Deccs Skateboarding Magazine #26 - Revista Skate

Page 1



SKATE AM // IND & EDIT

Fotógrafo: Andre Henrique Insta: @andreskt2014

DOUGLAS OLIVEIRA

insta: @douglaskt_ Manobra: Flip

Editorial

///////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////////// DIRETOR EDITORIAL : ANDRE PAIVA Editor Revista : ANDRE PAIVA REVISÃO : DECCS MAGAZINE

Indice

REDAÇÃO: DECCSMAGAZINE CORREÇÃO: DECCS MAGAZINE COMERCIAL: A N D E R S O N F E R N A N D E S ASSINANTES : www. SHOP.DECCSMAGAZINE.COM.BR

CAPA - ROB LIBERATO:

EDIÇÃO: NOV DIA 11 ED: N26

A REVISTA DECCS MAGAZINE É UMA PUBLICAÇÃO DECIMAL DCS Agradecimento e novidades

ANDRE PAIVA

Salve!! Eu sou Andre Paiva satisfação total, Chegamos na edição N26, gratidão a todos que estão abraçando a Revista Deccs Magazine de uma maneira incrível e acolhedora, Gratidão por todos que estão na edição N26 e aceitaram o desafio de tão pouco tempo. Gratidão também a todos os Fotógrafos e todos os leitores que estão sempre marcando presença nas edições Decimal.

10-15

ANUNCIO - COMPLY:

02

FLOWAM -JOÃO VITOR :

04

FLOWAM - KELVIN HOFFMANN:

05

FLOWAM - LEANDRO OLIVEIRA:

06-07

FLOWGIRL - MAYTÊ PIRES:

8-9

FLOW-MIRIM - KAUAN OLIVEIRA:

16

FLOW-INICIANTE - GUSTAVO DORNELLES:

17

CLICK - GUSTAVO SILVA:

24-25

MATERIA - RESTAURANDO A HISTÓRIA: TRIP - IZAEL MIRANDA:

26-27 28-31

CAPA: Rob Liberato esta em nossa capa de Nov - N26 com um FS NOSEGRIND incrível, com foto de @ronielfonseca, acompanhe a Entrevista inédita. Corre lá Pag, 10-15.

 Deccs Magazine - 03


FLOW-AM // SKATE AMADOR

JOÃO VITOR 21 Anos, 8 anos de skate, Pouso alegre mg @Passobatido_skt Se apresente aos leitores? Sou João vitor cabral skatista de 21 anos amador Como é a cena local AM de sua cidade? Ta crescendo cada vez mais. Como esta sendo sua correria no Cenário Amador local? Sempre gravando cada vez mais e andando em qualquer lugar e viajando sempre conhecendo picos novos. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Sim estou gravando a minha video parte. Quais são seus patrocínios? Meu tio Fabricio que me ajuda e me apoia em tudo no skate! Hoje oque o cenário de skate local de sua cidade precisa para trazer novos praticantes? Mais lugares pra andar skate e revitalizar os lugares que ja tem ! Para finalizar, deixe uma mensagem para os Leitores? Deixe seu agradecimento. Obrigado a todos que sempre me apoiaram meus amigos , Gabriel Guedes , Gabriel Silva , Eduardo Bueno , Leandro da estylo de rua , William Arrelaro e Diego ! Fotógrafo Groselha pela oportunidade e pra finalizar Fabrício Cabral 04 - Deccs Magazine

Foto: Diego Andrade Insta: @diogoandradefotografo Manobra: Flip


SKATE AMADOR // FLOW-AM

KELVIN HOFFMANN 21Anos, 13 anos de skate, Braço do Trombudo - SC @_kelvinsk8_ Se apresente aos leitores? Meu nome é Kelvin F. Hoffmann vulgo Preto, tenho 21 anos e sou natural de Santa Cecilia SC. Ando de skate a 7 anos e sou apaixonado pelo esporte e pelas oportunidades que ele proporciona. Como se interessou pelo skt? Me interessei pelo skate quando recebi uma revista IT no colégio e vi uma matéria sobre o eterno Charlie Brown Jr. onde tinha uma foto dele manobrando na rampa. Depois desse dia sem muita condição comprei meu primeiro skate, com ajuda do meu pai. Ele não conhecia muito o esporte e mesmo assim me deu um skate e foi com ele que tive meu primeiro contato com o esporte. Sua família te apoiou? Meu pai me apoiou e me ajudou a comprar o primeiro skate, por problemas familiares, mudei de cidade com a minha mãe que nunca me apoiou muito. Nessa cidade onde eu morava esse tipo de esporte era visto como um caminho para as drogas. Por não ter um espaço adequado, meus primeiros roles foram em uma rodoviária local onde tinham vários manos que andavam e me ajudaram a evoluir no esporte. Quais são seus patrocínios? No momento nenhum. Mais correndo atrás pra realizar meu sonho! Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? No momento não estou filmando. Mas tenho imagens e vídeos guardados pra projetos futuros. E música, qual som instiga você nos roles? Rap gringo e rap nacional. (Ex: Racionais, Sabotage e Tupac) Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Ativa quando possível. Agora por conta da pandemia está mais parada, mais pretendo sempre evoluir cada vez mais com o skate na ponta do pé. Para finalizar, deixe uma mensagem para os Leitores? Não importa as dificuldades que passem, além de aprender com elas, voce se torna mais forte e persistente. Não deixem o julgamento dos outros atrapalhar o seu corre. Vá atrás do que é seu e faça o seu sonho acontecer. Uma frase? Um bom lugar se constrói com humildade, é bom lembrar. - Sabotage

Foto: Luiz Silva Minymen Insta: @luizsilvaminymen Manobra: Flip de From Deccs Magazine - 05


FLOW-AM // SKATE AMADOR

a tomar gosto, sempre pegava o skate emprestado daí teve um dia que fui com minha mãe comprar algumas coisas aqui no centro da cidade e vi alguns skates na parede de uma loja , pedi pra minha mãe comprar mais ela não queria , depois de eu ter chorado muito ela comprou um pra mim e voltei pra casa felizão , depois desse dia nunca mais parei de remar.

LEANDRO OLIVEIRA 17 Anos, 8 anos de skate, Goiânia-GO @_leandrooliveiraskate

Se apresente aos leitores? Salve galera meu nome é Leandro tenho 17 anos e sou skatista de Goiânia GO . Como se interessou pelo skt? Meu irmão mais velho andava de skate com alguns amigos dele e eu comecei

Sua família te apoiou? No começo sim porque acharam que era uma coisa passageira e que eu iria parar qualquer hora , Hoje em dia não me apoiam tanto , e sempre perguntam se eu não vou arrumar um emprego , e até quando vou andar nessa TÁBUA . Quais são seus patrocínios? No momento estou na Simpleskate , Keeppushing , Dezzenskateshop e AGSK8. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Sim, estou filmando uma vídeo parte para a Simpleskateboards , Estou

filmando também para um projeto de VX Juntamente com Matheus ferreira e Laura Resende e um outro vídeo com algumas manobras minhas. E música, qual som instiga você nos roles? Eu gosto de um pouco de tudo , de um rap , e aquele trap pra animar. Como esta sendo sua correria no cenário Amador? Esse ano apesar da pandemia muitas coisas boas tem acontecido. Eu entrei na Simple Skateboards que é uma marca aqui de Goiânia que tem projeção nacional e isso tem sido muito bom pra minha evolução e está me fazendo enxergar como funciona o “Game”. Para finalizar, deixe uma mensagem para os Leitores? Persistem , que uma hora da tudo certo. Uma frase? Você consegue fazer mais coisas do que você pensa.

Foto: Barbara Oliver Insta: @Barbaraoliverphoto Manobra: Bs Smith

06 - Deccs Magazine


SKATE AMADOR // FLOW-AM

Foto: Betão Owvena Insta: @betao_owvena

Manobra: Flip

Deccs Magazine - 07


FLOW-GIRL // SKATE FEMININO

MAYTÊ PIRES 9 Anos, 5 anos de skate, Cabo de Santo Agostinho @mayte_skate

Se apresente aos leitores: Me chamo Maytê Pires sou skatista do Cabo de Santo Agostinho Pernambuco tenho 9 anos e amo muito andar de skate. Quando você começou a andar de skate? Como foi esse começo? Eu comecei a andar de skate quando meu pai ia me buscar na escola e me levava pra pista para eu ver as pessoas andar de skate. Aí um dia ele pediu o skate do colega dele emprestado e me colocou em cima e eu amei e me diverti bastante. então meus padrinhos Luciana e Matteo me deram o meu primeiro skate daí não parei mais. Qual foi o maior incentivo? Os meus pais que sempre me incentivaram e me levaram para as pistas e campeonatos me ajudando a manter o foco e fazer com que sempre fosse uma diversão. Qual manobra foi a mais difícil? Até agora está sendo o flip mais tenho fé que esse ano ainda eu acerto. Que tipo de som você curte ouvir para andar? Rap e rock Você tem patrocínios ou apoios? Sim tenho da woodligth e apoio da strongertrucks Qual o seu maior sonho? Ser campeã mundial participar das olimpíadas e viajar pra Califórnia. 08 - Deccs Magazine

Foto: Well Rodrigues Insta: @well.gordoskt

Manobra: Ollie

O que você tem feito hoje? Tem algo a nos contar sobre os seus treinos e planos futuros? Eu treino todos os dias a noite na pista do parque da cidadania no cabo de santo agostinho e 3 vezes na semana meus pais me levam para a pista do Parque Santos Dummont em Recife para treinar.

Fale um pouco sobre seu foco para 2020? Esse ano estou treinando bastante pra aperfeiçoar as manobras e focada em aprender outras. Fique à vontade para se expressar a todos que estão lendo sua entrevista? Gostaria de agradecer a todos que me apoiam e me incentivam e dizer que eu amo muito o skateboard ...e que o skate é pra todos E por mais garotas no skate.

Maior dificuldade em ser skatista na sua área? É encontrar competições para a minha categoria aqui em Recife e no meu estado e pistas de qualidade para poder treinar, falta de apoio e patrocínio para Uma frase? Não desista dos seus sonhos poder viajar e competir.


SKATE FEMININO // FLOW-GIRL

Foto: Well Rodrigues Insta: @well.gordoskt

Manobra: Ollie Deccs Magazine - 09


N

NA EDIÇÃO DECIMAL DESSE MÊS NA DECCS MAGAZINE ESTAMOS TRAZENDO UM POUCO DA VIVÊNCIA DESSE SKATISTA QUE TEM 30 ANOS E 20 DE SKATE DA CIDADE DE MARINGA -PR, COM MUITO SKATE NA VEIA E BASTANTE TECNICO EM SUAS "MANOBRAS" REPRESENTANDO O SKATEBOARD BRASILEIRO... CONHEÇA UM POUCO DA HISTÓRIA DO ROB LIBERATO ... "SKATE AMADOR" Insta: @rob_liberato

ENTREVISTA POR DECCS MAGAZINE

FOTOGRAFO: RONIEL FONSECA INSTA - @RONIELFONSECA MANOBRA - BS 180 FAKIE NOSEGRIND REVERSE 10 - Deccs Magazine


Salve! Rob é incrível ter você aqui na revista, conte para os Leitores quem é Rob Liberato ? Salve geral que lê a revista Deccs Magazine! Meu nome é Rob Liberato, tenho 30 anos e 20 de skate. Sou de Maringá, do interior do Paraná. Comecei a andar de skate no final dos anos 90 pra começo de 2000, por conta de dois vizinhos meus o Lucas e o Thiago. Via eles andando na frente de casa e um dia pedi o skate de um deles emprestado pra tentar andar e até hoje nunca mais parei, um amor que dura 20 anos e vai durar até o fim da minha vida! Rob como é ter essa facilidade de executar as manobras tão perfeitas e com muita facilidade, conte um pouco sobre? Então, não é muito a facilidade, é que como você anda todos os dias e fica tentando todo dia as mesmas manobras, uma hora elas ficam no pé que não tem mais como errar. Mas ainda vou levar anos para deixar perfeitas, porque não busco a manobra perfeita, porém busco a manobra executada pra me deixar feliz. Aquela que você acerta e diz: putz! ganhei o dia. Posso ir pra casa satisfeito, mesmo sendo um ollie, porque skate é isso, diversão! Como foi se adaptar e ainda conseguir evoluir nessa situação global que estamos vivendo hoje do Covid-19? No começo foi bem difícil pra mim. Fui despedido do meu emprego e ficamos de quarentena. Porém teve uma coisa boa após a quarentena, como estava desempregado consegui firmar bastante material e fotografar, pois andava todos os dias, só pensava em skate 24 horas e mais nada! Me senti no começo do meu skate quando era só andar e deixar fluir. Já hoje não estou conseguindo andar muito, porque já voltei a trabalhar e como minha renda não vem do skate, estou me dedicando um pouco mais a meu trabalho e família, mais ando de skate pelo menos 2 horas por dia na parte da noite. Conte sobre seus treinos e preparos físicos ? Acho que essa de treino é mais para os caras dos jogos olímpicos, mas isso está bem longe da minha realidade. Deccs Magazine - 11


CAPA // SKATE PRO

FOTOGRAFO: RONIEL FONSECA INSTA: RONIELFONSECA MANOBRA: DROP 12 - Deccs Magazine


Não digo que não quero fazer parte disso, mas por enquanto só quero focar em filmar e fotografar e viajar. Quanto aos meus preparos físicos, às vezes dou umas corridas com a minha noiva em volta do bosque, faço um alongamento em casa. Porém isso é uma coisa que eu quero mudar na minha rotina, porque já passei dos 30 e o nosso corpo não e mais o mesmo. Quero fazer uma alimentação mais saudável, porque a minha está bem zoada kkkkkk Vivo a base de lanches e salgados kkkkkkkkk. Fala um pouco de suas novidades no cenário Amador? Acho que novidades não tenho nenhuma, como esse ano foi bem zoado por conta da Covid-19 não rolou muitos eventos, até rolou uns online mais acabei não participando, porque estava mais focado em coletar material para minha vídeo parte. Rob você esta trabalhando em alguma vídeo parte? Estou sim! Já venho coletando material há quase 3 anos, todas as fotos que estão na entrevista e na capa são da vídeo parte que sai em breve... Fala um pouco sobre a video parte ? Estou tentando fazer uma vídeo parte bem legal, com um som da hora e umas manobras diferenciadas. Pra bem dizer uma parte dos anos 2000, sem muita edição, transições. Estou tentando trazer aquele skate mais cru das ruas, acho que combina mais com meu estilo rs. Tem bastante imagem em Barcelona, São Paulo, porém a maioria das imagens são da região de Maringá. Conta um pouco sobre seus patrocínios e apoios que fortalece seu skate no dia a dia? No momento estou só com a Rose Skateboards que é uma marca que eu criei recentemente. Tenho tentando ajudar amigos do skate com esta marca e me encaminhar para o profissionalismo. Oque tem por vim para o ano de 2021? Acredito que o profissionalismo, um sonho de criança que está se tornando realidade! A minha vídeo

FOTOGRAFO: RONIEL FONSECA INSTA: RONIELFONSECA MANOBRA: BS HEEL FLIP

parte também sai no começo do ano e nela tem muito sangue e dedicação. Também acredito que terá uma viagem para os Estados Unidos, se Deus quiser. Conte sobre alguma Trip que marcou sua caminhada no skate ? Marcou muito a minha trip para Barcelona, onde conheci muita gente e culturas diferentes. Lá eu realmente vivi o skate! Lá é tudo perfeito, o chão, as ruas, os picos então nem se fala! Acho que ir para Barcelona é o sonho de qualquer pessoa que anda de skate. Lá você realmente anda de

skate sem preocupação com nada. É só você e seu skate e nada mais, tirei muito aprendizado dessa viagem. Como esta sua caminhada para se profissionalizar? Está sendo bem complicado agora nessa reta final, pois estou com pouco tempo para organizar o material necessário para meu pedido ser aprovado pela CBSK. Em agosto passei para profissional por conta própria, mas ainda preciso da aprovação da comissão técnica. Mas acredito em Deus, que no final vai dar tudo certo e estarei iniciando o ano de 2021 como profissional! Deccs Magazine - 13


Conta um pouco sobre sua correria em competições ? Nesses dois últimos anos não estou participando de muitos campeonatos, pois quase metade de 2019 foi focado na minha ida à Barcelona e agora em 2020, com essa pandemia, ficou mais difícil ainda. Mas creio eu, que no início do ano que vem já vou me programar para os campeonatos futuros e quem sabe até o Tampa Pro rs. Porque pra Deus nada é impossível. Até onde o skate já levou você? O skate me levou para vários lugares, conheci várias pessoas, histórias de vidas diferentes... tudo que eu tenho hoje é por conta do skate. Não digo bens materiais, mas sim o conhecimento que adquiri com ele. Oque o skate proporcionou para sua vida? O skate mudou e vem mudando a minha vida constantemente. Mudou meu jeito de olhar para as coisas, mudou meu jeito de lidar com certas questões, me deu amigos que vou levar para vida toda. Como ando desde criança, me afastou também do caminho das drogas, caminho esse que só tem duas portas, ou destruição da família ou cadeia. Para finalizar, Deixe sua mensagem? SKATE COM CRISTO, PORQUE SEM ELE NÃO SOMOS NADA! Agradecimentos? Primeiramente gostaria de agradecer a Deus; à revista Deccs por estar me proporcionando esse sonho; meu pai e minha mãe que sempre me apoiaram, até nos momentos mais difíceis; minha noiva Rosana que está junto comigo pra tudo e que é minha eterna companheira; e meus amigos, em especial, o Tairan Natan que vem me ajudando muito nesses últimos meses, ao Roniel Fonseca que me ajudou com as fotos dessa entrevista e da capa (o cara a e foda! Deem uma olhada no insta dele depois), e ao Thiago Louzada e Lucas Leonardo por terem me apresentando ao skate. Obrigado a todos de coração! SKATE OR DIE.

14 - Deccs Magazine

FOTOGRAFO: RONIEL FONSECA INSTA: RONIELFONSECA MANOBRA: FS 50-50


FOTOGRAFO: RONIEL FONSECA INSTA: RONIELFONSECA MANOBRA: FS NOSEBLUNT

Deccs Magazine - 15


ESPAÇO // FLOW-MIRIM

Se apresente aos leitores? Meu nome é Kauan Henrique Oliveira da Silva e sou skatista mirim. Como se interessou pelo skt? Eu estava assistindo televisão aí passou um campeonato de skate aí eu pedi um skate para o meu pai no dia seguinte ele me deu um skate aí eu todo empolgado fui correndo pra pista perto de casa aí eu vi dois muleques andando de skate aí eu perguntei como é que dropa aí eles me ensinaram ai eu consegui desde então nunca mais parei.

KAUAN OLIVEIRA 14 Anos, 2 anos de skate, São Paulo

E música, qual som instiga você nos roles? Trap e rap

Como esta sendo sua correria no cenário Mirim? Está sendo muito especial pra mim aprendendo manobras novas amizades correndo campeonato de vez enquanto. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Não mas pra frente eu quero pensar nisso agora só diversão. Para finalizar, deixe uma mensagem? Skate não é fácil mas não é impossível. Agradecimentos? André Henrique alohaaa Uma frase? Skate hoje skate amanhã skate sempre

@Kauan.de.oliveira

Foto: Andre Henrique Insta: @andreskt2014 Manobra: Ollie 16 - Deccs Magazine


FLOW-INICIANTE // ESPAÇO

Se apresente aos leitores? Salve firma, sou Gustavo Dornelles moro no interior de MS e ando de skate na rua sempre catando os pico e mantendo a essência. Como se interessou pelo skt? Com meu irmão que morava na capital e voltou para o interior e andava de skate, foi onde surgiu minha vontade e consegui meu primeiro skate trabalhando com meu tio como pintor.

GUSTAVO DORNELLES 19 Anos, 5 anos de skate, Água Clara - MS @dornellesskt

Sua família te apoiou? Eles sempre me apoiam como podem seja com palavras ou as vezes peça, isso foi muito importante pra eu não desanimar. E música, qual som instiga você nos roles? Rap Nacional e Hip-Hop gringo 90s

Como esta sendo sua correria no cenário Iniciante? To sempre andando na rua e tentando me manter ativo e gravando, por conta da pandemia quase não estou saindo do interior para ter outras vivências e colar nos eventos. Esta filmando para alguma vídeo parte? Qual? Ainda não, mas estou produzindo na rua com meus amigos para um futuro projeto de vídeo da nossa Crew Clarcyborg. Para finalizar, deixe sua uma mensagem para o Cenário ? Nunca desanime do skate, sempre ande por amor e pela verdade e as coisas vão acontecer com o tempo, assim como eu agradeço todos da Deccs pelo espaço Uma frase? Valorize o skate de rua

Foto: Elio Angelo Insta: @knlsktbrd Manobra: Pop Shove It

Deccs Magazine - 17


CHECK

ESPAÇO

Skatista: Ricardo Porva Instagram: @ricardoporva

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto Manobra: Switch Backside Tailslide



CHECK

Fotógrafo: André Henrique Insta: @andreskt2014 Manobra: Backside Tailslide

Fotógrafo: Marcos Uda Insta: @Japa.blessing Manobra: Fs bigspin heelflip

SKATER: CHENCE NOVAES - INSTA : @CHENCE.BLESSING

SKATER: LUCIANO MONTEIRO - INSTA : @LUCIANOMONTEIRODOSSANT

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto Manobra: Ollie Melon

SKATER: YAN PABLO - INSTA : @YANPABLO.ONEILL 20 - Deccs Magazine


Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto Manobra: Switch Ollie

SKATER: RAFAEL PETRY - INSTA : @RAFAELPETRYSKT

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto Manobra: Backside Tailslide

SKATER: PEDRO HENRIQUE - INSTA : @INSTAPEDROSKT

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto Manobra: Backside Crooked

SKATER: CAIO CRUZ - INSTA : @CAIO_JHOVEM Deccs Magazine - 21


CHECK

Fotógrafo: André Henrique Insta: @andreskt2014 Manobra: Bs feeble grind

Fotógrafo: André Henrique Insta: @andreskt2014 Manobra: Bs Board slide

SKATER: PAULO GALERA - INSTA : @PAULOGALERA

SKATER: RAFAELA MURBACH - INSTA : @RAFAELAMURBACH

Fotógrafo: Elio Angelo Insta: @Knlsktbrd Manobra: Pop Shove It

SKATER: GUSTAVO DORNELLES - INSTA : @DORNELLESSKT 22 - Deccs Magazine


Fotógrafo: André Henrique Insta: @andreskt2014 Manobra: Croocked

SKATER: BRUNO MOMBAQUE - INSTA : @BRUNOMOMBAQUE

Fotógrafo: André Henrique Insta: @andreskt2014 Manobra: Fs Board slide

SKATER: TIAGO ANTUNES - INSTA : @PICOMANO

Fotógrafo: Arquivo Pessoal Manobra: Ollie

SKATER: VANESSA PATERNOLLI - INSTA : @VANESSAPATERNOLLI Deccs Magazine - 23


ESPAÇO // CLICK

GUSTAVO SILVA @gustsilvaphoto

Quando você começou a fotografar e de onde surgiu a ideia? Comecei a fotografar em 2017, e foi através do skate, e de lá pra cá não parei mais, é uma união dessas coisas que eu amo fazer e viver, skate e fotografia. O que te levou a fazer fotos de esportes radicais? Sempre nos rolês eu era o cara que tava disposto a fazer as imagens, fotografar e filmar, e nisso só foi almentando a paixão por isso, procurando sempre aprender e fazer melhor oque eu fazia. Por que o skate? Desde pequeno eu tinha um contato com skate, porém só por jogos de videogame, era vidrado em tudo que envolvia skate, mas só fui ter meu primeiro skate com 18 anos, em 2015, quando tive condição de comprar um, o começo foi esse daí digamos que o skate não brilhou pra min como sendo atleta heheh, sempre machuquei bastante, e não vinha tanta evolução, até que comecei a fazer as imagens nos rolês, o "brilho" veio disso, a paixão por tá registrando não só manobras, como também a vivência do skate com os amigos, eternizando esses momentos. Você viaja muito a trabalho? Isso é uma vantagem da profissão? Até hoje não viajei muito pra longe, só pra cidades bem próximas daqui de Uberlândia. Colar nas sessões com a galera e se divertir não tem preço, mesmo o dia sendo foda, difícil, solzão na cara, volto pra casa satisfeito. 24 - Deccs Magazine

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto

rafael eastwoart ( @instwoart ) Frontside Feeble

Qual foi o evento em que você mais gostou de trabalhar? Ou mesmo uma trip para algum lugar… Essa é foda, não consigo responder um rolê em específico, mas sempre que rola os campeonatos locais e região aqui, até mesmo os rolê do dia a dia, é prazeroso demais tá presente e fazendo as imagens. No skate, qual é o atleta que você acredita ter um grande potencial e pode se destacar nos próximos anos? Meu mano Isaías, também aqui de Uberlândia que tá evoluindo constantemente, aprendendo a cada dia, mlk é focado no que faz, acredito muito nele. Quais são os teus objetivos para o futuro? Vivendo o skate, conhecendo sempre pessoas e locais novos, contribuindo e aprendendo sempre.

Para finalizar, você é tão bom no skate quanto na fotografia? Com o skate no pé nem tanto, deixa que na fotografia eu me garanto heheheh Agradecimentos? Agradeço a todos que de alguma forma fazem parte da minha caminhada, que me ensinaram e contribuíram comigo e vice e versa, todas "cobaias" no skate que eu pude fotografar kkkkk, todos os manos que tão presentes de corpo e alma nos rolês, a deccs por ter abrido o espaço aqui, e agradeço também às duas mulheres que me criaram, minha mãe e minha avó, Elisângela e Elizabeth, mesmo não entendendo muito minha caminhada no skate, são uns dos grandes motivos por eu ser forte, obrigado!


Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto

Ricardo Porva( @ricardoporva ) Frontside Noseblunt

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto

Isaias Soares ( @Isaiassoares.skt ) Backside Tailslide

Fotógrafo: Gustavo Silva Insta: @gustsilvaphoto

Sergio Fornalha ( @sergioforna) Frontside Noseblunt Deccs Magazine - 25


A

MATÉRIA // RESTAURANDO A HISTÓRIA

RESTAURANDO A HISTÓRIA DO SKATE!

A

ntes de entrarmos diretamente no conteúdo dessa entrevista, é imprescindível entendermos um pouco sobre o tema principal. O Restauro de Shapes é uma arte pouco encontrada no Brasil. Restaurar significa consertar, recuperar, pôr em bom estado. A função do restaurador é preservar a memória, é garantir a história para as próximas gerações, intervindo o mínimo possível no trabalho original. Diante de um shape, o restaurador não cria, ele recupera o que

foi perdido pelo tempo ou pelo uso. É um trabalho minucioso, que envolve paciência, técnica, ferramentas e materiais adequados. Aqui no Brasil é impossível falar de restauro de shapes, sem mencionar Ronaldo Cassiano, mais conhecido como Rato da Rattrap. E é ele o entrevistado desta edição. Ronaldo Rato é skatista e idealizador de grandes eventos do skate nacional e responsável por trazer para o Brasil lendas como Christian Hosoi, Duane Peters, Steve

Caballero, McGill entre outros. Sua loja, a Rattrap Skate, é especializada em skates old schools, nacionais e importados, desde 2007. Ele iniciou o trabalho de restauro em 2011, quando percebeu que a história estava se perdendo pelo tempo. Seu primeiro trabalho de restauro, foi um shape da extinta marca Plâncton, model Sérgio Negão. Esse trabalho lhe exigiu muita pesquisa e dedicação e claro, por ser o primeiro, levou um bom tempo para ficar pronto.

Fotógrafo: Allison de Carvalho Insta: @allisondecarvalho

PORQUE RESTAURAR SHAPES? Rato – Pra mim, é importante preservar a história do skate nacional e internacional, respeitar a memória afetiva de quem está trazendo o shape e mostrar para as novas gerações que arte e skate caminham juntos. QUEM É O PÚBLICO QUE TE PROCURA? Rato – A maioria skatistas que andaram nos anos 80/90. Muitos são colecionadores! Alguns deles tinham o shape antigo guardado em casa, mas a maioria conseguiu adquirir somente agora, pois na época a dificuldade de acesso aos materiais, a proibição dos pais, a falta de dinheiro, eram empecilhos para aquisição. 26 - Deccs Magazine

EM QUE ESTADO OS SHAPES CHEGAM PARA VOCÊ? Rato – Em sua maioria muito danificados... Madeiras desgastadas, com várias perfurações e pouco ou quase nenhum desenho. QUAIS AS ETAPAS DA RESTAURAÇÃO? Rato – Resumidamente é lixar a peça, retirar todo o desenho original, reconstruir a madeira (quando necessário), pintar o fundo, reproduzir o desenho original, e dar acabamento com verniz para proteção e longevidade da peça.

QUAIS TÉCNICAS E FERRAMENTAS VOCÊ UTILIZA PARA O TRABALHO? Rato - Massa plástica, cola, resina, prime, verniz, tintas, lixas, solvente e muita cafeína (rs). QUANTO TEMPO LEVA PARA UMA RESTAURAÇÃO FICAR PRONTA? Rato – Varia muito de shape para shape, pois depende do estado que eu o recebo. A complexidade do desenho também influencia no prazo. Mas em média são duas semanas. QUAL A MAIOR DIFICULDADE NO RESTAURO? Rato – Sem dúvida encontrar a arte original do shape e “entrar na cabeça” do artista


para entender o sentido da sua criação sem descaracterizá-la. PORQUE EXISTEM POUCOS RESTAURADORES NO BRASIL? Rato - Talvez por ser um trabalho minucioso, que exige paciência, conhecimento da história do skate e um vasto acervo de shapes, livros e revistas, que auxiliam na consulta e pesquisa das artes. EXISTE ALGUM IMPEDIMENTO OU CRIME NA RESTAURAÇÃO? Rato - Não existe nada de ilegal em restaurar, uma vez que quando a peça chega pra mim, todas as partes envolvidas, como marca, atleta e artista, já receberam seus devidos pagamentos na época. O valor que eu recebo pela restauração é da minha prestação de serviço e nisso eu tenho todo amparo jurídico. Quando levamos um carro para funilaria, por exemplo, o funileiro não deve nada para a montadora (rs). PARA FINALIZARMOS, EXISTE CURSO PARA SE TORNAR UM RESTAURADOR DE SHAPES? Rato - É possível ser graduado em restauração de obras de arte, inclusive existe um curso de Restauro e Conservação na faculdade da PUC em São Paulo, porém, não é voltado especificamente para skate. Particularmente eu não conheço mais ninguém, além de mim, que faça esse trabalho aqui no Brasil. Nos Estados Unidos é comum encontrar restauradores de shape, porém eles usam artes em silk screen e eu faço tudo à mão livre. Mas se alguém quiser se tornar um restaurador de shapes o primeiro passo é respeitar e amar a história do skate! Texto e Fotos: Allison de Carvalho Instagram: @allisondecarvalho Onde encontrar a Rattrap: @ rattrapskate

Fotógrafo: Allison de Carvalho Insta: @allisondecarvalho

Deccs Magazine - 27


MATÉRIA // TRIP

IZAEL MIRANDA

IZAEL MIRA NDA @izaelmiranda

TRIP EM SÃO PAULO CAPITAL

Skater: Izael Miranda Instagram: @izaelmiranda Fotógrafo: Pedro Nadai Instagram: @nadai.bpm Manobra: Bs crooked

28 - Deccs Magazine


Deccs Magazine - 29


MATÉRIA // TRIP

E

Fotógrafo: Alexandre Calado Insta: @_caladoalexandre

Izael Miranda ( @izaelmiranda ) Nose blant

E

ste ano eu e minha esposa tínhamos programado de fazer uma boa viagem de férias. Mas, devido a pandemia não foi possível! Portanto, ficamos com um voucher de passagem guardado para São Paulo. Como as coisas estão voltando ao “normal” e apareceu um feriado na segunda-Feira, decidimos concretizar a viagem. Combinamos de curtir dois dias de praia sem andar de skate e três dias na capital para andar de skate e aproveitar a cidade de pedras. Entrei em contato com meu amigo Alexandre Calado falando que estava colando pra sessão e logo em seguida troquei uma ideia com Marcos GaloAliado também para o skate fluir da melhor forma possível. Ao chegar em Guaruja, só frio e chuva. No primeiro dia ficamos no quarto curtindo a pousada e depois demos uma volta a noite pela cidade. Como a previsão do outro dia era chuva, combinei com um amigo 30 - Deccs Magazine

João Godoy que mora em Santos, para conhecer a cidade. Nesse dia foi muito style, andamos de balsa dentro do carro, algo que ainda não tinha vivido, depois ele me levou nos lugares que a galera local de Santos costumam andar de skate e depois me levou na Pista em Praia Grande coberta para fazer uma sessão já que chovia muito e acabou não rolando momentos de praia. No outro dia acordamos cedo rumo a capital do skate SP, e o tempo continuava fechado. Ao chegarmos, o frio estava bombando mas nada de chuva, graças a Deus. O que tenho a dizer depois disso tudo? A sessão de skateboarding comeu solta todas as tardes sem hora para acabar, como e bom andar de skate nessa cidade. Uma coisa que me marcou bastante foi o último dia, Calado estava machucado, GaloAliado tinha que trampar a tarde e pela manhã seu corpo estava moido, e

demais aliados estavam e outros corres. Decidi ir para roosevelt já que estava hospedado em um hotel próximo. Minha esposa pegou umas imagens minhas paradas para complementar o video que estava fazendo da trip e de repente colou um mano com uma maquina fotográfica com aquelas lentes grandes, kkk, e me perguntou, e ai acertou a manobra descendo o cano, disse: acertei uma, mas agora vou tentar outra, ele disse: vamos fazer uma foto dessa trick, logo fiquei animado porque queria um registro da hora em SP, não deu outra, ele fez logo uma foto sequencia de um crokeed onde finalizei minha viagem com chave de ouro. Agradeço todos os skatistas que trombei na sessão, pelos meus amigos que colaram mais uma vez comigo, a minha esposa, a Deus e a vocês pelo espaço que sempre me proporcionaram. Skateboarding até o fim...


Fotógrafo: Izael Miranda Insta: @izaelmiranda

Marcos Paulo Frezza ( @skate_sincero_ ) Bs Crooked

Fotógrafo: Izael Miranda Insta: @izaelmiranda

Marcos Paulo Frezza ( @skate_sincero_ ) Nollie board Deccs Magazine - 31