Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis 56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.773 - Sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Rio de Janeiro no combate ao fumo O balanço, fechado pela Secretaria de Saúde, comprova que os bares e restaurantes vêm cumprindo as determinações contidas na Lei Antifumo. Desde novembro de 2009, quando foi implantada, até 30 da janeiro, apenas 91 dos 11,7 mil estabelecimentos foram autuados. (Página 10) Vagner Batista

Prefeitura assina convênio com a Mitra Número de alunos da Educação para Jovens e Adultos na cidade deverá triplicar no ano que vem. Por isso, o secretário de Educação, William Campos, assinou ontem a renovação do convênio entre prefeitura e Mitra Diocesana. (Página 5)

Inflação na 1ª prévia de fevereiro foi de 0,66% A taxa que aponta um reajuste de 0,66% nos contratos de aluguel foi calculada pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre). O índice superou a marca do mês passado, que ficou em 0,42%. No ano, o índice acumula elevação de 1,46% e nos últimos meses

de 10,93%. O resultado da pesquisa feita com base no Índice Geral de Preços –Mercado, aponta que o resultado da primeira leitura do mês reflete a elevação média de preços tanto no setor atacadista quanto no varejo. A alta mais expressiva foi no preço das

Plano Diretor da cidade será discutido na semana que vem Na próxima semana, profissionais de cidades como Juiz de Fora e Blumenau, onde foi formulado recentemente um Plano Diretor, estarão em Petrópolis para um ciclo de palestras sobre o tema. A iniciativa é da Comissão Especial para Revisão e Estudo do Plano Diretor da Câmara em parceria com a Associação de Moradores

Mão Santa. O presidente da Comissão, vereador Thiago Damaceno (PV) anunciou as palestras ontem, durante sessão da Câmara. O Plano, que definirá os rumos das políticas para a cidade nos próximos oito anos, deverá ter seu texto final aprovado somente em agosto, apesar de se referir ao período entre 2011 e 2017. (Página 3)

Arquivo

A cartilha foi apresentada pelo secretário de Educação Wilson Risolia

Economia impulsiona abertura de novas empresas O total de empresas abertas na Junta Comercial do Estado no primeiro mês do ano cresceu 13% em comparação a janeiro do ano passado. O comércio de roupas liderou o número de estabelecimentos abertos. (Página 5)

Thiago Damaceno é o presidente da comissão do Plano Diretor

Divulgada a cartilha sobre bonificação para professores

Estado cria metas para infraestrutura nas escolas O plano do Governo do Estado para aperfeiçoar a infraestrutura de 1.466 unidades de ensino, tem por objetivo melhorar as condições de trabalho dos professores e também o aprendizado dos alunos da rede estadual de ensino. (Página 8)

matérias-primas brutas, que subiu de 0,59% para 2,40%. A taxa do minério de ferro foi a que mais subiu. O produto passou de -2,29% para 5,65%. Para calcular o IGP-M do primeiro decênio de fevereiro, a FGV coletou dados entre os dias 21 e 31 de janeiro. (Página 10)

A Secretaria de Estado de Educação elaborou uma cartilha com informações sobre o sistema de bonificação por resultados, parte fundamental do Programa de Educação do Estado do Rio. Buscando promover a melhoria dos resultados da Educação, a Secretaria de Educação estabeleceu como desa-

fio e meta de estar entre os cinco melhores estados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) até 2014. O valor da bonificação pode variar de acordo com a função e o percentual de alcance ou superação das metas estabelecidas, sendo calculado sobre o vencimento-base do servidor. (Página 8) Fotos: Divulgação

nesta edição Delfim Neto Pág. 2

Polícia prende homem armado no Valparaíso Dois homens foram abordados pela PM por volta das 15h45. Com um deles a polícia encontrou uma arma calibre 38 e caixas de f ios e lâmpadas, que teriam sido furtadas em uma obra em que trabalham. (Página 5)

Senado estende corte de horas extras Foi decidido pelo Senado estender o corte no pagamento de horas extras aos servidores que detêm cargos comissionados. O concurso público para a contratação de 180 servidores também foi suspenso. (Página 10)

Firjan aponta empresários mais confiantes

Demóstenes Torres Pág. 2

Eduardo Tessler

O Indicador da Firjan aponta 62,3 pontos em escala de 0 a 100 antes da tragédia. O resultado reflete os grandes investimentos no estado. (Página 5)

Pág. 2

Agricultores da Região Serrana vão contar com crédito de R$ 71 milhões para se recuperarem da tragédia ocorrida no dia 12 de janeiro

Agricultura ganha crédito de 71 milhões Para ajudar na recuperação da agricultura familiar da Serra, afetada pela chuva, o Ministério do Desenvolvimento Agrário anunciou a liberação de R$ 71 milhões em crédito. Os agricultores receberão empréstimos diretos de R$ 63 milhões e as prefeituras, R$ 8,3 milhões. Uma das

linhas de financiamento aos produtores, de R$ 13 milhões, prevê créditos de até R$ 2 mil para cobrir prejuízos e fazer pequenos reparos em propriedades. O juro será de 0,5% ao ano. O dinheiro estará disponível a partir da semana que vem no Banco do Brasil. (Página 5)

Trânsito muda no entorno do Bosque A CPTrans informou que, a partir do dia 13, o trânsito no entorno do Bosque do Imperador vai funcionar em sentido horário. (Página 5)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Ponto e Contraponto Antônio Cláudio Gomes

COMEMORAÇÃO

Ontem foi dia do aniversário do Partido dos Trabalhadores. São 31 anos de existência e muito pra comemorar: a maior bancada da Câmara dos Deputados, com 89 deputados federais; 15 senadores; cinco governadores; seis deputados estaduais pelo RJ; além, é claro, da presidenta do Brasil, Dilma Rousseff e do prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi. O ÚLTIMO REDUTO

Depois que o Café Rio Branco fechou, o último reduto da chamada ‘boca maldita’ – local onde se pode falar à vontade dos políticos – ficou sendo a padaria ‘La Fornarina’ na esquina das ruas Dezesseis de Março e Irmãos D´Ângelo , que agora anuncia o encerramento das suas atividades.

EUA China  Delfim Netto

U

ma fotografia vale mais do que mil palavras. Nada poderia exibir melhor a mudança fundamental que está ocorrendo no mundo do que a foto de Hu Jintao e Barack Obama, na visita que fez aos EUA. Um afroamericano e um chinês são os líderes das duas maiores potências mundiais, com uma população equivalente a 1/4 da mundial e 1/3 do PIB total. Eles prometeram uma convivência pacífica e de respeito mútuo. É isso que definirá o destino do resto do mundo nas próximas décadas. É ilusão do "resto do mundo" pensar que pode explorar as pequenas divergências (quando comparadas aos

ZERO A ZERO

Se a diminuta oposição ao governo municipal faz questão de lembrar que o PT não fez nenhum vereador na atual legislatura, não obstante a grande votação que elegeu Paulo Mustrangi como prefeito de Petrópolis. Não custa lembrar também que o PSDB também não elegeu nenhum representante na Câmara de Vereadores em Petrópolis no último pleito. FIGURA DE PROA

Quem aniversariou no início da semana foi o professor Mauro Carrano, chefe de gabinete do vereador Marcio Muniz. Figura das mais respeitadas nos meios políticos e no magistério petropolitano, Mauro fez parte do primeiro time do legendário governo Paulo Gratacós. UM PASSARINHO ME CONTOU

Segundo mensagem postada no Twitter pelo ex-prefeito Cesar Maia, a Rainha Elizabeth, do Reino Unido, gostou e aprovou o filme "Discurso do Rei" sobre a gagueira de seu pai, George VI. A película é uma das indicadas para o Oscar. JARDIM VERTICAL

A última edição da revista Deutschland traz uma reportagem sobre jardins verticais. O presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Charles Rossi, ficou interessado no assunto. Consta que o projeto inicial do Centro de Cultura previa uma cobertura vertical de hera na parte da fachada de alvenaria, deixando as janelas livres. PRÉ-ESCOLA E ENSINO PROFISSIONAL

Ainda na segunda metade dos anos 80, escrevi diversos artigos na imprensa local sobre a necessidade de maior oferta de creches e escolas técnicas. Hoje o Brasil vive um dilema na demanda por mão de obra qualificada. DICA DE LEITURA

Para quem gosta de romance bem escrito e que tenha como pano de fundo a cena política brasileira, recomendo “O Livro dos Desmandamentos – Profecias de um excluído”, de Carlos Trigueiro, editado pela Bertrand Brasil.

ASPAS

Política numa obra literária é como um tiro de pistola em meio a um concerto, algo estridente e vulgar, e, ainda assim, de que não é possível desviarse a atenção (Stendhal, citado por Carlos Trigueiro no romance ‘O livro dos desmandamentos’)

Contatos com a coluna: antoniocgomes@hotmail.com e no Twitter: @AntonioClaudio7

imensos interesses envolvidos) entre os EUA e a China. Essa relação simbiótica inicialmente estimulada pela estratégia externa americana (quando explorou a separação entre a velha URSS e a China no tempo da Guerra Fria) cresceu de forma insuspeitada. Atualmente, é de interesse fundamental para a China e os EUA mantê-la. É grave miopia, também, supor que cada uma delas não procurará expandir suas relações com o "resto do mundo", ao mesmo tempo em que aumentará a sua autonomia militar "dissuasiva". Essa é a situação objetiva da conjuntura mundial, que deve ser considerada um dado do problema na formulação das políticas de desenvolvimento de todos os países do "resto do mundo".

Tomemos como exemplo a taxa de câmbio do yuan, que nos prejudica. Já era evidente, mas reafirmou-se com a visita, o fato de que os "protestos" americanos (como também no que se refere aos direitos humanos) não têm consequência. Faz dez anos que o Congresso americano ameaça denunciar a China como manipuladora do câmbio, o que obrigaria o Executivo a agir. Por que isso nunca se concretizou? Porque, a despeito da gritaria dos sindicatos, o Congresso serve aos interesses da indústria dos Estados Unidos instalada na China! A superdesvalorização do yuan serve aos mesmos interesses, ainda que à custa de alguma inflação na China. Como disse Zhou Qiren, um assessor do BC

chinês, "o valor do yuan é determinado livremente pela oferta e procura no mercado de câmbio, no qual o BC é o maior comprador e, portanto, o determina". E acrescentou: "a inflação chinesa, que reduz o poder de compra do cidadão comum é devida, principalmente, ao excesso de emissão de yuans para a compra de reservas". Tudo isso para manter funcionando a simbiótica máquina exportadora chinesa. É difícil saber como isso acabará. O melhor é aproveitar as oportunidades que agora o quadro nos oferece, mas, ao mesmo tempo, colocar as barbas de molho e construir o mercado interno que necessitamos para dar emprego de boa qualidade a 150 milhões de brasileiros em 2030.  Ex-ministro da Fazenda

Sobre o novo pacto social

PARA PLATÉIA

Consta que o vereador Vadinho aproveitou o bochicho na Câmara Municipal por conta da chegada dos concursados e quis fazer uma média com os descontentes. Até que foi interpelado pelo vereador Wagner Silva que lembrou, aos presentes à sessão legislativa, a posição de primeiro secretário de Vadinho quando a medida foi tomada pela Mesa Diretora no ano passado, esvaziando a fala do colega.

SEXTA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2011

 Demóstenes

Torres

N

a semana passada, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou interessante estudo que joga por terra o argumento preconceituoso de que o gasto social é espécie de caridade do governo e, portanto, improdutivo. Os resultados econômicos mais salientes são naturalmente observados em educação. Ao aplicar um R$ 1,00 no setor há um incremento de R$ 1,85 do PIB. Para se ter uma ideia, o investimento na escola pública gera um efeito multiplicador à economia e à renda maior do que a exportação de commodities e a construção civil, segmentos vitais ao Brasil. Não se trata de depreciar tais atividades produtivas, mas de mostrar o quanto o País daria um salto de qualidade caso fossem levadas a sério as políticas educacionais. Desde o final do mês passado vêm sendo divulgados os números do Censo Escolar do Ministério da Educação. A cada tabela se demonstra a dimensão da tragédia do sistema educacional brasileiro.

Os dados apontam que em 2010 nada menos do que 70% dos estudantes do ensino fundamental e médio não tiveram acesso a laboratório de ciências, 15 milhões de alunos estudaram em escolas sem biblioteca, 9,5 milhões em unidades de ensino sem sistema de informática e outros 14 milhões descobertos de unidades dedicadas a práticas de esporte. Os números demonstram claramente a baixíssima qualidade do equipamento educacional público oferecido, ou seja, a escola para grande parte dos estudantes é ainda uma unidade confinada à sala de aula, onde definitivamente as relações de aprendizado estão longe de funcionar. Vejam que o Censo Escolar demonstrou claramente o desprestígio sistemático da atividade do magistério. Caiu pela metade o número de formandos dos cursos de Pedagogia e Normal Superior nos últimos quatro anos, justamente aqueles profissionais especializados nas primeiras séries do ensino fundamental. A queda é explicada pelos baixos salários dos professores e o péssimo ambiente de trabalho que envolve a atividade que já foi considerada de elevado status social.

Então, no retrato falado da escola brasileira temos o elemento principal, o professor, em situação de enorme depreciação, cuja profissão é relegada à quinta categoria e uma estrutura pedagógica altamente deficiente do elementar como o livro, o computador e o laboratório. Não posso dizer que o governo federal é absolutamente negligente, mesmo porque algumas iniciativas foram tomadas, a exemplo do piso nacional dos professores e do programa de formação do magistério. Aliás, foi acertada a decisão da presidente Dilma de manter no cargo o ministro Fernando Haddad. Sinal de que poderá haver noção de políticas de Estado para a Educação. O problema é o acanhamento das iniciativas. O governo federal lançou o Plano Nacional de Educação 2011-2020 composto de 20 Metas e Estratégias que são aparentemente ambiciosas, mas que no fundo são políticas de teto baixo. Explico: o Plano almeja alfabetizar todas as crianças até, no máximo, os oito anos de idade, bem como universalizar o ensino fundamental de nove anos para toda a população de seis a 14 anos. Ao mesmo tempo obje-

tiva até 2020 implantar a Escola em Tempo Integral em apenas metade da rede pública de ensino básico. O movimento deveria ser em sentido contrário, assim entendido universalizar a educação integral para que se obtivesse a inclusão plena e com qualidade. A presidente Dilma insinuou a necessidade de um pacto social para erradicar a pobreza no Brasil. Embora o discurso tenha ficado na generalidade, um excelente tema para se tratar francamente é a instituição da Escola em Tempo Integral. Como não existe oposição política à matéria e há disposição do Plano Nacional de Educação de elevar o investimento no setor a 7% do PIB, que se cumpram intenções do pacto de forma objetiva. Para início de conversa, Proposta de Emenda Constitucional de minha autoria neste sentido aguarda oportunidade legislativa para ser votada no Plenário do Senado e basta ato de vontade do Palácio do Planalto para que seja convertida em texto legal e assim possamos materializar a qualidade no ensino brasileiro, erradicar a pobreza e acabar com o nhenhenhém educacional.  Procurador de Justiça e senador, Democratas-Goiás

Infraero abusou: Os aeroportos estão péssimos. E mais caros  Eduardo Tessler

A

gora é oficial: a partir de 14 de março a taxa de embarque nos aeroportos do Brasil vai ficar mais cara. De R$ 19,62 vai para R$ 20,65 em voos nacionais e de R$ 60 para R$ 66 nos internacionais. O serviço está a cada dia pior, filas para tudo, banheiros sujos, faltam assentos nas salas de espera, poucas esteiras para bagagem, ineficiência administrativa para acomodar os vôos, e o preço ainda vai subir. No ano passado 26,7 milhões de passageiros utilizaram o Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos, São Paulo - o maior do Brasil. Esse exército deixou nos cofres na Infraero a bagatela de mais de R$ 940 milhões. Esse orçamento, que seria comemo-

rado pela grande maioria das empresas brasileiras, lamentavelmente ficou em algum lugar entre a burocracia de Brasília e a má gestão de Cumbica. Nada foi reinvestido em melhorias do terminal, que continua ostentando o título de quarto pior aeroporto do mundo, à frente apenas de Bucarest, Istambul e do terceiro aeroporto de Paris (Beauvais), segundo o site eDreams. E é o terceiro pior em pontualidade dos voos, de acordo com levantamento da Forbes. Ou seja, nada funciona em Cumbica. Esse assalto oficial aos passageiros que não têm outra opção é um dos maiores escândalos do Brasil. Para onde está escoando esse dinheiro? Por que ninguém garante o reinvestimento em infraestrutura?

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias

D

Quando o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, listou os três maiores problemas para o Brasil sediar a Copa de 2014, muita gente se surpreendeu ao escutar "aeroporto, aeroporto e aeroporto". Teixeira, na verdade, apenas estava traduzindo a opinião da grande maioria dos passageiros. Talvez uma das explicações para a ineficiência da Infraero seja exatamente a sua estrutura. A estatal tem 29 superintendências, cinco diretorias, mais o procurador jurídico e o presid ente. Traduzindo, apenas no alto escalão são 36 pessoas. Esses gestores, escolhidos para os cargos (não concursados), foram responsáveis por um déficit primário de R$ 154 milhões em 2009. Uma máquina que arrecadou em transporte de passageiros mais de R$ 3

IÁRIO DE PETRÓPOLIS 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

bilhões em 2010 consegue fechar balanços no negativo. Tente abrir uma loja em qualquer aeroporto brasileiro. Você verá que custo do aluguel do metro quadrado é bem maior do que no melhor ponto da cidade. Onde está o dinheiro? Não é possível assistir a esse escândalo de braços cruzados. Agora, com o aumento das tarifas - que já são abusivas - o que vai ser feito com o dinheiro que jorra nos cofres da estatal? A palavra está com os 36 executivos que não conseguem melhorar os aeroportos do Brasil. A responsabilidade é deles. Ao passageiro, sem opção, resta pagar as taxas e ficar quieto.  Jornalista e consultor de empresas de comunicação. Edita o blog Mídia Mundo Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


SEXTA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

3

CIDADE

Ciclo de palestras debaterá o Plano Diretor Vinicius Henter

aprender. O Plano Diretor de Blumenau tem metas para até 2050. O Plano foi formulado depois de uma catástrofe, e uma das estratégias para a cidade sair da crise foi a Oktoberfest”, disse.

viniciushenter@diariodepetropolis.com.br

Profissionais de cidades como Juiz de Fora (MG), Blumenau (SC), Gramado (RS) e Campos do Jordão (SP), locais onde foi formulado recentemente um Plano Diretor, estarão em Petrópolis na próxima semana para um ciclo de palestras sobre o tema. A iniciativa é da Comissão Especial para Revisão e Estudo do Plano Diretor da Câmara em parceria com a Associação de Moradores de Mão Santa. O presidente da Comissão, vereador Thiago Damaceno (PV) anunciou as palestras ontem, durante sessão da Câmara. “São cidades conhecidas por ter um Plano Diretor organizado. Muitas dessas cidades são parecidas com Petrópolis, como Campos do Jordão e Gramado”, disse Damaceno. O secretário de Planejamento de Blumenau, Walfredo Balistieri, estará em Petrópolis na próxima semana para discutir o Plano Diretor que ajudou a elaborar. Na próxima sexta-feira (19), ele se reunirá a portas fechadas

O vereador Thiago Damaceno, presidente da Comissão do Plano Diretor, anunciou palestras de secretários de outras cidades que têm o Plano

com os vereadores. No dia seguinte (20), dará uma pa-

lestra no teatro do Shopping Estação Itaipava.

“É importante que todas as autoridades munici-

pais estejam presentes, porque Petrópolis tem muito a

Plano deverá ser votado em agosto O Plano Diretor de Petrópolis, que definirá os rumos das políticas para a cidade nos próximos oito anos, deverá ter seu texto final aprovado somente em agosto, apesar de se referir ao período entre 2011 e 2017. De acordo com o presidente da Comissão, vereador Thiago Damaceno, um dos motivos foi o atraso no envio do documento pela prefeitura, previsto inicialmente para o início de 2010, mas que chegou à Casa apenas em julho do ano passado. Ele também argumenta que a Comissão preferiu adiar a discussão do documento devido a eventos importantes que aconteceram em 2010, como a audiência pública realizada pela Concer para mostrar o projeto de duplicação da BR 040, a realização do Censo 2010 e a elaboração do Plano Municipal de Cultura.

Silmar Fortes critica planos de saúde oferecidos para servidores públicos Vinicius Henter

Mustrangi e Peralta em reunião antes da greve: na quarta, voltou o diálogo

Negociações avançam com o governo, mas médicos seguem em estado de greve Vinicius Henter

O Sindicato dos Médicos e governo voltaram a se reunir na última quarta-feira (9), mas pela primeira vez com a presença do prefeito Paulo Mustrangi. A categoria continua em estado de greve, mas houve avanços nas negociações, como a garantia pelo prefeito de que não serão descontados os dias parados em janeiro. No dia 28 de fevereiro, haverá nova reunião, quando serão discutidos o reajuste salarial dos médicos e os dias parados em dezembro, que foram descontados pela prefeitura. Além de Mustrangi, participaram da reunião, que aconteceu na subprefeitura, em Itaipava, o presidente do Sindicato dos Médicos, Mauro Peralta, a secretária de Saúde, Aparecida Barbosa, o vereador João Tobias (PPS), o secretário de governo, Wilson Franca, e o vice-prefeito, Oswaldo Costa Frias. A principal reivindicação é em relação ao salário, pois os médicos ganham R$ 900 e querem aumento para R$ 2,6 mil. “Os médicos continuam em estado de greve, e só sairão quando for resolvida a questão do salário”, disse Peralta. Já em relação ao Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da saúde, outra reivindicação da categoria, o governo assumiu o compromisso de formar uma comissão que elaborará o Plano em 90 dias. Em seguida, o que for produzido será en-

caminhado para o Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam), para que seja formatado. Logo depois, o texto será enviado para a Câmara para votação. “Ainda neste semestre, se Deus quiser, a Câmara estará votando o PCCS da saúde”, disse ontem Tobias, durante sessão da Câmara. Para Mauro Peralta, no entanto, a promessa do PCCS não foi um avanço, porque “já foi prometido antes” e também porque o retorno aos médicos será somente no ano que vem, uma vez que é preciso que o Orçamento preveja o Plano, para que tenha efeito real. Foram 23 dias de greve A greve começou no dia 20 de dezembro e durou 23 dias, sendo interrompida com a tragédia do dia 12 no Vale do Cuiabá e no Brejal. Até agora, somente foram atendidas pela prefeitura as reivindicações relacionadas às gratificações, já que, no fim de dezembro, o governo enviou projeto que foi aprovado pela Câmara, estendendo as gratificações para os médicos dos postos de Saúde da Posse e de Pedro do Rio. Além disso, os médicos não mais perderão as gratificações caso fiquem doentes ou viajem para congressos. Além do reajuste e do PCCS, os médicos querem carga horária de trabalho de 12 horas e um adicional de difícil acesso para postos de periferia; incluindo o Meio da Serra.

O vereador Silmar Fortes (PMDB) criticou na sessão de ontem da Câmara o novo plano de saúde disponibilizado para os servidores públicos no Fundo Municipal de Saúde. O plano, feito em convênio com a Unimed Petrópolis, é uma alternativa ao serviço oferecido pela Daymed no Fundo. No entanto, para Silmar, o servidor não tem condições de pagar pelas novas opções de plano, em função dos “baixos salários”. Os preços dos planos são definidos pela faixa etária do associado. Por enquanto, foram divulgados os “preços promocionais” para os dois primeiros meses. Para quem tem mais que 59 anos, por exemplo, a opção mais barata custa R$ 378,56. A mais cara, também para essa faixa etária, custa R$ 667,87. Há também opções muito mais baratas, porém para quem tem até 18 anos: entre R$ 63,11 e R$ 111,32. “Quando lemos que os servidores ganharam uma nova opção de plano de saúde, parece que é uma coisa boa. Mas como uma merendeira, um motorista podem pagar um plano de saúde desse?”, questionou Silmar.

Fundo Municipal de Saúde, na Avenida Ipiranga: novos planos foram um convênio com a Unimed Petrópolis

O vereador sugeriu à Câmara que “convoque ou convide” a comissão gestora do Fundo para dar esclarecimentos à Casa, para que os vereadores possam explicar à população. O presidente da Câmara, vereador Paulo Igor (PMDB), respondeu que Silmar, por fazer parte da Comissão de Saúde, Educação, Cultura, Esportes e Servidores Públicos, poderia convocar os gestores do Fundo para prestar esclarecimentos à Comissão.

“Sou parado na rua, e é muita reclamação”, disse Silmar. Silmar Fortes frisou que não defende planos de saúde, e sim o Sistema Único de Saúde (SUS). Ele ainda citou modelos de saúde pública da Europa, como na França e na Inglaterra. “Enquanto não tivermos um SUS universal, integral e bom, vamos precisar ter um Plano de Saúde para os servidores”, disse. O gerente administra-

tivo do Fundo, Marcelo Fonseca, declarou durante a semana que o convênio com a Unimed foi motivado para atender uma reivindicação antiga dos servidores. Ainda de acordo com Marcelo, os preços oferecidos “são competitivos e totalmente acessíveis ao bolso do trabalhador”. Ele também assegura que todos os planos são completos, com assistência médica e odontológica, além de seguro para os dependentes.

Emop e Prefeitura realizam reunião para definir diretrizes de trabalho O prefeito Paulo Mustrangi participou de uma reunião na tarde desta quinta-feira (10/2) com o presidente da Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), Ícaro Moreno Júnior, que explicou qual as próximas medidas que a autarquia estadual para avançar com as obras emergenciais e na busca por recursos do governo federal. Também participaram do encontro o vice-prefeito Oswaldo Costa Frias e o secretário de Obras, Stênio Nery. Mustrangi explicou ao presidente do Emop que existe um passivo de intervenções a serem cumpridas relacionadas aos problemas causados pelas chuvas não só de janeiro no Vale do Cuiabá, mas também as que atingiram o distrito da Posse, os bairros da Mosela e Bingen e em Araras, que vitimou três

crianças no mês de dezembro do ano passado. “Temos uma demanda muito grande de obras que são necessárias e que precisam ser feitas em parceria com o governo estadual. Tenho certeza que vamos atender a todas as solicitações e todas as intervenções estarão sendo realizadas nos próximos meses”, garantiu Mustrangi. O presidente da Emop falou sobre as etapas do processo de atendimento as áreas atingidas pelas chuvas. Ícaro elucidou que a fase emergencial dos trabalhos será realizada até abril e que após esse período, será implantada a fase de reconstrução, que foi subdivida em três linhas de atendimento. A primeira linha atenderá as obras destinadas às encostas, com a construção

de muros de gabião, contenção de locais localizados em áreas de risco, entre outras ações. A segunda linha será à frente de intervenções de infraestrutura, como a construção de mais pontes (duas já estão sendo construídas) microdrenagem, pavimentação e recuperação de vias. A terceira linha focará os trabalhos na recuperação de rios, canais e córregos e serão feitos em parceria com o Inea. Para que todo o município seja atendido, o governo municipal apresentará ao Estado um relatório com as principais obras a serem realizadas, por ordem de urgência e com detalhes fotográficos do evento, necessidades e custo da obra. Esse relatório será entregue até o período do Carnaval. “Todo o trabalho do Emop nas cidades atingidas

será feito mediante a liberação de recursos do governo federal. Com o trabalho realizado pelas prefeituras, vamos montar um caderno de encargos e levar ao conhecimento da União para então definir o quantitativo de verbas que serão liberadas. Serão necessários uns quatro anos para que todas as obras da Região Serrana sejam concluídas”, afirmou Ícaro Moreno Junior. Na reunião também ficou acertado que uma área quilombola, com cerca de 15 imóveis, será recuperada. O Emop também será a entidade responsável pela concentração de todo o serviço que foi realizado de cadastramento feito pelas entidades governamentais durante este mês. Todos os dados serão cruzados e também farão parte do caderno de encargos que serão entregues a União.


4

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Alexandre Machado

alexandrediario@yahoo.com.br

Curtas  Em

altos papos na Majórica, quarta-feira, Sarah Van Erven e Amaury Jaime de Lima.  Falando em Amaury Jaime de Lima, ele assina amanhã a decoração da festa de formatura da turma de Nutrição, no Solar Portugal, com cerimonial de Janiques.  A jornalista Marise Simões comemorou idade nova

na última terça-feira.

 E ontem quem aniversariou foi o cirurgião-dentista Luiz Renato Machado, filho de Célia e do rotariano Jorge Luiz Martins Machado.  Letícia Miloni comemora seus 15 anos amanhã, com festa na Maison Magamez.  Joice Bispo e Heron Valentim estão de casamento marcado para o dia 21 de abril. A noiva é filha de Ivone e Joaquim Bispo.  Denise e Clovis Magamez comemoram os 7 anos da filha Gabriela, domingo, às 17h, na Maison Magamez.  Lucas, o primeiro filho de Carla e Rodrigo Carneiro Melo, nascerá em março. Vão estrear como avós, Luci e Totonho Carneiro Melo.

SEXTA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2011

Casando com Estilo O site Casando com Estilo & Eduardo Moreira promovem um happy hour de lançamento da 1ª Mostra Casando com Estilo e Visão Geral, que reunirá, no dia 16, às 20h, no Espaço Terra Santa, grandes profissionais de casamentos e eventos que estarão apresentando seus produtos e serviços. 

Almoço beneficente O Centro Educacional Terra Santa está em festa para comemorar um ano em que frei Antônio Moser assumiu a presidência da instituição. As festividades começam domingo com um almoço beneficente, às 12 horas. No cardápio, comida mineira. Os ingressos limitados a 250 pessoas já estão à venda por apenas R$ 15. 

Noite elegante Cláudia Raia abriu sua belíssima casa no Itanhangá, no Rio, para festejar os 50 anos da irmã, Olenka Raia, que aproveitou para comemorar Bodas de Prata com Fernando Pagan. Profissionais de Petrópolis foram contratados para o evento, entre eles Anderson Barcellos, que assinou a decoração floral, com velas artesanais de Márcia Nina. A organização foi de Márcio Nunes.

Trio Aquarius

Ivone Bispo e Linda de Albuquerque no restaurante S’a Carola, do chef Marcelo Piere 

Rumo à Itália O chef Marcelo (leia-se S’a Carola) vai fazer um curso de atualização na Itália, no segundo semestre. Aliás, no dia 29, a dica da coluna é passar no S’a Carola e saborear o Nhoc da Fortuna. Maravilha!

A Sociedade Artística Villa-Lobos, presidida por Myrian Dauelsberg, promove o concerto de abertura da temporada 2011, excepcionalmente no dia 20, domingo, às 19h, no Theatro Dom Pedro. Na ocasião teremos a apresentação do Trio Aquarius, formado por Flávio Augusto (piano), Ricardo Amado (violino) e Ricardo Santoro (violoncelo).

Tobias Reis e sua amiga do Espírito Santo, Aline Mantovanelli

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


SEXTA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

CIDADE

Crescimento da economia fluminense impulsiona abertura de novas empresas Alana Gandra/ABr

Rio de Janeiro - O total de empresas abertas na Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (Jucerja) no primeiro mês deste ano cresceu 13% em comparação a janeiro do ano passado, totalizando 2.871 novas companhias registradas. O presidente do órgão, vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Econômico (Sedeis), Carlos De La Rocque, atribuiu a expansão ao crescimento da economia fluminense. “É um número que está sempre surpreendendo a gente. Esse crescimento não para”, disse hoje (10), em entrevista à Agência Brasil. O comércio de roupas e acessórios seguiu liderando o número de estabelecimentos abertos em janeiro, com 262 novos negócios. De La Rocque avaliou que a tendência é de continuidade do processo de aumento de empresas abertas. “A tendência é aumentar, porque vem aí a Copa do Mundo, as Olimpíadas”. Ele acredita que em fevereiro, entretanto, por conta da tragédia ocorrida na região serrana fluminense, o número de empresas abertas deverá sofrer uma diminuição. No ano passado, informou que a abertura de companhias no estado evoluiu 8,7%, englobando 41.025 novos negócios. O presidente da Jucerja afirmou que a implantação do Registro Mercantil Integrado (Regin) em todos os municípios do Rio de Janeiro reduzirá o tempo de abertura de empresas, que hoje é de 72 horas, para cerca de 48 horas. “Nós estamos nos preparando para a informatização total da Jucerja”. O Regin é um sistema que permite a abertura de empresas via internet e integra dados das prefeituras, Secretaria de Fazenda estadual e Secretaria da Receita Federal, entre outros órgãos. “Isso ajuda na formalização das empresas. As pessoas estão vendo que isso não

é um bicho de sete cabeças, como se apregoa”. Atualmente, o Regin está implantado em 45 cidades fluminenses, das quais 23 já foram capacitadas pela Jucerja. Por meio de sua delegacia em Petrópolis e em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-RJ), a Junta Comercial seguirá prestando atendimento especial aos empresários prejudicados pelas enchentes de janeiro na região serrana, disse Carlos De La Rocque. “As empresas perderam os seus documentos. A gente sempre diz que o contrato social é a certidão de nascimento da empresa. Elas estão tirando suas certidões, e nós demos gratuidade para isso”. A Jucerja está expedindo também um documento de interesse das empresas, para que fique registrado junto ao contrato social todo o extravio de livros fiscais e contábeis e demais documentos perdidos na enxurrada. “É como se fosse um BO [boletim de ocorrência nos distritos policiais]. Fica registrado na Jucerja e pode servir mais adiante para obter empréstimo em bancos, por exemplo”. Esse serviço também é gratuito para as empresas afetadas pelas chuvas na região, ressaltou. No último dia 9, no primeiro Feirão SOS Empresas, promovido pela Firjan e o governo do estado do Rio, em Nova Friburgo, foram atendidos cerca de 300 empresários da região serrana, de forma geral. Carlos De La Rocque afiançou que a Jucerja pretende participar de todos os mutirões que forem feitos, visando a auxiliar na recuperação dos negócios naqueles municípios atingidos pela catástrofe. “Nós isentamos as taxas da Jucerja nessa região durante seis meses, para facilitar um pouco a vida deles [empresários]”.

CPTrans retoma cronograma de sinalização A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte retomou o cronograma de sinalização vertical e horizontal das vias do município. O trabalho foi iniciado pela Avenida Barão do Rio Branco, na pista sentido Retiro. A equipe de pintura está sinalizando a via, pontos de ônibus, faixas de pedestres, os pontos de redução de velocidade por conta dos radares e quebra-molas. Entre as próximas localidades a receberem sinalização estão as entradas da cidade e a Rua Silva Jardim, que, assim como a Avenida Ipiranga, vai voltar a ser mão dupla. Além disso, em Corrêas, cujo projeto já foi aprovado pelos moradores e as intervenções chegaram a ser iniciadas no fim do ano passado com a sinalização horizontal na entrada da Ponte de Corrêas na pista sentido Centro, mas interrompido devido as chuvas, o trabalho será retomado. Os tachões e tinta licitados pela CPTrans já

chegaram à companhia e vão permitir finalizar a sinalização da faixa seletiva na Rua Souza Franco, que irá contar também com intervenção da Secretaria de Obras. Assim que as intervenções na Rua Souza Franco forem finalizadas, a CPTrans vai implantar a faixa seletiva nas ruas Paulo Barbosa e Washington Luiz para dar mais agilidade no trânsito do Centro, principalmente preparando para o novos sistema de ônibus que irá funcionar no município, após a licitação. Outros pontos que também serão sinalizados para ser implantado o estacionamento rotativo serão as vias Raul de Leoni, Benjamin Constant, Buenos Aires, Alfredo Pachá, Presidente Kennedy, Washington Luiz, Miguel Detsi, Raul de Leoni, depois do número 1.000 da Rua Teresa, Montecaseros, Frei Luís, Frei Rogério, Floriano Peixoto, Praça de Corrêas, Santos Dumont, Sete de Abril, Roberto Silveira.

Polícia prende homem com uma arma na mochila Dois homens foram detidos na tarde de ontem (10), autuados por porte ilegal de arma e furto. A prisão foi realizada por agentes do Grupamento de Ações Táticas (GAT) da Polícia Militar, que, em patrulhamento pela Rua Gonçalves Dias, no Valparaíso, consideraram suspeita a atitude dos 2 homens, que demonstraram inquietação ao perceberem a aproximação

dos policiais. Os PMS então abordaram os dois, por volta das 15h45, e encontraram na mochila de um deles uma arma calibre 38. Na mochila também foram encontrados caixas de fios e lâmpadas, que teriam sido furtadas de uma obra em que os homens trabalham. Ambos foram conduzidos à 105ª DP, onde prestaram esclarecimentos e ficaram detidos.

Secretaria de Educação e Mitra assinam convênio Vagner Batista

Roberta Muller robertamuller@diariodepetropolis. com.br

O número de alunos da Educação para Jovens e Adultos (EJA) na cidade deverá triplicar, indo de dois mil para seis mil no ano que vem. O anúncio foi feito ontem pelo secretário de Educação William Campos, durante a assinatura da renovação do convênio entre prefeitura e Mitra Diocesana para as escolas paroquiais. Na reunião, que aconteceu no salão da Catedral São Pedro de Alcântara e contou com a presença do bispo Don Filippo Santoro e diretores de colégios, o secretário ressaltou ainda que dará atenção especial ao grupo, que compõe 31 unidades escolares. Dentre as melhorias, ele pretende elaborar um projeto para a cobertura das quadras esportivas de algumas unidades, além de inseri-las no projeto Brasil Alfabetizado. Na ocasião, também foi assinado o convênio para a abertura do Centro de Educação Infantil Nossa Senhora da Glória, em Corrêas. Além disso, o secretario de Educação aproveitou o momento para explicar aos diretores como será sua gestão à frente da pasta. Quatro pessoas foram nomeadas para tratar de diferentes assuntos, como obras, educação infantil e ensino fundamental, e finan-

O convênio foi assinado ontem pelo secretário William Campos e pelo bispo Dom Filippo Santoro

ceiro. Elas serão responsáveis por falar diretamente com as escolas. Informou ainda que pretende evitar que as unidades sofram com burocracias, para isso dará mais agilidade ao funcionamento da secretaria. Já em relação aos convênios, Campos frisou que lhe agrada “esta interação” entre prefeitura e igreja católica. Para ele, é importante que os estudantes tenham valores religiosos. “Atualmente, as famílias não têm mais valores, não sabem educar as crianças.

Na minha visão, a educação religiosa garante que elas tenham alguns valores. Dinamiza a criança, ensina o que é fraternidade, solidariedade, o amor”, afirmou ele, lembrando que depositou confiança nas unidades escolares da Mitra, “pois prezam pela ética” e que, para discutir o que está acontecendo em cada uma delas, representantes da Mitra e da secretaria irão se reunir uma vez por mês durante todo o ano. O bispo ressaltou que o convênio tem um valor históri-

co, já que existe há anos, desde a época de Dom Cintra, primeiro bispo de Petrópolis. “E também pela importância que as escolas da Mitra têm na sociedade. Na minha experiência como bispo, a educação é ponto muito importante. As pessoas vivem em sociedade e a educação é fundamental para isso”, completou. O convênio consiste na seguinte parceria: a Mitra doa o espaço, como os prédios das escolas, e a prefeitura colabora com professores, equipamentos, reforma e toda a estrutura da unidade.

Empresários confiantes em 2011 Indicador da Firjan aponta 62,3 pontos em escala de 0 a 100 antes da tragédia das chuvas O mercado interno aquecido e as perspectivas favoráveis ao Rio de Janeiro fizeram com que a confiança empresarial no estado iniciasse o ano em alta, com 62,3 pontos no indicador que vai de zero a 100, em que 50 pontos representam a estabilidade. Algumas regiões estiveram acima da média, como o Leste Fluminense (68,5) e a Baixada I (67,9), puxados pela construção civil e pelos investimentos no Comperj. Os dados estão na Nota Técnica Índice de Confiança do Empresário Industrial Fluminense (Icei-RJ), relativa ao quarto trimestre de 2010 e divulgada pelo Sistema Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro). Para o gerente de Estudos Econômicos da Firjan, Guilherme Mercês, os resultados refletem o ambiente de grandes investimentos no estado e o ritmo forte do mercado

de trabalho, que tem gerado saldo positivo de empregos há 20 meses consecutivos. O Icei-RJ é formado pela avaliação das condições atuais e pelas expectativas dos empresários em relação à economia brasileira, à economia do Estado do Rio e à própria empresa. As visões sobre as condições atuais da economia do estado e da economia brasileira variam bastante na pesquisa. No cenário nacional, a percepção de aumento da inflação e o encarecimento do crédito, via aumento da taxa básica de juros, fez com que a nota caísse de 57,4 pontos na última pesquisa, no terceiro trimestre de 2010, para 54,1 agora. As condições do estado ficaram praticamente estáveis, passando de 57,5 para 57,8. A confiança em relação à própria empresa ficou em 53,3. Com isso, a média geral da avaliação sobre as condições atuais

ficou em 54,1. Já as expectativas dos empresários são fortes tanto em relação à economia brasileira (62 pontos) quanto à economia do Rio (65,4) e à própria empresa (67,7), formando uma nota de 66,4 pontos. No recorte regional, os resultados também mostraram otimismo na virada do ano em todo estado. No Leste Fluminense, o resultado foi direcionado pelo fortalecimento da indústria da construção civil e de minerais não metálicos. Na Baixada I (região de Duque de Caxias) e na Capital (64,4), a consolidação do polo siderúrgico resultou no aumento da geração de empregos e nas encomendas de máquinas e equipamentos, com efeito positivo sobre a percepção dos empresários. A confiança na Região Serrana (64,1), que reúne o entorno de Petrópolis, avan-

çou por conta do avanço da indústria do vestuário na região. Na Centro-Norte (60,6), que alcança Nova Friburgo e região, as forças são os polos de moda íntima e metal-mecânica. Os resultados foram apurados antes das chuvas que assolaram essas duas regiões no início de janeiro. De maneira geral, a Nota Técnica indica manutenção da confiança do empresário em 2011, embora em patamar pouco inferior ao observado ao longo de 2010. Na avaliação da Firjan, as próximas edições trarão os impactos sentidos nas regiões prejudicadas pela chuva. A Federação observa que a continuidade da alta expectativa dos empresários dependerá de medidas urgentes no campo macroeconômico, como redução da carga tributária e maior contribuição da política fiscal no combate à inflação.

Desabastecimento e alta excessiva do preço dos alimentos não preocupam Danilo Macedo/ABr

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, disse na última quarta-feira (9), durante anúncio do levantamento da safra 2010/2011, estimada em 153 milhões de toneladas de grãos, que o Brasil não corre risco de desabastecimento de alimentos e que o governo está atuando para conter elevações excessivas nos preços. Ele ressaltou que os dois principais alimentos da mesa do brasileiro, arroz e feijão, estão, inclusive, com preços abaixo do mínimo estabelecido pelo governo. “O [valor do] arroz e o feijão estão sendo frutos

do esforço do governo, por meio de leilões de apoio à comercialização, para trazer seus valores para próximo do preço mínimo”, afirmou Rossi. No início do mês, o Ministério da Agricultura anunciou que comprará 360 mil toneladas de arroz e 100 mil toneladas de feijão, sendo um terço deste volume ainda em fevereiro. Além disso, apoiará a comercialização e o escoamento de 1,02 milhão de toneladas de arroz e 300 mil toneladas de feijão. Segundo o ministro, o produtor rural brasileiro deve ter um ano de boa renda, algo incomum em safra recorde como deve ser a de 2010/2011.

Ele garante, no entanto, que os preços pagos pelo consumidor serão razoáveis, se descolando um pouco da alta acentuada registrada nos últimos meses no mercado internacional. A vocação brasileira para a produção de alimentos é a explicação para que o Brasil sofra menos pressão sobre o preço dos alimentos, segundo avaliação do secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Edilson Guimarães. “Nós produzimos, hoje, para o Brasil, para nosso consumo e somos supridores de alimentos no mundo. Se tirarmos o Brasil das contas dos estoques mundiais, vamos ver que o mundo

não teria como se abastecer de produtos agrícolas sem o país”. O ministro comentou que a única cultura à qual o país consome, mas a produção não é suficiente para atender o mercado interno é o trigo, que corre o risco de alta elevada em seu valor com a confirmação da quebra de safra na China, o maior produtor mundial do cereal. Segundo Rossi, os ministérios da Agricultura e da Fazenda iniciaram novas discussões para analisar a viabilidade do Brasil se tornar autossuficiente no produto e lançar uma nova política de estímulo ao plantio.

Trânsito no entorno do Bosque terá mudanças a partir de 13 de fevereiro A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) informa que o trânsito no Bosque do Imperador sofrerá alterações a partir desse do-

mingo, dia 13 de fevereiro, em função da demolição e construção do muro do Colégio D. Pedro II, que está prevista para durar 1 mês. Assim, o trânsito no entor-

no do Bosque do Imperador vai funcionar em sentido horário, passando o ponto de ônibus para o outro lado da calçada, pois atualmente a parada de ônibus funciona

junto ao muro do colégio. Por ser um período curto e espaço do bosque não haverá a possibilidade de instalar temporariamente abrigo.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Mente engenhosa, progressista, idéias claras e brilhantes muito influenciarão e de um modo benéfico. A cor que dará sorte no período é o azul. Dedique-se à leitura. Favorabilidade para assuntos de transportes.

Touro - (21/04 a 20/05)

Hoje, você terá paz no setor amoroso, ajuda dos amigos, parentes e religiosos para elevar seu estado de espírito e será bem sucedido nos divertimentos. Absorva uma boa vibração planetária e invista em seus sonhos.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Mente sempre alerta e voltada ao progresso de um modo geral. Muita disposição para o trabalho, para os negócios ou empreendimentos imobiliários. Bastante tranqüilidade na vida familiar e amorosa estão prevista para o período.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Excelente disposição mental para tratar de negócios, para iniciar novas idéias relacionada com publicidade e comunicações e para fazer pequenas tarefas. Aproveite este dia para se dedicar mais aos estudos. Sua irritação não solucionará problema algum.

Leão - (23/07 a 22/08)

O relacionamento com as pessoas queridas poderá ajudá-lo a se organizar interiormente, mas de uma maneira nova, completando assim a transformação da sua personalidade. Possibilidade de perdas materiais, de acidentes ou situações que o forçarão a mudar o comportamento.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Bom dia para tratar de assuntos ocultos e para elevar ainda mais sua inteligência, através de boas leituras e novos conhecimentos. Terá um bom relacionamento com os pais. Êxito no amor.

Libra - (23/09 a 22/10)

Atividades no trabalho que estavam se desenvolvendo bem diminuirão seu ritmo. Será necessária uma revisão do planejamento e da eficiência prática. Melhor entendimento com os amigos. Vida cultural, intelectual e religiosa estimuladas.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Vênus deverá favorecer você hoje. A partir de hoje, procure desenvolver seus projetos com mais ordem. Bom dia para se sobressair nas coisas em que têm dificuldade. A sua preocupação maior continuará, ainda hoje, procurar alguém que realmente entenda você em todos os sentidos.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

A lua e a posição de mercúrio favorecerão a vida amorosa, as atividades criativas e as artes. Sentimentos fortes e sintonia afetiva com a pessoa amada permitirão um perfeito entendimento, com a possibilidade de surgirem novos planos para o futuro.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Melhora sensível de saúde e das condições gerais deverão se apresentar hoje. A vida familiar será bastante harmoniosa e as chances de sucesso pessoal, profissional e financeiro, deverão surgir. Neutro no amor.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Êxito nos trabalhos que necessitam muita responsabilidade e perícia, nos negócios iniciados anteriormente e na vida pública de um modo geral. Ótimo para decorar o lar e para renovar o ambiente de trabalho.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Dias dos mais indicados para iniciar a melhoria da aparência de sua casa, tais como nova decoração e reformas. Fará ótimas amizades, mas não confie demais em estranhos. Sucesso junto ao sexo oposto.

Aposentado Pensionista

INSS

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO TAXAS SUPER ESPECIAIS!

SEM SAIR DE CASA, SEM BUROCRACIA

NÃO TEM CONSULTA SPC E SERASA

Ligue já!

(11) 3504-8484 Crédito somente para aposentados e pensionistas do INSS. Com juros de 2,34% ao mês em até 60meses. Crédito sujeito a margem disponível.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Especial

A melhor festa ‘teen’ da Região Serrana hoje à noite na Tamboatá Hoje, a partir das 19h, a Tamboatá, a superboate de Itaipava, recebe DJ Flávio Dominguez e VJ Pupille na melhor festa teen da Serra Carioca. A noite, pra lá de especial para adolescentes e jovens de 12 a 17 anos, vai contar com a participação do DJ Flávio Domingues, que também é técnico profissional com experiência de mais de 15 anos em festas, eventos e sonorização de bandas. Acostumado com o público teen, que adora pedir as baladas da moda, os sets vão ser compostos pelo que existe de mais moderno no cenário dance music nacional e internacional. A festa aquecida pelo calor do verão e pela energia

A VJ Pupille é uma das atrações da boate Tamboatá, hoje

borbulhante dos adolescentes, vai contar também com a participação da VJ Pupille

que vai ilustrar nas paredes as músicas com imagens que se movimentam em tempo real. Pupille começou a trabalhar com videografismo em 2007, no Rio de Janeiro, mas iniciou a carreira de Visual Jockey no Sul do país no início de 2010. Morou em Curitiba/PR, onde aprendeu todos os conceitos e técnicas de VJ na Christ DJ Academy, uma das maiores Academias de Discotecagem do Sul, tendo como instrutor VJ Toshiro, que está entre os 3 melhores VJs do Brasil. Para entrar na festa é obrigatória a apresentação de documento identidade e por se tratarem de menores, não haverá venda de bebida alcoólica. O endereço é Estrada União & Indústria, 12.360, Itaipava.

Na cidade

Endereço para cursos e diversão funcionando no Valparaíso O Ceac Petrópolis oferece vários cursos diversificados a partir deste mês de fevereiro. Entre os tópicos, gestão e capacitação profissional, formação de analistas de RH, formação básica para recepcionistas, técnicas de

recrutamento, seleção e treinamento, técnicas de venda, gestão de risco no trabalho, etc. O endereço é Rua Visconde do Uruguai, 344, Valparaíso e mais informações podem ser conseguidas no

site www.ceac-petropolis. com. Nele, você pode conferir a agenda completa de cursos e a programação do Cine Clube Ceac, além do calendário de eventos e shows do Bendita Garrafa Bar & Lounge.

Projetos

Prêmio Sesc Rio de Fomento à Cultura já está a pleno vapor O Prêmio Sesc Rio de Fomento à Cultura, que distribuiu verbas para variados projetos na área cultural, está agora na fase de produção. Os vencedores já estão com a mão na massa para fazerem valer e executarem as obras, com o capital ganho na premiação. Foram 10 categorias premiadas, com o valor de R$ 1,8 milhão, para realizarem projetos culturais em variadas áreas. A premiação foi dividida nas seguintes categorias: artes visuais, cinema documentário, dança, literatura jovem, música, novas mídias, Novos talentos – Cinema documentário, Novos Talentos – Teatro Jovem, Teatro Adulto e Teatro infantil. Os agraciados têm cerca de seis meses para finalizarem os seus projetos. Confira abaixo como anda a produção. Mais informações podem ser conferidas no site: http://www.sescriofomentocultura. com.br/

O prêmio Sesc engloba várias áreas da Cultura

Acontece hoje • Hoje, a partir de 21h, o Trio Dubrá toca no Bendita Garrafa, Rua Visconde do Uruguai 53, lj 09, Valparaíso. • O restaurante Recreio do Bacalhau apresenta, entre 19h e 22h, um show de voz e violão, destacando músicos de Petrópolis. O endereço é Rua 13 de Maio, 243. • O Yayunne Bistrô & Chopperia apresenta música ao vivo, com artistas da cidade, a partir de 20h. No Shopping Vila Katharina, próximo à Travessa Vereador Prudente Aguiar, Centro da cidade. • O Pub 113 apresenta o melhor dos anos 70, 80 e 90, a partir de 22h. Rua Bernardo Proença, 113, Cascatinha. • O Liberty Garden oferece sua “Reggae Nights” que, como o próprio nome indica, tem muito “reggae” para quem é fã deste ritmo, com o banda Folha Seca, a partir de 19h. Mulheres pagam R$ 3, homens, R$ 5. Na Praça da Liberdade, próximo ao prédio da UCP do Relógio das Flores.

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava AS VIAGENS DE GULLIVER – Censura livre – com Jack Black – Horários: 15h e 17h, todos os dias, exceto segundafeira Jack Black interpreta Lemuel Gulliver, empregado do setor de correspondência de um jornal de Nova York. Gulliver resolve viajar para escrever uma matéria sobre o Triângulo das Bermudas e acaba sendo transportado para uma terra desconhecida, Lilliput. Nesse mundo fantástico, ele finalmente se torna uma grande figura - em tamanho e no ego; principalmente quando começa a contar histórias mirabolantes em que leva o crédito pelas maiores invenções do seu mundo, colocando-se numa posição de destaque como participante de acontecimentos históricos. E isso só piora quando ele lidera seus novos amigos numa desafiadora batalha contra seus inimigos de longa data. O AMOR E OUTRAS DROGAS – Censura 16 anos – com Jake Gyllenhaal – Horários: 19h todos os dias, exceto segunda-feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h10 Jamie é um vendedor que trabalha no cruel universo farmacêutico e usa seu charme tanto no trabalho quanto com as mulheres para se dar bem. Enquanto tenta bater o recorde de maior número de vendas, ele cruza seu caminho com Maggie, uma mulher de espírito livre que não quer se prender a ninguém, e ele tem uma surpresa. A evolução no relacionamento deles faz com se encontram sob influência de uma droga: o amor. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 O TURISTA – Censura 12 anos – com Johnny Depp – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h Johnny Depp atua como um turista americano cujos flertes brincalhões com uma estrangeira levam a uma rede de intriga, romance e perigo em “O Turista”. Durante uma viagem improvisada à Europa para curar um coração partido, Frank (Depp) desenvolve uma inesperada relação amorosa com Elise (Angelina Jolie), uma mulher extraordinária que deliberadamente cruza o seu caminho. Tendo o excitante cenário de Paris e Veneza como pano de fundo, o intenso romance se desenvolve rapidamente na medida em que ambos se envolvem involuntariamente num jogo mortal como gato e rato. SALA 2 DE PERNAS PRO AR – Censura 14 anos – com Ingrid Guimarães – Horários: 15h15, 17h15, 19h15 e 21h15 Alice, 40 anos, é uma típica mulher dos tempos atuais. Casada, um filho pequeno, trabalha como assessora de uma grande empresa. Seu ritmo alucinante de trabalho rouba quase todo o seu tempo e praticamente toda a sua libido. O resultado não podia ser outro: seu marido pede a separação. Ela decide mudar e o destino lhe oferece uma oportunidade única: trocar seu trabalho por outro bem mais atraente: ser vendedora de uma sex shop. Num mundo novo e erótico, ela se transforma e situações hilárias acontecem. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 ENROLADOS – Censura livre – com

Zachary Levy – Horários: 15h 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Flynn Ryder é o bandido mais procurado e sedutor do reino. Um dia, em plena fuga, ele se esconde em uma torre. Lá conhece Rapunzel, uma jovem prestes a completar 18 anos que tem um enorme cabelo dourado, de 21 metros de comprimento. Rapunzel deseja deixar seu confinamento na torre para ver as luzes que sempre surgem no dia de seu aniversário. Para tanto, faz um acordo com Flynn. Ele a ajuda a fugir e ela lhe devolve a valiosa tiara que tinha roubado. Só que a mamãe Gothel, que manteve Rapunzel na torre durante toda a sua vida, não quer que ela deixe o local de jeito nenhum. CAÇA ÀS BRUXAS – Censura 14 anos – com Nicolas Cage – Horários: 17h, 19h e 21h 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Behmen é um cavaleiro que, depois de vários anos lutando nas Cruzadas, perdeu algumas batalhas, muitos amigos e até a fé. De volta à sua terra natal, ele encontra uma Europa devastada pela fome e a peste negra. Neste cenário de destruição ele se une a um grupo de guerreiros encarregados de levar uma garota, suspeita de ser bruxa, para um monastério distante. Não leva muito tempo até que o grupo perceber que a jovem possui forças sobrenaturais, e que eles estão prestes a enfrentar um mal além da nossa compreensão. SALA 2 ZÉ COLMÉIA – Censura livre – Horários: 16h01 e 18h 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão O parque Jellystone, casa de Zé Colmeia e Catatau, está cada vez mais perdendo visitantes. Devido a isto, o prefeito Brown pretende fechá-lo e vender suas terras. Ao saber disto, Zé Colmeia e Catatau unem forças com o guarda Smith na tentativa de encontrar uma saída para salvar o parque. O TURISTA – Censura 14 anos – com Johnny Depp – Horários: 20h30 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 MINHAS MÃES E MEU PAI – Censura 14 anos – com Julianne Moore – Horários: 188h30 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Dois irmãos adolescentes, Joni e Laser, são filhos do casal homossexual Jules e Nic, concebidos através da inseminação artificial de um doador anônimo. Contudo, ao completar a maioridade, Joni encoraja o irmão a embarcar numa aventura para encontrar o pai biológico sem que as “mães” soubessem. Quando Paul aparece tudo muda, já que logo ela passa a fazer parte do cotidiano da família. ALÉM DA VIDA – Censura 12 anos – com Matt Damon – Horários: 16h01 e 20h40 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Três pessoas são tocadas pela morte de maneiras diferentes. George é um americano que desde pequeno consegue manter contato com a vida fora da matéria, mas considera o seu dom uma maldição e tenta levar uma vida normal. Marie é jornalista, francesa, e passou por uma experiência de quase morte durante um tsunami. Em Londres, o menino Marcus perde alguém muito ligado a ele e parte em busca desesperada por respostas. Enquanto cada um segue sua vida, o caminho deles irá se cruzar, podendo mundar para sempre as suas crenças. SALA 2 BURLESQUE – Censura 12 anos – com Cristina Aguillera – Horários: 15h50, 18h50 e 20h50 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão Ali é uma jovem de uma cidade do interior, com uma bela voz, que escapa da vida dura e de um futuro incerto e vai a Los Angeles, para concretizar os seus sonhos. Por acaso, ela chega a um teatro majestoso, porém em péssimo estado de conservação, The Burlesque Lounge, onde está sendo exibido um fantástico musical. Ali é contratada como garçonete por Tess, dona e administradora do teatro. SALA 3 AMOR E OUTRAS DROGAS – Censura 14 anos – com Anne Hathaway – Horários: 16h20, 18h40 e 21h 2ª feira – dia 14 – não haverá sessão

Filmes na TV PIXEL - A GAROTA PERFEITA – GLOBO – 16H30 – COM LEAH PIPES Samantha é a líder de uma banda que luta para conseguir seu espaço. Quando seu amigo Roscoe cria uma cantora virtual, o grupo vira um sucesso sem precedentes. Mas tudo se complica quando Roscoe começa a lidar com os sentimentos de Samantha e os de sua própria criação. OS DEUSES DEVEM ESTAR LOUCOS II – SBT – 17H30 – COM LENA FARUGIA Os dois filhos de um nativo africano caem dentro de um caminhão-tanque cheio de água, que pertence a caçadores ilegais de elefantes. Sem saber o paradeiro dos filhos, o pai vai procurá-los e acaba encontrando uma advogada de N.Y e um zoólogo, perdidos depois de uma pane no pequeno avião. Em meio as trapalhadas do casal para sobreviver, encontram dois soldados, mais malucos ainda, que lutam o tempo todo para capturar um ao outro. PROVA DE VIDA – SBT – 23H – COM MEG RYAN O engenheiro da área de petróleo, em plena crise matrimonial, Peter Bowman, é sequestrado por forças rebeldes de um país latino americano, que exigem us$ 3 milhões de resgate! Sem ajuda da empresa, Alice, sua esposa, recorre aos serviços do experiente Terry para ajudá-la na negociação com os rebeldes!


SEXTA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Cidade Aberta Paulo Roberto

cidadeabertadp@gmail.com

7

Elogiado O secretário de Educação de Petrópolis, William Campos, tem sido muito elogiado nas sessões plenárias da Câmara Municipal. William, com seu “know how” político, está tecendo um bom relacionamento com nossos vereadores.

Perda de recursos Petrópolis já começou a perder recursos devido ao resultado do censo 2010. O Projeto Praça para a Juventude, do PAC 2, com duas praças para cidades com mais de 315 mil habitantes, seria implantado na Posse e no Morin. Com a queda do número de moradores, será concedida apenas uma praça, a da Posse.

Entulho e represa

PROVE O vereador Baninho foi entrevistado ontem (10) pela jornalista Fernanda Dutra Oliveira, do encarte Globo Serra, sobre a implantação do Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal (PROVE) em Petrópolis. Dá-lhe Baninho!

Pura sensibilidade Com uma sensibilidade para ninguém colocar defeito, a jovem fotógrafa Tamara Argon estará expondo seu trabalho fotográfico “As Flores e as Cores” no Espaço Alternativo do Centro de Cultura

Raul de Leoni. São quarentas fotos maravilhosas que mostram o olhar fotográfico diferenciado de Tamara. De segunda a sábado, das 9h às 18h e aos domingos, das 12h às 17h.

Bandejas? Onde estão as bandejas dos aparelhos de ar-condicionado do prédio do INSS? Não tem como não tomar um banho quando se passa na calçada que dá frente para a Praça do Bosque.

UTIs A sociedade Médica Hospitalar – Beneficência Portuguesa inaugurou uma nova ala com 10 leitos de UTI e novos quartos. O Hospital Clínico de Corrêas também está para inaugurar mais 10 leitos de UTI para nossa cidade. Amém!

Parabéns! Parabéns para Joaquim Eloy dos Santos, que aniversariou ontem (10), completando 76 anos. Joaquim é historiador importante de nossa cidade, presidente da Academia Petropolitana de Letras e da de Poesia. Trabalha também como chefe do Setor de Processamento Legislativo da Câmara, colaborando muito também com o Cerimonial.

Perigo

1 Ano de Moser

Por causa dos carros abandonados há cerca de três anos na beira da Estrada União e Indústria, na altura da Posse, uma senhora quase morreu outro dia na tentativa de pegar o ônibus na via.

Não parece, mas já faz 1 ano que Frei Antônio Moser assumiu a presidência do Centro Educacional Terra Santa. Muito se há para comemorar, pois as melhoras são a olhos vistos. Para festejar a data, acontecerá um almoço beneficente que será realizado no próximo domingo (13) a partir das 12h. Menu: Arroz, tutu, carré e salada verde. Ingressos a 15 reais.

Retornando

Panorama

O vereador Renato Thomé passou por uma cirurgia oftalmológica e passa bem. Retornou ao trabalho na casa legislativa na última quarta-feira (09).

Carla Coelho acabou de assumir a produção do programa “Panorama”, da Rede Petrópolis de Televisão, canal 10. O programa é jornalístico, mas num formato inovador em Petrópolis. Os apresentadores serão. Nelson Kuster e Luciane Fortunatto. Parabéns Carla!

Os moradores da Rua Laurinda Lopes de Medeiros, em Pedro do rio, reclamam que a rua está tão cheia de entulho que não passa nem carro. Fora a represa que passa por cima e amedronta os residentes.

Granizo O Bairro Duques também foi atingido pela chuva de granizo da semana passada. A maioria das casas é coberta por telhas de eternit (e sem laje). Os estragos foram grandes e os moradores pedem ajuda. São cerca de 60 famílias precisando de assistência.

GERAL Habitação voltado para moradores da área rural Vitor Abdala/ABr O governo do Rio de Janeiro anunciará na próxima semana um programa habitacional voltado especificamente para moradores da área rural dos municípios da região serrana fluminense atingidos pelas chuvas de janeiro. A informação foi divulgada ontem (10) pelo secretário estadual de Agricultura, Christino Áureo. Segundo o secretário, o objetivo é evitar que os moradores de áreas rurais que

ficaram desabrigados após as chuvas abandonem o campo e passem a viver nas cidades. “Essa medida visa a recompor mais de 850 moradias que foram diretamente afetadas e outras que poderão ser ainda analisadas e sejam consideradas como localizadas em área de risco”, disse. Christino Áureo informou que cerca de 2 mil casas localizadas nas áreas rurais de municípios como Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis e Sumidouro deverão ser vistoriadas pela Defesa Civil.

Secretário defende municípios mais fortes O secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, Abastecimento e Pesca do Rio de Janeiro, Felipe Peixoto, participou da reunião do Fórum Regional de Desenvolvimento da Região dos Lagos (Forlagos) na última quarta-feira (9), na Câmara de Vereadores do Município de Casimiro de Abreu. Felipe Peixoto palestrou para uma plateia de prefeitos, vice-prefeitos e secretários municipais de Araruama, Armação dos Búzios, Casimiro de Abreu, Cabo Frio, Maricá, Saquarema, São Pedro da Aldeia e Silva Jardim. Representantes de instituições de ensino superior e do Sebrae também estavam presentes. Segundo o secretário de Desenvolvimento Regional, Felipe Peixoto, o fortalecimento dos municípios é fundamental para o desenvolvimento do Estado. “As cidades precisam se organizar para projetar o amanhã. Investimento e infraestrutura trazem não apenas desenvolvimento econômico, mas também social. Com um interior forte, teremos um Estado forte”, acredita Peixoto. O secretário de Desenvol-

vimento Regional também ouviu representantes do Forlagos e se inteirou das ações previstas e discutidas pelo Fórum. “Nossa Secretaria vai atuar em conjunto com o Forlagos no sentido de estabelecer estratégias de integração das economias municipais e na ativação das potencialidades de desenvolvimento desta região”, finalizou Peixoto. Sobre o Forlagos O Fórum Regional de Desenvolvimento da Região dos Lagos tem o objetivo de promover a integração e o fortalecimento dos municípios, visando alcançar o desenvolvimento sustentável, além de apoiar o poder público e a iniciativa privada, organizando um pólo diferenciado para atração de investimentos. Dentre as temáticas mais debatidas nos encontros estão os serviços prestados pelas concessionárias de água e esgoto, luz elétrica e transportes; as condições das estradas; a sazonalidade, com suas vantagens e desvantagens para a Baixada Litorânea e estatísticas, como nível de desemprego e fluxo de turista.

Governo libera R$ 71 milhões para recuperar agricultura Vitor Abdala/ABr

O Ministério do Desenvolvimento Agrário anunciou ontem (10) a liberação de R$ 71 milhões em crédito para a recuperação da agricultura familiar na região serrana fluminense, afetada pelas fortes chuvas de janeiro. Os produtores rurais receberão empréstimos diretos de R$ 63 milhões e as prefeituras dos municípios atingidos de R$ 8,3 milhões. O dinheiro estará disponível a partir da próxima semana no Banco do Brasil. A intenção é ajudar a 6,5 mil agricultores familiares que tiveram prejuízos com as enxurradas. Uma das linhas de financiamento aos produtores, de R$ 13 milhões, prevê créditos de até R$ 2 mil para cobrir prejuízos emergenciais e fazer pequenos reparos em propriedades. O juro será de 0,5% ao ano. A outra linha de recursos, de R$ 50 milhões, será destinada a investimentos em infraestrutura das propriedades rurais e compra de máquinas e equipamentos. Os empréstimos serão de até R$ 130 mil, com juros de 2% ao ano, carência de dois anos e prazo de dez anos para pagar. “A agricultura familiar produz alimentos de melhor qualidade e mais acessíveis para a população brasileira em geral. Obviamente, convém à sociedade, como um todo, que seja reposta a produção da região serrana, pelo peso que ela tem na eco-

A verba será destinada à agricultura de toda a região serrana do Rio de Janeiro

nomia. Os esforços são tanto para melhorar as condições de produção e a vida das famílias atendidas, quanto para oferecer alimentos mais baratos”, disse o ministro do Desenvolvimento Agrário, Afonso Florence.

Segundo a Secretaria de Agricultura do Estado do Rio de Janeiro, a região serrana, onde 93% dos produtores são agricultores familiares, responde por quase 30% da economia agrícola fluminense.

O repasse de R$ 8,3 milhões às prefeituras será feito a fundo perdido, para a recuperação de áreas produtivas e compra de equipamentos, como retroescavadeiras, para liberar as estradas da zona rural na região.


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

geral

Servidores Públicos e Unimed Petrópolis formalizam parceria João Vitor Carvalho

O Fundo de Saúde dos Servidores Públicos de Petrópolis firmou no mês passado uma parceria com a Unimed Petrópolis, que tem por objetivo garantir aos servidores públicos e seus dependentes planos de saúde com condições diferenciadas. Àqueles que fizerem as adesões até o próximo dia 20 de fevereiro, já poderão usufruir à partir do dia 1º de março, de toda assistência médica prestada pela Unimed Petrópolis, que hoje conta mais de 350 médicos e uma ampla rede de hospitais, que, além do Hospital Unimed Petrópolis e Casa da Providência, também inclui os hospitais Santa Teresa, para a área cardiológica e hemodinâmica e o SMH para cirurgias e procedimentos específicos. Ao todo serão oferecidas três opções de planos aos servidores, que são: Pleno Coletivo, Co- participativo e Pleno Individual. Os preços variam na faixa de R$63 à R$668. “ Os planos de saúde oferecidos serão completos, incluindo plano odontológico e até seguro de vida”, exemplificou Mário Câmera, diretor do fundo de saúde. “Petrópolis tem atualmente algo em torno de 5.400 servidores públicos, mas se levarmos em conside-

ração a Comdep e a Cptrans, esse número chega a 10 mil.” completou. Na tabela podem ser conferidos os preços de cada um dos planos. Os três planos oferecem os mesmos serviços, somente com algumas pequenas diferenças. O Plano Co-participativo, assim como os outros dois, oferece cobertura ambulatorial e hospitalar, assistência odontológica (fornecida pela Prodonto Odontologia) e internação em quarto coletivo. A diferença é que nessa opção serão cobrados dos clientes 50% do valor dos exames (Limitado a R$150) e R$8 por cada consulta realizada. No Plano Individual a internação é feita em quarto particular. Para realizar a adesão, o servidor precisa comparecer a sede do Fundo de Saúde situada à Rua Ipiranga, 545, Centro, portando cópias de identidade, CPF, comprovante de residência atualizado e cópia da carteira do plano atual. Considerando os dependentes, é necessário trazer cópia da certidão de nascimento ou casamento (em caso de cônjuge), além de CPF (somente maiores de 18 anos) e cópia da carteira do plano atual. Mais informações e esclarecimentos podem ser obtidos através dos telefones 22205836 / 22205832.

TABELA DE PREÇOS - UNIMED FAIXA ETÁRIA PLENO COLETIVO VL. PROMO

PLENO INDIVIDUAL

CO PARTICIPATIVO

VL. PROMO

VL. PROMO

0 a 18 anos

80,83

111,32

63,11

19 a 23 anos

99,40

136,91

77,60

24 a 28 anos

118,23

162,83

92,30

29 a 33 anos

126,78

174,62

98,98

34 a 38 anos

131,48

181,09

102,65

39 a 43 anos

152,92

210,63

119,39

44 a 48 anos

197,97

272,67

154,57

49 a 53 anos

260,08

358,21

203,05

54 a 58 anos

358,01

493,11

279,52

Acima 59 anos

484,90

667,87

378,56

CO-PARTICIPAÇAOPARA 30 MODELOS CONSULTAS R$ 8,00 VOCÊ SE INSPIRAR EXAMES 50% DO VALOR DO EXAME - LIMITEMAIS MAXIMO R$ 150,00 E VENDER AVISOS E EDITAIS

Educação divulga cartilha sobre sistema de bonificação A Secretaria de Estado de Educação elaborou uma cartilha com informações sobre o sistema de bonificação por resultados, parte fundamental do Programa de Educação do Estado do Rio. O material já está disponível para consulta -no site da Seeduc - e chegará, ainda neste bimestre, às escolas. Buscando promover a melhoria dos resultados da Educação, a Secretaria de Educação estabeleceu como desafio e meta de estar entre os cinco melhores estados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) até 2014. Essa visão de futuro foi traduzida em metas para o Estado, desdobradas para cada regional, unidade escolar e nível de ensino, considerando os resultados históricos e o crescimento projetado. O sistema de bonificação vai recompensar os servidores da Educação por bons resultados, desempenho individual e trabalho em equipe. Com a iniciativa, a Secretaria de Educação vai reconhecer os profissionais ligados diretamente à melhoria dos indicadores, valorizando o trabalho das equipes das unidades escolares e regionais. Terão direito ao bônus os diretores gerais e adjuntos das escolas que atingirem ou superarem as metas estabelecidas, assim como os professores regentes de turma e os demais servidores efetivos da Seeduc lotados nestas escolas. Também receberão o bônus os respectivos diretores das regionais administrativas e pedagógicas e os servidores efetivos da Seeduc lotados nas regionais. Não participam da bonificação os servidores cedidos à Seeduc, os que cumprem cargo em comissão e professores da classe de

Divulgação

O secretário de Educação, Wilson Risolia, divulgou cartilha sobre sistema de bonificação

inspetor escolar. Os critérios para receber o bônus são: cumprir 100% do currículo mínimo; participar de todas as avaliações internas e externas; efetuar o lançamento das notas dos alunos na forma e prazo estabelecidos; alcançar, no mínimo, 95% de resultado de cada meta de IDERJ (avaliação estadual) do ensino regular da unidade escolar; alcançar, no mínimo, 80% de resultado de cada meta de indicador de desempenho

da Educação de Jovens e Adultos presencial da escola e ter, pelo menos, 70% de frequência presencial no período de avaliação, que corresponde ao ano letivo. O valor da bonificação pode variar de acordo com a função e o percentual de alcance ou superação das metas estabelecidas, sendo calculado sobre o vencimento-base do servidor. Com o programa, os profissionais da Educação poderão receber até três vencimentos-base

a mais no contracheque. O pagamento da bonificação será realizado em parcela única, no mês subsequente à avaliação. Além de recompensar os profissionais por resultados, a Secretaria de Educação espera aumentar o grau de comprometimento dos servidores com o processo de ensino e aprendizagem; estimular a parceria e o trabalho em equipe; e contribuir para uma maior profissionalização da área.

obras externas. A análise identificou que 7% das escolas estão em ótimas confições; 31% boas; 39% regulares; 22% ruins; e 1% péssimas. Com o mapeamento, além de verificar a necessidade de reformas, também foi possível conhecer unidades que precisam ser ampliadas e áreas onde será necessário construir novos colégios. A partir desses dados, a Emop deu início ao trabalho de recuperação das unidades. A primeira medida adotada

pela Secretaria de Educação foi determinar que as escolas em situação mais crítica (ruim/péssima) avancem até, pelo menos, o patamar regular ainda em 2011. A Superintendente de Infraestrutura da Secretaria de Estado de Educação, Fátima Abreu, afirma que o processo de recuperação dessas escolas é prioridade e acontecerá em paralelo à conservação e a intervenções emergenciais necessárias nas demais escolas, assim como a construção de novas unidades. - Já em 2011, vamos conseguir avançar bons patamares em melhorias estruturais. A parceria com a Emop, que está totalmente envolvida no processo, é fundamental para viabilizarmos essas metas.

Estado estabelece metas para melhorar a infraestrutura das escolas O Governo do Estado do Rio de Janeiro traçou um plano para melhorar a infraestrutura das 1.466 unidades escolares da rede estadual de ensino. O objetivo é que os alunos e professores tenham melhores condições de aprendizado e trabalho. Só nos últimos três meses, a Secretaria estadual de Educação investiu R$ 1,2 milhão em reformas emergenciais de 122 colégios. Para 2012, a meta estabelecida pelo Programa de Educação do Estado é iniciar o ano letivo sem

30 MODELOS PARA VOCÊ SE INSPIRAR E VENDER MUITO MAIS

escolas ruins ou péssimas. Já em 2013, o plano é ter todos os colégios em boas ou excelentes condições. Para obter um diagnóstico preciso da infraestrutura das escolas, a Secretaria de Educação, em parceria com a Empresa de Obras Públicas do Estado (Emop), fez um levanJÁ NAS BANCAS! tamento técnico em todas as unidades. Foram avaliados 25 itens referentes a instalações; coberturas; revestimentos; esquadrias; estrutura; quadra de esportes; acessibilidade; e

AVISOS E EDITAIS

30 MODELOS PARA Cartório de 3º Ofício de Petropolis Ofício - Petropolis - RJ VOCÊ SETerceiro INSPIRAR RelaçãoMAIS do Edital dia 11/02/2011 E VENDER

11/02/2011

R. do Imperador, 1021 - Centro

LIGUE JÁ ÁGUA MINERAL

Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 14/02/2011 C.CHARLES A.W.YAMMINE COM.ROUP

Rua Fonseca

ENTREGAS EM

NÃO PERCA, NAS BANCAS!

Ramos, 150

(24) 2231-0587 2237-1235

DOMICÍLIO E EMPRESAS QUALIDADE E RAPIDEZ

Número: 008999/3

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:14/12/2010

Vencto: 23/01/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

Protestar em 14/02/2011

Emissão:23/04/2010 96,68 Total

Protestar em 14/02/2011

Valor:

Número: 005.831003

Custas

100,83 Total

Valor:

14,03 Total

2.818,76

Protocolo 1860

JOANA D ARC DE O CARDOSO

08/02/2011

500,00

RUA PAULO BARBOSA 310

Emissão:02/12/2010

0,00 Tarifa

Portador/ Cedente / Sacador

596,68 ou Dinheiro Custas

01088568793

DUPLICATA MERCANTIL

120,27 Cpmf

JOANA D ARC DE O CARDOSO

96,68 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

610,71

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

WALTER FERNANDES ALVES

Cheque Administrativo

08/02/2011

DARDAK JEANS WEAR LTDA

JOANA D ARC DE O CARDOSO

Número: 900023

Vencto: 01/02/2011

DARDAK JEANS WEAR LTDA

2684,46

12451494743

Custas

1825

2.804,73 ou Dinheiro Custas

RUA DR PAULO HERVE 833

Cheque Administrativo

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

1937

BELALUNA COMERCIO DE PRODUTOS PARA CABEL

09/02/2011

BELALUNA COMERCIO DE PRODUTOS PARA CABEL

134,50

235,33 ou Dinheiro Custas

100,83 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

249,36

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 11/02/2011

JÁ NAS BANCAS!

Valor:

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

CNPJ / CPF

VIVIANE PRESCILIANO

Vencto: 23/04/2010

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 011030082000133

ROD.BR 040,S/N KM 63 BOX 97 E 98

Cheque

30 MODELOS PARA VOCÊ SE INSPIRAR E VENDER MUITO MAIS

Pag: 1

NÃO PERCA, NAS BANCAS! João Correia Lima Neto - Escrevente


MOSELA

Na paróquia de São Judas Tadeu a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira, de 16h30 às 18h30 e os eventos religiosos podem ser informados pelo telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello e o vigário paroquial é o padre Nerel Quirino Damasceno.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

SEXTA-FEIRA, 11 DE FEVEREIRO DE 2011

D

iário nos

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Fim da angústia das mães Obras no complexo do Centro Educacional Terra Santa estão em ritmo acelerado. Creche voltará a funcionar até o fim do mês Ao tomar conhecimento de que antes de o mês terminar a creche do Centro Educacional Terra Santa estará funcionando, mães de menores se tranquilizaram com o anúncio. Para elas, anteriormente informadas que o espaço até seria fechado, com a reabertura o complemento salarial em domicílio vai ser facilitado. Sem se identificar, uma mãe que já se beneficiava da creche anteriormente, agradeceu o interesse das autoridades e da direção do CETS. - Não só eu como todas as mães, acredito

que estão satisfeitas com a reabertura – opinou na tarde de ontem, integrada a um grupo de mulheres no ponto do ônibus em frente ao CETS na Rua Monsenhor Bacelar, no Valparaíso. Por sua vez, o diretor da creche, frei Antonio Moser, informou que todos os pais estão sendo convocados para uma reunião na próxima quartafeira. Na ocasião, ele e o secretário municipal de Educação William Campos vão anunciar a reabertura para acabar com a angústia dos responsáveis pelos menores. Ainda de acordo com frei Antonio Moser, todo o complexo do Terra Santa

tidade, é por Petrópolis não dar atenção a este trabalho com o objetivo de reduzir o número de bichos nas ruas. O comunicado cita o exemplo de Mangaratiba, na Costa Verde do Rio de Janeiro. O município, com apenas trezentos quilômetros quadrados e trinta mil

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Reuniões de hoje, 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Associada de ONG elogia obra de proteção ao rio O trabalho que preservação do rio Piabanha no trecho da Ponte dos Arcos até a Praça da Confluência, em Itaipava, foi lembrado pela associada Ângela Neiva, do Projeto Araras. Para ela, a obra além de impedir ocupações nas margens, está contribuindo com a recomposição da mata, já que estão sendo feito plantios no local. A obra está sendo execu-

tada desde novembro passado em parceria da Prefeitura de Petrópolis com o Instituto Estadual do Ambiente – INEA. Para Ângela Neiva a regeneração de áreas degradadas vêm ao encontro com a garantia do futuro do sistema ambiental. Por sua vez, o Projeto Araras tem relacionado esta mesma área em seu relatório de serviços para 2011.

SOS Vida divulga carta de paralisação do serviço

Obras prosseguem e visual do Terra Santa vai melhorar

está recebendo obras com o patrocínio da Secretaria de Educação. Segundo ele, a comunidade está muito feliz, pois o prédio será uma referência não

apenas na aparência externa, mas pela excelência do ensino. Ainda de acordo com o diretor, a creche deverá voltar a funcionar até do dia 21 deste mês.

Entidade divulga trabalho necessário sobre animais O Grupo de Assistência e Proteção aos Animais e meio ambiente – GAPA/MA – enviou um comunicado aos vereadores informando a atenção de municípios menores com respeito à castração gratuita de cães e gatos. A comparação, segundo a en-

habitantes hoje soma 7 mil animais nas ruas, entretanto, vai executar a cirurgia de castração em 20 deles por semana, totalizando oitenta por mês e visando a procriação futura deles. Assinado pelo coordenador de atividades Carlos Eduardo Pereira, o comu-

nicado espera o apoio da Câmara de Vereadores no sentido de que a cidade venha obter este trabalho de castração de maneira ampla. Ele lembra que em Mangaratiba as cirurgias serão feitas toda sexta-feira e que elas duram aproximadamente trinta minutos.

O Grupo SOS Vida de Petrópolis redigiu uma carta aberta à população de Petrópolis informando a paralisação das atividades no campo de assistência aos portadores do vírus HIV/Aids. A instituição alega a falta de entendimento com as autoridades municipais e também acusações aos prestadores de serviços a comunidade.

No documento, o SOS Vida recorda os treze anos de serviços prestados na cidade quanto à assistência aos portadores do vírus HIV/Aids. Os membros esclarecem que “não estão abandonando a causa”, porém, apenas suspendendo os trabalhos somente neste setor. Os demais trabalhos assistenciais terão continuidade.

Outro usuário critica sujeira nos coletivos Ao embarcar no ônibus de linha Madame Machado/Terminal Itaipava na tarde de terça-feira e deparar com terra amontoada em dois bancos na traseira do coletivo, o aposentado Luiz Cláudio Pereira taxou como um absurdo o fato. Lembrou que os vestígios das enchentes de 12 de janeiro ainda estão em evidência, mas nas ruas e praças. - Um coletivo em que as

pessoas pagam para usar deve estar em estado perfeito e asseado. Ninguém pode sentar aí – lamentou, mostrando os bancos. Luiz Cláudio foi o segundo reclamante da semana da sujeira no interior dos ônibus da Viação Autobus. Ele pediu o empenho da direção da empresa no sentido de manter os ônibus limpos “pelo menos por dentro”.

TRANQUILIDADE PARA A SUA EMPRESA

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

É MELHOR VOCÊ DENUNCIAR COM UM TELEFONEMA DO QUE A NATUREZA FAZER ISSO COM SINAL DE FUMAÇA.

Leia o

Denuncie os crimes contra o meio ambiente. Disque Denúncia Meio Ambiente, da Alerj.

Diário Digital www. diariodepetropolis. R E S TA U R A N T E

com.br

Self-Service

Requinte em Buffet a Quilo

LAS DELICIAS Pão francês - R$ 5,99kg Entrega em domicílios

9

(somente no balcão)

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

L i g u e 0 80 0 28 2 02 30 .

www.alerj.rj.gov.br


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

GERAL

Inflação do aluguel aumenta 0,66% na primeira prévia Thais Leitão/ABr

Secretário-chefe de Estado da Casa Civil, Regis Fichtner

Estado vai extinguir carceragens em delegacias até junho de 2012 Rio pretende ser o primeiro estado do Brasil a acabar com a custódia de presos em unidades da Polícia Civil O Governo do Estado do Rio de Janeiro vai acabar com as carceragens em delegacias da Polícia Civil até junho de 2012, quando todos os presos estarão sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária ( S e a p ) . Com is s o, s erá possível destinar mais agentes para a investigação policial e garantir custódia adequada aos detentos. “O Rio de Janeiro quer ser o primeiro estado do Brasil a não custodiar presos em delegacias de polícia. Policial civil não foi treinado para cuidar de preso, mas para investigar. Com isso, teremos

mais policiais dedicados ao combate à criminalidade”, disse o secretário-chefe de Estado da Casa Civil, Regis Fichtner. O Governo do Estado elaborou um plano para que a transferência de presos seja feita de forma gradual. Este mês, serão inauguradas duas casas de custódia no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste do Rio, com capacidade para mil presos. Até junho, 500 internos serão levados para uma unidade em Magé, na Baixada Fluminense, e em dezembro, outros 1,5 mil irão para São Gonçalo e Região dos Lagos. Em 2012, a expectativa é a criação de mais três mil vagas em todo o estado.

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M), utilizado como referência para reajustes em contratos de aluguel, ficou em 0,66% na primeira prévia de fevereiro. A taxa, calculada pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV), superou a verificada um mês antes, que foi de 0,42%. No ano, o índice acumula elevação de 1,46% e nos últimos 12 meses, de 10,93%. O resultado da primeira leitura do mês reflete a elevação média de preços tanto no setor atacadista

quanto no varejo. A alta mais expressiva foi observada no Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que passou de 0,40% para 0,76%, com destaque para o aumento das matérias-primas brutas (de 0,59% para 2,40%), principalmente minério de ferro (de –2,29% para 5,65%), milho (de 0,93% para 7,69%) e algodão (de 2,83% para 14,20%). Já entre os que tiveram decréscimo na taxa estão aves (de 2,48% para – 3,93%), soja (de 1,47% para –0,70%) e leite in natura (de 3,10% para 0,22%). Outro componente do IGP-M, o Índice de Preços

ao Consumidor (IPC) passou de 0,41% para 0,45% no período. Entre as despesas das famílias que mais pesaram no orçamento estão os transportes (de 0,43% para 1,53%), com destaque para tarifa de ônibus urbano (de 0,07% para 3,29%). Também ficaram mais caros os itens dos grupos educação, leitura e recreação (de 0,20% para 1,63%), despesas diversas (de 0,34% para 0,88%) e habitação (de 0,13% para 0,33%). Segundo a FGV, ficaram menores ou oneraram com menos força o orçamento das famílias os gastos com vestuário (de 1,08% para

–0,63%), alimentação (de 0,64% para –0,10%) e saúde e cuidados pessoais (de 0,44% para 0,36%). Já o terceiro componente do IGP-M, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) apresentou decréscimo ao passar de 0,62% para 0,52%, com a influência do custo da mão de obra (de 1,22% para 0,24%). A taxa relativa aos materiais, equipamentos e serviços subiu de 0,06% para 0,79%. Para calcular o IGP-M do primeiro decêndio de fevereiro, a FGV coletou dados entre os dias 21 e 31 de janeiro.

de medidas de contenção de gastos e de adoção de medidas que proporcionem maior transparência na Casa. De acordo com a 4ª suplente, Vanessa Grazziotin (PCdoBAM), o levantamento da economia decorrente do veto às horas extras, não apenas aos cerca de 40 diretores, será feito pela diretora-geral, Doris Marize Romariz Peixoto. Os senadores integrantes da Mesa decidiram ainda acabar com todos os contratos emergenciais e prorrogações de outros em vigor, informou o 1º secretário, Cícero Lucena (PSDBPB), responsável pela área

administrativa do Senado. Ele acrescentou que haverá obrigatoriamente um processo de licitação, a partir de agora, a todos os contratos que necessitem ser feitos em caráter emergencial. Outra determinação é dar andamento à proposta de reforma administrativa que está parada, desde o ano passado, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). “O que definimos é priorizar para que esta reforma seja feita o mais rápido possível, que é da Casa como um todo”. Será essa reforma que definirá questões como a lotação ideal de funcio-

nários para o Senado, o número de cargos de funções gratificadas (contratações sem concurso público), por exemplo. Diante da decisão de priorizar a tramitação da reforma administrativa, Cícero Lucena confirmou a suspensão do concurso para 180 novos servidores que seria realizado neste ano. “Nós não temos uma definição da estrutura que terá a Casa”. A 1ª vice-presidente do Senado, Marta Suplicy, informou que a Mesa se reunirá a cada 15 dias para avaliação do andamento dessas questões administrativas da Casa.

Senado suspende concurso e estende corte de horas extras a comissionados Marcos Chagas/ABr

A Mesa Diretora do Senado decidiu ontem (10) estender o corte no pagamento de horas extras a todos os servidores que detêm cargos e funções comissionadas na Casa. Além disso, os parlamentares optaram por suspender o concurso público para a contratação de 180 servidores, previsto para este ano. As medidas são reflexo do corte de R$ 50 bilhões no Orçamento, anunciado ontem (9) pelo Executivo. A primeira reunião da nova Mesa Diretora do Senado foi pautada pelo debate

Rio sem Fumo: balanço dos últimos 15 meses comprova adesão

Fotos: Divulgação

Concentração de CO caiu pela metade em estabelecimentos no Rio, diz pesquisa

A Secretaria de Saúde e Defesa Civil acaba de fechar o balanço dos 15 meses do programa Rio Sem Fumo e confirmou o que se vê nos bares, restaurantes e em outros locais fechados de uso coletivo. Desde novembro de 2009, quando foi implantada a Lei Antifumo nº 5.517/2009, até o dia 30 de janeiro de 2011, apenas 91 estabelecimentos foram autuados por descumprimento da lei. Isso representa 0,77% de todos os 11,7 mil bares, restaurantes e similares vistoriados, dado que evidencia a conscientização e a adesão da população e dos proprietários de estabelecimentos comerciais quanto aos malefícios causados pelo fumo passivo. A fiscalização para verificar o cumprimento da lei, bem como a fixação dos avisos de proibição conforme determinação legal, é desenvolvida, em todo o estado, por agentes da Vigilância Sanitária estadual e municipal. Estão sujeitos à fiscalização todos os ambientes de uso coletivo, sejam eles públicos ou privados. Estabelecimentos que não estiverem de acordo com a lei ficam sujeitos às penalidades impostas. As multas variam entre 1.548,63 e 15.486,27 do valor da Unidade Fiscal de Referência do Estado do Rio de Janeiro (UFIR) – o equivalente a R$ 3.306,63 e R$ 33.066,28, respectivamente. As multas são aplicadas de acordo com a extensão do prejuízo causado à saúde pública, o grau de relevância da infração e a capacidade

econômica do infrator. Em caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro. Certas medidas devem ser adotadas pelos proprietários de estabelecimentos para preservar a saúde dos funcionários e dos freqüentadores. São elas: fixar cartazes alertando sobre a proibição, retirar os cinzeiros das mesas e orientar os clientes sobre a nova lei, solicitando que não fumem. Caso o cliente se recuse, a polícia pode ser acionada. Com a Lei Antifumo, a população está mais protegida do contato com a fumaça do cigarro, diminuindo consideravelmente a possibilidade de adquirir doenças provenientes do fumo. Todos podem e devem denunciar os locais que não estão de acordo com a lei através do site do Rio Sem Fumo (www.riosemfumo.rj.gov.br) ou através do

Disque Rio Sem Fumo 0800 022 0022, que está 24 horas à disposição da população para dúvidas e denúncias. Pesquisa comprova o sucesso da Lei Antifumo Pesquisa realizada em novembro de 2010 pelo Instituto do Coração (Incor) do Hospital das Clínicas de São Paulo e da Secretaria de Estado de Saúde e Defesa Civil comprovou o impacto da lei no que diz respeito à qualidade do ar respirado em bares, restaurantes e casas noturnas. O estudo utilizou o município do Rio de Janeiro como amostra e concluiu que caiu pela metade a concentração de monóxido de carbono (CO) nestes lugares. A concentração de CO nesses locais caiu em 1,4 ppm (partes por milhão) após a fiscalização da lei, em novembro do ano passado. Em

alguns estabelecimentos, a concentração foi considerada semelhante à registrada em ambientes ao ar livre - queda de 5 ppm para 1 ppm. Essa mudança equivale a sair de um túnel congestionado para um parque arborizado. Em áreas fechadas, a concentração de CO passou de 2,60 ppm, antes da lei, para 1,12 ppm, após a lei – equivalente à queda de 56,9%. Nos locais parcialmente fechados, a queda foi de 2,74 ppm para 1,3 ppm, correspondente a 52,6%. Em áreas abertas, o nível diminuiu de 2,61 ppm para 1,14 ppm (56,3%). A medição foi feita em 146 estabelecimentos. A presença do monóxido de carbono no organismo humano reduz a oxigenação do sangue, das células e tecidos, o que, no decorrer do tempo, eleva o risco de doenças cardíacas e vasculares


DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

56 anos

11

J. Teixeira Netto

O QUE É O PRÉ-SAL? Em longa matéria, excelente publicação “FORÇAS ARMADAS EM REVISTA” nos brinda com muito boa reportagem enfocando o assunto em tela cujo tema aproveitamos, dos trechos principais, trechos interessantes para aqueles companheiros que acompanham, em seu dia a dia, o desenrolar da exploração desse que acabou sendo batizado de Ouro Negro por sua importância na Economia Nacional. Vamos ao que interessa: O termo pré-sal refere-se a um conjunto de rochas localizadas nas porções marinhas de grande parte do litoral brasileiro, com potencial para a geração e acúmulo de petróleo. Convencionou-se chamar de pré-sal porque forma um intervalo de rochas que se estende por baixo de uma extensa camada de sal, que em certas áreas da costa atinge espessuras de até 2.000 metros. O termo pré é utilizado porque, ao longo do tempo, essas rochas foram sendo depositadas antes da camada de sal. A profundidade total dessas rochas, que é a distância entre a superfície do mar e os reservatórios de petróleo abaixo da camada de sal, pode chegar a mais de 7 mil metros Planos do Governo: Combate à pobreza; Educação, cultura, ciências, tecnologia e sustentabilidade ambiental estão na mira do Fundo Social, um grupo financeiro que, nos termos previstos de lei já constituído por recursos gerados pela partilha de produção, virá da comercialização da parcela do excedente em óleo da União, proveniente dos contratos de partilha, do bônus de assinatura e dos roialtyes que forem destinados à União Ajudar até que Deus nos ajuda. Esperemos que os nossos governantes façam também a sua parte!

Capitão Danilo da Rocha Ramos, pessoa querida no círculo da Família Militar da Reserva, cujo falecimento esta semana deixa uma lacuna difícil de ser preenchida. Os sentimentos de VM a sua esposa, dona Ilma, filha e demais parentes do pranteado militar.

OS ANIVERSARIANTES POUPEX Uma das grandes plataformas para extração do petróleo em águas profundas.(Forças Armadas em Revista).

Plantando mais outra mudinha de jaca no sítio, os amigos de VM: Dia 12- Luiz Ramos Gomes e Carlos Luiz Affonso; 13-Nilda Raposo da Silva Machado e Lydia Angélica Simões Bordeira; 14-Dinah Talarico Rodrigues, Sonia Maria Gabrich Esteves e Ivove Esch Justen; 15-Antonio Vieira da Costa e Sidônia Pelli; 17Neyde Nunes Cidade, Maria de Lourdes Dantas Salomão e Vinicius Fiorini; 18-Dinaldo Sepúlveda Almendra, Amélia Simões dos Santos e Andréia Paula G. da Silva Santos. A todos, voos de saúde e felicidade da sua POUPEX! Poupar é POUPEX!

CRIANÇA, AMA COM FÉ E ORGULHO A TERRA EM QUE NASCESTES! (Castro Alves – Poeta)

esportes

Petrô quer melhorias em quadras das comunidades O Petropolitano tem se mostrado preocupado com a atual situação da infraestrutura das quadras, das comunidades que são atendidas pelo projeto Petrô 100 anos. Após dois anos com o projeto em execução, o departamento esportivo do clube alerta para a importância das reformas e melhorias, para oferecer melhor qualidade de vida aos moradores das comunidades. O coordenador do projeto, Leandro Kronemberger, o Berg, relata diversos problemas avaliados nas comunidades, como no Bataillard, onde o estado das telas precário e a iluminação corre o risco de desabar. Já no Lopes de

Castro, Chapa 4, ele tem “um antigo sonho de ver o campinho de terra, pedra e areia como um espaço digno para o uso da comunidade em geral”, conta ele. “No Monte Florido e Félix o estado é lastimável, só não é o caos devido à boa vontade de alguns moradores de cuidar, dentro de suas limitações, desta área”, lamenta Berg. Ele ainda relata que na Castelânea o principal problema é a falta de iluminação, enquanto na Oswaldo Cruz a reivindicação é para que a quadra seja coberta. “Além disto, é necessário alertarmos que todas precisam de

uma manutenção constante, as quadras da Vila São José, Roseiral, Independência, Serrinha, Pedras Brancas e até mesmo do Siméria, reformada há pouco tempo, precisam de reparos”, explicou o coordenador do projeto. Berg ainda destaca que ele fala apenas dos locais de seu conhecimento. “É bom salientarmos que estamos falando apenas das comunidades atendidas pelo projeto do Petrô, mas esta é a realidade de 90% de nosso município. Precisamos encarar o esporte, a atividade física, o lazer como necessidades básicas e fundamentais para nossa sociedade”, afirma.

O Projeto conta com cerca de 2,5 mil crianças

Brasileiros buscam medalhas no US Open de taekwondo

Aparecida Santana (azul) fará parte da delegação brasileira

O 20º Aberto dos EUA é o primeiro compromisso que os atletas do taekwondo nacional enfrentarão em 2011. A seleção brasileira da modalidade viaja no próximo dia 15, rumo a Austin, cidade do Estado do Texas, EUA, onde confrontará de 17 a 21 de fevereiro, os melhores esportistas do mundo. As lutas acontecerão no Austin Convention Center, e servirão como preparação para o Campeonato Mundial e Pan-americano. A delegação brasileira

é composta por 15 atletas, a exemplo de Aparecida Santana (até 62 kg), Márcio Wenceslau (até 58 kg), Marcel Wenceslau (até 63 kg) e Douglas Marcelino (até 87 kg), que também compõe a seleção brasileira das Forças Armadas. O grupo segue sob o comando dos técnicos Fernando Madureira, Mauro Hideki, Frederico Mitooka e do fisioterapeuta, Dr. Lucas Rabello. "Este será meu primeiro US Open, e sei que a maioria

dos países que disputará as seletivas para o Pan-americano e Sul-americano terá seus representantes por lá. Todos os atletas já estão em treinamento intenso, o que garantirá lutas muito disputadas", disse Cida, que nos dias 10 e 11 participará de mais uma seletiva, desta vez, em Piracicaba, SP, que valerá uma vaga para a seletiva dos Jogos Pan-americanos. Marcel também fará sua estreia no Aberto dos EUA, e buscará utilizar as técnicas que treinou para se adaptar

ao colete eletrônico. "Será importante ter calma, utilizando golpes bem agressivos e que pontuem em dobro, como os giratórios e no rosto, que valem três pontos", explicou ele. O US Open é organizado pelo Comitê Olímpico dos EUA, que tem como presidente David Askinas. O evento vale pontuação no ranking mundial da WTF, no qual em campeonatos oficiais, os melhores atletas fazem parte da cabeça de chave.


12

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

ESPORTES

E-mail: gustavosoares@diariodepetropolis.com.br

Serrano planeja apresentação oficial do elenco Começa amanhã decisão do campeonato municipal sub 17 A decisão do Campeonato Municipal sub 17, de 2010, vai começar amanhã, às 11h da manhã, no estádio Carlos Guinle, no Valparaíso. O Carangola vai jogar fora de casa contra o Petropolitano e terá a vantagem de decidir o campeonato em seu estádio no domingo, dia 20, no campo da Aalborg. A final do campeonato de 2010 teve que ser adiada para este ano devido a diversos problemas de calendário de alguns clubes, ao longo do torneio que tiveram que desmarcar diversas partidas. Nas semifinais o Carangola se classificou bem, sobre o Vera Cruz, com duas vitórias, por 4 a 3, na casa do adversário e 2 a 0 jogando em seus domínios. O time teve a melhor campanha do torneio e por isso tem a vantagem de decidir em casa, entrando como favorito na decisão. Já o Petropolitano, no seu confronto, venceu em casa o Internacional por 1 a 0 e empatou fora de casa em 1 a 1. A equipe já está

Divulgação

Petrô sub 17 fará decisão com o Carangola

se preparando desde o início deste ano para esta partida, que é considerada uma das mais importantes para o clube neste início de ano. O treinador da equipe é Leandro Kronemberger, o Berg. No próximo domingo, também começa a decisão do campeonato sub 15. A partida entre Carangola e Internacional está marcada para 9h da manhã, no Alto da Serra. Nesta categoria o time do Bairro Divino também teve o melhor desempenho

e tem a vantagem de dois empates para levar o título. Na semifinal o Carangola goleou o Vera Cruz nos dois jogos fora de casa por 5 a 1 e em casa por 8 a 0. Esta equipe também é a atual campeã da Copa Zico de Futebol. Já o Internacional passou pelo Corrêas na semifinal, empatando o primeiro jogo em1 a 1 e vencendo a segunda partida por 1 a 0. essa é a promessa de mais uma grande partida.

Gustavo Soares

Chandy Teixeira

O departamento de marketing do Serrano divulgou nesta semana que pretende organizar um evento de apresentação oficial do elenco para a temporada 2011. No entanto, os dirigentes aguardam apenas a decisão definitiva sobre o plantel do clube por parte da comissão técnica. “Realmente ainda não temos a data, mas este é o nosso desejo. Além de apresentar o elenco, também faremos a apresentação do novo uniforme do Serrano”, afirmou o diretor de negócios, João Henrique Areias, que também é responsável pelo marketing do clube. A troca do uniforme se deve ao novo fornecedor de material esportivo. Agora o Serrano vai vestir as peças da DomP, marca criada pela própria Allen Informática,

Areias projeta apresentação

mandatária do futebol do Leão da Serra. A intenção do departamento de marketing é de, mais uma vez, explorar o potencial mercadológico que a cidade de Petrópolis possui. O próprio nome da fornecedora do material esportivo já faz alusão à cidade: DomP de Dom Pedro II, que governou o país da Cidade Imperial por cerca de 50 anos. Além disso, Areias também contou como ficará a exposição de patrocinadores

na camisa do Serrano. Neste sentido, o dirigente importa conceitos e inova no quesito venda de espaço publicitário no uniforme de jogo. “Nós não teremos patrocinadores em nossa camisa. Vamos expor apenas marcas do clube. Na parte frontal da camisa ficará o P30 (marca que designa o grupo de 30 patrocinadores que o clube pretende atrair) e nas mangas ficará a logomarca do MEP (Movimento Esportivo Petropolitano). Acreditamos que expor nossa própria marca, neste momento, seja mais vantajoso do que veicular outro patrocinador qualquer”, explicou o diretor do Serrano. Mesmo ainda sem data definida, a diretoria corre contra o tempo já que a estreia do clube na Terceirona acontece daqui a nove dias, contra o Villa Rio.

Jogadores assinam contrato Na última terça-feira os jogadores, todos já apalavrados, assinaram contrato formal com o Serrano. Ao todo são 23 jogadores profissionais e cinco amadores. Todos os atletas assinaram compromissos iguais, até o fim de setembro deste ano. Além disso, todos os jogadores têm a mesma multa rescisória estipulada: R$ 600 mil para clubes do exterior e R$ 1,2 milhão para equipes do Brasil. A assinatura destes con-

tratos não impede que outros jogadores cheguem para reforçar o elenco. Ainda é esperado mais um meio-campo e o atacante Deivid, que aguarda apenas a emissão do visto de trabalho para se apresentar ao Serrano. Entre os jogadores que assinaram contrato está o volante Bruno Altomar, que já atuou no clube, mas sem receber salários e agora está inserido no grupo. “É um momento muito feliz na minha carreira. Vivi

o tempo em que o clube passava por um momento difícil, e agora poder estar nesta fase em que o clube está com uma estrutura completamente diferente é muito gratificante. Nunca tinha visto um trabalho como este aqui no Serrano, estou muito feliz”, comemorou Bruno. Amanhã o Leão da Serra fará um amistoso contra o Barcelona, às 15h, no estádio Atílio Marotti, onde o grupo que vai estrear deverá começar a ser formado.

Léo Moura não vê jogo como revanche O Flamengo joga no próximo domingo, às 17h, contra o Resende, pela última rodada da Taça Guanabara. Em 2009 acabou surpreendendo o rubro-negro com a eliminação precoce na semifinal da Taça Guanabara para o clube do interior do estado. Mas, apesar da más lembranças, Léo Moura não pensa em

revanchismo. “Não tem nem o que pensar no passado. Temos de viver o presente. Estamos em uma situação totalmente diferente. Ganharam do nosso time na semifinal, estão fazendo uma boa campanha e têm jogadores de qualidade. Vivemos outro momento agora. Queremos terminar esta

primeira etapa 100%”. O Flamengo venceu os seis jogos até agora na competição e pretende vencer a Taça Guanabara invicto. Otimista com as contratação de Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, Léo Moura projeta um ano de conquista e espera garantir um título logo no primeiro semestre.


Diario de Petropolis