Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis 57 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 16.129- Quarta-feira, 25 de abril de 2012 Divulgação

lance mínimo será de R$ 5 milhões

Arrecadação da Receita em março é recorde e soma R$ 82,367 bilhões

Complexo industrial Alpha Café Solúvel vai a leilão Alan Alonso

Os brasileiros pagaram R$ 82,367 bilhões em impostos federais e contribuições previdenciárias em março, segundo dados divulgados pela secretária adjunta da Receita Federal, Zayda Bastos Manatta. O volume é recorde para o mês de março. (Página 11)

bairros A Banda Marcial Wo l n e y A g u i a r, d o Colégio Estadual D. Pedro II, será uma das atrações do próximo sábado na programação do Dia do Ferroviário. O evento será durante todo o dia no Centro Cultural Estação Nogueira e terá exposição com fotos do bairro e uma viagem imaginária de trem. (Página 9)

agenda Até o dia 31 de maio os interessados podem se inscrever no Concurso Literário Jovem que a Fundação Logosófica – Em Prol da Superação Humana fará promover. Inspirados no livro “Bases para Sua Conduta”, os adolescentes matriculados no ensino médio das redes de ensino público e privado de todo Brasil poderão participar inscrevendo sua redação de até 1(uma) página sobre o que pode extrair do livro para sua vida. (Página 10)

Esportes

O leiloeiro acredita que o complexo irá chamar atenção de muitos investidores, já que seu ponto é estratégico e a estrutura grande

Denise Pereira

Com o objetivo de construir conjuntos habitacionais, que devem beneficiar aproximadamente 400 famílias em áreas de risco no Independência, a Prefeitura de Petrópolis declarou como de utilidade pública para desapropriação 15 prazos de terra no Quarteirão Italiano. A medida foi tomada após o projeto de reurbanização do bairro passar a incluir o programa Minha Casa, Minha Vida. As áreas apontadas pelo governo municipal para receberem as construções foram declaradas como de utilidade pública por meio do Decreto nº 808, publicado no Diário Oficial do município do dia 24 de março deste ano. (Página 3)

Valor de reajuste salarial para médicos do Sehac deverá ser definido nesta semana O secretário de Habitação, Kelson Vieira Senra, está em negociação com a CEF e com o estado Divulgação Polícia Militar

(Página 12)

(Página 5)

PMP vai desapropriar 15 lotes para o Minha Casa, Minha Vida

(Página 3)

O Imperial/ F l u m i n e n s e g o l eo u o América por 5 a 2, pela sétima rodada do Campeonato Carioca de Futsal e se manteve na liderança da competição. A equipe petropolitana chegou aos 16 pontos e segue invicta no torneio, com cinco vitórias e um empate. O pivô Sixel, marcou três gols na partida. Agora, o Imperial/Fluminense já tem um novo compromisso na próxima terça-feira, contra o Vasco, no Miécimo, em Campo Grande.

O complexo industrial da Alpha Café Solúvel, às margens da BR-040, na Fazenda Inglesa, vai a leilão no dia 3 de maio, em pregão comandado pelo leiloeiro João Emílio. O complexo, composto por diversos galpões, prédio administrativo, assim como todas as benfeitorias, máquinas e equipamentos, com área construída de aproximadamente 11.000m² e de terreno com 29.000m², terá lance mínimo de R$ 5 milhões.

Polícia apreende 195 cápsulas de cocaína com dois menores Uma ação conjunta das polícias Militar e Rodoviária Federal resultou na apreensão de 195 cápsulas de cocaína, na altura do quilômetro 89 da BR-040, na subida da Serra. A operação foi realizada na segunda-feira (23) e dois adolescentes foram apreendidos. Um deles transportava a droga em um ônibus que fazia a linha Caxias-Petrópolis e o outro aguardava o comparsa com a mercadoria na cidade. (Página 5)

Programa Educação Ambiental e Agenda 21 Escolar começam hoje (Página 8) Os policiais encontraram o jovem com a droga em um ônibus que fazia a linha Caxias-Petrópolis

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

“Democracia, política e ética”

Mensalão: prisma técnico ou político?

n Marcus

n Gaudêncio Torquato

O

caso do mensalão, cujo julgamento na esfera do Supremo Tribunal Federal poderá ocorrer ainda neste semestre, se apresenta como um dos mais emblemáticos da história jurídica do país. Sua singularidade começa com o número de acusados, 38, atravessa a montanha de três centenas de volumes, afora os apensos, para abarcar cerca de 600 testemunhas. A polêmica que a questão reacende ocorre às vésperas de uma campanha eleitoral e no momento em que uma Comissão Parlamentar de Inquérito se forma para investigar o escândalo mais recente de corrupção na esfera política, devendo a decisão ser tomada – se for efetivamente a julgamento – sob a presidência de um ministro que permanecerá apenas sete meses no comando da Corte. Vale lembrar que o caso ganha acesa polêmica sob imagens contrastantes: de um lado, avoca-se papel “mais ativo e progressista” para o STF; de outro, surgem borrões sobre situações vividas por magistrados em instâncias da Justiça; vê-se, ainda, o balão da opinião pública pairando sobre as cabeças dos julgadores; por último, distingue-se a base de argumentação levantada por implicados com alicerce na tese de que os ministros deveriam julgar a situação sob o prisma técnico e não político. O novelo tem fios com as cores do arco-íris. A começar pela visão modernizante proporcionada pelo STF, a partir de decisões recentes, como autorização para união homoafetiva, liberação da marcha da maconha e legalização do aborto de fetos anencéfalos, é razoável supor que o mensalão, em seu grand finale, seja encurralado no paredão da ilegalidade. A expectativa é a de que o evento, como outros escândalos, precisa ser extirpado da cena institucional. Donde emerge o dilema: o juiz deve ou não abrir os ouvidos ao clamor social? O juiz, diz a lição, não deve ser vassalo da sociedade. Os ditames da Justiça recomendam que julgadores devem apartar interesses de uns e outros, acusados e acusadores, separar a faceta política do escopo técnico, elevando o corpo de provas ao alto patamar do julgamento. É impossível, porém, fechar os olhos ao eco do povo. O exercício consiste em juntar as partes no todo, unir o particular ao global, e chegar, na expressão de Bacon, à rota da justa sentença, “como Deus costuma abrir o seu caminho elevando os vales e abaixando montanhas; de maneira que, se aparecer, ao lado de uma das partes, um braço poderoso, uma pressão violenta, astuciosas vantagens, combinações, nesse caso a virtude do juiz consiste em nivelar as desigualdades para poder fundar sua sentença em terreno plano”. Não é fácil a tarefa de definir “prisma técnico”, como pregam agentes envolvidos no mensalão, em meio a núcleos variados: político, financeiro, publicitário, ao lado da tessitura que liga uns a outros, sob fartas provas documentais e testemunhais, algumas plenas de evidências, outras escassas de concretude ou deixando dúvidas. Não haveria um “celofane político” embalando os “pacotes técnicos”? A materialidade dos crimes de formação de quadrilha, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, todos com prova documental, não se reveste de caráter político? Eis a questão a ser respondida pelos 11 ministros do STF. O clima ambiental tende a influenciar a Corte? Se aceitarmos o princípio de que as leis se originam na realidade social, não há como descartar a hipótese. Nesse caso, o sentimento é de que o affaire deve ter seu desfecho o mais rápido possível. Quando um assunto vira sinônimo de “tramoia”, sua permanência no meio social contribui para expandir prejulgamentos. Ademais, o novo presidente do Supremo, Carlos Ayres Britto, defende o julgamento neste semestre, sob pena de ser difícil deixá-lo para o próximo, quando seis ministros estarão ocupados com o processo eleitoral. Leve-se em conta o fato de que a CPI formada para investigar as atividades de Carlos Cachoeira e suas ligações com as esferas política e empresarial, deverá acender fogueiras, acirrar ânimos e tumultuar o fluxo de decisões no Parlamento. O ambiente institucional poderá se esfumaçar. Percepção final: fogo generalizado deixa apenas poucos a salvo. Se o sergipano Ayres Britto, exímio intérprete da lei (como deixou transparecer na bela peroração de posse no STF) e artesão da expressão jurídica, conseguir o feito de comandar o julgamento do mais rumoroso caso de corrupção da contemporaneidade, entrará na galeria dos modeladores do moderno Judiciário brasileiro. O ministro Britto é um ponto de exclamação no arquipélago de indagações que fragmenta a vida nacional. Sabe ler a alma do homem da rua. Entende que o espírito do Supremo deve se impregnar da aura social. Filtrando, claro, os raios que podem ferir o corpo jurídico. Como poeta, canta os sentimentos coletivos. Assume com convicção o papel de missionário. Desfralda a bandeira de mudança de paradigmas. Veste o traje de independência do juiz, sem deixar de lembrar que, outrora, foi militante partidário. Tem compromisso com a clareza. Afinal, a transparência, pilar da democracia, é o território contra o poder invisível, biombos e coxias. Se em sete meses conseguir, como julgador e presidente do Supremo, fazer valer o ideário da dignidade – realçando leis como Ficha Limpa, Improbidade Administrativa, Maria da Penha e as normas contra o cancro da corrupção - poderá se recolher em paz ao abrigo compulsório da aposentadoria aos 70 anos. Aliás, um luxo de país que comete a estultícia de desprezar a experiência, o prestígio e a energia criadora de quadros no auge de sua sabedoria e elevação espiritual Por último, é oportuno ressaltar que o Judiciário também enfrenta seu calvário. Se é o Poder do qual mais se exige pudor e respeito à ética, a verdade se impõe: não é imune ao erro. Precisa também ser objeto de investigação. Aos juízes, recomenda-se refletir sobre o canto poético de Carlos Ayres Britto: façam como as garças. “Que vivem em ambientes enlameados. Mas executam uma coreografia cuidadosa que preserva a alvura de suas penas”. n Jornalista, é professor titular da USP, consultor

político e de comunicação Twitter @gaudtorquato

quARta-feira, 25 de abril de 2012

W

Pestana

inston Churchill disse certa vez que “a democracia é o pior sistema de governo existente, excluídos todos os demais experimentados”. Fora da liberdade não há salvação. A democracia reflete as contradições, as virtudes e os pecados presentes na sociedade. Para o campo das decisões políticas convergem todos os interesses, legítimos ou não. A democracia é processo, é experimentação e aprendizado, tentativa e erro, crise e correção de rumos. Democracia é liberdade individual, de organização, de opinião e de imprensa. Democracia é cidadania. Democracia é o império da Constituição e das leis democráticas. Democracia é participação, controle so-

cial. Democracia é equilíbrio entre os Poderes. Democracia é transparência, impessoalidade, espírito republicano. A substância, consistência e efetividade da vida democrática dependem fundamentalmente da força e da credibilidade de suas instituições. Não há democracia sem partidos, eleições, voto, casas parlamentares, representação. Embora experiências de democracia participativa sejam importantes, é impossível substituir a democracia representativa. No Brasil, as pesquisas indicam uma imagem institucional muito negativa dos partidos políticos e do Congresso Nacional. O sistema eleitoral não cria vínculos sólidos, enfraquece os partidos como polos organizadores, gera campanhas milionárias e cria um ambiente propício para a corrupção. Em 2011, tivemos sete mi-

nistros afastados por denúncias de corrupção. Novos escândalos como o da Casa da Moeda e das lanchas do Ministério da Pesca foram denunciados. Há enorme expectativa da sociedade em relação ao julgamento do mensalão, ainda em 2012, por parte do Supremo Tribunal Federal. A impunidade alimenta o ceticismo. Nas últimas semanas, fomos afogados por uma torrencial cachoeira de denúncias envolvendo um contraventor, empresas e o mundo político. O Congresso instalará uma CPI que esperamos trazer um esclarecimento amplo, isento, firme, sereno e não seletivo de suas implicações. A maioria da população tem repulsa à corrupção. Mas desenvolvemos uma postura um tanto leniente. A maioria está preocupada com questões concretas como salário, emprego, cus-

to de vida, crédito, saúde, violência, educação. Tentamos até obscurecer os fatos, criando novas palavras. A própria presidente Dilma cunhou o termo malfeito. Ora, malfeito é antônimo de bem-feito. A contraposição à ética e à honestidade é corrupção. Às palavras, seu significado. O resto é neologismo eufemístico. Se quisermos fortalecer nossa democracia urge uma profunda transformação ética no comportamento de nossas elites. As lideranças da sociedade devem servir de exemplo, espelho, devem gerar confiança e credibilidade. A impunidade tem que ser extirpada. O sistema, reformado. O combustível da vida é a esperança. O Brasil não pode mergulhar num mar de desesperança e apatia em relação à sua democracia. n Deputado federal

pelo PSDB-MG

A CPI que todos aplaudem e o PMDB agradece n Sandro Vaia

P

or alguns meses, vamos ter que aprender a pronunciar o nome Cavendish, a ouvir gravações inconvenientes de diálogos inconvenientes entre o contraventor e seus clientes políticos, e ver a troca de bolas de lama entre os defensores do governo e da oposição. Uma CPI é sempre uma grande catarse midiática e popularesca, porque as pessoas adoram ver a desgraça alheia desfilando diante de seus olhos, principalmente quando em cena estão expoderosos que até pouco tempo atrás posavam como pais da pátria ou empresários cheios de poder, grana e influência. Cada um é algoz de sua vítima predileta: os petistas querem ver lá na cadeira do dragão, Demóstenes, Perillo, Leréia e qualquer oposicio-

nista que seja capaz de fornecer um alívio de consciência a quem, desde o mensalão, tem sido obrigado a carregar sozinho a cruz da desonra. Gostariam de ver na cadeira também o dono da Veja e o repórter que trocou 200 telefonemas com Cachoeira, na esperança de comprovar a existência de uma sinistra conspiração midiática, que naturalmente não existia nos tempos em que eles carregavam a revista debaixo do braço para exibir as denúncias contra os governos Collor e FHC. Os oposicionistas, numericamente esmagados na composição da Comissão por força da quase insignificância numérica de suas bancadas, sonham em fazer barulho em torno de Agnelo Queiroz,o governador do DF, e das ligações entre a poderosa empreiteira Delta , campeã das obras do PAC, seu ilustre consultor José Dirceu e outras instâncias do governo.

Embora tenha ficado bastante claro que a criação da CPI não alegrou muito a presidente da República, ciente da veracidade do velho bordão de que um evento desses “sempre se sabe onde começa mas nunca onde termina”, e que quem está no governo nunca tem a ganhar com seus desdobramentos, tomaram-se as devidas cautelas para que o trem não saia dos trilhos. Um acaso do destino reuniu numa espécie de sub-palácio paulistano do Planalto, o hospital Sírio-Libanês, o convalescente mentor da CPI, ex-presidente Lula, e o “incomum” soba do Senado, José Sarney, que lá estava para ajustar alguns desarranjos biológicos de menor gravidade. Lá, segundo o jornal “O Globo”, os compadres políticos ajustaram os relógios estratégicos para que a CPI não saia do controle da esmagadora maioria governis-

ta, e para que ela cumpra sua função precípua de produzir barulho suficiente para ofuscar o provável julgamento do mensalão, se o ministro Lewandowsky resolver desengavetá-lo dentro desse prazo. O fato é que todos, oposição e governo, comemoraram para as suas torcidas a instalação da CPI- cada um por suas razões. Quem não tem muita razão para comemorar- e não comemorou- foi a presidente Dilma, que possivelmente conseguiu antever como será difícil evitar que o incômodo pelotão da interesseira base aliada - o poderoso PMDB ä frente- passe a ter cada vez mais oportunidade de criar as suas dificuldades para vender as suas facilidades. n Jornalista. Foi repórter, redator

e editor do Jornal da Tarde, diretor de Informação da Agência Estado e diretor de Redação de “O Estado de S.Paulo”. E.mail: svaia@uol.com.br

Qual o futuro das rádios comunitárias? n Cleonice Evellyn Oliveira Lima

A

sociedade contemporânea é cercada por diversas formas de mídias e inúmeras fontes de informação. Dentre esses meios de comunicação, existe a rádiodifusão Comunitária, e provavelmente a mesma encontra dificuldades no que tange ao processo de atração dos ouvintes. Assim, a parcela de contribuição no processo informacional da comunidade se torna pequena. O serviço de Radiodifusão Comunitária foi criado pela Lei 9.612 de 1998, regulamentada pelo Decreto 2.615 do mesmo ano. Trata-se de radiodifusão sonora, em freqüência modulada (FM), de baixa potência (25 watts) e cobertura restrita a um raio de 1 km a partir da antena transmissora. Podem explorar esse serviço somente associações e fundações comunitárias sem fins lucrativos com sede localizada na área da prestação do serviço. Segundo o Ministério das Comunicações, as estações de rádio comunitárias devem ter uma programação pluralista, contendo informação, lazer, manifestações culturais, artís-

ticas, folclóricas e tudo aquilo que possa contribuir para o desenvolvimento da comunidade, sem discriminação de raça, religião, sexo, convicções político-partidárias e condições sociais. A programação deve respeitar sempre os valores éticos e sociais da pessoa e da família, prestar serviços de utilidade pública e acrescentar para o aperfeiçoamento profissional nas áreas de atuação dos jornalistas e radialistas. Além disso, qualquer cidadão da comunidade beneficiada terá o direito de emitir opiniões sobre quaisquer assuntos abordados na programação da emissora, bem como manifestar ideias, propostas, sugestões, reclamações ou reinvidicações, sem qualquer tipo de censura. Quanto à publicidade em uma rádio comunitária, esta deve ser oriunda apenas sob a forma de apoio cultural, desde que restritos aos estabelecimentos situados na área da comunidade atendida. Entende-se por apoio cultural o pagamento dos custos relativos à transmissão da programação ou de um programa específico, sendo permitida, por parte da emissora

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

D

que recebe o apoio, apenas veicular mensagens institucionais da entidade apoiadora, sem qualquer menção aos seus produtos ou serviços. É proibido a uma rádio comunitária utilizar a programação de qualquer outra emissora simultaneamente, a não ser quando houver expressa determinação do Governo Federal. Não poderá ela, também, em hipótese alguma: veicular qualquer tipo de defesa de doutrinas, ideias ou sistemas sectários; e inserir propaganda comercial, a não ser sob a forma de apoio cultural. Portanto, as rádios comunitárias devem focalizar no serviço à comunidade, desvinculando-se da programação comercial que domina o mercado. Dentro da radiodifusão existem algumas categorias: duas delas são as rádios comunitárias e as rádios comerciais. Entre elas há algumas diferenças básicas. A primeira refere-se ao alcance, pois a segunda tem uma abrangência maior que a primeira. Outra diferença situa-se no campo da legalização, pois as leis que as regulamentam são diferentes. Mas as diferenciações cruciais estão nos

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

quesitos funcionalidade, programação, participação popular e audiência. Enquanto as rádios comunitárias têm um conteúdo voltado para estimular o senso crítico, o debate e a integração da comunidade com os seus problemas, as rádios comerciais servem aos interesses financeiros da rádio e das gravadoras. No aspecto cidadania, a comunitária deveria fomentar a participação do ouvinte como cidadão, enquanto a comercial, infelizmente, o trata como um consumidor. As rádios comunitárias constituem-se em uma esperança, por vezes utópica, de se construir uma sociedade mais democrática formada por cidadãos que saibam exercer o seu papel com dignidade. Com todo o avanço técnico proporcionado pelas novas tecnologias da informação, todos os meios de comunicação, e principalmente a modalidade aqui relatada, devem se atualizar para preservar seus público e conquistar novos. É necessário fazer uso de todos os recursos disponíveis, mas sem perder a essência supracitada. n Estudante de Jornalismo,

Campina Grande, PB

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 de abril de 2012

3

cidade Fotos: Arquivo

Entrada do Hospital Alcides Carneiro: médicos terão aumento

Reajuste dos médicos deve ser definido nesta semana n Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O Serviço Social Autônomo do Hospital Alcides Carneiro (Sehac) deverá divulgar nesta semana os valores e as datas do reajuste salarial para os médicos da unidade, conforme anunciado pelo diretor técnico do Sehac, Lécio Carneiro Júnior. Ele afirmou que um estudo em andamento feito pelo Sehac definirá de quanto será o aumento e quando que entrará em vigor. - Não está fechando ainda nem o valor, nem quando sairá. Mas a princípio seria por volta de R$ 5 mil para os plantonistas do meio da semana e R$ 5,5 mil para os de fim de semana. Isso para os médicos de todas as áreas. É possível que seja já neste mês, mas não é certo – disse Lécio. O que provocou o anúncio do reajuste foi o fechamento por um dia da maternidade do hospital há duas semanas por falta de médicos. Os médicos das demais unidades terão o mesmo aumento, mas Lécio Carneiro frisou que o reajuste salarial será somente para os médicos contratados pelo Sehac – administração privada daquele hospital municipal. Os médicos pagos pela União – que assumiram a função antes de 1991, quando o hospital ainda era federal – e os concursados pela prefeitura

não terão o aumento, já que não recebem pelo Sehac. Apesar de o Hospital Alcides Carneiro ser um hospital municipal, Lécio Carneiro afirmou que a decisão pelo aumento dos médicos partiu somente do Sehac, já que a prefeitura não entrará com recursos para esse reajuste. - A prefeitura nos cobra que o hospital tenha um serviço eficiente. O Sehac tem que criar meios para fazer esse atendimento. E às vezes criar esses meios é aumentar salário, para podermos concorrer com o mercado – disse Lécio, ressaltando que há hoje uma dificuldade para a contratação de médicos para a maternidade. O diretor técnico do Sehac não soube precisar quantos médicos da unidade são pagos pelo município, quantos pela União e pelo Sehac, mas disse que todos os 21 médicos da maternidade são da administração privada. Entre os demais clínicos, Lécio acredita que cerca de 80% são contratados do Sehac. Com o reajuste salarial, o objetivo da administração do hospital é normalizar o atendimento, principalmente na maternidade. - A expectativa com o aumento é que o atendimento seja o mesmo, com a mesma quantidade de pessoas sendo atendidas, até porque o número de profissionais continuará o mesmo – disse Lécio.

Projeto para Política de Inclusão Digital aprovado n Vinicius Henter

A Câmara aprovou ontem projeto de lei do governo criando a Política Municipal de Inclusão Digital. Na matéria, que destaca os princípios da inclusão digital que deverão ser seguidos em Petrópolis, é definido que as ações sobre o tema serão realizadas pela prefeitura por meio de decretos, não passando assim pela Câmara. Na semana passada, o secretário de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Agricultura (STA), Robson Cardinelli, foi ao Legislativo discutir o projeto com os vereadores. Dos dez vereadores presentes na sessão de ontem, votaram a favor o presidente Paulo Igor (PMDB), Silmar Fortes (PMDB), Márcio Muniz (PSC), Dudu (PSDC), Wagner Silva (PPS), João Tobias (PPS), Gil Magno (PSD) e Baninho (PSD). Somente votou contra o líder da oposição na Casa, vereador Vadinho (PSB). Marcelo Motorista (PR) se absteve. “O projeto busca democratizar o acesso às ferramentas digitais, imprescindíveis ao processo de formação e capacitação de todos os cidadãos, propiciando melhoria nas condições de vida de toda a população, não obstante a

necessidade do ser humano em estar em constante aperfeiçoamento frente aos novos desafios que os avanços tecnológicos impõem”, justificou o prefeito Paulo Mustrangi na justificativa do projeto. Entre os princípios da inclusão digital fixados no projeto estão a gratuidade, a sustentabilidade, capacitação e formação profissional, a opção preferencial pelo software livre e “expansão e disseminação da inclusão digital assegurando prioridade às áreas com maior índice de vulnerabilidade social”. O projeto também institui o Comitê Gestor de Políticas de Inclusão Digital (CGPID), órgão de assessoramento e gestão, vinculado à STA. A composição do comitê será definida por meio de decretos. Ainda na justificativa do projeto, o prefeito Paulo Mustrangi argumenta que a proposta é “prestar apoio, informação e capacitação ao cidadão, em especial nas comunidades menos favorecidas, promovendo meios de desenvolvimento de suas habilidades, conhecimento, aprendizado, integração com o mundo e de acesso à informação, através do uso da tecnologia digital, essencial para o pleno desenvolvimento da cidadania”.

Indicados terrenos para conjunto habitacional no Independência Quinze prazos de terra no Quarteirão Italiano, no Independência, são declarados como de utilidade pública para desapropriação. O objetivo é construir conjuntos habitacionais que devem beneficiar aproximadamente 400 famílias em áreas de risco na região. A medida foi tomada após o projeto de reurbanização do bairro passar a incluir o programa Minha Casa, Minha Vida, o que está exigindo revisão. As áreas apontadas pelo governo municipal para receberem as construções foram declaradas como de utilidade pública por meio do Decreto nº 808, publicado no Diário Oficial do município do dia 24 de março deste ano. - No ano passado, o projeto obteve a adesão do governo do estado e vai contar com o Minha Casa, Minha Vida porque é mais vantajoso

para o projeto. Estamos em negociação com a Caixa Econômica Federal e com o estado, por isso, já viabilizamos uma possível área. A aprovação do projeto demorou porque da forma como estava desenhado anteriormente não era possível viabilizar – explicou o secretário de Habitação, Kelson Vieira Senra. Com a inclusão do Minha Casa, Minha Vida no projeto, a estimativa é de que aproximadamente 400 famílias em áreas de risco sejam beneficiadas, mas um estudo mais detalhado ainda será realizado. Originalmente, o programa prevê que construtoras façam as obras, e, a partir do programa da Caixa, os beneficiários façam o pagamento por meio de prestações. Entretanto, por estar associado ao PAC, a contrapartida ficará a cargo do poder público.

- Nesse projeto, o beneficiário é tirado da área de risco, por isso, a contraparti-

da é por parte do estado para famílias de 0 a 3 salários mínimos – afirmou.

Obra prevista para 2013 A Portaria nº 476 de outubro de 2011 do Ministério das Cidades prevê que até o dia 31 de dezembro deste ano a elaboração do projeto de reurbanização do Alto Independência esteja concluído. - A orientação do projeto será do município e do estado, e para a execução da obra será o governo do estado que irá contratar. A obra está prevista para ser iniciada em 2013 – finalizou. O projeto de reurbanização do Alto Independência prevê obras de infraestrutura, instalação de equipa-

mento público, remoção de famílias em área de risco e recuperação de áreas ambientalmente degradadas e, com a revisão, a inclusão do programa Minha Casa, Minha Vida. Originalmente, o investimento previsto era de aproximadamente R$ 43 milhões, mas com a mudança o valor será ampliado. O projeto está inserido no PAC 1 (Programa de Aceleração do Crescimento) do governo federal e no Fundo Nacional de Habitação de Interesse Social (FNHIS), e com o novo programa fica apto ainda ao PAC2.

Iphan vai definir cor que Câmara terá após restauração da fachada Autorizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) e pelo Instituto Estadual do Patrimônio Cultural do Estado (Inepac) há cerca de um mês, as obras de recuperação e restauração do Palácio Amarelo – sede da Câmara de Vereadores – estão concentradas atualmente na recuperação do telhado, que está sendo totalmente refeito. As intervenções começaram no mês passado e devem se estender até setembro. - Nossa prioridade foi o telhado, por conta da quantidade de infiltrações, que em dias de chuva acabava causando danos em várias salas do prédio. Além desse trabalho, técnicos já estão fazendo prospecção de cor na fachada e vão encaminhar o material ao Iphan, que vai definir a cor que deverá ser usada na pintura do prédio após a restauração. O Iphan nos adiantou, no entanto, que o amarelo ocre – cor atual do prédio – deverá ser mantido. O órgão de preservação vai definir apenas a tonalidade para que possamos seguir à risca – explicou o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB), que faz questão que a restauração seja acompanhada de perto pelos órgãos de preservação do patrimônio. As intervenções, orçadas em R$ 1,5 milhão, prevêem ainda a recuperação de toda extensão da fachada, cobertura do prédio, substituição da parte elétrica e ainda a cobertura da casa anexa. Nos telhados, o madeiramento está sendo trocado e uma manta instalada para evitar novas infiltrações. - As telhas estão sendo lavadas e calhas substituídas – explicou o encarregado da obra, Paulo César Adão.

Fachada da Câmara: reforma do Palácio Amarelo passará por aprovação do Iphan e do Inepac

Prédio construído em 1850 Construído em 1850, o Palácio Amarelo tem características neoclássicas e é um dos mais importantes imóveis do conjunto arquitetônico tombado de Petrópolis. Aberto à visitação pública em 2009, o prédio recebeu em dois anos mais de 20 mil visitantes atraídos pelos ornamentos em estilo rococó. Dentro do prédio chama aten��ão o plenário que tem o teto coberto por madeira, gesso e uma pintura que encanta os visitantes. A decoração do Salão Hermogênio Silva é considerada como a mais bela do gênero e leva a assinatura do escultor Henrique Levy. A restauração do plenário, que tem pontos danificados pelas infiltrações, deverá ser uma das últimas etapas da obra. As intervenções estão a cargo da em-

presa Studio G, que venceu a licitação para o serviço e devem durar cinco meses. Durante este tempo todas as atividades do legislativo serão mantidas tanto nos gabinetes, quanto nas sessões plenárias e nas visitas guiadas. O planejamento da reforma começou com a contratação de um arquiteto que fez a avaliação estrutural e funcional do prédio. A apuração técnica inclui levantamento fotográfico, plantas e um relatório com uma memória de cálculo que possibilitou orçar, dentro do documento, o valor da intervenção. A obra prevê ainda a restauração de mármores e pisos, de portas e janelas, através de decapagem química ou mecânica, e recuperação de guarda-corpos na fachada.

Partido Progressista faz curso de formação política com pré-candidatos da legenda O Partido Progressista (PP) realizou a primeira reunião de embasamento político em sua sede. Estiveram presentes pré-candidatos e membros do partido com o objetivo de aprimorar os conhecimentos políticos, principalmente nas leis, direitos e deveres municipais, temas da primeira reunião. O encontro foi no último dia 16. Durante aproximadamente duas horas, pré-candidatos e membros do PP se reuniram na sede do partido.

Os assuntos discutidos foram apresentados pelo coordenador de formação política do PP, Vinícius Pereira. De acordo com ele, a reunião é importante para formar políticos não só para as eleições, mas para que sempre busquem o melhor para a cidade: - Queremos formar pessoas de bem para Petrópolis e para isso buscamos como diferencial dar base aos candidatos. Sabendo seus direitos, deveres e funções claramente, saberão se com-

prometer com as causas que beneficiem nossa cidade e a população, quando chegar à hora – afirmou. Nesta primeira reunião os temas apresentados foram relacionados às funções políticas de cada cargo, principalmente os cargos municipais. O vereador Thiago Damaceno (PP) esteve presente e compartilhou sua experiência na câmara exemplificando com casos que aconteceram na cidade durante seu mandato. Para

ele a reunião foi importante para embasar os candidatos e também para informar corretamente a população. - É importante ser transparente, honesto e bem informado, pois a população está cada vez mais ciente do trabalho dos políticos e vão cobrar aquilo que você se comprometer. Temos que saber o que faz parte do trabalho de cada um para brigar por benefícios para nosso município – conclui o vereador.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

QUARTA-FEIRA, 25 DE ABRIL DE 2012

Mano em Petrópolis

Haja feriado

Quem esteve passando o final de semana em nossa cidade, mais precisamente em Corrêas foi o técnico da Seleção Brasileira de Futebol Mano Menezes e esteve sexta-feira a noite saboreando as delícias do Restaurante Clube do Filet com o seu amigo Kleber Leite que foi seu anfitrião, Luiz Guilherme Barbosa, Guilherme e Frederico Tannure.

Sucesso total o feriado deste último final de semana prolongado. Hotéis, restaurantes e o comércio em geral satisfeitos com o resultado. Agora, teremos na próxima semana mais um feriadão, o de primeiro de maio que cairá na próxima terça-feira e logicamente teremos ponto facultativo na segunda-feira. Torcemos para que o turismo em Petrópolis esteja bastante movimentado.

Célio Thomaz celiothomaz@celiothomaz.com.br

Palestra no Rio

Mãe eu te amo

Nesta quinta-feira, a nutricionista Fernanda Machado Soares faz palestra, no Centro de Medicina Avançada, Clínica, sob coordenação do Dr. Hélion Póvoa em Botafogo, sobre o tema Nutrição e Menopausa.

Este é o titulo da campanha do Dia das Mães da Rua Teresa, e que está dando maior ibope na mídia e na presença de público. Segundo os plantonistas de plantão é a primeira vez que acontece campanha publicitária do gênero por ocasião do Dia das Mães. Parabéns ao Eduardo Dias, presidente da Associação dos Comerciantes da Rua Teresa.

Foi vista Circulando no feriado de São Jorge na mineira cidade de Juiz de Fora próxima a nossa Petrópolis, a sempre de bem com a vida Silvinha Messa. Estava acompanhada de amigos. O tabelião Luiz Manoel titular do 1º Registro Civil de Petrópolis recebendo o seu exemplar do Livro “royaltes do Petróleo” das mãos do senador Lindemberg Farias.

O petróleo é nosso Quando da palestra e lançamento do livro Royaltes do Petróleo do Senador Lindemberg Farias na semana passada no Paço Imperial, organizada e promovida pela ANOREG – RIO, presidida pelo tabelião Renaldo Bussiere, escrivão do Cartório do 6º Ofício de notas de nossa cidade, foi bastante prestigiado por tabeliães, magistrados e advogados. Foi uma noite especial no centro histórico do Rio de Janeiro. Está sendo marcado por Renaldo a vinda do senador a Petrópolis para o lançamento em Petrópolis.

Gravou na Espineta No clique a banda “Os Desfalcados” Pedro Henrique Costa, Gabriel Fritsch e João Vitor Ripper.

Homenagem ao aniversariante O aniversário de José Cirilo da Costa foi comemorado em alto estilo no sábado, dia 14 na residência da família em Itaipava com uma feijoada, ocorreu uma linda homenagem de seu sobrinho Pedro Henrique que possui uma banda no Rio de Janeiro denominada “Os Desfalcados”. Pedro é o líder e baterista do grupo e compõe a banda seus amigos Gabriel Fritsch e João Vítor Ripper, que tocaram várias músicas em especial " Pais e Filhos" - Legião Urbana em homenagem a Cirilo e Ana Paula que serão pais em breve.

Niver

É triste

Quem somou nova idade na última segunda-feira foi o estimado e jovem advogado petropolitano radicado no Rio de Janeiro, João Francisco Neto que comemorou a data ao lado de sua mulher Bárbara. Os nossos parabéns !!!

Lamentável o ato de vandalismo ocorrido na estação de metrô Francisco Morato em São Paulo! Existem maneiras civilizadas de manifestar indignação e violência, com certeza, é o pior modo de enfrentar uma situação.

Pão francês - R$ 6,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

O Museu Imperial recebeu na última semana uma das maiores cravistas do país, Rosana Lancelotte. A artista esteve no local para gravar uma peça na espineta, instrumento fabricado em 1785 e atualmente em exposição no Museu. A espineta foi fabricada pelo germânico Mathias Bosten e é a única remanescente desse artífice no mundo. Para quem não sabe a espineta lembra um pequeno piano, guardando as suas proporções e característi-


quarta-feira, 25 de abril de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Complexo da Alpha Café Solúvel irá a leilão n Edson Cunha Especial para o Diário

O leiloeiro João Emílio comandará um pregão do Banco do Brasil, no dia 3 de maio, às 11h, na Estrada dos Bandeirantes, 10.639, no Recreio. Um dos imóveis que irá a leilão será o complexo industrial da Alpha Café Solúvel, às margens da BR-040, na Fazenda Inglesa. O lance mínimo será de R$ 5 milhões. João Emílio acredita que o complexo chamará atenção de muitos investidores, já que o ponto é estratégico e possui uma grande estrutura. - Muitas pessoas se interessaram pelo complexo. O imóvel possui todas as condições para abrigar uma nova indústria – disse o leiloeiro. O imóvel, situado no quilômetro 69 da BR-040, pista sentido Rio de Janeiro, na Fazenda Inglesa, onde funcionava o complexo industrial da antiga fábrica da Alpha Café Solúvel, é composto por diversos galpões, prédio administrativo, assim como todas as benfeitorias, máquinas e equipamentos, com área construída de apro-

ximadamente 11.000m² e de terreno com 29.000m². A fábrica possui duas entradas, uma delas com o nome de Fábrica General Afonso de Albuquerque Lima, que dá acesso à parte administrativa. Já a outra é direcionada à parte do setor de produção da indústria. Segundo o site do leiloeiro João Emílio, o complexo possui três matrículas no RGI, da seguinte forma: nº 7900/ 11º ofício da 6ª circunscrição de Petrópolis, com área de 7.566, mais 9.321,705m², totalizando atualmente 16.887,705m²; nº 321/2º ofício da 1ª circunscrição de Petrópolis, com área de terreno 7.060m² e prédio industrial; nº 233/11º ofício da 6ª circunscrição de Petrópolis, com área de 6 mil (terreno) e de 6.800m² (construída) e equipamentos. Ainda de acordo com o site existe dívida de IPTU, relativa aos exercícios de 1992 a 2003 e 2005 no valor de R$ 756.991,68, valor atualizado até 19 de agosto de 2011. O valor anual do IPTU relativo ao exercício 2012 foi de R$ 25.683,19, sendo que R$

Ministério da Previdência renova CRP de Petrópolis O Instituto de Previdência e Assistência Social do Servidor Público do Município (Inpas) renovou por mais seis meses a validade do Certificado de Regularização Previdenciária (CRP). O trabalho intenso de regularização das contas da entidade foi aprovado pelo Ministério da Previdência Social e, com isso, Petrópolis garante o repasse de recursos da União. O CRP do município terá validade garantida até o mês de outubro deste ano. - Essa é mais uma vitória do governo do prefeito Paulo Mustrangi. Muitos diziam que não conseguiríamos manter o nosso CRP, que garante transferência de recursos do governo federal. Trabalhamos muito para isso, e hoje temos o certificado aprovado - afirmou o presidente do Inpas, Claudinei Portugal. O documento constata que a administração muni-

cipal realiza devidamente os pagamentos de contribuições previdenciárias ao Inpas. - Quando o prefeito Paulo Mustrangi assumiu o governo em 2009 o município estava sem o CRP desde agosto de 2008, devido a irregularidades nos repasses das contribuições previdenciárias. Realizamos uma ação positiva para regularizar a situação e hoje mantemos nossos compromissos em dia com a União – ressaltou. Desde abril de 2009, o município teve aprovado pelo governo federal os parcelamentos propostos pela atual administração do Inpas e da Prefeitura de Petrópolis. - Desde então o CRP do município está sendo renovado normalmente, o que prova, mais uma vez, a austeridade e o esforço do prefeito Paulo Mustrangi em regularizar as contas municipais - completou Claudinei.

Polícia Militar apreende caça-níqueis em Nogueira A Polícia Militar apreendeu seis máquinas caçaníqueis em diferentes operações, no último domingo. Uma delas foi realizada na Rua Olinda, em Nogueira. De acordo com os agentes, após receberem informações sobre o funcionamento dos equipamentos em um bar, eles seguiram para o local e conseguiram apreender três máquinas. O caso foi registrado na 106ª Delegacia (Itaipava). Uma pessoa chegou a ser levada para a unidade, mas prestou depoimento e foi liberada. Já no Quarteirão Brasileiro, na

Rua Gaspar Gonçalves, os policiais também receberam uma denúncia, mas informando sobre a presença de tráfico de drogas. Ao chegarem ao local, os agentes não encontraram os suspeitos pela venda do entorpecente, mas, na revista, encontraram uma máquina caça-níquel, próximo a um bar. O aparelho foi levado para a 105ª Delegacia (Retiro), onde ficou apreendido. Ninguém foi preso. Já na Estrada União e Indústria, em Pedro do Rio, encontraram o funcionamento dos aparelhos ilegais.

Comerciante afirma que bar não produz barulho O comerciante Breno Jorge de Almeida Pereira, proprietário de um restaurante na Rua Duarte da Silveira, esteve ontem à tarde na redação do Diário e contestou as reclamações de moradores da localidade sobre barulho no seu estabelecimento. Acompanhado de seu contador, Wilson José Junqueira, Breno disse que possui apenas um DVD

instalado em um televisor da loja e que sempre respeita a lei de silêncio. - Sou evangélico e no último fim de semana nem trabalhei, pois estava viajando. Não entendo o motivo das reclamações – disse o comerciante. O contador de Breno garantiu ainda que o estabelecimento possui todas as licenças para o funcionamento da loja.

24.752,31 diz respeito à edificação, inscrição nº 056942 e o valor de R$ 930,88 diz respeito ao terreno, inscrição nº 551960. Há divergência na área citada na matrícula 7.900, visto que, na certidão da 6ª circunscrição de Petrópolis, Cartório do 11º ofício, consta, em seu início, superfície de 7.560m², porém não consta que houve acréscimo na superfície do imóvel, conforme deixa claro a certidão nº 144, de 11 de março de 1986 emitida pela Prefeitura Municipal de Petrópolis, passando a superfície do terreno para 16.887,705m². Essa regularização ficará a cargo do comprador. Segundo o site há um morador no terreno identificado pela matrícula 7900 do 11º ofício de Petrópolis, antigo caseiro contratado pela empresa Alpha Café. A regularização dessa situação ficará a cargo do comprador. Atualmente funcionários da Nova Unção, contratada pelo Banco do Brasil, se revezam no complexo para vigiar o patrimônio. Ontem estava no local o zelador Se-

Alan Alonso

Entrada da fábrica está completamente tomada pelo mato. Unidade parou de funcionar em 2000

bastião da Silva Heinen, de 44 anos. Ele informou que vários empresários da Bahia, São Paulo e Rio de Janeiro já visitaram o complexo industrial que pertenceu a Alpha Café Solúvel. 250 trabalhavam na Alpha no fechamento Segundo o presidente do

Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação de Petrópolis, Haroldo Marques Tenente, a Alpha Café Solúvel fechou definitivamente no dia 12 de junho de 2000. Na época a fábrica empregava cerca de 250 empregados. - Espero que alguém arremate a fábrica neste leilão.

Muita gente não conseguiu receber seus direitos até hoje – lembrou Tenente. O presidente do sindicato disse ainda que a Alpha Café Solúvel pertenceu ao grupo BeMoreira, que também era proprietário da tradicional loja Ducal, que também mantinha uma unidade em Petrópolis.

Policiais encontram 195 cápsulas de cocaína com dois adolescentes A Polícia Militar (PM), em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu 195 cápsulas de cocaína, na altura do quilômetro 89 da BR-040, na subida da Serra. A operação foi realizada na segundafeira (23) e dois adolescentes foram apreendidos. Um deles transportava a droga em um ônibus que fazia a linha Caxias-Petrópolis e o outro aguardava o comparsa com a mercadoria na cidade. De acordo com os agentes da PM, após receberem denúncias informando que um menor de idade, morador da Vila Hípica, na Rua Espírito Santo, Quitandinha, teria ido para o Rio de Janeiro comprar o entorpecente na

Divulgação/PM

Telefones celulares e drogas foram apreendidos pelos policiais

favela conhecida como Fazendinha, no Rio de Janeiro, eles seguiram para o Posto da PRF, na BR-040, próximo

ao Belvedere, e montaram uma ação em conjunto com a PRF. Em um dos ônibus que subiam a Serra, os policiais

encontraram o jovem com as 195 cápsulas de cocaína. O adolescente teria revelado aos policiais que estava apenas levando a mercadoria para outra pessoa que o aguardava no Km 82. No local indicado, os policiais identificaram outro adolescente de 17 anos que confirmou estar esperando a entrega do material. Os rapazes e a droga foram encaminhados para o registro da ocorrência na 105ª DP (Retiro). A perícia constatou que a cocaína possuía o peso de 292,5 gramas. As cápsulas traziam a inscrição “FZD”, referente à Fazendinha, local conhecido pelo grande movimento do tráfico. O ônibus foi liberado e seguiu viagem.

Cartão Imperial é tema de reunião O secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Luís Eduardo Peixoto, realizou esta semana a primeira reunião com comerciantes que aceitam o Cartão Imperial em seus estabelecimentos. A medida tem por objetivo maior contato com esse público também beneficiado com o cartão e permitir que a Setrac tenha conhecimento das necessidades de aperfeiçoamento do programa. Durante a reunião, da qual também participou o secretário de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Robson Cardinelli, e que acontecerá periodicamente, Peixoto explicou todo o processo de migração do antigo programa Cesta Cheia, Família Feliz para o Cartão Imperial, as condições do programa e as vantagens da compra com o cartão. - Além da liberdade na escolha de alimentos e do horário de compra, cadastramos as famílias e elas têm o direito de escolher o que comprar e onde comprar. Com isso, além do programa ser voltado ao social, também tem o caráter de impulsionar a economia, já que o dinheiro, que antes ia para uma única empresa, é divido por mais de

205 estabelecimentos - explicou Peixoto. Com as reuniões, a secretaria poderá fazer uma melhor avaliação de como o programa vem sendo visto pelas famílias inscritas, quais os produtos são mais comprados com o cartão e ainda tornar o próprio comerciante fiscalizador e parceiro do governo nesse processo. - É importante que façamos uma avaliação de como o programa está indo nos estabelecimentos, o que pode ser feito junto aos empresários para o melhor atendimento à população que utiliza o cartão e para que o benefício seja usado dentro dos critérios estabelecidos pela Setrac - ressaltou o secretário. Os comerciantes que participaram da reunião contaram que houve aumento nas vendas em seus estabelecimentos. - É bacana ver que esse programa traz, principalmente, dignidade à família. Às vezes chega alguém para comprar que sequer possui um cartão de crédito, e utiliza o Cartão Imperial para pagar suas compras com um sorriso no rosto. É bom saber que o município tem dado atenção a essas pessoas - contou uma das comerciantes.

Arquivo

Luiz Peixoto, da Setrac

Programa completou um ano esse mês Há um ano, o programa Cartão Imperial foi lançado no Theatro D. Pedro pelo prefeito Paulo Mustrangi. Desde então, o número de pessoas beneficiadas com o programa cresceu, o valor do auxílio aumentou, a economia do município recebeu investimento e as famílias ganharam dignidade. Em abril do ano passado,120 estabelecimentos estavam cadastrados para receber o cartão. Agora já são 205 em diversas comunidades espalhadas por todo o município. As famílias recebiam R$ 55 para compra de frutas, legumes, verduras e carnes, mas já em janeiro deste ano o

benefício subiu e todo mês as famílias recebem R$ 70. - Além do benefício mensal, as famílias receberam, em datas especiais, o acréscimo no valor do cartão. No Natal do ano passado o repasse foi dobrado e, em vez dos R$ 55, as famílias receberam R$ 110. Na Páscoa deste ano, já com os R$ 70 disponibilizados, mais R$ 40 foram inseridos. Tudo isso para dar a oportunidade dessas famílias terem um pouco mais de dignidade em importantes momentos do ano - destacou. Aeconomia petropolitana também vem sendo fortalecida. Atualmente, R$ 560 mil são investidos mensalmente. - Já recebemos muitas críticas de pessoas que falavam que o Cartão Imperial é uma esmola. Não, o cartão não é uma esmola, não é um presente, é um impulso. Um pai com fome e desesperado não tem condições de trabalhar e sustentar sua família. Quando dizemos que o cartão é uma forma de levar dignidade para a família, não falamos isso brincando. Só quem já passou fome, sabe o prazer de chegar a um mercado, comprar o alimento e levar para a sua casa. Essas pessoas sim sabem dar o valor a um prato de comida - ressaltou Luís Eduardo Peixoto.


6

57 anos

DIĂ RIO DE PETRĂ“POLIS

COMDEP

quarta-feira, 25 de abril de 2012

COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE PETRĂ“POLIS CNPJ: 29.159.985/0001-84 - NIRE 33300139265 - (CAPITAL AUTORIZADO R$ 9.220.260,00) nota 13b RELATĂ“RIO DA ADMINISTRAĂ‡ĂƒO

Senhores acionistas: Submetemos a V.Sas., para apreciação, as demonstraçþes contåbeis referentes ao exercício de 2011, que fazem acompanhar de notas explicativas e os pareceres dos Conselhos de Administração e Fiscal, bem como dos Auditores Independentes. Petrópolis, 31 de dezembro de 2011. Anderson Luis Juliano Diretor Presidente

PARECER DO CONSELHO FISCAL

PARECER DO CONSELHO DE ADMISTRACAO

O CONSELHO FISCAL DA COMDEP - COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVI-MENTO DE PETRÓPOLIS, no cumprimento das disposiçþes legais e estatutårias, após ter examinado o balanço patrimonial relativo ao exercício de 2011 e demonstraçþes contåbeis, tendo apreciado, tambÊm, o parecer do auditor externo, entende TXHPHQFLRQDGDVGHPRQVWUDo}HVUHÀHWHPFRPSURSULHGDGHDVLWXDomRSDWULPRQLDOH ¿QDQFHLUDGD&RPSDQKLDHRUHVXOWDGRGHVXDVRSHUDo}HVHVWDQGRDVVLPHPFRQGLo}HV GH VHUHP VXEPHWLGDV j DSUHFLDomR H FRQVHTXHQWH DSURYDomR SHOD$VVHPEOpLD *HUDO 3HWUySROLVGHDEULOGHPaulo Roberto Lima Vieira. Carlos Roberto do Alto. Osmani Rodrigues de Lima.

PARECER DO CONSELHO DE ADMINISTRAĂ‡ĂƒO DA COMDEP - COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE PETRĂ“POLIS: no cumpriPHQWRGDVGLVSRVLo}HVOHJDLVHHVWDWXWiULDVDSyVWHUDFRPSDQKDGRDJHVWmRHFRQ{PLFRÂżQDQFHLUDGDHPSUHVDHWHQGRH[DPLQDGRREDODQoRSDWULPRQLDOGRH[HUFtFLRGHH GHPRQVWUDo}HVFRQWiEHLVHFRQVLGHUDQGRRSDUHFHUGDDXGLWRULDHQWHQGHR&RQVHOKRTXH PHQFLRQDGDVGHPRQVWUDo}HVFRQWiEHLVUHĂ€HWHPFRPSURSULHGDGHDVLWXDomRSDWULPRQLDO HÂżQDQFHLUDGD&RPSDQKLDHRUHVXOWDGRGHVXDVRSHUDo}HVHVWDQGRDVVLPHPFRQGLo}HV GHVHUHPVXEPHWLGDVjGHOLEHUDomRGRVVHQKRUHVDFLRQLVWDV3HWUySROLVGHDEULOGH HĂŠlio Volgari Braga. AntĂ´nio Carlos Pimentel. Shirlei Burger da Silva Pintoâ€?.

DEMONSTRAÇÕES DOS RESULTADOS DOS EXERC�CIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Em Reais) 2011 NE 2010 RECEITA OPERACIONAL BRUTA 74.947.213 57.012.481

BALANÇO PATRIMONIAL EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Em reais) ATIVO ATIVO CIRCULANTE DISPONIBILIDADES Caixa e Equivalentes de Caixa Aplicaçþes Financeiras

2011

18.324 358 18.682 DIREITOS REALIZà VEIS A CURTO PRAZO Contas a receber 11.721.655 Mediçþes a faturar 13.859.789 Adiantamentos a terceiros 348.618 Impostos a recuperar 6.986.393 Estoques 458.487 Despesas do exercício Seguinte Tarifas a Receber 5.361 (-) Provisão para crÊditos (30.345) de liquidação duvidosa 33.368.640

NE

45.688 357 46.045

PASSIVO CIRCULANTE

(6) (6) (9) (8) (6)

49.315.014 13.859.789 285.400 6.258.564 415.180 1.663 13.063 (30.345) 70.164.373

1.368.221 16.500 1.384.721

3.353

IMOBILIZADO INTANGĂ?VEL TOTAL DO ATIVO

PASSIVO

(5)

ATIVO NĂƒO CIRCULANTE REALIZĂ VEL A LONGO PRAZO DepĂłsitos Judiciais 1.820.799 DepĂłsitos Caução 16.500 1.837.299 INVESTIMENTOS

2010

3.353

1.531.024

10d

2.005.689

28.065

10d

34.043

36.768.381

73.592.179

2011

NE

2010

(-) DEDUÇÕES DA RECEITA

Fornecedores 7.540.445 Obrigacoes com o pessoal 169.693 2EULJDFRHVÂżVFDLVHVRFLDLV Contratos - CEDAE 465.916 Provisao de ferias e encargos 5.317.450 Provisao para contingencias 7.476.442 Contas a Pagar 600.939 152.635.162

RECEITA OPERACIONAL LĂ?QUIDA CUSTO OPERACIONAL

(11)

3.870.250 168.737    465.916 5.844.252 (17) 7.340.442 (11) 39.042.334 167.844.931

PASSIVO NAO CIRCULANTE EXIGIVEL A LONGO PRAZO Obrigacoes parceladas 6.033.883

(12)

Saldo em 31.12.09 9.126.865 Ajuste de ExercĂ­cios Anteriores PrejuĂ­zo do ExercĂ­cio Saldo em 31.12.10 9.126.865 PrejuĂ­zo do ExercĂ­cio Saldo em 31.12.11 9.126.865

(2.500.000) (2.500.000) (2.500.000)

PREJUĂ?ZO DO EXERCĂ?CIO PREJUĂ?ZO POR AĂ‡ĂƒO

12.360.886

PASSIVO A DESCOBERTO Capital Social Integralizado 6.626.865 Reserva de Capital 1.494.161 (-) Prejuizos Acumulados..(130.021.690) (121.900.664)

74.947.213 74.947.213 -

2 - Insumos adquiridos de Terceiros Materiais Consumidos Outros Custos de Serviços Vendidos Energia, Serviços Terceiros e Outras Despesas Operacionais

43.882.196 5.152.906 4.256.254 34.473.036

28.013.605 2.601.806 4.471.835 20.939.964

3 - Valor Adicionado Bruto (1-2) 4 - Retençþes (-)Depreciação, amorização e exaustão 5 - Valor Adicionado Bruto Produzido

3.229.613

4.744.108

9.217.566 8.113.805 553.315 (225.054) (74) 17.659.558

(15.287.026) (0,0088)

(15)

(12.915.450) (0,0074)

TOTAL DO PASSIVO

(13)

36.768.381

DEMONSTRAÇÕES DOS FLUXOS DE CAIXA DO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Em Reais) 2011 2010 Atividades operacionais: Prejuízo do Exercício (15.287.026) (12.915.450) Ajuste de Exercícios Anteriores 43.809

6.626.865 1.494.161 (114.734.664) (106.613.638)

Despesas que não afetam as disponibilidades: Depreciaçþes e Amortizaçþes Imobilizado - Ajuste

73.592.179

Reservas de Capital 1.494.161 1.494.161 1.494.161

PrejuĂ­zos Acumulados

Total

(101.863.023) 43.809 (12.915.450) (114.734.664) (15.287.026) (130.021.690)

(93.741.997) 43.809 (12.915.450) (106.613.638) (15.287.026) (121.900.664)

pela Entidade (3-4) 6 - Valor Adicionado Recebido em transferĂŞncia Receitas Financeiras

235.982 366.398

Variaçþes nos Ativos e Passivos: Redução líquido nas Contas a Receber 36.357.436 (Aumento)/Redução líquida nos Estoques (43.307) (Aumento)/Redução líquido nas Despesas Antecipadas 1.663 Aumento/(Redução) líquida nos Fornecedores 3.670.195 (Redução) /Aumento líquido nas Contas a Pagar (38.441.395) (Redução) / líquida nos Salårios e Encargos a Pagar (525.846) Aumento líquido nos Impostos a Recolher 13.624.274 Aumento/(Redução) líquida nas Provisþes para Contingências 136.000 Caixa líquido (consumido) nas atividades operacionais

DEMONSTRAÇÕES DE VALOR ADICIONADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 1 - Receitas Vendas de Serviço Outras Receitas

51.786.739 (47.042.631)

As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

(Em Reais) 57.732.666 57.012.481 720.185

68.016.767 (64.787.154)

DESPESAS (RECEITAS) OPERACIONAIS Administrativas 10.120.103 Financeiras Líquidas 7.656.156 Depreciaçþes/Amortizaçþes 235.982 Provisão para Devedores Duvidosos 138.000 e Contingências Outras receitas/despesas 366.398 18.516.639

DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PASSIVO A DESCOBERTO PARA OS EXERC�CIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 (Em Reais)

Capital a Integralizar

(5.225.742)

LUCRO BRUTO

As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

Capital Subscrito

(6.930.446)

144

175.053

144

7 - Valor Adicionado Total 30.829.179 a Distribuir (5 + 6) 8 - Distribuicao do Valor Adicional (7=8) 30.829.179 Remuneração do Trabalho 31.885.633 (pessoal e encargos) 31.065.017 29.719.061 Remuneração do Governo 6.960.464 (impostos, taxas e contribuiçþes) 235.982 553.315 Remuneração do Capital de Terceiros 7.270.107 235.982 553.315 (juros, aluguÊis, etc) Remuneração Retida (15.287.025) 30.829.035 29.165.746 (prejuízo do exercício) As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

29.340.799

100%

100% 103%

29.340.799 29.965.770

100% 102%

23%5.252.697

18%

24%

7.037.782

24%

-50%

(12.915.450)

-44%

194.667 42.539 (1.255) (24.806) 34.054 (302.149) 11.434.114 (272.700)

94.374

(1.213.862)

Atividades de Investimentos: Aquisição de Imobilizado e Intangível

(121.737)

(213.283)

Caixa lĂ­quido (consumido) nas atividades de investimentos

(121.737)

(213.283)

(27.363)

(1.427.145)

46.045 

1.473.190 

(27.363)

(1.427.145)

(Redução) / das Disponibilidades

175.053 100%

553.315 -

9DULDomRQDSRVLomR¿QDQFHLUD ‡6DOGRGH&DL[DHHTXLYDOHQWHVQR,QtFLR do Exercício ‡6DOGRGH&DL[DHHTXLYDOHQWHVQR¿PGR([HUFtFLR (Redução) das Disponibilidades

As notas explicativas são parte integrante das demonstraçþes contåbeis

NOTAS EXPLICATIVAS Ă€S DEMONSTRAÇÕES CONTĂ BEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2011 E 2010 1. CONTEXTO OPERACIONAL A Companhia ĂŠ uma sociedade anĂ´nima de economia mista com personalidade jurĂ­dica de direito privado, constituĂ­da na forma da Lei Municipal n. 3.752 de 01 de dezembro de 1975, e ĂłrgĂŁo da Administração Indireta do MunicĂ­pio de PetrĂłpolis. A Companhia estĂĄ sujeita a Lei n. 8666, de 21 de junho de 1993, e demais disposiçþes legais, no que tange Ă  obrigatoriedade de licitação para a contratação de serviços e aquisição de materiais, alĂŠm de estar obrigada Ă  prestação de contas ao Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro. Em 28 de fevereiro de 2002 a Comdep incorporou a Caempe – Cia de Ă gua e Esgotos do MunicĂ­pio de PetrĂłpolis e em 31 de agosto de 2002, incorporou a Petrotur – Empresa de Turismo de PetrĂłpolis S/A, ambas as sociedades anĂ´nimas de economia mista com personalidade jurĂ­dica de direito privado, integrantes da administração indireta do MunicĂ­pio de PetrĂłpolis. (Nota 16) Sua principal acionista ĂŠ a Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis, GHWHQGRGHVHXFDSLWDOHVXDVDWLYLGDGHVDOpPGDVÂżQDOLGDGHV previstas na Lei Municipal n. 3.752/75, sĂŁo as seguintes: i. Promover a limpeza dos logradouros pĂşblicos em geral, recolhendo o lixo domiciliar, industrial e hospitalar; ii. Comercializar os materiais reciclĂĄveis e os compostos orgâQLFRVRULXQGRVGROL[REHQHÂżFLDGRHPXVLQDVGHOL[RRXGHTXDOTXHU outro de seleção de lixo; iii. Promover a conservação de jardins, parques e outros espaços pĂşblicos ao lazer e bem estar da população; iv. A prestação de serviços especiais de limpeza ou remoção do lixo, a remoção de "containers" de entulho de obras, de animais mortos, de veĂ­culos abandonados, de capinação de terrenos e/ou limpeza de prĂŠdios e terrenos; v. Demais atividades que antes eram atribuĂ­das Ă s empresas incorporadas, que foram acrescentadas em nova redação de seu Estatuto. 2. EXERCĂ?CIO SOCIAL O exercĂ­cio social da Companhia compreende o perĂ­odo de 01 de janeiro a 31 de dezembro de cada ano, coincidindo com o atual H[HUFtFLRÂżVFDO 3. APRESENTAĂ‡ĂƒO DAS DEMONSTRAÇÕES CONTĂ BEIS As demonstraçþes contĂĄbeis foram elaboradas em observância Ă s prĂĄticas contĂĄbeis adotadas no Brasil e atendendo Ă s Resoluçþes do Conselho Federal de Contabilidade - CFC n° 1.329/2011 que aprovou a NBC TG 1000 – Estrutura Conceitual de Contabilidade das Pe-

quenas e MÊdias Empresas. Os valores das demonstraçþes estão apresentados em moeda corrente e se constituem do patrimônio consolidado após as Incorporaçþes das Empresas, Caempe – Cia. de à gua e Esgotos do Município de Petrópolis e Petrotur – Empresa de Turismo de Petrópolis S/A. 4. PRINCIPAIS DIRETRIZES CONTà BEIS a) Apuração do resultado, ativos e passivos circulantes, e a longo prazo. O resultado foi apurado pelo regime de competência de exercícios. b) Aplicaçþes Financeiras São registradas pelos valores das aplicaçþes, acrescidas dos rendimentos auferidos atÊ a data do balanço. c) Imobilizado e Intangível Estå demonstrado ao preço de custo. A depreciação/amortização são calculadas pelo mÊtodo linear, mediante a aplicação de taxas que levam em consideração a vida útil econômica dos bens. Em dezembro de 2011, a Empresa efetuou levantamento físico de seu LPRELOL]DGRLQFOXVLYHTXDQWL¿FDQGRRVPRQHWDULDPHQWH1RWDE d) Obrigaçþes/Fornecedores Estão registradas pelo valor original contratado e atualizadas monetariamente, quando cabível, atÊ a data de vencimento. e) Redução do valor recuperåvel Os bens e direitos do ativo imobilizado e do intangível tiveram em 2011 o seu valor recuperåvel testado, sendo apurado indicadores de perdas no valor total de R$ 366.398,02 (trezentos e sessenta e seis mil, trezentos e noventa e oito reais e dois centavos). O levantamento físico foi realizado por funcionårios da empresa que emitiram os relatórios de forma segregada por bens, tanto quanto a quantidade quanto a seus valores recuperåveis. A administração entende que hå indícios de desvalorização do conjunto de bens que compþem o ativo imobilizado e intangível da Comdep e, portando, baseados nas informaçþes do relatório emitido pela Companhia, foram efetuados ajustes decorrentes do valor de recuperação dos ativos, conforme determina a Res. CFC nº 1.292/10 - NBC TG 01 - Redução ao Valor Recuperåvel de Ativos. 5. CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA É composta dos seguintes saldos: Contas Caixa

2011 33.548

2010 48.920

Bancos c/ Movimento Total

(15.224) 18.324

(3.232) 45.688

6. CONTAS A RECEBER E MEDIÇÕES A FATURAR a) Referem-se basicamente aos valores correspondentes ao conWUDWR ÂżUPDGR FRP D 3UHIHLWXUD 0XQLFLSDO GH 3HWUySROLV HP  H posteriores termos de aditamentos para prestação dos serviços descritos na Nota 1; de valores de ressarcimentos dos salĂĄrios e encargos de funFLRQiULRVGD&RPSDQKLDFHGLGRVDR0XQLFtSLR&RQYrQLRVÂżUPDGRVSDUD obras de reformas em escolas, creches, postos de saĂşde etc.; outorga oriunda de contrato de sub-concessĂŁo dos serviços de ĂĄgua e esgotos a Empresa Ă guas do Imperador S/A e a valores referentes, a notas promissĂłrias, cheques devolvidos, e outros das atividades desenvolvidas pela Empresa. b) Existem mediçþes a faturar contra a Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis no montante de R$ 13.859.789 (treze milhĂľes, oitocentos e cinqĂźenta e nove mil, setecentos e oitenta e nove reais). c) No exercĂ­cio de 2008, foi movimentada a conta corrente bancĂĄria no Banco do Brasil em nome da incorporada CAEMPE – Cia. de Ă gua e Esgotos do MunicĂ­pio de PetrĂłpolis (Nota 19), cujos crĂŠditos bancĂĄrios oriundos dos faturamentos de prestação de serviços a PMP, foram contabilizados em Contas a Receber – Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis – Conta Corrente e os dĂŠbitos correspondentes a pagamentos de obrigaçþes da Comdep que foram efetuados nesta conta, foram contabilizados no Passivo Circulante - Contas a Pagar – Caempe – Conta Corrente. d) Os saldos dessas contas foram baixados em dezembro de 2011, atendendo Ă  determinação do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro, aprovada pelo Conselho de Administração conforme Ata de reuniĂŁo deste Conselho realizada aos dois dias do mĂŞs de novembro de dois mil e onze, devidamente registrada na JUCERJA (Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro) em quinze de dezembro de dois mil e onze. (Nota 11) e) A composição do Contas a Receber em 31 de dezembro de 2011 e 2010 ĂŠ a seguinte: Contas Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis – Mediçþes a faturar Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis – Mediçþes faturadas

2011 13.859.789

2010 13.859.789

3.343.725

2.930.953


Prefeitura Municipal de Petrópolis – à guas do Imperador Prefeitura Municipal de Petrópolis – Convênio 006/98 Prefeitura Municipal de Petrópolis Funcionårios Cedidos– Prefeitura Municipal de Petrópolis – Câmara Municipal Prefeitura Municipal de Petrópolis – Incorporada Petrotur Prefeitura Municipal de Petrópolis – Conta Corrente Fundação Cultural Petrópolis – Serviços Faturados Fundação Cultura Petrópolis – Incorporada Petrotur Sub-Concessão à guas do Imperador – Outorga Miro’s Com Tubos e Vålvulas Ltda Cheques Devolvidos Outras (-) Provisão para crÊditos de liquidação duvidosa (*) Total

7.324.528

6.789.943

140.448

140.448

175.238

178.127

15.720

15.720

59.946

59.946

-

38.514.615

177.440

177.440

12.160

12.160

199.837 5.885 66.657 200.071

199.837 5.885 66.657 223.283

(30.345) 25.551.099

(30.345) 63.144.458

(*) A provisão para crÊditos de liquidação duvidosa estå constituída sobre o saldo de cheques devolvidos da empresa Incorporada – Petrotur Empresa de Turismo de Petrópolis. 7. TARIFAS A RECEBER A Companhia mantÊm a cobrança judicial e extrajudicial aos inadimplentes, por tarifas de ågua e esgotos vencidas. Para tanto foram preparadas e distribuídas outras açþes judiciais de cobrança e executivas, DOpP GH WHUHP VLGR H[SHGLGDV QRWL¿FDo}HV DGPLQLVWUDWLYDV H H[WUDMXGLciais objetivando a recuperação de tais crÊditos. Todas as açþes judiciais têm seus trâmites pela 4ª Vara Cível da Comarca de Petrópolis. As relativas à cobrança pela prestação de serviços de esgoto sanitårios têm sido suspensas em razão da interposição, primeiramente, pelo MinistÊrio Público, extinta em 2003 e, após pela ANACONT, de uma ação civil pública destinada a suspender a cobrança deste serviço no Município.(Nota 20) 8. ESTOQUES A Companhia apurou o estoque de material para uso e consumo em 31/12/2011 no montante de R$ 458.487 (quatrocentos e cinqßenta e oito mil, quatrocentos e oitenta e sete reais), avaliados ao custo mÊdio de aquisição que foram devidamente computados no inventårio físico. 9. IMPOSTOS/CONTRIBUIÇÕES A RECUPERAR Trata-se de impostos e contribuiçþes a recuperar pelo maior e ou pela retenção. Sua composição Ê a seguinte: Contas 2011 Imposto de Renda 1.953.501 Pagamento p/Estimativa Imposto de Renda Retido na 29.577 )RQWHVDSOLFDo}HV¿QDQFHLUDV Imposto de Renda Retido na Fonte 1.725.972 - s/ folhas de pagamentos Contribuição Social Sobre o 336.008 Lucro Liquido – Pagamento p/Estimativa Contribuição Social Sobre o 1.167.174 Lucro Liquido – Retida na Fonte &R¿QV¹5HWLGRQD)RQWH  PIS/PASEP – Retido na Fonte 41.134 INSS - Retido na Fonte 1.534.108 Salårio Educação 283 ISSQN – Imposto Sobre Serviços 9.171 de Quaisquer Natureza Total 6.986.393

pagamento a 2010 1.953.501 29.575 1.062.509 336.008 1.161.107  32.242 1.530.824 283 4.003 6.258.564

10. IMOBILIZADO E INTANG�VEL a) O Ativo Imobilizado não estå segurado quanto aos possíveis riscos, inclusive danos materiais e pessoais a terceiros e hå bens oferecidos em garantia em Juízo. b) A Administração da Companhia em atendimento ao Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro e com a anuência dos Conselhos de Administração e Fiscal, providenciou levantamento físico do imobilizado e intangível o qual originou ajustes de variaçþes nas quantidades e valores dos bens, conforme demonstrativo abaixo: Saldo do imobilizado e intangível liquido em 2010 Aquisiçþes em 2011 (-) Depreciaçþes e amortizaçþes em 2011 Variaçþes de levantamento físico em 2011 Saldo do imobilizado e intangível liquido em 2011

R$ 2.039.732 R$ 121.737 (R$ 235.982) (R$ 366.398) R$ 1.559.089

c) Bens em fase de aquisição – CEDAE - Referem-se aos bens utilizados no abastecimento de ågua do 2º Distrito do Município de Petrópolis (Corrêas e Nogueira) originårios da CEDAE – Companhia Estadual de à gua e Esgotos, que estão em processo de transferência para a ,QFRUSRUDGD&$(03(DWUDYpVGR³7HUPRGH$FRUGR´¿UPDGRHPGH março de 1992. AtÊ o exercício de 1997 haviam sido pagas 52 (cinqßenta e duas) parcelas, sendo que no decorrer dos exercícios de 1998 a 2009 não ocorreram pagamentos, restando portanto 98 (noventa e oito) parcelas que deveriam ter sido liquidadas atÊ o ano de 2005, ocasião em que os bens seriam transferidos para a Companhia. d) Composição em dezembro de 2011 e 2010: IMOBILIZADO

2011 Custo Depreciação Corrigido Amortização Acumulada Tratores e Guindastes 630.578 563.363 Terrenos 167.120 Instalaçþes 21.334 20.956 Måquinas e Equipamentos 483.090 293.851 Móveis e Utensílios 266.026 184.832 Computadores e PerifÊricos 379.722 311.457

57 anos

DIĂ RIO DE PETRĂ“POLIS

quarta-feira, 25 de abril de 2012

2010 Imobilizado Imobilizado % Liquido Líquido Depreciação Amortização 67.215 18.044 25 167.120 576.984 378 8.658 10 189.239 190.518 10 81.194 89.163 10 68.265 71.461 20

Veículos 3.327.051 Ferramentas 39.620 Benfeitorias emImóveis de Terceiros-Equipamentos de Telefonia 37.833 Bens e Inst Sistema de à gua 37.699 Acervo de Terceiros –CEDAE 731.671 Poços Artesianos Instalaçþes p/ Eventos Biblioteca 271 Equipamentos p/ Locação 2.109 Instrumentos Musicais 3.633 Mobiliårios Urbanos 157.919 Soma 6.285.676

221.593 27.072

20 10

de R$ 43.809 (quarenta e trĂŞs mil, oitocentos e nove reais) referente ajustes de estoque conforme relatĂłrio da diretoria.

23.877 20.664 271 1.771 53 58.996 4.754.652

17.083 13.956 6.350 17.035 9.224 731.671 731.671 20.348 17.520 338 3.580 98.923 1.531.024 2.005.689

4 10 10 4 10 10 10 10 10

15. DO PREJUĂ?ZO POR AĂ‡ĂƒO O prejuĂ­zo por ação apurado na Demonstração do Resultado em 31 de dezembro de 2011 no valor de R$ 0,0088 ĂŠ resultante da divisĂŁo do resultado do exercĂ­cio, por 1.741.474.314 açþes ordinĂĄrias escriturais, que representam o total das açþes em que se divide o Capital Social da Companhia.

2.219 10.408 12.627 4.767.279

430 27.649 31.207 416 2.406 28.065 34.043 1.559.089 2.039.732

3.257.493 17.068

69.558 22.552

INTANGIVEIS Marcas e Patentes 2.219 Direito Uso Linha TelefĂ´nica 27.649 Software p/Computadores 10.824 Soma 40.692 Total 6.326.368

10 20

12. OBRIGAÇÕES FISCAIS E SOCIAIS a) Do montante existente em 2010 de obrigaçþes parceladas no Passivo Não Exigível, foram transferidos em 2011 para o Passivo Circulante o total de R$ 6.327.003 (seis milhþes, trezentos e vinte e sete mil e três UHDLV (PHpDVHJXLQWHDFRPSRVLomRGHREULJDo}HV¿VFDLVH sociais: Curto Prazo 50.726.317 8.292.806 4.581.574 20.291.513 3.257.571 417.296 4.716.102 3.314.272 1.509.861 3.485.336

2010 Longo Prazo 11.081.014 884.544 40.436 -

10.015.530 504.822 111.113.000

354.892 12.360.886

b) Por determinação do acionista majoritårio, e com vista a equacioQDUHPSDUWHRSDVVLYR¿VFDOGD&RPSDQKLDD$GPLQLVWUDomRSURPRYHXR levantamento atualizado dos dÊbitos para viabilizar requerimentos de parcelamento. Dos parcelamentos deferidos, Ê a seguinte sua composição: Total de Parcelas FGTS 60 INSS 60 INPAS 60 INPAS 60 INPAS 12 COFINS 30 PIS/PASEP – Div. Ativa 60 PIS/PASEP – Div. Ativa 60 Inc. Petrotur PIS/PASEP – Div. Ativa 60 CLT – Div. Ativa 60 Custas Judiciais – Div. Ativa ........................ 25 IPTU – Fonseca Ramos 24 IPTU – Pres. 24 Kennedy TOTAL

Quitadas 28 2 36 18 12 10 37 1

a) A Administração Ê composta de um Diretor Presidente, um Diretor Administrativo, um Diretor Financeiro, um Diretor Operacional, um Diretor TÊcnico Industrial, e um Diretor de Obras, alÊm de quatro membros do Conselho de Administração e três membros do Conselho Fiscal. b)

11. FORNECEDORES E CONTAS A PAGAR Em dezembro de 2011, atendendo à determinação do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro - vide Nota 6.d - foi baixado do Passivo Circulante – Contas a Pagar – Caempe – Conta Corrente o valor de R$ 38.514.615 (trinta e oito milhþes, quinhentos e quatorze mil e seiscentos e quinze reais).

2011 Curto Prazo Longo Prazo INSS 62.250.158 5.299.615 FGTS 8.373.237 542.141 PASEP 5.560.351 18.598 COFINS 24.996.607 IRRF 3.553.139 ICMS 417.296 ISSQN 5.091.852 IMPOSTO DE RENDA 3.615.239 CONTRIBUIĂ‡ĂƒO SOCIAL 1.646.438 CONTRIBUIĂ‡ĂƒO SOC. 4.018.371 S/LUCRO LIQUIDO REFIS 10.953.888 OUTROS 587.701 173.529 TOTAL 131.064.277 6.033.883

16. REMUNERAĂ‡ĂƒO DOS ADMINISTRADORES E QUADRO SOCIAL

Restantes Saldo em 31/12/2011 32 822.595 58 27.943.427 24 123.518 42 326.669 20 175.386 23 32.661 59 23.587

37 37

23 23

80.106 10.000

25 3 2

21 22

3.736 8.083 29.549.768

13. CAPITAL SOCIAL a) O Capital Social de R$ 2.126.862,50 (dois milhþes, cento e vinte e seis mil, oitocentos e sessenta e dois reais e cinqßenta centavos), representado por 1.041.474.042 (um bilhão, quarenta e um milhþes, quatrocentos e setenta e quatro mil, e quarenta e duas) açþes ordinårias nominativas, sem valor nominal, foi aumentado para R$ 9.126.865,22 (nove milhþes, cento e vinte e seis mil, oitocentos e sessenta e cinco reais e vinte e dois centavos), representado por 1.741.474.314 (um bilhão, setecentos e quarenta e um milhþes, quatrocentos e setenta e quatro mil, trezentos e quatorze) açþes ordinårias escriturais, sem valor nominal. O aumento de R$ 7.000.002,72 (sete milhþes, dois reais e setenta e dois centavos) representado por 700.000.272 (setecentos milhþes, duzentos e setenta e duas) açþes ordinårias escriturais, ao preço de emissão de R$ 0,01 (hum centavo) cada, Ê totalmente subscrito pelos acionistas, à razão de R$ 7.000.000,00 (sete milhþes de raias) pela PMP de conformidade com a deliberação da AGE de 31 de março de 2004, e Lei Municipal 6.100, publicada no DOM da mesma data; e R$ 2,72 (dois reais e setenta e dois centavos) pelos acionistas minoritårios. Em 2004, foi integralizado pelos acionistas o valor de R$ 4.500.002,72 (quatro milhþes, quinhentos mil, dois reais e setenta e dois centavos). b) Pela mesma AGE de 31/03/2004, foi instituído o Capital Autorizado de R$ 9.200.660,00 (nove milhþes, duzentos mil e seiscentos e sessenta reais) c) A reserva de contribuiçþes dos usuårios para investimentos refere-se a importâncias cobradas no faturamento de ågua no período de 1973 a 1980 pela Caempe – Incorporada. A Companhia estå desenvolvendo esWXGRVFRPD¿QDOLGDGHGHREWHUVROXomRGH¿QLWLYDSDUDDTXHVWmR 14. AJUSTE DE EXERC�CIOS ANTERIORES Em 2010 foi contabilizado como ajuste de exercícios anteriores o valor

NĂşmero de Empregados: 2011 Ă rea Administrativa 111 Ă rea Operacional 1.244 Total 1.355

2010 119 1.283 1.402

2009 115 1.295 1.410

2008 103 1.396 1.499

2007 88 1.242 1.330

c) No exercĂ­cio de 2011 a maior e menor remuneração bruta mensal paga a empregados ocupantes de cargo permanente foi de R$ 5.390,95 e R$ 599,14, respectivamente. Com relação aos dirigentes da empresa correspondeu a R$ 9.460,13. 17. PROVISĂƒO PARA CONTINGĂŠNCIAS A Companhia tem, contra si, reclamaçþes trabalhistas e cĂ­veis em tramitação na Justiça. As obrigaçþes trabalhistas e cĂ­veis decorrentes de indenizaçþes reconhecidas que, mesmo pendentes de julgamento, mas, que possam resultar em perdas futuras para a Empresa, de acordo com o Departamento JurĂ­dico, estĂŁo provisionadas da seguinte forma: Contas 2011 Açþes CĂ­veis: Incorporadora – Comdep 818.300 Incorporada – Caempe 309.000 Incorporada – Petrotur 3.800.000 Açþes Trabalhistas: Incorporadora – Comdep 1.271.600 Incorporada – Caempe 672.500 I.N.S.S. – Responsabilidade SolidĂĄria – Incorporada Caempe 604.131 TĂ­tulos Protestados – Petrotur 911 TOTAIS 7.476.442

2010 818.300 309.000 3.800.000 1.235.600 572.500 604.131 911 7.340.442

18. CONTINGĂŠNCIAS FISCAIS As declaraçþes de rendimentos, tributos e contribuiçþes estĂŁo suMHLWRV D UHYLV}HV SHODV DXWRULGDGHV ÂżVFDLV GXUDQWH GLIHUHQWHV SHUtRGRV SUHVFULFLRQDLVSUHYLVWRVHPOHJLVODo}HVHVSHFtÂżFDV 19. FATO RELEVANTE - INCORPORAĂ‡ĂƒO Em AssemblĂŠias Gerais ExtraordinĂĄrias solicitadas pelo acionista majoritĂĄrio, PMP – Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis e realizadas em 08 de fevereiro de 2002 e 20 de agosto de 2002, respectivamente nas Empresas CAEMPE – Cia. de Ă gua e Esgotos do MunicĂ­pio de PetrĂłpolis e PETROTUR – Empresa de Turismo de PetrĂłpolis S/A, na forma do art. 224 c/c 225 da Lei 6404/76, foram aprovados os Protocolos de Incorporaçþes de ambas as Empresas pela COMDEP – Cia. Municipal de Desenvolvimento de PetrĂłpolis. As aludidas Incorporaçþes ocorreram, em 28 de fevereiro de 2002 da CAEMPE e em 31 de agosto de 2002 da PETROTUR, passando a operar seus regulares efeitos nos termos do art. 1.118 do CĂłdigo Civil Brasileiro. As formalizaçþes das Incorporaçþes deliberadas pelas respectivas AssemblĂŠias Gerais, ainda nĂŁo se concretizaram perante os ĂłrgĂŁos competentes, tendo a Administração da Empresa, no exercĂ­cio de 2011 atravĂŠs de seu Departamento JurĂ­dico. Com D ÂżQDOLGDGH GH UHJXODUL]DU DV SHQGrQFLDV GH EDL[DV  HP  DWUDYpV de seu Departamento Juridico foi protocolado junto a JUCERJA (Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro) e, indeferido novamente, as baixas das empresas incorporadas. De acordo com as normas legais que UHJXODPWDOIDWRD,QFRUSRUDGRUDÂżFDUiVXMHLWDDVFRQVHT rQFLDVGHVVH inadimplemento. 20. EVENTOS SUBSEQUENTES a) PEDIDO DE DEVOLUĂ‡ĂƒO DE TARIFAS DE ESGOTO Em meados de dezembro de 2001, a Caempe – Incorporada, tomou ciĂŞncia de ação impetrada pela ANACONT – Associação Nacional de AssistĂŞncia ao Consumidor e Trabalhador, objetivando condenĂĄ-la Ă  devolução das tarifas de esgoto dos Ăşltimos 20 (vinte) anos. A referida ação foi contestada encontrando-se pendente de julgamento. NĂŁo foi possĂ­vel provisionar esta ocorrĂŞncia por impossibilidade material de se conhecer o possĂ­vel valor.

PetrĂłpolis, 05 de abril de 2012. Anderson Luis Juliano Diretor Presidente Marcelo Rodrigues Lisboa Diretor Financeiro Ricardo Cardoso AndrĂŠ Diretor Administrativo

Adjucol – Administração Jurídica Contåbil Ltda EPP CRC RJ 917 Aroldo JosÊ Planz

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES Aos Srs. Administradores e Acionistas de COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE PETRÓPOLIS - COMDEP Petrópolis – RJ 1 - Examinamos os Balanços Patrimoniais da COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE PETRÓPOLIS – COMDEP, levantados em 31 de dezembro de 2011 e 2010, as correspondentes Demonstraçþes dos Resultados, das Mutaçþes do Passivo a Descoberto, dos Fluxos de Caixa e dos Valores Adicionados, corresSRQGHQWHVDRVSHUtRGRV¿QGRVQDTXHODVGDWDVDVVLPFRPRRUHVXPR das principais pråticas contåbeis e demais notas explicativas. 2 - A administração da COMPANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE PETRÓPOLIS – COMDEP Ê responsåvel pela elaERUDomRHDGHTXDGDDSUHVHQWDomRGHVVDVGHPRQVWUDo}HV¿QDQFHLras de acordo com as pråticas contåbeis adotadas no Brasil aplicåveis às pequenas e mÊdias empresas, ainda que tenham requerimento de prestação pública de contas (NBC T 19.41), e pelos controles internos que ela determinou como necessårios para permitir a elaboração de GHPRQVWUDo}HV ¿QDQFHLUDV OLYUHV GH GLVWRUo}HV UHOHYDQWH LQGHSHQdentemente se causada por fraude ou erro. 3 – Nossa responsabilidade Ê a de expressar uma opinião VREUHHVVDVGHPRQVWUDo}HV¿QDQFHLUDVFRPEDVHHPQRVVDDXGLWRria, conduzida de acordo com as normas brasileiras e internacionais de auditoria. Essas normas requerem o cumprimento de exigências Êticas pelos auditores e que a auditoria seja planejada e executada com o objetivo de obter segurança razoåvel de que as demonstraçþes ¿QDQFHLUDVHVWmROLYUHVGHGLVWRUomRUHOHYDQWH Uma auditoria envolve a execução de procedimentos selecionados para obtenção de evidência a respeito dos valores e divulgaçþes apreVHQWDGDVQDVGHPRQVWUDo}HV¿QDQFHLUDV2VSURFHGLPHQWRVVHOHFLRQDdos dependem do julgamento do auditor, incluindo a avaliação dos riscos HGLVWRUomRUHOHYDQWHQDVGHPRQVWUDo}HV¿QDQFHLUDVLQGHSHQGHQWHPHQte se causada por fraude ou erro. Nessa avaliação de riscos, o auditor considera os controles internos relevantes para a elaboração e adequada DSUHVHQWDomR GDV GHPRQVWUDo}HV ¿QDQFHLUDV GD &RPSDQKLD SDUD SODnejar os procedimentos de auditoria que são apropriados nas circunsWkQFLDV PDV QmR SDUD ¿QV GH H[SUHVVDU XPD RSLQLmR VREUH D H¿FiFLD desses controles internos da Companhia. Uma auditoria inclui, tambÊm, a avaliação da adequação das pråticas contåbeis utilizadas e a razoabiOLGDGHGDVHVWLPDWLYDV¿QDQFHLUDVIHLWDVSHODDGPLQLVWUDomREHPFRPR a avaliação da apresentação das demonstraçþes tomadas em conjunto. $FUHGLWDPRV TXH D HYLGrQFLD GH DXGLWRULD REWLGD p VX¿FLHQWH H apropriada para fundamentar nossa opinião. 4- Não acompanhamos a realização do Inventårio Físico, as-

7

sim, nĂŁo nos foi possĂ­vel concluir quanto Ă  exatidĂŁo do valor de R$ 458.487 (quatrocentos e cinqĂźenta e oito mil, quatrocentos e oitenta e sete reais) contabilizados na rubrica Estoques.   9HULÂżFDPRV TXH R YDORU GH 5  VHVVHQWD H VHLV PLO seiscentos e setenta e seis reais), contabilizados na rubrica NumerĂĄrios em Trânsito, contida no grupo Contas a Receber, refere-se a cheques devolvidos datados do exercĂ­cio de 1997 a 2002, portanto de difĂ­cil realização. 6- Conforme Nota Explicativa n. 19, em AssemblĂŠias Gerais ExtraordinĂĄrias solicitadas pelo acionista majoritĂĄrio, PMP – Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis e realizadas em 08 de fevereiro de 2002 e 20 de agosto de 2002, respectivamente nas Empresas CAEMPE – Cia. de Ă gua e Esgotos do MunicĂ­pio de PetrĂłpolis e PETROTUR – Empresa de Turismo de PetrĂłpolis S/A, na forma do art. 224 c/c 225 da Lei 6404/76, foram aprovados os Protocolos de Incorporaçþes de ambas as Empresas pela COMDEP – Cia. Municipal de Desenvolvimento de PetrĂłpolis. As aludidas Incorporaçþes ocorreram, em 28 de fevereiro de 2002 da CAEMPE e em 31 de agosto de 2002 da PETROTUR, passando a operar seus regulares efeitos nos termos do art. 1.118 do CĂłdigo Civil Brasileiro. As formalizaçþes das Incorporaçþes deliberadas pelas respectivas AssemblĂŠias Gerais, ainda nĂŁo se concretizaram perante os ĂłrgĂŁos competentes, tendo a Administração da Empresa, no exercĂ­cio de 2011 DWUDYpVGHVHX'HSDUWDPHQWR-XUtGLFR&RPDÂżQDOLGDGHGHUHJXODUL]DU as pendĂŞncias de baixas, em 2011 atravĂŠs de seu Departamento JurĂ­dico foi protocolado junto a JUCERJA (Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro) e, indeferido novamente, as baixas das empresas incorporadas. De acordo com as normas legais que regulam tal fato a IncorporaGRUDÂżFDUiVXMHLWDDVFRQVHT rQFLDVGHVVHLQDGLPSOHPHQWR 7- É de improvĂĄvel realização o valor de R$ 7.324.528 (sete milhĂľes, trezentos e vinte e quatro mil, quinhentos e vinte e oito reais) contabilizados no Ativo Circulante da COMDEP – Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis – Ă guas do Imperador, contido na rubrica Contas a Receber. 8- Conforme Nota Explicativa nÂş 6b, a Companhia possui contabilizado no Ativo Circulante o valor de R$ 13.859.789 (treze milhĂľes, oitocentos e cinqĂźenta e nove mil e setecentos e oitenta e nove reais) referente a “Mediçþes a Faturarâ€? contra a Prefeitura Municipal de PetrĂłpolis. Constatamos que o montante de R$ 5.220.899 (cinco milhĂľes, duzentos e vinte mil e oitocentos e noventa e nove reais), refere-se a mediçþes ocorridas desde 1997 atĂŠ o exercĂ­cio de 2003, portanto, de difĂ­cil realização. 9- Conforme Nota Explicativa nÂş 10 a – O Ativo Imobilizado nĂŁo estĂĄ totalmente segurado quanto aos possĂ­veis riscos, inclusive danos materiais e pessoais a terceiros e alguns bens estĂŁo oferecidos em garantia ao JuĂ­zo. 10- A Companhia possui bens oferecidos como garantia em processos judiciais litigiosos, razĂŁo pela qual nĂŁo nos foi possĂ­vel, em

decorrência das limitaçþes dos controles internos, concluir quanto a exatidão do valor de R$ 1.531.024 (hum milhão, quinhentos e trinta e um mil, vinte e quatro reais) contabilizado no Imobilizado. 11- A Companhia não cumpriu, em sua totalidade, com suas obriJDo}HVVRFLDLVH¿VFDLVYHQFLGDVjFXUWRSUD]RFRQWDELOL]DGDVQR3DVsivo Circulante da Companhia. O saldo corrigido dessa rubrica em 31 de dezembro de 2011 totalizou o valor de R$ 131.064.277 (cento e trinta e um milhþes, sessenta e quatro mil, duzentos e setenta e sete reais). 12- A Companhia não cumpriu, em sua totalidade, com suas REULJDo}HVVRFLDLVH¿VFDLVHSRVVXLFRQWDELOL]DGRQR([LJtYHOj/RQgo Prazo – Obrigaçþes Tributårias Parceladas, em 31 de dezembro de 2011, o montante de R$ 6.033.883 (seis milhþes, trinta e três mil, oitocentos e oitenta e três reais). 13- Conforme Nota Explicativa nº 20 – A empresa a ser incorporada, CAEMPE, tomou conhecimento em dezembro de 2001 de ação impetrada pela ANACONT – Associação Nacional de Assistência ao Consumidor e Trabalhador, objetivando condenå-la a devolução das tarifas de ågua e esgoto dos últimos 20 (vinte) anos. A referida ação foi contestada encontrando-se pendente de julgamento. Não foi possível provisionar esta ocorrência por impossibilidade material de se conhecer o possível valor. 14- Em nossa opinião, exceto quanto aos efeitos que poderiam resultar dos possíveis ajustes, em decorrência dos assuntos mencioQDGRVQRVSDUiJUDIRVžDRžDVGHPRQVWUDo}HV¿QDQFHLUDVPHQcionadas no parågrafo 1, representam adequadamente, em todos RV DVSHFWRV UHOHYDQWHV D SRVLomR SDWULPRQLDO H ¿QDQFHLUD GD &20PANHIA MUNICIPAL DE DESENVOLVIMENTO DE PETRÓPOLIS – COMDEP, em 31 de dezembro de 2011 e 2010, os desempenhos de suas operaçþes, as Mutaçþes de seu Passivo a Descoberto e os )OX[RVGH&DL[DUHIHUHQWHVDRVH[HUFtFLRV¿QGRVQDTXHODVGDWDVGH acordo com as pråticas contåbeis adotadas no Brasil aplicåveis as pequenas e mÊdias empresas ainda que tenham requerimento de prestação pública de contas (NBC T 19.41). 15- A Administração da Companhia, em decorrência do Passivo a Descoberto no valor de R$ 121.900.664 (cento e vinte e um milhþes, novecentos mil, seiscentos e sessenta e quatro reais), necessita buscar atravÊs de um Plano de Ação, a geração de recursos próprios que contemple e permita a continuidade de suas operaçþes. Rio de Janeiro, 19 de abril de 2012. Gomes & Gomes Auditoria e Assessoria Contåbil S/S Ltda. CRC-RJ3465/O-0 CNPJ:04.143.485/0001-23 Alexandre Gomes da Silva sócio-diretor Contador CRC-RJ 086132/O-8


8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 DE abril de 2012

CIDADE

Programa Agenda 21 Escolar começa hoje no Liceu AVISOS E EDITAIS

CONDOMÍNIO JARDIM CARANGOLA Estrada do Carangola, 249 Petrópolis - RJ ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA Petrópolis, 10 de abril de 2012 Prezado(a) Senhor(a) Condômino(a); Pelo presente Edital de Convocação, temos o grato prazer de convidar V.S., para à ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA, que se fará realizar em 05 de maio de 2012, às 09h00min em primeira convocação com a presença de 2/3 dos condôminos, ou às 09h30min em segunda e última convocação, com qualquer número de presentes, na residência do condômino (casa n.º 249), a fim de se trata dos seguintes assuntos constantes na ordem do dia : Primeiro item: Prestação de contas parcial referente ao exercício de 2011/2012; Segundo item: Previsão Orçamentária para o exercício de 2012/2013; Terceiro item: Eleição de síndico, subsíndico e membros para o Conselho Consultivo (efetivos/suplentes) para o exercício de 2012/2013; Quarto item: Assuntos gerais. Os condôminos poderão se fazer representar por procuradores devidamente credenciados, conforme preconiza à Escritura de Convenção, só tendo direito a votos os condôminos quites com suas contribuições condominiais. Atenciosamente, Condomínio Jardim Carangola P.p. Administradora Garin S/S Ltda.

SIMEP- Sindicato dos Médicos de Petrópolis Comunicação do resultado das eleições 2012 Em cumprimento à legislação e na forma de Estatuto da entidade, comunicamos que foi eleita a chapa REUNIR, com os componentes adiantes relacionados, para o triênio 2012-2015. Qualquer impugnação deverá ser feita no prazo de 5 (cinco) dias, contados a partir da publicação deste edital. Diretoria - Membros Efetivos Mauro Muniz Peralta - Diretor Presidente João Gerson Mendes De Sá - Diretor Vice Presidente Marcus Berardinelli Camargo - Diretor Tesoureiro Eloísa Pujol - Diretor Secretário Maria Celi De Almeida Peralta - Diretor Cultural Dinizar de Araujo Filho - Diretor Procurador Márcio Alberto Barbosa Veiga - Diretor de Patrimônio Diretoria - Membros Suplentes Nadia Maria S. Tobias (esta suplente do diretor tesoureiro) João Tobias Renan Guerra Vitral Conselho Fiscal - Membros Efetivos Jose Carlos Sant’Anna de Araújo Carlos Eduardo Dionísio Valéria Lúcia Corrêa Conselho Fiscal - Membros Suplentes Marcos Pinheiro Borges Luiz Antônio de Souza João Pereira de Souza Petrópolis 25 de abril de 2012 Mauro Muniz Peralta Presidente SEPULTAMENTO Cemitério Municipal Sábado, dia 21/04/2012 Maria de Lurdes Gouveia, 21 anos, Caxambu, 9h 30. Acyr Talon, 73 anos, Caxambu, 11h. Alnir Franco, 73 anos, Castelânea, 11h30. João Belizário da Silva, 88 anos, Retiro, 14h. Antônio Carlos Carvalho, Araruama, (a idade e a hora não foram divulgados pelo cemitério). Genese Luiz Lopes, 64 anos, Centro, 15h30. João Carlos Souza dos Anjos, 37 anos, Caxambu, 11h. Nair Iora Hoelz, 84 anos, Centro 16h. Domingo, dia 22/04/2012 Elazir Irene Gall Caetano, 85 anos, São Sebastião, 9h. Naizur Pereira Ferreira, 30 anos, São Sebastião, 9h Dolores Francisco Correia, 84 anos, Duarte da Silveira, 11 h. Marcia Valéria Ferreira dos Santos Braga, Centro(a idade e a hora não foram divulgadas pelo cemitério). Aurycelia Aparecido da Silva, 32 anos, Duques, 14h. Gilberto Casimiro, 53 anos, Valparaíso, 11h. Segunda- Feira, dia 23/04/2012 Antônio Pereira Costa, 64 anos, Centro, 15h. Irene dos Santos Silva, 52 anos, Madureira/RJ, 16h Alfredo da Luz, 71 anos, Corrêas, 16h30. Terça-Feira, dia 24/04/2012 Antônio Bernardo Siqueira, 81 anos,Carangola, 9 h. Maria Sebastiana Gutz, 81 anos, Mosela, 14h. Edmilson Valle dos Santos,46 anos, Bingen,11h30. Isabela Haar, 95 anos, Itaipava, 16h30. Waldir Rodrigues Leite, 58 anos, Retiro, 16h. Cemitério Itaipava Sábado,dia 21/04/2012

O Programa Educação Ambiental e Agenda 21 Escolar formando Elos de Cidadania (SEA – SEAM / UERJ) começa hoje em Petrópolis, através de uma parceria com a Secretaria de Educação. Oprojeto prevê a capacitação de 13 professores e 120 alunos que participarão de discussões, fóruns, dinâmicas e encontros

através da plataforma que tratará de todos os assuntos pertinentes a educação ambiental e a forma como os temas são abordados dentro das salas de aulas. Participam do evento deste ano, os dois polos do Liceu Municipal Prefeito Cordolino Ambrósio. Todo o programa será acompanhado pela Tutoria

da UERJ. A aula inaugural ocorre nesta quarta-feira, 25 de abril, às 10h, no Liceu Municipal, que fica na Rua Oscar Weinchenk,150, no Centro. Durante o encontro, serão realizados fóruns com os professores que têm a missão de elaborar nas escolas, o diagnóstico e publicação da Agenda 21 Escolar.

PMP recupera Silva Jardim Com a postura de investir em medidas preventivas como a construção e reparos de novas redes de captação de águas pluviais e muros de contenções, a Prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Obras, iniciou nos últimos dias o trabalho de recuperação de um trecho da Rua Silva Jardim, no Centro. A expectativa do governo municipal é de que toda a operação seja concluída até a próxima semana. Na primeira quinzena de abril, o local apresentou pequenas fissuras que levaram a Secretaria de Obras a agir imediatamente para manter a segurança dos pedestres e de motoristas que circulam diariamente pela via. Atualmente, cinco operários realizam de forma contínua o trabalho de esta-

Ascom/PMP

Equipe da Secretaria de Obras já iniciou as intervenções na rua

bilização do muro em concreto, o alinhamento das calçadas e a reparação do guard-rail. - A população estava preocupada porque o local apresentou pequenas fissuras. Nossos técnicos analisaram a situação e agora estamos executando o projeto. Todos

os serviços cabíveis para normalizar esta importante via de ligação entre o primeiro e o segundo distrito estão sendo feitos pela prefeitura. Acreditamos que na próxima semana a obra seja concluída – resumiu o secretário de Obras, Stênio Nery.

Durante o curso serão abordados os seguintes temas: Regiões Hidrográficas e Gestão Participativa, Floresta Atlântica e os Desafios Socioambientais, Práticas de Comunicação, Diagnósticos SocioambientaisParticipativos, Agenda 21 na Escola e Projeto de Intervenção em EducaçãoAmbiental.

Trecho da BR-040 será interditado Uma nova operação de reversão de pista para a passagem de carretas de grande porte interditará a descida da Serra de Petrópolis na madrugada dessa quinta-feira. A reversão vai interditar o trecho entre os kms 80, em Petrópolis, e 104, em Duque de Caxias, aos demais usuários a partir de zero hora do dia 26 de abril. A operação será coordenada pela Polícia Rodoviária Federal, mas poderá ser adiada se houver mau tempo. A partir do km 80, as carretas seguirão viagem pela mão normal da rodovia. Não haverá interferência na pista de subida da serra enquanto ocorrer a reversão no sentido oposto. Mais informações podem ser obtidas através da Central de Atendimento Concer, pelo 0800 282 0040. Portadores de deficiência auditiva e de fala devem ligar para 0800 281 0041.

AVISOS E EDITAIS

Há 30 anos era publicado Em sua edição número 2.469, de 25 de abril de 1982, um domingo, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques: CANARINHOS - Depois de terem participado da abertura do Congresso Internacional dos Meninos Cantores, os Canarinhos voltam, em janeiro de 1983, à Venezuela, para participar do Encontro Internacional de Meninos Cantores, em Caracas, quando serão abertos os festejos do bicentenário de nascimento do ‘Libertador’, Simon Bolívar. OUTRA ÁRVORE - Evitar as enchentes em Petrópolis é prioritário, segundo João Carlos Moura, presidente da Amiqui. “Para isso, a obra de retificação do rio Piabanha é necessária, apenas queremos que elas sejam feitas sem o corte das árvores”, afirma ele. Amanhã, na Rua Padre Siqueira, será aberta uma lista de assinaturas para receber adesões a todos que consideram a obra de retificação importante, mas querem que as árvores seculares sejam preservadas. CANDIDATOS - 650 pessoas estão aptas a votar hoje nos candidatos do PT ao cargo de vereador, prefeito e vice-deputado estadual e federal. A convenção acontece no Colégio Opção. De acordo com nota distribuída à imprensa pela secretaria do partido, a pauta se divide em itens como saudação aos convencionais, tática eleitoral, programa de governo municipal e escolha dos candidatos.

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Tabeliâo de Protesto

R. do Imperador, 1021 - Centro - Petropolis - RJ

Tabelião Responsável

Cep. 25620-003

Telefone: 22420565

Listagem de titulos enviados para Edital em em 25/04/2012 Acham-se registrados neste cartório, conforme lei 9.492/97 Art. 15 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de : Sacado

CNPJ/CPF

ABRAAO SANTOS DE OLIVEIRA

Portador/Cedente/Sacador CAIXA ECONOMICA FEDERAL(AG IMPERIAL)

085.155.047-90

RUA GASTAO MARQUES LEMOUNIER 60

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Nota Promissoria Vencto:

01/07/2011

01/07/2011

126,67

Valor:

Total:

02/09/2010

126,67

Valor:

Total:

6.436 20/04/2012 09:26:00

SINART SERRANA S NAC AP R TUR

Emissão:

Cheque Administrativo: Custas :

23/03/2012

128,15

Valor:

Total:

1.150,90

Número:

3152

1.279,05

MARISOL DAS GRACAS FELIPE

CAIXA ECONOMICA FEDERAL(AG IMPERIAL)

111.068.737-00

ESTRADA MANOEL MARQUES AZEVEDO 286

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Nota Promissoria

6.450 20/04/2012 00:00:00

CAIXA ECONOMICA FEDERAL Emissão:

Cheque Administrativo: Custas :

25/10/2010

126,67

Valor:

Total:

Emissão:

12/03/2012

111,91

6.459

Cep. 25620-003

22/03/2012

117,81

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

14.575.854/0001-00

- Petropolis - RJ

Emissão:

IMPERIAL PRODUTOS DE PAPELARIA E LIMPEZAAZ 907,30 Número: 124

1.019,21

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Cheque Administrativo: Custas :

Valor:

Total:

PETRO TECH DO BRASIL DISTRIBUIDORA LTDA Copia Duplicata Mercantil por Indicação

775-88

IMPERIAL PRODUTOS DE PAPELARIA E LIMPEZA 20/04/2012 00:00:00

Copia Duplicata Mercantil por Indicação

ESTRADA UNIAO E INDUSTRIA 2199 R. do Imperador, 1021 - Centro

Número:

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

14.575.854/0001-00

ESTRADA UNIAO E INDUSTRIA 2199

Cheque Administrativo: Custas :

11.488,80

11.615,47

PETRO TECH DO BRASIL DISTRIBUIDORA LTDA

Telefone:05/04/2012 22420565 Vencto:

730-86

SINART SERRANA S NAC AP R TUR

Copia Duplicata Mercantil por Indicação

05/04/2012

Número:

BANCO ITAU SA

08.932.910/0001-14

RODOVIA BR-40 KM 82,9 LOJA 01

Vencto:

11.840,56

11.967,23

JOSE ROBERTO DOS R S JUNIOR

25/10/2010

6.449 20/04/2012 00:00:00

CAIXA ECONOMICA FEDERAL Emissão:

Cheque Administrativo: Custas :

Vencto:

1004-7

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

Nota Promissoria

06/04/2012

Número:

CAIXA ECONOMICA FEDERAL(AG IMPERIAL)

203.230.936-04

RUA AUGUSTO SAMPAIO 50 APT 102

Vencto:

11.446,26

11.572,93

JOSE LUIS DE JESUS

02/09/2010

6.446 20/04/2012 00:00:00

CAIXA ECONOMICA FEDERAL Emissão:

Cheque Administrativo: Custas :

Vencto:

Protocolo

Valor:

Total:

Tabeliâo de Protesto 6.460

Tabelião Responsável IMPERIAL PRODUTOS DE PAPELARIA E LIMPEZA 20/04/2012 00:00:00 IMPERIAL PRODUTOS DE PAPELARIA E LIMPEZAAZ 1.043,83 Número: 125

1.161,64

Listagem de titulos enviados para Edital em em 25/04/2012

PETRO TECH DO BRASIL DISTRIBUIDORA LTDA

CAIXA ECONOMICA FEDERAL

14.575.854/0001-00

ESTRADA UNIAO E INDUSTRIA 2199

6.461

IMPERIAL PRODUTOS DE PAPELARIA E LIMPEZA 20/04/2012 00:00:00

Acham-se registrados neste cartório, conforme lei 9.492/97 Art. 15 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de Copia Duplicata Mercantil por Indicação IMPERIAL PRODUTOS DE PAPELARIA E responsabilidade de : LIMPEZAAZ Vencto:

05/04/2012

Cheque Administrativo: Custas : Sacado

Emissão:

103,01

22/03/2012

Valor:

Total:CNPJ/CPF

330,31

227,30

Número:

Portador/Cedente/Sacador

127

Protocolo

Intimo-os a pagar ( através de cheque administrativo ou dinheiro, com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso de falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 25/04/2012

José Marcos Lopes, 47 anos, Bonsucesso, 10h. Maria Aparecida de Oliveira da Conceição, 44 anos, Corrêas, 16h30.

SINDICATO DOS HOSPITAIS E ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DA REGIÃO SERRANA FLUMINENSE – SINDHSERRA EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Domingo, dia 22/04/2012

Pelo presente Edital, o Presidente do SINDHSERRA, no uso de suas atribuições estatutárias, convoca os integrantes da categoria econômica representada pelo SINDICATO DOS HOSPITAIS E ESTABELECIMENTOS DE SERVIÇOS DE SAÚDE DA REGIÃO SERRANA FLUMINENSE, para participarem da Assembléia Geral Extraordinária, a ser realizada no dia 02 de maio de 2012, às 11h00min em primeira convocação e às 11h30min em segunda e última convocação com qualquer número de presentes, em sua sede social, localizada na Rua Rodolpho Figueira de Mello, 06 – Correas – Petrópolis- RJ, CEP: 25.720-340, para discutir a seguinte ordem do dia : a) Deliberação e aprovação dos valores da Contribuição Confederativa referente ao exercício 2012, destinada ao custeio do sistema confederativo da representação sindical, conforme autoriza o Artigo 8º, inciso IV, da Constituição Federal e b) Assuntos gerais.

Marcos Antônio Silva, 53 anos, Nogueira, 16h30. Segunda-Feira, dia 23/04/2012 Não houve Sepultamento. Terça-Feira, dia 24/04/2012 Elenice Camilo de Almeida, 49 anos, Itaipava, 15h30. OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Leia o Diário na Internet www.diariodepetropolis.com.br

PEDRO DA ROCHA MIRANDA FIGUEIRA DE MELLO – Presidente


MOSELA Hoje é o dia de São Galdino e Dia Nacional do Livro Infantil. Na paróquia de São Judas Tadeu na secretaria o expediente é de terça a sexta-feira de 16h30 as 18h30. Casamentos e batizados e outros eventos religiosos podem ser agendados após as celebrações ou no telefone 2245 7344.

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Busca de apoio dos moradores Chapa eleita na AMAVICA no domingo planeja durante a semana os trabalhos que serão feitos na Comunidade da Vila Felipe Embora a presença de eleitores tenha sido em pequeno número, os membros da chapa única que foi votada na eleição de domingo na Associação de Moradores e Amigos da Vila Felipe, Chácara Flora e Adjacências – AMAVICA – estavam contentes durante o pleito. Eles, a partir desta semana, vão fazer o planejamento de atuação durante o mandato dos próximos dois anos. - Vamos ver as necessidades de serviços públicos e outras áreas de trabalho da AMAVICA. No entanto, até o momento ainda não temos uma meta regularizada de atuação – disse o presidente eleito Alex Garcia Cabral, endossado pelo vice André Luiz Madeira. – Vamos procurar o apoio dos moradores.

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Como todo ano acontece, o servidor público e morador da Vila Felipe, Paulo Guedes, apoiou a organização da eleição na AMAVICA. Enalteceu a presença das pessoas que participaram, destacando os quatro mesários que se deslocaram de suas casas de fora do bairro para participar do pleito realizado na quadra esportiva da Escola Municipal Rubens Bomtempo num dia de domingo. - As pessoas se dedicam muito – parabenizou. Dos 78 votantes apenas quatro não tiveram o voto válido e 74 votaram sim, aclamando a chapa única. Os nomes que fizeram a composição da comissão eleitoral e a mesa da eleição foram: Lino César, do Morin; Roberto Cesar Amâncio,

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Moradores reclamam a falta de policiais no posto do Quitandinha Moradores do Quitandinha informaram ontem pela manhã que os policiais rodoviários não estão ficando no posto a noite. Disseram que o local fica totalmente às escuras e que motoristas que trafegam pelo local batem na porta “incansavelmente” a procura de informações que não conseguem obter. - A informação que temos

é que os policiais ficam fazendo rondas nas viaturas e o posto fica a mercê do acaso – disse um morador ontem pelo telefone, informando falar em nome de outras pessoas que reclamam da situação. Ele pediu para não ser identificado, e afirmou esperar que as operações internas no posto voltassem a funcionar à noite.

Diocese realiza campanha de doação de alimentos no dia 6 André e Alex após darem informações durante o pleito de domingo na Vila Felipe

da Sargento Boening; Sandra Maria Marcelino Ferreira, da Oswero Villaça; e Cíntia Marcelino, da Vila Felipe, esta, porém, não fazendo par-

te da diretoria, exigência do estatuto da entidade que não permite diretores ou conselheiros fazerem parte da organização do pleito.

Está confirmada para o dia 6 de maio a campanha diocesana de doação de alimentos. Desde fevereiro do ano passado a Diocese de Petrópolis vem distribuindo cestas básicas na cidade, em São José do Vale do Rio Preto e Teresópolis. As doações de alimentos podem ser feitas nas igrejas e nas capelas das comunidades petropolitanas.

Além disso, que quiser ajudar com doações em dinheiro pode depositar na conta corrente 114134-1 agência 401 do Banco Bradesco. Mensalmente são entregues cestas de alimentos para 600 famílias cadastradas, sendo 28 em Petrópolis, 200 em São José do Vale do Rio Preto e 372 em Teresópolis. O objetivo é auxiliar as pessoas a superar traumas e as perdas.

Confirmada caravanas do Rio

Programa do Dia do Ferroviário terá mostra e Banda Wolney Aguiar no Baile da Amizade no Petrô

Além das melhorias conquistadas para o interior do Centro Cultural Estação Nogueira, incluindo o Museu do Trem, no próximo sábado quando vai acontecer à comemoração do Dia do Ferroviário, outras atrações estão incluídas na programação. Entre elas uma exposição de fotos e histórias do bairro com seus

personagens, contadas por moradores da localidade. A informação é do coordenador de comunicação Luiz Carlos Veiga, da regional de Petrópolis da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária – AFPF. - A exposição tem como título Um Olhar Sobre Nogueira – anunciou. – Às

12h teremos a apresentação da Banda Marcial Wolney Aguiar, do Colégio Estadual D. Pedro II, na plataforma da estação. As 17h será realizado o Sarau do Trem quando todos farão uma viagem imaginária de trem, através de músicas, poesias e casos passados por ferroviários. - Histórias de ex fer-

roviários cheias de humor e curiosidades serão apresentadas por José Luiz D`Amico – adiantou Luiz Carlos. Outra atração será o Grupo Poetas do Trem, do Rio de Janeiro, coordenado por Lydia Simonato que irá presentear a todos com versos lembrando as marias fumaças e outros trens.

A promotora de eventos Maria Eliza Barros continua divulgando Baile da Amizade deste ano que será realizado no dia 27 de maio no Petropolitano F.C. O evento será animado pela Banda Viagem, de Minas Gerais, com a participação especial do radialista e apresentador Laércio Junior, que pronunciará mensagens ao público presente.

Maria Eliza também segue anunciando que virão delegações do Rio de Janeiro e outros municípios: Niterói, Cabo Frio, Teresópolis, Valença, Magé, Duque de Caxias e Nilópolis. O Baile da Amizade terá início às 14h com encerramento às 20h. Os ingressos antecipados estão sendo vendidos a R$ 12,00 no Restaurante Book`s da Rua do Imperador, 157.

Tranqüilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


10 57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUARTA-FEIRA, 25 DE ABRIL DE 2012

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Literatura

Será bem sucedido hoje se adotar uma atitude otimista. Momento excelente para estudos, amor e contatos pessoais. Melhor ainda para contratar servidores, contar com favores, endosso, fianças, etc.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Momento em que terá o máximo sucesso desde que aja de maneira mais prática e menos idealista. Se cometeu algum erro, evite culpar-se ou lastimar o tempo perdido. Tente outra vez.

Peixes - (20/02 a 20/03)

O fluxo de Saturno muito deverá beneficiar você neste dia. Aproveite a influência para colocar em ordem seus negócios e compromissos que estão em atraso. Êxito sentimental, amoroso e profissional.

O projeto Sesi Cultural tem atração para hoje. Sucesso em 2011, o SESI Cultural é uma realização do Sistema Firjan – Sesi/ RJ em parceria com a Prefeitura de Petrópolis, através da Fundação de Cultura e Turismo. Até dezembro acontecerão 40 grandes atrações da cena artística nacional, mescladas com talentos do universo musical de Petrópolis. A produção é da Viva Cultura Planejamento Cultural. Hoje, às 15h, será apresentada a peça ‘3 Marujos Perdidos na Selva’ no Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura, censura livre, ingressos a R$ 10. Os Irmãos Brothers fazem uma viagem hilariante pela história dos primeiros anos de colonização do Brasil. Vencedor do prêmio Myriam Muniz de teatro de 2009. A direção é de Cláudio Mendes e o elenco traz Dalmo Cordeiro, Fábio Florentino e Alberto Magalhães.

CAÇA-PALAVRAS

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2012

Procure e marque, no diagrama de letras, as palavras em destaque no texto.

Na cidade

Mas que chulé!

Baile e peça de teatro para animar o petropolitano

C N A M E

Z A F

Q Z V M Q U

Às 15h de hoje acontece mais uma edição do Baile da Feliz Idade, com a banda Pássaro de Prata. Trata-se de um tradicional baile direcionado às pessoas acima de 55 anos. Com apresentações especiais de bandas locais. No Esporte Clube Pedro do Rio, Estrada União & Indústria, 19.574, Itaipava. Hoje e amanhã, às 20h, será apresentada a peça ‘Caixa de Phosphorus’ no Theatro D. Pedro, censura livre, ingressos a R$ 50. O mundo contemporâneo e seus novos comportamentos influenciam diretamente os relacionamentos modernos. A paranoia do dia a dia invade a vida dos casais, que se sentem perdidos

no meio de tanta informação. É o que acontece com Cris e Pedro. Juntos ou separados eles não conseguem se esquecer. Inventam maneiras de se desencontrar, vivem várias histórias e situações inusitadas, para enfim descobrirem que, apesar de tudo, nasceram um para o outro. Recheado de humor e romance, Caixa de Phosphorus vai encantar, divertir e fazer a plateia refletir. Trata-se de uma comédia romântica com Ivan Mendes e Daniela Carvalho, atuando sobre texto de Renata Mizrahi e direção de Susanna Kruger. A produção local é de Sandro Rabello. Theatro D. Pedro – Classificação: livre – Ingresso: R$ 50,00.

L A U

V R O S

A L G O D Ã O Z B O O Z H F

B Q F X W C Q D

V M E

I

A S

C B P N K B

A paranoia que invade as vidas dos casais mais jovens no palco do D. Pedro

I

A BROMIDROSE, nome científico do mau CHEIRO exalado pelos pés, popularmente conhecido como CHULÉ – vocábulo oriundo do banto (língua africana) zulé, que significa peixe podre –, é um mal advindo da proliferação de BACTÉRIAS por causa da TRANSPIRAÇÃO nos DEDOS e na PLANTA dos pés. Para se ver livre de ser PORTADOR de tamanho constrangimento, além de algumas SOLUÇÕES caseiras, como a mistura de ÁLCOOL com bicarbonato, ou em infusão com ALECRIM ou ALFAZEMA, determinados procedimentos são importantes: usar MEIAS de ALGODÃO, que absorvem melhor o suor, trocando-as diariamente; não repetir seguidamente o mesmo CALÇADO e evitar os SINTÉTICOS; manter as UNHAS sempre cortadas para não concentrar os AGENTES do incômodo; e, durante o BANHO, esfregar e secar bem entre os dedos. Mas, apesar de tudo isso, segundo os DERMATOLOGISTAS, em certos casos, é necessário buscar ajuda médica.

S

I

Z A A

T A N R Ç

L G R A X E C N P K E

E W O T

J

V U

I

N M U G S U

T

R

I

H L

I

T

S

R

E

Y D R X S

S

L

V H X M A J

C

M K N L A

T A L

E

T N R C G M O T O

L

R P P

E C R

I

E

D Y

M P

L A N T A S

S O

M F O V Q N Y D W R A

J

Z R U N H A S

T

T

I W T

F

E

T O

Z R K H Q

O R R

S X A W U N S D

L A

E X T D A Z H E

J

O N K Õ Z Z B O B C D G S

L

Ç C K O P R

T O

I

P X U G H G H P

S

S

S

I

P

E

S

T

R

F O K

L A G E N T S

A A S

S V B

S Ç

L

L

T Ã T

R

F

I

T

Z Q

S A R

C A L

L

T M W G X G N

O O D L

R P N N D N

A Y

I

S A

T

C O O L

R

E

J

T C A B 22

Solução

Z

 Capricórnio - (22/12 a 20/01)

Teatro Sesi Cultural traz peça premiada à cidade hoje

missão de sua vida: fazer da Suécia um único reino

A M E

Dificuldade na vida doméstica. Cuidado para não magoar seus companheiros de trabalho, exaltando demasiadamente suas qualidades profissionais, pois todas as pessoas possuem valor naquilo que fazem independente do reconhecimento dos outros.

Arn tem que lutar por seu amor e pelo que se tornou a

A S

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Aventura e romance na estória de um membro da Ordem Templária

Uma cientista bem-humorada obtém sucesso com uma de suas invenções mais ousadas. O resultado: ela consegue viajar através do tempo e vai parar na Inglaterra da idade média. Lá, se mete em muitas confusões e ainda conhece Merlin e o Rei Artur. Baseado na obra de Mark Twain.

I

UMA CAVALEIRA EM CAMELOT – GLOBO - 16H05 – COM WHOOPY GOLDBERG

M E B

Momento de êxito e sucesso em todas as coisas que empreender, principalmente no trabalho. Mas também é necessário que você se lembre de que não adianta subir rapidamente sem ter uma estrutura, principalmente psicológica.

Filmes na TV

A L G O D Ã

 Escorpião - (23/10 a 21/11)

GUERRA É GUERRA – Censura 12 anos – com Tom Hardy – Horários: 18h30

I

Você terá vantajosas e reais oportunidades, já que seu signo é pleno de chances e oportunidades. Favorável a compras e vendas lucrativas. O período da noite poderá ser aproveitado em recreação. Excelente fluxo para o amor. Dinheiro ganho inesperadamente.

JOGOS VORAZES – Dublado - Censura 12 anos – com Jennifer Lawrence – Horários: 16h e 20h30

E

Libra - (23/09 a 22/10)

SALA 3

R

Hoje, às 19h, o Cine Humberto Mauro do Centro de Cultura Raul de Leoni continua com o ciclo dedicado ao cinema épico. Será exibido ‘Arn: o Cavaleiro Templário’, um drama de ação dirigido por Peter Flinth. Censura 16 anos, entrada franca. Trata-se da inesquecível história de amor de Arn Magnussson, jovem culto e exímio esgrimista, e Cecília, separados pela guerra entre cristãos e muçulmanos, quando ele é enviado como cavaleiro templário para a Terra Santa. Aprendendo a sobreviver e superar o sofrimento, eles jamais perdem sua confiança um no outro, nem a certeza de que se reencontrarão. Ao retornar à sua pátria,

Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia

E

A influência astral lhe propicia Feliz contatos com os pais, filhos, parentes e com pessoas de sua alta estima. Procure também, levar a paz aos mais necessitados, lhes transmitindo mais otimismo e confiança.

12 HORAS – Censura 12 anos – com Amanda Seyfried – Horários: 16h50, 18h50 e 20h50

L

Virgem - (23/08 a 22/09)

JOGOS VORAZES – Censura 14 anos – com Jennifer Lawrence – Horários: 20h30

SALA 2

O T N M

Aventuras e romances de um cavaleiro templário hoje

GUERRA É GUERRA – Censura 12 anos – com Reese Whiterspoon – Horários: 14h30, 16h30 e 18h30

FURIA DE TITÃS 2 – Censura 12 anos – com Ralph Fiennes – Horários: 16h40, 18h40 e 20h40

I

Excelente fase zodiacal para adquirir bens materiais, abrir caderneta de poupança ou conta bancária e progredir pessoalmente. Uma pessoa desconhecida irá ajudar você. Aja com otimismo. Bom fluxo para a vida amorosa.

De graça

SALA 2

SALA 1

A N

Leão - (23/07 a 22/08)

FURIA DE TITÃS 2 – Censura 12 anos – com Liam Neeson – Horários: 14h, 16h, 18h e 20h

A

SALA 1

TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

S

Grandes possibilidades de sucesso poderão ser esperadas para os próximos dias. Algumas ideias brilhantes que vier a ter devem ser colocadas em prática. Pode fazer mudança, receber agradáveis notícias, fazer novos amigos e destacar-se culturalmente.

nando, sob um enfoque original, saudáveis mudanças na forma de pensar e sentir a vida. Serão classificados 10 (dez) trabalhos de alunos que ganharão prêmios especiais, assim como suas respectivas escolas, tais como: Ipads, Ipod, Iphone, Notebooks e uma lousa eletrônica.

XINGU – Censura 12 anos – com Felipe Camargo – Horários: 18h50 e 21h

P P L O

Câncer - (21/06 a 22/07)

um novo mundo que começa a partir de seu interno. A variedade e riquezas dos ensinamentos, dado ao seu poder construtivo e instrutivo, estimula o leitor a construir dentro de si mesmo valores internos que irão abrir promissoras perspectivas para o próprio destino, proporcio-

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro

O LORAX – Em Busca da Trúfula Perdida – Censura livre – com Zac Effron – Horários: 16h50

R U N T S A E Õ Ç C U H L A G O S

A Fundação Logosófica abre concurso literário na Região Serrana

SALA 2

C A B

Momento em que terá muita paz íntima e que deverá colaborar decisivamente na solução de seus problemas financeiros e profissionais. A vida amorosa trará satisfação, muitas alegrias. Melhora da saúde.

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8.

T

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

ESPELHO, ESPELHO MEU – Censura livre – com Julia Roberts – Horários: 16h30, 18h40 e 20h50

A F L A S O O O C D I A T Ç C L H A U C L D E C R I M O T A S E H A S O H N D D A E B O D R O S E N T E S I R C O O L

ESPELHO, ESPELHO MEU – Censura livre – com Julia Roberts – Horários: 15h e 17h, todos os dias

L

O bom aspecto astral denota neste dia lucros e adiantamentos pela perspicácia nos negócios, por meio dos pais ou por personalidades governamentais. Terá sucesso com militar, cirurgião ou mecânico.

SALA 1

A

Touro - (21/04 a 20/05)

HELENO – Censura 14 anos – com Rodrigo Santoro – Horários: 19h10 todos os dias – Sessão extra dias 20 e 21, 21h30

TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

R E

Até o dia 31 de maio os interessados podem se inscrever no Concurso Literário Jovem que a Fundação Logosófica – Em Prol da Superação Humana fará promover. Inspirados no livro “Bases para Sua Conduta”, os adolescentes matriculados no ensino médio das redes de ensino público e privado de todo Brasil poderão participar inscrevendo sua redação de até 1(uma) página sobre o que pode extrair do livro para sua vida. O site do concurso (www.logosofia.org.br/concursoliterariojovem) já está disponível para acesso. Lá os alunos podem fazer o “download” do livro “Bases para Sua Conduta“ em três versões – PDF, Audiobook e Tablets, bem como ler o regulamento do concurso e inscrever sua redação. “Bases para Sua Conduta“ faz parte da bibliografia logosófica e é um livro em que o autor dedica uma vigorosa e terna mensagem aos jovens, confidenciandolhes a palavra precursora de

CINE ITAIPAVA União & Indústria, 11.000 Itaipava

I

Notícias e novidades do seu interesse devem ser esperadas para o período desta tarde. Favorável em questões de dinheiro, inventário ou herança. Bons lucros através de parentes ou propriedades agrícolas. Confie mais na pessoa amada e terá vantagens com isso.

Est.

S A

Áries - (21/03 a 20/04)

Inscrições abertas para um concurso literário

T R A N S P I R A Ç Ã O

HORÓSCOPO

R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada.

D E R M A T O L O G I S T A S

INSTITUTO OMAR CARDOSO


quarta-feira, 25 de abril de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

11

geral

Arrecadação da Receita bate recorde de R$ 82 bi n Eduardo Cucolo e Renata Veríssi-

mo/ Agência Estado

Os brasileiros pagaram R$ 82,367 bilhões em impostos federais e contribuições previdenciárias em março, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 24, pela Receita Federal. O volume é recorde para o mês de março. A arrecadação no mês passado representa alta de 16,04% em termos nominais em relação a março de 2011. Em termos reais, o crescimento é de 10,26%. Na comparação com fevereiro de 2012, houve alta de 14,55% em termos nominais e de 14,31% em termos reais. No mês de janeiro a arrecadação subiu 6,04% em relação ao mesmo mês do ano passado, desacelerando para 5,91% em fevereiro e, agora em março, registrou uma alta de 10,26%, em relação a março de 2011 Por conta disso, também subiu o crescimento da arrecadação acumulada no ano, que somou R$ 256,849 bilhões, representando 7,32% no primeiro trimestre, ante os três primeiros meses de 2011, considerando a correção pelo IPCA. Esse crescimento foi influenciado principalmente pela tributação de contratos de derivativos, aumento das vendas no comércio, da massa salarial em relação ao mesmo período do ano passado e do pagamento de débitos em atraso, de acordo com a Receita Federal. No sentido contrário, o principal fator foi

a desaceleração da produção industrial. A arrecadação foi reforçada com o pagamento de R$ 4,664 bilhões em tributos pelas micro e pequenas empresas registradas no Simples Nacional (sistema tributário simplificado). Isso porque estas empresas tiveram o pagamento de fevereiro postergado para março. Os números do Simples no mês passado refletem dois meses de arrecadação neste segmento. Ainda segundo os dados divulgados nesta terça-feira, o governo recebeu R$ 1,49 bilhão em março com o pagamento das parcelas do chamado Refis da Crise (lei 11.941). No ano, já somam R$ 4,721 bilhões em pagamentos do Refis da Crise. O parcelamento dos débitos foi importante em 2011 para o reforço do caixa do governo em R$ 21,019 bilhões. Financeiras Em março de 2012, as instituições financeiras pagaram 56,02% a mais do que em março de 2011 em Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) relativos ao ajuste anual. Foram R$ 3,415 bilhões. Incluindo os demais segmentos de empresas, a Receita arrecadou R$ 5,762 bilhões, 42,73% maior que em março do ano passado. Em janeiro e fevereiro, os bancos já vinham antecipando o pagamento dos tributos em função do ajuste anual. O prazo final é no mês de março.

Governo do Estado do Rio anuncia criação de polo de navipeças n Imprensa RJ

O Governo do Estado do Rio de Janeiro anunciou ontem a criação de um polo de navipeças no município de Duque de Caxias, com saída para a Baía de Guanabara. O memorando para a criação do polo – que vai incentivar a atração de empresas fornecedoras de equipamentos para estaleiros – foi assinado durante a abertura do II Balanço da Indústria Naval e Offshore, na Firjan, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços, Julio Bueno, em parceria com a Companhia de Desenvolvimento Industrial (Codin) e com o Sindicato Nacional da Indústria Naval (Sinaval). O projeto prevê investimentos do governo estadual em torno de R$ 250 milhões para a compatibilização de

uma área de quatro milhões de metros quadrados em Duque de Caxias, que será destinada a novas empresas. A expectativa é de que o polo atraia investimentos de R$ 1,5 bilhão e gere cerca de cinco mil empregos diretos assim que começar a ser implementado, entre 2013 e 2015. – Temos recebido constantes consultas de grandes empresas nacionais e internacionais da indústria offshore que querem se instalar no Rio, visando o elevado volume de encomendas que deve ocorrer nos próximos anos em decorrência do pré-sal. O estado do Rio tem vocação histórica para atender a maior parte desta demanda e é natural o interesse destes investidores – disse o secretário Julio Bueno. A criação do polo de navipeças é uma iniciativa

pioneira na América Latina, e fundamental para viabilizar esses novos investimentos. O polo vai atuar como se fosse um condomínio industrial, tendo como característica principal sua ênfase no modal hidroviário. – A logística de transporte é o ponto crítico, especialmente para o acesso aos estaleiros da Baía de Guanabara, implantados há muitos anos, em locais com o sistema viário muito comprometido e sacrificado, e com restrições físicas importantes para carga pesada – ressalta o diretor de política industrial da Codin, Alexandre Gurgel. A partir da criação do novo polo de navipeças, será possibilitado às empresas fornecedoras ter acesso marítimo aos 19 estaleiros instalados na Baia da Guanabara, para levar até eles carga e equipamentos, o que

Caixa Econômica vai baixar os juros para o Minha Casa, Minha Vida n Célia Froufe / Agência Estado

Depois de reduzir os juros para o crédito ao consumidor e em outras linhas de empréstimos, a Caixa Econômica Federal (CEF) disse, nesta terça-feira, que o próximo passo é oferecer

juro menor para o Minha Casa, Minha Vida. O anúncio, disse Hereda, poderá ser feito nesta quarta-feira, durante entrevista coletiva com a imprensa, quando o banco divulgará o calendário dos tradicionais Feirões da Caixa, que neste ano tem

início previsto para o dia 4 de maio. “Teremos novidades em relação a juros também”, disse o presidente da Caixa, Jorge Hereda, após participar da cerimônia do lançamento PAC 2 Mobilidade, no Palácio do Planalto, sem,

Fotos: Alan Alonso

José Lobato 60 anosfuncionário público. Faço corrida e caminhada.

Rosinaldo Figueiredo 27 anos auxiliar de manutenção. Não. Falta tempo.

Bianca Esteves 32 anos desempregada. Não. Não tenho o hábito.

Afonso Figueirinha 59 anos comerciante. Sim. Faço corrida.

Paulo de Souza 69 anos aposentado. Sim. Caminhada todos os dias.

no entanto, dar pistas do tamanho do corte. “É o Feirão da casa própria que a Caixa faz todo ano. Vamos oferecer nossa linha de crédito a juros mais baixos para móveis, também para eletrodomésticos e para o Minha Casa, Minha Vida”.

foto do dia

enquete

Você pratica alguma atividade física?

contribuirá para aliviar o tráfego urbano. Segundo Gurgel, a implantação do polo passa no momento pela conclusão da avaliação técnica da área, definição do modelo de negócios a ser adotado e procedimento de licenciamento ambiental. Durante a cerimônia de abertura do II Balanço da Indústria Naval e Offshore, o presidente do sistema Firjan, Eduardo Eugênio Gouvêa Vieira, também adiantou dados para o setor do próximo estudo Decisão Rio, que será divulgado oficialmente em maio. - De 2012 a 2014, o setor naval fluminense terá investimentos de R$ 1,4 bilhão apenas em novas embarcações, valor 17% superior ao registrado no período anterior, e ainda de R$ 6 bilhões em novos estaleiros – anunciou.

Alan Alonso

Não é por falta de aviso, moradores do Mosela usaram a criatividade para alertar aos motoristas para o perigo de uma curva acentuada no Moinho Preto. A iniciativa foi tomada depois de vários acidentes no local


12

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 de abril de 2012

ESPORTES

Divulgação

OCTA DE NADAL - Realmente fantástica a campanha de Rafael Nadal em sua oitava vitória no Torneio de Mônaco, derrotou com facilidade Novak Djokoic, mostrando uma consistência principalmente no segundo set que não víamos há muito tempo, vale lembrar alguns números nessa fantástica vitória em sua arena predileta, o saibro de Mônaco - Foram três vitórias sobre Roger Federer, duas sobre Novak. No total são 42 vitórias seguidas, em nove participações apenas oito sets perdidos, média inferior a 1 por torneio, e se descontarmos a derrota para Coria no longínquo 2003 são apenas seis sets perdidos, definitivamente derrotar Nadal em Monte Carlo é um feito para super humanos. Com a vitória Nadal passa a ser o tenista com maior número de vitórias em Torneios Masters 1000, com 20 triunfo, deixando Nadal com 19 conquistas. Isso tudo mostra que o espanhol tem muito a mostrar na temporada de saibro e que com alguns resultados positivos sua diferença para Djokovic. FESTANÇA -Apesar do Feriadão do dia de Tiradentes muita gente boa compareceu para a super festança promovida pelos Arianos Arnaldo Rippel, Irineu e Zequinha, a festança começou pelas 11 horas e rolou até o início da noite, batidinhas preparadas pela Patrícia abriram os trabalhos dos Sardinheiros, seguidas de centenas de salgadinhos e claro depois pelo puríssimo scotch, que fez a alegria da galera. Pouco depois das 13 horas teve início o churrasco que se estendeu pela tarde terminando a noitinha. Entre os muitos presentes anotamos Édson Herzog - presidente do conselho deliberativo do Petrô, convocando a todos os conselheiros alvinegros

para reunião hoje a partir das 20h na sede social do alvinegro, Tania e Paulo Areas, João Felipe Viard - Mignon, Patrícia e Arnaldo Rippel, coronel Gustavo, Billie The Milton Lopes, Carlo Zennaro, Luis Enéas Arroochellas bem melhor de uma incômoda bursite no quadril, Zequinha Freire e família, aliás Zequinha foi o astro do dia dando um verdadeiro show com seu teclado animando de jeito os presentes, Billie The Milton Lopes, Décio Lobo que adorou as batidinhas, professor Hugo Cross que deu mais uma reforçadinha neste sábado no lendário Triângulo das Bermudas, Marcelo Caroca e Lana, China, Celi Coutinho que com o maior carinho trouxe um delicioso bolo para os animados parabéns aos aniversariantes, Serginho Matuque que agora descobriu quem é o controlador-corregedor etílico da Mesa da Sradinha e promete nos contar em breve, Ricardo Pinho, Serginho Hot Dog, professor Manoel o Venturoso, Carlos Lemos nosso querido fotógrafo de plantão estendendo sua empresa agora para filmagens, Tibiriçá que tietou Zequinha no teclado, Jorginho Coelho, Mauro Blanc, Antônio Soares e muitos e muitos outros que aproveitaram a tarde fria que certamente esquentou os corações dos presentes frente a irmandade imbatível emanada pela Internacional Mesa da Sardinha. FOTO DO DIA - Mais uma enviada pelo grande LEMOS, Arnaldo Ripel e Patrícia, Antônio Soares e Billie The Milton Lopes em confronto na quadra coberta no torneio que marcou o centenário de glórias do nosso querido Petropolitano Foot-Balll Club, na quadra coberta. Um ótimo dia, FIQUEM COM DEUS e até a próxima Notícias do Tenis.

esportedp@gmail.com

Imperial/Fluminense goleia o América e continua liderando O Imperial/Fluminense bateu o América por 5 a 2, pela sétima rodada do Campeonato Carioca de Futsal e se manteve na liderança da competição. A equipe petropolitana chegou aos 16 pontos e segue invicta no torneio, com cinco vitórias e um empate. O pivô Sixel, autor de três gols na partida comemorou o importante resultado e também a sua atuação. - Esse jogo foi muito bom para nós por termos conseguido os três pontos, fiquei feliz pelos gols que eu fiz, é sempre bom marcar, mas o mais importante é que a gente sempre está focado nos jogos e conseguir a vitória e isso nós conseguimos bem - afirmou o camisa 9. Agora, o Imperial/ Fluminense já tem um novo compromisso na próxima terça-feira, contra o Vasco, no Miécimo, em Campo Grande. O jogo O Imperial/Fluminense começou o jogo com muita vontade e abriu o placar logo com 1min50s quando Sacha roubou uma bola no meio avançou e chutou para marcar: 1 a 0. A equipe petropolitana seguia pressionando, mas na metade da primeira etapa levou um susto com o América empatando com Carlos Eduardo e passando a frente no placar logo em seguida com Wilton: 2 a 1. Apesar do susto o time petropolitano se reorganizou em quadra e faltando dois minutos para o fim da primeira etapa Wilson fez boa jogada, segurando a bola no ataque, e na hora certa rolou

Gustavo Soares

O pivô Sixel marcou três gols na goleada do Imperial/Fluminense pelo Carioca de Futsal 2012

para Sacha bater cruzado e empatar o jogo: 2 a 2. Um minuto depois Sixel recebeu na área, girou e bateu para virar o jogo: 3 a 2. Ainda na primeira etapa Sixel marcou mais uma vez, faltando 7s para o fim o pivô fez uma bela tabela com Paulinho que o deixou em boas condições para ampliar a vantagem: 4 a 2. Na volta para o segundo tempo o Imperial/Fluminense manteve o domínio de jogo e administrou o resultado. A equipe petropolitana tocava bem a bola e seguia buscando mais um gol. Faltando apenas 4min para o fim, de novo ele, Sixel recebeu na direita e mandou uma pancada para fechar o placar: 5 a 2 para o Imperial/Fluminense que

segue na liderança da competição. O treinador Paulo Mussalem se disse satisfeito com o resultado e já pensa no próximo jogo. - Nós fizemos um bom jogo, em um determinado momento nós fomos surpreen-

didos, mas depois soubemos fazer prevalecer a nossa técnica, nosso estilo de jogo para conseguir o resultado. No fim administramos bem o placar e mostramos nossa qualidade. Agora, teremos um dia para trabalhar visando o próximo jogo - destacou o Mussalem.

Ficha técnica Imperial/Fluminense 5 x 2 América Data: 20/04/2012 – 21h Ginásio: Belmiro José Sant’Anna (Corrêas) Árbitros: Marcos Henrique Fonseca Reis (RJ) e Flávio Salvador Sarmento (RJ) Gols: Sacha (2) Sixel (3) (IMP) Carlos Eduardo e Wilton (AME)

Imperial/Fluminense: Alesi, Douglas, Paulinho, Sacha, João, Sixel, Dieguinho, Vinícius, Rodriguinho, Ramon, Wilson e Edgar. Treinador Paulo Mussalem. América: Leonardo, Edmilson, Carlos Eduardo, Diego, Lucas, Wilton, José, Erick, João Victor e Antunes. Treinador: José Carlos dos Santos.


diariodepetropolis