Page 1

Informativo semanal do site www.diariocatolico.com.br (em construção) Nº 009

NOSSA MISSÃO É EVANGELIZAR

O missionário combate a cegueira espiritual

Celebrando o memorial da Páscoa de Jesus, tenhamos presente os grupos e pastorais que por seus gestos de solidariedade libertam da exclusão e da cegueira inúmeros filhos de Deus jogados à margem das oportunidades de uma vida digna em nossa sociedade. Agradecidos, celebremos a esperança por dias melhores, pois em meio a tantas situações que emudecem a voz dos sofredores, grita-se cada vez mais forte na confiança de que um outro mundo é possível. De todas as direções surgem iniciativas abrindo caminhos de esperança. Suplicamos, por nossas preces, que o Espírito Santo ilumine e fecunde o dinamismo da juventude; fortifique seus passos no caminho da busca e do conhecimento da Boa-Nova de Jesus.


Página 2

Edição 009

CATEQUESE MISSIONÁRIA

Cristo tem predileção pelos miss A narrativa evangélica de são Marcos 10,46-52 (O cego de Jericó) é uma parábola que reflete o homem iluminado por Cristo – o discípulo (missionário) perfeito. Jesus joga uma cartada decisiva no processo de iniciação dos discípulos ao seguimento radical: o verdadeiro discípulo é aquele que, pela fé, enxerga e segue a Jesus rumo a Jerusalém. Ser missionário ou discípulo é desejar tornar-se iluminado; é comprometer-se em obras de solidariedade com os que continuam sentados à beira do caminho. Entre nós há muitos tipos de cegueira e de cegos. Jesus segue para Jerusalém não para conquistar as glórias deste mundo. Ele vai a fim de doar sua vida. Os discípulos e a multidão o seguem, mas como cegos. Continuam sonhando com honrarias e esperam a vitória dele neste mundo. CEGOS DE VERDADE O cego do Evangelho é, de certa forma, símbolo de todos nós. Constitui uma grande verdade que todos estamos um pouco cegos no caminho de Jericó a Jerusalém. Isto é, no caminho da vida. Muitos de

nós, no entanto, não estamos ali como Bartimeu, no momento oportuno da graça para implorar a cura. O cego sentado à beira do caminho é uma eloqüente imagem dos necessitados da humanidade, lembrados por Jeremias, em favor dos quais se derrama a compaixão de Deus. Uma excelente oportunidade para a comunidade praticar a caridade em favor dos excluídos dos caminhos que conduzem à vida. Como, porém, ter gestos de solidariedade se ainda estamos sentados à beira do caminho, sem um projeto novo de vida, dependendo da esmola dos outros? Quem não se deixou interpelar por Jesus e não iluminou seu coração com a luz do Evangelho encontra-se numa situação difícil. A viagem de Jericó a Jerusalém é longa e exigente. É para pessoas fortes. Jesus tem predileção pelos missionários decididos, capazes de tomar posição contra tudo e contra todos. Missionários que corajosamente enfrentam quaisquer barreiras e cerimoniais para propagar Seus ensinamentos e se encontrar com Ele. Bartimeu grita a plenos pul-

– Órgão Oficial da Associação dos Benfeitores de São Vicente de Paulo, editado pelo Grupo Dom Geraldo Fernandes da Catedral Metropolitana de Londrina. Jornalista responsável: Wanderley J. Marlier. E-mail: abenvip@pop.com.br - Fone: 3336-5035


23/10 a 30/10/2006

Página 3

sionários decididos e corajosos mões, vencendo os mandos para que se calasse. Assim como uma criança que, diante da insensibilidade da mãe, chora e grita, o clamor do pobre cego, alimentado pelas migalhas da sociedade excludente, atrai a atenção de Jesus. Também é o grito do discípulo apaixonado que não se cala enquanto a solução não chega. O grito do cego vem do profundo de sua indignação. Ele não se resigna a continuar nas trevas em que está envolto; ele não se conforma em ter de sobreviver passivamente das esmolas dos passantes. Bartimeu, consciente da situação, intui que algo está por acontecer e pode mudar sua vida. Supera as hesitações e o medo, a perplexidade e o acanhamento, e grita a plenos pulmões. PERSEVERANÇA Na prática da vida das comunidades, nos bairros, nas escolas, em muitos locais, algo novo acontece, somente graças à resistência perseverante de alguns corajosos que, movidos pela indignação, não deixam as coisas se acomodarem. Infelizmente, nos esquemas da sociedade atual, só se obtém alguma melhoria na perspectiva da saúde, da educação, do trabalho, do transporte e do lazer mediante muita pressão popular. Mediante o grito do povo.

Logo surgem os que “abafam o grito”. “Cale-se! Não perturbe o Mestre!” “Pra que você vai se preocupar com os problemas da comunidade, da Igreja, da sociedade...?!” Há quem cheque a zombar dos sentimentos e das inquietações. Para muita gente bem instalada, o grito dos excluídos amedronta. Bartimeu não desanima: em sua indignação continua gritando, pedindo para que alguém o ilumine. “São cegos como também são cegas aquelas comunidades que querem silenciar os pobres, que gritam que não querem parar para refletir sobre certas situações e para encontrar alguma solução, que não toleram que alguém perturbe o tranqüilo prosseguimento das suas triunfais procissões.” Felizmente a mediação de Jesus se multiplica nas comunidades. Aqui sempre há pessoas sensíveis, atentas e solidárias com os irmãos em dificuldade que, por sua caridade, palavras de conforto e de esperança, abrem caminho para o encontro libertador com o Senhor. Essas pessoas são os verdadeiros missionários seguidores do Mestre.

(Fonte: A prática da caridade é a liturgia que agrada a Deus. CNBB Projeto Nacional de Evangelização “Queremos Ver Jesus, Caminho, Verdade e Vida)


CAMPANHA PERMANENTE CONTRA A MASSIFICAÇÃO

ANTES DE LIGAR A TV SINTONIZE DEUS A Palavra de Deus em 1º lugar LEITURAS DA SEMANA

SEGUNDA-FEIRA (23/10/2006): Dia da Aviação Brasileira e dia do Aviador. Primeira Leitura: Efésios 2, 1-10; Salmo Responsorial: 99; Evangelho: Lucas 12, 13-21. TERÇA-FEIRA (24/10/2006): Dia de santo Antônio Maria Claret, dia das Nações Unidas, dia Mundial do Desenvolvimento e início da Semana do Desarmamento. Primeira Leitura: Efésios 2, 12-22. Salmo Responsorial: 84; Evangelho: Lucas 12, 35-38. QUARTA-FEIRA (25/10/2006): Memória do Bem-Aventurado Antônio de Sant’Ana Galvão, religioso. Dia da Saúde Dentária, dia do Cirurgião Dentista, dia do Sapateiro e dia da Democracia; Primeira Leitura: Efésios 3, 2-12; Meditação: Isaías 12, 2-6; Evangelho: Lucas 12, 39-48. QUINTA-FEIRA (26/10/2006): Dia dos santos Boaventura de Potenza e Damião de Finaro. Primeira Leitura: Efésios 3, 14-21; Salmo Responsorial: 32; Evangelho: Lucas 12,49-53. SEXTA-FEIRA (27/10/2006): Dia de São Vicente de Ávila e dia Mundial de Oração pela Paz. Primeira Leitura: Efésios 4, 1-6; Salmo Responsorial: 23; Evangelho: Lucas 12, 54-59. SÁBADO (28/10/2006): Dia dos santos Judas Tadeu e Simão Cananeu, apóstolos; dia do Funcionário Público. Primeira Leitura: Efésios 2, 19-22; Salmo Responsorial: 18; Evangelho: Lucas 6, 12-19. DOMINGO (29/10/2006): Dia dos santos Abraão de Rostov e Narciso de Jerusalém. Dia Nacional do Livro e dia Nacional da Juventude. Primeira Leitura: Jeremias 31, 7-9; Salmo Responsorial: 125. Segunda Leitura: Hebreus 5, 1-6; Evangelho: Marcos 10, 46-52. REGRAS PARA OBTER PROSPERIDADE 1 – Dar o primeiro lugar à Palavra de Deus; 2 – Meditar a Palavra de Deus; 3 – Praticar a Palavra de Deus e 4 – Obedecer a VOZ DO ESPÍRITO. Porque “O espírito do homem é a lâmpada do Senhor...” (Provérbios 20, 27) “Não cesses de falar deste livro da lei; antes medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo a tudo quanto nele está escrito; então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido”. (Josué 1,8)

INICIATIVA:

AB E N VI P

Associação dos Benfeitores de São Vicente de Paulo Grupo Dom Geraldo Fernandes

Travessa Pe. Eugênio Herter, 33 – Fone (43) 3324-5255 – CEP 86010-120 – Londrina.

Diário Católico  

Edição 09 do Jornal Diário Católico

Diário Católico  

Edição 09 do Jornal Diário Católico