Page 1

Maratona

teatral Até o dia 31 de janeiro, a Campanha de Popularização do Teatro de Campinas toma o Castro Mendes; programação reúne 36 espetáculos, entre montagens adultas e infantis, em 47 sessões com ingressos a R$ 15. PÁGINA 8


entreaspas Acordei. Olhei para o lado, e lá estava ele, dormindo. Olhei melhor e o vi nu. Susto. Me olhei. Nua. O chão forrado de garrafas vazias. Eu forrada de amnésia. Foi difícil sentar. Então vi o que eu já imaginava. Perdi a virgindade. Me perdi GISELLE ITIÉ, atriz, em entrevista à revista “Glamour” sobre estupro sofrido aos 17 anos. Terça, dia 10.

Tento levar com bom humor, senão fica sofrido fazer. Já é tão estranho CAUÃ REYMOND, ator, sobre as cenas de sexo na minissérie “Dois Irmãos”, da Globo. Segunda, dia 9.

Se preparem, porque, se necessário, eu serei candidato à Presidência EX-PRESIDENTE LULA (PT), durante o 29º Encontro Estadual do MST , na Bahia. Quarta, dia 11.

UÇÃO FOTOS: REPROD

A maternidade é difícil PRINCESA KATE MIDDLETON em encontro com mães no Centro Anna Freud, em Londres. Quarta, dia 11.

EXPEDIENTE Destak Brasil Editora S.A.

Diretor de Redação: Paulo Galdieri  Editora (interina): Gabriella de Lucca  Reportagens Campinas: Eunice Gomes  Editor de Arte e projeto gráfico: Andre Marcondes  Diagramação: Bianca Maciel Gráfica: Folha Gráfica (11 3324-7712)  Endereço: Av. Brig. Faria Lima, 2.954, 3º andar – CEP 01451-000 São Paulo-SP  E-mail: campinasdestaksemanal@gmail.com  Para anunciar ligue: (19) 9.9177-4645


campinas

Ahorada

verdade

Começa neste domingo a maratona dos mais de 15 mil aprovados para a segunda fase do vestibular da Unicamp, que estão em busca de uma vaga na universidade

{ POR EUNICE GOMES }

C

om melhor desempenho no universo de 67.143 estudantes que fizeram a 1ª fase do vestibular da Unicamp, 15.390 candidatos entram na reta final para disputar uma das 3.330 vagas em 70 cursos de graduação da universidade. A 2ª fase de um dos vestibulares mais disputados do país começa neste domingo (15) e vai até terça (17), em 17 cidades, além de Campinas – Bauru, Brasília, Guarulhos, Jundiaí, Limeira, Mogi Guaçu, Piracicaba, Presidente Prudente, Registro, Ribeirão Preto, Santo André, Santos, São Carlos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba também realizam o exame. A prova terá início às 13h, mas a Convest (Comissão Permanente de Vestibulares) orienta os candidatos a chegar com pelo menos uma hora de antecedência. Os especialistas garantem que, a partir de agora, a dica é relaxar, fazer exercícios leves, manter alimentação saudável, dormir bem e... rever algumas coisinhas. Será?

Primeirodiaé marcadopelo terrordemuitos estudantes: aredação Só o estudante deve responder a essa pergunta, mas os especialistas afirmam que estar com a família, dormir e comer bem são medidas indispensáveis para um bom desempenho na prova. Muitos cursinhos pré-vestibulares vão realizar amanhã (14) aulas dinâmicas que ajudam tanto a rever al-

DIVULGAÇÃO

guns pontos dos conteúdos quanto dar risadas e relaxar. A participação nesses plantões é apontada como mais eficaz do que ficar em casa sentado estudando por horas no dia que antecede a maratona de provas. “Recomendamos que os alunos descansem. Não adianta, nas horas finais, ficar estudando e esforçando a cabeça. É hora de relaxar, deixar problemas pessoais de lado, se alimentar bem e dormir cedo para que dê tudo certo”, garante o diretor da unidade Cambuí do Integral, David Apolinário. E, no primeiro dia da 2ª fase, os estudantes já enfrentam um dos terrores dos vestibulares: a prova de redação. Na Unicamp, são duas propostas de textos a serem desenvolvidas pelos candidatos e há também provas de Língua Portuguesa e Literaturas de Língua Portuguesa. Os conteúdos de Geografia, História e Matemática serão testados na segunda-feira (16). Já as provas de Biologia, Química e Física acontecem na terça-feira (17). Nesta fase, a duração das provas é de quatro horas. A segunda fase é constituída de provas idênticas para todos os candidatos, com questões dissertativas. Cada uma das provas é composta de seis questões, com exceção da redação. A Convest orienta que os alunos leiam atentamente o que é necessário levar nesta 2ª fase para evitar problemas. O original do documento de identidade indicado na inscrição, caneta preta em material transparente, lápis preto e borracha são itens indispensáveis. Será permitido o uso de régua transparente e compasso. No primeiro dia, o candidato deverá levar também uma foto 3x4 tirada em 2016 ou 2017, com nome e número de inscrição anotados no verso.

Provastêmduraçãode quatrohorasecomeçam às13hem17cidades,além deCampinas

NA HORA DO EXAME

Éproibido: Aparelhos celulares Quaisquer equipamentos eletrônicos Relógios digitais Corretivo líquido Lapiseira Caneta marca texto Bandana/lenço, boné, chapéu

4


diversão&arte

{ POR EUNICE GOMES } DIVULGAÇÃO

STAND-UP

Piadapronta

Ofantástico

universoteatral Tradicionalmente contemplada no calendário oficial da cidade, a 32ª edição da Campanha de Popularização do Teatro de Campinas fica em cartaz até o dia 31 deste mês no Teatro Castro Mendes, e reúne 36 espetáculos inéditos, entre adultos e infantis, em 47 sessões com ingressos a R$ 15. É a primeira vez que a campanha vai eleger os melhores em categorias como MelhorAtor, MelhorAtriz, MelhorDiretorcom premiação no dia do encerramento. A programação adulta tem de tudo, de dramas pessoais a comédias com participações de artistas amadores e profissionais, sem deixar de lado alguns personagens famosos da telinha. Em “O OrgasmoNossode Cada Dia”, que ocupa o palco no dia 17, às 21h, o ator Ton Crivelaro mostra situações do cotidiano de um homem que tem um problema psicológico ocasionado pelo fim

do casamento. Na hora do sexo, o coitado começa a rir. Para reverter a situação constrangedora, ele procura nos prazeres do dia e da noite a cura para o mal. Figura conhecida na cidade, Crivelaro explora o universo artístico em diferentes veículos. Além do teatro, onde já emplacou sucessos como “Mulheres Descasadas Procuram” e “Casal Pinel em Quarto de Motel”, atua também no cinema. Já fez “Vai que dá certo 2” de Fabio Porchat, “Corte Seco” de Renato Tapajós. Na TV, o ator está no seriado “Politicamente Incorreto” de Danilo Gentili, na Netflix, onde faz o papel do deputado Norivaldo. Na mostra infantil, o destaque vai para o musical “Aniversário de Ana”, que conta a divertida história da tentativa de Elsa em fazeruma festa surpresa para Anna. As princesas se perdem na floresta, pois seus mapas foram trocados poralguém misterioso,

enquanto o príncipe Hans das Ilhas do Sul tenta ficar rico às custas da rainha Elsa e Anna sofre uma tentativa de sequestro. Uma aventura que atiça o imaginário infantil e anima a plateia, que não fica parada. Outras montagens, como “Cólicas’ da Camaleoa produções; “Raul e Paulo, Uma Relação Delicada”, musical da T. de Pano”; “Esse Morto Não É Meu” com a Cia. Odu; “Delação Premiada” do Grupo Só Risos; e “O Saideira”, bêbado da lendária “Praça é Nossa” (SBT), completam a programação. Organizada pela APTC (Associação dos Profissionais de Teatro de Campinas) com apoio da Secretaria Municipal de Cultura, a campanha promove também atividades para os profissionais das artes cênicas e banca para tirar o DRT (registro profissional). Consulte a programação completa (www.campinas.sp.gov.br).

Vista por cerca de dois milhões de pessoas, a comédia “Meu Passado Não Me Condena” já passou várias vezes por Campinas e região, mas sempre volta com público garantido. Abusando do formato de stand-up moderno, a atriz global Fernanda Souza usa seu humor peculiar para relembrar os personagens que mais marcaram seus 25 anos de carreira: Mili de “Chiquititas”, Mirna de “Alma Gêmea”, Carola de “O Profeta” e Isadora de “Toma Lá da Cá”. Rápida e hábil no improviso, Fernanda usa a plateia como uma espécie de confessionário. Essa estratégia de cumplicidade pode ser o segredo de tanto sucesso, já que a atriz promete transformar a plateia em sua “melhor amiga”. As revelações de bastidores e da vida pessoal também garantem uma pitada de fofoquinha, que mais parece uma conversa entre comadres. São 75 minutos de riso fácil garantido sem nenhuma densidade de conteúdo. A comédia está em cartaz hoje (13) e amanhã (14), às 21h e no domingo (15), às 19h, no Teatro Iguatemi, com ingressos a R$ 50 e R$ 100. Informações: (19) 3294-3166. DIVULGAÇÃO/SUÉLEN SILVA

Viajandocom

Kurosawa

8

A mostra de cinema “Jidaigeki – Viajando com Kurosawa ao Japão Feudal” está em cartaz no Sesc Campinas até o dia a 25 deste mês. As exibições de seis filmes dirigidos por Akira Kurosawa são abertas ao público em geral e gratuitas. Com cenários do Japão do período feudal – que teve início por volta de 1190 e durou mais de 700 anos –, a mostra traz “Rashomom” (1950), “Os Sete Samurais” (1954), “Trono Manchado de Sangue” (1957), “A Fortaleza Escondida” (1958), “Yojimbo” (1961) e “Sanjuro” (1962). Os filmes expressam a consolidação da maturidade artística e da criação do estilo cinematográfico do diretor. Em “Trono Manchado de Sangue”, com exibição às 19h30 na próxima terça (17), Washizu é um comandante que ouve uma profecia de que se tornará senhor de um castelo. Ele começa a agir para trans-

formá-la em realidade. No dia 24, no mesmo horário, é a vez da “Yojimbo”, que conta a história de Sanjuro, um samurai sem mestre que ao passar por uma vila dividida entre duas gangues decide causar um confronto para libertar os moradores honrados. Confira programação: www.sescsp.org.br/campinas

Diretorjaponês trabalha comtemas relacionados aossamuraise mostraumlado desconhecido dopaís D

ÃO AÇ LG U IV


Notúneldotempo

esportivo

esportes Museu do Esporte José Roberto Xidieh Piantoni abriga cerca de 500 peças que revelam parte da história da cidade

{ POR EUNICE GOMES }

N

ada melhor que aproveitar as férias escolares para conhecer um pouco da rica história dos esportes na cidade. Com um acervo constituído por cerca de 500 peças, entre troféus, medalhas e fotos, o Museu do Esporte “José Roberto Xidieh Piantoni”, inaugurado no finalzinho do ano passado, abriu seu acervo à visitação pública este mês. Por enquanto, o museu, instalado no Balneário do Parque Taquaral, fica aberto de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 14h às 17h. A expectativa é que já no próximo mês, o local funcione aos finais de semana, ampliando as chances do público se aventurar no túnel do tempo esportivo de Campinas, celeiro de atletas, já que nos jogos olímpicos e paralímpicos do Rio enviou 30 representantes. “Ainda dispomos de um acervo técnico com cerca de 300 peças, que estão em fase de catalogação. Gostaria de fazer um apelo aos atletas que fizeram e fazem parte da nossa história para nos visitar e nos ajudar na identificação de algum material”, afirmou a diretora da Secretaria Municipal de Esportes, Vanda Almeida, ex-jogadora de vôlei da cidade, que atuou em vários clubes e foi convocada para compor seleções municipais, estaduais e brasileira. Como técnica de vôlei e de basquete, revelou grandes atletas, entre elas Vera Mossa.

Troféuseréplicas, comomedalhade ourodojogadorde vôleiMaurício, compõemoacervo Vanda revela que encontrou um troféu não identificado no meio do acervo e que, ao bater os olhos nele, o reconhe-

DIVULGAÇÃO

ceu. “Eu tinha uma foto com ele no meu arquivo pessoal de 1975, quando o vôlei de Campinas foi tricampeão nos Jogos Abertos. Uma emoção. Acabamos por colocar a foto junto ao troféu no museu”, conta a ex-atleta. A vocação do museu, segundo a diretora, é manter um acervo fixo com uma linha do tempo que orienta os visitantes aos pontos históricos da caminhada esportiva do município, mas também de promover mostras temáticas. “A primeira exposição do museu será sobre as mulheres no esporte. Já começamos a trabalhar no tema esta semana“, afirma Vanda. Segundo ela, o museu trabalha, por enquanto, com réplicas até que seja consolidada uma maior segurança no local. “Na inauguração, as diretorias da Ponte Preta e Guarani emprestaram seus respectivos troféus de 1979 e 1978, mas depois as peças retornaram para os clubes”. A medalha de ouro da Olimpíada de Barcelona de 1992, do jogador de vôlei Maurício, é uma réplica da original, que fica guardada a sete chaves pelo bicampeão olímpico. Atletas e seus familiares que queiram colaborar com o acervo devem entrar em contato pelo telefone 3756-4010. Para quem desconhece a história da cidade, o homenageado José Roberto Piantoni foi atleta no Clube Campineiro de Regatas e Natação, transitou por clubes de outras cidades, atuou como técnico e, em 2015, foi campeão estadual de vôlei nos Jogos Regionais do Idoso (Jori) pela seleção de Campinas. Morreu em um acidente em maio de 2016. O Museu do Esporte ocupa uma área de 350 metros quadrados no Parque Portugal, atrás do ginásio de esportes. Na parte superior do prédio funciona o Centro de Treinamento de Lutas, inaugurado em 2016, para aulas de judô, kung fu, taekowndo, capoeira e outras modalidades de artes marciais.

Maurícioparticipouda inauguraçãoeressaltou aimportânciade fomentaraçõesque favoreçam asatividadesesportivas epreservematrajetória dosatletasetimes

9


carros

Checagem

BÁSICA

{

DA REDAÇÃO

Antes de pegar estrada é fundamental conferir as condições do veículo. Para o especialista em mercado automotivo, Evandro Enoshita, o ideal é fazer uma revisão geral. Se não puder, ao menos confira os itens abaixo.

}

Triângulode sinalização,macaco echavederoda

Limpadorde parabrisas Confira a lâmina, borracha e hastes, e faça testes. É bom lavar a borracha só com água

Lembre que a distância mínima para sinalizar é de 30 metros de distância do carro

Sistemaelétrico, faróiselâmpadas Verifique a bateria, motor de partida e fusíveis. E lembre-se que poderá pegar serra ou neblina na estrada

10

Pneus eestepe

Extintor deincêndio

Cintode segurança

Nada de pneu “meia vida” nem “careca”. Calibre também o estepe para não ficar na mão.

A gente sabe que não é obrigatório. Mas é sempre bom ter um no veículo para imprevistos

Esqueça a mania de não usar cinto no banco traseiro. Averigue se todos estão em ordem

Freios Qualquer ruído, trepidação, pedal duro ou outra anomalia, faça uma avaliação mais cuidadosa

Motoristadevese valerdecaixasde transporteoucintos desegurança paraos pets,ecadeirinhas adequadasàidadee alturadascrianças


Dicasparaadotar

pet

umpet O tamanho do animal, seu temperamento e até a seriedade da ONG em que a adoção será feita são alguns dos fatores que devem ser levados em conta no momento da escolha { DA REDAÇÃO }

C

om tantos cachorrinhos precisando de casa e amor, muita gente prefere adotar um cão a comprá-lo. Muitas vezes são eles que nos escolhem. Seja um bichinho que te segue na rua, um que você começa a ajudar, ou outro que alguém resgatou. Quando a pessoa toma a iniciativa da adoção, alguns cuidados devem ser observados. “Recomendo que busque o cão em uma associação credenciada e com um histórico positivo, que eticamente desenvolva um trabalho sério”, diz Oliveiros Barone Castro, psicólogo e adestrador de cães de assistência, que há 20 anos trabalha com comportamento humano e animal.

ProcureONGs sérias,quepeçam umtermode responsabilidade nahoradaadoção ONGs sérias pedem que os interessados assinem um termo de res-

ponsabilidade, fazem entrevistas e acompanham o dono para ver se o animal foi castrado. A veterinária Christianne Pinheiro Machado aconselha pegar um cão que tenha ficado em observação alguns dias e que tenha recebido uma aplicação de antipulgas e vermifugação, pelo menos. Afinal, as associações funcionam como intermediárias na adoção. No caso de cães sem raça definida, os vira-latas, embora não haja o temperamento indicado pela raça ou um canil que ateste sua linhagem, há também uma preocupação importante em escolher bem o companheiro. Muita gente se preocupa com o tamanho que um filhote vai ter. Pela constituição óssea, um especialista pode arriscar um palpite sobre o porte quando adulto. Em relação ao temperamento, alguns testes de comportamento ajudam, mas a principal orientação é ir visitar o cão mais de uma vez antes de escolher. Também é muito bacana ir acompanhado de um profissional, como um adestrador. Eles estão mais acostumados a avaliar o comportamento dos animais.

Nahoradeescolher FAÇA BARULHO: é normal se assustar, mas o animal não deve ficar paralizado de medo.

PUXE O BRINQUEDO: animais seguros brincam e vão até você. Os medrosos podem ser reativos.

PEGUE NO COLO: Vire de barriga para cima. Se ele se debater muito, é mais inseguro.

REPRODUÇ ÃO

11


Campinas - 1192  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you