Page 1

Informativo semanal do site www.diariocatolico.com (em construção) Nº 011

NOSSA MISSÃO É EVANGELIZAR

A caridade conduz a uma vida digna

Nas pequenas doações, consideradas insignificantes, feitas com total generosidade, podemos fazer de nossa vida uma oferta agradável a Deus e aos irmãos. “Deus ama a quem dá com alegria!” A mística e os apelos que emergem da Palavra de Deus se coadunam com as solicitações do Projeto “Queremos Ver Jesus”. A prática da caridade, doando aos necessitados ou a uma pessoa próxima que conhecemos, ou ainda a uma entidade de assistência social, contribui para que tenhamos uma vida digna. “Muitas vezes as pessoas que procuram nossas comunidades necessitam, antes de tudo, prover às suas necessidades básicas de alimentação, saúde, moradia. A comunidade eclesial, no espírito do ‘ministério da caridade’, procure oferecer com generosidade e dedicação todos os serviços que puder, lembrando que a caridade das obras garante uma força indubitável à caridade das palavras”. (Cf. CNBB. Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil. Doc. 71).


Página 2

Edição 011

CATEQUESE MISSIONÁRIA

Não se iluda com os modelos d A palavra de Jesus tem hoje uma eloqüência ímpar diante da realidade em que estamos inseridos. É uma forte crítica à sociedade utilitarista e àqueles que alicerçam sua vida sobre os critérios da aparência e da generosidade calculada. Com muita propriedade, afirma Roberto Shinyashiki: “A acumulação de riquezas e a ostentação estão deturpando os valores das coisas e das pessoas. Em um mundo no qual o dinheiro é mais valorizado que os sentimentos, a aparência também acaba sendo mais importante que a essência do ser”. A hipocrisia dos escribas está bem presente em nosso tempo. Todo dia sublinham-se mais as aparências, o status social e o sucesso. Manipulam-se os sentimentos religiosos das pessoas simples (das “viúvas”) para salvaguardar os próprios interesses políticos e econômicos. Mesmo no interior da Igreja, contra toda a lógica do Evangelho, há aqueles que fazem de sua vida uma corrida em busca de honrarias, prestígio e aplausos. Iludem-se, pois a fama

pela fama, a aparência pela aparência só traz um imenso vazio. No passado, Jesus alertou os discípulos: “Guardai-vos dos escribas”. Hoje ele avisa: “Não se iludam com os modelos de sucesso que existem por aí”. AMBIÇÃO Ainda na atualidade, o comportamento dos escribas se revela, de forma particular, na ideologia da economia global fundada sobre a eficiência, o desejo e o consumo. Uma estrutura na qual os espertos exploram os mais fracos, os humildes, os desprovidos de poder econômico, político e religioso. Embriagam-se os menos favorecidos e desprovidos de senso crítico com a ambição de se tornarem ricos e poderosos, celebridades bem-sucedidas na vida. Apesar de em menor número, existem ainda os “escribas e senhores muito ricos” que se apresentam generosos em sua religiosidade. Eles ajudam com fartos donativos a construção de igrejas ou de salas de catequese, não faltam às celebrações e festas

– Órgão Oficial da Associação dos Benfeitores de São Vicente de Paulo, editado pelo Grupo Dom Geraldo Fernandes da Catedral Metropolitana de Londrina. Jornalista responsável: Wanderley J. Marlier. E-mail: abenvip@pop.com.br - Fone: 3336-5035


6/11 a 12/11/2006

Página 3

de sucesso que existem por aí da comunidade, mas suas práticas religiosas não vão além de interesses imediatos. Basta ver o que acontece na hora de um batizado, de um casamento ou de uma missa de sétimo dia. São os mais exigentes. Esquecem por completo os critérios que ajudaram a elaborar e aprovar em favor do bom relacionamento comunitário. Sua prática se revela intolerável aos critérios do Evangelho, porque sua vida é pautada na quantidade e não na qualidade do desprendimento, da sinceridade e da generosidade. “A viúva doou tudo o que tinha para viver”. GENEROSIDADE Há muitos cristãos que conhecem teoricamente muito bem os critérios evangélicos e os preceitos da vida cristã; todavia, “fazem o bem pensando em si”. Na prática comunitária, não mergulham no espírito e, conseqüentemente, se tornam mesquinhos e intolerantes. O Mestre alerta seus discípulos para a verdadeira prática religiosa. Esta não consiste na busca de honrarias, em ocupar lugares de destaque nas comemorações públicas, no uso ostensivo de vestes e de sinais externos para chamar a atenção sobre si. A verdadeira prática religiosa brota

da generosidade e da humilde dedicação aos pobres e necessitados (cf. Tg 1,27). O seguimento de Jesus se caracteriza pela doação, pela solidariedade. O Projeto “Queremos Ver Jesus” nos lembra que “O amor cristão tem duas faces inseparáveis: faz brotar e crescer a comunhão fraterna entre os que acolheram a Palavra do Evangelho (a koinonia, a partilha dos bens, a solidariedade, ‘um só coração e uma só alma’) e leva ao serviço dos pobres, ao cuidado para com os sofredores, ao socorro de todos os que precisam, sem discriminação”. Jesus contrapõe a generosidade e a religiosidade sincera de uma pobre viúva ao modo hipócrita do agir dos escribas e ricos senhores do Templo. Despojada dos bens terrenos, doa tudo o que possui, demonstrando que sua confiança e segurança estão nas mãos de Deus. É a generosidade radical. Ela não doou o supérfluo; ela manifestou uma generosidade gratuita no sentido da entrega total sem esperar nada em troca.

(Fonte: CNBB - Projeto Nacional de Evangelização “Queremos Ver Jesus, Caminho, Verdade e Vida)


CAMPANHA PERMANENTE CONTRA A MASSIFICAÇÃO

ANTES DE LIGAR A TV SINTONIZE DEUS A Palavra de Deus em 1º lugar LEITURAS DA SEMANA

SEGUNDA-FEIRA (6/11/2006): Dia de Prevenção contra Doenças do Coração. Primeira Leitura: Filipenses 2, 1-4; Salmo Responsorial: 130; Evangelho: Lucas 14, 12-14. TERÇA-FEIRA (7/11/2006): Primeira Leitura: Filipenses 2, 5-11; Salmo Responsorial: 21; Evangelho: Lucas 14, 15-24. QUARTA-FEIRA (8/11/2006): Dia Mundial do Urbanismo e dia do Aposentado. Primeira Leitura: Filipenses 2, 12-18; Salmo Responsorial: 26; Evangelho: Lucas 14, 25-33. QUINTA-FEIRA (9/11/2006): Festa da Dedicação da Basílica do Latrão e dia do Hoteleiro. Primeira Leitura: Ezequiel 47, 1-2.8-9.12; Salmo Responsorial: 45; Segunda Leitura: I Coríntios 3, 9-11.16-17; Evangelho: João 2, 13-22. SEXTA-FEIRA (10/11/2006): Memória de são Leão Magno, papa e doutor da Igreja. Dia do Trigo. Primeira Leitura: Filipenses 3,17-4,1; Salmo Responsorial: 121; Evangelho: Lucas 16, 1-8. SÁBADO (11/11/2006): Memória de são Martinho de Tours, bispo. Dia do Diretor de Escola. Primeira Leitura: Filipenses 4, 10-19; Salmo Responsorial: 111; Evangelho: Lucas 16, 9-15. DOMINGO (12/11/2006): Dia do Supermercado. Primeira Leitura: I Reis 17, 10-16; Salmo Responsorial: 145. Segunda Leitura: Hebreus 9, 24-28; Evangelho: Marcos 12, 38-44. REGRAS PARA OBTER PROSPERIDADE 1 – Dar o primeiro lugar à Palavra de Deus; 2 – Meditar a Palavra de Deus; 3 – Praticar a Palavra de Deus e 4 – Obedecer a VOZ DO ESPÍRITO. Porque “O espírito do homem é a lâmpada do Senhor...” (Provérbios 20, 27) “Não cesses de falar deste livro da lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo a tudo quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido”. (Josué 1,8)

INICIATIVA:

AB E N VI P

Associação dos Benfeitores de São Vicente de Paulo Grupo Dom Geraldo Fernandes

Travessa Pe. Eugênio Herter, 33 – Fone (43) 3324-5255 – CEP 86010-120 – Londrina.

Diário Católico  

Edição 11 do Jornal Diário Católico

Diário Católico  

Edição 11 do Jornal Diário Católico