Page 1

évoralocal

115

Câmara Municipal de Évora / Director: José Ernesto D’Oliveira // Semanário, 27 Setembro de 2012

A festa das “duas rodas” está de regresso

BIKÉVORA prossegue com “noturna” Depois do sucesso que foi a realização do desafio de ciclismo entre Évora e Vila Real de Santo António, na extensão de 210 quilómetros, que teve lugar no passado sábado, contando com a presença de três dezenas de ciclistas, o BIKÉVORA prossegue esta sexta-feira com a realização do Passeio Noturno, com partida e chegada junto às piscinas municipais.

Deliberações

da C.M. de Évora

pág.05

Sabia que...

pág.07

Existe um filme mudo sobre Évora datado de 1929?

TEATRO

Garcia de Resende

pág.09


évoralocal / pág. 02


A festa das “duas rodas” está de regresso

BIKÉVORA prossegue com “noturna”

Depois do sucesso que foi a realização do desafio de ciclismo entre Évora e Vila Real de Santo António, na extensão de 210 quilómetros, que teve lugar no passado sábado, contando com a presença de três dezenas de ciclistas, o BIKÉVORA prossegue esta sexta-feira com a realização do Passeio Noturno, com partida e chegada junto às piscinas municipais. Este circuito, de dificuldade baixa, na extensão de 20/25 quilómetros, organizado pelo grupo BTT Malagueira – Amigos do Pedal, tem como atrativo a possibilidade de conhecer de bicicleta e de noite algumas O Passeio da Família, agendado para o dia 5 artérias da cidade, destinando-se a todos, de Outubro, constitui uma excelente independentemente da condição física. No oportunidade para celebrar a implementação final do Passeio Noturno será servido um da República a praticar desporto, voltando a caldo verde. ser o ponto alto do BIKÉVORA dado o seu A quinta edição do BIKÉVORA, que decorre perfil familiar. Pais, filhos, netos e avós até ao dia 6 de outubro, volta a ter como dispõem novamente de uma manhã inteira ponto alto o já tradicional Passeio da para desfrutar da cidade em bicicleta, num Família (5 de outubro). Para este ano, a percurso de dificuldade baixa e de edilidade apresenta como grande novidade quilometragem reduzida. a realização da Estafeta da Solidariedade, a Recorde-se que desde o primeiro ano o favor da ONG Médicos dos Mundo (6 de objetivo do BIKÉVORA tem sido sempre o de outubro) e a Feira da Ladra da Bicicleta (5 a congregar durante um determinado período 7 de outubro), na Arena. uma série de atividades de competição e/ou A Estafeta Solidária Médicos do Mundo lazer,  organizadas por agentes desportivos terá aproximadamente uma extensão de locais, sobe o patrocínio da edilidade, 200 quilómetros, divididos em cinco procurando-se deste forma dar a devida percursos, em que os participantes terão visibilidade à bicicleta e às vantagens da sua de escolher em quais querem participar, utilização. Este ano, o valor das inscrições da podendo optar por trajetos de estrada ou “Estafeta Solidária de Médicos do Mundo” (5 todo-o-terreno. euros) e do “Passeio da Família” (2 euros) A Feira da Ladra da Bicicleta, que terá lugar reverterão a favor da Médicos do Mundo.  no interior da Arena D’Évora, visa, como o próprio nome indica, a possibilidade de se O programa completo do BIKÉVORA 2012, comprar, vender, trocar material usado, bem como o local das inscrições, está promovendo-se assim a transação de disponível no sítio do evento em: acessórios ligados às duas rodas. http://bikevora.cm-evora.pt/ évoralocal / pág. 03


évoralocal / pág. 04


Deliberações da Câmara Municipal de Évora Em reunião pública de 25 de Julho Câmara de Évora diz não à extinção de qualquer freguesia A Câmara Municipal de Évora aprovou por unanimidade uma moção em que “manifesta a sua oposição à extinção de qualquer freguesia, urbana ou rural, de acordo com o processo em curso, por aquilo que representam para as populações, recusando ser cúmplice do processo que visa a descaracterização do Poder Local Democrático”. Esta moção, proposta pela CDU, recebeu também os contributos da Vereação socialista através do Presidente da autarquia, José Ernesto d’ Oliveira. O Vereador do PSD, António Dieb, esteve ausente da reunião pública por motivos profissionais, pelo que não expressou a sua concordância com esta posição. Reabilitação de campos de jogos e projeto para o sucesso escolar Foi aprovada a reafectação de verba (40 mil euros) atribuída à Junta de Freguesia dos Canaviais para a construção de equipamento desportivo na freguesia e que agora será utilizada no melhoramento e reabilitação de equipamento desportivo existente na área geográfica da freguesia. A proposta foi aprovada com três votos a favor (PS, incluindo o do Presidente) e três abstenções (CDU). O ponto sobre a Atividade de Enriquecimento Curricular – Aprovação do acordo de Colaboração com Agrupamento para o ano letivo de 2012/2013 foi também aprovado com três votos a favor (PS, incluindo o do Presidente) e três abstenções (CDU). Mereceu também aprovação um protocolo de cooperação a celebrar com a Escola Secundária André de Gouveia e a Associação EPIS – Empresários Pela Inclusão Social, o qual se centra na implementação de uma rede de mediadores de capacitação para o sucesso escolar dirigido aos alunos do 3º ciclo da ESAG. Este ponto obteve três votos favoráveis (PS, incluindo o do Presidente) e três abstenções (CDU). A proposta de fixação de contingente de táxis do concelho de Évora para os próximos dois anos foi aprovada por unanimidade. Deste modo, mantem-se o contingente atualmente existente no concelho, uma vez que a realidade atual do setor, em termos de procura, não justifica diminuir ou aumentar o número de vagas que são neste momento 48.

Contratos-programa com associações desportivas O Documento Técnico de Ponderação para apoio às associações desportivas do concelho de Évora foi aprovado com três votos favoráveis (PS), o voto de qualidade do Presidente e três contra (CDU). Tendo em conta as limitações no presente ano que impedem a autarquia de atribuir apoio de pagamento de natureza financeira - de acordo com a legislação publicada em 2012 - foi aprovado que o valor de ponto a aplicar nas tabelas do referido documento técnico seja de 0.30 euros, valor que reflete a componente de apoio logístico e material que as associações desportivas habitualmente necessitam para a sua atividade. A proposta camarária referente à aprovação dos contratos-programa de desenvolvimento desportivo 2012, foi aprovada com os votos favoráveis do PS e um da CDU e dois votos contra (CDU). A minuta de contrato de concessão entre o Município de Évora e a Transportes Rodoviários de Évora para cujo objeto é a gestão do serviço público de transporte coletivo regular de passageiros de Évora foi aprovada com três votos a favor (PS), o voto de qualidade do Presidente e três contra (CDU). Outros assuntos abordados No período antes da ordem do dia, o Presidente deu conhecimento e lamentou os factos recentemente sucedidos com os Bombeiros Voluntários de Évora (perda de viaturas e ferimentos em elementos da corporação no decurso da sua missão de combate aos incêndios) e a Vereadora Cláudia Sousa Pereira, referiu as notícias que dão conta do não encerramento de escolas no concelho e da não despromoção da Urgência do Hospital de Évora, assuntos com os quais a Câmara Municipal se congratula e que tinham merecido manifestações de desagrado caso se concretizassem.

évoralocal / pág. 05


évoralocal / pág. 06


Sabia que Existe um filme mudo sobre Évora datado de 1929?

A Câmara Municipal de Évora, no âmbito do programa de comemorações das Jornadas Europeias do Património, vai promover na sexta-feira, dia 28 de Setembro, pelas 21H30, no Auditório Soror Mariana, a projeção de um filme/documentário de J. CÉSAR DE SÁ sobre a cidade de Évora. O filme, rodado em 1929 por J. CÉSAR DE SÁ é um roteiro que percorre os mais significativos espaços de Évora, com imagens que igualmente refletem o seu quotidiano: o Templo Romano e a Praça do Geraldo, com a já desaparecida Brasserie, a fonte da Porta de Moura, onde miúdos enchem cântaros enquanto  adultos descalços lavam burros, os primeiros automóveis a descer a R. de Serpa Pinto, os varandins do Convento do Calvário onde se debruçam meninas de cabelo cortado à garçonne, o Jardim do Claustro do Convento de S. Bento de Cástris – que nos deixam entrever o passado desta bela cidade que seria mais tarde classificada pela UNESCO como  Cidade Património Mundial. J. CÉSAR DE SÁ  foi um dos grandes diretores de fotografia do cinema português. Nessa qualidade, esteve ligado à realização de três dezenas de filmes/documentários e foi também diretor de fotografia em alguns dos filmes mais significativos da história do cinema português – como “Chaimite” e ”A Canção de Lisboa”. A banda sonora que foi especialmente criada para acompanhar a projeção do filme, originalmente mudo, é da autoria de António Bexiga e de Zeps, artistas multifacetados envolvidos em diversos projetos na área da música, da dança contemporânea, da poesia e da composição. O filme que vai ser exibido foi descoberto em 1990, quando, ao revolver arquivos em busca de documentação e imagens que pudessem ilustrar o levantamento histórico-sociológico efetuado para a realização de uma exposição retrospectiva do séc. XX em Évora, foi localizado no sótão do edifício da Câmara Municipal de Évora um conjunto de caixas com bobines de um filme sobre Évora, de 35 mm, com suporte em nitrato – material altamente

Foto: Salão Central Eborense; fonte: Arquivo Fotográfico da CME

inflamável, pelo que o seu manuseamento, transporte e projeção exigiam cuidados específicos. A Cinemateca Nacional foi contatada e prestou valiosa contribuição quanto à forma de atuar, e o filme foi transportado, com as necessárias precauções, para a Tobis Portuguesa, onde foi feito o seu primeiro visionamento. Seguiu-se a sua restauração e a sua passagem a vídeo, ficando a cópia original depositada na Cinemateca. Posteriormente, foi passado para o suporte digital em que vai ser exibido. O comprimento do filme (100 metros – que o enquadra no panorama conjuntural gerado pela vulgarmente designada  lei dos cem metros,  resultante da vigência do Dec. Lei de 6 de Maio de 1927 segundo o qual, em todos os espetáculos cinematográficos, deviam ser exibidos pelo menos 100 metros de fita nacional), certos aspetos técnicos e o rigor das legendas levaram à hipótese de que teria sido elaborado no âmbito de um conjunto de estratégias de promoção da cidade com vista à apresentação na Exposição de Sevilha, incluindo a produção de um guia turístico, cartazes e até a construção de novo hotel. Pesquisas posteriores confirmaram esta tese, e o filme seria pela primeira vez apresentado ao público a 27 de Outubro de 1929, no Salão Central Eborense, sendo objeto de apreciações muito positivas, de que se fizeram eco os jornais de então. Em Junho de 1990, após a sua passagem a acetado e posteriormente a vídeo, foi projetada no Palácio de D. Manuel uma cópia em VHS, no âmbito da Exposição Estórias de um Século.

évoralocal / pág. 07


évoralocal / pág. 08


Cinema no Audit贸rio Soror Mariana Jornadas Europeias do Patrim贸nio

茅voralocal / p谩g. 03


évoralocal / pág. 10


évoralocal / pág. 11


Évora Local n.º 115  

Évora Local n.º 115