Page 1

www.datacenterdynamics.com.br Dezembro 2018

DCD Latin America Awards aterrissa em São Paulo e premia a indústria de data center da região

Dataprev coloca seus três data centers à prova e conquista certificação sustentável CEEDA

Digital Realty adquire a brasileira Ascenty, uma das plataformas de data center que vem crescendo mais rápido na América Latina

Os desafios atuais em proteção e retenção de dados em data center no Brasil


Icones interativos

Guia de navegação Retorne ao sumário de qualquer página

É possível consultar mais recurso multimídia online

Clique no ícone se quiser ler o artigo na íntegra ou somente uma parte

Deseja entrar em contato conosco? Envie um e-mail

O texto é extenso? Retorne ao início ou escolha outro tema, se preferir

Acesse a web e baixe um texto complementar

Se aparecer este ícone significa que há mais informação na web

Dentro da revista você tem a sua disposição informações mais detalhadas de nossos produtos, que estão separados por cores e ícones em requadros Eventos

Relatórios

Debates

Uma serie de conferências sobre infraestrutura digital líder no mundo da TI

Estudios de mercado regionales sobre el sector del data center

Webinars com especialistas de distintas áreas sobre atualidades

DCPro

Prêmios

CEEDA

Um programa completo de cursos para obter elevado nível teórico e prático

Todos os anos se recompensa o esforço da indústria em inovação

Certificação de Eficiência Energética em nível global para data centers


Staff Virginia Toledo Chefe Redatora Virginia.toledo@datacenterdynamics.com

Tatiane Aquim Redatora Tatiane.aquim@datacenterdynamics.com

DCD ESPAÑA C/Bravo Murillo 178 2ª Planta 28020 Madrid España +34 911331762 NOSSA EQUIPE:

Celia Villarrubia Redatora Celia.villarrubia@datacenterdynamics.com

Catarina Benzinho Publicidade Catarina.benzinho@datacenterdynamics.com

PUBLICIDADE LATAM Catarina Benzinho EMEA Yash Puwar USA Kurtis Friesen MANAGING DIRECTOR SPAIN & LATAM José Luis Friebel

Busque-nos em: www.dcd.media

Virginia Toledo Chefe Redatora Celia Villarrubia Redatora

twitter.com/DCD_ES

www.datacenterdynamics.com.br www.datacenterdynamics.com linkedin.com © 2017 Data Centre Dynamics Limited All rights reserved. No part of this publication may be reproduced or transmitted, in any form or by any means, electronic, mechanical, photocopying, recording or otherwise, or be stored in any retrieval system of any nature, without prior written permission of Data Centre Dynamics Limited. Applications for written permission should be directed to Jon McGowan, jon.mcgowan@datacenterdynamics.com. Any views or opinions expressed do not necessarily represent the views or opinions of Data Centre Dynamics Limited or its affiliates. Disclaimer of liability: Whilst every effort has been made to ensure the quality and accuracy of the information contained in this publication at the time of going to press, Data Centre Dynamics Limited and its affiliates assume no responsibility as to the accuracy or completeness of and, to the extent permitted by law, shall not be liable for any errors or omissions or any loss, damage or expense incurred by reliance on information or any statement contained in this publication. Advertisers are solely responsible for the content of the advertising material which they submit to us and for ensuring that the material complies with applicable laws. Data Centre Dynamics Limited and its affiliates are not responsible for any error, omission or material. Inclusion of any advertisement is not intended to endorse any views expressed, nor products or services offered, nor the organisations sponsoring the advertisement.

DIRETOR COMERCIAL LATAM Marcus Queiroz DESENHO Chris Perrins Direção de arte Carlos Entrena Desenho e portada DISTRIBUIÇÃO Daniel Martín

Número 4 • Dezembro 2018  3


Sumário Dezembro 2018

Para ler as reportagens, clique na foto ou vá para a coluna da direita

16

08

TEMA DE CAPA 08 Digital Realty chega ao Brasil decidida a liderar

20

REPORTAGEM 16 Dataprev conquista certificação CEEDA para data centers de Brasília, Rio e São Paulo 20 DCD premia a indústria de data center em São Paulo

3416

ENTREVISTA 34 Os desafios da Cibersegurança no Brasil 38 ATUALIDADES

4  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


MH Grupo, atua na construção de Data Centers desde soluções completas Turn Key incluindo: Projetos Conceituais, Executivos, Aprovações Legais, Construção, Integração, Comissionamento, Certificação e Manutenção à Retrofits com Mitigação e Análise de Riscos, sempre baseado em inovação, automação e controle, criatividade, sistemas eficientes, resilientes e otimização de recursos. Com experiência de mais 25 anos de sucesso e conquistas.

ALGUNS DEPOIMENTOS

Ascenty “Parceria sem confiança não existe. Além da capacidade técnica, o Grupo MH demonstra acertividade nos orçamentos, nas propostas comerciais, execução dos projetos e cronogramas”.

Locaweb “Projetos desenvolvidos a 4 mãos partindo do chão e entendendo nossas necessidades. Nunca houve atrasos e problemas de orçamento nos projetos do Grupo MH para a Locaweb. Muito difícil nesse mercado de tecnologia ter uma parceria tão longa.

NIC.BR “... com o projeto da MH conseguimos uma economia de recursos, além da qualidade técnica, que motivou iniciar a 2ª fase de expansão muito antes do previsto”.

CLIQUE NA IMAGEM E ASSISTA OS CASES DE SUCESSO.

www.mendesholler.com.br / Tel.: (11) 5687 8133


Editorial N

ão perca tempo! Confira agora a capa e as matérias da Focus Magazine; a única revista que reúne todas as novidades do mercado de data center brasileiro. Projeção da Ascenty Sempre informativa, esta edição traz uma entrevista exclusiva com para o Brasil é de forte Bill Stein, CEO da Digital Realty, crescimento do mercado importante provedora global de de data center, nos prósoluções de data center, colocation e interconexão, que reximos seis anos; a Dicentemente fechou um acordo gital Realty pensa definitivo para adquirir a Ascenty, o mesmo. do fundo de private equity Great Hill Partners. A transação está avaliada em aproximadamente US$ 1,8 bilhão. Você confere tudo em primeira mão aqui. Faz parte também desta edição, a conquista da certificação CEEDA para os data centers de Brasília, Rio e São Paulo da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev), uma das mais inovadoras do setor público do Brasil, que colocou seus data centers à prova, ao investir no processo de certificação do selo de eficiência energética. Fecha esta edição, o DCD Latin America Awards 2018, premiação anual que reconhece os melhores projetos e profissionais da indústria de data center. Esta edição traz a lista dos vencedores de todas as categorias e os detalhes dos projetos vencedores. Esta edição está imperdível! Tenha uma boa leitura e compartilhe com seus contatos. Afinal, disseminar conhecimento é bom para todos e contribui para o amadurecimento do setor de data center brasileiro. Tatiane Aquim

6  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


Economia, controle e convergência para o seu negócio.

A solução 100% óptica para redes LAN da Furukawa. A solução Laserway baseia-se na tecnologia GPON, por isso proporciona conectividade IP convergente aos diversos ambientes de cabeamento estruturado. Combina uma moderna rede passiva, priorizando a facilidade de instalação, a modularidade e a redução de infraestrutura. Adapta-se aos mais variados cenários de redes, seja em novos ambientes ou já existentes, reduzindo custos e economizando energia.

Laserway é indicado para: Call Centers • Empresas • Aeroportos • Hotéis • Indústrias Logística • Universidades • Prédios Públicos • Hospitais

Para mais informações, escaneie.

Rede Eficiente

e Sustentável À Prova

de Futuro Tecnologia GPON

Conectividade

IP Convergente Economia em

CAPEX e OPEX


Tema de capa

Digital Realty chega ao Brasil decidida a liderar Empresa adquiriu a brasileira Ascenty, uma das plataformas de data center que mais rápido cresce na América Latina

8  DCD eMagazine • www.dcd.media

O

destaque do terceiro trimestre fiscal da Digital Realty, foi o anúncio feito através de sua subsidiária brasileira, Stellar Participações, que assinou um contrato para adquirir a Ascenty, em uma transação avaliada em US$ 1.800 milhões. Uma das plataformas de data center de mais rápido crescimento na América Latina, a Ascenty oferece soluções de colocation e conectividade para varejistas e infraestrutura personalizada para clientes de hiperescala.


Design + Build

Número 6 • Noviembre 2018  9


Tema de capa Após o acordo, a DCD entrevistou o CEO da Digital Realty, Bill Stein, que revelou os detalhes mais exclusivos sobre a importante aquisição. Confira, a seguir.

população mundial. À medida que esse mercado relativamente jovem se torna on-line, a Digital Realty detecta oportunidades significativas para ajudar a impulsionar essa nova onda de crescimento, o que já foi feito, com sucesso, em vários mercados asiáticos onde a Digital Realty atua.

DatacenterDynamics: Como foi o processo de negociação de compra da Ascenty e quanto tempo levou? Bill Stein: A Ascenty é uma empresa DCD: Quais são as expectativas altamente estratégica e compleda Digital Realty com a compra mentar ao portfólio existente da da Ascenty? Digital Realty. Através desta iniciaB. S.: Desde nosso anúncio no final tiva, também tivemos o prazer de de setembro, recebemos várias lifazer uma parceria com a Brookfield, gações de clientes existentes pergestora de ativos global, com uma guntando sobre a capacidade do longa história de investimentos no data centers no Brasil. Brasil, em infraestrutura, energia Acreditamos que os negócios da renovável, setor imobiliário e Ascenty e da Digital Realty são private equity. A Brookfield muito estratégicos e comse comprometeu em inplementares, e que têm vestir US$ 613 milhões, o potencial de criar inicialmente, em troeficiências regionais ca de 49% de particide custos e benefífoi o que arrendou pação acionária em cios fiscais. Espea Ascenty até uma joint venture cificamente, uma o fechamento que deve adquirir a excelente equipe Ascenty. Destacamos de gerenciamento e desta edição que a equipe de gestão proprietária de sua próda Ascenty, continuará a pria fibra óptica tornou a ser gerida por seu CEO, Chris empresa o parceiro ideal para Torto, após o fechamento da tranprovedores globais de nuvem e, sação, que esperamos que aconteça como resultado, maior participação neste trimestre. de mercado. O portfólio da Ascenty consiste em oito data centers de DCD: Que razões impulsionaram classe mundial em serviços, consa Digital Realty a adquirir a Astruídos para esse fim, e outros seis centy? data centers atualmente em consB. S.: Ao lado da Ásia, a Améritrução, com um total de 106 meca Latina é uma das economias gawatts de capacidade planejada. onde a Transformação Digital está As instalações em operação tinham ocorrendo de forma mais veloz no aproximadamente 97% locadas em mundo. O Brasil é a maior econo30 de setembro, enquanto os data mia na região, com a quinta maior centers em construção tinham

30mw

10  DCD eMagazine • www.dcd.media


Design + Build

Estamo s entus iasmad como a os econom ia digit do Bras al il e da A mérica está to Latina mando forma e uma ve m locidad e vertig inosa Número 6 • Noviembre 2018  11


Tema de capa aproximadamente 83% pré-locados. Desde nosso anúncio, a equipe de gestão da Ascenty continuou seu trabalho com a geração de receitas adicionais de fibra e arrendou outros 3,6 megawatts em outubro para dois provedores globais de nuvem, elevando sua conta de arrendamento em aproximadamente 30 megawatts. Acreditamos que podemos acelerar ainda mais os sucessos da empresa, conquistar participação de mercado adicional e expandir

12  DCD eMagazine • www.dcd.media

nosso mercado, aproveitando nossa plataforma global líder do setor. DCD: Quais são os planos da Digital Realty para o Brasil? B. S.: Fundamentalmente, esperamos que este acordo posicione a Digital Realty como um provedor líder em uma região de rápido crescimento, como a América Latina, com ativos de grande escala e alta qualidade. A aquisição da Ascenty fortalece nossa posição global, expande nossa base de clientes e aprofunda os relacionamentos existentes com os clientes, além de fornecer ativos estratégicos de alto valor e uma rede de fibra proprietária no Brasil. A Ascenty desenvolveu uma plataforma totalmente integrada com sólida experiência em operações, vendas, marketing, tecnologia, engenharia e desenvolvimento, liderada por uma equipe de gerenciamento experiente, com um histórico sólido quando se trata de expandir negócios em


Design + Build toda a América Latina. Por meio dessa aquisição, esperamos consolidar a Ascenty como a plataforma estratégica pela qual pretendemos operar e expandir nossos negócios de data center no Brasil e em toda a América Latina, além de melhorar nossa capacidade de ser um parceiro confiável com padrões de qualidade consistentes nas principais localizações de data centers. DCD: Como Digital Realty avalia o mercado latino-americano de TI? B. S.: A região da América Latina representa uma oportunidade atraente para o futuro crescimento de dados, impulsionado por fatores macroeconômicos e demográficos, incluindo o crescimento da população em idade ativa e a rápida digitalização. O Brasil é o quinto maior país do mundo em termos de área e população, bem como a oitava maior economia em produto interno bruto e está preparado para

se tornar o centro da futura expansão tecnológica da América Latina. A Ascenty tem uma importante oportunidade de crescimento, por meio de desenvolvimento futuro no Brasil e está bem posicionada para atender à crescente demanda, por meio da expansão na América Latina. DCD: Quais são os diferenciais da Ascenty no mercado hoje? B. S.: Os data centers da Ascenty estão concentrados nas áreas metropolitanas brasileiras de São Paulo, Campinas, Rio de Janeiro e Fortaleza. A expectativa é que a Ascenty tenha aproximadamente 31% da participação de mercado de data centers de multiprojetos, com base no número de megawatts, considerando a capacidade adicional dos data centers da Ascenty em construção. Além disso, a rede própria da Ascenty, que possui de cerca de 4,500 km, oferece aos seus clientes acesso direto a grandes

Número 6 • Noviembre 2018  13


Tema de capa

dispositivos, dados e processos que ocorrem no Brasil e América Latina em geral.

operadoras de pontos de interconexão de telecomunicações brasileiro e redes de cabo submarino para os principais centros de tecnologia e finanças. Essa rede de fibra, que é difícil de replicar, dá à Ascenty uma vantagem competitiva no Brasil ao permitir a seleção estratégica do site e fornece uma lista crescente de clientes com data centers altamente interconectados. Nenhum outro operador de data center no Brasil pode oferecer o mesmo nível de conectividade, se considerarmos o número crescente de ligações diárias entre pessoas, empresas,

14  DCD eMagazine • www.dcd.media

DCD: A projeção da Ascenty para o Brasil é de um forte crescimento do mercado de data center nos próximos seis anos, a Digital Realty pensa o mesmo? B. S.: A Ascenty e a Realty Digital estão estreitamente alinhadas em relação às oportunidades esperadas, considerando que a economia digital no Brasil continua a crescer e prosperar, incluindo o uso agressivo de modelos de negócios que transformam dados, oferecendo novos produtos e serviços, criando novos processos e implementação de uma nova cultura de gestão. Nesse sentido, estamos muito entusiasmados com a maneira como a economia digital do Brasil e da América Latina está tomando forma, um fenômeno que ocorre em uma velocidade vertiginosa.


Tecnologia em Proteção e Combate a Incêndio Para Ambientes de Missão Crítica: Data Centers, Salas de TI, Salas Técnicas e CPD’s

Atuamos em todo o Território Nacional Equipamentos Certificados UL e FM Mão de Obra Própria e Especializada Projeto | Fornecimento | Instalação | Manutenção | Assistência Técnica •

Sistemas de detecção e alarme de incêndio pontual analógico /endereçável.

Sistemas de detecção a laser por aspiração - VESDA.

Sistemas fixos de supressão de incêndio com aplicação de gases químicos e inertes: HFC227ea (FM-200), HFC125 (FE-25), FK-5-1-12 (NovecTM1230), IG-541 e CO2.

Recarga de gases químicos e inertes.

Sistema individual automático para detecção e extinção de incêndio com HFC227ea (FM-200) para racks, painéis elétricos, painéis de controle, máquinas e geradores.

Realização de testes de estanqueidade em ambientes protegidos.

Manutenção e assistência técnica para os SPCI - Sistemas de Proteção e Combate a Incêndio.

www.smh.com. br

|

smh@smh.com.br

|

Fone +55 11 5060-5777


Reportagem

Dataprev conquista

certificação CEEDA para data centers de Brasília, Rio e São Paulo

Selo sustentável fornece análise da implementação das melhores práticas dentro de um data center

16  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

A

Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência (Dataprev), uma das mais inovadoras do setor público do Brasil, colocou seus data centers à prova, ao investir no processo de certificação do selo CEEDA (Certified Energy Efficiency in Data Centres Award), de eficiência energética. Os data centers avaliados estão em Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo.


Design + Build

1C o

a mais na temperatura de saída da água gelada dos chillers representa e ampliação de seus data centers. Após a renovação até 2% de economia dos data centers, a empresa no consumo investiu, também, na certifide energia

cação tornando-se a primeira empresa pública do Brasil a completar o ciclo Tier III e a alcançar o selo Gold.

Iniciado em agosto, o processo de avaliação dos data centers levou pouco menos de três meses e a certificação foi entregue no dia 6 de novembro, em São Paulo, durante o DCD Brasil 2018, evento anual que reúne os principais “players” do setor para discutir os caminhos do mercado de data center nacional. Pioneira no setor público quando o assunto é otimização de data center, a Dataprev investiu, nos últimos anos, na modernização

Iniciativas para redução no consumo de energia e água nos data centers Dispondo de sistemas de climatização de precisão, os data centers da Dataprev além de garantirem as condições ambientais (temperatura e umidade) adequadas para operação dos equipamentos de TI, contribuem para a redução do consumo de energia do ambiente, uma vez que são mais eficientes que os sistemas de climatização convencionais. Além disso, os data centers possuem configuração de corredor quente/frio, responsável pela segregação física entre o ar frio insuflado pelo sistema de climatização Número 4 • Dezembro 2018  17


Reportagem

DCD> CEEDA

e o ar quente que é dissipado pelos equipamentos de TI. Essa configuração garante uma melhoria da eficiência energética do sistema de climatização do data center, uma vez que não há mistura entre o ar frio e o ar quente, o que ajuda na manutenção da temperatura adequada no ambiente de TI. Além disso, os data centers localizados em São Paulo e no Rio de Janeiro possuem sistemas de climatização baseados em água gelada, com utilização de chillers de condensação a ar (mais eficientes), que permitem um acompanhamento contínuo das condições ambientais externas (temperatura e umidade), visando elevar a temperatura de saída da água gelada. Fator importante, o aumento de 1º C na temperatura de saída da água gelada proveniente dos chillers pode representar uma economia de até 2% no consumo de energia total do data center.

18  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

O selo CEEDA tem como objetivo fornecer uma análise da implementação das melhores práticas de eficiência energética auditada e certificada dentro de um data center. A conquista da certificação é feita por meio de um plano de ação operacional de desempenho, que permite que as organizações comparem suas instalações em matéria de eficiência energética.

Nos ambientes de TI, a Dataprev adotou a iluminação LED, mais eficiente do que as lâmpadas fluorescentes, normalmente utilizadas em data centers. Para a Dataprev, a certificação CEEDA é uma oportunidade valiosa de confirmar que a gestão e operação de seus data centers são consistentes e estão em total acordo com a estratégia de sustentabilidade operacional da empresa. Ressaltando, ainda, que a competitividade e a confiabilidade dos serviços prestados pela empresa estão diretamente relacionadas à capaci-


Design + Build dade de operar de forma eficiente as suas instalações de TI. Como funciona O ciclo de avaliação tem duração de dois anos e é composto por uma primeira avaliação mais abrangente e uma segunda, que é feita um ano depois. A avaliação inicial fornece uma análise detalhada da implementação de um conjunto de melhores práticas em eficiência energética em instalações mecânicas e elétricas, TI e gestão operacional. A segunda avaliação permite estimar os impactos do plano de eficiência energética, a nova implantação em infraestrutura e os novos serviços prestados. Também permite que o conhecimento prático sobre os mais recentes avanços em eficiência energética seja transferido para o cliente. Processo de Avaliação Após discutir o perfil da unidade a ser avaliada, e os objetivos que o cliente pretende atingir, um auditor reúne, remotamente, evidências da execução e o método de medição de um conjunto de até 90 melhores práticas e métricas. Uma vez completo, o auditor visita as instalações para recolher evidências, elabora um

relatório com base nos resultados da avaliação e recomenda um nível de certificação (Bronze, Silver ou Gold). Este relatório é então analisado e o auditor é entrevistado antes da confirmação do nível de certificação alcançado. Em seguida, é feita a entrega do relatório de avaliação. A conquista do selo CEEDA tem como objetivo demonstrar o cumprimento de normas e regulamentos, a gestão eficiente das instalações e equipamentos de TI por parte da equipe dedicada, a competitividade do negócio de TI e o compromisso com as políticas ambientais e de responsabilidade social corporativa, aliado a uma significativa redução de gastos. Entre as empresas certificadas no mundo estão: Tata Communications, CenturyLink (antiga Level 3), Claro, Axtel, Cemex, Fujitsu e ARM.  Número 4 • Dezembro 2018  19


Reportagem

DCD premia a indústria de data center em São Paulo >Awards | 2018 Latin America

Realizado no último dia 6 de novembro, na cidade de São Paulo, o DCD Awards Latin America 2018, reconheceu os melhores projetos de data center da região.

A

premiação, que teve a Vertiv como principal patrocinadora e a Zeittec como patrocinadora associada, destacou 8 projetos, cujos vencedores foram escolhidos por um júri independente e outros 2 por voto popular. A 7ª edição do DCD Awards Latin America, contou com a participação de mais de 80 empresas, que operam na região, entre elas estão:

20  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


>Awards | 2018 Latin America

Grupo Gtd, Grupo Electrotécnica, KIO NETWORKS e Repsol, além das brasileiras Ascenty, Bradesco, Dataprev e Telebras, que também levaram o troféu. Os vencedores de cada uma das 10 categorias, foram premiados na capital paulista. Nas páginas a seguir, você vai conhecer a lista completa dos vencedores, que receberam o “oscar” da indústria de data center, no Centro de Eventos PRO MAGNO.

1

Melhor Data Center “Enterprise”

2

Melhor Data Center de um Provedor de Serviços

3

Melhor Prestador de Serviço Digital no Setor Público

4

Excelência na Operação de Data Centers

5

Inovação na Melhora da Eficiência Energética no Data Center

6

Melhor Projeto de Transformação do Data Center

7

Melhor Projeto Cloud

8

Contribuição Excepcional à Indústria de Data Center

9

Provedor de Colocation do Ano na América Latina

10

Solução Mais Inovadora para Data Center do Ano na América Latina

Número 4 • Dezembro 2018  21


Reportagem

1

Melhor Data Center “Enterprise” Categoria patrocinada pela CommScope

Repsol

Novo Data Center Lima (Peru) O diferencial apresentado pela Repsol, está no projeto arquitetônico, que trouxe a transformação parcial de um edifício não originalmente projetado para acomodar um ambiente de missão crítica, em que para abrigar equipamentos excederia, de longe, os pesos fornecidos para o material de aplicação padrão. E, além disso, fazê-lo em uma localidade onde o risco sísmico não é desprezível, com soluções à prova de terremotos, tanto na estrutura geral dos recintos como componentes individuais, trouxe inovação ao projeto. Impulsionada pela limitação do antigo data center, que já não atendia as necessidades atuais e futuras da empresa, a construção da Refinaria La Pampilla, instalada em Lima, se deu com o objetivo de alcançar altos níveis de disponibilidade, em consonância com normas internas da empresa, facilitando a expansão dos serviços em um ambiente de crescente demanda.

Finalistas:

Banco Bradesco - Modernizações para Excelência em Data Centers (Brasil) Banco do Brasil - Nova Gestão e Estratégia Eficiência de Ativos (Brasil) Cooperativa de Ahorro y Credito San Jose - Novo Data Center (Equador)

22  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


>Awards | 2018 Latin America

2

Melhor Data Center de um Provedor de Serviços Categoria patrocinada pela DCPro

Grupo Gtd

Data Center Pan-Americano - Chile Com selo Tier III, o data center do Grupo Gtd, possui uma área total construída de 7.200 m², área dividida em um primeiro andar de 6.000 m² e dois andares superiores de 800 m² cada, para abrigar quatro salas de servidores de 600 m², com densidade de potência média de 4 kW/rack, duas salas de telecomunicações de 65 m² e demais ambientes operacionais. Construído em um terreno com cerca de 16.000 m², que além da área construída, possui 1.200 m² para instalação de geradores, tanques de diesel, chillers e tanques de água gelada, o edifício possui sistema de isoladores sísmicos e ligações flexíveis, assegurando assim, a continuidade de operação antes de um evento sísmico. O sistema de ar condicionado utiliza chillers com resfriamento livre.

Finalistas: Ascenty - Data Center Osasco (Brasil) Grupo Gtd - Data Center Pan-Americano (Chile) Tigo - Titanium Data Center Bogotá (Colômbia)

Número 4 • Dezembro 2018  23


Reportagem

3

Melhor Prestador de Serviço Digital no Setor Público Categoria patrocinada pela Aggreko

Telebras

Operações Espaciais Principais (COPE-P), Brasília / DF - Brasil O Centro de Operações Espaciais Principal (COPE-P) é o primeiro do setor público brasileiro a contar com a certificação Tier IV. A infraestrutura do COPE/P foi projetada para o controle de, ao menos, três satélites geoestacionários, de um plano de lançamento de 26 satélites não geoestacionários. Desenvolvido em Building Information Modeling (BIM), tecnologia pioneira no setor público brasileiro, ao todo são 14.000 m² de área construída; a obra está orçada em R$ 190 milhões. O principal objetivo do projeto, é fornecer internet em banda Ka para o Plano Nacional de Banda Larga (PNBL) para todo o Brasil, incluindo áreas remotas; parte de seu uso será na banda X para projetos estratégicos de defesa militar. A expectativa é que o projeto cubra até 10,6 milhões de quilômetros quadrados (área maior do que todo o território brasileiro). Os principais setores que serão beneficiados pelo projeto são: Forças de Defesa Militar; Segurança Nacional e o Programa do Governo Federal Internet para Todos.

Finalistas: Banco do Brasil - Gestão de Ativos como Modelo de Gestão (Brasil) Instituto Mexicano del Seguro Social - IMSS Digital (México) Sabesp – Smart & Security Data Center (Brasil)

24  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


Economia, controle e convergência para o seu negócio.

A solução 100% óptica para redes LAN da Furukawa. A solução Laserway baseia-se na tecnologia GPON, por isso proporciona conectividade IP convergente aos diversos ambientes de cabeamento estruturado. Combina uma moderna rede passiva, priorizando a facilidade de instalação, a modularidade e a redução de infraestrutura. Adapta-se aos mais variados cenários de redes, seja em novos ambientes ou já existentes, reduzindo custos e economizando energia.

Laserway é indicado para: Call Centers • Empresas • Aeroportos • Hotéis • Indústrias Logística • Universidades • Prédios Públicos • Hospitais

Rede Eficiente

e Sustentável À Prova

de Futuro Tecnologia GPON

Conectividade

IP Convergente Economia em

CAPEX e OPEX

Para mais informações, escaneie.

Número 4 • Dezembro 2018  25


Reportagem

4

Excelência na Operação de Data Centers Categoria patrocinada pela Green4T

KIO Networks

Excellence Data Center Operations Strategy (México) A nova estratégia para obter uma operação de excelência em data center, desenvolvida pela KIO Networks, obedece aos requisitos cada vez mais exigentes de confiabilidade dos ambientes que hospedam soluções de TI, considerando também a responsabilidade social e o cuidado ambiental. Para atingir as metas de confiabilidade e sustentabilidade, foi fundamental para a KIO Data Center Operations, desenvolver uma estratégia integral com a valiosa contribuição do capital humano, com foco em ações para melhorar os processos, ferramentas tecnológicas, inovar, mais especialmente, formação de especialistas de alto desempenho, baseado em valores corporativos e humanos. Entre as ações desenvolvidas pela empresa estão, especialização dos profissionais (criação da carreira KIO DCO Specialist e intercâmbios de engenheiros entre campus); também estão incluídas ferramentas tecnológicas de ponta (Global Operative Monitoring Centre, BMS Development/Update, Apps Packs / Smartphone/ Tablets, etc.); desenvolvimento de processos (implementação de 16 macro gestões operativas de data center, Plano Anual de Auditorias de Macro Gestão, Atualização Anual BIA / BCP / DRP, etc.), inovação e pesquisa através da criação do KIO INNOVATION DC-LAB e dos AWARDS KIO INNOVATION 2018, entre outras propostas.

Finalistas:

Banco Santander - Manutenção 4.0 (Brasil) Dataprev - Desafios Multidisciplinares no Gerenciamento de Ambientes de Missão Crítica (Brasil) Banco Popular - Sostenibilidad Operativa (Costa Rica)

26  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


>Awards | 2018 Latin America

5

Inovação na Melhora da Eficiência Energética no Data Center Categoria patrocinada pela Vertiv

Axtel

Economia de Energia em Resfriamento por Cogeração (México) A partir de uma única fonte primária de combustível, a Cogeração permite a produção simultânea de energia elétrica e energia térmica útil. O projeto de Cogeração da Axtel apresenta economia na compra de eletricidade e melhora na confiabilidade do fornecimento de eletricidade, o que significa uma melhor utilização do combustível, dada a elevada eficiência dos sistemas de Cogeração, onde se aproveita a energia térmica para climatização. Pela sua grande eficiência no aproveitamento de combustível, a Cogeração é classificada como uma energia limpa, compartilhando dos mesmos benefícios que a energia renovável. A Cogeração no data center da Axtel Querétaro permite a utilização direta de gases de escape como fonte de energia térmica para uso na geração de energia para resfriamento pelo uso dos chillers de absorção, conseguindo assim colocar em “stand-by” alguns chillers elétricos. Além disso, o sistema de geração de energia com moto geradores a gás natural permite iniciar o esquema de auto-abastecimento no data center, disponibilizando assim, uma terceira fonte de energia elétrica (Cogeração, CFE e Geradores a Diesel).

Finalistas:

Banco Bradesco - Evolução na Eficiência Energética nos Data Centers (Brasil) IBM - Cognitive Project - Energy Efficiency (México) Sicoob - Data Center Eficiente (Brasil) Número 4 • Dezembro 2018  27


Reportagem

6

Melhor Projeto de Transformação do Data Center Categoria patrocinada pela Schneider Electric

Banco Bradesco

Modernização dos Sistemas Elétrico, Mecânico e de Segurança dos Data Centers (Brasil) As ações deste projeto envolveram os três data centers do Banco. Entre outras ações, no Data Center Alphaville (SP), foi realizada a instalação de um ambiente de alta densidade com DCIM personalizado. Após a implantação da sala de alta densidade para equipamentos de informática, houve redução do PUE, que foi de 1,95 para 1,78. Com este novo ambiente, foi possível instalar até cinco servidores blade (modelo Cisco UCS) por rack, enquanto a capacidade em um ambiente tradicional, é de cerca de três servidores do mesmo modelo. Também foi instalado um sistema de refrigeração in-row, cabeamento aéreo e otimização do sistema de geração de energia, que melhorou o MTBF de componentes do sistema. No CTI Bradesco - Osasco, foi modernizado o sistema de BMS e instalações mecânicas, resultando na melhoria da eficiência e diminuição do PUE, que foi de 1,49 para 1,44. A modernização do sistema BMS inclui a função de automatização das válvulas de interconexão de torres e chiller, o que resultou na melhoria da flexibilidade operacional, que antes era de 20 minutos e passou para até dois minutos, tornando a operação 10 vezes mais rápida. Além disso, o sistema de CCTV foi atualizado com tecnologia analítica, realizando uma medição antes e depois para a identificação de objetos estranhos e movimentos sutis, tendo assim maior agilidade para tomada de decisão. Já o Data Center Curitiba ganhou capacidade elétrica de TI com equipamentos e projetos existentes, com ações sustentáveis. A implementação, ganho e eficácia da solução já foi comprovada por meio de medições e coletas de logs, assim como o estudo da fabricante do sistema UPS, validado antes da implementação. O sucesso das iniciativas sustentáveis resultou ​​ na diminuição do PUE, que antes era de 1,97 e hoje marca 1,77.

Finalistas:

Americatel - Transformando el Centro de Datos y la Gestión de la Energía (Perú) Dataprev - Transformação para Melhor Servir à Sociedade (Brasil) Universidad de La Serena - Transformación Digital en la Educación Superior (Chile)

28  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


>Awards | 2018 Latin America

7

Melhor Projeto Cloud Categoria patrocinada pela Algar

Dataprev

Modernização do Parque de TI e Ampliação dos Serviços em Nuvem (Brasil) Empresa pública que fornece soluções de tecnologia da informação e comunicação para o desenvolvimento, melhoria e execução de políticas sociais no país, a Dataprev, fornece serviços analíticos, de hospedagem, suporte e operação de ambientes, consultoria, desenvolvimento, publicação de dados abertos, hospedagem de blogs e portais, com três data centers preparados para oferecer alta disponibilidade e segurança para todos estes sistemas. Nos últimos dez anos, um amplo programa de gestão de amplo alcance promoveu uma grande transformação na empresa, o que trouxe reequilíbrio financeiro, modernizou as estruturas e recuperou a importância da empresa junto ao mercado e clientes. Em 2006, a Dataprev atendia a área de Seguridade Social, incluindo a parte da receita de seguridade social do Governo Federal. Após mais de uma década, seus clientes somam mais de dez entidades governamentais e dezenas de instituições financeiras, públicas e privadas. Neste período, os três data centers da companhia, receberam investimentos recorde, aumentando assim a capacidade da infraestrutura, renovando o parque de computadores, dispositivos de rede, armazenamento de dados, sistemas operacionais, ferramentas de segurança e monitoramento, bancos de dados e outros recursos de processamento. Entre outras principais iniciativas da empresa está, um extenso programa de migração, que hoje está na reta final para desmobilizar totalmente o uso de mainframes na produção, que serão substituídos por pequenas plataformas. Com as iniciativas, a empresa busca garantir a independência em relação a tecnologias, fornecedores e fabricantes. A modernização dos data centers, um dos maiores programas de atualização tecnológica da infraestrutura da empresa, gerou uma economia significativa, principalmente no consumo de água, com o uso de equipamentos de refrigeração mais sustentáveis, aliados a medidas de gestão.

Finalistas:

Juan Valdez Café - Migración al Cloud Spoonity (Colômbia) Rede Nacional de Ensino e Pesquisa - Nas Nuvens RNP (Brasil) SDR - DRP in a Box (México)

Número 4 • Dezembro 2018  29


Reportagem

8

Contribuição Excepcional à Indústria de Data Center Categoria patrocinada pela TCSolutions

Garcerán Rojas, presidente da PQC Engenheiro Industrial, formado pela Escuela de Ingeniería de Bilbao (Espanha), Garcerán Rojas possui 15 anos de experiência nos setores ferroviário e de proteção elétrica; fundou a PQC em 1996. Desde então, a empresa tem no setor de data center sua maior atividade, o que tornou a PQC hoje uma referência internacional na área, sendo reconhecida como pioneira em quase todas as suas atividades específicas, a partir do diagnóstico de problemas de desempenho, avaliação, reengenharia de arquitetura e eficiência energética, passando pelo mundo do design e construção, PMO e comissionamento, englobando tudo isso numa consultoria confiável. Desde 2012 atuando na América Latina, hoje a empresa já colhe os frutos por ter investido neste mercado, abrindo escritórios no México e no Chile, com projetos importantes nestes dois países e em outras partes da região, com uma menção especial ao Peru. O setor recebeu com notabilidade a iniciativa de Garcerán Rojas de escrever um livro sobre data centers, com uma pitada de humor. A ele correspondeu a redação dos textos e à PQC, a publicação do livro para o qual foi brilhantemente acompanhado do falecido Antonio Fraguas “Forges”, nas ilustrações Frequente publicador de artigos, tanto no site da PQC como em mídia especializada, Garcerán é também membro do IEEE, ASHRAE, The Green Grid, ATD/Uptime Institute, CCRE pelo ICREA, e possui cursos de formação de professores regulares para profissionais envolvidos em data center. “Esse reconhecimento vindo de profissionais do setor me enche de orgulho, aos quais quero agradecer enormemente por essa premiação. E para que não pareça ser um prêmio de final de carreira, me comprometo a estar de ativo no mercado por muito mais tempo”.

30  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


>Awards | 2018 Latin America

9

Provedor de Colocation do Ano na América Latina Categoria patrocinada pela CEEDA

Ascenty (Brasil) Felipe Caballero, diretor de Facilities e Data Center da Ascenty, fez um discurso emocionado, ao receber o prêmio, durante a cerimônia, realizada em São Paulo. “Esse prêmio conta uma história, que começou há sete anos com uma ideia e alguns cabos de fibra óptica, que hoje se tornaram 5000 quilômetros de rede própria. Há sete anos atrás, a Ascenty abriu seu primeiro data center em Campinas (SP). Hoje, já são oito data centers em operação. Em 10 meses teremos mais oito! Ou seja, fecharemos 2019, com 16 data centers em operação; 100 megawatts de TI instalados. É muito bom estar no palco do DCD Awards Latin America e ver que o mercado reconhece a Ascenty; clientes, parceiros e fornecedores. Este prêmio é um reconhecimento para o time de 300 funcionários, que cuidam dos data centers da Ascenty.”

Finalistas:

Globenet (Colombia) HostDime (Brasil) Sonda (Chile)

Número 4 • Dezembro 2018  31


Reportagem

10

Solução Mais Inovadora para Data Center do Ano na América Latina Grupo Electrotécnica

Data Center Modular Nomad (Costa Rica) Solução premium para data centers modulares, a Nomad foi desenvolvida pelo Grupo Electrotécnica e permite crescimento na velocidade necessária do cliente, sem desperdiçar espaço ou recursos financeiros. A solução garante um data center com redundância N + 1 no UPS e 2N em ar condicionado de precisão, colocando um módulo de TI e um módulo Power and Cooling em uma solução premium. Se um módulo de energia e resfriamento adicional for colocado, uma solução Tier III com redundância 2N é obtida em uma usina de energia, 2 (N + 1) no nobreak e 2N no sistema de resfriamento inteiro. Para aumentar a capacidade, módulos de TI adicionais podem ser colocados (com módulos de energia e resfriamento correspondentes). Em soluções padrão, o sistema completo é integrado em um único módulo, o que resulta em um requisito de espaço muito pequeno para instalação.

Finalistas:

Gemelo - Maior Data Center Modular Outdoor da América Latina (Brasil) Globalweb - Plataforma Multinuvem (Brasil) Multiway - Mini Data Center (Brasil)

32  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


PRO

Mission Critical Training

Entre em contato conosco! por e-mail: dcpro.latam@dcd-group.com ou visite: www.br.dcpro.training

Uma solução completa para a indústria de data center A primeira escola de formação do mundo que oferece certificações em data center reconhecidas internacionalmente. Escolha o modelo de aprendizagem mais efetivo: • Formação presencial • Formação in company • Formação online

• Formação sob medida

dcpro.latam@dcd-group.com

www.br.dcpro.training


Entrevista

Os desafios da

Cibersegurança no Brasil

Estar imune a ataques de hackers e invasões é o desafio de toda empresa hoje. A Cibersegurança, a cada ano que passa, vem se tornando uma preocupação global e não apenas questão de TI.

C

onhecido também como segurança do ciberespaço, o termo Cibersegurança designa o conjunto de meios e tecnologias que visam proteger de danos e intrusão ilícita programas, computadores, redes e dados. De acordo com Longinus Timochenco, Director of Cyber Defense LATAM, da Stefanini Rafael Security & Defense, a Segurança da Informação no Brasil hoje, deve ser

34  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br


Security + Risk

tratada como problema “Nacional”, já que a guerra para ele, daqui para frente será Cibernética. Segundo o especialista, a Segurança da Informação só irá funcionar na seguinte ordem: • Pessoas (educação) • Processos (governança) • Tecnologia (Inteligência/ Inovação) • Confira a entrevista exclusiva, a seguir DatacenterDynamics: Quais são os desafios atuais em proteção e retenção de dados em data center? Longinus Timochenco: Cada vez mais nossos data centers são virtuais e na nuvem, mas normalmente visamos redução de custo, agilidade e otimização. Mas esquecemos de contratar bem prevendo ir para nuvem com Segurança das Informações, migrar ou até mesmo retornar as informações para casa, com a garantia que nenhum dado foi exposto, copiado, perdido e etc. DCD: Como você avalia a questão da segurança em data center hoje? L.T.: Os grandes data centers eu diria que são controlados e seguros, mas tudo depende muito de como foi feito o contrato e quais serviços estão incluídos. Já com os data centers menores, devemos ter mais cuidado; todos devem prever auditorias externas periódicas para esses ambientes. Número 4 • Dezembro 2018  35


Entrevista

“Informações devem ser classificadas de acordo com a sua criticidade; a segurança não protege aquilo que ela desconhece a sensibilidade da informação.” DCD: As novas soluções abrangem todas as necessidades dos clientes? L.T.: Sim, quando contratado, gerenciado e operacionalizado, as vezes pede-se de menos ou demais e utiliza-se de menos. Por isso, a expectativa é que a Governança aumente a transparência e a segurança, já que se peca muito na gestão.

36  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

DCD: Quais são as tendências em Cibersegurança? L. T.: A tendência é a integração da Segurança Física com a Lógica e integrada aos órgãos reguladores, seremos monitorados como funciona atualmente a Receita Federal. Nos dias atuais temos dois mundos tecnológicos sendo IT (Tecnologia) e OT (Operação Tecnologia Industrial - Automação industrial). Normalmente IT e OT vivem em mundos distantes e desintegrados, apresentando deficiência nos avanços e OT altamente vulnerável por ser um ambiente obsoleto e desprotegidos. O mercado de Segurança já percebeu essa oportunidade e está cada vez mais investindo na integração desses ambientes para uma Governança geral da Segurança da Informação.


Security + Risk

DCD: Com a digitalização industrial também aumentam as ameaças, o que pode ser feito? L.T.: Digitalização; mais uma vez caímos na “educação e processos”. Nossas informações devem ser classificadas de acordo com a sua criticidade. A segurança não protege aquilo que ela desconhece a sensibilidade da informação. Classificação é algo que já organiza. Para informações sensíveis, o Certificado Digital ajuda a blindar a credibilidade do dado e sem dúvida o armazenamento seguro. Entendo que Seguro dos Dados/ Informações é um novo mercado que ainda surgirá com muita força; já que observo boas seguradoras em nível global atuando com muita força neste mercado, como a JLT e a ALLIANZ. A Segurança da Informação pode potencializar o negócio aumentando a credibilidade, integridade e disponibilidade ou se tornar

o maior problema. A Segurança ajuda o negócio; se o gestor entende que atrapalha é porque ela está mal implementada. DCD: Mesmo com a aprovação do Marco Civil, é sabido que a medida não pode banir a espionagem. Diante disso, quais são as nossas outras proteções aqui? L. T.: Essas legislações chegaram como um bom início para elevar a maturidade e controle das informações, apesar de estarem longe do ideal, são necessárias para que aos poucos se eleve a maturidade dos controles regidos de forma global. DCD: Em termos de legislação, o que poderia ser feito? L. T.: A legislação já deu o passo inicial e importante para o LGDP/ GDPR, agora cabe desenvolver as regras, compliance e educação. Número 4 • Dezembro 2018  37


Atualidade

Conteúdo Serviço Florestal Brasileiro inaugura data center em Brasília Governo do Espírito Santo investe R$ 2,8 mi em data center Telebras inaugura centro de operações do satélite geoestacionário no Rio Algar Telecom vende 1º circuito internacional da estrutura do Cabo Monet PoP-RJ será data center científico da RNP Data Center ODATA conquista três certificações em tempo recorde Unimed Cuiabá automatiza gestão de data center Tribunal de Justiça do pará inaugura Data Center Tier III DCD consolidará presença nos mercados de maior crescimento em 2019

Ascenty anuncia construção do maior data center da Latam O 14º data center da Ascenty já está a caminho. Desta vez, o município escolhido é Vinhedo, no interior de São Paulo. A promessa é de que o data center será o maior da América Latina. A primeira fase do projeto conta com um aporte de R$ 500 milhões e deve estar concluída até o último trimestre de 2019. O data center de Vinhedo integra os planos de expansão da Ascenty no Brasil, programados no início deste ano. “Estamos muito orgulhosos em anunciar a construção desse mega data center”, comenta Marcos Siqueira, diretor de serviços da Ascenty. “Além de mostrar a expansão acelerada da empresa, esse novo data center representará um marco para o país,

38  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

pois apresenta a maior capacidade de energia elétrica da América Latina”, ressalta Marcos. Com o objetivo de atender a alta demanda das empresas por infraestrutura de qualidade, a Ascenty tem realizado expressivos investimentos na construção de novos data centers no Brasil e, como próximos passos, a empresa planeja a expansão de sua atuação na América Latina. Hoje a Ascenty é a maior provedora de data centers da América Latina, com 16 data centers em operação e/ou construção, nas seguintes localidades: São Paulo, Campinas, Jundiaí, Hortolândia, Sumaré, Rio de Janeiro e Fortaleza. Continuar lendo


Atualidade

Governo do Espírito Santo investe R$ 2,8 mi em data center

Com o objetivo de melhorar os serviços oferecidos, o Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest) investiu 2,8 milhões no Exadata, equipamento que se caracteriza por

conter diversos recursos, como banco de dados, processamento das informações, armazenamento e switches de comunicação entre os servidores. Hospedado no Data Center do Estado, o Exadata já proporciona uma

série de melhorias. Uma delas é reduzir pela metade o cálculo da folha de pagamento, que é feito atualmente em um dia. Com o equipamento, o processo de disponibilização dos contracheques no Portal do Servidor passou de 20h para apenas uma hora, em média. O Exadata também diminuiu bastante o tempo de backup. Continuar lendo

Serviço Florestal Brasileiro inaugura data center em Brasília O Serviço Florestal Brasileiro inaugurou em Brasília (DF), o Centro de Processamento de Dados Florestais. O novo data center abriga e processa todos os dados do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e do próprio Serviço Florestal, incluindo o Inventário Florestal Nacional (IFN), das Concessões Florestais e do Cadastro Nacional de Florestas, entre outros. O CAR conta hoje com

5,5 milhões de imóveis rurais cadastrados em uma área de quase 500 milhões de hectares. O cadastro registra, também, 1,7 milhões de nascentes e 120 milhões de hectares de reservas legais declaradas. Para administrar tudo isso, o novo data center conta com 100 terabytes de memória e gira cerca de 39 terabytes em operações. Continuar lendo

Número 3 • Outubro 2018  39


Atualidade

Telebras inaugura centro de operações do satélite geoestacionário no Rio A obra terrestre do Projeto SGDC (Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas), orçada em R$ 450 milhões, foi inaugurada, operacionalmente, no último mês de novembro, no Rio de Janeiro. O Centro de Operações Espaciais Secundário (COPE-S), possui alto nível de disponibilidade e confiabilidade para a infraestrutura de uma instalação de missão crítica,

tendo classificação Tier III, que deixa o site imune a qualquer paralisação de infraestrutura. Isso significa dizer que qualquer componente ou siste-

ma pode ser retirado de serviço, seja por defeito, manutenção, reparo ou substituição sem que haja impacto para os processos de TI dos ambientes críticos do data center. A arquitetura permite ultrapassar os piores cenários de incidentes técnicos sem nunca interromper a disponibilidade dos servidores. Continuar lendo

Algar Telecom vende 1º circuito internacional da estrutura do Cabo Monet A Algar Telecom acaba de realizar a primeira venda da capacidade do Cabo Monet. Uma empresa internacional adquiriu a capacidade de 10 Gb do cabo submarino, que já está operando desde outubro deste ano, é composto por seis pares de fibra óptica e conecta as cidades brasileiras de Praia Grande e Fortaleza com a norte-americana Boca Raton (Florida).

“Essa primeira venda de capacidade do Monet é

40  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

um sinal bastante positivo para nós, porque se trata de um dos nossos parceiros internacionais prevendo aumentar seus negócios no nosso país. Isso sinaliza perspectivas bastante positivas no sentido do surgimento de novas demandas similares”, conta Luiz Felippe de Abreu, diretor nacional de Atacado da Algar Telecom. Continuar lendo


Atualidade

PoP-RJ será data center científico da Rede Nacional de Pesquisa Um novo modelo de governança do Ponto de Presença (PoP-RJ) da Rede Nacional de Pesquisa (RNP), no Rio de Janeiro, entrará em vigor a partir do dia 1º de janeiro de 2019. Nele, algumas responsabilidades entre as instituições envolvidas serão repactuadas. Entre elas, a gestão do PoP-RJ, que passará do Laboratório Nacional de Computação Científica (LNCC) para o Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas (CBPF). PoPs são áreas de apoio presentes em todos os estados do Brasil que ope-

ram a infraestrutura da RNP, chamada rede Ipê, que oferece conectividade, serviços e soluções para ensino, pesquisa e inovação. Os 27 pontos de presença contam com

equipes técnicas e administrativas, que ajudam a garantir aos usuários finais acesso à rede Ipê. Continuar lendo

Data Center ODATA conquista três certificações em tempo recorde A ODATA acaba de inovar no setor de data center, conquistando em apenas nove meses, três certificações: a ISO 9001, a ISO/IEC 20000-1 e a ISO/IEC 27001 para seu serviço principal, o Colocation. A empresa criou um sistema que garante gestão e processos de alta

qualidade, melhores práticas do mercado e segurança de informação. “A ODATA é uma empresa jovem e nosso mercado é muito competitivo. Sabemos que a agilidade nos ajuda a estar a frente. Além de estarmos aderentes aos requisitos de mercado e das normas ISO, o

sistema desenvolvido nos ajudará na escalabilidade de nosso negócio e será aplicado nos novos data centers que vamos inaugurar, um deles na Colômbia que será inaugurado em 2019, onde já investimos mais de US$ 100 milhões”, conta Ricardo Alário, CEO da ODATA. Continuar lendo

Número 3 • Outubro 2018  41


Atualidade

Unimed Cuiabá automatiza gestão de data center A tradicional frase “o sistema está fora do ar e não sabemos em quanto tempo será restabelecido” foi riscada do vocabulário da Unimed Cuiabá. Com processos digitalizados, a cooperativa de serviços de saúde gerencia, por sistema, os dados e a rotina de 220 mil clientes, sendo 90% deles atendidos através de ferramentas online.

Os sistemas estão instalados no data center principal e na infraestrutura de disaster recovery. Um ambiente que, recentemente, foi incrementado com a solução de automação de rede, sob a chancela da infraestrutura definida por software (SDN) para a automatização dos recursos. Continuar lendo

Tribunal de Justiça do pará inaugura Data Center Tier III O Poder Judiciário do Pará já tem a sua disposição um novo data center. Ao todo, são 1.500 m² de terreno

alocado e 354 m² de área construída, dividida em dois blocos, sendo o primeiro destinado a garantir o fornecimento contínuo de energia elétrica para todo o conjunto, com conjuntos de geradores e nobreaks. O segundo bloco é destinado ao abrigo das instalações de TIC. O complexo tem capacidade energéti-

42  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

ca para funcionamento ininterrupto por 3,5 dias, sem reabastecimento, suportado por tanques de combustível que somam 3.700 litros de capacidade, em caso de interrupção do fornecimento de energia elétrica pela concessionária local. Os prédios possuem sofisticados sistemas de aterramento e para-raios, bem como características estruturais adequadas ao peso dos equipamentos que abrigam. Continuar lendo


Atualidade

DCD consolidará presença nos mercados de maior crescimento em 2019 Novo portfólio de eventos e mídia, oferece abordagens personalizadas em segmentos específicos de público e plataformas integradas de geração de “leads” e conteúdo

A

DCD Spain & Latam apresenta novo catálogo de produtos para 2019, com o objetivo de oferecer aos clientes soluções que dêem suporte às decisões de invesBaixe o PDF timento por meio e imprima de conteúdo crítico, patrocínio e serviços de publicidade. A inovação, o dinamismo dos eventos da DCD e a produção de conteúdo-chave que conectam os provedores da indústria ao público adequado, garantem assim, a geração de negócios que por si só não alcançar o máximo comocorreria. promisso com os players da Tais relações de confiança indústria”, declara George desenvolvidas pela comuRockett, CEO e Co-fundador nidade DCD e o profundo da DCD. conhecimento deste merNos dias atuais, o desafio cado, com duas décadas de dos departamentos de atuação, “nos concede a aumarketing e vendas é entoridade de criar um modecontrar a pessoa adequada lo único de conteúdos para ou atingir o grupo de to-

mada de decisões. Por isso, em 2018, a DCD investiu tempo e recursos para desenvolver um portfólio de eventos e mídia, com experiências voltadas a ajudar os clientes a superar tal desafio. Dessa forma, o Serviço VIP, que somente na Número 4 • Dezembro 2018  43


Atualidade

Sobre a DCD A DCD oferece uma série de eventos líderes mundialmente nos cinco continentes, além de um potente portfólio global de meios digitais, ambos dedicados à Infraestrutura Digital, dando apoio à Transformação da TI em Cloud, IoT, Smart Cities e economia Zettabyte. A DCD conecta os criadores de mercado, informando, influenciando e impulsionando a mudança e o desenvolvimento em todos os setores dessa emocionante indústria.

América Latina gerou mais de 900 participantes de atividades VIP Networking, 580 reuniões 1-2-1 pré-agendadas, 95 participantes no Speed Networking e 620 clientes nas mesas redondas, juntamente com o novo formato de webinar, o DCD>Debates, que oferece o dinamismo de um painel de discussão ao vivo com um público online específico, são duas das novidades que serão consolidadas em 2019 para levar aos patrocinadores a conquistar os melhores resultados. “Os mercados de Colocation e Cloud na América

44  DCD eMagazine • www.datacenterdynamics.com.br

Latina estão amadurecendo rapidamente, oferecendo novas opções de capacidade para as empresas operadoras de data center”, avalia o Manager Director da DCD Spain & Latam, José Luis Friebel, acrescentando que, “em 2019 a DCD se concentrará nos principais mercados, são eles: Brasil, Chile, Espanha e México, embora não descarte a realização de eventos sob medida em qualquer uma das regiões em que a DCD normalmente opera, como Argentina, Colômbia e Peru, países que em 2020 terão eventos bienais”.


>Media Alcance a indústria de data center com a DCD Informe-se de toda a atualidade tecnológica nacional e internacional.

Geração de leads.

Visibilidade de novos produtos.

tter e l s New DCD>Debates

+45.000 assinantes em Latam e Espanha.

Webinar s Whitepape rs Dir etó rio catarina.benzinho@datacenterdynamics.com

www.datacenterdynamics.com.br


Icones interativos

Guia de navegação Retorne ao sumário de qualquer página

É possível consultar mais recurso multimídia online

Clique no ícone se quiser ler o artigo na íntegra ou somente uma parte

Deseja entrar em contato conosco? Envie um e-mail

O texto é extenso? Retorne ao início ou escolha outro tema, se preferir

Acesse a web e baixe um texto complementar

Se aparecer este ícone significa que há mais informação na web

Dentro da revista você tem a sua disposição informações mais detalhadas de nossos produtos, que estão separados por cores e ícones em requadros Eventos

Relatórios

Debates

Uma serie de conferências sobre infraestrutura digital líder no mundo da TI

Estudios de mercado regionales sobre el sector del data center

Webinars com especialistas de distintas áreas sobre atualidades

DCPro

Prêmios

CEEDA

Um programa completo de cursos para obter elevado nível teórico e prático

Todos os anos se recompensa o esforço da indústria em inovação

Certificação de Eficiência Energética em nível global para data centers

Profile for DCD Magazine

DCD e-Magazine em Português nº 4  

DCD e-Magazine em Português nº 4