Page 1

Pecuária é segunda maior atividade econômica do Caparaó

Dores do Rio Preto comemora 49 anos de emancipação política

Encenação da Paixão, morte e ressurreição de Cristo em Ibatiba

EDIÇÃO Nº 14 | ANO II | ABRIL / MAIO 2013 R$ 5,90

Olhos, janelas da alma e vitrine do coração!


Filé de Tilápia

Drº Responde Doutor, como faço para adquirir medicamentos da Farmácia Popular do Brasil? Maria Clara da Silva

R. É muito simples, basta apresentar uma receita do SUS, Carteira de identidade e CPF. Os medicamentos fornecidos são de uso contínuo e inclui doenças como: Hipertensão, Diabetes, Asma, etc... Maiores informações procure uma de nossas unidades.

Mande sua pergunta para o email

?

doutorpaguefacil@gmail.com

PAPAI É CARECA? Durante o jantar, Sininho curioso conversa com a mãe: - Mamãe, por que é que o papai é careca? - Ora, filhinho.... Porque ele tem muitas coisas para pensar e é muito inteligente! - Mas mamãe... então por que é que você tem tanto cabelo? - Cala a boca e come logo essa sopa, menino!

e em aó, v e r B par a C o ! todo uardem Ag


Eletrificação, Manutenção e Irrigação.

Quem somos Empresa fundada há 15 anos, trabalhando com eletrificação urbana e rural, venda de material elétrico, motores, motobombas, poste padrão Escelsa, prestamos serviços de munk.

Nossa Missão Realizar serviços com qualidade e de forma contínua melhorias no atendimento das vendas e serviços prestados aos nosso clientes.

Nossos Serviços - Rede Rural baixa tensão; - Extensão de Rede de Distribuição Rural alta tensão particular; - Aumento de carga particular; - Remoção de rede particular; - Montagens elétricas industriais.

Matriz: Rua 1º de maio, 12 - Vila Nova - Ibatiba-ES 28

3543-1276

Filial: Av. Afonso Cláudio, 899 - Ibatiba-ES 28

3543-0259

eletricaferreiraserv@msn.com 12 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 13


ÍNDICE CAPARAÓ EM DESTAQUE

DIRETOR EXECUTIVO David C. de Oliveira davidvix@gmail.com

08

Dores do Rio Preto emancipação política

14

16

Dr Pet

RELAÇÕES PÚBLICAS Denisia Dias Batista denisiaes@hotmail.com

Alimentação do seu cão

Refrigerantes

COLUNISTAS Edilaine Oliveira, Kamila Loura, Denisia Dias, Gecinete Pimentel, Solimar Secchin, Andresa Alcoforado, Elio Gonçalves. COMERCIAL revistacaparao@gmail.com

Da redação

PERIODICIDADE MENSAL

Caro leitor, Nesta edição abordamos dois temas importantes, a saúde dos nossos olhos, onde contamos com a colaboração do jornalista Elio Gonçalves que apesar de residir no litoral, atendeu de pronto o povo das montanhas. No suplemento Caparaó Rural fomos buscar a jornalista Andresa Alcoforado, que com essa matéria sobre pecuária leiteira na região do Caparaó,

debuta em nossa revista. Andresa esperamos que essa seja a primeira de muitas. Finalizando a partir do mês de abril de 2013 a Revista Caparaó passou a integrar o seleto e empreendedor grupo de empresas associadas ao MONTANHAS CAPIXABAS & Convention Visitors Bureau e esperamos contribuir muito para essa respeitável instituição. Boa leitura e até a próxima.

CIRCULAÇÃO: Região do Caparaó Capixaba: Alegre, Bom Jesus do Norte, Divino de São Lourenço, Dores do Rio Preto, Guaçuí, Ibatiba, Ibitirama, Irupi, Iúna, Muniz Freire, São José do Calçado. Região do Caparaó Mineiro: Alto Caparaó, Alto Jequitiba, Caparaó, Espera Feliz, Lajinha, Manhumirim e Manhuaçú, Carangola, Durandé. Entorno do Caparaó Capixaba: Brejetuba, Conceição do Castelo, Venda Nova do Imigrante. Cachoeiro de Itapemirim. Vitória. Nacional: Câmara dos Deputados, Senado Federal.

CAPARAÓ EDITORA LTDA-ME Atendimento: Av. Sete de Novembro, 644 - 3º andar - Floresta Ibatiba-ES - Cep. 29395-000

Foto do leitor

Tel. 28 9921-6980 / 9926-6492

www.revistacaparao.com.br

ILSON Adesivos

Loja Maçônica TEMPLÁRIOS DO CAPARAÓ

Apoiam a Casa 04 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

Lar de Ibatiba.


Caparaó em Destaque O

Vicegovernador Givaldo Vieira, recebeu no último dia 2 de abril os prefeitos da região do Caparaó, na pauta: Fortalecimento do Consórcio Intermunicipal do Caparaó, criação da frente parlamentar Pró Consórcio Público do ES.

F

oi um grande sucesso a encenação da Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo realizada em Ibatiba pelo Grupo de Teatro Amador de Ibatiba. O evento contou com o apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e empresários da cidade. Impressionou a grande estrutura montada para o evento, um palco imenso, sonorização, luz e telão profissionais instalados por uma grande empresa de Vitória. Apesar da chuva no primeiro dia (sexta-feira) o público compareceu em grande número e no Sábado com a chuva dando uma trégua foi feito o fechamento, podemos dizer assim com chave de ouro.

O

município de Dores do Rio Preto manteve a tradição e promoveu o desfile cívico escolar no dia de sua emancipação política (07 de abril), no palanque oficial, marcaram presença junto a prefeita Cláudia Bastos, os deputados estaduais Glauber Coelho e Rodrigo Coelho.

Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 05


MATÉRIA DA CAPA

Olhos, janelas da alma e vitrine do coração!

A

história diz-nos que, milhares de anos antes de Cristo, já os chineses e os tibetanos relacionavam as alterações e as marcas dos olhos com as perturbações ou anomalias dos órgãos internos. Os filósofos da antiga Grécia, incluindo o pai da medicina moderna Hipócrates, atestaram esta sabedoria milenar em vários trabalhos escritos que foram encontrados, juntamente com outros, no famoso centro de estudos de medicina do século IX, a Escola de Salerno. Portanto nossos olhos, nossa visão é algo muito sério e devemos sempre tomar os devidos cuidados.

no mundo resultam de causas preveníeis e/ou tratáveis. Segundo a oftalmologista do HCO, Roberta Abdulmassih Gonçalves, quando é feita a prevenção e o acompanhamento médico periódico do paciente pode-se evitar muitos problemas. “Visitar regularmente o médico é algo fundamental para a saúde e o bem-estar. Nas consultas rotineiras se consegue prevenir danos maiores. Muitas pessoas têm o pensamento errado de procurar ajuda médica somente quando estão com algum problema”, explica Roberta.

Especialistas alertam sobre importância de acompanhamento oftalmológico A visão é um dos bens mais preciosos do corpo humano. Os olhos estão entre os principais órgãos que possibilitam aos seres humanos a comunicação com o meio ambiente. São amigos fiéis e inseparáveis, prova é que para onde um vai o outro vai também, quando um lacrimeja o outro também. São tão importantes que foi criado um dia especial a ser comemorado (10 de julho). De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO), a cada cinco segundos uma pessoa fica cega no mundo e uma criança a cada minuto. No Brasil existem 1,1 milhão de cegos e cerca de 4 milhões de deficientes visuais. 75% da cegueira

Vale do Apolinário

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) estimam que, no Brasil, a deficiência visual é a mais frequente causa de todas as deficiências, respondendo por 70% do total dos casos. Isto inclui cegueira e baixa visual. Dentre as principais causas de cegueira no adulto, destacam-se o glaucoma, cuja perda é irreversível e a catarata que acomete geralmente

Av. Presidente Vargas, 359 - Centro - Iúna-ES Rua João Costa, 260 - Centro - Irupi-ES

pessoas acima de 60 anos de idade e mesmo sendo tratável com cirurgia, é a maior causa de cegueira no mundo, sendo responsável por 48% de todos os casos. E a oftalmologia deixa algumas dicas. • Consultas – Procure um oftalmologista pelo menos uma vez ao ano. Dessa forma você previne problemas futuros. • Alimentação – Ter uma alimentação rica em antioxidantes ajuda na prevenção de doenças como a degeneração macular relacionada à idade. • Higiene – Cuidados básicos como higiene pessoal e evitar manusear os olhos podem evitar a transmissão de doenças como as conjuntivites. Mantenha as mãos sempre limpas. • Cosméticos – Fique atento aos produtos utilizados. Caso causem irritação deixe de usá-los e procure um médico; • Trabalho – É comum durante o trabalho às pessoas ficarem longos períodos em frente ao computador e em ambientes com ar condicionado. Dê intervalos e descanse os olhos, pisque mais. • Automedicação – Não use colírios sem indicação médica. • Demais cuidados – Mulheres quando grávidas devem fazer pré-natal e a imunização de doenças como o sarampo e a rubéola evitam sérios acometimentos da retina. Elio Gonçalves Mtb 42590/SP

3545-1378 28 9943-2088 28

Marque seu exame

28 3543-1962 Rua Salomão Fadlalah, 198 Centro - Ibatiba-ES Cachoeira dos Buenos 06 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

oticadohelder@hotmail.com


MATÉRIA DA CAPA

Como cuidar dos seus óculos 1. Mantenha suas lentes e armação limpas. É recomendável que você mantenha suas lentes regularmente limpas, utilizando tecido especial para limpeza de lentes. 2. Lave suas lentes. Você deve lavar suas lentes primeiro molhando-as e depois lavando-as com sabão neutro (sem hidratante). Lave-as, depois, em água corrente. Limpe com cuidado, com tecido especial para limpeza de lentes ou lenço de papel macio e limpo. 3. Umedeça sempre suas lentes ao limpá-las. Isto ajuda a prevenir arranhões na superfície da lente causadas por impurezas. 4. Deixe seus óculos sempre com as lentes voltadas para cima. Desta forma você evita contato direto das lentes com objetos que podem causar danos às lentes. Evite deixar seus óculos caírem para que as lentes e a armação não se danifiquem.

5. Mantenha seus óculos no estojo. Isto o protege de partículas de poeira e da possibilidade de se partirem ou lascarem se algo cair sobre eles. Para retirá-los do estojo, abra-o completamente e os retire com cuidado, segurando pelo centro da armação. 6. Retire seus óculos do rosto segurando firmemente em ambas as hastes. O ajuste e forma da armação se mantêm por mais tempo. 7. Evite deixar suas lentes exposta ao calor. As lentes oftálmicas são compostas de camadas que sofrem danos quando exposta ao calor, principalmente aquelas com tratamento antireflexo. Portanto, evite deixar suas lentes dentro do porta-luvas do carro ou muito próximas a microondas; secadores e spray de fixação para cabelos, por exemplo.

8. Armação precisando de ajuste. Se seus óculos precisarem de pequeno ajuste, procure seu especialista. Assim você evita acidentes e o ajuste será preciso. Duas vezes ao ano leve seus óculos ao seu especialista para que ele o limpe. Depois de um banho com ultra-som durante 5 a 10 minutos suas lentes ficarão como novas. Fonte: www.organizesuavida.com.br

Praça Divino Espírito Santo

Há 31 anos em Iúna e região

Convênios RealmedCard - Sindicato Paz Divina - EuroCard Sáude Agende seu Exame Rua. Des. Epaminondas do Amaral, 32-A - Centro - Iúna-ES

28

3545-1336 9953-3535

REGIONAL

ADHONEP realiza jantar em Iúna

A

melhores maridos, as mulheres melhores esposas conteceu no dia 22 de março/2013, um jantar especial de empresários, na cidade O preletor da noite o Empresário Onésio Goulart e os filhos a se conduzir dignamente, dentro de da cidade de Iúna, deixou um testemunho que um lar saudável e cheio de segurança. de Iúna, realizado pela ADHONEP. impactou aos presentes. O que é Adhonep? É uma Associação de empresários, profissionais liberais e autoridades civis e militares.

Quem deseja compartilhar alegrias e vitórias com amigos, encontra nos eventos da ADHONEP uma grande oportunidade. A Adhonep conta com mais de 1.300 capítulos em todo mundo, com metas de expansão a cada ano. Esses Capítulos, com sua diretoria própria, composta de empresários, Associação de Homens de Negócio do Evangelho realizam jantares, almoços e cafés Pleno. O Capítulo n. 605 na pessoa do Presidente da manhã nos melhores hotéis e Galaor Rios Neto e o Vice Marcos Jose dos Santos restaurantes. tiveram a honra de receber todos os convidados, inclusive os Presidentes dos capítulos de Ibatiba A Adhonep promove grande incentivo à família, Dr. Luis e o Vice Benedito e de Muniz Freire o Sr. responsável pela formação de uma sociedade Divino Nicolau. saudável no país. Os empresários aprendem a ser Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 07


Avenida Presidente Getúlio Vargas, 310 - Centro - Iúna - ES Avenida Nogueira da Gama, 1069 - Centro - Linhares - ES Rua Rock Ferreira de Castro,17 - Centro - Espera Feliz - MG Rua Dezesseis de Março, 92 - Calçadão - Centro - Manhumirim - MG

Rua Mickeil Chequer, 30 - Loja B - Centro - Ibatiba - ES

Mãe...

Você é a mais doce e pura criatura! A dedicada esposa, mulher e protetora! Você... Que me prmitiu viver e sonhar. Que me amparou e me ensinou a caminhar!

O presente VIVO que sua Mãe merece você encontra aqui. Rua Galaor Rios, 190 Centro - Iúna-ES 08 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

28

3545-3543 / 9985-7607


CAPARAÓ RURAL ANO II - Nº 10 - ABRIL / MAIO 2013

Pecuária é segunda maior atividade econômica do Caparaó “A força da produção leiteira está nos pequenos agricultores que movimentam cooperativas e indústrias particulares na região” Por Andresa Alcoforado

A

produção leiteira unida às lavouras de café é mais do que uma tradição no Caparaó Capixaba, juntas as atividades representam as principais fontes de renda na região. Os 11 municípios do Caparaó tem um rebanho de mais de 31 mil cabeças de gado e uma produção que ultrapassa a 50 mil litros de leite por dia. Além da Cooperativa de Laticínios de Guaçuí, a Colagua, pequenas empresas como Iunin, de Iúna e Ibamilk, em Ibatiba, também estão ganhando espaço no mercado e atendendo a região com produtos como leite, queijos, mussarela e iorgutes industrializados. cooperativa de Guaçuí, até o mês de maio começa a fabricar os produtos na cidade. A maior dificuldade na região é a captação de leite, muitos produtores não investem tanto nesse setor, “Estamos partindo para uma fase de instalação de mas essa realidade começa a mudar com os fato da cooperativa Veneza dentro do parque investimentos que do Governo do Estado vem industrial da Colagua. Vamos ter a condição de fazendo ao longo dos anos, com a qualificação do equalizar alguns problemas de ordem financeira e homem rural e também tecnologia no campo. interna. Hoje, nosso excedente de leite é Outro destaque é para as associações de transportado para Nova Venécia, que fica 500 km produtores que ganharam força no Caparaó. As de Guaçuí, a distância é grande. A Colagua vai ações motivaram o surgimento de novos negócios continuar fazendo a sua linha de produto própria, no mercado de laticínios. não perdendo a identidade e preservando os produtos”, afirma Burthon Moreira Presidente da Colagua supera crise e faz 55 anos de Colagua. fundação Todo esse processo foi primordial para a Colagua Há 55 anos a Cooperativa de Laticínios de Guaçuí, Colagua, está presente na vida de milhares de pessoas de nove municípios, tanto da região do Caparaó Capixaba como do noroeste do estado do Rio de Janeiro. Mesmo enfrentando crises desde a fundação, a cooperativa continua gerando empregos, e sendo a principal fonte de renda de pequenos agricultores. No quadro hoje, são 361 cooperados, a indústria se recupera da última crise que começou o ano passado, com novos investimentos e apoio governamental, a Colagua espera aumentar a produção e gerar ainda mais empregos para a região. A parceria com a Veneza, cooperativa do Norte do Estado, começou há oito meses, a união fez com que a indústria de Guaçuí não fechasse as portas no momento de crise. O primeiro passo da junção foi a Veneza comprar 50% do leite captado em Guaçuí e mandar para a produção no Norte do estado. A segunda fase da intercooperação começou em abril, a Veneza está investindo recursos próprios no parque industrial da

moderna e ainda qualificar os funcionários. Vale lembrar que alguns cooperados e funcionários ainda têm salários atrasados para receber. “Nós herdamos a cooperativa tecnicamente fechada e foi criada uma força tarefa entre governo municipal, do estado, Aderes, SEBRAE, OCB ES e Incaper para não deixar a cooperativa fechar as portas. Tudo foi feito a base de muitas pesquisas e levantamentos financeiros”, destaca Burthon. Importância do produtor O coração da cooperativa é o pecuarista que manda diariamente o leite para a indústria, sem leite não há faturamento e crescimento algum. Durante a crise, muitos cooperados abandonaram a Colagua e nunca mais voltaram. Mesmo com a recuperação, muitos ainda continuam a mandar leite para outros lugares. “Sabemos que é um trabalho de formiguinha, convencer o produtor que a cooperativa tem um papel muito importante, um papel sócio econômico e muitas pessoas dependem da indústria. O preço do nosso leite está equiparado a de muitas indústrias. Queremos pagar o quanto antes as dívidas com os cooperados e resgatar a confiança. A Colagua precisa voltar para o cenário de vanguarda do Espírito Santo”, explica Burthon. Cada produtor que participa da cooperativa tem uma história diferente para falar, uma espécie de parceria construtiva que envolve família e trabalho. É o caso do pecuarista Sérgio Marques, que tem propriedade em Guaçuí, são mais de 30 anos de Colagua e de lá pra cá, foram três crises superadas, nunca o pecuarista abandonou a cooperativa.

“Se o cooperado não tiver o apoio da cooperativa o leite dispara. A cooperativa sempre foi a alma do produtor de leite. Sei que a Colagua tem esse Burthon Moreira Presidente da Colagua papel forte de destaque na região, como se o preço do leite coordenasse os outros valores, as pagar as dividas, em alguns c a s o outras empresas do setor. O que é importante aqui s até conseguir crédito novamente, já que a também é quantidade de pequenos agricultores Veneza é uma cooperativa de muita força no produzindo. Acredito muito na Colagua”, afirma mercado. Com 55 anos e o parque industrial Sérgio Marques,pecuarista. antigo, a Colagua pode agora receber tecnologia Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 09


CAPARAÓ RURAL ANO II - Nº 10 - ABRIL / MAIO 2013 conseguimos até recurso do Bandes para Projetos para os produtores da Colagua começar o negócio, mas nos últimos anos O novo passo agora da Colagua é chegar até onde estamos fazendo investimento com recursos o estado não chega. A expectativa é dar cursos de próprios”, afirma Romério Luís Osório, um dos qualificação para funcionários e também proprietários. produtores, principalmente os menores que dependem do leite para o sustento da família. Na cidade vizinha de Ibatiba, o perfil da empresa Estamos estudando a parceria com o Sebrae para de laticínios é muito parecido, a Ibamilk surgiu há dois anos no córrego São José, zona rural de fazer parte daquele programa: Balde Cheio. Ibatiba. Hoje, 72 pecuaristas mandam o leite para “Queremos ter um produtor motivado e preparado a indústria que chega a captar 100 mil litros por para o mercado. Isso é sinal de ganho para todos. mês, o excedente é encaminhado para outra O trabalho que me comprometo a fazer como empresa que fica na cidade mineira de Mutun. presidente da instituição é reestruturar e organizar Doze produtos como mussarela, leite e queijos toda a Colagua. É preciso deixar claro que ela não estão sendo feitos pela Ibamilk, por enquanto, a é patrimônio de alguns. Se a cooperativa for bem, empresa tem apenas o selo municipal para a o cooperado também consegue. Vamos diminuir venda. os custos e remunerar melhor os cooperados. Todo o cooperado precisar ser solidário aos ônus e “Antes de abrir o negócio fizemos uma pesquisa de mercado em Ibatiba, notamos que a comunidabônus”, finaliza Burthon. de queria comprar leite pasteurizado. Depois que a ideia tomou força conseguimos muitos Colagua em números parceiros, com as associações de produtores ficou mais fácil conseguir leite aqui na região. - Fundada 25-02-1958 Nosso próximo passo para ampliar o investimento - Industrializa 16 produtos é conseguir um selo estadual que está a caminho”, - São 361 cooperados - Atuação em 9 municípios no noroeste do estado conta o proprietário Mário Mamprim. do Rio de Janeiro e na região do Caparaó - A cooperativa conta com 6 veículos eu dão suporte ao produtor - Faturamento médio é de R$ 900 mil mensal - A arrecadação de leite é de 22 mil litros dia - O custo de produção pago é de R$ 0,88 para o produtor - São 49 empregos diretos - Indiretamente a Colagua está na vida de 3 mil pessoas. Empresas privadas atuam em laticínios no Caparaó Não só as cooperativas industrializam leite na região do Caparaó, em Iúna e Ibatiba duas empresas começaram a investir no setor e gerar empregos na região. A captação de leite ainda é tímida, porque o forte dos agricultores é café nesses municípios, mas os negócios estão crescendo e a cada dia ficando mais especializados. Em Iúna, a Iunin existe há 18 anos, o negócio que começou com a família na Fazenda Bem Posta, no córrego Bem Posta, zona rural de Iúna, hoje tem em média 10 funcionários e industrializa sete produtos diferentes. Iunin vende seus produtos para oito municípios, tanto na região do Caparaó quanto na Serrana, do Espírito Santo. São captados de produtores 2mil e 500 litros de leite por dia.

Abril

O foco é levar para o campo tecnologia e para o pecuarista informação. Ações importantes como: pastejo rotacionado, adubação e irrigação de pastagens, matrizes de alto padrão genético, inseminação artificial, transferência de embriões, capins de alta produtividade, dentre outras, vem acontecendo até nos menores municípios do Espírito Santo. No Espírito Santo, 500 comunidades rurais, em 53 municípios produtores de leite do estado são beneficiadas pelo programa. Somente nos últimos anos, com recursos da administração estadual, foram adquiridos e repassados para uso coletivo dos produtores rurais 111 tanques de resfriamento de leite, com capacidade entre 1000 e 2000 litros, implantados mais de 150 núcleos comunitários de inseminação artificial, além da cessão de quase 10 mil doses de sêmen bovino a preços subsidiados. São alguns exemplos de iniciativas que contribuem para melhorar a competitividade dos pecuaristas, principalmente aqueles de pequeno porte.

“A pecuária bovina é a segunda atividade agrícola mais importante do Espírito Santo e gera cerca de 20% da renda agrícola capixaba, aquela que fica nas propriedades rurais. Com os recursos e capacitações organizadas pelo sistema público agrícola, os pequenos agricultores, os de base familiar, gradativamente estão se tecnificando e melhorando as condições de produção, com Mário Mamprim - Ibamilk menor custo e melhor qualidade do produto. Atualmente as informações estão disponíveis com maior facilidade. Os agricultores não devem Ibamilk hesitar em recorrer às unidades do Incaper e do Idaf, às prefeituras e outras instituições para - Fundada em 2011 buscar informações importantes para o desenvol- Captação de 100 mil litros de leite por mês vimento das atividades ”, afirma o Secretário - Industrializa 9 produtos -Capta leite dos municípios: Iúna, Ibitirama, Estadual de Agricultura Ênio Bergoli. Ibatiba, Muniz Freire e Brejetuba Pecuária de leite no Espírito Santo - 72 pecuaristas deixam o leite na indústria - Gera emprego para 9 pessoas - 17 mil produtores -Localizada no córrego São José, em Ibatiba - 408.545 vacas ordenhadas - 451,2 milhões de litros de leite Iunin - Va l o r b r u t o d a p r o d u ç ã o : R $ 3 3 5 , 7 milh - Fundada em 1995 Pecuária de leite no Caparaó em números: ões - Recebe por dia 2mil e 500 litros de leite - Gera emprego para 10 funcionários Produção Região do Caparaó Rebanho (1000) Valor (1000) - Industrializa 7 produtos Alegre 11 330 17 765 12 791 - Localizada no córrego Bem Posta, em Iúna Divino de São Lourenço 1 705 2 570 1 825 Estado investe na produção leiteira do Espírito Dores do Rio Preto 1 420 1 996 1 437 Guaçuí 6 110 10 080 7 258 Santo

“Nossa empresa é familiar, começou com uma ideia do meu irmão e da esposa dele. Isso há 18 anos. Antes os pecuaristas daqui mandavam o leite para Parmalat, aos poucos eles vêm se Para melhorar ainda mais a produção no estado acostumando em deixar o produto na cidade que já chega a 17 mil produtores e quase 500 mil mesmo. A concorrência é difícil, no início vacas ordenhadas, o Governo do Espírito Santo

10 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

vem investindo na produção leiteira, tudo por meio da Seag, Incaper e Idaf. O programa de Melhoria de Qualidade e Aumento da Produtividade do Leite, também vem acontecendo em parceria com a OCB-ES, cooperativas de laticínios, Faes, Fetaes, Senar, Sebrae-ES, indústrias de laticínios e instituições de crédito rural.

Ibatiba Ibitirama Irupi Iúna Muniz Freire

712 2 100 610 2 063 5 260

1 181 3 570 908 3 177 8 542

Fonte: Governo do Estado

1º Enivaldo Fernandes AMorim - 2º Moacir Lima - 3º Idio Sangi

4º Gildo Mota - 5º Rubens Garcia - 6º Orlando Loss - 7º Luecir Mota 8º Sebastião Pirovani - 9º José Antônio Radael - 10º Antônio Bento Soares

839 2 570 636 2 224 5 980


Abril / Maio 2013 || Revista Capara贸 > 11


CAPARAÓ RURAL ANO II - Nº 10 - ABRIL / MAIO 2013

INFORME PUBLICITÁRIO

SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE IÚNA E IRUPI

PADRSS- Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário

O

movimento sindical de trabalhadores e trabalhadoras rurais ao longo de sua história, empunhou as bandeiras de luta pela reforma agrária, por uma política diferenciada para a agricultura familiar. Um dos esforços do movimento sindical do campo em construir um projeto de desenvolvimento contrapondo o atual modelo agrícola praticado no País excludente e concentrador de terra e renda, buscando a esperança de uma vida melhor para os sujeitos que vivem no meio rural. Portanto, era fundamental criar políticas públicas e programas voltados para a distribuição de renda e a melhoria das condições de vida das populações do campo. As lutas históricas têm buscado a valorização do espaço rural como um local privilegiado de transformação e implementação de políticas de inclusão social com profundas repercussões sobre o conjunto da sociedade brasileira. Foi com esse espírito que os trabalhadores rurais reunidos no ano de 1995 na realização do 6º Congresso Nacional dos Trabalhadores Rurais em Brasília organizado pela CONTAGConfederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura, iniciaram o debate e afirmaram a necessidade de formular um Projeto Alternativo de Desenvolvimento Rural Sustentável e Solidário (PADRSS). Já o 7º Congresso, realizado em 1998, aprovou os pontos centrais que deveriam nortear a construção e implementação do PADRSS.

pautadas em ações a partir dos eixos do PADRSS, visando a implementação e a garantia destas políticas públicas. Somos ao todo no Brasil 4.000 ( quatro mil) sindicatos de trabalhadores rurais filiados a CONTAG, é inegável que tivemos avanços consideráveis, mas nossa busca é incessante pois muito há ainda que se conquistar, O MSTTR entende que o desenvolvimento a certeza que temos é que juntos somos mais brasileiro deve incluir crescimento econômico, fortes. justiça, participação social e preservação cos que promovem a sucessão rural, respeita e valoriza o papel das pessoas da Terceira Idade nas relações sociais, políticas e produtivas do campo, pauta-se pela garantia do direito ao trabalho decente no campo e o fortalecimento das políticas públicas, dentre outros.

Alguns dos eixos centrais deste projeto Tem como centro o bem-estar e a valorização dos sujeitos do campo, a realização da reforma agrária ampla, massiva, de qualidade e participativa, agricultura familiar como a base estruturadora do desenvolvimento rural sustentável e solidário, pauta-se na preservação e conservação ambiental, reconhece o espaço rural em sua diversidade ambiental, cultural, política e econômica, compromete-se com a justiça, autonomia, igualdade e liberdade para as mulheres, afirma a organização e a participação política de jovens trabalhadores e trabalhadoras rurais, reconhecendo-os como sujeitos estratégi-

Iúna Rua Des. Epaminondas do Amaral, 116 sindicatoiuna@hotmail.com

ambiental. Este desenvolvimento deve privilegiar o ser humano na sua integralidade, possibilitando a construção da cidadania. Neste caso, as questões econômicas têm que estar articuladas às questões sociais, culturais, políticas, ambientais e às relações sociais de gênero, geração, raça e etnia.

Foto: Dia de campo onde foi apresentado o projeto PADRSS na propriedade do SR° Leonardo Loze em Alto Trindade - Iúna-ES

O MSTTR também entende que não há desenvolvimento no meio rural sem educação, saúde, garantias previdenciárias, salários dignos, respeito à autodeterminação e preservação do meio ambiente. Desde então a luta do movimento sindical tem sido

28

3545-1249

Irupi

Rua Geralda Alves de Oliveira, 22 safariirupi@hotmail.com

28

3548-1169


Alimentação do seu Cão

F

ilhotes a partir de 45 dias de idade: ração para filhotes certamente é a melhor opção. Existem muitos tipos (secas, semiúmidas ou úmidas), sabores (carne, frango, carneiro, fígado, etc.) e marcas no mercado. Na primeira consulta, o veterinário recomendará o tipo de ração que você deverá fornecer ao filhote. A quantidade de ração a ser dada varia com a raça e o peso do animal. Os fabricantes de ração, na própria embalagem do produto, fazem a recomendação da quantidade ideal.

adultos: seca, úmida ou semi-úmida, 2 vezes ao dia. Você pode misturar ração seca com ração úmida, seguindo a proporção indicada pelo fabricante.

Dicas: - Os filhotes comem 3 a 4 vezes ao dia quando pequenos; - Os filhotes passam a comer menos à medida que vão crescendo; assim, reduza o número de refeições gradativamente. O adulto (a partir de 1 ano) come 2 vezes ao dia; Mesmo que o filhote rejeite a ração, insista. Não - A ração para adultos deve ser dada a partir de fique tentando oferecer outro tipo de alimento 1 ano de idade. O excesso de alimentação como carne e arroz, isso só vai piorar. Misture causará obesidade e inúmeros problemas ao ração úmida, em latinha ou sachê, junto com a animal; ração seca para torná-la mais atrativa. - Restos de comida, doces, massas e tudo o que não for prescrito pelo veterinário deve ser Cães a partir de 1 ano de idade: ração para cães evitado, mesmo que o cão goste ou queira

14 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

comer. O cão que "pede" comida da mesa dos donos deve ser repreendido ou retirado do local das refeições familiares; - Mudanças alimentares devem ser feitas gradativamente ou o animal poderá apresentar diarréia; - Cães de raças grandes devem ser alimentados 2 vezes ao dia quando adultos. Isto evita que ele coma grandes quantidades de alimento de uma vez e venha a ter uma torção do estômago. Fonte: www.webanimal.com.br


Rua Salomão Fadalalh, 202 ‐ Centro ‐ Ibatiba‐ES ‐ 28 3543 ‐ 1740 Rua Antônio Machado, 117 ‐ Centro ‐ Castelo‐ES ‐ 28 3542 ‐ 5216

Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 15


Refrigerantes: Ruim com eles,melhor sem eles:

Q

ue o refrigerante além de não ser saudável é um grande vilão quando se trata de saúde não é nenhuma novidade, mas ainda assim, muitos não conseguem eliminá-los de vez da sua rotina. Para ajudar aqueles que estão dispostos a mudar de vida, vejam alguns dos riscos provocados pelo consumo regular dessa bebida.

açúcar quando consumido em excesso é transformado em gordura pelo fígado, causando aumento de peso ou mesmo uma sobrecarga na função hepática pela necessidade em processar uma quantidade excessiva de açúcares. Quando transformada em gordura passa a envolver os órgãos como o fígado, o que pode contribuir para risco elevado de doença cardíaca, diabetes tipo 2 e acidente vascular cerebral. E para aqueles que ainda acham que consumindo os nas versões light ou diet estarão livre de todos os problemas, fique atento, pois estudos recentes demonstraram uma associação entre a bebida sem açúcar e o aumento da cintura.

Do ponto de vista nutricional os refrigerantes são verdadeiras calorias vazias, ou seja, não conseguem agregar a nossa saúde nenhum nutriente importante e adequado ás necessidades nutricionais. A grande maioria deles apresenta como ingredientes: água açucarada, sódio, corantes, conservantes, cafeína, acidulantes e Veja também a seguir algumas doenças que quando nas versões light ou zero contam também podem ser desencadeadas pelo uso frequente do refrigerante: com os adoçantes artificiais. Osteoporose: As variações cola, em especial, Pesquisas mostram que os aditivos neles contam com uma grande quantidade de ácido contidos, podem causar males à saúde, como fosfórico aromatizante que facilita a incidência de câncer, processos alérgicos e hiperatividade. doença ósseas por impedir a correta absorção do cálcio, enfraquecendo assim os ossos. Quando você ingere 500 ml de refrigerantes e Diabetes: O alto teor de açúcar presente nos ocorridos dez minutos no seu organismo, isso será refrigerantes força o corpo a produzir mais o mesmo que consumir 10 colheres de sopa de insulina e com o tempo torna-se resistente á ela. açúcar ao mesmo tempo, o que representa 100% Estudos mostram que quem toma um copo de da recomendação diária para esse alimento. Esse refrigerante por dia tem 85% de chance a mais

de desenvolver diabetes. Doenças cardiovasculares: Pesquisadores da Universidade de Harvard descobriram que o consumo diário de uma bebida com açúcar aumenta em 20% as chances de sofrer um ataque cardíaco durante um período de 22 anos. E se depois de tudo isso, você que é “viciado” e não consegue tirar ou mesmo diminuir o refrigerante da sua alimentação, sugiro que tente reduzir aos poucos por meio de substituições saudáveis. O ideal será preferir muita água pura, sucos de frutas e folhas, água de coco e chás gelados (moderadamente devido à cafeína). Terminando: os refrigerantes só contêm calorias vazias e malefícios geradores de problemas de saúde e não aportam nutrientes nem outros elementos positivos para o desenvolvimento do nosso organismo. Por isso, pense muito antes de beber refrigerantes, se não puder evitá-los, pelo menos modere sua ingestão. Seu corpo irá com toda certeza agradecer!

E Seu Colesterol,Como Está? Quando você faz um exame de colesterol, os resultados dão o valor do colesterol total e os de três frações: HDL, LDL e VLDL.

A

s parede das artérias. Nesse processo, estão envolvidas praticamente todas as lipoproteínas, entre as quais as citadas acima: HDL, LDL e VLDL. Nas pessoas saudáveis, essas lipoproteínas distribuem e reciclam o colesterol. Nosso objetivo, no momento, é ajudá-lo a controlar os níveis de colesterol como prevenção das doenças cardiovasculares, principal causa de morte nas sociedades industrializadas. Para isso é fundamental caracterizar dois parâmetros: os fatores de risco e os limites para os valores do colesterol. FATORES DE RISCO De acordo com o NationalCholesterolEducationProgram, os principais fatores de risco são: 1) IDADE – Homens: 45 anos – Mulheres: Depois da menopausa;

16 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013

2) FUMO 3) HIPERTENSÃO: Mesmo quando tratada; 4) DIABETES; 5) HISTÓRIA DE DOENÇA CARDIOVASCULAR EM PARENTES DE PRIMEIRO GRAU: Doenças instaladas em parentes masculinos antes dos 55 anos de idade ou em parentes femininos com menos de 65 anos. 6) NÍVEIS DE HDL ABAIXO DE 35 MG POR DL: Pela tabela, um homem aos 50 anos, cujo pai teve infarto do miocárdio aos 53 anos, tem dois fatores de risco: idade e parentesco. Se ele for fumante e tiver HDL = 30, passa para quatro fatores e dobra o risco, embora possa considerar-se gozando de saúde perfeita. Para manter adequados os níveis de colesterol e reduzir o risco de ataques cardíacos ou de outras enfermidades circulatórias, há duas medidas universais: controle do peso corpóreo e

prática de atividade física. Quando estas falham, os médicos aconselham reduzir a quantidade de gordura na alimentação e, eventualmente, prescrevem medicamentos. A ALIMENTAÇÃO FAZ MUITA DIFERENÇA. Está cada vez mais claro para os estudiosos do problema que uma dieta rica em gordura é um dos mais graves fatores de risco para o funcionamento das artérias que irrigam o coração.Cada vez que ingerimos gordura, o nível de triglicérides no sangue aumenta. É necessário realizar uma alimentação bem nutritiva, e ensinar nossos filhos que alimentação saudável faz bem ao coração.


Av. Afonso Cl谩udio - Centro - Ibatiba-ES Abril / Maio 2013 || Revista Capara贸 > 17


18 >Revista Capara贸 || Abril / Maio 2013


Caparaó VIP Denisia Dias

denisiaes@hotmail.com

Breve em Muniz Freire inauguração de mais uma Loja Hering na região do Caparaó.

Restaurante Vale dos Muriquis - Santa Marta - Ibitirama, dos amigos Sinval e Cida é nossa dica de almoço aos domingos.

Wilder Barbosa Secretário de Edução de Dores do Rio Preto, Dep. Estadual Rodrigo Coelho e Cláudia Bastos Prefeita de Dores do Rio Preto.

Parabéns especial para Murilo que completa 9 anos no dia 30 de abril e antecipou a comemoração no TECNOTRUTA, Ibitirama.

Os Parabéns deste mês vai para o Prefeito de Irupi Carlos Henrique Emerick Storck (09/05) e para o amigo Acanhado (Domingão na Roça) dia 06/05.

Parabéns para Sophia comemorando 1 ano com os pais Andréa (Sofiste) e Douglas.

Ana Júlia Storck é Top Student, no ICB English School - Ibatiba.

Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 19


MÃE Pa la vra má g ica , qu e fa z o pen sa r tor na r‐s e poes ia E o pen sa do r torna r‐s e u m va te. F az o ho mem to rna r‐se cria nça ... ... E b us ca r em toda s as mu lh eres a ca rin ho en contra do so mente / n a s mã es . Do poeta a s ublim e po esia ... A fa da qu e fa nta sia a vid a A mu lh er in toca da pos ta n um p ed esta l. O se r ca pa z de gera r vid a... M ã e!... Q ua l p ala vr a s obr e p õe a ti?... N esta terra ... T u és ca rinh o A fided ig na A mo r in com preen sível... Inco mp ará v el. Pra un s tu és s a nta ... Pra mim s a ntifica da . A quela q ue tip ifica a igreja ... Nã o s a lv a , n em intercede M a s, nã o a cov a rda d ian te d o in imigo .

S ão a p en a s três letra s

M – m ila g re, ma ra vilha A – a dm ira çã o, a utêntica E‐ exemp lo, En tus ias m o

M ã e é u ma expr ess ã o, de tam a nho v a lo r q ue fa lta m a dm ir açã o / pa ra exa ltá ‐la . E com o fo rm a de a gr ad ecim ento d evem os h onrá ‐la.

Laudimar Gonçalves Galdino Escritor, Poeta e Membro da Associação de Escritores de Ibatiba

Lingeries, Semijoias, Cosméticos nacionais e importados, Bolsas e Acessórios. Make-up e Duda Molinos.

Rua Mickeil Chequer, nº 30 - Loja A - Ibatiba-ES Madeira e

Anos

20 >Revista Caparaó || Abril / Maio 2013


COISAS DE CASA

- Loja especializada em decoração de interiores - Papéis de parede - Flores artificiais de alta qualidade - Objetos de decoração - Utilidades para o lar - Cama , mesa e banho

www.facebook.com/thingfromhome Av. Afonso Cláudio, 651 - Ibatiba - ES

Tel. 28 9965 - 3411 coisasdecasa@r7.com

Iúna - ES

com o teia sen as com ber e r p s a o s s o ilh pelo da n rav a vi as ma sinam amor a o d n s o pes . Que e e pel esente o r l ê p p c vo exem l. É o o que ito a ã mu ja! pelo dicion ma liç a.. om sua lo u n c d o , i c c in dia s a ida sque e sa v seu óvei nos a será elo R M p H c éns ipe nun u rab

ãe,

M

Pa ho eq in car

Rua do Detran, 96 - Centro - Iúna - ES

28

3545-2208

Relojoaria e Joalheria

Rua Salomão Fadlalah, 289 - Centro - Ibatiba - ES 28

PAPELARIA

3543-1525 Mãe,

do amor sem dimensão, de cada momento, dos atos de cada capítulo de minha vida não ensaiados, mas vividos em cada emoção.

Feliz Dia das Mães!

PRESENTES

Av. Afonso Cláudio, 472 -Loja 2 - Centro - Ibatiba-ES

28

3543-0461

Abril / Maio 2013 || Revista Caparaó > 21


22 >Revista Capara贸 || Abril / Maio 2013


O TR

IO

ÓS

R MB

ELE

A

ELE

Ó

BR

Ó

BR

SIO

B AM ELE

SIO

B AM ELE

SIO

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

SIO

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

SIO

ELE

SIO

ELE

IO

ÓS

BR

AM

ELE

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

ELE

O TR

ELE

SIO

ELE

B AM

O TR

O TR

IO

ÓS

BR

AM

SIO

B AM

AM

B AM

ELE

O TR

ELE

O TR

ELE

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

O TR

IO

ÓS

BR

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

AM

ELE

O TR

ELE

ELE

SIO

B AM

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

ELE

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

O TR

ELE

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM ELE

RO

Ó

BR

O TR

ELE

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM ELE

Ó

BR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

O TR

ELE

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM ELE

Ó

BR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

ELE

ELE

Ó

IO

ÓS

R MB

RO

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

O TR

ELE

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM ELE

Ó

BR

ELE

A

LET

E SIO

O TR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

O TR

ELE

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

O TR

ELE

B AM

ELE

AM

O TR

SIO

B AM

SIO

B AM

SIO

B AM ELE

Ó

BR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

O TR

ELE

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

ELE

SIO

B AM ELE

Ó

BR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

SIO

B AM

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

ELE

ELE

Ó

IO

ÓS

R MB

RO

BR

AM

O TR

IO

ÓS

BR

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE

AM

O TR

SIO

B AM

SIO

B AM

O TR

IO

ÓS

BR

AM

Ó

BR

ELE

A

LET

E SIO

O TR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

O TR

ELE

ELE

A

LET

E SIO

AM

O TR

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

Ó

IO

ÓS

R MB

RO

BR

AM

O TR

SIO

ELE

A

LET

E SIO

O TR

O TR

IO

ÓS

R MB

RO

LET

E SIO

AM

B AM

ELE

A

RO

AM

IO

ÓS

R MB

A

LET

E SIO

O TR

O TR

IO

ÓS

R MB

ELE

O TR

IO

ÓS

BR

AM

ELE


Revista Caparaó 14ª Edição  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you