Page 14

SEXTA-FEIRA

TRAGÉDIA NO ESPORTE

14

www.destakjornal.com.br

‘Não posso descrever o que senti é algo inexplicável. A primeira vez que escutei um gemido dele [zagueiro Neto] era 4h27, foi um gemido de muita dor. Ele foi um guerreiro que lutou 10 horas pela vida’

Funcionária do aeroporto alertou LaMia REPRODUÇÃO

2.12.2016 MARLON LENGUA Subtenente

EM DEZ SEGUNDOS

AFP

# FUNERAL

Infantino e Tite irão a Chapecó Tanto o presidente da Fifa quanto o treinador da Seleção Brasileira cancelaram seus compromissos para prestar homenagens à delegação da Chapecoense morta no acidente aéreo. Tite iria à Espanha para assistir ao clássico entre Barcelona e Real Madrid. Caixões receberam faixas com nomes de atletas, dirigentes e comissão técnica # INDENIZAÇÕES

Por atraso, velório só acontece no sábado

Famílias irão receber 26 salários

Chuteiras entre os destroços do avião que levava a delegação da Chapecoense

Representante da empresa aérea não quis mudar plano de voo, que terminou em trágico acidente DA REDAÇÃO redacao@destakjornal.com.br

Antes de partir com destino a Medellín (Colômbia), a funcionária da Aasana (Administração de Aeroportos e Serviços Auxiliares de Navegação Aérea da Bolívia) Celia Castedo Monasterio avisou o representante da empresa aérea LaMia que a quantidade de combustível seria insuficiente para chegar, caso houvesse algum tipo de emergência. Em documento obtido pelo “Jornal Hoje” há relato de Castedo, que, ao receber o plano de voo da aeronave, notou que o tempo previsto de viagem era similar ao da autonomia do avião. Apesar de ter feito o alerta, a companhia aé-

BRUNO CANTINI/ATLÉTICO

Nepucemo já comunicou decisão à CBF; Chape também não quer jogar

rea afirmou que não haveria problemas e que o voo seria completado com tranquilidade. Castedo insistiu para que houvesse a troca no plano de voo, mas não conseguiu convencer a LaMia. Após o acidente, a funcionária foi afastada, embora não tivesse autoridade para impedir a decolagem, fato que compete à Agência Nacional de Avião Civil da Bolìvia.

Ameaças A controladora do aeroporto de Medellín Yaneth Molina, que falou com o piloto momentos antes do trágico acidente, revelou ter recebido ameaças. “Pessoas ignorantes e alheias a esta profissão e sobretudo que ignoram os procedimentos têm ameaçado minha integridade física e tranquilidade”, declarou em nota. Molina ainda disse que “fez o humanamente possível e o tecnicamente obrigatório para conservar a vida destes usuários de transporte aéreo”.

As indenizações às famílias dos jogadores são de seguradoras da Chapecoense e da CBF. Valor pago pelo clube é 14 vezes o salário de cada jogador (R$ 90 mil), e pela entidade é 12 vezes (teto de R$ 1,2 mi). # APOIO DO CRAQUE

Ronaldinho Gaúcho pode jogar no clube Irmão e empresário de Ronaldinho, o ex-jogador Assis não descartou a possibilidade do craque de 34 anos defender a equipe catarinense. Segundo Assis, o meia poderia jogar um amistoso ou ter um vínculo maior com o clube.

Pela quantidade de corpos no acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, a preparação sofreu atraso, e eles serão embarcados apenas hoje à tarde com a previsão de chegada na madrugada do dia seguinte, já que o trajeto demora em torno de 12 horas . “Os atrasos circunstanciais não estavam na cabeça de ninguém. Houve um pequeno retrocesso porque esse é um procedimento que tem várias etapas”, declarou o embaixador do Brasil na Colôm-

bia, Julio Bitelli. “É natural que isso acarrete mais angústia para as famílias, mas o importante é que se está trabalhando 24 horas por dia para tentar superar esses inconvenientes”, completou. Em Chapecó são aguardados 51 dos 71 corpos. Ele serão transportados em caminhões dos bombeiros à Arena Condá, onde ocorrerá o velório coletivo, que deve começar no período da tarde. Nas primeiras horas, apenas familiares e amigos terão acesso.

Chapecoense pode ficar com o título da Sul-Americana

AFP

Em reunião que acontecerá no dia 21 de dezembro, a Conmebol deve declarar a Chapecoense como a campeã da Copa SulAmericana de 2016. A entidade ainda não confirma a decisão, pois considera que não é momento oportuno, e precisa da aprovação do Conselho. O Nacional, adversário da equipe catarinense na decisão do torneio, fez o pedido à Conmebol.

Após a confirmação, a Chapecoense estará garantida na fase de grupos da Libertadores da América de 2017, assim como na decisão da Recopa Sul-Americana e fará a decisão contra o Atlético Nacional, campeão da Libertadores deste ano. Ontem, o Independiente Santa Fe presenteou a Chapecoense com uma réplica da taça da SulAmericana.

Atlético-MG não vai entrar em campo; Inter quer cancelar rodada O presidente do clube mineiro, Daniel Nepucemo, afirmou que o time não entrará em campo para enfrentar a Chapecoense, no dia 11 de dezembro, na Arena Condá, pela última rodada do Brasileiro. “É o mínimo que tem que ser feito, pelos familiares, pela cidade, pelo Estado e pelo país, que

está sofrendo com a tragédia nesta semana”, disse Nepucemo. Diante disso, o diretor de competições da CBF Manoel Flores, afirmou que não é possível que a partida seja cancelada, por causa do regulamento. Se as duas equipes não entrarem em campo, haverá W.O duplo: ambas serão pe-

nalizadas com a perda de três pontos e de três gols de saldo.

Torneio incompleto O Internacional, primeiro na zona de rebaixamento, pediu o cancelamento da última rodada do torneio em função da tragédia do avião da Chapecoense. “Estamos

extremamente abalados com essa catástrofe”, disse o presidente do Internacional, Vitório Piffero Com o campeonato incompleto, os clubes que fossem rebaixados à Série B teriam condições de recorrer à Justiça para permanecer na elite, alegando que o torneio não teria acabado.

São Paulo - 2510  
São Paulo - 2510  
Advertisement