Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis

Site: www.diariodepetropolis.com.br

56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.873 - Quarta-feira, 15 de junho de 2011

dispositivo antifurto

Divulgação

Estado do Rio vai investir R$ 300 mi na Transbaixada O vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, anunciou que o Governo do Estado firmou contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) e com o Banco do Brasil, no valor de mais de R$ 600 milhões, para executar três grandes projetos. Entre eles está a implantação da TransBaixada, que vai ligar a Washington Luís (BR-040) e a Via Dutra (BR-116). (Página 7)

Caixa explica mudanças no Conectividade Social Representantes da Caixa Econômica Federal fizeram uma palestra ontem, no auditório da Associação Comercial Empresarial de Petrópolis (Acep), para explicar a principal mudança no Conectividade Social. É que o acesso ao canal é totalmente online, via web, sem a necessidade da utilização de disquetes. objetivo era de preparar e orientar os contadores e empresários. (Página 5)

Professores do Colégio Dom Pedro fazem manifesto

(Página 5)

Nesta edição

Dora Kramer Página 3

Cédulas manchadas chegam a Petrópolis Divulgação

As cédulas ficam manchadas de vermelho em caso de explosão do caixa eletrônico e perdem a validade. A troca deve ser feita nas agências bancárias

Prefeito sai de reunião confiante para Copa 2014 Representantes de cidades que viabilizaram projetos para abrigar um Centro de Treinamento de Seleções (CTS) na Copa 2014 estiveram ontem, no Rio, em uma apresentação técnica feita pelo Comitê Organizador do evento. O prefeito Paulo Mustrangi participou, acompanhado pelo secretário de Esporte e Lazer, Carlos Alberto Lancetta. “Estou confiante e acredito, com nossos projetos, que temos boa chance que alguma das seleções permaneça aqui”, disse o prefeito. A lista divulgada pelo comitê tem 145 locais potenciais e todos serão visitados. Serão pelo menos 64 locais escolhidos. (Página 5)

Ascom/PMP

Cédulas manchadas pelo dispositivo antifurto instalado nos caixas eletrônicos começam a chegar em Petrópolis. Somente na semana passada foram registrados três casos na cidade. O sistema está sendo implantado pela rede bancária em função do aumento de furtos nos terminais eletrônicos. As notas manchadas perdem a validade. A população deve ficar atenta. (Página 5) bairros A construção da passarela sobre a BR 040 ligando a Estrada da Manga Larga está pronta e sendo usada por moradores. Mas só durante o dia. Uma moradora acusou que a falta de iluminação deixa as pessoas com medo e durante a noite ninguém se arrisca a usar a travessia. Ela disse até ter conhecimento de que estupro já aconteceu na passagem. (Diário nos Bairros, página 9)

esportes

Lancetta, a secretária Estadual de Esportes, Márcia Lins, e Paulo Mustrangi após a reunião no Rio Alan Alonso

Dnit retoma obras da União e Indústria Depois de uma paralisação de alguns dias, a obra de restauração e manutenção da Estrada União e Indústria voltou com todo vapor. A previsão é que os serviços sejam concluídos em outubro deste ano. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) está responsável pela manutenção periódica da via, após a execução do projeto, aprovado pela prefeitura de Petrópolis. Apesar da melhoria, os motoristas estão revoltados com os constantes congestionamentos já que entre os números 808 e 1.100 da Rua Hermogêneo Silva, a pista segue no sistema pare e siga. (Página 5)

Os gêmeos Fábio e Rafael que atuam no Manchester United, da Inglaterra foram homenageados pela diretoria do Petropolitano na noite da última segunda-feira. Os craques, que passam férias no Brasil receberam camisas, troféus e Moção Congratulatória. A solenidade contou ainda com jogadores do Projeto de Responsabilidade Social, do qual os craques são padrinhos. O secretário de Esportes Alberto Lancetta, representou o prefeito Paulo Mustrangi. (Página 10)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Gerentes de que?

Barba, Cabelo e Battisti n Vitor Hugo Soares

E

m Brasília, na tarde de terça-feira, a nata política e administrativa do governo Dilma se desdobrava em múltiplas caras e bocas. No palco central e no auditório se encenava um espetáculo histórico de malabarismo e dissimulação política. Algo assim à altura dos melhores shows do gênero em tempos republicanos já levados à cena pública no Planalto Central do Brasil. Era o bota-fora do indecifrável ex-ministro Antônio Palocci, que acontecia no mesmo ato das celebrações à senadora petista Gleisi Hoffmann, nova dona do pedaço na Casa Civil, agora segunda figura mais poderosa da República e personagem mais indecifrável ainda. Isso a avaliar pelo noticiário e análises sobre o fato, associados ao inesgotável “quem ganha e quem perde” tão ao gosto dos jornalões nacionais. Enquanto isso, no Pavilhão de Feiras do Anhembi, em São Paulo, na mesma data, a chamada grande imprensa comia moscas. Ali, Luiz Inácio Lula da Silva desfilava fagueiro cercado de lindas jovens recepcionistas de um evento de grande empresa patrocinadora de mais uma palestra do ex-presidente da República. O cenário paulista completava de certa forma a simbologia da cerimônia no Planalto Central. As duas cenas completavam-se como modelo perfeito das relações de poder atualmente no País. As moças disputavam, entre empurrões mal disfarçados, uma pose em fotografias ao lado do ilustre palestrante. Em volta, empresários do grupo patrocinador da palestra, assessores, convidados e visitantes presentes no monumental pavilhão paulista de feiras e exposições, mantinham um olho grudado em Lula e outro nos jornalistas que rondavam o lugar. Estes, obviamente mais interessados em conseguir “umas aspas do ex-presidente” sobre o afastamento de Palocci e a chegada de Gleisi no governo Dilma, que propriamente no evento em si, do qual o palestrante acabara de participar, regiamente pago. E chega, finalmente, o momento mais aguardado do dia no Anhembi. Enquanto caminha entre beijos, abraços, fotografias e tomadas de imagens para televisões e peças publicitárias (a campanha municipal que vai incendiar São Paulo e o país está chegando), Lula dá uma rápida parada para a foto que as recepcionistas rogavam. Um repórter aproveita para encaixar a pergunta sobre o estado de espírito do ex-presidente diante do que acontecia na capital federal. A resposta foi emblemática, ao sintetizar o ânimo do mais caro e mais requisitado palestrante brasileiro da atualidade: “Tem algum motivo para eu não estar bem? Tem. Meu sapato está apertando o pé”, brincou. Em seguida, já com uma máscara mais compungida no rosto, recompôs um pouco as declarações para tornálas mais apropriadas à ocasião. O ex lembra “como é triste afastar um companheiro do governo, como eu já precisei fazer antes e Dilma fez agora, na hora certa”. Ao falar sobre Gleisi Hoffmann no lugar de Palocci, vem o toque final no melhor estilo do petista sempre com um pé no antigo PSD antes de Kassab: “Eu acho que se a companheira Dilma escolheu, está certo.” Depois entram em cena no Anhembi os seguranças da empresa patrocinadora do evento (Tetra Pak) para um show à parte de maus modos e brutalidade, enquanto iam abrindo espaço no muque na retirada estratégica de Lula para longe de uma pergunta mais específica e incômoda sobre o ex-ministro Antonio Palocci. “Que Palocci? Aqui ele só fala sobre embalagens (produto da Tetra Pak)”, grita Paulo Okamotto, sócio e assessor de Lula, enquanto tratava também de bater em retirada do centro de feiras da capital paulista. Em resumo, o fato é que esta foi uma daquela semanas que os torcedores de futebol na Bahia costumam chamar de “barba , cabelo e bigode”. Sem motivos de fato para queixas do ex-presidente, que segue dando cartas e repetidas demonstrações de que o governo Dilma ainda não aprendeu a caminhar sem a muleta do ex. E, provavelmente, pelo andar da carruagem nas últimas semanas, nem faz muito esforço para isso, apesar da forte torcida em contrário dentro da própria aliança governista. Para o lugar do ministro afastado do time principal por falha grave e falta de saída à vista, Dilma convocou no Congresso um nome da mais estrita confiança do expresidente. A “advogada de Lula”, como alguns petistas do primeiro time se referem a Gleisi Hoffmann em círculos de bastidores do partido no poder. Com 22 anos de PT, a respeitada técnica paranaense que já comandou a binacional Itaipu, parlamentar de primeira viagem - mas aparentemente promissora também na política -, a atual comandante da Casa Civil já havia sido convocada antes por duas vezes pelo próprio Lula para compor ao lado de Dilma as duas equipes de transição de seus governos em dois mandatos seguidos. Mais identidade, impossível. O resto é conversa jogada fora. Ou não passam de meras ilações que exigem provas factuais, como se diz em bom jargão jornalístico. Quatro dias depois de declarado vencedor nas eleições presidenciais do Peru, o esquerdista Ollanta Humalla desembarcava em Brasília, para abraços de agradecimentos e juras de longas e profícuas relações políticas, econômicas e diplomáticas entre o Atlântico e o Pacífico na América Latina. Não é mais segredo para ninguém - a não ser para desavisados e desinformados completos, que Humalla trocou o venezuelano Chávez pelo brasileiro Lula em sua retórica de campanha para vencer desconfianças do empresariado peruano. Isso está sendo considerado fundamental nas análises de sua vitória sobre a direitista Keiko Fujimori. E uma lambuja no saldo de Lula, antes da semana terminar. A decisão por seis votos a três no Supremo Tribunal Federal, recusando a extradição do militante italiano Cesare Battisti, posto em liberdade da prisão na Papuda e que já cuida dos papéis para permanecer no Brasil. Fora o calo causado pelo sapato novo, o que poderia incomodar o ex-presidente? Responda quem souber. n

Jornalista - e-mail: vitor_soares1@terra.com.br

quarta-feira, 15 de junho de 2011

n Edgar Flexa

Ribeiro

A

rrisco uma hipótese, diante do que estamos sabendo agora, do que soubemos antes e também do que ainda vamos saber: tudo tem a ver com a ressaca de um longo processo inflacionário, que durou uns 60 anos, entre os fins dos anos 50 e a primeira década deste século. São os efeitos culturais – no sentido de não econômicos ou financeiros - do descontrole monetário de longa duração, durante o qual houve um forte crescimento econômico e social. Durante esse tempo desaprendemos a planejar. Com a moeda condenada a perder valor e o país

crescendo, como planejar o que exigia prazos longos? Se não havia recursos a gente inventava, e partia-se logo para a execução antes que sumisse o que havia. Para as famílias, era o tempo das “compras do mês”, antes que o salário perdesse o valor. Para o poder público, tudo o que era de longo prazo – a “infra-estrutura”, como dizem - foi aos poucos se degenerando: estradas, transportes, educação, saúde, expansão urbana. Essa pressa de fazer logo contaminou os serviços públicos ao qual estão afetas essas áreas de atuação. Não dá para esperar? Então vamos aprender a ser mais rápidos, mais eficientes, mais ágeis! Vamos contornar exigências, controles, práticas e

rotinas costumeiras! Andar depressa! E as relações entre os deveres públicos e os interesses privados degringolaram de vez. Foi a época do “rouba mas faz”. O país crescia, as cidades inchavam, a moeda virava fumaça, e os controles do Estado sumiram. Nesse ambiente a corrupção disparou, na confusão entre o público e o privado. A geração que hoje comanda o país cresceu e formou-se nesse ecossistema. Quando nos foi permitido afinal ter a esperança de uma economia estável, os hábitos, as práticas, os usos e costumes gerados durante a inflação já estavam incorporados ao modo de fazer, de agir e de pensar. Todos bradaram pela estabilidade,

mas nem todos estavam preparados para atuar sob essas novas condições. A ética e a moralidade pública não mudam, mas a inflação modificou a prática da administração pública. Foi um processo invasivo, que termina no Tiririca elegendo um monte de deputados – e todos representando o povo! E nos ”laranjas”, donos de apartamentos necessários à sobrevivência e conveniência dos poderosos de plantão. E agora, na fase do gerenciamento não inflacionário, temos uma presidente que foi “gerentona” apoiada por outras grandes “gerentonas”, todas preparadas para gerir não se sabe bem o quê. n Educador, radialista e presidente da Associação Brasileira de Educação

Brasil, país do futuro? n Petrônio Souza

Gonçalves

O

Brasil não está preparado para ser grande. Foi só a economia crescer um pouquinho, que as fissuras de um país não consolidado se abriram aos olhos da nação, com presidenta e ministros torcendo e pedindo por um retroceder da economia, do consumo, da produção; em rede nacional. Isso evidencia o primarismo da conduta de nossos governos, da nossa estrutura de povo e Estado. Somos um grande país, mas não formamos uma grande nação. Depois da explosão da aviação nacional, que retirou os passageiros dos balcões das rodoviárias e os levou para os guichês das companhias aéreas, constatamos que nosso sistema aeroviário não suporta um feriado sequer. Isso, em escala nacional, em todos os aeroportos, com todas as empresas. Temos passageiros, muitos, mas não temos aeroportos para comportálos. Temos demanda, mas a oferta não é capaz de suprir a mais básica necessidade

de um mercado novo e promissor. Por outro lado, mas dentro da mesma realidade, foi só espalhar caixas eletrônicos nos comércios para beneficiar uma população que cada vez gasta e consome mais, que assistimos diariamente as explosões de caixas eletrônicos país afora, por quadrilhas especializadas e cientes da eterna falta de impunidade. Acuados pelo medo, pela falta de segurança, que não acompanha o crescimento da economia, assistimos aos comerciantes pedindo pela retirada dos caixas eletrônicos que beneficiavam todo comércio e toda a população. Na hora de crescer, encolhemos, voltamos ao nosso estado natural, quase que fadado ao degrau de baixo, da submissão. Quando a presidenta Dilma Rousseff definiu o corte no Orçamento no início de seu governo, alegando que era para barrar a inflação, era notório um certo orgulho nessa decisão. A população recebeu vaidosa a comunicação, com uma justificativa equivocada ‘de que estamos crescendo, é preciso frear

o consumo’. Ora, esse era o medo natural de crescer, de expandir, de seguir em frente, de enfrentar as dificuldades com criatividade e competência. Uma postura dessa seria impensada no governo de Juscelino Kubitscheck, aquele que elevou o país a um novo patamar e nos faz saudosos até hoje. Isso tudo, sabendo da realidade nacional que o Brasil vivia em tempos tão difíceis, sem infraestrutura e tendo uma economia basicamente agrária. Tudo isso, o faz ainda maior, uma referência de como se deve administrar, com uma visão diferenciada em relação a todos os outros. Governar não é apenas equacionar números. Isso, os gerentes sabem fazer e fazem com desenvoltura, só considerando planilhas, ignorando o povo e o momento que toma as ruas e alimenta os sonhos de uma nação. Nós precisamos de uma administração que veja além, que aponte novos caminhos, que tenha um sentido contínuo de crescimento e progresso, de investimentos e estabilidade, de algo que venha e fique,

pavimentando o caminho para novos rumos. Não podemos pensar em um país avançando apenas em determinadas áreas. Isso é ilusório, momentâneo, sazonal e cíclico. Temos que pensar em um país avançado e evoluindo de forma conjunta, formando um todo, um grande e sólido bloco de crescimento e progresso. Uma área se integrando e completando a outra, dando suporto para a máquina funcionar e o país caminhar a passos sólidos. Se a economia cresce, todas as áreas têm que crescer no mesmo ritmo, ao mesmo compasso, garantindo o atendimento direto à população, corrigindo as falhas e assegurando o estabelecer de uma nova realidade nacional. Esse é o grande diferencial, pois só poderemos evoluir tendo todos os nossos erros sanados, todas as áreas da base da pirâmide sendo atendidas e contempladas, de forma integradora. Essa é a estrutural natural, de onde poderemos saltar e alçar novos voos, mais altos e duradouros. n Jornalista e escritor www.petroniogoncalves. blogspot.com

Defesa - sistema de fronteiras n Horta

Q

uem pensar que o Brasil ainda é o país que “dorme em berço esplêndido” está muito enganado. Caminhando com a velocidade necessária o país vem movimentando o nosso sistema de defesa de fronteiras de forma planejada e segura, utilizando para tal toda uma estratégia global que alcança todos os dezesseis mil quilômetros e mais da fronteira seca. A utilização dos modernos meios de segurança abrange não apenas o quantitativo de homens bem treinados e preparados para esta missão terrestre exercida laboriosamente pelo

exército nacional: vai muito além porque está dotando nossa força militar de aparelhagem moderna como a do Sivam, a instalação de radares de curto e longo alcance, equipamentos para ações noturnas, pontos de observação e transmissão de dados em tempo real, veículos aéreos tripulados e não tripulados, satélites, embarcações militares especiais e rápidas para navegação fluvial, veículos de apoio básico e modernos blindados. O projeto em andamento pontilha nossas fronteiras de norte a sul com enfática preferência inicial pela fronteira amazônica, por ser a mais permeável, e a mais estratégica entre as demais. Este imenso projeto está se integrando com as grandes empresas técnicas

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

nacionais que darão a sustentação industrial e participarão de forma íntima com este objetivo, tornando presente a sua avançada engenharia de construções, planejamentos e logística para utilização militar terrestre e fluvial, firmas estas que já contam com capacitação técnica reconhecida internacionalmente. Está em curso a integração destas empresas para a ação conjunta de defesa fronteiriça, destacando-se a Embraer Defesa, (aeronaves), a Andrade Gutierrez (satélites), a Camargo Correa, a Odebrecht e inúmeras outras: é todo um despertar para inclusão com os objetivos público-privados, inclusão que nasce na hora certa. Estas empresas e o nosso

iário de Petrópolis 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

exército farão gradativamente a fixação de novas tecnologias em seus sistemas operacionais normais. Muito lucrará o Brasil com esta missão porque ela impedirá ou reduzirá a um nível baixíssimo as ações criminosas praticadas hoje em nossas fronteiras: contrabando, drogas, roubo de automóveis, seqüestros e assassinatos, ataque as nossas florestas e rios, turismo sexual que estimula menores e até seqüestram crianças que nunca mais são vistas, e por final esta missão visa defender fortemente nosso território – nossa casa pátria. Breve analisaremos ainda que superficialmente o que nosso país está organizando para a defesa marítima e aérea. n Bacharel em Direito Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER Flores na entressafra

O

PSDB sentiu-se lisonjeado com o reconhecimento da presidente Dilma Rousseff ao papel de Fernando Henrique Cardoso para o desenvolvimento do Brasil, na carta de felicitações pelos 80 anos do ex-presidente. Já o PT fez que não ouviu. Lula pode ser que ainda faça um gesto de boa educação daqui até sábado, quando o desafeto com quem outrora dividiu afetos faz aniversário. De qualquer modo, os petistas trataram a coisa à sua maneira. A eles interessa muito mais o efeito do ato, no que pode render de boa vontade por parte da oposição e de uma boa imagem para Dilma, do que revisar pensamentos e procedi-

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUARTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2011

mentos. Não há sinal de autocrítica no horizonte. E principalmente no horizonte futuro das disputas eleitorais. O PT continuará batendo na tecla da desconstrução do período FH, muito embora petistas aqui e ali prestem reverência à verdade dos fatos. Tomemos as privatizações dos aeroportos: se renderem bons resultados, não serão reconhecidas como prova de equívoco anterior do PT, mas incluídas como crédito à capacidade do partido de fazer bem feito o que o adversário fez malfeito. Daí a prudência aconselhar comedimento às comemorações tucanas. Dilma Rousseff faz as honras da casa, mas quem manda no partido é Lula e este não abrirá

mão do conflito pesado, base da disputa eleitoral. Na entressafra tudo são flores. Quando chegar a época adequada voltará ao cenário a tese genericamente conhecida como a da herança maldita sem que Dilma possa vir a aparecer em público reconhecendo os feitos do adversário. O PSDB nunca compreendeu inteiramente a necessidade da defesa de seu capital e demonstrou isso não só quando titubeou em 2002, claudicou em 2006 e se esborrachou em 2010 ao deixar FH propositadamente fora da campanha. Mostrou especial inépcia ao tentar ganhar sem enfrentar Lula, que, por sua vez, é dono da mais perfeita noção de que disputa implica briga. É cada um do

seu lado, um tentando anular o outro e que vença quem souber melhor atacar e se defender. Lula é um ás na matéria. Como tal é ele quem dará todas as cartas na eleição, campo onde conta mais a competência política para a montagem das condições de batalha do que o conjunto dos atos do governante no curso do mandato. Exemplo? Fernando Henrique, agora descrito em carta por Dilma como um fantástico presidente, não elegeu o sucessor porque lhe faltaram astúcia e organização político-eleitoral. Coisa que Lula teve de sobra ao governar oito anos exclusivamente pela lógica eleitoral e eleger alguém politicamente dependente e incapaz de lhe fazer sombra. Aqui não vai nem de longe o reconhecimento da correção da prática, mas é o fato. E esse fato na hora H vai prevalecer sobre qualquer movimento ou tentativa de marcar posição de independência que possa fazer a presidente em períodos de entressafra eleitoral. Entrada em cena - Se de um lado são precitadas as cobranças e queixas dos aliados já

3

no primeiro dia de trabalho da ministra Ideli Salvatti, de outro a impaciência expressa a má vontade em relação a ela. Não ajudou a ministra ter dito que obedece à hierarquia em seus contatos: primeiro os presidentes da Câmara e do Senado, depois as bancadas. Deputados e senadores não fazem essa distinção. Mesa redonda -. No jantar em homenagem a Fernando Henrique Cardoso na sexta-feira passada o senador Aécio Neves comentava planos futuros do PSDB, apontando para a mesa onde estavam todos juntos os economistas do Plano Real: “Vamos reunir esse pessoal de novo para discutir um projeto de País”. A tarefa de patrocinar o debate seria do Instituto Teotônio Vilela. Em tese, os economistas - hoje cada um cuidando de suas vidas e nem um pouco entusiasmados com o desempenho do partido - gostam da ideia de recuperação da capacidade de formular, mas acham imprescindível que o partido não se fie só nos veteranos e recrute gente nova se quiser ter sucesso na empreitada.

CIDADE

Para prefeito, cidade segue na luta por Copa 2014 O prefeito Paulo Mustrangi, acompanhado pelo secretário de Esporte e Lazer, Carlos Alberto Lancetta, participou na manhã de ontem, no Maracanãzinho, da apresentação técnica feita pelo Comitê Organizador da Copa do Mundo 2014 para as cidades que viabilizaram projetos com intuito de abrigar um Centro de Treinamento de Seleções (CTS). O encontro teve ainda a presença da secretária de Estado de Esporte e Lazer, Márcia Lins, e de prefeitos e secretários dos municípios envolvidos. Durante a reunião, foram expostos pelos organizadores todos os critérios necessários para a viabilização dos projetos. Distância de aeroportos e infraestrutura hoteleira fizeram parte dos requisitos básicos para a entrada na listagem inicial, mas para a concretização dos CTS serão feitas novas análises, desta vez com maior rigor técnico, para se chegar a uma primeira listagem dos prováveis locais disponíveis as seleções. Ainda foi esclarecido que a escolha das cidades será feita pelas delegações internacionais, sem interferência dos organizadores ou de governos estaduais. Além de Petrópolis, fazem parte

Ascom/PMP

O prefeito Paulo Mustrangi observa o projeto para a reforma do Maracanã, após reunião com cidades interessadas em abrigar CTS na Copa 2014

da pré-seleção as cidades de Teresópolis, Macaé, Búzios e Saquarema. - Temos um longo cami-

nho para percorrer, mas caso Petrópolis seja uma das cidades escolhidas, será um grande propulsor econômico e nos

dará uma visibilidade internacional. Muitos turistas, fãs e jornalistas que vierem cobrir o dia-a-dia da seleção que

escolha o município como CTS permanecerão e farão uso de toda gama de serviços e produtos de nossa cidade.

Estou confiante e acredito, com nossos projetos, que temos boa chance que alguma das seleções permaneça aqui – disse Mustrangi. Petrópolis poderá contar com dois CTS; um no Estádio Atílio Marotti, que deverá ser reformado para atender os critérios exigidos pela comissão, e outro, em ponto ainda a ser definido, onde será construído um centro de treinamento, feito pela iniciativa privada. - Nossos projetos possuem a viabilidade necessária para atender as demandas exigidas pelo Comitê Organizador. Estou confiante e vamos envolver a cidade neste clima para que toda a população possa ganhar com a presença de uma seleção participante da Copa de 2014 - disse Lancetta. A lista divulgada pelo Comitê Organizador da Copa do Mundo da Fifa tem 145 locais potenciais e todos serão visitados. Após a análise, serão feitos novos cortes para chegar à primeira lista de prováveis CTS. Até o final do ano deve ser divulgada a primeira relação dos centros de treinamentos. São pelo menos 64 locais, mas o Comitê Organizador pretende chegar a 90 CTS.

Secretário afirma que será Campos de golfe já têm implacável contra bullying licença para construção O secretário de Educação, William Campos, e o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Luis Eduardo Peixoto, lançaram oficialmente ontem a campanha “Bullying Não Tem Graça!” durante cerimônia realizada no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase). O objetivo da campanha é proporcionar um debate sobre violência no cotidiano escolar, transformar a escola cada vez mais num ambiente amigável focado no desenvolvimento do altruísmo e cidadania, fomentar a criação de uma política efetiva e passar para os estudantes vítimas de bullying a confiança necessária para a superação dos problemas. - O grande assunto do momento é o PCCS (Plano de Carreira e Remuneração dos Profissionais de Educação), que já deveria ter sido feito há muitos anos, mas a questão da violência dentro do ambiente escolar tem que ser tratado com muita responsabilidade porque po-

dem estar sendo formados pequenos opressores e pequenos ditadores. Por isso é importante o educador trabalhar com amor. Seremos implacáveis com o preconceito de qualquer natureza – disse William Campos. O secretário ressaltou ainda a importância do interesse do profissional em participar da discussão sobre o tema. - Esse é um encontro da vanguarda pela luta contra todos os tipos de violência. Precisamos parar para pensar, porque o preconceito está na cabeça da família e se a criança está tendo um comportamento desse tipo é porque teve uma influência. – disse William, que aproveitou a presença da palestrante Miriam Abramovay para garantir aos educadores participantes do lançamento da campanha uma bolsa de estudo para realizar pós-graduação sobre o tema para estarem preparados para identificar e tratar do assunto dentro da sala de aula. O juiz da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso,

Alexandre Teixeira, ressaltou a importância dos educadores denunciarem qualquer tipo de violência em sala de aula. E completou dizendo que a Vara da Infância já está atuando em casos de ciberbullying, que é a difamação ou algum tipo de agressão psicóloga feita pela internet. - A professora que tem preocupação com o aluno não deixa o problema crescer na sala de aula porque tem o comprometimento de resolver, procurar ajudar. Houve uma transferência da responsabilidade dos pais para a escola, que nós sabemos que não pode ser assim. Temos casos na Vara da Infância de agressão a professor, a aluno, mas que precisamos que o agredido entre com uma representação contra o aluno agressor. Estamos atuando com ciberbullying e também aplicando medida socioeducativa, com o aluno realizando serviço comunitário, ou cumprindo liberdade assistida. Tem que registrar a ocorrência, chamar os pais e mostrar o caminho disse o juiz.

A prefeitura publicou na edição do dia 3 de junho do Diário Oficial a licença da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável para a construção de um resort de golfe no distrito de Secretário, visando as Olimpíadas de 2016. Ao todo, são três terrenos, totalizando mil hectares. A licença é considerada um grande passo para que Petrópolis seja a sede do golfe em 2016. Caso as três construções sejam realizadas, estima-se que Petrópolis gerará três mil empregos diretos. A licença é para dois campos de golfe do nível de campeonatos internacionais com instalações para a prática do esporte, um de 18 buracos e outro de nove, e um hotel cinco estrelas que fará parte do resort do golfe. O prazo para as três construções irá até o dia 10 de abril de 2016. Visita mostrou que terrenos são qualificados No fim de maio, a ex-

golfista e atual vice-presidente sênior de Torneios, Operações e Jogos da LPGA (Ladies Professional Golf Association), Jane Geddes, esteve no local e afirmou ter ficado encantada. - O resort aqui proporcionará uma experiência única. Penso que as pessoas que forem jogar aqui nunca mais se esquecerão. É um lugar maravilhoso – disse Jane Geddes, na ocasião. O presidente da Comissão Especial Temporária Petrópolis nos Jogos Olímpicos da Câmara Municipal, vereador Thiago Damaceno (PV), acompanhou a visita e afirmou que o esforço do Legislativo para trazer os eventos para Petrópolis é enorme. - Todos os esportes olímpicos já tiveram os locais definidos pelo COB, e apenas o golpe ainda está em aberto. A vinda de Jane a Petrópolis, e somente na cidade, mostra a importância do projeto e é um ganho importante nessa disputa acirrada com os outros

campos no Rio. Petrópolis teria, com o projeto e com os jogos, um ganho inimaginável, girando a economia e colocando a cidade em uma vitrine mundial – disse Damaceno. Para Michael Nagy, diretor da International Golf & Resort Management, empresa responsável pelo empreendimento, a vinda do resort será muito importante para a cidade. - É um marco muito considerável para a cidade, que trabalha unida. Tenho certeza que isso vai trazer grandes torneios de golfe e grandes benefícios para a cidade – disse Nagy. Vice-presidente da Plarcon Engenharia, Cláudio Neves acredita que o equipamento colocará Petrópolis na rota mundial dos grandes eventos esportivos. - Acredito que este resort será um grande marco para o estado do Rio, no que se refere a projetos especiais e eventos – disse Neves.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

QUARTA-FEIRA, 15 DE JUNHO DE 2011

A Bela e a Fera

Filantrópica Célia Lobo

Acontece no próximo sábado às 16 horas o clássico mundial “ A Bela e a Fera”, que não agrada somente as crianças, já que encantam também os adultos. Vale a pena conferir a peça que será apresentada no Teatro Dom Pedro.

Nesta quinta-feira, acontece no Bingen, na Rua Paulo Lobo de Moraes no salão de eventos da família Dosdworth, a Assembléia Geral da Associação Filantrópica Célia Lobo Paulo, tão bem presidida pelo comandante Arnaldo Paulo.

Inverno no Tamboatá

Célio Thomaz

Nesta sexta-feira o Tamboatá recebe o MC Naldo, dando assim o pontapé inicial na temporada de Inverno na Serra trazendo a sua primeira atração do “Festival de Inverno Tamboatá 2011”. 

Nó no trânsito 1

celiothomaz@celiothomaz.com.br Nossa Equipe

No Conrad em Punta del Este No próximo dia 24, o Conrad Cassino e Resort recebe para show único durante o feriadão de Corpus Christi a grande cantora Alcione, a Marrom – carinhosamente conhecida pelo público. Durante o show, a nossa estrela da música popular brasileira interpretará clássicos de sua brilhante carreira.

Calamidade, calamidade, foi o que podemos definir o trânsito de toda a Petrópolis, desde a Rua Floriano Peixoto, passando por toda Rua do Imperador, até a Casa do Alemão no Quitandinha, sem contar o grande engarrafamento no Valparaiso, na Rua Tiradentes, Rua da Imperatriz, Rua Dezesseis de Março, que o pessoal chegou a descer do carro para tomar cafezinho nos bares. Foi um vexame o trânsito em nossa querida Petrópolis. 

Nó no trânsito 2 Como será que ficará o trânsito em nossa cidade durante a Bauernfest que começa semana que vem. Detalhe, no meio do feriadão com a cidade cheia de turistas. 

Niver de Roberto Jeferson

Foram vistos Passando o final de semana e o Dia dos Namorados em Itaipava, o sempre e querido expresidente da OAB-Estado do Rio, o advogado Octávio Gomes, acompanhado de sua elegante mulher Franciane, ficaram hospedados no Hotel Vale Real de seu amigo Germaninho Valente.

Em recente bate papo na casa de amigos em comum, o querido Vadinho Esteves e o deputado Estadual e pré candidato a prefeito de nossa Petrópolis Bernardo Rossi, adivinhe o tema do bate papo, política petropolitana.

Quem somou idade na última segunda-feira foi o querido ex-deputado Federal Roberto Jefferson, filho de Petrópolis, foi um dos parlamentares dos mais atuantes naquela casa, detalhe, sempre PTB, nunca mudou de partido, é fiel a sua bandeira, ao partido de Getúlio Vargas. Comemorou a data ao lado de familiares. Marlene Fonseca

Novas regras – Cartão de Crédito Em 1º de junho entrou em vigor, para os novos cartões, uma resolução que limita em cinco o número de tarifas que podem ser cobradas pelos cartões. Fica proibida, por exemplo, a cobrança de taxa por compra no exterior. Além disso, a resolução permite que o consumidor peça um cartão básico, sem programas de fidelidade ou acúmulo de milhas, e pague menos anuidade do que o cliente com cartão diferenciado, com benefícios. As normas também padronizam as informações da fatura, para deixar claro os encargos cobrados, e amplia de 10% para 15% o valor mínimo cobrado, com o objetivo de evitar o endividamento. Esse índice vai chegar a 20% em dezembro.

Rumo a Servia Quem vai para a Europa, mais precisamente para Servia é o prestigiado empresário Maurinho Branco, que vai assistir a partida de futebol do Estrela Vermelha e Flamengo, em razão da despedida do gramado do craque Petikovit. Aproveitará a estada para dar um passeio por Paris. 

Entre amigos No final da tarde da última sexta-feira, Hélio Roberto recebeu para um bate papo, um happy hour em sua casa os amigos Antônio Miloski, Ernani Abad e Ênio Roberto de Almeida...

Quando dos 75 anos de fundação do Pen Clube, a professora e escritora Vera Abad com o escritor Alberto Dines que proferiu conferência naquela oportunidade sob o tema “Liberdade de Expressão”.

LIGUE JÁ ÁGUA MINERAL

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão)

ENTREGAS EM Rua Fonseca Ramos, 150

Entrega em domicílios

(24) 2231-0587

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

2237-1235

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

DOMICÍLIO E EMPRESAS QUALIDADE E RAPIDEZ


quarta-feira, 15 de junho de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Cidade registra caso de cédulas manchadas Com o aumento dos furtos a caixas eletrônicos, principalmente em São Paulo, os bancos estão instalando um sistema antifurto, que mancha de vermelho as notas em caso de explosão das máquinas. Com isso, as cédulas manchadas ficam inutilizadas. A população deve ficar atenta e recusar o recebimento ou, em caso de saque nos caixas de autoatendimento, trocá-las no banco de origem. Em Petrópolis, somente na última semana, foram registrados três casos. Cédulas de R$ 20 e R$ 50 manchadas foram encontradas em uma das agências da Caixa Econômica Federal, no Centro. Elas foram depositadas em caixas de autoatendimento diferentes, na terça-feira (7) e na quinta-feira (9) respectivamente, sendo identificadas como suspeitas na hora da conferência realizada pelo caixa da agência. - A partir do momento que a cédula é identificada pelo caixa após um depósito, o cliente é notificado que a

nota será enviada para análise. Se for constatado que se trata de uma moeda danificada por dispositivo antifurto ou incineração, ela é retida pelo banco e a pessoa não é ressarcida, inviabilizando a troca - informou a gerente de atendimento da Caixa Econômica Federal, Patrícia Rosendo Marques Silva. Um outro caso fez o idoso Roberto da Silveira Bruno, de 61 anos, passar pelo constrangimento de ter o dinheiro recusado. Segundo ele, o saque de R$ 200 foi realizado em um caixa 24 horas em Itaipava, mas, as notas não foram conferidas na hora. No momento em que iria fazer o pagamento de compras em um mercado, a surpresa: uma das notas de R$ 50 foi recusada pela caixa. - Ela devolveu o dinheiro e disse que não poderia aceitar porque aquela nota era roubada. Eu não sabia o que fazer. Tinha gente atrás de mim e, mesmo a moça falando baixo e sendo gentil eu fiquei muito

Professores do Colégio Dom Pedro II realizam manifesto Professores do Colégio Estadual Dom Pedro II, que aderiram à greve, entregaram ontem à população um manifesto para esclarecer que a “reivindicação dos profissionais da educação não se reduz à questão salarial. Vai além”. Eles estão em greve desde a semana passada e pedem a reposição emergencial de 26%, a incorporação imediata da totalidade da gratificação do Nova Escola (prevista para terminar somente em 2015) e o descongelamento do plano de carreiras dos funcionários administrativos. Mas, lembram também que, além disso, os profissionais não estão sendo “reconhecidos como intelectuais e não são tratados com a merecida importância que tem na sociedade”. Logo no início do manifesto os profissionais da escola frisam que a paralisação é “manifestação da indignação diante da construção social do papel do professor”. Eles lembram que, no discurso do Governo do Estado, os profissionais são considerados “operários sem prestígio, meros cumpridores legalistas das exigências estatísticas, seres incapazes de pensar e de opinar, não são ouvidos sobre as políticas que orientam a Educação no Estado”. E ainda reforçam isso lembrando que o “desprestígio é reforçado pelos baixos salários que revelam à

população o valor atribuído à Educação, hipocritamente valorizada nas campanhas eleitorais e nas propostas dos partidos políticos”, diz um trecho do manifesto. De acordo com Sindicato dos Profissionais da Educação do Estado do Rio de Janeiro (Sepe), a paralisação já têm a adesão de pelo menos 50% da categoria em Petrópolis. O Colégio Estadual Cardoso Fontes, no Bingen, é o único que está totalmente paralisado até o momento. O Colégio Dom Pedro II, no Centro, já conta com 70% de adesão à greve nos períodos da manhã e da tarde. As aulas do turno da noite estão normalizadas. O Colégio Embaixador José Bonifácio, em Pedro do Rio, também esteve sem aulas no turno da manhã. Nas outras 10 escolas, a paralisação é parcial. Ainda segundo o manifesto dos professores, “há uma culpabilização excessiva do professor diante do insucesso da Educação no Estado”, lembrando que são muitos os fatores estruturais que contribuem para tal resultado, como a carência na alimentação, a falta de democratização da cultura, uma mídia irresponsável, o capital cultural, a falta de acesso à saúde, as péssimas condições de moradia e transporte, a violência, as relações familiares difíceis, entre outros”.

Setrac realiza reunião dos portadores de deficiência Será realizada hoje, dia 15, às 17h30, na sede da Setrac, a primeira reunião do Conselho Municipal em Defesa da Pessoa Portadora de Deficiência. No encontro será feito a apresentação dos membros da sociedade civil aos membros do governo, para que juntos possam lutar pelos direitos da pessoa com deficiência, além de serem tratados assuntos inerentes a estrutura do conselho, como funcionário, telefone, computador e material de expediente, como acontece, por exemplo, com o Conselho Municipal em Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente. Para este biênio, a presidência do conselho será ocupada pela sociedade civil, tendo como representante Rodrigo Dias, que atua, principalmente, em favor da pessoa com deficiência visual, por ser pai de um jovem com esta deficiência. A eleição para a composição do

conselho ocorreu em outubro de 2010, na Comac – Escola Germano Valente, estando presentes os representantes das seguintes instituições que atuam em favor da pessoa com deficiência: Instituto Emanuel, Projeto Eficientes, Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais, Comac, Associação Petropolitana dos Surdos, SOS Vida, ACEI, além de membros da Sociedade Civil. A primeira ação proposta para a reativação do conselho, que ficou desativado por anos, é a estruturação do estatuto e do regimento interno, para dar início a todas as atividades em defesa da pessoa com deficiência. Importante salientar que as instituições e as pessoas que compõem o conselho são membros do Fórum dos Amigos da Pessoa com Deficiência que tem se reunido mensalmente, tendo escolhido o tema “Transporte Público” como essencial.

Fotos: Alan Alonso

Patrícia Rosento Silva disse que a nota é levada para análise

nervoso e constrangido – contou o aposentado. Uma nova determinação do Banco Central estabelece que as notas manchadas por dispositivo antifurto, podem ser trocadas nas agências bancárias. A medida, que está

valendo desde a última quinta-feira, pretende retirar de circulação as cédulas invalidadas. No caso de recebimento do dinheiro dentro do banco e principalmente em caixas de autoatendimento, a instituição financeira deve substituir a

nota suspeita por outra válida. Já para os saques em casas lotéricas, ainda não há uma determinação específica. Quando a retirada do dinheiro for realizada em caixas eletrônicos de rua, a pessoa deve procurar a empresa Tecnologia Bancária, responsável pelo abastecimento dos equipamentos através do telefone 0800-56-2400 e informar a situação. Após o constrangimento, Roberto se dirigiu a uma agência do banco onde retirou o dinheiro e teve a nota trocada imediatamente. - Eu resolvi esperar, eu acreditava que iria ter uma solução para quem recebesse essas notas. Quando consegui trocar o dinheiro me senti aliviado e ressarcido de um dano. A partir de agora eu também não saco mais em caixas eletrônicos, vou enfrentar fila, é mais seguro – disse Roberto. As notas retidas são encaminhadas para perícia no mesmo dia. Um formulário com dados como nome e

Cadastro de Pessoa Física (CPF) é preenchido para que a mesma seja notificada posteriormente quando o laudo estiver pronto. Patrícia informou também que o cliente não precisa mais realizar o boletim de ocorrência, nem retirar o extrato bancário, pois o banco possui um sistema que apresenta os dados referentes ao saque. - A nota é considerada sem valor até que se prove o contrário. Assim que a pessoa fizer o saque e observar a suspeita deve se encaminhar ao gerente de atendimento do banco para realizar a troca – disse Patrícia. A Federação Brasileira de Bancos recomenda ainda que a população não deve receber as notas manchadas pelo dispositivo antifurto, além de evitar transtornos futuros, é uma garantia que essas cédulas estarão saindo de circulação, diminuindo a possibilidade de novas explosões à caixas eletrônicos.

Conectividade Social é tema de palestra A implantação do programa Conectividade Social, canal pelo qual a Caixa Econômica Federal (CEF) e as empresas que recolhem o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) se comunicam, foi o tema da palestra realizada ontem no auditório da Associação Comercial Empresarial de Petrópolis (Acep). Os palestrantes, Hélio Gonçalves e Verônica Cappeluto, discursaram para uma platéia de contadores e empresários a respeito das mudanças no programa. A partir da implantação, o acesso ao Conectividade será feito com o uso de certificado digital padrão ICP-Brasil, em substituição ao emitido pela Caixa. - A palestra é fruto de uma parceria entre a Acep; a Associação Profissional dos Contabilistas de Petrópolis, representada na figura de seu presidente Flávio Lischt; e da CEF. O grande objetivo é preparar e orientar os contadores e empresários, a respeito da nova sistemática do Conecti-

Palestra no auditório da Acep reuniu contadores e empresários

vidade Social, das mudanças que vão ocorrer e que vão garantir uma maior segurança em todo o sistema – declarou Lédio Ferreira, secretário Executivo da Acep. Com a Certificação Digital ICP – substituindo a certificação própria – a Caixa pretende dar mais segurança no envio das informações e também permitir novas

funcionalidades, conforme explica o gerente de pessoa jurídica da CEF, em Petrópolis, Pedro Mattoso. - A principal mudança no Conectividade Social é que o acesso ao canal é totalmente online, via web, sem a necessidade da utilização de disquetes. Isso proporciona uma maior estabilidade e segurança na transmissão

de informações de FGTS e outras entre as empresas e a Caixa. A migração de um sistema para o outro, no entanto, não precisa ser feita de forma imediata. A versão do Conectividade Social que utiliza os certificados digitais em padrão diferente do ICP-Brasil permanecerá disponível até 31.12.2011, data a partir da qual os usuários do Conectividade Social deverão utilizar exclusivamente as funcionalidades do novo canal, acessível por meio dos endereços https://conectividade.caixa.gov.br ou www. caixa.gov.br. O cronograma para certificação prevê a adequação até dezembro deste ano. A mesma poderá ser feita tanto por meio da Acep quanto nas agências da CEF. - Não é preciso ter pressa. O ideal é que os clientes procurem seus contadores caso se tenha alguma dúvida a respeito do novo sistema - recomenda Mattoso.

Obra na Estrada União e Indústria continua Depois de uma paralisação de alguns dias, a obra de restauração e manutenção da Estrada União e Indústria voltou com todo vapor. A previsão é que os serviços sejam concluídos em outubro deste ano. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) ficará responsável pela manutenção periódica da via, após a execução do projeto, aprovado pela prefeitura de Petrópolis. Apesar da melhoria, os motoristas estão revoltados com os constantes congestionamentos já que entre os números 808 e 1.100 da Rua Hermogêneo Silva, a pista segue no sistema pare e siga. - A Prefeitura de Petrópolis não aceitou a primeira proposta, na qual constava só um plano de manutenção no valor de 1,5 milhão de reais, porque

não seria suficiente para cobrir toda a via. O valor do atual projeto custa 2,880 milhões de reais para a primeira etapa. Ainda está sendo estudado o valor total do projeto - explicou o secretário de Obras Stênio Nery dos Santos. Segundo o secretário a restauração da estrada será feita em duas etapas: no primeiro momento será feita a recuperação emergencial da rua com ações de drenagem, captação de água, contenção de encostas, aplicação de pavimento asfáltico em toda a rodovia, limpeza da área, roçadas e capina. Ainda de acordo com Stênio Nery em paralelo será feito o levantamento para o projeto completo de restauração que engloba contenção, drenagem, pintura das faixas, culminando com outras ações.

Máquinas trabalham a todo vapor na Rua Hermogêneo Silva

Ontem à tarde 24 homens trabalhavam na raspagem da Hermogêneo Silva na altura do número 1.100. três caminhões e duas máquinas também atuaram na frente de trabalho.

Construída em meados do Segundo Reinado, a Estrada União e Indústria representou na época a consolidação da rota comercial que partia do Rio de Janeiro rumo a Minas Gerais.

Prefeitura instala luminárias por toda a cidade A Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Obras, está realizando a instalação de luminárias em todos os distritos da cidade. O investimento para esta primeira etapa, que começou na última segunda-feira e tem previsão de término na primeira quinzena de julho, é de R$ 244.449,04 e prevê a colocação de 291 luminárias

do tipo eficiente. As intervenções contemplam o Programa Luz da Cidadania, do governo municipal, que teve início, em abril, com a criação do 0800 024 1000 para solicitações de troca de lâmpadas. - Esse serviço vai gerar uma agilidade na troca de lâmpadas queimadas, levando qualidade e segurança às comunidades - disse Stênio

Nery dos Santos, secretário de Obras. Até o momento, receberam o serviço a Rua Casemiro de Abreu, no Centro, a Rua Martinho J. Santana, em Corrêas, a Servidão Pedro Carlos, no São Sebastião, e a Estrada do Jacó, no bairro Fazenda Inglesa, onde serão instaladas 31 luminárias. Caso o atendimento não seja realizado em um prazo de

72h, o cidadão petropolitano poderá ligar para a ouvidora da Secretaria de Obras, através do número 2246-8970, que repassará a informação ao setor responsável. A empresa LHN Comércio e Serviços Ltda foi a vencedora da licitação para realizar a manutenção e implantação de extensão de iluminação pública no município.


10 56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quARTA-FEIRA, 15 de junho de 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Dia neutro, pouca probabilidade de sucesso nas questões de dinheiro, de trabalho e de família, Mas, o fluxo será dos melhores as investigações e tudo que está ligado ao ocultismo. Cuide para que não haja perda financeira provocada por amigos

Touro - (21/04 a 20/05) Influência benéfica para você. Terá paz no setor amoroso, a ajuda dos amigos, parentes e religiosos para elevar seu estado de espírito e será bem sucedido nos divertimentos. Não abuse da saúde e não discuta com a pessoa amada.

Gêmeos - (21/05 a 20/06) Mente sempre alerta e voltada ao progresso de um modo geral, muita disposição para o trabalho e negócios ou empreendimentos imobiliários e bastante tranquilidade na vida familiar e amorosa está prevista para hoje. Você vai se sentir mais atraído ao estudo de ciências e as experiências psíquicas.

Câncer - (21/06 a 22/07) Os chefes reconhecerão suas qualidades. Faça reivindicações. Bom dia para os que lidam com eletricidade. Influências positivas de amigos no setor amoroso. Aspectos positivos em relação à sua criatividade.

Leão - (23/07 a 22/08) Muitas oportunidades para mudar sua casa, fazer amigos e novos planos para melhorar de vida, demonstrará ser prático. Alguma coisa boa vai acontecer. Deixe de lado o ciúme e espere notícias boas através de telegrama, carta ou visita de uma pessoa inesperada.

Virgem - (23/08 a 22/09) Sendo este um dos mais indicados, terá nele boas oportunidades. Aproveite o bom fluxo astral. É o melhor período do ano para se definir profissionalmente, para ganhar dinheiro, mudar, transformar-se. Terá apoio de amigos.

Libra - (23/09 a 22/10) Sucesso em assuntos profissionais, comerciais e financeiros. Procure cuidar também de suas questões familiares, de sua paz espiritual e de sua tranquilidade geral. Será correspondido no amor e no lar. Nesta fase, você não deve discutir nem brigar com ninguém.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Dia em que deverá evitar a indecisão e a incerteza, pois poderá deixar de realizar excelentes negócios. Tome decisão acertada e saiba defender seus interesses. Você estará com desejo intenso de viver grandes aventuras.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Lute pela consecução de suas ideias e objetivos, pois terá a seu favor as influências positivas dos astros. Alguém, do seu conhecimento poderá beneficiálo profissional e financeiramente. Sucesso nas associações, nos negócios e nos assuntos de dinheiro

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Dificuldades na vida doméstica e muito mau humor e o que pressagia o fluxo astral deste dia para você. Evite as discussões precipitadas e seja mais inteligente que tudo sairá a contento. Tudo indica que você estará se sobressaindo em atividades que exijam um elevado grau de comunicação.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Harmonia amorosa e familiar. Você entra agora num período místico. O desejo de desvendar os mistérios do ocultismo e do sobrenatural estará fazendo com que você procure conhecer mais profundamente os elementos da magia em seu aspecto positivo.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Dia em que terá muita paz íntima e que deverá colaborar decisivamente na solução de seus problemas financeiros e profissionais. A vida amorosa trará satisfação e em passeios, muitas alegrias. Melhora da saúde.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Arte

Exposições com temas variados à disposição em nossas galerias Fotos: Divulgação

Até o dia três de julho o Centro Cultural Estação Nogueira apresenta a exposição “Simples Assim”, de Yves Serpa. Visitação de segunda a sábado, 9h às 18h, domingos e feriados, 9h às 13h. O artista plástico concretista Serpa apresenta trabalhos premiados com Medalha de Ouro, nos salões: Internacional do Iate Club Brasileiro e ADESG, no ano de 2010. A organização e curadoria é de Beatriz Bessa Pretyman. Censura livre, entrada franca. Da próxima sexta até o dia 26 o Espaço Alternativo do Centro de Cultura Raul de Leoni apresenta a mostra “Skate no Foco”, visitação de segunda a sábado, 9h às 18, domingo, 12h às 17h. A exposição de artes se baseia no tema skate, modalidade de surfe urbano que vem ganhando cada vez mais adeptos, desde finais da década de 70. O evento tem patrocínio

O trabalho de Yves Serpa está à disposição no Centro Cultural Nogueira

da Coordenadoria de Juventude (SETRAC) e APES (Associação Petropolitana de Skate). Censura livre, entrada franca. A partir do dia 24, até três de julho, a Galeria Aloísio Magalhães do Centro de Cultura apresentará a exposição “Tradições Folclóricas

de Petrópolis”, de terça a sábado, 13h às 18h, domingo, 12h às 17h. Através de fotos e trajes germânicos os Grupos Folclóricos Alemães de Petrópolis contam as suas histórias. A produção é da AGFAP – Associação dos Grupos Folclóricos Alemães de Petrópolis.

Noite cultural no ITF traz música sacra contemporânea

A música sacra é tema de noite cultural

gumas de suas composições, dentre elas a “Missa Suzuki”, por meio de um “concerto

didático” em que o maestro comentará suas próprias composições.

Na cidade

Alunos apresentam show musical recheado de variedades amanhã Nesta quinta, às 19h30, tem o “VIII Show de Alunos do Curso Musical Eliana Rodrigues”, no Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura Raul de Leoni, censura livre, ingressos a R$ 12. Um show musical com grande variedade de ritmos e estilos onde as estrelas do espetáculo são os alunos do curso, colocando em prática os conhecimentos adquiridos nas aulas de guitarra, teclado, violão, contrabaixo, bateria e canto. Esse evento faz parte do calendário escolar semestral e que além de oferecer um complemento prático extra classe, promove dentro de um ambiente festivo e descontraído um momento de integração entre alunos, professores, familiares e amigos.

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 SE BEBER NÃO CASE – PARTE II – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 30h30 Depois de uma despedida de solteiro “marcante” e inesquecível em Las Vegas, Phil, Stu, Alan e Doug fazem uma viagem para a exótica Tailândia. Só que dessa vez, Stu não vai se casar com uma dançarina americana, mas fica noivo de uma moradora local. Agora, são estrangeiros em um país diferente onde a tradicional regra de que “o que acontece em Vegas, fica em Vegas” não faz o menor sentido e vão descobrir o que acontece em Bangkok. SALA 2 PIRATAS DO CARIBE – NAVEGANDO EM ÁGUAS MISTERIOSAS – Censura 12 anos – com Johnny Depp – Horários: 15h, 18h e 21h Neste conto de verdade, traição, juventude e morte, o Capitão Jack Sparrow cruza com uma mulher de seu passado, e ele não tem certeza se é amor ou se ela o está usando para encontrar a lendária Fonte da Juventude. Quando ela o obriga a bordo do Queen Anne’s Revenge, navio do temido pirata Barba Negra, Jack encontra-se diante de uma aventura inesperada, em que ele não sabe quem temer mais: Barba Negra, ou a mulher de seu passado. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 KUNG FU PANDA 2 – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão SALA 2 PIRATAS DO CARIBE 4: Navegando em Águas Misteriosas

VELOZES E FURIOSOS 5 – Operação Rio – Censura 14 anos - com Paul Walker – Horários: 20h40 - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão Dominic Toretto foi resgatado da prisão por sua irmã Mia e Brian O’Conner, que realizam um ousado resgate sobre rodas. Logo em seguida, ele desaparece. Brian e Mia vão até o Rio de Janeiro, onde encontram Vince. Ele propõe ao casal o roubo de carros que estão sendo levados em um trem, algo que, segundo ele, será uma operação simples que renderá um bom lucro. Durante a operação, Dominic reaparece e diz à irmã que os planos mudaram. Ela então leva um dos carros a um esconderijo em plena favela carioca, deixando Dominic e Brian enfrentando policiais e bandidos. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 X-MEN: primeira classe – Censura 12 anos – com James MacAvoy – Horários: 15h30, 18h10 e 20h50 - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão Anos 60. Charles Xavier é formado em teologia e filosofia e realiza um trabalho de pós-graduação junto às Nações Unidas. Na univesidade de Oxford ele conhece Erik Lehnsherr, filho de judeus que foram assassinados pelos nazistas durante a 2ª Guerra Mundial. Erik apenas escapou graças ao seu poder mutante de controlar metais, que permitiu que fugisse para a França. Ao término da guerra, Erik passou a trabalhar como intérprete para a inteligência britânica, ajudando judeus a irem para um país recém fundado, hoje chamado Israel. Charles e Erik logo se tornam bons amigos, mantendo um respeito mútuo pela inteligência e ideais do outro. Em 1965, Charles decide usar seus poderes psíquicos para ensinar jovens alunos mutantes a usarem seus dons para fins pacíficos. Nasce a Escola para Jovens Superdotados, gerenciada pelos dois amigos. SALA 2 X-MEN: primeira classe – Censura 12 anos – com Michael Fassbender – Horários: 15h10, 17h50 e 20h30 - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão SALA 3 RIO – Censura livre – Horários: 15h - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão Blu é uma arara azul que nasceu no Rio de Janeiro mas, capturada na floresta, foi parar na fria Minnesota, nos Estados Unidos. Lá é criada por Linda, com quem tem um forte laço afetivo. Um dia, Túlio entra na vida de ambos. Ornitólogo, ele diz que Blu é o último macho da espécie e deseja que ele acasale com a única fêmea viva, que está no Rio de Janeiro. Linda e Blu partem para a cidade maravilhosa, onde conhecem Jade. Só que ela é um espírito livre e detesta ficar engaiolada, batendo de frente com Blu logo que o conhece. Quando o casal é capturado por uma quadrilha de venda de aves raras, eles ficam presos por uma corrente na pata. É quando precisam unir forças para escapar do cativeiro. SE BEBER, NÃO CASE! Parte 2 – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 17h, 19h e 21h - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão

A música dá o tom da apresentação de hoje

Filmes na TV

Conhecimento

Professores da UFF debatem o Islã em cursos especiais para a UCP Professores do Núcleo de Estudos do Oriente Médio da UFF estarão na Universidade Católica de Petrópolis ministrando um curso de férias sobre o Islã, entre os dias quatro e sete de julho. O curso trará a perspectiva histórica, seus desdobramentos políticos, além de um panorama das principais crenças envolvidas no Islã e seus sistemas. De acordo com os professores envolvidos – Daniele Abilas Prates, Bruno Ferraz Bartel, Gisele Fonseca Chagas e Rodrigo Prates – o curso servirá para se refletir sobre o discurso comumente utilizado pelo ocidente, a partir do conceito de orientalismo desenvolvido

KUNG FU PANDA 2 – Censura livre – Dublado – Horários: 15h, 17h e 19h todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h – No domingo, dia 12, não haverá a sessão das 15h Po e seus amigos voltam na continuação. Jack Black lidera o elenco como o panda Po, o animal mais tranqüilo do Vale da Paz. Dustin Hoffmann fará a voz de Shifu, o mestre de kung fu certinho e durão que recebeu a tarefa de transformar o indisciplinado Po em um lutador de kung fu. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8.

Especial

Hoje, às 19h30, a Faculdade de Teologia (Instituto Teológico Franciscano) apresenta uma noite cultural dedicada à Música Sacra em uma visão contemporânea, no Salão Acadêmico da Faculdade de Teologia (ITF), Rua Coronel Veiga 550, com apoio da Editora Vozes e da UCP. O convidado é o maestro e compositor Antônio Gastão, diretor do Conjunto de Câmara Anima e Cuore, da UCP. Ele apresentará al-

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava

– Censura 10 anos – com Johnny Depp – Horários: 15h (cópia dublada) 17h50 (cópia legendada) - 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão

O Islamismo será tema de cursos na UCP em julho

por Edward Said. As aulas serão ministradas no campus BC (Rua Benjamin Constant, 213), na sala 124 sempre

no horário de 19 às 21 horas. Informações e inscrições poderão ser obtidas no atendimento de alunos do campus BC, (24) 2244 4004.

PESADELO NAS ALTURAS – GLOBO – 16H05 – COIM MARK DACASCOS - Um jovem especialista em simulador de vôo de um computador acredita que avião em que viaja está para ser sequestrado. Ele trabalha junto com os amigos para deter o sequestrador, mas acaba descobrindo que as coisas não são como elas aparentam ser e que ele deve no final, pousar a aeronave, mas não antes de solucionar um sequestro e o roubo de uma relíquia pré-colombiana! A ÚLTIMA NOITE – CULTURA – 22H15 – COM MEREYL STREEP - Momentos hilários não faltam nesse roteiro espetacular, com atuações magníficas. O novo dono do Teatro Fitzgerald vai pôr tudo abaixo. Antes que isso aconteça, Guy Noir, um segurança da casa metido a detetive, levará você para dentro do último show de um programa de rádio. Mas saiba: alguém vai morrer e uma mulher misteriosa estará nos bastidores, bem próxima de cada um. Tudo acontece em plena sintonia, como as melhores coisas da vida: o amor, uma música boa, piadas engraçadas e um pouquinho de coisas mal resolvidas, mas só um pouquinho. E se você pensar bem, apesar de tudo, o fim é só o começo de uma grande história.


quarta-feira, 15 de junho de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

economia

INSS pode desistir de ações no Supremo Tribunal Federal Fotos: Divulgação

Débora Zampier/ABr

O vice-governador Pézão anunciou os investimentos para a Baixada

Estado investe mais de R$ 600 milhões em três projetos na Baixada Guedes de Freitas / Imprensa RJ

O vice-governador e secretário de Obras, Luiz Fernando Pezão, anunciou, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, durante evento de lançamento de obras de pavimentação da prefeitura, que o Governo do Estado firmou contrato com a Caixa Econômica Federal (CEF) e com o Banco do Brasil, no valor de mais de R$ 600 milhões, para executar três grandes projetos que vão revolucionar o sistema de trânsito e aumentar a prestação de saúde pública na região: a ampliação da Via Light, a implantação da TransBaixada e a construção de um novo hospital, agora em Nova Iguaçu. Segundo Pezão, para a TransBaixada serão destinados R$ 300 milhões; para a Via Light, R$ 285 milhões; e para o hospital, R$ 120 milhões. As obras na Via Light, que hoje termina na Pavuna, vão estender a rodovia até a Avenida Brasil. Segundo o vice-governador, a licitação deve ocorrer nos próximos dias. - Uma obra importantíssima que vai possibilitar que se diminua o tempo para quem transitar de um lado para outro

da Baixada sem ter de entrar na Dutra - ressaltou Pezão. A Transbaixada já tem projeto pronto e a licitação para a escolha da empreiteira deverá ser feita em agosto, com previsão de entrega no início de 2013. Com 26 quilômetros de extensão, ela vai ligar a Washington Luís (BR-040) e a Via Dutra (BR116), pelas margens do Rio Sarapuí. A nova rodovia encontrase em fase de projeto, já que ele complementa o Projeto Iguaçu (desenvolvido pela Secretaria do Ambiente) e aguarda a remoção de todos os moradores das margens. Será uma obra impactante, segundo Pezão. – Esta vai ser uma estrada-dique que vai acabar com os transbordamentos do Rio Sarapuí em dias de temporal e, consequentemente, com as inundações de ruas e casas ribeirinhas – afirmou o vicegovernador. Pezão adiantou que os recursos para a construção do novo hospital já foram liberados pelo Banco do Brasil na semana passada. A unidade seguirá o padrão do hospital que o Governo do Estado construiu para atendimento exclusivo à mulher e que foi inaugurado em 2010 em São João de Meriti.

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está estudando a possibilidade de desistir de ações no Supremo Tribunal Federal (STF) em que há poucas chances de vitória. Segundo o presidente do INSS, Mauro Hauschild, o instituto formou um grupo de trabalho com assessores do gabinete do presidente do STF, Cezar Peluso. O objetivo é levantar quantas ações tramitam na Corte e quais poderiam ser alvo de desistência. O INSS é o campeão de processos judiciais no país. Ele ocupa o primeiro lugar da lista com os 100 maiores litigantes brasileiros, entre empresas e órgãos públicos, divulgada recentemente pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). Só na Justiça Federal, o órgão é parte em 43,12% de todas as ações. A análise das possíveis desistências está sendo feita apenas no STF, mas caso sejam efetivadas, haverá um efeito cascata em ações parecidas que tramitam em outras varas e tribunais brasileiros. Isso porque o ato na Suprema Corte criaria precedentes que podem ser usados como argumentos convincentes em outros julgamentos. Também indica como o INSS encara determinado assunto e até que ponto o órgão está disposto a judicializar a questão. Segundo o procuradorchefe do INSS, Alessandro Stefanutto, o fato de o órgão perder julgamentos sobre determinado tema seguidamente em instâncias inferio-

Hauschild disse que um grupo de trabalho está fazendo o levantamento das ações com poucas chances de vitória

res não terá influência direta nas desistências. - Há ações, como as de cotas de pensão, que acabamos perdendo em outros tribunais e ganhamos no STF - lembra. Ele se refere ao julgamento de 2007 em que o STF entendeu que a pensão por morte concedida antes de 1995 não precisava ser revisada. O entendimento foi aplicado a quase 5 mil ações sobre o mesmo tema, derrubando decisões contrárias de tribunais federais em todo o país e do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Stefanutto também afirma que o INSS não desistirá necessariamente de processos envolvendo valores baixos, uma vez que os casos poderiam repercutir em milhares de outras decisões com temas semelhantes.

- Qualquer desistência nossa tem que ser muito bem estudada, para que possamos evoluir em algo seguro - afirma o procurador. Ele acredita que a população também perde quando o INSS desiste de ações em que havia possibilidade de vitória. - Iríamos contra aqueles que pagam, aqueles que contribuem e que poderiam arcar com o pagamento equivocado de algo que não era devido. O procurador adianta que dificilmente haverá desistência em temas cujo julgamento é aguardado com ansiedade pelo órgão, como as teses do prévio requerimento administrativo ao INSS antes de o segurado ingressar com ação na Justiça e da renúncia da atual aposentadoria para que futu-

ramente uma aposentadoria maior seja concedida. Stefanutto também considera natural o alto número de ações que tem o órgão como parte. - São pelo menos 140 milhões de pessoas com relação jurídica com o INSS. É natural que tenhamos muitas ações em números absolutos. No último dia 3 de junho, a Caixa Econômica Federal desistiu de 500 processos no STF. Em cerimônia que contou com a participação do presidente Peluso, o diretor jurídico do banco, Jailton Zanon, afirmou que os processos eram de baixo valor ou tratavam de matéria já pacificada na Corte. A Caixa é a segunda maior litigante na lista do CNJ.


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Quarta-feira, 15 de junho de 2011

AVISOS E EDITAIS

Ministério Casa de Israel CNPJ em Constituição Estatuto: Sede a Rua Visconde de Souza Franco, 57 Petrópolis RJ, com Finalidade de pregar e manter a pureza do evangelho e o testemunho na comunidade dos fiéis e outras. Presidente Nélio Ribeiro de Souza

www.diariodepetropolis.com.br

6 MESES SEM

SEPULTAMENTO

Terça-feira, 14/06/11

VENÍCIO ROSSI

Cemitério Municipal José Santana , 56 anos, Corrêas, 16h Sebastião Manoel dos Santos, 89 anos, Estrada da Saudade, 14h Gioconda Daiuto Tre, 78 anos, Valparaíso, 16h30 Durval Silva, 70 anos, Centro, 16h Geralda Vieira da Silva Ramalho, 90 anos, Bingen, 15h Márcio Antônio Kling Claveland, 59 anos, Centro, 10h Arlete Cordovil Cortez, 80 anos, Duarte da Silveira, 16h15

SUA FAMÍLIA E O GRUPO VASSOURAS ROSSI COMUNICAM QUE A MISSA DE SEIS MESES SE REALIZARÁ NESTA QUINTA-FEIRA, DIA 16 DE JUNHO DE 2011, ÀS 19H, NA PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE ITAIPAVA.

Cemitério de Itaipava Não houve sepultamentos OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

15/06/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do edital dia 15/06/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 16/06/2011

14136239726

RUA PAULO RUDGE 75

Emissão:03/05/2011

Cheque Administrativo

Custas

Valor:

13971662153

Emissão:29/12/2009

Valor:

Protestar em 16/06/2011 RUA TERESA 1380

Cheque Administrativo

Custas

Protestar em 16/06/2011

Valor:

004195529000169

Emissão:30/03/2011 Custas

Valor:

Protestar em 17/06/2011 R WASHINGTON LUIZ, 1019

Número: 0012474203 Emissão:28/03/2011

Vencto: 27/05/2011 Cheque Administrativo

Custas

Protestar em 17/06/2011

A. S AMARO DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS DE

13/06/2011

Valor:

100,83 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador A. S AMARO DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS DE

13/06/2011

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

395,92

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

9313

TOTAL LUBR DO BRASIL LTDA

14/06/2011

TOTAL LUBR DO BRASIL LTDA

233,40 106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador CNPJ / CPF Terceiro Ofício - Petropolis - RJ 011117625000154 341 - BANCO ITAU SA R. do Imperador, 1021 TOTAL - Centro LUBR DO BRASIL LTDA

R WASHINGTON LUIZ, 1019

Protocolo 9209

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

RENE RAUL DOS SANTOS

284,06

237 - BANCO BRADESCO S A

339,79 ou Dinheiro Custas

106,39 Total

Protocolo 9208

275,50

011117625000154

DUPLICATA MERCANTIL

16.132,93

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

RENE RAUL DOS SANTOS

14,03 Total

237 - BANCO BRADESCO S A

381,89 ou Dinheiro Custas

106,39 Total

0,00 Tarifa

A. S AMARO DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS DE

Número: 000589

DUPLICATA MERCANTIL

118,90 Cpmf

169,20

RUA TERESA 1380

Cheque Administrativo

13/06/2011

CNPJ / CPF

POSTO RUA TERESA LTDA

Vencto: 27/04/2011

SEBASTIAO JOSE DE LIMA

270,03 ou Dinheiro Custas

100,83 Total

Protocolo 9240

A. S AMARO DISTRIBUIDORA DE PRODUTOS DE

Número: 000653 Emissão:15/04/2011

Vencto: 13/05/2011

1.060,41

16000,00

004195529000169

DUPLICATA MERCANTIL

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

POSTO RUA TERESA LTDA

0,00 Tarifa

KENIA C MAIA CORREA

16.118,90 ou Dinheiro Custas

118,90 Total

114,73 Cpmf

SEBASTIAO JOSE DE LIMA

Número: 010028

Cheque

Custas

13/06/2011

931,65

AV ROBERTO SILVEIRA 119 APT 602

Cheque Administrativo

MILLIU IND E COM DE PRODUTOS EM E V A

CNPJ / CPF

OTAVIO DA ROSA TERRA

Vencto: 29/12/2009

9215

1.046,38 ou Dinheiro Custas

114,73 Total

Protestar em 16/06/2011

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A MILLIU IND E COM DE PRODUTOS EM E V A

Número: 1061-1.

DUPLICATA MERCANTIL

Vencto: 02/06/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

FRANCISCO CARLOS PONTI

353,82 15/06/2011

Protocolo 9325 Pag: 2 14/06/2011

TOTAL15/06/2011 LUBR DO BRASIL LTDA Relação do0012465203 edital dia Número:

DUPLICATA MERCANTIL

28/03/2011 2209,53 Vencto: 27/05/2011 Acham-se Emissão: afixados neste cartório,Valor: conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: ou Dinheiro Custas 120,27 Cpmf Cheque Administrativo Custas 120,27 14,03 Total Total 2.329,80 2.343,83 0,00 Tarifa

Protestar em 17/06/2011

011117625000154

R WASHINGTON LUIZ 1019

Cheque Administrativo

Emissão:20/05/2011 Custas

120,27 Total

Protestar em 17/06/2011

Valor:

Emissão:20/05/2011 120,27 Total

Valor:

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

2.159,77

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

9309

GDAL FOMENTO MERCANTIL LTDA

14/06/2011

PENSYL TEX PETROLEO LTDA

Número: 501/01

Custas

14/06/2011

2025,47

011117625000154

DUPLICATA MERCANTIL

Cheque Administrativo

GDAL FOMENTO MERCANTIL LTDA

2.145,74 ou Dinheiro Custas

R WASHINGTON LUIZ 1019

Vencto: 30/05/2011

9308

CNPJ / CPF

RENE RAUL DOS SANTOS-EPP

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A PENSYL TEX PETROLEO LTDA

Número: 501/02

DUPLICATA MERCANTIL

Vencto: 06/06/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

RENE RAUL DOS SANTOS-EPP

2025,47

2.145,74 ou Dinheiro Custas

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

2.159,77

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 15/06/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


PONTE DO FONES As missas na Capela de Santa Teresinha do Menino Jesus, na Ponte dos Fones, são celebradas todos os sábados às 17h. Os devotos da Santa também podem procurar o local para a realização de eventos e as informações podem ser pelo telefone 2242 1300.

D

iário nos

ram um estudo para mudar o trânsito na cidade e evitar que as casas da Monsenhor Bacelar continuem somando rachaduras. Sobre a comparação foi através de um amigo informar que a prefeitura de Campos dos Goytacazes construirá uma ponte sobre o Rio Paraíba do Sul e terminar na Rua Estilac Leal onde tem um grande número de moradias e o trânsito vai aumentar.

Problema de barreira na Fazenda Inglesa tem 6 meses Já vai completar seis meses que a Rua dos Eucaliptos, na Fazenda Inglesa, não obteve sequer a retirada de uma barreira que atrapalha a passagem dos carros. Os moradores locais continuam alertando que se acontecer trepidações no início da via onde está o problema, a situação pode se complicar mais ainda.

O morador Ernani Araújo torna informar que continua mandando e-mails as autoridades pedindo o atendimento com o serviço na Rua dos Eucaliptos. Entretanto ele lamenta que sequer tenha resposta do “dia, do mês ou do ano” em que o serviço será feito no local. Afirma que enquanto isso, os moradores continuam prejudicados.

Inscrições para cursos podem ser feitas no SENAI do Bingen Continuam abertas as inscrições de vagas gratuitas nos cursos de Educação Básica de Jovens e Adultos – EJA – no programa EducaMais. São quinze vagas no ensino Fundamental da 6ª a 9ª séries e 26 no Ensino Médio da 1ª a 3ª séries. Os interessados devem ter a idade mínima de 15 e 18 anos e se inscrever na sede do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Morador volta queixar trânsito no Valparaiso Ao voltar a lamentar sobre o tráfego de veículos pesados na Rua Monsenhor Bacelar, no Valparaiso, o morador Sérgio Ricardo Simão, comparou que o problema de mudanças e construção sem consultas a comunidade, não acontecem só aqui. Ele informou ter conhecimento de fatos idênticos acontecerem em outros municípios. Simão lembrou que até agora as autoridades não fize-

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 15 de junho de 2011

– SENAI – na Rua Bingen, 130. O candidato deve apresentar original e cópia do RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de escolaridade. Caso o número de inscritos seja maior do que o número de vagas, haverá sorteio no dia 9 de julho para seleção dos que poderão efetivar a matrícula. As aulas terão início em agosto.

9

MONTECASEROS O atendimento ao público na portaria da Igreja do Sagrado Coração de Jesus, na Rua Montecaseros, 95, Centro, é de segunda a sábado de 7h45 às 11h e de 13h as 18h. Aos domingos e feriados o funcionamento é de 8h às 11h e de 16h as 18h.

“Passarela deve ter luz!” Pedestres já usam passarela sobre a BR-040 que liga a Estrada da Manga Larga. Mas moradora reclama de escuridão e até acusa assédio Ao ser procurada pela assistência social da Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora/Rio – CONCER – com o objetivo de receber donativos para serem entregues a famílias carentes, uma moradora da Estrada da Manga Larga, em Itaipava, retrucou e pediu serviços públicos nas passarelas da BR 040: - O que estamos preci-

sando aqui é iluminação na passarela recém construída que liga a Manga Larga – afirmou, pedindo para não ser identificada. – As pessoas usam a travessia somente durante o dia porque a noite é um breu. Na travessa da Praça da Confluência – próxima do Bramil – também não tem luz e as pessoas dizem que até estupro já aconteceu por lá.

A moradora afirmou que o pessoal da CONCER a procurou por ter conhecimento de que ela ajudava muito as pessoas da Manga Larga. Ao reforçar que a comunidade necessitava mesmo era de iluminação, disse que levaria o anúncio sobre os donativos a Associação de Moradores da Manga Larga – AMAL. Ainda de acordo com

a moradora, na passarela que liga a localidade do Arranha Céu a Vila Rica também não tem iluminação e que tem notícias de os moradores de lá também terem problemas com marginalidade. Afirmou que espera o atendimento da CONCER sobre a iluminação nas duas travessias que têm grande demanda de uso das pessoas.

Vila Rica continua pedindo ajuda para ter rede de esgoto A presidente Zilda Damião de Freitas, da Associação de Moradores e Amigos da Vila Rica – AMAVIR – informou ontem que o grande problema da localidade continua sendo o valão que corta a comunidade. Segundo ela, o mau cheiro e a presença de ratos e insetos são os transtornos nas residências. - Na Vila Rica não tem rede de esgoto e moradores canalizaram para dentro do valão. A coisa está insuportável – lamentou, para citar em seguida que vem pedindo ajuda da Águas do Impera-

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

Diário de Petrópolis S/A Assembléia Geral Ordinária Pelo presente edital de convocação, ficam convidados os senhores acionistas do Diário de Petrópolis S/A, a se reunirem em Assembléia Geral Ordinária no dia 27 de junho de 2011 em primeira convocação às 18:00hs ou segunda convocação às 19:00hs com qualquer número de acionistas, em sua sede na Rua Epitácio Pessoa, 84 – Centro-Petrópolis(RJ), a fim de deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a)Eleição nova diretoria 2011/2012 b)Eleição Conselho Fiscal Petrópolis 12 de junho de 2011 Paulo Antônio Carneiro Dias

dor, no sentido de resolver a situação na localidade. Zilda acrescentou ainda que o problema começou logo depois que as casas foram entregues há vinte anos. Perguntada sobre problemas de assédio ou mesmo casos de estupros na passarela sobre a BR-040, a líder comunitária disse que não existiu nada disso e que a passagem só veio contribuir com os moradores mesmo não tendo iluminação. Lembrou que era grande o número de atropelamentos no local até que foi construída a travessia segura.

Zilda, presidente da AMAVIR, reclama mau cheiro do valão


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 15 de junho de 2011

ESPORTES

Um torneio sensacional - Com jogos de excelente nível técnico e grandes surpresas o Torneio Quenns na Inglaterra da Classe 250, mostrou que esse ano Wimbledon poderá ter um dos melhores torneios dos últimos anos, o francês Jo-Wilfried Tsonga, foi a grande surpresa chegando a finalíssima após derrotar ninguém mais ninguém menos do que o top one, Rafael Nadal, com um impressionante jogo de saque voleio e um acachapante 6/1 no terceiro e decisivo set. Mas na final prevaleceu a melhor técnica do número 4 do mundo o britânico Andy Murray, que em uma virada épica conquistou o segundo título no torneio venceu por dois sets a hum, com parciais de 3/6-7/6 e 6/4. A vitória de Murray dá mais uma vez esperança para os ingleses que não conquistam o torneio em casa desde o longínquo ano de 1936. A boa performance atual de Murray pode ser pela nova parceria entre o britânico e o treinador australiano Darren Cahil, que entre outros grandes jogadores já foi treinador o ex-número 1 o australiano Leyton Hewwitt e do americano Andre Agassis, outro Top One da ATP. Aniversários movimentam mês de julho - Parabéns a Paulo Areas e Décio Lôbo que aniversariaram ontem, hoje é dia do Aluysio e logo chegam os aniversários do Ricardo Pinto e do Serjão, todos tenistas de categoria e integrantes do time de bem com a vida. A volta de Serena - A norte americana Serena Willians de 29 anos, retorna as quadras após 1 ano de afastamento, desde o dia 3 de julho quando conquistou Wimbledon, não jogou mais profissionalmente. Ela teve de passar por cirurgias no pé e ainda teve uma embolia pulmonar que quase a matou. Serena ex-número 1 do mundo e atualmente a detentora

de maior títulos de Grand-Slam em atividade com 12 vitórias. Serena é mais uma grande atração no ranking feminino que tem a dinamarquesa Caroline Wozniacki como líder desde o início do ano para alegria de seu imenso fã clube no Petropolitano, comandado pelo Peter, professor Manoel, Lôbo e outros. XX Bauermtennis - E já estão abertas as inscrições para a realização da 20ª edição do Bauerntennis, o torneio mais charmoso do calendário Petropolitano que reúne as melhores 64 raquetes da cidade em jogos das classes A, B e C, com os classificados até a quarta colocação – duplas - recebendo troféus e medalhas, ainda são homenageados destaques especiais, pessoas ligadas ao departamento de tênis do alvinegro e que sempre contribuem para o crescimento do esporte branco em nossa cidade. Continha o inferno astral de Ricardo Mello - O brasileiro Ricardo Mello, 90 do mundo, segue sua rotina de derrotas em quadras de grama em sua carreira, na segunda na estréia no torneio de Hertogenbosh na Alemanha foi derrotado pelo tenista Fillippo Volandri, 86 da ATP, por dois sets a zero com parciais de 6/4 e 7/6. Vamos torcer pelo garotinho na grama sagrada de Wimbledon. Eleição no Petrô - Nessa sexta-feira, tem eleição presidencial no Petropolitano Foot-Ball Club, com Arnaldo Rippel, atual presidente que tenta mais uma reeleição para terminar seus objetivos frente ao clube alvinegro, principalmente nesta fase que antecede o centenário do clube mais vitorioso social e esportivamente de Petrópolis e um dos principais do estado. Boa sorte para estes três nos. Fiquem com DEUS, ótima semana e até sábado com mais Notícias do Tênis.

Cristiano Ronaldo quer R$ 54 milhões para se transferir ao City, diz jornal O jogador português Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, pediu um salário anual de 23,5 milhões de libras (aproximadamente R$ 54 milhões) para se transferir ao Manchester City, segundo publicou neste domingo o tabloide britânico Sunday Mirror. O periódico cita amigos do jogador que asseguram que o craque merengue foi informado através de intermediários sobre uma proposta ‘que sacudirá os alicerces do futebol’. De acordo com a publicação, o proprietário do Manchester City, o bilionário xeque Mansour Bin Zayed Al Nahyan, estaria disposto a pagar ao Real Madrid 170 milhões de euros (aproximadamente R$ 389 milhões) e aceitar as exigências salariais do português. As fontes citadas no Sunday Mirror confirmaram que Ronaldo também pediu a camisa número 7, a braçadeira de capitão e garantias de que sempre será o jogador mais bem pago do clube. - Cristiano diz que houve contato entre ele e uma terceira parte. Ele diz que está extremamente empolgado pelo nível que a proposta pode atingir. Cris-

tiano diz que lhe pagarão o que for necessário para que ele seja jogador do City - assegurou uma fonte próxima do jogador. - Cristiano diz que quer 452 mil euros (cerca de R$ 1 milhão) por semana, porque os impostos são mais altos na Inglaterra - acrescentou a fonte do Sunday Mirror. Apesar dos números envolvidos, a transação é considerada possível de ser concretizada, dado que o xeque Mansour tem fortuna pessoal estimada em 22,6 bilhões de euros (cerca de R$ 52 bilhões), fora os ativos de sua família, avaliados em 678 bilhões de euros (aproximadamente R$ 1,5 trilhão). No passado, Ronaldo manifestou que, se voltasse à Inglaterra, seria apenas para jogar no Manchester United, clube que defendia antes de seguir para o Real Madrid há duas temporadas. Porém, de acordo com o jornal, a carência de títulos do clube merengue - com o qual só ganhou a Copa do Rei - e suas diferenças táticas com o treinador da equipe, seu compatriota José Mourinho, fizeram o camisa sete merengue considerar a possibilidade de se transferir.

edsondiario@yahoo.com.br

Petropolitano homenageia os gêmeos do Manchester United A diretoria do Petropolitano prestou justa homenagem aos gêmeos Fábio e Rafael que atuam no Manchester United, da Inglaterra. A solenidade aconteceu na noite da última segundafeira no salão nobre do clube. Entre os presentes o secretário de Esportes Carlos Alberto Lancetta, que representou o prefeito Paulo Mustrangi e o vereador Tiago Damaceno. Pelo menos 50 pessoas foram ao clube para prestigiar os craques, que começaram carreira no Boa Esperança, passaram pelo Petropolitano e depois seguiram para o Fluminense, de onde saíram para o clube inglês. Fábio e Rafael chegaram esbanjando simpatia durante todo o tempo que estavam no Petropolitano e tiveram que posar para muitas fotos. Os atletas estavam acompanhados de suas respectivas esposas e dos pais José Maria, conhecida como ‘Zecão’ e Laurinda. Leandro Kronemberger, um dos treinadores dos craques, lembrou que os jogadores são exemplos para a nova geração. - Tive a oportunidade de treiná-los durante cinco anos e acabei conquistando o título estadual em 2002 – comentou Berg. Aparentemente emocionado, o presidente do Petropolitano Arnaldo Rippel, disse que para o clube é uma honra ter dois jogadores de sucesso. – Agradeço a família Kronemberger, se referindo ao vice-presidente Délio, por ter trago para nossa agremiação estes dois craques. Já o secretário de Esportes, Carlos Alberto Lancetta

Alan Alonso

Délio Kronemberger, Arnaldo Rippel, Rafael, Fábio e Berger: gêmeos receberam homenagens

Esta foto mostra os craques com a camisa do Petrô: Filipe Contage, Rafael, Fábio e William

contou que o Petropolitano não só formou atletas como dois homens. – Eles chegaram ao estrelato e não esqueceram as origens. Espero que eles sirvam como referência para esta turma que está chegando

ao clube – elogiou. Além de troféus, diplomas e camisas do Petropolitano, os gêmeos receberam Moção Congratulatória das mãos do vereador Tiago Damaceno. Fábio e Rafael passam férias

no Brasil e devem retornar à Inglaterra em breve. Cerca de 20 atletas do Projeto de Responsabilidade Social, do qual os gêmeos são padrinhos participaram da solenidade.

Knob conquista etapa do Estadual de downhill na categoria Elite A pista de downhill de Paraíba do Sul, no interior do estado, parece dar mesmo sorte ao piloto petropolitano Diego Neumann, o Knob. No mesmo lugar onde, no ano passado, ele foi campeão brasileiro do esporte na categoria Expert, neste fim de semana, Knob conquistou a liderança novamente, desta vez, na terceira etapa do Campeonato Estadual e pela categoria Elite, a mais disputada entre os atletas. Com a vitória e descontando seu pior resultado até agora, conforme a regra do evento, ele se tornou atual líder no campeonato, com 23 pontos. O segundo colocado, André Bretas, de Minas Gerais, está com 22 pontos e o terceiro apenas com 10. Mais de 180 pilotos participaram desta etapa. Os treinos de Diego para a corrida começaram no A equipe de futebol Sub13 do Projeto Social Esporte para o Futuro (foto) sagrou-se campeã do Torneio de Futebol Soçaite do bairro Boa Vista. O evento aconteceu na última semana e foi organizado pelo presidente da Associação de Moradores Djalma Fragoso e sua equipe de esportes. Emerson e Daniel foram os artilheiros do torneio e Fred o melhor goleiro. O campeão contou com os seguintes jogadores: Yasmin, Daniel, Renan, João Vítor, Enrique, Biel, Fred, Patrick, Emerson e Taian. Técnico: Ney Torres.

Divulgação

Mais uma vez o Petropolitano conquistou um título importante

sábado, um dia antes da descida valendo. De acordo com o piloto, a vitória não foi conquistada apenas porque ele já conhecia a pista, pois, um ano após o Brasileiro, mudanças foram feitas, dificultando o traçado - Além disso, o terreno da pista mudou muito de sexta-feira pra

domingo, quando os atletas estavam treinando. Ela estava com bastante pó, mas me concentrei muito e sabia que precisava completar a prova, para poder continuar na disputa do campeonato – explicou ele. As outras duas etapas ocorreram nas cidades de Miguel Pereira

e Macaé. Nelas, Knob conquistou o oitavo e quarto lugares, respectivamente. Este é o primeiro ano que ele disputa o campeonato pela categoria Elite, por causa disso, o atleta lembrou que, em suas primeiras corridas, ficou nervoso e acabou não fazendo boas descidas, perdendo importantes colocações. Já agora, com um pouco mais de experiência, ele espera continuar defendendo a liderança do campeonato. - Fora isso, também acabei de voltar de uma lesão no braço. Não estava 100% nesta etapa, mas mesmo assim consegui vencer. Espero continuar conseguindo bons resultados para as próximas etapas – completou. Knob conta com o apoio da Manbras Lagos, Pedal. com.br, Optic Nerve, Rock Shox, Truvativ, Avid, Sram


Diario de Petropolis