Issuu on Google+

Diário

de PetróPolis

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

56 anos

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.836 - Terça-feira, 3 de maio de 2011

bnh do sargento boening

Polícia prende assassino de corretor de seguros

Fotos: Divulgação

O corretor de seguros Roberto Luiz de Sá foi morto a facadas em janeiro deste ano, em seu apartamento, no BNH do Sargento Boening. Em depoimento à polícia, o suspeito Rafael Duarte de Souza confessou o crime

Na madrugada do último domingo, a polícia prendeu Rafael Duarte de Souza, suspeito de ter assassinado a facadas o corretor de seguros Roberto Luiz de Sá, em janeiro deste ano. Após três meses

Juíza devolve 384 ações para Ministério Público A juíza Christianne Ferrari decidiu por devolver para o Ministério Público (MP) as 384 ações referentes a 384 moradias em áreas de risco em Petrópolis. Segundo a juíza, a lista das casas sob risco utilizada pelo promotor Paulo Valim, titular da Promotoria do Meio Ambiente do MP, é “aleatória, sem dados concretos”, já que se baseou apenas em informações da Defesa Civil. O promotor terá dez dias para detalhar as ações. (Página 3)

de investigação, O delegado adjunto da 105ª Delegacia (Retiro), Fabrício Pereira, que esteve à frente do caso desde o início. conseguiu chegar a Rafael por meio de quebras de sigilos de dados, análises

Polícia Rodoviária apreende motos esportivas na BR-040

Neste fim de semana a 8ª Delegacia da Policia Rodoviária Federal (Petrópolis), em conjunto com o Juizado Especial Criminal e Promotoria de Justiça, além da Polícia Civil, realizou a operação “Játope” . O objetivo era coibir a prática de corrida de motocicletas “de alta cilindrada” no trecho entre Itaipava e Três Rios da BR-040. Cinco motos esportivas foram apreendidas, sete veículos autuados por prática de corrida em via pública, duas câmeras utilizadas para filmar o “racha” foram apreendidas e encaminhadas à perícia e cinco carteiras de habilitação foram recolhidas. (Página 5)

nesta edição

Sebastião Nery Pág. 2

Dora Kramer Pág. 3

de diversas câmeras de monitoramento e laudos periciais. O suspeito teve prisão temporária decretada e foi indiciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado e também por furto. (Página 5)

Os motociclistas estariam “batendo um pega” na rodovia quando foram flagrados pelos agentes da PRF

PMP promete casas para desabrigados das chuvas A Câmara de Vereadores realizou ontem à tarde audiência pública sobre as causas da tragédia na Região Serrana, com representantes da CPI das Chuvas da Alerj. Durante o encontro, o secretário municipal de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Luis Eduardo Peixoto, afirmou que dentro de alguns dias serão apresentados os terrenos para a construção dos projetos habitacionais para as vítimas das chuvas de janeiro. De acordo com Peixoto, até o início do próximo ano, os desabrigados receberão as residências. (Página 3)

Quem perdeu o prazo do IR já pode baixar nova versão

EUA acredita em retaliações pela morte de Osama Bin Laden

O contribuinte que não entregou a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2011 dentro do prazo poderá baixar a versão atualizada do programa gerador do documento no site da Receita Federal. (Página 7)

O diretor da agência de inteligência americana, a CIA, Leon Panetta, disse ontem que é “quase certo” que a Al Qaeda tente vingar a morte de Osama Bin Laden. Especialistas acreditam que haverá retaliações. (Página 8) Alan Alonso


2

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERça-fEIRa, 3 DE maIO DE 2011

Além dos portões das usinas nucleares www.sebastiaonery.com.br

A LIÇÃO DE 74

n Rafael Picciani

RIO – Quando meu saudoso colega e amigo César Mesquita, diretor da Editora Francisco Alves, me telefonou, no dia 15 de outubro de 1974, intimando-me a escrever um livro sobre as eleições de 15 de novembro de 1974, tive medo de mim e do tempo. Ele me disse: - Nery, temos exatamente sessenta dias para colocá-lo nas bancas. Um mês para você escrever até 15 de novembro e um mês para editarmos. - Mas, Cesar, o Brasil é muito grande. São 22 Estados. E não o farei sem visitar, pesquisar, testemunhar um a um. E ainda publicar o resultado. - Vire-se. É preciso guardar para a história a nitidez dos acontecimentos ainda não deformados pelo correr do tempo, nem ao sabor das interpretações. Precisamos dar ao país um livro-documento sobre as eleições de 15 de novembro. Tem que sair até 15 de dezembro. LIDERES Sai viajando e escrevendo. Conversando e escrevendo. Documentado e escrevendo. O governo, poderoso e soberbo, achava que a Arena ganharia tudo, porque, em 1970, quase havia eliminado a oposição, a ponto de muita gente do MDB achar que a oposição devia desistir e fechar o MDB. Mas os povos só conquistam o amanhã quando têm líderes que os ensinam a pensar. Os profetas, os sábios do Oriente, os filósofos gregos, os enciclopedistas, os pais da Independência Americana, os estadistas ingleses e franceses, esses é que plantaram a história com as mãos. Veneza passou sete séculos sem que os doges pudessem transferir o poder para um herdeiro. Foi a mais longa república democrática da história. À medida que ia chegando aos maiores Estados fui percebendo que havia uma reação silenciosa na população e o governo podia levar um susto

O

acidente com a usina nuclear de Fukushima, no Japão, provocado por um terremoto seguido de tsunami, no dia 11 de março, colocou em xeque programas nucleares em todo o mundo e reforçou a tese daqueles que são contrários a este tipo de energia, o que é compreensível. O acidente japonês atingiu nível 7 na Escala Internacional de Eventos Nucleares (INES), colocando o desastre no mesmo patamar do ocorrido em Chernobyl, na Ucrânia, em 1986. Fukushima impôs novas regras mundiais de segurança e fez com que todos os países que possuem usinas nucleares reavaliassem sua política de energia, inclusive o Brasil, onde há ainda muita desinformação e desconhecimento sobre seu programa nuclear. Pouco se sabe sobre as usinas instaladas em Angra dos Reis. Daí decorrem duas questões: 1) será que vale o risco? 2)

ULYSSES E MONTORO Qual o segredo da campanha e da vitoria? Era duplo. Um, orgulhosa cabeleira grisalha de galã de antigamente. O outro, modestos fiapos de cabelos inteiramente brancos na cabeça nua. Um, mestre da cátedra. O outro, catedrático da política. E aos dois, mais do que a quaisquer outros, o Brasil ficou devendo, em 1974, o reaprender da velha lição, eterna como a humanidade, do poder da palavra. Ulysses Guimarães e Franco Montoro foram os generais da guerra que a oposição ganhou no país. E brigaram na garganta. Poucas vezes, na história do Brasil, dois homens falaram tanto a tanta gente em tão pouco tempo. Basta pesquisar jornais e revistas do segundo semestre de 74. Eles estavam lá, dia a dia, indormidos, no plantão da palavra. A PALAVRA Desde o magnífico discurso com que, em 1973, navegando com Fernando Pessoa, iniciou sua campanha de anticandidato à presidência da República, Ulysses Guimarães havia continuado o caminho aberto um ano antes pela bravura de Oscar Pedroso Horta, da volta do bom texto à política brasileira. Na sessão do Congresso que elegeu Geisel, Ulysses de novo despertou o país com um pronunciamento exemplarmente bem escrito. E poderosamente forte. Não parou mais. Nas TVs ou na imprensa, o presidente da oposição fornecia aos candidatos do MDB uma dose maciça e permanente de idéias e frases que logo eram repetidas em milhares de palanques. E quando a vitória chegou, ele a recebeu lúcido como sempre. O tom de Franco Montoro era mais ameno, didático. Ensinava: - Na vida pública, como na ciência, os erros devem ser investigados e não escondidos. Só a crítica pode corrigir as falhas e promover o progresso. Tudo simples, exato e evidente como a verdade. Por isso seus programas de TV, nos Estados, estouravam índices de audiência: - Montoro chegou, falou, virou. Era o poder da palavra que o Padre Vieira chamava de sagrado poder

n Everardo

Maciel

N

o Brasil, costumamos condicionar a solução de problemas a um mítico conceito de reforma, que consiste em elidir completamente a ordem pretérita e instituir uma nova realidade. Não se tem clareza quanto à natureza e amplitude dos problemas, muito menos consenso sobre o que minimamente se deva fazer. Ainda assim, as “reformas” são a panaceia para problemas políticos, tributários, previdenciários, trabalhistas ou qualquer outro que propicie um adjetivo conveniente para a palavra reforma. Em lugar de buscar soluções para problemas específicos, opta-se por aguardar uma abrangente reforma, que somente prospera em ocasiões excepcionais, como rupturas da ordem institucional, catástrofes, guerras, etc. Reformas devem ser tidas como processo permanente, porque as circunstâncias mudam e os modelos inevitavelmente se tornam obsoletos. Os debates sobre a reforma política gravitam em torno do financiamento das campanhas e dos sistemas eleitorais (voto distrital, distrital misto, majoritário ou em lista fechada, em contraposição ao vigente sistema proporcional). Não há soluções universais para o tema. Cabe tão somente evitar regras francamente inconsisten-

www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

tes, como a coligação em eleições proporcionais, ou as que ofendem a ordem constitucional, como a votação em lista fechada, em princípio, ofensiva à cláusula pétrea que prescreve o voto direto. Infelizmente, conquanto sem surpresa, os debates não tangenciam o aviltamento da qualidade intelectual e moral da representação popular. Ulisses Guimarães dizia que cada legislatura era pior que a anterior. Os fatos parecem dar razão a essa visão pessimista. As Casas Legislativas vêm sendo estigmatizadas por sucessivos escândalos. Há uma clara crise de representatividade. A utilização abusiva das Medidas Provisórias converteu o Congresso Nacional em entidade homologatória de normas editadas pelo Executivo, sob a égide de negócios associados à liberação de emendas e restos a pagar, e das despudoradas práticas de fisiologismo e aparelhamento. Essas reprováveis condutas associadas ao foro privilegiado constituem um extraordinário atrativo para que pessoas pouco virtuosas procurem, a qualquer custo, um mandato parlamentar. A liberação de emendas e restos a pagar é apenas um aspecto de um processo orçamentário que se tornou completamente anárquico. Orçamento público é contemporâneo da democracia moderna. Sua decadência, portanto, implica elevação do déficit democrático.

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

As propostas orçamentárias anuais remetidas ao Legislativo se sujeitam a toda sorte de manipulações, usualmente com o objetivo de acomodar demandas políticas pouco criteriosas. O fundamento utilizado para revisão das receitas é um singelo e bem-intencionado mandamento constitucional que admite essa hipótese no caso de “erros e revisões”. Essa norma a tudo se presta. As receitas, por sua vez, podem ser alteradas após a remessa da proposta orçamentária, porque as regras de anterioridade tributária não vedam essa possibilidade, o que dá ensejo às denominadas “receitas condicionadas”. A lei de diretrizes orçamentárias que deveria, nos termos da Constituição, dispor sobre alterações tributárias é vítima de inobservância contumaz. Além do mais, a qualquer tempo, ela pode ser alterada por Medida Provisória. Aprovada a lei orçamentária, com receitas em princípio irrealistas, segue-se invariavelmente um contingenciamento das despesas, inopinadamente revisto ao sabor da vontade política do Executivo, inclusive para atender a pressões decorrentes de votações no Congresso Nacional. O que não se libera passa a engrossar um cada vez mais expressivo montante de Restos a Pagar, cuja administração corresponde a um verdadeiro orçamento paralelo. As ditas emendas, muito frequentemente,

iário DE PETRÓPOLIS 56 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

LULA A oposição, hoje, está perdida como o MDB de 1970. Falta-lhe um Ulysses, um Montoro, que mostre ao pais a verdade escondida embaixo dos lençóis dos Mensalões e da brutal corrupção governamental do PT-PMDB. Lula fala com a arrogância e a certeza da impunidade dos generais de 1974.

cardíaco a exposição à radiação é de 10 msv/ano, enquanto no Centro de Rejeitos de Angra é de 0,3 msv/ano. Nos últimos dez anos, foram registrados dois apagões em Angra 2. Apesar de preocupante, a falta de energia, nos dois momentos, foi considerada como incidente nível zero na escala INES. No entanto, considerando a hipótese, ainda que remota, de um acidente, os fatores externos é que continuam sendo os maiores vilões do complexo. Apesar de todo o rigor com o monitoramento dos índices de radioatividade, nas simulações de acidentes, prevenção e alertas à população, e dos investimentos de quase R$ 20 milhões/ano na manutenção dos aparelhos comprados para a usina Angra 3, em construção, é a topografia da cidade e a infraestrutura local o que mais preocupam. Os projetos de ampliação da rodovia BR 101 (Rio-Santos) nunca saíram do papel. A estrada que já era precária ficou ainda pior com os deslizamentos ocorridos desde as chuvas janeiro de 2010. Várias

barreiras ainda obrigam os motoristas a seguir em esquema de pare e siga. O posto da Polícia Rodoviária Federal de Mambucaba foi desativado, por falta de efetivo. Me pergunto por que a preocupação com a segurança da usina não se estende à BR-101. Uma rota alternativa de fuga pelo mar em caso de acidente já vinha sendo estudada pelos técnicos da usina mesmo antes do episódio do Japão, assim como a instalação de um aeroporto para aviões de médio porte já foi cogitada pela prefeitura, mas o plano ideal seria o de duplicação da estrada. Só pelo fato de ser o único município a abrigar usinas nucleares, Angra dos Reis, teria que ter um tratamento diferenciado. Esses investimentos são importantíssimos para garantir a total segurança da área e permitir a expansão do programa nuclear brasileiro, fundamental para o apoio as demais matrizes energéticas e para o crescimento do país. n Deputado estadual pelo

PMDB/RJ e presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Alerj

O outro lado da reforma política

16 DERROTAS E levou.Mais do que um susto, o governo foi literalmente atropelado. Perdeu em 16 Estados e só ganhou em 6, como contei e documentei no livro que fez tanto sucesso : “As 16 Derrotas Que Abalaram o Brasil”. Dos seis maiores Estados, perdeu em cinco: São Paulo, Minas, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Paraná. E só ganhou em um : Bahia. No pais, a votação do MDB, somada, foi maior do que a da Arena. Só as vitórias em dez dos onze maiores Estados (São Paulo, Rio Grande do Sul, Guanabara, Minas, Paraná, Pernambuco, Estado do Rio, Goiás, Santa Catarina, Paraíba, menos Bahia) mostraram que, se fosse para a presidência da Republica, a oposição teria feito o Presidente e 16 governadores.

Podemos abrir mão dessa energia? Sobre a questão da segurança, é fato que a probabilidade de ocorrência de um acidente natural da proporção de terremoto ou tsunami no Brasil é remotíssima. Ainda que aconteça, nossas usinas estariam preparadas para suportar um tremor de até 6,5 graus. Estão entre as mais eficientes do mundo e não perdem em tecnologia para nenhuma outra. O Brasil domina a construção, operação e manutenção das usinas nucleares. Somos gente grande no que se refere a energia nuclear. Aprendi isso ao acompanhar recentemente uma visita da Comissão de Defesa Civil da Alerj ao complexo nuclear de Angra, a convite da Eletronuclear. Constatei o quanto são seguros os locais onde estão instaladas as usinas. Mesmo na área de armazenamento de rejeitos, o aparelho que levamos para medir o índice de radioatividade sequer saltou do zero, comprovando o que dizem os técnicos sobre os valores de exposição à radiação. Para se ter uma ideia, num simples exame

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

servem como moeda de pagamento ao apoio de políticos e empresários, não raro com finalidades escusas. Afora isso, como quase sempre representam transferências voluntárias para Estados e Municípios, servem para tornar ainda mais caótico o esdrúxulo federalismo fiscal brasileiro. A administração pública requer regras mais claras para o provimento das funções públicas de direção e assessoramento. Tal como está hoje, jamais teremos uma gestão republicana, com o risco de perder as poucas ilhas de excelência que ainda resistem aos apetites políticos. O foro privilegiado é evidência de atraso institucional. O constrangimento à atividade política, por meio de ações judiciais, deve ser combatido por uma lei de crimes por abuso de autoridade, e não pela outorga de privilégios exorbitantes. Certamente, é preciso aperfeiçoar o sistema eleitoral, reduzir a demanda por gastos nas campanhas e fortalecer os partidos. Tenho, entretanto, sérias dúvidas se essas medidas irão repercutir efetivamente sobre a qualidade da representação política. Ainda que possa parecer utópico, a reforma política deveria reservar atenção para o processo orçamentário, a profissionalização da administração pública e a limitação do foro privilegiado e das Medidas Provisórias. n Ex-secretário da Receita Federal Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER Desordem unida

A

movimentação de políticos entre partidos sempre foi intensa e constante, mas nunca provocou tantos abalos como vem ocorrendo desde que o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, resolveu sair do DEM. Em tese não haveria motivo para tanta afobação e repercussão, pois o que se vê não é nada muito diferente do tradicionalíssimo e corriqueiro troca-troca de partidos, prática habitual entre políticos insatisfeitos com as respectivas legendas por quaisquer razões. Muito raramente doutrinárias. Transposições de posições que se davam de maneira até imperceptível, pois dificilmente

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERÇA-FEIRA, 3 DE MAIO DE 2011

ultrapassavam as fronteiras das legendas em jogo, não obstante contribuíssem decisivamente para torná-las irrelevantes. O que alterou a cena e fez o troca-troca passar de ato trivial para fato essencial foi a decisão tomada em 2007 pela Justiça Eleitoral e corroborada pelo Supremo Tribunal Federal, de que os mandatos pertenciam aos partidos e não aos políticos. Estava de volta a fidelidade partidária que havia sido derrubada pelo mesmo TSE 23 anos antes, em 1984, quando aceitou que os dissidentes do PDS poderiam abandonar o candidato do partido ao colégio eleitoral de 1985 para formar a Frente Liberal (depois PFL) e votar em Tancredo Neves,

candidato vitorioso do PMDB. A nova composição dos tribunais houve por bem entender que quem mudasse de partido estaria sujeito à perda do respectivo mandato A menos que houvesse uma justa causa: perseguição política grave, alteração programática importante, fusão ou criação de um novo partido. A intenção da Justiça obviamente era a de contribuir para o fortalecimento dos fragilizados partidos brasileiros e pôr um fim à liberdade dos trânsfugas que se elegiam por um partido e trocavam de legenda ao sabor de interesses injustificados, discutíveis, quando não francamente escusos. A decisão foi tomada com o objetivo de ordenar o desorde-

nado, mas não resultou assim. Os partidos e os políticos, no lugar de se adequarem à regra, passaram a se ocupar da invenção de novas formas de burlar a fidelidade partidária por meio de estratagemas como o da criação de legendas com o único objetivo de acomodar a conjugação de interesses contrariados pela decisão judicial. Fosse outra a mentalidade, simplesmente os insatisfeitos mudariam de partidos abrindo mão daquilo que não lhes era mais de direito (os mandatos), reconhecendo a legitimidade da lei, aderindo à ideia original de fortalecimento sem acrescentar mais artificialismo e desordem ao já suficientemente artificial e desordenado quadro partidário brasileiro. Depois da queda - A morte do terrorista Osama Bin Laden trouxe pouquíssimas certezas e inúmeras dúvidas ao mundo. De certo mesmo só a importância do fato como desfecho do atentado de 11 de setembro de 2001. As dúvidas vão desde as mais esquisitas até as mais consistentes São pertinentes as questões

3

a respeito do efeito concreto da execução de Bin Laden no combate do terrorismo no mundo, da possibilidade e intensidade de retaliações, da capacidade de articulação da Al-Qaeda e redes terroristas similares. Impossível, contudo, levar a sério a hipótese de a operação de captura ser uma armação do governo americano com vistas a fortalecer o presidente Barack Obama e o “império do Norte”. Surpreende que alguém pense que os Estados Unidos iriam colocar sua credibilidade em jogo assim e lembra um pouco as dúvidas sobre a veracidade do desembarque norte-americano na Lua há mais de 40 anos. Olho por olho - Implicações políticas à parte, o carnaval de rua em comemoração pela morte do chefe terrorista Bin Laden pode até simbolizar um alívio na dor, mas não deixa de ser uma forma incivilizada de manifestação. Desconfortável de se ver, entre outros motivos, pela desconexão entre o peso das consequências do terror e a alegria meramente vingativa dos festeiros.

CIDADE Arquivo

Secretário promete 1,5 mil casas para desabrigados

Alan Alonso

Edson Cunha

Justiça devolve as 384 ações movidas pelo MP Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis.com.br

A juíza da 4ª Vara Cível de Petrópolis, Christianne Ferrari, devolveu para o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) as 384 ações, ingressadas no mês passado, referentes a supostas 384 moradias em áreas de risco. As ações cobravam providências da prefeitura, do governo do estado, da Comdep e do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) para aquelas casas. Em decisão dada na última quartafeira (27), a juíza afirmou que a listagem do MPRJ, baseada em dados da Defesa Civil, é “aleatória, sem dados concretos e sem, destarte, causa de pedir”. Por isso, deu um prazo de dez dias para o MPRJ esclarecer o “risco concreto” de cada um dos 384 endereços citados. Ferrari criticou os critérios usados para a definição de quais seriam as moradias em áreas de risco em Petrópolis. A iniciativa das ações foi da 1ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Núcleo Petrópolis (Promotoria de Meio Ambiente) do MPRJ, do promotor Paulo Valim. Ele afirmou ontem que até segunda-feira (9), quando vence o prazo dado pela juíza, dará a resposta cobrada na decisão. Para a juíza, houve “inconsistência da causa do pedir”, por faltar detalhamento das ações. “Nenhum estudo ou pesquisa foi pelo autor implementado, sequer a assessoria técnica do Ministério Público – de reconhecida eficácia e competência – foi acionada, de forma a buscar locais nos quais, de fato e em concreto, existisse o risco de deslizamento de encostas ou afins”, disse a juíza na decisão. Inquérito foi aberto pelo MP em abril de 2010 Em abril do ano passado, foi instaurado inquérito pela Promotoria do Meio Ambiente. Após solicitar, sem sucesso, informações sobre as áreas de risco do município à prefeitura e ao estado, o MP enviou ofício com a solicitação à Defesa Civil de Petrópolis, que respondeu em maio, listando

apenas as solicitações de vistoria no município. Após essa resposta, o MP fez nova solicitação à Defesa Civil para que entregasse os laudos das casas em áreas de risco, o que não aconteceu. “O Parquet (representante do Ministério Público), após aguardar paciente e passivamente por quase um ano pelas informações que deveria ter agido para buscar, resolveu agir às avessas e buscou transferir ao Poder Judiciário as consequências de sua longa omissão, reclamando urgência na apreciação de suas lacunosas pretensões. Vã tentativa de afastar-se do problema, já que a função a ele atribuída pela Constituição Federal não é transferível”, disse a juíza. Ao todo, foram 117.120 páginas ajuizadas entre os dias 14 e 20 de abril na 4ª Vara Cível pela Promotoria do Meio Ambiente do MPRJ, “fruto de quatro meses de execução material do trabalho”, segundo Valim. Na época, o promotor declarou que as ações visavam “a preservação da vida humana”. Promotor: a vistoria não é obrigação do MP O promotor Paulo Valim garantiu ontem que dará a resposta cobrada pela juíza. Ele, no entanto, admitiu a falha em duas das 384 ações, já que se referiam a pedidos de vistoria em simples quedas de árvore. Além dessas duas, Valim também irá retirar as ações relacionadas a casas sem referência, como endereço ou telefone. No fim, como disse Valim, 95% das ações serão mantidas. Em relação à crítica feita pela juíza de que o MP tinha que ter feito “diligências” nos 384 endereços, Valim afirmou que “o Ministério Público não tem obrigação legal de ter um corpo de engenheiros e de fazer a vistoria. Pela lei, quem faz é o município e, de formar suplementar, o estado e a União. A obrigação legal é do município”, disse. Ele ainda frisou que solicitou a vistoria ao corpo técnico do MPRJ, que teria alegado ao promotor que caberia ao poder público municipal elaborar os laudos.

A Câmara de Vereadores realizou ontem à tarde audiência pública sobre as causas da tragédia na Região Serrana. Durante o encontro, o secretário municipal de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Luis Eduardo Peixoto, que representou o prefeito Paulo Mustrangi, afirmou que dentro de alguns dias serão apresentados os terrenos para a construção dos projetos habitacionais para as vítimas das chuvas de janeiro. De acordo com Peixoto, até o início do próximo ano, os desabrigados receberão as residências. Deputados federais e estaduais, além de membros da sociedade civil também participaram das discussões. Já o presidente da CPI das Chuvas da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) que investiga as causas da tragédia ocorrida na Região Serrana no início deste ano, deputado Luiz Paulo (PSDB), disse que representantes do governo do estado anunciaram à comissão que existem duas áreas definidas para receber 208 moradias em Petrópolis: uma no bairro Mosela e outra na estrada de Itaipava para Teresópolis, próximo à Pousada Capim Limão. “O anúncio era de 112 casas na Mosela e 96 em Itaipava, sendo que um estudo da Firjan, ainda estava pesando em um terceiro local”, informou Luiz Paulo. “Foram muitos os responsáveis para que chegássemos até o nível de agora e diante isso não podemos mais ficar parados chegando a 906 mortos na região serrana e mais de 400 desaparecidos”, frisou Luiz Paulo. A necessidade de medidas profiláticas também foi destacada por Luiz Paulo. “A primeira é exigir do estado e das prefeituras municipais um

Vereadores, deputados estaduais, federais e secretários do governo municipal debateram na audiência

estudo geológico e geotécnico de todas as áreas de risco com o número de habitações que precisam ser relocadas, talvez com três graus de risco para determinar a prioridade das relocações. Sem este trabalho, não teremos uma perspectiva de futuro”, apontou. Durante a audiência pública, o presidente da CPI das chuvas, na Câmara Municipal, vereador João Tobias (PPS), lembrou que Petrópolis sempre vem registrando notícias tristes devido aos temporais. Já o membro da CPI e deputado de Petrópolis Marcus Vinícius (PTB) voltou a cobrar a presença do prefeito da cidade nas audiências sobre as tragédias de janeiro. “Aqui mesmo nos deparamos com um problema. A prefeitura, através do secretário Peixoto diz não ter um terreno e o governo do estado anuncia já existir”, queixou-se. O bispo Dom Filippo Santoro pediu que uma outra medida fosse adotada na

busca de solução para os problemas: manter a memória. “O maior mal dos homens é a perda da memória. Não podemos esquecer um desastre como este e precisamos nos preparar para que isto não ocorra de novo. Quando o desastre ocorre, todos são muito solidários, o que é muito bom, mas quando dois meses se passam e os holofotes saem da grande imprensa, tudo parece mais devagar”, reclamou. Além dos problemas habitacionais enfrentados pela cidade, está ainda a crise econômica. Representantes da Associação dos Empresários da Rua Teresa (Arte) verificaram no fim do mês de janeiro a queda de 80% do movimento. O Pólo de Modas, que tem faturamento mensal de aproximadamente R$ 20 milhões, tem 1,2 mil lojas, e é responsável por 7,2 mil empregos diretos e cerca de 30 mil indiretos (considerando toda a cadeia produtiva). A Associação de Guias

de Turismo de Petrópolis também registrou perdas e frisou a importância de uma campanha para resgatar a imagem positiva da cidade para o País e teve o pedido reforçado pelo presidente da Câmara de Petrópolis, vereador Paulo Igor (PMDB). As chuvas na região causaram 906 mortes, 400 desaparecidos e um investimento de R$ 3,4 bilhões para a recuperação da Região Serrana em um prazo de mais de dois anos. A próxima audiência pública está programada para o dia 15 de maio, a partir das 9h, no auditório da UCP. Durante a audiência, também estiveram presentes os deputados federais Hugo Leal (PSC/RJ) e Fernando Jordão (PMDB/RJ), os secretários municipais de Saúde, Aparecida Barbosa, de Obras, Stênio dos Santos, de Governo, Wilson Franca, de Turismo, Charles Rossi e representantes de entidades de classes.

IBGE nega pedido de recontagem A solicitação de recontagem da população de Petrópolis foi negada pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). No fim do ano passado, quando o Censo 2010 apontou uma população inferior a 300 mil habitantes, a Câmara pediu novo Censo, mas o IBGE deu resposta

negativa no fim de março. Como a Mesa Diretora da Casa não ficou satisfeita, a Câmara está encaminhando novo ofício em que continua questionando os dados do Censo 2010. Paralelo ao novo questionamento, a Câmara está dando andamento aos trabalhos da Comissão instaurada

para verificar os dados do Censo 2010. Confirmados os números que indicam a redução da população da cidade, a comissão trabalha para identificar os motivos desta retração e verificar se ela vem acontecendo por motivos econômicos, educacionais ou sociais. Segundo os dados do

IBGE, Petrópolis tem 295 mil habitantes, o que significa que a Câmara terá 21 vereadores a partir de 2013. Se a população fosse maior que 300 mil, seriam 23 cadeiras. A estimativa dada no Censo de 2000 para 2009 era de que a população passaria de 286 mil moradores, em 2000, para 315 mil, em 2009.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

56 anos

TERÇA-FEIRA, 3 DE MAIO DE 2011

Alexandre Machado

Empresárias de sucesso na 16 de Março: Alvanei Abi Daoud (Mr. Hugo) e Célia D’Azevedo (Ewiglich Jóias)

Curtas

 Isabela e o desembargador Luiz Felipe Francisco estão reformando a casa de Búzios.  O serviço de bufê da festa de 40 anos do Elos Clube de Petrópolis, sexta, no Palácio de Cristal, será do conceituado Chez Cox, sob o comando do casal Marjorie e Christian Cox.  Marília Morelli passa a semana na casa da filha Natália, em Joinville.  Anotem: Eric Clapton fará show no Rio, dia 9 de outubro, no HSBC Arena.  De muito bom gosto o convite de casamento de Omar Jacob e Paula Rizzo. A cerimônia acontece no dia 20, na Catedral São Pedro de Alcântara.  Aniversariando hoje, Maurício Vicente Ferreira Júnior, diretor do Museu Imperial.  O restaurante Domenico, no condomínio Caminhos do Imperador, prepara novidades para o almoço do Dia das Mães.  Leila Moniz Sodré vai visitar a filha e as netas que moram nos Estados Unidos.  O 29º Baile do Cafona, em Três Rios, já tem data. Será no dia 25 de junho, no Caer (Clube Atlético Entre Rios). O tema? Cafona Sertanejo!  A Rádio Imperial de Petrópolis e o padre Jac promovem amanhã, às 19h30, no Theatro Dom Pedro, uma homenagem às mães. O publico presente concorre a vários brindes, doados pelos patrocinadores do evento.

Tome nota “A gentileza é a essência do ser humano. Quem não é suficientemente gentil não é suficientemente humano”.

(Joseph Joubert

Jantar no Solar Através do contato e pedido de Linda Tavares Albuquerque, no dia 5 de agosto, haverá um sublime jantar preparado pela renomada chef Cláudia Mascarenhas, no Solar do Império, com renda obtida para a APPO (Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos). O menu ainda não foi definido, mas já temos certeza que será um sucesso de puro sabor.

Boa equipe Graças ao bom trabalho de um profissional que nunca aparece em frente às câmeras, o Visão Geral, programa apresentado por Eduardo Moreira, produzido pela Comunicação Livre através da jornalista Carla Coelho e veiculado na TVC, canal 16, vem recebendo inúmeros elogios. O profissional é Moisés do Valle, na prática, “o cara” que faz a imagem chegar à casa do telespectador com qualidade inigualável.

Dedicação Roberto Junior conquistou o carinho do povo que visita o gabinete itinerante do deputado Bernardo Rossi. O mesmo acontece com quem vai ao escritório do Bernardo, no edifício Pio XII. Junior é um amor de pessoa e está sempre pronto a colaborar com todos.

Em recente passeio a Niterói, Linda e Ivo de Albuquerque foram conferir as delícias do restaurante Paludo Gourmet, em São Francisco. Conhecido pelo atendimento personalizado e pelas iguarias oferecidas tanto no bufê a quilo quanto no cardápio à la carte, o restaurante é “abençoado” por sua localização - com a paradisíaca vista da Baía de Guanabara.

Pão francês - R$ 5,99kg

(somente no balcão) Entrega em domicílios Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios)

Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Leia e assine o Diário de Petrópolis


TERça-fEIRa, 3 DE maIO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

geral Fotos: Divulgação

Além dos buracos a água brota na Estrada do Independência

Asfaltamento precário é alvo de reclamação no Independência A precariedade do asfaltamento de um trecho da Rua Yedo Fiúza, no bairro Alto Independência , é alvo de constantes reclamações por parte de moradores e pessoas que precisam passar por aquela via. Segundo moradores, alguns buracos chegam a 20 centímetros de profundidade, oferecendo riscos aos pedestres e danos aos automóveis. Inclusive, os ônibus que serviam aos usuários, especialmente aos estudantes do Ciep Santos Dumont, tiveram que mudar o trajeto, uma vez que as imperfeições na pista impossibilitam a passagem dos mesmos pela via. Após mais uma das recorrentes solicitações dos moradores, funcionários da prefeitura estiveram no local para cobrir alguns dos buracos na manhã da última sexta-feira, assim como funcionários da Águas do Imperador, que repararam um dos vazamentos que causavam constantes alagamentos na rua. A medida, no entanto, surtiu poucos efeitos, uma vez que a via continua muito esburacada.

“A gente sempre reclama, as vezes o pessoal da prefeitura vem aí, tapa um buraquinho ou outro, mas isso não resolve o problema, porque basta uma chuva para tudo voltar a ser como era. Precisamos que sejam tomadas atitudes que resolvam o problema definitivamente”, cobrou Hélder de Assis, funcionário do colégio que funciona na rua. O inspetor da escola Fábio de Brito Gonçalves revelou outra preocupação decorrente da má conservação da via. “Como os ônibus não estão podendo passar pela rua, os alunos têm que andar um bom pedaço até o próximo ponto e nós então não podemos ficar vigiando como acontecia quando eles tomavam o ônibus no ponto em frente a escola. Isso é um problema, porque a noite, principalmente, pode ser perigoso”, disse, lembrando ainda que a iluminação na rua também é precária. O Diário de Petrópolis solicitou a prefeitura esclarecimentos sobre o assunto, mas até o fechamento desta edição não obteve resposta.

Mulher abandona 3 filhos em casa e vai parar na DP Roberta Müller robertamuller@diariodepetropolis.com.br

Uma mulher foi parar na delegacia, depois que seu três filhos, com idades entre cinco meses e seis anos, foram encontrados abandonados na casa onde moram. De acordo com o Conselho Tutelar, a mulher, que tem 25 anos e é desempregada, saiu do imóvel nesta sexta-feira à tarde, deixou as crianças sozinhas, e só voltou no dia seguinte, quando a Polícia Militar (PM) já estava no local. Ela foi encaminhada à 105ª Delegacia (Retiro) e responderá pelo crime de abandono de incapaz. A acusada não ficou presa, prestou depoimento e foi liberada em seguida. O conselheiro tutelar Rodrigo Lopes, que acompanhou o caso, explicou que, após a mãe abandonar os filhos, vizinhos perceberam que as crianças estavam sozinhas e chamaram a PM. Chegando lá, os agentes comprovaram a denúncia. “A casa estava toda suja e sem alimentação

adequada. O bebê ficou sem trocar as fraldas por mais de 24 horas. Além disso, está apresentando um quadro grave de baixo peso. Depois de constatarmos o que estava acontecendo, começamos a nos movimentar para sair quando a mãe chegou. Ela não deu nenhum tipo de justificativa, disse que realmente tinha saído e deixado os filhos sozinhos”, informou o conselheiro. Ainda segundo ele, as crianças foram encaminhadas a um abrigo da cidade, onde devem permanecer até que a nova residência delas seja definida. A avó materna já teria se prontificado a cuidar dos netos e, como a prioridade é que as crianças fiquem no ambiente familiar, é provável que agora elas sejam cuidas por ela. Mas ainda é necessário que as condições da avó e a casa sejam avaliadas para entregar a guarda. Caso ela não seja aprovada, os menores podem ser encaminhados à adoção. “Mas isto apenas em último caso”, completou Lopes.

Preso homem que matou corretor de seguros no BNH do Sargento Boening Após três meses de investigações, a polícia conseguiu prender, na madrugada deste domingo, um homem de 24 anos que é suspeito de ser o autor das facadas que mataram o corretor de seguros Roberto Luiz de Sá, 45. O crime ocorreu no dia 6 de janeiro deste ano, no BNH do Sargento Boening, na Castelânea. Em depoimento à polícia, Rafael Duarte de Souza contou que conhecia a vítima apenas de vista e, no dia do crime, eles começaram a tomar cerveja em um bar do Centro Histórico e continuaram, depois, na casa do corretor. Lá, eles teriam se desentendido, o que resultou no assassinato. O delegado adjunto da 105ª Delegacia (Retiro), Fabrício Pereira, que esteve à frente das investigações desde que o corpo da vítima foi encontrado, explicou que, inicialmente, os policiais não tinham qualquer informação sobre a autoria do homicídio e, por isso, uma investigação trabalhosa e minuciosa precisou ser realizada. O trabalho para chegar até Rafael contou com quebras de sigilos de dados, análises de diversas câmeras de monitoramento e laudos periciais. “Foi um trabalho incansável de inteligência policial”, afirmou o delegado. Inicialmente, após observar imagens do circuito de câmeras de segurança do Centro Histórico, de ônibus e de lojas, o delegado conseguiu um vídeo que mostrava autor e vítima juntos, na Rua Paulo Barbosa.“Mas não sabíamos quem era a pessoa. Mostramos a imagem à parentes, vizinhos

Alan Alonso

Prisão decretada Rafael Duarte de Souza teve a prisão temporária decretada pelo período de 30 dias, após o pedido do delegado. Ele foi indiciado pelo crime de homicídio duplamente qualificado e também pelo crime de furto, já que subtraiu alguns pertences da vítima após ter cometido o assassinato. Ele estará sujeito a uma pena de 12 a 30 anos de reclusão pelo homicídio qualificado e de 1 a 4 anos pelo crime de furto. Fabrício Pereira delegado adjunto da 105ª DP, no Retiro

e conhecidos da vítima, mas não conseguimos descobrir”, informou Pereira. As investigações, então, foram retomadas e um homem acabou sendo preso por receptação, pois foi encontrado com um dos celulares do corretor, que havia sido furtado no dia do crime. Em depoimento, o acusado revelou que comprou o aparelho do primo, que seria Rafael, e o reconheceu nas imagens retiradas das câmeras de segurança. Rafael foi chamado para depor e acabou confessando o assassinato. Ele declarou que conhecia o corretor de seguros apenas de vista, mas, no dia do crime, eles teriam se encontrado ocasionalmente, na Rua do Imperador, e foram tomar uma cerveja, em um bar na Rua Dr. Porciúncula. Como

moravam em locais próximos, eles embarcaram no ônibus juntos e decidiram continuar bebendo na casa da vítima. Após algumas horas no local, “ele disse que se recusou a manter supostas relações com Roberto. Eles começaram a discutir e o acusado acabou esfaqueando a vítima”, frisou o delegado. Logo após, fugiu sem ser visto por nenhum vizinho. O corretor de seguros morreu com, pelo menos, cinco facadas espalhadas pelo corpo, inclusive no órgão genital. O assassinato ocorreu na noite do dia 6, mas o corpo da vítima só foi encontrado no dia seguinte. Ele morava sozinho e foi achado caído no chão, seminu, por funcionários do BNH, que procuravam um vazamento de gás no prédio.

Sete homicídios solucionados Ainda de acordo com a 105ª Delegacia, dos oito homicídios ocorridos este ano, com registro de ocorrência feitos na unidade, apenas um ainda está em investigação e com a autoria não identificada, “ o que demonstra o alto grau de eficiência da distrital na apuração dos crimes de homicídio, sendo certo que todos os esforços dos policiais estão direcionados, principalmente, aos crimes contra a vida, contra a dignidade sexual, tráfico de drogas e crimes contra o patrimônio”.

Motos esportivas são aprendidas batendo “pega” na BR-040 Cinco motos esportivas foram apreendidas, neste fim de semana, na operação intitulada “Játope”, da 8ª Delegacia da Policia Rodoviária Federal (Petrópolis), em conjunto com o Juizado Especial Criminal e Promotoria de Justiça, além da Polícia Civil. Os motociclistas estariam “batendo um pega” quando foram flagrados pelos agentes e encaminhados à 106ª Delegacia (Itaipava), onde o caso ficou registrado. A operação foi realizada na BR-040, no trecho entre Itaipava e Três Rio, e contou com o apoio de uma equipe com sete viaturas e quinze policiais, que ficaram em pontos estratégicos da rodovia. Segundo os agentes que participaram da operação, o objetivo é coibir a prática de corrida de motocicletas “de alta cilindrada” no trecho da cidade. No total, além das cinco motocicletas apreendidas, sete veículos foram autuados por prática de corrida em via pública, duas câmeras utilizadas para filmar o “racha” foram

apreendidas e encaminhadas à perícia e cinco carteiras de habilitação foram recolhidas. Segundo o promotor de Justiça Celso Quintella Aleixo, foi feito um planejamento dias antes da operação, já que os órgãos envolvidos já tinham conhecimento de que pessoas do Rio de Janeiro vinham usando a BR 040, no trecho próximo a Itaipava, para fazer os “pegas”. “O autódromo de Jacarepaguá fechou, então eles usavam a BR 040 para isso já há bastante tempo. Nós não podemos deixar que esse tipo de prática aconteça. É uma prática muito perigosa e que tem que ser proibida. Se uma moto daquelas bate em um carro, pode quebrar o carro no meio, porque são motos modificadas, caríssimas, todas com aptidão para atingir altas velocidades”, disse o promotor. Ele ainda frisou que a operação foi “bem feita”, de modo a impedir que os envolvidos pudessem fugir.

Policial rodoviário observa algumas motos apreendidas

Játope: deus da mitologia grega O nome da operação, Játope, foi escolhido porque este é o nome do deus da mitologia grega que representa a morte violenta. “São essas mortes que a Polícia Rodoviária Federal pretende evitar ao impedir a prática de “rachas” na rodovia. O local apropriado para a disputa de corridas de automóveis e motocicletas é o autódromo”, explicou um agente da PRF. O órgão ainda informou que continuará intensificando a fiscalização e não permitirá que “esses condutores irresponsáveis” continuem expondo à risco de vida toda a população que utiliza as rodovias federais do estado.

Volgari: diminuição no IPVA causou perda na arrecadação Vinicius Henter

O secretário de Fazenda, Hélio Volgari, afirmou ontem que a diminuição da arrecadação de Petrópolis com o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) tem como principal causa o reajuste na cobrança do imposto no estado, já que o governo do estado diminuiu o imposto. De 2009 para 2010, o repasse das verbas do IPVA do governo para o município foi 7,95% menor, representando uma perda de R$ 1,154 milhão para a prefeitura.

Para Volgari, a diminuição na cobrança foi uma estratégia do governo do estado para tornar menos interessante o emplacamento de veículos em outros estados. Ele lembrou que muitos carros em Petrópolis têm placa de Curitiba (PR). Volgari acredita que, com a taxa mais barata, mais motoristas irão emplacar carros e motos no estado do Rio de Janeiro, o que gerará, a longo prazo, maior arrecadação do município com o IPVA. “Nós apostamos nisso. A prefeitura não pode ficar sem essa receita, porque afeta a

capacidade de investimentos. A redução do imposto foi para chamar a atenção do motorista e um convite”, disse Volgari. Apesar da diminuição da arrecadação de Petrópolis com o IPVA, veículos novos continuam sendo emplacados na cidade, e de 2009 para 2010 a frota cresceu 6,4%, passando de 100.209 carros, motos, caminhões e ônibus para 106.621. Volgari reconhece que o aumento do número de veículos em Petrópolis é evidente, mas frisa que parte não foi emplacada no estado.

Além disso, ele afirmou que há inadimplência, cabendo ao município participar da fiscalização, junto ao estado, através da Guarda Municipal (GM) para retirar de circulação os veículos irregulares. O secretário lembrou ainda que a GM já apreendeu, em conjunto com a Polícia Militar, grande quantidade de motos, e que em breve atuará também na fiscalização e apreensão de carros. “Fiscalização é importante, porque reverte em um pagamento maior do IPVA”, completou.


6

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERÇA-FEIRA, 3 DE MAIO DE 2011

Agenda Cultural INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04)

Os fluxos poderão ajudálo, surpreendentemente, no período da manhã. Tudo se resolverá da melhor forma possível e com perspectivas das melhores. Lucros e vantagens à tarde e a noite. Não marque muitos compromissos sociais e evite exageros.

Touro - (21/04 a 20/05)

Excelente disposição mental para tratar de assuntos importantes e de negócios, para entabular novas ideias relacionada com publicidade e lucrar com elas. Terá êxito também ao tratar de assuntos sociais e no lançamento de novas ideias profissionais.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

O relacionamento com as pessoas queridas poderá ajudálo a se organizar interiormente, mas de uma maneira nova, completando assim a transformação da sua personalidade. Terá um bom relacionamento com os pais.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Bom dia para tratar de assuntos ocultos e para elevar ainda mais sua inteligência, através de boas leituras e novos conhecimentos. Arrume um tempo para relaxar. Procure também não se irritar com os outros, e deixe que as coisas aconteçam naturalmente.

Leão - (23/07 a 22/08)

Atividades no trabalho que estavam se desenvolvendo bem, diminuirão seu ritmo. Será necessária uma revisão do planejamento e da eficiência prática. Melhor entendimento com os amigos, mas não no amor.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Cuidado com esta fase, pois você mesmo poderá começar a colocar obstáculos em suas conquistas. Sempre em busca da perfeição, você poderá exceder em algumas atitudes que coloquem em risco suas novas atividades.

Libra - (23/09 a 22/10)

A posição de Vênus favorecerá a vida amorosa. Sentimentos fortes e sintonia afetiva com a pessoa amada permitirão um perfeito entendimento com a possibilidade de surgirem novos planos para o futuro.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Melhora sensível da saúde e das condições gerais deverão se apresentar hoje. A vida familiar será bastante harmoniosa e as chances de sucesso pessoal, profissional e financeiro, deverão surgir. Os imprevistos marcarão o seu dia de modo especial.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Êxito nos trabalhos que necessitam muita responsabilidade e perícia, nos negócios iniciados anteriormente, e na vida pública de um modo geral. Ótimo para decorar o lar, para renovar o ambiente de trabalho e ao amor.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Dias dos mais indicados para iniciar a melhoria da aparência de sua casa, tais como nova decoração e reformas. Fará ótimas amizades, mas não confie demais em estranhos. Sucesso junto ao sexo oposto. Feliz para o amor.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Momento que terá êxito em lugares de educação e ensino de jovens e crianças. Conseguirá, também, ótimos resultados em novos empreendimentos, terá felicidade matrimonial, familiar e amorosa. Mente fértil e ótimas ideias.

Peixes - (20/02 a 20/03)

Dia em que terá o máximo sucesso desde que aja de maneira mais prática e menos idealista. Se cometeu algum erro, evite culpar-se ou lastimar o tempo perdido. Tente outra vez. Será favorecido no campo amoroso e familiar.

Aposentado Pensionista

INSS

EMPRÉSTIMO CONSIGNADO TAXAS SUPER ESPECIAIS!

SEM SAIR DE CASA, SEM BUROCRACIA

NÃO TEM CONSULTA SPC E SERASA

Ligue já!

(11) 3504-8484 Crédito somente para aposentados e pensionistas do INSS. Com juros de 2,34% ao mês em até 60meses. Crédito sujeito a margem disponível.

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Mães

Rádio Imperial realiza décima edição de sua Festa das Mães Amanhã, às 19h30, a Rádio Imperial de Petrópolis estará promovendo a 10ª edição da festa “Tudo nos Fala das Mães”, no Theatro Dom Pedro. No evento, várias mães serão homenageadas representando os diversos segmentos: mãe adotiva, mãe muito especial (excepcionais), mãe e mestra, mãe do comércio, mãe do padre, mãe social, mãe do soldado e mãe ouvinte. Durante a comemoração serão apresentados diversos números artísticos de relevada importância na cidade, dentre eles o Ballet de Heloisa Schanuel e o cantor e tecladista Márcio Alves. Também serão sorteados prêmios para o público presente. Os ingressos podem ser

Fotos: Divulgação

Uma festa especial para comemorar o Dia das Mães é a proposta da Rádio

adquiridos nas Paróquias da Cidade em troca de uma lata de leite em pó integral ou na entra-

da do Theatro no dia da festa. Tudo que for angariado será doado à Pastoral da Criança.

Novidade

Diretor do Museu Imperial é eleito correspondente do ICOM O diretor do Museu Imperial, Maurício Vicente Ferreira Jr., foi eleito correspondente do Conselho Internacional de Museus (ICOM, na sigla em inglês) junto ao Comitê Internacional Museus de Cidade (CAMOC). Ele será o responsável do CAMOC para a organização da 23ª Conferência Internacional do ICOM, que ocorrerá no Rio de Janeiro em 2013. A indicação aconteceu

durante a assembléia ordinária do ICOM, em 28 de abril. Maurício havia participado da 22ª Conferência Internacional, em Xangai (China), em 2010, quando apresentou uma palestra sobre a relação do Museu Imperial com a cidade de Petrópolis durante a conferência do CAMOC. Segundo o diretor, “o trabalho agora será de articulação com associados do Brasil e dos comitês internacionais

para organizar a grande conferência que a cidade do Rio de Janeiro abrigará em 2013”. A Conferência do ICOM é realizada a cada três anos e, pela primeira vez, acontecerá no Brasil. A expectativa é que sejam recebidos cerca de 4.000 delegados de diversos países. E, na programação, está a cidade de Petrópolis, pois o Museu Imperial abrigará as atividades relacionadas ao CAMOC.

Na cidade

Exposição de maquetes sobre Campanha da Fraternidade A Catedral São Pedro de Alcântara recebeu cerca de 40 maquetes sobre o tema da Campanha da Fraternidade 2011: “Fraternidade e a vida no planeta” e o lema “A criação geme como em dores de parto”. Os trabalhos foram confeccionados por grupos de alunos da Escola Paroquial São Pedro de Alcântara, Instituto Social São José, Escola Rotary, Escola Paroquial Nossa Senhora das Graças e Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Os estudantes usaram de muita sensibilidade, criatividade e mostraram estar em sintonia com o tema e lema da Campanha da Fraternidade deste ano. O capricho e originalidade estão presentes em cada trabalho com uma

RIO – Censura livre – Horários: 15h e 17h todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h ‘Rio’ é uma aventura cômica em uma das cidades mais lindas do mundo. Blu é uma ararinha domesticada que nunca aprendeu a voar, e vive pacatamente com sua dona e melhor amiga, Linda, na pequena cidade de Moose Lake, Minnesota. Blu e Linda acreditam que ele seja o último de sua espécie, mas quando descobrem a existência de outra arara que mora no Rio de Janeiro, partem em busca da longínqua e exótica terra para encontrar Jade, a única fêmea da espécie. Pouco depois de sua chegada, Blu e Jade são sequestrados por um grupo de atrapalhados contrabandistas de aves. SEXO SEM COMPROMISSO – Censura 14 anos – com Natalie Portman – Horários: 19h todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sábado e domingo, 21h Na comédia romântica ‘Sexo sem Compromisso’, Emma e Adam são amigos de longa data que quase estragam tudo transando numa manhã. Para protegerem sua amizade, eles fazem um pacto para manter seu relacionamento estritamente “sem qualquer compromisso”. “Sem compromisso” significa sem ciúmes, sem esperanças, sem brigas, sem flores, sem apelidos fofinhos. Isto significa que eles podem fazer o que quiserem, quando quiserem e em qualquer lugar público que quiserem, desde que não se apaixonem. As perguntas então aparecem – Será que você pode somente transar sem que o amor atrapalhe? E será que a amizade deles irá sobreviver? Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 SEM LIMITES – Censura 14 anos – com Bradley Cooper – Horários: 14h30 e 18h45 SUCKER PUNCH – MUNDO SURREAL – Censura 14 anos – com Emilyu Browning – Horários: 16h30 e 20h45 SALA 2 RIO – Censura livre – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h

Maquete confeccionada por alunos do Liceu Municipal

representação realista do futuro do planeta Terra, caso não haja uma conscientização por parte de seus habi-

tantes. As maquetes estão em exposição atrás do altar da Catedral, onde todos poderão apreciá-las.

Especial

Museu Imperial oferece curso de capacitação em turismo Entre 16 e 18 de maio, em meio à 9ª Semana Nacional de Museus, o Museu Imperial oferecerá o Curso de Capacitação para Guias de Turismo, a Guarda Municipal e o Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas de Petrópolis. As inscrições são gratuitas e já estão abertas no site www. museuimperial.gov.br, com encerramento no dia seis de maio. Essa será a terceira edição do curso, que ocorre sempre na Semana de Museus e tem como objetivo preparar profissionais da área de Turismo para receber e acompanhar visitantes na cidade de Petrópolis. O curso contará com apresentações sobre o Museu Imperial e suas coleções, o Palácio Rio Negro, os museus Casa do Colono e Casa de Santos Dumont e o Palácio de Cristal. Na progra-

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 - Itaipava

Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br RIO – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão SALA 2 HOPE – rebelde sem páscoa – Censura livre – com Russell Brand – Horários: 14h50, 16h50 e

18h50 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Júnior era um coelho que adorava tocar bateria e queria conhecer o mundo, mas seu pai deseja que ele dê continuidade à tradição de tornar-se o Coelho da Páscoa, seguida a quatro mil anos. Júnior até estava pensando em se deixar convecer pela ideia, mas um dia, em Hollywood, acabou atropelado por Fred e sua vida mudou. No meio de gente famosa, seu sonho de viver de rock’n roll veio á tona novamente e agora ele vai ter que se virar para driblar da família porque seu pai contratou as poderosas Boinas Rosas para resgatá-lo. PANICO 4 – Censura 14 anos – com Neve Campbell – Horários: 20h50 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Sidney Prescott está de volta a sua cidade natal, Woodsboro, onde sobreviveu a uma série de terríveis assassinatos. Uma vez lá, ela reencontra o xerife Dewey e a jornalista Gale, agora casados, e também a prima Jill. Mas enquanto a cidade comemorava o aniversário dos crimes, novos assassinatos começam a acontecer e o retorno de Ghostface, o assassino da máscara, parece ser uma nova realidade para a cidade que novamente entra em pânico. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 RIO – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30 e 18h30 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão THOR – Censura 10 anos – com Anthony Hopkins – Horários: 21h - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Asgard. Após se desentender com Odin, Thor é enviado para a Terra. Desmemoriado, ele leva uma vida como se fosse um homem comum. Logo ele conhece Jane Foster, por quem se apaixona. Só que a morte de Odin faz com que o reino de Asgard fique nas mãos de Loki, o irmão de Thor. Querendo eliminar o irmão, uma ameaça constante ao seu poder, Loki elabora um plano para atacá-lo na Terra. SALA 2 THOR – Censura 10 anos – com Natalie Portman – Horários: 14h20, 16h40, 18h50 e 21h - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão SALA 3 ANIMAIS UNIDOS JAMAIS SERÃO VENCIDOS – Censura livre – Horários: 14h40 e 16h50 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Um grupo de animais vive em paz em território africano. Até que, um dia, a água simplesmente desaparece. Eles investigam o que possa ter ocorrido e descobrem que os homens construíram uma imensa represa, que deixou o local onde vivem totalmente sem água. Para reverter esta situação, os animais resolvem se unir e partir para a guerra contra os humanos. EU SOU O NÚMERO QUATRO – Censura 12 anos – com Timothy Oliphant – Horários: 18h40 e 20h40 - 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão Nove alienígenas fugiram do planeta Lorien, onde eram conhecidos por números, para se esconder na Terra. O objetivo era se esconder dos Mogadorians, inimigos que precisam eliminar todos eles - e na ordem certa - para que poderes especiais não possam ser usados contra eles no futuro. A caçada já começou e os números Um, Dois e Três já foram assassinados. O número Quatro vive disfarçado entre os humanos, como John Smith, ajudado por seu protetor Henri na tranquila cidade de Paradise, em Ohio.

Filmes na TV

A Semana de Museus traz cursos especiais à cidade

mação, estão palestras com profissionais das instituições, uma visita aos setores técnicos do Museu Imperial, espetáculos gratuitos e visitas a pontos turísticos, como Torre da Catedral e a Casa da Ipiranga. A 9ª Semana Nacional de Museus acontece de 16 a 22 de maio em todo o país, com

o tema “Museu e Memória”. No Museu Imperial, serão oferecidas palestras, oficinas, uma mostra temporária, inaugurações, lançamento de livro e muitas outras atividades. Mais informações sobre os eventos estão disponíveis no site http://www.museuimperial.gov.br/portal/semananacional-de-museus.html.

LOONEY TUNES – DE VOLTA À AÇÃO – SBT – 17H – COM STEVE MARTIN - Patolino não quer mais viver à sombra do Pernalonga e pensa em uma revolução no mundo animado dos Looney Tunes. BATALHA DE HONRA – SBT – 23H – COM JET LI - Dois lutadores se desentendem com o templo que os abriga e saem, em busca de novos horizontes. Mas a realidade de seu país vai colocar obstáculos em seu caminho.


TERça-fEIRa, 3 DE maIO DE 2011

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

economia

Balança comercial registra superávit de US$ 1,863 bi Vinicius Konchinski/ABr

A balança comercial brasileira fechou o mês de abril com superávit de US$ 1,863 bilhão (cerca de R$ 2,9 bilhões). O saldo foi divulgado ontem pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). Segundo o ministério, em cada um dos 19 dias úteis do mês, o país exportou, em média, US$ 98,1 milhões a mais do que importou. Essa média é 52,8 % maior do que a registrada em abril do ano passado (média por dia útil de US$ 64,2 milhões). Também é 32,6% superior ao resultado médio diário de março deste ano (US$ 74 milhões). Em abril, o valor total das exportações brasileiras foi US$ 20,173 bilhões, com média diária de US$ 1,061 bilhão. Essa média é 40,1% superior à de abril do ano passado (US$ 758,1 milhões) e 15,6% maior do que a de março (US$ 918,4 milhões). Já as importações chegaram a US$ 18,310 bilhões no

mês, com um resultado médio diário de US$ 963,7 milhões. A média é 38,9% maior que a de abril do ano passado (US$ 693,9 milhões) e 14,1% superior ao resultado médio de março deste ano (US$ 844,4 milhões). Com o aumento das exportações e importações, a corrente de comércio também cresceu em abril. A soma das importações e exportações fechou o mês em US$ 38,483 bilhões, com média diária de US$ 2,025 bilhões. Essa média é 39,5% maior do que a de abril do ano passado (US$ 1,452 bilhão) e 14,9% superior à de março deste ano (US$ 1,762 bilhão). No primeiro trimestre deste ano, a balança comercial brasileira acumula superávit de US$ 5,032 bilhões. Esse saldo é 132,3% maior do que o registrado no mesmo período do ano passado (US$ 2,166 bilhões). Nos últimos 12 meses, o superávit acumulado chega a US$ 23,087 bilhões. O valor é 11,2% maior do que o verificado nos 12 meses anteriores (US$ 20.760 bilhões).

IPC-S registra alta de 0,95% na última semana de abril Flávia Albuquerque/ABr

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPCS) calculado pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) apresentou variação de 0,95% em 30 de abril. O resultado foi 0,15 ponto percentual acima do registrado na divulgação anterior. No acumulado do ano, o IPC-S registra alta de 3,46% e nos últimos 12 meses de 6,05% O grupo alimentação voltou a apresentar aumento ao passar de 0,91% para 1,04%. Os destaques do grupo foram hortaliças e legumes que tiveram um aumento de 3,71% para 4,20%, panificados e biscoitos que passaram de 0,43% para -0,22%, laticínios registraram variação de 2,12% para 2,51% e carnes e peixes

industrializados com aumento de 0,74% para 1,16%. Outros grupos que também registraram aumentos foram transportes (1,82% para 2,10%), despesas diversas (0,53% para 0,81%), vestuário (1,06% para 1,34%), saúde e cuidados pessoais (0,87% para 1,10%) e habitação (0,38% para 0,47%). Os destaques observados nesses grupos ficaram por conta da gasolina (4,66% para 5,98%), cigarro (1,57% para 2,30%), roupas (1,11% para 1,51%), medicamentos em geral (1,71% para 2,82%) e tarifa de eletricidade residencial (0,45% para 1,00%). O grupo educação, leitura e recreação registrou queda de 0,36% para 0,32%. A principal influência foi registrada nas passagens aéreas que passaram de um taxa de 3,08% para -1,04%.

Vendas de material de construção se recuperam Flávia Albuquerque/ABr

São Paulo - As vendas no varejo do setor de material de construção cresceram 6,5% em abril ante março. Na comparação com abril do ano passado, o aumento foi 3%, de acordo com a pesquisa mensal feita pela Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção (Anamaco), em parceria com o instituto de pesquisas Ibope. O resultado de abril representa uma ligeira recuperação do setor, que vinha registrando percentuais baixos de crescimento das vendas desde o início do ano. Segundo o levantamento, os primeiros quatro meses do ano registram crescimento de 2,5% na comparação com o mesmo período de 2010 e, nos

últimos 12 meses, de 9,5%. O setor com melhor desempenho foi o de argamassas, que cresceu 8,5%, seguido pela elevação de 6% do setor de cimento. Nenhum setor registrou queda nas vendas. De acordo com o presidente da Anamaco, Cláudio Conz, as perspectivas para o setor continuam sendo positivas. “A desaceleração prevista para a economia, nos próximos meses, não deverá afetar substancialmente as vendas de material de construção”. A estimativa da entidade é fechar o ano com crescimento de 8,5% sobre as vendas de 2010, principalmente por causa do programa habitacional do governo Minha Casa, Minha Vida e da segunda etapa do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC).

Instituições financeiras têm que informar custos Kelly Oliveira/ABr

As instituições financeiras estão obrigadas a informar, a partir desta última segunda-feira, o custo total do crédito tomado por micro e pequenas empresas. Segundo o Banco Central (BC), anteriormente, a obrigatoriedade de informar ao cliente o custo efetivo total (CET) se restringia às operações para pessoas físicas. “A medida, além de reduzir a assimetria de informações para esse

segmento de empresas, estimula a concorrência entre as instituições financeiras”, diz o BC, em nota. O Banco Central lembra que o CET é uma taxa que sintetiza todos os custos na concessão de crédito. Ele deve ser calculado considerando os fluxos referentes às liberações e aos pagamentos previstos, incluindo a taxa de juros a ser pactuada no contrato, tributos, tarifas e seguros, entre outras despesas cobradas do cliente.

Contribuinte que perdeu prazo do IR pode baixar versão atualizada Fotos: Divulgação

Daniel Lima/ABr

O contribuinte que perdeu o prazo para a entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física 2011 poderá baixar a versão atualizada do programa gerador do documento no site da Receita Federal que já está disponível desde ontem. Com a nova versão do programa, a declaração, ao ser preenchida, gerará o valor da multa por atraso e possibilitará a impressão do Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), a ser utilizado para o pagamento dos tributos devidos na rede bancária. A multa mínima para quem perdeu o prazo é R$ 165,74, podendo chegar a 20% do imposto devido. O número de declarações entregues chegou a 24.370.072, maior do que a estimativa da Receita, que esperava receber 24 milhões. O prazo de envio terminou na sexta-feira (29) às 23h59min59s, horário de Brasília. Para a entrega em

Receita faz balanço e revela que o número de declarações do IR entregues superou as expectativas

disquete, acabou antes, devido ao horário de funcionamento das agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Este ano, o formu-

lário de papel deixou de ser aceito. O contribuinte que pretende retificar a declaração deve ficar atento à opção

escolhida durante o preenchimento, pois, se optou pelo modelo simplificado, não poderá depois mudar para o completo e vice-versa.

grama gerador da declaração foi liberado na internet na página da Receita Federal. As declarações só podem ser enviadas pela internet, por meio do programa de transmissão Receitanet, e devem ser apresentadas até as 23h59min59s, horário de Brasília, do dia 30 de junho de 2011.

De acordo com a Instrução Normativa 1.149, a DIPJ 2011 deverá ser apresentada, também, pelas pessoas jurídicas equiparadas, extintas, cindidas (divididas) parcialmente, cindidas totalmente, fusionadas ou incorporadas. A Receita informou que, para o envio da DIPJ, é obriga-

tória a assinatura digital da declaração, mediante o uso de certificado digital válido. As empresas que enviarem os documentos após o prazo ou com incorreções e omissões estarão sujeitas à multa mínima de R$ 500 e máxima de 20% do imposto devido.

pectativa para o crescimento da produção industrial, neste ano, passou de 4,06% para 4,04%, e em 2012, de 4,65% para 4,58%. A projeção para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi ajustada de 39,26% para 39,23%, em 2011, e mantida em 38%, no próximo ano. A expectativa para a cotação do dólar ao final de 2011 caiu de R$ 1,65 para R$

1,62. Para o fim de 2012, a projeção segue em R$ 1,70. A previsão para o superávit comercial (saldo positivo de exportações menos importações) foi ajustada de US$ 18 bilhões para US$ 18,05 bilhões, neste ano, e de US$ 10,05 bilhões para US$ 10 bilhões, em 2012. Para o déficit em transações correntes (registro das transações de compra e venda de mercadorias e serviços

do Brasil com o exterior), a estimativa passou de US$ 60,5 bilhões para US$ 60 bilhões, em 2011, e de US$ 69,1 bilhões para US$ 69,5 bilhões, no próximo ano. A expectativa para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) foi alterada de US$ 45 bilhões para US$ 46 bilhões, neste ano, e segue em US$ 45 bilhões, em 2012.

Empresas devem entregar Declaração de Informações Econômico-Fiscais Daniel Lima/ABr

Depois das pessoas físicas, chegou a vez de as empresas prestarem contas à Receita Federal. Começou ontem o prazo a entrega da Declaração de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica (DIPJ) 2011. O pro-

Projeção de crescimento da economia no próximo ano sobe para 4,25% Kelly Oliveira/ABr

Analistas do mercado financeiro consultados semanalmente pelo Banco Central (BC) aumentaram a projeção para o crescimento da economia – Produto Interno Bruto (PIB) – de 4,21% para 4,25%, em 2012. Para este ano, a estimativa permanece em 4%. Segundo o boletim Focus, divulgado ontem, a ex-

EPE diz que é possível construir hidrelétricas de maneira sustentável Da Agência Brasil

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética, Mauricio Tolmasquim, defendeu ontem a possibilidade de construir usinas hidrelétricas e com desenvolvimento econômico aliado à sustentabilidade. “A hidrelétrica pode ser um elemento de desenvolvimento local e de preservação”, destacou Tolmasquim, em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional. “[Elas] geram energia barata e praticamente não emite gases do efeito estufa, que são os principais gases causadores das mudanças climáticas”, completou. Tolmasquim defendeu, porém, a obrigatoriedade de se manter as reservas naturais e de recuperar as matas ciliares como fundamental para a construção das usinas. De acordo com Tolmasquim, o Brasil é hoje o terceiro país em potencial hidrelétrico a ser explorado, fica atrás somente da China e da Rússia. Do potencial hidrelétrico brasileiro, apenas um terço foi explorado. Apesar disso, Tolmasquim defende que o Brasil não deve deixar de investir em energia nuclear, pois é preciso manter

Tolmasquim defende a manutenção das reservas naturais no país

a competência tecnológica. “Daqui 20 anos, o potencial hidrelétrico vai diminuir bastante”, disse. Para ele é importante também investir em outros tipos de energia, “o Brasil tem um potencial grande em energia eólica, mas ela não irá substituir a

hidrelétrica.” Sobre as pessoas atingidas pelas as construções e que precisam ser deslocadas, Tolmasquim informa que as hidrelétricas construídas atualmente têm reservatórios menores. “Podemos dar como exemplo a Usina de Três

Gargantas na China, a maior usina do mundo deslocou um milhão de pessoas, a Usina de Belo Monte deslocará apenas 4 mil famílias”, afirmou. Ele explica ainda que grande parte das pessoas que serão atingida pela Belo Monte vivem em condições degradantes, em áreas que são inundadas com frequência. “A usina dará a essas pessoas moradias dignas, em casas de alvenaria, com rede de esgoto e tratamento de água.” Para a assessora política do Movimento Xingu Vivo Renata Pinheiro, na prática não é assim. “O número de famílias que será atingido pela Usina de Belo Monte está sendo subestimado. Os moradores já estão sendo pressionados a sair de suas terras e o processo de negociação está sendo feitos individualmente”, afirma Renata. De acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), nos locais atingidos pela usina, vivem 45 mil pessoas. Segundo Renata, se for contabilizar os impactos ambientais e sociais, energia de usina não é barata. “É preciso investir mais em outras fontes de energia renováveis como a eólica”, defendeu ela


8

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERça-fEIRa, 3 DE maIO DE 2011

internacional

Egípcio Ayman Al Zawahiri deve assumir liderança Da BBC Brasil

O egípcio Ayman Al Zawahiri, um cirurgião oftalmologista que ajudou a fundar o grupo militante Jihad Islâmica Egípcia, deve tomar o lugar de Osama Bin Laden como líder máximo da Al Qaeda. Ele já era o ideólogochefe da organização, e alguns especialistas acreditavam que ele fosse o “cérebro operacional” por trás dos atentados de setembro de 2001. Zawahiri era o número dois da organização, somente atrás de Bin Laden, na lista com 22 “terroristas mais procurados” anunciada pelo governo americano em 2001. Os Estados Unidos oferecem um prêmio de US$ 25 milhões por sua captura. Zawahiri teria sido visto pela última vez na cidade de Khost, no Leste do Afeganistão, em outubro de 2001, e passou a viver escondido depois da invasão americana que derrubou o regime do Talibã.

Acreditava-se que ele estivesse escondido na região montanhosa perto da fronteira entre o Afeganistão e o Paquistão, com a ajuda de líderes tribais locais simpáticos à sua causa. Mas o assassinato de Bin Laden em Abbottabad, ao norte da capital paquistanesa, Islamabad, sugere que seu local de esconderijo pode ser outro. Zawahiri já foi o mais proeminente porta-voz da Al Qaeda, aparecendo em 40 vídeos e gravações de áudio da organização desde 2003, a mais recente delas em abril deste ano. A mulher e os filhos de Zawahiri teriam sido mortos em um ataque aéreo americano no fim de 2001. Ele também foi indiciado pelos Estados Unidos por seu papel nos ataques a bomba a embaixadas americanas no Quênia e na Tanzânia em 1998, e foi condenado à morte à revelia no Egito por suas atividades com a Jihad Islâmica nos anos 1990.

Manifestantes saem às ruas no paquistão para protestar Da Agência Lusa

Cerca de mil pessoas se reuniram ontem na cidade de Quetta, na fronteira do Paquistão com o Afeganistão. Os manifestantes reagiram à capura e morte do líder e fundador da rede terrorista Al Qaeda, Osama Bin Laden, gritando “morte à América”. Os manifestantes queimaram uma bandeira norte-americana e, depois, tranquilamente, se dispersaram. O governo dos Estados Unidos anunciou

domingo (1º) a morte de Bin Laden, ocorrida em uma cidade paquistanesa próxima a Islamabad (capital do Paquistão). “Bin Laden é o herói do mundo muçulmano e seu martírio não acabará com o movimento”, afirmou o ex-deputado paquistanês Asmatullah, um dos líderes do protesto. “A operação mostra que os Estados Unidos não respeitam as fronteiras e que podem violar o direito internacional quando querem”, afirmou ele.

Vingança por morte de Bin Laden é quase certa, diz CIA O diretor da agência de inteligência americana, a CIA, Leon Panetta, disse ontem que é “quase certo” que a Al Qaeda tente vingar a morte de Osama Bin Laden. “Bin Laden está morto, mas a Al Qaeda não. Os terroristas quase certamente tentarão vingá-lo. E nós devemos - e iremos - continuar atentos e determinados”, afirmou Panetta. Mais cedo, militantes do Talibã e da Al Qaeda no Paquistão anunciaram que a morte de Osama Bin Laden “não vai ficar sem resposta”. O porta-voz da principal facção paquistanesa do Talibã, Ehsanullah Ehsan, avisou que a morte de Bin Laden será vingada. “Se ele [Bin Laden] foi martirizado, nós vamos vingar sua morte e lançar ataques contra os governos americano e paquistanês e suas forças de segurança”, disse. “Essas pessoas são, na verdade, inimigos do Islã”, acrescentou. “Se ele [Bin Laden] se tornou um mártir, é uma grande vitória para nós, porque o martírio é o objetivo de todos nós”. Bin Laden se mudou para o Afeganistão em 1996, de onde passou a comandar a Al Qaeda com o apoio do Talibã, que controlava o país. Após os ataques de 11 de setembro de 2001, o governo norte-americano ordenou que o Taliban entregasse Bin Laden ou entregasse o poder,

Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, no município de Petrópolis nas seguintes localidades: s 06/05/2011, das 08:30h às 12:00h, Itaipava: Próximo da Rua Jeny Gomes e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

fghfh

No passado, o Hamas tentou se distanciar de Bin Laden temendo que a Al Qaeda estivesse se apoderando da causa palestina de forma prejudicial ao movimento. Bin Laden criticou o Hamas por participar de eleições democráticas nos territórios palestinos em 2006. Recentemente, o Hamas enfrentou oposição em Gaza de grupos inspirados pela Al Qaeda que acham que o grupo se tornou moderado demais.

o que resultou na invasão do Afeganistão. O movimento islâmico Hamas, que controla a Faixa de Gaza, condenou o que chamou de “assassinato”. Apesar das relações ambivalentes entre o grupo e a Al Qaeda, o primeiro-ministro do Hamas, Ismail Haniyah, chamou Bin Laden de “guerreiro árabe sagrado” e disse que o assassinato é a continuação de uma política americana baseada na opressão.

Marcando as diferenças entre as facções palestinas, o Fatah, que controla a Cisjordânia, disse que a morte de Bin Laden é positiva para a causa da paz no mundo. A morte de Osama Bin Laden foi confirmada na noite do último domingo (1°) pelo presidente norteamericano, Barack Obama, em pronunciamento ao vivo pela televisão às 23h35 em Washington (0h35 de segunda-feira no Brasil).

Especialistas acreditam em retaliações Gilberto Costa/ABr

O mundo não será um

AVISOS E EDITAIS MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA

Divulgação

Da BBC Brasil

SEPULTAMENTO CEMItéRIO MunICIpAL Maria Hélia da Silva, 47 anos, Valparaíso, 11h Zélia Maria dos Santos jacinto, 44 anos, Araras, 16h30 Manoel Euclides Stefanon, 76 anos, Fazenda Inglesa, 16h30 CEMItéRIO DE ItAIpAVA Regina Célia passos Alamão, 50 anos, Cuiabá, 16h30 OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Há 30 anos o Diário publicava Em sua edição número 2.235, de 03 de maio de 1981, um domingo, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques:

- Desemprego – O número de pessoas desempregadas em Petrópolis estava crescendo a olhos vistos, o que preocupava bastante os sindicatos setoriais da cidade, que saíam em campo pedindo mudanças naquele estado de coisas. - Homenagem – O músico Lucas, do grupo Turunas da Orgia, receberia uma homenagem nesta data, quando completava 70 anos de idade, 58 destes dedicados à seresta. - Luz – O prefeito Bianor Martins Esteves com firmava que faria pessoalmente uma visita à Estrada Mineira, cujos moradores reclamavam por falta de iluminação pública adequada no local.

perseguição ao terrorismo e deverão continuar gastando muito dinheiro, pois é uma ameaça fora de controle. “Não se sabe quando e nem onde poderá ocorrer outra ação do inimigo”, disse, ao apontar que os Estados Unidos e outros países do Ocidente irão redobrar cuidados contra atentados nos próximos meses. Ramalho não crê que os americanos, agora, diminuam o efetivo de militares no Paquistão, onde Osama Bin Laden foi morto. “É um sistema político muito dinâmico. Não se sabe quem está no comando”. O sociólogo lembrou que o Paquistão tem armamento nuclear. No mercado financeiro, a expectativa é de que não haja consequência, diferentemente do que ocorreu logo depois do atentado de 11 de setembro de 2001. “Lá atrás, houve uma ruptura, uma coisa nova que impactou a economia americana e criou incerteza”, rememora o economista Raphael Martello, analista internacional da empresa de consultoria Tendências.

AVISOS E EDITAIS

- Dia do Furto – No dia 1º de Maio comemorou-se o Dia do Trabalho e os ladrões trabalharam duro na data. Muitos furtos foram efetuados, em diversas residências espalhadas por bairros da cidade. - Médicos – Os médicos de Petrópolis publicaram uma carta aberta nesta data, justificando à população sua posição de protesto frente ao que consideravam salários muito baixos pagos à categoria.

impacto da morte de Bin Laden se dará na política interna norte-americana já que o presidente Barack Obama, segundo estima, atingirá uma “popularidade incomensurável”. Avaliação semelhante tem a professora do Departamento de Relações Internacionais da Universidade de Brasília (UnB), Vânia Carvalho Pinto, cientista política especializada nos países do Oriente Médio. Vânia pondera que a morte do terrorista tem apenas “importância simbólica” e que, com ela, Obama agora tem “um grande trunfo” junto a opinião pública americana. Ela, no entanto, não acredita que a eliminação do terrorista possa garantir a reeleição do presidente norte-americano no próximo ano. “A política vive do imprevisível”, disse. Para o sociólogo Antônio Jorge Ramalho, também professor de Relações Internacionais da UnB, a morte de Bin Laden foi apenas uma batalha em uma “guerra vencida” pelos terroristas. O professor lembra que os norte-americanos já gastaram mais de US$ 1 trilhão com a

lugar mais seguro após a morte de Osama Bin Laden. A eliminação do líder da Al Qaeda “não traz paz ao mundo. Haverá retaliações”, prevê a historiadora Maria Aparecida de Aquino, da Universidade Presbiteriana Mackenzie (São Paulo). Em sua opinião, a organização terrorista tem estrutura de rede e está “mais estruturada do que há dez anos”, quando ocorreu o atentado às torres gêmeas do World Trade Center, em Nova York (Estados Unidos) e ao Pentágono, sede do Departamento de Defesa norte-americano. Segundo a historiadora, a Al Qaeda “recebe recursos do mundo inteiro, funciona como uma máquina. Não é pouco inteligente, não se pode menosprezar”. Para ela, a organização continuará atuando, com a mesma rotina a qual já está habituada. “Nós vamos nos acostumar com outros nomes de terroristas”, prevê. “Achar que [a rede terrorista] acabou porque Osama morreu é uma coisa tola. Os homens do Pentágono não vão cair nessa”, destacou Maria Aparaecida. Para ela, o maior

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

03/05/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ R. do Imperador, 1021 - Centro

Pag: 1

Relação do Edital dia 03/05/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 04/05/2011 ITAIPU DISTRIBUIDORA DE TRIGO LTDA AV.NORMA MARIA REINER 54

Emissão:11/02/2011

Vencto: 10/04/2011 Cheque Administrativo

Custas

128,59 Total

Protestar em 04/05/2011 SERRA LIMPA COMERCIO DE PRODUTOS DE L

Valor:

Vencto: 22/04/2011 Cheque Administrativo

Emissão:22/02/2011 114,73 Total

CIFRA-FOMENTO MERCANTIL LTDA

29/04/2011

10743,34

Valor:

128,59 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

10.885,96

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 006814097000152

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

6650

BARB CRED FOMENTO MERCANTIL LTDA

29/04/2011

FABYCLEAN I C PAPEL L CGC 02352806000174

Número: 1827/A

Custas

6659

10.871,93 ou Dinheiro Custas

R. DR. PAULO HERVE, 316 DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA MOINHO ERECHIM IND E CNPJ08585792000115

Número: 7173-1

DUPLICATA MERCANTIL

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 011498591000195

860,78

975,51 ou Dinheiro Custas

114,73 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

989,54

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 03/05/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente


MOSELA

Na paróquia de São Judas Tadeu a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira de 16h30 as 18h30 e os eventos religiosos podem ser informados pelo telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello e o vigário paroquial é o padre Nerel Quirino Damasceno.

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERça-fEIRa, 3 DE maIO DE 2011

D

iário nos

B

airros Ailson Souza

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Barão de Mauá foi caracterizado : Descendentes de Irineu Evangelista estiveram presentes em evento que homenageou ferroviários em Nogueira. Palestras foram destaques A tetra neta Francisca e o tetraneto Eduardo Nedehf, de Irineu Evangelista de Souza, o Barão de Mauá, estiveram presentes no sábado passado no Centro Cultural Estação Nogueira. Ela acompanhou e ele levou medalhas que pertenceu ao tetra avô, no evento que homenageou os ferroviários na data deles: 30 de abril quando em 1854 foi inaugurada a primeira estrada de ferro do Brasil ligando Guia

de Pacobaíba (Praia de Mauá) ao Fragoso, no município vizinho de Magé. O coordenador de promoções Luiz Carlos Veiga, da Associação Brasileira de Preservação Ferroviária – ABPF – considerou o evento sensacional. - Foi maravilhoso – afirmou. – Um dos pontos altos da promoção foi a palestra de José Luiz D`Amico apresentando uma coletânea de fotos antigas reproduzidas em slides, enquanto falava so-

bre a história da ferrovia – lembrou, sobre a conferência do membro do Grupo de Trabalho do Trem – GTTrem. Luiz Veiga recordou ainda um dos momentos emocionantes do evento que teve um grande público presente: - Foi quando os parentes do mentor da ferrovia no Brasil se encontraram com Lúcio Ricardo caracterizado de Barão de Mauá. Foi emocionante, pois parecia que eles es-

tavam conversando com o tri/tetra avô – enfatizou. No evento ferroviários aposentados foram homenageados com um diploma de participação nos trabalhos da ferrovia. Comprovado nos cadastros do Sindicato dos Ferroviários da Leopoldina como o maquinista vivo mais antigo do Brasil, Rubens Dutra, 92 anos, não pôde comparecer, mas o genro dele Robeto César Amâncio o representou recebendo o mérito.

24 de Maio vai voltar a ter o posto de saúde O Posto de Saúde da Comunidade da 24 de Maio vai voltar a funcionar dentro de um mês. A informação foi do presidente Luiz Cleber Dias, da Associação de Moradores e Amigos da Rua Antonio Soares Pinto AMARASP – depois de encontro dele com as autoridades da saúde do município. Segundo o líder ferroviário, diretores da Secretaria de Saúde já confirmaram a locação de um imóvel na Rua 24 de Maio para o PS voltar a funcionar. Por outro lado, os moradores locais estão sendo atendidos com doação de remédios e imunização contra a gripe em um ônibus enviado para o local desde o início da semana passada. MURO – No encontro com as autoridades, além de Luiz Cleber também esteve presente o diretor tesoureiro da AMARASP Luiz Andolfo. Sobre a construção de um muro de contenção que está sendo construído na Antonio Soares Pinto – Rua Nova – o presidente da Associação informou que até o dia 20 ele será inaugurado para que o ônibus possa cumprir o itinerário total na localidade. Luiz Cléber ficou satisfeito com anúncio da volta do Posto

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS

Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

CID do Bingen continua esperando computadores O Grupo Amigos Solidários do Bingen continua aguardando a troca de computadores do Centro de Inclusão Digital – CID – que opera no E. C. Centenário. A informação é de um dos coordenadores do GASP Luiz Kaipper, ao lembrar que a mudança das máquinas foi anunciada ainda pelo ex-secretário Nelson Sabrá, de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico

e Agricultura. O CID continua operando com aulas terças e quintas-feiras. Na terça os horários são de 10h30 as 12h30 e de 13h30 as 16h30. As quintas de 13h30 as 16h30. São oito computadores cujas operações no momento são desenvolvidas por pessoas da terceira idade. Mas Luiz Kaipper informou que os jovens também podem ser cadastrados.

Presidente da AFPF espera empenho nos transportes Ao emitir os cumprimentos aos ferroviários homenageados em Nogueira e de todo o país, o presidente Antonio Pastori, da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária – AFPF – não deixou de alfinetar políticos. Para ele, o dia 30 de abril mantém acesa a chama que ainda ilumina o “sofrido povo dos trilhos e deveria iluminar também os detentores de altos cargos para o investimento no transporte ferroviário”. Sempre

na visão da reativação da Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará e a volta do trem subindo e descendo a Serra Velha da Estrada, Pastori emitiu na nota: - Que esta chama ilumine ministros, governadores, prefeitos, secretários de transportes, enfim, políticos em geral. O transporte sobre trilhos não vai acabar com as mortes no trânsito, mas vai ajudar muito a reduzir essa carnificina de 160 mortos/dia.

Leitor da Manga Larga anuncia vacina sobre câncer O leitor Carlos França, da Estrada da Manga Larga, solicitou ontem a divulgação para o combate do câncer de pele e rins. Ele informou que já existe uma vacina para estas duas áreas atingidas e que é eficaz tanto no estágio inicial como em fases mais avançadas. França anunciou ainda que a imunização foi descoberta por cientistas médicos brasileiros. A

vacina é fabricada em laboratório utilizando um pequeno pedaço do tumor do próprio paciente. Em trinta dias está pronta e é remetida para o médico oncologista do doente. O nome do médico que desenvolveu é José Alexandre Barbuto. Telefone do Laboratório: 0800-7737327, falar com as doutoras Ana Carolina ou Karyn, para maiores detalhes.

NACIONAL

MEC muda regras de isenção para universidades do ProUni Amanda Cieglinski Repórter da Agência Brasil

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

O Ministério da Educação (MEC) vai mudar as regras do Programa Universidade para Todos (ProUni) sobre a concessão de isenção fiscal às instituições participantes. A ideia é que o benefício recebido pelo estabelecimento de ensino seja proporcional ao número de bolsas preenchidas e não ao total ofertado, como ocorre hoje. A pasta ainda estuda o mecanismo mais efetivo para que a mudança seja efetivada. Atualmente, pela lei que criou o programa, as faculdades recebem a isenção fiscal em troca da oferta de bolsas, independentemente de elas terem sido ocupadas ou não. O problema já foi apontado pelo Tribunal de Contas da União (TCU), que calcula um total de R$ 104 milhões de isenções fiscais concedidas indevidamente via ProUni. Neste semestre, apesar do número recorde de inscritos, 4% das bolsas ficaram ociosas na primeira rodada de inscrições. Além do problema no preenchimento das bolsas, o MEC vai investigar o caso de estudantes da Universidade Paranaense (Unipar) que não são de baixa renda, mas estudam na instituição com bolsa do ProUni, como mostrou reportagem veiculada na imprensa. Para receber bolsa integral, o estudante deve ter renda familiar per capita de até um salário mínimo e meio. No caso do benefício parcial, o limite chega a três

O secretário do MEC, Luiz Cláudio Costa com o Ministro Haddad

salários mínimos por membro da família. Outro pré-requisito é ter cursado todo o ensino médio em escola pública. O problema não é novo e os primeiros casos foram denunciados em 2009 também pelo TCU. O MEC passou a cruzar os dados dos bolsistas com informações da Receita Federal e do Registro Nacional de Veículo Automotores (Renavam) para detectar as irregularidades. Desde então, foram canceladas 4.253 bolsas e 15 instituições foram desvinculadas do programa. É de responsabilidade das instituições de ensino verificar a veracidade dessas informações e fiscalizar a situação dos alunos. O secretário de Ensino Superior do MEC, Luiz Cláudio Costa, admite que existe a possibilidade de o candidato fraudar essas informações, mas avalia que as faculdades têm feito esse trabalho “com muito zelo”. “Esses mecanismos estão sendo aprimorados, estamos em contato permanente com a CGU [Controladoria-Geral da União] e a Receita Fede-

ral. Existe efetivamente uma ação dentro do que existe de melhor em tecnologia de informação para fazer os cruzamentos”, afirma. Se for comprovado que a instituição foi negligente ou favoreceu algum aluno que não se encaixa no perfil do programa, ela fica proibida de participar do programa e pode sofrer outras sanções no processo de regulação do MEC. No caso de alunos que tenham fraudado informações para receber o benefício, além da perda da bolsa, eles podem responder judicialmente pelo crime de falsidade ideológica. Costa pede que a comunidade acadêmica – alunos, professores e gestores – também faça o controle social das bolsas do programa. As denúncia de recebimento indevido do benefício devem ser encaminhadas ao MEC. “Estamos sempre abertos e é importante que a gente receba esse tipo de denúncia. Sempre verificamos e as denúncias nunca são negligenciadas”, afirma.


10

56 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

TERça-fEIRa, 3 DE maIO DE 2011

ESPORTES

edsondiario@yahoo.com.br

Federação troca time na chave do Serrano A FFERJ, Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, anunciou neste domingo uma modificação nos integrantes do Grupo I, chave do Serrano. A alteração se deu devido a um erro no cálculo do índice técnico. Com as novas contas, sai o Barcelona e entra

o Yasmin. A troca não alterou as datas dos jogos do Serrano na Série C do Carioca. Com isso, o time petropolitano continua no Grupo I, ao lado de Queimados, Duquecaxiense e, agora, Yasmin. Na primeira fase, quando enfrentou o time de Yasmin, o

Fotos: Divulgação

Leão da Serra venceu na casa do adversário por 3 a 2 e empatou no Estádio Atílio Marotti por 0 a 0. O Serrano estreia na segunda fase no próximo domingo, dia 8, às 15h30, contra o Duquecaxiense, no Estádio Maracananzinho.

Grupo I Data 08/mai 8/mai 15/mai 15/mai 22/mai 22/mai

Dia

Hora

Dom Dom Dom Dom Dom Dom

15h30 15h30 15h30 15h30 15h30 15h30

partidas

ESTÁDIo

Queimados x Yasmin Duquecaxiense x Serrano Serrano x Queimados Yasmin x Duquecaxiense Queimados x Duquecaxiense Serrano x Yasmin

Nivaldo Pereira Maracanazinho Atílio Marotti Nielsen Louzada Nivaldo Pereira Atílio Marotti

rETurno 29/mai 29/mai 5/jun 5/jun 12/jun 12/jun

Dom Dom Dom Dom Dom Dom

15h30 15h30 15h30 15h30 15h30 15h30

Yasmin x Queimados Serrano x Duquecaxiense Queimados x Serrano Duquecaxiense x Yasmin Duquecaxiense X Queimados Yasmin x Serrano

Nielsen Louzada Atílio Marotti Nivaldo Pereira Maracanazinho Maracanazinho Nielsen Louzada

Apesar da mudança, os jogadores do Serrano estão tranquilos com a mudança no grupo I

Empate na categoria Juvenil

Comandado por Silmar, o Sub-15 do Petropolitano espera pela estreia no Municipal

Campo e futsal: estreia é adiada A primeira rodada do Campeonato Municipal de Futsal e de Futebol de Campo que seria realizada no último fim de semana teve que ser adiada. O motivo, segundo a diretoria do Petropolitano, foi o atraso na entrega dos uniformes que serão cedidos pelo MEP que fechou parceria com a Liga Petropolitana de Desportos. Os jogos seriam nas categorias de Sub-15 e Sub-17 (futsal) e Sub-11, Sub-13, Sub-20 e Masters (campo). A LPD emitiu nota oficial sobre o adiamento da competição. Devido a mudança na data dos campeonatos oficiais, o vice-presidente de esportes do Petropolitano, Délio Kronemberger, determinou que suas equipes treinassem no ginásio e no campo. “Ficamos frustrados de não poder jogar, por isso decidimos manter os atletas no clube e treinar”, disse.

Segundo Délio, o início do Campeonato de Campo ficou para o dia 15 de maio, já que na semana anterior não haverá rodada, em razão do Dia das Mães. Ainda de acordo com ele, a 1ª rodada ficou transferida para a última, começando todos os campeonatos pela segunda rodada. Já os jogos de futsal serão abertos no dia 14 também com jogos da segunda rodada valendo pela primeira. Nota da LPd A diretoria da Liga Petropolitana de Desportos, através de seu vice-presidente de desportos, Ney Marcos e de seu presidente administrativo, Flavio Fiuza, em reunião ocorrida na noite do dia 29 de abril de 2011 na sede da entidade, com os clubes filiados, Petropolitano, Corrêas, Carangola, Internacional, Vera Cruz, Laginha, Santa Isabel, Posse, Secretário, Magnólia, GAP e Palmeira, participantes

dos campeonatos municipais de futsal nas categorias, Sub 15 e Sub 17 e futebol de campo nas categorias Sub 11, Sub 13, Sub 20 e Máster, resolveram adiar a 1ª rodada das competições em função do não cumprimento na entrega dos uniformes por parte da confecção. Os uniformes serão fornecidos gratuitamente aos clubes participantes, através de parceria firmada com o MEP (Movimento Esportivo de Petrópolis), que além dos uniformes, custeará as taxas de arbitragem que permitirá a participação de um número maior de clubes nos campeonatos, promovidos pela entidade. Ficou decidido ainda que os campeonatos terão seu início no próximo final de semana (08/05), seguindo as partidas estabelecidas na tabela (2ª rodada), com remarcação da 1ª rodada, portanto não causando prejuízos as competições.

Fla faz proposta por Vagner Love, mas já pensa em Grafite

O Flamengo apresentou uma proposta ao CSKA Moscou para tentar repatriar o atacante Vagner Love, mas já pensa em Grafite, do Wolsburg, como alternativa ao ídolo da torcida. Os russos estão avaliando a oferta brasileira, que incluiria os direitos de alguns jogadores e um pagamento em dinheiro. As negociações são consideradas duras e demoradas, mas Love tem mantido contato permanente com a presidente Patrícia Amorim. Caso o CSKA não aceite, uma vez que o clube exigiria

Fla fez proposta por Love

inicialmente uma quantia de mais de R$ 30 milhões, o Fla já tem um plano B. O atacante Grafite, que disputou a Copa do Mundo da África do Sul pela Seleção, é a segunda opção. A má fase do Wolfsburg, ameaçado de rebaixamento na Alemanha, pode facilitar o negócio. A camisa 9 do Flamengo permanece sem dono mesmo com a invencibilidade na temporada e o título estadual. O técnico Vanderlei Luxemburgo já testou Deivid, Diego Maurício e Wanderlei, e nenhum se firmou.

O Serrano jogou, neste domingo, pelo Campeonato Carioca das categorias Sub-15 e Sub-17. O time juvenil abriu o dia de jogos empatando em 1 a 1 com o Tigres do Brasil. Tuti abriu o placar para os serranistas e Rodrigo empatou para o time da baixada. Em seguida, na categoria infantil o Leão da Serra perdeu por 2 a 1 e segue sem somar pontos no estadual. Arthur Adriel e Jonathan marcaram para o Tigres, enquanto Bingola descontou para o Leão da Serra. Os dois times voltam a campo no próximo sábado, 7, para enfrentar o Friburguense, no estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo. O jogo do juvenil começa às 13h, logo em seguida começa o infantil, às 15h. Sub-17 No primeiro jogo da tarde o Serrano começou pressionando mais e abriu o placar logo aos 10 minutos de jogo, quando Tuti chutou de longe, no ângulo, sem defesa para o goleiro e fez 1 a 0. O gol ascendeu o time azul e branco que partiu com vontade em busca do segundo gol. Depois da metade do primeiro tempo o time da Baixada conseguiu equilibrar as ações e levou perigo algumas vezes. Mas, o jogo foi para o intervalo com o Serrano na frente. Na segunda etapa o Tigres voltou disposto a empatar o jogo, mas o Serrano

tentava equilibrar. Com o time visitante indo para cima, o goleiro Negão acabou sendo fundamental na manutenção do placar. Porém, aos 40 minutos Tuti cometeu falta e foi expulso. Com um homem a menos os serranistas ficaram nervosos e no lance seguinte o juiz marcou pênalti, gerando muita reclamação do time da casa. Rodrigo cobrou e empatou o placar; 1 a 1. O fim de jogo foi sofrido. O treinador, Eduardo Quintela, trocou o goleiro, devido ao regulamento do campeonato que quando o jogo empata vai para os pênaltis e o vencedor ganha um ponto a mais. O jogo terminou tudo igual e foi para os pênaltis. Nas cobranças o Tigres venceu por 3 a 2 ficando com dois pontos. O Serrano somou apenas um, chegando a cinco no campeonato. Sub-15 O jogo da categoria infantil teve início logo em seguida. A partida começo muito truncada, com poucos laces de perigo e muita briga no meio de campo. Depois do tempo técnico o jogo começou esquentar e aos 29 minutos Arthur Adriel abriu o placar. Depois de Jonathan cobrar falta na área e o atacante de cabeça fez 1 a 0 para o Tigres. No lance seguinte, o Serrano foi buscar o empate. Em cobrança de escanteio Tysson

recebeu na área e chutou cruzado, de primeira e o goleiro do time da baixada operou verdadeiro milagre. Aos 33 minutos foi a vez do Tigres quase marcar o segundo. Cobrança de falta de Joseph, a bola bateu no travessão, voltou nas costas do goleiro Gladsson e ficou em cima da linha, ele tirou parcialmente e um jogador do Tigres chutou para fora, com o gol aberto. Depois do momento disputado o jogo seguiu com o Tigres levando mais perigo e o Leão da Serra se segurando na defesa. Assim terminou o primeiro tempo, com 1 a 0 para o time visitante. Na volta para a segunda etapa o jogo começou quente e logo aos três minutos, em contra-ataque rápido, o Tigres fez 2 a 0 com Jonathan. Logo em seguida, com o placar negativo o Serrano partiu para o ataque e dois minutos depois Bingola cobrou falta da intermediária e descontou para o Leão da Serra. Serrano 1 x 2 Tigres. Depois do começo de etapa quente o Serrano continuou buscando o empate, mas o Tigres estava bem postado defensivamente e oferecia poucas oportunidades e saia com perigo nos contra-ataques. A partida seguiu muito brigada até o fim, mas as equipes não conseguiram mexer mais no placar final Serrano, que segue sem pontuar, 1 Tigres 2.

Torcedores do Botafogo invadem sede Cerca de 50 torcedores invadiram a sede do Botafogo, em General Severiano, na tarde desta segunda-feira. Protestando bastante contra a atual situação do clube, o grupo tenta falar com o presidente alvinegro, Maurício Assumpção. O clima é de tensão no local. Eliminado na Copa do Brasil para o Avaí na última quarta-feira, e do Campeonato Carioca ainda na fase de grupos da Taça Rio, o Botafogo só volta a jogar no dia 22 de maio, contra o Palmeiras, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro semestre ruim da equipe tem provocado insatisfação na torcida do Glorioso.

Maurício Assumpção, presidente


Diario de Petropolis