Page 1

Diário

de Petrópolis 57 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.956 - Sexta-feira, 23 de setembro de 2011

megaoperação

Divulgação

Ordenação de bispo será realizada na Catedral

PMP intervém em família que vivia com 30 cachorros Divulgação

A ordenação episcopal do monsenhor Gilson Andrade da Silva, bispo auxiliar de São Salvador, Bahia, será em Petrópolis. Esta é a segunda ordenação de um bispo na Diocese, desde a sua fundação, em 1948. (Página 7) Matheus Quintal/Ascom PMP

Agentes da Comdep realizam a limpeza do terreno da casa: dez cachorros foram encaminhados para abrigos provisórios

Valparaíso recebe obras e pavimentação A Rua Padre Moreira está recebendo obras de contenção de muro, pavimentação asfáltica e alinhamento de meio-fio. Já foi concluída a pavimentação de mais de 150 metros em asfalto, na proximidade do Trono de Fátima, que facilitará o acesso de turistas e moradores da região. (Página 7)

Recursos das chuvas serão debatidos em audiências

Ganhador da Mega-Sena fez única aposta na tarde do sorteio

Alan Alonso

O petropolitano que ganhou R$ 31 milhões da Mega-Sena, na quarta-feira, investiu apenas R$ 2 e se tornou o mais novo milionário. Até ontem, ele ainda não havia retirado o prêmio. A aposta foi realizada horas antes do sorteio na lotérica do Mercado Estação – a mesma onde, em agosto, o ganhador de R$ 2 milhões da Quina havia apostado.

(Página 5)

agenda O Chá Rosa, que tem como meta arrecadar fundos para a organização do Outubro Rosa, será realizado hoje, a partir de 15h, no salão da Catedral São Pedro de Alcântara, que fica localizada à Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro. Os ingressos saem a R$ 15. O Outubro Rosa é um evento internacional que tem como meta levantar a bandeira da detecção precoce do câncer de mama. (Página 6)

Bairros

(Página 7)

PSOL realiza panfletagem por 21 vereadores (Página 3)

Após dezenas de denúncias, agentes do Corpo de Bombeiros, da Comdep e das secretarias de Meio Ambiente e da Saúde entraram, munidos de um mandado judicial, em uma casa na Rua Paulino Afonso, no Centro, onde um idoso e uma mulher conviviam com mais de 30 cachorros, sete gatos e muitas fezes e urina dos animais. O local foi higienizado e o idoso encaminhado para o Hospital Santa Teresa.

Gerente da Loteria Estação, Gilberto Silveira: dois milionários no mesmo ano e na mesma lotérica Alan Alonso

(Página 3)

Perseguição policial pela contramão nas ruas do Centro Ao ser abordado por policiais militares, o condutor de uma moto sem placa, que passava próximo ao antigo Fórum, por volta de 12h30, arrancou e foi perseguido por várias ruas. O condutor, de 20 anos, foi detido após abandonar a moto. Na delegacia, foi autuado e, depois, liberado.

Policial com a moto apreendida: o condutor, de 20 anos, tentou se esconder em uma loja no Centro

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................

(Página 5)

Um desmatamento que vem acontecendo desde o início da semana no Parque São Vicente foi denunciado ontem por moradores locais. Informaram que árvores centenárias e em extinção como embaúbas, foram postas abaixo. O secretário Leandro Vianna, do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, determinou investigação no local. (Página 9)

Esportes Depois de vencer seus dois primeiros jogos pelo Campeonato Estadual de Futsal, contra Caer (19 a 0) e Drogaria do Povo (6 a 3), o Poker/PEC enfrenta o Imperial hoje, às 19h30, no Ginásio da UCP, no Bingen. O jogo é válido pelo grupo B da competição, que, além das duas equipes serranas, conta também com o Botafogo (atual campeão carioca), Caer e a Drogaria do Povo. As duas agremiações realizam o clássico petropolitano da competição. (Páginas 9 e 10)


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Palavra de mulher

Nascem flores no pântano n Petrônio S. n Gaudêncio Torquato

A

flor de lótus nasce no pântano. Exibe beleza e força. Das águas lodosas, desabrocham flores brancas, imaculadas, uma perfeição da natureza. A imagem da flor foi usada, faz bom tempo, neste espaço, para expressar a crença de que, no meio do caos, há uma réstia de esperança. A frase era: “a política chegou ao fundo do poço em matéria de moral. Mas não morreu a esperança de nascer uma flor no pântano”. Saulo Ramos, jurista e sábio, e, também, um incréu, pinçou a alegoria em seu livro Código da Vida para atribuí-la aos “puros, os poetas, os idealistas”, não sem fazer votos para que “eles tenham razão” na pregação. Pois bem, a política continua cercada de lama por todos os lados, mas são inegáveis as flores que nascem aqui e ali, sob os cuidados atentos de uma gente de fé, que junta forças e motivação para deixar o conforto de suas casas e organizar uma marcha contra a corrupção, dando-se as mãos, erguendo faixas, ecoando palavras de ordem, clamando por decência. As manifestações do dia 7 de setembro, em Brasília, e em outras regiões, mostram que o Brasil está longe de ser um gigante adormecido em berço esplêndido. Fazia tempo que não se distinguiam, em rostos juvenis, as cores verde e amarelo, traços da estética cívica que o Brasil tem gravados desde os tumultuados idos do impeachment de Collor. Há uma chama iluminando parcela considerável da consciência social. Ou, para usar outra imagem, um rastilho de pólvora se infiltra em numerosos espaços, pronto para receber o fósforo da explosão. A escalada ética que se descortina, nesse instante, é emoldurada, de um lado, pelo desenho da assepsia que a presidente Dilma realiza em estruturas críticas da administração federal e, de outro, por atos corporativos, como o da Câmara Federal, ao inocentar a deputada Jaqueline Roriz, flagrada em indecoroso gesto de receber dinheiro suspeito. A mobilização social pela moralização de costumes e práticas na política ganha volume, ao impulso das redes sociais, sendo este, aliás, um fenômeno que se amolda ao modo de pensar e agir das correntes sociais. O fato é que os milhões de internautas que usam cotidianamente as redes tecnológicas da comunicação – beirando 50 milhões de pessoas – configuram um poderoso núcleo irradiador de informações e visões e, como tal, funcionarão como pulmões a oxigenar o coração da opinião pública. Não há mais como deixá-los à margem do processo comunicacional brasileiro. Doravante, deverão ser avaliados sob o prisma da articulação e da mobilização, sendo demonstração cabal de seu poderio a convocação da Marcha contra a Corrupção, sob a égide exclusiva das teias sociais. Ao lado do fator tecnológico, que confere ao Brasil posição de destaque no ranking da internet mundial, é oportuno atentar para a organicidade social. O país alcança grau elevado no que concerne à organização de grupos, núcleos, categorias profissionais, gêneros, raças e etnias. O IBGE acaba de catalogar: 338 mil Organizações não governamentais. Adicione-se o exército composto pelos batalhões informais para se contabilizar cerca de meio milhão de entidades jogando fermento na massa nacional. Voltemos às flores do pântano para lembrar que sua proliferação se deve, também, ao denso composto organizacional aqui formado. É inegável que os últimos ciclos governamentais privilegiaram a articulação com movimentos da sociedade, que foram incentivados a tomar assento na mesa de políticas públicas e em foros de participação política. Reforço a essa estratégia foi proporcionado pelo universo político, na esteira de crises intermitentes que o consomem e que se apresentam, ao crivo da opinião pública, sob o desfile de denúncias de abusos, desvios, flagrantes de conchavos, prisões escandalosas etc. Nossa democracia representativa vive o clímax de sua crise crônica. Eventos negativos se sucedem. A escatologia da política pantanosa transparece em exibições midiáticas e, agora, frequenta a lupa de milhares de olheiros e analistas das redes, que não se furtam a expressões virulentas contra os atores flagrados com a boca na botija. Portanto, ante o refluxo e o descenso do poder centrífugo – o poder das instituições políticas – emerge, abrindo novas fronteiras, um poder centrípeto, que se movimenta a partir das margens sociais em direção ao centro. No espaço intermediário da pirâmide social – e essa é a observação a frisar -, abrigam-se novos grupamentos médios, vindos de baixo, os quais começam a se iniciar nas artes e técnicas usadas pelas classes tradicionais. Essa faceta da composição social passa a gerar efeitos sobre o modo nacional de pensar. A dedução é que as marolas no meio da lagoa pantanosa se multiplicam, com possibilidade de deflagrar uma cadeia homogênea de pressões e interações, as quais, por sua vez, fazem o papel de filtro contra o lodo. É interessante observar que o dicionário da política, antes restrito a meia dúzia de letrados, começa a ganhar locução aberta e irrestrita nas redes. Conceitos como reforma política, sistema de voto, qualidade da representação, renovação e, até, posições individuais de atores políticos passam a ser acompanhados de maneira atenta. E essa corrente pode vir a alargar as ondas da reforma política. Com maior clareza sobre coisas como voto em lista, voto distrital, distritão, esses instrumentos poderão compor o debate imediato sobre reforma política, principalmente quando lideranças, como Lula, se dispõem a colocar a temática na agenda nacional. O fato auspicioso é que a consciência cívica dá sinais de alerta nesses tempos de intensa mudança de quadros, troca de ministros e de mutirões de mobilização, destinados a permanecer nas redes sociais. Dia 12 de outubro, a convocação pela via eletrônica sinalizará nova marcha, desta feita Pela Educação e contra a Corrupção. Não há por que deixar de crer – e ver – que resplandecem flores no pântano. n Jornalista, é professor titular da USP, consultor

político e de comunicação Twitter @gaudtorquato

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Gonçalves

F

oi com a autoridade de mulher, terceiro mundista, que a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, subia à tribuna das Nações Unidas, entidade criada para justificar as eternas e recorrentes injustiças praticadas mundo afora em séculos e séculos de espoliação e escravidão. Vestida pela armadura de perseguida política e torturada por uma ditadura de chumbo, a presidente Dilma reverberou a voz dos excluídos do mundo inteiro. Com clareza de idéias e convicção de pensamento, ela falou por todos nós, que somos, dia a dia, vítimas de um sistema excludente, perverso, disfarçado em uma equivocada democracia que ela também representa. Fica o registro das palavras ditas no mais alto púlpito criado e defendido pelos donos do mundo. Fica a certeza de que nem todos

são inteiramente submissos, covardes, convenientes, servis. Fica o registro de que alguém está atento a tudo e que está disposto a denunciar, ainda que haja muita injustiça praticada em nosso país e que são silenciadas por um governo complacente e leniente com os desmandos que se praticam por aqui. Em um discurso de 24 minutos, no mais simples português, interrompida seis vezes por aplausos, a primeira voz feminina a abrir uma Assembléia Geral das Nações Unidas falou pelos desvalidos do mundo inteiro. Em suas palavras “é a voz da democracia e da igualdade se ampliando nesta tribuna que tem o compromisso de ser a mais representativa do mundo”. “Na língua portuguesa, palavras como vida, alma e esperança pertencem ao gênero feminino. E são também femininas duas outras palavras muito especiais para mim: coragem e sinceridade. Pois é com coragem e sinceridade que quero lhes falar no dia

de hoje”. “Representando todas as mulheres do mundo. As mulheres anônimas, aquelas que passam fome e não podem dar de comer aos seus filhos; aquelas que padecem de doenças e não podem se tratar; aquelas que sofrem violência e são discriminadas no emprego, na sociedade e na vida familiar; aquelas cujo trabalho no lar cria as gerações futuras. Junto minha voz às vozes das mulheres que ousaram lutar, que ousaram participar da vida política e da vida profissional, e conquistaram o espaço de poder que me permite estar aqui hoje. Como mulher que sofreu tortura no cárcere, sei como são importantes os valores da democracia, da justiça, dos direitos humanos e da liberdade”. “O reconhecimento ao direito legítimo do povo palestino à soberania e à autodeterminação amplia as possibilidades de uma paz duradoura no Oriente Médio. Apenas uma Palestina livre e soberana poderá atender aos legítimos anseios de Israel por paz com seus vizinhos, se-

gurança em suas fronteiras e estabilidade política em seu entorno regional”. “O mundo sofre, hoje, as dolorosas consequências de intervenções que agravaram os conflitos, possibilitando a infiltração do terrorismo onde ele não existia, inaugurando novos ciclos de violência, multiplicando os números de vítimas civis”. “O desafio colocado pela crise é substituir teorias defasadas, de um mundo velho, por novas formulações para um mundo novo. Enquanto muitos governos se encolhem, a face mais amarga da crise - a do desemprego - se amplia. Já temos 205 milhões de desempregados no mundo. 44 milhões na Europa. 14 milhões nos Estados Unidos. É vital combater essa praga e impedir que se alastre para outras regiões do planeta”. Estas são verdades de agora, que alguém ousou apontar e denunciar, com a salutar constatação de ser uma mulher e, brasileira! n Jornalista e escritor www.petroniogoncalves. blogspot.com

Voto secreto e controle democrático n Bruno

Lima Rocha

L

ançada na tarde desta terça, 20 de setembro, a Frente Parlamentar pelo Fim do Voto Secreto vai tentar votar a emenda em segundo turno na Câmara Federal para depois peregrinar por gavetas e corredores até tentar chegar ao plenário do também mui nobre e valoroso Senado da República. O Projeto de Emenda Constitucional que aprova o voto em aberto para todas as instâncias do Congresso Nacional vem passando por um calvário institucional. Apresentada primeiramente em 2001, votada em primeiro turno em setembro de 2006 e somente agora voltando a ser pauta de uma possível

votação de segunda volta. O tema em pauta faz parte do rito parlamentar e, ao contrário das aparências, não se trata de assunto de pouca monta. O nome da Frente fala por si, e o fato singular de ser necessário um bloco de interesse para aprovar algo que seria normativamente obrigatório é um problema e tanto. Todo regime de democracia representativa implica no distanciamento entre eleitor e eleito, fator este intensificado onde não há mandato imperativo e o plebiscito é pouco ou nada utilizado. Mas, para piorar, ao não saber como foi o comportamento político de seu parlamentar, ao menos nos poucos temas onde sua presença é fundamental – votando em comissões ou em

plenário – é algo semelhante com oficializar o estelionato eleitoral. Quando se trata de processo decisório – como é o caso das votações – o segredo sempre favorece o desviante. Intriga comparar dois padrões. Quando a emenda foi para o primeiro turno, aprovaram-na por unanimidade. Se isto refletisse um padrão na casa, e não um constrangimento, não deveria haver nenhuma dificuldade para aprovar a PEC, e em regime de celeridade. Ocorre justamente o oposto. Trata-se da lógica da sobre vivência política, mas a partir do individualismo metodológico exacerbado. O padrão dos cerca de 300 votos oriundos ao baixo clero indica que estes deputados operam com estratégia

política, mas na versão unilateral, refletindo em sua agenda de prioridades o nível da política que exercem. Para tanto, manter seus votos em situação delicada sob sigilo é algo fundamental. O inverso também é verdadeiro. Assim, quem votar contra, depois não reclame do inevitável descrédito que os brasileiros têm dos políticos profissionais. Minha crítica não repousa em argumentação moralista, mas sim na defesa de uma essência de poder e mando do povo sobre seus representantes. Quanto mais escancarado for o processo decisório, melhor para os que padecerão das decisões. n Cientista político e Jornalista www.estrategiaeanalise.com.br/ blimarocha@gmail.com

Os Protestos Contra a Corrupção n Marcos

Coimbra

N

os primeiros dias de julho, o correspondente no Brasil do jornal espanhol El País escreveu um artigo que teve larga circulação. Seu título era uma pergunta: “Por que os brasileiros não reagem?” Para o autor, seríamos um mistério. Como, passados seis meses do início do governo Dilma, com dois ministros demitidos, “ambos caídos sob os escombros da corrupção política”, não teríamos o fenômeno, “hoje em moda no mundo”, dos indignados? Por que não irrompe um movimento “capaz de limpar o país das escórias de corrupção que abraçam hoje todas as esferas do poder?”. Se voltasse agora ao tema, sua perplexidade seria maior. Pois já são quatro os ministros que saíram em meio a questionamentos sobre sua conduta no cargo. Todos, de uma forma ou outra, se comportaram de maneira inconveniente, mesmo se não seria justo dizer que sucumbiram “sob os escombros da corrupção” (para

repetir uma expressão curiosa do jornalista, que sugere que a corrupção teria “desmoronado”, ou seja, sido destruída). Aceitar carona no avião de empresários (ou usar um motorista da Câmara dos Deputados para funções domésticas) não é correto, mas está longe de ser evidência de andar abraçado com “as escórias da corrupção”. Não só aumentaram os casos de ministros flagrados fazendo coisas erradas como dezenas de funcionários graduados de diversos órgãos foram demitidos, muitos por suspeita de práticas criminosas. Alguns acabaram detidos e fotografados no xilindró. Mais combustível, portanto, para os indignados. Que deveria encontrá-los ainda mais dispostos a se indignar, pois essa “moda” não terminou de julho para cá. Pelo contrário. Até em Wall Street, onde menos se esperaria vêlos, surgiram indignados. O pasmo do correspondente deveria crescer se ele se lembrasse que, neste setembro, foram muitas as iniciativas de mobilizar as pessoas para ir às ruas protestar contra a corrupção. A começar pelo 7 de Setembro, quando

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora interina: Jaqueline Gomes

D

a oportunidade parecia ótima: transformar a comemoração do aniversário do Grito do Ipiranga no dia do “grito contra os corruptos”. A contabilidade do que ocorreu revela quão pequena foi a adesão ao chamamento dos organizadores. Embora falem em 30 mil manifestantes, até eles admitem que 25 mil eram de Brasília (onde a irritação era grande, dado o caso Jaqueline Roriz). Ou seja, nos outros lugares onde estavam convocados protestos - São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre - teriam sido apenas 5 mil pessoas, uma média de 1,25 mil por cidade. O que é pouco. Para quem esperava uma Praça Tahir, uma decepção. A mobilização foi modesta e fugaz. Não foi por eles não saberem usar a ferramenta básica dos indignados mundo afora: as redes sociais. Tanto no 7 de Setembro, quanto nos dias a seguir, muita gente se utilizou delas para disseminar ideias e convocar pessoas. A mídia deu a esses esforços espaço maior do que seu tamanho justificava. Tornaram-se assunto dos principais jornais, a televisão os cobriu,

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

seus organizadores deram entrevistas às rádios e portais. Mas não adiantou. Há quem continue a apostar que os indignados vão surgir. São os que insistem em analogias sem sentido, torcendo para que os protestos de agora ganhem corpo e reproduzam o que foram, nos anos 1980, as manifestações em favor das eleições diretas e, nos 1990, o impeachment de Collor. O problema é que as movimentações atuais carecem de algo essencial. O ambiente pode lhes ser propício. Há estímulos internacionais. A mídia as trata com simpatia. Seus organizadores conhecem os instrumentos para provocá-las. Mas falta povo. E continuará a faltar-lhes enquanto forem claramente identificadas com a elite conservadora e os políticos da direita. O povo é contra a corrupção. Mas não é a favor de quem apenas por conveniência empunha a bandeira de acabar com ela. E continua a confiar em que o governo (no qual votou há menos de um ano) a enfrente. n Sociólogo e presidente

do Instituto Vox Populi

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

3

cidade

Saída de vereadores do plenário gera polêmica n Vinicius Henter

viniciushenter@diariodepetropolis.com.br

A votação da redação final dos projetos de lei voltados para a política de proteção à criança e ao adolescente, entre eles o que cria mais um Conselho Tutelar no município, gerou polêmica ontem na Casa. O motivo da discussão não foi o conteúdo dos projetos e sim a falta de quorum, já que dois dos nove vereadores presentes saíram do plenário – são necessários, no mínimo, oito para votar uma matéria. O vereador João Tobias (PPS) entendeu a saída dos vereadores Marcelo Motorista (PDT) e Vadinho (PSB) do plenário como um “desrespeito”, já que teria sido proposital para impedir a votação. Ele argumentou ainda que os projetos são importantes para o município. No entanto, a falta de quorum durou pouco, já que os dois retornaram poucos minutos depois, e a redação final dos projetos foi aprovada. - Nós não estamos aqui brincando. Estamos brigando para votar uma coisa séria. Acho um absurdo um vereador sair do plenário para impedir uma votação. Eu peço que todos os vereadores, mesmo os que estiverem contra o projeto, estejam presentes, mesmo que votem contra,

mas que tenham coragem de mostrar que estão votando contra – disse Tobias. Marcelo respondeu que saiu do plenário apenas para solicitar uma informação na secretaria legislativa da Casa. - Eu tenho responsabilidade. Não estou fugindo, não – disse Marcelo, irritado. Já Vadinho defendeu a saída do plenário como um recurso que pode ser utilizado pelo vereador. Neste ano, houve outras votações em que vereadores, tanto da oposição quanto da situação, saíram do plenário para impedir votações. - Entendo que todos os projetos que chegam a esta Casa são importantes. Mas não é porque o doutor Alexandre (Teixeira, juiz titular da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso de Petrópolis, que foi à Câmara na terçafeira defender a aprovação dos projetos) veio aqui, que temos que votar os projetos em regime de urgência urgentíssima. Sair da votação é um direito do parlamentar. Pior são aqueles que não comparecem à sessão. Temos que fazer um levantamento das faltas dos vereadores – disse Vadinho. Wagner Silva (PPS) concordou com a proposta de se fazer um levantamento das faltas dos vereadores às sessões da Câmara. Arquivo

O delegado da 105ª DP, Marcello Braga, enviou ofício à Câmara

Jogo do bicho no comércio poderá ter lei mais rigorosa O presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB), está apresentando à Mesa Diretora da Casa a sugestão do titular da 105ª DP, delegado Marcello Braga Maia, de elaboração de uma lei municipal que determine a cassação do alvará de estabelecimentos comerciais por desvio de finalidade em caso de reincidência de flagrante de contravenções como as práticas de jogo do bicho e utilização de caça-níqueis. A sugestão foi apresentada em função do número de casos de reincidência de contravenção envolvendo estabelecimentos comerciais da cidade. - Por conta do cargo de presidente da Câmara, conforme prevê o Regimento Interno, não posso apresentar indicação de projetos ao Executivo, mas o ofício enviado pelo delegado Macello Maia merece toda atenção por parte desta Casa. Vamos sugerir que algum vereador apresente uma indicação para que a Prefeitura atue de forma mais efetiva em relação a isso – disse Paulo Igor. Segundo o delegado, a polícia vem agindo dentro das possibilidades para coibir a ação dos contraventores. “Mas, percebemos, no entanto, que os demais órgãos precisam atuar. Que somente a ação policial não resolve esta situação da contravenção. É preciso que haja uma punição, que o proprietário de estabelecimento que é conivente com a contraven-

ção saiba que ele vai perder o alvará de funcionamento de seu estabelecimento”, afirmou o delegado no ofício. Marcello Maia frisou ainda que o proprietário do estabelecimento comercial recebe o alvará do município para realizar atividades lícitas. “Logo, quando pratica atividades ilícitas, como venda de bebidas alcoólicas a menores, exploração de caçaníqueis, jogo do bicho e favorecimento a prostituição e ao tráfico de drogas, deve ter o alvará cassado por desvio de finalidade, independente de qualquer lei específica”, como consta no ofício enviado pelo delegado aos vereadores. No documento, o delegado sugere que a partir da criação de uma lei municipal, a Polícia Civil, ou qualquer órgão relacionado à Segurança Pública, Ministério Público, ou mesmo o Judiciário, tão logo tome conhecimento do fato, oficie diretamente a prefeitura para abertura de processo administrativo com a finalidade de multar ou cassar o alvará do estabelecimento comercial, em caso de reincidência. “Se houver omissão da administração municipal, deve-se oficiar a Promotoria de Justiça de Direitos Difusos e Constitucionais do Cidadão, para instauração de inquérito civil por ato de improbidade administrativa”, sugeriu o delegado no ofício.

Audiências públicas debaterão recursos vindos após a tragédia Dando continuidade à parceria iniciada em março, a Câmara de Vereadores e a Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj) vão convocar audiência pública, em Petrópolis, desta vez para discutir a aplicação dos recursos públicos e doações de pessoas físicas e jurídicas na recuperação da cidade depois das chuvas de janeiro. Tanto o parlamento municipal quando o estadual encerraram as Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) instauradas para apuração de causas e responsabilidades pela tragédia de janeiro. O relatório final da CPI da Alerj foi aprovado nesta quartafeira (21) por unanimidade em plenário. Faz parte dele o relatório da CPI da Câmara de Vereadores, a única entre sete municípios da Região Serrana atingidos pelas chuvas que se associou à CPI da Alerj na apuração das causas e responsabilidades da tragédia. Tanto a Alerj quanto a Câmara estão empenhadas agora em fiscalizar a aplicação de recursos públicos na recuperação de Petrópolis. Vão ser analisadas as prestações de contas desde as verbas emergenciais, de desobstrução de vias e socorro imediato aos desabrigados como o de construção de casas, desapropriação de imóveis e indenização de moradores retirados de áreas de exclusão. A comissão, no parlamento petropolitano, já iniciou trabalhos e, na Alerj, vai ser instalada na próxima semana. - Perfeita sintonia entre os parlamentos. Inédita e propositiva – classificou o presidente da CPI das Chuvas da Alerj, Luiz Paulo Corrêa da Rocha (PSDB), sobre a colaboração entre vereadores e deputados estaduais.

Ascom/PMP

Máquinas em operação no Vale do Cuiabá, após tragédia de janeiro: audiências fiscalizarão gastos

A partir da CPI, os onze deputados participantes da Comissão – entre eles Bernardo Rossi (PMDB) e Marcus Vinícius (PTB) – estão apresentando, em conjunto e isoladamente, projetos dedicado à defesa civil do estado com ênfase na Região Serrana. Maior controle sobre as concessionárias de serviços públicos e um Fundo Estadual para Calamidades Públicas (Fecap), estão entre as propostas. - Está indo a plenário também um projeto de minha autoria que obriga o mapeamento urbano e geológico em todos os municípios com disponibilidade de informações na internet. Esse projeto está sendo copiado nas assembleias legislativas do Espírito Santo e de Mato Grosso, o que reforça que estamos no caminho certo disse Bernardo Rossi. Para Marcus Vinicius é essencial o acompanhamento

do emprego dos recursos por meio dos parlamentos. - Depois de 150 dias de trabalho focado na Região Serrana, a CPI se desdobra em uma nova comissão para acompanhamento da aplicação dos recursos. Um trabalho tão ou mais importante quanto a CPI. As audiências públicas que serão marcadas tanto em Petrópolis quando na Alerj serão fundamentais para que a sociedade participe desse processo – disse. Bernardo Rossi e Marcus Vinícius querem mais instrumentos de proteção além das sirenes que começam a ser instaladas De 73 locais críticos da Região Serrana que serão dotados de sirenes de aviso de chuvas fortes, investimento de R$ 3,3 milhões do governo estadual, Petrópolis irá dispor de 18 desses equipamentos. São medidas emergenciais adotadas pelo

governo do Estado já para preparar Petrópolis para as chuvas do próximo Verão, mas o relatório final da CPI das Chuvas da Alerj aponta medidas estruturais, de prevenção, e de investimentos em habitação – disse Rossi. Petrópolis, até o final do ano, reativa oito estações – duas pluviométricas e duas hidrológicas. Os equipamentos antecipam as cheias do rio e a probabilidade de deslizamentos de encostas, a partir das medições e monitoramento. - Além dessas ações pontuais, a CPI das Chuvas entende, com base em estudos de técnicos e especialistas que evitar novas tragédias passa, obrigatoriamente, por planejamento urbano, sistemas de alerta e preservação de áreas de risco. Esses equipamentos são um bom início, mas precisamos acelerar mais iniciativas – afirmou Marcus Vinícius.

PSOL faz panfletagem no Centro em defesa das 21 cadeiras na Câmara n Roberta Müller

robertamuller@diariodepetropolis.com.br

A oposição da maioria dos atuais vereadores à criação de mais seis cadeiras na Câmara Municipal não agradou os partidos menores na cidade. Ontem, o PSOL promoveu uma panfletagem na Rua Paulo Barbosa, Centro, para informar a população sobre o assunto. A legenda alega que Petrópolis precisa ter mais representatividade, mas isso não significa que a verba direcionada para a Casa será maior, “ela continuará a mesma, ou seja, 6% do orçamento do município”. O partido ainda quer que este número diminua para 4,5%.

O ato durou cerca de duas horas. Membros do PSOL distribuíram os panfletos informativos e explicaram as pessoas que passavam sobre o assunto. Eles também pediram para que os moradores se manifestassem a favor dos 21 vereadores e ligassem para o Alô Câmara. Segundo o militante da sigla Alex Dias, até agora, apenas dois vereadores se posicionaram a favor da mudança, Márcio Arruda (PMDB) e Renato Thomé (PSDC). - Nós não queremos que aumente o gasto público, queremos o aumento da representação política, para que esse monopólio de grandes partidos não continue. Os vereadores não querem o

Alan Alonso

Militantes do PSOL entregam panfletos na Rua Paulo Barbosa

aumento porque terão que dividir a verba que hoje é para 15, por 21. Com o aumento das cadeiras os funcionários

dos gabinetes serão reduzidos, os carros e as viagens também – explicou o militante.

(PMDB), lembrando que a população já se mostrou favorável à manutenção de 15 vereadores. Desde o princípio das discussões sobre o tema, Paulo Igor defende que o número de cadeiras seja mantido em 15. - Não acredito que um melhor trabalho esteja ligado ao número de parlamentares. É a fiscalização da população, da sociedade, que faz os vereadores mais atuantes – disse Paulo Igor. O presidente da Câmara frisa que a atual legislatura tem representatividade de todas as partes de Petrópolis.

- A atual formação é considerada uma das mais atuantes do parlamento petropolitano. A Câmara está presente nas discussões mais relevantes da cidade. Embora o aumento no número de cadeiras não represente um aumento no orçamento destinado à Câmara, que será mantido, ter mais vereadores aumentaria as despesas. Ter mais cadeiras compromete a economia para investimentos em infraestrutura da Casa. A população vem se mostrando favorável à manutenção de 15 vereadores e este também é o meu entendimento – disse Paulo Igor.

Comissão começa a trabalhar em projeto para manter cidade com 15 vereadores Os vereadores Jorginho Banerj (PSB), João Tobias (PPS) e Silmar Fortes (PMDB) formam uma comissão que analisa o projeto de lei de Wagner da Silva (PPS) que altera a Lei Orgânica do Município (LOM), estabelecendo, em definitivo, o número de 15 parlamentares. O prazo para apresentação de emendas é de 30 dias e o projeto pode ser colocado em votação antes do período máximo, dia 21 de novembro. Mas o mais provável é que seja votado antes do dia 7 de outubro, quando termina o prazo para modificações na regras das eleições municipais do ano que vem.

- Hoje, a LOM não determina o número de parlamentares e a legislação federal estipula o máximo de 21 vereadores em cidades como Petrópolis. Sem esse número estar expresso na LOM, a brecha permanece e a quantidade pode mudar a cada eleição. Vamos cair sempre na mesma discussão. É preciso definições, só assim se pode avançar. Esse foi entendimento de 11 vereadores que derrubaram na quarta-feira (21) o parecer da Comissão de Justiça da casa que defendia o aumento para 21 vereadores – disse o presidente da Câmara, vereador Paulo Igor


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

CMP via internet Utilizando um mecanismo de baixo custo, o presidente da Câmara de Vereadores, Paulo Igor (PMDB) vai democratizar, via internet, o acesso da população ao trabalho dos vereadores. A partir do mês que vem, as sessões da Câmara poderão ser acompanhadas em tempo real pelo site da Câmara (www.cmp.rj.gov.br).

O Repórter Edyr Raposo

edyrraposo@ig.com.br

Sem o direito de criticar, nenhum elogio é válido

SEXTA-FEIRA, 23 DE SETEMBRO DE 2011

Aniversário O vereador Marcio Arruda completou mais um ano de vida no dia 21 de setembro. Arruda foi muito cumprimentado pela data festiva. Porém a idade ele não conta pra ninguém. Vale citar que o ilustre vereador tem mais de 30 anos de mandatos, não apenas na CMP, mas também na Alerj.

Infância e juventude O titular da Vara da Infância e da Juventude, juiz Alexandre Teixeira de Souza, esteve na Câmara de Vereadores avaliando projetos para ampliar a rede de proteção a crianças e adolescentes de Petrópolis. Os três projetos foram encaminhados pelo Executivo na semana passada e serão votados nos próximos dias. Com larga experiência à frente da Vara da Infância e Juventude de Petrópolis, o juiz Alexandre Teixeira atendeu a um convite do presidente da Casa, Paulo Igor, que aproveitou a oportunidade para anunciar que está pedindo formalmente ao Executivo aumento na remuneração dos conselheiros.

Viaturas para a GM O governo do Estado do Rio vai doar, a municípios dotados de Guardas Municipais, a frota de carros da Polícia Militar que será substituída por 1.508 veículos novos. A mensagem do governador Sérgio Cabral, encaminhada nessa terça-feira (20.09), será votada em caráter de urgência pela Assembleia Legislativa do Estado do Rio (Alerj). Para garantir que Petrópolis, que possui a Guarda Municipal mais antiga do Estado do Rio receba parte dos veículos, o deputado estadual Marcus Vinícius está oficiando a prefeitura para que assinale seu interesse em garantir essas viaturas.

Fonte da verdade Está chegando a hora de onça beber água na fonte da verdade. Os vereadores Baninho e Gil Magno têm apenas uma semana para definir qual o partido que vão assinar a ficha. Corre mais que rastilho de pólvora que Baninho está com um pé no PMDB. Até agora o vereador Gil Magno não deu nenhuma pista.

Chá Rosa O Chá Rosa, promovido pela APPO - Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos - que tem como meta arrecadar fundos para a organização do Outubro Rosa, será realizado na sexta-feira, dia 23 de setembro a partir das 15h no salão da Catedral São Pedro de Alcântara que fica localizada à Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro.

Cesta de Compras Os valores dos itens da cesta de compras, consumidos pelas famílias residentes em Petrópolis voltaram a cair e ficaram 0,86% mais baratos em agosto, em comparação ao mês de julho. O valor médio da cesta passou de R$ 437,62, em julho, para R$ 433,88, em agosto. O acumulado no ano ficou em 4,71%, e, nos últimos doze meses, a taxa situou-se em 12,27%. O levantamento foi coordenado pela FecomércioRJ e pelo Sindicato do Comércio Varejista de A apresentadora Cléo Maravilha, da TV Vila Imperial, completou dois anos de programa. Nesta oportu- Petrópolis, entre os dias nidade cumprimento a maravilhosa Cléo que tem feito um excelente trabalho.(Foto: Divulgação) 01 e 31 de agosto.

Casamento

2º Passeio Ciclístico

Os médicos Natália Macedo Carvalho e Rogério Cotrim Martino disseram sim, no dia 17 de setembro. Após o casamento eles viajaram para a Grécia. Natália é neta da professora Heloisa Amaral, que por onde passa deixa um rastro luminoso de dignidade, sabedoria, elegância e excelentes serviços prestados ao município.

Domingo, dia 25 de setembro, a partir das 10h a UDAM - União Distrital das Associações de Moradores promove o 2º Passeio Ciclístico “Um dia sem carro”, com concentração e saída da Praça de Corrêas. O 2º Passeio Ciclístico vai recolher alimentos para a APPO.

Petrópolis Gourmet A gastronomia está em festa. As saborosas garfadas do Petrópolis Gourmet estão de volta em sua 11ª edição, que será realizada no período de 03 a 26 de novembro de 2011. Com grande destaque ao roteiro gastronômico da Cidade Imperial, o festival esse ano homenageia a culinária italiana, uma das mais completas, ricas e deliciosas do mundo.

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

Talento O Projeto de Detecção de Talentos Olímpicos do Brasil, realizado pela Confederação Brasileira de Tênis de Mesa, coordenado pelo técnico Nelson Machado e Michel Gadal, consultor técnico internacional, tem como objetivo principal encontrar novos talentos do tênis de mesa brasileiro e está cada vez mais se tornando um sucesso em todo país. Prova deste crescimento foi a contratação recente do treinador petropolitano Daniel Ramos como auxiliar técnico do projeto.


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Família vivia com 30 cachorros e sete gatos

n Roberta Müller

robertamuller@diariodepetropolis. com.br

Imagine viver, por anos, sem fazer a limpeza do local onde seu cachorro fica? Agora piore a situação multiplicando por mais de trinta vezes. Eram nestas condições que morava uma família de três pessoas em uma casa na Rua Paulino Afonso, no Centro. Muitas fezes e urina dividiam espaço com um idoso, um deficiente mental e uma mulher, não só no quintal como em alguns cômodos do imóvel. Após dezenas de denúncias, com um mandado judicial, foi montada, ontem, uma grande operação em conjunto entre

o Corpo de Bombeiros, secretarias de Meio Ambiente e Saúde, assistentes sociais e Comdep, entre outros. Os agentes conseguiram entrar na casa com a ajuda de um chaveiro. Logo assim que chegaram, durante a manhã, o idoso foi retirado e encaminhado para o Hospital Santa Teresa. Ele passa bem, mas deverá voltar para o local apenas quando estiver higienizado. Os trabalhadores da Comdep foram encarregados da limpeza. Hoje, um novo mutirão deverá ser montado para dar prosseguimento aos serviços na casa. A proprietária continua no imóvel, ela deverá receber um acompanhamento Matheus Quintal/Ascom PMP

Vice-prefeito e alguns secretários estiveram visitando as obras

Área no Vale do Cuiabá ganha projeto habitacional Na última semana, o secretário de Obras, Stênio Nery, acompanhado do viceprefeito, Oswaldo Costas Frias, e do novo secretário de Habitação, Kelson Vieira, se reuniu com os representantes da diretoria da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan), Caio Mello Franco e Sérgio Ribeiro, para vistoriar o andamento da drenagem que está sendo feita no conjunto habitacional que será construído no Vale do Cuiabá.

Além de melhorar o acesso às residências, a secretaria de Obras realizará a instalação de manilhas, numa extensão de 800 metros, com o objetivo de captar todas as águas pluviais da localidade. O projeto habitacional consiste na construção de 61 unidades num terreno de aproximadamente 4.400 m², onde cada residência medirá 70 m². No espaço, também será construído um pequeno mercado, com cinco ambientes comerciais.

Túnel extravasor “vira” lixeira e depósito de PETs Jornais, sacos plásticos, embalagens de biscoito, papelão, garrafas PET, latas de cerveja, sacos de biscoito, cascas de frutas, sobras de alimento e até mesmo uma bola. Tudo isso pode ser encontrado em qualquer depósito de lixo, mas também é possível observar esses detritos amontoados nas galerias do túnel extravasor, na saída da Rua Souza Franco, popular “Rua da Feira”. Inclusive, é justamente nos dias de feira que a situação fica pior, quando restos e sobras são jogados à revelia no rio. Já sobre as galerias,

é possível observar muito material reciclável. - Os catadores de papelão que deixam isso aí jogado - afirma o aposentado Durval Castilho da Costa, de 71 anos. Por meio da assessoria de comunicação social da prefeitura, a Companhia Municipal de Desenvolvimento de Petrópolis informa que inexiste depósito de material reciclado no local. O que pode ocorrer é uso inapropriado do espaço. Uma equipe da Comdep promove constantemente limpezas após a realização da feira.

Semana do Trânsito conta com eventos em 3 escolas Pelo segundo ano, as empresas Petro Ita e Cascatinha programaram uma série de ações para marcar a Semana Nacional do Trânsito, que acontece entre os dias 18 e 25 de setembro. A programação das duas empresas acontece até hoje. Durante este período os motoristas vão entregar panfletos educativos em dois pontos do centro da cidade. Entre os assuntos estão dicas de prevenção para os motociclistas e o uso do celular enquanto se está dirigindo. “Esse ano, focamos nesses dois assuntos, pois são temas discutidos em um Seminário

da Década Mundial de Ações para a Segurança no Trânsito, que vai de 2011 a 2020, que apontou serem os dois maiores causadores de acidentes.”, afirma Isidro Rocha, diretor das empresas. As escolas participantes são das áreas operadas pelas empresas: Fábrica do Saber, na Estrada da Saudade, Colégio Rui Barbosa, no Alto da Serra e Escola Rosalina Nicolai, na Siméria. A programação contou com o apoio do subtenente Moreira, do 26º Batalhão da Polícia Militar de Petrópolis e do Teatro de Educação para o Trânsito da CPTrans.

Fotos: Alan Alonso

Equipe da Comdep foi enviada ao local para limpar o terreno

por médicos da prefeitura. No total, foram encontrados mais de 30 cachorros e sete gatos. Nenhum deles estava, aparentemente, doente. De acordo com a veterinária chefe de Bem Estar Animal da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, Rosana Portugal, dez cachorros foram retirados e encaminhados a abrigos provisórios, assim como os gatos. Eles deverão ser doados. Interessados devem entrar em contato através do telefone: 9227-2527. - Os animais não estavam maltratados, mas estavam confinados. Quando entramos, eles ficaram assustados. A higiene do lugar é precária e a

dona não tinha mais condição de manter todos aqueles animais. Agora, o trabalho está apenas começando. Vamos convencer a proprietária da doação e limpar o local porque aquilo estava oferecendo risco de saúde para os moradores – explicou. De acordo com os agentes que estiveram na operação, a dona do imóvel integrava uma ONG protetora dos animais e começou a levar os cachorros abandonados para casa. Muitos também eram deixados em sua porta, até que ao longo de todos estes anos chegou ao ponto que estava. Cansados do mau cheiro e o barulho, vizinhos fizeram diversas denúncias, até que a operação foi montada.

Motociclista sem habilitação foge dos policiais pela contramão Parecia uma situação de rotina, quando a Polícia Militar resolveu abordar o condutor de uma moto sem placa, que passava próximo ao antigo Fórum, por volta de 12h30. Simulando que pararia o veículo, o condutor então arrancou e teve início uma perseguição pela contramão de várias ruas do Centro Histórico. Percebendo que não conseguiria escapar do cerco policial, P.P.C.M.S., de 20 anos, abandonou a motocicleta próximo a uma farmácia e buscou refúgio em uma loja de informática na Rua do Imperador. Ali mesmo foi detido e encaminhado para a 105ª DP, autuado por desobediência. Ele assinou um termo de compromisso e ontem mesmo foi liberado. O policial militar responsável por capturar P. conta que o jovem demonstrou atitude

suspeita quando percebeu a presença dos policiais. Ameaçando que desceria da moto, ele aproveitou o momento em que os policiais iriam dar início à abordagem para arrancar e fugir. - Quando estávamos desembarcando ele acelerou. Entrou pela Rua Alencar Lima na contramão, seguiu pela 16 de Março, Rua do Imperador, deu a volta na antiga rodoviária, pegou a Paulo Barbosa e, próximo a uma farmácia ele abandonou a moto e tentou se esconder na loja. Ele percebeu que não daria para fugir. A moto da polícia é muito mais potente do que a dele - explicou o policial. Os destacamentos da Polícia Militar utilizam motos Yamaha XT 660 cilindradas, enquanto que a moto do rapaz era uma Yamaha CG 125. Testemunhas relatam que o jovem

O governo do estado, através da Secretaria de Obras, está mais uma vez chamando empresas para apresentação de propostas para a construção das casas populares do programa Minha Casa, Minha Vida. Apesar de já ter havido outros comunicados anteriores, foi publicado, novamente, em Diário Oficial, um chamado já que, nos primeiros, não houve interessados na obra. Na ocasião, a distância entre os terrenos foi apontada como uma das causas para o

desinteresse das construtoras. Em Petrópolis, quatro terrenos serão disponibilizados para as obras das casas. Desta vez, o prazo para os interessados é até 7 de outubro de 2011. Ainda de acordo com a publicação, o primeiro terreno fica no 3º distrito e tem cerca de 46 mil metros quadrados. O segundo é remanescente da Fazenda Santo Antônio da Providência, denominado Resto da Gleba “B”, localizado na Estrada Ministro Salgado Filho, também no 3º distrito.

A moto utilizada pelo rapaz acabou apreendida pelos policiais

parecia “alterado”. Na revista pessoal, nada foi encontrado com ele. Durante a perseguição, em um horário de intenso movimento pelas vias do Centro, por sorte ninguém se feriu. Vários curiosos observaram o jovem sendo preso. A moto foi encaminhada ao depósito de

Caxias. O rapaz é morador do Bingen e foi preso por furto em abril, crime que ainda responde em liberdade. Ele apresentou documentos da moto, mas que ainda precisam ser checados por conta do veículo não ter placa. Ele não tem habilitação.

Ele tem aproximadamente 98 mil metros quadrados. No outro terreno, constituído pela Gleba 5, é desmembrado da Fazenda San Joachino, na mesma região, com cerca de 498 mil metros quadrados e o último está localizado na Rua Alberto de Oliveira, no bairro Mosela. É o menor, com 9 mil metros quadrados. Na semana passada, na quarta audiência pública, realizada na Universidade Católica de Petrópolis (UCP), o subsecretário de Projetos Urbanos, Vicente Loureiro,

informou que havia sido feito um chamamento para contratação de obras para 388 unidades, mas nenhuma empresa apresentou interesse em participar da licitação. A distância entre os terrenos pode ter sido uma das causas pela falta de interessados. As casas serão destinadas ao reassentamento das vítimas das catástrofes naturais na Região Serrana, com renda no valor de até três salários mínimos. Desta vez, também houve chamamento para construção de casas em Areal.

Governo faz novo chamado para construção de casas populares

Prefeitura inaugura 103° laboratório de informática da rede municipal A Prefeitura de Petrópolis, por meio da secretaria Municipal de Educação, inaugurou na tarde da última terça-feira o 102° laboratório de informática da rede municipal de Educação. A escola contemplada foi a Dom Manoel Pedro da Cunha Cintra, no Carangola. O laboratório, equipado com 16 microcomputadores, impressora e com acesso à internet irá beneficiar os cerca de 380 estudantes da unidade. A sala de informática foi nomeada de “Sala Heleny Ferreira Telles Guariba”, dramaturga que foi morta durante a ditadura militar. Sua história foi pesquisada pelos alunos do 9° ano que expuseram o trabalho no laboratório. A Escola Municipal Dom Manuel Pedro da Cunha Cintra oferece ensino da Educação Infantil ao 9° ano do Ensino Fundamental. A inauguração contou com

Ascom PMP

O secretário William Campos participou da solenidade

as presenças do secretário de Educação, professor William Campos e da subsecretária de Finanças e Captação de Recursos, Fernanda Carvalho Rosa. Também compareceram à cerimônia o presidente da Associação de Moradores Vila Manzini e Adjacências, Ro-

berto Carvalho, e a presidente da Associação de Moradores da Cidade Nova, Elisângela Pimentel. A diretora da escola, Fátima Lavrador, que foi coordenadora regional de Educação quando William Campos foi secretário de Educação do Estado do Rio de Janeiro, agra-

deceu o investimento. - Estamos muito felizes em receber estes computadores – disse. Já o secretário William Campos ressaltou que em apenas nove meses já foram inaugurados 102 laboratórios de informática, um marco na história da Educação de Petrópolis. Ele listou ainda outros investimentos do prefeito Paulo Mustrangi para a área e destacou a criação do PCCS – Plano de Cargos Carreiras e Salários, ferramenta que dará mais qualidade ao ensino. Ao todo, a Prefeitura de Petrópolis irá inaugurar 123 salas de informática nas escolas do município por meio do Proinfo. O programa do Governo Federal, que existe desde 1997, foi ampliado pelo prefeito Paulo Mustrangi, levando acesso à informática para milhares de alunos.


6

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Especial INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Terá sucesso no comércio, na indústria e nos negócios relacionados com terras. Dificuldades familiares. Na esfera amorosa, a tendência será de muita alegria interior, transferindo para a pessoa amada todo o seu bom humor e otimismo.  Touro - (21/04 a 20/05) Não se preocupe com o que possa acontecer e nem se deixe levar pelas más impressões ou ideias negativas. Lembre-se que tudo passa. Tanto a dor quanto a alegria, o fracasso e a derrota.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Êxito no estudo da astrologia e em tudo que está relacionado com ocultismo. Poderá lucrar na compra ou venda de animais. Cuidado com os seus costumeiros repentes que em nada irão ajudá-lo.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Dia neutro no qual terá favorabilidade só nos assuntos da profissão. Não será bem sucedido em outra empresa a não ser aquela que já não tenha sido iniciada. No campo conjugal e, mesmo sentimental, procure ser cauteloso. Evite discussões e preocupações desnecessárias.

Leão - (23/07 a 22/08)

Os excessos de prazer, de bebidas alcoólicas, alimentos gordurosos e as questões extraconjugais poderão complicar-lhe física e moralmente neste dia. Não saia da rotina, fale pouco e escute mais. Novos projetos com relação à sua vida particular podem acontecer.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Tudo o que disser respeito ao interesse pessoal e romântico, estará sob a influência benéfica de Mercúrio e da atual fase da lua. Mantenha-se na mira dos acontecimentos e espere sucesso em muitos setores. Procure no dia de hoje, escolher melhor as suas palavras.

Libra - (23/09 a 22/10)

Todas as coisas que contenham arte, música e beleza atrairão sua atenção. Dê vazão aos seus instintos e sentimentos nobres. Poderá chegar a excelentes resultados e boas conclusões. Período excepcional que favorece a saúde, a família e o amor.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Influência que inclinará mudanças em negócios ou de emprego. Aumento de popularidade. Sua mente fértil e criativa, estará ainda mais sensível à criação de oportunidades que poderão colocá-lo em projeção, inclusive no amor.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Os amigos leais o ajudarão em qualquer dificuldade e conseguirá realizar boa parte de seus anseios e desejos. Esta fase poderá marcar mudanças em seu visual. Seu bom gosto estará apurado, impulsionando você a mudar seu estilo de roupas e até de comportamento.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Deverá, neste dia, tomar uma atitude firme e autoconfiante quanto aos negócios e ser mais constante em seus projetos e no trabalho. Cuidado com as suas finanças. Consulte seu orçamento antes de sair gastando. O seu potencial criativo está acentuado.

Aquário - (21/01 a 19/02)

A influência da lua promete bons ganhos em negócios rápidos. Especial atenção aos assuntos domésticos, profissionais e tudo o que lhe dê elevação e estabilidade. Você pode querer se questionar de modo involuntário .

 Peixes - (20/02 a 20/03) A construção, sem estabilidade de qualquer assunto, pode trazer aborrecimentos imediatos. Pense, haja e fale de modo mais agressivo para conseguir o que pretende. O melhor que tem a fazer é recolher-se e ponderar sobre o que está errado, se de fato houver alguma coisa errada.

SINUSITE? cloreto de sódio

Alívio contra a sinusite SINUSTRAT É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL - Composição: Cloreto de Sódio. Medicamento de Notificação Simplificada RDC Anvisa n° 199/2006. AFE n° 1.00174-0. Indicação: fluidificante e descongestionante nasal. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação. SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL ADULTO - Composição: Cloreto de Sódio.Reg. M.S 1.0174.0034.008-3. Indicação: fluidificante e drenador das secreções nasais e paranasais e redutor da obstrução nasal, em casos de resfriados, rinites e sinusites agudas ou crônicas. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação.

Chá Rosa visa angariar fundos para fazer o Outubro idem O Chá Rosa, que tem como meta arrecadar fundos para a organização do Outubro Rosa, será realizado hoje, a partir de 15h, no salão da Catedral São Pedro de Alcântara, que fica localizada à Rua São Pedro de Alcântara, 60, Centro. Os ingressos saem a R$ 15. O Outubro Rosa é um evento internacional que tem como meta levantar a bandeira da detecção precoce do câncer de mama e informar as mulheres sobre a importância dos exames preventivos, além da realização do autocuidado e do autoconhecimento das mamas. O chá organizado pela APPO – Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos – conta com o apoio do pároco da Catedral, Pe Jac, para que a tarde seja um total sucesso de público e de arrecadações.

O Chá Rosa quer angariar fundos para colorir o mês de outubro de rosa

Na tarde rosa os convidados vão poder se deliciar com pães, bolos, biscoitos sortidos, chás de todos os tipos além de café e muito chocolate quente. Faça parte dessa corrente em prol da detecção

precoce do câncer de mama e participe do evento. Mais informações podem ser obtidas através dos telefones (24) 2244-2005 ramal 225 e (24) 8111-9080 ou ainda através do e-mail appo@ appo.org.br.

Debate

1ª Mostra de Cinema do Museu tem início com participação de cineastas A 1ª Mostra de Cinema e História do Museu Imperial teve início na última terça. Na abertura, o público pôde conferir duas exibições de filmes seguidas de debates com os diretores. Na parte da tarde, foi apresentado o documentário “Tantas escolas, tantas memórias”, da educadora, professora da UERJ e especialista em História da Educação Ana Chrystina Mignot. O filme aborda escolas históricas do Rio de Janeiro e a importância de preservar suas memórias. No debate, Mignot destacou a dificuldade em conseguir fontes para o vídeo, devido à falta de políticas públicas de preservação. “As escolas não guardam seus registros. Os documentos que existem estão preservados graças a ações individuais e anônimas de professores e ex-alunos. É preciso que as escolas tenham consciência da importância de conservar esse acervo institucional”, disse.

Música SESI Cultural traz Cezar Nascimento ao vivo hoje Hoje, às 20h, Cesar Nascimento e Quarteto Cazumba estarão se apresentando no Palácio de Cristal, ingressos a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). A censura é 12 anos. O show faz parte das apresentações promovidas pelo SESI Cultural na cidade. O show de César é diversificado, dançante e passa por composições extraídas de seus oito discos já gravados, dentre elas parcerias como ‘Um Instante’, com o poeta Ferreira Gullar, ‘Maguinha do Sá Viana’, com Alê Muniz e ‘Serenin’ com Vicente Telles e também músicas de João do Vale (‘Pisa na Fulô’) e Jackson do Pandeiro (‘Sebastiana’). É um repertório cheio de brasilidade, evidenciando também, no decorrer do show, detalhes da cultura do Maranhão. A produção local do SESI Cultural 2011, em Petrópolis, que vai de março a dezembro, está a cargo da Viva Cultura Planejamento Cultural. Mais informações: www.firjan.org.br/sesicultural e www.vivacultura.net.

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava PROFESSORA SEM CLASSE – Censura 14 anos – com Cameron Diaz – Horários: 17h10 todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h20 Alguns professores simplesmente não estão nem aí. Por exemplo, há Elizabeth. Desbocada, cruel e inapropriada; ela bebe, fica alta e mal consegue esperar para receber seu vale refeição e dar o fora do seu trabalho entediante. Quando ela é abandonada por seu noivo, logo traça um plano para conquistar um professor substituto rico e bonito - mas que tem a atenção disputada por uma colega excessivamente enérgica, Amy. PLANETA DOS MACACOS - A ORIGEM – Censura 12 anos – com James Franco – Horários: 15h e 19h20 todos os dias, exceto 2ª feira Planeta dos macacos - A origem, combina uma narrativa fantástica com o próximo salto da tecnologia de efeitos visuais, obtendo como resultado um filme com uma textura de ação e emoção inédita. A arrogância do Homem deflagra uma cadeia de acontecimentos que leva os símios a ter um outro tipo de inteligência e a desafiar nosso posto de espécie dominante no planeta. Caesar, o primeiro símio inteligente, é traído pelos humanos e se revolta passando a liderar a incrível corrida de sua espécie rumo à liberdade e ao inevitável confronto com o Homem. Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1 QUERO MATAR MEU CHEFE – Censura 14 anos – com Jason Bateman – Horários: 14h Comédia americana sobre secretária que não suporta mais os desmandos de seu patrão. CONAN, O BÁRBARO – Censura 16 anos – com Stephen Lang – Horários: 14h, 16h, 18h15 e 20h30

Maurício Ferreira (esq.), diretor do Museu, participa do debate

Na sessão da noite, o filme exibido foi “O engenho de Zé Lins”, sobre o escritor José Lins do Rego. A exibição também foi seguida de debate com o diretor, Vladimir Carvalho, importante documentarista que participou do movimento do Cinema Novo. Na apresentação do filme, o diretor do Museu Imperial, Maurício Vicente Ferreira Júnior, desta-

cou a relação entre cinema e história. “Essa relação é bastante antiga. O primeiro texto conhecido a abordar o tema data de 1898”, afirmou. Durante o debate, foram levantadas questões como a dialética entre memória e esquecimento, bastante presente no filme, e a relação entre cinema e literatura, muito forte durante o Cinema Novo.

Volta às telas o bárbaro das ‘pulp fictions’ e das histórias em quadrinhos, depois de ter sido encarnado por Arnold Schwarzenegger, no início da década de 80. SALA 2 PREMONIÇÃO 5 – Censura 16 anos – com Tony Todd – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h Um homem tem a premonição de que ele e um grupo de colegas de trabalho irão morrer em um grave acidente em uma ponte suspensa. Todos escapam, só que isto vai de encontro ao que a morte previa. Desta forma estranhos eventos acontecem com cada um deles, de forma a matá-los. Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 MANDA CHUVA – o filme – Censura livre – Horários: 15h 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão A vida de Manda-Chuva é abalada por uma nova onda de crimes em Nova York. Quem comanda este cenário é um vilão podero-

so, que usa recursos tecnológicos para dominar a cidade. O Guarda Belo anda preocupado porque seu chefe está insatisfeito com sua atuação e pede providências urgentes. Manda-Chuva e sua turma estão prontos a ajudar e, claro, também a atrapalhar no meio disso tudo. PLANETA DOS MACACOS – a origem – Censura 12 anos – com James Franco – Horários: 16h40 e 20h50 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão PRONTA PARA AMAR – Censura 12 anos – com Kate Hudson – Horários: 18h40 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão Nova Orleans. Marley Corbett é uma jovem divertida que tem medo de se entregar completamente em um relacionamento. Ela tenta usar o humor para impedir que os problemas se agravem, mas é pega de surpresa quando, ao visitar o médico Julian Goldstein, descobre que está com uma doença grave. SALA 2 OS SMURFS – Censura livre – Horários: 14h50 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão Gargamel e seu gato Cruel enfim encontram onde fica a pacata vila encantada dos Smurfs, graças a um descuido de Desastrado. Eles invadem o local, o que provoca uma debandada dos Smurfs. Desastrado segue o caminho errado e, devido a ser noite de lua azul, se vê diante de um portal mágico. Ele, Papai Smurf, Smurfette, Gênio, Ranzinza e Corajoso entram no portal, para escapar das garras de Gargamel. O HOMEM DO FUTURO – Censura 12 anos – com Wagner Moura – Horários: 17h e 21h 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão Zero é um cientista genial, mas infeliz porque há 20 anos atrás foi humilhado publicamente na faculdade e perdeu Helena, o grande amor de sua vida. Certo dia, uma experiência acidental com um de seus inventos faz com que ele viaje no tempo, mais precisamente, à data da festa onde foi humilhado. Depois da chance de mudar a sua história, Zero retorna ao presente totalmente modificado e percebe uma realidade a qual não acreditava ser possível. PROFESSORA SEM CLASSE – Censura 14 anos – com Cameron Diaz – Horários: 19h 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 SEM SAÍDA – Censura 14 anos – com Lily Collins – Horários: 14h50, 16h50, 18h50 e 20h50 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão Nathan descobre, sem querer e com a ajuda de Karen, que sua foto estava num site de crianças desaparecidas. Desconfiado de seus pais, ele resolve investigar o que poderia ter acontecido, mas de uma hora para outra todos que estão a sua volta começam a morrer e sua vida também está em jogo. Agora, ele enfrenta uma corrida contra o tempo para descobrir quem quer acabar com ele e porquê. SALA 2 PREMONIÇÃO 5 – Censura 16 anos – com Tony Todd – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão SALA 3 CONAN – o Bárbaro – Censura 16 anos – com Ron Perlman – Horários: 15h40, 18h10 e 20h40 2ª feira – dia 26 – não haverá sessão

Filmes na TV DR. DOOLITLLE 2 – GLOBO – 15H50 – COM EDDIE MURPHY O veterinário capaz de se comunicar com os animais parte para uma floresta, na companhia da família, a fim de evitar a extinção de uma raça de ursos. Mas, para isso, ele tem de arrumar uma companheira para o urso local. MENINAS MALVADAS – SBT – 23H – COM LINDSAY LOHAN Uma menina tranquila foi criada na África. De volta aos EUA, vai se ver em maus lençóis quando tem de enfrentar a maldade das garotas de sua idade, no Primeiro Mundo.


sexta-feira, 23 de setembro de 2011

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

cidade

Morador de Petrópolis ganha a Mega-Sena Obras no Valparaíso são vistoriadas por secretário Na manhã desta quintafeira (22/09), o secretário de Obras, Stênio Nery, vistoriou o andamento de algumas intervenções na Rua Padre Moreira, no bairro Valparaíso. Ao longo de toda a via estão sendo executadas obras de contenção de muro, pavimentação asfáltica e alinhamento de meio-fio. Recentemente, a secretaria de Obras finalizou uma pavimentação de mais de 150 metros em asfalto, na proximidade do

Trono de Fátima. A melhoria – que utilizou mais de 30 toneladas de asfalto - facilitará o acesso de turistas e moradores da região. Segundo o secretário de Obras, a situação da rua estava complicada. - O acesso era difícil, já que a mesma ficava escorregadia quando chovia. Agora, a situação é diferente. A população e os veículos podem circular com tranquilidade - enfatizou. Matheus Quintal

Com o investimento de apenas R$ 2, um morador de Petrópolis se tornou o mais novo milionário. Ele foi o único jogador a acertar os seis números do concurso 1.321 da Mega Sena e até ontem não havia retirado na Caixa Econômica Federal o prêmio de R$ 31.071.213,53. O jogo foi realizado horas antes do sorteio, no dia 21 de setembro. Com apenas seis números e apostando um bilhete, a probabilidade de acerto é muito pequena – de 1 em 50.063.860. A lotérica “pé quente” é a Estação, localizada no shopping de mesmo nome, que este ano teve pela segunda vez, em menos de dois meses, uma aposta premiada. O primeiro foi do concurso 2.670 da Quina, no mês de agosto, cujo vencedor recebeu R$

2.042.519,78. Se por superstição ou não, desde o prêmio anterior, a lotérica aumentou em 50% o movimento. - O bilhete da mega-sena foi feito no meu caixa, inclusive. São dois milionários em menos de um ano e isso ajudou no movimento daqui. A pessoa tem que acreditar na própria sorte, mas os clientes agora estão sempre fazendo uma brincadeira – disse o gerente da lotérica, que atende em média 500 clientes por dia, Gilberto Silveira. Com o valor do prêmio, o sortudo ou a sortuda poderia comprar mais de mil carros populares, ou ainda ter uma renda mensal de mais de R$ 200 mil apenas com o rendimento do prêmio na poupança. O motorista e vendedor de salgado, José Aloísio Cla-

Alan Alonso

Gilberto Silveira, gerente da lotérica ‘pé quente’, no Centro

very Constâncio, de 57 anos, se considera um sortudo e toda semana faz uma “fezinha”. - Já ganhei micharia na lotomania e continuo tentando. Eu jogo desde que a loteria esportiva era de 13 pontos – disse. O balconista Jair Gomes

Pereira, de 53 anos, também continua fazendo sua aposta. - Faço o jogo aqui, mas acho que a sorte está em qualquer lugar. Depende da pessoa. Modifico os números e em alguma hora vou ganhar – afirmou.

Dom Filippo Santoro preside ordenação episcopal na Catedral O curso de qualificação reuniu 45 profissionais da área

Firjan oferece curso de capacitação para gráficos Um treinamento gratuito promovido pelo Sindicato das Indústrias Gráficas de Petrópolis com o apoio do Sistema Firjan atraiu 45 profissionais do setor, nesta semana. O curso, sobre custos e formação do preço de venda, era voltado especificamente para esse público. As aulas foram ministradas na sede da Representação Regional Serrana por José Ferrari, da JFerrari, que já formou mais de 250 turmas do curso em todo o Brasil, desde 1972. - Trabalhamos com o objetivo de construir uma empresa saudável e competitiva, mediante a administração dos custos, dos preços de venda, do atendimento ao cliente e de um ambiente de trabalho capaz de levar prazer às pessoas que ali estão. Elas têm que querer estar ali, pertencer

à empresa e participar - explica ele. Para isso, ele promoveu em dois dias de aulas discussões sobre as estratégias mais adequadas para a administração dos custos, tendo em vista a formação de preços de venda competitivos e um resultado compatível com o desenvolvimento da empresa. - Trabalhamos a gestão de custos com foco no que chamamos de “margem de contribuição”. Hoje é preciso que os empresários desse setor tenham consciência de que não vendemos faturamento - lembra. Agora, o sindicato já trabalha em outro projeto, de um novo curso, também em parceria com o Sistema Firjan. Desta vez será sobre “produção sob encomenda”.

Petropolitanos prontos para o Rock in Rio 2011 O maior festival de rock de música do mundo terá abertura oficial hoje, mas as equipes de turismo estão trabalhando há, pelo menos, quatro meses, montando excursões e estratégias para a chegada na Cidade do Rock. A guia de turismo Ester Mendonça e sua equipe estão 12 horas por dia trabalhando para garantir o transporte de 736 pessoas de Petrópolis para o Rock in Rio, nos 7 dias do evento. O dia 2 de outubro, quando as grandes atrações do palco Mundo são Guns N´Roses e System of a Down, terá o maior número de excursões do grupo. Serão 3 ônibus, num total de 141 pessoas. Os ônibus e vans estão marcados para sair às 13h30 da Praça Dom Pedro. Além disso, a equipe montou quatro estratégias para chegar à cidade do rock. - Muita gente não quer ir dirigindo porque sabe que terá problemas para estacionar e muitas ruas estarão fechadas. Elas também preferem ir em grupo e ter mais comodidade. Nós já visitamos o local duas vezes e temos quatro alternativas para a chegada. Na pior delas, vamos andar apenas 1,2 km. Vai ter guia o tempo todo para dar suporte – disse Ester Mendonça.

A publicitária e sortuda Tatiane Fonseca, de 22, vai conferir de graça o show do dia 1º, cuja principal atração no palco Mundo é a banda Coldplay. - Ganhei o ingresso numa promoção da Rádio Mix. Esse será o meu primeiro Rock in Rio. Vamos eu e uma amiga – disse. Quem ainda não tem como chegar na Cidade do Rock, pode obter mais informações pelo telefone 22214552. Para aproveitar o festival sem problemas, confira algumas dicas da guia de turismo: - Consultar um site de meteorologia para saber do tempo no dia em que for ao evento - Capa de chuva, já que guarda-chuva está proibido - Sapatos confortáveis, de preferência que não sejam novos - Roupas leves, mas precisa de agasalho devido o vento - Protetor solar, óculos escuros e boné - Canga para quem for ficar do início ao fim para poder descansar - Não levar garrafas, latas, isopor, capacetes ou objetos perigosos, pois estão proibidos.

Amanhã, dia 24, às 10h, acontece, na Catedral São Pedro de Alcântara, a ordenação episcopal de monsenhor Gilson Andrade da Silva, nomeado, em julho, bispo auxiliar de São Salvador, Bahia, pelo papa Bento XVI. Dom Filippo Santoro lembra que esta é a segunda ordenação de um bispo na Diocese, desde a sua fundação em 1948, sendo que a primeira foi dom Fernandes Veloso, segundo bispo de Petrópolis. - Este é um evento muito importante para a Diocese e também para Petrópolis, pois monsenhor Gilson foi formado no Seminário de Corrêas e desde a sua ordenação trabalha na Diocese – disse. A celebração de ordenação, com transmissão pela TV Canção Nova, será presidida por Dom Filippo Santoro e os bispos co-ordenantes: dom Murilo Sebastião Ramos Krieger, arcebispo primaz da Arquidiocese de São Salvador e dom frei Alano Maria Pena, arcebispo de Niterói. A expectativa é que mais de duas mil pessoas participem da celebração entre fiéis, bispos, padres e familiares do monsenhor Gilson. A comissão organizadora da ordenação episcopal lembra que, em função do grande número de pessoas e devido a importância do evento, o trânsito em torno da Catedral sofrerá alterações. Dentro da

Catedral, para evitar tumulto, haverá pessoas para indicar o lugar a que o público terá acesso. O objetivo é garantir que, quem for à Catedral, possa acompanhar toda a ordenação. Desde que recebeu a notícia de sua nomeação como bispo auxiliar de São Salvador, na Bahia, monsenhor Gilson Andrade participou de um retiro em preparação a sua ordenação episcopal e também de um curso para os novos bispos, que aconteceu no Vaticano. Durante o curso, os novos bispos tiveram a oportunidade de se encontrar com o papa Bento XVI, no dia 15 de setembro. Monsenhor Gilson disse que o encontro com o sumo pontífice foi rápido, porém de grande proveito, frisando que ele, os demais novos bispos, foram estimulados pelo papa a seguirem o exemplo dos apóstolos, “com a santidade da sua vida e caridade episcopal, vocês são chamados a construir a comunidade com os seus dons, os carismas e do testemunho de sua vida à Igreja, na comunhão de Jesus Cristo testemunha ao mundo a acreditar”, disse Bento XVI aos novos bispos, entre eles monsenhor Gilson. nCurrículo Monsenhor Gilson Andrade da Silva nasceu no dia 11 de setembro de 1966, no

Divulgação

Monsenhor Gilson Andrade foi recebido pelo papa Bento XVI

Rio de Janeiro. Foi ordenado sacerdote no dia 4 de agosto de 1991. Curso de Filosofia: Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino (1985-1987); Aluno do Colégio Eclesiástico Internacional Bidasoa (Pamplona-Espanha), fez o curso de bacharelado em Sagrada Teologia na Universidade de Navarra (Espanha) – (1988-1991). Licenza em Sagrada Teologia pela Pontíficia universitá dela Santa Croce (Roma-1997-199). Vice-reitor do Seminário Nossa Senhora do Amor Divino (Diocese de Petrópolis) de 1991 a 1999 e de 1999 a 2004. Vigário Paroquial da Paróquia Sant’Ana e São Joaquim em Petrópolis de 1991 a 1994. Professor no Seminário Diocesano Nossa Senhora do

Amor Divino desde 1991. Professor de Teologia e Filosofia na Universidade Católica de Petrópolis desde 2000. Desde 2004 – Membro do Conselho Pastoral Diocesano. Desde 2005 – Membro da equipe de Coordenação Diocesano do Plano Pastoral de Conjunto e da Missão Popular. Diretor do Instituto de Teologia, Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Católica de Petrópolis (20042005). Reitor do Seminário (desde 2004, até 2011). Coordenador da Pastoral da Juventude da Diocese de Petrópolis (desde 2004, até 2011). Membro do Colégio de Consultores (desde 2006, até 2011). Presidente da Associação Mantenedora Faculdades Católicas Petropolitanas (UCP – (desde 2008, até 2011).

Prefeitura inaugura sala de recursos multifuncionais da Santos Dumont A Prefeitura de Petrópolis, por meio da secretaria de Educação, inaugurou a sala de recursos multifuncionais da Escola Municipal de Educação Especial Santos Dumont, na Rua Montecaseros, 520. A escola atende alunos com deficiências auditivas, da Educação Infantil ao 5° ano do Ensino Fundamental. Em Petrópolis, são 37 salas destinadas a promover o atendimento educativo especializado (AEE). Uma apresentação especial dos alunos da Santos Dumont marcou a cerimônia de inauguração da sala de recursos da unidade de educação. Eles “cantaram” a música Quando eu quero falar com Deus, de Roberto Carlos, na língua de sinais (Libras) para o secretário de Educação, professor William Campos, emocionando a todos os presentes. A sala de recursos multifuncionais da Escola Municipal de Educação Especial Santos Dumont, além dos equipamentos de informática, mobiliário, materiais pedagógicos e de acessibilidade, que

constam no programa do Governo Federal, recebeu ainda seis notebooks da Secretaria Municipal de Educação. O secretário William Campos, que participou da criação da Universidade de Libras do Ines em 2005, afirmou em seu discurso que a Escola Santos Dumont é o símbolo de qualidade da educação especial de Petrópolis. - Vamos inaugurar até o final do mês outra escola especial, a Paulo Freire e, sem dúvida uma das inspirações é a qualidade da Santos Dumont. É realmente uma escola especial para crianças especiais - disse. A diretora Valéria Duriez falou sobre a importância do espaço, que significa “mais uma conquista para os surdos em Petrópolis” e acrescentou que os notebooks entregues pela secretaria vão somar ainda mais. - Foi um pedido meu ao secretário William Campos que foi atendido prontamente - falou. As salas de recursos multifuncionais são espa-

Matheus Quintal-Ascom/PMP

Durante a inauguração, um ator representou Santos Dumont

ços destinados a promover o atendimento educativo especializado. Elas possuem equipamentos adaptados, material didático e jogos especializados, utilizados em atividades de estímulo para suplementar ou complementar o ensino regular. Cada sala de recurso atende alunos com necessidades educativas especiais, matriculados em escolas de ensino regular da região onde está localizada. As salas de recursos são montadas de acordo com a

resolução de 4 de outubro de 2009 do MEC, e se destinam aos alunos com deficiências, transtornos globais de desenvolvimento e altas habilidades/superdotação. O programa foi criado para apoiar a ampliação da oferta do atendimento educacional especializado – AEE em todo o Brasil. Em Petrópolis, as salas de recursos foram montadas de forma estratégica em todos os distritos para atender os alunos de todo o município.


8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

economia

Atividade industrial fica abaixo do normal Novo índice de preços de imóveis causa divergência n Alana Gandra/ABr

Rio de Janeiro - O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) já estuda a metodologia a ser aplicada para o novo índice de preços de imóveis no Brasil, que será criado de acordo com o Decreto 7.565 do governo federal, publicado na última semana no Diário Oficial da União. Em nota à imprensa, o IBGE informou que está desenvolvendo estudos com o objetivo de acompanhar a evolução dos preços no setor imobiliário nacional. “A metodologia para o cálculo, bem como todos os procedimentos que envolvem um índice referente ao setor, está sendo discutida e terá como base as recomendações de países ou instituições que já produzem esse tipo de indicador”. Ainda não há previsão de quando o novo índice será divulgado, informou a assessoria de imprensa do

instituto. Para o diretor executivo do Sindicato da Indústria da Construção Civil no estado (Sinduscon/RJ), Antonio Carlos Mendes Gomes, o indicador vai ser bom para o mercado. - É um indicador confiável pela origem [o IBGE]. É o nosso grande instituto de pesquisa. É um instrumento adequado para que a sociedade tenha uma visão melhor, se posicione e interfira nesse processo, aproveitando as oportunidades, os momentos adequados. Enfim, acho que (o índice) é bom para todo mundo. É muito bemvindo. A mesma opinião tem o presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do estado (Creci/RJ), Casimiro Vale. - Era uma reivindicação do Creci. É bom para ter um parâmetro de valor do mercado, principalmente com relação aos financiamentos – disse à Agência Brasil.

AVISOS E EDITAIS MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, no município de Petrópolis, nas SEGUINTES LOCALIDADES s 26/09/2011, das 09:00h às 14:30h, Centro: Proximidades da Rua Casemiro de Abreu, Ruas João Margiota, Henrique Raffard, André Justen e adjacências. Das 09:00h às 12:00h, Quitandinha: Proximidades da Rua Washington Luiz e adjacências. Das 09:00h às 14:30h, Fazenda Inglêsa: Proximidades da Estrada Pico Couto, Loteamento Vargem Grande, Servidão nº 786 e adjacências. Das 14:30h às 17:00h, Itamarati: Ruas Bernardo Proena, Augusto Shonwandt, Nanci Cotia nº 210 c5, Pedro Nova lote 48, Pouso Alegre, Itamarati 1641 N, Cascatinha, 01 lote 06 quadra B Campo e adjacências. Das 09:00h às 17:00h, Itaipava: Estradas Prates s/nº, Mundeus, Arcas, das Cabiunas nº 615 e adjacências. Das 15:00h às 16:30h, Nogueira: Proximidades da Rua Chile e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

n Kelly Oliveira/ABr

Brasília - O indicador de crescimento da produção industrial subiu de 50,4 para 54,9 pontos de julho para agosto, segundo dados da Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada ontem. Em agosto de 2010, o indicador de crescimento da produção registrou 55,1 pontos. A pesquisa da CNI foi feita com 1.875 empresas de todo o país, entre os dias 1º e 19 de setembro. Os indicadores variam de 0 a 100 – de acordo com a metodologia adotada pela CNI, valores acima de 50 indicam evolução positiva, estoque acima do planejado ou utilização da capacidade instalada acima do usual. Segundo a confederação, apesar do crescimento comum em agosto para atender a demanda mais elevada do final de ano, a expansão “não foi suficiente para trazer o nível de atividade para o usual do período”. O nível médio de utilização da capacidade instalada subiu 1 ponto percentual, atingindo 76%. O indicador de evolução

Indústria em funcionamento: apesar do crescimento da produção, expansão de agosto foi baixa

do número de empregados subiu de 50,1 para 51,3 pontos, de julho para agosto. Segundo a CNI, os estoques industriais continuaram a se elevar no mês (índice de 52,0 pontos) e permanecem acima do planejado (53,6 pontos). “Sinal que a produção industrial, normalmente mais aquecida no final de cada ano, poderá manter ritmo mais moderado

de crescimento para ajustar os estoques industriais.” De acordo com a CNI, “a contínua moderação da atividade vem reduzindo o otimismo, cada vez menos disseminado na indústria. Os índices de expectativa de demanda, compras de matérias-primas e número de empregados recuaram, sendo que esse último está se aproxi-

mando dos 50 pontos [passou de 53,2 para 51,5 pontos], o que sugere manutenção no número de empregados”. A CNI acrescenta que “a expectativa quanto à quantidade exportada segue pouco abaixo da linha divisória, indicando pessimismo”. Esse indicador passou de 49,1 para 49,4 pontos, de julho para agosto.

Taxa de desemprego no país é de 6% sado, quando a taxa ficou em 6,7%, houve queda de 0,7 ponto percentual. De acordo com o levantamento, a população desocupada totalizou 1,4 milhão de pessoas em agosto e ficou estável na comparação com o mês anterior. Já em relação a agosto de 2010 foi observada queda de 10%, com 160 mil pessoas a menos em busca de emprego. A população ocupada também não apresentou alteração na passagem de um mês para o outro (22,6 mi-

n Thais Leitão/ABr

Rio de Janeiro - A taxa de desemprego nas seis principais regiões metropolitanas do país ficou em 6% em agosto, informou ontem o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado, que repete a taxa de julho, é o menor para o mês de agosto desde o início da série da Pesquisa Mensal de Emprego (PME), em 2002. Em relação ao mesmo período do ano pas-

lhões). Em relação a agosto do ano passado, houve aumento de 2,2%, o que representa um acréscimo de 488 mil pessoas ocupando postos no mercado de trabalho. O documento revela que também houve estabilidade no número de trabalhadores com carteira assinada – 11 milhões de pessoas - na comparação com julho. Em relação ao mesmo período de 2010, houve aumento de 7,5%. Esse crescimento indica que foram criados 764 mil

postos de trabalho formal no período. O rendimento médio dos trabalhadores ocupados, estimado em R$ 1.629,40, subiu 0,5% de um mês para o outro. Em relação a agosto do ano passado, o poder de compra dos ocupados cresceu ainda mais, 3,2%. A Pesquisa Mensal de Emprego é realizada nas regiões metropolitanas de Recife, Salvador, Belo Horizonte, do Rio de Janeiro, de São Paulo e Porto Alegre.

AVISOS E EDITAIS

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

23/09/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 23/09/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 26/09/2011

80595260730

RUA PEDRO IVO 456

Número: UNI293560B

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:02/06/2011

Vencto: 10/08/2011 Cheque Administrativo

Custas

106,39 Total

Protestar em 26/09/2011 LOLA FASHION COM ROUPAS E ACESSORIOS LTD

Valor:

Cheque Administrativo

Custas

110,58 Total

Protestar em 26/09/2011

Valor:

106,39 Total

14,03 Total

325,90

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

BRUNO DIAS DA SILVA

14401

3W DISTR DE MALHAS LTDA

21/09/2011

2.106,58 ou Dinheiro Custas

Valor:

0,00 Tarifa

110,58 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

Rubens Marchiori, 87 anos,10h – Centro Alfredo Cândido Fernandes, 73 anos,16h30 – Copacabana – Rio de Janeiro Daniela Bento da Silva dos Santos, 31 anos,16h30 – Independência

Não houve sepultamentos OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

2.120,61

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

14405

HOTSOFT INFORMATICA LTDA.-EPP

21/09/2011

HOTSOFT INFORMATICA LTDA.-EPP

Em sua edição número 2.304 de 23 de setembro de 1981, uma quarta-feira, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques: JAMIL E O ENSINO

223,56

329,95 ou Dinheiro Custas

CEMITÉRIO MUNICIPAL

Há 30 anos era publicado

1996,00

Número: 399127-03/1 Emissão:12/07/2011

106,39 Cpmf

Quinta-feira, 22/09/2011

CEMITÉRIO ITAIPAVA

3W DISTR DE MALHAS LTDA

ANGELA SANTANA DE SOUZA 120

Custas

20/09/2011

BELA VISTA COGUMELOS LT 0

CNPJ / CPF 011110247000187

011759209000150

DUPLICATA MERCANTIL

Cheque Administrativo

BANCO SOFISA SA 60889128000180

CNPJ / CPF

P. R. DE SOUSA BENEDITO LAB. DE AN. C

Vencto: 13/09/2011

14276

311,87 ou Dinheiro Custas

Número: 850153 Emissão:25/08/2011

Protocolo

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

205,48

RUA JACINTO RABELO 113 Cheque

Vencto: 25/08/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

DINA KOSLOWSEKY

SEPULTAMENTO

106,39 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

343,98

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 23/09/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente

Tranquilidade para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

Leia e assine o Diário de Petrópolis

( 2235-7165

- O secretário de Educação e Cultura entregou, ontem, ao prefeito Jamil Sabrá a minuta do anteprojeto de Lei que autoriza o Poder Executivo a efetivar as professoras municipais contratadas pelo regime de CLT. O objetivo da proposta é trazer mais economia para a municipalidade e oferecer ao magistério maior tranquilidade e, em consequência, melhor qualidade de ensino público. UM PROBLEMA CHAMADO TERESA - O presidente da Comdep, Newton Zapalla, garantiu que até o final desta semana uma das pistas de rolamento da Rua Teresa, no trecho em obras, estará concluída e, na semana seguinte, o restante, quando então os trabalhos se concentrarão na Rua Padre Feijó. Ontem à noite a máquina colocadora de asfalto foi levada para a Rua Teresa para ser preparada para o serviço de asfaltamento. AUDITORIA - O vereador Nelson Vieira da Costa solicitou auditoria na Câmara Municipal, com o objetivo de que sejam apuradas as irregularidades denunciadas pelo secretário de Educação e Cultura, Paulo Pires de Oliveira, também vereador, licenciado para exercer função no Poder Executivo. A auditoria deveria atingir a gestão de Carlos Alberto Lopes, Delso Francisco da Silva e a atual.


MOSELA Na paróquia de São Judas Tadeu a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira, de 16h30 às 18h30 e os eventos religiosos podem ser informados pelo telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello e o vigário paroquial é o padre Nerel Quirino Damasceno.

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Secretaria garante investigação Moradores denunciam desmatamento no Parque São Vicente com responsáveis pondo abaixo árvores centenárias e em extinção Justamente na semana em que se comemora o Dia da Árvore uma porção delas está indo abaixo na Rua Vassouras, no Parque São Vicente. A denúncia foi feita ontem pela manhã por um morador alertando as autoridades do meio ambiente e informando que estava falando em nome de dezenas de moradores locais. - Uma afronta. Enquanto eu planto árvores no meu quintal outros as derrubam sem que ninguém tome providências – comparou. – Já cortaram ipês-amarelos, roxos, embaúbas que estão em extinção, eucaliptos e outras centenárias. Precisamos que as autoridades acabem com esta irregularidade aqui no Parque São Vicente. O morador acusou que

as raízes das árvores cortadas estão à vista. Disse que os responsáveis informaram a ele que a situação era regular e que no local será construído um prédio. Ao encerrar, informou que caminhões estão removendo terras no lugar e disse estar apreensivo com desabamentos, pois a remoção está sendo feita numa encosta. O morador pediu para não ser identificado e afirmou já ter alertado a Secretaria do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Lá, no departamento de fiscalização foi informado que o secretário Leandro Vianna tomou conhecimento do problema e já determinara uma equipe para vistorias no Parque São Vicente.

bacalhau, atração anual do festejo. No dia 2 vai acontecer a procissão de Nossa Senhora da Penha saindo da Capela na Comunidade Três Pedras percorrendo as ruas próximas e retornando ao templo. O cortejo vai sair às 17h30 logo depois da mis-

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Associação confirma evento domingo na 24 de Maio Pressão arterial, teste de glicemia, atendimento jurídico, entre outras áreas profissionais destinadas aos carentes. Isto vai acontecer no próximo domingo na quadra de esportes do final da Rua 24 de Maio, no centro, onde os moradores já estão sendo convocados pelas lideranças comunitárias da localidade. O anúncio foi da secre-

tária Cintia Maria da Silva, da Associação de Moradores da Rua 24 de Maio/1º de Maio. Ela informou que o evento vai contar com a participação da Associação em Defesa dos Contribuintes da Previdência Social de Petrópolis – ADEPREV – da Escola Técnica Labest, da Faculdade Arthur de Sá Earp – FASE – e da Guarda Municipal.

Fórum anuncia datas de reuniões sobre deficientes

Desmatamentos: Redução de ar, água e risco de desabamentos

Festa da Penha terá procissão, leilão, música e brincadeiras Está tudo pronto para a festa de Nossa Senhora da Penha, na Comunidade Três Pedras, no Caxambu. As realizações serão nos dois primeiros domingos de outubro e irá contar com leilão, brincadeiras, sorteio de prêmios, música, concursos e o famoso bolinho de

9

sa da padroeira. No Dia 9 a celebração será às 18h. O ônibus que serve a localidade é o 470, da linha Santa Isabel. No dia 10 de outubro vão encerrar as inscrições para o evento Caminhando Com Jesus que será realizado na Capela de Santa Isabel, no

Caxambu. A taxa é R$ 8,00 e pode ser feita na secretaria da Matriz de Nossa Senhora do Rosário, no centro. O programa será no dia 16 com palestras proferidas pelos padres Manoel da Silva Gouvêa, Pedro Paulo de Carvalho Rosa e o pároco Geraldo Policarpo de Carvalho.

A presidente Fernanda Ferreira, do Fórum dos Amigos da Pessoa com Deficiência, confirmou a data das próximas reuniões. No dia 28 de setembro a partir de 17h30 ela será realizada na sede da Comissão Municipal de Atuação Comunitária de Petrópolis – COMAC – na Rua Visconde de Souza Franco, 590, no centro. No mesmo local e horário já estão datadas em 26

de outubro e 30 de novembro. Já os encontros na Casa dos Conselhos, da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania – SETRAC – são todas as primeiras terças-feiras de cada mês às 18h. Ela fica localizada na Avenida Ipiranga, no centro. Todas as pessoas que atuam em instituições em defesa da pessoa com deficiência estão sendo convidadas.

O Lions Club Itaipava confirmou para o dia 2 de outubro o almoço beneficente em apoio ao Grupo Assistencial SOS Vida de Petrópolis. O evento será realizado na Escola Instituto do Saber, na Rua Afrânio de Mello Franco, no Quitandinha, e os convites de participação já estão à disposição do público. A renda será revertida aos

projetos do SOS Vida destinada aos portadores do vírus HIV/AIDS, dependentes químicos e seus familiares. O valor do convite é R$ 15,00 com bebidas e sobremesa à parte e as reservas podem ser feitas pelos telefones 2231 2927 ou 9212 0423 (Creuza) e 2245 0322 ou 9213 8040 (Carlos Alberto).

Lions promove almoço para beneficiar o SOS Vida

ESPORTE Treinador de levantamento de peso visita centro no Petropolitano No próximo fim de semana, será realizado um curso para treinador de levantamento de peso olímpico, com o técnico da Seleção Brasileira, Dragos Stanica, no centro de referência da modalidade, que fica no Petropolitano Football Club, no Valparaíso. A inscrição é gratuita e deve ser feita na secretaria Municipal de Esporte e Lazer, na Rua da Imperatriz, 193, Centro, em frente à Biblioteca Municipal. Estão disponíveis 30 vagas. O curso acontece amanhã (24), das 8h às 12h, e domingo (25), das 8h às 12h. Os interessados precisam apenas preencher o formulário e apresentar sua carteirinha do CREF (Conselho Regional de Educação Física). Este será o primeiro curso no centro de referência, inaugurado em julho deste ano. A ideia é tornar o esporte mais conhecido e praticado na cidade, além de formar profissionais capacitados para trabalhar na área. Este é um dos passos visando receber uma delegação para aclimatação durante as Olimpíadas Rio 2016. O evento é coordenado pela secretaria de Esportes de Petrópolis, com chancela e apoio da Confederação Brasileira de Levantamento de Peso.

LEIA O DIÁRIO DIGITAL www.diariodepetropolis.com.br

Leia e assine o Diário de Petrópolis Tel.:2246-3807


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

ESPORTES

esportedp@gmail.com

PEC e Imperial fazem clássico do Estadual Depois de vencer seus dois primeiros jogos pelo Campeonato Estadual de Futsal, contra Caer (19 a 0) e Drogaria do Povo (6 a 3), o Poker/PEC enfrenta o Imperial hoje, às 19h30, no Ginásio da UCP, no Bingen. O jogo é válido pelo grupo B da competição, onde além das duas equipes serranas, conta também com o Botafogo (atual campeão carioca), Caer e a Drogaria do Povo. Esta fase da competição é disputada em turno e returno (ou sistema de ida e volta). Para esta partida, o Poker/PEC ainda terá alguns desfalques. Lenísio está se recuperando bem depois da artroscopia no joelho esquerdo e confiante em seu breve retorno ao time. Vander Carioca ainda estará cumprindo suspensão. Por pequenas lesões, Arthur e Xandó também desfalcam a equipe. Um dos mais empolgados na luta pelo pentacampeonato estadual é o técnico Cupim. Mais importante do que representaria o primeiro título em sua recente carreira de treinador, o triunfo brindaria um ano cheio de expectativas:

Fotos: Divulgação

Ari Gomes

Com talento e experiência, o fixo Chico é um dos trunfos do PEC para a corrida rumo ao pentacampeonato. Os jogadores do Imperial sabem que o jogo será difícil

– Tem vários jogadores experientes no grupo que bem sabem da importância deste título para nós. Procuro mostrar a dimensão disso para os mais jovens. Sempre digo que a cada jogo o elenco conquista um pedacinho. E, para nós, todas as partidas são importantes. Independentemente do adversário – finalizou o treinador. nAs duas equipes

estão invictas As duas equipes duelam pela liderança, ambas estão com 100% de aproveitamento, sendo que o Imperial tem um jogo a mais. A partida promete ser um grande espetáculo para o torcedor petropolitano que, há muito tempo, não vê um confronto tão importante entre duas equipes da cidade. O retrospecto dos dois times neste

estadual reforça as expectativas. Em três jogos o Imperial marcou 12 gols, sofreu seis e venceu todos. O PEC alcançou a vitória nas duas partidas em que disputou, marcando 25 gols, tendo sofrido apenas três. O Imperial vê o PEC com certo favoritismo, mas dentro de quadra serão sempre cinco contra cinco, em um jogo que tem tudo para se tornar um

clássico imprevisível. - O PEC chega como favorito pelo tempo que jogam juntos e por ter jogadores mais experientes. Mesmo assim nossa intenção é vencer. A obrigação é deles, mas vamos buscar essa vitória com certeza - afirmou o treinador do Imperial, Ney Marcos. Durante toda a semana, o técnico trabalhou o time em cima das falhas do último jogo,

contra o Caer. - Os treinos do time foram muito bons. Procuramos acertar os nossos erros defensivos e a ligação entre a defesa e o ataque. Nossa equipe está muito focada, sabemos que é um jogo muito difícil e se entrarmos desatentos como no último jogo, podemos perder. Então, o time está motivado e consciente da importância do confronto - finalizou Ney.

Circuito Caixa: Gilmar Petropolitano se prepara disputa prova em Curitiba para enfrentar o Serrano O atleta Gilmar Silvestre Lopes vai disputar a etapa de Curitiba (PR) do Circuito Caixa de Corrida de Rua, no próximo domingo, podendo assumir a liderança do campeonato. O fundista da Pé de Vento/MEP atualmente está na segunda colocação, com 17 pontos atrás do líder, Giomar Pereira, da equipe Cruzeiro. Gilmar foi o melhor brasileiro na etapa do último domingo, em Uberlândia (MG), e vem alcançando bons resultados nas últimas provas. Ele, que chegou a estar na sexta colocação, subiu na classificação após o bom resultado na Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro. Agora, ocupa a vice-liderança. - Eu estou preparado e com uma grande expectativa. Tenho certeza que eu posso brigar por esse título e quem sabe já assumir a liderança agora nesta prova. Meu objetivo é ficar entre os primeiros o tempo todo - destacou Gilmar. Nesta prova, o vice-líder do Circuito Caixa terá a companhia de seu irmão gêmeo Gilberto, que espera ajudá-lo na briga pelo título. - Sei que o nível dessa prova será alto, mas espero ficar entre os primeiros e aju-

Gilmar Silvestre Lopes atualmente está na segunda posição

dar meu irmão tirando alguns pontos dos adversários na briga pelo título - comentou Gilberto.

A largada da prova será às 8h15, do Centro Cívico, na Praça Nossa Senhora de Salete, na capital paranaense.

Posse tenta sua primeira vitória no Municipal de Campo Sub-17 Neste domingo, jogando em casa, no Estádio Luiz Fernando M. Fagundes no 5° distrito, a equipe Sub-17 do Posse tentará sua primeira vitória no Campeonato Municipal de Futebol de Campo. O time enfrentará o Vera Cruz. Segundo a diretoria do Posse, com os treinamentos mais reforçados e melhorando a parte física e coletiva da equipe o treinador Mirim está otimista para uma boa atuação do Sub-17. O jogo está programado para as 11h, mas antes, às 9h as equipes do Posse e Vera Cruz se enfrentam na categoria Sub-15. Os dois clubes vem de vitórias na última rodada da competição.

Os jogadores do Posse treinam forte visando a próxima partida

As equipes Sub-11 e Sub-13 do Petropolitano realizam amanhã treinos técnicos sob comande Ademilson e de Francisco Lima, poupando os atletas que atuam nos times de futsal do clube e que jogarão à tarde contra o Serrano pelo Campeonato Municipal. As duas equipes voltam a jogar pela Copa Light no domingo, 2 de outubro, devendo intensificar os treinamentos durante a próxima semana para enfrentarem o Bangu, jogos a serem realizados no Estádio Carlos Guinle. Os times de Sub-15 e Sub-17 jogam no próximo domingo, a partir das 11h30, contra o Carangola no Estádio Carlos Guinle. Os técnicos Silmar Assumpção e Nahor Júnior realizam os aprontos finais das suas equipes amanhã, preparando-se para os jogos válidos pelo Municipal, promovido pela Liga Petropolitana de Desportos. Já o Máster do Petrô continua aguardando definição da LPD sobre a realização da final do campeonato, paralisado há mais de dois meses. O time alvinegro é finalista do torneio e continua esperando da Entidade uma definição de quem será o seu adversário na decisão pela conquista do título da temporada. A diretoria do Petropolitano aguardará até a próxima semana para, caso não haja uma definição, cobrar oficialmente uma posição da Liga a respeito do assunto.

nFutsal O Sub-9, Sub-11 e Sub13 jogam neste sábado, contra o Serrano, no Ginásio Afonso Paoni, a partir das 16h, pela última rodada do turno do Municipal. Os times estão procurando manter a invencibilidade e a primeira colocação depois das quatro rodadas já realizadas, enquanto o Sub-11, dirigido por Ademilson, com apenas uma derrota, joga em busca de uma vitória para assumir a ponta da tabela, a exemplo das outras duas categorias. Os técnicos do Sub-11 e Sub-13, Leonardo e Berg, confiantes numa boa apresentação das suas equipes, treinam hoje, no Ginásio José Borzino, encerrando os preparativos para os difíceis jogos, que revive um dos mais tradicionais clássicos do esporte de Petrópolis. nResponsabilidade

social Previstas para sábado, durante a manhã, as aulas na quadras e campo das comunidades do Roseiral, Lopes de Castro, Vila São Francisco, Siméria, Castelânea, Serrinha, Morin e Amazonas, em continuidade às atividades esportivas do Projeto de Responsabilidade Social do clube. O departamento de esportes fará realizar em novembro próximo, a 3ª Copa das Comunidades, a ser realizada na praça de esportes, no Valparaíso, e para isso já está montando toda a estrutura do evento que terá a participação de todos os

alunos das 22 comunidades atendidas pelo projeto. Antes disso, durante o mês de outubro, realizará torneios dentro das próprias comunidades, a exemplo do ocorrido no última fim de semana, na Siméria, e que foi elogiado por todos os participantes. nOutros

esportes As demais modalidades praticadas no Petrô, entre elas, o futebol de mesa que recentemente conquistou o Campeonato Brasileiro Master, série Bronze, na cidade de São Paulo, o basquetebol, o handebol e o voleibol, também estarão em atividades de treinamentos no final da semana preparando-se para jogos amistosos e torneios, dentro das comemorações do centenário. Com o badminton e o levantamento de peso olímpico, ambos em fase de implantação, o departamento de esportes do clube consegue manter em atividade, o número de sete modalidades olímpicas, sob a coordenação e o desenvolvimento de um grupo dedicado a manter vivo o esporte no clube, apesar das dificuldades sempre presentes. Com o objetivo de juntar-se ao futebol, futsal, basquetebol, voleibol, handebol, badminton, levantamento de peso olímpico e ao futebol de mesa, está em fase de estudos de viabilização, a implantação até o final do ano, do tênis de mesa, resgatando-se mais uma modalidade de esporte tradicional do clube.


diariodepetropolis  

artigos, cidade, colunistas, esporte

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you