Page 1

évoralocal

170

Câmara Municipal de Évora / Director: Carlos Pinto de Sá // Semanário, 28 Novembro de 2013

De 27 de Novembro a 13 de Dezembro Comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência As comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência são este ano assinaladas através de um programa de atividades que decorre entre 27 de Novembro e 13 de Dezembro em diversos pontos do distrito de Évora, dinamizado pela Câmara Municipal de Évora e por diversas instituições. Das atividades programadas, destaca-se, no dia 3 de Dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, entre as 10:30 e as 12 horas a festa intitulada “ A Cidade é Presente para Todos”, cujo ponto crucial será uma Flash Mob pela APPACDM, na Praça de Giraldo. O evento é organizado pela Segurança Social, Câmara Municipal de Évora, Escola Salesiana e APPACDM.

Deliberações

da C.M. de Évora

pág.05

pág.07

Sabia que... José Henrique Carvalho de Brito foi “o último ourives dos livros” em Portugal?

TEATRO

pág.09 pág. 09

Cinema Garcia de Resende


évoralocal / pág. 02


De 27 de Novembro a 13 de Dezembro Comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

As comemorações do Dia Internacional das Pessoas com Deficiência são este ano assinaladas através de um programa de atividades que decorre entre 27 de Novembro e 13 de Dezembro em diversos pontos do distrito de Évora, dinamizado pela Câmara Municipal de Évora e por diversas instituições. Das atividades programadas, destaca-se, no dia 3 de Dezembro, Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, entre as 10:30 e as 12 horas a festa intitulada “ A Cidade é Presente para Todos”, cujo ponto crucial será uma Flash Mob pela APPACDM, na Praça de Giraldo. O evento é organizado pela Segurança Social, Câmara Municipal de Évora, Escola Salesiana e APPACDM. No dia 4 haverá um ateliê de Língua Gestual Portuguesa, das 18 às 20 horas, na sede da Associação de Surdos de Évora, evento organizado pela referida associação. De salientar ainda que, entre as 10:30 e as 18:30 horas, decorre a Feira da Solidariedade na Praça de Giraldo, dinamizada pela Câmara Municipal de Évora e instituições particulares de solidariedade social. Para o dia 6 está agendado o espetáculo “Gala Ajudar”, na Arena de Évora, da responsabilidade da APPACDM e no dia 7, das 10 às 17 horas, realiza-se o encontro “Minha vida vale a pena ser vivida”, no Átrio da Ex-DREA, organizado pelo Movimento Fé e Luz. Este movimento promove também no dia 2, às 15 horas, a abertura da exposição “Romper Barreiras” e “Abrir Portas”, no Átrio da Ex-DREA. No dia 6 tem ainda lugar, das 10 às 16:30 horas, a Feira Solidária, na Praça de Giraldo, dinamizada pela Escola Salesiana.

 

Um encontro denominado “O Voluntariado nas Organizações à Pessoa com Deficiência”, decorre no dia 12, entre as 15 e as 17 horas, no Páteo de São Miguel, organizado pela Fundação Eugénio de Almeida. No dia 13 está previsto um “Jantar Solidário”, no Jardim do Paço, organizado pela Associação de Paralisia Cerebral de Évora.

évoralocal / pág. 03


évoralocal / pág. 04


Deliberações da Câmara Municipal de Évora Em reunião pública de 13 de Novembro Câmara de Évora designou representantes em entidades locais A Câmara Municipal de Évora aprovou por unanimidade a designação dos seus representantes no Conselho Geral da Fundação Alentejo (Vice-Presidente, Élia Mira); Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (Alexandre Varela) e Assembleia Geral do SITEE (Vereador João Rodrigues).

Foi também dado conhecimento da doação de espólio fotográfico feita à Câmara visando a respetiva integração no acervo do Núcleo Museológico do Arquivo Fotográfico. Trata-se de um conjunto de 87 provas fotográficas respeitantes a vários retratos de família de Sousel e Casa Branca doados pela Arq. Maria Margarida Fortio Fernandes, propondo o Nesta reunião, o Vereador Paulo Jaleco pediu a Arquivo, o que foi aceite, que seja feito o sua substituição temporária pelo Dr. José Palma agradecimento por escrito à doadora. Rita da lista da coligação “Évora Primeiro”, por se encontrar de férias, o que foi aceite pela A ata final do júri de apreciação de candidaturas Câmara. e proposta de atribuição de apoio logísticos a Projetos Culturais 2013 foi aprovada por A Câmara tomou conhecimento do relatório de unanimidade. Os apoios são respeitantes a 25 revisão semestral às demonstrações financeiras agentes, apresentando, no total, os seguintes do Município de Évora (1º semestre de 2013), valores: previsão logística - 40 mil euros; em relação ao qual o Presidente, Pinto de Sá, espaços de ocupação pontual – 303.848,27 deixou algumas notas. De entre as euros; e espaços de ocupação permanentes – considerações tecidas, destacou, 302.793,96 euros. nomeadamente, o pagamento de compromissos futuros que até 2017 e daí em De salientar ainda outro ponto que mereceu diante, que perfaz um total de 63 milhões e 649 aprovação unânime, a proposta de declaração mil euros; a taxa de execução PPI que lhe de considerar a construção do Parque de pareceu muito baixa para o primeiro semestre Ciência e Tecnologia do Alentejo como obra de do ano; o aumento dos custos com pessoal em manifesto e relevante interesse municipal, mais de um milhão de euros entre semestres; o isentando-a assim do pagamento de taxas, de aumento substancial do prazo médio de acordo com o estabelecido na alínea a) do nº 5, pagamento a fornecedores; fatores apontados do artigo 7, do Regulamento de Taxas e Outras pela revisora oficial de contas que irão somar Receitas do Município de Évora. dívida, como por exemplo o resultado do contencioso da Câmara com a Autoridade Tributária, favorável a esta última; e o fato do PAEL não estar excecionado do endividamento de médio/longo prazo, o que irá agravar este endividamento que era o único não ultrapassado pelo Município.

évoralocal / pág. 05


évoralocal / pág. 06


Sabia que

José Henrique Carvalho de Brito foi “o último ourives dos livros” em Portugal?

BRITO, JOSÉ Henrique Carvalho de [N. Montemor-o-Novo, 1931 – m. Évora, 2001]

Fez os seus primeiros estudos nas Oficinas de S. José (Lisboa), escola Salesiana para onde entrou no ano lectivo de 1941/ 1942. Concluiu o Curso Industrial e a sua formação de encadernador (dourador) em 1949/ 1950. Até 1955 desempenhou as funções de mestre na Oficina-Escola das Oficinas de S. José (Lisboa). Veio a fixar residência em Évora e a abrir uma oficina de encadernador-dourador nesta cidade (1956). Durante décadas o seu trabalho artístico, a qualidade e o preciosismo dos acabamentos e dourados, reavivaram uma tradição da cidade que vinha desde a Renascença. A grande maioria dos seus clientes foram particulares possuidores de raridades bibliográficas, bem como inúmeras Câmaras Municipais, Institutos, Bibliotecas, Conservatórias, Cartórios Notariais, Advogados e Livrarias. Homem de trato simples, de formação humanista, dirigente da Associação dos Antigos Alunos Salesianos de Évora, foi objecto de um trabalho escrito pelo artista plástico Frederico Mira, prefaciado por Alfredo Saramago, e publicado em 2001. Nesse texto, editado pela CME, mestre José Brito é intitulado “o último ourives dos livros”, definição infelizmente certeira por duas razões: foi o último “encadernador-dourador” de Portugal e desapareceu abruptamente, vitimado num brutal acidente de automóvel. A CME prestou-lhe homenagem pública no seu salão nobre, a 23 de Abril de 2001, nas comemorações do Dia Mundial do Livro, atribuindo-lhe a Medalha de Mérito Municipal, classe prata.

SILVA, Joaquim Palminha da: Dicionário Biográfico de Notáveis Eborenses 1900/ 2000, Ed. Diário do Sul, 2004, p.19 évoralocal / pág. 07


évoralocal / pág. 08


Cinema na Casa da Zorra

ĂŠvoralocal / pĂĄg. 03


évoralocal / pág. 10


évoralocal / pág. 11


Évora local170  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you