Page 1

Diário

de Petrópolis 57 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 16.084- Quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012 Arquivo

recolhimento passa de 11% para 5%

Bomtempo é absolvido pelo TJRJ e pode concorrer às eleições

INSS reduz contribuição de donas de casa e diaristas Arquivo

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) absolveu ontem, por unanimidade, o ex-prefeito Rubens Bomtempo (PSB) da condenação por improbidade administrativa. Esta decisão faz com que Bomtempo não tenha problemas com a Lei da Ficha Limpa, podendo concorrer às eleições de outubro. Segundo a direção local do PSB, Bomtempo é pré-candidato a prefeito. A absolvição do ex-prefeito foi comemorada pela bancada do PSB da Câmara Municipal. (Página 3)

CNJ edita norma sobre reconhecimento de paternidade

(Página 7)

AGENDA Hoje, às 15h, tem Baile da Feliz Idade com a banda Coração Cigano. Trata-se de um tradicional baile direcionado às pessoas acima de 55 anos. Às 19h desta quarta-feira será exibido o documentário ‘Coração Vagabundo na Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura Raul de Leoni. Hoje, a Escola de Música Santa Cecília comemora aniversário. . (Página 6)

BAIRROS Moradores seguem em ritmo acelerado a execução da obra de pavimentação e da colocação da rede de águas pluviais na Comunidade Unidos Venceremos, no Quarteirão Brasileiro. Na tarde de anteontem, a equipe da assessoria das comunidades da Águas do Imperador esteve no local e ofereceu apoio aos trabalhadores do mutirão.

Com esta medida o governo federal quer incluir um número maior de contribuintes ao INSS, tirando os trabalhadores da informalidade

Uma boa notícia para as donas de casa e diaristas que contribuem ao INSS com 11% sobre o salário mínimo. Agora, podem mudar de modelo de contribuição e recolher apenas 5%, economizando até R$ 37,32. Para ser incluído na nova alíquota de contribuição, é preciso estar inscrito no CadÚnico e ter renda mensal de até dois salários mínimos (R$1.244). Esta é uma tentativa do governo de incluir um maior número de contribuintes ao INSS. (Página 5)

TCE exige mudanças em edital para a licitação dos radares

Arquivo

O processo licitatório para os serviços de fiscalização eletrônica de velocidade no município (radares), que seria realizado no próximo dia 5, foi adiado em função de exigências do Tribunal de Contas do Estado (TCE). A Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) terá que estabelecer, no edital, critérios de reajustamento de preços e o cronograma físico-financeiro da execução contratual. O presidente da CPTrans, informou que a companhia cumprirá todas as exigências sugeridas pelo TCE para que o processo de licitação possa ser levado adiante, mas que ainda não há previsão de nova data. (Página 3)

Empreendedores da cidade estão sofrendo com a entrada de produtos chineses no país (Página 3)

O processo prevê a instalação de 34 radares no município para a prestação de serviços de fiscalização Vagner Batista

(Página 9)

Esportes

Usuários reclamam da mudança de ponto, mas trânsito melhora Apesar da manifestação dos usuários da Viação Esperança, que fizeram um abaixo-assinado para que o ponto de ônibus no Centro volte para o Arabela, a CPTrans registrou uma melhora de 30% na fluidez de veículos na área. Além disso, a companhia argumenta que o novo espaço dispõe de mais que o dobro da extensão do local anterior. A CPTrans disse também que a mudança é em caráter experimental. (Página 7)

A Federação de Futsal do Estado do Rio de Janeiro divulgou a tabela de jogos do Campeonato Carioca Adulto, que será disputado no primeiro semestre. O Imperial/Flu estreia no dia 13 de março, contra o Flamengo, às 20h, na Vila Olímpica de Caxias. (Página 10)

Paralisação de professores do estado tem pouca adesão Somente na parte da manhã, mais de 500 pessoas assinaram um documento pedindo a mudança

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................

(Página 5)


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

A vez do morro cantar de galo

Controle do estado

n Hildeberto

Aleluia

n Rafael Picciani

V

árias obras literárias no mercado editorial abordam com propriedade o imenso esforço de governos, empresas e outras instituições destinadas a controlar a sociedade através da moderna tecnologia da informação. O que antes só era facultado a governos totalitários, hoje está aberto até mesmo a pessoas. Os sistemas de computadores, em geral, e a internet ,em particular, colocam com facilidade um poder sem precedentes nas mãos daqueles que desejam controlar instituições e pessoas. O sistema de computação e a internet não foram imaginados e criados para essa finalidade. Mas o inventor não domina o desenvolvimento do seu invento nem tampouco o futuro de seu processo de criação. A internet foi o veículo principal das revoluções que se observam principalmente no Oriente Médio. Graças à interconexão em rede e ao aparato tecnológico portátil disponível para multidões, o mundo se transforma do dia para noite sem precedentes na história. Quando antes eram necessárias décadas, séculos para mudanças de comportamento, principalmente político, hoje se faz em meses, em dias até. As mensagens indicando mudanças viajam em bytes, por segundos, nas ondas dos celulares e dos computadores. Nem sempre essas mudanças são para melhor. E, muitas vezes, elas implicam mortes, muito derramamento de sangue e ou guerrilhas fratricidas como no caso da Líbia, da Tunísia, do Bahrein, do Iêmen e da Síria. Essas mudanças não significam que estes povos encontrarão a democracia em seus caminhos. Mas o amanhã não será o mesmo, jamais. As pessoas, especialmente por aqui, no Brasil, desconhecem completamente o poder dessas transformações. Abstraindo o desejo e o esforço do Partido dos Trabalhadores, o PT, em seus vários escalões de governo, na tentativa de criação de conselhos comunitários com o objetivo de controlar a mídia de uma forma geral. O governo federal avança com desenvoltura no aparelhamento da máquina administrativa do Estado brasileiro destinada a controlar a vida do cidadão. O primeiro passo faz tempo que foi dado: a informatização do sistema de arrecadação de impostos. Começou pela Secretaria da Receita Federal com o Imposto de Renda que vem se aprimorando com métodos modernos e abrangentes de acompanhamento dos gastos, investimentos e aplicações financeiras dos contribuintes. A cada ano, sistemas e computadores, modernos e poderosos, são instalados e ativados no devido acompanhamento dos setores econômicos e financeiros de nossas vidas. Hoje já é possível, a partir do seu número de CPF, um completo cruzamento de dados numa radiografia precisa de nossa movimentação financeira. Esse sistema ainda não está completo, pois falta a interação com os governos estaduais e municipais. Mas quanto ao controle, o Estado brasileiro mostra eficiência na arrecadação. É exemplar o sistema implantado. É cada vez mais difícil ludibriar o Estado no que diz respeito à arrecadação, isso para não dizer impossível mesmo. Desde uma simples compra de material escolar às compras imobiliárias e gastos com serviços, tudo, imediatamente, será computado e acompanhado pelo Sistema Central. Dois problemas se interpõem nessa escalada para um controle online da vida financeira de todos os contribuintes: daqueles que pagam impostos. Primeiro é a falta de investimentos financeiros e tecnológicos por parte de alguns governos estaduais e muitos dos municipais. Para que o controle total e absoluto seja exercido, faz-se necessário que todas as esferas de governo: federais, estaduais e municipais, estejam aparelhadas com tecnologia de ponta para uma perfeita integração dos diversos sistemas. O outro problema crucial é a questão da banda larga. Para que o sistema de arrecadação funcione a contento online é necessário uma banda larga boa, eficiente. Isso quer dizer tráfego de dados rápido para emissão de notas fiscais e transmissão de informações. Como nossa banda larga ainda é ineficiente, ruim e cara, isso dificulta muito o controle total. Mas será uma questão de tempo. Como exemplo, cito o caso de um pequeno empresário carioca com empresa instalada no bairro de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Em sua região, o sinal da banda larga de seu provedor de serviços não funciona. Ele realiza as vendas e, à noite, em casa, num bairro da Zona Sul do Rio de Janeiro, através de um laptop, computador portátil, complementa seu trabalho,emitindo as notas eletrônicas que não conseguiu expedir durante o dia. Logo algum tipo de investimento ou reparo será realizado por sua operadora e ele estará integrado ao sistema de acompanhamento de controle, online, do governo. Problema maior está nos municípios pelo interior do Brasil. Por lei, a emissão de notas fiscais, todas, em qualquer lugar, deve ser feita por meio eletrônico, online. Os governos são rápidos na exigência da adaptação eletrônica. Isso proporciona controle e aumento de arrecadação imediata. Mas a banda larga é lenta. Fica difícil de entender e prever como essa equação será fechada até que os sistemas estejam, em sua totalidade, operando a contento. O governo do Brasil não tem nada a dever aos melhores sistemas de arrecadação do primeiro mundo. É invejável o modelo desenvolvido pela Casa da Moeda e implementado pela Receita Federal no controle da produção de cigarros e bebidas através de selos e aplicados ao produto ainda na linha de produção das fábrica. É possível falsificar, mas sonegar jamais. Faz sucesso no mundo trazendo uma grande receita para a Casa da Moeda do Brasil que vende o sistema para inúmeros países e é conhecido internacionalmente como The Brazilian Mint. O mesmo sistema logo será aplicado nos produtos farmacêuticos. Negociações estão sendo conduzidas junto à ANVISA, a agencia de regulação para o setor de remédios. O que sobra em eficiência de gestão e modernidade no modelo de arrecadação, falta no que obrigatoriamente deveria ser fornecido aos mesmos contribuintes em matéria de serviços e conforto. Nem é necessário considerar a qualidade da infraestrutura, da saúde, dos transportes públicos e da educação que nos é ofertada. Com relação a isso, estamos no quinto mundo. Nem tampouco no que diz respeito à organização e padronização do sistema. É incompreensível e inexplicável que ainda hoje, em plena era cibernética, nós, brasileiros, tenhamos uma infinidade de números de documentos necessários para o desempenho de nossas atividades. O brasileiro tem um número de CPF, o Cadastro de Pessoa Física do Imposto de Renda, um número de CNPJ, o Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas, um número para o sistema de emissão de carteira de identidade, outro para a carteira profissional, mais outro para a carteira de motorista, outro para o sistema de Previdência Social, mais outro para a emissão de um passaporte e muitos outros para diversas outras atividades. Mas esta história nós já sabemos como funciona. O mesmo Estado que se aparelha e se aprimora para arrecadar é o mesmo que não demonstra nenhum interesse na eficiência de seus gastos e nem tampouco em tornar mais fácil a vida dos seus cidadãos. Em cada emissão de um documento, o Estado brasileiro aumenta seus números de arrecadação financeira e conseqüentemente o chamado custo Brasil. Atualmente o governo do Brasil atribui ao bom momento econômico sua gorda arrecadação. Em parte é verdade, mas em outra grande parte deve-se ao aumento da carga tributária onde se enquadram as observações abordadas aqui neste artigo. Coitados de nós. n Jornalista

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

A

retomada de territórios dominados pelos traficantes, com a bem-sucedida política de segurança do governo estadual, vem permitindo, cada dia mais, que as comunidades sejam assunto fora das páginas policiais. O lançamento do livro ‘O galo cantou’, que conta a história da titulação de propriedade de terra para famílias do Cantagalo, morro entre Copacabana e Ipanema, dois dos bairros mais valorizados da Zona Sul do Rio, ilustra bem essa tendência. Para o bem da ‘Cidade Maravilhosa’, e a superação dos dolorosos tempos da ‘cidade partida’, é preciso que o exemplo do Cantagalo floresça, inclusive em outros municípios do Estado, em que a favelização avança, como indesejado efeito colateral do crescimento. Poeta pernambucano radicado no Rio, como milhares de nordestinos, João Cabral

de Mello Neto alertava que ‘um galo sozinho não tece uma manhã, ele precisa do canto de outros galos’. E o sucesso de Cantagalo tem tudo para se repetir e se multiplicar. Isso é o que está encaminhado por meio da luta da comunidade, da cooperação entre o governo estadual, a União e as prefeituras, como a da capital, com o respaldo técnico do Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio de Janeiro (Iterj), ligado à Secretaria de Estado de Habitação, que num processo histórico garantiu a posse definitiva dos imóveis a 44 famílias do morro. Atualmente cerca de 800 comunidades em todo o Estado do Rio têm processos de regularização junto ao Iterj. Entre as principais em andamento estão: Pavão-Pavãozinho, Manguinhos, Santa Marta, Complexo do Alemão, além de Rocinha, Vidigal e várias outras, como o Morro do Preventório, em Niterói, totalizando 37.315 famílias beneficiadas. Só no Complexo do Alemão, que engloba os morros da

Baiana, Adeus, Esperança, Matinha/Relicário, Fazendinha, Palmeira, Mineiros, Grota, Itararé, Alemão e Nova Brasília, a regularização beneficiará 18 mil famílias. Trata-se da maior área com imóveis em fase de legalização no estado. Regularização é cidadania na veia. A possibilidade de comprovação de residência facilita o acesso ao emprego formal, com registro na carteira e mais garantias. O documento facilita a conquista de crédito ao consumidor, financiamento habitacional, alvará para microempresa. É possível regularizar contas de luz, água, telefone, tornando os serviços mais confiáveis e livrando os moradores do jugo do tráfico e das milícias. Com as contas regulares, já a partir dos títulos provisórios de propriedade, documento oficial fornecido pelo Estado, através do Iterj, fica mais fácil garantir avanços e cobrar das concessionárias as indispensáveis e urgentes melhorias nos serviços. Por tudo isso, a regularização é um processo de er-

radicação da pobreza, de redução de desigualdades sociais, que garante dignidade e a transferência do direito para os herdeiros do beneficiário. Possibilita a universalização do acesso das famílias carentes à moradia formal e o direito à cidade, além de afastar moradores da clandestinidade. Para as prefeituras, facilita intervenções urbanísticas, de infra-estrutura básica e complementar nas áreas regularizadas. Unida, a cidade pode mais, pelo ingresso de novos consumidores, de mais empreendedores criativos, de novos trabalhadores com maiores garantias e oportunidades de qualificação. Um dos muitos gênios do samba surgidos nas favelas, Zé Kéti mostrou dons de profeta, mais que poeta, ao escrever que ‘o morro não tem vez/e o que ele fez/já foi demais... mas olhem bem/vocês/quando derem vez/ao morro/toda a cidade/vai cantar’. n Deputado estadual e vice-presi-

dente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Alerj

Peso pesado n Edgar Flexa

Ribeiro

A

evolução das instituições públicas no Brasil traz uma carga pesada. O Estado que veio na bagagem de D. João VI ainda buscava superar a Idade Média. Portugal demorou, pagou caro, mas evoluiu. Mas nós ainda carregamos muito do fardo que D. João VI trouxe. OK: república federativa, democracia, eleições, tudo bonitinho. Mas, na prática, o que tem de feudo por aí não é brinquedo. A sucessão de Constituições – de efêmera vida útil cada uma - mostra a insegurança. A própria federação, como a concebemos, é colcha de retalhos. Claro que cada estado terá sua margem para in-

fluir, mais ou menos, em função de diversos fatores. Em São Paulo uma economia forte, no Amapá e Maranhão um senador forte, em Pernambuco um governador promissor. Mas é por aí e fica nisso. Força mesmo, poder mesmo, tem os poderes centrais: o rei. Melhor dizendo, os três senhores. O Executivo seria o rei, e os condados são o Legislativo e o Judiciário. Cada uma dessas três instâncias tem suas subdivisões, com os respectivos barões, viscondes e marqueses. No Executivo é a corte: ministérios, secretarias, empresas, bancos e outros agentes reais. E dois condados: no Legislativo há o Senado e a Câmara, no Judiciário há tribunais. Nos Estados repete-se o esquema. Mas lá, coitados, a coisa passa muito por cima deles. O resultado disso tudo é que, na vida real cabe a

nós – à cidadania - um serviço público de muito má qualidade. Desde Vargas - do DASP, de Simões Lopes e Plínio Catanhede e tantos outros – e de Helio Beltrão mais recentemente, ninguém mais se ocupou em organizar o serviço público. A impessoalidade, a hierarquia, a rotina – sim, aquela que não permite abrir exceções ao sabor dos caprichos de autoridades transitórias – onde andam? O quadro de servidores foi invadido por uma horda de amigos do rei, que em cargos em comissão tumultuam o desempenho – até quando não fazem nada, ou apenas ornamentam as antessalas. Cada um dos poderes distribui fartura, oportunidades e mordomias a seus integrantes. Por toda parte é uma pletora de gabinetes, assessores, motoristas, verbas, cartões corporati-

vos, aviões, “de um tudo” enfim. Tenebrosas transações, projetos de obras fabulosas que surgem do nada pululam. Volta e meia figurões importantes são apanhados traficando influência sob o disfarce de milionárias “consultorias”. Ministros desabam como pinos de boliche. E Brasília ajudou muito a tudo isso: um cantinho só para eles! Um super Versailles! Será de estranhar se o CNJ for mesmo impedido de investigar o que se passa no Judiciário? E se prescrever o mensalão? E se tirarem os “royalties!” dos estados produtores de petróleo? E se aparecer mais um poderoso “consultor” num ministério desses? Será? n Educador, radialista e presidente da Associação Brasileira de Educação- fonte blog do Noblat

Presente de Deus n Fernando

Costa

J

á parou para pensar que somos um presente de Deus? Ele, (em 1TM 1,7) diz claramente que “não nos deu um espírito de timidez, mas, de fortaleza, de amor e sobriedade! Não há uma pessoa sequer igual à outra. Somos almas diferentes ornados de virtudes e defeitos inerentes à criatura humana. Vivamos um dia de cada vez. Paremos para pensar: quanta bênção ante o presente diário do sol, da lua, da chuva, do frio, dos rios, do calor, de brincarmos com as crianças, da paciência e respeito que os idosos merecem, não pelo que fazem, mas, pelo que representam. Quando

viajo para o Rio de Janeiro contemplo as montanhas e quando retorno me extasio ante o entardecer... Reflitamos sobre as soluções. Não valorizemos tão somente os problemas. Se ficarmos colocando sob nossos ombros o peso das dificuldades que criamos, chegará um momento que não as suportaremos aí sucumbiremos. Na maioria das vezes criamos embates imaginários e irreais. Isso me faz lembrar o escritor argentino que dizia não sair sem um termômetro, uma bolsa de água quente, um pára-quedas, um guarda - chuva e uma capa... Temia o frio e a chuva, sua preocupação era excessiva. Não é que vivamos para cometermos erros, mas, por que não relaxarmos um pouco?

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

D

Afrouxarmos os cintos de quando em vez! Levamos tudo muito a sério, só temos olhos à perfeição. O mundo nos dita que sejamos paradigmas. Sejamos previdentes, mas, nunca em excesso. Ao final, aquele mesmo homem do qual falei, chegou à conclusão de que perdeu tanto tempo com coisas sem importância, mas, já era tarde, estava morrendo... Valorizo as amizades, por isso, todos os dias busco em Eclesiásico nos capítulos 6,14 e 2,1-18 que em resumo dizem: “um amigo fiel é um poderoso refúgio, quem o descobriu, descobriu um tesouro.” Essa lição, é para lembrar que a amizade é um bem de raro valor. O versículo seguinte diz que o ouro para se tornar o metal precioso

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

precisa passar pelo fogo. É na adversidade que provamos nossa fé. A vida não é só feita de flores, como diz meu irmão Célio Barbosa. Ser simples é chique, a vida fica mais fácil, é natural e não faz mal. Caminhe, faça ginástica, preserve a saúde. Bom mesmo é aproveitarmos o verão, descalços, sem formalidades em contato com a praia e nos vestirmos do rendilhados da espuma que beija a areia do mar. Busque a felicidade. Quando se entrega a vida ao Criador sob a intercessão da doce Mãe, o caminho se torna mais seguro e menos espinhoso. Não percamos de vista a felicidade, ela está diante de nossos olhos. n Jornalista e advogado

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

3

cidade

Rubens Bomtempo é absolvido pelo TJRJ n  Vinicius Henter viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O ex-prefeito Rubens Bomtempo (PSB) foi absolvido ontem, por unanimidade, pelo Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) da condenação por improbidade administrativa. Na prática, a decisão faz com que Bomtempo não tenha problemas com a Lei da Ficha Limpa, podendo concorrer às eleições de outubro. Segundo a direção local do PSB, Bomtempo é pré-candidato a prefeito. Bomtempo, Henrique Manzani e Aparecida Barbosa, que foram secretários do ex-prefeito, foram condenados em outubro de 2011, em primeira instância, pelo não pagamento de honorários advocatícios à Defensoria Pública em processos de medicamentos e exames entre 2004 e 2006. A presidente do PSB de Petrópolis, Rosângela Stumpf, advogada de Bomtempo e Manzani, lembrou que o valor dos honorários advocatícios da Defensoria Pública era menor do que o aluguel usado pelo órgão e pago pela prefeitura. Na ação civil pública movida pela Defensoria em 2006 contra o ex-prefeito,

era cobrado o fornecimento de remédios em um prazo de cinco dias. - Mostrei no Tribunal que não havia dolo por parte dos meus clientes. O Bomtempo era prefeito e é médico. Se ele não conseguiu os remédios em cinco dias, foi por uma questão burocrática, e não porque ele não quis – disse Rosângela. O Ministério Público Estadual (MPRJ) moveu a ação em 2006 que tornou, em outubro passado, Bomtempo, Manzani e Aparecida inelegíveis por três anos. - De todos os processos que ele tinha, esse era o único que poderia esbarrar na Ficha Limpa. Para o Bomtempo, essa é uma decisão muito importante. Também é importante para a cidade, que terá a candidatura de Bomtempo novamente – disse Rosângela. Com a decisão de ontem, Bomtempo, Manzani e Aparecida foram inocentados. Rosângela lembrou, no entanto, que a Lei da Ficha Limpa somente torna inelegível quem for condenado por um órgão colegiado, o que não era o caso dos três, condenados em outubro de 2011 por uma juíza em primeira instância. - Muita gente estava falando que o Bomtempo

Fotos:Arquivo

estava inelegível, então a decisão de ontem foi ótima para acabar com qualquer dúvida. Estamos com a alma lavada. Agora não tem nada que impeça a candidatura de Bomtempo – disse Rosângela. Vereadores do PSB comemoram A absolvição do ex-prefeito foi comemorada pela bancada do PSB da Câmara Municipal na sessão de ontem. Para o líder da oposição na Casa, vereador Vadinho, a campanha para Bomtempo voltar à prefeitura fica mais forte com a decisão de ontem. - Com isso, as especulações foram por água abaixo. As pesquisas mostram que o Bomtempo é o primeiro. Todo mundo dizia que ele não seria candidato devido aos processos. Quem vai ganhar com isso é Petrópolis – disse Vadinho. Para o líder do PSB na Câmara, vereador Jorginho Banerj, a decisão é importante para esclarecer à população a situação do ex-prefeito. - É muito importante, até para acabar com todo esse titi-ti. Está mais que provado, até porque a decisão foi unânime – disse Banerj.

Arquivo

O ex-prefeito poderá concorrer às eleições de outubro, sem esbarrar na Lei da Ficha Limpa

TCE aponta mudanças na licitação dos radares

Radar na Avenida Barão do Rio Branco, no Centro: licitação depende de mudanças no edital

CPI recebe Sindicato dos Rodoviários hoje A CPI do Transporte Público da Câmara Municipal ouve hoje representantes do Sindicato dos Rodoviários de Petrópolis. O objetivo é receber as principais dúvidas e reivindicações da classe quanto ao edital de licitação das linhas das empresas sob intervenção, lançado em dezembro de 2011. De acordo com o presidente da CPI, vereador Thiago Damaceno (PP), a reunião mostra que a manutenção dos atuais empregos é uma das prioridades da Comissão. - Estamos assumindo um compromisso com os rodoviários, que é o de garantir esses empregos, mesmo com as novas empresas assumindo o transporte da cidade – disse. Os vereadores também solicitaram, através de ofício, que o TCE-RJ dê assessoria à Comissão, para que apure todo o processo de licitação. - Com um edital desse tamanho, seria extremamente importante ter

a assessoria do Tribunal de Contas, que tem um corpo técnico preparado e que pode nos auxiliar, além de respaldar todo o processo – afirmou o parlamentar. Uma das funções estipuladas no estatuto do TCE é prestar assessoria técnica à Assembleia Legislativa e às Câmaras Municipais em Comissões Parlamentares de Inquérito. De acordo com Damaceno, há muitas dúvidas que envolvem a situação dos funcionários, como a questão das dívidas trabalhistas, além da reorganização de linhas. Desde que foi implantada, no início do mês, a CPI do Transporte Público já pediu diversos ofícios à Prefeitura, em regime de urgência – uma vez que o prazo estipulado para a licitação é o dia 20 de março. Fazem parte da CPI do Transporte Público, além de Damaceno, os vereadores Silmar Fortes (relator/PMDB), Márcio Arruda (PMDB) e Vadinho (PSB).

Para que a licitação dos radares de velocidade possa ser realizada, a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) terá que estabelecer, no edital, critérios de reajustamento de preços e o cronograma físico-financeiro da execução contratual. Essas exigências foram feitas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), o que adiou a concorrência que seria realizada no próximo dia 5, como o Diário divulgou na edição de on-

tem. O TCE esclareceu ainda que não há decisão definitiva sobre esse processo, motivo pelo qual ainda não está disponível no portal do tribunal. O presidente da CPTrans, informou que a companhia cumprirá todas as exigência sugeridas pelo TCE para que o processo de licitação possa ser levado adiante, mas que ainda não há previsão de nova data. O processo prevê a instalação de 34 radares no

município para a prestação de serviços de fiscalização eletrônica de velocidade. As empresas interessadas em concorrer deveriam apresentar a documentação requisitada no edital e a proposta de preço no dia 5 de março. Há mais de um ano, os equipamentos instalados no município foram desligados por causa do processo de licitação realizado na administração passada que foi investigado pelo TCE e pelo Ministério Público.

Empreendedores sofrem com concorrência “desleal” da China n  Vinicius Henter

As dificuldades enfrentadas pelos pequenos e médios empreendedores de Petrópolis foram apontadas ontem, pelo vereador João Tobias (PPS), durante sessão da Câmara. Ele lamentou o que chamou de “concorrência desleal” com produtos chineses. Tobias argumentou que os deputados federais devem buscar a diminuição da carga tributária no país. - Pequenos e médios empreendedores pagam altos impostos, então têm que vender as mercadorias a um preço mais alto. Os produtos chineses pagam impostos baratos. É uma concorrência desleal – disse Tobias. Outro problema enfrentado pelos empreendedores em Petrópolis, segundo Tobias, é a concorrência com a internet. - Outra concorrência desleal é com a internet, porque, além da facilidade na compra, os impostos são mais baratos. E o pior é que esses impostos não ficam em Petrópolis, ficam na origem. Em uma compra nas Lojas Americanas, por exemplo, os impostos vão para a cidade da empresa. Acaba que Petrópolis não ganha nada com isso. Que os deputados federais mudem essa questão

O vereador João Tobias reivindica impostos mais baixos e qualificação de mão de obra na cidade

da internet para que o local de compra também receber impostos – disse. Para Tobias, os empreendedores poderiam fazer frente aos produtos chineses e aos da internet se houvesse mais qualificação de mão de obra em Petrópolis. - Temos que cobrar da

União a redução da carga tributária, e da prefeitura um programa de incentivo às empresas e qualificação de mão de obra – disse Tobias. O líder da oposição na Casa, vereador Vadinho (PSB), afirmou que também cabe à prefeitura aumentar a arrecadação municipal. Para

ele, Petrópolis tem perdido recursos por causa da falta de incentivos. - O problema é o Código de Posturas. Vemos gente de fora vendendo de tudo. É abacaxi, é cofre, é rede. Tem que tomar a mercadoria desse pessoal. Tem que taxar. É tudo sem nota – disse Vadinho.


4

57 anos

DIĂ RIO DE PETRĂ“POLIS

QUARTA-FEIRA, 29 DE FEVEREIRO DE 2012

Niver de Carlinhos...

Grande perda

No último såbado o advogado carioca Carlos Alberto Reis de Albuquerque recebeu amigos e familiares para jantar comemorativo de seu aniversårio em sua linda casa de campo em Itaipava preparado e coordenado pela sua mulher Lúcia. Entre os presentes podemos destacar Jayro e Beth Bragança, Paulinho e Cynthia Castellain de Souza, Mônica e o cirurgião plåstico Elcio Lessa.

Faleceu no Rio de Janeiro na sexta-feira passada o renomado jurista, professor e desembargador Celso Guedes Filho que foi professor da faculdade de direito da UFRJ e vice presidente do Tribunal de Justiça do nosso estado e que possuía casa de campo em Itaipava. Foi uma grande perda.

CĂŠlio Thomaz celiothomaz@celiothomaz.com.br

Desculpa pelo Facebook

119 anos da Escola de MĂşsica

Se não quiser ir para a cadeia, o fotógrafo Mark Byron, de Ohio, tem de publicar em sua pågina no Facebook todos os dias, por um mês, um pedido de desculpas a sua futura ex-mulher (da qual estå se divorciando), por comentårios desairosos que fez sobre ela na rede social. Ele pode ser condenado a 60 dias de prisão, mais uma multa de US$ 500, se não postar atÊ às 9h da manhã, de cada dia, o pedido de desculpas redigido pelo próprio juiz de "Relaçþes DomÊsticas" Paul Meyers, que o sentenciou. Para advogados e entidades de defesa dos direitos fundamentais, a decisão viola o princípio constitucional da liberdade de expressão, dizem os jornais USA Today e Washington Post.

Logo mais, a partir das 19 horas serå realizada Audição Comemorativa ao 119º aniversårio da Escola de Música Santa Cecília "PASSEANDO PELO MUNDO II" no Teatro Santa Cecilia, a direção do espetåculo e do prof. e diretor de ensino Paulo Gantzel. .

Planos de governabilidade...

Ăšltimas do Carnaval 2

Marly Baffa recebe um pequeno grupo de amigos na residĂŞncia de uma grande amiga no Moinho Preto no prĂłximo sĂĄbado para discutirem juntos planos e projetos de governabilidade para PetrĂłpolis, jĂĄ que Marly ĂŠ prĂŠ candidata a vereadora em nossa PetrĂłpolis.

JĂĄ no Rio de janeiro, na segunda-feira de Carnaval o casal Diva e Paulo Baiana Schotz receberam um grupo de trinta amigos para uma Feijoada em seu big apartamento da Miguel Lemos em Copacabana.

Ăšltimas do Carnaval 1

O restaurante do Hotel Pedra Bonita na BR 040 foi uma das grande opçþes gastronômicas do Carnaval na Serra. AlÊm do lugar ser charmoso e agradåvel o cardåpio preparado pelo seu chef, durante o Carnaval, foi um sucesso.

Fim de fÊrias... No clique o artista plåstico petropolitano Cocco Barçante que coordena o projeto Sentimentos do Rio.

447 do Rio de Janeiro

O ex-ministro da SaĂşde Francisco da Rocha Lagoa em recente visita ao seu amigo advogado e poeta Fernando Costa.

Para comemorar os 447 anos da cidade do Rio de Janeiro, o grupos produtivos de bordado, sob orientação do artista plĂĄstico Cocco Barçante, estarĂŁo apresentando miniaturas dos painĂŠis do projeto “Sentimentos do Rioâ€?. Bordados, aplicaçþes e muita criatividade das artesĂŁs: FĂĄtima Miranda, da cidade de TrĂŞs Rios, Terezinha Justo, do Grupo Revivendo Arte da Cidade de Deus, Lourdes de Jesus, da Comunidade Dona Marta, Jandira Lage, da Ong Criola da cidade de PetrĂłpolis e o grupo Bordadeiras de Natividade, da cidade de Natividade. A mostra acontece de amanhĂŁ atĂŠ o dia 30, no Programa de Artesanato do Estado do Rio de Janeiro, na Rua Real Grandeza, nÂş 293, Botafogo, das 10hs Ă s 17hs.

 Ă…Ă…Ă… Ă… Ă… 

 Ă…Ă…Ă…Ă… Ă… 2VFNNPSBFN1FUSĂ˜QPMJTUFNPQSJWJMĂ?HJPEFFTUBSQFSUJOIPEB$BTBEP"MFNĂ?P

0TEFMJDJPTPTDSPRVFUFT QĂ?PDPNMJOHVJĂŽB EPDFTFCJTDPJUPTKĂˆTĂ?PTBCPSFT USBEJDJPOBJTOFTTBDJEBEF"MĂ?NEJTTP UVEPĂ?TFSWJEPGSFTRVJOIPFDPN

SBQJEF["ýOBM OJOHV�NDPOTFHVF DBSTFNDPNFSFTTBTEFMÓDJBTQPSNVJUPUFNQP 2VJUBOEJOIB5FM  ]$FOUSP5FM  ]*UBJQBWB5FM  

WWW.CASADOALEMAO.COM.BR

PĂŁo francĂŞs - R$ 5,99kg (somente no balcĂŁo) Entrega em domicĂ­lios

Rua EpitĂĄcio Pessoa, 100 (atrĂĄs dos Correios) Centro - PetrĂłpolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de MĂşsicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 PetrĂłpolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

Agora ĂŠ para valer, ďŹ m de fĂŠrias, aula escolar iniciadas, todos de volta ao trabalho, cidade começa a ďŹ car movimentada, a vida volta ao normal e o comĂŠrcio jĂĄ começa a pensar com o faturamento da PĂĄscoa .

Regressa hoje Quem estå regressando de um passeio de 10 dias a França e BÊlgica Ê o jovem advogado Hercílio Binato de Castro.

Petropolitana ĂŠ 1ÂŞ em West Point A tenente do ExĂŠrcito, a petropolitana Clara Luz, aluna do IME (Instituto Militar de Engenharia), no Rio, foi a primeiros colocada na classiďŹ cação geral em todas as matĂŠrias aplicadas Ă engenharia que cursou em West Point, a Academia Militar dos Estados Unidos. Ela foi uma das brasileiras pioneira no intercâmbio na escola de formação de oďŹ ciais dos EUA, onde passou seis meses, no segundo semestre de 2011. Ela teve o melhor desempenho em suas turmas em West Point nas matĂŠrias tĂŠcnicas, de engenharia.


quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

INSS quer aumentar número de contribuintes Como uma tentativa do governo federal de incluir um maior número de contribuintes do INSS em uma “enorme categoria de profissionais”, donas de casa e diaristas que contribuem com 11% sobre o salário mínimo, agora, podem mudar de modelo de contribuição pagando até R$37,32 a menos, sem prejuízo ao tempo anteriormente pago. De acordo com o advogado previdencialista Eurivaldo Bezerra Neves, como as alíquotas de recolhimento são altas e os encargos trabalhistas grandes, a maioria dos empregadores deixa de assinar a carteira. - Na verdade este é um esforço do Governo Federal para incluir como contribuintes uma enorme categoria de profissionais e de pessoas. Infelizmente, o trabalho doméstico, na sua grande maioria, ainda está na informalidade. Isto prejudica bastante aqueles que pretendem se aposentar, ou que sofrem

algum acidente (ou até mesmo morte). Muitos deixam de assinar a carteira ou assina por um valor menor do que o salário efetivamente pago ao trabalhador - explicou. Ainda segundo ele, o mesmo ocorre com as donas de casa, que não exercem um trabalho remunerado, porém precisam deste Seguro Social. A redução da alíquota serve para baratear estes custos e tornar a inclusão desta classe no que chamamos de formalidade. - Vale observar que a renda mensal de até R$ 1.244,00 é bastante interessante para esta categoria, uma vez que os salários das domésticas raramente chegam a este patamar. Caso a renda mensal seja superior, a empregada poderá efetuar o recolhimento complementar através de carnê. Se, mesmo assim, a patroa não efetuar o recolhimento, pode a empregada realizar seu cadastro e contribuir normalmente - completou.

Contador dá dicas para preencher a declaração A partir de amanhã, os contribuintes já podem começar a enviar a declaração do Imposto de Renda. Mas quem quer receber a restituição nos primeiros lotes pode dar início a busca por documentos e baixar no site da Receita Federal o programa de acerto de contas com o Fisco para quem precisa informar rendimentos recebidos em 2011 – liberado na última segunda-feira. Para o contador Marcos Galvão, da Almec, é crucial que as pessoas se preocupem em buscar todos os informes de rendimentos, como, por exemplo, recebimentos de aluguéis, compra ou venda de carros, ou seja, uma juntada dos rendimentos financeiros. Para o primeiro lote, maiores de 60 anos têm prioridade para receber, conforme o Estatuto do Idoso. A entrega, porém, só poderá ser feita a partir de 1º de março. O envio ocorrerá até 30 de abril pela internet, ou por meio de disquetes ou pen drives entregues

nas agências da Caixa ou do Banco do Brasil. Apesar da agilização da Receita, as empresas têm até hoje, dia 29, para entregar os comprovantes de rendimentos de 2011 para seus funcionários. Isso dificultou quem tinha a intenção de preparar a sua declaração já neste fim de semana. Está obrigado a declarar quem recebeu em 2011 rendimentos, como salários, aposentadorias, pensões, aluguéis acima de R$ 23.499,15 ou teve rendimentos não tributáveis (lucros e dividendos) superiores a R$ 40 mil ou tinha em 31 de dezembro bens valendo mais de R$ 300 mil. As principais novidades deste ano são a necessidade de certificação digital para contribuintes com patrimônio acima de R$ 10 milhões e a possibilidade de deduzir em até 3% a contribuição enquadrada no Estatuto da Criança e do Adolescente feita até a data da entrega da declaração.

Acidente com ônibus em Minas mata petropolitana Uma consultora de vendas petropolitana está entre as vítimas do acidente com um ônibus que fazia a rota de Niterói (RJ) a Belo Horizonte (MG), na noite do último domingo (26). Daniela Azevedo Tavares, de 37 anos, estava no coletivo que bateu em um muro de contenção na BR-040, na Zona da Mata de Minas Gerais, próximo à cidade de Oliveira Fortes. Ela e outras três pessoas morreram na batida. Outros 33 passageiros ficaram feridos. O veículo levava 47 pessoas. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, o motorista da empresa Util teria

perdido o controle da direção ao fazer uma curva, batendo contra um muro de proteção. Os feridos foram encaminhados para hospitais de cidades da região, entre elas Barbacena e Santos Dumont. Nas redes sociais, como o Facebook, amigos e colegas de trabalho de Daniela manifestaram sentimentos de carinho e saudade. Eles comentaram que a consultora era uma pessoa alegre e sempre sorridente, que deixará muitas saudades. O sepultamento foi realizado na tarde ontem, ás 15h, o cortejo saiu da capela São Salvador, no Valparaíso.

Homem desacata policial e acaba levado para 105ª DP Um homem foi levado para a delegacia no início da tarde de ontem depois de ameaçar uma pessoa e desacatar policiais militares, no Centro Histórico. De acordo com os agentes que participaram da operação, eles haviam recebido uma denúncia informando que o suspeito estaria armado próximo à esquina entres as Ruas do Imperador e Barão de Teffé. Ao chegar ao local, ele teria negado ser revistado e reagiu ao procedimento da polícia. A arma não foi encontrada. Os agentes suspeitam que ele

tenha conseguido se desfazer da arma, deixando com um conhecido, antes que a equipe chegasse. O suspeito foi levado para a 105ª Delegacia (Retiro), onde o caso seria registrado. Os policiais informaram que iriam registrar a ocorrência como desobediência e desacato. O homem que estava sendo ameaçado também foi levado para a unidade. Até o fechamento desta edição o boletim de ocorrência ainda não havia sido concluído e os envolvidos ainda prestavam depoimento.

Arquivo

Como fazer

Donas de casa e diaristas podem procurar as agências do INSS para obterem mais informações

Para ser incluído na nova alíquota de contribuição, no valor de 5% sobre o piso (R$ 622), é preciso estar inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo (CadÚnico) e ter renda mensal de até dois salários mínimos (R$1.244). Para ser assistido pelo programa, é preciso procurar a equipe responsável pelo Bolsa Família, na prefeitura do município onde mora e solicitar a inscrição no CadÚnico. Já para efetuar a contribuição na nova modalidade, o segurado deve comparecer a uma agência do INSS, mediante prévio agendamento no site do Ministério da Previdência Social (http://www. previdencia.gov.br/) ou pela Central de Atendimento 135, para acerto de atividade.

Decisão que permite consulta de empresas ao SPC gera polêmica A decisão do Tribunal Superior do Trabalho (TST) – divulgada este mês – que permite às empresas consultar no Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), na Centralização dos Serviços dos Bancos (Serasa) e em órgãos policiais e do Poder Judiciário a situação de candidatos as vagas de emprego e também de seus funcionários está gerando polêmica. O advogado especialista em gestão empresarial Eurivaldo Bezerra Neves explica que a prática, mesmo é “duvidosa” e até considerada por alguns “discriminatória”, já que “muitas pessoas que estão desempregadas acabam por sofrer sérios problemas financeiros”, é aceitável e até vem ganhando respaldo no judiciário. A decisão, tomada por unanimidade no dia 8 deste mês, foi divulgada na última quinta-feira pelo TST. Agora, as empresas podem fazer em todos estes órgãos antes de contratar empregados. Em nota, a direção da Força Sindical também afirma que

a decisão do TST prejudica o trabalhador. “A decisão é injusta porque, na prática, condena qualquer pessoa desempregada e endividada a continuar eternamente na mesma situação”, diz o texto. “Sem emprego, como o devedor poderá pagar sua dívida e limpar seu nome dos serviços de proteção ao crédito?”, diz. Já de acordo com advogado, desempregadas as pessoas passam a ter certas restrições ao crédito e isso faz com que milhares de empresas desclassificam estes candidatos por conta dos problemas financeiros. - Sabidamente, muitas pessoas que estejam atoladas em dívidas, acabam cometendo faltas graves no trabalho. Estas faltas podem até mesmo levar a alguns delitos, mas não podemos sustentar que seja uma regra. Ora, se a pessoa está sem emprego, natural seria que estivesse igualmente sem dinheiro, e passando por dificuldades, o que acarretaria em um maior valor e

dedicação ao novo trabalho – explicou. Ele ainda lembrou que várias pessoas já procuram os escritórios de advocacia para entrar com ações de reparação de danos morais. - Sempre sustentamos que os processos seletivos das empresas, sejam dotados de um caráter sigiloso, prevenindo que os candidatos excluídos sejam municiados de provas e argumentos para estas aventuras jurídicas, que, por vezes, representam em sérios prejuízos para as empresas. Felizmente, a tese de defesa por nós sustentada, onde não entendemos tal desclassificação como discriminatória, vem encontrando respaldo no Judiciário – informou Neves. Ele explicou que, nesta semana, a Segunda Turma do Tribunal Superior do Trabalho se posicionou à este respeito em uma ação civil pública movida pelo Ministério Público do Trabalho, que pretendia impedir que uma empresa realizasse pesquisas

no SPC, Serasa, e em órgãos policiais e do Poder Judiciário. O interessante é que este processo iniciou-se através de uma denúncia anônima , informando que a empresa estaria adotando estas práticas desclassificatórias. Origem A decisão do TST tem por base ação movida pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), que entendeu que a pesquisa era discriminatória. O caso começou a ser apurado em 2002, por meio de denúncia anônima, que informava que uma rede de lojas de Sergipe fazia a pesquisa durante o processo seletivo. A empresa se recusou a mudar a conduta e o MPT decidiu abrir uma ação civil pública. A primeira instância da Justiça condenou a empresa a abandonar a prática, sob pena de ser multada em R$ 10 mil a cada consulta. A rede lojista também foi condenada a pagar indenização de R$ 200 mil por dano moral coletivo.

Preços: gasolina continua mais vantajosa Passados 18 dias da última pesquisa, o preço dos combustíveis permanece inalterado nos sete postos que integram a apuração regular do Diário. Em um posto sem bandeira da Rua Bingen, tanto o etanol quanto a gasolina apresentam os menores preços. O primeiro é vendido a R$ 1,99, valor 20% inferior ao estabelecimento que pratica o preço mais caro, enquanto o segundo sai a R$ 2,79, 7% mais barato que o maior preço. Levando apenas em consideração os cinco estabelecimentos bandeirados, a gasolina mais barata foi encontrada no posto Shell da Rua Paulo Her-

vê, no Bingen, sendo vendida a R$ 2,89. Em seguida, vem o posto Shell da Rua Coronel Veiga, que cobra R$ 2,94 pelo litro do combustível. Nos outros três postos a gasolina é vendida a R$ 2,99. Ainda levando em conta os postos bandeirados, o etanol mais barato foi encontrado no posto Ipiranga da Rua 13 de Maio, a R$ 2,38, somente R$ 0,01 mais barato que os demais. Se não houve mudança nos preços, também não há porque os proprietários de carros flex deixarem de optar pela gasolina na hora do abastecimento. Isso porquê, mesmo com o etanol sendo vendido a

um preço aparentemente mais atrativo, tem um rendimento 30% inferior ao da gasolina. Portanto, a opção pelo álcool só será mais vantajosa se este custar até 70% do que é

cobrado pela gasolina, algo impossível de se verificar nos postos pesquisados. Os preços foram apurados pelo Diário conforme tabela afixada nos estabelecimentos.

Postos

Gasolina

Etanol

Shell - Cel. Veiga Petrobras - Cel. Veiga Sem Bandeira - Cel. Veiga Shell Gal. Rondon Ipiranga - 13 de maio Shell - Bingen Sem Bandeira - Bingen

R$ 2,94 R$ 2,99 R$ 2,89 R$ 2,99 R$ 2,99 R$ 2,89 R$ 2,79

R$ 2,39 R$ 2,39 R$ 2,09 R$ 2,39 R$ 2,38 R$ 2,39 R$ 1,99

Pouca adesão à paralisação dos professores Todos os colégios da rede estadual de Petrópolis funcionaram normalmente durante todo dia de ontem, apesar da paralisação de alguns professores – ação realizada em todo estado do Rio. Os profissionais da categoria protestam contra os baixos salários e as péssimas condições de trabalho dos servidores. Ontem, vans saíram do centro da cidade com manifestantes em direção à capital fluminense para for-

talecer o movimento. A diretora em Petrópolis do Sindicato Estadual dos Profissionais da Educação (Sepe), Rose Silveira, não soube dizer quantos profissionais na cidade aderiam à paralisação de 24 horas, mas explicou que nenhuma escola deixou de funcionar por causa do ato. No município, a adesão foi baixa. – Alguns profissionais aderiram, mas não foram todos – explicou. Esta é a primeira parali-

sação do ano dos professores e funcionários das escolas do estado. A categoria reivindica a imediata incorporação de todas as parcelas do Programa Nova Escola e um reajuste emergencial de 36% (correspondente ao que faltou para atingir a reivindicação em 2011, somado ao crescimento da receita orçamentária do estado prevista em 2012). O governo prevê a incorporação total do Nova Escola somente em 2013.

A categoria realizou nas escadarias da Alerj um ato público na parte da tarde. Na Alerj, a direção do Sepe se reuniu com o presidente da Comissão de Educação, deputado André Lazaroni (PMDB); na reunião, o Sepe apresentou a pauta de reivindicações. Nos dias 14 e 28 de março ocorrerão novas paralisações de 24 horas - a paralisação do dia 28 de março foi decidida ontem, na assembleia realizada na ABI.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Na cidade

Vigor físico, agressividade e impulsividade no seu modo de agir são qualidades que estarão reforçadas em seu caráter hoje. A vida amorosa fará com que tenha impulsos apaixonados, que podem criar situações tensas.

Touro - (21/04 a 20/05)

Novos planos para a sua elevação de cargo e novos conhecimentos profissionais deverão ser estudados agora. De resto, a influência será ótima para a vida amorosa e familiar e para tratar com amigos e personalidades.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Seu forte magnetismo pessoal deverá atrair a simpatia de conhecidos, o que lhe trará benefícios. Novas e duradouras amizades também estão previstas. Êxito em trabalhos manuais. No amor, uma nova experiência poderá ser vivida de modo intenso.

Câncer - (21/06 a 22/07)

A influência astral lhe propícia contatos com pessoas importantes. Procure também, levar paz aos mais necessitados. Bom para tentar na loteria. Você fortalecerá a sua capacidade mental hoje, e também vai estar cheio de atrativos.

Leão - (23/07 a 22/08)

Não se assuste ao surpreender-se com você mesmo, pois você se encontra mais responsável e pronto para o que der e vier. Os astros indicam boas realizações neste dia, desde que você haja com sinceridade e disciplina.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Este dia deverá favorecê-lo nos assuntos familiares e questões financeiras ligadas com pessoas amigas. Procure ser previdente quanto aos demais assuntos por que o passado pode trazer alguma coisa que o aborrecerá.

Libra - (23/09 a 22/10)

Dia muito bom para colocar em prática as novas ideias profissionais e para realizar negócios entabulados anteriormente. Suas qualidades mentais serão ótimas e as condições de progresso material deverão surgir.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Dia em que se encontrará mais ambicioso, empreendedor, hábil e confiante em si mesmo, o que deverá levá-lo a ter lucros nos negócios. Muito sucesso profissional e social e muita prosperidade geral. Bom para o amor.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Dia favorável para reencontrar com os amigos de trabalho, com os familiares e com a pessoa amada. O sucesso profissional, bem como as novas empresas e empreendimentos será evidente. O dia é ideal para se dedicar aos trabalhos artísticos ou manuais.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Não deixe que invejosos e incapacitados estraguem sua paz no lar e no trabalho, principalmente. Analise as pessoas, e só dê crédito àquelas que realmente humanas e honestas. Tranquilidade com a pessoa amada. Saúde estável.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Sua energia atual, aliada a sua persistência, poderá lhe proporcionar vantagens reais. Evite depender dos demais tomando suas próprias iniciativas. Até o meio dia, estará no melhor período para apostar nos jogos ou loterias.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Influxos astrais excelentes para tratar de negócios novos. Submeta-se a testes psicológicos, aprimore seus conhecimentos por que a continuidade de Júpiter lhe favorecem. Os astros indicam que você poderá resolver muitos de seus problemas.

Hoje, às 15h, tem Baile da Feliz Idade com a banda Coração Cigano. Trata-se de um tradicional baile direcionado às pessoas acima de 55 anos. Com apresentações especiais de bandas locais. No Esporte Clube Pedro do Rio, Estrada União & Indústria, 19.574, Itaipava. Entrada franca. Hoje, às 19h será exibido o documentário ‘Coração Vagabundo na Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura Raul de Leoni. O filme registra a turnê ‘A Foreign Sound’, de Caetano Veloso, por São Paulo, EUA e Japão. Além das imagens das apresentações, o diretor Fernando Andrade deixa o músico livre para dissertar sobre a saída de sua cidade natal, o

O Baile da Feliz Idade é destinado a pessoas acima dos 65 anos

sucesso no exterior, a relação com Almodóvar e a separação de Paula Lavigne. A direção é de Fernando Grostein Andrade e a censura, 10 anos. Entrada franca. Hoje, às 19h, a Escola de Música Santa Cecília promove uma audição comemorativa a seus 119 anos. A audição

tem o nome de “Passeando Pelo Mundo II” e acontece no Teatro Santa Cecília, no térreo do prédio, na Rua Marechal Deodoro, Centro. O ingresso é um quilo de alimento e um produto de limpeza, que serão destinados ao Juizado da Infância e Adolescência.

O Tai-Chi Chuan é uma das atividades oferecidas nesta quarta, no Museu

dade promovida pelo Programa de Assistência Integral do Idoso (PAISI) da Secretaria Municipal de Saúde. Com

Ana Lúcia Habib (fisioterapeuta gerontóloga). No Museu Imperial, Jardins e Pátio. Censura livre, aulas gratuitas. Hoje, de 08h30 às 09h30, tem Alongamento, outra atividade promovida pelo Programa de Assistência Integral do Idoso (PAISI) da Secretaria Municipal de Saúde. Com Ana Lúcia Habib (fisioterapeuta gerontóloga). No Museu Imperial, Jardins e Pátio. Censura livre, aulas gratuitas.

Despedida

Palmeira será cortada e replantada no Museu

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro

À BEIRA DO ABISMO – Censura 12 anos – com Sam Worthington – Horários: 20h40 2ª feira, dia 27, não haverá sessão SALA 2 CADA UM TEM A GÊMEA QUE MERECE – Censura 10 anos – com Adam Sandler – Horários: 16h50, 18h50 e 20h50 2ª feira, dia 27, não haverá sessão TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1

SALA 1 À BEIRA DO ABISMO – Censura 12 anos – com Sam Worthington – Horários: 15h15, 17h15, 19h15 e 21h15

ALVIN E OS ESQUILOS 3 – Censura livre – com Jason Lee – Horários: 15h VIAGEM 2 – A ILHA MISTERIOSA – Censura 10 anos – com Michael Caine – Horários: 17h e 19h J.EDGAR – Censura 12 anos – com Leonardo DiCaprio – Horários: 21h Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

A INVENÇÃO DE HUGO CABRET – CensuraA livre – com Ben Kingsley – Horários: 16h, 18h20 e 20h40 2ª feira, dia 27, não haverá sessão 11 indicações para o Oscar 2012 – incluindo Melhor Filme e Melhor Diretor Martin Scorsese Vencedor Globo de Ouro 2012 – melhor Diretor – Martin Scorsese SALA 2 MOTOQUEIRO FANTASMA: ESPÍRITO DE VINGANÇA – Censura 14 anos – com Nicolas Cage – Horários: 16h30, 18h50 e 21h 2ª feira, dia 27, não haverá sessão SALA 3 OS DESCENDENTES – Censura 14 anos – com George Clooney – Horários: 15h50 e 20h50 2ª feira, dia 27, não haverá sessão 5 indicações para o Oscar 2012 – incluindo Melhor Filme e Melhor ator George Clooney HISTÓRIAS CRUZADAS – Censura 12 anos – com Viola Davis – Horários: 18h10 2ª feira – dia 27 – não haverá sessão 3 indicações para o Oscar 2012 – incluindo Melhora atriz – Viola Davis Globo de Ouro 2012 – vencedor Melhor atriz coadjuvante – Octavia Spenser

Filmes na TV DUPLEX – GLOBO – 16H05 – COM BEN STILLER Casal recém-casado se muda para um apartamento no centro de Nova York. Tudo vai bem até a velhinha que mora no andar de cima começar a meter o nariz onde não é chamada. SEPARADOS PELO CASAMENTO – RECORD – 23H15 – COM JENNIFER ANISTON Casal decide que sua vida juntos já não tem sentido e quer se separar. O problema é que nenhum dos dois quer abrir mão do apartamento onde vivem. PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

O Palácio Imperial se despede de uma de suas palmeiras

ter o equilíbrio do jardim do Museu Imperial. O plantio ocorrerá no dia 16 de março,

às 15h, sendo parte das comemorações do Museu para o aniversário da cidade.

On line

Curso sobre avanços nas redes sociais na net Com a consolidação da web 2.0 e o avanço das redes sociais, o assessor de imprensa evoluiu, compartilhando e integrando às plataformas digitais. Neste novo contexto, uma técnica se faz cada vez mais necessária e importante: a escrita. O que é e como funciona o Display Text? Como se comunicar por MSN e SMS? Como agregar valor aos emails enviados aos colegas de redação? Como escrever para podcast, blogs, sites e portais? Essas e outras questões são respondidas no curso “Assessoria digital: do release impresso à web 2.0”, que fala dos conhecimentos necessários para o comunicador aprimorar textos e men-

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8.

SALA 2

Várias atividades saudáveis à disposição no M. Imperial

Uma das palmeiras do Museu Imperial/Ibram/ MinC precisará ser retirada de forma a garantir a segurança dos visitantes. A árvore, que data da segunda metade do século XX, adoeceu em sua base e corre o risco de tombar. A doença foi identificada por uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente, que elaborou um laudo justificando a necessidade de corte. A retirada será realizada pela Companhia de Desenvolvimento de Petrópolis (Comdep) na próxima segunda-feira, dia cinco de março, a partir das 08h. No lugar da palmeira, será plantada outra da mesma espécie, de forma a man-

AS AVENTURAS DE TINTIM – Censura livre – Horários: 15h e 17h10, todos os dias, exceto segunda, dia 27/02 OS DESCENDENTES – Censura 12 anos – com George Clooney – Horários: 19h20 todos os dias, exceto segunda, 27/02 – Sessão extra dias 17, 18, 19, 20, 24 e 25/02, às 21h40

Especial

Hoje, de 07h30 às 08h, tem Tai-Chi-Chuan, uma atividade promovida pelo Programa de Assistência Integral do Idoso (PAISI) da Secretaria Municipal de Saúde. Professora Begoña Javares. Mais informações:gestotaichi@ uol.com.br. No Museu Imperial, Pátio da Ala Direita (em caso de chuva as atividades ocorrerem no Pátio Lacombe, Locomotiva). Censura livre, aulas gratuitas. Hoje, de 08h às 08h30, tem Caminhada, uma ativi-

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava

Centro industrial do Rio Grande do Sul

Tiete de rodeios (pop.)

Variedade de vinho

Sem o devido castigo

© Revistas COQUETEL 2012 Ensinar insistentemente sem colher resultado Meia dúzia

Grupo que se opõe Narrar aos sunitas Sólido; Aborrecer outra pes- resistente soa que não a que fala

(?) de Tefé, caricaturista brasileira Fator que pode levar ao tédio

Livrar; salvar Juciri (Bot.)

A maior festa dos cristãos Célula encarregada de defesa orgânica

Prover de meios para o voo Não Deus egípobrigatória cio (Mit.) Sem premeditação Ritmo musical Terceira letra

Braço, em inglês Consoantes de "taco"

O do Real Madrid é a Espanha (fut.)

Rojão junino Motocicleta (red.) Guerrilha basca (sigla)

Unidade de massa (Quím.)

Cor que simboliza o luto no Brasil

Prenome de Pelé

Stock (?), categoria de corridas Retirar-se do recinto Prever Pai dos primos Ingresso; entrada Entidade que organiza os Jogos Olímpicos (sigla)

Almofada, Produto do em inglês novelista Protago- Zoológico (red.) nista de “Orfeu”, de Cacá Diegues (Cin.)

BANCO

Unidade de venda de brincos

“(?) Men”, seriado da TV Mister (abrev.) Avistei

Escola de samba paulistana

81

Solução

Curso online explica como utilizar as plataformas digitais

sagens. O curso online acontece no dia dois, sexta-feira, de

19h às 22h. Para se inscrever acesse www.escoladecomunicacao.com.br.

MA C S D O S U L P U N E H RO T I N A A S A R A R I E P A R M I T O F S C A P E C A R S A I R C E S S O N O F P T M R A I V A I R R I D O

Áries - (21/03 a 20/04)

Baile, documentário e aniversário de escola

VIAGEM 2: A ILHA MISTERIÓSA – Censura livre – com Michael Caine – Horários: 16h40 e 18h40 2ª feira, dia 27, não haverá sessão

F A C U L T A T I V A

HORÓSCOPO

SALA 1

3/arm — car — juá — mad — pad. 4/ápis. 6/script. 9/leucócito.

INSTITUTO OMAR CARDOSO

M X C A X I A R I M T I N T O N A T A L B S A R J R L E U C O E T A B E M O I O I P R E TO P A D S C R Z O O T O N I G

6


quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

geral

Norma para reconhecer paternidade é editada Divulgação

O Conselho Nacional de Justiça, por meio do Provimento nº 16, publicado na semana passada, considera o Programa Pai Presente realizado em 2010 incentivando o reconhecimento de paternidade. O documento apresenta as normas utilizadas para que qualquer pessoa que não tenha o nome do pai na certidão de nascimento ou responsável possa solicitar o reconhecimento diretamente no cartório

de registro civil da cidade onde mora. A medida vale para casos em que não é necessário teste de DNA, que necessitam de outros procedimentos. - Sempre pôde ser feito através do cartório, mas nos casos de querer fazer o DNA o pretenso pai vem à Defensoria Pública e é encaminhado para o laboratório. É feito o pedido de escritura pública de reconhecimento de paternidade,

a averbação para que conste o nome do pai na certidão de nascimento. Ou quando não precisa de teste, pode ir direto ao cartório. A não ser que a pessoa não possa pagar, então pode recorrer à defensoria para ser feito o pedido de gratuidade e levar ao cartório – declarou a defensora pública Andréa Kreischer. De acordo com o CNJ, atualmente são 7.324 processos pleiteando a localização

do pai, entretanto a condição para que seja feito no cartório é de que nenhum pedido de reconhecimento de paternidade tenha sido feito à Justiça. Ainda segundo o documento emitido pelo CNJ, o oficial de cartório remeterá ao juiz o termo de reconhecimento de paternidade junto com a cópia e original da certidão de nascimento original para que o juiz possa notificar o suposto pai.

Trânsito melhora, mas usuários querem ponto de volta no Arabela Missa foi realizada pelo padre Jac na Catedral de São Pedro

Unimed Petrópolis celebra aniversário de 40 anos A Unimed Petrópolis celebra 40 anos de atuação em Petrópolis com um trabalho importante no desenvolvimento e na estruturação da área de saúde suplementar do município. Como parte das comemorações, na última terça-feira, dia 28, foi realizada pelo padre JAC uma Missa em Ação de Graças, na Catedral São Pedro de Alcântara. A Unimed tem um papel importante no Brasil por ter sido umas das primeiras a operar no sistema de cooperativismo médico, modelo que, mais tarde, foi seguido por outros países. Presente no mercado desde 1972, a Unimed Petrópolis é fruto do trabalho e dedicação de centenas de médicos, que desenvolveram um modelo diferenciado e independente, em que os médicos cooperativados participam das principais decisões ligadas à Cooperativa Médica. Algo que foi decisivo em 1990, quando a operadora criou o Hospital Unimed São Lucas, no Bingen. - A unidade hospitalar é considerada uma das maiores do sistema no interior do Estado do Rio de Janeiro, com 100 leitos, mais de 450 cirurgias e 4 mil atendimentos de urgência por mês - destaca o diretor do Hospital Unimed, Dalmo Jacy Monteiro. Para garantir a qualidade nos serviços, a Unimed Petrópolis conta com uma criteriosa avaliação para a entrada de novos médicos e demais

profissionais de saúde. Fator que tem sido considerado fundamental para o crescimento e desenvolvimento da operadora que, atualmente conta com 365 médicos e mais de 500 funcionários. Com tanta dedicação e empenho dos médicos fundadores e cooperados, a Unimed é uma tradição passada de pai para filho. - A cooperativa é considerada tão importante para os cooperados, que alguns médicos optaram em passar o legado ou atuar na operadora ao lado dos seus filhos, também médicos, trazendo assim também um vínculo diferenciado com seus clientes, que tem na cooperativa uma aliada, pois estes são a razão maior da nossa existência - ressalta o presidente da Unimed Petrópolis, José Carlos Sant´Anna de Araujo. Além da forte atuação na área de saúde, a Unimed Petrópolis tem sido reconhecida por apoiar e promover projetos socioambientais. No último ano, a cooperativa recebeu, mais uma vez, o título de empresa cidadã e também o Selo de Responsabilidade Social, concedido pela Unimed Brasil. A empresa ainda possui uma grande expectativa para sua nova aposta, a campanha “Um Mundo Mais Verde”, promovida pelo Projeto Água, que busca incentivar clientes e funcionários no reflorestamento de mudas de árvores da Mata Atlântica no município.

Embora tenha sido registrada melhora de 30% na fluidez de veículos na área e o novo espaço disponha de mais que o dobro da extensão do local anterior, líderes comunitários do Bingen recolheram assinaturas ao longo do dia de ontem pedindo que a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans) revogasse a medida que transferiu o ponto de ônibus da Viação Esperança do Edifício Arabela, onde se postaram os manifestantes, para o início da Rua Washington Luíz. Somente na parte da manhã, mais de 500 pessoas haviam assinado o documento, que será entregue à companhia. Uma das faixas questionava “Naval, você anda de ônibus nos dias de chuva?”. De acordo com a CPTrans, o ponto para embarque e desembarque das linhas da Viação Esperança localizado em frente ao Edifício Arabela foi recuado em caráter experimental, com o objetivo de melhorar o fluxo de veículos na Rua do Imperador e arredores e instalar num espaço que proporciona mais conforto e segurança para os passageiros. A CPTrans acrescenta que está medindo o tráfego na área para determinar o resultado da alteração. A mudança vigora desde o último domingo e, em reportagem veiculada ontem pelo Diário, comerciantes e usuários criticavam o novo local escolhido alegando calçadas estreitas do novo ponto, falta de cobertura adequada e deslocamento maior. - Fica muito pior principalmente para o idoso e o deficiente, que vai ter que percorrer um caminho maior. Uma pessoa relatou que um comerciante em frente ao novo ponto colocou som alto para afastar os usuários que estavam esperando ônibus ontem (segunda-feira). Isso também não é certo, pois o povo não tem culpa de ter sido

Vagner Batista

Na parte da manhã, mais de 500 pessoas assinaram o documento a ser entregue à CPTrans

desrespeitado e jogado para lá. Se não fizermos nada, nada vai mudar - avaliou Marcelo “Cabelinho”, representante da associação de moradores do Bingen e um dos organizadores do manifesto. O motorista aposentado Renato Fontes, morador do mesmo bairro e que precisa de auxílio de muletas para se locomover, é outro que critica de forma contundente a alteração. Segundo ele, a extinção do ponto do Arabela contribui pouco para atenuar o problema do trânsito e piora muito a situação dos usuários. - O serviço prestado pela Viação Esperança já é precário, devido os atrasos e as constantes quebras dos ônibus. E, agora, conseguiram tirar a única coisa que nos trazia mais conforto, que era esse ponto mais central

e com muito mais estrutura para os usuários embarcarem e desembarcarem - reclamou, acrescentando: - Estamos recolhendo assinaturas, sem atrapalhar ninguém, na tentativa de sensibilizar o presidente da CPTrans. Nosso segundo passo será procurar o Ministério Público e, por último, fazer um protesto e fechar a rua - informou. A psicóloga e coordenadora do Projeto Eficientes, que auxilia pessoas com deficiência, Gilda Beatriz, atenta ainda para um outro fato. - No (edifício) Arabela existem algumas clínicas de fisioterapia e você pode perceber como pessoas deficientes passam por aqui a todo momento. A acessibilidade já não existe na cidade e o deficiente tendo só a opção de parar no

novo ponto ou no Terminal, vai acabar deixando de vir para o Centro - ressaltou. E por falar no Terminal Imperatriz Leopoldina, o analista de sistemas Bruno Eduardo, teme que em dias de chuva, a situação no local se agrave. Segundo ele, por causa do espaço destinado para os usuários esperarem os coletivos ser muito pequeno em relação à área ampla e coberta do Edifício Arabela, as pessoas irão optar por pegar os ônibus apenas no terminal. - E lá já fica cheio, quando chover, vai ficar muito pior, vai superlotar. Quando fizeram a mudança, só se importaram em deixar o trânsito melhor. Quem anda de carro nem se importa, mas quem precisa dos ônibus, foi muito prejudicado - avaliou.

enquete V ocê

acha que os radares eletrônicos , que captam a velocidade dos automóveis na estrada , evitam acidentes ? Fotos: Vagner Batista

Jair Barrinha, comerciante de 67 anos. “Considero que os radares evitam os acidentes, mas é um pouco chato pois os carros andam que nem ‘tartaruga’.”

José do ‘Cachorro Quente’, vendedor ambulante de 50 anos. “Acho que diminui os acidentes nas estradas bastante. Hoje com os radares há muito menos abusos dos motoristas.”

Cléber Brandolin, motorista de 58 anos. “Os radares não evitam acidentes. Vejo que depende da consciência do motorista mas à noite é bem pior.”

Gabriel Pacheco, Office Boy de 18 anos. “Os radares não melhoram a situação dos acidentes. Há muita falta de respeito das pessoas que dirigem.”

Ricardo Carvalho, propagandista de 35 anos. “Acho que os radares servem mais para identificar quem cometeu infrações. Falta muita consciência no trânsito.”


8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

ECONOMIA

Volume de crédito na economia cai em janeiro Superávit primário é quase 50% maior que em 2011 n

Danilo Macedo/ABr

O superávit primário (receitas menos despesas, sem considerar pagamentos de juros da dívida pública) do Governo Central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) somou R$ 20,8 bilhões em janeiro, contra R$ 2 bilhões registrados em dezembro de 2011. O Tesouro Nacional foi o que mais contribuiu para o resultado, alcançando superávit de

R$ 23,8 bilhões no primeiro mês do ano. Já a Previdência Social registrou déficit de R$ 3 bilhões e o Banco Central, de R$ 11,4 milhões. O resultado de R$ 20,8 bilhões registrados em janeiro de 2012 é 46,4% (R$ 6,6 bilhões) maior que o apurado em janeiro do ano passado. A meta de superávit primário do Governo Central para este ano, que é a economia feita para pagar os juros da dívida pública, é R$ 97 bilhões.

Consumo dos brasileiros deve atingir R$ 1,3 trilhão n

Elaine Patricia Cruz/ABr

O consumo no Brasil deve atingir R$ 1,3 trilhão este ano, segundo pesquisa divulgada ontem pelo Ibope, na capital paulista. O valor corresponde a 30% do Produto Interno Bruto (PIB), que é soma de todos os bens produzidos e serviços prestados no país. Para este ano, o Ibope prevê que o consumo cresça em torno de 13,5% em relação ao ano passado. A Região Norte, segundo

o instituto, é a que apresenta o maior potencial de expansão (26,5%), seguida pelas regiões Nordeste (24,1%), Sul (19,7%), Centro-Oeste (19,4%) e Sudeste (6,5%). Hoje, a Região Sudeste, que concentra 42% da população brasileira, é responsável por mais da metade de tudo o que é consumido no país (53,5%). Em seguida aparece a Região Sul, que concentra 14,3% da população e é responsável por 16,4% do consumo.

Aumenta a inadimplência do consumidor em janeiro n

Wellton Máximo/ABr

A elevação da inadimplência das pessoas físicas em janeiro está relacionada principalmente a despesas típicas de início de ano e foi influenciada por excessos cometidos pelos consumidores na compra de veículos, disse ontem o chefe do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Tulio Maciel. Segundo ele, a perspectiva é que os atrasos nos pagamentos parem de crescer nos próximos meses. “O mercado de trabalho está bom, a inflação está caindo e as instituições financeiras estão mais criteriosas na hora de concederem crédito. Isso certamente vai se refletir em taxas menores daqui para a frente”, disse Maciel. O chefe de departamento do BC também destacou que a concentração de pagamentos no início de ano, como impostos, matrículas escolares e gastos com férias deixa os correntistas com menos recursos. “O início de ano traz pressão sobre as despesas que às vezes resulta em atrasos nos pagamentos”. Dados divulgados ontem pelo BC revelam que a

inadimplência das pessoas físicas atingiu 7,6% em janeiro, no maior nível desde dezembro de 2009 (7,7%). Para Maciel, boa parte do crescimento do calote tem origem em consumidores que financiaram veículos no fim de 2010 e início de 2011 e foram surpreendidos pelas medidas de contenção do crédito anunciadas na época. “As medidas macroprudenciais tiveram impacto exatamente nesse segmento. As modalidades [de financiamentos] de prazos mais longos ficaram mais onerosas e afetaram esses consumidores”, explicou Maciel. Ele destacou que os empréstimos para a compra de automóveis cresceram 49% em 2010 e 23% em 2011. “Esse ciclo de crédito se reflete nas taxas de inadimplência”. No mês passado, a taxa de inadimplência – definida pelo BC como atrasos superiores a 90 dias – nos financiamentos de veículos atingiu 8,1%. Outras modalidades de crédito a pessoas físicas, no entanto, registraram taxas maiores. Na aquisição de outros bens (exceto automóveis), a taxa correspondeu a 14% em janeiro, ante 13,9% em dezembro.

n

Divulgação

Wellton Máximo/ABr

O volume total de crédito do sistema financeiro caiu pela primeira vez em três anos. Segundo dados divulgados há pouco pelo Banco Central (BC), as operações de crédito somaram R$ 2,026 trilhão em janeiro, queda de 0,2% em relação a dezembro. De acordo com o chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, foi a primeira vez desde fevereiro de 2009 que o volume de crédito apresentou queda em relação ao mês anterior. Na relação com o Produto Interno Bruto (PIB), soma de tudo o que a economia produz, o crédito caiu de 49,1% em dezembro para 48,8% no mês passado. De acordo com Maciel, a queda em janeiro foi puxada pelos empréstimos e financiamentos às empresas. A queda de 7,3% do dólar no mês passado, ressaltou, também interferiu no saldo das operações associadas a moedas estrangeiras. Ele explicou que a queda foi sazonal e reflete a moderação do crédito normal no início do ano.

Empréstimos e financiamentos às empresas provocaram a queda em janeiro, segundo Túlio Maciel

“É normal uma acomodação do crédito nesta época do ano, mas, este ano, a moderação veio um pouco mais significativa”, declarou. Ele disse que o BC espera que o estoque de

crédito volte a crescer em fevereiro. “Foi uma variação pontual, que não deve ser observada nos próximos meses.” Maciel manteve a estimativa de crescimento de

15% do volume de crédito em 2012, mas informou que o BC revisará a projeção no próximo mês. Segundo ele, os empréstimos e financiamentos devem encerrar o ano em 51% do PIB.

Governo ainda tem munição para forçar queda do spread bancário n

Kelly Oliveira/ABr

A redução do spread bancário, diferença entre taxa de captação de recursos pelos bancos e a cobrada dos clientes que levantam empréstimos, continua sendo prioridade do governo, segundo o presidente do Banco Central (BC), Alexandre Tombini, em audiência pública no Senado, ontem. Essa é, segundo ele, uma determinação da presidenta Dilma Rousseff. O presidente da autoridade monetária garantiu aos senadores que o governo não está de “mãos vazias” quando o assunto é reduzir spread no país. De acordo com Tombini, medidas do governo têm ajudado a reduzir essa diferença entre o custo de captação e as taxas de juros oferecidas aos clientes que pegam dinheiro emprestado. Ele citou a aprovação do cadastro positivo, que contribui para melhorar a qualidade das informações sobre os bons clientes bancários. Segundo Tombini, quanto mais informações sobre o cliente o banco tem, melhores são as avaliações do risco de inadimplência. Outra medida citada por Tombini é a redução do limite das operações de cré-

Tombini disse que medidas do governo têm ajudado a reduzir as diferenças entre as taxas de juros

dito registradas no Sistema de Informações de Crédito (SCR) do BC. A partir de 30 de abril, o SCR identificará os clientes com operações totais acima de R$ 1 mil por instituição financeira. Atualmente, essas informações são fornecidas para operações acima de R$ 5 mil. De acordo com Tombini, essa medida também melhora

a qualidade da informação para o BC e para as instituições financeiras. Tombini também destacou a criação da Central de Cessões de Crédito (C3), sistema operado pela Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP), que registra as compras e vendas de carteiras de crédito entre bancos. Segundo Tombini, a medida ajuda

a aumentar a competição no sistema financeiro e, por consequência, impacta na redução do spread. Aliada à criação da C3, Tombini lembrou que também há medidas para estimular a compra de carteiras de crédito de instituições pequenas por bancos maiores que também tem o efeito de aumentar a competição no sistema financeiro.

AVISOS E EDITAIS

SEPULTAMENTO

Cemitério Municipal 28/02/2012 Maria Alícia da Rocha Ribeiro, 73 anos, Caxambu, 10h30 Arcanjo José de Souza, 61 anos, Mosela, 14h Daniela de Azevedo Tavares, 37 anos, Alto da Serra, 15h Ângela da Conceição Lourenço Diniz, 75 anos, Bela Vista, 14h30 Anna Maria Teixeria, 79 anos, Bingen, 11h30 Cemitério de Itaipava Joaquim de Paula, 94 anos, Itaipava, 10h OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Há 30 anos era publicado Em 1982 o ano não foi bissexto e o dia 29 de fevereiro não existiu. Portanto, o DIÁRIO não circulou nesta data.

SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DE FIAÇÃO E TECELAGEM DO MUNICIPIO DE PETROPOLIS. CNPJ 31.166.655/0001-68 EDITAL DE CONTRIBUIÇAO SINDICAL EXERCICIO DE 2012 Em cumprimento ao que determina o artigo 605 da Consolidação das Leis do Trabalho aprovado pelo decreto Lei n.º 452, de 01/05/1943 este Sindicato pelo presente edital, comunica a todas as indústrias do ramo Têxtil que a Contribuição Sindical, relativa a seus funcionários, deverá ser descontada em folha de pagamento no mês de março e recolhida a Caixa Econômica Federal ou ao Banco do Brasil até o mês de abril, em conformidade com o artigo 582 da mesma Consolidação. Esta contribuição corresponde a 1/30 (um trinta avos) do salário, entendendo-se esse como tal, o salário propriamente dito e as demais parcelas ao teor disposto no artigo 582 em seu parágrafo 1º da CLT. Quanto ao recolhimento da contribuição, as cópias das guias originais deverão ser acompanhadas da relação nominal, função e salários dos contribuintes ou cópias das folhas de pagamento com valor remuneração do mês de recolhimento da referida Contribuição Sindical, conforme exigência contida na portaria Ministerial NR 3.570 de 04/10/77. As guias de recolhimento encontram-se no site da Caixa Econômica Federal, www.caixaeconomica.gov.br, em caso de dúvidas, entrar em contato com a secretaria ou tesouraria em nossa sede á rua Marechal Deodoro, 209 – sala 108- Centro- Petrópolis- no horário de 08:30 ás 17:00 de segunda a sexta ou pelo e-mail sintratextil@compuland.com.br. Petrópolis, 28 de fevereiro de 2012. Wanilton Reis dos Santos Presidente

MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, no município de Petrópolis, nas seguintes localidades: 03/03/2012, das 08:00h às 12:00h, São Sebastião: Rua São Sebastião nº 269 e adjacências. Cliente Especial: Work Force Indústria e Comércio com Malhas Ltda.(E). O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.


MOSELA Hoje é dia de São Leandro e dia exclusivo dos anos bissextos. Na paróquia de São Judas Tadeu na secretaria o expediente é de terça a sexta-feira de 16h30 as 18h30. Casamentos e batizados podem ser agendados no telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello.

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Mutirão em ritmo acelerado Águas do Imperador garante apoio a obra que os próprios moradores executam na Comunidade Unidos Venceremos

Uma equipe da assessoria das comunidades da Águas do Imperador esteve na tarde de anteontem na Comunidade Unidos Venceremos, do quarteirão Brasileiro, garantindo o apoio ao mutirão que irá assentar uma rede de águas pluviais. O serviço vai ser integrado à obra que vem sendo feita na Servidão Francisco de Carvalho, com escadaria e o piso cimentado. A equipe da Águas do Imperador informou que está à disposição do pessoal da comunidade para qualquer prestação de serviço de apoio. O mutirão teve início na tarde de anteontem com os moradores abrindo as valas para a futura colocação das manilhas que vai captar totalmente as águas do es-

goto vindas da Comunidade da Atílio Maroti e acabando com as cheias que acontecem no local. - São vinte anos esperando este trabalho – lembrou o presidente Hailton Francisco de Souza, da Comunidade Unidos Venceremos. – Na escada que construímos nem cavalo passava e agora está dando passagem a dezenas de moradores todos os dias. Só está faltando uma laje e a colocação de corrimão para garantir a segurança das pessoas. Hailton agradeceu a Secretaria de Obras que vem enviando material constantemente para que o mutirão não pare. No final lembrou que a Companhia do Desenvolvimento de Petrópolis – COMDEP – vai fazer a

Foi ótimo o comparecimento de público na segunda feira no bazar beneficente que a Associação Petropolitana de Paciente Oncológicos – APPO – está realizando na Matriz de Nossa Senhora do Rosário, no centro. As voluntárias in-

formaram no final da tarde que desde as primeiras horas da manhã compradores já frequentavam o espaço no saguão do sub solo. Animadas, elas agradeceram as pessoas que colaboraram e disseram esperar que a frequência de público

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Líder comunitário informa obras nas ruas de Nogueira Se os cavalos continuam soltos pelas ruas de Nogueira a Secretaria de Obras vem executando trabalhos em ruas no bairro. A informação foi dada pelo membro Luiz Carlos Veiga, do Grupo Amigos de Nogueira – GAN – ao lembrar que os moradores continuam lamentando os animais fuçando sacolas plásticas pelas vias nos dias de semana. - Mas a Secretaria de

Obras vem executando serviços de tapa buracos em algumas ruas de Nogueira – informou Luiz Carlos. Ao encerrar ele lembrou que o impasse entre autoridades e proprietários de cavalos de aluguel na margem do Lago de Nogueira continua sobre a retirada do lixo nas segundas feiras. Segundo ele, o local permanece imundo porque ninguém retira os detritos.

Lar Emmanuel pede colaborações para substituir material queimado

Hailton, ao centro, mostra local onde será feita a caixa de captação de água

reforma da quadra e a Águas do Imperador vai ligar a água

direto a área de lazer da comunidade.

continue em grande número até sábado, último dia do bazar. A APPO informa que o bazar beneficente tem como objetivo angariar fundos que serão empregados na assistência aos doentes e seus familiares. A institui-

ção promove anualmente bazares com esta mesma finalidade e o mês varia de acordo com a disponibilização de salas dos colaboradores. Na Matriz do Rosário ele funciona de 9h às 18h e no mesmo local podem ser feitas as doações.

A Creche Lar Emmanuel está precisando de latas de tintas para a pintura de paredes e reparos do que foi queimado no incêndio que vitimou a instituição na madrugada da quarta feira passada. Outras doações que são necessárias são folhas de papel A4 e cartolinas para as crianças, estes em substituição aos materiais que também foram perdidos no fogo.

A direção do Lar Emmanuel opina que o incêndio tenha sido causado por desocupados que entraram pelo telhado que dá acesso ao prédio. Eles mexeram na despensa e atearam fogo usando álcool que era usado em serviços gerais na própria creche. As doações podem ser feitas na sede da instituição na Rua Paulino Afonso, 289, próximo do Hospital Santa Teresa.

Catedral: Missa da Saúde. Público está solidário com bazar beneficente da APPO no Rosário Sagrado: trabalho pastoral Amanhã às 15h será celebrada a Missa da Saúde na Catedral São Pedro de Alcântara e ela faz parte da Campanha da Fraternidade da Confederação Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – cujo tema é Fraternidade e Saúde. Na celebração será ministrado o sacramento unção aos enfermos aos que desejarem.

Já no Sagrado Coração de Jesus continua o desenvolvimento dos trabalhos da Pastoral da Gestante coordenado por Eliodora Albuquerque. Os encontros são as terças feiras às 14h no salão paroquial onde a equipe informa cuidados físicos com bebês e a própria gestante, tratamento da parte emocional e colaboração com futuras mamães.

ESTADO

Defensoria Pública inaugura atendimento telefônico População passa a contar com orientação da Defensoria Pública durante 24 horas, pela Central de Relacionamento com o Cidadão A Defensoria Pública do Estado do Rio de Janeiro inicia, nesta quarta-feira, 29, o atendimento telefônico no plantão judiciário. Pelo número 129, da Central de Relacionamento com o Cidadão (CRC), a população de todo o Estado do Rio de Janeiro terá a oportunidade de tirar dúvidas sobre documentação e procedimentos necessários para o atendimento. O serviço gratuito é pioneiro no país. O novo atendimento acontecerá das 18h às 9h e deve se concentrar em casos de emergência e urgência, principalmente os relaciona-

dos a internações nas redes privada e pública de saúde e prisões. Nos sábados, domingos e feriados o funcionamento será 24 horas. Além do serviço telefônico será mantido o atendimento presencial pelos defensores públicos no prédio do TJ, durante o plantão judiciário. As demais informações, tais como funcionamento dos núcleos da Defensoria, agendamentos e consultas sobre processos continuam a ser realizadas no horário normal de funcionamento da CRC, ou seja, de segunda a sextafeira, exceto feriados, das 9h às 18h, através do telefone 129 ou do e-mail crc@dpge. rj.gov.br De acordo com a defensora pública coordenadora da

CRC, Adriana Quinhões, a ampliação da central telefônica vai agilizar o atendimento e garantir mais conforto à população, além de otimizar o trabalho dos defensores plantonistas. – Nossa intenção é consolidar o verdadeiro acesso à Justiça 24 horas. O atendimento através do 129 Plantão visa a ampliar cada vez mais o acesso à Justiça através da Defensoria Pública – explicou a Defensora Pública. A Central de Relacionamento com o Cidadão foi criada em 2007 e, desde outubro de 2011, o serviço 0800 foi substituído pelo número 129. Por mês, são atendidas, em média, três mil ligações. Em 2011 foram realizados mais de 34 mil atendimentos.

Informe de Rendimentos de servidores estaduais na Internet Os 460 mil servidores ativos, inativos e pensionistas do Estado do Rio de Janeiro vão poder acessar o seu Informe de Rendimentos na Internet a partir desta quarta-feira, 29 de fevereiro. O documento, fundamental para a decla-

ração do Imposto de Renda da Pessoa Física de 2012, deve ser acessado através de banner publicado no site da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão ( w w w. r j . g o v. b r / w e b / s e plag). Para isso, basta clicar

no banner Informe de Rendimentos e, a seguir, digitar o número da Identidade Funcional e a mesma senha utilizada para visualizar o contracheque na Internet. A Seplag vai enviar cópia em papel do documento na primeira quinzena de março.

Tranqüilidade

para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quartA-FEIRA, 29 de fevereiro de 2012

ESPORTES

esportedp@gmail.com

Futsal: Imperial/Flu estreia contra o Flamengo A Federação de Futsal do Estado do Rio de Janeiro divulgou a tabela de jogos do Campeonato Carioca, categoria Adulto, que será disputado no primeiro semestre. O Imperial/Fluminense estreia no dia 13 de março, contra o Flamengo, às 20h, na Vila Olímpica de Caxias. A equipe petropolitana viaja na próxima semana para Gramado, e por isso começará o Carioca com dois jogos na mesma semana, a segunda partida será no dia 16 contra o Comary/ Teresópolis, no ginásio do Corrêas. O Imperial/Fluminense está se preparando para o campeonato desde o dia 6 de fevereiro e treina diariamente no ginásio do Laginha, em Itaipava, já que o ginásio do Corrêas está em obras. O time, antes de estrear no Carioca ainda irá disputar o torneio de Gramado, que começa no próximo dia 6 e termina no dia 9 de março. O treinador Paulo Mussalem vai encerrar a preparação para as competições no próximo sábado, quando o time faz um amistoso contra o Botafogo/Casa de España/ Macaé, às 11h no ginásio Tio Sam, em Niterói. Na categoria Sub-20 o Imperial/Fluminense estreia contra o Botafogo/Casa de España/Macaé, no dia 16 de

Tabela Adulto: 13/03 – Flamengo x Imperial/Fluminense - Local: Vila Olímpica de Caxias 16/03 – Imperial/ Fluminense x Comary/ Teresópolis - Local: Corrêas 23/03 – Cabo Frio x Imperial/Fluminense - Local: Poliesportivo Aracy Machado 30/03 – Imperial/ Fluminense x ADDP - Local: Corrêas 12/04 – Botafogo/Casa de España/Macaé x Imperial/Fluminense - Local: Tio Sam 20/04 – Imperial/ Fluminense x América - Local: Corrêas A definir Vasco x Imperial/Fluminense - Local: São Januário 04/05 – Imperial/ Fluminense x USS/Piraí Local: Corrêas Debora Latouff

A competição reuniu grandes nomes do hipismo brasileiro

Temporada 2012 de saltos começa com 22 conjuntos O cavaleiro Fábio Leivas da Costa, montando Dejavu, venceu o GP Manège Sportiello, derrotando Luiz Felipe de Azevedo que, no dorso de Fape Elton, ficou em segundo lugar, deixando Paola Burger, com Don Juan de Muze, na terceira colocação. Vinte e dois conjuntos participaram da prova, sendo que apenas sete deles, com percurso limpo, se habilitaram à segunda volta do torneio. O primeiro a entrar na pista, já na segunda volta do torneio, foi Felipinho Azevedo que, com Fape Chinson, estabeleceu a marca de 29.78s, jogando a pressão para cima dos demais concorrentes. Depois veio Adonai Lemos que, Fape Chaplandim, cometeu uma falta, em 41.23s. Em seguida, se apresentou Vitório Burger que, com Princess Emilion, cravou o tempo de 39.39s, mas cometeu uma única falta. A quarta a se apresentar foi Paola Burger que, com Don Juan de Muse, zerou a passagem na marca de 40.58s. Em seguida Fábio Leivas se apresentou com Dejavu, superando Filipinho, obtendo a incrível marca de 34.04s e devolvendo a pressão para Luiz Felipe de Azevedo, que viria em seguida, no dorso de Fape Casey.

Ari Gomes

março às 19h30 no ginásio do Corrêas, na preliminar do jogo do time Adulto. A tabela completa deverá sair nos próximos dias No próximo sábado a equipe Sub-20 também fará um amistoso, contra a seleção de Muriaé no ginásio do Laginha às 16h. A equipe comandada pelo treinador Ney Marcos segue com sua preparação até o dia da estreia no campeonato.

E bem que o nosso medalhista olímpico tentou superar esta nova marca. Todavia, no penúltimo obstáculo, acabou tomando um refugo, razão pela qual terminou na marca de 49.07s.O último a se apresentar foi Manoel Lopes da Costa, com Welton das Palmas, que havia obtido o melhor resultado da primeira volta (62.93s), que cometeu uma falta, terminando na quinta posição, com o tempo de 45.59s. Na prova de 1.10m, o grande vencedor foi Vitório Burger que, com Princess Emilion, conseguiu superar Luiz Felipe de Azevedo, que ficou em segundo com Fape Chinson e, em terceiro, com Fape Elton. Depois chegaram Carlos Eduardo Sabino (Land Junper), Gabriela Pompermayer (NiKita) e Paola Burger (Victor), isto na categoria agrupada. Como jovens cavaleiros a campeã foi Gabriela Pompermayer (Nikita) e nos cavalos novos o vencedor foi Luiz Felipe de Azevedo (Fape Chinson). Na prova de 0.90m o vencedor foi Marcelo Granadeiro, montando Buena Vista, deixando em segundo, Paulo Roberto Fontoura, com JCR Balantine e, em terceiro, Marcelo Mazza, no dorso de Natasha.

Atletas do Imperial/Fluminense estão treinando forte visando a estreia no Campeonato Estadual de Futsal, que começa em março

Amistosos ajudam o Poker/PEC a preparar time para Liga Futsal Faltando menos de duas semanas para a estreia na Liga Futsal, o Poker/PEC segue a programação de treinos e jogos amistosos visando ao ajuste de seu time para o início da competição. Depois de dois amistosos contra o V&M Minas, os petropolitanos realizam um torneio que também conta com as participações de Cabo Frio e da equipe Sub-20 do Vasco. Os jogos serão nesta quarta-feira (29), a partir das 19h, no Ginásio da UCP, no Bingen. As partidas terão 25 minutos de duração e o primeiro jogo da noite será Poker/PEC x Cabo Frio (19h). Depois, às 20h, Cabo Frio x Vasco (Sub-20). Fechando o torneio, às 21h, Poker/PEC x Vasco (Sub-20). O vencedor de cada partida ganha três pontos. Em caso de empate, o jogo irá para os pênaltis (cinco cobranças alternadas). Até que se conheça o campeão. Amistosos servem como base Depois de disputar dois amistosos contra o V&M

Fotos: Arquivos

Na foto a então equipe campeã do Estadual. Hoje muitos jogadores já estão fora deste elenco

Minas, o Poker/PEC segue sua preparação para a estreia na Liga Futsal. Neste sábado (25), as duas equipes empataram em 1 a 1 (Arthur marcando para o Poker/PEC e Dieguinho para os mineiros). Na partida de sexta-feira (24), vitória do V&M Minas por 7 a 4. Ambos os jogos foram realizados no Giná-

sio da UCP, no Bingen, em Petrópolis. Para o técnico Cupim, o grupo está muito bem. Faltando duas semanas para a estreia na Liga, o Poker/PEC mantém o cronograma de treinamentos diários: – A expectativa é grande. Nestes dois jogos observamos todos os atletas, pudemos

analisar taticamente o grupo e o saldo foi bastante positivo – destacou o treinador. Na próxima quarta-feira (29), no Ginásio da UCP, acontece um torneio que contará com as participações de Poker/PEC, Cabo Frio e Vasco (Sub-20). Os times se enfrentam entre si, em partidas de 25 minutos de duração.

Petrô sugere duas datas para jogos da final do Campeonato Municipal O Petropolitano FootBall Club encaminhou documento à Liga Petropolitana de Desportos definindo as datas de 11 ou 16 de março (feriado municipal) para a realização do primeiro jogo da final do Campeonato Municipal Sub-17, relativo à temporada 2011, tendo deixado a critério da Entidade a escolha de uma das duas datas. O jogo de ida será no Estádio Carlos Guinle e o início está marcado para as 15h. No dia 11 de março está marcada a primeira rodada do Campeonato Municipal de Futebol de Campo das

categorias Sub-11 e Sub13 relativos à temporada de 2012, com o Sub-13 do Petropolitano estreando contra o Boa Esperança, no Estádio Hungria Machado, no Vale do Cuiabá. Já o Sub-11 não jogará, pois o Boa Esperança não disputará o campeonato da categoria. No próximo domingo, as duas equipes, dirigidas por Rafael e por Francisco Lima, realizarão amistosos contra as equipes da comunidade Castelânea, integrante do Projeto de Responsabilidade Social do clube.

Juntos atletas do Posse e do Petropolitano. O Petrô está na final

diariodepetropolis  

artigos, cidade, esportes, colunistas

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you