Issuu on Google+

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES GESTÃO 2014 – “POR TODOS OS CANTOS”

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DOS ESTUDANTES – 11 DE JUNHO DE 2014

A assembleia estudantil teve seu início às dezoito horas e trinta minutos e teve como pauta: Homologação do resultado das eleições da ACUR; Informes e Repasses. Após ser passada as pautas as serem discutidas foi aberta a assembleia iniciada pelo primeiro ponto de pauta sobre a homologação do resultado das eleições, foi lida a ata de posse (Em anexo) da chapa que vai compor a gestão dois mil e quatorze/ dois mil e quinze da Atlética Central da Universidade Rural (ACUR), após a leitura da ata de posse foi aberta a discussão para esclarecimentos junto a comissão eleitoral da leitura da ata, não houve manifestações sobre a homologação do processo e dessa forma, após as ponderações realizadas após a leitura da ata, este documento seguiu segundo o conhecimento e aprovação da comunidade estudantil; no decorrer foram dados os seguintes informes: Junho colorido, organizado de forma conjunta do Pontes com o DCE; Transmissão do primeiro jogo da Copa do Mundo amanhã começando as dezesseis horas com o “Grupo Samba dos Borras” como esquenta e o jogo as dezessete horas; Após os informes dados pela assembleia a nova gestão da ACUR “Nova Atlética” se apresentou perante a assembleia falando um pouco de suas propostas e ideias para esse novo processo que se inicia; no término desse momento foi declarado o final da assembleia estudantil as dezenove horas minutos.


UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DIRETÓRIO CENTRAL DOS ESTUDANTES GESTÃO 2014 – “POR TODOS OS CANTOS”

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL DOS ESTUDANTES – 11 DE JUNHO DE 2014 (ANEXO 1)

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO Comissão Eleitoral Atlética Central da Universidade Rural ACUR 2014

Aos 28 dias do mês maio de 2014, na sala do Diretório Central de Estudantes da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, localizado no campus desta Universidade em Seropédica, Rio de Janeiro, às 23h35min (vinte três horas e trinta e cinco minutos) foi dado início a apuração do processo eleitoral para a gestão 2014 da Atlética Central da Universidade Rural. Estavam presentes na ocasião a comissária LÍGIA MIGUEL, os comissários ALEXANDRE SOUZA, ESTEVÃO DAMASCENA, GUILHERME SANTOS, NATHAN CARLO, PEDRO HENRIQUE E ROQUE ANDRADE, além dos discentes RAFAEL SANDES E WILIANS DOUGLAS, representantes da única chapa inscrita no pleito. Antes de iniciarem as contagens e apurações, os comissários fizeram alguns repasses aos integrantes das chapas. Relembrou que o quórum, como já tinha sido deliberado pela Comissão Eleitoral, tendo em virtude uma série de agravantes - chapa única, greve dos rodoviários, rapidez na condução do processo e outros -, seria diminuído para 10% (dez por cento) em vez de 20% (vinte por cento), como estava previsto anteriormente. Os votos em trânsito que não estivessem devidamente identificados no envelope seriam anulados, bem como nos casos em que o eleitor em trânsito não tenha assinado na lista de votos em trânsito ou que seu nome não esteja incluído na lista fornecida pela Pró-Reitoria de Graduação. Foi identificado que alguns estudantes não tinham seus nomes na lista de aptos a votar. Ficou deliberado que os casos que levaram alguma comprovação (grade de horário, declaração ou equivalentes) e tiveram a situação devidamente citada na Ata da Urna seriam aceitos como votos válidos. Foi informado ainda que a quantidade de aptos a votar teve um aumento devido ao acréscimo dos curso de Sistemas de Informação, Educação no Campo e Química Industrial; esse número não havia sido contabilizado inicialmente. Esclarecimentos e deliberações dadas, foi iniciado o processo de apuração. O comissário ALEXANDRE SOUZA sai. Estavam aptos a votar


nesta eleição todos os estudantes dos cursos de graduação do campus Seropédica da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro; o total destes aptos a votar foi de 9174 (nove mil cento e setenta e quatro) estudantes, o que em um quórum 10% precisa de 918 comparecimentos para iniciar a contagem. Após a contagem das assinaturas, foi constatado que 1224 estudantes foram às urnas votar, aprovando (SIM) ou reprovando (NÂO) a chapa única NOVA ATLÉTICA como representante legítima dos estudantes no gerenciamento das atividades recursos que competem a ACUR(Atlética Central da Universidade Rural). Com isto, o quórum é atingido e a comissão começa as contagens. O comissário LUCAS AVELLAR chega para ajudar no processo às 00h24min (zero horas e vinte quatro minutos). As primeiras urnas a serem abertas foram as ACUR C e ACUR C-1 – urnas reservada para votos em trânsito. As listas das urnas ACUR C e ACUR C-1 possuíam um total de 290 (duzentas e noventa) assinaturas. O comissário ALEXANDRE SOUZA retorna aos trabalhos de apuração às 1h03min (uma hora e três minutos). Abertas as urnas C e C-1 foram conferidas as identificações nos envelopes e constatados 10 envelopes com irregularidades, o que tornou estes 10 votos em anulados. Restaram 280 votos para serem apurados. As 2h45min (duas horas e quarenta e cinco minutos), o comissário LUCAS AVELLAR pede licença e retira-se do processo de apuração. Foi feito uma pausa de 15min (quinze minutos) às 3h00min (três horas), em que todos os participantes do processo comissários e representantes de chapa saíram da sala trancaram a porta e só retornaram juntos passado o período da pausa. Retornando do serviço do intervalo, como antes já tinham sido feitas as devidas conferências, os envelopes válidos para a apuração foram sendo abertos sem que fosse visto o voto, garantindo aqui o caráter secreto da opinião do eleitor. Depois de tirar todos os votos válidos de dentro dos envelopes, foi iniciada a contagem dos votos “SIM” e “NÃO”. Às 3h30min (três horas e trinta minutos), o representante da chapa WILIANS DOUGLAS é substituído por sua companheira de chapa JULIANA NASCIMENTO. Após a contagem e recontagem, os números finais para as urnas ACUR C e ACUR C-1 foram: 267 (duzentos e sessenta e sete) votos de aprovação “SIM”, 10 votos de reprovação “NÃO”, 2 votos em branco e 1 nulo – pontuando que este voto nulo é em virtude de irregularidades encontradas na cédula. Encerrada a apuração das urnas ACUR C e ACUR C-1 às 4h05min (quatro horas e cinco minuto), passou-se a apuração da urna ACUR A-1 – destinada aos votos em trânsito. As listas da urna ACUR A-1 possuíam um total de 114 (cento e quatorze) assinaturas. Abertas as urnas ACUR A-1 foram conferidas as identificações nos envelopes e constatados 6 (seis) envelopes com irregularidades, o que tornou estes 6 votos em anulados. Restaram 108 (cento e oito) votos para serem apurados. Feito as devidas conferências, os envelopes válidos para a apuração foram sendo abertos sem que fosse visto o voto, garantindo aqui o caráter secreto da opinião do eleitor. Depois de tirar todos os votos válidos de dentro dos envelopes, foi iniciada a contagem dos votos “SIM” e “NÃO”. Após a contagem e recontagem, os número finais para a urna A-1 foram: 104 (cento e quatro) votos de aprovação “SIM”, 4 (quatro) votos de reprovação “NÃO”, nenhum voto em branco e nenhum nulo. Encerrada a apuração da urna A-1 às 6h12min (seis horas e doze minutos), passou-se à apuração da urna B-1 – destinada também a votos em trânsito. As listas da urna ACUR B-1 possuíam um total de 74 (setenta e quatro) assinaturas. Abertas as urnas ACUR B-1, foram conferidas as identificações nos envelopes e constatados 19 (dezenove) irregularidades, sendo: 15 (quinze) irregularidades por conta de assinaturas e/ou de nomes na lista e as outras 5 (cinco) por falta de identificação do eleitor no envelope. A urna ACUR B-1 teve um total de 19 votos anulados. Restaram 53 (cinquenta e três) votos para serem apurados. Feito as devidas conferências, os envelopes válidos para a apuração foram sendo abertos sem que fosse visto o voto, garantindo aqui o caráter secreto da opinião do eleitor. Depois de tirar todos os votos válidos de dentro dos envelopes, foi iniciada a contagem dos votos “SIM” e “NÃO”. Após a contagem e recontagem, os número finais para a urna ACUR B-1 foram: 52 (cento e dois) votos de aprovação “SIM”, nenhum voto de reprovação “NÃO”, nenhum voto em branco e 1 (um) voto nulo. Encerrada a apuração da urna ACUR B-1 às 7h49min (sete horas e quarenta e nove minutos), todos os presente, em comum acordo, decidiram dar uma pausa para tomar o café da manhã. Todos saíram da sala onde ocorreu a votação, sala que ficou trancada e só foi aberta com o retorno de comissário e representantes de chapa. No retorno do intervalo para o desjejum, a representante da chapa


JULIANA NASCIMENTO foi substituída pelo seu companheiro CARLOS ALBERTO DE MOURA. Terminado o intervalo, passou-se à apuração da urna ACUR A – destinada aos votos dos estudantes dos cursos de Agronomia, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas. Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia de Agrimensura e Cartográfica, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Materiais, Engenharia Florestal, Engenharia Química, Farmácia, Geologia, Medicina Veterinária, Química Industrial, Sistemas de Informação e Zootecnia. Conferidas as lista dos cursos já mencionados, verificou-se que 238 (duzentos e trinta e oito) estudantes compareceram para votar nesta urna. Ao fazer a conferência da quantidade de cédulas dentro da urna, não foi encontrado nenhuma discrepância, sendo a quantidade de assinaturas igual à quantidade de votos dentro da urna ACUR A; no entanto, foram encontrados 4 (quatro) votos com irregularidade na identificação, sendo estes 4 (quatro) votos anulados/desconsiderados. Terminadas as conferências preliminares, passou-se à conferência dos votos. Depois de conferir todas os 238 (duzentos e trinta e oito) votos, o resultado final de apuração para a urna ACUR A foi: 237 (duzentos e trinta e sete) votos de aprovação “SIM”, 1 (um) voto de reprovação “NÃO”, nenhum voto em branco e nenhum voto nulo. Encerrada a apuração da urna ACUR A às 8h40min (oito horas e quarenta minutos), deu-se inicio a apuração da urna ACUR B destinada aos votos dos estudantes dos cursos de graduação em Administração Integral, Administração Noturno, Administração Pública, Belas Artes, Ciências Agrícolas, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Comunicação Social, Direito, Economia Doméstica, Educação Física, Educação no Campo, Filosofia, Física, Geografia, História Noturno, História Vespertino, Hotelaria, Letras/Inglês, Letras/Literaturas, Matemática, Pedagogia, Psicologia, Licenciatura em Química e Relações Internacionais. Conferidas as lista dos cursos já mencionados, verificou-se que 506 (quinhentos e seis) estudantes compareceram para votar nesta urna. Ao fazer a conferência da quantidade de cédulas dentro da urna, não foi encontrado nenhuma discrepância, sendo a quantidade de assinaturas igual à quantidade de votos dentro da urna ACUR B; com isto nenhum voto foi anulado. Terminadas as conferências preliminares, passou-se a conferência dos votos. Depois de conferir todas as cédulas de votação o resultado final de apuração para a urna ACUR B foi: 449 (quatrocentos e quarenta e nove) votos de aprovação “SIM”, 7 (sete) votos de reprovação “NÃO”, nenhum voto em branco e nenhum voto nulo. Terminada a apuração, se obteve como RESULTADO FINAL: Estavam aptos a votar 9174 estudantes, regularmente matriculados nos curso de graduação da UFRRJ no campus Seropédica. O quórum neste caso foi de 918 votos – 10% do número total de votantes. Um total de 1224 estudantes compareceu às urnas para concordar ou não com a eleição da única chapa que se candidatou à diretoria da ACUR. Dos 1224 votos, 35 votos foram anulados. Entendendo que estas anulações não comprometem nem o quórum, ou a maioria universal dos votos válidos que foi de 1188 (um mil cento e oitenta e oito) votos, a chapa única “Nova Atlética” obteve 1160 (um mil cento e sessenta) votos de aprovação, “SIM” (97,64% dos votos válidos) e 21(vinte e um) votos contrários “NÃO” (1,76% dos votos válidos). Na contagem ainda, contabilizou-se 4 votos nulos (0,17% dos votos válidos) e 4 votos em branco (0,17% dos votos válidos). A apuração foi encerrada às 10h50min (dez horas e cinquenta minutos) do dia 29 de maio de 2014. Não tendo mais o que relatar, encerra-se esta ata que vai assinada pelos comissários responsáveis por conduzir o processo eleitoral, citados no início deste documento juntamente com os representantes de chapa presentes na apuração. Esta ata de apuração será encaminhada para a Assembleia Geral do Estudantes, sendo o presente documento conduzido para homologação e aprovação da comunidade estudantil.


Ata Assembleia 11 de Junho