Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis 56 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.868 - Quinta-feira, 9 de junho de 2011

luto

homicídio

Missa de 7° dia de Antonio Claudio hoje na Catedral

Adolescentes matam inspetor de colégio Fotos: Alan Alonso

A missa de sétimo dia de falecimento do jornalista Antonio Claudio de Oliveira Gomes será hoje, às 18h, na Catedral São Pedro de Alcântara. O colunista político do Diário de Petrópolis morreu em função de uma parada cardíaca, quando se preparava para um auto transplante de medula no Hospital do Fundão, no Rio de Janeiro.

Sepe decide por greve na educação

(Página 7)

nesta edição

Um dos irmãos de Aroldo lamentou a perda e considerou o crime como uma “covardia”. O inspetor deixa esposa e três filhos órfãos

Vendaval derruba árvores e assusta petropolitanos

Sebastião Nery Pág. 2

O inspetor disciplinar do Colégio Estadual Rui Barbosa, Aroldo Rodrigues da Silva, de 51 anos, foi morto durante um assalto, no início da tarde de ontem. Dois adolescentes, um de 14 e outro de 15 anos, estão sendo acusados pelo crime. Segundo testemunhas, Aroldo estava chegando em casa, por volta das 12h30, quando foi surpreendido pelos menores armados. De acordo com os policiais, ele deve ter reagido ao assalto e foi atingido por um tiro no rosto. Os adolescentes foram apreendidos pela Polícia Militar. (Página 5) BAirros Ao avistarem uma equipe da Companhia do Desenvolvimento de Petrópolis – COMDEP – ontem pela manhã executando um serviço num terreno, os moradores da Vila São Francisco da Horta pensaram ser a construção da nova creche. Pensaram errado. O pessoal estava apenas cercando o espaço para ninguém jogar mais lixo. O sonho da nova creche continua. (Diário

nos Bairros, página 9)

agenda

Dora Kramer Pág. 3

A ventania derrubou árvores e postes na Rua Barão do Rio Branco e na subida da Serra de Petrópolis, provocando mudanças no trânsito

O forte vendaval que atingiu a cidade na noite da última terçafeira causou estragos. Casas ficaram destelhadas, árvores e postes

foram derrubados provocando alterações no trânsito na Rua Barão do Rio Branco e em pelo menos quatro trechos da rodovia BR-

PMP reinaugura creche e PSF

Duas grandes reivindicações dos moradores do Vale do Carangola foram atendidas ontem pela prefeitura: a reinauguração do Centro de Educação Infantil (CEI) Lulu Monteiro de Castro e do Posto de Saúde da Família Paulo M. Baffi. A creche vai atender 90 crianças, entre zero a cinco anos de idade. A prefeitura investiu R$ 203.636,38 na reforma do PSF o Vale do Carangola, que hoje presta assistência básica em saúde para 699 famílias, num total de 2.640 pessoas. (Página 7)

040. A Defesa Civil registrou 63 ocorrências, sendo 45 em função dos fortes ventos. Vários bairros ficaram sem luz. (Página 5) Ascom/PMP

Hoje, às 19h, tem ‘Encontro com o Autor’ na Biblioteca Gabriela Mistral do Centro de Cultura Raul de Leoni. Quem estará lá será a escritora Roseni Kurányi. A censura é livre e a entrada, franca. Natural de Petrópolis, Roseni Kurányi reside atualmente em Stuttgart, Alemanha, desde 2007. (Página 6)

Nova ministra se despede do Senado

(Página 8)


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Governo e crise www.sebastiaonery.com.br

O LOBO DA ALSACIA RIO - O major Sanches Osório, da Comissão Coordenadora do Movimento das Forças Armadas (MFA) e ministro da Comunicação Social do Governo Provisório do general Spinola, em 1974, em Portugal, conta em seu livro “O Equivoco do 25 de Abril” que foi ao gabinete militar da Presidência, onde estavam os generais Galvão de Melo, Silvério Marques, Diogo Neto, Pereira de Melo, vários coronéis, tenentes-coroneis e majores. Convocaram o primeiro-ministro coronel Vasco Gonçalves, que entrou no gabinete e estendeu a mão ao general Galvão de Melo: - Como está, meu general? O general ficou imóvel. - O meu general não me aperta a mão? - Não, eu não falo a filhos da puta. - O meu general é um estupor. O general Diogo Neto interpôs-se entre os dois e disse a Gonçalves: - Tu és uma vergonha, meu comunista ordinário, que queres levar o país para uma guerra civil. Se abres a boca, parto-te a cara. 25 DE ABRIL O ministro Sanches Osório disse ao primeiro ministro: - O governo incitou os partidos, o que é desonesto. - Isto é uma calúnia. O senhor está a insultarme. - Não estou. São os fatos tais como se passaram. O general Diogo Neto virou-se para o primeiroministro: - És um merda. O general Silverio Marques acrescentou: - Olhame de frente. Tenho quatro estrelas, mas só duas são da Revolução. Deixo-as aqui, atiro-as à tua cara. Tu vais dar ordem ao teu partido, ao PC, para acabar com a rebelião. Chegou o Presidente, general Spinola, que ainda viu parte da cena. Era no Palácio de Belém, em 27 de setembro de 1974. Portugal estava vivendo a metáfora do cão da Alsacia. O menino tinha um cão. Um lindo lobo da Alsácia. A mãe não gostava do cão. O pai gostava. O pai estava em casa, o cão ficava solto, alegre, guardando o jardim. E o menino feliz. O pai viajava, a mãe prendia o cão. O cão ficava amarrado, triste, dormindo no seu canto. O menino, infeliz. Quando o pai voltava, soltava o cão. O cão saia desesperado de seu canto, corria para o jardim e comia todos os cravos dos canteiros. De raiva. MÁRIO SOARES O menino e o cão desta história eram portugueses. Os cravos desta história eram portugueses. Esta era uma história portuguesa. Eu a ouvi de amigos em Lisboa, numa noite de amargas lembranças antifascistas. E nunca mais consegui pensar em Portugal sem lembrar o lobo da Alsácia. Portugal passou cinqüenta anos preso, amarrado, triste, dormindo no seu canto. Infeliz. De repente, soltaram-no. Saiu desesperado para o jardim da liberdade. O perigo é que passasse a comer os canteiros dos cravos vermelhos. De ódio. Foram três gerações espezinhadas, mutiladas. O 25 de Abril de 1974 foi a revolução francesa deles, com 200 anos de atraso, em nome da liberdade, da igualdade, da fraternidade. Foi um Maio de 68 que deu certo. Jovem, explosivo, incontido, anárquico. Quase desesperado. Portugal foi salvo, literalmente, pela Constituinte de 75. O Partido Socialista Português, do rotundo estadista Mario Soares, ganhou brilhantemente as eleições, construiu um governo democrático de respeitabilidade internacional e deu a paz a Portugal. POMBAL Da janela do hotel Fênix em Lisboa, eu via o Marques de Pombal, elegante e orgulhoso, a cabeleira encaracolada,o olhar aberto,soberbamente de pé no meio da praça, contemplando em pedra a cidade-monumento que ressuscitou da poeira do terremoto. No fim, perdeu a guerra contra os jesuítas. Portugal tinha continuado um país de jesuítas. O país das palavras, das fórmulas,tocando nas fórmulas e nas palavras para não tocar nas coisas. Você ia a Trás-os-Montes e encontrava aldeias medievai. Entraram séculos, saíram séculos, e Portugal pouco avançara do sistema feudal. Descobriu mundos, pulou oceanos e inventou um jesuitismo só dele, que muito explica o antes e o depois do 25 de Abril: o capitalismo escritural. BANQUEIROS Era tudo papel, letra, número. Tudo escrituração. Fábricas feitas sem um tostão. Na escrita. Negócios de bilhões feitos sem um tostão. Na escrita. Setenta por cento da economia nacional eram controlados por sete grupos. Na escrita. Daí terem também descoberto, eles, os banqueiros jesuítas, o que nem Hitler, nem Mussolini jamais sonharam: o fascismo do crédito. Se o crédito nascia, vivia e morria na escrita, o crédito era só deles. Como capitalismo é dinheiro, e portanto crédito, o satânico silogismo estava amarrado: deles eram a economia, o governo, o Estado, o país. Nós, netos de Portugal, como eu, fiquemos tranqüilos. Portugal vai sair dessa crise, como saiu em 1975. E com a mesma arma : a democracia. www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

n Marcos

Coimbra

D

ilma atravessou a crise causada pelas denúncias contra Antonio Palocci do mesmo modo que seus antecessores passaram pelas suas. No fundo, pouco houve de surpreendente na que ela viveu. São raros os momentos em que tudo anda bem ou mal para qualquer governo. Os primeiros costumam ocorrer apenas nos meses iniciais, quando está no chamado “período de graça”. Ninguém se queixa, ninguém cobra, todos aplaudem. Sua bancada é dócil e vota disciplinadamente. A imprensa não procura assuntos para alfinetá-lo. Tudo tende a se deteriorar no fim. Que o diga José Sarney, que passou seu quinto ano isolado no Palácio do Planalto, alvo de uma rejeição quase unânime. Ou Fernando Henrique, com menos de 20% de avaliações positivas ao longo de 2002. É difícil dizer quanto dura a fase boa. Já tivemos casos em que, ao longo de todo

o primeiro ano, prevaleceu uma alta tolerância da opinião pública e do sistema político para com o novo governo. Foi o que aconteceu com Lula em 2003. Era uma experiência tão nova, um presidente tão diferente do padrão, que a lua de mel chegou a dezembro. Os partidos derrotados estavam atordoados e não tinham traquejo para desempenhar o papel de oposição, depois de tantos anos acostumados ao outro lado da mesa. O PT estava com ele. Com seu antecessor não havia sido igual. Como exministro da Fazenda, tendo assumido o protagonismo do governo Itamar em seus últimos meses, a posse de FHC não representou descontinuidade e não lhe trouxe crédito para começar a administrar com a condescendência da sociedade. Desde o início, era encarado com desconfiança por parte relevante da opinião pública: com seis meses no cargo, apenas 30% avaliavam o governo como ótimo ou bom, segundo o Datafolha, em pesquisa de junho de 1995. (Para não falar de Collor,

cujo período de graça durou algumas horas, entre a cerimônia de transmissão do cargo e o discurso em que anunciou o confisco da poupança.) Talvez Dilma seja uma mistura de modelos. Por um lado, é diferente (no mesmo sentido de Lula), por ser mulher e não ter um perfil convencional, não se encaixando no estereótipo da “política profissional”. Por outro, no entanto, se propôs, na campanha, a fazer um governo de continuidade, montou sua equipe com uma maioria de caras conhecidas e não fez, nos primeiros meses, nada que representasse ruptura. Sua lua de mel, portanto, pode ser menor que a de um e maior que a do outro. Em quanto? Pelo que se lê na imprensa, o caso Palocci terá sido, para ela, o fim dessa etapa. A crer em seu coro quase uníssono, de agora em diante, enfrentará problemas crescentes. Perdeu a iniciativa do jogo político e só lhe resta esperar até que sua popularidade comece a cair. Será? O golpe na imagem do governo terá sido tão fun-

do? O caso atingiu uma proporção tão grande da população, de maneira tão severa, que não cicatrizará nunca mais? Parece improvável. Pelo que conhecemos de nossa sociedade, ministros com problemas são coisas que não afetam o governo inteiro. Mas é razoável supor que alguns admiradores tenham se afastado da presidente. Especialmente os recentes, os “agradavelmente surpresos” com seu desempenho e que diziam estar encantados com ela, depois de a terem rejeitado a vida inteira. É ruim perdê-los, embora o mais provável é que a abandonassem de qualquer maneira, mais cedo ou mais tarde. Esse “dilmismo” de verão, que contagiou classes médias e jornais, não tinha cara de ser duradouro. Logo, logo ia acabar. Ou seja, no cômputo final, o prejuízo da crise terá sido apenas antecipar algo que aconteceria inevitavelmente. Por mais agradável que seja para quem está no poder, a unanimidade costuma ser artificial e é sempre passageira. n Sociólogo e presidente

do Instituto Vox Populi

PIB n Delfim Netto

P

ara um entendimento mais adequado do comportamento do PIB nos últimos três anos, talvez seja melhor trabalhar com o seu nível em lugar da sua taxa de crescimento. Por definição, o PIB é o valor adicionado de todos os bens e serviços produzidos numa certa unidade de tempo. Para eliminar as variações dos preços, o IBGE construiu estimativas do PIB “físico” escolhendo os preços do anobase 1995 e com eles calculou o valor do PIB de cada ano. É evidente que, se medirmos todos os PIBs anuais (ou trimestrais) aos preços vigentes num determinado ano

(chamado de “base”) teremos uma série que será uma razoável aproximação do PIB “físico”, a despeito da enorme variedade de seus produtos. Pode-se, assim, estimar a taxa de crescimento do PIB comparando-o com o PIB “base”. Pois bem, medido aos preços médios vigentes em 1995, o PIB do primeiro trimestre de 2010 foi de R$ 264,6 bilhões e o de 2011, de R$ 275,6 bilhões. Logo, a estimativa do crescimento real (“físico”) entre o primeiro trimestre de 2011 em relação a 2010 pode ser encontrada dividindo R$ 275,6 bilhões por R$ 264,6 bilhões: 4,2%, como indicou o IBGE. Qual o significado desse dado? Grosseiramente, podemos considerá-lo como a demanda total (privada e pública) atendida pela estrutura produtiva interna somada às

importações que a complementam. Esse entendimento é fundamental para não se deixar enganar pelo truque estatístico que identifica, por exemplo, o alta de 9,3% do primeiro trimestre de 2010 sobre o seu homólogo de 2009, como “excessiva demanda global com relação ao produto potencial”. O PIB “físico” atingiu o índice mais alto da série (150,3 em relação à base 100 de 1995) no terceiro trimestre de 2008, quando a taxa de inflação era de quase 4,5%. A explosão da crise do Lehman Brothers nos atingiu fortemente. No primeiro trimestre de 2009, o PIB físico desabou, com ajuste sazonal, para 141,3, uma queda de 6%! Na média, o PIB de 2009 caiu 0,6% em relação a 2008. Ele só voltou ao nível anterior de 151,2 no quarto trimestre

de 2009, com a “criação” da demanda induzida pelos programas de estímulos do governo. O crescimento do PIB de 9,3% no primeiro trimestre de 2010, de 9,2% no segundo, de 8,4% no terceiro e de 7,5% no quarto semestre são só reflexos da recuperação da demanda sobre uma estrutura produtiva relativamente estável. O aumento do PIB nunca foi superior a 5% nos últimos anos. O número do IBGE, de 4,2% para o primeiro trimestre de 2011/2010, revela um ajustamento para baixo que provavelmente vai continuar: a taxa de aumento do consumo está diminuindo e a taxa de investimento recuperou o nível de 18,4% do PIB (com um deficit em conta-corrente de 2,6%). n Ex-ministro da Fazenda

A reforma política e a democratização do Estado no Brasil n Artur Bruno

U

ma das dificuldades mais sentidas para o envolvimento da sociedade brasileira na mobilização e no debate do tema da Reforma Política deve-se a pouca importância que ela atribui ao assunto. A compreensão de que a Reforma Política circunscreve-se a um problema dos “políticos” pouco tendo a haver com os interesses das maiorias, pois existem outras preocupações mais relevantes a serem tratadas como a inflação, os investimentos em infraestrutura, a violência urbana, a reforma tributária, etc, contribui decisivamente para que essa questão torne-se objeto de reflexão apenas para os acadêmicos e especialistas. No mais o que vemos é a difusão de teses argutas, quase sempre ininteligíveis para o povo sobre aspectos particulares da legislação eleitoral ou sobre o funcionamento do sistema partidário feita por scholars da Ciência Política que pouco dialogam com o cotidiano dos brasileiros. Precisamos retomar o debate sobre Reforma Política sob uma nova abordagem mais pedagógica e mais po-

litizada que demonstre para a maioria dos cidadãos de nosso país a urgência desse tema para todos aqueles que são a favor da Democracia, da República e de seus valores fundamentais. Afinal a Reforma Política não pode ser dissociada da reflexão estrutural sobre o país, mais precisamente das transformações que precisamos fazer para aprimorar nossas instituições representativas, assim como ampliar os processos diretos e semidiretos de participação dando concretização a soberania popular expressa em nossa Constituição da República. Pois, infelizmente, o Brasil possui uma sólida “ tradição autocrática” marcada por inúmeros Golpes de Estado, mandonismos locais e arranjos plutocráticos que estreitaram em muito os espaços para o desenvolvimento adequado de uma cultura democrática e republicana entre nós. Basta que examine as obras de pensadores nacionais do quilate de Manuel Bonfim, de Caio Prado Júnior, de Sérgio Buarque de Holanda, de Raymundo Faoro, de Florestan Fernandes, de Darcy Ribeiro e tantos outros que desde os primórdios do século XX buscaram compreender a singularidade dos processos políticos, econômi-

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

cos e culturais de formação da sociedade e do Estado no Brasil para dimensionarmos o tamanho de nosso desafio e de nossas responsabilidades. Claro que sabemos que as modificações que poderemos realizar no âmbito da Reforma Política dada a exiguidade do tempo disponível e o calendário institucional já traçado, limita as suas possibilidades. O que termina por restringir a abordagem prioritária das modificações ingentes a serem feitas ao âmbito do sistema político-eleitoral visando as próximas eleições, notadamente no que se refere a necessidade inadiável da instituição do financiamento público de campanha, da votação por lista, do fim das coligações proporcionais e da regulação dos mecanismos da democracia direta e semidireta já prevista em nosso ordenamento constitucional. E que permitam uma publicização efetiva das decisões, onde haja maior afluxo da sociedade civil organizada, de sua vontade popular concreta e dos valores ideológicos e programáticos enquistados nos partidos no interior do sistema político-eleitoral brasileiro. Mudanças que se forem exitosas, apesar de insuficientes, assinalarão uma fase

iário de Petrópolis 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

promissora para nossa democracia, ao propiciar a criação de mecanismos mais aptos para a sua relegitimação. A percepção cada vez mais nítida da situação insustentável em que se encontram nossas instituições em decorrência da ação deformadora do mercado e do individualismo dentro dos partidos sobre o resultado das eleições, requer reformulações internas do sistema político que aprofundem o sentido da centralidade de suas instâncias, assim como, o reconhecimento da própria autonomia da política, dos conflitos que lhe são inerentes e da ética que lhe é específica. Autonomia funcional da política que é um pressuposto inalienável da modernidade - classicamente tratada por Maquiavel – mormente da democracia moderna, posto que esta deve calcar-se no espaço aberto das razões e contra-razões da sociedade, do pluralismo argumentativo, onde a vontade de cada cidadão e da coletividade preponderem sobre os escrutínios secretos das burocracias privadas e estatais, tendentes ao sigilo como bem vaticinava o jusfilósofo liberal Norberto Bobbio. n Deputado federal, PT-Ceará Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER O uso do cachimbo

Q

ualificada Gleisi Hoffmann já mostrou que é nestes poucos meses de mandato como senadora do PT. Resta saber, e a resposta só o tempo dará, se reúne qualidades suficientes para dar conta da chefia da Casa Civil. Articulada, petista de quatro costados, defensora da tese de que o mensalão foi um deslize dedicado à causa e, portanto, digno de defesa, a senadora tem sido vista como a marca inicial do efetivo começo do governo Dilma Rousseff, formado por pessoas de sua confiança. Uma tentativa de sinalizar a tomada de comando, inicialmente prevista para após um ano de governo, quando seriam reavaliadas as indicações feitas pelo antecessor e reformado o

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUINTA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2011

ministério. O desmoronamento de Antonio Palocci conjugado à exposição da desordem reinante na área política do governo resultaram em crise e acabaram antecipando parte das mudanças. Isso é uma coisa. Outra bem diferente é por isso se chegar à conclusão de que se inicia agora uma nova fase de total renovação em que a presidente toma a si as rédeas e muda tudo. Essa é a versão que interessa ao governo fazer prosperar, mas não necessariamente é a tradução da realidade. Dilma desde ontem assumiu a Casa Civil, até então uma cidadela onde Palocci reinava absoluto. Mas, daí a dizer que o governo mudará de forma substancial vai uma boa distância.

Por vários motivos. O principal é que as pessoas não mudam do dia para a noite. Partindo do princípio de que a ausência de atenção política e o estilo belicoso da presidente resultaram na desarticulação da base, na paralisia administrativa, no encolhimento dos ministros ao temor de agir e desagradar, não é de esperar grandes modificações porque ela continua a mesma. Nesta semana, no almoço de “conciliação” com o PTB, foi extremamente ríspida com Luiz Sérgio, das Relações Institucionais. Quando Fernando Collor ponderou que a liberação dos documentos oficiais ao público traria constrangimentos a governos recentes, Luiz Sérgio informou que já havia dito isso à presidente e foi cortado. “Que disse o quê!

Não disse nada”, reagiu Dilma na frente dos senadores. Gleisi Hoffmann pode até ajudar, mas vai se deparar com a impossibilidade de acumular atribuições políticas e administrativas na mesma intensidade. Esse acúmulo configurou-se um equívoco na época de José Dirceu e repetiu-se como erro no breve período Palocci, que, assoberbado, acabou produzindo um passivo enorme de insatisfações entre os partidos aliados. Também conspira contra a tese da “refundação” ou “reinauguração” o fato de que o desenho permanece inalterado: PT de um lado, PMDB de outro e a tensão entre os dois. A dinâmica do embate permanente não será alterada. É da natureza da aliança. Agora mesmo os parceiros vivem um momento de especial estresse. Satisfeito com a consolidação pública de sua condição de fiel da balança, o PMDB prefere assistir de camarote ao PT resolver ao seu modo a reorganização da área política. Para concluir o raciocínio sobre a precipitação de se enxergar mudança profunda no modo petista de governar,

3

temos a evidência de que Lula não se afastou nem se afastará do cenário. Uma porque Dilma não pode prescindir dele e outra porque interessa a ele levar o crédito. Dilma decidiu contra a opinião de Lula, que defendia a manutenção de Palocci? Difícil crer. Quando precisou demitir Palocci Lula o fez em tempo mais breve que o utilizado pela presidente para chegar à mesma conclusão sobre o prejuízo de ter na Casa Civil um ministro na berlinda. Primeiro a saber. Segundafeira, durante a recepção a Hugo Chávez no Palácio do Planalto, o secretário-geral da Presidência, Gilberto Carvalho, puxou de lado o ministro Paulo Bernardo e comunicou: “O desfecho tem a ver com você”. Antes que o ministro, cotado que estava, concluísse ter sido o escolhido para substituir Antonio Palocci, Carvalho completou: “A presidente vai chamar a senadora para a Casa Civil”. Em seguida, o marido chamou a mulher, Gleisi Hoffmann, de lado e transmitiu a informação.

CIDADE

Juíza fala sobre Lei Maria da Penha para estudantes A juíza da 1ª Vara de Família de Petrópolis, Andréia Pachá (foto), palestrou sobre a Lei Maria da Penha na tarde de ontem, na Faculdade Arthur Sá Earp Neto (Fase). O evento, que reuniu cerca de 200 pessoas entre alunos, professores e funcionários da instituição, teve por objetivo conscientizar sobre a violência nos seus diferentes aspectos, sobretudo contra a mulher. A abordagem de temas relacionados à violência já é recorrente nos eventos realizados pela Fase, como a Semana Científica. Encontro que acontece anualmente e reúne representantes de instituições de ensino de diversos municípios do estado. - Sempre abrimos espaço para tratar da violência em todas as suas formas. Este é um tema que está ligado diretamente à saúde pública comentou a coordenadora do curso de Medicina, Cláudia Vasconcellos, Desta vez, o objetivo é tratar diretamente da violência contra a mulher, dando instrumentos para que os alu-

Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

nos saibam especificamente sobre os aspectos da Lei Maria da Penha. - Tivemos a ideia de montar este evento para divulgar esta lei que tem um apelo social tão importante, ligado diretamente à saúde da mulher. Este é um assunto que está ligado à saúde da mulher e que impacta na economia. Nosso objeto é que nossos alunos, que trabalham com saúde, estejam instrumentalizados ao se depararem com situações desse tipo, para que eles saibam como agir e como encaminhar - concluiu a coordenadora.

Após educação, cobrança por debate sobre PCCS da saúde O vereador Silmar Fortes (PMDB) sugeriu à Mesa Diretora da Câmara uma audiência pública para discutir o Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) da saúde, a exemplo do que vai acontecer na próxima quarta-feira (15), às 19h, também na Câmara, com o PCCS da educação. Segundo o vereador, integrante da Comissão Parlamentar de Saúde, Educação, Cultura, Esportes e Servidores Públicos, essa audiência será oportuna também para avaliar os inúmeros problemas que afetam a área da saúde no município. Ele citou o aumento em 20 vezes de casos da dengue na cidade em relação ao mesmo período do ano passado. De janeiro até 21 de maio, 229 casos suspeitos da doença foram registrados em Petrópolis. Ano passado, apenas 10 casos foram notificados. Silmar lembrou que a Secretaria Municipal de Saúde possui 300 Agentes Comunitários de Saúde, devidamente capacitados em vigilância ambiental, que poderiam ser utilizados na prevenção e no combate ao mosquito transmissor da dengue no município. Com relação ao PCCS da saúde, o vereador informou que vai enviar ofício a Se-

Vereadores da base cobram rapidez nas ações do governo

cretária de Saúde, Aparecida Barbosa, solicitando a minuta do PCCS, tendo em vista o fim do prazo de sua elaboração, conforme resolução da Secretaria de Saúde, publicada no Diário Oficial no dia 1º de março de 2011. - São informações que vão contribuir acentuadamente na avaliação do Plano de Cargos, Carreira e Salários da saúde no município nesta audiência pública, como também, durante a realização da Conferência Municipal de Saúde, prevista para o mês que vem - disse. Silmar Fortes é autor de indicação solicitando a criação de Comissão para a Elaboração do PCCS, aprovada em plenário no dia 17 de fevereiro desse ano. PCCS da Educação Hoje, às 15h, a Câmara recebe representantes do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe) e do Sindicato dos Servidores Municipais de Petrópolis (Sisep) para discutir o PCCS da educação. Na terça-feira (7), a Câmara recebeu o secretário de Educação, William Campos. Hoje o secretário e representantes dos dois sindicatos debaterão o plano, das 19h às 21h, na TVC, canal 16.

O líder do governo na Câmara, vereador Márcio Arruda (PMDB), surpreendeu ontem, durante pronunciamento na tribuna do Legislativo, ao criticar o governo por uma suposta lentidão nas respostas às solicitações dos vereadores. Ele afirmou ainda que governo “não deslancha” e “dá vontade de jogar a toalha”. Outros integrantes da base governista, como Silmar Fortes (PMDB) e Wagner Silva (PPS), ex-líder do governo na Casa, concordaram com Arruda, que também afirmou já não saber se será possível levar o prefeito Paulo Mustrangi para o segundo turno das eleições de 2012. As críticas são voltadas para secretários de governo e para o prefeito Mustrangi. Arruda disse que, após sugerir a criação de uma faixa seletiva para táxis e ônibus em uma rua, precisou conversar com assessores e secretários, como o secretário de

Márcio Arruda é líder do governo na Câmara, mas criticou ontem secretários e prefeito por demora em ações

governo, Wilson Franca. - Quando eu achei que o problema tivesse sido resolvido, disseram que eu ainda teria que conversar com o prefeito – reclamou Arruda. O líder elogiou o secretário de Educação, William Campos, e cobrou dos outros secretários a mesma agilidade. - Esse pessoal que chegou para a Secretaria de Educação deu uma dinâmica

diferente. Com eles, resolveu ou não resolveu. É mais prático. Mas eu não estou vendo isso acontecer no governo. As decisões têm que ser mais ágeis. E eu queria levar esse governo para o segundo turno, mas está difícil fazer o dever de casa – disse Arruda. - Quando alguém está com um vírus, dizemos que está virulento. O governo está virulento, “viru” e lento.

É muita lentidão – concordou Silmar Fortes. Arruda disse ainda que, desde que assumiu a liderança do governo, há um relacionamento melhor entre Câmara e prefeitura, “mas precisamos que o governo responda mais rápido as solicitações dos vereadores”. Wagner Silva afirmou que, quando era líder, havia o mesmo problema, “não funcionou”, disse.

Serviço de Táxi Acessível aprovado pela Câmara prevê oito permissões Vinicius Henter

A Câmara aprovou ontem, em primeira e segunda discussões, projeto de lei que cria o serviço de Táxi Acessível, voltado para cadeirantes, pessoas com dificuldade e idosos. Ao município, caberá a concessão de permissões para táxis adaptados. De acordo com o projeto, que depende ainda da sanção do prefeito Paulo Mustrangi, serão concedidas oito permissões: duas no Centro, um no Quitandinha, um no Bingen, um em Corrêas, um em Itaipava, um em Pedro do Rio e um na Posse. “É de tudo inconcebível que, no limiar do século XXI, as pessoas especiais como estas que constituem o público alvo desta lei não desfrutem deste serviço. Torna imperioso legislar em benefício desses homens e mulheres que deram o melhor de suas vidas em prol da grande desta maravilhosa cidade. É fato indiscutível que há um grande número de distintos petropolitanos

que são portadores de necessidades especiais”, informou um trecho da justificativa do projeto, de autoria do vereador Márcio Arruda (PMDB). A tarifa do serviço de Táxi Acessível será a mesma da cobrada em táxis convencionais. O usuário poderá viajar sozinho ou acompanho de até duas pessoas, podendo também optar pelo serviço de táxi convencional. Segundo o projeto, o Táxi Acessível não está impedido de transportar passageiros que não tenham mobilidade reduzida. Caberá à CPTrans o processo de escolha dos permissionários, usando como critério a ordem de protocolização das petições dos profissionais que forem habilitados à prestação do serviço de Táxi Acessível. Nenhum titular de permissão para o serviço de táxi convencional poderá adaptar o veículo já credenciado para uso no serviço de Táxi Acessível, nem obter permissão para a prestação do serviço de Táxi Acessível.

Divulgação

Veículo adaptado: serviço de Táxi Convencional existe em outras cidades


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

Don Quixote

Quase 60 anos após a última apresentação de uma ópera, o Theatro D Pedro recebe em seu palco, no próximo dia 16, às 16h, Don Quixote nas bodas de Comacho. Além de alunos de escolas do município, serão 200 ingressos grátis para o público, que poderão ser retirados na bilheteria do teatro.

QUINTA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2011

Educação

O 1º Seminário de Educação Infantil, que terá como tema “Paixão de Ensinar e Aprender”, será realizado nesta quinta-feira a partir das 8h na Escola Santo Antônio, no Vale do Cuiabá. O evento, voltado para coordenadores, orientadores e supervisores da rede municipal de ensino.

socialmarise@yahoo.com.br

Trajetória

10 anos

O artista Cesar Caldas, consagrado pelo seu trabalho em Arte Concreta, apresenta-se na Galeria Djanira, Centro Cultura Raul de Leoni. Intitulada “Trajetória”, na mostra poderão ser vistos trabalhos desde o início de sua carreira como fotógrafo até o presente momento. Em exibição de 01 de julho até 31 deste mesmo mês, com curadoria da arquiteta Beatriz Bessa Pretyman.

O Festival de Inverno Sesc Rio completa uma década em 2011 e quem vai ganhar é o público. Entre os dias 8 e 31 de julho, uma programação especial, ainda mais ampla, englobando quatro fins de semana, vai tomar conta de Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo. Com a experiência de nove edições anteriores e duas mil apresentações de grandes nomes do cenário artístico nacional nas áreas de teatro, dança, música, artes visuais, literatura e cinema, o Sesc Rio leva cultura de qualidade e transforma a rotina da população da Região Serrana.

Jantar Beneficente Na programação da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos o Movimento Ecumênico promoverá um jantar na próxima sexta-feira, dia 10 de junho às 20 h no Terra Santa. Os ingressos custam R$15 e poderão ser reservados na Catedral, no Sagrado, na Santa Clara e na Igreja Luterana, na Ipiranga. A renda será destinada aos atingidos pelas chuvas de 12 de janeiro.

Iron Man Brasil Cinco alunos da Academia Acqua Sports participaram da edição 2011 do Iron Man Brasil, realizada no final de maio em Florianópolis (SC). A prova, que é considerada o maior triathlon da América Latina é classificatória para o Mundial Iron Man, realizado no Havaí. A edição desse ano contou com mais de dois mil participantes e foi dividida em três modalidades: natação, ciclismo e corrida. MARILU MACIEL aparece na foto ao lado de Lúcia Sattler. A doceira adianta que apresentará muitas novidades na sexta edição do Casar na Serra. (Foto: Érico Leoni)

PRESIDENTE da Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro e responsável pela Hotelaria Hospitalar do Hospital Unimed Petrópolis, Flávia Fávero e a coordenadora de Hotelaria Hospitalar do Hospital Santo Amaro, na Bahia, Virgínia Di Tullio

Unimed Petrópolis promove encontro de Hotelaria Hospitalar

Novidade

A Unimed Petrópolis encerrou na última sexta-feira a segunda edição do Encontro de Hotelaria Hospitalar da Região Serrana. O evento foi realizado no auditório da Faculdade Arthur Sá Earp Neto, abordando vários aspectos da Hotelaria Hospitalar, trazendo palestrantes de grande relevância no cenário nacional, com vasta experiência e renome. O II Encontro de Hotelaria Hospitalar da Região Serrana teve por objetivo discutir a importância cada vez maior que a hotelaria vem criando dentro das instituições de saúde. O evento trouxe uma série de palestras abordando assuntos como as maneiras de melhorar o ambiente hospitalar nos aspectos humanísticos e estruturais, além de cuidar de setores como higienização, segurança patrimonial e internação. O evento culmina com a recente criação da Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro, no último mês. A entidade vai ajudar a ampliar no estado as discussões a respeito do tema, que é visto hoje como uma ferramenta de mercado para a excelência do atendimento ao cliente. A Sociedade de Hotelaria Hospitalar do Estado do Rio de Janeiro conta com representantes de hospitais públicos e privados do estado.

O Comando de Apoio Tático é uma nova idéia que surge em Petrópolis tendo como principal objetivo atuar em rondas motorizadas noturnas inibindo vandalismo, pichações em muros, pequenos furtos e delitos. Todo o trabalho é realizado por pessoal treinado e uniformizado, com baixo custo para moradores e comerciantes. O bairro do Valparaiso é o primeiro a receber esse apoio que em breve irá se estender a outras localidades. Maiores informações: 2246-1821 e

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


quinta-feira, 9 de junho de 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Homem é morto em assalto na Lopes Trovão Roberta Müller robertamuller@diariodepetropolis.com.br

Dois adolescentes, um de 14 e outro de 15 anos, estão sendo acusados de matar, com um tiro a queima roupa no rosto, o inspetor disciplinar Aroldo Rodrigues da Silva, de 51 anos, durante um assalto, no início da tarde de ontem. O crime aconteceu quando a vítima chegava em casa, na Rua Lopes Trovão, Alto da Serra, por volta de 12h30. Minutos após, uma equipe da Polícia Militar (PM), que fazia o patrulhamento de rotina na região, conseguiu localizar os criminosos, ainda com a motocicleta do inspetor, e houve troca de tiros. Eles não ficaram feridos. Os menores acabaram sendo apreendidos e encaminhados à 105ª Delegacia (Retiro), onde devem ser indiciados pelo crime de latrocínio (roubo seguido de morte). Testemunhas contaram à polícia que a vítima havia acabado de levar a mulher no Colégio Estadual Rui Barbosa, Alto da Serra, onde os dois trabalham, quando, na volta para a casa, foi surpreendido pelos adolescentes armados, que estavam a pé, a alguns metros de distância de sua residência. De acordo com

Aroldo deixa três filhos

os policiais que investigam o caso, a suspeita é que a vítima tenha reagido ao assalto já que seu casaco estava com a manga rasgada. Ele estava de capacete, mas o tiro teria atravessado a viseira e acertado a região próxima a um dos olhos. O inspetor não resistiu ao ferimento e morreu na hora. Já os bandidos fugiram em direção ao ponto final do Lopes Trovão levando a motocicleta da vítima. Policiais que estavam próximos à cabine que fica na entrada da Serra Velha da Estrela, no Alto da Serra, teriam ouvido o barulho do disparo e seguido para o local. Lá eles encontraram o homem caído

no chão, ouviram algumas testemunhas, e comunicaram o caso a todas as guarnições da PM. Outra equipe que fazia o patrulhamento de rotina no Meio da Serra conseguiu localizar os dois e começaram uma perseguição. Ao perceber a presença dos agentes um dos adolescentes disparou três tiros contra a viatura, que não chegaram a acertar. Os policiais também atiraram, mas os bandidos conseguiram fugir para um matagal e não foram feridos. - Quando eles nos viram, na região do Açude, deixaram a moto no chão e fugiram a pé. Depois dos disparos eles também se desfizeram da arma e de um casaco camuflado para se descaracterizar. Acabamos encontrando um na rua e outro escondido em uma casa – explicou o soldado Messias Henrique, lembrando que a moto também foi apreendida e deverá ser entregue a família. O capacete que estava com a mulher da vítima também foi encontrado com os bandidos. Os dois adolescentes são moradores de Piabetá, em Magé, e disseram que não tinham a intenção de matar a vítima. - Ia atirar para dar um susto, mas o tiro acertou nele - justificou um menor, já na delegacia.

Fotos: Alan Alonso

Policiais militares localizaram os dois suspeitos do assassinato e houve uma troca de tiros

Inspetor deixa três filhos Aroldo Rodrigues da Silva deixa esposa e três filhos. Atualmente, ele trabalhava no Colégio Estadual Ruy Barbosa, mas já havia atuado como taxista. Era o caçula de 11 irmãos, a maioria moradora do Alto da Serra. Um dos irmãos, Hélio Rodrigues da Silva, lamentou a perda e considerou o crime como uma “covardia”.

- Era um homem bom, trabalhador. Não podiam ter feito isso com ele. Não bebia, não fumava, nem tinha inimigo nenhum. Moro em Petrópolis há 42 anos e nunca tinha visto isso na cidade. Essa violência começou tem pouco tempo. É gente da Baixada que vem fazer essas coisas aqui - falou Hélio, ainda emocionado com a morte repentina do irmão.

Ventania derruba árvores e destelha casas na cidade

Dez pássaros de diversas espécies foram levados para a 105ª DP

PM apreende maconha, pássaros silvestres e munição Os cabos Coutinho e L. Castro, do 26º Batalhão de Polícia Militar apreenderam na tarde de ontem em um condomínio de alto luxo de Itaipava, pássaros silvestres, drogas e munição. Quatro pessoas foram detidas e encaminhadas para a 106ª Delegacia de Polícia, onde prestaram depoimento. Segundo os policiais do Setor Fox, que tiveram auxílio dos PM’s do Setor Golf, uma denúncia de tráfico de drogas foi passada à PM pelo 190 por volta das 13h30 de ontem. Quando os cabos chegaram ao local encontraram com os caseiros da casa de alto luxo

de um veranista, três tabletes de maconha, 16 cápsulas de calibre 32, algumas deflagradas e 12 pássaros silvestres entre eles Xanxão e duas Maritacas. Ainda de acordo com os policiais, quatro pessoas foram detidas, a caseira, os dois filhos dela e o genro. Segundo uma das detidas, que não se identificou, ela trabalha como caseira no local a quase dez anos e nunca teve passagem pela polícia. Ela afirmou ainda desconhecer sobre manter pássaros silvestres em cativeiro. – Eu não sabia que não podia – se limitou a dizer.

Dona de casa reclama da estrutura de ponte A dona de casa Marlene Oliveira, moradora da Estrada do Cascatinha reclama que atravessar a ponte que liga a Rua Hermogeneo Silva à Estrada do Cascatinha está cada dia mais difícil. Ela garante que a tábua que sustenta a ponte é fina e os vergalhos estão à mostra o que pode provocar um grave acidente, principalmente crianças e idosos. – Como

estamos sem alternativa tive que pagar um táxi para chegar em casa – declarou. A Secretaria de Obras, por meio da assessoria de comunicação da PMP, informou que a informação não procede, já que a passarela que liga a Hermogeneo Silva à Estrada de Cascatinha está em perfeitas condições de travessia, com corrimão e proteção lateral.

A ventania que atingiu a cidade na noite desta terça-feira refletiu durante todo o dia de ontem. Casas ficaram destelhadas, árvores e postes foram derrubados, além da falta de luz em diversos bairros e, pelo menos, quatro trechos da rodovia BR-040 em meia pista. A Defesa Civil registrou 63 ocorrências, sendo 45 em função dos fortes ventos, que, segundo o Instituto Estadual do Ambiente (INEA), chegaram a 45km/h em Araras. Já a Ampla, empresa responsável pela distribuição de energia elétrica, registrou 90km/h. Ainda de acordo com a Defesa Civil, os chamados foram decorrentes também de vistorias preventivas. No bairro Mosela, a ventania arrancou parte de um telhado na Rua Alberto de Oliveira. Já na Castelânea, uma caixa d’água caiu em cima de uma rede elétrica deixando o local sem luz, na Rua Frederico Bull, 138. No Quarteirão Brasileiro, uma árvore caiu e atingiu parte de uma residência na Rua Atílio Marotti. Já na Rua Dr. Eugênio Barcellos, 53, no bairro Valparaíso, parte do telhado foi arrancado pela ventania. No Retiro, uma árvore caiu e atingiu parte de uma residência

na Rua das Acácias, ninguém ficou ferido. No mesmo bairro um ônibus que passava pela Rua Hermogeneo Silva foi atingido por galhos de árvores. As ocorrências de queda de árvores da Avenida Barão do Rio Branco foram atendidas pelo Corpo de Bombeiros. A pista sentido Retiro precisou ser interditada durante todo o dia de ontem para a retirada das árvores e a instalação de novos postes. A Defesa Civil do município funciona em regime de 24 horas com equipes para atender a todos os chamados da população. As ocorrências podem ser agendadas pelo telefone 199. Já a Ampla, informou que os fortes ventos provocaram danos a rede que abastece alguns pontos dos municípios de Petrópolis e Teresópolis. Foram registradas quedas de galhos sobre a rede, ocasionando as interrupções. - A concessionária está trabalhando em conjunto com o Corpo de Bombeiros e com a Defesa Civil, pois existem áreas isoladas por motivo de segurança e em algumas regiões ainda há risco de queda de árvores de grande porte. A Ampla não está medindo

Os bombeiros tiveram muito trabalho para cortar as árvores

esforços e para isso deslocou várias equipes de alguns municípios da sua área de concessão para a Região Serrana para priorizar o atendimento a estes municípios -, explicou a empresa, em nota. Equipes da Concer – concessionária que administra a BR-040, precisaram trabalhar durante todo o dia de ontem para concluir a limpeza de vários trechos da Serra de Petrópolis atingidos por quedas de árvores causadas pela ventania de terça-feira. O serviço se estendeu ao longo da madrugada e manteve em meia pista trechos dos kms 86, 85, 84 e 72 da subida da serra, onde o vento forte derrubou mais de 20 árvores, muitas de

grande porte. Equipes foram espalhadas por outros pontos da rodovia, concluindo limpezas pontuais. Na pista de descida da Serra, o motorista também precisou ter atenção redobrada no km 81 devido a uma obra de recuperação do pavimento. Ainda ontem equipes da Concer desobstruíram mais dois trechos da subida da Serra de Petrópolis que estavam parcialmente interditados por causa da queda de árvores. Foram liberados totalmente os kms 84 e 85. O serviço de limpeza emergencial prossegue ainda no km 86, também na subida da Serra, ponto da rodovia onde houve a maior concentração de árvores derrubadas.

Dia dos Namorados: comércio diversifica produtos Você já pensou em dar um foto-cubo de presente para seu namorado? Ou entregar uma bandeja com café da manhã, sendo que nela está estampada uma bela foto de vocês dois? É um presente bastante original que pode deixar seu companheiro muito surpreendido no Dia dos Namorados, não é mesmo? No comércio, já existem vários tipos de presentes originais e personalizados. Basta olhar a criatividade de cada loja, como calendário personalizado com fotos do casal, miniálbum de fotografia, fotocaneca, foto-camisa etc. A venda de produtos diferenciados vem aumentando a cada dia, segundo a fotó-

grafa profissional Jaqueline Campos. Há 12 anos trabalhando no ramo, Jaqueline revela que o foto-presente é uma forma de inovação. “Eu vendo muito esse tipo de produto durante todo o ano, mas, quando chega o Dia dos Namorados, por exemplo, a venda aumenta muito mais, pois esses presentes são bem mais simbólicos por serem extremamente originais. Tem muito mais significado você dar um presente desse tipo do que um outro qualquer. Além de ser muito mais barato do que outros presentes, como, por exemplo, uma roupa ou perfume”. Line Maciel, agente de saúde, que namora há apro-

ximadamente 2 anos, viu em Kit’s com vários foto-presentes uma forma de surpreender sua namorada: “Costumava dar roupas, perfume, sapato. Chega uma hora que precisamos inovar. Os foto-presentes são super interessantes e originais, espero que ela goste”, disse. Todos estes produtos podem ser encontrados na rede Kika Colorida, que apresenta quatro lojas em Petrópolis, sendo três na Rua do Imperador e uma na Rua Paulo Barbosa, locais estratégicos no Centro Histórico. A loja principal, que oferece um layout inovador e extremamente confortável para seus clientes é aquela situada em frente ao Obelisco. Esta loja é a mais completa da

rede, por possuir os setores mais expressivos da empresa, que são a área de fotografia, englobando Estação Digital e Estúdio Fotográfico Profissional, área de Óticas Kika, com produtos variados, modernos e exclusivos, setor de Instrumentos Musicais entre outros. Em novembro de 2011, a rede Kika Colorida irá completar 30 anos de história, sendo considerada, atualmente, uma das mais importantes lojas do varejo de fotografia do país. A tradição aliada às suas características principais de constante inovação e modernidade, fizeram a empresa crescer ainda mais com a presença de grande sucesso das Óticas Kika em todo o Brasil.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04)

Alguém poderá falar-lhe tentando tirar vantagem de um negócio. Esteja mentalmente preparado para exigir mais de pessoas individualistas, que pensam unicamente em si mesmas. Seja prático e objetivo.

Touro - (21/04 a 20/05)

Ótimo dia para tratar com pessoas de alta posição, com políticos e personalidades governamentais e administrativas. Lucrará nos negócios relacionados com atacado ou em grande escala. A saúde vai melhorar.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Algumas contrariedades em seu lar estarão previstas. Por outro lado, o fluxo é favorável para conseguir jogar na loteria. Bom fluxo para negócios. Provavelmente você estará envolvido em ajudar uma pessoa amiga com problemas de saúde.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Influxos excepcionalmente benéficos para a sua vida em conjunto com outras pessoas, o trabalho e as confissões. Procure ouvir mais as pessoas que te cercam pois elas lhe mostrarão caminhos, os quais você ainda não conhece.

Leão - (23/07 a 22/08)

Os estudos e as comunicações continuarão favorecidos, desde que já tenham sido iniciados de alguma forma. Alguma situação financeira poderá contradizer frontalmente seus desejos e sonhos, impondo-lhe mudança provisória de planos.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Início de um novo período profissional. Possibilidade de ver o seu talento melhor utilizado, produzindo assim uma melhoria, talvez em longo prazo. Fase de recolhimento e necessidade de solidão. Vida social e afetiva menos intensa.

Libra - (23/09 a 22/10)

Coopere com os colegas de trabalho. Sua recompensa virá dessa cooperação. Preparese para um período repleto de importantes e definitivas realizações em todos os setores de sua vida

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Prepare-se, pois poderá receber uma notícia triste, vinda de alguém que você gosta muito. Uma pessoa muito especial para você não estará passando por momentos financeiros muito favoráveis e felizes. Esteja disposto a ajudá-la.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Os problemas com relação ao seu envolvimento amoroso continuam e, apesar de não estar mais empolgado, ainda não encontrará coragem suficiente para tomar uma atitude que termine numa boa este romance.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Os amigos leais o ajudarão em qualquer dificuldade e conseguirá realizar boa parte de seus anseios e desejos. Ótimo ao amor e ao trabalho. Seja otimista e aproveite as chances que surgirão agora.

Aquário - (21/01 a 19/02)

A influência astral é a melhor para fazer novas amizades, contatos públicos, pois estará com ânimo para falar e influenciar favoravelmente os outros. Estímulo forte e benéfico para o amor e as relações sociais. Estabeleça novos planos de trabalho e terá sucesso.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Dia que poderá beneficiá-lo nas questões pessoais, íntimas e familiares por que o signo atual o eleva em todos os sentidos. Pode demorar, mas conseguirá o que está pretendendo. Pense mais em seu lar. Período bom para resolver problemas financeiros.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Literatura

Escritora petropolitana participa de encontro hoje Fotos: Divulgação

Hoje, às 19h, tem ‘Encontro com o Autor’ na Biblioteca Gabriela Mistral do Centro de Cultura Raul de Leoni. Quem estará lá será a escritora Roseni Kurányi. A censura é livre e a entrada, franca. Natural de Petrópolis, Roseni Kurányi reside atualmente em Stuttgart, Alemanha, desde 2007. Os seus trabalhos ilustrados alcançaram visibilidade não só no Brasil como também na Alemanha, Holanda, Suíça e Nova Iorque. Segundo Roseny, as comunidades européias dão valor a brasileiros que estão arregaçando as mangas e mostrando trabalho, “ainda mais se na área cultural”, afirma. “Em 2005 fui convidada a fazer palestras para várias comunidades brasileiras na Europa”, continua. O primeiro livro de Roseny foi lançado pela Editora Art Press, de São Paulo. Três anos depois, lançou outro pela Catedral

A autora petropolitana está hoje radicada na Alemanha

das Letras, de Petrópolis. Seus livros podem ser encontrados na Salada de Livros, que funciona na galeria do Edifício Santo Antônio, Centro da cidade. Roseny começou a se interessar por literatura desde criança. ”Meu pai contava muitas estórias para mim e meus irmãos, que ele mesmo inventava, foi a partir daí que

meu interesse pela literatura começou. Ele era um homem simples, mas sabia contar estórias como ninguém. Comecei a contar estórias para meus filhos, também, e escrever passou a ser meu ‘hobby’, mas nunca imaginei que me tornaria profissional na área. Foi preciso eu ir para a Alemanha para que isso acontecesse”, encerra.

De graça

Woody Allen promete risadas a quem for à Humberto Mauro Hoje e amanhã, às 19h, e sábado, às 17h, a Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura exibe “O Escorpião de Jade”, uma comédia dirigida por Woody Allen. C.W. Briggs é, segundo ele mesmo, o melhor investigador de seguros dos anos 40. Ele se orgulha de conseguir capturar qualquer trapaceiro entrando em sua mente e desvendando seus mistérios. Entretanto, desta vez Briggs tem um desafio diferente: precisa capturar um ladrão que utiliza poderes hipnóticos oriundos do Escorpião de Jade. Sabendo que está sendo perseguido pelo investigador, o ladrão utiliza seus poderes

Woody Allen e suas trapalhadas no Raul de Leoni

para entrar na mente de Briggs e envolvê-lo em um rou-

bo de jóias. A censura é livre e a entrada, franca.

Especial

Serenata na Posse e trabalho que leva ao questionamento no Centro Hoje, às 19h, acontece mais uma edição do projeto “Petrópolis em Serenata”, desta vez prestando uma homenagem ao compositorcantor Augusto Calheiros. Os seresteiros, os poetas e os músicos batem às portas dos moradores, cantando pelas ruas as músicas inesquecíveis. O encontro acontece na Posse e o roteiro vai da Rua Princesa Isabel, nº 660 até o nº 22 (final). A censura é li-

Muita seresta na Posse hoje, é o que promete o projeto

vre e a entrada, franca. Hoje, às 19h30, tem “Claymara Borges e Heurico

Fidélis não Morreram” no Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura Raul de Leoni. Além de criticar as engrenagens comerciais, fabricantes de falsos mitos, o trabalho pretende levar o público a questionar e duvidar do que ouve, vê e lê, dessa nossa tão famosa e propagada cultura de massa. A produção é de Marcelo Lago, a censura, 16 anos e os ingressos, R$ 15.

Colono

Cidade se prepara para receber a Bauernfest 2011 a partir deste mês Entre os dias 22 de junho e três de julho Petrópolis sediará a “Bauernfest 2011”, que chega em sua 22ª edição prometendo muita alegria e imperdíveis atrações. Eeste ano, a Festa do Colono Alemão ganha mais dois dias de comemorações com apresentações de danças folclóricas, bandas típicas, corais, música de câmara, orquestras sinfônicas e muito mais. Isso sem falar no Concurso de Chopp em Metro e do tradicional Baile que não deixa ninguém ficar parado. Todos os sabores da melhor cozinha germânica também esperam por você na Bauernfest. Delícias que combinam, à perfeição, com

A nova Bauernfest será inaugurada no dia 22 deste mês

o melhor chopp produzido diretamente da Cervejaria Bohemia, marcando a volta da fábrica na cidade. Você não pode perder! A programação completa

pode ser conferida no endereço eletrônico ww.petropolis. rj.gov.br. A festa acontecerá nas cercanias do Palácio de Cristal. Censura livre, entrada franca.

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava VELOZES E FURIOSOS 5 - OPERAÇÃO RIO – Censura 14 anos – com Paul Walker – Horários: 15h, 17h30 e 20h todos os dias, exceto 2ª feira. Vin Diesel e Paul Walker lideram a reunião dos astros de todos os capítulos da explosiva franquia de velocidade em Velozes e Furiosos 5 - Operação Rio.Desde que Brian e Mia Toretto tiraram Dom da cadeia, eles vivem atravessando muitas fronteiras para enganar as autoridades. Agora, encurralados no Rio de Janeiro, eles precisam fazer um último trabalho para ganhar sua liberdade. Enquanto montam uma equipe de elite de pilotos de corrida, estes aliados improváveis sabem que a única possibilidade de se saírem bem será confrontar o empresário corrupto que quer vêlos mortos. Mas ele não é o único que está atrás deles. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 SE BEBER NÃO CASE – PARTE II – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 30h30 Depois de uma despedida de solteiro “marcante” e inesquecível em Las Vegas, Phil, Stu, Alan e Doug fazem uma viagem para a exótica Tailândia. Só que dessa vez, Stu não vai se casar com uma dançarina americana, mas fica noivo de uma moradora local. Agora, são estrangeiros em um país diferente onde a tradicional regra de que “o que acontece em Vegas, fica em Vegas” não faz o menor sentido e vão descobrir o que acontece em Bangkok. SALA 2 PIRATAS DO CARIBE – NAVEGANDO EM ÁGUAS MISTERIOSAS – Censura 12 anos – com Johnny Depp – Horários: 15h, 18h e 21h Neste conto de verdade, traição, juventude e morte, o Capitão Jack Sparrow cruza com uma mulher de seu passado, e ele não tem certeza se é amor ou se ela o está usando para encontrar a lendária Fonte da Juventude. Quando ela o obriga a bordo do Queen Anne’s Revenge, navio do temido pirata Barba Negra, Jack encontra-se diante de uma aventura inesperada, em que ele não sabe quem temer mais: Barba Negra, ou a mulher de seu passado. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 PIRATAS DO CARIBE 4: Navegando em Águas Misteriosas – Censura 10 anos – com Johnny Depp – Horários: 14h50,

17h40 e 20h30 - 2ª feira – dia 06 – não haverá sessão Neste conto de verdade, traição, juventude e morte, o Capitão Jack Sparrow cruza com uma mulher de seu passado, e ele não tem certeza se é amor ou se ela o está usando para encontrar a lendária Fonte da Juventude. Quando ela o obriga a bordo do Queen Anne’s Revenge, navio do temido pirata Barba Negra, Jack encontra-se diante de uma aventura inesperada, em que ele não sabe quem temer mais: Barba Negra, ou a mulher de seu passado. SALA 2 VELOZES E FURIOSOS 5 – Operação Rio – Censura 14 anos - com Paul Walker – Horários: 18h20 e 20h50 - 2ª feira – dia 06 – não haverá sessão SALA 3 RIO – Censura livre – Horários: 6ª a domingo, 14h40, 16h30 – 3ª a 5ª, 16h30 - 2ª feira – dia 06 – não haverá sessão Blu é uma arara azul que nasceu no Rio de Janeiro mas, capturada na floresta, foi parar na fria Minnesota, nos Estados Unidos. Lá é criada por Linda, com quem tem um forte laço afetivo. Um dia, Túlio entra na vida de ambos. Ornitólogo, ele diz que Blu é o último macho da espécie e deseja que ele acasale com a única fêmea viva, que está no Rio de Janeiro. Linda e Blu partem para a cidade maravilhosa, onde conhecem Jade. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 X-MEN: primeira classe – Censura 12 anos – com James MacAvoy – Horários: 15h40, 18h10 e 20h40 - 2ª feira – dia 06 – não haverá sessão Anos 60. Charles Xavier é formado em teologia e filosofia e realiza um trabalho de pós-graduação junto às Nações Unidas. Na univesidade de Oxford ele conhece Erik Lehnsherr, filho de judeus que foram assassinados pelos nazistas durante a 2ª Guerra Mundial. Erik apenas escapou graças ao seu poder mutante de controlar metais, que permitiu que fugisse para a França. Ao término da guerra, Erik passou a trabalhar como intérprete para a inteligência britânica, ajudando judeus a irem para um país recém fundado, hoje chamado Israel. Charles e Erik logo se tornam bons amigos, mantendo um respeito mútuo pela inteligência e ideais do outro. Em 1965, Charles decide usar seus poderes psíquicos para ensinar jovens alunos mutantes a usarem seus dons para fins pacíficos. Nasce a Escola para Jovens Superdotados, gerenciada pelos dois amigos. SALA 2 X-MEN: primeira classe – Censura 12 anos – com Michael Fassbender – Horários: 15h20, 17h50 e 20h20 - 2ª feira – dia 06 – não haverá sessão SALA 3 SE BEBER, NÃO CASE! Parte 2 – Censura 16 anos – com Bradley Cooper – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h - 2ª feira – dia 06 – não haverá sessão Depois de uma despedida de solteiro “marcante” e inesquecível em Las Vegas, Phil, Stu, Alan e Doug fazem uma viagem para a exótica Tailândia. Só que dessa vez, Stu não vai se casar com uma dançarina americana, mas fica noivo de uma moradora local. Agora, são estrangeiros em um país diferente onde a tradicional regra de que “o que acontece em Vegas, fica em Vegas” não faz o menor sentido e vão descobrir o que acontece em Bangkok.

Filmes na TV

HALLOWEENTOWN 2: A VINGANÇA DE KALABAR – GLOBO – 16H15 – COM KIMBERLY BROWN - Tempos depois de enfrentar o feiticeiro Kalabar em Halloweentown, as bruxas Cromwell são chamadas novamente para salvar a cidade mágica. O mal encarna agora em Kal, filho de Kalabar, que planeja não apenas destruir o lugar, mas também transformar em horríveis monstros todos os humanos que festejam o Dia das Bruxas no mundo real.


56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUINTA-FEIRA, 9 DE JUNHO DE 2011

7

GERAL

PMP reinaugura creche no Vale do Carangola O prefeito Paulo Mustrangi tornou realidade, ontem, duas grandes reivindicações dos moradores do Vale do Carangola, uma das comunidades mais carentes da cidade. A primeira foi a reinauguração do Centro de Educação Infantil (CEI) Lulu Monteiro de Castro, totalmente reformado, que vai atender 90 crianças, entre zero a cinco anos de idade. Em seu discurso, o prefeito disse que está trabalhando intensamente para transformar a realidade da educação em Petrópolis, começando pela valorização dos professores, com a apresentação do PCCS- Plano de carreira e remuneração dos profissionais da educação pública municipal: - A única coisa que ninguém tira da gente é a educação. O saber é o que vai garantir o futuro destas crianças. Mustrangi anunciou, ainda, que a prefeitura assumirá, a partir de agosto, a reforma de mais uma creche no Vale do Carangola. O secretário William Campos ressaltou que a meta é ampliar a educação infantil de seis mil para 13 mil vagas. - Esta é mais uma etapa

da revolução que estamos fazendo na educação, equipando, reformando e valorizando os profissionais - disse o secretário. A coordenadora do CEI, Aline da Cunha Magalhães, agradeceu ao prefeito e ao secretário de Educação pelo empenho e dedicação na melhoria da qualidade da educação infantil. A outra reinauguração foi do Posto de Saúde da Família Paulo M. Baffi. Fundado em março de 1998 para atender as famílias desabrigadas pelas fortes chuvas de 1988 e tornou-se a primeira unidade com o Programa Saúde da família do município de Petrópolis. - O PSF tem 84% de aprovação e é o local que podemos ter uma visão integral da situação das famílias das comunidades. Só assim poderemos melhorar as condições de vida dando a assistência necessária - declarou a secretária de Saúde, Aparecida Barbosa. O prefeito lembrou que, quando assumiu, encontrou os postos em precárias condições de funcionamento e aproveitou a oportunidade para anunciar a abertura, na próxima sexta-feira, dia 10,

Prefeito Paulo Mustrangi e a secretária de Saúde Aparecida Barbosa participaram da inauguração da creche e do posto de saúde

do Posto de Saúde da Família do Amazonas, e do CRAS- Centro de Referência da Assistência Social, do Quitandinha. O procurador da Asso-

ciação dos Moradores do Vale do Carangola, Jesus da Silva Vicente, disse que esta é mais uma conquista da comunidade. - A gente vem lutando

há quase três anos por essa reforma. Aqui chovia e tinha mofo. Quando você tem assistência básica acredita que não vai ficar doente e parar no hospital.

A prefeitura investiu R$ 203.636,38 na reforma do PSF o Vale do Carangola, que hoje presta assistência básica em saúde para 699 famílias, num total de 2.640 pessoas.

Madalena Freire é palestrante no 1º Seminário de Educação

Profissionais de educação entram em greve por tempo indeterminado

Depois do mestre Evanildo Bechara, agora é a vez da professora Madalena Freire, filha do maior educador do Brasil, Paulo Freire, compartilhar seus conhecimentos com os profissionais da Educação de Petrópolis. Madalena conduzirá a discussão sobre a concepção da Educação como prática de liberdade e a função do educador durante o 1º Seminário de Educação Infantil, que acontece hoje, a partir das 8h no Centro Educacional Santa Terezinha, no Vale do Cuiabá. A palestra da professora Madalena Freire, que atua, entre outras ações, na formação de professores desde

1981 e é autora do livro “A paixão de conhecer o mundo”, será às 9h. - É um orgulho receber uma grande educadora do nosso país, filha do maior educador da história. Esse seminário é a realização do nosso compromisso de qualificar os nossos servidores da Educação Infantil. Espero que todos aproveitem bastante e utilizem os conhecimentos para melhorar a qualidade do atendimento às crianças de Petrópolis - declarou o secretário de Educação, William Campos. O seminário, realizado pela Prefeitura de Petrópolis e pela Secretaria de Educação,

por meio da Subsecretaria de Educação Infantil, tem como tema “Paixão de Ensinar e Aprender” e é voltado para coordenadores, orientadores e supervisores da rede municipal de ensino. Na parte da tarde, às 14h, será iniciada a palestra “A gestão na escola” ministrada pela professoras Ana Genescá e Jayna Cosmo. O encerramento será às 16h com as professoras Maria Cecília e Madalena Freire. O Centro Educacional Santa Terezinha está localizado na Estrada Ministro Salgado Filho, 4.839, no Vale do Cuiabá, em Petrópolis-RJ.

As unidades SESI e SENAI do Estado do Rio abriram inscrições para vagas gratuitas em cursos de Educação Básica de Jovens e Adultos (EJA). As inscrições podem ser feitas até 8 de julho, na escola de interesse, e as aulas estão previstas para iniciar em agosto deste ano. São 1.196 vagas, oferecidas por meio do programa SESI/SENAI EducaMais, que serão distribuídas através de sorteio a ser realizado no dia 9 de julho, nas escolas em que foram realizadas as inscrições. Das vagas, 376 são destinadas ao Ensino Fundamental da 6ª a 9ª série e 820 para a 1ª, 2ª e 3ª série do Ensino Médio. Cada série terá a duração de seis meses. Em Petrópolis são 15 va-

gas para o Ensino Fundamental (6ª a 9ª fase) e 26 para o Ensino Médio (1ª a 3ª fase). As unidades SESI da Cinelândia e de Honório Gurgel oferecem ainda 40 vagas cada uma para curso de Educação Básica (Ensino Médio) articulada com Qualificação Profissional do SENAI. Na Cinelândia, os alunos terão a oportunidade de se formar assistentes administrativos. Já em Honório Gurgel a oportunidade é de qualificação como auxiliar administrativo. As vagas também serão distribuídas através de sorteio, realizado no dia 9 de julho, nas duas escolas. Para se inscrever, os candidatos às vagas do Ensino Fundamental deverão ter a idade mínima de 15 anos e os

candidatos às vagas do Ensino Médio a idade mínima de 18 anos. É necessário apresentar original e cópia do RG, CPF, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de escolaridade anterior à fase que deseja cursar. Para os cursos de Ensino Médio articulada com Qualificação Profissional é necessário também apresentar autodeclaração de baixa renda. Para os menores de idade, deverão ser apresentados os documentos dos responsáveis. A matrícula daqueles que forem sorteados deverá ser realizada de 11 a 28 de julho. Para mais informações, os interessados deverão entrar em contato pelo telefone 08000231231 ou pelo site www. firjan.org.br/educamais.

O Sindicato estadual dos profissionais de educação do Rio de Janeiro (Sepe) decidiu em assembléia geral, na tarde de terça feira, a paralisação por tempo indeterminado da categoria. A greve teve início ontem e se dá por conta do não atendimento de reivindicações da classe, como a reposição emergencial de 26%, a incorporação imediata da totalidade da gratificação do nova escola (prevista para terminar somente em 2015) e o descongelamento do plano de carreiras dos funcionários administrativos. Amanhã está prevista uma passeata da categoria, que sairá da Candelária em direção a Alerj. Já na segunda feira (13), será realizada na sede do Sepe, em Petrópolis, uma assembléia local da categoria. Ainda não se sabe ao certo quantas das 13 escolas da rede estadual no município e quantos profissionais irão aderir à paralisação. Até o momento, a maior adesão foi do Colégio Estadual Cardoso Fontes. De acordo com uma das diretoras do Sepe, Gelza Ga-

Nesta sexta-feira, as atividades da Semana do Meio Ambiente 2011 serão realizadas no Centro Cultural de Pedro do Rio, com palestra e peça teatral a partir das 9h. O evento tem coordenação da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável.

mudas de plantas, no Centro Cultural de Nogueira. 9h30 às 12h: Exibição de vídeos e palestras na Sala de Teatro Afonso Arinos, no Centro de Cultura Raul de Leoni (Centro). 13h às 17h: Cine Ecologia na Sala de Cinema Humberto Mauro, no Centro de Cultura Raul de Leoni. 14h: Palestra com a Dra. Priscila Agnese sobre “Homeopatia e bem estar animal”, no Centro Cultural de

Pedro do Rio. 16h: Peça teatral, Centro Cultural de Pedro do Rio. 18h: Show com Trio Dubrá, Centro Cultural de Pedro do Rio. 19h: Teatro para coordenadores da Educação Infantil, na Sala de Teatro Afonso Arinos, Centro de Cultura Raul de Leoni. 19h30: Grupo Pró-jovem e a Conscientização do Lixo, no Espaço Cultural, Centro de Cultura Raul de Leoni.

Sesi e Senai oferecem mais de mil vagas gratuitas para cursos

Semana do Meio Ambiente

PROGRAMAÇÃO 9h às 15h: Ação do GPA e do Núcleo do Bem Estar Animal (NUBEA), recebendo denúncias e na troca de gaiolas por

tera, a expectativa é de que as adesões em outras escolas aumentem nos próximos dias. Ainda segundo ela, quando não há entendimento, a única ferramenta do servidor é fazer greve. - Teremos iniciativas no sentido de mobilizar o maior número de profissionais de educação e também mobilizar a comunidade, a sociedade, para que as pessoas não pensem que estamos fazendo isso porque não queremos trabalhar. Nós queremos trabalhar, mas queremos principalmente a melhoria do ensino, e isso passa por melhores condições de trabalho, inclusive do lado financeiro. – afirmou, lembrando que há mais de dois anos a categoria não recebe reajuste. Embora a greve seja por tempo indeterminado, a expectativa é de que haja resolução rápida. - Nossa expectativa é que a paralisação seja o mais breve possível e nossas reivindicações, mais do que justas, sejam atendidas. A arrecadação do estado é enorme e isso não é passado aos servidores. Na rede de ensino existem

funcionários ganhando menos do que um salário mínimo. O Rio de Janeiro é o que paga pior seus profissionais de educação e isso é uma vergonha - protestou Gelza. O plano de metas elaborado pelo governo para a rede estadual de ensino, também foi um dos temas abordados na reunião. Para Carina Plácido Camillo, diretora de comunicação do Sepe, esse plano é incoerente. - Somos contra esse plano de metas, já que por conta da diferença das estruturas das escolas, fica mais fácil para as instituições melhores estruturadas atingirem as metas propostas. Com isso, essas escolas receberão cada vez mais recursos e as com estruturas mais deficientes não receberão o dinheiro e dificilmente irão evoluir para atingir as metas – considerou, lembrando que a medida cria uma espécie de “rixa” entre as escolas Atualmente a rede é composta por 1.652 escolas, espalhadas por 92 municípios, com mais de 80 mil profissionais e 1,2 milhão de alunos.

Para denúncias ou informações sobre segurança

alimentar,

ligue pra gente:


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 9 de junho de 2011

geral

Nova ministra se despede do Senado Ivan Richard/ABr

Em seu discurso de despedida do Senado, a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), que assumiu ontem o comando da Casa Civil da Presidência da República, negou o rótulo de ser um “trator” na defesa dos interesses do governo e disse esperar o apoio da Casa para desempenhar a nova função. Ela vai substituir Antônio Palocci, que deixou na última terça-feira o cargo, após denúncias de suposto enriquecimento ilícito quando era deputado federal. - Não considero essa a melhor metáfora [trator] para quem exerce a política e sempre se dispôs a debater, ouvir e construir consenso - discursou Gleisi. - A manifestação democrática é o maior instru-

mento que temos para avançarmos no desenvolvimento do nosso país e acredito que o desfecho dela é a decisão da maioria. Gostaria de manter a convivência respeitosa que iniciamos nesta Casa. A senadora afirmou ainda reconhecer o peso de assumir a Casa Civil e disse estar preparada para o cargo. - Quis Deus, por intermédio da presidenta [Dilma Rousseff], que eu ficasse mais próxima para esse auxílio e tenho muita clareza dessa missão. A quem é muito é dado, muito será cobrado. Gleisi ressaltou que defendeu o governo no Senado não apenas por pertencer ao mesmo partido da presidenta, mas também por acreditar no modelo “de desenvolvimento econômico inclusivo, no qual

as pessoas são o objetivo maior”. - A presidenta Dilma me confiou uma nova missão e vou cumpri-la, levando em conta muito do que aprendi no Senado. Assim como a presidenta, a minha caminhada tem uma razão de ser, que é a favor do Brasil e do seu futuro. A senadora paranaense também elogiou o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e os líderes do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), e do PT, Humberto Costa (PE). Gleisi ainda fez “deferência” à oposição, com a qual teve debates duros. - Mas prevaleceu sempre a convivência democrática. Viver exposta ao contraditório é condição da vida parlamentar e da vida democrática.

Gleisi Hoffmann rejeita o rótulo de “trator” na defesa dos interesses do governo em seu discurso no Senado

AVISOS E EDITAIS

Deputados pedem ajuda para bombeiros do Rio Daniella Jinkings/ABr

Deputados federais querem que o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, ajude a resolver a crise no Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro. Dezesseis parlamentares de 12 partidos reuniram-se ontem com o ministro ao qual pediram abertura de diálogo com o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. De acordo com o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (foto) - PDT-SP), o objetivo é que uma comissão de parlamentares e representantes dos bombeiros negociem com o governo do estado e encontrem uma alternativa para libertar os 439 militares, que estão presos desde sábado (4), e atender às reivindicações da classe. Segundo ele, a preocupação dos deputados é que manifestações como a do Rio de Janeiro se espalhem pelo país. - Temos informações de várias paralisações e de movimentação de bombeiros e policiais militares. Após a reunião, o ministro se comprometeu a procurar o governador Sérgio Cabral. - Ele se posicionou favoravelmente e disse que ia procurar o governador ainda hoje para tentar abrir esse canal de negociação - afirmou o deputado. De acordo com o deputado Dr. Aluizio (PV-RJ), os bombeiros estão reivindicando aumento salarial desde janeiro. - Não houve nenhuma sensibilidade do governador. Ele não atendeu, e isso foi gerando uma tensão que levou à invasão do comando do Corpo

Diário

de Petrópolis

Associação dos Militares da Reserva de Petrópolis CNPJ 39.462.700/0001-33 “EDITAL DE CONVOCAÇÃO” ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA

de Bombeiros. Na última segunda-feira (6), o governador Sérgio Cabral afirmou, em entrevista, que os manifestantes eram vândalos e que iriam responder administrativa e criminalmente pelos atos. - O governador Sérgio Cabral os chamou de vândalos, mas vândalo é ele, que está no segundo mandato e não resolve essa questão - disse Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP). Para o deputado Glauber Braga (PSB-RJ), os bombeiros do Rio merecem o respeito do governo estadual. - Você não pode combater bombeiro militar como se fosse criminoso e usando uma política de força. Segundo o deputado, os quartéis de bombeiros do estado são ambientes de tensão constante, por isso, é necessário que o governo tente resolver a situação o mais rápido possível. - O Rio de Janeiro foi palco da maior tragédia climática do Brasil. Os bombeiros vão ter um papel importantíssimo na política de prevenção para as próximas chuvas que serão em dezembro - ressaltou o parlamentar, lembrando a tragédia causada pelas fortes chuvas de janeiro na região

Há 30 anos era publicado

Em sua edição número 2.266, de 09 de junho de 1981, uma terça-feira, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques:

CULTURA ALEMÃ O Departamento de Cultura da Prefeitura e a Secretaria de Turismo se preparavam para promover a Semana da Cultura Alemã, entre 28 de junho e cinco de julho daquele ano, em comemoração à chegada dos primeiros colonizadores a Petrópolis. Exposições de trabalhos da indústria gráfica alemã, missas, cerimônia em frente à estátua do major Júlio Frederico Koeler, além de uma exposição filatélica, tudo isso faria parte das comemorações.

Ficam convocados os Senhores Associados Efetivos da Associação dos Militares da Reserva de Petrópolis - AMIRP, para que se reúnam em Assembléia Geral Ordinária, na forma do Artigo 29, parágrafos 1º e 2º, do Estatuto da AMIRP, que será realizada no dia 16 de junho de 2011, às 16 horas em primeira convocação e às 16horas e 30 minutos em segunda e última convocação, em sua sede à Rua Paulo Barbosa, 147 - salas 09 e 10, Centro, Petrópolis, RJ, a fim de deliberarem sobre a seguinte “Ordem do Dia”: – Apreciação e homologação do Relatório Anual e do Balanço Geral da Diretoria, referente ao período de junho de 2010 a junho de 2011; – Eleição e posse da Diretoria Executiva par a o biênio 2011/2013; – Assuntos Gerais. Petrópolis, RJ, 08 de junho de 2011 Paulo Lúcio da Cruz Loureiro - Ten Presidente da AMIRP

www.diariodepetropolis.com.br

SEPULTAMENTO

1949 - 2011

Quarta-feira, 08/06/11 Cemitério Municipal Elson da Silva Guilhermino, 49 anos, Carangola, 9h Luzia Simonetti Silva, 72 anos. Quarteirão Ingelheim, 10h30 Dulce Guimarães Silva, 78 anos, Nogueira, 16h30 Ricardo Cataldi, 75 anos, Morin, 11h30 Cemitério de Itaipava

Falecimento de Suzana Maria Prouvout Magalhães Quintanilha, esposo, filhos, genro, nora, netos, mãe, irmãos e cunhados, convidam para missa de 30º dia de falecimento de sua querida Suzana ás 18 horas do dia 30/06 (6ªfeira) na Igreja do Sagrado Coração de Jesus. Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Não houve sepultamentos

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

O Conselho Deliberativo da Acirp elegeria, nesta data a nova diretoria da mesma, que teria mandato de dois anos. Só uma chapa se inscreveu e Jésus Mendes Costa continuaria à frente da diretoria, que teria mandato de dois anos. O Conselho Deliberativo da Acirp era formado, então, por 25 comerciantes e por um número idêntico de industriais e produtores rurais.

SERRANO DERROTADO O Serrano FC enfrentou o Botafogo no domingo anterior. Mas o ataque do time da cidade falhou mais uma vez, segundo o colunista de esportes, e o time foi derrotado pelos cariocas por 1 X 0. Esta foi a terceira partida, válida para a Taça Guanabara, perdida pelo time. A falta de finalização do ataque serranista, continuava o colunista, foi seu grande ponto negativo.

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 09/06/2011

OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 10/06/2011 DURABLOCK COMERCIO ATACADISTA DE MAT

Emissão:29/04/2011

Vencto: 20/05/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

Protestar em 10/06/2011

Valor:

Emissão:01/03/2011 105,01 Total

Protestar em 10/06/2011

Valor:

Cheque Administrativo

Custas

106,39 Total

Protestar em 10/06/2011 ROSANGELA PATRICIA FERREIRA NEVES

Vencto: 29/05/2011 Cheque Administrativo

Custas

106,39 Total

MAUTRI DISTRIIBUIDORA DE ALIMENTOS LTDA

07/06/2011

0,00 Tarifa

14,03 Total

1.035,71

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

8917

R&A EQUIPAMENTOS LTDA

07/06/2011

488,55 ou Dinheiro Custas

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

502,58

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 37376697837

Valor:

105,01 Cpmf

382,16

Número: 110527/01 Emissão:29/04/2011

Protocolo 8950

R&A EQUIPAMENTOS LTDA

R NOSSA SRA DA GLORIA, 245 DUPLICATA MERCANTIL

1.934,30

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 011703961000189

Valor:

14,03 Total

916,67

Número: 971/01 Emissão:18/04/2011

Vencto: 30/05/2011

0,00 Tarifa

JOSE RODRIGUES DA CRUZ LIMA

1.021,68 ou Dinheiro Custas

RUA TEREZA, 608 DUPLICATA MERCANTIL

120,27 Cpmf

JOSE RODRIGUES DA CRUZ LIMA

Número: 850742 Custas

07/06/2011

1800,00

03016788713

Cheque

Cheque Administrativo

ENGEBRAS COMPRESSORES LTDA ME

1.920,27 ou Dinheiro Custas

ESTR UNIAO E INDUSTRIA 2299 BL-03 APT 206

Vencto: 01/03/2011

8893

CNPJ / CPF

MARCIO DA PONTE PACHECO

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A ENGEBRAS COMPRESSORES LTDA ME

Número: 300010

DUPLICATA MERCANTIL

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 007575626000175

EST UNIAO E INDUSTRIA 32968 LOJA A

PRO SERRA COM COSMETICOS E SERVICOS L

NOVA DIRETORIA

09/06/2011

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

8839

MARCO ANTONIO STRABELI - ME

06/06/2011

MARCO ANTONIO STRABELI - ME

275,00

381,39 ou Dinheiro Custas

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

395,42

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 09/06/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


RETIRO

A paróquia de São Tomás de Aquino, no bairro Retiro, tem expediente de 2ª a 6ª feira de 13h até 18h e aos sábados de 8h até 12h. Ela atende as capelas de Nossa Senhora das Vitórias (Comunidade do Neylor), Santa Teresinha (Cocada), Nossa Senhora Aparecida (Alemão), entre outras.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 9 de junho de 2011

D

iário nos

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Telamento foi só alarme falso Mães vão ter que continuar esperando a construção de nova creche na Vila São Francisco da Horta. Serviço de anteontem foi outro Foi só alarme falso a construção da nova creche na Vila São Francisco da Horta, na Estrada da Serra Velha da Estrela. Quando anteontem pela manhã uma equipe da Companhia do Desenvolvimento de Petrópolis – COMDEP – começou a marcar um terreno ao lado oposto da Escola Municipal Geraldo Ventura Dias, todos pensavam que a

obra iria acontecer. - Acho que vão finalmente dar início ao serviço da nova creche – afirmou, antes de ter conhecimento da verdadeira conclusão do trabalho, o líder comunitário Luiz Segurança. – É a maior prioridade do local conforme já informou a presidente Juraciama da Silva dos Reis, da Associação de Moradores da

Estrada da Serra Velha. Depois de informado pelos operários da COMDEP Luiz Segurança disse que não passava de uma cerca para fazer um bloqueio e evitar que as pessoas jogassem lixo. Realmente, no final da tarde no local foi levantado um telamento de dois metros e meio de altura e o sonho da creche continuou nas lideranças

da Horta. A presidente Juraciama dos Reis informou no início do ano que a Vila São Francisco da Horta tem uma creche que mantém trinta crianças. Na ocasião ela disse que o número não atendia a demanda e que estava projetada a construção de um novo prédio para abrigar sessenta menores, com isto, atender a demanda na comunidade.

Relacionados outros pedidos de serviços na Rua Manoel Torres A presidente Sônia Cristina da Silva Furtado, da Associação de Moradores e Amigos da Manoel Torres – AMAM – informou que são três as servidões que necessitam de melhorias na localidade. Duas delas estão aguardando a colocação de postes e luminárias públicas e a outra está na dependência de limpeza e pavimentação. - Estamos esperando a colocação de dois postes na Servidão Osias Pacheco Furtado – informou, ao lembrar que já fez o pedido no setor de iluminação pública da Secretaria de Obras. – Na Servidão 341 o pessoal já está pagando a taxa de iluminação pública e não tem luz na passagem. A Manoel Torres Filho está precisando de limpeza e pequenos consertos. Ao finalizar, Sônia Cristina informou que também está tentando junto às autoridades a troca da rede pluvial em toda a extensão da Rua Manoel Torres. Esclareceu que a atual não comporta mais o fluxo de água e dejetos devido ao grande número de prédios e condomínios construídos na localidade nos últimos dez anos.

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261 Amor e Atração, Avenida Leopoldina, 596, Nogueira. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Estrela de Araras, Escola Estadual de Araras; Morin, Igreja de Nossa Senhora da Glória; e Petropolitano Rua Santos Dumont, 100, Centro.

Moradora da Bartolomeu pede quebra-molas na entrada da via A empregada doméstica e moradora da Rua Bartolomeu de Gusmão, no centro, Marina de Assis Coelho, reclamou ontem da velocidade de automóveis e coletivos na Rua Santos Dumont. Ela pediu que as autoridades do transporte estudassem a colocação de um quebra molas na entrada da via onde ela mora. Para Marina apesar

de existir pouca demanda de pessoas andando a pé pelas calçadas da Santos Dumont e fazer a travessia com destino a Bartolomeu, deveria existir um redutor no local. Lembrou na terça-feira a tarde ter ficado um bom tempo esperando para atravessar. - Eu e mais uma senhora com três crianças – afirmou.

Mais uma queixa sobre algazarras em coletivos Se as empresas em Petrópolis fizessem como as do Rio de Janeiro e colocassem seguranças nos coletivos, com certeza as algazarras não aconteceriam. A opinião foi do aposentado Manoel Agostinho Santana ao informar ontem pela manhã na Rodoviária Imperatriz Leopoldina a sua viagem no ônibus Quitandinha/Rio de Janeiro. - O cara veio desde o pon-

to em frente ao Colégio Princesa Isabel, no Quitandinha, até as Duas Pontes com um rádio ligado em volume altíssimo – afirmou, somando a outras queixas que acontecem constantemente. Manoel Agostinho disse que sempre vê estudantes promovendo bagunça nos coletivos e pediu que os empresários tomassem providências para tranquzilizar os passageiros.

Atletas do Alto da Serra estréiam hoje na COMAC

Servidão Osias Pacheco aguarda dois postes com luminárias

É hoje que o Projeto Grão Pará, do Alto da Serra, inicia suas atividades esportivas no ginásio da Comissão Municipal de Atuação Comunitária de Petrópolis – COMAC. Todas as categorias de futsal vão treinar a partir de 17h30 confirmando a parceria firmada recentemente entre as duas instituições e reforçando o andamento da proposta.

As equipes sub 9, 11 e 13 começam a treinar as 17h30 e as categorias sub 15 e 17 a partir de 19h30. O coordenador de esportes Claudinei Raimundo, o Nei, continua em busca de parceiros para apoiar o projeto, anunciando que qualquer patrocínio, até mesmo o fornecimento de lanches, é bem vindo para a continuidade dos trabalhos.

economia

Operação apreende R$ 1 mi em mercadorias falsas Inadimplência e mercado clandestino de etanol podem ter gerado perdas de R$ 1 bi Vitor Abdala Repórter da Agência Brasil

O mercado clandestino de etanol e a inadimplência de impostos por algumas distribuidoras de combustíveis podem ter gerado perdas de R$ 1 bilhão na arrecadação de impostos em 2010. A estimativa é do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom). Segundo o Sindicom, dos 17,2 bilhões de litros de etanol hidratado vendidos no país no ano passado, 2,1 bilhões entraram no mercado clandestino. Isto é, o combustível saiu das usinas, mas não foi registrado nos postos pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Além disso, os impostos referentes a mais 3,1 bilhões de litros de etanol não teriam sido pagos - 20% dos 15 bilhões de litros vendidos pelas empresas distribuidoras de combustíveis. Segundo o Sindicom, isso teria gerado

Daniel Lima Repórter da Agência Brasil

A Receita Federal e a Polícia Federal apreenderam ontem R$ 1 milhão em mercadorias na Feira dos Importados, em Brasília. Segundo a Receita, na operação, foi encontrada uma grande quantidade de produtos eletrônicos estrangeiros em situação ir-

regular, em uma cooperativa que atua no local. A feira funciona a cerca de dez quilômetros da Esplanada dos Ministérios, onde fica a sede da Receita. Entre os produtos apreendidos, estão tablets, notebooks e celulares. A Receita informou que a cooperativa anunciava, na internet, que fazia a interme-

diação para os feirantes, importando os produtos da China. Mas, segundo a Receita, “não foi identificada nenhuma importação, nos sistemas da Receita Federal do Brasil, que tivesse a referida cooperativa como importadora”. Os produtos, embalados em 158 volumes, foram encaminhados ao depósito da Receita, em Brasília.

Propostas de alteração na Lei do Supersimples serão apresentadas Daniel Lima Repórter da Agência Brasil

Para Vaz, a legislação brasileira é generosa com os inadimplentes

perdas de R$ 600 milhões em Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e R$ 400 milhões em PIS/Confins (Programa de Integração Social e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social). Segundo o presidente executivo do Sindicom, Alísio Vaz, a legislação tributária brasileira é “generosa” com quem não paga impos-

tos. Sem pagar impostos, algumas distribuidoras conseguem baixar preços e prejudicam a concorrência. - O inadimplente tem diversas regalias. Ele é tolerado. As leis toleram quem não paga imposto e continua atuando no mercado. É disso que se valem esses inadimplentes profissionais. São empresas montadas com esse intuito.

A área econômica do governo deverá apresentar na próxima semana à presidenta Dilma Rousseff as propostas de alteração no Projeto de Lei Complementar 591/10, que modifica a Lei Geral da Micro e Pequena Empresas, a Lei do Supersimples. A informação é do líder do PMDB na Câmara dos Deputados, Henrique Alves (RN). Henrique Alves foi ontem ao Ministério da Fazenda, acompanhado dos deputados peemedebistas do Rio Grande do Norte e representantes do Serviço Brasileiro

de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) no estado, para discutir o assunto com o secretário executivo da pasta, Nelson Barbosa. Entre as mudanças que poderão ser feitas na lei, está a elevação do teto para o ingresso no Supersimples. Segundo Zeca Melo, do Sebrae do Rio Grande do Norte, no caso de empresas de pequeno porte, o faturamento anual passaria de R$ 2,4 milhões para R$ 3,6 milhões e, no das microempresas, de R$ 240 mil para R$ 360 mil. Para o microempreendedor individual, o faturamento subiria de R$ 36 mil para R$ 48 mil. O grupo defende ain-

da isenção de impostos para pequenos empresários exportadores, assim como de taxas de alvará e localização, por exemplo, para os microempreendedores. Outra reivindicação é que as notas fiscais sejam emitidas pelos sistemas informatizados da Receita Federal, disse Zeca Melo. - Viemos pressionar, no bom sentido, para que [o projeto] seja votado ainda no primeiro semestre. Era para ser em dezembro. Com a nova legislatura no Congresso Nacional, foi preciso fazer tudo de novo. Se não houver agilidade, vai demorar o ano todo - afirmou Henrique Alves.

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 9 de junho de 2011

ESPORTES

edsondiario@yahoo.com.br

Jogadores do Manchester visitam o Petrô Os três anos de existência do projeto de Responsabilidade do Petropolitano será comemorado na próxima segunda-feira, dia 13, a partir das 19h30. O evento vai contar com a presença dos gêmeos Fábio e Rafael, padrinhos do projeto e jogadores do

Manchester United. Segundo a diretoria do Petropolitano, além da presença dos jogadores do Manchester e de seus pais, estarão presentes ainda atletas das categorias de base do Petrô. – Este projeto é considerado um dos maiores orgulhos do clube

Uma atleta do projeto, Berg e os padrinhos Fábio e Rafael

nestes 100 anos da gloriosa existência da agremiação – disse Délio Kronemberger, vice-presidente de esportes do Petropolitano. De acordo com Délio, haverá ainda a presença dos representantes das comunidades Oswaldo Cruz, Vila São José, Bataillard, Pedras Brancas, Roseiral, Liceu Carlos Chagas, compreendendo as comunidades do Quarteirão Brasileiro, Atílio Marotti e Gaspar Gonçalves, Félix/Fragoso, Monte Florido, Morin, Castelânea, Siméria, Alto da Serra, Lopes Trovão, Independência, Serrinha e Lopes de Castro. Os gêmeos atualmente no Manchester United estão em Petrópolis curtindo férias e serão homenageados pela diretoria do Petropolitano Foot-Ball Club. - O projeto atende a

Fotos: Divulgação

Atualmente o Projeto de Responsabilidade Social do Petropolitano reúne 2,5 mil adolescentes

2,5 mil crianças e jovens na faixa etária dos 7 aos 18 anos e além das atividades nos espaços das próprias comunidades, eles atuam também na sede esportiva, com aulas e treinamentos

no Ginásio José Borzino e no Estádio Carlos Guinle – explicou Délio, acrescentando que será servido um coquetel. - Os gêmeos visitarão também a Sala de Troféus

onde terão a oportunidade de rever vários prêmios e fotos das conquistas e os jogos que eles participaram no período em que foram atletas do Petropolitano – finalizou Délio.

Douglas: ‘Agora é vitória ou vitória’ Sheik árabe quer Ronaldinho Gaúcho “Agora é vitória ou vitória, não tem jeito”. Esta é a frase do capitão do Serrano, o volante Douglas e reflete bem o sentimento de todos dentro do clube para a decisão, contra o Yasmin, no próximo sábado, às 15h, em Curicica. Precisando vencer para seguir na disputa da Série C, o Leão da Serra vai com tudo para a partida e tem em seu capitão um dos principais exemplos de garra e disposição. No jogo diante do Queimados, ele correu o tempo inteiro, marcando inclusive um gol, que foi anulado pelo juiz. Apesar da tristeza pela derrota, Douglas segue otimista de que o clube passará para a próxima fase. - Eu acredito na nossa classificação e na força do nosso grupo. Vamos com tudo para vencer esse jogo - afirmou. Douglas é o jogador mais experiente no elenco do Serrano, com 25 anos ele começou nas categorias de base do Atlético Paranaense, depois jogou um ano em Manaus e foi atuar no Cazaquistão,onde passou quatro anos. Quando voltou ao Brasil, assinou com o Gama, do Distrito Federal. Por ter essa maior rodagem, é ele quem ostenta a braçadeira de capitão

Ari Gomes

Para o capitão do Serrano agora só a vitória interessa

desde o início do campeonato e terá a responsabilidade de passar essa experiência para o restante do grupo. - Para mim é uma honra ser o capitão do Serrano e sei que é uma responsabilidade muito grande. Fico muito feliz de saber que esse ano, se Deus quiser, vou levantar essa taça - afirma ele, que não foge da responsabilida-

de, mas que também acredita nos companheiros. - Todos os meninos do grupo tem sua parcela de responsabilidade e eles sabem disso e abraçam o clube - afirmou. Na primeira fase, Douglas marcou um dos gols na vitória sobre o Yasmim, por 3 a 2, e espera ser premiado com mais um gol, o da classificação.

Quando o sheik Ahmad Bin Mohammad Al Thani foi ao Ninho do Urubu, o Flamengo afirmou que se tratava apenas de cordialidade. No entanto, o dono do Al Sharjah, clube dos Emirados Árabes, pode estar querendo fazer negócios em terras rubronegras. Segundo o jornal Emarat Al Youm, o sheik aproveitou a ida ao Ninho e fez uma proposta a Ronaldinho Gaúcho, no valor de quatro milhões de euros. No entanto, a cláusula contratual do craque com o Flamengo é de 182 milhões de euros. A reportagem do jornal árabe ainda diz que o casamento entre Ronaldinho e Flamengo já teve o fim de sua lua-de-mel e, por isso, a proposta poderia ser aceita pelo craque. O vínculo de R10 com o rubronegro vai até 2014.

Flamengo.com

O técnico Wanderley Luxemburgo conversa com Gaúcho Cláudia Machado

Fenômeno enaltece os companheiros Um dia após o último jogo pela Seleção Brasileira, Ronaldo aproveitou para enaltecer os companheiros de ataque na quarta-feira. Em seu Twitter, o ex-atacante elogiou Neymar e Robinho, titulares na vitória sobre a Romênia, afirmando que não teria se aposentado caso contasse com a dupla ao seu lado mais vezes. “Pensando alto: ‘se eu desse a sorte de jogar com o Neymar e o Robinho como parceiros de ataque, não teria parado tão cedo”, comentou Ronaldo em seu perfil,

Ronaldo: despedida

acrescentando a seguir a tag “#jogammuito”. “Pensando bem, iria ter que concentrar e aguentar aquele monte de dores, né?”, ponderou o ex-centroavante, que considera que parou na hora certa. O ex-camisa nove atuou apenas 15 minutos na vitória da Seleção sobre os romenos, no Pacaembu, tendo três chances para fazer o último gol - sem sucesso. O único gol da partida foi marcado por Fred, antes da entrada de Ronaldo, após ótima jogada de Neymar.

O estádio de mármore, Panathinaikos, em manutenção para os Jogos Especiais Mundiais

Atenas acende hoje Tocha Olímpica Cláudia Machado Correspondente

Atenas – Enquanto o país grego atravessa grave crise econômica e sua capital é diariamente fechada com manifestantes indignados pela falta de emprego e pacotes de austeridade do governo, que corta gastos e aumenta impostos, Atenas acenderá às 10h de hoje (horário local) a tocha dos Jogos Olímpicos Especiais Mundiais. De acordo com a tradição, a cerimônia acontecerá no sagrado monte Pnyx, em frente à Acrópole, onde a chama será acesa pelos raios solares. O evento dará início a contagem regressiva para

os Jogos Olímpicos Especiais Mundiais, que começará no próximo dia 25. A tocha que é chamada como “chama da esperança” passará por várias cidades gregas, Turquia e Chipre, antes de regressar para a sede dos Jogos, Atenas, e iniciar as competições. Após a cerimônia, a chama da esperança passará por locais históricos como a Acrópole, o Teatro Herodeios, o Museu da Acrópole, o Parlamento e o Palácio Presidencial. Além disso, a tocha passará por mais de 100 cidades e vilas, honrando o espírito do movimento dos Jogos Olímpicos Especiais Mundiais. A intenção é transmitir uma

mensagem de esperança para as comunidades de pessoas portadoras de deficiências para que eles continuem a lutar pelos seus direitos. Cerca de 7000 atletas com deficiência intelectual, provenientes de 180 países, 2.500 treinadores e 40.000 familiares estarão em Atenas até o dia 4 julho. Durante o evento de 10 dias, os atletas vão competir em 22 esportes olímpicos, incluindo: esportes aquáticos, atletismo, badminton, basquetebol, voleibol de praia, boliche, ciclismo, hipismo, futebol, golfe, ginástica, handebol, judô, canoagem, levantamento de peso , vela, tênis de mesa, tênis e voleibol.


Diario de Petropolis