Issuu on Google+

Social: Casamento de Thaís e Osvaldo, de Barra de São Francisco. r e v i s t a

Ano 02 | Nº 06 | Dezembro 2010/Janeiro 2011

A revista da Vida

CENTRO DE ORTODONTIA E REABILITAÇÃO ORAL

Novas instalações e novas especialidades: DERMATOLOGIA PSICOLOGIA OTORRINOLARINGOLOGIA Matéria páginas 12, 13 e 14

Reflexão De quem é o Natal?

Saúde

Porque comemos tanto?

Artigo Especial Cirurgia plástica é com o cirurgião plástico 1


2

3


4

5


editorial

r e v i s t a

A revista da Vida

E

les já foram capa da 3ª edição da Saúde e Fé, mas agora estão de volta para representar a nova equipe de profissionais que a partir de janeiro farão parte da mais nova e moderna clínica de reabilitação oral e médica de mantena e região: CLÍNICA DE ORTODONTIA E REABILITAÇÃO ORAL DE MANTENA: estamos falando do casal Dr. André Ramos Ferrari e Dra. Grasiela Batista Ferrari (Capa). Nesta edição trazemos informações sobre os profissionais que estarão a partir de janeiro atuando nesta conceituada clínica: Dermatologista Dra. Tissiani G. Oliveira Batista e a Psicóloga Michele Aguiar Martins. Só lembrando aos leitores que , foi sucesso total o novo formato da capa da Revista Saúde e Fé , edição anterior. Houve uma grande aceitação por parte de todos e muitos elogios. Nesta nova edição , trazemos mais mudanças na área editorial e visual , ficando a revista com aspecto bem mais leve, moderno ,mas, com um conteúdo sempre envolvente e interessante. Com certeza, você leitor, ficará satisfeito ao terminar de ler este número. Temos certeza que fizemos o melhor que podíamos para que todos sejam agraciados com um excelente material. Temos também nesta edição artigos super interessantes como: “Os segredos do diabetes, uma reflexão bacana sobre o Natal e na coluna social , um grande desfile de modas que aconteceu na loja Camarim e casamento que agitou Barra de São Francisco. Enfim, agradecemos sempre a Deus pelo cuidado, aos anunciantes, empresários, profissionais liberais que acreditam que este é um grande veículo fomentador no desenvolvimento do comércio de nossa região. Aos colaboradores, nossa gratidão também e ao nosso novo parceiro, a agência Finotrato de Gov. Valadares, pessoal super competente. No mais, boa leitura, muita saúde e paz pra você e tenha sempre muita fé em Deus!

John Martins editor

sumário

REVISTA SAÚDE E FÉ MANTENA-MG revistamais2010@bol.com.br

18

BOA FORMA Tomar café antes ou depois do treino põe seu desempenho em risco

20

Por que eu creio em Jesus?

36

COMPORTAMENTO Geração Celular

22

Social Dia a Dia

44

Entre o espirro e a lágrima

24

Social Desfile Camarim e Gloss

46

ARTIGO ESPECIAL Cirurgia Plástica é com Cirurgião Plástico

26

Social Casamento de Thaís e Osvaldo

48

SAÚDE BUCAL Endodontia = Seu Sorriso saudável

28

SAÚDE Segredos do Diabetes

50

REFLEXÃO Quando Deus diz: “Dá Licença”

www.saudeefe.com.br DIRETORES John Martins Michele Martins

08

REFLEXÃO De quem é o Natal?

10

SAÚDE Por que comemos tanto?

12

Matéria Capa Centro de Ortodontia e Reabilitação Oral

PUBLICIDADE OU ANÚNCIO

33 9955-6185 / 8818-7076 COLABORADORES Carlos Lima Weder Júlio Marquinho Silveira(GV) Michele A.Martins José Barbosa Júnior Pr. Horácio Perim Dra. Karla Ricato Dra. Franciene Ribeiro Dr. Júlio Riva

DIAGRAMAÇÃO Finotrato Design Fone: (33) 3221-7784 www.finotrato.com.br

16

EDUCAÇÃO Escola do Futuro ”Transformando o mundo uma criança por vez”

IMPRESSÃO Gráfica JEP Vitória - ES Fone: (27) 3198 - 1900

TIRAGEM 1.000 exemplares Distribuição gratuita

Distribuição: Mantena, Barra de São Francisco, Mantenópolis, Itabirinha, São João do Manteninha. Os artigos assinados e anúncios são responsabilidades exclusivas de seus autores e produtores, e não representam necessariamente a opinião da revista.

6

7

32

SAÚDE Vergonha adia diagnóstico da hemorróida e gera problemas


reflexão

por Noélio Duarte Pastor, escritor, poeta, membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil.

De quem é o Natal? Nesta época linda do ano Há mudanças no ser humano. De repente, se torna tão bom! Há felicitações e tanto abraço, Há mais melodias no espaço E até a música tem um outro som!

Papai Noel nos deixa sentar no colo; Jesus nos abraça – não nos deixa no solo!

Então, surgem as arrumações, Cores, festas, iluminações, E há intensas luzes no céu...

Papai Noel nada sabe sobre nós; Jesus conhece cada ovelha pela voz! Papai Noel diz apenas: ôh, ôh, ôh! Jesus diz: “Vinde a mim - Eu sou amor!”

No ar, em vez de Jesus, Aparece uma figura que reluz: O gordo e rosado Papai Noel!

Papai Noel vive num mundo de brinquedos; Jesus vive no mundo curando os medos!

Mas, afinal, de quem é o Natal? Qual o seu personagem central? Papai Noel mora num lugar gelado; Jesus, num céu lindo e abençoado! Papai Noel anda no trenó das renas; Jesus, sobre nuvens e águas terrenas!

Papai Noel faz agrados e dá beijinhos; Jesus, dá-nos a doce paz e seu carinho! Papai Noel coloca presentes na árvore de luz; Jesus, tornou-se nosso presente na cruz! Papai Noel some, deixando frustrações; Jesus está vivo e presente nos corações!

Papai Noel vem uma vez por ano; Jesus, está presente no cotidiano! Papai Noel, enche meias de presentes; Jesus, supre os corações carentes!

Então, De quem é mesmo o belo Natal? De Jesus ou do Papai Noel comercial?

Papai Noel entra, não é convidado; Jesus, bate à porta - Ele é educado! Papai Noel gosta de festa e promoção; Jesus, gosta apenas do coração!

Precisamos lembrar: Se o Natal reluz É porque Deus amou ternamente o mundo E o Seu amor resgatador profundo, Deu-nos seu mais belo presente: JESUS!

8

9


saúde

por Dra Simone Freire Nutricionista Fonte: yahoo.minhavida.com.br

Por que comemos tanto? Hábitos alimentares da sociedade levam ao aumento de peso e problemas com colesterol.

O

s hábitos alimentares adquiridos durante a vida, muitas vezes, são questionados. Um exemplo comum estaria relacionado ao momento em que o aumento de peso ou dos níveis de colesterol e açúcar no sangue se iniciam. Esses são indícios de que a alimentação deve ser alterada o quanto antes para evitarmos problemas mais sérios. Quando se pensa em uma mudança no padrão alimentar, deve-se, primeiramente, observar o que ocorre no entorno relacionado a esta prática, como, por exemplo, a alimentação no trabalho, em casa e em ambientes sociais como festas e restaurantes, bem como as compras de alimentos. A escolha dos alimentos num supermercado deve ser pensada e não copiada, pois, caso contrário, ela pode reverter em situação de perigo para você e sua família. Observe quando há oferta de pacotes promocionais com embalagens grandes. Essas ofertas podem representar um indício de um aumento do consumo ditado pelo próprio tamanho da embalagem. Muitas vezes, a família não organiza o consumo e deixa estragar o que sobrou. A escolha dos alimentos num supermercado deve ser pensada e não copiada,

10

pois, caso contrário, ela pode reverter em situação de perigo para você e sua família. Outros fatores que influenciam nossos hábitos alimentares são: dispersar a saciedade, ou seja, quando devemos parar de comer ou quando comemos realizando outras atividades (por exemplo: assistindo TV, usando o computador ou o telefone). Quando esses tipos de comportamento ocorrem, vários são os mecanismos que irão “trabalhar” para prestar atenção na mensagem e, enquanto isso ocorre, outro grupo trabalha para que você coma mais sem perceber. No ambiente de trabalho ou em casa, é muito comum deixarmos balas sortidas, biscoitos ou bombons à mostra no escritório ou de enfeite na cozinha. Essa prática ativa a vontade por esses alimentos. Contrariamente, sugerimos guardá-los longe dos olhos, pegá-los somente na hora do consumo e, de preferência, dentro de uma refeição estipulada (lanche da tarde, por exemplo). O pesquisador em comportamento alimentar, John M. de Castro, publicou artigos importantes no que se refere à quantidade de amigos que irá compartilhar a mesma refeição. Segundo o autor, soma-se 35% a mais no consumo alimentar quando a mesma refeição é realizada conjuntamente. Essa porcentagem aumenta para 96% quando ocorre o compartilhamento de até sete pessoas na mesma mesa. A ceia de natal é um ótimo exemplo! Nesse contexto, temos uma maior oferta de alimentos. Quanto mais tempo ficarmos à mesa, maior o risco de comermos mais. Portanto, o aumento do consumo passa a fazer parte dos ambientes sociais. Outra característica do mundo moderno é o tamanho dos utensílios de casa, como tigelas, pratos e colheres. Eles sofreram um aumento de tamanho nos últimos anos. Certamente, quanto maiores forem, maior a quantidade do consumo. Outros exemplos seriam os fast-foods, nos quais os tamanhos das porções resultam em maior consumo. Observe o ritmo de peso da sua família, pois algumas podem apresentar perfis magros ou com excesso de peso. Aquelas que apresentam um excesso de peso, com hábitos alimentares copiados e seguidos diariamente dentro de um padrão sócio-cultural devem observar e repensar suas condições de saúde a fim de se conscientizarem e de mudarem seus hábitos alimentares.

11


matéria capa

Novas Instalações, novas especialidades médicas

Uma clínica co mpleta para você! DERMATOLOGIA

O

Centro de Ortodontia e Reabilitação Oral é uma renomada clínica odontológica de alto padrão, com ênfase em Reabilitação Oral. Agora em Mantena ainda mais completa, além de especialistas em Cirurgia Buco-Maxilo-Facial, Implantodontia, Ortodontia, Periodontia e Prótese dentária, contará com especialistas em áreas afins, como Dermatologia, Otorrinolaringologista e Psicologia. Tudo isso para Mantena e região, em um único lugar. O Centro de Ortodontia e Reabilitação Oral está localizado em região previlegiada, no centro de Mantena, na rua sete de setembro, nº 611. Ocupa área de aproximadamente 120m², toda planejada nos padrões de exigência da vigilância sanitária -MG, para atendimentos a deficientes físicos ou com dificuldades de locomoção. A sala de espera é confortável, climatizada e decorada com muito bom gosto. Ainda conta com estrutura gerencial, recepção e setor administrativo para maior conforto de seus clientes. A clínica possui consultórios com equipamentos de alta tecnologia e áreas reservadas, onde você pode realizar todo seu tratamento e também conversar com privacidade. Para realização das cirurgias a clinica tem ambulatório cirúrgico com sala de pré e pós-operatório. A saúde é nossa maior preocupação, por isso salas de expurgo e esterilização apropriadas para lavagem, secagem e descontaminação dos materiais. Todo o processo é monitorado por meio de controle biológico. Sob a direção do Dr. André Ramos Ferrari, com agendamento prévio e funcionários treinados para melhor atendimento, a partir de janeiro o Centro de Ortodontia e Realibitação Oral e sua equipe multidisciplinar estarão de portas abertas para recebê-los em um ambiente calmo e agradável. A Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial é a especialidade da odontologia que trata de doenças da cavidade bucal e anexos, como traumatismos faciais e deformidades dos maxilares.

A periodontia é a especialidade que trata das doenças gengivais e cirurgias de estética gengival. Os implantes são pinos metálicos de titânio com formato aproximado de uma raiz dentária. Eles são inseridos dentro do osso e após o período de osteointegração (união do implante ao osso) já têm condições de suportar a prótese (dente artificial). A prótese dentária é a especialidade em que se repõem os tecidos orais e dentes perdidos ou danificados, mantendo a forma, função, saúde e estética. A ortodontia é a especialidade relacionada à prevenção e tratamento das disfunções dento-faciais; ou seja, previne e corrige a posição dos dentes e dos ossos maxilares mal posicionados.

A Dermatologia é a área da medicina que é reservada ao tratamento das afecções e cuidados com a pele, cabelos, unhas e mucosas. Na parte das afecções temos o diagnóstico e tratamento de: micoses, verrugas, quelóides, queda de cabelo, unhas quebradiças, acnes e nevus (pintas). Na parte estética temos os cuidados e prevenções. Dentre eles cito alguns abaixo:

CARBOXITERAPIA: Tratamento para combater a celulite, gordura localizada e flacidez. Também pode ser indicada para o tratamento das estrias, olheiras e rejuvenescimento facial e corporal.

INTRADERMOTERAPIA: Esta técnica consiste na infiltração local de pequenas quantidades de medicamentos, específicos, intradérmica ou subcutânea. Indicada para tratar celulite, flacidez corporal e facial, estrias e gordura localizada.

12

Pós-Graduada em Dermatologia

PREENCHIMENTOS FACIAIS: São substâncias flexíveis, que podem ser injetadas na pele para melhorar a aparência de pequenas linhas e rugas, aumentar os lábios, preencher bochechas cavadas, melhorar cicatrizes, levantar sulcos profundos e reparar várias imperfeições faciais. TOXINA BOTULÍNICA: É usada para corrigir as rugas de expressão. As rugas da testa, o sulco entre as sobrancelhas e os famosos “pés de galinha” podem ser beneficiadas com o método.

Renove a sua beleza como você jamais imaginou... Você de bem com a vida!!!

CRO-MG 31982

Especialista em Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial Especialista em Periodontia Mestre em Estomatologia Professor e Coordenador do Curso de Implante da funorte – gv Professor e Coordenador do Curso de Periodontia da abo – gv Membro do Colégio Brasileiro de Cirurgia e Traumatologia BucoMaxilo-Facial

CRM-MG 42915

PEELINGS: Promovem uma renovação celular, substituindo as células mortas e proporcionando um aspecto mais bonito à pele. Indicados também no tratamento da correção de imperfeições faciais ou corporais como estrias, rugas, hipercromias (manchas), flacidez tecidual, poros dilatados, acne e cicatrizes.

DR. ANDRÉ RAMOS FERRARI • • • • • •

DRA. TISSIANI GOMES O. BATISTA

DRA. GRASIELA BATISTA FERRARI CRO-MG 33405

• • •

Especialista em Prótese Dentária Ortodontia Clínica Geral

13


matéria capa

PSICOLOGIA A Psicologia como uma ciência que estuda o comportamento humano e animal e os processos mentais (razão, sentimentos, pensamentos, atitudes). O corpo e a mente são estudados pela psicologia de forma integrada e não separadamente. O profissional de psicologia busca compreender o comportamento e o pensamento das pessoas que possuem algum tipo de problema ou distúrbio psicológico. Para tanto, este profissional utiliza métodos e processos comparativos e analíticos. O objetivo final é a saúde mental do indivíduo para que este possa ter uma boa qualidade de vida. A resolução dos problemas psicológicos significa uma situação melhor de relacionamento com a sociedade, família e consigo mesmo (com seus pensamentos, desejos e sentimentos). A psicologia atua, muitas vezes, integrada a outras áreas como, por exemplo, medicina, pedagogia, sociologia e antropologia. Existem várias escolas de pensamentos (sistemas) na área de psicologia. Cada uma delas possui seus próprios métodos e processos de atuação. As principais são: Behaviorismo, Funcionalismo, Estruturalismo, Gestalt, Psicanálise, Humanismo, Psicologia Analítica e Psicologia Transpessoal. Existem várias especializações na área de psicologia: Psicologia do trabalho, Psicologia Clínica, Psicologia Comparada, Psicopatologia, Psicologia Forense, Psicologia Integral, Psicopedagogia, Psicologia Esportiva, Psicologia Social, Psicologia Corporal, Sexologia, entre outras. Enfim A palavra psicologia é de origem grega (“psique” = alma e “logos” = estudo, razão) No Consultório de psicologia realizam-se consultas de psicologia clínica para crianças, adolescentes, adultos e idosos, procurando desenvolver um trabalho que visa a avaliação psicológica, o acompanhamento e apoio psicológico, psicoterapia, apoio familiar de modo a proporcionar um desenvolvimento funcional e normativo nas diversas áreas de atuação ( familiar, escolar, académica, social, laboral).

DRA. Michele Aguiar Martins CRP 0/15737

michele-mantena@hotmail.com.br Psicóloga clínica formada pela Univale-GV, psicoterapeuta há quase 12 anos, dedica-se aos estudos do campo da psicopedagogia como instrumento de transformação. Especialização em Psicopedagogia pela Castelo Branco RJ e especialização em Políticas Públicas de Assistência Social em andamento pela Rede Pitágoras. Atendimento em clínica, Seleção de Pessoal (Recrutamento, Seleção, Treinamento e Acompanhamento de Pessoal, processo individual com adulto, adolescente e crianças; grupos com adulto; casal e orientação de pais.

Rua Sete de Setembro, 611 | Centro Mantena - MG | (33) 3241.2197

Sofiane E RAmíria Recepcionistas

14

15


educação

por Débora Ester de Melo Xavier Pedagoga

Escola do Futuro

”Transformando o mundo uma criança por vez” Como tudo começou...

Nos anos 70 as escolas públicas americanas tinham experimentado uma queda de qualidade bastante acentuada. Preocupados em proporcionar a seus próprios filhos um tipo de educação pautada em princípios éticos e cristãos, Donald e Esther Howard criaram a School of tomorrow (Escola do Futuro) em 1970.

Como surgiu no Brasil...

Em maio de 1995, experientes educadores de São Paulo, fizeram o “Treinamento para Administradores”, nos escritórios centrais da School of Tomorrow, em Lewisville, Texas. Ali, eles receberam todo o apoio técnico necessário para utilizar no Brasil a metodologia de forma eficaz. Em fevereiro de 1998, foi inaugurada, em São Paulo, a Escola do Futuro.

Escola do Futuro em Mantena...

No mês de Janeiro de 2004, um grupo de empresários de Mantena viajou à São Paulo e após conhecer a Escola do Futuro, acreditaram na implementação do método em sua cidade. Determinados, voltaram mais vezes a São Paulo, e conseguiram concretizar este projeto, fazendo de Mantena, a primeira cidade de Minas Gerais a receber a Escola do Futuro. A sede da School of Tomorrow para a América Latina, enviou dois profissionais na área pedagógica, para fortalecer a implementação deste projeto em Mantena e o mesmo permanece até hoje, sob a proteção de Deus e devido à coragem desse grupo de visionários filhos da “Terra Boa” que é Mantena.

Currículo Americano / Brasileiro

A Escola do Futuro baseia seu ensino no método americano ACE da School of Tomorrow. O aprendizado se dá através de PACES, que são unidades de trabalho (material apostilado importado). Cada PACE é estruturado de maneira que o aluno possa trabalhar o conteúdo, de forma gradativa e contínua. importante ressaltar que o currículo brasileiro da Escola do Futuro, cumpre rigorosamente com todas as exigências do Ministério da Educação e Cultura (MEC).

Formação de caráter...

“A verdadeira educação significa mais do que avançar em certo curso de estudos. Visa o ser todo, e todo o período da existência possível ao homem. É o desenvolvimento harmônico das faculdades físicas, intelectuais e espirituais.” Educação, pág. 13. O método, os materiais e a conduta dos educadores conduzem ao trabalho integrado de 60 traços de caráter de Cristo, valores que vêm se perdendo com o tempo: responsabilidade, honestidade, paciência, amizade, respeito e outros. Com o fim de formar os líderes de amanhã, a Escola do Futuro preocupa-se em proporcionar uma educação acadêmica sólida e de qualidade, construindo nos seus alunos, traços de caráter imprescindíveis para uma formação ética.

Ensino individualizado...

O ensino respeita as particularidades de cada aluno e se dá de acordo com o nível, capacidade e necessidades específicas de cada criança. Somente um ensino que proporciona um acompanhamento estreito, pode trazer à tona o que cada aluno tem de melhor e levá-lo a superar seus limites.

Aprendizado ativo...

A Escola do Futuro parte da idéia de que a criança deve, antes de tudo, aprender a aprender. O educador é alguém que ajuda o aluno a descobrir respostas e interage com o mesmo visando uma aprendizagem com perfil investigativo.

Alimentação...

Para os alunos do período integral, são oferecidas três refeições diárias: lanche da manhã, almoço e lanche da tarde. Há uma preocupação constante em oferecer alimentação natural com muitas frutas e verduras, vitaminas essenciais para essa fase de formação e desenvolvimento. A Escola do Futuro surgiu como resposta ao desejo de voltar aos valores fundamentais e éticos na formação escolar, que além de prover conhecimento acadêmico, fortalecesse bases profundas na construção de seu caráter, preparando-o para a vida. O princípio bíblico que diz que Educação é vida, e nós da Escola do Futuro acreditamos nisso.

“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.” (Pv.22:6).

16

17


boa forma

Fonte: yahoo.minhavida.com.br

Tomar café antes ou depois do treino põe seu desempenho em risco Bebida faz a frequência cardíaca aumentar, favorecendo a pressão alta e doenças do coração.

O

café é um elemento presente na nossa cultura e no cotidiano do brasileiro. Quem gosta, toma por prazer. Outros, por simples costume. E há quem veja, nas propriedades da bebida, aliados perfeitos na reposição energética diária. Mas como fica a conciliação de café e atividade física? Quais são as substâncias presentes nele que podem melhorar o desempenho dos atletas? Por outro lado, quais são os efeitos negativos que o consumo dessa bebida pode causar no rendimento físico a longo prazo? Estudos já comprovaram que o café conta com substâncias e propriedades que estimulam o sistema nervoso, ajudando a manter o poder de concentração e deixando o indivíduo mais alerta, com muito mais energia. A bebida também tem poder antioxidante, que colabora com a redução dos índices de risco de doenças como o diabetes. A atuação da cafeína no organismo também estaria associada à diminuição das dores musculares pós-atividade física e ao metabolismo, auxiliando na queima de gordura. Mas também há contra-indicações no que diz respeito ao consumo do café. Afinal, bebê-la demais pode causar superexcitação, insônia, desconforto intestinal e a piora em quadros de gastrite. Um estudo realizado na suíça, em 2006, deixou a comunidade fitness em alerta: pesquisas levantaram a hipótese de que a cafeína poderia baixar o rendimento na performance física, a longo prazo. De acordo com dados apresentados pelo cardiologista Philipp Kaufmann, do Hospital Universitário de Zurique, descobriu-se que a cafeína pode não ser tão inofensiva quanto se imaginava e, portanto, a ingestão do café não seria indicada antes da prática esportiva. Ricardo Cury, médico ortopedista e professor do Grupo de Cirurgia do Joelho e Trauma Esportivo da Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo, acredita que misturar café e atividade física é um risco. “Os estimulantes, de forma geral, têm propriedades que permitem maior poder de concentração e vigília, mas colaboram com o aumento da frequência cardíaca”, diz Cury. Segundo ele, os riscos, a longo prazo, são de aumento da pressão arterial e até mesmo problemas no coração, caso haja algum tipo de suscetibilidade para doenças vasculares.

18

Saiba Mais

Para a nutricionista e diretora da clínica Equilíbrio Nutricional, Roseli Rossi, o consumo do café traz vantagens e desvantagens. “A cafeína tem sido considerada uma substância de auxílio ergogênico, que potencializa a performance durante a atividade física, pois atua como estimulante do sistema nervoso, aumentando a tensão dos músculos, além de ajudar na mobilização de substratos de energia para o trabalho muscular”, afirmou Roseli. Para os indivíduos que apresentam sensibilidade em relação à cafeína, segundo Roseli, a ingestão do café não é recomendada, pois pode causar males ao sistema nervoso. Quanto às desvantagens nutricionais, o café possui fitato e tanino, substâncias chamadas de antinutricionais, por atrapalharem a absorção e a utilização de alguns nutrientes essenciais para o organismo. O ideal é que o consumo seja feito duas horas antes ou após as refeições principais, evitando-o em intervalos maiores. “Não se deve ultrapassar três xícaras ao dia”, recomenda a nutricionista. Embora muitas pesquisas já tenham sido realizadas sobre o assunto, não há dados definitivos que comprovem a eficácia do café na performance física, e nem que alertem para riscos de saúde. O ideal é manter a moderação, praticar exercícios físicos regulamente e viver em paz com o prazer de tomar um bom café. Mas beba com moderação, claro.

19


reflexão

por Horácio Perim Pr. Comunidade da Graça em Gov. Valadares

Por que eu creio em Jesus? 31 Dizia, pois, Jesus aos judeus que nele creram: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sois meus discípulos; 32 e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. 33 Responderam-lhe: Somos descendentes de Abraão, e nunca fomos escravos de ninguém; como dizes tu: Sereis livres? 34 Replicou-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. 35 Ora, o escravo não fica para sempre na casa; o filho fica para sempre. 36 Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. 37 Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não encontra lugar em vós. 38 Eu falo do que vi junto de meu Pai; e vós fazeis o que também ouvistes de vosso pai. 39 Responderam-lhe: Nosso pai é Abraão. Disse-lhes Jesus: Se sois filhos de Abraão, fazei as obras de Abraão. 40 Mas agora procurais matar-me, a mim que vos falei a verdade que de Deus ouvi; isso Abraão não fez. 41 Vós fazeis as obras de vosso pai. Replicaram-lhe eles: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus. 42 Respondeu-lhes Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, vós me amaríeis, porque eu saí e vim de Deus; pois não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. 43 Por que não compreendeis a minha linguagem? É porque não podeis ouvir a minha palavra. 44 Vós tendes por pai o Diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai; ele é homicida desde o princípio, e nunca se firmou na verdade, porque nele não há verdade; quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio; porque é mentiroso, e pai da mentira. 45 Mas porque eu digo a verdade, não me credes. 46 Quem dentre vós me convence de pecado? Se digo a verdade, por que não me credes? 47 Quem é de Deus ouve as palavras de Deus; por isso vós não as ouvis, porque não sois de Deus.

N

este texto lemos uma declaração intrigante, “aos judeus que Nele creram...” Se esses judeus haviam crido, porque Jesus enfatiza que: “se vós permanecerdes na minha Palavra...” Podemos entender o que este encontro e essas palavras significam à medida que acompanhamos o dialogo que se torna um verdadeiro confronto. Jesus continua dizendo: “e conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Neste exato momento os judeus dizem que sendo eles filhos de Abraão não eram escravos de ninguém, portanto como poderiam ser livres aqueles que não são escravos. Além de estarem vivendo sob escravidão e domínio de um governo não Israelita, eles tem que ouvir de Jesus algo que se torna muito mais profundo: “todo aquele que comete pecado, é escravo do pecado”... Esta é a abordagem de Jesus, o homem é escravo daquilo que o domina, não importa nossa religião, nosso credo, nossa história familiar, nossa criação na “igreja”, nossa denominação, se fazemos parte de uma instituição religiosa, se somos pessoas boas, caridosas, etc. Tudo isso pode ter o seu lugar na sociedade, diante dos homens pode ter valor, mas, para Deus, ou somos filhos Dele ou somos filhos do diabo. Sei que este assunto é um tanto chocante e desagradável, não é popular, não agrada a maioria e nem mesmo a minoria, porém, Jesus disse: aquele que comete pecado é escravo do pecado e o escravo não pode ficar para sempre na casa do Pai. Não gostamos de falar sobre este assunto, mas, lembremos que “Deus encerrou a todos debaixo da desobediência para com todos usar de misericórdia”. Ou seja, não há ninguém justo diante de Deus, a Bíblia diz “que todos pecaram e carecem da glória de Deus”. Agora, vemos que esses judeus haviam crido em Jesus, e ele diz então que algo mais era necessário para eles; que eles deveriam permanecer na

20

Palavra de Jesus e que as palavras de Jesus não permaneciam neles porque eles tinham como pai o diabo. Isto é chocante, quando falado por Jesus que também era judeu. Vemos então que na verdade muitas de nós buscamos crer em Jesus não para obedecer a Palavra Dele e viver para Ele, mas, porque estamos interessados naquilo que Jesus pode fazer por nós, como Ele pode solucionar os nossos problemas, sejam eles espirituais, emocionais, financeiros, familiares, conjugais, na área da saúde, enfim, pensamos: creio Nele, o que Ele pode me dar? Ele pode dar a nós o que nós mais necessitamos como seres humanos tendo uma alma que é eterna, Ele pode nos dar a salvação dela, se nossos problemas serão resolvidos ou não, se nossa vida espiritual será maravilhosa ou não, se nossas necessidades emocionais serão supridas ou não, se teremos saúde ou não, se teremos recursos financeiros ou não... . Nada disso é fundamental ou faz com que os filhos de Deus se acheguem ou se afastem de Jesus. Quando somos livres pelo Filho e sua Palavra entra em nós, a promessa de Deus para nossa vida é de que Ele e o Filho farão morada em nós. Quando Jesus habita em nós, Ele é o Senhor da casa, Ele tem domínio sobre a morada e a mantém limpa conforme a Palavra Dele. Crer em Jesus sem obedecer a sua Palavra é declarar que nosso interesse é receber coisas e não amar a Ele, pois, Ele mesmo disse: “que tem os seus mandamentos e os guarda, esse é o que o ama”. Não se esqueça: Devemos crer em Jesus e confessar que Ele é o nosso Salvador e Senhor, e a prova maior de que nossa crença é fundamentada em uma experiência de libertação do pecado é que obedecemos a sua Palavra e queremos viver para Ele, para a glória Dele! Que o Deus de toda graça nos fortaleça e firme os nossos passos a cada dia na sua bendita Palavra!

21


SOCIAL

Dia A Dia

22

23


SOCIAL

desfile

Camarim e Gloss

Fotos: Weder JĂşlio

24

25


SOCIAL

Thais e Osvaldo A

matriz de Barra de São Francisco abriu suas portas para o enlace matrimonial de Thaís Gomes Lopes e Osvaldo Silva Carvalho. Os pais do noivo Edivar Costa Carvalho e Lúcia Maria Silva

Carvalho e da noiva Adalberto João Lopes e Maria da Penha Gomes Lopes, receberam os convidados no dia 27 de novembro e a recepção foi no antigo show room da Mobiliadora Universal, onde todos cumprimentaram os noivos desejando um matrimônio feliz e próspero.

26

27


saúde

por Karlla V. C Ricatto Graduada em medicina pela EMESCAM ( Escola de Medicina da Santa Casa de Misericórdia de Vitória) Graduada em Endocrinologia pelo IESC (Instituto de Endocrinologia da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro) Membro da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia Curso de especialização em ultrassonografia de tireóide, doppler fluxometria de tireóide e punção de tireóide (biopsia) pela UNISSON (Escola de Ultrassonografia do Rio de Janeiro)

SEGREDOS DO DIABETES

O

diabetes se caracteriza pela deficiência de produção e/ou de ação da insulina. O diabetes tipo 1 é resultante da destruição auto imune das células produtoras de insulina. O diagnóstico desse tipo de diabetes acontece, em geral, durante a infância e a adolescência, mas pode também ocorrer em outras faixas etárias. Já no diabetes tipo 2, o pâncreas produz insulina, mas há incapacidade de absorção das células musculares e adiposas. Esse tipo de diabetes é mais comum em pessoas com mais de 40 anos, acima do peso, sedentárias, sem hábitos saudáveis de alimentação, mas também pode ocorrer em jovens.

Confira 10 coisas que você precisa saber sobre os dois tipos mais comuns de diabetes: 1. No tratamento do diabetes, o ideal é que a glicose fique entre 70 e 100mg/dL. A partir de 100mg/dL em jejum ou 140mg/dL duas horas após as refeições, considera-se hiperglicemia e, abaixo de 70mg/dL, hipoglicemia. Se a glicose permanecer alta demais por muito tempo, haverá mais possibilidade de complicações de curto e longo prazo.

2. Tanto insulina, quanto medicação oral podem ser usadas para o tratamento do diabetes. O tratamento ideal é escolhido pelo endocrinologista de acordo com o status do paciente como: idade, peso, tempo de duração do diabetes, presença ou não de complicações renais e hepática. Uma medicação pode não ser a ideal para dois pacientes com perfil diferente da doença e isso é muito importante para o controle ideal no momento da escolha do medicamento. A insulina é sempre usada no tratamento de pacientes com diabetes tipo 1, mas também pode ser usada em diabetes gestacional e diabetes tipo 2 (quando o pâncreas começa a não produzir mais insulina em quantidade suficiente). A medicação oral é usada no tratamento de diabetes tipo 2 e, dependendo do princípio ativo, tem o papel de diminuir a resistência à insulina ou de estimular o pâncreas a produzir mais desse hormônio.

3.

A prática de exercícios pode ajudar a controlar a glicemia e a perder gordura corporal, além de aliviar o estresse. Por isso, devem praticar atividade física regularmente.

4. O diabetes é uma doença crônica, ou seja, não tem cura apenas controle. 5. As tecnologias têm ajudado no tratamento do diabetes. Os aparelhos vão desde os glicosímetros (usados para medir a glicose no sangue) até bombas de infusão de insulina e sensores contínuos de monitorização da glicose.

28

6.

Se o diabetes não for tratado de forma adequada, podem surgir complicações, como retinopatia, nefropatia, neuropatia, pé diabético, infarto do miocárdio, acidente vascular cerebral, entre outros. Se o paciente já estiver com diagnóstico de complicação crônica, há tratamentos específicos para ajudar a levar uma vida normal.

7.

A educação em diabetes é muito importante para o tratamento. Não só o paciente precisa ser educado, mas também seus familiares e as pessoas que convivem com ele. Assim, o paciente pode ter o auxílio e o suporte necessários para um bom tratamento e tomar as decisões mais adequadas com base em conhecimento.

8.

Muitos casos de diabetes tipo 2 podem ser evitados quando se está dentro do peso normal, com hábitos alimentares saudáveis e com prática regular de atividade física.

9.

O fator hereditário é mais determinante no diabetes tipo 2. Ainda se estuda o que desencadeia o diabetes tipo 1 e, por enquanto, as infecções, principalmente virais, parecem ser as maiores responsáveis pelo desencadeamento do processo auto imune. No tipo 2, os casos repetidos de diabetes em uma mesma família são comuns, enquanto a recorrência familiar do diabetes tipo 1 é muito pouco freqüente.

10. Ainda não há cura para o diabetes. Porém, estão sendo realizados estudos que, no futuro, podem levar à cura. Para o diabetes tipo 1, está sendo estudada a terapia com células-tronco em pacientes recém-diagnosticados. Já para o diabetes tipo 2, os estudos com a cirurgia de redução de estômago (gastroplastia) têm mostrado aparentes bons resultados, mesmo em pacientes que não estão acima do peso. Salienta-se que esses métodos ainda são absolutamente experimentais.

29


angĂŠlica

30

31


Saúde

por Cláudia Collucci Fonte: Agência Folha – São Paulo Site Médico

Vergonha adia diagnóstico da hemorróida e gera problemas

M

ais de 80% da população convive com ela, mas, por medo ou

para mudança de hábitos alimentares. No caso das hemorróidas internas,

vergonha, poucas pessoas procuram ajuda médica. Trata-se

pode ser indicada a ligadura elástica, que dispensa anestesia.

da doença das hemorróidas, um processo de dilatação do

Segundo os médicos, técnicas muito usadas no passado como a criote-

calibre das veias da região anal que pode ser agravado pelos excessos alimen-

rapia (aplicação de nitrogênio líquido que causa a necrose da hemorróida) e

tares e alcoólicos cometidos nas festas de final de ano.

a fotocoagulação (aplicação de raios infravermelhos na mucosa e submucosa

Adiar o tratamento pode levar ao agravamento da doença. Quando atinge o grau mais avançado, as hemorróidas só podem ser corrigidas com cirurgia.

retal) estão hoje em desuso. No grau 4, em que as hemorróidas ficam fora do canal retal, a indicação

Outro perigo é que a falta de avaliação médica pode retardar o diagnósti-

é quase sempre cirúrgica. Uma nova técnica é a do grampeamento. Para Fer-

co de doenças graves, como o câncer retal, que tem sintomas, como sangra-

nandes, nos casos em que é possível a adoção dessa técnica, o pós-operató-

mento e constipação, semelhantes aos provocados pelas hemorróidas.

rio é mais rápido e indolor. Nas cirurgias convencionais, a cicatrização total

Sangramento anal, especialmente em pessoas acima de 40 anos (faixa etária de maior incidência do câncer do reto), devem ser avaliados imediatamente por um proctologista, alerta o cirurgião-geral Vandyck Neves da Silveira, do Hospital Santa Catarina.

leva em média um mês, período em que a pessoa costuma sentir dor durante as evacuações. Nos casos de hemorróidas externas ou mistas, os cirurgiões costumam optam pela técnica convencional (hemorroidectomia), que pode ser aberta

Mas, segundo ele, as pessoas não devem se impressionar apenas com os sintomas. “O fato de ter hemorróidas não é indicativo de câncer. Não há nenhuma relação entre uma coisa e outra. Também não quer dizer que a única solução seja a cirurgia. Hoje há várias opções de tratamento”.

(o local da cirurgia não é suturado e a cicatrização ocorre espontaneamente), fechada (o local é todo suturado) ou semi-fechada. Segundo o cirurgião-geral Vandyck Neves da Silveira, a hemorroidectomia aberta permite uma cicatrização mais uniforme. O inconveniente, de

A alimentação inadequada - especialmente as dietas pobres em fibras e

acordo com Fernandes, é que a cicatrização é mais lenta e dolorosa.

pouca ingestão de líquidos - associada a uma vida sedentária leva a um esfor-

Na técnica fechada, o principal problema é a perda dos pontos e um risco

ço evacuatório, o que pode desencadear a doença hemorroidária, de acordo

maior de ocorrer estenose (estreitamento do canal anal). Para os médicos, a

com a proctologista Margareth da Rocha Fernandes, do Hospital do Servidor

cirurgia a laser não provou ser melhor que as outras. “Não há uma técnica

Estadual e membro da Sociedade Brasileira de Coloproctologia. Sexo anal, ao

superior a outra. A ideal é aquela que o cirurgião está acostumado a fazer”,

contrário do que muitos imaginam, não provoca hemorróidas.

diz Prado Kobata.

Hábitos errôneos, como o de ler sentado no vaso sanitário, também

De acordo com os proctologistas, até 10% das pessoas que operaram

pode causar episódios de “crises” das hemorróidas por provocar uma pres-

as hemorróidas podem voltar a apresentar o problema anos mais tarde em

são na área retal, diz a proctologista Mariza Helena Prado Kobata, professora

outras veias.

da disciplina de gastroenterologia cirúrgica da Unifesp (Universidade Federal de São Paulo).

Segundo Fernandes, a recidiva pode acontecer em casos em que cirurgia foi incompleta. “Feita em fase precoce, há possibilidade de ficar para trás

Em geral, nos graus iniciais, o tratamento da doença hemorroidária é clí-

outros mamilos, que vão se desenvolver.”

nico, à base de pomadas anestésicas, reguladores intestinais e orientação

32

33


34

35


36

37


38

39


40

41


42

43


saiba mais

por Giuliano Agmont Fonte: Revista Saúde é Vital

Entre o espirro e a lágrima Não estranhe se um dia um médico disser que as recaídas depressivas estão associadas ao pó de casa ou ao pelo do cachorro. As alergias podem desgovernar as emoções e desatar problemas que vão além do nariz entupido.

O

s lenços que enxugam o pranto em um momento de desânimo e secam o nariz na crise de coriza podem não ser o único elo entre a depressão e as alergias respiratórias, doenças tão frequentes quanto nocivas ao bem estar. Um trabalho recém-apresentado no encontro anual da Associação Americana de Psiquiatria sugere, pela primeira vez, que existem correlações entre os espirros crônicos e os descompassos de humor. No levantamento, as crises alérgicas se mostraram importantes gatilhos para os transtornos emocionais em pessoas que já estão com os nervos em apuros. É como se os mecanismos que levam à obstrução nasal diante de um alérgeno - o pó doméstico, por exemplo - também despertassem as preocupações, a melancolia e o desânimo. Assinado por um grupo da Escola de Medicina da Universidade de Maryland, em Baltimore, nos Estados Unidos, o estudo reuniu 100 voluntários com depressão ou transtorno bipolar. Quase metade deles apresentava também sintomas alérgicos desencadeados pelo contato com o pólen produzido por um tipo de árvore comum nas cidades americanas. Os cientistas avaliaram os participantes durante a chamada estação polínica das plantas, que, naquele país, acontece entre o final do inverno e o início da primavera, nos últimos dias do mês de março. E também coletaram sangue desses voluntários para analisar os níveis de anticorpos específicos produzidos na presença do pólen. “Entre os alérgicos, o sistema imunológico cria anticorpos para se defender de um agente inofensivo ao organismo da maioria das pessoas e, com isso, o

44

corpo se torna vítima dessa própria reação”, explica o alergista Dirceu Solé, professor da Universidade Federal de São Paulo. A pesquisa americana revela que, além do nariz escorrido, pessoas alérgicas e deprimidas apresentaram pioras no estado de humor durante a alta temporada de polinização. Felizmente, também se observou que o tratamento dessa hipersensibilidade ao pólen pode impedir a ocorrência das crises depressivas. No Brasil, o pólen não é um vilão tão temido quanto lá fora. Em compensação, um em cada quatro brasileiros sofre de rinite alérgica desencadeada por outros fatores, como o ácaro da poeira, a caspa de animais e o mofo. Segundo o professor Dirceu Solé, que também preside a Associação Brasileira de Alergia e Imunopatologia, os mecanismos que disparam as respostas a esses alérgenos são similares. Para o especialista, a associação entre as alergias respiratórias e os transtornos de humor é indireta. Ele explica que as crises agudas de tosse, espirro, coriza e congestionamento nasal costumam acontecer no período noturno, quando as pessoas têm contato com travesseiros, cobertas e colchões repletos de pó. Daí, dorme-se mal por causa de tanto incômodo e a privação do sono favorece a recaída depressiva, entre outros problemas. “Além disso, uma pessoa alérgica tem de aprender a conviver com quadros agudos e sem cura, que muitas vezes impõem restrições à sua qualidade de vida. Isso cria uma sensação de impotência, gera frustração e derruba a auto-estima”, complementa Solé.

45


artigo especial

você

por Júlio Riva Cirurgião plástico CRM – ES 6313

CIRURGIA PLÁSTICA É COM CIRURGIÃO PLÁSTICO

H

á muito se discute sobre acidentes e maus resultados cirúrgicos, especialmente em cirurgias plásticas. Reportagens e matérias que, por vezes, renegam a confiabilidade desta belíssima área da medicina. Uma lástima, devo dizer. A cada ano a cirurgia plástica brasileira se confirma como a mais aprimorada do mundo. A Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) é uma instituição rigorosa na formação e fiscalização de seus associados. Profissionais sérios estão cada vez mais preocupados em aprimorar ao máximo o quesito segurança. O problema é que existem “aventureiros” (médicos não cirurgiões plásticos, ou cirurgiões fora da SBCP) que não possuem qualificação para a realização de cirurgias plásticas, mas que mesmo assim as fazem, promovendo, então, desconfortantes situações, as vezes re percutindo nacionalmente. O que nos conforta é que a verdade sempre aparece. Até porque, estes enganadores, que denigrem e difamam a nossa especialidade estão por aí, usufruindo da marca “cirurgia plástica” há poucos anos, enquanto que as benfeitorias da cirurgia plástica atravessam os séculos... É comum se ouvir falar, especialmente no interior, sobre médicos não especializados realizando procedimentos de forma inadequada e equivocada em pequenos hospitais e até mesmo em consultórios, expondo a toda sorte, de maneira irresponsável, a vida de indivíduos desavisados. Um exemplo clássico é o da chamada “lipo ligth”, em que o paciente é submetido à lipoaspiração realizada com doses altíssimas de anestesia local, sem a presença de anestesista, normalmente em ambiente não propício e sem qualquer adequação para uma eventual emergência. Neste caso o risco de convulsões, choque anafilático e parada cardiorespiratória é eminente...

Em meados do mês de novembro, foi realizado em Vitória o 47° Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica, onde muito se falou sobre as mais modernas estratégias para se tentar reduzir ao máximo todo e qualquer risco para os procedimentos realizados. Tendo-se como bordão “segurança do paciente”, em muitos dos temas se destacou um dado estatístico interessante: 92% dos processos relacionados a cirurgias plásticas são aplicados a médicos não cirurgiões plásticos, inclusive a não cirurgiões. Isto demonstra a importância de se pesquisar sobre o profissional, verificando sempre se este é membro associado à SBCP. Membro titular da SBCP: cirurgião plástico possuidor da maior graduação dentro da SBCP; Membro especialista da SBCP: cirurgião plástico com título reconhecido pela SBCP, porém não titular;

sabia? • Que a fumaça do cigarro reúne, aproximadamente, 4,7 mil substâncias tóxicas diferentes e muitas delas são cancerígenas?

• Que o tabagismo está ligado a 50 tipos de doenças como câncer de pulmão, de boca e de faringe, além de problemas cardíacos? • Que, no Brasil, 23 pessoas morrem por hora em virtude de doenças ligadas ao tabagismo?

Membro associado à SBCP: cirurgião plástico que prestou residência médica em instituição reconhecida pela SBCP, porém ainda não possui o título de especialista; Aspirantes a SBCP: Normalmente, são médicos residentes. Médico não associado à SBCP – Médico sem qualquer vínculo com a SBCP. Muitas vezes não são nem mesmo cirurgiões gerais. “CIRURGIA PLÁSTICA É COM CIRURGIÃO PLÁSTICO”

46

47

• Que crianças com sete anos de idade nascidas de mães que fumaram 10 ou mais cigarros por dia durante a gestação apresentam atraso no aprendizado quando comparadas a outras crianças?


saúde bucal

por Dra. Franciene Ribeiro Teixeira Cirurgiã Dentista Endodontista CRO-4599

=

Endodontia Seu Sorriso saudável O que é Endodontia? É a especialidade da odontologia que trata da prevenção, diagnóstico e cura das doenças da polpa do dente. O tratamento endodôntico é popularmente conhecido como tratamento de canal.

Qual a causa que se leva a um tratamento de Canal? A cárie é a causa mais comum, mas temos outras causas e fatores que podem levar a realização do tratamento de Canal, podemos citar os traumas dentários, inflamação da polpa proveniente da infecção da doença periodontal, necessidade protética, abrasões dentárias, entre outras.

Quais são os sintomas mais frequentes? Dor espontânea intensa e que aumenta com o calor. Nesse caso a polpa do dente ainda está vital, porém inflamada, e com o uso de analgésicos não resolve. Já quando há morte da polpa dental (necrose) e formação de abscesso

O que poderá ocorrer se o tratamento de canal não for realizado?

(acúmulo de Pus), geralmente a dor é bem localizada e incomoda ao mastigar.

O paciente pode vir a perder o dente, porque vai se desenvolvendo uma

Tratamento

lesão na região apiçal( infecção na raiz) que poderá ter consequências mais

Quando o dente encontra-se inflamado irreversivelmente, infectada ou ne-

sérias, como dor intensa, inchaço, febre e bacteriemia( bactérias na cor-

crosada, é necessário realizar o tratamento endodôntico. O tratamento é

rente sanguínea).

feito removendo a polpa dental inflamada, limpando o interior dos canais radiculares e obturação do espaço antes ocupado pela polpa. Hoje com a tecnologia, estamos fazendo esse tratamento, com Aparelho Rotatório, onde esse tratamento traz conforto ao paciente podendo ser realizado em uma única sessão, antes era tratado em várias sessões.

48

Antes de extrair seu dente procure um Endodontista!

49


reflexão

por José Barbosa Júnior

Quando Deus diz:

“Dá licença?” Eu creio em milagres! O que é um milagre senão uma intervenção divina na história humana? Por isso creio mais ainda. Creio que somos de vez em quando surpreendidos por milagres sem que sequer os percebamos. Nosso dia-a-dia está repleto do cuidado de Deus. Deus está no controle da história e essa é uma das minhas maiores certezas: o universo não é um trem desgovernado... ele caminha sobre os trilhos da soberania divina. Há um Deus amoroso que rege e se relaciona com o mundo que criou. Há um Pai que cuida de seus filhos e, com certeza, quer o melhor para os seus. Foi o próprio Deus encarnado, Jesus, quem disse isso: “Se vós, que sois maus, sabeis dar boas dádivas aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhe pedirem?” (Mateus 7.11) O problema está exatamente no fato de que a teoria é muito fácil de ser dita, pregada, ensinada, mas longe de ser vivenciada por nós, que tanto gostamos de exaltar ao “Deus soberano”. Nossas palavras e canções acerca da sabedoria e soberania de Deus não condizem, muitas vezes, com a nossa vontade de dominar a nossa própria vida. Temos uma tendência natural a nos afastarmos de Deus, a declararmos independência de Sua vontade e a trilharmos nossos próprios rumos. Foi assim no Éden, é assim até hoje. E a conseqüência, milênios depois, continua a mesma: morte! Não só a morte física, mas a morte de sonhos, projetos, vontades. É incrível o quanto deixamos de desfrutar das bênçãos de Deus (paz, alegria, gozo, etc) por estabelecermos a nossa vontade superior à vontade de Deus. Fazemos os nossos planos e nem consultamos a Deus. Alguns ainda, por desencargo de consciência “fazem uma oração” depois de já terem decidido (sem oração) o que fazer. Somos hipócritas... na verdade já tínhamos tomado a decisão e apenas queremos um “carimbo” de Deus nos nossos planos humanos. Há tempos li um livro que ainda é um best-seller evangélico, “Há Poder em Suas Palavras”, um dos piores e mais venenosos livros que já li e que se intitulam evangélicos. O livro passa longe, muito longe, do que a Bíblia realmente ensina sobre a soberania de Deus. Em certa altura do livro, lembro de ter lido algo que poderíamos chamar de a “teologia do cheque em branco”. Como se

50

Deus nos desse uma folha de cheque assinada em branco e nós colocássemos ali tudo o que quiséssemos e Deus se sentisse obrigado a responder. O que a Bíblia ensina sobre soberania de Deus e senhorio de Cristo é exatamente o contrário. Somos nós quem “assinamos o cheque em branco” e o entregamos nas mãos de Deus dizendo com isso: “toma, Senhor, a minha vida”. É o que o salmista diz em um dos versos mais conhecidos do saltério: “Entrega o teu caminho AO SENHOR, confia NELE, e o mais ELE FARÁ.” É Ele quem FAZ a obra. Creio firmemente que em certos momentos Deus intervém e diz: “Dá licença? Daqui em diante EU cuido disso!” E Ele faz isso porque muitas vezes nós somos reticentes em entregar-lhe totalmente o comando de nossas vidas. No fundo (por mais que nossas palavras e nossos cânticos digam outra coisa) achamos que NÓS sabemos melhor do que Deus o que realmente precisamos. Atropelamos a vontade de Deus. O resultado é sempre o mesmo: tragédia! “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa vem do Senhor.” (Provérbios 16.1) A Palavra é clara. Como diria um comentarista de arbitragem do futebol brasileiro: “A regra é clara”. E é tão clara que nós não conseguimos entender. Gostamos de complicar as coisas simples. Evangelho é coisa simples: é Cristo sendo Senhor de nossas vidas. É Deus intervindo na história, na nossa história, fazendo de nossa vida um milagre diário. Deus quer dar o melhor aos seus filhos, basta que abramos nossos corações e nossa vontade ao seu Senhorio, ao seu comando, à sua soberania. Deus está no controle! Ele é realmente soberano! Ele, mais do que ninguém, quer intervir em nossas vidas e assumir o trono de nossos corações. Confiemos, pois “desde a antiguidade não se ouviu, nem com ouvidos se percebeu, nem com os olhos se viu Deus além de Ti, que trabalha para aquele que nele espera.” (Isaías 64.4)

Nele, que se fez carne e, por sua intervenção, dividiu a história humana em Antes e Depois Dele.

51


52


Revista Saúde & Fé 6ª Edição