Issuu on Google+

évoralocal

56

Camâra Municipal de Évora / Director: José Ernesto D’Oliveira // Semanário, 30 Junho de 2011

No dia da cidade Évora homenageou cidadãos e instituições

Os cidadãos António Marreiros, Maria do Céu Caeiro Rosado da Fonseca e João Rosado da Fonseca e o Rancho Folclórico “Flor do Alto Alentejo” foram homenageados pela Câmara Municipal de Évora com a atribuição das Medalhas de Mérito Municipal – Classe Prata, na habitual cerimónia do Dia de S. Pedro, feriado municipal. O jovem Dárcio Filipe Jacob de Sousa foi também distinguido com a atribuição da Bolsa por Mérito Académico.

Deliberações

da C.M. de Évora

pág.05

pág.07

Sabia que... O livro “A Refundação do Aqueduto da Água da Prata, em Évora” está disponível na Livraria Municipal?

TEATRO

Garcia de Resende

pág.09


évoralocal / pág. 02


No dia da cidade Évora homenageou cidadãos e instituições

Os cidadãos António Marreiros, Maria do Céu Caeiro Rosado da Fonseca e João Rosado da Fonseca e o Rancho Folclórico “Flor do Alto Alentejo” foram homenageados pela Câmara Municipal de Évora com a atribuição das Medalhas de Mérito Municipal – Classe Prata, na habitual cerimónia do Dia de S. Pedro, feriado municipal. O jovem Dárcio Filipe Jacob de Sousa foi também distinguido com a atribuição da Bolsa por Mérito Académico. António Maria Gordicho Marreiros Nascido em Évora, em 1966, António Maria Gordicho Marreiros foi um reconhecido árbitro internacional de andebol. Inicia a prática deste deporto aos 12 anos e aos 16 adquire o curso de árbitro, tendo vindo, na idade adulta, a tornar-se uma das grandes figuras da arbitragem nacional e internacional do andebol, cuja estima e consideração ainda hoje ecoam, apesar da sua retirada do meio desportivo, há cerca de cinco anos. Maria do Céu Caeiro Rosado da Fonseca e João Rosado da Fonseca Ao decidir criar a sua própria empresa na área da saúde, o casal Maria do Céu e João Rosado da Fonseca abre em Setembro de 1992 a CDI – Clínica de Diagnóstico pela Imagem, L.da. Ambos eborenses, e nascidos em 1953, Maria do Céu licenciada em Medicina e especialista de Radiologia, e João Rosado da Fonseca Técnico de Radiologia e pós-graduado em Administração e Ensino, já antes haviam participado na criação de outra empresa similar, o CRX, tendo ainda trabalhado noutras clínicas da cidade.

Rancho Folclórico “Flor do Alto Alentejo” O Rancho Folclórico “Flor do Alto Alentejo” define-se como um grupo que ao fim de 30 anos continua a tentar preservar o folclore, a cultura, os costumes e as tradições do Alentejo. Criado a 26 de Abril de 1981, a partir de uma festa de Natal do Hospital do Espírito Santo de Évora, está legalizado como associação desde 2004 e actualmente tem 50 elementos e perto de 140 sócios. Arlindo Ferreira e a esposa, Fátima Ferreira, Antónia Leal, Margarida Marreiros, Eduíno, Baltazar, Maria do Rosário Santos e António José Santos foram os seus fundadores, e as danças que compuseram as primeiras actuações são as que ainda hoje identificam o grupo e o fazem ser aplaudido nas suas deslocações por todo o país: as chotiças, as saias e os puladinhos. Bolsa por Mérito Académico Entretanto, um júri designado para o efeito decidiu conceder a Bolsa por Mérito Académico 2011 – galardão atribuído pela Câmara Municipal de Évora desde 2009 - a Dárcio Filipe Jacob de Sousa, de 24 anos de idade, residente em Évora, Mestre em Biologia da Conservação pela Universidade de Évora, devido ao seu trabalho de Tese de Mestrado “Padrões de deslocação e actividade diária do barbo-comum (Barbus bocagei, Steindacher 1985), num curso de água Mediterrânico de tipo intermitente” (…).

évoralocal / pág. 03


évoralocal / pág. 04


Deliberações da Câmara Municipal de Évora Em reunião pública de 25 de Maio Câmara de Évora aprovou voto de saudação ao Trulé A Câmara Municipal de Évora, sob proposta da Vereadora Cláudia Sousa Pereira, aprovou por unanimidade um voto de saudação e felicitações ao TRULÉ (Projecto de Investigações de Formas Animadas) por ter ganho o prémio “Desempenho de Qualidade” no 13º Festival Internacional de Marionetas “Golden sparkle”, que decorreu entre 8 e 14 de Maio em Kragujevac (Sérvia). O Trulé, projecto de grande qualidade dinamizado por Manuel Dias e Joana Dias, é detentor de vários prémios, inclusive a Medalha de Mérito Municipal – Classe Prata, atribuída pela Câmara Municipal de Évora em 2004, sendo também o seu trabalho apoiado pela autarquia, nomeadamente as deslocações ao estrangeiro. A Câmara tomou conhecimento do envio, por parte do Secretário- Geral da Organização das Cidades do Património Mundial do Certificado de Membro em Regra 2011, por a autarquia ter cumprido cabalmente as suas obrigações enquanto membro. Enquadramento legal de subsídios Foi informada da análise jurídica sobre o enquadramento legal da atribuição de subsídios a instituições, tendo concluído pela regularidade da atribuição do segundo pagamento de subsídios referente a 2009 e 2011, de acordo com os regulamentos recentemente aprovados. 2010 será ainda alvo de maior precisão informativa por parte do Departamento de Apoio Jurídico. A introdução de duas alterações na Tabela de Taxas e Outras Receitas do Município de Évora foi aprovada com quatro votos a favor (PS e PSD) e três abstenções (CDU). Uma alteração incide sobre as taxas cobradas pelo registo de cidadãos estrangeiros da União Europeia (de acordo com portaria que entrou em vigor há pouco tempo) e a outra incide sobre a taxa pela concessão de licença de publicidade em unidades móveis e em veículos utilizados para o exercício da actividade publicitária e deve-se ao facto dos serviços terem detectado a necessidade de introduzir uma correcção nos dados transmitidos na anterior alteração da tabela.

Aeródromo recebe helicóptero de combate aos incêndios Foi aprovada por unanimidade a colocação de helicóptero e respectiva equipa da Força Especial de Bombeiros no Aeródromo Municipal de Évora para o combate aos incêndios florestais. O estacionamento deste helicóptero no período crítico (1 de Julho a 30 de Setembro) em Évora é de extrema importância para o concelho. Aprovação unânime mereceu também a minuta do contrato de empreitada “Rede de Água e Esgotos de S. Manços”, cuja adjudicação feita até ao montante de 946.307, 12 euros (acrescido de IVA) tem o prazo de 365 dias para execução dos trabalhos. Balanço Social positivo O Balanço Social da Câmara de Évora, referente a 2010, foi apresentado ao Executivo. O documento é um instrumento essencial para o planeamento e gestão nas áreas sociais e de recursos humanos, pondo em evidência pontos  fortes  e  fracos. O Presidente da Câmara Municipal considerou o seu conteúdo positivo e destacou alguns aspectos importantes, caso, por exemplo, do papel de relevo que as mulheres têm cada vez mais na Câmara; o aumento da qualificação média dos trabalhadores (taxa de habilitações e formação cresceu) e a redução de um milhão de euros, nomeadamente devido à diminuição das horas extraordinárias). De salientar ainda o facto de o número de faltas dos trabalhadores ter diminuído, tal como o número de acidentes. Foi ainda aprovada, com quatro votos a favor (PS e PSD) e três abstenções (CDU), a definição de critérios objectivos para instrução de pedidos de isenção e de atribuição de benefícios fiscais relativos ao Imposto Municipal sobre Imóveis e Imposto Municipal sobre Transmissões de Imóveis.

évoralocal / pág. 05


évoralocal / pág. 06


Sabia que

O livro “A Refundação do Aqueduto da Água da Prata, em Évora” está disponível na Livraria Municipal?

“A Refundação do Aqueduto da Água da Prata, em Évora” Esta é uma obra científica que resultou de uma investigação histórica e territorial e que apresenta novos dados acerca do Aqueduto da Água da Prata. A antiga polémica sobre se a origem deste Monumento Nacional será romana, ou não, segundo o autor é aqui desvendada. Através de indícios topográficos, documentais, toponímicos e arqueológicos o autor afirma que o aqueduto foi de facto fundado pelos romanos, tal como André de Resende defendia ao indicá-lo como tendo sido edificado por Quinto Sertório, 75 anos antes de Cristo. O livro, muito recentemente editado, é enriquecido por diversas imagens, nomeadamente desenhos, mapas, plantas e fotografias, alusivas ao Aqueduto da Água da Prata. SOBRE A OBRA Título: A Refundação do Aqueduto da Água da Prata, em Évora 1533-1537 Autor: Francisco Bilou Edição: Edições Colibri Data: 2010 Consulta e empréstimo: Núcleo de Documentação/Livraria Municipal

évoralocal / pág. 07


évoralocal / pág. 06


TEATRO Garcia de Resende

Junho / Julho′11

30 de Junho e 1 de Julho Encontros com arte, pela APPACDM Sala Principal do Teatro Garcia de Resende

9 e 10 Julho Espectáculos pela Companhia de Dança Amélia Mendonza Sala Principal do Teatro Garcia de Resende

évoralocal / pág. 09


évoralocal / pág. 10


évoralocal / pág. 11



Évora Local n.º 56