Issuu on Google+

%HermesFileInfo:A-1:20100728:

JULIO MESQUITA 1891 - 1927

Quarta-feira

RUY MESQUITA Diretor

28 DE JULHO DE 2010 R$ 2,50*

Esportes

ANO 131. Nº 42652

No ataque. Ricardo Oliveira, reforço do São Paulo

Duelo de gigantes Inter e São Paulo fazem semifinal da Libertadores

EDIÇÃO DE 0h15

estadão.com.br

Caderno2

Metrópole

Festival animado Começa hoje a versão paulistana do Anima Mundi

Próxima estação. Metrô ‘treina’ fala dos operadores. Pág. C8

WANDER ROBERTO/VIPCOMM

Com aval de Lula, Portugal Telecom entra na supertele Oi

PLANETA

Sustentabilidade & Meio Ambiente

Negócio, que deve ser selado hoje, contraria estratégia nacionalista para o setor prasse a Brasil Telecom, em 2008. Bancos estatais chegaram a colocar R$ 6,9 bilhõesnaempresa,paraproteger aoperadora da concorrência da Telefónica (Espanha) e da América Móvil (México), dona da Embratel e da Claro. Menos dedoisanosdepois, aOijá começa a se desnacionalizar. ECONOMIA / PÁG. B1

● Momento

difícil FARRELL/AE

A Portugal Telecom fechou acordo para comprar 21% da Oi, a “supertele nacional”,por€3,75 bilhões. Omercadoacredita que o negócio, que tem o aval do presidente Lula, deva ser oficializado hoje. A venda acontece depois de o governo ter adotado discurso nacionalista paramudaraleiepermitirque aOi com-

O valor de mercado da Oi caiu 42% desde abril de 2008. A dívida líquida atingiu R$ 21,3 bilhões no primeiro trimestre, e a empresa teve de frear investimentos. ECONOMIA / PÁG. B1

Destaque e guarde. Caderno especial traz informações sobre baleias no litoral brasileiro. PÁGS. H4 e H5

DIDA SAMPAIO/AE

Baleias, símbolo de um fracasso ambiental Apósofracassode reuniãoqueenvolveu 88 países, especialistas dizem que somente pressão da opinião pública poderá pôr fim à caça de baleias. Calcula-se que, anualmente, sejam capturadas em todo o mundo cerca de 1.900 baleias de várias espécies. Os maiores caçadores são baleeiros japoneses, noruegueses e islandeses.

Vértebras (53)

ACESSE NOSSO ESPECIAL EM

www.estadao.com.br/h3 Realidade aumentada. Veja e ouça a baleia-jubarte em 3D. PÁG. H3

“O Japão tem de parar com todo tipo de caça, até mesmo a ‘científica’” Susan Lieberman, ambientalista

Costelas (14)

Barbatanaa

BP tem prejuízo recorde de US$ 17 bi e troca comando Brasília na briga para abrir a Copa

O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, posa em frente a ilustrações do futuro Estádio Mané Garrincha, já em obras. Diante da indefinição em São Paulo, a capital federal se candidata a receber a abertura da Copa de 2014. ESPORTES / PÁG. E4

A empresa britânica British Petroleum teve prejuízo de US$ 17 bilhões no segundo trimestre. A maior perda da história da BP é resultado direto dos problemas provocados pelo acidente na plataforma de exploração

no Golfo do México, em abril. A empresa colocou à venda ativos de US$ 30 bilhões e trocou o presidente. Em Londres, manifestantes impediram o funcionamento de postos de combustível da marca. ECONOMIA / PÁG. B12

eâno ântico

Marina muda plano e enfatiza segurança

Obama minimiza documentos

Campanha da candidata do PV diz que mudança no programa de governo, lançado ontem, atende à demanda da sociedade. NACIONAL / PÁG. A6

O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que o vazamento de milhares de documentos sobre a guerra no Afeganistão não revelou “nada que nãotenha sido antesinformadoou pu-

JUCA FERREIRA Economia da cultura A modernização que propomos na lei de direitos autorais cria dispositivos que ajudarão o autor a ter maior controle sobre sua obra.

MARLOS NOBRE Dirigismo cultural e político Como artista, não suporto a imagem de um governo interferindo no meu direito como compositor, na reforma da lei de direito autoral.

CELSO MING É o rombo Não há sinal, pelo menos por enquanto, de que o rombo na conta corrente afundará a economia brasileira em uma crise cambial.

ESPAÇO ABERTO / PÁG. A2

ESPAÇO ABERTO / PÁG. A2

ECONOMIA / PÁG. B2

7 8 9 10 11 12

blicamentedebatido”.Foiumatentativa de reduzir danos do caso. A estratégia aparentemente funcionou: o Congressoaprovouverbasuplementar para a guerra. INTERNACIONAL / PÁG. A12

Ação da PF contra pedofilia prende 21

BNDES e Caixa reforçam avanço do crédito público

Um bebê de seis meses é uma das vítimas da rede. Entre os acusados detidos em flagrante há um coronel da Polícia Militar. METRÓPOLE / PÁG. C1

Birra de criança poderá ser vista como transtorno

Tempo na capital mas 25˚ Máx. Sol, com 14˚ Mín. nuvens HOJE: 80 PÁGINAS * VER TABELA NA PÁGINA A3

ESTADO SOB CENSURA HÁ 362 DIAS. PÁG. A11

ECONOMIA / PÁG. B3

VIDA / PÁG. A16

NOTAS & INFORMAÇÕES

A reforma global dos bancos Os mais importantes BCs vão propor medidas para aumentar a segurança das operações. PÁG. A3


A2 Espaço aberto %HermesFileInfo:A-2:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

PUBLICAÇÃO DA S.A. O ESTADO DE S. PAULO

Fundado em 1875

Av. Eng. Caetano Álvares, 55 - CEP 02598-900 São Paulo - SP Caixa Postal 2439 CEP 01060-970-SP . Tel. 3856-2122 (PABX) Fax Nº (011) 3856-2940

Julio Mesquita (1891-1927) Julio de Mesquita Filho (1927-1969) Francisco Mesquita (1927-1969) Luiz Carlos Mesquita (1952-1970)

José Vieira de Carvalho Mesquita (1959-1988) Julio de Mesquita Neto (1969-1996) Luiz Vieira de Carvalho Mesquita (1959-1997)

Américo de Campos (1875-1884) Nestor Rangel Pestana (1927-1933) Plínio Barreto (1927-1958)

Direito autoral e economia da cultura

Preocupante dirigismo cultural e político

✽ ●

✽ ●

JUCA FERREIRA propostaapresentada pelo Ministério da Cultura (MinC) para consulta pública de modernização da Lei do Direito Autoral está sendo amplamente debatida pela sociedade. Isso muito nos anima. Já contabilizamos mais de mil contribuições em cerca de 30 dias. Com esta escuta estamos dando curso a um processo democrático que se iniciou há quase oito anos e tem envolvido todas as partes interessadas. Com ela estamos aperfeiçoando o texto da lei. Durante esse período o MinC tem promovido reuniõescommuitosartistas,investidores e consumidores para ouvir suas queixas e sugestões. Em2007formalizamosesseprocesso com a criação do Fórum Nacional de Direito Autoral. Ao longo de dois anos realizamos mais de 80 reuniões, sete seminários nacionais e um internacional. Cerca de 10 mil pessoas participaram desses debates, que foram transmitidos pela internet. Além disso, estudamos a legislação de mais de 30 países. A modernização que propomos cria dispositivos – semelhantesaosjáexistentesemquase todo o mundo – que ajudarão o autor a ter maior controle sobre sua obra, como a separação doscontratos de ediçãoe de cessão, ou a possibilidade de revisar ou encerrar acordos que o prejudiquemetenhamsidoassinados por inexperiência. O direito autoral, quando é bemestruturado,tempapelfundamental como estimulador da economiada cultura.Éacirculação das obras e sua fruição que formam a base desta atividade econômica.Quantomaisconsumidores e usuários, melhor para os criadores. Todos ganharão mais com isso. Uma lei que promova relaçõesmaisharmoniosasentreautores,investidores,usuáriosecidadãos vai estimular as criações e os investimentos, ampliar o mercado dessas obras e diminuir o número, atualmente escandaloso, de processos na Justiça sobre o assunto. Estamos saindo de uma economia de poucos para uma economiade muitos.Afinal,o presidente Lula está deixando uma grande lição: o desenvolvimento brasileiro pode e deve incluir os milhões de excluídos social e economicamente. Essa inclusão, além do significado social e ético, é a saída para a economia brasileira. Aeconomiada cultura no Brasil, hoje, não consegue incorporar nem 20% dos consumidores,

A

comexceçãodaTVaberta.Amodernização do direito autoral é um passo para melhorar essa situação. Esta economia, em francaexpansão,temdemandadoregras claras e transparentes, um marcolegalque dê segurança jurídica a todos os envolvidos. A atualização da lei tornará a transparência parte do sistema de arrecadação. A falta dela gera desconfiança e questionamentogeneralizadodeartistasecriadores. O anteprojeto que estamos pondo em discussão não só amplia como assegura os direitos do autor e o controle sobre sua obra. O criador vai passar a ter melhores possibilidades de gerir seus direitos. As entidades de gestão coletiva devem continuar sendo responsáveispor arrecadar e distribuir os valores pagos pelos usos das obras. Isso não muda. Não

Não cremos que o autor, individualmente, possa realizar bem o trabalho de cobrar seus direitos acreditamos que, individualmente, o autor possa realizar bem o trabalho de cobrança dos seus direitos. A grande diferença é que tais instituições do sistema de arrecadação terão de manter atualizados e disponíveis relatórios com os valores recebidos e repassados e os critérios de arrecadação e distribuição. O Estado passa apenas a supervisionar a atuação dos órgãos arrecadadores. O anteprojeto, inclusive, encoraja a criação de entidades arrecadadoras. Além disso, algumas categoriasprofissionais,como arranjadores e orquestradores, no campo da música, e roteiristas, no campo do audiovisual, passam a teraautoriareconhecidaepoderão ser remunerados pela exibição de seu trabalho. A lei atual não leva em conta o ambiente criadopelainternetepeladigitalização. A modernização que propomos nos atualiza e vai aumentarem muito aarrecadação. O MinC também propõe criar uma instância de resolução de conflitos com capacidade de solucionar questões contratuais. Caso as partes não cheguem a um consenso, o caso vai à Justiça. O autor não ficará mais sozinho na negociação com as empresas, por exemplo. As possibilidades de uso de obras sem necessidade de autorização e pagamento, que estão na proposta, não devem causar prejuízos financeiros aos autores. Essas possibilidades estão restritasacasos excepcionais.O queestamosfazendoétrazerpara a legalidade práticas cotidianas. Hoje, por exemplo, quem compra um CD original e quer gravar seu conteúdo para ouvir

privadamente em outras mídias viola a Lei do Direito Autoral. Issonãoérazoável.Outroexemplo, ao pé da letra, rigorosamente, um professornão podeexibir parte de uma novela ou um filme na sala de aula, ou mesmo recitar um poema para ensinar. Atualmente, uma biblioteca não pode sequer fazer uma cópia de segurança, ou para restauração, de um livro raro que ainda não tenha caído em domínio público.Restriçõessemelhantestambém existem quanto ao uso da linguagem brasileira de sinais, a Libras – que permite a comunicação com as pessoas com deficiência auditiva –, para ser utilizada numa obra, como um filme ou uma novela. Trazer para a legalidade ações desse tipo não fere os interesses dos autores, melhora o acesso da população aos bens culturais,estimulaoconsumo eaquece a economia da cultura. Quando houver exploração comercial das obras, no caso das fotocópias, parciais ou por inteiro, de livros, estamos inserindo na lei dispositivo que passará a remunerar o autor; o que, hoje, não ocorre. Participe. Dê a sua sugestão até o dia 31 de agosto. Faça com queesta leipossarefletirosinteresses de um conjunto o mais representativo possível de nossa sociedade. Isso pode ser feito no site www.cultura.gov.br/consultadireitoautoral. ✽ SOCIÓLOGO, É MINISTRO DE ESTADO DA CULTURA

MARLOS NOBRE enhoacompanhado com crescente preocupação as diversas manifestações do MinistériodaCultura (MinC) a respeito das alterações que propõe para o direito autoral no Brasil. O que me leva a escrever agora é um impulso irresistível de quemvive,diretamente,dofruto do seu trabalho como criador musical. Ou seja, sou um compositor brasileiro de música de concerto, essa faixa especialíssima de atividade que até agora não vi ser levada em consideração nem mencionada especificamente nessa proposta derevisão.Paracomeçodeconversa, declaro-me contrário ao espírito e à forma, ao conteúdo e às intenções declaradas ou subjacentes e não devidamenteclaras notextopreparadopelos técnicos do MinC. Parto inicialmente do fundo da questão, do seu cerne, isto é, o perigo que encerra tal reforma para quem vive ou deseja viver do fruto do seu trabalho como compositor, no Brasil. Ao partir do fundamento da questão, vejo dois pontos precisos: ● Como brasileiro, como compositor, quero ter o direito de ver respeitados os meus direitos constitucionais e legais, partindo do seguinte princípio: “Ao autor pertence o direito ex-

T

SINAIS PARTICULARES LEO MARTINS

Hugo Chávez

clusivo de utilizar e de autorizar a utilização de sua obra”; ● Como artista, não posso suportar a imagem de um governo interferindo nos meus direitos como compositor, sob alegações não muito claras, como as apresentadasnotextoproposto. O mundo inteiro, é evidente, vemsofrendoalteraçõesprofundas nas relações e posições dos criadores (compositores musicais, romancistas, poetas) diante dos novos mecanismos em constante evolução na internet. Esse problema é de tal magnitude e de tal imprevisibilidade que ninguém – digo bem, ninguém – teve até hoje a ousadia de prever o desfecho da história. Tudo isso pode tomar um rumo totalmente imprevisível e desconhecido por todos nós. Vivemosummomentodelicado, em que o criador, ou seja,

Deixem, srs. burocratas do MinC, que decidamos nós, os criadores, quem cuidará de nossa obra aquele que inventa o conteúdo, se vê envolvido numa teia complexa ainda não completamente clara nem explicada por ninguém. Isto é, em termos claros: ninguém em sã consciência sabe que “bicho vai dar”. E agora vem a minha preocupação maior: esta atual proposta intervencionista, inspirada num daquelesconhecidos devaneios com características delirantes, também, de um possível e preocupante dirigismo cultural e político. SeoMinC acredita queo artista eo criadornão devem ter mais nenhum controle sobre as obras queproduzem,comoapareceimplicitamente no texto da reformaproposta,entãovamosemdireção ao desconhecido e ao improvável. Vamos de mal a pior. Afinal de contas, o que é que o MinC tem que ver com o fruto da minha criação musical? Será queosburocratasdo MinCpararam um só instante para pensar no óbvio: que esse assunto é da alçadade quem produz a música neste país? Ou seja, que o artista,ocriador,o músico-compositor não vive de brisa, de glória? Queo compositoralimenta,veste, sustenta sua família com o fruto do seu trabalho, ou seja, suas obras musicais? Se o MinC quiser distribuir gratuitamente as obras musicais, sob o pretexto de “pertencerem ao povo”, então que o faça da maneira mais apropriada e recomendável: pague aos autores os direitos necessários das obras dos criadores do produto cultural (música, livro, pintura, fotografia, etc.) e as distribua de graça a universidades, centros culturais, onde o desejar. Mas que o artista receba, prioritaria-

menteeantesde todos,pelofruto de seu trabalho. Mas cobrar do artista – como essa proposta de nova Lei de Direito Autoral do Ministério da Cultura pretende fazê-lo – para que o criador do produto cultural renuncie unilateralmente aos seus direitos, sob o pretexto de o MinC estar protegendo os direitos de produtores de conteúdos, sem mais a necessária autorizaçãoremuneradadosautores das obras, é um axioma tão absurdamente lesivo aos direitos constitucionais de qualquer cidadão que nem na antiga União Soviética os burocratas bolchevistas ousaram chegar tão longe. Lá, em pleno regime soviético-comunista, a figura do artista e a proteção à sua criação eram prioritários. Deixem, por favor, srs. burocratas do MinC, que decidamos nós, os criadores, quem cuidará de nossa obra. O MinC critica a existência e a forma de ação de umaentidade como oEscritório Centralde Arrecadaçãoe Distribuição (Ecad). Mas esse é um problema – se é que existe um – exclusivamente nosso, dos criadores, para decidirmos. Que eu saiba,nãohouvedapartedamassa de criadores brasileiros uma delegaçãodadaao MinC pararesolver nossos problemas. Exterminar o Ecad para criar em seu lugar, exatamente, o quê? Temos o direito de exigir essa explicação. Porque pertencemos a sociedades de direitos autorais – União Brasileira de Compositores (UBC) e outras –, e por meio delas, como sociedade civil, procuramos reclamar e pedir aperfeiçoamentos da máquina arrecadadora. Mas o que o governo tem que ver com isso? Vai criar em lugar do Ecad, que quer extinguir, mais uma estatal, com seu habitual aglomerado de empregados aliciados nos partidos políticos da vez? Não é isso o que queremos. Pelo menos falo por mim, em consonânciacom grandenúmero de artistas que já se pronunciaram contra a tal reforma inusitada. Se o MinC quer fazer algo para o futuro (esperamos que ele exista...), então estude formas de romper os mecanismosque entorpecem eliquidam com a verdadeira produção cultural neste país. E, por favor, deixem-nos criar em paz as nossas obras, e que sejam nosso patrimônio – aliás, o único verdadeiro que deixaremos para o futuro de nossos filhos, de nossos descendentes. Esse direito, sim, é constitucional, líquido e irremovível, e para que prevaleça devemos, todos, nos unir para evitar a catástrofe que se anuncia. ✽ MAESTRO E COMPOSITOR, PRÊMIO TOMÁS LUIS DE VICTORIA 2005

Fórum dos Leitores FICHA LIMPA Constitucionalidade

A matéria Empurrando com a barriga para o colo do Judiciário (27/7, A8) aborda o delicado tema da constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa, mostrando que a bomba agora está no colo do STF. Todavia, tendo em conta tratar-se de lei de iniciativa popular, que pode encontrar no § único do artigo 1.º da própria Constituição (“todo poder emana do povo...”) um aliado importante, tudo indica que não é só a opinião pública que estará sendo frustrada caso a lei em questão seja julgada uma afronta à Constituição. JOSÉ ELIAS LAIER jelaier@sc.usp.br São Carlos

Vontade popular

A sociedade brasileira espera de

nossa Corte Suprema de Justiça patriotismo e independência, cumprindo a Lei da Ficha Limpa, que é a vontade popular, não liberando políticos com ficha suja nas próximas eleições. ANTONIO DE SOUZA D’AGRELLA antoniodagrella@yahoo.com.br São Paulo

PREVIDÊNCIA SOCIAL Depois da eleição

O ministro da Previdência Social, Carlos Eduardo Gabas, prestou um grande serviço à Nação e aos eleitores ao dizer que pretende dar fim às pensões herdadas (sic), que beneficiam cerca de 3,4 milhões de cônjuges de trabalhadores falecidos, principalmente mulheres, além do corte de outros benefícios previdenciários. Motivos: o bom desempenho da economia brasileira (!) e a proximidade de um novo governo. O arrocho previdenciário será apre-

sentado ao presidente Lula em dezembro. Também após a passagem das eleições, diz o ministro que o novo governo (não põe em dúvida que será a continuidade do atual) lutará contra a PEC que extingue a contribuição dos inativos. A demagogia eleitoral tornou-se clara como a luz solar a reverberar sobre um cristal polido. AMADEU R. GARRRIDO DE PAULA amadeugarridoadv@uol.com.br São Paulo

quando entregou seu projeto de governo sem ler, no qual constava o fim da propriedade privada? Será que os agricultores de nosso país, muitos dos quais ainda acreditam que o fio do bigode vale mais que a palavra, acreditariam em alguém que assina sem ler? PETER CAZALE pcazale@uol.com.br São Paulo

GREVE DOS PROFESSORES Na Bahia MST Fio do bigode

Dilma Rousseff assegura que, vencendo as eleições, fará as invasões de terras diminuírem, mesmo com a promessa de João Pedro Stédile, líder do MST, de promover um “abril vermelho permanente” caso a petista se torne presidente. E eu me pergunto: será que as palavras de Dilma têm o mesmo valor que sua rubrica,

Gostaria de ver algum comentário do clone do Lulla a respeito da greve dos professores na Bahia, da mesma forma que fez na greve de São Paulo, já que o governo lá é petista. Será que, como tudo no PT, vão ser dois pesos e duas medidas? Lá pode e aqui não pode? ROBERTO BOTTINI robertobottini@uol.com.br Mogi das Cruzes

ESTRADAS PAULISTAS Reformas

O preço da falta de infraestrutura no País – sem aeroportos, ferrovias e portos – faz toda a produção de São Paulo, e do Brasil, escoar pelas estradas vicinais paulistas rumo ao Porto de Santos para fugir das péssimas condições das rodovias federais. E o TCE sugere que as estradas resistem menos ao tempo. Isso é que é não conhecer a realidade... VALDEIR CELESTINO DE OLIVEIRA vcelestinodeoliveira@yahoo.com Cotia

Época eleitoral

O TCE paulista juntou-se à turma que pretende denegrir a imagem das estradas estaduais em época de eleição. É a única explicação para que uma auditoria feita em 67 estradas (das quais 70%

apresentaram problemas) ganhar tanto destaque, como se houvesse problema nas 1.160 vicinais do Estado de São Paulo. KLAUS BENVENUTO klausbenvenuto@gmail.com Santo André

FÓRMULA 1 Ferrari e Massa

Não sou aficionado da F-1, mas gosto de saber que um compatriota venceu ou está em boa posição. Entretanto, não é a F-1 um esporte coletivo? Que mal há em um piloto dar passagem a outro, se ambos buscam o mesmo objetivo, a vitória de sua equipe? Como torcedor brasileiro não me alegro, mas como desportista não vejo mal algum. Acho que o grupo prevalece sobre o individuo. Quanto chororô por nada. MAX GUIMER S. TOLEDO maxguimer@uol.com.br Guarulhos


%HermesFileInfo:A-3:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Conselho de Administração Presidente

Membros

Aurélio de Almeida Prado Cidade

Fernão Lara Mesquita, Francisco Mesquita Neto, Júlio César Mesquita, Patricia Maria Mesquita e Roberto C. Mesquita

Notas e Informações A3

Opinião

Informação

Administração e Negócios

Diretor de Opinião: Ruy Mesquita Editor Responsável: Antonio Carlos Pereira

Diretor de Conteúdo: Ricardo Gandour Editor-Chefe Responsável: Roberto Gazzi

Diretor Presidente: Silvio Genesini Diretor de Mercado Leitor: João Carlos Rosas Diretor Financeiro: Ricardo do Valle Dellape Diretora Jurídica: Mariana Uemura Sampaio

estadão.com.br A versão na Internet de O Estado de S. Paulo

Notas & Informações

A reforma global dos bancos Como Santo Agostinho – “Senhor, dáme a castidade, mas não agora” –, os bancos terão um prazo confortável para adotar os novos padrões de virtude recomendados pelo Banco de Compensações Internacionais (BIS). Reunidos na sede da instituição, em Basileia, presidentes de 26 dos mais importantes bancos centrais (BCs) concordaram em propor seis medidas para aumentar a segurança das operações financeiras, proteger os consumidores e diminuir o risco de quebras em série nos mercados. A Europa e a América do Norte mal começaram a sair da crise deflagrada pelo estouro da última grande bolha de crédito. Economias com melhor desempenho, como as emergentes, ainda sofrem no comércio internacional os efeitos da recessão e da insegu-

rança nos mercados mais desenvolvidos. Mas a recuperação global já deverá estar bem mais avançada quando o sistema bancário começar a ajustarse para valer. A reforma deverá ocorrer até 2018, a partir do fim de 2012, e as grandes linhas de mudança ainda serão submetidas ao Grupo dos 20 (G-20), na reunião de cúpula de novembro, em Seul, na Coreia. O início do ajuste num prazo menor poderia atrapalhar a reativação das operações de crédito. Isso dificultaria a superação da crise. Mas o prazo previsto elimina esse risco, segundo o presidente do Comitê de Basileia, Nout Wellink. Um esboço da reforma publicado em dezembro foi criticado pelos banqueiros como rigoroso em excesso e perigoso para o setor e para a economia. O acordo anunciado nessa segundafeira em Basileia foi considerado um pouco mais brando por analistas. As

mudanças incluem, por exemplo, um prazo mais longo, dividido em etapas, para a implantação dos novos limites de alavancagem – a relação entre os empréstimos concedidos e o capital do banco. Houve concessões, segundo observadores, ao lobby dos banqueiros e também às pressões disfarçadas de alguns governos. O Comitê de Basileia rejeita essa versão, naturalmente. O presidente do BC brasileiro, Henrique Meirelles, classificou como prematura qualquer afirmação sobre o enfraquecimento das propostas. Só se poderá avaliar o rigor das normas, argumentou, quando forem divulgados todos os parâmetros. Até o fim do ano o novo conjunto de regras será detalhado. “As novas regras são adequadas”, disse Meirelles, “e a chave, agora, é que os porcentuais sejam corretamente definidos para que de fato os bancos possam absorver perdas.” Pela primeira vez houve acordo

quanto à aplicação de normas globais de alavancagem, ainda não adotadas em alguns países da Europa. A ideia inicial é testar um padrão de 3%. Para cada 3 unidades de capital, a instituição poderá aplicar até 100. O cálculo das aplicações incluirá não só os ativos inscritos nos balanços dos bancos comerciais, mas também os valores “de fora”, como as aplicações em derivativos. Isso deverá tornar mais eficiente o controle de riscos. A formação da última grande bolha foi facilitada pela falta de supervisão das operações “fora de balanço”. Em vários mercados, a vigilância era limitada às operações típicas de bancos comerciais. Novos colchões de segurança serão exigidos de todos os bancos, para absorção mais eficiente dos impactos financeiros. Pela primeira vez haverá regras especiais para os chamados bancos “sistêmicos” – aqueles com tamanho

suficiente para causar grandes estragos no mercado, em caso de insolvência. Até agora, os governos têm sido levados a socorrer esses bancos, considerados “grandes demais para falir”, para evitar consequências mais graves. Os contribuintes pagam a conta e centenas de bilhões de dólares ou de euros são desviados de outras aplicações para sustentar enormes instituições financeiras. No Brasil, esse tipo de risco foi reduzido a partir dos anos 90, com a adoção de maiores controles sobre todo o sistema financeiro. Enquanto se discutia a reforma internacional, o presidente Barack Obama conseguiu do Congresso a aprovação de um amplo conjunto de mudanças. Provavelmente será preciso, nos próximos anos, adaptar algumas dessas normas aos novos padrões internacionais, se o G-20 for capaz de levar a reforma do sistema bancário internacional a uma conclusão.

Sindicalismo de ‘resultados’

Os arquivos do Afeganistão

“indústria” de sindicatos, cada vez mais próspera desde que, por iniciativa do governo petista, as centrais passaram a receber 10% da arrecadação da contribuição sindical, está explorando até mesmo os aposentados. Graças ao desconto feito diretamente na fonte pela Previdência Social, somente no mês de junho 11 entidades conveniadas com o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) embolsaram mais de R$ 21 milhões. Esse dinheiro é proveniente do desconto mensal de 2% no contracheque dos benefícios pagos aos aposentados, sob o pretexto de financiar entidades que “defendem” seus direitos, prometendo obter aumento das aposentadorias e oferecendo descontos em farmácias, consultas e excursões turísticas. O desconto é acertado diretamente com o Ministério da Previdência por essas entidades, que enviam para o INSS a lista de quem deve ter a contribuição de 2% mensalmente deduzida da aposentadoria. Embora essa medida seja prevista pela Lei 8.213/91, que disciplina o pagamento das aposentadorias, o problema é que a maior parte dos segurados não autorizou formalmente o desconto ou, então, foi induzida a assinar a autorização no meio da papelada exigida para a formalização da aposentadoria. Muitos aposentados também não sabem que estão sustentando, com a parte que é subtraída de seus benefícios,

a terça-feira da semana passada, 68 chanceleres se reuniram em Cabul, a capital afegã, para a 10.ª conferência dos países que de alguma forma contribuem para a guerra deflagrada em fins de 2001 pelos Estados Unidos e os seus parceiros da Aliança Atlântica contra o Taleban e a AlQaeda sob sua proteção, responsável pelos atentados do 11 de Setembro. Contrastando com o discurso do presidente Hamid Karzai, que falava do radioso futuro do seu país, “como se a guerra não existisse”, segundo um diplomata, o clima era sombrio. O pessimismo sobre os rumos do conflito e a viabilidade de um Paquistão capaz de enfrentar por si só a insurgência fundamentalista foram reconhecidos pela secretária de Estado Hillary Clinton. “Cidadãos de muitas nações aqui representadas, incluindo a minha própria”, observou, “se perguntam se existe aqui alguma chance de sucesso – e, existindo, se nós outros estamos dispostos a alcançá-lo.” Apenas cinco dias depois, os cidadãos de que ela falava ficaram sabendo que a situação no país é muito pior do que admitiam os governos engajados na guerra e até do que informava a imprensa. Numa operação sem precedentes, pelo menos 91.731 sigilosos documentos militares e de órgãos de inteligência sobre o Afeganistão foram copiados dos computadores em que estavam armazenados e remetidos ao site WikiLeaks. Criado pelo

A

Espírito de equipe

Gosto do Felipe Massa como pessoa e como piloto e acho injustas as críticas que estão sendo feitas na base da emoção e esquecendo a lógica. Todas as equipes correm para ganhar. Algumas, quando seus dois pilotos estão no topo com poucos pontos de diferença entre si, podem dar-se ao luxo de permitir a competição e a briga pelo primeiro lugar. Nesta última corrida era evidente que a Ferrari teria de favorecer Alonso, o único dos dois com chances matemáticas de disputar o título, lembrando que este não tem só valor simbólico, mas representa muito dinheiro em promoção e propaganda da linha comercial da Ferrari. Massa, que recebeu todo o carinho e apoio após o acidente do ano passado, demonstrou seriedade e espírito de equipe. Mas acho que a manobra poderia ter sido orquestrada de forma mais

a mordomia de espertalhões que converteram o sindicalismo em fonte de negócios escusos. Isto porque os contracheques do INSS estão disponíveis apenas na internet e a maioria dos aposentados que sofrem esse tipo de desconto não tem computador e não dispõe de condição financeira nem de conhecimento técnico para ir a uma lan house. Das 11 entidades que se dizem representantes de aposentados, a maioria é desconhecida – União Nacional dos AposentadosUnidos,AssociaçãoBrasileira de Aposentados, Pensionistas e Idosos e Central Nacional

No contracheque dos aposentados está havendo descontos com a ‘mão do gato’ de Aposentados e Pensionistas do Brasil. Das entidades que têm representatividade, algumas são filiadas à Central Única dos Trabalhadores (CUT) e outras, à Força Sindical, destacando-se a Confederação Nacional dosTrabalhadoresdaAgricultura (Contag) e a Federação NacionaldosTrabalhadoresFerroviários. Algumas alegaram que a inclusão de quem não autorizouodescontodos2%dosbenefícios nas listagens encaminhadas ao INSS decorreu de erro de digitação e de “falhas administrativas”. Outras entidades nemmesmoapresentamjustificativa – até porque o esquema por elas montado para engordar o caixa beira o estelionato. O mais grave é que esse ataque acintoso ao bolso dos apo-

diplomática, durante a troca de pneus ou simulando uma disputa. Os críticos de Massa devem ser os mesmos que atacaram duramente o Dunga, que, depois de uma excelente campanha pré-Copa, teve um momento de azar. FRANCO MAGRINI framagr@ig.com.br Cachoeira Paulista

SELEÇÃO Dá-lhe, Mano!

Admirador do futebol brasileiro, recebi com grata surpresa a convocação do técnico Mano Menezes. A juventude, graça e arte que faltaram à seleção de Dunga estão de volta. Só espero que os interesses, aparentes e/ou escusos, de Ricardo Teixeira e seus pares não atrapalhem de novo o futuro do nosso esporte preferido. LUIZ NUSBAUM lnusbaum@uol.com.br São Paulo

sentados parece ter apoio do governo. Isto porque, em vez de determinar ao INSS a suspensão sumária do desconto de quem não concedeu a autorização formal exigida por lei e obrigar as entidades sindicais a ressarcir o que cobraram de forma irregular, como seria de esperar, o Ministério da Previdência complica com deliberada burocracia a vida dos inativos que quiserem deixar de ser descontados. Numarecentevisitadoministro Carlos Gabas à sede da Confederação Brasileira dos Aposentados, ficou decidido que quem quiser ter o desconto suspenso precisará ir até o sindicato ou à associação para solicitar pessoalmente o cancelamento deseunomedaslistagensenviadas ao INSS. Os aposentados não poderão fazer esse pedido na agência bancária ou no posto do Ministério da Previdência onde recebem o benefício. A situação é absurda, pois trata-se de autoridades que aumentaram os prejuízos de aposentados que estão sendo lesados. Advertido para o problema, o presidente do INSS, Valdir Simão, disse a O Globo que vai investigar as ocorrências. Ele também afirmou que os convênios firmados com as entidades sindicais são legais e que são feitas auditorias por amostragem a cada seis meses para verificar se as entidades dispõem da autorização dos associados para o desconto. Dadas as proporções que esse abuso adquiriu, fica evidente a inépcia dessas auditorias e do esquema de fiscalização da autarquia.

“O chanceler Maduro está ‘muito verde’ para aceitar a mais clara evidência de que é a Venezuela que acoberta as Farc” ÂNGELO DE AGOSTINI / CAMPINAS, SOBRE A CRISE COM A COLÔMBIA angedemari@gmail.com

“Até que enfim, alguém para peitar o ditador bolivariano, apaniguado-mor do PT e do rei Lulla. É isso aí, ‘pau no Chávez’!” PAULO AUGUSTO NUNES FERREIRA / SÃO PAULO, SOBRE AS DECLARAÇÕES DE JOSÉ SERRA sweetpappa@uol.com.br

N

australiano Julian Assange em 2007, baseado na Suécia e muito conhecido nos Estados Unidos, sua especialidade é divulgar documentos secretos de presumível interesse público, enviados por seus leitores. Desta vez, compartilhou o material recebido com o New York Times, o Guardian, de Londres, e a revista alemã Der Spiegel. O resultado veio à luz domingo, depois de semanas de análise dos textos, produzidos entre 2004 e 2009, e da decisão conjunta de retirar deles nomes de informantes e outros dados capazes de pôr vidas em risco ou prejudicar ações antiterroris-

Neles se constata apenas que o fracasso da intervenção militar é maior do que se pensava tas. Por isso, 15 mil documentos deixaramdeserpublicados.Aindaassim,aCasaBranca considerou o vazamento uma “ameaça à segurança nacional” americana. O que saiu foi mais do que suficiente para confirmar o fracasso militar, político, estratégico e moral da empreitada afegã na era Bush – o que não parece ter mudado sob Barack Obama. Na realidade, os arquivos divulgados não contêm nenhuma revelação bombástica, daquelas quederrubamgovernos.E,reduzidos a pele e ossos, não trazem nenhumanovidade.Masaformidável massa de detalhes expostos sobre o dia a dia da guerra, por sua riqueza assombrosa, confirma de forma incontestável as piores suspeitas: a guerra não enfraqueceu, mas fortale-

Avenida Engenheiro Caetano Álvares, 55 6º andar, CEP 02598-900 Fax: (11) 3856-2920 E-mail: forum@grupoestado.com.br

VOCÊ NO ESTADÃO.COM.BR TEMA DO DIA

TOTAL DE COMENTÁRIOS NO PORTAL:

Assessor da Ferrari provoca brasileiros

2.618

Ele lembra que, em 2008, equipe mandou Haikkonen deixar Massa passar; para Alonso, nada ocorreu ● “Massa mostrou espírito de equipe este ano. Negócios devem ser feitos com ética e respeito a regras. A Ferrari feriu ambos.” MARCEL FLEMING

● “Kimi tinha obrigação, ele foi beneficiado em 2007. E a Ferrari tem débito com Massa por tê-lo feito perder o título em 2008.” RICARDO GROSS

“Massa de pizza na Ferrari” SERGIO PINHEIRO LOPES / SÃO PAULO, SOBRE O GP DA ALEMANHA sergiotradutor@uol.com.br

ceuo Taleban;emborao Paquistão receba US$ 1 bilhão por ano para ajudar a combater os insurgentes, o seu temível serviço secreto militar, o ISI, os treina para enfrentar os EUA; os esforços para conquistar as simpatias dos afegãos são um fiasco. Além disso, a morte de civis desarmados, deliberada ou por indiferença das tropas, e o acobertamentodosincidentesexcedem de longe o que se conhecia. As forças americanas criaram um esquadrão para localizar, interrogar e assassinar os afegãos suspeitos de terrorismo incluídosemlistaspreparadasarbitrariamente e, claro, sem supervisão judicial. Pelo menos 195 pessoasforameliminadasemcondições que configuram crimes de guerra. Até agora, Washington não desmentiu nada do que se publicou. E Karzai, o presidente afegão, fez saber que os documentos descrevem adequadamente o que ocorre no país. O efeito imediato do vazamento será intensificar as pressões pela retirada das tropas. Não é de excluir que o presidente Obama antecipe a revisão do esforço militar no Afeganistão, previstaparadezembro.(Emdezembro passado, ele anunciou a sua estratégia de contrainsurgência e o envio de mais 30 mil soldadosao país.) Averdade, como confidenciou uma alta fonte,éque“nãosabemoscomoreagir”. Isso vale também em relação ao jogo duplo do Paquistão – aliado infiltrado de inimigos, do qualosEUAnãopodemprescindir. A “guerra por necessidade”, como diz Obama, está ficando pior do que a “guerra por escolha” no Iraque.

● “Guardem a bandeira! Esporte profissional (sim, corre grana) é disputado em equipe. Todos devem atuar em função do time.” NILTON PASCOAL

As cartas devem ser enviadas com assinatura, identificação, endereço e telefone do remetente e poderão ser resumidas. O Estado se reserva o direito de selecioná-la para publicação. Correspondência sem identificação completa será desconsiderada. Central de atendimento ao leitor: 3856-5400 – falecom.estado@grupoestado.com.br Central de atendimento ao assinante Capital: 3959-8500 Demais localidades: 0800-014-77-20 www.assinante.estadao.com.br Classificados por telefone: 3855-2001 Vendas de assinaturas: Capital: 3950-9000 Demais localidades: 0800-014-9000 Central de atendimentos às agências de publicidade: 3856-2531 – cia@estado.com.br Preços venda avulsa: SP: R$ 2,50 (segunda a sábado) e R$ 4,00 (domingo). RJ, MG, PR, SC e DF: R$ 3,00 (segunda a sábado) e R$ 5,00 (domingo). ES, RS, GO, MT e MS: R$ 5,00 (segunda a sábado) e R$ 6,50 (domingo). BA, SE, PE, TO e AL: R$ 6,00 (segunda a sábado) e R$ 7,50 (domingo). AM, RR, CE, MA, PI, RN, PA, PB, AC e RO: R$ 6,50 (segunda a sábado) e R$ 8,00 (domingo) Preços assinaturas: De segunda a domingo – SP e Grande São Paulo – R$ 64,90/mês. Demais localidades e condições sob consulta.


A4 %HermesFileInfo:A-4:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Nacional Vídeo no portal

Eleições

@

Roberto Jefferson (PTB) solta a voz e canta Smile (estadao.com.br/e/smile)

estadão.com.br

Sucessão. Presidenciáveis do PSDB e PT têm ajustado o discurso de acordo com a plateia, não apenas ao fazer promessas, mas ao relacionar o adversário a riscos de retrocessos sociais, econômicos e institucionais propagados como verdades absolutas por ambos

Serra e Dilma intensificam críticas ARTE SOBRE FOTOS DE WILTON JUNIOR/AE E DIDA SAMPAIO/AE

Apesar das promessas do PT e do PSDB de que campanha eleitoral não seria negativista, os presidenciáveis José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) têm pontuado discursos e entrevistas com ataques diretos e insinuações que relacionam os adversários a riscos de retrocessos sociais, econômicos e institucionais. Ontem, Dilma acusou Serra de baixar o nível da campanha, além de estarpor trás dosataques promovidos por seu companheiro de chapa, Índio da Costa (DEM). Foi uma resposta à reprodução feita pelo tucano, em encontro com cerca de 400 empresários, de frase do líder dos sem-terra João Pedro Stédile, segundo a qual em caso de eventual vitória da petista haveria aumento das invasões no campo. Os dois presidenciáveis têm ajustado o discurso de acordo com a plateia, não apenas ao fazer promessas, mas também ao relacionar o adversário a questões controversas. O principal foco dos tucanos tem sido vincular o PT a supos-

JOSÉ SERRA:

DILMA ROUSSEFF:

“(Stédile, do MST) disse com todas as letras, está gravado. Porque com ela vão poder fazer mais invasões, mais agitação.”

“Meus adversários deixaram a eleição passar para fazer o câmbio flutuar, provocando uma verdadeira pancada na economia.”

CANDIDATO DO PSDB

CANDIDATA DO PT

tos atos ilegais ou clandestinos, como invasões de terras, conexões com a guerrilha colombiana,loteamentodoEstadoeviolação de sigilo fiscal. O vice de Serra, por exemplo, vinculou os petistas às Farc. Na segunda-feira, esse tema serviu para o próprio SerrainvestircontraapolíticaexternadeLulaeseuapoioaopresidente da Venezuela, Hugo Chávez. “Até as árvores da floresta amazônica sabem que as Farc se abrigam na Venezuela”, afirmou Serra, para quem Chávez é uma “ameaça” à paz regional. Medo. Ontem no Recife, Dilma

contra-atacou. “Vamos vencer o medo que eles tentam espalhar, comacompetência,comocrescimento econômico, com o BolsaFamília. Vamos vencer as ameaças de terror porque temos hoje um patrimônio que é de toda a população brasileira, que é o governo Lula”, afirmou à noite. Os petistas também não perdem a oportunidade de apontar nos adversários a intenção velada de desmontar o aparato social do governo Lula e de promover o

dência, José Serra, foi multado ontem pela quarta vez pelo Tribunal Superior Eleitoral. O ministro Henrique Neves concluiu que duas inserções veiculadas pelo PSDB em junho no Rio Grande do Sul, que deveriam conter propaganda partidária, na realidade serviram para promover antes do permitido a candidatura de Serra.

Para punir o candidato e o partido, Henrique Neves decidiu impor as multas de R$ 10 mil a Serra e de R$ 15 mil ao diretório gaúcho do PSDB. Com a punição de ontem, Serra soma até agora R$ 25 mil em multas. A candidata do PT, Dilma Rousseff, já foi multada sete vezes, num total de R$ 33 mil. Em sua decisão, o ministro citou trechos das inserções veiculadas no Rio Grande do Sul. Em sua avaliação, ao abordar o Bolsa-Família, Serra havia feito uma “verdadeira promessa de campanha”. / MARIÂNGELA GALLUCCI

retorno de práticas e políticas do governoFernandoHenriqueCardoso, como as privatizações. Dilma repisou o tema ontem. “No passado, meus adversários deixaramaeleiçãopassarparadepois fazer o câmbio flutuar, provocando uma verdadeira pancada na economia nacional. Nós, não fizemos nem faremos nada do tipo. Temos uma posição cla-

ra, coerente.” A petista tem investido tambémemumsupostodiscursoduplo dos tucanos em relação ao principal programa social do governo. “Aqueles que dizem que não vão acabar com o Bolsa-Família são os mesmos que entraram no Supremo Tribunal Federal com uma ação de inconstitucionalidade contra nós, tentan-

do derrubar justamente o BolsaFamília”, disse, no início do mês. Serra,quenoiníciodoanofalava em “ampliar” e “aprimorar” o Bolsa-Família, prometeu dobrar o número de atendidos no dia seguinte ao discurso da adversária. A ofensiva dos tucanos procura atribuir à campanha adversáriaumasupostaausênciadevalores morais. Apontam no PT a intenção de limitar a liberdade de imprensa e dizem que o partido é contra os direitos humanos e a defesa das liberdades civis. Paraembasarodiscurso, ostucanos citam frases do próprio presidente Lula, como comparação entre presos comuns e presos políticos de Cuba. Também usam como exemplo as diretrizes do programa de governo do PT, do qual a candidata recuou em relação a temas polêmicos. Já Dilma descreve o principal rival como alguém que ameaça a continuidadedeiniciativasdogoverno Lula, como a ampliação de recursos para a agricultura familiareaconcessãodesubsídiospara a moradia popular. “Ele (Serra) foi ministro duas vezes no

Tucano leva a quarta multa por campanha irregular ● O candidato do PSDB à Presi-

governo FHC, e não vi um processo de desenvolvimento de inclusão social dos 190 milhões de brasileiros”, disse a petista na quinta-feira, em sabatina promovida pelo portal R7 e pela Record News. Venezuela. O embaixador da Venezuela no Brasil, Maximilien Arvelaiz, negou ontem que haja acampamentos permanentes de guerrilheiros, paramilitares ou narcotraficantes colombianos na Venezuela “que contem com autorização ou simpatia do governo” Chávez. E rebateu as acusações de envolvimento de seu país com as Farc. “A República Bolivariana da Venezuela rechaça tais denúncias.” /JULIA

DUAILIBI,

ADRIANA

CARRANCA, ANNE WARTH, DANIEL BRAMATTI, ANA PAULA SCINOCCA e MONICA

BERNARDES,

ESPECIAL

PARA O ESTADO

Colômbia vê atuação do Brasil com desconfiança

Pág. A14

CAMPO DE BATALHA ●

1

2

3

4

5

AS PRINCIPAIS ARMAS USADAS POR PETISTAS E TUCANOS

Mídia Os tucanos acusam o PT de tentar limitar a liberdade de imprensa

Programas sociais Os petistas tentam desqualificar as propostas do PSDB na área social

Farc Tucanos apontam as ligações do PT com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia

Estagnação O PT busca associar o governo Fernando Henrique com a estagnação econômica

MST O PSDB diz que invasões cresceriam com Dilma. O PT acusa tucanos de não dialogar

Tucano é ‘mais progressista’ que todo o PT, diz Guerra Afirmação foi resposta a declarações de dirigente petista sobre o figurino de ‘direita troglodita’ atribuído a Serra Julia Duailibi

O presidente do PSDB e coordenador da campanha tucana, Sérgio Guerra (PE), chamou ontem aequipeda adversária doPT,Dilma Rousseff, de “guerrilha da mentira”. Ele rebateu as declarações do presidente do PT, José

EduardoDutra, segundo as quais o tucano José Serra vestiu o figurino de “direita troglodita”. “O Dutra é da direita aloprada, o negócio dele é carimbar as pessoas de forma preconceituosa. Serra tem 40 anos de vida progressista.Nestesanos, ossetores conservadores tiveram resistência a ele”, afirmou Guerra. O presidente do PT fez as declarações ao comentar frase de Serra em evento com empresáriosanteontem,noqualreproduziu declaração do líder dos semterra João Pedro Stédile de haveria aumento de invasões no cam-

po num eventual governo Dilma. O PT reagiu à afirmação de Serra, relacionando-o ao conservadorismo. Os tucanos rebateram as acusações,dizendoque o PT está maisàdireitaqueSerraeafirmandoqueafrase ditapelocandidato foi proferida por Stédile em entrevista ao Estado. De acordo com Sérgio Guerra, “muita gente da esquerda sabe queSerraémaisprogressistaque todo o PT junto”. E atacou os adversários: “Eles se associam no subterrâneo a interesses nem sempre republicanos, e na prática apoiam gente que quebra sigilo e que constrói dossiê”. Para o presidente do PT de São Paulo, Edinho Silva, as acusações dos tucanos são características de uma “campanha derrotada”. “Plantar inverdades, na era da informação, não convence mais o eleitorado”, disse. / COLABOROU ADRIANA CARRANCA

Ciro esquece mágoas, encontra petista e até vai gravar para TV Em abril, ele havia dito que não iria de jeito nenhum ao horário eleitoral gratuito declarar seu voto Vera Rosa / BRASÍLIA

Depois de dizer que o candidato do PSDB, José Serra, é o “mais preparado” para enfrentar qualquer crise nos próximos anos, o deputado Ciro Gomes (PSBCE) vai se reconciliar com a exministra da Casa Civil Dilma

Rousseff (PT). Dilma e Ciro vão almoçar juntos amanhã, em Brasília. No cardápio está a participação dele na campanha petista. Com a ajuda do governador de Pernambuco, Eduardo Campos – que preside o PSB –, a equipe do PT convenceu Ciro a gravar um depoimento para o programa de TV de Dilma no horário eleitoral gratuito. Desdequefoiobrigadopelacúpula do PSB a desistir da disputa ao Palácio do Planalto, Ciro deu várias estocadas no PT, no presidente Lula e em sua própria legenda. “Não me peçam para ir à

TV declarar o meu voto, que eu não vou”, desabafou ele, em abril, após afirmar que Lula estava “navegando na maionese”. No auge das alfinetadas, Ciro submergiu, furioso com o diagnóstico de Lula de que deveria haver apenas um candidato da base aliada para enfrentar Serra. Não apareceu nem no ato político do PSB, há nove dias, quando o partido entregou a Dilma as propostasparaoprogramadegoverno e declarou apoio a ela. “Eu passei por um momento de grande tristeza e me senti feito de bobo, mas não sou de cultivar mágoa”, confessou. Ferrenho adversário de Serra, Ciro diz ser amigo de Dilma, uma mulher que define como “batalhadora” . Em conversas reservadas, o exministro da Integração no primeiro mandato de Lula contou que os elogios ao tucano foram feitos num momento de grande desilusão política.


%HermesFileInfo:A-5:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Nacional A5


A6 Nacional %HermesFileInfo:A-6:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Eleições

}

“A universidade tem de formar gente e avançar o conhecimento. É preciso investir em institutos fortes que interajam com empresas”

Candidatos na SBPC José Serra foi o único presidenciável a declinar convite para visitar a reunião anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Natal. Dilma Rousseff irá hoje e Marina Silva na sexta-feira. Cada uma delas vai falar por meia hora e depois responder a perguntas.

Marco Antonio Raupp PRESIDENTE DA SBPC DIVULGAÇÃO

DORA KRAMER ✽ ●

dora.kramer@grupoestado.com.br

Marcas famosas

D

izerqueocandidatodoPSDB, José Serra, vestiu o “figurino da direita troglodita”, que faz “o discurso da República Velha” e que obedece a ordens de “falcões associados a um índio”, como diz o presidente do PT, JoséEduardoDutra,podeserinteressante como artifício de contra-ataque. Dá colorido ao embate, alimenta a impressão de que campanha eleitoral se resume à troca de desaforos, serve para ganhar tempo, mas não responde às questões postas em cena pelo adversário. Estas, se bem rebatidas de forma substantiva, desaparecem num instante do noticiário. Agora, se tratadas na base dos adjetivos, acompanharão como uma sombra a candidata Dilma

Rousseff até o fim da jornada, serão cobradas dela nos debates de televisão e continuarão sendo repetidas no horário eleitoral. O PT deveria ser o primeiro a ter consciênciadisso.Tudooquenãoébemexplicado,tudooquenãoéenfrentado,aquilo que não recebe de início um corte pela raiz, assombra. Na campanha de 2006, o PT partiu de uma base real – as privatizações feitas durante o governo Fernando Henrique Cardoso–emontoucomo quisahistória dos inimigos entreguistas que no dia seguinte à sua volta ao poder venderiam o Banco do Brasil e a Petrobrás na bacia das almas. Os tucanos esbravejavam, diziam que era mentira e o candidato recorria à alegoria para rebater, posando de colete e

bonécheiosdeenfeitesalusivosàsqueridas estatais. Seria só patético se não fosse também ineficaz. Em miúdos, a resposta errada para a questão que estava sendo posta ao exame do público. Ou, por outra, resposta alguma.

PT feriu PSDB com o rótulo de entreguista e é ferido com estigma de carbonário Ontem,jánasegundasemanaconsecutivadeataquesdurosdaoposiçãoàcandidaturadesituação,DilmaRousseffresolveu tomar uma providência. Depois de dizer a todos que candidato à Presidência da República não deve se utilizar da palavra de outrem – no caso,

elasereferiaaocandidato avicedeSerra, Índio da Costa –, Dilma tomou à frente: “Então, vou responder ao ex-governador José Serra, acho lamentável que a eleição tenha descido, da parte do meu adversário, a esse nível.” Quer dizer, não disse coisa alguma. Não repudiou com veemência qualquer relação com os bandoleiros colombianos denominados Farc, não disse que são terroristas narcotraficantes nem renegou João Pedro Stédile e seu aviso de que em caso de vitória dela o MST perceberá que “vale a pena se mobilizar”, ou seja, invadir propriedades privadas, depredar, roubar, barbarizar. O que fica na cabeça de quem vê? A evidência, no mínimo, de que esses assuntos rendem constrangimentos ao PT. Essa história de levantar o nariz e dizer“oquevemdebaixonãomeatinge” é atitude típica de quem não sabe o que dizer. E por que não sabe? Porque o PT ainda tem contradições internas e externas que se prestam à exploração do adversário. E por que ainda tem isso oito anos de governo e uma inequívoca opção pelo pragmatismo depois? Porque fez uma carta-compromisso para se eleger, comprometeu-se com a realidadeparagovernar,mascomoparti-

do jamais fez autocrítica em regra, nunca revisou seus conceitos. São os mesmos contidos no documento A ruptura necessária de 2002 – substituídopelaCarta aos brasileiros– e mantidos com nova roupagem em A grande transformação de 2010 – em vias de ser trocado por um enunciado de 13 intenções pluripartidárias mais palatáveis às urnas. E por que o PT não faz autocrítica? Porqueperderiamassa eo indiscreto charme dos revolucionários de almanaque. Memorial. Em 1999, o então encarre-

gado de assuntos internacionais do PT e atual assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, ofereceu ao Itamaraty seus préstimos para aproximar o governo brasileirodasForçasArmadasRevolucionárias da Colômbia. NaépocaasFarceramfortes,cercavam Bogotá e poderiam sim tomar o poder na Colômbia. Diferente de hoje, praticamente dizimadas e reduzidas a acampamentos rurais isolados. A oferta de Garcia foi recusada, mas ointerlocutor ainda está em atividade naslidesdepolíticaexterna(nãomais no Itamaraty) para não deixar ninguém mentir.

WILLIAM VOLCOV

Marina ajusta programa e foca segurança pública Tema havia recebido pouca atenção no primeiro texto apresentado pela candidata do PV e era restrito a um tópico; agora passou a ocupar 8 itens Roberto Almeida

Com apoio de 92 intelectuais e 180 colaboradores via internet, Marina Silva, candidata do PV à Presidência, lançou em São Paulo a versão ampliada de seu programa de governo – último passo antes de apresentar a proposta final. No documento, com 38 páginas, o leque de diretrizes que mais cresceu é o da segurança pública. O tema, ao lado da saúde, havia recebido pouca atenção no primeiroprogramaapresentadopor Marina dia 10 de junho, data da convenção do PV. Era restrito a apenasumtópico.Agorasãooito, abrangendoitensquevãodesdea remuneração policial até a modernização das Forças Armadas. A campanha verde credita o avançoàcolaboraçãodasociedadecivil,quedemandoumaisatenção ao tema, caro ao debate eleitoral, e do cientista político Luiz EduardoSoares,quechefiouaSecretaria Nacional de Segurança Pública no início do primeiro governo Lula. “A segurança é demanda legítima da sociedade e emcampanhasfoihistoricamente olvidado, tratado como questão menor”, justificou Marina. No documento, ganhou destaque a criação de “Nova Estrutura InstitucionaldaSegurançaPública”. A ideia, segundo a campanha, é que essa nova estrutura possibilite a criação de uma carreiraúnicaemcadapolíciaeadapteapolítica salarialdacategoriaà importância e riscos da função. Pela primeira vez, Marina cobra emum documentode campanhaumapolíticacriminaleprisional “mais eficiente”. O texto de-

OS PRINCIPAIS PONTOS DO PROGRAMA

Problema Ensino médio e profissionalizante

Segurança Pública

Drogas

Política externa

Queda no número de matrículas e aumento da evasão escolar

Expandir a rede de escolas técnicas para responder às demandas do mercado

Modelo e gestão administrativa da polícia defasados

Criar carreira única em cada política e fortalecer as polícias municipais

Falta de investimento em prevenção

Discutir com a sociedade e investir no esclarecimento e no tratamento de dependentes

Setor pautado por conveniências imediatas e falta de coerência

Avaliar a participação em organismos internacional, levando em conta os princípios fundamentais e objetivos de longo prazo

Eficiência. Em documento, Marina cobra uma política criminal e prisional ‘mais eficiente’ fendepromoçãodepenasalternativasereduçãodo“encarceramentomassivo”–ouinchaçodapopulação carcerária no País – e foco para reinserção social do preso. “Temosaquartapopulaçãocarceráriado mundo”, disse Marina. Segundo Ministério da Justiça, eram 473 mil presos em dezembro passado. “A segurança deve serentendida comoumvalorque favoreça, respeite e proteja a vida”, emendou. “A vida do preso precisa ser igualmente protegida. E lamentavelmente não é.”

Análise: Roberto Almeida

Para provar que acabou o ‘samba de uma nota só’

M

Proposta

arina em pré-campanha cansou de responder que sua candidatura não era um “samba de uma nota só”. A sustentabilidade, como tema, e a transversalidade, como conceito, eram como uma nuvem de palavras difusas que só atingia o eleitor da classe média alta urbana – um segmento social restrito demais para quem considera que, dessa vez, o PV não está para brincadeira. Já passou da fase de marcar posição.

Também foi ampliado o tópico sobre“política de drogase desarmamento”. O texto corrobora o apoio da candidata a um plebiscitosobrealegalização damaconha,alémdeapostar“noesclarecimento,naprevençãoenotratamento dos dependentes”. Metas e prazos. O documento,

comsetediretrizesaotodo,apresenta também, pela primeira vez,metasaseremcumpridascaso Marina seja eleita. A principal é com relação ao endividamento

Enquanto a classe média alta urbana, fã da candidata verde, movimenta-se em ações virtuais que angariam seguidores nas redes sociais e no Twitter,Marinafoiacampocom umtimedeespecialistas para colocar no papel substantivos no lugar das nuvens difusas. Elaborou, com a ajuda de 92 deles, todos com seus nomes estampados no site de campanha, seu novo programa de governo. Um documento que carrega, em suas 38 páginas, a tentativa de, pela primeira vez, significar o real para a realidade do eleitor. “O que não me falta é equipe. Temos aqui equipedamelhor qualidade”,comemorouMarinaontem, no discurso de lançamento do programa, em São Paulo. Não por menos. Na bancada, a candidata verde tinha ao lado de nomes fortes da academia, como os do economista José Eli da Veiga (USP), do também economista Ricardo Paes de Barros

do setor público e a capacidade de investimento do Estado: “É fundamental conter o crescimento dos gastos públicos à metade do crescimento do PIB.” A resposta sobre como fazer foi repassada ao candidato a vice deMarina,ocontroladordaNatura Guilherme Leal. “Não se acreditaquesejaviávelreduzirosgastos nesse momento. Isso será feito evitando o desperdício de forma geral na máquina pública, baseado nos princípios de transparência e governança”, avaliou.

Para Leal, que fez duro discurso contra fisiologismo e loteamentopolítico, aopçãodacandidatura verde é “programática e não pragmática”. “É difícil antecipar especificamente onde serão as reduções de gastos, mas há espaços para aumentar a eficiência do Estado”, observou. Odocumentoestáabertoaconsultapúblicaereceptivoapropostas. Segundo o coordenador da campanha,JoãoPauloCapobianco,oprogramafinalseráapresentado no início de setembro.

(Ipea), do antropólogo Eduardo Viveiros de Castro (UFRJ) e da socióloga Maria Alice Setúbal (PUC-SP), todos colaboradores do documento. O cientista político Luiz Eduardo Soares (UERJ) não pôde comparecer ao evento, mas em grandemedidafoia estrelado dia,citado diversas vezes por sua colaboração com as propostas de segurança pública – área em que Marina precisava de mais solidez para debater com adversários. “Vamosfazerpolíticagrande,com‘P’maiúsculo”, continuou a candidata verde, em seu discurso. “Há vida inteligente para além dos partidos.” Na mesma bancada, de tantos acadêmicos e umapresidenciável,apenasdoishomensdepartido: o vereador carioca Alfredo Sirkis, candidato à PresidênciapeloPV em 1998, eosecretário municipal do Meio Ambiente na capital paulista, Eduardo Jorge. Sirkis, quando assumiu o microfone, demonstrou em poucas palavras o tamanho da guinada

AGENDA ●

Dilma Rousseff (PT)

Participa da reunião da SBPC, em Natal ●

José Serra (PSDB)

Cumpre agenda em Minas Gerais ●

Marina Silva

Dá entrevista à Rádio ABC (SP)

no PV com a entrada de Marina no partido. “Não somos um País que valoriza programa ou partidos programáticos. São legendas para abrigar aspirantes a uma carreira política. O PV e a candidatura de Marina quer colocar o programa no centro das discussões”, afirmou. Sirkis ainda relembrou o programa de governo de sua candidatura, há 12 anos, e assumiu que naquele momento só pretendia marcar território para searas futuras. Segundo ele, as propostas, utópicas, serviam apenas a alguns que, de maneira despropositada, ainda acreditavam na vitória. Dessa vez, o PV trabalhou de maneira tão diferente que o slogan para apresentação das diretrizes do programa de Marina era “Governar é tomar decisões”. Com os acadêmicos a seu favor, a candidata decidiu e superou a mesmice verde. ✽ É JORNALISTA DE ‘O ESTADO DE . PAULO’


%HermesFileInfo:A-7:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

}

Eleições

Ouça no portal

@

Especial

‘Só Deus vai me tirar da vida pública’, afirma Maluf, negando ter condenação (estadao.com.br/e/paulo)

Nacional A7

@

As características dos 138 milhões de eleitores que irão às urnas em outubro (estadao.com.br/e/perfil) ANTONIO MILENA/AE

Estadão.com tem páginas das eleições nos Estados

JUDICIÁRIO

CEARÁ

AMAZONAS

MATO GROSSO

Lula nomeia dois novos ministros para o STJ

Corregedoria submete 90 cartórios a inspeção

Morre em SP deputado cassado Wallace Souza

Servidores da Justiça estadual mantêm greve

O presidente Lula nomeou ontem dois novos ministros para compor o Superior Tribunal de Justiça: o desembargador Paulo de Tarso Vieira Sanseverino, que deixará o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, e a juíza Maria Isabel Gallotti Rodrigues, do Tribunal Regional Federal da 1.ª Região. A posse está prevista para o dia 10 de agosto.

A Corregedoria-Geral de Justiça visitou 90 cartórios e 28 comarcas do interior do Estado no primeiro semestre. Os auditores orientaram os cartórios sobre procedimentos, avaliaram documentos e fiscalizaram os repasses ao Fundo Especial do Reaparelhamento e Modernização do Judiciário. Não foram encontradas irregularidades graves.

O deputado estadual cassado do PP Wallace Souza (foto) morreu ontem, em São Paulo. Ele sofria da Síndrome de Budd Chiari, que ataca o fígado, e teve parada cardíaca. Wallace era acusado de comandar organização criminosa ligada ao tráfico e a grupos de extermínio.

Os servidores do Judiciário estadual rejeitaram a proposta do governador Silval Barbosa e mantiveram a greve, que já dura 80 dias. O presidente do TJ, José Silvério Gomes, e o governador participaram de cinco reuniões com o sindicato dos servidores, sem sucesso.

Site de Política do ‘Estado’ traz atualização dos Twitters dos candidatos ao governo O site de Política do estadão. com.br colocou no ar ontem a sua página especial dedicada às eleições estaduais, que pode ser acessada a partir de um atalho na parte superior da home page, no endereço politica.estadao.com.br. Ao clicar em Eleições Estaduais na home, o internauta é direcionado automaticamente para a página especial. Na barra superior, ele seleciona o Estado de interesse.Aofazerisso,ele visualiza todos os candidatos que disputam o governo, um pequeno perfil de cada um e links para as páginas oficiais dos políticos. Abaixo da foto e do perfil, o internautaveráo Twitterdocandidato atualizado automaticamente e, com isso, poderá saber como cada um deles está usando aredesocial.Comessaferramenta, o interessado em acompanhar a movimentação dos candidatosno Twitter nãoprecisa deixar o site do estadão.com.br. Na mesma página há ainda algumas informações do Estado, como número de eleitores e de habitantes. Completa o especial uma caixa com as últimas notícias de política publicas no site. Agrandemaioria doscandidatos aos governos estaduais está usandooTwitterparasecomunicar com os seus eleitores. Eles costumam divulgar agendas, compromissos oficiais, postar opiniões e anunciar decisões. Ontem à tarde, por exemplo, ao escolher a página do Rio de

Janeiro,o internautatomariaconhecimentodeumbate-papopeloTwitter,anunciadopelogovernador e candidato à reeleição Sérgio Cabral (PMDB). Fernando Gabeira (PV) anunciava uma reportagem em seu blog sobre a visita do candidato aos trens. Na página de Minas Gerais, o internautatomava conhecimento da promessa de Hélio Costa (PMDB), feita pelo Twitter, de cumprimentar 1.000 taxistas até o dia da eleição. “Já comecei hoje pela manhã na região da Pampulha. Quero falar com eles”, escreveu. Seu concorrente, Antonio Anastasia (PSDB), no melhor estilo tucano, agradecia o apoio dos times mineiros – Cruzeiro, América e Atlético. Na página de São Paulo, o internautaencontraaindalinksparaosespeciaisdedicadosaGeraldoAlckmin(PSDB),AloizioMercadante(PT)eCelso Russomanno(PP),ostrêsmaisbemcolocados nas pesquisas. Nos especiais dos candidatos paulistas, lançados em abril, o estadão.com.br já haviainovado e incluídoa atualização automática dos Twitters. estadão.com.br Estaduais. Navegue pelas páginas especiais estadão.com.br/e/estados

Maceió Férias no paraíso do Nordeste.

Aproveite nossas ofertas para viajar em agosto. Roteiro de 8 dias - 7 noites. Incluídos no preço: passagem aérea, transporte aeroporto/hotel/ aeroporto, hospedagem com café da manhã, passeios e completa assistência da equipe CVC.

Hotel Costamar Hotel Brisa Tower Village Pratagy Resort Categoria turística, localizado na praia de Ponta Categoria turística superior, localizado em frente Maravilhoso resort categoria superior, localizado Verde.

ao mar na praia de Jatiúca.

em frente ao mar, na praia de Pratagy.

À vista R$ 978, Preço para saídas 28 e 29/agosto.

À vista R$ 1.168, Preço para saídas 28 e 29/agosto.

À vista R$ 1.258, Preço para saídas 28 e 29/agosto.

10x sem juros e sem entrada R$ 97 , 80

10x sem juros e sem entrada R$ 116,80

10x sem juros e sem entrada R$ 125,80

Maceió Mar Hotel Hotel Ponta Verde Categoria turística superior, localizado em frente Categoria turística superior, localizado em frente

Jatiúca Resort Belíssimo resort categoria superior, localizado

ao mar, na praia de Ponta Verde.

ao mar na praia de Ponta Verde.

em frente ao mar, na praia de Jatiúca.

À vista R$ 1.168, Preço para saídas 28 e 29/agosto.

À vista R$ 1.188, Preço para saídas 28 e 29/agosto.

À vista R$ 1.468, Preço para saídas 28 e 29/agosto.

10x sem juros e sem entrada R$ 116,80

10x sem juros e sem entrada R$ 118,80

10x sem juros e sem entrada R$ 146,80

Atendimento nas lojas diariamente, das 9 às 20 horas e nos shoppings, das 10 às 22 horas. São Paulo Capital: Paraíso................................... 2146-7011 Aclimação..............................2362-7780 Alphaville ............................... 4191-9198 Anhanguera-Extra.................. 3831-1312 Aricanduva Shop. .................2728-2626 Brooklin ................................ 5532-0888 Campo Limpo Shop. .............. 5513-8484 Center Norte Shop. ...............2109-2611 Central Plaza Shop. . .............2914-3355 Eldorado Shop. .....................3815-7878 Fradique Coutinho.................3596-3470 Faria Lima .............................3031-3106 Hiper Davo São Miguel..........2058-1662

Ibirapuera Shop. .................. 2108-3500 Jabaquara-Pão de Açúcar ........5015-7933 Jaçanã-Sonda........................2243-2020 Jardim Sul Shop. .................. 2246-0444 João Dias-Extra .....................5851-0035 Light Shop. .......................... 3255-5323 Market Place Shop. ..............2135-0777 Morumbi Shop. .....................2146-7200 Morumbi Open Center ..............2364-9890 Pátio Higienópolis Shop. ..........3667-8622 Pacaembu..............................2691-9521 Penha Shop. .........................2135-0700 Plaza Sul Shop. .....................2105-7600 Praça da Árvore............................2577-0507

Pte. Rasa-Hiper Negreiros.........2046-2668 Raposo Shop. ........................2109-0199 Santa Cecília .........................2367-2853 Santa Cruz-Shop. Metrô ..........5571-7100 São Judas ............................. 2858-0599 Shopping D ........................... 3313-8340 SP Market Shop.....................2103-1900 Tatuapé - Apucarana ............ 2093-2093 Vila Carrão-Sonda. ................2362-8978 West Plaza Shop.................... 2117-2888 Grande São Paulo: Diadema Shop. .....................4057-8600 Guarulhos-Bonsucesso ........ 2498-6022 Guarulhos Shop. .................. 2425-0533

Osasco Plaza Shop............... 3652-3600 Osasco Shop. União..............3652-1600 Ribeirão Pires ........................4828-1868 Santo André-Centro...............2191-8700 Santo André Shop. ABC .........2105-6100 S.B.Campo-Prestes Maia .........4330-0966 Suzano Shop. ....................... 2148-4600 São Paulo Interior: Araraquara - Shop. Lupo.............3322-7676 Araras - Leme ....................... 3554-7800 Bragança Paulista ................ 4034-3020 Campinas - Barão Geraldo.........3249-0232 Campinas - Cambuí ...............3254-2733 Campinas-Centro................... 2102-1700

Campinas-Extra Abolição.............3271-2004 Campinas Shop. .................. 3229-8899 Galleria Shop. Campinas..........3206-0343 Campinas-D.Pedro Shop..........3756-9939 Campinas – Shop. Prado ....... 3276-3680 Caieiras..................................4442-3114 Ibitinga ..................................3341-8210 Indaiatuba .............................3318-1000 Itapevi - Shopping ................. 4143-7979 Itapira....................................3813-2426 Itapetininga...........................3373-2144 Itupeva-Outlet Premium.........4496-7111 Ituverava................................3839-1210 Jaboticabal Shop. ................ 3203-3008

Jaú Shop. ............................. 3622-0288 Jundiaí Paineiras Shop. ......... 3395-3688 Limeira Shop. ......................3404-8899 Marília Aquarius ................... 2105-3888 Matão ....................................3382-2771 Mogi Mirim............................ 3814-6060 Piracicaba ............................ 3433-9066 Piracicaba Shop. ..................3413-5557 Praia Grande-Litoral Plaza ....... 3491-8000 Plaza Shopping Itu.................4022-7275 Ribeirão-Novo Shop. . ..........2101-6400 Ribeirão Preto-Centro ...........3289-1011 Rio Preto-Centro.................... 2137-5910 Rio Preto Shop. ..................... 3121-1450

Rio Preto-Plaza Avenida ........2137-0070 Rio Preto - Praça Shopping ..........3212-8112 Salto ......................................4602-2022 Santa Bárbara-Tivoli ............ 3626-5553 São Carlos - Centro .............. 3307-7180 São Carlos-Iguatemi..............3307-8686 S.J Campos-Center Vale Shop. .......2139-6700 S.J. Campos-Centro.............. 2139-9540 Sumaré .................................3883-8888 Taubaté Shop. .......................3411-5000 Taquaritinga.......................... 3253-3909 Vinhedo .................................3876-3788 Litoral Plaza Shop .................3491-8000

Acesse cvc.com.br e veja a loja CVC ou o agente de viagens mais perto de você. Prezado cliente: Os preços publicados são por pessoa, com hospedagem em apartamento duplo, saindo de São Paulo. Preços válidos para compras realizadas até um dia após esta publicação. Oferta de lugares limitada e reservas sujeitas a confirmação. Crédito sujeito a aprovação. Foto ilustrativa.


A8 Nacional %HermesFileInfo:A-8:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Eleições

Áudio no portal @

}

Ouça os jingles da campanha de Mercadante e Alckmin (estadao.com.br/e/jingles) WERTHER SANTANA/AE

PAULO PINTO/AE

Deputados de SP dobram patrimônio Dados do TSE mostram que os 65 parlamentares que vão disputar reeleição declararam soma de bens 115% maior do que em 2006 Alfredo Junqueira / RIO

A soma de patrimônios dos 65 deputados federais de São Paulo que vão disputar eleição de outubro dobrou em 4 anos. DadosdoTribunalSuperiorEleitoral(TSE)mostramqueosparlamentares paulistas declararam terR$334milhõesembens,propriedades e em espécie. O valor é 115,37% maior do que os mesmos políticos registraram em 2006: R$ 155,1 milhões. Em busca do sexto mandato na Câmara, o pecuarista Vadão Gomes (PP) é maior impulsor dessa valorização. Seu patrimônio cresceu 438%, passando de R$ 35,8 milhões em 2006 para R$ 192,5 milhões neste ano. O deputado ficou conhecido nacionalmente no escândalo do mensalãoem 2005,quandoo publicitárioMarcosValériode Souza afirmou que lhe deu R$ 3,7 milhões em dinheiro vivo. Réu de processo no Conselho de Ética, Gomes escapou da cassação em

votação no plenário da Câmara. Paulo Pereira da Silva (PDT), o Paulinho da Força, elevou seus bens pessoais em 492,9%: de R$ 163,1 mil para R$ 967,3 mil. Além dereajustar ovalordeumapartamento (de R$ 110,6 mil para R$ 368,3 mil) no bairro da Aclimação, ele juntou ao seu patrimônio um terreno em Embu Guaçu e três automóveis. Ricardo Tripoli (PSDB), Abelardo Camarinha (PSB) e o líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT), completam o ranking dos cinco deputados queobtiveram maiorcrescimento porcentual de patrimônio. No caso de Vaccarezza, o aumento foi de 224,8%, indo de R$ 208,9 mil para R$ 678,6 mil. Um imóvel de R$ 299,5 mil, financiado, e R$ 155 mil de dinheiro em caixa puxaram a elevação. Presidente da Câmara e vice na chapa de Dilma Rousseff (PT), Michel Temer (PMDB) tem o quinto maior patrimônio nabancadapaulista, com R$6,05

milhões. Em relação a 2006, o crescimento foi de 163,9%, com destaque para cotas de aquisição de imóveis no Itaim Bibi, bairro nobre da capital. O valor, segundo o TSE, é de R$ 2,2 milhões. Paulo Maluf (PP), com R$ 39,5 milhões, é o segundo no ranking dos mais ricos. Em 2006, já havia declaradoR$38,9milhões.Asubida foi de apenas 1,36% em quatro anos–deacordocomdadosentregues à Justiça Eleitoral. Na bancada paulista, 16 deputados tiveram perda de patrimônio. Segundo o TSE, Walter Ihoshi (DEM) foi quem registrou maior redução, caindo de R$ 3,2 milhões para R$ 609,4 mil. Aldo Rebelo (PC do B) também perdeu bens. O comunista tinha R$ 643,4 milhões e, agora, informou ter R$ 376,3 mil. Réu no Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no mensalão, Valdemar da Costa Neto (PR) também teve redução de 15% no patrimônio: de R$ 3 milhões para R$ 2,5 milhões.

EVOLUÇÃO PATRIMONIAL l O patrimônio dos 65 deputados federais de SP que vão tentar a reeleição chega a R$ 334 milhões

Deputados com a maior evolução em quatro anos 2006

2010

DEPUTADO

VARIAÇÃO

PATRIMÔNIO (EM R$)

De acordo com o advogado do deputado, Antonio Rosella, três dos sete itens que constam na sua lista de bens entregue ao TribunalSuperiorEleitoral(TSE)foram doados para a filha do pedetista. “Não foi evolução patrimonial.Trata-seapenasdeumaope-

ração contábil”, disse Rosella. A assessoria de Vadão Gomes (PP) informou que os dados de sua declaração ao TSE em 2006 estão errados. “Houve erro de digitaçãonovalordafazendadoparlamentaremEstrelad’Oeste,avaliada em R$ 100 milhões.” Tam-

492,88% 35.781.985,57 192.511.136,64

811.677,10 Ricardo Tripoli (PSDB) 2.870.620,81

R$ 192.511.136,64

R$ 39.480.780,96 Beto Mansur (PP)

253,67%

106.130,39 368.930,00

247,62%

Cândido Vaccarezza (PT)

208.900,00 678.662,43

224,87%

R$ 16.229.185,27 Nelson Marquezelli (PTB) R$ 6.990.306,92 Michel Temer (PMDB)

FONTE: TSE

bém disse que todas as informações constam de sua declaração de Imposto de Renda à Receita. Terceiro colocado no ranking da evolução patrimonial, Ricardo Tripoli (PSDB) citou os ganhosdeseu escritóriodeadvocacia, “que presta serviço há mais

Vadão Gomes (PP)

Paulo Maluf (PP) 438,01%

Abelardo Camarinha (PSB)

Doações e erros de digitação são justificativas Líder do ranking dos deputados federais de São Paulo que tiveram maior evolução porcentual em quatro anos, Paulo Pereira da Silva (PDT) alegou que a maior partedeseupatrimôniofoiadquirida com recursos de sua mulher, Elza de Fátima Costa Pereira.

DEPUTADO

Paulo Pereira 163.157,00 da Silva (PDT) 967.327,50 Vadão Gomes (PP)

Deputados com maior patrimônio

R$ 6.052.779,19 INFOGRÁFICO/AE

de 30 anos na capital paulista”. “Apenas, para exemplificar, a receita do escritório no último ano atingiu pouco mais de R$ 700mil”,explicouotucano.“Todas as quantias e bens em meu nome estão devidamente registradas no TSE e constam em minha declaração 2010, de domínio da Receita Federal.” Odeputado Abelardo Camarinha(PSB) afirmouqueo aumento de seu patrimônio, registrado

no TSE, decorreu de tragédia pessoal: a morte de seu filho. “Meu filho, de 25 anos, morreu assassinado num assalto, em 2007. Eu recebi cerca de R$ 200 mil do inventário dele. De R$ 100 mil e pouco passei a ter R$ 300 mil. E perdi meu filho. E ainda tenho que dar satisfação para oBrasilinteirosobreisso”,declarou Camarinha. Cândido Vaccarezza(PT)nãorespondeuàsligações da reportagem. / A.J.


%HermesFileInfo:A-9:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Nacional A9

INFORME PUBLICITÁRIO

Objetivo cria escola só para bons alunos Grupo diz que escolheu alunos entre os mais estudiosos, que podem assim ter mais chance de se desenvolver FABIANA REWALD DE SÃO PAULO

O Objetivo criou uma escola apenas para bons alunos. O Colégio Integrado Objetivo tem o mesmo endereço da tradicional unidade Paulista (avenida Paulista, 900) (...) A mensalidade (cerca de R$1.600) e a carga horária obrigatória também não mudam. A diferença é que no Colégio Integrado, criado em 2008, só entra aluno com nota alta. Além disso, ele oferece aulas extras para os alunos no período da tarde e os professores são „especiais‰.

“A média dos alunos do Colégio Integrado Objetivo no Enem foi 749,67, ou seja, é o 2º colocado em todo o país.”

(...) A divulgação das médias no Enem por escola, desde 2006, tem grande impacto no mercado da educação. Alguns colégios chegaram a aumentar o valor de suas mensalidades após aparecer no topo do ranking. O Objetivo diz que, se não fosse uma falha do MEC, a nova escola já teria aparecido em segundo lugar no país. Isso porque, segundo o grupo, os 42 alunos do terceiro ano do novo colégio tiraram notas altas. Por seus cálculos, a escola teve média 749,67. O primeiro colocado, o Vértice (zona sul de São Paulo), tirou 749,70. No entanto, o Colégio Integrado ficou sem média e não foi incluído no ranking. Segundo o MEC, o colégio, por ser recém-criado, ainda não tinha um número de registro no momento em que começou a inscrição para o exame. (...) O Inep (órgão do MEC responsável pelo Enem) confirma que os dados serão retificados, mas não diz quando. (...)

Quisemos montar um colégio onde esses [melhores] alunos tivessem condições de desenvolver o que eles querem [estudar] e colocando professores especiais para eles. Na maioria, são alunos que ganharam medalhas em olimpíadas JO‹O CARLOS DI GENIO

um dos diretores do Colégio Integrado Objetivo

Grupo afirma que criou escola para os mais aplicados DE SÃO PAULO

O Objetivo afirma que criou o Colégio Integrado para os alunos que gostam de estudar mais e que já estavam acostumados a passar as tardes na escola. Segundo um dos diretores, João Carlos Di Genio, foram chamados aqueles que sempre conseguiam as melhores colocações em olimpíadas de diferentes áreas, como astronomia. (...) Di Genio acredita que o colégio possa até alcançar a primeira colocação no país. Isso porque a nota da redação de uma aluna está sendo questionada.

“O colégio pode até alcançar a primeira colocação no país. Isso porque a nota da redação de uma aluna está sendo questionada.”

O Ministério da Educação, no entanto, não confirma que possa haver retificação em nota individual. Apenas diz que a escola terá uma média calculada. Lucas Tafner Zahed, 18, que prestou a edição 2009 do Enem, diz que valeu muito a pena ter estudado no Colégio Integrado, formado pela turma mais forte. Ele cursa hoje medicina (...)

PARABÉNS ALUNOS E PROFESSORES DO COLÉGIO INTEGRADO OBJETIVO PELO ¯XITO NO ENEM Trechos de matéria publicada na edição de 20 de julho de 2010, na Folha de S. Paulo


A10 Nacional %HermesFileInfo:A-10:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Eleições

}

Pesquisas

Justiça De hoje até o dia 3 de agosto, candidatos e partidos devem fazer a primeira prestação de contas

O TSE acatou ontem o pedido do PRTB para ter acesso ao sistema interno de controle, verificação e fiscalização da coleta de dados, confrontar e conferir informações publicadas da última pesquisa Datafolha

Piauí O senador Mão Santa (PSC) foi absolvido da acusação de abuso de poder, o que deve livrá-lo do pedido de impugnação

Lei da Ficha Limpa barra 1º candidato em MG Ex-prefeito de Montes Claros tenta vaga de deputado estadual e vai recorrer da decisão; advogado reclama que ‘muitos corruptos já se registraram’ Eduardo Kattah BELO HORIZONTE

O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TREMG) indeferiu o primeiro registro de candidatura no Estado com base na Lei da Ficha Limpa – que barra a candida-

tura de políticos condenados por crimes eleitorais por um colegiado formado por juízes, dentre outras causas de inelegibilidade. Por cinco votos a zero, o TRE negou na sessão de segunda-feira o registro do ex-prefeito de Montes Claros, Athos Avelino

(PPS), que se inscreveu como candidato ao cargo de deputado estadual. A decisão cabe recurso no prazo de três dias. Segundo o TRE, o registro foi indeferidoporfaltadedocumentação, como as certidões criminais e cíveis e comprovante de escolaridade,alémdainelegibili-

Fundada por Delúbio e dirigida por ‘PC Farias’, ONG é condenada MARCIO FERNANDES/AE-24/4/2009

Organização terá de devolver R$ 7 milhões do Incra repassados de forma irregular e sem contrapartida Rubens Santos ESPECIAL PARA O ESTADO / GOIÂNIA

Aorganizaçãonão-governamental Instituto Nacional de FormaçãoeAssessoria Sindicalda Agricultura Familiar Sebastião Rosa da Paz (Ifaz), foi condenada pela Justiça Federal a restituir R$ 7 milhões aos cofres públicos. A entidade é acusada de fraude contábil e uso de “sede de fachada”emGoiâniaparaadministrar um convênio com o InstitutoNacional deColonizaçãoeReforma Agrária (Incra), firmado em 2006. A ONG Ifaz é dirigida por Paulo César Farias, conhecido como PC Farias, homônimo do ex-tesoureiro de Fernando Collor de Mello.Oex-tesoureirodoPTDelúbio Soares aparece como um dos fundadores na ata de criação. O vereador Carlos Soares, deGoiânia,irmãodeDelúbio, garantiu que ele não faz parte da ONG. “O nome dele consta na ata de fundação, mas não encontramos nenhuma prova contra ele”, disse o procurador. A condenação da ONG, determinada pelo juiz Juliano Tavei-

Volta. Delúbio fundou a ONG, mas não há prova contra ele ra, da 4.ª Vara Federal em Goiás, foi revelada pelo jornal O Globo. O esquema foi descoberto pelo procurador Raphael Perissé, do Ministério Público Federal, há dois anos. “O Ifaz era só uma fachada”, disse Raphael Perissé em entrevista ao Estado. Segundo ele, a ONG chegou a receber R$ 4 milhões em repasses do Incra. “Fui pessoalmente à sede e constatamos que era umacasacomapenasumcomputador velho, mato no jardim e aparência de abandono”, disse. “Etudoissoapósjáteremrecebido repasses, a partir do convênio com o Incra.” Contrapartida. Perissé explicou que o Ifaz não apresentou

PF apura no Piauí ação de comitê clandestino TERESINA

A Polícia Federal abriu inquérito paraapuraraatuaçãodeumcomitê clandestino do candidato do PTB ao governo do Estado, senador João Vicente. Os responsáveis ofereciam dinheiro para su-

postos cabos eleitorais. O advogadoda coligação encabeçada pelo PTB, Charles Max Pessoa, informou que pediu à PF a prisão do suposto responsável. A PF está tomando depoimentos de envolvidos. Maxdissequesetratadetrama

meios para dar a contrapartida de R$ 768.417,60 – como previsto no convênio. Tanto a aplicação dos recursos quanto a contrapartidadefinidanãoforamfiscalizadas pelo Incra, disse. O juiz federal Juliano Taveira, diz na sentença de 48 páginas que o convênio foi firmado “de maneira dissimulada, e dispensando requisitos legais para facilitar a assinatura”. O juiz considerou a ausência de contrapartida “um indício veemente da prática dissimulada”.Emlugar dedepositar acontrapartida, o Ifaz apresentou uma declaração. “O Incra não poderia simplesmente acreditar numa declaraçãoprestadapelaprópriaentidade”, diz o juiz na sentença. “Menos ainda quando se sabe que o Incra já fora advertido pelo TCU quanto à necessidade de atentar para a capacidade financeira das entidades privadas com as quais pretenda firmar convênio.” Segundo Perissé, os papéis comprovam que o dinheiro não ficava na ONG. Era enviado para a Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar (Fetraf), que repartia os recursos com as Fetrafs do Distrito Federal e os Estados de Pernambuco, Mato Grosso, Bahia, Pará, Maranhão e Mato Grosso do Sul. O convênio deveria financiar o treinamento de 9.375 trabalhadores rurais no DF e em seis estados.

para prejudicar Vicente. “Achamos que há terceiros por trás disso e isso nos preocupa, pois tem cunho político-eleitoral.” Segundo a apuração da PF, os acusados estavam cadastrando pessoaspara trabalhar na campanha.Quemtinhacarropoderiareceber até três salários mínimos. Quem usasse moto poderia receber até dois salários e os sem veículo receberiam um salário. E era pedidoumvaloraosinteressados para fazer o cadastro. / LUCIANO COELHO, ESPECIAL PARA O ESTADO

dadeportrêsanos,decretadapela Justiça Eleitoral em junho de 2009, com base em investigação de abuso de poder político na campanha de 2008. Avelino, então prefeito de Montes Claros, foi condenado por promover sua candidatura à reeleiçãoduranteeventoreligio-

so e por uso indevido dos meios de comunicação. A decisão do plenário seguiu o voto da relatora do processo, a juíza Luciana Nepomuceno. O advogado Renato Galuppo, que defende Avelino, contestou a decisão e informou que vai ingressarhojecomum recurso.Pa-

ra Galuppo, a Lei da Ficha Limpa não se aplicaria ao caso do exprefeito, já que não poderia retroagir. “Quando ele foi condenado, a legislação garantia que ele não ficaria inelegível antes do trânsito em julgado”, disse. “Além disso, notórios corruptos tiveram o registro deferido.”


O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Nacional A11

Procurador vê privilégio em Serra Pelada Suspeita recai sobre o contrato entre a Colossus, do Canadá, e a cooperativa de garimpeiros, controlada por aliados do ex-ministro Lobão Mariângela Gallucci Leonencio Nossa / BRASÍLIA

O Ministério Público Federal já dispõe de dados que mostram que a empresa canadense Colossus Minerals Inc., com sede em Toronto, teve tratamentoprivilegiado paraoperar no garimpo de Serra Pelada, no Sul do Pará. O procurador da República em Marabá, André Raupp, analisa depoimentos que indicam que a Cooperativa Mineral dos Garimpeiros de Serra Pelada (Coomigasp) não abriu espaço

para propostas de parceria a outras empresas. A Coomigasp, que detém os direitos da mina, é controlada por aliados do senador Edison Lobão (PMDB-MA), ex-ministro de Minas e Energia, como mostrou reportagem publicada pelo Estado. A investigação do Ministério Público pode atingir o processo de retomada da exploração de ouro no garimpo. “O foco (da investigação) é a legalidade da cessão de transferência dos direitos minerários”, disse André Raupp. A exploração será feita pela Serra Pelada Companhia de De-

senvolvimento Mineral, criada a partir de contrato entre a canadense Colossus e a Coomigasp. Raupprequisitou uma série de documentos – inclusive ao Departamento Nacional de Produção Mineral (DPNM) – que firmou termo de compromisso com a Colossus no qual a empresasecomprometiaaajustarcláusulas do contrato com potencial de prejuízo aos garimpeiros. Alvará. Entre outros fatos, a in-

vestigaçãotemcomobasedepoimentos de dois associados da CoomigaspàProcuradoriaemfe-

vereiro deste ano. João Lepos e Etevaldo Arantes contaram que três meses após obter o alvará do DNPM, a cooperativa convocou assembleia para apresentação de propostas de empresas interessadas em explorar a mina. De acordo com Lepos e Arantes, em 29 de junho de 2007 a diretoria da cooperativa publicou na imprensa um aviso, com prazo até5 de julho de2007, para apresentação de propostas. Segundo eles, o prazo “claramente exíguo” impossibilitou ampla participação das firmas interessadas. Na opinião dos dois, ocor-

reu “direcionamento irregular” para a contratação da Colossus, a única a apresentar proposta. O procurador Raupp vai incluir nas investigações reportagenspublicadasnestasemanapelo Estado. O jornal revelou que aliados de Lobão montaram esquema de caixa 2 e pagamentos suspeitos,alimentadocomrecursos da Colossus, para garantir o acordoeo controledacooperativa. Também mostrou que o processo de concessão de lavra no âmbito do ministério, chefiado por Lobão até março de 2010, teve tempo recorde de tramitação.

PARA LEMBRAR A exploração de ouro em Serra Pelada teve o seu auge em 1983, quando foram retiradas mais de 13 toneladas de ouro. Na época, estimava-se que 67 mil garimpeiros estavam na área. Hoje, existem 7 mil pessoas no local, que vivem graças ao Bolsa-Família. Um grupo privilegiado de 96 moradores recebe uma mesada de R$ 900 da cooperativa.

Programação religiosa da TV Brasil pode chegar ao fim FABIO MOTTA/AE – 18/5/2007

Empresa que opera a emissora entende que programas são de proselitismo de religiões específicas Wilson Tosta / RIO

A menos de 70 dias das eleições, a Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estatal que opera a TV Brasil e oito rádios oficiais, debate tema politicamente delicado: o destino de programas religiosos em suas grades. Oconselhocuradordaempresa, que estabelece sua linha editorial, aprovou, com modificações, proposta do conselheiro DanielAarãoReisFilhodesubstituir a atual programação religiosa por programas de discussão do tema, sem “proselitismo” e produzidos mediante concurso. Um edital de consulta pública sobre o assunto sairá em agosto, noprocesso dediscussãoquepoderá ter uma audiência aberta e comprevisão determinaraté dezembro. Mantido, o cronograma levará ao fim os atuais programas católicos e evangélicos. “É um debate muito delicado”, reconheceu a presidente do conselhocurador,ImaCéliaGuimarães Vieira. “Acho que vai haver resistência (à mudança). A EBC herdou os atuais programas religiosos da antiga TV Edu-

Cautela. ‘Não representa um ataque à religião’, diz Aarão Reis

cativa e da Radiobrás.” As duas instituições foram fundidas em 2007 para originar a nova estatal. Desde então, a programação passou por modificações. Também cauteloso, Aarão ReisdisseaoEstadoqueoconselho está tomando todo o cuidado para que a proposta não gere repercussão negativa junto a católicos e protestantes, que produzem programas atualmente veiculados em emissoras da EBC. “Isso não representa um ataque à religião em geral, nem a nenhuma religião especifica.” Segundo ele, que é professor de história na Universidade Federal Fluminense, os integrantes do órgão respeitam “a cultura religiosa”, mas não conside-

ram “justo que os horários dedicados à religião” signifiquem “prejuízo à pluralidade religiosa da sociedade brasileira”. “Acho que (católicos e evangélicos) vão compreender”, declarou. Na TV Brasil, são duas horas de programação católica aos domingos e 45 minutos de programa evangélicos aos sábados. A Rádio Nacional AM do DF transmite uma missa aos domingos. “Hoje, os programas são de proselitismo de religiões específicas, que não são as únicas do País”,disseAarãoReis.Pelasmudanças propostas, a exibição de rituais se daria basicamente comoparte dasdiscussões.A transmissão regular de missas, por exemplo, seria abolida.

nando Sarney. A pedido do empresário, que é filho do senador José Sarney (PMDB-AP),ojornal foi proibido pelo TJ-DF em 31 de julho do ano

passado de noticiar fatos relativos à operação comandada pela Polícia Federal. Em 18 de dezembro, Fernando Sarney entrou com pedido de desistência da ação. Mas o jornal não aceitou o arquivamento do processo. No dia 29 de janeiro, o advogado Manuel Alceu Affonso Ferreira,querepresentaoEstado,apresentou manifestação em que sustenta a preferência do jornal pelo prosseguimento da ação, para que o mérito seja julgado.

‘Estado’ está sob censura há 362 dias Desde o dia 29 de janeiro, o Estado aguarda uma definição judicial sobre o processo que o impede de divulgar informações a respeitodaOperaçãoBoiBarrica,pela qual a Polícia Federal investigou a atuação do empresário Fer-


A12 %HermesFileInfo:A-12:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Internacional

estadão.com.br Documentos. Leia a íntegra das informações vazadas estadão.com.br/internacional

Indiscrição. Presidente americano afirma que entre os 92 mil relatórios militares sigilosos divulgados no domingo pelo site WikiLeaks, não havia nenhuma informação que não havia se tornado conhecida ou debatida publicamente antes da divulgação

Obama atenua relevância de dados contidos em documentos vazados JIM YOUNG/REUTERS

Denise Chrispim Marin CORRESPONDENTE/ WASHINGTON

Dois dias depois do vazamento de 92 mil documentos militares secretos sobre a guerra no Afeganistão, o presidente dos EUA, Barack Obama, declarou ontem que o material “não revelou nada que não tenha sido antes informado ou publicamente debatido”. Numa tentativade mudaroeixo das discussões, Obama insistiu que a estratégia americana não vai mudar e pressionou os líderes do Congresso a aprovarem a suplementação de verba de US$ 37 bilhões para as tropas americanas no Afeganistão e no Iraque(maisinformaçõesnestapágina). O vazamento foi comparado ao escândalo dos Papéis do Pentágono, a divulgação de um conjunto de 14 mil páginas de documentos ultrassecretos sobre a Guerra do Vietnã, em 1971, levou o então presidente, Richard Nixon, a dar início a uma batalha judicialparaimpedirsuapublicação pelo jornal The New York Times – que divulgou as informações com base em liminares. O escândalominou o já frágil apoio ao esforço de guerra. O escândalo atual envolve a apresentação de provas documentais de que o principal aliado dos EUA, o Paquistão, conduz um jogo duplo e Washington estava ciente disso. De um lado, o Paquistão cooperava com os EUA no controle de sua fronteira com o Afeganistão e recebia em troca US$ 1 bilhão por ano. Na semana passada, mais US$ 500 milhões foram desembolsados durante a visita da secretária de Estado, Hillary Clinton, à região. De outro lado, a agência paquistanesadeinteligência ajuda-

● Críticas

de Cabul

Debate

O governo afegão exortou países ocidentais, sobretudo os EUA, a rever o apoio ao Paquistão – país que “treina terroristas, ao mesmo tempo em que recebe milhões em ajuda”

O Departamento de Defesa dos EUA indicou ontem que não acredita que apenas uma pessoa esteja por trás do vazamento de mais de 92 mil documentos militaressecretos americanos para o portal WikiLeaks. Mas o soldado Bradley Manning, de 22 anos, está entre os alvos do inquérito aberto pela Divisão deInvestigação Criminal do Exército. Segundo o secretário de im-

Sim

Funcionários do governo americano reconhecem que os documentos vazados pela internet tornaram mais difícil a vida de Obama, que busca apoio da população e do Congresso, pelo menos até o fim do ano, quando está programada uma revisão do esforço de guerra. O presidente está diante de uma escolha difícil: terá de descobrir um jeito de convencer os congressistas e os americanos de que sua estratégia está no caminho certo – e dando frutos – ou diminuir a presença do país na região.

Congresso aprova verba para ampliar força no Afeganistão ontem os fundos necessários para o aumento do número de soldados no Afeganistão, apesar do ceticismo entre alguns deputados sobre o curso dos nove anos de guerra. O Senado já aprovou o

projeto e ele agora deverá ser assinado pelo presidente Barack Obama antes de virar lei. O projeto prevê US$ 33 bilhões para custear as tropas dos EUA no Afeganistão e Iraque e cerca de US$ 4 bilhões em ajuda externa. Obama aprovou em janeiro o envio de 17 mil soldados adicionais ao Afeganistão, onde já havia 38 mil militares, com o objetivo de conter o aumento da violência dos grupos insurgentes. / REUTERS

va o Taleban a planejar ataques a tropas americanas e líderes afegãos. Osdocumentoscobriramoperíododejaneirode2004adezem-

brode2009 –portanto,o primeiro ano de mandato de Obama. Mostraram ainda que o número de vítimas civis no Afeganistão supera o dado oficial e evidencia

● O Congresso dos EUA aprovou

SÃO JORNALISTAS DO ‘NEW YORK TIMES’

que as forças americanas criaram um comando secreto com a missão de liquidar 70 líderes insurgentes. Conforme indicou Obama ontem, esses e outros fatos foram considerados na formulação da estratégia que está em vigor. “Os documentos apontam para os mesmos desafios que nos levaram a uma extensa revisão na nossa política no outono passado”, afirmou Obama, referindo-se à estratégia para o Afeganistão lançada em dezembro de 2009 e atualmente em vigor. “Essalegislação(desuplementação de verba) é um importante passo na direção correta. Mas eu quero enfatizar isso: esse será apenas o primeiro passo”, completou.

Greg Jaffe e Peter Finn *

Não

Após as primeiras 24 horas do vazamento de mais de 91 mil documentos secretos sobre a guerra no Afeganistão, algumas coisas estão claras para funcionários do governo, congressistas e analistas. Primeiro, os novos indícios, que mostram o Paquistão e o Afeganistão como aliados pouco confiáveis, não devem afetar o apoio do Congresso ou forçar Obama a mudar sua estratégia. Em segundo lugar, de acordo com fontes militares, a revelação não representa uma grande ameaça à segurança nacional ou à dos soldados no campo de batalha. ✽ SÃO JORNALISTAS DO ‘WASHINGTON POST’

SEGREDOS REVELADOS ●

WASHINGTON

Eric Schmitt e Helene Cooper *

Plano mantido. Obama deixa coletiva na qual destacou que política para Afeganistão continua

Pentágono investiga soldado por divulgação Analista de inteligência, de 22 anos, teria se vangloriado por vazamento de segredos militares

O vazamento muda a estratégia dos EUA para o Afeganistão?

prensa do Pentágono, Geoff Morrell, Manning seria uma pessoa “interessada” nesse novo vazamentodeinformações.Eletrabalhava como analista do setor de inteligência e já estaria respondendodesdemaioaumaacusação por colocar na internet informações secretas referentes a operações de guerra dos EUA. O soldado foi acusado de ser o responsável pela divulgação, ao mesmo portal, de um vídeo que mostrouoataque deum helicópteroApachedoExércitoamericano que matou 12 civis iraquianos e dois jornalistas da agência Reuters em Bagdá, há três anos. O vídeo foi exposto pelo WikiLeaks em abril. Dois meses depois, Manning foi preso no Kuwait, graças à de-

CUBA

lação de um “amigo”, a quem o soldadogabara-sede terencaminhado ao WikiLeaks 260 mil mensagens diplomáticas dos EUA e um vídeo sobre um ataque aéreo americano que matou 97 civis no Afeganistão, em 2009. Segundo o coronel da MarinhaDaveLapan, responsávelpela investigação, o vazamento do material no último domingo é ● O dinheiro sumiu

Militares dos EUA não sabem onde estão US$ 8,7 bilhões vindos da venda de petróleo iraquiano entre 2004 e 2007. O dinheiro, que deveria ter sido investido na reconstrução do país, sumiu.

BOLÍVIA

bem mais amplo e complexo que o caso original de Manning. “A atual investigação do vazamento dos documentos ao WikiLeaks não tem como foco uma pessoa, um indivíduo específico. É muito mais ampla. Eles vão ver tudo para determinar qual foi a fonte”, afirmou. Banco de dados. O status de

analista do setor de inteligência daria a Manning amplo acesso a informações confidenciais. Emboraadivisãodosoldadoestivesse no Iraque, ele tinha acesso a informações confidenciais sobre outros teatros de operação – incluindo o Afeganistão. As informações às quais Manning conseguiu acesso estavam sob a guarda do Comando Cen-

ARGENTINA

Execuções sumárias

Documentos mostram que uma unidade militar especial foi criada para “capturar ou matar” líderes do Taleban sem julgamento ●

Mortes de civis

Há registros de 144 incidentes nos quais morreram 195 civis afegãos. Também há relatos de pelo menos um caso em que os americanos indenizaram famílias de vítimas: cerca de US$ 2 mil pelos mortos e US$ 400 pelos feridos

Aviões não-tripulados

É cada vez mais frequente o uso dos chamados drones, que permitem aos militares dos EUA atacarem, por controle remoto, de uma base em Nebraska. Mas nem todas as ações são bem sucedidas ●

Jogo duplo paquistanês

Há fortes indícios de que o serviço secreto paquistanês tem colaborado com a insurgência afegã, apesar de o Paquistão ser oficialmente aliado dos EUA

tral das Forças Armadas dos EUA, instituição que supervisionatantoaguerrado Iraquequanto a do Afeganistão. A equipe de investigação do

Pentágono tenta agora entender como uma quantidade de informaçõestão grandefoiobtida dos servidores sem que o ataque fosse detectado. / D. C. M.

EUA

IRAQUE

Executados 230 presos Fidel anuncia que primeira parte de suas Tráfico tem mais poder Identificados os corpos Popularidade de que militares, diz Evo de 2 vítimas da ditadura Obama cai novamente entre 2005 e 2009 memórias será lançada nos próximos dias O presidente boliviano, Evo Mo- Os restos mortais da mexicana De acordo com pesquisa Reuters- Um porta-voz do governo iraO líder cubano Fidel Castro (foto) anunciou ontem que publicará nos próximos dias o primeiro dos dois tomos de suas memórias como guerrilheiro. A Vitória Estratégica, como foi intitulado o primeiro volume, narra uma batalha em que 300 insurgentes de Sierra Maestra derrotam cerca de 10 mil soldados do então presidente Fulgencio Batista, em 1958. O anúncio da publicação teria sido feito pelo próprio Fidel. “Pensava que esse livro demoraria meses para ser publicado. Agora, no

início do mês de agosto, estará nas ruas”, afirmou. “Eu, que trabalhei meses no tema depois de minha grave doença, estou animado para seguir escrevendo.” Após quatro anos sem aparecer em público, imagens do líder da Revolução Cubana voltaram a circular no início do mês. Com seu tradicional agasalho esportivo, Fidel apareceu em eventos populares.

rales, reconheceu ontem que os traficantes do país são mais poderosos do que os militares. Segundo ele, os criminosos têm tecnologia mais avançada do que a polícia boliviana e equipamento mais moderno do que as Forças Armadas. Em um discurso a diplomatas, o presidente pediu à comunidade internacional maior cooperação no tema.

Cristina Cialceta e do francês Yves Domergue, desaparecidos durante a ditadura argentina (1976-83), foram identificados após passar 34 anos enterrados como indigentes no cemitério de Melincué, um povoado a 340 quilômetros de Buenos Aires. O anúncio foi feito ontem por Eric Domergue, irmão do estudante francês, que havia sido sequestrado na cidade de Rosario com sua namorada, Cristina. Hoje, a presidente Cristina Kirchner participará uma homenagem às vítimas.

Ipsos, divulgada ontem, a popu- quiano afirmou ontem que 230 laridade do presidente presos foram executados dos EUA, Barack Obano país entre o início de ma, caiu de 50% pa2005 e o final de 2009 ra 48%. A razão da – outros 1.254 condeÉ O ÍNDICE ATUAL queda, segundo nados à morte estão DE APROVAÇÃO DE atualmente detidos. analistas, é o alto OBAMA, QUE ANTES Segundo a Anistia índice de desemCONTAVA COM prego e a estagnaInternacional, mui50% DE APOIO ção econômica. A tos foram declarados sondagem mostrou culpados de assassinatambém que os eleitores tos ou sequestros e alguns republicanos devem comparepodem ter sido condenados em cer às urnas em maior número julgamentos injustos, que envolque os democratas nas eleições veram confissões obtidas sob de novembro. tortura.

48%


Internacional A13

%HermesFileInfo:A-13:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

estadão.com.br

Galeria

Veja mais fotos

1

REUTERS

2

JACKY CHEN/REUTERS

3

AMMAR AWAD/REUTERS

4

1. China. Deslizamento atinge casas na Província de Sichuan, danificando construções. Ao menos 21 pessoas desapareceram após o deslizamento, causado por fortes chuvas, que em todo o país deixaram 823 mortos

5

YNA/EFE

FAHAD SHADEED/REUTERS

2. Coreia do Norte. Turistas aproximam-se da costa norte-coreana

3. Jerusalém Oriental. Palestinos enfrentam policiais

4. Arábia Saudita. Avião de carga após queda em Riad

5. Coreia do Sul. Militares sul-coreanos realizam manobras com os EUA

ATTA KENARE/AFP–16/5/2010

Irã exige presença de Brasil em negociações

Ahmadinejad prevê ataque dos EUA dentro de 3 meses ● Os EUA atacarão dois países

Ahmadinejad afirma que está pronto para retomar conversas sobre programa nuclear, mas impõe condições sobre participantes Jamil Chade CORRESPONDENTE / GENEBRA

Um dia depois de prometer que não colocaria condições para voltar à negociar umacordo referente ao seu programa nuclear, o Irã anunciou ontem que exige a participação do Brasil e da Turquia nas discussões que poderiam ocorrer em setembro. Na segunda-feira, o Irã informou em uma carta à AIEA que

estava pronto para negociar. A Europa também indicou que quer conversar com Teerã, mas insistiu que o formato da negociação deveria incluir o sexteto – EUA,Rússia,China,França, GrãBretanhaeAlemanha–enãoBrasil e Turquia. Em maio, Brasília e Ancara negociaram com Teerã um acordo que previa o intercâmbio de urânio enriquecido. O pacto, porém, não foi aceito por europeus e americanos.

Ontem, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad afirmou que está pronto para debater com os europeus a partir de setembro. “Mas o Irã quer que a Turquia e o Brasil participem das negociações”, disse Ahmadinejad. Em Bruxelas, a diplomacia europeia mostrou desconfiança em relação ao envolvimento dos doispaíses. Não por conta da posição propriamente dita do Brasil e da Turquia, mas diante da

Carta. Ahmadinejad: cobrança de posição clara possibilidade de o Irã usar esses aliados como forma de ganhar tempo.Emváriasocasiões,diplomatas de alto escalão na Europa já alertaram o Brasil de que o governo estariasendo “instrumentalizado” pelos iranianos. Carta. O Estado obteve ainda confirmaçõesporpartedoseuropeusdeque,emuma cartaenviada por Teerã a Bruxelas em junho, Ahmadinejad insistia em outras três condições para vol-

Síria. Em outro trecho da entrevista, que foi ao ar ontem, ele diz ter “informações precisas de que os americanos organizam uma guerra psicológica contra o Irã”. Ahmadinejad afirmou ainda que só retornará às negociações nucleares caso os americanos concordem com três condições. Primeiro, a ampliação do número de países envolvidos no diálogo. Segundo, que as nações envolvidas digam se são amigas ou não do Irã. Por fim, ele exige que todas as partes envolvidas expressem suas posições sobre o arsenal nuclear de Israel. / GUSTAVO

do Oriente Médio nos próximos três meses, segundo o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, em entrevista para uma TV estatal em Teerã. O governo americano não comentou a afirmação. Na entrevista, Ahmadinejad não disse se um destes países seria o Irã. Atualmente, os EUA têm boas relações com todos os governos da região, menos Irã e

CHACRA

tar a negociar. Os países envolvidos teriam de declarar se estão em oposição ou não ao arsenal nuclear de Israel, se apoiam o Tratadode Não-Proliferaçãonuclear e se consideram ser inimi-

gos de Teerã. A carta ainda cobra dos europeus uma posição clara: o Irã quer saber se as reuniões serão para promover “uma interação e cooperação, ou para ver hostilidade e confrontação”.


A14 Internacional %HermesFileInfo:A-14:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

JOHN VIZCAINO/REUTERS

Desconfiança de Bogotá limita papel mediador do Brasil

AO LADO DE CARACAS ● Dezembro de 2002 O presidente Fernando Henrique Cardoso anuncia a exportação de petróleo e derivados para a Venezuela e envia um petroleiro da Petrobrás para ajudar o país durante o locaute que paralisou o setor petrolífero e ameaçou o governo de Chávez ● Março de 2008 Bombardeio da Colômbia a um acampamento das Farc em território equatoriano mata Raúl Reyes, número 2 da guerrilha. Quito rompe relações com Bogotá. Brasil condena o ataque e exige que o governo colombiano peça desculpas

Apesar de boa relação com Uribe, elo especial da diplomacia brasileira com Chávez incomoda setores do governo colombiano Ruth Costas Roberto Simon

A desconfiança da Colômbia em relação ao governo Luiz Inácio Lula da Silva limita a capacidade de mediação do Brasil na atual crise entre Bogotá e Caracas. Segundo analistas e ex-diplomatas dos dois países ouvidos pelo “Estado”, a diplomaciado presidente Lula é percebida como excessivamente simpática ao governo de Hugo Chávez, embora, formalmente, as relações com Bogotá também sejam boas. “Não é que Lula seja visto como hostil, mas certamente não inspiraconfiançano governocolombiano, como, por exemplo, o Chileou o Peru”, opina o cientista político Alejo Vargas, da Universidade Nacional da Colômbia.“Para aColômbia,eem especial para (o presidente Álvaro) Uribe (que deixa o cargo no dia 7), éimportante que os governos vizinhos reconheçam as Farc (Forças Armadas RevolucionáriasdaColômbia) comoterroristas – e isso o Brasil não fez.” No mês passado, uma fonte próxima ao Ministério da Defesa colombiano disse, sob condição de anonimato, que autoridades de seu país ficaram “chocadas” ao encontrar, no computador apreendido de um líder guerrilheiro, indícios de que integrantes das Farc teriam tido acesso à figuras ligadas ao governo Lula duranteasgestõesdo casoOlivério Medina – ex-padre vinculado

à guerrilha refugiado em território brasileiro. Em 2008, o Brasil condenouduramente obombardeio colombiano contra um acampamento da guerrilha no Equador(aColômbiaficouisolada na região). E, em 2009, o governo brasileiro criticou o acordo que permite aos Estados Unidos usar sete bases militares na Colômbia. Na ocasião, Chávez congelou as relações comerciais com Bogotá, o que causou prejuízos de bilhõesdedólarese levouaocorte de 300 mil empregos. Isso não impediu que Uribe fosse recebido calorosamente por Lula em São Paulo – quando a questão das bases dos EUA foi formalmente dada por encerrada na agenda bilateral. O governo colombiano é pragmático: o Brasil representa boas oportunidades de negócio e o presidenteLula podeserumaliadonamedidaemqueaestabilidade da região também lhe interessa. A desconfiança, porém, não foi completamente superada, principalmente pela disparidaCORREÇÃO

Por falha da redação, o presidente paraguaio, Fernando Lugo, foi erroneamente identificado como presidente uruguaio no artigo “Crise pode ser oportunidade de recomeço”, de Roberto Abdenur, publicado na página A18, de domingo.

de na forma como o brasileiro trata Uribe e Chávez, segundo analistas. Unasul e OEA. “Não há dúvida de que a solidariedade ativa do Brasil com Chávez – pois não se trata só de simpatia – contamina a relação com Bogotá”, diz Roberto Abdenur, ex-embaixador do governo Lula nos EUA. O fato de o Brasil ter defendido que a crise fosse tratada no âmbito da União de Nações SulAmericanas (Unasul) – e não na OrganizaçãodosEstadosAmericanos (OEA) – também desagradaria a Bogotá, segundo Sérgio Amaral, ex-embaixador em Paris também na era Lula. Na OEA, a Colômbia tem a “proteção” dos EUA, e na Unasul só é apoiada por Peru e Chile. O ex-chanceler brasileiro Luiz Felipe Lampreia, porém, ressalta que o incômodo causado pela relação de Lula com Chávez na Colômbia se concentra na esfera diplomática. As Forças Armadas dos dois países mantêm uma estreitacooperação.Fontescolombianasrelatamumarelaçãoespecialmente fluida com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. Em 2009, Jobim disse que se rebeldes das Farc tentassem entrar no Brasil “seriam recebidos à bala”. Não é difícil entender porque a ameaça agradou mais aos colombianos que a declaração de Lula na sexta-feira: “As Farc são problema da Colômbia e acho que deve ser tratado pela Colômbia”, disse o presidente.

Atuação do País com vizinhos não sofre prejuízo, diz Amorim Em Israel, chanceler rebate críticas internas de que Brasil se envolve no Oriente Médio e ignora crises na América Latina Nathalia Watkins ESPECIAL PARA O ESTADO JERUSALÉM

A agenda cheia do chanceler brasileiro Celso Amorim em Israel e nos territórios palestinos quase não permitiu que ele se dedicasse a assuntos relacionados à América Latina. No entanto, questionado sobre a crise entre Colômbia e Venezuela, Amorim voltou a afirmar que o governo brasileiro não está sendo negligente com os problemas locais e desempenhaumpapelimportante na mediação de conflitos na região. “O Brasil tem a capacidade de se interessar e de tentar ajudar

(na América Latina), contrariamente, talvez, até ao desejo de alguns brasileiros”, disse o chanceler. Como exemplo, ele citou o telefonema do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a seu colega venezuelano, Hugo Chávez, um dia depois do rompimento das relações entre Caracas e Bogotá. “Eu já estava aqui, infelizmente. Mas o presidente, que é muito mais importante do que eu, está ajudando.” Em entrevista a rede BBC, Amorim respondeu às críticas de que o Itamaraty vem sofrendopor causade suasuposta incapacidade de mediar a crise entre Venezuela e Colômbia, enquanto se envolve na negociação nuclear iraniana. “No Brasil, (os críticos) são pessoas que não conseguem compreender que – sem nenhuma megalomania ou exagero – o Brasil tem um tamanho e uma grandeza no cenário internacional”, disse. Segundo ele, a atua-

GALI TIBBON/AFP

Chanceler. ‘Críticos não veem a grandeza do Brasil’ ção nos casos do Irã e dos vizinhos não são excludentes. “Uma coisa não interfere na outra. Pelo contrário, o prestígio interna-

● Dezembro de 2008 Colômbia sempre se mostrou cautelosa com o avanço da Unasul, principalmente com a criação do Conselho Sul-Americano de Defesa, oficializado apenas sete meses após a criação da organização ● Julho de 2009 Brasil critica a Colômbia, que cedeu bases militares em seu território para os EUA. Lula disse que a questão “não o agradava” e pediu várias garantias, todas negadas por Álvaro Uribe

Uribe. Colombiano veio a São Paulo explicar acordo com EUA ✽

Bastidores: Ruth Costas

Conter Chávez é do interesse brasileiro

U

m diplomata brasileiro disse que, certa vez, presenciou um telefonema de HugoChávezparaLula.Comoopresidentebrasileiro demorou aatender,o venezuelano brincou: “Você sabe que se não falo com você logo, eu arrumo confusão.” Para países como os EUA e a Colômbia, a esperança é que Lula use a proximidade com Chávez para conter o venezuelano. Com um discurso incendiário, Chávez já chegou a enviar tropas para a fronteira, defendeu o reconhecimento das For-

cional do Brasil nos ajuda também a trabalhar na região”. Amorimencerrousuasextavisita ao Oriente Médio após uma reunião com a líder da oposição israelense, Tzipi Livni, e um almoço de trabalho com seu colega Avigdor Lieberman. Depois do encontro com Livni, Amorim criticou a pressão internacionalparaoinício denegociações diretas entre israelenses e palestinos. Segundo o chanceler, não é a forma, mas a substânciadasnegociações quedetermina seu resultado. Sionismo. Já a reunião com Lieberman ocorreu sob a sombra de um incidente diplomático registrado durante a visita de Lula, emmarço.Naocasião,oisraelense não foi à sessão parlamentar em homenagem a Lula porque o brasileiroteriaserecusadoavisitar o túmulo de Theodor Herzl, fundador do sionismo. Os dois chanceleres evitaram dar declarações após o encontro. A visita de três dias de Amorim a Israel e aos territórios palestinosnãoganhoudestaquenenhum na imprensa local, que citou o brasileiro apenas quando ele esteve em Istambul.

Petrobrás silencia sobre seu futuro no Equador QUITO

A Petrobrás manteve o silêncio sobre seus planos no Equador, dois dias após o presidente RafaelCorrea aprovar, por decreto, uma lei de hidrocarbonetos que lhe permite renegociar acordos e, eventualmente, nacionalizar empresas estrangeiras do setor energético. A estatal brasileira explora dois poços em território equatoriano. Segundo Correa, as companhias que não aceitarem um acordo em até 120 dias terão seus campos tomados. Antes de ser promulgado, o texto sofreu forte resistência da oposição, e o

presidente equatoriano chegou a ameaçar dissolver o Congresso e até mesmo renunciar caso a lei não entrasse em vigor. Um terço de toda a receita do governo equatoriano, que é membrodadePaísesExportadores de Petróleo (Opep), vem da receita do petróleo. Agora, com ● Correa sofre processo

O opositor equatoriano Miguel Palacios está exigindo na Justiça que o presidente Rafael Correa pague US$ 10 milhões por “danos morais”. Correa teria ofendido Palacios no rádio, em 2008

ças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) como grupo beligerante e, durante a crise hondurenha, em 2009, queria restituir o presidente deposto Manuel Zelaya à força. Énessas ocasiõesquese esperaque umtelefonema de Lula o ajude a agir de forma um pouco mais moderada, para o bem e a estabilidade da região, que também interessam ao Brasil. “Na atual crise, a expectativa é a de que Lula seja um intermediário de bons ofícios (que não opina nem interfere na negociação), não um mediador”, diz o ex-chanceler colombiano Augusto Ramírez Ocampo, lembrando a discrição brasileira na crise com o Equador. A estreita amizade do Brasil com a Venezuela é até justificada por autoridades colombianas. “Faz parte do jogo”, dizem. Mas não há como negar que causa alguma desconfiança em relação ao governo brasileiro.

Colômbia afirma que não discutirá plano de Caracas Ariel Palacios CORRESPONDENTE / BUENOS AIRES

O chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, reuniu-se ontem com o presidente paraguaio, Fernando Lugo, e disse que o plano da Venezuela é estimular uma “negociação política” entre as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e o novo governo de Bogotá. Mas o governo do presidente colombiano, Álvaro Uribe, rejeitou ontem discutir o plano de paz que a Venezuela pretende apresentarnareuniãodaUniãodasNações Sul-Americanas (Unasul) amanhã em Quito e indicou que negociar com as Farc está fora de questão.SegundoochancelerJaime Bermúdez, a iniciativa não é uma solução de fundo para o problemapeloqualaVenezuelarompeu relações com a Colômbia. “Overdadeiroplanodepazpassa pela não-intervenção nos assuntos internos de qualquer país,

a nova lei, as empresas do setor energético não terão mais direitosdepropriedadesobreopetróleo que extraem. Em vez disso, as companhias receberão um porcentual sobre sua produção final. “Com a nova lei, nós pagamos a eles uma taxa sobre o petróleo produzido”, disse Alexis Mera, assessor do presidente Correa. “Assim, eles não levarão embora nenhuma gota de nosso petróleo.” Caso as empresas se recusem a aceitar os termos dos novos contratos, o governo do Equador promete pagar “um preço justo” pelos investimentos. Além da Petrobrás, a espanhola Repsol-YPF,achinesa AndesPetroleum e a italiana Agip Oil têm grandes investimentos no Equadoredevemser diretamente afetadas pela nova lei. / AP

passa por não haver nenhum lugar no mundo onde as Farc ou qualquer grupo criminoso possam estar”, afirmou o chanceler. Caracas, por sua vez, informou ontemquenãoexaminaránenhuma das evidências que Bogotá diz ter sobre a presença de líderes guerrilheiros no território venezuelano. Horas antes em Buenos Aires, Maduro, afirmou que é necessária “uma profunda retificação” por parte do futuro governo colombiano das “políticas de agressãopermanente” contraseupaís. “Acreditamos que há sinais ideológicosdistintosentreosque dirigem e vão dirigir a Colômbia e o projeto político bolivariano do presidente Hugo Chávez, mas é possível coexistir pacificamente”, afirmou Maduro após se reunir com a presidente argentina, Cristina Kirchner, e o marido dela,NéstorKirchner,atualsecretário-geraldaUnasul.Onovogoverno colombiano assume dia 7.

PARA LEMBRAR

Estatal levou a pior com Evo Em maio de 2006, o presidente da Bolívia, Evo Morales, baixou um decreto colocando a indústria energética do país sob controle estatal. Na ocasião, dois campos da Petrobrás foram ocupados por militares bolivianos, irritando o governo e empresariado brasileiro. Assim como se pretende fazer agora no Equador, a Petrobrás foi obrigada a receber um porcentual por serviços prestados na exploração de gás, perdendo os direitos de propriedade.


%HermesFileInfo:A-15:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

estadão.com.br

VISÃO GLOBAL

Radar Global. Veja no blog os links das notas blogs.estadão.com.br/radar-global

Gás russo e o grande jogo político BAPTISTÃO/AE

Rússia quer usar recurso energético para inverter a ordem pós-soviética que se instaurou na Europa depois de 1990 ✽ ●

JOSCHKA FISCHER PROJECT SYNDICATE

o ponto de vista geopolítico, a Rússia e a União Europeia são vizinhas. É de importância crucial para ambas que suas relações sejam de boa vizinhança. A não ser que modernize economia e sociedade, a Rússia poderá esquecer sua aspiração ao status de potência mundialnoséculo21,poiscontinuaráatrasada em relação às antigas e novas potências emergentes. Além disso, para modernizar-se, a Rússia precisa de parceiros, pois sua população e seu potencial econômi-

D

Websfera

cosãomuitoreduzidospara queelapossa desempenhar um importante papel na nova ordem mundial emergente. Mas para onde a Rússia poderia se voltar? Agora, ela só pode se voltar para o Ocidente,epara aEuropaem particular. Para a Europa, o papel da Rússia é de importância estratégica. Uma revisão da ordem pós-soviética visando um aumento da influência russa sobre os países ou satélites da antiga União Soviética mudaria drasticamente a estratégia e a política de segurança da UE. Ambasaspartes dizemquerer melhorar as relações bilaterais, mas é duvidoso que russos e europeus pensem de fa-

O melhor da internet

DAILY TELEGRAPH

Ahmadinejad ataca o polvo Paul O polvo Paul, molusco que alcançou o estrelato ao prever o resultado de oito jogos na última Copa – 100% de aproveitamento –, ainda enfrenta o ceticismo de alguns seres humanos. O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, reser-

Internacional A15

vou vários trechos de seus discursos, no fim de semana, em Teerã, para atacar o animal inglês, radicado na Alemanha. Ah-

to suas relações nos mesmos termos. Olhando por trás da retórica cordial, perceberemos profundas diferenças. Quando o ex-presidente da Rússia e atual premiê, Vladimir Putin, declarou há vários anos que o maior desastre do século 20 foi o fim da União Soviética, ele não falava apenas por si, mas pela maioria da elite política russa. Mas a esmagadora maioria dos europeus provavelmente considera o colapso da URSS um motivo de comemoração. Na realidade, aRússia dehoje procura inverter a ordem pós-soviética que se instaurou naEuropadepoisde1989-1990,pelomenosemalguns deseusvizinhos,enquan-

tooseuropeuseoOcidentequerempreservá-la a todo custo. Enquanto Moscou não compreender estas diferenças fundamentais e não tirar as conclusões corretasdelas,oseuropeusnãoconsiderarão a abertura da Rússia para o Ocidente como uma oportunidade, e ela se deparará sempre com a profunda desconfiançadaEuropa.Masistonãoimpede a cooperação prática e pragmática em numerosas áreas. Hoje, a Rússia mantém sua força apenas como fornecedora de energia e de outros recursos naturais. Portanto, não surpreende que Putin tenha procurado usarestaalavancapararestauraropoder

da Rússia e rever a ordem pós-soviética. Com os gasodutos Nordstream no Báltico e South Stream no Mar Negro, a Rússia não está apenas procurando estabelecer uma ligação direta entre a Rússia e a UE que passe ao largo da Ucrânia e comprometa o gasodutoucraniano Nabucco.Oobjetivo principal é pressionar a Ucrânia, assim como o Azerbaijão e o Turcomenistão,quequeremabasteceraEuropacom gás independentemente da Rússia. Assim que esses objetivos forem alcançados e/ou o Nabucco for em frente, o South Stream será engavetado porque não tem sentido do ponto de vista econômico. Na Europa e nos EUA este desafio foi compreendido. Agora é necessárioapoiaros quena Ucrâniaveem um futuro europeu para seu país, abrir o corredor sul por meio do Nabucco, e acelerar o desenvolvimento de um mercado energético europeu comum. Uma política europeia decisiva só melhorará, em vez de prejudicar, as relações com a Rússia, porque favoreceráumamaiorclarezaepossibilidadede previsão. /TRADUÇÃO DEANNA CAPOVILLA

✽ É EX-MINISTRO DE RELAÇÕES EXTERIORES E EX-VICE-CHANCELER DA ALEMANHA

Rodrigo Cavalheiro

madinejad considera Paul um propagador da superstição e de valores que sintetizam o que está errado no Ocidente. “Aqueles que acreditam nesse tipo de coisa não podem ser líderes de nações que aspiram, como o Irã, a perfeição humana, com base no amor aos valores sagrados”. Paul não se manifesta desde a final do Mundial, quando previu a vitória espanhola.

CS MONITOR

THE HUFFINGTON POST

Haitianos cogitam cantor para presidência

MIGRATÓRIAS

Negros americanos não veem a Fox News

Diante dos rumores de que quer ser presidente do Haiti, a estrela do hip-hop Wyclef Jean emitiu um comunicado no qual não descarta a possibilidade. O presidente René Préval não poderá concorrer nas eleições de 28 de novembro.

45%

A Fox News, maior canal de TV a cabo dos EUA e conhecida por seu conservadorismo, tem 2,1 milhões de espectadores, três vezes mais do que a CNN. Destes, apenas 1,38% são negros. Na CNN e na MSNBC, em média, 20% do público é negro.

dos americanos querem que o número de imigrantes diminua, 37% desejam que permaneça igual e 17% esperam que a quantidade aumente FONTE: AFP


A16 %HermesFileInfo:A-16:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Vida

estadão.com.br

/ AMBIENTE / CIÊNCIA / EDUCAÇÃO / SAÚDE / SOCIEDADE

Leia. Kepler pode ter achado cem planetas do tamanho da Terra blogs.estadao.com.br/carlos-orsi

Saúde. Estudo feito com pacientes da Casa da Aids, do Hospital das Clínicas de São Paulo, mostra que eles estão inseridos na sociedade do ponto de vista afetivo e econômico, afirma a diretora da entidade, Eliana Gutierrez; para ONGs, há preconceito velado

Maioria dos portadores do HIV tem relação estável e está empregada Karina Toledo

Quase 60% das pessoas que vivemcom HIV possuemrelacionamento afetivo estável – a maioria delas com parceiros soronegativos. Cerca de 75% estão empregados e 68% residem com familiares ou amigos, ou seja, contam com apoio de pessoas próximas. Os dados são de um levantamento feito com 292 pacientes em tratamento na Casa da Aids, do Hospital da Clínicas de São Paulo. “Os resultados mostram que esses pacientes estão inseridos na sociedade do ponto de vista afetivo e econômico, seja porque dissimulam sua condição ou porqueestãosendoaceitos”,afirma Eliana Gutierrez, diretora da ● Medo do preconceito

64,9%

dos soropositivos que têm relação afetiva estável possuem parceiros soronegativos

10%

desses pacientes não revelam ao parceiro que são soropositivos

Casa da Aids. Para ela, isso pode ser explicado pelo fato de os soropositivos, hoje, estarem fisicamente mais aptos para o trabalho e demais atividades do dia a dia. “Com os avanços na terapia antirretroviral, a aids se tornou uma doença crônica. Muitos portadores estão envelhecendo e se tornando pacientes complexos”, avalia. Mas, continua ela, apesar das complicações causadas pelo vírus, pelo uso prolongado de medicamentos e pela idade avançada, a situa��ão é melhor hoje do que há 20 anos. “Os infectados pelo vírus já se permitem pensar no futuro.” A maioria dos 3,3 mil pacientes acompanhados pelo serviço é formada por homens (70%) que têm, em média, 44 anos e há maisde10convivemcom adoença. Mais da metade tem 11 anos ou mais de estudo. Especialistas ouvidos pelo Estado, no entanto, afirmam que a realidade dos soropositivos no País, de forma geral, não é tão animadora. “A epidemia está crescendo principalmente entre aqueles com baixa escolaridade e menor acesso à informação”, afirma o infectologista Ronaldo Hallal, assessor técnico do DepartamentodeDST,AidseHepatites Virais do Ministério da Saú-

Máquina de camisinha em escolas continua no papel Depois de quatro anos de muita polêmica e problemas na execução do projeto, o Ministério da Saúdeiniciou a buscapor parceiros para a produção em escala industrial de dois modelos de equipamento de distribuição de

camisinhas para instalação em escolas públicas do País. Osprotótiposforamdesenvolvidos pelos institutos federais da Paraíba e de Santa Catarina, mas só o primeiro já foi oferecidoaomercado.Ooutro,apresen-

‘Bíblia’ da saúde mental pode tratar birra como transtorno Especialistas alertam que, com a nova edição do manual, feito nos EUA, pessoas saudáveis serão vistas como doentes LONDRES

Uma edição atualizada da “bíblia” sobre saúde mental usada pelos médicos pode incluir diagnósticos de “transtornos” como birrasdecriançaecompulsãoalimentar, o que poderia significar que em breve ninguém mais será classificado como normal. Especialistas em saúde mental alertaram ontem que a nova edição do Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Men-

● Exagero

TIL WYKES INSTITUTO DE PSIQUIATRIA DO KINGS COLLEGE LONDON

“É um pouco como dizer a dez pessoas com um resfriado comum que elas estão ‘em risco de ter uma síndrome de pneumonia’, quando apenas uma tem a probabilidade de desenvolver a doença.”

tais, que está sendo revisado para publicação em maio de 2013, poderá desvalorizar a gravidade de doenças mentais e rotular quase todas as pessoas com algum tipo de desordem. Citando exemplos de novas

EPITACIO PESSOA/AE

Militante. ‘Ajudar o próximo me deu perspectiva de vida e de trabalho’, afirma Américo Nunes, fundador do Instituto Vida Nova

do Fórum de ONG Aids do Estado de São Paulo, Hugo Hags-

trom, diz que, embora a maioria dos infectados tenha vida afetiva estável e more com parentes, a qualidade dessas relações é muito ruim. “Eles são julgados e julgam a si mesmos. O peso da culpa interfere em seus relacio-

tado pelo ministério em 2008, foirevisto e finalizado só há duas semanas. O custo unitário de fabricação da máquina pode variar de R$ 600 a R$ 900. AexpectativadoProgramaNacional de DST e Aids, responsável pela iniciativa, é que até 40 máquinas comecem a funcionar aindanesteano,emboraostécnicos da pasta reconheçam que há dificuldades em se associar a um fabricante e muita resistência de alguns setores da sociedade.

O objetivo do projeto é ampliar o acesso gratuito do jovem aos preservativos como forma deprevenirgravideznãoplanejada e doenças sexualmente transmissíveis(DST). As máquinas só serão instaladas em escolas que tenham programas de prevençãoedesaúdesexualereprodutiva. Segundo o Censo Escolar de 2005, que deu base à iniciativa, 15 mil escolas de ensino médio distribuíram preservativos naquele ano. / FABIO MAZZITELLI

atualizações, como depressão com ansiedade suave, síndrome com risco de psicose e transtorno do temperamento irregular, os especialistas disseramquemuitaspessoassaudáveis poderão ser informadas que estão doentes. “Tecnicamente,todosteremos desordens. Isso pode levar a crer que muitos de nós ‘precisamos’ de drogas para tratar nossas ‘condições’ – e muitas dessas drogas podem ter efeitos colaterais perigosos”,disseTilWykes,do Instituto de Psiquiatria do Kings College London, em comunicadoassinadotambémporFelicityCallard, domesmoinstituto, e Nick Craddock, do Departamento de Medicina Psicológica e Neurologia da Universidade de Cardiff. O manual é publicado pela Associação Psiquiátrica Americana e contém descrições, sintomaseoutroscritériospara o diagnóstico de transtornos mentais. É visto como a bíblia global para o campo da medicina de saúde mental.

Proteína recupera lesão em medula de ratos

de. “Ainda se percebe uma grande fragilidade no que se refere ao apoio social a esses pacientes.” Preconceito velado. O diretor

Efeito anti-inflamatório da polilaminina surpreendeu os cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro Clarissa Thomé / RIO

Umaproteínaextraídadaplacenta humana pode dar esperança a pessoasque sofreramlesõesmedulares. Pesquisadores da Universidade Federal do Rio de Janeirotestaramoefeitodalaminina polimerizada e os resultados demonstraramumefeitoanti-inflamatório e regenerativo que permitiua recuperação domovimento de ratos paraplégicos. A próxima etapa do estudo, dissertação de mestrado de Karla Menezes orientada pela bióloga Tatiana Coelho-Sampaio, é partirpara pesquisacom pacien-

namentos”, conta Hagstrom, portador do HIV há 25 anos. Esse é o caso do contrarregra Laerte Vicente, de 54 anos – 10 deles convivendo como HIV. “Quando revelei para a família que era soropositivo, apenas meu pai aceitou bem. Depois que ele morreu, os demais assumiram o preconceito de vez”, conta. A maioria de seus empregadorestambémlhevirouascostas, revela. Embora velado, afirma Hagstrom, o preconceito ainda é muito presente, principalmente por se tratar de uma doença sexualmente transmissível. “Tivemos grandes avanços no tratamento e na legislação que protege o soropositivo. Mas duas coisas não mudaram: a ideia de que aids é uma sentença de morte e de que

tes, o que deve demorar pelo menos dois anos. A laminina polimerizada – ou polilaminina – aparece no sistema nervoso central durante o desenvolvimento embrionário. A equipe conseguiureproduzi-la.Osratossofreram lesão completa da medula, que foi dividida em uma altura em que os animais perderiamosmovimentosdaspatas traseiras. Depois, passarampor testes,nosquaisreceberam notas de 0 a 21, em que 0representaaausênciademovimentos e 21, funções motoras preservadas. Os animais não tratados passaram, após oito semanas, à escala 4. Os que receberam a proteína receberam nota 9. A equipe foi surpreendida com o efeito anti-inflamatório: a polilaminina reduziu o edema no local da lesão.

Justiça proíbe venda de milho transgênico da Bayer Lígia Formenti / BRASÍLIA

A Justiça Federal proibiu a venda do milho transgênico Liberty Link,produzido pelaBayer.Adecisão,dajuízafederalPepitaDurskiTramontine,daVaraAmbientalde Curitiba, na segunda-feira, afirma que o produto só pode retornaraomercadoapósaComis-

são Técnica Nacional de Biossegurança(CTNBio)aprovaroplano de monitoramento do produto no mercado. A juíza também ordenou a proibição do uso do milho, resistente ao herbicida glufosinato de amônio, no Norte e Nordeste atéquesejam realizados estudos ambientais do produto nas re-

giões. “Nesses locais, não basta a aprovaçãodoplanodemonitoramento pela CTNBio. É preciso que estudos anteriores, relacionadosàsegurança,sejamrealizados”, explicou a advogada e consultora do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec), Andrea Lazzarini Salazar. A decisão fixa uma multa de

CELSO JUNIOR/AE-30/10/2009

Polêmica. Plantação no DF

R$ 50 mil diários caso a Bayer não suspenda imediatamente a comercialização, semeadura, transporte,importaçãoedescartedomilhogeneticamentemodificado. A empresa afirmou que se manifestará apenas quando for notificada judicialmente. A polêmica em torno do milho transgênico dura mais de dois

é uma doença de homossexuais edepessoaspromíscuas,quemereceram ser infectadas”, conta. Para Américo Nunes, fundadordo Instituto VidaNovaeportador do vírus da aids há 25 anos, cabe aos portadores não se colocar no papel de vítima e buscar sua cidadania. “Quando recebi o diagnóstico, decidi encarar de frente. Busquei me informar sobre a doença e passei a atuar comomilitante.Issomeproporcionou perspectiva de vida e trabalho”, conta. DeacordocomosdadosdoMinistério da Saúde, 35 mil novos casos são diagnosticados anualmente e 190 mil pacientes estão emtratamentocomantirretrovirais.Em2010, R$884 milhõesserão gastos com esses medicamentos.

Fechamento de hospital gera reclamações Ao menos cem pessoas já reclamaram sobre falta de assistência no Procon de São Caetano do Sul (Grande São Paulo) após o fechamento do hospital privado que leva o nome da cidade. O Hospital São Caetano era responsável pelo atendimento de pacientes do plano de saúde Di Thiene, ligado à mantenedora da unidade de saúde. Atualmente, apenas ocorrem alguns atendimento ambulatoriais no local. A Agência Nacional de Saúde Suplementar atualmente intervém no plano. Segundo o Procon, o Hospital Brasil, que participava da gestão do São Caetano, após terdestacadoesforçospara reerguer a unidade, informou na sexta não ter relação com o hospital fechado e sim com a BSA Saúde S/A, que alugava o local. / FABIANE LEITE

anos. Liberado pela CTNBio em 2007, o produto foi alvo de uma açãoproibindosuacomercialização no mesmo ano. Uma liminar foi concedida e, em janeiro de 2008, revogada. Agora, a juíza analisou a ação principal. O milho da Bayer provocou uma disputa dentro do governo. Descontente com a aprovação, a Anvisa interpôs um recurso no Conselho Nacional de Biossegurança. Em junho de 2008, o conselho confirmou a liberação. A CTNBio não se manifestou.


%HermesFileInfo:A-17:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Vida A17 CERN-27/8/2008

Cern abre diálogo para entrada do Brasil no grupo Adesão custará R$ 17 milhões ao ano; Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear é o dono do acelerador de partículas LHC Jamil Chade CORRESPONDENTE / GENEBRA

O Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear (Cern) e o Brasil iniciaram oficialmente as negociações para que o País passe a fazer parte da entidade. A meta é a adesão já em 2011. Ontem, a cúpula da maior instituição de pesquisa do mundo teve seu primeiro contato com o grupo de especialistas brasileiros que vai liderar o processo. A adesão deve custar anualmente US$ 10 milhões (cerca de R$ 17,6 milhões) ao País. O Cern esteve envolvido na criação da internet e atualmente desenvolveo que está sendo consideradoomaiorexperimentode física da humanidade, com o acelerador de partículas LHC. O objetivo da experiência é repetir as condições do universo após sua criação, há 14 milhões de anos. Ontem, em uma conversa telefônica entre o diretor de Relações Internacionais do Cern, John Ellis, e o chefe do grupo de trabalho criado pelo governo para negociar a adesão, o pesquisador Ronald Cintra Schellard, ficou estabelecido que o Brasil será convidado para uma missão em setembro, em Genebra, para negociar os termos da adesão. Até lá, Schellard terá uma lição de casa bastante extensa. “VamoscobrardoBrasilumrelatório completo sobre o estado de sua tecnologia e a capacidade

TRÊS RAZÕES PARA...

O País aderir ao centro de pesquisa

1.

Com a entrada do País, empresas nacionais de tecnologia poderão participar de licitações para vender peças e equipamentos para o grupo. Com um orçamento de US$ 1 bilhão, o Cern é hoje um dos maiores compradores de tecnologia no mundo.

2. 3.

O Cern abrirá suas portas para a contratação de físicos e outros cientistas brasileiros. Brasileiros já contribuem com o LHC, mas de forma indireta. O Brasil passará a ter voto nas decisões futuras do Cern em relação a pesquisas.

da indústria nacional de atender à demandas do setor de ciência”, disse John Ellis ao Estado. O diretor do Cern aposta que o trabalho técnico pode estar concluído no início de 2011. O segundo passo seria a avaliação políticado compromissodo País com a ciência e com a instituição.“Queremosumcompromisso de longo prazo”, disse Ellis.

O Cern estima que a candidatura brasileira deva ser alvo de uma votação em meados de 2011. Países como Índia e outros emergentes também buscam a adesão, o que vem sendo vista combonsolhosnoCernparatentar transformar a entidade no principal referencial de pesquisas no mundo. De acordo com o diretor, serão cobrados de todos os países emergentes que aderirem ao Cern como membro associado – como é o caso do Brasil – US$ 10 milhões ao ano. “Em alguns anos, se o Brasil optar por se candidatar a ser um membro pleno, o pacote terá de serrenegociado.Issocustariaentre US$ 25 milhões e US$ 100 milhões ao ano”, disse. “Mas isso não vai ocorrer no curto prazo”, afirmou. Participação. Cerca de cem brasileiros participam de projetos relacionados com o acelerador, mas de forma externa. São pagos, em sua maioria, por centros de pesquisa das principais universidades do País ou contratados por centros estrangeiros. O Brasil também fornece alguns equipamentos do LHC, como um chip com a capacidade de absorver a irradiação gerada peloschoquesde partículas. Ochip ganhou o nome de “carioca”. Cientistas brasileiros ainda poderão acompanhar a coleta de dados realizados a partir dos choques, pois parte dos computadores do Cern estão no Brasil.

Clarissa Thomé / RIO

Ambiente

APÓS INCÊNDIO, MORRO RECEBE NOVAS MUDAS Moradores de favela serão treinados para pedir recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente PAULO VITOR/AE

Cooperação. População do Morro dos Cabritos é treinada

O

Morro dos Cabritos, que teve a floresta de Mata Atlântica parcialmente destruída há um mês em um incêndio provocadoporbalões,começouareceber novas mudas. No sábado, 50árvoresforamplantadasnaregião afetada. A iniciativa parece tímida, diante da área queimada, de cerca de 20 campos de futebol. Mas a proposta do Batalhão Florestal da Polícia Militar para o morro é ambiciosa. Moradores da favela serão capacitados para que possam pleitear recursos do Fundo Nacional do Meio Ambiente (FNMA)e recuperar todo o trecho degradado. “O fundo abriu uma chamada e está recebendo projetos para recuperaráreasdestruídas, principalmente próximas de mananciais. E é o caso do Morro dos Cabritos. Os recursos variam de R$ 200 mil a R$ 300 mil. Além de resgatar a área queimada, ainda vaigerarempregoparaacomunidade”,afirmaocapitãoRogerCapello, coordenador do Projeto Consciência Ambiental do Batalhão Florestal e mestre em ciência ambiental pela Universidade Federal Fluminense (UFF).

ESTÁGIOS

SAÚDE

Governo faz acordo com bancos para criar cotas de 10% para alunos do ProUni

Nilson Paschoa é o novo secretário de São Paulo

O Ministério da Educação (MEC) e a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) devem assinar hoje um acordo para que os bancos reservem até 10% de vagas de estágio a alunos do Programa Universidade para Todos (ProUni). A entidade prevê, para o primeiro ano da parceria, uma média de 600 jovens estagiando por meio do acordo. “Estamos integrando forças com outros órgãos para promover a diversidade e ações afirmativas”, disse Mário Sérgio Vascocelos, dire-

tor de relações institucionais da Febraban. Segundo ele, o acordo envolve, além do MEC, as secretarias de Políticas de Promoção da Igualdade Racial e de Políticas para as Mulheres. A ideia é incentivar a inclusão de mulheres e negros, valorizar a diversidade no setor bancário, fortalecer os processos de administração e gestão de carreiras da mulher e proporcionar oportunidades de inserção no mercado de trabalho de homens e jovens negros que participaram do ProUni.

O governador Alberto Goldman nomeou o secretário-adjunto de Saúde, Nilson Paschoa, como titular da pasta. O médico substituirá Luiz Roberto Barradas Barata, que morreu há uma semana. Paschoa, ex-chefe de gabinete da secretaria, é especializado em saúde pública.

Física. Partes do acelerador partículas LHC, o maior experimento científico da história

PARA ENTENDER O principal projeto do Cern, o Grande Colisor de Hádrons (LHC), está em funcionamento pleno desde março. O LHC produz choques de pr��tons em um túnel circular de 27 km entre a Suíça e a França. O projeto de US$ 8 bilhões e 20 anos de trabalho ficou fechado por mais de um ano pa-

ra reparos, após uma tentativa frustrada de iniciar o choque. Voltou a funcionar após ajustes de US$ 40 milhões. Entre os resultados esperados estão a descoberta de detalhes da matéria negra e a repetição das condições que existiam no universo segundos após o Big Bang, há 14 bilhões de anos.

As colisões de prótons produzem partículas ainda menores, que surgem e desaparecem em frações de segundo. Elas são fundamentais para entender como o universo funciona. Ainda não se sabe o impacto das descobertas, mas elas poderão ter aplicações médicas ou na indústria.

Para conseguir processar todos os dados, o Cern espalhou 200 mil computadores pelo mundo. Mas o Brasil já poderia ser membro do Cern há 20 anos, com custos que seriam apenas uma fração do que será cobrado do País agora. Isso porque o acelerador de partículas não existiria sem uma matéria-prima nacional. Para a aceleração, o equi-

pamento precisa de neobio, minério que o Brasil praticamente tem o monopólio no mundo. Nos anos 90, o Cern propôs a adesão do País, em troca do minério. Um pacote de benefícios foi oferecido, mas o então governo de Fernando Collor de Melo rejeitou o projeto. O Cern optou então por importar o neobio. Agora, o acelerador já está em

funcionamento, mas os cientistas estão pensando no futuro. Uma nova máquina, ainda maior, está sendo projetada. Ela deve ficar pronta em 2025, ao custo de US$ 13 bilhões. No lugar de um túnel, os prótons se chocariamemumalinhareta.Europa, Japão, Rússia e Estados Unidos competem para sediar o projeto.

A ideia é que os moradores setornem monitoresambientais e ajudem a proteger a floresta.Professoresda UFF, voluntários do projeto, ensinarão sobre as espécies que se adaptammelhoraomorro,como acelerar o crescimento das plantas e como montar um projeto para concorrer à verba do FNMA. “Essa área era totalmente degradada e foi recuperada nosanosde1980emumprojeto da prefeitura. Essas árvores levaram 30 anos para chegar àquele ponto e foram destruídasemumasónoite”,contao diretor deMeio Ambiente da associação de moradores, Simonides Almeida Júnior, empolgado com a proposta. O Projeto de Consciência AmbientaldoBatalhãoFlorestal começou no Morro Santa Marta, em Botafogo. Ali, os moradores foram capacitados para serem guias de trilhas ecológicas e aprenderam a aproveitar energia solar para o aquecimento da água, a partir de caixas de leite. No próximo módulo, professores do Jardim Botânico vão ensinar como fazer jardinssuspensosa partirdemateriais recicláveis e dejetos.

Aziz defende Código da Biodiversidade Na SBPC, geógrafo falou em ampliação do Código Florestal, dizendo que a Caatinga não é floresta, mas precisa de proteção Afra Balazina ENVIADA ESPECIAL / NATAL

O geógrafo Aziz Ab’Saber, de 85 anos, defendeu ontem que o Código Florestal se transforme em um Código da Biodiversidade, mais abrangente que o atual. Em conferência na 62.ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Natal, ele justificou que a Caatinga, por exemplo, não é uma floresta, mas também é um bioma que precisa ser preservado. Homenageado do evento, Aziz é a maior celebridade do câmpus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), onde ocorre a SBPC – por onde passa, alunos e professores pedem para tirar fotos e se aproximam para conversar.

cópio espacial Spitzer, que há anos vigia de perto a atividade das estrelas que nascem na nebulosa de Órion (foto), a 1,3 mil anos-luz da Terra. / EFE

de agosto o chamado “toque escolar”, que prevê a detenção de todo aluno surpreendido fora da escola durante o horário de aula e a devolução do faltoso ao colégio. A medida foi anunciada ontem pelo juiz da Infância e Juventude da cidade, Evandro Pelarin. Segundo o magistrado, as ocorrências reincidentes “poderão resultar em sanções aos pais”, com multa cujo valor pode variar de 3 a 20 salários de referência.

EDUCAÇÃO

DENGUE

Juiz implanta ‘toque escolar’ no interior

Alagoas confirma 9 mortes e 18 mil casos

A cidade de Fernandópolis, no noroeste paulista, terá a partir

A Secretaria da Saúde de Alagoas confirmou 9 mortes e

ESPAÇO

Nasa divulga fotos de telescópio espacial A agência espacial dos EUA publicou ontem em seu site nasa. gov imagens captadas pelo teles-

Durante sua apresentação, o geógrafo criticou a proposta elaboradapelodeputadofederalAldo Rebelo (PcdoB-SP) para a alteração do Código Florestal. “Lá em Brasília temos um grande problema. Um deputado resolveu fazer mudanças no código a favor dos ruralistas. Não que a gente seja contra eles, mas não se deve dar todos os direitos.” O professor afirmou que mandou uma carta ao deputado, que respondeu com outra “duas vezesmaior,mexingando”.Umdocumento com a avaliação completa de Aziz sobre o tema foi colocado no site da SBPC (www. sbpcnet.org.br). Nele, o geógrafo afirma que as “novas exigências do Código Florestal propostotêmumcaráterdeliberaçãoexcessiva e abusiva”. “Em qualquer revisão do código deve-se enfocar as diretrizes por meio das grandes regiões naturais,sobretudodomíniosdenatureza muito diferentes entre si, comoaAmazôniaesuasextensíssimas florestas tropicais e o Nordeste seco, com seus diferentes tipos de caatingas”, disse.

18.314 casos de dengue neste ano em todo o Estado, o que significa um aumento de quase 1.000% no número de casos confirmados em comparação a 2009, quando foram registrados 1.871. Segundo a secretaria, outros 12 óbitos e 9.879 casos estão sob investigação.

PLANETA ● O caderno Planeta traz hoje uma reportagem especial sobre a caça de baleias, com um pôster da jubarte para guardar.


B1 %HermesFileInfo:B-1:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Contra Basileia 3 Alemanha pode rejeitar acordo para supervisionar bancos

INDICADORES DÓLAR EURO BOVESPA

Pág.B9

Pág. B10

VAR. (%) 1 0,28 1 0,17 1 0,35

COTAÇÃO R$ 1,7700 R$ 2,3000 66.674,44 pontos

Efeitos do vazamento de óleo Bob Dudley é o novo presidente da BP, que teve prejuízo trimestral de US$ 17 bilhões

Pág.B12

TOBY MELVILLE /REUTERS

Economia & NEGÓCIOS

estadão.com.br

Portugal Telecom fecha acordo para comprar participação na Oi Grupo português deve pagar cerca de € 3,7 bilhões por uma fatia de 21% da empresa brasileira; negócio deve ser oficializado hoje PAULO VITOR/AE–17/6/2010

Renato Cruz

A “supertele nacional” está prestes a se tornar luso-brasileira. A Portugal Telecom (PT) fechou um acordo para comprar uma participação de 21%na brasileira Oi por aproximadamente € 3,75 bilhões. Segundofontes de mercado, o negócio, que tem o aval do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, deve ser oficializado hoje, se tudo correr bem. A venda ocorre depois de o governo ter adotado um discurso nacionalistaparamudaralegislação e permitir que a Oi comprasse a Brasil Telecom, em 2008. Os bancosestataischegaram acolocar R$ 6,9 bilhões na operação, para proteger a operadora da concorrência dos espanhóis da Telefónica e dos mexicanos da América Móvil, dona da Embratel e da Claro. Menos de dois anos depois, a empresa já começa a se desnacionalizar. O presidente do Banco Espírito Santo (BES), Ricardo Salgado,estavaontemnoRiodeJaneiro para finalizar o acordo. O BES é o maior acionista individual da PT, com 7,99%. O conselho de administraçãodaPTsereúnehoje em Lisboa, e deve avaliar a compra da participação na Oi e a venda dos 30% que a empresa tem na Vivo para a Telefónica. Os dois movimentos devem ser simultâneos. O negócio ainda depende da aprovação do conselho e da assinaturadeummemorando deentendimentocomaOi. Aexpectativa é que o acordo seja anunciado depois dessa reunião. A Oi e a PT preferiram não comentar o assunto. A Telefónica chegou a oferecer € 7,15 bilhões pelos 30% da PT na Vivo. Apesar dea oferta ter sido aprovada pela maioriadosacionistasdaempresa, o governo português vetou a venda, usando sua golden share (ação com direitos especiais). Durante as negociações, a empresa portuguesa chegou a subir aofertapara€7,5 bilhões,segundo fontes.

Injeção de recursos. Investimento na Oi chega num momento em que a empresa enfrenta uma situação delicada, com queda de 42% no valor de mercado Oprimeiro-ministrodePortugal, José Sócrates, justificou que apresençanoBrasileraestratégica para a PT e para o seu país. Depois disso, procurou articular com o governo brasileiro uma saída para a situação. O acordo com a Oi foi resultado dessa articulação política. Lula chegou a defenderpublicamente apermanência da operadora portuguesa no Brasil, em visita a Portugal em maio. ● Supertele

21,1 milhões

de linhas fixas em serviço tinha a Oi no fim do primeiro trimestre

36,6 milhões era o número de celulares

O valor de mercado da Oi atingiu ontem R$ 13,47 bilhões, o que equivale a € 5,86 bilhões. Dessa forma, a PT estaria pagando um ágio de 205% pela sua participação na Oi. Dívida. O investimento da PT

chega num momento em que a Oi enfrenta uma situação difícil. Seu valor de mercado caiu 42% desde 24 de abril de 2008, um dia antes do anúncio da compra da BrasilTelecom, quandoaempresa valia R$ 23,3 bilhões. Com uma dívida líquida de R$ 21,3 bilhões no primeiro trimestre, a Oi foi obrigada a pisar no freiono que diz respeito aos seus investimentos.Acompanhiaplaneja investir de R$ 3 bilhões a R$ 4 bilhões neste ano, comparados a uma estimativa de R$ 5 bilhões a R$ 6 bilhões em 2009. A princípio, os controladores

da Oi – Andrade Gutierrez e La Fonte (do empresário Carlos Jereissati) – ficaram receosos de ter de compartilhar o controle da companhia com novos sócios. Juntos, Andrade Gutierrez e La Fonte têm somente 38,65% do capital da Telemar Participações, dona da Oi, e só conseguem ter o controle da empresa porque sua fatia se soma aos 11,49% do Fundo Atlântico, dos funcionários da Oi. Os 49,86% restantes pertencem ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a fundos de pensão de estatais. Com a intervenção do governo, conseguiram acertar uma maneira coordenada para que a PTentrasse no capital da empresa, sem colocar em risco a sua posição de controle.

PARA ENTENDER

Telefónica quer integrar operações A Telefónica uniu suas operações móveis brasileiras com as da PT no fim de 2002, para formar a maior operadora celular do País. Foi criada a Brasilcel, em que as empresas têm participações iguais, para controlar 60% da Vivo. Os conflitos surgidos desse comando compartilhado surgiram logo em seguida, o que fez com que a Telefónica buscasse a compra da participação dos portugueses. Em maio des-

Atuação do governo derrubou resistência de controladores Karla Mendes / BRASÍLIA

A atuação do governo brasileiro foi fundamental para acabar com a resistência dos controladores da Oi e permitir a entrada da Portugal Telecom (PT) na supertele nacional. Fontes do setordisseram ao Estado queogovernobrasileiro estava “deolho”

7 8 9 10 11 12

nodinheiroque aoperadoraportuguesa receberia da venda da sua participação na Vivo para investimentos na Oi. O maior entrave, porém, eraa entrada da PT no bloco de controle da companhia. “Para ser aceito (no bloco de controle), só com muita pressão dogoverno.Os controladoresda

Oi não queriam dar lugar para os portuguesesno comando da empresa”,afirmouumafontepróxima às negociações. Para resolver o impasse, o governo brasileiro, então, propôs aosportuguesesacompradaparticipação do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) na Oi, segundo

fontes ligadas às negociações. Como o acordo de acionistas resultante da fusão entre Oi e Brasil Telecom blinda a venda da companhia para um investidor externo, teria sido feita uma manobra para permitir a entrada dos portugueses no controle. Para coordenar as negociações entre os controladores das

duas operadoras, foram acionados, inclusive, dois bancos – um decadalado–paratratardaquestão. Segundo a fonte, da parte da PT, o comando ficou a cargo do bancodeinvestimento doBanco do Espírito Santo (BES), que é acionista da operadora portuguesa. A fonte não soube informar,porém, quemé ainstituição

te ano, a empresa espanhola ofereceu € 5,7 bilhões pela fatia dos portugueses na Vivo. Uma campanha dos executivos portugueses com investidores internacionais levou os espanhóis a elevar a oferta por duas vezes, chegando a € 7,15 bilhões. Segundo fontes do mercado, durante as negociações, que acabaram sem resultado, essa proposta chegou a € 7,5 bilhões. A Telefónica quer integrar a Vivo à Telesp, concessionária de telefonia fixa de São Paulo. Com isso, conseguiria se beneficiar de sinergias de € 2,8 bilhões, conforme cálculos da própria empresa.

financeira contratada pela Oi. Apesar de existirem outras possibilidades para a permanência da Portugal Telecom (PT) no Brasil, a entrada na Oi era prioridade para o grupo português, com a venda da participação da PT na Vivo para a Telefónica. “A Oi é importante por isso: a PT, como operadora de telecomunicações, pode dar uma dimensão internacional à operadora brasileira, não só no mercado europeu, como também na África”, disse uma fonte.


B2 Economia %HermesFileInfo:B-2:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

CELSO MING celso.ming@grupoestado.com.br

É o rombo

N

ão é novidade que o rombo externo (déficit em Conta Corrente) deste ano vai dobrar em relação ao do ano passado.HámesesoBancoCentralvai chamando a atenção para o esticão: foi de US$ 24,3 bilhões em 2009 e deverá ser de US$ 49 bilhões neste ano. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, tem razão quando afirma que esse salto apenas aconteceu porque a economia está crescendo uma enormidade: “Para acabar com esse déficit, basta que o PIB do ano que vem cresça 2% e não mais de 7%, como vai acontecer neste ano”, disse. Em algum momento, os analistas vãosedar contade outrofatoimpressionante: as importações estão crescendo perto dos 50%, feitos os cálculos com base no período de 12 meses terminado na quarta semana de ju-

lho. Isso pouco ou quase nada tem a ver com o real relativamente valorizado diante do dólar. As importações estão aumentando porque, neste ano de eleições, o governo ampliou suas despesas correntes em nada menos que 14%, o que aumentou a renda e o consumo, sem que o setor produtivo interno conseguisse dar conta da disparada da demanda.A forte expansão do crédito(veja o Confira), esse aumento das encomendas ao exterior, o avanço de 118% dosaldo negativo noitemviagens externas e a expansão do PIB a 7% neste ano integram a mesma foto. Até o final do ano passado, o rombo externocada vezmais altonão suscitava preocupações porque contava com cobertura de boa qualidade, especialmente de entrada de Investimentos Estrangeiros Diretos (IED), que é um capital que desembarca por aqui para ficar. No

DIDA SAMPAIO/AE

Mantega. É só crescer menos primeiro semestre, cresceu a participação do capital de risco, que entra no País para tirar proveito dos juros mais altos ou para aplicações na bolsa. O saldo da entrada desses recursos no primeiro semestre é de US$ 23,2 bilhões. Esse aí é um capital assustadiço e covarde. Está sempre pronto a levantar voo ao primeiro sinal de alarme. Em todo o caso, apesar das expressões de inconformismo

de alguns analistas, não há razões para desconfiardaconfiabilidadedacobertura do déficit externo deste ano. Sinal claro disso é o fato de que os bancos brasileiros estão “vendidos” em moeda estrangeira no mercado futuro em cerca de US$ 13 bilhões, quatro vezes mais do que o normal. Isso significa que estão apostando na entrada maciça de dólares nos próximos três meses e na perspectiva de repasse com lucro ao Banco Central, que é hoje um grande tomador de moeda estrangeira na praça. Não é segredo para ninguém que apenas o aumento de capital da Petrobrás deverá trazer para cá alguma coisa em torno de US$ 20 bilhões. Quer dizer, a nova batelada de capitais de investimento (embora não esteja englobada na sigla IED) mais o próprio IED (projetado em US$ 38 bilhões neste ano) deverão suplantar de longe a entrada de capital especulativo. A conclusão é a de que, pelo menos por enquanto, não há razões para acreditar em que o salto de vara do rombo em Conta Corrente afunde a economia brasileira em uma crise cambial (fuga de dólares). Além disso, em 2011, o PIB vai caminhar mais devagar, provavelmente não mais do que 5%, e isso significa que a atual disparada das importações também vai começar a ser contida.

CONFIRA l Evolução do crédito EM PORCENTAGEM DO PIB 47

45,7

46 45 44 43 42 41 40

JUN* 2010

DEZ 2008

* Dados preliminares abril, maio e junho de 2010 FONTE: BANCO CENTRAL

● Dinamismo

INFOGRÁFICO/AE

do crédito

Em apenas 12 meses (terminados em junho), as operações de crédito realizadas pela rede bancária aumentaram 19,7%. Há três anos correspondiam a 31,7% do PIB. Agora já são 45,7% do PIB (veja gráfico). ● Mercado

aquecido

O tipo de crédito que mais cresceu foi o habitacional (financiamento para a casa própria). Apenas em junho (em relação a maio), avançou 3,6%. Em 12 meses, saltou 50,6%. Isso ajuda a explicar por que o setor da construção civil está tão quente.

Transforme custo em investimento. Faça as publicações legais da sua empresa no caderno Economia & Negócios do Estadão.

Editorial econômico

Opinião

A evolução do crédito não reflete recuo da atividade

Hora da decisão

O relatório do Banco Central (BC) sobre as operações de crédito do sistema financeiro no mês de junho é uma oportunidadeparaexaminarmos se naquele mês, e neste, presenciamos uma desaceleração da economia, já que tanto as empresas quanto as famílias não se endividam sem necessidade. Os dados do BC e as informações complementares do chefe do Departamento Econômico da instituição mostram que a atividade econômica continuou robusta. O saldo das operações de crédito com recursos livres e direcionados, de R$ 1,529 trilhão, apresentou aumento de 2% no mês. O crédito livre cresceu de 30,2% do PIB, em maio, para 30,4%, e o crédito direcionado, de 15,1% para 15,3% – de um PIB estimadoque cresceu 0,9% no período. Esses dados globais não autorizam a falar de um recuo do crédito. No entanto, pode-se dizer que eles foramparticularmentesensíveisàinfluência dos recursos direcionados, que representam 33,46% do total do crédito e nos quais dois setores têm peso muito alto:as operações do BNDES, com aumento de 2,1% em favor da indústria, e o crédito imobiliário, destinado às pessoas físicas, que cresceu no mês 3,5%.

✽ ●

Odinamismo da economia é certamente melhor avaliado quando se examinam apenas as operações de crédito do sistema livre, que outorga seus créditos com maior rigor do queo do créditodistribuídopororganizaçõesgovernamentais, que oferecem empréstimos a taxas de juros menores. No caso do crédito livre, seu volume (estoque) cresceu, em junho, 2,5% para as pessoas jurídicas e 1,9% para as pessoas físicas. É preciso atentar para as concessões acumuladas no mês, cujo aumento foi de 4,6% para as empresas, enquanto acusavam queda de 0,5% para as famílias, o que poderia ser interpretado como um recuo da demanda. Mas convém lembrar que os dados não incluem os empréstimos imobiliários, que representam 27,5% do saldo dos empréstimos às famílias do setor livre: é normal que asfamílias reduzam seus gastos adiáveis para pagar a prestação do crédito imobiliário. Segundo as informações fornecidas pelo economista do BC Altamir Lopes, até dia 15 de julho as concessões do setor livre financeiro apresentaram aumento de 2,2%, sendo 2,4% para as empresas e 1,8% para as famílias. Essa evolução do crédito não reflete um recuo da atividade econômica, embora, num mês de férias escolares, uma parte das famílias dirija seus gastos para viagens turísticas ou compras no exterior.

ADRIANO PIRES & ABEL HOLTZ

O

s atuais movimentos do governo no que tange à expansão da oferta de energia elétrica espelhados no Plano Decenal de Energia (PDE) 2010-2019 explicitam a intenção de viabilizar novas usinas hidrelétricas na região amazônica,bemcomousinasdefontesrenováveis–marcadamentebiomassaeeólicas. Também incluem Angra 3, que, assim como as fontes renováveis, será construída por meio de um encargo. A chamada “retomada do planejamento” não veio acompanhada de uma decisãosobrequais fontesde energiase quer desenvolver, de que forma isso seria feito e qual o seu nível de complementaridade.Essafaltadedefiniçãoacaba impactando e criando incertezas sobre a política de operação do sistema elétricoesobreomodelodecomercialização. Isso pode ser percebido na leitura do plano decenal, e o mais recente define que o País não vai mais construir usinas térmicas a combustíveis fósseis –quando,hádoisoutrêsanos,atendência era exatamente oposta. Não existe planejamento de longo prazoequalidadenatomadade decisão governamental no setor de energia elétrica.Nãoseencontram, nosdocumentos oficiais, diretrizes de comercialização que definam uma composição ideal

dos custos da energia, compreendendo transmissão, distribuição, energia, encargos e tributos. Tomemos o caso das usinas hidrelétricas na Amazônia. Por terem regime anual de produção bastante diferente dodasusinasjáexistentes,trarãoimpactostantonaoperaçãoquantonacomercializaçãodaenergiaelétrica.BeloMonte e outras usinas em construção não terãocapacidadedearmazenaráguapara vários anos, dadas as restrições ambientais. Assim, essas usinas produzirão a 100% de sua capacidade de geração nos primeiros meses do ano, quase odobrodaenergiaquelhesfoiassegurada comercializar, e sua capacidade de geração no resto do tempo será reduzida para pouco mais de 25%. Teremosfluxossazonais enormesde energia do Norte para o Centro-Sul do País, similar àquela das fontes de biomassa, o que torna necessária a revisão do padrão atual de utilização dos reservatórios hidrelétricos e das respectivas linhas de transmissão. Os atuais modelos de planejamento da operação eletroenergéticanãoforamconcebidospara essa nova realidade. Dopontodevistacomercial,agrande variação na produção sazonal causará umdesequilíbrionoMecanismodeRealocaçãodeEnergia(MRE),doqualparticipam quase todas as usinas hidrelétricas do País e pelo qual é efetuado um rateioproporcionaldaenergiaproduzida por essas usinas. O grande volume do início do ano produzido nas usinas amazônicas criará um excedente de energia que será rateado entre todas as

usinas do Sistema Interligado Nacional (SIN),energiaquenãopoderáservendidapormeiodecontratos.Nesseinstante, poderemos até armazenar água nos reservatóriosdasRegiõesSudeste/Centro-Oeste e não operar térmicas. No resto do ano, o nível reduzido de produção nas mesmas usinas fará com que as demais usinas do SIN cedam a energia gerada para o rateio, e, ao que parece, não haverá volume suficiente paraatenderaseuscontratosnemenergia para cessão ao MRE, criando para todososgeradoreshidráulicosumaexposiçãosignificativa ao preço spot, que poderá trazer grandes perdas financeiras, e a geração térmica, por sua vez, terá de ser acionada. Portanto, seja para a inclusão de hidrelétricas ou de outras fontes, seja pelainterligaçãoqueteremoscomoutros países, é necessário identificar seus efeitos e planejar a implantação de adaptações regulatórias que visem a preservar a segurança energética e a modicidade de custos financeiros, sociais e ambientais. Do ponto de vista do interesse nacional,nãofazsentidoqueumpaísquepossui grande capacidade de produção de energiaelétricautilizandoogásnatural, o urânio, o carvão mineral, a cana-deaçúcar, os rios e os ventos não elabore um modelo de longo prazo consistente com a sua realidade. ✽ SÃO DIRETOR DO CENTRO BRASILEIRO DE INFRAESTRUTURA (CBIE); E ENGENHEIRO, CONSULTOR NA ÁREA DE ENERGIA

Panorama Econômico GUIDO MANTEGA

CARL-HENRIC SVANBERG

MAURÍCIO TOLMASQUIM

MINISTRO DA FAZENDA

PRESIDENTE DO CONSELHO DA BP

PRESIDENTE DA EPE

O ministro atrelou o déficit em conta corrente ao “sucesso” do Brasil em relação aos demais países

“Esta será uma companhia diferente no futuro, exigindo uma liderança apoiada por uma governança forte.”

“É uma usina (Belo Monte) complicadíssima em lugar complicado. Vai precisar ação permanente do governo.”

CHINA

PIB vai desacelerar, mas sem recessão, diz BC O banco central da China disse ontem que o crescimento econômico do país vai desacelerar, mas que não haverá recessão. O Banco Popular da China também disse em comunicado em seu site que a crise de dívida da Europa não está tendo um grande efeito sobre a economia nacional. O BC acrescentou que os novos empréstimos bancá-

rios ficarão perto de 7,5 trilhões de iuans em 2010 se o nível de junho se mantiver. AGRICULTURA

Milho deve perder espaço para soja Com melhor rentabilidade, a soja ganhará área do milho na Região Sul do Brasil na próxima safra (2010/11), disse a presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, senadora Kátia Abreu. A perda de

“No último Copom, o BC não interrompeu o ciclo de alta dos juros, apenas promoveu aumento um pouco menor do que havia feito no encontro anterior.” Silvio Campos Neto ECONOMISTA-CHEFE DO BANCO SCHAHIN

área do cereal para a oleaginosa repetiria algo já registrado em 2009/10, quando o plantio de soja cresceu 7,8% e o de milho verão recuou mais de 20%.

HÉLVIO ROMERO/AE-20/7/2010

Setor de máquinas e equipamentos amplia vendas, mas mostra cautela

13,2%

PORTO DE SANTOS

Movimento é o melhor para um 1º semestre O Porto de Santos atingiu no primeiro semestre de 2010 o maior movimento já registrado para o período, totalizando 44,8 milhões de toneladas. Tra-

● Balanço

ta-se de uma alta de 16,6% sobre a movimentação de igual intervalo do ano passado. O acréscimo de 49,6% nas cargas de importação contribuiu para esse resultado. As mercadorias de exportação cresceram 5,3%.

foi o aumento do faturamento bruto no primeiro semestre, sobre a fraca base de comparação de igual período de 2009

14,4%

foi a alta em termos nominais


%HermesFileInfo:B-3:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

OS NÚMEROS DO CRÉDITO PESSOA FÍSICA

PESSOA JURÍDICA

Média diária de concessão de novos créditos

Evolução da taxa de juros

Taxa de inadimplência

EM R$ MILHÕES

EM PORCENTAGEM AO ANO

EM PORCENTAGEM COM ATRASO DE 90 DIAS

50

9

5.500

5.093

5.000

8

45

40,4*

4.500 40 4.000

Operação de R$ 2 bilhões tomados pela Petrobrás à Caixa Econômica Federal ajudou a incrementar financiamentos dos bancos oficiais Fabio Graner Fernando Nakagawa BRASÍLIA

Puxados principalmente pelo BancoNacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e por uma operação especial da Caixa Econômica Federal com a Petrobrás, no valor de R$ 2 bilhões, os bancos públicos ampliaram em junho a participação das instituições financeiras estatais na concessão de crédito. O estoque de financiamentos concedidos pelos bancos públicosatingiu42,3%detodasasoperações, ante 41,7% em maio. Essa participação dos bancos estatais é a maior desde março de 2001, quando chegou a 42,7%. Segundodadosdivulgadosontem pelo Banco Central (BC), os bancos privados nacionais tiveram redução na participação do total de crédito concedido: de 40,5%para 40,1%. Os bancos privados estrangeiros recuaram de

17,8% para 17,6%. De dezembro a maio passado, a participação dos bancos públicos vinha oscilando entre 41,5% e41,7% nototaldocréditoconcedido. O salto para 42,3%, em junho, foi incrementado com o desempenho do BNDES: o banco, que de abril para maio já havia ampliado em 2,7% a concessão de crédito, agora, em junho, aumentou os empréstimos em mais 3,1% – de R$ 303,5 bilhões, em maio, para R$ 312,8 bilhões no mês passado. Osnúmerosdaautoridademonetária mostram que o crédito livre (aquele que as instituições podem aplicar onde bem entendem), que tem um peso mais importante do setor privado, cresceu 1,8% em junho, na comparação com maio. Enquanto isso, o crédito direcionado, que é majoritariamente operado por bancos públicos, cresceu 2,4%. Petrobrás e Caixa. Para o che-

fe do Departamento Econômico

Financiamento para o consumidor recua 0,5% em junho Entre as empresas, clima é de otimismo com alta de 4,4% na concessão de empréstimos para bancar o aumento das vendas BRASÍLIA

Relatório do Banco Central divulgado ontem mostra que o mercado de crédito vive duas realidades. Entre as famílias, a concessão de novos empréstimos caiu 0,5% em junho, na segunda retração seguida, e o BC admite que há sinais de “acomodação” após meses de crescimento exuberante. A parada técnica é explicada porque pessoas físicas estariam perto do limite de seu endividamento. Entre as empresas, porém, o clima é de otimismo e a concessão de financiamentos cresceu 4,4%, com as firmas querendo bancar o aumento das vendas. Após meses de recordes seguidos, os empréstimos para pessoas físicas dão sinais de exaustão. Na média, as famílias brasileiras tomaram R$ 3,12 bilhões em novos empréstimos a cada dia do mês passado. Foram R$ 65,5 bilhões em junho. Nos dois casos, o valor foi 0,5% menor se comparado a maio. “É natural que haja uma acomodação desse segmento que cresceu muito nos últimos meses”, avalia o chefe do Departamento Econômico do BC, Altamir Lopes. A retração dos empréstimos é um dos principais objetivos do Banco Central, que, atualmente, executa um processo de aperto monetário com o aumento do juro básico da economia, a taxa Selic. A intenção é redu● Estabilidade

ALTAMIR LOPES CHEFE DO DEPARTAMENTO ECONÔMICO DO BC

“O crédito para pessoa física cresce com taxa mais baixa, inferior à para empresas. Há sinais de alguma acomodação nas operações para as famílias... É natural que haja uma acomodação desse segmento que cresceu muito nos últimos meses.”

zir a demanda por crédito para diminuir o ritmo da economia e, assim, evitar que a inflação saia do controle. “A desaceleração dos empréstimos para as famílias é vista desde o fim de março, quando o mercado já se preparava para o início do aumento da taxa Selic. Nessas situações, os próprios bancos passam a ofertar menos crédito. Essa inflexão do mercado era uma questão de tempo”, diz o professor de finanças do Insper, Ricardo José de Almeida. O especialista aposta, porém, que os financiamentos para as famílias devem voltar a crescer até o fim do ano. Para ele, o aumento do emprego e da renda e a manutenção da confiança do consumidor devem respaldar a tomada de novos empréstimos, inclusive com um desempenho positivo no fim do ano. O vice-presidente de Finanças da Caixa Econômica Federal, Marcio Percival, acredita que o crédito para pessoa física vive um momento de acomodação ao nível de atividade menos intenso da economia brasileira. Empresas. Enquanto famílias moderam seu apetite, o crédito para empresas está acelerando. Após o período de estagnação visto desde o fim de 2008, com a crise financeira norte-americana, o segmento dá sinais de retomar a demanda por crédito para financiar suas atividades. “A expansão do consumo das famílias impactou positivamente as expectativas das empresas, que decidiram ampliar os investimentos e aumentaram a demanda por crédito, não somente do BNDES, mas também das linhas concedidas voluntariamente pelos bancos”, destaca relatório do Instituto de Estudos para o Desenvolvimento Industrial (Iedi). Entre as linhas mais procuradas pelas empresas, o financiamento para o capital de giro cresceu 5,6% e liderou entre os empréstimos para empresas. O relatório do Iedi também destaca que muitas empresas, especialmente do setor industrial, têm retomado gradualmente os planos de investimento para aumento da capacidade de produção. / F.N. e F.G.

(Depec) do Banco Central, Altamir Lopes, a retomada de espaço dos bancos públicos em junho é um movimento que não deve reverter a tendência de recuperação das instituições privadas nacionais. Fontes dos bancos públicos admitiram ontem ao Estado que o motor dessa recuperação dos bancos públicos em junho foram os empréstimos do BNDESparainvestimentosedaCaixa para habitação. Mas elas acreditam que os bancos privados vão retomar o mercado perdido durante a crise e a tendência é de aceleração, em ritmo acima dos bancos públicos, embora estes sigamofertando créditoporcausa da demanda. Além dos movimentos tradicionais de oferta de crédito, o aumento na participação dos bancos públicos nos financiamentos foi influenciado por uma nova operação de R$ 2 bilhões da Caixa para a Petrobrás. O BC não detalha as operações

6,6

7 6

35 3.500

5

3.119 30

3.000 2.500 JUN 2009

JAN 2010

JUN 2010

25 JUN 2009

27,7* JAN 2010

JUL 2010

3,6

4 3

JUN 2009

JAN 2010

JUN 2010

*Dado preliminar em 15 de julho FONTE: BANCO CENTRAL

INFOGRÁFICO/AE

individualmente, nem o banco e a estatal do petróleo comentam, mas esse crédito turbinou o saldo das instituições oficiais. No fim de 2008, em meio ao pior momento da crise, a Caixa concedeu cerca de R$ 2 bilhões para a Petrobrás. Na época, com ofechamentodocréditonoexterior, a estatal teve de buscar ajuda de emergência na Caixa para fechar o caixa. Odinheirofoidestinadoaoperações corriqueiras, como pagamento de impostos. De prazo longo,essaoperaçãoinflouoprazo médio dos empréstimos às empresas, que passou para 343 dias em junho, ante 228 dias em maio. O outro impulso para levar os bancos públicos à liderança foi dadopelo créditopara habitação da Caixa Econômica Federal.

Juro para pessoas físicas é o mais baixo desde 1994 ● Mesmo com o ciclo de aumen-

to da taxa básica da economia, a Selic, o juro cobrado pelos bancos das pessoas físicas caiu em junho para o menor nível da série iniciada em julho de 1994, quando foi criado o real. Na média, empréstimos tomados pelas famílias pagaram taxa de 40,4% ao ano. A redução do juro é explicada, segundo o Banco Central, pela migração de alguns clientes, que migraram dos empréstimos assumidos no cheque especial, onde os juros são

mais elevados, e foram atrás de opções mais baratas, como o crédito consignado. Na média, o juro caiu nas principais linhas às pessoas físicas. No crédito pessoal, por exemplo, a taxa recuou 1 ponto porcentual em um mês, para 42%. No crédito para a compra de veículos, a taxa cedeu para 23,6% ao ano. Em todos esses casos, o juro recuou porque houve redução da margem cobrada pelos bancos. Além da redução dos juros, houve aumento na demanda. No crédito pessoal, o total de empréstimos cresceu 1,6% ante maio e no financiamento de veículos o acréscimo foi de 3%. Enquanto isso, o estoque de crédito do cheque especial caiu 0,2%.

ALUGA De cinemas a espetáculos musicais. De teatros a grandes exposições. Caderno 2: sua agenda cultural.

De segunda a sexta no Estadão.

CRECI 7.216-5

BNDES e Caixa levam setor público a liderar no crédito

Economia B3

IMÓVEL INDUSTRIAL - VIRACOPOS - CAMPINAS/SP ao lado da Rodovia Bandeirantes e do Aeroporto Galpão principal 2.400m² pd 11m com plataforma de carga, anexo de 600m² pd 6m, 1.000m² de área administrativa e 1.000m² em áreas de apoio (vestiário, refeitório, portaria, ambulatório, etc), totalizando 5.000m² de área construída implantada em terreno de 22.000m². Possilibidade de ampliação do galpão principal.

(11) 3089-7444

www.herzog.com.br


%HermesFileInfo:B-5:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Economia B5

ANDRE DUSEK/AE

Mantega defende intervenções do BC para conter o real Apoio do ministro a uma maior atuação do Banco Central no câmbio movimentou o mercado financeiro e o dólar reagiu com alta na cotação

BRASÍLIA

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, defendeu ontem a ideia de que o Banco Central faça intervenções no mercado futuro de câmbio para conter a valorização do real em relação ao dólar. O apoio de Mantega a uma maior atuação do BC no câmbio, em meio a uma entrevista para falar sobre o rombo nas contas externas, movimentou o mercado financeiro e reforçou as apostas de que o BC atuará em breve. Logo após as declarações do ministro, o dólar reagiu com alta. “Sou favorável à atuação no mercado futuro, sempre que houver necessidade”, disse ele. De acordo com Mantega, o déficit de transações correntes do País por si só deveria provocar a quedado real,mas isso não ocorre por causa da volumosa entrada de dólares no mercado financeiro, em compras de títulos e ações.Mantegadisseque,porenquanto, não vê “forte ação especulativa” no mercado cambial, mas recomendou atenção: “Cabe ao BC acompanhar”. O ministro acrescentou que, apesar do descompasso entre a tendência de queda no real e a formaçãodepreçosfuturos,ogo-

verno não vai alterar nenhuma regra para regular o câmbio. “Não estamos pensando em mexer nos mecanismos regulatórios.” O Ministério da Fazenda tem interesse na desvalorização dorealparadarmaiscompetitividade às exportações brasileiras. A queda nas exportações e o dólar barato têm aprofundado o rombo nas contas externas, que no primeiro semestre foi o maior desde o início da série histórica, em 1947. A solução, para Mantega, estaria na valora dos leilões de “swaps” cambiais reversos, operação na qual o BC faz uma troca (significado do termo em português) de contratos com instituições financeiras, remuneradas por uma taxa de juros, enquanto a autoridade monetária recebe a ● Freio na moeda

GUIDO MANTEGA MINISTRO DA FAZENDA

“Sou favorável à atuação no mercado futuro, sempre que houver necessidade” “Cabe ao BC acompanhar” “Não estamos pensando em mexer nos mecanismos regulatórios”

variação cambial durante a validade dos papéis. Na prática, essas operações têmomesmoefeitodeumacompra de dólares no mercado futuro, aumentando a demanda e, consequentemente, provocandoaltanacotaçãodamoedaamericana.Oinstrumentofoibastante utilizado no auge da crise global,masoBCzeroutodasasposições nesse tipo de operação em 5 de maio do ano passado, data do último leilão. Na sexta-feira, o próprio BC já havia sondado bancos sobre a umanovaintervençãodessa modalidade no mercado. Mantega também citou outro instrumento já utilizado pelo BC há alguns anos: a limitação para exposição cambial dos bancos no mercado. Os bancos hoje estão apostando numa valorização ainda maior doreal,conformedados divulgados na segunda-feira pelo BC. Para o gerente de câmbio da Fair Corretora, Mário Batistel, no entanto, a segunda alternativa apresentada pelo ministro é de mais difícil execução. “O lobby das instituições financeiras é muito forte.” O economista apostamesmonoretornodosleilões de troca. “A ideia é realmente essa, pois o instrumento funcionacomocatalisador.Éocaminho para apressar o processo de desvalorização do real.”

Déficit em conta corrente é transitório, diz ministro BRASÍLIA

Um dia depois de o Banco Central (BC) divulgar o pior resultado das contas externas desde 1947,oministrodaFazenda,Guido Mantega, avaliou ontem que o déficit na conta corrente – que registratodasasoperaçõesdecomércio,serviçose rendasdoBrasil com o exterior – é “transitório” e deve começar a se reverter apartirde2012,quandoo comércio internacional estará mais aquecidocomarecuperaçãoeconômica da Europa e dos EUA. Mantegaapostanocrescimento das vendas de commodities – principalmente de alimentos – para impulsionar asexportações brasileiras, o que deve favorecer a melhora das contas externas. Emresposta aos críticos deque a

dependência da balança comercial da venda de commodities, em detrimento aos produtos industrializados, é negativa para a sustentabilidade do crescimento da economia, o ministro defendeu o avanço do Brasil nesse mercado. “Houve uma reviravolta na últimadécadaeavendadecommodities passou a apropriar muito valor para as exportações”, disse Mantega. Segundo ele, o Brasil é um dos “campeões” em commodities e a previsão é de que será um dos países que mais crescerá as suas exportações de produtos básicos até 2020. “O negócio de commodities será rentável nos próximos 15 a 20 anos”, disse, citandoprevisõesda FAO,Organizações das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação.

IPOs. Mantega previu ainda que as contas externas devem melhorar com a entrada de dólaresde investidoresque vãoparticipardeoperações delançamento de ações, como a da Petrobrás. Com isso, disse, o déficit na conta corrente, previsto para fechar o ano entre US$ 45 bilhões e US$ 48 bilhões, pode cair. “O que está faltando nessa conta são os IPOs (ofertas iniciais de ações), os aumentos de capital que podem acontecer até o final do ano e que deverão trazer mais dólares para o Brasil”, disse. Mantega destacou que, apesar do aumento do déficit, a vulnerabilidade externa do País é a menor da sua história. Isso ocorre, segundoele,porcausadoaumentocrescentedasreservasinternacionais e a redução do endividamento externo. "Aí é que está todaadiferença.Nopassado,tínhamos um déficit em transações corrente igual ou maior do que este, mas em compensação uma dívida externa muito maior, com menos reservas”, disse. / A.F. e E.R.

90*

39,

R$

Fácil é alugar um carro da maior rede de aluguel de carros da América Latina.

Diárias a partir de

solution

Eduardo Rodrigues Adriana Fernandes

Motivos. Mantega quer a desvalorização do real para evitar queda nas exportações

+ R$ 0,46 por km rodado

Pagamento à vista ou em até 10x sem juros no cartão.**

Reservas 24h: 0800 979 2000 www.localiza.com * Não estão inclusas taxas (5% ou 10%, dependendo da agência de retirada e/ou de devolução do carro), coberturas de risco e extras. Consulte as condições no www.localiza.com. ** Cartões de crédito American Express, Visa, Mastercard e Diners Club International emitidos no Brasil, exceto cartões Corporate.

Brasil vende títulos da dívida com juro mais baixo já pago Procura de investidores estrangeiros surpreende o mercado, chega a 12 vezes a oferta inicial do Tesouro e reduz a taxa

● Demanda alta

Adriana Fernandes

4,547%

BRASÍLIA

Com uma forte demanda dos investidoresestrangeiros, ogoverno brasileiro conseguiu ontem vender nos Estados Unidos e na Europa US$ 750 milhões de títulos da dívida externa com a menor taxa de juros já paga pelo TesouroNacional.Nacaptaçãohistórica para o Brasil, o Global 2021, título com vencimento em 10 anos, foi vendido com taxa de retorno para o investidor de 4,547% ao ano. A forte procura dos investidores surpreendeu o mercado e até mesmo os coordenadores da operação, chegando a US$ 6 bilhões, volume 12 vezes superior à oferta inicial do Tesouro, de US$ 500 milhões. Para o governo brasileiro, segundoapurouo Estado, aoperação sinalizou uma confiança ain-

US$ 750

milhões de títulos foram vendidos pelo governo brasileiro nos Estados Unidos e na Europa

ao ano foi a taxa de retorno para o investidor nos títulos Global 2021, com vencimento em 10 anos

da maior na economia brasileira, mesmo depois da divulgação de dados desfavoráveis das contas externas. O apetite maior dos investidores pelo Brasil ocorreu mesmo em meio a várias ofertas recentesno mercadointernacional, não só de títulos soberanos (emitidos por governos de váriospaíses), mas também de empresas privadas. Mais barato. Com a demanda em alta, ficou mais barato para o Tesouro e o governo acabou optando em vender uma quantidade maior do que os US$ 500 milhões previstos inicialmente. O

custo menor para o Tesouro deve agora ajudar a baratear tambémas emissões externas de empresas. É que a taxa de juros paga pelo Tesouro para vender os seus títulos serve de referência para captações privadas. Nos últimos dez dias,váriasempresastêm buscado financiamento externo com emissão de bônus. Na operação de ontem, o Tesouro identificou forte demanda de investidores que tradicionalmente não faziam aplicação nesse tipo de papel. Esse foi um dos diferenciais que segundo o governo ajudaram no sucesso da captação. A emissão de ontem, coordenada pelos bancos Deutsche Bank e Merrill Lynch, foi a segundafeitapeloTesouroeste ano. Logo no início da operação,pelamanhã,aexpectativa era de que a taxa de retorno ficasse um pouco abaixo de 4,7% ao ano. A taxa acabou fechando ainda mais baixa. Até ontem, a menor taxa havia sido obtida na operação de venda do Global 2019, em dezembro do ano passado, quando o Tesouro aceitou pagar 4,75% para vender US$ 525 milhões. Foi a segunda oferta ontem do Global 2021. Na primeira operaçãodevendadessestítulos, em abril deste ano, o Tesouro vendeu US$ 787,5 milhões, com retorno de 5%. A operação de ontem faz parte da estratégia de dar liquidez aos papéis da dívida externa brasileira.

SEBASTIAO MOREIRA/AE –18/10/2005

Regulamentação. A aposentaria especial já é assegurada para servidores da saúde

Previdência regulamenta aposentadoria de servidor Edna Simão Felipe Recondo / BRASÍLIA

Forçado por decisões do SupremoTribunalFederal(STF),ogoverno federal vai conceder aposentadoria especial aos servidores públicos que trabalhem em funções de risco de saúde e de integridade física. Ontem o MinistériodaPrevidênciaSocialpublicou no Diário Oficial da União a Instrução Normativa n.º 1, que prevê a concessão do benefício especialparaos servidorespúblicos da União, Estados, Municí-

pios e Distrito Federal. Essas regras valem para servidores que conseguiram no STF o chamado mandado de injunção, usado para garantir um direito negadoporomissãodopoderpúblico, nesse caso por falta de regulamentação da Constituição. A regra de concessão de aposentadorias especiais aos servidores vai vigorar até que o Projeto de Lei Complementar n.º 555/2010, do Executivo, seja aprovado pelo Congresso. A Instrução Normativa do Ministério da Previdência estende

ao servidor público um benefício que já é concedido aos trabalhadores das empresas privadas, que recebem pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Em 2005, a Emenda Constitucional n.º 47 alterou o parágrafo 4.º do artigo 40 da Constituição e passou a prever a aposentadoria especial também aos servidores. O problema é que a falta de regulamentação levou o STF a ser bombardeado com mandados de injunção. Segundo alguns ministros do STF, esses processos passaram a representar uma das maiores demandas ao tribunal. Já asseguraram o direito servidores da saúde, delegados e investigadoresdaPolíciaCivil,funcionários do Ministério da Agricultura e oficiais de justiça, entre outros.


B6 Economia %HermesFileInfo:B-6:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

ROLF KUNTZ

A sombra dos velhos vícios

C

omoosviciadosemfasepósterapia, os brasileiros deveriam tomar cuidado com três drogas: a inflação, o voluntarismo fiscal e o déficit nas contas externas. O governo tem cedido a pelo menos duas dessas tentações. Tem usado o Tesouro não só para objetivos partidários e principalmente eleitorais, mas também para distribuirbenefíciospormeiodoBancoNacionaldeDesenvolvimentoEconômicoeSocial(BNDES).Alémdisso,vem aceitando o rombo cada vez maior na conta corrente do balanço de pagamentos – US$ 40,9 bilhões nos 12 meses terminados em junho, ou 2,1% do Produto Interno Bruto (PIB). As contas externas têm sido por muito tempo a área mais vulnerável da economia brasileira. Em 1968 o professor

Isaac Kerstenetzky, da Fundação Getú- transações correntes são formadas por lio Vargas, publicou um trabalho sobre essas duas contas – a de mercadorias e a obstáculos ao crescimento. O limite deserviços–etambémpelastransferênmais estreito seria dado pelo balanço de ciasunilaterais.Hánormalmenteumpepagamentos. Mas o governo implantava queno superávit neste item graças a reo câmbio flexível, cresciam as exporta- messas de trabalhadores no exterior. ções e o estudo parecia fora de contexto. Afestaacabouem1974,maispeladependência de insumos e bens de capital es- As contas externas continuam trangeiros do que pela crise do petróleo. sendo o ponto mais vulnerável Há vínculos entre os limites. Em fases de crescimento acelerado, parte da de- da economia brasileira mandaésupridapelasimportações.Isso Com o rápido crescimento da econoatenua,comoagora,aspressõesinflacionárias, mas corrói o saldo comercial. O mia, as importações têm aumentado problema se torna mais sério quando a mais velozmente que as exportações. O moeda está sobrevalorizada. O Brasil é superávit comercial de janeiro a junho tradicionalmente superavitário no co- ficou em US$ 7,9 bilhões, 43,4% menor mércio de bens, mas deficitário na conta queodeumano antes.Odéficit naconta de serviços, onde entram juros, lucros, de serviços chegou a US$ 33,2 bilhões, dividendos, viagens, seguros e fretes. As valor 46,1% maior que o do primeiro se-

Fiscalização de ponto eletrônico é adiada Nos primeiros 90 dias de vigência da implantação da medida, controle será apenas educativo para as empresas que não cumprirem novas regras Marcelo Rehder

O governo prorrogou por até 90 dias o prazo para que a fiscalização do trabalho comece a autuar as empresas que não cumprirem as novas regras para o controle

eletrônico de jornada de trabalho dos empregados. No dia 25 de agosto vence o prazo para que as empresas com mais de dez funcionários, e que optampelosistemadepontoeletrônico, substituam os equipa-

mentos atuais por outros que emitam um comprovante toda vez que o empregado passar seu crachá. A fiscalização terá início no mesmo dia, mas será apenas educativa nos primeiros 90 dias de vigência da medida.

mestrede2009.Comtransferênciasunilaterais de apenas US$ 1,6 bilhão, o déficit em conta corrente alcançou US$ 23,7 bilhõesequase igualou odo ano passado inteiro, US$ 24,3 bilhões. O buraco na conta de serviços foi ampliado principalmente pelos maiores gastos com viagens e pelo aumento de remessas de lucros e dividendos. Esse aumento é explicável pelo dólar barato, pelo bom desempenho das multinacionais no Brasil e pelas dificuldades de suasmatrizes.Aremessadelucrosedividendos pode oscilar, mas é um evento normal. Os investimentos diretos no setor empresarial são bem-vindos, mas os investidores têm o direito de receber seus lucros quando desejam. É bom lembrar outro detalhe. O Brasil é contabilmente credor, porque a soma de reservas, créditos externos e haveres dos bancos comerciais é maior que o total dos títulos de dívida (papéis de renda fixa emitidos no exterior, créditos comerciais e empréstimos). No fim de 2009, a diferença a favor do Brasil chegou a US$ 61,8 bilhões. Mas é preciso pensartambémnopassivoexternolíquido, um conceito mais amplo e menos tranquilizador, como lembra o último boletim daconsultoria Edgard Pereira& Associados. Essa conta inclui o investimento direto, os investimentos em ações e em renda fixa e outras operações com papéis. Esse passivo aumentou 115% em um ano e chegou a US$ 600,7

Osprocedimentos aseremobservados pelos fiscais foram disciplinadospelainstruçãonormativa n.º 85, do Ministério do Trabalho e Emprego, publicada no Diário Oficial da União de ontem. O documento estabelece o critério de dupla visita dos auditores fiscais do trabalho. Ou seja, na primeira visita, as empresas que estiverem em desacordo com as novas regras não serão autuadas. Elas terão prazo de 30 a 90 dias, definido pelo fiscal, para regularizar a situação. Não havendo regularização do equipamento no prazo determinado, o empregador será autuado e os autos de infração enviados para o Ministério Público do Trabalho.

bilhões no fim de 2009. Omaisconfiáveldessescomponentes é o investimento direto, destinado a empresas. Até o ano passado, esse dinheirocobriuodéficitemcontacorrente. Mas nos 12 meses terminados em junho o País acumulousó US$ 25,3 bilhõesdeinvestimentodiretoestrangeiro. A diferença foi compensada comUS$15,5 bilhõesde outras fontes. Essa necessidade tende a crescer, segundo as projeções correntes. Então, oBrasilestámaisdependentedefinanciamentosinstáveiseespeculativos.A solução envolve providências de curto,médioelongoprazos.Éprecisotornarasexportaçõesmaiscompetitivas, diminuindo os entraves burocráticos, cortando impostos, barateando a logística e aumentando o financiamento. Não sobrará muito dinheiro para isso,seoBNDEScontinuarsendousado para beneficiar alguns grupos e para financiar projetos de retorno duvidoso, como o do trem-bala. O câmbio e os juros dificilmente ficarão mais favoráveis, enquanto a situação fiscal continuar piorando pelo excesso de gastos. Além disso, o governo anuncia o desaquecimento dos negócios, mas o crédito para consumo continua generoso e os cidadãos não foram avisados da acomodação da economia. ✽ JORNALISTA

Anunciadas há m ano, as novas regras para o ponto eletrônico colocaram empresários e sindicalistas contra o governo. Os empresários reclamam de aumento de custos, enquanto os sindicalistas alegam que a medida desrespeita categorias que já negociam controles de ponto maisflexíveisnosacordos coletivos. “Não tem sentido, não tem ● Regras

Empresas com mais de dez funcionários são obrigadas a controlar a jornada de trabalho dos empregados. O controle pode ser de forma manual, mecânica ou sistema de ponto eletrônico.

máquinasnomercado,asempresas vão ter de importar máquinas, não existe mecanismo para implantação desse ponto eletrônico nesse prazo de tempo e da formacomofoi planejado”,criticou o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, após se reunir com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Brasília. Segundo Andrade, Lulagarantiuque“vaitomarprovidência” . Cálculosdosfabricantes derelógios de ponto indicam que o volume de comprovantes deveráchegara1bilhãoporano,quando o sistema estiver completamente implantado. / COLABOROU RAFAEL MORAES MOURA

Coluna Secovi-SP Ano XXVI - Nº 1472 - 28 de julho de 2010

Jornalista Responsável: Maria Silvia Carneiro - Mtb 19.466

Vem aí a “São Paulo Imóvel Week” Quem quer saber o que está na ordem do dia e as grandes tendências do setor tem encontro marcado de 18 a 26 de setembro, em São Paulo

A

CONVENÇÃO SECOVI-SP

22/9, Atualidades do Mercado Imobiliário pelo Mundo

Com o tema central “Desenvolvimento Urbano e Inteligência Imobiliária”, a Convenção Secovi abre a Semana Imobiliária (18 a 22/9, na sede do Sindicato). O programa de palestras cuidadosamente desenvolvido focaliza o que há de melhor e mais importante em termos de cenários e tendências, envolvendo todas as atividades da área, com análises específicas e aprofundadas em cada segmento. Este ano, o evento tem patrocínio do Itaú e apoio de entidades como CBIC, Fecomércio e Fiesp, jornal O Estado de S. Paulo e revistas Construtores e Vida Imobiliária. Os dois primeiros dias (18 e 19) são dedicados a visitas técnicas a empreendimentos comerciais e residenciais. “De 20 a 22, na sede do Sindicato, palestras focalizam temas como Brasil pós-eleições (cenários possíveis), licenciamento ambiental; habitação popular, recursos para financiamento imobiliário, responsabilidade civil, relações com o poder público, imóveis turístico-hoteleiros, revitalização, perfil do comprador de imóvel na internet, loteamento, incorporação, modernização da venda imóveis de usados, novos rumos da locação, norma de desempenho, tecnologias e sustentabilidade. Ou seja, assuntos que tornam o evento indispensável a empresários, profissionais e interessados em questões urbanas e imobiliárias”, antecipa Hamilton Leite, coordenador-geral da Convenção deste ano, cuja programação completa está no site www.convencaosecovi.com.br.

Líderes e especialistas das principais associações internacionais analisam o desempenho e as perspectivas do setor imobiliário em face das crises econômicas mundiais e as oportunidades que o Brasil oferece. Dentre os expositores, Alexander Romanenko (presidente eleito da Fiabci Mundial), Peter B. King e Thijs Stoffer (respectivamente, chairman e CEO do Icrea), George Pires (chairman do CCIM Institute). O painel conta ainda com abertura de João Crestana, coordenação de Ricardo Yazbek (presidente da Fiabci/Brasil) e, como debatedor, o presidente da Fenaci, Carlos Alberto Schimitt de Azevedo.

21/9, Fórum Urbanístico Internacional A novidade desta Convenção fica por conta da realização de um Fórum Urbanístico Internacional. “Vamos discutir o que queremos para as cidades, como a inteligência imobiliária pode ser empregada para este fim e quais experiências nacionais e internacionais podemos aproveitar”, afirma Cláudio Bernardes, vice-presidente do Secovi-SP e pró-reitor da Universidade Secovi. Programa: Revitalização de Beirute: Richard Azoury (Líbano) – vice-presidente da Solidère (Societé Libanaise pour le Développement et la Reconstruction de Beyrouth) Planejamento Urbano como Ferramenta para a Sustentabilidade: Brandon Haw, arquiteto e urbanista, sócio da Foster Partners (Londres) Panorama Global do Desenvolvimento Urbano: Joe Zehnder (EUA), chefe de Planejamento do Departamento de Planejamento e Sustentabilidade da Cidade de Portland; Amy Neches (EUA), gerente de Planejamento e Desenvolvimento de Projeto de Área da Agência de Reabilitação Urbana de São Francisco; Carlos Leite, arquiteto e doutor pela FAU/USP, professor na Universidade Mackenzie e no MBA em Gestão Ambiental FIA/USP; Rubens Chammas, secretário municipal de Planejamento de São Paulo Alterações Climáticas e Planejamento Urbano para Comunidades mais Sustentáveis: Stephen Engblom (EUA), vice-presidente e diretor global de Planejamento Urbanístico da Aecom; Nabil Bonduki, arquiteto, urbanista e professor da USP Novos Modelos de Ocupação Urbana para a Cidade de São Paulo: Jaime Lerner, presidente do Instituto Jaime Lerner, ex-presidente da União Internacional de Arquitetos e ex-governador do Paraná; Miguel Luiz Bucalém, secretário municipal do Desenvolvimento Urbano de São Paulo Secovi-SP - Sindicato das Empresas de Compra, Venda, Locação e Administração de Imóveis Residenciais e Comerciais de São Paulo Rua Dr. Bacelar, 1043 - Vila Mariana São Paulo - SP - Tel.: (11) 5591-1300

PRÊMIO MASTER A solenidade de entrega do Prêmio Master Imobiliário, que também faz parte da Semana Imobiliária, acontece na noite de 22/9, no Clube Atlético Monte Líbano. Em sua 16ª edição, o prêmio é conferido pela Fiabci/Brasil e o Secovi/SP a profissionais e empreendimentos pautados pela excelência. Novamente, foram inscritos trabalhos de diferentes localidades, os quais serão aplaudidos em cerimônia que se diferencia pela escolha de temas que buscam sempre surpreender os mais de 1.600 convidados que normalmente prestigiam o evento. A iniciativa conta com o patrocínio do Bradesco, Deca, Otis e jornal O Estado de S. Paulo. Mais detalhes em www.premiomasterimobiliario.com.br.

NO ANHEMBI, TUDO SOBRE IMÓVEIS De 23 a 26/9, no Anhembi, e em conjunto com a Reed Exhibitions Alcântara Machado, o SecoviSP promove novas edições do Salão Imobiliário São Paulo (SISP – www.sisp.com.br) e da Expo Síndico Secovi Condomínio (www.exposindico.com.br). Simultaneamente, são realizadas a FiaFlora ExpoGarden e a primeira edição do Casa & Decoração Show. “Em um único lugar, será possível comprar um imóvel, decorar espaços e conhecer os serviços oferecidos para uma boa administração condominial”, afirma João Crestana. “A Expo Síndico Condomínio vai apresentar o que há de mais moderno em termos de soluções para o setor”, completa Hubert Gebara, vice-presidente de Administração Imobiliária e Condomínios do Secovi-SP, adicionando que haverá mais uma edição do Ciclo de Palestras para Síndicos (25/9), com temas relevantes para melhorar a atuação do síndico e dos profissionais do segmento. Conforme os organizadores, mais de 85 mil pessoas devem visitar os eventos. Geraldo Alckmin – Na próxima segunda-feira (2/8), das 10 às 12 horas, no Instituto de Engenharia, o candidato do PSDB participa do Ciclo de Debates com Candidatos ao Governo do Estado de São Paulo. Organizado conjuntamente por Apeop, Instituto de Engenharia, Secovi-SP, Sinaenco, SindusCon-SP e Sinicesp, o objetivo da iniciativa é conhecer os programas de governo dos principais candidatos, especialmente no que se refere à construção e ao setor imobiliário.

www.secovi.com.br

Informe Publicitário

capital paulista é sede de mais uma Semana Imobiliária – a “SP Imóvel Week” (18 a 26 de setembro). Ponto de encontro de empresários e profissionais do setor, representantes dos universos acadêmico e financeiro, investidores e consumidores do País e do Exterior, o evento é reconhecido como o maior do gênero, congregando iniciativas dirigidas a todos os elos da cadeia imobiliária. “Conhecimento, premiações, networking e negócios são propiciados a um só tempo, com alta sinergia, objetividade e efetividade”, considera o presidente do Secovi-SP, João Crestana, entidade responsável pela Semana Imobiliária.


%HermesFileInfo:B-7:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas e Cursos de Informática do Estado de São Paulo - SINDIESP Pelo presente edital, convoca todos os associados em dia com suas obrigações estatutárias, bem como os Conselheiros Fiscais, para comparecerem na Assembléia Geral Extraordinária realizada na sede da entidade, localizada na Rua Tácito de Almeida, 254, Sumaré, São Paulo/SP, dia 09/08/2010, às 17:30 horas em primeira convocação e meia hora depois em segunda convocação, com qualquer número de associados presentes, tudo em conformidade com os ditames estatutários, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) leitura, discussão e votação da ata da assembléia anterior; b) discussão e votação para aprovação dos balanços contábeis referentes ao ano de 2009, com o parecer do Conselho Fiscal; c) discussão e votação para aprovação da previsão orçamentária p/o ano de 2010, com o parecer do Conselho Fiscal. SP, 28/07/2010. Abner Teixeira da Silva - Presidente

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA DO ESTADO DE SÃO PAULO Rua da Consolação, 753 - Centro - 01301-910 - São Paulo - SP Fone: (11) 3017-9300 - Fax (11) 3231-1745 - http://www.cremesp.org.br

EDITAL DE CITAÇÃO O Corregedor, nos autos do Processo Ético-Profissional nº 8.498-035/09, nos termos dos Artigos 12 e 67, inciso III, do Código de Processo Ético Profissional, Resolução CFM nº 1.897 de 17/04/2009, CITA o Dr. Osberto Camacho Vidal – CRM 67.625, para que no prazo de 30 (trinta) dias, contados da publicação deste Edital, apresente sua defesa prévia, juntando provas e arrolando testemunhas em número máximo de cinco, informando nome e endereço completos, profissão e telefone. As testemunhas poderão ser arroladas somente em até 30 dias após a apresentação de sua defesa prévia, conforme preceitua o art. 20 do Código de Processo Ético-Profissional. São Paulo, 28 de julho de 2010. Dr. Krikor Boyaciyan Conselheiro Corregedor

HDI SEGUROS S.A.

AVISO DE LICITAÇÃO O Serviço Social do Comércio – Administração Regional no Estado de São Paulo, em obediência à Resolução nº 1.102/2006, de 20 de fevereiro de 2006, publicada no Diário Oficial da União em 23 de fevereiro de 2006, seção III, torna pública a abertura das seguintes licitações: PREGÃO PRESENCIAL – C 032/2010, 033/2010 e 034/2010 1. Objetos: PP – C 032/10 – Pregão Presencial para fornecimento de cofres eletrônicos para os novos conjuntos de hospedagem da unidade do SESC Bertioga. PP – C 033/10 – Pregão Presencial para fornecimento de refrigeradores para os novos conjuntos de hospedagem da unidade do SESC Bertioga. PP – C 034/10 – Pregão Presencial para fornecimento de bebedouros para diversas unidades do SESC. 2. Instrumentos Convocatórios: de 2ª a 6ª feira, das 9h30 às 12h45 e das 13h45 às 17h, na avenida Álvaro Ramos nº 991 – São Paulo – Capital – Gerência de Contratações e Logística, ou através da Internet no sítio www.sescsp.org.br 3. Data da entrega dos envelopes de habilitação e proposta comercial no endereço estabelecido no item 2 acima: PP – C 032/10 às 10h do dia 12 de agosto de 2010. PP – C 033/10 às 10h do dia 13 de agosto de 2010. PP – C 034/10 às 15h do dia 12 de agosto de 2010.

O Departamento Regional de São Paulo do Serviço Social da Indústria (SESI) comunica as aberturas das licitações:

1 - PREGÃO PRESENCIAL Nº 150/2010 – Objeto: Contratação de empresa para prestação de Serviço Telefônico Fixo Comutado – STFC, destinado ao tráfego de chamadas entre a rede pública de telefonia e as unidades do SESI de Bauru, Botucatu, Campinas, Cidade A.E. Carvalho, Cruzeiro, Itu, Mauá, Ourinhos, Santana de Parnaíba, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Vila Leopoldina e Votorantim. Retirada do edital: a partir de 28 de julho de 2010. Entrega dos envelopes: até as 13h45 do dia 11 de agosto de 2010. Abertura às 14h00.

O Departamento Regional de São Paulo do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) comunica as aberturas das licitações:

1 - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 154/2010

– Objeto: Prestação de serviços de reprografia e outras avenças para a unidade SENAI do Cambuci. Retirada do edital: a partir de 28 de julho de 2010. Recebimento das propostas: até as 8h30 do dia 06 de agosto de 2010. Início de recebimento dos lances: 06 de agosto de 2010 às 9h30.

2 - CONCORRÊNCIA Nº 114/2010

– Objeto: Aquisição de ferramentas manuais (alicate, carrinho fechado, morsa, conjunto de presilhas, fresa, jogo de chaves e outros). Retirada do edital: a partir de 28 de julho de 2010. Entrega dos envelopes: até as 8h45 do dia 17 de agosto de 2010. Abertura às 9h00.

2 - CONCORRÊNCIA Nº 097/2010 – Objeto: Aquisição de equipamentos para cozinha industrial (fogões, forno elétrico, lavadora de louças, balcão térmico e outros). Retirada do edital: a partir de 28 de julho de 2010. Entrega dos envelopes: até as 13h45 do dia 17 de agosto de 2010. Abertura às 14h00.

3 - CONCORRÊNCIA Nº 125/2010

– Objeto: Aquisição de equipamentos para soldagem (afiadores para eletrodos, economizadores de gás, máquinas de solda e outros). Retirada do edital: a partir de 28 de julho de 2010. Entrega dos envelopes: até as 10h45 do dia 17 de agosto de 2010. Abertura às 11h00.

Retirada de editais: Na Avenida Paulista, 1313, 2º andar, Bela Vista, São Paulo, SP, ou pelo site www.sesisp.org.br.

Gerência de Licitações de Bens e Serviços – GLBS

4 - CONCORRÊNCIA Nº 178/2010

– Objeto: Aquisição e instalação de aparelho PABX. Retirada do edital: a partir de 28 de julho de 2010. Entrega dos envelopes: até as 8h45 do dia 18 de agosto de 2010. Abertura às 9h00.

Ministério das Comunicações

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE SÃO PAULO METROPOLITANA

Retirada de editais:

Pregões eletrônicos: exclusivamente pela Internet, no endereço web www.licitacoes-e.com.br ou por intermédio do portal www.bb.com.br. Demais licitações: na Avenida Paulista, 1313, 2º andar, Bela Vista, São Paulo, SP, ou pelo site www.sp.senai.br.

Gerência de Licitações de Bens e Serviços – GLBS

AVISO DE LICITAÇÃO

Condomínio Parque Cidade Jardim, torna público que requereu na

Tomada de Preços nº. 10000003(ENG) - GERAD/DR/SPM

CETESB a Licença de Operação para condomínio residencial e centro

Objeto: Obra de reforma do imóvel localizado na Avenida Wallace Simonsen, 155 e Avenida Pery Ronchetti, 580 – Nova Petrópolis – São Bernardo do Campo/SP, para instalação do Centro de Entrega de Encomendas São Bernardo do Campo, na forma de execução indireta, no regime de empreitada por preço global, conforme edital e seus anexos. Download do edital no sítio http://www.correios.com.br. A vistoria é obrigatória e deverá ser realizada até o dia 16/08/2010. A entrega simultânea, mediante protocolo dos envelopes n.º 01 “Documentos de Habilitação” e n.º 02 “Proposta Econômica”, dar-se-á no dia 24/08/2010, no horário das 08:30h às 12:00h e das 13:30h às 16:30h. Entrega dos envelopes: Rua Mergenthaler, nº 592 - Bloco II – 13º andar - Vila Leopoldina - São Paulo/SP. A primeira reunião pública de licitação dar-se-á no dia 25/08/2010, com início às 09:00h, no endereço já citado. Os interessados poderão adquirir o edital gravado em “CD-R”, na Agência “Cidade de São Paulo”, sita na Rua Mergenthaler, nº 568 – Vila Leopoldina, São Paulo/SP, no horário das 09:00h às 17:00h, de segunda à sexta-feira. Custo de aquisição do edital em “CD-R” R$ 10,00 (dez reais).

de comércio varejista situado na Av. Magalhães de Castro, 12.000 Jd. Panorama - São Paulo/SP. A Cosan Operadora Portuária S.A. torna público que requereu à CETESB a Licença Prévia para o Terminal Intermodal de Itirapina, destinado a transbordo e armazenagem de açúcar a granel, a ser localizado na Rodovia Washington Luiz, km 210, pista sul, sentido São Carlos - Rio Claro, no Município de Itirapina, mediante a apresentação do Relatório Ambiental Preliminar - RAP. Declara aberto o prazo de 30 dias a partir da publicação desta nota, para manifestação, por escrito, de qualquer interessado. A solicitação deverá ser protocolada ou enviada por carta registrada, postada no prazo acima definido ao Departamento de Avaliação de Impacto Ambiental, Av. Professor Frederico Hermann Junior, 345 - Alto de Pinheiros, CEP 05459-900, São Paulo -SP.

Hélio Bun Presidente da CPL/DR/SPM

Ministério das Comunicações

AVISO DE LICITAÇÃO - ORIGEM SEJUS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 20100017 IG Nº 558604000

EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE SÃO PAULO METROPOLITANA

OBJETO: Aquisição de gêneros alimentícios, com entrega parcelada, para atender a

AVISO DE LICITAÇÃO

do Interior do Estado, Creche Irmã Marta do Instituto Penal Feminino Desembargadora Auri

Pregão Eletrônico nº. 10000050 - GERAD/DR/SPM

Moura Costa e Sede da Secretaria da Justiça e Cidadania, conforme especificações contidas no

Objeto: Aquisição de material esportivo e camisetas, por meio do Sistema de Registro de Preços. Download do edital no sítio http://www.licitacoes-e.com.br. (ID desta licitação 300717). O acolhimento das propostas no referido sítio dar-se-á a partir das 10h00min do dia 09/08/2010. Abertura das Propostas: 10/08/2010 às 08h30min. Início da Disputa de Lances às 09h30min do dia 10/08/2010 (horário de Brasília). Solicitações de esclarecimento acerca do edital deverão ser enviadas ao endereço eletrônico geradpregao@correios.com.br. No campo “assunto”, mencionar PGE 10000050.

Comunidade Carcerária das Unidades Prisionais da Região Metropolitana, Cadeias Públicas

Edital e seus Anexos. RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS VIRTUAIS: No endereço www.licitacoes-e. com.br, até o dia 10.AGO.2010 às 8h 30min (horário de Brasília). OBTENÇÃO DO EDITAL: No endereço eletrônico acima ou no site www.seplag.ce.gov.br.Procuradoria Geral do Estado, em Fortaleza, 22 de Julho de 2010. CARLOS RENATO SILVA DE MELO - PREG0EIRO

Edna de Oliveira Guimarães Pregoeira da ECT/DR/SPM AVISO DE LICITAÇÃO - ORIGEM CAGECE - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 20100149 OBJETO: Registro de Preço para aquisição de ferramentas manuais e elétricas para desobstrução de esgoto e materiais relacionados à construção civil, que serão utilizados pelas Unidades de Negócio e de Serviço da CAGECE, conforme especificações contidas

AVISO DE MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE - ORIGEM SEPLAG - MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Nº 20100009/CEL04/SEPLAG/CE IG Nº 539564000

no Edital e seus Anexos. RECEBIMENTO DAS PROPOSTAS VIRTUAIS: No endereço www. comprasnet.gov.br, através do nº 326/2010, até o dia 13.AGO.2010 às 9h (horário de Brasília). OBTENÇÃO DO EDITAL: No endereço eletrônico acima ou no site www.seplag. ce.gov.br. Procuradoria Geral do Estado, em Fortaleza, 26 de Julho de 2010. ALEXANDRE

1.A República Federativa do Brasil recebeu um empréstimo do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e o Estado do Ceará, como copartícipe do Programa Nacional de Apoio à Modernização da Gestão e do Planejamento dos Estados Brasileiros e do Distrito Federal – PNAGE - Contrato de Empréstimo Nº 1718/OC/BR se propõe a utilizar uma parte dos fundos para contratos de serviços de consultoria. 2. Os serviços compreendem: CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA INDIVIDUAL PARA ASSESSORAR NO DESENHO E IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA DE FORMAÇÃO EM GESTÃO PÚBLICA DE SERVIDORES DO ESTADO DO CEARÁ EM NÍVEL BÁSICO E DE MÉDIA E ALTA GERÊNCIA. 3. A COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO 04 (CEL 04), em nome da SECRETARIA DO PLANEJAMENTO E GESTÃO DO ESTADO DO CEARÁ - SEPLAG/CE, por meio do Convênio nº 0007/2006 MP - CAIXA, convida os consultores individuais elegíveis a manifestarem interesse em relação à prestação dos serviços solicitados. Os consultores interessados deverão apresentar Currículo onde conste de informações que demonstrem suas qualificações profissionais para fornecer os serviços, mediante a apresentação de folhetos, descrição de trabalhos similares, experiência em condições similares e disponibilidade de tempo para execução das tarefas. 4. Informações detalhadas sobre a execução dos serviços e os critérios de julgamento encontram-se no Termo de Referência dos serviços, disponibilizado no site da Procuradoria Geral do Estado do Ceará - PGE/CE, no seguinte endereço eletrônico: www.pge.ce.gov.br, no link “Serviços”, opção “Central de Licitações”, opção “Termos de Referência”, ou ainda, no site da Secretaria do Planejamento e Gestão - SEPLAG: www.seplag.ce.gov.br. 5. O prazo de execução dos serviços e entrega final dos produtos será de 04(quatro) meses, a partir da emissão da Ordem de Serviços. 6. Os consultores serão selecionados mediante a experiência e qualificação profissional apresentadas e de acordo com os procedimentos previstos na edição em vigor das Políticas para Seleção e Contratação de Consultores Financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento – BID, disponibilizadas no site www.iadb.org. 7. Os consultores interessados poderão obter informações mais detalhadas das 8:00 às 12:00 horas e das 14:00 às 18:00 horas, de segunda a sexta-feira, por meio do telefone/ fax (85) 3101-66.42, ou pelo e-mail: cel04@pge.ce.gov.br. 8. As Manifestações de Interesse deverão ser endereçadas à Comissão Especial de Licitação 04 (CEL 04) e entregues pessoalmente ou enviadas por Correio/SEDEX ao endereço adiante indicado, ou ainda, enviadas para o e-mail: cel04@pge.ce.gov.br (nos formatos: odt, doc, pdf, xls, dwg ou jpg), até às 16:00 horas do dia 13 de Agosto de 2010. Endereço: MANIFESTAÇÃO DE INTERESSE Nº 20100009/CEL04/SEPLAG/CE Central de Licitações do Estado do Ceará Comissão Especial de Licitação 04 – CEL 04 Centro Administrativo Bárbara de Alencar Av. Dr. José Martins Rodrigues, 150 – CEP 60811-520 Bairro Edson Queiroz - Fortaleza – Ceará-Brasil. COMISSÃO ESPECIAL DE LICITAÇÃO 04 – CEL 04, em Fortaleza-Ceará, aos 26 de Julho de 2010. Procuradoria Geral do Estado, em Fortaleza, 26 de Julho de 2010 FERNANDO ANTONIO PEROBA GRANGEIRO - PRESIDENTE DA CEL 04

Economia B7

SALES ARCANJO - PREG0EIRO

COBRA TECNOLOGIA S.A.

AVISO DE LICITAÇÃO Objeto: Pregão Eletrônico Edital 66-2010-07-14, Aquisição programada de insumos Papel colorido exceto branco e vermelho apergaminhado. A4 24kg (c/500 fls) / Papel branco apergamimhado 24 kg formato A4 para atender as necessidades da Cobra Tecnologia S.A. - Situada na Estrada dos Bandeirantes, 7966 – CEP: 22783-110 Rio de Janeiro – RJ. Realização do certame dia 09/08/2010 às 15:30h. Edital completo em 27/07/2010 que deve ser retirado através do site www.licitacoes-e.com.br; www.cobra.com.br ou pelo e-mail licitacoes@cobra.com.br. Rio de Janeiro, 27 de julho de 2010 Sérgio Gonzaga Wenceslau Presidente da COLIC

Saiba todos os segredos e dicas de como beber e comer bem.

Toda quinta no Estadão.

CNPJ/MF nº 29.980.158/0001-57 - NIRE 35.300.026.446 Ata da Assembléia Geral Extraordinária Realizada em 26 de Fevereiro de 2010 1. Data, Hora e Local: 26 de Fevereiro de 2010, às 10 horas, na sede social da Companhia, na Avenida Engenheiro Luís Carlos Berrini, nº 901, 3º, 4º, 5º, 6º, 7º e 8º andares, na Cidade de São Paulo, Estado de São Paulo. 2. Convocação e Presença: Presentes Acionistas, representando a totalidade do capital social, conforme assinaturas apostas no livro de “Presença de Acionistas”, Diretores e o Auditor Externo da Companhia, tornando-se dispensável a convocação por editais, conforme autoriza o § 4º do artigo 124 da Lei nº 6.404/76. 3. Mesa: Presidida pelo Sr. Wolfgang Franz José Sauer; e secretariada pelo Sr. Roberto B. Pereira de Almeida Filho. 4. Ordem do Dia: (i) alterar o caput do artigo 5º para modificar a redação referente do capital social; (ii) alterar o artigo 6º do Estatuto Social para incluir o parágrafo 1º; (iii) alterar o artigo 7º do Estatuto Social da Companhia para dar nova redação ao parágrafo 2º e para incluir o item “h” no parágrafo 3º; (iv) alterar o artigo 9º do Estatuto Social da Companhia para excluir o Conselho Consultivo e para criar e instituir o Comitê de Auditoria; (v) alterar a redação do parágrafo 1º do artigo 15 do Estatuto Social da Companhia; e (vi) consolidar o Estatuto Social. 5. Deliberações: De conformidade com a ordem do dia, os acionistas, por unanimidade, decidiram: i) modificar o caput do artigo 5º do Estatuto Social da Companhia, que passará a vigorar sob a seguinte redação: “Artigo 5º - O capital social, totalmente subscrito e integralizado, expresso em moeda corrente nacional, é de R$ 383.036.441,80 (trezentos e oitenta e três milhões, trinta e seis mil, quatrocentos e quarenta e um reais e oitenta centavos), dividido em 388.725 (trezentos e oitenta e oito mil setecentos e vinte e cinco) ações ordinárias nominativas, sem valor nominal”. ii) alterar o artigo 6º do Estatuto Social da Companhia para incluir o parágrafo 1º, que passará a vigorar sob a seguinte redação: “Art. 6º (...) Parágrafo 1º - Além das atribuições e sem perda das demais responsabilidades descritas na Lei das S.A. a Diretoria e o Conselho de Administração são responsáveis pela estratégia de risco da Companhia, a qual expressa às decisões de longo prazo relacionadas com a aceitação de riscos e pela sua sugestão de controle de riscos. Controlada através do desenvolvimento de um sistema de monitoramento que possa garantir a identificação de eventos que venham a constituir-se numa ameaça a perenidade da Companhia, definidos pelos Manuais de Risco do Grupo Talanx”. iii) alterar o artigo 7º do Estatuto Social da Companhia para dar nova redação ao parágrafo 2º, e alterar o parágrafo 3º deste mesmo artigo para incluir o item “h”, que passará a vigorar sob a seguinte redação:“Art. 7º (...) Parágrafo 2º - Fica facultada a participação dos Conselheiros nas reuniões por telefone, videoconferência, ou outro meio de comunicação que possa assegurar a participação efetiva e a autenticidade do seu voto. O Conselheiro, nessa hipótese, será considerado presente à reunião, e seu voto será considerado válido para todos os efeitos legais, e incorporado à ata da referida reunião, devendo ser referendado por escrito pelo Conselheiro ausente no prazo máximo de 30 (trinta) dias e anexado na ata da reunião. Parágrafo 3º - Compete ao Conselho de Administração, além das atribuições que lhe são atribuídas por lei: (...) (h) eleger e demitir os membros do Comitê de Auditoria, aprovar as regras operacionais para seu funcionamento e estabelecer a remuneração de seus membros.” iv) aprovar a alteração do artigo 9º do Estatuto Social da Companhia para excluir o Conselho Consultivo e para criar e instituir do Comitê de Auditoria, que passará a vigorar sob a seguinte redação: “Artigo 9º - A Companhia terá um Comitê de Auditoria, composto de 3 (três) membros, que serão eleitos pelo Conselho de Administração. O mandato será de 5 (cinco) anos, sendo vedada a reeleição, somente podendo voltar a integrar este Comitê após decorridos, no mínimo, três anos do final do seu mandato anterior. Os membros do Comitê de Auditoria que pertencerem concomitantemente ao Conselho de Administração receberão exclusivamente sua remuneração através do Conselho; caso não pertença ao Conselho, sua remuneração será definida quando de sua eleição. Parágrafo Único - O Comitê de Auditoria terá como atribuições: (a) estabelecer as regras operacionais para seu próprio funcionamento, as quais devem ser aprovadas pelo Conselho de Administração, formalizadas por escrito e colocadas à disposição dos respectivos acionistas, por ocasião da Assembléia Geral Ordinária; (b) recomendar, à Administração da Companhia, a entidade a ser contratada para prestação dos serviços de auditoria independente, bem como a substituição desses serviços, caso considere necessário; (c) revisar, previamente à publicação, as Demonstrações Financeiras referentes aos períodos findos em 30 de junho e 31 de dezembro, inclusive notas explicativas, relatório da Administração e Parecer dos Auditores Independentes; (d) avaliar a efetividade das auditorias, independente e interna, inclusive quanto à verificação do cumprimento de dispositivos legais e normativos aplicáveis à Companhia, além de regulamentos e códigos internos; (e) avaliar o cumprimento ou a justificativa para o descumprimento, pela Administração da Companhia, das recomendações feitas pelos Auditores Independentes ou pelos Auditores internos; (f) estabelecer e divulgar os procedimentos para recepção e tratamento de informações acerca do descumprimento de dispositivos legais e normativos aplicáveis à Companhia, além de regulamentos e códigos internos, inclusive com previsão de procedimentos específicos para proteção do prestador e da confidencialidade da informação; (g) recomendar ao Diretor Presidente da Companhia, correção ou aprimoramento de políticas, práticas e procedimentos identificados no âmbito de suas atribuições; (h) reunir-se, no mínimo trimestralmente com o Diretor Presidente da Companhia e com os responsáveis, tanto pela Auditoria Independente, como pela auditoria interna, para verificar o cumprimento de suas recomendações ou indagações, inclusive aquelas dirigidas à Diretoria da Companhia, e também ao que se refere ao planejamento dos respectivos trabalhos de auditoria, formalizando em atas os assuntos tratados nestas reuniões; (i) reunir-se com o Conselho de Administração da Companhia, tanto por solicitação do Conselho, como por iniciativa do Comitê, para discutir acerca de políticas, práticas e procedimentos identificados no âmbito das suas respectivas competências; (j) elaborar, ao final dos períodos findos em 30 de junho e 31 de dezembro, documento denominado Relatório do Comitê de Auditoria, contendo no mínimo as informações exigidas pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), cujo resumo evidenciando as principais informações contidas naquele documento, deverá ser publicado em conjunto com as demonstrações financeiras da Companhia”. Em virtude desta alteração, os Srs. Matthias Maak e Uwe Gustav Rudolf Demann, atuais membros do Conselho Consultivo, deixarão de exercer esta função a partir desta data. Todos os presentes manifestaram seu reconhecimento pelo relevante desempenho de suas funções. v) alterar o parágrafo 1º do artigo 15 do Estatuto Social da Companhia para incluir a limitação de 20% (vinte por cento) do capital social e para estabelecer as reservas estatutárias da Companhia, que passará a vigorar sob a seguinte redação: “Art. 15 (...) Parágrafo 1º - O lucro líquido do exercício, apurado na forma da lei, terá a seguinte destinação: (a) 5% (cinco por cento) para a constituição da Reserva Legal até o limite de 20% (vinte por cento) do capital social; (b) 25% (vinte e cinco por cento) do lucro líquido, ajustado de acordo com o artigo 202 da Lei 6.404/76, para pagamento do dividendo mínimo obrigatório aos acionistas, a não ser que os Acionistas decidam de modo contrário; e (c) a parcela remanescente do lucro líquido será destinada para a constituição de reserva estatutária a fim de expandir seus negócios sociais. Esta reserva não poderá ultrapassar o montante do capital social, conforme o disposto no artigo 199 da Lei 6404/76 e terá por finalidade: (i) assegurar recursos para investimentos em bens do ativo permanente; (ii) reforço de capital de giro, objetivando assegurar condições operacionais adequadas à realização do objeto social; e (iii) manter níveis adequados de solvência da Companhia. Em virtude desta alteração, aprovou-se também a destinação dos saldos da atual Reserva de Retenção de Lucros para Reserva Estatutária. vi) consolidar o Estatuto Social da Companhia, que passa, a partir desta data, a vigorar de acordo com a seguinte redação: “Estatuto Social da HDI Seguros S.A. - Capítulo I - Denominação, Sede, Jurisdição e Duração - Artigo 1º - A Companhia opera sob a denominação de HDI Seguros S.A. e se rege por este Estatuto e pelas disposições legais aplicáveis. Artigo 2º - A Companhia tem sede na cidade de São Paulo, estado de São Paulo, a cuja jurisdição está sujeita. Parágrafo Único - A Companhia pode, através de deliberação do Conselho de Administração, abrir ou encerrar filiais, de qualquer tipo, em qualquer parte do território nacional ou no exterior, determinando, para todos os fins legais, o capital de cada uma delas. Artigo 3º - O prazo de duração da companhia é indeterminado. Capítulo II - Objeto Social - Artigo 4º - A Companhia tem por objeto a realização das operações de seguros de danos e de pessoas, tal como definido na legislação em vigor. Capítulo III - Capital Social - Artigo 5º - O capital social, totalmente subscrito e integralizado, expresso em moeda corrente nacional, é de R$ 383.036.441,80 (trezentos e oitenta e três milhões, trinta e seis mil, quatrocentos e quarenta e um reais e oitenta centavos), dividido em 388.725 (trezentos e oitenta e oito mil, setecentos e vinte e cinco) ações ordinárias nominativas, sem valor nominal. Parágrafo Único - As ações são indivisíveis em relação à Companhia e cada ação integralizada dá ao seu titular o direito a um voto nas deliberações da Assembléia Geral. Capítulo IV Administração - Artigo 6º - A Companhia será administrada por um Conselho de Administração e por uma Diretoria. Parágrafo 1º - Além das atribuições e sem perda das demais responsabilidades descritas na Lei das S.A. a Diretoria e o Conselho de Administração são responsáveis pela estratégia de risco da Companhia, a qual expressa às decisões de longo prazo relacionadas com a aceitação de riscos e pela sua sugestão de controle de riscos. Controlada através do desenvolvimento de um sistema de monitoramento que possa garantir a identificação de eventos que venham a constituir-se numa ameaça a perenidade da Companhia, definidos pelos Manuais de Risco do Grupo Talanx. Artigo 7º - O Conselho de Administração será composto de, no mínimo, 03 (três) e, no máximo, 07 (sete) membros eleitos pela Assembléia Geral, que também elegerá o Presidente do Conselho. O mandato será de 2 (dois) anos, permitindo-se a reeleição. Parágrafo 1º - As reuniões do Conselho de Administração serão realizadas, no mínimo, 2 (duas) vezes por ano, dentro de 30 (trinta) dias depois de prontas as Demonstrações Financeiras semestrais, e exigirão um “quorum” de, no mínimo, a maioria dos membros eleitos. As suas deliberações serão tomadas por, pelo menos, os votos favoráveis da maioria dos membros eleitos. Parágrafo 2º - Fica facultada a participação dos Conselheiros nas reuniões por telefone, vídeoconferência, ou outro meio de comunicação que possa assegurar a participação efetiva e a autenticidade do seu voto. O Conselheiro, nessa hipótese, será considerado presente à reunião, e seu voto será considerado válido para todos os efeitos legais, e incorporado à ata da referida reunião, devendo ser referendado por escrito pelo Conselheiro ausente no prazo máximo de 30 (trinta) dias e anexado na ata da reunião. Parágrafo 3º - Compete ao Conselho de Administração, além das atribuições que lhe são atribuídas por lei: (a) aprovar a estrutura da organização; (b) estabelecer a política geral dos negócios e os objetivos principais; (c) aprovar os orçamentos operacionais e de investimentos e verificar o cumprimento dos mesmos; (d) aprovar projetos especiais, inclusive novas linhas de seguros; (e) aprovar a cessação de operação em linhas de seguros deficitárias; (f) eleger e demitir os membros da Diretoria e estabelecer seus poderes, funções e remuneração; (g) estabelecer os limites globais para as operações previstas no regulamento de competência da Diretoria; (h) eleger e demitir os membros do Comitê de Auditoria, aprovar as regras operacionais para seu funcionamento e estabelecer a remuneração de seus membros. Artigo 8º - A Diretoria será composta de, no mínimo, 2 (dois), e, no máximo, 04 (quatro) membros, sendo um Diretor Presidente, um Diretor Técnico, um Diretor Comercial e um Diretor Administrativo, Financeiro e de Sistemas, todos eleitos pelo Conselho de Administração. Parágrafo 1º - Os Diretores permanecerão em seus cargos por um mandato de 2 (dois) anos, permitindose a reeleição, e poderão ser substituídos a qualquer momento por deliberação do Conselho de Administração. Parágrafo 2º - Os Diretores estarão isentos de prestar garantia em relação ao exercício de seus cargos e poderão receber uma remuneração a ser estabelecida pela Assembléia Geral e contabilizada na conta geral de despesas da Companhia. Artigo 9º - A Companhia terá um Comitê de Auditoria, composto de 3 (três) membros, que serão eleitos pelo Conselho de Administração. O mandato será de 5 (cinco) anos. sendo vedada a reeleição, somente podendo voltar a integrar este Comitê após decorridos, no mínimo, três anos do final do seu mandato anterior. Os membros do Comitê de Auditoria que pertencerem concomitantemente ao Conselho de Administração receberão exclusivamente sua remuneração através do Conselho; caso não pertença ao Conselho, sua remuneração será definida quando de sua eleição. Parágrafo Único - O Comitê de Auditoria terá como atribuições: (a) estabelecer as regras operacionais para seu próprio funcionamento, as quais devem ser aprovadas pelo Conselho de Administração, formalizadas por escrito e colocadas à disposição dos respectivos acionistas, por ocasião da Assembléia Geral Ordinária; (b) recomendar, à Administração da Companhia, a entidade a ser contratada para prestação dos serviços de auditoria independente, bem como a substituição desses serviços, caso considere necessário; (c) revisar, previamente à publicação, as Demonstrações Financeiras referentes aos períodos findos em 30 de junho e 31 de dezembro, inclusive notas explicativas, relatório da Administração e Parecer dos Auditores Independentes; (d) avaliar a efetividade das auditorias, independente e interna, inclusive quanto à verificação do cumprimento de dispositivos legais e normativos aplicáveis à Companhia, além de regulamentos e códigos internos; (e) avaliar o cumprimento ou a justificativa para o descumprimento, pela Administração da Companhia, das recomendações feitas pelos Auditores Independentes ou pelos Auditores Internos; (f) estabelecer e divulgar os procedimentos para recepção e tratamento de informações acerca do descumprimento de dispositivos legais e normativos aplicáveis à Companhia, além de regulamentos e códigos internos, inclusive com previsão de procedimentos específicos para proteção do prestador e da confidencialidade da informação; (g) recomendar ao Diretor Presidente da Companhia, correção ou aprimoramento de políticas, práticas e procedimentos identificados no âmbito de suas atribuições; (h) reunir-se, no mínimo trimestralmente com o Diretor Presidente da Companhia e com os responsáveis, tanto pela Auditoria Independente, como pela auditoria interna, para verificar o cumprimento de suas recomendações ou indagações, inclusive aquelas dirigidas à Diretoria da Companhia, e também ao que se refere ao planejamento dos respectivos trabalhos de auditoria, formalizando em atas os assuntos tratados nestas reuniões; (i) reunir-se com o Conselho de Administração da Companhia, tanto por solicitação do Conselho, como por iniciativa do Comitê, para discutir acerca de políticas, práticas e procedimentos identificados no âmbito das suas respectivas competências; (j) elaborar, ao final dos períodos findos em 30 de junho e 31 de dezembro, documento denominado Relatório do Comitê de Auditoria, contendo no mínimo as informações exigidas pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) e Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), cujo resumo evidenciando as principais informações contidas naquele documento, deverá ser publicado em conjunto com as demonstrações financeiras da Companhia. Artigo 10 - A Companhia obrigar-se-á pela: (a) assinatura de quaisquer dois diretores em conjunto; (b) assinatura de 2 (dois) procuradores em conjunto, sempre que assim determinado na respectiva procuração e na medida dos poderes outorgados pela mesma; e (c) assinatura individual de qualquer diretor ou de um procurador, sempre que assim determinado pela respectiva procuração e na medida dos poderes outorgados pela mesma, ressalvado, entretanto, que a representação individual da Companhia nestas condições se restringirá a: atos de rotina perante repartições públicas e autarquias federais, estaduais e municipais, Secretaria da Receita Federal e suas delegacias, inspetorias e agências, SUSEP, empresas públicas e mistas, Banco Central do Brasil, o Departamento de Comércio Exterior (DECEX), Companhia Brasileira de Correios e Telégrafos, TELESP, ferrovias e empresas de transportes em geral; propostas para licitações privadas; atuação como preposto diante de tribunais trabalhistas; quitações por pagamentos feitos à Companhia em cheques nominais e endosso de cheques para depósito em contas bancárias da Companhia; emissão e endosso de duplicatas, letras de câmbio e outros instrumentos negociáveis, exclusivamente para cobrança bancária ou desconto e depósito subseqüente em conta da Companhia. Os procuradores “ad judicia” poderão também representar a Companhia individualmente. Parágrafo Único - As procurações “ad negotia” outorgadas em nome da Companhia deverão ser assinadas por dois diretores, ter prazo de validade determinado e vedar o substabelecimento sob pena de nulidade. As procurações outorgadas a advogados, para representação da Companhia em processos judiciais ou administrativos, poderão ser assinadas, individualmente, por qualquer um dos diretores, ter prazo de validade indeterminado e permitir o substabelecimento. Artigo 11 - A prática de atos ou a celebração de acordos e outros documentos que impliquem em obrigações para a Companhia e/ou isentem terceiros de responsabilidades em relação à mesma e que não façam parte da rotina normal dos negócios da Companhia exigirão sempre, para sua implementação, a autorização prévia da Assembléia Geral. Artigo 12 - Todo e qualquer ato praticado por diretores, procuradores ou funcionários da Companhia, estranhos aos objetivos e negócios da Companhia, tais como, avais, fianças, endossos e outras garantias serão expressamente proibidos e legalmente nulos e sem efeito, a não ser que sejam autorizados previamente pelo Conselho de Administração. Capítulo V - Assembléia Geral Artigo 13 - As Assembléias Gerais Ordinárias e Extraordinárias dos Acionistas serão convocadas, instaladas e realizadas com a maioria dos Acionistas e todas as deliberações também deverão ser tomadas pelo voto da maioria dos Acionistas. Parágrafo Único - A Assembléia será presidida por um membro do Conselho de Administração, indicado pelos Acionistas, que convidará um outro membro do Conselho de Administração para agir como Secretário Capítulo VI - Conselho Fiscal - Artigo 14 - A Companhia terá um Conselho Fiscal, composto por 4 (quatro) membros e seus respectivos suplentes, sem caráter permanente, que será eleito e instalado pela Assembléia Geral quando assim solicitado por acionistas, nos termos da lei. Capítulo VII - Exercício Social, Demonstrações Financeiras e Destinação dos Lucros - Artigo 15 - O exercício social iniciar-se-á em 1º de janeiro e terminará em 31 de dezembro de cada ano. Parágrafo 1º - O lucro líquido do exercício, apurado na forma da lei, terá a seguinte destinação: (a) 5% (cinco por cento) para a constituição da Reserva Legal até o limite de 20% (vinte por cento) do capital social; (b) 25% (vinte e cinco por cento) do lucro líquido, ajustado de acordo com o artigo 202 da Lei 6.404/76, para pagamento do dividendo mínimo obrigatório aos acionistas, a não ser que os Acionistas decidam de modo contrário; e (c) a parcela remanescente do lucro líquido será destinada para a constituição de reserva estatutária a fim de expandir seus negócios sociais. Esta reserva não poderá ultrapassar o montante do capital social, conforme o disposto no artigo 199 da Lei 6404/76 e terá por finalidade: (i) assegurar recursos para investimentos em bens do ativo permanente; (ii) reforço de capital de giro, objetivando assegurar condições operacionais adequadas à realização do objeto social; e (iii) manter níveis adequados de solvência da Companhia. Parágrafo 2º - A Companhia levantará, obrigatoriamente, Demonstrações Financeiras semestrais com o objetivo de demonstrar os lucros do período, e tais lucros poderão ser distribuídos ou capitalizados, por deliberação da Assembléia Geral. Capítulo VIII - Liquidação - Artigo 16 - Em caso de liquidação da Companhia, o procedimento legal será adotado e observado, e os Acionistas em Assembléia Geral, na forma do artigo 13 deste Estatuto Social, nomearão um ou mais liquidantes para administrar a Companhia durante os procedimentos de liquidação. Capítulo IX - Alterações - Artigo 17 - Este Estatuto poderá ser alterado a qualquer tempo, em qualquer um dos seus artigos, inclusive para a transformação da Companhia para sociedade de responsabilidade limitada, através de deliberação tomada pela Assembléia Geral por maioria dos votos dos Acionistas, observadas as demais disposições legais. Capítulo X - Acordos de Acionistas - Artigo 18 - A Companhia respeitará, observará e cumprirá todos os termos dos Acordos de Acionistas que forem devidamente arquivados na Companhia e devidamente registrados em seus livros. Capítulo XI - Lei Aplicável - Artigo 19 - Este Estatuto será regido pelas disposições da Lei 6.404 de 15 de dezembro de 1976.” 6. Encerramento: Nada mais havendo a tratar, foram encerrados os trabalhos, lavrando-se a presente ata que, lida e achada conforme, foi aprovada pela unanimidade dos Acionistas presentes, que a subscrevem. São Paulo, 26 de Fevereiro de 2010. Ass.) Wolfgang Franz José Sauer (Presidente da Mesa); Roberto B. Pereira de Almeida Filho (Secretário da Mesa); Acionistas: ass.) HDI - Gerling International Holding AG (p. Matthias Maak); ass.) Matthias Maak; ass.) Uwe Rudolf Gustav Deumann; ass.) Wolfgang Franz José Sauer; ass.) Roberto B. Pereira de Almeida Filho; ass.) Klaus Friedrich Adolf Windmueller; ass.) Sergio Bunin; ass.) João Francisco S. Borges da Costa; ass.) Carlos Alberto Cano Colucci; ass.) Murilo Setti Riedel; ass.) Eugênio Flávio Pontes Rodrigues. A presente é cópia fiel da original lavrada em livro. Roberto B. Pereira de Almeida Filho - Secretário da Mesa; João Francisco S. Borges da Costa - Diretor Presidente; Carlos Alberto Cano Colucci - Diretor Adm., Financeiro e de Sistemas. JUCESP nº 249.780/10-0 em 19/07/2010. Kátia Regina Bueno de Godoy - Secretária Geral.


B8 Economia %HermesFileInfo:B-8:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

CELSO JUNIOR/AE

Pacote de inovação tem medidas já anunciadas Programa de investimentos tem recursos que já estão no orçamento do BNDES desde o ano passado e medidas velhas divulgadas nos primeiros meses do ano Leonencio Nossa Leonardo Goy BRASÍLIA

Disposto a reforçar o discurso sobre inovação tecnológica da candidata petista à Presidência, Dilma Rousseff, o Palácio do Planalto reabriu a temporada de planos com medidas velhas, anunciadas à exaustão nos primeiros meses do ano. Coube ao ministro de Ciência e Tecnologia, Sérgio Resende, chamar a imprensa para dizer que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) vai investir R$ 1,6 bilhão em inovação. No decorrer da entrevista, no CentroCultural Banco doBrasil, sedeprovisóriada Presidência,o ministro reconheceu que pelo menos metade desse valor já estava incluído desde o ano passado no orçamento do BNDES. O governo também divulgou que abriria licitação de R$ 500 milhões para projetos nas áreas

Não foi feito anúncio específico para carro elétrico ● No pacote de investimentos

do governo em inovação, foram frustradas as expectativas sobre um virtual plano de incentivos para o desenvolvimento do carro com motor elétrico.

Não houve nenhum anúncio específico para isso. O carro elétrico apenas figurou como uma das tecnologias que receberão recursos dentro do pacote de R$ 500 milhões em subvenções para pesquisas. No mês passado, foi cancelado na última hora anúncio de programa de estímulo ao desenvolvimento do carro elétrico por divergências dentro do governo.

Faltou inovação. Lula entre os ministros Sérgio Resende e Guido Mantega: poucas novidades de energia, nanotecnologia, saúde,defesaedesenvolvimento social. O dinheiro já tinha sido anunciadoefazpartedeumorçamento maior, de R$ 3,6 bilhões do Finep, financiadora de estudos e projetos vinculada ao Ministério de Ciência e Tecnologia. O ministro Sérgio Resende negou que o plano tenha caráter eleitoreiro. “Não tem nada a ver com o momento eleitoral.” Depois, o próprio ministro se

confundiu: “A decisão de colocar R$ 500 milhões num edital é recente, mas não é nova”. Pouco antes, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou uma medida provisória com desoneraçõesemsetores comoimportação e exportação, que também já haviam sido anunciadas. A lista inclui a eliminação até maio de 2011 de um redutor do Imposto de Importação cobrado de autopeças e o aumento de

R$ 60mil para R$ 75 mil do limite para compra de casas sem pagamento de impostos, no programa Minha Casa, Minha Vida. Naentrevista,ogoverno divulgou uma cartilha com medidas na área de ciência e tecnologia que será distribuída na reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), em Natal, nesta semana. Dilma Rousseff e a candidata do PV à Presidência,MarinaSilva,jámar-

Belo Monte depende da ‘mão forte do governo’ Kelly Lima / RIO

Opresidenteda Empresade Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, afirmou ontem que “sem a mão forte do governo”, a usina de Belo Monte, com capacidade para gerar 11 mil megawatts (MW), não sairia do papel.

Ressaltandoque ausinade Belo Monte é uma obra “complicadíssima”, localizada numa área complexa, ele avaliou que “não bastará apenas a participação do governo no empreendimento apenas por meio de seu braço estatal, a Eletrobrás”. “Vai precisardeaçãopermanentedogoverno. É uma usina que, se você lar-

gar, não vai sair.” Tolmasquim disse que, além de todas as condicionantes que osinvestidores terãodefazerdurante a obra para atender a região, o governo também deve dar sua parcela de contribuição. Segundo ele, não bastam as “casas de alvenaria”, que os investidores vão construir para a popu-

lação que vai ser desalojada. “É preciso que o governo também coloque recursos.” O comentário de Tolmasquim respondeu a questões levantadasduranteeventopromovido pelo Instituto Brasileiro de Executivos Financeiros (Ibef), sobre a forte participação do Estado nos empreendimentos de

va, mesmo, restou a desoneração do Imposto de Renda e da ContribuiçãoSocial sobreLucro Líquido (CSLL) dos recursos aportados pelo próprio governo em empresas a título de subvenção econômica. Esse dinheiro temo objetivodefinanciar apesquisa tecnológica nas empresas. Apesar do caráter não reem-

bolsável do dinheiro, havia uma distorção. Segundo o secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Nelson Barbosa, em alguns casos, nem toda a subvenção era gasta no mesmo período fiscal e, quando avançava pelo ano seguinte, o imposto acabava incidindo sobre os mesmos recursos. “Assim o governo não pega de volta um dinheiro que ele próprio colocou como subvenção”, explicou Barbosa.

energia no Brasil. O presidente da EPE discordou da afirmação, e disse que a maior parte dos empreendimentos que vêm sendo realizados no Brasil está nas mãos da iniciativa privada, “com exceção de Belo Monte”. Ainda assim, lembrou, Belo Monte tem vários sócios da iniciativa privada. A formação da SPE de Belo Monte foi aprovada na semana retrasada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). A sociedade foi montada com Eletrobrás (15%), Chesf

(15%), Eletronorte (19,98%), Petros (10%), Bolzano Participações (fundo formado por Previ e Iberdrola, com 10%), Funcef (2,5%), Caixa FI Cevix (parceria da Funcef com Engevix, tem 5%), J. Malucelli Energia (0,25%), Gaia (9%), Sinobrás (1%), Queiroz Galvão (2,51%), OAS (2,51%), Contern Construções (1,25%), Cetenco Engenharia (1,25%), Galvão Engenharia (1,25%), J. Malucelli Construtora (1%), Mendes Júnior (1,25%) e Serveng (1,25%).

caram presença no evento. Pouco de novo. De medida no-


O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Economia B9

Alemanha resiste a adotar exigências de Basileia 3 Decisão da autoridade monetária do país sobre adoção ou não das normas de regulação financeira definidas pelo Comitê de bancos centrais ficará para setembro RALPH ORLOWSKI/REUTERS–23/7/2010

tra incomodada com as exigências de mudança no perfil de seus negócios. Diante do resultado do teste de estresse de 91 bancos europeus, o mercado reagiu de forma positiva nos últimos dias. O euro atingiu sua máxima em quase dois meses ontem e as ações nas bolsaseuropeias subiram ontem pelo sexto dia consecutivo. Mas, ao divulgar o resultado

do teste de estresse na sexta-feira, os bancos alemães evitaram indicar qual seria sua exposição sobre a dívida grega. No início da semana, a pressão do mercado e dos reguladores europeus surtiu efeito e os bancos tiveram de abrir seus livros para não continuar perdendo nas bolsas. O Hypo Real State acabou revelando que tem uma exposição sobre a dívida grega de € 7,9 bi-

lhões,e oCommerzbankde €2,9 bilhões.OsalemãesLBBW,Postbank, WGZ e Landesbank Berlimtambémestãoexpostoseevitavamrevelarseusnúmeros.Juntos, os bancos alemães são os mais expostos à Grécia, num total de € 15 bilhões. Berlim rejeita a tese de que esteja evitando uma regulação globalmaisdurasobreosetorfinanceiro. O comitê que fechou o

acordonasegunda-feiraaindafará mudanças antes que o texto seja levado à cúpula do G-20, em dezembro. O lobby do setor financeiro deve trabalhar de forma incansável para amenizar as leis. “Temos dúvidas sobre a decisãodoComitêda Basileia”,disseaporta-vozdoBCalemão,Madleen Petschmann. O problema para a Alemanha, segundo Berlim, é de que o acordo foi desenhado para grandes bancos, e não para bancos regionais e de tamanhos médio e pequeno, que são a coluna vertebral da economia alemã. “As regrasdevemvariar deacordocom osníveisderisco”,afirmouWolfgang Gerke, presidente do Centro Financeiro da Bavária. A recusa provisória da Alemanha a Basileia 3, entretanto, não causa problemas em sua implantação no resto do mundo. Isso ocorre porque as normas do Comitê de Basileia têm caráter de recomendações e podem ou não ser adotadas pelos bancos centrais. As 27 autoridades monetárias representadas na reunião de segunda-feira – entre elas a do Brasil – se comprometeram a adotar a nova regulamentação.

corporativo da história da Suíça e se envolveu em casos polêmicos sobre lavagem de dinheiro nos Estados Unidos e no Brasil, até mesmo com a prisão de alguns de seus banqueiros. Agora, os cálculos do UBS são dealtade60% noslucrosemapenasumtrimestre,graçasaoresultadodeseubancodeinvestimentoedodesempenhodeseuprivate banking. Há um ano, ainda havia uma perda de US$ 1,4 bilhão. O banco só não conseguiu frear totalmente o ritmo de sa-

ques. No trimestre, foram US$ 4,9bilhões.Masoresultadomostrouque háumavoltadaconfiança dos clientes. No primeiro trimestre, os saques chegaram a

US$ 8 bilhões. Asiáticos e europeus voltaram a depositar. Mas clientes americanos continuam hesitantes, principalmente após a comprovação de que o UBS estava ajudando empresários americanos a escapar do fisco. Mesmo assim, o mercado comemorou. Isso porque a previsão era de lucro máximo de US$ 1,3 bilhão. O resultado foi uma corrida pelas ações do banco, quechegaramasubir9,5%nabolsa de Zurique. “O que obtivemos

é um bom resultado e mostra que estamos no caminho certo”, disse Oswald Grubel, CEO do banco. Sobre o futuro, ele mantém a cautela, alertando que as condições do mercado continuam “incertas”. No Brasil, o UBS havia sido obrigado a vender o Pactual para começarsuareestruturação.Voltou ao País com a compra da Link Investimentos por R$ 195 milhões (cerca de US$ 112 milhões), em um sinal de que voltou a pensar em expansão. / J.C.

Jamil Chade / GENEBRA Andrei Netto / PARIS

RAZÃO PARA...

CORRESPONDENTES

O Bundesbank, o Banco Central da Alemanha, não endossou as novas normas de regulação financeira fixadas pelo Comitê de Basileia na segundafeira. A revelação foi feita ontem pela imprensa europeia, que atribui a decisão a interesses de setores do sistema financeiro do país, que seriam atingidos pelas medidas. Comodesacordo,adecisãosobrea adoção ou não das regras de Basileia 3 pela maior economia da União Europeia só será tomadaem setembro,após novarodada de negociações. O acordo conhecido como Basileia 3 prevê que os bancos terão de criar uma camada de capitalização para se proteger de uma eventual nova crise. Porém, para alguns bancos, a exigência pode significar uma redução das atividades. O governo e os bancos alemães também resistem a uma maior regulação e à obrigação de apresentar seus balanços completos. Mesmo que os detalhes das restrições não tenham sido revelados, o Estado apurou que

A Alemanha não assinar o acordo Basileia 3

1.

O governo rejeita aplicar a seus bancos regionais as mesmas regras que UE e EUA aplicarão. A ideia dos alemães é de que bancos que operam como cooperativas, caixas de poupança e com um nível de apetite ao risco muito inferior aos bancos globais não podem ser submetidos às mesmas exigências.

Resistência. Governo e bancos alemães também opõem-se a apresentar balanços completos elas não se referem ao nível de exigência das normas, e sim ao conceito de capital, que prejudicaria os bancos cooperativos e caixas alemãs. O comportamento dos setores público e privado alemão temdeixadoomercadoapreensivo.Hápoucosmeses,Berlimlideravaos apelospormaior transparência e maior regulação. Hoje, dásinaiscontraditóriosesemos-

UBS anuncia lucro de US$ 1,9 bi no 2º trimestre GENEBRA

A economia suíça respira aliviada. Ontem, o maior banco do país dos bancos, o UBS, anuncioulucrosdeUS$1,9bilhão apenas no segundo trimestre de 2010. Há poucos dias, foi a vez de

o Credit Suisse informar que também havia lucrado. Os resultados marcam uma reviravolta, após dois anos de tensões e do temor de quebra do maior setor da economia suíça. Em 2008 e 2009, o UBS registrou o maior prejuízo do setor

● Teste secreto

O BC da Índia anunciou ontem que também aplicará em seus bancos um teste de estresse. Mas, ao contrário de americanos e europeus, não vai revelar os resultados de cada balanço.


B10 Economia %HermesFileInfo:B-10:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

PRODUZIDA PELA:

Mercados ✽

Cenário: Rosangela Dolis

Bolsa sobe pelo 7º dia e ganha 7% no período e mais de 9% no mês Ibovespa registrou ontem sua sétima alta consecutiva, desta vez de 0,35%, aos 66.674,44 pontos. O ganho acumulado no período é de 6,95%. Em Nova York, depois de um início positivo, a sessão foi marcada pelo desânimo e os índices de ações fecharam em direções mistas - o Nasdaq e o S&P500 caíram 0,36% e 0,10%, respectivamente, enquanto o Dow Jones subiu 0,12%. No início da sessão, a Bovespa acompanhou a

O

AE Broadcast da Agência Estado: Líder em informação financeira em tempo real. Assine: atende.ae@grupoestado.com.br

tendência de alta das bolsas norte-americanas, que refletiram os bons balanços corporativos, como os dos bancos europeus UBS e Deutsche Bank, e os aumentos de índices de preços de residências nos EUA. Mas quando Nova York sucumbiu aos indicadores mais fracos de atividade regional e à diminuição da confiança do consumidor em julho, a Bovespa apenas reduziu os ganhos, mantendose em alta. Na máxima, o índice atingiu 67.102,17 pontos - desde 4 de maio ele não transitava nessa pontuação. Em julho, a valorização acumulada é de 9,42% e, no ano, a perda reduziu-se a 2,79%. No câmbio, o investidor viu nas palavras do ministro da Fazenda, Guido Mantega, a certeza do que ainda parecia uma ameaça na segunda-feira : o Banco Central deve voltar a intervir no mercado futuro de dólar, de onde saiu em 5 de maio de 2009, por meio de leilões de swap cambial reverso - modalidade em que as instituições compram contratos e recebem uma taxa de juros e o BC ganha a variação cambial no período de validade da operação. |Pelo segundo dia consecutivo o dólar subiu a R$ 1,770 (0,28%) no balcão. Em dois pregões, a moeda avançou 0,62%, enquanto no ano tem ganho de 1,55%. O juro para janeiro de 2011 cedeu a 10,84%.

Ações

27.7.2010

VAREJO E CONSTRUÇÃO SÃO DESTAQUES l Ações são beneficiadas pelo aquecimento da economia ROSSI RESIDENCIAL ON

EM PORCENTAGEM/R$

LOJAS RENNER ON

PÃO DE AÇÚCAR PNA

4,0

15,90

3,5 3,0

52,05 63,85

2,5 2,0 1,5 1,0 0,5 0

26 JUL

10H ONTEM

17H

No mundo

Resumo das Operações Realizadas Descriminação Lote Padrão

Negócios

Nº de Títulos

Part. (%)

Valor (R$)

Part.(%)

317.139

14.806.553.504

89,83

4.745.506.443,00

93,89

Fundos e Certificados

905

1.353.418.000

8,21

31.864.761,81

0,63

Mercado a Termo

933

70.525.870

0,43

60.801.415,29

1,20

Opções de Compra

60.946

229.392.000

1,39

193.647.547,90

3,83

Mercado Fracionário

10.351

1.859.235

0,01

7.526.986,11

0,15

391.792

16.482.131.879

100,00

5.054.531.507,88

100,00

Total Geral

Maiores altas (%)

Ações mais negociadas Valor em R$ mil

Vale Petrobras Ogx Petroleo Itauunibanco Usiminas

PNA PN ON PN PNA

N1

574.408 290.365 227.205 174.703 169.387

NM N1 N1

LlX Log ON NM Cosan ON NM Natura ON NM Rossi Resid ON Telemar PN

Maiores baixas (%) 7,2 4,9 3,4 3,3 2,9

Eletrobras ON Eletrobras PNB Telesp PN Mmx Miner ON Sid Nacional ON

2,7 2,7 2,1 2,0 1,7

AÇÃO DO DIA

FRASE

LLX ON sobe 7,22% e recupera perdas em 2010

ZEINA LATIF

Nº de negócios

LLX ON subiu 7,22% e liderou as altas do Ibovespa, recuperando parte das perdas acumuladas em 2010. Investidores aguardam o anúncio de um contrato por parte da empresa de logística do empresário Eike Batista.

“Revisões para alta do déficit em conta corrente e queda do dólar no Brasil justificam-se pela baixa expansão das economias desenvolvidas, que gera ganho às moedas dos emergentes dada previsão de início do aumento do juro nos EUA em 2011”

Caf Brasilia Embratel Par Embratel Par Pro Metalurg Sergen Tectoy Tectoy Telebrás Telebrás

PN ON PN PNB PN ON PN ON PN

2 3 7 2 2 26 43 69 820

(COTAÇÕES EM R$ LOTE DE MIL)

Quant. de Título

Abert.

Mín.

500.000 300.000 2.100.000 10.100.000 2.400.000 1.606.400.000 3.573.800.000 278.700.000 9.029.100.000

1,32 11,60 10,80 0,25 1,64 0,08 0,08 1,68 1,56

1,32 11,00 10,75 0,24 1,60 0,07 0,07 1,60 1,51

Abert. Mín. 13,75 13,75 15,45 15,32 29,21 28,50 0,74 0,74 48,80 45,00 18,19 18,00 21,01 20,94 7,30 7,10 11,79 11,70 4,03 4,00 2,85 2,77 15,63 15,49 7,32 7,30 7,55 7,45 0,62 0,61 162,01 162,01 187,81 186,21 15,00 15,00 27,97 27,50 32,70 32,50 56,01 54,80 5,80 5,75 14,53 14,51 0,85 0,83 9,28 9,26 16,00 16,00 13,77 13,53 12,45 12,42 8,11 8,11 6,81 6,79 26,01 25,83 13,30 13,30 24,68 24,49 30,97 30,71 35,96 35,96 36,19 35,61 29,29 28,47 16,44 16,10 12,44 12,18 9,31 9,31 11,20 10,99 13,49 13,31 0,95 0,93 24,21 23,86 8,80 8,56 2,53 2,53 5,75 5,63 39,45 38,77 28,00 27,00 27,50 27,50 34,03 33,70 8,99 8,90 19,20 19,19 25,92 25,73 19,09 19,00 25,15 25,13 14,50 14,40 52,57 52,10 15,56 15,30 0,25 0,24 0,26 0,25 34,27 34,27 27,20 27,16 27,65 27,47 33,50 33,50 36,01 35,75 5,15 5,00 23,53 23,41 25,65 25,53 34,48 34,48 37,91 37,57 23,90 23,83 19,00 19,00 4,56 4,56 40,15 39,15 5,41 5,30 17,80 17,67 10,69 10,69 8,50 8,50 11,10 11,10 23,18 22,82 16,75 16,53 8,58 8,56 64,00 62,00 12,99 12,61 1,24 1,24 34,44 34,36 1,09 1,07 142,98 140,00 18,45 18,15 0,86 0,84 9,95 9,95 28,85 28,85 22,74 22,00 26,96 26,22 45,30 45,30 37,01 36,40 7,26 7,25 10,75 10,56 35,25 34,77 16,79 16,60 20,25 20,19 0,84 0,81 8,75 8,65 6,65 6,50 8,00 7,83 9,42 9,36 0,60 0,60 0,29 0,29 7,93 7,83 12,03 11,82 29,00 28,56 20,41 20,00 5,17 5,00 15,26 15,12 4,10 4,05 13,00 12,65 9,24 8,98 18,89 18,55 25,97 25,32 26,29 25,50 31,39 30,71 24,02 23,55 6,70 6,61 0,92 0,90 7,90 7,75 0,28 0,26 4,20 4,06 70,00 68,50 13,94 13,63 1,16 1,13 22,75 22,55 3,09 2,97 0,61 0,55 0,42 0,39 7,14 6,85 35,20 34,65 11,54 11,37 7,70 7,70 5,05 4,81 5,26 4,98 0,44 0,42 3,05 2,95 18,40 17,99 66,10 65,72 19,65 19,51 61,81 61,22 12,40 12,21

Máx.

Méd.

Últim.

1,32 11,60 11,10 0,25 1,64 0,08 0,08 1,69 1,58

1,32 11,35 10,87 0,24 1,63 0,07 0,07 1,64 1,55

1,32 11,00 10,95 0,24 1,60 0,07 0,07 1,63 1,51

Máx. 14,00 15,49 30,00 0,75 48,80 18,20 21,27 7,30 11,79 4,24 2,92 15,85 7,50 7,59 0,64 163,89 188,30 15,28 28,18 33,57 56,89 5,95 14,83 0,86 9,45 16,22 13,88 12,59 8,87 7,04 26,35 13,89 24,92 31,15 35,96 36,40 29,35 16,45 12,51 9,40 11,20 13,60 0,95 24,30 8,83 2,59 5,75 40,32 28,00 28,00 34,04 9,10 19,40 26,20 19,34 26,05 14,55 54,45 15,76 0,25 0,26 35,00 27,90 27,65 34,00 36,01 5,15 23,80 25,96 35,19 38,73 24,76 19,74 4,56 40,20 5,41 17,89 10,69 8,70 11,10 23,30 16,94 8,60 66,00 13,19 1,26 34,70 1,09 143,00 18,55 0,86 10,30 28,85 22,77 27,09 46,00 37,15 7,38 10,78 35,45 16,81 20,25 0,84 8,75 6,65 8,07 9,44 0,68 0,29 8,05 12,12 29,25 20,41 5,17 15,48 4,11 13,07 9,40 19,09 26,09 26,50 31,57 24,21 6,90 0,94 7,92 0,28 4,33 70,00 13,94 1,17 23,29 3,11 0,61 0,44 7,14 35,50 11,60 7,75 5,05 5,38 0,44 3,09 18,90 66,47 19,65 61,81 12,48

Méd. 13,89 15,39 29,28 0,74 48,34 18,10 21,09 7,19 11,77 4,05 2,86 15,69 7,41 7,57 0,62 162,75 187,53 15,07 27,97 33,07 55,99 5,84 14,74 0,85 9,37 16,06 13,78 12,51 8,26 6,88 26,01 13,58 24,69 30,91 35,96 36,04 28,83 16,27 12,34 9,40 11,01 13,46 0,94 24,07 8,65 2,53 5,69 39,75 27,37 27,97 33,77 9,06 19,29 25,96 19,08 25,68 14,50 53,16 15,52 0,24 0,25 34,51 27,56 27,59 33,60 35,88 5,04 23,66 25,74 34,56 38,17 24,29 19,71 4,56 39,59 5,32 17,75 10,69 8,69 11,10 23,10 16,69 8,59 63,97 12,98 1,24 34,52 1,08 141,29 18,35 0,85 10,08 28,85 22,33 26,69 45,53 36,67 7,32 10,65 35,09 16,73 20,20 0,82 8,67 6,58 7,92 9,42 0,63 0,29 7,94 12,05 28,97 20,11 5,06 15,37 4,08 12,84 9,02 18,71 25,63 26,09 31,12 23,81 6,75 0,91 7,90 0,26 4,19 68,80 13,79 1,15 23,01 3,01 0,57 0,41 6,92 35,12 11,59 7,70 4,89 5,13 0,43 2,98 18,47 66,08 19,54 61,23 12,37

Últim. 13,89 15,35 29,70 0,74 45,00 18,00 20,96 7,27 11,78 4,24 2,92 15,83 7,34 7,59 0,62 162,70 187,65 15,18 27,96 32,76 55,99 5,90 14,51 0,83 9,45 16,10 13,87 12,53 8,20 6,84 25,93 13,75 24,67 30,81 35,96 36,18 28,70 16,40 12,46 9,40 11,00 13,54 0,95 24,00 8,67 2,59 5,70 40,00 27,00 28,00 33,85 9,10 19,30 26,07 19,34 25,76 14,52 52,70 15,31 0,24 0,25 34,30 27,79 27,61 34,00 35,75 5,00 23,80 25,96 35,18 38,49 24,70 19,74 4,56 39,76 5,30 17,70 10,69 8,70 11,10 23,19 16,80 8,60 66,00 12,65 1,24 34,70 1,07 141,00 18,55 0,85 10,25 28,85 22,00 26,22 45,55 36,60 7,25 10,69 35,00 16,78 20,20 0,83 8,70 6,60 7,88 9,39 0,68 0,29 7,83 11,91 29,00 20,14 5,01 15,35 4,11 12,75 8,98 18,82 25,71 25,50 31,38 23,71 6,90 0,92 7,80 0,26 4,32 68,70 13,63 1,13 23,10 2,98 0,55 0,40 7,00 34,80 11,59 7,71 4,81 4,98 0,43 2,96 18,26 66,13 19,56 61,41 12,37

Var. Fech. Compra Venda

+8,2 +1,9 +4,4 -4,0 -3,0 -12,5 -0,6 -1,3

1,25 10,62 10,50 0,24 1,52 0,07 0,07 1,61 1,51

1,32 11,19 10,95 0,26 1,64 0,08 0,08 1,63 1,52

(COTAÇÕES EM R$ POR AÇÃO)

ABC Brasil Abnote Aço Altona Aços Vill Aes Elpa Aes Tietê Aes Tietê Alfa Invest Aliansce All Amer Lat All Amer Lat All Amer Lat Alpargatas Alpargatas Amazônia Ambev Ambev Amil Anhanguera B2w Varejo Bahema Banestes Banrisul Battistella Bematech Bhg Bicbanco Bmfbovespa Bombril Br Brokers Br Malls Par Br Propert Bradesco Bradesco Bradespar Bradespar Brasil Brasil Telec Brasil Telec Brasilagro Bráskem Bráskem Brasmotor Brf Foods Brookfield Cambuci Cc Des Imob Ccr Rodovias Ceb Ceb Celesc Cemar Cemig Cemig Cesp Cesp Cetip Cia Hering Cielo Cobrasma Cobrasma Coelba Coelce Coelce Comgás Comgás Confab Contax Copasa Copel Copel Cosan Cosan Ltd Coteminas Cpfl Energia Cr2 Cremer Cruzeiro Sul Csu Cardsyst Cyre Com-ccp Cyrela Realt Dasa Daycoval Dimed Direcional Doc Imbituba Drogasil Dtcom-direct Dufry Ag Duratex Ecodiesel Ecorodovias Elektro Eletrobrás Eletrobrás Eletropar Eletropaulo Emae Embraer Energias Br Equatorial Estacio Part Estrela Eternit Eucatex Even Eztec Fab C Renaux Fab C Renaux Fer Heringer Ferbasa Fibria Fleury Forja Taurus Fosfertil Fras-le Gafisa Generalshopp Gerdau Gerdau Gerdau Met Gerdau Met Gol Gp Invest Gpc Part Grendene Gtd Part Guarani Guararapes Helbor Hoteis Othon Hypermarcas Ideiasnet Ienergia Ienergia Igb S/A Iguatemi Inds Romi Indusval Inepar Inepar Inepar Tel Inpar S/A Iochp-maxion Ishares Bova Ishares Mobi Ishares Smal Itausa

PN ON PN ON ON ON PN ON ON ON PN UNT ON PN ON ON PN ON UNT ON ON ON PNB PN ON ON PN ON PN ON ON ON ON PN ON PN ON ON PN ON ON PNA PN ON ON PN ON ON ON PNB PNB ON ON PN ON PNB ON ON ON ON PN ON ON PNA ON PNA PN PN ON ON PNB ON DR3 PN ON ON ON PN ON ON ON ON PN ON ON PN ON ON DR3 ON ON ON PN ON PNB ON PNB PN ON ON ON ON PN ON PN ON ON ON PN ON PN ON ON PN PN PN ON ON ON PN ON PN PN DR3 ON ON PN ON ON ON PN ON ON ON PNA ON ON ON PN ON PN ON ON ON CI CI CI ON

Nº de negócios N2 569 EJ NM 44 28 13 16 295 1.254 7 NM 39 N2 17 N2 20 N2 3.456 N1 23 N1 29 86 72 1.633 NM 283 N2 123 NM 2.706 12 81 N1 887 32 NM 66 NM 6 N1 59 NM 7.549 45 NM 135 NM 1.426 NM 69 N1 335 N1 7.384 N1 5 N1 2.189 NM 7.228 94 942 NM 10 N1 24 N1 1.208 8 NM 5.560 NM 4.173 8 NM 39 NM 2.430 7 4 N2 18 MB 11 N1 186 N1 3.857 N1 8 N1 2.696 NM 39 NM 580 NM 5.141 4 57 10 19 36 12 46 N1 562 ED 35 NM 188 N1 12 N1 2.758 NM 2.506 58 23 NM 2.621 NM 11 NM 83 N1 3 NM 9 NM 3 NM 4.542 NM 434 N1 9 4 NM 23 3 NM 52 6 30 NM 1.853 NM 840 NM 792 6 N1 3.672 N1 3.154 9 N2 2.298 27 NM 2.437 NM 1.687 NM 137 NM 10 22 NM 84 N1 39 NM 1.206 NM 79 27 8 NM 85 82 NM 7.695 NM 27 78 881 N1 17 NM 3.318 NM 67 N1 1.275 N1 8.272 N1 22 N1 3.757 N2 1.782 208 29 NM 53 MB 9 NM 2.103 32 NM 15 10 NM 5.237 NM 144 61 237 59 NM 134 NM 14 N1 9 ES 38 ES 453 142 NM 1.010 NM 507 601 8 5 N1 32

Quant. de Título 160.500 82.500 5.000 71.000 19.900 351.100 345.900 1.400 21.500 15.300 29.700 1.326.300 7.100 47.700 843.000 25.000 320.400 352.200 92.200 1.536.300 20.100 64.100 919.600 295.800 65.400 1.200 29.700 8.178.600 28.300 248.400 798.900 47.400 153.200 3.689.600 1.000 488.700 4.347.700 29.600 338.400 23.700 20.000 1.111.800 80.000 3.016.200 2.186.300 32.900 18.600 705.300 1.100 2.200 4.100 2.800 96.300 1.384.400 3.400 813.200 59.900 318.200 2.477.800 40.000 1.240.000 8.700 7.800 18.100 25.600 17.800 385.700 18.800 152.700 11.500 827.800 1.354.500 281.300 27.500 1.130.800 11.900 114.600 3.200 14.600 3.200 1.941.100 463.600 3.700 3.300 18.800 124.000 9.700 6.500 7.600 1.107.600 8.527.500 2.564.400 2.000 1.441.200 1.038.100 2.200 637.200 18.400 1.882.900 370.300 69.500 5.100 25.200 135.900 43.900 1.273.400 69.800 34.000 53.000 60.400 106.100 3.880.600 90.000 43.100 283.600 24.200 2.354.700 397.600 592.700 4.566.200 22.900 892.800 880.600 284.000 66.800 366.500 36.500 2.210.000 18.200 3.900 100.000 2.681.300 231.000 322.000 2.730.000 44.200 71.400 62.500 24.100 31.500 631.100 1.839.800 1.426.100 232.700 296.200 7.900 20.400 20.800

Var. Fech. Compra Venda +1,5 13,89 13,93 -0,9 15,32 15,35 -0,3 29,03 30,50 +1,4 0,73 0,74 -9,1 40,00 48,30 -0,4 17,95 18,00 -0,6 20,95 21,00 -1,0 7,10 7,28 +0,6 11,70 11,79 +4,7 4,01 4,24 +4,3 2,76 2,92 +2,1 15,78 15,83 -7,7 7,35 7,50 +0,9 7,52 7,59 +1,6 0,61 0,62 +0,4 162,10 162,70 +0,2 187,00 188,00 +1,9 15,18 15,20 +1,7 27,50 27,96 +0,2 32,76 32,79 -1,6 55,41 56,00 +1,0 5,87 5,90 +0,1 14,51 14,64 -2,4 0,83 0,84 +1,6 9,40 9,45 -0,9 16,10 16,25 +1,2 13,85 13,88 +1,0 12,53 12,55 +2,5 8,07 8,40 +0,1 6,82 6,84 -0,6 25,89 25,99 +1,6 13,55 13,75 +0,1 24,50 24,67 +0,3 30,81 30,84 -0,1 33,80 36,01 +0,9 36,05 36,18 -1,2 28,65 28,70 +0,1 16,27 16,40 +1,2 12,43 12,47 8,31 9,40 11,00 11,10 +0,8 13,52 13,54 0,92 0,95 -0,1 24,00 24,05 -0,9 8,65 8,67 +0,4 2,53 2,59 +0,4 5,66 5,70 +1,8 39,91 40,00 -3,6 27,00 31,98 +7,7 25,50 29,45 -0,7 33,85 34,00 +1,1 9,00 9,10 +0,7 19,28 19,30 +0,7 26,07 26,17 +2,3 18,90 19,35 +2,7 25,76 25,90 +0,1 14,40 14,52 +2,0 52,51 52,70 -0,6 15,31 15,34 -4,0 0,24 0,25 0,24 0,26 - 33,44 34,45 +1,8 27,15 27,80 -0,6 27,51 27,61 -1,4 32,05 34,00 -0,7 35,75 35,98 -2,0 5,00 5,03 23,61 23,80 +1,4 25,68 25,96 +2,0 34,60 35,19 +2,6 38,45 38,49 +4,9 24,70 24,71 +3,6 19,31 19,74 4,53 4,56 -0,6 39,76 40,00 5,27 5,31 -0,1 17,65 17,70 +0,4 10,42 10,69 8,50 8,70 +0,1 10,85 11,10 +1,0 23,10 23,19 +0,3 16,64 16,80 8,57 8,60 +2,3 62,00 66,99 -0,4 12,65 12,90 1,21 1,25 +1,6 34,50 34,70 -1,8 1,06 1,09 -2,1 141,00 142,99 +1,4 18,55 18,56 0,84 0,85 +3,0 10,25 10,29 -3,8 25,00 28,95 -2,7 22,00 22,03 -2,7 26,21 26,22 +0,6 45,55 -0,3 36,55 36,60 -0,1 7,21 7,35 -0,3 10,69 10,72 -0,6 34,89 35,00 +0,2 16,62 16,78 - 20,00 20,20 +1,2 0,82 0,83 -0,6 8,64 8,70 +0,3 6,51 6,58 -1,3 7,85 7,88 -0,3 9,37 9,39 -47,3 0,65 0,68 +11,5 0,28 0,29 -1,4 7,83 7,87 -1,0 11,91 12,08 +0,9 29,00 29,01 +0,4 20,14 20,25 -3,7 5,01 5,08 +0,6 15,28 15,35 +0,7 4,05 4,11 -0,9 12,75 12,80 -0,2 8,55 8,98 -0,7 18,76 18,82 -0,3 25,70 25,71 -3,0 25,50 26,11 +1,4 31,20 31,38 -1,2 23,71 23,73 +4,5 6,72 6,90 0,90 0,92 -1,1 7,80 7,90 -7,1 0,26 0,28 +3,8 4,31 4,32 +0,6 68,51 68,90 -1,9 13,60 13,93 -1,7 1,12 1,17 +1,6 23,10 23,17 -1,7 2,97 2,98 -6,8 0,55 0,56 -2,4 0,39 0,40 +0,4 6,95 7,00 -1,1 34,80 35,49 -0,1 11,40 11,59 -1,2 7,71 7,75 -4,8 4,81 4,82 -4,8 4,98 4,99 0,43 0,44 -3,0 2,96 2,97 -0,4 18,00 18,26 +0,2 66,13 66,20 +0,9 18,35 21,20 +0,3 61,40 61,41 +0,2 12,23 12,38

ÍNDICES

PONTOS

Ibovespa IBRX 50 IBRX 100 ISE – Sustentabilidade ITEL – Telecom IEE – Energia Elétrica INDX – Setor Industrial IGC – Governança ITAG – Tag Along Ibovespa Fut.Jun. (BM&F)

66.674,44 9.103,80 20.842,58 1.979,47 1.435,82 24.477,86 10.355,55 6.927,67 9.021,00 67.180,00

DIA% MÊS% ANO%

0,35 0,06 0,14 0,62 1,06 -0,35 0,38 0,29 0,31 0,54

9,42 9,77 9,38 7,00 4,12 1,65 8,84 10,25 11,74 9,36

NEGÓCIOS REALIZADOS Nº de negócios Itausa Itauunibanco Itauunibanco J B Duarte J B Duarte Jbs Jereissati Jhsf Part João Fortes Julio Simoes Karsten Kepler Weber Klabin S/A Kroton Laep Le Lis Blanc Light S/A Lix Da Cunha Llx Log Localiza Log-in Lojas Americ Lojas Americ Lojas Marisa Lojas Renner Lopes Brasil Lupatech M G Poliest M.diasbranco Magnesita Sa Mangels Indl Marambaia Marcopolo Marcopolo Marfrig Marisol Merc Brasil Merc Invest Metal Iguacu Metalfrio Millennium Mills Minerva Minupar Mmx Miner Mpx Energia Mrv Multiplan Multiplus Mundial Natura Net Nord Brasil Odontoprev Ogx Petróleo Ohl Brasil Osx Brasil P.Açúcar-cbd Panamericano Parana Paranapanema Pdg Realt Petrobrás Petrobrás Pettenati Pibb Pine Plascar Part Porto Seguro Portobello Positivo Inf Profarma Providencia Randon Part Rasip Agro Rasip Agro Recrusul Recrusul Rede Energia Redecard Renar Rodobensimob Rossi Resid Sabesp Sanepar Santander Br Santander Br Santander Br Santanense Santanense Santos Brp Sao Martinho Saraiva Livr Schlosser Seb Sid Nacional Slc Agrícola Sofisa Souza Cruz Springs Sul America Sultepa Suzano Papel Tam S/A Tecnisa Tecnosolo Tecnosolo Tegma Teka Telemar Telemar Telemar N L Telesp Telesp Tempo Part Terna Part Tim Part S/A Tim Part S/A Tivit Totvs Tractebel Tran Paulist Trisul Triunfo Part Tupy Ultrapar Unipar Unipar Uol Usiminas Usiminas Vale Vale Vivo Vivo Weg Whirlpool Whirlpool Wilson Sons FONTE: BOVESPA

PN ON PN ON PN ON PN ON ON ON PN ON PN UNT DR3 ON ON PN ON ON ON ON PN ON ON ON ON ON ON ON PN ON ON PN ON PN ON PN PN ON PNA ON ON ON ON ON ON ON ON PN ON PN PN ON ON ON ON PNA PN PN ON ON ON PN PN CI PN ON ON ON ON ON ON PN ON PN ON PN PN ON ON ON ON ON PN ON PN UNT ON PN UNT ON PN PN UNT ON ON PN ON ON UNT PN PNA PN ON ON PN ON PN ON PN PNA ON PN ON UNT ON PN ON ON ON PN ON ON ON PN ON PNB PN ON PNA ON PNA ON PN ON ON PN DR3

N1 N1 N1 NM NM NM N1 N2 NM NM NM NM NM NM NM NM NM NM NM N1 N2 N2 NM

NM NM NM NM NM NM N2 NM NM N2 NM NM NM NM N1 N1 N1 N1 NM

N1 NM NM NM NM NM N1

NM NM NM NM NM N2 N2 N2 N2 NM N2 N2 NM N2 NM N2 N1 N2 NM NM

NM N2 NM NM NM N1 NM NM EG N1 N1 N1 N2 N1 N1 N1 N1 NM

5.473 630 8.140 5 62 6.793 82 759 11 17 28 156 1.759 97 5.453 43 1.849 7 9.649 1.775 47 60 5.899 341 2.884 40 598 49 34 398 21 13 4 910 1.971 16 3 84 58 5 3 17 625 50 4.010 1.348 3.942 1.048 16 405 4.606 2.204 4 63 5.088 277 36 1.919 285 10 989 4.323 3.287 11.989 6 45 10 95 453 8 797 35 7 922 9 7 6 48 4 3.756 238 46 4.967 1.336 7 68 33 3.010 4 3 8 138 345 9 5 7.206 38 35 1.488 49 290 8 3.220 1.467 127 27 36 19 48 1.178 3.374 1.190 30 920 166 4 559 2.942 8 70 2.272 874 8 103 12 1.099 6 161 96 1.146 7.554 4.117 15.585 68 3.327 306 4 4 19

ADRs (US$) MÍN.

MÁX.

ÚLT.

VAR. (%)

Bolsas internacionais

Petrobrás PN Itaú Unib. PN Vale PN Bradesco PN Gerdau PN

32,25 22,20 24,29 18 14,97

31,81 21,87 23,81 17,68 14,71

-0,13 -0,09 -0,75 -0,73 -1,28

Economista-chefe do ING Bank

Índices da Bolsa NEGÓCIOS REALIZADOS

O ouro caiu 2,12% ontem em Nova York e fechou no menor nível desde 26 de abril, a US$ 1.159,50 por onça-troy, refletindo o menor interesse dos investidores em manter aplicações no metal diante da divulgação de indicadores econômicos posi-

tivos recentemente, entre eles dados que mostraram um aumento nas vendas e nos preços das residências nos EUA. O ouro, que tende a atrair compradores em momentos de crise, chegou a tocar um preço recorde de US$ 1.263,70 por onça-troy em junho em meio a receios com as dívidas europeias, mas desde então acumula queda de aproximadamente 8%.

Ouro cai 2,12% e tem o menor preço em 3 meses

-2,79 -4,80 -3,83 0,38 -7,97 0,62 3,35 2,18 2,36 11,04

0,35%

IBOVESPA EM PONTOS 66.800 66.400 66.000 65.600 65.200 64.800 64.400 64.000 63.600 63.200 62.800 62.400

66.674

31,64 21,80 23,63 17,67 14,50

FONTE: AE

Commodities

27

20/7

Alumínio Chumbo Cobre Estanho Níquel Zinco

ONTEM

DIA ANTERIOR

2.060,00 1.975,00 7.120,00 19.500,00 20.550,00 1.938,00

2.055,00 2.015,00 7.148,00 19.600,00 20.800,00 1.955,00

1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1 1

NY-D Jones NY-Nasdaq NY-SP500 ADR B Titan Londres Frankfurt Paris Milão Tóquio Xangai Madri Hong Kong

PONTOS

DIA

VARIAÇÃO (%) MÊS ANO

10.537,69 2.288,25 1.113,84 32.567,22 5.365,67 6.207,31 3.666,40 21.158,08 9.496,85 2.575,37 10.645,00 20.973,39

0,12 -0,36 -0,10 -0,25 0,27 0,21 0,83 1,62 -0,07 -0,51 2,47 0,64

7,81 1,05 8,49 0,84 8,07 -0,11 11,64 -7,88 9,13 -0,87 4,05 4,19 6,49 -6,86 9,56 -8,99 1,22 -9,95 7,38 -21,41 14,91 -10,85 4,19 858,89

(COTAÇÕES EM R$ POR AÇÃO)

Quant. de Título 6.358.400 121.900 4.516.200 270.000 2.581.000 4.723.800 369.000 470.000 23.400 80.000 17.300 3.137.800 1.624.600 140.200 65.461.500 6.500 1.053.000 8.700 10.991.000 1.732.100 17.000 347.100 3.047.100 137.900 1.796.300 23.300 262.500 1.657.000 27.100 609.300 12.100 12.100 400 441.900 2.587.100 14.000 11.100 484.000 513.100 1.400 400.000 170.100 551.600 664.200 3.274.800 789.200 1.892.300 296.200 35.600 368.600 1.068.800 1.108.900 15.000 144.300 12.040.700 93.200 4.400 547.300 94.100 19.400 1.477.400 2.582.600 1.892.400 10.359.400 1.400 111.200 31.600 127.600 132.700 5.500 174.400 20.000 3.300 597.500 93.200 55.400 110.000 56.200 500 1.703.900 1.443.600 75.400 3.691.300 263.100 14.200 3.749.200 515.900 1.980.800 2.100 3.100 22.600 144.200 105.300 5.100 4.500 4.811.200 53.500 30.600 362.400 22.100 90.700 24.000 1.687.400 550.100 93.500 86.000 227.500 21.100 156.400 753.200 1.724.500 530.200 21.800 184.300 299.500 700 611.400 3.522.700 10.700 37.500 398.800 113.500 7.400 224.000 5.600 336.000 5.200 1.543.200 32.600 197.000 3.156.300 2.518.100 13.650.700 14.300 1.014.900 289.300 1.200 2.900 23.600

Abert. 12,80 29,60 38,80 0,08 0,09 8,60 1,43 2,95 12,09 8,63 4,06 0,36 5,23 15,00 0,93 9,29 21,19 3,41 8,44 24,50 7,88 11,07 14,64 22,15 51,42 25,81 21,10 0,18 39,11 11,91 8,72 1,05 7,70 10,08 17,93 3,00 15,00 0,46 0,39 9,95 0,11 15,75 7,03 0,39 11,90 22,00 15,49 34,31 20,80 1,37 41,60 18,85 40,00 16,40 18,81 45,50 547,50 62,86 8,95 8,50 5,64 18,41 32,07 28,00 5,89 91,11 10,75 3,49 20,50 1,65 17,71 16,60 6,05 11,47 0,41 0,38 2,00 0,88 13,80 25,67 0,84 13,66 15,61 35,26 2,54 0,22 0,20 22,50 2,62 2,67 15,16 15,25 35,20 3,67 29,30 29,85 14,32 4,19 74,60 4,25 45,70 5,25 16,60 29,71 9,75 1,14 0,83 13,98 0,44 41,19 29,80 51,32 34,75 37,95 3,95 28,40 7,28 4,85 18,25 133,00 22,70 46,77 6,35 6,00 14,01 88,20 0,74 0,59 8,87 55,29 53,61 48,60 42,33 90,79 46,49 17,25 3,30 3,55 22,89

Mín. 12,58 29,60 38,39 0,08 0,08 8,44 1,35 2,92 12,05 8,40 3,86 0,35 5,15 14,05 0,89 9,09 21,10 3,35 8,44 24,50 7,57 11,07 14,51 21,70 51,42 25,80 20,82 0,18 38,00 11,60 8,45 1,01 7,70 9,93 17,61 3,00 15,00 0,46 0,38 9,70 0,11 15,35 6,85 0,37 11,53 21,37 15,42 33,36 20,80 1,37 41,41 18,45 40,00 16,07 18,71 45,35 525,00 62,85 8,91 8,50 5,39 18,15 31,67 27,86 5,70 90,40 10,70 3,44 20,27 1,62 17,70 16,00 6,05 11,45 0,40 0,37 2,00 0,87 13,10 25,10 0,81 13,53 15,40 34,78 2,54 0,22 0,19 22,39 2,62 2,67 15,16 15,05 34,65 3,43 29,30 29,00 14,21 4,00 74,19 4,20 45,41 4,99 16,60 28,90 9,48 1,12 0,81 13,98 0,42 41,03 29,79 50,63 34,68 37,02 3,81 28,00 7,11 4,81 18,25 133,00 22,56 46,16 6,22 5,94 13,92 87,27 0,74 0,58 8,80 54,89 53,21 47,60 41,72 90,79 45,84 17,23 3,30 3,55 22,66

Máx.

Méd.

Últim.

Var. Fech. Compra Venda

12,85 30,05 38,97 0,08 0,09 8,68 1,43 2,99 12,09 8,69 4,30 0,36 5,26 15,15 0,94 9,29 21,65 3,41 9,00 25,36 7,88 11,40 14,87 22,20 52,34 26,45 21,38 0,19 39,42 12,05 8,72 1,05 7,70 10,13 17,98 3,10 15,71 0,50 0,40 9,95 0,12 15,76 7,08 0,39 11,95 22,00 15,76 34,31 21,50 1,49 42,85 18,99 40,00 16,42 19,02 47,10 547,50 63,85 9,03 8,60 5,64 18,60 32,18 28,16 5,89 91,40 10,75 3,50 20,77 1,70 18,12 16,60 6,13 11,75 0,41 0,39 2,00 0,90 13,80 25,87 0,87 13,93 16,00 35,67 2,67 0,24 0,20 22,77 2,63 2,67 15,73 15,40 35,30 3,67 29,45 29,94 14,53 4,19 76,08 4,29 46,93 5,30 17,00 29,89 9,84 1,14 0,83 14,35 0,45 42,10 30,79 52,50 35,00 38,00 3,98 28,50 7,28 4,87 18,27 133,40 23,20 46,86 6,38 6,21 14,27 88,92 0,76 0,60 8,98 55,79 54,00 48,79 42,67 99,00 46,82 17,70 3,30 3,56 22,90

12,70 29,94 38,68 0,08 0,08 8,56 1,39 2,96 12,06 8,44 3,99 0,35 5,19 14,46 0,91 9,12 21,36 3,36 8,70 25,05 7,62 11,19 14,75 22,04 52,08 26,01 21,11 0,18 39,04 11,74 8,53 1,01 7,70 10,07 17,73 3,09 15,55 0,48 0,38 9,78 0,11 15,69 6,99 0,38 11,68 21,71 15,62 33,74 21,05 1,43 42,43 18,59 40,00 16,21 18,87 45,63 534,58 63,45 8,99 8,55 5,52 18,37 31,90 28,03 5,84 90,64 10,72 3,47 20,47 1,66 17,86 16,32 6,12 11,56 0,40 0,38 2,00 0,88 13,44 25,57 0,84 13,69 15,71 35,17 2,58 0,23 0,19 22,59 2,62 2,67 15,53 15,21 35,01 3,67 29,42 29,20 14,24 4,03 75,31 4,26 45,85 5,09 16,84 29,29 9,62 1,13 0,81 14,32 0,44 41,78 30,44 51,65 34,91 37,25 3,92 28,23 7,19 4,84 18,26 133,02 22,81 46,46 6,23 6,00 13,99 88,43 0,74 0,59 8,84 55,30 53,67 48,04 42,08 95,42 46,24 17,58 3,30 3,55 22,89

12,62 29,91 38,50 0,08 0,08 8,55 1,40 2,97 12,07 8,44 3,91 0,35 5,18 14,30 0,90 9,09 21,64 3,35 8,91 25,10 7,58 11,21 14,81 21,82 52,05 26,44 21,20 0,18 39,41 11,69 8,45 1,05 7,70 9,95 17,67 3,10 15,71 0,49 0,39 9,90 0,12 15,40 6,96 0,38 11,53 21,52 15,66 33,63 21,50 1,44 42,85 18,50 40,00 16,15 18,86 45,35 534,00 63,85 8,96 8,55 5,60 18,38 31,80 27,98 5,70 90,60 10,72 3,45 20,50 1,65 17,75 16,30 6,13 11,45 0,40 0,39 2,00 0,88 13,10 25,35 0,85 13,90 15,90 35,20 2,67 0,23 0,20 22,51 2,62 2,67 15,73 15,30 34,94 3,43 29,45 29,14 14,21 4,05 75,89 4,27 45,45 5,00 16,75 29,06 9,50 1,12 0,81 14,35 0,45 41,90 30,60 52,50 34,99 37,10 3,89 28,50 7,13 4,85 18,26 133,00 22,80 46,35 6,22 6,08 13,92 88,92 0,76 0,58 8,90 55,78 53,80 48,00 41,95 97,50 46,32 17,65 3,30 3,55 22,88

-0,9 12,62 12,63 +0,4 29,91 29,98 -0,2 38,50 38,54 0,08 0,09 -11,1 0,08 0,09 8,55 8,58 -2,1 1,38 1,40 +1,0 2,96 2,97 +0,3 12,07 12,08 -1,3 8,44 8,49 -10,9 3,87 4,35 -2,8 0,35 0,36 +0,2 5,17 5,18 -3,7 14,25 14,30 0,89 0,90 +1,0 8,65 9,10 +2,1 21,62 21,64 -4,3 3,34 3,38 +7,2 8,90 8,91 +2,9 24,90 25,10 -2,8 7,58 7,78 +1,2 11,12 11,21 +1,2 14,77 14,81 -0,1 21,82 22,09 +2,0 52,00 52,05 +0,5 26,10 26,45 +1,3 21,19 21,20 0,17 0,18 +0,5 39,00 39,44 -1,9 11,62 11,69 -3,3 8,41 8,45 1,01 1,05 +0,7 7,65 7,74 -0,4 9,95 9,99 -0,7 17,64 17,67 3,01 3,10 -0,4 15,00 15,71 +8,9 0,48 0,49 0,38 0,39 -0,4 9,71 9,94 0,11 0,12 +0,7 15,40 15,59 -1,0 6,93 6,96 0,37 0,38 -2,0 11,53 11,54 -2,2 21,52 21,59 +1,6 15,63 15,66 -0,3 33,63 33,82 +3,6 21,20 21,50 +5,1 1,42 1,44 +3,4 42,70 42,85 -1,3 18,50 18,56 - 40,50 50,00 +0,6 16,15 16,29 +0,7 18,86 18,92 -0,3 45,35 45,90 -2,4 530,00 544,00 +1,6 63,85 63,89 +0,9 8,95 8,96 -0,6 8,55 8,64 +0,7 5,58 5,60 -0,1 18,23 18,38 -0,4 31,80 31,91 +0,3 27,97 27,98 -3,2 5,65 5,78 - 90,60 90,89 -0,1 10,72 10,74 -0,3 3,45 3,47 20,21 20,50 +2,5 1,62 1,65 +0,2 17,75 17,80 -0,3 16,05 16,30 +1,7 6,11 6,13 11,45 11,50 -2,4 0,40 0,41 +2,6 0,37 0,38 +11,7 1,79 2,00 0,87 0,88 -2,9 12,22 13,30 - 25,34 25,35 +3,7 0,83 0,85 +2,3 13,65 13,90 +3,3 15,85 15,90 +1,6 35,20 35,35 -0,7 2,57 2,67 0,22 0,23 0,19 0,20 +1,7 22,51 22,60 -1,9 2,60 2,62 +0,8 2,61 2,99 +0,8 15,52 15,73 +1,5 15,30 15,40 +0,4 34,75 34,94 -2,0 3,43 3,75 +0,6 29,30 29,45 -1,7 29,14 29,15 -0,8 14,21 14,29 -0,7 4,01 4,05 +2,7 75,81 75,89 4,22 4,27 +0,1 45,45 45,75 -2,0 4,90 4,99 +1,0 16,75 16,80 -1,4 29,06 29,15 -3,0 9,50 9,59 -0,9 1,12 1,13 0,81 0,82 +2,4 14,38 14,68 +2,3 0,43 0,45 +2,6 41,90 42,11 +2,9 30,60 30,66 +2,7 52,27 52,50 +0,7 34,75 35,00 -2,1 37,09 37,29 -0,5 3,84 3,89 +0,7 28,30 28,50 -1,1 7,12 7,13 +1,0 4,85 4,86 +0,1 18,26 18,27 - 133,00 134,50 +0,4 22,60 22,80 +0,4 46,35 46,80 -1,0 6,22 6,38 +3,1 6,01 6,08 -2,7 13,91 14,30 +0,9 88,42 88,92 +2,7 0,73 0,76 -1,7 0,58 0,59 +0,2 8,90 8,95 +1,4 55,46 55,78 +1,0 53,80 53,89 -0,4 48,00 48,11 -0,4 41,93 41,95 +9,4 96,00 97,50 +0,7 46,25 46,32 +2,0 17,65 17,70 +3,1 3,20 3,40 3,55 3,56 22,88 22,90

Mercado Futuro Jan11 Fev11 Mar11 Abr11

DI de 1 Dia (contrato = R$100.000,00; cotação = Taxa) Contr.

Contr.

Preço

Preço

Último

Aberto

Negoc.

Mín.

Máx.

Preço

Ago10 418.222 16.095 Set10 379.411 46.560 Out10 1.174.785 196.810 Nov10 154.770 40.605 Jan11 3.378.49 598.335 Abr11 161.960 45.255 Jul11 663.342 132.720 Out11 66.306 600 Jan12 1.415.178 285.560

10,630 10,635 10,720 10,770 10,830 10,990 11,190 11,400 11,510

Vencto.

Ajuste

10,640 10,630 99.839,71 10,640 10,635 98.962,30 10,750 10,725 98.117,81 10,790 10,770 97.314,81 10,880 10,840 95.606,98 11,060 11,020 93.124,78 11,260 11,220 90.597,43 11,440 11,400 87.972,56 11,610 11,520 85.517,25

Dólar Comercial (contrato = US$50.000,00; cotação = R$/US$1.000,00) Vento.

Contr.

Contr.

Preço

Preço

Último

Aberto

Negoc.

Mín.

Máx.

Preço

Ajuste

Ago10 477.447 288.165 1.755,5 1.774,5 1.769,0 1.770,88 Set10 199.545 23.945 1.770,0 1.786,0 1.782,5 1.783,09 Out10 18.380 30 1.787,0 1.797,0 1.797,01.795,8230 Nov10 4.930 0 0,000 0,000 0,000 1.808,39 Dez10 4.035 0 0,000 0,000 0,000 1.820,96

39.905 25 0 5.440

25 0 0 0

1.831,0 0,000 0,000 0,000

1.831,0 0,000 0,000 0,000

1.831,0 1.835,52 0,000 1.849,18 0,000 1.862,28 0,000 1.876,15

Ibovespa (contrato = cotação a futuro x R$1,00; cotação = pontos do índice) Contr.

Contr.

Preço

Preço

Último

Aberto

Negoc.

Mín.

Máx.

Preço

Ajuste

Ago10 109.398 62.785 66.600 67.455 67.180 Out10 10.240 100 67.800 68.000 68.000 Dez10 10.585 195 68.900 68.900 68.900 Fev11 70 0 0 0 0 Abr11 0 0 0 0 0 Jun11 535 0 0 0 0 Ago11 0 0 0 0 0 Out11 80 0 0 0 0 Dez11 0 0 0 0 0

67.075 67.912 68.885 69.948 70.878 71.994 73.175 74.246 75.428

Vencto.

Ouro (contrato = 250g; cotação = R$/g) Núm.

Contr.

Preço

Preço

Último

Var.

Negoc.

Negoc.

Mín.

Máx.

Preço

Ptos.

44 70,600 72,000 71,200

-1,11

12

Moedas Dólar (em R$) DIA

15/7 16/7 19/7 20/7 21/7 22/7 23/7 26/7 27/7

1,770 1,780 1,785 1,772 1,784 1,758 1,757 1,764 1,768

1,772 1,782 1,787 1,774 1,785 1,760 1,759 1,765 1,770

1,860 1,850 1,840 1,830 1,860 1,840 1,830 1,800 1,840

1,970 1,960 1,960 1,960 1,960 1,960 1,960 1,950 1,9400

1,783 1,793 1,850 1,777 1,760 1,740 1,733 1,747 1,737

0,28%

DÓLAR

COMERCIAL PARALELO TURISMO Compra Venda Compra Venda Compra Venda

EM REAIS

1,900 1,910 1,910 1,887 1,873 1,877 1,880 1,867 1,890

1,790 1,785 1,780 1,775 1,770 1,765 1,760 1,755 1,750

1,770

20/7

27

FONTE: AE

Câmbio (R$)

Conversão 1 EURO/ 1 LIBRA/ US$ 1/NY EUROPA LONDRES

Dólar americano 1,000 Dólar australiano 1,1099

R$ 1/ BRASIL

1,3001

1,5595

0,5650

1,4430

1,7308

0,6270

Dólar canadense 1,0355 0,7692 Euro Franco suíço 1,0600 87,84 Iene

1,3463

1,6148

0,5850

1,000 1,3781 114,20

1,1995 1,6530 136,98

0,4346 0,5989 49,63

Libra esterlina

0,6413

0,8337

1,000

0,3623

Peso argentino

3,9310

5,1107

6,1302

2,2209

Peso chileno

519,95

675,99

810,84

293,76

Rublo

30,216

39,283

47,120

17,071

AS MOEDAS NA VERTICAL: VALOR DE COMPRA SOBRE AS DEMAIS

Dólar americano Dólar australiano Dólar canadense Euro Franco suíço Iene Libra esterlina Peso argentino Peso chileno Rublo Yuan

COMPRA

VENDA

1,7650 1,5931 1,7032 2,2933 1,6643 0,0201 2,7506 0,4488 0,0034 0,0583 0,2604

1,7658 1,5942 1,7044 2,2947 1,6654 0,0201 2,7524 0,4491 0,0034 0,0584 0,2605

FONTE: BC

FONTE: BC

Falênciaserecuperaçãojudicial ● São Paulo

Falências Choice Bag Comercial Ltda. contra Karpes Indústria e Comércio de Bolsas Ltda. R. São Felix do Piauí, 1.220 – 2ª V. Falências. Somhar Equipamentos de

Segurança Ltda. contra Qualix Serviços Ambientais Ltda. R. Antônio Ribeiro Pina, 225 – 2ª V. Falências. Santana Factoring Fomento Comercial Ltda. contra J Lisboa Confecções - ME. R. Bernardino Fanganiello, 137 – 1ª V. Falências.


%HermesFileInfo:B-11:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Mercados

Economia B11

O melhor da

informação financeira online e em tempo real

Agronegócios As cotações do café arábica também cederamemNovaYork.Em umasessão semnovidades, o contrato para setembro caiu 1,12%, a 163,75 centavos de dólar por libra-peso. A bolsa do grão seguiu o desempenho de outros mercados de matérias-primas, como petróleo e metais,quetiveramumdiafracodepoisdadivulgação de indicadores decepcionantes dos Estados Unidos, entre eles a queda na confiança do consumidor em julho. O norte-americano está mais pessimista com a economia do país, lugar onde mais se consome café no mundo.

Análise: Ana Conceição

Realização de lucro faz açúcar cair 1%

R

ealizações de lucro pressionaram as cotações do açúcar na Bolsa de Nova York ontem. Depois de subir fortemente na véspera, o contrato com vencimento em outubro, o mais negociado, cedeu 1,08%, para 18,42 centavos de dólar por libra-peso.Masoprodutoaindaregistravalorização de 14,7% em julho. Algunsanalistas consideraramorecuona terça-feira apenas uma pausa do mercado. Eles estimam que o contrato pode ser negociado por valores entre 18,50 e 20,50 centavos de dólar, por causa da dificuldade de embarque do produto no Brasil, maior fornecedor mundial. Ontem, um executivo da maior refinaria do mundo, a Al Khaleej, disse que pode faltar açúcar no Oriente Médio durante as comemorações do Ramadã, em agosto, diante dos problemas logísticos brasileiros e também da restrição da oferta global.

Mai11

Contr. Aberto

Contr. Negoc.

Preço Mín.

Preço Máx.

Último Preço

Ajuste

Set10 Dez10 Mar11 Mai11 Jul11 Set11 Dez11

16.083 12.225 1.550 0 0 1.174 0

1.440 196 5 0 0 8 0

192,60 189,40 196,00 0,00 0,00 190,50 0,00

196,15 193,00 196,00 0,00 0,00 191,00 0,00

193,20 189,70 196,00 0,00 0,00 190,50 0,00

193,20 189,65 193,65 191,80 190,50 190,50 188,75

Contr. Aberto

Ago10 Set10 Nov10 Jan11 Mar11

0 13.124 4.325 638 319

Contr. Negoc.

Preço Mín.

Preço Máx.

Último Preço

Ajuste

18,80

18,42

18,60

0 0,00 785 19,84 392 20,80 89 22,05 5 21,51

0,00 20,03 21,00 22,19 21,51

0,00 19,99 20,94 22,15 21,51

19,50 19,99 20,94 22,15 21,51

CEAGESP

17,80 17,60 17,20 20/7

27

Em baixa: Camarão Rosa M

Último Preço

Ajuste

85,30 86,70 86,85 87,75 87,90 87,70

85,30 86,70 86,85 87,80 87,95 87,70

Preço Mín.

Preço Máx.

Último Preço

Ajuste

0 0,00 10 23,70 0 0,00 0 0,00 72 21,70 0 0,00

0,00 23,70 0,00 0,00 21,95 0,00

0,00 23,70 0,00 0,00 21,95 0,00

23,51 23,60 22,41 21,97 21,95 22,03

Chileno ................................Cxt 30,29/33,94 Nova Zelândia ..................Cxt 45,00/50,00 Kiwi Nacional

.................................................Cxt 18,00/20,00 Laranja

8/10 Frutos ..........................Cxt 15,05/16,66 12 Frutos .................................Cxt 11,60/12,91 15 Frutos ...................................Cxt 9,01/10,16

Pérsia A (9/10 Dz) ..............Cx M 31,21/33,21 Pérsia B (13/15 Dz) ...........Cx M 26,21/28,21 Pérsia C (18/24 Dz) ...........Cx M 21,21/23,21

Ameixa Estrang.

Limão

Terra ............................................Kg 1,53/1,64 Maçã .............................................Kg 2,11/2,37 Ouro ..............................................Kg 1,73/1,95 Prata Mg ......................................Kg 1,58/1,68 Prata Sp .......................................Kg 1,52/1,62 Nanica Climat. ........................Kg 0,90/0,99

Carambola

.....................................................Cxt 6,47/7,66 Cereja Estrang.

...................................................Kg 20,81/24,73 Coco Verde

...........................................Cem 104,83/119,78 Figo

A ..................................................Cxt 7,05/7,97 B ..................................................Cxt 4,81/5,73 Fruta Do Conde

9/10 Frutos ............................Cxt 19,71/21,77 12 Frutos ...............................Cxt 15,89/17,45 15 Frutos ................................Cxt 12,60/14,16 18 Frutos .................................Cxt 9,38/10,87 Goiaba

Vermelha 9 Frutos ................Cxt 6,79/7,62 Vermelha 12 Frutos .............Cxt 6,78/7,62 Vermelha 15 Frutos ..............Cxt 6,78/7,62 Vermelha 18 Frutos ..............Cxt 4,94/5,62 Branca 9 Frutos ....................Cxt 4,75/5,36 Branca 12 Frutos ...................Cxt 4,75/5,36 Branca 15 Frutos ...................Cxt 4,75/5,36 Branca 18 Frutos ...................Cxt 3,08/3,69 Graviola

..................................................Cxt 26,51/30,12 Jabuticaba

....................................................Kg 12,81/15,00

997,00 973,00 964,00 974,00

Taiti A (21/27 Dz) .............Cx M 28,28/30,01 Taiti B (32/38 Dz) ...........Cx M 23,56/25,28 Taiti C (40/45 Dz) ...........Cx M 18,93/20,56 Maçã Estrang.

Red Del 80-163 Frutos .........Kg 3,09/3,38 Granny Smith 80-162 Frutos .Kg 2,45/2,71 Maçã Nacional

Fuji 80-150 Frutos ..................Kg 2,87/3,09 Fuji 163-175 Frutos ..................Kg 2,37/2,66 Gala 80-150 Frutos .................Kg 2,39/2,56 Gala 163-175 Frutos ................Kg 1,90/2,24 Mamão

Formosa A ...................................Kg 1,05/1,16 Formosa B ................................Kg 0,77/0,88 Havaí 12 Frutos .........................Kg 1,39/1,48 Havaí 15 Frutos .........................Kg 1,42/1,52 Havaí 18 Frutos ..........................Kg 1,42/1,52 Havaí 21 Frutos ..........................Kg 1,21/1,30 Havaí 24/28 Frutos ................Kg 0,99/1,06 Manga

Hadem 9 Frutos ......................Kg 3,48/3,72 Hadem 12 Frutos ...................Kg 3,54/3,80 Hadem 15 Frutos ....................Kg 2,73/3,02 Hadem 18 Frutos ...................Kg 2,09/2,34 Palmer 9 Frutos ......................Kg 2,38/2,63 Palmer 12 Frutos .....................Kg 2,35/2,61 Palmer 15 Frutos ......................Kg 1,95/2,12 Palmer 18 Frutos ......................Kg 1,60/1,76 Tommy Atkins 12 Frutos ........Kg 1,73/1,93 Tommy Atkins 15 Frutos .......Kg 1,35/1,47 Tommy Atkins 18 Frutos ........Kg 1,10/1,20 Maracujá

Azedo A .................................Cx K 16,11/17,49 Azedo B ..................................Cx K 12,81/14,11 Azedo C ................................Cx K 10,06/11,08 Doce 8 Frutos .......................Cxt 11,34/14,01 Doce 10 Frutos ......................Cxt 11,34/14,01 Doce 12 Frutos .......................Cxt 7,68/8,68 Doce 15 Frutos ......................Cxt 5,68/6,68

FECH. AJUSTE VAR.%

1.004,00 998,00 981,00 973,00 973,00 965,50 976,25 974,50

998,00 973,00 965,50 974,50

-0,03 -0,18 -0,05 0,00

9 14 1 25

MÍN.

38,54 38,69 38,93 39,25

MÁX.

FECH. AJUSTE VAR.%

38,81 38,56 38,56 -0,62 38,96 38,71 38,71 -0,67 38,93 38,90 38,90 -0,66 39,67 39,29 39,29 -0,68

Amarelo 6/7 Frutos ............Cx 16,76/17,96 Amarelo 8/9 Frutos .............Cx 16,11/17,29 Amarelo 10/11 Frutos .........Cx 14,27/15,48 Amarelo 12/14 Frutos ..........Cx 11,67/12,86

Japonesa .....................................Kg 1,35/1,40 Seca ..............................................Kg 1,27/1,37 Moranga .....................................Kg 0,72/0,80 Paulista ..................................Sc 17,47/19,29

Mexerica

Abobrinha

Rio A .....................................Mcx 23,76/25,00 Rio B ......................................Mcx 19,53/20,76 Rio C ......................................Mcx 15,53/16,53

Brasileira Extra Aa ........Cx K 18,94/20,88 Brasileira Extra A ..............Cx K 13,43/15,61 Brasileira Extra .................Cx K 9,66/10,87 Italiana Extra Aa ............Cx K 29,24/32,52 Italiana Extra A ...............Cx K 22,08/25,09 Italiana Extra .....................Cx K 15,70/18,33

Morango

Comum ......................................Kg 6,65/7,65 Nectarina Estr.

Espanhola .................................Kg 4,24/4,61 Americana ...............................Kg 5,94/7,49

Alcachofra

NesPêra

5x5 Frutos .........................Cxt 55,00/60,00 5x6 Frutos ..........................Cxt 45,00/50,00 6x6 Frutos ..........................Cxt 35,00/40,00 7x6 Frutos .........................Cxt 25,00/30,00 (4 Cumbuca ) .......................Cxt 19,22/21,90

0,6188 0,6215 0,5804 0,5738 0,5848 0,6128 0,6139 0,6077 0,6399 0,6036 0,5806 0,5708 0,6008 0,6301

TR/Poupança Índice

MÊS

ANO

12 MESES

TR (1º/7) Poupança (1º/8)

0,1151 0,6157

0,30 3,87

0,35 6,57

INSS Mês de competência: Julho Trabalhador assalariado e doméstica*

Pêra Estrang.

Danjou ................................Cx P 51,49/56,43 Pack's Triumph ..............Cx P 51,40/56,50 Red Bartelet ...................Cx P 65,00/70,00 William's ..........................Cx P 59,50/64,77

8% 9% 11% 12%

AUTÔNOMO (BASE EM R$)

ALÍQUOTA

De 510,00 a 3.416,54

20%

MÁX.

0,93 0,97 0,93 0,00

Uva

Beterraba

Niagara Extra A .......................Kg 3,47/3,67 Niagara Extra ..........................Kg 3,06/3,27 Niagara Especial .....................Kg 2,64/2,84 Itália Extra A ..............................Kg 3,81/4,15 Itália Extra .................................Kg 3,16/3,39 Itália Especial ...........................Kg 2,58/2,88 Centenial Extra A .....................Kg 4,71/5,21 Centenial Extra .......................Kg 3,23/3,64 Isabel Extra ...............................Kg 2,60/2,80 Brasil Extra A ...........................Kg 4,12/4,33 Brasil Extra ................................Kg 3,39/3,78 Brasil Especial .........................Kg 2,65/2,85 Rubi Extra A ..............................Kg 3,87/4,15 Rubi Extra .................................Kg 3,24/3,52 Rubi Especial ............................Kg 2,69/2,90 Benitaka .....................................Kg 3,69/4,12 Red Globe ..................................Kg 4,74/5,24 Thompson .................................Kg 6,55/7,50

Extra Aa ..............................Cx K 17,24/18,52 Extra A ..................................Cx K 13,19/14,49 Extra .....................................Cx K 9,45/10,69

Tangerina

Cará

Extra A ................................Cx K 27,55/31,93 Extra ....................................Cx K 15,87/18,38

FECH. AJUSTE VAR.%

VENCTO. NEGOC.

MÍN.

MÁX.

FECH. AJUSTE VAR.%

Out. 34 80,30 81,48 Dez. 3.479 76,00 76,94 Mar./11 775 74,29 75,38 Mai. 108 74,99 76,08

81,45 76,70 74,33 75,03

81,45 0,28 76,70 0,27 74,33 -1,18 75,03 -1,08

FECH. AJUSTE VAR.%

-1,07 -0,93 -0,80 -1,47

VENCTO. NEGOC.

Set. Nov. Jan./11 Mar.

649 130 18 18

MÍN.

MÁX.

145,55 146,95 148,15 148,15

147,70 148,50 149,25 149,25

MÍN.

MÁX.

FECH. AJUSTE VAR.%

566,60 0,09 519,10 0,25 506,50 -0,02 489,10 -0,04

VENCTO. NEGOC.

-

MÍN.

MÁX.

FECH. AJUSTE VAR.%

Set. 3.560 163,20 166,55 163,75 Dez. 846 164,10 167,30 164,75 Mar./11 94 164,25 166,30 164,70 Mai. 7 164,85 166,15 164,40

VENCTO. NEGOC.

Set. Nov. Jan./11 Mai.

8 659 450 329

MÍN.

1.687 1.693 1.710 1.699

163,75 -1,12 164,75 -1,08 164,70 -1,02 164,40 -1,05

146,85 148,00 149,25 149,25

146,70 147,85 148,95 148,95

R$/SACA DE 60KG

MÉDIO

Norte do Paraná

34,55 34,50 36,78 36,00 35,35 34,50 31,77 31,00 34,70 33,30 33,54 31,00

Ponta Grossa (PR) Passo Fundo (RS) Rio Verde (GO) Triângulo Mineiro Rondonópolis (MT)

MÍN.

FECH. AJUSTE VAR.%

Inhame

Extra A ................................Cx K 28,12/32,62 Extra ....................................Cx K 19,26/21,90 Especial ...............................Cx K 14,01/15,77 Jiló

Redondo Extra Aa ..........Cx K 36,95/40,26 Redondo Extra A .............Cx K 28,88/32,19 Redondo Extra .................Cx K 21,80/24,17 Mandioca

Graúda ................................Cx K 14,00/15,00 Média .....................................Cx K 11,07/12,07 Miúda ......................................Cx K 8,34/9,34 Mandioquinha

Extra Aaa ..................................Kg 3,20/3,53 Extra Aa ......................................Kg 2,53/2,83 Extra A .........................................Kg 1,92/2,15 ..............................................Cx K 37,44/46,80 Pepino

Pimenta

* Vermelha Extra Aa ....Cx K 25,98/29,45 * Vermelha Extra A ........Cx K 19,20/21,80 Cambuci Extra Aa ..........Cx K 29,83/32,83 Cambuci Extra A ............Cx K 22,72/26,42 Verde Americ Extra Aa Cx K 24,32/27,38 Verde Americ Extra A ...Cx K 18,67/21,00 Verde Americana Extra Cx K 13,42/15,48 Pimentão

Verde Extra Aa ..................Cx K 10,43/11,39 Verde Extra A ......................Cx K 7,89/8,85 Verde Extra ...........................Cx K 5,43/6,39 Vermelho Extra Aa ........Cx K 30,56/34,07 Vermelho Extra A ..........Cx K 23,65/26,14 Vermelho Extra ...............Cx K 17,94/20,18 Amarelo Extra Aa ..........Cx K 27,63/32,96

-0,70 -1,39 -1,32 -1,33

Cerrado (MG)

83,60

83,00 85,00

Bauru/Marília (SP)

84,50

83,00 85,00

Campo Grande (MS)

76,40

76,00 78,00

Cuiabá (MT)

79,22

79,00 80,00

Dourados (MS)

78,80

78,00 80,00

Goiânia (GO)

84,33

84,00 85,00

Presidente Prudente (SP)

80,60

80,00 82,00

Noroeste do Paraná (PR)

78,75

78,00 80,00

Triângulo Mineiro

79,50

79,00 80,00

As principais notícias e cotações do agronegócio, análises e tendências de mercado no Brasil e no mundo estão na Agência Estado.

MÁX.

Sul de Minas Gerais Noroeste do Paraná (PR) Zona da Mata (MG) Garça (SP)

MÍN.

MÁX.

300,00 290,00 278,00 285,00 280,00

310,00 300,00 288,00 293,00 285,00

Couve Flor

Verduras

Extra .......................................Eng 9,58/10,54 Especial ....................................Eng 7,69/8,52 Primeira ..................................Eng 6,07/6,82

Mercado Atacadista Secretaria do Abastecimento e Ceagesp Preços em R$ Acelga

Erva Doce

Extra ..........................................Eng 6,70/7,22 Especial ...................................Eng 5,18/5,64 Primeira ...................................Eng 3,69/4,14 Agrião

Extra .......................................Eng 16,19/17,90 Especial .................................Eng 13,01/14,19 Primeira ...............................Eng 10,04/11,22 Alface

Americana Extra ..............Eng 12,46/14,66 Americana Especial ...........Eng 9,42/10,42 Americana Primeira ..............Eng 8,14/9,11 Crespa Extra .........................Eng 8,25/9,54 Crespa Especial ...................Eng 6,09/7,08 Crespa Primeira .....................Eng 4,19/4,81 Romana ...................................Eng 7,87/9,39 Lisa Extra ............................Eng 10,04/11,60 Lisa Especial ...........................Eng 7,52/8,52 Lisa Primeira .........................Eng 5,52/6,52 Alho Porro

Extra ......................................Dzmc 7,33/8,67 Especial ..............................Dzmc 5,00/6,00 Primeira ..............................Dzmc 3,34/4,00 Almeirão

Extra ...................................Dzmc 12,63/14,71 Especial ..............................Dzmc 9,60/10,60 Primeira ..............................Dzmc 7,60/8,60 Escarola

Extra ........................................Eng 8,47/9,59 Especial ....................................Eng 6,36/7,29 Primeira ...................................Eng 4,57/5,16 Espinafre

Extra ..................................Dzmc 12,06/13,33 Especial ..............................Dzmc 9,43/10,22 Primeira ...............................Dzmc 7,39/8,13 Hortelã

.......................................................Mc 2,30/2,75 Louro

......................................................Mc 2,50/3,00 Milho Verde

Extra .........................................Sc 9,07/10,00 Especial ......................................Sc 7,07/8,00 Primeira .....................................Sc 4,37/5,30 Moiashi

.......................................................Pct 2,13/2,41 Mostarda

Assine AE Agronegócios, sua melhor safra de informações. Grande São Paulo (11) 3856-3500 Outras localidades 0800 011 3000 atende.ae@grupoestado.com.br www.ae.com.br.

.............................................Dzmc 10,85/13,02

.........................................................Kg 1,75/2,00

Mercado Atacadista Secretaria do Abastecimento e Ceagesp Preços em R$ Alho Estrang.

Bonito

.........................................................Kg 1,75/2,00 Cacão

Argentino Tipo 7 ..................Kg 12,42/13,00 Argentino Tipo 6 ..................Kg 10,84/11,84 Argentino Tipo 5 .....................Kg 8,84/9,84 Chines ........................................Kg 8,00/9,00 Amendoim

Com Casca ...........................Sc 63,62/65,00 S/Casca ..................................Sc 96,90/98,62 Batata

Comum Especial ......................Kg 1,00/1,17 Comum 1a./2a. ........................Kg 0,60/0,69 Comum Especialzinha ........Kg 0,60/0,69 Benef.comum Especial ........Kg 0,88/1,02 Benef.comum 1a./2a. ............Kg 0,55/0,63 Benef.comum Especialzinha .Kg 0,56/0,65 Benef.lisa Especial ....................Kg 1,10/1,20 ........................................................Kg 1,70/1,80

Coco Seco

Extra .......................................Eng 10,29/11,29 Especial ...................................Eng 8,29/9,29 Primeira ..................................Eng 6,29/7,29

Extra ..................................Dzmc 15,70/17,14 Especial ............................Dzmc 12,40/13,40 Primeira ............................Dzmc 9,59/10,59

Brócolos

Repolho

Extra ..................................Dzmc 19,99/22,34 Especial ............................Dzmc 15,55/17,14 Ninja ......................................Eng 10,73/13,33

Liso Extra ................................Eng 6,33/7,67 Roxo Extra ..........................Eng 13,96/15,97

.................................................Sc 38,88/40,00

Tomate

Cenoura C/Folha

Extra Aa ............................Cx K 20,66/23,37 Extra A .................................Cx K 15,44/17,32 Extra ....................................Cx K 10,73/12,62

Maduro Extra Aa .......................Kg 1,28/1,38 Maduro Extra A ...........................Kg 1,01/1,11 Maduro Extra ...........................Kg 0,76/0,86 Salada Extra Aa .......................Kg 1,30/1,40 Salada Extra A .............................Kg 1,01/1,11 Salada Extra ............................Kg 0,72/0,83 Caqui Extra Aa ..........................Kg 1,94/2,14 Cereja Extra Aa .......................Kg 2,79/3,07

Extra .......................................Eng 14,15/16,43 Especial ................................Eng 10,67/11,67 Primeira ..................................Eng 8,67/9,67

Manjericão

Chicória

Crespa Hidropônica ............Eng 10,01/11,21 Lisa Hidropônica .................Eng 10,01/11,21 Mimosa Hidropônica ...........Eng 10,01/11,21 Romana Hidropônica ......Eng 10,30/11,30

Couve

Vagem

Extra ......................................Dzmc 8,41/9,47 Especial ................................Dzmc 6,33/7,12 Primeira ...............................Dzmc 4,51/5,32 Bruxelas Extra ........................Pct 3,10/3,60

................................................Dzmc 8,80/10,91 Coentro

Extra ..................................Dzmc 21,60/25,44 Especial ............................Dzmc 14,34/17,73

M.pipoca Estran

.................................................Sc 38,86/40,00 Milho Pipoca

.................................................Sc 42,00/45,00

Chuchu

.......................................................Mç 2,07/2,27 Alface

Grande .......................................Kg 3,75/4,00 Média ..........................................Kg 2,75/3,00 Pequena .....................................Kg 2,25/2,50 Grande .......................................Kg 2,25/2,50

Grande ...................................Kg 14,00/15,00 Médio .......................................Kg 11,00/12,00 Pequeno ...................................Kg 9,00/10,00

Rabanete

Branco/Verde Extra ......Dzmc 18,86/21,80 Branco/Verde Especial Dzmc 14,43/16,15 Branco/Verde Primeira Dzmc 10,66/12,22

Corvina

Namorado

Beterraba C/Fol

.............................................Dzmc 13,52/16,09

.........................................................Kg 1,75/2,00

Cebola Estrang.

Pupunha .....................................Pc 8,14/9,14

Rúcula

........................................................Kg 2,25/2,50 Cascote

Grande ...................................Kg 13,00/14,00 Médio .......................................Kg 11,00/12,00 Pequeno ....................................Kg 7,00/8,00

Palmito

Catalonha

Carápau

Linguado

.......................................................Mc 6,00/7,00

.........................................................Mc 2,61/3,11

7 Barbas Limpo .......................Kg 3,50/4,00 Branco Grande ..................Kg 27,00/30,00 Ferro Primeira ....................Kg 14,00/15,00 Rosa Grande ......................Kg 38,00/40,00 Rosa Médio .........................Kg 28,00/30,00 Rosa Pequeno ......................Kg 16,50/18,00

Minas Gerais Graúda ..............Kg 1,82/1,92 Minas Gerais Média .................Kg 1,82/1,92 Minas Gerais Miúda .................Kg 1,62/1,72 Roxa Graúda .............................Kg 2,00/2,12 Roxa Média ................................Kg 2,00/2,12 Roxa Miúda ................................Kg 1,80/1,90

Aspargo

Orégano

Camarão

Cebola

Argentina Graúda ...................Kg 1,84/1,94 Argentina Média ......................Kg 1,84/1,94 Argentina Miúda ......................Kg 1,64/1,74

Extra ...........................................Mc 3,43/3,76 Especial ......................................Mc 2,73/3,06 Primeira ....................................Mc 2,07/2,38

Raia ..............................................Kg 2,25/2,50

Espada

Canjica

Nabo

Salsão

Macarrão Curta Extra Aa .Cx K 59,41/64,83 Macarrão Curta Extra A .Cx K 47,79/55,10 Macarrão Curta Extra ...Cx K 29,13/34,09

Betarra

Diversos

Extra ......................................Dzmc 9,18/10,12 Especial ...............................Dzmc 7,29/8,23 Primeira ...............................Dzmc 5,41/6,35 Pão De Açúcar Extra .....Dzmc 11,49/12,69 Pão De Açúcar Especial Dzmc 9,29/10,29 Pão De Açúcar Primeira .Dzmc 7,19/8,19

Extra ...................................Dzmc 10,87/12,57 Especial ..............................Dzmc 9,00/9,90 Primeira ..............................Dzmc 6,40/7,29

Extra .................................Cx K 40,00/50,00 Especial .............................Cx K 25,00/30,00

Barretos (SP)

34,70 37,00 36,00 32,50 36,50 34,90

MÉDIO

Liso Extra Aa ...................Cx K 50,59/54,71 Liso Extra A .....................Cx K 36,70/40,82 Liso Extra ..........................Cx K 23,88/27,55

Feijão Corado

83,00 84,00

0,72 0,75 0,67 0,67

303,46 295,36 281,67 288,00 282,70

Quiabo

Torta Extra Aa ................Cx K 45,34/50,34 Torta Extra A ....................Cx K 35,17/40,17 Torta Extra .....................Cx K 25,00/30,00

MÍN. MÁX.

83,67

Soja

.......................................................Mc 4,02/4,91

Ervilha

MÉDIO

Araçatuba (SP)

PREÇOS AO PRODUTOR

Salsa

Extra Aa .......................................Kg 1,21/1,36 Extra A ........................................Kg 0,92/1,00 Extra ...........................................Kg 0,68/0,77

R$/ARROBA, A PRAZO

Fonte: AE Broadcast

R$/SACA DE 60KG MÁX.

INPC (IBGE) IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV) IPA-DI (FGV) IPC-DI (FGV) IPC (FIPE) IPCA (IBGE) INCC - (FGV) CUB (Sinduscon) ICV - Dieese

NO ANO 12 MESES

-0,11 0,85 0,34 0,43 -0,21 0,04 0,00 1,09 0,17 0,02

3,38 5,68 5,48 6,18 3,64 3,10 3,09 5,62 5,22 3,22

4,76 5,17 5,07 4,89 4,93 4,85 4,84 6,48 5,77 5,58

* NOVA SÉRIE EM MARÇO/2007

A PAGAR (R$)

De 102,00 a 693,48

Vencimento 16/8. O percentual de multa a ser aplicado fica limitado a 20%, mais taxa Selic.

IPC-FIPE

1,0517 1,0507 1,0485

IPCA (IBGE)

1,0484

INPC (IBGE) ICV-DIEESE

1,0476 1,0558

Fatores válidos para contratos cujo último reajuste ocorreu há um ano. Multiplique o valor pelo fator.

Índices VALOR

DIA%

MÊS% ANO%

10,68 10,64 13,62 1,550

0,71 0,00 0,00 0,65

3,59 23,61 5,03 23,43 0,96 11,82 27,05 1,97

CDB (30/22) CDI Capital de Giro Hot money

Fator da TR

Indicadores UNID.

IGP-M (FGV) IGP-DI (FGV)

DATA PERÍODO

UFIR Out./00 R$ 1,0641 UFESP 2010 R$ 16,42 UFM-SP 2010 R$ 96,33 UPC Jul. a Set. R$ 21,86 SAL. MÍN. Julho R$ 510,00 FGTS Julho 0,3056% SELIC* Junho 0,79% * Incide sobre valor nominal do débito. Há, ainda, multa de 0,33% ao dia, limitada a 20% sobre o valor nominal. Para pagto. da 4ª cota e da 1ª, 2ª e 3ª em atraso, até 30/7 os juros da Taxa Selic são de 2,54%.

Salário regional paulista O piso salarial tem três faixas , R$ 560, R$ 570 e R$ 580, de acordo com a atividade profissional (a lista das atividades por faixa está na Lei estadual de nº 13.983/10 em 10 de março de 2010, que vale a partir Abril, para pagamento em Maio/10) e não se aplica a trabalhadores que têm piso definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo de trabalho nem a servidores públicos, aposentados e pensionistas.

24/7 25/7 26/7 27/7

FATOR

DATA

0,01228943 0,01232777 0,01238411 0,01233140

28/7 29/7 30/7 31/7

FATOR

0,01230948 0,01222885 0,01211952 0,01209578

DI - Over DATA

VALOR

DIA%

MÊS%

ANO%

22/7 23/7

10,64 10,64

0,0401 0,0401

0,6168 0,6572

4,9305 4,9726

26/7

10,64

0,0401

0,6976

5,0148

27/7

10,63

0,0401

0,7380

5,0569

Imposto de Renda na fonte BASE DE CÁLCULO (R$)

Até 1.499,15 De 1.499,16 até 2.246,75 De 2.246,76 até 2.995,70 De 2.995,71 até 3.743,19 Acima de 3.743,19

ALÍQUOTA

PARCELA A DEDUZIR

– 7,5 15 22,5 27,5

Isento 112,43 280,94 505,62 692,78

Deduções: R$ 150,69 por dependente; pensão alimentícia integral; contribuição ao INSS. Aposentado com 65 anos ou mais tem direito a uma dedução extra de R$ 1.499,15 no benefício recebido da previdência.

Maiores por Rentabilidade mês(%) Referenciado DI 3,73 FI Refer Brb Lider 30 Dias DI 2,1 Mb Master Ref DI Lp FIF* 1,98 Mb Super Ref DI Lp FIC* 1,25 FI Banestes Vip DI Refer Lp 0,8 Vic Fg 2 Cred PrIV FI Ref Renda Fixa 9,82 Caixa FI Master III RF* 9,75 Caixa FIC Selecao RF* 8,97 Mb Matic Renda Fixa Lp FIF* 8,8 Mb Especial RF Lp FIC* 3,02 FI R Fixa Brb Executivo Fundos de Curto Prazo 0,74 Santander FI Curto Prazo 0,74 Tebe Curto Prazo FICFI 0,74 Rt Enterprise Curto Prazo FI 0,74 Caixa FI Curto Prazo 0,74 Federal Curto Prazo FI Multim. Multiestratégia 42,91 Infinity Platinum FI Mult* 17,82 FI Multimerc Cred PrIV Mero* 13,73 Mocastland FI Multim Cred PrIV* 12,69 Sparta Trends FI No Exter. Multim* 12,32 FI Multimerc Conejo Fund* Multim. Juros e Moedas 2,56 Ffie FI Mult Cred PrIV* 2,43 Rt Comp 6 FI Multimercado* 2,12 FI Rio Bonito Multimerc Cred. Priv.* 1,54 Btg Pactual High Yield Plus FI Multi* 1,49 Opus Macro Srv Master FI Multim* Ações Livre 24,64 FI Ações Proprietario 10* 22,76 Mercaante FI De Ações* 20,73 Vinci Prioritario FI Ações* 20,1 Profit 180 FI Ações* 18,32 Rst Create Fundo Invest Açoe*

15,00 13,00 16,00 14,10 7,00 17,00 13,50 16,00

Boi Gordo

Café Arábica

1.695 1.691 1.691 1.724 1.699 1.699 1.736 1.715 1.715 1.723 1.704 1.704

MÁX.

14,30 12,60 15,00 12,80 7,00 14,50 12,00 15,75

FECH. AJUSTE VAR.%

.................................................Dzmc 9,28/11,55

(250 Gramas) ...........................Pct 2,38/2,86

Crinsson .....................................Kg 7,00/7,91 Moscatel ....................................Kg 7,27/7,57 Thompson ................................Kg 9,00/9,40 Red Globe ..................................Kg 7,57/7,95

MÁX.

Cebolinha

Cenoura

Cogumelo

Uva Estrang.

MÍN.

Set. 1.901 2.240 2.298 2.280 2.280 0,04 Dez. 1.596 2.142 2.185 2.170 2.170 0,09 Mar./11 545 2.115 2.158 2.143 2.143 -0,05 Mai. 72 2.119 2.158 2.148 2.148 -0,05

MÍN.

14,54 12,63 15,50 13,38 7,00 15,32 12,66 15,75

Norte do Paraná Passo Fundo (RS) Sudoeste do Paraná Sorriso (MT) Chapecó (SC) Rio Verde (GO) Triângulo Mineiro

EM DÓLARES POR TONELADA

Caipira Extra Aa ...............Cx K 18,36/20,28 Caipira Extra A ..................Cx K 13,52/15,43 Caipira Extra ......................Cx K 9,53/10,57 Comum Extra Aa ............Cx K 14,23/15,98 Comum Extra A ...............Cx K 10,91/12,06 Comum Extra .......................Cx K 8,38/9,47 Japonês Extra Aa ...........Cx K 32,02/35,23 Japonês Extra A ............Cx K 24,80/27,73 Japonês Extra ..................Cx K 18,54/20,54

Murcot A (8/10 Dz) ........Cx M 36,35/38,35 Murcot B (11/12 Dz) .........Cx M 31,35/33,35 Murcot C (13/15 Dz) ........Cx M 26,20/28,20 Poncam A (8/10 Dz) ......Cx M 34,20/36,20 Poncam B (11/12 Dz) .......Cx M 28,51/30,51 Poncam C (13/15 Dz) ....Cx M 23,60/25,60

Americano .................................Kg 5,93/7,16 Espanhol ...................................Kg 4,29/4,54

VENCTO. NEGOC.

MÉDIO

Mogiana (SP)

Açúcar – Londres

Batata Doce

Conserva Extra ...............Cx K 25,00/30,00 Conserva Especial .........Cx K 18,00/20,00 Conserva Primeira .........Cx K 12,00/15,00 Japonesa Extra ..............Cx K 35,00/40,00 Japonesa Especial .......Cx K 25,00/30,00 Japonesa Primeira .......Cx K 18,00/20,00 Extra Aa ..............................Cx K 10,38/11,38 Extra A ....................................Cx K 7,80/8,80 Extra .......................................Cx K 5,43/6,43

0,87 0,73 0,69 0,10

EM CENTS DE US$ POR LIBRA-PESO

19,05 18,42 18,42 18,50 18,09 18,09 17,68 17,37 17,37 17,14 16,70 16,70

Maxixe

Berinjela

Pêssego Estran.

ALÍQUOTA (%)

Até 1.040,22 De 1.040,23 a 1.733,70 De 1.733,71 a 3.467,40 * Empregador

MÍN.

Graúda .......................................Cb 3,79/3,99 Média ...........................................Cb 2,81/3,01 Miúda ...........................................Cb 1,83/2,03 Amarela Extra Aa ............Cx K 27,55/32,19 Amarela Extra A .............Cx K 20,18/22,68 Amarela Extra ...................Cx K 14,17/16,67 Rosada Extra Aa .............Cx K 25,26/27,95 Rosada Extra A .................Cx K 16,38/18,18 Rosada Extra .......................Cx K 11,37/13,19

2.980 3.003 3.030 3.049

Suco de Laranja – NY

..............................................Cx K 20,42/23,83

Mercado Atacadista Secretaria do Abastecimento e Ceagesp Preços em R$ Abóbora

Set. 2.724 2.954 3.026 2.999 Dez. 673 2.978 3.050 3.021 Mar./11 159 3.008 3.049 3.047 Mai. 19 3.030 3.060 3.049

EM CENTS DE US$ POR LIBRA-PESO FECH. AJUSTE VAR.%

EM CENTS DE US$ POR LIBRA-PESO

Gengibre

Legumes

Reajuste do aluguel (Julho) Jun.

SALÁRIO DE CONTRIBUIÇÃO

-0,26 -0,32 -0,50 -0,61

Açúcar – NY

EM DÓLARES POR TONELADA

Melão

Inflação (%) 0,8391 0,9018 0,8406 0,7739 0,7950 0,8330 0,8942 0,8780 0,8702 0,8839 0,8508 0,8409 0,8811 0,9105

377,00 390,50 398,75 406,25

590,00 602,00 595,00 595,00 625,50 633,00 627,00 627,00 651,00 658,00 653,50 653,50 656,00 656,00

Café – Londres

Ago. Set. Out. Dez.

FECH. AJUSTE VAR.%

Algodão – NY MÁX.

EM CENTS DE US$ POR BUSHEL VENCTO. NEGOC.

R$/SACA DE 60KG

MÁX.

Ovos

Branco Extra ........................Cx 46,63/47,63 Branco Grande ....................Cx 45,24/46,24 Branco Grande Embalado ...Bd 4,41/4,72 Branco Médio ......................Cx 42,92/43,92 Branco Pequeno ................Cx 38,63/39,63 Branco Extra Embalado .......Bd 5,02/5,20 Vermelho Extra ..................Cx 49,33/50,33 Vermelho A ...........................Cx 48,19/49,19 Vermelho B ..........................Cx 45,56/46,56 Codorna ......................................Cx 1,70/1,80

Lula

Fresca Primeira ..................Kg 12,00/13,00 Merluza

.......................................................Kg 6,00/7,00

Pacu

.......................................................Kg 5,00/5,50 Parati

........................................................Kg 2,25/2,50 Pescada

Grande .....................................Kg 8,50/10,00 Média .........................................Kg 7,00/8,00 Pequena ....................................Kg 4,50/5,00 Amarela ................................Kg 13,00/14,00 Goete Grande ...........................Kg 3,75/4,00 Maria Mole Grande ...............Kg 3,75/4,00 Maria Mole Média ..................Kg 2,75/3,00 Maria Mole Pequena .............Kg 2,30/2,50 Tortinha ....................................Kg 2,75/3,00 Porco

Grande .......................................Kg 4,75/5,00 Robalo

..................................................Kg 23,00/25,00

Pescado

Sardinha

Mercado Atacadista Secretaria do Abastecimento e Ceagesp Preços em R$ Abrotea

Fresca Grande ........................Kg 2,70/2,80 Fresca Média ...........................Kg 2,30/2,50

Hidropônico ........................Eng 12,25/13,47

Grande .......................................Kg 3,80/4,00

Tainha

Escarola

Anchovas

Hidropônica ........................Eng 10,40/11,40

Grande .......................................Kg 5,00/5,50

Grande .......................................Kg 4,75/5,00 Média .........................................Kg 3,75/4,00

Rúcula

Bagre A.salgada

Traíra

Hidropônica ........................Eng 15,66/17,44

......................................................Kg 4,00/4,50

Grande ......................................Kg 4,50/4,80

Agrião

Savelha

........................................................Kg 0,90/1,00

Fundos

TR/TBF/poupança (%) 0,1182 0,1209 0,800 0,0734 0,0844 0,1122 0,1133 0,1072 0,1392 0,1031 0,0802 0,0704 0,1003 0,1295

377,00 390,50 398,75 406,25

EM CENTS DE US$ POR LIBRA PESO

MÁX.

Suas Contas 13/7 a 13/8 14/7 a 14/8 15/7 a 15/8 16/7 a 16/8 17/7 a 17/8 18/7 a 18/8 19/7 a 19/8 20/7 a 20/8 21/7 a 21/8 22/7 a 22/8 23/7 a 23/8 24/7 a 24/8 25/7 a 25/8 26/7 a 26/8

MÍN.

Óleo de Soja – Chicago

Redon/Comprida Graúda .....Kg 0,73/0,83 Redon/Comprida Média ........Kg 0,52/0,61 Redon/Comprida Miúda ......Kg 0,33/0,39

Atemóia

Banana

9 4 70 6

Melância

Lima

Americana ...............................Kg 8,43/10,01 Espanhola .................................Kg 5,39/5,98

Ago. Set. Nov. Jan./11

MÍN.

.......................................................Kg 0,90/1,00 Kiwi Estrang.

Fresca ...................................Cxt 15,00/18,00

Havaí A Graúdo ..........Cem 285,36/302,68 Havaí B Médio ............Cem 238,23/255,49 Havaí C Miúdo .............Cem 190,97/208,23 Pérola A Graúdo ........Cem 374,47/393,93 Pérola B Médio ...........Cem 323,28/342,99 Pérola C Miúdo .........Cem 273,04/292,75

382,50 396,25 399,00 409,00

Café – NY

EM CENTS DE US$ POR BUSHEL

Jaca

Baia A (7/10 Dz) ...............Cx M 28,23/29,50 Baia B (11/13 Dz) .............Cx M 24,05/25,39 Baia C (14/15 Dz) .............Cx M 20,09/21,24 Lima A (10/13 Dz) ............Cx M 28,02/29,52 Lima B (14/15 Dz) ............Cx M 22,64/24,65 Lima C (18/21 Dz) .............Cx M 19,42/20,42 Pêra A (10/13 Dz) ..............Cx M 26,88/28,12 Pêra B (14/15 Dz) .............Cx M 23,14/24,35 Pêra C (18/21 Dz) ..............Cx M 18,79/19,94 Seleta A (8/10 Dz) .........Cx M 34,00/35,00 Seleta B (11/13 Dz) ..........Cx M 30,00/31,00 Seleta C (18/21 Dz) .........Cx M 26,00/27,00

Abacaxi

376,50 390,50 399,00 406,75

Out. 1.076 566,00 575,80 566,60 Dez. 654 518,40 525,10 519,10 Mar./11 432 505,60 513,00 506,50 mai. 96 489,00 496,00 489,10

MERCADOS FUTUROS Soja – Chicago VENCTO. NEGOC.

Preço Máx.

A ..............................................Eng 10,19/10,59 B .................................................Eng 8,17/8,40

R$ 23,14 a R$ 24,65/Cxm

20,90

85,35 86,84 87,09 87,95 87,95 87,70

Cajú

Em Alta: Laranja Lima

20,90

Preço Mín.

Acerola

R$ 35,00 a R$ 30,00/kg

20,90

85,20 86,35 86,60 87,20 87,45 87,55

Fortuna A .........................Cx K 25,00/27,00 Fuck´s A ............................Cx K 19,00/22,00 Margarida A .....................Cx K 18,00/20,00 Avocado A .............................Cxt 16,78/18,78 Quintal A ..........................Cx K 25,00/27,00

Set. 20 Dez. 7 Mar./11 3 Mai.

VENCTO. NEGOC.

*Contratos de outubro/2010

46 170 223 2.427 55 27

Mercado Atacadista Secretaria do Abastecimento e Ceagesp Preços em R$ Abacate

65 10 1 3

MÍN.

EM LIBRAS ESTERLINAS POR TONELADA FECH. AJUSTE VAR.%

17,40

Contr. Negoc.

Frutas

Dez. Mar./11 Mai. Jul.

VENCTO. NEGOC.

Milho

Cacau – Londres

EM CENTS DE US$ POR BUSHEL VENCTO. NEGOC. MÍN. MÁX.

Out. 15.270 18,35 Mar./11 6.026 18,01 Mai. 805 17,29 Jul. 945 16,63

18,00

10 20,90

Contr. Negoc.

Milho – Chicago

18,20

Contr. Aberto

10 528 225 0 2.853 0

284,00 286,50 284,30 284,30 0,07 279,70 279,70 278,60 278,60 0,22 275,80 280,50 278,50 278,30 0,36 277,70 277,70 0,00

18,40

3.202 1.757 1.831 22.570 625 88

Contr. Aberto

16 1 22

VENCTO. NEGOC.

Jul10 Ago10 Set10 Out10 Nov10 Dez10

Set10 Nov10 Mar11 Abr11 Mai11 Jun11

1,08%

EM CENTAVOS DE DÓLAR POR LIBRA-PESO

Vencto.

Vencto.

Set. Out. Dez. jan./11

VENCTO. NEGOC.

COTAÇÕES DO AÇÚCAR EM NY

Soja (contrato = 27 toneladas; cotação = US$/60 Kg)

Milho (contrato = 450 sacas; cotação = R$/60kg)

E M CENTS DE US$ POR LIBRA-PESO FECH. AJUSTE VAR.%

EM CENTS DE US$ POR BUSHEL

Boi Gordo (contrato = 330@; cotação = R$/@)

Vencto.

Vencto.

499

Cacau – NY

EM DÓLARES POR TONELADA VENCTO. NEGOC. MÍN. MÁX.

Trigo – Chicago

BM&FBOVESPA

Café Arábica (contrato = 100 sacas; cotação = US$/saca)

Farelo de Soja – Chicago

SK&C

27/7/2010 dia(%) ano(%) PL(R$ mm) Cota(R$) 0,04 0,04 0,03 0,05 0,04

7,66 6,31 5,38 5,35 5,48

44.053,42 23.315,54 4.402,50 247.474,65 24.903,32

11,28 147,99 42,60 8,49 1,09

0,04 0,04 0,04 0,03 0,02

14,44 13,79 13,01 11,58 7,06

29.951,27 29.938,65 4.621,03 3.447,46 25.938,97

2,42 2,21 32,40 65,16 2,68

0,04 0,04 0,04 0,04 0,04

5,04 5,05 5,05 5,05 5,06

3.412.965,27 508.859,71 1.402.996,54 3.837.926,59 2.680.162,86

3,17 35,63 10,73 3,13 42,28

6,61 -0,44 1,67 -0,13 -0,23

27,05 15,80 11,00 -20,17 -3,28

1.947,55 14.691,55 125.201,04 3.599,68 777.839,40

1,02 115,80 1,68 0,65 1,14

8,10 17.672.463,46 8,50 37.047,17 0,96 55.575,88 2,07 70.763,77 6,57 36.177,22

1,24 4,37 1,01 1,02 106,57

-0,13 -0,26 0,15 0,12 0,15 0,30 0,66 0,76 0,71 0

13,95 -39,61 24,99 28,49 3,99

18.885,44 4.852,79 251.347,00 98.020,73 15.833,05

113,95 417,53 124,99 1,28

21,67

Maiores por Patrimônio Referenciado DI BB Top DI FI Refer DI Lp* Santander FI Refer DI Bram FI Refer DI Rubi Itaú Referenciado DI FI Unibanco Top DI FI Refer Renda Fixa Caixa FI Master RF L Prazo* Bram FI RF Caixa FIC Personal RF L Prazo* Caixa FI Master Perf RF Lp* Caixa FIC Executivo RF L P* Fundos de Curto Prazo BB Cp Administ Supremo FICFI BB Top Cp 2 FI Curto Prazo BB Cp Administrativo Dif FICFI BB Cp Administ Absoluto FICFI BB Cp 50 Mil FICFI Multim. Multiestratégia FIC FI Multim Petros Master* Safra Global FI Mult Cred Priv* FIC FI Multim Petros Moderado* Select 1 FIC FI Multi. Prev.* Fprf2 Albatroz FI Multim Prev* Multim. Juros e Moedas Ffie FI Mult Cred Priv* OGX 63 Multim Credito Privado FI* FI Multim Petros Credito Privado* Perf Fix Ib Multimerc FI* Capital Perf Fix Ib Mult FIC* Ações Livre Geração L. Par FIA* Tempo Capital Principal FI Aç* Bird Fdo Invest Aç Invest Exteri* Geração FIA Programado* CSHG Beta 14 FIC FI Ações*

dia(%) mês(%) ano(%) PL(R$ mm) Cota(R$) 0,04 0,04 0,04 0,04 0,04

0,71 0,76 0,75 0,76 0,75

5,22 20.954.527,12 5,28 18.124.741,34 5,13 15.455.700,28 5,17 14.319.251,11 5,14 7.417.227,72

7,99 66,31 3,81 74,17 1,97

0,04 0,04 0,04 0,04 0,04

0,69 0,77 0,66 0,7 0,63

4,97 20.877.391,92 5,25 11.403.757,07 4,72 10.902.636,57 5,04 8.297.770,53 4,42 8.295.482,59

9,64 10,51 7,24 1,21 8,43

0,02 0,04 0,04 0,04 0,04

0,43 0,74 0,7 0,66 0,66

2,70 5,06 4,75 4,45 4,47

17.829.273,55 8.462.724,17 5.941.329,15 4.685.849,91 4.126.581,79

2,22 1,07 1,89 3,54 2,78

0,05 0,04 0,05 -0,04 -0,06

0,77 0,71 0,7 1,01 0,99

5,45 10.939.369,83 5,10 8.289.652,35 5,36 4.316.091,56 8,41 3.949.376,81 8,68 3.464.362,09

4849,45 5437,52 3,79 2,97 6,20

-0,13 0,04 0,05 0,02 0,02

2,56 0,72 0,89 0,59 0,55

8,10 17.672.463,46 5,26 5.270.972,03 6,06 2.803.545,76 5,06 2.179.809,15 4,77 2.033.228,90

1,24 13,42 3,70 255,22 245,11

-0,55 0,70 -0,14 0,01 0,10

9,54 9,01 0,04 8,79 2,6

0,82 -4,66 5,27 -4,58 6,28

57,86 125,79 1023,31 1,76

2.443.121,25 1.025.748,42 972.205,98 895.589,33 755.285,25

19,47


B12 %HermesFileInfo:B-12:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Negócios

estadão.com.br Ranking. CEO da Oracle é o mais bem pago dos EUA economia.estadão.com.br

Estratégia. Petrolífera britânica colocou em prática um plano de vendas de US$ 30 bilhões em ativos, uma forma de fazer caixa para enfrentar os gastos decorrentes da explosão de uma plataforma de exploração de petróleo no Golfo do México em abril

BP tem prejuízo trimestral recorde de US$ 17 bi e anuncia troca do presidente CHRIS GRAYTHEN/AFP

Jamil Chade CORRESPONDENTE / GENEBRA

A empresa petrolífera britânica BP registrou no segundo trimestre um prejuízo de US$ 17 bilhões, o maior de sua história e a primeira perda em 18 anos, resultado direto dos problemas provocados pela explosão de uma plataforma de exploração no Golfo do México, em abril. Por causa desses problemas, a empresa colocou em prática um plano de venda de ativos de US$ 30 bilhões e anunciou ontem a troca do presidente. O prejuízo registrado pela BP significa mais de três vezes o lucro acumulado pela mineradora Vale em todo o ano passado (US$ 5,35 bilhões). É maior também que todo o ganho da Petrobrás em 2009, de US$ 16,6 bilhões. Apesar do prejuízo recorde, a BP comemorou o aumento de 34% na receita trimestral, que chegou a US$ 75,8 bilhões. O novo presidente da companhia, Bob Dudley, assume em 1.º de outubro, no lugar de Tony Hayward, tendo como uma das principais missões limpar a imagemda BP,desgastada apóso desastre ambiental sem precedentes nos EUA. Dudley foi rápido em dizer que o grupo terá de adotar “uma nova cultura”. “Uma catástrofe como esta sacode até as bases. E só há duas maneiras de reagir. Umaéfugir. A outra éenfrentar a situaçãoemudaraculturadaempresa, assegurando que todas as medidas de controle funcionem, para que isso não volte a acontecer”, disse o executivo americano, ex-chefe da BP na Rússia e o primeiro não britânico a chegar ao comando do grupo. Ele foi escolhido por ser um especialista em lidar com situa●●

PARA LEMBRAR

Óleo vazou no Golfo do México por 85 dias Uma explosão na plataforma de exploração Deepwater Horizon, no Golfo do México, que matou 11 trabalhadores em 20 de abril, marcou o início de um dos maiores desastres ambientais da história dos Estados Unidos: o vazamento de óleo do poço da British Petroleum (BP), que jorrou durante 85 dias ininterruptos, até ser estancado no último dia 15. Não existe estatística exata sobre o tamanho do problema, mas calcula-se que entre 350 milhões e 700 milhões de litros de petróleo tenham sido derramados no Golfo. Entretanto, o acidente e a demora em encontrar uma solução para o problema devem afetar a gigante do setor no longo prazo: no segundo trimestre, a empresa fez uma reserva de US$ 32,2 bilhões em seu balanço para cobrir custos relacionados ao desastre.

Limpeza. Custos com acidente nos EUA podem ter efeito de longo prazo no balanço da British Petroleum ções de emergência e por crises devazamentodepetróleoemoutras partes do mundo. “Não há dúvidas de que vamos aprender muitocom isso egarantoque haverá uma mudança real”, disse. “Para que a BP permaneça forte e viável nos Estados Unidos, terá de fazer muitos esforços.” Protesto. Em Londres, postos de gasolina da empresa foram

ocupados ainda na madrugada por manifestantes ligados ao Greenpeace,impedindoquevendessem combustível durante todo o dia. A marca da empresa foi substituída por um emblema mostrandoumvazamentodepetróleo no mar. “Queremos usar essa oportunidadeparafazeraBPpensarnuma mudança que vá bem além de uma troca no comando, perdas

catastróficas e pensões estranhas”,afirmouo diretor executivo do Greenpeace no Reino Unido, John Sauven. “Trocar um Tony (Hayward) por um Bob (Dudley)não mudaa situação de uma empresa.” A empresa fez uma provisão de US$ 32,2 bilhões para cobrir oscustosatuaisefuturosrelacionados ao vazamento de óleo. A operação de limpeza já recupe-

rou 825 mil barris de líquido. Queimadascontroladasaindaremoveram261milbarrisde petróleo da superfície do mar. No total, 40 mil pessoas trabalham na limpeza nos Estados Unidos. Tony Hayward, que deixará o comando da BP, apesar de apontadocomoumdosprincipaisresponsáveispeloacidenteepelagerência caótica da crise que se seguiu, receberá um pacote de be-

nefícios generoso. Receberá umacompensaçãodeUS$1,6milhão e uma pensão de US$ 16 milhões pelos 30 anos de empresa.

Recuperação

BOB DUDLEY: “Para que a BP permaneça viável nos EUA, terá de fazer muitos esforços” NOVO PRESIDENTE DA BP

TOBY MELVILLE /REUTERS

Drogasil chega ao mercado do Rio Contrariando a onda de aquisições no setor, rede estreia sozinha no Rio e adquire 20 pontos em Brasília e Goiás Patrícia Cançado

A Drogasil anunciou ontem à noite a entrada no mercado do Rio de Janeiro – o segundo maior do País – e a compra de 20 pontos da Drogaria Santa Marta em Brasília e Goiás. A aquisição é acanhada, mas diz muito sobre a estratégia de crescimento da companhia, hoje a terceira maior rede do setor. Emvezdecomprarconcorrentes – com seus funcionários, sua cultura e suas eventuais surpresas fiscais e trabalhistas –, a Drogasiltemdadopreferênciaàcompra apenas dos pontos de farmácias de médio e pequeno portes pelo Brasil afora. “Comprar o quê? Eu já vi várias empresas. É de arrepiar. O problemaéqueasredessãofamiliares. E empresa familiar só faz negócio em duas condições: quando tem briga de família ou

Brazil Pharma compra rede do Centro-Oeste ● A Brazil Pharma, holding do

banco BTG Pactual, anunciou esta semana a compra de metade da rede de farmácias Rosário Distrital, maior do setor no CentroOeste. A rede tem faturamento de R$ 400 milhões e 80 lojas no Distrito Federal e em Goiás. O

quando ela está mal”, afirmou o presidente da Drogasil, Claudio Roberto Ely, numa entrevista concedida ao Estado há duas semanas. Quando a Drogaria São Paulo anunciou a compra da concorrente Drogão, no mês passado, analistas de mercado voltaram a criticar a postura conservadora da Drogasil. Controlada pela família Oliveira Dias, da Camargo Corrêa, a rede de farmácias paulistana é a que teria mais condições de liderar o movimento de consolidação que tomou conta

valor do negócio não foi divulgado. Com a aquisição, a Brazil Pharma passa a reunir 510 lojas e a ter um faturamento estimado entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão. Os sócios-fundadores da Rosário, Álvaro Silveira e Felipe Faria, permanecerão na gestão. Em setembro de 2009, o BTG comprou 100% da rede franqueadora Farmais, com 400 lojas. Em maio deste ano, o banco comprou 75% da Farmácia dos Pobres, com 32 lojas, no Nordeste.

do mercado. Ela tem dinheiro em caixa e é a única do setor com ações negociadas no Novo Mercado – portanto, com mais acesso à capital. Mas, até aqui, ela vem negando essa tese. “A gente não quer fazer de qualquer jeito. Não é que eu não dê importância ao mercado. Estamos crescendo a uma taxa de 25%ao anohá quatro anos. Não é pouco”, justifica Ely. “Na crise, quando deu o medão no mercado, um investidor me perguntou qual era o meu caixa líquido. Eu disse: por que você quer saber se

seis meses atrás você dizia que caixa não era importante? Agora já passou a ser de novo?” A entrada no Rio era planejada. Aliás, causava estranheza no mercado a ausência da rede no Estado, que concentra cerca de 15% das vendas de medicamentos do País. O problema é que se trata de um mercado concorrido, caro e com alto índice de informalidade.AestratégiadaDrogasil é abrir, inicialmente, apenasseislojas. Mas,no médio prazo, a meta é ter 40 pontos. No mercado, circulam rumores de que a Drogasil estaria negociando a compra da Drogasmil,do Rio de Janeiro. A Drogasil nega. Desde 2008 a Drogasmil é controlada pelo grupo mexicano Casa Saba. “A Drogasil está recheada de dinheiro e tem sido muito tímida com aquisições. Mas,por outrolado,fazeraquisições nesse setor não é fácil”, diz o analista-chefe da corretora Banif, Oswaldo Teles. Eficiência. Quando Ely assu-

miuaDrogasil,há12anos,oscontroladoreslhe entregarama missão de aumentar a venda média por loja. Engenheiro que fez carreira na Camargo, o executivo gaúcho fechou 42 lojas entre 1998 e 2004. “A gente é implacável com fechamento de lojas. Mas, nos últimos anos, só fechamos duas”, diz Ely. Oexecutivocrioualgumaspráticaspara melhoraronívelde eficiência das lojas. Como regra,

NOVA FRONTEIRA l Com mais de 300 lojas no País, a Drogasil entra só agora no Rio de

Janeiro e reforça presença em Brasília

EM NÚMERO DE LOJAS

203

27 SÃO PAULO

MINAS GERAIS

36

24

12 ESPÍRITO SANTO

6

GOIÁS

BRASÍLIA

RIO DE JANEIRO

l Embora não fosse líder em faturamento, a Drogasil foi a rede mais

lucrativa do setor no ano passado EMPRESA

FATURAMENTO (EM BILHÕES DE REAIS)

LUCRO (EM MILHÕES DE REAIS)

Pague Menos

1,85

42,1

Drogasil

1,78

74,5

Drogaria São Paulo*

1,70

32,9

Drogaria Pacheco

1,62

28,5

Droga Raia

1,59

0,04

*não inclui Drogão, adquirida neste ano FONTE: BALANÇO DAS EMPRESAS DE 2009

um gerente não fica mais do que doisanos numa loja. O objetivo é tirar o funcionário da zona de conforto, dando um desafio permanente. A cada trimestre, eles são obrigados a fazer um apresentação dos resultados da loja. Uma segunda-feira do mês, a

INFOGRÁFICO/AE

companhia promove uma sessão de melhores práticas entre gerentesediretores.Nesseevento, os funcionários são convidados a contar suas experiências de sucesso. “A soma dessas pequenas coisas melhora a eficiência das lojas”, diz Ely.


%HermesFileInfo:B-13:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Negócios B13 USIMINAS–15/7/2010

Importação de aço opõe siderúrgicas a distribuidoras IABr acusa as distribuidoras de fazer ‘importações especulativas’, ancorando-se em benefícios fiscais concedidos pelo governo Mônica Ciarelli / RIO

O volume crescente de importação de aço que vem sendo registrado noBrasil acirrou as diferenças entre o Instituto Aço Brasil (IABr), entidade que representa as siderúrgicas, e as distribuidoras do setor. Para o presidente do IABr, MarcoPolo de Mello Lopes, o nível recorde dos estoques nacionais reflete as “importações especulativas” das distribuidoras. Segundo ele, elas estariam se ancorando em benefícios fiscais oferecidos pelo governo. As distribuidoras dizem, por sua vez, que importam porque estão em busca de preços mais baixos. “Essas importações especulativas estão sendo realizadas, diga-se de passagem, sem beneficiar o consumidor final. Alguém está se apropriando dessa margem, e é o distribuidor”, afirma Lopes. Já Christiano da Cunha Freire, dono da segunda maior distribuidorade açodoPaís,afirma que as companhias seguem apenas as regras de mercado. “Todo mundo procura comprar mais barato e o preço do aço lá fora está 10% a 15% mais baratodoqueocobrado internamente”, explica. O mercado considera que a partir de 15% de prêmio j��valeapenaparaosconsumidores de aço assumir os riscos de importação, como o cambial e a

Usiminas investe para atender o setor de petróleo ● O vice-presidente de Negócios

da Usiminas, Sérgio Leite de Andrade, afirmou ontem o objetivo da empresa é, até 2015, processar metade do aço fabricado pela companhia. Atualmente, a siderúrgica processa 20% do aço que fabrica. Em palestra no seminário promovido pela Associação Brasileira de Metalurgia e Mineração (ABM), o executivo afirmou que a Usiminas tem planos de investir, até 2012, R$ 10 bilhões. Desse total, R$ 4 bilhões são exclusivamente para a ampliação de capacidade voltada à demanda da indústria de petróleo e gás. Ele citou como exemplo a nova linha de laminação a quente, que terá capacidade de produzir 2,3 milhões de toneladas de aço a partir de meados de 2011. E também a ampliação da produção de chapas grossas. / M.C.

defasagem entre a data do pedido e a da entrega. Existe ainda o custo de frete, queacabasendocompensadopelos incentivos fiscais oferecidos por Estados brasileiros para o

Biocombustível é aposta para JBS e DuPont Paula Pacheco

Depois de colocar em operação a unidadedePirapozinho (SP) para produzir metilato de sódio, usado na produção de biodiesel, DuPont e JBS fazem planos para ampliar a produção. É a primeira planta de grande porte no Brasil, que hoje importaquasequetotalmenteometilato de sódio usado por aqui. Desde janeiro deste ano, passou a ser obrigatória a adição de 5% de biocombustível no diesel vendido no País. É o chamado B5. Com

isso, se criou um mercado anual de 2,3 bilhões de toneladas de biocombustível por ano. Para atender a essa demanda, são necessárias45miltoneladasde metilato de sódio. Num primeiro momento, as empresas vão usar metade da capacidade instalada, que é de 60 mil toneladas de metilato de sódio por ano. Mas com o tempo, segundo Vinícius Soares, executivo da divisão de Soluções Químicas da DuPont para a América Latina, as sócias pretendem aumentar a produção, seja com a

uso de portos fora de São Paulo. São esses benefícios que o presidente do IABr critica. Mas, segundo Freire, os benefícios são praticamente neutralizados pelos custos de frete, que podem chegar a representar de 10% a 13% do valor da mercadoria. Dados do Instituto Nacional de Distribuidores de Aço (Inda) revelam que os estoques de aço já atingiram o nível histórico de 3,6 meses de consumo, frente aos tradicionais 2,6 meses. Para Freire,esse aumentose deveainda ao câmbio favorável e a uma recomposição de estoques pelas companhias. Navios. Quando o assunto é

crescimento das importações, o presidente do IABr não poupa críticas também à Transpetro, empresa de transporte da Petrobrás, que recentemente anunciou uma importação de cerca de19miltoneladasdeaçodaChina.Segundoele,osprodutosbrasileirossãoprejudicadospelafalta de igualdade de condições com os concorrentes importados. Isto porque, reclama, a Transpetro importa aço com alíquota zero por contados programas governamentais de incentivo à indústria naval. “Era para ser um indutor do crescimento da economia interna. Mas, se eu coloco a indústria navalincentivada,eutiroumafa-

planta de Pirapozinho ou com a construção de outra unidade. “Estamos analisando para ver como o mercado vai se comportar. Podemos produzir mais a partir da atual planta ou construir uma nova fabril”, explica. AplantadePirapozinhocomeçou a operar no início do mês e pertencia à Bertin antes de a empresa ser comprada pela JBS, em dezembro do ano passado, segundo José Luiz Medeiros, diretor de Novos Negócios da JBS. A principal vantagem da fábricaéalocalização.VizinhaaPresidentePrudente, aplantaseabastece de produtores de biocombustível em São Paulo, Mato Grossoe Paraná.Além deproduzir o metilato de sódio no Brasil, a DuPont tem três unidades nos Estados Unidos.

Recorde. Segundo dados do Inda, estoques de aço no País equivalem a 3,6 meses de consumo tia desse mercado", diz. Fora do incentivo à indústria naval, o aço importadotemtarifadeimportação que varia entre 12% e 14%. Com a meta de importar 680 mil toneladas para a construção

de 49 navios no País, o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, argumenta que a opção pela China se deveu às melhores condições de preço oferecidas pelo país. O executivo conta que 15

Ano XIII nº 742

siderúrgicasdeoitopaíses,inclusive do Brasil, participaram da concorrência. “Não posso fazer com que a indústria naval, que está começando, seja penalizada por um preço de aço mais caro.”

Informe Institucional Rua Tabapuã, 540 - S.Paulo/SP PABX (11) 3040-9800 FAX (11) 3040-9955

www.ciee.org.br Informativo Semanal do Centro de Integração Empresa-Escola - CIEE (Entidade filantrópica e de assistência social) Presidente do Conselho de Administração: Ruy Martins Altenfelder Silva - Presidente Executivo: Luiz Gonzaga Bertelli

CIEE E BRADESCO SAÚDE O CIEE celebrou um acordo de cooperação com o BRADESCO SAÚDE (Seguros e Previdência), no sentido de conceder assistência médica e hospitalar aos seus funcionários e estagiários, em todo o País. Márcio Serôa de Araújo Coriolano, diretor presidente do Bradesco Saúde e Ruy Martins Altenfelder Silva, presidente do Conselho de Administração do CIEE.

PROCESSOS SELETIVOS ESPECIAIS DO CIEE A demanda pelos processos seletivos especiais do CIEE por parte das empresas brasileiras vem crescendo consideravelmente. O padrão de qualidade dos processos seletivos especiais do CIEE é garantido pelas dinâmicas, testes e encontros. Duzentos e oitenta organizações já contrataram os processos seletivos especiais do CIEE, a fim de preencher as vagas existentes.

Para quem respira literatura e cultura.

Todo sábado no Estadão.

♦ Educação financeira, produtividade no trabalho e qualidade de vida. Palestra de Reinaldo Domingos, educador e terapeuta financeiro. 03/08, terça-feira, 8h30min., no Teatro CIEE, com café da manhã e distribuição do livro Terapia financeira – A educação financeira como método para realizar seus sonhos, de autoria do palestrante.

♦ Empreendedorismo, trabalho e qualidade de vida na terceira idade. Seminário com pronunciamento de Paulo Okamoto, diretor presidente do Sebrae Nacional; Regina Parizi, coordenadora técnica do projeto Empreendorismo na Terceira Idade e Ana Fraiman, psicóloga e mestre em Psicologia Social. 05/08, quinta-feira, às 9h, no Teatro CIEE, com café da manhã e lançamento do livro Empreendedorismo, trabalho e qualidade de vida na terceira idade, que conta com a coordenação técnica de Regina Parizi.

♦ Dandara e banda. Apresentação musical da cantora que lança o trabalho independente Eu sou assim, com produção dos parceiros Maurício Caruso e Bruno Silveira. 06/08, sexta-feira, às 19h30min., no Teatro CIEE.

♦ A ocupação de posições-chaves nas empresas pela geração jovem. Palestra de Caroline Marcon, gestora responsável pela unidade de pesquisas organizacionais no Hay Group Brasil, no Ciclo CIEE de Palestras sobre RH. 10/08, terça-feira, às 8h30min., nos auditórios Ernesto Igel e Mario Amato, com café da manhã.

Inscrições obrigatórias e gratuitas para os eventos em São Paulo/SP: www.ciee.org.br/portal/eventos. Os auditórios Ernesto Igel e Mario Amato ficam na Rua Tabapuã, 540 e o Espaço Sociocultural – Teatro CIEE está localizado no nº 445 da mesma rua. Informações pelos tels. (11) 3040-6541/6542.


B14 Negócios %HermesFileInfo:B-14:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

FATO RELEVANTE CLAYTON NETZ

Colaboração Denise Ramiro denise.ramiro@grupoestado.com.br Felipe Vanini felipe.vanini@grupoestado.com.br

clayton.netz@grupoestado.com.br JF DIORIO/AE

Atração. Brasil é o polo para as multinacionais do setor, diz Mussolini

É preciso gastar com inovação para ganhar no setor farmacêutico governo brasileiro vai destinar até 2012 US$ 800 milhões de dólares para investimentosdoslaboratórios farmacêuticos brasileiros em inovação. Iniciado em 2008, o desembolso faz parte do Profarma 2, programa patrocinado pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC),comrecursosfornecidospeloBNDES.Oinvestimento eminovação é um dos pilares da estratégia de criaçãodaSuperfarma,sigla que abrigaria uma indústria farmacêutica de capital poderosa, capaz de competir

O

em pé de igualdade com as potências mundiais do setor. Caberia à Superfarmaaumentarasexportações demedicamentos, reduzindo o crônico déficit na balança comercial, em torno de US$ 4 bilhõesanuais.Atualmente,paraimportações de mais de US$ 5 bilhões, o País vende lá fora ao redor de US$ 1,2 bilhão. Boas intenções à parte, há quem veja com ceticismo essa proposta. “É utópicopensaremgrandevolumedeexportação se não tivermos também um grande mercado interno e muito desenvolvimentodeproduto”,afirmaNelsonMussolini, vice-presidente do Sindicato da Indústria Farmacêutica do Estado de São Paulo (Sindusfarma).

Mussolini questiona a eficácia dos recursosalocadospelogovernoparaainovação, base da criação de remédios. Segundoele,oBrasiltem umcaminholongo a percorrer até a constituição de um mercado interno robusto. Atualmente, a venda de produtos farmacêuticos é da ordem dos US$ 18 bilhões por ano. Isso é bem menos da metade das receitas de um laboratório como a suíça Novartis, que fatura US$ 44 bilhões, e inferior a umterço do da Pfizer, que vende US$ 50 bilhões. “A Pfizer investe 15% de suas receitas em pesquisa e desenvolvimento,o que dá US$ 7,5 bilhões por ano”, diz Mussolini. “Isso é quase a metade do tamanho do mercado brasileiro. Ou seja, para o executivo do Sindusfarma, os recursos para inovação gerados pelo Profarma 2, são pouco mais do que uma gota de água no oceano. “A criação de uma molécula exige mais de US$ 1 bilhão”, diz Mussolini. “E de cada 10 mil moléculas pesquisadas apenas uma vai para o mercado.” Paraele,amaneiradeo governobrasileirofazeravançaroseuprojetodefortalecimentodaindústria farmacêuticanacional passa pela criação de um fundo de desenvolvimento de longo prazo, com retorno a perder de vista. “Não se pode pensar de forma imediatista e exigir o reembolso dos recursos emprestados, como acontece hoje, no curto prazo”, afirma Mussolini. “Entre descobrir a molécula e lançar um produto no mercado,se aempresafor muito competente, levará de oitoa 10 anos. Por isso, para ganhar, é preciso por dinheiro.” Adespeitodaslimitaçõesatuais,Mussoliniaposta nofuturodosetor. Osurgimento de uma nova leva de consumidores de classe média e a ascensão dos genéricos têm como pano de fundo a existência de transparência no mercado, o queatraiaatençãodosgrandescompetidores internacionais. “Tudo o que o capitalista quer são regras claras, concorrência igual para todo mundo e gente comprando”, diz Mussolini. “O Brasil tem tudo isso, o que o transforma num novopolode crescimentoparaas multinacionais farmacêuticos.”

BOLSO CHEIO

US$ 1,84 bi de remuneração fez de Larry Ellison, fundador e CEO da Oracle, o executivo mais bem pago dos EUA na última década, segundo o ‘Wall Street Journal’

gundo Gaidys, com passagens por empresas como Deutsche Bank e UBS, a vantagem para o credor é a redução de dívidas mais caras. O refinanciamento permite a retirada de empréstimos de até metade do valor de mercado do imóvel, que deve ser quitado. As taxas cobradas são de 1% ao mês mais correção monetária pelo IGPM para pagamento em até 30 anos .

MERCADO DE LUXO

TECNOLOGIA

H. Stern amplia sua rede no exterior

Gartner promove simpósio de ponta em São Paulo

A H.Stern, maior rede de joalherias do País, vai abrir em setembro uma loja em Stuttgart, a terceira localizada na Alemanha. Trata-se de uma store in store, instalada na loja de departamentos Breuninger. Até o fim do ano, a rede deve começar a operar outra unidade em Cancún, a sétima da H.Stern no México. No mercado interno está prevista a abertura de filiais em shopping centers de Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS) e Salvador (BA). Com isso, a rede brasileira deverá fechar 2010 com 155 lojas próprias, das quais 67 espalhadas por 15 países.

A consultoria americana de Tecnologia da Informação Gartner, vai realizar pela primeira vez no País o Gartner Symposium ITxpo Brasil 2010. Principal evento da empresa, o Gartner Symposium tem apenas quatro edições no mundo: Orlando (EUA), Sidney (Austrália), Tóquio (Japão) e Cannes (França). O encontro, que acontece entre 14 e 16 de setembro, no Sheraton São Paulo, discutirá as tendências do mercado de TI.

CRÉDITO

Refinanciamento da Grana Aqui atrai endividados A Grana Aqui, de São Paulo, franquia de serviços financeiros e de crédito, está ganhando dinheiro com a operação de refinanciamento imobiliário – uma das modalidades mais usadas pelos americanos antes da crise financeira. Mediante a linha de crédito aberta há dois meses, a Grana Aqui, parceira do braço imobiliário da Brazilian Mortagages, o BM Sua Casa, concedeu cerca de R$ 25 milhões a 300 credores nas operações já realizadas. “Meu público é quem está afogado e não consegue mais crédito em outro lugar”, afirma Alberto Gaidys, um dos fundadores da Grana Aqui. “Cerca de 20% do dinheiro foi para pequenos empresários.” Se-

TORREFAÇÃO

A Baggio Coffee vira Baggio Café Até 2006, a Baggio Coffee, da família Baggio, de Araras, no interior paulista, concentrava-se na exportação. Por conta da valorização do real, suas receitas diminuíram a tal ponto que a família precisou reinventarse: deixou de apenas vender o grão “verde” ao exterior, uma commodity, e passou a torrá-lo, vendendo-o no Brasil com um selo que valoriza suas características gourmet. “Com isso, o mercado nacional passou a ter tanta importância para nós que trocamos o nome da Baggio Coffee para Baggio Café”, afirma Liana Baggio Ometto, diretora do grupo. Segundo Liana, a Baggio Café beneficia cerca de 6 mil quilos de café por mês e já responde por cerca de 25% de sua receita de R$ 6 milhões.

WERTHER SANTANA/AE–15/7/2010

Telefonia

TIM FAZ ‘ARRASTÃO’ NA BAIXA RENDA Desde o início do ano, a operadora vem reforçando os canais alternativos de venda, com a instalação de quiosques em feiras, rodoviárias e praças Naiana Oscar

D

epois de uma experiência amarga com os clientes de baixa renda em 2008, a TIM voltou a focar suas operações nas classes C e D. Para conquistar esse público, a empresa saiu às ruas das principais cidades do País, fazendo o que chama de “arrastão”. Como “feirantes”, vendedorasuniformizadas passaram a oferecer chips de planos pré-pagos em terminais de ônibus, mercados populares, praças e até em escolas de samba. A abordagem, em alguns casos, é feita no grito e os clientes são laçados um a um, num trabalho de formiguinha. A estratégia começou a ser testada no ano passado e foi

adotada efetivamente a partir de janeiro deste ano. Somado à rede de pontos alternativos de venda de chip – como padarias, lotéricas e bancas de revistas –, esse novo canal já corresponde a 45% das vendas de novas linhas registradas pela TIM.

Cerca de 45% das vendas de linhas pré-pagas são feitas por meio dos canais alternativos Nos terminais rodoviários da cidade de São Paulo, a operadora montou quiosques nos pontos mais movimentados. Atualmente, 10% das vendas diárias de linhas pré-pagas da TIM no Estadosãofeitasnasrodoviárias.Promotoras oferecem chi-ps a R$ 5, com R$ 10 de bônus. No Rio de Janeiro, a TIM fez

Teles globais se unem em disputa por aplicativos Objetivo das empresas é combater a crescente concorrência dos rivais Google e Apple no segmento Dois grupos de software para celulares apoiados por empresas de telecomunicações revelaram

ontem um plano de fusão, com o objetivo de combater a crescente concorrência dos rivais Google e Apple no segmento de aplicativos. A união dos dois consórcios – o JIL, pequeno e mais estabelecido, e o WAC, uma aliança mais ampla para aplicativos – permitiráquecriadoresindependentes de software atinjam uma larga proporção dos 3 bilhões de clientes das empresas que os integram com uma versão unificada de seus softwares. Para a maioria das pequenas empresas de software, seria bas-

parcerias com a escola de samba Mangueira e passou a vender seus planos na quadra, durante os ensaios. Também instalou quiosquesnaFeiradeSãoCristóvão,redutodapopulaçãonordestina na cidade. Em três meses, as vendas no local representaram 15% de todas as linhas pré-pagas adquiridas na capital fluminense. A empresa acabou abrindo uma loja por ali. As promoções por meio de canais alternativos são organizadasemparceriacomosdistribuidores da operadora. Há até pouco tempo, eles só vendiam recarga,masforamincentivadosaoferecer também chips para ampliar a base de clientes. Rogério Monteiro, parceiro da TIM em Minas Gerais, chega a realizar dezaçõespormês.Háduassemanas, ele aproveitou o movimento das férias escolares para ven-

tante dispendioso criar dezenas deversões deseusprogramaspara atender cada loja de aplicativos separadamente. A App Store, da Apple, lançada emjunhode2008,criouummercado para aplicativos voltados a celulares que movimentou US$ 4,1 bilhões no ano passado, de acordo com o grupo de pesquisa Chetan Sharma. O WAC – cujos membros fun●

No mercado

Os primeiros celulares equipados com o novo software WAC devem ser exibidos no Mobile World Congress, evento setorial que será realizado em fevereiro do próximo ano.

Formiguinha. Promotoras da TIM abordam passageiros no terminal Barra Funda (SP) der chips nas rodoviárias mineiras. “Isso alavancou as vendas em 30%”, conta. Segundo o diretor comercial da TIM Brasil, Lorenzo Lindner, os canais alternativos são uma forma de a operadora se aproximar do cliente. “Queremos conquistar um público novo e roubar a clientela da concorrência”, diz. Com a estratégia agressiva, a operadora quer popularizar seu novo plano voltado para a baixa renda.Lançadoháumano,oInfinity-pré já foi adotado por 61%

dos 44 milhões de clientes TIM. Com ele, o usuário paga por cada ligação, e não pelo tempo gasto. “Isso revolucionou a chamada de longa distância”, diz Lindner. Segundo ele, os clientes de prépago costumavam fazer um minuto de ligações desse tipo por mêsantesdoInfinity.Agora, gastam em média 20 minutos. A opção pelos canais de venda alternativos e o investimento no Infinity já mostram resultados. Em maio, a TIM passou a Oi e voltou a ser líder na área que abrange os Estados do Nordes-

dadores incluem gigantes da telefonia global, como AT&T, China Mobile, Telefónica e Vodafone – planeja que as primeiras lojas de aplicativos comecem a usar o software próprio antes de fevereiro de 2011. A aliança inclui entre seus membros, ainda, Bharti Airtel, MTN Group, NTT DoCoMo,Orange eOrascomTelecom. O grupo conta com o apoio de três dos maiores fabricantes mundiais de celulares – LG Electronics, Samsung e Sony Ericsson. JáaaliançaJILengloba China Mobile, Softbank, Vodafone e Verizon Wireless – todas tambémfundadoras doWAC.

Yahoo anuncia acordo com o Google no Japão

/ REUTERS

TÓQUIO

O Yahoo Japan, maior portal de internet no Japão, anunciou que vai adotar o mecanismo de busca do Google, em vez de se unir à Microsoft, como fez o Yahoo americano. O Yahoo Japan, que atualmente utiliza tecnologia de buscadopróprioYahoo,eoGoogle controlarão o inflado mercado de buscas japonês. O Yahoo permanecerá como parceiro estratégico da unidade japonesa, mantendo sua participação na companhia, enquanto

te, mas exclui Bahia, Sergipe e Maranhão. “Os nordestinos que vivem em outros Estados estão usando o Infinity para falar com a família”, diz Lindner. Para o consultor Eduardo Tude, a aposta da TIM, desta vez, parece acertada. Em 2008, a operadora registrou prejuízo com inadimplência, empurrando planos pós pagos para as classes C e D. “Comareformulaçãodos planos, a TIM notadamente passou a crescer mais.”

oYahoo Japancontinuará autilizara marca dogrupo, informou a empresa em comunicado. O Yahoo Japan espera fortalecer a primeiraposiçãonomercadodoméstico com o negócio. Já a matriz americana do Yahoo assinou um contrato de 10 anos com a Microsoft, em julhodoano passado,comoobjetivodeeconomizarmilhõesde dólaresanuaisemgastos, deslocando tarefas de indexação para a Microsoft, enquanto se concentra em melhorar o sistema de busca. / REUTERS


INCLUI CLASSIFICADOS

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Segurança

Urbanismo

Vida na cidade

Prédios da Chácara Klabin se unem para diminuir violência

Av. Paulista sofre com falta de manutenção e vandalismo

Operadores de trens do Metrô têm agora de fazer curso de locução

Pág. C3

Pág. C6

Pág. C8

O ESTADO DE S. PAULO

ERNESTO RODRIGUES/AE

C1 %HermesFileInfo:C-1:20100728:

Metrópole www.estadão.com.br

Com denúncias e apoio de 30 países, PF faz prisão recorde de pedófilos Criminosos de 54 cidades, em 9 Estados, faziam filmagens com crianças de todas as idades e compartilhavam arquivos na internet PF/DIVULGAÇÃO

Vannildo Mendes / BRASÍLIA

A Polícia Federal prendeu ontem em flagrante, em 9 Estados e no Distrito Federal, 21 pessoas acusadas de abuso sexual de crianças, exploração pornográfica e difusão de pedofilia na internet. Segundo a PF e a Interpol, foi a maior operação já feita no mundo. Entre as vítimas de abusos sexuais registrados nas imagens apreendidas há meninos e meninas de todas as idades, incluindo bebês de 6 meses. O númerode prisões feitas pela Operação Tapete Persa é recorde no País em operações do gênero. Houve o apoio internacional de cerca de 30 países para identificar os usuários de pornografia infantil. Segundo a PF, a pedofilia está se alastrando e se tornando cada vez mais chocante em todo o território nacional. Entre os presos, há adultos de diversas profissões e classes sociais, incluindo quatro idosos com mais de 60 anos, um coronel da PM (cujo Estado não foi divulgado) e até um menor de idade,encaminhado a uma instituição tutelar. As ações, que se prolongaram até o início da noite de ontem, alcançaram 54 cidades, nas quais foram cumpridos 81 mandados de busca e apreensão de computadores, DVDs e mídias diversas contendo pornografia infantil. Mais da metade das prisões e um terço das buscas fo● Como denunciar

Por telefone, pelo Disque 100 (serviço do governo federal). Pela internet, acesse http://www. safernet.org.br/site/ (a ONG ainda conta com uma cartilha de segurança online).

A REDE

PARA ENTENDER

781 usuários integravam rede mundial

Produção

Os vídeos eram produzidos por pessoas em diversos países, entre eles Alemanha e Brasil ●

Distribuição

Conforme a Interpol, o Brasil é o quarto no ranking mundial de divulgação de pedofilia – atrás de Alemanha, Espanha e Inglaterra. A maior operação antipedofilia já feita no País começou na Alemanha, em 17 de abril do ano passado, com o desmantelamento de uma rede internacional envolvida com pedofilia na rede mundial de computadores. Os usuários do Brasil estavam no topo da lista. Naquela época, a Agência Estadual de Investigações Criminais de Baden-Württenberg identificou 781 registros de usuários com origem no Brasil. Os criminosos eram monitorados desde 2008. Coube ao Escritório Federal Criminal enviar aos provedores uma lista de sites sabidamente fontes de material pornográfico envolvendo menores de idade, para que eles pudessem ser bloqueados. Essa rede envolvia 91 países. Nas operações policiais, foram confiscados mais de 500 computadores e outros 800 dispositivos de armazenamento.

Os arquivos eram transferidos por redes de compartilhamento ●

Investigação

A polícia alemã detectou a distribuição e comunicou à Interpol

ram cumpridas em São Paulo e em 14 cidades do interior paulista. Os demais Estados alcançados pela operação foram Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Minas, Goiás, Ceará e Alagoas, além de Brasília. Produção. Entre os presos em

flagrante com a posse de material pornográfico, cerca de 30% são também molestadores de menores e foram indiciados pela produção de imagens, fotos e vídeos de crianças abusadas. Em pelo menos um caso, as imagens apreendidas foram produzidas no próprio endereço da busca. Há casos em que o pedófilo usou enteados, filhos de vizinhos e até parentes na produção das imagens pornográficas. Em alguns endereços devassados, a polícia apreendeu armas e drogas. Por causa da complexidade do rastreamento, só metade dos computadores apreendidos foi devidamente devassada. Na continuidade da investigação, outras prisões podem ocorrer. Alguns alvos não estavam em casa no momento da busca e devem ter mandado de prisão

Material apreendido. Polícia encontrou DVDs e outras mídias com pornografia infantil decretado pela Justiça nos próximos dias. As identidades dos presos e das vítimas não foram reveladas pela polícia. 15 anos de prisão. Para os casos mais graves – de pedófilos

Conteúdo das imagens e ousadia dos criminosos chocam policiais Crianças abusadas serão encaminhadas para tratamento psicológico em instituições especializadas BRASÍLIA

Oconteúdodasimagensapreendidas chocou até os policiais envolvidos na Operação Tapete Persa, pela ousadia dos pedófilosepelograudeperversãopraticado contra crianças de idade tenra, alguns recém-nascidos. “É uma vergonha, parece que a humanidade está se degradando com o passar do tempo”, lamentou o delegado Stenio Santos Souza, chefe do Grupo Especial de Combate aos Crimes pela Internet da Polícia Federal. Ascriançasabusadas serãoencaminhadasparatratamentopsicológicoeminstituiçõesespecializadas. A lei, segundo o delega-

7 8 9 10 11 12

do, prevê que elas sejam alvo de cuidados especiaisdo Estado até que sejam consideradas recuperadas do trauma – o que pode ocorrer só na maioridade. O nome da operação faz alusãoaumdosvídeoscompartilhados por pedófilos numa rede ponto a ponto, com imagens degradantes de uma criança de 6 anos sendo abusada sexualmente. O pano de fundo da cena é um tapete, que deu nome à primeira investigação (“perserttepich”, no idioma alemão) feita na Alemanha, em 2009. Aindaem 2009, aunidadecentral da PF para crimes de pedofilia iniciou investigações para identificação dos locais utilizados pelos suspeitos na prática dos crimes no Brasil e individualização de cada um das condutas praticadas. Encarregado da operação, o delegado Marcelo Bórsio disse que a Polícia Federal se aparelhou tecnicamente e fará um combate cada vez mais duro contra os abusadores de crianças no Brasil. A operação atual mostrou que o País é um dos líderes mundiais nesse tipo de crime. “É um mar-

co extremamente negativo para o País”, lamentou. “Por mais que se combata esse crime abjeto, as pessoas continuam a praticá-lo de forma cada vez mais ousada.” Alerta. Bórsio fez um alerta pa-

ra que as famílias brasileiras redobrem as atenções ante o aumento dos casos de aliciamento de menores pela internet. Muitossão convencidos a exibir suas partes íntimas pela webcam, simular masturbação ou mesmo fazer sexo com outras crianças. Há casos em que as vítimas são atraídasparaencontros,mediante oferta de presentes, uma pizza, um sorvete, um cinema ou um programa infantil. Na maior parte, os vilões são homens adultos e instruídos, com padrão de vida de razoável a bom. Mas há também casos de mulheres adultas abusando de meninas–alémdesituaçõesquase impensáveis, como de padres, pediatras e professores abusando de crianças. “Em regra, quem compartilha pornografia infantil, mais dia, menos dia, torna-se abusador de menores quando tem chance”, diz Bórsio. / V.M.

que também abusam de crianças e produzem imagens pornográficas para distribuição na rede – a PF vai pedir que a prisão provisória dure o tempo que for necessário à investigação, de preferência até o julgamento

FALE COM OS FILHOS

1. 2. 3. 4. 5. 6.

Diálogo. Dedique tempo para navegar na web com seu filho. Se encontrar pornografia, explique por que é inadequado Orientação. Aconselhe a não conversar com estranhos. Ensine a não fornecer informações pessoais ou enviar fotos

Transparência. Prefira manter o micro em um cômodo onde há livre circulação para que a navegação seja vista pela família Regras. Estabeleça limites para o uso da web por idade, bloqueie sites impróprios e monitore as conversas

Presença. Conheça os amigos virtuais, explique que há pessoas boas e más na rede e as informações podem não ser verdadeiras Cuidado. Desconfie de telefonemas, e-mails e presentes de adultos e barre encontros com amigos virtuais

dos criminosos. Os presos serão enquadrados em vários artigos do Código de Processo Penal (CPP) e do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Os casos mais graves estão sujeitos a penas cumulati-

vas de até 15 anos de reclusão. Os tipos criminais já confirmados são: estupro de vulnerável, exploração sexual e produção, armazenamento e divulgação de pornografia infantil pela internet.

Projeto prevê banco de dados de condenados Lista na internet teria nomes, fotos e endereços e permitiria que pais soubessem se há pedófilos na vizinhança A criação de um banco de dados online de pedófilos, com o nome docondenado,suafotografia,endereço residencial, endereço do local de trabalho ou estudo e data de nascimento, segue na pauta do Senado. O projeto de lei aguarda votação em caráter terminativo na Comissão de Direitos Humanos e Legislação ParticipativadoSenado.Casoaprovado, seguirá para a Câmara. Essa proposta foi apresentada no ano passado pela senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), mas a versão atual foi modificada por emenda do senador MagnoMalta(PR-ES),relatordoprojeto e presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia. Segundo Marisa Serrano, sua iniciativa visa a dotar o Brasil de um recurso “de defesa social” já usado nos Estados Unidos. Na justificativa original, ela diz que

● Cada vez mais queixas

265%

Foi o aumento no número de denúncias de pornografia infantil na web registradas pela ONG SaferNet no 1º semestre deste ano, em comparação com o ano passado.

49.257

queixas foram encaminhadas entre janeiro e junho – 35.067 das quais envolvendo apenas o site de relacionamentos Orkut. Em 2009, no 1º semestre, foram 13.472 queixas – 9.376 do Orkut.

“o objetivo é simples: permitir aos pais tomar conhecimento da existênciade pedófiloscondenadosresidindo próximo da sua residência ou da escola de seus filhos,comapossibilidadedeidentificá-losfisicamente”.Asenadora argumenta que o acesso aos dados é necessário porque a pedofilia“nãodesaparececomapunição ou a repressão penal”. Os dados sobre cada condenado seriamatualizadospor ele próprio.


C2 Cidades/Metrópole %HermesFileInfo:C-2:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

ALÔ, SÃOPAULO

25° 14°

0mm 0%

SEX 30/7

28° 15°

0mm

SÁB 31/7

28° 16°

0mm

Aracaju Belo Horizonte Brasília Boa Vista Belém Campo Grande Cuiabá Curitiba Florianópolis Fortaleza Goiânia João Pessoa Macapá

19°/23° Abaixo de 19°

Franca 13°/25°

Ribeirão Preto

S. J. do Rio Preto

16°/29°

17°/28°

0%

Araraquara 16°/28°

Presidente Prudente 14°/28°

Bauru

Piracicaba

16°/26°

Sol/chuva Sol Sol Sol/chuva Sol/chuva Sol Sol Sol Sol/chuva Sol/chuva Sol Sol Sol/chuva

NO

CP

São Paulo 14°/25°

14°/25°

Sol/chuva Sol/chuva Sol Sol Sol/chuva Sol Sol Sol Sol Sol/chuva Sol/chuva Sol Sol/chuva

Fuso Mín./Máx.

20°/28° 23°/34° 22°/29° 22°/35° 8°/22° 18°/34° 22°/29° 16°/32° 14°/30° 21°/28° 23°/31° 22°/35° 18°/27°

0 Assunção +6 Atenas +5 Barcelona +5 Berlim +5 Bruxelas Buenos Aires 0 -1,5 Caracas -2 Chicago +5 Estocolmo +5 Genebra Johannesburgo +5 Lima -2 Lisboa +4 Londres +4 Los Angeles -4 Madri +5 México -2 Miami -1 Montevidéu 0 Moscou +7 Nova York -1 Paris +5 Roma +5 Santiago -1 Sydney +13 Tel-Aviv +6 Tóquio +12 Toronto -1 Washington -1

N

14°/22°

Sorocaba

Maceió Manaus Natal Palmas Porto Alegre Porto Velho Recife Rio Branco Rio de Janeiro Salvador São Luís Teresina Vitória

22°/29° 12°/26° 12°/25° 22°/28° 25°/34° 13°/28° 18°/33° 10°/21° 13°/23° 23°/30° 15°/30° 22°/28° 24°/34°

Mín./Máx.

TÁBUA DE MARÉS: Porto de Santos

14°/24°

Ourinhos assa de ar seco

Tempo

7°/18°

15°/26°

S. J. dos Campos

Frente ria no im de semana ma frente fria se afasta para o mar.  ar uente e seco volta a anhar fora sobre ão aulo provocan do elevaão da temperatu ra.  tempo fica firme at sábado. o domino uma frente fria chea tra endo nuvens e chuva.

Mín./Máx.

C. do Jordão

Campinas

15°/24°

Crescente 16/8 (15h14)

Poente 17h43

NOITE

NO MUNDO

Tempo

0%

0%

TARDE

NAS CAPITAIS

24°/27°

15°/29°

0mm

MANHÃ

28°/32°

Votuporanga

27° 14°

Nova 10/8 (0h08)

Probabilidade de chuva

Acima de 32°

Na capital

Minguante 3/8 (2h00)

Nascente 6h44

Volume de chuva

PRÓXIMOS DIAS EM SP As nuvens diminuem, o sol aparece mais forte e a temperatura volta a subir.

QUI 29/7

Cheia 25/7 (22h37)

PREVISÃO PARA HOJE EM SÃO PAULO Sol e nuvens com temperatura agradável

15nós

O

Ubatuba

NE L

16°/21° SO

Guarujá

Itapeva

Santos

11°/23°

28 Quarta

Iguape

3h32 10h30 16h09 22h13

18°/22°

Cananeia 16°/21°

Receba por sms a previsão de onde você está

Céu claro

www.estadao.com.br/sms

Nublado

Parcialmente nublado

1m

S

18°/24°

rente ria

SE

20°/24°

Pancadas de chuva

Chuva

29 Quinta

1,4 0,0 1,4 0,4

3h54 11h09 16h39 22h30

30 Sexta

4h15 11h49 17h06 22h41

1,4 0,1 1,4 0,4

Chuva com trovoadas

31 Sábado

1,3 0,2 1,3 0,4

4h39 12h26 17h36 22h56

1,2 0,3 1,2 0,4

14°/25° 18°/30° 16°/28° 15°/23° 16°/20° 8°/14° 18°/27° 24°/28° 16°/22° 11°/22° 10°/20° 14°/23° 16°/35° 14°/20° 15°/24° 20°/38° 13°/18° 26°/33° 9°/12° 24°/36° 20°/30° 16°/24° 20°/29° 7°/18° 12°/16° 23°/29° 25°/28° 18°/27° 21°/34°

Volume de chuva (mm) Probabilidade de chuva (%)

Cinco perguntas para...

Cena da Cidade

Esther Stiller Arquiteta e presidente da Associação Brasileira de Arquitetos de Iluminação (AsBAI)

1.

Como você define a tecnologia LED (Light Emitting Diode), tema do fórum da AsBAI nos dias 26 e 27 de agosto?

É uma tecnologia que vem revolucionar a iluminação artificial. A luz de LED é alimentada por energia elétrica, mas gerada de forma eletrônica.

2.

Quais as vantagens do LED sobre a lâmpada convencional?

A luz de LED permite infinita variação de formas. Em maior escala, pode produzir luminárias com mais beleza, delicadeza e sofisticação para a iluminação pública.

3.

Quais os principais desafios para popularizar o LED?

O custo é grande, seu funcionamento gera muito calor e ainda gasta mais

energia que a lâmpada convencional, mas já tem mais que o dobro de vida útil e a eficácia energética vai aumentar. A perspectiva é que o custo diminua e a tecnologia se popularize em até oito anos.

4.

Como avalia a iluminação de São Paulo?

Não há vontade pública e planejamento integrado para definir qualidade da iluminação nos espaços urbanos. Na maioria dos casos, a preocupação é segurança e baixo custo operacional. A luz muitas vezes é ofuscante, deficiente e monótona.

5.

Quais são os bons e os maus exemplos?

O bom exemplo é a Oscar Freire e o mau exemplo é a Avenida Paulista, onde a luz da via invade os prédios. / ANA BIZZOTTO

À BEIRA-MAR Vestido de Homem-Aranha, o vendedor de algodão doce caminha próximo dos jardins tombados da orla de Santos ● TIAGO QUEIROZ/AE

São Paulo Reclama DIFICULDADE DE CADEIRANTE

Sou cadeirante e uso transporte coletivo diariamente (2 ônibus para ir e voltar, mais o Metrô). Moro na zona norte e pela manhã uso a lotação que desce na Estação Tucuruvi do Metrô. Peço sempre aos motoristas da linha 1720-10 (Jd. Guançã-Cantareira) para descer um pouco antes do ponto, pois há várias barreiras no ponto oficial, mas eles se recusam a fazê-lo. Ora, não estou pedindo um favor, pois é lei, há inclusive uma placa dentro do ônibus que diz: “Pessoas com deficiência física podem descer fora do ponto.” Para que essa placa, se os motoristas e fiscais dizem que não podem parar? Sinto-me humilhada. A própria SPTrans, ciente disso, nunca fez nada. Sinceramente, é lamentável que tanta gente fale de inclusão e que tudo fique apenas no papel! SANDRA RIBEIRO / SÃO PAULO A SPTrans esclarece que a empresa responsável pela operação da linha mencionada foi notificada. A linha informou que os operadores foram orientados quanto ao tratamento dispensado principalmente aos passageiros portadores de necessidades especiais, conforme a Lei 11.992, de 16/1/1996, que assegura o direito de desembarque desses usuários fora dos pontos determinados. Houve ainda uma reunião com o gerente operacional coordenador da linha, com a participação da sra. Sandra, com a finalidade de realizar da melhor forma o desembarque dela e seu acesso à estação do Metrô com segurança. Acrescenta que, diante da reclamação, a SPTrans intensificará a fiscalização e punirá, conforme a lei, se houver irregularidades.

A leitora confirma: Agora tudo está tranquilo. Os motoristas estão me deixando em frente ao Metrô.

Loterias 1˚ Prêmio 2˚ Prêmio 3˚ Prêmio 4˚ Prêmio 5˚ Prêmio

12.655 39.447 72.574 52.610 54.220

agente vistor fará verificação na Rua Álvaro de Carvalho e notificará todos os imóveis cujos passeios necessitem de reparos. Quanto ao lixo, como a coleta é realizada no período noturno, ele deve ser colocado a partir das 18 horas, de 2ª a sábado, uma vez que o serviço não ocorre aos domingos, assim como a varrição, que é realizada 3 vezes ao dia na via.

SERVIÇO PÚBLICO Lição de casa malfeita

Inclusão só no papel

FEDERAL Nº 04469

Informe-se

As cartas devem ser enviadas para spreclama.estado@grupoestado.com.br, pelo fax 3856-2940 ou para Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6˚ andar, CEP 02598-900, com nome, endereço, RG e telefone, e podem ser resumidas

O prefeito de São Paulo, em entrevista ao Estado em 23/7, disse que fez a lição de casa direitinho. Na minha rua, não. As calçadas da Rua Álvaro de Carvalho, no Anhangabaú, vivem entupidas de lixo, graças aos moradores de rua que abrem os sacos e despejam tudo na via. Debaixo dos Viadutos Nove de Julho e Major Quedinho a situação está pior. Seguindo do Viaduto Major Quedinho em direção às Ruas Augusta e Martins Fontes, estão sendo construídos prédios em antigos estacionamentos. De repente, como um milagre, uma parte da calçada em frente dessas obras foi recuperada. Há até faixa exclusiva para portadores de deficiência! Há anos cobro providências para nivelar e restaurar as calçadas dessa rua, em vão.

INSPEÇÃO VEICULAR Vaga só após pagar taxa

Fui reprovado pela Controlar na primeira inspeção veicular. Logo depois, tentei reagendar a inspeção dentro do prazo de 30 dias, por telefone e pela internet, mas a resposta da Controlar era de que não havia vaga no posto por mim escolhido, o da Engenheiro Caetano Álvares. Trabalho perto e verifiquei que esse posto passava várias horas vazio, sem atender nenhum veículo. Nesse período de tentativas, recebi uma mensagem informando que seria possível reagendar a inspeção, em até 3 dias úteis, após pagamento de outra taxa. Não acho justo pagar de novo para só então conseguir

EMILY CARDOSO / SÃO PAULO A Assessoria de Imprensa da Subprefeitura Sé informa que os proprietários dos imóveis são responsáveis por manter as calçadas em bom estado de conservação. Um

ROBERTO CASSIO /SÃO PAULO A Controlar não respondeu.

DESAMPARO Direito desrespeitado

Quem escreve é um advogado com quase 80 anos. Em 1989 me juntei a mais 39 aposentados do Rio de Janeiro e impetramos uma ação de revisão de proventos. Passaram-se 21 anos e 7 coautores já faleceram. Muitos recursos foram ajuizados, muitas idas e vindas de papéis, culminando com uma apelação por parte do INSS e sentença favorável a nós, em agosto de 2008. Em 3/9/2008 foi dada baixa na Justiça, mas o INSS não nos pagou. Por quê? Nós, remanescentes ou sobreviventes, somos todos octogenários. O que o INSS espera? Nesse ritmo não ficará ninguém para receber. Pedimos apenas que o INSS cumpra a ordem judicial. BENJAMIN DISTCHEKENIAN / SÃO PAULO

24/7/10

MILIONÁRIA Nº 04461 1˚ Prêmio 2˚ Prêmio 3˚ Prêmio 4˚ Prêmio 5˚ Prêmio

83.488 42.773 34.723 57.431 76.637

26/6/10 R$ 1.000.000.00 R$ 32.000.00 R$ 27.000.00 R$ 14.300.00 R$ 12.720,00

QUINA Nº2356

27/7/10

Quina (Acumulou) Quadra (156)

R$ 2.028.741,48 R$ 2.767,64

Terno (10.264) 03

17

36

37

LOTOFÁCIL Nº551 26/7/10 Quatro apostadores acertaram as 15 dezenas e vão receber R$ 1.006.624,34 03 07 08 10 12

R$ 60,09

13

14

16

17

18

45

19

20

21

22

24

MEGA SENA Nº1199 Sena (Acumulou)

24/7/10 R$ 18.200.523,70

Quina (71)

R$ 22.554,66

Quadra (5.692) 16

19

R$ 401,91 23

28

39

58

RODÍZIO: NÃO PODEM CIRCULAR NO CENTRO EXPANDIDO, DE 7H ÀS 10H E DE 17H ÀS 20H, CARROS E CAMINHÕES COM PLACAS DE FINAIS

5e6 Há um Século 28 de julho de

1910 (França) O conselho da Universidade de Pariz e o grupo das universidades em grandes escolas da França "para as relações com a America Latina" receberam no dia 1 de julho, na Sorbonne, o marechal Hermes da Fonseca.

estadão.com.br Blogs. Leia mais notas no blogs.estadao.com.br/cem-anosatras/

O INSS não respondeu.

ATENÇÃO: O quadro abaixo não deve ser usado para a conferência oficial das loterias. Dependendo do horário dos sorteios e do fechamento de edição, alguns resultados podem estar defasados. Confira os resultados oficiais no site www.caixa.gov.br

R$ 600.000,00 R$ 12.000,00 R$ 9.000,00 R$ 7.410,00 R$ 6.000,00

CORPO DE BOMBEIROS: 193 OU WWW.CCB.POLICIAMILITAR.SP.GOV.BR POLÍCIA MILITAR: 190 OU WWW.POLICIAMILITAR.SP.GOV.BR POLÍCIA CIVIL: 197 OU WWW.POLICIA-CIV.SP.GOV.BR DISQUE-DENÚNCIA: 181 (SP) OU (011) 3272-7373 SPTRANS: 0800-771-0118 (BILHETE ÚNICO E CARTÃO FIDELIDADE) ITINERÁRIOS DE ÔNIBUS: 156 DEFESA CIVIL: 199 PROCON: 151 SABESP: 195 AES ELETROPAULO: 0800-727-2196 COMGÁS: 0800-011-0197

realizar a inspeção.

SERVIÇO: O Estado publica diariamente as loterias. Fique atento ao número e à data de realização dos sorteios.

DUPLA SENA Nº884 Sena (Acumulou)

09

14

23

27

Sena 2.˚ sorteio (0) Quina (48) Quadra (3.019)

16

21

23

27/7/10 R$ 7.449.839,89

43

47

R$ 0,00 R$ 3.875,09 R$ 58,67

31

37

43

LOTOMANIA Nº1056 24/7/10 20 acertos (Acumulou) R$ 1.070.162,83 01 02 06 08 13 19

23

26

30

31

36

46

66

67

71

84

86

89

95

98


%HermesFileInfo:C-3:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Camilla Haddad Elvis Pereira JORNAL DA TARDE

Moradores da Chácara Klabin, na zona sul da capital, sentem, aos poucos, a tranquilidade voltar ao bairro. Desde abril do ano passado, 98 prédios e 20 mil moradores têm concentrado esforços em um projeto diário de combate à criminalidade. Os resultados já apareceram, segundo dados da Polícia Militar: houve redução de até 80% nos crimes como roubos e furtos de carros e assaltos a pedestres na porta dos condomínios de luxo. Segundo o Conselho Regional dos Corretores de Imóveis (Creci -SP), o metro quadrado de um apartamentonaregião pode custar até R$ 3.800. O dentista Jurandir Nascimbeni, síndico de um dos prédios e autor da ideia, afirma que o bairro era palco de sequestros relâmpagos e constantes assaltos, além de furtos de carros até de dia. Em janeiro, houve arrastão a um condomínio, após o porteiro ser rendido. “Fiz uma primeira reunião, em abril de 2009, e consegui que 95 representantes de condomínios aparecessem. Discutimos comomelhorarasegurança,ailuminação e montamos uma comissão de segurança”, explica Nascimbeni. Com o dinheiro do

fundo de reserva de condomínio os moradores conseguiram removerascâmerasantigaseinstalar outros equipamentos, como câmeras que também gravam a parte externa dos condomínios, giroflex que servem para alertar moradores quando há algo errado e sensores nos muros e fundos dos condomínios, entre outros aparelhos. Cada prédio gastou cerca de R$ 6 mil. Odentistagarantequeaparceria com as Polícias Militar e Civil foram fundamentais. “A base da PMveio para cá no ano passado e reforçou o patrulhamento.” João Antônio Leite, zelador de um dos prédios, diz que perdeu as contas de quantos assaltos presenciou no ano passado. “Era carro roubado em plena tarde de domingo”,lembra.“Agora,quando o morador vê algo, liga para nós e pergunta se está tudo bem. Não se veem tantos roubos.” Otenente Luciano Miguel, comandanteinterinoda3.ªCompanhiado 11.ºBatalhão(Vila Mariana),aprovaaparceria.“Issoapro● Condomínio

Os paulistanos tiveram reajuste acumulado de 10,66% nos condomínios nos últimos 12 meses. A alta é quase o dobro da inflação medida pelo Índice do Custo de Vida – de 5,58% no período.

0 m

200

VILA MARIANA

is

Ve r

of

gu

ei

ro

a.

Ca

ro l

co

ina

de

R ib

Vi

afet

nc

zi ponaz

R. João Alves Correia tó

N

ardo J

Fr a

m R . P e d r o Po

ria

CHÁCARA KLABIN ei r o eir

ilb

er

to

R.

R. Domingos Augusto Setti Em

bu

u

6

1.º

VILA MARIANA

dos positivos, o surgimento desses projetos é visto pelo profes-

2.º

2009

1.º

2.º

2010

FONTE: POLÍCIA MILITAR

INFOGRÁFICO/AE SERGIO NEVES/AE

OS EQUIPAMENTOS ●

Giroflex

Instalado na fachada dos prédios, é usado para avisar se há risco dentro do condomínio, como um assalto. Assim, quem está do lado de fora pode avisar a polícia. ●

Desperta vigia

É um sinal sonoro disparado a cada 20 minutos para o porteiro não dormir.

Melhora. Morador há dez anos

Falência. Apesar dos resulta-

11

gu

oG

ximou o cidadão da polícia. Sem a ajuda da comunidade não dá para saber todos os problemas.” O delegado João Lopes da Silva Neto, titular do 6.º DP (Cambuci), delegacia que responde pelo bairro, apoia a iniciativa, já que imagens de câmeras dos prédios ajudam a identificar criminosos. Ele afirma que a polícia desarticulou três quadrilhas especializadas em assaltos a condomínios nos últimos oito meses. da Chácara Klabin, o contador Edson Kenji Sabanai, de 38 anos, se sente mais protegido. “Depois doprojeto de segurançanão estou totalmente seguro, mas melhorou significativamente”, diz. Sabanai afirma ter visto três carros levados por ladrões na porta de seu prédio. “E uma vizinha foi sequestrada.” Para ele, a aproximação dos condôminos e a presença da PM minimizaram osriscos.“Nãoouvifalardeassalto nos últimos meses.” No ano passado, o engenheiro Alexandre Melhado, de 50 anos, sofreu uma tentativa de assalto, poucos dias antes de seu irmão. Segundo ele, a sensação é que a situação melhorou um pouco. “Não soube de outros assaltos.”

24

Ve r

R.

R.

R.

uz

o

R.

o Cr

Queda da criminalidade

Casos de roubo e furto de carros e assalto a pedestres por trimestre 30

Av. Dr. Ric

isc ranc R. F

Pr

Moradores de 98 prédios do bairro investiram em equipamentos de segurança e fecharam parceria com as Polícias Civil e Militar

ONDE FICA

R.

Condomínios reduzem violência na Chácara Klabin

Cidades/Metrópole C3

Travamento dos portões

Equipamento permite que funcionários travem o portão da garagem em caso de pânico. ●

Sistema infravermelho

Sensor que emite som para o porteiro quando há pessoas no muro ou no fundo do prédio. ●

Holofotes

Instalados na área externa dos prédios para melhorar a iluminação na rua.

Modernização. Novas câmeras gravam movimento externo sor David Teixeira de Azevedo, da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (USP), como um sinal de falência do Estado. “Uma coisa é a sociedade se mobilizar para aperfeiçoar um serviço. Outra é se unir para

supri-lo”, afirma. O especialista em segurança patrimonial Felipe Gonçalves elogia a iniciativa dos moradores, mas faz um alerta em relação aosequipamentos.“Éprecisosaber o que comprar. O giroflex é

perigoso. Para o bandido, é um sinal de que o porteiro está alertando outras pessoas e ele pode usar a força”. Para Gonçalves, o sensor de presença, para detectar estranhos nos muros, é viável. “E o custo não é tão alto.”

PARA LEMBRAR

Zona oeste tem iniciativa de moradores Em ao menos dois bairros da zona oeste de São Paulo moradores também se organizaram para melhorar as condições de

segurança da vizinhança. Em 2004, dez edifícios de Perdizes implementaram o projeto Prédios Antenados, rede de comunicação para chamar a polícia. Os porteiros dos condomínios trocam informações por radiocomunicadores. O Conselho de Segurança (Conseg) do bairro diz que a criminalidade

caiu após a iniciativa. Na Vila Romana, casas receberam no ano passado placas na fachada com a mensagem “Meu vizinho está de olho”. Os moradores combinaram de vigiar se há algo estranho na vizinhança para chamar a polícia. Hoje, há cerca de 250 imóveis participantes.

. Você mais fluente no mundo.

O inglês do faz você organizar e explorar melhor as possibilidades que existem no mundo. Com o método , você fica fluente em conversação, linguagem de negócios, reuniões, cursos, leituras, palestras, viagens, web e em tudo onde o inglês faz a diferença. Venha para o . O curso de inglês que revoluciona o seu mundo. Faça o teste online - www.cellep.com - Informações: 3742-7728/3814-2822


C4 Cidades/Metrópole %HermesFileInfo:C-4:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Ladrões roubam avião em pista de PE Aeronave taxiava em Aeroporto de Caruaru e piloto foi obrigado a parar a tiros; documentos e cheques da Preserve foram levados Mônica Bernardes ESPECIAL PARA O ESTADO RECIFE

Um avião de pequeno porte da empresa Jad Taxi Aéreo foi assaltado anteontem à noite quando taxiava no Aeroporto Oscar Laranjeira, em Caruaru, agreste de Pernambuco. Segundo a Polícia Federal, os assaltantes levaram 12 malotes com cheques e documentos da empresa de segurança Preserve que seriam transportados de Caruaru para o Recife. A empresa não foi localizada para comentar o caso. A PF instaurou inquérito e colheu os depoimentos dos pilotos. De acordo com o delegado

federal Humberto Freire, responsável pelas investigações, o grupo seria formado por oito homens. “O relato de várias testemunhas é o mesmo. Os assaltantes invadiram o aeroporto usando uma caminhonete preta. Quando chegaram perto do avião, atiraram contra as asas, obrigando o piloto a parar e abrir as portas. Tudo aconteceu muito rápido.” Segundo peritos da Polícia Federal, a aeronave teria sido atingida por três projéteis de grosso calibrenaasaesquerda.Informações não confirmadas pela polícia apontam que o veículo teria sido roubado semana passada, no Rio Grande do Norte. A Polícia Federal não forne-

Decretada prisão de PMs suspeitos de liberar atropelador Durante reconstituição, motorista declarou ter atingido filho de Cissa Guimarães em uma curva; missa foi ontem Talita Figueiredo Gabriela Moreira RIO

A juíza Ana Paula Monte Figueiredo Pena Barros, da Auditoria da Justiça Militar do Rio, decretou ontem à noite a prisão preventiva dos PMs acusados de extorquir em R$ 10 mil o estudante Rafael Bussamra, atropelador do filho da atriz Cissa Guimarães, Rafael Mascarenhas.

Na noite de sexta-feira, o comandante geral da PM, Mário Sérgio Duarte, já havia decretadoaprisãoadministrativadosargento Marcello José Leal Martins e do cabo Marcelo de Souza Bigon. A do cabo terminaria ontem e a do sargento, hoje. Eles permanecerãonoBatalhãoEspecial Prisional, em Benfica. Hoje, quatro PMs que estariam envolvidos naextorsão serão ouvidos. Nareconstituiçãodoatropelamento, realizada na madrugada de ontem, Bussamra disse que atropelouo estudantenuma curva no fim do Túnel Acústico, na Gávea, zona sul do Rio. Segundo o estudante, o skatista fazia uma manobra com curva muito aberta e não foi possível frear.

ceu dados sobre o conteúdo e o valor do material roubado. “O que podemos dizer é que eram diversos malotes, de várias instituições. Não podemos dar mais detalhes para não atrapalhar as investigações”, afirmou o assessor de Comunicação, Giovanni Santoro. Apesardecomandarasinvestigações, a Polícia Federal esclareceu que a responsabilidade pela segurançado aeroporto é da prefeituradeCaruaru.Aadministração municipal foi procurada, mas não se pronunciou. Um funcionário do aeroporto, que se identificou como Alceu, informou,portelefone,queasegurançadolocaléfeitaporumaempresa privada.

BIRA NUNES/JC IMAGEM

Investigação. Aeronave passou por perícia da Polícia Federal Cancelamento. A empresa aérea No Ar, única a fazer o trecho Recife-Caruaru-Recife, anunciou, por volta das 15h30 de ontem, o cancelamento do voo 4875, que sairia do Aeroporto In-

Para concluir o inquérito, a Polícia Civil aguarda os laudos das perícias do carro do atropelador e da reconstituição. Algumas contradições precisam ser esclarecidas, entre elas se Bussamra disputava um racha com os ocupantes de um Honda Civic guiado por um amigo dele. O carona de Bussamra, o estudante André Liberal, de 19 anos, prestounovodepoimentoporcerca de cinco horas ontem.

J. diz ter inventado que Eliza foi esquartejada

Missa. Ontem à noite foi realizada na Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, a missa de 7.º dia de Mascarenhas. Centenas de parentes e amigos – entre eles os atores Lúcio Mauro, Sílvia Pfeifer, Lília CabraleMaitêProença–assistiram à cerimônia. Cissa Guimarães chorou muito durante a missa. O pai do rapaz, o músico Raul Mascarenhas, tocou uma música no saxofone. Os irmãos, ThomazeJoãoVelho,lerampassagens da Bíblia.

Eliane Souza

FABIO MOTTA/AE

Adolescente desmentiu a versão inicial durante acareação com outro primo do goleiro Bruno, segundo advogado ESPECIAL PARA O ESTADO BELO HORIZONTE

O advogado Eliézer Jônatas Almeida Lima, que defende o adolescente J., de 17 anos, primo de Bruno Fernandes, afirmou que o jovem desmentiu, durante acareação com o outro primo do goleiro, Sérgio Rosa Sales, que Eliza Samudio tivesse sido esquartejada pelo ex-policial Marcos Aparecido dos Santos, o Bola. “Ele desmentiu toda a cena dantescasobreoesquartejamento e as mãos de Eliza sendo jogadas para cães. Isso não existe”, disse Lima. Nove pessoas ficaram na sala do Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP) durante a acareação.O ex-policialBola,acompanhadodeseuadvogado, Adria● Habeas corpus

Até segunda-feira, haviam sido protocoladas 16 solicitações de liberdade para o jogador Bruno Fernandes. A maioria já foi arquivada, ou negada, por não atender aos requisitos legais.

Luto. A atriz Cissa Guimarães chorou muito durante a missa de 7º dia da morte do filho

Ilda Borges Caetano – Aos 75 anos, era casada com Pedro Caetano Sobrinho. Deixa dois filhos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Metropolitano Primaveras. Rasaria Maria Galeti de Moraes – Aos 57 anos, era casada com Julio Cesar Borges de Moraes. Deixa dois filhos. O enterro foi no Cemitério de Congonhas. Benedita Ferreira da Costa – Dia 25, aos 52 anos, era casada. O enterro foi no Cemitério e Crematório Memorial Parque Paulista.

Noivo fujão volta e remarca casamento

no Ferreira do Amaral, também foi ao DIHPP, mas a assessoria da Polícia Civil disse que ele foi impedido de participar da acareação. Bola teria somente sido levado para prestardepoimento sobreoutro crime – não foi informado qual. SegundoLima,oadolescente afirmou que teria inventado as cenas da morte de Eliza por ter sido pressionado pela polícia. O jovem confirmou, pela primeira vez, que conhecia Bola porque há dois anos esteve na casa do ex-policial emVespasianocomLuizHenrique Ferreira Romão, o Macarrão, amigo de Bruno. “Como estava desesperado, pressionado pelas autoridades, ele contou aquelas coisas”, disse o advogado. Ele afirmou ainda que o depoimento do tio do menor, que procurou a Rádio Tupi para contar que o sobrinho estava apavorado com o crime, não teria legitimidade. Cena do crime. O advogado Marco Antônio Siqueira, que defendeSérgioRosaSales,disse que o cliente confirmou os três depoimentos anteriores dados à polícia. Segundo Siqueira, tanto o adolescente quanto Sérgio confirmaram na acareação de ontem que o goleiro Bruno não estava na suposta cena do crime.

Brás Henrique / RIBEIRÃO PRETO

Após o cancelamento do casamento ganhar repercussão pela fuga do noivo, com o caso terminando na polícia, Sueli de Lourdes Andrade Casarotti, de 49 anos, e o pedreiro Antônio Mondim, de 47, garantem: o enlace saino sábado, às10h30, no cartório da Vila Tibério, em Ribeirão Preto. A união estava marcada para o dia 17, mas o casal se desentendeu na véspera e Mondim foi pescar, levando pertences, R$ 19 mil, um carro e uma moto. Sueli registrou boletim de ocorrência, acusando-o de roubo, mas agora afirma que tudo está esclarecido. “Ele até voltou antes do horário do casamento, mas eu não quis mais, não tinha condições de dialogar”, explicou ela. Ontem, os noivos foram ao cartório remarcar a data para o casórioedepoisestiveramnaPolícia Civil para arquivar o caso. Eles vivem juntos há quatro anos. Sorridente, Sueli descarta dar o troco no marido, que brinca com a companheira sobre ele ser abandonado dessa vez. “Jamaisfariaisso,temosumrelacionamento estável, somos honestos e direitos”, garante a noiva. “Foium desentendimentode casal e ela estava nervosa”, emenda Mondim. Como garantia da união, avisaram que a imprensa pode registrá-la. “Tive vontade de dar uma surra nele, mas agora será diferente”, diz Sueli.

Para publicar anúncio fúnebre: Balcão Iguatemi – Shopping Iguatemi 1a - 04, tel. 3815-3523 / fax 3814-0120 – Atendimento de 2ª a sábado, das 10 às 22 horas, e aos domingos, das 14 às 20 horas. Balcão Limão – Av. Prof. Celestino Bourroul, 100, tel. 3856-2139 / 3857-4611 / fax 3856-2852 – Atendimento de 2ª a 6ª das 9 às 19 horas. Só serão publicadas notícias de falecimento/missa encaminhadas pelo e-mail falecimentos@grupoestado.com.br, com nome do remetente, endereço, RG e telefone

Falecimentos Ceres de Abreu Sacchetta – Dia 26, aos 93 anos, era viúva do jornalista Hermínio Sacchetta. Deixa os filhos Vladimir e Lia e os netos Paula, Felipe, Ivan, Nelly e Marília. O enterro foi no Cemitério do Araçá.

ternacionaldosGuararapes-Gilberto Freyre para o Aeroporto Oscar Laranjeiras, em Caruaru, às14h25.Deacordocomaempresa, o cancelamento não foi motivado pelo assalto no Aeroporto

de Caruaru, mas por problemas técnicos na aeronave. Os passageiros foram levados do Recife para Caruaru em táxis fretados pela companhia aérea. Funcionário de uma empresa de aluguel de veículos que trabalhanoterminalaéreo,orecepcionista Flávio Mascarenhas reclamou da falta de policiamento. “Agora que o problema aconteceu dentro da pista e que chamouaatenção da imprensa pode serqueaadministraçãofaçaalguma coisa. Mas não éde hoje que o clima de insegurança preocupa quemtrabalhaaqui.Háváriosassaltos na área. Os bandidos sabem que muita gente chega com dinheiro e produtos de valor e aproveita para assaltar.”

Elizabete Suzi Endrigue – Aos 51 anos, era casada com Jair Antonio Endrigue. Deixa filhos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Metropolitano Primaveras.

Nelson Gomes de Lima – Aos 75 anos. Deixa esposa, filhos e netos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Memorial Parque Paulista.

Luciana Liz Soares de Oliveira Marques – Dia 26, aos 35 anos. Filha de Rosalvo Soares de Oliveira e Clevonil Soares de Oliveira. Deixa a filha Geovanna. O enterro foi no Cemitério e Crematório Horto da Paz.

José Lopes da Silva – Aos 73 anos, era casado com Odete Giraldelli da Silva. Deixa filhos. O enterro foi no Cemitério Parque dos Girassóis.

José Oliveira de Carvalho – Aos 93 anos, era viúvo de Eufemia Marino de Carvalho. Deixa dois filhos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Metropolitano Primaveras. Justo Raimundo Rodriguez Alvarez – Aos 89 anos, era viúvo. Deixa a filha Margarita. O enterro foi no Cemitério de Congonhas.

Luiz Bertram Metzler – Dia 19, aos 69 anos. Deixa esposa, filhos e netos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Memorial Parque Paulista. Eloisio Aparecido Martins – Aos 59 anos, era casado com Izilda do R. Miranda Martins. Deixa dois filhos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Metropolitano Primaveras.

As filhas Silvia e Noemi, os genros Isaac e Jayme, os netos e bisnetos comunicam o falecimento de

FANNY LANDESMAN

E agradecem as manifestações de carinho recebidas na ocasião do enterro.

Carlos Henrique Godinho – Aos 55 anos. Filho do dr. Carlos Godinho e Felicidade Maria da Conceição de Almeida, era casado com Lidia Yokofawa. Deixa as filhas Marcela e Mayara. Manoel José de Oliveira – Aos 50 anos, era casado com Josefa Alves da Silva I. de Oliveira. Deixa os filhos Miguel, Fernando e Michelle e netos. O enterro foi no Cemitério Jardim Vale da Paz. Edcarlos Aparecido Carneiro – Aos 33 anos. Deixa pais, esposa, irmãos e filhos. O enterro foi no Cemitério e Crematório Memorial Parque Paulista. MISSAS Ana Paula Ferreira Teixeira – Hoje, às 19h30, na Igreja do Santíssimo Sacramento, na Rua

A família da querida

YOLANDA MATTAR agradece as manifestações de carinho e convida para a Missa de 30º Dia, no dia 29 de julho, quinta-feira,às 12:30 horas, na Capela da Igreja Nossa Senhora do Brasil.

Entre família, amigos e fotos Frequentadora da Sociedade Hípica Paulista por 40 anos, a dona de casa Maria Aparecida Cioffi Gomide sempre gostou de estar rodeada da família Tutoia, 1.125, aniversário)

Paraíso

(1º

Norma Vilardo de Mello – Amanhã, às 10 horas, na Capela do Orfanato São Judas Tadeu, na Av. Itacira, 2.801, Jabaquara (7º dia). Yolanda Mattar – Amanhã, às 12h30, na Igreja Nossa Senhora do Brasil, na Avenida Brasil, Jardim

e dos amigos. Era fascinada com o Natal – data em que reunia todos para cear em sua casa decorada. Adorava cozinhar para elas. Faziadetudo...estrogonofe,espaguetee coquetel decamarão. Apesar das reuniões em casa, não gostava de tirar retratos, muito menos de ser fotografada. Mas adorava espalhar pela casafotosdafamíliaeDOS amigos. Tinha diversos murais e porta-retratos. Seu labrador Boris também era alvo de atenção. Apesar de grande e desengonçado, ela o tratavacomo umpequenopoodle. Morreu dia 20, aos 59 anos. América (1 mês). Armando Sergio Ludovico – Hoje, às 19 horas, na Igreja São Domingos, na Rua Caiubi, 164, Perdizes (7º dia). Geraldo Dannemann (Brude) – Amanhã, às 11 horas, na Igreja São José, na Rua Dinamarca, 32, Jardim Europa (7º dia).


%HermesFileInfo:C-5:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Cidades/Metrópole C5

EVELSON DE FREITAS/AE

Prefeitura estuda veto a skate no Ipiranga

Em 2007, esporte foi proibido em ladeira de Pinheiros ● Os skatistas do Parque da In-

Frequentadores do Parque da Independência reclamam de acidentes em área conhecida como ‘ladeirão’, reduto de skatistas desde 1976

dependência reclamam que a Prefeitura já havia vetado, em novembro de 2007, a prática do esporte em uma ladeira em Pinheiros, na zona oeste. A ladeira do Alves, também um dos redutos da modalidade, no entorno da Praça Horácio Sabino, ganhou seis faixas de paralelepípedos, com quatro metros de largura cada uma, após reclamação dos moradores do entorno à Subprefeitura de Pinheiros. À época, moradores da área também reclamavam que os skates muitas vezes escapavam dos praticantes na descida da ladeira e voavam na calçada, na direção dos pedestres. A justificativa oficial era que os paralelepípedos evitariam enchentes no local. “Quando houve essa interdição, a Prefeitura prometeu que a ladeira do Parque da Independência receberia até um piso novo”, diz o DJ de hip-hop Wellington Deiro, de 25 anos. / D.Z.

final”, afirmou Wanderley Pires, diretor de Parques da Secretaria Municipal do Verde. “Mas não existeproibiçãoemvigor”,acrescentou. Diante da possibilidade de não poder mais praticar no parque a modalidade conhecida comoDownhill,skatistassemobilizaram numa campanha chamada “O Grito do Ipiranga”. Cartazesforamcoladosem ruaspróximasdoparqueeumprotestorealizado no sábado reuniu cerca de 300 pessoas. Na internet, um abaixo-assinado criado pelo blog Quintal do Ipiranga já tem mais de 2 mil adesões. A campanha também se espalhou pelas redes sociais Orkut e Twitter. “Os guardas que trabalham no parquejánosavisaramque,apartir do dia 8 de agosto, ninguém

mais entra de skate. Isso é um absurdo. A própria Prefeitura fezduasediçõesdaViradaEsportiva com eventos aqui no ladeirão”, reclama Wilson Correa, de 41 anos, um dos mais antigos frequentadores do local. A ladeiratem cerca de400 metros e vai da entrada do Museu Paulista até o monumento onde estão os restos mortais do imperador d. Pedro II. “Eu comecei aquidescendo decarrinho de rolimã com meu pai, em 1984. Esse lugar é histórico para o skate nacional, muitos estrangeiros vêm para o Brasil só para conhecer o

ADMINISTRAÇÃO

DROGAS

CRIME

Prefeitura vai fazer megaoperação para combater descarte ilegal de entulho

Hospital municipal terá leitos para viciados

Corpo de brasileira é encontrado em Milão

Juíza de Taubaté nega transferência de Suzane

Os hospitais municipais de São Paulo terão de reservar alas para atendimento de dependentes químicos em crise – como alucinação e síndrome de abstinência. A lei publicada ontem no Diário Oficial da Cidade é de 2002 e atende, em parte, uma exigência do Ministério Público Estadual (MPE) de criação de leitos psiquiátricos na rede municipal de Saúde. Há dois inquéritos em andamento no MPE sobre a questão. Antes de começar a valer, a nova legislação precisará ser regulamentada – em até 120 dias.

A paranaense Veronica Crosati, de 45 anos, foi encontrada morta em seu apartamento em Milão, segundo o Corriere della Sera. Ela teria sido esfaqueada há dez dias. A polícia apura o caso.

A juíza Sueli Zeraik de Oliveira Armani, da 1.ª Vara de Execuções Criminais de Taubaté, negou ontem o pedido de transferência de Suzane Von Richthofen da Penitenciária Feminina de Tremembé (SP), no Vale do Paraíba, para um centro de ressocialização. Suzane foi condenada a 38 anos de prisão por envolvimento no assassinato dos pais dela, Manfred e Marísia, em 2002. A defesa alegava no habeas corpus que a jovem sofreu constrangimento ilegal por ser mantida em regime mais rigoroso que o necessário.

Diego Zanchetta

A Prefeitura de São Paulo estuda proibir a prática de skate na ladeira do Parque da Independência, no Ipiranga, zona sul. O esporte radical foi praticado pela primeira vez em São Paulo no parque, em outubro de 1976. Em 34 anos, o local se tornou o mais antigo reduto de skatistas da capital. Segundo o governo, o uso do skateno parquetemcausadoacidentes e queixas recentes de frequentadores da área. Uma reunião na próxima semana, ainda sem data definida, vai estabelecer em qual local do parque será permitido o esporte. “Há muito tempo vêm ocorrendo incidentesno parque. Temos de analisar junto com a comunidade, o con-

PARA ENTENDER O Downhill Slide é uma modalidade onde o skatista desce uma ladeira fazendo manobras em alta velocidade, geralmente com skates maiores. Os melhores praticantes são brasileiros. O atual tricampeão mundial é Sérgio Yuppie, que já fez apresentações no ladeirão do Ipiranga em 2007 e 2008. selho gestor do parque e com os skatistas qual é a melhor opção para todos. Isso será decidido em uma reunião e encaminhado para o secretário do Verde (Eduardo Jorge) tomar a decisão

A Prefeitura inicia hoje uma iniciar a operação. megaoperação para combater o O principal objetivo é realidescarte ilegal de entulho em zar uma ação antecipada de pontos viciados da cidade. combate às enchentes. A Em parceria com as Pomesma prática foi adotalícias Militar e Civil, da pela Prefeitura em as blitze envolvem fevereiro, quando a as 31 subprefeitucidade enfrentava o É A MULTA POR ras e deverão duauge dos alagamenDESCARTE ILEGAL, rar 24 horas. A intos. Na ocasião, foCONFORME LEI tenção é que esse ram flagrados desSANCIONADA tipo de operação se cartes irregulares em ONTEM torne comum e seja dez subprefeituras. Ao realizada bimestralmentodo, foram detidas 31 te. Hoje, cada subprefeitura in- pessoas e apreendidos 22 veícudicou o melhor horário para a los – 14 caminhões.

R$ 12 MIL

Pela liberação. Skatistas organizaram abaixo-assinado

CLIMA

Frio pode ter matado mais dois no Sul O frio pode estar entre as causas de duas mortes, ocorridas ontem e anteontem, no Rio Grande do Sul. Em três semanas, já foram encontrados seis corpos ao relento.

ladeirão do Ipiranga”, diz Rodrigo Toyoshy, de 32 anos. Reclamação. O ladeirão fica lotadonosfinsdetarde.Algunsfrequentadores do parque ouvidos pela reportagem ontem apoiam a proibição. “No ano passado, vi um menino cair e o skate voar na canela de uma mulher, que ficou machucada e teve de ser socorrida.Elalevou trêspontos porcausa do machucado. Ninguém podeficar pertoda ladeira”, avalia a webdesign Tânia Carolina Machado, de 31 anos, que corre no parque duas vezes por semana.

REPRODUÇÃO

PERNAMBUCO

Identificado suspeito de roubar tela de Portinari A Polícia Civil de Pernambuco já tem a identidade de um suspeito de furtar o quadro Enterro, de Cândido Portinari, do MAC de Olinda. Ele deixou uma impressão digital na fita que prendia a moldura, avaliada em R$ 1,5 milhão. O crime foi descoberto no dia 14.

CASO RICHTOFEN


%HermesFileInfo:C-7:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

Vendem-se

MORUMBI

VL LEOPOLDINA

Entrega em 2011. Aconchegante Apto. em Local com Ampla Área Verde. 68m² Úteis. 3Dormitórios (Suíte). Lazer Total. Oportunidade. ZM3a Cód.354733 F:3745-6000 Financie até 80% com o Itaú.

R$530.000 Cob.duplex, 161m²au, 3dt, 2vg, ste c/clst e lar., liv 3ambs, sacada. Cód74017 F:3488-8080

LITORAL

Alugam-se

À SECRETARIA DA FAZENDA

APARTAMENTOS

ZONA OESTE

APARTAMENTOS

VL LEOPOLDINA

4 DORMITÓRIOS OU MAIS

R$750.000 Cond. Spazio Dell’Acqua, 142m²au, 3sts, liv, 3vg, tço gourm. Cód 83071 F:3488-8080

ZONA SUL

HIGIENÓPOLIS 300m²au, 4dt, 2st, clst, 2vg, liv, tço, lvbo, coz., arms, frente ao shopping. Cód 84710 F:3488-8080

FLAT VL MARIANA ACLIMAÇÃO R$80.000 Flats a partir deste valor para compra e venda em toda SP, 1a3 dts e cob. dentro/fora do pool. Empresa especializada desde 1988.

299m²au, 4sts, 5vg, liv 3ambs, tço, lvbo, escr., andar bx, Px.Praça B. Aires. Cód 84450 F:3488-8080

AV PAULISTA *UNIDADES condo hotel HOLIDAY IN ANHEMBI* Ótimo negócio p/ Investir! Consulte! OLIVVER creci11990j ☎(11)3887-0721

HIGIENÓPOLIS

ITAIM

R$650.000 2dts, vg, excelente negócio, frente ao Mackenzie. Cód 71264 F:3488-8080

2 DORMITÓRIOS

FLAT GEORGE V - ALTÍSSIMO PADRÃO. 1 e 2 Stes, 2 vagas. Para pessoas exigentes! Vale a pena conhecer! Ligue! OLIVVER creci11990j ☎(11)3887-0721

VL OLÍMPIA FLATs (1 DORM e 2 DORMS). Temos excelente negócios a partir de R$ 180mil. Ligue! OLIVVER creci11990j ☎(11)3887-0721

Alugam-se

Rua Bahia, excelente, 4sts, 5vg, tço, nunca habitado, único na região. Cód 84450 F:3488-8080

Casa Condom., vista p/ o mar 5 stes, pisc. priv., churr., solarium, escrit. definitiva☎(13)9784-4979 (13)7810-2538/ ID96*12568

Compro fazenda p/ pec. 300 a 500 alq (14)3321-7007/9761-1300

ZONA NORTE

HIGIENÓPOLIS

CHÁCARAS E SÍTIOS

JUQUITIBA Sítio c/estrutura de haras. Propr. ☎(11)5908-0143/ 9541-8214

PTE PEQUENA Aluga-se salão comercial, 465m², próx.metrô Armênia, R. Pedro Vicente, 247/257 c/estacionamento. Pé direito alto. Aluga-se inteiro (R$9mil) ou metade (R$5mil). Fábio ☎3106-1079/3104-3581

PERDIZES R$1.000.000 4dts, 2sts, 3vg, 210m²au, 1 p/andar, arms, excel. local. Cód 80197 F:3488-8080

PERDIZES Novo. Empreendimento Moderno. Localização Privilegiada. Planta com Excelente Distribuição. 2 Dts. (Suíte). Ambientes Ensolarados. Lazer Total. Entrega Out./2010. ZM3a Cód.428182 F:3677-5000 Financie até 80% com o Itaú.

GRANJA VIANA E RAPOSO TAVARES

Vendem-se

2 DORMITÓRIOS JD PAULISTA R$800.000 Cobertura Impecável, 205m²au, 2dts, ste, 2vg, linda vista. Cód 75928 T:3488-8080

R$27.000 05/06 Preto Perolizado 1.8 Flex IPVA Pago Completo/ Rodas/CD/Milhas Único Dono com 27MKm Placa Final 0 F: 32232822/3222-8024

ECOSPORT FREESTYLE

GRANJA VIANNA

CASAS

SIENA HLX

Casa Térrea-1500m²á.t.,530m²á. c.,3suítes,closet,hidro,pisc,churrasq. Ref.CA1616 ☎ ina47770707.Veja mais detalhes no site!

R$35.900 06/07 preta compl +CD original. (11) 2959-0555

ZONA SUL

Conforme artigo 482 Letra I da CLT convocamos Sra Patricia Olivi de Lima CTPS 0047911 Série 00301-SP, a comparecer ao estabelecimento desta empresa no prazo de 24horas.O não comparecimento caracterizará em Abandono de Emprego.Rafael Tomicioli ME.

ABANDONO DE EMPREGO Conforme artigo 482 letra I da CLT, convocamos Sr: Antonio Abelardo Marques da Silva Junior, portador da CTPS nº 29298, Série 00287, a comparecer ao trabalho no prazo de 3 dias. O não comparecimento caracterizará “Abandono de Emprego”. - MPE Montagens e Projetos Especiais S/A

ABANDONO DE EMPREGO Conforme artigo 482 Letra I da CLT convocamos Leonardo Oliveira portador da CTPS 13276 série 287 a comparecer ao trabalho no prazo de 3 dias. O não comparecimento caracterizará abandono de emprego. DESMONTAMAQ DESMONTAGENS INDUSTRIAIS LTDA ME

MORUMBI R$172.000 Sala para 2 ambientes c/terraço, suíte, 2 por andar, ótima cozinha. Vagas livres, lazer total. Opções de financiamento. Ver Apto 21 Bloco 2, na Av. Giovanni Gronchi 3757 x Rua Manoel Antônio Pinto. ☎ 3050-3322. Fotos www.pateomorumbi.com.br

Ótima Localização. Próximo ao Metrô Sumaré. Apto. Mobiliado com 60m² Úteis. 2Dormitórios (Suíte). Excelente Lazer. ZCL-a Cód.437109 Fone: 3874-3000 Financie até 80% com o Itaú.

Nova. Sofisticada Residência com 480m²AC. 3 Suítes. Living para Vários Ambientes. Lareira. Nobre Acabamento. Magnífico Jardim com Espaço Gourmet e Piscina Raia. Rua Tranquila e Arborizada. ZER1 Cód.358535 Fone:5094-7000. Financie até 80% com o Itaú.

CB 500 RAPOSO TAVARES Monte Serrat II -Cond.Fech. 140m²á.t.,50m²á.c.,2dorms. R$118mil.Ref.CA1857☎46169048.Veja mais detalhes no site!

LEILÃO DE MOBILIÁRIO

Terreno de 890m²,Topografia excelente. Ótima vista! R$160mil. Ref:TE0746 ☎ 3761-5959.Veja mais detalhes no site!

MORUMBI

JD EUROPA

R$156.800 Sala para 2 ambientes c/terraço, opção de suíte, 2 por andar, ótima cozinha. Vagas livres, empreendimento com lazer total. Opções de financiamento. Ver Apto 42 Bloco 1, na Av. Giovanni Gronchi 3757 x Rua Manoel Antônio Pinto. ☎ 3050-3322. Fotos www.pateomorumbi.com.br

480m²AC, 3dt, 5vg, amplo jardim, ac.permuta de menor valor, frente a pça. Cód 81168 F:3488-8080

R$11.200 03/03 preta, único dono, semi-nova. ☎ (13)30163890/9768-4397 Luiz

LEILÕES

GRANJA VIANNA

Corporativo Residencial e Eletrodomésticos. Dia 09/Ago/10 - 09h. Fabio Zukerman - Leiloeiro Oficial Jucesp 719 Inf. www.sold.com.br

CLÍNICA TERAPÊUTICA E ESTÉTICA CRIS TERAPEUTA 5539-4179 E equipe c/técnicas especiais! 24h

HIGIENÓPOLIS

LAURA MASSAGEM

R$860.000 240m²au, 3dt, ste, 3vg, rua nobre, p/vender hoje, imperdível.Cód84688 F:3488-8080

Relaxante, anti-stress. 8131-7571

MASSAGEM PROFISSIONAL Form senac.5585-2063 Iara

3 DORMITÓRIOS R$1.600.000 244m²au, 3dt, 2sts, lvbo, 2vg, tço, frente ao Clube Pinheiros. Cód 36611 F:3488-8080

R$950.000 3sts, 3vg, 220m²út, amplo liv, tço, 1 p/andar, and.alto, lazer. Cód 82711 F:3488-8080

ZONA SUL BELA VISTA Local nobre, sobrado, 170m² á.ú., 3wc., escrits., 150mt.Paulista. 7809-3242/2646-4200 Márcia

JD EUROPA R $ 2 . 5 0 0 . 0 0 0 C o b. d u p l e x , 440m²au, 3dt, ste, lvbo, 3vg, exc. local, lzr.Cód48897 F:3488-8080

4mãos.reg.Tatuapé ☎3536-2125

PERDIZES R$990.000 Cob.Penthouse, 260m²au, 3st, 4vg, tços, pisc., solarium. Cód 74287 F:3488-8080

MASSAGEM TÂNTRICA TANTRALIGHT

Vendem-se

COMERCIAIS

PERDIZES

CASAS / APARTAMENTOS ITAPECERICA SERRA

Aqui você conhecerá a autêntica Massagem Tântrica. Atendemos no Morumbi - SP. Ligue e informe-se. 15% de desconto para os 20 primeiros que ligarem. ☎ (11)30342750/(11)3097-0983

Casa 250m²át, 180m²áú, 2 dorms amplos, cozinha estilo americano, 6 vagas, 2 quintais, isento IPTU. R$80mil. Meire/Almir. (11)74606361/7584-0176/4779-1456

VILA OLÍMPIA

VL LEOPOLDINA R $ 1 . 0 6 0 . 0 0 0 C o b. d u p l e x , 227m²au, 3sts, 3vg, liv, tço, pisc., bar. Cód 79734 F:3488-8080

FINANCIE ATÉ 80%

5094-7000 www.coelhodafonseca.com.br

Ótimo estado de conservação

FINANCIE ATÉ 80%

3882-4000

www.coelhodafonseca.com.br

Creci J-961 - ZM-3b

R$ 870.000. Ambientes claros e arejados, 3 dorms. (suíte), rico em armários, amplo living com terraço. 1 por andar. 2 vagas. Excelente local. Oportunidade. Cód. 75438

MORUMBI

Localização única

FINANCIE ATÉ 80%

3740-5000 www.coelhodafonseca.com.br

JUNDIAÍ - HOTEL ESTÂNCIA

73m² a 219 m² - 2 a 6 Vagas

26.500m² a.t. - 1.800m²a.c.

Locação, prédio novo, váo livre auditório, vista linda, excelente! FS 34458 - fone: 2198-3111

Venda, Linda, com vocação também p/ clínica, SPA, restaurante FS 36285 - fone: 2198-3111

CASA COML - JD. PAULISTA

GALPÃO - TATUAPÉ

Tipografia e Off-Set.(Completa) Tratar c/Claudio (11)4742-6681

TATIANA TRAVESTI

MÁQUINA P/ DESCASCAR ALHO R $ 4 0 . 0 0 0 , 0 0 Tr. A n t ô n i o ☎(11)9151-5298/ 3731-6057

RELAX / ACOMPANHANTES ABATA + YUMI + KELY Universitárias (11)3759-0921

AC MAYUMI NISSEI LINDA elegante, H/M (11)2837-6301

ACACIA M.FOTOGRAFICO R$130 Catarinense! 9185-8185

AICHA LOIRA ATIVA C/ACESS. Belíssima submissa liberal c/beijo gregr Ac Cart 5531-7327 Brooklin

AILA MULATA NOTA 10

Corpo Nota 1000 ☎ 7166-4130

ALINE 21A E TAMY MESTÇA Alto nível 7014-5541 px Paulista

Conforme artigo 482, letra I da CLT convocamos o sr Antonio Militão da Silva, portador da CTPS 0002007 série 00060-SP a retornar ao trabalho no prazo de 48 horas. O não comparecimento, caracterizará Abandono de Emprego. Novata Engenharia Ltda.

Conforme artigo 482, letra I da CLT convocamos o sr Francisco Silva de Vasconcelos, portador da CTPS 92059 série 00001-MA a retornar ao trabalho no prazo de 48 horas. O não comparecimento, caracterizará Abandono de Emprego. Novata Engenharia Ltda.

ABANDONO DE EMPREGO

Carinhosa 82231546 prx Paulista morena bronzeada, cabelos longos, s. e dot. gde bjo lga. (Augusta) 11/3151-5162, 8655-2380

YOKO JAPONESINHA INIC. 18a s/ decepção(11)3105-9065

RELAX / CLÍNICAS

A ABIGFRANCEBEL ESTILO E CLASSE!! 1º Mundo. Tudo em um só lugar... Homens finos se cuidam aqui!! Massagens Anti-stress, Depilação, Limp/pele, Cabel, Drenagem Linf, Reflexologia, Podologia, Hidro,Saunas e Shiatsu c/profissionais qualificadas, além de modernas salas de atend c/várias opções, Galeria/fotos informatizada, “caffeteria”, Cyber,SLTV, Jd Inv, Big estac fech/Coberto c/manobs, lavag.,C.C.,Taxis etc. The best in Brazil! Site francebel. 2ª/6ª 11/22 sab 11/20hs.Campo Belo-Aerop. “ Dia do Noivo com promoções! “

DOUTORA OYAMA “A 1ª DO BRASIL” Tradição desde 1970! Lindas massagistas. Massagem Relax, Massagem Tântrica e Massagem Tailandesa. A equipe TOP de São Paulo. Magníficas instalações, salas modernas, luxo, elegância e requinte em todos os detalhes. Relax sem igual! Visite nosso site. Vila Mariana, c/ estacionamentos.

☎(11)5572-7286

DYANA MASSAG 7266-5990 Ativa/Passiva. 2 relax Paulista

EU E ELAS NEW Totalmente reformado. A melhor de SP há 38 anos. veja site. após 14h

☎(11)3209-2756

ISATHERAPY 3532-2347 Relaxante/terap.corpory/Ayurvétic

LEILA TERAPEUTA Prostática-Pamplona 6316-7530

LUIZA MASS. TERAPEUTICA Tântrica e Prostática 9225-5386

ARQUITETURA Arquitetura, Engenharia e Design. Projeto, construção, reforma e topografia.Email:o-bras@hotmail. com ☎(19)3237-3262

Flat Jds. c/ site. (11)6457-6688

ANDRE LINDÍSSIMO ANGELITA COROA LOIRA $70

A AERO CONGONHAS

COBERTURAS DE POLICARBONATO

Massag. fera orl. (11) 5093-8577

NEW BANGKOK

Massag. 8703-0497/6498-6809

Equipe alto nível, instalações 5*. Discreto, todos C.C, c/manobrista. ☎(11)5533-5030 / 5561-0126

ARETHA SEIOS FARTOS 1,75

A BELLA PAULISTA

SARAH MASSAGEM

Liberal Flat Moema 7959-2415

Prostática e algo+ L/M 33373154

atend sozinha Centro 8279-7305

Linda equipe, ótimas instal., discreto, todos C.C., estac. c/ manob. Próx. Paulista. ☎ (11)3085-4747

BIA NAMORADINHA *****

A CLINICA 4 VIP 5084-8890

Toldos e cortinas. ☎(11)46473507/(11)9756-3884 ou site www.aguiacoberturas.com.br

P/eles e casais. (11)6688-2660

ANNA MULATA 37 ANOS

DETETIVES 1 A A ACTIVA DETETIVES Investigações Conjugais Empresa (11)3259-7758/3259-4826 24h

AGÊNCIA LÍDER DETETIVES

EMPRESAS E PARTES SOCIAS MERCADO C/ HORTIFRUTI VENDO Em funcionamento, V.Carrão, equipamentos novos. R$100mil. 9914-2595/ 3673-1918 Carlos

rainha do anl 9605.7963 Moema

BRUNA MULATA *****

☎(11)5533-6955

Veja site 4vip...elegância, discrição, a.nível! Equipe Selecionada!

Fogo de enlouquecer 3287-2380

ABRAÇO TÂNTRICO

CARLA COROA 8401-7352

Mass. c/exper. 97003568 Carla

Com beijo greg. Chac. Sto Antonio

ADRIANA MASSAGEM

DALILA MASS. EXPERIENTE Atendo só Srs. maduros,$70. ☎(11)32098505 banh.ling,ori. total. Atend. particular Liberdade.

DUPLA LÉSBICAS FOGOSAS! loira e morena língua quente acess fantasia C/C 5531-0581 Brooklin

FERNANDA JÉSSICA Tântrica e Tailandesa. 8501-0907

GAROTOS MASTER BOYS 24H

BRUNA E CAROL 3284-1245 Massagem relaxante completa.

CARIBE CLÍNICA Nova equipe e novas instalações. Suítes com Ar. ☎(11)3085-4747

CLÍNICA CARINAS

S.fartos at.Hotéis (11)8439-4408

KEIKO - PRAZER GARANTIDO!

CLÍNICA EM MOEMA

ASTRO VIDENTE PATRICIA

Sem decepção!!(11)3112-0024

c/seus poderes ela lhe ajudará a desvendar tudo o que ocorre em sua vida, através da vidência na água e búzios Não cobro consulta meu lema é caridade 3313-4298

KEYKO TRAVESTI MESTIÇA

Amb. disc. c/ belas mass. p/Srs exec. Todos cc. Estac. 5531-4499

ESOTERISMO

Tarada ativa/pass.11 6256.1589

MICHELLY FOGOSA! LOIRA + Luisa/Maira S nº48 f 3288-8828

MASSAG. CLÁSSICA - R$60 4mãos $120.Tatuapé 2093-0194

MIRELA MASS.PROVOCANTE E relax. At.part.6640-3608 V.site Relax c/belas massag!Discr, Cartão,est, tb domingo☎5083-9657

SOL E EQUIPE Ativas e passivas. Amb. discreto Brooklin. ☎ (11) 5543-8287

R$120 - Santana ☎ 6182-8632

Promoção de inverno!!! *Equiperenovada *Lindas garotas *Suítes climatizadas. Av. dos Carinas 439 ☎(11) 5044-2044

GREYCE COROA MULHERÃO

Conforme artigo 482, letra I da CLT convocamos o sr. José Maria Rodrigues Tavares, portador da CTPS 42943 série 00197-SP a retornar ao trabalho no prazo de 48 horas. O não comparecimento, caracterizará Abandono de Emprego. Novata Engenharia Ltda.

STEPHANY NEGRA 23A

ALLAN MASSAGISTA 20A.

Investigações de alto padrão. At. 24hs. (11)3864-2997 sigilo total.

ABANDONO DE EMPREGO

Discreto, Bonito, 30a. 9736-4561

CLÍNICA MAYTREIA

’’ A To p d a s C l í n i c a s ’’ . ☎ (11)2219-2865/(11)2061-2011

A ASSIST. ADMINIST. Curso Sup., Inglês avançado. Exp. Rotinas adm. Domínio Pacote Office. Sigla “ASS” Para trabalhar Barueri.CVp/: selecao@tilibra.com.br

V VENDEDOR(A) REPRESENTANTE Atuar em materiais de construção, casa de tintas e construtoras, para São Paulo e grande SP. Enviar C.V.: vendas.tintas@hotmail.com

ABANDONO DE EMPREGO Conforme artigo 482, letra I da CLT convocamos o sr. Raimundo Araujo Melo, portador da CTPS 55022 série 00005-MA a retornar ao trabalho no prazo de 48 horas. O não comparecimento, caracterizará Abandono de Emprego. Novata Engenharia Ltda.

ABANDONO DE EMPREGO Conforme artigo 482, letra I da CLT convocamos o sr. Valmir Pereira dos Santos, portador da CTPS 72764 série 00224-SP a retornar ao trabalho no prazo de 48 horas. O não comparecimento, caracterizará Abandono de Emprego. Novata Engenharia Ltda.

ADANDONO DE EMPREGO Conforme artigo 482, letra I, da CLT convocamos o sr. Marcos Natalicio Candido, portador da CTPS nº 48332, série 0222/SP a comparecer ao trabalho em 72 horas, caso não compareça será caracterizado Abandono de Emprego. Lavin Bardusch Arrendamentos Têxteis Ltda.

referência quanto ao sexo, idade, cor, situação familiar, ou qualquer palavra que possa ser interpretada como fator discriminatório, salvo quando a natureza da atividade, pública e notoriamente, assim o exigir."

PRIME MEDICAL CENTER ITAIM BIBI

1300m²

Locação, Brig. Luis Antonio, copa, 4banhs.,8 sls,excel.localiz., fácil ac. FS 37238 - fone: 2198-3111

Locação, excelente local, totalmente reformado, fácil acesso FS 35604 - fone: 2198-3111

PRÉDIO COM. CONSOLAÇÃO

TERRENO - ANCHIETA

500m² - LOJA + 5 ANDARES

3000m² - PX. RODOVIA

Locação, prédio reformado, excel. condição, pto. p/ uso, fácil acesso FS 37368 - fone: 2198-3111

SANDRO - MASSAGEM ?

ESTADÃO

ITAIM BIBI

400m² - 4 Vagas

CONSTRUÇÃO E SERVIÇOS

MÁQUINAS E MOTORES GRÁFICA VENDE:

$70 mass/b.grgo(11)2275-7668

CLT, não é permitido anúncio de emprego no qual haja

De acordo com a Lei Estadual Nº 13.817, artigo 1º, ficam os anúncios de veículos automotores publicados nos jornais, revistas, periódicos e outros meios de divulgação, obrigados a trazer em seu "corpo" os valores, individualizados, correspondentes aos bens colocados à venda.

Creci J-961- ZM-1

Excelente apartamento com 189m² úteis, 4 suítes, closet, living integrado ao terraço. Lazer total c/ piscinas aquecidas, fitness. 3 vagas. R$ 780.000. Cód. 433135

A Empresa Cor e Sabor Indústria e Comercio de Alimentos Ltda, inscrita CNPJ 56.907.884/0001-17, torna público que requereu na Cetesb a renovação de licença de operação para a fabricação de sorvetes sito a Rua Manoel Augusto Ferrreirinha 819 Nova Gerti São Caetano do Sul - SP

Danceteria Shows Reservados Labirinto Cinema, p/Adeptos e Inic. Al. dos Pamaris 160 Moema F:(11) 5531-4067 Consulte nosso site!!

" De acordo com o art. 5º da CF/88 c/c art. 373-A da

AVISO AOS ANUNCIANTES

JARDINS

LICENÇA CETESB

PAULA 35A. LOIRA GAÚCHA

Aviso aos anunciantes

Comercial/Residencial

Creci J-961- ZCLz-II

MORUMBI

A Empresa Sotec Medicina do Trabalho SC Ltda CNPJ 59.570.929/ 0001-07, comunica o extravio de Talões de Notas Fiscais de Serviço série A de nº 651 a 700

CLUB DE SWING

26791472/72354710 V.Mariana

empregos

Excelente imóvel com 140m² construídos, ambientes com ótima claridade, várias salas. Próximo à Av. Doutor Cardoso de Melo. R$ 450.000. Cód. 436118 R$480.000 185m²au, 3dts, ste, 5vg, farto em arms, lzr, reform., R. Critius. Cód 83740 F:3488-8080

DECLARAÇÃO Á PRAÇA

PATRÍCIA “COROA C/ FOTOS”

C/30 anos de experiência,trago amor manso e apaixonado ***louco por vc comprove*** 100%garantido (11)2225-3736

MASSAGEM RELAX TÂNTRICA

Vendem-se

JD EUROPA

O Contribuinte nº 116239658114 comunica o extravio de livros e N. Fs. de nº 0001 a 3000-U.

VENHA VER PARA CRER!

Privê! Hotel/Mot(11) 2977-4474

TERRENOS

3 DORMITÓRIOS

Eu, Roberta de Souza RG:30135779-1, CPF: 285176998-74, venho por meio deste informar o extravio da segunda via do meu pedido de isenção de IPI sob o número de processo: 13807006137/2008-08. Expedido em 18/08/2008

BELA COROA S.. 58 C/ACESS

GRANJA JULIETA

PINHEIROS

AO MINISTÉRIO DA FAZENDA SRF - SRRF/8°

COMUNICADO DE EXTRAVIO

ABANDONO DE EMPREGO

CASAS / APARTAMENTOS

Vendem-se

Eu, Roberta Ferreira de Souza R G : 3 0 1 3 5 7 7 9 - 1 , CPF:285176998-74, venho por meio desta, informar o extravio da terceira via do meu pedido de isenção de ICMS sob o número GDOC: 51 092-68 9461/2008. Expedido em 29/08/2008

ABANDONO DE EMPREGO

JUQUEHY

BAURU E REGIÃO

COMERCIAIS

ZONA OESTE

CASAS

TERRAS E FAZENDAS

HIGIENÓPOLIS

☎(11)3094-1044

Vendem-se

PROPRIEDADES RURAIS

4 DORMITÓRIOS OU MAIS

R$510.000 118m²au, 3dt, ste, clst, liv c/tço, D.E, 2vg, lzr, px.pq. Ibirap. Cód 84699 F:3488-8080

COMUNICADOS

Cidades/Metrópole C7

Venda, excelente localização, fácil acesso, ótima oportunidade FS 35182 - fone: 2198-3111

Prédio novo 6.500 m² de área útil 140 Vagas Fácil acesso Prédio inteiro 1ª Locação

FS 37609 fone: 2198-3111

FS 36548 fone: 2198-3111

Temos uma equipe especializada em Corporate e uma seleta carteira de investidores. Consulte-nos! f: 11 2198 3111

Rua Gomes de Carvalho, 1.306 | Conjunto 52 | Vila Olímpia | fone: 11 2198 Each office is independently owned and operated by NRT Incorporated. Creci 17.158-J

Unidades de 66 m² a 520 m² 2 a 14 vagas privativas 6 + 1 elevador sendo um exclusivo e superdimensionado Centro hospitalar completo 5 salas cirúrgicas

Srs. Proprietários de imóveis com renda

www.sothebysrealtysp.com.br vendas@sothebysrealtysp.com.br

BERRINE PARK Marginal Locação

3111

Corporate

Brasil São Paulo

Sotheby’s I N T E R N AT I O N A L R E A LT Y Creci 17.158-J

LM&C7

SÃO PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010


C8 Cidades/Metrópole %HermesFileInfo:C-8:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Você sabia?

TUTTY HUMOR ✽ ●

● Cara nova

Percebe-se que a coisa está mesmo feia quando a boa notícia da semana é o resultado do primeiro transplante total de rosto. Teve gente que não dormiu de noite!

tutty.vasques@estadão.com.br

Proibido rir da palhaçada!

S

e a lei eleitoral proíbe o humor político no rádio e na TV em todo o território nacional, precisa ver como fica a situação do candidato que já é, por natureza,umapiada:humorinvoluntário pode? Se a proibição de programas que “ridicularizem” candidatos for levada ao pé da letra, francamente, metadedomaterialproduzidoparaohorário reservado à propaganda política não passará pelo crivoda censura imposta aos veículos de radiodifusão. Só se acrescentarem ao termo da lei um adendo ressalvando que fica

Da série “Quem lê tanta notícia?”, rola na internet informação sobre um recall de ração para gatos com problemas renais nos EUA. Juro!

Fenômeno capilar O déficit externo recorde no semestre quase leva à loucura a cabeleireira de Miriam Leitão no Bom Dia Brasil. Más notícias, como se sabe, dão volume assustador ao penteado da jornalista.

Concorrência acirrada

garantido ao político em campanha o direito de se expor à vontade ao ridículo, desde que não tenha contratado nenhum humorista para tal. Mais seguro para preservar a imagem de todos seria proibir logo de vez qualquertipodepalhaçadanacampanhapolítica nas ondas do rádio e da TV. Tirando a bancada dos gaiatos de cena no horário gratuito, melhoram muito as chances de controle sobre o escárnio popular. Mas nem por decreto pode-se obrigar o eleitor a levar a sério quem não faz a menorquestãodesê-lo.Proibindoapiada, só vão conseguir tornar a campanha ainda mais chata do que promete.

● Ah bom!

Pela reação da sociedade à chamada lei antipalmada – 54% dos brasileiros são radicalmente contra –, muita gente boa por aí não entendeu que o tapa no bumbum só será criminalizado quando aplicado em crianças.

A regra é clara

MARCOS MÜLLER/AE

De um conceituado observador internacional sobre o impasse diplomático que põe em risco a paz na América do Sul: “Precisa ver, de cara, se os guerrilheiros das Farc esperaram abrir a chamada janela de transferência para trocar a Colômbia pela Venezuela!”

O vão do Masp e a Oca do Ibirapuera entraram na briga para ser a sede da festa de abertura na Copa de 2014 em SP. A mansão da Hebe e o novo templo do bispo Macedo continuam no páreo.

Agenda positiva Se você está se sentindo irremediavelmente só, calma! Qualquer hora dessas um recenseador do IBGE baterá à sua porta. Quem sabe, né? estadão.com.br Tutty Vasques escreve todos os dias no portal, de terça a sábado neste caderno e aos domingos no Aliás

ERNESTO RODRIGUES/AE

Curso de locução para melhorar os avisos do Metrô Articulação de palavras e língua portuguesa estão no currículo de treinamento inédito dos 888 operadores de trens da empresa Vitor Hugo Brandalise

O nome da estação é Chácara Klabin. Bem espaçado: Chá-cara Kla-bin. E é necessário pensar antes de falar. Se for rápido demais, se a ênfase não estiver correta, se as sílabas não forem bem articuladas, a pronúncia pode sair de outro jeito. E qualquer um dos 40 mil passageiros diários que desembarcam nessa estaçãoda Linha 2-Verde doMetrô perceberia caso saísse, sem querer, um atropelado – e “extremamente raro”, segundo a companhia – “Chácra Krabin”. Paraevitarproblemasnaemissão dos avisos sonoros – nomes deestações,orientações eadvertências aos passageiros –, o Metrô de São Paulo incluiu no treinamento dos 888 operadores de trens um curso específico de locução, pela primeira vez desde sua fundação, em 1974. O treinamento, obrigatório, começou há um mês – após realização de pesquisacompassageiros, quepediram “mais clareza” nas mensagens – e deve durar até julho do ano que vem. O curso dura um dia e é dividido em dois módulos: língua portuguesa de manhã (“vamos entender os fonemas de cada estação”, explicou a professora) e fonoaudiologia à tarde (“perto de: ‘caixa de graxa grossa de graça’ vai ficar bem fácil dizer ‘Anhangabaú’”). Em oito horas, os fun-

TRAVA-LÍNGUAS * ●

Estação Anhangabaú

Terror dos condutores, que esquecem o “ga” (“Anhanhabaú”) ●

Estação Praça da Árvore

Se transforma em “Árve” ●

Estação Belém

O nome é curto: vira tentação, portanto, diminui-lo ainda mais, para “Blém”

A maioria dos alunos – operadoresquefazemlocuçãohádécadas intuitivamente – jamais ouviu a própria voz numa gravação. “Dá susto quando ouvem, mas depois detectam os problemas e se expressam melhor. O resultadodaexperiênciavemsendobastante positivo”, disse o gerente operacional do Metrô, Wilmar Fratini. Tão positivo, adianta ele, que será incluído no treinamento oficial da companhia, a partir do ano que vem. Sorrindo. “No calor, o ventila-

Santa Cruz e Luz

São falados “Cruiz” e “Luiz” ●

Estação Armênia

Na pressa, diz-se “Amênia”. ● “Transferência gratuita”

Alguns falam “gratruita” ● “A transferência

entre linhas não é garantida...” O “trans” e o “entre” seguidos pode confundir. Há pedidos para que esse aviso mude. *Dificuldades relatadas pelos próprios metroviários

cionários aprendem lições de respiração, postura, articulação das palavras, pausas enfáticas e suavizaçãodesotaques,entreoutros itens da apostila Técnicas de Emissão de PAs (Public Auditions, na sigla em inglês que batiza os avisos) elaborada pelo Senai-SP, parceiro do Metrô.

dorfazbarulho, atrapalhaa locução. Não é só falha humana”, disseumoperador,queassistiaàaulana tarde de ontem, com outros 15 funcionários da companhia. “Em horários de pico, não é fácil ficar de olho nas portas, na hora certa de partir, e ter de falar ao mesmo tempo. Às vezes, tomar distância do microfone fica mesmo em segundo plano”, disse outro, logo após um fonoaudiológico “bra-bre-bri”, para aquecimento vocal. “Calma turma”,respondeuaprofessora,MichelleRomão:“Problemas acontecem,todos sabem. Temderespirar direito, endireitar a postura, e emitir os PAs sorrindo. O passageiro vai perceber.” “Vaidosa” com sua voz, a operadora de trens Elizabete de Oliveira, de 54 anos, funcionária do Metrô desde 1976, conta que já foi reconhecida pelos anúncios

Aprimoramento. O treinamento, obrigatório, começou há um mês e deve durar um ano das estações. “Gosto da minha voz. Já recebi ligação de amigos, dizendo que viajava sempre no ‘meu trem’”, disse Elizabete, uma das três primeiras operadoras (mulheres) da companhia. “O passageiro percebe que você está feliz, sorrindo ao ‘falar’ com ele. As aulas de locução vão melhorar esse ‘relacionamento’.” Outro condutor com duas décadas de subterrâneos, Vicente Pimenta, de 54 anos, diz que “até demorou” para profissionalizar a locução. “Não sabia que carregava tanto no ‘R’. Quer dizer que meu sotaque sempre foi assim,

demorou 30 anos para perceber como falo?”, brincou o condutor, paulista de São José do Rio Pardo, após ouvir sua gravação. “Vou tomar mais cuidado no ‘não segure as portas’.” Só dicas. Antes de a companhia

iniciar a aula específica de locução, o treinamento era feito por meio de “dicas” de “instrutores experientes”, antigos condutores – nunca houve fonoaudiólogo, nem professor de português. “O serviço foi avaliado como ‘fundamental’, por isso criamos o curso”, diz o gerente Fratini.

De povoado letão a roteiro de charme Neste ano, na lista das cidades mais frias do inverno, estava um sul diferente – o de Minas Gerais. O pequeno distrito de Monte Verde, bem perto da divisa com São Paulo, chegou a registrar -0,2ºC. O povoado foi fundado em 1938 pelo letão Verner Grinberg, que nomeou a cidade a partir da tradução do seu sobrenome (“Montanha Verde”, em alemão). Os amigos europeus de Grinberg foram todos morar lá e o resultado, hoje, é uma região de gastronomia diversificada – portuguesa, alemã, francesa e italiana, além, claro, da sempre boa e farta cozinha mineira.

DIVULGAÇÃO

BA

0 km

MG 176

SP

Belo Horizonte

ES

Monte Verde RJ

OCEANO ATLÂNTICO

Município: Camanducaia (MG) Distância de SP: 167 km Melhor via: Fernão Dias Pedágio: R$ 2,20

Dica: A Fernão Dias tem várias interdições ao longo do caminho. Na ida, atenção para as obras nos km 77, 79 e 22. Na volta, o tráfego é mais lento nos km 33, 46, 77 e 81.

Áudio. Ouça a aula de três metroviários: estadão.com.br/e/c4

POR QUE VALE A PENA?

Hotéis são uma atração à parte

ONDE FICA

N

estadão.com.br

Monte Verde, MG

Programa de Férias (Cidades a até 300 km que valem a visita) HISTÓRIA

“Além disso, com digitalização nos novos trens (em que basta apertar um botão para emitir avisos), é preciso manter o nível.” Até julho de 2011, 1,2 mil funcionários – além de operadores de trem, funcionários de centros de controle e de manobras – devem participar das aulas.

Para os chocólatras Antes o Frida Chocolates (www.fridachocolates.com.br) tivesse só chocolates. Mas tem tortas, sorvetes, petit gateaus, sundaes, brownies... e, claro, um cafezinho (com muita calda) para acompanhar.

Monte Verde é daqueles lugares que valem a pena ir mais de uma vez só para experimentar os diferentes hotéis. Os sofás da sala de cinema do Mirante da Colyna (www.mirantedacolyna. com.br) são para se esparramar. A Cantos e Contos (www.pousadacantosecontos.com.br) tem desde minichalés até cabanas luxuosas com ofurô – e o chá das cinco está incluído na diária. A Estalagem Wiesbaden (www.wiesbaden.com.br) é o paraíso dos casais: não aceita crianças. Já no Itapuá (www.itapuamonteverde.com.br), o barato é visitar a casa dos beijaflores.

● Números

1.600

metros é a altitude de Monte Verde, na parte sul da Serra da Mantiqueira

377 mil

turistas é o que o distrito recebe no inverno – mais de 90 vezes a população local

Na internet ASSOCIAÇÃO DE HOTÉIS: WWW.AHPMV. COM.BR CIRCUITO TURÍSTICO SERRAS VERDES: WWW.SERRASVERDES.TUR.BR SITE OFICIAL DE MONTE VERDE: WWW. MONTEVERDE.ORG.BR


D1 %HermesFileInfo:D-1:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010 ANO XXIV – Nº 8075

Direitos Autorais

Ópera

Rubem Ludolf

MinC prorroga o prazo de consulta pública sobre nova lei

Rigoletto, com a orquestra do Theatro São Pedro

O adeus do concretista

Pág. D3

Pág. D10

Pág. D5

Caderno2 estadão.com.br

DIVULGAÇÃO

O FESTIVAL MAIS ANIMADO DO ANO

7 8 9 10 11 12

Depois da programação no Rio, começa hoje a versão paulistana da Anima Mundi, mostra de cinema de animação que traz os filmes mais premiados do gênero no mundo todo. Pág. D3


D2 Caderno2 %HermesFileInfo:D-2:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

DIRETO DA FONTE SONIA RACY

Colaboração Débora Bergamasco debora.bergamasco@grupoestado. com. br Gilberto de Almeida gilberto.almeida@grupoestado.com.br Marilia Neustein marilia.neustein@grupoestado. com. br Paula Bonelli paula.bonelli@grupoestado. com. br

estadão.com.br/diretodafonte

BAUER SÁ

Cama de gato Mais uma denúncia para engordar as mais de 26 mil páginas de investigação no caso Bancoop. O advogado Valter Picazio Jr. entrou com representação no Ministério Público acusando a cooperativa de estelionato. Depois de vencer ação contra a Bancoop, ele teria recebido como oferta de garantia de pagamento de seus honorários o imóvel de sua cliente cooperada.

O PSDB entrou com representação no TRE–SP contra o ônibus de Aguinaldo Timóteo, candidato a deputado federal. Alega que o veículo, que faz também campanha para Dilma e Mercadante, funciona como outdoor porque já foi visto parado.

O advogado alega que o apartamentoestáquitadoequeeste é considerado pela Justiça “inalienável”.

Ilha de Lost

Outro lado Pedro Dallari, advogado da Bancoop, afirma que “não há nenhum fundamento na denúncia do advogado. Tanto é, que ele está negociando um acordo com a cooperativa”.

Entrevista exclusiva Lulareservounaagendaodia2 para receber, no Palácio da Alvorada, recenseador do IBGE. Responderá a 81 perguntas sobreseuperfilsocioeconômico.

Lista de pedidos Xico Graziano, da campanha de Serra, tem encontro hoje com Jarbas Vasconcelos, candidato ao governo de Pernambuco.

Na frente

Mamãe, mamãe POLAROID •••

● Cinco editoras independentes se juntaram para ganhar força na Bienal do Livro. Palas e Pinakotheke, do Rio, Autêntica e Argvmentvm, de Minas e Terceiro Nome, de SP. Todas comandadas por mulheres.

A foto da série Cadeira, de Bauer Sá, está entre as 70 imagens da Coleção Pirelli/MASP. Em exposição a partir do dia 11.

● A partir do dia 10, Nilton Bonder ministra o curso Cabalá: Anjos– Mediações entre o Mundano e o Transcendente. No Centro da Cultura Judaica.

O PT apresentou defesa ontem insistindo que o ônibus é móvel e que não infringe a lei eleitoral.

Vik Muniz apresenta sua série Verso, amanhã, na Galeria Fortes Vilaça.

José Padilha está de malas prontasparaaCalifórnia,ondefinaliza Tropa de Elite 2.

Luiz Felipe Lampreia lança o livro O Brasil e os Ventos do Mundo. Hoje, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

O laboratório? Não revela de jeito nenhum – estratégia para evitar queofilmevazenainternet,antes do lançamento, dia 8 de outubro.

● A Galeria Millan inaugura a videoinstalação Mecha, de Miguel Angel Rios. Amanhã.

Buarquianas Chico Buarque receberá das fãs, nesta semana, um vídeo-convite para que compareça ao Prêmio SãoPaulo de Literatura, segunda, no Museu da Língua Portuguesa. Trata-se do movimento Vem, Chico. Ele é um dos finalistas.

● Com performance de Carlinhos de Jesus, o espaço de dança Anacã Corpo e Movimento, de Ana Maria Diniz, Claudia Pirani e Heloísa Gouvêa, abre suas portas. Hoje.

Buarquianas 2

● Bel Coelho e Cristiano Almeida pilotam, hoje, jantar de comemoração do aniversário do restaurante Dui.

Chico, aliás, está lendo Essa História Está Diferente – Chico por Dez Contos, organizado por Ronaldo Bressane.E elegeu seu conto preferido:odeAndréSant’Anna,inspirado na canção Brejo da Cruz. 1

Vai em busca de propostas regionais para incluir no programa do tucano. Graziano repetirá a mesma via-sacra em vários Estados do País.

● Interinos: Débora Bergamasco, Gilberto de Almeida, Marilia Neustein e Paula Bonelli.

3

2

FOTOS JANETE LONGO/AE

1.José Roberto Aguilar esteve na abertura da mostra anual Verbo, na Galeria Vermelho. 2. Joana Curvo também circulou pela inauguração. 3. Ricardo Carioca, segunda.

Fagocitose Mais um capítulo da greve do judiciário paulista, que bate hoje recorde histórico com 92 dias. Anteontem, representantes da OAB, Secovi, AssociaçãoComercial,SesconeAlshop se reuniram com Viana Santos, do TJ-SP. Querem Alberto Goldman mais ativo nas conversas.

FOTOS PAULO GIANDALIA/AE

Estreia tricolor Se depender de Juvenal Juvêncio,RicardoOliveirajogará hoje, sim. “Ele vai sentar no banco e quero muito vê-lo em campo contra o Inter”, disse o presidente do SPFC à coluna. O atacante está há cinco meses sem jogar por causa de uma cirurgia no joelho.

Vida de virtuose A Editora Larousse vai lançar em agosto a elogiada biografia de Louis Armstrong, Pops - A Life of Louis Armstrong, escrita por Terry Teachout.

Teresa Grimaldi experimentou a obra Biobodygame, no vernissage da File 2010.

Eric Singer apresentou seu trabalho Leur Guitar Bot II. Segunda.

Mario Queiroz, no Centro Cultural Fiesp.


%HermesFileInfo:D-3:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Caderno2 D3

Cinema. Anima Mundi “São Paulo tem sempre um público incrível e interessado.”

18º ANIMA MUNDI Quando: De 28/7 a 1º/8. Onde: CCBB. Rua Álvares Penteado, 112, 3113-3651; e Memorial da América Latina. Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, 3283-4757. Quanto: R$ 6.

}

CESAR COELHO, UM DOS CRIADORES DO FESTIVAL

DIVULGAÇÃO

ANIMAÇÃO: COISA DE

GENTE

GRANDE Ao completar 18 anos, festival celebra a boa fase da produção nacional tados na fase carioca do Anima Mundi, cujo público foi recorde Noúltimosábado,durantedeba- (cerca de 70 mil pessoas), a edite com o público carioca do Ani- çãopaulistatem tudoparacontimaMundi(aediçãonoRiotermi- nuarcelebrando.“SãoPaulonesnou no domingo), o diretor Ste- teanonãoconta comaparticipaphen Hillenburg, ‘o criador do ção de Hillenburg nem com o Bob Esponja’, ouviu de alguém Anima Forum, que é muito imna plateia: “Você teve muita difi- portante para a discussão do forculdade para assinar o contrato mato e do futuro da animação, com a Nickelodeon?’ mas terá todas as outras atividaEm um festival totalmente de- des e tem um público incrível e dicado à animação, em que o pú- interessado”, aposta Cesar. blico,maisqueespectador,étamSe o público está cada vez bém júri, ouvir tal pergunta não mais maduro, a produção naciocostuma deixar um diretor sur- nal dá provas de que caminha no preso. A não ser pelo fato de que mesmo ritmo. Apesar de não quem questionava Hillenburg contar com nenhum longa naeraumagarotinha.“É...Assimca- cional, esta edição do festival minha a animatem o Brasil coção brasileira. O mo recordista de Anima Mundi esproduções exibiPÚBLICO MAIS tá completando das: 108. Um dos MADURO ESTIMULA 18 anos e vê o púdestaques da blicotambémcheatual produção O SETOR A CRESCER gar à maioridade nacional é GuiNO BRASIL com o festival. lherme MarconQuem imaginou des. Ele é um dos que, quando criamos o Anima, animadores que ministram o Pauma menina fosse estar tão bem po Animado. Marcondes, resinformada”, disse Cesar Coelho, ponsável pelo experimental Tyum dos criadores do evento. ger, um dos maiores sucessos É essa celebração à maiorida- do Anima Mundi, apresentará dedaanimaçãonacionalqueche- para o público seus principais ga hoje a São Paulo trazendo trabalhos e contará detalhes somais de 452 filmes, diversos de- bre cada produção. Além do Pabates, oficinas, mostras espe- po, Marcondes ministra tamciais, entre outras atividades. Se bém uma Master Class para prodepender dos números apresen- fissionais ( aberta ao público) Flavia Guerra / RIO

Papo Animado. Flatworld, de Daniel Grieves, é um dos destaques das palestras e workshops que ocorrem durante o evento na sexta-feira, às 10horas, no Memorial. Responsável pela criação das animações do filme Nina (de Heitor Dhalia), entre outros, Marcondes vai revelar como misturou várias técnicas, como 2D, 3D, maquetes, bonecos e filmagem ao vivo para criar Tyger. Outro destaque da Master Class é o espanhol Jordi Grangel. Criador dos bonecos de A Noiva Cadáver, de Tim Burton, Grangel tem um estúdio em Barcelona, onde trabalha de acordo com técnicas artesanais, mas infalíveis, da criação de bonecos, modelos e maquetes. Entre os convidados internacionais do Papo, estão os imperdíveis Cordell Barker e Daniel Greaves. Depois de lotar as sessões no Rio, o canadense Barker desembarca em São Paulo com a mesmamissãode mostrarao público(hoje, às19horasno Memorial) por que seus trabalhos são dignos de indicações para Oscar

RIO TEVE UM FÓRUM QUENTE AjulgarpeloAnimaForum,oAnimaMundiservetambémparadiscutir os rumos da animação no Brasil e, claro, no mundo. Ciclo de discussões que ocorreu no Rio durante a edição carioca do festival,oAnimaForumreuniuprofissionais de todo o País, da Europa e dos EUA para pensar juntos o que de fato significa a ‘indústria de animação brasileira’. “Estamosindo bem,mas aindahá muito o que fazer antes de afirmar quetemosumaindústria.Precisamos formar talentos, principalmente no que diz respeito às áreas mais técnicas da animação, precisamos manter o ritmo de produção para que o mercado se consolide e, claro, conquistar público”, analisou Cesar Coelho. Se a consolidação é um proces-

DIVULGAÇÃO

BugiGangue – Controle Remoto. O primeiro 3D nacional so,ossinaisjápodemserpercebido em novas coproduções e programas de incentivo ao formato, como o Anima TV. Criado para fomentar a produção, o programa contribuiu para melhorar o diálogoentreprodutoresbrasileiros e internacionais. Na linha de coproduções,destaqueparaassé-

ries Peixonauta e AmigãoZão. Esta última, em parceria com o Canadá, estreia no Discovery Kids no dia 9 e envolveu o trabalho de dezenas de profissionais. Criada por Andrés Lieban e Claudia Koiogan Breitman, da 2D , AmigãoZão tem estreia garantida em vários países. “Ainda que copro-

e Palmas de Ouro em Cannes. ca com a técnica do stop motion The Cat Came Back (O Gato Vol- (na qual os objetos são animatou), inspirada em uma canção dos quadro a quadro), Greaves infantil, foi indicado ao Oscar foi convidado para tocar o projeem1989. Já Strange Invaders con- to de Flatworld. Também cult do ta de forma irônica e bem humo- formato, Flatworld traz personarada a chegada do primeiro filho gens ‘de cartolina’ que se modoanimador.Nãoporacaso,ren- vem em cenário real. deu a Barker a seFase boa. É integunda indicação ressante obserpara o Oscar, em TV TERÁ NOVOS var que a escolha 2002. Destaque PROJETOS, O QUE das ‘participaparaomaisrecente curta do direAJUDA A CONSOLIDAR ções especiais’ desta edição destor: Runaway . DiA INDÚSTRIA tacam produvertido conto soções fora do ‘eixo bre o destino de pessoas que tomam um trem Hollywoodiano’. Ainda que Bob cuja parada final não é lá muito Esponja seja um ‘personagem segura, Runaway levou a Palma norte-americano’, a experimentação de Hillenburg (que criou de Ouro em Cannes em 2009. Não menos premiado é Daniel uma esponja do mar quadrada Greaves. Vencedor do Oscar e gerente de uma lanchonete, que da Palma de Ouro de 1992 por mora em um abacaxi) destacam Manipulation, o diretor inglês é que, acima de qualquer esquepedida obrigatória. Pela ‘subver- ma massivo, há sempre um ausão’ da técnica em Manipulation, tor. O mesmo vale para os euronaqualmesclacomputaçãográfi- peus Jordi, Barker e Greaves.

“Depois que AsBicicletas de Belleville e do sucesso de produtoras como a Aardman (de Fuga das Galinhas), a animação europeia ganhou vigor”, comentaram os convidados. Mesma fase de otimista passa o Brasil que, se não atingiu ainda amaturidade,entranamaioridade com muito o que comemorar. Ainda que o fato de que nenhum longa nacional integra o Anima Mundi deste ano revele que a fase de finalização continua, sem trocadilhos, longa, a produção nacionalpassapor fasedeconsolidação. Cerca de dez filmes nacionais devem estrear no cinema nos próximos anos. Em paralelo, novos projetos para a TV, coproduções internacionais e programas de incentivo à produção, como o AnimaTV, contribuem para a consolidação da sonhada indústria de animação brasileira. A julgar pelo Anima Mundi, público não vai faltar.

dução, a série mantém o caráter brasileiro. Os canadenses até pediram, mas não há episódios com neve”, contou Lieban. Coproduzirsemperderabrasilidade é também preocupação de Ale McHaddo. “Antes, recebíamospropostasemqueoBrasilentrava com a mão de obra e os estrangeiros, com o roteiro. A animação é autoral e decisiva em um projeto, mas nós sabemos contar histórias”,comentouodiretorda 44 Toons, que realizou o primeirocurtanacionalem3D,BugiGangue – Controle Terremoto, O 3D também foi tema de discussão. “Decidimos fazer o BugiGangue em 3D porque tem a ver com o projeto. A arte de contar história euniraumaboatécnicaéalgoem que precisamos investir.” / F.G. A REPÓRTER VIAJOU A CONVITE DA ORGANIZAÇÃO DO FESTIVAL

Política. Cultural MINC PRORROGA CONSULTA SOBRE DIREITOS AUTORAIS Rafael Moraes Moura / BRASÍLIA

O Ministério da Cultura (MinC) decidiu prorrogar até 31 de agostoaconsultapúblicadoanteprojeto que reforma a Lei dos Direitos Autorais. O prazo se encerrariahoje. Desdeoiníciodaconsulta(site:www.cultura.gov.br/consultadireitoautoral/),em14dejunho, a página recebeu mais de 1.200contribuiçõesdeinternautas – com a prorrogação, o MinC espera dobrar esse número. “Já sabíamos que era tema complexo,quedemandava gran-

de interesse”, diz Rafael Oliveira, coordenador geral de Direitos Autorais e Acesso à Cultura do MinC. “As propostas que estãosurgindosãobastantequalificadas. A sociedade compreendeu que se trata de um projeto aberto, com o objetivo de absorver críticas e sugestões.” Segundo o coordenador, 36% das manifestações dos internautas são de concordância com o textocolocadoparaconsulta,outros 36% fazem contribuições à redaçãooriginale28%sãodediscordância. Depois de 31 de agos-

to, as sugestões devem ser compiladasediscutidas.OMinCpretende consultar novamente especialistase fazer rodadas de negociação, com o intuito de chegar a um texto que contemple a diversidade de propostas e interesses envolvidos. Por fim, um grupo interministerial deve dar forma final ao anteprojeto. A nova Lei dos Direitos Autorais criminaliza o jabá (oferecimento de propina para que certasmúsicassejamtocadasem rádios e na TV), dispensa a autorização dos titulares para a restauração de filmes e exibições em cineclubes,eprevêmaistransparência em associações de gestão coletiva de direitos autorais, como o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad).

de 3 a 8 de agosto. no Cinemark Shopping Pátio Higienópolis. sessão às 14 e às 21 horas. ingressos a R$ 8,00 (inteira) e R$ 4,00 (meia).

Confira a programação e venda de ingressos: w w w. c i n e m a r k . c o m . b r


D4 Caderno2 %HermesFileInfo:D-4:20100728:

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

O ESTADO DE S. PAULO


%HermesFileInfo:D-5:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Caderno2 D5

Memória RUBEM LUDOLF ✽ 1932 - 2010 DIVULGAÇÃO

MORRE UM PIONEIRO DO MOVIMENTO CONCRETO O pintor alagoano integrou o Grupo Frente nos anos 1950, participou de cinco bienais, tinha 78 anos e estava doente Antonio Gonçalves Filho

Um dos últimos remanescentes do histórico Grupo Frente, que introduziuoabstracionismogeométrico no Brasil nos anos 1950, foi enterrado ontem, no CemitérioSãoJoãoBatista,noRio:opintor concretista Rubem Ludolf, nascido em Alagoas há 78 anos. Há exatamente um mês ele concedeu sua última entrevista e foi paraoCaderno2,do leitodaclínica carioca onde havia sido internado, logo após a abertura de sua exposição no Gabinete de Arte Raquel Arnaud, em São Paulo, que permanece aberta até este sábado. Ludolf morreu anteon-

tem, às 15 horas, no Hospital SamaritanodoRio,conformeinformou seu sobrinho Luís Ludolf. Embora fosse reconhecidamente um dos maiores artistas domovimentoconcretobrasileiro, tendo participado de cinco bienais, Ludolf só recentemente teve o merecido reconhecimento do mercado, atraindo novos colecionadores para uma obra coerente e sem concessões. Até o fimda vida o artista criou silenciosamente, não guardando mágoa por ter permanecido tantos anos à margem desse mesmo mercado. Ludolf, nos últimos tempos, havia trocado a pintura pelos guaches sobre papel, se-

guindo recomendação médica. Há três anos, vítima de um aneurisma da aorta que o levaria à morte, o pintor foi obrigado a abandonar as tintas. O papel, de qualquer modo, sempre foi o suporte inicial de todas as suas pinturas. Formado emarquiteturaem 1955pela Universidade do Brasil, no Rio, ele adquiriuohábitodeconstruircada composição no papel milimetrado antes de transferir o desenho para a tela. “Sempre penso o desenho antes da cor, uma maneira de ordenar o mundo com formas geométricas”, justificou Ludolf em sua última entrevista, publicada no mês passado.

Obra sem título de 2003. Última exposição quebrou resistência e atraiu um novo público ●

Olho bom

“Já fazíamos op art quando a França descobriu Cruz-Diez”

Ludolf trabalhou 46 anos como arquiteto do DNER, aprendendo paisagismo como autodi-

data para interferir na natureza das estradas brasileiras. Sua pintura, ao contrário, nunca foi uma janela para o mundo, ou seja, não era uma arte de representação. Sempre fiel à abstração geométrica, esse ex-aluno de Ivan Serpa integrou o primeiro grupo de artistas concretos – ao lado de Aluísio Carvão e Lygia Clark – e nunca se curvou às oscilações do mercado.

A marchande Raquel Arnaud, queorganizou suaderradeira exposição, admite que havia certa resistência à pintura de Ludolf por parte do mercado, rompida com a mostra. A exposição, segundo ela, atraiu novos colecionadores e um público pouco familiarizado com a obra do pintor, que calculava ter produzido mais de 400 estudos à espera de versão final nos últimos 50 anos.

Essa consciência aliada à despretensão de “se descobrir cantora”, como ela define (embora tenha começado a estudar música aos 13 anos), fez com que ela concebesseumbelo álbumdeestreia. Contando com a participação de nomes como Nailor Proveta (clarinete), Ricardo Herz (violino), Maurício Pereira (voz e composição em Piquenique no Horto), Lula Alencar (sanfona) e Lucas Espósito (baixo), Voilà tem 13 temas beneficamente variados.Um discoleve,queconsegue combinar um lado pop com muito refinamento.

Muito se deve ao cuidado do instrumental e da produção do violonista Daniel Galli, que assina a maioria das composições, com destaque para Pa Ri, Pif-Paf, Chilique Chique, Boneca de Palha, Relógio,PomboCorretoeEntreOutras Coisas. “O Daniel, com olhar de produtor, percebeu em mim um gosto por cantar personagens. A partir daí, ele começou a compor músicas que contassem histórias, independentemente do gênero. Isso me deu liberdade para viver uma madame na manicure ou uma nega da gafieira que cuida do seu malandro.”

Música. Lançamento

VOILÀ, A SIMPLICIDADE DE RHAISSA BITTAR Lucas Nobile

Com 21 anos recém-completados,RhaissaBittarcombinaduas características aparentemente distantes. É até difícil acreditar que por trás de tanta doçura – em seucantoeforadospalcos–resista uma personalidade forte para seguirumacarreiracomseuspróprios passos, sem manipulações. Mas o discurso seguro para uma menina de tão pouca idade pega

qualquer um de surpresa, sem pieguices. Prova disso é que ela lança hoje seu primeiro disco, Voilà, ciente de que a maturidade musical ainda está por vir. “Para uma menina sem um grande nome por trás, como eu, tudo tem umtempo diferenteparaacontecer.Nãoquero meimporpraninguém.Quero ouviresse discodaqui uns anos e achar um monte de defeitos, isso vai dizer que eu terei crescido”, diz Rhaissa.

RAPHAEL BORGES/DIVULGAÇÃO

RHAISSA BITTAR Café Paon. Avenida Pavão, 950, Moema, telefone: 5531-5633. Hoje, às 22 h. R$ 25.

Dinâmica. Temas devem até melhorar no palco


D6 Caderno2 %HermesFileInfo:D-6:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Astral

LEÃO 22-7 a 22-8

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Quando pequenos problemas começarem a surgir no âmbito doméstico, em vez de arvorar críticas ou tomar atitudes intimidativas, procure demonstrar com seu exemplo como se desempenham melhor essas funções.

Carecemos de palavras para descrever o futuro que é tão próximo que provoca angústia, pois é como dar por sabido que receberemos um visitante de extrema importância sem saber qual é seu nome ou origem. Porém, esta carência pode ser suprida se aceitarmos a ajuda que generosa e graciosamente nos é oferecida pelos seres que habitam o mundo até agora invisível, mas que logo formará parte de nossos hábitos cotidianos também. Esta aceitação é um duro golpe para nosso sacrossanto Ego, que durante milênios se convenceu de ser o centro do Universo. Nunca fomos o centro de nada, apenas os intermediários. Quando o intermediário quer ser a peça mais importante do processo, o corrompe e impede o fluxo natural de luz e vida no Universo.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

VIRGEM 23-8 a 22-9

A razão e a emoção não são inimigas, por que tratá-las como se fossem? Contrarie esta ideia que se traveste de normal, mas que atrapalha todo mundo. Contrarie o que contrariar você, junte razão e emoção na mesma atitude.

Cuide sempre das pessoas que você aprecie, nunca faça nada que as ofenda. Por isso, quando achar urgente e imprescindível satisfazer algum desejo em particular, observe se o resultado ofenderia ou alegraria essas pessoas.

VISUAIS

TEATRO

MÚSICA-1

Passatempos

VIK MUNIZ: OBRA ANTES DE EXPOSIÇÃO

GRUPO FAZ ENSAIO ABERTO EM SP

ACERVO DE TRÊS MIL DISCOS EM DEBATE

Sudoku

Também hoje, às 19h30, Vik Muniz apresenta seu trabalho Verso, na Escola São Paulo (R. Augusta, 2.239, Jardins). O trabalho será mostrado antes mesmo de chegar à exposição do artista, na galeria Fortes Vilaça. Na ocasião, serão expostos os versos de obras de Vik Muniz, que contam a história dos trabalhos, como por exemplo museus e galerias pelos quais eles passaram. O catálogo de Verso, com textos de Vik Muniz, Luc Sante e Eva Respini, com detalhes sobre a confecção de cada obra, estará disponível para consulta e compra na galeria. Mais informações pelo telefone 3060-3636 ou pelo site www.escolasaopaulo.org.

Hoje, às 12 h, a Cia. La Mínima realiza ensaio aberto de seu novo espetáculo, Rádio Palhaço. Dando continuidade ao projeto Teatro Paulistano de Variedades, o grupo ensaiará hoje na Praça Antonio Prado (próximo à Bolsa de Valores BM&F). Amanhã, a companhia realiza novo ensaio aberto, às 13 h, no Pateo do Collegio. O espetáculo Rádio Palhaço tem estreia prevista para setembro. Formada pelos atores Domingos Montagner e Fernando Sampaio, a Cia. La Mínima tem a supervisão de Antonio Nóbrega no projeto, contemplado pelo Programa de Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo. Mais informações em www.laminima.com.br.

A jornalista e apresentadora Patricia Palumbo, da Rádio Eldorado, participa hoje, às 19h30, do Por Dentro da Midioteca, no Itaú Cultural (Av. Paulista, 149, tel. 2168-1776). No evento, ela vai comentar alguns dos títulos que fazem parte dos cerca de 3 mil CDs do acervo do Centro de Documentação e Referência do instituto.

1 4

3

2

4 6

RIHANNA FARÁ ESTREIA NO CINEMA

7

5 9

3

2

8

O estúdio Universal anunciou ontem que a cantora Rihanna fará sua estreia como atriz de cinema em 2012, no filme Batalha Naval, de Peter Berg. / EFE

9

Solução

4

3

1 5 3 8 4 9 2 7 6

4

6001254

8

Para jogar: Preencha com números de 1 a 9 os quadrados pequenos, as linhas verticais e horizontais. Não repita. 9 4 6 7 1 2 8 3 5

7

As pessoas simpáticas produzem prazer e agradam os sentidos, mas no caso atual não ajudam a compreender melhor a complexidade do panorama. São as pessoas difíceis, que produzem contrariedades, as que cumprem essa função.

7 8 2 3 6 5 1 9 4

Quadrinhos

6

2 1

PEIXES 20-2 a 20-3

Quanto mais objetos você adquirir, mais tempo você terá de dedicar no futuro para a manutenção desses. Assim, de objeto em objeto o tempo da criatividade vai se esgotando até você se tornar dependente só dos objetos.

8

MÚSICA-2

As pessoas que produzem temor às outras através de atitudes intimidativas são justamente as que sofreram medo antes disso e se convenceram dessa ser a única maneira de se abrirem passagem pela vida afora.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Nível Médio

3

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

É de fundamental importância enriquecer o vocabulário, porque isso significa ter uma mente mais ampla também, para poder assimilar situações que antes eram inimagináveis. As palavras têm utilidade.

2 7 4 9 5 1 3 6 8

Ter uma visão e sentir um ardor no coração é o primeiro passo de um longo e tortuoso caminho de realizações. Assim procede a vida, de visão em realização e de realização para outra visão nova e mais complexa.

São frequentes as discussões em que as pessoas entram em conflito, mas para um observador independente elas falam exatamente a mesma coisa. Por que não se entendem então? Porque não o desejam, elas querem discutir.

6 1 9 2 8 3 4 5 7

TOURO 21-4 a 20-5

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

5 3 8 6 7 4 9 1 2

Os intermediários Mercúrio e Plutão em trígono; Lua que míngua transita por Peixes.

Tenha como prioridade a conclusão do que está em andamento e pode ser finalizado. Eventualmente, algumas pessoas ajudarão, enquanto outras atrapalharão. Distanciese das segundas e aproxime-se das primeiras.

8 9 7 4 3 6 5 2 1

astro@0-quiroga.com

LIBRA 23-9 a 22-10

Os relacionamentos são feitos de pessoas. Tão óbvia é a afirmação que parece piegas. Porém, se você atualizasse esta obviedade perceberia que as pessoas mudam e por isso os relacionamentos também devem mudar.

4 2 5 1 9 7 6 8 3

✽ ●

CÂNCER 21-6 a 21-7

Faça com que tudo adquira dinâmica e força, pois, apesar de alguns erros serem cometidos isso será melhor do que errar por não aproveitar o momento de progresso. Melhor avançar no tumulto do que estagnar na ordem.

3 6 1 5 2 8 7 4 9

QUIROGA

ÁRIES 21-3 a 20-4

3 1

7

Cruzadas da Quarta

4

6

Maria Thereza Martins themart@terra.com.br

AMANHÃ: CRUZADAS DIRETAS DA COQUETEL

Frank & Ernest Bob Thaves

Minduim Charles M. Schulz

Recruta Zero Mort Walker

Turma da Mônica Mauricio de Sousa

VERTICAIS

1. Planificação do filme definida pelo diretor, incluindo todas as cenas, diálogos, etc, para facilitar a gravação. 2. Obstruir a saída de (algo) - Símb.: cossecante. 3. O mesmo - Transferência de posse ou direito. 4. Cidade tailandesa - Pedra fragmentada usada na pavimentação de estradas.

5. O Imposto de Renda - A própria cama - Pedestal, base. 6. Antiga unidade de comprimento - (… Cabot) Escritora dos EUA. 7. Apelido de Isabela - Grito de dor - Acidentada corrida automobilística. 8. Cesto indígena de palha - O estanho (quím.) - De canola ou de soja. 9. Sétima nota musical - Lance de efeito, no futebol. 10. Transtornar, perturbar - (... Misti) Vulcão andino. 11. (... Kazan) Cineasta de Vidas Amargas - Na moda - Beija-flor ou sabiá. 12. (... Astor) Atriz de Relíquia Macabra - Zacharias Topelius, escritor finlandês - Rede de TV italiana. 13. Espécie de capa usada por religiosos - Mata virgem. 14. Divindade egípcia - Alimento para animais Abrev.: sudoeste. 15. Título de nobreza inferior ao de visconde - Guerra, em inglês. 16. Que foi escolhido por votação - Interj. de raiva. 17. (... Reis) Atriz e cantora carioca - Que tem forma de eixo. 18. (Porto ...) Cidade sul-africana, local da eliminação da sel. brasileira em jogo contra a Holanda. SOLUÇÃO

HORIZONTAIS: 1. Vinícius de Moraes. 2. Dedar, Sri, Lapa, Lee. 3. Éden, pau, gira, bell. 4. Cam, lá, Cray, raimi. 5. Ur, Belushi, cartaz. 6. Criminalização. 7. Aceito, panteão, AB. 8. Gosto, roer, TO, ixe. 9. Essa, Malu, are, writ. 10. Meã, pele, Eva, Sarah. 11. Colégio Eleitoral.

O melhor de Calvin Bill Watterson

1. Poeta e compositor carioca, autor de (Eu Sei Que Vou Te Amar; dia 9 completou 30 anos de sua morte. 2. Delatar, dedurar - (... Aurobindo) Filósofo indiano - Bairro carioca, berço da boemia - (Spike ...) Cineasta dos EUA. 3. Paraíso bíblico - Qualquer pedaço de madeira Pessoa amalucada - Sino, em inglês. 4. Segundo filho de Noé - Naquele lugar - (Robert ...) Expoente do blues - Festa do Sol, entre os incas. 5. Cidade bíblica - (John ...) Ator de Os Irmãos Carade-Pau - Prestígio, influência (fig.). 6. Processo ou resultado de tratar como crime uma situação. 7. Acolhido - Templo dedicado aos deuses, entre os antigos gregos e romanos - Tipo sanguíneo. 8. Paladar, sabor - Cortar e triturar com os dentes Tomie Ohtake, artista plástica - Interj. de espanto. 9. Suf. de condessa - (... Mader) Atriz da novela Ti-TiTi, da Rede Globo - Unidade de medida agrária - Documento, em inglês. 10. Média - Cútis, tez - (... Todor) Atriz húngara radicada no Brasil - (... Vaughan) Cantora de jazz. 11. Totalidade dos eleitores que, a partir de outubro, irão escolher seus futuros governantes.

VERTICAIS: 1. Decupagem. 2. Vedar, cosec. 3. Idem, cessão. 4. Nan, brita. 5. IR, leito, pé. 6. Palmo, Meg. 7. Isa, ui, rali. 8. Uru, Sn, óleo. 9. Si, chapéu. 10. Grilar, El. 11. Elia, in, ave. 12. Mary, ZT, RAI. 13. Opa, caetê. 14. Ra, ração, S.O. 15. Barão, war. 16. Eleito, irra. 17. Selma, axial. 18. Elizabeth.

HORIZONTAIS

● Bem pensado

“As pessoas escrevem melhor do que falam. Deveríamos voltar a escrever para nos relacionarmos com os amantes, com os amigos, com a família.” Pedro Almodóvar


%HermesFileInfo:D-7:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

✽ ●

de participação obteve a TV paga no bolo de investimentos publicitários no primeiro semestre de 2010 segundo o Ibope, o mesmo de 2009 no período

keila.jimenez@grupoestado.com.br JOÃO MIGUEL JR./DIVULGAÇÃO

A

a medição será indispensável”, continua. “Na TV paga, por exemplo, começamos a medir audiência só com uma plataforma de 10% de penetração.” Dora explica que o software para a medição de ibope móvel, que deverá ser instalado nos aparelhos da amostragem, já existe, mas os celulares hoje no mercado ainda não são compatíveis à novidade. Além da negociação com operadoras e fabricantes de celulares, a medição de audiência móvel passará por uma série de discussões sobre sua metodologia. “Creio que esses dados móveis não poderão ser misturados aos domiciliares, pois são hábitos e amostragens diferentes, é um jeito novo de se ver TV”, fala Dora.

Guia. TV CULTURA (2) 5h00 Novo Telecurso Prof. 5h10 Novo Telecurso - Ensino Fundamental 5h30 Novo Telecurso - Ensino Médio 5h45 Telecurso Tec 6h00 Tecendo O Saber 6h30 Telecurso Tec 6h45 Novo Telecurso - Ensino Fundamental 7h00 Novo Telecurso - Ensino Médio 7h15 Novo Telecurso Prof. 7h30 Interesse Público 8h00 O Pequeno Urso/ Pingu 8h30 Vila Sésamo 9h00 Tchibum Tv 9h15 Baú De Histórias 9h45 Super Fofos 10h00 Cantigas De Roda/ Dora, A Aventureira/ Pequeno Bosque Ilustrado 10h30 Escola Pra Cachorro 10h45 As Aventuras De Piggley Winks 11h15 Cocoricó Na Cidade 11h30 Princesas Do Mar 12h00 Arthur 12h30 Doug 13h00 Zoboomafoo 13h30 O Mundo Secreto Dos Jardins Vem Voar Comigo (Sementes) 14h00 Pequeno Bosque Ilustrado/ Minúsculos / Shaun, O Carneiro 14h15 Dora, A Aventureira 14h45 Vila Sésamo 15h15 Super Fofos 15h30 Cocoricó Na Cidade 15h45 Escola Pra Cachorro 16h00 Camundongos Aventureiros 16h30 Arthur 16h45 Minúsculos/ Bandeiras Do Mundo/ Shaun, O Carneiro/ Um Minuto No Museu 17h00 Castelo Rá-Tim-Bum 17h30 Doug 18h00 Resgate Vôo 29 18h30 Arquivo Zack 19h00 Login 20h00 Contos De Fada - Mindinha 21h00 Jornal Da Cultura (av) 21h35 Metrópolis 22h00 Cultura Mundo - A Corrente Do Golfo 23h00 Móbile 0h00 Radiola 1h00 Vitrine (2ª Exibição) 2h00 Login (2ª Exibição) 3h00 Univesp Tv

SBT 6h00 7h00 9h00 12h45 13h15 13h45 14h15 15h00 16h00 17h00 18h00 19h05 19h30 20h15 21h15 22h15 22h20 23h10 0h30 1h15 2h00 3h00 4h00 5h00

Jornal Do Sbt - Manhã Carrossel Animado Bom Dia & Cia Série - Chaves Série - Arnold Série - Eu, A Patroa E As Crianças Novela - Pérola Negra Novela - Esmeralda Novela - As Tontas Não Vão Ao Céu Casos De Família Programa Do Ratinho Boletim De Ocorrências Sbt Brasil Novela - Uma Rosa Com Amor Qual É O Seu Talento? Boletim De Ocorrências Novela - A História De Ana Raio E Zé Trovão Um Contra Cem Jornal Do Sbt - Noite Série - Dois Homens E Meio/ Two And A Half Men Tele Seriados I - Série: Fronteiras/ Fringe Tele Seriados II - Série: Os 4400 Jornal Do Sbt - Madrugada Jornal Do Sbt - Madrugada/ Reprise

GLOBO (5) 5h00 Telecurso Educação Básica Tecendo o Saber 5h15 Telecurso Profissionalizante 5h35 Telecurso Ensino Médio 5h50 Telecurso Ensino Fundamental 6h05 Sagrado 6h08 Globo Rural 6h25 Bom Dia SP 7h15 Bom Dia Brasil 8h08 Radar 8h13 Mais Você 9h40 Globo Notícia I

Quanto ao segredo do personagem Gerson (Marcelo Antony), Silvio avisa que logo Diana (Carolina Dieckmann) vai descobrir, e mais adiante, o público, pois Gerson terá de arranjar uma solução para o problema.

● ‘No nosso camarim tem cerve-

Ibope inicia testes de audiência móvel para 2014 esperada medição de audiência móvel pode estar em vigor já na próxima Copa, em 2014. De olho na venda acelerada de celulares com TV, a medição do Ibope começou a ser testada de forma muito embrionária há poucos dias, e ainda tem muitos obstáculos a enfrentar. “Já iniciamos testes de medição de audiência móvel, só que com uma única operadora e com um único modelo de celular, o único compatível com nosso software que afere audiência”, fala a diretora Comercial do Ibope, Dora Câmara.“Estamos acompanhando a penetração dessa tecnologia no País e é claro, que quando esse número for considerável,

térios da novela, que surgirá por conta de investigações que começam por volta do capítulo 100 de Passione.

54%

SEM INTERVALO KEILA JIMENEZ

ja na geladeira, fica bem atrás da Cicarelli’ Rafinha Bastos no CQC de anteontem, saudando Edgard Piccoli e alfinetando a colega sem programa

Pacotão de séries da CBS que a Rede TV! está comprando, deve estrear antes no canal pago Liv. Entre os títulos estão: Hawai 5.0, Blue Bloods e Dexter.

Boris Casoy comandará na Band o debate com candidatos ao governo de São Paulo no dia 12 de agosto, com a participação dos jornalistas José Paulo de Andrade e Fábio Pannunzio.

Amaury Jr. e Rede TV! negociaram, negociaram mas não fecharam a mudança da produção do programa dele – instalada há anos nos Jardins – para a nova sede da emissora, em Osasco. Um dos lados não estava muito a fim.

Manaus integrará o time das praças com medição regular de audiência do Ibope já no início de 2011. A demanda pelos dados da região é grande.

Coronel da vez É assim, com essa pinta de coronel, que Lima Duarte aparecerá na próxima novela das 6 da Globo, Araguaia. Ele erá Max, um criador de gado casado com Amélia (Júlia Lemmertz), mas apaixonado por Antoninha (Regina Duarte).

Caderno2 D7

O Multishow grava amanhã, no Credicard Hall, o Multishow Ao Vivo Maria Gadú, que dará origem também a um DVD. O show vai ao ar no canal pago em outubro.

Leitor da coluna avisa que domingo pôde dormir mais tranquilo pois o Terra estaria a salvo, pelo menos na TV por assinatura. Simultaneamente, na faixa das 22 horas, Batman salvava o mundo na Warner, Superman na TNT, e O Quarteto Fantástico com o Surfista Prateado na Fox.

Silvio de Abreu, autor de Passione revela que adoraria que fizessem bolões para o “Quem Vai Morrer?” e o “Quem Matou?” em mais um dos mis-

Cultura: 2182-3000; SBT: 3236-0111; Globo: 3131-2500; Record: 2184-4000; Rede TV!: 3306-1000; Gazeta: 3170-5757; Band: 3131-1313; ; Rede Vida: (17)3355-8432. Esta programação e

informações são de responsabilidade exclusiva dos canais e podem ser alteradas à última hora.

9h44 12h00 12h45 13h15 13h45 14h35 15h55 17h36 17h39 18h10 19h00 19h20 20h15 20h45 21h30 23h55 0h30 2h00 3h35

TV Globinho SPTV - 1ª Edição Globo Esporte Jornal Hoje Vídeo Show Vale a Pena Ver de Novo - Sinhá Moça Sessão da Tarde - A Bruxa do Bem Globo Notícia II Malhação ID Escrito Nas Estrelas SPTV - 2ª Edição Ti-ti-ti Jornal Nacional Passione Futebol 2010 - Copa do Brasil Santos x Vitória (Rede) Jornal da Globo Programa do Jô Intercine- Motivos/ Caçada Sem Trégua Corujão

RECORD (7) 6h30 7h20 8h30 9h30 12h00 14h30 16h30 18h15 19h00 20h10 21h15 22h15 23h15 1h15

Direto Da Redação São Paulo No Ar * Fala Brasil Hoje Em Dia Record Notícias Tudo A Ver Todo Mundo Odeia O Chris Série Os Mutantes Sp Record * Jornal Da Record Csi Investigação Criminal- Série Ribeirão Do Tempo Super Tela - A Era do Gelo 2 Programação Iurd

REDETV! (9) 5h00 8h30 9h00 11h15 12h00 12h57 13h00 14h00 14h03 15h00 17h07 17h10 18h10 19h45 21h00 22h00 23h45 0h15

Ig. Mundial da Graça de Deus Leitura Dinâmica - 1ª ed. Manhã Maior RedeTVEsporte TV Kids - TWF "Luta Livre de Polegares"/ Super Onze/ Ilha dos Desafios Imbra Igreja Universal do Graça de Deus Imbra Interligado A Tarde é Sua Imbra Ig. da Graça, Nosso Programa TV Kids - Pokémon/ Super Onze/ Pokémon/ Luzes, Drama, Ação! TV Fama RedeTVNews SuperPop Leitura Dinâmica Programa Amaury Jr.

GAZETA (11) 6h00 Igreja Universal do Reino de Deus 8h00 Bestshop TV 8h20 Gazeta Shopping 8h40 Gazeta Imóveis 9h00 Manhã Gazeta 13h10 TV Culinária 14h00 Mulheres 17h50 Gazeta News 18h00 Gazeta Esportiva 19h00 Jornal da Gazeta 20h00 Igreja Universal do Reino de Deus 22h00 Super Esporte 22h15 Todo Seu 0h15 Gazeta Imóveis 0h35 Gazeta Shopping 0h45 Bestshop TV

BANDEIRANTES (13) 7h00 Primeiro Jornal 7h30 Band Kids / Sp 8h00 Band Kids - As Aventuras De Jimmy Neutron / Os Cavaleiros Do Zodíaco / Os Castores Pirados / Ei Arnold! 9h15 Quase Anjos 10h00 Dia Dia 11h15 Jogo Aberto 12h30 Jogo Aberto / Sp 13h00 Sp Acontece 14h15 Lassie 14h35 Um Hóspede Do Barulho 15h00 Família Dinossauro 15h20 Popcorn Tv 16h00 Márcia

17h15 18h50 19h20 20h25 20h50 21h15 23h45 0h00 1h00 1h45 3h00

Brasil Urgente Brasil Urgente / Sp Jornal Da Band Show Da Fé Band Mania Futebol 2010 - (av) - Copa Do Brasil V- Santos x Vitória Direto De Santos/SP Apito Final Band Eleições 2010 Jornal Da Noite A Noite É Uma Criança Espaço Vida Vitoriosa

15h30 Rock Estrada 16h00 Experimente: Cidadão Instigado e Jam da Silva 16h30 Tira Onda 17h00 Kaiak 17h30 Vai Pra Onde? 18h00 The Hills 18h30 Paris Hilton's Bff 19h00 TVZ 21h30 De Cara Limpa 22h00 Urbano 22h30 Não Conta Lá em Casa 23h00 Conexões Urbanas 23h30 Papo Calcinha 23h45 Sexshake

CONTROLE NA MÃO

MTV (32) 8h00 8h30 9h15 10h00 11h00 11h30 12h30 12h45 13h00 14h00 15h00 15h30 16h00 16h45 17h30 18h00 19h00 20h00 21h00 21h05 21h45 22h00 22h30 23h30 0h00 0h15 0h30

Mtv Lab Bandas - Duran Duran Mtv Lab Now Mtv Lab Radio Mtv Lab Freak Andy M. Show Top 10 Noticias Mtv 15 Minutos Acesso Mtv Top Top Mtv Furo Mtv Mtv Lab Playlist Mtv Lab Sap Rockgol Andy M. Show Top 10 Acesso Mtv Fiz Na Mtv Drops Colírios Mtv Lab Sap 15 Minutos Furo Mtv Comédia Mtv Mtv Na Pista Noticias Mtv Didiabólico Show Mtv - Pendulum

REDE VIDA (34) 8h00 8h25 8h30 9h00 10h00 10h30 11h00 11h30 11h55 12h00 12h20 12h30 13h00 13h30 14h00 14h30 15h00 17h00 17h30 17h50 18h00 18h20 18h30 19h00 19h10 20h00 20h30 21h00 21h30 22h15 23h45 23h50

A Igreja pelo Mundo O Santo do Dia Novena do Perpétuo Socorro Missa de Aparecida (av) Filhos do Pai Eterno Mãe dos Aflitos Hora de Brincar Vida no Campo Terço Bizantino O Terço Glorioso O Pão Nosso Jornal da Vida Motivação e Sucesso Este é o meu Brasil Novena do Perpétuo Socorro Hora de Brincar Medalhão Persa (av) Filhos do Pai Eterno Encontro com Cristo Terço Bizantino O Terço Glorioso O Pão Nosso JCTV (av) Momentos de Reflexões Missa no Santuário da Vida (av) Filhos do Pai Eterno Brasil, é Isso TV Cidadania - OAB / SP Jornal da Vida (av) Tribuna Independente - RJ Terço Bizantino Medalhão Persa (av)

TV SÉCULO 21 6h00 6h05 6h35 7h05 7h20 7h30 7h45 8h30 9h00 9h05 11h30 11h40 11h55 12h00 12h30 13h00 14h00 14h30 16h30 16h40 17h00 17h30 17h45 17h55 18h00 19h00

Hora da Consagração O Terço Clip Meu Senhor e Meu Deus Palavras Que Não Passam Diário de Oração Santa Missa Coração de Criança Hora da Consagração Você Pode Ser Feliz A Associação Precisa deVocê Disk Shop Por Um Brasil Mais Cristão Século News Disk Shop Século 21 Esporte Disk Shop Mulher.Com A Associação Precisa de Você Disk Shop Ateliê na TV Oração da Tarde Meu Senhor e Meu Deus Hora da Consagração Caminhos da Fé Disk Shop

NATIONAL GEOGRAPHIC

Palmirinha na TV Culinária

Old Christine: Moda: Figurinos Temporada final de Ti-ti-ti

Gazeta/ 13h10

Warner/ 21 h

19h15 20h00 21h00 22h00 23h30

Sócios na Fé Palavras Que Não Passam Brasil Cristão Arena do Som Madrugada de Bênçãos

TV PAGA ANIMAL PLANET 12h00 Mundo Desbravado: Coração Vermelho 13h00 Whale Wars - Defensores de Baleias: Estratégia Mil itar 14h00 Animal Planet Ao Extremo 15h00 O Grande Vale do Rift: Água 16h00 O Encantador de Cães: Bozley 17h00 Animal Planet ao Extremo 18h00 Whale Wars - Defensores de Baleias: Pesadelo 19h00 Testemunha Animal 19h30 Testemunha Animal 20h00 Vídeos Divertidos do Animal Planet 21h00 O Encantador de Cães: Cães no Escritório 22h00 Testemunha Animal 22h30 Testemunha Animal 23h00 Esquadrão Canino: Novatos

21h30 Investigadores Paranormais 22h00 OVNIS sobre a Terra 23h00 Prisioneiros: De Volta a Pelican Bay

ESPN BRASIL 9h30 10h00 11h30 12h30 14h00 15h00 16h00 16h30 17h00 17h07 18h00 18h15 18h30 19h00 19h30 21h15 21h40 0h00 1h30

AXN 12h00 14h00 15h00 16h00 17h00 18h00 19h00 20h00 22h00 23h00

+ Velozes + Furiosos The Dead Zone C.S.I. Miami Castle Criminal Minds Las Vegas Law & Order: Criminal Intent C.S.I. Miami Castle Questão de Honra

CANAL BRASIL 12h35 14h30 15h30 16h00 16h30 18h10 18h50 20h30 21h00 21h30 22h00 23h35

Leonardo Pareja - Vida Bandida Clipe Brasil Curta na Tela Sem Frescura Faixa Musical: Leila Pinheiro Nos Horizontes do Mundo Curta na Tela Nossa Senhora de Caravaggio Curta na Tela Zéu de Estrelas Coisas pelas Quais Vale a Pena Viver Sessão Nextel: Santiago Foto em Cena

DISCOVERY 12h00 13h00 14h00 14h30 15h00 16h00 17h00 18h00 19h00 20h00 20h30 21h00

Água-Viva: Perigo Invisível Como Tudo Funciona: Ferro Como é Possível? Grandes Destruições À Prova de Tudo: Patagônia Sobrevivi: Destroçados pelo Impacto O Grande Vencedor: Mongólia Como Tudo Funciona: Água Anatomia de uma Mordida: Urso Como é Possível? Grandes Destruições Investigadores Paranormais

Vamos Correr! Pontapé Inicial - (av) Sportscenter - (av) Bate-Bola: 1ª Edição - (av) Caravana do Esporte Loucos por Copa Especial Copa: Curioso da Copa Vamos Correr! Mitsubishi Outdoor: Blumenau / SC Limite, O Melhor da Velocidade Social Clube Por Dentro do Vôlei Planeta Expn: Aventuras Com Renata Falzoni Planeta Expn: Surfe 2010 Bate-Bola 2ª Edição - (av) Abre O Jogo: Copa Do Brasil Final - (av) Copa Do Brasil: 1º Jogo Da Final - Santos x Vitória - (av) Sportscenter - (av) Mitsubishi Outdoor : Blumenau / Sc

FILM & ART 12h00 Direto do Actors Studio James Cameron 13h00 A Paixão de Alex Episódio 3 14h00 Wallander O africano 16h00 Um Amor no Inverno, de Richard Jobson 18h00 Don Giovanni, de W. A. Mozart 21h00 Art Files Martha Argerich Diálogo Noturno 22h00 Doc Martin Conduzindo o Sr Mc Lynn

FOX 12h00 13h00 14h00 16h00 18h00 18h30 19h00 20h00 20h30 21h00 21h30 22h00 23h00

GNT/ 22 h 19h00 Happy Hour 20h00 The Oprah Winfrey Show: Dr. Oz Fala Sobre Transplante de Cabelo 21h00 10 Dicas para Perder Peso 22h00 GNT Fashion 22h30 Saia Justa: Especial 8 anos 23h30 Os Normais

HBO 11h30 13h20 15h00 17h00 18h55 21h00 23h15 23h25

Garota Veneno Tributo Chicago Temple Grandin Recontagem Força Policial Especial HBO Originals Longford

LIV 12h00 Miami Ink: A Grande Tacada de Yoji 13h00 Los Angeles Ink 14h00 Superstars 14h30 Rumo ao Estrelato 15h00 Charmed 16h00 Dawson's Creek: Descoberta 17h00 Los Angeles Ink 18h00 Extreme Makeover: 19h00 Charmed 20h00 Dawson's Creek: Furacão 21h00 Rescue Me 22h00 Parenthood 23h00 8 MM - Oito Milímetros Tropas Estelares Speed Racer A Estranha Perfeita RocknRolla - A Grande Roubada Uma Chamada Perdida Distúrbios do Prazer Sangue Negro

MAX PRIME One Tree Hill Lie To Me Na Máfia por Acaso Shiloh 3 Os Simpsons Os Simpsons Bones Os Simpsons Os Simpsons Os Simpsons Os Simpsons Glee Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado

GNT 12h00 13h00 14h00 15h00

Magros x Obesos Happy Hour Marília Gabriela Entrevista The Oprah Winfrey Show: O Que As Mulheres Querem na Hora do Sexo 16h00 Poderosas de Hollywood 17h30 Interprograma 18h00 Jamie e a Verdade Sobre a Carne de Porco

12h00 14h00 15h45 17h30 19h15 21h00 23h30

Justiça Sob Tutela A Arma Anaconda 3 Tudo por Dinheiro O Inquilino East Bound and Down East Bound and Down

MGM 11h55 14h10 16h10 18h15 20h00 21h00 22h00

SONY 12h00 13h00 14h00 15h00 16h00 17h00 18h00 18h30 19h00 19h30 20h00 21h00 22h00 23h00

America's Next Top Model The Real Housewives of Atlanta Ugly Betty Desperate Housewives Beverly Hills 90210 Felicity Will & Grace Everybody Loves Raymond Seinfeld According To Jim Ghost Whisperer Ugly Betty Desperate Housewives 30 Rock

SPORTV 9h00 10h00 11h45 14h00 20h00 21h00 21h50

Sportv News (av) Redação Sportv (av) É Gol!!! (av) Arena Sportv (av) Sportv Tá Na Área (av) Pré-Jogo (av) Taça Libertadores Da América Internacional x São Paulo Semifinal (av) 23h45 Sportv News (av)

Rua Paraíso Nos Palcos da Vida O Sangue de Romeu O Escorpião Rei Codice Rosso 48 Ore O Senhor das Armas

MULTISHOW 12h00 12h30 13h00 14h00 14h30

As 5 Mais Votadas no Site Nalu Pelo Mundo As Gostosas e os Geeks Intercâmbio Melhor Prêmio De Todos Os Tempos Da Última Semana 14h45 Sound 15h00 Bastidores

12h00 13h00 14h00 15h45 17h15 19h00 20h00 21h00 22h00

O Voo da Águia Os Pioneiros O Último Refúgio Quando os Bravos se Encontram Farrapo Humano Os Invasores Os Viajantes do Tempo O Voo da Águia O Mundo da Fantasia

TELECINE ACTION 11h30 Agente Biológico 13h05 Solaris 14h50 Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal 16h48 Hollywood On Set - Indiana Jones 17h10 O Escolhido 18h40 Awake - A Vida por um Fio 20h15 Lado a Lado com o Inimigo 22h00 A Garota Morta 23h40 Scorpion

TELECINE CULT 13h00 14h45 16h20 18h25 20h15 22h00 23h45

TELECINE PIPOCA 12h10 13h45 15h35 17h45 19h55 22h00 23h55

Dragonball Evolution A Ilha da Imaginação Três Vidas e um Destino O Bom Filho à Casa Torna Velozes e Furiosos Arraste-me para o Inferno Hellraiser 5: A Porta do Inferno

TELECINE PREMIUM 11h20 13h20 14h55 16h45

Sob a Mesma Lua Teoria Mortal Queime Depois de Ler Ghost Town - Um Espírito atrás de Mim 18h40 Tudo Azul 20h20 Noivas em Guerra 22h00 A Garota Ideal

TNT 12h30 De Volta para o Futuro 3 15h00 As Loucas Aventuras de James West 17h15 Tomb Raider: A Origem da Vida 19h45 O Troco 22h00 O Resgate do Soldado Ryan

UNIVERSAL CHANNEL 11h00 13h00 14h00 16h00 17h00 19h00 20h00 21h00

Forças do Destino House Law & Order SVU Medical Detectives Forças do Destino Law & Order SVU House Brothers & Sisters

WARNER 12h00 13h00 14h00 15h00 17h00 18h00 19h00 20h00 20h30 21h00

Two and a Half Men Friends Third Watch Scooby-Doo - O Filme The Big Bang Theory Friends Two and a Half Men The Big Bang Theory Two and a Half Men The New Adventures of Old Christine 21h30 The Middle 22h00 V 23h00 Diamante de Sangue

INFANTO-JUVENIL CARTOON

TCM

MAX 11h40 13h55 16h20 18h20 20h25 22h00 23h45

12h00 Você Sabia? 12h30 Você Sabia? 13h00 Obras Incríveis: A Pirâmide de Gizé 14h00 A Tumba Perdida de Herodes 15h00 Os Mistérios de Jesus Cristo 16h00 Anjos do Mar: Golfo do México em Chamas 17h00 Destino Aventura: Índia - Solo Sagrado 18h00 Flagrantes da Vida Selvagem 19h00 Zona de Perigo: Resgate no Deserto 20h00 Mistérios da Bíblia: As Profecias do Apocalipse 21h00 Caçadores de Nazistas na América 22h00 Tabu 23h00 Os Enigmas da Grande Esfinge

14h55 O Grande Dave 16h35 Aluga-se um Marido 18h20 Homens Brancos Não Sabem Enterrar 20h25 Programa Animal 22h00 A Vida num só Dia 23h40 Sabrina

Mártires da Traição Cast a Long Shadow O Planeta dos Macacos Rei por Acaso Propriedade Privada Caminho para Guantánamo El Arriero

TELECINE LIGHT 11h40 Dr. Dolittle 5 13h20 Sinbad: A Lenda dos Sete Mares

12h00 12h30 13h30 14h00 15h00 16h00 17h00 18h00 18h30 19h00 20h00 22h30 23h00 23h30

Programação Cartoon Bakugan Ben 10: Força Alienígena Twisted Whiskers Star Wars: A Guerra dos Clones Zeke's Pad Sábados Secretos Pokémon Bakugan Kamen Rider - Dragon Knight As Meninas Superpoderosas Bakugan Kamen Rider - Dragon Knight Naruto

DISCOVERY KIDS 12h00 Dinotrem 12h30 Toot & Puddle: O Importante é Competir / Dilema na Itália 13h00 Hi-5 Austrália: Explorar: Aventura Imaginária 13h30 Will e Dewitt: A Noite do Terror Adolescente/ O Brinquedo Novo 14h00 Franklin 14h30 Martha Fala: Martha no Teatro / A Matilha da Mar tha 15h00 Sid, o Pequeno Cientista 15h30 Garota Supersábia: Alguém Viu o Controle Remoto? / Um Parceiro para Escanteio 16h00 Milly e Molly 16h30 Lazytown 17h00 Hi-5 Austrália 17h30 Backyardigans: Telegramas Cantados 18h00 Princesas do Mar: O Amigo do Marcelo / O Mural

18h30 Angelina Ballerina 19h00 Will e Dewitt: A Peça da Escola/ O Segredo 19h30 Peixonauta 20h00 Mister Maker 20h30 Mecanimais 21h00 Toot & Puddle: Puddle e o Trevo da Sorte 21h30 Willa e os Animais 22h00 Backyardigans: A Lenda das Irmãs Vulcão 22h30 Lazytown: O Circo de Lazytown 23h00 Garota Supersábia: Um Parque de Arrasar / Chico Trabalha 23h30 Martha Fala: O Segredo de Truman

DISNEY CHANNEL 12h00 12h30 13h00 13h30 14h00 14h30 15h00 15h30 16h00 16h30 17h00 17h30 18h00 18h30 19h00 19h30 20h00 22h00 22h30 23h00 23h30

Zack & Cody: Gêmeos a Bordo Hannah Montana Os Feiticeiros de Waverly Place Sunny Entre Estrelas Zack & Cody: Gêmeos em Ação A Nova Escola do Imperador Phineas & Ferb Os Substitutos George, O Rei da Floresta Jake Long da Disney, O Dragão Ocidental Jake & Blake Zapping Zone Hannah Montana Zack & Cody: Gêmeos a Bordo Os Feiticeiros de Waverly Place Phineas & Ferb Herbie: Meu Fusca Turbinado Os Feiticeiros de Waverly Place Hannah Montana Minha Vida com Derek Sunny Entre Estrelas

DISNEY XD 12h00 13h00 15h00 17h00 17h30 18h00 18h30 19h00 19h30 20h00 20h30 21h00 22h00

Os Padrinhos Mágicos Vira-Lata A Casa Monstro Kid vs. Kat Jibber Jabber Jibber Jabber Liga dos Supermalvados Pucca Mistureba Os Padrinhos Mágicos Zeke e Luther Merlin Vira-Lata

NICKELODEON 12h00 12h30 13h30 14h00 14h30 15h00 15h30 16h00 16h30 17h00 17h30 18h00 18h30

Ei Arnold! Um Maluco no Pedaço Alf, O É Teimoso Alf, O É Teimoso Jeannie é um Gênio Kenan e Kel Os Castores Pirados Ei Arnold! Jeannie é um Gênio Alf, O É Teimoso Um Maluco no Pedaço Super Fofos O Pequeno Reino de Ben e Holly

TV RÁ TIM BUM 12h00 12h30 12h40 13h00 13h15 13h30 13h40 14h20 14h30 14h45 15h00 15h10 16h10 16h45 17h15 17h45 18h15 19h00 19h30 20h00 20h05 20h15 20h30 21h30 22h00

1, 2, 3, Agora é Sua Vez Os Caça Livros Os Reciclados Carrinhos Escola de Princesinhas Kiara e os Luminitos Os Ecoturistinhas De Onde Vem? Pequenos Cientistas Tchibum TV Passeio Animal Glub Glub Rá Tim Bum Castelo Rá Tim Bum Ilha Rá Tim Bum Baú de Histórias Cocoricó Os Caça Livros Carrinhos Brasil Futebol Clube Show do DJ Cão Cocoricó na Cidade Mundo da Lua Ilha Rá Tim Bum Cambalhota

Filmes na TV

Mel, o que perdeu poder em Hollywood Luiz Carlos Merten A Bruxa do Bem 15H55 NA GLOBO (The Good Witch). Canadá, 2007. Direção de Craig Pryce, com Catherine Bell, Chris Potter, Catherine Disher, Peter Macneill, Matthew Knight.

Mulher misteriosa chega a pequena cidade para habitar casa que é considerada assombrada. Logo começam os boatos – será uma bruxa? O título não deixa margem a dúvida. É, e do bem. O filme é que não vale grande coisa. Reprise, colorido, 98 min. Sinais 22H NA REDE BRASIL (Signs). EUA, 2002. Direção de M. Night Shyamalan, com Mel Gibson, Joaquin Phoenix, Cherry Jones, Rory

Culkin, Abigail Brelin.

Mel Gibson descobre estranhos sinais em suas plantações e, na sequência, a casa é invadida por alienígenas hostis. Super Mel anda passando por maus momentos na vida e na carreira e Hollywood, tão politicamente correta, decidiu que ele não é mais ‘poderoso’ no cinemão. Mas a persona do astro, por mais questionável que seja sua conduta, é essencial neste filme em que o diretor Shyamalan transforma os encontros de terceiro grau em outra coisa. O herói é um pastor que perdeu a fé após a morte da mulher e o filme se interroga sobre Deus, o sentido da existência, etc. Shyamalan é grande e rever Sinais é um bom aperitivo à espera de O Último Mestre do Ar, que foi demolido pela crítica dos EUA. Fique frio. Os críticos de lá haviam detestado o anterior A Dama da Água, que é ótimo. Reprise, Colorido, 107 min.

A Era do Gelo 2

23H15 NA RECORD (Ice Age – The Meltdown). EUA, 2006. Direção de Carlos Saldanha.

O segundo filme da série iniciada por Chris Wedge em 2002 foi o primeiro que o brasileiro Saldanha dirigiu sozinho em Hollywood. Depois de se unirem na tentativa de devolver um bebê humano à sua família, o mamute, o tigre de dente de sabre e a preguiça gigante tentam fugir à grande inundação que se seguirá ao degelo. No caminho, Manny, o mamute, último de sua espécie, descobre fêmea por quem se apaixona. E o roedor segue no seu desesperado esforço para, enfim, papar a avelã. Muito bom, mas o 3, que Saldanha também dirigiu, é ainda melhor. Reprise, colorido, 90 min.

Intercine 2H NA GLOBO

A emissora exibe o preferido do público entre – Motivos, de Craig Ross Jr, com Shemar Moore, Golden Brooks, Sean Blakemore e

Vivica A Fox, sobre homem que trai a mulher e espera manter sua aventura extraconjugal secreta, mas a história vaza e a situação dele se complica cada vez mais; e Caçada sem Trégua, de Kevin Stenney, com Eric Roberts, Arnold Vosloo, John Rhys-Davies e Tony Lo Bianco, sobre policial que investiga série de assassinatos; as vítimas foram atingidas por disparos, mas não existem vestígios de balas nem de pólvora nos cadáveres.

Amanhã A Globo exibe amanhã, no Intercine, o preferido do público entre – A Condessa Branca, de James Ivory, com Ralph Fiennes, Natasha Richardson, Vanessa Redgrave, Hiroyuki Sanada, Lynn Redgrave e Allan Corduner, última parceria do diretor com o produtor Ismail Merchant, que morreu antes do lançamento, sobre diplomata cego que abre um bar em Shangai, em 1936, e contrata condessa russa, que virou prostituta,

para divulgar o estabelecimento; o tema do filme é menos a relação dos dois que o bar como refúgio elegante para as tensões da guerra que se aproxima (Inglaterra/EUA/Alemanha/Chile, 2005, fone 0800-70-9011); e A Profecia, de Richard Donner, com Gregory Peck, Lee Remick, Patrick Troughton, David Warner e Billie Whitelaw, primeiro de uma série sobre casal que acolhe menino e ele é o enviado do Diabo para iniciar o reinado das sombras (EUA, 1976, fone 0800-70-9012). TV Paga Caminho para Guantánamo 22 H NO TELECINE CULT (Road to Guantánamo). Inglaterra, 2006. Direção de Michael Winterbottom e Mat Whitecross, com Riz Ahmed, Farhad Harun, Waqar Saddiqui, Arfan Usman.

Quatro ingleses de ascendência paquistanesa são considerados suspeitos de terrorismo e enviados à base norte-americana de Guantánamo. O thriller político

dos diretores Winterbottom e Whitecross constrói-se como um documentário – nos limites da ficção – para denunciar a aberração jurídica criada pelo ex-presidente George W. Bush na sequência do ataque às torres gêmeas. A administração do ex-premier Tony Blair não sai menos chamuscada. Vencedor do Urso de Prata para melhor direção em Berlim. Reprise, colorido, 95 min. Um Clarão nas Trevas 1H55 NO TCM (Wait Until Dark). EUA, 1967. Direção de Terence Young, com Audrey Hepburn, Alan Arkin, Richard Crenna, Efrem Zimbalist Jr.

Audrey Hepburn faz cega aterrorizada por criminosos que procuram por drogas que acreditam estar escondidas em seu apartamento. A peça de Frederick Knott foi um grande êxito nos palcos de todo o mundo. O filme é sólido e tem a assustadora cena do pulo do gato de Alan Arkin. Veja para saber do que se trata. Reprise, colorido, 108 min.


D8 Caderno2 %HermesFileInfo:D-8:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Guia. Cinema ESTREIAS O Bem Amado ★★ Brasil/2010, 110 min. Comédia. Dir. Guel Arraes. Com Marco Nanini, José Wilker, Drica Moraes, Matheus Nachtergaele e Andréa Beltrão. Na cidadezinha de Sucupira, o prefeito corrupto Odorico Paraguaçu faz de tudo para que alguém morra e inaugure o cemitério local, grande obra de seu mandato. 12 anos. Anália Franco, Boavista, Bourbon, Bristol, Central Plaza, Cidade Jardim, Cine Bombril, Cine Sabesp, Cine TAM, Eldorado, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Iguatemi, Interlagos, Interlar Aricanduva, Jardim Sul, Kinoplex Itaim, Kinoplex Vila Olímpia, Market Place, Metrô Itaquera, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Pátio Higienópolis, Pátio Paulista Cinemark, Penha, Santana Plaza, Shopping D, SP Market, Villa-Lobos.

O Grão ★★★ Brasil/2007, 88 min. Drama. Dir. Petrus Cariry. Com Nanego Lira, Leuda Bandeira e Luís Felipe Ferreira. Perpétua sente que a morte se aproxima e decide preparar seu neto, Zeca, para a separação. Paralelamente, Damião e Josefa se esforçam para preparar o casamento da filha e sustentar a família. 10 anos. Belas Artes, Frei Caneca Unibanco Arteplex.

Predadores ★★ Predators, EUA/2010, 107 min. Ficção Científica. Dir. Nimród Antal. Com Adrien Brody, Alice Braga e Laurence Fishburne. Royce é um militar que está um planeta estranho e precisa liderar grupo de pessoas pelas florestas perigosas, enquanto são caçados por predadores alienígenas. 16 anos. Campo Limpo, Central Plaza, Interlagos, Interlar Aricanduva, Metrô Itaquera, Metrô Tatuapé. LEGENDADO: Anália Franco, Boulevard Tatuapé, Bourbon, Bristol, Center Norte, Cidade Jardim, Eldorado, Iguatemi, Jardim Sul, Kinoplex Vila Olímpia, Marabá, Market Place, Metrô Santa Cruz, Pátio Higienópolis, Pátio Paulista Cinemark, Plaza Sul, Santana Plaza, Shopping D, SP Market, Villa-Lobos.

Vincere ★★★★ Itália-França/2009, 128 min. Drama. Dir. Marco Bellocchio. Com Giovanna Mezzogiorno, Filippo Timi e Fausto Russo Alesi. Ida Dalser é deixada por seu marido, o líder italiano Benito Mussolini, que desaparece durante a I Guerra Mundial. Quando Ida o reencontra, descobre que ele está casado com outra – e renega a existência do filho de Ida. Mas ela irá lutar para que a criança seja reconhecida. 16 anos. Cinesesc.

EM CARTAZ 15 Anos e Meio 15 Ans et Demi, França/2008, 97 min. Comédia. Dir. François Desagnat e Thomas Sorriaux. Com Daniel Auteuil, Juliette Lamboley e François Damiens. O cientista Philippe Le Tallec tem de retornar à França para cuidar da sua filha adolescente, a quem não via há muitos anos. Ele descobre que precisará se esforçar para construir uma relação com a menina, que está mais interessada em festas e namoros. 14 anos. Espaço Unibanco.

Abraço Corporativo ★★★ Brasil/2009, 75 min. Documentário. Dir. Ricardo Kauffman. O consultor de RH Ary Itnem busca a divulgar a Teoria do Abraço na mídia. Segundo ele, ela foi criada para combater uma doença chamada ‘inércia do afastamento’, causada pelo uso em excesso de novas tecnologias. Livre. Belas Artes.

Almas à Venda ★★

★ ruim

ANA STEWART/DIVULGAÇÃO

Cold Souls, EUA-França/2009, 101 min. Drama. Dir. Sophie Barth. Com Paul Giamatti, David Strathairn e Dana Korzun. O ator Paul está entediado e sem inspiração, enquanto tenta se preparar para uma peça russa. Ele tem esperança de melhorar quando seu agente lhe mostra um escritório misterioso, que pode ajudá-lo a aperfeiçoar sua atuação. 10 anos. Bourbon, Cine Bombril, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Reserva Cultural.

O Profeta ★★★★ Un Prophète, França/2009, 155 min. Drama. Dir. Jacques Audiard. Com Tahar Rahim, Niels Arestrup e Adel Bencherif. Malik El Djebena é condenado a seis anos de prisão. Na cadeia, recebe ordens e missões do líder de uma gangue. Mas Malik não quer apenas obedecer e começa a bolar seus próprios planos. 18 anos. Reserva Cultural.

Aproximação ★★★★ Disengagement, Alemanha-Itália-Israel-França/2007, 115 min. Drama. Dir. Amos Gitai. Com Juliette Binoche, Liron Levo, Jeanne Moreau. Após a morte de seu pai, Ana decide tentar encontrar a filha, que abandonou quando era adolescente. A busca a leva a Israel, no momento em que as tropas do país se retiram da Faixa de Gaza. 12 anos. Belas Artes.

À Prova de Morte ★★★

Brilho de uma Paixão ★★★★ Bright Star, Austrália-França-Reino Unido/2009, 119 min. Drama. Dir. Jane Campion. Com Abbie Cornish, Ben Whishaw e Paul Schneider. Baseado em uma história real, o filme se passa em 1819 e narra a história de Fanny, uma garota que se apaixona pelo poeta John Keats. 12 anos. Bristol, Cine UOL Lumière, Gemini, Reserva Cultural.

Cartas para Julieta ★★ Letters To Juliet, EUA/2010, 105 min. Romance. Dir. Gary Winick. Com Amanda Seyfried, Gael García Bernal e Vanessa Redgrave. Em viagem à Itália, Sophie descobre que mulheres com problemas amorosos deixam cartas endereçadas a Julieta em um muro, pedindo conselhos. Sophie encontra uma mensagem escrita há cinquenta anos e decide ajudar sua autora a encontrar seu amor do passado. 10 anos. Gemini, Kinoplex Itaim.

Dzi Croquettes ★★★ Brasil/2009, 110 min. Documentário. Dir. Tatiana Issa e Raphael Alvarez. Com depoimentos de Liza Minnelli, Gilberto Gil, Ney Matogrosso, Miguel Falabella e Marília Pera. No período da Ditadura Militar no Brasil, o grupo de dança Dzi Croquettes, formado por homens que usavam vestidos e sapatos de salto alto, confrontou a repressão do governo. 10 anos. Belas Artes, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Reserva Cultural.

O Bem Amado. Odorico Paraguaçu (Nanini) faz de tudo para inaugurar o cemitério da cidade Paulista Cinemark, Plaza Sul, Santana Plaza, Shopping D, SP Market, Villa-Lobos.

O Escritor Fantasma ★★★★ The Ghost Writer, Alemanha-EUA/2010, 128 min. Drama. Dir. Roman Polanski. Com Ewan McGregor, Pierce Brosnan e Tom Wilkinson. Um escritor é contratado para redigir um livro sobre as memórias de Adam Lang, primeiro-ministro da Inglaterra. Durante a pesquisa biográfica, contudo, ele descobre segredos do passado do político que podem colocar sua vida em risco. 12 anos. Belas Artes, Espaço Unibanco, Gemini.

A Fita Branca ★★★★ Das Weisse Band – Eine Deutsche Kindergeschichte, Alemanha-Áustria-França-Itália/2009, 144 min. Drama. Dir. Michael Haneke. Com Christian Friedel, Ernst Jacobi, Leonie Benesch. No ano de 1913, uma pequena cidade da Alemanha começa a presenciar estranhos eventos: um celeiro é incendiado, um médico cai em uma armadilha e duas crianças são sequestradas e torturadas. Cabe ao professor do coro infantil tentar entender esses mistérios. 16 anos. Belas Artes.

Flor do Deserto ★★★ Brasil/2009, 100 min. Drama. Dir. Paulo Nascimento. Com Leonardo Machado, Fernanda Moro e Marcos Paulo. O filme retrata a Ditadura Militar brasileira através da história do estudante Boni, que decide se juntar à luta armada para protestar contra o regime opressor. 14 anos. Espaço Unibanco.

Desert Flower, Alemanha-Áustria-Reino Unido/2009, 120 min. Drama. Dir. Sherry Horman. Com Liya Kebede, Sally Hawkins e Craig Parkinson. Baseado no best-seller ‘Desert Flower’, conta a trajetória da modelo Waris Dirie, desde sua infância sofrida na Somália até a carreira de sucesso nos Estados Unidos. 14 anos. Belas Artes, Reserva Cultural.

Encontro Explosivo ★★★

O Golpista do Ano ★★

Em Teu Nome ★★

Knight and Day, EUA/2010, 110 min. Ação. Dir. James Mangold. Com Tom Cruise, Cameron Diaz, Maggie Grace e Peter Sarsgaard. A solitária June se interessa por Ray, um homem que conheceu em um avião. Mas ela descobre que ele é um agente secreto e é forçada a segui-lo em uma viagem pelo mundo – e tentar sobreviver às suas missões. 14 anos. DUBLADO: Boavista, Campo Limpo, Central Plaza, Continental, Interlagos, Interlar Aricanduva, Metrô Itaquera, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Shopping D, SP Market. LEGENDADO: Anália Franco, Boulevard Tatuapé, Bourbon, Bristol, Center Norte, Central Plaza, Cidade Jardim, Cine Tam, Eldorado, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Iguatemi, Interlagos, Interlar Aricanduva, Jardim Sul, Kinoplex Itaim, Kinoplex Vila Olímpia, Marabá, Market Place, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Pátio Higienópolis, Pátio

Prince of Persia: The Sands of Time, EUA/2010, 116 min. Aventura. Dir. Mike Newell. Com Jake Gyllenhaal, Gemma Arterton, Ben Kingsley e Alfred Molina. Injustamente afastado do trono, o Príncipe Dastan precisa recuperar o poder e proteger uma antiga adaga mágica, capaz de fazer o tempo retroceder. 12 anos. DUBLADO: Bourbon.

I Love You Phillip Morris, EUA/2008, 102 min. Comédia. Dir. Glenn Ficarra e John Requa. Com Jim Carrey, Ewan McGregor e Rodrigo Santoro. Steven Russel resolveu assumir sua homossexualidade. Ele começa a exigir uma vida de mordomias e, para consegui-la, passa a agir como um golpista. Quando é preso, conhece Philip Morris, por quem se apaixona. Steven descobre, então, que é capaz de fazer loucuras por amor. 16 anos. Bourbon, Frei Caneca Unibanco Arteplex.

Hanami – Cerejeiras em Flor

★★★★ Kirschblüten – Hanami, Alemanha–França/2008, 127 min. Drama. Dir. Doris Dörrie. Com Elmar Wepper e Hannelore Elsner. Trudi fica sabendo que seu marido Rudi tem pouco tempo de vida. Mas, sem contar nada, ela

decide fazer com que Rudi aproveite com alegria o tempo que lhe resta. Um incidente muda o curso da história. 14 anos. Frei Caneca Unibanco Arteplex.

Os Homens que Não Amavam as Mulheres ★★★ Män Som Hatar Kvinnor, Suécia/2009, 152 min. Suspense. Dir. Niels Arden Oplev. Com Michael Nyqvist, Noomi Rapace, Lena Endre. Baseado no best-seller de Stieg Larsson, o filme narra a história de um jornalista e uma detetive particular que precisam investigar o caso de uma garota que desapareceu há 36 anos. 16 anos. Belas Artes.

Ilha do Medo ★★★★ Shutter Island, EUA/2009, 148 min. Drama. Dir. Martin Scorsese. Com Leonardo DiCaprio e Mark Ruffalo. O detetive Teddy Daniels viaja até um hospital psiquiátrico – localizado em uma ilha – de onde uma perigosa assassina fugiu. Ao longo de sua investigação, porém, ele percebe que os médicos podem ser os verdadeiros vilões – e que ele pode ser uma vítima. E tem de tentar escapar (ou descobrir a verdade). 16 anos. Belas Artes.

A Jovem Rainha Vitória ★★★ The Young Victoria, EUA-Reino Unido/2009, 100 min. Drama. Dir. Jean-Marc Vallée. Com Emily Blunt, Rupert Friend, Paul Bettany. Vitória assume o trono da Inglaterra logo que atinge a maioridade. Como rainha, precisa enfrentar uma crise constitucional e lidar com seus sentimentos, divididos entre o príncipe Albert e o lorde Melbourne. 10 anos. Belas Artes, Kinoplex Itaim, Reserva Cultural.

Mademoiselle Chambon ★★★ França/2009, 101 min. Drama. Dir. Stéphane Brizé. Com Vincent Lindon e Sandrine Kiberlain. Jean é um pai de família que tem uma vida tranquila. Mas isso muda quando ele se vê atraído pela professora de seus filhos, Mademoiselle Chambon. 12 anos. Reserva Cultural.

Mary e Max – Uma Amizade Diferente ★★★ Mary and Max, Austrália/2009, 93 min. Animação. Dir. Adam Elliot. A amizade entre Mary, uma menina solitária de oito anos, e Max, um homem de quarenta anos que vive sozinho em Nova York. Livre. Belas Artes.

Medos Privados em Lugares Públicos ★★★★ Coeurs, França-Itália/2006, 120 min. Drama. Dir. Alain Resnais. Com Sabine Azéma e Lambert Wilson. As carências e fantasias secretas de um grupo de personagens, entre eles um corretor de imóveis apaixonado por sua colega de trabalho, um ex-militar desempregado e em crise afetiva e uma jovem solitária adepta de encontros marcados por anúncios de jornal. 16 anos. Belas Artes.

As Melhores Coisas do Mundo

★★★★ Brasil/2009, 107 min. Drama. Dir. Laís Bodanzky. Com Francisco Miguez, Caio Blat, Paulo Vilhena e Denise Fraga. A história de Mano, um garoto que passa por experiências e confusões típicas da adolescência. Inspirado na série de livros de Gilberto Dimenstein e Heloisa Pietro. 14 anos. Frei Caneca Unibanco Arteplex.

O Pequeno Nicolau ★★★★

Le Petit Nicolas, França/2009, 91 min. Infantil. Dir. Laurent Tirard. Com Máxime Godart, Valérie Lemercier e Kad Merad. Baseado na história de René Goscinny (criador de ‘Asterix’) e Jean-Jacques Sempé, conta a história de Nicolau, um menino que tem medo de ser ignorado pelos pais quando suspeita que eles esperam um outro bebê. Livre. DUBLADO: Belas Artes, Bourbon, Espaço Unibanco, Frei Caneca Unib. Arteplex, Reserva Cultural. LEGENDADO: Bourbon, Espaço Unibanco, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Reserva Cultural.

Death Proof, EUA/2007, 114 min. Ação. Dir. Quentin Tarantino. Com Kurt Russell, Sydney Tamiia Poitier, Zoe Bell e Rosario Dawson. Dividido em dois momentos, o filme conta a história de um dublê psicopata que usa um carro indestrutível para perseguir e assassinar oito mulheres. 14 anos. Anália Franco, Belas Artes, Bourbon, Bristol, Cidade Jardim, Cine Bombril, Cine Uol Lumière, Espaço Unibanco, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Jardim Sul, Kinoplex Itaim, Kinoplex Vila Olímpia, Marabá, Pátio Higienópolis, Pátio Paulista Playarte, Reserva Cultural, Santana Plaza.

A Saga Crepúsculo: Eclipse ★★ The Twilight Saga: Eclipse, EUA/2010, 135 min. Romance. Dir. David Slade. Com Kristen Stewart, Robert Pattinson, Taylor Lautner e Dakota Fanning. Bella precisa fazer escolher entre ficar com seu verdadeiro amor, o vampiro Edward, ou conservar a amizade com o lobisomem Jacob. As duas raças, porém, tem de esquecer suas diferenças para enfrentar a vampira Victoria e um exército de sanguessugas assassinos. 12 anos. DUBLADO: Anália Franco, Boavista, Bourbon, Butantã, Campo Limpo, Center Norte, Central Plaza, Continental, Eldorado, Interlagos, Interlar Aricanduva, Itaim Paulista, Jardim Sul, Kinoplex Vila Olímpia, Lapa, Marabá, Market Place, Metrô Itaquera, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Penha, Plaza Sul, Santana Plaza, Shopping D, SP Market, Villa-Lobos, West Plaza. LEGENDADO: Anália Franco, Boulevard Tatuapé, Bourbon, Bristol, Center Norte, Central Plaza, Cidade Jardim, Cine Tam, Eldorado, Frei Caneca Unibanco Arteplex, Gemini, Iguatemi, Interlagos, Interlar Aricanduva, Jardim Sul, Kinoplex Itaim, Kinoplex Vila Olímpia, Market Place, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Pátio Higienópolis, Pátio Paulista Cinemark, Pátio Paulista Playarte, Penha, Plaza Sul, Santana Plaza, Shopping D, SP Market, Villa-Lobos.

Plano B ★★

O Segredo dos seus Olhos ★★★

The Back-Up Plan, EUA/2010, 106 min. Comédia Romântica. Dir. Alan Poul. Com Jennifer Lopez, Alex O'Loughlin e Michaela Watkins. Zoe cansou de esperar pelo homem perfeito e resolve fazer inseminação artificial. Mas, no mesmo dia que vai ao laboratório, ela conhece Stan e percebe que ele pode ser o homem por quem esperava. 12 anos. Bourbon, Cidade Jardim, Kinoplex Itaim.

El Secreto de sus Ojos, Argentina-Espanha/2009, 127 min. Drama. Dir. Juan José Campanella. Com Ricardo Darín e Soledad Villamil. Uma mulher é assassinada em Buenos Aires. Mas seu assassino é logo solto, por um erro da justiça. Vinte e cinco anos mais tarde, o policial Benjamín Espósito resolve retomar a investigação. 14 anos. Belas Artes, Gemini.

O Preço da Traição ★★★

Sempre Bela ★★★★

Chloe, Canadá-EUA-França/2009, 99 min. Drama. Dir. Atom Egoyan. Com Julianne Moore, Liam Neeson e Amanda Seyfried. O relacionamento de Catherine e David vai bem, até que ela passa a suspeitar de que o marido a trai. Catherine decide, então, contratar uma garota de programa para seduzir David e testar sua fidelidade. 16 anos. Gemini.

Belle Toujours, França-Portugal, 70 min. Drama. Dir. Manoel de Oliveira. Com Michel Piccoli e Bulle Ogier. Inspirado no livro de Joseph Kessel, o filme retoma os personagens Henri Husson e Séverine Serizy do longametragem ‘A Bela da Tarde’, de Luís Buñuel. Eles têm um encontro tenso anos depois de se conhecerem, devido a um segredo guardado por Henri. 14 anos. Frei Caneca Unibanco Arteplex.

Príncipe da Pérsia: As Areias do Tempo ★★★

Shrek para Sempre ★★

Cine. Salas. Horários Esta programação é de responsabilidade exclusiva dos exibidores e pode ser alterada à última hora. Confira pelo telefone antes de sair de casa + = também e menos = não haverá sessão

CINECLUBES E SALAS ESPECIAIS ★Cinusp Paulo Emílio (100 lug.). Rua do Anfiteatro, 181,Colmeia, Favo 4, Cidade Universitária. 3091-3540.Mostra: Comédias Brasileiras. A partir de 2ª Filmes e horários variados. ★ Cine Segall - Museu Lasar Segall (100 lug.). R. Berta, 111, V. Mariana. 5574-7322. De R$ 5 a R$ 10. Chico Xavier - L. - 17h00. O Preço da Traição - 14a. 19h20. ★ Cinemateca Brasileira - Sala Petrobrás (110 lug.), Sala BNDES (210 lug.). Lgo. Senador Raul Cardoso, 207, V. Clementino. 3512-6111. Grátis e R$ 8.Fábrica de Sonhos: 100 Anos de Cinema e Psicanálise (IPA). Filmes e horários variados. IV Mostra de Bollywood e Cinema Italiano. Filmes e horários variados. Dogma 95 - 15 Anos Depois. Filmes e horários variados. AUGUSTA, PAULISTA E JARDINS ★ Belas Artes R. da Consolação, 2.423, Cerq. César. 3258-4092. De R$ 8 a R$ 16. ● 1 (293 lug.). Aproximação - 12a. 15h40. Os Homens Que Não Amavam as Mulheres - 16a. 18h10. A Ilha do Medo - 16a. - 21h10. ● 2 (245 lug.). O Pequeno Nicolau - L. 14h00 / 18h30. O Segredo dos Seus Olhos - 12a. - 16h00 / 20h30. ● 3 (163 lug.). À Prova de Morte - 16a. - 14h00 / 18h00. O Grão 16h20 / 20h20.● 4 (154 lug.). Mary e Max - 12a. - 14h00. O Escritor Fantasma - 14a. - 16h10. Flor do Deserto - 14a. 18h30. Jovem Rainha Vitória - 10a. 21h00. ● 5 (97 lug.). A Fita Branca - 12a. 14h00. Tudo Pode Dar Certo - 12a. - 16h50. Cineclube: A Fonte da Donzela 19h00. Medos Privados em Lugares Públicos 21h00.● 6 (88 lug.). Abraço Corporativo - L. 14h00. Dzi Croquettes 10a. 16h00 / 18h10 / 20h20. ★ Bristol - Playarte Av. Paulista, 2.064. 3289-0509. De R$ 15 a R$ 27. ● 1 (444 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00. Legendado 20h00 / 22h00. ● 2 (144 lug.).Encontro Explosivo - 14a. - 12h45 / 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h45. ● 3 (144 lug.). À Prova de Morte - 16a. - 14h00 / 16h20 / 18h40 / 21h00. ● 4 (177 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h30 / 14h45 / 17h00 / 19h15 / 21h30. ● 5 (133 lug.). Brilho de Uma Paixão 12a. - 16h05 / 18h35 / 21h05. Ponyo - L. - 13h55. ● 6 (242 lug.). Predadores - 14a. - 13h10 / 15h20 / 17h30 / 19h40 / 21h50. ● 7 (115 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 12h10 / 14h25. Shrek Para Sempre - L. - 16h40. Eclipse - 14a. - 18h40 / 21h20. ★ Cine Bombril Av. Paulista, 2.073. 3285-3696. De R$ 16 a R$ 18. 4ª R$ 12. Sessão Folha: De R$ 5 a R$ 10. Poltronas numeradas. ● 1 (300 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ● 2 (100 lug.). À Prova de Morte - 16a. 14h00 / 21h50. Almas à Venda - 10a. 16h10 / 19h50. Projeto Folha: Vittorio de Sica - Minha Vida, Meus Amores - 12a. 18h10. ★ Cinesesc (326 lug.). R. Augusta, 2.075, Jd. Paulista. 3087-0500. De R$ 8 a R$ 12.Vincere - 16a. - 14h30 / 16h50 / 19h10 / 21h30. ★ Espaço Unibanco R. Augusta, 1.475, Cerq. César. 3288-6780. De R$ 12 a R$ 18. 5ª R$ 8. ● 1 (268 lug.). À Prova de Morte - 16a. 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ● 2 (240 lug.). O Profeta - 18a. - 14h00 / 18h20 / 21h10. Solo - L. 16h50.● 3 (189 lug.). O Pequeno Nicolau - dub. - L.- 14h00. Legendado 16h00 / 18h00. Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo - 14a. 20h00. Em Teu Nome - 14a. 22h00. ★ Espaço Unibanco R. Augusta, 1.470, Cerq. César. 3287-5590. De R$ 12 a R$ 18. 4 (107 lug.). Tudo Pode Dar Certo - 12a. - 14h00 / 18h00 / 22h00. O Escritor Fantasma - 14a. - 15h40 /

19h40. ● 5 (51 lug.). 15 Anos e Meio - 14a. - 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00.

19h00 / 21h20. ● 9 (203 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 15h00 / 17h40 / 20h20.

★ Gemini Av. Paulista, 807. 3289-3566. De R$ 14 a R$ 16. ● 1 (379 lug.). Tudo Pode Dar Certo - 14a. - 14h10 / 19h50. O Preço da Traição - 16a. - 16h00. Cartas Para Julieta 17h50 / 21h40.● 2 (379 lug. ). Eclipse - 14a. - 14h10. O Segredo dos Seus Olhos 16h40. Brilho de Uma Paixão 19h00. O Escritor Fantasma 21h20.

★ Boavista R. Borba Gato, 59, Santo Amaro. 5547-6060. De R$ 8 a R$ 14. ● 1 (183 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h50 / 17h00 / 19h10 / 21h20. ● 2 (330 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h45 / 15h45 / 17h45 / 19h45 / 21h45. ● 3 (118 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 17h15. Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 15h00 / 19h30 / 21h50. ● 4 (95 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 14h45 / 16h45 / 18h45 / 20h45. ● 5 (95 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 14h15. Eclipse - dub. - 14a. - 16h30 / 19h00 / 21h30.

★ Reserva Cultural Av. Paulista, 900. 3287-3529. De R$ 13 a R$ 20. ● 1 (190 lug.). O Pequeno Nicolau - dub. - L. - 15h30. Legendado 13h40 / 19h35 / 21h20. Brilho de Uma Paixão - 14a. - 17h20. ● 2 (161 lug.). Ponyo - dub. - L. 13h30. Mademoiselle Chambon - L. - 15h20. Almas à Venda - 10a. 17h20. À Prova de Morte - 16a. 19h20 / 21h30. ● 3 (120 lug.). Dzi Croquettes - 10a. 14h40 / 16h50 / 19h00 / 21h10. ● 4 (110 lug.). A Flor do Deserto - 14a. 14h20 / 18h40. A Jovem Rainha Vitória - 10a. 16h40. O Profeta - 18a. - 21h00. CENTRO ★ Marabá Av. Ipiranga, 757, Centro. 5053-6881. De R$ 9 a R$ 16. ● 1 (430lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. 12h40 / 14h40 / 16h40 / 18h40 / 20h40. ● 2 (122 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h00 / 14h15. À Prova de Morte - 16a. - 16h30 / 19h00 / 21h20. ● 3 (133 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 13h20 / 15h40 / 18h00 / 20h20. ● 4 (161 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 12h00 / 14h40 / 17h20 / 20h00. ● 5 (176 lug.). Predadores - 14a. - 14h15 / 16h30 / 18h45 / 21h00. BAIRROS ★ Cine Sabesp (271 lug.). R. Fradique Coutinho, 361, Pinheiros. 5096-0585. De R$ 16 a R$ 18. 4ª R$ 12.O Bem Amado - 12a. - 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ★ Itaim Paulista Av. Marechal Tito, 7.579. Itaim Paulista. 2571-7649. De R$ 4 a R$ 8.● 1 (187 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 14h00. Eclipse - dub. - 14a. - 16h10 / 18h40 / 21h00. ● 2 (161 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h00 / 15h00 / 17h00 / 19h00 / 21h00. ★ Kinoplex Itaim R. Joaquim Floriano, 466, Itaim Bibi. 3131-2006. De R$ 18 a R$ 23. 3D De R$ 26 a R$ 29. Poltronas numeradas. ● 1 (187lug.). Plano B - 12a. - 13h40 / 18h40. Eclipse - 14a. - 16h00 / 21h00. ● 2 (161 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h20 / 16h40 / 19h10 / 21h20. ● 3 (184 lug.). Cartas para Julieta - 10a. - 13h50 / 16h10 / 18h30 / 20h50. ● 4 (158 lug.). A Jovem Rainha Vitória - 10a. - 14h10 / 16h20 / 18h50. À Prova de Morte - 16a. 21h10. ● 5 (321 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 13h10 / 15h20 / 17h30. Legendado 19h40 / 21h50. ● 6 (319 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ★ Cine UOL Lumière - Playarte R. Joaquim Floriano, 339, Itaim Bibi. 3071-4418. De R$ 15 a R$ 19.● 1 (195 lug.). Brilho de Uma Paixão 16a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 2 (170 lug.). À Prova de Morte - 16a. - 18h00 / 20h20. Ponyo - dub. L. - 13h30 / 15h40. SHOPPINGS ★ Anália Franco - UCI R. Regente Feijó, 1.739, Tatuapé. 2164-7790. De R$ 11 a R$ 17. (*) 3D De R$ 19 a R$ 23 . ● 1 (382 lug.). O Bem Amado - 12a. - 13h30 / 15h50 / 18h05 / 20h30. ● 2 (308 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 13h10 / 15h30 / 17h50 / 20h10 / 22h30. ● 3 (242 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 14h45 / 16h50 / 18h55 / 21h00. ● 4 (120 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 13h20 / 15h25 / 17h30. À Prova de Morte - 16a. - 19h45 / 22h10. ● 5 (132 lug.). Ponyo - Uma Amizade que Veio do Mar - L. - 16h20. Eclipse - 14a. - 18h30 / 21h10. ● 6 (239 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 14h35 / 17h00 / 19h25 / 21h50. ● 7* (418 lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. L. - 14h05 / 16h10 / 18h15 / 20h20. Legendado 22h25. ● 8 (295 lug.). Predadores - 14a. - 14h20 / 16h40 /

★ Bourbon - Espaço Unibanco R. Turiaçu, 2.100, Pompeia. 3673-3949. De R$ 16 a R$ 20. 4ª R$ 12. 3D R$ 22 a R$ 24. (*)Vip.● 1 (213 lug.). Toy Story 3 - 3D dub. - L. 13h40 / 16h10 / 18h40. Legendado 21h10. ● 2 (202 lug.). Predadores - 14a. - 13h10 / 15h20 / 17h30 / 19h40 / 21h50. ● 3 (202 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 4 (213 lug.). O Bem Amado - 12a. 14h20 / 16h40 / 19h00 / 21h20. ● 5 (202 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 14h10 / 16h40 / 19h10 / 21h40. ● 6 (202 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h00 / 15h30 / 18h00 / 20h30. ● 7 (122 lug.). À Prova de Morte - 16a. 13h00 / 15h10 / 17h20 / 19h40 / 22h00. ● 8 (121 lug.). Eclipse - 14a. - 13h30 / 16h10 / 18h50 / 21h30. ● 9 (122 lug.). Plano B - 12a. - 13h00 / 17h30. Príncipe da Pérsia - 12a. - 15h10 / 19h40. Almas à Venda - 10a. 22h00.● 10* ( 62 lug.). Ponyo - dub. - L. - 14h00. O Pequeno Nicolau - dub. - L. 16h00. Legendado 18h00. O Golpista do Ano - 16a. - 20h00 / 22h00. ★ Bourbon - Espaço Unibanco Imax (327 lug.) R. Turiaçu, 2.100, Pompeia. 3673-3949. De R$ 22 a R$ 34. Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. 13h20 / 15h30 / 17h40 / 19h50. Legendado 22h00. ★ Butantã - Playarte Av. Prof. Francisco Morato, 2.718, Butantã. 5053-6938. De R$ 10 a R$ 14.● 1 (220 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 2 (211 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 13h00 / 15h40 / 18h20 / 21h00. ● 3 (140 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ★ Campo Limpo Estr. de Campo Limpo, 459 , 2º Piso. 5512-7596. De R$ 7 a R$ 14. (*) 3D De R$ 9 a R$ 18. ● 1 (238 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h45. ● 2 (298 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 3* ( 354lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 13h30 / 15h30 / 17h30 / 19h30 / 21h30.● 4 (356 lug.).Predadores - dub. - 14a. 14h30 / 16h45 / 19h00 / 21h30. ● 5 (328 lug.).Shrek Para Sempre - dub. - L. - 14h00 / 15h50 / 17h40 / 19h30 / 21h20. ★ Center Norte - Cinemark Trav. Casalbuono, 127, V. Guilherme. 2252-2395. De R$ 14 a R$ 25. ● 1 (325 lug.).Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h10 / 15h20 / 17h40 / 20h00 / 22h20. ● 2 (256 lug.). Predadores - 14a. - 11h10 / 13h30 / 16h05 / 18h40 / 21h20. ● 3 (260 lug.). Toy Story 3 dub. - L. - 12h20 / 15h00 / 17h50. Eclipse - 14a. - 20h20. ● 4 (224 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h40 / 14h00. Eclipse - dub. - 14a. - 16h10 / 18h50 / 21h30. ● 5 (316 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h20 / 13h55 / 16h25 / 19h00 / 21h50. ★ Centerplex Lapa R. Catão, 72, Lapa. 4005-9080. De R$ 8 a R$ 14. ● 1 (291 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h00 / 15h10 / 17h10 / 19h00 / 21h00. ● 2 (151 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 13h15 / 15h50 / 18h30 / 21h15. ● 3 (151 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h30 / 16h00 / 18h20 / 20h40. ★ Central Plaza - Cinemark Av. Dr. Francisco Mesquita, 1.000, Ipiranga. 2914-7859. De R$ 11 a R$ 23. ● 1 (320 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 11h05 / 13h45 / 16h25 / 19h10. Legendado 22h00. ● 2 (361 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 11h15 /

13h40 / 16h15 / 18h40 / 21h10. ● 3 (152 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h25 / 14h00 / 16h30 / 19h05 / 21h30. ● 4 (118 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h30 / 14h50 / 17h10 / 19h30. Eclipse - dub. - 14a. - 21h35. ● 5 (151 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h20 / 16h40 / 19h00. Eclipse - 14a. - 21h05. ● 6 (98 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h50 / 16h10 / 18h30. Legendado 20h50. ● 7 (270 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h45 / 14h05 / 16h35 / 19h05 / 21h30. ● 8(266 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h25 / 15h00 / 17h25 / 19h55 / 22h25. ● 9 (278 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h20 / 15h40 / 18h15 / 20h20 / 22h30. ● 10 (486 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 13h00 / 15h30 / 18h00 / 20h30. ★ Cidade Jardim - Cinemark - Salas Bradesco Prime Av. Magalhães de Castro, 12.000. 3552-1800. De R$ 37 a R$ 49. ● 1 (127 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 11h30 / 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 2 (97 lug.). Predadores - 14a. - 11h00 / 13h30 / 16h00 / 18h30 / 21h00. ●3 (72 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h30 / 15h10 / 17h40 / 20h10. ●4 (82 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h10 / 16h40. À Prova de Morte - 16a. - 18h50 / 21h40. ★ Cidade Jardim - Cinemark Av. Magalhães de Castro, 12.000. 3552-1800 De R$ 18 a R$ 29.(*) 3D De R$ 25 a R$ 28. ● 5(181 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 15h00. Eclipse - 14a. 17h30 / 20h20. ●6 (219 lug.). Encontro Explosivo 14a. - 11h20 / 13h50 / 16h20 / 18h45 / 21h20. ●7*(274 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h05 / 13h15 / 15h25 / 17h35. Legendado 19h45 / 22h00. ★ Continental Av. Leão Machado, 100, Pq. Continental. 3765-3774. De R$ 8 a R$ 14. Sessão Pipoca: R$ 6. ● 1 (360 lug.).Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h30 / 15h30 / 17h30 / 19h30 / 21h30. ● 2 (380 lug.). Eclipse - dub. 14a. - 14h00 / 19h00. Encontro Explosivo - dub. - 14a. 16h30 / 21h15. ★ Eldorado - Cinemark Av. Rebouças, 3.970, Pinheiros. 2197-7470. De R$ 15 a R$ 27. ● 1 (372 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h10 / 13h30 / 16h00 / 18h30 / 21h00. ● 2 (265 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 11h05. Predadores - 14a. - 13h40 / 16h10 / 18h50 / 21h30. ● 3 ( 265 lug.). Encontro Explosivo 14a. - 12h10 / 14h40 / 17h10 / 19h40 / 22h10. ● 4 (265 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h10 / 16h20 / 18h40 / 20h50. ● 5 (265 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h35 / 15h50 / 18h00. Eclipse - 14a. - 20h30. ● 6 (265 lug.). Toy Story 3 dub. - L. - 12h20 / 15h00 / 17h25. Eclipse - 14a. - 19h55 / 22h30. ● 7 (187 lug.). O Bem Amado - 12a. - 13h00 / 15h40 / 18h10 / 20h40. ● 8 ( 297 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h10 / 15h20 / 17h30 / 19h50. Legendado 22h00. ● 9 (297 lug.). Toy Story 3 3D dub. - L. - 11h15 / 13h50 / 16h25 / 19h00 / 21h40. ★ Frei Caneca Shopping - Unibanco Arteplex R. Frei Caneca, 569, Cerqueira Cesar. 3472-2365. De R$ 16 a R$ 20. 4ª R$ 12. 3D R$ 22 a R$ 24. ● 1 (268 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. 14h00 / 16h00 / 18h00. Legendado 20h00 / 22h00. ● 2 (234 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 3 (181 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h30 / 16h50 / 19h10 / 21h30. ● 4 (103 lug.). O Pequeno Nicolau - dub. - L. - 14h00 / 16h00. Legendado 18h00. O Golpista do Ano - 16a. - 20h00 / 22h00. ● 5 (103 lug.). Sempre Bela - 12a. 14h00. Dzi Croquettes - 10a. 15h30 / 17h40 / 19h50 / 22h00. ● 6 (125 lug.). À Prova de Morte - 16a. - 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ● 7 (103 lug.). As Melhores Coisas do Mundo - 14a. - 14h00. O Grão - 10a. - 16h00 / 19h30 / 21h10. Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo - 14a. 17h50. ● 8 (103 lug.). Hanami - Cerejeiras em Flor - L. 14h00. Almas à Venda - 10a. - 16h10 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 9 (125 lug.). Eclipse - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ★ Iguatemi - Cinemark Av. Brig. Faria Lima, 2.232, Jd. Paulistano. 3815-8713. De R$ 18 a R$ 29. Poltronas numeradas. ● 1 (266 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h10

/ 15h30 / 17h50. Legendado 20h00 / 22h00. ● 2 (129 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h30 / 15h00 / 17h40. Eclipse - 14a. - 20h10. ● 3 (131 lug.). O Bem Amado 12a. - 12h40 / 15h20 / 18h00 / 20h30. ● 4 (140 lug.). Predadores - 14a. - 11h20 / 13h50 / 16h20 / 18h50 / 21h20. ● 5 (140 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 12h00 / 14h20 / 16h40. Encontro Explosivo - 14a. 19h00 / 21h30. ● 6 (172 lug.). Encontro Explosivo 14a. - 11h30 / 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ★ Interlagos - Cinemark Av. Interlagos, 2.255, V. Inglesa. 5565-2570. De R$ 10 a R$ 15. (*) 3D De R$ 18 a R$ 21. ● 1 (201 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h15 / 13h45 / 16h25 / 18h50 / 21h20. ● 2* (294 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. 11h00 / 13h10 / 15h25 / 17h50 / 20h05 / 22h20. ● 3 (207 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h30 / 14h40 / 16h50 / 19h00 / 21h15. ● 4 (208 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 11h25 / 14h00 / 16h30 / 19h05 / 21h30. ● 5 (161 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 10h55 / 13h15 / 15h40 / 18h20 / 21h00. ● 6 (201 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 15h00 / 17h25 / 19h55 / 22h25. ●7 (212 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. 11h55 / 14h15 / 16h40 / 19h20 / 22h00. ● 8 (197 lug.).Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h10 / 16h20 / 18h40. Eclipse - dub. - 14a. - 21h10. ● 9 (125 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h40 / 15h50. Eclipse - dub. - 14a. - 18h00 / 20h40. ● 10 (119 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h20 / 16h00 / 18h55. Legendado 21h40. ★ Interlar Aricanduva - Cinemark Av. Aricanduva, 5.555, Aricanduva. 3444-2564. De R$ 10 a R$ 22. ●1 (176 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h00 / 13h05 / 15h10 / 17h10. Eclipse - dub. - 14a. 19h15 / 21h50. ● 2 (177 lug.). Shrek Para Sempre dub. - L. - 11h30 / 13h35 / 15h40 / 17h45 / 19h50 / 22h10. ● 3 (192 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 12h00 / 14h05 / 16h10 / 18h15 / 20h20. ● 4 (133 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h35 / 15h00. Eclipse - dub. 14a. - 17h40 / 20h25. ● 5 (134 lug.). Eclipse - dub. 14a. - 13h15 / 15h50 / 18h25 / 21h00. ● 6 (206 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h15 / 13h45 / 16h15 / 18h40 / 21h05. ● 7 (117 lug.).Shrek Para Sempre - dub. - L. 12h30 / 14h35 / 16h45 / 18h50 / 20h55. ● 9 (178 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h15 / 14h45 / 17h15 / 19h40 / 22h05. ● 10* (520 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h25 / 13h40 / 16h00 / 18h20 / 20h50. ● 11 (239 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 12h50 / 15h15 / 17h50 / 20h15. ● 12 (237 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 12h05 / 14h40 / 17h20 / 19h55. Legendado 22h30. ● 13 (189 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 11h50 / 14h10 / 16h40 / 19h00 / 21h20. ● 14 (268 lug.). Toy Story 3 dub. - L. - 11h35 / 14h20 / 17h05 / 19h35 / 22h00. ★ Jardim Sul - UCI Av. Giovanni Gronchi, 5.830, Morumbi. 2164-7711. De R$ 15 a R$ 20. (*)3D De R$ 21a R$ 24 . Poltronas numeradas.1* (249 lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. L. - 14h05 / 16h10 / 18h15 / 20h20. Legendado 22h25. ● 2 (165 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 14h40 / 17h20. Legendado 20h00 / 22h35. ● 3 (191 lug.). Eclipse - dub. 14a. - 13h20 / 16h00 / 18h40. Legendado 21h20. ● 4 (239 lug.). O Bem Amado - 12a. - 13h30 / 15h50 / 18h10 / 20h30. ● 5 (228 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 13h50 / 16h10 / 18h30 / 20h50. ● 6 (228 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 13h10 / 15h15 / 17h20 / 19h25 / 21h30. ● 7 (177 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. 14h45 / 16h50 / 18h55. Legendado 21h00. ● 8 (165 lug.). Ponyo - L. - 14h15 / 16h20 / 18h20. À Prova de Morte - 16a. - 20h30. ● 9 (413 lug.). Predadores - 14a. 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ● 10 (191 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 15h00 / 17h30 / 19h50 / 22h15. ● 11 (235 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 13h00 / 15h20 / 17h40 / 20h05 / 22h25. ★ Kinoplex Vila Olímpia R. Olimpíadas, 360, V. Olímpia, 3131-2006. De R$ 18 a R$ 23. (*)3D De R$ 26 a R$ 29. (*) VIP De R$ 37 a R$ 49. ● 1 (125 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h40 / 16h00 / 18h30. À Prova de Morte - 16a. - 20h50. ● 2 (125 lug.). Ponyo - dub. - L. - 15h00. Shrek Para Sempre - dub. - L. - 17h20 / 19h30 / 21h40. ● 3 (144 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h10 / 15h40. Legendado 18h20

/ 21h00. ● 4* (176 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 14h40 / 17h00 / 19h10. Legendado 21h20. ● 5 (189 lug.). Predadores - 14a. - 14h10 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 6* (98 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h00 / 16h20 / 18h50 / 21h10. ● 7* (98 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 14h20 / 16h40 / 19h10 / 21h40. ★ Market Place - Cinemark R. Dr. Chucri Zaidan, 920, V. Cordeiro. 3048-7405. De R$ 15 a R$ 28. Poltronas numeradas. ● 1 (201 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 12h05 / 14h30 / 17h10 / 19h40 / 22h10. ● 2 (369lug.). Encontro Explosivo 14a. - 11h10 / 13h30 / 16h00 / 18h30 / 21h10. ● 3 (261 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h30 / 15h00. Eclipse 14a. - 17h30 / 20h10. ● 4 (180 lug.). Predadores - 14a. 11h55 / 14h20 / 16h45 / 19h10 / 21h30. ● 5 (180 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 11h05 / 13h35. Legendado 16h05 / 18h45 / 21h40. ● 6 (217 lug.). Shrek Para Sempre 3D dub. - L. - 11h00 / 13h00 / 15h05 / 17h05 / 19h00. Legendado 21h00. ● 7 (134 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h20 / 13h50 / 16h10 / 18h25 / 20h50. ● 8 (219 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h35 / 13h40 / 15h45 / 17h50 / 19h55. Legendado 22h00. ★ Metrô Santa Cruz - Cinemark R. Domingos de Morais, 2.564, V. Mariana. 3471-8070. De R$ 13 a R$ 25. ● 1 (210 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 12h00 / 14h35 / 17h10 / 19h45 / 22h20. ● 2 (202 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 12h20 / 15h00 / 17h50. Legendado 20h30. ● 3 (268 lug.). Eclipse - 14a. - 11h05 / 13h40 / 16h20 / 19h00 / 21h40. ● 4 (206 lug.).Encontro Explosivo - 14a. - 10h55 / 13h20 / 16h10 / 18h50 / 21h20. ● 5 (203 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 11h10 / 13h35. Encontro Explosivo - 14a. - 16h10 / 18h50 / 21h20. ● 6 (206 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h30 / 15h40 / 18h00 / 20h20. Legendado 22h30. ● 7 (260 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h00 / 15h10 / 17h30 / 19h50. Legendado 22h00. ● 8 (230 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 12h40 / 15h05 / 17h40 / 20h10. ● 9 (173 lug.). O Bem Amado 12a. - 10h50 / 13h10 / 15h50 / 18h30 / 21h10. ● 10 (345 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h30 / 14h40 / 17h05 / 19h15 / 21h30. ● 11 (206 lug.). Predadores 14a. - 11h40 / 14h10 / 16h40 / 19h30 / 21h55. ★ Metrô Boulevard Tatuapé - Cinemark Rua Gonçalves Crespo s/n, Tatuapé. 2295-4006. De R$ 10 a R$ 16. ● 1 (251 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h50 / 14h00 / 16h10 / 18h20 / 20h30. ● 2 (240 lug.). Predadores - 14a. - 12h10 / 14h35 / 17h05 / 19h35 / 22h05. ● 3 (373 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 11h15 / 13h50 / 16h30 / 19h10 / 21h40. ● 4 (240 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h30 / 15h00 / 17h40 / 20h20. ● 5 (193 lug.). Eclipse - 14a. - 15h30 / 18h10 / 21h00. Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h00 / 13h20. ★ Metrô Itaquera - Cine Box Av. José Pinheiro Borges, s/nº, Itaquera. 4005-9050.De R$ 9 a R$ 19. 3D R$ 21.● 1 (427 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 11h15 / 14h00 / 16h10 / 18h20 / 20h30. ● 2 (395 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 13h20 / 15h10 / 18h00 / 20h50.● 3 (322 lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. - L. - 12h15 / 14h30 / 16h40 / 18h50 / 21h00. ● 4 (294 lug.). Ponyo - dub. - L. - 11h20. Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 13h45 / 16h15 / 18h45 / 21h15. ● 5 (315 lug.). Predadores - dub. - 14a. 12h00 / 14h20 / 16h50 / 19h15 / 21h40. ● 6 (164 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 11h40 / 14h10 / 19h10. Eclipse dub. - 14a. - 16h30 / 21h45. ● 7 (208 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h50 / 14h15 / 16h45 / 19h00 / 21h20. ● 8 (254 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 12h50 / 15h00 / 17h10 / 19h20 / 21h30. ★ Metrô Tatuapé - Cinemark Av. Radial Leste, s/nº, Tatuapé. 2092-9237. De R$ 10 a R$ 23. ● 1 (273 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. L. - 11h50 / 14h00 / 16h10 / 18h20 / 20h30. ● 2 (149 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h25 / 14h50 / 17h05 / 19h20 / 21h40. ● 3 (116 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h00 / 13h10 / 15h20. Encontro Explosivo - 14a. - 17h35 / 20h00 / 22h20. ● 4 (184 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 12h10 / 14h30 / 16h50 / 19h10 / 21h30. ● 5 (107 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h35 / 15h00 / 17h25 / 19h50 / 22h15. ● 6 (103 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h20 / 14h45 / 17h10 / 19h35 / 22h00.


%HermesFileInfo:D-9:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO CLASSIFICAÇÃO DOS FILMES

| ★★ regular | ★★★ bom | ★★★★ ótimo

Shrek Forever After, EUA/2010, 93 min. Animação. Dir. Mike Mitchell. Vozes de Mike Myers, Cameron Diaz, Antonio Banderas e Eddie Murphy na versão original. Shrek percebe que, ultimamente, tem sido um ogro muito inofensivo. Para reaver seu porte assustador, ele resolve firmar um acordo com o duende Rumpelstiltskin. Mas Shrek é enganado e transportado para uma dimensão onde ninguém o conhece – e todos estão diferentes. Livre. DUBLADO: Anália Franco (3D), Boavista, Boulevard Tatuapé, Bourbon (Imax – 3D), Bristol (3D), Butantã, Campo Limpo (3D), Center Norte (3D), Central Plaza (3D), Cidade Jardim (3D), Cine TAM (3D), Continental, Eldorado (3D), Frei Caneca Unibanco Arteplex (3D), Iguatemi (3D), Interlagos (3D), Interlar Aricanduva (3D), Itaim Paulista, Jardim Sul (3D), Kinoplex Itaim (3D), Kinoplex Vila Olímpia (3D), Lapa, Marabá (3D), Market Place (3D), Metrô Itaquera (3D), Metrô Santa Cruz (3D), Metrô Tatuapé (3D), Pátio Higienópolis (3D), Pátio Paulista Cinemark (3D), Pátio Paulista Playarte, Penha, Plaza Sul (3D), Santana Plaza (3D), Shopping D (3D), SP Market (3D), Villa-Lobos (3D), West Plaza. LEGENDADO: Anália Franco (3D), Bourbon (Imax – 3D), Bristol (3D), Cidade Jardim (3D), Cine Tam (3D), Eldorado (3D), Frei Caneca Unibanco Arteplex (3D), Iguatemi (3D), Jardim Sul (3D), Kinoplex Itaim (3D), Kinoplex Vila Olímpia (3D), Market Place (3D), Metrô Santa Cruz (3D), Pátio Hig. (3D), Pátio Paulista Cinemark (3D), Santana Plaza (3D), Villa-Lobos (3D).

Solo ★★★ Brasil/2009, 72 min. Drama. Dir. Ugo Giorgetti. Com Antonio Abujamra. Homem de meia idade reflete sobre a cidade de São Paulo e o mundo atual – lugares nos quais se sente deslocado. Livre. Espaço Unibanco.

Toy Story 3 ★★★★

EUA/2010, 113 min. Animação. Dir. Lee Unkrich. Vozes de Tom Hanks, Tim Allen, Michael Keaton e Joan Cusack na versão original. Quando o jovem Andy vai para a faculdade, decide doar seus brinquedos para uma creche. Woody, Buzz e os outros bonecos, então, têm de tentar escapar de um grupo de crianças destruidoras. Livre. DUBLADO: Anália Franco, Boavista, Boulevard Tatuapé, Bourbon (3D) ✺, Bristol, Butantã, Center Norte, Central Plaza, Cidade Jardim, Cine Tam, Eldorado (3D), Iguatemi, Interlagos, Interlar Aricanduva, Itaim Paulista, Jardim Sul, Kinoplex Vila Olímpia, Lapa, Marabá, Market Place, Metrô Itaquera, Metrô Santa Cruz, Metrô Tatuapé, Pátio Higienópolis, Pátio Paulista Cinemark, Penha, Plaza Sul, Santana Plaza, Shopping D, SP Market, Villa-Lobos. LEGENDADO: Bourbon (3D.

Tudo Pode Dar Certo ★★★

Whatever Works, EUA/2009, 92 min. Comédia. Dir. Woody Allen. Com Larry David, Evan Rachel Wood, Ed Begley Jr. e Patricia Clarkson. Boris é um velho mal-humorado e acostumado a insultar as pessoas. Mas isso muda quando ele resolve abrigar uma menina de 21 anos em sua casa. 14 anos. Belas Artes, Espaço Unibanco, Gemini.

Viajo Porque Preciso, Volto Porque Te Amo ★★★★ Brasil/2009, 71 min. Drama. Dir. Marcelo Gomes e Karim Aïnouz. Construido de forma experimental, o filme usa imagens do Nordeste registradas em formatos variados para contar a história de um geólogo que faz uma viagem de trabalho, enquanto relembra seu amor. 14 anos. Espaço Unib., Frei Caneca Unibanco Arteplex.

Vittorio de Sica – Minha Vida, Meus Amores ★★★

Vittorio D, Itália/2009, 92 min. Documentário. Dir. Mario Canale e Annarosa Morri. Com depoimentos de Clint Eastwood, Mario Monicelli, Ken Loach, Woody Allen. O filme traça a trajetória do cineasta italiano Vittorio de Sica, por meio do making of de seus filmes e depoimentos de colegas. Livre. Cine Bombril.

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Guia. Teatro ESTREIA O Predador Entra na Sala A vida de um escritor recluso de meia-idade é alterada quando ele recebe a visita de uma filha que nem sabia existir. Texto e dir. Marcelo Rubens Paiva. Com Raul Barretto, Anna Cecilia Junqueira e Celso Melez. 75 min. 16 anos. Espaço Parlapatões (96 lug.). Pça. Franklin Roosevelt, 158, Centro, 3258-4449. 4ª e 5ª, 21h. R$ 30. Até 2/9.

ÚLTIMA SEMANA Um Amigo no Escuro Em uma noite de blecaute, Luciana, uma adolescente decide ligar para desconhecidos perguntando se querem ser seus

Caderno2 D9

Guia. Show amigos. Quando Miguel, um deficiente visual de 48 anos, atende ao chamado, ele não entende o propósito no início, mas uma amizade se desenvolve entre os dois com o tempo. De Marcia Kupstas. Dir. Alexandre Quintão. Com Luís Andrarreis e Olívia di Oliveira. 12 anos. Teatro Imprensa (449 lug.). R. Jaceguai, 400, Bela Vista, 3241-4203. 4ª, 21h. R$ 30. Até 28/7.

Ghetto Monólogo em que o judeu polonês Yossel faz um testemunho sobre os horrores do holocausto, poucas horas antes de sua morte no gueto de Varsóvia. Inspirado no livro ‘Yossel Rakover Dirige-se a Deus’, de Zvi Kolitz. Adapt. e dir. Elias Andreato. Com Fábio Herford. 60 min. 14 anos. Livraria Cultura. Teatro Eva Herz (166 lug.).Av. Paulista, 2.073, 3170-4059. 4ª e 5ª, 21h. R$ 30. Até 29/7.

Slava’s Snowshow

Nara

Concebido pelo russo Slava Polunin em 1993, o espetáculo mistura teatro e a arte dos palhaços, que utilizam técnicas tradicionais e de clown. Com Cia. Slava. 80 min. 8 anos. Citybank Hall (1.100 lug.). Av. dos Jamaris, 213, Moema, 2846-6166. 4ª, 21h30; R$ 45/R$ 170. Até 28/7.

O musical reconstrói a vida da cantora Nara Leão, tendo como fundo a história da Bossa Nova. De Fernanda Couto e Márcio Araújo. Dir. Márcio Araújo. Com Fernanda Couto, William Guedes e outros. 60 min. Livre. Teatro Augusta (302 lug.). R. Augusta, 943, Cerq. Cezar, 3151-4141. 4ª e 5ª, 21h. R$ 30. Até 29/7.

EM CARTAZ E Agora, Nora? Com orientação de Cibele Forjaz, a montagem de conclusão de curso de Joana Dória de Almeida ganha corpo em colagens de performances coreografadas, que ora são engraçadas, ora são aflitivas, mas sempre tratando de questões do aspecto feminino. A partir da cena final de Casas de Bonecas, de Henrik Ibsen, a peça propõe uma leitura atual para a personagem de Nora. Concep. e dir. Joana Dória de Almeida. Com Cia. Temporária de Investigação Cênica. 50 min. 14 anos. Teatro Augusta. Sala Experimental (50 lug.). R. Augusta, 943, Consolação, 3151-4141. 4ª e 5ª, 21h. R$ 25. Até 26/8.

Igor Prado Band & Lynwood Slim A banda do guitarrista paulista se juntou ao gaitista norte-americano Lynwood Slim. Juntos gravaram o disco ‘Igor Prado Band & Lynwood Slim’, que mistura blues e jazz. Bourbon Street. (400 lug.). R. dos Chanés, 127. 5095-6100. 4ª (28), 22h30. R$ 35.

Nenê Trio O baterista Nenê, o contrabaixista Alberto Luccas e o pianista Írio Júnior desfilam músicas do disco ‘Outono’. Sesc Pinheiros. Auditório (100 lug.). R. Paes Leme, 195, 3095-9400. 4ª (28), 20h. Grátis.

Guia. Visuais GALERIA LEME/ DIVULGAÇÃO

INAUGURAÇÕES

Guignard e o Oriente: China, Japão e Minas As influências orientais na cultura brasileira, como nas igrejas coloniais de Minas Gerais, podem ser vistas nas pinturas de Alberto da Veiga Guignard A mostra também tem obras do chinês Zhang Daqian e gravuras japonesas de Ukyio-e. Instituto Tomie Ohtake. Av. Brig. Faria Lima, 201, 2245-1900. 11h/ 20h (fecha 2ª). Grátis. Até 29/8.

3º Salão de Inverno O evento promovido anualmente pela Galeria Malli Villas-Bôas seleciona e expõe obras de jovens artistas de todo o País. Este ano, o escultor espanhol Luis Bayón foi o jurado. Galeria Mali Villas-Bôas. R. Tabapuã, 838, Itaim Bibi, 3078-0541. 12h/21h (sáb., 13h/22h; fecha dom.). Grátis. Até 3/8.

Magnelli

La Face Cachèe du Monde – Exhibition VII

A exposição reúne 64 pinturas do artista italiano Alberto Magnelli (1888-1971), um dos pioneiros da abstração, feitas entre 1912 e 1969. Magnelli flertou com o cubismo, o que levou à simplificação de sua obra e ao abstracionismo. A partir de 1917, ele experimenta figuras geométricas relacionadas ao cubismo sintético. MAC-USP Ibirapuera. Pq. do Ibirapuera. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, portão 3, 5573-9932. 10h/18h (fecha 2ª). Grátis. Até 12/9.

O japonês Takafumi Kijima expõe 30 trabalhos inéditos, resultados de uma residência artística em São Paulo, iniciada em 2009. Uma série de peças de madeira fazem referência a figuras míticas, como o cavalo de Troia e a mula-sem-cabeça. Galeria Deco. R. dos Franceses, 153, Bela Vista, 3289-7067. 10h/19h. Grátis. Até 22/8.

Marcia de Moraes

Rojo Nova - Cultura Contemporânea

A jovem artista mostra obras feitas com lápis de cor, em sua primeira individual em galeria, Personne. Galeria Leme. R. Agostinho Cantu, 93, Butantã, 3814-8184. 10h/19h (sáb., 10h/ 17h; fecha dom.). Grátis. Até 11/9.

Personne. Desenho da série da artista Marcia de Moraes

EM CARTAZ

Ecológica

Entre 1976 e 1995, Anna Mariani percorreu sete Estados nordestinos e fotografou a fachada de 2 mil casas. Agora, 24 dessas imagens estão na mostra que tem curadoria de Rodrigo Naves. Instituto Moreira Salles. R. Piauí, 844, 3825-2560. 13h/19h (sáb. e dom., 13h/18h; fecha 2ª). Grátis. Até 1/8.

Com curadoria de Felipe Chaimovich, a exposição traz 22 obras de artistas nacionais e internacionais sobre a questão ecológica. Um exemplo é o coletivo Superflex, com o vídeo ‘Flooded McDonald’s’ (2009) – nele, uma réplica em tamanho natural de uma loja da rede internacional de fast-food é inundada até o teto, de forma catastrófica. MAM. Av. Pedro Álvares Cabral, s/nº, 5085-1300. 10h/17h30 (fecha 2ª). R$ 5,50 (dom., grátis). Até 29/8.

Benjamin Rothstein

Evandro Carlos Jardim

Anna Mariani: Pinturas e Platibandas

O ex-empresário de 57 anos largou tudo para se dedicar à pintura. Agora, ele apresenta em mostra individual suas recentes telas figurativas feitas com tinta acrílica, nas quais grandes manchas remetem à obra de Paul Cézanne (1839-1906). Galeria Thomas Cohn. Av. Europa, 641, Jd. Europa, 3083-3355. 11h/19h (sáb., 11h/18h; fecha 2ª e dom.). Grátis. Até 5/8.

Considerações Sobre o Branco Nas cinco telas de Pjota, pequenas figuras ocupam um fundo predominantemente branco. A técnica usada pelo artista, que cria texturas a partir da sobreposição e da raspagem de camadas brancas, é inspirada nas manchas e texturas comuns nos muros da cidade. Acervo da Choque. R. Medeiros de Albuquerque, 250, 30612365. 13h/19h (fecha 2ª e dom.). Grátis. Até 7/8.

Foi explorando caminhos da cidade a partir de seu ateliê, no bairro de Santo Amaro, que o gravador e pintor paulistano criou uma série de gravuras, exposta no Masp em 1973. Agora os trabalhos voltam a ocupar o museu, ao lado de releituras. Masp. Av. Paulista, 1.578, 3251-5644. 11h/18h (5ª, 11h/20h; fecha 2ª), metrô TrianoMasp. R$ 15 (3ª, grátis). Até 15/8.

François Auguste Biard: o Indígena e o Olhar Romântico Durante o século 19, vários artistas viajantes voltaram suas atenções aos povos nativos do Brasil. A mostra reúne cerca de 50 obras, entre pinturas, aquarelas e desenhos, feitas entre 1820 e 1860 por François Biard (1798-1882) e outros artistas. Pinacoteca. Pça. da Luz, 2, Luz, 3324-1000. 10h/18h (fecha 2ª). R$ 6 (sáb., grátis). Até 12/9.

O projeto organizado pela Rojo, instituição cultural com sede em Barcelona (Espanha), propõe intervenções em todo o Museu da Imagem e do Som (MIS). Cerca de 50 artistas nacionais e internacionais se revezam para criar pinturas, esculturas e performances sob olhar do público. Entre os artistas selecionados, estão a brasileira Talita Hoffmann, com sua pintura de influência pop surrealista. MIS. Av. Europa, 158, 2117-4777. 12h/19h (dom. e fer., 11h/18h; fecha 2ª). R$ 4. Até 15/8.

ESPECIAL File Symposium O simpósio realizado pelo Festival Internacional de Linguagem Eletrônica (File) inclui palestras com artistas nacionais e internacionais. Entre eles está ‘A Escuta na Arte Contemporânea’ (6ª, 30, 14h), com Vivian Caccuri, e ‘Como, Quando e Porque Desenhar Interfaces Áudio-tátil-visuais’ (6ª, 30, 17h), com Rejane Cantoni e Leonardo Crescenti. É necessária inscrição prévia pelo site www.file.org.br. Instituto Cervantes. Auditório. Av. Paulista, 2.439, 3897-9600. De 4ª (28) a 6ª (30), 14h/19h. Grátis.

Verbo Conjugado A terceira edição do seminário, mediado por Mario Ramiro, integra a programação da mostra ‘Verbo’, na galeria Vermelho. Os encontros buscam debater a arte da performance sob três temas: sexualidade e feminino (4ª, 28); locução e fala (5ª, 29); e cotidiano e presente (6ª, 30). CCSP. Piso Caio Graco. Sala Zero. Av. Vergueiro, 1.000, 3397-4002. De 4ª (28) a 6ª (30), 15h/18h. Grátis.

Cine. Salas. Horários ● 7 (189 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 11h30 / 14h05 / 16h40 / 19h15. Legendado 21h50. ● 8 (252 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h10 / 13h35 / 16h00 / 18h25 / 20h50. ★ Morumbi Cine TAM Av. Roque Petroni Junior, 1.089, Brooklin. 5189-4656. De R$ 16 a R$ 18. 4ª R$ 14. 3D De R$ 24 a R$ 26. ● 1 (248 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 14h10 / 16h40 / 19h10 / 21h40. ● 2 (207 lug.). O Bem Amado - 12a. 13h10 / 15h20 / 17h30 / 19h40 / 21h50. ● 3 (246 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. 13h20 / 15h30 / 17h40 / 19h50. Legendado 22h00. ● 4 (227 lug.). Eclipse - 14a. - 13h30 / 18h30 / 21h00. Toy Story 3 dub. - L. - 16h00. ★ Pátio Higienópolis - Cinemark Av. Higienópolis, 646, Higienópolis. 3823-2875. De R$ 16 a R$ 27. ● 1 (113 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 11h05 / 13h30 / 15h55 / 18h20 / 20h50. ● 2 (116 lug.). Predadores - 14a. - 11h40 / 14h15 / 16h40 / 19h10 / 21h40. ● 3 (110 lug.). Eclipse - 14a. - 12h20 / 15h00 / 17h40 / 20h20. ● 4 (96 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h00 / 14h30 / 17h10 / 19h40 / 22h05. ● 5 (208 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h20 / 13h45 / 16h25 / 18h50 / 21h15. ● 6 (217 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h05 / 15h15 / 17h20 / 19h30. Legendado 22h00. ★ Pátio Paulista - Cinemark R. Treze de Maio, 1947, Arco 501, Paraíso 3262-4065. De R$ 14 a R$ 27. ● 1 (216 lug.). Shrek Para Sempre 3D dub. - L. - 11h00 / 13h15 / 15h35 / 17h50 / 20h05. Legendado 22h20. ● 2 (214 lug.). Predadores - 14a. 11h40 / 14h10 / 16h40 / 19h20 / 21h55. ● 3 (214 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h15 / 16h30 / 19h00. Encontro Explosivo - 14a. - 21h10. ● 4 (214 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 13h20 / 15h50 / 18h20 / 21h10. ● 5 (214 lug.). O Bem Amado - 12a. 11h50 / 14h20 / 16h50 / 19h30 / 22h10. ● 6 (178 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h25 / 15h00 / 17h40 / 20h15. ● 7 (158 lug.). Eclipse - 14a. - 12h30 / 15h15 / 18h00 / 20h50. ★ Pátio Paulista - Playarte R. Treze de Maio, 1.974. Paraíso. 5053-6934 . De R$ 8 a R$ 14. ● 1 (265 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00. À Prova de Morte 16a. - 20h00. ● 4 (186 lug.). Ponyo - dub. - L. - 13h00 / 15h20. Eclipse - 14a. - 18h20 / 21h00. ★ Penha R. Dr. João Ribeiro, 304, Penha. 2091-6300. De R$ 9 a R$ 14. ● 1 (120 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 14h30 / 16h50 / 19h20. Eclipse - 14a. - 21h40. ● 2 (92 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h50. ● 3 (166 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 4 (172 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 14h45 / 16h45 / 18h45 / 20h45. ● 5 (260 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h50 / 17h00 / 19h10 / 21h20. ● 6 (332 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 13h45 / 15h45 / 17h45 / 19h45 / 21h45. ★ Plaza Sul - Playarte Pça Leonor Kauppa, 100. - Jd. da Saúde. 5073-8642. De R$ 12 a R$ 22. ● 1 (140 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 15h00 / 17h40 / 20h20. Ponyo - dub. - L. - 12h50. ● 2 (263 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 3 (140 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h00 / 15h00 / 17h00 / 19h00 / 21h00. ● 4 (140 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 12h20 / 14h35 / 16h50 / 19h05. Eclipse - 14a. - 21h20. ● 5 (140 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 12h45 / 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h45. ● 6 (234 lug.). Predadores - 14a. - 13h10 / 15h20 / 17h30 / 19h40 / 21h50. ★ Santana Parque Shopping - UCI R. Conselheiro Moreira de Barros, 2.780 - Lauzane Paulista. 3131-2211. De R$ 11 a R$ 15. (*) 3D De R$ 19 a R$ 21. ● 1 (327 lug.). O Bem Amado - 12a. - 13h00 / 15h25 / 17h50 / 20h10 / 22h30. ● 2 (167 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 14h40 / 17h20. Legendado 20h00. ● 3 (140 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 15h15 / 17h40 / 20h05 / 22h30. ● 4* (217 lug.).Shrek para Sempre 3D - dub. - L. - 14h05 / 16h10 / 18h15 / 20h20. Legendado

22h25. ● 5 (217 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. 14h35 / 16h40 / 18h45 / 20h50. ● 6 (140 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h20 / 16h00. Encontro Explosivo - 14a. - 18h40 / 21h00. ● 7 (167 lug.). Shrek para Sempre dub. - L. - 13h10 / 15h15 / 17h20. À Prova de Morte 16a. - 19h25 / 21h45. ● 8 (327 lug.). Predadores - 14a. 14h20 / 16h40 / 19h00 / 21h20. ★ Shopping D - Cinemark Av. Cruzeiro do Sul, 1.100, Ponte Pequena. 3326-9171. De R$ 12 a R$ 23. ● 1 (246 lug.). Encontro Explosivo 14a. - 11h50 / 14h25 / 16h50 / 19h15 / 21h45. ● 2 (291 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h30 / 14h50 / 17h05. Eclipse - 14a. - 19h40 / 22h20. ● 3 (298 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h30 / 13h50 / 16h10 / 18h30 / 20h50. ● 4 (351 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h20 / 13h45 / 16h15 / 18h45 / 21h10. ● 5 (219 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 15h00 / 17h40 / 20h10. ● 6 (183 lug.). O Bem Amado - 12a. 11h15 / 13h40 / 16h15 / 18h35 / 21h00. ● 7 (231 lug.). Predadores - 14a. - 11h40 / 14h10 / 16h35 / 19h05 / 21h30. ● 8 (130 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 12h00 / 14h20 / 16h40 / 19h00 / 21h20. ● 9 (116lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 11h25 / 13h55 / 16h25. Eclipse dub. - 14a. - 18h55 / 21h40. ● 10 (146lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h00 / 13h20. Eclipse - dub. - 14a. - 15h30 / 18h15. Legendado 21h05. ★ SP Market - Cinemark Av. das Nações Unidas, 22.540, Jurubatuba. 5686-2595. De R$ 12 a R$ 24. ● 1 (163 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h05 / 14h30 / 17h15 / 19h40 / 22h10. ● 2 (156 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h10 / 16h25 / 18h40 / 21h00. ● 3 (383 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h20 / 13h45 / 16h20 / 18h45 / 21h10. ● 4 (254 lug.). Encontro Explosivo dub. - 14a. - 11h20 / 13h45 / 16h20. Legendado 19h00 / 21h30. ● 5 (128 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 11h00 / 13h15 / 15h30. Eclipse - dub. - 14a. - 17h40 / 20h20. ● 6 (127 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 15h00 / 17h30 / 20h00. Eclipse - 14a. - 22h30. Toy Story 3 - dub. - L. - 11h05 / 13h30 / 16h10 / 18h50 / 21h20. ● 8 (328 lug.). Predadores - 14a. - 12h15 / 14h50 / 17h20 / 19h50 / 22h20. ● 9 (328 lug.).Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h30 / 13h40 / 16h00 / 18h10 / 20h30. ● 10 (160 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 11h10 / 13h50 / 16h30 / 19h10 / 22h00. ● 11 (282 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h30 / 14h40 / 17h10 / 19h30 / 21h40. ★ Villa-Lobos - Cinemark Av. das Nações Unidas, 4.777, Alto da Lapa. 3024-3851. De R$ 15 a R$ 27. ● 1 (271 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h05 / 15h10 / 17h15 / 19h20. Legendado 21h25. ● 2 (105 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h40 / 14h20 / 17h10 / 19h50 / 22h10. ● 3 (129 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h50 / 14h00 / 16h30 / 18h40. Encontro Explosivo - 14a. 21h00. ● 4 (163 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h10 / 13h30 / 16h00 / 18h30 / 21h00. ● 5 (163 lug.). Predadores - 14a. - 11h05 / 13h25 / 15h50 / 18h10 / 20h50. ● 6 (129 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 12h40 / 15h20. Legendado 18h00 / 20h40. ● 7 (122 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 15h00 / 17h40 / 20h20. ★ West Plaza - Playarte Av. Francisco Matarazzo, s/nº, Barra Funda. 5053-6935. De R$ 12 a R$ 16. ● 1 (175 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 2 (170 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h00 / 15h40 / 18h20 / 21h00. GRANDE S. PAULO BARUERI ★ Shopping Tamboré - Cinemark Av. Piracema, 669 (Km 22 da Rod. Castelo Branco). 4193-1826. De R$ 13 a R$ 25.● 1 (163 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h40 / 16h10 / 18h20 / 20h50. ● 2 (220 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 11h50 / 14h20 / 17h15 / 19h45 / 22h10. ● 3 (327 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h00 / 13h10 / 15h45 / 18h00 / 20h10 / 22h15. ● 4 (260 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h05 / 13h30 / 16h00 / 18h40 / 21h20. ● 5 (131 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 12h30 / 15h00 / 17h30 / 20h00 / 22h20. ● 6 (116 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h10 / 16h25 /

18h45. Eclipse - dub. - 14a. - 21h05. ● 7 (116 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 11h10 / 13h50 / 16h30. Legendado 19h10 / 21h50. ● 8 (211 lug.). O Bem Amado - 12a. 11h20 / 13h55 / 16h20 / 18h50 / 21h30. ● 9 (240 lug.). Predadores - 14a. - 12h10 / 14h40 / 17h10 / 19h35 / 22h00. DIADEMA ★ Praça da Moça - Playarte R. Manoel da Nóbrega, 712. 4044-5573. De R$ 12 a R$ 16. 3D De R$ 20 a R$ 22.● 1* (391 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. Xuxa em o Mistério de Feiurinha - L. - 12h15. ● 2 (197 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 14h30 / 16h45 / 19h00. Eclipse - 14a. - 21h20. Ponyo - dub. - L. - 12h20. ● 3 (198 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 13h00 / 15h00 / 17h00 / 19h00 / 21h00. ● 4 (211 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 14h00 / 16h15 / 18h30 / 20h45. ● 5 (211 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 12h45 / 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h45. ● 6 (252 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 12h20 / 15h00 / 17h40 / 20h20. ● 7 (261 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 12h50 / 15h00 / 17h10 / 19h20 / 21h30. EMBU ★ Cine Embu Plaza R. Domingos de Paschoal, 190, Centro. 4241-8623. De R$ 5 a R$ 10.● 1 (174 lug.). Shrek Para Sempre - dub. L. - 13h00 / 15h00 / 17h00 / 19h00 / 21h00. ● 2 (161 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h00 / 14h45. Eclipse dub. - 14a. - 16h30 / 18h45 / 21h00. GUARULHOS ★ Internacional Shopping - Cinemark Rod. Presidente Dutra, km 230 2425-0636. De R$ 11 a R$ 15. (*) 3D De R$ 19 a R$ 21. ● 1 (254 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h15 / 15h00 / 17h45 / 20h25. ● 2 (362 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 12h40 / 15h15 / 17h50 / 20h30. ● 3 (265 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 10h50 / 13h45 / 16h35 / 19h30 / 22h20. ● 4 (435 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h40 / 14h05 / 16h45 / 19h05 / 21h30. ● 5 (435 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 12h25 / 14h45 / 17h05 / 19h25 / 21h55. ● 6* (407 lug.).Shrek para Sempre 3D - dub. - L. 11h00 / 13h20 / 15h40 / 18h05 / 20h20. ● 7 (407 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 11h20 / 13h55 / 16h20 / 18h50 / 21h15. ● 8 (202 lug.). Shrek para Sempre dub. - L. - 10h30 / 12h50 / 15h10 / 17h30 / 19h50 / 22h10. ● 9 (202 lug.). Encontro Explosivo -14a. 13h30 / 16h05 / 18h40 / 21h10. ● 10 (202 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 12h05 / 14h50 / 17h35 / 20h15. ● 11 (202 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h50 / 16h10 / 18h30 / 20h50. ● 12 (202 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h50 / 14h30 / 17h25 / 20h00. ● 13 (202 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 10h35 / 13h00 / 15h30 / 18h15. Eclipse - dub. - 14a. - 21h00. ● 14 (202 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 11h25. Predadores - dub. - 14a. - 14h25 / 16h50 / 19h20 / 21h50. ● 15 (185 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 12h00 / 14h20 / 16h40 / 19h00. Legendado 21h20. ★ Bonsucesso Shopping Av. Juscelino Kubitschek de Oliveira, 429, Pimentas. 6484-9300. DeR$ 7 a R$ 10. ● 1 (181lug.). Eclipse dub. - 14a. - 12h50 / 15h30 / 18h20 / 21h10. ● 2 (178lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 14h30 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ● 3 (178lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h50 / 15h50 / 17h50 / 19h50 / 21h50. ● 4 (178lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h40 / 14h40 / 16h40 / 18h40 / 20h40. ● 5 (167lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h00 / 15h30. Eclipse - dub. - 14a. 18h20 / 21h10. ● 6 (168lug.). Predadores - dub. - 14a. 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h50. ITAPEVI ★ Centerplex Shopping - R. Leopoldina de Camargo, 260, Centro. 4005-9080. De R$ 5,50 a R$ 12. ● 1 (172 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 15h00 / 16h50 / 18h50 / 20h50. ● 2 (172 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 15h40 / 18h20 / 21h00. MAUÁ ★ Mauá Plaza Shopping Av. Antonia Rosa Fioravante, 3.270 - Lj. 127.

4519-4099/4444. De R$ 8 a R$ 14. 3D R$ 8 a R$18. ● 1 (297 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. ● 2 (297 lug.). Predadores - dub. - 14a. 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 3 (228 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h45. ● 4 (294 lug.). Shrek Para Sempre dub. - L. - 14h00 / 15h50 / 17h40 / 19h30 / 21h20. ● 5 (297 lug.).Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 13h30 / 15h30 / 17h30 / 19h30 / 21h30. MOGI DAS CRUZES ★ Centerplex - Mogi Shopping Center Av. Ver. Narciso Yague Guimarães, 1.001, Socorro. 4005-9080. De R$ 8 a R$ 14. ● 1 (154 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h50 / 16h30. Encontro Explosivo - 14a. 19h15 / 21h40. ● 2 (154 lug.). Eclipse - 14a. - 13h20 / 16h10 / 19h00 / 21h50. ● 3 (232 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h00 / 15h05 / 17h10 / 19h20 / 21h30. ● 4 (96 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h00 / 16h20 / 18h40 / 21h00. OSASCO ★ Kinoplex Supershopping Osasco Av. dos Autonomistas, 1.828. 3131-2006. De R$ 9 a R$ 16.(*) 3D R$ de 18 a R$ 22. ● 1 (248 lug.). Predadores dub. - 14a. - 14h30 / 16h50 / 19h10 / 21h30. ● 2 (165 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h10 / 15h40 / 18h20. Legendado 21h10. ● 3 (165 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. 14h00 / 16h20 / 18h40 / 21h00. ● 4 (166 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h20 / 16h40 / 19h00 / 21h20. ● 5 (459 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h20 / 15h20 / 17h30 / 19h40 / 21h50. ● 6* (337 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 13h00 / 15h00 / 17h10 / 19h20 / 21h30. ● 7 (248 lug.). Encontro Explosivo dub. - 14a. - 14h10 / 16h40 / 19h10 / 21h40. ★ Osasco Plaza R. Antonio Agu, 300. 3682-3621. De R$ 8 a R$ 14. Sessão Pipoca: R$ 6. ● 1 (191 lug.). Shrek Para Sempre dub. - L. - 13h30 / 15h30 / 17h30 / 19h30 / 21h30. ● 2 (136 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h45 / 16h15 / 18h45 / 21h15. ● 3 (192 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h00 / 15h45 / 18h30 / 21h15. ● 4 (120 lug.). Predadores dub. - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h15. ★ Shopping União de Osasco - Cinemark Av. dos Autonomistas, 1.400 3651-9280/3684-0151 De R$ 11 a R$ 17. (*) XD De R$ 22 a R$ 27. ● 1* (362 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h05 / 13h20 / 15h40 / 18h05 / 20h30. ● 2 (147 lug.). Toy Story 3 dub. - L. - 12h30 / 15h00 / 17h35 / 20h20. ● 3 (147 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h10 / 14h40 / 17h05 / 19h40 / 22h10. ● 4 (191 lug.). Shrek Para Sempre dub. - L. - 12h00 / 14h20 / 16h40 / 19h00 / 21h30. ● 5 (191 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h50 / 14h30 / 17h15 / 19h50 / 22h20. ● 6 (140 lug.). Eclipse - dub. 14a. - 11h00 / 13h40 / 16h25 / 19h10. Legendado 21h50. ● 7 (140 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h30 / 13h55 / 16h10 / 18h30. Eclipse - 14a. - 20h50. ● 8(247 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 11h10 / 13h35 / 16h05 / 18h40 / 21h20. ● 9 (247 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 12h40 / 15h30 / 18h10 / 21h10. ● 10 (356 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h20 / 13h55 / 16h30 / 19h05 / 21h40. SANTO ANDRÉ ★Grand Plaza Shopping - Cinemark Av. Industrial, 600. 4979-5078. De R$ 12 a R$ 22. ● 1 (245 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 11h30 / 13h50 / 16h10 / 18h30 / 20h50. ● 2 (152 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 11h05 / 13h45 / 16h30 / 19h10. Legendado 21h50. ● 3 (152 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. 12h00 / 14h20 / 16h40 / 19h00. Eclipse - dub. - 14a. 21h20. ● 4 (203 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h40 / 14h25 / 16h50 / 19h20 / 22h05. ● 5 (203 lug.). Predadores - 14a. - 12h40 / 15h15 / 17h40 / 20h15. ● 6 (203 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 11h00 / 13h20 / 15h40 / 18h05 / 20h20. ● 7 (203 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h30 / 14h50 / 17h10 / 19h30 / 22h00. ● 8 (152 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 12h10 / 14h40 / 17h15 / 19h40 / 22h10. ● 9 (152 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h50 / 14h30 / 17h25 / 19h55 / 22h25. ● 10 (203 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h25 / 15h00 / 17h30 / 20h00.

★ Multiplex ABC - Playarte Av. Pereira Barreto, 42, Santo André. 5053-6936. De R$ 12 a R$ 22.● 1 (207 lug.). Eclipse - dub. - 14a. 15h00 / 17h40 / 20h20. Ponyo - dub. - L. - 12h50. ● 2 (205 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 12h45 / 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h45. ● 3 (217 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h35 / 14h50 / 17h05 / 19h20 / 21h35. ● 4 (217 lug.). Shrek Para Sempre - 3D dub. - L. - 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. ● 5 (206 lug.). Predadores - 14a. - 13h10 / 15h20 / 17h30 / 19h40 / 21h50. SÃO BERNARDO ★ Extra Anchieta - Cinemark R. Garcia Lorca, 301, Km 15,5 da Rod. Anchieta. 4362-4706. De R$ 11 a R$ 22. (*) 3D De R$ 19 a R$ 22 . ● 1 (137 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h30 / 15h00 / 17h30 / 20h00 / 22h30. ● 2 (143 lug.). O Bem Amado 12a. - 12h00 / 14h40 / 17h20 / 19h50 / 22h20. ● 3 (235 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 11h40 / 14h15 / 16h40 / 19h15 / 21h50. ● 4* (292 lug.). Shrek Para Sempre 3D dub. - L. - 11h30 / 13h55 / 16h05 / 18h20 / 20h30. ● 5 (264 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h50 / 14h30 / 17h15 / 19h55 / 22h25. ● 6 (224 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 11h10 / 13h50 / 16h30 / 19h10. Legendado 21h55. ● 7 (162 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 12h50 / 15h30 / 18h00 / 20h25. ● 8 (110 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h10 / 14h25 / 16h35 / 18h50. Eclipse - dub. - 14a. - 21h00. ● 9 (167 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 12h40 / 14h55 / 17h10 / 19h25 / 21h40. ★ Metrópole - Playarte Pça. Samuel Sabatini, 200, São Bernardo. 5053-6937. De R$ 10 a R$ 14. ● 1 (117 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 12h20 / 14h40 / 17h00 / 19h20 / 21h40. ● 2 (214 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h00 / 15h40 / 18h20 / 21h00. ● 3 (290 lug.). Shrek Para Sempre dub. - L. - 12h00 / 14h00 / 16h00 / 18h00 / 20h00 / 22h00. SUZANO ★ Centerplex - Shopping R. Sete de Setembro, 555 - Arco 99, Centro. 4005-9080. De R$ 8 a R$ 14. ● 1 (211 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 13h30 / 16h10 / 18h50 / 21h30. ● 2 (212 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h00 / 15h05 / 17h05 / 19h00 / 21h00. ● 3 (208 lug.). Shrek Para Sempre - dub. - L. - 13h20 / 15h20.Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 17h15 / 19h30 / 21h50. ● 4 (174 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 14h30 / 16h50 / 19h15 / 21h40. ● 5 (174 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h15. CAMPINAS ★ Box Cinemas R. Jacy Teixeira de Camargo, 940, Campinas Shopping. (19) 3268-2288 / 4005-1717. De R$ 9 a R$ 21. ● 1 (427 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 13h20 / 16h15 / 19h00 / 21h45. ● 2 (395 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. 11h00 / 14h00 / 16h10 / 18h20 / 20h30. ● 3 (322 lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. - L. - 12h00 / 14h30 / 16h40 / 18h50 / 21h00. ● 4 (294 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 13h15 / 15h45 / 18h10 / 20h40. ● 5 (315 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h10 / 16h30 / 18h55 / 21h15. ● 6 (164 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 14h15 / 16h45 / 19h10 / 21h40. ● 7 (208 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 12h50 / 15h00 / 17h10 / 19h20 / 21h30. ● 8 (254 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 12h15 / 15h15 / 18h00 / 20h45. ● 9 (122 lug.). Ponyo - Uma Amizade que veio do Mar - dub. - L. - 11h40. Toy Story 3 - dub. - L. - 13h50 / 16h20 / 18h45 / 21h10. ● 10 (132 lug.). Predadores - dub. - 14a. - 14h20 / 16h35 / 19h05 / 21h25. ★ Galleria Rod. D. Pedro I, km 131,5. (19) 4005-9040. De R$ 5a R$ 15. ● 1 (230 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 22h00. Legendado 14h00 / 16h40. ● 2 (230 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 14h20 / 17h10. O Escritor Fantasma - 14a. 21h45. À Prova de Morte - 16a. - 19h25. ● 3 (227lug.). Encontro Explosivo - 12a. - 14h05 / 16h35 / 19h05 / 21h35. ● 4 (227 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h10 / 16h30 / 19h00 / 21h20. ● 5 (270lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. - L. - 14h30 / 17h00 / 19h30 /21h50.

★ Shopping Iguatemi - Cinemark Av. Iguatemi, 777, FEAC. (19) 3251-1122. De R$ 12 a R$ 21. ● 1 (271 lug.). Predadores - 14a. - 11h30 / 14h05 / 16h30 / 19h10 / 21h40. ● 2 (269 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 11h05 / 13h30 / 15h55 / 18h20 / 20h50. ● 3 (269 lug.). O Bem Amado - 12a. - 11h20 / 13h50 / 16h15 / 18h40 / 21h10. ● 4 (270 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 11h10 / 13h40 / 16h20 / 18h50 / 21h20. ● 5 (321 lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. - L. - 11h00 / 13h00 / 15h05 / 17h05 / 19h00. Legendado 21h00. ● 6 (409 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 11h40 / 14h10 / 16h40 / 19h20 / 21h50. ● 7 (223 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 11h15 / 13h35 / 15h50 / 18h10. Eclipse - 14a. - 20h20. ● 8 (223 lug.). Eclipse dub. - 14a. - 12h10 / 15h00. Legendado 17h40 / 20h30. ★Topázio Cinemas - Shopping Prado Av. Washington Luiz, 2.480, Pq. Prado. (19) 3276-3610.De R$ 8 a R$ 13.● 1 (85 lug.). Marmaduke dub. - L. - 15h10 / 17h10. O Pequeno Nicolau - L. 19h05 / 21h05. ● 2 (110 lug.). Shrek para Sempre dub. - L. - 14h40 / 16h50 / 19h30 / 21h35. ● 3 (108 lug.). Mademoiselle Chambon - 12a. - 15h30 / 17h50 / 20h15. ● 4 (110 lug.). Encontro Explosivo - 14a. 15h50 / 18h45 / 21h20. JUNDIAÍ ★Maxi Av. Antonio Frederico Ozanãn, 6.000. 4521-6069.De R$ 13 a R$ 15. ● 1 (236 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 15h00 / 17h15 / 19h30 / 21h50. ● 2 (248 lug.). O Bem Amado - 12a. - 14h50 / 17h00 / 19h10 / 21h20. ● 3 (248 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 14h20 / 16h50 / 19h20. Eclipse - 14a. - 21h40. ● 4 (248 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 14h45 / 16h45 / 18h45 / 20h45. ● 5 (341 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 13h45 / 15h45 / 17h45 / 19h45 / 21h45. ● 6 (229 lug.). Predadores - 14a. - 14h30 / 16h40 / 18h50 / 21h00. ● 7 (245 lug.). Eclipse - dub. - 14a. - 14h00 / 16h30 / 19h00 / 21h30. LITORAL SANTOS ★Praiamar Shopping - Cinemark R. Alexandre Martins, 80. (13) 3231-2889. De R$ 9 a R$ 20. ● 1 (235 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 11h50 / 14h20 / 17h10 / 19h40 / 22h05. ● 2 (215 lug.). Encontro Explosivo - dub. - 14a. - 12h50 / 15h20 / 18h15 / 21h00. ● 3 (228 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. 12h20 / 14h30 / 16h55 / 19h10. Legendado 21h20. ● 4(399 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 11h40 / 14h00 / 16h40 / 19h00 / 21h40. ● 5 (172 lug.). Eclipse - dub. 14a. - 12h10 / 15h00. Legendado 17h40 / 20h30. ● 6 (171 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 14h10 / 16h30 / 18h45. Eclipse - dub. - 14a. - 11h30. Legendado 21h10. ● 7 (325 lug.). Shrek para Sempre 3D - dub. - L. 11h20 / 13h40 / 16h00 / 18h20. Legendado 20h50. ● 8 (245 lug.). O Bem Amado - 12a. - 12h25 / 14h45 / 17h05 / 19h30 / 21h50. ● 9 (289 lug.). Shrek para Sempre dub. - L. - 13h00 / 15h10 / 17h30 / 19h50 / 22h00. ● 10 (237 lug.). Predadores - 14a. - 11h25 / 13h50 / 16h20 / 18h40 / 21h15. GUARUJÁ ★Cine 3 Ferry Boat's Plaza Pça. das Nações Unidas s/n. (13) 3348-4415. De R$ 6 a R$ 10. ● 1 (323 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. 15h00 / 16h45 / 18h30 / 20h15 / 22h00. ● 2 (162 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 15h15. Eclipse - dub. - 14a. 17h20 / 19h45 / 22h15. ● 3(158 lug.). Encontro Explosivo - 14a. - 15h45 / 18h00 / 20h00 / 22h15. ★ Cine La Plage Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 885, Centro. Loja 230(13) 3355-9057. De R$ 6 a R$ 12. ● 1 (128 lug.). Toy Story 3 - dub. - L. - 13h30 / 16h00. Eclipse - 14a. 18h20 / 21h00. ● 2 (129 lug.). Encontro Explosivo 12a. - 14h00 / 16h20 / 18h45 / 21h15. ● 3 (143 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 13h45 / 15h45 / 17h40 / 19h30 / 21h30. UBATUBA ★ Cine Porto (155 lug.). R. Milton Holanda Maia, 61, Praia do Itagua. (12) 3833-2066. De R$ 8 a R$ 10. ● 1 (155 lug.). Shrek para Sempre - dub. - L. - 15h40 / 17h30 / 19h20 / 21h10.


D10 Caderno2 %HermesFileInfo:D-10:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Música. Ópera

RIGOLETTO,

RIGOLETTO Theatro São Pedro. (636 lugares). Rua Barra Funda, 171, Barra Funda, 3667-0499. 4ª a 6ª, às 20h30; sáb. e dom., às 17 h. R$ 20. Até 1º/8.

REVOLTA E AMOR

João Luiz Sampaio

“Hápersonagensqueseinterpreta com tranquilidade. Outros, exigem cuidado.” É assim que o barítono Lício Bruno começa a descreverRigoletto, papel-título da obra de Verdi que ganha a partir de hoje nova montagem no Theatro São Pedro. “Não há como cantá-lo sem um senso grandederesponsabilidadeereverência”, continua o cantor, que tem despontado nos últimos tempos como intérprete de alguns dos principais papéis verdianos. Inspirado em Victor Hugo, Rigoletto narra a história do bobo dacorte que se vêàs voltas com o ódio pelo duque a quem serve – e o medo de perder a filha, Gilda.

“Musicalmente, é uma das criações mais difíceis da literatura para barítono. Além da tessitura, exige uma variação de timbre muito grande até porque dramaticamente tudo é sempre muito intenso”, diz Bruno. “É um homem sombrio, uma pessoa desprovida de amor próprio, de onde vem uma ironia muito grande, mordaz. Ao mesmo tempo, todo lado humano ele projeta na figuradafilha, queparaelerepresenta a mulher que um dia ele amou, mas perdeu. Sua carga de revolta com relação à vida é, por isso, muito grande, o que leva a uma carga emocional forte.” A produção é assinada pelo maestro Roberto Duarte – que comanda a recém-formada sin-

ADRIANO ESCANHUELA/DIVULGAÇÃO

O barítono Lício Bruno fala sobre personagem que canta a partir de hoje

Reverência. O barítono Lício Bruno como Rigoletto durante ensaio na noite de segunda-feira fônica do Teatro São Pedro em sua primeira ópera – e pela diretoracênica Lívia Sabag. No elenco da estreia, além de Bruno estão a soprano Laura Rizzo, como Gilda, o tenor Miguel Geraldi, como o duque, o baixo Sávio

Sperandio, como Sparafucille, e a mezzo Adriana Clis, no papel de Madalena; no segundo elenco, Rigoletto será vivido pelo experiente Sebastião Teixeira, ao lado da soprano Caroline DeComi, do tenor Sérgio Weintraub,

do baixo Fernando Gazoni e da mezzo Keila de Morais. Verdianos, wagnerianos. A pri-

meira vez que Bruno interpretou Rigoletto foi em 2001, em Brasília. De lá para cá, não ape-

nas acrescentou outros papéis de Verdi a seu repertório – como Iago, em Otello, e Germont, em La Traviata – como ofereceu boas leituras de Wagner, como Wotan, no Anel do Ni belungo, e Telramund,em Lohengrin. “Muito mudou nesses quase dez anos, no aspecto técnico e vocal, uma maturidade que vem com o tempo. Hoje chego ao final da óperacomavozinteira,comfôlego, tranquilidade. E as vivências pessoais, os profissionais com quem trabalhei, tudo isso me coloca em uma etapa diferente de minha carreira. E tenho sentido que Verdi se encaixa bem neste meu momento”, diz. Em outubro, ele vai interpretar Nabucco, em Belo Horizonte. “Traviata, Rigoletto e Nabucco sãotrêsdesafiosdiferenteseinteressantes. E de alguma forma vejo que a experiência de cantar WagnermeajudouaencararVerdi, por mais paradoxal que possa parecer. Wagner me demonstrousoluçõestécnicasedramáticas que posso usar no repertório italiano e em especial nas grandes óperas verdianas. Tudo isso me faz sentir em um caminho sólido,seguro,em quepossoexploraroqueminhavozmepermite.”

Teatro. Estreia

RUBENS PAIVA EXPÕE DILEMAS DA SEDUÇÃO Maria Eugênia de Menezes

A picaretagem tomou conta do Brasil. Quiçá, do mundo. Nas livrarias,oespaçodedicadoaos romances só faz minguar. Das listas dos mais vendidos, baniramse os grandes autores e passaram a reinar soberanos os manuais de autoajuda, os compêndios de informática, as aventuras açucaradas de novos e velhos vampiros. Mais importante do que o que está escrito dentro de um livro,passouasersua capa,aestratégia de marketing das editoras, a verba gasta em publicidade. Quem faz a constatação é o escritorecolunistadoEstadoMarcelo Rubens Paiva e é disso que ele se vale para tecer o pano de

fundo de O Predador Entra na Sala, montagem queestreia hoje no Espaço Parlapatões. Escrito em 1994 e engavetado desde então, o texto capta justamente esse momento de “virada” no mundo das letras. “Até os anos 1980, era gente como Jorge Amado, Lygia Fagundes Telles e Caio Fernando Abreu que frequentava as listasde best-sellers”,comenta Paiva. Mas acrise da indústria cultural serve apenas de moldura ao enredo, centrado nos conflitos de um escritor em crise (o parlapatão Raul Barretto), que recebe a visita de uma suposta filha (Anna Cecília Junqueira). Na versão original, o protagonista era um remanescente dos hippies.Eafilhaadolescente,Ca-

THAYS BITTAR/DIVULGAÇÃO

O PREDADOR ENTRA NA SALA Espaço Parlapatões (96 lug.). Praça Franklin Roosevelt, 158, 3258-4449. 4ª e 5ª, às 21 h. R$ 30. Até 2/9.

O Predador. Escritor em crise com o sistema cau, uma típica representante dos punks. Passados mais de 15 anos,o dramaturgosinaliza algumas atualizações em sua revisita ao texto. “Hoje, esse escritor de meia-idadenãoseriamaisuman-

tigo hippie, e sim um cara da minhageração.Eamenina ficouparecendo mais fútil, porque os jovens de hoje são assim”, diz o autor. Também ganhou fôlego o personagemdeumeditor,convo-

guia o desenho sonoro que Lívio Tragtenberg produziu, a partir do som do vento e dos pássaros daqueles locais. Um ventilador vai “escavando” a areia lentamente, até revelar o “sepultamento” de Marta Soares – vestida nas cores da areia e das pedras que, então, continuam a cobri-la, mesmo depois dela “desenterrada”. A morte como um limiar não é assunto novo para ela. Acompanha, com variadas formas de presença, seus trabalhos anteriores (Les Poupées, Formless, O Homem de Jasmim, O Banho). Mas é nesse Vestígios, que acaba de mostrar no 4.º subsolo do Sesc Pinheiros, dentro do Pro-

jeto Solos Urbanis – Fora do Palco, que Marta Soares a explicita como questão. Voltando ao solo, depois de haver interrompido, no ano passado, com O Corpo Que Não Aguenta Mais, a sequência que vinha realizando, agora consegue se pôr sozinha, debaixo da areia e das pedras e, ao mesmo tempo, lá estar por todos nós, que cobrimos estas mortes com nosso silencioso descaso. Mas serão somente as mortes desses índios que desapareceram há milhares de anos, ou de tantos outros – no sentido do “outro” daalteridade que buscamos apagar na nossa ignorância de que a diversidade é a garantia da vida?

cado para pressionar o escritor por um novo livro. Em essência, porém, o cerne da trama foi preservado e traz à tona “uma história de sedução”, como o próprio Paiva gosta de definir. Sem respostas. Ao espectador, são escassas as pistas oferecidas. Insinua-se um incesto. Pouco se sabe, contudo, da veracidade do discurso defendido pela jovem. Ela pode ser, de fato, filha do escritor. Como também não seria exagero supor que se trata de uma fã interessada em conhecer a intimidade de seu ídolo ou ainda de uma impostora contratada pela editora para demovê-lo de seu estado de torpor criativo. O Predador é a segunda peça do autor de Feliz Ano Velho. Mas lá já estavam sinalizadas questões, como a do embate com o outro, que permeariam a drama-

turgia das obras que vieram a seguir. É o caso de No Retrovisor (2002), em que narrava o acerto decontasdedoisatoresalternativos enquadrados pelo sistema, e da recente A Noite Mais Fria do Ano (2009), na qual examinava asrelações amorosas contemporâneas em uma metrópole. Com A Noite Mais Fria do Ano, Paiva lançou-se como diretor. Posto que volta a ocupar agora e do qual, garante, não pretende se afastar mais. Para este ano, o dramaturgo planeja encenar pela primeira vez um texto que não seja de sua lavra, a peça alemã Deus É Um DJ. “Quando estou na sala de ensaio fico mais diretor do que autor: deixo os atores interferirem, mudo o texto, corto tudo aquilo que parece excesso”, observa ele. “Acho que descobri que gosto mais de dirigir do que de escrever.”

Dança. Em Cartaz VESTÍGIOS DO CORPO EM TERRITÓRIO SAGRADO ✽

Análise: Helena Katz m monte de areia e pedras dearenitorachadasemcima de uma mesa/ plataforma/chão de 2,5 m x 3 m, que se coloca como um intervalo (?) / umaligação (?) entre duas imagens gigantes (de 6 m x 2,40 m cada uma) dos lugares onde a

U

A monumentalidade não diz respeito somente aos espaços agigantados das distâncias áridas e longas que ligam um sambaqui a outro. Vestígios é, ele próprio, de uma monumentalidade emocionante, com a discussão seca, sintética, aguda e contundente que distingue os discursos capazes de nos sacudir da dormência que embrute-

ce nossa percepção. Ao trazer esses sambaquis para a visibilidade, Marta Soares nos leva a refletir sobre muitos outros limiares demarcados pela morte: o das minorias, o do abandono, o da solidão. O sagrado dos funerais, dos quais restam somente aqueles rastros, está, de alguma forma, naquela imensidão constantemente redesenhada pelo vento e pelos pios de pássaros que Lívio Tragtenberg trouxe para o desenho sonoro que compôs. Embora seja a presença artística de Richard Smithson que ecoa nessa obra, é o entendimento proposto por Spinoza para Deus como natureza que a organiza.

DaMatta. O colunista que escreve às quartas-feiras neste espaço está em férias

2 e 3 de agosto . segunda e terça . 21 horas . Sala São Paulo

Heidelberger Sinfoniker Thomas Fey, regente . Haiou Zhang, piano Franz Joseph Haydn . Sinfonias nº 82 em dó maior e nº 92 em sol maior “Oxford” Antonio Salieri . Abertura “Les Horaces” Wolfgang Amadeus Mozart . Concerto para piano nº 21, em dó maior, K 467 Informações e vendas (11) 3815.6377 www.mozarteum.org.br . Ingresso Rápido (11) 4003.1212 www.ingressorapido.com.br Atividades Educativas Gratuitas Clube do Ouvinte Uma introdução aos concertos . 20h . Auditório APOIO

APOIO INSTITUCIONAL

PATROCÍNIO ARTÍSTICO E EDUCATIVO

L

● Roberto

pesquisaaconteceu (SantaCatarina). A montagem em vídeo foi realizadapor LeandroLima com as fotos que Ding Musa fez usando time lapse: fotografias da mesma imagem com um certo intervalo de tempo entre elas. A cenografia de Renato Bolelli Rebouças remete para a amplidão dos espaços onde se encontram os sambaquis, locais sagrados de sepultamentos indígenas pré-históricos. Esta mesma amplidão também

VESTÍGIOS Sesc Pinheiros. 4º Subsolo (50 lugares). Rua Paes Leme, 195, telefone: 3095-9400. 4ª e 5ª, às 21 h; 6ª, às 17 h e 21 h. R$ 2,50 a R$ 10. Até 30/7.


E1 %HermesFileInfo:E-1:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Por telefone

Brasília entra na briga

Decisão na Copa do Brasil

Ederson conta detalhes de sua convocação para a seleção

Capital divulga projeto para ter o jogo de abertura da Copa

O Santos, de Neymar, encara o Vitória na Vila pelo 1º jogo da final

Pág. E3

Pág. E4

Pág. E6

HÉLVIO ROMERO/AE-20/7/2010

Esportes estadão.com.br

FILIPE ARAUJO/AE–10/1/2010

LIBERTADORES

MAIS UMA BATALHA NO BEIRA-RIO São Paulo e Internacional voltam a se enfrentar em uma partida decisiva pela Libertadores, como na final de 2006, e Rogério Ceni tenta esquecer uma das maiores falhas da carreira

Redenção. O goleiro Rogério Ceni quer esquecer a falha de 2006 Giuliander Carpes ENVIADO ESPECIAL PORTO ALEGRE

OSãoPauloconquistoutrêstítulos da Taça Libertadores até 2005 e, no ano seguinte, viu o Internacional se juntar ao clube dos principais times brasileiros em competições internacionais. Desde então, o Inter ganhou uma Libertadores, um Mundial e ainda a Taça Sul-Americana em 2008. Os dois viraram grandes adversários. A rivalidade cresceumaisesteanocomepisódios de bastidores e viverá seu clímax quando as duas equipes entrarem em campo de novo, às 21h50, no Estádio Beira-Rio, na primeira partida da semifinal da Libertadores. Nunca os dois clubes tiveram tantos motivos para querer derrubar o adversário. O São Paulo está com os gaúchos engasgados desde que os dirigentes colorados arquitetaram a antecipação dajanelade transferênciasdo exterior. Saíram beneficiados, pois 7 8 9 10 11 12

o Inter poderia escalar o goleiro Renan, o volante Tinga e o atacante Rafael Sóbis no confronto. Omeio-campo, porém, ficaráfora da partida de hoje. Além de estar suspenso por expulsão na final de 2006, também tem lesão muscular. “Há clubesque colocam um títulodaLibertadoresacimadetudo”, cutucou o superintendente de futebol tricolor, Marco Aurélio Cunha. “Mas o São Paulo não é assim. Temos muitos títulos e ficamos satisfeitos em ganhar a Libertadores uma vez a cada cinco anos. Ganhamos em 2005, quem sabe possamos ganhar de novo em 2010.” O São Paulo trouxe de volta o atacante Ricardo Oliveira, que se recuperava no clube de uma lesão no joelho (ver à página 2). Mas o Inter ainda tirou do São Paulo uma de suas principais revelações. Oscar ganhou disputa judicial com o clube tricolor e, no dia seguinte, se apresentou no Beira-Rio. Não foi inscrito na Libertadores, mas desagradou

ceram a cobiça do rival.

Rogério volta ao palco de um momento infeliz lembranças de 16 de agosto de 2006. Naquela noite, o vitorioso capitão são-paulino cometeu uma das falhas mais dolorosas da carreira. Deixou escapar a bola que resultou no primeiro gol do Inter na final da Taça Libertadores daquele ano (2 a 2, placar final). O São Paulo, que já estava em desvantagem (2 a 1 do jogo no Morumbi), ficou em situação ainda mais delicada. E o goleiro

perderia a chance de conquistar seu terceiro título da competição sul-americana. Mas os companheiros sabem como é Rogério. O capitão sãopaulino não se cansa de vencer – e não suporta perder. Vem imaginando o desenrolar destes dois jogos decisivos desde que a equipe eliminou o Cruzeiro, há mais de dois meses. “O Rogério sabe como é bom vencer, sabe que o que fica na história são os títulos”, diz o agora companheiro Fernandão. “Muito desta mentalidade aqui no São Paulo é por causa dele.” O goleiro não quer deixar outra derrota no Beira-Rio doer tanto mais uma vez. / G.C.

aos dirigentes são-paulinos, que depositavam muita confiança no jovem de 18 anos. O São Paulo já havia tentado, no início da temporada, “roubar” um dos mais importantes jogadores colorados. Guiñazu

chegou a acertar salários com o clube do Morumbi. “Ele é um monstro”, disse, no bom sentido,o vice são-paulinoCarlos Augusto de Barros e Silva. Mas o volante não foi liberado pelos dirigentesdo Inter, quenão esque-

● Rogério Ceni não tem boas

INTERNACIONAL SÃO PAULO

São Paulo em crise. Quando a

bola rolar, porém, serão apenas 11 jogadores contra 11 e nada que os dirigentes possam fazer mudará o destino do confronto. O time paulista sofre com os últimos maus resultados no CampeonatoBrasileiro.Emquatrojogos após a Copa do Mundo, marcou apenas um ponto. Ricardo Gomes está por um fio. JáoIntertrocoude técnicodepois de eliminar o Estudiantes, da Argentina, nas quartas de final. Demitiu Jorge Fossati, trouxe Celso Roth: ganharam os últimos quatro jogos do Brasileiro. No Morumbi, todos acreditam que o vencedor do confronto que começa esta noite será o favorito ao título da Libertadores. O Inter sai na frente. “Os favoritos, pelo momento, são os gaúchos. É uma análise simples”, afirmou Ricardo Gomes. “Mas antes da Copa éramos nós. No futebol, esta gangorra pode seinverter muito rapidamente.”

INTERNACIONAL Abbondanzieri Nei Índio Bolívar Kléber Guiñazú Sandro D'Alessandro Giuliano Taison Alecsandro Técnico: Celso Roth

SÃO PAULO Rogério Ceni Jean Miranda Alex Silva Júnior César Richarlyson Rodrigo Souto Hernanes Marlos Dagoberto Fernandão Técnico: Ricardo Gomes

Juiz: Héctor Baldassi (ARG). Local: Beira-Rio. Horário: 21h50 Transmissão: Globo, Sportv e Bandsports


E2 Esportes %HermesFileInfo:E-2:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Taça Libertadores

Desespero de um, euforia de outro Ricardo Gomes joga pelo emprego no São Paulo. Celso Roth tem 100% de aproveitamento no Internacional Marcius Azevedo

A Copa do Mundo fez São Paulo e Internacional inverterem papéis. O time do Morumbi estava em alta, com Ricardo Gomes valorizado depois da classificação à semifinal da Libertadores passando pelo forte Cruzeiro. Agora, vive momento conturbado, sem vencer pós-Mundial. Já o Colorado, que vivia crise antes do evento na África do Sul, contratou Celso Roth para o lugar de Jorge Fossati e viu o time atingir 100% de aproveitamento no Nacional. Hoje, os dois se enfrentam para provar qual clube acertou no planejamento: o São Paulo, que

apostou no continuísmo, ou o Internacional, que optou pela mudança de comando. O certo é que Ricardo Gomes está um pouco mais fragilizado do que Celso Roth. A eliminação causará demissão. O seu emprego, aliás, ficou por um fio na semana que antecedeu o confronto. A diretoria nega, mas estudou demiti-lo depois do empate com o Grêmio Prudente. “Se você se classificar contra o Inter, reverte toda a situação. A confiança vai lá em cima, do mesmo jeito que aconteceu contra o Cruzeiro”, disse o são-paulino, que confia na retomada do bom futebol que fez o time derrotas duas vezes os mineiros no

duelo pelas quartas de final. Além do melhor momento de sua equipe, Celso Roth também terá o retrospecto recente contra o São Paulo ao seu lado. O treinador saiu vitorioso nos últimos quatro duelos, dois pelo Grêmio e dois pelo Atlético Mineiro. “Não dou importância nenhuma para esse retrospecto. Os jogadores do São Paulo podem ser os mesmos, mas eu estou em outro clube e com um time diferente. Eles têm uma qualidade muito grande. A minha estatística não entra em campo”, desconversou. Celso Roth confia no trabalho que está realizando no Beira-Rio para chegar à final. Se-

gundo ele, os jogadores entenderam sua filosofia. “Enquanto o ‘nós’ for maior do que o ‘eu’, vai ser difícil ganhar do Inter.” Ricardo Gomes reconhece o bom momento do rival, mas também dá crédito para o antecessor de Roth. “É muito cedo para analisar. O time teve bons resultados no Brasileiro com o Celso, mas o Fossati chegou à semifinal da Libertadores. Os dois têm importância.” Coincidentemente, os dois comandaram treinos fechados ontem e não divulgaram as escalações. Roth pode colocar mais um volante no meio de campo, enquanto Gomes está em dúvida entre os esquemas 3-5-2 e o 4-4-2.

PARA LEMBRAR

Nove jogadores repetem a grande final de 2006 São Paulo e Inter não conseguem mesmo deixar de lembrar a final da Libertadores de 2006. Tanto que nove jogadores que disputaram aquela decisão voltam a campo. Os paulistas mantêm no elenco Rogério Ceni e agora trouxeram Ricardo Oliveira, que jo-

gou apenas o primeiro jogo. O clube ainda trouxe dois atletas do inimigo: Jorge Wagner e Fernandão, grande ídolo do rival. O Inter já mantinha praticamente toda a defesa campeã da América (Bolívar. Índio e Fabiano Eller) e agora repatriou Tinga e Rafael Sóbis, autores de gols (um do volante e dois do atacante)naquele jogo. Clemer, aposentado, está na comissão técnica. A final foi mesmo inesquecível.

FRENTE A FRENTE

Roth. Boa campanha no Brasileiro após assumir a equipe

JEFFERSON BERNARDES/VIPCOMM

R. Gomes. Derrota para o Prudente quase custou o seu cargo

CELSO ROTH

RICARDO GOMES

Celso Roth vai tentar tirar proveito do fator surpresa LUCAS UEBEL/VIPCOMM

Técnico tem três opções para substituir Tinga, que está machucado. Escolha pode definir diferentes opções táticas Elder Ogliari PORTO ALEGRE

O técnico Celso Roth aproveitou a ausência do meia Tinga, contundido e também suspenso, para tentar esconder a estratégia que montará para tentar vencer o São Paulo, no BeiraRio,noprimeiroconfrontodasemifinal da Taça Libertadores. O técnico tem três opções para a vaga de Tinga. Se optar por Wilson Matias, vai aumentar o poder de marcação. Com Giuliano,o time ganha qualidade na articulação. Já Andrezinho entraria para melhorar os chutes de média distância e de bola parada. “O importante é acertar na escolha e ver se ela surte efeito na hora do jogo”, despistou Roth, ao final do treino de ontem. O discurso do treinador e dos

“Enquanto o ‘nós’ for maior do que o ‘eu’, vai ser difícil ganhar do Inter”

MARCIO FERNANDES/AE -6/4/2010

“Se você se classificar contra o Inter, reverte toda a situação”

Trunfo. Capitão, Bolívar é um dos 6 remanescentes de 2006 jogadores indica que o Internacional quer encaminhar a classificação na primeira partida, para controlar a vantagem na segunda, dia 5, no Morumbi. Mas ninguém fala em partir para cima do SãoPaulosemdescuidar dadefesa. A ordem é não tomar gol e ter paciência até encontrar o caminho da vitória. Numa das poucas pistas que deu, Roth revelou que

a marcação deve ser feita mais no campo do visitante do que perto da área do Internacional. O técnico não concorda que seu time tenha algum favoritismo por conta da boa campanha quefaz no CampeonatoBrasileiro. Mesmo admitindo que o adversário passa por um momento difícil na competição nacional, diz que “o São Paulo é sempre o

SãoPauloevirádeformadiferente”. E prevê um jogo equilibrado. Capitão do time e um dos seis remanescentes da Libertadores de 2006, vencida pelo Internacional, o zagueiro Bolívar diz queoresultadodaprimeirapartida é fundamental. Ele lembra que foi graças à vitória por 1 a 0, emcasa,que o clube gaúchoconseguiu eliminar o Estudiantes de La Plata na fase anterior – na Argentina, foi derrotado por 2 a 1. “Nossaequipeestáconseguindocolocarempráticaoqueotécnico pede, que é ter um sistema defensivo compacto e, quando tem a bola, sair em velocidade para a frente”, avalia o zagueiro, que está pronto para, desta vez, ter de marcar o antigo parceiro Fernandão. Herói da conquista de 2006, o atacante tricolor disse que não pensa em outra coisa que não seja eliminar seu antigo time. “Isso só nos alimenta. Ele (Fernandão) sabe que é complicado jogar aqui, com a força que esse grupo tem e com o torcedor lotando o Beira-Rio, querendo novamente ter esse gostinho de alcançar títulos.” Outro jogo. Chivas e Universidad do Chile ficaram no 1 a 1 na noite de ontem, na Cidade do México. Olarra anotou para os chilenos e Arellano empatou. A partida de volta será terça-feira, em Santiago.

Washington é do Flu. R. Oliveira vai para o jogo Excluído da decisão de 2006 por questões de contrato, Ricardo Oliveira tem a chance de ajudar o São Paulo desta vez Sai Washington, entra Ricardo Oliveira. No dia em que apresentou o principal reforço para a fase semifinal da Taça Libertadores,oSãoPauloliberouoseucentroavante reserva para o Fluminense. A diretoria são-paulina atende desejo da torcida – que não se cansava de vaiar o pouco habilidoso Washington –, para trazer o talentoso atacante do Al Jazira,doCatar,queteveboapassagem pelo Morumbi em 2006. Ricardo Oliveira recuperavase de cirurgia no joelho no São Paulo, acertou com o clube até dezembro após o rival desta noite trazer três reforços para a semifinaldaLibertadorescomaantecipação da janela de transferências do exterior. E curiosamentepodeentraremcampoantes dos colorados Renan, Tinga e Rafael Sóbis. Ricardo Gomes cogita colocá-lo em ação hoje no

segundo tempo. Pretende utilizaraseufavorodesejodevingança do atacante, que ficou fora do últimojogodafinaldaLibertadoresde2006 por questõescontratuais. O Internacional costurou com o Bétis um acordo para que o jogador não tivesse seu contrato prorrogado e ele não pudesse participar da partida final. Garantiu que Rafael Sóbis e Jorge Wagner seriam do time espanhol na temporada seguinte e venceuoutra disputade bastidores entre as duas equipes. “Fiquei muito chateado na época, mas não ficou mágoa”, resumiu o novo atacante tricolor. “Hoje, tenho a oportunidade de jogar a semifinal, e logo contra o Inter. Tinha uma grande ilusão de conseguir aquele título.” JáWashingtonvoltaparaoclube em que teve sua melhor temporada no país. No Fluminense, chegouàfinaldaTaçaLibertadores de 2008 – fez gol que eliminou o São Paulo e jamais foi perdoado pelos são-paulinos. Vai substituir Fred, afastado dos campos20 diaspor lesãomuscular. / GIULIANDER CARPES


%HermesFileInfo:E-3:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Boleiros

SEGUNDA-FEIRA PAULO CALÇADE

DANIEL PIZA

Desconvocaram a experiência?

F

ui quase solitário em minha queixa a respeito da alta médiadeidadecombinadaàmédiaqualidadetécnicadaseleçãoformadaporDunga.Oúnicojogador com menos de 25 anos era Ramires,oquesoavaesquisitovindodeum treinador escolhido para dar fim aos “medalhões” e renovar o escrete, na ressaca da derrota do time de 2006, que ao menos tinha jogadores criati-

vos (e o mais cotado deles, Ronaldinho Gaúcho, não criou nada). Mas não acho razoávelquenaconvocaçãodonovotécnico, Mano Menezes, só tenha garotada, com exceção de Robinho e Daniel Alves. Éóbvioqueaideiaésinalizaramudança, mas qual é o problema com o bom senso? Jogadores experientes, até para fazer a transição, são indispensáveis. Mais uma vez a cultura brasileira comete o equívoco de apostar no oposto.

TERÇA-FEIRA LUIZ ZANIN

QUARTA-FEIRA DANIEL PIZA

Mesmo que a seleção não vá ter um compromisso do porte das Eliminatórias,jáqueoBrasiléanfitriãodapróxima Copa, não vejo motivo para que ela tenha apenas “franguinhos”, para que seja praticamente uma sub-23. Ok, daqui a quatro anos eles já estarão bem mais rodados, inclusive na própria seleção, mas não há nada que substitua o aprendizado e o encorajamento que existem em jogar ao lado de um jogador mais velho, muitas vezes ídolo dos próprios novatos, que vai apontar caminhos dentro e fora do gramado. Todo grande time tem essa combinação de juventude e experiência, de empolgação e autocontrole. Pense no que significava ter Didi e Nilton Santos para defender e orientar Pelé e Garrincha; ou o mesmo Pelé com GersonparaTostão eJairzinho;ou Rivaldoe Ronaldo para Ronaldinho, etc. Ainda que os compromissos da seleção nos próximos meses sejam apenas uma série de amistosos, até para tirar a medida dos novatos seria importante ter o contrapeso dos “macacos velhos”. Apesar de problemas aqui e ali na Copa, jogadores como Julio Cesar, Maicon e o próprio Kaká, em forma, ainda pode-

SÁBADO MARCOS CAETANO

Esportes E3

DOMINGO UGO GIORGETTI

riam ser importantes na seleção. Mas confioqueManoMenezeslogovaidetectar esse problema. Provavelmente, ainda que algumas opções pareçam ter sua digital (Réver, por exemplo), ele chegou com o pacote pronto. A seleção não tem nomes muito diferentes do que quase todos nós pedíamos quando se tratava dedestacarrevelaçõesrecentes,acomeçar pela dupla Ganso e Neymar. Precisou,enfim,aconteceroqueaconteceu para a CBF entender que deveria ter alguém calejado no banco e mais jo-

Não há nada que substitua o aprendizado de jogar ao lado de um jogador mais velho vensnogramado.GansoeNeymardeveriamter idopara a África doSul, nem que fosse para semear dúvidas nos treinos; Hernanes e Marcelo tampouco mereciam ter sido excluídos depois do mau desempenho do time de Dunga na Olimpíada de Pequim; Vítor foi muitas vezes sugerido para o lugar de Doni ou Gomes, etc. A sensação é que a CBF deu uma “geral” nos nomes mais citados na im-

prensa e decidiu fazer um time com eles. Mas o radicalismo do corte foi decisãoexclusivamentesua.Ofatode queescolheusucessivamenteScolari, MuricyeMano,numaconfusãodelances patéticos, só acentua a sensação dequeopacotejáestavasobreamesa. O trabalho vai começar, porém, e Manoemuitos dos jogadoresescolhidosmerecemovotodeesperança.Mano não tem o currículo de Scolari e Muricy, mas é competente e mais flexível. Muitos elogiaram Muricy por ter recusado o convite, mas quem criou obstáculo não foi ele, e sim o Fluminense. Mano fez muito bem em aceitar o cargo, pois não há desdouro nenhum em não ser a primeira opção. Agora,nostimesquedirigiu,comoCorinthianseGrêmio,nemsemprevalorizou o futebol mais técnico e variado que a seleção perdeu nos últimos anos.Terámuito trabalho pelafrente, inclusiveodereveralgunsdeseusconceitos. E ainda corre o risco de “queimar” muitos desses novos nomes. De qualquer maneira, sem grandes desafios no primeiro momento, tem muita chance de dar certo. Boa sorte.

ENTREVISTA REGIS DUVIGNAU/REUTERS

EDERSON Jogador do Lyon FOI UMA DAS SURPRESAS NA LISTA DOS CONVOCADOS DE MANO MENEZES PARA A SELEÇÃO BRASILEIRA

‘Ederson? Aqui é o Mano Menezes’ Sílvio Barsetti RIO

Campeão mundial sub-17 em 2003, Ederson Honorato Campos, 24 anos, é meia-atacante do Lyon, da França, e uma das surpresas da primeira lista de convocados de Mano Menezes – para amistoso do Brasil com os EUA , dia 10 agosto. Em entrevista por telefone ao Estado, de Londres, o paulista de Parapuã contou em detalhes como foi seu primeiro contato com o treinador da seleção.

Não sabia. Eu estava jantando com minha mulher (Patricia) em casa e deixei o celular no quarto. Quando vi que havia uma ligação perdida, com prefixo de São Paulo, fiquei curioso. Tratei de ouvir a mensagem. Era mais ou menos assim: “Olá, Ederson, aqui é o Mano Menezes, sou o novo técnico da seleção. Gostaria de conversar com você, dê um retorno com urgência por favor’. Minha mulher começou a chorar e eu tentei acalmá-la, pois está grávida. Eu fiquei nas nuvens.

● Como soube que estava na lista da seleção?

● Perguntou como ele conseguiu

No domingo, conversei com o Mano por telefone e ele me perguntou se eu estava apto. Eu disse: ‘claro que sim.’ Até porque já disputei três amistosos pelo Lyon nos últimos dias.

Não, mas soube que foi o Michel Bastos (com quem joga no Lyon) que passou o número para alguém da CBF.

● Você já sabia que ele telefona-

ria?

o número do telefone?

● Como define seu futebol?

Comecei como atacante e hoje sou ponta-de-lança adepto dos dribles, passes curtos, futebol

técnico. Acho que esse estilo alegra a torcida. Por isso, admiro Ronaldo, Maradona e Zidane. Todos que fazem ou fizeram a diferença. ● Há espaço para o futebol-arte numa época em que táticas e aspectos físicos prevalecem?

O futebol moderno não pode perder a espontaneidade, a criatividade. O futebol-arte não morreu. É possível conciliá-lo com o futebol objetivo. ● Você é titular do Lyon, mas ainda muito desconhecido no Brasil. Como lida com isso?

É natural. Joguei poucos meses no Inter e no Juventude – em 2004, nos dois clubes. Antes, passei pelo RS Futebol, no Rio Grande do Sul, clube que me revelou e hoje não existe mais (na verdade, mudou para Pedra Branca Futebol Clube). Fui para o Nice (França) em 2005 e em 2008, para o Lyon.

Nas nuvens. Aos 24 anos, o paulista Ederson ganha sua primeira chance na seleção principal ● Como foi a festa em Parapuã – onde moram os parentes de Ederson – após a convocação?

Meus pais (Dirce e Cláudio), meus irmãos (Emerson e Wesley) e minha irmã (Érica) comandaram uma passeata pela

Termina a ‘era Maradona’ na seleção argentina Ariel Palacios BUENOS AIRES

Após637diasdepolêmica,terminou ontem a “era Maradona” na seleçãoargentina.ErnestoCherquis Bialo, porta-voz da Associação de Futebol da Argentina (AFA), anunciou que a entidade não renovará o contrato com o técnico. A decisão foi aprovada

por unanimidade entre os 28 integrantes do Comitê Executivo daAFA.“Ocontratonãofoirenovado. Isso é tudo”, disse Cherquis Bialo, que afirmou ainda nãoexistirumnome definidopara a sucessão. “Não havia condiçõesparasequerpensarnesseassunto”, explicou. O prazo para definir a situação de Maradona terminava on-

tem, já que era o último dia para que a AFA anunciasse a lista de convocadosparaoamistosocontra a Irlanda no dia 11 de agosto, em Dublim, Irlanda. Noentanto,CherquisBialoexplicou que – de forma interina – o postodeMaradonaseráocupado porSergioBatista,queatualmente comanda a seleção sub-20. Entre os nomes cotados para a su-

cessão estão Alejandro Sabella, do Estudiantes de La Plata, e Miguel Ángel Russo, do Racing. UmapesquisadojornalLaNación indicava ontem que 42% dos torcedores gostariam de ver CarlosBianchi comonovotécnico da seleção. Outros 11% preferem Sabella, enquanto que Marcelo Bielsa obteve 8%, assim como Ramón Díaz.

avenida principal, houve queima de fogos na Praça da Matriz, choradeira entre amigos e vizinhos. Estavam todos muito emocionados. Minha mãe foi o centro das atenções. Era requisitada para dar entrevis-

tas. Ela é uma guerreira, trabalhava na roça ou lavava roupas de caminhoneiros nos fins de semana só para eu ter chuteiras novas. Eu tinha 7 anos e já treinava na escolinha de futebol da cidade.

Queda – Por trás da saída de Ma- De saída. radona estaria a recusa do treina- Maradona dor de aceitar a inclusão de horejeita mens de confiança do presidente qualquer da AFA, Julio Grondona, na co- orientação missão técnica. Simultaneamenda AFA te, ele queria aumentos salariais de 20% a 30% para seus colaboradores. Sem contar que o fato de o técnicoaparecer ao lado do presidentevenezuelanoHugoChavez, quando do rompimento de relações diplomáticas com a Colômbia, o fez perder o apoio também da presidente Cristina Kirchner. DANIEL GARCIA/AFP-3/7/2010

Campeonato Brasileiro HÉLVIO ROMERO/AE

Adilson Batista dribla ‘encrencas’ deixadas por Mano Técnico pega Corinthians na ponta do Brasileiro, mas tem de lidar com 3 questões: novo goleiro, insatisfeitos e Ronaldo Bruno Deiro

Adilson Batista foi apresentado ontem pelo Corinthians com o desafio de fazer a torcida esquecer Mano Menezes. O ex-técni-

co, que deixou o clube sob aplausos após uma passagem de dois anos e meio, entregou o time na primeira posição do Brasileiro. Mas não é só de facilidades a herançadeixadaporMano.Onovo técnico terá de lidar com três problemas: a definição do goleiro, a insatisfação dentro do elenco e aeterna espera por Ronaldo, que não atua desde o início de maio. Adilson Batista, porém, evitou indicar soluções e pediu tempo para avaliar a situação.

Desafio. Adilson estreia no clássico contra o Palmeiras Sobre a questão do goleiro, Adilsonapoiouoatualtitular, Júlio César, mas não descarta a entradadeBobadilla.“Vamosesperar (a regularização junto à CBF). Ele (Bobadilla) está trabalhando

etempotencial”,disseotécnico, que evitou falar na reintegração de Felipe. “O Felipe é assunto da diretoria.” Já a insatisfação de reservas como Defederico e Edu, garante,nãoo incomoda.“Todo jogador que está fora fica insatisfeito e isso é normal.” Adilson foi companheiro de Edu como jogador no próprio Corinthians, em 2000. “O conheço, sei do potencial. Surgiu bem, foi bem no futebol europeu. Quero ajudá-lo, mas tudo é dentro de campo.” Ronaldo, outro ex-colega dos tempos de atleta (atuaram juntos no Cruzeiro, em 1993) também ganhou apoio. “Depende dele. O grupo sabe da importância dele e, no momento em que tiver condições, vai jogar”, disse Adilson. “Estou aqui para ajudá-lo.”

Valdivia voltou. Graças à torcida palmeirense Bruno Winckler

O sonho do Palmeiras de ter Valdivia só pôde ser viabilizado pela direção do clube por causa do amor de alguns apaixonados torcedores pela camisa alviverde. Palmeirenses com condições de aplicar parte de seus rendimentos na construção de um time forte arrecadaram uma boa fatia dos R$ 13,6 milhões usados pelo clube para pagar o Al- Ain pelo Mago, que fechou contrato de cinco anos. Luiz Gonzaga Belluzzo reconhece que todo o esforço para trazer Valdivia não seria possível

não fosse a entrada do dinheiro do grupo “Eternos Palestrinos”, do empresário Osório Furlan – palmeirense que adquiriu parte dosdireitos econômicosdojogador – e das receitas de marketing. “Conseguimos contratar o Valdiviamuitoporcontadacompetênciadonosso marketing.Tivemos uma ajuda muito boa dos Eternos Palestrinos e também deumgrandeinvestidor,queparticipou com uma quantia substancial”, disse o presidente. O grupo “Eternos Palestrinos” arrecadou R$ 2,2 milhões usados na negociação do chileno, ídolo da torcida.


E4 Esportes %HermesFileInfo:E-4:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Copa 2014 CELSO JUNIOR/AE

Ao pé do ouvido. Teixeira e Lula falam do Mundial

BRASÍLIA NA

LUTAPELAABERTURA

João Domingos BRASÍLIA

Diante da indefinição da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) quanto ao estádio de São Paulo, o plano A para abrir a Copa de 2014, Brasília apresentou ontem suas credenciais para ser a sede do primeiro jogo. Trata-se de um estádio com capacidade paraabrigarmais de70miltorcedores, cujas obras custarão R$ 696.648.000,00. É tão luxuoso que os políticos e torcedores importantes contarão com estacionamento nos subterrâneos do estádio, com

500 vagas. De lá, eles alcançarão os camarotes vips por elevadores privativos. Do lado de fora, paraos cidadãos comuns,haverá 12 mil vagas no estacionamento. O novo estádio será erguido no lugar do abandonado Mané Garrincha. Se chamará Nacional deBrasíliaManéGarrincha.Olocal está no coração da capital, a apenas 2,5 quilômetros da Praça dos Três Poderes. “Estamos iniciando a construção de um estádio com mais de 70 mil lugares, o que o torna apto a ter jogos como o da abertura da Copa”, disse o governador Rogério Rosso (PMDB), em discurso na soleni-

dade de início das obras, que deverão terminar em 2012. O presidente da CBF, Ricardo Teixeira, não quis entrar em detalhes sobre o estádio que abrirá aCopa.“Nãohá nenhumadefinição de abertura. Isso vai ser definido mais à frente, com a Fifa.” AcrescentouqueseBrasíliadeseja servir de sede para o jogo de abertura do torneio, deverá enviar uma carta à CBF. O problema agora é com o estádiodeSão Paulo.OComitêOrganizador Local rejeitou a reforma do Morumbi um dia depois da estreia do Brasil no Mundial da África do Sul, em 16 de junho.

Novo Estatuto do Torcedor aperta cerco a organizadas Torcidas agora serão responsabilizadas por atos agressivos de seus integrantes dentro e fora dos estádios Rafael Moraes Moura Leonencio Nossa BRASÍLIA

Cartazes e mensagens ofensivas,tumultosem estádios,manipulaçõesde resultadosecambistas em plena atividade ganharam “cartão vermelho” ontem, com a sanção de projeto de lei que altera o Estatuto do Torcedor. Entre as medidas previstas notexto,quejáhaviasidoaprovado no Congresso Nacional, estão a criminalização da violência nas arenas e a responsabilização dastorcidasorganizadaspelasinfraçõescometidasporseusmembros. A lei já vale para os jogos de

hoje, segundo informou o ministro do Esporte, Orlando Silva. A partir de agora, as torcidas organizadas – e seus respectivos integrantes – ficarão impedidos decompareceraeventosesportivos por até três anos quando se envolverem em tumulto ou incitação à violência. “A nossa visão é de que o estádio de futebol é umlugarparacelebraçãoecomemoração”, disse Silva à imprensa, após deixar cerimônia no CentroCultural Banco doBrasil, sede provisória do governo. As torcidas também deverão manter um cadastro atualizado de seus associados, com informações sobre endereço, profissão, escolaridade e fotografia. “Traduzindo,se apósumapartida de futebol, grupos destruíremônibusoucomércios,atorcida passa a ser responsabilizada pelos danos e tem de ressarcir o prejuízo causado por seus associados”, explicou o ministro.

Boleiros Colunista estreia amanhã Os leitores do Estado passam a contar a partir de amanhã com mais uma fonte de referência analítica, no texto do jornalista WagnerVilaron.Assinará acoluna Boleiros às quintas-feiras, tra-

zendo o mundo por trás das “câmeras” do esporte. Bastidores e reflexãosobreos fatos maismarcantes da semana farão parte do cardápio do jornalista, que já atuano Caderno de Esportes co-

Boas maneiras. Foram ainda estabelecidas boas maneiras para o torcedor. Fica proibido o porte ou ostentação de cartazes, bandeiras,símbolosououtrossinais com mensagens ofensivas – inclusive racistas ou xenófobas. E até os “cânticos discriminatórios” devem ser evitados. “Nosso problema não é controlaracondutaindividual,écontrolaracondutaorganizada,coletiva”, comentou Silva. O torcedor que provocar tumulto ou incitar a violência em um raio de 5 mil metros do recintoesportivopodeserpunidocom reclusão de 1 a 2 anos e multa.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o governador de São Paulo, Alberto Goldman, ainda têm esperanças de que a solução Morumbi ainda seja considerada. A construção de outro estádio, em Pirituba, que custaria R$ 700 milhões, foi descartada. Fala-se ainda em reformas do Pacaembu e do Parque Antártica, com no mínimo 65 mil vagas paraostorcedores, oquedariacondições para que um deles recebesse o jogo de abertura. O governador Rogério Rosso disse que Brasília é a cidade com mais condições para a abertura. “Hotéis a cerca de 300 metros do

Cidade apresenta projeto de estádio com capacidade para 70 mil torcedores e as obras custarão R$696.648.000,00 estádio,o quequasenenhumacidade do mundo tem; aeroporto a dez minutos da sede dos jogos; e um espetacular local para o Centro Internacional de Mídia, o Centro de Convenções Ulysses Guimarães, a pouco mais de 500 metros”, afirmou. “Não vou pedirparanão constranger, masestá claro que este ato serve para deixarBrasíliaapta comosededa abertura da Copa do Mundo.” Mão de obra. Um convênio assinadoontemgarantequepelomenos 50 ex-detentos e presos que cumprem pena em regime aberto e semiaberto trabalhem nas

obras de reforma e ampliação do novo estádio. Os internos que forem aproveitados na obra receberão um salário mínimo, além de auxíliotransporteealimentação. A cada trêsdias trabalhados haverá aredução de um dia da pena total do detento. Hoje, dos 7,5 mil presos que cumprem pena no Distrito Federal,1,5 mil trabalham emórgãos públicos e empresas privadas, por meio de acordos. A previsão é de que os trabalhos de reforma e ampliação do Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha empreguem cerca de 1 mil pessoas.

O QUE MUDA COM AS NOVAS REGRAS

Como é Monitoramento por imagem

Como fica

Obrigação era para arenas com mais de 20 mil lugares.

Estádios com capacidade superior a 10 mil pessoas deverão manter monitoramento por imagem do público.

Organizadas

Estatuto não citava.

Deverão realizar cadastro de seus membros.

Tumulto do torcedor

Torcedor ficava impedido de comparecer ao local do evento de 3 meses a 1 ano.

Promover tumulto, praticar ou incitar a violência, ou invadir local restrito aos competidores leva à pena de um a dois anos de reclusão e multa.

Tumulto das organizadas

Estatuto não citava.

Promover tumulto e violência, ou invadir local dos jogos, leva a torcida a ficar impedida de ir a eventos por até 3 anos.

Fraude em resultados

Estatuto não citava.

Crime de fraudar resultado terá pena de 2 a 6 anos de prisão.

Cambistas

Estatuto não citava.

A pena para venda de ingresso majorado é de 1 a 2 anos de prisão.

Ofensas

Estatuto não citava.

Estádios. As arenas com capaci-

dadesuperiora10milpessoasdeverão manter central técnica de informações,commonitoramento por imagem dos torcedores – antes,determinava-seaobrigatoriedadeparaoslocaiscomcapacidade superior a 20 mil.

Cambistas. Com as mudanças no Estatuto, a pena para a venda de ingressos é de um a dois anos de reclusão e multa – a redação anterior não fazia referência. No

morepórter especial desde o início deste ano. Vilaron trabalha também como comentarista dos canais SporTV. Está de volta ao Estado depois de uma passagem de quatro anos, também como repórter de esportes, entre 2000 e 2004. Ele se une à equipe atual dos Boleirosdo jornal, formada por Ugo Giorgetti, Daniel Piza, Luiz Zanin, Paulo

Calçade e Marcos Caetano. Alémdeles, o Caderno de Esportes conta com a coluna de Antero Greco em três dias da semana. Wagner Vilaron é especialista em obter informações fora do âmbito do dia a dia de clubes, jogadores, dirigentesepersonagensligados ao esporte, especialmente o futebol.

Torcedor com símbolos, mensagens ofensivas ou entoando “cânticos racistas” deverá ser proibido de entrar no recinto. Caso já esteja nele, deverá ser afastado imediatamente,

caso daqueles que fornecerem, desviaremoufacilitarem adistribuição das entradas, a pena previstaéaindamaior:de doisaquatroanosdereclusão emulta. Se o

Melhor na tv

fornecedor dos ingressos para o cambistaforservidorpúblico, dirigenteoufuncionáriodaentidade de prática desportiva, a pena será aumentada até a metade. LIBERTADORES DA AMÉRICA Semifinal - Inter x São Paulo

21h50 / GLOBO / SPORTV / BANDSPORTS CAMPEONATO DO NORDESTE Confiança x Bahia

17h45 / ESPORTE INTERATIVO CSA x Ceará

● FUTEBOL

20h / ESPORTE INTERATIVO

COPA DO BRASIL Final - Santos x Vitória

21h50 / BAND / SPORTV2 / ESPN BRASIL

BEISEBOL

WEDNESDAY NIGHT New York Mets x ST. Louis Cardinals

20h / ESPN


%HermesFileInfo:E-5:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

Esportes E5 JENS MEYER/AP

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Fórmula 1

MASSA ‘NÃO ACONTECEU NADA’ Piloto da Ferrari também ignora incidente na ultrapassagem de Fernando Alonso sobre o seu carro no domingo Livio Oricchio

Como fazem toda terça-feira no site da Ferrari, Felipe Massa e Fernando Alonso disponibilizaram ontem suas opiniões sobre a corrida do fim de semana, no caso o GP da Alemanha, disputado domingo,emHockenheim.E,pelo visto, não aconteceu nada de anormal para os dois, já que seus textos sequer citam o fato de um ter deixado o outro passar para ganhar a corrida. A multa de US$ 100 mil (R$ 180 mil) ea possibilidade (remota) de a Ferrari ser punida pelo ConselhoMundialdaFIA,emsetembro, pela ordem de equipe a Massa, da mesma forma não mereceu nenhum comentário. “Conseguimos um grande resultado para a equipe na Alemanha. E as pessoas que questionavam o fato de estarmos elogiando tanto o modelo F10 nas últimas semanas agora obtiveram suaresposta”, disse Massa. “Não tivemos sorte nas últimas provas pelo envolvimento em incidentesnãousuais,não conseguimos os pontos que merecíamos”, lembrou Alonso. Ambos destacamqueparaapróximaetapa,jádomingo,naHungria,aFerrari tem novos avanços no carro e os pneus disponibilizados são os mais indicados para a equipe, supermacios e médios. Mas Massa disse que a primeira coisa que vai fazer, ao chegar no circuito Hungaroring, será agradecer a todos pelo atendimento e carinho recebidos há um ano, quando sofreu o mais sério acidente da carreira, no treino classificatório. Uma mola soltou-se do Brawn de Rubens Barrichello e tocou no seu capacete, fraturando a órbita ocular esquerda. “Sei que agora tenho muitos fãs na Hungria.” O que talvez não tenha compreendido é quantos milhões de fãs perdeu

PALAVRA DO PILOTO

✽ Análise: Livio Oricchio

Não dá para comparar o que ocorreu com Rubinho em 2002

N

ão se trata de uma defesa da decisão da Ferrari de ordenar Felipe Massa permitir Fernando Alonso ultrapassá-lo, domingo, para vencer o GP da Alemanha. Masnãoépossívelcomparar oocorridono circuitode Hockenheimcomamesmaexperiência vivida por Rubens Barrichello e Michael Schumacher, também na Ferrari, no GP da Áustria de 2002. Rubinho freou na linha de chegada para Schumacher ganhar a corrida. Em 2002, a Ferrari possuía um carro muito superior a todas as demais equipes. O GP da Áustria foi o sexto de um campeonato com 17 etapas. Antes da largada, Schumacher já liderava com 44 pontos e o segundo colocado, Juan Pablo Montoya, da Williams, tinha apenas 23. Rubinho estava em quarto, com 6 pontos. O vencedor recebia 10 pontos em vez dos 25 de hoje. O próprio Schumacher reconheceu, domingo em Hockenheim, que aquela situação era mesmo muito diferente. Este ano, antes do GP da Alemanha, Alonso tinha 98 pontos, quinto colocado, diante de 145 de Lewis Hamilton, da McLaren, o líder. A seguir vinham JensonButton, da McLaren, 133, e adupla da Red Bull, Mark Webber, 128, e Sebastian Vettel, 121. Massa era apenas o oitavo, com 67. Entre os construtores, a Ferrari estava em terceiro, 165, contra 278 da McLaren e 249 da Red Bull. A Ferrari tem um longo caminho a percorrer, nesta temporada, para ser campeã, continua bem atrás nas classificações dos dois campeonatos, o que não era o caso de 2002, quando só perderia o título se houvesse um imenso desastre. Schumacher acabou campeão no GP da França, 11.ª etapa do calendário. Já agora ainda há, apesar da ilegal ordemdeequipe,34pontosentreAlonsoeHamilton (157 a 123). E entre as equipes, 92 a favor da McLaren (300 a 208), ainda que a mudança de posições entre Massa e Alonso não tenha alterado os pontos conquistados por equipe. Certamente essa conta a Ferrari também fez.

no Brasil por acatar a ordem da Ferrari, domingo. O fato de Alonso ser o piloto da Ferrari para lutar pelo título, como ficou claro na Alemanha, não quer dizer que Massa tenha

“Foi um grande resultado para a equipe na Alemanha” “Sei que após o acidente tenho muitos fãs na Hungria”

Massa. De volta ao palco do acidente de 2009 e sob os olhares do mundo da F-1

de fazer algo especial o tempo todo. Participará normalmente da competição. Mas se em determinada fase da corrida, no seu terço final por exemplo, estiver imediatamente na frente de

EUTE

RS

Tênis

GSTAAD

Thomaz Bellucci decepcionou na estreia do Torneio de Gstaad, na Suíça, no qual defendia o título conquistado no ano passado.

SUZA NNE P

LUNK

ETT /R

Bellucci perde na Suíça e deve cair no ranking Com a derrota ontem para o suíço Marco Chiudinelli por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (7/4), 0/6 e 6/4, o tenista brasileiro foi eliminado. “Não estava num bom dia”, lamentou.

Um mau dia. Bellucci é eliminado na 1ª rodada

MERCADO

NÚMEROS

Ecclestone é a favor do fim da restrição às ordens de equipe te apoio e que certamente irá influenciar o conselho mundial da FIA, em setembro, quando a ordem de equipe dada a Felipe Mas-

sa, domingo, será julgada: Bernie Eclestone, o promotor da Fórmula 1, para dizer o mínimo do dirigente inglês que dia 28 de outubro completará 80 anos. Ecclestone já foi dono da Brabham, de 1971 a 1986, e sempre defendeu o mesmo princípio da Ferrari, ainda que de forma menos radical. Ontem, em entrevista ao Daily Mail, da Inglaterra,

afirmou: “A maneira como cada dono de equipe a conduz é problema seu.” Falou mais: “Concordo com o fim da regra das ordens de equipe.” O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, já adiantou, ontem, que sua organização continuará defendendo primeiro os seus interesses, depois os dos pilotos. / L.O.

Alonso, é muito provável que de novo tenha de ceder espaço ao companheiro de Ferrari. Vitória de Massa, apenas se entre ele, em primeiro, e Alonso, houver algum concorrente.

RubensBarrichellose pronunciou sobre o episódio de Hockenheim. Em 2002 coube a ele deixar Michael Schumacher passar, pela Ferrari também, para vencer o GP da Áustria. “Muitos en-

tenderam (só agora) como foi em 2002. E entenderam também por que deixei a Ferrari um ano antes do final do contrato. Posso não ter sido campeão na época, mas fui sempre justo.”

Número 1 do Brasil – é o 21.º colocado do ranking mundial –, Bellucci não conseguiuconfirmarofavoritismo diante de Chiudinelli, número 63 do mundo. “Estava muito inconsistente e nãoconseguimesoltarnapartida.Nãoestava sentindo abola, infelizmente”, explicou o tenista paulista. Agora, Bellucci volta ao Brasil para poder se preparar para a disputa da temporada de torneios em quadra rápida. A próxi-

ma competição prevista em seu calendário é o Masters 1000 de Toronto, que acontece a partir do dia 9 de agosto, no Canadá. Após alcançar as quartas de final no Torneio de Hamburgo, na semanapassada,Belluccichegou aos 1.732 pontos e ganhou uma posição no ranking, superando o espanhol Juan Carlos Ferrero. Com a derrota na Suíça, Bellucci, de 22 anos, deverá perder algumas posições na classificação, ficando mais longe do seleto grupo dos 20 melhores.

Outro brasileiro eliminado na primeira rodada do torneio suíço foi Thiago Alves, que caiu diante do finlandês Jarkko Nieminen, por 2 sets a 1, com parciais de 6/4, 4/6, 6/3. JáorussoMijailYouzhny,cabeça de chave número 1 do torneio, não teve problemas para superar o francês Marc Gicquel, com um duplo 6/2. O segundo cabeça de chave, o pesanhol Nicolás Almagro precisou suar bastante para passar pelo compatriota Marcel Granollers: 7/6 (7/5), 3/6 e 6/3.

● A Ferrari ganhou um importan-

Jogo Rápido FLAMENGO

Gilberto Silva chega e Kleberson vai embora

Real e Manchester City sonham com David Luiz

O Flamengo fechou ontem a contratação de Gilberto Silva, do Panathinaikos, por dois anos. E ainda conseguiu ter uma dívida (de R$ 800 mil) perdoada. O clube grego ganhou Kleberson na troca.

Real Madrid e Manchester City estão de olho no novo zagueiro da seleção brasileira. De acordo com o jornal Marca, o Real ofereceu R$ 64 milhões para contratar David Luiz, do Benfica. O Chelsea já havia tentado antes.

ATLETISMO

NBA

Duelo nos 100 metros é atração do Europeu

Yao Ming ameaça encerrar a carreira

O britânico Dwain Chambers e o francês Christophe Lemaitre disputam hoje a final dos 100 metros do Campeonato Europeu de Atletismo, em Barcelona. Nas eliminatórias, melhor para Lemaitre, 10s19 a 10s21.

O jogador de basquete chinês Yao Ming ameaça encerrar a carreira se não conseguir se recuperar de uma lesão no pé esquerdo que o incomoda desde a temporada passada. O atleta já passou por cirurgia no local.

1

OLIMPÍADA-2012

SÉRIE B TOM HEVEZI/AP

O Santo André não conseguiu ser superior ao América-RN, que luta contra o rebaixamento, e apenas empatou em casa, por 1 a 1. No Recife, o Sport perdeu do Duque de Caxias, de virada: 2 a 1, na Ilha do Retiro.

bilhão de reais é a dívida líquida do Barcelona, divulgada ontem após auditoria correspondente à temporada 2009/2010. O relatório mostra que o clube teve perdas de R$ 106 milhões neste período.

MILAN

2

treinadores terá a seleção do México até setembro. Sem definir o substituto de Javier Aguirre, a Federação entregou o cargo provisoriamente a Enrique Meza e Efraín Flores. Eles vão comandar o time nos próximos amistosos.

Santo André empata em casa com o América-RN

Ronaldinho Gaúcho fica na Itália até 2011

Voltinha na contagem regressiva O prefeito de Londres, Boris Johnson, deu uma volta de bicicleta na ainda inacabada pista do velódromo. As atividades marcaram os exatos dois anos para o início da Olimpíada.

O Milan anunciou ontem que Ronaldinho Gaúcho vai cumprir seu contrato até o fim (junho de 2011). O vice-presidente do clube, Adriano Galliani, aliás, sonha em renovar o vínculo do atleta até 2014.


E6 Esportes %HermesFileInfo:E-6:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Copa do Brasil

HORADE DESENCANTAR Ataque santista, base da seleção, anda em baixa, mas hoje é esperança no primeiro jogo da final contra o Vitória

Momento ruim. Nos pés do

“quartetosantástico”estáaesperança da torcida em busca de uma das poucas taças que o Santos ainda não tem na sua galeria de títulos. Os Meninos da Vila, contudo, têm de reencontrar o caminho dos gols. Depois de um

SANTOS VITÓRIA COPA DO BRASIL

l Os quatro atacantes

santistas já marcaram juntos 78 gols na temporada, ou seja, 60,4% dos 129 gols feitos pelo clube

NILTON FUKUDA/AE

Quatro jogos, 24 gols, média de seisporpartida.OataquedoSantos é arrasador atuando na Vila Belmiro na Copa do Brasil. Hoje, o setor terá de desencantar pósCopa do Mundo e comprovar seu poder de definição, às 21h50, diante do Vitória, no jogo de ida da decisão da competição. Ganhar, de preferência com boa vantagem, é primordial para a equipe jogar tranquila em Salvador na semana que vem. Em seus domínios,osbaianostêmcampanha semelhante à dos Meninos da Vila, apenas com vitórias e por boa margem de gols. “Temos de partir para cima, tentar fazer muitos gols, pois será muito difícil o jogo de Salvador”, afirmou o meia Paulo Henrique Ganso, que deve ter, à sua frente, os outros companheiros convocados por Mano Menezes para defender a seleção brasileiranosEstadosUnidos,dia10:André, Neymar e Robinho.

A MÁQUINA EMPERROU

NA COPA DO BRASIL

SANTOS

NO ANO*

primeirosemestre perfeito, agarotada ficou visada pelos marcadores e caiu de rendimento. Robinho e Ganso, por exemplo, não marcam há nove jogos. O jejum de Neymar dura 7 partidas e o de André, 4. “Mas se repetirmos o bom desempenho dos confrontos contra Fluminense (derrota por 1 a 0) e São Paulo (triunfo, no domingo, por 1 a 0), tenhocerteza que osgarotosvoltarão a marcar”, esbanjou confiança o técnico Dorival Júnior. E motivação não falta aos meninos. Na verdade, até aumentou após a convocação. “A gente ganhou o clássico e vamos com confiança para a final. O Vitória também vem embalado, mas esperamos fazer um grande resultado aqui, já que vai ser bem difícil lá”, observou André, ainda na expectativadesaberse começao jogo.“Esperoquesim,mas oprofessor (Dorival) ainda não definiu. “Só sei que ganhamos um incentivo extra com a convocação e que quero sair daqui campeão”, seguiu, já em tom de despedida. Após os jogos finais, ele se apresenta ao Dínamo de Kiev. “Vamospartirparacimado Vitória sem dó”, enfatizou Neymar, artilheiro da Copa do Brasil com 10 gols e o coreógrafo do grupo, prevendo a volta das dancinhas irreverentes que marcaram as comemorações dos gols santistas – já são 129 no ano. Robinho endossa as palavras do companheiro. “Sabemos das dificuldades do confronto, mas temos de fazer valer o mando de casa”, disse, aprovando a convocação dos amigos e apostando em bom desempenho com a camisa amarela. “É só chegarna seleção e fazer o mesmo daqui. E jogar bem eles sabem.”

Fábio Hecico Sanches Filho

ANDRÉ Jogos Gols

9 8

NEYMAR

6 10

GANSO

8 2

ROBINHO

Jogos

48

36

35

21

Gols

26

28

13

11

*Campeonato: Paulista, Copa Do Brasil, Brasileiro e amistosos

Último gol em jogo oficial Jejum

6 DE JUNHO

26 DE MAIO

19 DE MAIO

19 DE MAIO

Santos

Santos

Santos

Santos

4 x 0 Vasco

4 PARTIDAS

3 x 1 Guarani

7 PARTIDAS

3 x 1 Grêmio

9 PARTIDAS

7 6

3 x 1 Grêmio

9 PARTIDAS INFOGRÁFICO/AE

trou outra saída André, usando grandes defesas de goleiros rivais e muitos gols perdidos para provar que o Santos segue criando bastante. “Sempre estivemos entre os primeiros, apenas os resultados foram ruins. Vocês vão ver, na quarta-feira (hoje) o Santos entrará bem diferente”, prometeu Neymar. A torcida, mais do que nunca, espera que ele esteja certo.

Debaixo de chuva, torcida faz festa e leva apoio à equipe

Ao vivo. Acompanhe todos os lances da final na Vila Belmiro www.estadao.com.br/esportes

dedicado à torcida. Na Vila Belmiro, com portões abertos, jogadores e torcedores mostraram estar em sintonia. Debaixo de chuva fina chata e contínua, cerca de 2 mil santistas levaram apoio ao time, que retribuiu com trabalho cheio de toques mágicos e gols, a especialidade dos meninos. “Vai pra cima deles Santos” e

o tradicional e forte “Santos, Santos”, se dividiam com gritos histéricos de muitas meninas e crianças a cada toque de bola de Neymar ou André. Os meninos abusaram da irreverência, no melhor estilo Globetrotters, fazendo loucuras, só que com a bola nos pés, diferentemente dos astros do basquete norte-americano que utilizam as mãos. Robinho garantiu o grito de gol ao mostrar eficácia fora do comum em cobrança de pênaltis. Depois, ainda tremulou uma bandeira. “Trouxemos o time para receber esta energia, o calor da torci-

da. Precisamos muito deles amanhã (hoje) empurrando o time nas arquibancadas. Num duelo bastante difícil e equilibrado, nossa torcida vai fazer a diferença”, apostou o técnico Dorival Júnior. “O apoio do torcedor ajuda a incendiar ainda mais a alegria dos meninos. Não ganhamos nada, temos 180 minutos de uma difícil batalha, mas tenho a impressão que alguns pré-requisitos já foram cumpridos”, acrescentou o presidente Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro. Os rojões completaram, ou deram início à festa de hoje. / F.H. e S.F.

de superar o estigma de vice e se colocar definitivamente entre os grandes do País. Assim como seu adversário, o time destaca-se sobretudo pela qualidade ofensiva. Fez 24 gols em 10 jogos e aplicou goleadas acachapantes no CorinthiansAL, Náutico, Goiás e Atlético-

GO. O Santos, com 36 gols em 9 jogos, fez o mesmo com Naviraiense, Remo e Guarani. Mas se os Meninos da Vila são mais eficientes no ataque, os baianos contam com um time mais equilibrado, menos exposto em sua defesa. O Vitória sofreu 9 gols em 10 jogos e o San-

tos, 13 em 9. Acontece, porém, que o fator-casa pesa sobremaneira no desempenho do Vitória, que perdeu três vezes fora de Salvador e venceu apenas uma. Já no Barradão, está invicto e a sua defesa ainda não foi vazada. Nesse primeiro jogo da final, portanto, leva desvantagem no

retrospecto,pois frenteàsuafragilidade como visitante terá a agressividade do Santos como anfitrião.Masparao atacanteJúnior, o objetivo é mesmo vencer: “Temos de manter nosso ritmo, a atenção em todos os setores e jogar de igual para igual, buscando a vitória.”

O menino da Vila menos badalado promete fechar o gol

gio, e o irmão Daniel, seus grandes inspiradores após a morte da mãe.“Aumentaaresponsabilidade. Mas não vou deixar a chance de ouro da minha vida escapar. Faremos um grande jogo.” Num grupocomjogadores quetêmsonhos grandes, como jogar na EuropaounumaCopa, eleémodesto. “Quero apenas entrar para a história do Santos. E ganhando um dos títulos que falta ao clube, meu nome estará escrito.” No vestiário, com armários personalizados com a foto e nome de cada jogador, já é possível ver sua imagem. O nome ainda não. Mas de caneta, nota-se que Rafael já deixou de ser promessa. “Parabéns, apesar da sua idade, provou que chegou para ficar. Espero que cresça no futebol”, é o recado. Uma inspiração e tanto. / F.H. e S.F.

Dorival: ‘Nada será decidido em Santos’

SANTOS Rafael Pará Bruno Aguiar Durval Alex Sandro Arouca Wesley Paulo Henrique Robinho Neymar André (Marquinhos) Técnico: Dorival Júnior

VITÓRIA Lee Rafael Cruz Wallace Anderson Martins Egídio Neto Vanderson Fernando (Bida) Ramón Elkesson Júnior (Schwenck) Técnico: Ricardo Silva

Palavra de craque. Divertidos,

polêmicos, provocativos, craques.Sãomuitos osadjetivos paraosgarotos.Eumdelesseencaixaperfeitamentenaresposta encontrada por eles para definir a possível queda de rendimento. “É que estávamos bastante concentrados para a decisão da Copa do Brasil”, saiu-se bem o meia Paulo Henrique. “A gente não vinha jogando tãomal,era apenas azar”, encon-

Juiz: Leonardo Gaciba da Silva Local: Vila Belmiro. Horário: 21h50 Transmissão: Band, ESPN Brasil,SporTV2 e Rádio Eldorado AM 700 e FM 107,3

Vitória busca consagração definitiva com o título inédito O Vitória enfrenta o Santos hoje com o intuito de fazer história. Com111 anos,o clubenuncaconquistou um título nacional e foi

derrotado em várias finais – SérieA,SérieBeSérie CdoBrasileiro. Agora, em sua 20.ª participação na competição, tem a chance

haviasido renovadoaté 2013, para elesero goleiro noano do centenário santista (em 2012). Para piorar, uma fratura na perna em choque com o zagueiro Domingosameaçouacarreira.“Foimuito complicado. Passava muita coisa na cabeça”, se recorda da lenta recuperação de mais de seis meses. No grupo profissional e com um jogo realizado, Rafael almejava se efetivar na condição de reserva para logo ganhar a chance. Durante o tratamento, viu 2009 chegar ao fim. Amudançaradicalna vidadeste jovem de Sorocaba começou há oito jogos. Felipe foi mal na

Rafael lembra dos seis meses de tratamento de grave lesão e diz estar pronto para não ser superado hoje na decisão

Brilhar na frente não é o bastanteestanoite paraoSantos.Ogrupo todo sabe da importância em não levar gols em casa, que tem peso dobrado na competição. Eis, então, que surge um outro menino da Vila com tal missão: o goleiroRafael. Ainda não badalado como os demais companheiros, o jovem de 20 anos promete “fechar o gol” esta noite. “Vamos vencer, e bem. E estou preparado para não tomar gols. Não sofrendo atrás, dou garantia ao time para marcar lá na frente.” Estarnadecisão, oumesmojogando, não passava pela cabeça deste garoto há um ano. Fábio Costa, queridinho do ex-presidente Marcelo Teixeira, era dono absoluto da camisa 1. Tinha tanto prestígio que seu contrato

derrota por 4 a 2 para o Corinthians eperdeu avaga. Rafael entrou e se firmou. “Você nunca pode desistir do sonho. Há um ano eu nem imaginava estar jogando,mas sempretrabalheiforte, pois quando a vaga cai no seu colo, você precisa estar preparado. E eu estava”, diz, seguro nas palavras. Hoje, ele terá um motivo a mais para brilhar. Nas arquibancadas estarão o pai, Ser-

GUILHERME DIONíZIO-12/7/2010

SANTOS

estadão.com.br

● O último treino do Santos foi

Confiança. ‘Você nunca pode desistir do sonho’, diz o goleiro que ganhou vaga de Felipe

Técnico diz que time não pode sair como louco e ressalta os pontos fortes do rival: ‘Muito rápido e habilidoso, como a gente’ SANTOS

Dorival Júnior não quer saber de favoritismo para o Santos. Muito menos falar que o time pode decidir o título hoje, na Vila Belmiro. Maduro, o treinador prega pela humildade, descarta goleada, pede atenção à defesa e alerta otimeao explicaraforçadoVitória. “Nada será decidido na Vila Belmiro. E serão dois jogos bastantes dificílimos e equilibrados”, disse. “Seria importante não sofrermos golsaqui e nem se desesperar para fazê-los.” Emsuaprimeiradecisãonacional, o comandante santista não quer desperdiçar a chance de levar o Santos à Libertadores por excesso de confiança. “O Vitória é uma equipe muito rápida e tem a bola parada que decide muitos

jogos”, enfatiza. O meia Ramón é exímio cobrador de faltas, por isso,os zagueiros Bruno Aguiar e Durval estão orientados a evitar cometê-las próximo da área. “O Elkesson é um grande jogador, que faz a diferença na frente. Elessãohabilidosose seassemelham ao Santos”, compara. Com a escalação dos baianos na mão, Dorival estuda a melhor equipeparahoje.Eapelaaotradicional mistério. A convocação para a seleção não garante André no campo. Pelo menos nas palavras do técnico, que o coloca na concorrênciacom Marcel e Marquinhos, titulares no clássico. “Quem sou eu para pedir para serescalado? Paraqualquerjogador é normal ficar no banco. Até Romário já ficou”, fala André. “O time ainda não voltou a sua normalidade porque o assédio (de clubes da Europa sobre os jogadores) é grande. Não conseguimos encobrir tudo o que está acontecendo apenas com um resultado.Oqueaconteceudomingo foi pouco para restabelecer a ordem das coisas.” / F.H. e S.F.


H1 %HermesFileInfo:X-1:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

SUSTENTABILIDADE & MEIO AMBIENTE

PLANETA http://www.estadão.com.br

VALÉRIA GONÇALVEZ/AE

Logística reversa

Chef consciente

Retorno de produtos ao fabricante vira tendência

Helena Rizzo, do Maní, dá dicas para uma cozinha sustentável

Pág. 7

Pág. 6

FELIPE RAU/AE

ARTE: PAULA GAMA; FOTO: ALEX SILVA

Vamos matar ou apreciar o show? Enquanto a Comissão Internacional da Baleia fracassa na tentativa de proibir a caça dos mamíferos, o espetáculo da migração dos animais atrai turistas no Brasil PÔSTER DA JUBARTE ❘ PÁGs. 4 e 5

7 8 9 10 11 12


H2 Especial %HermesFileInfo:X-2:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

{

PLANETA

Editor-chefe de Publicações: Ilan Kow Editor-executivo: Luiz Américo Camargo Editor: Sergio Pompeu Editora-assistente: Mariana Della Barba Diretor de arte: Fabio Sales Edição de arte: Andrea Pahim Reportagem:Alice Lobo, Karina Ninni, Manuel Cunha Pinto Capa: Paula Gama Diagramação: Jairo Rodrigues e Flávia Marinho

CINTIA BERTOLINO/AE

Perfil

As aventuras de um empresário improvável Após faturar alto com fábrica de chocolate orgânico e financiar agricultura sustentável na Indonésia, americano bon vivant investe no sul da Bahia Cíntia Bertolino

A

trajetóriadeFrederickSchillingébemdiferente da que se esperadeumempresário bem-sucedido. Ex-estudante de religião, fã de Paulo Coelho, guitarrista de banca de rock, ele transformou uma fabricanteartesanaldechocolate orgânico num negócio de US$ 17 milhões. Investiu numarededeagriculturasustentável na Indonésia, que apoia milhares de fazendeiros. Seu último projeto combina, de certa forma, ingredientes dos outros dois: abriu uma fábrica dechocolatenaBahia,estimulandoocultivoorgânico decacau no sul do Estado. Há mais de uma década, o americano Schilling estava mais interessado em curtir a boavidaemTelluride,Colorado. Esquiava, tocava guitarra e fumava “toda a maconha que se possa imaginar”. Sua única preocupação era fazer chocolate para levar às festas dosamigos.“Eugostavadecozinhar, mas detestava chocolate industrial. Acabei inventado minha própria receita.” Em2001,Schilling resolveu bancar o projeto de fazer chocolate orgânico comercialmente. Fundou a Dagoba Or-

ganic Chocolate. Totalmente artesanal, a empresa nasceu comprometida com os princípios queorientamafabricaçãodeprodutos sustentáveis: o cacau vinha de fazendas orgânicas e ecologicamente corretas. Naquelaépoca,aofertadechocolate orgânico ainda era pequena nos Estados Unidos e a Dagoba chamou a atenção de gigantes dosetor.Em2006,aempresa“alternativa”foivendidaparaamultinacional Hershey’s. Schilling teve de enfrentar a indignação de entusiastas dos orgânicos, que o tacharam de “vendido”. O americano, que durante um ano trabalhou como consultor da Hershey’s, acha que fez a coisacerta – e não só porque embolsou alguns milhões de dólares. “Depois de receber a proposta da Hershey’s não dormi por vários dias, mas vi que seria a chance de um chocolate orgânico se tornar um produto de massa. O quejamaisaconteceriacomaDagoba”,disse,ementrevistaaoEstado. Pôquer e volta ao mundo. Pou-

co antes de vender a Dagoba, Schilling conheceu, em uma feira de produtos naturais nos EUA, seu futuro sócio, Ben Ripple, e a companhia Big Tree Farms. “A forma como nos encontramos foi interessante. Estava

QUEM É FREDERICK SCHILLING EMPRESÁRIO E ‘MECENAS’ DA AGRICULTURA SUSTENTÁVEL

✽ A preocupação de Schilling com o ambiente nasceu com sua primeira empresa, a Dagoba, de chocolate orgânico, vendida à Hershey’s por US$ 17 milhões. Ele abriu este ano uma fábrica de chocolates finos em Salvador, que utiliza o cacau orgânico cultivado pelo sócio brasileiro.

Andarilho. Schilling em visita à Amazônia em maio numa reunião, num lugar afastado, quando um colega de repente virou para mim e disse: ‘Você conhece Ben Ripple? Você precisa conhecer esse cara.’ Naquele exato momento, ele apareceu.” A trajetória de Ripple é tão incomumquantoadeSchilling.Teveiníciocomumacartadadesorte: num jogo de pôquer, ele ganhou uma passagem para dar a volta ao mundo. Não pensou duas vezes: arrumou as malas e embarcou com a mulher, Blair. No fim da viagem, o casal resolveu ficar um tempo em Bali, Indonésia, etrabalharcomagricultura. Lá, teve contato com ingre-

dientes extraordinários e as dificuldadesdospequenosfazendeiros de negociar seus produtos. Daí surgiu a ideia de montar uma empresa que ajudasse pequenosprodutoresacriarcooperativas e a negociar seus produtos de forma justa. Fundada no início dos anos 2000, a Big Tree Farms trabalha com fazendeiros de todas as partes das mais de 17 mil ilhas que compõem o arquipélago indonésio. Só em Bali são cerca de 3 mil agricultores. “Fiquei muito interessado no trabalhoadmirávelque Benestava fazendo na Indonésia. Lidar com cadeia de produção é muito

difícil”, conta Schilling. “Sem saberseacompanhiadeleeralucrativa ou que retorno eu teria, disse que gostaria de investir. Como gosto de pôr a mão na massa, acabei virando um parceiro.” Além de negociar ingredientes, a Big Tree Farms ajuda agricultores que queiram melhorar seusprodutosetorná-losorgânicos. Também os encoraja a evitar a monocultura e a preservar a matanativa. “Fazendeiros,especialmenteosdepaísesemdesenvolvimento, estão no fim da cadeia de valor. Eles são as peças mais importantes e também as menos valorizadas. Não faz sen-

tido,mas éassim queas coisas são”, lamenta Schilling. Atualmente a Big Tree Farms trabalha com castanha de caju, especiarias, mel e flor de sal. “As castanhas de caju vêm da Ilha de Flores, ao leste de Bali. Elas são quebradas e suas películas retiradas manualmente. Um dia inteiro de trabalho rende apenas 2 quilos e, como a maior parte dos fazendeiros tinha pouquíssimas opções para comercializá-las, muitas vezes elas eram vendidas a atravessadores que pagavam quase nada.” A Indonésia é a terceira maior produtora mundial de cacau. Quase toda a produção do país, porém, é destinada à fabricação de manteiga de cacau e cacau em pó, em virtude da baixa qualidade das amêndoas. Influenciada por Schilling, a Big Tree Farms passou a incentivar a fermentação e a secagem do cacau – processos fundamentais para se obter um bom produto –, o que aumentou em 30% o faturamentodosprodutores.“Tudoo quenegociamos éorgânico. Para mim, é o melhor tipo de agricultura que existe.” Made in Bahia. Este ano, Schilling voltou a usar sua expertise em orgânicos e a produzir chocolate. Seu parceiro é o produtor de cacau baiano Diego Badaró, com quem criou a AMMA Chocolates. A matéria-prima vem de fazendas de cultivo orgânico de Badaró e os chocolates finos, com diversas porcentagens de cacau, são feitos na fábrica em Salvador. É um dos poucos chocolates do mundo em que, do cultivo do cacau à barra, todo o processo de produção é acompanhado pelos sócios. “A AMMA é a realização completa da minha experiência com chocolate.”

FOTOSSÍNTESE GREENPEACE, ARTHUR JD/AP - 25/7/2010

Depois dos EUA, a China. Pescadores da província de Dailan retiram óleo da costa: esforço artesanal para conter maior vazamento da história do país, causado por explosão de duto no dia 16

Guia

A sacada do seu apartamento pode virar uma horta Não é preciso morar em um lugar cercado de verde para pôr na mesa verduras e temperos plantados em casa. Mas para fazer uma “horta urbana”, especialmenteemapartamentos,épreciso tomar alguns cuidados para evitar que as plantas morram em poucas semanas. Decidir o que e onde plantar é o primeiro passo, segundo o engenheiro agrônomo Marcelo Noronha, dono da empresa Minha Horta. Em 2005, ele fez uma horta em sua casa, em São Paulo. Deu tão certo que hoje, além dos amigos, ele tem clientes como o Hotel Fasano. “Meu negócio é encher São Paulo de hortas e resgatar a relação das pessoas com a natureza.”

1 O sol

3 O vaso

5 A água

A escolha do lugar é extremamente importante. Tanto num apartamento como em casa, o sol tem de bater durante pelo menos 4 horas por dia. Normalmente, a cozinha fica na face sul dos prédios, ou seja, é menos ensolarada. Dê preferência para a face norte do imóvel.

O próximo passo é a montagem do canteiro. Compre vasos com vários furos para garantir uma boa drenagem ou faça perfurações com uma furadeira num vaso normal. Coloque pedras de argila no fundo, seguidas por uma camada de areia e terra adubada ou composto orgânico misturado com húmus de minhoca. “A areia não deixa os nutrientes da terra irem embora.”

Depois de colocar a muda ou a semente embaixo da terra, é hora de cuidar da manutenção da horta. Basicamente, é preciso molhar as plantas e observálas para detectar a presença de insetos. Na hora de regar, coloque antes a mão na terra. Só regue se ela estiver seca. O período mais indicado para molhar o canteiro é pela manhã.

2 Temperos e hortaliças O segundo ponto é a escolha das espécies. Em apartamento, o ideal são vasos de temperos, como manjericão. “Não adianta plantar três pés de alface, pois demoram muito para crescer e serão consumidos rapidamente”, diz Marcelo. Para quem mora em casa com jardim, ele recomenda hortaliças, como rúcula, agri��o, couve-manteiga e espinafre.

6 A estação do ano 4 A terra No caso do canteiro, o importante é comprar terra de boa qualidade e misturar com húmus de minhoca ou esterco de vaca. Coloque folha seca do jardim sobre o canteiro e deixe essa “cobertura morta” no local por pelo menos dois dias para a terra curtir.

No inverno, a maioria das plantas precisa de água a cada dois dias. No verão, o ideal é regá-las todos os dias. Tome cuidado: o canteiro não pode ficar encharcado, porque a água em excesso retira os nutrientes da terra. Após 15 dias do plantio, a verdura já pode ser consumida.

7 Pulgão, lagarta, formiga e outras pragas O controle de pragas e doenças pode ser feito intercalando a aplicação de óleo de nim, chá de citronela e chá de pimenta. O pulgão e a lagarta podem ser tirados com a mão – ou corte as folhas onde eles estão. Se a planta estiver infestada de pulgões, use um spray com fumo de corda misturado com água. Para a lagarta use o inseticida DiPel. Capaz de destruir uma horta da noite para o dia, a formiga pode ser combatida com borra de café. Ou plante gergelim por perto, pois a sua folha produz fungos que matam o formigueiro.


%HermesFileInfo:X-3:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Especial H3

PLANETA BALEIAS

Crônica de um fracasso ambiental THOMAS MUKOYA/REUTERS

Atlântico Norte. Foto do dia 23 mostra 120 baleias mortas nas Ilhas Faroe, província autônoma da Dinamarca: especialistas temem que tolerância incentive países a retomarem caça

Reunião para pôr fim à caça de baleias termina sem acordo; só pressão da opinião pública pode resolver impasse Karina Ninni ESPECIAL PARA O ESTADO

Sete meses depois da ConferênciadoClimade Copenhague,outra reunião global para tratar de questões ambientais terminou em fracasso. No fim do mês passado, 74 dos 88 países membros da Comissão Internacional da Baleia (CIB) reuniram-se em Agadir, no Marrocos, para tentar pôr um fim à caça dos mamíferos. Apesar da ampla maioria, foramderrotadosporumgrupoencabeçado por Japão, Noruega e Islândia.Agora, embora ofracasso de Agadir tenha tido pouca repercussão,dezentredezespecialistas acreditam que só a opinião pública mundial pode forçar uma solução para o impasse: a hora é de pressão política e econômica internacional. Calcula-se que todo ano sejam caçadas no planeta cerca de

1.900 baleias, de várias espécies. Os grandes responsáveis por isso são baleeiros japoneses, noruegueses e islandeses. O curioso é que a prática está banida por uma moratória instituída pela CIB em 1986. Os países que a mantêm se valem de um artifício: a caça para fins científicos é permitidapelaConvençãoInternacionalparaRegulaçãodaAtividade Baleeira, de 1946. Vários países já denunciaram o programa de “caça científica” do Japão como mera fachada para a atividade baleeira comercial. Apesar disso, os japoneses continuam a praticá-la, até mesmo no Santuário Baleeiro do Oceano Austral. Por conta disso, aAustráliaacionouopaísnaCorte Internacional de Haia. “Os países conservacionistas têm de fazer pressão política sobre o Japão. O país será sede da Convenção de Diversidade Biológica em outubro e se comprometeu com a biodiversidade global. O mundo tem de fazer o Japão perceber que não pode apoiarabiodiversidadede umlado e caçar baleias de outro”, afirma Susan Lieberman, dirigente do Programação de Conserva-

“O Japão tem de parar com todo tipo de caça, até mesmo a ‘científica’” Susan Lieberman, ambientalista

çãodeBaleiasdafundaçãoamericana Pew Charitable Trusts. “Os japoneses podem estar legalmente aptos a fazer a caça científica, mas isso não significa que sejacorreto,ourealmentecientífico.Elesdeveriamparar comtodo tipo de caça, principalmente no Santuário Austral.” Além de manter seu programa “científico”, o Japão é o principal destino dos produtos derivados das baleias caçadas pela Islândia. Em 2009, a Islândia exportou372toneladas decarne de

baleiadaespéciefin–umaumento substancial em relação às 80 toneladas de 2008 –, o que rendeu ao país US$ 6,4 milhões. A parceria entre islandeses e japoneses, no entanto, corre risco.AIslândiaestásendo pressionada pelo Parlamento Europeu a escolher entre a vaga que pleiteianaUnião Europeiae amanutenção da caça às baleias. “A resolução do Parlamento deixou claro que a Islândia não poderá negociar o acesso à Comunidade Europeia apenas com baseno compromisso dereduzir o número de baleias caçadas”, diz Arni Finnsson, presidente da Associação para a Preservação da Natureza na Islândia. “Está claro que a caça às baleias e a entrada para a União Europeia não são temas conciliáveis.” Retrocesso. Como a CIB está

longe do status do Parlamento Europeue não tem poder de sanção, os países caçadores saíram de Agadir com o arpão e o queijo na mão. “Se a CIB pudesse punir, essasnaçõesnãofariampartedela”,diz Ana PaulaPrates, gerente deBiodiversidade AquáticaeRecursos Pesqueiros do Ministério

do Meio Ambiente e integrante da delegação brasileira na CIB. Ana afirma que, apesar do fracasso do encontro no Marrocos, o resultado poderia ter sido ainda pior. “Acabou sendo menos ruim não aceitar a proposta que estava na mesa. A ideia no início era manter a moratória, mas regularizar a caça nos três países que ainda insistem nela, estipulandocotas de acordo com as bases do Comitê Científico da CIB”, explica Ana Paula. “Em contrapartida, queríamos que o Japão deixasse de caçar no Santuário e pretendíamos controlar suas cotas. Como eles não abriram mão, desistimos.” A estratégia da CIB diante do impasse foi adiar as discussões sobre a caça. Mas a comissão já começa a pagar um preço pela tolerância com a atividade. Países que sempre respeitaram a moratória, como a Coreia, manifestaram oficialmente em Agadir interesse na caça comercial. Coincidência ou não, a Coreia registraaltosíndicesde“caçaacidental” – alega que os seus pesqueiros acabam capturando baleias com redes usadas para pegar peixes. Aliás, o número de

restaurantes que servem carne de baleia na Coreia já chega a cem, igual ao da Islândia “O risco era esse: não conseguir um acordo e deixar para os outros países o recado de que tudo pode acontecer’”, afirma Susan, citando China e Rússia como potenciais problemas. Os russos, por exemplo, já foram grandes caçadores. Abateram 4.046 jubartes num único ano, 1960, nas Ilhas Geórgias do Sul. A reunião ocorreu em meio a denúnciasdequedelegadosjaponeses compraram votos de países-ilha no Pacífico e de nações africanas– quejátinhamsido feitas no documentário The Cove, vencedor do Oscar deste ano. Apesardecomentadosnos bastidores,osrumores nãoforam discutidos no plenário. “O Japão já admitiu que paga a outras nações para que participem de conferências”, diz Susan. “Não há nada errado nisso, contanto que não seja uma forma de barganha. Mas alguns países acusados de receber dinheiroemtrocadevotosabriramprocesso de investigação interna.” Veja pôster da baleia-jubarte na página seguinte

ACESSE NOSSO ESPECIAL EM

www.estadao.com.br/h3

ALTERNATIVA

INFOGRÁFICO

No Brasil, observação de baleias já atrai 4 mil turistas por ano Enquanto a indústria baleeira busca brechas legais para manter a caça aos mamíferos, rotas de migração desses animais têm estimulado uma nova modalidade de turismo, o whalewatching. Visitantes interessados na observação de baleias criaram uma fonte de renda interessante para regiões da Costa Rica, Colômbia, Nova Zelândia, de ilhas do Pacífico, do Brasil, do México e da Argentina. A atividade faz sucesso até na Islândia, que ainda caça baleias. No Brasil o whalewatching ocorre em Santa Catarina, com as baleias-franca, e na Bahia, polo de migração das jubarte. “Recebemos cerca de 3 mil turistas por ano nas três praias em que se pratica a observação de baleias-jubarte: Praia do Forte, Morro de São Paulo e Itacaré”, diz Sérgio Cipolotti, coordenador de Educação Ambiental do Projeto Baleia Jubarte. Iniciado em 1987, quando se descobriu que uma pequena po-

DIVULGAÇÃO–18/9/2008

pulação frequentava o Arquipélago dos Abrolhos, o projeto hoje monitora 7.920 baleias que vêm à costa brasileira para reprodução. “As baleias que se reproduzem aqui se alimentam nas Ilhas Sanduíche. Elas nadam 4 mil quilômetros”, diz o pesquisador Elitieri Neto. As jubarte foram caçadas, na Paraíba, até 1987, quando uma lei federal proibiu a prática. Segundo levantamento feito

no ano passado, o whalewatching levou a Imbituba, em Santa Catarina, 831 turistas brasileiros e estrangeiros. As baleias-franca também nadam longas distâncias até o litoral de Santa Catarina. Seu local de alimentação é a Antártida. O Brasil recebe uma população total estimada em 500 baleias-franca. Elas se revezam em três grupos. A cada ano, um deles migra para o sul do País

Bahia – As jubarte nadam 4 mil quilômetros até a costa brasileira

para se reproduzir. “O Brasil caçou as franca até 1973, e só paramos porque elas acabaram”, diz Karina Groch, diretora do Projeto Baleia Franca, que ajudou a recuperar a população brasileira e atualmente monitora a geração de ruído subaquático da obra de ampliação do Porto de Imbituba. “Delimitamos uma área de segurança. Se houver baleias nesse raio, não se pode bater estacas.” / K.N.

Clique, navegue e saiba como vive e se reproduz uma jubarte REALIDADE AUMENTADA COM SOM

É preciso ter uma webcam

COMO USAR

1

CLIQUE NO BOTÃO “REALIDADE AUMENTADA”. NA TELA SEGUINTE, EM “PERMITIR” NA CAIXA QUE APARECERÁ

2

MOSTRE O SÍMBOLO PARA A CÂMERA. NÃO COLOQUE OS DEDOS SOBRE A ÁREA PRETA

O SÍMBOLO NÃO DEVE SER DOBRADO NEM EXPOSTO EM LOCAL MUITO ILUMINADO

REALIDADE AUMENTADA: DANIEL RODA E TCHA-TCHO/AE


H4 Especial %HermesFileInfo:X-4:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

Baleia-jubarte

No Brasil predominam os padrões 1 e 2

Identificação

Os padrões de manchas pretas e brancas e o formato da nadadeira caudal são característicos de cada indivíduo da espécie. As manchas na parte de baixo da nadadeira são divididas em cinco padrões de pigmentação

O mamífero não corre mais o risco de ser extinto, mas contina fazendo parte da lista de animais vulneráveis, segundo ambientalistas

5m

1

PEQUENA

1B MANCHA

1A

95% BRANCO

Tamanho de algumas baleias do litoral brasileiro

Baleia-minke-anã 7m

Baleia-de-bryde 15 m

A pele

Abaixo da epiderme, há uma espessa camada de gordura que serve como isolante térmico e reserva de energia para as longas viagens às áreas de reprodução Baleia-jubarte 16 m/35 a 40 toneladas

Baleia-franca 18 m

EPIDERME (cerca de 1 cm) DERME Cerca de 15 cm a 30 cm

Respiração

Filhote

Pode ficar até 21 minutos debaixo d’água

Nasce depois de 11 ou 12 meses de gestação, pesando cerca de 800 a 1.000 quilos e medindo 4,5 m. Atingirá a fase reprodutiva aos 6 anos de idade

CAPACIDADE DE APROVEITAR O AR INALADO BALEIA (90%)

GORDURA

Borrifo NARINAS Sai gás carbônico

Resultado da condensação do ar pela diferença de temperatura entre o sistema respiratório e o ambiente externo. Pode atingir três metros de altura

MÚSCULO

HOMEM (15%)

Entra oxigênio

Pulmões

Vértebras V értebr ér tebras as (53)

2 narinas

Nódulos ou tubérculos

Músculo Costelas (14)

Músculo

Gordura

Língua

Barbatanaa Barbatanas

Olho

Tem uma ótima visão, dentro e fora d’água

Estrutura óssea da cabeça VISÃO LATERAL

VISÃO SUPERIOR

MAXILAR

Ouvido

Pequeno orifício a 30 cm do olho

Pregas ventrais

A estrutura — que possui de 14 a 35 pregas que vão do queixo ao abdômen — expande e contrai durante a alimentação

MANDÍBULA

Distribuição das distintas populações de jubarte

Som

Alimentam-se durante o verão nas águas polares e, no inverno, migram para águas tropicais e subtropicais onde acasalam e dão à luz ROTAS MIGRATÓRIAS

ÁREA DE ALIMENTAÇÃO

Somente os machos cantam, especialmente durante a temporada reprodutiva. O ar entra pelas narinas e enche o saco de ar laríngeo, que vibra e produz as ondas sonoras emitidas da cabeça para a água

ÁREA DE REPRODUÇÃO

Equador Oceâno Pacífico

América Central

Europa

Oceâno Oc Oceâno eâno

Atlântico tlântico América Atlântic do Sul

O SOM GRAVE PROPAGA-SE MAIS DO QUE O AGUDO, CHEGANDO ATÉ 3 MIL KM

Ásia

Com 5 metros de comprimento, servem para direcionar e auxiliar a manutenção do equilíbrio

O AR ENTRA PELAS NARINAS

Oceâno Glacial Ártico

América do Norte

Nadadeira peitoral

África Oceâno Índico

Oceânia

Oceâno Glacial Antártico

Antártica

SACO DE AR LARÍNGEO

Rota das jubartes na costa brasileira Idas e vindas

Brasil

Oceâno Atlântico

Salvador

ÁREA DE REPRODUÇÃO

Rio de Janeiro

O percurso – De 1 a 2 meses – Cerca de 4 mil km Ilhas Geógia do Sul

0 km 700

ÁREA DE ALIMENTAÇÃO Oceano Glacial Antártico

Ilhas Geógia do Sul e Ilhas Sanduíche do Sul Nos meses de dezembro a maio

Alimentam-se para seguir viagem

A fêmea volta grávida Filhote alimenta-se de leite e krill

Ilhas Sanduíche do Sul

Antártica

Filhote alimenta-se só de krill

O nascimento

Litoral do nordeste, ES e RJ Nos meses de junho a novembro

Ninguém até hoje viu ou registrou o nascimento de uma jubarte, mas os pesquisadores formularam uma hipótese Na madrugada As contrações começam e a cauda do filhote aparece fora do corpo da mãe

1

Acasalam-se

Dá à luz e amamenta 1ª viagem do filhote sozinho 2ª viagem do filhote sozinho

4 anos

ROTA DAS BALEIAS

Saída O cordão umbilical por onde passa o oxigênio é rompido quando o filhote sai

2

Respiração Para respirar pela primeira vez, a mãe ajuda o filhote a subir até a superfície

3

A A da sup filhote

4


O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

4

3

2

25% BRANCO

50% BRANCO

75% BRANCO

5 5% BRANCO

Especial H5

EDITORES: LUCIANA CONSTANTINO E SERGIO POMPEU

PESQUISA E INFOGRAFIA: GLAUCO LARA

REVISÃO: ALEXANDRE GONÇALVES

ILUSTRADOR: FARRELL

DIREÇÃO DE ARTE: FABIO SALES

TRATAMENTO DE IMAGEM: EDMUNDO PEREIRA

EDITORA DE INFOGRAFIA: REGINA ELISABETH

FONTE: INSTITUTO JUBARTE

Comportamento

Costumam projetar uma parte do corpo acima da superfície

Pedúnculo caudal

Há grande concentração de músculos

Nadadeira dorsal Arredondada ou em formato de foice

Arqueamento

Nadadeira caudal

Responsável pelo deslocamento e impulsos durante o nado e os saltos

Batida de nadadeira

Craca

Organismo marinho que cresce sobre a pele e também no casco de navios

Exposição das nadadeiras

As diferenças COMPARAÇÃO COM UM HOMEM ADULTO

Fêmea

FENDAS LOBO MAMÁRIAS HEMISFÉRICO

Espiar

Rêmora 40 cm

Amamentação A mãe pode ficar com a cauda acima perfície para facilitar a respiração do e. O leite tem 40% de gordura

ÂNUS

UMBIGO

Peixe com ventosa no alto da cabeça para se fixar na pele da baleia ou de outros animais marinhos. Alimenta-se de peixes menores e crustáceos

Macho

ABERTURA GENITAL

Cauda parada

Alimento

Barbatana que filtra

Pequenos peixes e krill — crustáceos semelhantes a camarões — são a principal fonte de alimento das jubartes, que podem comer até 1.361 quilos por dia

Placas de queratina descem do céu da boca formando uma cortina, por onde a água passa e o alimento fica retido PARTE EXTERNA

PARTE INTERNA

FLUXO DA ÁGUA

Batida caudal

6 cm com 1 g BARBATANAS (DE 240 A 400, COM 76 CM DE ALTURA)

Tamanho natural do Euphausia superb, uma espécie de krill PREGAS VENTRAIS CHEIAS D’ÁGUA

KRILL

Como se alimenta

As jubartes trabalham de forma cooperativa na captura de krill e pequenos peixes Bolhas As baleias soltam bolhas de ar sob os cardumes de krill para formar uma parede e aprisioná-los

1

A subida Com o krill preso na “rede de bolhas” as baleias iniciam uma subida rumo à superfície

2

BOLHAS DE AR

KRILL

KRILL

Ataque final Abrem as mandíbulas enchendo suas pregas ventrais com água e krill

3

Cauda para cima antes do mergulho

BARBATANAS FILTRAM A ÁGUA

90º

Salto caudal

KRILL MOVIMENTOS CIRCULARES

BOLHAS DE AR

Salto

SOBE ABRINDO A BOCA

Batida de cabeça


H6 Especial %HermesFileInfo:X-6:20100728:

O ESTADO DE S. PAULO

QUARTA-FEIRA, 28 DE JULHO DE 2010

PLANETA FAZENDO A MINHA PARTE

Segredos da cozinha sustentável do Maní Alice Lobo ESPECIAL PARA O ESTADO

Para os clientes, a preocupação com a gastronomia sustentável do estrelado restaurante Maní, em Pinheiros, zona oeste de São Paulo, aparece apenas nos ingredientes naturais e orgânicos do cardápio. A maioria deles, porém, não faz ideia do trabalho que a chef Helena Rizzo tem, da porta da cozinha para dentro, para manter o restaurante eco-friendly. Segundo Helena, a primeira coisa importante para se ter uma cozinha sustentável é a organização da despensa e da geladeira. “É preciso se programar para não comprar nada muito além do que se consome.” Ou-

tra regra básica: o alimento mais velho sempre fica em cima do novo, para ser usado antes. “Tenho uma chef responsável só pelas câmaras frias, porque elas têm de estar impecáveis para evitar desperdícios – seja para não estragar comida ou gastar muita energia”, diz. “Ela controla as datas de vencimento validade dos produtos.” Uma das obsessões de Helena é buscar o aproveitamento máximo dos alimentos para evitar que algo útil vá para o lixo. “As aparas do peixe a gente usa para fazer caldo. O leite de castanha é usado em entradas.” Outra coisas que a incomoda é a quantidade de embalagem que chega ao restaurante. Ela tenta neutralizar esse excesso

com medidas como comprar água em garrafa de vidro reutilizável da Fonte Santa Luzia. “Eles buscam as vazias, enchem e nos devolvem com água.” Mas o maior problema da chef do Maní é a dificuldade de descartar o lixo reciclável. “A coleta seletiva só passa uma vez por semana e em um restaurante é complicado, porque é preciso ter muito espaço para armazenamento. Além disso, dói no coração ver lixo reciclável sendo recolhido pelo caminhão de lixo comum.” Mas ela reconhece que poderia fazer mais. “É um ponto que a gente tem de melhorar, pois só conseguimos separar garrafas e caixas.” Em casa, Helena também tenta conter o desperdício, a começar pela lista de supermercado. “Não compro leite, porque bebo pouco e acaba estragando. Prefiro ir à padaria no café da manhã quando fico com vontade de beber”, afirma. Na sua cozinha, a chef apela para o congelamento para pre-

O ESPECIALISTA

servar os alimentos. Faz isso, por exemplo, com o pão que fica duro. Também sugere preparar salada com as frutas compradas há mais tempo, para evitar que estraguem. Para Helena, adotar comportamentos que ajudem a preservar o ambiente é uma tarefa que nunca acaba . “A cada dia, a gente tenta prestar a atenção em algum outro aspecto que dá para melhorar”, diz. Apesar disso, como a maioria dos mortais, a chef tem seus pontos fracos. “De um bom banho eu não abro mão. Todo dia, depois que saio do restaurante, eu preciso de um chuveiro. E não consigo desligar a água enquanto lavo cabelo, ainda mais quando bate aquele friozinho.”

Problema do lixo dos restaurantes é antigo “Não é fácil resolver este problema de lixo em restaurantes, que é grave – e antigo”, afirma Fernando Figueiredo, sócio da gestora de resíduos Ecosigma. Para melhorar o aproveitamento do lixo reciclável do Maní, diz Figueiredo, Helena Rizzo precisaria ter mais espaço para armazená-lo ou então procurar cooperativas que retirem o material duas ou três vezes por semana. Figueiredo atribui boa parte da culpa pela má qualidade da coleta seletiva ao poder público, que não estimula a população a separar o lixo orgânico do reciclável e recolhe tudo junto. Com isso, um contamina o outro, o que dificulta a compostagem ou a reciclagem. Mas faz uma ressalva: “É preciso profissionalizar ONGs e cooperativas de catadores de lixo: 90% delas são semi-amadoras.”

Helena Rizzo: “É preciso se programar para não comprar nada muito além do que se consome no restaurante” ALEXANDRE CAMPBELL/DIVULGAÇÃO

IDEIAS Sergio Castro/AE

Polêmicas ambientais em debates ao vivo Terceiro evento da série Estadão& Cultura reuniu especialistas por 3 dias no auditório da Livraria Cultura da Paulista Nove especialistas em meio ambiente, um público ávido por se expressar e três temas: lixo urbano, comportamento verde e o Código Florestal. Esse foi o cenário do ciclo de debates realizados pelo Planeta, entre 14 e 16 de julho, no Auditório Eva Herz, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, região central. No primeiro dia, o tema era Comportamento verde – a etiqueta do século 21, que foi debatido pela psicóloga e consultora em marketing Beth Furtado, pela arquiteta e ambientalista Marussia Whately e pela analista de tendências Lígia Krás. No dia seguinte, o jornalista Denis Russo Bugierman, o presidente da Loga, concessionária que cuida de parte do lixo de São Paulo, Luiz Gonzaga Alves Pereira, e o diretor do Departamento de Limpeza Urbana (Limpurb) Sergio Luis Mendonça Alves discutiram o tema Lixo – nova legislação e coleta seletiva. O último dia de debate foi

“Seu trabalho (de Rebelo) criou um antagonismo entre a questão ambiental e a de desenvolvimento, que já p