Page 1

da

NEWSLETTER MENSAL

FRANCISCO

Foto: Chlorus

Exclusive interview with FRANCISCA

ing Sun

Manila's Rising Sun

CAMPEÕES NACIONAIS (OFICIALMENTE) INAUGURADA Edição nº 56 - Maio 2017


da Nesta edição

e muitos +


Destaque do mês

'05

CAMPEÕES NACIONAIS

'17

O abrantino Francisco Cruz, do CN Baquinhense, sagrou-se Campeão Nacional de Fundo, em Paracanoagem, após a vitória em Melres, no dia 1 de Abril. Francisco venceu com cerca de 16 segundos de avanço. Por sua vez, Francisca Laia, do Sporting Clube de Portugal triunfou em K1 Sub23 (2ª em Seniores Femininos).

CENTRO DE TREINOS FUTEBOL FEMININO

Realizou-se no dia 19 de Abril, no sintético do Rossio ao Sul do Tejo, um treino de futebol feminino. Na convocatória da Associação de Futebol de Santarém (AFS), constavam Daniela Catarino (Tramagal SU), Catarina Ferreira, Mónica Mendes e Marisol Ferreira (Pego).

Este momento de preparação foi orientado pela Seleccionadora Distrital Ana Pereira.

p. 3

Para o final do treino ficou reservada a presença da internacional Filipa Matos, que partilhou com as jovens atletas o seu já riquíssimo percurso enquanto jogadora.


Filipa Moutinho no top10 na

'05

CORRIDA DO BENFICA

'17

Filipa Moutinho, da Casa do Benfica em Abrantes, concluiu na 6ª posição (Seniores Femininos), na 12ª Corrida do Benfica António Leitão, disputada no dia 9 de Abril.

15º TORNEIO DE FUTEBOL 7 - VETERANOS Iniciou no dia 18 de Abril, a 15ª edição do Torneio de Futebol 7 (Veteranos), organizada pela Câmara Municipal de Abrantes.


Regional de Ginástica Artística

'05

CNA MEDALHADO

'17

Disputou-se no pavilhão gimnodesportivo de Torres Novas, no dia 8 de Abril, o Campeonato Regional de Ginástica Artística Feminina e Masculina. O Clube Náutico de Abrantes participou na prova, representada por vinte e quatro ginastas, traduzido em 34 medalhas alcançadas.

VI TORNEIO STRIKE/PEGOBRINDE/JUVEPEGO O pelado da CP do Pego recebeu no dia 15 de Abril, mais uma edição do Torneio Pegobrinde/Strike/Juvepego. A competição encheu o recinto de jovens jogadores, que disputaram 36 jogos ao longo do dia. Uma organização irrepreensível, que assegura equipas de arbitragem, refeições, lanches e prémios. Clubes participantes: CP Pego (Sub10 e Sub11/Infantis) Tramagal SU (Sub10 e Sub11/Infantis) UD Abrantina (Sub10 e Sub11/Infantis) Eléctrico FC (Sub10) AREPA (Sub10 e Sub11/Infantis) Estrela de Portalegre (Sub10 e Sub11/Infantis) CD Fátima (Sub10) F. Zêzere (Sub10) Sport Abrantes e Benfica (Sub11/Infantis) Montargilense (Sub11/Infantis) Vasco da Gama (Sub11/Infantis) Dragões de Alferrarede (Sub11/Infantis)


Arlindo Brás no pódio do

'05

DUATLO DE ABRANTES

'17

Arlindo Brás, do Clube de Triatlo de Abrantes, alcançou a 3ª posição no escalão V2. A competição realizou-se no dia 23 de Abril.

BERNARDO NEVES NA SELECÇÃO DISTRITAL Bernardo Neves, do CD "Os Patos" (nº 10), integrou a Selecção Distrital de Santarém, que participou no Torneio Inter-Associações de Futsal (Sub15), disputado em S. João da Madeira, de 5 a 8 de Abril Resultados: Santarém - Angra do Heroísmo (2-1) Coimbra - Santarém (4-2) Santarém - Leiria (1-6) Algarve - Santarém (4-3)


Luís Mota na

'05

MARATONA DE PARIS

'17

O atleta da Casa do Benfica em Abrantes, Luís Mota, concluiu a Maratona de Paris, disputada no dia 9 de Abril, no tempo de 2h42m09s. O atleta foi 161º na Geral (27º no escalão V1).

GP DE CONSTÂNCIA Competição realizada no dia 15 de Abril, com a participação de atletas de Abrantes. Principais resultados: Benjamins Femininos (500m) 1ª Luísa Burguette (Casa do Benfica em Abrantes) 2ª Rute Martins (Casa do Benfica em Abrantes) Benjamins Masculinos (500m) 2º Bruno Caldeira (Casa do Benfica em Abrantes) Infantis Femininos (1.500m) 4ª Bárbara Dias (Casa do Benfica em Abrantes) 9ª Ana Matos (Casa do Benfica em Abrantes) Iniciados Masculinos (1.800m) 6º Pedro Marques (Casa do Benfica em Abrantes) 7º Diogo Silva (Casa do Benfica em Abrantes) 10º Júlio Couceiro (Casa do Benfica em Abrantes) Juvenis Masculinos (4.000m) 4º Miguel Batista (Individual) 5º Alexandre Coimbra (NS Torres Novas) Prova Principal (10.000m) Classificação Geral: 1º Rafael Domingos (Casa do Benfica em Abrantes) 4º Bruno Vieira (Maratona Clube de Portugal) 6º Octávio Vicente (Triatlo Golegã) 9º Ricardo Rosado (NS Golegã)


O grande pontapé de saída...

'05

CRÓNICA

'17

Já imaginou que durante o dia toma cerca de 200 decisões relacionadas com a comida. Porém muitos de nós só nos apercebemos de cerca de 30. Repare o que acontece ao almoço. Resolve pedir uma refeição ligeira, mas agora vê o menu “Bitoque”, fica com água na boca. E, enquanto olha para a lista de saladas em busca de uma opção saudável, os seus colegas pedem o “Bitoque”, levando-o a deixar escapar a frase “Quero o mesmo”, embora às vezes não saiba porquê. Quer, de facto, pôr mais ketchup e sal nas batatas fritas? E que tal pedir outro copo de refrigerante? Depois vem a sobremesa… O meio envolvente leva-nos muitas vezes a escolhas não saudáveis. Agora acrescente a esta realidade os resultados obtidos no Inquérito Alimentar Nacional e de Atividade Física 20152016 (IAN-AF) realizado à população residente em Portugal. Um em cada dois portugueses não consome a quantidade de fruta e hortícolas recomendada pela OMS.

Célia Lopes

Aproximadamente 1,5 milhões de portugueses (17% da população) consomem pelo menos um refrigerante ou néctares por dia, sendo esta prevalência elevada nos adolescentes (40,6%, 31% nas raparigas e 49% nos rapazes). O consumo médio nacional de açúcar simples é de 90g/dia. Cerca de 9,8 milhões de portugueses (mais de 95% da população) consomem açúcares simples acima do limite recomendado pela OMS (25g). Um quarto das crianças consome uma quantidade superior a 32g/dia. Em média, os portugueses consomem 7,3g de sal por dia. Aproximadamente, 3,5 milhões de mulheres (65,5%) e 4,3 milhões de homens (85,9%) apresentam uma ingestão de sal acima do nível máximo que deveríamos fazer. Cerca de 75% do sal que consumimos encontra-se escondido nos alimentos que compramos. Os portugueses estão a consumir três vezes mais do grupo de carne, peixe e ovos que deveriam consumir por dia. Apenas, 36% dos jovens entre os 15-21 anos são considerados fisicamente ativos, cumprindo com as recomendações para a prática da atividade física. Esta percentagem ainda diminui nos adultos (27%) e nos idosos (22%). Cerca de 5,9 milhões de portugueses (quase 6 em cada 10 portugueses) têm obesidade ou excesso de peso. Os idosos são o grupo mais vulnerável – 8 em cada 10 têm obesidade ou excesso de peso. Será que isto significa que somos más pessoas? Que nos falta a disciplina dos nossos antepassados? Que nos preocupamos menos com a nossa saúde e com a saúde dos nossos filhos? Claro que não. Então, o que aconteceu nos últimos 50 anos? Passámos de uma situação de dificuldade e escassez para uma atmosfera de abundância e facilidade. Como podemos aproveitar ao máximo essa fartura sem deixar que isso arruíne a nossa saúde? A resposta tradicional sempre esteve ligada à responsabilidade individual: comece um plano de dieta e exercício! O problema dessa opção é que exige rotina, disciplina a longo prazo – e ambas se opõem à natureza humana e às nossas características evolutivas. Mesmo que funcione durante um tempo, a urgência de experimentar algo de novo acaba por se sobrepor. A verdade é que a maioria dos centenários não faziam dieta, andavam no ginásio ou tomavam suplementos alimentares. Não procuravam a longevidade – ela apenas acontece. Como sugerem a maioria das pesquisas, também nós podemos fazer mudanças a longo prazo no nosso ambiente que nos levem a mexer-nos mais, a socializar mais, a desejar menos coisas e a comer melhor. Podemos tomar decisões agora que nos vão conduzir a um futuro mais saudável e feliz. Importa transformar cidades e vilas modelos em matéria de promoção de saúde, tendo por base medidas politicas em consonância com o bem-estar e saúde da população. Incentivar proprietários e gerentes de restaurantes e cafés a criar menus saudáveis para os seus clientes, aumentar a extensão das ciclovias, criar percursos de passeios pedestres, tornar os locais de trabalho mais saudáveis para os seus colaboradores, promover a saúde emocional, o hábito de levar as crianças a pé para a escola, o cultivo de hortas, o voluntariado, a descoberta de um objetivo de vida são exemplos de ações que poderão alimentar um estilo de vida saudável e favorecer uma alteração na cultura local e regional. Claro que não se trata apenas de aumentar a nossa longevidade; também é importante vivermos com qualidade de vida.  Por outras palavras: comer bem, ser mais ativo e amar mais. Tudo começa com as escolhas…


Corrida do

'05

25 DE ABRIL

'17

José Gaspar (Clube Odimarq) e Margarida Dionísio (ACR Senhora do Desterro), foram os vencedores da Corrida do 25 de Abril, disputada em Abrantes. Antes da corrida principal disputaram-se as já habituais provas para os escalões mais jovens. Um dos pontos altos da manhã desportiva, organizada pela União de Freguesias de Alferrarede, S. João e S. Vicente, foram as duas corridas especiais.

OCTÁVIO VICENTE NO XTERRA GRÉCIA Octávio Vicente vestiu as cores de Portugal na terceira etapa do circuito europeu XTerra, disputada no dia 30, em Vouliagmeni (Atenas - Grécia). O prova colocou frente a frente a elite mundial, com os atletas a terem cumprirem 1,5km de natação, 30km de ciclismo e 10km de corrida. Octávio concluiu na 41ª posição da geral (19º lugar na sua categoria), com o tempo de 2h50m21s. O espanhol Ruben Ruzafa venceu a competição com 2h17m34s. O circuito europeu visitará Portugal, com a quinta etapa a ter lugar no dia 27 de Maio, na Golegã.


Atletas da Casa do Benfica em Abrantes

'05

DE VITÓRIA EM VITÓRIA

Filipa Moutinho, da Casa do Benfica em Abrantes, venceu a competição realizada em Donas, no dia 2 de Abril. A atleta fez o tempo de 39:39, para cumprir com os 8.500 metros do percurso. Jorge Correia, do mesmo clube, triunfou em Veteranos A.

FOTO DO MÊS - ABRIL

Escolha dos leitores, com 284 votos.

'17

Nº 56 Maio 2017  

Newsletter Mensal Desporto em Abrantes

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you