Issuu on Google+

2011

1 «É preciso fazer amadurecer projectos de vida e vocações. Sem isto, a pastoral não será boa pastoral. Vocações para a vida salesiana, para a vida sacerdotal, também diocesana, e projectos de vida: que fazer nesta sociedade?». 2 «Isto é possível quando formamos homens e mulheres que tomem em suas mãos as coisas». 3 «O humanismo de D.Bosco se inspira no de S. Francisco de Sales, e se traduz no amor e estima pela natureza e atracção dos valores humanos e da bondade do homem, no amor pela arte e expressões de beleza, no amor e estima pelas boas maneiras, no amor e estima pelo afecto humano». 4 «Na mente de D. Bosco, ele queria ver os jovens sempre felizes. E dizia que para serem felizes é preciso descobrir que a vida é bonita...; a descobrir quanto havia de bom neles, nas suas famílias, no Oratório e no mundo». 5 «Para serem felizes é necessária a educação. Porque ela nos permite desenvolver as nossas qualidades, os nossos talentos, e graças a isto podemos afrontar a vida com confiança, com segurança».


(3ª parte) 12– Nos primeiros séculos, os cristãos foram acusados de deslealdade para com a pátria, de ateísmo, de impiedade e de ódio para com o género humano. Eram considerados os causadores das calamidades naturais, tais como a peste, as inundações e a falta de alimentos. 13– A religião cristã foi perseguida e considerada fora da lei, o maior inimigo do poder de Roma. Muitos cristãos foram assassinados, outros deram a vida antes de negar a sua fé em Cristo. Os três primeiros séculos foi a ERA DOS MÁRTIRES. 14– Os mártires converteram-se em TESTEMUNHAS DA FÉ por excelência. O grande escritor Tertuliano afirma que ‘o seu sangue foi semente de novos cristãos’. Pouco a pouco, a lembrança dos defuntos tornava-se mais intensa quando se tratava de fazer memória dos irmãos que colocaram em prática as palavras de Jesus até sacrificar a vida, o maior bem. 15– Os mártires começaram a ser venerados e invocados pelas Igrejas diocesanas no ‘dies natalis’,isto é, no dia do seu martírio, do seu nascimento para o céu, para Deus. Reuniam-se em assembleia nos lugares do martírio ou junto aos Sta. Inês, umas das famoseus gloriosos sepulcros. Outros pediam ser sas mártires de Roma dos primeiros tempos sepultados junto dos restos dos mártires.

03-16 Agosto: Província Salesiana de Bombay (India) 16-26 Agosto: Província Salesiana de Odxel (India) 27 Agosto - 06 Setembro: Província Salesiana de Bangalore (India)


Como chegar a Chieri? E agora? João quer estudar, para cuidar dos jovens. Quer ser padre. Quem sabe se poderíamos dizer: quer ser salesiano, antes de ser padre, e antes de existirem os salesianos. Para a Escola de Chieri, precisa de comprar livros, sapatos, roupa. Teve de pedir ajuda, dando uma volta pelas casas dos Becchi e arredores. Que dizia? - Sou filho de Margarida Bosco. Vou para Chieri, a fim de estudar e ser padre… Margarida tinha sempre um pouco de sopa para qualquer pobre que batesse à porta. Ela merecia confiança. A ajuda chegou. E também o pároco de Castelnuovo, P. Dassano, recolheu uma pequena soma e mandou-a a Margarida. E ajudou-a a encontrar em Chieri a Srª Lúcia Matta, que receberia João por 21 liras ao mês. João não podia pagar tudo. Então aceitou fazer trabalhos domésticos em casa. E a senhora confiou-lhe o seu filho, para João o ajudar nos estudos, que fez progressos, com admiração dos professores. E mais. O rapaz amigo não gostava muito de ir à igreja, mas com João começou a frequentar os sacramentos. A carroça do Senhor Bechis João deixava uma adolescência de lutas para um decénio decisivo na estabilização dos traços básicos da personalidade: cultura intelectual, formação religiosa, disciplina moral, experiência espiritual, convivência amigável. Em Chieri, João, fez grandes progressos na Escola, de 1831 a 1835.Três classes num ano Encontrou como professor um padre amigo, que lhe disse: Se tens boa vontade, estás em boas mãos. Não te deixarei perder tempo. Se tiveres dificuldade, vem ter comigo. E ainda lhe chegou tempo para fundar a Sociedade da Alegria: associação juvenil ao estilo salesiano.

«A tendência associativa, a vida de grupo, a inspiração comunitária foi uma experiência quase espontânea na vida de D. Bosco. O associativismo juvenil é, portanto, uma exigência indispensável na proposta educativa ambicionada por D.Bosco » (R.Mor - Estréia 2011)


O Oratório Salesiano é um Critério inspirador de todo serviço educativo pastoral, por isso, os Salesianos começamos a propor nos nossos ambientes um estilo de formação que parte da actividade e da vitalidade de cada jovem. Vejamos um exemplo concreto desta realidade fundamental na pessoa de Dom Bosco e Dom Rua: Quando uma vez o P. Rua regressava da sua labor como Director do Oratório de São João Evangelista , com um ar preocupado pediu a Dom Bosco todas as coisas que lhe faziam falta no novo espaço apostólico para que fosse uma fiel copia do Oratório de Valdocco. O venerado padre, com o afecto de quem ama e não substitui ao outro na necessária vivência de ganhar experiencia, deixo-lhe falar um momento. O P. Rua não cessava de enumerar uma e outra coisa que haveria que conseguir para que o seu Oratório fosse outro Valdocco. Finalmente Dom Bosco, com esse ar de infinita e amável paternidade, voltou-se para quem era o seu filho na Fé e no carisma salesiano e disse-lhe: Caro Miguel… o Oratório és Tu!!! Não são as coisas, as primeiras necessárias, para educar salesianamente, senão a qualidade da relação educativa que se estabelece entre educador com o educando que vai contar para que um Oratório ande bem! As vezes, preocupados na necessidade de combinar técnicas e métodos, itinerários e conteúdos formativos, corremos o risco de esquecer o que é essencial para qualquer oratório ou qualquer outro serviço educativo-pastoral funcione oratorianamente: a presença animadora, que educa e testemunha uma fé sincera, vivida e acreditável no meio dos rapazes e raparigas que frequentam o nosso Oratório. Caros irmãos salesianos e animadores o Oratório és Tu!!! (M.A.D.) Visita o nosso blog especial: dbmozambique.blogspot.com

PARTICIPA NO CONCURSO: D.BOSCO 2012! ATÉ AO DIA 31 DE AGOSTO! Envia as respostas com uma mensagem ao celular: 824783425 (não esqueças escrever o teu nome). Serão premiados 3 livros de D.! 1ª pergunta: Quem foi o grande amigo de João Bosco em Chieri? 2ª pergunta: Dia, mês e ano em que D. Bosco começou o Oratório em Valdocco.


db2012 nº4 Agosto 2011