Page 1

Diário

de Petrópolis Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 15.978 - Quinta-feira, 20 de outubro de 2011

agenda Comemoram-se hoje os 135 anos de nascimento do escritor e dramaturgo Cláudio de Souza. Para celebrar a data, a Casa de Cláudio de Souza – pertencente ao Museu Imperial – a Academia Petropolitana de Letras e Ciências e o Teatro Experimental Petropolitano (TEP) realizarão uma leitura dramatizada de textos do escritor. (Página 6)

Bairros A falta da rede de esgoto e as casas em áreas de risco estão deixando moradores atormentados no trecho final da Rua Presidente Sodré, no Siméria. Uma moradora escreveu que muitos outros problemas afligem as pessoas na localidade e elas esperam que as autoridades municipais venham dar atenção no sentido de executar melhoramentos. (Página 9)

Esportes A equipe de taekwondo do mestre Roberto Polonini fez bonito no Brasil Open Curitiba. O grupo de Petrópolis conquistou sete medalhas de ouro. O maior evento da América Latina, contou com a participação de 146 equipes e com 1,2 mil atletas. A competição aconteceu em Curitiba (PR). (Página 10)

Expectativas do comércio para as vendas de Natal são boas

57 anos

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

tragédia no quitandinha

Menino de 10 anos morre atropelado Ryan Malaquias da Cruz Nunes, de apenas 10 anos, morreu atropelado por um caminhão, na tarde de ontem, quando andava de bicicleta na Rua Bahia, no Quitandinha. O acidente aconteceu a 50 metros da residência do menino. Testemunhas disseram que Ryan teria batido com a bicicleta no meio fio e caído embaixo do caminhão que passou com a roda traseira sobre sua cabeça. A criança morreu no local, antes mesmo de receber socorro. (Página 5)

Fotos: Alan Alonso

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas o menino já havia morrido. O cadáver só foi retirado do local no início da noite

Comunidades rurais recebem incentivos agrícolas do estado A Secretaria de Estado de Habitação (SEH) vai fornecer, nas próximas semanas, um incentivo à produção agrícola para cerca de 100 famílias que vivem em dois assentamentos rurais de Petrópolis. Segundo o secretário estadual de Habitação, Leonardo Picciani, a iniciativa visa fomentar a fixação do pequeno produtor rural no campo.

(Página 9)

Uma pesquisa realizada pelo Sicomércio revela que os comerciantes petropolitanos esperam um faturamento 9% maior neste Natal em relação ao do ano passado. (Página 5)

Prefeitura inaugura 105° laboratório de informática O 105° laboratório de informática da rede foi inaugurado ontem na Escola Municipal Professor Josemar Contage. Até o fim deste ano serão 123 laboratórios instalados. (Página 7)

Este aumento também se deve à gestão compartilhada entre a Setrac e o Sine

Os 45 voluntários aferiram a pressão arterial e realizaram testes de glicemia

Aumenta em 150% a oferta de vagas no Balcão de Empregos do município

“Feira da Saúde” na Praça Dom Pedro presta atendimento grátis à população

De acordo com o diretor do Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Cláudio Pomin, o número na oferta de vagas em Petrópolis no mês de setembro foi 150% mais alto em relação a agosto, somente considerando o Balcão de Empregos. Esse disparo também se deve à gestão compartilhada entre a Setrac e o Sine nos últimos dois meses.

Uma equipe formada por 45 voluntários, entre enfermeiros e estudantes do curso de enfermagem do Colégio Santa Catarina, prestou atendimento gratuito à população durante todo o dia de ontem, na Praça Dom Pedro. Foram realizados testes de glicemia, aferição de pressão arterial, além de orientações sobre cuidados com a saúde e distribuição de informativos.

(Página 3)

(Página 5)

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

Trabalho

Os domínios do Estado-Mercado n Gaudêncio Torquato

U

m novo ser, de tamanho gigantesco, polimorfo e agressivo, invade fronteiras físicas e culturais, rompendo costumes civilizatórios que as Nações, ao longo de sua existência, cultivaram para fazer progredir seu território e produzir o bem estar de seus povos. Essa entidade refuga submeter-se aos ideários de soberania, independência, cultura e tradições das comunidades que habitam o planeta. Como a água corrente de um rio, que se incrusta nas dobraduras das rochas, desviando-se de obstáculos, vai fazendo o seu caminho e assume, por onde passa, a identidade do Grande Irmão, a figura abstrata que Orwell plasmou para controlar nossas vidas. Ele é o centro do poder que move o planeta. Provoca, em seu entorno, barulho e comoção, abrigando, sob o mesmo teto, arrufos de desempregados, protestos de estudantes à procura de oportunidades e de membros de uma classe média subitamente empobrecida, que, ao feitio do destrambelhado exército de Brancaleone, se movem na fila do desespero, mesmo sem saberem o que os aguarda mais adiante. O espaço para a liturgia da indignação foi escolhido pela simbologia que denota: Wall Street, o “coração financeiro” da maior potência mundial, referência proeminente do “cavaleiro imperial” que agita as ruas de Washington, San Francisco, Las Vegas, Londres, Barcelona e Atenas, entre outras. Cientistas sociais batizam esta engrenagem de poderio descomunal com a expressão Estado-Mercado, cuja definição ligeira aponta para a simbiose entre capital financeiro, grandes interesses privados, administração pública e atores políticos. Ou, para usar a vertente descrita pelo sociólogo Roger-Gérard Schwartzenberg, estamos diante de uma modelagem que se expande sob o florescimento da “tecnodemocracia”, sistema que se alicerça numa infindável cadeia de organizações complexas, com predomínio de grandes conjuntos privados e comando de uma oligarquia econômica, que agrupa técnicos, gestores públicos e partidos políticos pasteurizados e sem compromisso ideológico. Portanto, o Estado-Mercado passa a ser o vértice do novo “triângulo do poder”, aqui entendido como integração de núcleos políticos com a burocracia pública e os círculos de negócios. Tal realinhamento institucional ganhou impulso, nas últimas décadas, pelo fato de o Estado-Nação não conseguir prover a sociedade com os encargos sob sua égide, entre os quais, a seguridade social, os programas de educação e saúde, o acesso à justiça, os direitos humanos, enfim, o bem estar social. Outra abordagem que se pode pinçar para explicar o desvanecimento dos Estados nacionais e dos regimes que os governam é a de Norberto Bobbio, que nos brinda com uma das mais contundentes críticas à democracia representativa. Incapaz, segundo ele, de cumprir promessas clássicas, entre as quais, a educação para a cidadania, o combate às máfias do poder invisível e a igualdade entre os cidadãos. A crise contemporânea abarca, portanto, o caráter do Estado, a natureza dos sistemas democráticos, os governos que os integram e as forças ambientais. A evolução do Estado, desde sua origem – a partir das cidades-estado como Atenas, Esparta e Tróia – mostra complexa teia de interações com governos e a esfera dos negócios, responsáveis pelo movimento pendular das sociedades capitalistas, como explica o pesquisador Ricardo Correa Coelho. O Estado intervém no mercado quando este se mostra ineficiente para propiciar segurança e bem estar social, promovendo os ajustes necessários para a correção de falhas. Foi o que fez o governo Obama, por exemplo, para apagar a fagulha imobiliária americana, que expandiu a fogueira da crise financeira internacional. O sistema estatal, por seu lado, se retrai quando não consegue cumprir metas de desenvolvimento, dando vazão, assim, aos mecanismos de livre regulação. É inescapável, porém, a observação de que os governos não têm sido eficazes para conter os avanços da débâcle, cujo ator principal é o Estado-Mercado. Recorde-se, a propósito, o depoimento do investidor Alessio Rastani, que, em polêmica entrevista, confessou sonhar “há três anos com a recessão mundial e que os governos não mandam no mundo, mas sim o banco de investimento Goldman Sachs”. Mais um arabesco do Estado-Mercado. A emergência de uma nova sociedade política mundial, regida pelo mundo financeiro, tem como exemplos a Índia e a China, países que, segundo Philip Bobbit, professor da Universidade do Texas (Época/10/2011), deixaram o circuito dos Estados nacionais. Sob novos parâmetros, tiraram cerca de 40% de sua população da posição abaixo da linha da pobreza e dobraram receitas. Como se vê, o mercado ganha musculatura no corpo de Nações, cujas fronteiras se imbricam e sobre as quais trilhões de dólares ensaiam a ciclotímica dança da volatilidade. Injeções volumosas de recursos não conseguem blindar instituições nem atores políticos. Os parceiros, todos sem exceção, passaram a ser vulneráveis. Os Estados nacionais, antes com elevada taxa de confiabilidade, vão desmoronando sob a queda sequencial das pedras do dominó. A moldura de incertezas joga a pergunta no tabuleiro: qual o futuro do Estado-Nação? As perspectivas não são animadoras. O fermento cívico se esgota. Tocqueville o enxergava nos EUA, em 1831, quando desembarcou em Manhattan para estudar o sistema penitenciário. No clássico A Democracia na América, frisou: “existe um amor à pátria que tem sua fonte principal naquele sentimento irrefletido, desinteressado e indefinível que liga o coração do homem aos lugares onde nasceu”. O civismo do amor pátrio fermenta, hoje, o ódio ao Estado-Mercado, dominado por uma casta de especuladores. Vislumbram-se portas mais largas no edifício da democracia? No parque Zucotti, no centro financeiro de Nova Iorque, a panela de pressão deixa escapar a esperança, sob o clamor de gritos: “vamos abrir os pulmões da democracia participativa”. Por enquanto, aquilo é apenas vapor. n Jornalista, é professor titular da USP, consultor político e de comunicação Twitter @gaudtorquato

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

n Delfim Netto

O

principal divisor de águas entre os economistas reside nas suas "crenças" sobre o problema do desemprego involuntário. De um lado, estão os que acreditam que, deixado este a si mesmo, os mecanismos de mercado, com tempo suficiente, tendem a eliminá-lo. De outro, os que não acreditam nessa tendência natural: deixado a si mesmo, sem a intervenção do Estado, ele pode perpetuar-se por falta de demanda efetiva. A experiência que estamos vivenciando sugere que os fatos recusam muito mais a primeira hipótese que a segunda. Nossa atual organização

social é produto de um processo histórico. O homem, ao construir o mundo, com seu trabalho, exerce uma pressão seletiva no sentido de aumentar a sua liberdade de expressão, o que exige cada vez mais eficácia produtiva. Há uma evolução simultânea, civilizatória e quase biológica que amplia o altruísmo e a solidariedade social exatamente porque a cooperação é mais "produtiva" e libera mais tempo para a expressão criativa do homem. Uma das construções mais impressionantes de Marx é a sua leitura do papel do trabalho nos "Manuscritos", de 1844, antes de ele ter sido seduzido por Ricardo. O trabalho é o processo pelo qual o homem se produz e projeta para fora de si as condições de sua existência e a sua

capacidade de transformar o mundo. No atual estágio evolutivo, a sociedade se divide entre os que têm capital (e "empregam" o trabalho em troca de salário) e os que detêm a força de trabalho (e só podem utilizá-la "alugando-a" ao capital em troca de salário). Com as políticas sociais, o Estado do Bem-Estar transformou (transitoriamente!) o sistema salarial alienante de Marx no símbolo da segurança do trabalho. Ele dá, por sua vez, a garantia para o funcionamento das instituições da nossa organização social, particularmente os mercados e a propriedade privada. Os economistas precisam incorporar, como disse Mauss ("Sociologie et Anthropologie", 1950), que o trabalho é o "fato global". O desemprego involuntário

é o impedimento insuperável de o cidadão incorporar-se à sociedade. Por motivos que independem de sua vontade, ele não pode sustentar honestamente a si e à sua família. O desemprego involuntário é o "mal social global". Não importam filosofia ou ideologia. No presente estágio evolutivo da organização social, que o homem ainda procura fazer florescer plenamente a sua humanidade, é a natureza e a qualidade do seu trabalho que o colocam na sua posição social e econômica, que afetam sua situação física e emocional e que determinam o nível do seu bem-estar. É por isso que o desemprego involuntário é o problema contra o qual os economistas têm que lutar. n Ex-Ministro da Fazenda

A punição do teólogo brasileiro n Deonísio

da Silva

A

Inquisição mudou de nome e preferiu chamar-se Santo Ofício, que inclusive dá nome ao palácio, em Roma, onde está instalada. Museus e iconografias ainda registram o uso de ferros e correntes para extrair declarações e confissões. E depois, a execução no garrote vil ou na fogueira, ou nos dois, pois eram opções queimar a vítima viva, queimá-la depois de recém-executada ou queimar-lhe os ossos, desenterrados para serem levados ao fogo. E, quando não eram encontrados, queimava-se uma tábua na qual era desenhada a figura do condenado quando vivo. Mas o significado inicial da palavra inquisição era o de perguntar, interrogar, investigar. Depois que passou a designar o tribunal eclesiástico instituído para investigar e punir crimes

contra a fé católica, a palavra cobriu-se de trevas apavorantes. No Brasil do século 18, a Inquisição condenou 1.074 pessoas e executou o dramaturgo brasileiro Antônio José da Silva, garroteado e queimado em Lisboa, a poucas quadras de onde era representada uma peça de sua autoria, como comprovam Alberto Dines em sua obra referencial sobre o tema, Os vínculos do fogo, e as pesquisas da professora da USP Anita Novinsky, transformadas em livros e ensaios de indispensável consulta quando o assunto é a Inquisição no Brasil nos tempos coloniais. Antônio José foi interrogado em Lisboa no século 18. Outros dois casos emblemáticos o precederam: Giordano Bruno, condenado à morte na fogueira, entre o fim do século 16 e o alvorecer do século 17, e o de Galileu Galilei, punido com prisão domiciliar na primeira metade do século 17.

Há um outro caso ainda, do qual pouco se fala. E a vítima está viva porque contra ela foram aplicadas outras punições. É o do frade e teólogo catarinense Leonardo Boff, castigado com o “silêncio obsequioso” em 1985. Inconformado, ele deixou a ordem em 1992. Porque a alternativa que lhe foi dada era mudarse para as Filipinas ou para a Coreia do Sul. Leonardo Boff sentou-se e foi interrogado no mesmo banquinho do Palácio do Santo Ofício onde se sentaram e foram igualmente interrogados os outros dois. Os três fizeram declarações que se tornaram célebres. Galilei disse, em italiano: Eppur si muove (ela ainda se move), reiterando que é a Terra que gira ao redor do Sol. Bruno disse, em latim: “Maiori forsan cum timore sententiam in me fertis quam ego accipiam” (“Talvez sintam maior temor ao pronunciar esta sentença do que eu ao ouvi-la”). Boff disse, em português: “A In-

quisição não esquece nada, não perdoa nada, cobra tudo.” A mídia deixou passar essa importante efeméride. No ano passado, em 01/05/2010, se completaram 25 anos da condenação de Leonardo Boff. Em 2012 completam-se 20 anos de outra efeméride: em 1992, sendo vãos os imensos apoios que recebeu, inclusive de cardeais como Dom Paulo Evaristo Arns, ele deixou a ordem, único modo de livrar-se das garras de um inquisidor que puniu, não apenas a ele, mas outros 140 teólogos. O inquisidor, o cardeal Joseph Ratzinger, tornou-se papa com o nome de Bento 16. Escritor, doutor em Letras pela Universidade de São Paulo, professor e um dos vice-reitores da Universidade Estácio de Sá, do Rio de Janeiro. Fonte, Observatório da Imprensa n Escritor, doutor em Letras pela

Universidade de São Paulo

TBV na Feira das América n Paiva Netto

O

Templo da Boa Vontade — que na próxima sexta-feira, 21/10, celebra seu 22º aniversário — tem mais um motivo para comemorar. A notícia vem do site da Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF): “De 19 a 21 de outubro, representantes dos principais destinos e prestadores de serviços turísticos do mundo estarão reunidos na Feira das Américas, no Rio de Janeiro. Cada estande mostrará um atrativo que representa o que o local tem de mais surpreendente. Pela primeira vez, a Capital do Brasil levará um pouco do misticismo com uma réplica do Templo da Boa Vontade (TBV). “O monumento escolhido mistura espiritualidade,

arquitetura e bem-estar, as principais características da cidade e dos brasilienses. (...). Mais de 20 milhões de pessoas já passaram pelo local, que completa 22 anos este mês. “Durante a feira, os visitantes poderão conhecer um pouco sobre a história e ambientes do monumento. Para que a experiência seja ainda mais bela, a Secretaria de Turismo do Distrito Federal (Setur-DF) providenciou uma réplica da Pirâmide na qual os visitantes do estande de Brasília poderão entrar, conhecer e assistir a vídeos de Brasília com algumas sensações bem conhecidas pelos brasilienses (...)”. Segundo me informa a equipe da LBV, “na mesma ocasião, simultaneamente, ocorrerá o 39º Congresso Brasileiro de Agências de Viagens, sob o tema ‘Bra-

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

sil Bem-Sucedido: Oportunidades e Novas Atitudes para o Turismo’”. A convite da Setur-DF, o Coral Ecumênico Infantil da Legião da Boa Vontade do Rio de Janeiro participará da programação cultural na abertura da Feira. Fica aqui nosso agradecimento ao secretário de Turismo do Distrito Federal, dr. Luis Otávio Rocha Neves. ATO ECUMÊNICO E ESPETÁCULO MUSICAL Ainda em 21 de outubro, Dia do Ecumenismo, haverá na Nave do TBV, às 18h, um Ato Ecumênico com a presença de personalidades dos mais diversos ramos do saber. Às 16h e às 20h, o Parlamento Mundial da Fraternidade Ecumênica, o ParlaMundi da LBV, em Brasília, receberá o espetáculo “Música Legionária — Ideal e

de Petrópolis Diário 57 anos Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

Militância”. Solistas e coros interpretarão composições de ritmos e estilos variados. São cânticos que expressam a Fé e o Espírito solidário de jovens de todas as idades, dedicados à causa do Bem. O espetáculo rememorará episódios da vida de Jesus, o Profeta Divino, relatados no Evangelho. Não percam esse encontro promovido pelos moços. Eles nos trazem a boa música que valoriza as famílias e desenvolve seres humanos criativos, longe das drogas, do cigarro e do álcool. O show deles é uma existência saudável, consciente do respeito que se deve ter ao precioso dom da vida, desde o útero materno. Afinal, viver é melhor! Outras informações: 0300 10 07 940. n Jornalista, radialista e escritor.

paivanetto@lbv.org.br www.boavontade.com

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


DORA KRAMER Usinas de denúncias

E

ntre o escândalo que derrubou Antônio Palocci da Casa Civil e as acusações que enfrenta agora o ministro Orlando Silva, do Esporte, muita coisa mudou no gestual do governo no tocante à reação a denúncias feitas contra seus integrantes, não obstante a semelhança dos roteiros. Palocci foi defendido durante boa parte dos 23 dias que levou para cair. Nesse meio tempo o Palácio do Planalto montou operação de blindagem que incluiu tentativa de responsabilizar a oposição e mobilização dos aliados para impedir que o então ministro fosse convidado a falar no Congresso. Palocci saiu da Casa Civil no dia 7 de junho, mas duas semanas antes o governo falava

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

QUINTA-FEIRA, 20 DE OUTUBRO DE 2011

em “campanha de difamação” e recomendava à sua base parlamentar que tivesse “sangue frio e nervos de aço” para reagir às acusações. O presidente do PT, Rui Falcão, asseverava que o governo estava tranquilo e convicto de que Palocci estava “acima de qualquer suspeita”. A ofensiva, no entanto, não resistiu à força dos fatos. A partir de então, a metodologia foi sendo alterada e as quedas abreviadas. Falemos apenas dos episódios referentes a desvio de dinheiro, que não foi o caso de Nelson Jobim. Alfredo Nascimento, dos Transportes, contou algum tempo com manifestações de “confiança” por parte da presidente e chegou a ser nomeado chefe

das investigações. Mas ali já se viu que o melhor era que fosse ao Congresso logo. O mesmo ocorreu com Wagner Rossi, da Agricultura, que teve ato de desagravo organizado pelo vice-presidente da República em pessoa, mas sua trajetória descendente ficou clara nas avaliações negativas feitas por integrantes do governo. Pedro Novais, do Turismo, foi desde o início deixado ao sol e à chuva pelo próprio partido, o PMDB. Dilma não se envolveu, apesar de estar envolvida desde o dia em que aceitou nomeá-lo a despeito de evidências de que fazia uso ilegal de verba do Congresso. Orlando Silva tampouco conta com sustentação assertiva do governo, conforme atestam as

avaliações de que se não cair agora cai na reforma de janeiro. Além disso, a presidente avocou ao palácio a tarefa de conduzir os assuntos relativos à realização da Copa do Mundo. O Palácio do Planalto mudou de Palocci em diante. Parece mais interessado em afastar de si o cálice das crises do que em defender ministros. Seria um ponto positivo, não fosse o fato de que a presidente não demonstra o mesmo interesse em cuidar do principal: o ponto de união entre todos esses escândalos que é o desvio de verbas públicas nos ministérios. Em todos houve um denunciante motivado por alguma contrariedade. Todos decorreram do mesmo tipo de acusação, a montagem de esquemas de arrecadação de dinheiro para favorecimentos pessoais ou partidários. Em todos, funcionários ou mesmo figuras sem função oficial atuavam com acesso livre para transgredir. A hipótese de conspirações para destruir reputações de ministros é fantasiosa. Real é a prática disseminada de apropriação do Estado funcionando a partir do loteamento da máquina.

3

São usinas de denúncias que seguirão inesgotáveis enquanto o governo mantiver intactos esses “esquemas”. Palavrório - Deputados e senadores da base governista infantilizam o debate sobre o escândalo em curso quando se limitam a adjetivar elogiosamente o ministro e, ao mesmo tempo, chovem no molhado do conhecido prontuário do acusador. Não há sustentação de defesa que responda à questão essencial: há ou não há desvio de verbas públicas do ministério? A própria insistência em ressaltar os crimes do denunciante, cometidos no âmbito da pasta do Esporte, é a admissão de que fala com conhecimento de causa. O critério do prontuário, aliás, é desqualificado pelo próprio PT quando partido e sua área de influência celebram os réus do mensalão e os tratam como cidadãos acima de qualquer suspeita. No Parlamento, o exemplo mais evidente é a presença de João Paulo Cunha na presidência de nada menos que a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Contato Marcar Noticia Imprimir Salvar Fechar

CIDADE

Muniz diz que HST não dá conta sozinho de traumas  Vinicius Henter viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O vereador Márcio Muniz (PSC) afirmou ontem, durante sessão da Câmara, que o Hospital Santa Teresa não “está dando conta” das cirurgias ortopédicas em Petrópolis. Ele reivindicou que mais algum hospital realize esse tipo de procedimento no município, sugerindo o Hospital Alcides Carneiro (HAC). Ele lembrou ainda que a direção do Serviço Social Autônomo do HAC (Sehac), administração privada daquele hospital, prometeu que faria esse tipo de cirurgia, “com mão de obra qualificada”, quando o Sehac foi criado pela Câmara. - Não dá para ser só o Hospital Santa Teresa a fazer o trauma de uma cidade do nosso tamanho, até porque temos a BR-040 – disse Muniz, citando os acidentes na rodovia, que são encaminhados para Petrópolis. Ele sugeriu ainda que a Câmara convide a secretária de Saúde, Aparecida Barbosa, para dar esclarecimentos sobre a área para os vereadores. Muniz frisou que a proposta não é fazer acusações contra a secretária, e sim saber qual é a atual situação da

saúde. - Está na hora de chamar a secretária. Não dá mais. Só para dar os devidos esclarecimentos. Eu, quando fui secretário, sempre vinha a esta Casa quando era chamado. Isso há 22 anos, e os vereadores eram bem mais incisivos. Era a Câmara de Jorge Barenco, Milton Rossi, Antônio Elias, Paulo Pires, Philippe Guedon, Fernando Fortes – disse Muniz. Segundo o vereador, uma senhora com um cotovelo quebrado em três pedaços aguarda cirurgia há semanas. Silmar Fortes (PMDB) concordou com Muniz em relação à necessidade de mais um hospital que realize cirurgias ortopédicas. Segundo ele, pessoas estão na fila, “em casa, aguardando um telefonema para saber se vão ter a cirurgia ou não”. Silmar ainda criticou a falta de funcionamento dos radares medidores de velocidade em Petrópolis, já que, ainda de acordo com o vereador, os acidentes vêm aumentando, o que gera mais demanda nas filas por cirurgias ortopédicas. - Olha o custo benefício disso! É preocupante ter um sistema que trabalha a prevenção há um ano desativado. É muito triste esta situação – disse Silmar. Arquivo

O vereador Marcelo Motorista defendeu o uso de bicicletas

Motorista defende que cidade tenha ciclovia O vereador Marcelo Motorista (PDT) reclamou ontem da falta de ciclovias em Petrópolis. Segundo ele, há espaços na cidade que poderiam ser utilizados pelos ciclistas. Motorista citou a Avenida Barão do Rio Branco e o Bingen, como exemplos. Para o vereador, o município tem que incentivar o uso de bicicleta, mas,

segundo ele, não há sinalização, nem estacionamento para bicicletas. Marcelo afirmou que encaminhará uma cópia do Programa Brasileiro de Mobilidade Bicicleta Brasil, programa federal que incentiva o uso de bicicletas como transporte na cidades, ao presidente da CPTrans, Roberto Naval (PMDB).

Oferta de vagas aumenta em 150% no Balcão de Empregos

Alan Alonso

De acordo com o IBGE, o emprego industrial teve um aumento de 0,4% no mês de agosto frente aos dois meses anteriores. Em Petrópolis, a notícia para quem procura emprego também é positiva. Segundo o diretor do Departamento de Trabalho e Renda da Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), Cláudio Pomin, somente considerando o Balcão de Emprego, o número na oferta de vagas no mês de setembro foi 150% mais alto em relação ao mês anterior. Esse disparo também se deve à gestão compartilhada com o Sistema Nacional de Empregos (Sine) nos últimos meses, que segundo o secretário da Setrac, Luis Eduardo Peixoto, permitirá mais agilidade ao serviço. As áreas com mais ofertas e com mais facilidade de encontrar profissionais habilitados são administrativa, comércio e telefonia celular. Já vagas para açougueiro e confeiteiro são frequentes, mas há mais dificuldade em preenchê-las devido à falta de capacitação. - Em agosto foram 200 vagas e em setembro subiu para 500. Só a Ricardo Eletro contratou 120 pessoas e a Nutrim, 80. São vários os reflexos para o aumento de vagas. Estamos percebendo a abertura de mais escritórios, a inauguração da GE no Bingen ajudou muito por causa da contratação de profissionais terceirizados na segurança e limpeza, a gestão compartilhada com o Sine e a nova casa da Setrac também ajudaram para que as empresas

O Balcão de Emprego funciona em gestão compartilhada com o Sine, da Rua General Osório

e trabalhadores procurassem mais o Balcão de Emprego – declarou Cláudio Pomin. O Balcão de Emprego está localizado no prédio da

Setrac que fica na Avenida Ipiranga, 544, no Centro. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 22494347, disponibilizado para

empresários que desejam ofertar vagas e para trabalhadores à procura de uma nova oportunidade no mercado de trabalho.

Grandes nomes do jornalismo e da publicidade vêm a Petrópolis A Universidade Estácio de Sá promove a partir da próxima semana, a edição de 2011 da Semana de Comunicação. O evento tem por objetivo discutir os novos rumos e trazer para os estudantes a experiência de quem está no mercado de trabalho. Além disso, diversas oficinas temáticas gratuitas completam a programação. As palestras serão no auditório do campus II da universidade. No dia 24, a Semana será aberta por inte-

grantes da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis (FCTP), às 19h. Na oportunidade, eles vão falar sobre o case da organização da Bauernfest 2011. Logo após, às 20h30, os alunos de Publicidade e Propaganda mostram o valor da prata da casa: o novo clipe do Trio Dubrá, produzido pela Sapiens – agência de publicidade dos alunos da Estácio. Para os estudantes de jornalismo, temas como a comunicação digital e as no-

vas mídias, fotojornalismo e “Jornalismo 24h” serão os temas. Para quem faz o curso de publicidade e propaganda, serão tratados assuntos como a experiência do supermercado Bramil com as marcas próprias, trabalhos de comunicação para o terceiro setor, além de uma palestra teletransmitida com o publicitário Roberto Dualibi. Além disso, a Estácio também irá oferecer oficinas de diversas áreas. A novidade é que, neste ano, além dos alu-

nos que cursam Comunicação Social na Estácio, os cursos estarão abertos a estudantes que cursam ou já concluíram o ensino médio. Quem participar vai saber um pouco mais sobre áreas como edição de vídeo, jornalismo em TV, fotopublicidade, radiojornalismo, direção de arte e como fazer o próprio jornal. Para se inscrever, basta ir à faculdade. Mais informações podem ser consultadas pelo telefone: (24) 22929868.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

QUINTA-FEIRA, 20 DE OUTUBRO DE 2011

Médico do Ano

Turismo

O ortopedista Arnaldo Rippel, que dispensa apresentação, foi eleito Médico do Ano pela Sociedade Médica de Petrópolis. A homenagem vai ocorrer neste sábado, durante um jantar no Clube dos Médicos, quando haverá uma grande confraternização entre os profissionais.

Uma parceria entre a Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis e o Petrópolis Convention & Visitors Bureau, a cidade participará de dois, dos mais importantes eventos turísticos do país: a ABAV e o Salão Estadual de Turismo, com objetivo de fomentar o setor no município.

socialmarise@yahoo.com.br

7 Maravilhas O Instituto Estrada Real promove a votação das “7 Maravilhas da Estrada Real ”, cujo resultado sairá no dia 9 de janeiro de 2012. Entre as opções, está o Museu Imperial, única atração de Petrópolis a concorrer. Para votar, basta entrar no site www.institutoestradareal.com.br e selecionar sete entre as atrações concorrentes. Além do Museu Imperial, há alternativas como a Igreja de Santo Antônio (Tiradentes), o Teatro de Sabará e a Igreja São Francisco (Ouro Preto).

Comemoração Um jantar festivo realizado pela Sociedade de Otorrinolaringologia do Estado do Rio de Janeiro e Telex Soluções Auditivas na última terça, no Hotel Casablanca, festejou o Dia do Médico em grande estilo. A coordenação do evento ficou a cargo do Dr. Carlos Augusto Ferreira de Araújo.

Ortopedia A Congregação das Irmãs de Santa Catarina e o Hospital Santa Tereza realizam no próximo sábado, 22, às 10h30, Missa Comemorativa pelo 60º Aniversário do Serviço de Ortopedia Professor Donato D’Angelo, na Capela do Hospital. Na oportunidade, haverá homenagem pelo Dia do Médico.

Gourmet I O Petrópolis Gourmet, que chega a 11ª edição homenageando a Itália, fará uma dobradinha com o estreante Clic! Petrópolis, festival de fotografia, que ocorre entre os dias 3 e 27 de novembro. Cerca de 10 mil pessoas são esperadas, segundo o Petrópolis Convention & Visitors Bureau. Vinte e quatro restaurantes que participam do evento terão como desafio preparar pratos de diferentes regiões italianas, com menu composto de entrada, prato principal e sobremesa. O Petrópolis Gourmet é um evento de valorização dos chefs locais e de revelação de talentos.

Gourmet I Dentre as atrações do 11º Petrópolis Gourmet, será realizado o I Concurso de Pizzaiolos de Petrópolis, com apoio da pizzaria Di Farina, Gi Metal, Moinho L5Stagione e o SENAI. O evento é aberto ao público.

EVENTO. Em foto exclusiva para a coluna, Linda Albuquerque, Frei Antônio Moser e Sueli Karl na I Mostra Casando com Estilo. Vendo a cara de felicidade dos convidados, vale à pena anotar na agenda a data da II Mostra Casando com Estilo, que será no sábado, dia 29 de outubro, das 13h às 22h e domingo, 30, das 11h às 19h no Espaço Terra Santa com entrada franca. (Foto: divulgação)

Engenharia e Computação

EVENTO. Em foto exclusiva para a coluna, Linda Albuquerque, Frei Antônio Moser e Sueli Karl na I Mostra Casando com Estilo. Vendo a cara de felicidade dos convidados, vale à pena anotar na agenda a data da II Mostra Casando com Estilo, que será no sábado, dia 29 de outubro, das 13h às 22h e domingo, 30, das 11h às 19h no Espaço Terra Santa com entrada franca. (Foto: divulgação)

Quem se interessa pelas áreas de engenharia e computação terá a oportunidade de participar, até amanhã, de uma série de palestras e minicursos gratuitos e abertos à comunidade, com profissionais renomados. A Universidade Católica de Petrópolis promove desde a última segunda-feira, 17 de outubro, a Semana do Centro de Engenharia e Computação no campus da Rua Barão de Amazonas, 124, centro, Petrópolis.

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

Caminhão atropela e mata garoto de 10 anos n Roberta Müller

robertamuller@diariodepetropolis. com.br

Mesmo com o pedido da avó para que não andasse de bicicleta ontem, o pequeno Ryan Malaquias da Cruz Nunes, de apenas 10 anos, acabou indo para a rua para brincar. Minutos depois foi atropelado por um caminhão e morreu antes mesmo de receber socorro. O acidente aconteceu na Rua Bahia (Amazonas), no Quitandinha, a 50 metros da casa do menino. O motorista do veículo só viu o que tinha acontecido depois que moradores começaram a gritar, pois apenas a roda traseira passou por cima da vítima e ele não teria visto a criança no local. Após prestar depoimento na 105ª Delegacia (Retiro), ele foi liberado. Testemunhas também foram ouvidas. Segundo elas, o motorista entrou em estado do choque e não conseguiu saber exatamente o que houve. A Polícia Militar e parentes de Ryan contaram que, por volta de 14h20, ele saiu para andar de bicicleta e, quando o caminhão passava, acabou batendo no meio fio e caindo em baixo da roda traseira, que passou por cima de sua cabeça. O Corpo de Bombeiros chegou a ser acionado, mas quando che-

gou o menino já estava morto. A mãe dele, que trabalha em uma confecção, precisou ser amparada quando soube da notícia. Ela passou mal e foi levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Centro. Já o pai, recebeu a notícia por telefone, no Rio de Janeiro, onde trabalha. Até o início da noite, o corpo ainda continuava no local a espera do rabecão. A prima de Ryan, Shirlei da Cruz, considerou como um absurdo a demora para a remoção. – Ele não está mais entre nós, mas não e um animal, é um ser humano que está lá no chão desde cedo. Era uma criança muito dócil, carinhosa, amorosa. Ficava sempre em casa, gostava de jogar vídeogame, era uma pessoa especial pra todos nós. É muito triste isso. Ninguém está acreditando nessa tragédia ainda – explicou ela, lembrando que a avó dele, que ele também chamava de mãe, pediu que ele saísse de casa naquele dia para andar de bicicleta. – Mas ele disse que ia rápido e voltaria para jogar vídeo game e espera a mãe chegar do trabalho – completou. Ryan tinha outros quatro irmãos. Ele estudava em um colégio próximo de sua casa, na Escola Municipal Stefan Zweig. Arquivo

A boa expectativa de vendas também serve para a Rua Teresa

Comércio bastante otimista para as vendas de Natal

Fotos:Alan Alonso

Moradores e curiosos da Rua Bahia, no bairro Quitandinha, observam o corpo do estudante Ryan Malaquias de apenas 10 anos

Colégio Santa Catarina promove 6ª “Feira da Saúde” na Praça D. Pedro O Colégio Santa Catarina promoveu ontem a sexta edição da “Feira da Saúde”, na Praça Dom Pedro, Centro. A equipe formada por 45 voluntários, entre enfermeiros e estudantes do curso de enfermagem da instituição, ficou ao longo da manhã e tarde prestando diversos atendimentos gratuitos à população, como aferição de pressão e teste de glicemia, além de orientações sobre cuidado com a saúde e distribuição de informativos. Houve também a mostra de remédios fitoterápicos, produzidos pelo próprio colégio. O evento chamou a atenção de quem passava pelo local. Uma dessas pessoas foi o representante comercial Cláudio Luis Torresa, de 42 anos. Hipertenso, ele decidiu checar a pressão arterial antes de retornar ao trabalho e elogiou o serviço prestado. - A pressão tava um pouco alta até porque estava caminhando. Acho essas iniciativas bem interessantes, porque muitas vezes as pessoas não têm tempo e acabam se descuidando. O meu caso é parecido. Nunca achei que tivesse nada, mas quando fiz o teste descobri que era hipertenso. Esse tipo de ação incentiva as pessoas a se cuidarem - disse ele.

Os comerciantes de Petrópolis têm uma boa expectativa para as vendas de Natal. É o que revela pesquisa anual realizada pelo SICOMÉRCIO (Sindicato do Comércio Varejista de Petrópolis), em parceria com a FecomércioRJ, com o objetivo de analisar a preparação do comércio e a expectativa de faturamento para o Natal. De acordo com os dados, o comércio da cidade espera que as vendas aumentem em 9% (em 2010, os empresários acreditavam em acréscimo de 7,8%). A pesquisa foi realizada com 163 estabelecimentos comerciais, entre os dias 1º e 9 de setembro, em toda a cidade de Petrópolis. No total, 71,4% dos empresários acreditam que as vendas serão maiores

que as do ano passado – índice 10% maior que em 2010. Os números revelam ainda que 65% dos comerciantes da cidade fizeram ou vão fazer encomendas para o Natal. Destes, 57% farão os pedidos em outubro e 46% em novembro. 31,9% farão encomendas nos dois meses. A estimativa é que as encomendas sejam 2,1% maiores do que no ano passado. Em 2010, o número de empresários que encomendaram era menor: 58,6%. De acordo com o estudo, o cenário positivo está vinculado ao bom desempenho do mercado de trabalho, com o fortalecimento do emprego formal e expansão da massa salarial, à maior confiança do consumidor e ao crescimento do volume de crédito.

Senai e Sindicon oferecem curso gratuito de costura

Alta do dólar não afasta petropolitanos das viagens internacionais, garantem agências

O Senai e o Sindcon informam que ainda há vagas disponíveis para o curso gratuito de operador de máquina de costura industrial. São, ao todo, 8 vagas para o turno da manhã e 6 vagas para o turno da tarde. O aluno terá conhecimentos específicos para máquina reta, colarete e overloque, essenciais para as confecções do Polo de Moda de Petrópolis, o que aumenta as chances de sair empregado. A duração total do curso é de 240 horas ou cerca de três meses e meio, divididas em horários de segunda a sexta. A idade mínima é de 16 anos e o interessado deve possuir o 6º ano (antiga 5ª série) completo. Orientações para as inscrições podem ser feitas no Sindcon

(Rua Aureliano Coutinho, s/n, prédio do Centro de Moda e Serviços da Rua Teresa). Informações pelos telefones 2231 6031 ou 8802 5103.

Nem mesmo a valorização do dólar sobre o real afastou o petropolitano das viagens internacionais. De acordo com as agências de turismo do município, o mercado continua aquecido e os principais destinos têm sido Orlando e Nova Iorque. Entretanto, algumas dicas como comprar dólar antes da viagem e não utilizar o cartão de crédito para evitar uma surpresa na hora de pagar a conta não devem ser descartadas. - No primeiro momento, os clientes ficaram preocupados, está havendo certa precaução. Alguns ficam receosos, mas estão comprando normalmente – declarou a agente de viagens da Objetiva Turismo, Raquel Braun Petry.

Serviço Curso de operador de máquina de costura industrial (reta, colarete e overloque) Duração - 240 horas (em média 3 meses e meio). Aulas todos os dias, de segunda a sexta-feira. Turnos: Manhã - de 8h às 12h .. Tarde - de 13h às 17h Requisitos obrigatórios Idade mínima: 16 anos Escolaridade mínima: 6º ano (antiga 5ª série) completo.

Uma das 45 voluntárias afere a pressão de um senhor que passava ontem pela Praça Dom Pedro

Uma das coordenadoras da feira, a enfermeira Mônica Virgínia, conta que houve edições em que foram ultrapassadas a marca dos 1,5 mil atendimentos. Até o meio da tarde de ontem, não havia uma parcial de quantos haviam sido realizados. - O objetivo é dar continuidade ao nosso trabalho, fazendo uma das coisas que mais valorizamos, que é a

proximidade com as pessoas e com a comunidade. Como o evento esse ano acontece em outubro, temos também uma parceria com o Appo (Associação Petropolitana dos Pacientes Oncológicos), a feira é realizada também dentro do contexto do Outubro Rosa, prestando informações sobre o câncer de mama - explicou a enfermeira. Voluntários ficavam ao

Márcia Garcia, da CVC e Raquel Braun Petry, da Objetiva

Durante todo o dia de ontem, a moeda americana operou em alta e fechou com um avanço de 0,96%, cotado a R$ 1,775 na venda.

- Por enquanto não influenciou em nada, inclusive o mercado está aquecido. A maioria procura Orlando como destino, principalmen-

entorno da praça fazendo um trabalho de “acolhida”, informando sobre os atendimentos oferecidos. Na fila formada em frente a tenda que media o nível de açúcar no sangue, estava a estudante Débora Matos Malheiros, de 25 anos. - Não costumo fazer regularmente esses exames, mas vi as tendas e achei interessante - completou a estudante.

te nessa época próximo das férias – disse a agente de viagens da CVC Turismo, Márcia Garcia. Para a empresária Márcia de Souza Félix, que está programando a viagem com o marido e com o filho para os Estados Unidos, a alta não assustou a ponto de desistir das férias. - Já estamos nos programando a algum tempo, então, acho que não teremos problema. Uma pena que não vou poder usar meu cartão de crédito. Estou proibida para não ter problema de levar um susto quando vier a fatura – disse, lembrando que o valor do dólar que incide na fatura do cartão é referente ao fechamento e não ao período em que a compra foi realizada.


6

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Comemoração INSTITUTO OMAR CARDOSO

HORÓSCOPO Áries - (21/03 a 20/04) Felizes contatos com pessoas de posse financeira elevada e elevação de sua condição material, é o que denota o fluxo astral de hoje para você. Boa disposição para o trabalho e melhora da saúde.

Touro - (21/04 a 20/05)

Temperamento generoso e cordial pode deixar você o centro das atenções. Grande felicidade matrimonial. Pratique algum esporte moderado. Não descuide da saúde.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Trate de seus interesses sociais. Estude suas possibilidades de êxito e ponha-as em prática. Boas oportunidades financeiras e profissionais, também deverão se apresentar. Boa saúde e sucesso amoroso.

Câncer - (21/06 a 22/07)

Período dos mais favoráveis para realizar, com muito sucesso, grandes negócios, empreendimentos e tudo aquilo que possa elevá-lo materialmente. Bom dia as viagens, a vida social e ao amor. Notícias alvissareiras.

Leão - (23/07 a 22/08)

Propício para festividades, reuniões sociais e para obter conselhos de pessoas dotadas de grande conhecimentos. Boas chances no setor amoroso e da amizade. Excelente intuição e disposição. Sucesso profissional.

Virgem - (23/08 a 22/09)

A influência não será das melhores. Terá algumas dificuldades financeiras, profissionais e familiares. Portanto, tenha a cabeça no lugar procurando a mais fácil solução e não conturbando tudo com é de costume.

Libra - (23/09 a 22/10)

Novas e propícias amizades, prosperidade profissional, financeira e social e muito otimismo quanto a uma vida tranquila e feliz em um futuro próximo, é o que lhe indica o fluxo astral do dia.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Dia em que terá probabilidade e habilidade para tirar proveito dos negócios e de seu trabalho. Haverá colaboração por parte dos superiores e amigos fiéis.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Excelente intuição e êxito nos assuntos religiosos e profissionais estão previstos para você. Favorável as viagens e êxito no exterior e ao trato com pessoas de alto nível social e de inteligência. Boa saúde, pode amar.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Não confie muito em pessoas estranhas e nas novas amizades que fizer hoje. Por outro lado, conseguirá realizar boa parte de seus anseios e de desejos, relacionados com campo profissional. Êxito romântico e no contato com o sexo oposto.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Dia pouco indicado para os negócios e aos assuntos sociais. Evite, também, as questões extraconjugais e os perigos de acidente e tudo que possa prejudicar sua tranquilidade no lar, moral e saúde.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Notícias pouco alvissareiras poderão vir hoje. Tome cuidado também com os inimigos ocultos e opositores, pois estes estarão prontos a prejudicá-lo em algum sentido. Bom, porém as pesquisas, investigações e ao amor.

SINUSITE? cloreto de sódio

Alívio contra a sinusite SINUSTRAT É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL - Composição: Cloreto de Sódio. Medicamento de Notificação Simplificada RDC Anvisa n° 199/2006. AFE n° 1.00174-0. Indicação: fluidificante e descongestionante nasal. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação. SINUSTRAT DESCONGESTIONANTE NASAL ADULTO - Composição: Cloreto de Sódio.Reg. M.S 1.0174.0034.008-3. Indicação: fluidificante e drenador das secreções nasais e paranasais e redutor da obstrução nasal, em casos de resfriados, rinites e sinusites agudas ou crônicas. Contraindicação: hipersensibilidade individual aos componentes da formulação.

Casa de Cláudio de Souza comemora seu nascimento Comemoram-se hoje os 135 anos de nascimento do escritor e dramaturgo Cláudio de Souza. Para celebrar a data, a Casa de Cláudio de Souza – pertencente ao Museu Imperial – a Academia Petropolitana de Letras e Ciências e o Teatro Experimental Petropolitano (TEP) realizarão uma leitura dramatizada de textos do escritor. Na ocasião, serão lidos trechos das obras de Cláudio de Souza ‘Eu Arranjo Tudo’ (1915), ‘A Matilha’ (1924) e ‘Flores de Sombra’ (1916), com participação dos atores do TEP Janine Meirelles, Fernanda Mury, Silvio Rafael, Joaquim Eloy, Patrícia Ávila e Sylvio Adalberto. Serão interpretadas ainda duas cortinas poéticas: ‘Bon Soir Mademoiselle la Lune!’, ambientada na ‘Belle Époque’, e ‘Os Amores de Colombina’, recordando o teatro clássico italiano, ambos de J. Eloy Santos.

A Casa Cláudio de Souza recebe leitura em homenagem ao artista, hoje

Fundado em 1956, o Teatro Experimental Petropolitano é um dos ícones do teatro da cidade. Desde sua fundação, encenou obras de diversos autores brasileiros, estrangeiros e petropolitanos. A leitura dramatizada

acontecerá às 19h de hoje, na Casa de Cláudio de Souza (Praça da Liberdade, nº 247, Centro, Petrópolis). A entrada é gratuita. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail mimp.casaclaudiodesouza@ museus.gov.br.

No palco

Ao ar livre

Dança, poesia e máscaras em espetáculo coreográfico

Confraria da Poesia Informal hoje à noite na Praça Dom Pedro

Hoje, às 20h30, será apresentado o espetáculo “Dualidade” no Theatro D. Pedro, censura 10 anos, ingressos a R$ 20. Através da arte cênica, o espetáculo pretende revelar o que há por trás das máscaras que, muitas vezes, nos veste de uma personagem que não nos pertence, revelando o significado a qualquer contraposição de duas tendências

irredutíveis entre si. O texto e direção geral são de Laell Rocha. Com poesias de Fernando Pessoa / Augusto dos Anjos. Participação Coreográfica: Breno Ângelo, Bryan Ângelo, Viviane Lopes, Jessica Vasconcelos e Rodolfo Kronemberger. Atores/bailarinos: Cia Corpo em Cena – Dança/Teatro. A produção é da Viva Cultura.

De graça

Bruxos apaixonados, psicologia e lançamento de livro nacional Hoje, às 19h, e sábado, às 17h, a Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura apresenta o filme ‘Amor Bruxo’, um drama dirigido pelo espanhol Carlos Saura. Candela e José foram prometidos por seus pais em casamento desde crianças. Quando adultos, eles se casam apaixonados, e durante a festa de comemoração, José morre apunhalado numa briga. A censura é livre e a entrada, franca. Amanhã, às 19h30, será apresentado o projeto ‘No escurinho do Cinema com Lacan’, com o filme “O Arco”, de Kim Ki-duk. O debatedor será Júlio César Santos, psicólogo. Nos anos 60, num barco de pesca em alto-mar, um homem vem criando

uma jovem desde pequena. A censura é 16 anos, a entrada, franca. Hoje, às 19h, o projeto ‘Encontro com o Autor’ fará o: lançamento do livro ‘Super-Heróis Brasileiros’, de Leila Maria Rinaldi Vieira. Trata-se de um conto baseado no cotidiano das crianças e nas ações impensadas que muitas vezes só trazem prejuízo, cuja autora utiliza períodos da infância do neto, e com ajuda de fatos fictícios de magia de flores e bichinhos, busca mostrar o perigo de lixos e proliferação de insetos, junto ao prazer que existe nas boas ações e no respeito à natureza. Na Biblioteca Gabriela Mistral do Centro de Cultura Raul de Leoni, censura livre, entrada franca.

anos, alunos do EJA e Projovem, adultos da cidade de Petrópolis e ainda poetas espalhados pelo Brasil, na categoria ‘Poetas de Outras Cidades’.

Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8.

SALA 1

Uma leitura especial para comemorar o Dia do Poeta

Hoje, Dia do Poeta, na Praça D. Pedro, de 18h às 21h, será realizado o primeiro Sarau da Confraria da Poesia Informal. O evento contará com diversas ações como declamações de poesia, performances e esquetes teatrais, varal de poesia, jogos poéticos, intervenções com o público, música e exposições diversas, incluindo uma de fotos da Sopef, que traduz em imagens os poemas dos membros do grupo. A abertura se dará com uma panfletagem poética, em que membros da Confraria desfilam pelo centro da cidade o seu amor pela poesia com entrega de poemas para a população interessada. Fundada há dois meses por Catarina Maul e alguns jovens poetas petropolitanos, a Confraria da Poesia Informal em 60 dias já ganhou um total de 70 membros, alguns espalhados pelo mundo, como é o caso do assíduo poeta Gociante Patissa, de Angola.

Final do concurso de poesia ‘Amor Demais’ acontece hoje no Petrô

O ‘poetinha’ é o homenageado no com curso

LARRY CROWNE - O AMOR ESTÁ DE VOLTA – Censura 10 anos – com Julia Roberts – Horário: 17h todos os dias, exceto 2ª feira – Sessão extra sexta e sábado, 21h O filme acompanha o amável Larry Crowne, líder nato na equipe da empresa em que trabalhava. Mas a crise bateu à sua porta. Afundado em dívidas e precisando pagar a sua hipoteca, ele precisa voltar a sala de aula para começar uma nova vida. Na faculdade ele se torna parte de uma turma de pessoas que estão na mesma situação que ele, precisando encontrar um futuro mehor. Mas em sua aula de oratória, Larry desenvolve uma paixão inesperada por sua professora Mercedes Tainot, uma mulher que perdeu tanto a paixão por ensinar como a que sentia pelo marido. CONTRA O TEMPO – Censura 12 anos – com Jake Gyllenhaal – Horários: 15h e 19h todos os dias, exceto 2ª feira O filme acompanha o capitão Colter Stevens, que acorda no corpo de um outro homem e descobre que faz parte de uma missão para salvar Chicago de um trem desgovernado. Em uma tarefa que não se parece a nenhuma das que já realizou, percebe que é parte de um experimento do governo chamado “Source Code,” um programa que lhe permite passar pela identidade de outro homem nos últimos 8 minutos de sua vida. Ele tem poucos minutos para descobrir o que irá acontecer com o trem.

CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro

Especial

Hoje, no Petropolitano F. C., às 19h30, acontecerá a final tão esperada do III Concurso de Poesia Amor Demais, realizado há 3 anos em homenagem ao “poetinha” Vinicius de Moraes. O Festival foi idealizado e é coordenado pela escritora Catarina Maul, com realização da feliz parceria entre o Clube de Poesias do Petropolitano F. C., da Fundação de Cultura e Turismo e da Secretaria de Educação. Há três anos consecutivos o evento utiliza da obra de Vinicius como tema para inspirar as diferentes categorias, que contemplam crianças até 11 anos, adolescentes de 12 aos 18

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava

Treze escolas municipais abraçaram o concurso em 2011, se fazendo representar por poetas jovens de todas as idades que, animados, já ensaiam suas apresentações para a final do festival, que conta com corpo de jurados ao vivo e troféus artesanais confeccionados pelo artesão Marcelo Xavier, que há 3 anos desenha os exemplares de acordo com a solicitação da coordenadora do projeto, Catarina Maul. O evento é aberto ao público e premiará os cinco melhores poemas de cada categoria, além dos melhores intérpretes das presentes.

UMA DOCE MENTIRA – Censura 10 anos – com Audrey Tautou – Horários: 14h30, 16h30 e 18h30 Comédia romântica à francesa, o que não deixa de ser uma raridade em um mercado dominado por produções americanas. PREMONIÇÃO 5 – Censura 16 anos – com Tony Todd – Horários: 21h Jovens estudantes escapam de acidente fatal, mas a Morte não vai deixar que eles fiquem impunes. SALA 2 LARRY CROWNE – O AMOR ESTÁ DE VOLTA – Censura 10 anos – com Tom Hanks – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h15 Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 O ZELADOR ANIMAL – Censura livre – com Kevin James – Horários: 14h30, 16h30, 18h30 e 20h30 Griffin Keyes tinha um trabalho que era o bicho: ser zelador de um jardim zoológico. Para ele, nada era mais normal do que conviver com leões, elefantes, girafas, ursos e gorilas. Seu problema era com os humanos, mais especifica-

Filmes na TV LOUCURAS NA IDADE MÉDIA – GLOBO – 16H10 – COM MARTIN LAWRENCE Homem tagarela, que trabalha em um parque temático sobre a Idade Média, um dia sofre um desmaio e, quando acorda, percebe que foi parar no ano de 1328. Lá, ele terá de ajudar um campeão e sua noiva a derrotarem um terrível inimigo.

mente, com as mulheres e aí ele teve a ideia de arrumar um trabalho mais respeitável para melhorar a sua situação com elas. Foi a deixa para a bicharada entrar em pânico e querer ajudá-lo a conquistar uma namorada. O detalhe é que eles vão fazer isso “falando” e Griffin não estava preparado para essa surpresa animal. SALA 2 PREMONIÇÃO 5 – Censura 16 anos – com Tony Todd – Horários: 19h e 21h, sexta a domingo, 14 a 16/10 – 15h, 19h e 21h, segunda a quinta – 17 a 20/10 SEM SAÍDA – Censura 12 anos – com Taylor |Lautner – Horários: 17h Nathan descobre, sem querer e com a ajuda de Karen, que sua foto estava num site de crianças desaparecidas. Desconfiado de seus pais, ele resolve investigar o que poderia ter acontecido, mas de uma hora para outra todos que estão a sua volta começam a morrer e sua vida também está em jogo. Agora, ele enfrenta uma corrida contra o tempo para descobrir quem quer acabar com ele e porquê. GIGANTES DE AÇO – Censura 10 anos – Horários: 15h – sexta a domingo, 14 a 16/10 Charlie Kenton é um boxeador que viu sua carreira acabar quando a luta entre humanos foi proibida e, em seu lugar, surgiu o boxe entre robôs. Ele passa a ganhar a vida como um promotor de lutas clandestinas que usa robôs de baixa qualidade. Quando ele se vê no fundo do poço, Charlie e seu filho Max constroem e treinam um novo robô, que se torna um grande lutador e lhes dá a chance de voltar ao topo. TOP CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1 AMIZADE COLORIDA – Censura 14 anos – com Justin Timberlake – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h Jamie é uma jovem recrutadora de Nova York que convence um cliente em potencial a deixar seu emprego em São Francisco para trás e aceitar um emprego na Big Apple. Apesar de haver uma atração mútua, ambos percebem que tudo de que eles estão fugindo é de um relacionamento e decidem se tornar amigos... com benefícios. É o arranjo perfeito – até que eles percebem que não há nada melhor do que estar amarrado. SALA 2 OS TRÊS MOSQUETEIROS – Censura 10 anos – com Milla Jovovich – Horários: 14h50, 16h50, 18h50 e 20h50 O clássico Romance francês Os Três Mosqueteiros que foi escrito por Alexandre Dumas está de volta nas telas dos cinemas, no filme D´Artagnan vai a Paris buscando se tornar membro do corpo de elite dos guardas do rei, os mosqueteiros. Chegando lá, após acontecimentos singulares, ele conhece três mosqueteiros chamados “os inseparáveis”: Athos, Porthos e Aramis. SALA 3 EU QUERIA TER A SUA VIDA – Censura 14 anos – com Ryan Reynolds – Horários: 14h30 e 18h30 Mitch é um solteirão vida boa que deseja se estabilizar. Já Dave anda estressado com a rotina de pai de família e gostaria de um pouco mais de liberdade. Ao terem os pedidos realizados, ambos irão aproveitar o lado bom de ser o outro. Mas o que fazer quando a esposa do amigo quer mais intimidade ou a colega de trabalho pensa estar flertando com o solteiro conquistador? CONTRA O TEMPO – Censura 12 anos – com Jake Gyllenhaal – Horários: 16h40 e 20h40


quinta-feira, 20 de outubro de 2011

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

cidade

105° laboratório de informática é inaugurado A prefeitura de Petrópolis, por meio da Secretaria de Educação, inaugurou na tarde da última terça-feira o 105° laboratório da rede, na Escola Municipal Professor Josemar Contage. Até o fim deste ano serão 123 laboratórios, um marco na história da educação da cidade. A sala da Escola Josemar Contage, que ganhou o nome “Laboratório Dom Pedro II”, conta com 16 computadores, impressora e acesso à internet 3G. Ele irá promover a inclusão digital dos 900 alunos da unidade, que oferece o Ensino Fundamental e Ensino de Jovens e Adultos (EJA). O secretário de educação, professor William Campos, esteve na escola para inaugurar a sala e falou sobre o trabalho do Governo Municipal em promover a inclusão digital dos alunos da rede municipal. - Não vejo a hora de completar os 123 laboratórios

para entrarmos na próxima fase de informatização, que é a entrega dos 14.300 netbooks. Agradeço ao prefeito Paulo Mustrangi por acreditar que a informática é indispensável para a educação – disse. A diretora Zoraia Hang ficou feliz com o investimento na unidade. - Tínhamos apenas um computador, que era usado para a administração e serviços burocráticos da escola, mas que os alunos não tinham acesso. Agora, vamos desenvolver um projeto para que os professores de cada disciplina possam trabalhar suas matérias usando o laboratório – disse. Os laboratórios estão sendo implantados por meio do Proinfo – programa do governo federal em parceria com a prefeitura. Até o fim do ano, as escolas da rede municipal de Educação contarão com 1.700 microcomputadores.

Vôo Pela Vida comemora um ano de sua fundação Tudo começou com a iniciativa de um ex-dependente químico que não queria ver outros jovens traçando o caminho que percorreu. Agora, a ONG Vôo Pela Vida, criada para levar esporte à comunidades carentes de Nogueira completa um ano de fundação e já conta com 80 alunos, além de uma recente inaugurada filial no bairro Madame Machado, com 20 inscritos. Os adolescentes recebem aulas de Judô e Jiu jitsu. Para comemorar a data, um campeonato deste último esporte será realizado no dia 10 de novembro. Será a terceira Copa de Jiu Jitsu na cidade, tendo em conta duas diferenças: pela primeira vez, o evento será realizado na comunidade, na quadra da paróquia, local onde está localizada a sede. Além disso, os atletas das categorias do infantil ao juvenil, serão privilegiados com premiações extras, incentivando a participação dos pequenos campeões. – Qualquer criança ou jovem pode participar. A expectativa é que, pelo menos, 150 pessoas participem da Copa. Já temos confirmação até de academias de Teresópolis e estamos tentando outra também em Juiz de Fora – explicou Felipe Lorenzi, diretor e fundador da ONG, lembrando que, para conseguir realizar um bom evento, a instituição ainda precisa da ajuda de parceiros e amigos. A Vôo Pela Vida nasceu

no Centro da Pastoral e Ação Social (CePas), na Igreja Matriz Santo Antônio Santo Agostinho de Nogueira. A proposta principal é “a preservação da vida, a valorização do ser humano, de sua consciência de cidadania, do conhecimento de suas capacidades e limitações e, acima de tudo, de sua condição de filhos amados de Deus”. Três professores, Marco Bailune, Marcelo Ludovico e Jair Junior, dão aulas voluntariamente na instituição. Para Lorenzi, essa é uma oportunidade dos adolescentes não passarem pelo que ele passou. - Fui dependente químico durante muito tempo e essa foi uma oportunidade de responder de maneira positiva o que passei. Já estou sem as drogas há 12 anos e hoje realizamos palestras contra o uso das drogas, fazemos reuniões com os pais dos jovens e levantamos essa questão. É um espaço de conscientização – completou. Para quem tem interesse em se transformar em parceiro do projeto, em resposta a doação mínima de R$ 60 para o campeonato, a instituição publicará a logo marca dos contribuintes em um guia de amigos da Escola. Com uma tiragem mínima de 2 mil exemplares, os guias serão distribuídos diretamente nos lares da comunidade por alunos da ONG no dia chamado de “Dia da Prevenção”. Todos os lucros serão revestidos para a escola.

Universidade participa da Semana de Tecnologia A Universidade Estácio de Sá participa ativamente da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, que começou nesta segunda-feira (17) em todo o país. A instituição montou a Tenda dos Sentidos, uma experiência de vivência corporal baseada em uma experimentação de privação de sentidos e mobilidade, na sede do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC). Também serão realizadas atividades integradoras na faculdade, a partir do dia 25. A programação é variada, com temas que vão desde a integração entre países a cursos de extensão. A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é promovida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Somente em Petrópolis, serão realizadas 243 atividades – o maior número de eventos em todo o Estado do Rio de Janeiro. As atividades têm entrada franca.

Programação: Dia 25 – terça-feira 19h – oficinas Das palavras à imagem – Transmídia O fantástico mundo em 3D: como inserir as escolas neste contexto? Navegar é preciso, viver não é preciso Dia 26 – quarta-feira 19h – Palestra “Tecnologia, humanismo e criatividade na prática educativa” Workshop sobre a conexão Brasil-Moçambique e a oficina 20h30 - “Educação à distância, blended e learning e os novos desafios da carreira acadêmica” Dia 27 – quinta-feira 19h – Palestra “Metodologias ágeis de desenvolvimento de software”

Alexandre Peixoto/AscomPMP

Alunos da Escola Municipal Josemar Contage utilizam os computadores do laboratório Proinfo: ao todo, serão 123 laboratórios

Preço das rações na cidade tem reajuste mais de uma vez ao ano Cuidar de cachorros dá trabalho. E despesa. A mordida no bolso do consumidor que tem seus pets regularmente fica mais pesada. De acordo com lojas especializadas, os aumentos se dão basicamente por conta da variação dos preços das matérias-primas que compõe as rações, como milho e soja. Algumas marcas chegam a reajustar seus preços mais de uma vez por ano. - Sempre têm aumento e, quando uma aumenta, geralmente as outras logo sobem de preço também. O último que teve foi há dois meses, mas são aumentos pequenos, de 3% a 5% - afirmou Cláudia Regina Cestari, proprietária da Pet Park Labrador, no Shopping Vila Rica, no Centro. Lá, as vendas em granel respondem pela maioria e a ração mais barata pode ser encontrada por RS 1,50 o quilo. Mesmo preço da ração mais barata que pôde se encontrar na loja Arara Azul, da Rua Joaquim Moreira, também no Centro. De acordo com o vendedor Sandro Xavier, algumas marcas chegam a reajustar seus preços mais de uma vez em apenas um ano. - Todo ano as marcas fazem alguns reajustes e é impossível não repassar esse aumento para o consumidor. O reajuste não costuma passar de 5% e acontece em função do aumento dos preços das matérias-primas das rações, como soja, milho, etc. Mas até janeiro não devemos au-

Alan Alonso

Consumidor em loja de rações em Petrópolis: aumento de matérias-primas causa reajuste

mentar - afirmou o vendedor. Lá, os preços variam entre R$ 1,50 e R$ 8,50, o quilo. A professora Vera Regina Amaral, de 62 anos, tem dois

cachorros em casa. Segundo ela, os gastos mensais, somente com rações, ultrapassam os R$ 100. – Sempre tem aumento,

mas isso depende das marcas. Gasto isso porque compro uma ração de primeira linha, mas existem outras muito mais baratas - disse ela.

Petrópolis Gourmet leva sabores da Itália para a Região Serrana Gastronomia e fotografia vão se unir para atrair turistas para a Região Serrana do Rio em novembro, às vésperas da alta temporada. O evento gastronômico Petrópolis Gourmet, que chega a 11ª edição homenageando a Itália, fará uma dobradinha com o estreante Clic! Petrópolis, festival de fotografia, entre os dias 3 e 27 de novembro. Cerca de 10 mil pessoas são esperadas, segundo o Petrópolis Convention & Visitors Bureau. Vinte e quatro restaurantes participam do Petrópolis Gourmet, com o desafio de preparar pratos de diferentes regiões italianas, com menu composto de entrada, prato principal e sobremesa. O Petrópolis Gourmet é um evento de valorização dos chefs locais e de revelação de

talentos. Aberto ao público, será realizado o I Concurso de Pizzaiolos de Petrópolis, com apoio da pizzaria Di Farina, Gi Metal, Moinho L5Stagione e o Senai. Na programação, estão previstas oficinas gratuitas com chefs da região, organizadas pelo grupo Nossa Panela Brasil, do chef Márcio Moreira. A unidade Móvel de Panificação do Senai ficará no Centro de Petrópolis, entre os dias 7 e 17 de novembro, oferecendo oficinas gastronômicas à população. Os restaurantes participantes também terão oficinas promovidas pela vinícola oficial do evento, a Lídio Carraro. No restaurante Barão Gastronomia, por exemplo, haverá a oficina Cozinha de Montanha. O festival também terá

forte atuação social. As nutricionistas da Faculdade de Medicina de Petrópolis farão oficinas de gastronomia no Vale do Cuiabá, um dos locais mais atingidos pela chuva de janeiro. O XI Petrópolis Gourmet é uma realização do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, que tem apoio institucional do Instituto Italiano di Cultura, Casa D’Itália Anita Garibaldi, Fase (Faculdade Arthur Sá Earp Neto), Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis e Prefeitura Municipal de Petrópolis. O evento é organizado pela Serrana Center Promoções e Eventos, com curadoria dos chef Barão (Restaurante Barão Gastronomia), Vera de Oliveira (Restaurante Oliveiras da Serra) e Antonio Lo Presti (Pizzaria

DiFarina). Simultaneamente ao Petrópolis Gourmet, acontece o Clic! Petrópolis, evento voltado para fotógrafos profissionais e amadores. Entre as atrações, haverá caminhadas fotográficas, com o percurso do Imperador D. Pedro II, grande amante da fotografia, saindo do Museu Imperial. Os visitantes também poderão conhecer um acervo fotográfico inédito nos bastidores do Museu Imperial. Quinze exposições também já estão confirmadas. A convergência entre os dois eventos acontece na exposição de fotografia dos 24 chefs participantes do Petrópolis Gourmet. A exposição é de autoria do fotógrafo e presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau, Bruno Wanderley.


8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

economia

Arrecadação federal atinge R$ 75 bilhões Divulgação

n Wellton Máximo - ABr

A arrecadação federal cresceu em ritmo menor, mas voltou a bater recorde em setembro. Segundo dados divulgados ontem pela Receita Federal, a arrecadação somou R$ 75,102 bilhões no mês passado, crescimento de 7,52% em relação ao mesmo mês de 2010, descontada a inflação oficial pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). O valor é o maior registrado para o mês. No acumulado de 2011, a União arrecadou R$ 717,568 bilhões, alta de 12,63% na comparação com os nove primeiros meses do ano passado também descontado o IPCA. Nos oito primeiros meses de 2011, o crescimento real acumulado ficou em 13,26%. De acordo com a Receita Federal, o aumento da produção, da massa salarial e da lucratividade foram

Os dados foram divulgados pela secretária-adjunta da Receita Federal, Zayda Bastos Manatta AVISOS E EDITAIS

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

20/10/2011

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 20/10/2011 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de: Protestar em 21/10/2011

011189071000109

R TERESA, 1515 - LOJA 106

Número: 0000082618

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:03/08/2011

Vencto: 03/10/2011 Cheque Administrativo

Custas

120,27 Total

Protestar em 21/10/2011

Valor:

Cheque Administrativo

Número: 29042010 Emissão:24/06/2010 100,83 Total

Protestar em 21/10/2011 AROMA DA SERRA COM RCIO DE PER

Valor:

Cheque Administrativo

Emissão:06/06/2011 100,83 Total

Protestar em 21/10/2011 J AMARAL COMERCIO E INDUSTRIA LTDA

Vencto: a vista Cheque Administrativo

Emissão:10/10/2011 114,73 Total

Protocolo 15689 18/10/2011

COMERCIAL DASSA A P LTDA ME

100,83 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

294,86

Portador/ Cedente / Sacador

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

15583

BANCO MERCANTIL DO BRASIL S/A

17/10/2011

SOFCON SOC FRANCHISING E CONSU

100,83 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

296,23

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 031170483000104

Valor:

1.354,79

COMERCIAL DASSA A P LTDA ME

282,20 ou Dinheiro Custas

Número: 110151110

Custas

14,03 Total

181,37

R PAULO BARBOSA 149 CERTIDAO DIVIDA ATIVA

0,00 Tarifa

341 - BANCO ITAU SA

CNPJ / CPF 011483786000161

Valor:

120,27 Cpmf

Portador/ Cedente / Sacador

280,83 ou Dinheiro Custas

Número: 0019188001

Custas

18/10/2011

ALL NATIONS COMERCIO EXTERIOR LTDA

180,00

ESTRADA UNI O INDUSTRIA 11.00LOJA DUPLICATA MERCANTIL

Vencto: 03/10/2011

ALL NATIONS COMERCIO EXTERIOR LTDA

1.340,76 ou Dinheiro Custas

13084102716

Custas

15684

1220,49

AV. VISCONDE DE TAUNAY, 988 DUPLICATA MERCANTIL

Protocolo

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

CNPJ / CPF

ALVARO GERARD BRAGA

Vencto: 29/09/2011

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

A. P. O. MIGUEZ

Protocolo

701 - PROCURADORIA GERAL FEDERAL

15626

INMETRO / RJ RJ

17/10/2011

INMETRO / RJ RJ

801,36

801,36 ou Dinheiro Custas

114,73 Cpmf

0,00 Tarifa

14,03 Total

930,12

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz. Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 20/10/2011 João Correia Lima Neto - Escrevente

Missa 7º dia DRA. CATLIN STUCKENBRUCK CURY

SUA MÃE SUZY, IRMÃO HEIDER E ALVÁRO ESPOSO, CONVIDAM PARA A MISSA DE 7º DIA QUE SERÁ REALIZADA NO COLÉGIO SANTA ISABEL ÀS 18: 20 H (QUINTA FEIRA), DIA 20 DE OUTUBRO DE 2011, PELA ALMA DA NOSSA INESQUECÍVEL DRA. CATLIN. AGRADECEM AS MANIFESTÇÕES DE CARINHO, AMIZADE DOS PACIENTES, FUNCIONÁRIOS E COLEGAS DOS LOCAIS DE TRABALHO. AGRADECEMOS O COMPARECIMENTO.

os principais fatores que contribuíram para a alta na arrecadação em 2011. A venda de bens e serviços, que impulsiona a receita dos tributos ligados ao faturamento, aumentou 12,24%, de janeiro a setembro, em relação ao mesmo período de 2010. E a massa salarial, que influencia a arrecadação do Imposto de Renda e das contribuições para a Previdência Social, subiu 15,84% nos nove primeiros meses do ano. Mesmo com a economia se expandindo em ritmo menor, esses indicadores continuam crescendo. Outros fatores, no entanto, estão influenciando o caixa do governo federal e compensando eventuais desacelerações do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB). A arrecadação do parcelamento especial de dívidas com a União, chamado de Refis da Crise, somou R$ 2 bilhões apenas em setem-

Onda de greves em toda Grécia n Cláudia Machado - Correspondente

Atenas - A Grécia enfrenta paralisações no setor público e privado em protesto contra a votação desta quinta-feira dos novos planos de austeridade que cortarão salários e aumentarão impostos. Ontem, uma das maiores greves aderidas no país nos últimos dois anos, chamada pelo jornal grego Ta Nea como “a mãe das greves”, parou desde o aeroporto internacional até padarias de bairros mais simples de Atenas. Escolas, comércio em geral, farmácias, serviços de ambulâncias e hospitalares, fecharam suas portas e juntaram-se em frente ao Parlamento grego, em Syntagma, principal praça da capital. A greve de 48 horas também atingiu os transportes públicos, que funcionam em horários irregulares. Além dos protestos que reuniram milhares de centenas de pessoas, prédios públicos também foram ocupados por manifestantes. Na terça-feira, os ministérios do Turismo, Saúde Comércio e Indústria, Desenvolvimento Rural, Interior, da Justiça e do Trabalho, o Secretariado-Geral da Segurança Social, serviços do Ministério do Interior

em Cidadania, Secretaria de Estado da Igualdade e da Secretaria Especial foram todos invadidos. Com as farmácias em greve, quem necessita de remédio tem como única solução as farmácias que fazem plantão à noi-

a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

te. Quem tinha cirurgia marcada para esta semana em hospitais públicos, teve que esperar até a próxima semana. Os meios de comunicação gregos juntaram-se às manifestações e nenhuma notícia foi transmitida na TV local.

Lixo apodrece nas ruas e ilhas são isoladas O navios gregos também ficaram por 48h ancorados no maior porto do país, Pireus, deixando as cerca de 227 ilhas gregas isoladas. Lixos, que há mais de 15 dias não são recolhidos, apodrecem nas ruas de Atenas, causando mal cheiro e preocupação com a saúde pública. O primeiro-ministro, George Papandreou, pediu o término dos protestos. “Gostaria de perguntar a todos aqueles que ocupam prédios dos ministérios, sufocam as ruas com lixo, fecham a Acrópole e outros setores públicos se isso nos ajuda a ficar em nossos pés novamente? – Claro que não!”, disse Papandreou, em discurso ao parlamento. A votação do parlamento visa cortar 20% das aposentadorias acima de 1.200 euros e colocar 30 mil funcionários públicos em reserva, além de aumentos de impostos. Caso não for votada, é provável que a Grécia vá às eleições já que o progresso e cumprimento das regras impostas à Grécia pelo Toika, grupo de inspetores do Fundo Monetário Internacional, da União Européia (UE) e do Banco Central Europeu (BCE), está associado com a continuidade da liberação de recursos de resgate ao país, que espera a liberação da sexta parcela de 8 bilhões de euros, que faz parte do primeiro pacote de ajuda internacional de 110 bilhões de euros, aprovado em maio de 2010.

AVISOS E EDITAIS

Diário

Há 30 anos era publicado

Sepultamentos

Em sua edição número 2.325, de 20 de outubro de 1981, uma terça-feira, o DIÁRIO publicou os seguintes destaques:

quarta-feira 19-10-11

de Petrópolis

SEMANA DE PREVENÇÃO - A Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho, aberta onte, na sede da Associação dos Servidores da Terlerj, teve Lea Dorothy Chaves de Oliveira, assistente social da empresa, fazendo conferência sobre a “inter-relação sobre a situação social e o acidente de trabalho e a intervenção no Serviço Social”. Palestras ainda estavam previstas para a manhã de hoje. MÁQUINAS MODERNAS

Tranqüilidade para

bro, contra R$ 1,850 bilhão em agosto. No acumulado de 2011, o parcelamento extraordinário somou R$ 16,2 bilhões. As altas do dólar e das importações também influenciaram a arrecadação em 2011. De acordo com a Receita, houve elevação de 28,12% do valor em dólar das compras do exterior neste ano. Isso se refletiu em alta real, considerando o IPCA, de 17,55% do Imposto de Importação, nos nove primeiros meses de 2011, e de 11,36% do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), vinculado às importações. O reajuste do Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) nas operações de crédito da pessoa física e nas operações de câmbio também interferiu na arrecadação em 2011. A arrecadação do imposto cresceu 16,13% no acumulado do ano, também descontado o IPCA.

- Com a chegada ao município de modernas e sofisticadas máquinas gráficas, a Fábrica de Papéis verá em breve os planos arrojados de um grupo empresarial. Presidica por Floriano Machado Pereira, aquela indústria petropolitana criará a possibilidade de novos empregos, com a instalação do novo maquinário, adquirido do Grupo Spina, de São Paulo. MOVIMENTO A FAVOR - Os alunos do Cenip, em movimento espontâneo, sem obedecer lideranças, protestaram contra a troca da diretoria daquele estabelecimento de ensino. Aos gritos de “queremos Mário”, os alunos fizeram uma verdadeira barreira humana para impedir que a nova diretoria tomasse posse e houve greve no colégio, na parte da manhã. O movimento foi a favor de Mário de Oliveira.

Cemitério Municipal Jorge Gonçalves, 60 anos, Samambaia, 9h30 Jaime Belo da Silva, 74 anos, Siméria, 10h Cintia Valéria Martins Branco, 33 anos, São Sebastião, 10h30 Arlete de Jesus Sá, 64 anos, Fazenda Inglesa, 16h30 Anésio Laurentino Gonçalves, 76 anos, Samabaia, 16h30 José dos Santos , 85 anos, Quissamã, 16h Cemitério de Itaipava Não houve sepultamentos OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS


MOSELA Na paróquia de São Judas Tadeu a secretaria tem expediente de terça-feira a sexta-feira de 16h30 as 18h30 e os eventos religiosos podem ser informados pelo telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello e o vigário paroquial é o padre Nerel Quirino Damasceno.

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Situação caótica no Siméria Moradora lastima falta de rede de esgotos, casas ameaçadas por barrancos e até taxistas se recusam em atender usuários que moram lá Sem rede de esgotos e casas construídas próximo de barrancos que vão voltar a correr o risco de serem atingidas por barreiras com a chegada do final do ano. Quem lamenta é a moradora Thaiana Gamberali Mussel referindo-se ao trecho da Rua Presidente Sodré, no Siméria, que faz ligação com o Independência, segundo ela, totalmente sem atenção das autoridades. - A Rua aqui não tem

rede de esgoto e ligação de água. Para obtermos o abastecimento recorremos a um hidrômetro que fica a cem metros de nossa casa – escreveu ela. – E para ter o sinal de televisão tivemos que implorar a uma empresa que instalasse. Mas o pior mesmo é ainda conviver com a falta de calçamento e termos que caminhar sobre a lama. Thaiana informou que os moradores não têm ônibus e que os taxistas se negam a

fazer corrida para o trecho crítico da Presidente Sodré. No final informou que no local moram muitas pessoas idosas, deficientes físicos e crianças. Criticou que todos no lugar são obrigados a carregar bolsas pesadas ou “se virarem como podem quando por ventura alguém fica doente”. A vice presidente Simone Neves, da Associação de Moradores do Alto Siméria – AMAS – apesar de infor-

mar que o local está fora da jurisdição da entidade, já procurou colaborar com as pessoas que moram lá. Informou o trecho reclamado da Presidente Sodré é com as lideranças comunitárias da parte baixa da comunidade e que a presidente Marise Brand também já reivindicou os melhoramentos ao local. Confirmou que a situação é caótica e que as autoridades não atenderam aos pedidos de saneamento no lugar.

Grupo volta reclamar de calçadas bloqueadas na Rua Souza Franco Apesar de as autoridades municipais terem anunciado melhoramentos no espaço da feira livre da Rua Visconde do Bom Retiro, no centro, até o momento nada foi feito e o Grupo Observador da Comunidade voltou a emitir nota reclamando. Tornou a citar que mercadorias continuam a ficar expostas fora dos dias do comércio as terças e sábados. - Os feirantes produtores, trabalhadores dignos, honestos, que mantêm suas famílias ao longo de muitos anos, acabam sendo prejudicados por comerciantes da feira. Eles instalam seus caminhões carregados de mercadorias

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quinta-feira, 20 de outubro de 2011

oriundas dos mercados abastecedores e de forma irregular depositam nas calçadas, sem nenhum controle higiênico. Além disso, fora dos horários determinados para a montagem da feira com frutas e legumes, em meio a caixas imundas, lonas e barracas – cita um trecho da nota. O Grupo Observador lembrou que o pedido de regularização dos feirantes vem sendo feito há exatamente um ano e oito meses. No documento informa que em outros municípios as feiras livres contam com a fiscalização chamada de choque de ordem e não acontecem as irregularidades como em Petrópolis.

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h30: Estrela de Araras, Escola Estadual de Araras; Posse, Estrada União e Indústria, 33.450; São Judas Tadeu, Rua Mosela, Escola São Judas Tadeu; Vista Alegre, Creche de Vista Alegre, Araras; 27 de Maio, Rua Bingen, 261, em frente ao Colégio Cardoso Fontes (19h).

Moradora incentiva povo a bater panela para ter obras Baseada na notícia do DB de ontem sobre a reclamação de lideranças e moradores de Itaipava da falta de atendimento das vitimas das enchentes de 12 de janeiro passado, a leitora Vânia de Azevedo Batista, opinou: - O povo tinha que se unir, fazer passeatas, bater panelas e pedir providências publicamente.

Vânia criticou a promoção de reuniões com autoridades e moradores. Afirmou que os encontros “não vão a lugar nenhum”. No final citou que é moradora de Benfica e que desde o início de janeiro vem acompanhando a dificuldade das pessoas em conquistar os melhoramentos no Vale do Cuiabá, Gentio e Madame Machado.

Em Bonsucesso morador pede serviço na margem do Piabanha A cada chuva um trecho do final da Estrada Mineira, em Bonsucesso, está caindo para dentro do Rio Piabanha e moradores temem que a situação possa se complicar com a chegada das chuvas de verão. Eles estão solicitando a construção de um muro de contenção no sentido de que o barranco não continue caindo.

O morador Paulo Melo vem alertando o risco há algum tempo. Disse que até casas podem ser ameaçadas se as pequenas quedas de barreiras continuarem acontecendo. Segundo ele, telefonemas já foram dados as autoridades reivindicando a obra, alertando que a correnteza do Piabanha no trecho é muito forte.

Confirmada festa no sábado na Unidos Venceremos do QB

Caixas empilhadas na calçada são queixas do Grupo há dois anos

Está confirmada para o próximo sábado a festa de aniversário da Comunidade Unidos Venceremos, do Quarteirão Brasileiro. A ocupação completou 25 anos no feriado do dia 12 passado e as comemorações só não foram feitas na data por causa do excesso de festejos do Dia da Criança nos bairros da cidade.

O presidente Hailton Francisco de Souza, da Associação de Moradores da Comunidade Unidos Venceremos reforçou ontem o anúncio da festa na localidade. Um bolo será confeccionado e churrasco será oferecido aos moradores e autoridades presentes. A localidade hoje conta com quase uma centena de residências.

CIDADE

Pequeno produtor recebe incentivo agrícola Estado beneficia cerca de 100 famílias petropolitanas com insumos e sementes Famílias que vivem em dois assentamentos rurais de Petrópolis vão ganhar um incentivo à produção agrícola. A Secretaria de Estado de Habitação (SEH) vai fornecer nas próximas semanas cerca de seis mil mudas de citrus, termosfofato, farinha de osso, torta de mamona e galinhas caipiras às comunidades do Brejal, onde vivem

56 famílias e de Bonfim, com 46 delas. Segundo o secretário estadual de Habitação, Leonardo Picciani, a iniciativa visa fomentar a fixação do pequeno produtor rural no campo. - O Estado vem se preocupando em dar a terra, o seu uso social, que na verdade é o grande desejo do país. Por isso vemos a necessidade de suprir algumas de suas carências como a falta de insumos, sementes, equipamentos e

maquinários específicos destacou Leonardo, ao lembrar ainda, que além de ajudar a produção de alimentos para subsistência dos agricultores, a iniciativa também melhora a renda familiar. Os incentivos integram um termo de cooperação técnica realizado entre as associações de produtores que vivem em comunidades rurais e o Instituto de Terras e Cartografia do Rio de Janeiro (Iterj), que inves-

te mais de R$7 milhões no projeto através da Habitação. O projeto da Secretaria contempla ao todo 20 assentamentos dos municípios de São Gonçalo, Magé, Italva, Mangaratiba, Paracambi, Japeri, Miguel Pereira, Nova Iguaçu e Petrópolis que já foram regularizados pelo Iterj ou ainda estão em processo de legalização fundiária. Para serem beneficiadas, as famílias precisam estar inseridas em

algum projeto de produção agrícola. nProjeto

ajuda na merenda escolar Com 37 anos e casado, o agricultor Marco Antônio não vê a hora de receber a ajuda do Estado. Produtor rural da pequena comunidade de Bonfim, ele acredita que com o incentivo, será possível alavancar seu projeto de fornecer às escolas municipais, verduras e frutas de

qualidade. - Essa ajuda chegou na hora certa porque queremos no futuro incluir as frutas que produzimos, na merenda escolar da região. Sem a contribuição da Secretaria, o produtor rural carente não tem como tocar a lavoura. Isso é porque os insumos são muito caros, o que aumenta o custo da produção - justificou ele, que conta com a ajuda de dois, dos seus três filhos, para o trabalho na lavoura.

CIPA apresenta novos equipamentos de proteção individual a estudantes A Comissão Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho (CIPA) apresentou os novos equipamentos de proteção individual (EPI’s) para membros da Comissão e estudantes do curso de técnico de Segurança do Trabalho do Senac. A reunião foi realizada no auditório do Departamento de Doenças Infecto Parasitárias (DIP) e reuniu cerca de 20 pessoas na manhã de ontem. O encontro, que é realizado pela 6ª vez, destacou

todos os procedimentos para a utilização do material e as medidas preventivas que devem ser tomadas ao longo da jornada de trabalho. Os seguintes materiais foram adquiridos: capacetes, luvas, aventais, protetores auditivos, cintos, capas, coletes e óculos de proteção. Segundo o técnico de Segurança do Trabalho do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp, Everton Alves, “é a primeira vez que um profissional indica os EPI’s

e o hospital atende. Antigamente, não era feito um bom controle de entrada e saída de material. Agora, os profissionais, além de assinarem um termo de responsabilidade, terão que registrar a utilização do equipamento”. Para a estudante do curso de Técnico de Segurança do Trabalho, Alessandra Braga, de 18 anos, a reunião foi importante para o enriquecimento acadêmico: “Estou achando muito interessante. Estamos aprendendo a

colocar em prática tudo que o professor nos ensina nas aulas”. A Comissão Interna de Prevenção de Acidente de Trabalho foi criada em janeiro deste ano, numa iniciativa inédita do governo Paulo Mustrangi e, pela primeira, vez implantada no HMNSE. O objetivo é diminuir os riscos de acidentes de trabalho; promover maior qualidade na segurança do quadro funcional do hospital; e garantir o cumprimento das normas trabalhistas

Equipamentos são para reduzir riscos de acidentes de trabalho


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quINta-feira, 20 de outubro de 2011

ESPORTES

esportedp@gmail.com Fotos: Divulgação

Imperial goleia fora de casa e aguarda o PEC Em mais uma atuação inspirada o Imperial Futsal goleou o Caer, em Três Rios por 6 a 2. A equipe petropolitana atuou muito bem no primeiro tempo quando saiu vencendo por 3 a 0, depois do intervalo acabou tomando um susto, mas se recuperou e goleou o adversário. Os gols foram marcados por Leo, Guilherme, Araça, Sequinho (2) e Edu para o Imperial. Celso e Chesley descontaram para o time da casa. O treinador Ney Marcos elogiou a atuação da equipe e comemorou a manutenção da liderança. - O time suportou bem teve um pouco de desatenção na volta do intervalo, acabamos levando dois gols, mas o time acordou e foi bem. Agora temos que nos preparar para o jogo importante contra o PEC, para brigar pela liderança - comentou. O pivô Araça autor de um gol e um dos destaques da equipe comemorou a vitória, mas já pensa no próximo confronto. - O resultado foi bom e importante para manter a nossa boa fase. Agora temos que nos preparar para o jogo difícil contra o PEC na nossa casa - afirmou. O jogo começou com o Imperial indo para cima, buscando a vitória. A partida seguiu empatada até os 11min quando Leo fez boa jogada pelo meio e chutou para abrir o placar. Depois do gol a equipe petropolitana se soltou e aos 13’27’’ Guilherme ampliou a vantagem. Faltando 10s para o fim da primeira etapa Araça ampliou o placar para 3 a 0. Na volta do intervalo o Imperial levou um susto, aos 3min Celso descontou para o time da casa e no minuto seguinte Chesley acertou um chute do campo de defesa e diminui o placar para 3 a 2. Após o susto, a equipe petropolitana

se recuperou e marcou o quarto com Sequinho, 18s após o gol do adversário. Com a vantagem de dois gols no placar o Imperial voltou a ter tranqüilidade e ampliou aos 18’50’’ com Edu e fechou a goleada com Sequinho novamente há 20s do fim. Agora o Imperial volta a treinar hoje, no ginásio do Corrêas, para o confronto com o PEC, na sexta-feira 28, no mesmo local. nFicha técnica Caer: Vitor, Rodrigo, Cristiano, Chesley, Leonardo, Rafael, Leandro, Jorge, João, Célio, Hercules e Celso. Treinador: Cássio Jorge Bastos Coelho. Imperial Futsal: Douglas, Thiago, Ramon, Edu, Bananeira, Saulo, Leo, Diego, Araça, Sequinho, Michel e Guilherme. Gols: Leo (11’09’’), Guilherme (13’27’’), Araça (19’09’’), Sequinho (29’40 e 39’41’’) e Edu (38’54’’) (Imperial). Celso (23’02’’) e Chesley (24’22’’) (Caer).

Ari Gomes

Mestre Polonini, à direita, ficou satisfeito com os resultados obtidos pelos atletas de Petrópolis. Foram sete ouros no Brasileiro

Taekwondo de Petrópolis conquista ouro em Curitiba

Léo, foi um dos melhores

A equipe de taekwondo do mestre Roberto Polonini fez bonito no Brasil Open Curitiba. Foi o maior evento da América Latina, com a participação de 146 equipes e com 1,2 mil atletas, a competição pontuou para o ranking nacional. O grupo conquistou sete medalhas de ouro. E Petrópolis com a equipe simples do mestre Polo-

nini, estava mais uma vez presente, sendo uma das poucas não só representando a cidade mas como também o Rio de Janeiro e com pouca ajuda de custo em relação a patrocínios. Mas isso não fez a equipe desistir. O grupo foi composto pelo mestre Polonini como técnico e atleta, mestre Renato Ribeiro, Matheus Paiva,

Victor Lacerda, Renan Figueira, Fabiano Barreto, Thalita Lopes e João Gomes. Os lutadores conquistaram o 11º lugar na competição trazendo os seguintes resultados: sete ouros, cinco pratas e cinco bronzes. Mestre Polonini com isso vê que o resultado da equipe foi bom porque com apenas oi atletas conquistaram essa colocação

na competição, enquanto a equipe que ficou em primeiro lugar levou 75 atletas para o evento. - Petrópolis levou muita qualidade para o Paraná. Após esta competição o grupo continua seus treinos regularmente e iniciando o ano de 2012 já preparada para o calendário nacional e estadual – explicou o mestre.

O Sub-13 do Palmeira entrará em quadra nesta noite para enfrentar o time do Boa Esperança

Palmeira em quadra hoje A partida entre Boa Esperança e Palmeira, em três categorias, que estava programada para o último sábado, foi transferida para hoje. As duas agremiações se enfrentam no Sub-9, Sub-11 e Sub-13 pela rodada do Campeonato Municipal de Futsal. Segundo mães de atletas do time do Palmeira, os jogos não foram realizados devido a muitas goteiras no Ginásio de Cuiabá.

- Este é um problema que atinge todos os clubes, goteiras que inundam a quadra e impossibilitam a realização dos jogos explicou a mãe de um craque. Para a torcedora, este assunto deveria ser discutido pela Liga Petropolitana de Desportos. - Deveria anexar ao estatuto do Campeonato Municipal para que as partidas só aconteçam nos clubes que

estão em perfeitas condições para a promoção de jogos com segurança. E, também a obrigação do placar eletrônico explicou a mãe de atleta, que não foi identificada. Nesta quinta-feira os jogos terão início a partir das 19h30. O time do Sub-13 do Palmeira, comandada por Zé, Vinícius e Dacone, irá em busca da vitória, muito importante para a classificação da categoria na competição.

diariodepetropolis  

artigos, cidade, colunistas, esportes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you