Page 1

Diário

de Petrópolis

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

57 anos

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 16.228 - Quarta-feira, 22 de agosto de 2012 Arquivo

acessibilidade para idosos e deficientes Prefeitura desapropria Casa da Morte Um aparelho clandestino montado em Petrópolis pelo Centro de Informações do Exército (CIE) durante a Ditadura Militar e apelidado de Casa da Morte foi desapropriado ontem pela Prefeitura de Petrópolis. A informação é do presidente da OAB do Rio de Janeiro (OAB-RJ), Wadih Damous. Entidades de direitos humanos vinham lutando há anos para que o local onde foram torturadas várias pessoas presas no regime militar fosse desapropriado e transformado em um memorial. “O próximo passo será transformar a Casa da Morte em memorial. Assim, a cidade de Petrópolis fica desagravada em sua honra, já que a Casa da Morte deixa de ser uma mancha e passa a ser uma lembrança de que o Brasil viveu tempos tenebrosos que não mais devem voltar”, afirmou Wadih Damous.

agenda Hoje, a partir das 19h55, o artista carioca Neris Cavalcante sobe ao palco do Teatro Afonso Arinos para única apresentação do espetáculo ‘Indecente’, uma comédia com apelos de Chico Buarque. A apresentação é uma promoção do Instituto Rio e produção local da Xdaquestão Produções.

Fazenda cria novos postos para atender contribuintes A Secretaria de Fazenda do Município criou uma nova central de atendimento, na Rua da Imperatriz, no Centro, para atender os contribuintes. O espaço conta com mais de 10 guichês, além de melhorar a acessibilidade e o conforto das pessoas, principalmente idosos e deficientes físicos, que precisam quitar as dívidas relativas a tributos municipais (IPTU, ISS, ITBI, entre outros). Para quem mora nos distritos, foi instalado um posto na sede da subprefeitura, em Itaipava. (Página 5)

Ascom PMP

O novo espaço, que fica na Rua da Imperatriz, conta com mais de 10 guichês e dá acessibilidade aos idosos e deficientes físicos

Construção Civil garante reajuste salarial de 11% para a categoria Arquivo

(Página 6)

bairros Na próxima reunião do Conselho Municipal de Saúde – ComSaúde – as três ONGs de proteção aos animais da cidade vão apresentar documentos comprovando como estão sendo utilizadas as verbas do convênio com a Secretaria de Saúde. O principal é o número de castrações que são feitas mensalmente e o número de animais que estão na fila aguardando a operação para evitar a reprodução. (Página 9)

Esportes

O setor da construção civil terá homologado nesta semana o reajuste salarial de 6,24%, mas que pode chegar a 11,24%, uma vez que mais 5% de produtividade serão concedidos a todos os funcionários que não tenham falta sem justificativa. A medida tem como objetivo aumentar a assiduidade dos profissionais ao trabalho. Já na Indústria Moveleira os índices variam entre 10% e 18%. Segundo o presidente dos Trabalhadores da Construção Civil de Petrópolis, José Maria Rabelo, foram mantidas cláusulas contratuais importantes para as duas categorias. (Página 5)

Eventos de agosto e setembro, que vão agitar o município, são pautas de reunião do GGI-M Segundo José Maria, o setor conseguiu um aumento acima do INPC do período, que foi de 4,90%

(Página 7) Alan Alonso

Trânsito em Bonsucesso continua complicado Motoristas, moradores e comerciantes que circulam pela região de Bonsucesso, principalmente na altura do trevo, acreditam que muito trabalho ainda precisa ser feito para resolver de vez o trânsito caótico que costuma ser registrado nos fins de tarde. Até agora, a CPTrans proibiu o cruzamento na altura do comércio local e criou um novo retorno. Mas, outra promessa que seria a mudança do ponto de ônibus, deve acontecer nos próximos dias. (Página 7)

Jogando no sábado contra o Serrano, no Ginásio José Borzino, o Sub-13 do Petropolitano estreou vencendo por 5 a 3. A equipe alvinegra, atual campeã municipal, chegou a marcar 5 a 0, quando o técnico Francisco Lima efetuou substituições no plantel. (Páginas 9 e 10)

Ladrão de carro sofre acidente e é preso (Página 5)

Os engarrafamentos, principalmente no Trevo de Bonsucesso, são uma reclamação antiga dos motoristas

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

“O enterro de um mito”

Gestores de crises n Cyro Miranda

n Gaudêncio Torquato

N

o momento em que a comunidade nacional começa a ouvir a expressão e receber os abraços de 478.846 candidatos (31.088 a prefeito e vice-prefeito e 478.846 a vereador), a pergunta se faz oportuna: o pleito municipal poderá ser o canal para jorrar água limpa na fisionomia de nossa política? Como se sabe, seus dutos irrigam a base do edifício de nossa democracia representativa. A resposta à pergunta comporta a análise de algumas variáveis, a partir da condição que cerca a grande maioria dos 5.565 municípios brasileiros, que recebem pouco mais que 15% do bolo tributário. A sofrível situação econômica das localidades mostra que de seu “mato não sairá coelho”. Ou seja, governantes de pires na mão, por mais hábeis que sejam na arte da prestidigitação, não conseguirão puxar o eixo da renovação, principalmente quando se sabe que este “empreendimento milagroso” carece do esforço de todos os que se locomovem na roda da política. Comprimidos por demandas crescentes, sob a teia do endividamento dos entes federativos, os alcaides estão conscientes de que seu papel é o de tentar que as comunidades consigam sobreviver ao caos que assola os municípios brasileiros. A cada ciclo político-eleitoral, escancara-se a hipótese: o fator econômico dita a condição da política, sendo responsável, aqui e alhures, pelo conjunto de mudanças na estampa do Estado contemporâneo. A escassez de recursos propicia o aparecimento de figurantes menos populistas. A paisagem contém novos sinais. Os governantes, hoje, são mais suscetíveis aos humores e rumores da política, sujeitando-se todo tempo ao escrutínio das populações; os tempos de transparência exigem deles compromisso com a verdade; as comunidades clamam por soluções de curto prazo; o discurso com a abordagem de “preparar o amanhã”, “construir a pátria para nossos filhos e netos”, dá vez à expressão “o futuro é agora”; a interlocução entre líderes e liderados, antes de cima para baixo, hoje ocorre unilateralmente, em função da interatividade e horizontalidade proporcionadas pelas redes sociais; no lugar de heróis da Pátria, que “vendiam” esperança e felicidade, agora surgem gestores, devidamente paramentados em fatiotas de talhe econômico, que focam sua “venda” em artigos de primeira necessidade. Como se aduz, novos paradigmas iluminam a política, acarretando mudanças de forma e fundo. Seus mecanismos clássicos – ideologias, partidos, poderes legislativo, executivo e judiciário, grupos da situação e oposição – abrigam novas dimensões. Alguns, como os parlamentos, entram em declínio; outros, como os poderes executivos, aglutinam forças; ou, como o judiciário, tornam-se mais abertos. O arrefecimento dos particularismos doutrinários e de clivagens partidárias do passado, centradas no antagonismo de classes, cedem lugar ao personalismo e à multipolaridade da ação política. Esse fato explica a multiplicação de novos circuitos de representação – as entidades que promovem a intermediação de grupos organizados – e a prevalência de fulanos, beltranos e sicranos sobre os partidos que os acolhem. Basta conferir as siglas que acolhem os candidatos a prefeituras. Poucos eleitores acertarão, principalmente os nomes conhecidos nas grandes cidades. Mudou também o espaço da política. O território agora é o das demandas locais, que partem de categorias e núcleos especializados. A micropolítica se expande, gerando uma onda de específicas demandas. A engrenagem política, que agora só funciona com parafusos econômicos bem azeitados, modela a feição dos atores. Os palcos da governança recebem personagens não tão afeitos e treinados nas artes e nas técnicas do discurso, como os protagonistas de ontem. A tipologia passa a juntar perfis de roupagem técnica, indivíduos com noções básicas de administração, finanças, gestão pública. Os populistas não saíram por completo da paisagem, vale lembrar, até porque as tintas da velha política demoram a desbotar. Mas o painel da administração pública, a partir do executivo municipal, já sinaliza alteração no modus operandi. A propósito, o símbolo mais expressivo da nova fisionomia de governança entre nós é a própria presidente Dilma. Perfil técnico, aprecia instrumentos de planejamento e controle e é experimentada na arte de cobrar. Prefere o discurso econômico ao político. Sente-se confortável como super gerente de obras. Basta conferir os pacotes que anuncia para alavancagem da infra-estrutura, o último, de R$ 133 bilhões, anunciado para alavancar a economia e reequipar a infraestrutura de transportes. Lá fora, o tom também sai da partitura econômica. Nos Estados Unidos, as expressões dos candidatos democrata e republicano, Barack Obama e Mitt Romney, impregnam-se de economês, ambos discorrendo sobre políticas fiscais e monetárias, a gigantesca dívida norteamericana, os programas de assistência médica, os gastos militares. Isso explica a escolha do candidato a vice na chapa de Romney, o deputado conservador Paul Ryan, rígido defensor de ajuste nas contas públicas e da redução do Estado na economia. Na Europa, a orquestra política só ensaia cantos econômicos. A Alemanha sente os efeitos da crise e reduz exportações. A Espanha aguarda com expectativa o dinheiro prometido para reforçar o caixa de seus bancos. A China começa a desacelerar os eixos da economia. Nações poderosas e portentosas sofrem as agruras da uma crise que corrói suas entranhas e ameaça paralisar programas sociais de vulto. Nesse quadro de extrema escassez, fenece a imagem do político tradicional e ascende a figura do administrador público da era da escassez. Sob esta intrincada teia de fios econômicos, o Brasil escolherá, em outubro, seus prefeitos, ou melhor, seus gestores de crise. Termo que, na acepção grega, aponta para conjuntura perigosa, momento decisivo. E que, no ideograma japonês, sinaliza o campo das oportunidades, podendo, portanto, significar expansão, inovação, aperfeiçoamento. Que assim seja! n Jornalista, é professor titular da USP, consultor

político e de comunicação Twitter @gaudtorquato

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

F

oi enterrado quarta-feira passada um dos maiores mitos da história contemporânea brasileira. Se for levado a efeito o plano da presidente Dilma Rousseff de transferir à iniciativa privada a construção e administração de cinco portos, cinco aeroportos, 50 mil quilômetros de rodovias e 12 mil quilômetros de ferrovia, estará definitivamente enterrado o mito da privatização, tão criticada quando realizada pelo governo Fernando Henrique Cardoso. E agora, o que vai dizer o PT? Será que vai continuar tentando enganar bobos e falar que concessão e parceria não são a mesma coisa que privatização? Retórica política à parte, o fato incontestável é que o governo Dilma resolveu tentar dar um choque de modernidade ao Brasil, e de uma forma que, se feita por outro partido, certamente receberia duras críticas.

O governo vai literalmente doar o patrimônio público à iniciativa privada para que esta explore portos e aeroportos e faça investimentos para garantir o escoamento da produção. Isso porque o Estado não será remunerado pelas privatizações, desde que as empresas ganhadoras invistam uma parcela do que vierem a ganhar na melhoria e reforma de rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. A medida precisará ser bastante debatida pelo Congresso Nacional, sobretudo quanto à efetividade e eficácia, mas é extremamente necessária para o Brasil voltar a crescer e buscar o desenvolvimento sustentável. Ao contrário do que se tem visto nas afirmações do ministro Guido Mantega e do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, a economia tem dado sinais de forte desaquecimento, com a probabilidade de o crescimento do PIB ficar abaixo de 2% em 2012. Na toada em que estava indo a economia, não haveria milagre que fizesse o PIB subir

em 2013 para o patamar sonhado pelo governo, acima de 4%. O crescimento do PIB está diretamente relacionado com a taxa de investimentos no país, hoje em torno de 18,4% e, de acordo com a economista Mirian Gasparin, das mais baixas quando se consideram os países emergentes. Depois de crescer a um ritmo recorde de 21,8% em 2010, investimentos em máquinas e instalações produtivas decresceram em 2012. O desenvolvimento do país não se faz na base da retórica, mas de condições objetivas capazes de atrair investimentos da iniciativa privada, tão necessários para alavancar o crescimento. Seria uma bravata o PT se mostrar contra a privatização – ou concessão, como o queiram – e pensar que o Brasil pudesse parar no tempo e ignorar a locomotiva da história, tudo em favor de um Estado concentrador e forte, embora ineficaz, inoperante e pesado. Por isso é que, mesmo quando o mundo se

beneficiava de um ciclo virtuoso de crescimento, antes da crise do subprime, o Brasil cresceu abaixo da média mundial e bem menos que os demais membros do Bric, ao longo dos dois governos do presidente Lula. A presidente Dilma está de parabéns, pois caiu na real e viu que é inadiável garantir a competitividade por meio de um sistema moderno e eficaz de escoamento da produção, com a interligação dos modais em favor da diminuição do custo Brasil. O que a presidente ouviu dos empresários é um discurso conhecido de quem esteja comprometido com o desenvolvimento sustentável do país, independentemente da coloração política e partidária. O Brasil precisa de investimentos para crescer e oferecer às gerações do futuro condições de desenvolverem seus potenciais e ingressarem no concorrido mercado de trabalho da sociedade do conhecimento. n Senador, PSDB-GO

Solução para a telefonia móvel n Walter

Pinheiro

O

pesadelo em que se transformou o festival de queda de sinais das operadoras de telefonia móvel não é de difícil solução. Ao contrário do que se imagina, o melhor funcionamento do sistema depende mais do cumprimento da legislação do que dos fantásticos investimentos nos quais as concessionárias se prendem para postergar a solução do problema. Os bilhões de reais em investimentos que estão sendo anunciados pelas operadoras para os próximos anos, embora parte do problema, são necessários para sustentar a ampliação do sistema e sua atualização tecnológica. Definitivamente, porém, deles não depende o fim da queda sistemática das ligações para e entre celulares, que de tão republicanas já não escolhem mais as suas vítimas. Segundo relato do ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, nem a presidenta Dilma Rousseff ou o

ex-presidente Lula têm sido poupados pelo descaso das operadoras. Bernardo presenciou uma conversa telefônica entre a presidenta e seu antecessor ser interrompida algumas vezes por queda de sinal. A presidenta disse a Lula que o ministro estava assistindo a conversa e que iria cobrar dele a solução para o problema. Seria cômico, se não fosse trágico. Até porque a solução começa pelo cumprimento da Lei Geral das Comunicações, fato que não vem sendo observado pelas operadoras. Mas a culpa não é só das operadoras. Cabe também cobrar da Agência Nacional de Telecomunicações o cumprimento das suas obrigações de regulamentar e fiscalizar o sistema. A exigência do compartilhamento das redes pelas concessionárias, por exemplo, já daria um grande passo para garantir acesso e qualidade nas ligações telefônicas. Também urge a necessidade de alterações na plataforma com uso de tecnologia que permita a compatibilidade de frequências,

ampliando o raio de cobertura e, consequentemente, a qualidade do serviço. Dessa forma, com o mesmo aparelho o cidadão poderá ter acesso, por exemplo, às frequências de 2,5 giga-hertz (GHz) e à faixa de 450 Mhz, esta destinada a áreas rurais. Além do compartilhamento de redes, previsto na legislação, outro caminho para o bom funcionamento da telefonia móvel no país seria eliminar o uso dos dois dígitos das operadoras. Além de mais eficiência, a medida traria maior competitividade entre as operadoras, o que consequentemente ocasionaria maiores descontos e vantagens para o usuário, que decidiria previamente qual operadora melhor lhe atende. A medida não implica em grandes soluções tecnológicas ou custosas. Aliás, o uso dos dois dígitos já foi eliminado na maior parte dos países, reduzindo os custos dos serviços. Nesse aspecto, também seria importante uma fiscalização do Cade junto às operadoras para verificar se elas não estariam ferindo

leis de mercado com comportamentos prejudiciais à concorrência, impedindo o compartilhamento da rede, a universalização dos serviços e a prática de preços justos. É sabido que os preços da telefonia praticados no Brasil são superiores aos que as operadoras praticam em seus países. E não cabe mais culpar a carga tributária porque o setor tem sido amplamente beneficiado com incentivos fiscais, mas nem por isso se observam reduções tarifárias. Um bom exemplo é o do serviço prépago, cujas tarifas são inexplicavelmente mais elevadas dos que as dos planos pós-pagos. A Anatel precisa também exigir mais empenho por parte das operadoras no tocante ao cumprimento das metas dentro dos critérios de qualidade estabelecidos na legislação e nos contratos de concessão. Não se pode admitir que essas operadoras não pratiquem no Brasil a mesma qualidade de serviço que oferecem nos seus países de origem. n Senador pela Bahia e líder da

bancada do PT e do bloco de apoio ao governo no Senado.

Quem apoia é mequetrefe?! n Maria Eli

de Queiroz

P

ois é, gente... Este assunto do Mensalão é empolgante. O Sr. Washington Araújo, no Observatório da Imprensa, não só lembrou de beatificar Luiz Gushiken, dizendo que “o que o Ministério Público da União fez contra Luiz Gushiken é, por si só, um grave caso de má-fé mancomunado com injustiça patente”, como também defendeu toda a quadrilha em julgamento na Ação Penal 470. O articulista pergunta pelas provas: “Onde as provas? Ao longo de cinco longas horas o procurador-geral da República Roberto Gurgel, no dia 3 de

agosto, leu calhamaço em que há excesso de juízos de valor e completa ausência de fatos probatórios”. Meus Deus, que equívoco! Não há completa ausência de provas! Existem as escutas telefônicas, as filmagens dos flagrantes delitos, a documentação fraudulenta, o caixa 2, as testemunhas de acusação! Sabe-se que há crimes quase perfeitos, que não deixam rastros visivelmente comprobatórios, ora essa! A quadrilha não se formou com amadores, meu equivocado articulista, são todos eles profissionais que agiram sob a batuta de um maestro muitíssimo eficiente no que faz: José Dirceu, o bem-amado discípulo de Lula! Jamais deixariam rastros no cimento, as pegadas estão na areia de Brasília! E

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

D

aqueles que em um lampejo ínfimo de sanidade mental se dignaram a admitir a culpa, ele acusa: “Mas existe outra selva de ilegalidades pairando como sombra sobre esta AP-470: a forma escancarada com que pessoas de reputação bem abaixo do meio-fio recebem aura de credibilidade inconteste, seja na condição de delator, seja na de testemunha em sua dupla função de réu de crime confesso”. Que disparate! Se estas pessoas estão abaixo do meio-fio, por que não os demais membros da quadrilha?! Por que, ainda, tamanha veemência em atacar os seus colegas de imprensa, que vêm atuando de forma correta na divulgação do processo e incentivo à punição? Vejam o ataque: “O mau jornalismo princi-

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

pia na confusão mental entre liberdade de expressão e libertinagem de imprensa, e não resiste à tentação maior de vestir a toga e, a seu bel-prazer, acusar, julgar, condenar. Não passam, na verdade, de semiprofissionais do jornalismo. Infames, biltres e, em uma palavra, mequetrefes.” Bem, chamar de infames, biltres, mequetrefes, a quem opera na imprensa trabalhando pela apuração da verdade, já é demonstração de uma tremenda falta de ética para com os seus colegas de profissão, aliada ao lamentável atestado de desamor à pátria em que nasceu. Lembre-se, meu caro Washington: “Brasil: ame-o ou deixe-o!” n Mestra em Literatura Brasileira,

professora universitária, jornalista e escritora.

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUARTa-feira, 22 de agosto de 2012

3

cidade

Fotos: Divulgação

Indicadores de desempenho trancam votação da Câmara n  Vinicius Henter viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O candidato Bernardo Rossi faz campanha nas comunidades

Rossi diz que habitação é o principal desafio da cidade O candidato a prefeito pela coligação “Juntos para Mudar Petrópolis” (PMDB, PP, PTB, PSC, PSDB, PPS, PRTB, PSL e PRB), Bernardo Rossi, visitou a Estrada do Gentio, em Itaipava, e conversou com os moradores sobre seus projetos para a habitação. Além do Morar Melhor, o plano de governo de Rossi prevê a criação de um Plano Municipal de Habitação e a manutenção dos conjuntos habitacionais já existentes. - Não podemos ficar à espera de recursos estaduais e federais sem termos um plano habitacional e projetos para buscarmos verbas de forma acelerada, contínua e responsável – afirmou Bernardo. Retirar do aluguel social quem perdeu seu imóvel é uma das prioridades de Bernardo Rossi. Esse é o caso de Guilhermina Reis, de 53 anos, que perdeu a casa nas chuvas de 2008 e há quatro anos vive de aluguel social. Desempregada, ela passa pelo mesmo drama uma segunda vez: o imóvel em que mora com o aluguel social foi considerado de risco, depois da cheia de 2011. - E agora, como faço? Vivo sem saber onde vou

morar amanhã – lamentou. A doméstica Maria Tereza Clementina, de 53 anos, nascida e criada na localidade, também teve parte do seu imóvel danificada por conta das chuvas. Sua irmã, a comerciante Ana Maria da Silva, de 49 anos, não teve a mesma sorte e perdeu toda a casa. Hoje, só existe parte das paredes. Com a criação do Plano Municipal de Habitação, Bernardo Rossi vai construir novas moradias. - Também queremos a conservação das já existentes. Muitas das vezes basta uma manutenção no imóvel para que ele volte a ser ou se torne seguro. É isso o que vamos fazer com o programa Morar Melhor. Financiamentos públicos e privados vão dar condições para esses moradores fazerem pequenas reformas ao mesmo tempo em que o poder público promove a infraestrutura da localidade – apontou Bernardo. Além disso, Bernardo Rossi quer a reforma de conjuntos populares para evitar o retorno desses moradores às áreas de risco, ao mesmo tempo em que valoriza as áreas onde estão localizados garantindo, também, a expansão imobiliária.

Vadinho afirma que está difícil pedir votos na rua n  Vinicius Henter

O líder da oposição na Câmara, vereador Vadinho (PSB), candidato à reeleição, afirmou na sessão de ontem que está com dificuldades para pedir votos na rua. Segundo ele, a Câmara está desgastada junto à opinião pública. Vadinho criticou o que chamou de erros cometidos na atual legislatura e admitiu ter sido um dos responsáveis por esses erros. - Hoje na rua para pedir voto tem que ter coragem. A Câmara está com um desgaste grande, não é pequeno não – disse Vadinho. – Não está fácil. As pessoas estão desacreditadas com política. Para o vereador, os maiores erros cometidos na atual legislatura foram a terceirização dos serviços básicos da Câmara e a antecipação da eleição da atual Mesa Diretora, com mandato de janeiro de 2011 a dezembro de 2012. Com a mudança na data da elei-

ção, que passou de janeiro de 2011 para outubro de 2010, o vereador Márcio Arruda não pôde participar da votação, já que somente assumiu a cadeira na Casa em dezembro daquele ano, após a cassação do ex-vereador Roberto Naval. Além de oposição ao governo municipal, Vadinho também faz oposição à gestão do presidente da Câmara, Paulo Igor (PMDB). - Foram os maiores erros. Agora está tendo resultado nas ruas, e as pessoas estão pedindo: “temos que renovar”. Nós precisamos inovar na nossa mentalidade – disse Vadinho. Silmar Fortes (PMDB), no entanto, discordou de Vadinho. - Fico tranquilo quando saio nas ruas. Tenho andado na rua, e não vejo muito isso, não. Pelo menos a minha rejeição tem sido pequena. Não vou dizer que não tem, mas tem sido pequena – disse Silmar.

Agenda de hoje dos candidatos Nelson Sabrá (PDT) 9h – Café nos Bairros 10h – Centro 15h – Itaipava 16h30 – Bandeirada Juventude

Rubens Bomtempo (PSB) 9h – Bingen Bernardo Rossi (PMDB) 7h – Centro 9h – Morin

A criação de indicadores de desempenho dos serviços públicos de Petrópolis não foi votada ontem na Câmara por falta de quorum. Pelo menos cinco vereadores deixaram o plenário para que o projeto de lei do vereador Silmar Fortes (PMDB) não fosse votado. A matéria prevê a criação de indicadores para seis áreas: saúde, educação básica, segurança no trânsito, meio ambiente, limpeza pública e transportes. - Recentemente tivemos o Ideb do município, 4,9. Temos que analisar numa série

histórica. Hoje a coleta de reciclagem é de 2%. Mas se é 2% nos últimos dez anos, nada foi feito em termos de coleta seletiva no município. Nos terminais de transbordo, vemos péssimas condições de higiene. Às vezes discutimos políticas, vários assuntos, mas temos que discutir gestão. Esse é o objeto do projeto de lei, que o município se qualifique – disse Silmar. O autor afirmou também que o projeto determina que a população seja consultada sobre a prestação dos serviços públicos. Para isso, sugeriu que caixas de sugestões sejam colocadas em órgãos públicos. - Haverá pesquisa com os

usuários. A população vai participar. Quanto está demorando para uma cirurgia de catarata? A comunidade vai poder dar sua opinião – disse Silmar. Os vereadores que deixaram o plenário alegaram que a matéria deveria ser mais discutida. No entanto, Silmar afirmou que o projeto está desde abril no departamento jurídico da Casa sob análise. Como o departamento não havia ainda emitido parecer, Silmar conseguiu ontem mais quatro assinaturas para que o projeto entrasse em pauta em regime de urgência. São necessários ao menos oito para que um projeto de lei seja votado. Na primeira tentativa de votar o projeto,

somente havia cinco vereadores presentes: Silmar, o presidente Paulo Igor (PMDB), Samir Yarak (PSC), Claudio Vinicius (PDT) e Gil Magno (PSD). Enquanto isso, na sala reservada dos vereadores, podiam ser vistos Wagner Silva (PPS), João Tobias (PPS), Márcio Arruda (PMDB), Renato Thomé (PSDC) e Baninho (PSD). Dez minutos depois, em nova contagem do quorum, também havia somente cinco vereadores. A diferença é que Gil Magno deixou o plenário e Wagner Silva voltou. Na sessão de hoje, às 16h, a matéria estará na pauta, que continuará trancada até que o projeto seja votado.

Material apócrifo é distribuído na cidade contra Rubens Bomtempo Centenas de panfletos com conteúdo apócrifo sobre o candidato à prefeitura de Petrópolis Rubens Bomtempo (PSB) foram distribuídos em vários pontos da cidade na manhã de ontem. O material utilizou uma reportagem publicada em jornal de grande circulação no estado para criticar a campanha realizada pelo ex-prefeito nas áreas afetadas pela chuva de 2011. Bomtempo registrou um boletim de ocorrência na 105ª Delegacia de Polícia (Retiro). Os panfletos exibiam uma foto em que uma placa de campanha do candidato estava fixada em uma parede em ruínas no Vale do Cuiabá. A propaganda negativa estava sendo feita nos terminais rodoviários de Corrêas e Itaipava, além de diversos pontos no Centro da cidade. Na Rua do Imperador, os papéis foram colocados embaixo das portas das lojas. Parte do material encontrado nas ruas Santos Dumont e Dr. Sá Earp e nos terminais do Centro e de Itaipava foi recolhida pela equipe do candidato. - Logo cedo eu comecei a receber vários telefonemas de amigos e colaboradores relatando o que estava acontecendo. Infelizmente esse tipo de coisa se repete em

Alan Alonso

Rubens Bomtempo na 105ª Delegacia de Polícia presta queixa contra a distribuição do material

todo ano de eleição. É lamentável – disse Rubens. Uma situação parecida já havia ocorrida em maio deste ano, quando Bomtempo teve seu nome exposto junto ao de outros políticos em um jornal de origem desconhecida. - Nós estamos tendo uma ótima aceitação da população,

e isso incomoda os outros candidatos que não têm boas propostas para apresentar à cidade – afirmou Rubens. O ex-prefeito pediu à polícia para que as imagens das câmeras de vigilância das ruas em que o material foi distribuído sejam disponibilizadas para a identificação das pes-

soas envolvidas. Ao sair da delegacia, o candidato compareceu ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) para prestar queixa. Segundo o TRE, é necessário que haja primeiramente uma investigação policial, já que para que o órgão possa intervir é preciso saber quem foi o autor da ação.

Sabrá tem projetos para feirantes O candidato a prefeito pelo PDT, Nelson Sabrá, fez no último sábado uma visita à feira livre do Centro, onde recebeu o apoio dos clientes e foi muito bem recebido por todos. Uma das metas do plano de governo de Sabrá é a implantação das feiras livres em outros bairros do município, o que vai de acordo com o programa de incentivo à agricultura familiar. - Trabalharemos na construção da Central de Abastecimento do Agricultor Familiar com o objetivo de inserir toda a produção de legumes e verduras do município no mercado da cidade – declarou Nelson. A preocupação com o escoamento da produção agrícola se completa com a expansão dos programas de venda direta nos terminais rodoviários e o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em parceria com a Cobal e o Banco Sesc de Alimentos. A produção agrícola do município deverá estar presente na merenda escolar e também nos estabelecimen-

O candidato Nelson Sabrá, do PDT, ao lado de eleitores durante campanha na feira livre do Centro

tos que atendem o Cartão Imperial. As medidas para a agricultura beneficiarão os pro-

dutores e feirantes de maneira direta, mas de forma indireta trará benefícios a toda a população, que pode-

rá contar com vegetais frescos e produzidos dentro do município para o consumo próprio.

As matérias sobre as campanhas dos candidatos a prefeito são de responsabilidade das assessorias de comunicação dos candidatos. O Diário de Petrópolis apenas publica os textos enviados.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

Preside importante congresso O renomado médico neurologista Marco Aurelio Marzullo é o presidente do XXIX Congresso Brasileiro de Neurocirurgia, que acontecerá no Riocentro, no Rio de Janeiro, entre os dias seis e doze de setembro.

QUARTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2012

Meio ambiente agradece

Célio Thomaz

Uma em cada oito pessoas no mundo não tem acesso à água limpa e você, que tem à disposição, está fazendo a sua parte? Confira a dica e contribua com o meio ambiente, usando a água de forma consciente. Se você demora no banho, gasta de 95 a 180 litros. Seja mais rápido e economize água e eletricidade.

celiothomaz@celiothomaz.com.br

Foram vistos

Retornou...

No meio da semana que passou foram vistos, em uma tarde-noite no Bordeaux de Itaipava, os irmãos Peres: Catito, Marcio e Roberto.

No último sábado o casal amigo Juliana e Alfredo Bastos retornou de um giro rápido por Buenos Aires, onde aproveitaram e muito as delícias da capital argentina.

Em Tiradentes...

Deles e Delas

Quem passou o final de semana passada na agradável e histórica cidade de Tiradentes, em Minas Gerais, foi o querido casal Anna Maria e o defensor público João Luiz Gomes da Silva.

No programa Deles e Delas, que vai ao ar pela CNT – Rio de Janeiro teve como entrevistado o desembargador Marcus Faver e como entrevistador o desembargador Luiz Felipe Francisco.

Concorrido – errata... A aniversariante Léa Pachá com a filha Andréa Pachá

Níver de Léa Pachá Quem aniversariou no sábado que passou foi a professora e sempre querida Léa Pachá, mulher do desembargador Miguel Pachá e mãe da juíza de direito da Primeira Vara de Família Andréa Pachá.

Níver de Paulo Brum A dinâmica e competente jovem nutricionista petropolitana Fernanda Machado

Nutricionista – atendimento popular Como boa petropolitana, que gosta muito da sua terra, a jovem e talentosa nutricionista Fernanda Machado Soares resolveu fazer mensalmente atendimentos populares. Ela está disposta a ajudar a população carente de Petrópolis. O atendimento será no próximo dia 25, entre 9 e 12 horas em sua clínica no Edifício Central, na Rua Dezesseis de Março. A proposta dela é fazer atendimentos mensais para pessoas carentes, que precisam de um aporte nutricional, mas não podem pagar o valor integral da consulta.

Para comemorar seu aniversário, o renomado e sempre querido ortopedista Paulo Brum, um dos maiores especialistas em coluna, recebeu familiares e amigos na última sexta-feira em Itaipava.

Sábado, todos no Belvedere Entidades petropolitanas e do Estado do Rio de Janeiro se unem dia 25 de agosto, sábado, das 10 às 16 h na BR 040 para promover uma grande manifestação cultural com a participação de artistas de diversas áreas, ambientalistas entre outros. O objetivo é recuperar o monumento Belvedere do Grinfo, localizado na Serra de Petrópolis, considerado um dos locais mais bonitos, com uma visão privilegiada da Mata Atlântica e tornar o local um centro de informações turísticas, com área gastronômica , de lazer e cultura, além de monitoramento da Mata Atlântica. A organização do evento está sendo feita pela Apea Petrópolis e o apoio de um grupo de artistas que se mobilizam via redes sociais.

Pão francês - R$ 6,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

Publicamos em nossa coluna de domingo que o magnífico concerto que aconteceu na Catedral foi realizado por Guilherme Berner. Porém na realidade foi realizado pelo organista alemão Christian Markus Reiser, já que Guilherme Berner na realidade foi o organista construtor do órgão maravilhoso da Catedral de Petrópolis, em 1954. Este é o mais importante instrumento, exuberante sonoridade e de maior porte em nossa cidade. O público foi expressivo.

Indecente Hoje, às 20 h, o artista carioca Neris Cavalcante estará se apresentando no Teatro Afonso Arinos para apresentação da peça “Indecente”, uma comédia com apelos de Chico Buarque.

Bodas de Ouro Quando o dia 2 de setembro chegar, o casal amigo de longa data de nossa família Vera e Eugenio Taulois estará comemorando com muita pompa suas bodas de ouro ao lado de familiares e amigos...

Maria Catharina Comemorou níver ontem a jovem Maria Catharina Silva Ahrends, filha da empresária Catharina Silva Fontes e neta de Elzita Silva. Os nossos parabéns!


quarta-feira, 22 de agosto de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Vagas de Estágio Nível Superior Pedagogia - 3 Vagas Arquitetura - 1 Vaga Administração - 3 Vagas Tecnologia da Informação - 2 Vagas Marketing - 1 Vaga Matemática - 1 Vaga Sistema de Informação - 3 Vaga Direito - 6 Vagas Comunicação Social (Jornalismo) - 1 Vaga Turismo - 2 Vagas Engenharia Elétrica - 1 Vaga Engenharia Civil - 2 Vaga Contábeis - 3 Vagas Psicologia - 1 Vagas Letras - Inglês - 2 Economia - 2 Nível Médio Ensino Médio - 15 Vagas Téc. Contabilidade - 5 Vagas Téc. Informática - 1 Vaga Téc. Eletrotécnica - 1 Vaga Téc. Administração - 2 Vagas

Téc. Cinegrafista - 1 Vaga Téc. Química - 2 Vagas Vagas de Aprendizagem Ensino médio (maior de 18 anos) - 7 vagas Ensino médio cursando ou concluido - 2 vagas Programa Desenvolvendo Pessoas Próximas Oficinas gratuitas e com certificação 28/08 às 14 horas - Vivenciando uma entrevista de emprego 04/09 às 14 horas - A Arte de Falar em Público 10/09 às 8 horas - Currículo: Seu Cartão de Visita 18/09 às 14 horas - Marketing Pessoal 24/09 às 8 horas - Mitos e verdades sobre dinâmica de grupo Agendamento de 2ª a 6ª - 9 horas às 17 horas Telefone: (24) 2243-9706/ 2248-4873

Homem rouba Fiat Palio e acaba preso por policiais A Polícia Militar precisou fazer um cerco na cidade, na tarde de ontem, para prender um ladrão de carro. Ele havia roubado um Fiat Palio, preto, na Avenida Koeler, no Centro, próximo a prefeitura. Durante a fuga, o criminoso acabou sofrendo um acidente, na Estrada da Saudade, e foi preso em flagrante. Ele precisou ser encaminhado ao Hospital Municipal Nelson de Sá Earp (Pronto Socorro), mas segundo a polícia passa bem. De acordo com os agentes que participaram da operação, por volta de 16h40, um homem entrou em contato com eles através do telefone de emergência do batalhão,

o 190, informando que havia acabado ter o carro roubado. Imediatamente, os policiais que estavam em patrulhamento nas ruas próximas foram mobilizadas. Minutos após, o acusado foi encontrado com o carro batido. Apesar de a vítima ter informado que foi ameaçada com uma arma, não foi encontrado nenhum revolver com o homem. Depois do hospital, ele foi encaminhado para a 105ª Delegacia (Retiro), onde o caso ficou registrado. Na Polícia Militar, a operação foi realizada pelo soldado Aguiar e sargento George, da sala de operações, e pelos setores Eco e Gat.

Bombeiros e Guarda Civil compareceram ao local do acidente

Moto atropela funcionário de colégio na Av. Ipiranga Cristiano Tomás de Oliveira, 28, foi atropelado na manhã de ontem quando atravessava a rua, em frente ao colégio onde trabalha cuidando da manutenção, na Avenida Ipiranga. O motociclista, Edmilson da Rocha, 39, seguia no sentido à Rua 13 de Maio e, com a queda sofreu uma fratura exposta na tíbia. Cristiano teve apenas um corte no supercílio. Os dois foram encaminhados ao Hospital Santa Teresa e liberados após atendimento. Segundo testemunhas, Cristiano atravessava na faixa de pedestre. Um ônibus teria cedido a vez para que ele passasse, mas a moto não teria esperado e, assim, ultrapassado o coletivo pela lateral e atropelado a vítima. Adriano Nascimento da Silva é porteiro no mesmo colégio em que Cristiano

trabalha, e contou que frequentemente os motoristas desrespeitam a faixa de pedestre do local. - Ninguém respeita a faixa, principalmente os motoqueiros. Eles sempre passam aqui correndo. Por muitas vezes eu já vi pessoas quase sendo atropeladas nessa rua – contou Adriano. Os funcionários do colégio ficaram abalados com o acidente, principalmente devido ao fato de que, de acordo com eles, Cristiano faz parte da cota colaboradores especiais da instituição devido a uma deficiência locomotora no lado direito do corpo. Edmilson trabalha como marceneiro e, segundo um amigo dele, que recolheu o veículo do local, estava indo deixar a moto em casa e pegar o carro para buscar a filha na escola.

Ampliação dos direitos das domésticas será votado hoje Há anos os empregados domésticos vêm lutando para garantir direitos como Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), jornada de 44 horas semanais, adicional por trabalho noturno, saláriofamília, entre outros. Hoje, finalmente, a ampliação de direitos trabalhistas para a classe poderá ser votada pela comissão especial que analisa o tema, na Câmara dos Deputados.

De acordo com a presidente do sindicato da categoria em Petrópolis, Irma Aparecida, a votação é importante e, por isso, ela espera que a situação seja resolvida hoje. - Sem dúvida é algo muito importante. Também somos trabalhadores, como qualquer outro. E temos que estar dentro dos padrões. Vamos esperar agora para ver se o projeto será votado realmente – disse ela.

Fazenda cria nova central para atender contribuintes O contribuinte petropolitano em débito com a Dívida Ativa tem agora um novo local de atendimento. A Secretaria de Fazenda criou uma central de atendimento, na Rua da Imperatriz, 264, no Centro. O espaço conta com mais de 10 guichês, além de melhorar a acessibilidade e o conforto das pessoas que precisam quitar as dívidas relativas a tributos municipais (IPTU, ISS, ITBI, entre outros). Para os contribuintes que residem nos distritos da cidade, um posto da Secretaria de Fazenda, instalado na sede da subprefeitura (Estrada União e Indústria, 10.000) também está apto para atender a população. A central de atendimento do Centro funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e aos sábados das 8h às 14h. Já o posto em Itaipava funciona

Ascom PMP

Idosos e deficientes não terão problemas em chegar aos postos

de segunda a sexta-feira, das 8h às 20h e aos sábados das10h às 16h. Somente no próximo sábado (25), devido a um evento que acontecerá no Parque de Itaipava, não haverá expediente. De acordo com osecretário de Fazenda, Hélio Volgari, essa é mais uma oportunidade docontribuinte ficar em dia com o município. - Tenho certeza que muitos contribuintes poderão aproveitar para quitar seus débitos e regularizar sua situação com o município, com a possibilidade, em alguns casos, de redução de até 50% dadívida. Criamos um novo ambiente, um local onde as pessoas, principalmente as mais idosas e as que possuem algum tipo de deficiência, tenham condições de acessar os serviços oferecidos pelo governo municipal - disse.

Construção civil e o setor moveleiro garantem reajuste para as categorias Nessa semana serão homologados os reajustes aos trabalhadores da Construção Civil Leve e da Indústria Moveleira de Petrópolis. A primeira categoria teve um reajuste de 6,24%, mas que pode chegar a 11,24%, uma vez que mais 5% de produtividade serão concedidos a todos os funcionários que não tenham falta sem justificativa. A medida tem como objetivo aumentar a assiduidade dos profissionais ao trabalho. Já na Indústria Moveleira os índices variam entre 10% e 18%. Segundo o presidente dos Trabalhadores da Construção Civil de Petrópolis, José Maria Rabelo, foram mantidas cláusulas contratuais importantes para as duas categorias: vale-transporte gratuito (sem desconto em folha), adicional noturno de 25% (a lei prevê 20%), anuênio de 1% e os feriados de 15 de outubro (dia da categoria) e da sexta-feira de Carnaval. - A construção civil conseguiu um aumento acima do INPC do período que foi de 4,90%, garantindo um bom ganho real se o funcionário não faltar sem justificativa. Fizemos esse acordo porque tinha muita falta. Assim o trabalhador e a empresa saem ganhando – afirmou. O grupo 1 formado por gasista, carpinteiro de esquadria, carpinteiro de telhado, eletricista, bombeiro hidráulico, ladrilheiro, pastilheiro, pedreiro refratário (de acabamento), montagem de torre

de elevador e sondador revê o piso reajustado para R$ 1.234,20. O grupo 2 , formado por pedreiro, armador, carpinteiro de forma, carpinteiro serrador, gesseiro, guincheiro, pintor, marteleiro, apontados e almoxarife, ficou em R$ 1.122,00. A tabela completa a seguir. A convenção foi assinada no final do mês de julho, período da data-base da categoria. Com isso, os funcionários que não receberam o aumento no salário referente ao mês passado, vão ter direito ao pagamento retroativo em agosto. A Indústria Moveleira garantiu um aumento entre 10% e 18%, dependendo da função. Somente os funcionários que ganham acima do piso tiveram reajuste menor (5,40%), mas esse grupo, segundo o presidente do sindicato, representa apenas 10% da categoria. O maior índice foi para operador de máquina, com 18%, porque era o salário mais defasado, e o menor foi de encarregado, com 10%. Os profissionais garantiram ainda reajuste na Participação nos Lucros (PL) que passou de R$ 215 para R$ 230,00 anual, além do 13º salário. O Aprendiz Legal segue o valor do salário mínimo, R$ 622,00. José Maria ressaltou ainda que em Três Rios, município em que também representa os trabalhadores, foram 8% de reajuste mais 4% de abono salarial, que era de 3%, além de cesta básica e dois feriados mantidos.

Fotos: Alan Alonso

José Maria Rabelo é o presidente do sindicato em Petrópolis Veja como ficaram os pisos: Construção Civil Leve - 6,24% + 5% Mestre de obras

R$ 2.244,00

Encarregado de obras

R$ 1.720,40

Encarregado de sondagem

R$ 1.496,00

Encarregado de turma

R$ 1.346,40

Grupo 1

R$ 1.234,20

Grupo 2

R$ 1.122,00

Meio oficial

R$ 897,60

Servente e vigia

R$ 748,00

Encarregado administrativo

R$ 1.346,40

Auxiliar administrativo

R$ 1.122,00

Auxiliar de serviços gerais

R$ 641,13

Indústria Moveleira Encarregado

R$ 1.155,00 – 10%

Marceneiro

R$ 970,00 – 14%

Operador de tupia

R$ 950,00 – 12%

Operador de máquina

R$ 885,00 – 18%

Demais profissionais

R$ 825,00 – 10%

Meio oficial

R$ 730,00 – 12%

Auxiliar e ajudante

R$ 655,00 – 15%

Interventor da Viação Petrópolis se reúne com comissão dos rodoviários A comissão de rodoviários, formada por dez funcionários da Viação Petrópolis se reuniu na tarde de ontem com o procurador do município, Osvaldo Costa Paiva, o secretário de Governo, Charles Rossi, e o interventor da empresa Adrian Couto Costa, na Prefeitura de Petrópolis, para discutir o pagamento da rescisão de contrato trabalhista. De acordo com Charles Rossi, a prefeitura aguarda a notificação da 4ª Vara Cível para que o oficial de justiça possa intimar a direção da

empresa para que o governo municipal possa retomá-la. Assim que essa medida for tomada, o secretário de Governo garantiu que em um dia útil após a retomada, a Petrópolis iniciará o pagamento dos direitos trabalhistas dos funcionários. Os rodoviários receberão 13º salário, férias e aviso prévio. Por ser uma rescisão indireta, segundo Charles Rossi, o FGTS e os 40% de multa serão decididos na Justiça do Trabalho. - Assim que a prefei-

tura retomar o controle da Petrópolis, será preciso apenas um dia útil para que a empresa faça a rescisão dos funcionários. Se ocorrer na quarta-feira, na sexta-feira os pagamentos serão realizados, mas enquanto não houver a notificação não posso dar uma data certa – declarou. O secretário de Governo informou ainda que a reunião foi positiva e que foi possível explicar a posição da prefeitura em relação à situação da categoria. Ressaltou ainda que a Procuradoria do Município

solicitará à Justiça do Trabalho que dê prioridade às rescisões indiretas dos rodoviários da Esperança e da Petrópolis que não foram reaproveitados pelas novas empresas. - Isso é para que eles possam dar entrada no seguro desemprego o mais rapidamente possível. As empresas estão respeitando a legislação e aproveitando 80% dos funcionários. Dos 290 empregados na Petrópolis, por exemplo, somente 30 não foram absorvidos – explicou.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Trabalho

Virgem - (23/08 a 22/09)

Os aspectos astrais indicam relações harmoniosas com o cônjuge, pessoas amigas, vizinhos e familiares. O êxito financeiro, profissional e social, também será evidente. O dia é bom para fazer algum programa diferente.

Libra - (23/09 a 22/10)

Muito bom aspecto astral para lucrar em negócios que há muito iniciou e para ser bem sucedido profissional e financeiramente através de influência de conhecidos. Sucesso romântico e poderá ceder às sutilezas da pessoa amada.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) A influência da lua promete-lhe bons ganhos e lucros em negócios rápidos e especulações razoáveis. Dê mais atenção aos assuntos domésticos e tudo o que lhe dê mais estabilidade. Entre em contato com pessoas importantes, que poderão favorecer sua vida profissional.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Você deve utilizar a energia positiva que os astros lhe enviam, para acertar sua vida profissional. Tudo indica que você será inclinado a fazer uma viagem, se é que ainda não viajou. Acontecimentos, notícias e circunstâncias felizes.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Dia indicado para resolver questões financeiras. Em relação à saúde, procure fazer caminhadas matinais. Atividades mentais ainda muito bem influenciada. É hora também de colocar em dia os investimentos, mesmo que você não disponha de grandes recursos.

Aquário - (21/01 a 19/02)

No amor, tudo vai parecer muito incerto nesta noite. Dia em que terá probabilidade e habilidade para tirar proveito dos negócios e de seu trabalho. Haverá colaboração por parte dos superiores e amigos fiéis. Aplique sua capacidade sem descuido e negligência.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Tenha calma para não se complicar ainda mais. Sob a influência de sua segunda casa zodiacal, pode fazer compras ou vendas lucrativas. Procure cuidar de sua saúde. Atividade brilhante na vida social, esportiva e intelectual.

O Bunka-Sai, que celebra a cultura japonesa em Petrópolis, continua em cartaz na cidade aé o dia 26. Várias exposições dedicadas à cultura da Terra do Sol Nascente estão à disposição nas galerias de arte do Centro de Cultura Raul de Leoni. Na Galeria Van Dijk tem origami, a arte de dobrar o papel, mais moeda atual do Japão e selos de correio do Japão no século 20. Kimono (roupas típicas do Japão) e objetos tradicionais do Japão. Pintura - Telas pintadas à mão de flores originarias do Japão. Na Galeria Aloísio Magalhães tem Bonsai Arte de cultivar árvores em miniaturas, Fauna e Flora do Brasil e do Japão - A exposição tem como temática “Japão uma dádiva dos mares” / “Brasil - um presente dos trópicos”, onde a fauna e a flora dos dois países estarão em foco, caracterizando suas biodiversidades. Solidariedade entre os Povos - O Japão agradece a Petrópolis a ajuda recebida após o terremoto seguido de tsunami, em 2011. Kirigami - Arte japonesa de produzir trabalhos decorativos através de dobras e corte de papel, em diversas formas, utilizando figuras de pessoas, animais, paisagens, etc. Saquê - A exposição mostra o que é saquê, como produzir, como beber, etc. Mangá - Concurso de revista de Mangá feito por alunos do Curso de Desenho. Cosplay - Fantasia de Anime do Japão Na Sala Djanira tem Cerâmica - Os vasos de cerâmica criados exclusivamente para o Bunka-Sai, como parte integrante dos arranjos florais da arte de Ikebana. Ikebana – Arranjos florais. No Espaço Alternativo tem História da imigração japonesa no Brasil - Exposição de Fotos Históricas sobre a imigração japonesa, em São Paulo e Petrópolis. E a escrita de nomes em japonês.

Dramaturgo

Nelson Rodrigues é tema de debate no Centro de Cultura No dia 23 de agosto, o maior dramaturgo brasileiro completaria exatos 100 anos. Nelson Rodrigues, que morreu em 1980 por complicações respiratórias, é também um dos mais polêmicos escritores de todos os tempos. Para celebrar a data exata do centenário de nascimento do autor de “A dama do lotação”, “O Beijo no asfalto”, “Toda nudez será castigada” e outros clássicos da dramaturgia, a Fundação de Cultura e Turismo, através do Centro de Cultura Raul de Leoni, presta uma homenagem a Nelson com mais um debatepapo e uma leitura dramática de um dos contos de “A vida como ela é...” O evento acontece amanhã, dia 23, às 19h30, no Teatro Afonso Arinos do Centro de Cultura. Trata-se de um en-

Cerimônia

Sala 2 O VINGADOR DO FUTURO - 14 anos - LEGENDADO – Horários: 14h15, 16h30, 18h45, 21h. Preços: Segunda Feira Promoção R$ 3 - Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min, inteira: R$ 10. Após 16h inteira: R$ 12. Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12. Após 16h inteira: R$ 14. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso

Sala 1 VALENTE – livre - animação – dublado - Horários: 15h, 17h. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão) LOLA – 14 anos - comédia – estréia – legendado - Horários: 19h. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão) ATO DE CORAGEM – 16 anos - ação – estréia – legendado - Horários: 21h. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão) Sala 2 A ERA DO GELO 4 – livre - animação – dublado – Horários: 15h20. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão) BATMAN – O Cavaleiro das Trevas Ressurge – ação – dublado – Horários: 17h20, 20h30. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão)

Filmes na TV HALLOWEENTOWN 2: A VINGANÇA DE KALABAR – GLOBO - 15H40 – COM JUDITH HOAG

Debate discutirá importância de um grande dramaturgo brasileiro

contro informal que abordará a vida e a obra do dramaturgo com foco no cronista. O encontro, mediado pelo gerente do Centro de Cultura, Marco Aurêh, contará com a presença do ator, dramaturgo e pesquisador Sidney Carneiro (Tarzan) e dos professores Marcelo Fernandes e Henrique dos Reis. A entrada é franca.

Missa marca aniversário dos Canarinhos de Petrópolis

Tempos depois de enfrentar o feiticeiro Kalabar em Halloweentown, as bruxas Cromwell são chamadas novamente para salvar a cidade mágica. O mal encarna agora em Cal, filho de Kalabar, que planeja não apenas destruir o lugar, mas também transformar em horríveis monstros todos os humanos que festejam o dia das bruxas no mundo real.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2012

de circulação Canção Viassanguínea rural a duas vozes Força que movimenta a agulha da bússola

Regime 6 de junho de de 1944 governo (Hist.) adotado no Brasil Particípio do verbo “ir” Conteúdo do Decálogo

Prenome Faz de Schwar- referência zenegger

Protocolo de (?), acordo ambiental

Desavença; divergência (fig.)

Sucesso do Legião Urbana

Detalhe como o arabesco (Arquit.)

Parte do barco onde fica a carranca Protela Unidade Diz-se da de bacriança Ferimento lanças causado caseiras chorona pelo fogo Luzentes como o ouro (fem.)

Pão-duro (bras. pop.)

Óleo, em inglês

Noel Nutels, sanitarista O político que se deixa subornar

Partícula de algodão ou neve

502, em romanos Dobra acidental em um tecido Pósescrito (abrev.)

(?)-íris, fenômeno meteorológico comum após a chuva

Frutade-conde (bras.) Sensação como a cólica Bancar

Bati com força

Alfred (?): inventou a dinamite

Aconteceu no último domingo a missa de celebração aos 70 anos do coral de meninos mais antigo do Brasil, o Coral dos Canarinhos de Petrópolis. A cerimônia aconteceu na Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, local onde ocorreu a primeira apresentação, no dia 15 de agosto de 1942. Na época, era o frei Leto Bienias que estava à frente do Coro. Passados 70 anos, neste mesmo cenário, foi maestro Marco Aurélio Lischt quem desempenhou o papel, de, mais uma vez, levar o coro a encantar o público. Por já ter sido um canarinho, a apresentação foi carregada de uma emoção especial, cheia de memórias. “Foi como se passasse um filme na minha

mente. Fiquei lembrando da minha entrada no coro, quando tinha ainda meus oito anos de idade. Lembrei as primeiras missas de que tinha participado. As brincadeiras que fazíamos naquela época. Estar hoje à frente desses meninos me enche de orgulho. Eles são ótimos, verdadeiros guerreiros”, declarou Lischt. Após a missa, um almoço foi servido no Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis. No cardápio: Comida Mineira. O evento foi organizado pela Comissão de Pais. O objetivo foi levantar recursos para a gravação do CD de músicas sacras brasileiras, todas contemporâneas, que os Canarinhos estão gravando.

Que tem Resposta voz dos noivos análoga no altar Raiva

Baile popular com forró Axé-(?), estilo musical da Bahia

A roda do amolador de facas

Por debaixo de Encerra a oração

A folha de escrever Agarra; dos antigos segura egípcios

BANCO

Máquina tipográfica 85

Solução

A

Ótimo dia para tratar com pessoas de alta posição, com políticos e personalidades governamentais e administrativas. Lucrará nos negócios relacionados com navegação, no comércio de atacado ou em grande escala.

Bunka-Sai segue até o próximo dia 26

• Hoje, às 15h, tem Baile da Feliz Idade com a Banda Pássaro de Prata, tradicional baile direcionado às pessoas acima de 55 anos. Com apresentações especiais de bandas locais. No Esporte Clube Pedro do Rio, Estrada União & Indústria, 19.574, Itaipava. Entrada franca.

BATMAN O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE - 12 anos - LEGENDADO – Horários: 14h, 17h20, 20h30

S E R A

Leão - (23/07 a 22/08)

acontece hoje

Sala 1

TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

Z D E I D M A N A D I

Trabalho

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro Telefone – (24) 2237-1348

L

Bom ganho de dinheiro proporcionado pelo esforço em seu trabalho ou negócios iniciados há tempos. Tome cuidado com perigos de acidentes provocados por produtos inflamáveis. Você estará procurando uma expressão maior de beleza

nada de indecente, afinal de contas, o que é indecente? A roupa? Os hábitos? A política? A prostituição? “Vamos abordar o que é indecente na visão do artista, da sociedade e de muita gente. Será que o que é indecente hoje será indecente daqui há 10 anos?”, questiona Neris.

A R N O L D

Câncer - (21/06 a 22/07)

pecificamente na Zona Oeste, em Campo Grande e hoje leva suas apresentações ao mundo inteiro. Seu sapateado, bela voz e personagens marcantes fazem dele um show man já reconhecido nacional e internacionalmente. De acordo com o artista, o espetáculo não possui

A R T E R I A S E V

Neris Cavalcante sobe ao palco do Afonso Arinos hoje

O QUE ESPERAR QUANDO VOCÊ ESTÁ ESPERANDO – 12 anos - comédia – legendado. Horários: 16h20, 18h40, 21h. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão)

U L

Tendência aos excessos de prazer, aos amores extraconjugais. Evite tais coisas para não ser prejudicado de um momento para o outro. Canalize suas energias, no sentido de maior refinamento e modificação no ambiente em que vive.

Sala 3

A R C O

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

BATMAN – O Cavaleiro das Trevas Ressurge – 12 anos ação – legendado – Horários: 17h, 20h30. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão)

EI

Ingressos: promo = terças e quartas ingresso promocional a R$: 6 para todos (exceto feriados).-preço de ingressos segundas, quintas e sextasinteira R$: 14 e meia R$: 7. -preço de ingressos sabados/ domingos e feriados - inteira R$: 16 e meia R$: 8.

Sala 2

M O

Faça de tudo para aumentar seu círculo de relações e de amigos. Sucesso no trato com pessoas idosas e crianças, patrões ou empregados e lucros nos negócios relacionados com líquidos. Lance mão de toda a sua criatividade para alcançar os seu objetivos.

PARA ROMA COM AMOR Censura 12 anos – legendado – Horários: 17h e 19h10, de terça a domingo.

O VINGADOR DO FUTURO – 14 anos - ação / ficçãocientífica – estréia – Horários: 16h10h, 18h30, 20h50. (2ª feira – dia 20 – não haverá sessão)

K C I I TO T O A O U R N N H A A T D O E F ON O B M E E L

Touro - (21/04 a 20/05)

VALENTE – Censura livre – animação – dublado – Horários: 15h, de terça a domingo.

Sala 1

A P S O S A P R

Hoje, a partir das 19h55, o artista carioca Neris Cavalcante sobe ao palco do Teatro Afonso Arinos para única apresentação do espetáculo ‘Indecente’, uma comédia com apelos de Chico Buarque. A apresentação é uma promoção do Instituto Rio e produção local da Xdaquestão Produções. A censura é 12 anos, os ingressos saem a R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Às vésperas de completar 25 anos de carreira, Neris Cavalcante, que é conhecido por fazer o caminho inverso, ou seja, por conquistar plateias lotadas, encantar turistas em suas apresentações no Rio de Janeiro e os grandes nomes do teatro nacional, e não atuar com frequência na televisão, sobe a serra com uma de suas apresentações mais curiosas e insinuantes. Neris iniciou a apresentação de seus espetáculos na periferia do Rio de Janeiro, es-

CINE ITAIPAVA União & Indústria, 11.000 Itaipava Telefone: 2222-3424

M O C O A D A M A P D O E I M V ID A I G O N L P E A S T I S I C I R O M A

Ótima oportunidade no setor comercial, com probabilidade de lucros. Bom também, para assuntos familiares e sentimentais. Sua saúde será bastante boa, o que deverá dar-lhe maior disposição no trabalho.

Est.

C O R R U P

Áries - (21/03 a 20/04)

Uma comédia com apelos de Chico Buarque hoje

TO

HORÓSCOPO

Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br

3/oil. 4/será. 5/indez — kioto — music. 7/isófono. 8/fúlvidas.

INSTITUTO OMAR CARDOSO

Q F U I F LO G A R A M P A

6


QUARTa-feira, 22 de agosto de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

cidade

GGI-M discute segurança de eventos na cidade Os membros do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) se reuniram na tarde da última quintafeira (21) para discutir a segurança nos shows do Green Rock Festival, nos desfiles cívicos e na Serra Serata. O encontro aconteceu na sede da Secretaria de Segurança e do GGI-M, localizada à Rua Dr. Sá Earp, nº 39. Para os dois dias de shows do Green Rock Festival, 50 policiais militares foram destacados para a segurança da área. Além disso, 20 guardas civis e agentes da Companhia

Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans) cuidarão do patrimônio público e do trânsito da região. Na Semana da Pátria, que acontece em comemoração à Independência do Brasil entre os dias 1º e 07 de setembro, a Guarda Civil e a CPTrans cuidarão de todos os desvios do trânsito e da segurança do evento, que acontece a cada dia em um ponto distinto do município. Agentes da Guarda Civil serão os primeiros a desfilar no dia 7, para, em seguida, garantir a segurança do even-

to, que também contará com o apoio da PM. Já a festa italiana de Petrópolis, Serra Serata, que acontece na Praça da Liberdade entre os dias 05 e 09 de setembro, contará com todo o apoio dos agentes da Guarda Civil e da CPTrans. Estiveram presentes na reunião representantes da Secretaria de Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Agricultura, Guarda Civil, Defesa Civil, Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis, CPTrans, 26º BPM/ PMERJ e da Senasp.

Mudanças em Bonsucesso desagradam motoristas Parte das mudanças que foram prometidas para melhorar o trânsito na região de Bonsucesso, em Itaipava, principalmente na altura do trevo, já foi implantada há semanas pela Companhia Petropolitana de Trânsito e Transporte (CPTrans), mas até hoje a maioria dos motoristas ainda não se acostumou com a novidade. Antes da chegada dos agentes da Guarda Civil, que ficam no local nos horários de pico (das 17h às 19h), bastam apenas alguns minutos observando o cruzamento para ver que os carros atravessam a pista sem respeitar os retornos. Motoristas, moradores e comerciantes reclamam das mudanças realizadas pela companhia. Eles acreditam que muito trabalho ainda precisa ser feito para resolver de vez o trânsito caótico que costuma ser registrado nos fins de tarde. Até agora, a CPTrans proibiu o cruzamento na altura do comércio local e criou um novo retorno. Mas outra promessa seria a mudança do ponto de ônibus para alguns metros de distância, onde a parada dos coletivos não atrapalhem o fluxo de veículos, o que deve acontecer nos próximos dias. Segundo a companhia, a mudança não teria ocorrido ainda porque o local precisava de iluminação, mas ontem homens finalmente trabalhavam na instalação das lâmpadas. De acordo com o vendedor Luiz Carlos de Almeida, que trabalha no local, desde que as mudanças começaram ele percebeu uma melhora na fluidez dos veículos, mas, para ele, a ação ainda não é suficiente. - É benéfico desde que os motoristas respeitem, e muita gente ainda não respeita. A melhora também vai depender da educação das pessoas. Fora isso, acredito que a solução seria um sinal luminoso aqui, porque os carros param muito para dar passagem aos pedestres e isso acaba atravancan-

Divulgação

Guardas civis ficam no local durante o horário de pico

do o trânsito. Podem tirar a lombada e colocar o sinal no lugar. Além disso, tem que tirar o ponto logo daqui, porque eles não têm recuo e quando param o trânsito fica parado – explicou. Por enquanto, o maior problema está sendo o desrespeito dos motoristas. No período em que a reportagem do Diário de Petrópolis esteve no local, diversos carros não fizeram o retorno, preferiram cruzar a pista, mesmo com a sinalização informando a proibição e os tachões instalados no meio da via. Alguns alegam desconhecer a mudança, outros falam que o retorno fica muito distante. - Por enquanto não deu para notar uma melhora, as pessoas ainda precisam se acostumar e se organizar. Mas o retorno ficou longe, a gente demora a fazê-lo, mas se for para melhorar o trânsito a gente tem que aceitar. Vamos torcer para que dê certo – disse o morador Mauro Francisco Antunes. Outros já acham que a mudança não dará certo. - Não ficou bom, antes as pessoas paravam para dar a vez, agora tem que retornar longe. Aqui não tem solução desta maneira – explicou o

motorista Carlusi Castro. Todos os dias, para tentar dar mais fluidez ao trânsito, uma equipe da Guarda Civil fica também fica no local das 17h às 19h, mas mesmo com a presença dos agentes alguns motoristas insistem em cometer irregularidades. Os que continuarem poderão ser multados. Mudanças Apesar das reclamações dos motoristas, obras no trecho ainda não serão realizadas porque, segundo a CPTrans, para isso é necessário ainda da aprovação do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte), que é responsável pela estrada. Mas outras mudanças como aumento no número de agentes de trânsito e Guardas Civis nos locais críticos, entre eles a ponte da localidade Arranha Céu, também estão previstas. Os engarrafamentos, principalmente no Trevo de Bonsucesso, é uma reclamação antiga dos motoristas. Nos horários de pico, para passar pelo trecho, que é a porta de entrada para o distrito de Itaipava, era preciso esperar entre 10 e 15 minutos em uma distância de cerca de 300 metros.

Divulgação

Representantes do GGI-M discutem Green Rock Festival, desfiles cívicos e Serra Serata

MP expede Recomendação para regular internações O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ), por intermédio da 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva de Petrópolis, e o Ministério Público Federal (MPF) expediram nova Recomendação ao prefeito de Petrópolis, Paulo Mustrangi, à secretária municipal de Saúde, Aparecida Barbosa da Silva, e à diretora do Departamento de Contratos e Convênios, Vânia Werneck, desta vez para que implantem, no prazo de 60 dias, a Central Municipal de Regulação de Internações Hospitalares e para que providenciem, no prazo máximo, em 48 horas, a presença de médico regulador na central telefônica de leitos que funciona atualmente no município. A Recomendação requer também que o controle da fila de espera de internações, inclusive os casos de urgência, seja coordenado pelo médico regulador, com base em classificação de risco dos pacientes. Segundo a Recomendação, em vistorias realizadas pelo MP, em 15 de agosto, e pelo MPF, em 20 de agosto, a Central de Leitos de Petrópolis “não se trata efetivamente de Central de Regulação, mas

sim de mera central telefônica que registra, sem qualquer fidedignidade, os leitos hospitalares vagos e a fila de espera da internação”. As vistorias constataram ainda que não há médico regulador plantonista e que não é feita qualquer classificação de risco dos pacientes que aguardam internação, não havendo informações detalhadas sobre a gravidade do seu estado de saúde, além de o atendimento telefônico ser de responsabilidade de funcionários administrativos, feito através de uma única linha externa. - O que se verifica em Petrópolis é uma pseudo-regulação de leitos hospitalares, sem a adoção de qualquer protocolo. A escolha do paciente que irá ocupar a vaga é feita sem qualquer critério ou metodologia oficial e, muitas vezes, é o próprio hospital que realizará a cirurgia que literalmente decide que paciente será internado, ainda que seja uma instituição privada - informou a procuradora da República, Vanessa Seguezzi. - O mais grave é que, ao longo do tempo, a absoluta falta de critérios, seja de ordem de chegada na fila de espera, seja de gravidade do estado do paciente, vem

sendo acobertada pelos gestores municipais, que têm reiteradamente informado ao Ministério Público e ao Ministério da Saúde que há efetiva regulação dos leitos, quando, de fato, não há. Regulação não significa mero agendamento. Isso vem acarretando prejuízos para os pacientes que precisam de internação e gerando agravamento no seu estado de saúde e até mesmo mortes - acrescentou a promotora de Justiça Vanessa Katz. Subscrita na terça-feira (21), a Recomendação afirma que, caso a Prefeitura de Petrópolis, a Secretaria Municipal de Saúde e a Diretoria de Departamento de Contratos e Convênios não se manifestem, dentro do prazo de cinco dias, será proposta uma Ação Civil Pública (ACP). Recomendação é uma medida jurídica extrajudicial prevista na Lei da Ação Civil Pública. Tem como objetivo resolver problemas que afetem direitos coletivos sem a necessidade de propositura de ação na Justiça. É uma forma mais ágil e rápida de solução de lesões coletivas aos direitos do cidadão, desde que os gestores públicos e privados cumpram suas disposições.

foto do dia Alan Alonso

Esquilo é um dos animais encontrados no Parque Natural Municipal da Ipiranga, no Centro

enquete Você aprova a volta de Adriano para o Flamengo? Fotos: Alan Alonso

Jamil Sabrá, 26 anos, empresário. - Não. Porque ele não é um exemplo de profissional, nem para o clube nem para os jovens que vêm das divisões de base.

Marcos Brasil, 66 anos, aposentado. - Não. Sou vascaíno e fica o exemplo de domingo, com o Adriano fica complicado.

José Luís Nicolau, 57 anos, eletricista. - Aprovo. Sou tricolor e ele vai ajudar a afundar o Flamengo.

Carlos Alberto Melo, 52 anos, funcionário público. - Claro. É um grande jogador, apesar de estar fora de forma.

Lucas Guarisa, 21 anos, téc. em informática. Com certeza. Ele tem uma história e identificação com o clube. É um jogador que todos sabem do seu potencial.


8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUARTA-FEIRA, 22 DE AGOSTO DE 2012

ECONOMIA

Venda de material de construção aumenta 2,2% 

Bruno Bocchini/ABr

As vendas de materiais de construção apresentaram crescimento de 2,2% no acumulado do ano até julho, em relação ao mesmo período do ano passado. Nos últimos 12 meses, de agosto de 2011 a julho de 2012, houve aumento de 3,9% na comparação com os 12 meses anteriores. O resultado foi divulgado ontem pela Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat). “O setor está sofrendo muito no varejo, que representa 55% de todas as vendas, com problemas relacionados ao crédito, que ainda não estão solucionados totalmente. Dificuldade na aprovação dos créditos pelas famílias que querem fazer uma reforma”, disse o presidente da Abramat, Walter Cover. Ele destacou ainda que as medidas anunciadas pelo governo, no Programa de

• • • • • • • • •

Investimentos em Logística, devem começar a fazer efeito daqui a seis meses e não devem afetar a previsão da entidade para o fechamento do ano, com as vendas em alta de 3,4%. “As medidas do governo não vão ter um efeito imediato, isso será em médio prazo. Para a gente ter um crescimento como o previsto, de 3,4% até o final do ano, eu teria de estar crescendo a 5% nos próximos meses, o que nós estamos achando muito difícil”, ressaltou. As vendas no mês de julho de 2012 apresentaram crescimento de 0,3% em relação ao mesmo mês do ano passado. E o nível de emprego na indústria de materiais de construção apresentou, em julho, crescimento de 1,7% em relação a julho do ano passado. Na comparação com junho deste ano, ficou estável, com elevação de 0,4%.

IBOVESPA -0,63% 58.909 pts DOW JONES -0,58% 13.195 pts NASDAQ -0,35% 3.066 pts DAX +0,79% 7.089 pts DÓLAR R$ 2,017 +0,030% EURO R$ 2,514 +0,976% LIBRA R$ 3,183 +0,451% PETRÓLEO WTI US$ 96,55 +0,740% OURO US$ 1.636,80/ onça troy AVISOS E EDITAIS

Há 30 anos era publicado Em sua edição número 2.568, de 22 de agosto de 1982, um domingo, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques: POLÊMICA - A feira-livre no centro da cidade continua sendo motivo de polêmica entre feirantes, donas de casa, políticos e candidatos. Por várias vezes foram anunciados planos para sua transferência e o local mais divulgado foi o Matadouro Municipal. Mas, até agora, nada ficou definido quanto à troca. RECURSOS - Apesar de reclamarem da falta de recursos para as campanhas, os candidatos a prefeito e a deputado deverão, esta semana, colocar nas ruas os carros com alto-falantes que, segundo a legislação, só podem circular até 22h. Enquanto isso, a cidade é inundada de cartazes e placas, inclusive de candidatos de outras cidades. CRUZ QUER SEDE - A Cruz Vermelha, sessão Petrópolis, comemora seu primeiro aniversário com um churrasco e inicia campanha para adquirir sua sede própria. Já está acertada a realização, em setembro, da Gincana da Primavera e, em outubro, de um desfile de modas, para ajudar na campanha.

Indústria de previdência privada cresce 32% no 1º semestre A indústria de previdência privada registrou um crescimento de 32% no primeiro semestre deste ano em relação a igual período do ano passado, com arrecadação de R$ 33 bilhões, segundo balanço divulgado ontem pela Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi).

Os poupadores individuais lideraram os investimentos no período com aportes de R$ 28,6 bilhões, uma alta de 36,33% em relação ao primeiro semestre de 2011. Os planos de previdência VGBL (Vida Gerador de Benefícios Livre) tiveram a maior expansão nas arrecadações no período, de 38,24%,

com uma arrecadação de R$ 28 bilhões. Esse tipo de plano é direcionado ao investidor que não declara Imposto de Renda pelo modelo completo. Os planos PGBL (Plano Gerador de Benefícios Livre), adequados aos contribuintes que fazem a declaração do Imposto de Renda pelo mo-

delo completo, totalizaram contribuições de R$ 3,2 bilhões no primeiro semestre, um aumento de 8,50% frente a igual período de 2011. Os planos tradicionais tiveram arrecadação de R$ 1,6 bilhão nos primeiros seis meses do ano, aumento de 2,11% em relação a igual período do ano passado.

Petrobras não negocia aumento dos combustíveis, diz Graça Foster Divulgação

 Guilherme Jeronymo/ABr

A presidente da Petrobras, Graça Foster, negou que a empresa tenha pedido o reajuste de preços dos combustíveis ao governo, apesar de ser favorável à paridade dos preços no país e no exterior. A declaração foi dada em evento da empresa na manhã de ontem, no Rio de Janeiro, em anúncio dos projetos esportivos e sociais que receberão apoio da estatal. Graça Foster disse tam-

Graça Foster negou que a Petrobras tenha pedido reajuste

bém que é possível recuperar os atrasos nas obras na Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, que tem sofrido problemas de continuidade, com greves de operários e demissões por parte das empresas contratadas para a construção. “É um episódio que nós estamos gerenciando. Parece que hoje estava mais calmo do que ontem, e está voltando à normalidade as negociações. Espero que volte o mais rápido possível. A gente precisa muito dessa refinaria”.

Arrecadação de impostos per capita no Brasil é um terço da de países ricos Os impostos pagos no Brasil precisariam triplicar para que o Estado tivesse condições de oferecer à população um serviço público equivalente ao de países ricos, mostram dados da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico). Isso significa que a arrecadação de tributos deveria atingir 106% do PIB (produto interno bruto) - o que é impossível. Juntos, os governos dos países do G-7 arrecadaram US$ 8,729 trilhões em 2010 em cima de uma economia que produziu conjuntamente US$ 29,320 trilhões. O resultado é uma carga tributária de 29,77% do PIB. Já no Brasil, os tributos equivaleram a 33,56% da economia, segundo a Receita Federal. No entanto, no grupo dos sete países ricos, o PIB por habitante é de US$ 39.675, enquanto no Brasil é de apenas

US$ 11.314. Considerando a carga tributária citada acima, o Estado brasileiro arrecadou naquele ano US$ 3.797 em impostos por habitante. Já os governos dos países do G-7 obtiveram US$ 11.811 para gastar com cada morador, mais que o triplo do verificado no Brasil. Em outras palavras, para tentar oferecer serviço público equivalente ao dos países do G-7 sem mexer na arrecadação, o Estado brasileiro deveria ser pelo menos três vezes mais eficiente - por exemplo, deveria ser capaz de construir três hospitais com o dinheiro que as nações ricas erguem apenas um. Esses cálculos levam em conta o tamanho da economia de cada país. Por exemplo, o PIB dos Estados Unidos equivale a 50% da economia total do G-7 e por isso sua carga tributária tem peso de 50% no cálculo da carga média.

Outra possibilidade é calcular a média simples, somando a arrecadação por habitante dos países do G-7 e dividindo o resultado por sete. Nesse caso, a receita de tributos por pessoa é de US$ 12.268. No Brasil, para atingir esse nível, seria preciso uma carga tributária de 108% do PIB. A comparação usou os cálculos do FMI de paridade do poder de compra, que permitem uma comparação mais precisa considerando a diferença do poder de compra nos países. INEFICIÊNCIA Além de o Estado brasileiro ter uma arrecadação de impostos per capita bem menor do que as nações ricas, há indicadores de que ele é pouco eficiente, conforme observa o professor Nelson Beltrame, da FIA (Fundação Instituto

de Administração). “Existe muito espaço para aprimorar o serviço público”, afirma. Um estudo do Movimento Brasil Eficiente, por exemplo, mostra que, entre 50 nações com um nível de gasto público per capita em saúde próximo ao que temos no Brasil, 32 têm taxa de mortalidade infantil menor do que a nossa. Para Beltrame, a desburocratização do setor público e um “choque de gestão” possibilitariam ao Estado fazer mais com o dinheiro que já tem. Um exemplo, segundo ele, é o da Receita Federal, que aperfeiçoou seu sistema e conseguiu maior eficiência. “Nos últimos três anos, as máquinas fiscais acordaram para a necessidade de informatização e houve uma verdadeira revolução da arrecadação (de impostos). Isso poderia ser repetido em outras áreas”, sugere.

AVISOS E EDITAIS

SEPULTAMENTO TERÇA-FEIRA 21-08 CEMITÉRIO MUNICIPAL Jaulino da Silva Moreira, 62 anos, Pedro do Rio, 9h Hayla Jeolis Cabral Silva, 87 anos, Quitandinha, 14h Walter Hang, 77 anos, Valparaíso, 15h Mandalina Maria da Conceição, 76 anos, Mosela, 16h Augusta Kaizer Soares Alves, 91 anos, Quitandinha, 16h30 Aylton Faria Tavares, 83 anos, Mangueira, 16h30 CEMITÉRIO ITAIPAVA Maria da Glória Frias Pereira Ramos, 85 anos, Pedro do Rio, 16h30

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Tabeliâo de Protesto

R. do Imperador, 1017 / 1021 - Centro - Petropolis - RJ Telefone: 22420565

22426363

Listagem de titulos enviados para Edital em em 22/08/2012 Acham-se registrados neste cartório, conforme lei 9.492/97 Art. 15 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de : Sacado

CNPJ/CPF

AFIFE IND E COM LTDA

Portador/Cedente/Sacador

10/08/2012

Emissão:

Cheque Administrativo: Custas :

128,15

11/06/2012 Total:

ALPITEC DO BRASIL ALPINISMO INDL. LTDA

Valor:

134,07

13/06/2012 Total:

Valor:

Leia o Diário na internet www.diariodepetropolis.com.br

6.049,74

Número:

003336002

Pagamento A

6.183,81

23/08/2012 10:05:00

OMNI S/A

585.243.637-20

12.805

OMNI S/A

Cédula de Credito Bancário por Indicação Cheque Administrativo: Custas :

12.785 20/08/2012 10:05:00

ACENT TELECOMUNICACOES LTDA ME

Emissão:

ARMANDO EUGENIO DE ALMEIDA PEREIRA

19/05/2012

23/08/2012 14:38:00

BANCO SANTANDER S.A.

07.212.358/0001-27

20/08/2012 14:38:00

026526/031

ACENT TELECOMUNICACOES LTDA ME

Cheque Administrativo: Custas :

Vencto:

Número:

Pagamento A

Copia Duplicata Mercantil por Indicação 12/08/2012

LTDA 3.948,00

4.076,15

R. MANUEL TORRES,679 Vencto:

12.803

WILLRICH INDUSTRIA E COMERCIO TEXTIL LTDA WILLRICH INDUSTRIA E COMERCIO TEXTIL

Copia Duplicata Mercantil por Indicação Vencto:

Protocolo

BANCO DO BRASIL SA

31.125.461/0001-14

RUA GENERAL RONDON, 23 A 37-QUITANDIN

RUA SANTA RITA DE CASSIA 159

OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Tabelião

Cep. 25620-003

20/08/2012 15:07:00

OMNI S/A

Emissão: 126,67

19/10/2011 Total:

Valor:

15.679,02

15.805,69

Número:

100337000018911

Pagamento A

23/08/2012 15:07:00

Intimo-os a pagar ( através de cheque administrativo ou dinheiro, com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso de falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 22/08/2012


RETIRO Hoje é dia de São Felipe Benício e Dia do Folclore Brasileiro. A paróquia de São Tomás de Aquino, no Bairro Retiro, tem expediente de segunda a sexta feira de 13h até 18h e aos sábados de 8h até 12h. Ela atende a capela de Nossa Senhora das Vitórias – Comunidade do Neylor.

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Mais um pedido sobre fiscalização Opinião pública em Cascatinha volta a manifestar o alerta de continuidade das obras irregulares em toda a região Perguntados na manhã de sábado na Praça Achilles Mello, em Cascatinha, sobre construções irregulares, moradores locais voltaram a criticar o problema. Concordaram com o grande número de residências em encostas e que as obras nitidamente mostram o risco de desabamentos. - Isto vem acontecendo há décadas. As autoridades não se interessaram em fiscalizar as construções irregulares – afirmou o aposentado Agenor Ribeiro Malta, referindo-se ao Loteamento Nova Cascatinha. – E até hoje não se interessam. Aqui no bairro é grande o número de obras anormais e pelo que se vê, vão continuar acontecendo. Com Agenor estava um grupo de aposentados. Um

integrante também se manifestou sobre a opinião do colega:

- O Agenor disse que as autoridades não se interessaram em fiscalizar. Mas

Na próxima reunião do Conselho Municipal de Saúde – ComSaúde – as três ONGs de proteção aos animais da cidade vão apresentar documentos comprovando como estão sendo utilizadas as verbas do convênio com a Secretaria de Saúde. O principal é o número de castrações que

são feitas mensalmente e o número de animais que estão na fila aguardando a operação para evitar a reprodução. A informação foi dada ontem pelo coordenador Carlos Eduardo Pereira, do Grupo de Assistência e Proteção aos Animais e Meio Ambiente – GAPA/MA. Ele

disse que só está faltando esta apresentação aos conselheiros para confirmar o aumento de 42,8% na verba do convênio para que as ONGs possam aumentar as castrações dos animais resgatados e os de rua. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou na sexta-feira passada o com-

Panorama de Cascatinha. À esquerda o Loteamento Nova Cascatinha, com “casas empilhadas”

não é só isso. Tenho conhecimento de que em 1988 até incentivaram a construção em encostas e em locais de risco – afirmou Vicente Cotta, ao lembrar que morava no Quitandinha na ocasião e que presenciou muitas construções próximas de barrancos. Os moradores se referiram não só a Cascatinha como lugar de construções de forma errada. Citaram outros locais como Sargento Boening, São Sebastião e Floresta. Quando citaram esta última localidade lembraram o grande número de barreiras e consequentemente vítimas da tragédia daquele ano. - E se continuar as invasões e a derrubada de árvores, com certeza tragédias continuarão acontecendo na cidade.

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261 Amor e Atração, Avenida Leopoldina, 596, Nogueira. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Estrela de Araras, Escola Estadual de Araras; Morin, Igreja de Nossa Senhora da Glória; e Petropolitano Rua Santos Dumont, 100, Centro.

Concluída mais uma etapa da obra de mutirão no Veludo, da Duarte Mais uma etapa da obra de mutirão na Comunidade do Veludo, na Duarte da Silveira, foi concluída no último domingo. Foram assentados tijolos nos vãos das colunas no serviço do muro de contenção na Servidão Manoel Lourenço Tavares Filho e agora só restam mais duas fileiras para que a primeira fase do trabalho seja encerrada.

A informação foi do coordenador do mutirão, Fioravante Luiz Carvalho, vice-presidente da Associação de Moradores da Comunidade Vitória. Ele lembrou que depois de concluída a primeira fase, até na segunda semana de setembro terá início a segunda. O material é cedido pela Secretaria de Obras e todos os domingos os moradores trabalham no local.

Tarde para formação de catequistas confirmada para dia 9 de setembro Está confirmada para o dia 9 de setembro a tarde de formação de novos catequistas na Casa das Irmãs de Belém. Ela será uma segunda etapa já com a confirmação de um grupo que participou da primeira, porém, os jovens que se sentem com vontade de evangelizar ainda podem participar do encontro. A confirmação foi feita ontem pela Irmã Maria da Redenção

de Cristo, da Casa das Irmãs de Belém. Ela adiantou que na tarde de formação serão proferidas palestras sobre a filosofia catequista e quem quiser participar ainda pode confirmar presença, independente de paróquia. O evento a princípio está confirmado para a Casa das Irmãs de Belém, na Rua Aureliano Coutinho, 33, no Centro. Informações pelo telefone 2242 4898.

Museu dá sequência ao Projeto de ONGs de proteção aos animais preparam relatório de castrações Petrópolis que termina no dia 31 promisso estabelecido com as ONGs petropolitanas para o serviço de castração em cães e gatos. Conforme aprovado na última reunião do ComSaúde, as entidades receberão um aumento de 42,8% que desde os convênios firmados entre 2005 e 2006 até o momento não têm passado por reajuste.

Alunos de todos os bairros da cidade continuam participando do Projeto Petrópolis no Museu Imperial. O evento que a princípio estava previsto para terminar em 15 de julho foi estendido pelo setor de educação e vai até o dia 31 deste mês com a temática da estrada de ferro no município e as viagens de trem.

Dentro do tema ganha destaque a Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará, que ligava Petrópolis a Magé como parte do trajeto até o Rio de Janeiro. Por isso o Museu Imperial também ampliou o projeto geograficamente: inicialmente voltado somente para grupos escolares de Petrópolis, ele também passou a ser aberto a alunos de Magé.

esportes

Feminino do Petrô começa torneio com goleada: 9 a 1 Iniciando sua participação no Campeonato Intermunicipal de Futsal Feminino, promovido pela Liga Independente de Futsal do Estado do Rio de Janeiro, a equipe do Petropolitano goleou o Capricho/ Boqueirão, do Rio de Janeiro, por 9 a 1, com destaque para a atleta Stella. A partida foi realizada no Ginásio do Esporte Clu-

be Maxwell, em Vila Isabel, no Rio de Janeiro. A rodada é toda realizada em único ginásio, a cada domingo. Estão previstas duas rodadas da fase classificatória no Ginásio José Borzino, a serem realizadas em setembro. Petropolitano: Nathália Naná, Thamires, Stella, Fafá, Maiara, Aline, Nathália Araujo,Thalita, Juliana, Linda Inês, Vanessa, Thais,

Larissa e Geane. O time é coordenado por Pedro Ignácio, tendo como técnico, Jair. O Petropolitano mantém uma parceiria com o Cetep, e realiza os treinos no Quitandinha e no José Borzino. Outros resultados da rodada: Palmeira 3 x 2 Celso Lisboa, Faculdade Paraíso 7 x 1 Meriti e Maxwell 2 x 1 América.

Tranquilidade

para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

ESPORTES

Imperial enfrenta o Barra Mansa na semi de Sub-17 O Imperial começa a decidir a semifinal do Campeonato Carioca Sub-17 no próximo domingo (26) em casa. A equipe petropolitana enfrenta o Barra Mansa, às 13h no Estádio José Hungria Machado, campo do Boa Esperança, no Vale do Cuiabá. O time petropolitano vem crescendo durante a competição e é o dono de uma das melhores campanhas. Na segunda fase o Imperial teve o melhor saldo de gols comparando os dois grupos, seis no total e a melhor defesa, ao lado da Cabofrinse, com apenas três gols sofridos. A equipe também foi a deten-

tora do maior índice técnico desta fase: 2,83. Agora, o momento no time é de esquecer a vitória no último domingo e já focar no primeiro jogo decisivo. - Felizmente nós conseguimos a classificação, mas não temos tempo para comemorar. Agora, é focar na próxima partida, que será decisiva para alcançarmos nosso objetivo, que é buscar o título carioca - destacou o treinador do Imperial, Cebolinha. O jogo de volta será no dia dois de setembro, às 13h no estádio Leão do Sul, em Barra Mansa.

Petrô vence Serrano na abertura do Municipal Jogando no sábado contra o Serrano, no Ginásio José Borzino, o Sub-13 do Petropolitano estreou vencendo por 5 a 3 com gols de Gabriel Neves (2), Hugo (2) e Thiago (1). A equipe alvinegra, atual campeã municipal, chegou a marcar 5 a 0, quando o técnico Francisco Lima efetuou substituições no plantel. Porém o Sub-13 alvinegro não conseguiu manter o mesmo padrão de jogo, com o Serrano melhorando na partida e marcando os três gols em apenas dois minutos, obrigando o treinador a retornar com a equipe titular. Petropolitano: João, Rodolfo, Gabriel Neves, Hugo, Victor, Thiago,

Bernardo, Matheus, Guga, Caio, Arthur, Pedro, Gabriel e Lucas. Resultados Sub-9 – Corrêas 9 x 2 Boa Esperança e Internacional 1 x 6 Palmeira. Próxima rodada: Palmeira x Corrêas e Boa Esperança x Petropolitano. Sub-11 – Corrêas 11 x 2 Boa Esperança e Internacional 0 x 7 Palmeira. Jogos da 2ª rodada: Palmeira x Corrêas e Boa Esperança x Petropolitano. Sub-13 – Corrêas 2 x 4 Boa Esperança, Petropolitano 5 x 3 Serrano e Internacional 3 x 6 Palmeira. Rodada: Palmeira x Corrêas, Serrano x Internacional e Boa Esperança x Petropolitano.

esportedp@gmail.com

Luiz Felipe Azevedo vence o Grande Prêmio Massangana Com uma atuação empolgante, onde mostrou toda sua classe e experiência, o medalhista olímpico Luiz Felipe de Azevedo, montando Emington, sagrouse campeão do GP Haras Massangana Icatu Seguros, ao cravar, no desempate, a marca de 39.72s e superar Pedro Henrique Monteiro que, com Camelot, até então vinha liderando com o tempo de 42.53s. Em terceiro ficou Roberto Mendonça Dias, com Wild Thing (42.73s), deixando em quarto José Marcos de Souza Baptista, com Trevano Santa Cecília (44.94s), todos sem falta. Depois chegaram Stephanie Macieira (5º), com Evian Van Heike (39.25s) e Loisse Garcia (6º), com AD Unlimited (43.44s), ambas com uma falta. Vinte conjuntos participaram da prova, que foi disputada em pista de grama molhada e distribuiu mais de R$ 15 mil em premiação, sendo que apenas oito deles se habilitaram ao desempate, após zerarem a primeira passagem. O detalhe curioso é que o conjunto vencedor terminou com o pior tempo no primeiro percurso e, no desempate, baixou mais de dois segundos a marca que até então liderava (42.53s), tempo inferior, apenas, ao de Stephanie Macieira (Evian Van Heike), que cravou 39.25s, mas cometeu uma falta e sobrou para o quinto lugar. Fábio Leivas da Costa, um dos favoritos do GP, co-

Divulgação

Vinte conjuntos participaram da prova, disputada em pista de grama do Haras Massangana

meteu duas faltas no desempate, sendo provável que a perda de uma ferradura durante a primeira passagem tenha contribuído para o insucesso. Com a vitória, Luiz Felipe de Azevedo, que havia completado 59 anos na véspera e já havia vencido este mesmo GP em 2002, tornouse bicampeão do Concurso Hípico de Inverno do Haras Massangana dez anos depois

da primeira conquista, mostrando que a idade para ele não é problema. Pelos últimos resultados, conforme o grito das torcidas que ecoa pelos nossos estádios de futebol, o campeão voltou. Cumpre salientar, ainda, que, tanto Emington quanto Camelot treinam no Centro Equestre de Luiz Felipe de Azevedo, em Miguel Pereira, sendo que ambos são

de propriedade de Aluízio Monteiro, razão pela qual o cavaleiro Pedro Monteiro, segundo colocado na prova, postou o seguinte comentário em seu Facebook: - Normalmente eu já ficaria feliz em ser vice-campeão do GP do Massangana, mas ficar em segundo, perdendo pro Felipe Azevedo, montando o meu outro cavalo. Vou reclamar de quê?

DÉBITO AUTOMÁTICO P

R O

M

O

Ç

à O

Ganhe tempo para

AUTORIZE O

OO DÉTOBMIT IC ÁT AU

AU E GANHE UM LINDO RELÓGIO DE PAREDE CADASTRANDO SUA CONTA NO DÉBITO AUTOMÁTICO, ALÉM DE CONTAR COM AS FACILIDADES DESSA MODALIDADE DE PAGAMENTO, VOCÊ IRÁ GANHAR

UM LINDO RELÓGIO DE PAREDE! Cadastre-se e retire seu relógio em um de nossos postos de atendimento. Para mais informações sobre esta promoção, ligue para 115 ou acesse www.aguasdoimperador.com.br. Os belíssimos relógios estão disponíveis nas cores azul, rosa ou verde. Enfeite sua casa e ganhe mais horas livres para curtir a vida! Promoção válida até quando durarem nossos estoques. Ligue Água:

115

www.aguasdoimperador.com.br

diariodepetropolis  

artigos, cidade, colunistas, esportes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you