Page 1

Diário

de Petrópolis 57 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 16.109 - Sexta-feira, 30 de março de 2012 Divulgação

desenvolvimento econômico

Morre, aos 55 anos, jornalista Pitágoras Müller Pitágoras estava internado desde a última segundafeira no Hospital Clínico de Corrêas e morreu ontem de falência múltipla dos órgãos. O corpo será velado a partir das 11h, na Funerária Capixaba, em Itaipava.

Hugo Leal diz que BR-040 é “gargalo” do município Sérgio Bello / Ascom CMP

(Página 5)

Câmara entrega hoje R$ 1 milhão ao prefeito (Página 3)

agenda Mais uma edição da esperada Chopada da Medicina acontece na Tamboatá de Itaipava hoje, a partir de 22h. As atrações da festa são especiais e vão reunir o MC Andinho, o samba de qualidade da Bateria Elite Samba Show, e os residentes DJ Vinícius Magalhães e VJ Scali. (Página 6)

bairros Um planejamento para atender com descontos as associações de moradores está sendo feito por uma drogaria que está começando a funcionar hoje em Itaipava. O estabelecimento comercial visa atender a clientela com menos poder aquisitivo e a iniciativa já foi aplaudida ontem por lideranças comunitárias locais.

Hugo Leal, em pronunciamento na Câmara, durante visita que fez aos vereadores: críticas à administração da Concer na BR-040

O deputado federal Hugo Leal (PSC), em visita à Câmara, fez um pronunciamento em que cobrou da Concer a “imediata” duplicação do trecho da serra da BR040. Para o deputado, as obras devem ser feitas pela concessionária, sem aumento do pedágio e sem prolongar o período de concessão. Hugo Leal afirmou também que a rodovia representa um “gargalo” no desenvolvimento da cidade. (Página 3)

Rua Joaquim Moreira será mão dupla a partir de terça O presidente da CPTrans, Roberto Naval, anunciou ontem que a Rua Joaquim Moreira (atrás dos Correios), no Centro, passará a ser mão dupla até o trecho em frente à saída do estacionamento do Shopping Santo Antônio. “Vamos retirar todas as vagas de rotativo, de imprensa e das autoescolas da Rua Joaquim Moreira para que a medida possa ser colocada em prática. Assim, o motorista que sair da Rua Epitácio Pessoa continuará fazendo o mesmo trajeto até a Rua do Imperador. Já no sentido contrário somente será possível do Shopping Santo Antônio até o Bosque do Imperador”, disse Naval. O presidente da CPTrans também anunciou mais agentes do rotativo no Centro da cidade. (Página 5)

Alan Alonso

Alan Alonso

(Página 9)

Esportes

O Imperial/ Fluminense enfrenta hoje a ADDP, de Cabo Frio, às 21h no ginásio do Corrêas, pela quarta rodada do Campeonato Carioca de Futsal. A equipe petropolitana busca mais uma vitória para manter a liderança isolada da competição.

Fachada da construtora, inaugurada hoje para comemorar 25 anos da empresa

Fachada da Cervejaria Bohemia, na Rua Alfredo Pachá, reativada ontem

Construtora Solidum inaugura nova sede hoje, na Avenida Dom Pedro I

Cervejaria Bohemia recebe prefeito na abertura da fábrica para visitação

Especialista no setor de construção civil, a Solidum priorizou um maior aproveitamento do espaço. A área, de cerca de mil metros quadrados é dividida em quatro ambientes: um subsolo de 400 m², que funciona como estacionamento, com 13 vagas; dois andares com 200 m² cada e um sótão de aproximadamente 200 m².

Fechada desde 1998, a Cervejaria Bohemia, fundada em 1853, a primeira do Brasil, abriu ontem suas portas para a visitação do prefeito Paulo Mustrangi e de todo o secretariado municipal. A reativação da fábrica é vista como uma grande alavanca de crescimento econômico para o município, principalmente no que diz respeito ao turismo.

(Página 7)

(Páginas 11 e 12)

história Sebastião Nery (Página 2)

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................

(Página 5)


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de março de 2012

Viva Millôr! www.sebastiaonery.com.br n José Paulo

A CIDADE DA MUSICA

N

a praça, junto às ruínas romanas de dois mil anos, vi Mozart, o nobre. O que é que ele estava fazendo ali? Vendia um concerto de Strauss, o plebeu. Vestido de Mozart, peruca branca, calças culote, babados nos punhos, Luis, estudante de arquitetura português, vendia ingressos para um concerto, à noite, da Orquestra de Valsas de Viena, no palácio Ferstel, onde esta o café central da rainha Sissi, de tantos livros e filmes. Turismo se fatura assim: pega o turista pelo braço, no meio da rua. Jamais eu iria ouvir Strauss naquela noite de julho de 1996, porque já tinha saído do hotel preparado para escolher entre um concerto de Mozart, o festival de Jazz e o festival de Cinema. Mas o português Luis, com seu sotaque italianado, filho de pai português e mãe italiana, me convençeu de que Mozart, jazz e cinema eu teria nos próximos dias, mas Strauss era so naquela noite. Agora, 16 anos depois, outro estudante, espanhol da Catalunha, também vestido de Mozart com sua peruca branca e seus babados nos punhos me convenceu de ir ver o balé “Ana Karenina”, de Chostacovsky, porque a opera “Tanheuser” de Mozart estava esgotada. Fui.

C. Filho

E

ra uma vez um menino de subúrbio, que cedo perdeu mãe e pai, criado então por uma avó italiana. Começou a trabalhar bem cedo, como grande parte da multidão informe que cerca nossas cidades. A casa pobre em que morava, definia como “borda de piscina” – que mal chegava, noite alta, e logo saia madrugada ainda. Dura luta pela sobrevivência. Apesar dessa trajetória, igual à de tantos, seu destino seria outro, alto e raro; tanto que, aos vinte anos era já o maior salário do jornalismo brasileiro. Tudo muito natural quando se é gênio. Millôr Fernandes era singular e plural. No nome e na trajetória. Ou nem uma coisa nem outra. Singular não, único. O único Milton que virou Millôr. Trapalhada do tabelião ou a mão providencial do destino, nunca se saberá. E Fernandes, no plural, era quase a antevisão de que ele

n Bruno

Lima Rocha

N

a data de publicação deste artigo completa-se 44 anos do assassinato do estudante Edson Luís de Lima Souto. O extermínio “acidental” representou o momento em que a repressão política forçava a tensão interna da ditadura, passando para outro nível de violência contra as parcelas organizadas dos brasileiros. Não sou a favor de ficar produzindo textos memorialísticos, mas, infelizmente, o caso da morte de um migrante paraense, nos corredores do extinto restaurante Calabouço (Centro do Rio), ultrapassa o martírio de 1968 e opera como baliza para movimentos estudantis pós-ditadura.

n Fernando

CIDADES Se você quer saber se uma cidade é civilizada, é so ver se tem mais bar e café do que farmácia, mais restaurante do que hospital, mais igreja do que policia e sobretudo se não está entupida de ônibus. O ônibus é a grande desgraça da cidade moderna: entope as ruas e não desentope as vias. Com seus 2 milhoes de habitantes, Viena parece um parque permanente, porque tem um metrô embaixo e bondes, bicicletas, muitas bicicletas, milhares de bicicletas em cima. Não há essa historia de o homem ficar disputando espaço com automóvel e ônibus. A cidade ou é de todos, para ser usada por todos ou vira uma louca feira bandida. Enquanto nossas cidades forem dos ônibus e dos camelos não teremos civilização nem turismo. www.sebastiaonery.com.br - sebastiaonery@ig.com.br

injusta, onde os dias passam tão devagar e os anos passam tão depressa. Em resumo, um iluminado. Que teve somente um medo, nessa vida; o de, apesar do tanto que já escreveu, passar a história apenas por ter sido, como foi, o inventor do... frescobol. Dia desses, novidade, apareceu com um celular. Algo quase incompreensível, para alguém como ele. Só que nunca atendia. Numa vez, angustiado por não conseguir falar, lembro que deixei recado na memória do aparelho: De que vale um avião Prá quem tem medo de altura De que vale a alma pura Prá quem não quer redenção De que vale ter irmão Se ele não lhe socorrer De que vale saber ler Quem não tem onde morar De que vale um celular Se Millôr não lhe atender. O celular virou enfeite. Agora é que ele não vai atender mesmo. Só de pirraça. Saudades do amigo Millor.

Fonte Blog do Noblat

n Advogado no Recife - PE

Particularmente me lembro da segunda metade da década de ’80, quando a Associação Municipal de Estudantes Secundaristas (AMES) promovia a Semana Edson Luís, reforçando a identidade dos jovens de então com o exemplo de “secundas” dos anos ’60. À época, desenvolvia-se o discurso de que aquela morte se repetiria nos porões do regime. Essa mística retroalimentava a orgânica da entidade e sua postura não governista. Passados quase um quarto de século da Marcha dos 10.000 de 1988 no Rio, vemos um desastre políticoideológico se consumando. Infelizmente, uma parcela daqueles ativistas hoje é gestor de governo, detentor de mandato e ajuda no pacto da

tal da governabilidade a qualquer custo e com aliança ampla, geral e irrestrita. Semanalmente a direita que não está no governo repete que a luta contra a corrupção e a moralidade pública deveria ser encabeçada pelos estudantes, sindicatos e movimentos sociais. Também afirma que os setores organizados não o fazem porque se transformaram em grupos de interesse material na base do toma lá dá cá em relação ao governo de centro-esquerda. Dessa vez a oligarquia na oposição está correta, embora se equivoque no remédio que gostaria ver empregado. Caso houvesse pré-disposição para a luta contra a cultura política hegemônica no Brasil (fisiológica, corrupta, patrimonial, de clientela e

plutocrata), os canhões estariam apontados para dentro e fora do Palácio do Planalto. A mística agregadora dos mártires involuntários e as bandeiras utópicas organizam o pensamento e o imaginário de quem está organizado. O resultado disso é antagonismo e pressão, muita pressão, de baixo para cima. Mas, como disse uma velha raposa gaúcha cujo partido apoia o governo, hoje as centrais querem assento nos conselhos do FAT e FGTS e a entidade estudantil quer uma sede nova. Sai barato ter apoio político-social no país do Golpe de 1º abril. Agora, matam Edson Luís por abandono. n Cientista político e Jornalista www.estrategiaeanalise.com.br/ blimarocha@gmail.com

Cum Christo in Pax Célio Thomaz

JAZZ Não so de valsa ou de opera vive Viena. Nenhum turismo vive de uma perna so. A grande lição do turismo de Viena e das grandes cidades turísticas do mundo é que a cidade está preparada, articulada, mobilizada, para o turista. Quando você assina a ficha no hotel, recebe inevitavelmente três prospectos: um mapa da cidade, um guia dos restaurantes e um dos espetáculos (concertos, teatros, shows). Qualquer opção pode ser revolvida na hora: o hotel esta ali para telefonar, marcar, vender. Ou então contrata o Mozart para vender ingressos na rua. Se você não gosta de valsa e jazz tem festival de cinema. E as dezenas de palácios e igrejas e museus, parques, bosques, cafés, bares e restaurantes, atentos ao turista para conquista-lo e leva-lo aos espetáculos.

que ele, vale a lembrança), “claro que a festa não se repetiria por muitos anos mais”. Baixou a cabeça, como se fosse chorar. Protestos gerais. Então levantou e disse “Faz mal não. É dura essa vida. Mas saibam que, quando o último de vocês morrer, e eu tiver que comemorar aniversário sozinho, vou sentir muitas saudades”. Só faltava essa. O tempo, bem pesado, não parecia lhe incomodar. Quando Barbosa Lima fez cem anos, escreveu elogiando; e completou, dizendo que quando fosse a vez de também ele fazer cem, esperava ter lembrança igual do amigo. Essa lembrança não terá, que Barbosa não vai dar e ele não vai poder receber. Homem reto, apesar dos desvios na coluna. Amigo certo de amigos incertos. Magro no corpo e gordo nos sentimentos. Especialista em falar de graça. Apreciador de bolos de rolo – também, para ser justo, de bolos e de rolos. Amigo certo de amigos incertos. Homem de dores e todos os seus derivativos – especialmente ardores, andores, pendores, penhores e pecadores. Homem justo em uma vida

As várias mortes de Edson Luís

STRAUSS Strauss é uma vitoria do povo sobre a pobreza. Até o começo do século passado, a valsa era uma musica frívola, uma dupla sertaneja. Tinha ascendência mesclada: a mãe da família dos minuetos de Mozart e das danças de Shubert e o pai do baile tirolês, do “lander” popular. Um dia o general Wellington dançou a valsa e o passo três por quatro ficou inexorável. Em Bruxelas, quando os Aliados se encontraram para enfrentar Napoleão, dançaram valsas do velho Johnn Strauss, o pai. Quando a batalha de Waterlloo foi ganha, a festa foi com valsa. Depois das históricas reuniões de 1814e 1915 dançava-se a valsa. A família Strauss é a valsa: Johann, o pai; Johann, Josef e Eduard, os filhos. Mas foi o filho Johann quem compôs mais de 500 valsas e se fez sinônimo. “Danubio Azul”, “Contos dos Bosques de Viena”, “Valsa da Primavera”, tantas outras, são canções eternas da humanidade, mesmo quando “Primavera”, em austríaco, é “ fruhlingsstimenn”, como se fosse “fuligem”, poeira preta.

seria muitos, no papel. Em O Cruzeiro foi Notlim (o contrário de Milton, claro), Adão Júnior (em que falava o diabo das Evas brasileiras), Patrícia Queiroz (só para fazer raiva a Raquel) e Emanuel Vão Gogo (mistura de Emanuel, como Kant; Vão, de inútil; e Gogo, doença de galinha – tudo reunido, mistura de filósofo alemão com o pintor holandês Vincent Van Gogh), nome com que escrevia duas páginas semanais de humor – O Pif Paf. Desde cedo, e até ontem, sendo a presença mais moderna, inteligente e revolucionária da imprensa brasileira. O humor de Millôr era como faca. Fim de jantar no Ouro Verde e Paulo Francis quis agradar – “Você é o maior escritor vivo da língua portuguesa”. Só prá ouvir Millôr responder – “E por que esse restrição?” Paulo, vermelho, parecia não entender. E Millôr completou “Por que vivo? E por que só em língua portuguesa?”. Outro dia, no apartamento de Chico Caruso, fez discurso de aniversário. Disse que, considerando nossas idades (todos bem mais moços

Costa

E

m 1970 Célio Thomaz me privilegiou com sua amizade. O relacionamento fraterno e cordial, suas incontáveis referências ao meu trabalho e da equipe que me acompanha a 39 anos ininterruptos, o desempenho das atividades sociais, comunitárias e culturais, contribuíram, a solidificar e consubstanciar uma irmandade cristalizada em irrestrita consideração. Revejo as páginas do Jornal de Petrópolis daquela época notadamente sua prestigiosa coluna, manuseio a Revista Social da qual era seu diretorproprietário, releio as colunas que ali mantive por mais de uma década, contemplo os inúmeros diplomas e troféus – em sua maioria verdadeiras obras-de-arte, diversos deles expostos em nosso escritório do Ed. Cinda e em minha residência. Mais que um tributo à vaidade é tanto para mim, quanto para meus colegas Célio Barbosa, Elizabeth Costa e Ana Luzia de Souza Costa, viva demonstração de carinho, reconhecimento e gratidão daquele que foi o decano

dos jornalistas de Petrópolis. Dentre as virtudes a ele concedidas por Deus, uma delas era a fidelidade a quem amava e queria bem. Amigo de Célio era perfeito e ai de quem ousasse lhe tocar um só fio de cabelo. Era espontâneo, despojado e até as pitadas de irreverências acabavam por ser um charme, peculiares ao mestre do jornalismo que soube fazer escola, por isso mesmo conhecido carinhosamente como o Ibrahim Sued da Serra, uma honraria concedida ao célebre profissional do Rio e o de Petrópolis. Carismático, amado e temido porque era fiel à noticia doesse a quem doesse, ganhou o mundo através de seus furos de reportagem e seu público sempre foi leal e a recíproca sempre foi verdadeira. Criou mitos, realçou valores, fincou raízes profundas e inabaláveis. Desnecessário recorrer à retórica e á semântica porque seu coração sempre conjugou com fluência o verbo amar. Era poeta descomprometido com regras técnicas, escolas ou estilos, cantava o amor em sua plenitude, tendo publicado um livro e deixou outro no prelo. Ao longo desses anos tive a primazia de integrar ao grupo de seus colaboradores

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

D

diários e também a equipe encarregada dos convitescada qual em seu setor- rememorando a época em que eu subia morros a busca de folhagem e hortênsias ou ainda indo às floras, florália e à feira em busca de elementos que abrilhantassem as festas Vips ou em tantas outras contamos com a colaboração do expert na arte de decorar Amauri Jayme de Lima emprestando seu talento ao esteta do colunismo social petropolitano. A cada ano Célio inovava. Realizou os famosos bailes das debutantes no Palácio Quitandinha, os mais elegantes de Petrópolis e a Festa Vip, isto sem falar das famosas noites italianas, alemãs, portuguesa, festival do camarão, da lagosta e tantos outras que ficaria horas a enfileirá-las em laudas intermináveis. A Festa Vip do ano 2000 foi o auge a pontificar o amadurecimento e prestigio de Célio Thomaz, quando o ponto alto da cerimônia foi a outorga do prêmio ao lixeiro, ao coveiro, ao carteiro, aos varredores de rua gente que são gente e que, na verdade, vivem a cuidar e preservar com esmero o Reino de Deus. Embora acompanhasse o estado de saúde do Célio não acreditei quando

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

Celinho Jr naquela madrugada do dia 25 de Abril me deu a derradeira noticia. Os anjos impacientes conduziramno ao Criador, ainda assim, nossa natureza humana, em ocasiões como essa reluta em aceitar, no entanto feridos recobramos sentido e fazemos uma pausa a reflexão. A cidade reverencia seu munícipe, nós seus amigos o aplaudimos e o eternizamos na memória e no coração. Certamente a Câmara Municipal de Petrópolis encontrará um logradouro digno do nome do inolvidável petropolitano “Célio Salim Thomaz”. Fica o lembrete e a semente lançada. Seu filho, o advogado Célio Salim Thomaz Jr, atendendo aos clamores dos inúmeros amigos, dentre os quais me incluo, deu continuidade a obra paterna notadamente à coluna Célio Thomaz e com sucesso e também a Noite de Gala realizada no nos salões do Palácio Quitandinha. Célio Thomaz. Descanse na certeza de nossa fidelidade e amizade certos de que sua luz continuará a espargir por esse belo e conflitado mundo. Célio Thomaz , para nós é eterno. Cum Christo in pax. n Jornalista e advogado Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

n Professor emérito da FEARuaUSP, Joaquim Moreira 106 ex-Ministro da Fazenda e Agricultura Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


3

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de março de 2012

cidade

Hugo afirma que BR-040 prejudica Petrópolis n Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O deputado federal Hugo Leal (PSC) afirmou que a BR-040 é uma das principais causas de Petrópolis ter ficado em 79º, entre 84 municípios do estado, no ranking de gestão fiscal da Federação das Indústrias do Estado do Rio (Firjan). A declaração foi dada pelo deputado em pronunciamento na Câmara Municipal ontem, quando visitou os vereadores. Para Hugo, o atual estado da rodovia representa um “gargalo” no desenvolvimento de Petrópolis. Em 2010, a Concer, concessionária que administra o trecho entre Rio e Juiz de Fora da BR-040, havia anunciado a duplicação da serra. As obras começariam no início do ano seguinte, mas foram adiadas por mais de vez por causa da espera da concessionária pela licença ambiental. Hugo Leal reivindica o “imediato” início das obras. - Chegamos ao limite. Não há nenhuma alternativa à duplicação da rodovia. É fundamental. É uma questão de sobrevivência do município. O município está perdendo receitas próprias, perde ISS (Imposto Sobre Serviços) – disse Hugo. – Licença já tem. Agora só depende da Concer.

Para o deputado, a dificuldade no acesso a Petrópolis e as constantes retenções na subida da serra prejudicam o turismo e a instalação de empresas no município. - Com duas, três horas para subir a serra, não há turismo que resista – disse. Em relação ao financiamento das obras, a concessionária já informou que serão necessários R$ 800 milhões, mas teria, ainda de acordo com a empresa, menos que a metade deste valor. - Entendo que processos de rodovias concedidas não podem ter recursos públicos. Se não houver a possibilidade de a empresa fazer a obra, tem que haver nova licitação – disse Hugo Leal. Para realizar a obra, a concessionária já reivindicou o aumento da tarifa do pedágio – hoje de R$ 8, em cada uma das três praças nos 124 km do trecho concedido – ou a prorrogação da concessão. Iniciada em 1995, a concessão é por 25 anos. - O consórcio tem mecanismos para financiar as obras, até mesmo pelo BNDES. O que não pode é ser por meio de aumento de pedágio ou prorrogação de contrato – disse. – Quem vai colocar os outros R$ 400 milhões? Somos nós? Não acho que isso seja correto. Que se cumpra o que está no contrato. Alan Alonso

Sergio Bello / Ascom CMP

O deputado federal Hugo Leal em visita à Câmara, durante pronunciamento em que defendeu a imediata duplicação da BR-040

Ligação entre Bingen e Quitandinha A ligação entre os bairros Bingen e Quitandinha também foi reivindicada por deputado e vereadores. No entanto, Hugo Leal e o líder do governo na Câmara, vereador Márcio Arruda (PMDB), ponderaram que a ligação não é obrigação

Câmara entrega hoje “checão” de R$ 1 milhão ao prefeito Mustrangi Arquivo

n Vinicius Henter

Longa fila na Secretaria de Fazenda, na Rua 16 de Março

IPTU: último dia para anistia de juros e multas Hoje á o último dia para os contribuintes que estão em débito com o IPTU terem a anistia das multas e juros concedida pela Secretaria de Fazenda. A grande demanda no mês de janeiro fez com que o prazo fosse prorrogado até esta sexta-feira, dia 30 de março. De acordo com o secretário de Fazenda, Hélio Volgari, em média, são realizados 200 atendimentos por dia na secretaria em busca do desconto de 100% nos juros e multa do IPTU atrasado e do parcelamento em até 60 meses. - É uma oportunidade que a gente está dando ao contribuinte para que a gente consiga conscientizá-lo que esses recursos vão investir em todos os setores da cidade, Saúde, Educação, Infraestrutura, todo o funcionamento da gestão público – declarou. Os mais de 90 mil registros da dívida ativa

somam aproximadamente R$ 847 milhões de reais, que acabaram colaborando para a baixíssima colocação do município no ranking de Gestão Pública realizado pela Firjan, que mostrou Petrópolis na 79ª colocação no estado e em 3.942º no país. - A gente entende que uma dívida de R$ 847 milhões impõe muitas restrições ao município com a falta de recursos, tanto que no índice da Firjan a cidade foi muito criticada, e o endividamento é um dos motivos. Por ano, é uma média de R$ 94 mil anual em dívida de IPTU, o que é muita coisa – afirmou. A prefeitura ainda está avaliando a necessidade de prorrogação do pagamento, mas até o momento, o último dia para aproveitar a anistia é hoje. Basta comparecer à Secretaria de Fazenda, localizada na Rua 16 de Março, 183, 1º andar, no Centro.

da Concer, já que não está no contrato de concessão. - Isso não consta no contrato. É função da prefeitura, mas todo governo vem empurrando isso para a Concer – disse Arruda.

A Câmara realizará hoje, às 9h45, a devolução de R$ 1 milhão aos cofres da prefeitura. No evento, estarão presentes o prefeito Paulo Mustrangi e a secretária de Saúde, Aparecida Barbosa. A verba, fruto da economia dos três primeiros meses de 2012, será destinada à saúde, com foco nas filas por cirurgias no município. Um termo de compromisso entre o Executivo e o Legislativo garante que, com o dinheiro, 1.485 pessoas que estão nas filas por cirurgias serão atendidas. Serão realizadas 900 cirurgias de catarata, 100 de retina e glaucoma, 85 tratamentos cirúrgicos de câncer de próstata, bexiga e cálculo renal e 400 ressonâncias magnéticas. O presidente da Câmara, vereador Paulo Igor (PMDB), explicou que a escolha dos procedimentos que serão beneficiados pela devolução foi feita em acordo entre os vereadores e a Secretaria de Saúde. A proposta

Casa de Saúde Santa Mônica

n

O presidente Paulo Igor entregará o “checão” hoje às 9h45

é “zerar” as filas dos quatro tipos de cirurgias. No evento de hoje, haverá a entrega simbólica de um “checão” ao prefeito. Paulo Igor afirmou que hoje mesmo o dinheiro já estará no caixa da prefeitura. Essa será a segunda devolução da atual legislatura. Em setembro de 2009, uma cerimônia marcou a entrega

de um “checão” de R$ 1,29 milhão da Câmara para a prefeitura. Na ocasião, a Casa, presidida pelo atual deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB), não “carimbou” a verba para nenhum setor da administração municipal, mas os vereadores pediram ao prefeito Paulo Mustrangi para que o valor fosse investido na saúde.

O presidente da Câmara, vereador Paulo Igor (PMDB), declarou ontem, durante sessão, que aproveitará o evento de hoje para cobrar do prefeito Paulo Mustrangi e da secretária de Saúde, Aparecida Barbosa, uma solução para a Casa de Saúde Santa Mônica – referência da Região Serrana no atendimento psiquiátrico. No início do mês, a direção da Casa de Saúde Santa Mônica informou que poderá deixar de atender os cerca de 200 pacientes conveniados ao SUS. De acordo com a direção, o atual valor das diárias – R$ 43 – não é o suficiente para manter o atendimento dos 200 pacientes e arcar com impostos e salários dos atuais 100 funcionários. - Não podemos permitir que a Casa de Saúde Santa Mônica, por inabilidade ou por falta de vontade política, venha a fechar. Desta Casa, não faltarão esforços de cada vereador – disse Paulo Igor.

Vinte empresas já estão interessadas em participar da licitação dos radares Vinte empresas já se interessaram em participar da licitação dos radares de velocidade marcada para o dia 16 de abril, e novas ainda poderão se candidatar. De acordo com a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte, todas as interessadas que estão se inscrevendo no processo, além de retirarem o edital, estão fazendo uma visita técnica com os profissionais da companhia nos locais onde serão instalados os equipamentos. A medida serve para que a vencedora não corra o risco de alegar futuramente que não tinha ciência das condições e dos pontos de instalação. As empresas interessadas em concorrer devem apresentar a documentação requisitada no edital e a proposta de preço na data da licitação, marcada para 10h. O serviço

prevê a instalação de 34 radares no município para a prestação de serviços de fiscalização eletrônica de velocidade. A licitação, que, primeiramente, estava marcada para o dia 5 de março, foi transferida para o dia 16 devido às exigências feitas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que sugeriu à companhia estabelecer, no edital, critérios de reajustamento de preços e o cronograma físico-financeiro da execução contratual. A companhia atendeu ao pedido e publicou uma errata do edital, disponível a todos os interessados em participar. Há mais de um ano, os equipamentos foram desligados por causa do processo de licitação realizado na administração passada que foi investigado pelo TCE e pelo Ministério Público.

Arquivo

Radar da Avenida Barão do Rio Branco: desativado há um ano


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

Santa Mônica No mais puro estilo “com a faca entre os dentes e a machadinha mão” os vereadores vão lutar para que a Clínica Santa Mônica não seja fechada. O presidente da CMP, Paulo Igor, disse que não vai medir esforço para achar uma solução para o grave problema. Por isso pede a união de todos os vereadores.

O Repórter Edyr Raposo

edyrraposo@ig.com.br

Sem o direito de criticar, nenhum elogio é válido

SEXTA-FEIRA, 30 DE MARÇO DE 2012

NSS em Itaipava O vereador Gil Magno quer porque quer uma agência do INSS em Itaipava para que possa atender todos os distritos. Desde já esta coluna vai dar o maior apoio ao vereador. Até porque em Petrópolis o INSS funciona de verdade. Graças aos servidores que trabalham pra valer. O INSS de Petrópolis é um exemplo para todo o Brasil.

Jovem Aprendiz

SBT de cara nova

Os empresários petropolitanos que atuam no segmento de Comércio Varejista já podem contratar Jovens Aprendizes, com idade a partir de 16 anos para a função de balconista. Isto só é possível através do Programa Jovem Aprendiz, do Ministério do Trabalho e Emprego, para o qual a COMAC – Comissão Municipal de Atuação Comunitária de Petrópolis é chancelada.

CMP ajuda a saúde Em solenidade nesta sexta-feira (dia 30), às 9h45, no plenário da Câmara de Vereadores, o presidente da Casa, Paulo Igor (PMDB), fará a devolução de verbas – R$ 1 milhão - do orçamento deste ano da casa à prefeitura. Na ocasião, o prefeito Paulo Mustrangi e a Secretária de Saúde, Aparecida Barbosa, assinarão um termo de compromisso garantindo que os recursos sejam direcionados a cirurgias de câncer, cirurgias de retina e glaucoma, catarata e exames de ressonância magnética. Serão beneficiadas 1.485 pessoas, que hoje estão em filas de espera.

Creche Jorge Rolando A pedido do vereador Paulo Igor o prefeito Paulo Mustrangi inaugurou o Centro de Educação Infantil (CEI) Jorge Rolando da Silva. A estrutura física da unidade escolar conta com 11 salas amplas e arejadas, brinquedoteca, sala de professores, cozinha, despensa, refeitório, sala de amamentação, vestiário para os funcionários, horta, casa de boneca, quadra e área de lazer. No local, serão atendidas mais de 160 crianças de seis meses a cinco anos e 11 meses, com turmas de creche e pré-escola

Contagem regressiva para a Copa 2014... Faltam 2 anos, 12 estádios, 1 seleção, 1 técnico, 30 hotéis, 14 aeroportos, 120.000 km de rodovias, 2.000 km de metrô, 6 trens-bala, 115 favelas pacificadas, 33.000 soldados preparados, 2.000 restaurantes e 150.000 motoristas de táxi falando inglês.

Fernanda Geraldo Maia Dias fez aniversário na terça-feira. Os seus amigos da Câmara Municipal fizeram festinha surpresa

O jornalismo do SBT Interior está de cara nova com a estreia de um novo cenário para o telejornal que muda de nome e passa a se chamar SBT Cidade, comandado por Paulo Carvalho. O apresentador Paulo Carvalho comanda o jornalismo do SBT Interior há 7 anos com muita credibilidade e competência. Equipes de jornalismo estão distribuídas nas principais cidades do interior do Rio de Janeiro para fazer um programa com informações relevantes para a sociedade.

Comdep não atende Comdep não atende o prefeito, muito menos o vereador e deixa o Bingen abandonado. Há cerca de um mês, o vereador Wagner Silva esteve em visita ao bairro, junto com o prefeito Paulo Mustrangi. Na ocasião o vereador mostrou que as localidades Duarte da Silveira, João Xavier, Contorno, Capela e Dias de Oliveira estavam em situação de abandono, com ruas sem capina, rios necessitando de dragagem, postes caindo e dezenas de luzes queimadas. De acordo com o vereador, o prefeito na mesma hora fez uma ligação para o Sr. Reis, da Comdep, solicitando que o serviço fosse realizado. Mas até agora nada - neca de petibiriba. Wagner está uma fera e não nega que a jeripoca vai piar.

Alunos do Instituto Social São José visitaram a Câmara na quarta-feira e foram recebidos pelo presidente Paulo Igor

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


sexTa-feira, 30 de março de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Trânsito no Centro sofrerá novas mudanças Durante uma entrevista coletiva concedida à imprensa na tarde de ontem, o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans), Roberto Naval, anunciou medidas que começarão a ser colocadas em prática a partir da próxima terça-feira, dia 3 de abril. A Rua Joaquim Moreira (atrás dos Correios) passará

a ser mão dupla até o trecho em frente à saída do estacionamento do Shopping Santo Antônio, o tempo do estacionamento rotativo na Rua Miguel Detsi (via do Liceu Municipal) passará de uma para três horas, sem alteração no valor, e agentes de rotativo estarão presentes na Rua Floriano Peixoto e em Corrêas. Além disso, uma área de es-

Cidade perde o jornalista e político Pitágoras Müller Morreu ontem de falência múltipla dos órgãos o jornalista Pitágoras Castilhos Müller, de 55 anos. Ele estava internado desde a última segunda-feira no Hospital Clínico de Corrêas. O horário do sepultamento de Pitágoras ainda não foi informado pela família. Nascido na cidade de Carazinho (RS), mesmo município onde nasceu o exgovernador Leonel Brizola, Pitágoras foi amigo particular de Brizola e estava em Petrópolis havia 20 anos. Aliás o político foi um dos fundadores do PDT nacional. O jornalista foi também um dos responsáveis pela campanha do deputado federal Hugo Leal. - Ele era amigo dos amigos, generoso e leal, além de ser grande político – disse Paulo Antônio Carneiro Dias, diretor-presidente do grupo Diário de Petrópolis. Pitágoras Müller implantou a primeira galeteria em Petrópolis, no Shopping Vilarejo. Alguns dos pratos

da casa, como o arroz de carreteiro e maionese com batata faziam sucesso. - O arroz doce que ele fazia (Pitágoras) aprendeu com a cozinheira do expresidente Getúlio Vargas – lembrou Paulo Antônio. Ao lado de Paulo Henrique Villela Pedras e Paulo Rattes, o político trouxe as tradicionais cavalgadas para a cidade. - Ele trouxe as culturas de seu estado para Petrópolis. Aliás ele tinha um grande amor pela Cidade Imperial – contou o diretor-presidente do grupo Diário. Pitágoras Müller foi chefe de gabinete de Albino Azevedo, ex-governador do Espírito Santo, de presidentes do Detran-RJ como na gestão de Hugo Leal, foi ainda diretor do TurisRio e atualmente era chefe de gabinete da Secretaria Municipal de Trabalho do Rio de Janeiro. Atualmente Pitágoras Müller coordenava a campanha do pré-candidato à prefeitura Nelson Sabrá.

Ao centro o presidente da CPTrans Roberto Naval: homenagens

Prefeitura lança prêmio para prestigiar motoristas Homenagear a quem presta um serviço essencial à população: foi com esse objetivo que a Prefeitura de Petrópolis, por meio da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans), lançou o prêmio “Rodoviário Nota 10” na última quintafeira (29). Em parceria com as empresas que atuam no transporte no município, a CPTrans reconhecerá a atuação da categoria e buscará resgatar o mérito desses profissionais no sistema de transporte coletivo na cidade. Os 10 motoristas, cobradores ou fiscais que se destacarem em cada uma das viações no desempenho das funções receberão um troféu de honra ao mérito, um botton, um certificado e um prendedor de gravatas, acessório que faz parte dos uniformes. - É algo que eles poderão mostrar no peito, no uniforme e no currículo. É um presente modesto, mas não poderíamos deixar de homenagear essas pessoas que desempenham um trabalho tão importante para atender à população - declarou o presidente da CPTrans, Roberto Naval. A cada mês, os ganha-

dores receberão o prêmio em uma cerimônia especial. A primeira entrega acontecerá no dia 13 de abril. As viações de transporte coletivo comemoraram a iniciativa. - Parabenizar o rodoviário por seus méritos é algo que já fazemos, mas internamente, na empresa, e que a população não vê. Com o prêmio, o motorista, cobrador ou fiscal terá a sua atuação mais visível e seu desempenho reconhecido. Eles merecem essa homenagem - agradeceu Patrícia Salvini, da viação Cidade das Hortênsias, ao lado de José da Silva Vieira, da Petro Ita; de Sérgio Antonio Leal, da Cascatinha; de Ronaldo Lucca, representando o interventor da Petrópolis; e Seraphin José Claudino, interventor da Autobus. Cada empresa apontará os 10 funcionários de destaque no mês. Além de dar maior visibilidade ao rodoviário, a premiação contribuirá também para a sua autoestima. - A população verá com destaque aquele profissional, que consequentemente se sentirá valorizado pela importância de seu trabalho - finalizou Naval.

tacionamento, sem cobrança, será implantada em frente ao campus Bingen da Universidade Estácio de Sá. - Vamos retirar todas as vagas de rotativo, de imprensa e das autoescolas da Rua Joaquim Moreira para que a medida possa ser colocada em prática. Assim, o motorista que sair da Rua Epitácio Pessoa continuará fazendo o

mesmo trajeto até a Rua do Imperador. Já no sentido contrário somente será possível do Shopping Santo Antônio até o Bosque do Imperador – disse Naval. Para que a medida possa ser realizada, 20 vagas de estacionamento rotativo serão retiradas. - Nosso intuito não é dar lucro, mas atender ao maior

número de pessoas possível – completou. Por ser uma via mais afastada da Rua do Imperador, principal via do Centro da cidade, a Rua Miguel Detsi, que já conta com estacionamento rotativo, terá o tempo de parada aumentado em duas horas. Assim, os motoristas continuarão pagando R$ 2,50, mas poderão ficar com os veículos

estacionados por até 3 horas por esse mesmo valor. As dificuldades causadas no trânsito e também para estacionar no Bingen serão amenizadas com a nova medida que será implantada pela companhia. - Vamos demarcar no Bingen, como já fizemos na Paulo Hervê. Não vamos cobrar rotativo – disse.

Paulo Mustrangi participa da pré-inauguração da Bohemia “Uma saga, uma cidade, uma cervejaria”. Foi com esse conceito que a Cervejaria Bohemia, fundada em 1853, sendo portanto a primeira do Brasil, abriu ontem suas portas para a visitação do Prefeito Paulo Mustrangi e de todo o secretariado municipal. A reativação da fábrica, fechada desde 1998, é vista como uma grande alavanca de crescimento econômico para o município, principalmente no que diz respeito ao turismo. Isso porque o Museu da Cerveja, onde é feito um apanhado geral sobre a história da bebida e, claro, da Bohemia, só encontra paralelo em um museu na Alemanha. Até por conta disso, o prefeito fez questão de ressaltar a importância que a reativação terá para o turismo da cidade e para o resgate das tradições, uma vez que Petrópolis sempre se notabilizou pela produção de cervejas de alto padrão. - Petrópolis tem tudo para se tornar cada vez mais um polo cervejeiro, não só do estado e do país, como também do mundo. A reativação da cervejaria resgata nossas tradições e potencializa o nosso turismo, sendo mais um atrativo cultural da nossa cidade - exaltou Mustrangi, acrescentando ainda a importância econômica do investimento, que propiciou a geração de mais de mil empregos diretos e indiretos, desde o início das obras até a fase de funcionamento. O presidente da Fundação de Cultura e Turismo, Gilson Domingos, também destacou a importância econômica, chamando a atenção para criação de postos de trabalho para a cidade, lembrando ainda mais investimentos no setor de turismo. - Ganhamos mais um espaço cultural que com certeza vai atrair os turistas para a cidade. Amanhã vamos inaugurar o Centro Cultural 14 bis, uma atração parale-

Fotos: Alan Alonso

O prefeito Paulo Mustrangi (PT) disse, durante entrevista, disse que a fábrica será outro atrativo

la ao Museu Casa de Santos Dumont. O espaço vai contar com total acessibilidade - ressaltou Domingos. Quem também esteve presente na visita, que durou toda a manhã, foi o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB). Segundo ele, a reativação trará benefícios para o turismo não só do munícipio, como de todo o estado do Rio. - A cidade tem tudo para virar um polo cervejeiro. Temos a Cervejaria Imperial, o Grupo Petrópolis e resgatamos a Cervejaria Bohemia, que é na verdade um grande resgate da autoestima do petropolitano, que ficava triste em ver a fábrica abandonada - destacou Rossi. O presidente da Câmara, vereador Paulo Igor(PMDB), foi outro que bateu na tecla do resgate da autoestima do petropolitano ao poder ver a Bohemia em pleno funcionamento. - Todo mundo na cidade tem uma relação muito direta com a Bohemia, é uma verdadeira referência para a cidade e será mais um atrativo para o nosso turismo - completou.

Durante a visita, o deputado estadual Bernardo Rossi (PMDB) estava acompanhado de André Lazaroni (PMDB) e Gustavo Tutuca (PSB). - Este foi um dos maiores presentes que Petrópolis pode ganhar – disse Tutuca. Já Andre Lazaroni afirmou que ficou impressionado com a fábrica e com a cidade. - Petrópolis ficou mais agradável e mais bonita – elogiou Lazaroni. A saga da cerveja Mais do que uma simples visita a uma fábrica, onde os visitantes conhecem os processos de produção, na Cervejaria Bohemia a visita é elevada categoria de experiência. A história da mais tradicional e antiga cerveja do país é mostrada com o suporte da alta tecnologia. São diversos painéis interativos, que tornam o passeio mais divertido e facilita o aprendizado dos conteúdos. A visita começa pela “saga da cerveja”, onde os visitantes conhecem um pouco da história da bebida,

desde a sua criação, quase acidental, na Suméria, uma das primeiras civilizações, até os tempos de hoje, numa fase em que a produção é feita em série. Nesse caminho é mostrada a evolução nas técnicas de produção e a expansão do produto pelo mundo, impulsionadas pelas grandes navegações. Neste ambiente também é possível obter informações sobre o consumo e produção de cerveja no Brasil e no mundo. Em seguida, a visita passa pela “Sala do mestre cervejeiro”, espaço dedicado a contar a história da cervejaria, que se confunde com a própria história da cidade. A visita mostra ainda os ingredientes utilizados na fabricação da cerveja até o processo de transformação. Ao fim, mais interatividade, que é a grande marca do passeio, na sala de estúdio. Lá é possível fazer cartões-postais e divulgá-los por redes sociais como facebook e twitter. Os jogos disponibilizados são feitos a partir de uma tecnologia que faz uma leitura dos movimentos corporais e os reproduzem na tela.

Pais de Stefanini mantêm esperança Após seis meses de investigações, o caso de Stefanini Freitas Monken da Conceição ainda não foi solucionado. A jovem, de 18 anos, desapareceu no dia 30 de setembro de 2011, no Sítio Monte Florido, na Estrada da Saudade, quando estava a caminho da escola, um trajeto de cerca de 700 metros de sua casa até o ponto de ônibus. Segundo testemunhas, ela teria sido apanhada de carro por dois homens, que não foram identificados. No dia do desaparecimento buscas foram realizadas no local pelo Corpo de Bombeiros com ajuda de cães farejadores. Na época, muitos boatos foram formados sobre o caso, e falsas informações atrapalharam o andamento do inquérito. Celso da Conceição,

pai da menina, contou que alguns erros, como falta de detalhes nos depoimentos colhidos, teriam sido cometidos nas investigações iniciais, mas está confiante no trabalho realizado pela equipe do delegado Marcelo Ambrósio. No momento a polícia teria oito suspeitos do caso. Celso disse que sua relação com a filha sempre foi muito franca e que o seu dia a dia nunca mais será o mesmo. Suas duas filhas mais novas, de cinco e oito anos de idade, perguntam constantemente pela irmã desaparecida, e tiveram que deixar de frequentar a escola devido aos comentários que ouviam sobre o caso, e que muitas vezes abalavam as duas crianças. A família pede para que qualquer pessoa que tenha alguma pista comunique ime-

Celso da Conceição, pai de Stefanini, reclamou dos depoimentos

diatamente à polícia. Apesar do tempo passado, a família não perdeu a esperança de que Stefanini esteja viva.

- A esperança não pode acabar. É o que nos move ainda - contou Celso.


DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de março de 2012

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Arte

Todas as portas se abrirão, bastando encarar a vida com otimismo e decisão de aproveitar as boas oportunidades. Não se entregue a sanha dos inimigos ocultos nem descuide de sua saúde. Ouça e aprecie as sugestões que receber. Lucrará muito com isto.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Felicidade amorosa, sentimental e bastante sucesso em diversões e nas festividades onde comparecer, estão previstos para você hoje. Bom relacionamento com os familiares e amigos. Hoje é um dia favorável para jogar na loto.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Alguma surpresa agradável no setor amoroso virá melhorar este dia. Enfrente os problemas difíceis com tranquilidade e mais confiança em si. Desligue-se do que parece ser inútil para a sua vida.

Leão - (23/07 a 22/08)

O período da manhã será um tanto ou quanto complicado para você. Mas, à tarde, tudo deve melhorar sensivelmente. Conseguirá progredir no trabalho e será bem sucedido. Êxito profissional e boa saúde.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Possibilidades enormes de êxito em quase tudo que estiver relacionado com assunto sigiloso ou particular. Não revele a ninguém seus segredos ou pagará um alto preço por isso. Dia para ouvir mais e falar menos.

Libra - (23/09 a 22/10)

Deverá dar mais atenção na possibilidade de fazer novos e proveitosos contatos pessoais ou associar-se a alguém. Visite pessoas influentes e traduza em termos práticos, todas as suas ideias, aspirações e sonhos.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Período um tanto quanto agitado para você, mas, para que tudo saia bem, você deverá adotar uma atitude otimista e inteligente, e evitar o nervosismo que nada adianta. Sucesso ao sexo oposto. Seja mais atencioso para com as pessoas.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Hoje será duplamente beneficiado no plano social, pois terá as melhores influências que poderia esperar. Uma notícia vinda por correio, por telefone ou por qualquer outro meio de comunicação, o deixará muito contente, muito otimista.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Muito bom aspecto astral para lucrar em negócios que há muito iniciou e para ser bem sucedido profissional e financeiramente através da influência de conhecidos. Sucesso romântico. Hoje, as coisas estarão como você gosta.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Você está vivendo um dia que muito o favorece. Faça tudo para evitar atritos, discussões e cena de ciúme. Boas notícias à tarde e novos conhecimentos de bons resultados para o futuro. Otimismo e persistência são fatores reais para o sucesso.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Sob a influência de sua segunda casa zodiacal, pode fazer compras ou vendas lucrativas. Procure cuidar de sua saúde. Atividade brilhante na vida social, esportiva intelectual e administrativa. Bom para reconsiderar os planos de trabalho.

acontece hoje • Hoje, às 20h, tem Serenata Imperial. O projeto, fundado em maio de 1997, tem o objetivo de resgatar a música de boa qualidade e grandes nomes da MPB, cantando o amor nas mais lindas canções. No Palácio de Cristal, censura livre, entrada franca.

Espírita Praça Florida de Livros traz doutrina para o Centro A partir do dia 13 de abril, até o dia 24, será montada na cidade a ‘Praça Florida de Livros 2012 - Seja a Paz’. Trata-se de um evento lítero-cultural cuja proposta é divulgar os postulados da Doutrina Espírita, com uma extensa programação que incluirá palestras, batepapos, cinema seguido bate-papos, seminários sobre Inteligência Emocional e espiritualidade, espetáculos artísticos teatrais e de música, bem como performances cênicas. Na praça pública (Praça D. Pedro, Centro Histórico), será montada uma estrutura de exposição, venda e troca de livros com temáticas espíritas, bem como área para leitura e socialização. Neste ano, a Praça Florida homenageia o orador espírita e escritor, professor José Carlos Leal. A censura é livre e a entrada, franca. A Feira do Livro ficará montada também entre os dias 13 e 21, diariamente, de 10h às 19h. Haverá exposição, venda e troca de livros espíritas, sessões de autógrafos, performances etc.

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1

O MC Andinho faz uma apresentação especial hoje, na Tamboatá

puxador da bateria do grupo formado por dez amigos que resolveram se juntar para mostrar que aqui na serra, o samba é forte, profissional, e tem o seu espaço. E as atrações da noite continuam. Para incrementar o ritmo da festa, os residentes DJ Vinícius Maga-

lhães e VJ Scali vão estar no suporte da noitada. O endereço é Estrada União & Indústria, 12.360, Itaipava. Maiores informações: Facebook (http://www.facebook.com/tamboata) e Twitter (http://twitter.com/tamboata), ou através do e-mail: atendimento@tamboata.com.br.

Música

Louh Marques é a atração de hoje em bar da cidade A cantora petropolitana Louh Marques se apresenta hoje no MpBar restaurante, Rua Paula Buarque, 999, Parque São Vicente, antigo Espaço nas Nuvens, com o show ‘Akustik’. O repertório da cantora, até então, vinha bebendo da fonte do rock’n’roll, continua fazendo isso, mas de forma mais eclética, com novos sons e novos artistas, incluindo músicas de Adele, Sister Hazel, Norah Jones, Alicia Keys e Amy Winehouse. Mas tem muito rock também, claro. Louh conta com a presença de Dino Fernandes na bateria e João Vicente na guitarra. O show começa a partir de 21hs.

FURIA DE TITÃS 2 – Censura 12 anos – com Sam Worthington – Horários: 14h, 16h, 18h e 20h SALA 2 JOGOS VORAZES – Censura 14 anos – com Jennifer Lawrence – Horários: 14h30, 17h30 e 20h30

ESPELHO, ESPELHO MEU – Censura livre – com Julia Roberts – Horários: 17h, 19h e 21h – quinta-feira, 05/04 SALA 2 O LORAX – Em Busca da Trúfula Perdida – Censura livre – com Zac Effron – Horários: 14h40, 16h40 e 18h40 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão PROTEGENDO O INIMIGO – Censura 14 anos – com Denzel Washington – Horários: 20h40 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1

Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada.

FURIA DE TITÃS 2 – Censura 12 anos – com Liam Neeson – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão

TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

SALA 3

SALA 1

SALA 2 JOGOS VORAZES – Censura 12 anos – com Jennifer Lawrence – Horários: 15h20, 18h e 20h40 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão

GUERRA É GUERRA – Censura 12 anos – com Tom Hardy – Horários: 14h50, 16h50, 18h50 e 20h50 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão

Filmes na TV

A cantora faz show hoje à noite no MpBar restaurante

NÁUFRAGO – GLOBO - 15H40 – COM TOM HANKS- Depois de um acidente aéreo, Chuck Noland, inspetor da Federal Express, obcecado por trabalho e prestes a se casar, vai parar sozinho em uma ilha deserta. Ele irá passar quatro anos no local, em condições extremamente hostis e aprenderá a lutar pela própria sobrevivência. O CORVO – SBT - 23H – COM BRANDON LEE - Diz a lenda que, quando as pessoas morrem, os corvos carregam suas almas para a terra dos mortos. Mas, em raras vezes, uma alma pode ser trazida de volta para acertar as contas. Um ano após ter sido assassinado junto com sua noiva por uma gangue, o guitarrista Eric Draven retorna da sepultura com a ajuda de um misterioso corvo, com a intenção de se vingar de seus assassinos.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2012

Considerado erradica- Deve ser incentivada do desde 1980, teme- na infância para auxise que possa ser liar o desenvolviusado como arma mento intelectual Pirilampo Título de Paul McCartney Balcão de bebidas Longe, em inglês Usina de petróleo Os mais próximos da Terra são a Lua e Vênus (Astr.)

Herói de "O Guarani"

Tipo de pintura de Rivera e Orozco

Cartunista ítalobrasileiro

Opcional de carro proibido em junho de 2011 (pl.)

"(?) Confesso", de Tim Maia (MPB)

"A (?) do Gelo", desenho animado

Rua (abrev.) Ver, em inglês

Parte inferior do hovercraft Deus-sol do Egito Antigo Ofertar Amigo como Iago (Teat.)

Revolta dos (?), movimento separatista também chamado Conjuração Baiana Jogo vencido com facilidade (bras.)

D

A

Latitude (abrev.) 1, em romanos

R

Costume (?) logo: assim que

O Deus único, para o Islã (Rel.)

Zagueiro da seleção uruguaia (fut.)

Tipo de sanfona Laço apertado Boro (símbolo)

Peças do campanário Claridade noturna

Idade, em inglês (?) Cocker, cantor britânico

Profissão de Felipe Massa

Dean Martin, cantor e ator dos EUA

(?) Piaget, epistemólogo suíço

Gatuno; larápio Palco da batalha final entre o Bem e o Mal (Bíb.)

BANCO

Medida de velocidade náutica

30

Solução

S

Touro - (21/04 a 20/05)

O ARTISTA – Censura 12 anos – com Jean Dujardin – Horários: 15h e 19h, terça a domingo

O PACTO – Censura 14 anos – com Nicolas Cage – Horários: 20h50 – Sexta a quarta-feira, 30/03 a 04/04 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão

A

Mais uma edição da esperada Chopada da Medicina acontece na Tamboatá de Itaipava hoje, a partir de 22h. As atrações da festa são especiais e vão reunir o MC Andinho, o samba de qualidade da Bateria Elite Samba Show, e os residentes DJ Vinícius Magalhães e VJ Scali. O funkeiro MC Andinho é considerado um dos mais importantes nomes do funk carioca. Seu trabalho é reconhecido no cenário nacional e também no internacional do ritmo funk. Respeitado compositor, suas músicas são sinônimo de sucesso. Entre os principais hits, Corpo Nu, Inocente, Bonde do Mal, Decepções e Glórias e Pingos de Magia figuram nos clássicos. Os dançantes, os funks ‘Já é Sensação’ e o ‘Bonde Chegou, Maria’. Mais dois hits de Andinho que explodiram no mercado foram Balada Boa e Rio de Janeiro. Tony Garrido, Maria Gadú, Kid Abelha, Latino e Cláudia Leitte são alguns dos músicos que gravaram composições do MC Andinho. A Bateria Elite Samba Show retorna à Tamboatá para proporcionar à galera toda a alegria que o samba oferece. Robson Aché é o

GUERRA É GUERRA – Censura 12 anos – com Reese Whiterspoon – Horários: 17h10, terça a domingo – Sessão extra sexta e sábado, 21h20

B

Alguma coisa diferente, estranha poderá acontecer hoje. Bom dia para os estudos, testes, concursos e meditação. Programe um negócio e terá êxito. Fase propícia para progredir através do trabalho. Socialmente, procure ser mais ativo.

CINE ITAIPAVA União & Indústria, 11.000 Itaipava

Est.

P

Áries - (21/03 a 20/04)

MC Andinho anima chopada da Medicina hoje na Tamboatá

M P U M E R R F A R I A L E R U S O R E I A T E S Ã D F O L E O U X A G E J E A N O N O E D O N

HORÓSCOPO

PEQUENOS ESPÍÕES 4 – Censura livre – com Jessica Alba – Horários: 15h10, 17h, 18h50 – Sexta a quarta-feira, 30/04 a 04/04 15h10 – quinta-feira, 05/04 2ª feira – dia 02 – não haverá sessão

3/age — far — see. 4/jean — saia. 5/mural. 9/alfaiates.

INSTITUTO OMAR CARDOSO

H A G A L R B A E F I N A T T R O S A D A L F A I A L A I L E S I N L O T O U U A D R Ã R M A G

57 anos

V I R U S D A V A R I O L A

6


sexta-feira, 30 de março de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

geral

Hugo Leal pretende aumentar rigor na Lei Seca O deputado federal Hugo Leal (PSC/RJ), autor da Lei Seca (Lei 11.705/08), deu entrada ontem (28/3), na Câmara dos Deputados, no Projeto de Lei 3559/2012, que altera artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) que tratam da combinação álcool e direção. O novo projeto atende as recomendações do Comitê Nacional de Mobilização pela Saúde, Segurança e Paz no Trânsito e representa também o consenso e de especialistas

da Casa Civil e dos Ministérios da Justiça, Cidades e da Policia Rodoviária Federal e de um grupo de representantes de Detrans de todo o Brasil que, ao longo dos últimos meses, vem se reunindo com o deputado para aumentar o rigor da legislação. - O novo projeto amplia as provas para identificar a ingestão de álcool por motoristas e facilitará a fiscalização, pois passará a utilizar outros meios para comprovar a embriaguez no trânsito, além do

bafômetro/etilômetro e do exame de sangue - explicou o deputado Hugo Leal. Atualmente, por lei, apenas os testes com os aparelhos e os exames de sangue têm sido considerados provas para subsidiar processos criminais contra motoristas embriagados. Com o novo projeto, o artigo 277 do CTB passará a estabelecer que todo condutor envolvido em acidente de trânsito, ou que for alvo de fiscalização, será submetido

a teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que, por meios técnicos ou científicos, permitam certificar influência de álcool ou outra substância psicoativa ilícita que determine dependência, que também poderá ser caracterizada mediante prova testemunhal e imagens que indiquem comprometimento da capacidade psicomotora. O artigo 306 passa a estabelecer uma equivalência entre o exame de sangue, que mede a quantidade de

álcool na corrente sanguínea (seis decigramas por litro de sangue) com a quantidade de álcool por litro de ar alveolar (0,3 miligramas). Outros destaques estão na mudança do Artigo 165, que estabelece as penalidades para quem dirige sob influência do álcool. Pelo novo Projeto de Lei, a multa terá o valor da gravíssima (R$ 191,54), multiplicada por 10 = R$ 1915,40, com a imediata suspensão do direito de dirigir por doze meses e

recolhimento da habilitação. No caso de condutores reincidentes, será aplicada a multa em dobro. O PL 3559/2012, de autoria de Hugo Leal, pode ser votado nas próximas semanas. Foi protocolado no mesmo dia em que o Superior Tribunal de Justiça (STJ) manteve a exigência única do bafômetro ou do exame de sangue para detectar casos de embriaguez ao volante, seguindo o que prevê a Lei Seca, em vigor desde 2008.

Más condições dos ônibus Construtora Solidum prejudicam passageiros inaugura nova sede hoje É comum os usuários reclamarem das más condições dos ônibus que circulam em Petrópolis. Baratas, bancos quebrados e com estofado danificado e pichação são alguns dos problemas que pioram ainda mais a vida do passageiro. De acordo com o presidente da Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans), Roberto Naval, a companhia e as empresas precisam fazer a parte delas, mas os usuários também precisam cooperar. Ele, assim como representantes das empresas de ônibus, afirmam que atos de vandalismo são praticados com frequência nos veículos, assim como ações nada educativas, como jogar lixo, que acabam ajudando na proliferação de insetos. De acordo com o representante da Cascatinha, Sérgio Antonio Leal, já houve períodos em que um mesmo veículo precisou ter o estofado recuperado por quatro dias seguidos. - Consertávamos e no fim do dia já estava com o banco todo rasgado novamente. São, em média, seis bancos por dia – disse. Em relação às baratas, Roberto Naval afirmou que a

companhia fiscaliza as empresas de ônibus que são obrigadas a manter em dia o serviço de dedetização. Entretanto, ele chama a atenção ao fato do próprio usuário insistir em se alimentar dentro do ônibus e deixar a embalagem para trás, além de deixar cair farelos que “chamam” os insetos para os veículos. - A empresa tem responsabilidade no controle de vetores. O trabalho é feito e tem garantia de 60 ou 90 dias, mas também as empresas precisam cobrar o certificado de quem faz esse serviço porque se ainda persiste também é um problema da contratada para dedetizar – afirmou. - É um problema que não é de hoje. Estava verificando alguns arquivos de matérias antigas sobre transporte e achei uma reportagem de 1975 em que o passageiros reclamava sobre isto (baratas) – afirmou o interventor da Autobus, Seraphin José Claudino. De acordo com o relatório mais recente entregue pelas empresas de ônibus à CPTrans, as últimas dedetizações realizadas foram: dia 04 de janeiro, Transporte São Pedro de Alcântara; 27 de fevereiro, São Luiz (Cidade das Hortênsias);

07 de março, Petrópolis; 08 de março, Autobus; 15 de março, Petro Ita e Cascatinha; e 26 de março, Esperança. Para tentar minimizar a situação, o presidente da CPTrans afirmou que campanhas de conscientização dos usuários, assim como foi realizada a campanha “Ônibus não é boate” pelo Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário de Petrópolis (Setranspetro) para coibir os passageiros que ouviam música nos celulares sem utilizar fone de ouvido, estão sendo pensadas. Um dos suportes da campanha será um sistema de televisão, que segundo Roberto Naval, será publicada uma portaria para permitir que os ônibus do município possam circular com este tipo de equipamento que contará com programas e mensagens educativas. Anteriormente, campanhas para os passageiros chegaram a ser realizadas. - Fizemos uma campanha direcionada às crianças para que elas não jogassem papel no chão, que contribui para a proliferação de insetos, Agora temos que pensar nisso novamente – disse a representante da Cidade das Hortênsias, Patrícia Salvini.

PMP reinaugurada escola Mais de 200 pessoas compareceram à cerimônia de reinauguração da Escola Municipal Nilo Peçanha, na última terça-feira (27). Fundada em 19 de abril de 1941, a escola passou por reforma e ampliação e, hoje, conta com uma secretaria, sete salas de aula, banheiros masculino, feminino e de funcionários, cozinha, refeitório, que não possuía, além de um espaço que, futuramente, vai sediar uma sala de recursos multifuncionais e um laboratório do ProInfo, programa do governo federal em parceria com a Prefeitura que garante a inclusão digital. A Escola Municipal Nilo Peçanha atende a 263 alunos do primeiro ao quinto ano do Ensino Fundamental, distribuídos em dois turnos. O quadro da escola conta com uma

diretora-geral, uma diretoraadjunta, uma orientadora, dez professoras, uma merendeira, uma zeladora, uma secretária, duas inspetoras de disciplina, uma auxiliar de serviços gerais e uma estagiária. - É com grande alegria que estamos entregando mais uma reforma importante para acidade. Este mês de março já é um marco na história de Petrópolis porque, nos últimos dias, entregamos obras importantes para a população. Hoje, podemos perceber que de ponta a ponta da cidade existem investimentos que melhoram a qualidade de vida dos petropolitanos. Aqui, em Pedro do Rio, já inauguramos um CEI que é referência no município, fizemos a reestruturação de várias pontes e estamos lutando para entregar o posto médico de Pedro do Rio

o mais rápido possível. Estamos trabalhando também para ajudar as crianças da Escola Santa Terezinha que sofreu um ataque de vândalos. O que o governo está oferecendo é uma educação de referência para todas as crianças, de todos os pontos da cidade afirmou Mustrangi. O prefeito Paulo Mustrangi ainda destacou a luta pela licitação dos ônibus, que vai atender a toda população petropolitana. - O povo merece e vamos lutar com todas as forças para que o desejo da população seja atendido, como no caso da licitação dos ônibus, que, apesar de ter sido atrapalhada por pessoas que não dependem do transporte coletivo, está sendo mantida e, se Deus quiser, vai garantir um transporte justo para os trabalhadores.

Mais uma obra da Construtora Solidum sai do papel em tempo recorde, mas está com um gostinho especial. Para comemorar seus 25 anos de sucesso, hoje, a empresa inaugura sua nova sede, situada na Avenida Dom Pedro I, no Centro de Petrópolis. O espaço de aproximadamente mil metros quadrados foi projetado nos mínimos detalhes, visando receber cada vez melhor seus parceiros e proporcionar conforto a seus colaboradores. Especialista no setor de construção civil, a Solidum priorizou um maior aproveitamento do espaço, atendendo a todas as exigências da legislação vigente, pensando sempre em causar o mínimo de impacto ao meio ambiente. Por este motivo, toda a madeira utilizada na obra é certificada ou de demolição. Reduzir o consumo de energia elétrica também foi pensado na hora de erguer o novo prédio. Grandes janelas foram instaladas e amplas áreas de luminosidade foram abertas para aproveitar o máximo de luz natural. A área ainda foi totalmente climatizada com o que há de mais novo e eficiente no mercado. O moderno projeto ainda abriga rampas e banheiros adaptados para que portado-

Alan Alonso

Nova sede é erguida em comemoração aos 25 anos da empresa

res de necessidades especiais possam se sentir à vontade, evitando assim qualquer tipo de constrangimento. Os pisos claros não foram colocados por acaso, eles fazem parte de um sistema de limpeza rápido, facilitando a manutenção. A área de cerca de mil metros quadrados é dividida em quatro ambientes: um subsolo de 400 m², que funciona como estacionamento, com 13 vagas disponíveis; dois andares com 200 m² cada e um sótão de aproximadamente 200 m², que foi aproveitado graças ao moderno sistema construtivo de proteção com ausência de vigas, utilizado pela empresa.

É neste escritório com salas de reuniões que contam com alta tecnologia, espaço para treinamentos, internet de alta velocidade, sistema de telecomunicação de primeira e até com espaço de massagem para os colaboradores mais estressados, que a Solidum pretende crescer ainda mais. - Agora com este novo escritório, que certamente proporciona uma melhor logística de trabalho, o plano é continuar aplicando tecnologia e crescimento no ramo em que atuamos, que são as obras industriais de curto prazo, e ainda dar continuidade no ramo de construção de galpões industriais.

foto do dia

Alan Alonso

A tradicional Itararé já deixa saudades, e agora o espaço se prepara para abrigar novo negócio

enquete Você

costuma comparar preços nos supermercados para fazer as compras do mês? Fotos: Alan Alonso

Alexandre Ramos, 42 anos, desempregado. “Vou a qualquer lugar”

Eva Maria Gonsalves, 55 anos, caseira. “Compro sim, mas tem que pesquisar”

Antônio Moreira, 81 anos, advogado. “A esposa dá uma geral no encarte, ela compra semanal, ela dá uma olhada no encarte do concorrente para ver a melhor opção”

Núbia, 26 anos, promotor junior. “Comparo sim, é importante”

Jamila, 44 anos, doméstica. “Sim, pois os preços variam acho importante”


AVISOS E EDITAIS

8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 DE março de 2012

ECONOMIA

Déficit da Previdência Social cresce 47% em fevereiro n  Roberta Lopes Repórter da Agência Brasil

A Previdência Social apresentou um déficit de R$ 5,1 bi em fevereiro, segundo dados divulgados ontem pelo Ministério da Previdência Social. O valor é 70,5% superior ao de janeiro e 47,1% maior do que o registrado em fevereiro de 2011. De acordo com a pasta, no mês passado houve uma queda na arrecadação por causa da prorrogação do prazo de pagamento do Simples Nacional e dos tributos do Empreendedor Individual. Com isso, a arreca-

dação em fevereiro ficou em R$ 18,8 bi, uma queda de 4,4% na comparação com janeiro. As despesas somaram R$ 23,9 bilhões, um aumento de 5,5% em relação ao mês anterior. A elevação decorre do crescimento do número de benefícios e do reajuste concedido aos segurados. No ano, a Previdência acumula um déficit de R$ 8,16 bilhões, com arrecadação de R$ 38,47 bilhões e despesas de R$ 46,63 bilhões. O Ministério da Previdência prevê um déficit no Regime Geral de Previdência Social

entre R$ 39 bilhões e R$ 40 bilhões este ano. Segundo o ministro Garibaldi Alves Filho, o resultado do mês de passado foi distorcido por causa da prorrogação do prazo de pagamento do Simples Nacional e dos tributos do Empreendedor Individual. A Previdência urbana teve uma arrecadação de R$ 18,4 bilhões e despesas de R$ 18,5 bilhões, gerando um déficit de R$ 96,8 milhões. Em relação a janeiro deste ano, os gastos aumentaram 5,9% e, na comparação com fevereiro do ano passado, 6,6%. Já a arrecadação apresentou queda de 4,4% em

Divulgação

relação a fevereiro de 2011, por causa da prorrogação do prazo de pagamento de tributos, de acordo com o ministério. Na comparação com janeiro deste ano, houve queda de 0,3%. A arrecadação da Previdência rural somou R$ 356 milhões e as despesas totalizaram R$ 5,4 bilhões, gerando um déficit de aproximadamente R$ 5 bilhões. Na comparação com fevereiro do ano passado, a arrecadação teve queda de 0,3% e, em relação a janeiro deste ano, de 8,3%. As despesas em fevereiro foram 11,4% maiores do que no mesmo período do ano passado.

Garibaldi Alves Filho disse que o resultado do mês passado foi distorcido

AVISOS E EDITAIS

Há 30 anos era publicado Em sua edição número 2.450, de 30 de março de 1982, uma terça-feira, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques: GREVE MAIOR - A paralisação dos professores da rede estadual de ensino marcada para ontem, com o objetivo de rejeitar o aumento concedido pelo Governo Estadual, de 77,3% e reivindicar 140% funcionou mais no Centro da cidade do que na zona rural. Algumas escolas do Centro, como o Colégio Pedro II e o Grupo Escolar Cardoso Fontes, ficaram totalmente paralisadas. O PREFEITO E AS OBRAS - O prefeito Jamil Sabrá vai liberar verba de 150 milhões de cruzeiros, que será aplicada em obras prioritárias em toda a cidade, dentro de um curto espaço de tempo. Entre os locais a serem beneficiados estão o Parque S. Vicente, a Vila Felipe, a Rua Bingen, a Estrada Mineira, a Av. Barão do Rio Branco, entre outros logradouros. SEM AUMENTO - Por determinação do secretário de Fazenda, José Carneiro Dias, foi depositado ontem na rede bancária o pagamento do funcionalismo municipal, sem o aumento, cuja diferença será paga em folha extra assim que a Câmara Municipal aprovar a mensagem já enviada àquela casa pelo chefe do Executivo. Segundo ele, a diferença salarial seria paga dentro de cinco dias.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL PROJETO EFICIENTES Pelo presente edital de convocação, que será afixado no quadro de avisos da instituição, a Presidente do Projeto Eficientes, na forma Estatutária vem, convocar Assembléia Geral Extraordinária a se realizar no dia 14 de abril de 2012, às 10:00 horas em primeira convocação ou às 10:30 horas em segunda e última convocação com o número de Associados presentes e que estejam quites e no pleno gozo dos seus direitos, obedecido o prazo regulamentar, a se realizar na Rua D. Pedro I, número 353, Centro, Petrópolis – RJ, para deliberar acerca da seguinte ordem do dia: 1 – Aprovação das contas do exercício findo; 2 – Eleição da Diretoria Executiva para o biênio 2012/2014; 3 – Previsão Orçamentária e 4 – Assuntos Gerais. Pela relevância dos assuntos a serem tratados solicitamos a presença de todos os Associados. Petrópolis, 14 de abril de 2012. Atenciosamente. Projeto Eficientes. Rogério Correa da Silva. Presidente

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

SEPULTAMENTO

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

CEMITÉRIO Municipal 29/02/2012 Maria da Gloria Raeder Pereira, 81 anos, Capela, 9h. Jorgina Rosa de Carvalho Gomes, 69 anos, Caxambu, 15h. Dijalma Augusto Martiliano da Silva, 77 anos, Independência, 15h. Neli Mariano Barbosa, 22 anos, Caxambu, 15 h. CEMITÉRIO ITAIPAVA 29/02/2012 Não houve sepultamentos OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

30/03/2012

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 30/03/2012 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 02/04/2012

13084102716

AV. VISCONDE DE TAUNAY, 988

Cheque Administrativo

Emissão:25/11/2011 Custas

107,43 Total

Valor:

Protocolo

341 - BANCO ITAU SA

5298

COMERCIAL DASSA A P LTDA ME

28/03/2012

COMERCIAL DASSA A P LTDA ME

Número: 007

DUPLICATA MERCANTIL

Vencto: 07/03/2012

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

ALVARO GERARD BRAGA

180,00

287,43 ou Dinheiro Custas

107,43 Cpmf

0,00 Tarifa

14,72 Total

302,15

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 30/03/2012 João Correia Lima Neto - Escrevente

Tranquilidade

para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

www.diariodepetropolis.com.br


MOSELA Hoje é dia de São João Clímaco e Dia do Tratado de Paris. Na paróquia de São Judas Tadeu, na Mosela, a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira, de 16h30 às 18h30 e eventos como batizados e casamentos podem ser informados pelo telefone 2245 7344.

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Atenção aos carentes de Itaipava Estabelecimento comercial que começa a funcionar hoje estuda planejamento para favorecer associação de moradores Com preços mais acessíveis e um planejamento para uma futura parceria com as associações de moradores, está sendo inaugurada hoje a Drogaria Ofertão em Itaipava. Ao tomar conhecimento da iniciativa, lideranças comunitárias da região já se manifestaram a favor, elogiando os diretores do estabelecimento sobre planejar os convênios. Um dos diretores do estabelecimento, Fábio Wilbert Rodrigues informou como será o cotidiano: - Vamos funcionar com preços competitivos visando o atendimento ao público de menor poder aquisitivo. O expediente será de 7h às 22h com entrega em domicílios e motoboy próprio da loja –

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de março de 2012

anunciou Fábio, reforçando que os estudos para o atendimento com desconto as associações de moradores estão sendo feitos. - Nunca ninguém pensou nisso. Estão de parabéns os proprietários da farmácia em pensar nos mais carentes – cumprimentou a presidente Zilda Damião de Freitas, da Associação de Moradores e Amigos da Vila Rica – AMAVIR – quando soube ontem pela manhã da iniciativa dos proprietários da Drogaria Ofertão. A casa localizada no anexo do Extra Hiper, na Estrada União e Indústria, tem a direção de Flaviane Bernardes Wilbert Rodrigues junto com o esposo Fábio. O funcionamento

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Avenida Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Mães de Pedro do Rio elogiam reforma da Escola Nilo Peçanha Mães de alunos da Escola Municipal Nilo Peçanha elogiaram ontem pela manhã a obra de reforma da instituição. Comentavam no abrigo de passageiros de ônibus em frente à Matriz de São Pedro, que alunos e professores agora têm mais conforto, também destacando a ampliação do prédio no sentido de atender maior núme-

ro de alunos. - Ficou muito bom o serviço – afirmou uma delas, identificando-se como Silvana. Elas lembravam que há muito tempo a Nilo Peçanha não passava por obras, apesar de demonstrar nitidamente a necessidade. O prédio tem mais de setenta anos e agora conta com sete salas de aulas.

Confirmada tradicional Procissão de Ramos na Matriz do Alto da Serra

Fábio informou planejamento estudado para favorecer entidades

será de domingo a domingo, feriados e as entregas em domicílios a partir de hoje já podem ser feitas se solicitadas pelo telefone

2222 2566. Hoje, antes da abertura, os diretores oferecem diversão às crianças com personagens infantis, pipoca e refrigerantes.

O padre Francisco Montemezzo confirmou ontem a Procissão de Ramos antes da missa de 10h30 no próximo domingo. Antes vai acontecer a bênção dos fiéis no salão de festas de onde sairá o cortejo em direção à Matriz e, como acontece todo ano, com o público aplaudindo e acenando os ramos comemorativos da data.

Também fazendo parte da tradição anual do Domingo de Ramos, o padre Francisco Montemezzo virá montado num cavalinho representando Jesus Cristo na sua entrada triunfal em Jerusalém dias antes da crucificação. Católicos e até mesmo membros de outras religiões participam do evento, que atrai centenas de pessoas todos os anos.

Depois de motoristas, pedestre também reclama piso de estrada Ferroviarista aplaude acordo e lembra expectativa sobre o trem Não é só motorista que queixas que proprietários sa no local na hora do fato. até o carro novo por um ve-

reclama das irregularidades dos paralelepípedos da Estrada das Arcas, em Itaipava. Na tarde de anteontem, o pedestre Luiz Mário Borba, depois de tropeçar na lateral da via e quase cair, reclamou da situação do piso da via, somando as

de automóveis fazem constantemente. - É um absurdo. Se eu caio de boca no chão me machuco e ninguém vai se responsabilizar. Os paralelepípedos estão totalmente irregulares – afirmou, ao saber da presença da impren-

9

– Alguém precisa tomar uma providência urgente e consertar esta rua, pois acidentes podem acontecer. Na semana passada motoristas reclamaram da irregularidade no piso da Estrada das Arcas. Um deles chegou a dizer que trocou

lho temendo prejuízos maiores. Moradores informaram que há dez anos a prefeitura anunciou numa placa na entrada da via, que já tinha verba para o asfaltamento, porém, o anúncio ficou exposto durante alguns meses e foi retirado.

A expectativa do retorno do trem a Petrópolis aumentou depois do acordo assinado por autoridades do município, de Magé e do Estado. Pelo menos foi esta a opinião de Juvenil Gregório Junior, filho de ferroviário aposentado e morador de Corrêas. - Tenho interesse nisso, pois é uma tradição na família – afir-

mou na manhã de quarta-feira, quando perguntado na Praça Luiz Furtado da Rosa, no centro do bairro. Juvenil informou que parentes seus vibraram com o acordo para a volta do trem e espera que as obras de reconstrução da ferrovia no trecho de Raiz da Serra ao Alto da Serra aconteçam logo.


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de março de 2012

economia

Gasolina no Brasil é mais cara que nos EUA Presidente da Caixa diz que não há recursos n Mariana Jungmann Repórter da Agência Brasil

Brasília - O presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Hereda, defendeu hoje (29) o modelo de gestão do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) e se posicionou contrário a mudanças na destinação e na aplicação dos recursos. Ele participou de audiência pública na Comissão de Assuntos Sociais do Senado. Hereda se mostrou preocupado com propostas de utilização do dinheiro do fundo para outros fins que não sejam o financiamento da casa própria e para uma espécie de seguro para o trabalhador nos casos de perda do emprego e de doença. “Todas as reivindicações apresentadas tem uma lógica e, se formos olhar individualmente, são justas. Mas uma decisão, seja qual for, tem que verificar como isso vai ser equilibrado a fim de que possamos garantir as duas funções para as quais o fundo foi criado”, disse o presidente da CEF. Existem diversos projetos de lei tramitando no Senado com sugestões de alterações na destinação dos recursos do FGTS e na indexação que garante seus rendimentos. O que vem sendo discutido com mais frequência é o 301/2008, que já teve parecer aprovado pela CAS e propõe a divisão da rentabilidade do fundo entre os detentores de cotas. A proposta já foi apoiada por representantes de centrais sindicais. O governo, assim como Hereda, é contra a ideia. Na opinião do presidente da Caixa, essas propostas não seriam “socialmente justas”.

No caso da utilização do dinheiro para outros fins diferentes dos atuais, Ele alegou que, embora o fundo tenha bastantes recursos, eles não seriam suficientes para aplicação em outras áreas. A insistência em aplicar a verba em outros financiamentos, além dos da casa própria, poderia prejudicar o equilíbrio atuarial do FGTS. “Existe disponibilidade de recursos, mas não é tão grande para que o fundo dê conta de fazer tudo o que tem feito e faça mais”, alegou. Sobre a proposta de divisão dos lucros entre cotistas, o presidente da CEF acha que ela beneficiaria apenas quem tem salários maiores, deixando os mais pobres com uma cota irrisória. Segundo ele, quem ganha um salário mínimo, por exemplo, teria recebido R$ 3 se os lucros de 2011 tivessem sido divididos. A senadora Marta Suplicy (PT-SP), no entanto, acredita que a queda na taxa de juros básica da economia (Selic) possibilitará mudanças na gestão do FGTS. Na opinião dela, quando a taxa cair, a aquisição da casa própria não precisará mais ser subsidiada, porque haverá disponibilidade de financiamentos, para esse fim, com juros menores. A partir daí, segundo a senadora, será possível pensar em novos destinos para o dinheiro do trabalhador. “A ideia sempre é a defesa do patrimônio do trabalhador e a casa própria. Mas temos que pensar também na possibilidade do novo para poder ajudar da melhor forma possível o trabalhador”, declarou.

n Kelly Oliveira Repórter da Agência Brasil

Os consumidores brasileiros pagam mais caro pela gasolina do que os dos Estados Unidos. Segundo o diretor de Política Econômica do Banco Central (BC), Carlos Hamilton Araújo, o preço no Brasil é 50% mais caro, uma vez que o preço do galão, com 3,8 litros, custa em torno de US$ 4 nos Estados Unidos e no Brasil chega a US$ 6. No Relatório de Inflação, divulgado ontem pelo BC, a instituição manteve a previsão de que não haverá reajuste no preço da gasolina no país este ano. Também foi mantida a previsão de reajuste zero para o botijão de gás. As projeções para as tarifas de telefonia fixa e de eletricidade, este ano, foram mantidas em 1,5% e 2,3%, respectivamente. Para os preços administrados, foi mantida a previsão de 4%.

Segundo o diretor de Política Econômica do BC, o preço da gasolina no país é 50% mais caro

Probabilidade de inflação superar teto da meta este ano está em 3% n Kelly Oliveira Repórter da Agência Brasil

A probabilidade de a inflação ultrapassar o teto da meta este ano está em 3%, segundo estimativa divulgada no Relatório Trimestral de Inflação, divulgado ontem pelo Banco Central. Para 2013, essa probabilidade está em torno de 22%. Essa projeção – do cenário de referência – é elaborada com base na taxa de câmbio de R$ 1,75, e na meta para a taxa básica de juros, a Selic, em 9,75% ao ano. A meta de inflação tem como centro 4,5% e margem de 2 pontos percentuais para mais ou para menos, ou seja, o limite inferior é 2,5% e o superior, 6,5%. Outro cenário apresentado no relatório é o de mercado, que prevê essa probabilidade em 2012 em 2%. Para 2013, a probabilidade é 25%. O cenário de mercado é elaborado com base em pesquisa feita

Alexandre Tombini, presidente do Banco Central, disse que a referência foi a taxa de câmbio

com analistas do mercado financeiro sobre indicadores da economia. Ainda segundo o relató-

rio divulgado ontem, a previsão do cenário de referência é que a inflação encerre este ano em 4,4% e suba para 5,2%, em

2013. No cenário de mercado, a inflação deve fechar 2012 em 4,5% e o próximo ano em 5,3%.

De janeiro para fevereiro Índice que reajusta inadimplência cai 7% aluguel sobe 0,4% no mês n Agência Brasil

A inadimplência das empresas brasileiras diminuiu 7% em fevereiro ante janeiro, segundo dados divulgados ontem pela empresa de consultoria Serasa Experian. É a maior queda verificada na passagem do primeiro para o segundo mês do ano, desde 2010. Porém, no comparativo com fevereiro de 2011, houve alta de 18% no número de empresas que não conseguiram honrar seus compromissos. Entre os itens que compõem o indicador, o único que apresentou elevação na inadimplência foi o das dívidas não bancárias – com financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços –, que subiram 2,4% de um mês para o outro. Débitos com bancos caíram 0,6%. Protestos e cheques sem fundos tiveram queda de 23,6% e 3,4%, res-

pectivamente. O valor médio das dívidas subiu no primeiro bimestre do ano. Dívidas não bancárias ficaram em R$ 795,41, o que representou um crescimento de 3,9% ante igual período de 2011. A média de débitos com bancos ficou em R$ 5.295,14, uma alta de 3,1%. Títulos protestados registraram valores médios de R$ 1.870,08, uma elevação de 11,7%. Os cheques sem fundos atingiram média de R$ 2.236,99, representando um aumento de 11,3%. Segundo os economistas da Serasa, a queda expressiva na inadimplência ocorreu em função do Carnaval, que reduziu número de dias úteis no mês de fevereiro. No ano passado, o feriado caiu no mês de março. Dados do Banco Central mostram que as taxas de juros para as empresas vêm diminuindo.

n Marli Moreira Repórter da Agência Brasil

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) fechou o mês de março em alta de 0,43%, revertendo a queda que havia sido registrada em fevereiro (-0,06%). Em 12 meses, houve elevação de 3,23%. A taxa medida pelo Instituto Brasileiro de Economia (Ibre) da Fundação Getulio Vargas (FGV) serve de base de cálculo para o reajuste dos aluguéis. Esse resultado reflete, principalmente, o aumento de preços no varejo com o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) em alta de 0,48% ante 0,27%, em fevereiro. Essa elevação foi puxada pelo grupo habitação que passou de 0,32% para 0,99%. Também causaram impacto no IGP-M as corre-

ções ocorridas no setor atacadista. O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) registrou alta de 0,42% ante uma variação negativa em fevereiro (-0,26%). Entre os produtos que mais subiram de preço estão a soja (de -0,31% para 7,07%) e as aves (de -5,26% para 5,19%). Também houve recuperação das cotações do minério de ferro (de -2,94% para -0,57%). Em compensação, diminuíram os preços do milho (de 5,48% para -1,35%); do café em grão (de -2,39% para -9,78%) e da mandioca (de 0,28% para -7,33%). O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), que também compõe o IGP-M, sofreu um decréscimo e atingiu 0,37% em março ante 0,42% em fevereiro.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de MARÇo de 2012

AMIRP

Engº Mil. Jorge da Rocha Santos

amirp.petropolis@gmail.com

n   ANIVERSARIANTES AMIRP – março: dia 30 - Paulo Fogel; abril: dia 2 - Arnaldo Clemente Filho, Jupira de Jesus Oliveira; dia 3 - Olga Maia Pittzer; dia 4 - Maria da Paixão Vargas Almendra, Bianca Martins Esteves, Sonia Maria Souza da Silva, Crenilda Gonçalves Ribeiro. A Coluna Vida Militar e a AMIRP parabenizam a todos, desejando saúde e felicidade.

n 1964 - A MARCHA DA FAMÍLIA COM DEUS PELA LIBERDADE - (Márcio Luís Chila Freyesleben - Procurador de Justiça – Ministério Público – Minas Gerais) - Era início de 1964. Luís Carlos Prestes retornava de Moscou com o sinal verde para a deflagração da guerra civil no campo e o Presidente João Goulart, além de apoiar abertamente a rebelião esquerdista nas Forças Armadas, anunciava as “reformas de base” em comício da Praça da Central do Brasil, Rio de Janeiro. Pairava sobre a nação a certeza de que a esquerda desfecharia o golpe que colocaria no poder a ditadura do proletariado. Em meio às inquietações daquele fatídico ano, emergia a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”, movimento cívico-patriótico nascido da necessidade de conscientizar a população brasileira da crescente vaga comunista que afligia o país. Em 19 de março, na cidade de São Paulo, meio milhão de brasileiros, homens e mulheres de todos os credos e de todas as raças, dispostos a defender a Constituição e os princípios da democracia, formaram uma torrente humana que seguia da Praça da República à Praça da Sé, passando pela Rua Barão de Itapetininga, Praça Ramos de Azevedo, Viaduto do Chá, Praça do Patriarca e Rua Direita, para finalmente aglomerar-se ao pé das escadarias da Catedral Metropolitana. Bandas de música, bandeiras de todos os Estados da Federação, centenas de cartazes, compuseram o cenário da maior manifestação popular vista até então em São Paulo. Ali, rogaram, pediram a Deus e aos homens de boa vontade pelo destino da Nação. Muitos foram os que discursaram. Ali estavam mais de 500 mil pessoas para dizer ao presidente da República que o Brasil queria a democracia, e não o tiranismo vermelho. Na noite de 31 de março para 1º de abril, os militares tomaram as ruas. Era a Revolução Redentora, a Contrarrevolução que colocava cobro aos desígnios malevolentes da esquerda. O general Humberto de Alencar Castello Branco assumiu o comando da nação, dando início a um governo digno, preparando as bases do “milagre econômico” e anunciando o desejo de restabelecer prontamente o processo eleitoral no país. É verdade que, motivado pelo terrorismo da esquerda clandestina, deu-se o ulterior recrudescimento do regime, marcado pela edição do AI-5. Qualquer governo de exceção é passível de censura, mas qualquer crítica que se possa fazer ao Governo Militar jamais poderá implicar em elogio às motivações de nossos famigerados terroristas. Como bem afirma o filósofo Olavo de Carvalho, “é ridículo supor que, na época, a alternativa ao golpe militar fosse a normalidade democrática. Essa alternativa simplesmente não existia: a revolução destinada a implantar aqui um regime de tipo fidelista com apoio do governo soviético e da Conferência Tricontinental de Havana já ia bem adiantada. Longe de se caracterizar pela crueldade repressiva, a resposta militar brasileira, seja em comparação com os demais golpes de direita na América Latina seja com a repressão cubana, se destacou pela brandura de sua conduta e por sua habilidade de contornar com o mínimo de violência uma das situações mais explosivas já verificadas na história deste continente. Em 2 de abril de 1964, a “Marcha da Família com Deus pela Liberdade”, agora denominada “Marcha da Vitória”, levou às ruas do Rio de Janeiro um milhão de patriotas.

11

n  O BRASIL SOB O REGIME MILITAR (1964-1985) - Durante o regime militar no Brasil, os militares fizeram a maior Revolução Industrial do século XX. Pegaram um país com o 45º Produto Interno Bruto (PIB) do mundo, e 21 anos depois, entregaram aos civis com o 10º PIB mundial. Foi um esforço inédito de planejamento global que teve início em 1964 com os governos militares. n  O PRIMEIRO PLANO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO (PND I) - governo MEDICI (1972-1974) – teve por objetivos: grandes projetos de integração nacional (transportes, corredores de exportação, telecomunicações; ponte Rio-Niterói, rodovia Transamazônica, hidrelétrica de Três Marias, barragem de Itaipu; planos especiais de desenvolvimento regional; expansão dos investimentos estatais e uso da capacidade regulatória do Estado: empresas públicas eram integradas às políticas do governo.

n  O SEGUNDO PLANO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO (PND II) - governo GEISEL (1974-1979) – teve por objetivos: indústrias de base (siderúrgica e petroquímica); bens de capital; autonomia em insumos básicos (metais não ferrosos, minérios, petroquímica, fertilizantes e defensivos agrícolas, papel e celulose), energia (contexto da crise energética: destaque para a indústria nuclear e a pesquisa do petróleo), programa do álcool e construção de hidrelétricas como Itaipu); dois planos básicos de desenvolvimento científico e tecnológico e um primeiro plano nacional de pós-graduação. Focados no progresso em todos os campos os governos militares propiciaram que o Brasil fosse colocado dentre as nações que influenciam os rumos econômicos do planeta. Se isto ocorreu, se deveu que, ao longo dos anos, daquelas metas colimadas resultaram inúmeras obras em todos os campos, ressaltando-se, dentre várias, as seguintes: criação de 13 milhões de empregos; construção de 4 portos e recuperação de outros 20; criação da Eletrobrás; criação da Nuclebrás e subsidiária; criação da Embratel e Telebrás; Usina Nucleares Angra I e Angra II; Proálcool (95% dos carros no país); construídas as maiores usinas hidrelétricas do MUNDO: Tucuruí, Ilha Solteira, Jupiá e Itaipu; prospecção de petróleo em grandes profundidades na bacia de Campos; construção do Porto no Maranhão; construção dos maiores estádios, ginásios, conjuntos aquáticos e complexos desportivos em diversas cidades e universidades do país; mais de 10 milhões de estudantes nas escolas (que eram realmente escolas); redução da inflação de 100% ao ano para 12% ao ano, sem controle do preço e sem massacre do funcionalismo público. Em 1985 os militares deixaram o poder. Porém, a avaliação das suas realizações foi distorcida para o viés ideológico. Vasculharam todos os porões para deles trazerem as mazelas de qualquer natureza (corrupções, desvios de conduta, improbidades, imoralidades etc.), que pudessem enodoar o período militar. Nada encontraram! Se tal tivesse ocorrido, imediatamente teria sido estampado nas manchetes dos jornais e nas telas dos noticiários das televisões. Voltaram-se então para os episódios da luta armada. Luta que não foi iniciada pelo regime militar. Foi a resposta dos governos aos assaltos a banco, sequestros, terrorismos e assassinatos. Fato reconhecido pelos opositores do regime. Todavia, necessário se tornava minimizar e renegar as obras dos governos militares. Para tal objetivo foi escolhido o caminho da vitimização. Neste cadinho da vitimização, aos idealistas, foram misturados os corruptos, os bandidos, os terroristas etc. Conhecedores do perfil benevolente do povo brasileiro, dizer-se cassado e vítima da “ditadura” tornou-se jargão obrigatório dos discursos eleitorais, assim sendo, “as vítimas”, ou seja, as obstadas em seus interesses pelos governos militares, foram angelizadas e as Forças Armadas que, sempre, ao longo da história, demonstraram seu valor e desprendimento pelo Brasil e, hoje como sempre, querem o progresso, o bem e a justiça na Pátria brasileira, foram demonizadas. O desenvolvimento do Brasil, ao longo do período de 1964 a 1985, é atestado pelas obras ciclópicas realizadas pelos governos militares. Testemunhos perenes, brados silenciosos contra a iniquidade daqueles que lhes querem enodoar-lhes o feito de haverem levado o Brasil para uma posição destacada dentre as demais nações do planeta e de terem estabelecido uma plataforma consistente para o progresso no futuro.

“A justiça atrasada não é justiça; senão injustiça qualificada e manifesta.” Ruy Barbosa

ESPORTEs

VOCE CONHECE O BADMINTON? - Esporte de raquete onde quatro jogadores, duas duplas, se enfrentam utilizando raquetes de cordas e uma peteca de plumas, numa quadra de 13.4m x 6.10m dividida ao meio por uma rede de 1.55m de altura. O esporte pode ser jogado ao ar livre, mas o ideal é que seja praticado em quadra coberta, onde as correntes de ar não prejudiquem a trajetória da peteca. Os jogos são disputados numa melhor de três games onde cada game tem 21 pontos. Em caso de empate em 20 pontos, a disputa continuará até que haja uma diferença de dois pontos de vantagem para cada uma das duplas. O empate persistindo até 29 pontos vencerá aquele que primeiro atingir os 30 pontos. O badminton teve sua origem na Índia, onde era conhecido com o nome de Poona, sendo jogado com raquetes e uma espécie de peteca com plumas de aves. Ele passou a ser difundido no Ocidente quando foi levado para a Inglaterra por oficiais ingleses, que retornavam para seu país com essa novidade esportiva na década de 1870. O nome do esporte veio ao natural, pois era praticado numa propriedade com esse nome, pertencente ao Duque de Beautfort’s em Cloucestershire. Com suas características de velocidade, habilidade e praticidade o badminton caiu no gosto da nobreza e foi se desenvolvendo, de início na Inglaterra e depois pelo resto da Europa e também na América do Norte. A Federação Internacional de Badminton foi fundada em 1934 e tinha como sede a província de origem do esporte

na Europa. Gloucestershire, na Inglaterra. A federação contou a princípio com a participação da própria Inglaterra, Escócia, País de Gales, França, Holanda, Dinamarca, Nova Zelândia e Canadá. Atualmente, mais de 130 países do mundo fazem parte da Federação Internacional de Badminton, que cresce mais e mais a cada ano. Em nível mundial existem seis grandes torneios promovidos pela Federação Internacional World Championship, World Grand Prix Finals, Thomas Cuo-Masculino-Uber Cuo-feminino, Sudirman Misto e Worls Juniors. O badminton tornou-se esporte Olímpico em 1992 na cidade espanhola de Barcelona. No Panamericanos foi jogado pela primeira vez nos jogos de Mar del Plata na Argentina. Com a peteca podendo atingir velocidades superiores a 300 quilômetros por hora, o badminton é considerado o esporte de raquete mais rápido do mundo, exigindo de seus praticantes reflexos rápidos e excelente condicionamento físico, já que durante uma partida entre profissionais eles chegam a atingir uma distancia de mil e seiscentos metros de deslocamentos. Portanto ficam ai algumas noções desse esporte. DESTAQUE FOTOGRÁFICO - De nosso inesgotável arquivo no BAUENTENNIS de 1991, dr. Octávio Bastos, Luis Enéas Arrochellas e Arnaldo Rippel com Julinha no peito e no coração, aliás parabéns de nossa coluninha para Júlia, que completou 13 anos no dia 21. Um grande abraço, fiquem com DEUS e até a próxima Notícias do Tênis Divulgação

Carangola paga “bicho” aos atletas pelos títulos de 2012 Como parte das comemorações dos títulos conquistados no Infantil e Juvenil referente à temporada 2011, membros da comissão técnica, pais de atletas e os atletas campeões realizaram um peladão no campo do Carangola. Após a pelada rolou o tradicional churrasco durante toda a tarde do último sábado. Durante as comemorações foi pago o “bicho” como premiação para a garotada e comissão técnica. - Este “bicho” para os atletas é um prêmio simbólico. Trata-se de uma brincadeira para a garotada curtir, comer uma pizza, ou pegar um cineminha com a namorada. Espero que ninguém utilize isso para dizer que o Carangola dá dinheiro para os meninos. Como disse isto é uma grande brincadeira e não tem nenhuma conotação de pagamento pois somos uma equipe amadora – explicou Robson Leandro, diretor do Carangola. Ele lembrou ainda que quanto à comissão técnica, receberam um prêmio bem legal, justo para aqueles que deixam os seus afazeres pessoais, familiares e até mesmo de faturar algum nas suas respectivas profissões.

Aparecido Krekes

Integrantes da comissão técnica, jogadores e torcedores do clube conversam após as partidas

Arbitral define início de campeonatos promovidos pela LPD Em arbitral realizado nesta semana, os representantes dos clubes filiados à Liga Petropolitana de Desportos definiram o início dos campeonatos de futebol de campo e de futsal. As duas competições serão abertas no próximo mês. No Sub-20 o início do Municipal será no dia

15 de abril e as inscrições vão até o dia 9 de abril. Os clubes participantes são: Petropolitano, Boa Esperança, Corrêas, Vera Cruz e Carangola. Os jogos serão os seguintes: Petropolitano x Boa Esperança; Corrêas x Vera Cruz. O Carangola folga. O Sub-11 também co-

meça no dia 15 e estão inscritos: Petropolitano, Carangola, Vera Cruz e Boa Esperança. Vão se enfrentar: Boa Esperança x Carangola e Vera cruz x Petropolitano. Segundo definido no arbitral, no Sub-13 estão inscritos os clubes: Corrêas x Carangola, Internacio-

nal x Boa Esperança e Petropolitano x Vera Cruz. Durante o arbitral os dirigentes definiram também o início do Campeonato Municipal de Futsal nas categorias Sub-15 e Sub-17 que terão início no dia 28 de abril. Estão inscritos os clubes: Petropolitano, Palmeira, Cascatinha e Corrêas.


12

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 30 de março de 2012

ESPORTES

esportedp@gmail.com

Imperial/Fluminense quer manter a liderança Sub-20 enfrenta o mesmo time na preliminar de futsal Adulto O time Sub-20 do Imperial/Fluminense enfrenta nesta sexta-feira a ADDP, às 19h30 no ginásio do Corrêas, na preliminar do jogo do time profissional. O time petropolitano folgou na última rodada e o treinador Ney Marcos pôde trabalhar um pouco mais para corrigir alguns erros na equipe. - Foi bom esse período sem jogo, pois deu para trabalhar um pouco mais, nós vínhamos criando as oportunidades e errando na hora de finalizar, mas já trabalhamos isso e o time está pronto para mais esse jogo - explicou o treinador. Ney acredita que o time está preparado para conseguir a primeira vitória. - Nós vamos buscar estes três pontos, que são muito importantes para nós, sabemos da nossa responsabilidade e das dificuldades que teremos, mas o time está bem focado no jogo e temos tudo para conseguir essa vitória - destacou. O Imperial perdeu na estreia para o Botafogo e empatou na segunda rodada com o Vasco fora de casa e tem a mesma pontuação do adversário desta sexta. Uma vitória pode colocar os petropolitanos entre os líderes.

O Imperial/Fluminense enfrenta nesta sexta-feira a ADDP, de Cabo Frio, às 21h no ginásio do Corrêas, pela quarta rodada do Campeonato Carioca de Futsal. A equipe petropolitana busca mais uma vitória para manter a liderança isolada, atualmente três pontos a frente do segundo colocado. O treinador do time petropolitano, Paulo Mussalem acredita que a equipe está bem e tem tudo para conseguir mais uma vitória. - A nossa equipe vem crescendo cada vez mais, o time está descansado para esse jogo, diferente da sequencia que vínhamos na última rodada e temos tudo para fazer um bom jogo e seguir

somando pontos - afirmou. Mussalem afirma que seus comandados irá manter o mesmo estilo que a torcida está se acostumando a ver quando seu time está em quadra. - Nós vamos manter nossa proposta de um jogo rápido e ofensivo, buscando sempre o ataque. Eu acredito que o time está bem preparado para fazer um bom jogo - explicou o treinador. O time petropolitano além de liderar também tem o melhor ataque da competição, com 10 gols marcados e o artilheiro, Sacha que fez três gols em três jogos. O Imperial/Fluminense vem de uma vitória por 2 a 1 sobre o Cabo Frio.

Ari Gomes

O pivô/ala Sacha é o artilheiro do Campeonato Carioca de Futsal Adulto, com três gols marcados

No campo, boa atuação, mas sem vitória O Imperial enfrentou nesta quarta-feira o São João da Barra pela segunda rodada do returno do Campeonato Carioca Série B e saiu de campo com uma derrota por 1 a 0. Apesar do resultado o time petropolitano foi melhor durante todo o jogo, porém não conseguiu marcar e acabou levando um gol em contra-ataque. Em seu primeiro jogo no Cascatinha o Imperial criou diversas oportunidades e levou muito perigo ao adversário. O gol do jogo foi marcado por Lourival. Agora, o Imperial entra em campo

neste sábado, às 15h30 para enfrentar o Juventus, em Bangu. O jogo A partida começou com o Imperial buscando o ataque e esta foi a tônica do jogo, enquanto isso o São João da Barra jogava fechada na defesa esperando para sair nos contra-ataques. O quarteto ofensivo do time petropolitano formado por Ricardinho, Moscoso, Dudu e Guilherme chegou diversas vezes no ataque, mas o goleiro Braz fez boas defe-

sas para o time visitante. Apesar da pressão do Imperial, aos 33min após contra-ataque rápido Lourival recebeu na entrada da área e abriu o placar para o São João da Barra. Mesmo com o resultado adverso o time petropolitano seguia pressionando e no minuto seguinte Dudu fez boa jogada pela esquerda e rolou para Guilherme que bateu, mas o goleiro defendeu. O Imperial seguiu em busca do empate ainda na primeira etapa, mas não conseguiu mexer no placar e foi para o intervalo per-

dendo por 1 a 0. Na volta para o segundo tempo o Imperial se mostrava disposto a reagir e partiu para o ataque, obrigando o adversário a se fechar ainda mais. Aos 14min o Imperial criou uma boa chance com Dudu que avançou pela direita e tocou por cima na saída do goleiro que conseguiu salvar por pouco colocando a bola para escanteio. O treinador João Francisco no segundo tempo fez algumas mudanças para colocar o time mais na frente. Aos 20min Moscoso fez boa jogada pela direita e tocou

por cima do goleiro, mas a boa bateu no travessão. O Imperial seguia buscando o ataque, mas a bola insistia em não entrar. Os jogadores lutaram até o fim mas o time não conseguiu marcar e saiu de campo com a injusta derrota por 1 a 0. O treinador do time petropolitano lamentou o resultado. - Nós criamos as oportunidades, mas não conseguimos marcar e em uma infelicidade nossa acabamos levando o gol. Agora temos que trabalhar para vencer o próximo confronto - afirmou João Francisco.

diariodepetropolis  

artigos, cidade, colunistas, esportes