Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

56 anos

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.918 - Terça-feira, 9 de agosto de 2011

entorpecentes

Divulgação

Polícia apreende drogas e quatro pessoas são presas Dilma garante que Brasil “não treme” diante da crise A presidenta Dilma Rousseff disse ontem que, pela segunda vez, uma crise financeira internacional atinge o mundo e, pela segunda vez, o Brasil “não treme”. Dilma disse que o país está forte, com os bancos brasileiros sólidos. (Página 8)

Câmara discute projeto com secretário de Esportes e Lazer O secretário de Esportes e Lazer, Carlos Alberto Lancetta, vai se reunir hoje com os vereadores para discutir um projeto de lei enviado pelo governo para emenda à lei orgânica. Uma comissão especial vai analisar todos os pontos do projeto. (Página 3)

Quatro pessoas foram presas por tráfico de drogas no último sábado em uma operação realizada pela Polícia Militar, onde foram apreendidos 159 cápsulas e 16 papelotes de cocaína, além de um tablete de maconha. Após uma denúncia de que uma mulher estaria trazendo entorpecentes do Rio de Janeiro, os policiais montaram uma blitz na subida da Serra e prenderam outras três pessoas. Já a mulher denunciada só foi presa em sua casa, na Estrada da Saudade. (Página 5)

Fotos: Alan Alonso

Na casa da mulher de 56 anos que foi denunciada foram apreendidas 99 cápsulas de cocaína (60 gramas) e 16 papelotes da mesma droga (20 gramas)

Carro entra na contramão e bate de frente em Cascatinha

Saúde inicia levantamento de infestação da Dengue O Levantamento do Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa), realizado pela Secretaria de Saúde, teve início em Nogueira e novas ações já estão previstas. O objetivo é identificar o índice de infestação predial em 54 bairros sorteados no município. (Página 3) Por causa da batida, o trânsito ficou em meia pista e lento no local, e os coletivos não conseguiram passar

O motorista de um veículo com placa de Duque de Caxias, desavisado sobre o sentido da via, acabou entrando na contramão e batendo de frente em outro carro que seguia normalmente pela Estrada José Carneiro Dias, em Cascatinha, na manhã de ontem. Ele sofreu ferimentos leves e foi encaminhado ao hospital pelo Corpo de Bombeiros. Moradores da região reclamam de falta de sinalização na saída da via e dizem outros acidentes do mesmo modo já ocorreram no local. (Página 5)

Ônibus da Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj está na cidade

nesta edição

O ônibus da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor (Codecom) da Alerj está na cidade desde ontem e atenderá a população até a próxima sexta-feira. Para fazer a reclamação, o consumidor

Sebastião Nery

Pág. 2

Somente ontem já foram registradas pelo menos 48 reclamações

deve estar munido de CPF, Identidade, nota fiscal ou boleto que comprovem o direito. O ônibus está estacionado na Praça Dom Pedro, em frente à antiga agência da Caixa Econômica Federal e o atendimento é feito das 9h às 17h. (Página 3)

agenda A nova edição do Bunka-Sai - Festival da Cultura do Japão, será comemorada também no Museu Imperial. Nos dias 13 e 14, o local será palco de apresentações de música e artes marciais, todas com entrada franca. (Página 6)

Bairros A leitora Cristina Campelo esclareceu ontem que o trabalho no Centro de Educação Infantil Aldeia da Criança, na Comunidade do Contorno, tem total dedicação dos profissionais que acompanham as crianças da creche. Defendeu os profissionais do magistério que têm que se desdobrar com seguidas reuniões e o trabalho na instituição. (Diário nos Bairros, página 9)

esportes O Magnólia sagrouse campeão Municipal de futsal Sub-15 e Sub15. O time do Bingen enfrentou no sábado o Petropolitano e venceu as duas partidas. Já o Movimento Esportivo de Petrópolis – MEP – anunciou que não vai mais apoiar o Serrano e os clubes de Petrópolis. (Páginas 9 e 10)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Cresce a necessidade de técnicos www.sebastiaonery.com.br

A COMISSÃO DA MENTIRA RIO - Uma historia. “A denuncia apresentada em 1965 pelo promotor de justiça da Auditoria da 5ª Região Militar, em Curitiba (contra os jornalistas da sucursal da “Ultima Hora”) previa para cada acusado a reclusão de 19 anos, no grau mínimo, até 41 anos, no máximo. No conjunto, pesava sobre as cabeças de todos a soma de penas que poderia chegar a 880 (oitocentos e oitenta) anos!”. “O julgamento dos processos criminais era feito por um colegiado de quatro militares e um magistrado civil. A sentença era colhida em sala secreta sem a presença de réus e defensores. No caso dos jornalistas da “Última Hora” do Paraná, a denúncia imputava-lhes graves delitos contra a segurança nacional e as instituições militares”. “ÚLTIMA HORA” “José Augusto Ribeiro, Sylvio Back, Milton Cavalcanti, Cícero do Amaral Catani, Adherbal Fortes de Sá Júnior, Newton Stadler de Souza, Walmor Marcelino, Luiz Geraldo Mazza, Milton Ivan Heller, Peri Tibiriçá de Oliveira, Carlos Eduardo de Oliveira Fleury, Clovis Stadler de Souza, Ronald Osti Pereira, Carlos Augusto Cavalcanti Albuquerque, Edésio Franco Passos, Jairo Régis e outros “réus” como o líder comunista Agliberto Vieira de Azevedo, o livreiro Aristides Vinholes e o gráfico Orlando Ceccon,foram acusados de tentar mudar a ordem política e social”. “Felizmente, um habeas corpus do Supremo Tribunal Federal arquivou o processo dos “inimigos da Pátria” e os libertou do pesadelo que lhes prometia quase um milênio de cárcere”. GUERREIRO RAMOS Outra historia. “Alberto Guerreiro Ramos, grande sociólogo brasileiro, foi meu professor na University of Southern Califórnia e, certa vez, contou a nós, seus alunos brasileiros, uma história a respeito da cassação de seus direitos políticos em 1964, com um misto de perplexidade divertida e amargura resignada”. “Guerreiro era uma pessoa teatral, um causeur por natureza. Um sábado, estava na Livraria José Olympio, ponto de encontro de intelectuais no Rio de Janeiro, quando entra o Marechal Castello Branco, presidente da República. O presidente havia sido aluno de Guerreiro Ramos em um curso de sociologia política e cumprimentou-o afetuosamente. Guerreiro, também afetuosamente, retribuiu o cumprimento e, na conversa que se seguiu, disse ao primeiro presidente do regime militar não entender a razão de sua cassação, pois se a direita o rotulava de comunista por ter ajudado a criar o ISEB, centro do pensamento de esquerda nos anos cinqüenta (Carlos Lacerda o chamava de sociólogo de Alzira Vargas), a esquerda também o detestava. Afinal, ele rompera com o mesmo ISEB e vivia às turras com o sindicalismo populista de João Goulart. Castello ouviu em silêncio”. CASTELO BRANCO “Dias depois, Guerreiro ouve a campainha de seu apartamento soar. “Atendi à porta e vejo um senhor com roupas civis mas empertigado: - “Professor Guerreiro Ramos?” - “Sim”, respondi sobressaltado”. - “Sou coronel do Conselho de Segurança e estou aqui em uma missão que me foi confiada pessoalmente pelo presidente Castello Branco”. “O coronel entra e lhe explica que vai mostrar sua ficha nos órgãos de segurança, desde que ele se comprometesse a absoluto sigilo sobre sua visita. “Concordei com a condição e o coronel me estende uma ficha de cartolina. Trêmulo de emoção, pego-a” - continua teatralmente Guerreiro – “e acho estranho que haja apenas uma linha datilografada, muito pouco para alguém com a minha militância intelectual e política. Leio: - “Ramos, ponto. Alberto Guerreiro vírgula, baiano vírgula, mulato vírgula, metido a sociólogo ponto”. “Olhando para nós com um ar zombeteiro, Guerreiro dá uma gargalhada: - “Eu citado por Protikin Sorokim como um dos maiores sociólogos contemporâneos em todo o mundo, eu que tive artigos publicados nas melhores revistas internacionais de sociologia, sou reduzido à condição de um mulatinho baiano metido a sociólogo!” DOTTI E BELMIRO Essas historias estão em um saboroso livro dos grandes advogados e mestres René Ariel Dotti, da Universidade Federal do Paraná, e Belmiro Valverde, da PUC do Paraná : “ Crônicas Politicamente Inconvenientes”. São atualíssimas, quando se discute a criação da “Comissão da Verdade”, para apurar os crimes do golpe e da ditadura de 1964. Os golpistas sempre disseram que a violência começou porque a juventude se levantou na Luta Armada, em 1968, para resistir. A verdade da Historia é que a violência veio dos militares, desbragada, gratuita, desnecessária, e começou logo em 1964, contra milhares de brasileiros, eu inclusive. Em vez de “Comissão da Verdade”devia ser “Comissão da Mentira”. www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

n Arnaldo Niskier

S

ão palavras do ViceAlmirante Ademir Sobrinho, diretor de ensino da Marinha do Brasil: “ Só aqui estamos precisando de 800 técnicos de nível médio, hoje, para operar em projetos existentes. Sem contar que, em breve, começaremos a pensar na construção de submarinos (um dos quais nuclear), com tecnologia francesa.” É o quadro da nossa realidade, que precisa de providências urgentes, como se propôs a fazer a presidente Dilma Rousseff, a partir da existência do Pronatec. Há um sentimento generalizado de que perdemos tempo demais, deixando de lado o ensino médio e, particular-

mente, o profissionalizante. As tentativas anteriores, como a Lei nº 5692/71, foram equivocadas – e os seus resultados verdadeiramente lamentáveis. Como promover a profissionalização obrigatória com tanta carência de professores e laboratórios? Há exemplos que devem ser citados, como é o caso da Marinha. O Senac-Rio abriu 240 vagas em programas de qualificação profissional, para jovens de 16 a 21 anos. Tudo gratuito, nas áreas de Gastronomia, Telemarketing e Administração. É um curso presencial, com a duração de quatro meses e meio. O que dizer das oportunidades oferecidas pelo tradicional CIEE? Quem visita suas instalações, no centro da cidade, sai impressionado com o número de candidatos aos seus estágios, que

abrangem o ensino médio, o ensino superior e, mais recentemente, os aprendizes legais, estes num magnífico e elogiável crescimento (só no Rio são quase 4 mil que se encontram engajados no processo). O especialista Luiz Gonzaga Bertelli dá como exemplo do que ele chama de “gargalo” o caso da engenharia. Mas não descarta o vexame recente dos exames de ordem da OAB, em que 90 escolas superiores de diferentes estados não aprovaram ninguém. Há uma perda de qualificação da mão de obra brasileira, na verdade em todos os níveis, gerando uma forte preocupação naqueles que têm a responsabilidade de prover o nosso desenvolvimento de recursos humanos à altura das expectativas nacionais. Voltando à Marinha do

Brasil, eis o quadro das profissões em que haverá disponibilidade de vagas: Administração, Administração Hospitalar, Contabilidade, Desenho de Arquitetura, Desenho Mecânico, Estatística, Edificações, Eletrônica, Eletrotécnica, Enfermagem, Estruturas Navais, Geodésia e Cartografia, Gráfica, Higiene Dental, Metalurgia, Meteorologia Mecânica, Motores, Nutrição e Dietética, Patologia Clínica, Processamento de Dados, Prótese Dentária, Química, Radiologia Médica, Secretariado e Telecomunicações. Após a preparação, no Centro de Instrução Almirante Alexandrino, receberão salário inicial de 2.200 reais. É um bom começo, para evitar que esses espaços sejam preenchidos por técnicos estrangeiros. n Membro da Academia

Brasileira de Letras

A Cara do Governo n Marcos

Coimbra

A

o longo destes primeiros meses do ano, o governo Dilma passou por várias e importantes mudanças. Maiores, provavelmente, do que todos esperavam. Surpreende tanto quem o aprova, quanto quem desgosta dele. Em pequenas e grandes coisas. Quando, ano passado, se discutia a cara que teria um possível governo Dilma, o que se imaginava era que seria um governo Lula sem o próprio. Uma experiência de “rotinização do carisma”, para usar um conceito proposto pelo sociólogo alemão Max Weber, mestre de Fernando Henrique Cardoso. (A ideia tinha sido formulada por Weber para dar conta dos processos de sucessão nas situações em que o fundamento da autoridade é o carisma. Com a saída de cena do líder, como substituí-lo por alguém sem seus atributos excepcionais? Se é, essencialmente, pessoal, como transferi-lo? Somente através de algo paradoxal:

rotinizar o extraordinário.) Para a oposição, Dilma era fraca e não teria condições políticas e apoio partidário para fazer um governo à sua semelhança. Daí, imaginaram que ela presidiria (pouco mais que cerimonialmente) um governo 100% dominado pelo PT, no qual as diversas correntes do partido se digladiariam em busca da hegemonia. A começar pelo “PT do Lula”, sua principal tendência hoje em dia. Com isso, o que se dizia é que ela, no fundo, continuaria a ser a gerente de Lula que tinha sido nos últimos quatro anos, incapaz de imprimir marca pessoal ao governo. Que o governo Dilma não teria nada de novo a dizer. Entre seus eleitores e no bloco governista, apesar da torcida em favor, as expectativas terminavam por não ser muito diferentes. A defesa da continuidade, que a elegera, explicava porque não se deviam esperar novidades. Só que isso não era considerado ruim, pelo contrário. Para os simpatizantes, o governo Dilma seria um “aprofundamento” do antecessor: prosseguiria o que

tinha sido iniciado, ajustaria programas e os administraria com mais dedicação e empenho. A manutenção de muitos nomes da equipe de Lula foi lida como uma sinalização de que esses cálculos estavam corretos. O tom lulista do ministério confirmava que quase nada iria mudar. Hoje, ninguém (a sério) acha isso. Muita coisa mudou. Para Dilma, não houve o dia de atravessar o Rubicão. Ou gesto heróico, manifestação grandiloquente. Não convocou a imprensa, não fez pronunciamento em rede nacional. Mas, aos poucos, foi fazendo um governo diferente do imaginado. Isso vale para a formação e o conteúdo do governo. Em lugares chave, ela se desvencilhou de colaboradores que a atrapalhavam, sem se deixar paralisar pelos vínculos que tinham com o ex-presidente. As demissões de Palocci e Jobim, que muitos (talvez eles mesmos) julgavam imexíveis, foram exemplares. Em termos programáticos, o governo está encontrando sua fisionomia. Na

política financeira e monetária, ficaram alguns atores, mas o enredo mudou. Como, aliás, estava claro desde cedo, com a saída de Meirelles do Banco Central. A política industrial anunciada esta semana é uma inovação, que nada (ou muito pouco) tem a ver com o que foi feito por Lula. O programa a ela dedicado, chamado Brasil Maior, atende reivindicações da indústria que ficaram sem resposta durante anos. Onde a marca de Lula é mais forte, nas políticas de transferência de renda, um programa recém criado, o Brasil Sem Miséria, pretende fazer uma revolução. Medidas de grande alcance na área da saúde estão no estaleiro. Vão mudar as políticas que lidam com a principal preocupação da população. Com sua gente, fazendo a seu modo as suas coisas, Dilma realiza um governo inesperado. Sua disposição de enfrentar os focos de corrupção espalhados na administração é o símbolo mais visível do que está em curso. n Sociólogo e presidente

do Instituto Vox Populi

Xenofobia e humanidade não combinam n Paiva Netto

O

duplo atentado ocorrido em 22 de julho, na Noruega, que vitimou 77 pessoas, merece da sociedade toda a atenção. Segundo o noticiário, a xenofobia está na motivação dos ataques. É realmente lamentável! Já era para termos aprendido a lição. Excluir criaturas humanas não combina com humanidade. Em minha página “A miscigenação do mundo é inevitável”, publicada em “Crônicas e Entrevistas” (Editora Elevação, 2000), defendo a tese de que o nosso destino é mesmo a mestiçagem, o multiculturalismo, tornando-se portanto sem propósito qualquer tipo de discriminação. Na-

quela oportunidade, fim do século 20, assim escrevi: (...) Vai ficar difícil abrir mão da Humanidade, como parece que alguns radicalmente pretendiam fazer com a nova globalização: mais produtos e menos trabalhadores produzindo e transitando pelo planeta. Marcante exemplo é o da União Europeia, com seus arroubos de xenofobia, menos para turistas… Ela está constatando a contingência de ter de “importar” gente, ainda que, em alguns casos, por curtos períodos, para realizar serviços de que os seus nativos dolicocéfalos não mais querem saber e para suprir as necessidades de uma população que está envelhecendo. Alguns vivem arrepiados com os “perigos” da fusão étnica; contudo, empresários e políticos sentem como fatalidade histórica a presença dos “estrangeiros” mesmo que

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

sejam de gerações nascidas por lá, principalmente os de cor de pele distinta. Não há como indefinidamente impedir que revoluções sociais e humanas dessa envergadura, em diversas grandezas, se cumpram. Na atualidade, de certa forma vemos repetir-se, em direção inversa, mas talvez de maneira mais dolorosa, o fenômeno da imigração. Antes a onda era emigrar da Europa e da Ásia para a América. Resumindo: italianos, japoneses, alemães, poloneses, russos, judeus, árabes, ibéricos, para a do Norte e a do Sul, somando-se irlandeses e chineses para a Setentrional. E não chegaram por aqui e lá, na imensa maioria, como senhores, porém, como servidores braçais, à exceção de gente como Einstein e Fermi. Pelo sacrifício e suado labor, subiram ao topo e se estabeleceram. Recordo-

iário de Petrópolis 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

me de uma afirmação do filósofo do Positivismo Augusto Comte (1798-1857), cujo pensamento tanta influência exerceu sobre os fundadores da República brasileira, a começar por Benjamin Constant (18361891): “O homem se agita, e a Humanidade o conduz”. Alziro Zarur (1914-1979) perguntava então: “E quem conduz a Humanidade?”. E ele próprio exclamava: “Deus!”. E assim eu terminava aquele artigo de 2000. Hoje, em 2011, o Brasil volta a atrair o interesse de imigrantes, pois estamos precisando de valores especializados para as novas exigências do desenvolvimento do país, enquanto preparamos, com atraso, nossa própria gente. n Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br www.boavontade.com

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


terça-feira, 9 de agosto de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

3

cidade

Estado oferece duas mil vagas para docentes

Sessão da Câmara: intenção é resgatar discussão de projetos do governo

Vereadores se reúnem com secretário de Esportes hoje Os vereadores se reunirão hoje, às 14h, na Câmara, com o secretário de Esportes e Lazer, Carlos Alberto Lancetta, para discutir um projeto de lei enviado pelo governo para emenda à lei orgânica. O encontro é uma resposta do presidente da Casa, vereador Paulo Igor (PMDB), às críticas feitas pelos vereadores Silmar Fortes (PMDB) e Vadinho (PSB), que afirmaram na semana passada que o Legislativo não está discutindo o suficiente os projetos enviados pelo prefeito Paulo Mustrangi. A polêmica se deu na quarta-feira, quando foi votada a “mais-valia” – projeto que regulariza obras que não têm a autorização da prefeitura. Na sexta-feira, Paulo Igor afirmou que a intenção da reunião de hoje com Lancetta é repetir o debate feito na Casa sobre o Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) da educação, que chegou à Câmara no dia 31 de maio, mas só foi votado no dia 12 de julho. - O resultado do trabalho da Câmara antes da aprovação do projeto que criou o PCCS confirmou a importância de se debater os projetos

não só entre os vereadores, mas também do amplo diálogo com secretários das pastas relacionadas ao assunto. Da mesma forma que o PCCS da educação, este projeto está sendo avaliado pelo nosso departamento jurídico. Logo que ele chegou à Casa, entendemos ser necessário criar uma comissão especial para estudar o assunto na Câmara. Neste encontro com o secretário de Esportes, cada um dos pontos poderá ser discutido e esclarecido – disse Paulo Igor na sexta-feira. O presidente da Câmara instaurou uma comissão especial para analisar todos os pontos do projeto. Segundo Paulo Igor, a matéria só será votada após a emissão do parecer dos vereadores que formam o grupo, que vem se reunindo há dois meses. A comissão, que é composta pelos vereadores Baninho (sem partido), Wagner Silva (PPS) e Gil Magno (sem partido), tem até o fim da semana para emitir um parecer. Na quarta-feira, Vadinho (PSB) chegou a afirmar que o projeto da “mais-valia”, aprovado pela Câmara com 11 votos, não havia tramitado pelas comissões do Legislativo.

Secretaria de Saúde inicia levantamento sobre dengue A Secretaria de Saúde deu início ao Levantamento do Índice Rápido de Aedes aegypti (LIRAa), através de tenda itinerante, em Nogueira, no início do mês. Novas ações estão previstas: de 15 a 19 de agosto, na Praça da Estação Ferroviária, em Pedro do Rio; de 22 a 26 de agosto, no Corta Rio, na Posse; e de 29 de agosto a 2 de setembro, no Alto da Serra. O LIRAa é uma atividade do Programa Municipal de Controle da Dengue, destinada a realizar o levantamento do índice de infestação predial, ou seja, identificar nos 54 bairros sorteados entre os 81 existentes no município aqueles que apresentam a presença do vetor transmissor da dengue, o mosquito “Aedes aegypti”. O resultado é medido de acordo com a presença de larvas que se desenvolvem próximo à água parada (em pratos com plantas, caixa d’água e reservatórios, ralos). As larvas são coletadas pelos agentes durante a realização do LIRAa e encaminhadas para o Laboratório de Entomologia da Secretaria

de Saúde, localizado na Vigilância Sanitária. As larvas são identificadas e contabilizadas, resultando no índice de infestação que classificará a situação do município. Petrópolis apresentou até maio desse ano índice de 0,4%, considerado na classificação como de baixo risco. O mais importante é a participação da população, contribuindo para a prevenção e combate à dengue porque o mosquito vive dentro e ao redor da casa e do trabalho, precisando de pouca água para se multiplicar. Os agentes de combate às endemias visitam as casas a cada dois meses, tempo suficiente para que muitos mosquitos “nasçam”, necessitando de apenas 7 a 10 dias para se criar. É importante ainda permitir a entrada dos agentes de endemias nos imóveis, para fazerem a inspeção e a coleta de larvas, cumprindo as orientações deixadas pelos agentes. Em caso de dúvida, a população pode ligar para o Controle da Dengue, na Vigilância Sanitária, e obter mais informação pelo 2231-0841.

A Secretaria Estadual de Educação vai lançar, em breve, o edital de concurso com duas mil vagas para professores sob novo regime de 30 horas semanais. As vagas serão destinadas para física, química e geografia, identificadas como disciplinas de maior carência na rede pública, além de português e matemática. A previsão é de que o edital saia em um prazo de dois meses, assim que a carreira com nova carga horária, identificada como “Docentes 1”, for aprovada pela Assembleia Legislativa do Rio (Alerj). O salário inicial será de 1.654,04. De acordo com a Seeduc, a organização do concurso vai ficar a cargo da Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro). Os candidatos vão escolher, no ato da inscrição, a unidade em que desejam lecionar de acordo com a Diretoria Regional de cada município. Segundo Jelcy Corrêa, diretor administrativo da Diretoria Regional Serrana 1, que abrange a cidade de Petrópolis, o déficit no município não é grande. - Nossos maiores problemas de carência são aqueles “clássicos”, física e química, principalmente. Desde abril estamos convocando professores aprovados em outros concursos para resolver esse déficit – afirmou. Mas, segundo a diretora

Fotos: Arquivo

Jelcy Corrêa, diretor administrativo da Diretoria Regional Serrana I: o déficit em Petrópolis não é grande

do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe) Carla Damaceno, a carência é grave. Ela cita como exemplo a própria filha, estudante do Colégio Dom Pedro II. - Até meados do ano não havia professores de geografia no Dom Pedro. Existe carência em praticamente todas as escolas no município e percebemos

isso quando fazemos visitas às unidades e sempre recebemos reclamações. Não tenho números exatos para dizer se a carência é tão grande, mas tenho certeza de que não é pequena – declarou, ressaltando também a falta de professores nas disciplinas química e física, em especial. – Para solucionar essa carência, muitas vezes os professores têm

que fazer dobras. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por mais dois. A intenção da Seeduc ao elevar a carga horária de 16 para 30 horas é aumentar o convívio dos professores com os estudantes, além de cobrar participação mais efetiva no desenvolvimento dos projetos propostos pela escola e secretaria.

Ônibus da Defesa do Consumidor estará até sexta-feira em Petrópolis O ônibus da Comissão de Defesa dos Direitos do Consumidor (Codecom) da Alerj está, desde ontem, estacionado na Praça Dom Pedro, em frente à antiga agência da Caixa Econômica Federal. Até às 17h da próxima sextafeira (12), os consumidores poderão fazer suas reclamações. Ontem, foram registradas pelo menos 48 queixas, sendo que as mais frequentes feitas em relação à empresa de telefonia celular Oi e à concessionária Águas do Imperador. De acordo com Roland Eskenazi, advogado da comissão, um dos principais objetivos da iniciativa é proporcionar maior comodidade aos consumidores. - As pessoas às vezes têm vontade de reclamar, mas não sabem direito aonde têm que ir, o que devem fazer. Com o ônibus, esse acesso é facilitado – afirmou. Para fazer a reclamação, o consumidor deve estar munido de CPF, Identidade, nota fiscal ou boleto que comprovem o direito. - Nós recebemos a reclamação, fazemos a notificação e a empresa têm o prazo de cinco dias para responder. Tentamos sempre o acordo. Se observarmos que o desrespeito de uma empresa é recorrente, entramos com uma ação civil pública (ação coletiva) – explicou Eskenazi, destacando o bom relacionamento com o comércio local, cujo os problemas são resolvidos de forma “imediata” na maioria dos casos. – Os maiores problemas são com as gran-

Alan Alonso

Para Roland Eskenazi, advogado da comissão da Alerj, as pessoas às vezes não sabem onde reclamar

des empresas. Ainda segundo o advogado, além de facilitar o acesso do consumidor aos próprios direitos, a intenção é fazer com que seja aumentado o volume de reclamações, o que de certa forma pressiona as empresas. - Recebemos hoje (ontem) a reclamação a respeito da superlotação de ônibus. Sozinha essa reclamação parece não ter força, mas, se 40 ou 50 pessoas fizerem a

mesma reclamação, podemos entrar com uma ação coletiva e pressionar essa ou aquela empresa a resolver rapidamente o problema – argumentou, convidando a população a registrar suas queixas no ônibus da comissão. – Mesmo que não seja da nossa competência resolver, todos que vierem aqui sairão orientados sobre o local que devem procurar para resolver seus problemas – completou.

Os atendimentos são realizados das 9h às 17h. Desde 4 de julho e, até chegar a Petrópolis, o ônibus da Codecom já passou pelo Complexo do Alemão, Campo Grande, Bonsucesso, Bangu e Méier. Maiores informações podem ser obtidas pelo site www.alerj.rj.gov.br/cdc, onde o consumidor também pode requerer a presença do ônibus no bairro e fazer suas queixa. O telefone é 0800282-7060.

Damaceno elogia PSF do Amazonas O vereador Thiago Damaceno (PV) visitou o Posto de Saúde da Família, no Amazonas, e o Centro de Referência de Assistência Social (Cras). O objetivo da visita foi verificar, pessoalmente, o funcionamento dos estabelecimentos. - Estivemos no PSF e no Cras para uma visita surpresa e constatamos que os atendimentos estão sendo

feitos com regularidade. Encontramos o PSF em perfeito funcionamento, com a equipe completa, inclusive com dentista à disposição dos moradores locais – disse o vereador. Ele lembrou que é obrigação do legislativo fiscalizar os serviços disponibilizados pela prefeitura. Segundo a enfermeira Leila Schmitt, o PSF faz aproximadamente

30 atendimentos por dia, número limitado para garantir a qualidade dos atendimentos. - Aqui trabalham duas equipes completas, e os médicos estão sempre à disposição da comunidade. Temos até atendimento odontológico. Funcionamos das 7h30 às 16h30 – disse a funcionária. Durante a visita, o vereador Thiago Damaceno também fez questão de ouvir a

opinião dos moradores sobre os serviços oferecidos pelas duas unidades. A comunidade relatou que está satisfeita com o atendimento. - Eu fiz questão de verificar o funcionamento do PSF e do CRAS, e fiquei muito feliz em saber que está tudo bem. Meu desejo é que a população da região seja atendida da melhor forma – disse o vereador.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Concerto de aniversário

Alexandre Machado

Será imperdível o concerto do Coral dos Canarinhos de Petrópolis, para comemorar o aniversário de 69 anos, dia 11, às 20h, no Theatro D. Pedro. Os ingressos custam R$ 10 e a renda será revertida para a campanha de captação de recursos em prol da turnê internacional do coro à Europa, agora em setembro. O maestro Lischt está animadíssimo com a viagem, já que o coro irá se apresentar nos grandes centros culturais europeus, na Alemanha, Áustria e República Tcheca.

colunadoalexandre@gmail.com 8131-6401

Curtas José Karl, da empresa Karl Hammes Contabilidade, comemora aniversário amanhã. Desejamos muitas felicidades ao querido amigo e companheiro do Rotary Petrópolis-Itaipava. n

E na sexta-feira, Rodrigo Paiva recebe convidados na boate Savana para brindar nova idade. Rodrigo é também sócio do site de compras Giga Desconto. n

Hoje é dia de Rodízio de Pizzas na Bendita Garrafa Bar e Lounge, point gostoso na Washington Luiz, esquina com Gonçalves Dias. n

Duda Balthazar recebeu a editora do Diário de Petrópolis, Jaqueline Gomes em seu badalado salão da Rua General Osório. Jaqueline saiu de lá elogiando a equipe e os serviços oferecidos

Solidariedade

Veruska e Cristina Segneri já pensam na festa beneficente que promovem anualmente. Tudo indica que será em outubro, no Solar Portugal. n

Duda Balthazar (leia-se Duda Fashion) e sua mulher Eliane Figueirinho, vão passar alguns dias de férias em Bariloche. n

Renan Campos, Aline Starck, Mariana Mascheroni e Carolina Peixoto foram conferir a apresentação final do “Dançar por Dançar 2011”, sob coordenação de Neiva Voigt, domingo, no Theatro Dom Pedro. n

n Vai até 14 de agosto, a festa japonesa Bunka-Sai, com

exposições, teatro, artes marciais, gastronomia e muito mais. Vamos prestigiar! Carminha e Alfredo Jacques seguem amanhã para São Lourenço (MG), onde ficam até domingo. n

O músico Marco Aurêh entre as amigas Angela Zanei do Valle e Kitty D’Angelo, figuras queridas da coluna

A COMAC (Comissão Municipal de Assistência Comunitária de Petrópolis) também se solidarizou em ajudar o menino Gabriel a voltar à China para a segunda etapa do tratamento com células-tronco e arrecadou, através dos seus doadores, R$ 8.163,20 (oito mil, cento e sessenta e três reais e vinte centavos) para a campanha. A iniciativa partiu da presidente da COMAC, a jornalista Fernanda Ferreira. Parabéns!

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão)

Entrega em domicílios Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios)

Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


terça-feira, 9 de agosto de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Cocaína e maconha apreendidas pela PM n Roberta Müller

robertamuller@diariodepetropolis. com.br

Em uma mesma operação, a Polícia Militar conseguiu apreender 159 cápsulas e 16 papelotes de cocaína, além de um tablete de maconha, com quatro pessoas, no último sábado. Três delas estavam em diferentes coletivos que faziam o trajeto Duque de Caxias – Petrópolis, tendo sido pegas na BR-40, na altura do bairro Duques, e outra, uma mulher de 56 anos, estava em casa, na Estrada da Saudade, quando foi presa em flagrante. A operação teria sido montada

com agentes do Grupamento de Ações Táticas (GAT) e Serviço Reservado (P2) por causa de denúncias contra a mulher. De acordo com os registros de ocorrência feitos na 105ª Delegacia (Retiro), os policiais teriam recebido uma denúncia informando que a suspeita estaria voltando de uma favela no Rio de Janeiro com drogas. Eles então montaram a operação na altura do km 84 e começaram a abordar os ônibus que subiam a Serra. Em um deles, por volta de 14h, os agentes desconfiaram de um servente de pedreiro, de 24 anos. Na mochila dele,

Fotos: Alan Alonso

que estava em baixo de sua poltrona, foram encontradas 40 cápsulas de cocaína (8 gramas). Na delegacia, ele não quis prestar depoimento, mas um amigo que estava com ele explicou que os dois trabalham juntos como servente de pedreiro no Rio de Janeiro e, na volta para casa, eles passaram na favela Parque Arará, onde o acusado teria comprado todo o entorpecente. O acusado foi encaminhado para a delegacia e responderá por tráfico de drogas. Cerca de uma hora após, ainda com a operação montada para encontrar a mulher,

A Polícia Militar realizou a operação na tarde de sábado e encontrou 159 cápsulas de cocaína

As drogas encontradas estavam com identificação de valor, o que chamou a atenção dos policiais

Falta de sinalização provoca acidente grave em Cascatinha n Roberta Müller

A falta de sinalização na saída da Estrada José Carneiro Dias, em Cascatinha, provocou um acidente na manhã de ontem. O motorista de um veículo com placa de Duque de Caxias, desavisado sobre o sentido da via, acabou entrando na contramão e batendo de frente em outro carro que seguia normalmente. Ele sofreu ferimentos leves e foi encaminhado ao hospital pelo Corpo de Bombeiros. Moradores da região reclamam que já informaram o problema à CPTrans, mas até agora não houve solução. Eles lembram que acidentes como este são comuns naquela rua. Por causa da batida, o trânsito ficou em meia pista e lento no local, além disso, os coletivos não conseguiram passar enquanto os veículos não foram retirados. Até 10hs a via precisou ser interditada pela CPTrans. De acordo com o vendedor Antônio Irton, que dirigia uma Fiorino, branca, e seguia sentido Centro, o acidente aconteceu por volta de 9h. Ele, sua mulher e duas crianças que também estavam no carro, foram surpreendidos por uma Parati, cor verde, logo em uma curva, na contramão.

Ninguém que estava na Fiorino se machucou gravemente. Já o condutor da Parati dirigiu cerca de 700 metros no sentido contrário sem encontrar nenhum veículo, até bater. Ele foi socorrido consciente, mas bateu com o peito no volante e reclamava de fortes dores. - Foi tudo muito rápido e não consegui nem frear, ainda tentei tirar o carro e ir para a outra pista, mas não deu tempo. O motorista do outro veículo falou que não era da cidade e não conhecia aquele caminho – explicou o vendedor. A moradora Leila Costa, que vive na região há mais de 28 anos, caminhava pela calçada no momento do acidente e ainda tentou alertar o homem sobre a contramão, mas ele não teria entendido. - Vi quando o veículo passou e comecei a gritar que estava errado, mas o motorista deu tchau e continuou seguindo, não entendeu o que estava alertando. Não estava muito rápido, mas acabou batendo de frente com o outro carro. Cheguei logo em seguida no local e vi que ele precisou sair pela janela. Estava reclamando de dores no peito e na perna e um pouco desorientado. É um absurdo o que está acontecendo aqui, a rua precisa de sinalização – informou Leila.

Assim como ela, diversos outros moradores de Cascatinha reclamavam da falta de, pelo menos, uma placa indicando o sentido da rua. Eles disseram que já informaram o problema à prefeitura, mas, até agora, esperam por uma solução. Morador da Estrada José Carneiro Dias há 25 anos, Alcenir Carius reconhece que a construção da estrada melhorou o trânsito na região, mas disse que sem sinalização os acidentes vão continuar acontecendo. - Como minha casa fica na rua, vejo carros entrando na contramão quase todos os dias. Quem não é daqui ou não conhece o caminho nem imagina que a rua é mão única. Quando acontecer algo mais grave talvez seja tomada alguma providência – reclamou. Outros acidentes como este já ocorreram na via, segundo moradores, como um motociclista que ficou gravemente ferido depois que um carro também entrou na contramão e os veículos bateram de frente. A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) informou que há sinalização vertical e horizontal na via, mas enviou uma equipe técnica ao local ontem para verificar a situação.

Curiosos observam os dois veículos que bataram de frente na Estrada José Carneiro Dias

os policiais revistaram outro coletivo que vinha de Caxias e suspeitaram do nervosismo de um homem de 18 anos e um adolescente de 14. Na abordagem, 20 cápsulas de cocaína (8,7 gramas) e um tablete de maconha (16 gramas) foram achados dentro de um pacote de biscoitos que o adolescente segurava. Em depoimento, o acusado assumiu que induziu o menor a confessar que a droga era dele caso fossem parados pela polícia, já que se trata de um menor de idade e não poderia ficar preso. Mesmo com a farsa, os dois foram conduzidos à delegacia, onde o homem ficou preso em flagrante por tráfico de drogas e corrupção de

menores. Já o adolescente foi liberado. Horas após, a equipe de policiais recebeu outra denúncia informando que a mulher já estava em casa, na Estrada da Saudade. Por volta de 17h30, eles seguiram para o endereço indicado e encontraram a suspeita. Eles teriam chamado por ela no portão, que atendeu imediatamente, mas pediu que esperassem para que pudesse prender os cachorros. Neste momento, de acordo com a ocorrência, ela teria aproveitado para tirar a droga que estava em seu bolso e jogar no jardim. Na revista pela casa, os agentes acabaram encontrando o entorpecente. Ao pergun-

tarem se na casa havia mais drogas, ela retirou algumas cápsulas que estavam escondidas em seu sutiã e entregou. No total, foram apreendidas 99 cápsulas de cocaína (60 gramas) e 16 papelotes da mesma droga (20 gramas). Em depoimento, a acusada contou que não é traficante, mas trabalha como “mula” para um criminoso da cidade. Ela já fazia este trabalho, de buscar o entorpecente em favelas do Rio, há cerca de dois anos. Para este último, havia recebido R$ 200 para comprar R$ 600 em drogas na Favela do Jacarezinho. Por medo de represarias, ela não informou à polícia o nome do traficante pra quem trabalhava.

Dois são presos por estupro Dois homens foram presos por estupro, em diferentes casos, esta semana. O primeiro deles ocorreu na noite de domingo. Uma adolescente de 17 anos foi abordada por um homem que já tinha nove passagens pela polícia, entre elas outros dois estupros e dois atos libidinosos. No outro, ontem pela manhã, o vizinho de uma criança de 11 anos tentou agarrá-la, mas a Polícia Militar (PM) foi chamada e o prendeu em flagrante. Os dois

casos foram encaminhados à 105ª Delegacia (Retiro). Segundo a polícia, no domingo, a adolescente foi atacada pelo homem, que tem 32 anos, no Castelo São Manoel. O crime aconteceu dentro de uma casa, mas por causa dos gritos chamou a atenção dos vizinhos. O acusado, então, teria ficado assustado e conseguiu fugir. Logo em seguida, a vítima conseguiu chamar a PM, que localizou o rapaz na Estrada União e Indústria e o

prendeu em flagrante. Já na manhã de ontem, por volta de 7h, a menina de 11 anos estava na escadaria onde mora, na Rua General Osório, Centro, quando foi abordado por um vizinho. Ela entrou na casa dele e foi agarrada, mas uma moradora próxima teria visto a ação e avisado o pai da garota. A PM foi chamada e também conseguiu prender o acusado em flagrante, ainda na escadaria.

Suficiência do CRC terá curso Com intuito de aumentar os índices de aprovação no Exame de Suficiência do Conselho Regional de Contabilidade (CRC) e ajudar os candidatos a passar na prova de obtenção do registro de conselho, a Universidade Católica de Petrópolis lançou um curso

preparatório para a segunda edição do Exame deste ano, que acontece em 25 de setembro em todo o Brasil. De acordo com informações do CRC, o índice de aprovação nacional no exame na primeira prova de 2011 para bacharéis em Ciências Con-

tábeis foi de apenas 30,83% e para técnicos em Contabilidade foi de 24,93%. O preparatório começa no dia 13 de agosto e será realizado aos sábados até 24 de setembro, dia anterior à prova. As aulas serão realizadas das 9h às 12h e das 14h às 17h.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Japão INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Notícia e novidades do seu interesse devem ser esperadas para o período desta tarde. Favorabilidade em questões de dinheiro, inventário ou herança. Bons lucros através de parentes ou propriedades agrícolas. Confie mais na pessoa amada e terá vantagens com isso. Touro - (21/04 a 20/05) Este será um período benéfico para você começar ou levar avante negócios e empreendimentos monetários. Os presságios para esta fase, são mais promissores para empréstimos, realização de negócios lucrativos, compra e venda, de objetos e imóveis.

Gêmeos - (21/05 a 20/06) Dia propício para tratar de assuntos importantes com autoridades civis e militares. Evite, porém assinar documentos que possam com prometê-lo, os atritos com filhos ou pais e as pessoas que dizem ser amigas. Ótimo ao romance. Boa saúde.

Câncer - (21/06 a 22/07) O excesso de confiança em si e de otimismo, principalmente ao lidar com seu dinheiro, poderá acarretar-lhe sérios problemas. Faça tudo dentro de suas condições. Êxito, todavia no setor social. No ambiente familiar, busque a cooperação.

Leão - (23/07 a 22/08) Dia dos melhores ao contatos com velhos amigos. Os negócios relacionados com o conjugue e com o sexo oposto lhe trarão bons lucros. Fase favorável ao noivado, namoro e casamento. A intensidade de suas emoções aumentará suas ambições em vários níveis, fazendo você traçar novos planos.

Virgem - (23/08 a 22/09) Novas e propícias amizades, prosperidade profissional, financeira e social e muito otimismo quanto a uma vida tranquila e feliz em um futuro próximo, é o que indica o fluxo astral do dia. Você está em fase de boa evolução pessoal.

Libra - (23/09 a 22/10) Evite a falta de persistência e dê continuidade nos empreendimentos ou negócios, que conseguirá bons resultados. Bom para tratar com pessoas importantes ao seu progresso. Será muito importante se organizar para conseguir dar conta do que programou.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Signo da ação, será o mais favorecido hoje. Tudo isso, se deve à influência de arte e de Mercúrio. Portanto, haverá paz em todos os setores de sua vida. Surpresas podem ocorrer alterando os seus planos. Mantenha suas contas em dia. Sagitário - (22/11 a 21/12) Deverá tomar cuidado ao dirigir veículos em estradas, ao entrar em contato com máquinas, fogo e eletricidade e com tudo que possa lhe prejudicar fisicamente. No amor, momentos de muita intensidade. Forte atração pode nascer por pessoa de seu ambiente de trabalho.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Com otimismo e entusiasmo, você consegue ótimos resultados. Procure evitar os compromissos arriscados. Não trate com pessoas desconhecidas. Tenha cautela. Nos relacionamentos, evite impor aos outros seus desejos ou maneira de pensar. Aquário - (21/01 a 19/02) Muita habilidade literária, mente clara e penetrante e muita tendência aos assuntos elevados, estão previstos para você hoje, devido à benéfica influência de Júpiter. Fase favorável para todas as formas de diversões culturais que aumentem seu romantismo.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Boas indicações de esperanças que se concretizarão num futuro próximo. Ainda hoje ou amanhã você estará favorecido no que diz respeito ao amor. Início de um bom período no campo profissional e financeiro. Algumas incertezas e adaptações de situações.

SINUSITE? cloreto de sódio

Alívio contra a sinusite SINUSTRAT É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL - Composição: Cloreto de Sódio. Medicamento de Notificação Simplificada RDC Anvisa n° 199/2006. AFE n° 1.00174-0. Indicação: fluidificante e descongestionante nasal. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação. SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL ADULTO - Composição: Cloreto de Sódio.Reg. M.S 1.0174.0034.008-3. Indicação: fluidificante e drenador das secreções nasais e paranasais e redutor da obstrução nasal, em casos de resfriados, rinites e sinusites agudas ou crônicas. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação.

Palácio Imperial recebe atividades do Bunka-Sai A nova edição do BunkaSai - Festival da Cultura do Japão, será comemorada também no Museu Imperial. Nos dias 13 e 14, o local será palco de apresentações de música e artes marciais, todas com entrada franca. No dia 13, às 11h, tem demonstração de Budô, artes marciais, mais karatê, judô, jiu-jitsu e aikido. No Pátio do Museu. Às 15h, encontro de Cosplay, apresentação de fantasias de personagens, no Pátio do Museu. Às 16h, Coral Cant’Vox da Escola de Música Santa Cecília, na Sala da Batalha de Campo Grande. No dia 14, às 11h, demonstração de Taiko e Coral de Valença, com o conhecido instrumento de percussão tradicional japonês. No Pátio do Museu. Às 16h, Cant’VoxCoral da Escola de Música Santa Cecília, na Sala da Batalha de Campo

anos – com Bruno Mazzeo – Horários: 15h e 19h - Segunda-feira, dia 08, não haverá sessão

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava Fotos: Divulgação

O Bunka-Sai terá atividades no Museu

Grande. Mais informações podem ser obtidas no site www.museuimperial.gov.br ou com o setor de Promoção do Museu Imperial, através do telefone (24) 2245-4668 ou do e-mail promocao@museuimperial. gov.br. Teatro - De hoje até o dia 12 o Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura apresenta a peça “A Gratidão da Garça”, às 19h30. Após salvar uma garça de uma armadilha, Yohyó,

um pobre camponês, dá abrigo a uma jovem chamada Tsuu. Ao ver que ele passa por dificuldade financeira, ela se propõe a tecer para ajudá-lo, mas o faz prometer que jamais entrará no quarto de tecelagem enquanto ela estiver trabalhando. Então, o grande desafio de Yohyó será cumprir a sua promessa. Há outras atividades referentes ao Bunka-Sai no Centro de Cultura, incluindo exposição de mangas, os quadrinhos do Japão, origami, etc.

Teatro

Peça baseada em sucesso da Disney volta ao cartaz nesta quarta-feira O espetáculo teatral “A Bela e a Fera” será reapresentado amanhã, às 15h e às 18h, no Theatro D. Pedro, censura livre, ingressos a R$ 30. Trata-se de uma peça infantil baseada em um filme de sucesso dos Estúdios Disney. Em um cenário de castelo, feitiços e muita emoção, o espetáculo, que ocorre no século XVIII, mostra valores de sentimentos onde o amor e a amizade prevalecem perante a inveja e a incompreensão. “A Bela e a Fera” tenta resgatar nos adultos e ensinar as crianças - público-alvo do espetáculo -, o verdadeiro sentido de tais valores.

Uma peça que alegrará a criançada amanhã, no D. Pedro

Instituto Teológico Franciscano oferece cursos voltados para a espiritualização

Cursos voltados para alimentar o espírito no ITF

rios para a frequência, bem como o valor da matrícula e mensalidade serão estipulados de acordo com as exi-

gências de cada curso oferecido. “A Palavra de Deus na Vida e na Missão da Igreja” tem como público-alvo todos os que buscam aprofundar-se na Palavra de Deus. Às terças, de 19h30 às 22h, de 16 de agosto a 29 de novembro. “Espiritualidade para uma Vida Virtuosa”, para todos os que buscam aprofundamento na Espiritualidade e na Virtuosidade. De agosto a novembro, de 19h320 às 22h. Informações e inscrições Instituto Teológico Franciscano Rua Coronel Veiga, 550, Petrópolis-RJ Tel: (24) 2243-9959, email: secretaria@itf.org.br. Site: www.itf.org.br.

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8.

SALA 2 HARRY POTTER E AS RELIQUIAS DA MORTE – PARTE 2 – Censura 10 anos - com Daniel Radcliffe – Horários: 15h, 18h e 21h Segunda parte de filme baseado no último livro da série de sucesso da inglesa J. K. Rowling, e também último filme da série. Harry Potter e Voldemort, finalmente, se enfrentam cara-a-cara. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 OS SMURFS – Censura livre – Horários: 14h30, 16h40, 18h50 e 21h - 2ª feira – dia 08 – não haverá sessão SALA 2 CILADA.COM – Censura 14

Nas livrarias

Editora Scipione lança ópera famosa de Giuseppe Verdi em forma de quadrinhos Acaba de chegar às livrarias, Petrópolis inclusive, o álbum “Aída”, uma das mais importantes óperas do compositor italiano Giuseppe Verdi, adaptada de forma inédita para a linguagem dos quadrinhos. Esse lançamento da Editora Scipione é o primeiro livro da coleção ‘Ópera em Quadrinhos’, que trará adaptações de outras grandes óperas, como ‘O Guarani’, de Carlos Gomes, e ‘A Flauta Mágica’, de Wolfgang Amadeus Mozart, oferecendo

CILADA.COM. – Censura 14 anos – com Bruno Mazzeo – Horários: 15h e 19h todos os dias, exceto 2ª feira - Sessão extra sexta e sábado, 21h Bruno é protagonista de um vídeo que vira hit na internet - a transa com sua namorada. Tudo isso é resultado de uma vingança, já que Bruno a traiu. A superexposição é apenas a primeira das grandes ciladas nas quais ele se envolve. Ele tenta pedir ajuda a Marconha, seu amigo cineasta.

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 OS SMURFS – Censura livre – Dublado - Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 Animação que traz de volta personagens que fizeram muito sucesso na década de 80.

Especial

O Instituto Teológico Franciscano, que funciona na Rua Cel. Veiga, traz novos cursos para este segundo semestre, destinados a quem quer alimentar o espírito. São cursos de extensão que visam compartilhar com a cidade e municípios vizinhos os saberes acadêmicos, conhecimento, informação e cultura. Os cursos de extensão são, ao mesmo tempo, um mecanismo privilegiado de interação entre a academia e a sociedade, na busca da construção da cidadania, do desenvolvimento do espírito de solidariedade, da consciência ecológica e de voluntariado. Os cursos de extensão serão oferecidos nas várias áreas acadêmicas. Os requisitos mínimos necessá-

MEIA NOITE EM PARIS – Censura 12 anos – com Owen Wilson – Horários: 17h todos os dias, exceto segunda-feira – Neste filme de Woody Allen, Gil sempre idolatrou os grandes escritores americanos e quis ser como eles. A vida lhe levou a trabalhar como roteirista em Hollywood, o que se por um lado fez com que fosse muito bem remunerado, por outro lhe rendeu uma boa dose de frustração. Agora ele está prestes a ir a Paris ao lado de sua noiva, Inez, e dos pais dela, John e Helen. John irá à cidade para fechar um grande negócio e não se preocupa nem um pouco em esconder sua desaprovação pelo futuro genro. Estar em Paris faz com que Gil volte a se questionar sobre os rumos de sua vida, desencadeando o velho sonho de se tornar um escritor reconhecido.

aos leitores uma ótima oportunidade de entrar em contato com esse gênero artístico. A adaptação e o roteiro de “Aída” são de Rosana Rios, autora premiada de mais de cem livros de literatura infantil, juvenil e fantástica e roteirista de TV e quadrinhos. As artes são assinadas por Klayton Luz. Os títulos da coleção trazem ainda informações sobre as obras (ópera, libreto e autores), com o intuito de contextualizá-las histó-

rica e artisticamente. Além disso, há um site (www.scipione.com. br/operaemquadrinhos) onde é possível encontrar informações complementares sobre o gênero musical ópera, sobre a coleção e material para o professor. “Aída” é um clássico sobre o amor e a coragem de uma jovem que pode mudar o destino de duas nações. No alto Egito, duas mulheres se apaixonam por um mesmo homem: Radamés, comandante do exército.

ASSALTO AO BANCO CENTRAL – Censura 14 anos – com Milhem Cortaz – Horários: 17h e 21h - 2ª feira – dia 08 – não haverá sessão Barão teve a grande ideia de ganhar muito dinheiro em pouco tempo ao cometer o crime perfeito, sem violência. Para isso, basta arrumar as pessoas certas, dispostas a receber R$ 2 milhões, botar o plano em prática e executar a façanha. Após cerca de três meses de operação, R$ 164,7 milhões foram roubados do Banco Central, em Fortaleza, no Ceará. Sem dar um único tiro, sem disparar um alarme, os bandidos entraram e saíram por um túnel de 84 metros cavado sob o cofre, carregando três toneladas de dinheiro. Foi o segundo maior assalto a banco do mundo. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 OS PINGUINS DO PAPAI – Censura livre – com Jim Carrey – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 - Segunda-feira, dia 08, não haverá sessão Tom Popper é um especialista em comprar imóveis antigos, para que sejam demolidos de forma que sua empresa possa construir modernos edifícios. Ele almeja se tornar sócio da empresa, mas para atingir o objetivo precisa cumprir uma última missão: convencer a senhora Van Gundy, dona de um tradicional restaurante localizado no centro de Nova York, a vender o imóvel. SALA 2 CAPITÃO AMÉRICA: o primeiro vingador – Censura 10 anos – com Chris Evans – Horários: 14h, 16h20, 18h40 e 21h - 2ª feira – dia 08 – não haverá sessão 2ª Guerra Mundial. Steve Rogers é um jovem que aceitou ser voluntário em uma série de experiências que visam criar o supersoldado americano. Os militares conseguem transformá-lo em uma arma humana, mas logo percebem que o supersoldado é valioso demais para pôr em risco na luta contra os nazistas. Desta forma, Rogers é usado como uma celebridade do exército, marcando presença em paradas realizadas pela Europa no intuito de levantar a estima dos combatentes. Para tanto passa a usar uma vestimenta com as cores da bandeira dos Estados Unidos, azul, branca e vermelha. Só que um plano nazista faz com que Rogers entre em ação e assuma a alcunha de Capitão América, usando seus dons para combatê-los em plenas trincheiras da guerra. SALA 3 HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE – parte 2 – DUBLADO - Censura 10 anos – com Daniel Radcliffe – Horários: 15h20 e 18h - 2ª feira – dia 08 – não haverá sessão Na segunda parte do final épico da série, a batalha entre o bem e o mal no mundo da magia se torna uma guerra entre centenas de bruxos. Os riscos nunca estiveram tão altos e nenhum lugar é seguro o suficiente. Assim, Harry Potter precisa se apresentar para fazer o seu último sacrifício, enquanto o confronto final com Lorde Voldemort se aproxima. Tudo termina aqui. HARRY POTTER E AS RELÍQUIAS DA MORTE – parte 2 – LEGENDADO - Censura 10 anos – com Daniel Radcliffe – Horários: 20h40 - 2ª feira – dia 08 – não haverá sessão

Filmes na TV JOHNNY TSUNAMI – O SURFISTA DA NEVE – GLOBO – 16H – COM BRANDON BAKER - Emocionante história de um campeão de surfe, de 13 anos, e de seu processo de adaptação quando a família é transferida das praias havaianas para o frio e montanhoso estado de Vermont. Lá, ele se vê no meio da rivalidade entre dois grupos de jovens. OUTRO CONTO DA NOVAS CINDERELA – SBT – 23H – COM SELENA GÓMEZ - Mary, órfã desde criança, é adotada por uma decadente cantora pop, e por isso “ganha” duas “irmãs”. Sua chance de mudar de vida surge quando um astro teen faz um concurso para escolher uma bailarina. Ela dança e encanta o rapaz, mas ao perceber a chegada das malvadas irmãs, foge deixando seu mp4 como única pista para o novo príncipe tentar encontrá-la. BEZERRA DE MENEZES – GLOBO – 02H30 – COM CARLOS VEREZA - O universo do sertão permeia a trama no início do filme, na qual Bezerra de Menezes vive a infância e a adolescência. Aos dezoito anos, o protagonista inicia no Rio de Janeiro seus estudos de Medicina. Lá, elegeu-se vereador e deputado em várias legislaturas e defendeu as idéias abolicionistas. Mas, o que lhe trouxe o maior reconhecimento de seu povo foi o trabalho anônimo realizado em prol dos desfavorecidos. Por conta disso, ficou conhecido como o “Médico dos Pobres”.


terça-feira, 9 de agosto de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

Cidade

Aumento no número de vereadores desagrada A partir de 2013, a Câmara Municipal de Petrópolis passará a contar com mais seis vereadores, totalizando 21. O Diário de Petrópolis foi às ruas do Centro saber o que a população acha desse aumento. Todas as pessoas que participaram da enquete foram contrárias. A educação e a saúde, de forma unânime, foram apontadas como destinos prioritários das verbas que serão empregues no pagamento dos novos parlamentares. Fotos: Alan Alonso

Acho errado. Eles vão gastar mais dinheiro e não acredito que vá mudar muita coisa tendo mais seis vereadores. O dinheiro poderia ser empregado de outra forma, como na saúde, principalmente - Reinaldo José Vieira Júnior, 32 anos, taxista.

Considero um absurdo. Os que já estão lá não fazem nada. A situação no Alcides Carneiro é terrível, não tem médicos para atender a população e isso sim tem que ser pensado em primeiro lugar - Marco Antônio Cardoso - 33 anos, radialista.

Isso é péssimo. O dinheiro gasto nisso poderia ser usado em qualquer outra coisa. São tantas prioridades. A educação até que está melhorando, mas a saúde precisa melhorar muito - Elenir Ferreira - 58 anos, aposentada.

Acho um absurdo esse aumento. Quinze vereadores em Petrópolis já é muito para o que eles fazem lá. A saúde do município tem que ser prioridade, e não o número de vereadores - Paulo de Paula - 74 anos, taxista.

Acho uma péssima ideia. O número que tem já é suficiente. Não temos transporte de qualidade, saúde, educação e não precisamos também de mais vereadores - Thais Borzino - 19 anos, universitária de Direito.

Não concordo com esse aumento. Existem muitas outras prioridades. Só falam em aumentar número de vereadores, mas não falam em aumentar número de professores, médicos – Mariana Muller, 19 anos, estudante Ensino Médio.

Festa japonesa reúne cinco mil pessoas no fim de semana A terceira edição do Bunka-Sai – Festival da Cultura Japonesa de Petrópolis começou no último sábado (6) e vai até o dia 14 deste mês. Durante o fim de semana, cerca de cinco mil pessoas passaram pela Praça Visconde Mauá e pelo Centro de Cultura Raul de Leoni, no Centro, onde acontecem exposições, teatro, cinema, música, oficinas, demonstrações de shiatsu, bon-odori, taiko, budô, cosplay, cerimônia do chá e muito mais. A abertura do evento contou com uma bela home-

JÁ NAS BANCAS!

nagem às vítimas do tsunami e terremoto que abalaram o Japão no início do ano. Cerca de 600 crianças acompanharam o evento com bandeiras do Japão e de Petrópolis e se encantaram com a revoada de balões que marcou a solidariedade entre os dois povos. Estiveram presentes na solenidade: o cônsul do Japão no Rio de Janeiro, Hajime Kimura, o presidente da Câmara de Comércio e Indústria Japonesa no Rio de Janeiro, Soutarou Inoue, o presidente da Renmei, Aki Yoshi Shikada, direto-

ra de cultura do consulado japonês, Hitomi Sekigushi, além do presidente da Associação Nikkei de Petrópolis, Kiyoshi Ami. - Com o apoio da prefeitura, estamos fazendo este festival maior e muito mais bonito – declarou o cônsul Hajime Kimura. Representando o poder público estiveram presentes a chefe de Gabinete, Sheila Guimarães, o secretário de Governo, Charles Rossi, e o presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Gilson Domingos.

- Gostaria de agradecer em nome do prefeito Paulo Mustrangi a toda comunidade japonesa de Petrópolis que acreditou neste evento que começou modesto, mas com muita força e muita vontade se transformou nesta festa maravilhosa – declarou Sheila Guimarães. A programação completa pode ser conferida em www.petropolis.rj.gov. br ou Disque-Turismo 0800 024 15 16 e na agenda o leitor também pode conferir outras informações sobre o Bunka-Sai.


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 9 de agosto de 2011

economia

Brasil não “treme” diante de mais uma crise financeira Fotos: Divulgação

Yara Aquino/ABr

Edison Lobão disse que não há possibilidade de aumento nos preços

Ministro nega aumento de preços dos combustíveis Flávia Albuquerque/ABr

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, negou ontem a possibilidade de aumento de preços do etanol e da gasolina, após participar de debate sobre o pré-sal na capital paulista. No próximo dia 30, informou ele, haverá uma reunião interministerial na qual será avaliada a necessidade de to-

mar providências para suprir a falta de etanol. - Estamos avaliando e vamos decidir se reduziremos ou não a mistura [de etanol] na gasolina. Lobão disse ainda que a crise econômica internacional não afetará os investimentos do Brasil na área do petróleo. - Esse é um setor no qual sempre teremos investimento, porque haverá consumo em qualquer situação.

Especialista garante que EUA voltam aos trilhos Carolina Gonçalves/ABr

A economia americana mostra força e vai voltar para os “trilhos” e continuar sendo a locomotiva do sistema econômico internacional. A avaliação é do professor de economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Reinaldo Gonçalves. Para ele, a turbulência nas bolsas de valores do mundo, motivada pelo rebaixamento da nota de crédito dos Estados Unidos, deve durar de um a dois anos. O prazo é o mesmo que o economista projeta para a recuperação dos Estados Unidos, e, neste intervalo, segundo Reinaldo Gonçalves, o nervosismo no mercado financeiro deve produzir efeitos limitados sobre o mundo. - O que importa é o lado real da economia, com indivíduos gastando, empresas investindo, e o governo gastando. Na opinião de Reinaldo Gonçalves, a crise norte-ameri-

Diário

de Petrópolis

cana está relacionada a questões políticas e de consumo. - O problema dos Estados Unidos é que os indivíduos e empresas não estão gastando e o governo está travado nessa briga política interna. Mas [o governo dos Estados Unidos] continua com grau de liberdade, então é provável que com a recuperação da economia americana, o mercado fique menos nervoso do que tem estado nas últimas semanas. O professor da UFRJ acredita que o problema político nos Estados Unidos comprometeu os gastos públicos e a proposta de distribuição de renda interna com novas taxas para os mais ricos. Mas, segundo ele, isso não afetou os investimentos do país em ciência e tecnologia, gastos bélicos e exportações. Para Reinaldo Gonçalves, esses instrumentos vão impulsionar a retomada econômica do país e refletir diretamente no mercado internacional.

A presidenta Dilma Rousseff disse ontem que, pela segunda vez, uma crise financeira internacional atinge o mundo e, pela segunda vez, o Brasil “não treme”. Dilma disse que o país está forte, com os bancos brasileiros sólidos, um mercado interno robusto e mais reserva de depósitos compulsórios do que na crise financeira mundial enfrentada em 2008. - Demos passos muito grandes na direção de uma estabilidade. É a segunda vez que a crise afeta a mundo e pela segunda vez o Brasil não treme - disse em entrevista a jornalistas após reunião com o primeiro-ministro do Canadá, Stephen Harpe. Na avaliação de Dilma, para manter a posição favorável do país é preciso uma ação conjunta entre governo, empresários e sociedade.

Dilma garantiu que o país está forte, após reunião com Stephen Harper

- Uma ação de seriedade, firmeza e percepção de que não podemos, neste momen-

to, brincar e sair por aí gastando o que não temos. Temos que continuar consumindo o

que consumimos porque não passamos por nenhuma ameaça. Não estamos fragilizados e isso é reconhecido nacional e internacionalmente. Perguntada pelos jornalistas sobre a possibilidade de o governo adotar novas medidas na área econômica, Dilma respondeu que não vê a necessidade da adoção de nenhuma medida nesta semana e que o governo agirá baseado na observação do cenário mundial e com cautela. - O Brasil será muito criterioso no seu posicionamento. Cautela e observação são fundamentais. Não temos necessidade de nenhuma precipitação. A presidenta também disse não acreditar que o Brasil esteja ameaçado, mas garantiu que irá tomar todas as medidas para fortalecer o país. Ela pediu a todos os segmentos “muita tranquilidade, calma e nenhum excesso”.

AVISOS E EDITAIS SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS DE PETRÓPOLIS

MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, nos municípios de Petrópolis e São José do Vale Preto nas seguintes localidades: 12/08/2011, das 11:00h às 13:00h, Petrópolis - Centro: Parte da Rua Fonseca Ramos nº 330 ao 550 e adjacências. Das 09:00 às 14:00h, Independência: Estrada do Taquara nº 420, Próximo da Servião 01, Ruas Antônio S. Ligeiro, Ed. Cascata apto. 502, conjugado Piscina apto. 503, Ed. Lagoa apto. 113, das Rosas, das Mimosas, Hortências, Acácias e adjacências. Das 11:00h às 12:30h, Arcas: Próximo da Estrada das Arcas antes do nº 1506 casa 01 e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Duarte da Silveira: Próximo da Rua João Xavier Sv. próximo nº 923 do Contorno e adjacências. Das 09:00h às 16:30h, Correas: Próximo da Rua Alvares de Azevedo e adjacências. Das 08:30h às 16:30h, Itaipava: Próximo da Rua Gabriel Caador. V. Marmelos nº 583 e adjacências. Das 09:00 às 10:00h, Sumidouro: Próximo da Rua “B”, quadra 14 casa 8, Santa Edwiges Vila Rica e adjacências. Das 10:00h às 16:30h, São José do Vale do Rio Preto - São José: Estrada do Calado Grande s/nº, Próximo do Sossego, Ruas João Batista, Tedesco do Belém e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

Presidente do Sindicato em epígrafe em cumprimento aos dispositivos estatutários vigente e especialmente aos contidos na CLT convoca uma Assembléia Geral Ordinária na sede do Sindicato acima titulado à Rua Visconde de Souza Franco n. 121 – Centro- Petrópolis/RJ, no dia 18/08/20111, às 10h, em primeira convocação e às 15:hs, em Segunda e ultima convocação com os presentes, a fim de deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: 1- Aprovação do parecer do Conselho Fiscal sobre relatório e balanço geral do exercício de 2010; 2- Aprovação da previsão orçamentaria para o exercício do ano de 2012 com respectivo parecer do Conselho Fiscal. Antônio Maciel Filho Presidente

Há 30 anos era publicado

Em sua edição número 2.267, de 09 de agosto de 1981, um domingo, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques:

FUNDAÇÃO A SER CRIADA - A Secretaria Municipal de Educação já está estudando a proposta de criação da Fundação Cultural de Petrópolis, que encamparia o Centro de Cultura, os museus, e as bibliotecas do município. O secretário Paulo Pires de Oliveira solicitou a seus assessores a preparação de uma nova minuta do projeto a ser encaminhado à Câmara Municipal.

MAIS ÔNIBUS - O secretário de Obras da Prefeitura, Marcelo Iliescu, visitará esta semana, em companhia do vereador Oswaldo Salerno, a Rua Pedro Ivo, no Morin, onde a Prefeitura, a pedido do vereador, pretende abrir uma curva existente, para permitir a passagem de ônibus. A linha, que atenderá milhares de pessoas que vivem na região, já foi criada oficialmente, mas seu funcionamento ainda não foi autorizado por problemas de segurança.

FALCONI VÊ TRANSPORTE - O empresário Renato Falconi, diretor da Viação Imperial, mostra como funciona sua empresa. Em extensa entrevista a Paulo Roberto, ocupando as páginas seis e sete, Falconi analisa todos os ângulos de atividades do transporte coletivo de Petrópolis e fala sobre os problemas enfrentados.

Leia o Diário na internet : www.diariodepetropolis.com.br SEPULTAMENTO

Cartório de 3º Ofício de Petropolis Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Segunda-feira, 8/08/11

Cemitério de Itaipava

Relação do Edital dia 09/08/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 10/08/2011

011117625000154

R WASHINGTON LUIZ, 1019

Número: 0012644404

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:06/04/2011

Vencto: 20/07/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

Protestar em 10/08/2011 WRI COMERCIO DE ROUPAS LTDA RUA DR NELSON DE SA EARP

OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

WRI COMERCIO DE ROUPAS LTDA RUA DR NELSON DE SA EARP

Leia e assine o Diário de Petrópolis

( 2235-7165

Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

05/08/2011

TOTAL LUBR DO BRASIL LTDA

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.266,51

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

12083

BANCO SAFRA S/A

04/08/2011

UZ3 INDUSTRIA TEXTIL LTDA

2.204,52 ou Dinheiro Custas

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

2.218,55

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 010171436000105

Valor:

120,27 Cpmf

2084,25

Número: 924371218 Emissão:30/03/2011

TOTAL LUBR DO BRASIL LTDA

CNPJ / CPF

95

DUPLICATA MERCANTIL

12186

1132,21

010171436000105

Valor:

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

1.252,48 ou Dinheiro Custas

Número: 924371226

Protestar em 10/08/2011

Vencto: 21/07/2011

Valor:

95

Emissão:30/03/2011

Vencto: 21/07/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

RENE RAUL DOS SANTOS

DUPLICATA MERCANTIL

José Abton Filho, 67 anos, Independência, 10h

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Cemitério Municipal Jurandir Ferreira da Cunha, 60 anos, Meio da Serra, 9h Eloide de Carvalho Viana, 84 anos, Xerém, 15h15 Valdir Leôncio de Paula, 63 anos, Cascatinha, 16h Marcos Hydner Siqueira, 19 anos, Quitandinha, 16h30

09/08/2011

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

12084

BANCO SAFRA S/A

04/08/2011

UZ3 INDUSTRIA TEXTIL LTDA

2084,25

2.204,52 ou Dinheiro Custas

120,27 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

2.218,55

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 09/08/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


ALTO DA SERRA

A secretaria da Paróquia de Santo Antônio, na Rua Santo Antônio, do Alto da Serra, funciona de 2ª feira a sábado, de 14h30 às 19h. O pároco é o padre Francisco Montemezzo e o vigário paroquial é o padre Antonio Teixeira Pinto. Informações pelo telefone 2242 4310.

D

iário nos

Os passageiros informaram que nos dias chuvosos são obrigados a se proteger para não serem molhados com a passagem dos automóveis na via desnivelada. O pedido do serviço somou aos outros usuários, que já solicitaram o atendimento no mês de janeiro passado, ocasião das chuvas fortes em todo o país.

Pessoal do Mutirão da Vitória concluiu outra parte da obra Já está concluído o serviço de amarração de ferragens cujo trabalho é executado nos finais de semana e até em dias úteis, quando existe a folga de algum morador. No domingo passado foram abertos trinta e seis metros de canaletas, divididas em dois metros cada para que na próxima etapa aconteça o enchimento de concreto. Isto aconteceu e vai con-

tinuar acontecendo no mutirão da Servidão Manoel Lourenço Tavares Filho, conforme informou ontem o vice-presidente Fioravante Luiz Carvalho, da Associação de Moradores da Comunidade Vitória. Ele novamente agradeceu ao secretário de Obras Stênio Nery dos Santos e o prefeito Paulo Mustrangi, pela dedicação com a cessão de material ao mutirão da localidade.

Público prestigiou evento de cultura japonesa no domingo Centenas de pessoas compareceram para visitar o espaço gastronômico japonês que foi montado no sábado e no domingo na Praça Visconde de Mauá, no Centro. Ele fez parte da terceira edição do Festival da Cultura Japonesa de Petrópolis, intitulado como Bunka Sai e homenageia as vítimas do terremoto seguido do tsunami que abalou o Ja-

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Usuários pedem serviço de nivelamento na Coronel Veiga Usuários do transporte coletivo estão pedindo que seja executado um trabalho de nivelamento do asfalto no ponto de ônibus da Rua Coronel Veiga, no Centro. Os pedidos foram feitos no final da semana no abrigo próximo da Viação Petro Ita, quando as pessoas solicitaram o trabalho na localidade.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 9 de agosto de 2011

pão no início do ano. O Bunka Sai vai até o dia 14 com programação no Centro de Cultura Raul de Leoni e no Museu Imperial. Exposições, teatro, cinema, música, oficinas, demonstrações de shiatsu, bom-odori, taiko, judô, cosplay cerimônia de chá, entre outras atrações, estão no programa nos dois locais até o último dia do evento.

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Opiniões favoráveis e sobre dúvidas Nova etapa de pesquisa sobre reconstrução da ferrovia é concluída. Associação recebe locomotiva histórica para exposição A oitava bateria do DB sobre a volta do Trem Expresso Imperial foi concluída no final da semana com dez opiniões a favor, uma contra e nove duvidosos. A iniciativa é ouvir a opinião pública sobre a reconstrução da ferrovia no trecho de seis quilômetros do Alto da Serra à Raiz da Serra, proporcionando o aumento turístico na comunidade. Para a viúva e pensionista ferroviária Lourdes da Conceição Rocha, da Rua Lopes Trovão, a volta do trem logicamente vai proporcionar um maior atrativo na região. - Torço para que o trem volte e acredito que isto vá acontecer. Espero que as entidades ligadas à ferrovia continuem se empenhando e que tenham o retorno das autoridades.

Já o motorista Charles Dêniz ironizou: - Estou com 32 anos, vou ficar velhinho de bengala e não vou ver o trem na Serra Velha – afirmou. Nas outras opiniões também se destacou a de Vanda Maria do Nascimento, moradora do centro da cidade. Ela comparou outras cidades históricas com locomotivas circulando e atraindo turistas enquanto Petrópolis fica “nessa morosidade para concluir o projeto”. O final da oitava bateria veio ao encontro com o serviço de deslocamento de uma antiga locomotiva para a Estação de Barão de Mauá, no Rio de Janeiro. Trata-se G&E, cedida pela Companhia Docas à Associação Fluminense de Preservação Ferroviária

Pessoal que participou na operação. Atrás, a velha locomotiva, que será restaurada

– AFPF – cujos diretores agradeceram a participação na operação além da Docas, a MRS Logística, SuperVia – Concessionária de Trens Urbanos – e a Secretaria de Transportes do Rio. Enfati-

zaram a maquinista Adriana, da SuperVia, pela dedicação no serviço que contou com o maquinista-chefe de resgate Cássio Marques de Miranda, diretor do Sindicato dos Ferroviários da Leopoldina.

calidade e as crianças têm total atenção – afirmou, com referência à notícia de domingo sobre a falta de atendimento ao DB, que não pôde informar o andamento dos trabalhos na instituição. Ao finalizar, Cristina Campelo afirmou que é voluntária nas escolas munici-

pais de Petrópolis há mais de três décadas e que observa em todas elas a dedicação das profissionais da educação. Reforçou que o Aldeia da Criança é digno de ser visitado, onde é comprovada a estima que a diretora, professoras e pessoal de apoio levam aos menores.

Leitora esclarece dedicação de diretora e os profissionais no Aldeia da Criança A leitora Cristina Campelo esclareceu ontem que o trabalho no Centro de Educação Infantil Aldeia da Criança, na Comunidade do Contorno, é executado com dedicação, carinho e competência. Ela informou que se a diretora Tia Célia não atendeu ao DB na última quinta-feira

foi realmente por motivos de comparecimento urgente na Secretaria de Educação. Cristina Campelo reforçou também que com a saída da diretora os menores da creche ficam sob responsabilidade de outros profissionais. - O trabalho na Aldeia da Criança é um exemplo na lo-

esportes

MEP decide encerrar parceria com o Serrano Em reunião realizada na noite da última sexta-feira, a diretoria do Movimento Esportivo de Petrópolis decidiu encerrar a parceria da entidade com o Serrano. O MEP havia feito uma proposta para a diretoria do clube, para alugar o estádio e manter o elenco dos juniores, através de um contrato de patrocínio, que não foi aceita pelos diretores. Agora, os responsáveis pelo MEP vão se reunir para decidir o que será feito com os jogadores e comissão técnica, cujos contratos se encerram em setembro. Para o coordenador de negócios do MEP, João Henrique Areias a parceria chegou ao fim devido ao modelo de gestão das entidades esportivas no Brasil. - Os dirigentes amadores tiveram papel importante até a década de 70. A partir dos anos 80, com a chegada da TV, empresas patrocinadoras e investidores, faz-se necessária uma administração profissional que entenda e trate bem seus consumidores e parceiros. A relação com eles é muito difícil, são pessoas que lidam com a paixão e não com a razão, por isso não houve um acordo. A verdade é que esse é um problema do país, que atinge até mesmo clubes de grandes torcidas afirmou Areias.

O MEP vai optar por gerir equipes profissionais, como é o caso do Imperial Futsal, que foi criado pelo próprio movimento, em parceria com a diretoria da Liga Petropolitana de Desportos (LPD) e a equipe de atletismo Pé de Vento. A intenção do MEP é voltar ao futebol de campo, então será pensada a possibilidade de se criar um novo clube na cidade.

Com a presença de representantes do Corrêas, do Carangola, do Internacional, do Palmeira, do Petropolitano, do Santa Isabel e do Vera Cruz foi realizada, na última quinta-feira, a reunião intitulada ‘Clube

dos Dez’, onde ficou decidido que os dirigentes irão enviar um ofício ao presidente da Liga de Petropolitana de Desportos, Flávio Fiúza, solicitando a marcação, dentro do prazo de 72 horas, através de Boletim Oficial, de uma

Sem apoio aos clubes Outro ponto que foi revisto e paralisado é o apoio aos clubes da LPD no campeonato municipal. No primeiro semestre o MEP pagou as taxas de arbitragem de todas as partidas dos campeonatos municipais, pagou a premiação dos torneios, forneceu uniformes e criou páginas no facebook, para todos os clubes. De acordo com a parceria as equipes deveriam ter algumas contrapartidas com o movimento, em troca do que estavam recebendo, porém a maioria dos clubes não seguiu com o acordado. O combinado entre as partes era de que os clubes iriam ceder jogadores para as seleções de base da cidade, representados pelo Serrano no estadual de campo e pelo Imperial, no carioca de futsal, porém alguns clubes não liberaram os atletas, prejudicando as equipes e tam-

Divulgação

bém muitos não emprestaram o espaço físico para treinamento das seleções quando foi solicitado. O MEP ainda convocou uma reunião com todos os

clubes, para explicar o funcionamento das páginas criadas, porém apenas representantes do Corrêas, Secretário e GAP estiveram presentes, com os demais deixando assim de

cumprir com mais uma vez com a contrapartida. - Quando nós precisamos de um local para o time do Serrano treinar muitos clubes não ajudaram, agora começa-

mos a ter o mesmo problema com o Imperial. Um dos clubes foi jogar uma Copa fora e usou outro uniforme, com outro patrocínio, que não o nosso, então em função disso decidimos não continuar apoiando as equipes da forma que estava sendo feita. Vamos avaliar outras alternativas, já que nós do MEP julgamos que seja importante apoiar o esporte amador, por ser uma importante forma de fomentar o esporte na cidade - explicou a coordenação do MEP. A intenção do MEP é se reunir em breve com os clubes novamente, para ver a possibilidade de manter o apoio, como pode ser feito e como os clubes também podem cumprir com a sua parte. Apesar do fim da parceria com o Serrano, o MEP segue firme com o seu objetivo de transformar Petrópolis em uma cidade de referência para o esporte e os projetos para trazer centros de treinamentos para a Copa do Mundo 2014 e as Olimpíadas de 2016 continuam. O MEP também segue com o apoio às equipes do Imperial e Pé de Vento. Procurado pelo Diário, o presidente do Serrano, Alexandre Beck, o China, não foi localizado para comentar a decisão do MEP.

assembleia extraordinária. O Clube do Dez está solicitando os seguintes esclarecimentos: pagamento da taxa de arbitragem dos campeonatos regidos pela Liga Petropolitana de Desportos; o contrato da parceria LPD

x Movimento Esportivo de Petrópolis; o posicionamento sobre o aluguel da sala anexa à secretaria da entidade esportiva; a definição dos nomes para compor a comissão para reformulação do estatuto da LPD; e a locação da

secretaria. Outra dúvida dos diretores do Clube dos Dez é em relação às seleções de base. Segundo os integrantes, o MEP simplesmente retirou o apoio ao Sub-9, Sub-11 e Sub-13. – Na última quarta-

feira apenas o supervisor das categorias compareceu para dar satisfações – lamentou um dirigente. Procurado pelo Diário, o presidente da Liga Petropolitana de Desportos, Flávio Fiúza, não foi localizado.

No primeiro semestre os jogadores do profissional do Serrano tiveram o apoio do Movimento Esportivo

Diretores do Clube dos Dez se reúnem e querem explicações


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

terça-feira, 9 de julho de 2011

ESPORTES

edsondiario@yahoo.com.br

Magnólia é campeão no Sub-15 e no Sub-17 O fim de semana não foi bom para as categorias de futsal do Petropolitano que disputaram as finais do Campeonato Municipal. As equipes de Sub-15 e Sub-17 perderam os dois jogos para o Magnólia e acabaram com o vice-campeonato em ambas. Já no campo o Petrô conseguiu um empate e uma derrota na rodada. Além do título, Gladson foi o goleiro menos vazado e Batata foi o artilheiro da competição, com 24 gols. No Sub-17 o alvinegro perdeu em pleno Ginásio José Borzino, por 5 a 4, em jogo bastante disputado em que o time dirigido por Nahor Júnior mostrou muita disposição e luta em busca de um resultado positivo. Mas o Magnólia soube superar as adversidades e conquistou o título na categoria ao vencer por 5 a 4. Quanto ao Sub-15, dirigido por Diego Branco e por Felipe, em partida realizada no Ginásio do Bingen, o Petropolitano não se encontrou em quadra e acabou goleado pelo Magnólia por 6 a 1, no terceiro jogo entre os dois times. - As duas equipes representaram dignamente o Petrô durante todo o campeonato, apesar das dificuldades em formá-las, pois os atletas oriundos das categorias de base do clube se transferiram para outras agremiações, fazendo com que as comissões técnicas dos dois times tivessem que iniciar praticamente os trabalhos com novos atletas – explicou Délio Kronemberger, vice-presidente de esportes do Petropolitano. Ele disse ainda que Nahor Júnior, Felipe e Diego merecem todos os méritos. – Os jogadores que ficaram mostraram todo o carinho pelo Petrô, com muita disciplina e luta, vestindo realmente a camisa alvinegra – disse o dirigente. Agora o Sub15 e o Sub-17 continuarão em atividades, já que participarão de torneios e amistosos dentro da programa-

Fotos: Divulgação

O time de Sub-15 do Magnólia mostrou sua força em casa e acabou goleando o Petropolitano e conquistando o título da temporada

ção de eventos esportivos do ano do centenário do Petropolitano. Resultados – Magnólia 3 x 4 Petropolitano, GAP 2 x 5 Magnólia, Magnólia 5 x 1 Internacional, Vera Cruz 0 x 18 Magnólia, Magnólia 12 x 1 Corrêas, Palmeira 3 x 3 Magnólia, Magnólia 0 x 2 Internacional e Internacional 1 x 7 Magnólia. Já na fase final o Magnólia ganhou o primeiro jogo do Petropolitano por 4 a 1, perdeu no segundo por 4 a 3 e voltou a vencer o time alvinegro por 6 a 1 no último confronto da final. Campeões de Sub-15 – Gladson, Jeferson Silva, Batata, Lê, Caio Bingola, Matheus, Vinícius, Anderson, Guilherme, Arthur, Vitinho, Brunão, João Vítor, David, Jeferson e Rodrigo.

Biro comanda escolinha de voleibol do Petropolitano Foram iniciadas, na última quarta-feira, as aulas da escolinha de voleibol do Petropolitano, coordenada e dirigida pelo professor Marcelo Olímpio, o Biro-Biro, atleta formado nas equipes de base do clube, tendo jogado e conquistado vários títulos de futebol de campo e de futsal pelo Petrô. Hoje ele atua no Másters de campo, finalista do Campeonato Municipal. Os trabalhos serão desenvolvidos no Ginásio José Borzino, às quartas-feiras, das 13h às 14h30 e às sextas-feiras, das 14h30 às 16h. As aulas são destinadas a meninos e meninas na faixa etária dos 12 aos 16 anos de idade. Da escolinha serão aproveitados os alunos que se destacarem para formarem as equipes de competição que defenderão o Petrô em jogos amistosos e competições.

A próxima meta do departamento de esportes é a implantação do tênis de mesa no clube – disse Délio Kronemberger, vicepresidente de esportes do Petropolitano (na foto com Arnaldo Rippel.

Caio Bingola joga no Sub-15

em quadra a versatilidade de um jogador importante para o grupo, independente de qual seja o treinador. O ala Alvim foi titular com Fernando Malafaia, com Faisal Saab, José Ferreira Neto, Sérgio Sapo e, agora, com Bernardo Miloski. Ao logo dos anos, a equipe petropolitana contratou e dispensou vários atletas, mudando de cara a cada temporada. E Alvim está sempre no time. Não importa se no meio de craques renomados ou de

O dia foi excelente para o time do Bingen. O Sub-17 também sagrou-se campeão deste ano

Pé de Vento/MEP sobe no pódio em três corridas no fim de semana A equipe de atletismo Pé de Vento/MEP disputou três provas neste domingo e subiu no pódio em todas elas. Nas 10 Milhas Garoto, em Vitória, a equipe conquistou a segunda e quarta colocações. Na Meia Maratona do Circuito Asics, edição de São Paulo, a Pé de Vento ficou com a terceira colocação. A última prova foi o Circuito Caixa, em Campo Grande, em que a equipe petropolitana ficou com a quarta colocação. Os atletas da Pé de Vento agora vão se concentrar para a disputa da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro, no dia 21 deste mês. Na 22ª edição das 10 Milhas Garoto, em Vitória, a Pé de Vento/MEP conquistou a segunda colocação com Damião Ancelmo de Souza. O atleta completou o percurso de

Alvin é um dos destaques do PEC Líder da Chave C da Liga Futsal 2011 com quatro pontos ganhos em dois jogos (uma vitória e um empate), o Poker/PEC quer se manter bem na sequência de vitórias em casa e seguir com mais tranquilidade rumo à classificação. Os dois primeiros de cada grupo passam para a fase seguinte da competição. Ontem à noite o time enfrentou a Intelli. Num momento em que cada detalhe é decisivo, entra

Luta do Petropolitano agora é nas categorias de campo Agora as esperanças de título do Petropolitano estão nos atletas de campo. No Sub-11, em partida realizada no Estádio Carlos Guinle, o alvinegro perdeu para o Carangola por 2 a 0. Os comandados de Ademilson terão que reverter o resultado negativo, no próximo dia 21 de agosto, no Estádio Luciano Ferreira da Costa, para tentar na prorrogação uma nova vitória e conquistar o bicampeonato da categoria. No Sub-13, dirigido por Francisco Lima, empate de 1 a 1, estando o próximo jogo marcado para o Estádio Carlos Guinle, no dia 21 de agosto, a partir das 11h. Os dois jogos finais que estavam marcados para o próximo domingo, Dia dos Pais, foram transferidos para o domingo seguinte, 21 de agosto, de comum acordo entre os dois clubes.

outros menos conhecidos. Ele é sempre uma espécie de curinga. Uma carta valiosa. – Procuro estar sempre bem fisicamente e me concentrar unicamente no jogo. Mesmo do banco, procuro estar sempre com uma leitura, o desenho do time para entrar e fazer as coisas certas. Pra mim não tem tempo ruim. O que interessa é o bem da equipe – ressalta o atleta de 27 anos, nascido e criado em Niterói.

16 quilômetros em 48’43’’, 38 segundos após o vencedor da prova Kimutai Kiplimo. Damião comemorou o resultado, por saber que vencer os quenianos seria difícil. Percebi que os quenianos não queriam me acompanhar até a chegada e abriram vantagem. Mantive o ritmo porque sabia que podia alcançar eles e felizmente consegui a segunda colocação - afirmou o atleta. Em quarto lugar ficou Giovani dos Santos, também da Pé de Vento/MEP, que encerrou a prova com o tempo de 50’05’’.

Circuito Asics O atleta da equipe Pé de Vento/MEP, Eliezer de Jesus Santos foi o terceiro colocado na Meia Maratona do Circuito Asics, etapa de São Paulo. Ele completou a prova em

Os atletas da Pé de Vento

1h07’03’’. O vencedor da prova foi José Roberto de Jesus Miranda e em segundo lugar ficou Cristiano Silva Machado. A corrida foi bem disputada e até o quilômetro 18 os três estavam embolados na briga pela primeira colocação, mas a partir dali José Roberto começou a se destacar para conseguir a vitória. Enquanto isso Eliezer e Cristiano brigavam metro a metro pela segunda colocação, porém no fim o atleta

da equipe petropolitana ficou em terceiro, completando a prova cinco segundos atrás do adversário. Gilmar Silvestre Lopes, da equipe Pé de Vento/MEP ficou com a quarta colocação do Circuito Caixa, etapa de Campo Grande. O jovem corredor de 21 anos completou o percurso em 30’31’’. O vencedor da prova foi o queniano Paul Koech Kimutai, que chegou 31 segundos à frente do representante da equipe petropolitana. Gilmar já chegou a ser líder do Circuito Caixa, mas como ficou fora de algumas provas acabou caindo algumas posições. Atualmente o líder do Campeonato Brasileiro é Eliésio Miranda. A próxima prova do torneio será no próximo domingo, 14, em Fortaleza.


Diario de Petropolis