Issuu on Google+

DĂŠcio Cardoso


DĂŠcio Cardoso


índice . index

Apresentação e Introdução Presentation and Introduction pp.04-05 Centro de Comunicação Comunication Center pp.07-15 Cidade Fatias Sliced City pp.17-23 Praça da Memória Memory Square pp.25-29 Plataformas em Rede Networking Platforms pp.31-45

00 01 02 03 04


00

APRESENTAÇÃO PRESENTATION

Arquitecto jovem e ávido de mundo, procuro conhecer, absorver e aprender a todo o momento. Interessa-me toda a realidade, em particular a humanidade e a forma como se insere no belo organismo natural, num mundo cada vez mais complexo e por isso cada vez mais fascinante. Interessa-me também o habitar, o lugar que o Homem cria, o local e o global, as infraestruturas que nos suportam, as redes sobrepostas, o território e o meio natural que nos serve de casa e sobre o qual construímos a civilização. Gosto da arquitectura, de fotografia, do belo, do movimento, do natural e do multiculturalismo. Young architect avid of world, I seek to know, absorb and learn all the time. I am interested in all reality, in particular in humankind and how it fits into the beautiful natural organism, in a world increasingly complex and therefore more and more fascinating. I am also interested in the dwelling, the place that Men creates, the local and the global, the infrastructures that support us, the overlapping networks, the territory and the natural environment that serves as home and on which we build civilization. I like architecture, photography, beauty, movement, the natural and multiculturalism.

11. 1986 06. 2003 07. 2004 11. 2004 08. 2007 03. 2008 12. 2010 01-06. 2011 07. 2011 - 01. 2012 02. 2012 ...

04

Ilha da Madeira Island First Certificate in English, A, Funchal Finalização de estudos secundários | Completion of secundary studies, 188pt (0-200), Funchal Ingresso na Faculdade de Arquitetura, Universidade Técnica de Lisboa | Admission in the Faculty of Architecture, Technical University of Lisbon Viagem Interrail Workshop “Rio e Lisboa - Redescobrindo Sta Teresa”, Rio de Janeiro Finalização da Licenciatura e Mestrado Integrado em Arquitetura | Completion of Bachelor and Master in Architecture, 15pt global / 18pt tese|thesis (0-20), Lisboa Arquiteto Estagiário | Intern Architect ARX (www.arx.pt) Arquiteto Estagiário | Intern Architect Espaço e Desenvolvimento (espacoedesenvolvimento.pt) Ingresso na Ordem dos Arquitetos | Admission in the Portuguese Architecture Association, nº20381


00 Next I present the four projects that I consider most relevant in my academic education, developed in the disciplines of Architectural Design and Urban Planning. In common they have the constant concern with the site, the searching for contemporary solutions and a simple and genuine design to deal effectively with current challenges, namely to the issue of the informal city, the built heritage and the fragmentation of the territory by the infrastructures. The context of modern information and communication society is latent in the way projects are constructed, developed in urban territory but beyond the site, embedded in a global context. These are themes that I seek to develop and which are transversal to my work, until the culmination in the final project, developed in my Master Dissertation.

Apresento em seguida os quatro projectos que considero mais relevantes na minha formação académica, elaborados nas disciplinas de Projecto de Arquitectura e de Projecto de Urbanismo. Em comum têm a constante preocupação com o sítio, a procura de soluções contemporâneas e um desenho simples e genuíno que responda eficazmente a desafios actuais, nomeadamente à questão da cidade informal, do património e da fragmentação do território pelas infraestruturas. O contexto da moderna sociedade da informação e comunicação é latente na forma como os projectos se constroem, desenvolvendo-se em território urbano mas para além do local, inseridos num contexto global. São estes temas que procuro desenvolver e que são transversais ao meu trabalho, até ao culminar no último projecto, desenvolvido no âmbito da Tese de Mestrado.

INTRODUÇÃO INTRODUCTION

05


01 Part of a global strategy to revitalize and connect the Santa Teresa neighborhood with the city, the project is located in a strategic point of entrance and aims to enhance and publicize the activities and distinct character of this area. It makes a bridge between the formal city and the informal city simply through information. It’s located in a land of great slope with a great green area, turned into a project value - formes a natural facade to the street and surrounds the building that develops inside the plot, in a vertical axis that only touches the ground in the lower section. The main entrance is made trough the top, in a hollow box that overlaps the block in which the program develops and extends the street’s public space to his interior, with an atrium and transparent plans. In the lower parts there is a more intimate atmosphere, with spaces enclosed in sealed boxes of wood or opened again to exterior courts but with a more closer contact with the ground and vegetation.

Parte de uma estratégia global de revitalização e ligação do Bairro de Santa Teresa à cidade, o projecto localiza-se num ponto de entrada estratégico e tem como objectivo potenciar e divulgar as actividades e carácter próprio deste bairro. Cria uma ponte entre a cidade formal e a cidade informal simplesmente através de informação. Implanta-se num terreno de grande declive com uma forte mancha verde, transformada num valor do projecto - forma uma fachada natural para a rua e rodeia a construção que se desenvolve no interior do lote, num eixo vertical que apenas toca no terreno nas cotas mais baixas. A entrada principal faz-se pela cobertura, numa caixa oca que se sobrepõem ao bloco onde se desenvolve todo o programa e que prolonga o espaço público da rua até ao seu interior, através de um átrio exterior e de planos transparentes. Nas cotas mais baixas cria-se um ambiente mais intimista, onde os espaços enclausuram-se em caixas fechadas de madeira ou voltam-se a abrir em átrios exteriores mas em contacto mais próximo com o solo e a vegetação.

Rio de Janeiro, 2008

07


BAIRRO DE SANTA TERESA uma estratégia de integração na cidade formal. a strategy for an integration in the formal city.

5 4

@rio de janeiro

1

2 1 3

CENTRO DE COMUNICAÇÃO divulgação | promotion COMUNICATION CENTER

CENTRO

2 3

ESCOLA HOTELEIRA formação/turismo | education/turism HOTEL SCHOOL

ESCOLA DE ARTES formação e cultura | education and culture ARTS SCHOOL

08

PROFISSIONAIS 4produçãoOFICINAS qualificada | qualificated production PROFESSIONAL WORKSHOPS

5

Reabilitação e prolongamento do BONDE TRAM rehabilitation and extension

FLAMENGO

LAPA GLÓRIA


Perspectivas do sítio Site perspectives

Planta de implantação Site plan

0

20m

contexto . context LARGO DO CURVELO

Primeiro espaço público de entrada no Bairro. First public space when entering the neighborhood. Ponto de paragem do Bonde. Stoping point of the tram. Acesso ao Museu da Chácara do Céu. Acess to the Museum Chácara do Céu. CHARNEIRA ENTRE A CIDADE FORMAL E O BAIRRO - PONTO DE CONTATO HINGE BETWEEN THE FORMAL CITY AND THE NEIGHBORHOOD - CONTACT POINT

09


conceito . concept

LIGAÇÃO ENTRE COTAS + FACHADA DE RUA VEGETAL

VERTICAL DEVELOPMENT

DESENVOLVIMENTO VERTICAL DESENV

CONCEITO PROGRAMÁTICO PROGRAM CONCEPT

CONNECTION BETWEEN HEIGHTS + GREEN STREET FACADE bar public space atrium turism workshop

entry

entrada

entry

entrada

espaço público átrio TURISMO bar

atelier GRÁFICA GRÁFICA GRÁFICA

CONCEITO VOLUMÉTRICO VOLUMETRIC CONCEPT

Museu da Chácara do Céu entrada entry

1

Rua Dias de Barros. Glória-Sta Teresa

printing services

núcleo periódico journal NÚCLEO IMPRENSA press center NÚCLEO IMPRENSA

Travessa Cassiano. Glória-Sta Teresa

-7

planta à cota plan at 58.80

-6

-5

planta à cota plan at 63.00

07

10

planta à cota plan at 67.20

-4

planta à cota plan at 71.40


princípio . principle -3

Corte A . Alçado de rua Section A . Street facade

Corte B . Acesso à Chácara do Céu Section B . Acess to Chácara do Céu

RUA E VEGETAÇÃO STREET AND VEGETATION Panorâmica da rua Street overview

planta à cota plan at 75.45

-2

planta à cota plan at 79.45

-1

planta à cota plan at 83.65

0

planta à cota plan at 89.90

11


forma . form

Corte C Section C

COBERTURA e PISO -1 como prolongamento da RUA TOP FLOOR and -1 FLOOR as an extension of the STREET

1

planta de cobertura / acesso à Chácara top plan / Chácara acess

Perspectiva do átrio Atrium perspective

12


átrio . atrium Corte do átrio Atrium section

0

2m

01 - Capeamento em zinco | 02 - Gesso cartonado hidrofugante, como reboco e tinta plástica branca | 03 - Estrutura de perfis em aço inox | 04 - Painéis metálicos perfurados, aço escovado | 05 - Complexo impermeabilizante, membrana de PVC | 06 - Isolamento térmico, poliestereno extrudido | 07 - Camada de forma em betonilha de regularização inc=2º | 08 - Barreira de vapor/pintura betuminosa | 09 - Betão | 10 - Isolamento acústico, lã de rocha | 11 - Gesso cartonado branco, suporte de estrutura metálica | 12 - Reboco e pintura de tinta plástica branca, com aditivo hidrófugo | 13 - Tijolo cerâmico | 14 - Mosaicos cerâmicos | 15 - Argamassa de assentamento | 16 - Vidro temperado | 17 - Chapa de aço corten | 18 - Sanca de ventilhação | 19 - Painéis cimentícios | 20 - Vidro liso, duplo, caixilharia em aço inox | 21 - Placas de betão pré-fabricado | 22 - Estrutura em aço | 23 - Deck de madeira de sucupira, estrutura de perfis metálicos em U.

13


Corte D Section D

Corte de fachada . Facade section

Corte E Section E

0

0.80m

01 - Painéis metálicos perfurados, aço escovado | 02 - Estrutura de apoio, aço inox | 03 - Complexo impermeabilizante, membrana de PVC | 04 - Isolamento térmico, poliestereno extrudido | 05 - Camada de forma em betonilha de regularização inc=2º | 06 - Barreira de vapor/pintura betuminosa | 07 - Betão | 08 - Capeamento em zinco | 09 - Painéis compósitos de betão | 10 - Aplicação cimento-cola | 11 - Barreira de vapor | 12 - Perfis metálicos em U | 13 - Vidro liso, duplo, caixilharia em aço | 14 - Parquet | 15 - Isolamento/absorção vibração, cortiça | 16 - Isolamento acústico, lã de rocha | 17 - Gesso cartonado branco, suporte de estrutura metálica | 18 - Película de linóleo sobre argamassa de assentamento | 19 - Painéis de madeira de curitiba | 20 - Estrutura fachada ventilada, aço inox | 21 - Perfis metálicos em U | 22 - Painéis cimentícios | 23 - Betonilha afagada, acabamento com verniz mate | 24 - Estrutura metálica, aço inox | 25 - Tubo de drenagem, PVC | 26 - Reboco e pintura de tinta plástica branca | 27 - Pedra de remate, cor neutra | 28 - Betão de limpeza | 29 - Canal de drenagem, betão pré-fabricado.

14


Corte F Section F

Corte H Section H

Corte G Section G Perspectiva da cota mais baixa. Perspective from the lowest ground.

15


02 In a territory occupied by transportation lines, the goal is the consolidation and development of this residual part of the city and the materialization of the connection between the urban center and the park of Monsanto, through a urban development plan which concept is the sliced city with a green corridor. The urban design is based on more or less parallel lines that form plans or volumes that decompose the terrain and organize it so that it’s possible to overlap the physical and structural barriers in the area. The buildings and public spaces have a linear deployment with an almost unidirectional orientation, so the city is organized in a linear order of fragmentation, a sliced system with a hierarchy and in wich different slices have different materialities, atmospheres and activities. In the most developed project unit, the plan is materialized in volumes and plans that emerge from the sliced ground and the program is distributed with housing in the connection to Monsanto, services next to the existing tertiary area, and equipment and trade areas marking the whole, close to the ground. The green corridor exists on different lines of public space linking the margins.

Num território ocupado por vias de transporte, procura-se a consolidação e desenvolvimento desta parte residual da cidade e o concretizar da ligação entre o centro urbano com o parque de Monsanto, através de um plano de urbanização cujo conceito é a de cidade fatias com um corredor verde. O desenho urbano baseia-se em linhas paralelas mais ou menos constantes que formam planos ou volumes que decompõem o solo e organizam-no de forma a ultrapassar os obstáculos físicos e estruturais presentes. As construções e os espaços públicos têm uma implantação linear de orientação quase unidireccional, e assim a cidade organiza-se sob uma ordem de fragmentação linear, um sistema fatiado com uma hierarquia e com diferentes fatias que têm diferentes materialidades, atmosferas e actividades. Na unidade de projecto mais desenvolvida, o plano é materializado em volumes e planos que surgem do solo fatiado e o programa é distribuído com habitação na ligação a Monsanto, serviços junto ao eixo terciário existente, e equipamentos e comércio a balizar o conjunto, junto ao solo. O corredor verde desenvolve-se sobre diversos eixos de espaço público que ligam as margens.

CIDADE

FATIAS SLICED CITY Lisboa, 2009

17


via férrea

Terreiro do Paço

Belém

MAQUETES CONCEPTUAIS CONCEPTUAL MODELS Cidade Matricial Matrix City

Praça Central Central Square

Megaestrutura Megastructure

Cidade Suspensa High City

18

contexto . context

@ lisboa

via automóvel

SETE RIOS Cidade Linear Linear City

Cidade Paisagem Landscape City

Território residual entre várias realidades urbanas - edifícios de grande escala, tecido histórico, parque natural e vias infraestruturais. Interrupção do Corredor verde centro-parque. Um não-território. Residual territory among diverse urban realities -large scale buildings, historic urban fabric, natural park and infrastructure canals. Discontinuance of the Green Pathway center-park. A no-place.

Cidade Fragmentos Fragmented City

Cidade Fatias Sliced City

Cidade Sequencial Sequential City

Cidade Objectual Objectual City


investigação . research

MAQUETES CONCEPTUAIS CONCEPTUAL MODELS

CIDADE FATIAS . SLICED CITY FATIAS, s.f. Pedaço mais ou menos delgado, achatado, com as duas faces mais extensas mais ou menos lisas e mais ou menos paralelas; que se corta em alguma coisa. FATIAR, v.t. Partir, cortar, separar, dividir em fatias. SLICES; Piece more or less slender, flattened, with the two longest sides more or less smooth and more or less parallel; which cuts into something. SLICE: To break, cut, separate, divide into slices.

19


desenho urbano . urban design Planta da proposta urbana de conjunto . Plan of the Urban proposal set

20


Planta de unidade operativa - secção poente, nivel do solo Operating unit plan - west section, ground level

1 x

CONCEITO CONCEPT Fatias como extensão do terreno. Slices as extensions of the land.

Corte de unidade operativa, secção poente. Operating unit section, west section.

21


Planta e corte de segmento do espaço público. Plan and section of a public space segment.

MATERIAIS

MATERIALS

relva . grass granito . granite plátanos . plane tree betão . concrete

aço . stell madeira . wood murais . murals

orgânico . organic

blocos . blocks

ETC 22


Planta e corte de detalhe do espaço público. Detailed plan and section of the public space.

espaço público . public space Espaço público formado por fatias com diferentes identidades: várias matérias, diferentes usos, atmosferas distintas. Public space made of slices, with different identitys: several materials, different uses, distinct atmospheres.

23


03 Located in an area between two historical poles of the city, the square appears in an urban consolidated tissue with a variety of activities but with poor residual voids and decharacterized by street traffic, with a notable building in the center of great symbolic value, the Memory Church. So the aim is the space qualification and the unification of the various activities in the area in a single center pole of the neighborhood, being the binder it’s own public space, and the symbol, the Memory Church. It’s proposed a formal delimitation of the square with low volume housing buildings and a hotel with a straight connection to the square, besides other activities that connect with the surrounding urban fabric, and the enhancement of the symbolism and centrality of the Church that exists in the center with greater nobility. It’s formed a representation square, but also of neighborhood experience.

Localizada numa área entre dois pólos históricos da cidade, a praça surge entre um tecido urbano consolidado com diversidade de actividades mas com vazios residuais pouco qualificados e descaracterizada pela circulação viária, com um edifício notável no seu centro de grande valor simbólico, a Igreja da Memória. O objectivo é assim a qualificação do espaço e a unificação das várias actividades presentes na zona num único pólo centralizador do bairro, sendo o aglutinante o próprio espaço público, e o símbolo, a Igreja da Memória. Propõe-se uma delimitação formal da praça com edifícios de habitação de pouca volumetria e de um hotel de ligação estreita à praça, além de outras actividades que fazem a ligação com o tecido urbano envolvente, e o enaltecer do simbolismo e centralidade da Igreja que surge no centro com maior nobreza. Formase uma praça de representação, mas também de vivência bairrista.

PRAÇA DA

MEMÓRIA

MEMORY Lisboa, 2009

25


@ lisboa

1910 Palácio da Ajuda

Terreiro do Paço

Belém

contexto . context ANÁLISE

26

BELÉM - AJUDA

SWOT ANALYSIS

STRENGTHS . FORÇAS

WEAKNESSES . FRAQUEZAS

Tecido urbano consolidado. Edificado de baixa volumetria. Forte vivência da rua - carácter de bairro. Igreja da Memória, monumento nacional. Associações de valor social: Instituto de Apoio à Criança Comité Olímpico de Portugal Instituto Português dos Museus Diversidade de actividades. Zona predominantemente habitacional. Proximidade a núcleos históricos: Belém e Ajuda. Área com orientação a sul. Consolidated urban fabric. Low scale buldings. Strong street espirit - neighborhood character. Memória Church, nacional monument. Associations of social value: Children’s Support Institute Portuguese Olimpic Committe Portuguese Museums Institute Diversety of activities. Residential area. Next to historic polos: Belém and Ajuda. South oriented area.

Estacionamento em excesso e irregular. Espaço público fragmentado. Terrenos residuais - ruptura no bairro. Degradação de algum edificado. Degradação do espaço público. Conflitos de circulação viária e pedestre. Barreiras à mobilidade: passeios insuficientes; diferentes cotas sem ligação; transportes públicos insuficientes. Espaço central e monumento sufocados pela estrada. In excess and irregular parking. Fragmented public space. Residual land - fracture in the neighborhood. Degradation of some buildings. Degradation of the public space. Conflicts in the auto and pedestrian circulation. Mobility barriers: insufficient sidewalks; different levels without connection; insufficient public transportation. Central area and the monument constrained by the road.

OPPORTUNITIES . OPORTUNIDADES Dignificar o espaço público circundante à Igreja da Memória, mantendo-a como ponto notável do largo. Transformar o Largo numa Praça, relacionada com toda a envolvente habitacional e equipamentos. Unificar os fragmentos de espaço público, resolvendo os conflitos com os eixos viários e controlando o estacionamento. Aposta em três vocações: o estar colectivo o turismo a cultura PRAÇA DA MEMÓRIA como uma oportunidade para organizar o tecido urbano da área - um pólo público unificador. Dignify the public space surrounding the Memória Church, maintaining it as a remarkable point of the square. Transform the space in a Square, connected with the residential surroundig and equipments. Unify the public spaces fragments, resolving the conflicts with the roads and managing parking. Investment in three vocations: the colective living the turism the culture MEMORY SQUARE as an opportunity to organize the urban fabric of the area - a public polo that unifies.

THREATS . AMEAÇAS Crescimento da insegurança. Aumento da degradação do edificado histórico. Degradação e abandono do espaço público. Densificação em altura da área. Marginalização da zona nos circuitos nobres da cidade. Perda do seu valor distinto: edificado pós-industrial e de baixa volumetria; estrutura social específica e seu “bairrismo” Envelhecimento da população. Rise of the insecurity levels. Increase of the historic buildings degradation. Degradation and abandonment of the public space. Height densification of the area. Marginalization of the area of the city noble circuits. Loss of its distinctive value: post-industrial and low volumetric buildings; especific social structure and its street spirit. Aging population.


EDIFICADO BUILDINGS

Igreja da Memória Memory Church

Comité Olímpico de Portugal Portuguese Olimpic Committe Instituto de Apoio à Criança Children’s Support Institute

ESPAÇO PÚBLICO PUBLIC SPACE

Passeios Sidewalks

Espaço residual Residual zone

EIXOS VIÁRIOS ROADS

ÁREA DE INTERVENÇÃO INTERVENTION AREA

Instituto Português dos Museus Portuguese Museums Institute

conceito . concept

o PALCO the STAGE Actual: largo abandonado e igreja num espaço público indeferenciado. Current: abandoned space and the church in an ordinary public space.

Proposta: Edifício notável sobre um pedestal, centro simbólico à volta do qual a praça se constroi. Proposal: Remarcable bulding in a pedestal, simbolic center around which the square is organized.

27


Alterações no edificado . Buildings changes Demolições . demolitions Construções . constructions

Programa . Activities Hotel . hotel Comércio+habitação Commerce+housing Instituição . institute Serviços . services Habitação . housing

Planta da proposta Site plan

desenho urbano . urban design 28


Planta da proposta ao nivel do solo Site plan at ground level Hotel . hotel Comércio . commerce Instituto de Apoio à Criança Children’s Support Institute Ateliers/serviços . woorkshops/offices Habitação . housing Acessos verticais . vertical acess

Corte A Section A

Corte B Section B

Corte C Section C

Corte D Section D

0

20m

29


04 In a contemporary society, that stands today on a vital mainstay of global communications network made of physical infrastructures and digital systems that create a world where we are partners in permanent contact and movement, the challenge is to search for a novice model of construction, one capable of blending in the urban tissue, through cities and spaces to inhabit, alongside human streams, values trade and exchanging data. The project promotes this new order through a morphologic and functional juxtaposition of the railroad infrastructure from an exact location in the city, apace with a digital interface within the global network. The proposal turns out to be a web of linear elements that develop according to various guidelines, which relate to each other and create moments of contact and moments of detachment, or of overlapping and union, between volumes where there is a hybrid program complementary to the associated transport interface. Through the association between moving systems we explore the constant pulse of the metropolis, which is integrated into the architectural space and creates a dynamic of continuous and diversified use of the space. Overall the project is a form of transposition between the banks of the railway line, a network that because of its morphology and associacion to the infrastructure gains a strong symbolism in the urban context, structuring it and making it an integrated interface between the local and the global.

Numa sociedade contemporânea, cujo suporte vital é uma rede global de comunicações composta por infraestruturas físicas e por sistemas digitais que criam um mundo onde somos interlocutores em contacto e trânsito permanente, o desafio passa pela procura de um novo modelo de construção integrada e coesa do território, da urbe e dos espaços de habitar em consonância com os fluxos de pessoas, valores e dados em circulação. O projecto promove esta nova ordem através da integração morfológica e funcional da infraestrutura férrea com o tecido urbano de um ponto da cidade, em paralelo com a criação de um interface digital de contacto com a rede global. A proposta é assim uma teia de elementos lineares que se desenvolvem segundo varias orientações, que se relacionam entre si e criam momentos de contacto e momentos de afastamento, ou de sobreposição e união, entre volumes onde se insere um programa híbrido complementar ao interface de transportes a que se associa. Através da associação entre sistemas em movimento explora-se o pulsar constante da metrópole, que é integrado no espaço arquitectónico e cria-se uma dinâmica de funcionamento contínuo e diversificado do espaço. Fisicamente o projecto constitui uma forma de transposição entre as margens da linha férrea, uma rede que pela sua morfologia e associação à infraestrutura ganha um forte simbolismo no contexto urbano, estruturando-o e tornando-se num interface integrado entre o local e o global.

PLATAFORMAS

EM REDE Lisboa, 2010

31


@ lisboa via férrea

Terreiro do Paço

contexto . context

Belém

LOCAL

GLOBAL

ESTAÇÃO DE ENTRECAMPOS-POENTE STATION

Mapa mundial de ligações de internet. Worldwide map of internet connections.

32

PONTO na rede física + rede virtual = rede global POINT in the physical network + virtual network = global network E AND anti-camuflagem anti-camouflage


ROME

NEW DELHI

TOKYO

LONDON

A via-férrea, devido ao seu carácter especializado e exigências técnicas, provoca uma ruptura no tecido urbano, fragmentando em partes esta zona da cidade. Forma um canal de território de ninguem com duas margens urbanas sem capacidade de comunicação. The railway, due to the specialized nature and technical requirements, causes a fracture in the urban mesh, fragmenting into parts this city area. It creates a no-one’s land canal with two shores with very less communication.

PLATAFORMAS EM REDE NETWORK PLATFORMS definição: Plataformas que visam a integração morfológica da via-férrea na cidade, a estruturação da cidade contemporânea e a criação de sinergias entre a rede global e a realidade local. COMO? Sendo uma estrutura de ligação entre dimensões da rede de comunicações/informação digital e a rede física de transportes E uma estrutura de ligação entre margens do tecido urbano. definition: Platforms that aim to make a morfologic integration of the railway in the city, the contemporary city organization and the creation of synergies between the global network and local reality. HOW? Being a connection structure between dimensions of the digital comunication/information network and the physical transportation system AND a connection structure between shores of the urban mesh.

desafio . challenge

princípios . principles 1. Transposição da ruptura - PONTE. Fracture transposition - BRIDGE. 2. Novo paradigma urbano - REDE. New urban paradigm - NETWORK.

33


CENTRAL INTERFACE LINE

SPO

SPORTS RTS SERVICES TER N E C

EDUCATIONAL

HOUSING

S

INI

ADM

Y/ ENC

AG

ON

TI TRA

HOU SING

RESTAURANT

MEDIALIBRARY

COMMERCE

ATR IUM

TRAIN

CONCEITO PROGRAMÁTICO PROGRAM CONCEPT

conceito . concept CONCEITO VOLUMÉTRICO VOLUMETRIC CONCEPT INTERFACE E PONTE INTERFACE AND BRIDGE

34

Planta de localização Location plan

PONTE=PLATAFORMAS BRIDGE=PLATFORMS

SUB-PLATAFORMAS SUB-PLATFORMS

ROTAÇÃO E INFLEXÃO SPIN AND INFLECTION

ROTAÇÃO E INFLEXÃO SPIN AND INFLECTION

EXTENSÃO EXTENSION

=


Planta de implantação Site plan

forma . form 35


36

-2

Planta à cota 63.00m Plan

0

Planta à cota 71.00m Plan

-1

Planta à cota 66.00m Plan

1

Planta à cota 74.00m Plan

0

1

Planta à cota 74.50m Plan

Planta à cota 70.50m Plan


2

Planta à cota 78.50m Plan

4

Planta à cota 86.00m Plan

3

Planta à cota 82.50m Plan

5

Planta de cobertura . Top plan

37


CENTRAL GREEN PATH

GREEN PATH SOUTH SIDE

acess auto parking

ATRIUM RECEPTION

BAR

MEDICAL CENTER

ADMINISTRATION OFFICES

CHANGING ROOMS

TECHNICAL FACILITIES

GREEN PATH NORTH SIDE

GYM - MAIN ROOM ROOF- EXTERIOR

NORTH MARGIN SQUARE

GYM - SECONDARY ROOM

LOUNGE

GROUP LESSONS ROOMS

LOUNGE

OFFICES

WC

ATRIUM RECEPTION

HOUSING BLOCK

Perspectiva do รกtrio. Atrium perspective. EDUCATIONAL SERVICES

WORKSHOP ROOM 2

ADMINISTRATION OFFICES

WC

COMMERCE

NORTH MARGIN SQUARE

INFORMATION AGENCY

AUDITORIUM STORAGE

CAFETERIA

CYBER POINT STORE

INDIVIDUAL PUBLIC OFFICES

HOUSING BLOCK

acess auto parking

ATRIUM RECEPTION

SOUTH MARGIN SQUARE

LIBRARY MAIN ROOM

WC ATRIUM CLOAK ROOM ASSISTANCE

STUDIO/LABORATORY

CYBER CAFE

MULTIMEDIA ROOMS x3

COMMERCE

WC

WORKSHOP STORE ROOM 1

SERVICE OFFICES

ATRIUM

TRAINS

Planta e corte de escadas no รกtrio. Plan and section of the atrium stairs.

DIAGRAMA FUNCIONAL FUNCTIONAL DIAGRAM

Corte A - Plataforma de Interface Section A - Platform of Interface Plataforma central que consiste no prolongar do interface de transportes. Funciona como a espinha dorsal da rede programรกtica que se desenvolve nas plataformas inferiores e superiores. Central plataform defined as the extension of the transport interface. Works as the spine of the programatic network that exists in the upper and lower platforms.

38


Corte B Section B

Corte C Section C

39


Corte D Section D

Corte E Section E

40


Corte F Section F

Corte G Section G

41


volumetria . volumetry ZINC

SPORTS PLATFORM inferior transposition

GLASS & ACRYLIC

SPORTS PLATFORM

connection platform to bairro do rego

HOUSING BLOCK south margin

LIMESTONE

SERVICES PLATFORM HOUSING BLOCK

north margin

ORGANIC

WOOD

open-air auditorium

BLACK

ADMINISTRATION PLATFORM

GLASS

floor

north margin square SCREED

connection platform to Avenidas

MEDIA LIBRARY PLATFORM

south margin square

PINE

PLASTERBOARD

MATERIAIS . MATERIALS

railway

lower transposition shaft

EDUCATIONAL CENTER PLATFORM

green path railway 2x

INTERFACE PLATFORM railway

materialidade . materiality 42

CONCEITO ESTRUTURAL STRUCTURAL CONCEPT

Planos de betรฃo Concrete walls

Treliรงa de Vierendeel Vierendeel truss


Corte da fachada superior . Section of the superior facade.

43


44

Corte da fachada inferior . Section of the inferior facade


Pormenorização da porta de acesso à Mediateca. Detail drawings of the acess door to Media Library.

Superfícies como meio de comunicação visual. Surfaces as a mean of visual communication. Arquitetura como Architecture as

INTERFACE LED PANELS

night time COMMUNICATION

IMAGE PROJECTION

LED PANELS

day time ENERGY

TRANSPARENCY

ICONOGRAPHY

LOW/HIGH RELIEF

ELECTRONIC BOARDS

DIGITAL INTERFACE

Perspectiva da zona de acesso a sul. Outlook of the south acess area.

detalhe . detail 45


LISBOA 2012


Portfolio