Page 1

ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DA CASTANHA

NEWSCAST Abril 2014

Nº 4

Editorial A RefCast-Associação Portuguesa da Castanha, completou no dia 26 de fevereiro 2014, data da assinatura da escritura dos seus estatutos, o seu primeiro ano de existência enquanto organização. Convém salientar que esta é, no entanto, uma história um pouco mais longa, com início em dezembro 2007. Constituímo-nos em consórcio para desenvolvermos um plano estratégico de desenvolvimento da fileira da castanha em Portugal. Este plano, que previa entre outras ações a plantação de 12 000 hectares de novos soutos, foi orçamentado em 70 M €. Em novembro 2010 organizámo-nos numa rede informal, a qual esteve em funcionamento até à constituição da Associação. Passado este tempo, estamos convencidos que o setor muito beneficiou com esta organização. Desde as questões comunicacionais dentro da fileira como de dentro para fora e dentro para fora da fileira. Esta plataforma que envolve os setores ligados à investigação, à produção, indústria e prestação de serviços, além de municípios, é a base que permite uma difusão e implementação de novas estratégias de ação, acelerando o desenvolvimento tecnológico da cultura. Esta dinâmica está a refletir-se num crescimento sustentado do setor, preparando-o para os novos desafios que se colocam no âmbito do novo Plano de Desenvolvimento Regional (PDR) e da necessidade de aumentar a área de souto em Portugal, a fim de fazer face à escassez de castanha sentida na Europa. No âmbito do PDR, estamos também envolvidos na criação de um Grupo Operacional para a castanha e estamos ainda envolvidos no apoio a uma candidatura de um projeto europeu para a castanha, onde participam vários associados. Empenhados em crescer, para podermos fazer cada vez mais e melhor assim tem sido e assim será.

Neste Número

Souto centenário na freguesia de Rebordãos (Bragança)

Cooperativa Agrícola de Penela da Beira inaugurou novas instalações

A castanha em Portugal

Os associados têm a palavra . . .

Concurso de fotografia

A Vespa do Castanheiro

Próximos Eventos / Datas Importantes


A Cooperativa Agrícola de Penela da Beira inaugurou, no dia 22 de fevereiro, a expansão e a remodelação das suas instalações.

A cerimónia solene de inauguração

Cooperativa Agrícola de Penela da Beira inaugurou novas instalações José Pinto Vice-Presidente Cooperativa Agrícola Penela da Beira

A inauguração das novas instalações, no dia 22 de Fevereiro, marcou o fecho do projeto de expansão e remodelação da cooperativa. Com a cerimónia levada a efeito pretendeu-se assinalar o importante momento vivido e reforçar o espírito da nossa família cooperativista. A conclusão da obra realizada e o facto de poder celebrar esse facto condignamente, recebendo todas as entidades e amigos que estiveram presentes foi um evento marcante e bem significativo. A celebração, que se quis simples e a envolver todos os associados, familiares e amigos, reforçou a afirmação e a imagem de dinamismo da cooperativa, junto das entidades oficiais e autárquicas, dos parceiros, e da comunidade em geral. Estão agora criadas as condições para se iniciar um novo ciclo na vida da cooperativa e atingir, de forma consolidada, os objetivos maiores para que foi criada: ser um dos principais pólos dinamizadores da agricultura e contribuir para a fixação dos jovens na região, ajudando a inverter o êxodo ocorrido nas últimas décadas do interior do país.

A cerimónia da bênção das novas instalações

2


A castanha em Portugal. Fruto de oportunidade. José Laranjo UTAD / RefCast

A conferência decorreu na sede da Junta de freguesia de Peva. Perante uma sala repleta de participantes, pretendeu-se com esta conferência despertar os produtores locais para esta cultura. A conferência teve o patrocínio da Câmara Municipal de Moimenta da Beira, tendo o seu Presidente, Dr. José Eduardo Ferreira manifestado a esperança de que esta conferência constituísse um marco para o despertar das pessoas para a castanha como uma cultura que pode representar uma janela de oportunidade para as zonas rurais de montanha e desta forma poder constituir-se como mais um fator de coesão no concelho e nesta freguesia em particular. Na conferência foi feita uma caraterização do setor da castanha no Mundo, na Europa e por fim em Portugal, um dos principais produtores europeus e mundiais de castanha. Durante a conferência foi ainda feito o anúncio público da adesão do Município de Moimenta da Beira à RefCast.

Souto com pastagem semeada

3


Os associados têm a palavra . . . Está a terminar mais uma época de plantações. Que balanço faz da campanha 2013/2014 Serviruri- Prestação de serviços técnicos agrícolas Carlos Ramos Sócio-gerente

A Serviruri enquanto empresa fornecedora de plantas, teve um ano de muita procura por parte dos agricultores. A procura foi generalizada, vindo de todas as partes do país onde já se produz castanhas, tendo maior incidência no Nordeste Transmontano e Beiras. A procura de plantas enxertadas nos porta-enxertos híbridos foi excecional como também dos porta-enxertos resistentes à doença da tinta. Os agricultores já se habituaram a procurar castanheiros resistentes à doença da tinta, preferindo-os aos enxertados nos bravos tradicionais. No entanto, apareceram no mercado dos castanheiros, alguns oportunistas (legalizados ou não) que aproveitando a grande vontade de plantar dos nossos agricultores e alguma falta de plantas resistentes à doença da tinta, para introduzirem híbridos espanhóis, como sendo iguais ou semelhantes aos que por cá se comercializam (Ca90 - Ferosacre; Colutad e Marsol). Tanto quanto sabemos essas plantas são resistentes à tinta, mas como já foi constatado por muitos agricultores a sua afinidade à enxertia com as nossas variedades é má ou até mesmo inexistente. Partilhamos ainda a preocupação pela importação de plantas de França, por parte de alguns membros da RefCast, sabendo estes antecipadamente que os viveiros franceses se encontravam condicionados em vender castanheiros para o exterior, tendo em conta que a Dryocosmus kuriphilus mais conhecida pela vespa do castanheiro, já se encontra bem disseminada no seu território. Acreditamos como muitos outros que mais cedo ou mais tarde ela acabará por cá chegar........nós preferiríamos que fosse mais tarde, mas porventura há quem tenha muita responsabilidade na produção de castanha neste país, que ache o contrario.

Campo de pés-mães do porta-enxerto Ca90

4


O Primeiro Concurso de Fotografia da refcast será dedicado ao tema floração do castanheiro.

Castanheiro em flor

Concurso de fotografia António Borges Sortegel

A imagem do castanheiro é, sem dúvida, a melhor forma de contemplar tão nobre árvore que ao longo dos séculos tem ajudado o Homem a sobreviver nas terras frias montanhosas. Quer pelo alimento que lhe proporcionou durante centenas de anos, a si e aos seus animais, quer como matéria-prima de construção civil, de ferramentas e utensílios. O castanheiro, foi e continua a ser um sinónimo de prosperidade desde épocas remotas. Sem dúvida o petróleo de Trás-os-Montes na exaltação da sua importância na região. A refcast tem, desde a sua fundação, como objetivo promover o reflexo único dos soutos como paisagem de grande valor cénico, assim como recorrer a um número de iniciativas que promovam o uso e ao consumo da castanha em Portugal. Desta forma nasce a iniciativa de chamar fotógrafos amadores e profissionais aos soutos para que captarem fotografias únicas da floração do castanheiro, congelando e transmitindo a importância deste mágico momento da Mãe Natureza: a polinização. Chamam-se assim os avivados a colher, compor, texturizar e evidenciar pelo olhar da objetiva esta época fenológica sem-par, perfeita e emblemática do primeiro passo para a formação do tão apreciado fruto: a castanha. Nasce assim o primeiro concurso de fotografia da refcast que terá lugar no ano de 2014 e os bem-aventurados podem entregar os seus trabalhos até ao dia 25 de Julho de 2014. Podem consultar o regulamento na página oficial do refcast. Não fiquem em casa, organizem passeios com amigos e levem as vossas máquinas fotográficas e concorram. Disfrutem do castanheiro em flor.

5


Um adulto prestes a picar novo gomo para depositar no seu interior os ovos (julho - agosto) (Fonte: A. Alma, 2013).

A vespa do Castanheiro

A Vespa do Castanheiro José Laranjo UTAD

Embora seja chamada de vespa, é mais parecida com um mosquito a mais recente praga do castanheiro que entrou na Europa, mais concretamente em Itália em 2002, que em 2005 chegou a França e em 2012 chegou às Astúrias (Região do norte de Espanha). Esta praga provocou uma quebra de mais de 50% na produção Italiana de castanha até que tivesse sido desenvolvido o método de luta biológica com o parasitoide Torymus Sinensis. Esta praga constitui atualmente uma ameaça real aos soutos portugueses. Nos castanheiros afetados pela praga, a rebentação dos gomos produzirá ramos deformados em forma de galhas como as da figura. Por isso, Sr. Agricultor, se detetar a presença deste tipo de ramos em algum castanheiro agradecemos que comunique imediatamente para a RefCast (refcast@gmail.com) ou para os Serviços de Agricultura mais próximos.

Aspeto de gomos com desenvolvimento anormal, formando galhas, devido a infeção pela vespa (maio - junho) (Fonte: A. Alma, 2013)

Interior de uma galha contendo no seu interior dois adultos prestes a voarem (junho - julho) (Fonte: A. Contesi et al. 2013). 6


Próximos Eventos / Datas Importantes Visita à Marron Glacé A fim se conhecer um pouco melhor o setor da agroindústria ligado à castanha, a RefCast está a organizar uma visita à empresa Marron Glacé (Orense– Espanha) no dia 30 de abril de 2014. Os participantes terão ainda oportunidade de conhecer a IGP “Castanha da Galicia” e o souto tradicional da Galiza.

Contactos RefCast - Associação Portuguesa da Castanha Universidade de Trás-osMontes e Alto Douro Apartado 1013

Jornadas de Murça Nos dias 9 e 10 de Maio 2014 decorrerão em Murça as Jornadas Técnicas de Agricultura e floresta "é oportuno Investir". Mais informação em http:// municipiodemurca.blogspot.pt/2014/02/jornadas -tecnicas-de-agriculturae.html.

Visita ao setor da castanha na Turquia A Comissão Europeia da Castanha organiza entre os dias 7 e 11 de Maio uma visita ao setor da castanha na Turquia. Participarão delegações de Portugal, Espanha e França.

5001-801 Vila Real Portugal

Tel: 259 350 222 email: refcast@gmailcom website: www.refcast.pt

Outras datas 16 de maio de 2014 - Reunião geral da RefCast 30 de junho de 2014 - Próximo número da NewsCast

Responsabilidade editorial: João Paulo Moura - UTAD José Laranjo - UTAD Paula Cristina Oliveira - UTAD

Marrons Glacés

RefCast Newsletter Nº4  
RefCast Newsletter Nº4  
Advertisement