Page 1

desenho: Denis Mignoli

PORTFOLIO ARQ URB - DENIS JESUS MIGNOLI


DENIS JESUS MIGNOLI

Brasileiro, 24 anos Mooca – São Paulo/ SP (011) 96382-5578 / (011) 2618-1325 denismignoli@yahoo.com.br www.linkedin.com/in/denis-mignoli www.issuu.com/denis_mignoli/docs/portfolio_cv_denis_mignoli1

FORMAÇÃO 2013 - 2017

Graduação em Arquitetura e Urbanismo – USJT | Universidade São Judas Tadeu

2012 - 2013

Técnico em Desenho de Construção Civil– ETESP-ETEC de São Paulo

2015 - 2016

Pesquisador científico iniciante – Iniciação científica USJT-RIC Tema: Memória, Trabalho e Moradia: A Vila Operária da Companhia Antarctica Paulista

2018

ARCHICAD - curso certificado pela Graphicsoft - studioarchsp.com.br/

2017

CURA - curso de representação arquitetônica - estudiomodulo.com.br/

2017

SAGA - computação gráfica

2014

Aula de iniciação em fotografia pela Universidade São Judas Tadeu

domínios softwares

Archicad, AutoCad (avançado), Photoshop (Avançado), SketchUp (Avançado), Revit, Illustrator, 3dsMax, Indesign (Avançado), Vray (Avançado), Excel (Avançado), Power Point, Word.

EXPERIÊNCIA 2017- 2018 outubro - março

2014 - 2016 junho - junho

ATIVIDADES COMPLEMENTARES

Patricia Aguiar Arquitetura&Interiores Cargo – estagiário e Arquiteto Atividades: - Revisão a partir do briefing (3D e planta), - Revisão a partir do briefing (3D e planta), - Modelação no Sketchup - Modelação no Sketchup - Renderização (Vray) - Renderização (Vray) - Contato com fornecedores - Contato com fornecedores Contribui com o escritório na parte de otimização do trabalho, a partir de configurações conhecidas por mim nos softwares AutoCad e V-ray e inserção do Trello, aplicativo de gerenciamento de projeto. Coordenadoria de Parques Urbanos da Secretaria Estadual do Meio Ambiente Cargo – estagiário na sessão técnica desta coordenadoria Atividades: - Descrição de patologias das edificações - Elaboração de desenhos técnicos específicos e orçamento - Acompanhamento e manejo das áreas verdes - Elaboração de projetos de acessibilidade.

2017

Projeto do TFG entre os 10 finalistas no 5º Prêmio Saint-Gobain de Arquitetura - Habitat Sustentável

2015

Participação com destaque no Concurso do 1ºPremio CURA Bicicletário

2018 - maio

Voluntário no OLHE O DEGRAU: Ermelino Matarazzo - mobiliário de madeira e pneu Evento sob parceria do escritório Zoom Arquitetura e a organização social Cidade Ativa

2015-2016

Participação em Congresso pela pesquisa em andamento da iniciação: CONIC SEMESP – 15º e 16º Congresso Nacional de Iniciação Científica

2016

Participação na VIII jornada de iniciação científica Escola da Cidade

PROEFICIÊNCIA Inglês - compreende bem, fala razoavelmente, lê bem, escreve razoavelmente. Espanhol - compreende razoavelmente, fala pouco, lê bem, escreve razoavelmente. Proatividade, organização, responsabilidade, criatividade e bom relacionamento interpessoal.


GRADUAÇÃO


瀀爀漀樀攀漀 㐀먀瀀愀瘀椀洀攀渀琀漀

FIGURA 1 - Térreo - imagem: Denis Mignoli

FIGURA 2-3ºPavto. - imagem: Denis Mignoli FIGURA 3 - 4ºPavto. - imagem: Denis Mignoli

TRABALHO FINAL DE GRADUAÇÃO MUSEU DA PESSOA: CONEXÃO E REQUALIFICAÇÃO AO EIXO CULTURAL DA LUZ

O trabalho propõe um espaço cultural na região da Luz, apoiado no acervo montado por anos pelo Museu da Pessoa. Além de projetar uma sede adequada para o Museu e promover uma conexão com o entorno imediato, é abordado também a relação com os outros espaços públicos e culturais do distrito Luz, com o intuito de potencializar e demostrar como uma instituição pode contribuir para a construção da identidade e apropriação da área. O projeto também apresenta grande pesquisa a respeito da sustentabilidade, dos mais diversos assuntos, abordando economia de energia, ventilação natural, e uso de materiais para obter maior economia energética.

4

Equipe: Denis Jesus Mignoli Orientador: Sérgio Luis Salles


chapa metálica perfurada

rampa circulação

clarabóia átrio

shed

FIGURA 4 - Perspectiva explodida destacando elementos de abertura- imagem: Denis Mignoli

porca sextavada

chapa perfurada furo redondo esp: 2 mm área aberta: 52% rebite

haste estojo

tubo retangular aluminínio 40 x 30 mm

chapa metálica

laje FIGURA 5 - Enrijecimento e fixação da chapa perfurada- elaboração e imagem: Denis Mignoli

5


FIGURA 6- intervenções urbanas na área de abragência do Museu da Pessoa - imagem: Denis Mignoli

FIGURA 7 - perspectiva do Museu - imagem: Denis Mignoli

FIGURA 8 - corte transversal - imagem: Denis Mignoli

FIGURA 9 - corte transversal - imagem: Denis Mignoli 6


FIGURA 10 - Perspectiva de uma das rampas- imagem: Denis Mignoli

FIGURA 11 - Perspectiva de um dos ambientes internos- imagem: Denis Mignoli

FIGURA 12 - Diagrama com distribuição programática- imagem: Denis Mignoli

7


FIGURA 1 - Imagem gerada pelo render Vray- imagem: Denis Mignoli

FIGURA 2 - Pós-produção da imagem acima no Photoshop - imagem: Denis Mignoli

PÓS-PRODUÇÃO - PHOTOSHOP


CONCURSOS


FIGURA 1 - Térreo - imagem: Denis Mignoli

FIGURA 2 - Local estrátegico - imagem: Wesley Fonseca

BIKE PARKING 1º PRÊMIO CURA BICICLETÁRIO entre 10 projetos com destaque

O trabalho elaborado para o 1º Prêmio Cura Bicicletário tomou como premissa a inserção desse equipamento como apoio da malha cicloviária existente na Avenida Paulista. O projeto se localiza na Praça Oswaldo Cruz, localizada no extremo sudeste da avenida, considerada um ponto estratégico entre a bifurcação da ciclovia da Avenida Paulista e a ciclovia Liberdade/Vergueiro. Destaco a utilização de tenso-estrutura na cobertura, que possui peso próprio leve (1 a 5 kg/m²), rápida execução, permite grandes aberturas dos espaços, luminosidade e cria uma qualidade escultórica ao projeto.

10

Equipe: Denis Jesus Mignoli, Henrique Garcia Prado, Wesley Fonseca, Denise Mignoli. Orientação: Sérgio Luiz Salles


FIGURA 3 - Cobertura modulada no software Formfinder - imagem: Denis Mignoli

FIGURA 4 - Diagrama mostrando os componentes do projeto - imagem: Denise Mignoli

FIGURA 5 - Prancha final para o concurso - imagem: equipe 11


AR QUENTE

VENTOS DE INVERNO

EXAUSTORES

CALOR CHAPA PERFURADA

CALOR

AR FRIO AR FRIO

FIGURA 1 - Diagramas de verão e inverno para controle passivo de temperatura respectivamente- imagem: Denis Mignoli

   

刀 唀 䄀

䄀 嘀 ⸀

   

䈀 刀 䤀 䜀 䄀 䐀 䔀 䤀 刀 伀

    

    

䌀 섀 匀 倀 䔀 刀

䰀 촀 䈀 䔀 刀 伀

吀 伀 䈀 䤀 䄀 匀

FIGURA 2 - Estratégico geral de ventilação do edifício, com destaque para o átrio - imagem: Denis Mignoli

PRÊMIO SAINT-GOBAIN DE ARQUITETURA - HABITAT SUSTENTÁVEL 5º PRÊMIO SAINT GOBAIN - PROJETO ENTRE OS 10 FINALISTAS MUSEU DA PESSOA: CONEXÃO E REQUALIFICAÇÃO AO EIXO CULTURAL DA LUZ

O trabalho para o concurso se baseou no TFG do 5º ano do curso de arquitetura e foi selecionado como finalista para o prêmio. Para o projeto priorizou-se a entrada de luz natural através de uma pele de vidro em seu teto e na fachada, esta última guarnecida por uma chapa metálica perfurada filtrando a incidência solar. Foi premissa do projeto também obter uma ventilação controlada e obter um controle passivo de temperatura capaz de trazer maior bem estar aos ocupantes da forma mais natural possível. Em relação ao conforto acústico buscou-se o maior conforto acústico dentro dos ambientes que necessitavam isolamento. Para isso, utilizou desde gesso acartonado a lã mineral baseando-se primariamente na lei “massa-mola-massa”.

12

Equipe: Denis Jesus Mignoli Orientação: Vanessa Guilhon


Piso elevado

Tabuado Ethafoam 5 mm Base Painel Wall 40 mm Lã de vidro E= 25 mm, D= 100 Kg/m³

Steel Deck

FIGURA 3 - Piso flutuante para estrututra metálica - ruído estrututral - imagem: Denis Mignoli

INTERNO

EXTERNO

porta madeira maciça 3 cm juntas de feltro

39 dB

80 dB

41 dB

1

01 - placas de gesso acartonado 12,5 mm 02 - lã de vidro 50 mm

porta madeira maciça 3 cm

02 1

FIGURA 4 - Isolamento do ruído aéreo- imagem: Denis Mignoli

FIGURA 5 - Isolamento acústico das portas- imagem: Denis Mignoli

chapa perfurada furo redondo esp: 2 mm área aberta: 52%

vidro

rampa - circulação vertical do edifício

Fachada Norte (seção 1) - brise uso: átrio do edifício

Fachada Norte (seção 2) - brise horizontal metálico uso: espaço de trabalho

FIGURA 6 - Proteção das fachadas a partir de brises e chapas perfuradas- imagem: Denis Mignoli

13


ARQUITETURA


.79

.60

COIFA EXISTENTE

PORTA DE ABRIR

.02

1.97

BASCULANTE

.02

NOTA IMPORTANTE:

- COMPATIBILIZAR PILARES COM M FORNECIDO PELA CONSTRUTORA. - NA PRESENÇA DE PILARES OU AL PODERÃO SER RASGADAS PARA NE CASO, OS PONTOS SERÃO EXECUT - AS IMAGENS EM 3D SÃO MERAME - AS MEDIDAS E DETALHES EM GER EXECUTIVO 2D. - CONFERIR COTAS EM OBRA. - TODOS OS MATERIAIS PRODUTOS ALTERAÇÕES APÓS A COMPRA NA HOUVER ALGUMA DIVERGÊNCIA EN APROVADOS , NÃO SERÁ DE RESP PROJETO EXECUTIVO DE ARQUITET APROVADO PELO CLIENTE. - METAIS, CUBAS, LOUÇAS E ELETR CLIENTE ANTES DA MEDIÇÃO DA M MINIMO 30 DIAS DE ANTECEDÊNCIA

.32

VÃO PARA REFRIGERADOR .82

.45

.02 .24

.50

.38

.42

1.02

MICROONDAS

.06

.92

BANDEIRA

BASCULANTE

.52

PORTA DE ABRIR

.44

.20

NICHO

.45

NICHO

PORTA DE ABRIR

.40

1.07

.95

.64

LEGENDA:

NICHO

FORNO ELÉTRICO EMBUTIDO

.10

.30

.64

.85

.82

.02

.32

.06

.92

GRANITO PRETO SÃ

RODABASE com H=24 cm em GRANITO PRETO SÃO GABRIEL

RODABASE com H=24 cm em GRANITO PRETO SÃO GABRIEL

ELEVAÇÃO 03

PORCELANATO D .15

.24

NICHO

RODAPÉ com H=15 cm .52

PINTURA

.44

PORTA DE ABRIR

.60

.24

PORTA DE ABRIR

.60

.66

GABINETE EXISTENTE

.44

2.02

2.42 .05.12

2.39

.83

.45

.60

.44

.79

.20

.78

ESCALA: 1:25

NOTA IMPORTANTE :

2.02

.52

H=1,10 m H=1,00 m (abaixo) H=1.90 m (acima)

5

- COMPATIBILIZAR PILARES COM NÃO FORNECIDO PELA CONSTRU - NA PRESENÇA DE PILARES OU PAREDES NÃO PODERÃO SER RA EMBUTIMENTO.NESTE CASO, OS EXTERNAMENTE. - AS MEDIDAS E DETALHES EM G PROJETO EXECUTIVO 2D. - SE HOUVER OBJEÇÃO DO COND ARQUITETURA DEVERÁ SER DEV PELO ARQUITETO(A) CONTRATAD -CONFERIR COTAS EM OBRA. - VERIFICAR SE ALGUM PONTO E INTERFERÊNCIA COM O PROJETO ESPELHOS. - TODOS OS NOVOS PONTOS DE DA ELETROFITA, SEM A NECESS

.2

5

.49

.61

.20

1.84

2.44

1.31

.20

.62

.55

.32

.93

.60

.61

.25

.63

.15

1.53

.1

.61

.92

.63

5

.3

0

.25

.73

.4

1.56

.20

.25

1.37 1.55

1.85 1.71

.61

1.20

1.20

1.20

.20

TEL: (11) 2337-0871

H=1,00 m (abaixo) H=1.90 m (acima)

PROJETO DE ARQUITETURA DE INTERIORES BERGSON RUA DOUTOR JESUÍNO MACIEL , 1023 APTO .50 52 CAMPO BELO SÃO PAULO - SP

.70

COZINHA - ELEVAÇÕES REV.00 Spot ESCALA 1:25 sobrepor CONFERIR MEDIDAS NA OBRA PARA EXECUÇÃO Plafon sobrepor

.61

.70

.46

PATRICIA AGUIAR ARQUITETURA E INTERIORES END -.69AV VEREADOR JOSÉ DINIZ, 3651, CONJ 43, CAMPO BELO, SÃO PAULO - SP 2.90

1.10

.22

1.65

LEGENDA:

.20

Fita de LED horizontal

.51

.56

.41

Fita de LED vertical

1.32

.43

Plafon sobrepor

.78

.87

Plafon embutir H=1,10 m 1.45

Plafon embutir

.85

1.27

.27

1.66

Spot Par 20 Spot Dicroica

.72

2.28

1.03

.58

.81

.86

1.16

.58

.98

Plafon embutir com spot

1.39

PLANTA ILUMINAÇÃO ESCALA: 1:50

PATRICIA AGUIAR ARQUITETURA E INTERIORES END - AV VEREADOR JOSÉ DINIZ, 3651, CONJ 43, CAMPO BELO, SÃO PAULO - SP

TODOS OS NOVOS PONTOS DE LUZ SERÃO INSTALADOS A PARTIR DA ELETROFITA, SEM A NECESSIDADE DE QUEBRAR A PAREDE

PROJETO DE ARQUITETURA DE INTERIORES BERGSON RUA DOUTOR JESUÍNO MACIEL , 1023 APTO 52 CAMPO BELO SÃO PAULO - SP

PROJETO EXECUTIVO | IMAGENS ARQUITETURA DE INTERIORES

TEL: (11) 2337-0871

Apresento alguns dos desenhos técnicos como parte do meu trabalho em escritório de arquitetura. Possuo competências em desenhos de elétrica, iluminação, hidráulica, forro, rodapé, revestimentos, layout, elevações, demolição e construção. E ao final algumas imagens das maquetes eletrônicas que participei. Imagens: Denis Mignoli 16

PLANTA ILUMINAÇÃO REV.00 ESCALA 1:50 CONFERIR MEDIDAS NA OBRA PARA EXECUÇÃO

APROV B


.50

NOTA IMPORTANTE:

- COMPATIBILIZAR PILARES COM M FORNECIDO PELA CONSTRUTORA - NA PRESENÇA DE PILARES OU A NÃO PODERÃO SER RASGADAS PA NESTE CASO, OS PONTOS SERÃO - AS IMAGENS EM 3D SÃO MERAM - AS MEDIDAS E DETALHES EM GE EXECUTIVO 2D. - CONFERIR COTAS EM OBRA. - TODOS OS MATERIAIS PRODUTO ALTERAÇÕES APÓS A COMPRA NA E SE HOUVER ALGUMA DIVERGÊN ORÇADOS E JÁ APROVADOS , NÃO ARQUITETURA , POIS O PROJETO SIDO ASSINADO E APROVADO PEL - METAIS, CUBAS, LOUÇAS E ELET CLIENTE ANTES DA MEDIÇÃO DA M MINIMO 30 DIAS DE ANTECEDÊNCI

Ø.6

0

1.70

0

0 .7

.7

0

Ø.40

.40

.42

1.88

2.12

.66

1.05 .20

.25

.80

2.10

.55

1.45

1.25

1.39

.55

1.25

.20

2.18

.66

1.79

1.02

1.38

1.00

.42

2.50

.42 .40

3.75 .90

3.09

.55

1.40

1.00

1.30

2.30

2.60

.55

.42

1.55

.14

0 .7

.7

.50

.42

.40

.18

.40

.92

.50

.96

.80

.50

2.40

.32 .50

.50

.12

1.71

.82

.30

.55

.70

1.59

.41

1.19 .80

1.00

.80

1.03 .97

4 .7

2.60

.49 .37

.40

1.16

.23

.10 .40

.83

.92

.60

1.02

2.81

.64

.60

.15

.79

.87

.36 .23

.80

.09

.63

.50

1.86

.40

.10

1.78

.37

1.63

1.55

1.73

2.13

.60 .55

.77

.36

.65

.64

1.38

.74

1.88

.87

PLANTA LAYOUT ESCALA: 1:50

PATRICIA AGUIAR ARQUITETURA E INTERIORES END - AV VEREADOR JOSÉ DINIZ, 3651, CONJ 43, CAMPO BELO, SÃO PAULO - SP TEL: (11) 2337-0871

01

PROJETO DE ARQUITETURA DE INTERIORES BERGSON RUA DOUTOR JESUÍNO MACIEL , 1023 APTO 52 CAMPO BELO SÃO PAULO - SP

PLANTA LAYOUT NOTA IMPORTANTE : REV.00 ESCALA 1:50 - COMPATIBILIZAR PILARES COM M APRO CONFERIR MEDIDAS NA OBRA PARANÃO EXECUÇÃO FORNECIDO PELA CONSTRUT

- NA PRESENÇA DE PILARES OU AL PAREDES NÃO PODERÃO SER RAS EMBUTIMENTO.NESTE CASO, OS P EXTERNAMENTE. - AS MEDIDAS E DETALHES EM GER PROJETO EXECUTIVO 2D. - SE HOUVER OBJEÇÃO DO CONDO ARQUITETURA DEVERÁ SER DEVID PELO ARQUITETO(A) CONTRATADO -CONFERIR COTAS EM OBRA. - TODOS OS MATERIAIS PRODUTO ALTERAÇÕES APÓS A COMPRA NA CLIENTE, E SE HOUVER ALGUMA D ITENS ORÇADOS E JÁ APROVADOS RESPONSABILIDADE DA ARQUITET DE ARQUITETURA JÁ TERÁ SIDO A CLIENTE.

02

06

02

LEGENDA:

-

PAREDE

-

PISO

-

01

SOLEIRA/BAGUETE BAGUETE

05

SOLEIRA

01 08

03

04

1.02

.87

07

09

01

PAPEL DE PAREDE AL

02

PAPEL DE PAREDE LU DESIGN

03

DECORTILES-PORCEL

04

PORCELANATO DECOR

05

PORCELANATO DECO

06

TIJOLO DESERTO ATA

07

PORCELANATO DECOR

08

PAPEL DE PAREDE CA

09

PAPEL DE PAREDE GE DESIGN

PLANTA PISO E REVESTIMENTO ESCALA: 1:50

PATRICIA AGUIAR ARQUITETURA E INTERIORES END - AV VEREADOR JOSÉ DINIZ, 3651, CONJ 43, CAMPO BELO, SÃO PAULO - SP TEL: (11) 2337-0871

PROJETO DE ARQUITETURA DE INTERIORES BERGSON RUA DOUTOR JESUÍNO MACIEL , 1023 APTO 52 CAMPO BELO SÃO PAULO - SP

PLANTA REVESTIMENTO REV.00 ESCALA 1:50 CONFERIR MEDIDAS NA OBRA PARA EXECUÇÃO

17

APR


18


19


FIGURA 3 - Produção de banco de madeira.

FIGURA 1 e 2 - Mobiliário de pneu com assento feito a partir de fitas.

VOLUNTÁRIO no OLHE O DEGRAU: Ermelino Matarazzo O trabalho, sob parceria do escritório Zoom Arquitetura e a organização social Cidade Ativa, consistiu em uma intervenção urbana em uma das praças do bairro leste da cidade de São Paulo, cujo mobiliários de pneu e madeira foi executado pelos voluntários no ParkLab do Zoom Arquitetura. Acima de tudo é um trabalho que demonstra a capacidade de transformar espaços ociosos da capital através da boa vontade de vários atores, poder público, comunidade e organizações. Imagens: Denis Mignoli e de outros voluntários

20


FIGURA 4 - Banco de madeira finalizado.

FIGURA 5 - Montagem de mesa de madeira na praรงa do bairro.

FIGURA 6 - Equipe voluntรกria que participou do evento. 21


PESQUISA


INICIAÇÃO CIENTÍFICA MEMÓRIA, TRABALHO E MORADIA: A VILA OPERÁRIA DA COMPANHIA ANTARCTICA PAULISTA

BREVE RESUMO DA PESQUISA A Vila Operária da Companhia Antarctica Paulista é uma das várias habitações operárias do começo do século XX na região leste da Cidade de São Paulo. Ela é pouco citada e está inserida em uma das maiores empresas de cervejaria do século passado. Tem por objetivo essa pesquisa demonstrar possíveis benefícios da presença dessa vila na fábrica; recuperar seu significado e consequentemente recuperar uma identidade cultural para o bairro; acrescentar um novo elemento a narrativa histórica das habitações operárias em São Paulo. A pesquisa tratará de levantamento documental e será de análise qualitativa. A metodologia utilizada foi baseada em leitura de periódicos, e relatórios feitos pelos higienistas sobre as vilas operárias da época retirados da Hemeroteca Mario de Andrade, consulta ao acervo da empresa, levantamento e leitura de títulos relacionados ao tema, perfil social do dono da empresa, comparações com outras vilas (Vila Maria ZéliaBelenzinho), pesquisa qualitativa com antigos moradores, pesquisa pelas plantas da cidade de São Paulo da época, fotos áreas cedidas pela EMPLASA, levantamento documental de plantas no Arquivo Histórico Municipal de São Paulo. O presente trabalho analisará a Vila Operária da Companhia Antarctica Paulista e seus possíveis benefícios com seus operários. Esta Vila Operária em questão possuía 36 casas, 65m² cada de área construída, junto à Avenida Presidente Wilson e era destinada aos operários mais especializados. Atualmente a vila operária se encontra demolida, motivos estes que não foram encontrados. Através da análise qualitativa com os antigos moradores foi obtido um significado à vila, identidade cultural forte com o espaço e função social do ambiente, caracterizando uma agregação do recinto. Estes pré-resultados demonstram que a vila operária juntamente com a fábrica, possui forte presença na memória de seus antigos moradores e revela grande oportunidade de incrementar na narrativa do bairro e das habitações operárias de São Paulo um novo ponto de vista. Outro resultado obtido através da pesquisa da história da Companhia é o destaque da Fundação Antônio e Helena Zerrenner, que ofereceu uma assistência social completa aos seus empregados, operários e familiares, reforçando o papel pioneiro desta empresa e sua capacidade de cooperação entre dirigentes e dirigidos. palavras-chave: Habitação, Operários, Antarctica , Zerrenner

24

Equipe: Denis Jesus Mignoli Orientação: Ana Paula Koury e Andrea Tourinho


Av. Presidente Wilson

FIGURA 1 - Inserção da vila operária no conjunto fabril da Antarctica - imagem: Denis Mignoli

Figura 37- Planta baixa de uma parte do conjunto fabril da Antarctica (FONTE: disponibilizada pelo entrevistado e representada pelo autor) Escala 1/500

48

Casa ao lado

Banheiro 3.19m² Calçamento /via

Área de serviço 2.67m²

Sala 12.24m²

Quintal 12.13m²

Depósito 7.14m²

Cozinha 11.69m²

Casa ao lado

Pavimento térreo - escala 1/50

Casa ao lado

Quarto 8.87m²

Quarto 12.48m²

Casa ao lado superior - escalada1/50 FIGURA 2 - PlantaPavimento baixa de uma das casas vila operária - imagem: Denis Mignoli

Figura 33 - Planta baixa dos dois níveis de uma casa da vila operária da Cia. Disponibilizada pelo Indivíduo 1 e representada pelo autor

45

25


DENIS JESUS MIGNOLI Arquiteto e Urbanista pela Universidade São Judas Tadeu. Pesquisador científico iniciante. Possui conhecimento em projetos institucionais privados, e projetos que envolvam sustentabilidade e acessibilidade. Tem experiência em escritório de arquitetura e na área pública. Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/5767585785196290

Portfolio_Denis_Mignoli  
Portfolio_Denis_Mignoli  
Advertisement