Issuu on Google+

Tietê, sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014 • ANO XV • Nº 738 • Diretor Geral RENAN MARTOS • destaquenews@terra.com.br • www.jornaldestaquenews.com.br • R$

2,00

CIRCULAÇÃO: TIETÊ, CERQUILHO, JUMIRIM, LARANJAL PAULISTA E MARISTELA

Tietê recebe R$ 15 milhões para obras de infraestrutura Cerquilho

Contratos foram assinados com a Caixa Federal e o dinheiro será usado para construção da Passarela Pênsil ligando a avenida Beira Rio ao recinto da FAIT, ponte sobre o rio Tietê ligando os bairros Emilio Gardenal e Parque dos Lagos, e recapeamento de diversas ruas da cidade. Serão distribuídos R$ 10.109.506,38 para a construção da ponte e R$ 4.297.485,94 para a construção da Passarela Pênsil. Região A4

Civitella assume direção do Teatro Nesta segunda-feira (20), o ator, diretor e produtor Pablo Civitella assumiu a direção do Teatro Municipal de Cerquilho. Pablo tem em seu currículo 16 anos de trabalho dedicados à cultura. Região A4

Índice

Tietê

Guarda Municipal prende por furto em chácara A Guarda Municipal foi acionada para atender a uma ocorrência de furto numa chácara do Bairro Cruz das Almas por volta das 19h do último dia 19. A viatura prosseguiu ao local e constatou o delito, encontrando a residência com a porta da sala arrombada e os cômodos da casa revirados. Tietê A3

Opinião...........................A2 Tietê................................A3 Região.............................A4 Esportes..........................A5

Laranjal Paulista

Superintendente da União visita a cidade A superintendente do Patrimônio da União, Ana Lucia dos Anjos, esteve reunida no último dia 21 com autoridades laranjalenses para tratar da regularização fundiária de interesse social que abrange as áreas não operacionais da antiga Fepasa. Região A4 Tietê

Conselho de portadores de deficiência toma posse em Tietê Tomou posse na última segunda-feira (20), às 20h, na Câmara Municipal de Tietê, o Conselho Municipal para Assuntos das Pessoas Portadoras de Deficiência. O Conselho será presidido por Letícia de Arruda Balardini e terá como membros do Conselho Bruna Pandolfi da Silva, Grace Maria Sossai Possebon, Ubiraci Borges da Silva, Kátia Cristina de Moura, Rodrigo Campanha Albino e Marcos Roberto Prezotto. Tietê A3

Sociais.............................A6 Segundo Caderno Cultura...........................B1 Guia Comercial.............B2 Variedades.....................B3 Editais............................B4 Editais............................B5 Editais............................B6 Editais............................B7 Geral...............................B8

Educação cadastra para transporte universitário Tietê A3

DESTAQUE_CADERNO_01.indd 1

23/01/2014 20:40:08


Opinião

A2 - 24 DE JANEIRO DE 2014

Editorial

Melhores condições aos portadores de deficiência Mais uma importante ação foi tomada visando uma maior atenção às pessoas com necessidades especiais. É que tomou posse em Tietê na última segunda-feira (20), o Conselho Municipal para Assuntos das Pessoas Portadoras de Deficiência. É atribuição do Conselho propor, aos órgãos competen-

tes, regulamentos e medidas administrativas necessárias à viabilização dos direitos e garantias assegurados por Lei. É do conhecimento de todos que um dos grandes problemas de todo o Brasil, incluindo Tietê, é a acessibilidade, principalmente aos deficientes físicos. Qualquer

simples saída de casa pode se transformar em uma aventura cansativa e demorada. Este tema já foi alvo de várias reportagens jornalísticas exibidos em várias emissoras por todo o Brasil. O que resta agora é que os responsáveis tomem atitudes sérias para tornar a vida

destas pessoas menos difícil. É uma vergonha que os portadores de deficiência ainda tenham que ultrapassar tantas barreiras pelo simples direito de ir e vir. Nada melhor que um Conselho exclusivo para isso para que atitudes relevantes sejam tomadas. E com urgência.

‘Rolezinho’ não é exercício da democracia. É um insulto a ela. Com a disseminação dos chamados “rolezinhos”, iniciou-se uma discussão acalorada sobre o direito dos shoppings centers exercerem o controle de acesso, ou a identificação de frequentadores. Primeiro deve ser analisada a iniciativa do shopping center em exercer um direito, qual seja, valer-se de uma medida judicial ao constatar que a sua posse sofre ameaça. O shopping é planejado e executado para congregar em um mesmo local uma gama de atividades comerciais, de lazer e de serviços, de maneira a oferecer aos clientes um local harmônico e seguro. Ainda que pacífico e sem atos de vandalismo, o “rolezinho”, por si só, atrapalha o funcionamento dos estabelecimentos situados em um shopping, que não foi projetado para receber manifestações, mas sim para abrigar, em um local seguro, diversos ramos de comércio e serviços. Ao propor a medida judicial, o shopping acaba visa proteger, também, os seus consumidores, os lojistas lá instalados e os empregados destes últimos (trabalhadores) que, no mais das vezes, por

serem remunerados por comissionamento, têm os seus rendimentos severamente afetados pela falta de vendas, quando da ocorrência dos “rolezinhos”. Não se pode esquecer, também, que o shopping é uma propriedade particular que assegura acesso aos seus frequentadores e consumidores, entendendo-se como tal aqueles que para lá se dirigem visando usufruir do planejamento levado a cabo pelo seu empreendedor. Não existe relação de consumo entre o participante de um “rolezinho” e um shopping. O participante não foi ao shopping para disfrutar dos serviços lá oferecidos, mas sim para participar de um “movimento”, ou manifestação. Outro aspecto a ser analisado nesse contexto dos “rolezinhos” é o relacionado ao popularmente conhecido como “direito de ir e vir”. Não se pode esquecer, contudo, que o mesmo art. 5º da Constituição Federal que garante o “direito de ir e vir”, é também o que assegura o direito à propriedade. São direitos iguais, sem hierarquia e que, por isso mesmo, têm que ser exercidos

simultânea e harmonicamente, sem que um se sobreponha ao outro. O de propriedade não se sobrepõe ao “direito de ir e vir”, nem este àquele. O exercício do direito à propriedade, principalmente se feito através de uma ordem judicial, não implica em restrição ao “direito de ir e vir”, nem discriminação, mas sim, visa restringir o abuso. Há que se considerar, ainda, o momento em que se vive para interpretar o Direito, antes de se concluir que determinada ação implica discriminação ou obstáculo ao exercício regular de um direito. Os chamados “rolezinhos” iniciam-se através de convocações pelas redes sociais. Inicialmente concebido como forma de “protestar” contra a falta de local de diversão para os jovens – o que por si só já seria ilegítimo, posto que “convocado” para realizarse dentro de uma propriedade privada não planejada para isso – o movimento acabou por desvirtuar-se, deixando de ser uma simples manifestação, para se transformar em foco de “arrastões”, insultos

Uma boa ação social Que papel os jovens representarão no Brasil de amanhã? Eles estarão preparados para enfrentar os desafios da crescente globalização, assegurar a sustentabilidade do desenvolvimento e construir uma vida com mais qualidade e menos desigualdade? Esses questionamentos surgem quando se pensa na empregabilidade jovem e nas condições oferecidas para a formação de novos profissionais. De início, alguns números dão ideia do tamanho do problema. Por exemplo, a escolaridade média do brasileiro é de 8,8 anos (IBGE, 2012), contra os quase 14 anos de estudo registrados nos Estados Unidos e na Coreia do Sul. Praticamente cumprida a meta de universalização do acesso ao ensino fundamental, o gargalo da vez é o ensino médio. Cerca de 20% dos jovens de 15 a 17 anos estão fora da escola. E, dos 80% que entram, 9% abandonam o curso e 12% são reprovados. Isso sem contar os 31% que estão na categoria distorção entre idade e série. Nesse cenário, os prejuízos são evidentes. Em linhas gerais, basta lembrar que cada ano adicional de escolaridade corresponde a até 10% de aumento no salário e a um crescimento de 0,37% no produto interno bruto (PIB). Diante de tais benefícios, o que leva à evasão escolar?

Segundo pesquisa da Fundação Getúlio Vargas (FGV), 40% desistem porque acham a escola desinteressante; 27% porque precisam trabalhar; e 11% porque o acesso à escola é difícil. Além do descolamento entre currículo e a realidade da vida do aluno, vários especialistas identificam que – em especial no grupo dos 9,6 milhões da geração nem-nem (nem estudam nem trabalham) – a desistência da escola está vinculada ao que chamam de ambiente cultural de antecedentes de fracasso. Ou seja, o desistente geralmente é o primeiro da família a atingir esse patamar de estudo e pertence a comunidades carentes, em situação de vulnerabilidade e exclusão do mercado formal de trabalho. Um programa, dentro das políticas públicas de inclusão profissional, que vem demonstrando eficácia no atendimento a esse segmento, é o da aprendizagem, incentivada pela Lei 10.097/2000 e reconhecida como ação de assistência social. Conjugando treinamento prático nas empresas e capacitação teórica ministrada por entidade qualificadora, conta hoje com 280 mil jovens de 14 a 24 em formação profissional, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, com a meta de atingir, até o final deste ano, a marca de um

milhão de aprendizes. Ao lado da fria letra da lei e respondendo por um terço dos jovens em capacitação profissional, o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE) vivencia o lado humano da aprendizagem, testemunhando o impacto benéfico da aprendizagem, para os jovens e suas famílias, que também são incluídas nesse processo, contando com encontros de orientação e acompanhamento de assistentes sociais. Moral da história: inseridos no ambiente corporativo e contando com salário e benefícios, que reforçam a renda familiar, os jovens descobrem o valor do aprendizado contínuo, ganham autoestima e adquirem posturas que favorecerão uma futura efetivação ou mesmo o sucesso no primeiro emprego formal. Com um detalhe animador: aptos a conciliar trabalho e estudos, muitos decidem avançar na carreira e partem para a universidade ou o pequeno negócio próprio. Com tal força inclusiva, inegavelmente a aprendizagem é daquelas boas ações de assistência social que, além de dar o peixe, logo de início ensina a pescar. Luiz Gonzaga Bertelli é presidente executivo do CIEE, diretor da Fiesp-Ciesp e vicepresidente da Associação Comercial de São Paulo.

EXPEDIENTE DIRETOR GERAL • Renan Martos EDITOR CHEFE • Renan Martos - MTB 49.903 DIRETOR DE ARTES • Anderson Machado COLABORADORES DESTA EDIÇÃO Alberto Zürcher / Luiz Gonzaga Bertelli Alfredo Bonduki / Antonio C. M. Thame

Rua Largo da Matriz, 67 - Sala 03 - Shopping Tietê Tel/Fax: (15) 3285-3112 CEP 18530-000 • Centro - Tietê-SP e-mail: destaquenews@terra.com.br www.jornaldestaquenews.com.br CIRCULAÇÃO Tietê - Cerquilho - Jumirim - Laranjal Paulista e Maristela

VENDAS Tietê - Jornal Destaque News - (15) 3285-3112 Fausto Campos Merina (15) 99627-2625 / 99185-3191 Laranjal Paulista - Antonio Carlos - (15) 9754-0527

DESTAQUE_CADERNO_01.indd 2

Os artigos assinados são de responsabilidades de seus respectivos autores. E não representam a opinião do jornal. O jornal se reserva o direito de reduzir os artigos se entender necessário.

generalizados e destruição da propriedade. Se a simples aglomeração ordeira já gera o caos – não nos esqueçamos de que os shoppings são planejados para receber um fluxo de pessoas durante o seu período de abertura e não uma aglomeração repentina – o que dizer, então de uma manifestação que traz no seu rastro a desordem e o corre-corre. Esse é o histórico do que tem acontecido nos “rolezinhos” e, por isso mesmo, ao ver o seu nome como indicado para que lá ocorra o próximo, o shopping deve, sim, tomar medidas judiciais protetivas. O cumprimento dessas medidas – no meu entender o cabível é o Interdito Proibitório – é feito por Oficial de Justiça, que é o representante do

Poder Judiciário no local e o executor da ordem, possuindo autoridade não só para exigir a identificação daqueles que entender que se enquadram na medida protetiva deferida, como, também, para requisitar o concurso da policia para auxilia-lo no cumprimento da ordem. A isso se chama Estado de Direito, esse sim, precisa ser protegido a qualquer custo. A Democracia que temos experimentado nos últimos 25 anos ainda está muito nova para sofrer os ataques desses “jovens constitucionalistas” que confundem o “direito de ir e vir” com balbúrdia. Talvez esses jovens – a grande maioria certamente nascida há menos de 25 anos – não saibam valorizar a liberdade que hoje existe em nosso País e, por isso mesmo, tentem exercê-la

de forma abusiva que deve ser controlada, para que a própria Democracia não seja atingida. Não nos esqueçamos de que o direito de qualquer um de nós termina no exato limite onde se inicia o direito do nosso semelhante. Sem dúvida que o direito do shopping não é maior do que o “direito de ir e vir”, nem menor. Um começa onde o outro termina. Alberto Zürcher é sócio do ZRDF Advogados. Atua na área imobiliária, onde supervisiona e assiste empresas e pessoas físicas em operações de incorporação imobiliária, regularização e instituição de loteamentos, compra e venda de imóveis, constituição de shoppings centers e o desenvolvimento de empreendimentos imobiliários em geral.

Exercício da democracia nas entidades de classe No contemporâneo capitalismo democrático, as entidades de classe patronal cumprem missão de extrema importância, pois são as legítimas representantes dos distintos ramos de atividade na sua interlocução com todos os elos das respectivas cadeias produtivas, os governos federal, estaduais e municipais, o Poder Legislativo, a Justiça, os trabalhadores e a sociedade. Trata-se de um trabalho relevante na defesa dos interesses setoriais e também da economia brasileira, cujo desempenho global é fruto da performance de cada segmento. Nesse contexto, as entidades de classe — associações ou sindicatos — têm forte natureza política, na melhor acepção desse termo. Afinal, são organizações juridicamente constituídas para congregar e representar um conjunto de empresas em numerosas ações e instâncias: negociações trabalhistas; para propor ou contestar, numa interação ética e transparente com o Legislativo, projetos de lei com impacto setorial; realização de estudos e pesquisas macroeconômicas sobre a atividade; interação com organismos correlatos de todo o País e do exterior; defesa comercial; contribuição para o aporte tecnológico e a

formação profissional; e realização de eventos, dentre outras atividades. Portanto, a responsabilidade de dirigir uma entidade de classe patronal é imensa, o que evidencia a pertinência de seus diretores serem eleitos, de modo democrático, pelo voto direto dos associados. Tenho plena consciência da seriedade e dimensão desse compromisso, ao ser reeleito para mais um mandato como presidente do Sinditêxtil-SP. Os deveres e atribuições relativos à gestão de uma organização patronal assumem especial complexidade no tocante ao setor têxtil, atividade muito sensível às oscilações da economia e aos caprichos da globalização, fortemente competitiva no mundo todo e com múltiplos modelos de negócios entre os associados. No caso do nosso sindicato em São Paulo, as responsabilidades são potencializadas pelo fato de a indústria têxtil paulista, considerando fios, linhas, tecidos, cama, mesa e banho, representar cerca de 30% da produção nacional. Por isso, é justo reconhecer o empenho e a imensa dedicação da diretoria com a qual compartilhei a governança do SinditêxtilSP na gestão que se encerra. Também deve ser enfatizada a

tenacidade dos novos dirigentes eleitos, que aceitaram enfrentar os numerosos desafios que temos pela frente. Ocupar cargos estatutários em entidades de classe é um exercício democrático e atitude de desprendimento em prol de toda uma categoria empresarial. É um trabalho que exige horas e dias que deixam de ser dedicados à gestão do próprio negócio e tempo não compartilhado com a família. No cumprimento dessa missão associativa em nosso setor, é muito importante ser isento e equilibrado, para atender todos os elos da longa cadeia têxtil, muitas vezes com interesses que se opõem. A estrutura organizacional, os modelos de gestão e eleição de numerosas entidades de classe, dentre as quais se incluem o Sinditêxtil-SP e a ABIT, são exemplos positivos do ordenamento da sociedade em favor de melhores condições para a economia e a vida de todos os cidadãos. A atuação dessas instituições evidencia como a boa política é fator exponencial na busca do bem comum! Alfredo Bonduki, engenheiro formado pela Escola Politécnica da USP, é empresário e presidente do Sinditêxtil-SP.

LEIS QUE NOS DEFENDEM Esta coluna semanal tem o objetivo de divulgar leis criadas para proteger o cidadão. Aumentar o conhecimento de direito e deveres é a forma mais eficiente de valorizar a cidadania e fazer valer os direitos individuais. Conhecer é poder.

Shopping deve indenizar por tentativa de assalto em estacionamento Em um determinado Shopping Center, na companhia do marido e do filho menor de idade, uma cliente foi surpreendida por três indivíduos, dois deles armados com revólveres, no momento em que parou no leitor ótico que libera a cancela para a saída do veículo do estacionamento. Os assaltantes apontaram as armas, anunciaram o assalto e ordenaram que todos saíssem do carro. O marido, que dirigia o veículo, engatou marcha à ré e escapou da mira dos assaltantes. O segurança da empresa, que estava junto à cancela, fugiu do local. Os assaltantes desistiram.

Após recorrer ao Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), que condenou o Shopping Center ao pagamento de indenização, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) confirmou a decisão do TJPB - que estipulou o pagamento de R$ 8 mil por danos morais à consumidora vítima de assalto. REsp 1269691 N.B. - As situações acima são decisões resumidas e/ou orientações. Havendo dúvidas, oriente-se com profissional de sua confiança. Antonio Carlos Mendes Thame é deputado federal (PSDB-SP), professor licenciado da ESALQ-USP e advogado (PUC-Campinas).

23/01/2014 20:40:09


Tietê

24 DE JANEIRO DE 2014 -

A3

Conselho de Pessoas Portadoras de Deficiência toma posse Tomou posse na última segunda-feira (20), às 20h, na Câmara Municipal de Tietê, o Conselho Municipal para Assuntos das Pessoas Portadoras de Deficiência. O Conselho será presidido por Letícia de Arruda Balardini e terá como membros do Conselho Bruna Pandolfi da Silva, Grace Maria Sossai

Possebon, Ubiraci Borges da Silva, Kátia Cristina de Moura, Rodrigo Campanha Albino e Marcos Roberto Prezotto. O secretário de Saúde, Arnaldo Benedito Orsolini, fez uso da palavra, seguido pela presidente do Conselho, Letícia Ballardini. Em seguida foram entregues cópias da Lei que

criou o Conselho e da Portaria de constituição dos seus integrantes e o grupo já iniciou suas atividades. É atribuição do Conselho propor, aos órgãos competentes, regulamentos e medidas administrativas necessárias à viabilização dos direitos e garantias assegurados por Lei.

Tietê renova convênio do Projeto Vivaleite Guarda Municipal prende por furto em chácara Assaltantes se identificaram como policiais federais

O prefeito de Tietê, Manoel David, participou na manhã da última segundafeira (20), da renovação dos convênios do projeto Vivaleite, com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. O eve n t o a c o n t e c e u no auditório da Fundação Ubaldino do Amaral - FUA / Jornal Cruzeiro do Sul, em Sorocaba, com a presença do secretário adjunto Henrique Almirates Júnior e dos prefeitos convidados. O convênio foi renovado por mais dois anos. O Projeto Estadual Vivaleite beneficia 20.874 crianças da região de Sorocaba. São 313.110 litros de leite distribuídos por mês com in-

vestimentos de R$ 562.700,70 do Governo do Estado. Em Tietê, são distribuídos 4.290 litros ao mês beneficiando 286 crianças, uma vez que o projeto prevê 15 litros de leite ao mês por criança. Às 14h aconteceu também a capacitação “As melhorias práticas para a distribuição do leite” com gestores e técnicos municipais do projeto. Foram tratados assuntos como: histórico do Programa, regras de atendimento, obrigações dos municípios e dos beneficiados, distribuição, condições de armazenamento e qualidade do leite. Projeto Vivaleite - O Vivaleite é um projeto social de distribuição gratuita de

leite fluido, pasteurizado, com teor de gordura mínimo de 3%, enriquecido com ferro e Vitaminas A e D. Em janeiro de 2011, sua gestão foi transferida da Secretaria de Agricultura para a Secretaria de Desenvolvimento Social. O projeto tem o objetivo de oferecer um complemento alimentar seguro e de alto valor nutritivo às pessoas de baixa renda, além de gerar, de forma indireta, novos empregos no campo. São 115 milhões de litros de leite enriquecido distribuídos por ano, beneficiando aproximadamente 520,5 mil crianças e mais de 111,5 mil idosos em todo Estado de São Paulo.

Inscrições para Rainha e Rei Momo seguem até dia 14 A prefeitura de Tietê abriu inscrições para quem deseja ser o Rei Momo ou a Rainha do Novo Carnaval de Tietê 2014. As inscrições podem ser feitas na Oficina Cultural “Maestro Orlando da Silveira”, sito à pra-

ça Dr. Julio Prestes s/n- Centro, até o dia 14 de fevereiro, das 9h às 18h. O concurso será realizado no dia 15 de fevereiro, às 20h30, na praça Dr. Elias Garcia. Os vencedores terão um

prêmio em dinheiro no valor de mil reais. Candidatas a Rainha devem ter entre 16 e 30 anos, enquanto que os candidatos a Rei Momo devem ter acima de 18 anos de idade.

A Guarda Municipal foi acionada para atender a uma ocorrência de furto numa chácara do Bairro Cruz das Almas por volta das 19h do último dia 19. A viatura prosseguiu ao local e constatou o delito, encontrando a residência com a porta da sala arrombada e os cômodos da casa revirados. Foi notado pelo proprietário a falta de uma moto serra, uma furadeira elétrica e uma espingarda de pressão. Após orientarem o proprietário a prosseguir à delegacia, a viatura da Guarda Municipal prosseguiu em busca dos sus-

peitos pela redondeza, momento em que lograram êxito na localização um veículo da marca/modelo GM/Vectra de cor preta, placas de Jacareí, com duas pessoas no interior. Ao serem averiguados, os suspeitos se identificaram como policiais federais, e apresentaram credenciais com brasões da Polícia Federal. O condutor apresentou ainda a funcional de delegado Federal. Os GMs solicitaram apoio de outras viaturas enquanto averiguavam os documentos dos veículos. Foi constatado que o veículo dos suspeitos

era de procedência ilícita, ou seja, um produto de apropriação indébita e estava com o licenciamento vencido. Ante as irregularidades do veículo, a Guarda Municipal acionou a PM para condução do carro até a delegacia de polícia. Na Delegacia foi constatado que as identificações eram falsas e que um deles era procurado pela Justiça, além de responde por vários processos criminais. O condutor do veículo, que se apresentou como delegado federal, pagou fiança e foi liberado. O segundo permaneceu preso.

Canil da GM terá nova sede para treinamento O Canil da Guarda Municipal terá sede com centro de treinamento nas proximidades do Centro Cultural e Ecológico “Cornélio Pires”.

Com a implantação do canil no local, a Guarda Municipal terá condições de nortear a segurança em outro ponto estratégico da cidade, além de melhorar

as condições dos treinamentos com os cães e receber outras instituições ligadas à área policial que trabalham na mesma especialidade técnica.

Educação cadastra para transporte universitário A Secretaria Municipal da Educação de Tietê informa a todos os estudantes, novos e antigos, que utilizarão o transporte para cursos técnicos, superiores

e pós-graduação, que de 27 de janeiro a 7 de fevereiro realizará as inscrições para o primeiro semestre. Todos os alunos devem comparecer na Secre-

taria das 8h30 às 16h30, para atualização ou cadastramento. Para mais informações, acessar www.educacao.tiete.sp.gov.br ou ligar no 3285-3899.

Trabalhadores rurais têm Circo Tubinho destina parte da alteração de piso salarial renda a Centro de Equoterapia Através de seu presidente Zacarias Pedro Simão, o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Tietê comunica a todos os empregados rurais de sua base territorial, alteração no piso salarial. Desde o dia 1º de janeiro, o piso salarial dos trabalhadores rurais passou a ser de R$ 810,00, em conformidade com a Lei Estadual 15.520/2013.

Zacarias Pedro Simão, presidente do Sindicato dos Trabahadores Rurais de Tietê

DESTAQUE_CADERNO_01.indd 3

Na quinta-feira (16), o Circo de Teatro Tubinho apresentou uma programação especial destinada a Equoterapia Esperança de Tietê. O espetáculo teve como tema “Meu filho, minha vida” onde 50% do valor dos ingressos vendidos foram destinados ao Centro de

Equoterapia Esperança, para a manutenção deste projeto. Alguns profissionais do centro de equoterapia Esperança também prestigiaram o espetáculo, como Amanda Vidotto Baggio (terapeuta ocupacional), Denis Chiquito (Equitador e graduado Me-

dicina Veterinária), Denilson Chiquito (Equitador e auxiliar lateral) e Ricardo Matos (Voluntário). A equoterapia Esperança ajuda várias crianças com necessidades educativas ou especiais. As terapias com cavalos acontecem todos os sábado no recinto da Fait.

23/01/2014 20:40:13


Região Pablo Civitella assume direção do Teatro de Cerquilho A4 - 24 DE JANEIRO DE 2014

N e s t a s eg u n d a - f e i r a (20), o ator, diretor e produtor Pablo Civitella assumiu a direção do Teatro Municipal de Cerquilho. Pablo tem em seu currículo 16 anos de trabalho dedicados à cultura, seja como ator e diretor de espetáculos, produtor de eventos e idealizador do Projeto Culturando ou gestor cultural à frente da Secretaria de Cultura. No Teatro, seu objetivo é “organizar as ações culturais do município, valorizar o

artista local e proporcionar aos cerquilhenses e região espetáculos de qualidade”. “Conto com o apoio de todos, colocando-me à disposição, desde já, para o que for necessário, sendo certo que não medirei esforços para elevar o nome da cidade de Cerquilho valorizando, principalmente, seus artistas e sua cultura. Agradeço primeiramente a Deus e especialmente ao prefeito Antonio Del Ben Junior pela oportunidade e confiança”.

Cate informa vagas de emprego disponíveis A Central de Atendimento ao Trabalhador e à Empresa de Cerquilho (Cate) informa as vagas disponíveis: artefinalista – com conhecimento em Corel Draw (uma vaga),

Projeto Vivaleite em Cerquilho é renovado O secretário estadual adjunto Henrique Almirates Júnior e prefeitos de 31 municípios da região de Sorocaba renovaram na segunda-feira (20), os convênios do Projeto Vivaleite, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social. As mais de 20 mil crianças da região beneficiadas continuarão a receber o benefício, totalizando 313.110 litros de leite enriquecido por mês, com investimento de R$562,7 mil do Governo do Estado. “Enquadram-se como beneficiários do programa crianças de 6 meses a 6 anos e 11 meses, cuja família tenha renda mensal de até dois salários mínimos”, afirmou o secretário adjunto. Foram convidados os prefeitos das seguintes cidades: Alambari, Alumínio, Angatuba, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Boituva, Campina do

auxiliar de Departamento Pessoal (duas vagas), professor de Hardware (uma vaga), auxiliar de Produção Masculino – 20 a 45 anos, Ensino Fundamental completo (40 vagas), cozinhei-

ra (o) industrial (uma vaga). Outras informações sobre oportunidades e vagas de emprego podem ser obtidas através do telefone de contato (15) 3384-5652.

Carnês do IPTU serão distribuídos em fevereiro A Prefeitura de Cerquilho, por meio da Secretaria Municipal de Finanças, informa que os carnês do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU), referente ao exercício de 2014, chegarão aos contribuintes a partir do mês de fevereiro. Conforme Decreto n° 2.629, de 12 de dezembro de 2011, o pagamento do IPTU e das taxas que o acompanham será dividido em dez parcelas,

com o primeiro vencimento para o mês de março e o último para o mês de dezembro, ou à vista, em cota única. O vencimento das parcelas dar-se-á da seguinte forma: Imóveis com Inscrição Cadastral iniciada com o número 3: todo dia 10 de cada mês; Imóveis com inscrição Cadastral iniciada com o número 5 ou 8: todo dia 15 de cada mês; Imóveis com inscrição Cadastral

iniciada com o número 6: todo dia 20 de cada mês; Imóveis com inscrição Cadastral iniciada com o número 4: todo dia 25 de cada mês. Optando pelo pagamento à vista, em cota única, o contribuinte terá o desconto de 10%, sendo que o vencimento da cota única dar-se-á na data do vencimento da primeira parcela da Inscrição Cadastral correspondente.

Superintendente da União visita Laranjal Paulista Programa “Minha Casa Minha Vida” e revitalização da antiga estação ferroviária foram os assuntos tratados Monte Alegre, Capela do Alto, Cesário Lange, Guarei, Ibiúna, Iperó, Itapetininga, Itu, Jumirim, Mairinque, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Quadra, Salto, Salto de Pirapora, São

Miguel Arcanjo, São Roque, Sarapuí, Sorocaba, Tapiraí, Tatuí, Tietê e Votorantim, além de Cerquilho. Os convênios foram renovados por mais dois anos.

Atribuição de aulas da rede Municipal tem data definida A Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Cerquilho divulgou as datas das atribuições de aulas na Rede Municipal de Ensino em 2014, conforme Instruções Normativas 014/2013, 016/2013, 017/2013 e 001/2014. O Cro-

nograma ficou assim definido: 27/01 – 9h – candidatos do cadastro PEB Creche; 14h - candidatos do cadastro da Educação Especial e Atendimento Educacional Especializado; 15h - Candidatos do cadastro para Intérprete de

Libras. 28/01 – 9h - candidatos do cadastro PEB Pré-Escola; 10h - candidatos do cadastro PEB I; 14h - candidatos do cadastro PEB II. 03/02 – 9h - candidatos do cadastro de Literatura Infantil.

Tietê recebe 15 milhões para obras de infraestrutura O dinheiro será usado para construção da Passarela Pênsil ligando a avenida Beira Rio ao recinto da FAIT, ponte sobre o rio Tietê ligando os bairros Emilio Gardenal e Parque dos Lagos, e recapeamento de diversas ruas da cidade

A superintendente do Patrimônio da União, Ana Lucia dos Anjos, esteve reunida no último dia 21 com autoridades laranjalenses para tratar da regularização fundiária de interesse social que abrange as áreas não operacionais da antiga

Fepasa. A visita teve como objetivo dar continuidade a programação de investimento do município na questão habitacional, no Programa “Minha Casa Minha Vida”, além de revitalização da antiga estação ferroviária.

Participaram da reunião o prefeito de Laranjal Paulista Heitor Camarin Junior, a secretária de Governo Dra. Rosa Tiveron, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Urbano Douglas Fieri e a secretária de Cultura e Turismo Silvana Pires.

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA EDITAL Nº 001/ 2014 DE 20 DE JANEIRO DE 2014 Eu, HEITOR CAMARIN JUNIOR, Prefeito do Município de Laranjal Paulista, Estado de São Paulo, no uso de minhas atribuições, e tendo em vista o que dispõe a Lei Municipal nº 1.301, de 16 de dezembro de 1975, faço saber a todos quanto este EDITAL virem ou dele conhecimento tiverem que, no intuito de evitar constrangimentos futuros, comunico que se encontram à disposição, no DEPARTAMENTO de FISCALIZAÇÃO TRIBUTÁRIA da Prefeitura Municipal de Laranjal Paulista, as notificações alusivas aos Autos de Infração e Imposição de Multa, exercício de 2011, abaixo relacionados:

O prefeito de Tietê, Manoel David, assinou na manhã da quarta-feira (22), três contratos com a Caixa Federal para receber recursos no valor de aproximadamente R$ 15 milhões, através dos Ministérios da Cidade e do Turismo. Os contratos foram assinados em seu gabinete, com a presença do engenheiro Marcos Antonio Sensão e Flávio Gavaza, gerente de De-

DESTAQUE_CADERNO_01.indd 4

senvolvimento Urbano, ambos da Superintendência Regional de Sorocaba da Caixa Federal. O prefeito, engenheiros e equipe da secretaria de Obras visitaram os locais onde serão construídas a passarela pênsil e a ponte ligando o bairro Emilio Gardenal ao Parque dos Lagos. Esses valores estão assim distribuídos: R$ 10.109.506,38 para a ponte e R$ 753.683,49 para recapeamento de diver-

sas ruas da cidade, através do Ministério das Cidades e R$ 4.297.485,94 para a construção da Passarela Pênsil, através do Ministério do Turismo. O próximo passo para a administração municipal, a partir de agora, será cumprir as exigências contratuais, licenças ambientais e outorgas necessárias. As obras deverão ser licitadas e iniciadas ainda em 2014.

EMPRESA.................................................................................................................CNPJ/CPF..........................I.M. ADÃO DONIZETE DE OLIVEIRA...................................................................... 051.257.418-92....................421800 ADILSON BUENO DE GODOI ME............................................................. 05.276.424/0001-05....................397000 ALEXANDRE AUGUSTO GOMES COELHO..............................................11.141.554/0001-25.................... 511900 ALMEIDA E SANTOS CONSTRUTORA LTDA ME......................................12.115.842/0001-78....................527400 ALMEIDA TECNOLOGIA INFORMAÇÃO LTDA......................................... 08.815.448/0001-75....................529400 ANTONIO TEODORO DE AQUINO................................................................... 236.987.139-34....................231200 BENEDITO MARIANO DE OLIVEIRA MEI................................................. 13.249.856/0001-47....................540400 BRIG CAR VEICULOS LTDA ME............................................................... 05.098.923/0001-41....................391200 DAIANE RIBEIRO CURAN ME................................................................... 12.253.763/0001-23....................528200 EFICAZ CONSTRUÇÕES INSTALAÇÕES LTDA ME.................................11.218.281/0001-70....................512700 ELAINE M. PAEZANI DINIZ MODAS ME....................................................05.896.773/0001-11....................412600 ELIANA ANTONIA V. BERTELINI & CIA LTDA ME..................................... 12.232.127/0001-15....................526900 FRANCISCO MOREIRA FREIRE ME......................................................... 04.254.273/0001-13....................362500 GERALDO HERMENEGILDO HENRIQUE ME.......................................... 07.486.360/0001-94....................445000 IGR. EVANG. ASS. DE DEUS MINISTERIO DE PERUS........................... 63.098.552/0001-02....................518900 IZAIAS R. DOS SANTOS LARANJAL PAULISTA ME................................ 03.950.887/0001-77....................354800 JOÃO LUIS VAZ ME................................................................................... 14.178.129/0001-07....................553500 LUIZ VIANA DE LARA ME.......................................................................... 03.357.568/0001-52....................342200 MARCO AURELIO DE MELLO ME............................................................. 06.017.574/0001-59....................479300 MARIA INES CESAR ME............................................................................ 08.216.441/0001-37....................465800 MARINALVA V. BRUNHEIRA SALTO ME................................................... 10.159.265/0001-90....................491200 PLANTER CORRETORA DE SEGUROS DE VIDA LTDA.......................... 02.027.978/0001-72....................304300 RAMOS E CARNIEL REPRESENTAÇÕES LTDA...................................... 13.418.382/0001-10....................543700 RODRIGO TIAGO DA SILVA ME................................................................ 10.985.939/0001-06....................510000 VALDIR PEREIRA DOS SANTOS..................................................................... 299.695.698-21....................504300 W M D DOS SANTOS MERCEARIA ME.................................................... 08.855.424/0001-40....................473800 WALTER PICAZIO JUNIOR............................................................................... 065.007.888-05....................450400 Prefeitura do Município de Laranjal Paulista, 20 de Janeiro de 2014. HEITOR CAMARIN JUNIOR Prefeito Municipal

23/01/2014 20:40:17


o a

e -

Esportes

24 DE JANEIRO DE 2014 -

A5

Karatecas de Tietê participam de seletiva para Sul-Americano Caminhando com Saúde tem início no dia 27 em Cerquilho

Acontece neste fim de semana, entre os dias 24 e 26, a seletiva dos atletas brasileiros visando vagas para o Campeonato Sul-Americano na Bolívia. Três atletas do Projeto SEEL / CRAS (Secretaria de Esportes e Assistência Social), foram convidados para o evento: Bruno David, Kauan Santos e Ygor Correia. A seletiva acontece no Rio de Janeiro. Bruno estará disputando a categoria sub - 21, na categoria acima de 75kg. Já Kauan vai participar da categoria 14 a 15 anos 70kg acima, e Ygor participará também na categoria 14 a 15 anos, mas no peso 57kg a 63kg.

De 27 a 31 de janeiro, a Prefeitura de Cerquilho, através da Secretaria de Esportes, Turismo, Lazer e Juventude (Setul) realiza a 15ª edição do Caminhando com Saúde, no Centro Municipal de Eventos “Cidade das Rosas”, na Av. Pres. Washington Luis.

Torneios Internos do TEC têm início

Sempre das 19h às 21h, a programação do evento contará com apresentação e aulas de academias, distribuição de brindes, alongamento e caminhada. No dia 30, às 19h15, acontecerá a CãoMinhada, com apresentações de cães adestrados e distribuição de

brindes para animais. Por fim, na sexta-feira (31), será realizada a Corrida pela Saúde, seguida de caminhada. As inscrições serão limitadas e cada uma dará o direito a uma camiseta, no valor de R$ 6. Haverá premiação para as categorias Masculino e Feminino, do 1° ao 3° lugar.

Ecort conquista primeiras colocações em Laras Parte da Ecort (Equipe de Corredores de Rua de Tietê) esteve no Distrito de Laras, no último dia 18, participando da 28ª Corrida de São Sebastião. Os destaques tieteenses foram: Nilza Coimbra - 1º lugar na cat. 50 anos acima / Luiz Leopoldo - 2º lugar cat. 35 a 45 anos / Cicero Freire 3º lugar cat. 35 a 45 anos / José

Beffa (Tostão) - 2º lugar cat. 50 anos acima / Reis Coimbra - 3º lugar cat. 50 anos acima. Cerquilho também é destaque - Os atletas de Cerquilho também participaram do evento e obtiveram bons resultados: Edson Mauri do Santos conquistou a 3º colocação na Categoria Geral Masculino; Luzia Aparecida

do Santos levou o 1º lugar no Geral Feminino; e José Ademar e Cícero Rodrigues Freire ficaram com a 2ª e 3ª posição, respectivamente, na Categoria Veterano. O próximo compromisso dos atletas cerquilhenses será na 1ª Corrida e Caminhada, na cidade de Boituva, no dia 26 de janeiro.

De 2 de fevereiro a 16 de março acontece a Copa Tietê de Futebol O evento faz parte das comemorações ao aniversário da cidade de Tietê e este ano contará com oito

Finalistas da etapa de vôlei de areia

Tiveram início no TEC (Tietê Esportiva Clube), no último dia 18, os torneios internos de Truco e Vôlei de Areia. No truco, o título da primeira etapa do ano ficou com Juliano e Júnior, seguidos de Fernando e Nelson. O vôlei

de areia teve como campeã a equipe formada por Robson, Akemi, Bruno e Luis Henrique. O vice ficou com Nilton, Luiz Alfredo, Camila e Raquel. Tênis de Campo - Neste sábado (25) será realizada a primeira etapa do V Torneio

Interno de Tênis de Campo do TEC. O evento será realizado às 8h30 na sede campestre do clube. Para participar do Torneio é necessário apresentar atestado médico. Mais informações podem ser obtidas na secretaria do TEC ou pelo telefone (15) 3282-3345.

Morro vermelho vence amistoso O E.C. Morro Vermelho jogou no sábado (18), no estádio Silvio Bordignon, seu terceiro amistoso do ano, contra o Água Salgada, de Boituva. Em uma partida que terminou sem gols no primeiro tempo, os laranjalenses do Morro saíram atrás do placar mas conseguiram a virada e a

DESTAQUE_CADERNO_01.indd 5

vitória por 3 a 1. O primeiro gol do Morro saiu após passe de Paulinho, quando Duda chutou da entrada da área para empatar a partida. O gol da virada saiu após uma bola mal atrasada pela defesa adversária, onde Daniel aproveitou a bobeira e marcou. O terceiro gol saiu após uma

bola dividida, quando Douglas chutou por cobertura na saída do goleiro, finalizando o jogo em 3x1. O Morro Vermelho entrou em campo com a seguinte escalação: Jeremias, Sorriso, Jú Bigorna, André Felipe e Fernandinho, João Francisco, Paulinho, Romarinho e Edinho Leme, Duda e Julio Vicente. Entraram no segundo tempo: Rodrigo, Merenda, Daniel, Douglas, Bruno, Luis e Kauê. O Esporte Clube Morro Vermelho volta a jogar no próximo sábado (25), sem local e adversário confirmados até o momento.

equipes, classificadas ao longo dos campeonatos promovidos pela Seel em 2013.

As reuniões já estão sendo realizadas e as equipes vão confirmar as suas participações.

Sol e fotoproteção Fotoprotetores são substâncias destinadas a proteger a pele das radiações ultravioletas vindas do sol. A fotoproteção é muito importante para prevenir vários problemas de pele que estão relacionados à exposição solar, tais como manchas, rugas, ressecamento, lesões précancerosas e, até mesmo, o câncer da pele. O fotoprotetor ideal deve ter fator de proteção solar (FPS) no mínimo 30; deve ser de amplo espectro, ou seja, deve absorver ou bloquear as duas formas de radiação ultravioleta mais lesivas para a pele que são o ultravioleta B e ultravioleta A.

Atenção! Sol demais é perigoso até com fotoprotetor! Muita gente se ilude achando que usar um FPS alto só uma vez ao dia ou um FPS baixo várias vezes ao dia as protege adequadamente, e acabam se expondo exageradamente ao sol. Ou muitas vezes não espalham o produto uniformemente em toda pele, nem após contato com a água. Muitos também acreditam que usar FPS significa, automaticamente, que podem

abusar do sol a todo momento. Nessa ilusão, muita gente tem sofrido os males provocados pelo sol bem mais precocemente. Todo cuidado é pouco! Mesmo com os filtros, deve-se evitar o sol das 10h às 16h. Não se esqueça de usar hidratantes após cada período de exposição ao sol e após os banhos. E beba sempre muito líquido para evitar a desidratação. Dra. Daniela Mazzer da Mata Farmacêutica Bioquímica responsável pela MEDICINALE Farmácia de Manipulação e especializada em Cosmetologia

23/01/2014 20:40:19


Sociais

A6 - 24 DE JANEIRO DE 2014

e n l a c e s Aniversariantes Gabriela Marcon e Luciano de Camargo casaram no último dia 18 na Igreja de Nossa Senhora Aparecida. O celebrante foi o padre Valdir Machia. Houve festa no Buffet Pizol, com animação de Alcides e equipe – FOTO SIMONE – 3282 1788 Amigos e familiares parabenizam Lucas Pantojo por mais um aniversário no dia 28

Everton Scudeler vira mais uma folhinha no próximo dia 30. Felicidades!

Tassia Bonilha comemora nova idade no dia 22 ao lado namorado Bruno, da irmã Mariana e dos pais Fausto e Claudia

DESTAQUE_CADERNO_01.indd 6

Flaviana Costa faz aniversário dia 24 e recebe muitos cumprimentos pela data

Os pais Laurindo e Edilaine festejaram o primeiro aninho de Gabriel Bonatti Salvador no último dia 19, no Salão bela Vista. O tema foi “Galinha Pintadinha”. O avô Toto, da Tabacaria Jardim, manda os parabéns especiais – FOTO SIMONE – 3282 1788

Beatriz Luvizotto comemorou seus 15 anos no último dia 18 no Salão do São José, em Cerquilho. A animação foi do DJ Bruno Cruz e da Banda Alma. O serviço foi do Buffet Ataíde e Bar Tender Armazén – FOTO SIMONE – 3282 1788

Cristiane Tomazela e Fernando Pizol casaram no último dia 11 no Cartório de Registro Civil de Tietê. Após, padrinhos e familiares foram recepcionados para um churrasco – FOTO CINDY LISA (15) 3282 5377

Paulo Roberto Momi faz aniversário no dia 25 e recebe os parabéns da esposa Raquel, da filha Sabrina e dos pais Pais Pedro e Maria

Pamela Fernandes e Herbet dos Santos uniram-se em matrimônio no dia 21/12/2013 no Maranello Eventos, em Cerquilho. A festa teve o serviço do Buffet Infinity e som/iluminação de Mafeto Produções – FOTO CINDY LISA – (15) 3282 5377 O namorado Lucas Tezoto parabeniza Marília Afonso por mais um aniversário no dia 27

Andréia Casare comemora a chegada de mais um ano de vida no dia 24. Parabéns!

Beatriz Bussamra Gardenal recebe muitos cumprimentos no dia 25 por mais um aniversário

23/01/2014 20:40:53


Tietê, sexta-feira, 24 de Janeiro de 2014

-

ANO XV

-

Nº 738

Luis Sandei toma posse em nova diretoria do Sated-SP O diretor e ator tieteense Luis Sandei tomou posse, no último dia 13, na nova diretoria que dirigirá o Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado de São Paulo (Sated) no quadriênio 2014/2017. Sandei assumiu a função de diretor Regional da Cidade de São Paulo e Grande São Paulo. “Este momento profissional que vivo atualmente requer de minha parte muita responsabilidade e amor a arte, fatores que sempre procurei priorizar nos meus

trabalhos artísticos”, afirmou Luis Sandei. Em nome dos membros da nova diretoria, falou a presidente reeleita, Ligia de Paula Souza, que agradeceu a presença de todos e, em seguida, resumiu os compromissos assumidos pela chapa “Inspiração e Arte” e que, naquele momento, eles renovavam estes votos “com ênfase especial para a defesa dos direitos trabalhistas de todos os artistas e técnicos paulistas, o engajamento nas campanhas da sociedade civil em defesa da população brasileira, sem

esquecermos o passo inicial que pavimenta o caminho de acesso à nossa categoria, ou seja, a formação profissional”. A nova diretoria é composta pelos seguintes profissionais: Efetivos - Ligia de Paula, Laura Figueiredo, Luis Sandei Melo, Nívio Diegues, Reginaldo Ribeiro, Renato di Renzo, Roberto Pereira, Claudia Regina, Douglas Franco, Joaquim Salgado. Suplentes: Antônio Abujamra, Bertha Zemelmacher, Clery Cunha, Etty Fraser, Wolney de Assis, Zé do Caixão, Fagner Pavan, José Delmondes, José de Almeida.

Dica de Filme

por Batz Vídeo

Percy Jackson e o Mar de Monstros

Domingo tem Encontro de Violeiros em Tietê Acontece neste domingo (26), no Clube Unidos da Bela Vista, em Tietê, o 2º Encontro de Violeiros, com entrada franca. Estão confirmadas as presenças de Jangadeiro & Camargo, Bernardo & Hélio (Irmãos Milani) e Sandro Silva, além de Giulliano Ribeiro, José Rafael Violeiro, Fernando Lima, Herbert & Wanderley, Faustino e Luizinho Rosa. No local haverá churrasco, frango a passarinho, polenta frita e bebidas.

Baseado no bestseller, PERCY JACKSON E O MAR DE MONSTROS nos leva pela jornada épica do jovem semi-deus em busca de seu destino. Para salvar nosso mundo, Percy e seus amigos deverão encontrar o poderoso e mágico Velocino de Ouro. Embarcando em uma perigosa odesséia nas águas nunca navegadas do Mar dos Monstros (conhecido pelos humanos como Triângulo das Bermudas).

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 1

23/01/2014 20:21:34


B2 - 24 DE JANEIRO DE 2014

ADVOGADOS

Guia Comercial BEBIDAS

ESTÉTICA

Márcio Bonadia de Souza OAB/SP 191.553

CASA E CONSTRUÇÃO SAÚDE

Fabiana Maria Floriam Zuchi

AUTO-PEÇAS CONTABILIDADE Ética Contábil S/C Ltda Tel.: (15) 3285-9200

Rua do Comércio nº 612 - Centro - Tietê-SP

CIRURGIÃ DENTISTA CLÍNICA GERAL ORTODONTIA Especialista em Ortodontia pela UNICAMP R. LUIZ FERNANDES DIOGO, 388 - SALA 02 - TIETÊ - SP FONE - (15) 3282-6140 - CONSULTÓRIO

SERVIÇOS

CLASSIFICADOS AUTOS

•OPALA Vendo Opala Diplomata Automatic, 91/91, prata, 4 portas, álcool, original. Tratar pelo (15) 9669-1753.

BATERIAS

• SAVEIRO 2010 Vende-se uma SAVEIRO, com capota, rodas + SOM. Preço de Ocasião. Tratar pelo celular (19) 7876-0889 com Lucas. • FIAT PUNTO Vende-se um Fiat Punto 2010 1.4 flex, com Ar/Direção/Bancos de couro e Rodas de liga leve. Som integrado original. KM 38.000. ÚNICO DONO. Valor R$ 28.000,00. Tratar: Roberto 3282.3133 (à tarde) ou 9.8116.6226 (tim) ou 3259.2124 (à noite). • MOTO E CARRO Vende-se moto Yamaha 2008 preta e vende-se Gol 94 – 1.0 Branco Gas. Tratar com jacaré – 32826751 ou 997861039.

IMÓVEIS

VENDE-SE MOTO

Vende-se moto Honda CG, ano 1989, a gasolina, em bom estado. Tratar pelo (15) 3282-2959

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 2

• CASA Vende-se casa semi-nova com 2 dormitórios, sala, cozinha, banheiro, varanda, 70m2, a 1 quadra do Posto de Saúde e Escola no Bairro São Pedro. Valor R$ 105 mil. Tratar pelo (15) 8115-1184. • SÍTIO Vende-se um Sítio no Bairro Matão, com 5 alqueires, 1km da pista.

Casa sede, barracão de bochas, 3 tanques. Interessados tratar cel.: (15) 9714-9435. • ALUGA-SE Estabelecimento Comercial, localizado na Avenida 11 de agosto, n° 151. (em frente ao fórum) – Tietê. Contato: (15) 3282-3717/3282-4239. • TERRENO Vende-se um Terreno no Bairro Seis Irmãos, local privilegiado. Interessados entrar em contato pelo Tel.: (15) 3282-2915. • CASA Negócio de Ocasião. Vende-se residência no centro de Laranjal Paulista, bem localizada, com 3 dormitórios e uma edícula. Tratar com Antônio Carlos tel.: (15) 3283 6158 / 9754 0527. • CASA Vende-se Casa, no Zico Pires, entrada de R$ 4.680,00 + parcela de R$ 700,00. Tel.: (19) 3035-9306 / 3036-1868. • PONTO COMERCIAL Vende-se ponto comercial na rua Dr. Palinuro, 467 centro em Tietê. Contato: 3285-1459/991781407 • CASA EM PERUIBE Aluga-se casa em Peruibe, toda mobiliada, garagem para 5 carros, TV, churrasqueira, varanda e ventilador de teto, para até 15 pessoas – Tratar pelo cel.: (15) 99717-1105.

Av. Brasil, 261 - Centro - Próx. Coocerqui

IMOBILIÁRIA

23/01/2014 20:21:40


Variedades Horóscopo Semanal Receita 24 DE JANEIRO DE 2014 -

Fonte João Bidu

Rabanada Salgada

INGREDIENTES 3 colheres (sopa) de azeite 1 cebola picadinha (½ xícara de chá) 1 colher (chá) de alho 1/3 de pimentão vermelho picado (45 g) 1/3 de pimentão amarelo picado (45 g) 1/3 de pimentão verde picado (45 g) 1/3 xícara (chá) de azeitona preta picadinha (45 g) ½ kg de bacalhau dessalgado, cozido e em lascas sal e pimenta do reino moída e cheiro verde picadinho a gosto 1 xícara (chá) de requeijão cremoso 1 pacote de pão de forma sem casca cortado ao meio 300 ml de leite temperado com sal (para empanar) 3 ovos batidos (para empanar) farinha de rosca (para empanar)

MODO DE PREPARO Em uma frigideira aqueça 3 colheres (sopa) de azeite e refogue 1 cebola picadinha, 1 colher (chá) de alho, 1/3 de pimentão vermelho picado, 1/3 de pimentão amarelo picado e 1/3 de pimentão verde picado. Adicione 1/3 xícara (chá) de azeitona preta picadinha, ½ kg de bacalhau dessalgado, cozido e em lascas, tempere com sal e pimenta do reino moída e cheiro verde picadinho a gosto e refogue por mais 3 minutos. Retire do fogo e deixe esfriar. Depois de frio acrescente 1 xícara (chá) de requeijão cremoso e misture. Pegue uma fatia de pão de forma, coloque uma camada de bacalhau refogado (feito acima) e cubra com outra fatia de pão de forma. Aperte as pontas do pão para fechar bem o sanduíche. Repita o mesmo procedimento até terminarem os ingredientes. Passe cada sanduíche de bacalhau no leite temperado com sal, em seguida nos ovos batidos e empane na farinha de rosca. Frite em óleo quente até dourar. Retire e escorra em papel absorvente. Sirva em seguida. RENDIMENTO 20 porções

Resumo das Novelas

SEXTA-FEIRA, 24 DE JANEIRO – Lindinha ouve Manfred gritar com Ernest e estranha. Aurora pede que Décio arrume um emprego de gerente no clube para Davi e diz que pagará o salário dele, mas pede segredo. Santinha insinua para Miquelina que Arlindo está interessado em Volpina. Belmira se arruma, deixando Odilon e Nuno encantados. Toni passa a noite com Gaia. Valter faz uma entrevista com Davi para a vaga de gerente. Hilda termina com Toni. Pilar conta para Manfred sobre o plano de Franz. Ernest finge passar mal e é levado para o hospital. SÁBADO, 25 DE JANEIRO – Manfred denuncia Franz ao delegado. Venceslau se apavora quando Manfred diz que descobriu o plano. O delegado chega ao hospital com Manfred, pede para revistar os leitos e não encontra Franz. Sílvia diz a Bibiana que precisa pesquisar sobre a família Hauser para tentar se lembrar de tudo. Davi é contratado por Valter. Franz sai da enfermaria vestido de médico sem ser visto por Manfred e o delegado. Sonan e Matilde namoram. Hilda procura Gaia. Franz, Amélia e Pérola se encontram. SEGUNDA-FEIRA, 27 DE JANEIRO –Sílvia diz a Bibiana e Eufrásio que pode se lembrar de sua história se começar a ler sobre a família Hauser. Manfred tranca Ernest no quarto. Toni diz a Gaia que fará tudo para ter Hilda de volta. O delegado desconfia de que Ernest aja sob as ordens de Manfred. Mundo e Iolanda pressionam Venceslau a contar o que ele sabe sobre Manfred. Laura pede a Artur que a ajude a descobrir as falcatruas que Walter armou com Ernest. Gertrude impede que Venceslau coma um prato envenenado por Manfred. TERÇA-FEIRA, 28 DE JANEIRO – Laura se desespera ao saber que pode perder Tavinho. Franz diz a Viktor que Pilar contou a Manfred que ele estava no hospital. Tenpa revela a Sonan que Ananda previu que ele iria se casar e ter um filho. Viktor acusa Pilar de estar com os documentos de Sílvia que provam a inocência de Heitor. Silveira diz a Iolanda que ela poderá se casar com Mundo. Viktor diz a Franz que desconfia da culpa de Ernest na morte de Catarina. Ernest tenta fugir de casa. QUARTA-FEIRA, 29 DE JANEIRO – Ernest foge em um taxi e Manfred o segue. Pérola diz a Viktor que Sílvia está viva. Manfred vê Ernest entrar no cortiço. Pilar diz a Manfred que Viktor está perto de descobrir a verdade. Ernest procura Iolanda, diz que está fugindo de Manfred e pede ajuda para encontrar Franz. Tenpa arruma um emprego no armazém de Toni. Fabrício sugere que Gaia crie Tavinho ao lado de Laura. Ernest confessa aos filhos que é culpado pela morte de Catarina. QUINTA-FEIRA, 30 DE JANEIRO – Ernest pede perdão aos filhos, que ficam chocados com a história. Manfred avisa ao delegado que Franz está no cortiço. Ernest afirma que descobrirá as provas que provam a inocência de Franz no acidente de Sílvia. Valter pede a Décio que não revele a Davi que ele foi contratado a pedido de Aurora. Ernest finge para Manfred que quer ficar ao seu lado. Manfred arruma o quarto do pai e, aturdido, vê pela janela Silvia parada no portão da mansão.

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 3

SEXTA-FEIRA, 24 DE JANEIRO – Marlon vê Hermes e Tereza saírem com Lili e se desespera. Marlon fala para LC que Lili foi encontrar Tereza. LC manda Angelique passar a noite ao lado de Lili, e orienta Líder Jorge a levar os dossiês de Tereza e Hermes para a Polícia Federal. Kléber mente para LC sobre o destino de William. Lili consegue se livrar da máquina da felicidade. Keila fala para Kléber que viu Celina comprar roupas masculinas no armazém. LC diz a Lili que William morreu. Kléber vê William na casa de Celina. SÁBADO, 25 DE JANEIRO – LC ampara Lili, que se desespera com a notícia da suposta morte de William. Kléber manda Edu e seus capangas capturarem Celina e William. Nilson vê Edu e seus capangas levando William e Celina. Líder Jorge entrega ao contato da Polícia Federal os dossiês contra Tereza e Hermes. Celina e William conseguem fugir de Kléber com a ajuda de Nilson. Tereza e Hermes chegam ao Rio de Janeiro. Thomaz fala para Heloísa que conversou com Lili. Hermes e Tereza são presos. SEGUNDA-FEIRA, 27 DE JANEIRO – Heloísa e Flávio se surpreendem com o relato de Thomaz sobre o encontro com Lili e sua visita à Comunidade. Paulinha não consegue se reaproximar de Marlon. Celina pede dinheiro emprestado a Fátima. Priscila flagra Marcelo com Rose e Amanda no escritório e termina o namoro. LC convoca Líder Jorge, Marlon e Lili para fazerem parte da cúpula da Comunidade. William chega em casa com Celina e Nilson, e Sandra se surpreende. TERÇA-FEIRA, 28 DE JANEIRO – Heloísa, Thomaz e Flávio visitam Tereza na cadeia. LC se surpreende quando Marlon pergunta por Zélia e inventa uma desculpa para o rapaz. Flávio se incomoda com a gratidão de Heloísa por Thomaz. Álvaro pede dinheiro a Inês. Marcelo tenta se reconciliar com Priscila. Marlon fica lisonjeado com o elogio que recebe de Lili. Thomaz conta para André sobre seu envolvimento com LC. Vitória pede para Marlon e Lili ajudá-la a deixar a Comunidade. Kléber encontra Matias. QUARTA-FEIRA, 29 DE JANEIRO – Matias luta com Kléber. Thomaz decide contar o que sabe sobre LC para André. Vó Tita ajuda Matias a fugir de Tapiré. Marcelo se desespera com a história que Rose conta para Priscila. Heloísa vê LC no restaurante, mas não o reconhece. Vitória se despede de Lili e Marlon. LC passeia com Mr. Green, um investidor americano, pela cidade. Hermes acerta com Henrique sua fuga da cadeia. Vitória percebe que foi enganada e não consegue avisar a Marlon e Lili. LC vê William no Rio de Janeiro. QUINTA-FEIRA, 30 DE JANEIRO – Celina percebe o olhar de LC para William. Vitória é colocada na máquina da felicidade. LC consegue a transferência de Hermes e Tereza para uma penitenciária. Marlon fica confuso sobre seus sentimentos por Lili. Marcelo grava uma confissão de Rose. Kléber chega ao Rio de Janeiro, e LC lhe entrega o endereço de William. Marcelo reata com Priscila. Thomaz se surpreende ao ver Lili no lugar de LC. Kléber vê Celina e Nilson com William. Thomaz sugere que Lili autorize sua ida com Heloísa à Comunidade.

SEXTA-FEIRA, 24 DE JANEIRO – Pérsio, Paloma e Lutero vão à delegacia denunciar o desaparecimento de Rebeca. Laerte se preocupa quando Amarilys avisa que ajudará Túlio e Samuel a terem um filho. Gina e Elias se casam. Márcia e Valdirene chegam para a festa de Gina e se desentendem com Noriko e Raquel. Pérsio liga para Rebeca, que confirma a história de Aline. Denizard pede para reatar com Ordália. Eron pede para dormir na casa de Niko. Félix afirma a Paloma e Bruno que eles precisam ir à casa de César.

B3

ÁRIES Hoje, o astral fica tenso e é melhor agir com calma. Na parte da manhã, nem tudo vai sair como planejou: tenha jogo de cintura para contornar os problemas. À tarde, terá que lidar com rivalidades. Não pegue mais coisas do que pode fazer. Palpite: 38, 43 e 57.

TOURO Hoje, nem tudo vai sair como gostaria. Logo cedo, imprevistos podem tumultuar o trabalho, por isso, tenha jogo de cintura. À tarde, rivalidades e excesso de otimismo vão incomodar: vá com calma. Cor: vinho.

GÊMEOS O astral estará um pouco tenso. Imprevistos e cancelamentos podem tumultuar a manhã, portanto, tenha jogo de cintura. À tarde, cuidado com rivalidades. Mas você vai contar com a sorte para dar conta de tudo. À noite, procure se divertir mais. Cor: preto.

CÂNCER Controle a ansiedade, na parte da manhã, e tente lidar melhor com imprevistos. À tarde, pode se desentender com alguém, mas tente agir com diplomacia. Pode ser difícil dar conta de tudo o que precisa fazer: mantenha a calma e siga em frente. Cor: vermelho.

LEÃO No trabalho, o dia começa complicado e pode ser difícil cumprir as tarefas que já tinha agendado na parte da manhã. À tarde, falar demais pode provocar rivalidades. À noite, o ciúme ou a insegurança pode gerar brigas em casa. Cor: branco.

VIRGEM Redobre a atenção no trabalho, pois há risco de ter prejuízo. Vai precisar de jogo de cintura para driblar os imprevistos. À tarde, rivalidades ou excesso de otimismo podem atrapalhar seus ganhos. À noite, talvez tenha que enfrentar um rival. Cor: laranja.

LIBRA Talvez o dia seja um pouco tenso, mas com diplomacia e jogo de cintura, vai se sair bem. Pode se chatear com tarefas repetitivas na parte da manhã e, à tarde, há sinal de rivalidades. À noite, a carência pode te chatear. Cor: verde.

ESCORPIÃO Hoje, todo cuidado será pouco. O astral fica pesado e, na parte da manhã, pode se irritar com facilidade. À tarde, rivais podem tramar às suas costas: ouça sua intuição para escapar de ciladas. À noite, há sinal de brigas no ar, tome cuidado! Cor: branco.

SAGITÁRIO Hoje, o astral fica tenso e você precisa agir com calma. Conte com os amigos para contornar as dificuldades. Logo cedo, há sinal de imprevistos. À tarde, brigas e excesso de otimismo vão atrapalhar seus planos. À noite, é melhor pegar leve. Cor: verde.

CAPRICÓRNIO Hoje, o dia promete ser tenso. Tenha jogo de cintura para lidar com tarefas de última hora e não desista dos seus objetivos, mesmo que pareçam distantes. À tarde, rivais podem frustrar seus planos. Não sonhe alto demais e faça a sua parte. Cor: vinho.

AQUÁRIO Hoje, o astral não é dos melhores, mas você terá jogo de cintura de sobra para lidar com os imprevistos que surgirem na parte da manhã. À tarde, é melhore redobrar a atenção com rivais e assuntos ligados a viagens e ao trabalho. Cor: preto.

PEIXES Hoje, o astral está pesado e você precisa agir com cuidado. Imprevistos podem tumultuar o trabalho logo cedo e alguém pode tentar queimar o seu filme na parte da tarde. Fique no seu canto e confie em sua intuição para escapar de roubadas. Cor: cinza.

SÁBADO, 25 DE JANEIRO – Félix explica seu plano para surpreender Aline. Félix marca de se encontrar com Ninho no restaurante de Niko. Valdirene se prepara para sua sessão de fotos. Tamara insiste para que Edith acelere as coisas com Herbert. Natasha pede Thales em casamento. Valdirene desmaia no momento em que vai tirar suas fotos. Aline acerta com Ninho os detalhes do plano antes de fugirem. Félix e Niko discutem. Félix, Pérsio e Bruno chegam à casa de César e surpreendem Aline e Ninho. César tenta atingir Aline. SEGUNDA-FEIRA, 27 DE JANEIRO – Félix impede que César tire a vida de Aline e o leva para a mansão com Junior. Aline rouba o cofre e vai embora com Ninho. Perséfone é convidada para fazer um desfile. Valdirene descobre que está grávida. Ordália flagra Herbert com Edith. Aline tenta acabar com a vida de Ninho. Mesmo ferido, Ninho consegue fugir do galpão e pedir ajuda. Paloma descobre que Aline vai para a Bélgica e avisa à polícia. Lutero opera Ninho. Félix, Paloma e Bruno chegam ao aeroporto. Aline embarca em um avião. TERÇA-FEIRA, 28 DE JANEIRO – Félix consegue impedir que o voo de Aline decole, e a vilã é presa. César é rude com Pilar, que se culpa pelo que aconteceu com ele. Os peritos encontram o corpo de Mariah enterrado no jardim. André convida Eron para sair. Carlito se recusa a falar com Valdirene. Ordália conta a Herbert que estava com ele para mantê-lo longe de Gina. Rafael pede Linda em casamento. Félix conta para César o que aconteceu com Mariah, mas o médico defende Aline. Félix se encontra com Niko. QUARTA-FEIRA, 29 DE JANEIRO – Aline afirma a Assis que foi uma vítima de Ninho. Niko pede para Félix ficar com ele. César sente pena de Aline e todos se surpreendem. Félix obriga César a se desculpar com Pilar. Guto proíbe Silvia de tentar prejudicar a vida de Patrícia e Michel. Atílio abandona Vega e vai atrás de Márcia. Michel surpreende Patrícia e consegue se reaproximar dela. Valdirene aparece no camarim de Carlito. Assis coloca Ninho frente a frente com Aline para uma acareação.

23/01/2014 20:21:46


Receita da Indústria Extrativa Mineral 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita da Indústria de Transformação 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita da Indústria de Construção 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Outras Receitas da Indústria 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITA DE SERVIÇOS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita de Serviços 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TRANSFERENCIAS CORRENTES 51.650.000,00 51.650.000,00 8.550.452,86 16,55 49.102.300,30 95,07 2.547.699,70 Transferências Intergovernamentais 51.404.500,00 51.404.500,00 8.437.982,83 16,41 48.703.333,81 94,75 2.701.166,19 Transferências de Instituições Privadas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências do Exterior 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências de Pessoas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências de Convênios 245.500,00 245.500,00 112.470,03 45,81 398.966,49 162,51 -153.466,49 Transferências para o Combate à Fome 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 OUTRAS RECEITAS CORRENTES 1.300.000,00 1.300.000,00 1.370.616,13 105,43 3.863.431,77 297,19 -2.563.431,77 Multas e Juros de Mora 445.000,00 445.000,00 113.337,49 25,47 398.220,98 89,49 46.779,02 Indenizações e Restituições 60.000,00 60.000,00 1.053.757,44 1.756,26 2.354.408,363.924,01 -2.294.408,36 Receita da Dívida Ativa 760.000,00 760.000,00 185.815,53 24,45 367.687,78 48,38 392.312,22 Receitas Decorrentes de Aportes Periódicos para Amortização de Déficit Atuar 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receitas Correntes Diversas 35.000,00 35.000,00 17.705,67 50,59 743.114,652.123,18 -708.114,65 RECEITAS DE CAPITAL 0,00 0,00 459.313,91 0,00 1.420.539,31 0,00 -1.420.539,31 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Operações de Crédito Internas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Operações de Crédito Externas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ALIENAÇÃO DE BENS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Alienação de Bens Móveis 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 R$ 10,00 Alienação de Bens Imóveis 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ARMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS EXECUTADAS TRANSFERENCIAS DE CAPITAL 0,00 0,00 459.313,91 0,00 1.420.539,31 0,00 DESPESAS EMPENHADAS SALDO-1.420.539,31 INSCRITAS Transferências Intergovernamentais 0,00 0,00 0,00 EM 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS LIQUIDADAS % RESTOS Transferências de Instituições Privadas 0,00 0,00 0,00 A 0,00 0,00 EXECUTAR 0,00 0,00 BIMESTRE JAN A DEZ 2013 BIMESTRE JAN A DEZ 2013 PAGAR Transferências do Exterior 0,00 0,00 0,00NÃO0,00 0,00 ((g+h)/f) 0,00 0,00 (f-(g+h)) PROCESSADOS Transferências de Pessoas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (g) (h) Transferência de Outras Instit. Públicas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências de Convênios 0,00 459.313,91 0,00 1.420.539,31 0,00 -1.420.539,31 8.256.928,59 66.812.245,34 11.746.686,22 0,00 62.289.774,70 4.522.470,64 89,08 8.186.540,93 Transferência para o Combate à Fome 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 7.601.107,11 59.893.542,33 10.673.935,13 0,00 59.645.597,60 247.944,73 93,52 0,00 0,004.152.208,290,00 OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL 0,00 0,00 0,00 6.287.334,50 31.114.712,99 6.288.834,50 0,00 31.114.712,99 0,00 93,01 0,00 0,002.338.487,010,00 Integralização do Capital Social 0,00 0,00 0,00 Remuneração 0,00 0,00 0,00 0,00 das Disponibilidades 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1.000,000,00 Receitas de Capital Diversas 0,00 28.530.884,61 0,00 0,00 0,00 0,00 0,001.812.721,280,00 1.313.772,61 28.778.829,34 4.385.100,63 247.944,73 94,07 RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA RECEITAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS RELATÓRIO (II) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 655.821,48 6.918.703,01 1.072.751,09 2.644.177,10 4.274.525,91 63,17 4.034.332,64 Receita de Contribuições 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 BALANÇO ORÇAMENTÁRIO 616.582,06 6.483.194,94 1.022.762,14 2.208.669,03 4.274.525,91 61,69 4.025.840,71 Receita Patrimonial 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ORÇAMENTOS 0,00FISCAIS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 Receita0,00 de Serviços 0,00 0,00 0,00 SOCIAL 0,00 E DA0,00 SEGURIDADE Outras Receitas Correntes 435.508,07 0,00 0,00 0,00 39.239,42 49.988,95 0,00 435.508,07 0,00 98,09 0,00 0,00 8.491,930,00 SUBTOTAL 62.730.000,00 18,64 64.472.043,57 102,78 -1.742.043,57 2 de0,00 3 DAS RECEITAS (III)=(I+II) PERIODO: Janeiro a62.730.000,00 Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro 0,00 0,00 0,00 11.692.108,32 0,00 0,00 0,00

Editais

B4 - 24 DE JANEIRO DE 2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAIS E DA SEGURIDADE SOCIAL ORÇAMENTOS FISCAIS E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro

3 de 3

1 de 3

RREO – ANEXO 1 (LRF, Art.152, inciso I,Art. alíneas e “b” doI,inciso II e § 1º) RREO – ANEXO (LRF, 52,“a”inciso alíneas “a” e “b” do inciso II e § 1º)

PREVISÃO

RECEITAS

R$ 1

PREVISÃO

RECEITAS REALIZADAS

DOTACAO ATUALIZADA BIMESTRE (a) (b)

INICIAL

DESPESAS

INICIAL

CRÉDITOS % JAN A DEZ 2013 (b/a) (c) ADICIONAIS

SALDO

DOTAÇÃO % A REALIZAR (c/a)

(a-c)

ATUALIZADA

RECEITAS(EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(I) 62.730.000,00 62.730.000,00 11.692.108,32 18,64 64.472.043,57 102,78 -1.742.043,57 RECEITAS CORRENTES 62.730.000,00 62.730.000,00(d) 11.232.794,41 17,91 (e) 63.051.504,26 100,51 (f)=(d+e) -321.504,26 RECEITA TRIBUTARIA 9.480.000,00 9.480.000,00 1.254.932,79 13,24 9.861.980,05 104,03 -381.980,05 Impostos 7.120.000,00 7.120.000,00 1.112.868,45 15,63 7.374.697,12 103,58 -254.697,12 Taxas 2.355.000,00 2.355.000,00 142.064,34 6,03 2.440.468,76 103,63 -85.468,76 DESPESAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(VIII) 62.630.000,00 12.368.786,27 74.998.786,27 Contribuicao de Melhoria 5.000,00 5.000,00 0,00 0,00 46.814,17 936,28 -41.814,17 DESPESAS CORRENTES 59.912.570,00 4.133.180,62 64.045.750,62 RECEITA DE CONTRIBUICOES 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Contribuicoes SociaisE ENCARGOS SOCIAIS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 PESSOAL 31.420.800,00 2.032.400,00 0,00 33.453.200,00 Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 JUROS E ENCARGOS 0,00 0,00 0,00 1.000,00 0,00 Contribuição de Iluminação Pública DA DíVIDA 0,00 0,00 1.000,00 0,00 0,00 OUTRAS DESPESAS CORRENTES 28.490.770,00 2.100.780,62 RECEITA PATRIMONIAL 300.000,00 300.000,00 56.792,63 18,93 223.792,14 30.591.550,62 74,60 76.207,86 Receitas Imobiliárias 85.000,00 85.000,00 5.529,04 6,50 35.441,58 10.953.035,65 41,70 49.558,42 DESPESAS DE CAPITAL 2.122.430,00 8.830.605,65 Receitas de Valores Mobiliários 215.000,00 215.000,00 51.263,59 23,84 188.350,56 87,60 26.649,44 INVESTIMENTOS 1.978.430,00 8.530.605,65 10.509.035,65 Receitas de Concessões e Permissões 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Compensação Financeiras 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 INVERSÕES FINANCEIRAS 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita Decorrente do Direito de Exploração de Bens Públicos em Áreas de0,00 Dom 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA 144.000,00 0,00 0,00 300.000,00 0,00 0,00444.000,00 0,00 Receita da Cessão de Direitos 0,00 0,00 RESERVA DE CONTINGÊNCIA 0,00 0,00 Outras Receitas Patrimoniais 0,00 0,00595.000,00 0,00 0,00-595.000,00 0,00 0,00 RECEITA AGROPECUARIA 0,00 0,00 RESERVA DO RPPS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita da Produção Vegetal 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RREO – ANEXO 1 (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas “a” e “b” do inciso II e § 1º) R$ 1 Receita da Produção Animal e Derivados 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(IX) 100.000,00 -100.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 PREVISÃO PREVISÃO RECEITAS REALIZADAS SALDO Outras Receitas Agropecuárias 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITAS RECEITA INDUSTRIAL 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 SUBTOTAL DAS DESPESAS (X)=(VIII+IX) 62.730.000,00 12.268.786,27 0,00 74.998.786,27 8.256.928,59 66.812.245,34 11.746.686,22 62.289.774,70 4.522.470,64 INICIAL ATUALIZADA BIMESTRE % JAN A89,08 DEZ 2013 % 8.186.540,93 A REALIZAR Receita da Indústria Extrativa Mineral 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (a) 0,00 (b) (b/a)0,00 (c) (c/a) (a-c) AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA - REFINANCIAMENTO (XI) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita da Indústria de Transformação 0,00 0,00 Receita da Indústria de Construção 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Amortização da Dívida Interna 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DE CRÉDITO - REFINANCIAMENTO 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 OPERAÇÕES (IV) 0,00 0,00 0,00 Outras Receitas da Indústria 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Operações 0,00 0,00 0,00 Dívida Mobiliária 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00de Crédito Internas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 RECEITA DE SERVIÇOS 0,00 0,00 Mobiliária 0,00 0,00 0,00 Receita de Serviços 0,00 0,00 Outras Dívidas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 Contratual 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TRANSFERENCIAS CORRENTES 51.650.000,00 51.650.000,00 8.550.452,86 16,55 49.102.300,30 95,07 2.547.699,70 Amortização da Dívida Externa 0,00 0,00 0,00 0,00de Crédito Externas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 Operações 0,00 0,00 0,00 Transferências Intergovernamentais 51.404.500,00 51.404.500,00 8.437.982,83 16,41 48.703.333,81 94,75 2.701.166,19 Dívida deMobiliária 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 Transferências Instituições Privadas 0,00 0,00 Mobiliária 0,00 0,00 0,00 Transferências Exterior 0,00 0,00 Contratual 0,00 0,00 0,00 Outras do Dívidas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,000,00 Transferências de Pessoas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (V) = (III+IV) 62.730.000,00 62.730.000,00 11.692.108,32 18,64 64.472.043,57 102,78 -1.742.043,57 Transferências de Convênios 245.500,00 245.500,00 112.470,03 45,81 398.966,49 162,51 -153.466,49 SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (XII)=(X+XI) 62.730.000,00 12.268.786,27 74.998.786,27 8.256.928,59 66.812.245,34 11.746.686,22 66.812.245,34 DÉFICIT (VI) 2.340.201,77 Transferências para o Combate à Fome 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TOTAL (VII) = (V+VI) 62.730.000,00 62.730.000,00 66.812.245,34 OUTRAS RECEITAS(XIII) CORRENTES 1.300.000,00 1.300.000,00 1.370.616,13 105,43 3.863.431,77 297,19 -2.563.431,77 SUPERÁVIT 0,00 11.692.108,32 18,64 SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES (UTILIZADOS PARA CRÉDITO ADICIONAIS 0,00 241.672,12 Multas e Juros de Mora 445.000,00 445.000,00 113.337,49 25,47 398.220,98 89,49 46.779,02 TOTAL (XIV)=(XII 62.730.000,00 12.268.786,27 74.998.786,27 8.256.928,59 11.746.686,22 66.812.245,34 Superávit Financeiro 66.812.245,34 0,00 241.672,12 Indenizações e Restituições + XIII) 60.000,00 60.000,00 1.053.757,44 1.756,26 2.354.408,363.924,01 -2.294.408,36 Receita da Dívida Ativa 760.000,00 760.000,00 185.815,53 24,45 367.687,78 48,38 392.312,22 Reabertura de Créditos Adicionais 0,00 0,00 Receitas Decorrentes de Aportes Periódicos para Amortização de Déficit Atuar 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receitas Correntes Diversas 35.000,00 35.000,00 17.705,67 50,59 743.114,652.123,18 -708.114,65 RECEITAS DE CAPITAL 0,00 0,00 459.313,91 0,00 1.420.539,31 0,00 -1.420.539,31 OPERAÇÕES DE CRÉDITO 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 HEITOR CAMARIN JÚNIOR DIEGO0,00 LEITE PAULINO LINCOLNDIEGO TADEU HEITOR CAMARIN JÚNIOR LEITENUNES PAULINO LINCOLN TADEU NUNES Operações de Crédito Internas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1SP289913/O7 PREFEITO MUNICIPAL 0,00 0,00 CONTADOR CONTROLE INTERNO PREFEITO MUNICIPAL CONTADOR 1SP289913/O7 CONTROLE INTERNO Operações de Crédito Externas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ALIENAÇÃO DE BENS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Alienação de Bens Móveis 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Alienação de Bens Imóveis 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ARMORTIZAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 TRANSFERENCIAS 459.313,91 0,00 1.420.539,31 0,00 -1.420.539,31 RREO – ANEXODE1CAPITAL (LRF, Art. 52, inciso I, alíneas “a” e “b” 0,00 do inciso II e § 1º) 0,00 R$ 1 Transferências Intergovernamentais 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Transferências de Instituições Privadas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS EXECUTADAS Transferências do Exterior 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DOTACAO DESPESAS EMPENHADAS SALDO Transferências de Pessoas 0,00 0,00 0,00 CRÉDITOS 0,00 0,00 DOTAÇÃO 0,00 0,00 INSCRITAS EM Transferência de Outras Instit. Públicas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS LIQUIDADAS % Transferências de Convênios 0,00 0,00 459.313,91 ADICIONAIS 0,00 1.420.539,31ATUALIZADA 0,00 -1.420.539,31 DESPESAS INICIAL EXECUTAR RESTOS A Transferência para o Combate à Fome 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 BIMESTRE JAN A DEZ 2013 BIMESTRE JAN A DEZ 2013 PAGAR NÃO OUTRAS RECEITAS DE CAPITAL 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 ((g+h)/f) (d) (e) (f)=(d+e) (f-(g+h)) Integralização do Capital Social 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 PROCESSADOS (g) Remuneração das Disponibilidades 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 (h) Receitas de Capital Diversas 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RECEITAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (II) 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(VIII) 62.630.000,00 12.368.786,27 0,00 74.998.786,27 8.256.928,59 66.812.245,34 11.746.686,22 62.289.774,70 4.522.470,64 89,08 8.186.540,93 Receita de Contribuições 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 Receita Patrimonial CORRENTES 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 DESPESAS 59.912.570,00 4.133.180,62 0,00 64.045.750,62 7.601.107,11 59.893.542,33 10.673.935,13 59.645.597,60 247.944,73 93,52 4.152.208,29 Receita de Serviços 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 OutrasPESSOAL Receitas Correntes 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 E ENCARGOS SOCIAIS 31.420.800,00 2.032.400,00 0,00 33.453.200,00 6.287.334,50 31.114.712,99 6.288.834,50 31.114.712,99 0,00 93,01 2.338.487,01 SUBTOTAL DAS RECEITAS (III)=(I+II) 62.730.000,00 62.730.000,00 11.692.108,32 18,64 64.472.043,57 102,78 -1.742.043,57

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA BALANÇO ORÇAMENTÁRIO ORÇAMENTOS FISCAIS E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro

3 de 3

JUROS E ENCARGOS DA DíVIDA OUTRAS DESPESAS CORRENTES DESPESAS DE CAPITAL INVESTIMENTOS INVERSÕES FINANCEIRAS AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA RESERVA DE CONTINGÊNCIA RESERVA DO RPPS

DESPESAS (INTRA-ORÇAMENTÁRIAS)(IX) SUBTOTAL DAS DESPESAS (X)=(VIII+IX)

1.000,00 28.490.770,00 2.122.430,00 1.978.430,00 0,00 144.000,00 595.000,00 0,00

0,00 2.100.780,62 8.830.605,65 8.530.605,65 0,00 300.000,00 -595.000,00 0,00

1.000,00 30.591.550,62 10.953.035,65 10.509.035,65 0,00 444.000,00 0,00 0,00

0,00 1.313.772,61 655.821,48 616.582,06 0,00 39.239,42 0,00 0,00

0,00 28.778.829,34 6.918.703,01 6.483.194,94 0,00 435.508,07 0,00 0,00

0,00 4.385.100,63 1.072.751,09 1.022.762,14 0,00 49.988,95 0,00 0,00

0,00 28.530.884,61 2.644.177,10 2.208.669,03 0,00 435.508,07 0,00 0,00

0,00 247.944,73 4.274.525,91 4.274.525,91 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 94,07 63,17 61,69 0,00 98,09 0,00 0,00

1.000,00 1.812.721,28 4.034.332,64 4.025.840,71 0,00 8.491,93 0,00 0,00

100.000,00

-100.000,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

62.730.000,00

12.268.786,27

74.998.786,27

8.256.928,59

66.812.245,34

11.746.686,22

62.289.774,70

4.522.470,64

89,08

8.186.540,93

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

62.730.000,00

12.268.786,27

74.998.786,27

8.256.928,59

66.812.245,34

11.746.686,22

66.812.245,34

AMORTIZAÇÃO DA DÍVIDA - REFINANCIAMENTO (XI) Amortização da Dívida Interna Dívida Mobiliária Outras Dívidas Amortização da Dívida Externa Dívida Mobiliária Outras Dívidas SUBTOTAL COM REFINANCIAMENTO (XII)=(X+XI) SUPERÁVIT (XIII)

0,00

TOTAL (XIV)=(XII + XIII)

62.730.000,00

12.268.786,27

74.998.786,27

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

8.256.928,59

66.812.245,34

11.746.686,22

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

66.812.245,34

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

LARANJAL PAULISTA - PODER EXECUTIVO PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO NOMINAL ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL DEMONSTRATIVO DA DESPESAS COM PESSOAL ORÇAMENTOS FISCAIS E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO:Jan/2013 a Dez/2013

RREO – Anexo 5 (LRF, art 53, inciso III)

R$ 1

R$ 1

RGF – ANEXO 1 (LRF, art. 55, inciso I, alínea "a") DESPESA EXECUTADAS Jan/2013 a Dez/2013

SALDO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA

DÍVIDA CONSOLIDADA (I)

Em 31 Dez 2012

Em 31 Out 2013

(a)

(b)

DESPESA COM PESSOAL

Em 31 Dez 2013 (c)

61.265,70 -

61.265,70 -

61.265,70 -

8.266.928,58 -

12.842.385,31 -

12.191.234,39 -

Disponibilidade de Caixa Bruta

3.148.258,51 -

5.365.171,32 -

4.764.826,67 -

Demais Haveres Financeiros

7.457.481,50 -

7.619.851,78 -

7.564.282,78 -

(-) Restos a Pagar Processados (Exceto Precatórios)

2.338.811,43 -

142.637,79 -

137.875,06 -

-8.205.662,88 -

-12.781.119,61 -

-12.129.968,69 -

DEDUÇÕES (II)

DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA (III)=(I-II) RECEITA DE PRIVATIZAÇÕES (IV) PASSIVOS RECONHECIDOS (V) DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA (III+IV-V)

0,00 -

0,00 -

0,00 -

976.955,46 -

580.686,81 -

541.447,39 -

-9.182.618,34 -

-13.361.806,42 -

-12.671.416,08 -

PERIODO DE REFERÊNCIA RESULTADO NOMINAL

No Bimestre (c-b)

RESULTADO NOMINAL

JAN A DEZ 2013 (c-a) 690.390,34

DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL

-3.488.797,74

255.000,00

REGIME PREVIDENCIÁRIO DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIAÁRIA

SALDO

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 4

Bimestre Anterior

Em 31 Dez 2012

DÍVIDA CONSOLIDADA PREVIDENCIÁRIA (VII) DEDUÇÕES (VIII) Disponibilidade de Caixa Bruta Investimentos Demais Haveres Financeiros (-) Restos a Pagar Processados DÍVIDA CONSOLIDADA LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (IX)=(VII-VIII) PASSIVOS RECONHECIDOS (X) DÍVIDA FISCAL LÍQUIDA PREVIDENCIÁRIA (XI)=(IX-X)

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

INSCRITOS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (b)

(a) DESPESA BRUTA COM PESSOAL (I) Pessoal Ativo Pessoal Inativo e Pensionistas Outras Despesas de Pessoal decorrentes de Contratos de Terceirização (§ 1º do art. 18 da LRF) DESPESAS NÃO COMPUTADAS (§ 1º do art. 19 da LRF)(II) Indenizações por Demissão e Incentivos à Demissão Voluntária Decorrentes Decisão Judicial de período anterior ao da apuração Despesas de Exercícios Anteriores de período anterior ao da apuração Inativos e Pensionistas com Recursos Vinculados Verbas indenizatorias (Substituição, abono permanencia, férias indenizadas, licença premio, 1/3 de férias)

30.166.015,93 29.766.525,86 399.490,07 0,00 41.446,11 41.446,11 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

DESPESA LÍQUIDA COM PESSOAL ( III ) = ( I-II )

30.124.569,82

0,00

DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP ( IV ) = ( IIIa + IIIb )

30.124.569,82

DESPESA COM PESSOAL

VALOR

RECEITA CORRENTE LÍQUIDA - RCL ( V )

63.051.504,26

% DA DESPESA TOTAL COM PESSOAL - DTP sobre a RCL ( VI ) = IV / V * 100

VALOR CORRENTE

META DE RESULTADO NOMINAL FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS DA LDO P/ O EXERCÍCIO DE REFERÊNCIA

LIQUIDADAS

JAN A DEZ 2013 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

47,78

LIMITE MÁXIMO (incisos I, II e III do art.20 da LRF) - <54%>

34.047.812,30

LIMITE PRUDENCIAL (parágrafo único do art.22 da LRF) - <51,3%>

32.345.421,69

LIMITE DE ALERTA (inciso II do § 1º do art.59 da LRF) - <48,6%>

30.643.031,07

Nota: Durante o exercício, somente as despesas liquidadas são consideradas executadas. No encerramento do exercício, as despesas não liquidadas inscritas em restos a pagar não-processados são também consideradas executadas. Dessa forma, para maior transparência, as despesas executadas estão segregadas em: a) Despesas liquidadas, consideradas aquelas em que houve a entrega do material ou serviço, nos termos do art. 63 da Lei 4.320/64; b) Despesas empenhadas mas não liquidadas, incritas em Restos a Pagar não-processados, consideradas liquidadas no encerramento do exercício, por força inciso II do art.35 da Lei 4.320/64

Observação para AUDESP. Apuração da Dedução da Despesa com Inativo: Considerar o Valor da Despesa até o Limite da Receita Vinculada ao RPPS

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

23/01/2014 20:21:50


Editais

24 DE JANEIRO DE 2014 -

B5

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA EXECUÇÃO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO E SUBFUNÇÃO ORÇAMENTOS FISCAIS E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE RREO – Anexo 2 (LRF, Art. 52, inciso II, alínea “c”)

R$ 1

FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO

DOTAÇÃO

DOTAÇÃO

INICIAL

ATUALIZADA (a)

DESPESAS (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIAS) (I) Legislativa Ação Legislativa Administração Planejamento e Orçamento Administração Geral Administração Financeira Segurança Pública Policiamento Assistência Social Assistência ao Idoso Assistência ao Portador de Deficiência Assistência à Criança e ao Adolescente Assistência Comunitária Saúde Atenção Básica Vigilância Sanitária Vigilância Epidemiológica Trabalho Fomento ao Trabalho Educação Ensino Fundamental Ensino Médio Ensino Profissional Ensino Superior Educação Infantil Cultura Difusão Cultural Urbanismo Serviços Urbanos Habitação Habitação Urbana Gestão Ambiental Preservação e Conservação Ambiental Agricultura Promoção da Produção Vegetal Comércio e Serviços Turismo Transporte Transporte Rodoviário Desporto e Lazer Desporto Comunitário Encargos Especiais

DESPESAS EMPENHADAS

DESPESAS EXECUTADAS INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (f)

DESPESAS LIQUIDADAS

BIMESTRE

ATÉ BIMESTRE

BIMESTRE

ATÉ BIMESTRE

(b)

(c)

(d)

(e)

62.630.000,00 74.998.786,27 8.256.928,59 66.812.245,34 11.746.686,22 62.289.774,70 1.950.000,00 1.870.000,00 0,00 1.396.691,56 0,00 1.302.522,54 1.950.000,00 1.870.000,00 0,00 1.396.691,56 0,00 1.302.522,54 5.891.000,00 6.205.799,73 507.762,61 5.788.483,98 966.131,14 5.786.747,83 716.000,00 789.000,00 96.262,94 766.033,09 101.620,46 766.033,09 535.000,00 487.000,00 22.708,15 348.756,97 60.317,77 347.020,82 4.640.000,00 4.929.799,73 388.791,52 4.673.693,92 804.192,91 4.673.693,92 1.920.000,00 1.865.000,00 251.528,13 1.403.823,76 280.473,51 1.403.823,76 1.920.000,00 1.865.000,00 251.528,13 1.403.823,76 280.473,51 1.403.823,76 3.409.000,00 3.800.329,49 84.085,28 3.554.139,67 440.484,00 3.554.139,67 288.000,00 267.243,87 5.586,70 245.743,74 27.842,60 245.743,74 130.000,00 130.000,00 0,00 126.120,00 13.705,00 126.120,00 1.446.000,00 1.528.796,17 -93.284,07 1.440.351,93 162.933,11 1.440.351,93 1.545.000,00 1.874.289,45 171.782,65 1.741.924,00 236.003,29 1.741.924,00 15.880.000,00 19.835.227,73 2.272.550,80 17.185.928,87 3.047.766,46 17.013.841,57 15.180.000,00 19.060.227,73 2.154.042,97 16.528.006,67 2.929.178,63 16.355.919,37 600.000,00 601.000,00 109.000,75 547.436,98 109.000,75 547.436,98 100.000,00 174.000,00 9.507,08 110.485,22 9.587,08 110.485,22 0,00 133.297,22 55.114,40 125.108,79 57.336,90 125.108,79 0,00 133.297,22 55.114,40 125.108,79 57.336,90 125.108,79 21.343.000,00 23.986.780,00 4.105.767,59 22.060.872,74 4.721.786,87 22.058.515,78 15.130.000,00 16.300.780,00 2.613.441,98 14.966.364,86 3.158.893,45 14.964.007,90 51.000,00 43.000,00 7.498,97 35.975,51 7.498,97 35.975,51 5.000,00 5.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 1.100.000,00 1.202.000,00 194.025,10 1.194.616,07 230.275,10 1.194.616,07 5.057.000,00 6.436.000,00 1.290.801,54 5.863.916,30 1.325.119,35 5.863.916,30 1.400.000,00 1.228.500,00 67.517,66 1.187.991,91 178.559,08 1.183.526,91 1.400.000,00 1.228.500,00 67.517,66 1.187.991,91 178.559,08 1.183.526,91 6.623.000,00 7.756.420,00 526.694,01 6.500.243,08 1.276.329,62 6.202.637,53 6.623.000,00 7.756.420,00 526.694,01 6.500.243,08 1.276.329,62 6.202.637,53 0,00 3.947.858,12 0,00 3.800.107,99 0,00 0,00 0,00 3.947.858,12 0,00 3.800.107,99 0,00 0,00 92.000,00 373.073,98 0,00 297.857,78 134.472,33 147.915,11 92.000,00 373.073,98 0,00 297.857,78 134.472,33 147.915,11 1.048.000,00 1.045.000,00 74.886,84 972.822,89 275.214,66 972.822,89 1.048.000,00 1.045.000,00 74.886,84 972.822,89 275.214,66 972.822,89 8.000,00 4.500,00 0,00 500,00 0,00 500,00 8.000,00 4.500,00 0,00 500,00 0,00 500,00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 560.000,00 748.000,00 16.406,75 458.939,62 52.020,15 458.939,62 560.000,00DA EXECUÇÃO 748.000,00 16.406,75 458.939,62 52.020,15E SUBFUNÇÃO 458.939,62 DEMONSTRATIVO DAS DESPESAS POR FUNÇÃO 646.000,00 634.000,00 113.166,06 608.421,84 122.413,51 608.421,84 ORÇAMENTOS FISCAIS113.166,06 E DA SEGURIDADE SOCIAL 646.000,00 634.000,00 608.421,84 122.413,51 608.421,84 1.265.000,00 1.565.000,00 181.448,46 1.470.310,86 193.697,99 1.470.310,86 PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE

% % ((e+f) ((e+f)/a) /total (e+f))

4.522.470,64 100,00 94.169,02 2,09 94.169,02 2,09 1.736,15 8,66 0,00 1,15 1.736,15 0,52 0,00 7,00 0,00 2,10 0,00 2,10 0,00 5,32 0,00 0,37 0,00 0,19 0,00 2,16 0,00 2,61 172.087,30 25,72 172.087,30 24,74 0,00 0,82 0,00 0,17 0,00 0,19 0,00 0,19 2.356,96 33,02 2.356,96 22,40 0,00 0,05 0,00 0,00 0,00 1,79 0,00 8,78 4.465,00 1,78 4.465,00 1,78 297.605,55 9,73 297.605,55 9,73 3.800.107,99 5,69 3.800.107,99 5,69 149.942,67 0,45 149.942,67 0,45 0,00 1,46 0,00 1,46 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,69 0,00 0,69 0,00 0,91 0,00 0,91 0,00 2,20

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

FONTE: SCPI - Contabilidade, PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA, Data/hora da emissão: 23/jan/2014 16h e 43m"

89,08 74,69 74,69 93,28 97,09 71,61 94,80 75,27 75,27 93,52 91,95 97,02 94,21 92,94 86,64 86,71 91,09 63,50 93,86 93,86 91,97 91,81 83,66 0,00 99,39 91,11 96,70 96,70 83,80 83,80 0,00 0,00 79,84 79,84 93,09 93,09 11,11 11,11 61,36 61,36 95,97 95,97 93,95

SALDO A EXECUTAR (a-(e+f)) 8.186.540,93 473.308,44 473.308,44 417.315,75 22.966,91 138.243,03 256.105,81 461.176,24 461.176,24 246.189,82 21.500,13 3.880,00 88.444,24 132.365,45 2.649.298,86 2.532.221,06 53.563,02 63.514,78 8.188,43 8.188,43 1.925.907,26 1.334.415,14 7.024,49 5.000,00 7.383,93 572.083,70 40.508,09 40.508,09 1.256.176,92 1.256.176,92 147.750,13 147.750,13 75.216,20 75.216,20 72.177,11 72.177,11 4.000,00 4.000,00 289.060,38 289.060,38 25.578,16 25.578,16 94.689,14

Portaria Nº 637 de 2012

RREO – Anexo 2 (LRF, Art. 52, inciso II, alínea “c”)

R$ 1

FUNÇÃO/SUBFUNÇÃO

DOTAÇÃO

DOTAÇÃO

INICIAL

ATUALIZADA (a)

Serviço da Dívida Interna Outros Encargos Especiais Reserva de Contingência Reserva de Contingência DESPESAS INTRA-ORÇAMENTÁRIAS (II) Agricultura Promoção da Produção Vegetal TOTAL (III)=(I+II)

145.000,00 1.120.000,00 595.000,00 595.000,00 100.000,00 100.000,00 100.000,00 62.730.000,00

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

445.000,00 1.120.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 74.998.786,27

DESPESAS EMPENHADAS

DESPESAS EXECUTADAS

BIMESTRE

ATÉ BIMESTRE

BIMESTRE

ATÉ BIMESTRE

(b)

(c)

(d)

(e)

39.239,42 142.209,04 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 8.256.928,59

435.508,07 1.034.802,79 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 66.812.245,34

INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS (f)

DESPESAS LIQUIDADAS

49.988,95 143.709,04 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 11.746.686,22

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

435.508,07 1.034.802,79 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 62.289.774,70

% % ((e+f) ((e+f)/a) /total (e+f))

0,00 0,65 0,00 1,55 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 4.522.470,64 100,00

97,87 92,39 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 89,08

SALDO A EXECUTAR (a-(e+f)) 9.491,93 85.197,21 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 8.186.540,93

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

Prefeitura Munic.Laranjal Paulista PRC ARMANDO DE SALLES OLIVEIRA 46634606/0001-80

Anexo IX

Período: 01/10/2013 até 31/12/2013

Ensino Exercício: 2013

Quadro Resumo da Aplicação Em Educação

R$ 1

Receitas e Aplicações Mínimas Valor

FUNDEF

RECEITAS DE IMPOSTOS

Valor

Impostos Próprios Transferências Constitucionais Total da Receita de Impostos

7.802.871,87 35.433.947,38 43.236.819,25

Saldo de Exer.Anteriores Aplicações Financeiras Total do FUNDEF

0,00 0,00 0,00

Valor

LEI Nº 9424, de 24/12/96

Valor

CONSTITUIÇÃO FEDERAL Aplicação mímima de 25% das Receitas de Impostos, conforme atigo 212

FUNDEB Transferências do Exercício Aplicações Financeiras Total do FUNDEB

LEI Nº 11.494, DE 20/06/07

10.809.204,81

Magistério - mínimo de 60% Total - 100% dos recursos

Valor

RECURSOS VINCULADOS

14.396.066,97 20.938,81 14.417.005,78

Valor

FONTE: SCPI -- Contabilidade, PREFEITURA 23/jan/2014 16h e 43m" Magistério art.22 - mínimo 60% MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA, Data/hora da emissão: 8.650.203,47

Aplicação total - art.21, §2º - mínima de 95%

0,00 0,00

Valor

Recebidos no Exercício Saldo de Exer.Anteriores Total de Rec.Vinculados APLICAÇÃO TOTAL DE 100% Eventual saldo não aplicado deverá ser aplicado no exercício seguinte

2.581.217,73 5.454,14 2.586.671,87 Portaria Nº 637 de 2012

13.696.155,49

Recursos Próprios - Ed. Básica

Empenhado

%

Liquidado

%

Pago

%

Recursos Próprios - Ed. Básica

11.570.739,94

26,76 %

11.568.382,98

26,76 %

11.011.173,83

25,47 %

FUNDEB

Empenhado

%

Liquidado

%

Pago

%

Magistério

12.450.801,30

86,36 %

12.450.801,30

86,36 %

12.391.863,84

85,95 %

Outras

1.966.204,48

13,64 %

1.966.204,48

13,64 %

1.848.800,87

12,82 %

Total

14.417.005,78

100,00 %

14.417.005,78

100,00 %

14.240.664,71

98,78 %

FUNDEF EXERC.ANTERIORES

Empenhado

%

Liquidado

%

Pago

%

Magistério

0,00

0,00 %

0,00

0,00 %

0,00

0,00 %

Total

0,00

0,00 %

0,00

0,00 %

0,00

0,00 %

OUTRAS VINCULAÇÕES OUTRAS VINCULAÇÕES

Empenhado

%

Liquidado

%

Pago

%

2.124.780,95

82,14 %

2.124.780,95

82,14 %

2.051.427,37

79,31 %

Quadro Resumo da Aplicação Em Educação Receitas e Aplicações Mínimas - (Layout de acordo com Quadro 9 - AUDESP) - Planilha - Versão 07.03.2013)

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 5

Página 1 de 1

23/01/2014 20:21:58


Editais

B6 - 24 DE JANEIRO DE 2014

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

PUBLICAÇÕES DE ATOS MUNICIPAIS RESUMIDOS

DECRETO N° 3.218 DE 15 DE JANEIRO DE 2014

HEITOR CAMARIN JUNIOR, Prefeito do Município de Laranjal Paulista, faz saber, nos termos do artigo 58, da Lei Orgânica do Município de Laranjal Paulista que foram expedidas as Portarias, conforme segue:

Regulamenta a Lei nº 3.009 de 24 de setembro de 2013, que institui a Contribuição de Iluminação Pública – CIP, no Município de Laranjal Paulista/SP.

Portaria nº 009/2014 de 21/01/2014, dispõe sobre nomeação de servidor público municipal a senhora LINDALVA MARIA PEREIRA, portadora do RG nº 11.783.325-3/SSP-SP, para exercer o Emprego Público de Provimento em Comissão, denominado Diretor de Departamento da Prefeitura do Município de Laranjal Paulista.

HEITOR CAMARIN JUNIOR, Prefeito Municipal do Município de Laranjal Paulista, Estado de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela Lei Orgânica do Município de Laranjal Paulista, e tendo em vista o disposto no Artigo 9°, da Lei nº 3.009 de 24 de setembro de 2013,

Prefeitura do Município de Laranjal Paulista, 23 de janeiro de 2014.

D E C R E T A: HEITOR CAMARIN JUNIOR Prefeito Municipal

ARTIGO 2º - A Contribuição para Custeio de Iluminação Pública - CIP tem por finalidade o custeio do serviço de iluminação pública, que compreende a iluminação de vias, logradouros e demais bens públicos quanto as atividades de manutenção, expansão, operação, administração, eficientização, modernização e gestão da iluminação pública, realizadas, no âmbito do território do Município de Laranjal Paulista.

RELATÓRIO DE GESTÃO FISCAL (Artigos 54 e 55 da LC 101/00) MUNICÍPIO DE TIETE PODER LEGISLATIVO MUNICIPAL 2º QUADRIMESTRE DE 2013

ARTIGO 3º - Contribuinte da CIP é todo aquele que possua ligação de energia elétrica que esteja cadastrado junto à concessionária distribuidora de energia elétrica titular da concessão no território do Município de Laranjal Paulista.

I – COMPARATIVOS: Receita Corrente Líquida Despesas Totais com Pessoal Limite Prudencial 95% (par.ún.art.22) Limite Legal (art. 20) Excesso a Regularizar

ARTIGO 1º - A Contribuição para Custeio de Iluminação Pública - CIP e o Fundo Municipal de Iluminação Pública, instituídos pela Lei nº 3.009 de 24 de setembro de 2013, ficam regulamentados na conformidade das disposições deste Decreto.

Valores expressos em R$ 3º Quadrimestre

Exercício Anterior 1º Quadrimestre 2º Quadrimestre 92.465.934,74 96.147.424,22 100.778.798,61 R$ % R$ % R$ 829.616,85 0,90 815.924,64 0,85 800.127,99 5,70 6,00 5.547.956,08 6,00 0,00 0,00 0,00 0,00

% 0,79 5,70 6,00 0,00

R$

% 5,70 6,00 0,00

PARÁGRAFO ÚNICO - O contribuinte da CIP será identificado pelo número da ligação elétrica fornecido pela concessionária do serviço público de distribuição de energia elétrica. ARTIGO 4° - A concessionária de energia elétrica é responsável pela cobrança e recolhimento da CIP, conforme classificação, faixas de consumo e alíquotas previstas na Lei nº 3.009/2013, devendo transferir o montante arrecadado para o Município de Laranjal Paulista, na forma prevista em convênio firmado entre a Prefeitura e a concessionária.

II –INDICAÇÃO DAS MEDIDAS ADOTADAS OU A ADOTAR (caso ultrapasse os limites acima):

§ 1º - A CIP deverá ser recolhida juntamente com o pagamento da fatura de consumo de energia elétrica. § 2º - O valor da CIP será reajustado pelo mesmo índice utilizado para o reajuste da tarifa de energia elétrica, devidamente autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica - ANEEL para o Subgrupo Tarifário de Iluminação Pública. ARTIGO 5º - A concessionária deverá manter cadastro atualizado dos contribuintes que deixarem de efetuar o recolhimento da CIP, fornecendo os dados dele constantes à autoridade administrativa competente pela administração do referido tributo, na forma estabelecida em convênio firmado entre a Prefeitura e a concessionária.

III – DEMONSTRATIVOS: Disponibilidades financ.em 31/12 Caixa Bancos – C/Movimento Bancos – C/Vinculadas Aplicações Financeiras Subtotal (-) Deduções: Valores compromissados a pagar até 31/12 Total das Disponibilidades:

R$

Inscrição de Restos a Pagar: Processados Não Processados Total da Inscrição:

PARÁGRAFO ÚNICO - A data de vencimento da CIP será a mesma da conta de consumo de energia elétrica. 0,00

Serviços de Terceiros (art. 72 LC 101/00) Exercício anterior Exercício atual

0,00

0,00

ARTIGO 6º - Caberá à Secretaria de Administração e Finanças proceder ao lançamento e à fiscalização do pagamento da CIP.

R$

R$

% RCL 0,00 0,00

Tietê, 23 de setembro de 2013 Sandra Maria Ferreira Vaz Takakura Presidente da Câmara Municipal

José Francisco de Serafim Grigolon Contabilista-CRC Nº

Janeiro

Inativos, Pensionistas e Outros Benefícios Previdênciários Outros Benefícios Assistênciais Outras Despesas e Obrigações (variáveis) Despesas de Exerc.Anteriores Sentenças Judiciais Indenizações e Restituições Trabalhistas SUBTOTAL ( I )

§ 2° - O Fundo Municipal de Iluminação Pública será composto por um Conselho formado por 06 (seis) membros compostos por: (02) dois representantes do Poder Executivo, 01 (um) representante do Poder Legislativo e 03 (três) representantes de Instituições da Sociedade Civil.

MUNICÍPIO: TIETE DEMONSTRATIVO DE APURAÇÃO DAS DESPESAS COM PESSOAL - PODER LEGISLATIVO PERÍODO DE REFERÊNCIA: DEZEMBRO/2013 EVOLUÇÃO DA DESPESA LÍQUIDA NOS ÚLTIMOS DOZE MESES Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro

25.009,25 24.804,35 26.212,16

ARTIGO 8º - Fica regulamentado o Fundo Municipal de Iluminação Pública, instituído em consonância com o Artigo 8º, da Lei nº 3.009 de 24 de setembro de 2013, junto à Secretaria de Administração e Finanças, destina-se exclusivamente ao custeio do serviço de iluminação pública, definido nos termos do parágrafo único do Artigo 1º, da mesma Lei. § 1° - O Fundo Municipal de Iluminação Pública terá contabilidade própria, vinculada à Secretaria de Administração e Finanças, que registrará todos os atos a ele pertinentes.

Paulo Sérgio Biscaro de Souza Responsável pelo Controle Interno

Venctos.e Vantagens Fixas Pessoal ativo Contratação Temporária Terceirização de Mão-de-Obra (art.18, pár.1º da L.R.F.) Remuneração de Agentes Políticos Encargos Sociais

ARTIGO 7º - O procedimento tributário obedecerá, subsidiariamente, no que couber, ao Regulamento do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza.

27.305,59

26.918,22

26.746,91

26.529,09

38.861,77

27.087,55 26.746,43

§ 3° - As disposições a respeito da formação dos membros, procedimento seletivo, período, cargos, e demais pertinências quanto à formação do Conselho serão dispostas por meio de Portaria do Poder Executivo Municipal. Novembro Dezembro

TOTAIS

29.604,34 44.050,07 349.875,73

14.758,50 14.758,50 14.758,50

15.694,63

15.757,66

15.694,63

14.875,24

14.875,24

15.757,66 15.757,66

15.757,66 15.757,66 184.203,54

9.820,79

9.964,15

10.240,76

10.999,48

10.061,27

9.999,53

10.158,28

9.745,61

10.109,54 10.012,32

10.403,09 16.494,49 128.009,31

9.606,31

9.606,31

9.606,31

10.666,90

10.666,90

10.666,90

10.666,90

16.000,35

10.666,90 10.666,90

10.666,90 16.000,35 135.487,93

ARTIGO 9º - Os recursos do Fundo Municipal de Iluminação Pública serão depositados em conta especial, vinculada exclusivamente ao atendimento de suas finalidades, mantida em instituição financeira oficial. PARÁGRAFO ÚNICO - Não será permitida a utilização dos recursos referidos neste artigo para quaisquer outras finalidades que não aquelas estabelecidas na Lei nº 3.009/2013. ARTIGO 10 - A gestão do Fundo Municipal de Iluminação Pública competirá à Secretaria de Administração e Finanças. § 1º - O saldo positivo apurado em balanço será transferido para o exercício seguinte, a crédito do próprio Fundo. § 2º - O programa de gastos e investimentos e o balancete anual do Fundo Municipal de Iluminação Pública, aos quais se refere o Artigo 8º, da Lei nº 3.009/2013, serão encaminhados anualmente à Câmara Municipal, na forma de anexo da proposta de Lei Orçamentária.

59.194,85 59.133,31 60.817,73

DESPESAS NÃO COMPUTADAS Indenização por demissões Incentivo à demissão voluntária Decorrentes Decisão Judicial e Exercício Anteriores Despesa com Inativos em Pensionistas custeadas com recursos vinculados SUBTOTAL ( II ) TOTAL LÍQUIDO ( I - II ) 59.194,85 59.133,31 60.817,73

64.666,60

63.404,05

63.107,97

62.229,51

79.482,97

63.621,65 63.183,31

66.431,99 92.302,57 797.576,51

ARTIGO 11 - A Secretaria de Administração e Finanças do Município poderá editar outros atos necessários ao cumprimento das disposições contidas neste decreto. ARTIGO 12 - Os casos omissos neste Decreto serão decididos pelo Conselho previsto no § 2º, do Artigo 8º. ARTIGO 13 - Este Decreto entrará em vigor na data de sua publicação, retroagindo seus efeitos a 01 de janeiro de 2014.

64.666,60

63.404,05

63.107,97

62.229,51

79.482,97

63.621,65 63.183,31

ARTIGO 14 - Revogam-se as disposições em contrário.

66.431,99 92.302,57 797.576,51

Prefeitura do Município de Laranjal Paulista, 15 de Janeiro de 2014. SANDRA MARIA FERREIRA VAZ TAKAKURA PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL

JOSÉ FRANCISCO DE SERAFIM GRIGOLON CONTADOR CRC Nº

HEITOR CAMARIN JUNIOR Prefeito Municipal

PAULO SÉRGIO BISCARO DE SOUZA RESPONSÁVEL PELO CONTROLE INTERNO

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DA RECEITA CORRENTE LÍQUIDA ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL JAN/2013 A DEZ/2013 RREO – ANEXO 3 (LRF, Art. 53, inciso I)

R$ 1

EVOLUÇÃO DA RECEITA REALIZADA NOS ÚLTIMOS 12 MESES ESPECIFICAÇÃO RECEITAS CORRENTES (I) RECEITA TRIBUTÁRIA IPTU ISS ITBI IRRF Outras receitas Tributárias RECEITA DE CONTRIBUIÇÕES RECEITA PATRIMONIAL RECEITA AGROPECUÁRIA RECEITA INDUSTRIAL RECEITA DE SERVIÇO TRANSFERENCIAS CORRENTES Cota Parte do FPM Cota Parte do ICMS Cota Parte do IPVA Cota Parte do ITR Transf. da LC 87/1996 Transf. da LC 61/1989 Transferencias do FUNDEB Outras Transferências Correntes Outras Receitas Correntes DEDUÇÕES ( II ) Contrib. Plano de Seguridade Social Servidor Compens Financ. entre Regimes Previd. Dedução da Receita para Formação do FUNDEB RECEITA CORRENTE LÍQUIDA (I)-(II)

JAN/2013

FEV/2013

MAR/2013

ABR/2013

MAI/2013

JUN/2013

JUL/2013

AGO/2013

SET/2013

OUT/2013

NOV/2013

DEZ/2013

6.285.973,88 433.654,29 6.674,25 217.436,39 67.962,10 62.884,89 78.696,66 0,00 15.714,67 0,00 0,00 0,00 5.770.333,32 1.198.464,08 1.475.207,75 1.307.379,20 429,82 0,00 13.641,47 1.482.828,30 292.382,70 66.271,60 858.649,04 0,00 0,00 858.649,04 5.427.324,84

5.607.205,32 332.420,82 5.403,70 182.680,35 47.006,87 45.762,60 51.567,30 0,00 13.571,44 0,00 0,00 0,00 5.215.531,11 1.612.405,24 1.205.684,48 569.551,60 506,68 0,00 8.485,66 1.172.972,72 645.924,73 45.681,95 679.563,15 0,00 0,00 679.563,15 4.927.642,17

4.884.134,41 569.491,77 77.626,29 175.866,92 44.576,86 41.697,38 229.724,32 0,00 12.425,42 0,00 0,00 0,00 4.235.891,59 928.625,67 1.266.352,66 423.126,30 29,79 0,00 7.860,90 1.137.838,85 472.057,42 66.325,63 525.669,04 0,00 0,00 525.669,04 4.358.465,37

6.801.404,43 2.229.107,10 1.074.275,98 285.713,91 73.086,89 49.122,60 746.907,72 0,00 14.309,91 0,00 0,00 0,00 4.487.935,71 996.394,40 1.576.269,99 119.218,07 351,53 28.731,63 7.938,60 1.277.037,23 481.994,26 70.051,71 545.780,89 0,00 0,00 545.780,89 6.255.623,54

5.188.773,84 879.759,79 239.115,04 309.287,59 48.823,04 42.029,95 240.504,17 0,00 14.523,46 0,00 0,00 0,00 4.233.154,90 1.431.683,33 1.202.524,53 112.343,47 1.003,04 8.630,98 10.458,16 997.954,07 468.557,32 61.335,69 554.416,89 0,00 0,00 554.416,89 4.634.356,95

6.372.456,45 921.076,96 229.549,59 331.796,42 111.770,41 42.125,74 205.834,80 0,00 12.141,67 0,00 0,00 0,00 5.026.823,92 1.194.575,33 1.796.646,90 131.980,22 186,38 7.182,91 10.249,77 1.435.756,87 450.245,54 412.413,90 628.164,30 0,00 0,00 628.164,30 5.744.292,15

6.027.975,21 1.148.109,53 397.551,22 338.483,93 44.820,43 42.942,74 324.311,21 0,00 21.902,27 0,00 0,00 0,00 4.419.838,21 850.790,40 1.605.819,91 106.661,31 210,13 7.182,91 11.846,19 1.248.846,21 588.481,15 438.125,20 516.320,76 0,00 0,00 516.320,76 5.511.654,45

5.270.863,20 784.161,32 232.445,33 257.957,85 45.373,84 46.210,86 202.173,44 0,00 17.600,76 0,00 0,00 0,00 4.055.102,06 1.112.394,87 1.211.917,15 115.899,75 61,85 7.182,91 10.843,01 982.027,65 614.774,87 413.999,06 491.701,59 0,00 0,00 491.701,59 4.779.161,61

5.518.457,77 778.676,78 221.906,86 290.231,78 45.627,66 42.246,78 178.663,70 0,00 18.442,38 0,00 0,00 0,00 4.481.605,00 920.652,71 1.453.543,37 131.892,96 23.673,70 7.182,91 10.226,96 1.146.559,54 787.872,85 239.733,61 509.434,46 0,00 0,00 509.434,46 5.009.023,31

5.705.537,50 530.588,90 51.060,05 293.045,31 53.264,78 46.383,49 86.835,27 0,00 26.367,53 0,00 0,00 0,00 4.469.703,78 921.198,17 1.559.410,96 99.777,39 73.536,60 7.182,91 11.286,46 1.231.116,76 566.194,53 678.877,29 534.372,04 0,00 0,00 534.372,04 5.171.165,46

5.652.282,29 667.347,22 22.939,31 482.192,14 58.141,47 45.889,33 58.184,97 0,00 22.365,71 0,00 0,00 0,00 4.336.270,91 1.282.636,12 1.319.330,36 79.784,10 8.030,03 7.182,91 15.437,35 1.068.874,89 554.995,15 626.298,45 542.076,62 0,00 0,00 542.076,62 5.110.205,67

6.756.657,20 587.585,57 62.235,48 297.094,56 71.626,30 72.749,86 83.879,37 0,00 34.426,92 0,00 0,00 0,00 5.390.327,03 1.322.952,73 1.719.331,94 131.526,07 5.752,43 7.182,91 7.987,74 1.214.253,88 981.339,33 744.317,68 634.068,46 0,00 0,00 634.068,46 6.122.588,74

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 6

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

TOTAL (ÚLTIMOS 12 MESES) 70.071.721,50 9.861.980,05 2.620.783,10 3.461.787,15 712.080,65 580.046,22 2.487.282,93 0,00 223.792,14 0,00 0,00 0,00 56.122.517,54 13.772.773,05 17.392.040,00 3.329.140,44 113.771,98 87.642,98 126.262,27 14.396.066,97 6.904.819,85 3.863.431,77 7.020.217,24 0,00 0,00 7.020.217,24 63.051.504,26

PREVISÃO ATUALIZADA 71.000.000,00 9.480.000,00 2.780.000,00 3.310.000,00 550.000,00 480.000,00 2.360.000,00 0,00 300.000,00 0,00 0,00 0,00 59.920.000,00 18.500.000,00 19.500.000,00 3.055.000,00 50.000,00 100.000,00 150.000,00 12.750.000,00 5.815.000,00 1.300.000,00 8.270.000,00 0,00 0,00 8.270.000,00 62.730.000,00

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

23/01/2014 20:22:00


Editais

24 DE JANEIRO DE 2014 -

B7

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA DEMONSTRATIVO DO RESULTADO PRIMÁRIO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro

Página 1 de 2 RREO – ANEXO 6 (LRF, art 53, inciso III)

R$ 1

RECEITAS PRIMÁRIAS CORRENTES ( I ) Receita Tributária IPTU ISS ITBI IRRF Taxas Contribuição de Melhoria Outras Receitas Tributárias Receita de Contribuições Receitas Previdenciárias Outras Receitas de Contribuições Receita Patrimonial Líquida Receita Patrimonial (-)Aplicações Financeiras Transferências Correntes LC 61/89 LC 87/96 Convênios FPM ICMS IPVA ITR Outras Transferências Correntes Demais Receitas Correntes Dívida Ativa Diversas Receitas Correntes RECEITAS DE CAPITAL (II) Operações de Crédito (III) Amortização de Empréstimos (IV) Alienação de Bens (V) Transferências de Capital Convênios Outras Transferências de Capital Outras Receitas de Capital RECEITAS DE CAPITAL (VI)=(II-III-IV-V) Página 2 de PRIMÁRIAS 2 RECEITA PRIMÁRIA TOTAL(VII)=(I+VI)

RECEITAS REALIZADAS

PREVISÃO

RECEITAS PRIMÁRIAS

ATUALIZADA

No Bimestre

62.515.000,00 9.480.000,00 2.780.000,00 3.310.000,00 550.000,00 480.000,00 2.355.000,00 5.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 85.000,00 300.000,00 215.000,00 51.650.000,00 0,00 80.000,00 245.500,00 14.800.000,00 15.600.000,00 2.445.000,00 40.000,00 18.439.500,00 1.300.000,00 760.000,00 540.000,00 0,00 0,00 0,00 0,00 RELATÓRIO RESUMIDO DA EXECUÇÃO ORÇAMENTÁRIA 0,00 0,00 DEMONSTRATIVO DO RESULTADO PRIMÁRIO 0,00 0,00 ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL 0,00 PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro 62.515.000,00

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA

Jan a Dez 2013

11.181.530,82 1.254.932,79 85.174,79 779.286,70 129.767,77 118.639,19 142.064,34 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 5.529,04 56.792,63 51.263,59 8.550.452,86 0,00 11.492,66 112.470,03 2.085.289,83 2.430.929,89 174.212,38 11.025,99 3.725.032,08 1.370.616,13 185.815,53 1.184.800,60 459.313,91 0,00 0,00 0,00 459.313,91 459.313,91 0,00 0,00 459.313,91 11.640.844,73

Jan a Dez 2012

62.863.153,70 9.861.980,05 2.620.783,10 3.461.787,15 712.080,65 580.046,22 2.440.468,76 46.814,17 0,00 0,00 0,00 0,00 35.441,58 223.792,14 188.350,56 49.102.300,30 0,00 68.955,95 398.966,49 11.019.143,73 13.901.051,16 2.620.972,58 91.017,70 21.002.192,69 3.863.431,77 367.687,78 3.495.743,99 1.420.539,31 0,00 0,00 0,00 1.420.539,31 1.420.539,31 0,00 0,00 1.420.539,31 64.283.693,01

54.726.334,17 8.452.355,30 2.379.674,19 2.967.105,05 414.191,84 501.406,63 0,00 0,00 2.189.977,59 0,00 0,00 0,00 43.340,51 285.581,38 242.240,87 42.835.548,72 0,00 0,00 0,00 10.261.725,69 12.568.932,96 0,00 0,00 20.004.890,07 3.395.089,64 419.661,15 2.975.428,49 1.825.520,54 0,00 0,00 0,00 1.825.520,54 1.791.970,20 33.550,34 0,00 1.825.520,54 56.551.854,71

RREO – ANEXO 6 (LRF, art 53, inciso III)

R$ 1

DESPESAS EXECUTADAS Em 2013

DOTAÇÃO ATUALIZADA

DESPESAS PRIMÁRIAS

LIQUIDADAS No Bimestre Jan a Dez 2013

FONTE: SCPI - Contabilidade, PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA, Data/hora da emissão: 23/jan/2014 16h e 46m"

Em 2012 INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO Portaria Nº 637 de 2012 PROCESSADO 54.316.431,33 0,00 28.208.189,67 0,00 0,00 0,00 26.108.241,66 0,00 54.316.431,33 0,00 4.415.217,80 0,00 4.286.223,44 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 128.994,36 0,00 4.286.223,44 0,00 0,00

INSCRITAS EM RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADO 247.944,73 0,00 0,00 247.944,73 247.944,73 4.274.525,91 4.274.525,91 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 4.274.525,91

LIQUIDADAS Jan a Dez 2012

DESPESAS CORRENTES (VIII) Pessoal e Encargos Sociais Juros e Encargos da Dívida (IX) Outras Despesas Correntes DESPESAS PRIMÁRIAS CORRENTES (X) = (VIII-IX) DESPESAS DE CAPITAL (XI) Investimentos Inversões Financeiras Concessão de Empréstimos (XII) Aquisição de Título de Capital já Integralizado(XIII) Demais Inversões Financeiras Amortização da Dívida (XIV) DESPESAS PRIMÁRIAS DE CAPITAL (XV)=(XI-XII-XIII-XIV) RESERVA DE CONTINGÊNCIA (XVI) RESERVA DO RPPS (XVII)

64.045.750,62 33.453.200,00 1.000,00 30.591.550,62 64.044.750,62 10.953.035,65 10.509.035,65 0,00 0,00 0,00 0,00 444.000,00 10.509.035,65 0,00 0,00

10.673.935,13 6.288.834,50 0,00 4.385.100,63 10.673.935,13 1.072.751,09 1.022.762,14 0,00 0,00 0,00 0,00 49.988,95 1.022.762,14 0,00

59.645.597,60 31.114.712,99 0,00 28.530.884,61 59.645.597,60 2.644.177,10 2.208.669,03 0,00 0,00 0,00 0,00 435.508,07 2.208.669,03 0,00

DESPESAS PRIMÁRIAS TOTAL (XVIII)=(X+XV+XVI+XVII)

74.553.786,27

11.696.697,27

66.376.737,27

58.602.654,77

RESULTADO PRIMÁRIO (XIX)=(VII-XVIII)

-12.038.786,27

-55.852,54

2.429.426,38

-2.050.800,06

241.672,12

0,00

SALDOS DE EXERCÍCIOS ANTERIORES

-

-

VALOR

DISCRIMINAÇÃO DA META FISCAL

-15.366.266,96

META DE RESULTADO PRIMÁRIO FIXADA NO ANEXO DE METAS FISCAIS

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA DEMONSTRATIVO DOS RESTOS A PAGAR POR PODER E ORGÃO ORÇAMENTO FISCAL E DA SEGURIDADE SOCIAL PERIODO: Janeiro a Dezembro 2013/BIMESTRE Novembro - Dezembro FONTE: SCPI 7- (LRF, Contabilidade, PREFEITURA MUNICIPAL DE LARANJAL PAULISTA, Data/hora da emissão: 23/jan/2014 RREO – Anexo art. 53, inciso V)

16h e 46m"

Portaria Nº 637 de 2012 R$ 1

RESTOS A PAGAR PROCESSADOS

PODER / ORGÃO

02 0201 0202 0203 0204 0205 0206 0207 0208 0210 0211 0212 0213 0214 02

Inscritos Exercicios Anteriores

Em 31 de Dezembro 2012

Cancelados

Pagos

A Pagar

RESTOS A PAGAR NÃO PROCESSADOS Inscritos Em 31 de Exercicios Liquidados Pagos Cancelados Dezembro 2012 Anteriores

A Pagar

RESTOS A PAGAR (EXCETO INTRA-ORÇAMENTÁRIOS) (I)

0,00

2.338.811,43

-1.192.386,22

1.008.550,15

137.875,06

925.785,04

7.645.420,98

1.387.168,59

1.369.195,20

-3.829.082,52

3.372.928,30

EXECUTIVO(exceto Intra-Orçam.)-(I)

0,00

2.338.811,43

-1.192.386,22

1.008.550,15

137.875,06

925.785,04

7.645.420,98

1.387.168,59

1.369.195,20

-3.829.082,52

3.372.928,30

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00

169.697,15 230.174,55 35.327,88 642.197,39 67.288,91 31.665,03 538.088,82 61.324,03 457.624,84 42.893,03 0,00 15.801,12 46.728,68

-74.912,38 -123.908,06 -15.212,83 -492.854,68 -1.161,81 -11.994,97 -261.464,94 -15.340,39 -122.767,82 -20.876,38 0,00 -13.864,07 -38.027,89

94.784,77 106.266,49 20.115,05 149.342,71 66.127,10 19.670,06 276.623,88 45.983,64 196.981,96 22.016,65 0,00 1.937,05 8.700,79

0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 0,00 137.875,06 0,00 0,00 0,00 0,00

0,00 25.455,00 5.262,50 153.752,37 0,00 0,00 52.061,18 0,00 338.768,72 0,00 189.617,72 160.867,55 0,00

0,00 0,00 0,00 950.132,90 0,00 0,00 1.105.857,95 3.593,65 5.221.710,37 0,00 25.794,21 338.331,90 0,00

0,00 0,00 0,00 476.232,60 0,00 0,00 248.922,93 0,00 444.556,78 0,00 60.555,69 156.900,59 0,00

0,00 0,00 0,00 476.232,60 0,00 0,00 248.922,93 0,00 444.540,83 0,00 60.555,69 138.943,15 0,00

0,00 0,00 0,00 -9.151,92 0,00 0,00 0,00 -3.593,65 -3.814.486,24 0,00 0,00 -1.850,71 0,00

0,00 25.455,00 5.262,50 618.500,75 0,00 0,00 908.996,20 0,00 1.301.452,02 0,00 154.856,24 358.405,59 0,00

RESTOS A PAGAR (INTRA-ORÇAMENTÁRIOS) (II)

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

EXECUTIVO(Intra-Orçam.)-(II)

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

0,00

TOTAL (III) = (I+II)

0,00

2.338.811,43

-1.192.386,22

1.008.550,15

137.875,06

925.785,04

7.645.420,98

1.387.168,59

1.369.195,20

-3.829.082,52

3.372.928,30

SECRETARIA DE GOVERNO SECRETARIA MUNIC ADMINIST E FINANÇAS SEC MUNIC ADM E FINAN - ENCARGOS GERAIS SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - MDE SECRET MUNIC EDUCAÇÃO SECRET. MUNICIPAL DE CULTURA E TURISMO SECRETÁRIA MUNICIPAL DE SAÚDE SEC MUN. FUNDO DE ASSISTENCIA SOCIAL E D SECRET MUNIC DE SERVIÇOS PÚBLICOS SEC MUNIC AGRICULTURA ABASTECIMENTO SECRET MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO - FUNDEB SECRET MUNIC DE JUVENT ESPORTE E LAZER SECRETARIA DE COORDENAÇÃO E GESTÃO

HEITOR CAMARIN JÚNIOR PREFEITO MUNICIPAL

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 7

DIEGO LEITE PAULINO CONTADOR 1SP289913/O7

LINCOLN TADEU NUNES CONTROLE INTERNO

23/01/2014 20:22:03


Geral

B8 - 24 DE JANEIRO DE 2014

PAGAR JUROS PRA QUÊ? A WEST TEM TAXA 0% A.M. PRA VOCÊ!

0

%

A.M.

TAXA

CELTA LT 4P 2014 À vista a partir de

R$

30.990

0

%

A.M.

Completo + Airbag + ABS

TAXA

0

%

CRUZE LT 2014

A.M.

EM 24x

À vista a partir de

R$

67.990

CLASSIC LS 2014 À vista a partir de

R$

31.990

Completo + Airbag + ABS

TAXA

0

%

A.M.

ONIX LT 1.4 2014 Completo + ABS com EBD + Airbag Duplo OFERTA EXCLUSIVA WEST MOTORS

Câmbio automático 6 velocidades + 4 Airbags + ABS com EBD + Rodas alumínio 17” + Controle de tração e estabilidade + Som com controle no volante DESCONTOS ESPECIAIS PARA:

• CNPJ • Produtores Rurais • Autoescolas • Portadores de Deficiência Física • Empresas Individuais. Agende uma Visita: Tel. 15 3288-4050 Depto. de Vendas Diretas GMB/Aceitamos Cartão BNDES para Montana/S10 Flex e Diesel e Montana Combo (Furgão).

TRABALHE CONOSCO vagas.grupostefanini.com.br

CINTO DE SEGURANÇA PODE SALVAR VIDAS.

TAXA

IMAGENS ILUSTRATIVAS

www.westmotors.com.br

Nova West Motors Cerquilho | Av. Antonio Bettini, 98 - Rod. Tietê-Cerquilho - Km 86 | TEL.: 15 3288-4050 West Motors Piracicaba | Av. Cássio Paschoal Padovani, 600 | 19 3417-7000 West Motors Capivari | Av. Pio XII, 640 | 19 3492-8500 Celta LT 4P 13/14, com preço promocional à vista a partir de R$ 30.990,00. Veículo anunciado com taxa de 0% a.m. válida apenas na condição de entrada mínima de 60% e saldo restante em 18 vezes. Classic LS 13/14, com preço promocional à vista a partir de R$ 31.990,00. Veículo anunciado com taxa de 0% a.m. válida apenas na condição de entrada mínima de 60% e saldo restante em 18 vezes. Onix LT 1.4 Econoflex 13/14 com preço promocional à vista a partir de R$ 38.990,00. Veículo anunciado com taxa de 0% a.m.válida apenas na condição de entrada mínima de 60% e saldo restante em 18 vezes. Cruze LT 13/14 com preço promocional à vista a partir de R$ 67.990,00. Veículo anunciado com taxa de 0% a.m. válida apenas na condição de entrada mínima de 51% e saldo restante em 24 vezes. Condições válidas para veículos Chevrolet 0KM disponíveis nos estoques das Concessionárias participantes do Interior Paulista, não válidas para modalidade de venda direta da fábrica, taxistas e produtor rural. Todos os planos mencionados estarão sujeitos à prévia aprovação de crédito. Nos valores financiados demonstrados consta o valor de despesa com TCC de R$ 490,00. Condições de preço e promoções válidas apenas para o dia 24 de janeiro de 2014 ou enquanto durarem os estoques. Os veículos Chevrolet estão em conformidade com o PROCONVE - Programa de Controle da Poluição do Ar por Veículos Automotores. Preserve a vida. Use o cinto de segurança. A imagem do veículo é ilustrativa, não condizente necessariamente com o modelo anunciado. Mais inform ações pelo site: www.chevrolet.com.br. Consulte sua Concessionária participante quanto a preço, taxas de juros e condições de financiamento aqui anunciadas. SAC: 0800702 4200.

DESTAQUE_CADERNO_02.indd 8

23/01/2014 20:22:10


Jornal Destaque News - Edição 738