Page 1

Diário

de Petrópolis 56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.772 - Quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Empresários aproveitam crédito para se reerguerem O BNDS já autorizou empréstimos de R$ 8 milhões para empresas da Serra. Até terça-feira foram 53 operações de financiamento aprovadas na linha de crédito de R$ 400 milhões. Petrópolis e Friburgo tiveram maior número de aprovações. (Página 5)

Mais de 3 mil eleitores podem perder o título A falta de comparecimento à sessão eleitoral atrelada a ausência de justificativa nas três últim (Página 7) as votações podem levar 3.398

petropolitanos a perder o título eleitoral. A Justiça Eleitoral informa que o prazo para que essas pessoas regularizem a situação começará na próxima

segunda-feira (14) e termina só em abril. Quem não regularizar a situação do título a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido

de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. (Página 3) Divulgação

Detran libera veículos apreendidos pela internet Em 6 dos 7 depósitos, o Detran já disponibiliza a liberação dos veículos apreendidos durante operações. Acessando o site da intuição o motorista sabe de imediato onde está seu carro e quais as pendências devem ser sanada. (Página 7)

Alerj instala CPI para apurar fatos da tragédia O deputado estadual Bernardo Rossi é o indicado do PMDB para integrar a CPI para investigar as responsabilidades sobre os deslizamentos e inundações decorrentes das chuvas que mataram 880 pessoas na Região Serrana (Página 8)

Vagner Batista

Árvore destrói casa no meio da Serra Por volta das 4 h, uma arvora da espécie Figueira atingiu uma casa na Estrada Velha da Estrela. No momento do ocorrido o lanterneiro Edir Alves de Souza, de 53 anos e a esposa estavam dormindo no único cômodo da residência que não foi atingido. A sala, a cozinha e a varanda foram destruídas. Edir lamenta e afirma que todos sabiam do perigo (Página 5)

Colégio Terra Santa passa por reformas

(E\D) Adilson Faracco, Paulo Mustrangi, Eduardo Eugênio Gouvêia Vieira, Governador Sérgio Cabral e o vice Luiz Fernando Pezão

Prefeito assina convênio com estado e Firjan O convênio presume a participação de empresários que injetarão verbas para que sejam realizados estudos com o objetivo de mapear a situação atual das sete cidades atingidas pelas chuvas que aconteceram no dia 12 do mês passado. Além do Prefeito Paulo Mustrangio, O evento contou com a presença do governador Sergio Cabral, do presidente da Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa Vieira, do vice-governador Luis Fernando Pezão e de todos os prefeitos das cidades atingidas e de secretários

estaduais. O planejamento prevê duas frentes de trabalho. Uma será a contratação de profissionais para a realização de diagnóstico das áreas atingidas no que se refere à sua geologia, hidrografia, infraestrutura básica e necessidades urbanísticas, e o desenvolvimento de laudos, pareceres e estudos, visando evitar a ocorrência de novas tragédias em Petrópolis, Teresópolis, Friburgo, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidoro e Areal. (Página) 5)

Ipea comprova falta médico no Sistema Único de Saúde Uma pesquisa feita pelo Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) aponta, após ouvir 2.773 pessoas, o principal problema do Sistema Único de Saúde (SUS) atualmente. De acordo com o Ipea, 57,9% dos entrevistados que usaram ou acompanharam familiares que necessitaram de atendimento, apontaram a escassez médica como o

problema mais grave do sistema. A demora no atendimento ficou em segundo lugar na pesquisa, com 35,9% de reclamações. Já a principal ponto positivo do SUS, apontado pela pesquisa, é a universalidade do atendimento com 53,2%. Em segundo lugar está a igualdade no atendimento, é o que dizem 48,9% dos usuários do sistema. (Página 7)

Wadih Damous Página 2

Assine o Diário de Petrópolis e ganhe um almoço do Las Delicias

Wagner Rossi Página 2 Marise Simões Página 4 Edyr Raposo Página 7

Prefeitura faz balanço 30 dias após catástrofe A enxurrada do último dia 12 de janeiro ocorreu nas localidades do Vale do Cuiabá, Benfica, Boa Esperança, Madame Machado. Segundo a Prefeitura até o momento foram confirmados 72 óbitos, com 31 desaparecidos. São cerca de 200 pessoas desabrigadas e um pouco mais de 6 mil desalojados até o momento. (Página 8)

Banco Mundial promete ajudar agricultores

nesta edição

Rua do Imperador, 904 Centro - Petrópolis - RJ Tel.: (24) 2231-0910

Parte da reforma no Centro Educacional Terra Santa, está sendo financiada pela Prefeitura, por intermédio da secretaria de educação. Além escola, as instalações da creche também estão sendo reestruturadas. Por este motivo, as crianças ainda não foram recebidas, justificou o diretor do centro, Freio Moser, que afirmou que até do dia 21 a creche estará funcionando. (Página 7)

Sebastião Nery Pág. 2

O Governo do Estado ganhou reforço do Banco Mundial (Bird), na luta pela recuperação da agricultura da Região Serrana, afetada pelas chuvas do último mês. Segundo o Secretário de Agricultura e Pecuária do Estado, Christiano Áureo o valor que deve ser repassado ainda não foi anunciado, no entanto já existe a certeza de que os recursos serão investidos na recomposição de mais de mil moradias rurais atingidas. (Página 5)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Caminhos inteligentes www.sebastiaonery.com.br

CIDADÃOS DE CONFIANÇA RIO – O deputado cearense Filemon Teles, conhecido como Tio Filé, presidente da Assembleia Legislativa, recebeu pedido de um amigo da Paraíba, também deputado, para amparar um pistoleiro que fugira de lá e estava chegando ao Ceará. Tio Filé encaminhou o paraibano para o coronel Amâncio do Cariri, poderoso chefe político do Crato. Algum tempo depois, Tio Filé encontrou o coronel Amâncio: - Como é, compadre, resolveu o problema do rapaz da Paraíba? - Sim, está tudo certo, já está trabalhando e é um “cidadão de confiança para serviços de responsabilidade”. Foi uma boa aquisição. FILEMON TELES - E os documentos dele? Como é que você fez? - Muito normal. Fiz um atestado de óbito dele no cartório do Crato, mandei a certidão para a Paraíba. Aí, aquele ele se acabou. Depois, fiz um registro novo para ele, no mesmo cartório, com outro nome. Aí ele virou um homem novo. - E a mulher? - Ora, compadre, a viúva casou com o novo. E o sertão do Cariri ganhou mais um “cidadão de confiança para serviços de responsabilidade”. LULA, O EX Na Araxá de Dona Beja do Brasil Colonia, que o medico, poeta e romancista mineiro Agripa Vasconcelos perpetuou em seu famoso romance “A Vida Em Flor de Dona Beja”, depois levado à TV Manchete pela incomparável beleza de Maitê Proença, havia sempre um “comprador-mor” que Portugal mandava para buscar o ouro de Minas. Séculos depois, surgiu outro “comprador-mor”, já agora no Brasil inteiro : Lula, o Ex. “Nunca antes na historia deste pais” alguem comprou tanto e tão caro, tão sempre e tão despudoradamente quanto ele. CENTRAIS O que foi o Mensalão? Uma compra secreta de partidos e aliados. E a entrega de ministérios e estatais inteiras em troca do servilismo explicito de partidões, partidinhos e partidecos? Uma compra aberta. E as relações espúrias e obscenas do FAT com as Centrais Sindicais? Uma compra-corrupção institucionalizada, continuada. E o Imposto Sindical repartido às Centrais Sindicais? Uma compra de vassalagem. MINIMO E não apenas as Centrais. A UNE também.O MST também. E tantos e tantas outras. Foi assim que, como “nunca antes na historia deste pais”, presidente algum teve a seu serviço, para as tarefas mais inconfessáveis, tantos “cidadãos de confiança para serviços de responsabilidade”, como os do coronel Amâncio do Cariri, lá no Crato do Ceará. Agora, Dilma, coerentemente, acertadamente, nega-se a entregar às Centrais Sindicais uma mercadoria que Lula, o Ex, negociou com elas sem ter como entregar (o novo salário mínimo) e as chama de “oportunistas”.

n Wadih Damous

"

É muito bom saber que o índice de mortes violentas no estado está em queda, e que a taxa de homicídios registrada em 2010 foi a menor em 20 anos. Ainda são números inaceitáveis, ultrajantes - quase cinco mil assassinatos, ou 29,8 casos por 100 mil cidadãos - três vezes mais do que a Organização Mundial de Saúde considera o início de uma situação de violência epidêmica. Continuamos sendo

triste destaque no relatório anual sobre direitos humanos no mundo produzido pela organização Human Rights Watch. No Rio, três pessoas foram mortas, a cada dia, por policiais civis ou militares, segundo a entidade. Continuamos tendo a polícia que mais mata e que mais morre. A boa notícia é que esses números também estão em queda. Mas animador mesmo é ouvir o secretário de Segurança Pública, José Mariano Beltrame, defender firmemente como objetivo mudar a antiga lógica de confronto puro e

CTB Outro que está estrilando, e em termos ainda mais fortes, é o presidente da CTB (Central dos Trabalhadores do Brasil), Walter Gomes : - “O presidente Lula perdeu uma grande chance de ficar calado. Ele não é mais o presidente. Quando era, esteve em um comício com a Dilma em São Miguel Paulista e eles prometeram que o salário mínimo teria reajuste com aumento real ainda neste ano. Se tem alguém oportunista e que não cumpre acordo é o governo. Não vamos capitular. É lamentável que a primeira atitude da presidente seja contra os trabalhadores”. (Globo). O REI GAGO A ABPI (Associação Brasileira de Propriedade Industrial e a LATC (Latin American Traning Center) mostraram, em avant-première no Rio, “O Discurso do Rei”, um dos filmes favoritos ao Oscar, em cartaz sexta. Um filmaço. Raras vezes se conseguiu,com tal força,um filme de inteira fidelidade historica com tal carga emocional. Pode ser o melhor do ano.

www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

Denunciamos e criticamos abertamente a política do pé na porta, da criminalização da pobreza, de atirar primeiro e perguntar depois. Tínhamos razão. As UPPs, os programas de formação de policiais e a premiação por metas alcançadas são, sim, caminhos inteligentes para vencermos tantos desafios, e graças aos recursos federais do Pronasci têm tudo para trazer mais segurança para todos, ricos ou pobres". n Presidente da Seccional da

OAB do Rio de Janeiro

Embrapa, um exemplo de gestão moderna n Wagner Rossi

A

agricultura brasileira bate recordes importantes de produção de alimentos e vendas no comércio internacional. Seu sucesso deve-se à persistência do produtor, à eficácia das políticas públicas do governo federal e à inovação de pesquisadores e cientistas agrícolas. Daí por que uma organização pública dedicada à pesquisa e tecnologia tem na escolha dos dirigentes uma oportunidade para aprofundar boas práticas políticas e administrativas. Isso ajuda a explicar, certamente, os números do setor em 2010: produção de 149 milhões de toneladas de grãos e exportações no valor de US$ 76,4 bilhões. Não dá para deixar de falar do papel da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, a Embrapa, na construção dessa revolução. Uma das mais respeitadas instituições de pesquisa do mundo, cuja excelência é reconhecida no país e no exterior, a Embrapa é exemplo em governança. Em vez das tradicionais indicações políticas e de compadrio, tem sua diretoria definida por critérios objetivos. Esse aperfeiçoamento da Embrapa é fruto da evolução do país nas úl-

timas décadas. É pela via dos concursos públicos que são selecionados os chefes gerais dos 46 centros de pesquisa da empresa, distribuídos em todos os estados. Qualquer pesquisador da área pública ou privada pode se candidatar ao cargo, apresentando currículo e programa de trabalho. As candidaturas são avaliadas por bancas, integradas por especialistas da Embrapa e das universidades mais conceituadas do país, que indica os melhores à diretoria colegiada da empresa. Tal sistema representa um avanço, evitando equívocos de escolhas subjetivas, ainda que bem intencionadas. No governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a Embrapa deu outros passos para seu aperfeiçoamento organizacional. O conselho de administração instituiu a metodologia dos “comitês de busca” para a escolha dos próprios diretores executivos e do diretorpresidente da instituição. As normas têm regulamento próprio e público. O comitê é formado por especialistas da Embrapa e presidido por um membro do conselho de administração. Além de receber as candidaturas, estimuladas por edital, o comitê pode convidar outros no-

mes. A etapa seguinte é a avaliação curricular e do programa de trabalho dos candidatos, levando em consideração a idoneidade moral, a reputação profissional e a experiência administrativa. A partir daí, o comitê elabora lista classificatória, justificando os resultados. Em seguida, os nomes são encaminhados ao conselho de administração, que seleciona os três primeiros nomes. Só então, os nomes são levados ao ministro da Agricultura, que os submete ao presidente da República para a tomada de decisão. Há quem possa questionar como saber se as escolhas estão sendo acertadas. Isso se avalia acompanhando o desempenho dos dirigentes e da própria Embrapa. A experiência indica que os métodos adotados têm mais virtudes que defeitos. Basta reparar que escassearam as crises provocadas por nomeações equivocadas. A transparência e a objetividade dos processos conquistaram o respeito de todos os pesquisadores e empregados da empresa. Não há seguro contra enganos, mas a possibilidade de acerto num processo democrático é maior. Outro indicador positivo tem sido a receptividade da sociedade. O

Ministério da Agricultura encaminha à Embrapa as demandas do setor produtivo e monitora os resultados. A empresa atende ainda a demandas de outros ministérios e órgãos governamentais e privados. Todos os segmentos do setor têm dado testemunho do êxito da Embrapa na entrega de tecnologia de ponta para a agricultura familiar e empresarial, das soluções para problemas de comunidades indígenas e tradicionais até a agroindústria mais moderna. Para todos, a Embrapa tem sido eficaz. Daí vem sua legitimidade, reforçada pela intensa demanda de países africanos e latino-americanos, que testemunham o respeito e prestígio da Embrapa internacionalmente. Uma empresa com caráter científico e ação não pode ficar à mercê dos poderosos do momento, por melhores que sejam suas intenções. Por isso, com o apoio da presidente Dilma Rousseff, defendo o processo de escolha dos dirigentes da Embrapa, para garantir sua independência, sua liberdade e seus mandatos. Não há ciência nem pesquisa sem liberdade. Fonte: Jornal Correio Braziliense n Ministro De Estado da

Agricultura, Pecuária e Abastecimento

'Me diga isto' ou 'diga-me isto'?

FORÇA O deputado Paulo Pereira, o Paulinho da Força Sindical, denuncia: - “O Lula está com problema de memória. Quando Serra propôs o mínimo de R$ 600 e os 10% para os aposentados, Lula e Dilma estiveram reunidos com os presidentes das centrais aqui na Força Sindical, antes do comício em São Miguel Paulista, e afirmaram que podíamos garantir para nossas bases que teríamos aumento real este ano” (Globo).

simples - responsável pelas mortes de tantos inocentes - adotada há anos pelas polícias por outra, de prestação de serviços para a sociedade. É uma mudança importante, até porque cidadãos de bem ainda acreditam que a repressão, por si, é capaz de resolver problemas tão complexos como os do Rio de Janeiro. A adoção de novos parâmetros vem confirmar o que a Ordem dos Advogados do Brasil vem pregando desde o início do primeiro governo Cabral, quando a letalidade policial alcançou seu auge.

n Evanildo

Bechara

C

omo diversos fatos da língua, a colocação de pronomes se apresenta diversificada conforme se use em circunstâncias de informalidade, isto é, entre pessoas de nossa intimidade, ou entre pessoas de cerimônia, com quem se deve falar ou escrever de acordo com as normas padrões do chamado uso formal ou exemplar, em obediência às normas da gramática escolar, dita gramática normativa. Coloquialmente, podese começar um período por pronome átono (me, te, se, o, a, lhe, nos, vos,

os, as, lhes), ou seja, podemos dizer 'Me diga isto', e até se pode fazêlo por escrito, quando se trata de ambiente de informalidade entre escritor e leitor. As crônicas, que em geral são conversas amenas entre esses dois personagens, nos dão muitos exemplos desta colocação de pronomes. Já em circunstâncias formais, a regra é nos conformarmos com as normas gramaticais, que, é verdade, não são muitas nem complicadas. Para os que desejarem conhecê-las, vamos aqui enumerá-las: 1) Não se inicia período por pronome átono: Digame isto (e não: Me diga

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias

D

isto); Dê-me água, me pediu (ou pediu-me) a criança (e não: Me dê água). Em 'me pediu a criança', não se está começando o período, mas a oração, o que está correto. 2) Não se põe pronome átono depois de verbo flexionado em oração subordinada: Vejo que me olhas com desconfiança (e não: olhas-me); O livro que lhe emprestei está esgotado (e não: empresteilhe); O professor já saiu porque o chamaram pelo microfone (e não: chamaram-no). 3) Não se coloca pronome átono depois de verbo modificado por advérbio de negação ou precedido de palavra de sentido ne-

iário de Petrópolis 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

gativo: Não te digo nada (e não: digo-te); Ninguém a viu (e não: viu-a); Nada nos interessa(e não: interessa-nos). 4) Não se coloca pronome átono depois de verbo no futuro do presente e no futuro do pretérito (condicional): Eu lhe direi a verdade (e não: direi-lhe); Você lhe diria se soubesse (e não: diria-lhe). 5) Não se põe pronome átono depois de verbo precedido de palavra interrogativa ou exclamativa: Quem o verá zangado? (e não: vê-loá); Quanto me custa dizer não! (e não: custa-me). n Membro da Academia

Brasileira de Letras

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


QUINTA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

3

CIDADE

3.398 eleitores podem perder o título na cidade Arquivo

Vinicius Henter

Consequências

viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

Como não compareceram e não justificaram a ausência nas três últimas votações, 3.398 petropolitanos podem perder o título de eleitor. Segundo a Justiça Eleitoral, o prazo para esses eleitores regularizarem a situação começará na próxima segunda-feira (14) e irá até o dia 14 de abril. Por isso, devem comparecer ao cartório eleitoral mais próximo – as 29ª, 65ª, 85ª e 227ª zonas eleitorais se localizam na Rua Dom Pedro, 340, Centro, e a 226ª fica na Estrada União Indústria, 11.860, sala 4, Itaipava. Em__– todo o Brasil, são 1,4 milhão de eleitores com o risco de perder o título. No Estado do Rio de Janeiro, são 140 mil. De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), se um eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição, já serão contadas duas eleições para efeito de cancelamento. Assim, as três últimas votações foram o 1º e o 2º turnos de 2010 e o 2º turno de 2008. Na opção “Serviços ao eleitor”, na página do TSE na internet (www.tse.jus.br), está disponível uma consulta que permite ao eleitor verificar se seu documento está sujeito a cancelamento.

De acordo com o TSE, quem não regularizar a situação do título eleitoral a tempo de evitar o cancelamento do registro poderá ser impedido de obter passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público e obter certos tipos de empréstimos e inscrição. A irregularidade também pode gerar dificuldades, segundo o TSE, para nomeação em concurso público, renovação de matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado

pelo governo e obtenção de certidão de quitação eleitoral ou qualquer documento perante repartições diplomáticas a que estiver subordinado. Os eleitores analfabetos, os que à época da eleição tinham entre 16 e 18 anos e os maiores de 70 anos não precisam se submeter às regras porque nesses casos o voto é facultativo. Também não estão sujeitos ao cancelamento os títulos dos eleitores portadores de deficiência que impeça o cumprimento das obrigações eleitorais.

Cancelamentos A atualização cadastral ocorre em todo o país sempre no ano posterior às eleições. Em 2009, foram cancelados 551.456 de documentos daqueles eleitores que completaram, nas eleições municipais de 2008, três eleições sem votar ou justificar a ausência. Em 2007, foram 1.640.317 títulos cancelados. Em 2006, ano posterior ao referendo realizado em 2005, a Justiça Eleitoral retirou dos seus cadastros 569.899 títulos eleitorais.

Já em 2005 foram cancelados 1.081.721 documentos, após o registro das ausências ao pleito de 2004. Em 2011, São Paulo registrou o maior número de eleitores que poderão ter o título cancelado: 350.816. Em seguida aparece o Rio de Janeiro, com 140.339, e Minas Gerais, com 131.098. Entre os municípios, São Paulo também se destaca com o maior número de eleitores que podem ter o título cancelado: 110.128.

No ano passado, eleitores fizeram fila para tirar o título: agora quem não votou precisará ir ao cartório

Mustrangi, Cabral e Firjan assinam convênio para recuperação da região Divulgação

O posto da Polícia Rodoviária Federal foi desativado no dia 1º de janeiro

Arruda critica fechamento de posto da PRF no Quitandinha Vinicius Henter

O líder do PMDB na Câmara, Márcio Arruda, criticou ontem o fechamento no início do ano do posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Quitandinha. Para o vereador, a unidade trazia mais segurança à população que chegava do Rio de Janeiro. Ele ainda sugeriu que a Câmara envie um pedido para a PRF para cobrar um esclarecimento. “Cada vez mais prolifera a desordem e o roubo em Petrópolis. Eu queria uma explicação da Polícia Rodoviária Federal do movimento do fechamento. Quanto mais postos tiver a cidade, melhor”, disse. Posto não funciona desde 1º de janeiro O posto fica na entrada do túnel Quitandinha, na pis-

ta sentido Juiz de Fora, e deixou de servir como base da PRF desde o dia 1º de janeiro. No escritório da PRF no Quitandinha, até os equipamentos, como computadores, já foram retirados. Segundo a assessoria de imprensa da PRF, no entanto, não existe motivo para preocupação, já que as viaturas da polícia não ficam mais naquele ponto fixo e sim circulando pela estrada. O assessor de imprensa da PRF Erlei Molter lembra que no Belvedere, na pista de subida da Serra, a PRF mantém o posto com os policiais e viaturas a postos. Além disso, existe uma guarnição da Polícia Militar que fica constantemente na entrada do Quitandinha. “A segurança tanto na chegada quando na saída de Petrópolis está garantida”, garantiu Molter.

Vereadores temem tragédias em outras regiões da cidade Quase um mês após a tragédia no Vale do Cuiabá, em Itaipava, e no Brejal, na Posse, o estrago causado pelas chuvas ainda é motivo de preocupação para os vereadores. Na sessão de ontem da Câmara, foi lembrado que outras regiões de Petrópolis também representam riscos. Gil Magno (PSB) cobrou mais cuidado pelas autoridades. “Vai aumentando o adensamento da população, então os cuidados têm que aumentar também. Os nossos governantes têm que ter essa preocupação”, disse Gil Magno.

Para Wagner Silva (PPS), é preciso uma atenção maior na região do Bela Vista, devido à quantidade de moradores em áreas de risco. “Ali tem muito mais residências do que no Gentio e onde teve a tragédia”, disse Wagner. Já para Jorginho Banerj (PSB), “é humanamente impossível” acabar com os riscos de tragédias naturais em Petrópolis, por causa da geografia da cidade. “A maior parte da cidade foi construída próximo aos rios. 90% do Centro Histórico está a menos de 10 metros do rio”, disse.

Paulo Mustrangi, Eduardo Eugênio Gouvêa e Sérgio Cabral participaram da assinatura do convênio na última terça-feira, na sede da Firjan, no Rio

O prefeito Paulo Mustrangi participou na última terça-feira (8) da assinatura do convênio para a criação do Plano Estratégico de Reconstrução da Infraestrutura e Recuperação Econômica da Região Centro-Norte e Serrana do Rio, uma parceria do Governo do Estado com o Sistema Firjan. O documento conjetura a participação de empresários que injetarão verbas para que sejam realizados estudos com o objetivo de mapear a situação atual das sete cidades atingidas pelas chuvas que aconteceram no dia 12 do mês passado. O evento contou ainda com a presença do governador Sergio Cabral, do presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, do vice-governador Luis Fernando Pezão, além de todos os prefeitos das cidades atingidas e de

secretários estaduais. “As ações provindas do Governo do Estado e da Firjan são demasiadamente bem-vindas. Petrópolis tem muito a agradecer ao empenho do governador Sérgio Cabral e também ao presidente da Firjan, Eduardo Eugênio Gouveia, que tanto fez e faz pela população do Vale do Cuiabá. Esse convênio ajudará muito a todas as cidades prejudicadas pelas chuvas”, destacou Mustrangi. O governador Sérgio Cabral afirmou que “a Firjan mais uma vez demonstrou total integração com a vida dos moradores deste estado. Vamos transformar a tragédia em uma reconstrução exemplar. São milhares de funcionários trabalhando em prol das vítimas da tragédia na Região Serrana”.

O convênio estabelecerá um plano de trabalho que atenderá além de Petrópolis, os municípios de Nova Friburgo, Teresópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal. Com prazo de vigência de um ano e possibilidade de prorrogação, o planejamento prevê duas frentes de trabalho. Uma será a contratação de profissionais para a realização de diagnóstico das áreas atingidas no que se refere à sua geologia, hidrografia, infraestrutura básica e necessidades urbanísticas, e o desenvolvimento de laudos, pareceres e estudos, visando evitar a ocorrência de novas tragédias. O Centro Industrial do Rio de Janeiro (CIRJ), grupo que integra o Sistema Firjan, será o gestor responsável pelo arrecadamento das verbas

necessárias para a concretização do convênio. O centro industrial tem mais de 4.000 empresas integrantes, de diversos portes, pertencentes aos setores industrial, comercial e de serviços, inseridas nas principais cadeias produtivas do Estado do Rio de Janeiro. “O convênio é uma ferramenta que permite ao Estado maior flexibilidade e a possibilidade de receber recursos da iniciativa privada, que tem total interesse que a Região Serrana seja reconstruída e revista. O Sistema Firjan também aportará recursos proporcionais ao que for arrecadado pelo setor privado, justamente para dar mais celeridade ao processo. O Sistema Firjan aportará no sistema dois por um” explicou Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

QUINTA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2011

Surto

Filme

Em sua 13ª apresentação na cidade, a peça protagonizada por Rodrigo Fagundes e Mariana Santos (Zorra Total), Wendell Bendelack, Flávia Guedes e Renato Bavier terá um percentual destinado às vítimas das chuvas. O espetáculo será apresentado no dia 18 de fevereiro, às 20h, no Theatro D. Pedro.

Tendo como cenário principal um cortiço no Pelourinho, onde tudo é compartilhado pelos moradores, a ação se passa durante os últimos dias de Carnaval, o filme “Ó pai, ó” terá será exibido na Sala Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura Raul de Leoni no próximo dia 28, às 19h, com entrada franca.

socialmarise@yahoo.com.br

Poucas & Boas

Petrobras

 RETORNO. O querido professor e historiador Joaquim Eloy Duarte dos Santos está de volta à presidência da Academia Petropolitana de Letras. Ele assume a vaga deixada pela professora Carmem Felicetti.

O processo seletivo da Petrobras, lançado em dezembro de 2010, teve um total de 339.898 candidatos inscritos. As provas objetivas para todos os cargos serão realizadas no dia 27/02, em 27 cidades do país, juntamente com a prova discursiva para o cargo de Auditor Júnior. A partir do dia 23/02, os candidatos poderão obter o cartão de confirmação de inscrição no site da Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br), instituição organizadora do processo seletivo.

PROFISSIONAIS que quiserem atuar como voluntários para atuar nas cidades da Região Serrana afetadas pela chuvas de janeiro, podem se inscrever através de um formulário virtual no portal www.saude.rj.gov.br. CERCA DE 960 mil hipertensos e diabéticos inscritos no Programa “Aqui Tem Farmácia Popular”, receberão medicamentos contra hipertensão e diabetes. Farmácias conveniadas tem até o dia 14 deste mês para se adaptarem às novas regras.

Logosofia Dando prosseguimento às comemorações dos 80 anos de atividade, a Fundação Logosófica (Em Prol da Superação Humana), promoverá uma exposição de livros com os mais diferentes temas. O evento ocorre no dia 25 deste mês, no Hall de entrada da Biblioteca Gabriela Mistral, no Centro de Cultura Raul de Leoni. Ficou interessada pelo tema? Então acesse: site www. logosofia.org.br e pedir gratuitamente o livro “Curso de Iniciação Logosófica”.

Cursos de Instrumentos Única escola que possui órgão de tubos, a Escola de Música do Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis - IMCP, está com inscrições abertas para cursos de canto e vários instrumentos. Os professores são: órgão - Marco Aurélio Lischt; violão e guitarra - Olivier Carvalho; piano - Daniele Moreira e Ramon Theobald; canto – Claudia Vianna; violino – Demétrio de Andrade; e trompete - Marcelo Vieira. Direção Artística: Marco Aurélio Lischt. Qualquer pessoa pode se inscrever nos cursos do IMCP, sendo que, para cada instrumento há uma idade mínima. Informações sobre os custos pelo telefone: 2104-4141.

Coletiva Padre Marcelo vai falar com a impressa durante a sessão de autógrafos de seu livro “Ágape”, dia 22, no Centro Educacional Terra Santa. De acordo com a assessoria de imprensa, a coordenação do evento optou por agendar uma coletiva de imprensa ao invés de entrevistas exclusivas durante os dois dias em que ele vai estar na cidade. A coletiva será aberta a todos os veículos e programas previamente agendados.

R E S TA U R A N T E

Self-Service

Requinte em Buffet a Quilo

LAS DELICIAS

OS ATORES Murilo Benício e Guilhermina Guinle participam de show beneficente na cidade

Vamos abraçar a Serra? Será realizado no dia 27 de fevereiro de 2011 das 17h00 às 22h00 no Parque de Exposições de Itaipava o show beneficente “Abrace a Serra”. O show contará com a presença de Thiago Lacerda, Murilo Benício, Guilhermina Guinle, Aninha Lima, Marcelo Serrado, Djavan, Arlindo Cruz entre outros artistas e cantores que estão confirmando a participação no evento. Todos os artistas abriram mão de receber o cachê e a renda do show será totalmente destinada para a construção de casas para os desabrigados vítimas da tragédia da Região Serrana. Todo o dinheiro arrecadado será depositado numa conta corrente do Instituto da Criança, uma ONG de total transparência e que conta com a auditoria da PricewaterhouseCoopers. Os ingressos estão a venda pelo site www.ingressomais.com.br.

JORNALISTA Carla Coelho com o ator Eduardo Moscovis nos bastidores da peça “Corte Seco”, que ocorreu no fim de semana no Theatro D. Pedro

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios)

TRANQÜILIDADE PARA A SUA EMPRESA

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Empresários da serra fluminense aproveitam crédito barato para reerguer empresas Vitor Abdala/ABr

Nova Friburgo (RJ) - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) já autorizou empréstimos de R$ 8 milhões para micro, pequenas e médias empresas da Região Serrana do Estado do Rio, castigada pelas chuvas em janeiro deste ano. Até ontem (9), 53 operações de financiamento haviam sido aprovadas na linha de crédito de R$ 400 milhões criada para os sete municípios fluminense que decretaram situação de calamidade pública. Uma das empresas beneficiadas foi a RFid Brasil, que vende equipamentos de gerenciamento e segurança de bibliotecas, com um crédito de R$ 27 mil. Segundo o ouvidor da empresa, Jorge Abrunhosa, a RFid, mesmo não sendo atingida pelas enxurradas, foi bastante afetada pela tragédia, amargando um prejuízo de 30% no volume de negócios. “Ficamos sem funcionar porque ficamos sem funcionários, sem transporte, sem telefonia e sem rede de internet. Ficamos uma semana sem funcionar e outra funcionando de forma precária”, disse ele. Abrunhosa informou que os 12 funcionários da empresa ainda sentem as consequências da tragédia. “Alguns tiveram que sair de suas casas e ir para outros lugares. Há um certo desânimo entre eles. Esse empréstimo pode servir para dar uma reerguida na empresa”, disse. Foi promovido ontem (9) em Nova Friburgo o Feirão SOS Empresas, um mutirão para tirar dúvidas de micro, pequenos e médios empresários sobre pedidos de financiamentos, proble-

mas trabalhistas, tributários, ambientais e documentais, entre outros. Participam do mutirão instituições públicas e privadas, como BNDES, Banco do Brasil, bancos privados, as federações estaduais das Indústrias (Firjan) e do Comércio (Fecomércio-RJ), autoridades ambientais, juntas comerciais e as receitas Federal e Estadual. Diretor industrial da empresa CBS Embalagens, de Bom Jardim, Rodrigo Mesquita procurou o feirão para tentar acelerar o processo de licenciamento ambiental de operação da empresa, que está emperrado há um ano no Instituto Estadual do Ambiente (Inea). Ele aproveitou para saber como conseguir empréstimos baratos para investimento e capital de giro. “A chuva nos afetou indiretamente, porque provocou danos na infraestrutura local. O acesso a Barra Alegre, onde fica a nossa empresa, ficou fechado por seis dias. Também tivemos problemas com a telefonia, que ficou prejudicada”, disse o diretor da empresa, que tem 130 funcionários. Já a consultora de moda Heloísa Stroligo, que tem uma oficina de costura, quis saber como poderia recuperar o prejuízo de R$ 500 que teve quando perdeu todo o material que tinha para produzir as roupas. “O material estava na casa da costureira, que foi derrubada com as chuvas. Então, perdi tudo o que tinha investido. Tenho que me recapitalizar”, disse. Os maiores volumes de operações aprovadas e contratadas estão nas cidades de Nova Friburgo e Petrópolis, com 21 contratos aprovados cada. O BNDES ainda analisa seis operações de crédito, no valor de R$ 6,3 milhões.

Árvore já havia sido condenada cai e destrói casa no Meio da Serra Vagner Batista

Roberta Müller

robertamuller@diariodepetropolis. com.br

Uma árvore da espécie Figueira, com cerca de 30 metros de altura e cinco toneladas, despencou e atingiu uma casa, na madrugada de ontem, na Estrada Velha da Estrela, no Meio da Serra. Ninguém ficou ferido, mas quatro cômodos foram totalmente destruídos com a queda, além de móveis e eletrodomésticos. De acordo com os moradores, a árvore já estava em risco desde 1998, mas apenas uma poda foi feita dois anos atrás, pelo Corpo de Bombeiros. Outra Figueira que fica no mesmo terreno também corre o risco de cair, mas ainda não há previsão para a retirada. O dono da casa, o lanterneiro Edir Alves de Souza, de 53 anos, disse que acordou assustado com um forte barulho, por volta de 4h. “Estava escuro, não sabia ao certo o que era. Parecia que o mundo estava acabando. Dei sorte que a árvore não caiu no meu quarto, onde eu e minha esposa estávamos dormindo, foi o único cômodo não atingido”, disse ele. Da residência, que fica em frente à Igreja São Sebastião, a sala, o banheiro, a cozinha e a varanda foram destruídos com o peso da Figueira. O lanterneiro ainda lembrou que ela não ficava em seu terreno e sim no imóvel vizinho, mas que todos

A figueira com aproximadamente 30 metros já estava podre e destruiu completamente a casa

sabiam do perigo. Como apenas o casal estava na casa e ninguém havia ficado ferido, o Corpo de Bombeiros foi chamado apenas pela manhã. Eles chegaram por volta de 10h30 e só conseguiram terminar o trabalho de retirada dos galhos, para facilitar a limpeza do local, três horas após, por causa do tamanho e peso da árvore. Os agentes explicaram que o tronco já estava podre e por isso acabou caindo, mas que não fizeram a retirada da árvore antes porque estavam “dependendo de um posicio-

namento da Ampla para retirar ou abaixar a fiação de energia elétrica”. Ainda segundo o dono da casa, um laudo que permitia o corte da árvore havia sido expedido e o pedido estava na prefeitura há mais de 10 anos, mas eles nunca receberam uma posição do município. “Já entrei em contato com um advogado e ele me disse que, primeiro, devo tentar um acordo com o vizinho, porque a responsabilidade seria dele. Se ele quiser, pode depois processar a prefeitura por não ter cortado, mas ai vai

depender dele. De qualquer forma, não vou arrumar briga com ninguém por causa disso”, informou ele, lembrando que, por enquanto, vai morar na casa de parentes. Só em relação aos móveis e eletrodomésticos, o lanterneiro estima que teve um prejuízo de mais de cinco mil reais, já que ele perdeu televisão, fogão, geladeira, máquinas de lavar roupas e de costura, entre outros objetos. “Daqui, só vou salvar o que estava no quarto e as roupas, mas até o guarda-roupas quebrou com o impacto”, completou.

Banco Mundial ajudará na recuperação da agricultura

Estado conseguiu com o Bird recursos não-reembolsáveis para o desenvolvimento das áreas atingidas. O valor será anunciado no próximo dia 15 Fotos: Divulgação

Marcelle Colbert

Liberação de veículos pela internet: disponível em 6 depósitos do Detran Serviço dispensa ida do motorista à sede do departamento para reaver carro O Detran já disponibiliza em seis dos seus sete depósitos a liberação on-line de veículos apreendidos durante operações de fiscalização realizadas pelos seus agentes. O serviço tem como objetivo acabar com a centralização do atendimento e a burocracia que tornavam demorado o processo para reaver o carro rebocado, obrigando o cliente a vir, muitas vezes, até a sede do departamento, na Av. Presidente Vargas, para as providências necessárias. Acessando o site www. detran.rj.gov.br, o cliente pode saber de imediato, através do ícone “como liberar veículos rebocados”, onde seu carro se encontra, quais as pendências que devem ser sanadas e o valor do IPVA, das multas, do reboque e das diárias no depósito. Além disso, ele pode imprimir o boleto com todos esses valores, descontá-los em agência do Banco Itaú, dirigirse ao local pra onde o carro foi rebocado e retirá-lo. Os depósitos que operam o novo sistema são os de Niterói (Rua Desidério de Oliveira, s/n, São Lourenço); São Gonçalo (Rua Dr. Nilo Peça-

nha, 320, Estrela do Norte); Itaboraí (Av. Portugal, lotes 01 a 32, Santa Luzia); Bonsucesso (Rua Arlindo Janot, 284, Bonsucesso); Curicica (Estrada dos Bandeirantes, 5888, Curicica); e Duque de Caxias (Rodovia Washington Luiz, 13.175). Vale registrar que apenas o depósito de Santa Cruz da Serra, na Rodovia Washington Luiz, 17.500, ainda não oferece o serviço. Também para evitar que o responsável por carro apreendido por seus agentes tenha de se deslocar até o Centro do Rio para reaver o veículo, o Detran, além do serviço via internet, disponibiliza ao cliente cinco Unidades de Liberação de Veículos (ULVs). São elas: Barra da Tijuca, no Shopping Cittá América (Av. das Américas, 700, 2º piso, Loja 211 A; Bangu, no Rio Poupa Tempo do Bangu Shopping (Rua Fonseca, 240); Belford Roxo, no Shopping do Supermercado Carrefour (Av. Jorge Júlio da Costa Santos, 200, Loja 4); São João de Meriti, no Rio Poupa Tempo do Shopping Grande Rio (Estrada Municipal, 111, 1º Pavimento); e em Niterói (Rua Desidério de Oliveira, s/n, ao lado da descida da Ponte Rio-Niterói).

O Governo do Estado do Rio de Janeiro ganhou mais um reforço no trabalho de recuperação da agricultura nos municípios da Região Serrana atingidos pelos temporais do mês passado. O Banco Mundial (Bird) garantiu recursos não-reembolsáveis para o desenvolvimento de ações voltadas para produtores rurais de Nova Friburgo, Teresópolis, Petrópolis, Bom Jardim, São José do Vale do Rio Preto, Sumidouro e Areal. O anúncio foi feito nesta quarta-feira (9/2), pelo secretário de Agricultura e Pecuária, Christino Áureo, depois de apresentar ao gerente do Bird, Álvaro Soler, propostas de parcerias para ajudar na reconstrução da região. - O banco recebe o diagnóstico da secretaria sobre a Região Serrana desde o primeiro momento. Depois de conhecer os locais afetados, os especialistas do Bird vão estipular o valor dos recursos que serão investidos na recomposição das mais de mil moradias rurais atingidas e das condições de produções. No próximo dia 15, quando entregaremos 70 veículos a municípios do interior, vamos informar quanto será o crédito concedido pelo Banco Mundial. Queremos ampliar o limite de crédito que possuímos junto ao Bird e repor os recursos que já nos disponibilizaram e utilizamos - anunciou Christino Áureo. A comitiva do Bird visitará, durante três dias, as microbacias de Petrópolis, Teresópolis e Friburgo, acompanhada pela equipe do Programa Rio Rural. Os técnicos do programa da Secretaria de Agricultura e Pecuária apresentarão ao gerente do Banco Mundial e aos especialistas em desenvolvimento rural, meio ambiente, produção agropecuária e estradas os

Toda verba destinada a recuperação das áreas agrícolas da Região Serrana virão do BIRD

pontos críticos da Região Serrana. A missão ficará no Rio de Janeiro até a próxima semana e anunciará um plano conjunto emergencial e de médio a longo prazo para ajudar a minimizar os estragos causados pelos temporais. - A parceria com o Governo do Estado do Rio de Janeiro acontece há alguns anos e, desde os primeiros dias da tragédia, estivemos em contato para saber sobre as ações que aconteceram e serão realizadas nos locais atingidos. Vamos a campo analisar as cidades e chegar a um projeto em comum. O banco já flexibilizou a realocação dos recursos de um empréstimo solicitado à área rural. Iremos definir quais as atividades imediatas que podem auxiliar no recomeço da máquina produtiva e na reconstrução das condições

de habitações. A longo prazo, vamos trabalhar para evitar esse tipo de catástrofe, o que pode gerar recursos adicionais - afirmou Álvaro Soler. Mais de três mil agricultores beneficiados Para que os 3,2 mil mini agricultores que perderam suas propriedades em decorrência das chuvas possam retomar a produção e a comercialização de seus produtos, a Secretaria de Agricultura propõe a captação de mais créditos rurais. A reestruturação econômica das pequenas propriedades inclui ainda a reconstrução de estradas vicinais, a construção de imóveis e obras de melhoria no saneamento básico. Desde o início do trabalho de recuperação da região, o governo estadual disponibiliza maquinários fundamentais para o escoamento da produção

rural, além de ferramentas de trabalho para o produtor. - Apresentei o Plano Emergencial de Reconstrução da Região Serrana ao governador Sérgio Cabral, que apoiou a visão que tivemos em relação à captação de parcerias nos setores do governo e em instituições como o Banco Mundial. Cem mil pessoas e 5.500 km² da região foram prejudicados na zona rural. Os prejuízos somaram R$ 269 milhões. Segundo a nossa análise, serão necessários recursos para recuperar e reconstruir estradas, pontes, moradias, maquinários, áreas de agricultura e pecuária e instalações. São ações importantes, já que a Região Serrana tem a maior participação do PIB agropecuário, com 28,41%, somando R$ 1 bilhão por ano - destacou o secretário.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04)

Sua energia atual, aliada a sua persistência, poderá lhe proporcionar vantagens reais. Evite depender dos demais e tome uma iniciativa própria. Tente, inclusive, os jogos, a loteria e os esportes. Procure não discutir com ninguém e nem tentar impor as suas idéias, pois você poderá ser prejudicado.

Touro - (21/04 a 20/05)

Algumas contrariedades em seu lar estarão previstas. Por outro lado, o fluxo é favorável para acertar na loteria. Bom fluxo para negócios. O dia também é bom para quem deseja mudar de emprego ou arriscar um novo projeto.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Melhora sensível de saúde e das condições gerais deverão se apresentar hoje. A vida familiar será bastante harmoniosa e as chances de sucesso pessoal, profissional e financeiro, deverão surgir. Neutro no amor. Os astros indicam que seu relacionamento íntimo, será muito intenso.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Mente engenhosa, progressista, idéias claras e brilhantes muito influenciarão de modo benéfico sua vida. A cor que dará sorte é o azul. Dedique-se à leitura. Você atravessa uma fase de muito vigor físico, e nos negócios, o tempo é especial e de muita sorte.

Leão - (23/07 a 22/08)

Aproveite a fase para revelar suas fantasias para a pessoa amada. Paz no setor amoroso, ajuda dos amigos, parentes e religiosos para elevar seu estado de espírito e será bem sucedido nos divertimentos.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Considere, se as suas falhas ou erros, dentro do trabalho, se devem a sua própria distração ou desinteresse. Mente alerta e voltada ao progresso. Muita disposição para os negócios e bastante tranqüilidade na vida familiar e amorosa estão previstas para hoje.

Libra - (23/09 a 22/10)

A influência do dia promete a você lucros em negócios e em empreendimentos ousados. Mas, só favorece as relações sentimentais com pessoas conhecidas. Sucesso social. As suas palavras neste dia poderão levar esperança e boa disposição a quem necessita.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Um novo estímulo e visão poderão alterar o roteiro dos acontecimentos no dia de hoje passando a lhe proporcionar mais amplas possibilidades de êxito. Você está vivendo o seu melhor período. Deixe que seu entusiasmo se fortaleça cada vez mais.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Procure estabelecer um melhor equilíbrio mental. Evite confusões. Seu sistema nervoso está delicado. Por esta razão, faça cada coisa no seu devido tempo. Procure ser mais prático e siga sua intuição.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Ser otimista é bom, mas em demasia pode ser prejudicial. Portanto, faça tudo dentro de suas reais possibilidades e não se deixe influenciar por pessoas muito falantes. Procure expressar-se serenamente, com palavras e gestos de positividade e carinho.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Seu forte magnetismo pessoal, hoje, deverá atrair a simpatia alheia, o que lhe trará muitos benefícios. Novos e duradouras amizades, também estão previstas. Êxito em todos os meios de comunicação e no amor.

 Peixes - (20/02 a 20/03)

Melhora sensível da saúde de condições gerais deverão se apresentar. A vida familiar será bastante harmoniosa e as chances de sucesso pessoal deverá surgir. As influências dos astros estarão irradiando para você muita disposição e coragem para investir em novos planos.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Música

Tamboatá inaugura quintas de samba em grande estilo com show de Dudu Nobre Hoje, a partir de 22h, o Tamboatá, casa de shows mais badalada Itaipava, recebe Dudu Nobre para aquecer o pré-Carnaval. Antes e após o show a pista é do DJ Flávio Dominguez com o suporte dos residentes DJ Vinícius Magalhães e VJ Pupille. A partir deste mês, a grande novidade do Tamboatá é abrir as portas às quintas e fazer a pista ferver com samba e batuque de qualidade. Já na primeira semana o carioca Dudu Nobre, 37 anos, rubronegro “roxo”, conforme definição do próprio, nascido em berço esplêndido, pelo menos quando o assunto é samba, será a grande atração. Filho de Anita Nobre, que comandava três rodas de pagode, Dudu, já na infância, costumava brincar com tantã e pandeiro com a mesma desenvoltura que os vizinhos eram aplicados em bolas de gude e pelada de rua. O resultado dessa precocidade foi que aos cinco anos ganhou o instrumento que se tornaria inseparável, o cavaqui-

Fotos: Divulgação

O sambista toca suas músicas hoje à noite, em Itaipava

nho, “aprendi a ler pauta”, ressalta Dudu, e aí começou a sua trajetória. Já aos sete anos ele começou a estudar piano clássico e era levado pela mãe para o Cacique de Ramos. “Aos doze eu já ia sozinho”, detalha. Como músico, aos doze anos fez um circuito de shows pela Costa Azul da França com a Mocidade Independente de Padre Miguel e aos 15 rodou Suíça, Finlândia, Inglaterra e Alemanha, com a Cia Brasiliana. De volta ao Brasil, ingressou na banda de Almir Guine-

to e depois tocou com Dicró e Pedrinho da Flor. Aos 19 anos, entrou para a banda de Zeca Pagodinho, mesma época em que ingressou na Faculdade de Direito. A advocacia foi cassada no quinto período. Tudo isso e muito mais é o que Tamboatá vai proporcionar a partir deste mês, nas noites de quinta-feira, que prometem ser a grande pedida para o início do fim de semana da Serra Carioca. O endereço é Estrada União & Indústria, 12.360, Itaipava.

Novidade

Revista na web estará recheada de ativismo virtual, cultural e etc. A revista “O Pererê” trata dos assuntos do planeta através do jornalismo, do pensamento e da arte e homenageia, com seu nome, mestres, caboclos e encantados de Pindorama. “O Pererê” apresenta diversificadas opiniões, pareceres e visões de mundo contribuindo, dessa forma, para ampliar o debate de ideias e agir coletivamente na construção de um outro mundo possível. Cada edição bimensal d’ “O Pererê” prevê pequena tiragem impressa para distribuição gratuita e dirigida. O objetivo geral é editar uma revista virtual bimensal, reunindo produção independente de artistas, jornalistas, pesquisadores, ONG’s e outras instituições, publicadas em blogs e sites na internet, sem fronteiras nacionais ou de idiomas, criando uma rede virtual de parceiros, colaboradores e leitores, e potencializando as redes já existentes. Entre os parceiros convidados estão os veículos “Argonautas Ambientalistas

A REDE SOCIAL – Censura 14 anos – com Jessie Eisemberg - Horários: 15h e 19h20 todos os dias, exceto segunda-feira Em uma noite de outono, em 2003, graduado em Harvard e gênio em programação de computadores, Mark Zuckerberg se senta em seu computador e acaloradamente começa a trabalhar em uma nova idéia. No furor dos blogs e programação, o que começa em seu quarto logo se torna uma rede social global e uma revolução na comunicação. Em apenas seis anos e 500 milhões de amigos mais tarde, Mark Zuckerberg é o mais jovem bilionário da história... Mas para este empresário, o sucesso traz complicações pessoais e legais. DE PERNAS PRO AR – Censura 14 anos – Horários: 17h20, todos os dias, exceto segunda-feira – Sessão extra sábado e domingo, 21h40 Alice, 40 anos, é uma típica mulher dos tempos atuais. Casada, um filho pequeno, trabalha como assessora de uma grande empresa. Seu ritmo alucinante de trabalho rouba quase todo o seu tempo e praticamente toda a sua libido. O resultado não podia ser outro: seu marido pede a separação. Ela decide mudar e o destino lhe oferece uma oportunidade única: trocar seu trabalho por outro bem mais atraente: ser vendedora de uma sex shop. Num mundo novo e erótico, ela se transforma e situações hilárias acontecem. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 MEGAMENTE – Censura livre – Horários: 14h15 e 16h15 Megamente é um vilão magro, usa roupas nas cores azul e preta e sua cabeça é careca e grande, devido ao cérebro privilegiado. Ele deseja conquistar a cidade de Metro City e faz diversas tentativas, muitas delas são frustradas. O vilão precisa ter oponentes para que sua vida tenha sentido e, após a morte de MetroMan (Brad Pitt), Megamente cria Titan, um herói para ter com quem rivalizar. ENTRANDO NUMA FRIA MAIOR AINDA COM A FAMÍLIA – Censura 12 anos – com Robert de Niro – Horários: 18h15 e 20h30 Greg e sua esposa irão adicionar à família os irmãos Henry e Ashley Focker, gêmeos de cinco anos do casal. O garoto será gentil e bastante sensível, enquanto a garota será travessa e se interessará por atividades mais masculinas, como carros. Jessica Alba será uma sexy e manipuladora representante da indústria farmaceutica que sofre assédio de todo o elenco masculino. Laura Dern vai viver a diretora da escola primária em que os gêmeos Focker vão estudar. SALA 2 INCONTROLÁVEL – censura 10 anos – com Denzel Washington – Horários: 14h e 18h30 Uma composição carregada de produtos altamente tóxicos está desgovernada e o perigo é iminente. Um maquinista e um engenheiro experiente precisam evitar que uma pequena cidade em seu caminho seja destruída. A única saída é botar em prática uma operação muito arriscada, mas o tempo corre contra eles e o plano tem tudo para sair dos trilhos. Inspirado em fatos reais.

O Pererê dá o tom e nome de nova revista virtual

da Amazônia”, “Jornal Poiésis”, “Tupy Comunicação” e “Universidade Nômade”. Com sua total atenção voltada para a web, “O Pererê” irá criar seu público através de redes e outras ferramentas na internet; com a divulgação em listagem de e-mails, e através dos blogs, sites e redes de parceiros. A iniciativa é do fotó-

grafo Paulo de Carvalho. Por enquanto, a revista não está disponível ao público e só é possível acessá-la através do link http://issuu.com/revistaoperere/docs/operere_00. Também é possível conhecer, ou rever, algumas edições das publicações que foram editadas por Paulo nos anos 80/90, no http://issuu.com/ paulodecarvalho.

Arte

Mostras diversificadas estão à disposição no Raul de Leoni A partir de amanhã a Galeria Aloísio Magalhães do Centro de Cultura Raul de Leoni estará apresentando a “Terceira Mostra Everaldo Delgado”, com trabalhos do artista plástico. Visitação de terça a sábado, 13h às 18h, e domingos, 12h às 17h. E até o dia 27 de março a Galeria Djanira do Centro apresenta a mostra “Stefan Zweig Vive!”, visitação nos mesmos dias e horários acima. Zweig, autor de “Brasil, um País do Futuro” é um dos mais importantes escritores de língua alemã do século 20 e escolheu Petrópolis como refúgio da perseguição nazista. A exposição mostrará a trajetória e os diferentes estágios na vida do escritor, dentre eles as vindas do autor

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava

A REDE SOCIAL – censura 14 anos – com Jessie Eisemberg – Horários: 16h e 20h45 Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 ENROLADOS – Censura livre – com Zachary Levy – Horários: 14h30 e 18h30 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Flynn Ryder é o bandido mais procurado e sedutor do reino. Um dia, em plena fuga, ele se esconde em uma torre. Lá conhece Rapunzel, uma jovem prestes a completar 18 anos que tem um enorme cabelo dourado, de 21 metros de comprimento. Rapunzel deseja deixar seu confinamento na torre para ver as luzes que sempre surgem no dia de seu aniversário. Para tanto, faz um acordo com Flynn. Ele a ajuda a fugir e ela lhe devolve a valiosa tiara que tinha roubado. Só que a mamãe Gothel, que manteve Rapunzel na torre durante toda a sua vida, não quer que ela deixe o local de jeito nenhum. ZÉ COLMÉIA – Censura livre – Horários: 16h30 e 20h30 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão O parque Jellystone, casa de Zé Colmeia e Catatau, está cada vez mais perdendo visitantes. Devido a isto, o prefeito Brown pretende fechá-lo e vender suas terras. Ao saber disto, Zé Colmeia e Catatau unem forças com o guarda Smith na tentativa de encontrar uma saída para salvar o parque. SALA 2 BRASIL ANIMADO – Censura livre – Horários:

15h 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Stress é um empresário que sempre pensa em novas formas de enriquecer. Relax é um diretor de cinema, que sempre tenta convencer Stress a investir em seus projetos. Um dia Relax propõe que eles encontrem o grande jequitibá rosa, a árvore mais antiga do Brasil. Stress gosta da ideia, pois logo vê a possibilidade de ganhar dinheiro vendendo ingressos para visitá-la. Só que a dupla não tem a menor ideia de onde ela esteja. Desta forma, partem em viagem pelo Brasil dispostos a encontrá-la. DESENROLA – Censura 12 anos – com Olívia Torres – Horários: 17h e 19h 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Priscila tem 16 anos e se acha uma garota normal demais, principalmente, quando repara em suas amigas. Quando sua mãe viaja a trabalho e ela fica sozinha em casa, decide que vai dar um jeito na sua caretice e vai fundo nessa ideia. Entre as muitas mudanças que pretende promover na sua vida, a virgindade parece ser uma das prioridades, mas sera que a hora certa é agora? Embora esteja decidida em investir no mais galinha da turma para viver sua primeira experiência sexual, um trabalho em grupo na escola e uma viagem com amigos, podem mudar para sempre as suas expectativas porque ela descobre que nem tudo é exatamente como dizem e a verdade pode ser bem diferente da realidade. DE PERNAS PRO AR – Censura 14 anos – com Ingrid Guimarães – Horários: 21h 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Alice já passou dos 30, é casada com João, tem um filho e é uma executiva bem sucedida. Na verdade, ela é uma típica workaholic, que tenta se equilibrar entre a rotina de trabalho e a família, mas perde o emprego e o marido no mesmo dia. É quando ela passa a contar com a ajuda da vizinha Marcela para mostrar que é possível ser uma profissional de sucesso sem deixar os prazeres da vida de lado. Para isso, Alice vira sócia da nova amiga em um sex shop falido, enquanto Marcela ajuda ela a descobrir os prazeres dos sex toys. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 AS AVENTURAS DE SAMMY – Censura livre – Horários: 16h 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Conforme passeia pelo oceano pouco tempo após o seu nascimento numa praia da Califórnia, Sammy, a tartaruga marinha, encontra e perde o amor da sua vida, uma linda recémnascida chamada Shelly. Durante a jornada épica através dos oceanos que todas as tartarugas devem realizar antes de retornar à praia onde nasceram, Sammy dribla todos os perigos na esperança de rever Shelly. O TURISTA – Censura 14 anos – com Paul Bettany – Horários: 18h e 20h40 2ª feira, dia 07, não haverá sessão Os passos de Elise Clifton-Ward são acompanhados de perto pela equipe chefiada pelo inspetor John Acheson. O motivo é que ela viveu por um ano com Alexander Pearce, procurado pela polícia devido a sonegação de impostos em torno de 700 milhões de libras. Ninguém sabe como é o rosto de Pearce, nem mesmo Elise, já que ele passou por várias operações plásticas para escapar de seus perseguidores. Ele enfim entra em contato com Elise ao lhe enviar um bilhete, onde pede que vá encontrá-lo em Veneza e, no caminho, procure alguém com tipo físico parecido com o seu, para enganar a polícia. Elise segue as ordens à risca e, no trem a caminho da cidade italiana, se aproxima do professor de matemática Frank Tupelo, que viaja sozinho. SALA 2 ALÉM DA VIDA – Censura 12 anos – com Matt Damon – Horários: 15h30, 18h e 20h30 2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Três pessoas são tocadas pela morte de maneiras diferentes. George é um americano que desde pequeno consegue manter contato com a vida fora da matéria, mas considera o seu dom uma maldição e tenta levar uma vida normal. Marie é jornalista, francesa, e passou por uma experiência de quase morte durante um tsunami. Em Londres, o menino Marcus perde alguém muito ligado a ele e parte em busca desesperada por respostas. Enquanto cada um segue sua vida, o caminho deles irá se cruzar, podendo mundar para sempre as suas crenças. SALA 3 AS VIAGENS DE GULLIVER – Censura livre – com Jack Black – Horários: 15h 2ª feira, dia 07, não haverá sessão Lemuel Gulliver trabalha como entregador de correspondência de um jornal de Nova York, mas seu sonho é fazer algo maior. Para isso, resolveu tirar uma onda de jornalista e acabou recebendo da editora (Amanda Peet) por quem é apaixonado, a chance de fazer uma matéria sobre o Triângulo das Bermudas. Disposto a cumprir a tarefa, Gulliver embarca na aventura em alto mar e acaba indo parar numa terra desconhecida. Liliput é um mundo fantástico onde todos são pequeninos e Gulliver, enfim, descobre que pode ser alguém grande não só no tamanho e começa a inventar um monte de histórias. DEIXE-ME ENTRAR – Censura 14 anos – com Richard Jenkins – Horários: 17h, 19h e 21h .;2ª feira – dia 07 – não haverá sessão Owen é um garoto solitário, que vive com a mãe e é sempre provocado pelos valentões da escola. Um dia ele conhece, perto de sua casa, Abby. Sempre nas sombras, ela aos poucos de aproxima de Owen e logo se tornam amigos. Só que Abby possui um segredo: ela é muito mais velha que sua aparência indica e necessita de sangue para sobreviver. Para consegui-lo, seu pai realiza assassinatos na surdina, de forma a retirar o sangue das vítimas e levá-lo para Abby.

Filmes na TV

Vida e obra de Stefan Zweig na Galeria Djanira

ao Brasil, a recepção de sua obra literária em nosso país e, especialmente, o período petropolitano, quando escreveu a novela “Xadrez”. As muitas informações históricas estão expostas de

forma atraente e dinâmica, a fim de informar o público e de estimular a leitura da obra literária de Stefan Zweig. A exposição conta com o apoio da Embaixada da Áustria no Brasil.

Leia e assine o Diário de Petrópolis Na Internet: www.diariodepetropolis.com.br

A CIDADE DO HALLOWEEN – GLOBO – 16H05 – COM DEBBIE REYNOLDS - Aos 13 anos, Marnie descobre que vem de uma longa linhagem de bruxas e deve praticar para não perder seus poderes. Ao visitar a avó, que vive afastada em sua casa de Halloweentown, um misterioso lugar onde feiticeiras, duendes e outros habitantes fantásticos, Marnie descobre que uma força maligna planeja se apoderar do lugar. Ela tem que lutar para salvar o futuro da magia. CHRISTINE: O CARRO ASSASSINO – SBT – 17H30 – COM KEITH GORDON - Arnie, um garoto complexado por se achar feio, compra um mal conservado Cadillac vermelho, 1957. O dono anterior havia morrido asfixiado dentro de Christine. Este carro tem poderes estranhos, mas capazes de sempre proteger sua “amizade” com Arnie!


quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Pancadaria No mais puro estilo “dá em cima, dá em baixo, dá no meio pra arrebentar” os vereadores Márcio Muniz e Wagner Silva desceram pancadaria na CPTrans. Disseram que atualmente é o pior órgão da administração municipal.

Hospital de Corrêas

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

O Repórter Edyr Raposo

edyrraposo@ig.com.br

Sem o direito de criticar, nenhum elogio é válido

No mais puro estilo “quem sabe faz a hora e não espera acontecer” o Hospital Clínico de Corrêas está na fase final das obras do CTI. Tudo está ficando uma beleza.

Ascom/PMP

7

“Surto” na cidade O empresário Frederico Autran – leia-se Spoleto – vai receber em seu estabelecimento elenco e produção da peça “Surto”, que fará sua 13ª apresentação na cidade com parte de seu percentual de bilheteria em prol das famílias vítimas da tragédia. O espetáculo, que ocorre no dia 18 deste mês, às 20h, no Theatro D. Pedro. Vale lembrar que o Spoleto, assim como a Unimed Petrópolis, é uma das empresas que apóiam este espetáculo desde a sua primeira apresentação na cidade.

Sesc de Nogueira

Em Brasília O vereador Márcio Muniz está em Brasília participando, como convidado especial, do Encontro Nacional do PSC. Certamente voltará cheio de novidades. É sempre bom lembrar que Márcio viajou por conta própria.

Já está funcionando o Posto Avançado do Programa de Apoio Solidário (PAS) em Petrópolis. Os empreendedores que foram prejudicados pelas chuvas do começo de janeiro podem esclarecer as dúvidas sobre linhas de créditos e capital de giro no SESC de Nogueira, das 10h às 18h.

Aniversário

Cursos profissionalizantes

O acadêmico de Direito, Fernando Lauro Barretto Kronemberg, completou mais um ano de vida no último domingo. Seus pais Letícia e Fernando Kronemberg promoveram uma feijoada para marcar a data festiva. Nem é preciso dizer que foi um domingo e tanto.

Alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) tem mais um motivo para dar continuidade aos estudos: a Secretaria Municipal de Educação fechou uma parceria com o sistema Firjan –Sesi/Senai para o oferecimento de vagas em cursos profissionalizantes aos estudantes matriculados na rede gratuitamente através do programa Educa Mais. Ao longo do ano letivo, a abertura de turmas será divulgada nas unidades escolares, que irão orientar o processo de inscrição para estes alunos. A Secretaria de Educação informa que ainda há vagas nas escolas que oferecem EJA na rede municipal de ensino.

Os vereadores Márcio Muniz e Wagner Silva desceram a maior pancadaria na CPTrans

Ciranda das Artes

Contra o Carnaval Na primeira reunião do ano, que aconteceu na terça-feira, representantes do Movimento Sindical de Petrópolis fecharam questão contrária à liberação de verbas para montagem da estrutura do Carnaval no centro da cidade e bairros, conforme está sendo anunciado pela Fundação Petrópolis de Cultura e Turismo. Ao total, seriam gastos R$ 700 mil apenas para montagem de arquibancadas e barracas, embora a verba para as agremiações tenha sido cancelada, ficando cada escola ou bloco com a decisão de desfilar com recursos próprios.

PROVE O vereador Albano Filho (Baninho), recebeu em seu gabinete, a visita do engenheiro Eduardo Caetano, da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEA), para conversação sobre a implantação do Programa de Reaproveitamento de Óleo Vegetal (PROVE) em Petrópolis. A maior parte do óleo de cozinha usado (óleo vegetal) costuma ser jogada fora, contaminando o lixo comum e os esgotos quando despejado nas pias ou ralos, comprometendo as tubulações e caixas de gordura das edificações, tubulações e elevatórias de redes e por fim as estações de tratamento.

Dudu Nobre na Tamboatá Nesta quinta-feira, a partir das 22h, a Tamboatá, casa de shows mais badalada Itaipava, recebe Dudu Nobre para aquecer o pré carnaval. Antes e após o show a pista é do DJ Flávio Dominguez com o suporte dos residentes DJ Vinícius Magalhães e VJ Pupille.

A Fundação de Cultura e Turismo lança Edital para inscrições de projetos de Oficinas Livres para o Ciranda das Artes - 2011, que acontecerá entre os meses de março e dezembro.Os projetos devem visar o estímulo e desenvolvimento de ações de difusão e formação cultural, iniciação e estimulação artística, inclusão social e práticas corporais e serão dirigidas a toda a população, respeitando os públicos-alvo de cada oficina, que deverão ser especificados e divididos entre os seguintes segmentos: crianças, jovens, adultos e terceira idade.

Orientação A Fecomércio-RJ (Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro) instalou, em Petrópolis, um núcleo da sua assessoria jurídica para auxiliar os empresários, após as fortes chuvas na Região Serrana. As orientações sobre as medidas adotadas pelos governos para retomar a economia na região podem ser tiradas na sede do SICOMÉRCIO (Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis). “O principal objetivo dessa assessoria é orientar, mostrar como os empresários podem proceder nessas questões”, afirmou a advogada Márcia Cristina Dias de Oliveira, que prestará orientações na sede do Sicomércio por duas semanas.

Informática A Legião da Boa Vontade (LBV) abriu inscrições para o Curso de Informática, destinado a pessoas a partir dos 14 anos. O curso é gratuito, ministrado por instrutor especializado, tem duração de quatro meses e acontece no Centro Comunitário e Educacional da LBV. As aulas têm início a partir do dia 15 de fevereiro

Posse O distrito da Posse acaba de ser contemplado com uma Praça do PAC – Programa de Aceleração do Crescimento. O projeto do governo federal integra a segunda etapa do PAC e foi mais uma conquista do deputado federal Hugo Leal (PSC-RJ), em trabalho iniciado no ano passado com os órgãos competentes. As Praças do PAC são espaços inovadores de entretenimento, esporte, lazer, cultura, cidadania e inclusão digital.

Petrópolis no Sedec Olhar para o futuro e buscar o auxílio das novas tecnologias para promover bem estar para a população é a meta do vereador Wagner Silva, Sua mais nova Indicação nº 193/2011 pede ao Executivo que Petrópolis seja incluída urgentemente no Sistema Nacional de Defesa Civil – Sedec. É fato que o Sistema de Defesa Civil, no país, está distante da integração total, tendo em vista que dos 5.565 municípios brasileiros, somente 1.400 se interessaram em participar do Sistema Nacional de Defesa Civil e, no total, apenas 500 aderiram ao Programa. Esta Indicação tem o propósito de fazer com que Petrópolis esteja alicerçada por este sistema, para que em outras situações como as que foram vivenciadas, possam ser minoradas da melhor forma possível.

geral

Ipea: Falta de médicos é o problema do SUS Instituto ouviu 2.773 pessoas sobre a percepção dos serviços de saúde Em relação aos planos de saúde, preço da mensalidade é o maior problema. A falta de médicos é o principal problema do Sistema Único de Saúde (SUS), mostra estudo do Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas (Ipea) divulgada ontem (9) sobre a percepção da população sobre serviços de saúde. O instituto ouviu 2.773 pessoas de todas as regiões do país entre os dias 3 e 19 de novembro passado. De acordo com o Ipea, 57,9% dos entrevistados que usaram ou acompanharam familiares para atendimento no sistema público de saúde nos 12 meses anteriores à pesquisa apontaram a falta de médicos como o problema mais grave do SUS. Dentre os que não utilizaram o sistema público, a falta de médicos foi apontada como

principal problema por 58,8%. Para 35,9% das pessoas que utilizaram o SUS, a demora no atendimento é o segundo maior problema da rede pública (32,8% para os que não utilizaram o servi-

ço), seguido da demora para conseguir uma consulta com especialista – 34,9% dos que utilizaram ou acompanharam familiares, contra 28,9% que não utilizaram o sistema público de saúde.

Na outra ponta, os principais pontos positivos do SUS apontados por usuários e não usuários foi a universalidade do atendimento – para mais da metade dos entrevistados (53,2% dos que utilizam o sistema e 50,1% dos que não

utilizam), essa é a principal vantagem da rede pública de saúde. A igualdade no atendimento é apontada como o segundo ponto mais positivo do SUS (48,9% dos que usam o sistema e 43,7% dos que não utilizam), à frente da distri-

buição gratuita de medicamentos, considerada o terceiro ponto mais positivo para 33,4% dos entrevistados que utilizam o sistema e para 30,1% dos que não utilizam. Planos de saúde Dos entrevistados que têm ou tiveram um plano de saúde, a rapidez para a realização de consulta ou exame é apontada como o principal motivo para aderirem à saúde suplementar (40%). O segundo motivo mais apontado para se ter um plano de saúde privado é o fornecimento gratuito do benefício pelo empregador (29,2%). Os principais problemas relacionados aos planos de saúde são o preço das mensalidades (39,8% das respostas), não haver cobertura para algumas doenças ou procedimentos (35,2%) e o fato de às vezes o plano não pagar o tratamento necessário (21,9%).

Prefeitura reforma o Centro Educacional Terra Santa O Terra Santa é uma instituição que acolhe diversos tipos de atividades distintas e que devem ser avaliadas e tratadas separadamente. No mesmo complexo de prédios, salas e capela existem simultaneamente várias ações sendo realizadas. A capela, denominada Comunidade Nossa Senhora da Imaculada Conceição, pertence à Paróquia de Santa Clara, o Centro Educacional Terra Santa possui uma grande área para atividades de contra turno, ou seja, projetos sócio educativos, já a creche e a escola são denominadas Educandário Terra Santa e são conveniadas a Prefeitura. Em meados de janeiro uma grande reforma teve início e por tal motivo, frei Antônio Moser, diretor do Centro Educacional Terra Santa vem a público explicar e ponderar as

ações. “Para entender de que obra falamos, convém entender que quando se fala em Terra Santa, se está falando de muita coisa ao mesmo tempo. O que está sendo reformado a olhos vistos é a escola conveniada a Prefeitura. Esta reforma está sendo conduzida e financiada pela Secretaria de Educação. No que se refere à creche, as adaptações tão necessárias para o adequado atendimento às crianças, também serão pagas pela Secretaria”. Moser exalta que no que se refere à creche é normal que os pais e mães estejam aflitos, pois a rigor ela já deveria estar aberta, mas alguns problemas retardaram as adaptações e consequentemente também o reinício do funcionamento. “As obras tiveram início em janeiro, mas como trabalham

Todo complexo do Terra Santa está passando por reformas

pelo menos 10 pessoas e a todo vapor, a gente tem a impressão de que não se trata de obra de igreja. Claro que por se tratar de uma obra de grande vulto, a começar pelo telhado e parte elétrica, a obra vai sendo entregue por etapas. Já na próxima semana daremos início as aulas e os demais acabamentos vão

ser concluídos em até quatro meses”, detalhou. Para diminuir a angústia dos pais e divulgar a abertura da creche reformada, na próxima quarta-feira, dia 16 de fevereiro, frei Antônio Moser e o secretário da Educação, Sr. Wiliam Campos, vão se reunir com os pais para acertar deta-

lhes. Moser afirma que até dia 21 de fevereiro a creche estará em pleno funcionamento e acolhendo cerca de cem crianças. Em relação às obras Moser afirma: “a comunidade como um todo está muito feliz com o que está ocorrendo. Certamente o Complexo do Terra Santa, mais do que nunca, será uma referência não apenas pela aparência externa, mas, sobretudo, pela excelência do ensino. Dispomos de um ótimo quadro de educadoras e educadores em todos os setores”. E ainda comentando as obras, Moser revela: “Por falar em reformas e excelência de ensino, não se pode deixar na sombra o que está ocorrendo na Comunidade do Bom Jesus no Thouzet. Uma significativa reforma na escola, também conveniada com a Prefeitura,

está tendo um tratamento de primeira qualidade. Por sinal, as duas empresas contratadas pela Secretaria de Educação só merecem elogios pela competência e pela delicadeza com a qual tratam os moradores”. O diretor do Terra Santa explica que tamanha alegria se dá pelo fato de que as duas escolas pertencem à Paróquia de Santa Clara e que as reformas não custariam menos de 500 mil reais, dinheiro que a igreja demoraria anos para conseguir angariar. “Nem em sonho havíamos esperado que isso acontecesse tão rapidamente. Deus seja louvado. Crianças e pais, juntamente com os moradores dos arredores, não se cansam de ficar olhando os progressos diários e como que exclamando: Agora passamos das palavras aos atos”, finalizou.


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

geral

ONG inglesa elogia trabalho realizado pela PMP O trabalho de atendimento emergencial da Prefeitura de Petrópolis foi considerado positivo pelo diretor de logística da ong inglesa Humanity First (Humanidade em primeiro lugar), Basharat Ahmad. A instituição que atua em situações emergenciais e até em casos de guerra está baseada em 33 países. O diretor de logística, que chegou no sábado passado ao Brasil e veio no mesmo dia para Petrópolis, esteve com o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Luís Eduardo Peixoto, no Vale do Cuiabá, em outras áreas atingidas, nos postos de saúde e nos postos de arrecadação do município e ficou positivamente impressionado com o trabalho realizado no município. “Já prestamos o nosso trabalho em Bangladesh, nas Filipinas,no Paquistão e no Havaí e nunca vi uma resposta tão rápida das autoridades. Conversei com as pessoas desabrigadas para saber do que estavam precisando. Aproveitamos para comprar no Rio e em Petrópolis os materiais necessários para elas, porque a situação está sob controle e os desabrigados estão sen-

do prontamente atendidos”, declarou Basharat Ahmad, paquistanês, que atualmente mora no Canadá. O Basharat está baseado na Associação Ahmadia do Islã no Brasil, localizado na Estrada da Saudade, em Petrópolis, e hoje (10) já estará de volta ao Canadá. Com o apoio do presidente da Associação, Wasim Admad Zafar que está se conveniando com a Humanity First, ele doou 50 kits para as famílias de desabrigados, incluindo as que foram para o Centro de Treinamento dos Correios. Os kits contém panelas, toalhas, balde, jogos de talher, pratos, copos, jarra, peneira, potes, conjunto de lápis de cor e caderno para as crianças, entre outros itens. “Em nome do município agradeço as doações da Humanity First e fico gratificado pelo reconhecimento e elogios ao trabalho que está sendo desenvolvido por toda a equipe do governo. Estamos fazendo todo o possível para que a vida das pessoas atingidas pelas chuvas possa voltar ao normal o mais rápido possível”, declarou o secretário Luis Eduardo Peixoto.

Serra: se for convidado vai explicar mínimo de R$ 600 Priscilla Mazenotti/ABrl

O PSDB vai trabalhar para que o salário mínimo seja reajustado para R$ 600, e não R$ 545 como quer o governo. A determinação veio do ex-governador de São Paulo José Serra, que participou de reunião da bancada na Câmara. “Um mínimo de R$ 600 é factível e importante, sobretudo numa época em que a inflação de alimentos está aumentando”, disse. “A proposta é para termos um mínimo menos indecente do que é hoje”, completou acrescentando que, se for convidado, irá ao Senado apresentar sua proposta para o novo mínimo, como sugeriu o senador Itamar Franco (PPS-MG). Durante discurso na reunião da bancada, Serra pediu que a oposição trabalhe unida e fiscalize de perto o governo de Dilma Rousseff. Para ele, os parlamentares

têm a função primordial de ir a público denunciar irregularidades. “A oposição faz bem para o governo. Ela fiscaliza, denuncia erros, cobra promessas. Queremos uma oposição atuante e bem preparada”, comentou. Serra ainda sugeriu um décimo primeiro mandamento aos dez já existentes no partido: “Não atacarás seu companheiro de partido para não servir ao adversário”. O governo aceita aumentar o salário mínimo para R$ 545 e promete o envio ao Congresso de uma política de valorização do mínimo até 2014. A proposta mantém as atuais regras de reajuste com base na variação da inflação do ano anterior e no crescimento do Produtor Interno Bruto (PIB) de dois anos antes. As centrais sindicais e a oposição falam em algo entre R$ 565 e R$ 600. Ao fim da reunião, José Serra seguiu para almoço com senadores do partido.

Alerj instala Cpi para apurar responsabilidades na tragédia O deputado estadual Bernardo Rossi é o indicado do PMDB na Alerj para integrar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada nesta quarta-feira (09.02), na Assembléia Legislativa para investigar as responsabilidades sobre os deslizamentos e inundações decorrentes das chuvas que mataram 880 pessoas na Região Serrana dias 11 e 12 de janeiro. A comissão, presidida pelo deputado Luiz Paulo (PSDB), vai ser composta ainda por mais quatro membros e terá, entre prazo normal e prorrogação, cinco meses para concluir o trabalho. - A tragédia poderia ser evitada? É o que todos questionamos. O governador Sérgio Cabral atribui a uma irresponsabilidade política histórica de administradores a ocupação desordenada de encostas. Mais do que apurar responsabilidades, a CPI vai colaborar para que não sejam permitidas ações, no futuro, que culminem em situações

Deputado Bernardo Rossi - PMDB

como essa em que quase mil pessoas morreram e outras 35 mil ficaram desabrigadas e desalojadas”, afirma Bernardo Rossi. Omissões, negligências e imprevidências de agentes

públicos e privados são o alvo da CPI. A Comissão vai requerer estudos técnicos de órgãos públicos e entidades privadas e representativas de classes profissionais que tenham desenvolvido análise

sobre a tragédia para embasar seus trabalhos. - São dois trabalhos diferentes: o da Comissão das Chuvas, da qual também faço parte, e que está levantando a necessidade dos municípios e contribuindo para o soerguimento econômico de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo e a CPI, que vai apurar responsabilidades sobre construções irregulares, falta de monitoramento do tempo, inexistência de plano de emergência e evacuação de áreas de risco entre outros temas”, afirma Bernardo Rossi. Para o deputado estadual, além das perdas humanas, “de valor incalculável, evidentemente”, frisa, “as perdas materiais diretas chegam a quase R$ 500 milhões e a recuperação econômica dos municípios mais atingidos pode chegar a dois anos, como estimam entidades representativas da indústria e comércio. Assim sendo, temos toda uma população de mais de 500 mil pessoas nestas três cidades afetadas de alguma forma com a situação”.

Balanço dos 30 dias após tragédia do último dia 12 de janeiro Petrópolis não teve qualquer ponto turístico atingido e também não registrou deslizamentos no principal acesso

ao município – a BR-040 que liga Petrópolis ao Rio de Janeiro. A enxurrada do dia 12 de janeiro ocorreu nas

localidades do Vale do Cuiabá, Benfica, Boa Esperança, Madame Machado, que ficam entre 15 e 20 Km de distância

AVISOS E EDITAIS 10/02/2011

Cartório de 3º Ofício de Petropolis Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 10/02/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 11/02/2011

011483786000161

ESTRADA UNI O INDUSTRIA 11.00LOJA

Número: 00042520/B

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:02/12/2010

Vencto: 31/01/2011 Cheque Administrativo

Custas

Valor:

106,39 Total

011483786000161

Número: 00042446/B

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:02/12/2010

Valor:

ESTRADA UNI O INDUSTRIA 11.00LOJA

Número: 00042447/B Emissão:02/12/2010

Custas

Valor:

Protestar em 11/02/2011 TERESA,1524 SL 09/10

Número: 1101000197 Emissão:04/01/2011

Vencto: 21/01/2011 Cheque Administrativo

Custas

Valor:

ESTA. PONTE NOVA LOTE R4,.

Número: 55862 - 01 Emissão:30/12/2010

Custas

Valor:

ELIEZER FERREIRA DE MATTOS RUA MOSELA 38

Protocolo

BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

07/02/2011

IPEC-IND DE PERF E COSMETICOS

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

386,69

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

1816

RODOVIARIO CAM SAN FILHO LTDA

08/02/2011

RODOVIARIO CAM SAN FILHO LTDA

96,67 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

166,65

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

1777

RAPIDO TRANSPAULO LTDA

07/02/2011

RAPIDO TRANSPAULO LTDA

284,00 106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador CNPJ / CPF Terceiro Ofício - Petropolis - RJ 00674135792

JOANA D ARC DE O CARDOSO

R. do Imperador, 1021 - Centro

JOANA D ARC DE O CARDOSO

JOANA 10/02/2011 D ARC DE O CARDOSO Relação do612652 Edital dia Número:

Cheque

610,31

1741

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Protestar em 11/02/2011

14,03 Total

Portador/ Cedente / Sacador

390,39 ou Dinheiro Custas

106,39 Total

0,00 Tarifa

55,95

009581944000174

DUPLICATA MERCANTIL

106,39 Cpmf

237 - BANCO BRADESCO S A

CNPJ / CPF

CAMPTEL PRODUTOS AGRICOLAS

Cheque Administrativo

07/02/2011

IPEC-IND DE PERF E COSMETICOS

152,62 ou Dinheiro Custas

96,67 Total

Protestar em 11/02/2011

Vencto: 29/01/2011

1740

266,27

004352155000148

DUPLICATA MERCANTIL

496,03

Protocolo

BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

CNPJ / CPF

AUVAL MODAS LTDA

14,03 Total

237 - BANCO BRADESCO S A

372,66 ou Dinheiro Custas

106,39 Total

0,00 Tarifa

489,89

011483786000161

DUPLICATA MERCANTIL

106,39 Cpmf

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

AROMA DA SERRA COM RCIO DE PER

Cheque Administrativo

07/02/2011

IPEC-IND DE PERF E COSMETICOS

596,28 ou Dinheiro Custas

106,39 Total

Protestar em 11/02/2011

Vencto: 31/01/2011

BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

375,61

ESTRADA UNI O INDUSTRIA 11.00LOJA

Custas

1739

CNPJ / CPF

AROMA DA SERRA COM RCIO DE PER

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

482,00 ou Dinheiro Custas

Protestar em 11/02/2011

Vencto: 31/01/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

AROMA DA SERRA COM RCIO DE PER

Cheque Administrativo

AVISOS E EDITAIS

Arquivo

Bernardo Rossi é o indicado do PMDB para compor a CPI

404,42 10/02/2011

Protocolo 1859 Pag: 2 08/02/2011

Vencto: 25/09/2010 Acham-se Emissão: afixados25/09/2010 neste cartório,Valor: conforme a lei 200,00 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: ou Dinheiro Custas Cheque Administrativo Custas 91,14 Total 91,14 Cpmf 14,03 Total 291,14 305,17 0,00 Tarifa Protestar em 11/02/2011 IMAGINATION AND CRIATION MODAS RUA TERESA 186

Número: 043165-1C

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:24/09/2010

Vencto: 19/01/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

Protestar em 11/02/2011 IMPERIAL HOME SERV DE ASSISTENCIA DOMICI

Valor:

Vencto: 25/01/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

1769

COMPANHIA DE FIACAO E TECIDOS SANTO ANTO

07/02/2011

CIA DE FIACAO E TECIDOS SANTO ANTONIO

1050,49

Valor:

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.184,79

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 012358236000183

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

1808

LUMIAR HEALTH BUILDERS EQUIPAMENTOS HOSP

08/02/2011

DOAÇÕES QUE CHEGARAM A PETRÓPOLIS ATÉ AGORA Roupas – 280 toneladas; Água – 120 toneladas; Material limpeza e higiene – 20 toneladas; Leite – 40 toneladas; Cestas básicas (chegaram prontas/montadas) – 20 toneladas; Produtos variados (arroz, macarrão, feijão, biscoito e etc.) – 250 toneladas. VALORES DOADOS ATRAVÉS DAS CONTAS “SOS PETRÓPOLIS” (até a data de 9/02/2011) Banco do Brasil - R$ 1.958.155,39 Caixa Econômica Federal - R$ 4.138,77 Total: R$ 1.962.294,16 Com o cadastramento feito pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), os materiais são entregues semanalmente às vítimas das chuvas (em abrigos ou casas de parentes e amigos).

LUMIAR HEALTH BUILDERS EQUIPAMENTOS HOSP

Número: 4563 1 Emissão:04/01/2011

Protocolo

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

1.170,76 ou Dinheiro Custas

RUA THEREZA 608 / LOJA 138 DUPLICATA MERCANTIL

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 002558785000148

do Centro de Itaipava. Até o momento foram confirmados 72 óbitos, com 31 desaparecidos. São cerca de 200 pessoas desabrigadas e um pouco mais de 6 mil desalojados. O setor turístico e a Fundação de Cultura e Turismo implementaram uma série de ações para o reaquecimento da visitação ao município; foi criado o Comitê Agenda Positiva, lançada a campanha “Petrópolis Tá Legal!” e a cidade começa a reagir positivamente, apesar de ter sofrido uma queda de quase 100% nas reservas de hotéis e pousadas no mês de janeiro e também de ter contabilizado uma queda de mais de 60% no comércio local também no último mês. Um ponto a ser destacado é transferência de parte dos desabrigados para o prédio do Centro de Treinamento dos Correios. O espaço conta com dois prédios com 40 apartamentos, numa área total de quatro mil metros quadrados.

1190,00

1.310,27 ou Dinheiro Custas

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.324,30

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 10/02/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente

Leia e assine o Diário de Petrópolis ( 2235-7165


RETIRO

A paróquia de São Tomás de Aquino, no bairro Retiro, tem expediente de 2ª a 6ª feira de 13h até 18h e aos sábados de 8h até 12h. Ela atende as capelas de Nossa Senhora das Vitórias (Comunidade do Neylor), Santa Teresinha (Cocada), Nossa Senhora Aparecida (Alemão), entre outras.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUINTA-FEIRA, 10 DE FEVEREIRO DE 2011

D

iário nos

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261 Amor e Atração, Avenida Leopoldina, 596, Nogueira. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Estrela de Araras, Escola Estadual de Araras; Morin, Igreja de Nossa Senhora da Glória; e Petropolitano Rua Santos Dumont, 100, Centro.

Faturamento depende de autorização Planos da Não Me Viu Associação de Corrêas lança blog para informar atividades on-line. Participação da entidade no Carnaval ainda está indefinida Até o início da noite de ontem a Associação de Moradores e Amigos de Corrêas – AMAC – ainda não tinha confirmado a autorização da montagem de uma barraca que para funcionar durante o Carnaval na Praça Luiz Furtado da Rosa. O objetivo da entidade é investir a renda do comércio em trabalhos comunitários no bairro e adjacências. O presidente da AMAC Wladimir Branco Castor, o Mimi, informou que estava procurando junto a Fundação de Cultura e Turismo obter informações sobre o Carnaval nos bairros

anunciado antecipadamente pelas autoridades. Entretanto, devido à tragédia que abalou parte de Itaipava com as enchentes do dia 12 de janeiro, nada estava resolvido. Por outro lado, Mimi confirmou que a AMAC já está com o seu blog a disposição dos moradores de Corrêas, localidades adjacentes, enfim, a todos os internautas interessados em acompanhar o andamento dos trabalhos da entidade. O líder comunitário adiantou que agora a Associação está em fase de conclusão do serviço para colocação de um site no ar. A AMAC elegeu em

ficaram para ano que vem O presidente Sérgio Ramos de Matos, da Escola de Samba Não Me Viu, de Corrêas, informou ontem que está inviável a colocação da entidade para desfilar. Segundo ele, depois da tragédia do dia 12 de janeiro que abalou parte do distrito de Itaipava “não existe clima” para a agremiação e as demais escolas da cidade, promover o

que estava projetado. Entretanto, Sérgio Matos lembrou que as autoridades municipais estavam viabilizando a promoção de bailes de Carnaval nos bairros da cidade. Porém, mesmo que isto venha acontecer, o Não Me Viu já transferiu os seus planos carnavalescos para 2012, ainda de acordo com o presidente da vermelho e branco.

Ponte deixa o retrato do rastro da enchente Mimi à esquerda com demais diretores da AMAC

dezembro a sua nova diretoria para o biênio 2011/12. Junto com o novo presidente estão o empresário Paulo César Ramos de Abreu - vicepresidente; o comerciante Antônio Celso Pires

Coimbra – secretário; Angélica da Rocha Castor – tesoureira; o jornalista Luciano Carvalho do Carmo - diretor social; e o advogado Álvaro Luiz de Souza Lindenberg como diretor jurídico.

Na tarde de terça-feira um grupo de visitantes ficou apavorado ao deparar com a ponte que liga a Estrada Philuvio Cerqueira Rodrigues – Itaipava/Teresópolis a Rua José da Gama Machado, em Madame Machado. Recordava o volume das águas na enchente de 12 de janeiro cujas águas invadiram casas comerciais e residenciais no local.

O rastro da tragédia ainda é visível. Mesmo sustentado por balaustres de concreto com armação de ferro pesado de um em um metro na extensão, o corrimão da ponte foi virado pelas águas do Rio Santo Antônio. Um dos integrantes do grupo, afirmou que a natureza promoveu um verdadeiro desastre quando aconteceu a enchente.

Morador da Lopes Trovão Rua que estava sem iluminação já tem lâmpadas. Mas falta uma previne acidente em curva As escuras durante todo o mês de dezembro e os primeiros dias de janeiro, a Rua José Macedo, na Vila São Francisco da Horta, na Serra Velha da Estrela, agora está com um poste só sem luz. Moradores locais estão estranhando a situação, pois em todos

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

Leia o Diário Digital na Internet www. diario de petropolis. com.br

os outros que estavam faltando às luminárias, foram colocadas lâmpadas. O líder comunitário Luiz Elias Bezerra, o Luiz Segurança, informou que já está com um número incontável de protocolos solicitando a colocação da luminária no último

poste da José Macedo. Ele chegou a achar que esteja existindo alguma represália, pois o único local que está escuro é justamente nas proximidades de sua casa. Luiz Segurança lembrou que o seu filho está tendo dificuldades de se locomover. O rapaz

sofreu um acidente de moto recente e precisa sair à noite para estudar e corre o risco de quedas porque além da falta de luz a via está esburacada. Ele disse que espera o atendimento da Ampla – Energia e Serviços – o mais rapidamente possível.

Ainda vai acontecer um acidente na curva de 180 graus na Rua Lopes Trovão, em frente à entrada da Rua Oto Reymarus. Os paralelepípedos estão soltos em toda a extensão a curva e, segundo moradores, os carros ao passarem sobre eles, provocam o salto das pedras para longe. Eles previnem que podem atingir uma pessoa a qualquer momento.

A moradora Maria das Graças Salomão disse ontem que tem medo de passar pelo lugar. Outra moradora, Gilse da Costa Andrade, também afirmou ter receio da passagem pelo local. Ambas pediram que as autoridades providenciassem o conserto para tranquilizar as pessoas que usam a passagem por ali e também aos motoristas que trafegam por lá.


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

ESPORTES

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

E-mail: gustavosoares@diariodepetropolis.com.br

Serrano traz jogadores “experientes” Gustavo Soares

O Serrano trouxe, na última semana, três jogadores com um pouco mais de rodagem no futebol, mas todos eles com idade abaixo dos 23 anos para formar o grupo que começa a disputa da série C do campeonato carioca no próximo dia 20, Diane do Villa Rio. Os jogadores são os meias Alexandre Dragão e Matheus e o atacante Rodrigo. O treinador Duílio elogiou a evolução dos atletas e espera que no próximo amistoso, sábado contra o Barcelona os jogadores já estejam melhor. Alexandre Dragão veio do Olaria, e apesar de ter apenas 22 anos já passou por diversos clubes como, Flamengo, Resende, Madureira e uma passagem de cinco meses na Armênia. Ele elogiou a comissão técnica e

espera melhorar nos próximos jogos. “O trabalho está sendo de muita dedicação, o professor Duílio e o professor Adriano tem dado muita ênfase a parte física. A minha atuação (contra a Esportiva) foi razoável e pretendo trabalhar bastante para melhorar”, afirmou Alexandre por já ter uma certa rodagem pode assumir um papel de liderança no clube. “Eu estou preparado para assumir esse papel, porque já passei por muitos clubes no futebol”, comentou. Ao contrário de Alexandre Matheus TVE muito pouco tempo para jogar no último amistoso, devido a uma trombada com um jogador adversário o juiz acabou expulsando os dois injustamente, fato que ele lamentou. “Infelizmente o juiz me expulsou, eu não entendi nada”, disse ele, que veio do América na última semana.

Matheus se descreve como um meia habilidoso e de bom chute e elogiou todo o grupo. “A equipe é boa, o grupo está unido e a partir deste jogo a tendência é que o time vá melhorando”, afirmou o jogador de apenas 20 anos, que começou a carreira no Internacional de Porto Alegre e tem passagem pelo Linense de São Paulo. O treinador Duílio elogiou o jogador, apesar do pouco tempo em campo. “O juiz entendeu errado o lance e expulsou ele então não para ele mostrar a qualidade dele, mas eu sei que ele é um ótimo jogador e vai jogar contra o Barcelona”, salientou Duílio. Além deles Rodrigo que chegou vindo do América Mineiro, ele atuou durante um tempo, contra a Esportiva, mas como chegou a pouco tempo, ainda mostrou muita falta de entrosamento e de ritmo de jogo.

Fotos: Gustavo Soares

Matheus (esquerda) e Rodrigo recebem instruções de Duílio O treinador diz que o time que está sendo titular nos amistosos será a base da estreia, mas ele diz que o time precisa de novidades para o ataque. “Para fechar o grupo o

que falta são mais homens de área, mas nós temos essa semana para fechar isso”, finalizou o treinador, que aguarda a chegada do atacante nigeriano Deivid, que está à espera do

seu visto de trabalho a mais de uma semana, e falta apenas isso para assinar o contrato. Atualmente 11 jogadores já tiveram suas carteiras de trabalho assinadas pelo clube.

Ex-presidente do Serrano ganha processo

Poker/PEC ainda aguarda definição da Taça Brasil

O ex-presidente do Serrano, Nilson Farah, estava sendo processado pela diretoria do clube, que o sucedeu, em 2006, a prestar contas do período em que dirigiu o clube. Porém, nesta semana a justiça deu ganho de causa a Farah, alegando que ele não precisaria prestar contas, pois isso já havia sido feito ao Conselho Fiscal do clube

O Poker/PEC começou no fim de janeiro a preparação para a Liga Futsal, mas o clube ainda vive um impasse quanto a disputa da Taça Brasil de clubes – Divisão especial. O Petrópolis foi o campeão da primeira divisão do torneio, em 2010, e classificou o Estado do Rio de Janeiro para a divisão especial. Porém, de acordo com o regulamento do torneio o representante de cada estado na Taça Brasil é o atual campeão estadual, que no caso é o Macaé Sports, que bateu o Poker/PEC na final de 2010. A Federação de Futsal do Estado do Rio de Janeiro ficou de comunicar quem seria o representante até o fim de janeiro, mas de acordo com o presidente do Petrópolis, Norberto Mello, o clube ainda não recebeu nenhum comunicado. Norberto ainda afirmou que o clube não irá jogar a Liga Sudeste, que é disputada pelos campeões e vice dos estaduais, de acordo com ele, a disputa prejudicaria o planejamento que já foi feito pelo clube.

e que as contas não teriam nenhuma irregularidade. “Quando eu entrei no Serrano eu fiz questão de criar o Conselho Fiscal, para fiscalizar as contas do clube e nos quatro anos que eu fiquei a frente do clube prestei contas de tudo, por isso não precisava prestar conta de mais nada e felizmente saiu agora o ganho de causa para

mim”, comemorou Farah. No relatório final do processo foi relatado que “não se pode competir alguém a fazer uma coisa que já foi feita, isto é, prestar contas. Os autos do processo mostram que o réu prestou contas de sua administração, nas épocas oportunas, perante quem tinha competência estatutária para examiná-las”.

Lenísio e Vander fora da seleção O treinador da Sele- faz tempo. Eu vejo a seleção Brasileira de Futsal, ção mais longe agora. O Marcos Sorato, apresentou Petrópolis estando bem para na última segunda-feira a mim é o mais importante, e lista de convocados para ele estando bem eu vou acasérie de três confrontos que bar sendo convocado”, disse o time fará no final deste Vander ao se reapresentar mês, no Irã. O comandante para os treinamentos. deixou de fora da lista E Lenísio fez coro com os astros do Poker/PEC o pivô. “Não é o nosso foco Vander Carioca e Lenísio, principal, o primeiro foco é que vinham sendo habitu- aqui no Petrópolis. O mais almente convocados. importante para mim é faOs dois jogadores são zer um bom trabalho aqui. grandes ídolos do futsal O mais importante para nacional e a explicação mim nesse ano é conseguir para as ausências é de que títulos no Petrópolis”, dea seleção vive um perío- clarou Lenísio. do de renovação. Na apresentação dos dois atletas ao Petrópolis eles disseram que por mais que gostem de ser lembrados a prioridade é o clube. “Para mim a seleção deixou de ser um objetivo Vander e Lenísio priorizam PEC

Diario de Petropolis  

Artigos, Cidade, Colunistas, Esportes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you