Page 1

Revista

Mandato da Gente Fevereiro de 2016

Cuidar da nossa gente e semear esperança! Atuação de Neusa contribui para o desenvolvimento sustentável, para a melhoria da qualidade de vida do nosso povo e a garantia dos direitos sociais


03 Editorial

08 Agricultura Familiar

04 Mulheres

10 Leis em Destaque

06 Economia Solidária

11 Cooperativismo

12 Política Social 14 Direitos 15 Educação e Cultura 16 Infraestrutura 18 Participação Social

Assessoria de Comunicação: Lourivânia Soares (DRT-BA 2857) e Lino Filho (DRT-BA 2835) | Edição de Arte: Trinet Digital | Fotos: Arquivo do Mandato, SECOM/BA, MDS | Tiragem: 1500 mil exemplares | Impressão: Belovisual Impressões | Contatos: www.neusacadore.com.br - contato@neusacadore.com. br Endereço: Assembleia Legislativa da Bahia, Ed. Nelson David Ribeiro, Gabinete 305 1a Avenida, 130 CEP: 41745-001 | Fone: (71) 3115.7148


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

3

Editorial

O

Mandato da Gente faz parte de um projeto político que nasceu há 36 anos com o sonho de transformar a sociedade e garantir ao povo brasileiro o direito a uma vida digna. É com essa missão que estamos na política, porque acreditamos que ela é uma ferramenta da luta coletiva dos/as trabalhadores/as. Nos últimos anos, o nosso país e o nosso estado, a partir da opção por um novo modelo de desenvolvimento, implementou uma importante agenda de debate com intensa participação popular na elaboração, implementação e fiscalização das políticas públicas. Nunca antes o movimento social e os segmentos historicamente excluídos tiveram tanto protagonismo, espaço e participação. Foi assim que avançamos na educação, na garantia dos direitos das mulheres e da juventude, na cultura, na infraestrutura, na criação de ações estruturantes e na inclusão social. O Mandato da Gente é fruto desse projeto mais amplo e tem orgulho de fazer parte da escrita dessa história, podendo contribuir na construção de políticas públicas que estão transformando nosso país e nosso estado. Nesse período, atuamos de forma incessante para fortalecer a participação cidadã e mantivemos um diálogo permanente com a base para a construção de projetos que tivessem incidência na melhoria de vida da nossa gente. Apresentamos propostas, lutamos juntos pelo atendimento de inúmeras demandas dos nossos municípios e seguimos na luta debatendo nossos desafios. Muitos desses desafios exigem a reestruturação da nossa base social, a renovação da esperança e a reafirmação do compromisso coletivo. Cada vez que somos chamados à missão, temos certeza de que é preciso estar à disposição, com energia e coragem para a luta, acreditando na força que construímos nessa caminhada. Dep. Neusa Cadore


4

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

Mulheres

Na Luta pelos Direitos e Empoderamento da Mulher

O Governo da Bahia sancionou o Projeto de Lei 21.124/2015, de autoria de Neusa, que amplia a divulgação da Central de Atendimento à Mulher (Disque 180) e do Serviço de Denúncia de Violações aos Direitos Humanos (Disque 100) nos estabelecimentos de acesso ao público no estado. “O que nós queremos é ampliar para a população a divulgação dessas ferramentas, contribuindo para romper o ciclo da violência e para a garantia dos direitos humanos”, afirmou a parlamentar.

Como vice-presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher e coordenadora da Subcomissão de Autonomia Econômica da Mulher, Neusa tem uma luta permanen-

te pelo fortalecimento dos serviços e ampliação dos equipamentos de enfrentamento à violência, bem como pelo empoderamento social, econômico e político das mulheres.


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

Mulheres O enfrentamento do racismo, sobretudo contra a mulher negra, foi tema de uma audiência pública “Consciência negra e luta social: todas as forças contra o racismo” realizada pela Subcomissão de Autonomia Econômica da Mulher em Antonio Cardo so. A g arant i a do s di re itos e o empoderamento de mulheres e homens negros também são compromissos do mandato. É de autoria de Neusa a Emenda à Lei de Organização do Judiciário da Bahia para a criação das Varas de Violência Doméstica e a Proposta de Emen-

da à Constituição (PEC) n° 143/2015, que dispõe sobre a representação feminina nas instâncias decisórias da Assembleia. O mandato também apresentou a proposta de criação da Medalha Joana Angélica para homenagear

lideranças femininas de destacada atuação política, bem como indicações ao Governo do Estado para criação de salas de amamentação nos órgão públicos, bem como a criação de Coordenadoria de Saúde da Mulher na Secretaria de Saúde do Estado.

Na Assembleia e no interior, Neusa realizou e participou de uma série de atividades.

O Mandato também apoiou a criação da Secretaria de Políticas para as Mulheres do Estado da Bahia /SPM, em 2011, e colaborou na organização de conferências e debates, sempre incentivando a participação feminina. Em todo esse período, foi realizada uma agenda intensa em diversos territórios (Bacia do Jacuípe, Velho Chico, Baixo Sul, Piemonte da Diamantina, Portal do Sertão, Recôncavo e Metropolitana de Salvador), com a presença de autoridades políticas, gestores, pesquisadoras, diversas organizações do movimento de mulheres.

5


6

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

PAUL SINGER CIDADÃO BAIANO

“A coisa mais sublime que pode existir entre nós seres humanos é a solidariedade. Sem solidariedade a economia solidária não se desenvolve” - Paul Singer

P

arlamentar reconhecida pela defesa da Economia Solidária, a deputada Neusa Cadore concedeu, no final de 2015, o título de cidadão baiano ao Secretario Nacional da Economia Solidária, professor Paul Singer. A atividade reuniu empreendimentos econômicos solidários ligados aos Centros Públicos de Economia Solidária de todas as regiões do estado, além de representantes de movimentos sociais.


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

7

Economia Solidária Neusa foi relatora da Lei Estadual de Apoio à Economia Solidária (12.368/2011), resultado de uma luta histórica dos movimentos da economia solidária e de um amplo debate com a sociedade civil organizada. A deputada está articulando na Assembleia uma Frente Parlamentar da Economia Solidária, Cooperativismo e Organizações Sociais. A Bahia se destaca com mais de dois mil empreendimentos associativos e cooperativos que têm contribuído com a inclusão produtiva de trabalhadores/as rurais e urbanos. Desde 2011, a Bahia avançou nas políticas públicas, dentre elas a criação de 15 Centros Públicos de Economia Solidária presentes em vários Territórios de Identidade. Esses equipamentos oferecem assistência técnica e formação aos empreendimentos solidários e às redes de economia solidária e comércio justo. Um dos grandes entraves ao avanço dos empreendimentos e cooperativas desse campo são as alta cargas tributárias, muitas vezes similar as das empresas privadas. O Mandato também luta pela redução desses encargos, tema que já foi foco de uma audiência pública.

Centro Público de Economia Solidária contribui no empoderamento dos grupos

Cerca de 160 empreendimentos da Bacia do Jacuípe foram atendidos desde 2013 pelo Centro Público de Economia Solidária da Bacia do Jacuípe. A equipe vem contribuindo para o fortalecimento da Economia Solidária e para a qualificação das pessoas através de uma série de cursos e oficinas. As atividades estão fortalecendo o trabalho já realizado pelos grupos e fomentando o desenvolvimento de outras iniciativas. Tam-

bém foram realizadas oficinas temáticas com o objetivo de discutir pautas que estão na ordem do dia dos empreendimentos. Cabe destacar a Caravana da Economia Solidária que percorreu os 14 municípios em 2015 levando informações e debates nesta área. O Mandato tem contribuído no debate e no fortalecimento da economia solidária como modelo de desenvolvimento sustentável no território.


8

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

Atuação da gente fortalece a agricultura familiar

U

ma linha de atuação prioritária do Mandato da Gente é a agricultura familiar. Não por acaso, pois esse campo é uma das principais atividades econômicas dos trabalhadores/as que estão na região semiárida da Bahia. Mais da metade dos municípios do Estado estão no semiárido. Uma região historicamente marcada pela pobreza, estiagem e falta de investimentos do poder público. Realidade que se transformou de maneira significativa graças às políticas públicas iniciadas em 2003, governo do presidente Lula, e fortalecidas na Bahia a partir de 2007, a partir do governo Wagner. A deputada Neusa foi vice-presidenta da Comissão de Política Rural da Assembleia e protagonizou debates importantes que deram visibilidade aos temas relacionados ao meio rural, criou espaços de participação popular e de construção coletiva de projetos, dialogando sempre com as organizações sociais. Em 2015, o trabalho seguiu no mesmo caminho.


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

9

Agricultura Familiar

Implantação dos SETAFs articula políticas do segmento Neusa participou da formulação e da inauguração do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) no Território Bacia do Jacuípe e também em outros territórios do Estado. O SETAF é vinculado à SDR e tem como finalidade a oferta de assistência técnica e extensão rural, além de articular diversas políticas públicas para fortalecer a agricultura familiar e promover a inclusão produtiva dos agricultores familiares. Ao todo serão implantados 27 SETAFs em todos os Territórios de Identidade. As unidades são compostas por técnicos das diversas áreas SDR, além de outros órgãos do governo que atuam em parceria com os Serviços Municipais de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF).

Adapta Sertão beneficia agricultores da Bacia do Jacuípe A deputada Neusa destaca-se na mediação e articulação com o governo do Estado para garantir a parcerias importantes com organizações da sociedade civil. Destaca-se nessa luta o apoio ao projeto Adapta Sertão, iniciativa desenvolvida por um conjunto de organizações e cooperativas que, desde 2006, ajuda as famílias agricultoras a se adaptarem às mudanças climáticas. Em pouco tempo o projeto alcançará, a marca de 800 famílias da Bacia do Jacuípe atendidas com ações de assistência técnica do Proadapta Sertão, projeto que conta com recursos do BID e dos governos estadual e federal.

Assistência técnica de qualidade para os agricultores O Mandato da Gente colaborou também com a criação da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). A medida inaugura uma relação de maior proximidade com os agricultores familiares e

oferece serviços de maior qualidade para o desenvolvimento da atividade produtiva. Só em 2015, por meio da Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), dois

editais de chamadas públicas para contratação de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) beneficiam mais de 40 mil famílias de agricultores familiares baianos.


10

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

PEC doTrabalho Lei em DestaqueDomésticoédiscutidonaAssembleia Neusa luta pela preservação do licuri e do umbu

O Projeto de Lei 21.135/2015, apresentado pela deputada Neusa, quer proibir o corte do umbuzeiro e do licurizeiro e tornar as espécies de interesse comum. A ideia é que essas plantas sejam consideradas raras e ameaçadas de extinção. Além da questão ambiental, o objetivo é preservar também a renda de milhares de famílias que sobrevivem da coleta do licuri e do umbu. A grande maioria dessas famílias é liderada por mulheres que lutam para conquistar autonomia econômica. Por isso, o Mandato da Gente tem realizado fóruns de debates, audiências públicas e reunido pesquisadores, governo e representantes dos trabalhadores para construir essa política pública.

Neusa foi relatora do Programa Vida Melhor No legis l ativo, N eu s a rel ato u o Pro je to d e Le i (PL ) nº 21.632/2015 que instituiu o Programa estadual de inclusão socioprodutiva Vida Melhor. De autoria do governo do Estado, o Programa está incluindo s o c i oprodutivamente pessoas em situação de pobre za e conta com a colaboração da União, dos Municípios e da sociedade. O Vida Melhor beneficia agricultores familiares, extrativ is tas, pes c ado res, ac am pado s, as sent ad o s da R efo r m a Agrár ia, al ém de povo s e co m u n idade s tradic io nais e em preendim ento s pro du tivo s p o pulares e s o l idár io s po r m eio do fo r tal ec im ento s da agr ic u l tu ra f am il iar e da eco no m ia s o l idár ia.

Lei de Convivência com o Semiárido Já está na Assembleia o Projeto de Lei 21.718/2015 que institui a Política Estadual de Convivência com o Semiárido. A proposta do executivo tem como finalidade diminuir os efeitos da seca e das mudanças climáticas por meio da adoção de práticas de prevenção e adaptação. A deputada Neusa comemorou a construção coletiva da proposta e falou da importância de a Bahia ter uma política efetiva que assegure condições plenas ao desenvolvimento sustentável dessa região.


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

11

Desenvolvimento

Cooperativismo é modelo para o desenvolvimento

O

cooperativismo está presente em vários ramos da atividade econômica, com destaque nos setores da agropecuária, transporte, crédito, saúde, trabalho e educação. É uma forma coletiva de enfrentamento das desigualdades sociais e da exclusão socioeconômica. Na Assembleia, a deputada tem sido uma importante defensora deste segmento. A parlamentar foi relatora da Lei 11.362/2009 que instituiu a Política Estadual de

Apoio ao Cooperativismo e criou o Conselho Estadual do Cooperativismo. Desde então, Neusa tem lutado pelo fortalecimento desse campo e apoiado inúmeras iniciativas e organizações sociais. Considerando a importância do apoio institucional é que o Mandato indicou a criação de

uma Superintendência de Cooperativismo, como estratégia de fortalecimento das cooperativas, bem como à efetiva implementação das políticas previstas na Lei Estadual. Ela também vem articulando uma Frente Parlamentar que defende esse segmento.

Dentre as iniciativas apoiadas pelo Mandato destacam-se: - Cooperativa dos Produtores de Abacaxi de Itaberaba - Cooperativa Agroindustrial de Pintadas - Adapta Sertão - Polo Ceramista de Barreiros em Riachão do Jacuípe - Polo Leiteiro de Capim Grosso

Polo Coureiro de Ipirá Desde o primeiro mandato, Neusa tem lutado em prol do fortalecimento da cadeia coureira de Ipirá. Em 2013, atendendo a uma solicitação da parlamentar, a Uneb iniciou um processo de estruturação e fortalecimento desta cadeia produtiva, em especial nos distritos de Malhador, Umburanas e Rio do Peixe. Junto com pequenos produtores e artesãos, o Mandato foi parceiro na realização de duas edições da Feira Ipirá Couro Show, ações que deram visibilidade e posicionou o município no contexto regional. Neusa intermediou apoio junto ao governo estadual, através das Secretarias de Indústria e Comércio, Secretaria de Cultura e de Turismo, e vem trabalhando junto com a Uneb para a organização dos artesãos por meio do cooperativismo.


12

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

Política Social

Em defesa dos direitos sociais

O

s 10 anos do Sistema Único de Assistência Social, sistema que organiza a política de assistência social no Brasil, foram celebrados durante uma sessão especial realizada no mês de dezembro. A atividade foi promovida pela deputada Neusa e o deputado Gika Lopes, que acreditam na importância desse sistema para a promoção da cidadania e a garantia dos direitos humanos. Também foi realizada uma sessão especial, em maio de 2015 para comemorar o dia nacional dos/das assistentes sociais.


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

13

Política Social O Mandato tem sido um importante parceiro dos profissionais do SUAS na busca por direitos, em especial dos Assistentes Sociais, segmento que está na luta contra a precarização e em favor da melhoria das condições de trabalho. O Mandato já apresentou indicação propondo a inclusão do assistente social na educação e tem dialogado com o Sindicato dos Assistentes Sociais da Bahia e o Mobiliza Bahia para a aprovação de projetos de lei defendidos pela categoria e para a criação do piso salarial.

O Mandato também foi parceiro do 1º Fórum Estadual de Gestores Municipais do Cadastro Único e Programa Bolsa Família, realizado em novembro de 2015. Os desafios levantados são o apri-

moramento dos programas sociais, fortalecimento da gestão na perspectiva do enfrentamento da pobreza, bem como o reconhecimento e estabilidade dos profissionais.


14

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

Direitos

Luta das pessoas com deficiência A luta pelos direitos das pessoas com deficiência tem sido uma das bandeiras do mandato da Gente. A deputada apoiou a criação do Fórum Baiano de Educação Especial em 2014, uma instância da sociedade civil com a participação do poder público para articular, definir e propor políticas públicas para a inclusão de pessoas com deficiência no contexto educacional. Neu sa t am b é m e nca mi n hou ao Governo do Estado uma indicação propondo critérios diferenciados de aposentadoria para servidores públicos com deficiência, em cumprimento da Emenda

Constitucional nº 47, que prevê a adoção de requisitos e critérios diferenciados. A parlamentar levou a demanda ao secretário de Administração, que assegurou que será feito um estudo técnico para avaliar a possibilidade de aten di mento d o p leito.

É de autoria de Neusa ainda o Projeto de Lei que prevê aos cadeirantes melhores condições de transporte em táxis e carros de locadoras, além de regulamentar as autoescolas para garantir aos deficientes físicos o acesso ao curso de formação de condutores.

Marco das Organizações Sociais Passou a vigorar em janeiro deste ano a Lei 13.019, o novo Marco Regulatório das Organizações Sociais, legislação que tem sido acompanhada pelo Mandato da Gente junto à Plataforma das Organizações S oc iais d a Bahia. O Gr up o de Tr a b a l ho re sponsável pela regulamentação e i m p lem ent aç ão cont a com p ar t ic ip aç ão da s ociedade civil e do poder público. Para Neusa, o m a r c o é o r e c o n hec imento da inestimável contribuição dos movimentos e entidades sociais para o fortalecimento da democracia no país.


Revista Mandato da Gente

A

FEVEREIRO 2016

15

Educação e Cultura educação no

campo

sempre

foi

preocupação do mandato. Neusa tem

sido uma grande defensora das Escolas Famílias Agrícolas e foi relatora do projeto de Lei que garantiu o apoio permanente do Estado às instituições. O mandato tem acompanhando e mediado o diálogo das instituições com o Governo para

Nos governos de Lula e Dilma,

das Universidades Federais

garantir a continuidade do trabalho

a Bahia foi beneficiada com

da Chapada Diamantina e do

das escolas que fazem um impor-

mais cinco instituições de en-

Nordeste da Bahia. É preciso

tante trabalho de educação contex-

sino superior. Outra luta que

interiorizar ainda mais o ensino

tualizada e valorização das famílias

Neusa tem apoiado junto com

superior para desenvolver as

do campo, bem como no apoio ao

estudantes e movimentos so-

pequenas cidades, capacitar e

desenvolvimento do campo.

ciais é para garantir a criação

dar oportunidade aos jovens.

Fórum de Legisladores Culturais da Bahia O Mandato da Gente também está na luta para ampliar o acesso às políticas culturais da Bahia e por isso integra o Fórum de Legisladores Culturais da Bahia. O colegiado reúne parlamentares estaduais e municipais de diversas regiões da Bahia que buscam fortalecer e ampliar as política de cultura em todo o estado.


16

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

Infraestrutura

Pedras Altas mudou a vida da nossa gente

A

vida de muita gente mudou a partir da indicação de Neusa para construir a adutora de Pedras Altas. Na primeira etapa da obra, entregue em 2013 pelo governo do Estado, foram beneficiadas mais de 172 mil pessoas da Bacia do Jacuípe e Sisal. Um investimento de R$ 59,3 milhões para levar água doce a 173 localidades de 21 municípios

situados numa das regiões que mais sofrem com a estiagem. Entre as cidades atendidas estão Capim

Grosso, Capela do Alto Alegre, Pintadas,RiachãodoJacuípe,São José do Jacuípe, entre outros.

Mais de 78 mil pessoas serão atendidas na etapa II, obra já começou Desde a conclusão da primeira etapa, a deputada Neusa seguiu trabalhando. Ao lado de lideranças municipais, Neusa participou de várias audiências na Embasa e conseguiu o apoio do governador Rui e da presidenta Dilma. A segunda etapa da obra de Pedras Altas já começou e contará com recursos dos governos estadual e federal para levar água para mais de 78 mil pessoas nos municípios de Mairi (Sede e Nova Esperança), Várzea do Poço (Sede e Barra Nova), Várzea da Roça (Sede e Barracas, Morrinhos e Soinho), Jacobina (Junco e Paraíso), Quixabeira (Sede e Jaboticaba) e Caém (Gonçalo, Gonçalinho).

Etapa emergencial será entregue em 2016 Uma operação emergencial foi iniciada pela Embasa para manter o abastecimento de água nesses municípios, pois eles são atendidos pela barragem de São José. O reservatório estava com o nível baixo e com uma péssima qualidade da água. Por isso, uma adutora de 14 quilômetros está sendo construída para levar água bruta do reservatório volante (entre Capim Grosso e São José) até a estação de tratamento de Jaboticaba, garantindo assim o abastecimento em Quixabeira e áreas rurais de Jacobina a exemplo de Junco e Paraíso. Será feita também uma ligação entre essa adutora e a rede que abastece Várzea do Poço e Mairi, mantendo assim o serviço para a população desses dois municípios. Para o município de Várzea da Roça já foi efetuado o aumento da vazão na barragem do França, ampliando dessa forma a oferta de água.


Revista Mandato da Gente

FEVEREIRO 2016

17

Infraestrutura

Água doce está chegando para todos A luta por água para o consumo humano é uma das marcas do trabalho de Neusa. O Mandato da Gente acompanha demandas de vários municípios e dialoga constantemente com o Estado para garantir esse di-

reito para todos os baianos. Mais indicações de Neusa estão sendo atendidas e com isso mais moradores de comunidades rurais dos municípios de Gavião, Nova Fátima, Pé de Serra, Pintadas e Riachão do

Gavião e Pé de Serra No município de Gavião a água chegará para moradores dos povoados de Alagoinhas, Caldeirãozinho, Sítio dos Patos, Cachoeirinha, Caneladema, Cajá, C a i ç a r a e C a l d e i r ã o. S e r ã o realizadas 173 ligações para beneficiar 536 pessoas, totalizando investiment o d e R $ 1,1 milhão. Já no m u n i c í p i o d e Pé d e S e r r a , a obra aplicará aproximadamente 1,5 milhão para contemplar 930 pessoas do povoado de Aroeira.

Jacuípe terão água encanada em suas propriedades. Ao todo, mais 18 comunidades serão atendidas com a implantação de extensões de rede, totalizando um investimento de mais de 5,7 milhões de reais.

Pintadas Mais de 300 ligações serão implantadas no município de Pintadas, beneficiando mais de m i l p e s s o a s n o s p o v o a d o s d o R a s p a d o r, S ã o Pedro, Curral Novo e Coração de Jesus. Ao todo serão investidos cerca de R$2,2 milhões de reais.

Riachão do Jacuípe e Nova Fátima Sistemas de abastecimento de água também serão instalados nos povoados de Jardim e Ta n q u e N o v o , a m b o s e m R i a c h ã o d o J a c u í p e . N o m u n i c í p i o d e N o v a Fá t i m a , a p o p u l a ç ã o das comunidades de Alazão, Malhadinha e Maravilha estão entre os beneficiados. O re curso destinado é de aproximadamente 920 mil reais para realizar 265 ligações e contemplar 784 moradores.

Comunidade de Lagoa Funda, em Barro Alto Uma antiga reivindicação da comunidade de Lagoa Funda, no município de Barro Alto, está prestes a se tornar realidade. Uma obra de extensão de rede, também indicada por Neusa, começou a ser feita e levará

água encanada para cerca de 900 famílias nessa região rural.“É um grande objetivo alcançado. Depois de várias viagens a Salvador buscando uma extensão de água de qualidade para Lagoa Funda, o sonho começa a

ser realizado”, comemorou o vereador Maurício Fernandes (PT). A obra beneficiará Lagoa Bonita e comunidades rurais no município de Canarana, totalizando investimentos de mais de 1,2 milhão de reais.


18

FEVEREIRO 2016

Revista Mandato da Gente

Participação Social

Construção coletiva é o que move o Mandato da Gente

A

participação popular é uma bandeira histórica do Mandato da Gente, afinal essa construção coletiva é o que move o trabalho de Neusa. Em 2015 foram realizadas plenárias nos municípios de Riachão do Jacuípe (Bacia do Jacuípe e região) e em Brotas de Macaúbas (Oeste e região). Nesses espaços, lideranças políticas, representantes dos movimentos sociais, da juventude, das mulheres e de diversos segmentos fortalecem a democracia e de-

“Em poucos anos fizemos uma verdadeira revolução no Brasil com uma série de políticas públicas e geramos oportunidade para as pessoas. Este momento nos convida a fazer uma avaliação e discutirmos as estratégias de luta para contribuir ainda mais com as mudanças”.

batem a realidade política, social e econômica. Essa participação popular empodera as organizações populares

e aprofunda as mudanças iniciadas com Lula e Dilma, além de definir os caminhos da atuação parlamentar.

Mandato fortaleceu a atuação dos vereadores Por causa da importância que o vereador/a tem para a população local, o Mandato da Gente prioriza o fortalecimento desse agente político. Foram realizados encontros, oficinas e atividades de planejamento em diferentes municípios, bem como a criação de um grupo de discussão para estimular a troca de experiências e melhorar a atuação dos vereadores em mais de 50 municípios do estado.

Formação política de lideranças Para contribuir com a qualificação de militantes, dirigentes e lideranças, o Mandato da Gente iniciou, em 2015, mais um curso de formação política. Idealizado em parceria com o PT da Bacia do Jacuípe, a primeira etapa reuniu representantes de Quixabeira, Ipirá, Nova Fátima, Baixa Grande, Serra Preta, Capim Grosso e Várzea da Roça. O evento contou com a colaboração do professor de Ciência Política da UEFS, Clodoaldo Paixão, e foi mais um espaço para debater o Estado e o papel do indivíduo no processo de transformação da sociedade.


trinetdigital


Revista Mandato da gente  

Fevereiro/2016

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you