Page 1

Diário

de Petrópolis

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

57 anos

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 16.057 - Quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 Divulgação

número de idosos cresceu 32,36%

Novos nomes nos Ministérios da Educação e Ciência e Tecnologia A cerimônia de posse dos novos ministros da Educação, Aloizio Mercadante, e Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp (foto), foi marcada pela presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que retornou ao Palácio do Planalto pela primeira vez desde que deixou o cargo. O evento também marcou a saída de Fernando Haddad do MEC. Raupp é ex-diretor do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC), em Petrópolis. (Página 3)

agenda O Centro de Cultura Raul de Leoni comemora este mês 35 anos, com exposições e espetáculos diversos. Amanhã, às 20h, haverá um encontro intitulado “Cultura no Centro”, uma reunião informal com artistas, gestores culturais, funcionários e exfuncionários para trocar lembranças e revelar fatos curiosos.

Petrópolis ainda se prepara para atender a terceira idade De acordo com os dados do Censo 2000 em comparação com o Censo 2010, publicado pelo IBGE, que revelou aproximadamente 20 milhões de idosos em todo o Brasil, o número de pessoas com idade acima de 60 anos em Petrópolis cresceu 32,36% nos últimos dez anos. Mas, enquanto empreendedores de outras regiões já se dedicam a atender este nicho de mercado, Petrópolis ainda caminha a passos lentos neste sentido. (Página 3)

Divulgação

Os próprios idosos começam a empreender em Petrópolis, mas, ainda de forma tímida, apenas 3,5% são maiores de 60 anos

Núcleo de Integração Social terá uma nova filosofia Ascom PMP / Alexandre Peixoto

(Página 6)

bairros A Associação de Moradores e Amigos de Corrêas – AMAC – enviou uma relação de pedidos para o período de Carnaval no bairro. Entre eles está o aumento do número de banheiros químicos para evitar que os mijões desrespeitem o público e também que seja aumentado o efetivo policial. A entidade recordou que em ambos os setores no ano passado os números não atenderam as necessidades. (Página 9)

Esportes

O Núcleo de Integração Social (NIS) – o popular Abrigão -, no Alto da Serra, vai passar por reformas e também terá uma nova filosofia, segundo o secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Luis Eduardo Peixoto. De acordo com ele, o morador de rua irá utilizar o espaço como casa de passagem e não como residência fixa. Serão investidos R$ 180 mil nas intervenções, que irão contemplar toda a parte estrutural do local. Será criada, ainda, uma área de lazer para os usuários, além de um espaço para o Creas Pop (Centro de Referência Especializado de Assistência Social para a População em Situação de Rua). (Página 7)

TurisFácil, lançado pelo governo do estado, contempla Petrópolis como um dos destinos turísticos As melhorias começarão já no mês de fevereiro e a expectativa é de que a obra termine em maio

(Página 3) Alan Alonso

Mais um posto de combustíveis é assaltado: sexto em um mês Os assaltos a postos de combustíveis se tornaram frequentes em Petrópolis. Em apenas um mês, seis estabelecimentos foram alvo dos bandidos. No último, que ocorreu no início da manhã de ontem, dois assaltantes armados teriam rendido três funcionários e levado uma quantia em dinheiro, que não foi revelada, de um posto na Rua Coronel Veiga. (Página 5)

Dois petropolitanos estarão disputando a partir das 10h de hoje a final da Copa São Paulo de Futebol Juniores. De um lado o professor Marcelo Veiga, que treina o Fluminense e do outro Edilson dos Santos, craque do Corinthians. As duas equipes se enfrentam no Pacaembu. (Página 10)

Aposentados reclamam de perdas nos salários (Página 3)

Três funcionários do posto de combustíveis na Coronel Veiga foram rendidos pelos assaltantes

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

As luzes de uma educadora

Com a volta às aulas pais devem pensar sobre mesada n Reinaldo Domingos

A

Educação Financeira para as crianças deve começar desde cedo. Assim, além da escola, os pais possuem um papel fundamental nesse processo. Mas, como os pais podem fazer isso? São várias as formas, uma delas é a mesada. Para os pais que ainda não disponibilizam esta ferramenta para os filhos, este período de volta às aulas é uma ótima oportunidade para avaliar a possibilidade. A primeira dúvida em relação a esse tema é a idade com que a criança deve iniciar o contato com o dinheiro. Isso dependerá de cada caso, entretanto, a partir dos três anos, quando a criança começa a demonstrar desejos próprios, já é o momento de iniciar a analisar a melhor forma de inserir a educação financeira (não a mesada), mostrando o processo de troca do dinheiro por produtos. Um ponto muito importante é explicar para seu filho por meio de conversas, jogos e brincadeiras, que nem tudo que ele quer ou assiste na TV é para ele comprar. Estimule-o a refletir e pensar sobre como utilizar dinheiro, priorizando os sonhos. Reserve as datas especiais (como o Natal, aniversário) para dar brinquedo à criança, isso evitará que ela queira tudo o tempo todo. Depois desses passos, quando os jovens já estiverem acostumados com o contato com o dinheiro, já é a hora de progredir na educação financeira dos filhos começando a dar as mesadas. Contudo, cuidados devem ser tomados para que esse artifício realmente atinja sua finalidade. Um deles é definir qual a finalidade que a mesada terá, ou seja, qual o limite de dinheiro que essa criança irá administrar, e qual o prazo que receberá (geralmente, semanal ou mensal). Isso variará de acordo da finalidade do dinheiro em cada caso, desde para a compra de doces, revistas e figurinhas, ou até os jovens, que já estão mais avançados na forma de cuidar das finanças, que podem assumir o pagamento da escola e cursos que realizam. O que sempre observo na utilização da mesada é que a evolução do seu valor deve ser gradativa, sempre acompanhada de conversas que mostram a importância desse dinheiro e porque ele deve ser utilizado com responsabilidade. Também deve mostrar as crianças à importância de poupar parte para realização de pequenos sonhos, como o de guardar dinheiro por um período para compra de um brinquedo ou mesmo uma bicicleta. É interessante educar os jovens a criarem planilhas anotando durante o mês onde vão gastar seu dinheiro, isto fará que eles possam analisar melhor e evitar gastos desnecessários e até mesmo eliminando excessos. As sobras para os mais novos podem ser postas em cofrinhos, que é um ótimo incentivador para pouparem, sempre lembrando que o dinheiro deverá ter objetivo, para que a criança saiba priorizar sonhos antes de sair gastando. É fundamental também que se mostre aos jovens a importância de conquistar os valores que recebem, entretanto, não é interessante associar esse dinheiro a desempenho escolar, pois, o estudo deve ser incentivado pela importância que ele terá para vidas dessas crianças. Uma criança que só estuda para garantir a mesada no fim do mês poderá ter um rendimento muito baixo se, por algum motivo, a família deixar de ter condições de dá-la. Além de, limitar o desenvolvimento intelectual a essas metas atingidas. Os benefícios da mesada são inegáveis: além de desenvolver o senso de responsabilidade, a administração de uma mesada pode ensinar o quanto pode ser difícil fazer o dinheiro render quando não se tem controle sobre os próprios impulsos de consumo. Assim, não se deve complementar com frequência a falta de dinheiro ocasionada pela má administração da mesada. Muitas crianças e adolescentes gastam além da conta e passam a recorrer sistematicamente aos pais para conseguir mais dinheiro. Se os pais cedem aos pedidos, não ensinarão a controlar os impulsos, criando a ilusão de que pode gastar sem limites. Quando isso acontece, a mesada perde a sua função. Mostre a seu filho a importância de priorizar seus sonhos e que poupar é o caminho mais curto para a independência financeira. n Educador financeiro, presidente da DSOP Educação Financeira e Editora DSOP, autor dos livros Terapia Financeira, Livre-se das Dívidas, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, das coleções infantis O Menino do Dinheiro e O Menino e o Dinheiro, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em diversas escolas do país.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

n Arnaldo Niskier

A

prendi com o velho mestre Luís Caetano de Oliveira, que era um sábio, uma lição para mim inesquecível: as estrelas morrem, mas a sua luz continua a chegar até nós por muitos e muitos anos. Certamente é o que ocorrerá com a exemplar educadora que foi Edília Coelho Garcia. Ela nos deixou aos 91 anos de idade, mas suas admiráveis lições continuarão a iluminar os caminhos de muitas gerações de professores e especialistas brasileiros. Conheci D. Edília, como a chamávamos, há mais de 50 anos. Dirigia com muita garra e competência o Colégio Brasileiro de Almeida e integrava o Conselho Estadual de Educação, como figura destacada. Numa conversa amiga, na antiga

sede da Manchete, na rua Frei Caneca n°511, ela me convenceu de que deveria postular uma vaga no Conselho. Jamais esqueci suas palavras: “Você é muito jovem, mas é de gente assim que a nossa educação está necessitada”. Quando surgiu a oportunidade, em 1975, fui ser seu colega no órgão normativo da educação da Guanabara- e aprendi muito, não só com as suas lições, mas na companhia de outros “monstros sagrados” da nossa pedagogia, como Fátima Cunha Ferreira Pinto, Carlos Alberto Serpa, Edgard Flexa Ribeiro, Henrique Zaremba, Padre Leme Lopes e D. Lourenço de Almeida Prado. Tempos que não voltam mais. A experiência de D. Edília era tamanha que foi convocada para servir ao Conselho Federal de Educação, onde prestou grandes serviços ao país ao lado de formidáveis educadores, como Newton Sucupira, Valnir Chagas e padre José de Vasconcelos, entre ou-

tros, os quais ela agora irá novamente se juntar, depois de beijar, com imensa saudade, o seu amado marido Edson, na vida eterna. Tive o privilégio de contar com a ajuda de D. Edília, durante quatro anos, como Subsecretária de Estado de Educação e Cultura, no período de 1979 a 1983. Responsável direta pelo planejamento das atividades da Secretaria de Estado, criou o inesquecível PAEC, que traçou os caminhos a serem percorridos, permitindo que inaugurássemos nada menos do que 88 escolas públicas, em todo o território fluminense. Marca notável, que se deve igualmente creditar à compreensão e apoie do Governador Chagas Freitas. A lei federal obrigava a aplicar nada menos que 25% do orçamento em educação, pois ele determinou que fossem 33%, o que ensejou um período áureo de ampliação das vagas existentes e também de melhor remuneração do quadro do magistério.

Aumentos de até 1.000% foram dados à categoria, fenômeno rigorosamente inédito, até hoje, na educação fluminense. Com a energia muite própria de uma mulher de fibra, D. Edília, em sua existência, jamais conheceu descanso. Emprestou decisiva colaboração à Comissão Nacional de Moral e Civilismo, presidiu a Associação Brasileira de Educação, sempre esteve presente às reuniões da Academia Brasileira de Educação e da Academia Internacional de Educação. Seus artigos nos jornais eram fonte permanente de inspiração, na busca de uma educação de qualidade. D. Edília fará falta a nós todos. A melhor homenagem que se pode prestar à sua memória é prosseguir na defesa dos ideais que marcaram, em cores fortes, a sua gloriosa existência. Fonte: Jornal do Commercio n Membro da Academia

Brasileira de Letras

A hora é essa n Marcos Espínola

A

cada virada de ano é inevitável a mistura de sentimentos no qual a esperança acaba prevalecendo na maior parte das pessoas. O momento é de reflexão total sobre o que passou e como podemos proceder daqui pra frente. Em verdade, depositamos nossas fichas no que virá, avaliando para o futuro breve como podemos fazer algumas coisas diferentes e melhor. Pessoas em toda parte do mundo pensa assim. Estamos passando por profunda transformação e numa velocidade avassaladora. Embora saibamos que isso é algo constante, o momento atual nos sinaliza com mudanças significativas e que podem determinar uma nova era no cenário mundial e isso, obviamente, inclui o Brasil. Diversos países da Europa em crise e dificuldades financeiras. Os Estados Unidos “mal das pernas”. A China avançando, crescendo a passos largos e

por aí vai. Mudanças acentuadas no cenário mundial, no qual até especulase que o Brasil está prestes a assumir o posto de 4ª economia do mundo. Isso nos orgulha por um lado, mas por outro nos preocupa completamente, pois quando olhamos a realidade da nossa educação, saúde, segurança, entre outras necessidades básicas, percebemos que há ainda um abismo a ser superado. Certamente devemos ser otimistas, no entanto, ainda que por motivos ligados diretamente ao campo esportivo, o fato é que estamos vivendo um compasso de espera da Copa do mundo de 2014 e Jogos Olímpicos de 2016, mas existe um depois que carece ser avaliado. O país e mais precisamente a Cidade do Rio de Janeiro está sob os holofotes e olhares atentos de todo o planeta. A hora é de não só mostrar toda a nossa potencialidade e competência como também absorver o máximo de ensinamentos que essa experiência pode nos proporcionar. É preciso identificar os benefícios

que tudo isso pode trazer à nação e a população. O legado que eventos dessa magnitude podem e devem deixar são altamente positivo de um modo geral, mas para isso acontecer é necessário, acima de tudo, responsabilidade e visão voltada para o coletivo. Ainda somos conhecidos pela nossa beleza natural e pela característica de um povo acolhedor, mas que também vive de futebol e carnaval. Mas, em verdade, temos a consciência que somos bem mais que isso. E o momento é de total atenção, não para darmos satisfação aos estrangeiros, mas, principalmente para valorizar o que há de melhor em nosso país, nossas cidades, nossa cultura etc. O Rio de Janeiro foi a capital do país por muito tempo. E ainda hoje é considerada por muitos, uma das maiores (senão a maior) referência cultural, política e turística do Brasil, incluindo também o cada vez mais aquecido turismo de negócios. A Cidade Maravilhosa, cantada em verso e prosa, tem a vocação

natural de atrair turistas e curiosos de toda parte do mundo. Independente de eventos, o fato é que por si só o Rio tem algo mágico, instigante, contagiante, sedutor e inegavelmente agradável. Por essas e outras, nossas autoridades têm a obrigação de realizar um bom trabalho, exaltando toda a capacidade do nosso povo. Mais que isso, todos devem estar engajados num projeto maior e que transcenda qualquer evento, ou seja, um foco no cuidar e valorizar a nossa terra, o nosso chão, a nossa essência. Como amantes do Rio, cada carioca e Fluminense certamente deseja que o ano de 2012, que acaba de iniciar, seja um divisor de águas para a Cidade, o Estado e o país como um todo. Que nossas autoridades minimizem os interesses próprios e direcionem esforços para o crescimento sólido, trabalhando em prol do bem comum e de um crescimento uniforme de toda a nação. n Advogado criminalista

Sons e Silêncios n Elton Simões

M

eus dias começam cedo. Hoje amanheceu nevando. Neve é um espetáculo raro para quem mora em Vancouver. O verde, as ruas, os prédios e casas são lentamente tingidos de branco pelos flocos de neve que delicadamente caem sobre a paisagem. A neve não faz barulho e, parece, não permite que outros o façam. Quando neva, o silêncio é mais forte que os sons. Existem diferentes tipos de sons e silêncios. Vivemos no mundo dos sons artificiais. Ouvimos nossas próprias vozes e os sons produzidos por nossas próprias ações. Estamos cercados pelos sons dos prédios que se erguem, das ruas que se alargam, dos via-

dutos que se constroem, e dos veículos que neles trafegam. Somos, ao mesmo tempo, agentes e sujeitos de uma definição especifica de progresso. Progresso é, para nós, modificar e controlar a natureza. Em 1855, foi publicada nos EUA, uma carta atribuída ao Cacique Seattle, da tribo Suquamish, endereçada ao Presidente dos EUA, em resposta a oferta de compra de terras indígenas na Costa Oeste. Dizia essa carta que, “se todos os animais acabassem os homens morreriam de solidão espiritual, porque tudo quanto acontece aos animais pode também afetar os homens. Tudo quanto fere a terra fere também os filhos da terra.”. O Cacique Seattle tinha uma visão curiosamente atu-

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

D

al da nossa civilização. Dizia ele que “o homem branco é um estranho, que vem à noite e rouba da terra tudo quanto necessita. A terra não é sua irmã, nem sua amiga. Depois de esgotá-la, ele vai embora. Deixa para trás o túmulo de seu pai sem nenhum sentimento. Rouba a terra de seus filhos e nada respeita. Esquece os antepassados e os direitos dos filhos à herança. Sua voracidade arruinará a terra, deixando para trás apenas um deserto.”. Sempre achei estranha a ideia de que o homem pode controlar a natureza. Sempre me pareceu impossível. A natureza é indiferente à nossa sobrevivência. Nestes dias de aquecimento global e rápida degradação ambiental, não é a existência da natureza que esta em jogo. O que está em questão

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

é a sobrevivência da nossa espécie. Soa estranhamente atual a profecia do Cacique Seattle segundo a qual a nossa civilização desaparecerá, provavelmente mais rapidamente que outras civilizações do passado. Se as nossas ações no futuro forem simplesmente uma projeção do que fizemos no passado recente, esta profecia estará certa. Nesse caso, para nós, não mais existirão os sons das cidades, a música ou a poesia. Não ouviremos mais as nossas próprias vozes. Haverá o silêncio. E nada mais. n Mora no Canada há 2 anos. Formado em Direito (PUC); Administração de Empresas (FGV); MBA (INSEAD), com Mestrado em Resolução de Conflitos (Univesity of Victoria). Email: esimoes@uvic.ca Site: www.diariodepetropolis.com.br

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

3

cidade

Idosos: crescimento dá sinais de novo mercado n Denise Pereira

Especial para o Diário

O número de pessoas com idade acima de 60 anos em Petrópolis cresceu 32,36% nos últimos dez anos, de acordo com os dados do Censo 2000 em comparação com os números de 2010 publicado pelo IBGE, que revelou aproximadamente 20 milhões de idosos em todo o Brasil. Esse crescimento fez com que os empreendedores ao redor do país ficassem de olho na terceira idade e desenvolvessem serviços e produtos para esse público. Entretanto, Petrópolis ainda parece estar engatinhando nesse quesito. De acordo com a analista do Sebrae Nádia Pullig, na unidade do município não tem havido interessados nesse nicho, apenas alguns idosos têm procurado empreender, mas ainda os números são pequenos. - Dos 3.540 empreendedores de Petrópolis, apenas 3,5% são maiores de 60 anos. Já a faixa etária anterior, acima de 51 anos, representa 16%. Eles empreendem por si só para melhorar a renda, eles não são o público-alvo dos outros 84% que também abriram seus pequenos negócios – declarou informando dados acumulados desde 2008, disponíveis no portal do empreendedor, quando a lei nº 128/08 entrou em vigor.

A coordenadora do Projeto Maturidade, Silvana Coelho, ressalta que hoje o idoso, o aposentado, está em plena condição de entrar no mercado de trabalho e também se cuidando mais. - Aqui não vejo muita gente investindo no setor. Vejo muito em São Paulo, vinho específico para diabéticos, agendas turísticas interessantes. Hoje eles são mais vaidosos do que antigamente. Uma pesquisa que fiz no projeto percebi que eles tinham interesse em produtos voltados para beleza, cosméticos, roupas, cabelo, e acho que os empresários devem aproveitar – disse. As iniciativas já começaram a chegar na cidade. Um exemplo é a empresa que produz cosméticos exclusivamente para pessoas com mais de 60 anos. A Maturi, fundada há 4 anos por Flávio Rijo vem crescendo bem acima da média geral. Começou em São Paulo, foi expandindo para outros estados e cidades e, por perceber esse nicho, está entrando no mercado petropolitano treinando promotoras de vendas da terceira idade para vender os produtos voltados para essa faixa etária. - Nosso volume é pequeno, mas nossa média de crescimento é de 50%, bem grande em termos de mercado. Há anos a gente vem percebendo um aumento considerável

Petrópolis é um dos destinos oferecidos pelo TurisFácil Petrópolis deverá ter um incremento no turismo, o que também impulsionará outros setores como hotelaria, gastronomia e comércio, já que é a única cidade da região serrana participante da primeira etapa do TurisFácil, lançado oficialmente na tarde de ontem pelo secretário de estado de Turismo Ronald Ázaro. O projeto permitirá que os mais de 490 mil servidores públicos do estado possam viajar através do turismo consignado a dez destinos no Estado do Rio nos período de março a junho e entre setembro e novembro. A meta é incentivar o servidor a conhecer os municípios fluminenses e fazer a moeda circular dentro do próprio estado. - Ao lançar o TurisFácil estamos olhando com carinho especial os servidores públicos, que terão acesso aos pacotes de viagem, com seus familiares, movimentando a economia e geração de empregos em nosso estado. O entretenimento tem que fazer parte da cesta básica dos nossos servidores Nossa intenção é que o passeio caiba no orçamento do servidor, permitindo que ele viaje com mais frequência. É uma oportunidade para a economia e para o parque hoteleiro, que estarão aquecidos também na baixa temporada, mantendo o nível de empregabilidade no setor durante todo o ano – declarou Ronald Ázaro, ao assinar o Termo de Cooperação Técnica com o presidente do Sindicato dos Servidores Executivos do Estado, Ivan Carlos Azevedo, com interveniência da Caixa Econômica Federal, no Centro Administrativo do Estado, no Rio de Janeiro. Inicialmente, o projeto previa apenas cinco cidades - Angra dos Reis, Búzios, Cabo Frio, Itatiaia e Paraty -, mas na tarde de ontem o secretário de estado, durante o anúncio do TurisFácil, surpreendeu os servidores com mais cinco destinos:

Petrópolis, Arraial do Cabo, Rio das Ostras, Visconde de Mauá e Macaé. Desta forma, o município, assim como os demais, terá mais um incentivo no setor. - Todo projeto, todo incentivo para que as pessoas viajem é sempre bem vindo. Eu espero que ajude Petrópolis até para ganhar mais visibilidade, movimentar mais a cidade e outros segmentos, principalmente agora que a cidade está se recuperando – declarou o presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, Bruno Wanderlei. Além de um preço mais acessível para incentivar o servidor a viajar, o pagamento poderá ser descontado em folha em até 60 meses, motivando levar toda a família e a realizar viagens mais caras. - Não conheço ainda o projeto, mas a grosso modo, me parece interessante para incentivar o servidor a conhecer novas cidades, se divertir. Vou querer saber mais, ver o percentual de juros, já que vem descontado no contracheque, e quem sabe viajar – declarou a professora do estado, Nina Rosa Russomano. Nas cidades em que o anúncio havia sido feito anteriormente, o projeto está mais adiantado, já oferecendo pacotes diferenciados, como por exemplo, 8 dias e 7 noites numa pousada de Búzios, em que a diária por pessoa custa R$ 100,00, mas o servidor estadual pagará R$ 40,00 com direito a café da manhã. Em Paraty, num apartamento duplo, também com direito a café da manhã, o preço da diária praticado, por pessoa, é de R$ 130,00, mas para o servidor será de R$ 58,00. Para conhecer o pacote de viagem, o servidor deve se dirigir à loja da SETUR, na rua México, 125, térreo, centro do Rio, de 2ª a 6ª feira, das 10 às 16h, levando contracheque, cópia da identidade e do CPF, ou ligar para (21) 2333-1010.

deste público e começamos a investir em São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. Agora estamos vindo para cá. Em outubro de 2011 fizemos nosso primeiro treinamento em Petrópolis com senhoras acima de 55 anos sobre os produtos. É a Consultora da Maturidade e está dando muito certo. Antes de montarmos a empresa, fizemos várias pesquisas e percebemos que o principal fator para a pessoa madura é a perda de água. Por isso desenvolvemos uma linha de produtos para a pele madura, não no sentido de rejuvenescimento, mas de cuidados e tratamentos, como relaxante para os pés, creme de terapia nutricional para mão, bálsamo para o calcanhar e lábios – afirmou Flávio Rijo. Mesmo não sendo diretamente do setor voltado para a melhor idade, alguns empreendedores, percebendo o aumento deste público, já começaram a investir nesse consumidor. De acordo com a gerente da loja Delicate Adriana de Souza, a empresa é especializada em tamanhos maiores, inclusive atendendo jovens, mas o mercado da terceira idade vem crescendo e a loja está acompanhando essa tendência, inclusive adaptando o espaço. - Colocamos uma barra e um banquinho dentro da cabine para poder atender às pessoas idosas, fica mais fácil

Divulgação

Crescimento no número de idosos em Petrópolis foi de 32,36%, mostrando ainda um novo perfil

para as senhoras provarem as roupas. Vejo que na Rua Teresa têm vindo muitas idosas fazer compras. Há poucos minutos um ônibus lotado de senhoras parou aqui perto. É um mercado que está crescendo. Hoje o público idoso já está em torno de 60% aqui na loja – disse. Prova de que os idosos estão procurando aproveitar mais a vida e se divertin-

do mais é o Guapo – Grupo União dos Aposentados e Pensionistas de Petrópolis, que se reúne às terças e sábados para dançar. O grupo até criou o bloco de carnaval Chamego do Amor da Melhor Idade. - Esse será nosso terceiro ano desfilando. No ano retrasado, abrimos o carnaval. Nosso grupo é muito animado até porque o perfil do

idoso mudou. Tem um sócio com 95 anos que participa da dança e senhoras de 90 que vão desfilar no carnaval. A gente costuma fazer excursões de três em três meses e festas, inclusive neste sábado faremos o baile do verde e branco na sede do grupo (Rua Bartolomeu de Gusmão, 268) – disse o presidente do Guapo, Antonio Waldir Demarchi.

Aposentado tem perda com reajuste O Dia do Aposentado foi lembrado ontem, mas a maioria dos idosos diz não ter o que comemorar. Na semana que o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, voltou a reafirmar que existe a possibilidade de ser aprovada ainda este ano a correção acima da inflação para benefícios superiores ao piso nacional, aposentados e pensionistas do INSS não acreditam na concessão de aumento real para quem ganha acima do salário mínimo (R$ 622). Eles se sentem esquecidos pelo poder público. - Há anos que o aumento no salário não está sendo justo. Antes recebia um salário e agora recebo outro menor,

está totalmente defasado já. Não acredito nessa possibilidade de ser revisto o aumento para quem ganha mais de dois salários. Os aposentados estão esquecidos, somos tratados como cartas fora do baralho e não é assim que acontece. Eu, por exemplo, tenho 71 anos e estou na ativa – explicou o presidente do Grupo União dos Aposentados de Petrópolis, Antônio Waldir. Apesar do descrédito dos aposentados, uma reunião está marcada com líderes dos inativos e as centrais sindicais para 1º de fevereiro e marcará a retomada das conversações. O governo diz que fará análise mensal do orçamento e a situação internacional. Gari-

baldi ressaltou que para tomar essa decisão, o governo levará em conta impactos que a crise econômica internacional poderá provocar sobre a economia do País. Enquanto o salário mínimo subiu 14,13% este ano, atingindo R$ 622, o reajuste dos benefícios de quem ganha mais de um salário mínimo ficou em 6,08%. Com isso, a cada ano, em torno de 1 milhão de aposentados, segundo ele, passam a integrar o grupo de quem recebe apenas o piso legal. Para o vice-presidente Financeiro e Administrativo da Associação dos Aposentados e Pensionistas do Estado do Rio de Janeiro (Asaprev/RJ),

Hélio Guimarães Santos, também não há razões para comemorar o Dia do Aposentado. À Agência Brasil, ele disse que os aposentados brasileiros “só têm tido perdas” ao longo dos últimos anos. Além de Garibaldi, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, garantiu no fim do ano passado que há possibilidade de negociação no decorrer deste ano. A Confederação Brasileira dos Aposentados (Cobap) vai apresentar uma proposta de nova fórmula de reajuste que considera as quatro maiores receitas da Seguridade Social como fonte de recursos para o aumento. Hoje, esse reajuste ficaria em 7%.

Ministros da Educação e da Ciência e Tecnologia tomam posse no Planalto A cerimônia de posse dos novos ministros da Educação, Aloizio Mercadante, e Ciência e Tecnologia, Marco Antônio Raupp, foi marcada pela presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que retornou ao Palácio do Planalto pela primeira vez desde que deixou o cargo. O evento também marcou a saída de Fernando Haddad do MEC. O ex-presidente não falou durante a solenidade, mas esteve presente nos discursos de Haddad, Mercadante, Raupp e da presidente Dilma Rousseff, que chegou a se emocionar ao falar sobre seu padrinho político. - Para mim, é uma honra que seja nesse momento que pela primeira vez, o nosso querido presidente Lula volte ao Planalto - afirmou Dilma no início de seu discurso. Com o passar do tempo, Raupp, nós viramos uns chorões acrescentou a presidente, com a voz embargada. Dilma destacou o papel do ex-presidente no desenvolvimento dos projetos para a educação e afirmou que, naquela cerimônia, estava sendo celebrado um “casamento” entre a Educação e a Tecnologia.

Divulgação

Marco Raupp, da Tecnologia, ao lado de Mercadante, da Educação

- O que nós queremos é sermos capazes de desenvolver tudo aquilo que podemos produzir - disse a presidente. despedida Primeiro a discursar, Haddad falou sobre as ações de sua gestão à frente do ministério. Ele apontou como o grande legado de sua gestão ter garantido a “todos os brasileiros o direito a um passo a mais na educação”. - Essa concepção, essa visão sistêmica da educação hoje envolve a grande maioria da comunidade educacional, que esse País não pode se

ver envolto a falsos dilemas. Do nascimento à morte, quem quiser estudar tem de ter esse direito assegurado pelo Estado brasileiro. Posses Novo ministro da Educação, Mercadante falou mais sobre seu trabalho à frente da pasta de Ciência e Tecnologia e sobre a parceria com a área da educação. Em um momento bem-humorado, Mercadante aconselhou Raupp, seu sucessor, a sempre apresentar projetos bem acabados nas reuniões com a presidente Dilma.

- Quando você levar um projeto para a presidente, saiba que a primeira fase será de espancamento do projeto - disse. Mercadante ressaltou como o método adotado por Dilma, que segundo ele é muito criterioso em relação aos custos, é essencial para evitar o desperdício de dinheiro público. Ao tomar a palavra em seguida, Marco Antonio Raupp voltou ao tema e disse que presenciou algumas reuniões em que pode comprovar o relato de Mercadante sobre Dilma. - Eu prometo inicialmente o seguinte, presidente. Quando eu sair do Ministério, vou fazer discurso de improviso, como Haddad e Mercadante. Mas agora eu tenho que ler. Eu já estou perdido aqui. Perdi a página um. (Silêncio) Achei! Raupp elogiou as gestões de Haddad e Mercadante. Sobre seu antecessor, afirmou que ficará próximo, “pois a Educação é a fonte de todo o sistema de tecnologia e inovação”. Ao falar de Haddad, o novo ministro destacou seu papel como administrador e o desenvolvimento de projetos como o ProUni.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

QUARTA-FEIRA, 25 DE JANEIRO DE 2012

Níver de Alessandra

Cristo da Serra

Aniversariou ontem a cirurgiã-dentista e sempre amiga Alessandra Montenegro da Fonseca Andrade, filha do casal Eckner e Myrian Montenegro de Andrade e ela comemorará a data em família. Desejamos muitas felicidades para Alessandra, gente que a gente gosta de gostar.

O monumento do Cristo Redentor, na pista de subida do Rio para Petrópolis, na altura do bairro dos Duques, está tendo um grande movimento de turistas e com isso os responsáveis pelo local poderiam aumentar a segurança e a qualidade no atendimento aos turistas. Fica a dica.

Célio Thomaz celiothomaz@celiothomaz.com.br

Preto e Branco O presidente do Petropolitano F.C., o médico Arnaldo Rippel preparando com muito carinho os detalhes para o Baile do Preto e Branco, que acontecerá em fevereiro.

Ecos do Natal dos Miloski e Garcia...

Verão no Shopping... O shopping Estação Itaipava está incrementando o verão com diversas atrações para o público infantil e também para os adultos. Vale a pena dar uma esticada ao mais novo shopping de nossa Itaipava.

E o Leitãozinho... Um certo empresário petropolitano está por preparar uma de suas especialidades, “Leitãozinho de leite à pururuca”, com o auxílio de um amigo médico... Parece até lenda, a promessa de fazer o leitãozinho já rola por três anos e nada... Recentemente mostrou no freezer três leitõezinhos... Será que a casa do amigo vai tremer em breve? Estamos aguardando...

Formatura... Na próxima sexta-feira quem estará se formando pela Faculdade de Direito de nossa UCP é o querido e de bem com a vida Clarck Tesch de Oliveira, filho do casal João Vianney e Claire Tesch. A missa será às 18 horas seguida de colação de grau no salão nobre da UCP. Clark é um dos oradores de sua turma, que tem como paraninfo e patrono respectivamente os professores Gerardo Gallo e Guilenda Ladvocat Cintra.

Regressou Quem regressou dos Estados Unidos, mais precisamente de Orlando, onde passou uma pequena temporada de férias, é o empresário Gualter Salles, que estava acompanhado de sua mulher Joeusa, dos filhos, genro e nora, além de seus quatro netos.

No clique exclusivo para esta coluna, ao fundo Jairo e Joana Garcia, Tadeu, Andréa e Pedro Garcia; Chiquinho Miloski, Pedro, Dalva e José Garcia. À frente: Jordana, Dona Júlia Garcia, Clarice, Tonico e Lalá Garcia Miloski.

Fotografe o Quitandinha à Vontade... Os petropolitanos e os amigos de Petrópolis ficaram estarrecidos no domingo, quando circulou na internet, através de correio eletrônico e redes sociais a respeito da proibição de fotografar o Palácio Quitandinha, que partiu da direção de seu gestor, o SESC, que tentou comprar uma briga ingrata com a sociedade petropolitana, que rapidamente se mobilizou e teríamos milhares de pessoas no sábado com câmara fotográfica em mão clicando o Palácio Quitandinha, pois, mesmo pertencendo a esta entidade, o seu visual pertence à Cidade de Petrópolis... Esta proibição foi revista a tempo pelos seus gestores, que viram o tremendo marketing negativo que fizeram ganhando o espaço, inclusive em O Globo... É lamentável a atitude destas pessoas, que pelo jeito não conhecem Petrópolis!!!

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

Dona Júlia Garcia com seus filhos, Tadeu e Pedro Garcia.

Sr. Maurício Faleceu... Lamentamos e muito o falecimento do querido Maurício Paton Callero, que foi proprietário por muitos anos do Restaurante Mauricio´s, na Rua Dezesseis de Março, das famosas batidas e do famosos pratos de fruto do mar com a qualidade da comida espanhola. Deixará saudades... A missa de 7º dia será na igreja do Sagrado, na próxima segunda-feira às 18 horas...

Níver O amigo e cirurgião-dentista Nelson Loureiro Filho soma idade sábado e passará a data em família, ao lado de seus familiares e amigos.


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Núcleo de Integração Social passará por reforma Ascom-PMP / Alexandre Peixoto

Luiz Eduardo Peixoto, da Setrac, anunciou as melhorias no NIS

PM apreende nove motos Em mais uma operação realizada ontem pela Polícia Militar em cinco pontos distintos da cidade, foram apreendidas nove motos e verificadas 21 infrações. Mais blitzes serão realizadas, segundo informou o tenente Francisco Kreischer, relações-públicas do quartel. As operações nas avenidas Roberto Silveira e Barão do Rio Branco, e nas ruas Ipiranga, Souza Franco e Washington Luiz, começaram por volta das 9h e foram concluídas às 13h. De acordo com o relações-públicas, a maioria das infrações foram cometidas na Avenida Barão do Rio Branco. - A falta de habilitação,

do licenciamento do veículo e o Documento de Porte Obrigatório foram as principais infrações dos motociclistas – lembrou o tenente, acrescentando que só no ano passado foram apreendidas mais de 1,2 mil e 2,4 mil infrações foram registradas. A PM deslocou para os cinco pontos de operações 24 policiais. Balanço O comandante do 26º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Marcos Vinícius, concede entrevista coletiva hoje à tarde. Ele vai apresentar aos jornalistas o relatório das ocorrências referentes a 2011.

Melhorias podem ser vistas em várias partes do bairro Mosela

Vila Valentim Monken recebe obras da prefeitura Em reunião com presidentes das associações de moradores do Bairro Mosela, o prefeito Paulo Mustrangi atendeu as reivindicações da população para a construção de um muro de contenção na beira do rio, logo à frente da entrada da vila Valentim Monken. No período do atual governo, os moradores daquele bairro têm outras conquistas para comemorar. A principal delas é a criação de um Posto de Saúde. No entanto, a presidente da associação de moradores da Rua Mosela, Regina Célia Monken de Freitas, de 49 anos, ainda espera por mais. - Um dos nossos projetos é que ali também funcione um Posto de Saúde da Família (PSF), com uma parceira com a faculdade FASE. Aliás, as parcerias com as universidades são muito importantes para as associações. Uma parceria com a UCP proporcionou a criação de uma creche, que foi inaugurada na Rua Mosela, mas hoje fica situada na Rua Cândido Portinari - disse ela. Uma das principais reivindicações atuais, que também já foi conversada com o executivo municipal, é para criação de um Centro Comunitário no Bairro, para a realização de encontros e festas.

Por conta da falta de um espaço adequado, as tradicionais festas de Dia das Crianças e Natal, que eram promovidas no bairro para atender principalmente a população mais carente, não são realizadas há cerca de dois anos. - Nós alugávamos por um preço simbólico o Clube Harmonia, mas nos últimos anos não nos cederam o espaço. É muito importante que tenhamos um local próprio, até para não depender de ninguém para realizar os eventos - ressalta a presidente. Regina destaca também a parceria das associações com o Centro Alceu Amoroso Lima, que propicia aulas gratuitas de informática para os moradores do bairro, desde que esses apresentem a comprovação que moram na região. Apesar das melhorias, muita coisa ainda não está do jeito que os moradores querem. - Na Vila Valentim Monken, os próprios moradores tiveram que fazer as reformas para que os carros pudessem passar. Na rua moram muitas crianças e pessoas com problema para se locomover, por isso precisamos de reformas, principalmente na parte de cima da rua, ainda muito esburacada - completa a presidente da associação, Regina Célia.

Uma nova realidade para a população em situação de rua do município de Petrópolis começa a ser implantada conforme anúncio do secretário de Trabalho, Assistência Social e Cidadania, Luis Eduardo Peixoto, na sede do Núcleo de Integração Social (NIS) – o popular Abrigão, no Alto da Serra. - Além da reforma física do espaço, vamos realizar uma mudança de filosofia aqui dentro; o morador irá utilizar o espaço como casa de passagem e não como residência fixa. Além disso, o Centro de Referência Especializado de Assistência Social para a População em Situação de Rua (Creas POP) irá funcionar nesse espaço - explicou o secretário.

Serão R$ 180 mil investidos nas intervenções, que irão contemplar toda a parte estrutural do local. Será criada, ainda, uma área de lazer para os usuários, além de um espaço para o Creas Pop. As melhorias começarão a ser feitas já no mês de fevereiro e não haverá necessidade dos usuários que se encontram no local atualmente serem remanejados para outra instituição, já que a reforma será feita por etapas, podendo ser utilizado o próprio espaço do NIS como dormitório. A expectativa é que a obra seja finalizada até maio. Jiane Mattos é coordenadora do NIS e esclarece que a mudança principal será na filosofia e no modo de trabalho. Ela explica que a

maioria dos 33 usuários utiliza o espaço como residência, mas que possuem vínculo familiar. São dependentes químicos, alcoólatras, idosos e pessoas com transtornos mentais que passam a viver na rua e, consequentemente, chegam ao NIS por motivos como conflitos familiares, desemprego, falta de moradia, problemas de saúde física e mental que, na maioria das vezes, têm família e, às vezes, residência própria. - Na última semana reinserimos à família um senhor que estava há 11 anos no núcleo. Buscamos o contato com ele e fizemos todo o acompanhamento. O objetivo é que façamos isso com todas as outras pessoas que ainda estão aqui e também com as

que virem a precisar desse tipo de ajuda - contou. Além do acompanhamento com os moradores em situação de rua do município, o NIS atende também a imigrantes que passam por Petrópolis, conforme explica Peixoto. - Estamos aptos a encaminhar pessoas de outros municípios que chegam a Petrópolis e passam a viver em situação de rua. Se essa pessoa quer voltar para onde vive, nós a ajudamos com a passagem, alimentação e, se precisar, passar a noite no abrigo - falou. Atualmente, o NIS conta com três assistentes sociais, três psicólogos, oito educadores, duas cozinheiras, dois administradores e uma coordenadoria geral.

Dois homens armados e encapuzados assaltam posto na Rua Coronel Veiga Os ataques a postos de gasolina continuam frequentes em Petrópolis. No início da manhã de ontem foi a vez de um estabelecimento na Rua Coronel Veiga, no Quitandinha, ser alvo dos bandidos. De acordo com testemunhas, dois assaltantes armados teriam rendido três funcionários e levado uma quantia em dinheiro – que não foi revelada. O caso ficou registrado na 105ª Delegacia (Retiro). Em um mês, do dia 24 de dezembro até ontem, pelo menos seis postos já haviam sido assaltados em Itaipava, Bingen, na Barão do Rio Branco e na BR-040. Desta vez, os criminosos teriam chegado ao posto por volta de 6h. Os dois estariam encapuzados e abordaram primeiro a única frentista mulher que havia no lugar. Um deles teria dado um golpe tipo gravata nela e colocado o revólver em seu pescoço, obrigando que entregasse o dinheiro. A mulher teria explicado que estava chegando ao trabalho e ainda não estava com qualquer quantia. O bandido teria feito ameaças e a mulher acabou revelando que o valor poderia estar com outro frentista, que estaria terminando o expediente. A

Fotos: Alan Alonso

Segundo testemunhas, três funcionários foram rendidos. O valor levado no roubo não foi revelado

funcionária teria sido arrastada pelo pescoço até o local onde outro frentista estava. Assim que pegaram o dinheiro, os bandidos teriam fugido em direção à Rua Angélica Lopes de Castro, no Valparaíso. Algumas imagens da ação dos homens chegaram a ser captadas pelas câmeras de segurança do posto. Elas devem ser entregues aos inspetores que investigam o caso. Até ontem, os suspeitos ainda não haviam sido identificados. A onda recente de assaltos a postos de gasolina teve início na noite do dia 24 de

dezembro, quando dois estabelecimentos, um no Bingen e outro em Itaipava, foram alvo dos bandidos. Somando as duas ocorrências, os bandidos levaram cerca de R$ 500 em espécie e um celular. Poucos dias depois, nem mesmo a proximidade com a 105ª DP (Retiro), impediu que um posto de gasolina na Rua Barão do Rio Branco fosse assaltado. Três homens, um deles armado, chegaram ao local a pé e renderam o frentista, que estava sozinho no estabelecimento. No último dia 13, no posto Capivari, localizado às margens da

rodovia BR-040, um bandido também chegou armado, rendeu o frentista e levou cerca de R$ 1 mil, referente à venda de gasolina. Dentre as ocorrências, somente em uma delas houve a prisão do bandido. Portando uma faca e uma barra de ferro, um homem de 39 anos, morador do Carangola, foi preso em flagrante pela PM quando tentava assaltar um posto no Samambaia, em frente à Ponte Branca. Ele já havia tentado praticar o crime minutos antes em dois postos da Rua Hermogênio Silva, no Retiro.

Transporte público no bairro Mosela é criticado pelos moradores do local Péssimo, horrível, precário. Esses foram os principais adjetivos encontrados nas respostas dos moradores da Mosela quando questionados sobre o serviço de transporte público prestado no bairro. São várias as reclamações: descumprimento dos horários, mau estado de conservação dos veículos, constantes quebras, superlotação e até imperícia dos motoristas foram os principais problemas relatados. Problemas esses que não são recentes, segundo a maioria, e tampouco solucionados. Na Comunidade do Bataillard, nossa reportagem pôde constatar a indignação dos moradores com a deficiência do serviço. A localidade é uma das mais prejudicadas com os problemas relatados sobre os coletivos da Viação Esperança. - O serviço é uma porcaria. Os ônibus estão todos mal conservados, sempre ocorrem atrasos, os coletivos ficam lotados. Alguns motoristas também não ligam para

Regina Célia pede melhorias

os passageiros e aceleram para valer, como se estivessem carregando bois - reclamou a aposentada Yolanda Costa, de 69 anos. O eletrotécnico Rodolfo Soares, de 20 anos, é outro que reclama do serviço na comunidade. Segundo ele, na parte da manhã a situação

é até melhor, mas... - A partir das 16h já fica muito ruim. Os atrasos são constantes, formam-se filas enormes e os ônibus vão lotados por conta disso. Tanto quem quer voltar para casa do serviço à noite, quanto quem deseja ir para o Centro nesses horários, enfrenta esses problemas - afirma ele. Cláudia Filomena Vicente, de 51 anos, trabalha como atendente na creche da comunidade. Segundo ela, os problemas enfrentados vêm de longa data. Para descrever a situação do transporte público oferecido, ela usa por diversas vezes a palavra... - Péssimo. Muito Ruim mesmo. Estão sempre atrasando, sempre quebrando, e isso não se limita aqui ao Bataillard. Sempre acontece do ônibus quebrar, esses dias ele enguiçou na subida. Muita gente preferiu não esperar chegar outro e subiu com peso, compras, para a comunidade. Os coletivos também estão muitos velhos. Outro

dia a coordenadora da creche discutiu com o trocador porque não havia assentos em dois bancos e os ferros estavam expostos, podendo machucar alguém - relatou a atendente, que acredita que é urgente que uma nova empresa assuma o comanda das linhas para o bairro, o que está previsto para abril. A Viação Esperança informa que três veículos fazem as linhas 106 e 134, que atendem o bairro Bataillard. A empresa esclarece que seus funcionários são orientados a atender a população da melhor forma possível, garantindo também sua segurança no trânsito. Em caso de má conduta denunciada pelos usuários, os motoristas são advertidos verbalmente. Os reincidentes recebem advertência escrita e até mesmo suspensão. Vale ressaltar que a Prefeitura de Petrópolis busca, através dos processos de intervenção e licitação, garantir transporte de qualidade para toda a população.


DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Espaço

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Muito sucesso está previsto para você, neste período. Terá êxito em escritos, nos grandes negócios comerciais, e industriais e nos estudos que requeiram grande empenho mental. Durante o período você se sentirá mais consciente dos seus atos.

Touro - (21/04 a 20/05)

A influência astral lhe propicia feliz contatos com parentes e com pessoas da sua alta estima. Procure também, levar uma palavra amiga aos mais necessitados. Bom para tentar na loteria. Divirta-se e passeie que será bem sucedido.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Neste dia, as pessoas ao seu redor estarão impulsivas e teimosas procurando soluções precipitadas para um assunto qualquer. Não se deixe influenciar. Previna-se contra riscos de perder dinheiro, amizade ou qualquer outra coisa.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Sua energia atual, aliada a sua persistência, poderá lhe proporcionar vantagens reais. Evite depender dos demais tomando suas próprias iniciativas. Tente, inclusive, os jogos, a loteria e os esportes.

Leão - (23/07 a 22/08)

Depois do meio-dia, você terá ótimas influências para cuidar de questões financeiras, contábeis, bancárias. Obterá lucros através de publicidade, rádio, jornal, cinema, televisão. Fluxos positivos.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Notáveis probabilidades de sucesso em questões relacionadas com a vocação, ciência, concurso, empregos, aumento de vencimento e rendimento. O contato com amigos e conhecidos lhe será útil.

Libra - (23/09 a 22/10)

Dia indicado de êxito e sucesso em todas as coisas que empreender, principalmente, no trabalho. O amor estará bastante beneficiado, juntamente com a saúde e as relações sociais e pessoais.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Seus desejos poderão ser concretizados neste dia, principalmente se manter-se otimista e mais confiante. Sucesso amoroso e profissional. Hoje é um dia para você fazer um balanço geral do seu comportamento dos últimos tempos.

Encontro vai reunir agentes de Cultura no R. de Leoni Maior centro cultural do interior do estado, o Centro de Cultura Raul de Leoni comemora este mês 35 anos, com exposições e espetáculos diversos, de forma a marcar este espaço que tem sido a “casa” dos artistas petropolitanos, além de ser palco para inúmeros nomes nacionais e internacionais que lá fizeram suas performances. Amanhã, às 20h, haverá um encontro intitulado “Cultura no Centro”, uma reunião informal com artistas, gestores culturais, funcionários e ex-funcionários para trocar lembranças e revelar fatos curiosos. As comemorações no Centro de Cultura continuam com a mostra sobre os 35 anos, que já está aberta ao público, revelando imagens desde a construção do prédio, eventos marcantes e personagens ilustres, até os dias atuais. A exposição está na Galeria Van Dijk e fica em cartaz até dia 26 de fevereiro, das 13h às 18h. A solenidade comemorativa do aniversário, com direito a bolo, será no dia 30, às 9h, na Galeria Djanira. A Gerência do Centro de Cultura convida gestores públicos, agentes culturais e artistas para cortarem o bolo de ani-

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava IMORTAIS – Censura 16 anos – com Mickey Rourke – Horários: 19h, terça a domingo – Sessão extra sexta e sábado, 21h20

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8.

O Pessoal Aí monta ‘Vendedores de Ilusão’ nesta sexta

versário, celebrando os 35 anos do Centro de Cultura. Na sexta será montado o espetáculo “Vendedores de Ilusão”, peça com a Cia Teatral Pessoal Aí na Sala Afonso Arinos, às 20h. No dia 28, às 20h, é a vez do musical “Feliz Regina”, com a atriz Regina Guimarães acompanhada de um grupo de músicos da cidade. O espetáculo enfoca a vida e a obra da cantora Elis Regina, com direção de Flávio Antonio. No dia 29, às 20h, o show do cantor Bruno Garcia vai mostrar um repertório recheado com os melhores sambas de raiz. O músico é também compositor e violonista.

Paralelamente, três exposições estão em cartaz no Centro de Cultura Raul de Leoni: “Trilhando a Arte IV”, coletiva sob a curadoria de Tania Leal que vai até 29 de janeiro; na Galeria Djanira está a mostra “Ilumini Gaia”, de Rodrigo D´Almeida, que trabalha com elementos da natureza; no Espaço Alternativo está em cartaz a mostra “Fragmentos Fotográficos”, de Cláudio Partes, com fotos de várias câmeras sobre materiais diversos, como madeira, tecido, papel etc. As três galerias ficam abertas ao público de terça a domingo, das 13h às 18h.

“O Chamado do Monstro” aborda com delicadeza o medo da perda emocionado leitores e recebido críticas altamente positivas nos países onde tem sido lançada. Agora é a vez dos brasileiros conhecerem a tocante história de Conor O’Malley, um garoto de 13 anos, que precisa lidar com situações complicadas em sua vida. A mais difícil delas é a doença da mãe. Assim como a escritora Siobhan Dowd, a mãe do jovem protagonista também luta contra um câncer avançado. Desde que ela adoece, o menino passa a ter pesadelos frequentemente e por isso

não se mostra nada assustado quando o monstro aparece pela primeira vez em seu quarto. Esse monstro – uma árvore enorme que sempre viveu atrás da casa de Conor e que subitamente ganha voz e movimento – e suas histórias terão papel fundamental na vida do garoto. Graças a eles, o menino passa a encarar de forma mais madura a doença da mãe, tenta aprender a lidar com a ausência do pai, a conviver com a avó geniosa, e a lidar com a pesada perseguição na escola, da qual é vítima todos os dias.

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 COMPRAMOS UM ZOOLÓGICO – Censura livre - com Matt Damon – Horários: 14h10 e 18h30 AS AVENTURAS DE AGAMENON, O REPÓRTER – Censura 14 anos – com Marcelo Adnet – Horários: 16h50 e 21h15 SALA 2 SHERLOCK HOLMES:O JOGO DE SOMBRAS – Censura 14 anos – com Robert Downey, Jr. – Horários: 14h, 16h30, 19h e 21h30 Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada.

Novos planos para a sua elevação de cargo, de conhecimentos profissionais deverão ser estudados agora. De resto, a influência será ótima para a vida amorosa e familiar e para tratar com amigos. Benefícios inesperados.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Examine com atenção suas possibilidades de se realizar profissionalmente e descobrirá contatos pessoais e amizades, que poderão lhe ser altamente proveitosos. Fase excepcionalmente benéfica, para solucionar problemas familiares.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Muito boa influência para você. Aproveite o bom fluxo para tratar dos assuntos familiares pendentes, para obter melhores resultados profissionais possíveis e para tratar com pessoas amigas.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Tire de sua mente as más intenções, o pessimismo e o desânimo. Coloque no lugar, uma boa dose de otimismo e força de vontade que tudo deverá melhorar para você. Loteria favorecida. Não complique as suas decisões de última hora.

The Cult relança CD e DVD pela Microservice Esta é para os saudosistas da década de 80. A banda inglesa The Cult, formada em 1984, está tendo suas principais faixas de sucesso relançadas no Brasil pela Microservice. A banda se vale do ‘hard rock’ e do ‘Gothic rock’, inserindo sempre elementos novos em suas músicas, mas sem perder suas características principais. The Cult gravou seu primeiro álbum,

‘Dreamtime’, no ano de sua formação. O grupo é um ícone de seu gênero musical, e a sua importância para rock mundial é enorme, influenciando milhares de bandas, além de ter conquistado um legado de fãs pelo mundo todo. A banda tem 25 anos de carreira, nove álbuns de estúdio gravados além de outros lançamentos. Saíram por aqui o CD ‘The Best of Rare Cult’, compilação de músicas seleciona-

das a partir da caixa de sete CDs, lançada originalmente em novembro de 2000. A coleção também inclui algumas canções que não aparecem no conjunto da caixa. e o DVD ‘Pure Cult: Anthology 1984-1995’, lançado originalmente em 2001, e que agora ganha reedição no Brasil pelo selo LAB 344, dentro da série Lab.Rocks. Procure nas lojas especializadas.

Na cidade

Atividades gratuitas nos jardins do Palácio Imperial Todas as segundas, quartas e sextas, de 07h30 às 08h, tem Tai-Chi-Chuan, uma atividade promovida pelo Programa de Assistência Integral do Idoso (PAISI) da Secretaria Municipal de Saúde. Professora Begoña Javares. Museu Imperial - Pátio da Ala Direita (em caso de chuva as atividades ocorrerem no Pátio Lacombe – Locomotiva – Classificação: livre – Aulas

gratuitas. Mais informações: gestotaichi@uol.com.br. Também às segundas e quartas, de 08h às 08h30, tem Caminhada, uma atividade promovida pelo Programa de Assistência Integral do Idoso (PAISI) da Secretaria Municipal de Saúde. Com Ana Lúcia Habib (fisioterapeuta gerontóloga). No Museu Imperial - Jardins e Pátio – Classificação: livre – Aulas

gratuitas. Às segundas e quartas, de 08h30 às 09h30, tem Alongamento, uma atividade promovida pelo Programa de Assistência Integral do Idoso (PAISI) da Secretaria Municipal de Saúde. Com Ana Lúcia Habib (fisioterapeuta gerontóloga). No Museu Imperial - Jardins e Pátio – Classificação: livre – Aulas gratuitas.

2 COELHOS - Censura 14 anos – Com Fernando Alves Pinto – Horários: 15h, 19h e 21h AS AVENTURAS DE AGAMENON, O REPÓRTER – Censura 14 anos – com Luana Piovani – Horários: 17h SALA 2 ALVIM E OS ESQUILOS 3 – Censura livre – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 TOP

CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 AS AVENTURAS DE TIN TIM – Censura 10 anos – com Jamie Bell – Horários: 14h, 16h20, 18h40 e 21h SALA 2 COMPRAMOS UM ZOOLÓGICO – Censura livre – com Matt Damon – Horários: 14h10 SHERLOCK HOLMES – o jogo de sombras – Censura 12 anos – com Robert Downey, Jr. – Horários: 16h10, 18h30 e 20h50 SALA 3 GATO DE BOTAS – Censura livre – Horários: 14h20 IMORTAIS – Censura 14 anos – com Mickey Rourke – Horários: 16h10 e 21h50 CAVALO DE GUERRA – Censura 12 anos – com Peter Mullan – Horários: 18h20 duas indicações ao Globo de Ouro 2012

O PROCURADO – RECORD – 23H15 – COM ANGELINA JOLIE Homem de 25 anos, que não gosta de sua vida, segue o caminho do pai e entra para uma organização de assassinos treinados, cujo lema é “matar um para salvar mil”. Ele logo se torna o preferido, mas seus colegas não vão ficar muito satisfeitos com a situação. PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2012

Carta; missiva Roedor de capinzais

P

R

(?) das Rocas, reserva biológica ConsoLógica; lação coerência

Localização da Índia Local de espera

Jubilar; Pedras reformar das ostras

Especial

SALA 1

E

A

Taxa básica de juros, no Brasil 6, em romanos Rua (abrev.)

Tesouro Público Gaivota (bras.)

Série de satélites soviéticos Rio suíço que banha Berna

Formato do ângulo de 90 graus

Publicação como a "IstoÉ" (?) natura: sem aditivos químicos

Alongar puxando

Movimento oposto à vinda

"Quem (?) consente" (dito)

Mau, em inglês Tipo de saia Símbolo da realeza britânica

Tito (?), compositor brasileiro

Fator apreciado nos vinhos (pl.) Nome do tecido que cobre o circo

Abreviatura de "ritardando" (Mús.) Peso do caminhão sem a carga Opõe-se ao ego (Psican.)

O estado Utensílio civil do da marido manicure

BANCO

2/in. 4/evil. 5/lopes — selic. 6/cosmos. 7/estirão.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

CINE

Filmes na TV

Nei (?), compositor

HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

ALVIN E OS ESQUILOS 3 – Censura livre – Horários: 15h e 17h de terça a domingo

Literatura

O leitor desavisado pode achar que está diante de um livro de fantasia juvenil. Não se iluda, pois O chamado do monstro trata de um drama real e inevitavelmente vivido por todo ser humano: ter forças para levar a vida diante da possibilidade de perder um ente querido. Chegou às livrarias, via Editora Ática, ‘O Chamado do Monstro’, do escritor norte-americano revelação Patrick Ness. Idealizada pela autora Siobhan Dowd – morta pelo câncer durante o processo de escrita –, a obra tem

TOP

57

Solução R A C I O N A L I D A D E

INSTITUTO OMAR CARDOSO

A T A O L L I V R I O R E V I I N S T A R I A T

57 anos

L A A A P O S E N E P I S T E P R E A S C O S M O S L E R A A A R L E S T I R A I D A C I M A R O M A L O N A C A S A D O A L I C

6


quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

Cidade

Antiguidades a preços em conta no brechó Em um amplo sobrado na Rua Washington Luiz, há quase quatro anos funciona o Brechó das Hortênsias. Lá as pessoas podem encontrar diversas antiguidades, como móveis datados do início do século XIX, roupas de época, livros antigos, objetos de arte e decoração. Os preços são os principais atrativos, de acordo com a proprietária do local, Sandra de Almeida.

- Temos móveis aqui muito antigos, que em antiquários costumam ser vendidos por até R$ 3 mil, enquanto que aqui, a mesma peça é vendida a R$ 600, um preço muito mais acessível - argumenta a proprietária, que diz conseguir as antiguidades por “preços mais populares”. Ela conta que a maioria das pessoas que procuram o lugar fazem isso por curiosidade e acabam se encantando

com esta autêntica “viagem ao passado”, por entre roupas e artigos de época, muitos dos quais datados do século retrasado. São cerca de quatro mil itens que podem ser encontrados no brechó. - Trabalhamos principalmente com antiguidades, mas também temos objetos mais modernos. Temos muitas coisas diferentes que não se encontram em qualquer lugar. Por conta das ten-

dências atuais, temos muita coisa de moda retrô, o que tem atraído cada vez mais o público - comemora. O Brechó das Hortênsias fica na Rua Washington Luiz, nº 299, Centro. A loja funciona de segunda-feira a sábado, das 9h às 19h. O telefone de contato é 22237571 e as pessoas também podem obter mais informações pelo e-mail: ssbrecho@ gmail.com

Fotos: Alan Alonso

Sandra Almeida também trabalha com tendências atuais

Imperador: calçadas são risco para os pedestres Quem passa pela Rua do Censo 2010, existem no do Imperador identifica al- município cerca de 20 mil guns buracos na via pela falta pessoas com 69 anos ou mais, em alguns pontos de pedras o grupo mais vulnerável a esse portuguesas. A reportagem tipo de situação. do Diário A Seidentificou cretaria de seis pontos Fazenda inde desní- No fim do ano passado, um forma que a veis em fiscalização idoso escorregou e toda a via, das calçaacabou se ferindo o que tordas é feita na o local rotineiracomo lugar mente. A propício para acidentes com Secretaria esclarece que as pedestres. calçadas que estiverem em O perigo se tornou imi- frente a terrenos particulares, nente, com incidentes de devem ser mantidas em bom fato acontecendo. No fim de estado de conservação pelos 2011, um senhor de 67 anos próprios proprietários dos se machucou em frente ao terrenos, segundo o artigo 78 Banco Santander e, com um da Lei 6.240 de 2005 (Código risco na testa, foi socorrido de Posturas). O cidadão que por pessoas no local e levado sentir-se prejudicado, pode para o Hospital Santa Teresa fazer uma denúncia no Setor pelo Corpo de Bombeiros. De de Fiscalização, por meio do acordo com o IBGE através telefone 2246-9042/9043.

foto do dia

Os postes estão sendo usados como locais de propaganda

enquete O

que você acha da reivindicação de bombeiros, policiais civis e militares por um piso salarial mais alto? Fotos: Alan Alonso

Márcio Rodrigues, comerciante de 43 anos. “Com certeza é justo esse pedido de aumento. Precisamos de um maior suporte para essas classes que salvam nossas vidas. Com o salário que ganham hoje, eles não têm condições de ter uma vida digna.”

Antônio Ferreira, aposentado de 73 anos.

Eduardo Alves, empresário de 50 anos.

“Acho bastante merecedor e justo um valor maior para todas essas classes que trabalham pela gente.”

“É justo que a classe em questão ganhe bem, como todas as outras profissões que trabalham por nós.”

Alberto Saturnino, comerciante de 60 anos. “Com certeza é indiscutível essa propositura de aumento para bombeiros e cia. Prestam serviços essenciais à população e devem ser bem remunerados.”

Agilson Franco, aposentado de 52 anos. “Sem dúvida é justo e merecido o aumento reivindicado por toda a classe.”


8

57 anos

DIĂ RIO DE PETRĂ“POLIS

QUARTa-feira, 25 de janeiro de 2012

ECONOMIA

MinistÊrio do Trabalho estima criar 2 milhþes de empregos Brasil foi o 4º país com maiores investimentos n Jamil Chade/correspondente da Agência Estado

GENEBRA - O Brasil foi o quarto pais a receber o maior volume de investimentos no mundo em 2011, superando todos os países da zona do euro e levando a AmÊrica Latina a ter a maior expansão porcentual em todo o mundo, acima mesmo da à sia. Os dados foram publicados nesta terça-feira, 24, pela Unctad, em Genebra, e destacam a expansão do consumo domÊstico nacional e o tamanho do mercado como principais fatores que contribuíram para a atração de empresas de todo o mundo a investir no País. Pelos cålculos da Unctad, o Brasil recebeu US$ 65,5 bilhþes no ano passado. A expansão da entrada de recursos no Brasil entre 2010 e 2011 tambÊm esteve entre as doze maiores do mundo, com uma taxa de 35% e duas vezes superior à mÊdia mundial. Segundo o levantamento, só a China (incluindo investimentos em Hong Kong e no continente), Estados Unidos e Reino Unido receberam mais projetos de investimentos que o Brasil em 2011. Se Hong Kong for calculado por um destino separado da China, o Brasil então ficaria na quinta posição como maior destino. O maior recipiente de investimentos continua sendo a economia americana, com US$ 210 bilhþes. Os Estados Unidos, porÊm, sofreram uma queda de 7,7% em relação a 2010 e estão

sendo fortemente ameaçados pela China que, em 2012, poderå se transformar no maior destino de investimentos do mundo. No total, a China recebeu US$ 202,4 bilhþes em investimentos em 2011. US$ 124 bilhþes foram à China continental, contra outros US$ 78,4 bilhþes para Hong Kong. O Reino Unido vem na terceira posição, com US$ 77,1 bilhþes recebidos em investimentos em 2011. Em 2010, o Brasil jå havia sido o quinto maior recipiente de investimentos, sempre contando os fluxos para China e Hong Kong de forma unificada. No ano passado, porÊm, a expansão foi a 12ª mais forte, o que permitiu ganhar mais uma posição no ranking. Segundo os cålculos, o Brasil chegou a receber mais investimentos que tradicionais economias como França (US$ 40 bilhþes), Alemanha (US$ 32 bilhþes) e Itålia (US$ 33 bilhþes). Rússia e �ndia tambÊm ficaram para trås. Entre os emergentes, o Brasil recebeu um a cada dez dólares destinados a essas economias. A economia nacional tambÊm viu um fluxo de capital superior a todos os 54 países africanos juntos. Quase um terço dos investimentos na AmÊrica Latina ocorreu no Brasil, o que permitiu que a região fosse a que apresentou o maior crescimento porcentual no mundo, de 35% e superando atÊ mesmo os asiåticos, com expansão de apenas 11%. Jå Argentina e MÊxico sofreram uma contração.

n Wellton MĂĄximo/ABr

Ao anunciar os resultados da geração de empregos em 2011, o MinistÊrio do Trabalho informou que as perspectivas para 2012 são favoråveis. A pasta manteve a estimativa de criação de 2 milhþes de postos de trabalho este ano, distante ainda do resultado recorde de 2010, quando foram abertas 2,5 milhþes de vagas. Mesmo com a redução de 23,5%, o número de empregos com carteira assinada criados em 2011 foi o segundo melhor da história: 1.944.560. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Em relação aos segmentos da economia, o setor de serviços registrou o segun-

do melhor saldo anual, com 925.537 vagas e elevação de 6,43% no estoque de empregos para o setor em 2011. Foram criados ainda 452.077 postos formais no comÊrcio (+ 5,61%), 222.897 na construção civil (+ 8,78%) e 215.472 na indústria de transformação (+ 2,69%). A agricultura obteve o melhor resultado desde 2005, com a criação de 82.506 vagas (+5,54%). A mineração registrou recorde de contrataçþes, com a geração de 19.510 postos (+ 10,33%). A administração pública fechou 2011 com mais 17.066 postos (+ 1,9%). No setor de serviços industriais de utilidade pública, 9.495 vagas foram geradas (+2,48%). Os estados que mais criaram empregos com cartei-

ra assinada no ano passado foram São Paulo (551.771 vagas), seguido por Minas Gerais (206.402), Rio de Janeiro (202.495) Paranå (123.916) e Rio Grande do Sul (122.286). As regiþes metropolitanas que mais se destacaram foram São Paulo (292.940), Rio de Janeiro (142.125), Belo Horizonte (88.217) e Recife (66.021). Segundo o MinistÊrio do Trabalho, as nove principais åreas metropolitanas do país geraram, em conjunto, 792.048 vagas, o que elevou em 5,26% o nível de emprego nessas regiþes no ano passado. O Caged leva em consideração declaraçþes enviadas por empregadores de todo o país. A estatística, no entanto,

abrange apenas o emprego formal, jå que o saldo Ê calculado com base na diferença entre contrataçþes e demissþes de postos de trabalho com carteira assinada. Em relação a dezembro de 2011, quando foram fechados 408.172 postos de trabalho, o ministÊrio atribuiu a redução a fatores sazonais (oscilaçþes típicas da Êpoca do ano). Tradicionalmente, o último mês do ano tem saldo negativo por causa de fatores como entressafra, fim do ciclo escolar e esgotamento da bolha de consumo no fim do ano. O ministÊrio tambÊm atribuiu a queda a fatores climåticos, como as chuvas no Sudeste e a seca no Sul e no Nordeste, que afetaram a produção agropecuåria.

Petrobras: orçamento de US$ 224,7 bi n Cristiane Ribeiro/ABr

A futura presidenta da Petrobras, atual diretora de GĂĄs e Energia da estatal, Maria das Graças Foster, vai administrar um orçamento de US$ 224,7 bilhĂľes previsto no Plano de NegĂłcios da companhia para o perĂ­odo de 2011 a 2015. O nome dela deve ser ratificado pelo Conselho de Administração da Petrobras na reuniĂŁo do dia 9 de fevereiro. Os investimentos da estatal sĂŁo basicamente voltados para o segmento de exploração e produção de petrĂłleo e gĂĄs. O presidente da Petrobras, JosĂŠ Sergio Gabrielli, lembrou que a estratĂŠgia foi definida desde que assumiu o cargo, em 2003, e que serviu para viabilizar a descoberta de petrĂłleo e gĂĄs no prĂŠ-sal. “Temos reservatĂłrios de petrĂłleo e gĂĄs em desenvolvimento, tanto no prĂŠ-sal como no pĂłs-sal e, com isso, vamos aumentar a oferta de gĂĄs nacional ao mercado sem, entretanto, descartar o gĂĄs

[importado] da BolĂ­via, cujo contrato vai atĂŠ 2019 e ĂŠ complementar Ă oferta domĂŠstica. Com relação ao etanol, estamos aumentando - e vamos continuar a aumentar - a nossa participação na produção, atravĂŠs de parcerias com grandes grupos nacionais do setorâ€?, informou Gabrielli. Ainda sobre o prĂŠ-sal, Gabrielli disse que a importância da descoberta de petrĂłleo em ĂĄguas superprofundas pode ser medida pela previsĂŁo da companhia de produzir quase 2 milhĂľes de barris em 2020, apenas com as descobertas jĂĄ confirmadas. Isso representaria dobrar a produção atual. O presidente da Petrobras, que estĂĄ em Davos, na Suíça, participando do FĂłrum EconĂ´mico Mundial, aproveitou para fazer um balanço da atuação dele no cargo. Nestes quase sete anos Ă  frente da estatal, Gabrielli destacou quatro momentos importantes: “o primeiro foi o fortalecimento do Siste-

Gabrielli relembra a importância do prÊ-sal para o Brasil

ma Petrobras, ao reverter o processo de pulverização e segmentação que vinha sendo implantado pela administração anterior; o segundo, foi a mudança no processo de gestão, com mais ênfase em processos e não apenas em resultados; o terceiro foi a renovação da força de trabalho – hoje, mais de 50% do nosso pessoal tem menos de 10 anos na empresa -; e

o quarto Ê o relacionamento com a cadeia de fornecedores, identificando gargalos e ampliando a facilitação de financiamentos�. Gabrielli confirmou que, ao deixar a presidência da Petrobras e cumprir o período de quarentena [fora de cargos públicos], vai assumir um posto no governo da Bahia, cujo convite foi feito pelo governador Jacques Wagner.

AVISOS E EDITAIS

MANUTENĂ‡ĂƒO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPĂ‡ĂƒO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperĂĄ o fornecimento de energia elĂŠtrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, nos municĂ­pios de PetrĂłpolis e SĂŁo JosĂŠ do Vale do Rio Preto, NASSEGUINTESLOCALIDADESs26/01/2012, das 08:00h Ă s 12:00h, PetrĂłpolis - IndependĂŞncia: Rua General Rondon lote 09 quadra 75 EADJACĂ?NCIASs27/01/2012, das 09:00h Ă s 11:00h, PetrĂłpolis - Quitandinha: Avenida GetĂşlio Vargas, Rua Rio Grande do Norte e adjacĂŞncias. Das 09:00h Ă s 16:00h, Quitandinha: Ruas Rio Grande do Norte, ParĂĄ e adjacĂŞncias. Das 10:00h Ă s 16:00h, Posse: Estrada do JuruĂĄ s/nÂş casa 02 e adjacĂŞncias. Das 12:00h Ă s 16:30h, Itaipava: Ruas Alberto Cordeiro, Paulo Roberto Oliveira e adjacĂŞncias. Clientes Especiais: Geraldo Coelho e Kenji MarquĂŞs Kikuchi. Das 10:00h Ă s 15:00h, SĂŁo JosĂŠ do Vale do Rio Preto - JaguarĂĄ: Ruas Maria Tereza M. de Oliveira, Gilberto S. S. Filho e adjacĂŞncias. Das 13:00h Ă s 15:00h, JaguarĂĄ: Rua Gilberto S. S. Filho e adjacĂŞncias. O restabelecimento de energia poderĂĄ voltar antes do horĂĄrio previsto.

CartĂłrio de 3Âş OfĂ­cio de Petropolis

HĂĄ 30 anos era publicado

Terceiro OfĂ­cio - Petropolis - RJ

O dia 25 de janeiro de 1982 caiu em uma segundafeira e o DIĂ RIO nĂŁo circulou nesta data. SEPULTAMENTO

CEMITÉRIO MUNICIPAL TERÇA-FEIRA- 25/01 Julieta Roncaratti Muniz da Silva, 92 anos, Centro, 10h Yara Forster Rolim, 72 anos, Quitandinha, 11h30 Rentao Mesquita Piazzi, 48 anos, Samambaia, 14h Maria de Lourdes Cunha da Silva, 79 anos, Retiro, 15h Maria da Conceição Carneiro, 65 anos, Centro, 15h30 Palmira Marques SimĂľes de Almeida, 93 anos, Carangola,16h30 CemitĂŠrio de Itaipava Maria Aparecida Pinheiro da Cruz Constância, 51 anos, 15h, Pedro do Rio OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SĂƒO FORNECIDAS AO DIĂ RIO POR FUNCIONĂ RIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Tranquilidade

para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informåtica Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemåtica Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Anålise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção TÊcnica: Mårcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

25/01/2012

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 25/01/2012 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 26/01/2012 CELSO PEDRO ROMANO DOS SANTOS RUA MAL DEODORO 216 APT 603

NĂşmero: AA-000018

Cheque

EmissĂŁo:02/07/2010

Vencto: 02/07/2010 Cheque Administrativo

Custas

103,01 Total

Protestar em 26/01/2012 MARCOBRUN IND.COM.E COM.DE ROUPAS LTD

Valor:

Cheque Administrativo

Custas

128,15 Total

Protestar em 26/01/2012

Valor:

EmissĂŁo:10/11/2011 113,35 Total

Valor:

0,00 Tarifa

14,72 Total

616,73

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

1454

MARTINS TEXTIL LTDA - ME

23/01/2012

1773,26

1.901,41 ou Dinheiro Custas

NĂşmero: 507101/002

DUPLICATA MERCANTIL

103,01 Cpmf

MARTINS TEXTIL LTDA - ME

012899957000109

Custas

23/01/2012

MAURO LUIZ DE MORAES

CNPJ / CPF 001174560000125

RUA QUISSAMA, 1341

Cheque Administrativo

ITAMARATI AUTO PECAS

128,15 Cpmf

0,00 Tarifa

14,72 Total

1.916,13

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

RODRIGO FIUZA PLANTZ

Vencto: 13/01/2012

1461

499,00

NĂşmero: 1241/04 EmissĂŁo:15/09/2011

Vencto: 13/01/2012

Protocolo

MAURO LUIZ DE MORAES

602,01 ou Dinheiro Custas

RUA ROCKFEELER 332 DUPLICATA MERCANTIL

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 20496303791

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

1430

SOL MAR INDUSTRIA E COMERCIO LTDA - ME

23/01/2012

SOL MAR INDUSTRIA E COMERCIO LTDA - ME

329,11

442,46 ou Dinheiro Custas

113,35 Cpmf

0,00 Tarifa

14,72 Total

457,18

Intimo-os a pagarem ( atravĂŠs de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razĂľes por que nĂŁo o faz. Ficando assim jĂĄ intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 25/01/2012 JoĂŁo Correia Lima Neto - Escrevente

Leia e assine o DiĂĄrio de PetrĂłpolis - ( 2235-7165


MOSELA Hoje é Dia da Conversão de São Paulo, Dia do Carteiro e Dia da Bossa Nova. Na paróquia de São Judas Tadeu, na secretaria o expediente é de terça a sexta-feira, de 16h30 às 18h30. Os eventos podem ser agendados no telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello.

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Ornamentação será pioneira em Corrêas Novas queixas sobre estado AMAC pede atenção de autoridades no período de carnaval. Entre elas, mais banheiros químicos para impedir desrespeito de foliões Ornamentação, policiamento, organização do trânsito, banheiros químicos, limpeza diária, guardas municipais e fiscalização de postura. Os itens foram solicitados pela Associação de Moradores e Amigos de Corrêas – AMAC – para o período de carnaval junto a Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis. No ofício assinado pelo presidente da AMAC, Vladimir Branco Castor, o Mimi, ele

reivindica a ornamentação carnavalesca na Praça Luiz Furtado da Rosa, que, se atendida, será contemplada pela primeira vez. A entidade também pede o aumento do efetivo policial para garantir a tranquilidade dos foliões, recordando que nos anos anteriores o número não atendeu as necessidades. No documento também consta a organização do trânsito através da Companhia Petropolitana de Trânsito e

Transportes – CPTrans – referindo-se à Rua José Cândido cujos moradores todos os anos ficam impedidos de chegar ou sair de casa devido o número de carros estacionados. O quarto item é o pedido do aumento de banheiros químicos para que não aconteça o desrespeito de foliões. O ofício foi dirigido ao diretor-presidente da Fundação Gilson Domingos da Silva e a penúltima reivindicação e a

efetiva diária de limpeza tanto das ruas quanto dos banheiros através de equipe da Companhia do Desenvolvimento de Petrópolis – COMDEP. E finalmente a AMAC lembra que todo período carnavalesco surge um grande número de ambulantes sem autorização que utilizam espaços para expor mercadorias. A entidade pede a fiscalização de posturas juntamente com a Guarda Municipal.

Projeto Grão Pará anuncia baile de carnaval a fantasia O Projeto Social Esportivo Grão Pará, do Alto da Serra, já voltou às atividades do ano e anunciou uma novidade para 2012. A entidade vai promover um baile carnavalesco a fantasia no dia 18 de fevereiro em local que ainda será definido. Outra inovação no período é que pela primeira vez o Grão Pará vai disputar o campeonato petropolitano de futebol de campo na categoria sub 13. O anúncio foi do coordenador do Grão Pará Claudinei Raimundo, o Nei. Ele confirmou também que será realizada uma palestra educativa para alunos e

pais, reforçando que a entidade está sempre voltada ao desenvolvimento educativo e cultural, além do trabalho esportivo para os menores. No final o coordenador lembrou que este ano também está de volta a equipe feminina que detém o vice campeonato de futsal Petro/ Esport de 2011. Ele recordou a copa interna de futebol que foi promovida no final do ano passado quando 150 menores participaram na quadra da Comissão Municipal de Atuação Comunitária de Petrópolis – COMAC – que é parceira do Grão Pará.

dos ônibus no Bairro Mosela A leitora Bia Camargo, da Mosela, somou ontem mais uma reclamação do estado precário dos ônibus que servem a comunidade. Além de queixar-se das constantes quebras dos veículos ela denunciou até problemas com a falta de estofamentos em bancos dos coletivos, taxando como cara a tarifa na cidade. A queixa foi feita por e-mail.

Bia indicou o coletivo da linha Pedras Brancas, de série 1048 da Viação Esperança como o que faltam estofamentos. Por outro lado, o morador Sérgio Moreira de Oliveira lembrou na semana passada que aguarda com expectativa a licitação anunciada pelas autoridades do transporte em Petrópolis “para ver se a coisa muda de figura”.

Morador confirma continuidade de cavalos soltos no Calembe Perguntado no final da tarde de segunda-feira no centro de Nogueira se na Estrada do Calembe continua o problema de cavalos soltos, o pintor de paredes Alcebiades Morais da Silva confirmou a situação. - Isto acontece todos os dias. Já ocorreram acidentes com carros atropelando os bichos e os proprietários dos animais não estão nem aí – reclamou.

O morador local foi atraído para a pergunta quando comentava o problema com um amigo na Praça São Cristóvão. A informação dele veio ao encontro com a queixa de Luiz Carlos Veiga, do Grupo Amigos de Nogueira – GAN – feita na semana passada. O fato dos animais soltos na Estrada da Calembe e outras localidades da região estão sendo denunciados desde o ano passado.

Aproximadamente cem voluntários participaram no ano passado do Projeto Social Grão em Grão, da Paróquia de Santo Antônio e Santo Agostinho, de Nogueira. O número consta no relatório de 2011 da instituição, lembrando que a participação foi produzindo aulas em várias áreas, costurando, produção de fraldas, orientando, enfim, participando de alguma maneira. A informação é da diretora do

Grão em Grão Maria Elisa Cesário Alvim Modiano, que agradeceu a generosidade de cada voluntário pelo tempo e energia dedicados. Ela lembrou também que as parcerias dos serviços sociais da indústria e de aprendizagem industrial – SESI/SENAI – contribuíram com a instituição. Foram três turmas nos aprendizados Aprenda a Clicar, Inglês Básico e Operador de Máquina de Costura Industrial.

Projeto Social Grão em Grão apresenta relatório de 2011

Nei anunciou baile a fantasia e palestra educativa no Grão Pará

ESPORTE Alan Alonso

Jaci dos Santos e Leandro de Azevedo contaram como será a temporada 2012 da agremiação

Equipe feminina do Boa Esperança se reapresenta Depois da reapresentação do time profissional de futebol feminino, o Boa Esperança F. C. está contando com atletas vindas do time do bairro do Atílio Marotti. Taíres, Jéssica, Gabriela e Gabrielle são os novos destaques da equipe petropolitana. O plantel do time do Vale do Boa Esperança au-

mentou em 31% sua equipe em relação à última temporada, passando a ter 21 jogadoras para 2012. De acordo com o olheiro do clube, Leandro de Azevedo, devem chegar mais nove atletas depois da peneira deste sábado, que será realizada na quadra de futsal de Atílio Marotti, nas proximidades do Corpo de Bombeiros de

9 às 12 h. Esta servirá para o time ter um elenco forte e numeroso para a disputa do campeonato municipal, ainda a ser confirmado pela Liga Petropolitana de Desportos (LPD). - Deveremos aproveitar cerca de nove atletas nessa peneira, mas é lógico que dependerá do desempenho das garotas – disse Azevedo.


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

ESPORTES

esportedp@gmail.com

Petropolitanos na final da Copa São Paulo nEdson Cunha Especial para o Diário

Dois petropolitanos estarão disputando hoje a final da Copa São Paulo de Futebol Juniores. De um lado o professor Marcelo Veiga, que treina o Fluminense e do outro Edilson dos Santos, craque do Corinthians. As duas equipes se enfrentam a partir das 10h. A partida será transmitida pela Rede Globo e pela BandSports. O experiente Marcelo Veiga, que já conquistou vários títulos em sua longa carreira, sabe que não irá encontrar moleza no Timão. O treinador para surpreender o adversário treinou forte seus comandados na manhã de ontem, em um campo ao lado do Palmeiras, rival do Corinthians em São Paulo. O Fluminense está afastado há 23 anos da final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, e volta a brigar pelo título no Pacaembu, em São Paulo. Os dois clubes são os maiores vencedores da competição. O Tricolor está com cinco títulos; já o Corinthians, possui sete campeonatos. Em entrevista ao Extra, o técnico Marcelo disse que a decisão não o surpreendeu.

- O Fluminense sempre possuiu uma base forte, mas nem sempre se consegue vencer. Perco a conta de quantos nomes saíram de Xerém – disse o treinador, que está na base do Tricolor há nove anos. No Timão, um dos destaques é de Petrópolis. Edilson dos Santos atuou em vários clubes da Cidade Imperial e vem atuando com frequência no time paulista. O craque deverá fazer a diferença na partida. Segundo a Agência Corinthians, Luiz Flavio de Oliveira será o árbitro do jogo entre Timão e Fluminense, válido pela final da Copa. Ele será auxiliado por Alberto Poletto Masseira e Luis Alexandre Nilsen. Pela 15ª vez na história, o Timão participa de uma final. Maior campeão do torneio, o Alvinegro venceu a Copa sete vezes: 1969, 1970, 1995, 1999, 2004, 2005 e 2009. Para o Timão basta uma vitória simples para que seja campeão com a melhor campanha da história da Copa. O confronto está marcado para hoje, dia em que a cidade de São Paulo completa 458 anos, às 10h, no Pacaembu. (*Com informações da Agência Corinthians e Assessoria de Imprensa do Fluminense).

Divulgação Fluminense

Arquivo Pessoal

O professor Marcelo Veiga comanda a equipe do Fluminense. Já o meia Edilson dos Santos vai atuar com a camisa do Corinthians

Posse, na raça, consegue empate no Sub-15 contra o Carangola

O diretor do Posse Futebol Clube, Nelcyr Costa Filho prestou uma bela e justa homenagem ao eterno diretor do Carangola, o irreverente e competente ‘seu’ Maninho. O dirigente do clube do bairro Divino recebeu um diploma das mãos do dirigente do clube coirmão do 5º Distrito, em jogo disputado neste domingo. Divulgação

Treinadores de diversas modalidades e diretores se reuniram

Petrô apresenta técnicos e dirigentes das modalidades Na última sexta-feira foi realizada na sede esportiva a reunião do departamento de esportes em que foram apresentados os coordenadores e membros das comissões técnicas das diversas modalidades praticadas no Petropolitano Foot-Ball Club. O vice-presidente de esportes, Délio Jorge Kronemberger, após a apresentação dos quatro novos componentes do departamento, Artur de Freitas Castro, no ciclismo, David Damico, Igor e Tomás, no futsal e no futebol de campo. Na oportunidade ele informou das metas do departamento de esportes em relação à temporada 2012 e das dificuldades e dos obstáculos que por certo serão encontrados para se cumprir

a sua programação. - A prioridade é a participação em campeonatos das categorias de base de futebol, futsal, basquetebol, voleibol, handebol, além do ciclismo, futebol de mesa e do levantamento de peso, este em parceria com a Secretaria de Esportes e Lazer – explicou Délio. Na oportunidade todos os participantes tiveram a oportunidade de expor os objetivos em relação as atividades das modalidades e das equipes que irão dirigir. Berg, coordenador do Projeto de Responsabilidade Social, também fez uma apresentação do que se espera dos trabalhos que serão realizados junto às crianças e os jovens neste ano.

Em partida disputada no Estádio Luiz Fernando Machado Fagundes, na Posse, a equipe da casa conseguiu arrancar o empate no final contra o forte time do Carangola. A partida, encerrada em 3 a 3, foi válida pela semifinal do Campeonato Municipal de Futebol de Campo Sub-15. O jogo começou com as duas equipes se estudando e as oportunidades foram sendo criadas mas as defesas estavam levando vantagem sobre os atacantes. O time do Carangola saiu na frente aos 5 minutos, fazendo 1 x 0 no placar. Na oportunidade o placar do estádio do Posse foi inaugurado. Mas aos 22 minutos em boa jogada e bela conclusão do atacante Neuman, deixou tudo igual no placar até o final da primeira etapa. No segundo tempo com as modificações em ambas as equipes o jogo passou a ser muito emocionante, mas uma vez o visitante fez 2 x 1, e em um contra-ataque rápido o Posse empatou, desta vez com o atacante Lambari. Naquele momento começou a lambança da arbitragem,

Fotos: Riclen Assessoria

Os comandados do técnico Luiz Preto lutaram até o fim e saíram de campo com um empate

segundo a diretoria do Posse, sem autorização do árbitro, com quatro jogadores no campo adversário a equipe do Carangola chutou do meio campo e acertando o gol, logo validado pelo péssimo juiz e gerando uma revolta da comissão técnica do Posse.

Em nova saída de bola o time partiu para cima do adversário e arrancou o empate em uma penalidade sofrida e bem cobrada pelo meia Artur, deixando tudo igual novamente dando como resultado final Posse 3 x 3 Carangola.

O Sub-15 do Posse atuou com: Portuga, David, Wesley, Victor e Batata; Diel, Pimentel, Matheus P. e Eliezer; Neuman e Artur. Entraram: Vinicius, Rogério, Gabriel, Lambari, Ian, Fernandes e Neném. Treinador: Luiz Preto e auxiliar: Tuninho.

Petropolitano vence Secretário: Sub-17 Com rodada dupla no Estádio Carlos Guinle, as equipes Sub-15 e Sub-17 do Petropolitano jogaram respectivamente contra o Vera Cruz e o Secretário fazendo os primeiros jogos das semifinais do do Campeonato Municipal promovido pela Liga Petropolitana de Desportos e relativos à temporada de 2011. Na categoria Sub-15, a equipe dirigida por Silmar Assumpção empatou sem gols, depois de não ter se encontrado em campo no primeiro tempo. Na segunda etapa o time alvinegro melhorou mas não o suficiente para marcar. Foi um resultado justo para as duas agremiações ficando a decisão pela vaga para a final para o próximo domingo, 29, no Estádio Sete de Setembro, no Moinho Preto, a partir das 9h. O time alvinegro treinará durante a semana, quando

Divulgação/Petropolitano

Vice-presidente de esportes do Petrô, Délio Kronemberger, em pé à esquerda, gostou da atuação

procurará acertar o seu setor ofensivo. Já no Sub-17, o Petrô conseguiu uma vitória importantíssima por 3 a 1 contra o Secretário, saindo na frente na

busca de uma vaga para a final da competição. Fará no próximo domingo, a partir das 14h, no Campo do Boa Esperança, o segundo jogo da semifinal, quando um empate colocará o

time na final. A equipe é a atual campeã municipal e luta pelo bicampeonato da categoria. O time dirigido por Nahor Júnior, volta aos treinamentos na quarta-feira.

diariodepetropolis  

artigos, cidade, colunistas, esportes