Page 1

Diário

de Petrópolis 56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.900 - Terça-feira, 19 de julho de 2011

operação “pegasus”

Divulgação

Reforma tributária deve ser prioridade no Senado O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Delcídio Amaral (PT-MS) (foto), defende uma agenda econômica no segundo semestre que priorize a votação de temas como a reforma tributária e a partilha dos royalties de petróleo da camada présal. Ele é um dos parlamentares que defendem o “fatiamento” da reforma. (Página 7)

O presidente da UNE, Daniel Iliescu, é de Petrópolis O estudante Daniel Iliescu, carioca e criado em Petrópolis, foi eleito no último domingo presidente da União Nacional dos Estudantes. Ele é filho do ex-secretário de Obras Marcelo Iliescu, que atuou nos governo Jamil Sabrá e Paulo Gratacós. Daniel estudou em Petrópolis no Colégio Fênix e depois se mudou para o Rio, para cursar Ciências Sociais na UFRJ. (Página 3)

PRF usa helicóptero em blitz na BR-040 A Polícia Rodoviária Federal realizou uma mega blitz na BR-040, na manhã do último domingo. A operação batizada como “Pegasus” contou com

trinta policiais, dez viaturas e até um helicóptero. O objetivo é de inibir a ação de motociclistas que percorrem a rodovia em alta velocidade. Nesta ação

TRT vai construir nova sede em terreno na Vila Macedo O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) vai apresentar no segundo semestre deste ano a proposta de um plano de obras para a construção de sua nova sede ao órgão especial do Tribunal para aprovação do projeto e inicio das licitações. O local escolhido é o terreno do antigo Serviço de Assistência Médica Domiciliar (Samdu), que pertence ao patrimônio da União, na Vila Macedo, Centro. Com a mudança deverão ser construídas também outras duas Varas de Trabalho. (Página 5)

Segundo a assessoria do TRT, uma empresa foi contratada para fazer a manutenção do terreno

Prefeitura promove melhorias na iluminação pública do Vale do Cuiabá Ascom/PMP/Matheus Quintal

Como parte extra ao programa Luz da Cidadania, lançado em julho deste ano para levar iluminação a lugares ainda não contemplados, A Secretaria de Obras do município, iniciou uma série de instalações, melhoramentos e extensões da iluminação pública do Vale do Cuiabá. A princípio serão beneficiadas: Estrada Ministro Salgado Filho, Estrada Aldo Gelli, Estrada do Cantagalo, Estrada Correia da Veiga, Rua Elvira Maria Cabral e Rua Jeni Gomes. (Página 3)

Dora Kramer Pág. 3

Hoje e amanhã, entre 14h e 18h, o Sesc Quitandinha apresenta Audiovisual – “Trajetórias e Interações Artísticas com a Cidade – Experiências com Arte-Tecnologia”, com Fabiano de Freitas e Gustavo Gelmini. Hoje e amanhã, às 19h, a Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura apresenta o filme “Luzes da Cidade”, de e com Charles Chaplin. (Página 10)

Bairros Motoristas que usam a Estrada da Serra Velha da Estrela voltaram a alertar as autoridades sobre o conserto de aberturas na via. Lembraram que o trabalho de fechamento foi executado há dois meses e que neste curto período voltaram a abrir na curva do carvão e na última volta antes de chegar à Vila São Francisco da Horta. (Diário nos Bairros, página 9)

esportes

Carretas interditam Serra O caminhão da prefeitura faz reparos nas luminárias com defeito, além de levar energia elétrica para o bairro

Pág. 2

agenda

Fotos: Alan Alonso

nesta edição

Sebastião Nery

15 veículos foram multados, carteiras de habilitação recolhidas e quatro motos apreendidas. Além disso, quatro pessoas foram presas. (Página 5)

(Página 8)

Pedestres reclamam de sinal no Centro Pedestres que passam diariamente pela Rua Doutor Porciúncula, esquina com a Imperador, ambas no Centro, voltaram a pedir uma revisão nos sinais que ficam na saída do Terminal de Transbordo, em frente a Casa Itararé. Os dois sinais costumam ficar abertos ao mesmo tempo tanto para os carros quanto para os pedestres. Por meio da assessoria de imprensa, a CPTrans informou que vai enviar um técnico ao local para verificar o problema. (Página 5)

Em Petrópolis continua sendo mais vantajoso abastecer os veículos com gasolina

(Página 5)

O sinal de pedestres e de veículos não costuma estar sincronizado

O piloto petropolitano Diego Neumann, o Knob, conquistou mais um título. No último domingo, em Campos, ele participou da segunda etapa da Copa 2 Rodas de Downhill, e ficou com a segunda colocação na categoria Elite – a mais disputada do esporte. O atleta vem treinando em outras cidades para se adaptar a diferentes pistas. Ele disputará o Campeonato Brasileiro que, este ano, acontece em Ibirama (SC). A Copa deste fim de semana foi realizada na localidade conhecida como Morro do Rato. (Página 10)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 19 de julho de 2011

As Cores da Economia www.sebastiaonery.com.br

A UNE NO AÇOUGUE A UNE (União Nacional dos Estudantes) era a grande Universidade livre da juventude brasileira. Nenhuma entidade no pais foi tão representativa. Era mais do que a ABI (Associação Brasileira de Imprensa), que era fechada, cumpria belo papel, mas em outros tornou-se corporativa. Aberta, calorosa, briguenta, a UNE travava uma luta interna permanente, democrática, e estava sempre à frente das grandes campanhas publicas do pais, mesmo quando sua diretoria se dobrava demais aos governos. Nasceu na Casa do Estudante do Brasil, no Rio, no primeiro Conselho Nacional dos Estudantes, em agosto de 1937, na ditadura Vargas. A primeira diretoria, saida do II congresso, foi a de 38 a 39, presidida pelo gaucho Waldir Borges. O III congresso, de 1939, elegeu o paulista Trajano Pupo Neto. No IV congresso, de 1940, o carioca Luis Paes Leme. NA GUERRA No começo da guerra, os estudantes nas ruas exigiam que o Brasil declarasse guerra ao nazi-fascismo. Sobretudo por isso a UNE nasceu na esquerda. Em 1942 o presidente era o carioca Helio de Almeida. De 1947 a 50, as diretorias da UNE eram francamente socialistas, ligadas ao Partido Socialista, inclusive, no congresso da Bahia, em 49, quando venceu o socialista paulista Rogê Ferreira, que depois renunciou, substituído pelo também socialista carioca José Frejat. Em 1950, veio afinal a dupla udenista, mineiropaulista, Olavo Jardim-Paulo Egidio, que comandou a UNE até 1954, transformando-a em um departamento do ministério da Educação. Em 1954, venceu uma chapa de unidade entre esquerda e governistas, com o Netinho, de São Paulo.

n Cristóvam

Buarque

A

té recentemente, a ideia de “economia verde” era tida como um devaneio de ambientalistas, sem base teórica. Com o acirramento da crise ambiental, a “economia verde” ganhou legitimidade, apesar de ainda não ser analisada (desconsiderada) pelos economistas tradicionais porque, ao buscar alternativas sustentáveis para o processo produtivo, ela desrespeita os fundamentos da teoria atual. A utilização de preços diferentes do mercado de curto prazo e a restrição ao uso de certos recursos naturais, ainda incomoda economistas. Mas a economia do século XXI não pode continuar amarrada, como a do século XX, a ideia de que a estrutura de preços momentâneos é capaz de orientar o futuro. Sabemos que as chamadas externalidades, os impactos externos à economia e ao imediato, precisam ser consideradas. Keynes dizia que no longo prazo todos estaremos mortos, por isso, o futuro distante não importava. Mas no seu tempo o problema ambiental não existia e a economia não tinha poder de influir no longo prazo. Daqui para frente, a

sustentabilidade ambiental é condição necessária a ser considerada em qualquer economia sólida. A crise ecológica se acirrou de tal forma, e tão rapidamente, que a simples mudança nos preços, justificando a preferência por recursos renováveis, já não é suficiente para enfrentar os problemas adiante. Mesmo assim, antes de ser aceita, a economia verde já nasceu velha: porque não basta o equilíbrio ecológico. A substituição de combustíveis fósseis por renováveis pode gerar um efeito bumerang: o acomodamento diante da crise; e não basta a “economia verde” em cada carro, se no nível macro o número de carros cresce tanto que as florestas darão lugar a plantações de cana para alimentar toda a frota. Também não basta a economia substituir o combustível fóssil por renovável se o perfil da demanda continuar voltado para a minoria de renda superior. A economia que dinamiza seu crescimento produzindo bens caros para a minoria, concentrando a renda, pode ser verde, mas não é a economia que o futuro precisa. Não vale a pena “economia verde” salvar o Planeta, se salvá-lo apenas para poucos. A economia do futuro precisa ser verde - no uso dos recursos naturais - e vermelha,

NA DEMOCRACIA A UNE era uma alegria. Estudantes do pais inteiro. Alguns hospedados lá, outros como eu nos pequenos hotéis ou em pensões ali do Flamengo e do Catete. Até a madrugada, todo mundo conversando, muitos tocando e cantando, mas o que comandava mesmo era a discussão política, da UNE e do pais. E o Rio era sobretudo a UNE. Fernando Gasparian e Almino Afonso eram os lideres na politica estudantil paulista. Gasparian, saudoso amigo da vida toda e editor, presidente da União Estadual dos Estudantes em 1952. Almino presidente em 1953. O congresso da UNE de 1954 foi na Universidade Rural do Rio : Costa Neto, um quadro político excepcional, Helio Bloch, Paes Leme, Hadock Lobo, outros. E Roberto Las Casas de Minas, José Gregori de São Paulo, José Batista de Oliveira Junior, o Batistinha, de Juiz de Fora. Foi eleito, em chapa única, o Augusto Cunha Neto, Netinho, mineiro de Cataguazes, substituindo o paraibano de Santos João Pessoa de Albuquerque. Criou-se uma Junta Governativa para concluir seu mandato, presidida pelo Pedro Simon, do Rio Grande do Sul, que acabava de perder para Flavio Tavares a presidência da União dos Estudantes Gaúchos. NO AÇOUGUE Agora, a UNE realizou seu 52º Congresso, no açougue. Uma vergonheira. Dinheiro do governo saindo pelo ladrão. No “Globo”, a Regina Alvarez conta que “a apatia dos movimentos sociais, de trabalhadores e estudantes, em relação à corrupção, coincide com um aumento substancial dos repasses de recursos federais para essas entidades. Em 2010, somados, os recursos transferidos às centrais sindicais e os repasses para outras entidades (como a UNE) chegaram a R$ 264 milhões”. “Desde 2008 , já abocanharam R$ 246 milhões. Só no ano passado foram R$ 102 milhões, sem necessidade de prestar contas. Em 2010, a União dos Estudantes Secundaristas de São Paulo recebeu R$ 2,9 milhões”. Esta é a verdadeira “herança maldita” de Lula e do PT. www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

o bem-estar como mais importante do que a produção. A abolição do analfabetismo não pode ser medida apenas pelo aumento de renda do alfabetizado. O PIB baseado em automóveis que engarrafam o trânsito, mesmo com carros elétricos, ou que fluem graças a viadutos construídos em vez de escolas, hospitais e sistemas de água e esgoto, não pode ser considerado como indicador da economia do futuro. Mais importante é uma economia que libere tempo dos trabalhadores e aumente os bens públicos e aqueles imateriais da cultura. A “economia azul” deve buscar eliminar os entraves que dificultam a busca da felicidade. Pode inclusive optar por um decrescimento do PIB como forma de aumentar o bemestar. A “economia verde” começou a ser aceita, mas ela não representa a metáfora certa. Pelo menos cinco cores são necessárias para definir a economia do futuro: o verde da sustentabilidade ambiental; o vermelho da justiça social; o branco de uma economia produtiva para a paz; o amarelo da criação de bens de alta tecnologia; e o azul da economia comprometida mais com o bem-estar do que com a produção e a renda. n Professor da Universidade de Brasília e Senador pelo PDT/DF

Bobagem?

NO GOLPE A partir de 1956, acabou o reinado da “direita” com a aliança da JUC (Juventude Universitária Católica) com a UJC (União da Juventude Comunista) apoiando João Batista de Oliveira Junior, o Batistinha de Juiz de Fora. E veio outra histórica administração, a do baiano de Jaguaquara Raimundo Eirado em 1958-59, com Sepulveda Pertence na vice. Nem o golpe de 1964 impediu que a UNE continuasse comandada pela aliança dos cristãos da AP (Ação Popular) com os comunistas da UJC. Desde 1963, já eram José Serra presidente, Marcelo Cerqueira vice. Na madrugada de 1º de abril, o golpe de 1964 incendiou a sede da UNE, no Flamengo 132, fechou a entidade, matou um presidente da UNE, Honestino Guimarães, quase mata outros, como Luis Travassos, Vinicius Caldeira Brant. Depois da anistia de 1979, elege-se presidente, em 1980, o alagoano-paulista Aldo Rebelo, do PC do B, e, por ironia da historia, a reconstrução da UNE é feita em nome de sua desconstrução. Deixou de ser a grande Universidade livre da juventude para tornar-se desossada, desconstituída, esquartejada, um escritório financeiro do PC do B.

no destino de seus produtos. Precisamos de uma economia que atenda as necessidades sociais como, por exemplo, a erradicação da pobreza, a diminuição da desigualdade e a ampliação do emprego. Uma economia com valores éticos, capaz de entender que na educação e na saúde a desigualdade é imoral. Enfim, uma economia vermelha. A economia precisa definir o conceito de riqueza. Uma “economia branca” voltada para ampliar o bem-estar e não para destruir. A produção de armas não deve ser considerada como resultado positivo da economia, embora seja importante para a defesa. O valor do PIB deve descontar a produção dos bens de destruição e serviços de segurança e também o tempo perdido pelas pessoas na ida e vinda diária de um lugar para o outro. A economia também precisa ser amarela e manter como símbolo os produtos da ciência e da alta tecnologia. A competitividade pela redução de custos, em geral pelo desemprego, não pode ser indicador da economia do futuro. A competitividade deve estar na capacidade de invenção de novos produtos capazes de elevar o bem-estar das pessoas. Para isso ela deve ter por base os cérebros, não mais mãos e braços. Finalmente, a economia tem que ser azul e considerar

n Osmar Terra

O

crack não é uma droga igual às outras. O dano que causa ao organismo, em particular ao cérebro, é rápido e praticamente irreversível. Em poucas semanas, muda as conexões cerebrais e a memória do prazer, passando a comandar a motivação e o desejo de forma avassaladora. O dependente sem tratamento morre cedo; quando tratado, torna-se um doente crônico, com frequentes recaídas. Nos últimos anos, ocorreu uma explosão no uso do crack no Brasil. Ela vem sendo detectada por milhares de prefeituras, pelos ambulatórios, pelos hospitais e por profissionais de diversas áreas. Mas, apesar das evidências, fomos surpreendidos pelas declarações da secre-

tária nacional de Políticas sobre Drogas, Paulina Duarte, afirmando que a epidemia do crack “é uma bobagem”. Sendo dirigente do órgão do governo federal responsável pelo enfrentamento do problema, a palavra “bobagem” dita pela secretária poderá ter consequências trágicas. Hoje, já morrem mais vítimas da epidemia do crack do que de todas as demais epidemias virais somadas. Pelas amostragens municipais, podemos inferir que 1% da nossa população está dependente da droga. São quase 2 milhões de brasileiros! Nos Estados Unidos, onde circula há mais tempo, chegou a 4% de dependentes. Os sinais da epidemia estão em toda parte. No Brasil, entre as drogas ilícitas, já é responsável pelo maior número de ocorrências policiais e de urgências médicas. Seu tráfico já responde por quase

metade dos homicídios do país! Ignorar esse gravíssimo problema só pode ser explicado por um viés ideológico. O mesmo que, de um lado, propõe legalizar as drogas e, de outro, minimiza o problema, tratando-o de forma genérica e sem foco. A consequência dessa visão é a paralisia, que pode ser fatal para milhares de jovens. Mais grave do que minimizar o problema, talvez seja a lentidão de como se trata a questão na prática. Em maio de 2010, o governo federal anunciou R$ 410 milhões para enfrentar o crack. Até agora, menos de 20% disso foi liberado. A modesta meta de criar mais 2.500 leitos para desintoxicação continua no plano das intenções. Com o insuficiente financiamento da saúde, menos de 10% da promessa foi cumprida.

Também as limitadas ações de vigilância nas fronteiras com os países produtores de cocaína ficaram severamente comprometidas com os cortes feitos nos orçamentos de nossas Forças Armadas e da Polícia Federal. O simples fato de a droga permanecer tendo o mesmo preço para consumo que tinha há cinco anos revela que as apreensões feitas até agora nem de longe afetaram sua oferta para um consumo que cresce geometricamente. Temos um enorme desafio pela frente. Mas, para vencêlo, é preciso antes de tudo reconhecer que a epidemia do crack é uma realidade. Ignorá-la, por desconhecimento ou por ideologia, é uma bobagem que pode custar a vida de muitos brasileiros. n Mestre em neurociências pela PUC-RS, é deputado federal pelo PMDB-RS. Foi secretário da Saúde do Rio Grande do Sul.

Máquina humana e óleo do sentimento (I) n Paiva Netto

D

estaco de meu editorial da revista Boa Vontade Educação, especialmente publicada para o Encontro de Alto Nível do Conselho Econômico e Social (Ecosoc), da ONU, no Palais des Nations, ocorrido em Genebra, Suíça, na semana passada: Educação, tema sempre em pauta. Urge ser difundido e encarado, por todos nós, como a trilha segura que encurta a distância social entre as classes. É também eficiente antídoto contra a violência, a criminalidade, as doenças e tudo o mais que dificulta o crescimento salutar de um povo. Atendendo à solicitação de amigos, apresento trechos da conferência que proferi em 9 de março de 2010, no Rio de Janeiro/RJ, com a partici-

pação, via internet, de várias localidades do Brasil e do exterior. Entre os assuntos abordados, estava a Pedagogia de Deus, preconizada por Alziro Zarur (1914-1979), que, ao longo do tempo, fizemos desdobrar-se na tese socioeducacional da Legião da Boa Vontade voltada a aliar o desenvolvimento cognitivo do educando à cultura do respeito plural; por isso, sempre com Espiritualidade Ecumênica, sobre o que lhes tenho sobejamente falado. Daí surgiram respectivamente a Pedagogia do Afeto, para as crianças, e a do Cidadão Ecumênico, para jovens e adultos. Discorrendo, de improviso, sobre a matéria, afirmei que não basta instruir-se das coisas humanamente racionais. Conforme ressaltei em fevereiro de 1984, dirigindome às mulheres envolvidas nas ações da LBV, e posteriormente em artigo na “Folha de S.Paulo”, em 27 de julho de 1986: A instrução, para nós,

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

é aquela que se aprende na escola, no colégio, na universidade, o que mais o seja, e que deve ser associada ao lar, em forma de Educação. Essa aliança é imprescindível. Sem Instrução e Educação não há progresso. Todavia, instruir e educar não é somente ensinar a ler, a mergulhar nos livros. Trata-se, acima de tudo, de iluminar a inteligência para as funções harmônicas do Ser Humano na sociedade. Aliás, esta e o governo devem permanentemente unir-se para estabelecer a estrutura que, de fato, forme uma pátria melhor e um mundo mais feliz. Quanto pior o ensino, pior o futuro. Portanto, ensinar não é apenas transmitir o bê-á-bá da ciência terrena, mesmo que seja a mais elevada Matemática, a Física, a Química, a Astronomia etc. Porque, se não houver o bom alimento para a Alma — iluminada pela espiritualização, que significa mais que educar, e sim reeducar —, esse apren-

iário de Petrópolis 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

dizado ultrainstrutivo levará o Ser Humano, sem tal boa nutrição, a conduzir o pensamento para atos cada vez mais destruidores. Educar é transformar, reeducar, sob os auspícios da Paz, do Amor e da Justiça, bafejada pela Bondade, e, assim, sublimar o caráter. Sem Instrução e, sobretudo, Educação não existe o amanhã. Lembram-se do Plano Marshall, para a Europa, de que já lhes falei tantas vezes? Destaque para a Alemanha, no Ocidente, e para o Japão, na Ásia, com MacArthur (1880-1964), que se reergueram pujantemente. No entanto, a produção desses dois países, e de muitos mais, iria à bancarrota naquele período e em qualquer outro se não fosse preparada a geração em que o ensino tivesse profundidade, que serviria de base às demais. n Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br www.boavontade.com

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER O bolo dos noivos

O

ensurdecedor silêncio do vice-presidente Michel Temer, durante a semana da crise nos Transportes, foi ouvido com desconforto no Palácio do Planalto. Ficou a sensação de que foi proposital, que o vice prefere manter distância das bolas divididas para não atrapalhar os planos do líder do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves, cujo propósito primordial é se eleger presidente da Câmara em 2013. Em nome desse objetivo, Alves faz qualquer coisa para agradar ao PT: até submeter-se à tola celebração da parceria entre os dois partidos com bolo e bonequinhos de Dilma e Temer presidindo os confeitos. A impressão do Planalto sobre o mutismo do vice não é

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERÇA-FEIRA, 19 DE JULHO DE 2011

infundada. Mas digamos que seja incompleta. O panorama visto sob a ótica do PMDB inclui outros fatores. Apartado das decisões de governo a respeito das quais é no máximo comunicado, mas nunca chamado a debater, Temer na verdade não teria o que dizer sobre a confusão com o PR. Em boa medida porque, se é mantido a distância, não detém todas as informações e tampouco sabe de onde a presidente Dilma Rousseff parte e aonde quer chegar. Por exemplo, quando faz demissões a conta-gotas no Ministério dos Transportes e sempre pautadas não por um roteiro previamente delineado pelo governo, mas a reboque de denúncias da imprensa. Outro aspecto que leva Temer a recolher-se à condição de

coadjuvante silente diante do enrosco é a situação de seu partido, onde começa a vicejar a semente da discórdia. Há insatisfação no Senado que resulta na tentativa de um grupo de peemedebistas de quebrar a hegemonia da trinca José Sarney, Renan Calheiros e Romero Jucá na interlocução com o governo e impedir que Renan venha a suceder a Sarney na presidência da Casa. Há o grupo, ainda amplamente majoritário, que segue Henrique Alves na tarefa de manter as aparências para não provocar abalos no acordo sobre a troca de comando na Câmara, mas há também duas boas dezenas de insatisfeitos na bancada de 80 deputados do PMDB. Gente que está enxergando

crise à frente e, por isso, vendo a necessidade de as divergências serem tratadas com seriedade. De forma a impedir o acúmulo de passivos que venham a explodir mais adiante. Com alguma força nas eleições municipais, que em muitas cidades colocarão em campos opostos os dois principais sustentáculos partidários do governo. Com a intensidade de um terremoto na eleição para as presidências da Câmara e do Senado. É cedo para falar disso? A julgar pelo potencial de eventual estrago, já se faz tarde. Pelo seguinte: PMDB e PT acertaram que este presidiria a Câmara agora e aquele a partir de 2013. O acerto, contudo, não inclui o Senado, onde o PMDB tem a maior bancada. O PT deixará que o parceiro impere absoluto no Congresso? Claro que não, mas mais claro ainda é que o PMDB não abrirá mão. Está, portanto, montado desde já o cenário do esfaqueamento. Briga de foice esta que se não for tratada na base da relativa franqueza, com as divergências sendo resolvidas à luz da maturidade - o que não inclui convescotes ao

3

redor de um bolo de noivos -, tem tudo para degenerar em “bolo” no sentido de crise. E aí vai ser preciso bem mais que fazer “uma social” de vez em quando com senadores e deputados oferecendo-lhes coquetéis, jantares e os chamados “afagos”. Além de não adiantar nada cria a falsa impressão de que o contraditório se resolve com agradinhos. Vai ser necessário arbitragem por parte do fiador da aliança. Dilma ou Lula, a depender da disposição da presidente de transferir ou não o poder a ela conferido na eleição. Seja como for, a bem do bom senso conviria à presidente, ao vice e companhia deixar de lado a hipocrisia e encarar a vida em uma coalizão como ela de fato é. Em aberto. Luiz Inácio da Silva já falou de tudo um pouco desde que deixou a Presidência. Só não disse ainda como pretende “desmontar a farsa do mensalão”, conforme anunciado. Chance não faltou de rebater ponto por ponto a peça de acusação recentemente apresentada pelo procurador-geral da República.

CIDADE

Novo presidente da UNE é de Petrópolis Carioca, mas criado em Petrópolis, Daniel Iliescu, de 26 anos, foi eleito presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE) no último domingo. A chapa de Daniel Iliescu, “Movimento estudantil unificado para as mudanças do Brasil”, foi eleita com 2,369 mil votos, o que representa 75,4% dos votos dos 3.138 delegados credenciados que votaram no 52º Congresso da UNE, realizado em Goiânia de quarta-feira a domingo da semana passada. A partir de agora, Iliescu ocupará pelos próximos dois anos o mesmo cargo que já foi de importantes nomes da vida pública brasileira como José Serra (ex-governador de São Paulo), Orlando Silva (ministro dos Esportes), Aldo Rebelo (deputado federal) e Lindbergh Farias (senador). Filho do engenheiro Marcelo Iliescu, que foi secretário municipal de Obras nos governos de Jamil Sabrá e de Paulo Gratacós, Daniel estudou no Colégio Fênix, no ensino médio. Também em Petrópolis, ele começou

Divulgação

Criado em Petrópolis, Daniel Iliescu foi eleito presidente da União Nacional dos Estudantes no domingo

sua militância estudantil, quando atuou na Associação Petropolitana de Estudantes

Moradores estão com medo de denunciar grileiros Roberta Müller

robertamuller@diariodepetropolis. com.br

A denúncia informando sobre a compra e venda de terras embargadas pela justiça na região da Posse já chegou ao Ministério Público Estadual (MPE), à vereadores e deputados, e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente. Apesar disso, a maioria dos moradores que vive ao redor do terreno estaria com medo de prestar informações com medo de represálias. Questionados sobre o assunto, eles dizem saber o que acontece no local, mas preferem não comentar nada. Segundo o empresário Flávio Câmara, autor das denúncias, o silêncio pode prejudicar as investigações. - As pessoas estão com medo de falar, isso é um absurdo. A gente não pode deixar aqueles terrenos continuar sendo vendidos. Minha preocupação é que esse assunto acabe no esquecimento. Algumas pessoas da área são humildes e não endentem essas questões burocráticas, acabam deixando pra lá – informou Câmara, que é bisneto do ex

dono das terras, Avelino de Carvalho. De acordo com a denúncia, cerca de seis lotes do terreno já teriam sido vendidos por R$ 10 mil cada, parcelados em 10 vezes, e os compradores, para conseguir a documentação, teriam alegado que moram no terreno há mais de 10 anos, o que lhes dá o direito à aquisição através do usucapião. Mas a área não é habitada há anos. No local, casas já começaram a ser construídas. Atualmente, o terreno, que fica na região central do Brejal e também pertenceu à Fazenda Piraju, está embargado na justiça por causa de uma briga entre os herdeiros. Apesar disso, há alguns meses, lotes estariam sendo vendidos irregularmente. As construções podem acabar prejudicando a vida dos moradores ao redor das terras, além de favelizar a região e acabar com um dos principais pontos turísticos do distrito. Um comerciante que preferiu não se identificar disse estar com medo. Ele contou que obras estão sendo feitas em áreas de risco e irregularmente, podendo atingir os imoveis próximo.

(APE). Daniel foi morar no Rio de Janeiro quando pas-

sou no vestibular para Ciências Sociais, da UFRJ. Desde então, ele partici-

pou do centro acadêmico de seu curso, foi membro do Conselho Universitário (Consuni) da UFRJ, presidiu a União Estadual dos Estudantes (UEE-RJ) entre 2007 e 2009 e, por fim, foi indicado pela União da Juventude Socialista (UJS), ligada ao PCdoB, partido no qual é filiado, para a eleição da UNE em 2011. Hoje ele está encerrando o bacharelado em Ciências Sociais, onde desenvolveu gosto pela pesquisa e foi bolsista, para iniciar a licenciatura, preparando-se para ser professor. Entre seus grandes sonhos, está o de trabalhar nas salas de aula do país. - Espero ver o fim do analfabetismo no Brasil em breve, se todos se empenharem – disse. Propostas para a gestão Apesar de ter liderado a chapa ligada a um dos partidos da base do governo, o PCdoB, o novo presidente da UNE disse que entidade terá uma atuação marcada pela independência. Se-

gundo ele, a ideia é discutir todas as propostas da área educacional com a sociedade. - Nem pensar (em ser chapa-branca). Nossa relação com o governo vai ser independente, de respeito e de pressão em relação a todos os governos – disse Iliescu à Agência Brasil. Entre as principais reivindicações da UNE na nova gestão estão a destinação de 50% dos recursos provenientes da exploração do petróleo na camada pré-sal para a educação, a criação de um pacto nacional contra o analfabetismo e o investimento, até 2014, de 10% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro em educação. No Plano Nacional de Educação que tramita no Congresso, o governo propõe o investimento de 7% do PIB até 2020. - Reconhecemos que se trata de um avanço, já que hoje o investimento é de 5% do PIB. Mas é um avanço pouco ousado – afirmou Daniel.

Vale do Cuiabá recebe instalações e melhorias na iluminação pública A prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Obras, começou ontem uma série de intervenções de instalações, melhoramentos e extensões da iluminação pública do Vale do Cuiabá, como parte extra ao programa Luz da Cidadania, lançado em julho deste ano para levar iluminação a lugares ainda não contemplados. A princípio serão beneficiadas: Estrada Ministro Salgado Filho, Estrada Aldo Gelli, Estrada do Cantagalo, Estrada Correia da Veiga, Rua Elvira Maria Cabral e Rua Jeni Gomes, com mais de 390 luminárias e lâmpadas do tipo eficiente, que consome menos energia, produzindo maior incidência de luz. Os locais que não possuem pontos de iluminação receberão extensões de rede. O secretário de Obras conversou com os moradores sobre as intervenções que estão sendo feitas no bairro. - O serviço só teve início agora, pois estávamos esperando o mapeamento da área de exclusão, liberado, na quinta-feira passada (14), pelo Inea – explicou Stênio Nery dos Santos, se referindo aos resultados do estudo téc-

Ascom/PMP

Secretário de Obras, Stênio Nery acompanha as intervenções no bairro

nico, realizado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que definiu as áreas com alto risco de inundação, no Vale do Cuiabá e nos rios Carvão e Santo Antonio, atingidas pelas chuvas de janeiro deste ano. As intervenções serão feitas em três etapas: instalação das luminárias; substituição da lâmpada existente pela eficiente; extensões de

rede com iluminação pública. A empresa LHN Comércio e Serviços Ltda foi contratada em regime emergencial para a manutenção e implantação de extensão de iluminação pública no município. Para o serviço será disponibilizado um veículo atendendo somente ao Vale do Cuiabá e arredores. A Rua Elvira Maria Cabral também está receben-

do rede de captação de águas pluviais, com 18 metros de extensão, além de drenagem e pavimentação. Somente no Vale do Cuiabá, o governo municipal já instalou mais de mil manilhas. - Para a gente vai ser muito bom porque vai evitar lama em frente de casa, já que o que mais tem aqui é água. Até moto escorrega. Como falta luz a gente até evita sair de casa à noite, mas com a instalação de luminárias vai melhorar – disse a dona de casa Raquel Geraldo Ferreira dos Santos. O Vale do Cuiabá já recebeu serviços de troca de manilhas, microdrenagens e pequenas contenções de encosta. Os governos federal e estadual lançaram, em junho, um pacote de grandes obras emergenciais que englobam 18 contenções de encostas, 11 pontes e quatro terrenos previstos para a construção de 1.400 aos desabrigados, em Petrópolis. Obras essas que começaram com a desmontagem da ponte da Estrada do Gentio, em Itaipava, na semana passada, e o levantamento topográfico da passarela do Posto 2, em Corrêas.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

terça-feira, 19 de julho de 2011

Curtas

Alexandre Machado

n O aniversário de Maurinho Branco será comemorado sábado, na boate Tamboatá, com show da banda Tokaia. n A cidade se prepara para o BunkaSai, festa japonesa que acontece de 6 a 14 de agosto, com exposições, workshops, teatro, artes marciais, gastronomia e muito mais. n Vários colunáveis circularam pelo restaurante Afrânio, em Araras, no último fim de semana.

colunadoalexandre@gmail.com 8131-6401

Em Três Rios

Cinco dias de grandes shows marcarão a terceira edição do Três Rios Expo Fest, que acontece de 10 a 14 de agosto, no Parque Municipal de Eventos (área da antiga Santa Matilde), no bairro Cantagalo, onde será também montada a arena da renomada Companhia de Rodeio Tony Nascimento.

Casar na Serra 2011

Sucesso absoluto!

O evento Casar na Serra, que aconteceu no Solar Portugal, foi sucesso de público nos três dias. Os profissionais capricharam e apresentaram grandes novidades. Entre as atrações, desfiles de vestidos de noivas e buquês, roupas de festas, cabelos e maquiagem, apresentação musical e oficina de culinária. Destaque para as mesas decoradas por Amaury Jaime de Lima, as novidades gastronômicas de Maria Luiza, os doces de Lúcia Sattler, os bem-casados de Márcia Fontaine e os bolos de Tânia Sabaia.

Muitos turistas movimentaram a cidade durante o 11º Festival de Inverno de Petrópolis, promovido pela Dell’Arte, que terminou domingo, com apresentação da Orquestra Sinfônica Jovem de Barra Mansa, superando todas as expectativas, com bastante movimento no comércio, restaurantes e hotéis. Parabéns, Myrian Dauelsberg!

Malas prontas No dia 23 deste mês, Isabela e Luiz Felipe Francisco viajam para Buenos Aires, em companhia do casal amigo Sônia e Eduardo Chalfin. Eles ficarão hospedados durante uma semana no Four Seasons Hotel. Será uma viagem gastronômica e cultural, com intensa programação diária já agendada.

Docinhos Diet Karine Noel Carneiro Dias, aniversariante de hoje

Durante o Casar na Serra, a doceira Lúcia Sattler lançou a linha diet. Só para citar alguns: Maçã com Canela, Coco Queimado, Brigadeiro, Nozes, Banana Passa, Damasco, Tâmara com Amêndoas e Casadinho.

Mérito Cabangu

Afonso Fontes e Roberto Nóbrega (representantes da Revista Agito Rio) sendo recebidos por Amaury Jr., no Club A, em São Paulo

A Fundação Casa de Cabangu, o patrono Jorge Henrique Dumont Dodsworth, a Escola Preparatória de Cadetes do Ar e a Prefeitura de Santos Dumont, convidam para a solenidade de entrega das Medalhas “Mérito Cabangu” e “Mérito Santos Dumont” em comemoração ao aniversário de nascimento de Alberto Santos Dumont. Será amanhã, a partir das 8h30, na Fazenda Cabangu, em Santos Dumont (MG).

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão)

Entrega em domicílios Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios)

Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


terça-feira, 19 de julho de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

PRF realiza operação para inibir motociclistas Para tentar inibir a ação de motociclistas que percorrem a BR-040 em alta velocidade, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou mais uma mega blitz em Petrópolis. Na manhã do último domingo, a operação intitulada “Pegasus”, que contou com trinta policiais, dez viaturas e até um helicóptero, multou 15 veículos, recolheu quatro carteiras de habilitação e apreendeu quatro motos. Além disso, quatro pessoas foram presas. Os acusados têm idades entre 21 e 44 anos, sendo que dois deles são comerciantes, um de Petrópolis e outro de Duque de Caxias. Os casos foram registrados na 106 Delegacia

(Itaipava). De acordo com a PRF, o objetivo é diminuir o número de motociclistas que usam seus veículos para apostar corridas no trecho entre Itaipava e Três Rios. Os agentes foram posicionados em pontos estratégicos, onde identificaram e abordaram os condutores que seguiam em alta velocidade na rodovia. “A ação é uma continuidade da estratégia de repressão a essa prática irresponsável que coloca em risco a vida de pedestres e de outros motoristas”. Esta é a maior operação já montada pela PRF neste trecho da BR-040. A maioria dos policiais que trabalharam na blitz era de outros estados,

Dois homens invadem e roubam casa no Caxambu Dois homens invadiram e roubaram, na madrugada de domingo, uma casa na Rua Waldemar Ferreira da Silva, no Caxambu. Os bandidos imobilizaram a proprietária do imóvel, uma mulher de 26 anos, e deram prosseguimento ao roubo. Além de uma pequena quantidade de dinheiro em espécie, os homens levaram diversos aparelhos eletrônicos. A ação, no entanto, foi frustrada pela Polícia Militar (PM), que chegou ao local a tempo de recuperar esses bens e devolvê-los a vítima. Os bandidos, no entanto, conseguiram fugir. De acordo com o depoimento prestado pelos policiais, no registro de ocorrência efetuado na 105ª DP( Retiro), eles foram chamados a rua Casemiro de Abreu, no Centro, por uma moradora daquela rua. A mulher desconfiou de um homem que transportava várias mochilas e uma televisão e chamou a polícia. Os agentes chegaram ao local e, percebendo a chegada deles, o bandido

conseguiu fugir, abandonando pelo caminho todos os objetos furtados. Ainda segundo o relato dos policiais, o bandido era branco, magro e de estatura mediana. O outro criminoso não foi visto. Após recuperarem o material, os agentes fizeram rondas pelas proximidades a procura de alguma casa que tivesse sido arrombada. E acabaram encontrando, na Rua Waldemar Ferreira da Silva, no Caxambu. A proprietária do imóvel confirmou que a residência havia sido invadida por dois homens, que a imobilizaram e puseram uma coberta sobre a cabeça dela enquanto praticavam o crime. Além dos R$ 23 em espécie, a polícia devolveu à vítima todos os objetos furtados: Um Aparelho televisor e um de DVD, um monitor, uma máquina filmadora, um tablet, cinco caixas de som, quatro controles remotos, três antenas de televisão, uma web cam, uma máquina de cortar cabelo e dez embalagens de cigarro.

como Espírito Santo e Minas Gerais. A operação, batizada de Pegasus, é uma alusão ao cavalo alado da mitologia grega. Acreditava-se que era impossível capturá-lo e que possuía a imortalidade. “Muitos desses motociclistas agem como se fossem imortais e acreditam que nunca serão presos”, informou em nota, a PRF. O órgão frisou que continuará intensificando a fiscalização e punindo motoristas irresponsáveis, aplicando as normas de trânsito com todo o rigor previsto na lei. Quem é pego promovendo corridas em vias urbanas pode responder a processo criminal.

Divulgação

Três motos foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Federal e levadas para o pátio da 106ª DP

Tribunal Regional do Trabalho terá nova sede em terreno na Vila Macedo Fotos: Alan Alonso

Roberta Müller robertamuller@diariodepetropolis.com.br

O terreno do antigo Serviço de Assistência Médica Domiciliar (Samdu), que pertence ao patrimônio da União, na Vila Macedo, Centro, deverá abrigar a nova sede do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Atualmente, o órgão funciona em um imóvel alugado, na Rua 16 de Março, também no Centro Histórico. Ainda no segundo semestre deste ano, a proposta de um plano de obras será apresentada ao órgão especial do Tribunal para aprovação do projeto e inicio das licitações. A expectativa é que, com a mudança, sejam construídas também outras duas Varas de Trabalho – antigo pedido de advogados, além de uma sala para a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Segundo a assessoria do TRT, o terreno conta com uma empresa que faz a manutenção para que o local não fique abandonado, nem seja invadido. “Ele está murado e pintado”. Durante a inaugura-

Atualmente o terreno do Tribunal do Trabalho está vazio

ção da sede no prédio da 16 de Março, em setembro do ano passado, o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Primeira Região, desembargador Aloysio Santos, já havia mostrado interesse em construir um novo prédio no terreno vazio. Mas disse que isso só seria possível depois da aprovação de uma 3ª Vara Trabalhista para cidade. - Petrópolis não foi contemplada para receber mais uma Vara no último estudo, mas isto não significa que não irá receber. Só que isto leva

um tempo, temos mais de 50 pedidos de Varas. Neste novo prédio, ela já não caberia aqui. Por isto, já vimos a possibilidade de construção de um novo prédio em outro terreno. Ele deverá ter entre quatro e cinco andares. - explicou na ocasião, lembrando que um prédio maior, já prevendo a instalação da terceira Vara, não foi alugado porque “não há muitas opções” no Centro Histórico. Atualmente, 1ª e 2ª Varas de Trabalho de Petrópolis funcionam no Edifício Por-

tinari. Também durante a inauguração, a a juíza da 2ª, Evelyn Guimarães, confirmou a necessidade de uma terceira Vara, já que 10 mil processos tramitam entre as duas primeiras, hoje em dia. Advogados disseram que já há até a necessidade de uma 4 Vara, só assim os juizes e funcionários deixariam de ser sobrecarregados. Antes, as varas ficavam em prédios separados, a unificação facilitou o acesso da população, principalmente dos portadores de necessidades especiais, uma vez que o prédio foi projetado dentro das novas exigências de adaptação. Advogados, juízes e os próprios funcionários também comemoraram, porque não precisam mais de grandes deslocamentos entre uma unidade e a outra. O prédio tem quatro andares. No térreo ficam a Seção de Apoio às Varas do Trabalho (Seapo) e a subseção da OAB. No segundo piso, as salas de audiências. As secretarias da 1ª e da 2ª VT ficam, respectivamente, no terceiro e no quarto andar.

Abastecer com gasolina ainda é mais barato

O sinal abre ao mesmo tempo para ônibus e pedestres

Pedestres preocupados com sinal na Porciúncula Pedestres que passam diariamente pela Rua Doutor Porciúncula, no Centro voltaram a pedir uma revisão nos sinais que ficam na saída do Terminal de Transbordo do Centro e da Rua do Imperador, em frente à Itararé, já que os dois costumam ficar aberto para os carros ao mesmo tempo. Na última sexta-feira, conforme reportagem do Diário nos Bairros, uma pessoa quase foi atropelada por um ônibus que saia do terminal na Rua Doutor Porciúncula. A costureira Vanderléia da Costa Borges, reclamou da sinalização no local. Segundo ela o sinal quando fica verde para os pedestres atravessarem, fica aberto também para os ônibus. - Os dois sinais abrem e os motoristas não querem saber se as pessoas estão atravessando – afirmou ela em entrevista ao DB. Ela disse ainda que alguém precisa to-

mar uma providência urgente para evitar acidente no local. Despertado pelo quase atropelamento de Vanderleia, o camelô Sandro Luiz Gonçalves lembrou que já viu outras pessoas passarem pelo mesmo problema. Segundo ele, a abertura dos dois sinais ao mesmo tempo vem ocasionando sustos nas pessoas que vão atravessar no início da Rua Doutor Porciúncula. Vanderleia, Sandro e outras pessoas no local pediram que os técnicos da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes – CPTrans – constatem o problema o mais rapidamente possível. Por sua vez, o susto que Vanderléia passou ontem já foi reclamado em outras ocasiões por pedestres que passaram pela mesma situação. Por meio da assessoria de imprensa, a CPTrans informou que vai enviar um técnico ao local para verificar o problema.

A reportagem do Diário de Petrópolis gastou gasolina na tarde de ontem justamente para verificar como estão os preços dos combustíveis nos postos da cidade. A constatação feita após a análise da pesquisa foi a mesma das apurações anteriores: os proprietários de carros flex devem seguir optando pelo abastecimento com gasolina, uma vez que o etanol só é mais vantajoso para consumidor quando é vendido por um preço até 70% do que é cobrado pela gasolina, algo impossível de ser verificado nos postos que participaram da pesquisa. Além dessa constatação, a pesquisa verificou que dos oito estabelecimentos percorridos, os três que não tinham bandeira foram os que apresentaram os menores preços. Valores, no entanto, ainda incapazes de fazer com que o abastecimento com etanol saia mais em conta. A gasolina mais barata foi encontrada a R$ 2,79 em um posto sem bandeira no Bingen. Nesse

mesmo estabelecimento, o etanol também foi encontrado pelo preço mais em conta, R$ 1,99. Esses mesmos produtos eram vendidos pelo preço mais caro a R$ 2,99 e R$ 2,39, respectivamente. Oscilação de 25,1% para o primeiro e 20,1% para o segundo. Comparando os preços verificados essa semana com os da última pesquisa, realizada no dia 30 de junho,

constata-se também que os postos aumentaram os preços para o etanol. Quatro dos oito estabelecimentos aumentaram em R$0,10 seus preços nesse produto, enquanto que somente um apresentou redução, também em R$0,10. O valor da gasolina, porém, se manteve estável em todos eles. Como a gasolina tem maior rendimento, a vantagem de abastecer com etanol só

será verificada quando este tiver preços que correspondam a no máximo 70% do preço da gasolina. O posto sem bandeira do Bingen foi o que mais se aproximou de tornar vantajoso o abastecimento com este combustível, que apresentou preço correspondente a 71% do valor cobrado pela gasolina. Nos outros estabelecimentos, esse indicie oscilou entre 76% e 80%.

Bandeiras

Etanol

Gasolina

Sem bandeira - Rua Hermogêneo Silva Ipiranga - 13 de Maio Shell - Coronel Veiga Petrobras - Coronel Veiga Sem bandeira - Coronel Veiga Shell - General Rondon Shell - Bingen Sem bandeira - Bingen

R$ 2,19 R$ 2,28 R$ 2,29 R$ 2,29 R$ 2,19 R$ 2,39 R$ 2,29 R$ 1,99

R$ 2,89 R$ 2,99 R$ 2,98 R$ 2,99 R$ 2,89 R$ 2,99 R$ 2,89 R$ 2,79

Preços apurados em 17/07/11

Desentupimento de esgoto causa transtorno Uma intervenção da Concessionária Águas do Imperador, para o desentupimento de uma rede de esgoto no lado par da Rua do Imperador, realizada na manhã de ontem (18), causou transtornos aos pedestres que passavam pelo local. Segundo um dos técnicos da concessionária o principal motivo pelo entupimento é o despejo inadequado de gorduras como óleo de

cozinha e restos de alimentos nos ralos das pias. A obstrução da caixa de esgoto ocorreu em frente ao número 474 da Rua do Imperador. Com a abertura do buraco foi possível verificar que a água do esgoto estava jorrando do lado de fora do cano. Ao redor da obra foi colocada uma faixa de isolamento impedindo o uso da

calçada, os pedestres tiveram que passar por uma pequena área reservada, mas quem avistava a movimentação de longe no local, se arriscava e já se posicionava na rua para fazer a travessia. A Águas do Imperador informou que estavam realizando um reparo de rotina de desobstrução. Ainda segundo a nota as caixas da empresa de telefonia a OI,

estavam ficando encharcadas podendo causar danos a fiação. A calçada foi aberta e verificada que a obstrução foi no restaurante Fukas’s e parte da calçada será fechada, permanecendo aberto apenas o que for necessário para o reparo ser realizado no interior da loja. No fim da tarde o serviço foi concluído pela Águas do Imperador.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 19 de julho de 2011

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Na cidade INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Será bem sucedido hoje se adotar uma atitude otimista. Dia excelente para estudos, testes, amor e contatos pessoais. Melhor ainda para contratar servidores, contar com favores, endosso, fianças, etc. Touro - (21/04 a 20/05) Dia em que poderá fazer ou pedir empréstimos e assinar documentos, ações ou mesmo pedir aumento de vencimentos, que será muito bem sucedidos. A saúde estará boa e as chances de êxito amoroso e social. Pratique um esporte para manter a forma.

Gêmeos - (21/05 a 20/06) Saiba o momento certo para expressar sua opinião e tenha especial cuidado para não ofender ninguém. O dia se apresentará tranquilo ao trabalho, muitos negócios e ao trato com o sexo oposto. Pense positivamente, pois muitas serão suas chances de sucesso profissional, financeiro e social.

Câncer - (21/06 a 22/07) Criaturas ou ocorrências dispersivas, poderão desviar sua atenção dos compromissos e problemas mais importantes do dia. Não permita que isto aconteça. Fluxo excelente para o trabalho, a saúde e o amor. Melhora da saúde e das chances em geral.

Leão - (23/07 a 22/08)

Dia positivo para as suas atividades artísticas e a tudo que está relacionado com as artes de um modo geral. Os lucros em negócio e através do esforço empreendido no trabalho deverão aumentar. Seja mais ponderado. Virgem - (23/08 a 22/09) Hoje, você poderá ter uma ideia brilhante e promissora de sucesso. Mas, somente a coloque em prática quando tiver certeza de uma boa chance. Continue cauteloso com seu dinheiro, seu trabalho e com sua saúde. Poderá ter algumas decepções.

Libra - (23/09 a 22/10) Grandes chances de ascensão e brilho artístico, oratório e mesmo jurídico. Fluxo benéfico. Aproveite as próximas horas para manifestar seus pensamentos relacionados com as pessoas que lhe querem bem. Maiores serão suas chances de sucesso profissional e social.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Melhores e mais propícias influências se apresentarão hoje para você. Saiba tirar proveito das mesmas que seu êxito será maior do que ainda espera. Aproveite, pois o fluxo da fase astral o incentiva. Com tato e inteligência, seu êxito será total principalmente no trabalho. Sagitário - (22/11 a 21/12) Muito bom dia para mudar de residência ou ocupação. As coisas novas que inventar serão coroadas de êxito e suas ambições, sonhos e desejos serão bem sucedidos. Ótimo para as amizades. Evite atritos com quem quer que seja a fim de não criar inimigos, declarados ou ocultos.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) A partir de hoje tudo tende a melhorar sensivelmente para você. A personalidade irá elevar-se bastante, suas condições sociais se exaltarão e a e a saúde também. Contudo, evite abusos e precipitações. Faça o que puder para aumentar suas amizades ou então, conservar as que já fez no passado Aquário - (21/01 a 19/02) A influência astral é positiva para novas amizades e associações, noivados e casamentos. Evite precipitar-se e pessoas de caráter duvidoso. Momento benéfico e favorável em tudo o que pretenda realizar ou conceber e para tratar de questões jurídicas pendentes.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Possibilidades enormes de êxito em quase tudo que estiver relacionado com assunto sigiloso ou particular. Não revele a ninguém seus segredos ou pagará um alto preço por isso. Novos conhecimentos e alegrias estão em perspectiva. Este é um bom período

Festival de Inverno do Sesc e Filme de Chaplin em destaque Hoje e amanhã, entre 14h e 18h, o Sesc Quitandinha apresenta Audiovisual – “Trajetórias e Interações Artísticas ciom a Cidade – Experiências com Arte-Tecnologia”, com Fabiano de Freitas e Gustavo Gelmini O número máximo de participantes é 20 e as necessidades técnicas incluem que todos os participantes tragam telefones celulares com câmera (qualquer tipo). A censura é 14 anos. O evento faz parte do Festival de Inverno Sesc 2011. Hoje e amanhã, às 19h, a Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura apresenta o filme “Luzes da Cidade”, de e com Charles Chaplin. A paixão de um vagabundo por uma pobre florista cega, que acredita que ele é um milionário, o motiva a

Fotos: Divulgação

“Luzes da Cidade”, de Charles Chaplin, hoje e amanhã no Centro

tentar conseguir o dinheiro necessário da cirurgia para

restaurar sua visão. Censura livre.

Em CD

Dupla sertaneja da cidade está com um CD disponível nas lojas A dupla sertaneja Rodrigo & Rafael, baseada em Petrópolis, acaba de colocar nas lojas de CDs e em bancas de jornais da cidade o trabalho “Estrada da Paixão”. A dupla é formada por dois irmãos nascidos em Leopoldina, Minas Gerais, mas que estão em Petrópolis desde 1989. Criada em 1987, em um festival de música em MG, classificando-se em segundo lugar, a idéia é divulgar a boa música sertaneja. A partir de 1990, Rodrigo & Rafael começaram a despontar no cenário musical, sendo divulgada em programas de rádio como Alberto Brizola, Rádio Imperial, UCP, Grande Rio Itaguaí, etc., tendo também aparecido em vários programas de TV. Seu primeiro álbum, intitulado “Charme por Mim”, foi lançado

A música sertaneja é o tema eleito por Rodrigo & Rafael

em 1992. Seu primeiro CD, “Art Show”, foi lançado em 1999. Este trabalho recente, além da faixa “Estrada da Paixão”, destaca a música “Pai”, uma bonita letra em

homenagem, claro, ao pai dos cantores. Como o Dia dos Pais está se aproximando, o CD pode ser uma boa pedida de presente, para quem é fã da música sertaneja.

Dança

Top Street Dance realiza gravação de seu programa no Afonso Arinos O programa de TV ‘Top Street Dance’ será gravado hoje, às 14h, no Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura Raul de Leoni. O programa será exibido em Petrópolis, Teresópolis, Guapimirim, Nova Friburgo, Três Rios, Paraiba do Sul, Paty do Alferes e mais 48 municipios do interior de São Paulo, somando 55 cidades que assistem o programa, gerado em Petrópolis. Na ocasião, será gravado um programa especial em homenagem aos dez anos do grupo de dança TSD-Top Street Dance, que começou em abril de 2001, além de outro programa especial, este em homenagem a Michael Jackson.

cloreto de sódio

O Top Street Dance se prepara para gravar show

Os programas serão exibidos em agosto. Quem quiser participar da platéia não

paga nada, mas precisa se inscrever pelo e-mail topstreetdance@hotmail.com.

Meditação

Alívio contra a sinusite SINUSTRAT É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL - Composição: Cloreto de Sódio. Medicamento de Notificação Simplificada RDC Anvisa n° 199/2006. AFE n° 1.00174-0. Indicação: fluidificante e descongestionante nasal. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação. SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL ADULTO - Composição: Cloreto de Sódio.Reg. M.S 1.0174.0034.008-3. Indicação: fluidificante e drenador das secreções nasais e paranasais e redutor da obstrução nasal, em casos de resfriados, rinites e sinusites agudas ou crônicas. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação.

O mestre indiano Paramahansa Yogananda, autor da celebrada “Autobiografia de um Iogue”, considerado um dos maiores vultos espirituais contemporâneos fundou a Self Realization Fellowship, visan-

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava CARROS 2 – Censura livre – Horários: 17h todsos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h50 O superastro das corridas Relâmpago McQueen e o inigualável carro-guincho Mate levam sua amizade a novos e emocionantes destinos internacionais em Carros 2, quando viajam ao exterior para disputar o primeiro Grand Prix Mundial que determinará quem é o carro mais veloz do planeta. Mas a estrada para o título é cheia de buracos, desvios e surpresas hilárias e Mate acaba se envolvendo em uma outra aventura emocionante: espionagem internacional.

do disseminar os ensinamentos da ciência da meditação, sem nenhum fim lucrativo. A SRF tem centros e grupos em todo mundo, realizando serviços devocionais com ensinamentos de Yoganan-

da. Em Petrópolis, o círculo de meditação se reúne todas as quartas-feiras, às 19h, no Edifício Joana D’Arc, Rua Paulo Barbosa, 110, cobertura. Maiores informações: www.srfpetropolis.com.br.

SALA 1 CARROS 2 – Censura livre – Horários: 15h CILADA.COM – Censura 14 anos – com Bruno Mazzeo – Horários: 17h, 19h e 21h Bruno foi flagrado traindo sua namorada durante uma festa de casamento e levou um pé na bunda. Por vingança, ela publicou na internet um vídeo seu transando com ele, que pagou o maior mico por causa de uma ejaculação precoce. As imagens viram um sucesso e Bruno uma celebridade, só que da pior forma possível. Agora, sua única saída é tentar provar para todo mundo que é bom de cama e para surge a ideia de recorrer a antigas namoradas e registrar tudo também em vídeo. Será que rola ou vai ser outra roubada?

TRANSFORMERS 3 - O LADO OCULTO DA LUA – Censura 12 anos – Com Leonard Nimoy – Horários: 19h30 todos os dias, exceto 2ª feira Os Autobots, liderados por Optimus Prime, estão de volta em ação, em uma luta contra os terríveis Decepticons, que estão determinados a vingar a sua derrota em “Transformers: A Vingança dos Derrotados”. Neste novo filme, os Autobots e Decepticons se envolvem em uma perigosa corrida espacial entre os EUA e a Rússia, e uma vez mais humano Sam Witwicky tem de vir em auxílio de seus amigo robô. Há também novos personagens, incluindo um novo vilão, Shockwave, um transformer que governa Cybertron enquanto os Autobots e Decepticons se enfrentam na Terra.

SALA 2 HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE – parte 2 – Censura 10 anos – com Daniel Radcliffe – Horários: 15h10, 17h50 e 20h30 – Sexta e sábado, dias 15 e 16: sessão extra às 23h10

KUNG FU PANDA 2 – Censura livre – Horários: 15h todos os dias, exceto 2ª feira Po e seus amigos voltam na continuação. Jack Black lidera o elenco como o panda Po, o animal mais tranqüilo do Vale da Paz. Dustin Hoffmann fará a voz de Shifu, o mestre de kung fu certinho e durão que recebeu a tarefa de transformar o indisciplinado Po em um lutador de kung fu.

TRANSFORMERS 3: o lado oculto da lua – Censura 10 anos – com Leonard Nimoy – Horários: 17h20 e 20h20

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 CARROS 2 – Censura livre – Horários: 14h15, 16h15, 18h15 e 20h15 SALA 2 HARRY POTTER E AS RELIQUIAS DA MORTE – PARTE 2 – Censura 10 anos - com Daniel Radcliffe – Horários: 13h, 15h40, 18h e 21h Segunda parte de filme baseado no último livro da série de sucesso da inglesa J. K. Rowling, e também último filme da série. Harry Potter e Voldemort, finalmente, se enfrentam cara-acara. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada.

Ensinamentos de Paramahansa Yogananda chegam à cidade

SINUSITE?

Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis

TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE – parte 2 – Censura 10 anos – com Daniel Radcliffe – Horários: 15h20, 18h e 20h40 – Sexta e sábado, 15 e 16/07: sessão extra às 23h10

SALA 2 WINNIE THE POOH – Censura livre – Horários: 14h40 e 16h Ió perde a cauda no Bosque dos Cem Acres, o que faz com que Pooh e seus amigos tentem encontrar uma cauda substituta. Logo em seguida eles encontram um bilhete deixado por Christopher Robin, de que voltaria logo. O Corujão entende errado e acredita que ele foi capturado por um monstro chamado Voltogo. É o suficiente para que toda a turma elabore um plano para capturá-lo e salvar o amigo. TRANSFORMERS 3: o lado oculto da lua – Censura 10 anos – com Sjia La Boeuf – Horários: 17h20 e 20h20 SALA 3 KUNG FU PANDA 2 – Censura livre – Horários: 16h50 OS PINGUINS DO PAPAI – Censura livre- com Jim Carrey – Horários: 14h50, 18h50 e 20h50 Tom Popperé um especialista em comprar imóveis antigos, para que sejam demolidos de forma que sua empresa possa construir modernos edifícios. Ele almeja se tornar sócio da empresa, mas para atingir o objetivo precisa cumprir uma última missão: convencer a senhora Van Gundy, dona de um tradicional restaurante localizado no centro de Nova York, a vender o imóvel. Algo que não será nada fácil, já que ela apenas aceita vender o local para alguém que tenha princípios. Paralelamente, Popper recebe a notícia de que seu pai, um aventureiro que rodou o mundo cujo contato quase sempre foi através do rádio, faleceu na Antártida. No testamento ele deixa para o filho um pinguim, entregue em uma caixa refrigerada. Sem saber o que fazer, Popper resolve ficar com ele após perceber a afeição que seus filhos nutrem pelo animal.

Filmes na TV MAMÃE SAIU COM UM VAMPIRO – GLOBO – 16H15 – COM ROBERT CARRADINE - Adam e seu melhor amigo têm ingressos para o melhor show do ano, no dia em que a irmã dele, Chelsea, marcou de sair com o garoto mais lindo da escola. O problema é que os dois irmãos estão de castigo. Para burlar a lei da mãe durona e divorciada, eles arrumam um encontro para ela. Só que quando o misterioso Dimitri chega, o irmãozinho caçula repara que o candidato a padrasto é um vampiro!


TERÇa-feira, 19 de julho de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

economia

Produção de leite no Rio de Janeiro dá um salto Guedes de Freitas/Imprensa RJ

Meta proposta para o estado é de um bilhão de litros de leite por ano em 2015 A produção leiteira do Estado do Rio, depois de décadas de estagnação, alcança índices elevados em todas as regiões fluminenses. A meta proposta pelo Governo do Estado é alcançar um bilhão de litros de leite por ano em 2015. De uma produção de apenas 460 milhões de litros em 2006, o setor já deu um salto para 600 milhões, aumentando cada vez mais sua participação no mercado consumidor fluminense que tem 16 milhões de pessoas. A perspectiva de um crescimento ainda maior nos próximos anos comprova o acerto das políticas de incentivo adotadas pela Secretaria de Agricultura para o setor leiteiro. Graças ao apoio do governador Sérgio Cabral, a secretaria reduziu a zero a carga tributária das indústrias, manteve o incentivo ao produtor no pagamento mensal do leite e, ao mesmo tempo, permitiu que toda a cadeia produtiva se beneficiasse com a transferência de créditos de ICMS até a ponta do consumo, incluindo os supermercados. – Isso fez com que a chamada Nota Rio, nota fiscal emitida por indústria do Estado do Rio, despertasse o interesse das redes de supermercados de comercializar o leite produzido no estado. As marcas fluminenses puderam ser oferecidas a preços inferiores aos de outros estados – acrescentou o secretário de Agricultura, Christino Áureo.

Estado atrai cada vez mais indústrias lácteas O resultado foi um aumento do consumo estadual de leite e derivados e, numa relação de causa e efeito, uma crescente atração de novas indústrias de todos os portes para o território fluminense. A Nestlé, maior empresa de alimentos do mundo, iniciou a construção em Três Rios, no Centro-Sul Fluminense, de uma terceira fábrica no estado. A Bom Gosto adquiriu a planta industrial da Nestlé, em Barra Mansa, no Médio Paraíba. E a Parmalat, adquirida pelo grupo GP, está ampliando a fábrica em Itaperuna, na Região Noroeste Fluminense, município que também recebeu a Laticínios Marília, cuja inauguração será no início do segundo semestre. – Diversos outros laticínios estão sendo ampliados, inclusive apoiados por outro programa do governo estadual, o Prosperar, voltado para a agroindústria familiar. Temos uma vasta lista de indústrias lácteas já instaladas e outras em fase de implantação no estado, em complementação às cooperativas – relatou Áureo. Outro fator de crescimento é a atuação das cooperativas de produtores leiteiros. O segmento ganhou novo ânimo com a aprovação na Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) de leis que, ao lado de decretos e resoluções do Governo do Estado, permitiram a liberação para cooperativas e associações, ainda este ano, de R$ 60 milhões em créditos de ICMS retidos e de outros créditos decorrentes da desoneração da cadeia produtiva em 2009.

Governador Sérgio Cabral e a Presidenta Dilma Rousseff na Cerimônia

Iniciada no Rio construção de submarinos brasileiros Julia de Brito / Imprensa RJ

O governador Sérgio cabral participou, ao lado da presidenta Dilma Rousseff, da cerimônia que marcou o início da construção no Brasil dos quatro submarinos convencionais (S-BR) da classe Scorpène, de tecnologia francesa. A iniciativa faz parte do Acordo Estratégico Brasil-França, que originou o Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) da Marinha do Brasil. O evento aconteceu no último sábado na sede da Nuclebrás Equipamentos Pesados (Nuclep), em Itaguaí. A previsão é de que o primeiro dos quatro submarinos convencionais esteja pronto em 2016 e, após a realização dos testes de cais e mar, seja entregue à Marinha em julho de 2017. Equipamentos de alta tecnologia – Creio que hoje é uma tarde que sintetiza o grande momento que vive o Brasil e o Estado do Rio. Este evento é bem simbólico, de um lado a Marinha do Brasil, grande propulsora do desenvolvimento econômico e social

do Rio e que tem 65% de seu efetivo nacional no estado. Por outro lado, a França e o Brasil, especialmente com o Estado do Rio, têm um vínculo muito forte. Muito obrigado em nome do povo do Rio de Janeiro – disse Cabral. A presidenta Dilma acionou o botão de uma máquina, simbolizando o corte da primeira chapa da seção de qualificação do navio. Ela destacou a ação estratégica de se construir submarinos de alta tecnologia no país, inclusive os de propulsão nuclear. – Vivemos um momento estratégico com o início da construção dos submarinos. Um pequeno grupo de países domina a construção destes equipamentos de propulsão nuclear. O Brasil dá mais um passo em relação a sua condição de país desenvolvido, com uma indústria sofisticada, capaz de utilizar tecnologias avançadas – afirmou. A fabricação dos S-BR representa o primeiro passo para a construção do submarino com propulsão nuclear brasileiro (SN-BR), contrato firmado entre o Brasil e a França no final de 2008, e que será concluído em 2023.

Compensação de cheques fica mais rápida a partir de hoje Kelly Oliveira/ABr

A partir de hoje, o prazo para compensação de cheques com valor inferior a R$ 299,99 passará a ser de dois dias úteis, informou a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). Para cheques acima de R$ 300, o prazo será de um dia útil. Antes, os prazos eram de quatro e dois dias, respectivamente. Segundo a Febraban, nos dois casos, o prazo menor irá vigorar em todo o território nacional, acabando com as di-

ferenças regionais. Em locais de difícil acesso, os cheques, até então, poderiam levar até 20 dias úteis para ser compensados. O prazo menor no processo de compensação estava previsto desde 20 de maio, quando os bancos passaram a operar a Compensação Digital por Imagem. O projeto começou a ser desenvolvido em 2009 pela Febraban. De acordo com a Febraban, além de unificar a compensação no país, outra vantagem importante da Com-

pensação Digital por Imagem é a segurança. “Com a eliminação do trajeto físico do cheque, reduz-se a possibilidade de clonagem, extravio, perdas e roubo”, diz a federação, em nota. A expectativa da Febraban é reduzir “a clonagem e a falsificação dos cheques, que proporcionaram, em 2010, prejuízo estimado em R$ 1,2 bilhão para o comércio e de R$ 283 milhões para os bancos”. “Do ponto de vista ambiental, o benefício também é importante, pois contribui

para a redução expressiva de emissões de CO2 na atmosfera”, acrescenta a Febraban. No processo de compensação por imagem, o banco captura as informações do cheque, por meio de código de barras, e a imagem do cheque. Depois, encaminha as informações e o cheque escaneado para a Câmara de Compensação do Banco do Brasil (BB), que faz o processamento desse arquivo e o encaminha ao banco de origem, que fica com o cheque físico.

Delcídio defende prioridade para agenda econômica no Senado

Fotos: Divulgação

Marcos Chagas/ABr

O presidente da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, Delcídio Amaral (PT-MS), defende uma agenda econômica no segundo semestre que priorize a votação de temas como a reforma tributária e a partilha dos royalties de petróleo da camada pré-sal. Ele é um dos parlamentares que defendem o “fatiamento” da reforma tributária a começar pela renegociação das dívidas com a União e uma saída para a guerra fiscal, já proibida pelo Supremo Tribunal Federal (STF). - O Brasil busca uma solução consensual, dialogando com os estados e criando os mecanismos para continuar a crescer reduzindo a carga tributária, incentivando quem quer continuar a crescer e gerando empregos - destacou. Sobre o sistema de partilha dos royalties provenientes da exploração do petróleo e da mineração, ele ressalta que cada setor tem suas especificidades e, por isso, é difícil haver consenso. O presidente da CAE lembrou que o governo federal já trabalha na elaboração de um novo Código de Mineração. - Gradualmente o Brasil vai mudando esse perfil de

Delcídio quer que sejam priorizados temas como a reforma tributária e a partilha dos royalties de petróleo

exportador de commodities, mas temos que olhar o valor agregado e a qualquer momento a discussão do código virá - destacou o senador. Ele acrescentou que se o Congresso optar por misturar royalties do pré-sal com os de mineração a chance de se chegar a um acordo é

praticamente zero. O petista ressaltou, por exemplo, que enquanto a distribuição dos royalties de petróleo envolve todos os estados, a de mineração é específico para os produtores. Para ele, é fundamental também, nesse processo de estruturação do país para

os desafios impostos pela economia mundial, buscar uma solução para o novo Código Florestal, que tramita na Casa. - O Senado vai aperfeiçoar e qualificar ainda mais o texto e acho que esse será um desafio importante - disse Delcídio.

Estado começa a licitar as obras da Via Light e da TransBaixada Guedes de Freitas/Imprensa RJ

As obras de expansão e alargamento da Via Light, orçadas em R$ 300 milhões, e de implantação da TransBaixada, nas margens do Rio Sarapuí, que vão custar R$ 250 milhões, estão perto de começar. A licitação da primeira está prevista para agosto e a da segunda para setembro. As informações foram dadas pelo vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, durante a inauguração da Delegacia Legal de Mesquita, na manhã de ontem. O plano do Governo do Estado é estender a Via Light até a Avenida Brasil. Hoje, a rodovia começa em Nova Iguaçu e vai até São João de Meriti, próximo da Pavuna, na Zona Norte do Rio. Segundo Pezão, esta obra vai facilitar quem mora no lado esquerdo da Baixada a se deslocar para o Rio de Janeiro, sem passar pela Via Dutra. A TransBaixada será feita por etapas. O primeiro trecho vai ligar a Rodovia Washington Luiz à Via Dutra. Na segunda etapa, a estrada chegará até a Via Light. Depois, ela será estendida até Deodoro, na Zona Norte do Rio. Segundo Pezão, a rodo-

Obra do viaduto que ligará Nilópolis à Mesquita, sobre a linha férrea está em ritmo acelerado

via cumprirá duas funções importantes para a região: desafogar o trânsito em várias cidades e disciplinar o curso do Rio Sarapuí, acabando com inundações. O vice-governador também disse que a construção do viaduto sobre a linha férrea, ligando Mesquita a Nilópolis, está em ritmo acelerado e pode ser entregue até o final do ano. Esta obra é importante para facilitar a en-

trada e saída de veículos dos dois municípios. O projeto é executado pela Secretaria de Obras e vai custar R$ 25 milhões. Pezão também falou de obras especificamente para Mesquita. Ele disse que o Governo do Estado vai fazer a drenagem e urbanização da Avenida Governador Celso Peçanha tão logo o projeto seja aprovado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A obra está orçada em R$ 11 milhões. Segundo o vicegovernador, o Estado vai entregar nos próximos meses uma maternidade e, dentro de 60 dias, finalizará as obras de tratamento de esgoto do Rio Sarapuí. O prefeito Arthur Messias listou outras ações do Governo do Estado no município, como um novo e moderno posto do Detran e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24 Horas.


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 19 de julho de 2011

cidade

Carretas interrompem pista de descida da Serra Três carretas de grande porte vão subir a Serra de Petrópolis pela pista de descida em operação especial que ocorrerá na madrugada dessa terça-feira, dia 19. A reversão de pista na BR-040 fechará o tráfego aos demais usuários a partir de zero hora do dia 19 entre os kms 80 (Petrópolis) e 104 (Duque de Caxias), devendo durar até duas horas. A partir do km 80 as carretas prosseguirão viagem pela mão normal da rodovia. Não haverá interferência na pista de subida da serra durante a operação especial, que será coordenada pela Polícia Rodoviária Federal, com apoio da Concer. A subida das carretas poderá ser adiada se houver mau tempo. Mais informações podem ser obtidas pela Central de Atendimento Concer (0800-2820040). Portadores de deficiência auditiva

e de fala devem ligar para 0800-2810041. Obras - A BR-040 opera em meia pista em dois pontos da descida da Serra de Petrópolis, exigindo atenção redobrada dos motoristas. No km 84, pouco antes do Túnel do Papagaio, um serviço de renovação da sinalização horizontal deixa o trecho com uma faixa liberada ao tráfego. Já no km 89, prossegue uma obra de recuperação do pavimento, o que interdita parcialmente a pista. Em Duque de Caxias, a pista sentido Rio apresenta trecho em meia pista no km 110 para a instalação de telas antiofuscantes. Em Itaipava (km 54/RJ) e Areal (km 35/RJ), a rodovia também apresenta trechos em meia pista. Ainda em Areal, o km 43 opera em mão dupla para a construção de um retorno.

AVISOS E EDITAIS SINDICATO DOS EMPREGADOS EM ESTABELECIMENTOS BANCÁRIOS E NO RAMO FINANCEIRO DOS MUNICÍPIOS DE PETRÓPOLIS E SÃO JOSÉ DO VALE DO RIO PRETO-CUT EDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, no município de Petrópolis nas seguintes localidades: 22/07/2011, das 09:00h às 15:00h, Nogueira: Proximidade das Ruas Amazonas e Goiás e adjacências. Das 09:30h às 12:30h, Posse: Parte da Estrada União e Indústria Km 92 e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

O Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários e no Ramo Financeiro dos Municípios de Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto, com CNPJ/MF sob o n° 31.168.602/0001-86, por seu presidente abaixo assinado, convoca todos os empregados de Bancos, da base territorial deste sindicato, dos Municípios de Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto, sócios e não sócios, para a assembléia geral extraordinária que se realizará no dia 22 de julho de 2011 (sexta-feira), às 18 horas em primeira convocação e às 18h30min em segunda convocação no endereço à Rua Marechal Deodoro, nº 209 sala 209, Centro, para discussão e deliberação acerca da seguinte ordem do dia: 1. Eleição de delegado(a) para participar da PLENÁRIA ESTATUTÁRIA ESTAUDAL DA CUT-RJ, programada para os dias 26 e 27 de agosto de 2011. 2. Outros assuntos. Petrópolis (RJ), 18 de julho de 2011. Luiz Claudio Ferreira da Rocha Presidente

APPO entra para o Conselho Municipal de Saúde

Cartório de 3º Ofício de Petropolis Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Relação do Edital dia 19/07/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 20/07/2011

011483786000161

ESTRADA UNIAO INDUSTRIA 11.00LOJA 56

Número: 931247292

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:20/04/2011

Vencto: 01/06/2011 Cheque Administrativo

Custas

Valor:

AROMA DA SERRA COMERCIO DE PERFUMES E

Cheque Administrativo

Emissão:15/04/2011 100,83 Total

Valor:

RUA TERESA 608 LOJA 128

Número: 30111162396

Emissão:05/07/2011 Custas

Valor:

DURABLOK COM ATAC DE MATERIAIS CONSTR LT

Cheque Administrativo

Custas

Valor:

Protestar em 20/07/2011 DURABLOK COM ATAC DE MATS CONSTR LTDA ME

Emissão:30/03/2011 Custas

Valor:

0,00 Tarifa

FEMME SENSUELLE LING MARCEUL E MOR

14,03 Total

11120

AG NAC PET R GAS NAT E BIOCOM ANP

15/07/2011

AG NAC PET R GAS NAT E BIOCOM ANP

125,81 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

7.925,64

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

033 - BANCO SANTANDER S.A.

11116

VALE DO PARAIBA COMERCIO DE FERRO E ACO

15/07/2011

VALE DO PARAIBA COMERCIO DE FERRO E ACO

125,81 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

6.364,46

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

033 - BANCO SANTANDER S.A.

11117

VALE DO PARAIBA COMERCIO DE FERRO E ACO

15/07/2011

VALE DO PARAIBA COMERCIO DE FERRO E ACO

6224,62

6.350,43 ou Dinheiro Custas

125,81 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador CNPJ / CPF Terceiro Ofício - Petropolis - RJ 008113270000110 399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL R. do Imperador, 1021 SELENE - CentroINDUSTRIA TEXTIL SA

EST UNIAO E INDUSTRIA,11000,LJ 17

285,32

Protocolo

701 - PROCURADORIA GERAL FEDERAL PGF

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

125,81 Total

Protestar em 20/07/2011

6.364,46 19/07/2011

Protocolo 11035 Pag: 2 14/07/2011

SELENE19/07/2011 INDUSTRIA TEXTIL SA Relação do0113282803 Edital dia Número:

DUPLICATA MERCANTIL

25/03/2011 363,86 Vencto: 28/06/2011 Acham-se Emissão: afixados neste cartório,Valor: conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: ou Dinheiro Custas 106,39 Cpmf Cheque Administrativo Custas 106,39 14,03 Total Total 470,25 484,28 0,00 Tarifa

Protestar em 20/07/2011

Terça-feira, 18/07/11

MARCO ANTONIO S SILVA MATTOS

Emissão:06/09/2010

Vencto: 06/09/2010 Cheque Administrativo

Custas

96,68 Total

Protestar em 20/07/2011 MULTICOPIAS COMERCIO E SERVICOES LTDA

Valor:

Diário

de Petrópolis

Há 30 anos era publicado

Em sua edição número 2.249, de 19 de julho de 1981, um domingo, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques:

A LUZ DOS OLHOS - Presidida pelo doutor José Fontoura Machado, diretor do Instituto de Patologia da Córnea e representando a presidente da Cruz Vermelha, Mary D’Aché Assumpção Harmon, realizouse anteontem, no auditório do Clube de Diretores Lojistas de Petrópolis a primeira reunião que deu início à campanha de doação de córneas da entidade.

COBRANÇA A DEVEDORES - O secretário José Carneiro Dias, da Fazenda, iniciou a série de execuções fiscais, através do judiciário, dos primeiros devedores aos cofres da Prefeitura Municipal, com a relação de sete nomes de pessoas físicas e de duas jurídicas. A cobrança se refere ao im posto predial que, se pago até dia 25 deste mês, estará livre das taxas jurídicas e dos honorários advocativos.

MISSÃO CUMPRIDA - Depois de quatro anos na direção da Associação Petropolitana de Estudantes, Márcia de Paula Francisco está passando a presidência da entidade para Santiago Pereira Nunes. Deste período, Márcia passou três meses como secretária da diretoria, presidida por Célio Pereira Pires e, na vacância do cargo, foi eleita em 1978. Sem conseguir realizar eleições no fim do período, Márcia assumiu nova gestão em 79 e no ano seguinte.

Cheque Administrativo

Custas

106,39 Total

Protestar em 20/07/2011 RISE ARTIGOS DE DECORACAO LTDA

Valor:

Cheque Administrativo

Custas

114,73 Total

Protestar em 20/07/2011 RISE ARTIGOS DE DECORACAO LTDA

Cheque Administrativo

Custas

114,73 Total

Protestar em 20/07/2011 TECH SECTION INFORMATICA E ELE

Cheque Administrativo

Custas

106,39 Total

Protestar em 20/07/2011 TORTERIA PETROPOLIS CONFEITARIA LTDA

Cheque Administrativo

Emissão:31/05/2011 Custas

106,39 Total

490,36

Protocolo 11089

BANCO SAFRA S/A

15/07/2011

EUCATEX S A IND E COM

114,73 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

980,60

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

11090

BANCO SAFRA S/A

15/07/2011

EUCATEX S A IND E COM

114,73 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.102,70

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

11105

DGT-RJ INFORMATICA LTDA

15/07/2011

444,00

550,39 ou Dinheiro Custas

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

564,42

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 011035577000155

Valor:

14,03 Total

DGT-RJ INFORMATICA LTDA

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

11127

SCHILD COMERCIO DE ETIQUETAS LTDA

15/07/2011

SCHILD COMERCIO DE ETIQUETAS LTDA

Número: 3163-B

DUPLICATA MERCANTIL

0,00 Tarifa

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 000480974000110

Valor:

106,39 Cpmf

237 - BANCO BRADESCO S A

1.088,67 ou Dinheiro Custas

RUA WASHINGTON LUIS, 455 FDS

Vencto: 08/07/2011

15/07/2011

ALPHAPRINT COMERCIO IMPORTACAO E EXPORTA

973,94

Número: 16752-1 Emissão:10/06/2011

Vencto: 20/06/2011

ALPHAPRINT COMERCIO IMPORTACAO E EXPORTA

CNPJ / CPF

RUA TERESA, 1515, LOJA 112 DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

851,84

002404099000112

Valor:

510,71

11128

966,57 ou Dinheiro Custas

Número: 946026785 Emissão:30/05/2011

Vencto: 04/07/2011

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

ESTRADA UNIAO INDUSTRIA, 12084 DUPLICATA MERCANTIL

0,00 Tarifa

369,94

002404099000112

Valor:

96,68 Cpmf

001 - BANCO DO BRASIL SA

476,33 ou Dinheiro Custas

Número: 946685401 Emissão:07/04/2011

Vencto: 06/07/2011

14/07/2011

CNPJ / CPF 029231222000105

ESTRADA UNIAO INDUSTRIA, 12084 DUPLICATA MERCANTIL

JOSE RODRIGUES DA CRUZ LIMA

400,00

Número: 0010488 Emissão:07/06/2011

Vencto: 07/07/2011

11081

496,68 ou Dinheiro Custas

RUA DO IMPERADOR, 970, LJ 10 ED PRO. DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

JOSE RODRIGUES DA CRUZ LIMA JOSE RODRIGUES DA CRUZ LIMA

Número: 000251

Cheque

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 09559643770

RUA FRANCISCO FRAMBACK 77

OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

100,83 Cpmf

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 007575626000175

Número: 44474-B

DUPLICATA MERCANTIL

Cheque Administrativo

15/07/2011

SOFCON SOCIEDADE FRANCHISING &

6224,62

UNIAO E INDUSTRIA 32968 LJ A

Vencto: 24/05/2011

BANCO SAFRA S/A

6.350,43 ou Dinheiro Custas

125,81 Total

Protocolo 11092

CNPJ / CPF 007575626000175

Número: 44474-A Emissão:30/03/2011

Vencto: 09/05/2011

1.722,77

7785,80

UNIAO E INDUSTRIA 32968 LJ A DUPLICATA MERCANTIL

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador

7.785,80 ou Dinheiro Custas

125,81 Total

Protestar em 20/07/2011

0,00 Tarifa

170,46

004065422000104

CERTIDAO DIVIDA ATIVA

120,27 Cpmf

237 - BANCO BRADESCO S A

CNPJ / CPF

AUTO PECAS JARDIM OCEANICO LTDA

Cheque Administrativo

15/07/2011

IPEC-IND DE PERFUMES E COSMETICOS LTDA

271,29 ou Dinheiro Custas

Protestar em 20/07/2011

Vencto: a vista

BANCO SAFRA S/A

CNPJ / CPF 011483786000161

Número: 930510640

Custas

11091

1588,47

ESTRADA UNIAO INDUSTRIA 11.00LOJA 56 DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

1.708,74 ou Dinheiro Custas

120,27 Total

Protestar em 20/07/2011

Vencto: 06/07/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

AROMA DA SERRA COMERCIO DE PERFUMES

SEPULTAMENTO

Cemitério Itaipava Maria de Lourdes Sima da Silva, 84 - 9h – Pedro do Rio

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Foi conferida a Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos, na tarde da última sexta-feira, uma cadeira no Conselho Municipal de Saúde para representar e defender os pacientes portadores de deficiência e patologia. A Associação que foi fundada em maio de 1992 e é uma instituição sem fins lucrativos, de direito privado, de assistência social, cooperação e assistência em geral aos pacientes portadores de câncer, independente de qualquer filiação político-partidária ou credo religioso, também foi eleita pela assembléia para representar o Conselho Municipal no Conselho Estadual de Saúde. A APPO atende pessoas necessitadas através da doação de alimentos, vestuário, medicação de suporte, bolsa de higiene e limpeza, empréstimos de perucas, cadeiras de rodas, colchões de água, próteses, além de atendimento jurídico, psicológico e social. A Associação atua na sociedade promovendo campanhas de ação preventiva, conscientizando o paciente e sua família e a sociedade petropolitana com informações precisas e claras sobre câncer e a importância da detecção precoce desta doença.

Cemitério Municipal Maria da Glória dos Santos Stumpf, 88 - 10h – Duchas Noemia Pedro d3 Oliveira Francisco, 76 - 11h – Quarteirão Brasileiro Eduardo Hidemi Dalcero Ohta, 40 - 11h – São Sebastião Vera Lúcia Machado do Amaral, 57 - 14h – Estrada da Saudade Hortência Francisca Nunes Vogel, 85 - 16h – Bingen Gilberto Barbare, 81 - 14h30 – Centro Yolanda Ferreira da Cruz Barros, 81 - 15h – Centro Ernestina Xavier de Mendonça, 68 - 15h30 – Samapaio – Rio de Janeiro Alcides Souza Couto, 86 - 16h – Samambaia Odites Muniz Bencinato, 82 - 16h30 – José Carvalho Oliveira, 72 - 16h15 - Carangola

19/07/2011

367,50

473,89 ou Dinheiro Custas

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

487,92

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 19/07/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


ALTO DA SERRA

A secretaria da Paróquia de Santo Antonio, na Rua Santo Antonio, do Alto da Serra, funciona de 2ª feira a såbado de 14h30 às 19h. O Påroco Ê o Padre Francisco Montemezzo e o Vigårio Paroquial Ê o Padre Antonio Teixeira Pinto. Informaçþes pelo telefone 2242 4310.

56 anos

DIĂ RIO DE PETRĂ“POLIS

terça-feira, 19 de julho de 2011

D

iĂĄrio nos

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

“Conserta num mĂŞs, abre no outroâ€? Começaram a abrir de novo os buracos na Rua Lopes TrovĂŁo e motoristas alertam que autoridades devem providenciar consertos para evitar acidentes. Começaram a sair os paralelos de novo nas curvas do carvĂŁo e na Ăşltima volta antes de chegar a Vila SĂŁo Francisco da Horta, na Rua Lopes TrovĂŁo, do Alto da Serra. O problema jĂĄ motivou motoristas a alertar a Secretaria de Obras a providenciar logo os reparos antes que as aberturas em grandes proporçþes venham acontecer. AlĂŠm disso, os moto-

ristas reunidos no domingo pela manhã num estabelecimento comercial do Alto da Serra, ironizaram o trabalho que vem sendo feito na recolocação dos paralelepípedos na Estrada da Serra Velha da Estrela. - Eles consertam, o serviço fica durante dois meses e voltam os buracos a abrirem de novo – lamentou Jordan da Costa Veiga, confirmando

que mora em Petrópolis e vende mercadorias todos os dias na Baixada Fluminense, usando a estrada com o seu automóvel. Outro que afirmou sobre o serviço deveria ser executado para durar pelo menos mais tempo foi Jorge Luiz Felix. - Alguma coisa deve estar sendo feita de maneira errada. Os buracos ficam muito pouco tempo

fechados – reclamou. Os dois confirmaram que o trânsito na última volta antes de chegar a Horta jå estå problemåtico porque a abertura dificulta a passagem dos automóveis. Eles reforçaram que as autoridades devem logo providenciar o conserto e permitir que os carros possam circular normalmente e tambÊm evitar acidentes que possam vir acontecer.

Problemas com lixo continuam na Duarte da Silveira e Floresta Diariamente a coletora de lixo da Rua João Xavier em frente à entrada da Rua Arthur Cruz estå transbordando de lixos caseiros, verdes e atÊ entulhos são colocados ao redor dela. A moradora Maria Alice Greig reclamou no final da semana passada sobre o problema e criticou as pessoas que contribuem com a situação irregular. - É um absurdo isso. O caminhão coletor passa aqui três vezes por semana e as pessoas não estão nem aí – acusou. – Jå vi ratos andando no meio do lixo e, alÊm disso, apesar de estar estampado na coletora o núme-

ro do telefone do disk entulho (2243 7822) as pessoas jogam pelo chão sem telefonar para o recolhimento ser feito. As autoridades deveriam multar esta gente. FLORESTA – O presidente Bernardino Augusto Tavares, o Didi, da Associação de Moradores e Amigos da Floresta – AMAR – informou ontem que a coletora que estava sendo colocada no início da Rua Floresta teve o serviço questionado pelo proprietårio do terreno. Com isto, moradores continuam jogando o lixo no chão. Ele afirmou que as pessoas não têm outra opção.

PRAZERES DA

A

B

Ă?

B

L

I

A

D

A

G

A

S

T

R

O

N

O

M

I

A

w w w . p r a z e r e s d a m e s a . c o m . b r

35$=(5(6'$0(6$(0-8/+2 '(67$&$9,1+263$5$2,19(512 (&(/(%5$(1&217526(63(&,$,6 12%5$6,/(3(/2081'2

CAS AN B S NA JĂ

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261 Amor e Atração, Avenida Leopoldina, 596, Nogueira. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Estrela de Araras, Escola Estadual de Araras; Morin, Igreja de Nossa Senhora da Glória; e Petropolitano Rua Santos Dumont, 100, Centro.

Eleição domingo na AMORIN tem duas chapas concorrentes Duas chapas estão confirmadas para concorrer na eleição de domingo na Associação de Moradores do Bairro Morin – AMORIN. A chapa 1 Ê encabeçada por Mårcio Vieira de Oliveira e a chapa 2 – Reage Morin – tem como titular Marcel de Souza Castro. Ambas foram confirmadas na semana passada para participar do pleito. A

informação foi dada pelo atual presidente João Mårio Britto, o Ferreti, ao confirmar que não vai concorrer a reeleição, porÊm, irå participar como colaborador da chapa vencedora. Ferreti teve sua última conquista hå meses quando conseguiu em entendimentos com moradores e autoridades regularizar horårios de ônibus na Rua Pedro Ivo.

Continua a mobilização dos trabalhadores rurais no Caxambu com o objetivo de fundar um sindicato da categoria. Agenor de Oliveira Borges Ê um deles e confirmou no såbado que os prestadores de serviço no campo estão empolgados com a situação proporcionada pela Federação dos Trabalhadores Rurais do Rio de Janeiro – FETAG/RJ.

Por sua vez, o presidente da FETAG/RJ Oto dos Santos reforçou que a entidade estå empenhada sobre consolidar o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Petrópolis. Lembrou que são centenas deles que empregam seus serviços no campo sem direitos trabalhistas e que com a formação da entidade da classe, as situaçþes serão regularizadas.

O último buraco que darå lugar ao gigante de sustentação do muro de contenção no final da Servidão Manoel Lourenço Tavares Filho foi aberto no domingo na Comunidade Vitória. No mutirão agora só falta o serviço de enchimento do concreto que irå assegurar a tranqßilidade de moradores sobre a impossibilidade de desabamen-

tos no lugar. A informação foi do vice-presidente Fioravante Luiz Carvalho, da Associação de Moradores da Comunidade Vitória. Ele reforçou que a comunidade estå realmente solicitando a colocação de corrimão na escadaria da servidão para facilitar o acesso de pessoas idosas, conforme o DB informou na edição de domingo.

Trabalhador rural continua mobilização para sindicato

Só falta concretar colunas para muro de contenção na Vitória

Lixeira com entulhos em volta na Rua JoĂŁo Xavier


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 19 de julho de 2011

ESPORTES

Fotos: Divulgação/Petropolitano

O Sub-13 do Petropolitano não atuou e espera o adversário

Petrô empata no Sub-15 e goleia no futsal Sub-17 O fim de semana foi excelente para as categorias de futsal e de campo do Petropolitano. Os resultados colocaram o clube nas fases semifinal e final do Municipal 2011, promovido pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD). No sábado, o Sub-15 do Petropolitano empatou por 3 a 3 com o Palmeira em partida realizada no Ginásio José Bozino. O jogo de volta será no dia 23, a partir das 17h, no Ginásio Luiz Vedovani, no Quissamã. No mesmo dia, só que no Ginásio da Casa de Portugal, o Sub-17 do Petrô goleou o Internacional por 8 a 3. O segundo confronto será no próximo sábado, a partir das 20h, no Ginásio José Borzino, no Valparaíso. No futebol de campo, o Petropolitano está disputando três campeonatos oficiais, mas a agremiação acabou não entrando em campo no domingo. No Master o alvinegro venceu o Magnólia por WO. Segundo a diretoria do Petrô, no Sub-11, o segundo jogo seria contra o Laginha e estava marcado para domingo no Estádio Carlos Guinle. Mas por solicitação do clube do 3º distrito, a partida foi cancelada pela LPD. No primeiro confronto, realizado

no Estádio José Crescêncio da Costa, o alvinegro goleou o adversário por 7 a 1. - Dessa forma o Petrô está na semifinal da categoria e aguarda a definição do outro semifinalista para jogar no próximo domingo – disse Délio Kronemberger, vicepresidente de esportes do Petropolitano. O Sub-13 alvinegro também não jogou no domingo e por ter sido o primeiro colocado na fase classificatória, só volta a atuar dia 24. – Ainda não sabemos quem será nosso adversário – contou Délio. No Master o Petropolitano jogaria no último domingo no Estádio Carlos Guinle contra o Magnólia, no segundo jogo da semifinal. Mas, de acordo com a diretoria do Petrô, o adversário não apareceu. O alvinegro está na final da competição. - A arbitragem e o time do Petrô estavam presentes. Não apareceu ninguém do Magnólia – afirmou o vice-presidente de esportes do Petrô. Na primeira partida da semifinal, o alvinegro goleou o Magnólia, no campo do Carangola por 5 a 0. Nesta categoria o primeiro jogo da final deve ser no próximo domingo contra o Carangola/Alegria, conforme decisão da Liga Petropolitana de Desportos.

Já no futsal, o Sub-17 do alvinegro goleou o Internacional

Petropolitanos sobem ao pódio na Copa 2 Rodas, em Campos No intuito de começar a aquecer para o Campeonato Brasileiro de Downhill - no fim do mês -, o piloto Diego Neumann, o Knob, acabou conquistando mais um título. Durante os treinos, no município de Campos, ele participou da segunda etapa da Copa 2 Rodas de Downhill, no último domingo, e ficou com a segunda colocação na categoria Elite – a mais disputada do esporte. O atleta explicou que vem treinando em outras cidades na tentativa de se adaptar a diferentes pistas e estar preparado para conseguir um bom resultado no Brasileiro, que, este ano, acontece em Ibirama, Santa Catarina. Mas ele não foi o único petropolitano que chamou a atenção, o piloto João Pedro, o Sorriso, que também competiu em Campos, ficou em primeiro lugar na categoria Junior. A Copa deste fim de semana foi disputada na localidade conhecida como Morro do Rato. A intenção de Knob e Sorriso, segundo eles, era aproveitar o evento para treinar. Knob visando o Campeonato Brasileiro, no qual ele foi campeão em 2010 na categoria Expert e esse ano ele tentará o mesmo titulo pela Elite e Sorriso focado no Campeonato

PedroCury.com

João Pedro, o Sorriso, conquistou o primeiro lugar na prova

Estadual do Rio de Janeiro. - Fui pra Campos no intuito de treinar para o Brasileiro e foi o que fiz, não tinha como prioridade um bom resultado na corrida e sim aproveitar a oportunidade e andar de bike. Acabei conseguindo ficar em segundo lugar e estou feliz com a colocação. Agora é continuar os treinos – disse Knob, lembrando que, no ano passado, participou do Campeonato Estadual (RJ) nesta mesma pista e também conquistou a segunda colocação. Ele conta com os apoios de Manbras Lagos, Pedal.com.br, Optic Nerve, Rock Shox, Truvativ, Avid, Sram. Já Sorriso, da equipe Knob DH Racing, foi o líder da Copa, na categoria Junior. Ele contou que encontrou pela frente uma pista técnica e muito rápida. - Minha descida valendo foi boa, desci rápido, mas consciente e o somatório disso foi o primeiro lugar. Fiquei muito feliz com o resultado e vou continuar viajando pelo estado e trazendo cada vez mais títulos para a cidade. Esta Copa foi importante para eu ver que o preparo físico é uma das coisas mais importantes para o downhill – completou Sorriso.

Damião Ancelmo, da Pé de Vento, vence a Meia do Rio de Janeiro O atleta da equipe Pé de Vento/MEP, Damião Ancelmo de Souza venceu a Meia Maratona do Rio de Janeiro, no último domingo, completando a prova em 1h04’40’’. A participação do corredor nesta competição não estava programada, mas foi modificada de última hora e com a participação ele se sagrou campeão. Damião comemorou a vitória para a qual não havia se preparado especificamente. - Durante a semana eu fiz os treinos como se eu não fosse disputar a prova, resolvi entrar na última hora, felizmente consegui ganhar e fazer o tempo que eu esperava. O percurso foi difícil, mas mesmo assim consegui ir bem e ganhar do queniano nos últimos 500 metros - comemorou Damião. Além do vencedor da prova, a equipe Pé de Vento/MEP ainda teve mais um atleta no pódio. Giovani dos Santos foi o terceiro colocado com o tempo de 1h05’. O corredor que vinha de uma lesão na panturrilha, ficou satisfeito com o seu desempenho e afirmou estar melhor. - Graças a Deus consegui esse terceiro lugar, a prova estava com um nível muito forte, então foi boa. Felizmente eu não senti a minha lesão,

Liga abre curso para árbitros Em jogo bastante disputado com emoções do inicio até o apito final, as equipes de Sub-20 do Posse e Vera Cruz empataram em 3 a 3. Não faltou raça, vontade e muito nervosismo com a estreia no Campeonato Municipal de Futebol de Campo. Com ótima arbitragem de Dibert Pedroza, os atletas se esforçaram em apenas jogar futebol. Na próxima rodada o Posse recebe o Laginha, às 13h, em Santa Mônica. A forte equipe do Vera Cruz saiu na

edsondiario@yahoo.com.br

frente, e o time do Posse virou para 2 a 1, e o Vera Cruz tornou a virar novamente para 3 a 2. Com raça o Posse chegou ao empate em 3 a 3 dando um ótimo brilho para as estreias de ambas as equipes. Sidinho, Luiz Felipe e Everton marcaram o Posse. Posse: Julio; Guilherme, Junior, Douglas e Paulo, Igor, Mineiro, Everton e Sidinho; Saulo e Valdeir. Entraram: Victor, Luiz Felipe e Valdemir. Treinador: Nelcyr Costa Filho.

Ari Gomes

fiquei apenas com um pouco de receio na hora da decida já que foi assim que eu tinha me machucado. A corrida foi muito boa - afirmou Giovani. A equipe petropolitana ainda contou com a participação de mais dois atletas na prova, que terminaram entre os dez primeiros. Fabiano Gomes, que estava a três meses parado devido a uma lesão, foi o oitavo colocado e o jovem Antônio Ribeiro, de 19 anos, ficou em nono. Maratona A equipe Pé de Vento/ MEP conquistou a 10º colocação geral na Maratona do Rio de Janeiro, com Eliezer de Jesus. A prova aconteceu juntamente com os Jogos Mundiais Militares. O atleta da equipe petropolitana obteve a quarta colocação se desconsiderados os atletas do mundial. Apesar de ter subido no pódio, Eliezer não ficou satisfeito com o resultado. - Eu esperava mais, esperava ter feito um tempo melhor. Até o quilômetro 34 estava dentro do tempo planejado, porém me deu um pouco de dor nas costas o que me atrapalhou - explicou Eliezer. Agora o atleta espera ter

Damião Ancelmo, exibe um cartaz com o nome de sua equipe

um desempenho melhor na próxima prova. - Eu me preparei muito para esta prova, mas infelizmente não atinge

meu objetivo. Agora vou seguir com a minha preparação para entrar bem na próxima maratona - afirmou.

Diario de Petropolis  

Artigos, Colunistas, Cidade, Esportes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you