__MAIN_TEXT__

Page 3

R e c a l c u l a n d o a r o ta

Introdução

E se um demônio lhe seguisse em uma noite daquelas em que você se sente o mais solitário dos solitários e dissesse: “Você viverá esta vida por infinitas vezes e terá as mesmas dores, alegrias, pensamentos e arrependimentos, todos na mesma sequência. A ampulheta será virada eternamente e você com ela, grão por grão!” O que você faria? Atirar-se-ia no chão rangendo seus dentes e amaldiçoaria este demônio ou responderia “nunca ouvi nada mais divino”? Nietzsche

Sim. Queria começar o livro usando esta palavra. Ela é positiva, aberta e inspiradora. Fez o John Lennon apaixonar-se pela Yoko Ono (ele viu essa palavra na entrada de uma de suas exposições). Acho que ela representa bem minha posição perante os acontecimentos. Sim. É o que eu venho dizendo para a vida desde que nasci. Mesmo que isso não tenha sempre me levado para as situações mais confortáveis, ainda acho que é um bom jeito de

17 . . . .

vivê-la. Estar aberta para tudo e aceitar o que acontece, seja bom

Profile for Rodrigo Enge

Introdução do livro "Recalculando a Rota"  

Sumário e introdução do livro "Recalculando a Rota", de Alana Trauczynski, lançado em junho de 2012 pela Editora RDG.

Introdução do livro "Recalculando a Rota"  

Sumário e introdução do livro "Recalculando a Rota", de Alana Trauczynski, lançado em junho de 2012 pela Editora RDG.

Advertisement