Page 1

Diário

de Petrópolis

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

56 anos

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.793 - Sexta-feira, 11 de março de 2011

Acidentes na BR-040 deixam dois mortos e 19 feridos

Fotos: Roberta Müller

O caminhão desgovernado atingiu outros 14 veículos, feriu 19 pessoas e provocou a morte de um motorista

Os bombeiros fizeram os primeiros atendimentos e encaminharam os feridos para um hospital em Caxias

O carro de André Victor Buitoni Silva ficou destruído, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local

No outro acidente, uma carreta que transportava madeira tombou e pegou fogo, o motorista morreu

Um acidente envolvendo 15 veículos deixou um morto e 19 feridos na tarde de ontem, na descida da Serra, altura do km 91 da BR-040. Entre

os feridos está a vice-cônsul do Japão no Rio de Janeiro, Ayumi Yamashita. André Victor Buitoni Silva morreu no local. A mesma rodovia já havia

Guédon quer mudanças no organograma

Região Serrana recebe visita da CPI da Alerj A CPI da Região Serrana, vai visitar Teresópolis e Nova Friburgo (Página 10)

CNBB lança campanha da Fraternidade CNBB alerta católicos sobre os perigos do aquecimento do planeta (Página 4)

ficado interditada horas antes em função de um caminhão que tombou e pegou fogo, no km 94. O motorista morreu carbonizado. (Página 5)

Guédon quer “desinchar” a máquina

Phillipe Guédon, membro do comitê gestor do portal comunitário Dadosmunicipais, defenderá a mudança no organograma da prefeitura, diminuindo o número de secretarias e de servidores, “desinchando” a máquina administrativa. O texto final do Plano Diretor deverá ser votado até agosto (Página 3)

Rossi cobra maior fiscalização da ANTT Uma fiscalização adequada na BR-040, em especial nos trechos da Serra, foi o que o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) cobrou da

Preço dos remédios deve subir até 6%

(Página 7)

Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). O excesso de peso e velocidade e má sinalização podem ser as causas de acidentes. (Página 3)

Nove cidades decretam estado de calamidade

(Página 4)

Aumenta o número de pedidos de falência

(Página 10)

Mustrangi acompanhou o início das obras da Estação de Tratamento

Prefeito Mustrangi anuncia benefícios para a Posse O prefeito Paulo Mustrangi esteve ontem no distrito da Posse, onde determinou o início da reforma do antigo prédio da Light, que abrigará um Centro de Educação Infantil (CEI) e acompanhou as obras da ETE. (Página 3)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Universidade do futuro: o plágio?

Ponto e Contraponto Antônio Cláudio Gomes

CINZAS O papo da esquina é a fonte onde colocamos os assuntos em dia. Depois do recesso do Carnaval, a conversa predominante ainda é a vitória da Beija-Flor de Nilópolis na Sapucaí com o enredo do rei Roberto Carlos. Como no futebol tivemos os que comemoraram e os que chiaram. Aos poucos a vida volta ao cotidiano e as movimentações políticas se acentuam. ESQUENTANDO OS TAMBORINS Ano que vem é ano eleitoral. Vamos às urnas para eleger prefeito e vereadores. Em Petrópolis, os nomes que mais aparecem nas rodas informais são as dos exprefeitos Rubens Bomtempo e Leandro Sampaio; dos deputados estaduais Bernardo Rossi e Neskau; além, é claro, da reeleição de Paulo Mustrangi. Por enquanto, as articulações ficam mais nos bastidores e vão sendo reveladas aos poucos, como num jogo de pôquer, onde cabe blefe e ninguém quer mostrar as cartas. NA REDE Muito comentado o artigo de Rachel Sheherazade sobre o Carnaval. Na publicação, a jornalista do Tambaú Notícias vai desconstruindo vários mitos sobre a festa. ACESSO É sempre bem vinda a notícia de que mais estudantes vão ter a oportunidade de entrar na Universidade. Depois da Prefeitura de Petrópolis, chegou a vez do governo estadual disponibilizar bolsas de estudos para Universidade Católica de Petrópolis. É uma forma de compensar a falta de uma universidade pública presencial no município. As vagas em questão são para os chamados cursos politécnicos. O grão-chanceler da UCP, bispo Dom Filippo Santoro, tem trazido essas parcerias para a instituição.

 Nelson

Valente

A

universidade é uma instituição plurifuncional. A pesquisa é, ao lado da docência, uma das funções básicas dessa instituição. Recentemente, os autores subdividem as funções da universidade em docência, pesquisa e extensão ou de serviços ou em missão cultural (transmissão e conservação do saber), missão investigadora (produção e progresso do saber), missão técnicoprofissional (formação de profissionais de alto nível) e missão social (serviço social da universidade). Qual será a universidade do futuro? Substituirão as atuais salas de aula? Cada escola terá a sua missão, que não se bastará com a simples transmissão do saber, pois deverá se identificar com as necessidades do mercado de trabalho. Esse registro é que dará força à palavra “tecnoestrutura”, criada por Galbraight para identificar a trilogia governo,empresa,escola. Nunca essa ligação será tão oportuna e, por isso mesmo, tão indispensável. A universidade sempre teve como objetivo cultivar e transmitir o saber. Depois, sob o impacto determinado por novas exigências, constatou-se a necessidade de ampliar os conhecimentos, produzir novos saberes, e o meio pri-

A KOMBI ELÉTRICA O Salão do Automóvel de Genebra, na Suíça, apresentou o novo modelo elétrico de um dos carros mais tradicionais da marca: a Kombi. O automóvel aparece com design inovador e muita tecnologia. O veículo, que ficou famoso no Brasil nas décadas de 50 e 60, já foi um dos mais vendidos da história da Volkswagen, junto com o Fusca. PRÊMIO GUERRA-PEIXE Atendendo a pedidos transcrevo a seguir a lista dos concorrentes ao Prêmio Guerra-Peixe de Cultura, por categoria: Música – Dudu King (Conjunto da obra); Marcio Negócio (Velho Samba Novo); Marcelo Coutinho (Camerata Natalina); Marco Aurélio Lischt (concerto de reinauguração do órgão da Catedral São Pedro de Alcântara); Teatro – Espetáculo musical “Um Sarau Imperial”; Cia Teatral Língua de Trapo (Teatro de rua - Tukutuka no Brasil); Espetáculo musical “Encanta Noel”; Frank Lopes (“Venha rir de mim”); Dança – Allan Keuppert (Evolution); Laell Rocha (conjunto da obra); Artes Visuais – Pollo Rios (Arte sem texto); Arte Garagem 2010; Drica Soares (Aporia); Roberto Franco Valente (20 anos depois); Literatura – Valdir Pietre (Saco e Vanzetti & Che Guevara em Petrópolis; Vera Abad (Dona Cotinha e o segredo da caixa de costura); Denilson Araújo (Alegria de boa lavra – artefatos de ler); Fernando Py (Confissão Geral); Canto Coral – Coral Municipal de Petrópolis (Conjunto da obra); Princesas Cantoras (Concerto de Primavera); Coral Nheengarecoporanga (CDDH); Cant Vox (Concerto de Natal); Comunicação –; Marcio Salerno (conjunto da obra); Caderno Lazer (Tribuna de Petrópolis); Net Petrópolis; Jornal de Petrópolis; Audiovisual – Leandro Zappala (Vídeo “Residência Artística em Estocolmo” (Quarto Physical Theater); Geórgia Guerra-Peixe (Documentário “O Samba que mora em mim”); Produção Cultural – Petrópolis em Cena Produções Culturais.; Viva Cultura Planejamento Cultural, SESC; Dell’ Arte Soluções Culturais; CATEGORIA ESPECIAL – SAV (Sociedade Artística Villla-Lobos), Covil Imaginário (Mostra Minimalista); Banda 1o de Setembro (Concertos dos 100 anos); SOPEF (50 anos); Notório Reconhecimento – Lan. Contatos com a coluna: antoniocgomes@hotmail.com e no Twitter: @AntonioClaudio7

vilegiado foi a pesquisa. Tomemos, a título de ilustrações a questão da linguagem, que muitas vezes é o elemento responsável pela não divulgação ou, o que é equivalente, pela não compreensão das pesquisas. Inúmeras delas vêm involucrudas numa linguagem hermética e fechada, acessível apenas ao pequeno grupo de iniciados. A linguagem, ao invés de tornar transparente e acessível, obscuresse e esconde. É necessário que a divulgação ultrapasse a barreira acadêmica e, no caso da pesquisa educacional, atinja as redes do Ensino Fundamental e Médio, os pais, os alunos e a comunidade. Um problema crescente e preocupante nos meios educacionais: o plágio. A palavra plágio vem do latim plagiu, plágios, oblíquo, indirecto, astucioso, copia fraudulenta do trabalho de outrem que um autor apresenta como sua. Potencializada pela era digital, esta prática danosa não apenas representa um novo desafio para os educadores como também mexe com os padrões éticos da sociedade brasileira. Mais do que crime previsto pelo Código Penal, o plágio é uma deformação do aprendizado para a vida e um desestímulo à competição saudável pelo mercado de trabalho. O pesquisador, sobretudo aquele que ainda é aluno de algum programa

de pós-graduação, vê-se na contingência de respeitar determinados prazos que são estabelecidos sem levar em consideração a índole particular de seu trabalho pressionado pela duração das bolsas ou por montantes fixos de recursos. É exemplar, neste contexto, o recente episódio da demissão do catedrático da Universidade de São Paulo que publicou numa revista estrangeira um trabalho com gráficos copiados de outra obra científica. Doutor em bioquímica, orientador de mestrado e doutorado, ele teve o currículo maculado por ter incorrido na chamada cultura da cópia, que consiste em utilizar ideias alheias sem dar o devido crédito a seus autores. Infelizmente, esta prática tornou-se tão comum nas escolas e universidades brasileiras que se criou uma próspera indústria de produção de trabalhos escolares. Sob pretexto de não dispor de tempo para pesquisar, estudantes de todos os níveis encomendam a especialistas, mediante pagamento, até trabalhos de conclusão de curso: na graduação (TCC); na pósgraduação (lato sensu), no (stricto sensu) mestrado ( dissertação) e doutorado (tese). Alertados pelo crescimento de tais práticas, escolas e professores intensificam a vigilância, mas nem sempre estão preparados para detectar fraudes. Há educadores que preferem ignorar o problema, sob

pretexto de que o aluno plagiador está prejudicando a si mesmo. Não é bem assim. Universidades da Europa e dos Estados Unidos já desenvolvem sistemas eficientes de fiscalização, além de submeter os estudantes a regras claras e a punições rigorosas para o plágio. Parece ser o caminho mais adequado: cabe às escolas e universidades brasileiras priorizar esta questão, não só elevando a vigilância sobre potenciais fraudadores, mas ensinando aos alunos como fazer pesquisas com proveito, ética e transparência. Se queremos projetar a universidade brasileira para os próximos trinta anos. Viveremos uma outra época, de incríveis conquistas científicas e tecnológicas, alimentadas pelo uso de computador e da Internet, e é claro que a indústria do conhecimento, representada pelos nossos pesquisadores, não poderá concorrer com os produtos de outras nações se não estivermos devidamente apetrechados, inclusive do ponto de vista dos recursos humanos qualificados. O ingresso do Brasil ao Primeiro Mundo não pode se cingir a um exercício de retórica. Deve ser algo muito mais consistente, que passa pelos cuidados com a educação, a ciência e a tecnologia.  Professor universitário,

jornalista e escritor

Voto distrital

CAMPANHA DA FRATERNIDADE Por falar em Dom Filippo, o tema da Campanha da Fraternidade da CNBB de 2011 é a vida no planeta. O objetivo é despertar as pessoas para o debate e as ações em torno da preservação ambiental.

SEXTA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2011

 Marcos

Coimbra

E

nquanto engrossam as críticas ao voto proporcional, que adotamos desde a Constituição de 1934, o voto distrital ganha adeptos. De repente, ele parece ter se tornado uma quase unanimidade no meio político, depois de permanecer durante anos como uma hipótese remota para os insatisfeitos com o modelo que temos. Na sua acepção tradicional, voto distrital é um sistema eleitoral em que cada uma das subdivisões territoriais de um país, os chamados distritos eleitorais, elegem um ou mais representantes para o Legislativo (no caso de países bicamerais - onde há o equivalente aos nossos Senado e Câmara dos Deputados – apenas para a chamada Câmara baixa). No âmbito de cada distrito, ganha o candidato mais votado (ou os candidatos). Ou seja, é um mecanismo de escolha de deputados (e, em alguns lugares, de vereadores) análogo ao majoritário, que existe nas eleições para o Executivo e o Senado. Com raras exceções (exclusivamente de países pequenos, como Israel e Holanda, onde há apenas um), os distritos eleitorais são mais abrangentes que as municipalidades e costumam ser menores que estados ou províncias, tanto em extensão geográfica,

quanto em população. Os Estados Unidos, por exemplo, que adotam fórmulas de voto distrital desde a independência, têm hoje 50 estados e 435 distritos eleitorais. Na França, são 26 regiões administrativas e 577 circunscrições eleitorais. Nos dois países, cada distrito elege um representante. Em quase todos os lugares, o número e o desenho dos distritos foi variando ao longo do tempo, em função de migrações internas e outros movimentos demográficos. Nos Estados Unidos, nos últimos cem anos, alguns estados ganharam e outros perderam população, o que fez com que aumentasse a diferença entre eles na quantidade de distritos, e, portanto, no número de representantes. Hoje, o que mais tem, que é a Califórnia, está com 53 distritos, enquanto outros 36 estados têm menos que 10 (7 somente um). Somados, os 20 estados menores têm menos peso na House of Representatives que a Califórnia, o que aumenta a importância do Senado, onde se procura compensar esse desequilíbrio assegurando a todos a mesma representação (note-se, porém, que isso pode não ser um problema, pois o relevante, nos países que adotam o voto distrital, não é a representação dos estados e sim a dos distritos). Seus defensores costumam argumentar que é um sistema que maximiza a proximidade entre eleitor e eleito. Na medida em

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Subeditora: Jaqueline Gomes

D

que os candidatos têm que disputar o voto de distritos relativamente pequenos e homogêneos (em termos demográficos, pois eles podem ser muito grandes em extensão territorial, como acontece no caso do maior estado americano, que é o Alaska, onde só há um), os cidadãos tendem a conhecê-los melhor e a ter mais condições de acompanhar o desempenho dos parlamentares. Daí derivam, no entanto, duas consequências indesejáveis do sistema distrital. Uma é a baixa renovação da representação, decorrente das sucessivas reeleições que são típicas dele. Outra é a tendência a que ela se torne paroquial, com representantes especializados em questões de interesse circunscrito e impacto local (o que faz com que se pareçam a “despachantes de luxo” de cidades e regiões). Mas o problema mais grave de qualquer sistema eleitoral baseado no voto distrital é a representação das minorias. Nele, algo que acontece com a democracia, de uma maneira geral (na medida em que é um regime de predomínio das maiorias), pode se tornar uma questão concreta e grave. Não é impossível que muitos e, no limite, todos os representantes dos distritos de um país sejam eleitos por um só partido, em eleições decididas localmente por pequenas margens. No caso extremo: todos os deputados se elegem com

IÁRIO DE PETRÓPOLIS 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

51% dos votos em seus distritos. A Câmara dos Deputados seria formada por 100% de parlamentares de um mesmo partido e 49% do eleitorado ficaria sem representação. Sempre se pode dizer que essa situação não aconteceria no mundo real. O problema persiste, no entanto, especialmente em países multipartidários, onde a dispersão dos votos dos partidos menores tende a inviabilizá-los. Que é a razão de quase todos que adotam o voto distrital terem apenas dois partidos (ou pouco mais que isso) e de estarem se tornando comuns em alguns, como a França, candidaturas nãopartidárias, de indivíduos que pretendem representar o distrito articulando maiorias locais em torno de pautas extra-políticas (econômicas, sociais ou étnicas, por exemplo). Já tivemos voto distrital no Brasil. A rigor, se contarmos todo o tempo em que o tivemos, no Império e na República Velha, passamos mais tempo com ele que os 77 anos de voto proporcional. É tão grande, contudo, a diferença entre o Brasil de então e o de agora que pouco temos a tirar da experiência. Podemos inventar um novo sistema distrital? É claro que sim, mas os riscos são grandes. É alta a chance de não resolver os problemas que temos e de somar outros a eles.  Sociólogo e presidente

do Instituto Vox Populi

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de março de 2011

3

cidade

Mustrangi anuncia benefícios para a Posse O prefeito Paulo Mustrangi passou a manhã de ontem no distrito da Posse e determinou o início da reforma do antigo prédio da Light, que abrigará um Centro de Educação Infantil (CEI), com a inclusão de uma biblioteca e um Centro de Inclusão Digital (CID). A unidade terá a capacidade de absorver uma demanda de cerca de 100 crianças. A expectativa é que até agosto deste ano a CEI esteja em funcionamento. “O futuro de nossas crianças passa diretamente por uma educação de qualidade e o meu governo está investindo de maneira muito sólida para que esse quadro seja concretizado. Além deste aspecto, vamos oferecer tranquilidade para muitas mães que não podem trabalhar, pois não conseguem deixar seus filhos em locais adequados. Vamos atender uma reivindicação antiga dos moradores da Posse, principalmente das mães, e que nunca teve uma resposta eficaz por parte do poder público. O meu trabalho está estruturado em cada bairro e distrito da cidade, com investimentos na saúde, educação, obras e diversas outras frentes”, destacou Mustrangi. O prefeito também acompanhou o início das obras relativas a implementação de redes coletoras e a construção da Estação de Tratamen-

Ascom - PMP

População elogia investimentos

Oswaldo da Costa Frias, Stênio Nery, Mustrangi e Aparecida Barbosa no prédio antes usado pela Light e que abrigará um Centro de Educação Infantil

to de Esgoto (ETE), em uma parceria com a concessionária Águas do Imperador. O equipamento beneficiará mais de 7,5 mil habitantes e terá a capacidade de tratar 900 mil litros/dia. Atualmente a cidade tem 64% do esgoto tratado. Após o Fotos: Arquivo

Guédon espera que a Câmara e prefeito aprovem as emendas ao Plano

Plano Diretor pode desinchar a administração do município Vinicius Henter viniciushenter@diariodepetropolis.com.br

O texto final do Plano Diretor deverá ser votado até agosto, e já no dia 11 de abril será realizada a audiência pública para apresentação das emendas populares. Phillipe Guédon, membro do comitê gestor do portal comunitário Dadosmunicipais, defenderá a mudança no organograma da prefeitura, diminuindo o número de secretarias e de servidores, “desinchando” a máquina administrativa. Ele acredita que haja ambiente para a aprovação da sugestão pela Câmara e pela prefeitura. Segundo dados do Guédon, o número de servidores da prefeitura passou de 5.556 em 1989 para 9.439 em 2007. Ele também critica a quantidade de secretarias, 24, já que são 24 pessoas diretamente ligadas ao prefeito. “Administrar a prefeitura com o atual organograma é impossível. Não há quem consiga pagar a conta dela, e as dívidas só vão crescendo. Estamos gastando mal e sem clareza. O número de servidores tem aumentado sem cessar ao longo dos governos. Com a informática, não reduziu nada. Com a terceirização, não reduziu nada também”, disse. As emendas populares e dos vereadores serão defendidas em audiência pública.

Depois, as propostas serão analisadas pela Comissão Especial para Revisão e Estudo do Plano Diretor, presidida pelo vereador Thiago Damaceno (PV), que dará o seu parecer para votação em plenária. Caso os vereadores aprovem, caberá ao prefeito sancionar ou vetar. Assim como acontece com os projetos de lei, os vereadores poderão derrubar um possível veto do prefeito Paulo Mustrangi a alguma emenda popular ou de vereador para o Plano Diretor. “Temos trabalhado muito mais com a Câmara do que com o executivo. Na Câmara, há um excepcional ambiente para acolher e para acatar as propostas da comunidade. No executivo, temos um ótimo diálogo, mas não conheço nenhum trabalho concreto em relação a uma grande reforma administrativa”, disse. Planos Setoriais O Plano Diretor definirá os rumos das políticas para a cidade nos próximos oito anos. Outra proposta do portal Dadosmunicipais é em relação aos planos setoriais. Cada secretário ou presidente de companhia seria responsável pela elaboração do plano em sua área. A proposta é que seja criada a “Lei do Planejamento de Petrópolis”, com a primeira parte sendo o Plano Diretor, e a segunda, o Plano das Políticas Públicas Setoriais.

término da ETE da Posse, do Piabanha e de Nogueira, o município contará com 80% do total de esgoto produzido tratado. “Por muitos anos o distrito da Posse estava esquecido, com poucas melhoras concretas. Estamos mudando essa realidade e os

moradores já podem ver os avanços que o governo municipal implantou no distrito”, disse Mustrangi. O prefeito também visitou a Escola Municipal Beatriz Zaleski, que passa por uma grande reforma. Na unidade educacional estão

sendo investidos mais de R$ 400 mil, com o aumento do número de salas e reforma de toda infraestrutura do prédio. Mustrangi destinou mais de R$ 15 milhões para a reforma e ampliação de mais de 31 escolas da rede municipal.

A dona de casa Maria da Conceição Rabello de Freitas disse que “antes duvidava que o prefeito trouxesse tantas melhorias para o distrito. Mas, até o momento, foi o único que cumpriu as promessas. Quero agradecer a ele (prefeito) pela sinceridade e por estar aqui sempre presente, atendendo as pessoas e ouvindo nossos pedidos”. Já o aposentado Sebastião Gracindo elogiou o serviço de limpeza, a coleta de lixo e falou ainda sobre a ETE que está sendo instalada e a futura obra de revitalização do distrito. “O prefeito está de parabéns. Está tudo funcionando direitinho, nota 10 para ele. Eu falo mal quando está ruim, mas reconheço que a Posse melhorou muito com a presença do prefeito”. Mustrangi estava acompanhado pelo viceprefeito Oswaldo da Costa Frias, pelo secretário de Obras, Stênio Nery, pela secretária de Saúde, Aparecida Barbosa, pelo vereador Samir Yarak e pelo diretor da Águas do Imperador, Marcio Salles.

Bernardo Rossi cobra fiscalização da ANTT na administração da BR-040 O deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) cobrou da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) fiscalização adequada na BR-040, em especial nos trechos da Serra. Excesso de peso e velocidade e má sinalização podem ser as causas de dois graves acidentes envolvendo três caminhões e onze carros na tarde desta quinta-feira (10.03) deixando fechada a estrada por mais de três horas. Os acidentes foram registrados entre dois e quatro quilômetros antes da balança de pesagem dos veículos de carga. Só ano passado e apenas nos trecho entre Rio e Petrópolis foram registrados 205 acidentes envolvendo veículos de carga. “A pesagem dos veículos só é feita – quando é feita – nas proximidades de Xerém, quando os caminhões e carretas já passaram por toda a pista de descida da Serra. O posto deveria funcionar na saída da cidade, ainda em Petrópolis, para evitar que veículos com excesso de peso trafegassem colocando a vida de usuários em risco e danificando a rodovia”, afirma Bernardo Rossi. Ao longo de 2010 foram registrados 205 acidentes envolvendo veículos de car-

Trecho da rodovia entre Rio de Janeiro e Petrópolis: na via, os acidentes envolvendo mortes são constantes

ga tanto na pista de descida quanto na de subida. “Também questionamos a sinalização, ineficiente, que contribui para os acidentes. Uma outra questão, como vista ontem, foi a fiscalização pós-acidente. Muitos motoristas usaram o acostamento na tentativa de chegar ao destino mais rápido. Estava chovendo, o que ainda agravava a situação e não existia fiscalização nem

punição para estes infratores”, completa. A Assembleia Legislativa, atendendo a uma solicitação do deputado estadual Bernardo Rossi, instalou uma comissão especial para rever o contrato da Concer, concessionária que administra a Rio-Petrópolis. A comissão vai pedir, ao longo do trabalho, mais rigor da ANTT sobre a Concer. “Além das

vítimas fatais e feridos, os prejuízos aos usuários da estrada, que pagam um dos pedágios mais caros do país, são lamentáveis. Pessoas perdem trabalho, estudo, audiências jurídicas, prazos de entrega, enfim, todos os compromissos em que haja necessidade do deslocamento entre os dois municípios separados por apenas 60 quilômetros”, completa Bernardo Rossi.

mados de todas as chuvas”. No último dia 2, o tema foi a “avaliação do momento atual e as perspectivas para os trabalhadores”. No dia 19, o PSOL fará o debate “em defesa do transporte de qualidade”. E, no dia 31, “em defesa da educação”. “Nesta atividade, o PSOL se coloca na rua para dialogar com a sociedade sobre variados problemas da cidade, do nosso país e do mundo. É uma oportunidade do PSOL falar o que pensa e também de encontrar as pessoas”, disse Ester Mendonça, presidente do PSOL.

Sem representação na Câmara e com menos de cem filiados na cidade, o PSOL busca mais militantes para disputar com mais forças as eleições de 2012, quando tentará eleger pelo menos um vereador. A presidente do partido, Ester Mendonça, foi candidata em 2008 a prefeito. Para o ano que vem, ela ainda não sabe se será candidata a vereador ou se tentará novamente a prefeitura. Por enquanto, o foco está na militância. “São muitas as batalhas do PSOL, ainda são poucos os seus soldados. Mas

estamos ampliando. Aos poucos vamos realizando novos encontros. Construindo uma nova moral e solidariedade socialista, ampliando nossa comunicação, mobilização, organização e formação, estaremos tendo a possibilidade de ser esta alternativa que tanto clama nossa sociedade”, disse Ester. Ainda para março, o diretório municipal do PSOL está buscando agendar um debate com o jornalista Milton Temer sobre o mundo árabe. Nome importante do partido no estado, Temer foi candidato a senador em 2010.

PSOL intensifica militância no Centro

Vinicius Henter

O diretório petropolitano do PSOL está intensificando sua estratégia para conseguir mais filiações, montando uma “banquinha” nas ruas do Centro, assim como começou a fazer no ano passado, com recortes de jornal, mostrando as propostas do partido para Petrópolis. Para março, a direção do partido agendou quatro dias para a atuação na esquina das ruas Paulo Barbosa e do Imperador, das 17h às 19h. Amanhã, o diretório estará no local militando “em defesa de ações concretas para os viti-


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

sexta-feira, 11 de março de 2011

Geral

Campanha da Fraternidade quer ampliar debate sobre mudanças climáticas Luana Lourenço/ABr

Brasília – A Igreja quer mobilizar fiéis sobre os impactos das mudanças climáticas e estimular ações práticas para preservar o meio ambiente. Com o tema Fraternidade e a Vida no Planeta, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) lançou na última quarta-feira (9) a 48ª Campanha da Fraternidade, que pretende alertar os católicos para a gravidade das consequências do aquecimento do planeta. No texto-base da campanha, a CNBB expõe as principais conclusões da ciência sobre as mudanças climáticas e a participação humana no problema, faz críticas ao modelo energético que ainda privilegia fontes fósseis – grandes emissoras de gases de efeito estufa, ao desmatamento e até ao agronegócio. Segundo o secretáriogeral da CNBB, dom Dimas Lara Barbosa, a ideia é aproximar o debate sobre mudanças climáticas das pessoas e estimular mudança de hábitos e políticas públicas que ajudem a preservar a vida e o planeta. “Pergunta-se o que o cidadão comum pode fazer. As enchentes em São Paulo e em outros capitais, por exemplo, poderiam ser minimizadas se não houvesse uma massa de

detritos jogados nos rios”, citou dom Dimas. Entre as ações práticas sugeridas pela campanha estão a redução do uso de sacolas plásticas, o uso de energias renováveis e mudanças de hábitos de consumo. “As campanhas da Fraternidade são caracterizadas pela capilaridade, chegamos ao ribeirinhos da Amazônia e aos grandes condomínios. Isso contribui para o alcance da reflexão.” Durante a apresentação da campanha, o secretáriogeral da CNBB criticou a falta de investimentos em fontes alternativas de energia, como a eólica e a solar, o risco de aprovação de mudanças no Código Florestal sem considerar a opinião de movimentos ligados à terra e a construção de grandes projetos de infraestrutura sem garantia de contrapartidas sociais. Dom Dimas reiterou críticas da CNBB a algumas das propostas de mudanças no Código Florestal previstas no relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), como a possibilidade de anistia para desmatadores e a redução de limites de áreas de preservação. “Nossa preocupação é que o código não seja votado de forma apressada porque as consequências serão duradouras.”

Mato Grosso: 67 mil afetados Gilberto Costa/ABr

Brasília – Os municípios de Ribas do Rio Pardo, Rio Verde de Mato Grosso, Bandeirantes, Paranaíba, Dourados, Rio Brilhante, Sidrolândia, Maracaju e São Gabriel do Oeste vão decretar estado de emergência por causa das chuvas fortes que atingem o estado de Mato Grosso do Sul. O volume de água, o maior desde 1990 segundo a Defesa Civil, provocou enchentes de rios, destruiu pontes e afetou a lavoura das áreas rurais dos municípios. Segundo o coordenador estadual da Defesa Civil, coronel Ociel Ortiz Elias, o número de pessoas desabrigadas (perderam a casa), desalojadas (casa abandonada por causa da chuva) ou isoladas (por causa das cheias dos rios) já passa de 67 mil. Além dos nove municípios, já estavam em situação de emergência as cidades de Aquidauana (com 10,7 mil pessoas afetadas), Anastácio (4,1 mil pessoas), Dois Irmãos do Buriti (1,8 mil pessoas), Coxim (7 mil pessoas) e Miranda (75 pessoas). Essas cidades foram afetadas pelas enchentes dos rios Aquidauana, Taquari e Miranda que, em média, subiram 7,4 metros alagando parte das cidades. Alguns desses municípios tiveram situação de emergência decretada no ano passado, também por causa

Já foi decretado estado de emergência em nove cidades do Mato Grosso

de chuva, como foi o caso de Aquidauana e Miranda (entre janeiro e março) e Dois Irmãos do Buriti (fevereiro a abril). Em outubro de 2010, as cidades de Anaurilândia, Bataguassu, Batayporã, Naviraí, Nova Andradina, Santa Rita do Pardo, Selvíria e Três Lagoas também decretaram emergência por causa de chuvas com granizo e vendavais. De acordo com informações do portal do governo de Mato Grosso do Sul, o governo federal se comprometeu a repassar às cidades afetadas pelas chuvas da primavera de 2010 R$ 9,6 milhões, mas apenas 30%

foram liberados pelo Ministério da Integração Nacional. O último empenho foi feito no dia 29 de dezembro de 2010. No dia 3 de fevereiro, o governador do estado, André Puccinelli (PMDB), esteve com o secretário nacional de Defesa Civil, Humberto Viana Filho, pedindo a liberação dos recursos. Ainda não foi contabilizado o valor total dos prejuízos causados pela destruição de casas, estradas e pontes e pelo alagamento de diversas lavouras do estado devido às chuvas dos últimos dias. De acordo com o coordenador da Defesa Civil em Mato Grosso do Sul, coronel

Ociel Ortiz Elias, a chuva deu trégua hoje, mas o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Cptec/Inpe) prevê para amanhã muitas nuvens e pancadas de chuva na região mais afetada pelas enchentes (norte do estado). Segundo o Cptec, deve chover forte hoje em grande parte do Brasil, como em áreas dos estados do Acre, do Amazonas, de Rondônia, do Pará, do Tocantins, de Mato Grosso, de Goiás, do Distrito Federal, de Minas Gerais, do Espírito Santo, do Rio de Janeiro, de São Paulo e do Rio Grande do Sul.

LIGUE JÁ ÁGUA MINERAL

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão)

ENTREGAS EM

Rua Fonseca Ramos, 150

Entrega em domicílios

(24) 2231-0587

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

2237-1235

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

DOMICÍLIO E EMPRESAS QUALIDADE E RAPIDEZ


SEXTA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

CIDADE

Acidentes na Serra matam dois e deixam 19 feridos

Fotos: Roberta Müller

Roberta Müller robertamuller@diariodepetropolis. com.br

213 mortes durante o Carnaval em rodovias federais A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou nesta quinta-feira (10) que 213 pessoas morreram nas estradas federais do país durante o Carnaval. O número é superior ao do ano passado. Em 2010, houve 143 mortes durante o período do Carnaval. Durante a Operação Carnaval, a PRF também registrou 4.165 acidentes. O número de mortes em relação ao ano passado aumentou 47,9%. Dia da Nº de ope- morração tes

Nº de Nº de a c i - ferid e n - dos tes

Sexta (4/3) S á bado (5/3) Domingo (6/3) Segunda (7/3) Terça (8/3) Quarta (9/3) Total

37

962

58

1.046 555

34

611

524

37

410

310

23

534

369

24

602

289

213

4.165 2.441

394

Fonte: Polícia Rodoviária Federal

Em cinco dias de operação, o total de mortes neste ano já superava o número registrado em seis dias de operação no Carnaval 2010. Durante toda a operação do ano passado, que foi realizada entre a 0h de sexta-feira (12 de fevereiro) e a meia-noite de quarta-feira (17 de fevereiro), ocorreram 3.233 acidentes e 143 mortes. O inspetor Alvarez, coordenador-geral de Operações da PRF, atribuiu o alto número de acidentes e mortes registrados neste Carnaval à falta de educação dos motoristas. “O ponto principal é a educação. O cidadão saber usar com responsabilidade o seu meio de locomoção (...). Se o motorista não fizer sua parte, se ele não

conduzir com responsabilidade, o número [de mortes] continuará a ser alto”, disse ele. Segundo o inspetor, o número de acidentes continuará a aumentar nos próximos anos. “A tendência dos próximos anos é ter números mais significativos porque a frota continuará aumentando”. Alvarez reconheceu que a fiscalização deve ser melhorada. Segundo ele, apenas 1/5 dos municípios fazem parte do Sistema Nacional de Trânsito. “Nós temos que ter o maior número possível de municípios no sistema, fiscalizando”, afirmou. Ele disse ainda que é necessário instalar mais radares nas rodovias. Somente na terça-feira, a PRF realizou 6.356 testes de alcoolemia – popularmente chamado de bafômetro –, sendo que em 204 deles o resultado foi positivo para o consumo de bebida alcoólica. Durante o Carnaval, foram feitos 34.470 testes de alcoolemia. Com isso, 90 pessoas foram presas por embriaguez. Ao todo, foram fiscalizados 29.857 pessoas e veículos ao longo de 66 mil quilômetros de rodovias federais que cortam o país. Durante a operação da terça-feira, a Polícia Rodoviária Federal prendeu 145 pessoas em flagrante por crimes diversos. Acidente no sábado O número de mortes no sábado é o maior de toda a operação. Isso porque o boletim da PRF inclui as mortes ocorridas na BR-282, quando 26 pessoas que estavam em um ônibus que seguia de Santo Cristo (RS) para Marechal Rondon (PR) morreram após colidir em um caminhão que transportava madeiras. A 27ª vítima do acidente morreu no hospital na segundafeira.

Movimento da rodoviária já volta à normalidade O movimento ontem na Rodoviária Leonel Brizola (Bingen) foi considerado normal durante todo o dia, ao contrário dos últimos anos. A maior concentração de pessoas voltando do feriado prolongado de Carnaval se deu na quarta-feira de Cinzas (09). Apesar disso, a administração da rodoviária ainda acredita que o fluxo de pessoas aumente, novamente, a partir deste sábado, já que muitos turistas permaneceram nas cidades de destino durante o Carnaval por toda semana.

As linhas mais procuradas neste feriado foram Região dos Lagos, principalmente Cabo Frio, Minas Gerais, Três Rios e Rio de Janeiro. “Muitas pessoas ainda vão ficar até o fim de semana nesses lugares, por isso o movimento deve ser grande no sábado e no domingo”, explicou um dos supervisores da rodoviária, Sérgio Santana, frisando que esses dias não deverão superar quarta-feira. “Ontem (anteontem) os comerciantes disseram que o movimento foi muito grande”, completou.

Uma carreta desgovernada provocou a morte de uma pessoa e deixou 19 feridas depois de bater em 11 carros e outros dois caminhões, na tarde de ontem, na descida da Serra. O acidente aconteceu na altura do quilômetro 91, na saída de um viaduto. Horas antes, uma carreta que transportava toras de madeira já havia tombado no quilômetro 94 e causou um congestionamento de, pelo menos, cinco quilômetros, o que pode ser a causa das batidas que vieram em seguida. Como ela pegou fogo, o motorista também morreu na hora, carbonizado. Por conta dos dois acidentes, até a noite de ontem o trânsito ainda permanecia lento na BR-040. Alguns trechos chegaram a ficar parados. Entre as vítimas do acidente no viaduto, além de André Victor Buitoni Silva, de 48 anos, que morreu na hora esmagado entre as ferragens, também está a vice-cônsul do Japão no Rio de Janeiro, Ayumi Yamashita. Ela estava em um carro oficial do consulado, um Hyundai Tucson, prata, e também ficou presa às ferragens, mas foi retirada com vida, em estado grave e encaminhada ao hospital estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. De acordo com testemunhas, o primeiro acidente teria sido a causa do segundo. Em

A carreta, desgovernada, passou por cima do Ford Fiesta e matou o motorista

função da retirada do corpo do caminhoneiro a pista ficou fechada, o que provocou o congestionamento. Os carros atingidos pela carreta desgovernada estavam parados à espera que a pista fosse liberada. “Tinha acabado de fazer a curva e estava parado no congestionamento quando olhei pelo retrovisor e vi a carreta vindo em nossa direção. Só deu tempo de chegar pro lado. Mesmo assim, ela ainda pegou a gente e saiu batendo nos outros carros por uns 200 ou 300 metros”, explicou o estudante de medicina Bruno Carvalho, 30. Após o acidente ele ainda

saiu para ajudar as vítimas já que as equipes de resgate tiveram dificuldade para chegar ao local. O estudante ficou o tempo todo ao lado da vicecônsul para fazer os primeiros socorros. Ela estava no banco do carona e outras duas pessoas também seguiam no mesmo carro, mas não sofreram ferimentos graves. Já o veículo onde estava a única vítima fatal naquele trecho, um Ford Fiesta, preto, com placa do Rio de Janeiro, ficou totalmente destruído. Ele ficou embaixo da carreta que provocou o acidente, que é usada para transportar cimento, mas estava

Bombeiros resgatam um dos feridos no acidente, a vice-consul do Japão, Ayumi Yamashita

descarregada no momento da batida. Uma equipe do Corpo de Bombeiros precisou usar máquinas para retirar o corpo das ferragens. A operação durou cerca de meia hora. A funcionária pública Lina Carneira foi uma das primeiras que teve seu carro atingido pela carreta. Ela contou que viu quando o veículo trafegava em alta velocidade pela rodovia. “Ela nos passou na altura do Brazão, me chamou atenção porque estava muito rápida. Logo depois nós conseguimos passá-la, em uma subida. E, minutos depois, quando chegamos no viaduto ela chegou desgovernada, foi pega de surpresa pelo congestionamento. Entrou no recuo e voltou para o meio da pista atingindo todos os carros que estavam na frente”, explicou, ressaltando que o tacógrafo do caminhão travou em 80 quilômetros por hora. Mais cedo, a rodovia ficou em meia pista na altura do km 94, onde um caminhão tombou e pegou fogo, interditando a descida da serra de Petrópolis. Parte da carga de madeira, que foi lançada às margens da pista, também chegou a ser atingida pelas chamas, mas o incêndio já foi controlado, permitindo o resgate do corpo do motorista do caminhão, que não resistiu aos ferimentos e morreu. Até a noite de ontem os corpos das duas vítimas continuavam na pista à espera de remoção. A perícia esteve no local.

Carnaval 2011 tem menos mortes nas rodovias do Estado do Rio de Janeiro Cinco pessoas morreram vítimas de acidentes de carro nas rodovias estaduais durante o Carnaval de 2011. A informação é do Batalhão de Polícia Rodoviária da Polícia Militar do Rio de Janeiro, que divulgou, nesta quinta-feira (10/03), as estatísticas referentes à operação especial realizada durante o feriado nas rodovias

estaduais e vias especiais (Linhas Vermelha, Amarela e Avenida Brasil). No ano passado, o número de mortes no período foi exatamente o dobro (10). No total, foram registrados 195 acidentes, contra 148 no ano passado, sendo que apenas 76 tiveram vítimas. Os acidentes resultaram em 123 pessoas feridas, in-

cluindo as cinco mortes. Já nas vias especiais, foram 90 acidentes, contra 45 no Carnaval passado. O número de acidentes com vítimas, no entanto, foi menor: 16 contra 20 em 2010. Vinte e três pessoas se feriram e três morreram em acidentes de carro nas linhas Amarela, Vermelha e Avenida Brasil. De acordo com infor-

mações preliminares do Departamento de Estradas de Rodagem (DER), o trânsito fluiu normalmente nas rodovias estaduais, sem nenhuma ocorrência de quedas de barreiras ou outro tipo de problema nas vias. Na segunda-feira (14/03), o DER divulgará o balanço oficial relativo às multas aplicadas pelos fiscais do órgão.

POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO BATALHÃO DE POLÍCIA RODOVIÁRIA CEL PM MARCOS FAZIO CORRÊA ESTATÍSTICA DO CARNAVAL 2010 e 2011 (COMPARATIVO) BPRv (1ª a 4ª CIA) – RODOVIAS ESTADUAIS ANO

ACIDENTE

TOTAL

VÍTIMA

TOTAL

VEÍCULOS ENVOLVIDOS

C/V

S/V

FERIDOS

MORTOS

2010

66

82

148

99

10

109

290

2011

76

119

195

118

05

123

310

ESTATÍSTICA DO CARNAVAL BPRv - CVE – VIAS ESPECIAIS (L. VERMELHA, L. AMARELA e AV. BRASIL) ANO

ACIDENTE C/V

TOTAL

S/V

VÍTIMA FERIDOS

TOTAL

VEÍCULOS ENVOLVIDOS

MORTOS

2010

20

25

45

42

-

42

82

2011

16

74

90

23

03

26

197


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de março de 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Especial

Exposição de Cartazes da Paz de Hiroshima chamam atenção sobre fato absurdo Fotos: Divulgação

Áries - (21/03 a 20/04) Tudo indica que você receberá notícias novas, Em relação ao trabalho, aos negócios e mudanças. Acontecimentos felizes farão deste dia, um dia de pleno êxito e de satisfação. Procure ser mais ativo no seu ambiente social, uma vez que a sua graça e charme ao lidar com as pessoas, fará com que você consiga grandes progressos.

Touro - (21/04 a 20/05)

Boas relações com parentes, vizinhos e amigos, poderão ser esperadas para hoje. Pode solicitar favores e necessitar de por em prática novas ideias. Êxito profissional e financeiro. Grandes chance em loteria e sorteios. O período também é propício a todo trabalho em que possa exercer uma posição de liderança.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

A influência deste período diz respeito à probabilidade muito grande de receber notícias, visitas ou recados. Serão favorecidas as relações de amizades com artistas e cientistas e haverá probabilidade de casamento, mesmo pela segunda vez.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Notícias aparentemente exageradas ou formuladas com o intuito de pressioná-lo, deverão ser pura e simplesmente desacreditadas. Esteja alerta para o que vier. Bom fluxo ao amor e ao casamento. Dê mais atenção aos assuntos relacionados com as pessoas de sua família.

Leão - (23/07 a 22/08)

Hoje poderá se elevar no plano social, quer pelo que fizer, quer pela colaboração que poderá receber de pessoas amigas e compreensivas. Novos conhecimentos e alegrias estão em perspectiva. Este é um bom período do ano para você.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Tome cuidado com a precipitação. Evite o nervosismo, ansiedade e a desconfiança em si mesmo. Por pertencer a uma natividade aquática, você é sensível e delicado. Portanto, acautele-se. As influências não são propícias. Lucros em negócios relacionados com a terra e propriedades de um modo geral.

Libra - (23/09 a 22/10)

Algumas dificuldades na vida social e familiar estão previstas para hoje. Cuide também da saúde, da reputação e principalmente de seu dinheiro, pois está predisposto a gastar a esmo. Ótimo aos estudos, pesquisas, investigações.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Dia excepcional. Benéfico para amizades e amor. Poderá ainda, ser premiado através do esporte, jogos, sorteios, loterias. Boas chances para competições, recebimento de presentes ou qualquer coisa que lhe traga alegria. Obterá favor de pessoas religiosas ou de autoridades.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Período propício para contato com pessoas conhecidas. Os assuntos de ordem espiritual, intelectual, e amorosa estão beneficiados. Ótimo para uma cirurgia plástica. Você também vai procurar esconder das outras pessoas o seu verdadeira estado de alma.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Feliz contatos com pessoas de posse financeira elevada e elevação de sua condição material, e o que denota o fluxo astral do período para você. Boa disposição para o trabalho e melhora total de saúde.

Aquário - (21/01 a 19/02)

As novas amizades que tem feito ultimamente, hoje se apresentarão de forma agradável e benéfica para você. Por outro lado, deve dar mais atenção aos familiares, a pessoa amada, e até mesmo aos menos afortunados.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Influência astral inclinará você às mudanças em negócios, de emprego ou até mesmo de residência. O aumento de sua popularidade será evidente, apesar de alguns reveses ou queda. Excelente ao amor e diversões.

Entre amanhã, dia 12, e dia 27, de terça a sábado, 13h às 18h, e domingos, 12h às 17h, o Centro de Cultura Raul de Leoni apresenta a exposição “Cartazes de Hiroshima”, no Espaço Alternativo. A realização é do Consulado Geral do Japão no Rio de Janeiro e da Associação Nikkei de Petrópolis, com apoio da Prefeitura e do Centro de Cultural. Às 08h15 de seis de agosto de 1945, a bomba atômica foi lançada sobre Hiroshima pela primeira vez na história humana como uma das armas utilizadas na Segunda Guerra Mundial. A bomba atômica, cerca de 43 segundos após seu lançamento, explodiu na altura aproximadamente 600m acima do solo, emitindo um flash brilhante de luz no céu. Criou, também, um globo de fogo abrasador como se fosse um sol pequeno. A temperatura da parte central deste globo atingiu a mais de 1 milhão de graus centígrados, e, em um segundo, seu tamanho cresceu ao diâmetro máximo de cerca de 280m, com o qual a

BRAVURA INDÔMITA – Censura 14 anos – com Jeff Bridges – Horários: 15h e 19h todos dias, exceto segunda-feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h30 O filme acompanha o bêbado, grosseiro e totalmente destemido comissário Rooster Cogburn. O rabugento Rooster é contratado por uma decidida garota para encontrar o homem que matou seu pai e fugiu com as economias da família. Quando a nova patroa de Cogburn insiste em acompanhá-lo na empreitada, voam faíscas. Mas a situação vai de problemática a desastrosa quando o inexperiente, mas entusiasmado, Texas Ranger entra na festa.

Os cartazes mostram a devastação causada pela bomba atômica no Japão

magnitude da temperatura da superfície do solo em torno do centro da explosão atingiu de 4 mil a 3 mil graus. No momento da explosão, juntamente com intenso calor e radiação emitida em várias direções, provocou uma força de explosão de alta pressão pela expansão de ar no local. Estes três fatores, atuando de maneira conjunta, causaram enormes danos. As características dos danos causados pela bomba atômi-

ca são destruição em massa e genocídio instantâneo e indiscriminado, além das vítimas terem sofrido por danos da radiação por longo tempo depois da explosão. Esta exposição está sendo realizada para que nunca seja repetida esta tragédia e renovar a compreensão sobre a importância da paz, mostrando a situação da cidade na época do lançamento e estado de destruição causada pela bomba atômica.

Prêmio

Ganhador do Oscar de melhor filme e ator está em cartaz no Mercado Estação “O Discurso do Rei”, filme que levou os Oscars de melhor produção e melhor ator de 2010, está em cartaz em Petrópolis (confira Agenda de Cinema). O filme traz a história verídica de George, herdeiro da família real britânica que, desde os quatro anos de idade, enfrenta um sério problema com a gagueira. Tudo estaria bem se ele se reservasse aos jardins do Palácio de Buckingham, uma vez que não era o primeiro na linha de sucessão. Só que seu irmão mais velho, que assumiria a coroa da Inglaterra, se apaixona por uma americana e decide abdicar de seu direito ao trono. O resultado é que George terá de assumir o papel. Mas como é possível que os súditos respeitem um soberano gago? George procura vários médicos, mas sem resultado. Um dia, sua esposa Elizabeth o apresenta a Lionel Logue, um terapeuta de fala de método pouco convencional. Lionel começa a trabalhar, atuando inclusive como psi-

ACONTECE HOJE  O restaurante Recreio do Bacalhau apresenta, entre 19h e 22h, um show de voz e violão, destacando músicos de Petrópolis. O endereço é Rua 13 de Maio, 243.  O Yayunne Bistrô & Chopperia apresenta música ao vivo, com artistas da cidade, a partir de 20h. No Shopping Vila Katharina, próximo à Travessa Vereador Prudente Aguiar, Centro da cidade.  O Pub 113 apresenta o melhor dos anos 70, 80 e 90, a partir de 22h. Rua Bernardo Vasconcellos, 113, Cascatinha.  O Liberty Garden oferece sua “Reggae Nights” que, como o próprio nome indica, tem muito “reggae” para quem é fã deste ritmo, com o banda Folha Seca, a partir de 19h. Mulheres pagam R$ 3, homens, R$ 5. Na Praça da Liberdade, próximo ao prédio da UCP do Relógio das Flores.

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava

DESENROLA – Censura 12 anos – com Olívia Torres – Horários: 17h20 todos os dias, exceto segundafeira Aos 16 anos de idade, a romântica Priscila se vê pela primeira vez sozinha em casa: a mãe viajou a trabalho e vai passar 20 dias fora. É neste curto espaço de tempo que sua vida passa por grandes mudanças e diversas “primeiras vezes” acontecem. É também o tempo que ela terá para conquistar seu adorado Rafa, o garoto mais “gostoso” do bairro, e com ele ter a sua primeira e mágica transa. O que não será nada fácil, já que, como ela verá, nada é exatamente como esperava. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 O VENCEDOR – Censura 14 anos – com Mark Wahlberg – Horários: 14h30 e 18h45 Vencedor do Oscar 2001, categoria melhor atriz e ator coadjuvantes. O filme conta a estória de um boxeador em fim de carreira, que passa a dirigir a carreira de seu meio-irmão mais jovem. O TURISTA – Censura 12 anos – com Johnny Depp – Horários: 16h45 BIUTIFUL – Censura 16 anos – com Javier Bardem – Horários: 21h Novo filme do diretor mexicano Alejandro González Iñarrity (“21 Gramas”), pelo qual Javier Bardem concorre ao Oscar de melhor ator.

Colin Firth ficou com o Oscar de melhor ator por este filme

cólogo de George, até fazê-lo recuperar sua autoconfiança. Colin Firth levou o Oscar, mas o australiano Geo-

ffrey Rush também está bem no papel de Lionel, em um filme nada histérico, muito pelo contrário.

SALA 2 127 HORAS – Censura 16 anos – com James Franco – Horários: 15h15, 17h15, 19h15 e 21h15 Baseado em fatos reais, candidato ao Oscar de melhor filme. A trama gira sobre um alpinista que fica preso em um buraco no meio do nada e, para se livrar, tem de decepar o próprio braço. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. ABC

TOP CINE HIPERSHOPPING Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

BRUNA SURFISTINHA – Censura 16 anos – com Deborah Secco – Horários: 16h20, 18h40 e 21h - 2ª

feira – dia 14 – não haverá sessão Raquel era uma jovem da classe média paulistana, que estudava num colégio tradicional da cidade. Um dia ela tomou uma decisão surpreendente: virar garota de programa. Com o codinome de Bruna Surfistinha, Raquel viveu diversas experiências “profissionais” e ganhou destaque nacional ao contar suas aventuras sexuais e afetivas num blog, que depois acabou virando um livro e tornou-se um best seller. SALA 2 RANGO – Censura livre – Horários: 16h10, 18h20 e 20h30 - 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Rango é um camaleão da cidade grande que vai parar no velho oeste. A questão toda é que ele estava acostumado a boa vida “camuflada” de animal de estimação e, agora, a história real é muito diferente, fazendo com que ele tenha que enfrentar inimigos que não estava acostumado para se manter vivo. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 ESPOSA DE MENTIRINHA – Censura 10 anos – com Adam Sandler – Horários: 16h20, 18h40 e 21h - 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Danny Maccabee há anos usa uma tática incomum para atrair mulheres: finge ser casado. Ele acredita que, desta forma, nenhum dos envolvidos cria ilusões sobre o futuro do relacionamento e, consequentemente, ninguém se magoa. Até que, um dia, conhece Maggie, com quem pretende ter algo sério. Como todas as anteriores, ela acredita que Danny seja casado e, por isso, nada quer com ele. Para convencê-la Danny diz que está se separando de sua esposa e pede que Katherine Murphy, sua melhor amiga, cumpra este papel. A situação se complica ainda mais quando Maggie vê Danny junto com os filhos de Katherine, os quais passa a dizer que são deles.. SALA 2 O DISCURSO DO REI – Censura 10 anos – com Colin Firth – Horários: 16h05, 18h20 e 20h40 - 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Desde os 4 anos, George é gago. Este é um sério problema para um integrante da realiza britânica, que frequentemente precisa fazer discursos. George procurou diversos médicos, mas nenhum deles trouxe resultados eficazes. Quando sua esposa, Elizabeth, o leva até Lionel Logue, um terapeuta de fala de método pouco convencional, George está desesperançoso. Lionel se coloca de igual para igual com George e atua também como seu psicólogo, de forma a tornar-se seu amigo. Seus exercícios e métodos fazem com que George adquira autoconfiança para cumprir o maior de seus desafios: assumir a coroa, após a abdicação de seu irmão David. SALA 3 JUSTIN BIEBER: never say never – Censura livre – Horários: 16h10 e 18h30 - 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Aos 16 anos, Justin Bieber é um fenômeno mundial. A fama do canadense veio com a divulgação de vídeos pelo canal Youtube. Suas músicas e seu estilo são mania entre os adolescentes. O documentário dirigido por Jon Chu vem mostrar que, apesar da descrença de muita gente, Justin Bieber conseguiu alcançar seus sonhos. SALA 3 BRAVURA INDÔMITA – Censura 14 anos – com Jeff Bridges – Horários: 20h50 - 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão SALA 3 BRAVURA INDÔMITA – Censura 14 anos – com Jeff Bridges – Horários: 20h50 - 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão

Filmes na TV ELA É DEMAIS – GLOBO – 16H – COM FREDDIE PRINZE, JR. - O rapaz mais popular do colégio aceita uma aposta: transformar uma moça feia na garota mais atraente da escola. Ele consegue o que quer, mas acaba se apaixonando por sua “criação”. CONFUSÃO NA AUSTRÁLIA – SBT – 17H45 – COM MARY-KATE OLSEN - As gêmeas Parker assistem a um crime e por isso elas e seus pais são obrigados a entrar para o programa de proteção de testemunhas do FBI. Sem talento para guardar o segredo, as duas rodam o mundo até o FBI achar um lugar supostamente seguro para elas: a Austrália! Enquanto curtem os novos amigos, o surf e o sol, o malvado criminoso descobre o paradeiro delas e entra em ação! OS DEZ MANDAMENTOS – SBT – 23H – COM DOUGRAY SCOTT - O pequeno órfão Moisés é salvo por uma princesa egípcia e criado para se tornar príncipe! Quando adulto descobre sua origem escrava e, ao fugir para o deserto, recebe uma mensagem de Deus para conduzir seu povo à libertação. Nesta difícil jornada, enfrentando uma poderosa nação, Moisés conta com sua força, fé e sabedoria! O CONDE DE MONTE CRISTO – GLOBO – 02H – COM JIM CAVIEZEL, RICHARD HARRIS, GUY PEARCE - Edmond Dantes é um jovem ingênuo e honesto que planeja se casar com Mercedes. Entretanto, sua vida desmorona quando Fernand, seu melhor amigo que também cobiça Mercedes, lhe prepara uma armadilha que o deixa durante 13 anos aprisionado. Atormentado com tudo o que lhe ocorreu, Edmond cada vez mais esquece seus ensinamentos sobre o certo e o errado para elaborar seu plano de vingança, que pretende pôr em prática assim que conseguir deixar a prisão. Com a ajuda de Abbé, outro detento, Edmond consegue fugir, transformando-se a partir de então no rico e misterioso Conde de Monte Cristo, infiltrando-se na aristocracia francesa disposto a levar até o fim seu plano de vingança.


sexta-feira, 11 de março de 2011

Majórica Na sexta-feira (04), no almoço do Majórica, os advogados Fernando Schettini e Sergio Albuquerque Mello, a juíza Christiane Ferrari Diniz e seu marido o juiz Alexandre Correia Leite.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Cidade Aberta Paulo Roberto

cidadeabertadp@gmail.com

Ratazanas Petrópolis está cheia de ratazanas pelas ruas e bueiros, principalmente no Centro. O pior é que os animais entram nos comércios. Quando solicitada a visita da Vigilância Sanitária, a resposta é que esta só trata da exterminação nas ruas, dentro das lojas é com os proprietários.

Liberdade de Imprensa Petrópolis teve dois juízes de 1ª instância na Suprema Corte: o juiz Antônio Neder, na década de

Cesta Cheia

60, e agora o juiz Luis Fux. O juiz Fux é um democrata, defensor da constituição da liberdade de imprensa.

A Cesta Cheia será agora doada através de cartão com crédito de 50 reais para compras. Mais uma possibilidade de nova moeda, como foi o caso dos vales-transportes.

Virgílio O ex-senador e diplomata Arthur Virgilio, após passar o Carnaval em Manaus, descansou a partir de terça-feira (08) em Itaipava, na residência do nosso companheiro Paulo Antonio Carneiro Dias. De lá, embarcou para Lisboa, onde servirá no nosso corpo diplomático.

Levantamento dos Danos

PIB O crescimento de nosso PIB em 2010, de 7,5, veio contrabalançar o negativo de 0,70 do PIB de 2007. A média dos dois últimos ficou em cerca de 3,6. Nada para grandes festejos nem grandes euforias. O controle dos gastos do Governo deve continuar na pauta prioritária. En-

quanto isso, para alegria dos banqueiros os juros disparam, punindo aqueles que devem o cartão de crédito e cheque especial. Pune também os pequenos empresários, carentes de um sistema bancário com créditos a juros compensatórios para o desenvolvimento da produção.

Leis e Mulheres Pois é, em pleno 2011, as mulheres ainda têm que se valer de leis para que conquistem mais espaço. A deputada Inês Pandeló (PT), também presidente da comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, criou o projeto de lei 912-A/07, o qual estabelece que programas de incentivo ao esporte mantidos ou financiados pelo Governo do Estado deverão reservar cota de 30% para mulheres. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) o aprovou nesta quinta-feira (03/03), em segunda discussão. A proposta será agora encaminhada ao governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar o texto.

Exame de Vista O exame de vista do Detran é agendado conforme sorteio. Nada mais incongruente, pois tem moradores do Val-

paraíso sendo agendados em Itaipava e moradores de Itaipava sendo agendados no Centro da cidade.

7

Campanha da Fraternidade O bispo de Petrópolis, Dom Filippo Santoro, abriu a Campanha da Fraternidade na Diocese, na missa da quarta-feira de Cinzas, na Catedral São Pedro de Alcântara, que foi concelebrada pelo querido padre Jac e pelo padre Alexandre Brandão. Durante a celebração, o bispo diocesano lembrou a espiritualidade do Tempo da Quaresma, que tem como característica o jejum, a oração e a caridade em preparação à Páscoa. Dom Filippo Santoro também ressaltou a importância do tema da Campanha da Fraternidade (Fraternidade e a Vida do Planeta), cujo lema é “A criação geme em dores de parto”. Ele afirma que a abordagem da questão ecológica deve ser feita, não em termos acadêmicos ou políticos, mas em termos da solidariedade com a natureza.

Comfap O Comfap (Conselho Municipal de Política Agrícola e Fundiária), buscando mais autonomia, quer deixar de ser consultivo para se tornar deliberativo. Os produtores rurais de Petrópolis articulam a mudança em reuniões em Itaipava. Boa sorte!

Brilha Petrópolis I Hoje, às 11h, no auditório do Palácio Guanabara, no Rio de Janeiro, o prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, a secretária de Estado de Cultura, Adriana Rattes, e a diretora do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Carla Camurati, estarão oferecendo uma coletiva à imprensa de todo o Estado do Rio para anunciar a programação especial do “Brilha Petrópolis”.

Brilha Petrópolis II O “Brilha Petrópolis” será um evento que fará parte da programação de comemoração dos 168 anos do município, no dia 16 de março, no Parque Municipal de Petrópolis, em Itaipava.

O vice-governador e secretário de Obras do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, estará entregando, até 18 de março, à presidente da República, Dilma Rousseff, um levantamento sobre os danos que as chuvas de janeiro causaram às cidades da Região Serrana. Segundo Pezão, são mais de 260 encostas e 195 pontes que precisam de ajustes na região.

CONCER X DNIT Segundo a Assessoria de Comunicação da Concer, a concessionária formalizou ao DNIT um pedido para que o órgão restringisse o tráfego de carretas com dimensões especiais pela BR-040 durante o Carnaval. O pedido se justificou pelo grande número de veículos que a rodovia receberia a partir de sexta-feira (04), quando entrou em vigor a Operação Carnaval. Mas, parece que a solicitação não foi atendida, pois, segundo e-mails recebidos dos leitores da coluna, havia várias carretas pelo caminho. Equipe DP

economia Confiança do setor de serviços na economia volta a crescer Vitor Abdala/ABr

Rio de Janeiro - A confiança das empresas do setor de serviços na economia brasileira aumentou em fevereiro deste ano, em relação ao mês anterior. O Índice de Confiança de Serviços (ICS), da Fundação Getulio Vargas, cresceu 4,5%, passando de 128,2 pontos em janeiro para 133,9 em fevereiro. A evolução ocorre após uma queda em janeiro. O Índice da Situação Atual subiu 6,3% no período e alcançou 120,3 pontos, atingindo o maior patamar desde dezembro do ano passado,

resultado influenciado pelo nível de demanda atual. Das 2.356 empresas consultadas pela pesquisa, 25,9% consideram a demanda atual forte e apenas 12,1% a avaliam como fraca. O outro subíndice que compõe o ICS, o Índice de Expectativas, aumentou 3,0% de janeiro para fevereiro deste ano, alcançando 147,6 pontos, o maior desde agosto de 2010. O resultado foi puxado principalmente pela demanda prevista para os três meses seguintes. Entre as empresas pesquisadas, 50,3% preveem aumento da demanda, enquanto apenas 4,5% esperam uma redução.

Entrada de dólares em apenas dois meses supera 2010 Stênio Ribeiro/ABr

Brasília – A entrada líquida de dólares no país, até o último dia 4, soma US$ 24,356 bilhões, de acordo com o Banco Central. O total é constituído pelo fluxo de US$ 1,424 bilhão na primeira semana deste mês, US$ 7,419 bilhões em fevereiro e US$ 15,513 bilhões no mês de janeiro. É um volume que surpreende, considerando-se que, em apenas 45 dias úteis deste ano, o fluxo cambial já equipara-se às entradas líquidas de todo o ano passado, que somaram US$ 24,354 bilhões e ficaram 15,23% abaixo dos US$ 28,732 bilhões contabilizados em 2009. O fluxo financeiro, composto por investimentos, remessas de lucros,

empréstimos e outros, teve saldo de US$ 2,081 bilhões na semana passada, enquanto o saldo comercial foi negativo em US$ 657 milhões no mesmo período. No acumulado do ano, o financeiro tem saldo de US$ 24,434 bilhões, enquanto a diferença entre exportações e importações está deficitária em US$ 78 milhões. O BC divulgou também que o total de reservas internacionais atingiu US$ 310,083 bilhões na última sexta-feira (4), US$ 21,508 bilhões a mais do que os US$ 288,575 bilhões contabilizados no fechamento de 2010. Resultado das compras que a autoridade monetária tem feito no mercado à vista de dólar para conter a desvalorização da moeda norte-americana e proteger as exportações brasileiras.

Preços da gasolina e do gás devem fechar o ano estáveis Stênio Ribeiro/ABr

Brasília – Em sua última reunião, nos dias 1º e 2 deste mês, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central (BC) fez uma avaliação prospectiva das tendências de inflação e manteve a projeção anual de 4% para os reajustes totais dos preços administrados por contrato ou monitorados (combustíveis, energia elétrica, água, telefonia, saneamento, transporte público e outros). De acordo com a ata da reunião, divulgada ontem (10) pelo BC, o Copom estima que não haverá inflação nos preços da gasolina e do gás de cozinha neste ano. Mas, na prática, o consumidor já está pagando mais

para encher o tanque do carro, como reflexo do aumento dos preços internacionais do petróleo, decorrente da instabilidade política em países fornecedores do produto, no Norte da África e

no Oriente Médio. O Copom manteve também as projeções de reajustes acumulados de 2,9% para as tarifas de telefonia fixa e de 2,8% para o alinhamento de preços no

fornecimento de energia elétrica. O conjunto de preços administrados equivale a 29% em média do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que serve de parâmetro para as correções oficiais. Em janeiro, teve peso de 28,90% no total do IPCA. O cenário de referência para os preços administrados leva em conta as hipóteses de manutenção da cotação do dólar norte-americano em R$ 1,65 e o superávit primário (economia para pagamento dos juros da dívida) de 3% do Produto Interno Bruto (PIB) – soma das riquezas e serviços produzidos no país. Essas projeções já incorporam os efeitos estimados do aumento do compulsório bancário.

Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que registrou 6,01%. É levado em conta também um fator de produtividade da indústria farmacêutica e a participação dos genéricos no mercado. Quanto maior a participação de genéricos no mercado, maior é o fator usado no cálculo do reajuste. A Cmed, ligada à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), irá publicar uma resolução especificando os percentuais de reajuste e o teto a ser cobrado do consumidor para evitar abusos. As empresas que descumprirem

estão sujeitas a sanções. No entanto, elas podem adotar

preços mais baixos que os estipulados pela câmara.

Estima-se que não haverá inflação nos preços da gasolina e gás de cozinha

Medicamentos devem ficar até 6% mais caros no próximo mês de abril Carolina Pimentel/ABr

Brasília - O governo autorizou reajuste no preço de remédios a partir do dia 31 de março. O aumento pode chegar a 6% e valerá para a maior parte dos medicamentos usados no país, como antibióticos e anti-inflamatórios. Uma resolução da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (Cmed), publicada na quarta-feira (9) no Diário Oficial da União, definiu os critérios para calcular o reajuste. Um deles é o acumulado de março de 2010 a fevereiro deste ano do Índice Nacional de Preços ao


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

G

sexta-feira, 11 de março de 2011

NACIONAL

Aprovada proposta do judiciário que unifica ofícios em Cantagalo A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, em discussão única, nesta quinta-feira (10/03), o projeto de lei 3.188/10, que cria o Ofício Único do município de Cantagalo, Região Serrana do estado. Elaborado pelo Tribunal de Justiça do Estado (TJ-RJ), o projeto também extingue os atuais Registro Civil das Pessoas Naturais do 1º Distrito e 2º Ofício de Justiça de Cantagalo. “A presente

proposta objetiva racionalizar a prestação dos serviços notariais e de registros, no Estado do Rio de Janeiro, como forma de preservar a viabilidade econômica destes e assegurar à população a prestação de um serviço de qualidade”, afirma o ex-presidente do TJ, Luiz Zveiter, que assina a proposta. O texto será enviado ao governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta.

Empresas na Região Serrana terão empréstimo facilitado

Arquivo/Alan Alonso

Assessor especial do Brasil em Cuba quer ampliar relações Renata Giraldi/ABr

Brasília – Os governos da presidenta Dilma Rousseff e do presidente de Cuba, Raúl Castro, negociam a ampliação das relações econômicas e comerciais entre os dois países. As articulações são conduzidas pelo assessor especial para Assuntos Internacionais da Presidência, Marco Aurélio Garcia, que está em Cuba. Garcia se reuniu hoje (10) com Castro e com vários ministros nos últimos dois dias. As informações são do Ministério das Relações Exteriores de Cuba e do jornal oficial cubano, Granma. Nas reuniões com os ministros das Relações Exteriores, Bruno Rodríguez Parrilla, e do Comércio Exterior e Investi-

mentos, Rodrigo Malmierca, Garcia conversou sobre a “excelente relação” entre cubanos e brasileiros. Em nota oficial, divulgada hoje, o Ministério das Relações Exteriores de Cuba informou sobre as reuniões de Garcia com as autoridades do país. “Durante a reunião eles discutiram sobre as excelentes relações entre Cuba e Brasil especialmente sobre as perspectivas de desenvolvimento nas áreas econômica e comercial”, diz o comunicado. De acordo com o governo cubano, o Brasil é o segundo maior parceiro comercial de Cuba na América Latina, depois da Venezuela. O comércio bilateral entre Brasil e Cuba envolveu cerca de US$ 580 milhões, em 2009.

AVISOS E EDITAIS MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, nos municípios de Petrópolis e Areal nas seguintes localidades: ‡ 14/03/2011, das 09:00h às 17:00h, Petrópolis Bonsucesso: Próximo do Sítio da Ponte e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Retiro: Rua das Acácias e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Duarte da Silveira: Servidão Carlos Schimidt, Vila Mimosa, Parte da Rua Eng. José Lima e adjacências., Das 09:30h às 16:00h, Areal - Centro: Rua Álvaro Quintella e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

SINDICATO DOS HOSPITAIS E ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DA REGIÃO SERRANA FLUMINENSE EDITAL DE CONVOCAÇÃO Pelo presente Edital, o Presidente do SINDHSERRA, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os integrantes da categoria econômica representada pelo SINDICATO DOS HOSPITAIS E ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DA REGIÃO SERRANA FLUMINENSE, para participarem da Assembléia Geral Ordinária, a ser realizada no dia 21 de MARÇO de 2011, às 11 horas em primeira convocação e às 1h30min em segunda e última convocação com qualquer número de participantes, em sua sede social, localizada na Rua Rodolpho Figueira de Mello, nº 06, anexo, no bairro de Corrêas, Petrópolis, para discutir a seguinte ordem do dia: a) apreciar e deliberar sobre o Relatório da Presidência, o Balanço Geral e a Demonstração da Receita e da Despesa, relativos ao exercício social encerrado em 31.12.2010, assim como o Orçamento para o exercício de 2011 b) Aprovação dos valores relativos à contribuição Confederativa referente ao exercício de 2011, destinada ao custeio do sistema confederativo da representação sindical, conforme autoriza o Artigo 8°, inciso IV, da Constituição Federal e c) Assuntos gerais. PEDRO DA ROCHA MIRANDA FIGUEIRA DE MELLO - Presidente . SEPULTAMENTO

Cemitério Municipal José Roberto Stutzel da Costa Carvalho, 61 anos, Castelânea, 10h Paulo Sérgio Siqueira Maciel, 51 anos, Bingen, 15h João Batista Furtado, 36 anos, Caxambu, 11h Asileia da Conceição Lima, 107 anos, Morin, 16h Vilma Keipper Martins, 58 anos, Alto da Serra, 15h Clóvis Augusto Lima Gomes, 53 anos, Quitandinha, 16h30

Alerj aprovou novas regras para concessão de empréstimos a empresas localizadas em cidades onde tenha sido decretado estado de emergência

A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou, nesta quinta-feira (10/03), o projeto de lei 91/11, em que o Governo flexibiliza as regras para a concessão de empréstimos a empresas localizadas em cidades onde tenha sido decretado estado de emergência ou calamidade pública. A proposta, que tem como objetivo garantir o socorro às atividades econômicas em cidades como as atingidas pelas enchentes na Região Serrana, foi aprovada em discussão única e será enviada ao governador. O texto dispensa estas empresas da comprovação de regularidade com o fisco, sem abrir mão da comprovada regularidade com o sistema

de seguridade social. “É um projeto importantíssimo para o reerguimento das atividades econômicas nas cidades afetadas, uma vez que atenua exigências, com exceção das previdenciárias, para que essas atividades possam ter acesso a recursos do InvestRio”, explicou o líder do Governo na Casa, deputado André Corrêa (PPS), citando a Agência de Fomento do Estado do Rio de Janeiro. O texto foi aprovado na forma de um substitutivo da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) que incluiu na proposta original quatro emendas. Três autorizam o Governo a criar benefícios adicionais – suspensão, por um ano, de ações de

execução fiscal referentes a processos administrativos; suspensão da cobrança de parcelas referentes ao ICMS e permissão para a realização de compensações de crédito – e uma que inclui as obrigações trabalhistas entre os critérios que deverão ser observados como limitação aos empréstimos. A outra é a comprovação de regularidade no sistema de seguridade social. Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga as causas políticas da tragédia na Serra, o deputado Luiz Paulo (PSDB) comemorou a aprovação da proposta. Segundo ele, que conduziu uma reunião da CPI esta manhã, estudos já apontam perdas substanciais na

economia do estado, o que o projeto pretende reverter. “Segundo levantamentos feitos pela Fecomércio, só na Região Serrana, sem contar indústria e agricultura, houve perda de R$ 470 milhões até o Carnaval, o que é um valor muito expressivo”, salientou. “O Carnaval, nessas regiões, foi duplamente pesaroso; pelas ocorrências de 11 e 12 de janeiro e também pelo recesso econômico que continua a viver toda a Região Serrana”, relatou o parlamentar, que fará incursões com os colegas da CPI em Teresópolis e Friburgo nesta sexta-feira (11/03) e sábado (12/03). O governador terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta.

Rio - A Polícia Civil divulgou, nesta quinta-feira, o balanço das ocorrências registradas durante o feriadão de Carnaval. Segundo a polícia, houve uma queda nos números de homicídio doloso, lesão corporal dolosa e em todos os tipos de furtos (de veículos, em coletivos, a transeuntes, estabelecimentos comerciais

e residências) comparados com o ano de 2010. Os números são referentes ao total de ocorrências registradas em todas as delegacias do Estado a partir das 18 horas do dia 4 de março até às 8 horas da quarta-feira de Cinzas. Foram 32 casos de homicídio doloso (consumado) a menos que em 2010, en-

quando o número de casos de homicídio doloso tentado subiu de 46 para 51. Já o registro de casos de homicídio culposo de trânsito aumentou em três, de 24 para 27. O número de casos de lesão corporal culposa de trânsito caiu de 414 para 382, já nos casos de lesão corporal dolosa houve uma queda de 1040 para 662.

Ainda segundo o balanço, o roubo de veículos caiu de 212 para 172 neste ano. Já o furto de veículos caiu de 258 para 184. Assim como em 2010, o número de roubo seguido de morte ficou em um. Roubo a transeunte caiu de 660 para 372, assim como o furto a transeunte caiu de 1247 para 842.

Polícia registra queda nos casos de homicídios e de roubo a transeuntes

AVISOS E EDITAIS

Cemitério de Itaipava

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Não houve sepultamento. OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS

11/03/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ R. do Imperador, 1021 - Centro

Há 30 anos o Diário publicava Em sua edição número 2.242, de 11 de março de 1981, uma quarta-feira, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques: - Queda – Juros muito altos eram a principal razão pela qual a venda de carros no município tinha apresentado uma acentuada queda, junto às principais concessionárias da cidade. - Creches – A presidente da LBA na cidade, Léa Leal, enviou um ofício a todos os quatro mil prefeitos do país, para que participassem de um esforço conjunto e conseguissem a construção de mais creches no país. - Destaque – O Colégio Biblos, instalado em dois endereços no Centro da cidade, teve de fazer uma ampliação em suas instalações naquele mês. O motivo era a grande procura de alunos interessados em estudar na instituição. - Coohapel – a Cooperativa Habitacional de Petrópolis (Coohapel) se preparava para entregar, nos próximos 60 dias, mais 609 apartamentos com financiamento do BNH, entre eles o Conjunto da Siméria.

Pag: 1

Relação do Edital dia 11/03/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 14/03/2011 MAYORGAS MODA LTDA

010930889000160

R.AURELIANO COUTINHO, 146 LJ.14

Cheque Administrativo

Emissão:10/12/2010 Custas

114,73 Total

Protestar em 14/03/2011 PEDAL LIVRE COMERCIO LTDA ME

Valor:

Vencto: 15/02/2011 Cheque Administrativo

Emissão:15/10/2010 114,73 Total

3570

PARFUMS DE FRANCE DISTRIBUIDORA DE PERFU

04/03/2011

756,29

Valor:

114,73 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

885,05

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 005009800000197

Número: 1660350404

Custas

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

871,02 ou Dinheiro Custas

R WASHINGTON LUIZ 465 DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

PARFUMS DE FRANCE DISTRIBUIDORA DE PERFU

Número: 7637B

DUPLICATA MERCANTIL

Vencto: 13/02/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

3554

LM COML E DISTRIBUIDORA LTDA

04/03/2011

LM COML E DISTRIBUIDORA LTDA

573,95

688,68 ou Dinheiro Custas

114,73 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

702,71

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 11/03/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente

Alerj aprova campanha de combate à exploração do trabalho infantil O calendário do Estado do Rio de Janeiro contará com a Semana Estadual de Campanha de Combate à Exploração do Trabalho da Criança e do Adolescente. A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou nesta quinta-feira (10/03), em segunda discussão, o projeto de lei 2.450/09, que cria a campanha, a ser realizada anualmente entre os dias 12 e 18 de junho. “O que nós queremos é um trabalho de educação e sensibilização da sociedade, para prevenção desses casos e aumento da fiscalização”, explicou o autor da proposta, Sabino (PSC). O governador Sérgio Cabral terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta.


MOSELA

Na paróquia de São Judas Tadeu a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira, de 16h30 às 18h30 e os eventos religiosos podem ser informados pelo telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello e o vigário paroquial é o padre Nerel Quirino Damasceno.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de março de 2011

D

iário nos

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Pedestre perde preferência Passantes reclamam da falta de faixa de pedestres em locais de postos de gasolina. Motoristas não respeitam direito do cidadão A falta de faixa de pedestres nas entradas de ruas e onde existem postos de gasolina foi reclamada por pedestres. Usuários locais durante todos os dias, eles pediram atenção das autoridades do transporte ou dos proprietários dos estabelecimentos de venda de combustível para providenciar a pintura e assegurar a passagem das pessoas. - Estava andando normalmente e de repente um carro buzina, me assustando – lamentou Sonia Maria Guedes Sá, depois de passar no local preferencial de pedestres no Posto Shell da entrada da Rua Doutor Thouzet, na Ponte do Fones. – Ele é que deveria esperar eu

passar, cumprindo com as leis do trânsito, se é que ele conhece. Mais adiante na entrada da Rua Domingos Silvério, onde está localizado o posto de gasolina da Rede Ale na Rua General Rondon, no Quitandinha, aconteceu uma reclamação igual. - Aqui a gente tem que esperar o carro passar quando deveria ser ao contrário – afirmou o marceneiro Rodolfo Alves da Cruz, morador da Comunidade Rio de Janeiro, no Quitandinha. – Passo aqui todos os dias para ir ao trabalho e sempre vejo as dificuldades das pessoas em caminhar neste local. O Posto da Rede Ale como o da Shell da Rua General Rondon, também não

nicipal. Os representantes foram atendidos pelos médicos Eduardo Lucena e Alba Dias. Em nota, Carlos Eduardo recordou que as entidades precisam de um veículo da prefeitura para o transporte de animais cujo serviço é registrado em convênio. Afirmou que

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Leitora pede capina em rua que liga bairros da Zona Sul A leitora Margarida Weber Rodrigues emitiu ontem uma correspondência pedindo que seja feito o serviço de capina na Rua Napoleão Laureano, que liga os bairros Castelânea e Alto da Serra. Segundo a carta, existe mato alto até na calçada, ao lado esquerdo da via onde existe um terreno que apesar de murado está abandonado. - Nas laterais da rua tam-

bém tem mato que cresceu muito com as chuvas – cita um trecho do e-mail. Ao finalizar, Margarida escreveu que moradores locais também jogam lixo e restos de comida nas calçadas. Lamentou o fato e opinou que espera o atendimento da capina através da Companhia do Desenvolvimento de Petrópolis – COMDEP.

Construção de casas gera reclamação na Carlos Gomes

Pedestres têm que sair do espaço da calçada para os carros passarem

têm faixa de passagem de pedestres. Outras pessoas nos dois locais ao mesmo tempo pediram que as autoridades fizessem a pintura

para pedestres ou intimem os proprietários dos estabelecimentos a fazerem o serviço para garantir a segurança dos passantes.

Reunião decide futuro de castrações nos bairros O coordenador de atividades Carlos Eduardo Pereira, do Grupo de Assistência e Proteção aos Animais e Meio Ambiente – GAPA/MA – lembrou a produtividade da reunião sobre o trabalho de castrações de cães e gatos, das três ONGs do serviço com a Vigilância Sanitária Mu-

9

também ficou acertado que será definida a gestão de resíduos orçamentários de um mês para o outro, conforme o pedido das ONGs. Outros dois itens foram resolvidos no encontro: a elaboração de uma nova tabela que será submetida aos veterinários

locais e a confirmação da redistribuição da verba de uma ONG que desistiu do trabalho para as três que continuam prestando o serviço. Participaram do encontro além do GAPA/MA a Sociedade Petropolitana de Proteção aos Animais – SSPA – e a Companhia dos Animais.

Um empreendimento imobiliário na Rua Carlos Gomes, no Centro, foi reclamado pela leitora Myriam Vianna Born. Ela cita que no local existe um tombamento do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN – e que as autoridades deveriam impedir que obras no sentido de aumentar o número de habitantes e veículos continu-

assem no município. Myriam cita que o centro histórico da cidade, com o elevado número de construções está cada vez mais descaracterizado. Cita que os empreendedores deveriam procurar municípios da Baixada Fluminense para desenvolvê-los, como Duque de Caxias e Nova Iguaçu e não mais adensar a cidade de Petrópolis.

Tragédia não impediu o tratamento de enfermos As pessoas afetadas com o HIV e Aids e que foram atingidas pelas enchentes de 12 de janeiro em parte do distrito de Itaipava continuam sendo atendidas pelo SOS Vida de Petrópolis. A tragédia não causou interrupção no tratamento e segue o atendimento aos enfermos onde estão instalados. O presiden-

te do SOS, Antonio Carlos de Souza Pires, o Cal, informou que os pacientes que perderam suas casas e estão em abrigos ou casas de parentes continuam recebendo os medicamentos. Além disso, técnicos da prefeitura visitam estas pessoas para auxiliar no tratamento e voluntários prestam apoio psicológico.


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SEXTA-FEIRA, 11 DE MARÇO DE 2011

ECONOMIA

CPI visita Região Serrana para avaliar danos após chuvas A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Região Serrana da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), presidida pelo deputado Luiz Paulo (PSDB), visita hoje e amanhã (12/03), duas cidades afetadas pelas fortes chuvas de janeiro. Hoje, às 10h, a comissão vai até Teresópolis, e, amanhã, 9h, será a vez do município de Nova Friburgo. O ponto de encontro, em ambos os dias, será na sede da Prefeitura de cada cidade. Para Luiz Paulo, a visi-

ta à região mostra a preocupação que a Casa vem tendo com o caso. “Precisamos saber como está a situação atual das cidades mais atingidas pela catástrofe. Verificar a extensão da tragédia e saber se houve enchente e inundações, estes são alguns dos objetivos da visita. É necessário estarmos a par de tudo, para que compreendamos os moradores”, afirma o tucano.

Pedidos de falência voltam a subir Marli Moreira/ABr

São Paulo - Pelo segundo mês consecutivo, as solicitações de falência aumentaram. Em fevereiro, foram 134 processos ante 131, em janeiro, e 124, em dezembro último. A maioria dos pedidos (94) refere-se às micro e pequenas empresas, 34 são de médias e 6 de grande porte. O levantamento feito pela empresa de consultoria Serasa Experian mostra, no entanto, uma queda no movimento em comparação a igual período do ano passado, quando foram requeridas 157 falências. A Justiça acatou 64 pedidos dos quais 60 são casos de insolvência de micro e pequenas empresas; duas de média e duas de grandes empresas. O total foi bem maior do que o de janeiro (41) e superou

o registrado em fevereiro de 2010 (53). Também cresceu o movimento de pedidos para as recuperações judiciais com 32 processos ante 23 em janeiro. Do total do mês de fevereiro, 23 são de micro e pequenas empresas; 7 referem-se às médias e o restante (duas) são de grandes empresas. No caso das recuperações judiciais concedidas, houve uma queda passando de 20, em janeiro, para 14, em fevereiro. Em fevereiro de 2010, o número de concessões chegou a 19. Os economistas da Serasa atribuem o resultado ao encarecimento do crédito e à consequente redução da atividade econômica. “As micro e pequenas empresas são mais sensíveis à elevação do custos financeiros”, avaliam.

Estado investe no artesanato para participação em eventos Diversidade e beleza são as principais marcas do artesanato do Estado do Rio de Janeiro. Peças de diferentes regiões e feitas com diversas matérias-primas são destaque na produção dos artesãos fluminenses. A cada dia, mais cariocas, fluminenses e turistas se rendem à beleza de trabalhos produzidos no território do Rio. Por ter diferentes tamanhos e características, o artesanato fluminense já se tornou um elemento ideal para a decoração de diversos ambientes, sejam eles residenciais ou comerciais, tornando-se uma opção de presente a ser escolhida pelos consumidores. Incentivar o setor é o objetivo do Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços. Uma das ações do programa é a participação em eventos, como a Feira da Rua do Lavradio, no Centro do Rio, aos sábados. Na próxima edição da feira, no dia 2 de abril, haverá, especialmente, nas cinco barracas do programa, a participação de artesãos da Região Serrana. Para fazer seus trabalhos, muitos artesãos preferem utilizar matérias-primas locais – o que contribui para a preservação da identidade e culturas regionais. Algumas dessas matérias-primas são recolhidas ao ar livre, depois

Governo do Estado vai incentivar para que o artesanato fluminense seja mais difundido

de serem dispensadas pela própria natureza, como folhas e cascas. No entanto, outros artesãos preferem reaproveitar materiais industrializados, como plásticos e jornais, para fazer suas peças. Essa escolha atende ao interesse de um público que vem crescendo nos últimos anos, motivado pela valorização do uso de materiais reciclados, devido ao aumento da conscientização ambiental. Diversidade São 92 municípios no território fluminense, distribuídos por oito regiões: Noroeste, Norte, Serrana, Baixadas Litorâneas, Metropolitana, Centro-Sul, Médio Paraíba e Costa Verde. Entre os trabalhos estão cestos, bordados, cerâmicas e bijute-

rias. As influências culturais também são diversas. Elas variam da tradição indígena em peças em madeira e taquara da Costa Verde à herança europeia em bordados da Região Serrana, passando pela influência quilombola em bonequinhas do Médio Paraíba, sem se esquecer da atualidade de se aproveitar materiais reciclados – verificada em trabalhos da Região Metropolitana. A iminência de grandes competições internacionais começa a provocar nos comerciantes e lojistas uma reflexão sobre a oportunidade de ajustes nas suas vendas. Nessas ocasiões, com a chegada de mais turistas, o artesanato se torna um produto valorizado. Este ano, na Cidade do Rio de Janeiro, acontecerão os Jogos

Militares Mundiais. O evento reunirá cerca de 6 mil atletas de 110 países. Em 2013, o Brasil abrigará a Copa das Confederações de Futebol, tendo o Rio como uma das cidades onde haverá jogos. A Copa das Confederações terá a participação de 8 equipes: a campeã da Copa do Mundo de 2010 – a Espanha -, os 6 campeões continentais, além do Brasil, país sede. Organizados em cooperativas, associações e outras entidades representativas, grupos de artesãos mantêm uma produção regular, o que garante o abastecimento constante do mercado. Mais informações podem ser obtidas com o Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, por meio dos telefones 2332-4900 e 2332-1555.

R E S TA U R A N T E

Self-Service

Requinte em Buffet a Quilo

LAS DELICIAS

www.diariodepetropolis.com.br TRANQÜILIDADE PARA A SUA EMPRESA

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de março de 2011

56 anos

11

ANIVERSARIANTES Repartindo fatias de bolo na semana, os seguintes consorciados POUPEX: Dia 11-Léa Fernandes e Silva; 12- Celso de Souza e Humberto José Nunes da Silva; 13-Alcenir Margarida Costa Benjamim; 14-Elaine Maria Zanatta de Araujo e Luiz Antonio Caetano; 15-Ana Cristina de Souza e Ana Regina da Cunha; 17-Geraldo Fernandes de Oliveira e Lucy Marques dos Santos e Márcia Butturini Karl (foto) e Geraldo Fernando de Oliveira; 18-Noemia Latsch Degani e Ugo Miller Alves. A todos, nossos parabéns e votos de felicidade da sua POUPEX.

J. Teixeira Netto

GALERIA

“COMISSÃO DA VERDADE” Apesar da decisão da Presidente Dilma Rousseff de bancar como prioridade, a criação da Comissão Nacional da Verdade, as Forças Armadas resistem ao projeto e elaboram um documento com pesadas críticas à proposta. No texto enviado mês passado ao Ministro da Defesa Nelson Jobim, os militares afirmam que a instalação da comissão provocará tensões e sérias desavenças ao trazer fatos superados a nova discussão. Para os militares vai se abrir uma ferida na amálgama nacional e o que está querendo é promover retaliações políticas. Na verdade, às Forças Armadas jamais repugnaram qualquer esforço de localizar familiares mortos durante os conflitos da época em que se situam os acontecimentos em que perderam a vida pessoas envolvidas na resistência ao regime em vigor. O que não faz sentido, entretanto, são as retaliações, considerando-se que o Brasil superou muito bem essa etapa de sua história, quando comparada a outros países do Continente, que até hoje vivem consequências negativas de períodos históricos similares, cujos elementos foram banidos por completo e impedidos de voltar a atuar na vida pública do Estado, o que não é o nosso caso, sem ser necessário uma anistia para que os apontemos aqui, dada a clareza de suas ações quase nunca questionadas pelas Forças Armadas e sem necessidade de nomes e como atuaram no passado, já que fizeram disso degraus de acesso em suas exitosas carreiras políticas.

Em almoço da Confraria dos Amigos de Petrópolis – CAP, seu Líder-Maior, Cel. Júlio da Silva Lopes – Maju clicou.

No mesmo ágape mensal da CAP no “Escondidinhos” – Bingen, Maju clicou para VM: Waldemar, Paulo, Roberval e Julio (esq.), e no oposto: Waldecy, Sarmento, Moyses, Miloski e Miranda.

A aniversariante da semana (dia 17) – Sra. Márcia Butturini Karl, com o esposo, Cap. Maury Karl, em recente almoço de descontração familiar.

Em encontro mensal da CAP, as Sras. Conceição (de pé), com Terezinha e Geni. Ao fundo, Sara conversa com Graça, esposa do empresário Moyses. Maju clicou para VM.

DOMINGO - DIA DE FESTA: MAIS UM FLA-FLU!

esportes

Bolsa Família oferece cursos a distância para gestores O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), por meio da Secretaria Nacional de Renda de Cidadania (Senarc), oferece cursos a distância para técnicos e gestores municipais e estaduais do Programa Bolsa Família. Inscrições e informações podem ser obtidas no endereço eletrônico http:// www.mds.gov.br/ead/, desde quinta-feira (10). O portal de capacitação disponibiliza, além de cursos, orientações para inscrições e navegação. As aulas terão início no dia 28 de março, e versarão sobre seis aplicativos que fazem parte do Sistema de Gestão do Programa Bolsa Família (SIGPBF): Controle de Acesso; Adesão Municipal; Adesão Estadual; Formulários; Upload e Download; e Integração do Sicon. Com a implantação do portal de educação a distância e a disponibilização dos cursos do SIGPBF, o MDS espera ampliar e diversificar sua capacidade de oferecer capacitações técnicas e fortalecer o sistema de gestão compartilhada e descentralizada dos programas sociais.

Histórico Em 2007, o MDS lançou a capacitação a distância para a implantação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) e do Bolsa Família, como parte do Programa Gestão Social com Qualidade. A capacitação formou 9.550 agentes públicos, por meio de parceria com o consórcio formado pelo Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) e a Universidade Carioca (UniCarioca), com apoio do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud). Após o encerramento da parceria, o MDS identificou a necessidade e a oportunidade de dar continuidade à oferta de capacitações aos gestores e técnicos municipais e estaduais, a partir do conhecimento acumulado na área. Assim, o Sistema de Gestão Acadêmica e o Ambiente Virtual de Aprendizagem foram reorganizados e atualizados em 2010, no formato de um portal de capacitação, o Portal EAD-MDS.

CPI propõe desmembramento da pasta de Saúde e Defesa Civil Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Região Serrana da Assembleia Legislativo do Rio (Alerj), o deputado Luiz Paulo (PSDB) propôs o desmembramento da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil. Segundo ele, a área de prevenção de desastres não deveria funcionar como subsecretaria. A ideia foi debatida durante a terceira reunião da comissão, realizada nesta quinta-feira (10/03), que contou com a presença dos secretários de estado de Ambiente e de Ação Social e Direitos Humanos, Carlos Minc e Rodrigo Neves, respectivamente. “É preciso haver uma reestruturação, para que a organização do estado possa abranger todas as áreas possíveis e para que se tenha, de fato, uma prevenção adequada. Um órgão que trate somente e especificamente de causas desse porte não pode ser vinculado a nenhum outro órgão. Deve ter autonomia para trabalhar”, afirmou o tucano, fazendo alusão à reunião passada, onde se foi discutido a criação de um Centro de Prevenções Estadual.

Deputados membros da CPI da Região Serrana em reunião na Assembleia Legislativa do Rio

Secretário de Estado de Ambiente, Carlos Minc também apoiou o fortalecimento da Defesa Civil do Estado, mas acrescentou que os municípios precisam fazer a sua parte. “As defesas civis municipais precisam se equipar melhor e começar a simular situações de risco, como a que aconteceu na Região Serrana. A população precisa saber o que fazer em casos de catástrofe”, ponderou Minc, que defendeu, ainda, a criação da Rede de Hidrome-

tria, responsável pela medição de elevação do nível dos rios. “Temos que seguir o exemplo de Friburgo, onde o sistema funcionou e informou que os rios estavam vazando. Também se trata de uma iniciativa importante e que pode salvar várias vidas”, completou. Já o secretário Rodrigo Neves apresentou as dez ações emergenciais tomadas pela pasta após a catástrofe que atingiu a região. Para Neves, de todas essas ações,

a antecipação do pagamento dos programas sociais, como o Bolsa Família, foi a mais significativa para todas as vítimas afetadas. “Isso foi muito importante, para evitar que todas essas famílias não entrassem em processo de completa desestruturação e, ao mesmo tempo, manter minimamente a atividade econômica local. Foram mais de 31 mil famílias atendidas, em todos os municípios atingidos”, afirmou o secretário.


12

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de março de 2011

ESPORTES

joaovitorc@gmail.com

Copa de Tênis de Mesa terá cinco petropolitanos A equipe da Associação Desportiva de Mesatenistas (ADM) de Petrópolis, única do município filiada a FTMERJ (Federação de Tênis de Mesa do Estado do Rio de Janeiro) e a CBTM (Confederação Brasileira de Tênis de Mesa) confirmou na última semana a participação na 1ª Etapa da Copa Brasil (CB), que será realizada entre os dias 17 e 20 desse mês, no Ginásio do Maracanazinho, no Rio. Cinco atletas representarão a equipe na competição, são eles: Luan Mesquita e Pedro Paulo Teixeira no infantil masculino (sub-15), Maria Eduarda Perez no infantil feminino, além de Patrick Frias e Kaio Izawa, no juvenil masculino (sub-18). Todos os atletas jogarão também a competição por Rating, dividida pela pontuação no ranking nacional. “Estamos bastante otimistas em relação a conquistas de bons resultados para nossa equipe, principalmente na categoria infantil na competição por rating. Os nossos dois atletas na categoria disputarão pela primeira vez no circuito nacional, e nós sabemos que é uma situação diferente para os garotos que estão começando

ADM - Petrópolis

Projeto pioneiro no tênis de mesa é desenvolvido em Petrópolis

Centro de treinamento em Pedro do Rio é um dos mais modernos do estado do Rio

e que eles vão conviver com a ansiedade, mas sabemos que isso faz parte e, mesmo que os resultados não venham, valerá muito como experiência”, ressaltou Daniel Ramos, presidente da ADM - Petrópolis. Paralela à Copa Brasil, também será disputada a Copa Latino-Americana, que reunirá os 12 melhores atletas das Américas na competição que vale vaga para a Copa do Mundo. Com isso, os jovens

atletas da cidade atuarão ao lado de alguns astros da modalidade nas Américas, como Hugo Hoyama, Lin Ju, Liu Song, Lígia Silva, Xue Wu, entre outros. “ Essa convivência que os nossos atletas terão com grandes jogadores da modalidade também é muito benéfica. Eles poderão observar os grandes astros e assistir a partidas de grande nível, o que com certeza irá agregar muito para todos

eles”, comemorou Ramos, ressaltando que espera disputar as 3 etapas da Região Sul/Sudeste além da 2ª etapa Centro/Norte/Nordeste que acontecerá no mês de junho em Fortaleza, tudo pensando na soma de pontos dos atletas e do clube no ranking nacional e, ainda, na disputa do Campeonato Brasileiro, que acontecerá este ano, em Salvador, entre 28 de outubro e 02 de novembro.

A ADM - Petrópolis dispõe, desde janeiro desse ano, de um moderno centro de treinamento, o que, para o presidente da instituição, Daniel Ramos, já vem rendendo frutos e contribuindo para melhora do nível técnico dos atletas. A instalação do centro, um dos melhores do estado, é fruto de uma parceria entre a instituição e o Esporte Clube Pedro do Rio, firmada em 9 de dezembro do ano passado. A ADM - Petrópolis também realiza um projeto pioneiro no estado. Trata-se do “Baby Ping”, que é voltado para a iniciação de crianças de 5 a 7 anos na modalidade. “Nós já desenvolvemos este projeto em Pedro do Rio e estaremos a partir da próxima semana abrindo novas inscrições para as aulas no Esporte Clube Pedro do Rio, que acontecerão às quartasfeiras, das 18h às 19h. Dependendo da procura abriremos novas turmas”, garantiu Ramos, frisando que uma parceria com a Prefeitura possibilita que as aulas sejam fornecidas de maneira gratuita. “A Confederação Brasileira de Tênis de Mesa está desenvolvendo um projeto para detecção de talentos visando os Jogos Olímpicos 2016 e 2020, buscando atletas entre 7 e 11 anos de idade em todo o país e nós esperamos conseguir colocar algum dos nossos jovens neste projeto”, concluiu. Fotos: Gustavo Soares

Representante do COB visita hoje a cidade para fazer vistoria A professora Berenice Arruda, representante do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), visita hoje a cidade para realizar vistorias no galpão de Pedro do Rio. O intuito é avaliar as condições do local para a possível instalação do Centro Olímpico de Treinamento de Ginástica Artística. A visita ao local, situado na Estrada União e Indústria, nº 19.483, em frente à sede social do Esporte Clube Pedro do Rio (onde funcionava a empresa Autobus), está marcada para as 10h30. A visita será acompanhada pela primeira-dama da Cidade, Marileine Mustrangi, madrinha do projeto. Para o secretário municipal de Esportes, Carlos Alberto Lancetta, todos os esforços estão sendo feitos para que Petrópolis abrigue delegações na Copa do Mundo de 2014 e nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016. “Quanto mais centros de treinamento de alto rendimento nós pudermos ter em Petrópolis,

Lancetta quer transformar Petrópolis em referência no esporte

maiores serão nossas chances de sermos subsede, tanto nas Olimpíadas como na Copa do Mundo. Estamos estudando a possibilidade de parceria com o Esporte Clube Corrêas, para a montagem de um centro para o hóquei”, garantiu Lancetta, que acumula as funções de secretário de Esportes do município, diretor esportivo do Serrano,

presidente da Federação de Atletismo do Rio de Janeiro, além de membro do Movimento Esportivo Petropolitano (MEP), que tem, justamente como o principal objetivo, aproveitar os megaeventos que serão realizados no Brasil para tornar Petrópolis uma referência no esporte dentro do país e fora dele.

Atletas petropolitanos marcarão presença no Circuito das Estações Adidas Neste domingo (13) será realizada a etapa de outono do Circuito das Estações Adidas, no Aterro do Flamengo, no Rio. Nessa edição da prova estarão presentes 35 atletas petropolitanos, entre homens e mulheres, de 18 a 60 anos, alunos da academia Acqua Sports. O professor de educação física da academia, Thiago Martins, conta que participar do circuito é uma forma a mais de motivação para a prática da atividade física regular. “Este é um evento para promoção da saúde e não é preciso ter

experiência em campeonatos para participar”, avaliou. O circuito terá provas de 10 km e de 5 km e vai percorrer o Aterro do Flamengo utilizando as duas pistas no sentido Centro – Zona Sul. De acordo com os organizadores, o evento vai ocorrer independente da condição climática. A duração máxima será de duas horas. Os Alunos da Acqua Sports terão, como suporte oferecido pela academia, uma tenda de apoio. No lugar, eles poderão fazer a retirada do kit do corredor (composto por camiseta da equipe Acqua

Sports), além de apreciar um café da manhã com mesa de frutas. Os profissionais da academia acompanharão todo o evento dando orientações aos alunos. “Nós fazemos o possível para que os atletas se preocupem apenas em correr”, afirma o professor Thiago. Os chips, usados para o sistema de cronometragem e que são obrigatórios, devem ser retirados entre 6h30 e 7h30. A largada será às 8h, na Avenida Infante Dom Henrique, em frente ao Monumento aos Pracinhas.

O capitão Douglas fez o segundo gol da vitória de ontem e agora é o artilheiro da equipe, com 2

Serrano passa por sufoco, mas garante a ponta na Série C Foi difícil, foi suado, foi dramático, mas o Serrano suportou a pressão e venceu o Yasmim, por 3 a 2, na tarde de ontem, em partida válida pela terceira rodada do grupo C da Terceira Divisão do Campeonato Carioca. Com o resultado, a equipe petropolitana, além de manter-se com 100% de aproveitamento, assume a ponta do grupo. Os gols do azul e branco foram marcados por Vitor, Douglas e Victor Santos, enquanto que Willian, duas vezes, descontou para equipe da Baixada. O América, que também tinha condições de assumir a primeira posição, tropeçou no Villa Rio e acabou sendo derrotado por 3 a 0. O capitão Douglas, que marcou o segundo gol, é o artilheiro da equipe na competição, com 2 gols. Sem público, o jogo começou embolado e o Serrano tinha a clara estratégia de jogar nos contra-ataques. A estratégia deu certo. Logo aos 8 minutos, o zagueiro Vitor aproveitou o rebote do goleiro e, de cabeça, tirou o zero do placar. O jogo permanecia embolado no meio campo, e as condições do gramado do estádio Eustáquio Marques, embora não chovesse, dificultavam mais ainda as ações. O Leão da Serra mantinha a mesma postura cautelosa de explorar os contra-ataques, e assim ia levando perigo. Aos 32, o capitão da equipe, Douglas, aproveitou rebote

em cabeçada de Victor Santos e ampliou a vantagem para o azul e branco. Na volta dos vestiários, as duas equipes retornaram sem alterações. O panorama da partida também não se alterou. Logo aos 15, o atacante Alexandre Dragão serviu Victor Santos que, cara a cara com o goleiro adversário, não perdoou e colocou 3 a 0 no placar, justificando a opção de Duílio por colocá-lo de titular pela primeira vez. O jogo, que caminhava na maior tranquilidade para o Leão da Serra, dava indícios de que não permaneceria assim até o fim. Aos 20 minutos, o lateral-esquerdo Joel derrubou o atacante Silveira, do Yasmin, e o juiz assinalou o pênalti. Na cobrança, brilhou a estrela do goleiro Jéferson, que defendeu a cobrança de Silveira e

manteve o placar inalterado. No entanto, a equipe de Duque de Caxias se lançou ao ataque e, com dois gols do centro-avante Willian, pôs fogo no jogo. Próximo do fim, a partida ganhava contornos dramáticos. Aos 36, o técnico Duílio resolveu trocar de uma vez só a dupla de ataque. Saíram Alexandre Dragão e Victor Santos, para entrada de Rodrigo e Ramón. Para aumentar a aflição dos serranistas, o juiz apontou cinco minutos de acréscimos. Duílio colocou Edvan no lugar de Júlio para gastar o tempo. Apesar do susto, o Leão da Serra agarrou a vitória com unhas e dentes e assumiu a ponta do grupo C, com 6 pontos, ultrapassando justamente o adversário da tarde de ontem, que permaneceu com 4.

Serrano tenta liberar estádio para torcida No próximo domingo, finalmente o torcedor Serranista poderá ver sua equipe atuando em seus domínios. O adversário do líder será o Condor, e a partida está prevista para as 16h e liberada para um público de 999 expectadores. No entanto, o estádio serranista aparece no site da Federação de Futebol do Rio como inapto para receber público. A cúpula do clube tenta a liberação para pelo menos pequenos públicos. Existe também a possibilidade do jogo ser marcado para as 11h. Segundo João Henrique Areias, diretor de marketing do clube, essa é uma iniciativa para que os jogos da equipe não concorram com os jogos da Série A.

Diario de Petropolis  

Artigos, Cidade, Colunistas, Esportes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you