estresse que toda essa situação causa. O cliente ficou sem o serviço por muito

tempo, e as reclamações não pararam durante o dia – analisou o representante da Tech Cable. A prefeitura esclareceu que o acidente não causou vítimas e que os responsáveis pela empresa estão apurando o motivo para a perda da direção do coletivo. A nota informou ainda que o motorista passa bem.

Desespero entre os passageiros Há aproximadamente dois anos outro coletivo bateu em um poste no mesmo lugar. Os moradores não acreditam que a rua seja perigosa, mas é bom tomar cuidado principalmente quando chove. - Choveu antes do acidente e isso pode ter contribuído para a perda do controle do ônibus. Aparentemente não tem perigo, mas é a segunda vez que um ônibus bate aqui – contou Fíbian de Andrade, que mora a poucos metros de onde ocorreu o acidente. Ela informou ainda que após a colisão as pessoas se desesperaram. - Elas chegaram a quebrar as janelas para sair. Na hora eles gritavam muito, tinha criança, adulto o ônibus tava lotado, um rapaz inclusive chegou a ter um corte na cabeça com a batida – frisou. Mas se a colisão trouxe prejuízo para as empresas, o poste para sustentar a fiação também trouxe para os comerciantes da localidade. A comerciante Cláudia Machado teve perdas em vendas durante o período sem energia elétrica. - Aqui na loja não dá pra fazer quase nada sem energia. A gente está sem computador, só um telefone esta funcionando, e estamos perdendo as vendas, alguns clientes pagam no cartão e sem luz como é que eu vou fazer? Eu vendo o que dá. – protestou a comerciante. A distribuidora de energia esclareceu que, no domingo ainda, após o acidente, técnicos da concessionária foram ao local e normalizaram o fornecimento de mais de 60% dos clientes prejudicados pelo acidente. A outra parte dos clientes precisou continuar com o fornecimento interrompido por questões de segurança, já que a área teve que ser isolada para que a troca dos postes fosse realizada.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Terça-feira, 28 de junho de 2011

Agenda Cultural

INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04)

Sucesso profissional, social e financeiro e o que prenuncia este dia para você. Poderá ter algum aborrecimento passageiro provocado pelos filhos ou pais, mas não se desanime com isso, pois as críticas serão construtivas.

Touro - (21/04 a 20/05)

Tire de sua mente as más intenções, o pessimismo e o desânimo. Coloque no lugar, uma boa dose de otimismo e força de vontade que tudo deverá melhorar para você. Evite o contato com pessoas suspeitas e o desgaste da saúde com excessos.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Muito boa influência para você. Aproveite o bom fluxo para tratar dos assuntos familiares pendentes, e para obter melhores resultados profissionais. Será correspondido plenamente na vida amorosa e familiar.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Examine com atenção suas possibilidades de se realizar profissionalmente e descobrirá contatos pessoais e amizades, que poderão lhe ser altamente proveitosos. Fase benéfica, para solucionar problemas familiares.

Leão - (23/07 a 22/08)

Novos planos para a sua elevação de cargo, de conhecimentos profissionais deverão ser estudados agora. De resto, a influência será ótima a vida amorosa e familiar e para tratar com amigos e personalidades de nossa sociedade.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Dificuldade na vida doméstica e desejos, poderão ser concretizados neste dia, principalmente se manter otimista e mais confiante. Sucesso amoroso, social e profissional. Seja sereno ao resolver problemas nesta fase

Libra - (23/09 a 22/10)

Dia muito indicador de êxito e sucesso em todas as coisas que empreender e, principalmente, no trabalho. O amor estará bastante beneficiado, juntamente com a saúde e as relações sociais e pessoais.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) O contato com conhecidos vai ser útil. Do mesmo modo, retribua a colaboração, sendo mais atento aos problemas dos outros e procurando dar a sua opinião sobre certos assuntos, os quais você entende muito bem.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Você terá ótimas influências para cuidar de questões financeiras, contábeis, bancárias. Não seja tão rude, para que o convívio familiar possa ser mais harmonioso. Procuro ter um conhecimento mais profundo sobre você mesmo.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Sua energia atual, aliada a sua persistência, poderá lhe proporcionar vantagens reais. Evite depender dos demais tomando suas próprias iniciativas. Vênus neste dia dar-lhe-á inúmeras e ótimas chances de progresso social e financeiro.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Neste dia, as pessoas ao seu redor estarão impulsivas e teimosas procurando soluções precipitadas para um assunto qualquer. Não se deixe influenciar. Previna-se contra riscos de perder dinheiro, amizade ou qualquer outra coisa.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Favorável para receber benefícios de parentes e do cônjuge e para progredir no trabalho e no plano material. A disposição mental será muito boa, e o trato com pessoas de posição lhe trarão prosperidade. Procure pedir mais conselhos.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Na cidade

Olhar crítico no D. Pedro e magia da dança na A. Arinos

Fotos: Divulgação

O espetáculo “Lula Contra o Mau” será encenado hoje, às 20h, no Theatro D. Pedro, censura 14 anos, ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia para estudantes, portadores de deficiência, idosos e clientes Unimed Petrópolis). “Lula Contra o Mau” nasceu há três anos e meio durante o Festival Mundial de Publicidade, em Gramado. Na ocasião, o publicitário Lula Vieira convidou o jornalista Maurício Menezes, criador do Plantão de Notícias, para apresentar com ele o prêmio aos finalistas da categoria Rádio. Amanhã, às 18h, tem “Do Encanto à Magia”, divulgação do trabalho que vem sendo realizado pelas dançarinas do grupo Alúmiah Dança do Ventre, em todos os níveis de aprendizado, reunindo diversas modalidades

“Lula Contra o Mau” faz crítica ao jornalismo e à publicidade

da dança do ventre. Diversificada, a mostra contará não só com os trabalhos orientais modernos e folclóricos, mas também com a participação de outros trabalhos coreográficos do centro de atividades Bombahia em outros estilos de dança como: jazz, street

dance, lamba dance e dança de salão. A produção é da Alúmiah Dança do Ventre e Centro de Atividades Bombahia. No Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura Raul de Leoni, censura livre, ingressos a R$ 12.

Música

Sertanejo universitário e funk são as atrações na véspera de feriado na Nix Este ano, a comemoração do Dia do Colono Alemão (29), feriado em Petrópolis, começa cedo na cidade. Na véspera, hoje, a Nix Club & Lounge, em Itaipava, traz o melhor do sertanejo universitário com a dupla mineira Renan a Christiano. A parceria já dura cinco anos e encantou os petropolitanos com composições próprias, como o sucesso “Deixa eu te

amar”, além de um repertório variado. Mas a noite não termina por ai, para a mistura de ritmos ficar boa, a casa ainda traz um dos melhores DJs de funk do país. Há 17 anos no cenário da música, DJ Morango tocará o que há de mais novo no gênero – lançamentos que agitam as casas noturnas cariocas e mineiras. O endereço é Estrada Itaipava/Teresópolis, 89, Itaipava.

As atrações prometem esquentar a noite de inverno da Cidade Imperial. Renan e Christiano, por exemplo, já acostumados com o clima da Serra e figurinhas carimbadas na noite petropolitana, prometem levantar o público da Nix com um repertório que vai desde músicas de artistas famosos a canções próprias, a maioria do CD lançado no ano passado.

Livros

Editora Ática lança o nono livro de coleção destinada ao público jovem “Alerta de Tempestade” é o livro 9 da coleção The 39 Clues. Acompanhados pela au pair Nellie, os irmãos Amy e Dan Cahill vão para o Caribe, onde continuam a corrida, que já está chegando ao fim São Paulo, 21 de junho de 2011 - A cada livro da coleção, novos segredos são revelados e a busca pelas pistas torna-se ainda mais perigosa e desafiadora. Alerta de tempestade, nono livro da coleção e penúltimo desta primeira fase da saga, será lançado ainda neste mês pela Editora Ática. Desta vez, Amy e Dan seguem os passos da pirata Anne Bonny pelo Caribe para desvendar a participação dela na corrida pelas pistas. Mas as Antilhas não lhes reservam boas notícias. Logo no início da viagem, os irmãos encontram mais indícios de que Nellie não é bem o que parece. E mais de um inimigo está à espreita. “Alerta de Tempestade” é recheado de emoção e mui-

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava X-MEN - PRIMEIRA CLASSE – Censura 12 anos – com Michael Fassbender – Horários: 15h e 19h20 – Sessão extra sexta e sábado, 21h50 ‘X-Men: Primeira Classe’ conta a história do épico início da saga dos X-Men e revela a história secreta de famosos eventos globais. Antes dos mutantes se revelarem ao mundo, e antes de Charles Xavier e Erik Lensherr assumirem os nomes de Professor X e Magneto, havia dois jovens descobrindo seus poderes. Nada de arqui-inimigos: naquela época, eles eram amigos íntimos e trabalhavam junto com outros mutantes (algo familiar, algo novo) para deter o Armagedom. Nesse processo, uma grave desavença aconteceu, dando origem à eterna guerra entre a Irmandade de Magneto e os X-Men do Professor X. KUNG FU PANDA 2 – Censura livre – Dublado – Horários: 17h30 todos os dias, exceto 2ª feira Po e seus amigos voltam na continuação. Jack Black lidera o elenco como o panda Po, o animal mais tranqüilo do Vale da Paz. Dustin Hoffmann fará a voz de Shifu, o mestre de kung fu certinho e durão que recebeu a tarefa de transformar o indisciplinado Po em um lutador de kung fu. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 SE BEBER NÃO CASE – PARTE II – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 Depois de uma despedida de solteiro “marcante” e inesquecível em Las Vegas, Phil, Stu, Alan e Doug fazem uma viagem para a exótica Tailândia. Só que dessa vez, Stu não vai se casar com uma dançarina americana, mas fica noivo de uma moradora local. Agora, são estrangeiros em um país diferente onde a tradicional regra de que “o que acontece em Vegas, fica em Vegas” não faz o menor sentido e vão descobrir o que acontece em Bangkok. SALA 2 CARROS 2 – Censura livre – Horários: 14h, 16h, 18h e 20h Relâmpago McQueen resolve participar da Corrida dos Campeões, o que faz com que dispute corridas na Itália, Alemanha, França, Inglaterra e Japão. Ao seu lado está o amigo Mater, que acaba se envolvendo no mundo da espionagem internacional ao conhecer Finn McMissile, um investigador.

Mais um número de livro de sucesso junto aos público infanto-juvenil

Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em to-

tas surpresas. Neste volume, serão revelados dois grandes segredos da coleção: a verda-

Filmes na TV

deira identidade do homem de preto e quem são os misteriosos Madrigal.

Vídeo

Drama alemão será exibido na Sala Humberto Mauro hoje e amanhã Hoje e amanhã, às 19h, a Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura Raul de Leoni apresenta o filme “Edukators”, um drama onde Jan (Daniel Brühl) e Peter (Stipe Erceg) são dois jovens que acreditam que podem mudar o mundo. Eles se autodenominam “Os Educadores”, rebeldes contemporâneos que expressam sua indignação de forma pacífica: eles invadem mansões, trocam móveis e objetos de lugar e espalham mensagens de protesto. A direção é de Hans Weigartner, a censura 14 anos e a entrada, franca. A exibição faz parte da Bauernfest, a Festa do Colono Alemão.

das as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 KUNG FU PANDA 2 – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 - 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão SALA 2 CARROS 2 – Censura livre – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h - segunda feira, dia 27, não haverá sessão TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 SE BEBER, NÃO CASE! Parte 2 – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h - 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão Depois de uma despedida de solteiro “marcante” e inesquecível em Las Vegas, Phil, Stu, Alan e Doug fazem uma viagem para a exótica Tailândia. Só que dessa vez, Stu não vai se casar com uma dançarina americana, mas fica noivo de uma moradora local. Agora, são estrangeiros em um país diferente onde a tradicional regra de que “o que acontece em Vegas, fica em Vegas” não faz o menor sentido e vão descobrir o que acontece em Bangkok. SALA 2 NAMORADOS PARA SEMPRE – Censura 14 anos – com Michelle Williams – Horários: 15h40 e 20h20 - 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão Casados há vários anos e com uma filha, Cindy e Dean passam por um momento de crise, vendo o relacionamento ser contaminado por uma série de incertezas. Eles seguem em frente e tentam superar os problemas, se baseando no passado que fez com que se apaixonassem um pelo outro. SE BEBER, NÃO CASE! Parte 2 – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 18h - 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão SALA 3 X-MEN: primeira classe – Censura 12 anos – com James MacAvoy – Horários: 15h30, 18h10 - 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão X-MEN: primeira classe – Censura 12 anos – com Michael Fassbender – Horários: 20h50 - 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão

UM TIRA NO JARDIM DE INFÂNCIA – GLOBO – 15H55 – COM ARNOLD SCHWARZENEGGER - O detetive John Kimble é preparado para proteger a mulher e o filho de um criminoso que, abandonado pela esposa, quer ficar com o filho. A vida de John se transforma quando ele assume o papel de professor de um jardim de infância e se vê obrigado a lidar com 39 crianças numa sala de aula.


56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 28 de junho de 2011

7

cidade

Bauernfest e feriadão lotam Petrópolis Feriado e Bauernfest, combinação que resulta em cidade lotada e sorriso largo no rosto dos comerciantes. De acordo com dados da Fundação de Cultura e Turismo, a taxa de ocupação hoteleira no Centro Histórico foi de 99%, enquanto que, nos demais distritos, ficou em 87,8%. A grande presença de turistas em Petrópolis pôde ser percebida pelo trânsito intenso. Um percurso que dura em média cinco minutos de carro, como da Rua Coronel Veiga até o Centro, levava quase uma hora para ser realizado no sábado. As placas dos carros evidenciavam a grande presença de visitantes cariocas. Apesar dos engarrafamentos gerados pela grande movimentação, isso foi visto com bons olhos por todos que tem o turismo como carro-chefe de seus negócios. O presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, Bruno Wanderley, foi um dos que comemorou. - A taxa de ocupação

Fotos: Divulgação

O Museu Imperial, como sempre acontece nos feriados prolongados, foi um dos pontos turísticos mais visitados no último fim de semana

Rua Teresa tem movimento acima das expectativas A Rua Teresa também esteve lotada ao longo do feriadão. De acordo com o presidente da Associação dos Empresários da Rua Teresa (Arte), Eduardo Dias, o movimento superou as expectativas e já é resultado das propagandas realizadas fora da cidade, mostrando que a cidade já se recuperou da tragédia das chuvas em janeiro. Alan Alonso

Paulo Vasques e Luiz Amaral explicaram como será o seminário

Criação do Conselho de Urbanismo é tema seminário Representantes do Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas do Rio de Janeiro ( SARJ) irão organizar um seminário em Petrópolis, no dia 7 de julho, com o intuito de esclarecer como será feita a transição dos profissionais da categoria para o recém criado Conselho de Arquitetura e Urbanismo( CAU). O evento será realizado das 18h30 às 21h30, no Auditório do Sicomércio, na Rua Irmãos D’angelo, n°48, no Centro. A reivindicação de um conselho próprio é antiga. Há 50 anos, um abaixo assinado encabeçado pelo grande expoente da arquitetura do Brasil, Oscar Niemayer, fora encaminhado ao congresso nacional. Porém, apenas em 31 de dezembro do ano passado, após anos de tentativas frustradas, foi sancionada a lei que cria o CAU. Antes da criação deste conselho, os arquitetos e urbanistas eram regulamentados pelo Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura CREA) . O Diário de Petrópolis recebeu a visita do presidente da Associação Petropolitana de Engenharia e Arquitetura (Apea), Luiz Amaral, e do arquiteto, Paulo Vasques, para falar um pouco mais do seminário e da importância da criação deste conselho. - Convidamos o presidente do sindicato Paulo Saad e outros representantes do SARJ, justamente para explicar aos arquitetos de Petrópolis como será feita essa transição. Teremos esse ano de 2011 para nos adaptarmos ao CAU e esse seminário tem o intuito de promover um debate, tirar dúvidas e também aceitar sugestões dos profissionais - declarou Vasques, ressaltando que até janeiro de 2012 já deverá existir um escritório do CAU em Petrópolis. Apesar de negar que exista uma rixa entre profissionais de engenharia e ar-

quitetura, os arquitetos sentiam que suas vozes tinham peso menor nas decisões do CREA, que passará, a partir de 2011, a regulamentar somente as profissões de engenheiro e agrônomo. - Como em toda democracia, prevalece o desejo da maioria, e nós arquitetos, sempre fomos minoria no CREA. Com a criação de um conselho próprio teremos uma voz muito mais atuante. É muito importante para nós termos essa personalidade destacou Amaral, lembrando que a estrutura do CAU será semelhante, com um conselho federal e conselhos regionais subordinados. Até que seja concluído todo o processo de transição, gerenciado pelos CREAs e cinco entidades nacionais de arquitetura, os arquitetos e urbanistas continuarão sujeito às normas do Conselho Federal de Engenharia e Arquitetura ( CONFEA), pelo menos até a instalação do CAU nos respectivos estados. Vasques expôs algumas das dúvidas que serão dirimidas no seminário. - Nós pagamos, além da anuidade, uma taxa por serviço realizado e esse seminário irá discutir questões como essas. No CAU também teremos que pagar essa taxa? Será o mesmo valor? Como vai ser feito isso? Como será feito o acesso aos acervos? Meus documentos, por exemplo, têm o número de registro do CREA, e esse número está em vários contratos. O número vai manter, vai modificar? São dúvidas como essas que trataremos no debate- declarou. Os interessados em participar do encontro, devem se apressar para confirmar presença, uma vez que o auditório comporta apenas 50 pessoas sentadas. As confirmações podem ser feitas pelo telefone (24)22310466(Helena).

-A Bauernfest também contribuiu muito. Esse ano colocamos um estande em caráter experimental na Bauern e isso também ajudou a atrair clientes para a Rua Teresa e aumentar as vendas. Depois de um período ruim por conta da tragédia no inicio do ano, acreditamos que o inverno será um período muito importante na recuperação - declarou.

hoteleira ficou acima dos 80%. É difícil precisar um número, mas o movimento começou a se intensificar desde quinta-feira. A grande maioria dos visitantes foi do Rio de Janeiro, mas também tivemos a presença de muitos turistas mineiros. O feriado trouxe um tipo de público e a Bauernfest contribuiu com outro tipo. Esses dois fatores ajudaram para o grande movimento - considerou. Segundo informações do Disque-Turismo, mais de 85 mil pessoas passaram pela festa do Colono Alemão nos primeiros cinco dias. No domingo, o desfile folclórico arrastou milhares de pessoas pelas ruas do Centro Histórico em uma grande festa que reuniu bandas marciais, grupos folclóricos e as famosas vitórias (charretes), que levaram os descendentes dos colonos germânicos da cidade e a rainha e princesas da Bauernfest 2011. O segundo desfile está marcado para o dia 3 de julho, celebrando o final da festa.

Lojas do Bingen e do Centro abertas amanhã Petropolitanos e turistas poderão aproveitar o feriado de amanhã, alusivo à chegada dos primeiros colonos alemães na cidade, para sair às compras. Mediante acordo firmado entre o sindicato dos comerciantes varejistas( Sicomérico) e o Sindicato dos empregados do comércio, as lojas do Centro Histórico e do Pólo de Modas do Bingen estarão abertas normalmente. O comércio nos distritos também estará em pleno funcionamento. Quem for a Rua Teresa, porém, encontrará lojas fechadas. Para o presidente da Associação dos empresários da Rua Teresa (Arte), Eduardo Dias, isso é visto com pesar. - Infelizmente não hou-

O presidente da Arte, Eduardo Dias disse que não houve acordo

ve acordo e as lojas estarão fechadas. O sindicato dos empregados, ao contrário do que aconteceu nas lojas do Centro Histórico, não aceitou

nenhuma das três propostas feita pelos empresários. Será um dia menos para aproveitar o grande movimento na cidade - lamentou.

Os pontos turísticos também estarão abertos à visitação em horário normal. O Museu, inclusive, pode ser visitado gratuitamente pelos petropolitanos, a exemplo de todas as quartas-feiras e últimos domingos de cada mês. A Casa do Colono abrigará solenidade, com a presença do prefeito Paulo Mustrangi, em homenagem a chegada dos primeiros colonos alemães na cidade. A solenidade tem fim no Palácio de Cristal, com um culto ecumênico e apresentação dos Canarinhos de Petrópolis. Os supermercados também funcionarão normalmente, segundo informou o sindicato dos comerciários. Já as agências bancárias, estarão fechadas.

Ex-prefeito palestra sobre “O Brasil que dá certo” O SICOMÉRCIO (Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis), em parceria com o Petrópolis Convention Visitors & Bureau e com a Fase (Faculdade Arthur Sá Earp Neto), trazem para Petrópolis a palestra “O Brasil que dá certo”, com Pedro Bertolucci, que foi eleito quatro vezes prefeito de Gramado (RS) e ganhador do prêmio Prefeito Empreendedor, do Sebrae. O encontro será realizado amanhã, às 10h, no auditório da faculdade. Durante o encontro, Bertolucci vai mostrar que os grandes espetáculos artísticos e culturais que ocorreram ao longo dos anos, foram uma das iniciativas responsáveis por tornar a cidade um dos principais destinos turísticos do país. A aposta do po-

Pedro Bertolucci falará sobre grandes espetáculos artísticos

der público neste segmento, quando ainda não havia sequer expectativas de desenvolvimento ou lucratividade, fez com que 90% da economia da cidade, gire, hoje, em torno do turismo. Pedro Bertolucci também vai explicar como tornar a gestão pública mais eficiente. Gramado é referência

nacional em administração, utilizando os melhores conceitos da gestão de empresas privadas. A cidade recebeu o prêmio Top of Marketing, da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil (ADVB) na categoria Serviços Públicos, sendo a primeira prefeitura do país a obter o certificado ISSO-9001.

A eficiência na gestão e o planejamento permitiram que a cidade gaúcha ganhasse atratividade, em vários setores. Hoje, Gramado é o terceiro destino turístico mais desejado do Brasil, e o mais seguro. Além disso, a cidade é a oitava do país que mais recebe eventos internacionais, é a sétima na preferência do empresariado gaúcho para se investir e está entre as 10 cidades com melhor atendimento de saúde pública do país. A palestra terá duração de uma hora, e terá espaço para perguntas. Inscrições podem ser feitas através dos telefones do PC&VB: (24) 2222-6852 ou do SIMÉRCIO: (24) 2237-0806. O ingresso é 1 kg de alimento não-perecível.

Quitandinha recebe curso de prevenção da DC A Coordenadoria de Defesa Civil está dando prosseguimento à terceira etapa do Curso de Preparação Comunitária, que será realizado em 12 regiões do município, envolvendo os cinco distritos de Petrópolis. O próximo local contemplado será o bairro Quitandinha e adjacências, no espaço do Colégio Estadual Princesa Isabel, localizado na Rua General Rondon, s/nº. Durante os dias 28, 29 e 30 de junho, das 18h às 21h, os moradores serão orientados por instrutores a respeito de como proceder em caso de emergência, informando corretamente aos órgãos públicos e tomando as medidas neces-

sárias de segurança. Também serão conscientizados sobre a importância das ações preventivas, como a colocação de calhas, impermeabilização e drenagem do solo. Os interessados em participar devem comparecer à escola, a partir das 17h40, possuir idade mínima de 14 anos e residir em comunidade próxima ao local do curso, já que as aulas são adaptadas às peculiaridades de cada região. - O bairro Quitandinha possui um adensamento populacional grande, o que o torna vulnerável quando ocorrem as chuvas de verão. É importante que seus mo-

radores participem do curso para saberem agir quando ocorrerem esses desastres e para se manterem protegidos e protegerem a comunidade, utilizando os diversos recursos que existem, mas são desconhecidos por eles - disse Ricardo Corrêa, diretor do Departamento de Capacitação e Projetos da Defesa Civil de Petrópolis. A primeira etapa foi realizada no distrito da Posse, entre os dias 14 e 16 deste mês, e contou com a participação de 11 integrantes das comunidades de Nossa Senhora de Fátima, Granja Claúdia e Taquaril. Com o curso, os moradores passam

a conhecer os recursos humanos e materiais presentes na região, bem como os locais sujeitos a desastres naturais. No terceiro dia é feita uma simulação de emergência no bairro, para a qual os moradores deverão encontrar uma solução. As próximas aulas ocorrerão a partir do dia 12 de julho no bairro Alto Independênca, no Ciep Santos Dumont, que fica na Rua Prefeito Iêdo Fiúza, nº 527. O curso é uma parceria entre a Coordenadoria de Defesa Civil de Petrópolis, a Subsecretaria Estadual de Defesa Civil e a Secretaria Municipal de Educação.


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 28 de junho de 2011

economia

BID incentiva quem prioriza classes C, D e E Elaine Patricia Cruz/ABr

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) vai dobrar o volume de recursos para investimento em empresas que ofereçam soluções para melhorar as condições de vida das classes C, D e E na América Latina e no Caribe. O anúncio foi feito na manhã de ontem durante o 1º Fórum para o Desenvolvimento da Base da Pirâmide, que termina amanhã na capital paulista. - Cerca de 360 milhões de pessoas na região, ou 70% da população, são insuficientemente atendidas e pagam muito caro por serviços como saúde, educação e moradia - disse o colombiano Luis Alberto Moreno, presidente do BID. Os investimentos serão feitos por meio da iniciativa Oportunidades para a Maioria (OMJ, na sigla em inglês), criada há três anos. Desde 2008, a OMJ já investiu US$ 160 milhões no apoio de 24 projetos voltados às pessoas

que integram a base da pirâmide social na América Latina e no Caribe, em setores como educação, saúde e moradia. O objetivo é que, até 2015, mais de 2,2 milhões de pessoas na região sejam beneficiadas com esses projetos. - Essas populações tem sido negligenciadas, sobretudo do ponto de vista do setor privado organizado. São elas que pagam uma multa de pobreza: por serem pobres, acabam pagando mais por produtos e serviços em função da logística e do volume dos produtos. O que estamos querendo é nos associar com empresas privadas que querem pensar em novos modelos de negócios que possam, finalmente, servir a esse segmento da sociedade - afirmou Luiz Ros, gerente da OMJ. Segundo ele, o financiamento não se baseia em filantropia. - Isso é negócio. É fazer com que o setor privado preste atenção nas oportunidades que tem de construir relações

Fotos: Divulgação

Moreno diz que quer se associar a empresas que queiram pensar novos modelos de negócios

de longo prazo, que melhore a qualidade de vida das populações de baixa renda e, ao mesmo tempo, ofereça grandes oportunidades de crescimento e inovação do setor privado - disse Ros. Os investimentos, se-

gundo o BID, devem chegar a US$ 100 milhões por ano. Mas não há limite. - À medida que existam projetos que se caracterizem para servir a esses setores de baixa renda, teríamos recursos para financiar essas opera-

ções, independentemente do montante - disse Ros. O financiamento é feito diretamente com o BID, sem intermediários. Segundo Ros, as taxas oferecidas serão compatíveis com as de mercado, mas os prazos poderão ser

maiores. - Os prazos que oferecemos são mais dilatados e, muitas vezes, maiores do que as empresas podem encontrar no mercado local - disse ele, acrescentando que o volume máximo que será aportado em cada operação é US$ 10 milhões. O primeiro projeto brasileiro desse tipo foi aprovado no ano passado. O distribuidor atacadista Tenda recebeu um empréstimo de US$ 10 milhões do BID para ampliar o programa de crédito a microempresários de baixa renda no setor de serviços alimentícios de São Paulo, como pipoqueiros, vendedores de cachorroquente e confeiteiros, entre outros. - Eles [Tenda] montaram um programa de assistência técnica para ajudar a esse dogueiro [vendedor de cachorro-quente] ou dono de pizzaria a não só comprar os ingredientes na Tenda, mas também a se capacitar, aprender a fazer um orçamento - exemplificou Ros.

Sebrae quer atender mais de 50 mil na 3ª Semana do Empreendedor Agência Brasil

Os gastos aumentaram, mas as compras com cartão caíram

Brasileiros estão comprando menos com cartão no exterior Kelly Oliveira/ABr

Os brasileiros estão reduzindo os gastos com cartões de crédito em viagem ao exterior, indicam dados divulgados ontem pelo chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. Em abril deste ano, essas despesas ficaram em US$ 1,179 bilhão e, em maio, caíram para US$ 909 milhões. Esses gastos representaram 60,7% das despesas totais com viagens internacionais em abril. Em maio, esse percentual caiu para 54,7%. Na comparação entre abril deste ano e o mesmo período do ano passado, as despesas com cartões de crédito cresceram 53,8%. Em maio comparado com igual mês de 2010, a alta foi de 33,9%. - O brasileiro continua viajando, mas agora pagando mais em dinheiro do que com cartão de crédito - disse Tulio Maciel. O governo aumentou o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para as compras com cartão de crédito no exterior. O decreto, publicado no dia 28 de março no Diário Oficial da União, elevou de 2,38% para 6,38% o IOF sobre as compras com cartão de crédito no exterior. De acordo com Maciel, a regra

passou a valer 30 dias depois da publicação da portaria e ideia era reduzir as despesas dos brasileiros com cartão de crédito. De acordo com os dados divulgados hoje pelo BC, as despesas totais de brasileiros no exterior chegaram a US$ 1,664 bilhão em maio, um resultado recorde da série histórica do BC, iniciada em 1947. Nos cinco meses do ano, esses gastos ficaram em US$ US$ 8,331 bilhões. As receitas deixadas por estrangeiros em visita ao Brasil chegaram a US$ 543 milhões, em maio, e em US$ 2,881 bilhões, nos cinco meses do ano. Os gastos de brasileiros maiores do que as receitas de estrangeiros levaram ao déficit de US$ 1,120 bilhão em maio, o maior resultado negativo para o período. De janeiro a maio, esse saldo negativo ficou em US$ 5,450 bilhão, também o maior déficit para os primeiros cinco meses do ano. O BC aumentou a projeção para o déficit este ano na conta de viagens, que registra as despesas de brasileiros no exterior e as receitas deixadas por estrangeiros no Brasil. A estimativa passou de US$ 12 bilhões para US$ 15 bilhões.

O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) promove, em todo o país, a 3ª Semana do Empreendedor Individual. O objetivo é incentivar a formalização de profissionais que trabalham por conta própria e capacitar quem já é registrado. A mobilização vai até o próximo sábado, com a expectativa de atender mais de 50 mil empreendedores e formalizar mais de 40 mil em seis dias. No dia 1º de julho, o programa Empreendedor Individual completa dois anos. Desde que foi criado, cerca de 1,2 milhão de trabalhadores autônomos e empreendedores foram formalizados em todo o Brasil. A maioria dos registros processados está relacionada aos setores de serviços e comércio. O governador do Distrito Federal (DF), Agnelo Queiroz, participou da abertura do evento na cidade de Ceilândia. Na ocasião, ele destacou a importância da formalização do negócio. - O empreendedor individual não pode ter receio de se formalizar. Assim é possível ter cobertura previdenciária e acesso ao crédito, além da oportunidade de o empreen-

Mais de 1,2 milhão de autônomos e empreendedores já foram formalizados em todo o país

dimento crescer. Com isso, podemos garantir a cidadania, e o crescimento da economia brasileira - disse o governador. Andréia Carvalho, empreendedora individual, abriu em março do ano passado a Boutique Móvel. Ela transformou uma van em uma loja e percorre todo o DF vendendo roupas e acessórios. Andréia só saiu da informalidade cinco meses após o início da empreitada.

- A formalização abriu muitas portas. A gente buscou a legalização para ter o Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica [CNPJ] e assim conseguir fazer compras como atacadista” - completou. O gerente da Unidade de Orientação Empresarial do Sebrae no DF, Stefano Portuguez, destaca que a formalização vai além de legalizar um negócio. - A formalização consegue também aumentar a autoestima

do cidadão. Eles passam a entender que trabalhar como empreendedor individual pode mudar a sua estrutura de trabalho e, que eles podem crescer na vida empresarial - ressaltou Stefano. No ano passado, o Sebrae promoveu duas edições da Semana do Empreendedor Individual, nos meses de outubro e novembro. Na primeira, foram registrados cerca de 47 mil atendimentos e na segunda, 28 mil.

Banco Central espera menor entrada de investimento estrangeiro em ações Kelly Oliveira/ABr

O Banco Central (BC) reduziu de US$ 15 bilhões para US$ 7 bilhões a projeção para o investimento estrangeiro em papéis domésticos e ações neste ano. Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, essa redução será influenciada pelo mercado acionário. - Os ingressos para ações têm sido relativamente baixos neste ano - disse. Segundo ele, há maior incerteza no mercado internacional, o que diminui as aplicações em ações. No caso de renda fixa, Maciel afirmou que a expectativa não teve alteração substantiva porque o aumento do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) para esse

tipo de aplicação ocorreu em outubro de 2010. Portanto, a estimativa de agora já incorpora esse aumento do imposto. As revisões de projeções do BC são feitas a cada três meses. De janeiro a maio, os investimentos estrangeiros totais em ações ficaram em US$ 3,370 bilhões, contra US$ 8,099 bilhões de igual período de 2010. As ações negociadas no país registraram ingressos líquidos de US$ 3,833 bilhões, nos cinco meses do ano, contra US$ 5,224 bilhões registrados no mesmo período de 2010. Somente em maio, houve ingresso de US$ 1,707 bilhão em ações negociadas no país. Nos dados preliminares de junho, até hoje, houve saída de US$ 1,143 bilhão.

O investimento em títulos de renda fixa negociados no Brasil registrou saída de US$ 731 milhões, de janeiro a maio, contra entrada líquida de US$ 2,154 bilhões. Somente em maio, houve ingresso líquido de US$ 424 milhões. Em junho, até 27, houve ingresso de US$ 371 milhões. O BC também alterou a estimativa para os empréstimos no exterior, depois da elevação do IOF para operações com prazo inferior a dois anos em abril deste ano. A estimativa para os empréstimos de médio e longo prazo passou de US$ 49,8 bilhões para US$ 71,9 bilhões. No caso dos empréstimos de curto prazo, passou de US$ 27 bilhões para US$ 5,5 bilhões. Segundo Maciel, está

havendo um alongamento das dívidas. - Os ingressos de curto prazo cessaram e os ingressos de longo prazo aumentaram - afirmou. O BC também divulgou hoje a estimativa para a entrada de investimento estrangeiro direto no país, recursos que vão para o setor produtivo da economia. A previsão foi mantida em US$ 55 bilhões neste ano. De janeiro a maio, o investimento estrangeiro direto somou US$ 26,955 bilhões, contra US$ 11,330 bilhões em igual período de 2010. Em todo o ano passado, esses investimentos chegaram a US$ 48,438 bilhões. Somente em maio, o investimento estrangeiro direto chegou a US$ 3,970 bilhões.


ALTO DA SERRA

A secretaria da Paróquia de Santo Antonio, na Rua Santo Antonio, do Alto da Serra, funciona de 2ª feira a sábado de 14h30 às 19h. O Pároco é o Padre Francisco Montemezzo e o Vigário Paroquial é o Padre Antonio Teixeira Pinto. Informações pelo telefone 2242 4310.

D

iário nos

Nei informou que os entendimentos entre as partes foi com o analista de planejamento Telmo Sacchetto Martins e o assistente administrativo da Autobus Henrique Vieira Junior. O coordenador agradeceu as parcerias do Projeto Social Grão Pará e antecipou que novidades virão para dar continuidade ao trabalho no BNH.

Mutirão da Vitória ultrapassou mais uma etapa no domingo Os chamados gigantes para a sustentação de colunas foram assentados em mais uma etapa do mutirão da Comunidade Vitória, na Duarte da Silveira. Quatro deles estão prontos desde anteontem quando oito moradores da localidade participaram do serviço, segundo informou o vice-presidente Fioravante Luiz Carvalho, da Associação de Moradores da Comunidade Vitória. Ele antecipou que no pró-

ximo domingo o trabalho será o enchimento de caixas cujos buracos já estão abertos. Fioravante voltou a informar que os moradores continuam empenhados no trabalho também durante a semana com amarrações de ferro. O mutirão está sendo feito com o fornecimento de materiais da Secretaria de Obras na Rua Manoel Lourenço Tavares Filho, onde será levantado um muro de contenção.

Amor Exigente lembra o dia do combate às drogas Na reunião de amanhã à noite o Grupo Amor Exigente vai lembrar da manifestação em todo mundo ocorrida no domingo quando foi divulgado o Dia Internacional do Combate as Drogas. A coordenadora Sonia Lopes, do Grupo de Petrópolis, emitiu uma sugestão sobre o tema, chamando a atenção dos pais no sentido de evitar o problema. - Você já parou para refle-

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

BNH fecha outra parceria para seguir com o esporte O coordenador Claudinei Raimundo, o Nei, do projeto social do Condomínio do Parque Residencial Príncipe do Grão Pará, confirmou mais uma parceria de trabalho. O fechamento foi na semana passada com a Transportadora e Industrial Autobus que já passou a apoiar o desenvolvimento do esporte.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Terça-feira, 28 de junho de 2011

tir sobre a destruição dos valores protetores da família? Não podemos evitar todas as situações de tragédias, todo o mal que hoje assola a família, mas podemos prevenir antes que coisas ruins aconteçam. Pais acordem! Cada vez mais temos menos tempo para agir – cita a sugestão. As reuniões são toda quarta-feira, as 19h30, no Sagrado Coração de Jesus, na Rua Montecaseros.

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Pedido de combate sobre situação Pedestres voltam reclamar de problemas nos pisos das calçadas no Carangola e Alto da Serra. Lembram acidentes que aconteceram As irregularidades nos pisos das calçadas voltaram a ser reclamadas no final de semana. No sábado, moradores do Carangola se manifestaram contra proprietários que ainda não fizeram calçamento prejudicando a passagem de pessoas e no domingo pela manhã consumidores da feira livre do Alto da Serra criticaram trechos de passeios na Rua Coronel Albino Siqueira. Ao caminhar e desequilibrar-se na calçada da Estrada do Carangola a uns cem metros da entrada do Divino, a pensionista Adelina Martins Cordeiro esbravejou, depois de tomar conhecimento da imprensa no local: - Por toda a cidade as calçadas estão sem reparo. Não se sabe se a culpa é dos proprietários ou autoridades

– afirmou, no sábado pela manhã. A mesma opinião foi dada pelo morador Getúlio Batista de Moura, da Rua Sargento Fontes, ao passar na manhã de domingo em direção a feira livre. Citou que o trecho ao lado oposto do clube Internacional, na Albino Siqueira, está todo esburacado e que já presenciou até queda de idosos no local. - A gente não sabe de quem é a responsabilidade do calçamento das calçadas. Mas a fiscalização de prefeitura deveria estar empenhada em resolver isso – disse. As reclamações de pedestres e moradores acontecem desde o inicio do ano passado quando começaram as manifestações justamente no Carangola e também

Calçadas com buracos. Morador acusa problema por toda cidade

sobre calçadas da estrada que leva o nome do bairro. As queixas das pessoas são sempre iguais, ou seja, re-

Morin vai conhecer novas lideranças no mês que vem Está confirmada para o dia 24 de julho a eleição da nova diretoria da Associação de Moradores do Bairro Morin – AMORIN. Já está acertado que a comissão eleitoral será formada por associados cujos nomes serão anunciados na reunião que vai ser realizada com os representantes de

chapas inscritas até o dia 15, prazo final para as inscrições. A informação foi do presidente João Mário Brito, o Ferreti, ao lembrar que a eleição definirá as lideranças do Morin para o biênio de 2011/2013. Ele lembrou que para fazer a inscrição os candidatos devem apresentar

identidade pessoal, cópias de CPF e Carteira de Identidade, além de certidões negativas criminais das justiças estadual e federal. As chapas serão compostas com os seguintes cargos da diretoria executiva: presidência, vice-presidência, primeira e segunda se-

clamando a irregularidade do piso e pedindo providências de quem é o responsável pelo problema.

cretaria e primeira e segunda tesouraria, com o conselho fiscal sendo composto por três membros efetivos e o mesmo número de suplentes. A eleição será realizada na sede provisória da AMORIN, no salão da Capela de Nossa Senhora da Glória, na Rua Augusto Severo.


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 28 de junho de 2011

cidade

AVISOS E EDITAIS

FALECIMENTO

Carlos Sodré Portella

O bispo quer discutir as medidas tomadas para atender as vítimas da chuva

Dom Filippo Santoro convoca nova assembléia No próximo dia 30, às 9h, acontece mais uma audiência pública, no salão nobre da UCP, convocada pelo bispo de Petrópolis, Dom Filippo Santoro, para discutir as medidas tomadas para atender as vítimas das chuvas de 12 de janeiro, sendo que a principal delas é a construção das casas populares para as famílias. - Queremos uma resposta mais concreta do poder público sobre a data de inicio da construção das casas, pois até o momento, temos boas declarações, mas não há sinais concretos de início das obras – afirmou o bispo. Na última audiência pública, o secretário de Habitação, Carlos Abenza, havia dito que foi decidida a construção de 120 casas no Vale de Cuiabá. - Espero que nessa assembléia pública possamos celebrar a data do início das obras. Neste momento, porém

precisamos passar das intenções aos fatos. É impressionante come passa o tempo e as coisas ficam indefinidas. Com toda a sociedade esperamos respostas claras do governo da cidade, como do Governo do Estado, visto que já o dinheiro foi disponibilizado no encontro da presidente da Republica com o governador e os prefeitos das cidades atingidas – disse Dom Filippo. Para Dom Filippo, a audiência pública é o espaço para apresentar os resultados concretos e mostre as próximas realizações. - Continuamos esperando que esta audiência mostre as próximas realizações em relação aos projetos habitacionais e de infra-estrutura e dê sinais de uma coordenação central clara na reconstrução urbanística e humana das áreas de risco da nossa cidade. Não podemos perder a memória – completou.

Bombeiros tentam encontrar morador do Águas Lindas As operações do Corpo de Bombeiros para tentar encontrar o morador do Águas Lindas, em Nogueira, Michel de Lima Esteves, 31, estão suspensas desde a semana passada. Ele desapareceu no último dia 25 e a suspeita era que ele estivesse perdido em uma localidade conhecida como Barragem, no bairro, onde foi visto pela última vez. Mas informações de que ele teria saído da região em um carro, cinza, fez a equipe de bombeiros recuar e, agora, eles aguardam a investigação da Polícia Civil para dar prosseguimento às buscas. A mãe da vítima, Maria da Conceição Sampaio, registrou o desaparecimento na 106ª Delegacia (Retiro). Ela teria voltado à delegacia esta semana para

Diário

de Petrópolis

saber noticias da investigação, mas ainda não há novidades sobre o caso. De acordo com o major do Corpo de Bombeiros Ramon Camilo, na semana passada, eles realizaram todas as buscas até sexta-feira, mas enquanto não houver uma informação correta não há como continuar com as operações. - Decidimos por suspender as buscas e deixar agora a investigação da Polícia Civil prosseguir. As informações ainda estão muito truncadas e não encontramos nenhuma pista dele estar por aquela região – explicou ele. A moto que a vítima estava no dia do seu sumiço, uma Honda CG, 125 cilindradas, também desapareceu.

Missa de 7º dia

SINDICATO DE HOTÉIS, RESTAURANTES, BARES E SIMILARES DE PETRÓPOLIS CNPJ 31.175.151/0001-04

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário de Petrópolis, Teresópolis e Guapimirim. CNPJ: 31.169.519/0001-21 Edital de Convocação

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA EXTRAORDINÁRIA

Assembléia Geral Ordinária

O SINDICATO DE HOTÉIS, RESTAURANTES, BARES E SIMILARES DE PETRÓPOLIS, vem por seu presidente, convocar os Srs. Associados além de todos os empresários da área na forma dos Arts. 611, 612 e 859 da CLT, a comparecerem à Assembléia Geral Extraordinária, a se realizar no dia 07 de julho de 2011 às 18:00 hs em primeira convocação e, às 18:30 hs em segunda convocação, no auditório do Hotel Casablanca Center sito à Rua General Osório, n° 28, Centro, Petrópolis-RJ, para discutirem e deliberarem a seguinte ordem do dia: a) Apresentação, discussão e votação da proposta de reajuste salarial da classe e demais condições de trabalho para o período 2011/2012; b) Concessão de poderes especiais à diretoria para negociarem com o Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Petrópolis e para celebração de Convenção Coletiva de Trabalho, instauração de Dissídio Coletivo ou responder o mesmo; c) Autorização para fixar uma contribuição Patronal Assistencial, necessária à manutenção das atividades sindicais, recolhida de todas as empresas da categoria econômica.

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário de Petrópolis, Teresópolis e Guapimirim, na forma da Lei e disposto nos seus Estatutos, convoca os associados quites para comparecerem na Assembléia Geral Ordinária a realizar-se no dia 30 de junho de 2011, às 18h00min em sua sede social, na Rua Marechal Deodoro, 209, 2º sobreloja, sala 213, Petrópolis RJ, em primeira convocação, e não havendo número legal, em segunda e última convocação às 18h30min, do mesmo dia, e no mesmo local, para deliberarem sobre a seguinte “Ordem do Dia”: a) Leitura da Ata Assembléia anterior; b) Apreciar, discutir e votar o relatório administrativo do exercício de 2010, Balanço do exercício financeiro de 2010 e o respectivo parecer do Conselho Fiscal; c) Apreciar, discutir e votar a Previsão Orçamentária para o exercício de 2012 e o respectivo parecer do Conselho Fiscal; d) Assuntos gerais. Petrópolis, 28 junho de 2011.

Petrópolis, 28 de junho de 2011 Germano de Freitas Melro Valente Presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Petrópolis

SEPULTAMENTO

JORGE LUIZ MUSSEL Presidente

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

NOVA POLÊMICA - O professor Helmuth Kruger afirmou que Petrópolis, apesar de ter sido fundada por alemães, não guardou traços daquela presença e classificou de ‘ridícula’ a tentativa de encontrar atualmente, na cidade, marcas de um passado não tão longínquo, mas que se diluiu com a vinda de portugueses, africanos e dos próprios brasileiros para a mesma. Para ele, a procura de referências alemãs na cidade era um ‘culto vazio’.

Ademar José Carius, 80 anos, Valparaíso, 10h Maria Aparecida Felício, 50 anos, Corrêas, 9h Adriana de Abreu Assumpção Silva, 37 anos, Siméria, 14h30 Olga Queiroz Tessuzi, 86 anos, 16h

Protestar em 30/06/2011

Cemitério de Itaipava

Protestar em 30/06/2011

OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Leia e assine o Diário de Petrópolis

( 2235-7165

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 28/06/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: DURABLOK COM ATAC DE MATERIAIS DE CONSTR ESTRADA UNIAO INDUSTRIA 32968

Número: 10121603

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:04/03/2011

Vencto: 07/06/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

Protestar em 30/06/2011

Valor:

Número: 0012644401 Emissão:06/04/2011

Custas

120,27 Total

RISE ARTIGOS DE DECORACAO LTDA

Valor:

Cheque Administrativo

Emissão:16/03/2011 Custas

120,27 Total

Protestar em 30/06/2011

Cheque Administrativo

Custas

100,83 Total

Protocolo

TOTAL LUBR DO BRASIL LTDA

22/06/2011

TOTAL LUBR DO BRASIL LTDA

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.266,52

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

9828

BANCO SOFISA SA

22/06/2011

EUCATEX SA IND E COMERCIO

1075,20 120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.209,50

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

9805

ECIN COM ALUM FERRO PETR LTDA

22/06/2011

ECIN COM ALUM FERRO PETR LTDA

Número: 24978 Valor:

2.222,80

9831

1.195,47 ou Dinheiro Custas

RUA SANTO ANTONIO 60

Emissão:17/05/2011

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

012906140000102

DUPLICATA MERCANTIL

0,00 Tarifa

1132,22

002404099000112

Valor:

120,27 Cpmf

341 - BANCO ITAU SA

CNPJ / CPF

ROBERTO MARTINS PINTO

Vencto: 06/06/2011

22/06/2011

ARAI REPRESENTACOES LTDA

1.252,49 ou Dinheiro Custas

Número: 003570803

DUPLICATA MERCANTIL

Vencto: 14/06/2011

ARAI REPRESENTACOES LTDA

2088,50

R WASHINGTON LUIZ, 1019

Cheque Administrativo

9765

2.208,77 ou Dinheiro Custas

011117625000154

DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

CNPJ / CPF

RENE RAUL DOS SANTOS

Vencto: 05/06/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 007575626000175

ESTRADA UNIAO INDUSTRIA, 12084

Eudoxio Ferreira Guatelli, 85 anos, Bonsucesso, 16h35 Valnei José Lima Bento, 33 anos, Vila Rica, 16h30

28/06/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Cemitério Municipal

- Ao regressar de Brasília, na tarde da última sexta-feira, o advogado do prefeito Jamil Sabrá, Gusmar Alberto Visconti de Araújo, ingressou com novo mandado de segurança contra o presidente da Quinta Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio. A intenção era que Jamil voltasse a exercer o cargo de prefeito da cidade, que poderia ocorrer de imediato, caso a liminar fosse concedida.

Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, no município de Petrópolis, nas seguintes localidades: 01/07/2011, das 09:00h às 17:00h, Alto da Serra: Proximidades da Rua Teresa nº 258 Loja, Vila Manoel Corrêa nos 141, 146 e adjacências. Das 09:00h às 12:00h, Siméria: Proximidades da Rua Sodré, Rua Manoel Francisco de Paula nº 229 e adjacências. Das 14:00h às 16:30h, Mosela: Proximidades da Rua Carlos Wilbert nº 135, Ruas Olga Wilbert Alberto de Oliveira bloco 10/401 e adjacências. Das 09:00h às 12:00h, Itaipava: Proximidades de Teresópolis, Rodovia Philuvio Cerqueira Rodrigues e adjacências. Clientes Especiais: IT Participações Ltda, Jorge Luiz de Barros Nóbrega, Gilberto Sayo da Silva e Ney Villas Boas Marinho. Das 14:00h às 17:00h, Itaipava: Proximidades da Rua União e Indústria, Parque Bonclima Condomínio Bonclima c/19 e adjacências. Cliente Especial: VIVO S.A. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

Somente agradeço a Santo Onofre por Graça alcançada. JNR

Segunda-feira, 27/06/11

NOVO MANDADO

MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

Familiares, convidam para a missa de 7° Dia, a ser realizada no dia 28 de junho (terça feira), às 18 horas, na Catedral São Pedro de Alcântara. Desde já agradecem aos que comparecerem.

Em sua edição número 2.282, de 28 de junho de 1981, um domingo, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques:

- Começava nesta data a Semana do Colono, em comemoração ao aniversário da chegada em Petrópolis dos primeiros colonos alemães, promovida pela Secretaria de Educação e Cultura e de Turismo da Prefeitura Municipal. A programação da mesma contava com patrocínio do Consulado Geral da República Federal da Alemanha, do Clube 29 de Junho, da Lufhansa, entre outras empresas.

O Diário de Petrópolis comunica o falecimento do grande empresário, amigo, colaborador e um dos homens mais conceituados de Petrópolis: Carlos Sodré Portella O velório está sendo realizado na Câmara Municipal de Petrópolis. O sepultamento será realizado as 14:00 horas de hoje no Cemitério Municipal.

DR. LAERT GOULART

Há 30 anos era publicado

SEMANA DO COLONO

Carlos Sodré Portella

Os familiares Vera Lucia Santos, Christina Santos Portella e Luiz Paulo Guimarães Portella comunicam o falecimento de seu querido esposo, pai e tio Carlos Sodré Portella. O velório está sendo realizado na Câmara Municipal de Petrópolis. O sepultamento será realizado as 14:00 horas de hoje no Cemitério Municipal.

FALECIMENTO

180,10

280,93 ou Dinheiro Custas

100,83 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

294,96

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 28/06/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


terça-feira, 28 de abril de 2011

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

11

nacional

Internet sem fio e de graça nos aeroportos Yara Aquino Repórter da Agência Brasil

Romero Jucá disse que podem ser feitas alterações no texto

Senado apresenta MP das contratações para Copa Mariana Jungmann Repórter da Agência Brasil

O Senado poderá apresentar emendas ao texto da medida provisória (MP) que trata do Regime Diferenciado de Contratações Públicas (RDC) para as obras da Copa do Mundo. Segundo o líder do governo na Casa, senador Romero Jucá (PMDB-RR), se for necessário, podem ser feitas alterações para tornar o texto “mais claro” a respeito de assuntos como o sigilo de preços durante o processo de licitação e a possibilidade de se fazer aditivos aos contratos para aumentar os custos da obra. Jucá disse que houve um “mal-entendido” a respeito da questão do sigilo. De acordo com ele, o que está no texto da MP é que durante o processo de licitação o governo não vai divulgar para os competidores o valor do teto para o custo da obra. Esse valor, acrescentou, será definido junto com os órgãos de controle, mas as empresas concorrentes não terão acesso a ele. A estratégia, informou, é tentar fazer com que as concorrentes joguem o preço para baixo. - Ao se colocar o termo sigiloso – que foi um cuidado para transformar em crime o vazamento antecipado do preço – deu a impressão de que o preço seria secreto - disse Jucá. - A licitação, o resultado, é público. Os órgãos de controle farão o acompanhamento [do processo licitatório e das obras] permanentemente.

De acordo com ele, também podem ser feitas emendas de redação ao texto para deixar ainda mais claro a questão que envolve o aumento do preço final da obra. Atualmente, a lei de licitações permite que o custo da obra possa ser aumentado em até 25% do preço licitado. No RDC, há a possibilidade de que esse preço possa ser aumentado sem limites em caso de exigências de mudanças nas obras feitas pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) e pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Na manhã de ontem, Jucá já procurou o líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza, para pedir que essas alterações de texto sejam feitas ainda pelos deputados. Mesmo assim, ele esclareceu que se elas precisarem ser feitas no Senado, por se tratar apenas de emendas de redação, e não de mérito, o texto não precisará voltar para a Câmara. Hoje, o presidente do Senado, José Sarney, também esclareceu sua opinião sobre esse assunto. Ele disse que verificou no texto da MP que não há nenhum dispositivo sobre sigilo nas obras públicas, mas sim um mecanismo para inibir que as empresas combinem preços entre si. - No dia seguinte, quando a concorrência for aberta, esse valor vai ser publicado, de maneira que não há sigilo. Dias atrás, o parlamentar havia dito que era contra o sigilo em orçamentos de obras públicas.

Meteorologia prevê frio ainda mais intenso no Sul Da Agência Brasil

O Centro de Previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) prevê para hoje um dia ainda mais frio nas regiões Sul e Sudeste. Em Urubici, na serra de Santa Catarina, a temperatura mínima registrada na madrugada de ontem foi -5,7 graus Celsius (ºC). Na cidade vizinha de São Joaquim, a mínima registrada foi -3,2ºC. Nas duas cidades, os turistas se divertiram com a neve. Hoje, a temperatura deve cair ainda mais e atingir 6ºC negativos em alguns municípios da Região Sul. Por causa do frio intenso, São José dos Ausentes (RS) e

São Joaquim (SC) suspenderam as aulas na rede pública de ensino. Na cidade gaúcha, a medida (que vale até quartafeira) foi tomada depois que alunos e professores reclamaram à prefeitura que não estavam suportando o frio dentro das salas de aula. No Sudeste, a previsão também é de temperaturas negativas na Serra da Mantiqueira, em São Paulo, e no sul de Minas Gerais, com a mínima podendo chegar a -3ºC. No estado do Rio, os municípios da região serrana, como Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo, devem registrar temperaturas mínimas em torno de 8ºC durante a madrugada.

A presidenta Dilma Rousseff quer que os aeroportos brasileiros ofereçam o serviço de internet sem fio, gratuitamente, até o final de julho. O serviço será implantado primeiro nos grandes aeroportos. A informação é da ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman. - A presidenta Dilma quer internet gratuita nos aeroportos. Se não der no início [do mês], queremos pelo menos que pegue o final de julhodisse a ministra. O governo está elaborando um plano a ser implementado nos aeroportos também no mês de julho, período em que a movimentação aumenta nos terminais em função das férias escolares. A intenção é evitar problemas como grandes atrasos nos voos e overbooking (venda de passagens acima da capacidade dos voos). - Temos que ter bom gerenciamento da nossa malha aérea. A presidenta Dilma quer receber relatórios com análise circunstanciada dos voos

Ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffman informou que o governo está elaborando um plano

com grandes atrasos - disse a ministra. O plano deve ser finalizado até o começo da próxima semana e está sendo elaborado com a participação da Secretaria de Aviação Civil

e da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Gleisi destacou a responsabilidade da Infraero em garantir o bom atendimento aos passageiros. - A Infraero

tem que ser responsável pela população que utiliza os aeroportos. A ministra disse que o governo quer também analisar as condições de tomadas para computadores, escadas rolantes e banheiros.

Invasão a sites do governo aponta necessidade de investimento em segurança Vinicius Konchinski Repórter da Agência Brasil

O ministro da Ciência e Tecnologia, Aloizio Mercadante, afirmou ontem que as invasões de sites do governo ocorridas na semana passada indicam a necessidade de investimentos em segurança. - Os danos dos ataque foram pequenos, mas é uma experiência importante para mostrar que precisamos investir - afirmou o ministro, após almoço com empresários na capital paulista. Segundo Mercadante, as Forças Armadas e a Polícia Federal já estão montando equipes para combater ataques cibernéticos. Essa estrutura, disse ele, deverá proteger tanto o Estado como a sociedade. O ministro disse os sites

do governo sofreram ataques de crackers e não de hackers. - Eles [os crackers] fazem este tipo de ataque. As vezes, por uma mensagem política; as vezes, pelo desafio. Já os hackers, definiu o ministro, são “jovens talentosos e criativos”, que usam sua habilidade com os computadores para melhorar o acesso a informações e à internet. Mercadante revelou, inclusive, que quer alguns hackers trabalhando no governo, ajudando a organizar as páginas de internet dos ministérios e melhorando a transparência. “Eu quero convidá-los para um hacker’s day [dia dos hackers]”, afirmou. “Nós estamos fazendo alguns novos portais de ministérios. Queria apresentar para que eles opinem, discutam e critiquem.”

Mercadante disse que os danos dos ataques foram pequenos

O ministro afirmou também que os crimes praticados pela internet precisam ser punidos. Contudo, a liberdade dos internautas deve ser pre-

servada. “A internet é o que é porque ela é livre”, disse. “A pretexto da segurança, nós não podemos acabar com a liberdade.”

Exame Nacional de Revalidação para médicos formados em outros países Carolina Pimentel Repórter da Agência Brasil

Médicos formados fora do Brasil já podem se inscrever, desde ontem, no Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida). As inscrições vão até o dia 10 de julho no endereço http://revalida. inep.gov.br. As provas serão aplicadas pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Os candidatos terão de passar pela prova escrita (eliminatória) e prática. A

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

primeira, com questões de múltipla escolha e discursivas, está marcada para o dia 28 de agosto e será aplicada em Manaus, Fortaleza, Porto Alegre, Campo Grande, Brasília e no Rio de Janeiro. O exame prático ocorrerá nos dias 1º e 2 de outubro, somente em Brasília. A taxa de inscrição para a primeira fase é R$ 100, e para a segunda, R$ 300. Para se inscrever no Revalida, o candidato deve ser brasileiro ou estrangeiro em situação legal no Brasil e ter diploma expedido por instituição de ensino

superior reconhecida pelas autoridades de educação do país de origem. Na hora da inscrição pela internet, é preciso enviar imagem (frente e verso) do diploma. O interessado irá escolher uma das 37 universidades públicas que participam do programa para emitir o diploma e selecionar o local onde pretende fazer a prova escrita. É a segunda vez que o Ministério da Educação aplica o exame nacional, ainda em implantação no país. O ministério alega que o modelo unificado poupa

tempo e reduz os custos para os candidatos, além de ser mais rápido. A expectativa é que os resultados saiam até dezembro. Na edição anterior, 628 pessoas se inscreveram, 281 fizeram as provas e apenas duas candidatas foram aprovadas. Para este ano, o ministério espera a inscrição de 800 médicos. Várias universidades ainda mantêm o processo tradicional, em que cada uma tem seu próprio procedimento e valores para a revalidação de diplomas médicos estrangeiros.


12

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 28 de junho de 2011

ESPORTES

edsondiario@yahoo.com.br

Diretor do Diário homenageado em prova hípica A primeira Semana Hípica de Petrópolis, que aconteceu na última semana, no haras Fape Multisalto atraiu em cinco dias mais de 2,5 mil pessoas, entre atletas, alunos das clínicas e visitantes que foram ao local assistir as competições. O local, que poderá abrigar delegações para aclimatação durante as Olimpíadas de 2016, mostrou que está apto à receber um grande evento e que é capaz de abrigar com todo conforto uma delegação com os atletas e os cavalos, oferecendo todo o tratamento e instalações necessárias. O jornalista Paulo Antônio Carneiro Dias, presidente do grupo Diário de Petrópolis foi um dos homenageados. Os dias de maior sucesso foram os dois últimos, onde houve as competições, cada um recebeu em média mil pessoas. Aconteceu um total de oito provas oficiais da Federação Equestre do Estado do Rio de Janeiro (FEERJ), quatro no sábado e quatro no domingo. No primeiro dia, sábado, a competição começou com a prova em homenagem ao presidente da Comdep, Anderson Juliano e teve como vencedor o cavaleiro Victor Godinho, montando o cavalo Sky Pio-

neiro. Na segunda colocação ficou Tiago Pessanha, montando o cavalo Império e o terceiro colocado foi Natalia Espírito Santo, com a égua Fofolete. A segunda prova do dia foi em homenagem ao viceprefeito, Oswaldo Costa Frias e teve como seu campeão o cavaleiro Pedro Monteiro, montando a égua Babalou, seguido por Fabio Leivas com o cavalo Une Prince Domar e em terceiro ficou Rodrigo Ullmann, com a égua Cora de Laubry. A terceira disputa foi em homenagem ao presidente do jornal Tribuna de Petrópolis, Francisco de Orleans e Bragança. Esta prova foi vencida por Marcio Pinto Terrezo Júnior, montando o cavalo Black Star. Na segunda posição ficou a cavaleira Ana Pia Gomes Coelho, com o cavalo Gigant. Fechando o pódio ficou Tiago Mesquita, montando o cavalo S/S Capitano. Encerrando o dia de competições houve a prova em homenagem ao presidente do jornal Diário de Petrópolis, Paulo Antônio Carneiro Dias. O vencedor da prova foi Pedro Barbosa Lima, com o cavalo Wolter W. Na segunda posição veio Stephanie Macieira montando o cavalo

Fotos: Ari Gomes

Pelo menos 2,5 mil pessoas assistiram no último fim de semana as diversas provas que foram realizadas no haras Fape Multisalto

Balobet. O terceiro colocado foi Carlos Eduardo do Lago com o cavalo Akosie. No domingo a primeira prova foi em homenagem a prefeitura

de Petrópolis que apoiou o evento. O vencedor foi Felipe Amaral montando o cavalo FAPE Lancelot. O prêmio foi entregue por Cláudio

Roche, presidente da Allen Informática. O evento foi organizado pelo medalhista olímpico, Luiz Felipe de Azevedo, que

Divulgação

Brasil define nome dos judocas nos Jogos Mundiais As marinheiras navais Erika Miranda e Mayra Aguiar são alguns dos destaques da seleção militar que vai defender o Brasil na 5ª edição dos Jogos Mundiais Militares, em julho, no Rio de Janeiro. Após conquistar o primeiro ouro feminino brasileiro em um Grand Slam, no Rio de Janeiro, a MN Miranda obteve a primeira vitória brasileira na etapa de São Paulo da Copa do Mundo, no final de semana passado. “Foi uma semana perfeita, fazia tempo que eu não sabia o que era uma semana assim. Eu bati na trave muitas vezes. Minha família, quem convive comigo, sabe disso. Antes do Grand Slam, fiz um treino específico e agora fecho com mais essa conquista”, afirmou a judoca ao site Sportv.com, após a

vitória na etapa da Copa do Mundo. A MN Aguiar também segue forte na preparação para os Jogos da Paz. Ela, que também conquistou um ouro no Grand Slam do Rio de Janeiro, após vencer a americana Kayla Harrison, está em ótima forma física e, naquela luta, aplicou todos os golpes possíveis da modalidade (yuko, wasari e ippon). Entre os homens, o Sgt Rafael Silva, conquistou a medalha de ouro da categoria acima de 100kg na Copa do Mundo de São Paulo, após ficar fora do pódio no Grand Slam do Rio de Janeiro. Ele ressaltou o alto nível da categoria peso pesado no Brasil. “Esta disputa acirrada entre tantos atletas ajuda muito no crescimento da categoria. Pelo que vimos em outros

pesos, quando dois ou mais atletas estão próximos no ranking mundial, o nível fica elevado e quem ganha com isto é o judô brasileiro”, afirmou ao site da Confederação Brasileira de Judô. Veja a lista completa da Seleção Militar Brasileira de Judô: Sd Felipe Kitadai (até 60kg), Sgt Leandro Cunha (até 66kg), MN Bruno Mendonça (até 73kg), Sgt Leandro Guilheiro (até 81kg), Sgt Tiago Camilo (até 90kg), Sgt Luciano Correa (até 100kg) e Sgt Rafael Silva (acima 100kg) MN Sarah Menezes (até 48kg), MN Erika Miranda (até 52kg), MN Ketleyn Quadros (até 57kg), MN Mariana Silva (até 63kg), MN Maria Portela (até 70kg), MN Mayra Aguiar (até 78kg) e MN Maria Altheman Suelen (acima 78kg).

Damião Ancelmo vence a 1ª etapa do Circuito Asics O atleta da Pé de Vento/MEP, Damião Ancelmo, venceu, neste domingo, a primeira etapa do Golden Four Asics de Meia Maratona. O corredor da equipe petropolitana completou a prova em 1h 4’51’’, pouco mais de 30 segundos à frente do segundo colocado. Damião liderou a prova desde o início e em momento algum foi incomodado pelos adversários. Assim, ele não encontrou dificuldades para conquistar a vitória. A corrida teve largada às 7h da manhã, junto com o nascer do sol. “O percurso é muito lindo. A prova com largada às 7h da manhã é muito bom”, comentou Damião após a prova. A equipe apoiada pelo Movimento Esportivo de Petrópolis além de ter o vencedor da prova, ainda teve mais um corredor no pódio, Jose Gutembergue, que ficou

O atleta da Pé de Vento/MEP cruza a linha de chegada

na quarta colocação, completando a prova em 1h 6’19’’. A Pé de Vento/MEP ainda teve outros dois atletas na prova, Valério de Souza foi o sexto colocado e o nono foi Eliezer de Jesus. O Circuito de Meia Ma-

ratona Asics é uma novidade no calendário esportivo e ainda terá outras três provas o longo do ano. A próxima será em Belo Horizonte no próximo dia 17, São Paulo no dia sete de agosto e Brasília no dia seis de novembro

ganhou medalha de bronze em Atlanta e Sydney, dono do haras e teve o apoio do Movimento Esportivo de Petrópolis e da Prefeitura Municipal.

Os jogadores do Sub-17 do Petropolitano estão prontos para enfrentarem o time do Magnólia

Petropolitano e Magnólia se enfrentam hoje no Sub-17 Petropolitano e Magnólia se enfrentam hoje, a partir das 19h30, no Ginásio José Borzino, pela rodada do Campeonato Municipal de Futsal Sub-15 e Sub-17. Os confrontos haviam sido adiados a pedido das duas agremiações. Já no futebol de campo o Petrô atuou em três categorias, vencendo duas. Sub-11 - Petrô 5 x 0 Internacional. Gols: Rodolpho (1), Guga (1), Caio (1), Tiago (1) e Pedro Quadrelli (1). Equipe do Petrô: Gilberto, Guilherme, Nicollau, Luan,

Mateus, Rodolpho, Arthur, Pedro Quadrelli, Tiago, Christian, Caio, Guga, Yuri, Pedro Pires e Miguel. Técnico: Ademilson e auxiliar: Felipe. Sub-13 - Petrô 4 x 0 Internacional. Gols de Guilherme (3) e Matheus Mello (1). Petrô: Matheus Xavier, Robson, Caio, Matheus Lima, Hugo Vitorino, Hugo Peres, Gabriel Dias, Gabriel, Matheus Mello, Breno, Guilherme, Gabriel Neves, Vitinho, Rafinha, Rodolfo, Bernard, Herbert e Caio Nakata. Técnico: Francisco Lima. Estes

dois jogos foram realizados no Estádio Carlos Guinle. Master - Petrô 0 x 2 Carangola Alegria. Partida realizada no campo do Santa Isabel. O alvinegro jogou desfalcado devido a contusões de alguns atletas. Apesar da derrota, o Petropolitano terminou a fase classificatória em 1º lugar e vai jogar a semifinal com o Magnólia. A outra semifinal será entre Corrêas e Carangola Alegria. O Corrêas empatou de 1 a 1 com o Santa Isabel. O confronto também foi realizado também no Caxambu.


Diario de Petropolis