Issuu on Google+

évoralocal

134

Câmara Municipal de Évora / Director: José Ernesto D’Oliveira // Semanário, 14 Fevereiro de 2013

Loja dos Sonhos já em marcha pelo concelho de Évora Câmara Municipal e Biblioteca Pública assinam protocolo de colaboração O autocarro da Loja dos Sonhos está a iniciar o seu períplo pelas freguesias e bairros de Évora, apresentando como novidade este ano uma biblioteca itinerante (bibliobus) que permitirá um maior acesso da população à leitura, sendo neste sentido assinado, no próximo dia 19, um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Évora e a Biblioteca Pública de Évora.

 

Deliberações

da C.M. de Évora

pág.05

pág.07

Sabia que...No edificio do Real

Celeiro Comum (Lg. Alterações) chegaram a guardar-se cinco milhões de quilos de cereal?

TEATRO

Garcia de Resende

pág.09


évoralocal / pág. 02


Loja dos Sonhos já em marcha pelo concelho de Évora Câmara Municipal e Biblioteca Pública assinam protocolo de colaboração

O autocarro da Loja dos Sonhos está a iniciar o seu períplo pelas freguesias e bairros de Évora, apresentando como novidade este ano uma biblioteca itinerante (bibliobus) que permitirá um maior acesso da população à leitura, sendo neste sentido assinado, no próximo dia 19, um protocolo de colaboração entre a Câmara Municipal de Évora e a Biblioteca Pública de Évora. Refira-se que, no âmbito das atividades do recurso Loja dos Sonhos – Promoção da Leitura em Movimento, o autocarro estará no próximo dia 19 de Fevereiro, pelas 10 horas, em S. Sebastião da Giesteira, havendo já uma sessão marcada com uma das turmas da escola e contando também com a visita da Vereadora Cláudia Sousa Pereira e do Diretor da Biblioteca Pública de Évora, José Calixto, que irão assinar um protocolo de colaboração entre as duas entidades envolvidas no projeto (CME e BPE). O referido protocolo estabelece as competências da Câmara Municipal de Évora e da Biblioteca Pública de Évora quanto à implementação, gestão e funcionamento do bibliobus. No contexto da sua intervenção em matéria de promoção da leitura, a Câmara Municipal e a Biblioteca Pública conceptualizaram a constituição de um bibliobus, o qual decorre da adaptação do recurso multimédia municipal “Loja dos Sonhos”. O projeto “Loja dos Sonhos – Promoção da leitura em movimento”, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian, visa esbater as assimetrias locais, através da facilitação do acesso da população aos livros (e a outros suportes de informação), promovendo, simultaneamente, um conjunto de atividades de enquadramento, estímulo e promoção da leitura. Bibliobus promove a leitura junto da população Na sequência da estratégia de intervenção definida pela Câmara Municipal de Évora, enquanto membro da rede das Cidades Educadoras, na qual a Educação surge como um pilar central para a fruição sociocultural e económica da cidade, assume especial destaque a aposta do município no que concerne à promoção do livre da leitura junto dos eborenses.

Deste modo, importa facilitar o acesso ao livro e aos diversos suportes de informação que se tornaram imprescindíveis no nosso dia-a-dia, para que nos possamos sentir socialmente integrados, pelo que a autarquia, em parceria com a Biblioteca Pública de Évora e com o apoio da Fundação Calouste Gulbenkian, criou a biblioteca itinerante “Loja dos  Sonhos – promoção da leitura em movimento”. O projeto tem como base o anterior recurso multimédia municipal “Loja dos Sonhos”. Após nove anos ao serviço da comunidade educativa do concelho, percorridos inúmeros quilómetros, terminados diversos projetos de incontestável interesse e pertinência pedagógica e esboçados incontáveis sorrisos, este autocarro segue para um novo rumo, igualmente desafiante e educador. Irá circular nas freguesias rurais e nalguns bairros periféricos da cidade de Évora (Bº Stº António, Bº Stª Luzia, Bº dos Canaviais, Bº da Malagueira e Bº de Almeirim). Apresenta como principais objetivos possibilitar às populações mais afastadas do centro da cidade o acesso a uma biblioteca; promover o livro e a leitura junto da população eborense; e potenciar nos leitores locais o hábito e o prazer de ler. Destacam-se como principais atividades deste recurso o empréstimo domiciliário gratuito de livros, revistas, cd’s, dvd’s; a consulta de periódicos; o desenvolvimento de ações lúdico-pedagógicas para a comunidade escolar; e a realização de atividades culturais para a população em geral.

évoralocal / pág. 03


évoralocal / pág. 04


Deliberações da Câmara Municipal de Évora Em reunião pública extraordinária de 17 de Dezembro Aprovadas Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2013 As Grandes Opções do Plano e Orçamento para 2013 foram aprovadas com três votos favoráveis (PS), incluindo o do Presidente, uma abstenção (PSD) e três votos contra (CDU), por discordar das linhas de orientação política do mesmo e em coerência com o que têm sido as suas posições anteriores. O Orçamento recebeu contributos do Vereador António Dieb (PSD) que melhoraram a proposta inicial e o tornaram mais coerente com o Plano de Estabilidade Financeira e Orçamental. Refira-se que o Orçamento Municipal, na continuidade dos anteriores, reflete a dificílima conjuntura nacional e local que se atravessa, a par com as dificuldades inerentes ao próprio Município e a falha da Administração Central em cumprir compromissos que tem para com este, além da forma ilegal e constitucionalmente duvidosa como não permite que a Câmara se liberte do contrato que mantém com as Águas do Centro Alentejo, contrato que não é cumprido e se revela ruinoso para Évora. Razões que levaram a autarquia a recorrer ao Programa de Apoio à Economia Local (PAEL) para poder pagar a fornecedores e, acima de tudo, às Águas do Centro Alentejo, com quem a Câmara está em litígio no Tribunal Arbitral. Face a tal complexa situação, associou-se ainda a necessidade de adaptar toda a estrutura técnica orçamental a uma reestruturação interna que foi imposta pelo Governo às autarquias. Não obstante a situação financeira do Município, este avançará em 2013 para a execução de quatro investimentos estratégicos, que beneficiam de condições de financiamento particularmente favoráveis: Rede de Águas e Esgotos de S. Manços; Incubadora do Parque de Ciência e Tecnologia do Alentejo; Escola André de Resende e Acrópole XXI. O ano de 2013 será mais um ano de contenção e austeridade na gestão orçamental do Município, resultando o valor do Orçamento, de 103 milhões, mais da necessidade de acolher compromissos assumidos e não pagos, que transitam de anos anteriores, do que de despesa nova. Ou seja, sem as despesas imprevisíveis e inadiáveis que resultam de

fatores não controlados pela Câmara, o Orçamento para 2013 seria de apenas 91 milhões e 456 mil euros. A proposta de autorização prévia de compromissos plurianuais camarários pela Assembleia Municipal de Évora obteve aprovação unânime, enquanto o Mapa de Pessoal da Câmara para 2013 foi aprovado com três votos a favor (PS), incluído o voto de qualidade do Presidente, uma abstenção (PSD) e três contra (CDU). A atualização da Tabela de Taxas e Outras Receitas do Município de Évora foi aprovada com quatro votos favoráveis (PS e PSD) e três contra (CDU), estando a mesma de acordo com a taxa de variação média dos últimos doze meses do Índice Harmonizado de Preços do Consumidor, referente a outubro de 2012, publicada pelo Instituto Nacional de Estatística, que é de 3,1%.

Outros assuntos tratados O Presidente José Ernesto d’ Oliveira informou a Câmara da atribuição de mais quatro prémios ao trabalho desenvolvido pela autarquia eborense, em relação ao qual expressou a sua satisfação, e que são os seguintes: Projeto “Uma Cidade Perfeita”, iniciativa lançada pela revista Visão e empresa Siemens, em que foram identificadas um conjunto de boas práticas municipais no sentido da melhoria da qualidade de vida dos cidadãos. Os leitores da revista selecionaram como vencedores os projetos Banco do Tempo (Inclusão Social) e Inovcity (Sustentabilidade). De salientar ainda a aprovação por unanimidade que o projeto a desenvolver pela Air Olesa – Sistemas e Componentes Aeronáuticos, S.A. - a instalação de unidade industrial de fabricação de peças maquinadas e sistemas para a indústria aeronáutica e moldes de aço para outros setores de atividade - seja considerado como Projeto de Potencial Interesse Municipal (PIM) e, por isso, beneficie dos apoios e incentivos previstos no nº 3 do artigo 9 do RMALIAE - Regulamento Municipal de Atribuição de Lotes para Instalação de Atividades Económicas. Além da classificação como projeto PIM, foi também aprovada a cedência de lote de terreno no Parque da Indústria Aeronáutica de Évora para a empresa se instalar, o que resultará na criação de mais de meia centena de postos de trabalho.

évoralocal / pág. 05


évoralocal / pág. 06


Sabia que No edificio do Real Celeiro Comum (Lg. Alterações) chegaram a guardar-se cinco milhões de quilos de cereal?

Real Celeiro Comum Edifício construído em 1780, no local onde existiam os restos do palácio quinhentista de D. João de Lencastre, Duque de Coimbra, sendo a planta de autoria do mestre João Baptista. A fachada principal possui um formoso portado de granito, de estilo barroco, enobrecido axialmente pelo escudo de armas de Portugal. No seu interior destaca-se o depósito de trigo, onde se chegaram a guardar cinco milhões de quilos de cereal. O Depósito de Pão do Concelho, o primeiro instituído em Portugal, deveuse a D. Sebastião, em 1576, e foi instalado, a título provisório, nas torres do castelo manuelino. Actualmente, funciona como Museu do Artesanato, preservando-se a antiga espacialidade do edifício, com destaque para o sistema de abóbadas e elementos de suporte.

Plano de Gestão do Centro Histórico de Évora

évoralocal / pág. 07


évoralocal / pág. 08


Cinema no Auditório Soror Mariana

évoralocal / pág. 03


évoralocal / pág. 10


évoralocal / pág. 11



Évora Local n.º 134