Issuu on Google+

Diário

de Petrópolis

E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Site: www.diariodepetropolis.com.br

57 anos

Preço do exemplar: R$ 1,20

Nº 16.074- Quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012 Divulgação

agência funcionará das 7h às 19h

Ministro Guido Mantega nega aumento da taxa do Imposto de Renda O ministro da Fazenda, Guido Mantega (foto), negou que o governo estude medidas para elevar o Imposto de Renda sobre aplicações financeiras. Ele disse ainda que o pensamento do governo é de só baixar impostos. (Página 8)

Arruda diz que Márcio Muniz causou o “caos da saúde” (Página 3)

agenda Quem desejar iniciar ou aperfeiçoar conhecimentos no campo da música, encontra várias opções na Escola de Música do Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis—IMCP, que funciona na Rua Santos Dumont, Centro. Cursos de Violão, Violino, Canto Lírico, Piano, Guitarra, Trompete e Órgão de Tubos, já iniciaram as aulas e ainda têm vagas

INSS amplia horário de atendimento em Petrópolis

Os beneficiários do INSS, em Petrópolis e em algumas outras agências do país, terão mais tempo para resolver seus problemas nos postos. A partir de 1º de março, o horário de atendimento, que hoje é de 8h às 17h, será ampliado e a agência funcionará das 7h às 19h. O objetivo da mudança é para que os cidadãos sejam atendidos de forma mais rápida e que os horários de maior fluxo tenham uma força de trabalho mais intensa. (Página 5)

Vagner Batista

O INSS vai convocar servidores aprovados no último concurso e, com isso, poderá ampliar o horário de atendimento aos beneficiários

Colégio Estadual de Araras é reinaugurado após obras Vagner Batista

(Página 6)

bairros Depois de dois anos sem desfilar o bloco carnavalesco Miséria e Fome, da Vila Felipe, está com a sua apresentação confirmada para este ano. A entidade desfila no domingo e terça feira de Carnaval pelas ruas da comunidade e encerrando no Alto da Serra. Satirizando nomes, um dos destaques é o casal de mestre sala e porta bandeira Juvenal Paralisia e Mariazinha Cotoco. (Página 9)

Esportes

O secretário estadual de Educação, Wilson Risolia, representou o governador Sérgio Cabral, ontem, na entrega das obras de reforma e ampliação do Colégio Estadual de Araras. Com os trabalhos, orçados em R$ 760 mil e que duraram cerca de dois anos, a instituição ganhou três novas salas de aula, salas multimeios, refeitório, sala de direção e secretaria. Estiveram presentes na reinauguração o prefeito Paulo Mustrangi e secretários de governo, vereadores e deputados estaduais. Risolia garantiu que outras escolas em Petrópolis também receberão melhorias. (Página 5)

Reforma do conjunto habitacional da Mosela terá início em março com recursos do governo do estado Paulo Mustrangi marcou presença no evento, acompanhado de todos os secretários municipais

(Página 3)

Ascom PMP

Reunião do GGI-M discute a segurança durante o Carnaval O Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) se reuniu ontem para discutir o planejamento da segurança para o período de Carnaval e o Plano Municipal de Segurança Pública. Também estiveram presentes representantes das Secretarias de Saúde, Esportes, Meio Ambiente, Defesa Civil, Guarda Municipal, 105ª DP, 106ª DP, 26º BPM da Polícia Civil, Bombeiros e Vara da Infância, Juventude e Idoso. (Página 5)

O calendário das provas hípicas que acontecem todos os anos na Região Serrana começa, como de costume, pelo Manège Sportiello, em Araras, no próximo dia 25, a partir das 10h, quando serão realizadas três provas (0.90, 1.10 e 1.25m), onde serão distribuídos mais de R$ 3 mil em espécie como premiação. (Página 10)

Exame gratuito para detectar a hepatite C (Página 7)

As ações para garantir a segurança da população durante o Carnaval foram discutidas pela GGI-M

Anuncie no Classidiário. É grátis até 12 palavras n Escreva cada letra ou sinal de pontuação nos quadradinhos n Entre uma palavra e outra, deixe um quadradinho em branco n Preencha com letra de forma bem legível e entregue na sede do Diário

Nome:........................................................................................................................................... Identidade:................................................................................................................................... Endereço:.....................................................................................................................................


2

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

PT 32 anos: instrumento da transformação social

Bahia de todos os medos n Gaudêncio Torquato

- Você já foi à Bahia, nega? -Não! -Então vá!

O

estribilho do samba de Dorival Caymmi (quem não se recorda?) é o eco de um passado em que, “nas sacadas dos sobrados da velha salvador”, o visitante deparava-se com “lembranças de donzelas do tempo do imperador ... e um jeito que nenhuma terra tem”. A plácida Bahia de Todos os Santos, imortalizada por Jorge Amado, seu maior escritor é, hoje (quem diria?), um território banhado de sangue. Na esteira da greve de policiais militares, iniciada em 31 de janeiro, a bela cidade da ladeira do Pelourinho, do Senhor do Bonfim, dos Oxalás e Babalorixás, exibe um rastro de morte: 135 pessoas assassinadas (até o momento). Banalizada pela criminalidade que se expande nas metrópoles, a estatística passa despercebida, a denotar a violência que esgarça o tecido social, multiplicando mortos, espalhando medo e afetando o modo de vida das pessoas. A greve na Bahia chama a atenção pela teia de questões que levanta, a partir do número de homicídios, cuja dimensão agride a imagem de uma terra pacífica e acolhedora, como parecia Salvador. É chocante ver uma onda criminal espraiando violência numa comunidade harmoniosa de “prosa calma, gestos comedidos, sorrisos mansos e gargalhadas largas”, como descrevia o baiano Amado. O fato é que a cultura das gentes e a morfologia das cidades não resistem às agressões da modernidade. Ou, para usar os termos duros do filósofo Sérgio Paulo Rouanet, “como a civilização que tínhamos perdeu sua vigência e como nenhum outro projeto de civilização aponta no horizonte, estamos vivendo, literalmente, num vácuo civilizatório. Há um nome para isso: barbárie”. Se a Bahia rasga o retrato de placidez, é porque foi levada a navegar nas águas do paradigma do caos, que dá abrigo a comportamentos desbragados, vandalismo, arruaças, quebra da ordem, desrespeito, fraturas sociais de todos os tipos. Dito isto, coloquemos a greve dos policiais militares na panela que a cozinhou por muitos 10 dias. Quem abre a polêmica é a questão salarial, que se liga ao bolso e, por conseguinte, ao estômago. A planilha de ganhos dos policiais militares do país mostra uma gradação, que vai da escala mais baixa (pasmem, Rio de Janeiro, com R$ 1.031,38) – à mais alta, no valor de R$ 4.129,73 (Distrito Federal). A Bahia ocupa, nessa relação, a 11ª posição, com o salário de R$ 1.927,00. Pode um policial militar, com 3 filhos, viver dignamente com este dinheiro? Salta à vista a discrepância entre os proventos nas 27 unidades da Federação. Nesse sentido, é racional o propósito do Projeto de Emenda Constitucional 300, centrado na meta de harmonizar os salários dos policiais, evitando as diferenças absurdas que se vêem na planilha. Pode ser que o nivelamento por cima (tendo como referência o valor pago aos militares do DF) deva merecer ajustes, levando em conta condições e custos de vida nas diversas regiões do país, mas é injusto que, para as mesmas funções, obrigações e riscos, policiais sejam remunerados de modo tão diferente. Por que não se tentou equacionar essa pendenga, antes, quando se sabe que a PEC 300 tramita na Câmara desde 2008? Só agora, sob os incêndios grevistas ocorridos no Rio de Janeiro e em outros três Estados (CE, MA, PI), o tema volta ao foro de debate, podendo, até, como atestam gravações, se transformar em estopim de ampla mobilização, cujas consequências se projetarão sobre o carnaval, chegando, mais adiante, à cena político-eleitoral, atingindo atores de todos os partidos. Como o problema diz respeito aos entes estaduais, a cobrança recairá sobre a policromia partidária, não devendo ser considerada ganho de um lado e perda de outro. Importa aduzir que os governos estaduais deveriam ter debatido a situação, e, ante a magnitude da demanda, solicitado amparo da esfera federal. No momento em que se exibem supersalários, gorduras e quadros excedentes em estruturas governativas, a precária condição dos policiais torna-se mais escandalosa. O segundo ponto diz respeito ao direito de greve dos policiais militares. Podem fazer greve? Sim, nos termos da Constituição. A greve é um direito com eficácia limitada. Para ser realizada, carece de respaldo legal do Estado. Os quadros militares, como outros servidores públicos, ainda não foram abrigados pela força da lei em matéria de greve. Não são escudados pela regulamentação que atinge apenas servidores celetistas, fato que gera muita polêmica. No foco da discussão está a natureza do serviço público. A sociedade não pode ser desprovida dos serviços essenciais do Estado, como educação, saúde e segurança. Como deve agir o policial militar se o Estado, por omissão, não lhe dá cobertura legal para realizar um movimento paredista? Com bom senso, antes de tudo. Significa que podem realizar uma mobilização parcial de quadros, sob disciplina, não compactuando com ações violentas, ocupações de prédios, sequestros de autoridades, vandalismo. Não é o que tem ocorrido. A violência campeia. Portanto, por omissão, o Estado tem culpa. Por atos insensatos, servidores em greve perdem a razão. Dá empate na régua da insensatez. E o que fazer? Regulamentar a lei de greve do servidor público, instrumento que determinará os percentuais que deverão continuar a exercer as funções do Estado nas instâncias federativas e nas áreas da administração direta, autárquica e fundacional dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Em termos imediatos, inserir na agenda o projeto de lei sobre a matéria, de autoria do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDBSP). No mais, tentar resgatar a confiança social, o diálogo harmônico entre os atores, sob o lume da justiça. Quem sabe, não veríamos novamente a Bahia com todos os santos em seu devido lugar, sob o enlevo boêmio do poetinha Vinicius de Moraes: “Um velho calção de banho/ O dia pra vadiar/ Um mar que não tem tamanho/ E um arco-íris no ar/ Depois na praça Caymmi/ Sentir preguiça no corpo/ E numa esteira de vime/ Beber uma água de coco”. n Jornalista, é professor titular da USP, consultor político e de comunicação Twitter @gaudtorquato

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

n Edinho Silva

N

esses 32 anos de vida, o Partido dos Trabalhadores tem muito que comemorar. Fruto da capacidade de organização dos trabalhadores, dos estudantes, dos intelectuais, dos movimentos religiosos, das mulheres, dos negros, dos setores oprimidos e de muitos daqueles que lutavam contra a ditadura militar e por uma sociedade mais justa, o PT tornou-se um instrumento da transformação social, da construção de uma sociedade igualitária e democrática. Ao longo desses 32 anos trabalhamos muito para que a democracia fosse reconstruída no nosso país. Para que os trabalhadores fossem transformados em sujeitos da sua própria história. Eles mostraram capacidade de elaboração de um projeto

político. E hoje o PT lidera um Governo responsável por grandes transformações econômicas e sociais. O nascimento do PT e a reorganização dos partidos populares permitiram as condições históricas para o surgimento de novos sujeitos políticos. Uma nova cultura política emergiu e aqueles que nunca tiveram vez e voz puderam ser protagonistas de uma nova ordem, ocupando espaços até então reservados para a elite brasileira. A maior expressão desse processo de organização e luta social é o ex-presidente Lula. Ele simboliza a capacidade de organização e de ação social dos setores oprimidos. De todos aqueles que lutaram e lutam pela igualdade de oportunidades e pelo fim da discriminação. Conseguimos ganhar Prefeituras, eleger vereadores, deputados estaduais e federais, senadores e governadores. Crescemos! Um operário se elegeu Presidente

da República. Lula mostrou ao mundo que um retirante nordestino, um sobrevivente da miséria, era capaz de transformar um país em uma nação na qual todos os seus filhos pudessem visualizar o futuro. Hoje, o Brasil de Lula é símbolo de governança para o mundo. Simbolizamos a capacidade de crescer economicamente com justiça social. Não há como negar: o Governo Lula transformou a história do povo brasileiro, principalmente da população mais sofrida. Quando duvidaram que era impossível um governo combater a miséria e a fome, ele provocou a ascensão social de mais de 30 milhões de brasileiros. A maior inclusão social da história da humanidade. E foi o PT quem liderou mais uma quebra de paradigma elegendo pela primeira vez uma mulher presidenta da República. Dilma consolida e avança o projeto político de um país justo, que lidera a América Latina

na busca de uma geografia política com distribuição de riquezas e liberdades irrestritas. Um Brasil que chama a atenção do mundo para a opressão histórica da África. Essa é a história destes 32 anos. Uma história de lutas e vitórias. É essa história que nos inspira. Vamos continuar trabalhando para que o nosso país se consolide como uma sociedade realmente justa e igualitária. O PT nunca cairá na cilada do comodismo. Será sempre o partido da irreverência em relação a tudo que é dado como trivial na política. A busca de novos objetivos, a capacidade de inovar e de fazer a sociedade refletir permanentemente sobre seus valores impedem que o PT perca sua inquietude original. Inquietude que se mantém viva na maturidade dos seus 32 anos de existência. n Presidente do Partido dos

Trabalhadores no Estado de São Paulo e deputado estadual (PT-SP)

Carnaval é alegria, não porcaria hein! n Cláudia

O

Cataldi

assunto é outro, mas não dá pra não trazer um pouquinho de história, que ficou tão perdida em meio a tantas plumas e paetês... A palavra CARNAVAL, na sua religiosidade quer dizer “carne vale”, isto é, “adeus carne” ou “despedida da carne”; indicando que nesse período, o consumo dela seria lícito pela última vez antes dos dias de jejum “quaresmal”. Visto isso, vamos passar pra o que interessa, tendo em vista que conceitos históricos são pouco apreciados em tempos de folia... Durante esse período festivo, há um tipo de “enlouquecimento temporário” de alguns que aguardam o ano inteiro para poder transgredir, e nunca entendi o porquê disso. Afinal, qual é mesmo a graça de fazer sexo sem pre-

servativo em tempos modernos, onde após sucessivas campanhas, temos a certeza que o HIV existe, pega, e pode matar? E beijar pra fazer número? Qual o prazer escondido nessa prática que até hoje não saco, o de contar vantagem pela quantidade e não pela qualidade da boca? Beber até cair... Essa nem nas melhores enciclopédias do mundo há motivos. Beber deve ser um ato que nos descontraia nos cause alegria, relaxamento, prazer. Não vômitos, tonteiras, dores de cabeça, e perda da consciência, obrigando amigos ou até os bombeiros a levar o sujeito pro Souza Aguiar... Xixi na rua é um caso de polícia. Algum folião faria xixi na porta da sua própria casa, ou ainda, na roda do seu próprio carro? Então porque no carnaval se dá esse direito? Porque obrigam a outros, inclusive aos turistas que visitam nossa terra a assistir tamanha falta

de educação? Turistas são embaixadores da opinião que marcamos em seus corações. Levam as experiências que tiveram aqui pro lugar deles e nos divulgam gratuitamente. Cuidemos dos turistas, senão por amor, ainda que seja por interesse, mas cuidemos!!! Brigas não existem né? Super fora de moda aquele negócio de ficar agressivo vestido de pierrot ou colombina. Já foi o tempo do tacape, onde o cara desce o porrete no outro porque falou com sua mulher, por favor... Acho que do lixo nem preciso falar, porque alguém ainda acha que quando joga sua latinha ou garrafinha na rua ela se desintegra sozinha? Ou que existe um grande aspirador intergaláctico submerso nos bueiros que a suga para o espaço sideral? Sobre essa parte, ouvi outro dia a melhor de todas, que jogar lixo na rua acelera a economia, porque aquece

a contratação de garis e blá, blá, blá... Francamente, foi a pior do século! Quando chover e a cidade inteirinha alagar por bueiros absolutamente entupidos, vai ficar claro que o que aquece, aliás, ferve, é nosso coração, mas de pena, das vidas que são perdidas com desabamentos, mortes e afogamentos que talvez pudessem ser evitados caso houvesse mais carinho e cuidado com a coisa pública. Os governos têm sim que fazer sua parte, mas que fique claro, que governo nenhum do mundo será suficiente numa população sem princípios mínimos de boa convivência e paz. Sejamos felizes no carnaval, mas vamos nos lembrar que esse não será o último, e temos que estar vivos e saudáveis para poder curtir os outros que estão por vir. n Jornalista e apresentadora do Programa Responsa Habilidade claudiacataldi@ responsahabilidade.org.br

Um país à procura de um povo n Petrônio S.

Gonçalves

O

Brasil é hoje a sexta economia do mundo. No entanto, ocupa a 84ª posição em Índice de Desenvolvimento Humano. Não somos um país da contradição, mas, sim, da omissão. Pagamos os mais altos impostos e recebemos os mais baixos serviços prestados pelos governos. Formamos uma grande massa de silenciados da pátria, um “assombro de misérias e grandezas”. Aqui, a parcela mais pobre e esquecida da sociedade produz o maior espetáculo, o carnaval. Tudo para ser vivido fora, debaixo dos holofotes das avenidas, bem distante de sua comunidade. O que é a democracia senão o direito e o dever da minoria representativa de fiscalizar e cobrar a maioria no parlamento? No entanto, o que vemos nesta terra desde Cabral é a maioria silenciando e cooptando a minoria e a minoria não buscando uma nova posição, não

apresentando um novo projeto de país, um novo caminho. Não querem repensar o país, apresentar um programa de nação, mas sim um palanque e a chance de reivindicar os privilégios que não tem. Não legislam pela necessidade, mas pela conveniência. Nossos grupos políticos não lutam por ideais, mas pela oportunidade de administrar verbas, distribuir cargos, aparelhar o Estado, acertar comissões. O caso das novas privatizações refletem bem essa realidade, tão ultrapassado quanto atual em nossa política, que rasteja seu terno surrado pelos corredores assombrados de nossa pobre vida diária. Está nos jornais, nas capas de revistas, enquanto a família brasileira assiste hipnotizada pela televisão a vida glamorosa que ela nunca terá. Enquanto no primeiro mundo, com todos seus privilégios e conquistas sociais, o povo vai às ruas e protesta por uma política inclusiva e mais humanizada, nós nos escondemos em casa, guardados por Deus, voluntariamente

Diretor-Presidente e Jornalista responsável: Paulo Antônio Carneiro Dias Editora: Jaqueline Gomes

D

refugiados. Alegam sermos um povo pacífico. Enquanto isso, explode nos centros urbanos uma guerra surda, uma violência desmedida, escancarada, de um povo fratricida. Em apenas um final de semana, produzimos mais vítimas fatais em todo território nacional que muitas guerras inteiras em países que vivem diariamente seus conflitos sociais, ideológicos e raciais. Aqui, até nossa violência é covarde.Não podemos confundir paz com passividade. As greves, que deveriam ser um direito sagrado do trabalhador sem voz e sem vez, é usada, manipulada, para garantir votos e eleições. Não é a gestão para todos, mas para poucos. Governantes dizem com orgulho que não toleram malfeitos, já antevendo a próxima crise. É a culpa que condena. No entanto, aceitam como mérito o que não é feito. As instituições nacionais estão em frangalhos, falidas, divididas e repartidas. Não querem resolver os vários problemas, apenas administrá-los, tendo a certeza de saber os números exatos

iário de Petrópolis 57 anos

Uma publicação da PJ Editora e Gráfica e Jornalística Ltda

Preço do Exemplar 3ª a sábado R$ 1,20 Domingo R$ 1,80 Atrasado R$ 2,50

Assinatura Trimestral Petrópolis R$ 80,00 Rio e outros R$ 160,00

Assinatura Mensal Petrópolis R$ 28,00 Rio e outros R$ 56,00

Assinatura Semestral Petrópolis R$ 152,00 Rio e outros R$ 304,00

e planos complexos para a próxima campanha que já está sendo ensaiada. É a mão que sufoca o novo, enquanto escorrer a esperança e os sonhos dos brasileiros por entre os dedos. Somos proprietários naturais das maiores reservas minerais do planeta. No entanto, estamos privados de viver dessas benesses. Temos autonomia em petróleo mas pagamos mais caro pela gasolina que países não produtores. Entregamos nossos minerais a preço de banana podre e depois compramos por muitas vezes mais o metal beneficiado, sem gerar um só emprego. Aqui as forças não convergem para que dessa estrutura possa nascer um grande país. Mas divergem, cada uma apenas olhando para o melhor quinhão que lhe cabe. Por isso se faz justificável a criação de tantos órgão gestores e fiscalizadores, em uma triste constatação do dividir para concentrar. É a organização de pequenos grupos gerindo o todo n Jornalista e escritor www.petroniogoncalves. blogspot.com

Site: www.diariodepetropolis.com.br E-mail: redacao@diariodepetropolis.com.br

Diretoria 2246-3807 Assinatura 2246-3807 Publicidade 2237-7849 Classificado 2246-3807 Redação 2235-7165

Rua Joaquim Moreira 106 Centro - Petrópolis - RJ Cep 25.600-000 CNPJ 02.424.864/0001-66

ABRAJORI - ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS JORNAIS DO INTERIOR

As opiniões emitidas em artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento do jornal e são de inteira responsabilidade de seus autores. Da mesma forma, as informações e opiniões nas colunas são de responsabilidade de seus titulares.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira , 15 de fevereiro de 2012

3

cidade

Arruda diz que Muniz causou o caos da saúde Divulgação

Conjunto habitacional da Mosela: R$ 1,7 milhão nas obras

Reforma do conjunto da Mosela começa em março A reforma do conjunto habitacional 29 de Junho, na Mosela, serão iniciadas em março. A intervenção ficará a cargo da empresa Enex Construções, vencedora da licitação aberta pela Secretaria Estadual de Habitação que está investindo R$ 1,7 milhão na reforma. A obra atende reivindicação dos deputados estaduais Bernardo Rossi (PMDB) e Marcus Vinícius (PTB) e faz parte do programa de recuperação dos conjuntos habitacionais lançado em 2009, pelo governo do estado. Em Petrópolis, o programa inclui as obras do BNH Dr. Thouzet, já concluídas, as obras do BNH da Coronel Veiga, que estão em curso e a reforma do conjunto do Quitandinha que estão sendo licitadas. O governo, somadas as intervenções, está investindo R$ 8,3 milhões em Petrópolis. A população beneficiada com as obras chega a 10 mil pessoas. Em todo o estado, já foram recuperados condomínios que totalizam 70 mil moradias ao custo de R$ 150 milhões. A reforma é realizada nas partes “comuns” dos 12 blocos do BNH da Mosela: estrutura, telhados, fachada, esgotamento sanitário, reser-

vatórios e caixas d’água. As obras vão beneficiar 200 famílias. - É importante frisar que as obras não estão concentradas apenas nas fachadas, mas são estruturais além de melhorias no sistema de esgoto e na hipermeabilização dos prédios – destacou Bernardo Rossi. O parlamentar garante que parceria com os moradores, bem sucedida no Dr. Thouzet e na Coronel Veiga, vai ser repetida na Mosela. - São nossos principais fiscalizadores. Por isso, fazemos reuniões prévias explicando as etapas das obras, um processo que levará oito meses e que mexe com a rotina das famílias – considerou. Marcus Vinícius aponta ainda a retomada de uma política habitacional no estado depois de mais de 30 anos sem qualquer iniciativa. - Está em curso o plano estadual de habitação de interesse social que está sendo interiorizado pelo governo para a construção de unidades populares, mas é importante fazer a manutenção de conjuntos habitacionais em cidades como Petrópolis onde o déficit de moradias em locais seguros é de 15 mil casas – afirmou.

Taxistas poderão exigir identidades de passageiros n  Vinicius Henter

Um projeto de lei, em tramitação na Câmara, autoriza os taxistas no município a exigirem do passageiro um documento de identificação, a fim de aumentar a segurança dos motoristas. A matéria seria votada ontem, mas, como alguns vereadores afirmaram que a norma poderia trazer constrangimentos para os passageiros, o autor, vereador João Tobias (PPS), retirou o projeto de lei da pauta por três sessões para analisar melhor o texto com o departamento jurídico da Câmara. Tobias também pretende ouvir os taxistas e a população sobre o projeto. - Estou pensando no taxista, que fica lá sem nenhuma defesa. A identidade dele é exigida – disse Tobias. O vereador Thiago Damaceno (PP) classificou a proposta como uma “medida muito drástica”, afirmando

também que teme que a Câmara fique marcada por um projeto que acabe prejudicando os taxistas. - Acho que depende muito mais do bom senso do taxista do qu de transformarmos isso em lei – disse. – Não sei se seria essa medida que garantiria a segurança do passageiro. Para o líder da oposição na Casa, vereador Vadinho (PSB), favorável ao projeto, é preciso que o texto seja mais discutido. Silmar Fortes (PMDB) também argumentou, assim como Damaceno, que o projeto pode constranger os passageiros. - Acho interessante o projeto. Entendo que o projeto traz segurança para os taxistas, mas gostaria de ouvir o Sindicato dos Taxistas. Acho que pode constranger os passageiros, mas um paga pelo o outro, porque vemos muitas mortes, com acidentes – disse Vadinho.

Fotos:Arquivo

n  Vinicius Henter viniciushenter@diariodepetropolis. com.br

O líder do governo na Câmara, vereador Márcio Arruda (PMDB), afirmou que o “caos na saúde” em Petrópolis começou quando o vereador Márcio Muniz (PSC) foi secretário municipal de Saúde, no governo de Paulo Gratacós, entre 1989 e 1992. Arruda criticou o fechamento das clínicas dos exprefeitos Rubens de Castro Bomtempo e João Caldara, “fazendo com que milhares de famílias ficassem desassistidas”. Ele também afirmou que o Hospital Alcides Carneiro, municipalizado na gestão de Muniz, ficou sem receber contrapartida do governo federal por causa do “narcisismo” do então secretário de Saúde. As declarações foram dadas da tribuna da Câmara na sessão de ontem, com a presença de Muniz no plenário, que escutou as críticas, mas não se pronunciou. Outros vereadores que estavam na sala atrás do plenário voltaram para a sessão para escutar o discurso de Arruda. No início do mês, o líder do governo na Casa havia dito que iria “desmascarar” Muniz “em doses homeopáticas”. Na ocasião, Arruda disse que Muniz fez críticas ao líder do governo junto a eleitores, e que o vereador do PSC teria acusado o líder do governo de ser o responsável pelos problemas na prefeitura. - Esse moço muitas vezes tem falado da saúde. O nosso

O líder do governo, Márcio Arruda (E), criticou a gestão do ex-secretário da Saúde Márcio Muniz

prefeito vem se esmerando em melhorar a saúde. – disse Arruda. – Vejo o vereador Vadinho, o Silmar (Fortes), o Wagner (Silva), o João Tobias apontarem problemas na saúde, e eu entendo. Só não admito o vereador Márcio Muniz falar da saúde. Atirar pedra no prefeito se ele não conseguiu ser melhor? “Fechou covardemente a clínica” Arruda argumentou que hospitais municipais de todo o país recebem verba do governo federal, com exceção do HAC, que era federal até

a gestão de Muniz na Secretaria de Saúde. - O secretário, do alto do seu narcisismo, falou que não precisava de contrapartida do governo federal – disse Arruda. Sobre as clínicas de Rubens de Castro Bomtempo e de João Caldara, o líder do governo afirmou que foram fechadas por Muniz depois que os ex-prefeitos deixaram os mandatos de deputado estadual, em 1990. - A saúde está assim desde o governo do Gratacós, quando o vereador Márcio Muniz foi secretário e fechou covardemente a clínica

do João Ezio Caldara. Deixou desassistidas milhares de pessoas e 160 médicos sem emprego – disse Arruda. – Se lá atrás ele não tivesse feito isso, a população de Petrópolis teria uma saúde muito melhor. Ontem Muniz não se pronunciou sobre as declarações de Arruda. No início do mês, procurado pelo Diário de Petrópolis, Muniz havia dito que não iria responder as declarações de Arruda e que seu mandato neste ano será “propositivo”, com “propostas ao governo municipal”, e não pautado por “ataques pessoais”.

Lancetta culpa MEP por ausência na lista oficial de subsedes de 2016

O secretário de Esportes e Lazer do município, Carlos Alberto Lancetta, esteve ontem na Câmara Municipal para prestar esclarecimentos a toda à população petropolitana e aos vereadores sobre a repercutida ausência de cidade na lista das subsedes das Olimpíadas Rio 2016. Lancetta explicou que acreditava que todos os procedimentos de cadastramento de itens que vinham sendo realizados pelo até então Movimento Esportivo de Petrópolis (MEP) vinham sendo realizados de maneira correta. Somente no final do mês de janeiro que surgiu o relatório de que Petrópolis não estaria incluída na lista de inicial de 172 instalações esportivas. - Após meu retorno dos jogos Pan-Americanos de Guadalajara, fomos surpreendidos com a notícia de que o MEP havia sido extinto e que, por conta disto, não apoiariam mais os projetos esportivos do município, o que gerou toda esta situação – disse. Após o recebimento desta informação, Lancetta foi ao Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos (Cojo) e Comitê Olímpico Brasileiro (Cob) para resolver a situação. A partir daí, a prefeitura conseguiu um prazo de 10 dias para completar todos os dados das possíveis instalações a serem cadastradas ainda no primeiro momento do cadastramento das cidades pelo Comitê. - Toda esta documentação que deveria ter sido preenchida num prazo de quatro meses, foi preenchida pela Secretaria de Esportes e Lazer em apenas oito dias,

Ascom PMP

O secretário Carlos Alberto Lancetta durante explicações na Câmara sobre as Olimpíadas 2016

e entregue para uma nova avaliação, agora sendo atendidos todos os requisitos solicitados pelo Cojo – disse. Para finalizar, o secretário acrescentou que não acredita que o ocorrido esteja ligado a questões políticas

ou pessoais. - Caso Petrópolis ficasse fora dos megaeventos, os prejuízos não seriam somente mensuráveis economicamente, pois deixaríamos de aproveitar um momento ímpar de comprometimen-

to e investimento nas áreas de esporte, cultura, educação e turismo. Ressalto que Petrópolis continua com chances reais de ser inserida, novamente, na lista das subsedes das Olimpíadas Rio 2016 – frisou.

Pontos destacados durante a reunião - A decisão de inclusão da cidade no primeiro momento de exposição em Londres é eminentemente técnica; - O cadastramento inicial não é definitivo; - A cada seis meses, a partir de agosto de 2012 até janeiro de 2016, poderão ser incluídas novas e recuperadas instalações; - O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos (Cojo)

necessitará de pelo menos 600 instalações multidisciplinares para oferta em 2016 em todo o Brasil; - Foi entregue a documentação completa dos seguintes equipamentos esportivos da cidade de Petrópolis: Manège Vale da Estrela, FapeMultisaltos, Manège Domar, Haras Massagana, Sesc de Nogueira, Bomtempo Raquete Resort, Complexo

Esportivo Fábrica do Saber, Serrano Futebol Clube, Petrópolis Esporte Clube, Petropolitano F.C (sede social e Valparaíso) e Esporte Clube Corrêas; - Nada impede que instalações não cadastradas neste primeiro momento possam ser incluídas nas janelas a serem abertas a cada seis meses até janeiro de 2012.


4

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

57 anos

QUARTA-FEIRA, 15 DE FEVEREIRO DE 2012

Malas prontas

Em plena forma

Pelo que tomamos conhecimento os petropolitanos estão de malas prontas para passarem o Carnaval na Região dos Lagos, sendo o destino principal o balneário de Cabo Frio e Búzios. Muitos começam a deixar Petrópolis na quarta-feira a noite para fugirem do trânsito.

Segundo apuramos o renomado ortopedista Arnaldo Rippel está pronto para a maratona de Carnaval que estará participando, já que participará dos desfiles da Portela sua escola de coração e outras agremiações, sem contar as escolas e blocos de nossa cidade e o Carnaval do Petropolitano, clube que preside.

Célio Thomaz celiothomaz@celiothomaz.com.br

Museu no Carnaval

27 anos

O Museu Imperial/Ibram/MinC estará aberto à visitação durante o Carnaval, inclusive na segunda-feira, mas com horários diferenciados. O objetivo é oferecer mais uma opção de lazer e cultura aos petropolitanos e turistas que visitarem a cidade. Pena que não teremos para os turistas o Som e Luz por questões de segurança em virtude do Carnaval próximo a Av. do Imperador e de seu intenso barulho.

No último dia primeiro de fevereiro o empresário e advogado Marcus Von Seehausen comemorou com missa os seus 27 anos no ramo têxtil na cidade de Petrópolis. A missa foi realizada na Catedral de Petrópolis pelo pároco padre JAC.

Carnaval na Pedra Bonita

No último sábado, aconteceu a badalada feijoada pré carnavalesca, realizada anualmente pelo casal amigo Regina e Telmo Otero em sua bela casa em Itaipava. Lá estiveram presentes quase 150 convidados, amigos do eixo Rio – Petropolis – Itaipava. O convite era uma linda camiseta com alusão a festa, e a feijoada estava deliciosa, todos elogiaram, rolou até as primeiras horas de domingo. Foi animada por um excelente conjunto musical que tocou músicas de Carnaval. Foi sucesso total.

Me Leva que eu vou

O Hotel Pedra Bonita é uma ótima opção para quem pretende curtir os dias do Carnaval em meio à exuberante natureza, característica de Petrópolis, relaxando e recarregando as energias. Nesse ano, a gastronomia vai ser o ponto alto do Carnaval no hotel. Sugestões de pratos especiais de verão, elaboradas pelo chef Odair Bittencourt vão constar no cardápio do restaurante.

Pizza de Carnaval

As musas do Carnaval carioca e paulista Quitéria Chagas e Solange Gomes estiveram na noite de ontem no programa especial de Carnaval da apresentadora de TV Hebe Camargo.

Poeira na Pomba Na próxima sexta-feira o bloco de embalo Poeira na Pomba promete arrastar mais de 6 mil foliões pelas ruas do Quissamã e Itamaraty, a partir das 23 horas. O querido advogado Francisco Quixaba, ex-Conselheiro da Seccional, ex-pres. da O.A.B. Duque de Caxias, escritor e poeta e, sobretudo um pai e um grande amigo, está em convalecença para nossa alegria.Não obstante ainda internado, seu estado de saúde está melhor. Na foto com as amigas, advogadas Elizabeth, Carla Costa e com a administradora Ana Luzia de Souza da Costa.

Escondidinho do Mar Muitos elogios continuam sendo feitos ao restaurante no Bingen, “Escondidinho do Mar”. O Restaurante é especializado em Peixes e Frutos do mar e estão primando pela qualidade de seus pratos, bem selecionados e frescos. Vale a pena conferir. Pelo jeito veio para ficar.

Pão francês - R$ 5,99kg (somente no balcão) Entrega em domicílios

Rua Epitácio Pessoa, 100 (atrás dos Correios) Centro - Petrópolis - RJ Tel. 2231-2160

Direitos Autorais Registro de Músicas Livros Eventos Culturais Agente: Domingos Capistrano Operando no Mercado a 32 anos

Tels.: (24) 2237-3210 (24) 9832-0327 Petrópolis - RJ (22) 9907-4947 Cabo Frio - RJ

A Locanda de Lilian Seldin e do novelista Aguinaldo Silva realiza neste domingo de Carnaval a pedidos de seus amigos e clientes a famosa Pizza de Carnaval. Será a partir das 19 horas. Vale a pena conferir.

Golpe continua O golpe de falso sequestro. Você recebe um telefonema em seu celular dizendo que é de uma operadora de telefonia móvel e diz que necessita que seu celular seja desligado por uma hora em razão de suposta clonagem, inclusive pede um número de contato, de preferência residencial. Após o cidadão desligar o aparelho, o golpista liga para a sua residência e diz para sua mulher, filho ou quem atendeu a ligação que houve um sequestro e faz diversas ameaças. Os familiares tentam ligar para o celular e o mesmo encontra-se desligado. Todo o cuidado é pouco. Que absurdo.


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

5

cidade

INSS: horário de atendimento será ampliado A partir do dia 1º de março, o horário de funcionamento do setor de atendimento na Agência da Previdência Social de Petrópolis, assim como em alguns outros postos do Inss do Brasil, será ampliado. Atualmente é das 8h às 17h, mas passará a ser das 7h às 19h, como afirmou a assessoria de comunicação do Inss. A nota oficial da instituição afirma que o objetivo da mudança é que os cidadãos sejam atendidos de forma mais rápida e que os horários de maior fluxo tenham uma força de trabalho mais intensa.

Vagner Batista

Agência do Instituto na Rua Barão de Teffé, no Centro da cidade

A medida atenderá também a solicitação da categoria de redução da carga horária. Isso porque os aprovados no Ascom-PMP

Autoridades de Petrópolis discutiram como será a segurança

Segurança no Carnaval é tema de debate do GGI-M Mais uma reunião do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGI-M) foi realizada na tarde desta terça-feira (14/02) na sede da Prefeitura de Petrópolis, no Palácio Sérgio Fadel. O principal assunto debatido foi o planejamento da segurança para o período de Carnaval e o Plano Municipal de Segurança Pública. A coordenadora geral de extensão e assuntos comunitários da Universidade Católica de Petrópolis, Josília Fassbender, participou da reunião e colocou as instalações do local à disposição para os debates do Plano Municipal de Segurança. Já o presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Petrópolis (FCTP), Gilson Domingos, agradeceu aos membros do GGI-M pela segurança que vem sendo oferecida nos eventos préCarnaval. - Até agora não houve nenhum problema e isso se

deve à atuação eficaz que vem sendo desenvolvida agradeceu. Gilson aproveitou para solicitar o reforço da Guarda Municipal e da Polícia entre os dias 17 a 21, data da folia de momo. O secretário de Segurança, Hélio Moura, aproveitou a ocasião para informar que a sede do GGI-M, que ficará localizada à Rua Dr. Nelson de Sá Earp, 39, já está passando por reformas. - Conseguimos dar este importante passo. Além disso, as câmeras de vídeomonitoramento também estão sendo licitadas. Tudo isso vai gerar uma forma ainda mais ordenada de trabalho - concluiu. Também estiveram presentes representantes das Secretarias de Saúde, Esportes, Meio Ambiente, Defesa Civil, Guarda Municipal, 105ª DP, 106ª DP, 26º BPM da Polícia Civil, Bombeiros e Vara da Infância, Juventude e Idoso.

Trabalho na Comunidade visita o bairro Morin O bairro Morin recebeu, nesta terça-feira (14), a 11ª edição do projeto Trabalho na Comunidade, que leva oportunidades de emprego e de recolocação no mercado de trabalho para os moradores da região. Das 10h às 16h, a população teve acesso ao cadastro no balcão de empregos e inscrição em cursos profissionalizantes gratuitos, além de participar de oficinas de artesanato, tirar a carteira de trabalho e ainda conhecer o programa Banco do Povo. A novidade desta edição foi a presença do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), que esclareceu as dúvidas sobre violência doméstica e como agir no caso de agressão para

as moradoras do Morin e localidades próximas. A tenda que mais fez sucesso foi a da inscrição em cursos profissionalizantes. Através de uma parceria entre a Setrac e o Senac, o curso gratuito de maquiador será realizado a partir de março. Quem desejar se inscrever deve comparecer à sede da secretaria, na Avenida Ipiranga, 544 – Centro. Para o diretor do Departamento de Trabalho, Claudio Pomin, o projeto teve boa receptividade no Morin. - Toda a comunidade se envolveu com a divulgação dos serviços que estamos oferecendo. Posso dizer que o objetivo está cumprido. Todos nos receberam muito bem - contou.

último concurso do INSS serão nomeados, aumentando o número de servidores e possibilitando que as horas

diárias de trabalho passem de oito intercaladas para seis ininterruptas. De acordo com o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, “o melhor desse entendimento é que, ao mesmo tempo em que a população sai ganhando, já que o horário de funcionamento das unidades do INSS será ampliado, os servidores que atuam diretamente no atendimento também serão beneficiados. Eles terão sua carga horária reduzida para 30 horas semanais.” A nota afirma ainda que, ao todo, o INSS estima que 652 agências e 12.843 servi-

dores, em todo o país, estarão dentro dessa nova forma de atendimento. Depois da nomeação dos novos aprovados no último concurso do INSS, esse número irá subir para 737 agências e 13.586 servidores, representando 55% das APS do país e 82% dos servidores das unidades o instituto. - Na medida em que a gente amplia o atendimento nas nossas agências, permitimos que mais pessoas possam frequentar, buscar serviços e informações e ao mesmo tempo permite, com esse instrumento de gestão, dar garantia de que os servidores, melhor distribuídos

ao longo do dia de trabalho, tenham uma melhor qualidade de vida - destaca ainda o presidente do INSS, Mauro Luciano Hauschild. A perícia médica também está inclusa nessa nova gestão. Todos os peritos do INSS deverão estar lotados em agências, o que representa 2.900 servidores. As metas de trabalho para esses servidores estão definidas. Eles devem cumprir uma média de 15 exames diários, o que deve aumentar o número de perícias realizadas em todas as agências que terão os serviços prestados de forma ininterrupta.

Colégio Estadual de Araras ganha salas de aula, quadra poliesportiva e novo refeitório As obras de reforma e ampliação no Colégio Estadual de Araras foram apresentadas na manhã de ontem. Com os trabalhos, orçados em R$ 760 mil e que duraram cerca de dois anos, a instituição ganhou três novas salas de aula, salas multimeios, refeitório, sala de direção e secretaria. Além disso, a instituição recebeu quadra poliesportiva coberta e com vestiários, rampa de acesso para deficientes físicos, e ainda aparelhos de ar condicionado em todas as salas para o conforto de alunos e funcionários. A troca de toda a parte hidráulica, elétrica e a pintura, tanto na parte externa quanto interna, está entre as melhorias. A expectativa era de que o governador Sérgio Cabral estivesse presente, mas ele não pode comparecer e foi representado pelo secretário Estadual de Educação Wilson Risolia. O prefeito Paulo Mustrangi marcou presença no evento, acompanhado de todos os secretários municipais. De acordo com Risolia, em 2011 foram investidos R$ 120 milhões na educação estadual e, para esse ano, já existem R$ 250 milhões aprovados. Em seu discurso, ele destacou a importância da reforma no Colégio Estadual de Araras, que irá garantir me-

Ascom-PMP

Cláudia Quitanilha, Paulo Mustrangi e Wilson Riolia

lhores condições para os 600 alunos de 6º do ensino fundamental ao 3º ano do Ensino Médio da instituição. - A gente fica feliz, porque as crianças terão agora um ambiente mais digno para se desenvolverem. Por conta de tudo que aconteceu em 2011, o problema das enchentes, ainda restou uma parte a ser feita. Temos mais de 120 escolas nessa região. Em toda nossa rede, mais de 400 unidades têm problemas graves de infraestrutura. Na gestão dos recursos públicos, temos que priorizar o que é mais urgente. Mas, seguramente, temos muitas outras

escolas em Petrópolis que receberão melhorias - garantiu o secretário. Distribuindo sorrisos, a diretora da instituição, Ana Patrícia Alves Pizzano, agradeceu as obras realizadas no colégio, afirmando que se trata de uma “grande aquisição para toda a comunidade de Araras”. - É um sonho que estamos vendo ser realizado - comemorou. Com as obras, a escola que atende estudantes das localidades como Araras, Vale das Videiras e Nogueira, pôde ter um aumento nas turmas. Atualmente há quatro turmas

de 1º ano ( duas a mais do que antes da reforma), três de 2º ano (duas a mais) e duas de 3º ano. A unidade de ensino funciona nos turnos da manhã, tarde e noite. O prefeito Paulo Mustrangi também enalteceu as reformas, exaltando a boa relação entre os poderes municipal, estadual e federal, que garante uma “linha de conversa vertical” e investimentos no munícipio. Em seu discurso, o prefeito ressaltou que a educação é tratada como prioridade em seu governo. - Quando assumimos, nenhuma das escolas municipais tinham laboratório de informática. Hoje, das 183 unidades, 123 contam com o laboratório - exemplificou. A secretária Municipal de Educação, Cláudia Quintanilha, empossada em janeiro deste ano, também comenta a importância da restauração dos espaços públicos e aproveita para lembrar do trabalho desenvolvido na rede municipal. - Estamos para inaugurar algumas escolas nessa região e, desde 2009, 68 das 183 escolas da rede, receberam reformas. A preocupação do governo não é melhorar a situação em um local específico, mas sim atuar na melhoria e manutenção de todas as unidades da rede - completou.

Autoescolas no Quarteirão Italiano dividem opiniões dos moradores A presença das autoescolas no Quarteirão Italiano, no Independência, não encontra opinião unânime entre moradores da localidade. Enquanto alguns reclamam, argumentando que a Avenida dos Pinheiros, por ser a principal via de acesso do bairro, é imprópria para realização de treinamentos e exames do Departamento de Trânsito (Detran), outros acreditam que a presença das autoescolas no local trouxe mais segurança e melhorias. Quem é contra já se movimentou para tentar afastar as autoescolas do Quarteirão Italiano. De acordo com o aposentado Gustavo Lisboa, morador do bairro há 40 anos, o local se tornou um verdadeiro inferno, o que motivou um pedido junto ao Ministério Público para impedir os treinos no local. Segundo ele, um abaixo assinado com mais de 300 assinaturas foi entregue ao MP. - As pessoas não podem sair de casa. Já colocaram banheiros nas calçadas, barraquinhas de lanches. A Avenida dos Pinheiros foi privatizada em favor das autoescolas. É a principal via do bairro, que dá acesso para

uma comunidade de mais de 40 mil pessoas. Estamos completamente insatisfeitos com essa situação. Dizem que houve uma autorização por parte dos moradores, mas as coisas devem ser estudadas. Se eles têm esse direito, eu também tenho, e por isso vou pedir a prefeitura para autorizar corrida de jegues na minha rua - ironiza ele, que é morador da Rua Yeddo Fiúza. Há, no entanto, quem só enxergue melhorias com a presença das autoescolas no bairro. Uma delas é a aposentada Fátima Cabral, de 61 anos. Segundo ela, a medida trouxe mais movimento para rua e, consequentemente, maior segurança. Ela enumera outras duas melhorias e ainda afirma que houve autorização dos moradores para a realização do serviço na rua. - Só tem sido bom para o bairro. Antes havia um tráfego muito grande de veículos pesados, como ônibus, que causavam trepidação e chegavam a provocar rachaduras nas casas. Agora o movimento é muito mais leve. As ruas também estão sendo asfaltadas. Para nós foi ótimo - diz ela, que é moradora da Avenida

Vagner Batista

O tema ainda é muito discutido pela comunidade daquele bairro

dos Pinheiros. Novas áreas já estão sendo estudadas pelas autoescolas para realização de treinamentos e exames. Pelo menos é o que garante o diretor do Sindicato Estadual das Autoescolas, Luís Marcelo Gontijo. Ele admite que a Avenida dos Pinheiros ainda não é ideal para realização plena das atividades. - A rua precisa ser alargada em pelo menos um metro, o que deve ocorrer logo após o Carnaval. Já conversamos

com a CPTrans e estamos vendo locais, em Itaipava, Corrêas, Alto da Serra, Centro, para que tenhamos novas áreas de treinamento. Isso vai ser bom porque o movimento vai ser diluído pelos bairros. Infelizmente, aonde as autoescolas vão, são criticadas. Mas é um serviço necessário e precisamos das vias - argumenta Marcelo, em referência ao imbróglio anterior, no bairro Quitandinha, quando a presença das autoescolas foi intensamente combatida.


57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Agenda Cultural

marciosalerno@diariodepetropolis.com.br

Arte

Touro - (21/04 a 20/05)

Dia favorável às suas transações financeiras e para comprar ou vender bens móveis e imóveis. Terá êxito também ao tratar de assuntos sociais e no lançamento de novas ideias profissionais. O dia pode ser considerado propício para iniciar novos relacionamentos.

Gêmeos - (21/05 a 20/06)

Bom fluxo astral para compra e venda de produtos para lavoura e agropecuária. Poderá, também, lucrar inesperadamente através de jogos, sorteios e loterias. Será favorecido no campo amoroso e familiar.

Câncer - (21/06 a 22/07)

A vida profissional, os negócios, as associações, estarão bastante favorecidos hoje. Faça novas amizades .Perfeito ao amor. Se você pretende se associar a alguém, este pode ser considerado o dia ideal.

Leão - (23/07 a 22/08)

Pessoas amigas podem colaborar com seus projetos e ideias. Não faça segredo daquilo tudo que você pensa e sente. Há momentos na vida que precisam ser desfrutados, para depois serem compreendidos. Receberá informações promissoras.

Virgem - (23/08 a 22/09)

Pense no seu êxito e não dê importância a boatos e impressões negativas. Você atravessa um bom período do ano. No setor amoroso, os astros prometem muitas emoções e novas aventuras, através de uma natureza intensamente romântica.

Libra - (23/09 a 22/10)

Dedicar-se à rotina é o melhor que pode fazer neste dia. Pense nos problemas como quem tenta solucionar um quebra-cabeças e encontrará a solução adequada. Terá uma ideia feliz a respeito dos seus próprios assuntos.

 Escorpião - (23/10 a 21/11) Agir com prudência e decisão será a norma principal e válida para este dia. Quaisquer dificuldades que possam surgir, serão facilmente contornadas. Conte com os familiares. Faça poupança ou evite os gastos.

Sagitário - (22/11 a 21/12)

Grandes possibilidades de sucesso estão ao seu redor. Procure ser mais amigo e cortês, a fim de ganhar dinheiro e conquistar simpatias. Você pode mostrar interesse por novos romances, e poderá entregar-se de corpo e alma em algum novo relacionamento.

 Capricórnio - (22/12 a 20/01) Êxito nas questões que demandem sigilo, loteria, jogos, esportes e casamento. Dia excelente para resolver problemas financeiros. Possibilidades de ganho na loteria ou ter sua situação mudada para melhor a qualquer momento.

Aquário - (21/01 a 19/02)

Dia em que exigirá o máximo de sua inteligência para que possa conseguir realizar seus anseio e desejos. O fluxo astral é dos melhores para sua saúde, para tratar com religiosos e para solicitar favores.

 Peixes - (20/02 a 20/03) Os fluxos poderão ajudá-lo, surpreendentemente, no período da tarde. Tudo se resolverá da melhor forma possível e com perspectivas das melhores. Lucros e vantagens. Dia neutro para o amor.

CAVALO DE GUERRA – Censura 12 anos – Horários: 16h40 e 19h30, terça a domin go Ingressos: terças e quartas ingresso promocional a R$ 6 para todos (exceto feriados). Preço de ingressos as quintas e sextas - inteira R$ 14 e meia R$ 7. Preço de ingressos aos sábados e domingos - inteira R$ 16 e meia R$ 8. CINE BAUHAUS R. Dr. Nelson de Sá Earp, 89 Shopping Center Bauhaus Centro SALA 1

Uma audição de violino na Escola de Música no IMCOP

que é dada aos integrantes dos corais Canarinhos e Meninas dos Canarinhos, que é inteiramente gratuita. A Escola de Música do IMCP vem crescendo a cada ano. Os cursos são destinados a pessoas de todas as idades, com exceção da especificidade de cada instrumento. O Órgão de Tubos, por exemplo, é indicado somente a partir dos 13 anos de idade, já que além das mãos o aluno se utiliza

também dos pés e ele terá que alcançar a pedaleira. É importante também que o aluno já tenha estudos de piano, base necessária para ter maior agilidade ao lidar com as mãos e os pés ao mesmo tempo. A Escola de Música do IMCP é a única na cidade que oferece curso de Órgão de Tubos, com o maestro Marco Aurélio Lischt, Mestre em Música em Órgão pela UFRJ.

QUADRINHOS Para quem gosta de histórias em quadrinhos, há um novo endereço na cidade voltada para esta arte. Trata-se do Graph-It Comic Studio, que funciona na Rua do Imperador, 772, sl. 21 e 23, Centro. Quem coordena é Wagner Reis, desenhista brasileiro que, atualmente,

atua no mercado americano. Wagner fez uma palestra, no local na última terça-feira, para os petropolitanos que gostam de HQs. O Graph-It oferece um curso voltado para a área, portanto, quem se interessa em saber as ‘dicas’ para trabalhar no mercado americano, vale conhecer.

Na TV

Harry Potter enfrenta os dementadores no SBT Parecia eterna, mas a série ‘Harry Potter’, o mágicomirim, criação quaquilionária da inglesa J. K. Rowling, que inspirou seu personagem e em trabalhos mais antigos, de escritores com o C. S. Lewis, até chegar a Neil Gaiman e seus ‘Livros da Magia’, de 1990, já terminou. Para quem já está com saudades da mesma, mesmo que os canais de TV abertos e fechados repitam os filmes quase que ininterruptamente, hoje à noite um canal aberto, o SBT, coloca em cartaz ‘ Harry Potter e a Ordem da Fênix’. Aqui, os personagens (Potter, mais Hermione e Ron) ainda são adolescentes, longe daqueles adultos chatos que os três se tornaram mais tarde, a Ordem da Fênix traz a estória de uma nova professora de magia na escola de Hogwarths, onde Potter

De graça Filme brasileiro é destaque em sala do Raul de Leoni Hoje, às 19h, a Sala Humberto Mauro do Centro de Cultura exibe o filme ‘Bye, Bye, Brazil’, de Cacá Diegues. A censura é 16 anos e a entrada é franca. ‘Bye, Bye, Brazil é considerado por muitos como uma das mais importantes produções cinematográficas da década de 70. Traz a história de Salomé, Lorde Cigano e Andorinha, três artistas mambembes que cruzam o país com a Caravana Rolidei, fazendo espetáculos para o setor mais humilde da população brasileira e que ainda não tem acesso à televisão. A eles se juntam o acordeonista Ciço e sua esposa, Dasdô, com os quais a Caravana cruza a Amazônia pela rodovia Transamazônica até chegar a Altamira.

J. EDGAR – Censura 12 anos – com Leonardo DiCaprio – Horários: 15h, 18h e 21h SALA 2 ALVIN E OS ESQUILOS 3 – Censura livre – Horários: 14h45 VIAGEM 2 – A ILHA MISTERIOSA – Censura 10 anos – com Michael Caine – Horários: 17h, 19h15 e 21h15 Preços: Segunda é dia de cinema. Ingressos a R$ 3 em todas as sessões. Terça a quinta (exceto feriados): Sessões iniciadas até 15h59min Inteira: R$ 10 (meia: R$ 5). Após 16h inteira: R$ 12 (meia: R$ 6). Sexta a domingo e feriados: Sessões iniciadas até 15h59min inteira: R$ 12 (meia R$ 6) Após 16h inteira: R$ 14 (meia R$ 7). Lembrando que estamos com uma promoção de terça a domingo: todas as pessoas pagam meia entrada. TOP CINE HIPERSHOPPING ABC Rua Teresa, 1415 / 2º piso Alto da Serra – Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1

SALA 2 CADA UM TEM A GÊMEA QUE MERECE – Censura 10 anos – com Adam San dler – Horários: 15h, 17h, 19h e 21h 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão TOP

CINE HIPERSHOPPING MERCADO ESTAÇÃO Rua Paulo Barbosa, 310 / 1º piso Centro - Petrópolis Cine Fone: (24) 2249-9900 www.cinemaxx.com.br SALA 1

ALVIM E OS ESQUILOS 3 – Censura livre – Horários: 16h10 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão J. EDGAR – Censura 12 anos – com Leonardo Di Caprio – Horários: 18h e 20h40 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão SALA 2 FILHA DO MAL – Censura 14 anos – com Susan Crowley – Horários: 16h30, 18h40 e 20h50 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão SALA 3 AS AVENTURAS DE TIN TIM – Censura 10 anos – Horários: 165h 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão 1 indicação para o Oscar 2012 Vencedor Globo de Ouro 2012 – melhor animação O ESPIÃO QUE SABIA DEMAIS – Censura 14 anos – com Gary Oldman – Horários: 18h10 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão 3 indicações para o Oscar 2012 – incluindo melhor ator Gary Oldman OS HOMENS QUE NÃO AMAVAM AS MULHERES – Censura 16 anos – com Christopher Plummer – Horários: 20h30 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão 5 indicações para o Oscar 2012

Filmes na TV UM PRÍNCIPE EM MINHA VIDA 2: O CASAMENTO REAL – GLOBO - 16H10 – COM LUKE MABLY Paige e o príncipe Edward veem seu casamento ameaçado quando descobrem que, de acordo com as leis da Dinamarca, o herdeiro do trono deve se casar com uma mulher de sangue nobre. Enquanto o casal tenta resolver o problema, a monarquia dinamarquesa vira uma grande bagunça. HARRY POTTER E A ORDEM DA FÊNIX – SBT - 23H – COM DANIEL RADCLIFFE Harry Potter está tendo um ano péssimo por causa dos terríveis dementadores. Em Hogwarts, tudo piora quando o ministro da magia designa a professora Dolore Umbridge para lecionar na escola. Ao perceber que o curso de Dolore não prepara os alunos contra as forças do mal, Harry, incentivado por Hermione e Ron, decide cuidar do problema com suas próprias mãos.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Desejo intenso de bens materiais

© Revistas COQUETEL 2012

Página (?) Campbell, (abrev.) top model Sul, em britânica espanhol

Atividade econômica do litoral cearense Preocupa- (?) Diego, ção (gíria) cidade

Título honorífico britânico Expansão da (?), uma das principais causas da extinção de espécies animais e vegetais

Harry Potter e seus amigos enfrentam o Mal na escola de Hogwarths

e seus amigos estão tendo um péssimo ano letivo, atormentados pelos dementadores. A série ficaria um pouco mais sombria, nos filmes posteriores, em especial nas

últimas duas partes, quando Potter, finalmente, enfrenta seu arqui-inimigo, Voldemort. Mas, aqui, as coisas ainda são um pouco inocentes. Confira.

Concordância geral de opiniões Enfastiar; entediar Defeito de Quasímodo (Lit.)

Personagem de "As Mil e Uma Noites"

Plagiadas; imitadas

Egberto Gismonti, músico brasileiro Letra da roupa do Robin (HQ) Varal

Literatura

Editora Europa lança romance “Joana, a Louca” A Editora Europa acaba de lançar o livro ‘Joana, a Louca’. De autoria da professora, pesquisadora e escritora britânica Linda Carlino, o livro narra a saga de uma das personagens mais fascinantes da história europeia dos séculos 15 e 16. Filha dos Reis Católicos, Isabel de Castela e Fernando de Aragão, Joana é oferecida em casamento a Felipe, o Belo, sacramentando uma aliança política com os poderosos Habsburgo da Áustria. Com a morte da mãe, torna-se rainha de Castela, mas nunca reinou de fato. Joana é traída sucessivamente por aqueles que mais amou. Alijada do poder primeiro pelo marido, Felipe, em seguida pelo pai, Fernando, e até pelo próprio filho, que se tornaria o

poderoso imperador Carlos V, acaba confinada em um castelo em Tordesilhas, onde passou a maior parte de sua vida. No entanto, jamais se resignou, e não mediu esforços para resistir às traições que lhe foram impostas, lutando contra os poderosos e até contra a Igreja – o que lhe valeu o epíteto de “Louca”. Em Joana, a Louca, Linda Carlino narra com leveza e precisão histórica a saga desta personagem inteligente, de personalidade forte e temperamento irascível. Sem perder o compromisso com os fatos, lança mão da ficção para recriar toda a atmosfera dos bastidores do poder na Europa da época, sempre sob o sagaz e feminino olhar de Joana.

(?) Richter, medida do abalo sísmico

Louis Armstrong, músico dos EUA

Que pode ser levantado

Graduação no judô Filtro do sangue

Organização com 11 países da ex-URSS Erva de licores Estado natal de Guga (sigla) Volt (símbolo)

Disposições; coragens "Vinho", em "enologia" Carlos Massa: o Ratinho (TV) Música a meia-voz

BANCO

Aparício Torelly: o Barão de Itararé

(?) Lobo, coautor de "Arrastão"

Descobrir através do raciocínio

Solução A G R I C U L T U R A

Quem desejar iniciar ou aperfeiçoar conhecimentos no campo da música, encontra várias opções na Escola de Música do Instituto dos Meninos Cantores de Petrópolis—IMCP, que funciona na Rua Santos Dumont, Centro. Cursos de Violão, Violino, Canto Lírico, Piano, Guitarra, Trompete e Órgão de Tubos, já iniciaram as aulas e ainda têm vagas. Este ano abriu mais um curso, o de Viola, indicado a partir de 16 anos de idade. O violão é recomendado somente aos oito anos de idade, mas o violino e o piano oferecem oportunidade aos alunos a partir de 4 anos de idade. O curso de Viola é recomendado aos que já têm uma experiência com o violino. No caso do canto lírico, as aulas particulares destinam-se a jovens a partir de 18 anos de idade. Os cursos do IMCP são particulares, abertos ao público desde crianças até adultos, de acordo com a especificidade de cada instrumento. Eles acontecem independentemente da formação musical

SHERLOCK HOLMES 2 - O JOGO DE SOMBRAS – Censura 14 anos – com Robert Downey, Jr – Horários: 14h de terça a domingo

L N S O E A R U N D R E A S C E A S N T I V E S N E D I N A R O L

Período em que fará novos relacionamentos, mas, encontrará poucas pessoas que o compreenderão. Entretanto, terá sucesso em novas empresas, nas especulações e nos negócios de vulto. Lucros inesperados.

CINE ITAIPAVA Est. União & Indústria, 11.000 Itaipava

P E S C A D A L A G O S T A

Áries - (21/03 a 20/04)

Escola de música da cidade abre vagas para cursos

N S A U O R M I A L C A D R I I M M A N T

HORÓSCOPO

VIAGEM 2: A ILHA MISTERIÓSA – Censura livre – com Michael Caine – Horários: 14h50, 16h50, 18h50 e 20h50 2ª feira – dia 13 – não haverá sessão

3/cei — san — sur. 5/neura. 6/aladim — atinar. 8/corcunda. 9/cantarola. 14/concupiscência.

INSTITUTO OMAR CARDOSO

C C O N C U C O P I E S C E A N C I C A

6

48


quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

7

57 anos

geral

Mustrangi visita terreno da UBS do Cuiabá Exame gratuito para detectar a hepatite C Para curtir o Carnaval com saúde, hoje será promovida uma campanha com exames gratuitos para a detecção de hepatite C. Qualquer pessoa pode fazer o teste, que será realizado no Laboratório Baffi, na Rua do Imperador, Centro. De acordo com a presidente da ONG Hepatocerto, a médica Kycia do Ó, é importante que todas as pessoas façam o exame, já que esta é uma doença silenciosa e não provoca sintomas aparentes, exceto o cansaço. Interessados podem comparecer ao laboratório entre 10h e 17h. - Principalmente as pessoas acima de 40 anos devem fazer o exame. É importante porque, normalmente, quando a doença é descoberta ela já está avançada e não dá tempo de fazer mais nada. A maioria das pessoas que fazem transplantes de fígado é por causa da hepatite C. É uma doença relativamente nova, então, quem fez transfusões de sangue antes de 1992, passou por cirurgia, entre outros, também devem fazer o teste – explicou a médica. A hepatite C é causada por um vírus denominado VHC (vírus da hepatite C). A principal via de transmissão do VHC é o contato de sangue e das secreções contaminados pelo vírus com o sangue de uma pessoa sadia. A desco-

berta do vírus C em 1989 permitiu o desenvolvimento de testes para identificar anticorpos específicos. Assim, em 1992, um teste para identificação do anticorpo do VHC foi disponibilizado, o que aumentou a segurança para os receptores de sangue, já que todas as bolsas de sangue passaram a ser testadas. Atualmente, a doença atinge cerca de 170 milhões de pessoas no mundo, sendo aproximadamente 2,7 milhões somente no Brasil. O Grupo HepatoCerto de Apoio aos Portadores de Hepatite, doravante denominado Grupo HepatoCerto, fundado em 16 de março de 2003, com sede à Rua do Imperador, 288/912, na cidade de Petrópolis, Estado do Rio de Janeiro, é uma associação civil para fins não econômicos ou lucrativos, de natureza apolítica e ecumênica, de duração indeterminada. Entre os objetivos do Grupo HepatoCerto estão reunir pessoas com hepatite, seus familiares e amigos para compartilhar experiências, forças e esperanças a fim de se ajudarem mutuamente em seu problema comum e melhorarem a sua qualidade de vida; e divulgar e conscientizar a população em geral e a classe médica sobre as hepatites, seus riscos, tratamento e prevenção.

enquete Qual sua opinião sobre a presença maciça de mulheres nos ministérios do governo Dilma Rousseff? Vagner Batista

Otakar Svacina, economista de 61 anos. “A mulher é tão capaz quanto os homens de desempenhar papéis de liderança. A Graça Foster merece o cargo de presidente da Petrobras.”

Cátia Regina de Souza, dona de casa de 36 anos. “As mulheres têm muita inteligência e pode ter destaque na política. Acho muito bom a medida da presidente.”

Jorge Luís Nunes, pedreiro de 45 anos. “Temos que analisar se as mulheres dos ministérios têm competência para suas funções. A pessoa tem que ter qualidade, independente de ser homem ou mulher.”

Jadiany Ferreira Pires, estudante de 19 anos. “Há um tempo as mulheres buscam e conquistam seu espaço. É ruim ter preconceito nessa área, porque o que conta é a competência.”

Thiago Carneiro Peregrino, militar de 20 anos. “As mulheres precisam conquistar cargos de confiança e poder. Achei bastante positivo essas escolhas da presidente Dilma.”

O prefeito Paulo Mustrangi esteve na manhã de ontem, dia 14, no terreno onde será instalado a Unidade Básica de Saúde (UBS) que atenderá os moradores do Vale do Cuiabá e das áreas do entorno. O novo posto de saúde será erguido em parceria com o governo estadual e substituirá a antiga unidade, que ficou comprometida durante a chuva de janeiro do ano passado. - Estivemos há poucos dias com o secretário de Estado de Saúde, Sérgio Cortês, e está tudo encaminhado para a instalação da UBS neste local. O terreno estará pronto para ser entregue até o final da semana e tenho certeza que a construção será feita de forma rápida. Os moradores do Vale do Cuiabá terão uma unidade de saúde de alta qualidade - afirmou Mustrangi. O terreno onde será feita a implantação da UBS fica localizado na Estrada Ministro Salgado Filho, próximo à entrada do Vale da Boa

Ascoom/PMP

Secretária, prefeito, representante do governo do estado e diretor administrativo da Saúde no local

Esperança. Está sendo feita a terraplanagem de aproximadamente 1,5 mil metros quadrados. A UBS terá uma equipe de saúde completa, com clínico geral, pediatra e

ginecologista, além do atendimento odontológico. O prefeito estava acompanhado pela secretária de Saúde, Aparecida Barbosa, pelo secretário de Obras,

Stenio Nery, pelo diretor administrativo da Secretaria de Saúde, Ricardo Retamal e pelo representante do governo estadual, Carlos Alberto Kopke Ribeiro.

Carretas de grande porte subirão a Serra pela pista de descida Quatro carretas de grande porte subirão a Serra de Petrópolis pela pista de descida na madrugada do dia 16. A reversão de pista causará interdição ao tráfego no trecho entre os kms 80 (Petrópolis) e 104 (Du-

que de Caxias) a partir de zero hora da próxima quinta-feira. As carretas farão duas paradas durante o trajeto para evitar retenções ao tráfego. Toda operação deve durar aproximadamente duas horas. A partir

do km 80, o comboio seguirá viagem pela mão normal da rodovia. A Polícia Rodoviária Federal pode determinar o cancelamento da reversão de pista se houver mau tempo. A subida da Serra de Petrópolis vai

operar normalmente durante a operação. Mais informações disponíveis pela Central de Atendimento Concer (0800282-0040). Portadores de deficiência auditiva e de fala devem ligar para 0800-281-0041.


8

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

ECONOMIA

Mantega nega notícia de taxação maior da renda fixa n Daniel Lima e Stênio Ribeiro/ABr

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, negou que o governo estude medidas para elevar o Imposto de Renda sobre aplicações financeiras. Reportagem publicada na edição de ontem (14) do jornal O Estado de S. Paulo informa que “o governo prepara mudanças na tributação do Imposto de Renda sobre as aplicações de renda fixa, como fundos de investimentos e CDBs [certificados de depósitos bancários]”. De acordo com o diário paulista, o objetivo do governo seria desestimular, por meio da elevação de impostos, “as aplicações que acompanham o sobe e desce da taxa básica de juros, a Selic”.

“Não procede. Não tem nenhum estudo para aumentar imposto de renda sobre aplicações financeiras. Nós só pensamos em reduzir impostos, neste momento. Não tem nenhum aumento de imposto previsto”, assegurou Mantega após a reunião do Conselho Político, que se estendeu até o início da tarde, no Palácio do Planalto. Neste momento, o Minstro Guido Mantega está reunido com a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, e a secretária de Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Célia Correa, para discutir cortes no Orçamento da União. Ao chegar no Ministério da Fazenda,

a ministra Miriam Belchior disse aos jornalistas que o anúncio dos cortes pode ser feito amanhã (15). A reunião do Conselho Político durou pouco mais de duas horas , no Palácio do Planalto, e teve a participação de lideranças de 15 partidos da base aliada na Câmara e no Senado. O único que não mandou representantes foi o Partido Republicano (PR). O deputado Lincoln Portela (MG), líder no PR na Câmara, disse que a Executiva Nacional do partido tinha reunião previamente agendada para as 11h e ele não tinha como participar do Conselho Político. Mas agradeceu ao convite e apresentou desculpas. A primeira reunião do

Conselho Político do ano foi instalada pela presidenta Dilma Rousseff e pelo vice-presidente da Republica, Michel Temer, com participação dos ministros da Fazenda, Guido Mantega; das Relações Institucionais, Ideli Salvatti; do Planejamento, Miriam Belchior; da Casa Civil, Gleisi Hoffmann; e da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho. Eles discutiram estratégias para a votação de matérias de interesse do Executivo, de modo a garantir o controle dos gastos públicos. Entre as prioridades elencadas pelo Executivo estão as votações do Fundo de Previdência dos Servidores Públicos (Funpresp), a Lei Geral da Copa e o Código Florestal.

Governo adota medida para taxar importações de cobertores n Daniel Lima/ABr

O governo brasileiro anuncia medidas contra práticas consideradas desleais às importações brasileiras de cobertores de fibras sintéticas originários do Paraguai e Uruguai. Foi publicada ontem, no Diário Oficial da União, a Resolução n° 12/2012 da Câmara de Comércio Exterior (Camex), que estende a aplicação do direito antidumping (sobretaxa) para importações de cobertores de fibras sintéticas do Paraguai e Uruguai. Essa medida foi estipulada, inicialmente, para o produto chinês e, segundo o

governo, é a primeira medida de anticircunvenção adotada pelo Brasil. Desde abril de 2010, segundo o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, o governo brasileiro vem aplicando o direito antidumping às importações de cobertores originárias da China para evitar a concorrência desleal com os produtos nacionais. A Indústria e Comércio Jolitex Ltda, fabricante do produto no Brasil, porém, alegou que as importações de tecidos de felpa longa de fibra sintética, de origem chinesa, e importações de cobertores do Paraguai e do Uruguai, fabrica-

dos com esses tecidos chineses, estariam frustrando os efeitos da medida contra a China. Investigações do Departamento de Defesa Comercial (Decom) da Secretaria de Comércio Exterior (Secex) concluíram pela existência da prática desleal e os ministros que integram a Câmera de Comércio Exterior (Camex) aprovaram a resolução com a extensão do direito antidumping aos cobertores comprados do Paraguai e do Uruguai. Pela resolução, a importação de tecidos de felpas longas, originários da China e utilizados na fabricação de cobertores, também será sobretaxada.

De acordo com o ministério, considera-se que há prática de dumping quando uma empresa exporta para o Brasil um produto a preço (preço de exportação) inferior àquele que pratica para o produto similar nas vendas para o seu mercado interno (valor normal). Dessa forma, a diferenciação de preços já é considerada prática desleal de comércio. Outra medida anticircunvenção poderá ser adota pelo Brasil em breve. Segundo o ministério, há uma investigação semelhante contra a China, a Indonésia e o Vietnã no setor de calçados.

AVISOS E EDITAIS

Cartório de 3º Ofício de Petropolis

Há 30 anos era publicado

15/02/2012

Terceiro Ofício - Petropolis - RJ

O dia 15 de fevereiro de 1982 caiu em um domingo e o DIÁRIO não circulou nesta data.

Pag: 1

R. do Imperador, 1021 - Centro

Relação do Edital dia 15/02/2012 Acham-se afixados neste cartório, conforme a lei 9492/97, art. 15 $1 - Processo 89.877/99 CGJ/RJ, para serem protestados os títulos de responsabilidade de:

SEPULTAMENTO

Cemitério Municipal TERÇa-feira, 14/02 Edna Rossignoli, 51 anos, Alto da Serra, 10h Cecília Helena de Souza Aranha Dantas, 79 anos, Centro, 16h30 Cemitério de Itaipava Felipe Carvalho da Silva, 19 anos, Corrêas, OBS. AS INFORMAÇÕES ACIMA SÃO FORNECIDAS AO DIÁRIO POR FUNCIONÁRIOS DAS SECRETARIAS DOS CEMITÉRIOS,

Protestar em 16/02/2012 COSTAVARES MODAS E CONFECCOES LTDA ME R AURELIANO COUTINHO,67 LJ 34

Número: 090668-D

DUPLICATA MERCANTIL

Emissão:31/10/2011

Vencto: 05/02/2012 Cheque Administrativo

Custas

128,15 Total

Protestar em 16/02/2012 DIBINI IND COM MOVEIS LTDA

Valor:

Cheque Administrativo

Custas

128,15 Total

Protestar em 16/02/2012 FLOR DE LIZ COMERCIO E CONFECCAO LTDA

Emissão:07/12/2011

Cheque Administrativo

Custas

107,43 Total

Protestar em 16/02/2012

Valor:

Emissão:16/09/2010 Custas

126,67 Total

1.197,87

Protocolo 2690

HSBC BANK BRASIL S/A BANCO MULTIPLO

13/02/2012

Valor:

128,15 Cpmf

0,00 Tarifa

14,72 Total

1.336,01

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 010573484000111

Protocolo

237 - BANCO BRADESCO S A

2674

FILATI IMPORTACAO E EXPORTACAO DE TECIDO

13/02/2012

FILATI IMPORTACAO E EXPORTACAO DE TECIDO

151,82

259,25 ou Dinheiro Custas

Número: 734-00 Valor:

14,72 Total

Portador/ Cedente / Sacador

1.321,29 ou Dinheiro Custas

RUA DO IMPERADOR 6 APT 504 CENTRO

Cheque Administrativo

0,00 Tarifa

1193,14

64286592715

CONTRATO DE FINANCIAMENTO

128,15 Cpmf

399 - HSBC BANK BRASIL SA BANCO MULTIPL

107,43 Cpmf

0,00 Tarifa

14,72 Total

273,97

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF

JOSE MARIA DOMINGOS

Vencto: 16/09/2010

13/02/2012

KALIMO TEXTIL LTDA

TRANSPORTADORA FROTAPARANA LTDA ME

Número: 803-5663-2

DUPLICATA MERCANTIL

KALIMO TEXTIL LTDA

CNPJ / CPF 005330660000154

RUA DOUTOR PAULO HERVE,1375,LOJA 25

Vencto: 30/01/2012

2730

1.183,15 ou Dinheiro Custas

Número: 30433 Emissão:22/12/2011

Vencto: 01/02/2012

Protocolo

001 - BANCO DO BRASIL SA

1055,00

RUA BERNARDO VASCONCELOS 46 DUPLICATA MERCANTIL

Portador/ Cedente / Sacador

CNPJ / CPF 011735506000165

Protocolo

CAIXA ECONOMICA FEDERAL(AG IMPERIAL)

2749

CAIXA ECONOMICA FEDERAL(AG IMPERIAL)

13/02/2012

CAIXA ECONOMICA FEDERAL(AG IMPERIAL)

14553,81

14.680,48 ou Dinheiro Custas

126,67 Cpmf

0,00 Tarifa

14,72 Total

14.695,20

Intimo-os a pagarem ( através de cheque administrativo ou dinheiro com guia de pagamento a ser retirada neste tabelionato ), ou no caso da falta de aceite, comparecer para aceita-lo, ou dar-me as razões por que não o faz.

Leia e assine

Ficando assim já intimado do respectivo protesto no prazo estipulado na forma da lei. Petropolis, 15/02/2012 João Correia Lima Neto - Escrevente

o Diário de Petrópolis

( 2235-7165

MANUTENÇÃO E MELHORIA NA REDE COM INTERRUPÇÃO NO FORNECIMENTO DE ENERGIA ELÉTRICA Visando prestar um serviço de melhor qualidade, a AMPLA comunica a seus clientes que interromperá o fornecimento de energia elétrica, para possibilitar a execução de obras e melhoramentos da rede, no município de Areal nas seguintes localidades: 18/02/2012, das 10:00h às 17:00h, Julioca: BR 040, Condomínio Quinta do Ipê, Estrada União e Indústria, Ilha Santa Maria, Ruas Álvaro Quintela, Geraldo A. de Oliveira e adjacências. O restabelecimento de energia poderá voltar antes do horário previsto.

Fotos: Divulgação

Mantega disse que só pensa em reduzir impostos neste momento

Venda de etanol hidratado nos postos cai mais de 30% n Daniel Mello/ABr

As vendas de etanol hidratado, vendido diretamente nas bombas dos postos de combustível (diferentemente do álcool anidro, que é misturado à gasolina), chegaram a 10,82 bilhões de litros desde abril de 2011 até 1º de fevereiro deste ano, segundo balanço da União da Indústria da Cana-de-Açúcar (Unica) divulgado ontem. O número representa queda de 31,63% em comparação aos 15,83 bilhões vendidos ao consumidor no mesmo período da safra 2010/11. As vendas acumuladas de etanol anidro, entretanto, registraram aumento de 8,16%, fechando o período avaliado em 6,72 bilhões de litros, incluindo importações. A produção atingiu 7,81 bilhões de litros entre abril e fevereiro.

O aumento se explica porque o etanol anidro tem mercado assegurado, já que a mistura do biocombustível à gasolina é obrigatória. Quanto mais a gasolina ganha preferência do consumidor, por causa do preço em relação ao rendimento do veículo, maior é a quantidade de álcool anidro necessária para a mistura. Já a produção de açúcar no período caiu 6,76%, com 31,24 milhões de toneladas. As usinas processaram, desde abril, 493,49 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, queda de 11,39% em relação aos 556,96 milhões de toneladas moídas no mesmo período da safra 2010/11. Em janeiro, as vendas totais de etanol (hidratado e anidro) somaram 1,29 bilhão de litros, 32,32% a menos que em janeiro de 2010 (1,9 bilhão de litros).

Governadores discutem a redistribuição de royalties n Vladimir Platonow/ABr

Os governadores de Pernambuco, Eduardo Campos, e do Espírito Santo, Renato Casagrande, disseram que a discussão sobre a redistribuição dos royalties do petróleo deve ser feita em conjunto com a revisão do Fundo de Participação dos Estados (FPE), parcela das receitas arrecadadas pela União que depois é repassada aos estados para reduzir as desigualdades regionais. Os governadores participaram da posse da nova presidenta da Petrobras, Maria das Graças Foster, que substituiu José Sérgio Gabrielli. A questão dos royalties é polêmica, opõe estados produtores, que não querem reduzir suas participações, e estados não produtores, que almejam uma fatia sobre o valor, principalmente com a perspectiva do pré-sal, que vai multiplicar os ganhos. Eduardo Campos ressaltou que a solução para o impasse só será encontrada por meio do diálogo. “Nós só sairemos disso se tivermos a capacidade de dialogar e de chegarmos a um entendimento que seja bom para o Brasil. Temos outro tema que vai nos fazer discutir, que é o FPE. Teremos que discuti-lo este ano, pois é uma decisão do Supremo [Tribunal Federal] e acho que teremos de ter capacidade política de fazermos uma mediação. Quem recebe mais FPE tem menos royalties. Quem tem mais royalties recebe menos FPE”, disse o governador de Pernambuco. A visão é compartilhada pelo governador do Espírito Santo, estado que recebe royalties como produtor. “Nós temos na FPE e nos royalties do petróleo uma oportunidade este ano de fazermos uma coisa equilibrada. Não aceitamos, por questão de prin-

Casagrande e Campos

cípio legal e constitucional, é rompermos contratos. Daqui para a frente estamos abertos à discussão para vincular isso a um debate sobre FPE. O Rio e o Espírito Santo estão entre os estados que menos recebem FPE. Vamos discutir esses assuntos em conjunto para tomarmos uma decisão com uma visão federativa”, disse Casagrande. Também presente à posse, a deputada federal Jandira Feghali (PCdoB-RJ), disse que há pressões fortes de alguns governadores para que o substitutivo do senador Vital do Rêgo (PMDB-PB), que redistribui os royalties, seja votado diretamente pelo Plenário, sem passar pela comissão especial criada no final do ano passado pelo presidente da Câmara, deputado federal Marco Maia (PT-RS). “Eu não sei nem se instalam a comissão. Há uma pressão de governadores de vários estados para que se vote [logo]. Eu acho uma temeridade votar assim, sem abrir uma rodada de negociação. Até porque havia um compromisso da presidenta Dilma para reabrir a negociação, para que não fosse votado como veio do Senado”, disse Jandira. Apesar das pressões, a deputada disse ter confiança na instalação da comissão. “Ninguém pode atropelar o presidente da Câmara, porque a decisão é dele. O que nós queremos é que não seja atropelado o acordo feito antes. Queremos que se cumpra o acordo”.


MOSELA Hoje é dia de Santo Cláudio Colombiére e dia do nascimento de Campos Salles. Na paróquia de São Judas Tadeu na secretaria o expediente é de terça a sexta-feira de 16h30 as 18h30. Os eventos podem ser agendados no telefone 2245 7344. O pároco é o padre Luiz Garcia Mello.

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

D

iário nos

B

airros

diarionosbairros@diariodepetropolis.com.br

Miséria e Fome na Vila Carnaval: tradicional bloco da Vila Felipe, depois de dois anos sem desfilar, anuncia apresentação deste ano com sátira nos nomes

Bateria nota zero, Juvenal Paralisia, Mariazinha Cotoco, Hemenezildinho, Pé de Pano, Cristinão 44 e Zé do Caixão. Estes serão os destaques do Bloco Carnavalesco Miséria e Fome, da Vila Felipe, no Alto da Serra, que vai voltar a desfilar este ano depois de ficar dois anos sem se apresentar na comunidade, por motivos alheios aos diretores da entidade. Fundado em 1988 o bloco vai apresentar o enredo Miséria e Fome 24 anos – Assumindo e Saindo do Armário. Os diretores adiantam que além da bateria nota zero vão se destacar o casal de mestre sala e porta bandeira Juvenal Paralisia e Mariazinha Cotoco. Os outros destaques são

os passistas Hemenezildinho, Pé de Pano, Cristinão 44 e Zé do Caixão. Ainda de acordo com os diretores do Miséria e Fome as principais atrações além dos destaques, são a Velha Guarda, a chaleira e o pinico do Seu Ambrózio. - As alas que integram o bloco são as seguintes: Comigo Ninguém Pode, Nós é Autoridade, Sabe com quem ta falando?, Peba na Pimenta e Sururu de Capote – adiantam. O Miséria e Fome vai desfilar no domingo e segunda feira de Carnaval às 16h saindo do pátio da Associação de Moradores e Amigos da Vila Felipe e Chácara Flora – AMAVICA – na Rua Permínio Schmith. O roteiro será a

Uma equipe da Secretaria de Obras esteve na semana passada executando o serviço denominado tapa buracos na Rua Artur Cruz, na Duarte da Silveira. Entretanto o trabalho foi feito pela metade e os motoristas continuam em trechos da via com dificuldades

de tráfego já que são obrigados a fazerem desvios constantes. A informação foi do vice presidente Fioravante Luiz Carvalho, da Associação de Moradores da Comunidade Vitória. - Precisamos que o trabalho seja completado. A

9

ALCOÓLICOS ANÔNIMOS Reuniões de hoje 19h: Grupo 27 de Maio, Rua Bingen, 261. 19h30: 28 de Janeiro, Rua Paulo Barbosa, 180, Centro; Amor e Atração, Av. Leopoldina, 596, Nogueira; Bingen, Rua Santa Rita de Cássia, 30, Castrioto; Castelânea, Praça Pasteur, 79; Petropolitano, Rua Santos Dumont, 100.

Pessoal lamenta falta de Carnaval e animação na 7 de Abril, no centro Comerciantes da Rua 7 de Abril no centro lamentaram ontem pela manhã o fim do movimento nos dias de Carnaval nas casas comerciais da localidade. - Era grande o número de clientes há 12 anos. Depois que acabou a programação de Carnaval no Petropolitano e outras casas fecharam aqui o público ficou diminuido – recordou o comerciante Geraldo Azevedo.

A moradora local Albertina de Carvalho Goura lembrou até da apresentação de blocos na 7 de Abril. - Eram blocos de sujo e baterias de gente fantasiada – lembrou. Ambos disseram que o Carnaval de rua nos bairros da cidade ficou sem motivação. - Hoje é só saudade – finalizou dona Albertina, de 77 anos de idade.

Presidente da AFPF anuncia o investimento na ferrovia

Trecho da Rua Teresa onde desfila o Miséria e Fome

localidade chamada Porão e em seguida o Alto da Serra, retornando para a Vila Felipe. Os diretores pedem

ao público para levar um quilo de leite em pó e contribuir com a Pastoral da Criança

dificuldade continua com o tráfego de veículos e principalmente do ônibus que liga a nossa comunidade. Ainda é grande o número de buracos na Artur Cruz – lamentou. Fioravante lembrou ainda que os trabalhos da colocação de luminárias públicas e corrimão na Ser-

vidão Manoel Lourenço Tavares Filho continuam sendo aguardados. Informou que vem insistindo junto às autoridades municipais no sentido de executar os serviços públicos, segundo ele, prometidos desde o primeiro semestre do ano passado.

O presidente Antônio Pastori, da Associação Fluminense de Preservação Ferroviária – AFPF – lembrou ontem da publicação no final da semana na grande imprensa sobre os investimentos do governo federal nas ferrovias de turismo. Destacou que a reativação da Estrada de Ferro Príncipe do Grão Pará está nos planos de trabalho e informou a íntegra da informação:

- Na ativação do trem RioPetrópolis serão investidos R$ 72 milhões, segundo a Associação Brasileira das Operadoras de Trens Turísticos e Culturais – ABOTTC. Mas o Ministério do Turismo informou que deve levar mais tempo para ser implantado, porque será necessário remover famílias ao longo do trajeto. A prefeitura de Magé também está envolvida no projeto.

Leitora aplaude atitude de ONG Tapa buracos em rua da Duarte foi feito, mas só pela metade sobre denúncia e defesa de animais

dfgdf

Tranqüilidade

para a sua empresa

Contabilidade de última geração, sistema avançado de informática Escrita Fiscal – Rotinas Trabalhistas e Folha de Pagamento Sistemática Departamento Jurídico – Direito Cível – Direito Trabalhista Projetos Econômicos – Análise de viabilidade e capacidade de sua empresa – Administração de Bens e Serviços – Corretagem e Administração de Imóveis – Equipe com treinamento especializado Direção Técnica: Márcio Tesch Economista – Corecon 10582 Advogado – OAB/RJ 59.566 Tec. Contab. – CRC/RJ 25.384-0

Rua do Imperador, 772 – Gr 105/106 – Centro Petrópolis – RJ. Tel/Fax: (024) 2231-6212 / 2231-3322

Mais uma leitora se manifesta sobre a presença de animais nas ruas de Nogueira. - Concordo plenamente com as ONGs que acusam os responsáveis pela situação. É uma vergonha que isto continue acontecendo e ninguém tome providências – escreveu Maria da Glória Cunha Bernardes, ao concordar com a notícia de ontem no DB sobre a nota da AnimaVida sobre maus tratos com

cavalos no bairro. As notícias sobre os animais pelas ruas de Nogueira estão sendo veiculadas quase que diariamente e desde o ano passado quando o membro Luiz Carlos Veiga, do Grupo Amigos de Nogueira – GAN – deu início as acusações. Entretanto proprietários dos bichos continuam deixando eles “pastando” pelas vias e sujeitos a atropelamentos ou acidentes maiores.


10

57 anos

DIÁRIO DE PETRÓPOLIS

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

ESPORTES

esportedp@gmail.com

Petrópolis conquista título no tênis de mesa A nova equipe da ADMPetrópolis estreou oficialmente no último fim de semana, quando foi realizado no Sesc São João de Meriti, a primeira etapa do Circuito Interestadual Olímpico de tênis de mesa. De cara a cidade conquistou grandes resultados, com destaque para os dois títulos nas principais categorias da competição, conquistados pelo recém contratado Bruno Vital (ex-Vasco da Gama). O melhor jogador do Rio de Janeiro na atualidade não tomou conhecimento dos seus adversários e conquistou o título no Adulto, principal categoria em disputa, vencendo na final Alexandre Silva (Palestra

Itália - SP) pelo placar de 3 sets a 1. Bruno ainda foi o grande campeão da categoria Sênior, vencendo na final Jayme Amaral (ACTM) pelo placar de 3 sets a 0, sendo que perdeu durante toda competição nesta categoria, apenas 1 set. Outro grande destaque da equipe petropolitana foi André Marchiori, estreante no clube da cidade, que chegou na final da categoria veteranos de 40, sendo derrotado apenas na decisão pelo atleta do Fluminense Claudio Beznos. Marchiori que foi a grande surpresa positiva da competição venceu na semifinal Omar Barbosa, que havia derrotado

Pedro do Rio teve clínica ministrada por cavaleiro Quem teve a oportunidade de participar da clínica de salto ministrada pelo cavaleiro olímpico Luiz Felipe de Azevedo durante este fim de semana em Pedro do Rio (Fape-Multisalto), só teve motivos para comemorar, pois absorveram ensinamentos práticos e teóricos que apenas poucos conseguem passar. Durante as aulas, Luiz Felipe conseguiu elevar a autoconfiança dos alunos, incentivando-os a interagir com os animais e propiciando aos mesmos a oportunidade de montarem cavalos com características diversas, o que em muito contribui para o desenvolvimento do aprendizado de quem

quer evoluir no esporte. Além das aulas ministradas em Petrópolis (Pedro do Rio), no sábado à tarde, todos os participantes da clínica estiveram em Miguel Pereira, onde também tiveram aulas, além de desfrutarem de um excelente almoço oferecido pelo anfitrião e por sua esposa, Elisabeth de Azevedo. Entre outros, participaram da clínica Adonai Lemos, Francisco Arruda, Júlia Lattouf, Pedro Paulo de Miranda e Augusto Figueira, sendo que todos eles foram unânimes em afirmar que os ensinamentos lá colhidos seriam preciosos no desenvolvimento da equitação de cada um.

o cabeça de chave número um da competição. Mas as conquistas da ADM-Petrópolis não pararam por aí. Ainda no sábado, quando foram realizadas disputas nas categorias de base, o jovem Luan Mesquita (Liceu São José de Itaipava) com apenas 15 anos, formado em Pedro do Rio pelo técnico Daniel Ramos, mostrou ser uma das grandes promessas do mesatenismo do Rio de Janeiro para esta temporada. Luan conquistou a medalha de bronze na categoria juventude (Sub-21), realizando grandes jogos contra adversários de peso nacional, como Eduardo Cazeiro

(Fluminense), Jeferson Bento e Gregory Araujo, ambos atletas da equipe de Jacareí (SP), uma das mais fortes do país na atualidade. Outros destaques da ADMPetrópolis foram Fernando Ribeiro, que terminou na quinta colocação na categoria adulto, André Deister que derrotou Clayton Sereno, um dos mais fortes atletas do estado, além da vitória de Bruno Duarte sobre o forte Jeferson Bento da equipe de Jacareí-SP. O próximo desafio da equipe petropolitana será a segunda etapa do Circuito Interestadual Olímpico, que será realizado nos próximos dias 10 e 11 de março.

Divulgação

Os petropolitanos mais uma vez se deram bem na competição

Imperial dispensa o técnico Gilson Maciel. Time enfrenta Sampaio hoje O Imperial enfrenta o Sampaio Corrêa nesta quarta-feira, pela quarta rodada da Série B do Campeonato Carioca, em Saquarema. A equipe busca sua primeira vitória na competição. O treinador Gilson Maciel não comanda mais o Imperial Futebol Clube. Após cinco meses à frente do comando do clube petropolitano o técnico deixa o comando do time devido aos resultados abaixo do esperado, obtidos pelo time no Campeonato Carioca da série B. A diretoria agradece aos serviços prestados pelo treinador. Agora o clube irá atrás de um novo nome para comandar a equipe no restante da com-

petição. Além do treinador, o auxiliar técnico Everton Vanoni também não continuará na equipe. O restante da comissão técnica será mantido. Neste jogo a equipe petropolitana será comandada interinamente pelo treinador dos juniores, Gustavo Leal, juntamente com o treinador de goleiros Marcelo Koy. Gustavo explica que não teve muito tempo para trabalhar, mas mesmo assim acredita no sucesso do time. - Não tinha muito a ser feito agora, por ter apenas um dia para treinar. Eu dei sequência ao trabalho que o Gilson vinha fazendo e vamos para o jogo. O time está

muito motivado para esse jogo e nós vamos em busca dessa vitória, tenho certeza que podemos ganhar - afirmou Gustavo. O treinador do time Sub20 vive um bom momento sob o comando dos juniores, que venceu as três primeiras rodadas do Carioca, e espera repetir o sucesso nesta partida pelo profissional. O treinador chegou a trabalhar com o grupo antes do início dos treinos dos juniores, auxiliando o ex-treinador, por isso já conhece os jogadores e tem um bom relacionamento com o elenco. Para este jogo o Imperial terá o desfalque do capitão da equipe, o zagueiro Elton, que

foi expulso no último jogo e cumpre suspensão nesta rodada e também do meia Gilmar Bala, que se machucou no último jogo. Júnior quer manter os bons resultados O Imperial enfrenta o Sampaio Corrêa nesta quarta-feira, em Saquarema, em busca da quarta vitória consecutiva, para manter os 100% de aproveitamento. A equipe é a líder do grupo B com 9 pontos. O treinador da equipe, Gustavo Leal espera um confronto difícil nesta partida e destaca que o time não pode diminuir o ritmo.


diariodepetropolis