Issuu on Google+

évoralocal

113

Câmara Municipal de Évora / Director: José Ernesto D’Oliveira // Semanário, 13 Setembro de 2012

Com entrega de kits nos Paços do Concelho Jovens Embaixadores de Évora prontos para representar a cidade no estrangeiro A Vereadora Cláudia Sousa Pereira entregou esta semana os kits com material promocional sobre Évora a cerca de uma dezena de jovens estudantes que vão ser “embaixadores” da cidade em universidades europeias, enquanto frequentam o Programa Erasmus. Este projeto, denominado “Jovens Embaixadores de Évora”, é promovido pela Câmara Municipal de Évora em parceria com a Erasmus Student Network UEvora e a Universidade de Évora, através da Associação Académica, Gabinete de Relações Internacionais e Centro de Documentação Europeia. Já houve entrega de kits a jovens que foram para cidades na Holanda e República Checa, onde o ano letivo começou mais cedo e agora a mais oito jovens, num total de 12 nesta primeira fase do projeto.

Deliberações

da C.M. de Évora

pág.05

pág.07 A muralha que delimita o Centro Histórico de Évora tem uma linha de 4km de extensão?

Sabia que...

TEATRO

Garcia de Resende

pág.09


évoralocal / pág. 02


Com entrega de kits nos Paços do Concelho Jovens Embaixadores de Évora prontos para representar a cidade no estrangeiro

A Vereadora Cláudia Sousa Pereira entregou esta semana os kits com material promocional sobre Évora a cerca de uma dezena de jovens estudantes que vão ser “embaixadores” da cidade em universidades europeias, enquanto frequentam o Programa Erasmus. Este projeto, denominado “Jovens Embaixadores de Évora”, é promovido pela Câmara Municipal de Évora em parceria com a Erasmus Student Network UEvora e a Universidade de Évora, através da Associação Académica, Gabinete de Relações Internacionais e Centro de Documentação Europeia. Já houve entrega de kits a jovens que foram para cidades na Holanda e República Checa, onde o ano letivo começou mais cedo e agora a mais oito jovens, num total de 12 nesta primeira fase do projeto. A Vereadora abriu a cerimónia   agradecendo aos jovens e aos parceiros a adesão a este programa municipal e de modo a que este programa municipal desejou êxito aos jovens na sua missão possa ser reforçado com dinheiros ligados à Erasmus que agora têm uma Cultura e não apenas à Educação. responsabilidade acrescida como “O sentimento de pertença a um lugar embaixadores da cidade. mesmo os que aqui estão que não nasceram “Esta ligação afetiva que se cria entre em Évora - é aquele que melhor permite bem europeus será sempre mais fácil, quanto tratar o património”, sublinhou Cláudia Sousa mais próxima for a ligação e podem Pereira, desejando sucesso aos jovens e contribuir para a criação deste espaço de agradecendo-lhes, tal como ao grupo musical união europeia com o vosso gesto e esta universitário Seistetos, por mais uma vossa boa vontade de serem jovens participação numa iniciativa camarária. embaixadores”, considerou a autarca, A oradora seguinte foi Elsa Vaz, do Centro de sublinhando a importância do caminho Documentação Europeia, que também percorrido pelos jovens e a formação que expressou a sua gratidão aos jovens, receberam sobre Évora, o seu património e sublinhou o seu empenho e dedicação e a sua missão. chamou a atenção para o facto de que o “Conhecer o património é importante, programa Erasmus permitir que os jovens divulgá-lo é torná-lo património da europeus possam beneficiar em pleno do humanidade”, afirmou a Vereadora, dando facto de serem cidadãos europeus, vindo este também conta do seu empenho junto das novo projeto ajudá-los a exercer de forma cidades património mundial para chegar plena essa cidadania. mais próximo da comunidade europeia, évoralocal / pág. 03


évoralocal / pág. 04


Deliberações da Câmara Municipal de Évora Em reunião pública de 25 de Julho Câmara de Évora diz não à extinção de qualquer freguesia A Câmara Municipal de Évora aprovou por unanimidade uma moção em que “manifesta a sua oposição à extinção de qualquer freguesia, urbana ou rural, de acordo com o processo em curso, por aquilo que representam para as populações, recusando ser cúmplice do processo que visa a descaracterização do Poder Local Democrático”.  Esta moção, proposta pela CDU, recebeu também os contributos da Vereação socialista através do Presidente da autarquia, José Ernesto d’ Oliveira. O Vereador do PSD, António Dieb, esteve ausente da reunião pública por motivos profissionais, pelo que não expressou a sua concordância com esta posição. Reabilitação de campos de jogos e projeto para o sucesso escolar Foi aprovada a reafectação de verba (40 mil euros) atribuída à Junta de Freguesia dos Canaviais para a construção de equipamento desportivo na freguesia e que agora será utilizada no melhoramento e reabilitação de equipamento desportivo existente na área geográfica da freguesia. A proposta foi aprovada com três votos a favor (PS, incluindo o do Presidente) e três abstenções (CDU). O ponto sobre a Atividade de Enriquecimento Curricular – Aprovação do acordo de Colaboração com Agrupamento para o ano letivo de 2012/2013 foi também aprovado com três votos a favor (PS, incluindo o do Presidente) e três abstenções (CDU). Mereceu também aprovação um protocolo de cooperação a celebrar com a Escola Secundária André de Gouveia e a Associação EPIS – Empresários Pela Inclusão Social, o qual se centra na implementação de uma rede de mediadores de capacitação para o sucesso escolar dirigido aos alunos do 3º ciclo da ESAG. Este ponto obteve três votos favoráveis (PS, incluindo o do Presidente) e três abstenções (CDU). A proposta de fixação de contingente de táxis do concelho de Évora para os próximos dois anos foi aprovada por unanimidade. Deste modo, mantem-se o contingente atualmente existente no concelho, uma vez que a realidade atual do setor, em termos de procura, não justifica diminuir ou aumentar o número de vagas que são neste momento 48.

Contratos-programa com associações desportivas O Documento Técnico de Ponderação para apoio às associações desportivas do concelho de Évora foi aprovado com três votos favoráveis (PS), o voto de qualidade do Presidente e três contra (CDU). Tendo em conta as limitações no presente ano que impedem a autarquia de atribuir apoio de pagamento de natureza financeira - de acordo com a legislação publicada em 2012 - foi aprovado que o valor de ponto a aplicar nas tabelas do referido documento técnico seja de 0.30 euros, valor que reflete a componente de apoio logístico e material que as associações desportivas habitualmente necessitam para a sua atividade. A proposta camarária referente à aprovação dos contratos-programa de desenvolvimento desportivo 2012, foi aprovada com os votos favoráveis do PS e um da CDU e dois votos contra (CDU). A minuta de contrato de concessão entre o Município de Évora e a Transportes Rodoviários de Évora para cujo objeto é a gestão do serviço público de transporte coletivo regular de passageiros de Évora foi aprovada com três votos a favor (PS), o voto de qualidade do Presidente e três contra (CDU). Outros assuntos abordados No período antes da ordem do dia, o Presidente deu conhecimento e lamentou os factos recentemente sucedidos com os Bombeiros Voluntários de Évora (perda de viaturas e ferimentos em elementos da corporação no decurso da sua missão de combate aos incêndios) e a Vereadora Cláudia Sousa Pereira, referiu as notícias que dão conta do não encerramento de escolas no concelho e da não despromoção da Urgência do Hospital de Évora, assuntos com os quais a Câmara Municipal se congratula e que tinham merecido manifestações de desagrado caso se concretizassem.

évoralocal / pág. 05


évoralocal / pág. 06


Sabia que A muralha que delimita o Centro Histórico de Évora tem uma linha de 4km de extensão?

Muralhas Medievais e Modernas O início da sua construção ocorreu cerca de 1350, no reinado de D. Afonso IV. Surgiu pela necessidade de protecção do importante aglomerado que existia fora do primeiro perímetro amuralhado. O seu anel amuralhado compreende uma linha de cerca de 4 km de extensão, onde se abriam 10 portas, das quais subsistem as da Lagoa, Moinho de Vento, Mesquita e Avis, o reforço de quadrelas e 40 torres paralelepipédicas ou cilíndricas. As fortificações modernas (séc. XVII) surgiram da necessidade de adaptar as praças à evolução da pirobalística, pelo que foram construídos sete baluartes, o forte de Santo António e o Reduto do Príncipe (Penedos), e realizadas grandes obras no Castelo Novo.

évoralocal / pág. 07


évoralocal / pág. 08


Cinema Na Casa da Zorra | Setembro

ĂŠvoralocal / pĂĄg. 03


évoralocal / pág. 10


évoralocal / pág. 11



Évora Local n.º 113