Page 1

Ta que nam volluptas enimus rernatem. Nem sita consequas velessed ex et et offic totati volorunt eatiumqui sum as eatia de dolest reperum int. Nia qui ipicto et ut maxime nobis id qui corum quaturiti cus sum rent. Niendis cipsus. Evercium nimaximi, nulliquo coratia con conseque res enis sitat et aut vollab is nos ese lab in rerum volesto derovit lam quam, escium eum rero eatus eaquatectur aut que cum laut facium iur molupta si dit ventus enditatust enihicias si as am ut officium dolesto erferfe rorrumet etur? Qui volorib usandis dendae. Ehendip sandiat essequa spelecum aut lacil magnim qui apitibusciat quiam volendis doluptatatem fugit everi sequame volorei usdande stecuptam hit aliquo to vernatente voloriamet maio dolut eiusae essitiat ad molorrum laccusam la cum auditia velenis aut quae vent lab ipsa eaquam hillute mollore rroribus sus ma dem quaero volorporepro illam, qui ducias acearum, sum rempore mquasim usamendebis verum volupidis ape nostium ut quae consequi consequam acero mollorenis si aute voluptat ea nus, quae exceatio is expersped quae et, volorib usaperunt lanis est, is parciatistem hit omnimodi ad maximi, niatem excero venihit etum et que cus, cullacea pa nosti autem sundus in nam et re verunt vent adi conem alis sit, iume nonsequ iandae doluptint quiam nim nia as dolupta turions equuntum qui doluptis vendus, quisquae a nullit adis aut este re ventoriandam ius. Explam adis re nimus doluptat. Es alis quam illitat urecta con nonsecea nulluptia nia as rerorum quaererum quias aut ut adit quatur? Xim aut fugiae porio. Ut aperiae ma que ditatecatio. Duntio erum verumquist offici doluptae ratur? Nim facius re nimaio. Itatureste mi, volupta tiasitiore, asperio.


SUMÁRIO 2

Linguagens

7

Formação

13

Memória

24

Cultura em Festa

56

Getão Pública e Participação Democrática

78

Guia de Espaços Culturais


Linguagens As letras dos poemas, as tintas colorida das telas, o som da viola, o sorriso dos palhaços e as lentes de tantas câmeras. As linguagens artísticas estão na cidade e completam nossa vida cultural. E, aqui em São Carlos, você encontra todas elas.


São Carlos da Música Seja nas guitarras do Rock na Estação, ou nas vozes das crianças do Coral BemTe-Vi, nos instrumentos de quem está aprendendo na Escola Livre de Música, na educação musical, nas cordas da viola, no programa de auditório da TV Educativa, a música e todas as suas variações de timbres e ritmos estão acessíveis em São Carlos. O chorinho na praça, no Chorando Sem Parar, o som das bandas independentes, no festival Contato, o embalo da Cultura Reggae, toda a intensidade do Sanca Hip Hop, os grandes artistas em shows no SESC e nos grande eventos municipais que acontecem ao longo de todo o ano nas mais tradicionais festas da comunidade: a música está em todas as partes.


Nossa Viola A tradição da viola e a cultura caipira no centro do palco do programa de auditório da TV Educativa de São Carlos com duplas da cidade e região. Um projeto que registra e divulga os músicos e a música da nossa terra.

Escola Livre de Música Maestro João Sepe Gerida pela Associação de Artes de São Carlos, por meio de convênio com a Prefeitura, a escola oferece gratuitamente aulas de vários instrumentos, contemplado crianças, jovens e adultos. Esses alunos, juntamente com seus professores, formam a Orquestra Sinfônica de São Carlos, assim como vários outros grupos musicais, como a Orquestra de Violões, conjuntos de câmara, etc. Além das aulas de instrumento é realizado um trabalho de educação musical e de canto-coral.


São Carlos dos Palcos Nos anos 1970, a nossa cidade teve um importante movimento teatral que culminou com a inauguração do Teatro Municipal Alderico Vieira Perdigão. Hoje, com um moderno recém reinaugurado Teatro Municipal, a cidade novamente conta com a vinda de grandes espetáculos que pautam a sua programação. E tem também os espetáculos no SESC e as peças no Teatro Florestan Fernandes, na UFSCar, que agitam a cena teatral. Seja por meio da dança, da música, do circo, da comédia ou do drama, a cidade tem hoje uma diversidade de espetáculos que se soma aos projetos de formação de público e de atores. Toda quarta é alternativa no Municipal, que recebe oficinas e apresentações gratuitas de artes cênicas, somando-se às ações do TUSP na cidade. No Shopping acontece o projeto Teatro aos Domingos, para a criançada aprender desde pequeninha que teatro é legal. A Oficina Cultural, mantida pelo Estado, também tem formação na área. Para quem gosta de estar nos palcos, a prefeitura realiza o Teatro no Teatro, um curso anual para jovens.


Teatro Municipal A pedra fundamental de sua construção foi lançada em 1956 e sua primeira inauguração ocorreu no ano de 1966. Passados mais de 30 anos, a Prefeitura realizou uma reforma que modernizou esse patrimônio cultural de São Carlos. Reinaugurado no dia 4 de julho de 2008, o Teatro Muncipal está em plena atividade. A programação prima pela diversidade de linguagens das artes cênicas, visando abranger diferentes públicos e contribuir para a formação de plateia. A programação mensal você encontra no site da prefeitura.


São Carlos do Audivisual A cidade respira cinema. Embalada pela nostalgia das Sessões Malditas, hoje com o Cine Iguatemi e o recéminaugurado Cine São Carlos, a magia da sétima arte está mais perto de todos os cidadãos de São Carlos. Soma-se a isso o cinema do SESC aos finais de semana e o CineUFSCar com sessões todas as quartas. E o cineclubismo tem muito espaço: o CDCC/USP realiza há quase 20 anos sua sessão aos sábados. Os distritos de Água Vermelha e Santa Eudóxia tem sessões semanais e o Afrocine mensalmente discute cinema e etnia. Tem cinema para todos, em todos os lugares! E pra quem quer aprender, a cidade está cheia de opções. Além da graduação e pós-graduação em Imagem e Som oferecida pela UFSCar, São Carlos mantém o único Núcleo de Produção Digital do estado com cursos e oficinas para todas as idades. A multiplicação de produções de vídeos aproxima o cidadão e a universidade com a realização de vídeos dos alunos do curso Imagem e Som, que há 15 anos transforma a cidade em cenário para seus filmes. Aqui, cinema é para todos!


Centro Municipal de Audiovisual Primeira sala construída para sediar exclusivamente uma sala de cinema em São Carlos, o prédio onde hoje funciona o Centro Municipal de Audiovisual tem história. Foi ali que funcionou o Cine Polytheama, depois o Cine e Rádio Progresso e o Studio 1 que fechou suas portas no final do século XX. Com a aquisição do prédio pela Prefeitura, a cidade tem o orgulho de reabrir a sala de cinema, agora o Cine São Carlos, além de ser a sede da TV Educativa e do Núcleo de Produção Digital.

Cinema para Todos Desde 2005, a Prefeitura Municipal tem realizado ações constantes na área de formação audiovisual. Seja por meio do apoio à atividade cineclubista ou de sessões de filmes brasileiros em escolas e centros comunitários. Atualmente, a Prefeitura mantém o Afrocine, um cineclube temático que acontece no Centro Municipal de Cultura Afro-Brasileira além de dois cineclubes nos distritos da cidade, em Santa Eudóxia no Museu de Pedra e, em Água Vermelha, no Cine São Roque do Armazém Cultura (projeto contemplado pelo edital Cine + Cultura do MINC). Com a experiência de ter realizado o Vídeo Festival e o Film Fest ao longo dessa década, a cidade também trabalha na consolidação de um festival de cinema de São Carlos,


São Carlos da Dança O palco do Municipal recebe todos os anos as apresentações das escolas de dança da cidade. O ginásio do SESC também recebe mais de mil dançarinos dos projetos educativos da prefeitura municipal. São alunos da terceira idade da UATI, crianças do projeto Dançar, adultos e crianças dos centros comunitários e jovens do movimento Hip Hop que encontram na dança uma forma de viver a arte e a cultura. Há 20 anos, o projeto Dançar forma meninos e meninas no ballet clássico, mas seu destaque é na dança de rua e na dança afro. É com o objetivo de constantemente formar e capacitar profissionais de dança, que desde 2010, o Grupo de Estudos de Dança de São Carlos, organizado pela Prefeitura, se reúne mensalmente e tem contato direto com profissionais de renome. Outro importante agente na cidade é a URZE na UFSCar que vem estudando, experimentando e apresentando a dança contemporânea para todos. Por isso, do clássico ao contemporâneo, do iniciante ao profissional, São Carlos é também um espaço para todas as danças.


URZE A URZE Companhia de Dança da UFSCar foi fundada em 2006 e é formada por egressos do projeto de extensão “Dança Contemporânea”, do Departamento de Esportes da UFSCar. Desde sua formação tem se dedicado à produção de espetáculos e projetos de formação de público, apresentando-se e ministrando oficinas em diversos municípios do estado de São Paulo. A Companhia realizou também uma Mostra de vídeo Dança, além de diversos espetáculos nesses cinco anos.

Mostra de Dança Municipal Todos os projetos educativos da Prefeitura Municipal de São Carlos que desenvolvem trabalhos com dança, se reúnem anualmente para integrar culturas, oficializar relações e disseminar o valor da dança na formação dos cidadãos por meio da relação corporal consigo próprio e com o outro. Desde 2006, desenvolve-se um projeto de formação continuada com professores de dança, proporcionando o aperfeiçoamento, além de buscar a integração das diversas abordagens do ensino da dança para uma atuação mais efetiva na formação dos indivíduos.


São Carlos das Artes Visuais A nossa arte e a nossa história estão bem próxima de toda a população. São muitos os espaços expositivos em São Carlos: o Centro Cultural da USP, a Biblioteca Comunitária da UFSCar, o São Carlos Clube Sede Avenida, a Oficina Cultural, o Paço Municipal, o saguão do Teatro Municipal, o SESC e até os muros da nossa cidade. Fotógrafos, pintores, grafiteiros, entre outros, encontram espaços para mostrar seus talentos. E, também, nas janelas do SIM da Prefeitura, bem próximo ao cidadão, que novos artistas mostram seus trabalhos. E, no Museu de São Carlos, na antiga Estação de trem, nossa história e nossa arte estão preservadas. Na Capital da Tecnologia, o sonho da aviação ganhou asas e a cidade hoje abriga o Museu TAM, com acervo de importantes aeronaves da história mundial. E, para patrocinar os trabalhos de nossos artistas e, também, os de realizadores de todas as outras linguagens, a Prefeitura de São Carlos conta, hoje, com o Fundo Municipal de Cultura.


Janelas para a Arte Proporciona o acesso do cidadão à arte, popularizando e divulgando os trabalhos de artistas visuais, além de permitir sua circulação em outros espaços públicos. Os artistas são escolhidos por meio de edital ou de convite para expor periodicamente sua obra. A exposição acontece nas janelas do prédio do SIM – Serviço Integrado do Município, localizado no centro da cidade.

Museu TAM Com área de mais de 20 mil metros quadrados e considerado o maior museu de aviação do mundo mantido por uma companhia aérea privada, o Museu TAM surgiu da montagem de um antigo monomotor Cessna dos irmãos Amaro, que os inspirou na montagem desse espaço onde o sonho é homenagear a aviação. Com mais de 90 aeronaves, visitar esse museu é um programa divertido para o público de todas as idades


São Carlos das Letras Conhecida no passado como Athenas Paulista, a atual Capital do Conhecimento manteve ao longo dos anos sua tradição na formação de educadores que encontram hoje uma cidade viva e cheia de opções para a leitura. As trocas de livros do Barganha Book, aos domingos, ou, em outubro, na Estação Leitura, celebram as dezenas de projetos de formação de leitores que acontecem nas bibliotecas da cidade. A UFSCar abriga a primeira Biblioteca Comunitária do país, com um acervo gigantesco disponível para toda a comunidade. Mas é pertinho de casa que o cidadão tem acesso à leitura. Com o Sistema Integrado de Bibliotecas (SIBI), a cidade mantém um acervo de títulos em mais de 18 espaços localizados em todos os cantos da cidade, disponível para qualquer cidadão que se torne usuário do sistema. E quando falamos em leitura no século XXI, não podemos esquecer da internet e da necessidade de políticas públicas para a inclusão digital. Exemplo em todo o país, os Pontos de Inclusão Digital (PIDs), os Telecentros e as Escolas do Futuro juntamente com a FESC formam uma verdadeira rede de acesso, formação e capacitação, garantindo o acesso gratuito a ferramentas digitais para crianças, jovens, adultos e terceira idade.


SIBI O SIBI – Sistema Integrado de Bibliotecas do Município de São Carlos, criado pela Lei Nº 13.464 de 2 de dezembro de 2004, tem como missão a implantação e consolidação do Programa de Incentivo ao Livro e à Leitura, envolvendo educação e cultura, em um movimento de compromisso de todos – escolas, bibliotecas e comunidade. Atualmente 18 bibliotecas integram o sistema sendo: 5 bibliotecas públicas, 8 Escolas do Futuro – bibliotecas escolares comunitárias - , bibliotecas de apoio e uma biblioteca de acervo temático.

Inclusão Digital Uma verdadeira rede foi formada em toda a cidade e tem contribuído para a inclusão digital de toda a população. São Carlos tem um ponto do Acessa São Paulo, programa do estado de SP, mas é com uma rede de 28 Pontos de Inclusão Digital que a cidade se destaca em nível nacional. A FESC coordena o Programa de Inclusão Digital - PID que desde de 2002 usa o modelo de acesso comunitário compartilhado, por meio da instalação de telecentros, denominados PIDs com priorização para localidades com baixos indicadores sociais, utilizando os espaços públicos existentes aliados a outros possíveis espaços cedidos pela comunidade. O Programa tem implementado vários projetos e ações articuladas entre as unidades da administração municipal direta e indireta para a formação de jovens, adultos e idosos para utilização do computador e das ferramentas digitais.


Formação A cultura pertinho de toda a comunidade, com acesso ao conhecimento e oportunidade para fruição e formação nas diferentes linguagens artísticas por agentes locais reconhecidos e valorizados para o desenvolvimento de uma cidade mais humana.


Arte é uma questão de cidadania, um direito meu, seu e de todo morador da cidade. E São Carlos tem opções de acesso à formação nas mais diferentes linguagens. Seja no projeto Guri com todos os seus instrumentos, seja nas oficinas gratuitas da Oficina Cultural e do SESC, a formação artística, hoje, é realidade em São Carlos. Com o Teatro no Teatro para os adolescentes, o cinema grátis e as oficinas na área do audiovisual que formam e capacitam jovens, além das milhares de vagas do programa de inclusão digital da FESC, São Carlos oferece, sim, formação na área de artes e cultura. Mas é de maneira descentralizada e plural que o Ciranda Cultural tem levado a cultura aos quatro cantos da cidade. Jovens de todas as comunidade têm a oportunidade de aprender algo diferente bem pertinho de casa. Por meio de um chamamento público de projetos, a Prefeitura coloca o artista em contato com a comunidade em uma atividade multiplicadora. É assim que a dança, o vídeo, a pintura e a música têm percorrido centros comunitários, escolas e outros espaços. No Centro de Cultura Afro Brasileira, o jovem tem contato com a dança e com a rima do Movimento Hip Hop. É

nesse espaço multicultural que jovens têm contato com as cinco linguagens do movimento. E talento é o que não falta pra essa moçada que adora seu som e seu estilo. E, no fim do ano, o já consolidado Sanca Hip Hop é o palco dessa galera que tem muita rima, estilo e ritmo. E na dança, toda idade é bem vinda. O projeto Dançar inicia meninas no ballet clássico, mas é na dança de rua que o projeto se destaca. São dezenas de jovens que anualmente aprendem e ensaiam os passos da coreografia elaborada para suas apresentações. Já aos alunos da FESC e dos Centros Comunitários experiência de vida é o que não falta. É a criança e a terceira idade que encontram na dança uma forma de expressão e sociabilidade. Na dança, idade não faz diferença. E muito menos na música. A cidade coleciona boas ações de formação artística na música, de bebês até idosos. A musicalização infantil na UFSCar coloca mãe e filho pertinhos, desenvolvendo a percepção musical e cognitiva. No CantoCoral da prefeitura dois corais ensaiam ao longo de todo o ano: o Multicanto e o Bem-te-Vi. Já o Projeto Guri, uma parceira da Prefeitura com o Governo do Estado, centenas de jovens têm a formação


na área instrumental. A Escola Livre de Música ensina diversos instrumentos gratuitamente. É música para todos. Na formação acadêmica e universitária São Carlos também se destaca. O recémcriado Instituto de Arquitetura no Campus da USP amplia as ações já promovidas pelo departamento de Arquitetura. A UFSCar foi pioneira no Brasil ao iniciar o curso Imagem e Som, que hoje, além da graduação, já mantém uma pósgraduação em comunicação e forma anualmente produtores audiovisuais. Há também o curso de gradução em música com enfase a educação musical. E é também nos projetos de extensão que as universidades contribuem na formação artistica. O Laboratório Aberto de Interatividade da UFSCar (Labi) é um desses exemplos de ação. Um desafio que a Prefeitura de São Carlos encabeçou e hoje se concentra é na educação musical em toda a rede municipal, ampliando essa formação de forma a incluir milhares de jovens por meio da arte. Afinal arte faz parte!


NPD O Núcleo de Produção Digital do estado de SP, um convênio da Fundação Educacional São Carlos (FESC) com o Ministério da Cultura, com recursos do Fundo Nacional de Cultura oferece formação, capacitação e reciclagem, por meio de cursos, palestras e oficinas gratuitas na área do audiovisual.


Oficina Cultural Mantida na cidade pelo Governo do Estado de São Paulo, a Oficina Cultural mantém uma programação semestral de oficinas gratuitas que visam iniciar os participantes nas diferentes linguagens artísticas.

Teatro no Teatro O curso Teatro no Teatro desenvolve, desde 2009, uma proposta de formação continuada gratuita para jovens, entre 14 e 18 anos, na área das artes cênicas. O curso tem duração de 8 meses, para duas turmas, acontecendo uma vez por semana no Teatro Municipal “Alderico Vieira Perdigão” e no Centro da Juventude “Eliane Viviane”, ministrado por Alexandre Rodrigues.


Mem贸ria Nossa mem贸ria 茅 nosso patrim么nio e deve ser garantida e presenvada para sempre ser lembrada de nunca deixar ser esquecida.


Memória A nossa história bem guardada. Seja ela material, como os casarões, os objetos históricos e outros documentos, seja ela imaterial, como as histórias orais, os hábitos e costumes e as peculariedades atuais que precisam ser guardadas para o futuro. E São Carlos tem trabalhado pra guardar toda essa história. Um passeio a pé pelo centro revela que ainda valorizamos as construções históricas. São centenas de casas ainda bem conservadas. E, para garantir isso, a cidade hoje se orgulha de contribuir com o tombamento desses imóveis, por meio do Conselho de Patrimônio e das ações da Fundação Pró-Memória. A Fundação Pró-Memória de São Carlos foi criada em 1993 para reunir, preservar e disponibilizar o conjunto de documentos dos poderes executivo, legislativo e judiciário. Além do acervo documental, a Fundação tem por objetivo a preservação do patrimônio artístico e arquitetônico do município. De 2001 a 2004, todo o acervo foi reestruturado: são mais de 12 mil caixas de documentos da Prefeitura e da Câmara Municipal, processos cíveis, criminais e trabalhistas, títulos de eleitor e fichas de votação da Justiça Eleitoral, habilitações de casamento, registros de óbito e coleções de jornais locais. Há também dados dos censos populacionais realizados

na cidade e uma mapoteca, com cerca de 150 mapas de São Carlos e região. Também nesse período foi criada a Unidade de Patrimônio Histórico e Cultural e foram feitos levantamentos das áreas urbana e rural, dados que contribuíram para a elaboração do Plano Diretor do município. Com o projeto História dos Bairros, a prefeitura realizou oficinas para registrar a história imaterial anualmente em diferentes linguagens artísticas. Foram lançados vídeos e um livro com essa história. Diversos documentários também contribuem na construção de nossa história. As bibliotecas mantém um acervo de escritores locais e com a criação da Midiateca Municipal se prepara para guardar a produção audiovisual de nossa cidade. E é na Estação Cultura, no mesmo prédio da antiga estação de trem da Fepasa, que funciona também o Museu de São Carlos, espaço para quem quer aprender mais sobre nossa história. A memória hoje é também turismo. A Fazenda Pinhal e a Fazenda Santa Maria são dois desses exemplos. Nelas, os visitantes têm a oportunidade de conhecer belíssimos patrimônios bem preservados da cidade. O passeio é literalmente uma volta no tempo.


A história da aviação também faz parte da história da cidade. Reinaugurado recentemente, o Museu Tam guarda em uma área enorme uma boa parte da história da aviação mundial, além de réplicas do Demoiselle e do 14 Bis. E tem sido por meio do projeto São Carlos de Todos Nós, que milhares de alunos têm encontrado a oportunidade de conhecer de pertinho toda essa história. As visitas acontecem ao longo de todo o ensino fundamental, com uma programação que literalmente tira os alunos da sala de aula e os aproximam de toda a nossa história.


Memória

São Carlos de Todos Nós Realizado anualmente pela Fundação Pró-Memória de São Carlos em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e com o SIBI-São Carlos, tem como objetivo propiciar aos estudantes do ensino fundamental maior conhecimento sobre São Carlos, o local onde vivem, de maneira que se apropriem dos espaços urbano e rural, da história e constituição do município e fortalecendo os sentimentos de identidade, auto-estima e cidadania.


Percursos Um verdadeiro passeio pela história a céu aberto. O projeto Percursos permite uma narrativa da história de nossa cidade por meio dos edifícios construídos ao longo do tempo. Esses imóveis guardam seus estilos arquitetônicos e a maneira como a cidade foi construída e mostra enfim, os costumes e hábitos de cada período e suas transformações. Os imóveis que fazem parte deste projeto receberam placas em três línguas que procuram registrar quem construiu o edifício – proprietários, projetistas e construtores –, quais suas características e qualidades arquitetônicas e ainda contam histórias relevantes sobre a edificação e eventuais modificações que ocorreram no local ou no entorno. Percursos é um projeto da Prefeitura Municipal de São Carlos, desenvolvido pela Fundação Pró-Memória, que tem por objetivo identificar os imóveis declarados de interesse históricocultural, permitindo assim que a população e os visitantes que chegam em São Carlos conheçam o patrimônio arquitetônico do Município.

Museu de São Carlos Harumquiati sinto mod exeria dignatem quo beaquas simolor simet et des sum esene vernatendia nulpa plicia seque ducipsa erisqui unt omnis ut aligendel inusam es dolendus. Accusda epudae velectum rem. Us, qui te voluptas apis dolorit aborupta nis in corepro te pa qui ipsanih icaborem di omnis mincides a quate por molorem auda dollabore, que consed quo omnis elest a pellaut ad magnatur alitae. Idi ratur, omnim quiam hic temporpore, que nistis paruntemquas nim quiatiossum, corat hit, sit fugia volorro optur audiciendae


Cultura em Festa A alegria das festas populares e as ações públicas e particulares agitam a vida do sãocarlense que encontra na capital da tecnologia eventos e festas de todos os estilos, para toda a família e ao longo de todo o ano.


A multiplicidade da cultura de nossa cidade se mostra pelas centenas de eventos culturais que acontecem ao longo de todo o ano. Seja nas cordas da viola, em projetos como o Clube da Viola ou do festival Viola de Todos os Cantos, da EPTV, seja no chorinho do Chorando Sem Parar, na praça XV, do Rock na Estação, das músicas populares e brasileiras das tardes do SESC, sim, São Carlos e seus moradores sabem comemorar. A variedade sonora se completa em organizações da própria comunidade. A Taça Universitária de São Carlos (Tusca) e o festival multimidia Contato da UFSCar, a Festa da Cultura Popular no SESC, o folclore e a tradição nos distritos e na zona rural, com a Festa do Milho e a Festa da Laranja com Açucar, o Aracy em Festa e a tradicional Festa Junina do Santa Felicia mostram que a alegria toma conta de toda a cidade. E nossa tradição caipira é revelada na Folia de Santos Reis, no som do abacateiro e na celebração da Aparecidinha. No carnaval a cidade prestigia suas escolas de samba, promovendo uma festa para toda a familia são-carlense que também encontra na Festa do Clima e sua Exposição Nacional de Orquídeas alegria para curtir nossa cidade.

Moderna como é, a cidade hoje se orgulha de ter realizado 10 festivais de cinema e vídeo, de ter a diversidade da Parada GLBT, dos ritmos do blues, do rock e do reggae. Em São Carlos, a cultura de todos é para todos.


Festa do Clima A mais tradicional festa da cidade, comemorada durante o mês de abril. As festividades são abertas com o concurso da Rainha do Clima e suas princesas. A Festa conta, também com a Exposição Nacional de Orquídeas, com barracas de artesanatos e com espaço de alimentação. Acontecem, ainda, vários shows e apresentações culturais no EXPOSHOW.


Aparecidinha da Babilônia O Santuário é uma pequena igreja rural no caminho de Descalvado que guarda a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida. Segundo a tradição, a imagem foi encontrada intacta sob uma árvore após um incêndio destruidor no bairro da Babilônia. Diante do “milagre”, foi construída uma capela no local, que hoje recebe romarias e procissões ao longo do ano. No dia 15 de agosto, feriado municipal, uma grande festa é realizada para seus devotos.

Chorando sem Parar Considerado um dos maiores festivais do gênero da atualidade, o Chorando sem Parar reúne, na praça XV, música de primeira grandeza para homenagear um dos mais preciosos patrimônios de nossa música: o Choro Brasileiro. O evento combina ingredientes ao promover o encontro de três categorias de convidados: talentos locais e regionais, instrumentistas brasileiros de renome internacional e músicos estrangeiros para tocarem o nosso Choro. Desde 2004 é realizado pelo Projeto Contribuinte da Cultura, gerenciado pela FAI-UFSCar, em parceria com a Prefeitura Municipal de São Carlos.


Gestão Pública e Participação Democrática A voz de cada cidadão representada e garantida pela ação municipal e das instituições comprometidas com a democratização da arte, cultura, conhecimento e patrimônio.


A gestão cultural da cidade tem, ao longo de todos esses anos, se consolidado e hoje São Carlos está, segundo perquisa do IPEA, entre as nove cidades com maior investimento em ações culturais em todo o país. Entre essas ações podem-se destacar os investimentos em espaços culturais, como o Cine São Carlos, o Teatro Municipal, o Centro de Cultura Afro-Brasileira, as 18 bibliotecas que integram o SIBI e, também, a realização de projetos como a Tenda Móvel de Teatro, o Ciranda Cultural, além da criação e fomento do Conselho e do Fundo Municipal de Cultura. Podemos nos orgulhar de ver que Cultura é uma ação de governo. Há 12 anos, a Prefeitura iniciava mudanças significativas na pasta. Nos bastidores da gestão cultural, foram criados cargos, realizados concursos, institucionalizados e valorizados setores como a Coordenadoria de Artes e Cultura e o SIBI, além da manutenção e contínuo investimento na Fundação Pró-memória. Todas essas ações têm permitido que a Cultura de São Carlos tenha alcançado 3% das receitas do município. O Brasil ainda luta para aprovar uma lei que obrigue os municípios e estados a investirem um mínimo em cultura. Enquanto isso, a prefeitura de São Carlos investe, hoje, acima desse valor idealizado. Para consolidar projetos e ações, buscando o continuo diálogo entre

todos os agentes da arte e da cultura, São Carlos, hoje, está apta a ingressar no Sistema Nacional de Cultura por já ter um Conselho Municipal de Cultura consolidado e operante, realizar conferências bienais, ter recursos e editais para seu Fundo de Cultura, além de trabalhar de forma colaborativa na elaboração do Plano Municipal de Cultura. Nesse cenário seguro é que a arte e a cultura encontram espaço para florescerem, sempre contando com o comprometimento de agentes culturais e instituições envolvidas, que realizam um trabalho fundamental para toda nossa sociedade na área cultural. E são todas essas parcerias que tornam mais humana a cultura da cidade de São Carlos.


Conselho Municipal de Cultura Órgão coletivo paritário, com participação do poder público e da sociedade civil, que colabora na elaboração, execução e fiscalização da política cultural do governo municipal. Com reuniões mensais entre representantes de diversas instituições presentes na cidade e representantes de cada uma das linguagens, tem por objetivo promover a participação da sociedade que integra as ações artísticas e culturais em São Carlos. Assim, visa garantir a todos os cidadãos o pleno exercício dos direitos culturais e do acesso às fontes da cultura, assim como apoia e incentiva a valorização e difusão das manifestações culturais. Lei Municipal nº 13.480 de 16 de dezembro de 2004.

Conferência As Conferências Municipais de Cultura têm como objetivo a promoção do encontro entre a sociedade civil organizada e os representantes do Poder Público – órgãos gestores da área cultural. A cada dois anos, esse encontro busca a definição de diretrizes para elaboração das políticas públicas culturais, além de promover o debate entre artistas, produtores, conselheiros, gestores e demais protagonistas da área. As conferências têm como objetivo valorizar a diversidade das expressões e o pluralismo das opiniões, propondo estratégias para universalizar o acesso dos cidadãos à produção e serviços culturais. Lei Municipal no 13.438 de 6 de outubro de 2004.


Guia dos Espaços Culturais ESTAÇÃO CULTURA

Endereço: Estação Cultura - Praça Antonio Prado s/n Telefone: (16) 3373-2700 FESC

Rua São Sebastião, 2828 – Vila Nery Fone: (16) 3372-1308 e 3372-1325 ARMAZÉM CULTURA

Rua Bela Cintra, nº 77 – Distrito de Água Vermelha Fone: (16) 3378-3470 EXPOSHOW

Rua Coronel José Augusto de Oliveira Salles, 50 - Vila Isabel. Fone: Secretaria de Agricultura e Abastecimento: (16) 3361-1083. MUSEU CASA DE PEDRA

Rui Barbosa, esquina com a rua Cel. Joaquim Cintra - Santa Eudóxia Fone: (16) 3379-13-72. BONDE DA VILA PRADO CENTRO DE CULTURA AFRO BRASILEIRA

Rua Dona Alexandrina, 844 (esq. com R. 13 de maio) Fone: (16) 3371-8886

CENTRO MUNICIPAL DE AUDIOVISUAL

R. Major José Inácio, 2154 - Centro Fone: 16 3373-5233 AQUI TEM MÚSICA

PRAÇA CORONEL SALLES - SEXTAS Centro Fone: (16)3371-1258 CAASO - USP

Av. Trabalhador São-Carlense, 400 - Campus Universitário. CEP: 13.560-915. Fone: (16) 3371-9699 Fax: (16) 3371-9699 PALQUINHO - UFSCar

Universidade Federal de São Carlos - UFSCar Coordenadoria de Cultura - UFSCar: 3351-9788

SESC

Av Comendador Alfredo Maffei, 700 - Jd.Gibertoni. Fone: (16) 3373-2333 ITALO

Rua General Osório, 1094 - Centro Fone: (16) 3371-1096; (16) 3411-1164 CLUBE DA VIOLA NOSSA VIOLA - TVE

R. Major José Inácio, 2154 CEP: 13560-160 Fone: (16) 3372-5233 ESTAÇÃO CULTURA - ROCK NA ESTAÇÃO

Praça Antonio Prado S/N. Fone: (16) 3373-2700.

TEATRO DE ARENA JOSE SAFFIOTI

Rua Sete de Setembro, 1735 - Centro Fone: (16) 3371-4339 EXPOSHOW

Rua Coronel José Augusto de Oliveira Salles, 50 - Vila Isabel. Fone: Secretaria de Agricultura e Abastecimento: (16) 3361-1083. BAR ALMANAQUE

Rua Gonçalves Dias, 747 - Centro Fone: (16) 3335-5115 BAR ARMAZEM

Rua 7 de Setembro, 2109. Fone: (16) 3374-2178 BAR SAINT PATRICK

Rua Episcopal, 1423 - Centro Fone: 3372-5641 ZOE DINING CLUB

Rua Passeio dos Flamboyants, 200 - Shopping Iguatemi São Carlos Parque Faber Fone: 3307-7060 RADIO UFSCAR


Universidade Federal de São Carlos - Rod. Washington Luís, km235 São Carlos, SP - CEP 13565-905 Fone: (16)3351-8099

SESC SÃO CARLOS

RADIO DBC

CINE SÃO ROQUE

RADIO INTERSOM

CINE CLUBE CDCC

Rua: Episcopal, 2717 CEP: 13560-580 Fone: (16)3307-1011 Rua Lourenço Innocentini, 610 - Vila Nery Fone: (16) 3362-2141; 3362-2140 RADIO CLUBE FM

Chácara Pedra Branca, s/nº - Jd. Cruzeiro do Sul Fone: (16)3375-3046 RADIO SAO CARLOS

Av. Santa Catarina, 828, Edifício Dona Olívia, 2º andar, centro Fone: (16) 3325-4355 RADIO UNIVERSITARIA

Av. Dr. Carlos Botelho, 1465 Fone: (16)3374-9430

RADIO COMUNICATIVA

Fone: (16) 3374-1486 ABASC

Rodovia São Carlos - Ribeirão Preto (Clube de Campo) Fone: (16)3361-3079 SEU GERA

Rua Episcopal , 2440 – Centro Fone: (16) 3372-1051 AQUI TEM CINEMA CINE SÃO CARLOS

R. Major José Inácio, 2154 - Centro Fone: (16) 3307-6006 CINE UFSCAR

Teatro Florestan Fernandes, Rodovia Washington Luis, Km235, área norte Campus UFSCar. Fone: (16) 3351-8111, ramal 8909 CINES IGUATEMI

Rua Passeio dos Flamboyants, 200, Shopping Iguatemi. Fone: (16) 3371-9996

Avenida Comendador Alfredo Maffei, 700. Fone: (16) 3372-7555 Armazém Cultura - Av. Bela Cintra, 77 - Distrito: Agua Vermelha. Fone: (16) 3351-8111 - Ramal: 8090. Rua Nove de Julho, 1227, Centro. Fone: (16) 3373-9772 AQUI TEM TEATRO TEATRO MUNICIPAL ALDERICO VIEIRA PERDIGÃO

Endereço: Rua Sete de Setembro, 1735 - Centro Telefone: (16) 3371-4339

TEATRO FLORESTAN FERNANDES - UFSCar

Rod. Washington Luiz, km235 - Monjolinho - CEP: 13.565-905. Fone: (16) 3351-8111 TEATRO DIOCESANO

Av. José Pereira Lopes, 252 Vila Prado - CEP:13.560-470 Fone: (16) 3371-0121 TEATRO SESC

Avenida Comendador Alfredo Maffei, 700. Fone: (16) 3372-7555 TEATRO LA SALLE

Avenida José Pereira Lopes , 252, Vila Prado. Fone: (16) 3371-0121 AQUI TEM FORMAÇÃO! CENTRO DE CULTURA AFRO-BRASILEIRA

Endereço: Rua Dona Alexandrina, 844 (esq. com R. 13 de maio) Telefone: (16) 3371-8886 OFICINA CULTURAL

Rua São Paulo, 745 - Centro - Cep: 13560-340 - São Carlos/SP (16) 3372-8882 / 3372-9624 AULA DE VIOLA - SINDICATO RURAL PROJETO GURI

Endereço: Rua Episcopal, 1611 – Centro Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 18h. Telefone: (16) 3413-6847


ESCOLA LIVRE DE MÚSICA MAESTRO JOÃO SEPPE

Endereço: Rua Marechal Deodoro, 1522, Centro Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 21h, e aos sábados, das 8h às 18h Telefone: (16) 3307-1870 UATI FESC – Campus I

Rua São Sebastião, 2828 – Vila Nery Fone: (16) 3372-1308 e 3372-1325 Centro da Juventude Elaine Viviane – Monte Carlo

Rua Geraldo Bretãs, 250 – Jardim Monte Carlo Fone: (16) 3366-3500 INSTITUTO JANELA ABERTA

Rua Conde do Pinhal, 2340 - Centro. Com horário de funcionamento das 14 às 18 horas. Fone: 3412-6461 NICC

NICC I - Av. Nelson orlandi, 767 Cidade Aracy II NICC II - Av. João de Lourenço, 135, Maria Stella Fagá Fones (respectivamente) (16) 33756824 (16) 34168001 - (16) 81194848 PONTO DE CULTURA - TEIA CASA DE CRIAÇÃO

Rua Rui Barbosa, 1950 - Vila Elizabeth, CEP 13560-330 Fone: (16) 3413-7110 PONTO DE CULTURA - ESPAÇO 7

Rua Sete de Setembro, 1441 - Centro Fone: (16)3307-5691

PONTO DE CULTURA - INDEPENDÊNCIA OU MARTE - CONEXÕES SOLIDÁRIAS

Rua Sete de Setembro, 2053, Centro Fone: (16) 3412 7124 CENTROS COMUNITÁRIOS

NÚCLEO DE PRODUÇÃO DIGITAL

R. Major José Inácio, 2154 - Centro 16 3373-5233 AQUI TEM ARTE

PINACOTECA - em breve PAÇO MUNICIPAL

Rua: Episcopal, 1575 - Centro Fone: (16)3362-1024 MUSEU DE SÃO CARLOS

O Museu funciona de 3ª a 6ª das 8h às 18h inclusive para agendamento de visitas monitoradas. Endereço: Estação Cultura - Praça Antonio Prado s/n Telefone: (16) 3373-2708 SÃO CARLOS CLUBE

Sede Avenida: Av São Carlos, 1919, Campo: S. B. Souto,161 - Centro Fone: (16) 3362-6200 CENTRO CULTURAL DA USP OBSERVATÓRIO ASTRONÔMICO DO CDCC

Campus I da USP, Avenida TrabalhadoR São-carlense, 400 Fone: (16) 3373-9191 MUSEU TAM

Rodovia SP 318, km 249,5 (Rodovia São Carlos-Ribeirão Preto) Fone: (16) 3306-2020 CDCC/USP

Rua Nove de Julho, 1227 - Centro CEP: 13560-590 Fone: (16) 3373-9192 / 3373-9772 (CDCC) (16) 3373-9191 (Setor de Astronomia) (16) 3373-9333 PABX USP BIBILIOTECA COMUNITÁRIA - UFSCAR

Rod. Washington Luiz SP 310, km 235 - Área Norte Fone: (16) 3351-8133 AQUI TEM LAZER PRAÇA XV SHOPPING IGUATEMI SÃO CARLOS

Rua Passeio do Flamboyants, 200 - Parque Faber - CEP: 13561-352 DAMHA

Rod. SP318 KM234 CP491 - Fazenda do Urso Fones: Posto de Informações: (16) 2106-6000 Damha I: (16) 3306-6100 Damha II: (16) 3306-7175 Parque Eco Esportivo: (16) 2106-6000 Espaço Damha: (16) 2106-6000 Centro de Convenções: (16) 2106-6000 Campo de Golfe: (16) 2106-6053


Centro Hípico: (16) 2106-6000 Restaurante: (16) 2106-6057 Contabilidade: (16) 2106-6000 Negócios Imobiliários: (16) 2106-6000 Grupo Encalso: (16) 2106-6000 PARQUE ECOLÓGICO

Rod. Washington Luis, SP210 Km235, acesso pela Estrada Municipal Guilherme Scatena, Km02 ao lado da UFSCar. Fone: (16) 3361-4456 SESC SÃO CARLOS

Av. Comendador Alfredo Maffei, 700 - Jardim Gilbertoni Fone: (16) 3373-2333 CLUBE DA VIOLA CENTRO DE TRADIÇÃO SERTANEJA AQUI TEM MEMÓRIA MUSEU DE SÃO CARLOS

Estação Cultura - Praça Antonio Prado s/n Fone: (16) 3373-2708 ACERVO PÚBLICO MUNICIPAL - FUNDAÇÃO PROMEMÓRIA

Praça Antônio Prado, s/nº - Centro - CEP 13.560-650 Fone: (16) 3373-2700 FAZENDA PINHAL

Rod. SPV - 149 / Estrada do Broa, sentido a Itirapina. Km 45, virar a esquerda, a partir daí seguir por estrada de terra batida. Fones: (16) 9184-3196; (16) 9184-0243; (16) 9134-5134 FAZENDA SANTA MARIA

Rod. Domingues Inocentini (SP 215) -Km 158 Fone: (16) 3366-7141/9782-6172 AQUI TEM LEITURA! BIBLIOTECA MUNICIPAL AMADEU AMARAL (SIBI)

Rua 13 de maio, 2000. Centro. CEP: 13560-647 – São Carlos (SP). Tel: (16) 3372-2471 / 3374-4144 / 3307-7872 BIBILIOTECA COMUNITÁRIA - UFSCAR

Rod. Washington Luiz SP 310, km 235 - Área Norte Fone: (16) 3351-8133 BIBLIOTECA VILA PRADO

Rua Ananias E deToledo , 501 - Vl. Prado - CEP: 13574-280 Fone: (16) 3374-3084 BIBLIOTECA CÂMARA MUNICIPAL

Rua 7 de Setembro, nº 2078 Fone: (16)3362-2000 / 0800-771-1987 BIBLIOTECA DA USP

Av. do Trabalhador São-carlense, 400 BIBLIOTECA MUNICIPAL AMADEU AMARAL

Rua Treze de Maio, 2000 (esquina com a Avenida São Carlos) Fone: (16) 3372-2471. BIBLIOTECA MUNICIPAL ALFREDO AMÉRICO HAMMAR

Rua Ananias Evangelista de Toledo, 501 - Vila Prado Fone: (16) 3374-3084. NICC I - Av. Nelson orlandi, 767 Cidade Aracy II NICC II - Av. João de Lourenço, 135, Maria Stella Fagá Fones (respectivamente) (16) 33756824 (16) 34168001 - (16) 81194848 Mais informações pelo facebook ou no www.niccsaocarlos.blogspot. com Escola do Futuro – EMEB Prof. Afonso Fioca Vitali – CAIC

Rua Regit Arab, s/nº - Cidade Aracy (16) 3375-3187

Escola do Futuro – EMEB Profª. Maria Ermantina Carvalho Tarpani

Rua João Pedrino, nº 100 – Jardim Botafogo Fone: (16) 3372-8326

Escola do Futuro – EMEB Angelina Dagnone de Mello

Rua José Ferreira, s/nº - Santa Felícia Fone: (16) 3372-1494

Laboratório de Informática – EMEB Prof. Afonso Fioca Vitali – CAIC

Rua Regit Arab, s/nº - Cidade Aracy - CEP: 13573-050 Fone: (16) 3375-3187

Escola do Futuro – EMEB Prof. Arthur Natalino Deriggi

Rua Arnoldo Almeida Pires, 655 – Antenor Garcia – CEP: 13.573-140 Fone: (16) 3375-2609


Escola do Futuro – EMEB Profª Dalila Galli

Rua Rio Araguaia, s/nº, - Jardim Jockey Clube Fone: (16) 3361-4674 / 3361-7010

Escola do Futuro – EMEB Profª Janete M. Martinelli Lia

Rua Paraná, 700 – Jardim Pacaembú Fone: (16) 3375-2626

Escola do Futuro – EMEB Prof. Antonio Stella Moruzzi

Rua Teotônio Vilela, 501 – Jardim Tangará Fone: (16) 3372-5000

Escola do Futuro – EMEB Carmine Botta

Rua Philomena Fauvel, s/nº - Vila Boa Vista II Fone: (16) 3371–5285 AQUI TEM INTERNET

Infocentro Municipal – Programa Acessa São Paulo

Rua 13 de Maio, 2.000 – Centro Fone: (16) 3374-4144

Telecentro de Informação e Negócios – FESC – Campus I

Rua São Sebastião, 2828 – Vila Nery Fone: (16) 3372-1308 e 3372-1325

PID – Distrito de Santa Eudóxia

Rua Floriano Peixoto s/nº, em frente ao nº 20 – Distrito de Santa Eudóxia Fone: (16) 3379-1456 Telecentro de Informação e Negócios – Distrito de Água Vermelha

(Armazém Cultura Lola Pulcinelli Biason) Rua Bela Cintra, nº 77 – Distrito de Água Vermelha Fone: (16) 3378-3470

Telecentro de Informação e Negócios – Estação Cultura -Fundação

Pró-Memória de São Carlos Praça Antonio Prado s/nº. (antiga Estação FEPASA) – Centro Fone: (16) 3373-2700 PID – FESC – Campus II

Rua Itália, 756 – Vila Prado

Fone: (16) 3375-3285 Escola do Futuro – EMEB Prof. Afonso Fioca Vitali – CAIC

Rua Regit Arab, s/nº - Cidade Aracy (16) 3375-3187

Escola do Futuro – EMEB Profª. Maria Ermantina Carvalho Tarpani

Rua João Pedrino, nº 100 – Jardim Botafogo Fone: (16) 3372-8326

Escola do Futuro – EMEB Angelina Dagnone de Mello

Rua José Ferreira, s/nº - Santa Felícia Fone: (16) 3372-1494

Laboratório de Informática – EMEB Prof. Afonso Fioca Vitali – CAIC

Rua Regit Arab, s/nº - Cidade Aracy - CEP: 13573-050 Fone: (16) 3375-3187

Escola do Futuro – EMEB Prof. Arthur Natalino Deriggi

Rua Arnoldo Almeida Pires, 655 – Antenor Garcia – CEP: 13.573-140 Fone: (16) 3375-2609 Escola do Futuro – EMEB Profª Dalila Galli

Rua Rio Araguaia, s/nº, - Jardim Jockey Clube Fone: (16) 3361-4674 / 3361-7010

Escola do Futuro – EMEB Profª Janete M. Martinelli Lia

Rua Paraná, 700 – Jardim Pacaembú Fone: (16) 3375-2626

Escola do Futuro – EMEB Prof. Antonio Stella Moruzzi

Rua Teotônio Vilela, 501 – Jardim Tangará Fone: (16) 3372-5000

Escola do Futuro – EMEB Carmine Botta

Rua Philomena Fauvel, s/nº - Vila Boa Vista II Fone: (16) 3371–5285

Projeto InClube – Cáritas Paroquial São Nicolau de Flüe

Rua Pedro Raimundo , nº 80 – Vila Carmem


Fone: (16) 3364-2773 Telecentro de Informação e Negócios – Tiro de Guerra de São

Carlos Rua Tiradentes, 592 – Jardim Macarengo Fone: (16) 3371-3339

Laboratório de Informática – Pólo Municipal de Apoio Presencial –

Universidade Aberta do Brasil Rua São Sebastião, 2828 – Vila Nery Fone: (16) 3372-1308 e 3372-1325

Telecentro de Informação e Negócios – Santa Felícia

Rua Cândido de Arruda Botelho, 1648 – Jardim Santa Felícia Fone: (16) 3364-3287 PID – CAPS AD

Centro de Atendimento Psicossocial – Álcool e Droga Rua Major José Inácio, 2.381 – Centro CEP 13.560-161 Fone: (16) 3307-8368 PID Centro Público de Economia Solidária de São Carlos Hebert de

Souza – Betinho Rua José Bonifácio, 885 – Centro Fone – (16) 3376-6561 e 3307-6808

Liberdade Assistida – Salesianos São Carlos (DIGITRAMPO)

Rua Padre Teixeira, 3649 – Vila Nery Fone – 2107-3300

Centro de Referência Especializado de Assistência Social –

CREAS – Centro de Referência da Mulher Rua 13 de maio, 1.732 – Centro Fone – (16) 3374-3271 PID Nosso Lar

Rua Helvídeo Gouvêia, 186 - Boa Vista Fone – (16) 3377-9800 PID ONG Amigos de São Judas Tadeu

Rua Isak Falgem, 385 – Antenor Garcia Fone – (16) 3375-3507

Centro da Juventude Elaine Viviane – Monte Carlo

Rua Geraldo Bretãs, 250 – Jardim Monte Carlo Fone: (16) 3366-3500

PID Centro de Referência do Idoso Vera Lúcia Pilla

Centro Comunitário – Vila Irene Rua Joaquim Inácio de Moraes, 370 – CEP: 13570-782 Fone: (16) 3368-4808

Telecentro Comunitário – Ministério das Comunicações

Centro Comunitário Cidade Aracy Rua Orestes Mastrofrancisco, 430 – Cidade Aracy – CEP: 13573-048 Fone: 3375-8685 FALE COM A CULTURA COORDENADORIA DE ARTES E CULTURA PREFEITURA MUNICIPAL Praça Antonio Prado (antiga Estação Ferroviária), s/nº - Centro FONE: (16) 3373-2708 E-MAIL PARTICIPE! CONSELHO MUNICIPAL DE CULTURA RECEBE A PROGRAMAÇÃO “AQUI TEM CULTURA” NO SEU E-MAIL.


Aqui Tem Cultura  

Aqui Tem Cultura

Advertisement