Page 10

Tema de capa

Eduardo Carvalho, presidente da Equinix no Brasil.

A fibra chegará por Fortaleza (CE) e será ligada à Praia Grande e, de lá até, Santana do Parnaíba (SP), onde ocorrerá a distribuição do tráfego pela América do Sul. O Cabo Monet tem a empresa angolana como uma das investidoras, contando ainda com o Google, a Antel (Uruguai) e a Algar Telecom (Brasil). Sua rota será de mais de 10 mil quilômetros e capacidade de comunicação de pelo menos 60 Tbps, em seis pares de fibra, sendo dois da Angola Cables. A construção, financiada pelas quatro empresas que formam o consórcio, ficou a cargo da TE Subcom (divisão de cabos submarinos da TycoElectronics).

10  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

“Um dos fatores que atribuo à escolha da Equinix é uma mudança de cunho técnico. Antigamente, os cabos chegavam nas costas dos países e eram instalados em ‘CableLandingStations’ (CLS). Agora, as empresas estão começando a perceber a vantagem em não mais instalar esses equipamentos nesses locais, mas em movê-los para data centers altamente conectados e seguros. Além da questão da neutralidade, existe um apelo técnico que envolve a transferência de equipamentos para o data center, facilitando a operação desse cabo no dia a dia”, conta o presidente da Equinix.

Profile for DCD Magazine

E-magazine em portugues 1  

Brasil ganhará mais cabos submarinos. Esta edição da DCD Magazine aborda os impactos que as novas rotas vêm causando no mercado de TI e tele...

E-magazine em portugues 1  

Brasil ganhará mais cabos submarinos. Esta edição da DCD Magazine aborda os impactos que as novas rotas vêm causando no mercado de TI e tele...